Page 1

Diversidade e Economia: um toolkit para Lisboa Diversity and Economy: a toolkit for Lisbon


DELI - diversity in the economy and local integration

Índice Contents

1. Nota de abertura: a vantagem competitiva da economia imigrante em Lisboa 1. Opening remark: the competitive advantage of immigrant economy in Lisbon

2. Coordenação europeia: um olhar sobre Lisboa

2. European coordination: a look over Lisbon

3. Projeto DELI: diversidade na economia e integração local 3. DELI Project: diversity in the economy and local integration

4. Plataforma DELI-Lisboa 4.DELI-Lisbon Platform

5. Economia e empreendedorismo em Lisboa 5. Economy and entrepreneurship in Lisbon

6. Empreendedorismo imigrante em foco 6. Immigrant entrepreneurship in focus

7. Redes e parcerias: a sustentabilidade em questão 7. Networks and partnerships: sustainability in question

8. O microcrédito como possibilidade de financiamento 8. Microcredit as funding possibility

9. O rosto dos imigrantes empreendedores da Plataforma DELI-Lisboa

9. The face of immigrant entrepreneurs of the DELI-Lisbon Platform

10. Ideias para o futuro da economia imigrante em Lisboa 10. Ideas for the future of immigrant economy in Lisbon

4

6

8

11

12

14

18

20

22

24

03


1.

DELI - Diversidade na economia e integração local

DELI - diversity in the economy and local integration

Opening remark: the competitive advantage of immigrant economy in Lisbon

Nota de abertura: a vantagem competitiva da economia imigrante em Lisboa 04

L

isboa recebeu em 25 de junho a distinção de Região Empreendedora Europeia 2015, que premeia as melhores estratégias locais para a promoção do empreendedorismo e da inovação junto das pequenas e médias empresas. Lisboa é reconhecida internacionalmente como um destino privilegiado para os empreendedores e em 2014 foi apontada pela revista Entrepreneur como uma das melhores cidades do mundo para o empreendedorismo. Este reconhecimento é o culminar da estratégia desenvolvida pelo município de Lisboa para fomentar o empreendedorismo e executar políticas europeias fundamentais como a SBA – Small Business Act – para a Europa e a Estratégia Europa 2020 para o crescimento e o emprego e tem por base toda uma filosofia de trabalho em parceria. Nos últimos 4 anos Lisboa reforçou o seu estatuto de “Startup City” através de um conjunto de medidas como: o Iniciativa Lisboa, balcão único de atendimento para empreendedores e empresários que inclui a Empresa na hora possibilitando a criação de uma nova empresa em tempo recorde; a Startup Lisboa, já com três incubadoras de empresas e integrada num projeto mais global que é a Rede de Incubadoras de

Lisbon as received on June 25 the European Entrepreneurial Region 2015 award, given for the best local strategies promoting entrepreneurship and innovation near small and medium enterprises. Lisbon is internationally acknowledged as a privileged destination for entrepreneurs and in 2014 it was appointed by the Entrepreneur magazine as one of the best cities in the world for entrepreneurship. This recognition is the culmination of a strategy developed by the Lisbon municipality to foster entrepreneurship and execute fundamental European policies such as SBA – Small Business Act – for Europe and the Europe 2020 Strategy for growth and employment, underlined by a philosophy of partnership work. For the last 4 years Lisbon has reinforced its status as “Startup City” through a number of measures such as: Iniciativa Lisboa, a single help desk for entrepreneurs including Enterprise in an hour allowing one to set up an enterprise in a record time; Startup Lisboa, already with three incubators of enterprises and integrated in a more global project named Lisbon Incubators Network, in which around 30% of startups are from foreign

Graça Fonseca Vereadora da Economia e Inovação Economy and Innovation Deputy Mayor

Lisboa, na qual cerca de 30% das startups são de empreendedores estrangeiros; o Lisboa Empreende – projecto de microcrédito destinado a qualquer pessoa que tenha uma ideia de negócio para Lisboa, mediante acompanhamento técnico durante todo o processo de criação da empresa, no âmbito do qual já foram apoiados 13% de empreendedores imigrantes; ou o Lisbon Challenge, programa de aceleração internacional, que selecciona um conjunto de startups e lhes fornece apoio e orientação, incluindo sessões em Boston, Londres e São Paulo. Foi neste contexto que fez todo o sentido para a área da Economia e Inovação do município de Lisboa aceitar o convite do Conselho da Europa para integrar o Projeto DELI – Diversidade na Economia e Integração Local – e desta forma encontrar em conjunto com mais 10 cidades europeias as melhores estratégias para aproveitar localmente a vantagem competitiva da diversidade económica e cultural trazida pelos empreendedores imigrantes para Lisboa. Ao longo do último ano, as atividades desenvolvidas em Lisboa no âmbito do Projeto DELI focaram-se na dinamização de uma Plataforma de Parcerias Locais – Plataforma DELI-Lisboa – que funciona como um think tank para discussão e reflexão sobre a questão da integração económica dos imigrantes. Desta forma o município deu voz aos imigrantes empreendedores da cidade de Lisboa, permitindolhes apresentar-nos as suas experiências empresariais, dando-nos assim conta dos seus sucessos, mas também das dificuldades no acesso ao financiamento ou de natureza legal e administrativa, que no seu conjunto constituem barreiras importantes, que queremos transpor para apoiar o desenvolvimento da atividade económica por parte dos imigrantes e a sua desejada integração local. O caminho trilhado permite já identificar uma estratégia a seguir pelo município de Lisboa na sua atuação futura para com os empreendedores imigrantes que passa pelo reconhecimento do seu potencial e da vantagem inequívoca da sua diversidade, criatividade e inovação para o tecido económico desta cidade, assim como pela sustentabilidade e aprofundamento da dinâmica entretanto gerada na Plataforma DELI-Lisboa.

entrepreneurs; Lisboa Empreende – microcredit project for any person having a business idea for Lisbon, using technical support during the whole process of enterprise creation, within which 13% immigrant entrepreneurs have already been supported; or Lisbon Challenge, international accelerating programme, selecting a number of startups and providing them support and guidance, including sessions in Boston, London and São Paulo. It was in this context that it made perfect sense for the Economy and Innovation area of the Lisbon municipality to accept the Council of Europe invitation to integrate the DELI Project – Diversity in the Economy and Local Integration – and together with 10 European cities find the best strategies to benefit from the competitive advantage of economic and cultural diversity brought by immigrant entrepreneurs to Lisbon. For the past year, activities developed in Lisbon for the DELI Project were focused in the dinamization of a Local Partnership Platform – DELI-Lisbon Platform – working as a think tank for discussing and reflecting about immigrant economic integration. This way the municipality has given a voice to immigrant entrepreneurs of Lisbon, allowing them to present us their entrepreneurial experiences, providing accounts of their successes, but also of the difficulties in the access to funding or of a legal and administrative nature, that overall constitute important barriers, that we wish to overcome to support the development of economic activity by immigrants and their desired local integration. The trodden path allows us to identify a strategy for the Lisbon municipality to follow in its future action near immigrant entrepreneurs including recognizing their potential and the unequivocal advantage of their diversity, creativity and innovation for the economic fabric of the city, as well as for the sustainability and deepening of the dynamic meanwhile generated in the DELI-Lisbon Platform.

05


2.

DELI - Diversidade na economia e integração local

DELI - diversity in the economy and local integration

European coordination: a look over Lisbon

Coordenação europeia: um olhar sobre Lisboa

E 6

Jan Niessen, MPG

m Lisboa o Projeto DELI estabeleceu uma plataforma informal para consultoria e cooperação entre organizações dos setores público e privado em matérias de desenvolvimento económico e integração dos imigrantes. Chamou atenção para o valor do empreendedorismo imigrante para o desenvolvimento económico e social de Lisboa. Isto colocou o empreendedorismo na agenda da integração e a integração imigrante na agenda económica. O projeto lançou as bases para a cooperação entre stakeholders em torno destes assuntos. Os parceiros DELI em Lisboa tornaram-se mais conscientes de que afirmar que “todos os empreendedores independentemente da sua ascendência são tratados igualmente e têm igual acesso a serviços de apoio” apenas funciona na prática quando medidas adicionais são tomadas permitindo aos empreendedores com ascêndencia imigrante beneficiar destes serviços. Mobilizar a comunidade empresarial imigrante e abrir associações empresariais mainstream vai promover a visibilidade e o impacto dos imigrantes empreendedores. O município começa a perceber melhor o seu papel enquanto ator económico e mostrou um interesse claro em explorar mais o que pode ser feito para ligar a contratação com a obtenção de objetivos sociais, incluindo a integração económica

In Lisbon the DELI project established an informal platform for consultation and cooperation between public and private sector organisations on matters of economic development and immigrant integration. It raised awareness of the value of immigrant entrepreneurship for Lisbon’s economic and social development. This has put entrepreneurship on the integration agenda and immigrant integration on the economic agenda. The project laid the foundation for further cooperation between stakeholders on these issues. Lisbon’s DELI partners have become more aware that stating that “all entrepreneurs irrespectively of their background are treated equally and have equal access to support services” only works in practice when additional measures are taken enabling entrepreneurs with immigrant background to benefit from services. Mobilising the immigrant business community and the opening up of mainstream business associations will enhance the visibility and the impact of immigrant entrepreneurs. The municipality begins to better understand its role as an economic actor and showed a clear interest to further explore what could be done to link procurement with achieving social goals, including the economic integration of immigrants. It already excludes from public contracts tenderers who have been convicted for

dos imigrantes. Já exclui de contratos públicos candidatos que tenham sido condenados por incapacidade de cumprir as regras proibindo vários tipos de discriminação. Os empreendedores imigrantes disfrutarão de tratamento igual quando as barreiras à sua participação em concursos públicos forem removidas. Chegar aos pequenos empreendedores e dividir grandes contratos em parcelas menores são passos na direção certa.

failing to comply with national rules prohibiting discrimination on various grounds. Immigrant entrepreneurs would enjoy equal treatment when barriers for their participation in public tendering are removed. Reaching out to smaller entrepreneurs and dividing bigger contracts in smaller ones are steps in the right direction.

Jan Niessen, MPG

Jan Niessen, MPG

isboa pode beneficiar enormemente do empreendedorismo, variedade de competências e criatividade associada à diversidade cultural, desde que adote políticas e estratégias que facilitem a integração intercultural e a inclusão. A adoção destas políticas e estratégias implicam abraçar uma abordagem pragmática e proativa pelo governo local e a sua administração; envolvendo diferentes departamentos setoriais no desenvolvimento de programas de integração e diversidade; estabelecer cooperação com um vasto número de stakeholders e promover o diálogo social. O projeto “Diversity in the Economy and Local Integration” apoiou Lisboa na prossecução destes objetivos e os resultados são positivos. O projeto chamou a atenção dos parceiros para o empreendedorismo enquanto conduta para a inclusão, especialmente para imigrantes que se encontram muitas vezes em situações de desvantagem ou sub -representação na economia mainstream ou atividades empresariais. Avaliou as barreiras e prestou orientação para os decisores políticos locais e atores acerca de como estas barreiras podem ser superadas, focando-se em mecanismos de apoio e desenhando políticas económicas, incluindo contrataçao, mais amigos da diversidade. Um dos fatores chave para o seu sucesso futuro é a identificaçao de objetivos claros e especificos para a mudança política assegurando que os beneficiários finais (imigrantes empreendedores) tenham consciência desta mudança e das possibilidades práticas que esta lhes pode oferecer.

Lisbon can gain enormously from the entrepreneurship, variety of skills and creativity associated with cultural diversity, provided it adopts policies and strategies that can facilitate intercultural integration and inclusion. The adoption of these policies and strategies implies embracing a pragmatic and pro-active approach by the local government and its administration: involving different sectoral departments in developing integration and diversity programmes; establishing cooperation with a wide range of stakeholders and fostering social dialogue. The project “Diversity in the Economy and Local Integration” supported Lisbon in fulfilling these objectives and the results are positive. The project raised the awareness of partners that the entrepreneurship can be seen as a conduit for inclusiveness, especially for immigrants who are very often disadvantaged or under-represented in mainstream economic or business activities. It assessed the barriers and provided guidance for local policy makers and practitioners on how these barriers can be overcome, by focusing on support mechanisms and making economic policies, including procurement, more diversity-friendly. One of the key factors for its continuing success is the setting down of clear and specific objectives for policy change and ensuring that the final beneficiaries (immigrant entrepreneurs) are aware of this change and the practical possibilities that this change offers them.

L

Lilia Kolombet, Council of Europe

Lilia Kolombet, Council of Europe

Lilia Kolombet, Council of Europe

7


3.

DELI - Diversidade na economia e integração local

DELI - diversity in the economy and local integration

crescimento sustentável. A Agenda Europeia para a Integração enfatiza também o papel importante dos imigrantes enquanto empreendedores e afirma que “a sua criatividade e capacidade de inovação devem também ser reforçadas”. Contudo, os imigrantes enfrentam muitas vezes dificuldades legais e socioeconómicas no acesso à economia. Hoje, as empresas de imigrantes na Europa são sobretudo micro-empresas, pequenas no que diz respeito ao seu volume de negócios. Apesar dos imigrantes terem uma taxa de criação de empresas mais alta que o resto da população, eles são menos bem sucedidos devido à falta de informação, conhecimento e competências linguísticas. As medidas de apoio às PMEs permanecem desequilibradas, existindo um número substancial de países europeus que ainda não reconhece as especificidades das empresas de imigrantes, quando concebe políticas e leis. Para além disso, estes negócios experienciam frequentemente barreiras estruturais no acesso à economia mainstream. O desafio para as autoridades públicas é criar um ambiente que encoraje o desenvolvimento do empreendedorismo imigrante e apoie a sua inclusão na economia local. O Plano de Ação Empreendedorismo 2020 da Comissão Europeia recomenda explicitamente que os Estados membros proponham iniciativas políticas para atrair imigrantes empreendedores e facilitar o empreendedorismo entre os imigrantes, usando as melhores práticas desenvolvidas

DELI Project: diversity in the economy and local integration

Projeto DELI: diversidade na economia e integração local

S

ob o impacto das migrações transnacionais, as sociedades europeias tornam-se mais diversas e as abordagens tradicionais da gestão da diversidade são cada vez mais contestadas. O Conselho da Europa desenvolveu, em parceria com um conjunto de cidades europeias, um quadro político para a gestão da diversidade baseado no conceito de “diversity advantage”. Com efeito, se forem reconhecidos pelas instituições e políticas, os imigrantes e as minorias constituem um fator importante para o desenvolvimento social, económico e cultural. A União Europeia tem reconhecido publicamente a contribuição decisiva que os empreendedores imigrantes podem dar para o emprego e o

8

Under the impact of transnational migrations, European societies became more diverse and traditional approaches regarding diversity management are increasingly contested. The Council of Europe has developed, in partnership with a number of European cities, a political framework for managing diversity based in the concept of “diversity advantage”. In fact, if they are recognized by institutions and policies, immigrants and minorities constitute an important factor for social, economic and cultural development. European Union has publicly recognized the decisive contribution the immigrant entrepreneurs can give to sustainable employment and

growth. The European Agenda for Integration also emphasizes the important role of immigrants as entrepreneurs stating that “their creativity and capacity to innovate should also be reinforced”. However, immigrants often face legal and socioeconomic difficulties in their access to economy. Today, immigrant enterprises in Europe are mainly micro-enterprises, small in what concerns their revenues. Despite immigrants having a higher rate of enterprise creation than the rest of the population, they perform worse due to the lack of information, knowledge and language competences. Support measures to SMEs remain unbalanced, with a substantial number of European countries still not acknowledging immigrant enterprises specificities, when devising policies and laws. Furthermore, these businesses frequently experience structural barriers regarding access to mainstream economy. The challenge to public authorities is to create an environment that encourages immigrant entrepreneurial development and support their inclusion in the local economy. The European Commission Action Plan Entrepreneurship 2020 explicitly recommends that member-states put forth political initiatives to attract immigrant entrepre-

TIMELINE

04-05/03/2014

22-23/05/2014

22/09/2014

27/10/2014

Lançamento do projeto DELI, Bruxelas DELI project Launch, Brussels

1ª Reunião de Coordenação DELI, Lisboa 1st DELI Coordination Meeting, Lisbon

Lançamento do projeto DELI, Lisboa DELI project Launch, Lisbon

1º Workshop DELI “Empreendedorismo Imigrante em Lisboa: Desafios e Oportunidades em Tempo de Crise”, Lisboa 1st DELI Workshop “Immigrant Entrepreneurship in Lisbon: Challenges and Opportunities in a Time of Crisis”, Lisbon

19/11/2014

11-12/12/2014

1ª Mesa Redonda 2ª Reunião de Diversidade & Coordenação DELI, Economia, Lisboa Viena 1st Diversity & 2nd DELI Coordination Economy Roundtable, Meeting, Vienna Lisbon

16/03/2015

15/04/2015

05/05/2015

28/05/2015

2º Workshop DELI Focus group 3º Worshop DELI 2ª Mesa Redonda “Redes & Parcerias: Boas “Imigrantes “Empreendedorismo Imigrante Diversidade & Práticas”, Lisboa Empreendedores em em Lisboa: acesso a financiamento Economia, Lisboa 2nd DELI Workshop Lisboa”, Lisboa e contratação pública”, Lisboa 2nd Diversity Focus group “Immigrant 3rd DELI Workshop “Immigrant “Networks & & Economy Entrepreneurs in Entrepreneurship in Lisbon: Partnerships: Good Roundtable, Lisbon Lisbon”, Lisbon access to funding and public Practices”, Lisbon procurement, Lisbon

23-24/06/2015

30/06/2015

Conferência de encerramento do projeto DELI “Construíndo Sociedades Inclusivas”, Bruxelas Closing conference of the DELI project “Building Inclusive Societies”, Brussels

Conferência de encerramento do projeto DELI, Lisboa Closing conference of the DELI project, Lisbon

9


DELI - Diversidade na economia e integração local

Projeto DELI: Procurou ajudar as cidades parceiras a desenvolver o diálogo público-privado, a promover políticas de apoio ao empreendedorismo imigrante e ao desenvolvimento de PMEs imigrantes.

10

Cidades participantes no Projeto DELI Participant cities in DELI Project

localmente; removendo obstáculos legais à criação de empresas por imigrantes; e facilitando o seu acesso à informação e redes institucionais. Tendo como pano de fundo este enquadramento, o Projeto DELI: Baseou-se na ideia de que a mudança no sentido de uma sociedade inclusiva e participativa requer um mecanismo de tomada de decisão diferente para negociar as diferenças, construir a confiança entre os parceiros e forjar uma visão comum de longa duração. Efetivamente, alguns dos maiores desafios ao nível da integração são o planeamento inter-setorial integrado e a construção de consensos para projetos colaborativos. Procurou ajudar as cidades parceiras a desenvolver o diálogo público-privado, a promover políticas de apoio ao empreendedorismo imigrante e ao desenvolvimento de PMEs imigrantes. Definiu métodos para identificar/mapear setores e parceiros chave para participarem no processo de integração, bem como orientações práticas e ferramentas desenhadas para apoiar as cidades envolvidas na criação de oportunidades para imigrantes nos setores privado e público.

neurs and facilitate entrepreneurship within immigrants, using the best practices developed at the local level; removing legal obstacles to enterprise creation by immigrants; and facilitating their access to information and institutional networks. With this in the background, the DELI Project was based on the idea that changes towards an inclusive and participating society requires a different decision-making mechanism to negotiate differences, build trust between partners and to forge a long term common vision. In fact, some of the biggest challenges at the integration level are integrated inter-sectorial planning and the construction of consensus for collaborative projects. Sought to help partner cities developing a public-private dialogue, promoting support policies to immigrant entrepreneurship and development of immigrant SMEs. Defined methods to identify/map key sectors and partners to participate in the integration process, as well as practical guidance and tools devised to support cities involved in the creation of opportunities to immigrants in public and private sectors.

4.

DELI - diversity in the economy and local integration

DELI-Lisbon Platform

Plataforma DELI-Lisboa

N

o caso da cidade de Lisboa, o projeto DELI deu continuidade ao trabalho desenvolvido no âmbito do Programa das Cidades Interculturais, procurando valorizar o potencial da diversidade na economia local e torná-la mais inclusiva. O seu principal objectivo foi promover a integração dos imigrantes na economia local através da constituição da Plataforma DELI-Lisboa e da reflexão coletiva que levaram a cabo todas as entidades que nela participam.

In the case of the Lisbon city, the DELI project has given continuity to the work developed within the Intercultural Cities Programme, seeking to valorise the potential of diversity in the local economy making it more inclusive. Its main goal was to promote the integration of immigrants in the local economy through the constitution of the DELI-Lisbon Platform and the collective reflection that all participating entities carried out. 11


5.

DELI - Diversidade na economia e integração local

DELI - diversity in the economy and local integration

hub atlântico

Economia e empreendedorismo em Lisboa

Startup city

Emprego empregabilidade

Áreas estratégicas de uma Lisboa empreendedora Strategic areas of an entrepreneurial Lisbon conhecimento e inovação

clusters estratégicos

Economy and entrepreneurship in Lisbon

12

V

isão - Lisboa como uma das cidades mais competitivas, inovadoras e criativas da Europa. Uma Estratégia para o Futuro. Fortalecendo a ligação entre a Antecipação de oportunidades, a Execução de projectos e a Mobilização dos parceiros e cidadãos de Lisboa. Promover a internacionalização e a capacidade competitiva da economia da cidade de Lisboa à escala regional e global; Criar, atrair e reter… talentos, empresas, investimentos, atividades e clusters estratégicos; Potenciar a inovação, a criatividade e o espírito empreendedor na cidade de Lisboa; Tornar Lisboa num espaço de abertura e exploração de novas motivações, experiências e conceitos; Posicionar Lisboa nas principais redes e cadeias globais de produção e criação de valor; Inserir Lisboa nos principais projetos e redes internacionais de cidades. No contexto da Estratégia Europa 2020, o município de Lisboa sublinha a necessidade de promover investimento e criatividade de uma maneira que permita à cidade ser competitiva à escala global, enquanto gera riqueza e emprego, refor-

çando assim o seu tecido socioeconómico. O empreendedorismo, por exemplo, é visto como uma estratégia alternativa para a inclusão de cidadãos que também desempenha um papel central na modernização da economia urbana da cidade.

Vision – Lisbon as one of the most competitive, innovative and creative cities in Europe. A Strategy for the Future. Strengthening the connection between opportunity Anticipation, project Execution and the Mobilization of partners and citizens in Lisbon. Promote the internationalization and competitive capacity of the Lisbon city economy at the regional and global scale; Create, attract and retain... talents, enterprises, investments, activities and strategic clusters; Potentiate innovation, creativity and entrepreneurial spirit in the city of Lisbon; Make Lisbon a space of openness and exploration of new motivations, experiences and concepts; Position Lisbon in the main networks and global chains of production and creation of value;

Insert Lisbon in the main projects and international networks of cities. In the context of the Europe 2020 Strategy, the Lisbon municipality stresses the need to promote investment and creativity in such a way that it allows the city to be competitive at the global scale, while generating wealth and employment, thus reinforcing its socioeconomic fabric. Entrepreneurship, for instance, is seen as an alternative strategy towards the inclusion of citizens that also plays a central role in the modernization of the urban economy of the city.

13

Lisboa Empreende – formação em microempreendedorismo e facilitação do acesso a financiamento para pequenos negócios (750 candidaturas, 55 novos negócios); Lisboa Empreende - microentrepreneurship training and facilitation of access to finance in small businesses (750 applications, 55 new business);

2015 n 750 inscrições (+35%) / 750 applications (+35%) n 55 novos negócios (+80%) / 55 new businesses (+80%) n 27 com financiamento / 27 being financed n 90% área do comércio e serviços / 90% inthe area of commerce and services n 150 postos de trabalho (+80%) / 150 jobs (+80%) n workshops nas juntas de freguesia: 400 participantes / workshops in parishes: 400 participants

Perfil/Profile n + de 70% com mais de 26 e menos de 45 anos / + than 70% above 26 and bellow 45 years old n 65% desempregados / 65% unemployed n 55% mulheres /55% women n 54% com formação de nível superior / 54% with higher education training n 13% estrangeiros /13% foreign

Startup Lisboa Tech and Commerce – incubadoras de empresas operando nos setores tecnológico, comercial e de serviços (200 startups apoiadas e 700 empregos criados); Startup Lisboa Tech and Commerce - incubators for companies operating in technological, commerce and

services sectors (200 startups supported and 700 jobs created); 2015 n Startups internacionais (com fundadores imigrantes): 31 / International startups (with immigrant founders): 31 n Imigrantes (fundadores e colaboradores): 100 / Immigrants (founders and colaborators): 100

n Países representados na Startup Lisboa: 30 / Countries represented in Startup Lisboa: 30 n Nacionalidades dominantes: França, EUA, Alemanha, Reino Unido / Dominant nationalities: France, USA, Germany and United Kingdom


6.

DELI - Diversidade na economia e integração local

Immigrant entrepreneurship in focus

Empreendedorismo imigrante em foco

DELI - diversity in the economy and local integration

nichos e espaços privilegiados para o desenvolvimento da atividade empresarial imigrante. Ineficiência burocrático-administrativa (9%) – desinformação generalizada, a tempos de espera excessivamente longos e à desarticulação existente entre as diferentes entidades responsáveis pela prestação de serviços direcionados para as comunidades imigrantes.

Quais os principais desafios ao empreendedorismo em Lisboa? What are the main challenges to immigrant entrepreneurship in Lisbon?

19%

Q 14

uais os principais desafios ao empreendedorismo em Lisboa? Acesso a recursos (19%) – ao grau de desenvolvimento, articulação e consolidação das redes de suporte local e transnacional, a disponibilidade de capital para investimento e o acesso ao crédito. Discriminação, desconfiança e preconceito (19%) – preocupações com as (escassas) oportunidades disponíveis para os imigrantes e a pouca credibilidade e reconhecimento social que lhes são atribuídos ao nível empresarial. Barreira linguística (19%) – competências dos imigrantes e da escassez de informação multilingue, mas também sobre o reconhecimento de que este desafio existe, é importante e muitas vezes se revela um obstáculo difícil de transpor. Complexidade jurídico-legal (17%) – processo de legalização dos imigrantes, mas também incluindo questões como o desconhecimento, por um lado, do quadro legislativo e normativo vigente, por outro, dos requisitos legais para dar início a uma atividade empresarial. Viabilidade/sustentabilidade dos negócios (17%) – a qualidade do emprego gerado, a existência ou não de um plano de negócio, o modo como se lida com o risco, a elevada mortalidade do empreendedorismo imigrante e o fraco conhecimento do mercado que obstaculiza a capacidade para identificar potenciais

What are the main challenges to immigrant entrepreneurship in Lisbon? Access to resources (19%) – degree of development, articulation and consolidation of local and transnational support networks, availability of investment capital and access to credit Discrimination, distrust and prejudice (19%) – concerns with the (few) opportunities available to immigrants and the little credibility and social recognition ascribed to them at the business level Language barrier (19%) – immigrant competences and the lack of multilingual information, but also over the recognition that this challenge exists, is important and often reveals itself an obstacle hard to transpose

19%

17%

17%

19%

9%

Discriminação, desconfiança e preconceito / Discrimination, distrust and prejudice Complexidade jurídico-legal / Juridical and legal complexity Ineficiência burocrático-administrativa / Bureaucratic-administrative inefficiency Barreira linguística / Language barrier Viabilidade, sustentabilidade dos negócios / Viability, sustainability of business Acesso a recursos, segurança / Access to resources, security

Como superar os desafios do empreendedorismo? Formação e sensibilização (37%) – a promoção de uma maior oferta de cursos de português, a organização de um grande debate na sociedade portuguesa acerca das políticas migratórias e de integração no contexto europeu, a necessidade de desenvolver experiências formativas especificamente orientadas para o empreendedorismo imigrante, uma maior divulgação das oportunidades existentes no âmbito da atividade económica imigrante, bem como uma maior valorização de boas práticas e exemplos de sucesso à escala local. Apoio institucional (30%) – necessidade de amplia-

Legal complexity (17%) – legalization process of immigrants, but also including issues such as ignorance regarding, on the one hand, the existing legal and normative framework, on the other, the legal requirements necessary to initiate a business activity. Viability/sustainability of businesses (17%) – the quality of employment created, the existence or not of a business plan, the way one deals with risk, the high mortality rate of immigrant entrepreneurship and the poor knowledge of the market hindering the capacity to identify potential niches and privileged spaces for developing immigrant entrepreneurial activity. Administrative-bureaucratic inefficiency (9%) – generalized misinformation, waiting times that are too long and the disarticulation between different entities responsible for providing services oriented to immigrant communities.

How to overcome challenges to entrepreneurship? Training and awareness (37%) – the promotion of a wider offer of Portuguese courses, the organization of a large debate in Portuguese society about migration and integration policies in the European context, the need to develop formative experiences specifically oriented towards immigrant entrepreneurship, a wider divulgation of opportunities existing at the level of immigrant economic activity, as well as a larger valorisation of good practices and examples of success at the local scale. Institutional support (30%) – need to widen, diversify and densify the network of existing institutions (specially at the local scale), the

15


DELI - Diversidade na economia e integração local

ção, diversificação e densificação da rede de instituições existentes (sobretudo à escala local), à criação e promoção de gabinetes de apoio à criação de empresas, ao acompanhamento e monitorização do desenvolvimento do empreendedorismo enquanto processo socio-económico, à abertura de canais privilegiados de comunicação entre os empreendedores imigrantes e o sistema empresarial (operando as instituições enquanto interlocutores privilegiados) e à necessidade de uma maior centralização da informação, de modo a facilitar o seu acesso e disseminação. Qualificação de procedimentos (24%) – uniformização e padronização do acesso a serviços e repartições relevantes, a simplificação de processos administrativos, burocráticos e legais, a criação de portais integrados e o desenvolvimento de estratégias de promoção coletiva (ex: marketing territorial, place-branding) ou o apoio à elaboração de planos de desenvolvimento e/ou estruturação de negócio. Organização e ação coletiva (9%) – o papel dos sindicatos e a criação de formas de cooperação e solidariedade como, por exemplo, a organização de grupos de pressão por parte dos próprios imigrantes empreendedores. 16

Como superar os desafios do empreendedorismo? How to overcome challenges to entrepreneurship?

24% 37%

30% 9%

Formação e sensibilização / Training and awareness

creation and promotion of offices supporting business creation, accompaniment and monitoring of entrepreneurship development as socio-economic process, opening privileged communication channels between immigrant entrepreneurs and the business system (institutions operating as privileged interlocutors) and the need for a wider centralization of information, in order to facilitate its access and dissemination. Procedures qualification (24%) – standardization of the access to relevant services and offices, simplification of administrative, bureaucratic and legal procedures, the creation of integrated portals and the development of collective strategies of promotion (e.g. territorial marketing, place-branding) or the support to the elaboration of business development and/or structuring plans. Organization and collective action (9%) – the role of unions and the creation of forms of cooperation and solidarity such as, for instance, the organization of peer pressure groups by immigrant entrepreneurs themselves.

DELI - diversity in the economy and local integration

Qual o papel dos membros da Plataforma DELI-Lisboa? Apoio à integração (33%) – trabalho de credibilização da atividade empresarial imigrante, encaminhamento para instituições de apoio, dinamização de organizações comunitárias, trabalho ao nível do desenho e implementação de políticas locais de integração, preparação da chegada à sociedade de acolhimento (num sentido lato), mediação e promoção de uma maior articulação das redes multi-parceiros já existentes no terreno. Apoio ao negócio (30%) – orientação e “tutoria” de potenciais imigrantes empreendedores, através do apoio ao desenho de um plano de negócios sustentável e consistente, bem como do acesso ao financiamento e outros apoios. Divulgação de informação (15%) – estratégias como a valorização de casos de sucesso e/ou a divulgação de boas práticas. Atividades de formação (11%) – ao nível das soft skills e da criação de negócios sustentáveis. Investigação (11%) – tanto do empreendedorismo imigrante quanto das metodologias de intervenção sócio-urbanística e dos estudos urbanos.

What is the role of DELI-Lisbon Platform members? Support to integration (33%) – working on the credibility of immigrant entrepreneurial activity, guidance towards support institutions, promotion of community organizations, working at the level of design and implementation of local policies of integration, preparation of arrival to host society (in a broad sense), mediation and promotion of a wider articulation between multi-partner networks already existing. Business support (30%) – orientation and “tu-

17

Qual o papel dos membros da Plataforma DELI-Lisboa? What is the role of DELI-Lisbon Platform members?

11% 30% 33% 11% 15%

Apoio ao negócio / Business support Atividade de formação / Training activities

Organização e ação coletiva / Organization and collective action

Divulgação de informação / Dissemination of information

Apoio institucional / Institutional support

Apoio à integração / Support to integration

Qualificação de procedimentos / Procedures qualification

Investigação / Research

toring” of potential immigrant entrepreneurs, through supporting the design of a sustainable and consistent business plan, as well as access to funding and other supports. Dissemination of information (15%) – strategies such as the valorisation of success cases and/or dissemination of good practices. Training activities (11%) – at the level of soft skills and the creation of sustainable businesses. Research (11%) – both regarding immigrant entrepreneurship as well as socio-urbanistic methodologies of intervention and urban studies.


7.

DELI - Diversidade na economia e integração local

Networks and partnerships: sustainability in question

Redes e parcerias: a sustentabilidade em questão

Q

uais as características de uma boa rede/parceria? No que diz respeito a esta questão, a reflexão levada a cabo pelos parceiros teve sobretudo um caráter geral e abstrato. No entanto, algumas das ideias discutidas apresentam uma natureza mais operativa e orientada para o trabalho que temos coletivamente vindo a desenvolver, podendo desde já ser adaptadas ou inscritas no funcionamento futuro da Plataforma DELI-Lisboa. Do nosso ponto de vista, os diferentes contributos avançados, podem ser organizados em torno de três grandes eixos: i) metodológico; ii) relacional; iii) comunicacional.

18

What are the characteristics of a good network/partnership? Regarding this issues, the reflection carried out by partners mainly showed a general and abstract character. However, some of the ideas discussed present a more operative nature and oriented towards the work we have collectively been developing, with the capacity that from now on being adapted or inscribed in the future work of the DELI-Lisbon Platform. From our point of view, the different contributions put forth, can be organized around three main axis: i) methodological; b) relational; c) communicational.

Relacionais Conhecimento do terreno e atores-chave

Forte ideia mobilizadora

Metodologia, metas e objetivos claros

Diversidade de perfis e experiências entre parceiros

Existência de benefícios para parceiros

Metodológicas

Responsabilização de parceiros

Legitimidade científica e política da coordenação

Partilha e difusão de informação

Existência de estruturas de apoio e suporte

Densificação institucional

Comunicacionais

DELI - diversity in the economy and local integration

Desconhecimento do terreno e atores-chave

Obstáculos ao envolvimento de parceiros

Excesso de burocracia

Inexistência de dinâmica de (des) envolvimento

Metodologia

Falta de estratégia e objetivos

Relações socioinstitucionais

Fechamento ao “exterior”

Falta de liderança mobilizadora

Desigualdades no tratamento dos parceiros

19

P

orque fracassa uma rede/parceria? A segunda questão discutida, permitiunos identificar quais os principais atributos responsáveis pelo fracasso e/ou insucesso de redes/parcerias. À semelhança do que havia sido feito para a questão anterior, foram identificados dois grandes eixos em torno dos quais os contributos dos diferentes parceiros podem ser agrupados, designadamente: i) metodológico; ii) relacional

Why does a network/partnership fails? The second question discussed allowed us to identify what are the main attributes responsible for the failure of networks/partnerships. Similarly to the previous issue, two main axis were identified around which the contributions of different partners can be assembled, namely: i) methodological; ii) relational


8.

DELI - Diversidade na economia e integração local

Microcredit as funding possibility

O microcrédito como possibilidade de financiamento 20

N

o âmbito da Plataforma DELI-Lisboa, existem três entidades parceiras que têm desempenhado um papel relevante ao nível do microcrédito. Para estes, o poder autárquico, pelo seu profundo conhecimento das dinâmicas territoriais existentes ao nível local, é um parceiro privilegiado na concretização dos seus objetivos. Numa conjuntura marcada pela quebra da atividade económica e perante a taxa crescente do número de desempregados em Portugal, o microcrédito é hoje reconhecido como um instrumento eficaz de criação de emprego, contribuindo para a produção de riqueza social e para a valorização e dignificação do próprio microempreendedor. Muitos daqueles que recorrem ao microcrédito vêm de uma situação de desemprego, demonstrando cabalmente a sua importância no apoio ao empreendedorismo e à criação do auto-emprego. No caso do Millenium BCP, por exemplo, cerca de 19% dos empreendedores que recorrem a esta linha de financiamento são imigrantes. Pessoas com ideias de negócio viáveis e que apresentam as características pessoais, as competências técnicas e o perfil de empreendedor, fundamentais para o sucesso do projeto.

Within the DELI-Lisbon Platform there are three partner entities that have been playing a relevant role at the level of microcredit. For them, local authorities, due to its profound knowledge of territorial dynamics existing at the local level, are privileged partners to meet their goals. In an environment marked by the downturn in economic activity and by the increasing rate of unemployement in Portugal, microcredit is now recognized as an effective tool for job creation, contributing to the production of social wealth and to the value and dignity of microentrepreneurs. Many of those using microcredit come from a situation of unemployment, clearly demonstrating its importance in supporting entrepreneurship and in the creation of self-employment. In the case of Millenium BCP, for instance, about 19% of entrepreneurs who use this credit line are immigrants. They are people with viable business ideas and the personal characteristics, technical skills and entrepreneurial profile, that are critical to the project success.

DELI - diversity in the economy and local integration

Plataforma DELI-Lisboa e o microcrédito Lisbon-DELI Platform and microcredit Ano de Montante Taxas Prazo de Outras Projetos Postos de origem amortização informações apoiados trabalho criados Year of Amount Rates Amortization Other Projects Jobs origin period informations supported created ANDC1 1998 < 15.000€ Euribor 24-60 meses Fiador para 1941 2102 + Spread 24-60 months 20% do crédito 2-5% Guarantor for 20% of credit Millenium BCP 2005 < 25.000€ Variável Até 48 meses Período de carência 3233 4972 (mediante avaliação < 7.000€ inicial ou posterior de projeto e perfil Até 60 meses (de acordo com do candidato) Superior a 7.000€ projeto). Inclui Variable (according Until 48 months gestor de projeto. project and < 7.000€ Shortage period candidate profile Until 60 months initial of after evaluation) > 7.000€ (according to project). Includes project manager.

Montante financiado

Financed amount 11,5M€

29,5M€

Montepio Geral 2006 < 30.000€ Euribor a 3 meses Até 48 meses com Inclui tutor de não não não + spread 5-7,5% dois meses de carência proximidade. Poderá disponível disponível disponível Euribor 3 months Until 48 months ser solicitado avalista unavailable unavailable unavailable + spread 5-7,5% with two months para projeto. of shortage Includes proximity tutor. An evaluator may be called upon the project. 1 Sendo uma associação sem fins lucrativos, não financia diretamente, operando como intermediária junto de um conjunto de bancos parceiros (Millenium BCP, Novo Banco, Caixa Geral de Depósitos, Crédito Agrícola) / Being a non profit association, it does not provide direct funding, operating as intermediary near a set of partner banks (Millenium BCP, Novo Banco, Caixa Geral de Depósitos, Crédito Agrícola)

21


9.

DELI - Diversidade na economia e integração local

P

ara Enrico, Lisboa tem “condições fantásticas”, bom tempo, sol, luz, mar, praia, jardins, “espaços abertos lindíssimos” e, não menos importante, “uma fantástica gente disponível, interessada e com vontade de experimentar coisas novas.” A base do negócio é a street food e por isso começou com uma Piaggio, a “Clementina”, a vender o conhecido pão Focaccia, que aprendeu a fazer com a avó. Abriu entretanto uma loja junto à Feira da Ladra e dedica-se também ao catering. A Câmara de Lisboa não é para este imigrante italiano apenas uma instituição pública, “é um parceiro”. Recorreu a vários programas ou equipamentos municipais, do Lisboa Empreende (onde ficou “surpreendido com a eficiência” e rapidez do serviço) a um leilão de espaços comerciais ou o FabLab.

Enrico Postiglioni Focaccia in Giro

veitam o domínio da língua lusa no seu negócio. Cerca de 90 por cento dos clientes são estrangeiros a residir em Lisboa. Nunca recorreu a qualquer instituição para abrir a empresa, que procura fazer florescer no futuro. Esta e pelo menos outra que abriu muito recentemente: Portugal in China, vocacionada para promover o investimento de empresas portuguesas na China.

The face of immigrant entrepreneurs of the DELI-Lisbon Platform

O rosto dos imigrantes empreendedores da Plataforma DELI-Lisboa 22

DELI - diversity in the economy and local integration

I

nstalada na Almirante Reis, Vela Chinesa é o nome da empresa de contabilidade e tradução criada há cinco anos por este jovem chinês, que emprega oito pessoas. Chen Jen Sheng e a sua irmã, sócia da empresa, nasceram na China mas vieram cedo com os pais para Portugal, fazem parte da “geração 1,5” e apro-

For Enrico, Lisbon has “fantastic conditions”, good weather, sun, light, sea, beach, gardens, “beautiful open spaces” and, not less important, “fantastic available people, interested and willing to experiment new things”. The base for his business is street food and that is why he started with a Piaggio, “Clemetina”, selling the bread known as Focaccia, that he learned to do with his grandmother. Meanwhile he opened a shop near Lisbon’s Flea Market and also works with catering. The Lisbon City Council is not merely a public institution for this Italian immigrant, “it is a partner”. He has resorted to several municipal programs or facilities, from Lisboa Empreende (where we was “surprised with the efficiency” and quickness of the service) to an auction for commercial spaces or the FabLab.

ShengJian Chen Vela Chinesa

Vitaliy Curtes Oásis Vegetariano

Located in Almirante Reis, Vela Chinesa is the name of this accountability and translation enterprise created five years ago by this young Chinese guy, employing eight people. ShengJian Chen and his sister, business associate, were born in China but soon came to PorPriscilla Beck Vernizes de Luxo

U

m ucraniano que veio trabalhar para Lisboa há 15 anos na procura de uma vida melhor, primeiro na construção civil “porque não sabia nenhuma palavra portuguesa e era fácil encontrar emprego sem documentos”, depois noutros ramos, agora na restauração com um negócio seu. Vitaliy chegou ao restaurante Oásis Vegetariano porque sempre quis ter um negócio próprio e depois de várias pesquisas percebeu que, numa zona como a envolvente da Gulbenkian, montar “uma ilha de comida saudável” poderia resultar. Daí, aliás, o nome do restaurante. Recorreu, com outro sócio, ao microcrédito, o primeiro ano foi difícil mas agora já são conhecidos e as coisas correm tão bem que pensam “alto”.

P

riscila é uma brasileira que se apaixonou por Hugo, um emigrante brasileiro em Portugal de férias no seu país. Acompanhou-o para Lisboa e o resultado é hoje uma loja especializada em vernizes e cuidados para as unhas, junto à Alameda D. Afonso Henriques. Porque os dois sempre tiveram vontade de “ter um negócio próprio” e este tipo de actividade crescia no Brasil, abriram há dois anos e meio a Vernizes de Luxo, a primeira loja do género em Portugal. À actividade acrescentaram serviços de catering, pois Priscila é especialista em bolos e organização de eventos. Foi difícil abrir a loja em Lisboa mas o jovem casal conseguiu apoio no microcrédito. E agora o negócio corre tão bem, “graças a Deus”, que esperam expandi-lo para outros locais, também fora da capital.

tugal with their parents, being part of the “1,5 generation” and used their proficiency in Portuguese in their business. Around 90 per cent of their clients are foreigners living in Lisbon. He never resorted to any institution to open the enterprise, that he seeks to see flourish in the future. This and at least another one that he has recently opened: Portugal in China, oriented to promoting the investment of Portuguese enterprises in China. A Ukrainian that came to work to Lisbon 15 years ago looking for a better life, first in construction “because he knew no Portuguese word and it was easy to find a job with no documentation”, then in other areas, now with is own restaurant. Vitaliy got to the Oásis Vegetariano restaurant because he always wanted to have his own business and after several researches he realized that, in a zone such as the surrounding area of Gulbenkian, to set up “an island of healthy food” could work. Thus, the name of the restaurant. With an associate, he resorted to microcredit, the first year was difficult but now they are already well known and things are running so well that they aim high. Priscilla is a Brazilian that fell in love for Hugo, a Brazilian immigrant in Portugal that was in vacations in Brazil. She followed him to Lisbon and the result is now a shop specialized in nail polish and nail care, near Alameda D. Afonso Henriques. Since both had always the will to have “their own businesses” and this type of activity was growing in Brazil, Vernizes de Luxo was opened two years ago, the first of its kind in Portugal. To it they added catering services since Priscilla is an expert in cakes and organization of events. It was hard to open the shop in Lisbon but this young couple got support from microcredit. And now business is going so well “thank God”, that they hope to expand it to other places, also outside the capital.

23


10.

DELI - Diversidade na economia e integração local

Ideas for the future of immigrant economy in Lisbon

Ideias para o futuro da economia imigrante em Lisboa 24

E

mpreendedorismo imigrante e integração social n Promover redes de parceria e iniciativas de consultoria e cooperação em torno da integração social e económica dos imigrantes empreendedores n Coligir informação de natureza quantitativa e qualitativa sobre empreendedorismo imigrante, de modo a informar políticas específicas e facilitar o acompanhamento, monitorização e avaliação de resultados dos projectos implementados n Promover e facilitar a troca de informação e partilha de boas práticas entre parceiros e apoiá-los na divulgação dessas atividades (ex: identificar “líderes” comunitários e capacitá -los para a difusão de informação/pedagogia na área do empreendedorismo imigrante) Apoio ao desenvolvimento de competências dos empreendedores n Consultar organizações governamentais, não-governamentais e do setor privado de modo a definir que tipo de apoio ao empreen-

Immigrant entrepreneurship and social integration n Promote partnership networks and consultancy and cooperation initiatives around the social and economic integration of immigrant entrepreneurs n Collect quantitative and qualitative data about immigrant entrepreneurship, in order to inform specific policies and facilitate guidance, monitoring and evaluation of the results of implemented projects n Promote and facilitate information exchange and sharing of good practices between partners and support them in disseminating those activities (e.g. identity community “leaders” and capacitate them to disseminate information/pedagogy in the field of immigrant entrepreneurship) Support the development of competences by entrepreneurs n Consult with governmental, non-governmental and private sector organizations with a view to establish what kind of entrepreneurial support is needed and what is the best way to provide it (e.g. benchmarking of successful paths, mentoring and tutoring programs, and support to elaboration of business plans)

DELI - diversity in the economy and local integration

dedorismo é necessário e qual a melhor forma de o prestar (ex: benchmarking de percursos de sucesso, programas de mentoring e tutoria, e apoio à elaboração de planos de negócio) n Elaborar um diretório com as valências e serviços prestados pelas várias organizações e entidades que apoiam os empreendedores imigrantes que possa servir de roteiro para a articulação entre todos numa lógica de parceria para resolução dos problemas específicos dos imigrantes Inclusão de empreendedores imigrantes em redes mainstream n Inventariar as organizações relevantes para a criação de um ambiente favorável ao empreendedorismo (ex: “mapear” embaixadas existentes em Lisboa, identificar entidades “externas” com potencial) n Consciencializar os parceiros e as organizações acerca dos desafios e oportunidades do empreendedorismo imigrante, estimulando formas de cooperação e iniciativas (ex: abertura de canais privilegiados de comunicação com os diferentes países de origem dos empresários já consolidados) n Divulgar e difundir através da comunicação social as vantagens competitivas da integração destes empresários nas economias locais (ex: publicitar os casos de sucesso na televisão) n Incentivar a contratação de imigrantes para o staff dos serviços públicos, ONG’s e empresas privadas que prestam apoio e trabalham para os empreendedores imigrantes Igual acesso para todos os empreendedores n Planear como podem as instituições financeiras, as ONG’s e os municípios trabalhar juntos na candidatura a fundos comunitários e desenvolver ações para promover as vantagens da diversidade económica e cultural

n Elaborate an roadmap with the services provided by various organizations and entities supporting immigrant entrepreneurs that may work as itinerary for the articulation of all in a logic of partnership for solving specific problems of immigrants

Inclusion of immigrant entrepreneurs in mainstream networks n Make an roadmap of organizations that are relevant for the creation of a favorable entrepreneurial climate (e.g. map embassies located in Lisbon, identify “external” entities with potential) n Raise awareness among partners and organizations on the challenges and opportunities of immigrant entrepreneurship and stimulate cooperation between them and development of initiatives (e.g. opening privileged communication channels with different countries of origin with consolidate entrepreneurs) n Disseminate through media the competitive advantages of integrating these entrepreneurs in local economies (e.g. publicize success cases in television) n Promote hiring of immigrants for the staff of public services, NGOs and private enterprises that support and work for immigrant entrepreneurs

25


DELI - Diversidade na economia e integração local

Consciencializar os parceiros e as organizações acerca dos desafios e oportunidades do empreendedorismo imigrante, estimulando formas de cooperação e iniciativas (ex: abertura de canais privilegiados de comunicação com os diferentes países de origem dos empresários já consolidados) n Dar formação e treino aos imigrantes empreendedores, com base em ações positivas que favoreçam um igual acesso aos recursos financeiros e disponibilizem informação sobre o quadro fiscal e tributário em vigor

26

Usar a capacidade de aquisição de bens e serviços com vista à integração socioeconómica n Encorajar a adoção de programas de diversidade no fornecimento de serviços por parte das entidades públicas, semi-públicas e privadas e estudar a forma de introduzir cláusulas sociais n Remover os obstáculos existentes à participação de PME’s de imigrantes em procedimentos concursais (ex: traduzir os procedimentos concursais em várias línguas) n Fazer o levantamento das empresas de imigrantes já implantadas no mercado que podem ser incluídas na lista de fornecedores do município n Incentivar a criação de consórcios de microempresas de imigrantes para concorrem a determinados concursos públicos n Publicitar os concursos públicos nos meios de comunicação social nacionais e locais (ex: televisão, jornais regionais), procurando perceber ao mesmo tempo quais os canais de comunicação mais eficazes para alcançar a população imigrante

Equal access to all entrepreneurs n Plan how can financial institutions, NGOs and municipalities work together in application to community funding and developing actions to promote the advantages of economic and cultural diversity n Provide training to immigrant entrepreneurs, based on positive actions favoring equal access to financial resources and making available information about the current financial framework Use purchasing power of goods and services to achieve socio-economic integration n Encourage the adoption of a supplier diversity program by public, semi-public and private agencies and study ways to introduce social clauses n Remove existing obstacles for SMEs participation when bidding for contracts (e.g. translate contract calls in several languages) n Collect immigrant enterprises already implemented in the market that can be included in a list of suppliers for the municipality n Promote the creation of immigrant microenterprises consortia to apply for certain public procurement calls n Publicize public procurement in national and local media (e.g. television, regional journals), in order to understand at the same time what are the more effective communication channels to reach out to immigrant population


Agradecimentos

do Céu Monteiro, Maria

Autoria / Authors

Acknowledgments

José Roxo, Maria

André Carmo e Cristina

Lucinda Fonseca,

Santos Silva

DMEI/DEEE – Abigail

Maribel Ferreira, Marina

Projeto DELI / DELI

Valente, Dália Pinheiro,

Rodrigues, Marlene

Project

Joaquim Brito, José

Vaz, Marluci Menezes,

Equipa local / Local

Valentim, Luís Correia,

Miguel Lourenço,

team

Maribel Ferreira, Nuno

Nilzete Pacheco, Pedro

André Carmo

Caleia, Sofia Pereira

Bronze, Priscilla Beck,

(Coordenador da

DMC – Ana Luisa Alvim,

Rana Taslim Uddin,

Plataforma), Carlos

José Manuel Marques,

Rita Raposo, Rosana

Alves (Consultor

José Luís Barbosa

Santinha, Rui Aquino,

Jurídico), Cristina

GLEM – Ilda Magro,

Sabby Singh, Sara

Santos Silva (Gestora

Manuela Júdice, Maria

Canaveses, Sheng Jian

do Projeto), Jorge Vieira

José Roxo

Chen, Susana Ramos,

(Consultor Financeiro) Coordenação /

Plataforma DELI-Lisboa

Sylvie Silva, Tânia Sousa,

– Alessandro Colombo,

Tiago Mateus, Vitaliy

Coordination

Ana Couteiro, Ana Vaz,

Curtes, Viviane Carrico

Margarida Figueiredo,

Ricardo Ferreira, Carla

Ficha técnica

Design Gráfico / Graphic

Carvalho, Catarina

Ficha técnica

Design

Oliveira, Celso Soares,

Título / Title

Fotografia / Photo

Enrico Postiglioni,

Diversidade e Economia:

Departamento de Marca

Enrique Ascenção,

um toolkit para Lisboa

& Comunicação da

Fernando Carreira,

Edição / Edition

Câmara Municipal de

Filomena Djassi, Ilda

Câmara Municipal de

Lisboa

Magro, Inês Salvo, Isabel

Lisboa

Tiragem

Silva, Joaquim Brito,

Direção Municipal de

1 000 exemplares

João Fezas Vital, João

Economia e Inovação/

Impressão / Print

Meneses, Jorge Antonio

Departamento

LST - Artes Gráficas

Luchesi, José Centeio,

de Emprego,

Ano / Year – 2015

Juliano Carvalho,

Empreendedorismo e

Depósito Legal / Legal

Manuela Júdice, Maria

Empresas

Deposit: 394789/15

Paulo Carvalho

Andreia Silva, Bruno

Catch Global Marketing

Maciel, Catarina Reis

Diversidade e Economia: um toolkit para Lisboa  

Diversidade e Economia: um toolkit para Lisboa Diversity and Economy: a toolkit for Lisbon

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you