Page 1

1


A música serve para divertir, emocionar, acalmar, estimular e harmonizar. Ela cumpre ainda um importante papel na inclusão social, eleva a auto estima e ainda aflora o interesse artístico nas pessoas. A música é divina!


Diretoria da Associação Trindalata Elisama Silva Pinheiro do Nascimento Carlos Eduardo Pinheiro do Nascimento Edla Maria de Souza Caminha Ramos Isaías de Souza Ramos Pricilla Conceição da Costa Santos

DIRETORIA MISSÃO VISÃO 4


ASSOCIAÇÃO TRINDALATA DE PROMOÇÃO SOCIAL, EDUCACIONAL, CULTURAL, ESPORTIVA E AMBIENTAL, também reconhecida apenas como ‘TRINDALATA’, é pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos ou econômicos, com duração por tempo indeterminado, fundada em 08/01/2008, com sede a Rua Carangola, s/n – Parte-lote 2, C-02, Quadra 75 Bairro Trindade – São Gonçalo, Rio de Janeiro. CEP 24.457-090. O TRINDALATA tem por objetivos gerais, dentro da sua capacidade financeira, econômica, física, material, logística e de recursos humanos, oferecer assistência para inclusão social, através da criação e execução de projetos e programas sociais, educacionais, culturais, esportivos e de envolvimento nas questões da proteção e preservação do meio ambiente.

A MISSÃO Promover o desenvolvimento social do ser humano, através da educação, da arte, da cultura e do esporte. Atuando na garantia dos direitos das crianças e adolescentes, apoiando jovens e adultos que buscam na educação a capacitação e requalificação profissional para empregabilidade, atuando como agente transformador, levando as pessoas alcançadas pela instituição a terem qualidade de vida e incluídas socialmente.

A VISÃO Impactar a sociedade através dos resultados alcançados na melhoria das condições de vida das pessoas atendidas pela associação e ser reconhecida como uma organização que desenvolve projetos e executa programas que visem diminuir as desigualdades sociais com qualidade e resolutividade.

OS VALORES Solidariedade, ética, responsabilidade, transparência, justiça social, criatividade, respeito e compromisso com a vida e o meio ambiente.

5


SUMÁRIO


8-9 Depoimentos 10 - 13 Reaproveitar Educando 14 Sesc São Gonçalo 15 SIPAT NA TRANSPETRO 16 Show da Aline Barros 18 - 19 B.Braun 20 - 21 Release Eduardo Pinheiro

Intercâmbio Internacional Copacabana Trin & Pisc TRANSPETRO

28 - 29

22 - 25

30 - 31 Ong Grupo pela Vidda 32 - 33 Imprensa 34 Projeto Trin’Cajon 35 Nossa casa,lugar de guardarnossas raizes 36 - 37 Intercâmbio com Rafael Santa Cruz


EDUARDO PINHEIRO • MÚSICO PERCUSSIONISTA Edu Pinheiro é Músico (Percussionista) e cantor. Versátil e eclético, seu repertório se adapta de acordo com as necessidades do espaço e do evento; tendo em sua composição sucessos consagrados. Iniciou seus estudos de percussão aos 07 anos de idade por intermédio de seu irmão mais velho. Através de um desenvolvimento autodidata nos instrumentos, começou a acompanhar grupos profissionais aos 15 anos. Mais tarde descobriu o canto como afluente de sua musicalidade, e aprofundou seu conhecimento com estudo teórico e histórico dos instrumentos de percussão. Cds gravados: Dentre os trabalhos gravados por Edu Pinheiro destaca-se sua atuação no meio gospel, tendo com a Primeira Igreja Batista de Trindade, SG, a qual tem um trabalho de destaque em todo o Brasil, gravado quatro Cd’s ao vivo: ”O Senhor Reina”;”Deus é Maior”;”Cristo é Rei”e”Celebremos a Vitória”. Gravou o homevideo “Deus Faz”pela Mk Pulicitá – do renomado cantor Gospel Marquinhos Gomes, realizado no Olimpo RJ. Teve ainda a oportunidade de gravar o Cd “O Escolhido” - pela MK Publicitá – ao lado de grandes nomes como: Carlos Bala, Marcelo Martins dentre outros, com a produção de Marinho Brasil e Paulo Calazans. O seu mais novo trabalho com as percussões foi na gravação do CD da Cantora Luciana Carvalho “Batucada” todo em ritmo baiano, Adriana Marques “Ao teu Encontro”, Cristina Mel, indicada ao GRAMMY LATINO 2007 em seu 1ª CD em Espanhol “Alcanzar Tu Corazón” (www. cristinamel.com.br), PELA LINE RECORDS e o tão esperado DVD no Ribalta RJ, ao vivo “ The Universal Gospel Choir “Live In Brazil”, primeiro trabalho do grupo pela gravadora, (fotos disponíveis no site www.linerecords.com.br) e agora em julho de 2008 participou nas percussões da gravação do DVD da cantora Luciana Carvalho que revolucionou a música gospel com ritmos baianos sob a produção do Wagner carvalho. Workshops realizados: Através do reconhecimento de seu trabalho, foi convidado a participar do Primeiro Encontro de Percussionistas Gospel do Rio de Janeiro (nov/2000) realizado no Projeto Vida Nova de Irajá, Ministrou seu Primeiro Wokshop que gerou um grande sucesso. Desde então tem sido requisitado por vários artistas para gravações com as percussões e backing vocal, bem como Workshops sobre ritmos e instrumentos de percussão. Sua experiência resultou na coordenação do 1ª Workshow de Percussão realizado na Pib de Trindade com outros Percussionistas, bandas e músicos convidados por Edu Pinheiro.

8


Atualmente, Edu Pinheiro leciona na ONG Grupo pela Vidda de Niterói, no projeto Convivência Positiva patrocinado pela Petrobras, no Parque Ambiental Praia das Pedrinhas, Piscinão de São Gonçalo, no projeto Atitude Sustentável, uma realização do Governo do Estado do Rio de Janeiro, SUDERJ, patrocinado pela Petrobras, organizado pelo Instituto Muda Mundo. Desenvolve desde 2005 um trabalho comunitário (filantrópico) junto a Associação Trindalata, ministrando aula de iniciação musical em percussão e construção de instrumentos com materiais reaproveitáveis e recicláveis, trabalhando com turmas de crianças, adolescentes e jovens, à sua comunidade da Trindade em SG, onde seu objetivo é levar arte, educação e cultura musical a todas as camadas sociais.

9


ANA CLARA Me lembro muito bem desse dia até porque foi o melhor dia para mim . Eu acho que foi o único dia em que todo mundo participou e além disso arrebentamos , tocamos tão bem que até o chão tremeu . Todo mundo amou esse dia e professor então...Comemos , se divertimos e entre outros . Esse dia realmente marcou

NOHANZINHO Bom o que eu posso dizer sobre esse projeto maravilhoso chamado Trindalata...bom eu sempre gostei de percussão mas nunca imaginei que poderia tirar sons de galões bombonas, latas e eu fiquei admirado com o que o projeto proporciona as pessoas carentes vi jovens que poderia ter tomado outros rumos mas o projeto tava lá e ajudou muitas famílias, fizemos várias apresentações em vários lugares e acho que oque falta ao projeto é um patrocinador alguém que faça esse projeto crescer pois nós temos talentos de sobra pra mostrar e hoje eu não tenho vergonha nenhuma e falar que toco instrumentos reaproveitaveis, eu tenho orgulho em dizer que faço parte desse projeto e isso ai, não tenho muito a dizer só tenho a agradecer o projeto, obrigado isso e o fim.

TIA EDLA E TIO ZAZÁ Olá Galerinha! Falar do Trindalata não é muito fácil, pois, por mais que tentemos será ainda muito pouco diante de tantas histórias de vida que o “trin”, na pessoa de seus idealizadores e parceiros já conquistaram para esses meninos e meninas de nossa comunidade. Gostaríamos de ressaltar que fazer diferença é muito mais do que ser apenas diferente. Temos apreciado o trabalho de inúmeros agentes de transformação que através de seus projetos têm mudado caminhos. O TRINDALATA É UM DELES! O que podemos afirmar é que o projeto tem atingido a auto estima de todos que participam, unindo famílias, reconstruído valores e superando limites. Nosso desejo é que você participe desse negócio de transformar vidas, afine seus instrumentos e venha fazer a diferença conosco.

10


MATHEUS LOPES Trindalata: uma história, um sucesso! Reaproveitar os lixos, assim como: bombonas, galões plásticos e latas, que são considerados inúteis ao meio ambiente para valorizá-los e torná-los úteis tanto para a sustentabilidade do nosso país, como para vidas de crianças e adolescentes que aprendem a fazer do lixo um instrumento musical, tem sido uma iniciativa do projeto social Trindalata que visa desenvolver a criança e o adolescente em aspecto intelectual, profissional e social, além de automaticamente ensinar a cada aluno o reaproveitamento do lixo tanto para torná-los instrumentos como para através dele produzir uma fonte de energia. O Projeto Trindalata, iniciado em agosto de 2005, sob o comando do Edu Pinheiro (Tio Dudu), percussionista profissional, mudou a minha perspectiva acerca da percussão, já que não tinha nenhuma noção de saber tocar aqueles instrumentos (latas, bombonas e galões) nem projetava participar do Trindalata, pois via o projeto como algo que não acrescentaria e que não faria nenhuma diferença na minha vida. Mas, por um convite do Tio Dudu comecei a participar e, para minha surpresa todo o meu pensamento e todas as minhas palavras que me levavam a não participar do Trindalata foram inválidas a partir do momento em que fui atraído pelo projeto. De tal maneira comecei a perceber os enormes benefícios, desde meu desenvolvimento pessoal (minhas atitudes, minhas decisões, meu caráter) até o meu desenvolvimento cultural no crescimento e aperfeiçoamento dos diversos estilos musicais e da forma como utilizava os instrumentos do projeto que são frutos de materiais que estão sendo preparados para tornarem-se lixos, por não mais servir me enriqueceu através de idéias que vim tendo acerca dos meus projetos de vida. Depois de me introduzir no projeto, me afastei pelo meu próprio descuido em me envolver com outras atividades que priorizei mais do que o Trindalata sem saber administrar o tempo das atividades que eu tinha para fazer. Acabei ficando um bom tempo sem retornar ao projeto. Se quer dei notícia sobre o meu afastamento. Andava desapercebido de que tinha que retornar ao projeto. Apenas tinha lembranças dos momentos maravilhosos que vivi no Trindalata. Mas, novamente por meio de um convite do Tio Dudu - em agosto de 2011 – decidi voltar ao projeto. Porém, dessa vez com a intenção de não só participar do grupo tocando algum instrumento, mas ser parceiro desse projeto, contribuindo através das experiências que vivi no Trindalata, podendo assim, repassar as informações para todos que compõem o projeto, que fica localizado na comunidade da Trindade, que pertence ao município de São Gonçalo, dentro do Estado do Rio de Janeiro. Agradeço a Deus em 1º lugar, ao Tio Dudu que me auxilia e até hoje me dá alguma orientações sobre o projeto e também agradeço a todos que colaboraram de alguma forma para o desenvolvimento do projeto.

11


RAVEL

12


MINHA VIDA, MINHA HISTÓRIA! Durante uma faze da minha vida, tive o imenso prazer de participar de um projeto que jamais poderei apagar da minha memória. Projeto este que além de fazer o que mais gosto, que é viajar no ritmo da música, iniciar minha carreira em outra etapa. As boas amizades que fiz e ter como professor um homem sonhador, que nunca desistiu de fazer nascer e crescer a TRINDALATA, e chegar onde está hoje. Com o intuito de promover por meio da solidariedade, todo conhecimento adquirido em sua vida, ensinou-nos não apenas a ser músicos, mas nos mostrou o caminho de sermos cidadãos melhores na sociedade.

13


Participe desta idéia, Trindalata, a nova forma de reaproveitar educando. Em agosto de 2005, o músico percussionista Edu Pinheiro, foi convidado pela Diretora da “Escola Municipal Professora Marlucy Salles”, a ser um dos professores do projeto Escola Aberta, Programa do Governo Federal, instalado em parceria com a Prefeitura de São Gonçalo. Conta Edu que sua idéia inicial era de montar uma escola de samba no bairro, só que o projeto ficava fora da verba cedida e Edu percebeu que seria inviável a implantação do projeto. Com perseverança Edu não cruzou os braços, lembrou de numa brincadeira que costumava fazer com seus primos na época de sua infância, juntava latas de leite ninho e pegava baldes escondidos de sua avó ‘em memória’, para fazer os batuques, apostou e correu atrás, lembra Edu que junto com a Diretora Célia na época (2005) e uma das professoras hoje coordenadora de projeto do Marlucy, levaram a proposta do projeto junto a GETEK uma empresa do Bairro, e conheceu o senhor Genézio, que com muito carinho analisou o projeto e em semanas, foi disponibilizado uma verba para a aquisição das bambonas e galões para a preparação e execução do Projeto Trindalata. Hoje mais de 600 crianças e adolescentes já foi assistida pelo projeto, e destacamos os bairros, Jardim Catarina, Salgueiro, Itaóca, Sta Izabel e Portão do Rosa, onde o projeto já passou, com parceria com a SMDS (Secretaria de Desenvolvimento Social) no Programa o Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), ONG Comunidade S8 em Marambaia. Atualmente como modelo o Projeto Trindalata enquanto ação é desenvolvido no Boa Vista no Projeto “Atitude Sustentável” no Parque Ambiental Praia das Pedrinhas, antigo “Piscinão de São Gonçalo” numa parceiria com o Governo do Estado e Petrobras, e na ONG Grupo Pela Vidda de Niterói, no projeto Convivência Positiva também patrocinado pela Petrobras.

14


Novembro de 2005 Na Praça da Trindade, aconteceu o primeiro evento do Projeto Trindalata, sendo inaugurada após sua reforma, Diretores de Escolas, a Reitora da Universo, Professora Marlene Salgado e a Prefeita Aparecida Panisset, marcam presença no evento!

Na quadra da Unidade SESC de SG, aconteceu à primeira apresentação do grupo no ano de 2006. Com muitos aplausos e alegrias, a galerinha do Proj. Trindalata, se apresentou para uma platéia muito especial, os primos, Luiz Filipe e Tiago Nascimento, brindaram o dia cantando o nosso Rap “Periferia”, letra criada por Glauber Luiz, “Tio Gal”. A garotada mostra seu talento e entusiasmo aos pais e alunos presentes na arquibancada, marcando presença e esbanjando performance e talento.

15


SIPAT NA TRANSPETRO Semana Interna de Prevenção de Acidente no Trabalho Pela primeira vez, o projeto Trindalata se apresenta na Transpetro, na sede da Petrobrás, abrindo o evento em grande estilo, descontração, aplausos foram os ingredientes que viveram os funcionários e diretores ao assistirem as crianças e adolescentes do projeto, tocando com o material reaproveitavel. Neste dia as 6:00h da manhã, foi o horário que a turma embarcou com muito entusiasmo. Palavras do aluno Jhone; “Tio Dudu eu nem dormi esta noite direito, pois não via a hora de nós irmos para o show”, aluno de apenas 8 anos de idade.

16


1o Show no Rio de Janeiro no PAN. Realizado pela JOCUM

17


18


Centro de Sรฃo Gonรงalo no Show de Aline Barros

19


20


B. Braun - Sharing Expertise - Brasil Após a semana de voluntariado e valorização do meio ambiente na colônia de férias em julho/2009, onde Edu e o monitor “Tio Juan” participou, foi a vez da equipe da Trindalata, participar do evento na B. Braun no bairro Arsenal em São Gonçalo. Foi numa tarde de sábado que os beneficiados do projeto, se divertiram e se apresentou para os e Diretores e Funcionários da empresa, que participavam de uma campanha que a empresa realizou recebendo doações de alimentos para familiar carentes do em torno da B. Braun, muitos alimentos foram arrecadados. A presentação da Trindalata foi um sucesso, destacamos o (TRI’NACIONAL) hino Nacional, que o público cantou e se emocionou com a execução do novo arranjo, feito pelo músico Edu Pinheiro. A equipe de voluntários, com muito empenho se destacou na organização tanto para o lanche que antecedeu a apresentação quanto na arrumação da Orquestra dando melhor visibilidade a Associação Trindalata. O “Tema 1”, instrumental onde acontece os improvisos dos, levantou os funcionários, aplausos e assovios, levantaram a auto-estima dos ritmistas, levando em consideração um dos objetivos da Associação que é a Inclusão Social. Hoje a B. Braun é um dos parceiros da Associação, doando as Latas de óleo de soja e Bambonas, com objetivo que é o reaproveitamento e a reciclagem dos materiais doados.

21


22


Intercambio Internacional em COPACABANA TRIN & PISC

23


Intercambio Cultural na Arena da SOCCEREX O Professor de Percussão Edu Pinheiro realiza um de seus objetivos, que é a inclusão social e a junção entre crianças e adolescente, de bairros diferentes, através do projeto Trindalata, em que contou com a participação de seus alunos do “Piscilata” do Piscinão de São Gonçalo, administrado pela SUDERJ. Fonte: http://www.suderj.rj.gov.br/detalhe_noticia.asp?ident=569

Em Novembro de 2010, Copacabana foi palco de mais um espetáculo do esporte em frente ao Copacabana Palace, SOCCEREX FOOTBAL, na abertura dos jogos, as crianças e adolescentes que fazem parte do projeto Trindalata e Piscilata, tocaram juntos mostrando seus talentos musicais formando uma Orquestra de Tambores através de materiais reaproveitáveis, eles contaram com a presença dos jogadores Denilson e Romário, o evento foi um sucesso. De 2010 até 2013, o Rio de Janeiro receberá a Soccerex, a maior feira internacional dedicada ao futebol do mundo. Ela acontece uma vez por ano e reúne os maiores responsáveis da indústria futebolística para uma conferência excepcional. A feira Soccerex ainda inclui um jantar de gala e um festival emocionante de futebol. O evento foi realizado pela primeira vez na Inglaterra, dentro do estádio de Wembley, em 1997. Depois passou por Paris, Los Angeles, Manchester, Dubai e Johannesburgo antes de chegar ao Rio. A 1ª edição do evento no Rio acontecerá nos dias 20 à 24 de novembro no Forte de Copacabana. O evento também tem uma agenda de palestras e debates com os mais importantes protagonistas dos negócios do futebol. A Soccerex declara ter gerado 120 milhões de libras através de negócios gerados, investimento estrangeiro e despesas dos participantes nos três anos em que sediou seu evento na África do Sul. São esperados pela organização mais de 3,5 mil delegados e 300 empresas expositoras de todos os ramos de negócios relacionados ao futebol em todo mundo compareçam ao evento. Fonte: http://www.riotemporada.com.br/2010/soccerex-no-rio-de-2010-a-2013/

24


25


26


TRANSPETRO-PETROBRAS

27


THAINÁ SAMPAIO

28


Show Marcante do Trindalata na TRANSPETRO Eu lembro de quando fui pela segunda vez para a Transpetro, eu estava morando longe do ponto de encontro, estávamos atrasados para o show, quando Dudu ligou la pra casa avisando que o ônibus estava a caminho, eu e minha irmã gêmea Thais saímos correndo, quando nós chegamos na esquina de minha casa encontrei minha colega do Trindalata (Ávynne) indo na minha casa, ai eu perguntei; “O que você está fazendo aqui sua louca?” ela respondeu; “Vim te chamar”, ficamos rindo. Estávamos andando quando vimos um ônibus enooormeee de quase dois andares, fiquei de queixo caído, fiquei surpresa quando Dudu nos chamou minha colega ficou cheio de medo de ser chamada a atenção, pois o Dudu já tinha nos avisado pra numa situação como essa de ‘eventos’, é pra ninguém sair do ponto de encontro pra não haver atrasos e stress,... e Ávynne foi nos buscar rsrsrs. Quando chegamos lá, ficamos felizes, após a apresentação do Trin. Um dos diretores da Transpetro se tornou fã do projeto, sensibilizado com a nossa apresentação nos trouxe uma palavra de incentivo contando sua história de vida que também cresceu numa família sem muito recursos... aí ele falou “A apresentação de vocês foi maravilhosa, emocionou a todos, mas saibam de uma coisa, nunca desista de seus sonhos e não abaixem a cabeça para ninguém, perseverem vocês teram muito sucesso na vida.” E fomos para casa. Muiii show, Muiii bom kkkkk...

29


30


Projeto Trindalata Interc창mbio com Rafael Santa Cruz

31


Depoimento em forma de Rima ROBSON FERREIRA, ALUNO PARTICIPANTE DO GRUPO PELA VIDDA. Eu ia de mal a pior Não tinha mais perspectiva Agora estou bem melhor Devo isso ao grupo PELA VIDDA Pois lá eu puder conhecer Tio DUDU, professor de percussão Que me fez aprender a rir pra valer De tanto que é brincalhão Falou charanga, pra que Eu já roubei o seu bordão Paralelo as aulas Vou criando letras de montão Coisas antes era difícil Por falta de inspiração Mais depois do projeto Ficou mais fácil desde então Autor: Robinho

32


ONG GRUPO PELA VIDDA DE NITERÓI O Grupo pela Vidda que tem em sua missão o desejo é que as pessoas com HIV não sejam discriminadas, obtenham o cuidado apropriado de acordo com as suas necessidades, tenham acesso à atenção à saúde, e que no mínimo prazo possível consigamos reduzir o número de novos casos de infecção pelo HIV e de óbitos por aids. Tem como Professor e Educador o Músico Percussionista, Edu Pinheiro, lecionando desde 2009 em um de nossos projetos, os adolescentes tem alcançados bons resultados e influência musical através do professor, encontros e intercâmbios são realizados em conjunto com a Associação Trindalata, destacamos o intercambio realizado na cidade de Casemiro de Abreu, cerca de 60 alunos tocaram juntos para um público de 1200 pessoas entre alunos e pais, da Escola Particular da Primeira Igreja Batista de Casemiro de Abreu, auto-estima, cultura e cidadania plena, o nosso desejo é de perpetuar esta parceria, levando o trabalho a sério e a encontros positivos do soro-descordância, em todo território Nacional e Internacional. O PROJETO CONVIVÊNCIA POSITIVA DO GRUPO PELA VIDDA, TEM COMO PATROCINADORA A PETROBRAS EM UM DE SEUS PRJETOS, CONVIVENCIA POSITIVA. FONTE: http://www.pelavidda-niteroi.org.br/wp_portugues/convivencia_positiva/

33


Imprensa

34


Projeto Trin’Cajon A Associação Trindalata, tem como objetivo desenvolver outros projetos sócio culturais entre eles o de ensinar os beneficiados a pratica musical, tocando o instrumento de Percussão Afro Peruano chamado Cajón, lançando a primeira Orquestra no Brasil de Cajón. Edu Pinheiro conta sua Experiência em Lima-Peru no II Festival Internacional de Cajón, em abril de 2009. Em abril de 2009, tive a oportunidade de assistir de perto aos shows e workshops de vários gêneros musicais com o cajón, por inúmeros músicos, e é claro, registrei tudo em vídeos e fotos. O FESTIVAL INTERNACIONAL DE CAJÓN, é um dos eventos mais respeitado do Peru o que possibilitou e me inspirou a trazer para o Brasil 2 Cajóns originais do Peru, Um Cjón Flamenco e outro Cajón Peruano, indicado por seus amigos Alex Acuña e Rafael Santa Cruz, da fábrica ATEMPO, a mesma que patrocina esses dois músicos citados acima. “Não vejo a hora para realizar um intercambio com os alunos de nossa Associação no palco do Centro Cultural de Espanha em Lima-Peru, em um dos Festivais Internacionais de Cajón” com um dos músicos “Cajonero Peruano”. Creio que este sonho não esta longe de acontecer.” A Associação Trindalata, também sonha em ter sua parceria para a aquisição deste instrumento, para que as crianças e adolescentes participantes do Projeto Trindalata, também se beneficiem com este fantástico instrumento, e façam parte da 1ª Orquestra de Cajón do Brasil. Sua parceria será o termômetro do sucesso desse projeto. O Programa do Governo Federal, “Mais Educação”, chega na cidade de são Gonçalo com muita força, o bairro da Trindade por exemplo, na Escola Municipal Professora Marlucy Salles, trazendo benefícios a várias crianças e adolescentes, Edu Pinheiro teve a oportunidade de lecionar com a proposta do Mais Educação a aquisição de Cajón para a escola. O Resultado foi positivo não só para os alunos como os seus pais, que se surpreenderam com a inovação do novo instrumento de Percussão o Cajón.

35


Nossa casa, lugar de guardar nossas raizes Morei na mesma casa dos 6 anos de idade até completar 21 anos, saí de lá após o casamento. Nesta casa crescemos, meus irmãos e eu, plantamos sonhos, mas o melhor de tudo isso construímos nossa história. Lembro-me do pé de cajá no fundo do quintal, onde no verão servia de abrigo aos pássaros e as cigarras. Eu me lembro daquela casa, de cada detalhe... Lembro-me também dos vizinhos, das peraltices, dos jogos e brincadeiras das conversas no portão e das festinhas no início da adolescência. Do primeiro namorado e de tudo o mais que faz de mim o que sou hoje. O tempo passou e cresci, casei tive uma filha que por um tempo brincou na cadeira de balanço que está lá até hoje. Penso que da mesma forma que esta casa me remete a tempos tão mágicos, as minhas raízes, acreditamos que a casa sede do Trindalata será um espaço de encontros entre amigos, onde a arte, a música e todas as atividades que envolvem esse projeto servirão de elo para unir famílias e melhorar a vida de todos aqueles que estarão em torno dela, que mudarão suas histórias e construirão novos sonhos. Nosso ideal é: Tirando a Rua da Criança. Fazer isso é um desafio que nos leva a ter uma Casa Sede, um lugar não apenas para abrigar, mas para fazer eternizar o tempo precioso que a vida nos proporciona e remeter aqueles que por ela chegar, novos horizontes e rumos ao sucesso. Precisamos de parceiros que andem ao nosso lado, muito além de apenas mantenedores, precisamos de braços que sustentem esses sonhos que brotam todas as manhãs nas mentes e corações desses meninos e meninas talentosos e cativantes. Chegará o dia em que vão crescer, nossa casa, os momentos na Trindalata, continuarão em suas mentes e seus corações. A nossa casa continuará lá, e, graças a Deus, continuará sendo nossa! Não importa para onde vamos, só não podemos esquecer as nossas raízes!

36


Edla Maria de Souza Caminha Ramos Pedagoga formada pela UERJ –Universidade do Estado do Rio de Janeiro e Pós Graduada em Docência do Ensino Superior pela Universidade Cândido Mendes. Com larga experiência profissional nas áreas de coordenação de Ensino, direção escolar, bem como prática docente, ministra aulas de Canto e Contação de Histórias. Consultora Pedagógica e Conselheira Fiscal da Associação Trindalata.

37


38


39


40

Portfólio Trindalata  

Portfólio Trindalata

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you