Page 1

Inverno na SERRA

EDIÇÃO 284 | ANO 24 | JUNHO 2018

5 Pousadas para curtir o frio

Foco NO TRABALHO

RUBENS PIMENTEL FALA SOBRE PRODUTIVIDADE

Caipirinha e feijoada

A combinação mais brasileira

AMOR QUE TRANSFORMA

Rafael Mantesso e Jimmy são exemplos de como os animais transformam vidas. acompanhe outras histórias que reforçam o laço entre homem e pets CAMPINASCAFE.COM.BR




Sumário

Desde 1994

campinascafe.com.br Diretora de Redação: Cristiane Gracioli cris@gracioli.com.br Redação: Raíssa Zogbi redacao@gracioli.com.br Projeto Gráfico Gracioli Comunicação

p. 22

Diagramação: Marcelo Borges e Ricardo José Pontin

p. 30

Colaboradores: Carla Bianco (Decor) Gabriel Santana (Coaching) Grazi Caproni (Nutrição) Lucas Estevam (Turismo) Neusa Leoncini (Social), Prof. Rodrigo Domingues (Bem-Estar)

p. 38

Publicidade Campinas: Tel: 19 3201-5715 contato@gracioli.com.br

p. 36

Marketing e Circulação: contato@gracioli.com.br

Estagiária: Rafaela Maia TIRAGEM DESTA EDIÇÃO 15.000 EXEMPLARES Av. Dr. Hermas Braga, 532 Nova Campinas - Campinas SP - fone: 19 3201-5715 contato@gracioli.com.br Foto da Capa: Matheus Campos

04 CAMPINAS CAFE

p. 32

p. 44

Diretor Comercial: Eduardo Gracioli eduardo@gracioli.com.br

Jornalista Responsável: Raíssa Zogbi MTB-SP 82459

p. 16

p. 8

08 Rápidas Bons passeios em São Paulo

16 Especial Amor de Bicho

30 Quem Indica Lugares para assistir aos jogos

38 Nutrição A procura pela dieta Low Carb

09 Shows Grandes atrações

22 Destinos Pousadas na Mantiqueira

32 Cozinha A majestosa caipirinha

40 Bem-estar O poder do Inhame

14 Decor Casa Cor SP

24 Destinos Orlando além da Disney

36 Bate-papo Rubens Pimentel da Inova B. School

44 Motor News Calendário de eventos

/CampinasCafe



editorial

Vida

com pet

Cristiane Gracioli Editora cris@gracioli.com.br

S

e você não tem, provavelmente conhece alguém que conviva com um bichinho. E arrisco a dizer mais. Você já deve ter ouvido falar que eles são parte da família! Pois é, caro leitor. Reservamos uma matéria especial de amor para esse mês, que te convida a mergulhar no universo dos pets e compreender um pouco mais sobre um laço forte de gratidão com os humanos. O simples fato de ter um bichinho em casa já nos traz um bem-estar enorme, porém, a companhia deles é capaz de muito mais: é antídoto dos mais eficazes no combate à solidão, à depressão e até à doenças. Por isso, reunimos histórias inspiradoras de pessoas que viram a vida mudar graças à presença desses bichanos. O publicitário Rafael Mantesso, que enfrentou o fim do casamento e a falência de seu restaurante ao lado de seu fiel amigo Jimmy Choo que deu a ele não só a companhia, mas um novo rumo, é um dos exemplos. Luisa Mell não só venceu a depressão como encontrou no amor dos animais a inspiração para o seu trabalho. E Breno Martins leva ao Lar dos Velhinhos o carinho e o aconchego que os animais conseguem trasmitir. Aproveitamos o tema para mostrar a importante atuação das pessoas que salvam animais abandonados e os desafios que elas enfrentam, muitas vezes sozinhas. No decorrer das páginas, temos gastronomia, turismo e muito mais. Abrimos o nosso leque com cantinhos especiais de inverno da Serra da Mantiqueira e o blogueiro Lucas Estevam fala sobre roteiros alternativos em Orlando, que vão além da Disney e dos tradicionais parques. Um pouco mais para frente, a Copa invade as páginas. Uma seleção de bares e restaurantes de Campinas que estão preparadíssimos para te receber nos dias de jogos. Em seguida, uma entrevista com alguns insights sobre a produtividade em nossa rotina de trabalho. E, já que o clima é verde e amarelo, conheça também um pouco mais da história da caipirinha, bebida brasileira que nesta época do ano é companhia certa para uma boa feijoada. E como não podemos descuidar da alimentação, veja os motivos para incluir o inhame no seu cardápio.Torça e delicie-se! Aproveite a leitura e vamos juntos rumo ao hexa!

6 CAMPINAS CAFE



rápidas

A BIENAL DO LIVRO DE SP

ESTÁ CHEGANDO

Os apaixonados por livros já podem anotar na agenda. Entre os dias 3 e 12 de agosto acontece a 25ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, no Pavilhão de Exposições do Anhembi. Este ano, o evento terá o tema “Venha Fazer esse Download de Conhecimento”. A ideia é mostrar que o livro, em todos os seus formatos, é o principal agente de comunicação da atualidade. Além disso, os visitantes contarão com uma série de atividades culturais e encontros com autores, incluindo bate-papos e palestras. Escritores nacionais e internacionais aclamados pela crítica como Anna Todd, autora de “After”; David Levithan, autor de “Todo Dia” e Marissa Meyer, autora de “As Crônicas Lunares”, já estão confirmados. bienaldolivrosp.com.br

Fotos: Divulgação.

CASACOR SÃO PAULO

A 32ª edição da CASACOR São Paulo conta com 81 ambientes distribuídos em uma área de 25 mil m² e que reforçam a importância da conexão da arquitetura com a natureza. Com o tema “A Casa Viva”, a mostra valoriza a vegetação brasileira e os ambientes abertos com diversas funções. Assim, os limites entre interior e exterior estão menos rígidos e são construídos com a ajuda de painéis de vidro e portas pivotantes. As cores, que lembram a natureza como o rosé, os tons terrosos, o azul e o verde, são aliadas à madeira e às pedras naturais. Além disso, as referências aos anos de 1970 e 1980 possibilitam cores e formas vibrantes, assimetrias e um pouco de extravagância kitsch do pop art. Até 29 de julho, no Jockey Club de São Paulo. Os ingressos custam R$ 60,00 de terça a quinta-feira e R$ 76,00 de sexta a domingo e feriados. casacor.abril.com.br

FOOTBALL PARADE NA CAPITAL PAULISTA

Em clima de Copa do Mundo, arte e futebol se misturam e ganham espaço nas ruas de São Paulo entre os dias 15 de junho e 15 de julho. Com o objetivo de incentivar a arte, o esporte e a filantropia, o Football Parade contará com 70 bolas pintadas por artistas plásticos selecionados. As esculturas feitas com fibra de vidro estarão expostas nas principais ruas, avenidas e locais de grande circulação da capital. Além disso, será possível adotar uma bola e reverter parte da receita arrecadada às instituições e fundações com projetos sociais através do esporte. footballparade.com

BARCELONA EM SP

Depois da Copa do Mundo, São Paulo terá um evento especial para os apaixonados por futebol. As lendas do Barcelona estarão no Allianz Parque em 28 de julho. O jogo festivo é uma comemoração aos 50 anos da Special Olympics, organização internacional fundada pela família Kennedy para apoiar pessoas com deficiência intelectual por meio de iniciativas de inclusão. Entre os craques estarão os ex-atletas Rivaldo, Edmilson, Belletti e Abidal, pela equipe do Barcelona Legends. Já na Seleção Olimpíadas Especiais Brasil, os embaixadores da Special Olympics Zico e Cafu são nomes confirmados. O valor levantado com a venda dos ingressos, que variam de R$50,00 a R$150,00, será totalmente convertido para as atividades da instituição. eventim.com.br


SHOWS EM CAMPINAS E REGIÃO shows

SANDY

WESLEY SAFADÃO

Já imaginou Wesley Safadão, Chemical Surf e MC Kekel no mesmo lugar? O mix de estilos acontece 28 de julho, na Folk Valley, em Valinhos. O cantor sertanejo sobe ao palco com o seu novo single “Romance com Safadeza” e hits já consagrados como “Camarote” e “A Dama e o Vagabundo”. De R$ 90,00 a R$ 500,00. folkvalley.com.br

SHOWS EM SAMPA

Shakira Shakira chega ao Brasil com a turnê “El Dorado World Tour”, que leva o nome do seu 11º disco lançado em 2017. A colombiana se apresenta em São Paulo, no Allianz Parque, no dia 21 de outubro. Já em Porto Alegre, o show acontece na Arena Grêmio, dois dias depois. O setlist da turnê conta com os hits “Me Enamoré” e “Can’t Remember to Forget You”. Os ingressos variam entre R$ 198,00 a R$ 887,00. viagogo.com/br

Com sucessos da carreira solo, como os hits “Me Espera” e “Filhos do Arco-Íris”, a nova turnê de Sandy já tem data de estreia. A cantora se apresenta no dia 31 de agosto, no Credicard Hall, em São Paulo. A expectativa é que ela lance também um novo CD no mesmo mês. Os ingressos do show variam entre R$90,00 e R$300,00. premier.ticketsforfun.com.br.

VILLAMIX LISBOA O maior festival de música brasileira chega a Lisboa, no Altice Arena, no dia 6 de outubro. Pela primeira vez na Europa, a mega estrutura do evento recebe grandes nomes como Jorge e Mateus, Matheus e Kauan, Alok, Kevinho e Wesley Safadão. O evento já possui suas versões no Paraguai e em diversos estados do Brasil. De 120 a 25 euros. villamix.com.br/

DIONNE WARWICK A vencedora de cinco Grammys chega ao Brasil para comemorar 50 anos de carreira. A cantora de pop romântico se apresenta no Rio de Janeiro, em Vitória, São Paulo e Brasília entre os dias 18 e 25 de agosto. Na capital paulista, o show acontece no dia 23, no Espaço das Américas. Dionne é conhecida pela interpretação de canções como “Walk on By”, “Say a Little Prayer” e “I’ll Never Fall in Love Again”. Os ingressos custam de R$ 90,00 a R$ 500,00. clubeshows.com.br


exposições

FRIDA KAHLO EM SÃO PAULO

Fotos: Divulgação.

A mostra “Frida & Diego – Fragmentos” expõe 60 fotos inéditas da história da vida da artista responsável por marcar o século XX com importantes pinturas como “Autorretrato em vestido de veludo” e “Frida Kahlo e Diego Rivera”. Os momentos com o seu marido foram registrados pelos fotógrafos Peter Juley e Nickolas Muray e estarão no Centro Paula Souza, na Santa Ifigênia, em São Paulo, até o dia 15 de julho. A exposição é gratuita e fica em cartaz de segunda a sexta-feira. Basta realizar agendamento prévio pelo e-mail: inscricao.arinter@cps.sp.gov.br

10 CAMPINAS CAFE

50 ANOS DO MUSEU

LASAR SEGALL

Em comemoração ao cinquentenário da instituição, a exposição “1967 – 2017: Museu Lasar Segall – 50 anos” pode ser conferida até 24 de setembro na capital paulista. A mostra homenageia Maurício Segall, diretor do museu por 30 anos e filho do artista e apresenta projetos realizados pela

instituição, como a mostra “Por caminhadas ainda mais distantes – as emigrações artísticas de Lasar Segall” promovida nos Estados Unidos e em Paris. O Museu Lasar Segall recebe visitações de quarta a segunda-feira, das 11h às 19h, com entrada gratuita. Saiba mais: museusegall.org.br


livros

ADINKRA, MEU PAI...

AMIGAS

Escrito por duas mineiras, Laura Conrado e Marina Carvalho, o livro traz reflexões sobre o papel da mulher na arte, no mercado editorial e nos estádios. Repleta de referências literárias, a história aborda a amizade de Lívia e Gabi, duas meninas apaixonadas por literatura, que resolvem produzir o blog Literalmente Amigas. Lívia é centrada, trabalha na área e tem planos para o futuro, apesar de não estar bem amorosamente. Já Gabi ama artes, é avoada e desorganizada financeiramente. Apesar das personalidades distintas, as escritoras retratam um companheirismo inseparável. Mas nem tudo dá certo. Uma vaga na maior editora do país pode mudar o destino dessa amizade. Editora Bertrand Brasil - Grupo Editorial Record, 336 páginas, R$ 39,90.

ASIÁTICOS PODRES DE RICOS

A trama conta a história do professor universitário Nicholas Young, que leva sua namorada, Rachel Chu, até Cingapura para o casamento de seu melhor amigo. Porém, tudo muda quando ela descobre que namora o herdeiro de uma das famílias mais milionárias e tradicionais do país. A história, que terá uma adaptação cinematográfica ainda este ano, narra esse universo desconhecido por Rachel e as tramoias e fofocas da família que não aceita o relacionamento. Outras tramas paralelas sobre a cultura asiática são descritas nos cenários mais exclusivos do Extremo Oriente. Editora Record, 490 páginas, R$ 49,90.

O DELATOR

Com o subtítulo “A história de J. Hawilla, o corruptor devorado pela corrupção no futebol”, o livro conta a história do radialista que ficou bilionário através dos desvios no futebol brasileiro. Os jornalistas Allan de Abreu e Carlos Petrocilo revelam detalhes dos depoimentos de Hawilla ao FBI sobre formação de quadrilha, obstrução de justiça, lavagem de dinheiro e fraude bancária. É uma reportagem investigativa sobre a máfia da cartolagem nas três Américas. Editora Record, 266 páginas, R$ 49,90.

Fotos: Divulgação.

LITERALMENTE

O livro conta a história de um filho que, ao descobrir a morte do pai, adormece e acorda assustado com pegadas de animais. O búfalo, a zebra, o crocodilo e o elefante, entre outros animais estranhamente começam a falar e querem prestar homenagem ao falecido. No quintal, desenham símbolos adinkra, ideogramas que trazem provérbios dos povos acã, da África Ocidental. Rabiscos parecidos com os desenhados pelo falecido ao se despedir de seu filho. Assim, o jovem consegue entender tudo aquilo que seu pai lhe falava através de desenhos. Uma verdadeira jornada através das tradições africanas e seu modelo de escrita pouco conhecido. Editora Salamandra, 88 páginas, R$ 48,00.


VIP

ESTILO

Eduardo Keppke

Os melhores do mundo

“O problema com o comunismo é que um dia o dinheiro dos outros acaba” Margaret Thatcher

ESTILO DE VIDA Acompanhe Estilo de Vida entre 14h e 16h na CBN e aos sábados às 11h40 entrevista.

Um festival com quatro espetáculos da Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo será apresentado no Teatro Iguatemi, em Campinas, todos os sábados e domingos até 1º de julho: “Melhores do Mundo Futebol Clube”, “Notícias Populares”, “Hermanoteu na Terra de Godah” e “Sexo – A Comédia”.

Teatro cômico em destaque

Com 23 anos de existência, o grupo ganhou popularidade pelo humor crítico e veloz dos textos de seus espetáculos, todos escritos e dirigidos por seus seis integrantes: Adriana Nunes, Adriano Siri, Jovane Nunes, Ricardo Pipo, Victor Leal e Welder Rodrigues. São eles também que assinam os figurinos, os cenários e o design gráfico. A produção executiva é de Carlos Henrique Rocha, com direção técnica, iluminação e trilha sonora de Marcello Linhos e operação de áudio de Luís Pires.

Foco na atenção

Foi a partir de 1786 que o alpinismo passou a ter status elevado entre nobres e vips do mundo. Aconteceu quando dois franceses, o médico Michel Paccard e o cristaleiro Jacques Balmat, motivados pelo prêmio Saussure venceram os 4810m do Monte Branco. A atenção é um requisito básico, como afirma o jovem cirurgião plástico Eduardo Keppke, que pratica montanhismo há mais de 18 anos. Ele é o segundo brasileiro a escalar o cume mais alto de cada continente, entre outras montanhas, e o sexto do Everest. A lista é grande, só para citar algumas outras aventuras: Aconcágua, Bonete, Kilimanjaro, Maciço Vinson Antartica, Elbrus, Piramide Carstensz Oceania, Tarija, compondo o período desde 2002 até 2013.

A região da Liguria Rapallo é a porta de entrada da Riviera Italiana, entre Gênova e Cinque Terre. Muito bem servida de trens, barcos e ônibus, fica três minutos de Santa Margherita Ligure, 8 minutos de Camogli, 40 minutos de Portofino, que tantos conhecem, principalmente, pelos filmes. Um vilarejo que faz parte do mundo exclusivo dos vips. Para citar alguns daqueles que lá ancoram seus iates: George Clooney, Jennifer Lopes,Tom Cruise, Madonna. Como dinheiro não é problema para esse pesssoal, muitas marcas famosas abriram neste recanto da Liguria suas boutiques como Luis Vuitton, Dior, Cartier. É um refúgio de milionários do planeta, de artistas de Los Angeles e daqueles que amam o turismo de luxo.

Fotos: Divulgação.

NEUSA LEONCINI /neusaleoncini Social


cursos

para todos os Gostos Aproveite seus momentos livres para aprender mais sobre os temas de seu interesse. MINDFULNESS

O treinamento ministrado por André Jensen prepara o aluno para desenvolver as técnicas do Mindfulness através de exercícios meditativos, cognitivos e comportamentais. Dividido em dois módulos de dez horas cada, o curso acontecerá na Expo Dom Pedro e tem como objetivo melhorar o desempenho pessoal e profissional e despertar a consciência dos participantes. Quem oferece: Febracis Campinas Quando: 27 e 28 de julho Investimento: R$ 2.180,00 em até 7 vezes Informações: 3255-0816

C

M

Y

CM

MY

DECORAÇÃO PRÁTICA

CY

Criar soluções para ambientes residenciais, por meio de móveis e objetos, é o principal ensinamento do curso que tem duração de 54 horas. Os alunos aprendem também os conceitos básicos de circulação, iluminação, materiais e revestimentos. Quem oferece: Senac Campinas Quando: 17 de julho a 30 de agosto, às terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30. Investimento: R$ 705,60 Informações: 2117-0600 CMY

K

FOTOGRAFIA, MODA E BELEZA

Em 40 horas-aula, o curso ensina as técnicas de fotografia que devem ser usadas para ensaios de moda e beleza, além de briefings e produção criativa. São 15 vagas. Quem oferece: Senac Campinas Quando: de 5 de julho a 30 de agosto, às quintas-feiras, das 8h às 12h30. Investimento: R$ 855,40 Informações: 2117-0600


decor

Le Riad Bontempo

Roberto Migotto usou uma parede de 8 metros de comprimento com um trabalho de marcenaria inspirado no Marrocos, reproduzidos também no piso, no teto, na porta, em móveis e em azulejos. Usou o verde-oliva como tendência e o granilite, mistura de cimento e pedras de granito, como opção barata e durável.

CASA COR SÃO PAULO Destaques da edição CASA VIVA de 2018

C

ASA VIVA é o tema da edição da mostra da Casa Cor, que fica aberta ao público até 29 de julho no Jockey Club de São Paulo. A ideia é trazer novamente a casa como refúgio físico, mental e espiri-

Refúgio Urbano

Fotos: Divulgação

CARLA BIANCO É Designer de Interiores pela Arquitec e formada em Publicidade e Propaganda pela PUC Campinas cacabianco cacabian@gmail.com 14 CAMPINAS CAFE

por Carla Bianco

tual. Harmonia e natureza, convivência e confraternização refletem um estilo de vida rodeado de verde. Espaços aconchegantes e elementos da natureza e memórias afetivas estão presentes no decor dos 81 ambientes. Veja!

Marina Linhares em “refúgio urbano”, espaço marcado por tons suaves, transmite tranquilidade. A iluminação é natural, com amplas vidraças e ambientes a céu aberto. A sofisticação vem graças aos detalhes e as obras de arte. Uma casa não apenas bonita, mas pronta para se viver e aproximar as pessoas: essa é a tendência.


decor

Syshaus

Arthur Casas com um projeto inovador em parceria com a empresa Syshaus, fez uma casa do futuro. Com estrutura no estilo de residências pré-fabricadas, será comercializada como um produto via site. Ao fechar o negócio, já se sabe o preço e o prazo de entrega, que gira em torno de 6 meses. Ambiente em alto padrão que zela pela sustentabilidade.

Jardim da Villa Olivo Todeschini

João Armentano tem como lema a sustentabilidade em primeiro lugar. Uma oliveira é a estrela do ambiente, refletida em um espelho externo e integrada à sala e ao quarto por janelões. Armentado valorizou a luz e a ventilação naturais e as esculturas de madeira.

Suíte Arquitetos

Carolina Mauro, Daniela Frugiuele e Filipe Troncon, da Suíte Arquitetos, assinam o espaço “Casa da Árvore”. Uma casa completa em todos os sentidos, repleta de identidade brasileira, inspirada na flora e fauna, riquezas naturais, como pedras brutas e texturas rústicas. Um imponente flamboyant incorporado à área de estar, ganha destaque ao transpor o pé direito da casa. É a árvore que, a partir das cores do tronco e da verde copa, estabelece o tom da paleta de cores reinantes na decoração, a volta dos tons terrosos.

Cisterna de Deca

Osvaldo Tenório no seu espaço Deca se inspirou nas milenares cisternas (reservatórios de água) de Constantinopla, com colunas e iluminação fazendo referência a um templo. O sistema de água corrente, se movimenta em um ciclo e se conecta a sala de banho de luxo instalada no segundo andar. A tendência foi fazer uma releitura de conceitos antigos, com aplicação de novas tecnologias. A dupla Andrea Teixeira e Fernanda Negrelli assinaram um spa relaxante para se energizar. A paleta de cores se baseia em tons escuros, como cinza, marrom e dourado, que em conjunto de elementos como pedra e madeira, acentuam a essência intimista e reconfortante.

Quando: até 29 de julho. Terça à sábado, das 12h às 21h e domingo, das 12h às 20h Onde: Jockey Club de São Paulo (Av. Lineu de Paula Machado, 875, Cidade Jardim, São Paulo) Ingressos: de terça a quinta-feira: inteira: R$ 60,00 | meia entrada: R$ 30,00 Sexta, sábado, domingo e feriados: inteira: R$ 76,00 | meia entrada: R$ 38,00 Passaporte único: R$ 180,00 Crianças de até 12 anos, acompanhadas de adulto, têm entrada livre. ingressorapido.com.br/ event/6142/d/25627 JUNHO 2018 15


pets

Especial

Amor de bicho 60% da população brasileira convive com esse sentimento

Fotos: divulgação

E

nquanto somos mais de 209 milhões de brasileiros, a população de animais de estimação chega a 132 milhões, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Não é de se espantar, portanto, que o país ocupe o terceiro lugar no ranking mundial de faturamento no setor pet, atrás apenas dos Estados Unidos e do Reino Unido, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet). Para se ter ideia, em 2017, o saldo fechou em mais de 19 bilhões de reais, um crescimento que representa cerca de 7% se comparado a 2016. O aumento considerável nesse setor da economia é apenas mais um indicativo do forte laço criado entre o homem e os bichinhos, que hoje são, para muitos, membros da família e, portanto, requerem cuidados e carinho. Aliás, esses são os únicos requisitos para quem quer ter um pet em casa, de acordo com o publicitário mineiro Rafael Mantesso, autor do livro “Um cão chamado Jimmy”. “É uma balança muito cruel quando se mensura o amor incondicional que eles te entregam, em troca de algo tão simples quanto água, comida e carinho”, conta. Ele, que agora vive em São Paulo, teve sua vida transformada depois de perceber que o amor estava nos pequenos gestos de seu cão, Jimmy Choo. Hoje, já livre do quadro de depressão, conta como o pet foi essencial para vencer os obstáculos. 16 CAMPINAS CAFE

por Raíssa Zogbi e Karina Fusco

Rafael Mantesso - Da depressão ao sucesso Ao se deparar com um quadro de autismo que culminou no término do seu casamento, no fracasso do seu restaurante e em um apartamento sem móveis, que foram levados pela ex, Rafael Mantesso descobriu sua fonte inesgotável de amor e, também, um novo talento

que viria a dar asas, literalmente, a sua vida. Sentado em companhia das paredes brancas e de Jimmy Choo, seu Bull Terrier, o desenhou como anjo na parede. Ele gostou da ideia e resolveu criar uma coleção de desenhos tendo seu cão como protagonista e, depois de


pets especial uma postagem em seu blog, incialmente focado em gastronomia, viu seus números crescerem da noite para o dia. “Dormi com 10 mil seguidores e acordei com 70 mil, além de 16 mil e-mails, entre eles uma mensagem da CEO da Jimmy Choo”, conta. Foi aí que tudo começou a mudar. A parceria com a luxuosa grife de sapatos que leva seu pet desenhado nas estampas foi licenciada em 36 países e lhe rendeu novos convites, entrevistas e trabalhos no universo da publicidade, como em maio de 2016, quando seu projeto ganhou o relevante prêmio Webby, em Nova York, na categoria fotografia em redes sociais. Rafael saiu de um quadro de depressão, em que dependia da ajuda dos amigos para comer e hoje trabalha em uma agência em São Paulo. “O cachorro é uma forma de terapia. Eles não têm barreiras, preconceitos e o Jimmy supre todas as minhas carências afetivas”, relata. Para ele, seguir a rotina que o cão está habituado é o mínimo que pode ser feito. Hoje, as sessões de foto diminuíram, justamente, para garantir o bem-estar do pet. Para eternizá-lo, o publicitário criou uma animação que dá voz ao amigo cão com episódios divulgados em suas redes. Por um ano, Rafael firmou uma parceria junto a uma marca de ração para doar cinco toneladas do alimento por mês para uma Organização Não Governamental (ONG) e, hoje, contribui com outra ONG com a doação de fotos do Jimmy para leilão, fotografando campanhas e desenhando pro-

“O cachorro é uma forma de terapia. Eles não têm barreiras, preconceitos e o Jimmy supre todas as minhas carências afetivas” dutos. Rafael pode ter desenhado asas para Jimmy, mas antes mesmo ele já era seu anjo. “Fica difícil oferecer qualquer coisa perto do que eles oferecem para nós: a vida”, diz. Mas, o cenário invertido também existe: humanos que abrem mão, muitas vezes, do bem-estar próprio para resgatar um amigo e tranformar seu futuro.

Desenhos de Rafael e fotografias de Jimmy: talento e amizade

JUNHO 2018 17


pets especial

Breno Martins Jancowski Os dois lados da moeda

Luíza com seu querido bichinho

Fotos: Divulgação.

LuIsa Mell - Amor incondicional aos animais A atriz Luisa Mell, de 39 anos, sentiu na pele o preconceito por ter adotado uma cachorrinha vira-lata, a Pricipessa, que depois passou a se chamar Dino. Ao mesmo tempo, viu também a força que esses bichinhos conseguem dar aos humanos nos momentos difíceis ao acompanhar o bem que a cachorrinha fez ao seu pai que enfrentava uma depressão. Em seguida, veio o programa Late Show, que ela apresentou na Rede TV! entre 2002 e 2008. Foi ali que ela se envolveu definitivamente com a causa animal. Tornou-se uma grande defensora dos bichinhos e, inclusive, comprou brigas com famosos e poderosos.

18 CAMPINAS CAFE

No caso do Instituto Royal, que ganhou as manchetes de todo o país em 2013, ela ajudou a resgatar 178 cães que sofriam maus tratos. Ao abraçar a causa, ela não imaginava quantos outros benefícios os pets levariam a sua vida. “Eles me ajudaram a vencer uma depressão profunda que veio com a crise dos 30 anos e quando fiquei desempregada”, revela. Ao retomar o eixo de sua existência, ela concretizou um desejo de cuidar efetivamente dos bichinhos abandonados e maltratados e pouco tempo depois fundou o instituto que leva seu nome e acompanha de per to todo o processo de adoção. “Ao estar perto dos animais, vejo muita crueldade, o pior lado do ser humano, mas acompanho também histórias lindas de pessoas que se transformam por eles e para eles, cuidando, por exemplo, de cães idosos, cegos e paraplégicos com muito amor”, afirma ela que conta toda sua história no livro “Como os Animais Salvaram minha Vida”.

Essa relação é mesmo um ciclo. O estudante de veterinária do Centro Universitário de Jaguariúna (UniFAJ), Breno Jancowski, acredita no poder de transformação dos humanos através do contato com animais e, também, na sua missão com eles. Então, uniu as duas causas. Em visita ao Lar dos Velhinhos de Campinas, ele conta sobre a experiência de seus projetos como forma terapêutica e de interação com os idosos. “A oportunidade de entrar em contato com os bichinhos retoma memórias, muda a rotina dessas pessoas e traz magia em forma de carinho e noção de responsabilidade”, relata. Baguera, a cadela que interagiu com os idosos no dia da visita, é fruto de uma adoção de Breno. Mas, se engana quem pensa que ela foi a única atração. A porquinha do mato, Matilde, as cobras, lagartos, entre outros animais silvestres que Breno trabalha, trouxeram memórias da infância e diver tiram os idosos. “Eu gosto demais dos animais porque morei no sítio Nem tenho medo de cobra. É bom poder lembrar da infância ”, diz dona Maria Faria Neves, conhecida como


pets especial

Breno com uma cadelinha adotada por ele

Cotinha. E o projeto se estende, também, no universo infantil. “Nós fazemos semanalmente um trabalho terapêutico com crianças com vários tipos de deficiência na Apae de Indaiatuba”,diz. Segundo ele, a curiosidade desperta o desenvolvimento infantil e os faz vencer medos e interagir de forma lúdica . “Uma menina aprendeu a contar com os insetos que levei”, se orgulha Breno. A relação traz benefícios para os dois lados e fortalece o laço do homem com a natureza. O carinho e o

cuidado do Breno com os animais é transmitido em forma de amor tanto para ele, quanto para as pessoas que fazem parte do projeto.

A porquinha do mato Matilde fez sucesso entre os idosos

JUNHO 2018 19


pets especial

Fotos: Divulgação.

Coisa de gente grande

Muitos amam, poucos ajudam. As ONGs que abraçam a causa animal por meio de resgates e tratamentos são, hoje, as grandes responsáveis por mudar a vida de inúmeros bichinhos. Mas há, também, quem se joga na causa sozinha. São pessoas que fazem muito, com muito pouco. Que também enfrentam os bastidores mais dramáticos e crueis até encontrar um lar e possibilitar uma vida digna ao animal. Porém, a sobrecarga é intensa. “Alguém tem que fazer”, conta a estudante de Publicidade e Propaganda da PUC Campinas, Bruna Pimenta, que começou a resgatar animais desamparados na infância. “Como estou no último ano de faculdade e as mensagens de pedido de ajuda são diárias, tive que diminuir os resgates. Foram apenas três esse ano, mas já resgatei mais de 100 sozinha”. O grande problema, de acordo com ela, é não haver apoio do governo e nem de novas pessoas nessa missão. “São sempre as mesmas pessoas que ajudam e se uma deixa de fazer durante um ano, são mais de 50 animais impactados que deixam de ser salvos”, completa. A professora de inglês e empreendedora, Erika Mantovani, reforça o problema mencionado por Bruna. “Você não tem apoio. Na hora todo mundo incentiva, mas depois ninguém ajuda e eu não digo isso com rancor. Mas, sei que se eu resgatar, vai ser por conta e risco ou contar com as 20 CAMPINAS CAFE

mesmas pessoas de sempre”. Hoje, depois de passar por terapias e fazer tratamentos com medicamentos por conta de uma depressão e síndrome do pânico, Erika fez uma promessa para si que não iria resgatar animais neste ano. “Envolve muito tempo e dinheiro e eu aca-

bo desfocando da minha vida para cuidar só dos animais”, conta. “Meu relacionamento acabou porque eu não conseguia sair para jantar e não parar para resgatar um cachorro”, completa. Hoje, ela se distanciou dos resgates e foca em projetos pessoais que não deixam o discurso

Erika Mantovani e sua filha


pets especial

SAIBA COMO AJUDAR!

de fora. “Estou abrindo uma empresa de maquiagens veganas totalmente cruelty free com a minha filha, em que 1% será destinado para a castração em Campinas”. As ONGs estão lotadas, então o alerta fica para despertar o envolvimento de mais pessoas.

ONGs Campinas Amor de Bicho amordebichoresgate.com.br Focinho Abandonado focinhoabandonado.com.br Anjos de Rua facebook.com/anjosderuaoficial

“Damos carinho e eles devolvem muito mais. É o amor mais lindo que se pode receber. Não há olhar mais grato”, garante Erika.

Associação Amigos dos Animais de Campinas (AAAC) aaaccampinas.wordpress.com

Erika Mantovani

Grupo de Apoio ao Animal de Rua (Gaar) gaarcampinas.org


destinos

INVERNO NA Serra Conheça

charmo-

sas opções de estadia em uma das regiões mais procuradas para curtir o frio com conforto

s baixas temperaturas fazem aumentar a procura por recantos aconchegantes e especiais cravados nas montanhas. A Serra da Mantiqueira, que tem sua extensão dividida entre os estados de Minas Gerais e São Paulo, é um dos destinos prediletos de quem quer curtir belas paisagens, aproveitar o contato com a natureza e provar delícias gastronômicas. Para ter dias perfeitos, é fundamental escolher um refúgio para chamar de seu, seja por algumas horas ou alguns dias. Os casais são os donos do pedaço, mas isso não significa que famílias inteiras também não possam aproveitar o friozinho. Selecionamos cinco pousadas convidativas para você ter a certeza de que a única coisa que não encontrará tão facilmente é a vontade de voltar para casa.

A charmosa pousada conta com apenas nove suítes para não deixar de lado sua proposta de exclusividade. É perfeita para casais que buscam um ambiente romântico e tranquilo. As suítes superior e luxo, com hidromassagem e adega climatizada, são as mais disputadas. Para o lazer, há piscina aquecida, sauna e sala de massagem. Os mimos para os hóspedes fazem da experiência da estadia ainda mais especial. As diárias com café da manhã, chá da tarde e transfer até o Capivari custam a partir de R$ 1.445,00 R. Lasar Segall, 431 Vila Inglesa. Informações e reservas: (12) 3663-2926 e lahh.com.br

Pousada do Quilombo, São Bento do Sapucaí (SP) Com vista para a Pedra do Baú, tem opções de acomodações para casais e famílias. As unidades Luxo contam com banheira de hidromassagem, toalha aquecida, aquecedor elétrico, cama king size, lareira, varanda e TV de LED 42 polegadas. O farto café da manhã tem bolos, pães, iogurte e frutas fresquinhas. Na área verde há trilhas, piscinas, jacuzzi e banheira de hidromassagem. As diárias para casal com café da manhã custam a partir de R$ 600,00 e em quarto quádruplo saem a partir de R$ 1.000,00. Estrada do Quilombo, 1403, bairro do Quilombo Informações e reservas: (12) 3971-2686 e (12) 99781-6982 e pousadadoquilombo.com.br

Fotos: Divulgação.

Fotos: Divulgação

A

por Karina Fusco

L.A.H. Hostellerie, em Campos do Jordão (SP)

22 CAMPINAS CAFE


Solar d’Araucária, em Gonçalves (MG) A pousada conta com 19 chalés com hidromassagem dupla, jacuzzi ou ofurô. O mais cobiçado é o Chalé Loft com 110 m² e equipado com ofurô, sauna úmida e hidromassagem ao ar livre sobre um deck. O espaço verde, que conta com jardim florido, quedas d’água e cachoeira, é convidativo para caminhadas. No café da manhã, são servidos pães de queijo quentinhos e outras delícias mineiras. A diária para casal com café da manhã custa a partir de R$ 760,00. Estrada Terra Fria, km 2, bairro Retiro. Informações e reservas: (35) 3654-1260/(35) 3654-1398 e: solardaraucaria.com.br

Mirante da Colyna, em Monte Verde (MG) São 24 unidades de hospedagem e o destaque é o chalé mirante, que tem hidromassagem com vista panorâmica para as montanhas. Já os chalés luxo com mezanino são uma boa escolha para quem viaja com toda a família. O café da manhã servido até às 11h tem waffles quentinhos deliciosos! Quem não abre mão de uns momentos de relaxamento com muito requinte, deve escolher ao menos uma opção do menu do Samadhi Spa. As massagens e os banhos com vista para a Serra da Mantiqueira renovam as energias. Diárias a partir de R$ 630,00 com café da manhã e chá da tarde. R. do Selado, 187 Informações e reservas: (35) 3438-2613 e mirantedacolyna.com.br

Pousada Quatro Estações, em Santo Antônio do Pinhal (SP) Os 15 chalés têm decoração rústica, lareira, TV a cabo e cama queen size. O grande destaque é o chalé Maximum, que fica a 1.060 m de altitude e conta com hidromassagem redonda no quarto com teto solar retrátil e uma vista apaixonante. O café da manhã é servido até as 11h30 e inclui frutas, pães, bolos, geleias, panquecas e omeletes. A pousada não aceita crianças. Os pacotes de fim de semana para casal custam a partir de R$ 862,00, com café da manhã. Vereador Arlindo Inácio Fernandes, 2389 (Antiga Estrada do Machadinho) Informações e reservas: (12) 3666-2260 e pousada4estacoesdepinhal.com.br


destinos

Orlando além da

Programação para dias sem parque

A

lém da Disney e os parques da Universal, uma pergunta que sempre me fazem é sobre o que fazer em Orlando, na Flórida. Após ter visto o Mickey e feito esse clássico roteiro de parques de diversão, decidi voltar agora em junho pra ver as novas atrações de Orlando e conto exatamente tudo o que vale a pena, seja você criança ou adulto!

Fotos: Lucas Estevam

ATRAÇÕES:

LUCAS ESTEVAM Professional Traveler & Lifestyle blogger.w @EstevamPeloMundo SNAP: LucasEstevam ou estevampelomundo.com.br 24 CAMPINAS CAFE

Meu primeiro dia começou com um voo na iFly. Eles oferecem uma experiência de queda livre, mas dentro de um tubo, ou seja, sem riscos! Eu adorei a experiência. Custou 70 dólares para dois voos. Depois dessa dose de adrenalina, fui caminhar pela International Drive, a principal rua da cidade, algo como a strip em Vegas. Tem lojas, restaurantes, cafes, museus e várias atrações legais (ficou ainda mais conhecida com a construção do Icon (roda gigante) e o Star Flyer, a nova atração mais alta de lá. Logo depois, entrei no Skeleton, um museu com mais de 500 fosseis reais de animais e humanos. Confesso que cheguei bem apreensivo, achando que seria um tédio, mas foi incrível! Eu, que adoro curiosidades, amei saber mais sobre os animais que existem atualmente e sobre nós mesmos! A visita custa 20 dólares para adulto e 13 dólares para criança.

International Drive


destinos

MADAME TUSSAUDS:

SEA LIFE AQUARIUM:

Olha, vocês sabem meu posicionamento sobre zoológicos e aquários pelo mundo. Raramente entro ou incentivo visitas, pois, como um viajante, defendo que todo ser deve ser livre para ir e vir, seja ele um peixe ou um amigo humano. Porém, achei bem legal o trabalho de conscientização feito pelo aquário. Eles são bem focados em crianças (até mesmo a altura dos aquários, muitas vezes, é mais baixa para facilitar para elas. Acho que se você não tem filhos e já foi a aquários, não é tão incrível, mas se tem filhos, ou nunca teve a chance de ir a um grande aquário, pode ser uma opção.

STAR FLY:

O Star Fly é uma das mais novas atrações de Orlando. Ela é 17 metros mais alta que a Icon, mas recomendo apenas para quem gostar de adrenalina (e não para fotos bonitinhas). 20 dólares a entrada.

ICON Orlando 360:

Onde almoça r?

Se estiver na Intern ational Drive (ou I Drive, como muitos a chamam), experimente o Tapa Toro comandado pela Chef Wendy Lopez. O res tau rante é um dos poucos qu e não é de rede pe la reg ião. Calma! Não que eu não goste de 6 icon.r enditionfranquias, mas acho legal ver opções dif erenciadas em Orlando. Aqui tem tapas, comidas espa nholas e uma sangria delicios a!

iFly Skeleton

A senhora Toussous começou a fazer obras em cera na época da revolução francesa. A arte era tão perfeita, que ganhou notoriedade por pessoas da nobreza, e hoje ganhou o mundo, tornando-se uma rede com mais de 50 museus: Cada um é diferente e tem seus personagens. Confesso ter achado esse o mais completo e divertido por ser super interativo. O preço é meio salgado (40 dólares a entrada). Claro que se você já foi a outras unidades Madame Toussous em sua vida, não vai se surpreender tanto. Porém, se nunca foi a um museu de cera, eu recomendo!

O Icon é a antiga Orlando Eye que mudou de nome esse ano. Acho uma atração imperdível se precisar escolher pelo valor da entrada ou pelo tempo, vá a Icon! A vista da cidade é linda, e super recomendo ir durante o pôr do sol (especialmente se gostar de fotos). A entrada é 28 dólares.




destinos

Inverno

quente Novo resort pé na areia na cidade das termas

Fotos: Divulgação

P

rocuravam petróleo, encontraram água quente. Foi na década de 1950 que o rumo da cidade de Olímpia, localizada a 350 km de Campinas, mudou. Com temperaturas que atingem de 26ºC a 38ºC, a cidade hoje vive do turismo que é atraído sobretudo pelos parques aquáticos. E, com a proximidade das férias, o

O luxo

por Raíssa Zogbi

destino é diversão garantida para toda a família. Para se ter ideia, recebe, anualmente, mais de 2 milhões de turistas e, agora, conta com dois parques aquáticos, o Thermas dos Laranjais e o Hot Beach Olímpia. Para completar a diversão, a cidade ainda conta com “resor t pé na areia”. As malas de inverno parecerão de verão!

Sabe aquelas cabanas que ficam de frente ao mar no Nordeste? O parque conta com uma área VIP inspirada nessa atmosfera, com comodidade e serviços personalizados para não ter que sair da água. 28 CAMPINAS CAFE

O parque

Combo família.Talvez essa seja a definição perfeita para um parque eclético. Para os aventureiros, a Poty Pipe cumpre bem o papel radical. Uma pista em “U” para descer com um acompanhante num movimento de pêndulo. Agora acrescente doses de gritos, velocidade e emoção. Para os pequenos, uma área inteirinha de brinquedos e piscinas que possibilitam, também, momentos de relaxamento para os pais. Por fim, o luxo. O Hot Beach inspira momentos de paz e relaxamento com spas, saunas, piscina de correnteza e até de ondas.

O resort

águas Basta descer e colocar os pés nas tro do quentes das piscinas. Localizado den é um ort Res ch parque aquático, o Hot Bea o com marco de descontr ação e bom gost as. íntim e uns integração entre as áreas com rências Com uma decoração que traz refe ira o insp e pla da natureza, o hotel contem clima de férias.



quem indica

BARES NA COPA TODAS AS PARTIDAS

O

clima do país é de festa. A Copa do Mundo inspira encontros, momentos e celebrações. Afinal, são mais de dois bilhões torcendo pelo hexa! E, é claro que existem vários tipos de torcedores, dos mais quietos aos mais falantes, dos calmos aos agitados. Reunimos os fãs de bares de Campinas para dar dicas de bons lugares para assistir aos jogos da Copa acompanhados de bons aperitivos e bebidas convidativas!

Fotos: Divulgação

2. Silvia Gurgel indica Gua.Co

ado, confor tável “Em um ambiente descol Copa do Mundo e amplo, ver os jogos da a experiência 2018 no Gua.Co é um ambiente , que agr adável e tranquila. O soal, brinda a preza pela interação pes aravilhosa)! De Copa com a comida (m mpanhar todos brinde conseguimos aco mesas. Difícil nas os jogos, seja na fila ou prato favorito é escolher apenas um gosto mais do só, mas ouso dizer que os, assim posso combinado de três tac com o dobro re provar de tudo (semp ora, atenção par a de guacamole , claro). Ag PRE PEÇAM A a dica mais preciosa: SEM É amor pra toda MARGARITA FROZEN. a vida!”

Cambuí R. Maria Monteiro, 570, 3291-0527

30 CAMPINAS CAFE

1. Samuel Andrade indica El Tambo

“Acompanho todas as Copas do Mundo desde sempre. Sou assíduo frequentador do El Tambo, principalmente por conta dos eventos de empreendedorismo que ele organiza e sedia, portanto nessa Copa levarei meus parceiros de negócios para o El Tambo para descontrairmos vendo um bom jogo. E tendo fé no professor Tite que o hexa virá!”

R. Sampainho, 336, Cambuí 2121-5139

Fotos: Divulgação

dicas para curtir


destinos

3. Karol Stefanini& indica Brexó Bar Cozinha

jogos. & Cozinha par a assistir aos “Eu escolho o Brexó Bar em pa Co da os cur tir o clima Lá eu e meus amigos vam um ou Brexó não é só um bar grande estilo, porque o a tod m totalmente acolhedor! Co restaurante, é um lugar pre refavoritos de Campinas! Sem cer teza é um dos meus ida com a um rgia sem igual, com cebe a todos com uma ene a tez cer iciosas. A Copa terá com ótima e com bebidas del um sabor especial por lá!”

uí - 3291-3204

mb R. Sampainho, 305, Ca

4.Juliana Pelucio indica Entre Taças

“O Entre Taças é o lugar certo para assistir aos jogos. O ambiente super descolado conta com uma variedade de petiscos para todos os gostos, entre eles hamburguinhos de alheira, dadinhos de costela e caçarola de cogumelos com azeite trufado. E ainda para os amantes de vinho, é possível harmonizar com qualquer acompanhamento, pois a adega é referência pela quantidade de rótulos renomados. Quem gosta de drinks, também não passa vontade: tem até os mais exóticos. Com certeza um ambiente perfeito para confraternizar com amigos e pessoas queridas.”

R. Dr. Emílio Ribas, 1151, Cambuí - 3253-4568


cozinha

A Majestosa

Caipirinha Patrimônio brasileiro, a bebida é um ícone nos menus e companhia perfeita para pratos como a feijoada

Fotos: Divulgação

por Karina Fusco

Diferentes frutas nas caipirinhas do Outback

32 CAMPINAS CAFE

C

Caipirinha do Banana Café

om presença garantida nos menus de bares e restaurantes, a caipirinha é um verdadeiro ícone da cultura culinária brasileira e um dos maiores atrativos para estrangeiros que visitam nosso país. Graças à iniciativa do mestre barman Derivan de Souza na década de 1990, a caipirinha é o primeiro e único coquetel brasileiro na lista oficial da International Bartenders Association (IBA). Sua receita registrada leva um limão macerado com duas colheres de açúcar, uma dose e meia de cachaça branca e gelo. Mas a história dessa iguaria brasileira tem muitos capítulos que remetem a um passado distante. Segundo Rick Anson, professor de História da Gastronomia da Universidade São Francisco (USF) e pesquisador do tema, sua origem vem do período colonial. “Escravos vindos de Angola e Moçambique participavam dos folguedos e preparavam uma mistura de melaço de cana, cachaça que eles mesmos produziam nas fazendas do Vale do Paraíba, e suco de limão. Era a protocaipirinha”, afirma. No final do século 19, segundo o pesquisador, com a chegada dos imigrantes europeus, a mistura de cachaça, limão galego macerado, mel de laranjeira e dente de alho, sob a alcunha de “vacina para gripe” era feita para combater os sintomas da doença. “Depois, suprimindo o alho, foi chamada de batida paulista e passou a ser servida em quermesses”, diz.


A receita original e suas variações Também há história por traz do nome dessa bebida democrática, que frequenta as mesas de todas as camadas sociais de norte a sul do Brasil. “Como pesquisador, atribuo o termo caipirinha a dois fatos: os frequentadores das quermesses falavam “vamos tomar a bebida da caipira”, referindo-se às moças que serviam o item; e também à referência do homem do campo, que também preparava a batida, ser chamado de caipira”, diz Rick. “A notícia de que a bebida faz 100 anos em 2018 é balela”, completa. A receita passou por ajustes e foi se espalhando por todas as regiões do Brasil, sobretudo onde havia a cultura da cana de açúcar. Atualmente, ao pedir uma caipirinha, o garçom ou barman entendem que o cliente quer consumir a receita original com limão, açúcar, cachaça e gelo. “Se for de outra fruta, o cliente precisa especificar “caipirinha de morango”, exemplifica. No final do século 20, outras frutas originaram novas versões da bebida. Maracujá, abacaxi, kiwi, morango e tangerina foram entrando na receita e conquistando o paladar dos consumidores. “Também surgiram as variações: preparada com vodca é chamada de caipirosca, com rum ou pisco de caipiríssima e quando leva saquê o nome é saquerinha”, diz o barman Guilherme Araújo, chefe de bar do Banana Café. Segundo ele, para fugir do comum, ervas e especiarias passaram a dar um toque especial ao preparo. “Hortelã, pimenta dedo de moça, manjericão, capim santo e alecrim são algumas sugestões, mas eles não devem ser macerados junto à fruta”, avisa.

Caipirinha de morango do Folks Pub

Caipirinhas do Abbraccio A versão com pisco do Lima Coccina Peruana

As caipirinhas do Restaurante Jangada


cozinha

Fotos: Divulgação

Combinações perfeitas

Seja para petiscar ou em uma refeição, em dias frios ou de calor extremo, a caipirinha é uma companhia perfeita. Entre os pratos que tradicionalmente são harmonizados com ela, a feijoada está no topo das referências. “A caipirinha tradicional é excelente para consumir junto a pratos gordurosos, como a feijoada, já que o ácido do limão ajuda na digestão, quebrando as moléculas de gordura”, explica o professor do Senac, Paulo Pereira de Resende. Sobre a fama de abrir o apetite, ele afirma que o conceito é verdadeiro, mas não se refere apenas à caipirinha. “Cientistas londrinos descobriram que, ao ingerirmos bebidas alcoólicas, instantaneamente nosso cérebro é alterado para o “modo fome”, o que explica o aumento de apetite. O estudo foi publicado no jornal científico Nature Communications”, relata. Porém, outras comidas brasileiras como vatapá, baião de dois e sequência de camarão também se harmonizam muito bem com o preparo, de acordo com Rick Anson. O que prova mais uma vez que, predileções à parte, a caipirinha ainda será assunto para muitos capítulos de história e reuniões de amigos.

Guilherme Araújo do Banana Café: os segredos da boa caipirinha 34 CAMPINAS CAFE

Saquerinhas de morango (acima), frutas amarelas e frutas verdes (ao lado) do Kaizen

“A caipirinha tradicional é excelente para consumir junto a pratos gordurosos, como a feijoada, já que o ácido do limão ajuda na digestão, quebrando as moléculas de gordura”


Sinta a beleza

Procedimentos Estéticos Personalizados

Botox Rugas da Fronte (Testa) Pés-de-Galinha Rugas do Nariz Rugas Perionais (Código de Barra) Correção da Queda do canto da Boca

Rugas de Glabela Elevação das Sobrancelhas Elevação da Ponta do Nariz Correção de Sorriso Gengival

Procedimentos Estéticos com Enzimas

Preenchimento Rinomodelação (Modelação do Nariz) Reposição de Volume das Maçãs do Rosto Sulco Nasogeniano (Bigode Chinês) Contorno e Volume Labial Rugas de Marionete Contorno de Mandíbula

BCAA Ganho de Massa Magra Emagrecimento

Celulite Estrias

Aceleração de Metabolismo

Flacidez Corporal

Gordura Localizada

Rejuvenescimento Facial

Rua Pedro de Magalhães, 42 - Cambuí - Campinas Tel: (19)3203-1362

(19) 99811-6262

Siga nossas redes sociais:

SentirSee


bate-papo

Produtividade

nO TRABALHO O Arcebispo Dom Airton José dos Santos: “minha preocupação foi apenas fazer bem o meu trabalho”

O desafio de driblar os obstáculos e manter a produtividade no trabalho

G

por Raíssa Zogbi

reves, Copa do Mundo, eleições. Esses são apenas alguns motivos que podem deixar os dias de trabalho pouco produtivos. A verdade é que na era da informação, com a velocidade da internet e as facilidades da tecnologia, os estímulos externos chegam a todo instante. Saber lidar com eles para manter o foco e não perder a produtividade pode ser um grande desafio. Conversamos com o professor Rubens Pimentel Neto, docente da disciplina de Foco e Produtividade na Inova Business School, que deu dicas para driblar a barreira e virar o jogo! Acompanhe.

Fotos: Divulgação

QUAL a relação entre foco e produtividade?

Rubens Pimentel Neto, professor da Inova Business School e autor do livro “A Venda com Corpo, Mente e Alma”

36 CAMPINAS CAFE

Pesquisas mostram que é mais produtivo quem faz uma coisa de cada vez e termina a tarefa. Quem tenta fazer muitas coisas ao mesmo tempo ou interrompe com frequência as atividades, em geral, entrega menos, têm qualidade de vida pior e é uma pessoa mais ansiosa e estressada.


bate-papo Com notícias a todo instante, como fica a produtividade?

Esta é a hora para aprendermos a lidar com momentos de imprevistos e incertezas. O melhor que as empresas podem fazer é prover suas equipes com informações e serem assertivas e claras nas decisões que irão tomar. Produtividade tem a ver com foco, que, por sua vez, tem a ver com tranquilidade, confiança e conhecimento do que se espera de cada um.

Como estimular O funcionário?

Cada líder deve entender em que condições cada membro produz mais. Um dos principais papéis do líder é estimular sua equipe a ser produtiva e isto é uma tarefa individualizada.

pARA O FUNCIONÁRIO, existeM técnicas para manter o foco?

Recomendo dois protocolos comportamentais eficientes: conversa clara com líder e colegas para organizar os momentos de foco no trabalho e momentos para dar atenção aos demais e o uso de uma ferramenta

chamada Pomodoro. Esta ferramenta, porém, é mais eficiente quando adotada por toda a equipe. Fica uma uma dica para líderes e empresas.

Como O E-MAIL E O WHATSAPP afetaM a DINÂMICA DAs empresas?

A necessidade de comunicação está potencializada. No entanto, conhecer o uso de cada ferramenta é de bom tom e pode melhorar a produtividade. E-mail e WhatsApp são ferramentas assíncronas, ou seja, eu escrevo agora e você lê quando decidir. Exigir que as pessoas estejam de prontidão para nos responder de imediato, não só é improdutivo como de mau gosto. Líderes que exigem respostas imediatas de sua equipe são os que têm as equipes menos produtivas. “De brinde” são os mais estressados e os que trabalham de forma mais improdutiva também.

tantes e não se traduzem em resultados.

Existem técnicas para aumentar o foco e A produtividade?

A primeira é conhecer claramente os objetivos pessoais e profissionais. Para foco e produtividade, o planejamento deve ser praticado semanalmente e diariamente. O primeiro para te dar visibilidade do que é possível produzir na próxima semana e o planejamento diário para que você tenha condições de recusar atividades que desviem do foco principal. Dica: nunca comece o dia lendo e respondendo e-mails. Esta é a forma mais eficaz de trabalhar no projeto dos outros e não nos seus ou nos mais importantes para sua empresa.

empresas e líderes estão distantes deste tema. Por que?

As empresas ainda acreditam que

“falta de tempo”. O que quantidade de trabalho, velocidade você pensa sobre isso? e poder resolvem tudo. Isso era verTodos, sem exceção, temos 24 horas por dia. Não há falta de tempo, o que há são escolhas conscientes ou inconscientes para tarefas que não são impor-

dade na revolução industrial. Na era da tecnologia, informação e conhecimento deixou de ser verdade e está destruindo produtividade e foco.


nutrição

Low carb Entenda a dieta mais procurada de 2017

L

ow carb: “cardápio com pouco carboidrato”. Ela foi a dieta mais procurada em 2017 pelos brasileiros, com um crescimento de 986% em relação a 2016. Apesar de haver diferentes versões, a estratégia da dieta é um rearranjo entre os macronutrientes que devem compor a alimentação. Na low carb, a grande fonte de energia passa a ser a gordura. Não qualquer gordura, ok? Falo disso logo mais! As proteínas permanecem sendo consumidas em

Fotos: Divulgação.

Como funciona?

Graziela Caproni Nutricionista e apresentadora no quadro Sobre Perguntas e Respostas (programa Pop Station Band). www.ciclonovo.com.br @grazicaproni 38 CAMPINAS CAFE

por Graziela Caproni

quantidades adequadas, e os carboidratos em quantidades mínimas, de 50g até no máximo 150g por dia. Um ponto comparativo: as diretrizes dietéticas oficiais recomendam que os carboidratos forneçam entre 45% e 65% da ingestão de calorias diárias. Ou seja, se você comer 2000 calorias por dia, 225 a 325 gramas diários serão provenientes de carboidratos! O que a meu ver é muito, frente a um gasto energético tão pequeno hoje em dia pela maior parte da população.

Uma alimentação low carb não é zerar carbo ou comer carnes, bacon, ovos e gorduras em excesso, mas sim fazer com que o próprio corpo produza e use corpos cetônicos para fins energéticos. Como assim? Cetose é o nome dado ao processo de liberação de corpos cetônicos pelo fígado que acontece em decorrência da lipólise, ou seja, quando se está “quebrando” gordura para ser usada como combustível. Se nosso corpo não está “queimando” gordura, ele está “queimando” glicose para produzirmos energia e sobreviver. Porém, ao manter a ingestão de carboidratos baixa, você estará limitando a disponibilidade de glicose – a primeira fonte de energia que o organismo busca – e forçando seu corpo a valer-se da gordura dos alimentos e daquela armazenada para funcionar. O que além de ser um empurrão para reduzir o peso corporal, tem outras vantagens, como a melhora das funções neurológicas e neuroplasticidade, diminuição da fome e voracidade por doces, maior saciedade e clareza de raciocínio.


nutrição

Importante

Para indivíduos saudáveis trata-se de uma dieta para um período de tempo pré-estabelecido, por isso o auxílio de um profissional é indispensável! Até para acompanhar se esse tal emagrecimento é de fato diminuição da gordura ou somente desidratação ou musculatura minguando, o que não é nada desejável.

Adaptação

Algumas pessoas se adaptam tão bem a essas estratégias, que se torna um estilo de vida, enquanto outras podem desencadear distúrbios alimentares. Fique atento. Dieta não é “receita de bolo” que vale pra todos. Certos sintomas também podem surgir, dentre os mais comuns estão mau hálito ou gosto metálico na boca, dor de cabeça, fraqueza e náusea. Alguns sentem como se estivessem gripados, têm vontade aumentada de urinar e alteração no cheiro do xixi e até do suor – nesse caso uma dica é manter-se hidratado São sintomas típicos e temporários e acontecem porque o corpo está mudando o combustível usado. É um período de adaptação que tem início até 2-7 dias (ou mais) após iniciar a low-carb.

Gorduras

Comer gorduras “a mais” é uma estratégia falha a longo prazo. Você não precisa fugir da gordura natural dos alimentos. Um bife de contra filé, feito na manteiga, com ovos, gema em cima não é “gordura em excesso”. Agora, comer alimentos que sejam gordura pura, sem nutrientes envolvidos, isso não é low-carb. Na prática: comer a gema que está presente naturalmente no ovo e que além de gordura é rica em compostos bioativos, vitaminas e minerais é bem diferente de comer latas de creme de leite só porque tem pouquíssimos gramas de carboidrato. Concorda? Nozes e sementes, abacate, azeite de oliva e óleo de coco extra-virgem, o próprio coco, peixes gordos, ovos, carnes em geral, manteiga comum ou tipo ghee são algumas opções a consumir. Muitos vegetais, 2-3 pedaços de frutas por dia, grãos com moderação e quantidades mínimas de carboidratos amiláceos. Preferindo cenoura, batata-doce, abóbora, arroz integral ao invés de pães, massas e bolos refinados, cereais matinais e bolachas.

Sair de um extremo e pular para outro pode não ser a melhor escolha. Dê um primeiro passo buscando apoio de um bom profissional com o qual você se identifique. Reflita sobre as suas prioridades.


bem-estar

INHAME Tesouro nordestino para a saúde e gastronomia

Fotos: Divulgação

Principa is nutrientes do in

Inhame cru (100 g) Calorias – 97 kcal Carboidratos – 23,2 g Proteínas – 2,1 g Gorduras totais – 0,2 g 40 CAMPINAS CAFE

hame

Fibras – 1,7 g Cálcio – 12 mg Magnésio – 29 mg Fósforo – 65 mg Ferro – 0,4 mg

Inhame Chinês

C

por Raíssa Zogbi

omum nas mesas nordestinas, o inhame vai além de um ingrediente que complementa receitas. O poderoso tubérculo possui diversos benefícios à saúde. Não é a toa que é utilizado com fins medicinais na China, Coreia e Japão desde centenas de anos. De acordo com a coordenadora do curso de Nutrição da Universidade São Francisco (USF), em Campinas, Aline Castaldi, pela alta concentração de fibras que possui, o alimento tem baixo índice glicêmico, o que o torna indicado para diabéticos. “Os carboidratos e a fibra do inhame retardam a taxa com que os açúcares são liberados e absorvidos pela corrente sanguínea. Além disso, dá sensação de saciedade”, afirma. Você sabia que 100 gramas de inhame possui apenas 97 calorias? Por isso é indicado para pessoas que fazem dieta. “O ideal é consumir o inhame cozido, assado ou feito no vapor. Cru aumenta seu potencial alergênico”, completa Aline. Descubra outros benefícios e anote a receita.

Potássio – 568 mg Zinco – 0,3 mg Vitamina B1 – 0,08 mg Vitamina B6 – 0,11 mg Vitamina C – 5,6 mg


bem-estar

Benefícios

Ingredientes: Água fervente; 1 colher de sopa de azeite; 1 cebola pequena ralada; 1 ½ dente de alho amassado; 2 xícaras de chá de ervilha orgânica; 2 tomates sem pele em cubos; 2 inhames médios cortados em cubos; 2 cenouras médias cortadas em cubos; pimenta rosa a gosto; 2 colheres de sopa de manjericão fresco; Linhaça triturada a gosto; Gergelim branco a gosto. Preparo: Em uma panela adicione metade do azeite e doure a cebola e o alho. Acrescente o tomate, o inhame, a cenoura e o manjericão e refogue. Cubra os legumes com água fervente e deixe cozinhar até que estejam al dente. Desligue e reserve. Depois que amornar, bata no liquidificador até formar um caldo. Em uma outra panela funda refogue a ervilha no restante do azeite e acrescente o caldo do liquidificador. Adicione sal, temperos, a linhaça e o gergelim. Sirva em seguida.

Aline Castaldi Coordenadora do curso de Nutrição da Universidade São Francisco (USF) em Campinas

Fonte: Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos / Taco UNICAMP

Sopa de inhame

Fonte de magnésio, que ajuda no metabolismo dos carboidratos e é um cofator de várias enzimas impor tantes na produção de energia e de defesas antioxidantes, o inhame ajuda a manter a boa flora intestinal e for talece o sistema imunológico, já que possui quantidade significativa de vitamina A. “O inhame tem uma quantidade significante de vitamina B6, que tem sido muito estudada quando relacionada à síndrome pré-menstrual em mulheres, especialmente em conjunto com a depressão que pode ser desencadeada pela TPM. Uma xícara de inhame em cubos cozidos contém 15,5% do valor diário da vitamina B6 ”, comenta Aline.

JUNHO 2018 41


bem-estar

Saúde e copa

do mundo Marque esse gol em prol do seu bem-estar

Fotos: Divulgação.

Q

Prof. Msd. Rodrigo Domingues

Gestor do Esporte e da Saúde

@profrodrigodomingues ou (19) 98113-0995

ue me desculpem os críticos, mas adoro Copa do Mundo. Claro, posso entender perfeitamente a necessidade de amadurecermos como sociedade, como país, deixando de lado as trivialidades para pensarmos num bem maior, tal como a política nacional. Entretanto, porque uma coisa deveria excluir a outra? Em prol da Copa posso começar por aquilo que entendo ser o mais importante: o legado esportivo, ou seja, o incentivo às atividades físicas. Nossas crianças se empolgam em momentos como estes. Eles adoram ver o Neymar, o Marcelo, o Willian e todos nossos grandes jogadores conquistando vitórias. É quase inevitável que saiam às ruas, nas horas e dias seguintes, dando a si mesmos estes nomes, tal como fazíamos em nossos tempos. O futebol é um esporte como qualquer outro, no tocante a benefícios e riscos. É óbvio falar das chances de uma torção ou de uma pancada, mas correr por longos períodos e confraternizar-se antes e depois de um “rachão” faz bem ao corpo e à mente. Uma dica básica: todos os riscos de lesão são consideravelmente amenizados através do fortalecimento muscular. Vide os clubes profissionais e suas belas academias de musculação. E esta cultura do futebol no Brasil ainda segue muito forte. Como professor em escolas, vejo este esporte mantendo-se como o “carro-chefe” entre nossos jovens. “Pro-

fessor, hoje é futebol, né?”, eis a frase que mais ouço. Também segue disparado sendo o mais praticado por adultos. Minha pesquisa na Unicamp centra-se nos esportes dentro das indústrias, e nosso trabalho mostrou que mais de 50% dos funcionários têm esta atividade como preferida. Na sequência, há de se convir que nada, pelo menos neste nosso Brasil abençoado por Deus, une mais o nosso povo do que uma final de Copa do Mundo. Quando exercemos nosso patriotismo? Quando hasteamos nossa bandeira nacional em nossas casas, senão em dias de Copa? Sempre fomos e continuamos segmentados em vários aspectos, com pouco espírito patriótico e sentimento de cidadania. Por isso, vejo nestes dias de jogos um vislumbre, uma chama acesa a nutrir, mesmo que timidamente, este sonho de uma nação unida. Devemos seguir lembrando que a grande massa do brasileiro carece de lazer. Milhões trabalham de sol a sol e sentar no sofá relaxadamente e assistir a um jogo de futebol pode ser seu único momento de relativa paz. E, quando se trata da seleção brasileira, o sentimento fica mais aflorado ainda. Por fim, unir familiares e amigos para torcer pelo Brasil é legal demais! Ver nossas ruas coloridas e a bandeira nacional tremulando é emocionante. Cantar nosso hino causa comoção e assim deve ser a geração que nos seguirá. Rumo ao hexa!

Seja Voluntário ITAÚ Agência: 0009 CNPJ: 06136322/0001-49 C/C: 12746-5

Inclusão Digital

Artes Manuais

Jovens Empresários



News

motor

Um calendário recheado de atrações

O

Frutopor de Mariana um projeto global, o Arruda Citroën C4 Cactus representa s eventos automobilíscom exatidão a nova assinatura ticos são importantes “Inspired By You”, inspirada pela para quem trabalha no vida e atitude das pessoas. O setor, já que é possível modelo, que tem previsão de se atualizar com as tendências do chegada ao mercado brasileiro mercado, ampliar a rede de contatos no segundo semestre de 2018, e fortalecer a marca. Porém, também agrega elementos do SUV com é uma ótima opção de lazer, princidesign arrojado. Conectado e palmente para quem é apaixonado tecnológico, o modelo promete pelo universo automotivo. A Campiconquistar os motoristas pelo nas Cafe elencou alguns eventos esseu desempenho e conforto. peciais para você colocar no radar e citroenbr.com.br se programar para visitar.

23º Encontro Paulista de Autos Antigos Quando: de 6 a 9 de julho Onde: Parque Municipal Jayme Ferragut, em Vinhedo Ingresso: 1 kg de alimento não perecível

Stock Car Corrida do Milhão

Fórmula 1 - Grande Prêmio Heineken do Brasil 2018

Fotos: Divulgação.

Quando: 9, 10 e 11 de novembro Onde: Autódromo de Interlagos (Av. Sen. Teotônio Vilela, 261, Interlagos, São Paulo) Ingressos: entre R$ 610,00 e R$ 3.100,00

Veículo Elétrico Latino-Americano

Quando: 4 e 5 de agosto

Quando: de 18 a 20 de setembro

Onde: Autódromo Internacional de Goiânia (Rod. GO-020, Km 04, Parque Lozandes, Goiânia) Ingressos: entre R$ 50,00 e R$ 840,00

Onde: Transamerica Expo Center – Pavilhão E (Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387, Santo Amaro, São Paulo) Ingressos: gratuitos mediante credenciamento

Salão Internacional do Automóvel de São Paulo 2018 Quando: entre 8 e 18 de novembro Onde: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center (Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5, Água Funda, São Paulo) Ingressos: entre R$ 60,00 e R$ 74,25

Consultores exclusivos. Envie e-mail para vendas@alpini.com.br


motor news

ALTERATIVAS PARA

ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL

Alinhamento e balanceamento: um carro desalinhado e com o balanceamento fora dos padrões consome mais do que o comum, já que exige bastante esforço do motorista para mantê-lo em linha reta; De olho no óleO: embora o óleo e o combustível funcionem separadamente no motor do carro e não se misturem, caso o lubrificante esteja fora das especificações ou velho, ele influencia no aumento do consumo de combustível;

Cuidado com os filtros: verifique regularmente se os filtros do óleo, combustível, do ar e de cabine estão em boas condições. Quando velhos e sujos, contribuem para aumentar o consumo de combustível, já que o motor exige maior esforço para puxar o ar ou mesmo o combustível para se movimentar;

Freio-motor: a redução da velocidade sem a utilização do pedal do freio ajuda a economizar combustível. O simples toque do pé pelo pedal da embreagem juntamente à reduzida de uma marcha já provoca a desaceleração do automóvel. E sabe aquela história de que a redução de marcha leva ao aumento de consumo de combustível? Puro mito. “O sistema de injeção eletrônica automaticamente faz o corte da gasolina, ou etanol, no mesmo instante em que ocorre a retirada do pedal do acelerador. O consumo de combustível é relacionado ao acelerador, nunca ao desacelerador”, esclarece Facca.

Fotos: Divulgação.

C

om a greve dos caminhoneiros, o abastecimento dos produtos essenciais, entre eles o combustível, foi afetado em diversos estados. O Brasil parou completamente e alguns postos em funcionamento ofereceram os produtos por preços abusivos. Sem contar que os preços dos combustíveis em nosso país já são altos. Diante da situação que pesa no bolso dos motoristas, o gerente nacional de vendas varejo da Campneus, Fábio Facca, reuniu algumas dicas para economizar até 15% no consumo de combustível. Veja:

Calibragem de pneus: a calibração baixa cria um movimento de arrasto maior do carro, o que exige maior esforço do motor e mais combustível;


motor news

Novos espaços para

Fotos: Divulgação.

testes de veículos

As empresas automobilísticas investem cada vez mais em tecnologias e inovações. A Ford inaugurou um centro de testes ambientais na cidade de Colônia, na Alemanha, que é capaz de simular as condições climáticas mais extremas do planeta. Por aqui, a novidade é o maior Campo de Provas do Hemisfério Sul inaugurado pela Mercedes-Benz em Iracemápolis, a 80 quilômetros de Campinas. Com investimento de R$ 90 milhões, o local de 1,3 milhão de metros quadrados (o que equivale a 150 campos de futebol) conta com 16 pistas de asfalto, concreto e terra, em uma extensão total de 12 km para diversos tipos de testes. É o sistema mais avançado e tecnológico para caminhões e ônibus no Brasil, capaz de simular as características de durabilidade dos novos veículos.

Centro de Testes Ambientais da Ford na Alemanha

O NOVO V60 NO BRASIL

A Volvo acaba de lançar o seu novo veículo global, o V60. A nova versão foi projetada para proteger os passageiros, já que é equipada com diversos sistemas de assistência de direção. Agora, o veículo possui frenagem automática de emergência e em pista oposta, alerta de mudança de faixa e controle de cruzeiro adaptativo com direção semiautônoma. Assim, é possível manter a velocidade do carro e a distância estipulada do veículo à frente. Além disso, o carro possui um câmbio automático com oito marchas e um motor de 254 cavalos de potência. Está nos seus planos ter um desses? Aqui no Brasil, o modelo está sendo vendido por R$ 199.950.

Novo Mini Hatch está prestes a chegar A versão do MINI Hatch, lançada no Salão de Detroit, nos Estados Unidos, deve chegar ao Brasil em julho. Entre as novidades, estão os faróis dianteiros escurecidos, as lanternas em led com um layout interno que remete à Union Jack e um novo logotipo da MINI, em 2D. Além disso, o modelo conta com novas rodas de liga leve e três opções de motorização. No interior, a novidade é a Superfície Interior Iluminada MINI Yours, com desenho estilizado da bandeira britânica no painel ao lado do passageiro. O MINI Hatch chega ao mercado em seis versões com preços que variam de R$ 119.990,00 a R$ 179.990,00.


Carregador por Indução da BMW A versatilidade da moto Honda CRF 450L A proposta da nova Honda CRF promete conquistar o coração dos apaixonados por trilhas. O modelo mescla a adrenalina do off-road com a versatilidade das rodovias e ruas asfaltadas. As especificações da moto como garfo dianteiro invertido, balança traseira Pro-Link e a distância mínima do solo de 31,5 centímetros conferem a absorção dos impactos da pista. Além disso, o câmbio possui seis marchas e o som do escapamento foi restringido para se adequar às normas de emissões de ruído. Toda essa tecnologia faz com que a nova Honda seja vendida no Brasil por R$ 38.000,00.

A BMWi, o setor de carros elétricos da BMW, lançou um carregador sem fio e por indução para as baterias de veículos híbridos plug-in. O BMW Wireless Charging começará a ser fabricado em julho e será oferecido como item opcional. Ele será constituído por dois intens: o GroundPad, uma placa que funciona como estação de carregamento indutivo e poderá ser fixado na garagem, e o CarPad, um componente secundário fixado no carro. Enquanto o GroundPad gerará um campo magnético, o CarPad induzirá a corrente elétrica em uma distância de oito centímetros.


artigo

Executivos DE FORA no Brasil como se adaptar à cultura brasileira?

A

FERNANDA ANDRADE É

Gerente de Hunting e

Foto: Asierromero / Freepik

Outplacement da NVH – Human Intelligence.

48 CAMPINAS CAFE

pesar do momento delicado em que se encontra a economia brasileira, executivos ainda vêm do exterior em busca de novas oportunidades. No ano passado, houve um aumento de 40% nas concessões de vistos de trabalho. Só no primeiro trimestre foram cerca de 15 mil autorizações.Visto que as expectativas de crescimento econômico aumentaram em 2018, a tendência é que a busca por oportunidades cresça. Embora não estejamos em momento econômico favorável, outros países enfrentam ou enfrentaram situações semelhantes. E não estamos falando apenas de países menos favorecidos socialmente. Há alguns anos, as crises nos Estados Unidos e Europa fizeram com que muitos buscassem emprego aqui. Em geral, quem vem costuma ter salários até 30% maiores do que teria no país de origem. Há boas oportunidades, sobretudo para cargos que demandam senioridade e vivência em outros mercados. Esses profissionais chegam ao Brasil de duas formas. Por intermédio das empresas que já trabalham em seu país e tem atuação no Brasil, por opção própria ou decisão da empresa. Quando a adesão é voluntária, a adaptação costuma ser fácil, visto que o profissional já deve ter se informado ou visitado o país. Quando a decisão é da empresa, pode ser que ele se surpreenda positivamente com o que vai encontrar ou se mantenha resistente à mudança. Na segunda opção, as histórias mais comuns são de estrangeiros que vieram passar férias, se apaixonaram por nosso clima tropical, cultura e gastronomia. Destes, muitos acabam

por Fernanda Andrade empreendendo em negócios ligados ao próprio turismo. Contudo, independentemente da forma em que se chega ao Brasil, é sempre importante recorrer a uma consultoria de carreira. Se ele quer aplicar uma metodologia de grande impacto, mesmo que tenha aprovado em seu país, pode-se encontrar resistência aqui. É preciso sugerir mudanças de acordo com seu cargo e incumbência. Outra questão é a flexibilidade com os horários. No Brasil, os compromissos costumam começar com pelo menos 15 minutos de atraso. Problemas geralmente ocorrem quando o executivo vem para “salvar” uma filial de multinacional. Ele pode acreditar que está em posição de domínio absoluto de como resolver os problemas da empresa, porém, não pode se esquecer que o mercado brasileiro se comporta de maneira diferente. O diálogo é sempre o melhor caminho. Mas esse olhar, muitas vezes, precisa ser desenvolvido por meio de uma visão externa e profunda conhecedora do mercado regional. Outro problema bastante comum é a língua. Mesmo em ambientes em que o inglês é uma língua comum a todos os colaboradores, certamente o executivo vai precisar do português no dia a dia. Infelizmente, o Brasil não é um país bilíngue, sendo necessário um esforço de quem chega para entender e ser entendido. Por fim, estando aberto para aproveitar essa oportunidade de intercâmbio profissional e bem assessorado para lidar com todos os desafios impostos pela mudança, a probabilidade de o executivo se dar bem por aqui é muito grande.



artigo

Líder clássico x Líder Coach

Endocoaching

trans-

forma as maiores empresas e faz as pequenas crescerem. Essa é a principal tarefa do Líder Coach.

GABRIEL SANTANA É Coach Corporativo profissional certificado e credenciado pelas mais renomadas

Foto: Divulgação

instituições

internacionais.

Jornalista e acadêmico de Direito, é especialista em Direito Corporativo e Compliance. www.coachgabrielsantana.com.br 50 CAMPINAS CAFE

V

ocê sabe qual foi uma das maiores invenções – senão “a maior” – dos últimos dois séculos? No que pese controvérsias e percepções individuais, pode-se dizer que não foram as vacinas, os químicos que combatem pragas em plantios, os conservantes que industrializaram alimentos ou mesmo a chegada do homem à lua, a internet ou afins. Embora seja inegável que todas elas revolucionaram o comportamento social, expandiram as possibilidades tecnológicas e mudaram nosso dia a dia, certamente a geladeira foi a invenção mais impactante e, talvez, a mais simples dentre tantas outras que nos impressionam. Sim, a geladeira! O instrumento versátil e indispensável para o avanço da medicina em pesquisas avançadas e que, por exemplo, possibilita preservar bolsas de sangue, que permite estocar alimentos, armazenar vacinas. É a geladeira que pode integrar e prolongar a duração de diferentes ideias, aprimorá-las ou mesmo fazer surgirem. E é esse mesmo equipamento que atualmente revela o que é o endocoaching e porque essa estratégia organizacional, replicável a diferentes instituições, é um dos atributos que mais diferencia o Líder clássico do Líder Coach. Enquanto o Líder mais tradicional mantém a coesão do grupo e centra as energias para manter um bom desempenho nas tarefas, estimulando ideias extraordinárias – no sentido de serem quase inimagináveis, ou até impraticáveis -, o Líder Coach é aquele que dentro de uma organização reúne ideias distintas, as

conserva de maneira independente, mas capaz de garantir uma unidade criativa voltada às soluções simples. Noutras palavras, para o Líder convencional, inovação é algo que se concebe pronto ou mesmo uma ação que necessariamente contraria o previsível. Para o Líder Coach, no entanto, pensar os processos internos da atividade em que atua, é como criar uma geladeira onde concentra todos os esforços, reconhecendo-os como úteis. Isso transforma o jeito de resolver conflitos e de propor novos serviços ou produtos, afinal, inovar passa a ser um processo de construção coletiva, de melhoria continuada que, na verdade, de tão óbvio, nunca foi pensado ou colocado em prática. Por isso mesmo, são ideias úteis, quase essenciais. De certa forma, podemos afirmar que o Líder Coach é uma espécie de inventor, pois embora não necessariamente esteja a frente de projetos de criação em uma empresa, é quem está próximo daqueles que têm a missão de inovar ou executar as inovações. E, nesse sentindo, o endocoaching seria essa visão receptiva, crítica, mas descomplicada, que concentra os esforços advindos de diferentes situações e personalidades, para um processo de pensar as pessoas e o negócio em suas múltiplas facetas, considerando a essência de cada parte, de cada atributo. Assim, surge ou se propõe algo que não exija gerar ou justificar uma demanda, mas que ao reconhecer o valor imanente a cada ideia, faça ser reconhecido o valor do novo produto ou serviço e, principalmente, das pessoas que atribuem significado àquela instituição.

O Líder clássico vai com calma em sua gestão. O Líder Coach vai com alma!




Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.