Page 1

Grátis!

agenda_Muitos eventos

•p.10

Ca

de

r! e L rn e d o3 6 0 - G ostos o

empresas_De Cabrón mostra sua ousadia e lança molho de pimentas com a marca do famoso roqueiro Marky Ramone •p. 6

A banda Ira! se apresenta na Virada Cultural da Capital e na do Interior. Veja na agenda!

foto: Ana Carolina Andrade

gastronomia_ Patês e sopa para aquecer os encontros nos dias mais frio do outono. Deliciosos!

foto: pesquisa Google

culturais estão programdos para a região no mês da Virada Cultural de SP. Confira as atrações e curta! •p.12

pegue & leve

agenda agro_ Confira a programação da FAPI 2014, que acontece este ano sob nova direção e novidades •p.4

ANO IX maio|2014

Natureza e simplicidade são as grandes riquezas do interior

n º. 100

issuu.com/ caderno360 facebook/ caderno360

Após 100 meses produzindo o Caderno 360, podemos afirmar que viver no interior tem como principais vantagens o contato intenso com a natureza e a simplicidade do dia-a-dia

foto: Flavia Rocha | 360

Circulação Mensal em mais de 25 cidades Distribuição: • Águas de Sta Bárbara • Assis • Areiópolis • Avaré • Bernardino de Campos • Botucatu • Cândido Mota • Canitar • Chavantes • Cerqueira César • Espírito Sto do Turvo • Fartura • Ibirarema • Ipaussu • Lins • Manduri • Ourinhos • Óleo • Palmital • Piraju • Sta Cruz do Rio Pardo • São Manuel • São Pedro do Turvo • Tatuí •Timburi Rodovias: • Cia. da Fazenda • Graal Estação Kafé • Orquidário Restaurante Café • Rodoserv • RodoStar • Varanda do Suco

•p.8


2 • editorial

Chegamos à edição nº 100. Sem vender matérias, sem favorecimentos editoriais, sem bajular ninguém, sem descumprir as regras essenciais do jornalismo, sem deixar de acreditar que o leitor merece o nosso respeito e a nossa honestidade. E sem cobrar nada de quem tem a disposição de ler este jornal. Obrigada a todos que fazem parte deste sonho bom! trabalho. Maio começou com uma folga dedicada ao dia do Trabalho. Isso sempre me faz lembrar de uma professora da infância que ditava aquelas frases quase enigmáticas. A desse mês era: “Em 1º de maio eu sempre me atrapalho, será dia de descanso ou dia do trabalho?” O fato é que depois de passar 40 horas seguidas trabalhando, dormir umas seis e encarar mais 17 até o momento – tendo ainda várias atividades pela frente antes que possa descansar para o próximo dia, que será cheio, resolvo escrever. Ora, ainda mais essa? Sim. E foi em um post, numa rápida checada da rede social que acesso, que me deparei com um artigo sobre a felicidade no trabalho. A dica da amiga, que pelo que percebo é uma excelente profissional que provavelmente deve gostar muito do seu trabalho, me fez pensar no quanto amo trabalhar. Tanto que foi por sentir esse amor tão intenso, que acabou por nortear a minha vida, a minha história, que este periódico existe. Foi para fazer ainda com mais gosto o meu trabalho, já que sou quase compulsiva em produzir, qual formiga mesmo. Ocorre, que meu espírito “caleidoscópico” também faz vibrar

Ora, Ação! Apocalipse 2 Vs: 10

encarando a solidão aqui e ali, segurando a peteca, os rojões e as avalanches, apesar de toda dor e toda lágrima e todo medo e toda a frustração, fatores que fazem parte da vida de todo profissional que realmente leve a sério o que faz… é uma grande felicidade produzir esse jornal.

meu lado cigarra. E no trabalho ele aparece na forma da indisciplina. Para tanto – e para evitar reclamações sobre meus resultados – sempre tratei de me adiantar. Somando essa quase ansiedade por adiantar as coisas antes do bel prazer ou do “dolce far niente” ao meu amor pelo ato de trabalhar e pela atividade que faço, já são quase 30 anos de nada de cobranças por falta de qualidade, cumprimento de prazos ou responsabilidade. Essas faltas que nunca me agradaram e, graças a Deus, não se estabeleceram na minha rotina profissional. Meus defeitos, posso garantir, são outros.

“Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida. “

Depois de comentar o post de minha amiga sem conseguir conter o meu entusiasmo – lá vamos nós à exposição em plena rede social – parti para a leitura do artigo. E de lá, do primeiro parágrafo, o insite: taí o tema da edição número 100 do Caderno 360. 360 Afinal, ele nada mais é do que fruto de trabalho. Do mais honesto, limpo, íntegro, verdadeiro, amoroso, incansável, intenso, vigoroso e delicioso… trabalho. O 360 dá trabalho. Muito. Poderia abrigar muitas pessoas, tantas são as tarefas. Quase todas elas deliciosas de cumprir, ainda mais a cada mês. E mesmo tantas vezes

Descubra : A qual livro da Bíblia pertence cada versículo Hebreus 13 Vs: 2

fonte: bibliaonline.com.br

Espero que venham centenas de novas edições. Seja sob a minha ou novas batutas, desejo que o 360 sempre perdure, pois tem sua razão de ser, sua missão e está inserido em muitas comunidades, como era previsto. E que continue com essa capacidade de satisfazer em tantos aspectos quem ama trabalhar. Nesta edição, muita gente que trabalha e mostra a que veio, como o trio formado por Leo Spigariol, Marcelo Santos e Marcelo Prado, que estão aluciando o mercado das pimentas com as criações da marca De Cabrón. Gente que age com responsabilidade, como os manos Carol Andrade e André Santos, que fizeram respectivamente reportagem e texto da matéria sobre o novo

“Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo. “

“Cura-me, Senhor, e sararei; salva-me, e serei salvo; porque tu és o meu louvor “

Gálatas 6 Vs: 2

Jeremias 17 Vs: 14

“Não vos esqueçais da hospitalidade, porque por ela alguns, não o sabendo, hospedaram anjos. . “

molho de pimentas feito em Santa Cruz do Rio Pardo que traz o nome de um famoso ícone do rock mundial. E também como nossos colunistas, que não deixam de enviar a crônica do mês, mesmo que seja no último minuto do 2º tempo, sob febre e cansaço de longas jornadas de trabalho e de lazer – sim, viajar também cansa. Para completar, quitutes deliciosos que dão nenhum ou algum trabalho – são três receitas! –, uma agenda gigante de atividades culturais de primeira linha que acontecem de graça na região e na capital, as estripulias do Pingo, dicas de como plantar uma árvore, em mais um sonho que realizei, e uma matéria onde procuro expressar a sensação que me invade quando penso se foi mesmo uma boa loucura ter deixado a vida de executiva da comunicação na capital para ser editora de jornal de verdade no interior. Boa leitura!

Flávia Rocha Manfrin diretora-editora 360 | 360@caderno360.com.br


ambiente

*Flávia Manfrin editora 360

Plantar uma árvore é fácil e prazeroso

O desejo de ter uma árvore de grande porte e muitas flores em frente à minha casa sempre circulou por minha mente e meu coração. Desde pequena me encantavam as árvores da casa vizinha, onde dona Nena colecionava espécies de flores das mais variadas cores e formas. Finalmente, tratei de ir atrás de realizar esse sonho. E foi com um jacarandá, do tipo pardo ou paulista, que tive a grata chance de presentear a minha casa, a minha rua, a minha cidade e a minha vida. A espécie, nativa, me foi presenteada por Elias Sahade Junior, um grande conhecedor de plantas e urbanismo. Cuidei da muda que veio num bastonete plantando-a num vaso com terra e nutrientes. Cresceu tanto que ao transferíla do vaso para a calçada, ela, naturalmente está sentindo. E eu tratando de regá-la a cada dois dias. E de acrescentar terra, também, com nutrientes. A seguir, algumas dicas e o passo a passo dessa aventura que espero eu possa ver florir por muitas décadas antes de deixá-la para a posteridade. Calçada x Árvore – A primeira questão a avaliar na escolha da muda é se ela é compatível com a largura da calçada. E como a minha tem uns 3 metros, fui informada que poderia sim plantar uma árvore de grande porte, capaz de chegar a mais de 12 metros de altura. Também a rede elétrica é um empecilho, mas não no caso da calçada da minha casa. Então, mãos à obra.

partes foram postas bem unidas no buraco. A segunda parte do tubo, não foi cortada. Explico: como é superficial, quando for ficando justa para o tronco, pode ser retirada do canteiro.

foto: pesquisa Google

3 • meio

O jacarandá cresce até 20m, faz sombra e embeleza ruas, avenidas e jardins

O tubo maior, subterrâneo, foi também cortado ao meio, no comprimento. A razão: conforme a árvore for crescendo, o tronco poderá se expandir sem ficar estrangulado por um tubo de cimento, por exemplo, ou pelo PVC se não estivesse cortado. Isso, em nada vai interferir na expansão da raíz para as laterais, pois as

fotos: Flávia Rocha | 360

foto: Beto Jardineiro

Proteção para a raíz – Seja ou não uma raíz coneiforme, que cresce para baixo e não para os lados, tratei de me precaver para não causar problemas para a estrutura da casa. Para isso, a melhor solução foi o uso de um grande tubo de PVC. Com uns 60m de diâmetro, ele foi primeiro cortado em 2 partes. A mais alta, de uns 70 a 80cm para ficar abaixo do nível da calçada e a outra, de uns 25cm a 30cm para a parte mais supericial, ficando pelo menos uns 10cm acima do canteiro.

Canteiro mais largo – Outra providência para a árvore crescer com força e liberdade, foi dar a ela um canteiro mais amplo, onde posso plantar uma grama ou plantas rasteiras floridas. Para completar, tijolos (poderia ser outro material) foram inseridos para proteger o canteiro da água de enxurradas e de sujeira que se jogue nas calçadas. (Ainda há quem faça isso em pleno século 21).

como toda criança, são indefesas.

terra e água – Uma vez plantada, a muda até agora tem sido regada a cada dois dias e também já ganhou porções de terra nutrida porque o buraco parece ter absorvido parte da terra que colocamos para a cobertura. Esses cuidados, bem como a visita regular de um jardineiro para ver se o crescimento está ocorrendo, bem como se há parasitas que possam comprometer a saúde da árvore bastam para que ela cresça e apareça! Ah, isso tudo com uma boa dose de amor e respeito, afinal, as árvores são vigorosas quando adultas, mas

Quanto custa – Como o leitor pode notar, é fácil plantar uma grande árvore. Mas quanto isso me custou? Bem, a muda eu ganhei. E há viveiros na maioria das cidades com mudas gratuitas de todos os tamanhos. O tubo de PVC custou R$ 60,00 e o serviço do jardineiro em R$120,00. Vale reservar uns outros R$ 30,00 para terra nutrida. E mais uns R$20,00 para mudas de plantas rateiras para o canteiro. Agora, se você souber fazer um bom buraco, pode conseguir materiais gratuitos e então, o custo será apenas do seu esforço.


4

• agenda agro _ drops _ negócios

ouRinhoS Seminário_ 48ª FAPi. Sob nova direção, a, tradicional feira agropecuária e industrial de Ourinhos traz para a região diversidade em eventos (rodeio, parque de diversões, shows e campeonatos), lazer e oferta de negócios e produtos dos mais diversos setores. Segundo a organização, as novidades ficam por conta da reestruturação do recinto de exposição, com áreas distintas para alimentação, expositores e a realização de rodeio e shows no mesmo local. Benemerência: A renda da FAPI 2014 será revertida ao Hospital do Câncer de Ourinhos. Shows: sempre após o rodeio. 7/6: Luan Santana. 8/6: Cesar Menotti & Fabiano. 9/6: Maestro João Carlos Martins e Orquestra Filarmônica Bachiana do SESI-SP. 10/6: Aline Barros. 11/6: Almir Sater, Renato Teixeira e Sérgio Reis.12/6: Daniel 13/6: Edson e Vinícius e Lucas Ferreira. 14/6: Lulu Santos. 15/6: Cristiano Araújo Prova 3 tambores: Organizada pela equipe Du Country Ranch, de Ribeirão do Sul. 14/6 Rodeio: A 11ª etapa do Circuito Rancho Primavera de Rodeio acontece na FAPI. São aguardados 35 competidores, dos quais 30 são rankea-

• drops

Agenda AGRO & Ambiental

* Tom Coelho

dos e cinco peões de Ourinhos, que tentarão obter pontuação para ingressar no circuito. São cerca de $R$ 40 mil em prêmios. 12 a 15/6_20h30 Parque de diversões: Mais de 30 atrações, entre Simulador Cine 6D, Free Fall, Flying Carpet: Tapis Volant, Flying Dumbo, Magic Circus, Kamikaze, Crazy Dance e Space Moon. Exposição e provas de animais: São aguardadas criações de equinos, bovinos, suínos e ovinos. info: fapioficial.com.br Grátis! holAmBRA: Feira: hoRTiTEc – Exposição Técnica de horticultura, cultivo Protegido e culturas intensivas. Para horticultores, profissionais do agronegócio, a feira oferece palestras e cursos. 28/5 a 30/05 Ingressos: R$ 30, Expoflora info: hortitec.com.br 19 3802-4196

lEnçóiS PAuliSTA: Concurso: invEnção AGRo – Feira da Agricultura Familiar (AGRiFAm). Prêmiação de R$ 6,2 mil . Os concorrentes recebem certificado. inscrições até 15/7. www.agrifam.com.br. 11ª Agrifam: 1 a 3/8. info:1 4 2106-2800. RiBEiRão PRETo: Workshop_ viii WoRKShoP Agroenergia: matérias primas. Debates e treinamento sobre questões do Futuro Energético Sustentável, produção de bioetanol, biodiesel e culturas agroenergéticas, com enfoque nas oportunidades, para o meio ambiente e a sustentabilidade dos agro ecossistemas. 29 e 30/5.Centro de Convenções da Cana-de-açúcar - IAC. Rod. info/inscrições: 19 3243-0396 • infobibos.com/agroenergia

SHOWS imperdíveis dão o tom na FAPI

Nada menos que Almir Sater, Renato Teixeira e Sérgio Reis juntos! Vai ser difícil alguém reclamar da programação musical da FAPI 2014 com uma oportunidade desse tipo. A programação traz ainda o pianista e maestro João Carlos Martins e orquestra, Lulu Santos, defendendo o pop rock, e os prediletos do universo sertanejo. e xpediente

T E i M O Si A empreendedora

Caderno 360 é uma publicação mensal da eComunicação. Todos os direitos reservados. Tiragem: 8 mil exemplares Circulação:• Águas de Sta. Bárbara • Areiópolis • Assis • Avaré • Bernardino de Campos • Botucatu • Cândido Mota • Canitar • Cerqueira César • Chavantes • Espírito Sto. do Turvo • Fartura • Ibirarema • Ipaussu • Lins • Manduri • Óleo • Ourinhos • Palmital • Piraju • S. Manuel • S. Pedro do Turvo • Sta Cruz do Rio Pardo • Tatuí • Timburi e paradas das rodovias Castello Branco, Raposo Tavares, Eng. João Baptista Cabral Rennó e Orlando Quagliato. Redação/Colaboradores: Flávia Rocha Manfrin ‹editora, diretora de arte e jornalista responsável | Mtb 21563›, Luiza Sanson Menon ‹revisão›, Odette Rocha Manfrin ‹receitas›, Paola Pegorer ‹repórter especial›. Colunistas: José Mário Rocha de Andrade, Priscila Manfrim, Fernanda Lira e Tiago Cachoni. Ilustradores: Franco Catalano Nardo, Clara Basseto e Sabato Visconti. Impressão: Fullgraphics. Artigos assinados não expressam necessariamente a opinião desta publicação. • Endereço: Pç. Dep. Leônidas Camarinha, 54 - 18900-000 –Sta Cruz do Rio Pardo/SP • Redação/ Cartas: 360@caderno360.com.br • Publicidade: comercial@caderno360. com.br • F: 14 3372.3548_14 99653.6463 360_edição nº 100_maio/2014

Segundo levantamento divulgado pelo Sebrae-SP, 27% das empresas abertas no Estado de São Paulo encerram suas atividades antes de completarem um ano de vida. Este índice, também chamado de taxa de mortalidade empresarial, sobe para 58% no caso das companhias com cinco anos de fundação. Esta estatística é um reflexo claro da baixa competitividade das empresas brasileiras em virtude de diversos fatores. A baixa produtividade é um deles, em grande parte uma consequência direta da desqualificação dos trabalhadores, uma vez que a educação em nosso país é claudicante. Daí decorre o famigerado “apagão da mão de obra”, exigindo por parte das empresas ações permanentes de treinamento e desenvolvimento de seus funcionários. A mesma produtividade é comprometida também por questões de infraestrutura. Do ponto de vista corporativo, representado por máquinas e equipamentos obsoletos, além de práticas de gestão retrógradas. Do ponto de vista macroeconômico, pela ineficiência de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos. Segundo o Relatório de Competitividade Global, elaborado pelo Fórum Econômico Mundial, o Brasil caiu do 48º para o 56º lugar dentre 148 países no índice global de competitividade. Também é preciso considerar o custo financeiro, que em nosso país é o maior de toda a América Latina, segundo estudo da consultoria Deloitte. Assim, temos um empresariado despreparado, descapitalizado e que toma recursos no mercado com taxas de juros de até 150% ao ano! Mas nada supera a desfaçatez da estrutura tributária brasileira. Segundo o Portal Tributário, são 90 diferentes tributos, entre impostos, taxas e contribuições, cobrados pelas três esferas de governo, num sistema complexo e oneroso que estimula a informalidade da economia e não devolve à sociedade os serviços básicos por ela deman-

dados. Aliado a isso, temos a burocracia. Segundo o relatório anual Doing Business, do Banco Mundial, o Brasil é o 116º colocado entre 189 países que apresentam melhores condições para empreender. Para iniciar um projeto são necessários 13 procedimentos em nosso país contra apenas três, em Singapura. Se apenas um funcionário cuidasse dos impostos de uma empresa no Brasil, gastaria 2.600 horas, contra 82 horas em Singapura. O regime de tributação denominado Simples Nacional, proposto para, como diz sua própria denominação, simplificar a vida tributária de um empreendedor, não cumpre com sua prerrogativa básica. Por exemplo, devido à guerra fiscal, diversos municípios exigem que uma empresa seja cadastrada localmente apresentando cópias autenticadas de documentos, comprovação de despesas com telefonia e energia elétrica e até mesmo fotos do estabelecimento comercial sob pena de retenção de ISS na fonte, numa afronta direta à legislação federal. Imagine uma empresa ter que adotar tal procedimento em cada um dos 5570 municípios existentes no país? Dentro deste contexto, empreender no Brasil é atribuição de gente corajosa, obstinada, criativa, persistente e... teimosa! Àqueles que conseguem escapar das estatísticas de mortalidade empresarial, que o espírito realizador lhes permita celebrar decênios de fundação e que nossa nação se torne mais amigável aos empreendedores no decorrer dos próximos anos! * educador, conferencista e escritor com artigos publicados em 17 países. É autor de “Somos Maus Amantes – Reflexões sobre carreira, liderança e comportamento” (Flor de Liz, 2011), “Sete Vidas – Lições para construir seu equilíbrio pessoal e profissional” (Saraiva, 2008) e coautor de outras cinco obras | tomcoelho.com.br tomcoelho@tomcoelho.com.br.


360_ Onde IR!

*Priscila Manfrim

EXÉRCITO

verde e amarelo

© Shanaka Wijesooriya | Dreamstime.com

• Esportes

Júlio César, Jefferson, Victor, Daniel Alves, Maicon, Marcelo, Maxwell, Thiago Silva, David Luiz, Dante, Henrique, Fernandinho, Hernanes, Paulinho, Luiz Gustavo, Ramires, Oscar, Willian, Jô, Fred, Hulk, Bernard e Neymar. Esses são os 23 convocados pelo técnico Felipão para defender na Copa do Mundo, a camisa mais pesada e vencedora do futebol mundial: a do Brasil.

Para quem acompanha futebol, e vem acompanhando os amistosos da seleção, apenas uma surpresa: o zagueiro Henrique ao invés de Miranda ou mesmo Dedé. Bom jogador, mas que ganhou a vaga por ser velho conhecido e homem de confiança de Scolari. O restante dos escolhidos já tinham conquistado sua vaga há algum tempo, exceto por Willian, que ganhou espaço nos últimos amistosos e acabou desbancando Lucas, o queridinho dos são-paulinos. A pressão em cima dos jogadores e de Felipão é gigantesca, vencer o Mundial e abocanhar o Hexa é quase obrigação, qualquer hipótese diferente desta está descartada pela torcida e também pelos próprios jogadores e comissão técnica. A seleção tem motivos de sobra pra toda essa confiança, um time forte e entrosado, embalado pelo título da Copa das Confederações em 2013 (derrotando a atual campeã mundial Espanha na final, com um sonoro 3x0) e o mais importante: jogando em casa. Os maiores desafios, teoricamente, serão Argentina, Alemanha e Espanha, também nunca podemos nos esquecer de forças como Inglaterra, Uruguai, Italia e França. Digo teoricamente, pois as zebras adoraram aparecer em Copas do Mundo, e desta vez provavelmente não será diferente. Na sexta-feira, dia 13/06, o desafio começa. Mas uma coisa é garantida, se o nosso desafio é difícil, o dos nossos adversários é maior ainda pois além dos 11 em campo, eles enfrentarão mais 200 milhões de loucos e apaixonados. *uma dos 200 milhões que fará parte do exército brasileiro.

orquidário. Todo dia 7h_19h | F: 14 99782.0043 varanda do Suco_Km 27,5: Refeições, sucos, salgados e doces. Todo dia. 9h_19h | F: 14 98125.3433

c A F E TE R iA S AvARé Estação café_Salgados, doces, sucos e cafés. 2ª a sáb.: após 10h, dom. após 19h | F: 14 3731.2828 ouRinhoS Estação Baguete_Salgados e cafés. Todo dia 6h30_22h | F: 3325.4124 Dona ica café_ Cafés e salgados. Todo dia 8h-19h. | F: 14 3326.3498

R E S TA u R A n T E S BERnARDino Donana_Peixes, risotos, massas. 3ª/sab: 18h_ 22h dom: 12h_15h | F: 14 3346.1888 iPAuSSu harpo's_Cozinha contemporânea caprichada de alto padrão em ambiente agradável e ótimo atendimneto. 6ª e sab: 19h_ 0h dom: 11h30_14h | F: 14 99853.0904 Paiolão_Churrascaria com jeito caseiro em ambiente rústico e muito convidadtivo. 2ª a 6ª : 8h_ 22h Sáb. e dom. : 8h_0h | F: 14 3344.3435 e 99868.7668 ouRinhoS Al Faiat_Cozinha diferenciada. Boa carta de vinhos.2ª a sáb: 10h:30_15h e 18h_0h | F: 14 3326-9700 la Parrilla_ Comida argentina. 3ª/sab: 11h_ 16h |19h dom: 11h _16h | F.: 14 3324.9075 le lui_Ambiente e cardápio sofisticados | 3ª- sab: 11h30 e 18h30 | dom. 11h30. | F.: 14 3326.3762 Sushi ventura_Comida japonesa deliciosa. | 3ª a dom:19h_0h | F:14 98114.8015 PiRAju Pirabar_ Almoço e casa noturna à beira do Paranapanema. 3ª a dom. |F: 14 3351.4387 Taças e cachaças_ Cachaças, petiscos, pratos. Atendimento Nota 10! 2ª_6ª: 18h | sab/dom: 10h | F: 14 3351.0811 Torre de Pisa_ Pizzaria com forno a lenha. Chopp e porções. 3ª a dom. _19h | F: 14 3351.2684 STA. BáRBARA nossa chácara_Buffet de prratos quentes e saladas . Ligue antes de ir. Local bucólico dentro da cidade. 5ª a dom. | F: 14 3765.1545 STA. cRuz Pizzaria Alcatéia_Pizzas crocantes, massas e carnes à beira da piscina. 3ªdom. 19h _23h. F: 14 3372.2731

Rancho do Peixe_ Cozinha caseira caprichada. 2ª/dom. 8h30_14h30_ 2ª/sab. 17h30_ 0h. | F: 14 3372.4828 S. PEDRo Do TuRvo Restaurante Rosinha _ Deliciosa comida caseira. 2ª a sáb: 11h30 às 15h | F: 14 3377.141

S. cRuz-S—PEDRo Pesqueiro Paulo Andrade ; Peixes frescos, aves e assados ‹ encomenda›. F: 14 99706.6518 iPAuSSu—BAuRu

SP 225 ‹EnG. joão BAPTiSTA REnnó› Paloma Graal Km 309 Praça de alimentação, loja, padaria e cafeteria. 24h | F: 14 3332.1033 Graal Estação Kafé_Km 316: Museu , antiguidades, comida caipira. 24h | Maria Fumaça! F: 14 3372.1353 ouRinhoS—jAcAREzinho BR 153 ‹TRAnSBRASiliAnA› Graal ourinhos_Km 345: Buffet de salada e grelhados. Conveniência. Todo dia _24h | F: 14 3324.6319

IMÓVEIS_CONSTRuçãO

B A RE S E l A n c hE S AvARé Di-Ferentti_Comida típica mexicana e outras gostosuras | 3ª a 6ª: 17h_0h sáb.:11h_1h30 - dom: 17h_23h | F: 14 3733.2928 BERnARDino Pastelaria Bagdá_ Me-lhor pastel da região 360. 2ª a sab. hor. cmercial. PiRAju Adrenalina’s_ Tilápia no alho deliciosa. ötimo Atendimento. 2ª a sab. após 17h | F: 14 3351.3370 STA. cRuz Bar da neusa ( Sodrélia)_ Todo dia 8h_ 20h ou até o último cliente. Bar do celsão _ Drinks, assados, porções. 2º sáb. mês festa de rock. 22h às 4h | F: 14 998.352630 casa da Esfiha_Mais de 70 opções . | F: 14 3372.2915 nina lanches_ Tradição em lanches. Todo dia 18h_0h | F: 14 3372.6555 Espetinho Pilão e cocho_Espetinhos, porções e acompanhamentos . 2ª a 6ª: 17h à 1h, sáb.: 11h à 1h e dom.: 16h à 1h | F: 14 3373.1041 Treiler dos Amigos_Lanches e porções. Fecha às 3ªs-feiras. 18h30 à 0h30 | F: 14 3372.9297

ouTRoS STA. cRuz Frutaria do Baiano_ Frutas selecionadas. R. Mal. Bittencourt c/ R. Benjamin Constant 8h_ 23h. Sorveteria união_ Sorvete artesanal e com ingredientes naturais. Todo dia 9h_23h | F: 14 3372.3644 Ro D ov iA S PiRAju—ouRinhoS | SP 270 ‹RAPoSo TAvARES› cia. da Fazenda_Km 334: Lanches e refeições, pratos levando palmito. | F: 14 3346.1175 ouRinhoS—S.cRuz SP 352 ‹o. QuAGliATo› Restaurante cruzadão _ Km 16: Restaurante 24h | F: 14 3372.1353. orquidário Restaurante café_ Km 14: Lanches, sucos, refeições,

SERVIçOS

VAgAS_EMPREgOS

Estágio remunerado para estudantes de:

• jornalismo • publicidade • design gráfico • marketing Venha aprender diagramar jornais, fazer produção editorial,criar propagandas e tratar imagens. Carga horária compatível comhorários de estudos!

contato: 360@caderno360.com.br


Ser ousado e sair do padrão são sempre desafios para qualquer empreendedor. Os obstáculos para um negócio de sucesso são inúmeros. Quando a tentativa é feita em uma cidade do interior, alcançar o sucesso e romper as barreiras do mito de que “aqui só funciona desse jeito” parece ainda mais difícil. Mesmo assim a West Co., que desde 2010 vem surpreendendo com a qualidade de seus produtos e seu marketing pra lá de ousado, apostou no potencial do interior e partiu do Velho Oeste Paulista (como eles chamam a região) para conquistar o mundo. Em apenas quatro anos, a empresa já espalhou seus produtos por todo Estado de São Paulo, incluindo a capital, Paraná e Rio Grande do Sul. E não para de fazer lançamentos que capazes de destacar-se no mercado. O mais recente, um molho assinado por uma das maiores lendas do punk rock mundial, único membro ainda vivo da formação clássica dos Ramones, o baterista Marky Ramone. A ideia de lançar pimentas De Cabrón assinadas surgiu em 2013. “Foi uma estratégia, para inovar”, revela Leo Spigariol. Henrique Fogaça, o famoso chef do SAL Gastronomia, de São Paulo, foi o primeiro um molho de pimenta da marca: o blend Chipotle e Maracujá. Ele também intermediou a novidade envolvendo o mito dos Ramones. Amigo do baterista, Fogaça apresentou a pimenta e os sócios da West Co. para Marky em 2013.

Leo Spigariol, da Wet Co., observa Marky Ramone na degustação dos vários molhos De Cabrón

cido a pimenta deles e achava o conceito muito bem feito. O Henrique já estava assinando também. Começamos a conversar e depois de muito preparo ainda não havia achado algo que fosse incrível. Foi quando lembrei de uma receita minha que faço no Natal, de Tender com Whisky e CocaCola”, revela Bertolazzi que levou o molho para a Smorgasburg, reconhecida feira gastronômica de rua em Nova York (onde foi o único representante do Brasil) e serviu a criação com sua coxinha de pato. A combinação fez o maior sucesso por lá. Parceria internacional – O lançamento da De Cabrón tem nome complexo: Marky Ramone’s Blitzkrieg Bacon Habanero Hot Sauce (algo como molho ataque relâmpago picante de bacon e ha-

foto: Ana Carolina Andrade

Fogaça não foi o único chef a assinar uma pimenta da De Cabrón. Carlos Bertolazzi, chef-proprietário dos restaurantes Zena Caffé e Per Paolo e apresentador do programa Homens Gourmet no canal pago FOX Life, também tem uma criação a quatro mãos com a marca. O resultado foi a Jack’n’Cola Hot Sauce. “Eu já havia conhe-

ções semanais que eles recebem de pessoas, famosas ou não, interessadas em criar um molho-parceria.

Leo Spigariol e Marcelo Prado (centro e à direita) no lançamento do molho De Cabrón “Marky Ramone’s Blitzkrieg Bacon Habanero Hot Sauce”. Sucesso total!

fotos: Ana Carolina Andrade

Reportagem: Ana Carolina Andrade Redação: André Santos Edição: Flávia Manfrin

Empresa de Sta. Cruz lança produto com astro do rock mundial

foto: Flávia Rocha | 360

6 • empresas

banero de Marky Ramone), numa homenagem a um dos maiores sucessos dos Ramones, a música Blitzkrieg Bop. O produto foi criado para ser o flagship (a bandeira inicial) da marca rumo à exportação, segundo Spigariol. Para isso, os sócios já estão em conversação com exportadores para países como Espanha e Estados Unidos. E se para muitos a agilidade da empresa pode parecer arriscar, vale dizer que a sua receita de sucesso também inclui cautela. É assim com as dezenas de liga-

Com uma linha bastante variada e a inclusão de mais um produto, os nachos, para acompanhar seus temperos, a tarefa agora é administrar bem a produção a demanda, que deve ganhar mais força com o novo molho de Marky Ramone. “Precisamos fazer um crescimento orgâni-co, mas com lançamento das pimentas do Carlos e do Marky as coisas vão tomar uma proporção maior”, avalia Spigariol. Para o empresário a parceria com o roqueiro é uma quebra de paradigmas. “É uma grande honra ser parceiro de negócios do Marky, lançar um produto e quebrar mais uma vez um modelo de negócios que estava estabelecido no mercado brasileiro das pimentas, conquistando cada vez mais conquistar espaço da casa dos consumidores”, diz. A adição de um Ramone – Feliz por estar no Brasil para lançar seu molho by De Cabrón, Marky Ramone diz ter tradição familiar com a culinária. “Cresci com uma relação muito próxima com a comida. Meu avô era chef de um restaurante em Nova


fotos: Ana Carolina Andrade

À esqurda, o roqueiro punk nanacional João Gordo, acima, Marcelo Santos, sócio da West. Co e abaixo o famoso Chincho, herói da marca De Cabrón

Marky, por sua vez, aprovou o resultado. “É muito, muito, muito picante. Eu adoro comida indiana, te faz transpirar, se sentir bem, e estou muito feliz de ter decidido participar. Estou colocando minha estampa neles pela qualidade do produto e para fazer caridade. Esses três caras sabem o que eu quero”, disse Ramone.

York. Ele costumava cozinhar muito bem e nos feriados e festas de família eu ficava assistindo-o cozinhar. Aos 17 anos saí de casa e só comia macarrão. Quando fiquei mais velho, meu gerente sugeriu que eu criasse meu próprio molho de macarrão”, conta o roqueiro que nos Estados Unidos, onde vive, comercializa o molho Marky Ramone’s Brooklyn Own’s Marinara Pasta Sauce , para macarrão, e uma marca de cerveja. Assim como os produtos americanos, o molho Marky Ramone De Cabrón terá parte da renda das vendas destinada a projetos de caridade. No Brasil, a ideia é ajudar crianças e jovens desabrigados. “Com a comida você pode devolver um pouco”. Marky ainda ressalta que não fuma e não usa drogas: o que ele gosta mesmo é de comida. O sabor Ramone – A novidade da De Cabrón chegará aos pontos de venda em julho e já está sendo aguardada pelos aficionados pela marca. Segundo Spigariol, o novo produto busca representar a atitude e a personalidade de Marky. “É um molho com a picância punk, feito com base de habanero e também de malagueta, pra trazer

Foco no interior – Apesar de tantas novidades e do processo de internacionalização, a West Co. não pretender deixar de lado um projeto que faz parte de sua essência. “Nossa próxima meta é transformar Santa Cruz do Rio Pardo na capital brasileira da pimenta”, garante Spigariol, acreditando que um caminho é usar a gastronomia como um agente transformador

um pouco do Brasil. Incluímos o sabor do bacon, que representa muito bem essa cultura americana, a questão do couro, do punk, do underground. O resultado é um molho bem picante”, descreve Spigariol.

da região, capacitando pessoas e trazendo investimentos para o município. Hoje com mais de 40 pontos de venda no interior de São Paulo, 88 na capital e presença no Paraná e no Rio Grande do Sul (além da loja online no Facebook), a marca De Cabrón Chillis já lançou pimentas com chefs famosos, foi finalista em 2013 do 2º Prêmio Estadão PME na categoria Negócios Inovadores e não para de crescer. Com um marketing digno de grandes empresas, ela também tem um personagem que aparece em eventos, o Chincho, um luchador mexicano que representa o espírito da marca e resgata suas inspirações (encarnado em eventos pelos próprios sócios Leo Spigariol e Marcelo Prado).


8

• giro 360

O melhor lugar do mundo é aqui. Onde você vive. Onde você está,respira e existe. Dissseram-me: onde você vai encontrar tanta notícia boa? Pois elas povoam páginas e páginas do 360 há exatas 100 edições. Disseram-me ainda: como você vai conseguir viver num lugar pequeno depois de tanto tempo numa metrópole? Pois o olhar que tanto viajou e também se deparou tanto com as barreiras das torres de concreto é capaz de ver ainda mais nítidas as cores do viver no interior. Dizem-me sempre: como você consegue viver sem todas as coisas materiais que tanto buscamos na nossa vida? Pois não há nada mais capaz de satisfazer ego, vaidade e espiritualidade do que a paz de se trabalhar honestamente em benefício de um povo, de muitos povos. Escrever, propor o pensar a tantos leitores através Caderno 360, da maneira independente como acontece há 100 meses é, sem dúvida uma dádiva, uma benção e um prazer que vai além da bolsa nova de couro legítimo. Ou do carro zero e, até mesmo, das idas e vindas a pontos turísticos repletos de atrações. Há um universo aqui. A ser conhecido e desfrutado. E é nesse organismo vivo, repleto de atores das mais diversas naturezas, que pretendemos mergulhar cada vez mais. O objetivo? Um mundo de pessoas mais felizes com o que são e com o que têm. Sem comodismos, mas ciente de que tudo aqui pode ser bom, pleno e próspero. Enquanto preparamos as próximas 100 edições deste 360, onde espero ver mais presente não apenas os agentes locais, mas grandes organizações – públicas e privadas – que tanto se valem e tão pouco retribuem às pequenas cidades do interior de São Paulo, o segundo maior mercado deste imenso país, convido o leitor a contemplar alguns dos momentos muito gostosos de viver, ou seja, muito 360. A escolha não foi fácil, poderiam ser muitos, mas esse texto acabou por ocupar muito do nosso restrito espaço.

*texto e fotos Flavia Manfrin


A imensidão do rio Itararé misturado ao Paranapanema e a beleza que, apesar da intervenção do homem – eles se encontram represados – com sua água límpida e transparente a refletir o céu de intenso azul traz a sensação de se estar perto do mar, por mais distante ele esteja. A areia fina e o verde que reveste as montanhas que beiram o trajeto de Timburi a Fartura, o caminha das areias, dão a certeza de se estar numa preciosa parte do paraíso na terra. Melhor que isso só mesmo reparar que um jornal é capaz de ganhar a atenção de uma criança e presenteá-la com a deliciosa experiência da leitura. Ou preparar quitutes feitos com o frutos e sorvete da terra. Uma lugar onde onde residem flores, gente simples e muita fé.


Um instante do dia. Ou da noite. Um detalhe sem nenhuma importância, a não ser para brindar os olhos com a alma, numa plena satisfação de simplesmente existir e de existir simplesmente.


10 • ponto

de vista

NÃO NÃO julgueis. julgueis. * Fernanda Lira

Ninguém gosta de estar errado. Ninguém. Nem eu, nem você. O erro é fruto, quase sempre de atitudes e pensamentos precipidadas, mal elaborados e que nos fazem passar vergonhas. E isso não agrada nem a gregos, nem a troianos, nem a ateus, judeus, cristãos. E como não errar? Ora, sabermos que errar é humano que é correndo o risco de errar que acabamos aprendendo e acertando. Mas há erros que são sim evitáveis. E, por ironia da nossa essência humana, são esses os que mais praticamos. Erramos frequentemente e corriqueiramen-te, com mais ou menos peso na consciência, quando julgamos alguém. Uma coisa é avaliar, criticar – no bom sentido, pois ele existe –, observar, achar. Outra é julgar. Quando não damos chance ao outro de estarmos errados em nossa opinião a respeito dele ou de terceiros sem termos provas claras e consistentes de nossa certeza, estamos julgando. Quem roubou a minha camiseta? Quem abriu a correspondência? Qual foi a intenção dessa pessoa? Quem é o culpado? Quem é inocente? Sem a certeza – que só se revela por fatos concretos e objetivos – não temos o direito de julgar. Fazer isso é se atirar na possibilidade do erro, mas da injustiça. Não há, na história da humanidade um final feliz que tenha tido base no julgamento infundado. E os dias atuais nos mostram que nosso povo amistoso parece ter despertado não para agir com bravura e consciência, que é do que precisamos, mas para exercer o terrível papel do carrasco.

Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós. E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão. Mateus 7:1-5

* jornalista paulistana que adora o interior e anda estarrecida com o nível de insensatez que vive o homem| felira@caderno360.com.br


11 • gastronomia

PASTINHAS para pão & vinho

O clima ameno do outono nos convida a momentos mais aconchegantes, inclusive quando o assunto é a boa mesa – e um bom drink. Este mês trazemos duas pastinhas que são deliciosas para acompanhar pãezinhos das mais diversas formas e origetes (integral, francês, sírio…) com sabores que fazem a diferença. Um detalhe importante: elas também são ótimas para variar o molho das saladas verde com ou sem legumes e frutas. Ouse e delicie-se!

por Flávia Manfrin

Pasta de Coalhada

SOPA verde & amarela

por Claudia Manfrin Quagliato

um pano. Leve então à geladeira. No dia seguinte, transfira a colhada para um saco de pano. Coloque-o sobre um escorredor e este sobre uma vasilha, pra escorrer a água. Isso acontecerá na geladeira durante 1 dia. A cada período retire a água que for jun-

Pasta de Nozes por Rita Rocha de Andrade Ingredientes • 1/2 quilo de nozes • 1 copo de azeitonas verdes recheadas com pimentão • 1 xícara de azeite

• 1 maço de salsinha fresca • sal a gosto Preparo: Junte toos os ingredientes no processador (ou liquidificador) e bata. Pronto e delicioso!

Como transformar as pastas em molho de salada: Num recipiente pra molho, junte duas ou mais colheres da pasta escolhida. Acrescente 2 colheres de azeite, um pouco de sal, uma pitada de pimenta da sua preferência e mexa bem. Complete com o suco de 1 limão espremido. Mexa novamente e esparrame sobre a salada!

Mama Odette é mesmo uma quituteira. Até quando nem imagina, cria pratos deliciosos. A mais recente novidade é a sopa de fubá com brócolis. Que ficou divina! Podem preparar, fica muito nutritiva e ainda mais saborosa.

tando no fundo da vasilha. No Dia seguinte, a colhada estará pronta. Então, tempere com demais ingredientes e mantenha em geladeira. Vale para comer de aperitivo ou acompanhar saladas.

Sopa de Fubá com Brócolis por Odette Rocha Manfrin fotos: Flavia Rocha | 360

Ingredientes • 3 litros de leite • 2 copos de iogurte natural • 1 colher de cebola batida • 1 colher de gengibre em pó • sal a gosto Preparo: Aqueça o leite até quase ferver, a ponto de tolerar mergulhar o dedo (muito limpo) na panela sem se queimar. Desligue e retire um copo para misturar no iogurte. Mexa bem e depois misture ao restante do leite mexendo muito bem. Deixe esfriar por umas 6 horas na própria panela, cubra com

Ingredientes • 1/2 cebola pequena picada miudinho • 1 dentesde alho picadinho e amassado com um pouquinho de sal • 1 colher de óleo • 1 tablete de caldo de galinha • 1/2 copo de fubá • 4 copos de água quente • 1 copo de água fria • 2 xícaras de brócolis picado • sal e piemnta a gosto Preparo: Refogue o alho e a

cebola no óleo. Acrescente a água quente e o caldo de galinha, que será dissolvido. Deixe ferver e então acrescente o fubá previamente dissolvido na água fria mexendo sem parar para não empelotar. Mexa e tempere até o fubá ficar cozido. Pronta a sopa, acrescente o brócoli já cozido na água e sal. Caso queira dar um toque a mais, passe o brócolis rapidamente numa panela com 1 colher de azeite bem quente.


12 • agenda

cultural _ papo cabeça

Um período mega cultural. Pra se aproveitar de todas as formas e em todos os lugares. Pra quem vive a reclamar que não tem onde ir no interior, veja a grade de programação. E se achar pouco, é só seguir pra se esbaldar na capital. Em tempo: TUDO Gr á tis! SAnTA cRuz • Oficina. oficina de animação Stop motion – Animando uma ideia. Para crianças de 7 a 12 anos, com Marta Russo. Biblioteca Municipal Professor Abílio Fontes. 19/5 _13h -17h • Música.Grupo Performance histórica do conservatório de Tatuí. Professores, alunos de cursos avançadose músicos convidados apresentam repertório do Renascimento e do Barroco (séculos XVI ao XVIII). Palácio da Cultura Umberto Magnani. 31/5_ 20h30 • Literatura. Alvoroço literário. Oficina "História da Música para Crianças - Mozart uma Criança Genial". Biblioteca Municipal. Todas as 4ªs-feiras de maio em horários agendados pelas escolas. • Cinema. Saneamento Básico, o filme. De Jorge Furtado, com Vagner Moura, Camila Pitanga, Lázaro Ramos, Fernanda Torres, Paulo José, Bruno Garcia, Tonico

Pereira, Lúcio Mauro Filho.Classificação: 12 anos. Cine S. Pedro. 3ªs-feiras de maio _ 20h. info: 14 3372 9200. circuito cultural Paulista

por Flávia Manfrin

17 para o Brasil atual, num diálogo entre o “jeitinho brasileiro” e a conhecida malandragem do Gato de Botas. De Caru Ramos e Flávia Maria. Com Caru Ramos, Diego Rodda, Willian Franklin e Aline Mattos. São manuel (25/5) • Teatro Infantil. o Buraco do muro. Com Cia. Maracujá, três crianças vidradas em internet recebem mensagens em seus celulares sobre um tesouro perdido. Assis (6/6), ourinhos (7/6) • Circo. o circo de um homem Só.Com a Cia. Suno. O acróbata e malabarista Duba Becker dá vida a um palhaço solitário que abandona o circo e tenta se adaptar à cidade grande. Santa cruz do Rio Pardo (5/6) Piraju (7/6) • Dança. Grandes clássicos. A Cia Brasileira de Danças Clássicas traz ballets românticos (La Sylphide e Giselle), dança clássica (A Bela Adormecida e Lago dos Cisnes), e trabalhos dos coreógrafos como Luiz Fernando Bongiovanni, Binho Pacheco e Rafael Zago. Avaré (6/6). virada cultural Paulista

• Teatro. o natal de harry – Fermina Daza. Numa espécie de auto psicanálise, e às vésperas do Natal, Harry, um quarentão solitário, vive um embate patético e angustiado consigo mesmo, em sua tortuosa tentativa de compreender e combater as dores de sua solidão. Piraju (17/5). • Teatro Infantil. o Gato de Botas, uma Aventura no Brasil. O espetáculo transporta os costumes e personagens do século

BoTucATu (24 e 25/5) Teatro municipal: 24/5 _ 18h: Marat Descartes – O Natal de Harry [Teatro] Classificação: 16 anos. 21h30: Projeto Mov_oLA – OroborO [Dança] 23h: Nany People – TsuNANY [Stand Up] Classificação: 14 anos 25/5 _11h: Cia. Le Plat du Jour – Os Três Porquinhos [Teatro Infantil] Classificação: 3 anos. 14h: Cia.

agenda MAIO-Junho

Circo de Bonecos – Circo de Coisas [Circo] Classificação: 4 anos 16h: Grupo de Moda da Terceira Idade Roda da Fortuna – O Fantástico Imaginário em Arthur Bispo do Rosário [Performance] • largo da catedral - Praça Pedro Torres [Música]_24/5 _19h: DJ Rubens Ca 19h30: Bando Musical Notívagos Burlescos 21h:Gang do Eletro 22h30: Tusq – Hailuoto (Alemanha) 25/5 _ 00:00 Titãs 13h: Concentração III Marcha Contra a Homofobia 14h: Léo Áquila [Performance] 15h: DJ Rubens Ca 15h30: Encontro das Velhas Guardas 17h: Tiê 18h30: Geraldo Azevedo • Espaço cultural Dr. Gabriel marão_24/5_14h: Feira da Mandioca e Palco Caipira [Diversos 18h: Cine Janela [Cinema] 20h: Grupo de Viola Caipira Cordas da Mantiqueira [Cultura Popular] 25/5_14h: Feira da Mandioca e Palco Caipira [Diversos] • Parque municipal_25/5_ 14h: Palco Rock com bandas de Botucatu e região • Praça do Bosque_25/5_ 00h: Tenda Mix [Música] 13h: Espaço Hip Hop – Arte de Rua [Diversos] • villa Blues** 24/5 _20h:Vira Blues mARÍliA (24 e 25/5) • Teatro Sagrado coração (Av. Nelson Spielmann, n° 746)_ 24/5_ 18h: Chemical Funk – Danças Urbanas – Locking [Dança] 20h: Fanfarra Funk [Música] 21h30: EcoTeatral [Teatro] Classificação: 14 anos 23h: Edson Junior [Stand Up] Classificação: 14 anos 25/5_ 00h: Curtas Pontos MIS – Amor de Thanatos / Nina / Um Dia… E Logo Depois Um Outro / Moto-Perpétuo / Linha do Mar [Cinema]1 1h: Cia. dos Arlequins – Era Uma Casa Muito Engraçada [Circo] 14h:Cia. da Tribo – Quixote Caboclo [Teatro Infantil] Classificação: 5 anos 16h: Grupo de Cururu de Sorocaba [Cultura Popular] 17h: Curtas Pontos MIS – Destimação / Paleolito / O Gigante/A Ilha [Cinema] • Avenida das indústrias [música] 24/5 _19h: DJ Chico Leibholz 19h30: Banda em Balde 21h: Sandália de Prata 22h30: Daúde 25/5 _00h: Ger-

DivulGuE SEu EvEnTo AQui! grátis! agenda@caderno360. com.br

aldo Azevedo 15h:DJ Chico Leibholz 15h30: Moxine 17h: Vanguart – Especial Raul Seixas 18h30: Raimundos

[Música] 01/6_01:00 Rodrigo Cáceres [Stand Up] Classificação: 12 anos 11h: Luciano Queiroz, luthier assisense [Exposição]

ASSiS (31/5 e 1/6) • Teatro municipal (R. Floriano Peixoto, nº 757)_31/5_18h: Cia. Nósláemcasa – Estudo para uma dança [Dança] 20h: Trem Bão – Humanergia Cirandeira [Teatro de Rua] 21h30: Cia Provisório Definitivo – As Estrelas Cadentes do Meu Céu São Feitas de Bombas do Inimigo [Teatro] Classificação: 14 anos 1/6 | 11h: Cia. Lona de Retalhos – Esperando Gordô [Teatro Infantil] 14h:Cirko Volonte – Estapafúrdias [Circo] 15h: Quadrilha de Bonecões do GAMT [Cultura Popular] • Praça Walter monsolelli [Música]_ 31/5_19h: DJ Pedro Pinhel 19h30: Vivi Paccini 20h30: Curtas Pontos MIS – Amor de Thanatos / Nina [Cinema] 21h: Tono – Aquário [Música] 22h: Curtas Pontos MIS – Um Dia… E Logo Depois Um Outro / Moto-Perpétuo [Cinema] 22h30: Metá Metá – Metal Metal [Música] 23h30: Curtas Pontos MIS – Linha do Mar [Cinema] 1/6_ 00h: Moraes Moreira – Acabou Chorare [Música] 15h:DJ Pedro Pinhel [Música] 15h30: Mariangela Zan – Viagem pela Música Raiz [Música] 16h30:Curtas Pontos MIS – Destimação / Paleolito [Cinema] 17h:Vanguart – Muito Mais Que o Amor [Música] 18h: Curtas Pontos MIS – O Gigante / A Ilha [Cinema 18h30: Tulipa Ruiz – Tudo Tanto [Música] • cinema FAc (Rua Brasil, 15)_ 31/5 | 18h30: Body Hits – Brazuca [Dança] 19h:Os EspalhaTralha – Ói Nóis Aqui Traveiz… [Circo] 20h: Grupo Teatro Fabrincantes e Matulão – O Compadre Morte [Teatro] 21h: Alessandra Al Faied – Encantadora Dança do Ventre [Dança] 22h: Catedral do Samba – Do Choro ao Samba [Música] 23h: Banda Contato Imediato – PopRockeando

BAuRu (31/5 e 1/6) • Teatro municipal (Av. Nações Unidas, nº 8-9)_ 31/5_18h: Grupo Pro-Posição – Vis-à-Vis [Dança] 20h: Paulo Brazyl – Light Stencil [Performance] 21h30: Camerata Caipira [Cultura Popular] 23h30: Felipe Absalão – É Tudo Mentira! [Stand Up] Classificação: 14 anos 01/6_11h: As Meninas do Conto – Buuuu! A Casa do Bichão [Teatro Infantil 14h:Barracão Teatro – A Julieta e o Romeu [Cultura Popular] Área externa em frente ao Classificação: 12 anos 16h: Cia. Luis Louis – 700 Mil Horas [Teatro] Classificação: 14 anos • Parque vitória Régia (Av. Nações Unidas)_ [Música] 31/5 _19h: DJ HarryGoes 19h30: Samanah 21h: Filipe Ret 22h30: Aliados 01/6_00h: Ira! 15h: DJ HarryGoes 15h30: Iara Rennó 17h: Lucas Santtana e Jorge Mautner 18h30: Almir Sater • Sesc Bauru (Av. Aureliano Cardia, nº 6 -71) _31/5_18h: Cias. Pato Mojado & Latin Duo (Argentina) – Torta na Cara: Clássicos de Ontem e Hoje [Circo] 19h: Cia. Liga da Dança Dura – Cardápio de Dança [Dança] 20h: Eduardo Gudin & Notícias Dum Brasil convidam Dona Inah [Música |Classificação: 12 anos 22h: Cine Hollyúdi [Cinema] Classificação: 12 anos 1/6_10h30: Bloco do Bebê [Música para Crianças] 11h30:Vânia Bastos, Selma Reis e Marcos Paiva – 40 Anos Sem Pixinguinha [Música] Classificação: 10 anos 14h: Cia. Meu Corpo Meu Brinquedo [Dança] 15h: Grupo Pia Fraus – Bichos do Brasil [Dança] 16h: Renata Rosa [Música] Classificação: 10 anos 17h30: Grupo De Pernas para o Ar [Teatro de Rua] info: viradaculturalpaulista.sp.gov.br


• Música

*Tiago Cachoni

HAJA Disposição

Fotografia: coletiva mobgraphia. Imagens criadas por 12 fotógrafos através de celulares, usando aplicativos diversos. Participam com 5 fotos cada: @aurch, @cadulemos @cesinha @ericohiller @fabsgrassi @juanesteves @ovidio001 @rickyarruda @rodrigobw @rrojas65 @sardinha17 @theorocha. 13 a 18/5. MIS – Av Europa, 158. Info: 11 2117 4777 _ foto: juan Esteves virada cultural São PAulo (17 e 18/5) Haverá programação também em unida-des do SESC, no Cinesesc, Casa das Rosas, Museu da Casa Brasileira e em 31 unidades CEU. • PAlco jÚlio PRESTES_18h: Ira! 21h: Baby do Brasil 0h: Vanessa da Mata 6h: O Teatro Mágico 9h: Pepeu Gomes 12h: RZO 15h: Luiz Melodia 18h: Martha Reeves & The Vandellas • PAlco ARouchE_19h: Peninha 21h:Rosanah 23h: Kátia 1h: Tati Quebra Barraco 3h: Gang do Eletro 5h: The Rossi:Tributo a Reginaldo Rossi 7h: Lafayette+ Autoramas + B Negão 9h: Márcio Greyck 11h30: Falcão 13h30: Brea na Garoa (Felipe Cordeiro + Lia Sofia + Lue) convida Manuel Cordeiro, Dona Onete e Fafá de Belém 16h: Valesca Poposuda 18h: Roberta Miranda • PAlco luz_19h: Velha Guarda do Camisa Verde 21h: Riachão 23h: Monarco 1h:Mart'nália 3h:Fabiana Cozza 5h:Originais do Samba Homenageia Mussum 7h: Sombrinha 9h: Almir Guineto 11h: Nelson Sargento Teresa Cristina Eliana de Lima 17h: Pagode 90 • PAlco Sé: Stand Up Comedy

• 25 DE mARço_18h: Festa I Love Baile Funk C/ DJ Grandmaster Raphael, MC Sabrina, MC Mascote, MC Galo 21h: Mc Lon 23h: Tropikillaz (Djs Zegon e Laudz) 2h: Ivo Mozart 4h: Pollo 7h: MC Nego Blue (oficial ) 9h30: Forfun 12h: MC Bola 14h:Cone Crew 17h: Mc Gui • PAlco BARão DE limEiRA (Reggae e Latino)_ 20h: Juçara Marçal 22h: Bixiga 70 00h: Systema Solar 2h: Bomba Estéreo 4h: RPB Red Plastic Bag 6h: Dengue Dengue Dengue 8h: Filosofia Reggae 10h: Jah I Ras (Kadhu) 12h: Mato Seco 14h: Tribo de Jah 16h:Al Griffiths 18h: Planta e Raiz • PAlco São joão (Rock)_19h: Jackson Firebird 21h: homenagem Helcio Aguirra 23h:Uriah Heep 1h:Mark Farmer 3h:Secret Chiefs 3 5h:The Medics 7h: Anjo dos Becos 9h: Agent Orange 11h: Gueto 13h: Dominatrix 15h: Mercenárias 17h: Lydia

Lunch • PAlco REPÚBlicA_ 18h: Hammond Grooves 20h: Stanley Jordan 22h: Paul Jackson Trio 00h:União Black 2h:Fefé 4h: Fernanda Abreu 6h:Blitz the Ambassador 8h: Dexter e MV Bill 10h: Projeto Nave (Marechal, Kl Jay, Síntese, SNJ, Ogi, Dexter) 12h: Evinha & Trio Esperança (Clássico Casaco Marrom) 14h: Dom Paulinho 16h: Spok Frevo • TEATRo municiPAl_18h: Célia (1972)- Célia com Verocai 21h: Tetê e o Lírio Selvagem (1978) - Tetê Espíndola 0h: O Romance do Pavão Mysteriozo (1974) - Ednardo 3h:Fausto Fawcett e os Robôs Efêmeros (1987) Fausto Fawcett 6h: Mandinga (1988) - André Christovam 9h: Summertime (1981) - Cida Moreira 12h: Trem de Ferro (1969) Claudette Soares 15h: A Bossa Negra (1961) - Elza Soares info: www.estadao.com.br

Muitas vezes a gente vê por aí pessoas reclamando da falta de opções de programas culturais neste nosso amado interior paulista. Costumo discordar e, ao menos na minha área (música), vou comprovar nas mal traçadas abaixo. Basta um pouco de disposição pra encarar a jornada.

mais uma vez a brasiliense Móveis Coloniais de Acaju, banda que há mais de 10 anos promove o show mais animado deste Brasil. Vale muito a pena conferir a mistura maluca de ska, rock, jazz, MPB, samba, ritmos do leste europeu, e o que mais der na cabaça dessa rapaziada.

Maio é mês de Virada Cultural, tanto na capital como no interior. Aqui, pela primeira vez as cidades foram divididas entre dois finais de semana, o que é ótimo, dada a oportunidade de conferir mais coisas.

No dia 31 de maio, em Ribeirão Preto, haverá nova edição do tradicional festival João Rock. As atrações? O Rappa, Nação Zumbi, Paralamas, Zé Ramalho, Nando Reis, Raimundos e ele, mestre soberano: Jorge Ben Jor. Divida o preço da entrada (R$60) pelas atrações e você chegará a um custo-benefício difícil de ser batido.

Em nossa região, Marília contará nos dias 24 e 25 de maio com shows de Geraldo Azevedo, Vanguart e Raimundos. No final de semana seguinte, Assis receberá Metá Metá, Moraes Moreira (interpretando um dos maiores discos da história da música brasileira, “Acabou Chorare”, do Novos Baianos, banda da qual fez parte), Vanguart e Tulipa Ruiz, revelação da chamada nova MPB, com dois bons álbuns no currículo. Se você preferir Bauru, poderá conferir a volta do Ira!, ou ao menos da metade, digamos, mais importante dele (Nasi e Edgard Scandurra), além do curioso encontro de gerações que será o show conjunto de Lucas Santanna e do sempre maluco Jorge Mautner. Para fechar, Almir Sater, mostrando a verdadeira música sertaneja.

Antes disso tudo, o sempre ótimo Sesc Bauru trará novamente o rapper Emicida à nossa região (18 de maio, quarta-feira), agora promovendo seu elogiadíssimo disco “O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui”. E para quem quiser um show de Nando Reis fora de festivais, ele virá à Marília no dia 07 de junho, no Golden Palace. Isso sem contar a enxurrada de bandas da região, encabeçadas pelos grandes Ultraje à Rigor e Raimundos, que farão bonito no próximo Rock in Rio Pardo, na minha querida Santa Cruz. Mas isso é um assunto pra uma próxima edição

Ainda no dia 24 de maio, Bauru receberá *músico que já está se alongando para a maratona que se anuncia


14 • bem

viver

BUNDAS incendiárias

*José Mário Rocha de Andrade A sedução, todos sabem de papel passado, tem várias moradas. Incendiário é o que incendeia, faz pegar fogo. Bunda, no imaginário erótico do brasileiro é algo nunca grande o bastante.

O perfume, esse supérfluo essencial, essa infusão do aroma da natureza e da mulher, delicia o olfato, toma o corpo, alcança a alma, faz levitar, sorrir o coração apaixonado, é carícia que envolve, seduz e eterniza o momento.

arte: Franco Catalano Nardo | 360

Um amigo santacruzense gosta de contar da irresistível descida do seu olhar em direção a uma deslumbrante cruzada de pernas. O que ele não poderia imaginar é a surpresa que o aguardava pernas abaixo. Deparou-se com os pés mais sensuais de sua vida. Maravilhosamente torneados moviamse com graça e encanto a espreguiçar e brincar esbanjando classe, capturando seu olhar. Seduziram-no à primeira vista os pés da mulher com quem algum tempo depois se casou.

puta de espaço entre Deus e o Diabo. Machado de Assis sabia do que falava: “Capitu, apesar daqueles olhos que o Diabo lhe deu... Você já reparou nos olhos dela? São assim de cigana oblíqua e dissimulada”. “Aqueles olhos que, como as ondas do mar em ressaca, te avassalam sem perdão, com força e volume, para depois te sugarem novamente de forma implacável para dentro de suas águas no momento do refluxo”. Nos olhos, a compaixão e as lágrimas falam a língua do coração, mas também se incendeiam e lançam chamas de desejo. Bundas incendiárias? Metáfora a cantar o quanto é bom viver enquanto há lenha a queimar, afinal, quem é que se importa com queimaduras e chamuscados aqui e ali? As portas da percepção abrem-se no decorrer da vida, até que começam a se fechar. O caçador da estória do Chapeuzinho Vermelho diz com convicção: “enquanto há vida, há esperança”. Aprendi na preparação para a Primeira Comunhão que a chama é o símbolo da vida. Assim, que eu viva a vida enquanto há chama e não além da minha própria vida.

Os olhos, as janelas da alma, da contemplação do sublime, são também as vias de entrada do desejo, da cobiça, da dis-

Você é Machista? Quanto? E seu companheiro, é? Nas duas últimas edições do 360 colocamos várias situações pelas quais passam um casal. E convidamos o leitor a encontrar a cena mais parecida com a sua realidade. Veja os resultados para as 11 questões já publicadas, responda a última questão que apresentamos abaixo e avalie quanto o machismo faz parte da sua rotina e do seu comportamento * 12- você acordou doente e não consegue ir trabalhar. você: a) liga para sua companheira, reclama que esta “sofrendo” e doente e pede que ela vá cuidar de você. Ou liga pra ela de hora em hora. b) liga para sua mãe e pede para ela ir cuidar de você. c) liga para o seu médico e age segundo as instruções dele. d) liga para sua companheira, reclama, se exalta e não leva a sério as dicas dela, depois liga para sua mãe e faz o que ela indicar. e) toma um banho. Avalia se melhorou, liga para seu médico e depois avisa sua companheira que está de cama, mas com tudo sob controle.

*médico santa-cruzense radicado em Campinas | zemario@caderno360.com.br

O Bacana.(até 12 pontos): Você é Bacana o cara que toda mulher sonha ter como companheiro. Mantém uma relação equilibrada onde a mulher tem os mesmos direitos e liberdade que você. Com isso, consegue transformar o dia-a-dia feminino num paraíso! O Bonzinho (de 13 a 20 pontos): Apesar de algumas derrapadas, você consegue fazer sua companheira feliz. Ela acha que a relação vale a pena e vocês conseguem ter uma relação saudável! O Bronco (de 21 a 40 pontos): Você só está junto da sua companheira (se ela já não deu no pé!) porque vocês têm vínculos muito Pontuação para cada questão: 1) A=1, B=1, C=2, D=3, E=3. 2) A=1, B=2, C=3, D=4, E=4. 3) A=2, B=2, C=1, D=3, E=4. 4) A=4, B=3, C=2, D=1, E=1. 5) A=3, B=1, C=4, D=1,E=1. 6) A=1, B=2, C=3, D=4, E=10. 7) A=1, B=2, C=3, D=4, E=10. 8) A=1, B=1, C=1, D=3, E=4. 9) A=3, B=2, C=2, D=1, E=1. 10) A=4, B=3, C=2, D=1, E=1. 11) A=4, B=3, C=2, D=1, E=1. 12) A=4, B=3, C=1, D=4, E=1.

sólidos, como filhos ou dependência financeira, ou porque é muito sedutor ou, ainda, porque ela é muito acomodada. Mas ela não é uma pessoa feliz. É uma pessoa caridosa que tem complacência com sua grosseria. O Babaca (mais de 40 pontos): Se você por acaso tem uma companheira, pode fazer um altar para ela. Porque só uma santa, sofredora, que passa por muitas provações com fé num milagre é

capaz de aguentar tanta falta de respeito. Por isso, pare pra pensar e avalie se você gostaria que alguém tratasse você, uma filha sua ou sua mãe da mesma forma. Caso ache que sim, você não tem remédio.


Pingo Rosnou e quase Latiu!

Pingo nasceu com Alvinho e com ele se criou. Sem brigas, sem ameaças, brincando, aprendendo, sendo amigos. Muitas vezes Alvinho viu e ouviu Pingo latir de alegria, fazendo festa nas brincadeiras, mas nunca o havia visto rosnar. Aquele jeito que os cães mostram os dentes enormes sem abrir a boca e soltam um som ameaçador de briga. Um dia Pingo viu Alvinho com medo de dois meninos que o ameaçavam. Perceber Alvinho em perigo

O que é, o que é? despertou seu instinto selvagem de defesa e Pingo rosnou feroz mostrando seus enormes dentes caninos ... Rohrraaahhhh!!! Antes que latisse alto, viu assustado Alvinho rindo dos meninos fugindo apavorados de medo de um cachorro que só sabia brincar... e rosnar.

… que é meu, mas meus amigos usam mais do que eu? … que todas as mães têm. Sem ele não tem pão. Some no inverno e aparece no verão? … que fica cheio de boca para baixo e vazio de boca para cima?

respostas: nome. o til. chapéu.

P i n g o

arte: Sabato Visconti | 360

15 • meninada


360 ed100 mai2014  

Edição nº 100 do jornal Gostoso de Ler! As melhores notícias para quem vive no interior!

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you