Issuu on Google+

Publicação com informação e análise das realidades e aspirações comunitárias

Campinarte Dicas & Fatos Distribuição Gratuita

DEZEMBRO / 2012

Mensal Um Informativo Digno de Você!

Duque de Caxias - RJ - E-mail - campinarte@gmail.com / Ano XV - N.º 184 - Fundado em 27/09/1996 - http://campinartedicasefatos.blogspot.com

Papai Noel, peça para o Estado Brasileiro parar de matar nossas crianças!

P

Papai Noel, lembra de mim? Eu sou aquele que mora num país tropical e coisa e tal, lembra? Papai Noel, eu faço parte daquele povo heróico, daquele país bom de bola, do mulato inzoneiro das noites claras de luar... O senhor não lembra? Papai Noel, nesse caso vou tentar refrescar a sua Memória – preste atenção: Eu sou aquele que mora num país cuja população tem a impressão que a maioria dos desonestos, malfeitores, bandidos, traficantes de armas e drogas, viciados, assassinos, corruptos, fraudadores, covardes, cínicos, egoístas, hipócritas, arrogantes, pedófilos, ambiciosos e afins estão no governo ou municipal e/ou estadual e/ou federal. Lembrou agora? Ainda não? Papai Noel eu moro naquele país onde o noticiário político mais parece um noticiário policial.... Vai dizer que não lembra? Puxa vida Papai Noel... Eu sou daquele país que mais parece um continente onde o crime organizado só é organizado porque conta com a participação de policiais, advogados, juízes, políticos, empresários do comércio ou da indústria, militares, funcionários do baixo ao alto escalão de empresas privadas, públicas e empresas multinacionais. Não é possível! Papai Noel, o senhor não lembra? Agora o senhor vai lembrar... Eu sou aquele que em época de eleições (só em época de eleições) sou tratado como cidadão... Eu faço parte de um contingente enorme de figurantes que atuam no maior espetáculo FARCISTA desse meu país, intitulado - FALSA DEMOCRACIA – Agora o senhor está começando a se lembrar, certo? Isso, Papai Noel... Exatamente! Isso mesmo, Papai Noel... Onde tudo é só para inglês ver... País do faz de conta, do assistencialismo, da esmola e da humilhação... Agora o senhor está se lembrando? Moro num país tropical onde o esporte mais praticado é o TIRO AO POBRE... Eu sabia que o senhor ia se lembrar de mim! Papai Noel, o senhor me deu um baita susto. Estava começando a ficar preocupado. Já pensou? O Papai Noel não se lembrar de mim? Logo de mim! Papai Noel, o meu pedido é muito simples. Nesse Natal eu gostaria que senhor me desse uns vidrinhos de cola, ou melhor, muitos vidros de cola, pra quê? Explico: É que rasgaram nossas leis básicas, exemplo: Lei Orgânica dos Municípios, as Constituições Estaduais e a Federal. Eu acredito que colando, restaurando nossas leis (quem sabe?) elas possam ser cumpridas... Se eu acredito em Papai Noel também acredito que isso seja possível, por que não? Eu também acredito em coelhinho da Páscoa, Mula sem Cabeça, Filho de Boto, Saci... Por que não? Eu acredito que colando, restaurando nossas leis (quem sabe?) elas possam ser cumpridas... Papai Noel, peça para o Estado Brasileiro parar de matar nossas crianças! (Huayrãn Ribeiro) Se eu acredito em Papai Noel também acredito que isso seja possível, por que não?

Boas Festas / Feliz Ano Novo! São os nossos votos...

Mestre Joílson e Professor Joacil


Página 02

Dicas & Fatos

Expediente

Painel Campinarte

Campinarte

Câmara aprova discriminação de impostos na nota fiscal

Dicas & Fatos

Campinarte

Escritores Brasileiros

A proposta já foi aprovada pelo Senado e agora vai à sanção da presidente Dilma Rousseff para entrar em vigor

B Publicação com informação e análise das realidades e aspirações comunitárias Nova Campinas / Cep: 25040250 Duque de Caxias - RJ Telefone / 2775-9481 BLOG C A M P I N A R T E D I C A S E FAT O S . BL O G S P O T . C O M

e-mail: campinarte@gmail.com Fundado em 27/09/1996 por Huayrãn Ribeiro Fotos: Arquivo Campinarte Diagramação, Arte Final e Pesquisa: Equipe Campinarte Relações Públicas: Huayrãn Ribeiro

Colaboram: Dra. Sandra Borges (Cirurgiã Dentista), Dr. Máximo G. Costa (Direito), Missionária Maria da Gloria (Religião Assembléia de Deus), AVLADUC - (Associação de Vôo Livre e Amigos de Duque de Caxias - Instrutor: Jaú - Transporte), Carlito do Sal (Radialista Comunitário), Embaixada de Portugal, Giselle Miranda (Espaço Saúde), Professor Joacil - Esporte - Jiu-Jitsu - (Academia Joalon - Santa Cruz da Serra). Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus autores, onde nem sempre refletem o pensamento do Campinarte Dicas e Fatos, O Informativo. Tiragem: 4.000 exemplares.

Campinarte Dicas e Fatos Um Informativo Digno de Você! ESCRITÓRIO VIRTUAL

Para Enviar TEXTOS, CONTOS, CRÔNICAS, POESIAS, PESQUISAS... GOSTARIA DE SER UMA ESPÉCIE DE CORRESPONDENTE DO CAMPINARTE DICAS E FATOS? Você deverá se utilizar do e-mail campinarte@gmail.com No cabeçalho escreva o seu nome / idade / formação / bairro, cidade e país... Nos casos (por exemplo), de pesquisas, crônicas ou qualquer outro artigo – não deixe de citar as fontes... Caso o material seja de terceiros, exija (por escrito) a autorização dos mesmos...

Fotos e vídeos... No cabeçalho escreva o seu nome / idade / formação / bairro, cidade e país... Os mesmo cuidados em relação aos direitos autorais devem ser tomados no que diz respeito ao envio de vídeos e/ou fotos... Não se esqueça de dar os devidos créditos e/ou citar as respectivas fontes... Obs.: caso os vídeos estejam no You Tube, etc., basta enviar apenas o link...

Brasília - O consumidor brasileiro deverá ser informado do montante de impostos pagos na compra de mercadorias e serviços. Projeto nesse sentido foi aprovado em 13 /11/12 no plenário da Câmara obrigando a discriminação do valor do projeto e dos impostos na nota fiscal. Apresentada ao Congresso em 2006 com mais de um milhão de assinaturas, a proposta já foi aprovada pelo Senado e agora vai à sanção da presidente Dilma Rousseff para entrar em vigor. Pelo projeto, as novas regras passarão a valer daqui a seis meses. A proposta prevê que sejam computados globalmente nove tributos que incidem sobre produtos e serviços. Estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) revela que a carga tributária incidente sobre a gasolina, por exemplo, chega a 53%. O sabão em pó tem 41% de impostos, enquanto sabonete e pasta de dente chegam a 37%. Ao comprar uma camisa ou um vestido, o consumidor paga 35% de impostos, taxas ou contribuições. "A informação vai despertar nas pessoas o sentimento de pagador de impostos. Vai tornar visível o que está sendo pago", afirmou o líder do PSD, deputado Guilherme Campos (SP), relator do projeto na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara. Segundo ele, a nota fiscal deverá trazer o valor da mercadoria ou serviço e separadamente o valor em real ou o porcentual relativo ao total de impostos. "O consumidor pagará o valor total da mercadoria, mas saberá pela nota quanto é de imposto", explicou Campos. "Agora sabendo o quanto paga de imposto, a população pode cobrar melhorias nos serviços do governo", disse o deputado Cesar Colnago (PSDB-ES). Deverão ser computados os seguintes impostos: Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Imposto sobre Serviços (ISS), Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), Imposto de Renda (IR), Contribuição Social sobre Lucro Liquido (CSLL), PIS/PASEP, Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide). Além da nota fiscal, a informação da carga tributária incidente sobre o produto poderá constar de painel fixado em lugar visível do estabelecimento ou ainda divulgada por qualquer outro meio eletrônico ou impresso. O governo era contra a proposta e tentou fazer uma manobra para aprovar outro projeto, que ainda precisava ser votado no Senado. Mas diante da pressão dos deputados, o líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), concordou com a votação. Ele fez, no entanto, uma ressalva de que o projeto deveria ter sido precedido de uma ampla discussão sobre o sistema tributário brasileiro. (Denise Madueño e Eugênia Lopes - AGÊNCIA ESTADO)

COMERCIALIZAÇÃO DE ÁGUA EM GALÃO RETORNÁVEL GANHA REGRAS / O engarrafamento de água mineral em galões passará por regulamentação no estado. A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nessa quinta-feira (08/11), em segunda discussão, o projeto 913-A/07, que cria normas para oferta de galões de dez a 20 litros no estado. De acordo com o texto, assinado pela deputada Inês Pandeló (PT), a comercialização em vasilhames retornáveis só poderá ser feita em embalagem serigrafada com a marca da fonte e o registro no Departamento de Recursos Minerais (DRM/RJ) e no Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). Sem essas informações, o comércio será proibido. “Certificar-se de que a água é envasada dentro dos padrões é garantir sua qualidade”, disse a autora da proposta, que segue para sanção do governador. Segundo a norma, as empresas manterão procedimento para recompra dos vasilhames limitado pelo texto a três anos e proíbe armazenamento de galões e vasilhames de distribuidora diferente da que está autorizado a revender, além do descarte dos recipientes em locais diferentes dos definidos pela legislação ambiental. O descumprimento de qualquer uma das normas acarretará em advertência, autuação, multa ou até apreensão da mercadoria. O projeto define ainda que a norma será fiscalizada pelas secretarias de Estado de Saúde, Ambiente e Fazenda, pela Vigilância Sanitária e pelo departamento de Recursaos Minerais (DRM/RJ). E que o uso de ozônio é obrigatório em todo o processo produtivo. O governador terá 15 dias úteis para sancionar ou vetar o texto. (texto de Fernanda Porto / Pedro Motta Lima - Diretoria de Comunicação Social da Alerj / (21) 2588-1627 / 2588-1404 / (21) 8681-0303)

JOÃO DE SCANTIMBURGO Quinto ocupante da Cadeira nº 36, eleito em 21 de novembro de 1991, na sucessão de José Guilherme Merquior e recebido em 26 de maio de 1992 pelo Acadêmico Miguel Reale. João de Scantimburgo nasceu em Dois Córregos (SP), em 31 de outubro de 1915. É casado com a condessa Anna Teresa Maria Josefina Tekla Edwige Isabella Lubowiecka. Mestre em Economia e Doutor em Filosofia e Ciências Sociais (Política). Foi professor da Fundação (universitária) Armando Álvares Penteado e da Universidade Estadual Paulista, UNESP. É jornalista, tendo sido diretor dos Diários Associados (Diário de S. Paulo e Diário da Noite) em São Paulo e do Correio Paulistano. Fundou e foi presidente da Televisão Excelsior (canal 9), posteriormente transferida. É diretor do Diário do Comércio, jornal econômico-financeiro, editado em São Paulo, do Digesto Econômico, revista bimestral de cultura, e da Revista Brasileira, da Academia Brasileira de Letras. Foi membro do Conselho Curador da Fundação Padre Anchieta – Rádio e Televisão Educativa (São Paulo). É membro da diretoria da Fundação Bunge, do Conselho Curador (vitalício) da Fundação Bienal de São Paulo e da Irmandade da Santa Casa (mesa administrativa). Pertence às seguintes instituições culturais: Academia Brasileira de Letras; Academia Paulista de Letras; Instituto Brasileiro de Filosofia; Sociedade Brasileira de Filósofos Católicos; Centro Dom Vital; American Catholic Philosophical Association, Washington DC; International Society for Metaphysics, Washington DC e Londres; Societá Tomista Internazionale, Roma; Archives Maurice Blondel, Louvain, Bélgica; Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro; Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo; e PEN Clube do Brasil; Academia Portuguesa da História. Prêmio (2) José Ermírio de Moraes, do PEN Clube de São Paulo; Prêmio Alfred Jurzikowski, da ABL. Diploma e medalha Oscar Nobling, da Sociedade Brasileira de Língua e Literatura. Saiba mais no site da Academia Brasileira de Letras www.academia.org.br

Q


Campinarte Página 16

Editorial

Dicas Dicas && Fatos Fatos

NÓS SOMOS JOVENS NÓS SOMOS JOVENS

Campinarte Página 03

PRESTE ATENÇÃO!

ESSA SEÇÃO É NORTEADA POR ESTUDOS E PESQUISAS RELACIONADOS

ÀS INFORMAÇÕES JUVENIS NO BRASIL, AMERICA LATINA E O MUNDO, REALIZADOS PELA EQUIPE DO CAMPINARTE DICAS E FATOS. ESSA SEÇÃO OFERECE SERVIÇOS ESPECÍFICOS, DISPONIBILIZANDO LINKS

NÓS SOMOS JOVENS

PARA ORGANIZAÇÕES E PARCERIAS, ESPAÇOS DE INTERATIVIDADE, NOTÍCIAS E OPORTUNIDADES (TRABALHO, CURSOS, BOLSAS, PROGRAMAS).

EDUCAÇÃO - FATOS SÃO FATOS ENTIDADES REAFIRMAM MANIFESTO DE 1932 EM FAVOR DE INOVAÇÃO NA EDUCAÇÃO / Em celebração pelos 80 anos da assinatura do

M

Melhor do que todos os presentes por baixo da árvore de natal é a presença de uma família feliz... A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida... Há mais, muito mais, para o Natal do que luz de vela e alegria; É o espírito de doce amizade que brilha todo o ano. É consideração e bondade, é a esperança renascida novamente, para paz, para entendimento, e para benevolência dos homens... O melhor de tudo, Natal quer dizer um espírito de amor, um tempo quando o amor de Deus e o amor dos seres humanos deveriam prevalecer acima de todo o ódio e amargura, um tempo em que nossos pensamentos, ações, e o espírito de nossas vidas manifestam a presença de Deus.

Boas Festas e Feliz Ano Novo FALA MORADOR

Você pode participar do nosso informativo mandando fotos, piadas, pensamentos, contos. Diga o que você mais gosta no seu bairro, na sua rua... Do que você tem saudade na sua rua, no seu bairro ou até mesmo na sua cidade? No seu bairro ou na sua rua tem, por exemplo, alguma curiosidade, algo que valeria a pena ser publicado no nosso informativo? Participe do nosso FALA MORADOR - CONTATOS PELO E-MAIL campinarte@gmail.com

Huayrãn Ribeiro

Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, o Fórum Permanente de Desenvolvimento Estratégico do Estado e a Associação Brasileira de Educação (ABE) organizaram uma carta-compromisso para reafirmar o teor do documento de 1932 e promover um novo acordo pela educação e pela inovação. Para isso, o Fórum agrupou em um Conselho Consultivo representantes das 33 entidades que o compõem, mais a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), e realizou uma reunião, nesta terça-feira (13/11), na sede do Clube de Engenharia, Centro da capital, com a finalidade de debater e aprovar a carta. Durante o encontro, a secretária-geral do Fórum, Geiza Rocha, sugeriu o acréscimo de um parágrafo no manifesto endereçado aos professores. “Na medida em que colocamos entidades como signatárias de um documento, de um compromisso com a educação, não podemos deixar de destacar o personagem principal desse processo que é o professor, que tem o desafio de trabalhar com os alunos. Por isso, esse parágrafo é fundamental, pois dá a sustentação e diz para quem estamos endereçando a carta”, afirmou. A recomendação foi aprovada pelos membros do conselho. Segundo o presidente da ABE, João Pessoa de Albuquerque, a carta se torna importante por não ter como signatários apenas representantes do setor da educação. “O documento tem a pretensão de representar a sociedade; por isso, há necessidade de termos participantes de diversas áreas avalizando o processo”, enfatizou Albuquerque. Órgãos como o Senai, a Firjan e a Redetech vão assinar a carta, que será apresentada e lida no próximo dia 4 de dezembro, às 9h30, no plenário da Alerj. Em 1932, quando o manifesto foi criado, os estudiosos pensavam em formas de desenvolver um plano de reconstrução educacional, com reformas em todas as etapas do ensino. Entre os signatários daquela época, estavam nomes como o da escritora Cecília Meirelles e o médico e professor Roquette Pinto, considerado o “Pai da Radiodifusão Brasileira”. (texto de Buanna Rosa) / Pedro Motta Lima - Diretoria de Comunicação Social da Alerj / (21) 25881627 / 2588-1404 / (21) 8681-0303

COMISSÃO VAI ACOMPANHAR FORMULAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA JOVENS / A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) vai acompanhar a formulação de políticas públicas, que serão implementadas pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, a partir de abril de 2013, com o objetivo de atender a cerca de 50 mil jovens que vivem nas comunidades pacificadas no Rio de Janeiro. O anúncio foi feito nesta terça-feira (13/11) pelo presidente do colegiado, deputado Marcelo Freixo (PSol), durante audiência pública. Os investimentos, de iniciativa do Governo do estado, contam com recursos obtidos através de um empréstimo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no valor de US$ 60 milhões, e com uma contrapartida de US$ 24,5 milhões do Executivo. “São US$ 84 milhões. É um bom dinheiro e com um bom propósito, mas precisamos saber qual a qualidade e consistência dessas políticas públicas que serão construídas e é muito importante que a juventude seja consultada, que a juventude participe da elaboração dos projetos para onde esse dinheiro será aplicado. Por isso a comissão vai criar uma plataforma para acompanhar como esse dinheiro será aplicado”, contou Freixo. O parlamentar lembrou, ainda, que este espaço de discussão contará com a participação efetiva dos jovens e de diversos movimentos sociais. Superintendente para Juventude da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Allan Borges explicou que o programa oferecerá acesso à escola, atenção à saúde, cultura, esporte, entretenimento e capacitação profissional, além de dar atenção especial aos egressos do sistema socioeducativo e do sistema penitenciário e aos 22,7% dos jovens das comunidades que contam com Unidades de Polícias Pacificadoras e não estudam e nem trabalham. “Cada jovem e cada ser humano tem o seu desejo, a sua perspectiva de onde quer chegar, e esse programa se propõe a fazer um acompanhamento de trajetória personalizada. O programa vai ajudar a mostrar aos jovens os caminhos a serem percorridos para que esses desejos se concretizem. Um jovem de classe média pode entrar em uma universidade e depois perceber que não era bem aquilo o que ele queria. Por que um jovem de uma comunidade carente também não pode ter essa oportunidade?”, questionou Borges. Representante do Fórum de Juventude do Rio de Janeiro, Fransergio Goulart defendeu que a juventude seja ouvida e que tenha o direito de participar. “A juventude quer mobilidade, cultura, educação, moradia. Temos que acompanhar para onde serão destinados esses recursos e cobrar as prioridades”, ressaltou. Os deputadosGilberto Palmares e Zaqueu Teixeira, do PT, Paulo Ramos (PDT) e Janira Rocha (Psol) também participaram da audiência. (texto de Vanessa Schumacker) / Pedro Motta Lima - Diretoria de Comunicação Social da Alerj / (21) 2588-1627 / 2588-1404 / (21) 8681-0303

Tenho Cara de Palhaço? A difícil escolha entre seis e meia dúzia

Tudo é montado em grande estilo, um verdadeiro show de fantasia e ilusionismo, para passar a ideia de que existe uma disputa cujo resultado modificará profundamente a vida dos habitantes não só daquele país como do mundo inteiro. A alternância verificada entre os ocupantes da Casa Branca tem sido entre o seis e a meia dúzia, ou melhor dizendo, entre o sujo e o mal lavado. Esta espetacular movimentação demora cerca de dez meses desde o início, em janeiro, com a realização das primárias e a escolha dos candidatos e dos delegados partidários até a eleição em seis de novembro,encobre o fato de que no final das contas um pequeno colégio eleitoral composto por 538 membros escolherá o presidente, independente da vontade da maioria do eleitorado. Isso porque a eleição se dá por estados da federação e o candidato que vencer em cada estado ganha a totalidade de seus delegados e, assim, quem tem mais delegados é que ganha a eleição. Isto ocorreu em 2000 quando Bush venceu Al Gore. É assim que a tão decantada democracia americana tira do povo o direito de escolher diretamente o seu presidente. (Fonte/ A Nova Democracia)

T

SERÁ QUE ELES PENSAM REALMENTE QUE TODO MUNDO TEM CARA DE PALHAÇO, ASSIM COMO EU? Huayrãn Ribeiro


Página 04

Dicas & Fatos

Campinarte

Blog Rádio Campinarte O som das comunidades http://radiocampinarte.blogspot.com Roberta Sá / Aniversariante de Dezembro

Rua da Lapa, 120/12º andar - Lapa Rio de Janeiro - RJ - Brasil CEP 20021-180 Telefax (55) (21) 2221-0277 / 2292-5845 / 2242-6693 E-mail: abmusica@abmusica.org.br

F

Fundada no dia 14 de julho de 1945, por Heitor Villa-Lobos, nos moldes da Academia Francesa, a Academia Brasileira de Música é instituição cultural sem fins lucrativos composta de quarenta Acadêmicos, personalidades de destaque no meio musical brasileiro nas áreas da composição musical, da interpretação e da musicologia. Foi reconhecida de Utilidade Pública por Decreto Federal de 7 de novembro de 1946 e instituída como Órgão Técnico Consultivo do Governo Federal por Decreto de 6 de junho de 1947.

Cadeira / 36

Lutero Rodrigues Patrono / Joaquim A. Barrozo Netto Fundador / José Vieira Brandão

T

Tendo tido contato com a música desde a infância, Lutero Rodrigues da Silva estudou violino e mais tarde, piano, concluindo o curso de regência na Universidade de São Paulo/USP, em 1980. Até então havia atuado como regente coral, à frente de vários grupos, destacando-se o Madrigal “KlausDieter Wolff” que recebeu o prêmio de melhor coral do ano de 1980, outorgado pela Associação Paulista dos Críticos de Arte/APCA. Nos três anos seguintes, continuou seus estudos na Alemanha, na Escola Superior de Música de Detmold, sob a orientação de Martin Stephani. Durante este período, estudou também com Sergiu Celibidache. De volta ao Brasil, em 1984, desenvolveu intenso trabalho voltado à formação de músicos, atuando como regente da Orquestra Sinfônica Jovem do Conservatório de Tatuí, de 1985 a 1987, e da Orquestra Sinfônica Juvenil do Litoral, de 1984 a 1991. Durante 12 anos, 1986 a 1998, foi regente da Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba, com a qual realizou várias turnês nacionais e internacionais, México e Dinamarca. Na temporada de 1992, foi também regente titular e diretor artístico da Orquestra Sinfônica da Paraíba.

Saiba mais no site da Academia Brasileira de Música www.abmusica.org.br

N

Nasceu em Natal (RN) em 19 de dezembro de 1980. Aos nove anos, mudouse para o Rio de Janeiro, onde mora até hoje. Aos 16, começou a frequentar aulas de canto. Aos 20 anos, tornou-se aluna de Vera Maria do Canto e Melo. O marco zero de sua carreira foi um show no Mistura Fina, no Rio, em 2002. O preparador vocal Felipe Abreu estava lá e virou seu parceiro e amigo. Felipe indicou o músico Rodrigo Campello para produzir uma primeira “demo” da cantora, com o arranjador Paulo Malaguti. O trabalho chegou às mãos de Gilberto Braga, que a convidou para gravar “A Vizinha do Lado”, de Dorival Caymmi, como tema da novela “Celebridade”. Em 2004 veio o primeiro disco, “Braseiro”, com produção de Rodrigo Campello e a direção de voz e coro de Felipe Abreu. “O repertório é uma declaração de amor à música popular brasileira. Pelo menos a que eu conhecia até aquele momento. É um álbum de memórias musicais afetivas. Foi aí que começou minha formação profissional, através do convívio com músicos e artistas fabulosos”, diz Roberta. Ney Matogrosso, MPB-4 e Pedro Luís e A Parede foram os convidados. “Que Belo Estranho Dia Pra Se Ter Alegria”, o segundo disco, foi lançado em 2007. Lenine, Carlos Malta e Pife Muderno, Hamilton de Holanda Silvério Pontes e Zé da Velha foram os convidados especiais. “Tenho a sorte de ter gravado os discos que quis, com as pessoas que escolhi”, diz ela. Dois anos depois, Roberta Sá reuniu o repertório dos dois primeiros álbuns no show “Pra Se Ter Alegria”, que contou com a direção do cantor e compositor Pedro Luís e da jornalista Bianca Ramoneda. A apresentação resultou em um DVD dirigido pela Samba Filmes e um CD que reúne sucessos como “Alô Fevereiro”, “Interessa?”, “Janeiros”, “Mais Alguém”, “Eu Sambo Mesmo” e “Agora Sim”. Um ano após o lançamento, Roberta ganhou o prêmio de DVD de Ouro. O projeto seguinte de Roberta Sá nasceu numa conversa na Lapa. Em 2010, ela se juntou ao Trio Madeira Brasil (de Marcello Gonçalves, Zé Paulo Becker e Ronaldo do Bandolim) e gravou “Quando o Canto é Reza”, homenagem ao compositor baiano Roque Ferreira. O disco tem coco, maxixe, samba carioca, maracatu, samba-de-roda e 13 canções do compositor – oito delas, inéditas. No final de 2011, Roberta ultrapassou a marca de 200 mil discos vendidos, com dois CDs e um DVD de Ouro. Apresentou, no ano passado, mais de 100 shows em vários estados brasileiros e em Portugal. “Segunda Pele”, de 2012, é seu quinto disco.

INFOR NOVA ELETRÔNICA Telefone: Telefone: 2675-0207 2675-0207 – – Direção Direção Moacir Moacir

Compra e e Venda Venda de de Aparelhos Aparelhos Usados Usados – – TV’s, TV’s, Sons... Sons... Compra E Mais: Mais: Venda Venda de de Componentes, Componentes, Cabos Cabos e e Conexões Conexões E Av. B, 51 – Rua da Feira – Nova Campinas - Duque de Caxias


Campinarte

Dicas & Fatos

Página 05

ESPIRITISMO

No Caminho da Verdade

Um Natal diferente

N

Naquele escritório era assim. Todos os anos, pelo Natal, eles procuravam uma família que necessitasse de assistência para comemorar o Natal. Para o dia que se aproximava, eles localizaram uma família que havia sofrido várias tragédias nos dois anos anteriores. O Natal deles seria magro e triste. Então, durante um mês, todos no escritório foram colocando as doações em dinheiro dentro de uma lata decorada. Depois, se divertiram muito escolhendo os presentes para o pai, a mãe e os seis filhos, imaginando a expressão de felicidade deles, ao receberem os presentes. Para os meninos, luvas para o inverno e aviões em miniatura. Para as meninas, bonecas e bichinhos de pelúcia. Para a mais velha, já adolescente, perfume e um relógio. Evidentemente, a família não deveria saber quem eram os doadores e, por isso, eles combinaram que o pastor da igreja rural freqüentada pela família, seria o portador dos presentes. Na sexta-feira anterior ao Natal, a mãe da família voltou mais cedo para casa, após o trabalho. Ela recebera uma gratificação extra do seu patrão. O marido ficou feliz com a notícia. Agora eles tinham dinheiro para comprar presentes de Natal para os filhos. Sentaram-se e juntos fizeram uma lista, procurando combinar o querer com as necessidades. Mas, então, eles ficaram sabendo que um amigo estava prestes a ser submetido a uma cirurgia. Ele estava desempregado e não poderia pagar as despesas médicas. Mais do que isso, nem tinha o que comer em casa. Condoídos com a situação, marido e mulher convocaram os filhos para uma reunião de família e decidiram entregar a gratificação de Natal a seus amigos. Comida e despesas médicas eram mais importantes do que brinquedos de Natal. Algumas horas depois de tomada a decisão, o pastor foi fazer uma visita para a família. Antes que ele tivesse tempo de explicar o motivo da visita, eles contaram que gostariam de doar o dinheiro ganho e lhe pediram que entregasse o cheque para a família necessitada. O pastor ficou muito surpreso diante de tanta generosidade e concordou em entregar o cheque, com uma condição: todos eles deveriam acompanhá-lo até seu carro. Sem entender muito bem o porquê da exigência do pastor, eles concordaram com o pedido. Quando atravessaram o portão da casa, eles viram o carro do pastor abarrotado de presentes de Natal. Presentes que o pessoal daquele escritório lhes havia mandado, como expressão de amor natalino. Que Natal esplêndido foi aquele para as duas famílias necessitadas, para o coração do pastor e para todo o pessoal do escritório! * * * Num dia distante, há mais de vinte séculos, o Divino Pastor nasceu entre as Suas ovelhas. Veio manso, numa noite silenciosa, somente deixando-se anunciar por um coro de mensageiros espirituais, aos corações dos homens de boa vontade. Até hoje, Ele continua assim: falando aos homens que se dispõem a ter boa vontade para com os outros homens. Boa vontade para se doar, para se dar, para amar. Este é o sentido do verdadeiro Natal: o amor de Deus para com os homens. O amor dos homens uns para com os outros, em nome do Divino Amor que se chama Jesus. Redação do Momento Espírita, com base no cap. Uma tradição de Natal, de Pat A Carman, do livro Histórias para o coração da mulher, de Alice Gray, ed. United Press. Em 17.12.2008.

Poesia Espírita

TEMOS JESUS (Abel Gomes) Desaba o Velho Mundo em treva densa E a guerra, como lobo carniceiro, Ameaça a verdade e humilha a crença, Nas torturas de um novo cativeiro. Mas vós, no turbilhão da sombra imensa, Tendes convosco o Excelso Companheiro, Que ama o trabalho e esquece a recompensa No serviço do bem ao mundo inteiro. Eis que a Terra tem crimes e tiranos, Ambições, desvarios, desenganos, Asperezas dos homens da caverna; Mas vós tendes Jesus em cada dia. Trabalhemos na dor ou na alegria, Na conquista de luz da Vida Eterna.

Do livro Parnaso de AlémTúmulo. Psicografia de Francisco Cândido Xavier

Religião - Como começou? A reforma — a busca toma um novo rumo (Quarta Parte)

T

Todo cristão que sente verdadeira compunção tem direito à plena remissão da punição e da culpa, mesmo sem cartas de indulto.” Ajudado pela então recém-inventada imprensa, essas explosivas idéias não demoraram a atingir outras partes da Alemanha — e Roma. O que começou como debate acadêmico sobre a venda de indulgências logo se transformou numa controvérsia sobre assuntos de fé e autoridade papal. De início, a Igreja de Roma envolveu Lutero em debate e ordenou-lhe que se retratasse. Quando Lutero se recusou, tanto o poder eclesiástico como o político foram acionados contra ele. Em 1520 o papa emitiu uma bula, ou edito, que proibia Lutero de pregar e ordenou que seus livros fossem queimados. Em desafio, Lutero queimou a bula papal em público. O papa excomungou-o em 1521. Mais tarde naquele ano, Lutero foi convocado à dieta, ou assembléia, em Worms. Foi julgado pelo imperador do Santo Império Romano, Carlos V, um católico fanático, bem como pelos seis eleitores de colegiado dos estados alemães, e por outros líderes e dignitários, religiosos e seculares. Ao ser novamente pressionado a retratarse, Lutero fez a sua famosa declaração: “A menos que eu me convença pelas Escrituras e pela razão evidente . . . não posso e não vou retratar-me de coisa alguma, pois ir contra a consciência não é direito nem seguro. Que Deus me ajude. Amém.” Conseqüentemente, o imperador declarou-o fora-da-lei. Contudo, o governante de seu próprio estado alemão, o eleitor Frederico de Saxônia, veio em seu auxílio e ofereceu-lhe abrigo no castelo de Wartburg. Essas medidas, porém, não impediram a disseminação das idéias de Lutero. Por dez meses no refúgio de Wartburg, Lutero dedicou-se a produzir escritos e à tradução da Bíblia. Traduziu as Escrituras Gregas para o alemão, do texto grego de Erasmo. As Escrituras Hebraicas vieram mais tarde. A Bíblia de Lutero revelou ser justamente o que o povo necessitava. Consta que “foram vendidos cinco mil exemplares em dois meses, duzentos mil em doze anos”. Sua influência sobre o idioma e a cultura alemã é muitas vezes comparada à da Versão Rei Jaime sobre o inglês. Nos anos que se seguiram à Dieta de Worms, o movimento da Reforma ganhou tanto apoio popular que em 1526 o imperador concedeu a cada estado alemão o direito de escolher sua forma de religião, luterana ou católica romana. Contudo, em 1529, quando o imperador reverteu a decisão, alguns dos príncipes alemães protestaram; assim, cunhou-se o nome protestante para o movimento da Reforma. No ano seguinte, 1530, na Dieta de Augsburgo, o imperador empenhou-se em sanar as diferenças entre as duas partes. Os luteranos apresentaram suas crenças num documento, a Confissão de Augsburgo, produzido por Philipp Melanchthon, mas à base dos ensinos de Lutero. Embora o documento tivesse um tom mui conciliatório, a Igreja Romana rejeitou-o, e a brecha entre o protestantismo e o catolicismo tornou-se intransponível. Muitos estados alemães aliaram-se a Lutero e os estados escandinavos logo seguiram o seu exemplo. NA PRÓXIMA EDIÇÃO / A REFORMA — A BUSCA TOMA UM NOVO RUMO (QUINTA PARTE)


Página 06

Dicas & Fatos

Campinarte

COMO MONTAR A MESA DE NATAL

Receitas de Peixes e Frutos do Mar Apoio / Peixaria da Serra Av. Automóvel Club - Sta. Cruz da Serra Teles: 2672-4791 / 9403-3344

Salmão maravilhoso

Por se tratar de um momento especial é necessário ficar atenta com a forma que irá apresentar a ceia

Opções de serviços: À americana: quando você tem um grande número de convidados e fica impossível acomodá-los todos na mesa, o mais indicado é o serviço à americana, onde pratos principais e acompanhamentos ficam dispostos na mesa em travessas. O ideal é escolher receitas fáceis de comer, algumas que dispensem o uso da faca. Pratos devem ficar empilhados na ponta da mesa, no máximo dez. Ao lado ficam os talheres e guardanapos. Dica: providencie cadeiras e poltronas mais confortáveis para acomodar senhoras e pessoas idosas. À brasileira: misto de à americana e à francesa, este tipo de serviço é ideal quando todos os convidados se sentam à mesa. Travessas de porcelana, inox ou refratários ficam no centro da mesa ou em um aparador próximo. Também priorize guardanapos de tecido. Decoração: na hora de arrumar a mesa capriche no arranjo que deve ficar no centro. Para destacar pratos e objetos, use uma bela toalha. Também não se esqueça das velas e castiçais especiais. A luminosidade criará um ambiente aconchegante e fará a prata dos talheres brilhar. Talheres: dispostos em ordem de uso, de fora para dentro, conforme o cardápio escolhido. Os de sobremesa deverão ser dispostos acima do prato, na seguinte ordem; garfo com dentes apontando para a direita, colher e faca apontados para a esquerda. Copos: alinhe-os na direção dos talheres. Comece pela taça de vinho tinto (tamanho médio). Acima, a taça para água, (maior de todas). E abaixo, a de vinho branco (média). Também é importante uma especial para o champanhe. (Por Juliana Lopes)

Ingredientes 1 filé de salmão (partir ao meio o salmão) / 1 limão grande / Alho amassado / Páprica doce / Tomate / Cebola / Sal a gosto / 2 potes de creme de leite fresco / Papel manteiga

Modo de Preparar Prepare uma forma de alumínio forrando com o papel manteiga Lave o salmão com o limão e em seguida esfregue o alho amassado em todo o filé Cortar um pouco de tomate com cebola (pedaços pequenos) e juntar ao filé Colocar o filé na assadeira fazendo 3 a 4 cortes transversais Passar páprica doce por cima Acrescentar 1 pote de creme de leite fresco por cima e levar ao forno à 180º, pré-aquecido Deixar assar e ir colocando o outro vidro de creme de leite fresco Fica pronto quando as bordas do filé estiverem douradas e o creme de leite formar um molho Servir com arroz branco e batatas sauté e um bom vinho NOTA Além de saboroso, o consumo de peixe é muito nutritivo e deveria estar sempre em nossa alimentação. Para começar, o peixe é rico em proteínas, como qualquer outra carne. Por isso, quem quer deixar de lado a carne vermelha, estará bem nutrido comendo peixe. Além disso, tem grande quantidade de minerais, entre eles cálcio, fósforo, iodo e cobalto, e é também fonte das vitaminas A, D e B. E a melhor notícia é que peixe tem pouca gordura! É claro que existem algumas espécies gordurosas, mas, em geral, o peixe tem bem menos gordura do que carne vermelha e frango, e isso faz com que sua digestão seja mais rápida. E peixe é ótimo para quem quer perder peso e controlar o nível de colesterol no sangue! Algumas espécies de peixe, principalmente aqueles de água fria, são ricos em ômega-3, que é um tipo de gordura bastante benéfica à nossa saúde.

A

Peixaria da Serra PEIXE

FRESCO TODO DIA!

Av. Automóvel Club - Santa Cruz da Serra - Teles: 2672-4791 / 9403-3344

OS M TE E L O

G


Campinarte

REALMENTE CURIOSO

Dicas & Fatos

ALMANAQUE CAMPINARTE

AS MELHORES PIADAS DE PORTUGUES:

AS CULTURAS E AS MEMÓRIAS BRASILEIRAS, DESTRINCHADAS EM PERFIS, BIOGRAFIAS, CURIOSIDADES, JOGOS E BRINCADEIRAS.

O Campinarte adverte:

Madame vê, Madame sabe

Mães passam três anos da vida na cozinha

É

É, as coisas não mudam assim tão rápido. Por mais que as diferenças entre os gêneros estejam mais equilibradas do que nas décadas passadas, as mulheres ainda passam um bom tempo da vida na cozinha. A empresa britânica B&Q conversou com mais de mil mães para saber quanto tempo gastavam cozinhando para a família. E descobriram que a maioria delas passa, em média, 18 dias por ano em frente ao fogão. Ou seja, 180 dias por década e 1.117 dias (ou 3 anos inteiros) durante a vida toda. Para chegar aos cálculos eles consideraram a média de vida adulta das mulheres britânicas, que é de 63 anos. Eles também descobriram outras coisas menos interessantes: além de cozinhar, as mulheres passam outros 20 minutos do dia dentro da cozinha, só para ler um jornal ou relaxar. Ou que 6 em cada 10 mulheres, entre os 18 e 24 anos, acham que a cozinha das casas masculinas refletem um pouco o estilo de cada homem e pode impressionar. Já as mulheres acima de 55 anos não se importam muito com isso. Outra pesquisa mais antiga, de 2010, mostrou resultado semelhante: mulheres passam pouco mais de 2,5 anos da vida na cozinha. Já os homens passam 16 meses. E 75% das refeições em família são preparadas por mulheres. A boa notícia é que, desde 1960, as mulheres conseguiram reduzir pela metade o tempo de vida gasto na cozinha – só vale lembrar que antes existiam bem menos refeições pré-prontas e menos utensílios que facilitam a vida dos aspirantes a cozinheiros.

Página 07

Sobre o trabalho - O mundo é movido não somente pelos fortes empurrões dos heróis, mas também pelo somatório dos pequenos puxões de cada trabalhador honesto. / Para fazer um homem feliz, encha suas mãos de trabalho. / Quando uma pessoa começa um trabalho, mesmo que seja o menos qualificado e o mais simples dos trabalhos, a alma humana se aquieta. Tão logo uma pessoa começa a trabalhar, todos os demônios vão embora e não podem alcançá-la. Um homem torna-se um homem. / O trabalho é uma condição necessária à felicidade. Primeiro, o trabalho favorito e voluntário; depois o trabalho manual que lhe provoca o apetite e mais tarde lhe dará sono tranqüilo e profundo. / O trabalho é o maior fator de elevação da dignidade humana. / Personalidade é aquilo que uma pessoa tem quando não está precisando do emprego. / O mundo está cheio de pessoas úteis, mas vazio de quem lhes dê emprego. / Um país vale pela quantidade de seu povo, cresce pela capacidade de iniciativa de seu empresário e está condicionado pela qualidade da parceria que empregadores e empregados puderam estabelecer no processo produtivo e na própria sociedade. / Quando o emprego vira um luxo, o salário fica um lixo. Sobre o casamento - O casamento é a maior causa do divórcio. / O grande mal do divórcio é que permite ao homem casar-se pela segunda vez. / Evite casarse com alguém que propositadamente dá a descarga quando você está no chuveiro. / O casamento é o único jogo que acaba mal sem que ninguém ponha a culpa no juiz. / Se não fosse pelo casamento os homens passariam a vida toda sem conhecer seus próprios defeitos. / Lua de mel: Um pequeno período entre o casamento e as dívidas a pagar. / Casamento é como ir a um restaurante com os amigos. Você escolhe o que você quer comer e quando você olha a comida do amigo ao seu lado, você pensa que gostaria de ter pedido aquilo. / Sempre se case pela manhã. Deste modo, se não der certo, você não terá gasto todo o seu dia. / Eu e minha mulher ficamos na dúvida de tirar férias ou nos divorciarmos. Optamos pela segunda hipótese. Duas semanas no Caribe podem ser divertidas, mas um divórcio dura para sempre. / Não sei nada sobre sexo - sempre fui casada. Sobre o combate à fome - A maior prova da falta de amor verdadeiro no mundo é o fato de que milhares de crianças sofrem e morrem de fome diariamente. / A fome e a guerra não obedecem a qualquer lei natural. São, na realidade, criações humanas. / Se pensássemos cada um de nós por um momento que a felicidade é obra de nós mesmos, terminaríamos com a miséria humana. / Quem está com fome não escuta conselhos. / É preciso resolver, primeiro, a questão da fome para que a história da liberdade comece. / A fome é mais forte, relega a plano inferior qualquer resquício de amor próprio, de escrúpulo ou de preconceito. / Toda a terra dos homens tem sido também até hoje terra da fome. Sobre advogados - A advocacia é uma maneira legal de burlar a justiça. / Advogados são as únicas pessoas que não são punidas com a ignorância das leis. / Advogado é uma pessoa que escreve um documento de 10.000 palavras e o chama sumário. / Um júri é composto por doze pessoas escolhidas para decidir quem é que tem o melhor advogado. / Quando a lei estiver contra nós, devemos argumentar os fatos. Quando os fatos estiverem contra nós, devemos argumentar a lei. Quando a lei e os fatos estiverem contra nós, devemos procurar outro advogado. / Falar é barato até que se precise contratar um advogado.

NOSSAS

PIADAS SÃO MUITO ENGRAÇADAS,

CUIDADO PARA NÃO MORRER DE RIR!!!!

* Você sabe como se reconhece um legítimo vinho português? — É muito fácil: basta olhar no fundo da garrafa; o vinho é luso, se estiver escrito "A abertura é do outro lado"... * Numa certa tarde, o Primeiro Ministro de Portugal recebe o seguinte telegrama, da Rainha da Inglaterra: — Sismógrafo inglês detectou grande possibilidade ocorrência movimento sísmico próximas horas, com epicentro arredores Lisboa. Favor informar qualquer anormalidade observada. No dia seguinte, enviava-lhe a seguinte resposta: — Agradecemos telegrama elogiamos eficiência serviço secreto inglês e competência agente Sismógrafo. Movimento debelado a tempo, presos 30 suspeitos. Estávamos quase prendendo subversivo codinome Epicentro, mas perdemos pista por causa de forte terremoto arredores de Lisboa. * O Joaquim está indo viajar com a Maria, quando um guarda faz sinal para eles pararem no acostamento. — Ai, Jesuis! — exclama Joaquim. — Tô ferrado! Nisto, o guarda se aproxima, debruça-se sobre a janela e diz: — Eu só gostaria de avisar que depois do túnel caiu uma barreira e a estrada está muito perigosa. Por favor, dirija com cuidado! E o português: — Ai, seu guarda, que alívio! Eu pensei que o senhor ia me multar, pois a minha carteira está vencida, esqueci os documentos do carro, o extintor está descarregado... Ao ouvir tamanha heresia, a Maria veio em seu socorro: — Ó seu guarda, não liga pra ele não, este gajo está completamente bêbado!


Página 08

Dicas & Fatos

Campinarte

Dicas do Abel Uma dica que fará um grande sucesso tanto na decoração quanto no paladar são as frutas. A melhor opção para decorar o seu Natal, você pode montar uma boa mesa de frutas e deixar sua festa muito mais saudável e elegante.

Sacolão do Povo

Tradição de Qualidade Promoção Promoção Todo Todo Venha Venha e e

Dia!!! Dia!!! Comprove!!! Comprove!!!

Av. B, 411 - Nova Campinas - Duque de Caxias - RJ

www.altoestiloemnoivas.com.br

- Rua da Feira - Sta. Cruz da Serra -

AVLADUC ASSOCIAÇÃO DE VÔO LIVRE E AMIGOS DE DUQUE DE CAXIAS - RJ

Instrutor Jau MONITOR ANDRÉ SOLDADO


Campinarte

Dicas & Fatos

Página 09

Acesse o nosso blog http://hasempreumoasisnodeserto.blogspot.com

Isaías 9:06 - Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.

Igreja Assembléia de Deus Do Senhor é a Terra e toda a sua plenitude - Salmo 24

Terças - Culto de Doutrina - 18:30 h / Quartas - Culto de Consagração - 09:00 h Quintas - Culto de Libertação - 15:00 h / Sábados - Escola Bíblica - 09:00 h Domingos - Escola Dominical - 09:00 h / Culto Público - 18:00 h Rua da Associação, 21 - Irajá - Telefone 3381-3030 - Rio de Janeiro - RJ / e-mail: projetovindemeninos@gmail.com


Página 10

Dicas & Fatos

Saúde é Vital DRA . SANDRA BORGES CIRURGIÃ DENTISTA HOMEOPATA ODONTOPEDRIATRA

TELEFONE 3653-7088

BOM NATAL!

Espaço Saúde

SAÚDE

DEPUTADA QUER CENTRO DE TRATAMENTO DE DEPENDENTES QUÍMICOS NA BAIXADA / Defendendo a construção de centros de tratamento para dependentes químicos na Baixada Fluminense, a presidente da Comissão de Assuntos da Criança, do Adolescente e do Idoso da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), deputada Claise Maria Zito (PSD), esteve na manhã desta quarta-feira (07/11) na Praça Roberto da Silveira, em Duque de Caxias, para mobilizar a população contra o consumo do crack. A ação da comissão faz parte de uma série de visitas que a deputada fará em diversos municípios da região, para divulgar a Lei estadual 6.234/12, de sua própria autoria, que institui o dia 05 de novembro como o Dia Estadual de Enfrentamento ao Crack. "Na Baixada Fluminense, o índice de usuários está aumentando muito. Depois das ações do prefeito Eduardo Paes contra as cracolândias do Rio de Janeiro, muitos usuários do crack vieram para esta região e formaram aqui grandes cracolândias", denunciou a deputada. ISELLE IRANDA Para o motorista José Ciriaco, de 71 anos, o município de Caxias precisa de FORMADA EM FISIOTERAPIA PELA UNIajuda, assim como os usuários de crack. "Essa turma precisa de muita ajuda. GRANRIO EM DEZEMBRO DE 2003, ESPECIASem ninguém do lado nenhum deles conseguirá parar de usar essa droga. Caxias está sendo tomada por usuários. Alguém tem que fazer alguma coisa", LISTA EM RPG, ACUPUNTURA E PILATES E SEGUNDA GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA. alertou. Já o professor de artes marciais Bruce Lúcio aprovou a ação da parlamentar: "Essa mobilização tem que começar dentro da escola e de casa. Os professores precisam falar do crack nas salas de aula e os pais precisam dar exemplo", acredita Lúcio. Claise atendeu a população de Caxias, distribuiu panfletos informativos e motivou pessoas que tenham esse problema na família a procurar tratamento. A deputada comentou, ainda, que o Governo do estado precisa criar um centro de reabilitação na Baixada. "Esse é um problema que não é só do prefeito ou do governador. Existem muitos usuários de crack que possuem família, que precisam de ajuda, mas que, na maioria dos casos, não têm dinheiro para bancar um tratamento. Por isso a importância da criação de centros de tratamento de dependentes químicos", comentou Claise, que visitará na próxima semana os municípios de Mesquita, Nova Iguaçu, Nilópolis, Queimados, Itaguaí e Belford Roxo.

* Neste Natal, nós, pessoas de qualquer raça, nação, e religião, devemos aprender a amar uns aos outros, perdoar e ser perdoados. Assim a paz de Cristo triunfará. Agora a existência, o grande espírito de Natal é este: primeiro nós fazemos crer que algo existe. Logo ele se torna real! Nós devemos banir a dúvida e o medo, e ainda acreditar na ''Regra Dourada'' para toda a raça humana. Assim, poderemos ter um Natal feliz. de Raoni Alves / Pedro Motta Lima - Diretoria de Comunicação Social da Nós devemos todos con- Alerj(texto / (21) 2588-1627 / 2588-1404 / (21) 8681-0303) tinuar, especialmente nesta época do ano, a tentar LEI OBRIGA FARMÁCIAS POPULARES A DIVULpreencher este grandioso GAR RELAÇÃO DE REMÉDIOS / Agora é lei: as farmácias que sonho: Paz na Terra. integram o programa Farmácia Popular no estado estão obrigadas a divulgar a relaFeliz Natal para você! Que a ção de remédios contemplados. É o que determina a lei 6.336/12, publicada no Diário Oficial do Executivo desta segunda-feira (05/11). Para a autora da nova regra, glória que nós celebramos nes- deputada Myrian Rios (PSD), a difusão dos medicamentos enquadrados no prograta época de Natal preencha sua ma amplia seu alcance, beneficiando mais pessoas. “A relação de medicamentos, que são mais de cinquenta, não é amplamente difundida e muitos usuários tem que vida para hoje e sempre. consultar os atendentes”, argumenta a parlamentar. O estado do Rio conta com 18 farmácias populares – 12 distribuídas nos municípios de Araruama, Campos, Duque de Caxias, Itaperuna, Niterói, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Petrópolis, Resende,São Gonçalo, São João de Meriti e Volta Redonda e seis na capital. (Fernanda Galvão - Diretoria Geral de Comunicação Social da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro / 7832-4892 / 9433-3994)

FELIZ ANO NOVO !

Campinarte

G

M

BOM NATAL!

* Por que não lembrar todos os dias, a cada momento, Seu nascimento, para que, festejando sempre o Natal, os homens se esqueçam das guerras? O Natal é tempo de tocar as mãos e tocar os corações. Ofereça amor, acolhida e paz para os que estão ao seu redor. Eu acredito verdadeiramente que se nós continuarmos contando a história de Natal, cantando as canções de natal, e vivendo o espírito de Natal, poderemos trazer alegria, felicidade e paz para este mundo. O Natal fala de Deus que se fez pessoa e não de pessoas que se fazem deuses. Fala de Deus que abraça a vida humana – com todos seus infortúnios, seus erros e lutas.

FELIZ ANO NOVO !


Campinarte

Dicas & Fatos

CAMPINARTE DICAS EFATOS E OS DIREITOS DAS PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS

Página 11

Campinarte só para Mulheres

BANCOS, LOTERIAS E TERMINAIS GANHARÃO GUICHÊ ADAPTADO / Agoras é lei: estações de transporte, cinemas, teatros, casas lotéricas, bancos e demais serviços que prestam atendimento em guichês deverão ter pelo menos um ponto de atendimento com altura adaptada a cadeirantes. É o que garante a lei 6.342/12, publicada no Diário Oficial do Executivo desta segunda-feira (12/11). A nova regra fará com que os guichês já destinados a portadores de deficiência, idosos e gestantes sofram esta adaptação. “Ela busca proporcionar um tratamento mais humano e digno às pessoas com deficiência, usuárias de cadeiras de rodas, que hoje compõem uma grande parcela da população do nosso Estado”, diz o autor da iniciativa, deputado Bernardo Rossi (PMDB). Além dos estabelecimentos já citados, deverão se adaptar ainda agências dos correios, casas de shows e outros locais de entretenimento. Fernanda Galvão - Diretoria Geral de Comunicação Social da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro - 7832-4892 / 9433-3994

Quase metade dos municípios não tem acessibilidade na sede da prefeitura / Da Agência Brasil - Rio de Janeiro – As pessoas com deficiência física vão encontrar dificuldades de acessibilidade em quase a metade das prefeituras do país. Pesquisa de Informações Básicas Municipais – Perfil dos Municípios, divulgada hoje (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), constatou que 42,6% dos prédios onde funcionam as administrações municipais não oferecem acessibilidade. Eles não têm rampas de acesso; equipamentos para deslocamento vertical; sanitário acessível; piso tátil; elevadores com braile e sonorização; telefone público e mobiliário adaptado; pessoal capacitado para atendimento aos deficientes; área especial para embarque e desembarque; sinalização de atendimento prioritário; admissão de cão guia e rampa externa. Apenas uma pequena parcela (3,8% do total) apresentava seis ou mais dos 13 itens citados nos questionários da pesquisa. O arquiteto do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam), Ricardo Moraes, disse que a Constituição Federal de 1988 determina a garantia do direito de ir e vir do cidadão brasileiro, o que “tem a ver com a política urbana e os direitos humanos”. Segundo o arquiteto, não existe um órgão especifico de controle e fiscalização da acessibilidade, e a sua implantação é um dever do Estado, em todos os níveis de poder. Ele declarou ainda que todo órgão público tem a obrigação de promover ações de acessibilidade em suas instalações. “Já avançamos bastante, muitos municípios já reconhecem um grande contingente de pessoas com deficiência na nossa população. Como as cidades brasileiras já estão construídas, é preciso um programa de adaptação, de eliminação das barreiras, de sinalização, de mudança de paradigmas para permitir o livre acesso, autonomia, independência da pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida, o que favorece a todos nós”, ressaltou. A prefeitura é responsável pela centralização de diversos serviços, e seus equipamentos e edificações devem ser inclusivos, permitindo o acesso da população ao seu espaço físico de forma facilitada. A pesquisa constatou que a falta de itens de acessibilidade não era acompanhada por um atendimento especializado, já que somente 316 municípios declararam ter pessoas capacitadas para atendimento ao deficiente. De acordo com o IBGE, 97 municípios tinham legislação que permitia a entrada de cão-guia em espaços públicos fechados. Apenas 290 prefeituras (5,2%) liberavam o acesso a pessoas acompanhadas de cão-guia, apesar do disposto na Lei nº 11.126/2005 que determina o direito do deficiente visual de ingressar e permanecer em espaços de uso coletivo acompanhado de um cão-guia. Segundo a gerente da Coordenação de População e Indicadores Sociais do IBGE, Vânia Pacheco, “nós ainda temos, mesmo nas grandes cidades, que estão um pouco mais preocupadas com isso [a questão da acessibilidade], uma problemas muito grande, como as calçadas esburacadas, a falta de rampa e de sinal especializado”, declarou a gerente. (Edição: Aécio Amado)

Colocamos ao seu dispor tudo o que você [mulher] precisa saber, e quando falamos tudo é porque estamos literalmente colocando os artigos mais interessantes! Contamos com grandes colaboradores e parceiros para tornar esta seção uma seção no mínimo útil.

CPMI vai pedir verba fixa para políticas de combate à violência contra a mulher / Akemi Nitahara - Repórter da Agência Brasil / Rio de Janeiro – A presidenta da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Congresso Nacional que investiga a violência contra a mulher, deputada federal Jô Moraes (PCdoB-MG), adiantou que o relatório da comissão deve indicar alterações na legislação, mudanças na estrutura de funcionamento dos órgãos de atendimento e, principalmente, a necessidade de um orçamento fixo para as políticas públicas de enfrentamento à violência contra a mulher. O prazo de funcionamento da CPMI foi prorrogado por 180 dias e os trabalhos devem ser concluídos até dezembro, segundo a parlamentar. Depois de três dias de diligências e uma audiência pública no Rio de Janeiro, membros da CPMI concluíram que apesar de o estado dispor de estrutura básica de atendimento às vítimas, o processo precisa melhorar. De acordo com a relatora da comissão, senadora Ana Rita (PT-ES), o Rio tem órgãos como delegacias especializadas, defensoria pública e ministério público, mas os profissionais que lidam com as vítimas precisam ser melhor capacitados. Para ela, também é necessário mais diálogo e envolvimento dos gestores públicos. “Falta comunicação entre esses órgãos que atendem a mulher em situação de violência. É preciso que tenha um espaço de conversa. Existe uma reunião da rede de atendimento, mas quem participa não são os principais gestores de cada órgão, são técnicos que com certeza têm a sua experiência, mas não têm o poder de tomar decisões. É preciso que cada gestor possa estar presente nessa reunião para discutir as deficiências, as dificuldades e buscar conjuntamente as soluções,” disse. A presidenta da CPMI, deputada Jô Moraes, lamentou a ausência de autoridades, como o governador ou vice-governador do estado e do presidente do Tribunal de Justiça, nas diligências no Rio, diferentemente do que ocorreu nos outros 11 estados que a comissão já visitou. “Ainda visitaremos mais três estados e concluiremos os trabalhos com uma audiência pública fundamental, que é com o ministro da Justiça [José Eduardo Cardozo], a ministra do Planejamento [Miriam Belchior] e com o conselheiro Ney Freitas, do Conselho Nacional de Justiça. Isso porque muitas recomendações a serem feitas aos órgãos públicos dependem de recomendação desses órgãos federais”. Presidenta da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), a deputada estadual Inês Pandeló (PT), disse que a presença da CPMI foi importante para verificar em que pontos o atendimento pode melhorar. “Achei muito importante a presença da CPMI aqui, porque apareceram diversos nós, diversos obstáculos para que a Lei Maria da Penha seja implementada no seu conteúdo todo e possa realmente melhorar e salvar as mulheres vítimas de violência.” Quanto aos dados que colocam o Rio de Janeiro na 19ª posição no ranking de violência contra a mulher, Inês Pandeló disse que os números podem ser reflexo da maior consciência das vítimas quanto aos seus direitos. “Ter um número grande de registros mostra que as mulheres estão mais encorajadas a denunciar. Eu não acho que aumentou a violência, eu acho que a gente divulgou a Lei Maria da Penha, que é uma lei importante e as mulheres ficaram mais encorajadas,” avaliou. Para melhorar o atendimento às vítimas, a deputada aponta a necessidade de concurso público para preencher as vagas nos centros de referência, treinamento continuado de servidores, policiais, bombeiros e delegados que lidam com as mulheres e maior articulação entre os órgãos para diminuir a burocracia e agilizar a execução das medidas protetivas. As próximas audiências e diligências da CPMI estão marcadas para os dias 12 e 13 de novembro em Mato Grosso do Sul, e nos dias 22 e 23 de novembro no Amazonas. (Edição: Carolina Pimentel)


Página 12

Dicas & Fatos

Campinarte

Rua H, 561- Nova Campinas - Área 2

Bate Papo dos Amigos Bar e Mercearia Direção: Zé Barbudo RUA i, 198 - NOVA CAMPINAS


Campinarte

Dicas & Fatos

Esperança de Nova Campinas quer o 1.º Lugar no Carnaval/2013

Melhora a cada ensaio do Esperança de Nova Campinas a presença do público. O povão da comunidade acredita que em 2013 a agremiação do bairro vai levantar o tão esperado caneco e ascender ao Grupo 3. Está bastante acirrada a disputa de samba-enredo e todos os concorrentes afirmam: “os jurados terão muito trabalho esse ano para escolher o samba que vai para avenida”. O enredo (escolhido pela Comissão de Carnaval) do Esperança para 2013 é - Waldir 59 é Caxias é Esperança e Pura Alegria. O Esperança de Nova Campinas está no Grupo 4 e será a quinta agremiação a desfilar no dia 09/02/2013 na Rua Cardoso de Morais em Bonsucesso. Atenção – Concentração (no local) às 18:30.

O

Página 13

1º Tarde Literária

Aconteceu dia 1/12 /2012 (sábado) no Colégio Padre Anchieta na Av. Automóvel Clube, s/nº esquina com a Av. 31 de Março no Parque Paulista - Caxias - RJ. O evento foi idealizado pelo Instituto Natividade de Responsabilidade Social em parceria com a ONG Grupo Tia Angelica (GTA) com apoio do Colégio Estadual Padre Anchieta e teve as seguintes atrações: escritores convidados autografando suas obras; troca de livros; contador de história e é claro muita troca de informação. O evento foi GRATUITO e teve o apoio do COLÉGIO ESTADUAL PADRE ANCHIETA Convidados: Luciane Rangel. Escritora do Livro os Guardians – 3 volumes; Maiton Rangel, poeta, compositor e artista plástico - Livro publicado: Ansiedade e Poema Duro; Andreia Quintão, produtora Cultural; Tânia Curvelo, professora - Exposição de um Poster de um artigo publicado com o título: "Percepção Ambiental: uma contribuição para a aprendizagem de Ciências Naturais na Educação de Jovens e Adultos; Ari Ferreira, poeta; Cidra Lirrischteinvisk, artista plástica; Cássia Ferreira, Produtora Cultural e Publicitária.

A

Saiba mais sobre a Primeira Tarde Literária: fotos, vídeos, etc., no blog campinartedicasefatos.blogspot.com

Jurema Gonzaga Presidente do G.R.B.C. Esperança de Nova Campinas deseja deseja aa todos todos Boas Festas e Feliz Ano Novo!

Odette Candido – Arte AOS SÁBADOS E DOMINGOS (EM FRENTE AO TRENZINHO ) NA P RAÇA DE N OVA C AMPINAS – D UQUE

Aceito encomendas Telefone (21) 3652-7576

DE

C AXIAS

ARTESANATO (pintura em tecido - estampas de aves, paisagens, utensílios, bonecas) Tudo para a sua Cozinha e o seu Banheiro Panos de Prato / Toalha de Mesa / Cortinas de Pia / Jogos de Cozinha... Tapetes para Box / Jogos de Banheiro, etc...

E MAIS: TEMPEROS CASEIRO EM GERAL!


Página 14

Dicas & Fatos

Campinarte

Minha Pátria é Minha Língua

TORTURA HOJE

Todo Dia é dia de Índio

Portugal precisa de «choque de competitividade», diz Luís Amado

PASTORAL CARCERÁRIA É ELEITA PARA COMPOR COMITÊ DE PREVENÇÃO À TORTURA / A Pastoral Carcerária do Estado do

Dezenove são indiciados por morte de cacique em MS

O

O ex-ministro dos Negócios Estrangeiros, Luis Amado, disse que Portugal precisa de um "grande choque de competitividade" no meio da "tempestade terrível" política, financeira, económica e social que o mundo atravessa. "Precisamos de um grande choque de competitividade e de abertura da economia portuguesa ao exterior porque o país, o Estado, as empresas e as famílias estão muito endividadas e precisamos de atrair capital e investimento externo direto para a nossa economia", disse na conferência patrocinada pelo Diário de Notícias (DN) da Madeira, no âmbito da iniciativa as "100 Empresas". O presidente do Conselho de Administração do BANIF - Banco Internacional do Funchal lembrou que "Portugal, a Europa e a Madeira estão numa encruzilhada muito grande" que, "em conjunto", têm que encontrar soluções. Na conferência, Luís Amado enumerou algumas condições para recriar a confiança e retomar o crescimento económico: "Essas condições são sobretudo estabilidade política, estabilidade social, precisamos de ter atenção aos problemas do financiamento externo, a nossa economia e o Estado estão muito dependentes do financiamento exterior e é preciso dar muita atenção às condições em que nos financiamos e precisamos de resolver alguns problemas estruturais que nos trouxeram até aqui". Para o também ex-ministro da Defesa, "isso pressupõe que o país se torne num país amigo das empresas, amigo dos capitais, amigo do estrangeiro e a Madeira é um caso de uma economia aberta, que tem uma relação forte também com a economia nacional e europeia".

Diamantino’s Bar Chopp / Porções / Frango Assado Tradição de Qualidade No Coração de Sta. Cruz da Serra

África, dicas e fatos

Rio é a mais nova entidade da sociedade civil a compor o Comitê Estadual para Prevenção e Combate à Tortura. A eleição aconteceu nesta segunda-feira (12/11), na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). O pleito, que acontece a cada dois anos, reelegeu também mais quatro integrantes que já participavam do comitê. Segundo a coordenadora-geral do grupo e secretária-geral da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Camila Freitas, há grande expectativa com a chegada da nova entidade. “Espero que a Pastoral Carcerária venha a somar com o trabalho do comitê, subsidiando e auxiliando o Mecanismo Estadual de Prevenção à Tortura, no sentido de se aproximar do trabalho que já está sendo realizado”, disse Camila. Ela falou ainda sobre a importância dessa eleição. “Essa rotatividade garante a ampliação do grupo, que debate não só a situação dos adultos encarcerados como também a dos jovens e adolescentes que se encontram em abrigos. A representação da sociedade civil em um espaço como esse, se fosse fixa e permanente, talvez não trouxesse essa diversidade de discussões em todas as áreas”, ressaltou. O Grupo Tortura Nunca Mais, a Rede de Comunidades e Movimentos Contra a Violência, o Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Petrópolis e a ONG Justiça Global foram reeleitos para atuar no biênio 2012-2014. A Pastoral Carcerária assumiu o posto que era da Organização de Direitos Humanos Projeto Legal. A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Alerj, presidida pelo deputado Marcelo Freixo (PSol), também participa do comitê. (texto de Vanessa Schumacker) / Pedro Motta Lima - Diretoria de Comunicação Social da Alerj / (21) 2588-1627 / 2588-1404 / (21) 8681-0303

TCU decide não revisar indenizações de anistias / Aline Leal - Repórter da Agência

POEMA PARA A NEGRA Deixa que os outros cantem o teu corpo que dizem feiticeiro e sedutor, e, na volúpia vã do pitoresco, entoem madrigais à tua dor. Deixa que os outros cantem teus requebros nos passos de massemba e quilapanga, e teus olhos onde há noites de luar, e teus beiços que têm sabor de manga. Deixa que os outros cantem os teus usos como aspectos formais da tua graça, nessa conquista fácil do exotismo que dizem descobrir na nossa raça. Deixa que os outros cantem o teu corpo, na captação atónita do viço e fiquem sempre, toda a vida, a olhar um muro de mistério e de feitiço… Deixa que os outros cantem o teu corpo - que eu canto do mais fundo do teu ser, ó minha amada, eu canto a própria África, que se fez carne e alma em ti, mulher! (Geraldo Bessa - Poesta Angolano)

Brasil / Brasília - O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu que não vai revisar indenizações concedidas a anistiados políticos que foram perseguidos entre 1946 e 1988 no Brasil. De acordo com o Ministério da Justiça, o TCU havia equiparado as reparações econômicas dos anistiados políticos a pagamentos previdenciários e, nesse caso, o tribunal teria competência para registro de revisão dos valores. Porém, segundo o Ministério da Justiça, a Lei 10.559/ 02 instituiu regime próprio de natureza jurídica indenizatória, e não previdenciária, para os anistiados políticos. Por meio dessa lei, o Congresso Nacional deu ao Ministério da Justiça a competência para conceder anistia política a todos que foram atingidos por atos de exceção durante o período da ditadura e de reparar moral e economicamente os danos causados pela ação ou omissão cometida pelos seus agente públicos. Em 2010, a Advocacia-Geral da União e a Comissão de Anistia entraram com pedido para que o TCU revisasse essa competência. Os órgãos argumentaram que, para as vítimas, seria inoportuno e injustificável o Estado usar um novo procedimento de registro e de revisão das decisões proferidas, diferente dos constantes na lei. Com a nova decisão do TCU, as fiscalizações das indenizações continuarão a ocorrer pelo atual procedimento ordinário de controle interno e externo presente na Constituição Federal, com auditorias regulares e periódicas. (Edição: Fábio Massalli)

C

Cuiabá - Dezenove pessoas responderão pela morte do cacique Guarani Kaiowá, Nísio Gomes, ocorrida durante invasão de pistoleiros encapuzados e armados no acampamento Tekoha Guaiviry, no município de Amambaí, em Mato Grosso do Sul em novembro de 2011. A denúncia foi feita pelo Ministério Público Federal do Mato Grosso do Sul (MPF-MS) e aceita pela juíza federal Lisa Taubemblatt. O cacique foi morto depois que o acampamento, que fica na faixa de divisa fronteira entre os municípios de Amambaí e Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, na fronteira entre Brasil e Paraguai, foi invadido por cerca de 40 homens armados. Um dos filhos do cacique disse que pistoleiros invadiram o acampamento e atiraram na cabeça de seu pai. Em seguida, o corpo foi arrastado e jogado em cima de uma caminhonete e levado pelos pistoleiros e até hoje nunca foi localizado. O MPFMS concluiu que, mesmos sem o corpo ou restos mortais, há provas e indícios suficientes do homicídio qualificado do cacique Nízio. O crime repercutiu internacionalmente, destaca o MPF. "Colocou em foco o ambiente onde imperam o preconceito, a discriminação, a violência e o constante desrespeito a direitos fundamentais dos 44 mil guarani-kaiowá e guarani-ñandeva que vivem em Mato Grosso do Sul", diz um trecho da denuncia do MPF. Entre os réus estão fazendeiros, advogados e um secretário municipal, além de proprietário e funcionários de uma empresa de segurança privada. Sete réus estão presos. Eles foram presos em 2011. Dos 19, três respondem por homicídio qualificado, lesão corporal, ocultação de cadáver, porte ilegal de arma de fogo e corrupção de testemunha; quatro por homicídio qualificado, lesão corporal, ocultação de cadáver, porte ilegal de arma de fogo; e 12 por homicídio qualificado, lesão corporal, quadrilha ou bando armado e porte ilegal de arma de fogo.


Campinarte

Dicas & Fatos

Página 15

ESPORTE EM NOVA CAMPINAS

FUTEBOL

Rua 6, n.º 894 - c/2 - á/1 Nova Campinas - Duque de Caxias - RJ 9414-1752 / 2675-1059 centroesportivomedina.blogspot.com.br

Projeto Medina 2013

O

O Tempo de esperar por nossos políticos acabou, acho que toda a comunidade, assim como eu, já reclamou e nada aconteceu, continuamos abandonados no meio do lixo, sem água, sem médicos, sem transportes decentes. Como sabemos o esporte move o mundo, exemplo, Copa do Mundo, Olimpíadas, baseado nisso estou criando um projeto esportivo, que vai mexer com quase todas as modalidades de esporte dentro da comunidade, que ao mesmo tempo chame à atenção e traga atividades para nossas crianças, adolescentes e adultos. Por que não? Com isso estou convocando toda a comunidade a praticar e a se cadastrar no maior movimento esportivo na comunidade: Futebol, Futsal, Vôlei, Basquete, Handball, Ciclismo, Futebol de 7, Corrida, Atletismo, Judô, Jiu-jitsu, Karatê, MMa, Taekowdo, Capoeira, Kung-Fu, Tachim-chuan, Box, Caminhada, Peteca, Futebol de Rua, Ping–Pong, Trilha, Queimado, Mountain Bike, Skate, Parapente, Rapel. O objetivo do projeto e promover eventos esportivos como Torneios, Campeonatos, Festival, Gincanas e Escolinhas Esportivas.

Informações do Torneio de Rua A equipe será formada com até 3 componentes Não há limites para o número de equipes inscritas por rua Serão premiadas as equipes que se qualificarem do 1.º ao 3.º Lugar Serão 3 categorias: infantil, adolescentes e adultos

Inscrições: Rua 6, n.º 894 – c/2 – á/1 Nova Campinas – DC – RJ Inscrições a partir do dia 10/12/2012 Fonte / Revista Veja

Não percam – Mais informações: 2675-1059 /9414-1752


Página 16

Dicas & Fatos

Campinarte

Barbosa assume STF e diz: ""o juiz é um produto do seu meio" Barbosa é o 44º presidente do STF e o primeiro negro a chegar ao comando da mais alta corte do país

Brasília - O ministro Joaquim Barbosa assumiu nesta quinta-feira (22/11/12) a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) e afirmou em seu discurso de posse a necessidade de reforçar a independência dos juízes e afastá-los de pressões políticas. Relator da ação penal do mensalão no Supremo, Barbosa, de 58 anos, afirmou também que os magistrados precisam levar em conta em suas decisões os valores da sociedade, e reconheceu que nem todos os brasileiros que buscam a Justiça são tratados igualmente. "O juiz é um produto do seu meio e do seu tempo", disse o novo presidente da Corte em seu discurso, no qual também afirmou ser "ultrapassado e indesejável" que juízes se mantenham afastados como numa "torre de marfim".

"O Judiciário que buscamos é sem firulas, sem floreios e sem rapapés", garantiu. "O que buscamos é um Judiciário célere, efetivo e justo." Barbosa reconheceu que existe "um grande déficit de Justiça entre nós" e defendeu a clareza de critérios para ascensão de juízes na carreira, para evitar que magistrados se tornem devedores de políticos que têm influência na evolução da carreira dos juízes. Neste momento, foi aplaudido pela plateia do plenário. Barbosa é o 44o presidente do STF e o primeiro negro a chegar ao comando da mais alta corte do país. Foi nomeado para ocupar uma cadeira na Corte em 2003, pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Sua atuação como relator da ação penal do mensalão, ainda em julgamento pelo plenário, lhe rendeu ataques de petistas e de especialistas que apontam exageros nas decisões da Corte, que condenou 25 dos 40 réus, entre eles símbolos históricos do PT, como o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. Sob o comando de Barbosa, os ministros decidiram que o mensalão foi um esquema de compra de apoio político no Congresso no início do primeiro mandato de Lula.

A ação também rendeu elogios e até a fama de herói a Barbosa, cumprimentado nas ruas como responsável pela condenação de políticos e banqueiros. Independência e ativismo - O novo vice-presidente, também empossado nesta quinta, é Ricardo Lewandowski, indicado por Lula ao STF em 2006 e com quem Barbosa teve duros embates durante as sessões do julgamento do mensalão. Lewandowski foi revisor do mensalão, com quem Barbosa protagonizou diversos embates em sessões do julgamento. O ministro Luiz Fux fez um discurso em nome do tribunal. Agradeceu à presidente Dilma Rousseff pela nomeação ao STF, e afirmou que Barbosa é um sinônimo de honradez e retidão. "Nós, os juízes, não tememos nada nem a ninguém", afirmou, defendendo a independência do Judiciário. No discurso de 35 minutos, Fux citou ainda Martin Luther King, ativista negro dos EUA, afirmando que se tornou possível seu sonho de que "todos os homens são iguais". Barbosa, que já escreveu um estudo sobre ações afirmativas nos EUA, fala com frequência sobre o preconceito racial no Brasil. Também discursaram o procurador-Geral da República, Roberto Gurgel e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante. Foram convidados para a cerimônia de posse artistas e lideranças do movimento negro. Entre os familiares do novo presidente da Corte estavam a mãe, Benedita --a quem Barbosa chamou de "minha mãezinha"-- e o único filho, Felipe. Estiveram presentes também senadores, ministros de Estado e governadores, além de desembargadores e ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça). A presidente Dilma Rousseff, o presidente do Senado, José Sarney, e da Câmara, Marco Maia, sentaram ao lado de Barbosa. Ex-integrantes da Corte também compareceram, entre eles os ex-presidentes Cezar Peluso e Ayres Britto, que se aposentaram no segundo semestre. (Fonte / Exame.com)


Campinarte edição de Dezembro