Page 1

foto: divulgação Teatro de Tábuas

Grátis! pegue & leve ANO 12

agronegó cio_ culinária_Um bolo

cultura_ Circuito Cultural, Virada Cultural e espetáculos Agenda traz curso de de milho verde crepromovidos por empresas. A cerveja, produção de moso para aquecer o sementes e simpósio padalar em dias frios arte de graça está em alta de micro-bacias. •p5 do outono. _ foto: Teatro de Tábuas •p10 •p8

Caderno 360 Gostoso de ler .

6 mil exemplares Distribuição: • Águas de Santa Bárbara

foto: Flávia Rocha | 360

• Assis • Areiópolis • Avaré

• Botucatu • Cândido Mota

maio/2017

Em situação alarmante, rio Pardo ainda pode ser salvo

Circulação Mensal:

• Bernardino de Campos

nº 136

Na iminência de sofrer um imenso e irreversível dano ambiental, o rio Pardo, tema de dois Projetos de Lei que defendem sua preservação e tramitam na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP), ainda pode ser salvo das obras que acontecem em Águas de Santa Bárbara. Mesmo impedidos pela empreiteira de visitar a área já devastada, técnicos do GAEMA, da APASS e da ONG Rio Pardo Vivo, acompanhados pela reportagem do Caderno 360, apuraram evidências de provável descuprimento de leis ambientais, trabalhistas e conflitos de interesses enrte os setores público e privado. Caberá aos órgãos competentes averiguar a situação e tomar as medidas cabíveis.

• Canitar • Chavantes • Cerqueira César • Espírito Santo do Turvo • Fartura • Ibirarema • Ipaussu • Lins • Manduri • Óleo • Ourinhos • Palmital • Piraju • Sta Cruz do Rio Pardo • São Manuel • São Pedro do Turvo •Timburi + 6 Pontos Rodoviários Versão On line: issuu.com/caderno360 facebook/caderno360

Trecho original do rio Pardo, em Iaras, que corre o risco de ser alagado por PCH. Margens repletas de mata nativa, dos tipo Atlântica e de Cerrado, formações de grande importância para o meio ambiente brasileiro. Um cenário sustentávem a ser mantido para a saúde econômica, ambiental e social da região. •p6


2 • meninada arte: Sabato Visconti | 360

N uvensN egras Era meio dia e o dia parecia noite. Alvinho olhou para o céu e as nuvens impediam a passagem da luz. Olhou para seu pai e seu rosto não tinha luz, estava pesado, duro, de pedra. Sua mãe tinha os olhos arregalados e os cabelos arrepiados.

P i n g o

Alvinho estremeceu e olhou com alguma esperança para o Pingo. Sono bom, leve, respiração macia. Alvinho entendeu rápido e gritou: Pai! Mãe! Eles se viraram rápidos ainda mais estranhos e com a preocupação crescendo. Alvinho ainda conseguiu dizer: Olhem o Pingo! Todos entenderam que não havia perigo naquele escuro do dia. Os cachorros sentem quando há perigo. Pingo dormindo só poderia significar uma coisa. O dia de luz voltaria rápido e em paz.

Alvinho agradeceu por ter alguém ao lado que era um cão de guarda, um amigo, um companheiro de brinquedo e um farol a mostrar se havia, ou não perigo. Au! Au! Latia Pingo ao ver tanta alegria na casa.

25 de Maio Dia do

Produtor Rural

Árvore Ser Tecnológic - TOdos os Direitos

Dito e feito. Num piscar de olhos as nuvens se afastaram e Pingo já estava de olhos abertos latindo feliz.


e xpediente

3 • editorial

Criatividade. Essa palavra que alia duas atitudes –

criar e agir – sempre esteve presente na minha vida. A começar pelas brincadeiras que eu inventava. Era a criatividade que me permitia resolver todas as faltas físicas que sentia nos brinquedos. Através dela, escovas de cabelo e frascos de shampoo se transformavam em charmosos namorados para as bonecas Susis. Assim como era uma criatividade sem fim que minha prima Ana Rosa, já mocinha, mas ainda apaixonada por bonecas, construía casas descoladas e repletas de atrações para as Susis habitarem. Também foi com criatividade que driblei a austeridade de meu pai na adolescência. E daí para a vida adulta, ela só foi assumindo mais e mais espaço na minha vida. A criatividade, é o tema desta edição, tantas as notícias sobre novas investidas que consegui reportar aqui. Seja na área esportiva, social ou cultural, a criatividade, seguramente, é vital para que se possa evoluir e superarse. Ou até mesmo, sobreviver. O que se espera dos nossos governantes, tanta a criatividade e capacidade do homem em criar confortos coletivos, é que eles sejam criativos e apostem na criação

de, ininventivida talento, teligência e quiridos, natos ou ad ventar, para criar, in r no inovar, que tico, campo artís ntífico, quer no cie tc. esportivo e

de novas condutas e posturas diante da imensa – e por isso muito bem recompensada – responsa-bilidade que assumem ao galtarem postos públicos, quer do executivo, do legislativo e do judiciário. Que todos sejam criativos de modo a ficarmos menos tempo tratando de quem tem ou não culpa no cartório e possamos viver num sistema público onde a a honestidade e a aplicação de leis sejam facilmente aplicáveis. Porque o país não aguenta mais a luta de poderes que está se arrastando há mais de dois anos, num período onde a economia é que deveria ser o foco. Assim como o bem estar de cada cidadão deste país.

O Caderno 360 é uma publicação mensal da eComunicação. Todos os direitos reservados. Tiragem: 6 mil exemplares. Distribuição gratuita. Redação-Colaboradores: Flávia Rocha Manfrin ‹editora, diretora de arte e jornalista responsável | Mtb 21563›,Odette Rocha Manfrin ‹receitas e separação›, André Andrade Santos ‹correspondente SP›, Paola Pegorer ‹repórter especial›. Colunistas: José Mário Rocha de Andrade, Fernanda Lira e Adi Leite. Ilustradores: Franco Catalano Nardo e Sabato Visconti. Impressão: Fullgraphics. Artigos assinados não expressam necessariamente a opinião desta publicação. • Endereço: R. Conselheiro Antonio Prado, 169 — 18900-000 — Sta. Cruz do Rio Pardo/SP • Cartas/publicidade: 360@caderno360.com.br • F: 14 3372.3548 _ 14 3372.2534 _14 99653.6463. 360_nº136_maio/2017

Cá na região 360, nós aguardamos do nosso governador e do presidente da república a criatividade que lhes cabe para superar as regras burocráticas que estão impedindo de salvarmos o rio Pardo. Porque nós não queremos que ele tenha que ser recueprado um dia. Nós queremos mantê-lo VIVO.

Ora ação!

Boa leitura!

Ezequiel 36 Vs: 27

“E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis.

Flávia Rocha Manfrin editora 360 — 360@caderno360.com.br

A palavra cria tividade vem do (criar). Pode ser definida co latim creatus, do verbo in finitivo creare mo qualidad inteligência e e de quem te talento, nato m inventivid s ou adquirid ade, os, para criar, inventar, ino var.

ade. riginalid , inO . o in in de tivo Fem apacida tar Substan e quem tem c v in r, en de d para cria que atua. o t Qualida n le a a em cia e t teligên ovações na áre r, de criar, de in nta r ou faze cidade de inve ginação. a a Essa cap or a partir da im p com


de vista

*José Mário Rocha de Andrade

Fogueira das vaidades

Zapear. Mudar rápida e repetidamente o canal da TV. Piores as opções, mais zapeamos. Foi assim que parei no filme “A Fogueira das Vaidades”. Tom Wolfe escreveu esse livro delicioso que saboreei com água na boca, os olhos brilhando, torcendo para não acabar. O filme, estrelado por Tom Hanks, Melanie Griffith, Bruce Willis e Morgan Freeman, foi dirigido por Brian de Palma, um de meus preferidos. Um fracasso, uma decepção.

é decência? É aquilo que seus avós ensinaram a vocês. A decência está em seus ossos, na lição de seus avós. Voltem para casa e, por favor, vivam com decência.”.

imagem: google

4 • ponto

Depois de tantos anos, pensei, talvez a sina dos filmes baseados nos bons livros seja fracassar. Em busca de informação descobri que foi indicado a várias “Framboesas de Ouro”, o prêmio pejorativo para os piores. Pior filme, pior diretor, atriz, atriz coadjuvante e roteiro. Um balde de água fria na vontade de revê-lo, após assistir ao final enquanto zapeava. Morgan Freeman no papel do juiz White rebate quando profere a sentença absolvendo o homem branco e alguém grita: “racista”. “Vocês me chamam de racista? Estamos em uma Corte de Justiça, um local onde se aplica a lei, e o que estamos vendo? Um promotor que estimula as testemunhas a mentir, um

Continuei com vontade de rever o filme, mas antes... O que significa Fogueira das Vaidades? Encontrei que um padre dominicano, em Florença no século XV, Savonarola, em campanha contra o que considerava os excessos da Itália Renascentista, pregava contra qualquer tipo de luxo. Manuscritos, quadros, esculturas, obras de artes diversas iam todas para a fogueira. A Fogueira das Vaidades.

pastor, um homem de Deus que quer tirar vantagem da situação, mas eu somente posso aplicar a lei. Vocês sabem o que falta aqui? Decência. E vocês sabem o que

Comunistas, nazistas vários governos totalitários fize-ram fogueiras. Um horror. Mas o filme acaba bem. O juiz pede decência, como nós, o povo brasileiro pede. Decência é a palavra, o sentido e o rumo. Não queremos fogueira. Decência basta. *médico santa-cruzense radicado em Campinas

arte: Franco Catalano Nardo | 360

O que faz você ser TOP *Fernanda Lira

Outro dia ouvi de uma amiga que alguém muito próxima se referiu a feito dela no passado como “da época em que ela era top”. Ela, naturalmente, olhou para a pessoa, porque outros presentes riram do comentário. E ela ouviu de novo: “Da época em que você era top.” O que ela quis dizer é que o fato tinha acontecido quando essa minha amiga tinha, além de prestígio e pode, uma renda financeira bem, mas bem acima da média? Ou seria pelo fato de ela ter vivido num grande centro, onde exercia cargos de destaque no meio empresarial? Ouvi esse comentário disposta a dividir com você, leitor, uma reflexão a respeito do que é ser “top”, ou, em outras palavras, o que afinal precisamos conquistar para alcançarmos notoriedade, respeito, admiração e, até mesmo, uma certa inveja no meio em que vivemos. O que é sucesso afinal? O sucesso é ter din-

heiro? Ao que parece, sim. Ao que é de fato, sim também. Ninguém que faz sucesso fica distante do dinheiro. Quanto mais sucesso, mais dinheiro você tem ou você desfruta. Às vezes nem é um dinheiro seu, vivo. Mas ele aparece na forma de benesses que você vai conquistando porque você conseguiu chegar ao exclusivo círculo de quem tem fama e tem também dinheiro. As famosas cortesias e jabaculês da vida. De qualquer maneira, ter o capital para poder ir e vir ter e ser, ostentar o que você quer, é algo atrelado ao sucesso. Mesmo que suas realizações sejam fúteis, egocêntricas, bizarras até.

Ela pode até ser reconhecida por realizar um trabalho incrível, fazer coisas grandiosas, promover benesses em uma rede cada vez maior de pessoas, contribuir para melhorias para o planeta ou o lugar onde ela vive, até para a evolução do homem... Se ela não ganha dinheiro ou jabás com isso... ela nunca vai ser top.

O fato é que quando a pessoa deixa de viver com o conforto financeiro acima da média, ela necessariamente deixará de ser top na visão das outras, com exceções, claro, mas de uma maneira geral, para deleite ou compaixão da maioria, sim.

Seja qual for o grande feito que ela realize, se ela não conseguir manter uma casa bacana, dinheiro no banco, um carro novo, roupas de grife e colecionar viagens para paraísos turísticos, ela não será mais top. Ela até salvar um rio. Isso lhe dará noto-

riedade, respeito, admiração, mas não a tornará top. Porque ser top, como já disse, implica se destacar de maneira que só o dinheiro ou o acesso a ele permite. O top da vez pode até ser um beócio, acontece muito. Isso é fato. Já se é justo, não cabe aqui avaliar. O que é fato. Fato é. O que vale ponderar é o quanto isso importa pra você

*jornalista paulistana que adora o interior


5 • agronegócio

Cursos e Simpósios promovem renovação agrícola

Em Avaré e Botucatu, eventos trazem diversidade envolvendo meio ambiente, produção artesanal (cerveja) e de insumos agroecológcos.

17h30 _18h: Capacitação na produção de milho, arroz e feijão - Eng. Agro. Sérgio Augusto Martins Faria - CATI Regional Avaré e Eng. Agro. Andreia Vertuan - NEA Avaré 18h _18h30: Encerramento 19/05_13h às 18h30. Auditório do IFSP - Campus Avaré (Av. Prof. Carlos Ferreira da Silva, 1333) Evento: 1ª Feira de Trocas de Mudas e Sementes. Promovida pelo Núcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica - NEA – Avaré, trará troca de sementes e venda de produtos orgânicos. 20/05_9h às 12h. CATI Regional Avaré (R. Sta. Catarina, 1.901) Botucatu: Curso: Produção de Cerveja Artesanal. Inscrições abertas para novas turmas no curso ministrado pelo professor Fernando Broetto, do Instituto de Biociências da Unesp, câmpus de Botucatu. Inclui teoria e prática, aprendizado do uso do equipamento e brasagem (produção) de uma cerveja artesanal; priming e engarrafamento da cerveja para carbonatação. Vagas lim-

imagem: google

Avaré: Curso: "Da semente ao alimento". Capacitação para Produção de Mudas e Sementes em Sistema Agroecológico. Programação: 13h _13h30: Inscrições e abertura. 13h30 _14h30: Palestra sobre mecanização conservacionista na agricultura familiar Pesquisador Afonso Peche Filho - Instituto Agronômico de Campinas - IAC 14h30_ 15h30: Demonstração prática de equipamentos utilizados na mecanização conservacionista 16h_ 16h30: Capacitação na produção de batata semente - prof. Dra. Maria Cristina Marques (IFSP - Campus Avaré e Carolina Sabino, graduanda Tecnologia em Agroengócio IFSP/Avaré 16h30_17h: Capacitação da produção de adubos verdes para produção de hortaliças - prof. Msc. Arejacy Antonio Sobral Silva - IFSP/Avaré e Rafael Bressan, graduando Tecnologia em Agronegócio - IFSP/Avaré 17h _17h30: Capacitação na produção de tomate e couve a partir de clones - Eng. Agr. Sérgio Pimenta - Brasil GAP e Kettyla , graduanda Tecnologia em Agronegócio - IFSP/Avaré

itadas. R$200,00 incluindo material audiovisual, apostilas, Certificado de Conclusão (emitido pela Fepaf) e três garrafas da cerveja artesanal produzida. Duas turmas: 19, 20 e 30/5 e 26,27/05 e 06/06.

Info: www.fepaf.org.br Simpósio: 5º Simpósio Internacional de Microbacias Hidrográficas na Unesp/Botucatu. As formas adequadas de produção, gestão e sustentabilidade da água nas microbacias hidrográficas debatidas entre pesquisadores com experiências nacionais e internacionais (Espanha, Canadá, Equador, México e Brasil) intercâmbio técnico-científico entre estudantes e profissionais da área. Tema em destaque: “Biomas Brasileiros: conservação da biodiversidade, solo, floresta, água e microbacia hidrografica”. Parceiros do evento: FCA/Unesp, Instituto Florestal de São Paulo (IF), Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), Secretaria do Verde da Prefeitura Municipal de Botucatu (SV) e Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf). Informações e inscrições: www.fepaf.org.br. Contato: 14 3880 7661


6 •

meio ambiente Flávia Mafrin reportagem e fotos

Falhas nas obras de PCH em

ta

S Bárbara podem salvar o rio Pardo Em cobertura de visita de especialistas em defesa ambiental, pudemos registrar diversas falhas na construção de PCH que ameaça rio Pardo

fotos: Flavia ROcha | 360

Um canteiro de obras gigante, que mostra a capacidade de destruição do homem sobre a natureza. Essa é a primeira impressão que se tem diante do desmatamento e construção de uma barragem em Águas de Santa Bárbara, estância turística hidro-mineral a 300km de São Paulo, às margens da Rodovia Castello Branco. Ao chegarmos ao portão que sequer placa tinha e era aberto nas laterais, já ficou evidente o descaso com a natureza. Todas de madeiras deixadas a esmo, pedras despejadas sem qualquer critério. Era uma quarta-feira e a comitiva era lidarada pelo engenheiro agrônomo Eraldo de Carvalho, do GAEMA – Grupo de Atuação Especial do Meio Ambiente. Especialista técnico da unidade ambiental do Ministério Público de Assis, ele estava acompanhado do biólo-go Aguinaldo Marinho de Godoy, presidente da APASS – Associação de Proteção aos Animais Silvestres de Assis – e d0 ambientalista Luiz Carlos Cavalchuki, presidente da Rio Pardo Vivo, Ong que desde 2005 se dedica à preservação do rio que nasce em Pardinho e deságua no rio Paranapanema, em Salto Grande.

Da esquerda para a direita: Luiz Carlos Cavalchuki, (Ong Rio Pardo Vivo), Eraldo de *Carvalho (GAEMA) e Aguinaldo Marinho de Godoy (APASS): lista de falhas nas obras *

Com a missão de registrar imagens e informar a comunidade da região através deste periódico, acompanhei o grupo e tratamos de entrar pelo portão, que encontrava-se

destrancado e sem sinal de proibição. Logo nos deparamos com as imagens que ilustram esta reportagem e, por dizerem mais que palavras, me obrigam a ser breve.

Em síntese, apesar de sermos impedidos de permanecer no local e da proibição aos técnicos de avaliarem a situação ambiental da obra, feita por Flávio Bacarolli, que se apresentou como representante da empresa PB Produção de Energia, vimos o suficiente para que os especialistas detectassem diversas falhas nas obras que devastam a flora e a fauna em torno do rio Pardo. Os indícios de descumprimento de normas para implantação do projeto (ambientais, trabalhistas e até de caráter de interesse público), a serem investigados pelos órgãos competentes já acionados pelo GAEMA, podem ser sinal de que o município de Águas de Santa Bárbara ainda pode ser, se não definitivamente, provisoriamente salvo de um grande desastre ambiental. E seguir na batalha, junto com as demais cidades que se valem do rio Pardo, em busca de uma revisão nas concessões de construção de PCHs que poderiam ser facilmente substituídas por outras fontes de geração de energia. Muito mais modernas, eficientes, econômicas e, como reza o mundo moderno, efetivamente sustentáveis.

à esquerda: técnicos vistorial a área onde tivemos acesso até a chegada de funcionários que comunicaram não podermos ficar no local. * NoAcima: centro, a cidade de Águas de Santa Bárbara, muito próxima das obras, sob risco de invasão de animais selvagens e doenças transmissíveis. À direita, área desmatada sem a devida proteção para evitar o assoreamenteo do rio. (quando a terra escorre e compromete a profundidade e o lfuxo das águas)

*

sinal de nascente canalizada (esquerda), a devastação florestal e da fauna já praticada no local, ainda em obras (tende a ser ainda maior), mesmo correndo *naAbaixo: justiça processo solicitando a AII (Análise de Impacto Integrado) dos cinco projetos de PCHs para o rio Pardo. À direita, a erosão nos canteiros sem proteção *


Acima: viveiro onde supostamente a empreiteira desenvolve *mudas nativas para reposição de mata eliminada. Apesar da estrutura montada, nenhuma muda aparente foi plantada ali. Abaixo, trabalhadores manipulam explosivos sem uso EPI (Equipamento de Proteção Individual) exigido para este tipo de procedimento, em área sem sinalização de explosão. À equerda (de costas), o funcionário da PB Produção de Energia Adriano Ribeiro vereador de Águas de Santa Bárbara: funcionário do município a serviço de obra particular financiada por dinheiro público (BNDES)

*

*

Acima: caminhão do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) sinaliza uso de equipamento público em área privada À esquerda, portão sem aviso de *proibição de acesso e de perigo, com um cadeado aberto transponível pelas laterais

*

Abaixo, Marinho, da APASS: pegada recente de onça e fezes de animal silvestre – possivelmente jaguatirica – encontradas à margem da entrada do canteiro de obras. Indício de falta de recolhimento dos animais da maneira exigida por lei, perigo para moradores da cidade e contribuição para erradicação da fauna protegida

*

*

*


8

• gastronomia

Flávia Manfrin

Milho verde em forma de bolo

foto: Flavia Rocha | 360

Eu adoro milho verde. Aliás, adoro milho, tanto que “janto” pipoca pelo menos uma vez por semana. Além de incrivelmente versátil, o milho é saudável porque tem energia e é rico em fibras. Ok!, hoje sabemos que quase a totalidade do milho que comemos é transgênico, mas, sinceramente, é impossível evitá-lo, quer pelo prazer, quer pela quantidade de pratos que fazemos dele.

Bolo de Milho Verde Cremoso dos Primos receita criada com base nas de Rita Rocha Andrade e Natal Mutuca Manfrin

Nesta edição o milho aparece numa receita que eu vasculhei junto às primas e até na internet: um bolo de milho verde (cru) que leva leite de côco e fica além de macio, cremosinho. Depois de uma tentativa frustrada juntando receitas dos amigos da “baixada” – Sueli Scalezi, Sílvia Vuolo e Acácio Pereira, o Junião –, o que garantiu deliciosas risadas em grupo, eis que finalmente, consegui reeditar o bolo que minha mãe fazia há uns 20 anos e depois, perdeu a receita de vista e da memória. Obrigada Rita Rocha de Andrade e Natal Mutuca, meus primos quituteiros e organizados! Vocês salvou esta seção! Para completar, molhos que fazem muito sucesso e toda a diferença no Giro 360.

_Ingredientes p/ um bolo pequeno: • 4 espigas milho verde • 1/2 copo de açúcar • 2 ovos • 1 colher sopa de manteiga • 1 colher bem cheia de farinha de trigo ou de arroz • 1 colher de chá de pó royal • 1 copo americano de leite • 2 colheres de queijo ralado • 100ml de leite de coco Preparo: Bater no liquidificador: o leite, os ovos e a manteiga. Depois, acrescentar os outros ingredientes (exceto o leite de côco) e bater bem. Vai ficar uma massa mole. Colocar em forma untada e assar em forno pré aquecido a 180º – 200º. Quando já estiver durinho e corado, tire do forno e risque com um garfo por cima, sem afundar muito o garfo. Despeje o coco ralado e volte ao forno para terminar de assar.

Mango Chutney receita do Giro 360 _Ingredientes: • 1 cebola grande • 3 ou 4 dentes de alho • 1 xícara de açuçar cristal • 2 colheres de sal • 2 pedaços de canela em pau • 2 maçãs cortadas em cubinhos • 4 mangas cortadas em cubo • 1 xícara de vinagre de maçã • 1,5 xícara de água • 1 colher de gengibre • 1 xícara de passas amarelas _Preparo: Corte as frutas e separe. Junte a água, o vinagre, a cebola, o alho e o gengibre no liquidificador e bata bem. Numa panela para do-

Molho Tarê _Ingredientes: receita do Giro 360 • 3 xícaras de shoyo • 1 xícara de saquê culinário • 1 xícara de açuçar cristal • 50g de gengibre. _Preparo: O tarê é uma redução do shoyo com temperos que o deixam mais picante e agridoce. Colo-que todos os ingredientes numa panela e mexa até reduzir pela metade.

ces, coloque as frutas, a mistura batida no liquidificador, as passas e a canela. Cozinhe por uns 30 minutos até ficar cremoso e não muito seco. Mexa de vez em quando para não pegar no fundo.


Onde IR: •reSTAUrAnTe S BernArDIno De CAMPoS • Donana_Peixes, risotos, massas. 3ª/sab: 18h_ 22h dom: 12h_ 15h F: 14 3346.1888' BoTUCAU • Celeiro_ Situado num bairro rural criado com base na agricultura biodinâmica e na antroposofia, o restaurante e bar é farto em elementos naturais e tem um variado cardápio que se sobressai em toda a região. Destaque para os cortes de carne. 5ª (19h-0h), 6ª (18h-0h), sáb. (17h0h) e dom.feriados (12h-17h) F: 14 3814-4675 IPAUSSU • Harpo's_Cozinha contemporânea caprichada em ambiente agradável. 6ª e sab: 19h_ 0h dom: 11h30_ 14h F: 14 99853.0904 oUrInHoS • La Parrilla_ Comida argentina. 3ª/sab: 11h_ 16h e 19h, dom: 11h _16h F:: 14 3324.9075 • olivia Bistrô. Ponto nobre da cidade com cardápio criativo e variado. 3ª a dom:jantar, sáb./dom: almoço. F: 143325-2539 • Sushi Ventura_Comida japone-sa delicio-sa e criativa. Deck com vista para o por-do-sol. 3ª a dom: 19h_0h. F:14 98114.8015 • Via Venetto restaurante e Pizzaria_ Comida variada com menu a la carte e buffet. Abre apra almoço e jantar de 3ª a dom. F: 14 3322-7890 PIrAjU • Adrenalina's oishi_ O famoso bar de Ricar-do Mello agora com cozinhas brasileira e japonesa. Ótimo atendimento e a melhor vista da cidade. 16h às 23h (fecha às 3ªs) F: 14 3351.0811 • Kenko Sushi_ Cozinha japonesa serve almoço e jantar. 3ª a dom. F:14 3351-8176 • Pirabar_ Almoço e casa noturna à

beira do Paranapanema. 3ª a dom. F:14 3351.4387 • Taças e Cachaças_ Cachaças, petiscos, pratos variados. Ótimo atendimento. 2ª a sáb.: após 18h | dom: 10h-15h. F: 14 3351.0811

ágUAS De DTA. BárBArA nossa Chácara_Buffet de prratos quentes e saladas . Local bucólico. 5ª a dom. F: 14 3765.154 STA. CrUz Do rIo PArDo • giro 360_Espaço de artes, culinária

e produtos da região. Comida criativa. Sugere-se ligar para reservas. Aberto todos os dias -11h à meia noite. F: 14 3372.2534 e 99653.6463 • Pizzaria Alcatéia_Pizzas, massas, carnes, peixes e saladas . 3ª-dom. 19h _23h. F: 14 3372.2731 • rancho da Tilápia_ Cozinha caseira caprichada. 2ª/dom. 8h30_ 14h30_ 2ª/sab. 17h30_ 0h. F: 14 3372.4828 São PeDro Do TUrVo • restaurante rosinha _ Deliciosa comi-da caseira. 2ª a sáb: 11h30 às 15h F:: 14 3377.141 • Pizzaria Camiloti _ De dia lanchonete e padaria. De 5a. a dom.: Pizzaria_ F: 14 3377.1113

às 4h F: 14 998.352630 • Casa da esfiha_Mais de 70 sabores. F: 14 3372.2915 • espetinho Pilão e Cocho_Espetinhos, porções e acompanhamentos . 2ª a 6ª: 17h à 1h, sáb. e dom.: 16h à 1h. F: 14 3373.1041 • London Chopp_ Petiscos, refeições e as variadas cervejas e drinks. • 3ª a 5ª (18h-0h), 6ª a dom. (17h-2h30). F:14 3372.8677 • nina Lanches_ Tradição em lanches. Todo dia 18h_0h. F: 14 3372.6555 •• Treiler dos Amigos_Lanches e porções. Fecha às 3ªs-feiras. 18h30 à 0h30 F: 14 3372.9297

• BAreS e LAnCHeS

oUTroS

AVAré • Di-Ferentti_Comida típica mexicana e outras gostosuras | 3ª a 6ª: 17h_0h sáb.:11h_1h30 dom: 17h_23h F: 14 3733.2928 BernArDIno De CAMPoS • Pastelaria Bagdá_ Melhor pastel da região 360. 2ª a sab. hor. com. STA. CrUz Do rIo PArDo • Bar da neusa ( Sodrélia)_ Todo dia 8h_ 20h ou até o último cliente. • Bar do Cersão _ Drinks, assados, por-ções. Festa de rock. 22h

oUrInHoS • gelateria Perino_Sorvete natural, sem conservantes, glúten, corantes e aromatizantes. Avenida Rodrigues Alves, 185. 3ª a dom. 13h_ 22h. F: 143026-7007 STA. CrUz Do rIo PArDo • Frutaria do Baiano_ Frutas selecionadas. R. Mal. Bittencourt c/ R. Benjamin Constant 8h_ 23h. • Sorveteria União_ Sorvete artesanal e ingredientes naturais. Todo dia 9h_18h. F: 14 3372.3644

roDoVIAS

PIrAjU—oUrInHoS SP 270 ‹rAPoSo TAVAreS› • Cia. da Fazenda_ Km 334: Lanches e refeições saborosas. F: 14 3346.1175 oUrInHoS—S.CrUz SP 352 ‹o. QUAgLIATo› restaurante Cruzadão _ Km 16: Restaurante 24h F: 14 3372.1353. orquidário restaurante Café_ Km 14: Lanches, sucos, refeições, orquidário. Salão de festas. Todo dia 7h_ 19h F: 14 99782.0043 • Varanda do Suco_ Km 27,5: Refeições, sucos, salgados e doces. Todo dia 9h_19h. F: 14 98125.3433 S. CrUz—S.PeDro • Pesqueiro Paulo Andrade Peixes frescos, aves e assados ‹ encomenda›. F: 14 99706.6518 IPAUSSU—BAUrU SP 225 ‹eng. joão BAPTISTA rennó› • Paloma graal Km 309 Praça de alimentação, lojae cafeteria. 24h. F: 14 3332.1033 • graal estação Kafé_Km 316: Museu , antiguidades, comida caipira. 24h | Maria Fumaça! F: 14 3372.1353


10 • agenda

cultural

Ótimas atrações em Maio e início de Junho. Programe-se

H MÚSICA: Claudio Goldman em Versão Brasileira.O cantor e pianista Claudio Goldman brinca livremente com a música erudita, adicionando letras em português ou ritmos brasileiros a clássicos de Mozart, Satie, Gershwin, Beethoven, entre outros. 70 min. | livre. _Piraju: 20 MAI_ 20h30. Centro de Convenções H TEATRO: Kiwi. O premiado texto cana-dense se passa às vésperas dos Jogos Olímpicos, quando a polícia faz uma limpeza social na cidade-sede. 60 min. | l14 anos. _Assis: 26 MAI_ 20h30. Teatro Municipal _Santa Cruz: 27 MAI_ 20h. Palácio da Cultura H INFANTIL: Pequeno Cidadão do Futuro. Com a Cia de Teatro Os Satyros. Questões levantadas pela psicanalista Elizabeth Young-Bruhel sobre o preconceito do adulto em relação à criança. Cenas curtas que misturam elementos do cotidiano e personagens de contos de fadas. 45 min. | Livre _Ourinhos: 28 MAI_ 19h. Teatro Municipal H CIRCO: Circo de Coisas. Com Cia. Circo de Bonecos. Retiramos o rótulo dos objetos e vimos que cada um escondia uma história e uma vocação. O pregador de roupas vira um equilibrista! A rolha voa como um homem- bala.50 min. | Livre _Ourinhos: 01 JUN_ 09h30. Teatro Municipal A programação GRATUITA do Circuito Cultural Paulista traz espetáculos de alta qualidade para públicos de todas as idades. Aproveite!

H Virada Cultural SP: A maratona de arte que acontece todos os anos na capital é uma ótima opção de turismo cultural. Espetáculos das mais diversas vertentes da arte (música de todos os tipos, dança, circo, teatro, intervenções, literatura, cinema) acontecem em diferentes pontos da metrópole inteiramente grátis! 20 e 21/5: Programação intensa em vários pontos da cidade. Sugestões do Caderno 360: 20/5_18h: Liniker e os Caramelows (Show - Chácara do Jockey Palco 1). 20/5_21h: Gota D’Água – A Seco. 21/5_0h: Beatles num Céu de Diamantes. 21/5_16h: Alegria, Alegria (Musicais Vale do Anhambabaú ). 21/5_ 16h: Grupo Cupuaçu (Dança/ Música - Praça do Campo Limpo).21/5_00h: Um Baile por Tim Maia Racional_03h: BluBell canta Madonna__06h: André Frateschi e Banda Heroes (Tributos - Boulevard São João). 21/5_02h: Grupo Ares (Lona Circo - Paissandu).21/5_10h: O Vaqueiro e o Bicho Froxo – Pia Fraus (Infantil - Autódramod e Interlagos – Palco). 21/5_11h: Lineker + Cida Moreira + Simone Mazzer (Cabaré Queer - Copan). 21/5_12h: Luiza Lian – Oya Tempo (rock - 2 de abril). 21/5_13h:Tony Tornado ( Soul Funk - República). 20/5_18h15: Falamansa._21h45: Vera Fischer. 21/5_18h: Gretchen. 21/5_18h: Tiago Abravanel (Cortejos trajeto Xavier Toledo, Conselheiro, Ipiranga, Av. São João, Av. Ipiranga e Av. São Luis). 20/5_18h: Projeção do Making Off do premiado filme “Era o Hotel Cambrigde”, de Eliane Caffé (Cinema ao Ar Livre - Rua do Tesouro c/ Direita).20/5_19h: Nelson Ayres. _21h: Fábio Torres._23h: Amilton Godoy. 21/5_01h: Eduardo Dusek. _03h: Simoninha. _05h: Fernanda Porto. _07h: Adriano Grineberg. _09h: Laércio de Freitas. _11h: Sérgio Sá. _13h: Maurício Manieri. _15h: Tiago Costa._17h: André Mehmari (Piano na Praça - Praça Dom José Gaspar). Programação completa: "goolgar” Virada Cultural 2017

18 e 19/5: Chavantes - Lago da Cidade. Programação: filmes "Pets, a Vida Secreta dos Bichos", "Zootopia", "A Era do Gelo 5", "Curtas Disney", "Alice Através do Espelho", e as produções nacionais "Tudo o que aprendemos juntos" e "5X Favela", e teatro "Correntes". Piraju: 22 e 23/5 Fartura: 25 e 26/5 AVAré e oUrInHoS H Teatro/Musical: "Amor, Mar e Fúria", com grupo Teatro de Tábuas. o espetáculo mistura música, teatro, dança e circo, numa história de amor entre um capitão de navio e uma princesa, e os muitos percalços por que passa esse romance.. 60Minutos. Encenado numa carreta-palco de 15 metros, o púbico deve levar cadeiras para assistir. 19/5_20h: Ourinhos – Ginásio de Esportes Monstrinho. 20/5_20h. Concha Acústica. grátis. STA. CrUz Do rIo PArDo H Cinema: Mostra de filmes independentes. Programação: 16/5: Alô – Mayara Manão. Menarka, de Mayara Manão com pós produção de Renata Pegorer (p/ maiores de 16 anos). 17/5: A Bruta Flor do Querer , de Dida Andrade e Andradina Azevedo (16 anos). 18/5: Programa de Curtas do diretor brasileiro Ricky Mastro (Temas LGBT): Xavier, Cinco Minutos, A Mais Forte, Felizes Para Sempre, Um Dia na Vida de Uma Estrela (18 anos). 19/5: Documentários: Ninguém Fala dessa Norma Padrão, de Renan Pereira, e Terra, de Flora Suzuki (livre). 20/5: Vai Guarulhos Produzido por Perigo Filmes, de Leo Zaia (livre). 21/05: Show Musical – Griswolds: Cine and Roll tocando clássicos do cinema (livre). Palácio da Cultura Umberto Magnani Netto – 20h. Grátis.

H Virada Cultural Paulista – A maratona de espetáculos e H Música: “Agnus Dei”. O coral adulto do Centro Cultural Special Dog apresenta repertório com temática sacra, incluindo “Jesus eventos artísticos também acontece no interior. Algumas das Alegria dos Homens” (Johann Sebastian Bach), “Aleluia” (Mozart), atrações das cidades da região 360: clássicos do Negro Spiritual e “Agnus Dei”, peça de Michael W. 20 e 21/05: Bauru – Mariana Nolasco, Léo e Junior, Maglore, Smith. Apresentações às 20h30. Livre | Grátis Daniela Mercury entre outros. Parque Vitória Régia 27 e 28/05: Botucatu: – Paula Lima, Rael, Negritude Jr., Hugo e 22/5: Centro Cultural Special Dog 27/5: Igreja N. Sra. Aparecida Tiago, entre utros. Largo da Catedral. 28/5: Igreja Matriz de S. Sebastião 27 e 28/05: Marília: – Negritude Jr., Hugo e Tiago, Far From Alaska, Rael, entre outros Programação completa: "goolgar” Virada Cultural Paulista Divulgue seu evento aqui: GRÁTIS. Envie dados e fotos para H Cine-teatro: Projeto estradafora. O Teatro de Tábuas apresenta o espetáculo numa sala móvel, com capacidade para 140 espectadores

agenda@caderno360.com.br


viver

Santa Cruz ganha centro inovador de saúde e bem estar

Saúde é o que interessa supervisão de Mayara, gestora do empreendimento.

Hoje em dia todo mundo sabe que a atividade física é fundamental para se viver bem o presente e também a longevidade, sem contar ser o único caminho realmente saudável para se ter um corpo sarado. Por outro lado, cada vez mais pessoas buscam nos tratamentos que aliam fundamentos científicos a uma visão holística do indivíduo a cura para males físicos e psicológicos. Diante de tantas alternativas de prática esportiva e tratamentos de saúde, surge em Santa Cruz do Rio Pardo um centro que reúne tudo isso num ambiente descolado, muito bem equipado e que chama a atenção pelo conforto: o Be4You (ser para você, em tradução literal). Digno de centros de primeiro mundo e muito bem montado, o Be4You está apto a atender qualquer pessoa, ofe-recendo modalidades esportivas praticáveis em qualquer idade e nível de condicionamento, como o pilates e o crossfit. Além das duas academias, que já estão funcionando com uma equipe de profissionais experiente e dotadas dos mais modernos equipamentos, o amplo local reúne uma série de profissionais que pretendem complementar o bem estar dos alunos. “Sempre gostei de praticar esportes e quando morei no Canadá frequentei um lugar onde havia uma diversidade que queria trazer para cá”, revela Thiago Manfrim, um dos sócios e idealizadores do projeto. Ao lado da esposa Mayara, fisioterapeuta que já piltava uma movimentada academia de pilates, que hoje funciona no espaço como BodYou, Thiago se associou ao professor de crossfit André Borges e juntos montaram em Ourinhos a sede da Crossfit Eagle, que ocupa grande espaço também na Be4You de Sta. Cruz. “O crossfit é indicado todas as idades, inclusive crianças e

*

A Be4You: ampla instalação em área de caminhada da cidade. Abaixo, Mayara, da Bodyou, que dirige a novidade

*

pessoas com mais de 60 anos”, destaca Thiago, explicando que essa prática esportiva surgiu para reabilitar pessoas com perda de capacidade física. Na Be4You, as aulas são praticadas por grupos de 15 alunos com dife-rentes níveis de condicionamento e capacidade física. “Cada um faz a aula de acordo com sua condição física e um ajuda o outro”, afirma o adepto do esporte que virou febre, assim como o pilates. Ao lado da Crossfit Eagle, a BodYou oferece modalidades de pilates sob orientação de profissionais especializadas e

fotos: Flavia Rocha | 360

12 • bem

Completam o clima de “saúde é o que interessa” do projeto, o Núcleo de Saúde 360º, que reúne profissionais focados no bem estar, como esteticistas, psicólogos, fisioterapeutas e nutricionistas. Entre as várias técnicas oferecidas, há atendimento em osteopatia, acupuntura, posturologia e PNL (Programação Neuro Linguística). Os trabalhos, nesse caso acontecem de forma independente, mas com a siner-gia de um centro de saúde e bem estar. A estrutura da Be4You tem ainda a “sala de decompressão”, onde o aluno pode relaxar e desligar-se da vida externa antes de começar seu treino. E em breve terá uma cantina de alimentos saudáveis.

Questionado sobre quanto todo esse arsenal de saúde e bem estar pode custar, Thiago garante que os preços são os mesmos da média praticada na cidade e região. “Quisemos fazer algo que todos pudessem aprovei-tar”, enfatiza. Para se ter uma ideia de valores, a prática do crossfit três vezes por semana tem planos a partir de R$ 150,00/mês, com a vantagem de se poder frequentar horários variados. “O aluno poderá agendar sua aula no próprio dia, através de um aplicativo”, explica Thiago. Para quem quer conhecer ou fazer aulas experimentais na Be4You, basta aparecer no local e inscrever-se. Para quem se animar, os planos seguem o modelo também bastante praticado em academias, onde quanto mais longo o contrato, menor a mensalidade. Info: Be4You. Av. Cel. Clementino Gonçalves, 1796 • Sta. Cruz do Rio Pardo. Fones: 14 3372.1779 • 14 99600.4119

360 ed136 mai17  

Gostoso de ler. Jornal para cidades do interior. Avaré Botucatu Assis Santa Cruz do RIo Pardo Ipaussu Chavantes Bernardino de Campos Cerquei...

Advertisement