Page 1

R 0

ANO XVII - N 985

BRASÍLIA, 11 A 13 DE OUTUBRO DE 2019

E-mail: bsbagora@gmail.com

www.brasiliaagora.com.br

CULTURA

ADRIANA CALCANHOTO EM APRESENTAÇÃO ÚNICA Com o show “Margem”, título de seu novo álbum, lançado em junho deste ano, a cantora desembarca em Brasília para apresentação em 18 de outubro, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Os ingressos estão à venda na bilheteria do local, no Brasília Shoppping, e no site ou aplicativo de ingresso rápido. PÁGINA 7

DOCUMENTÁRIO

O LEGADO DE UM PIONEIRO ESTREIA NESTE SÁBADO (12) O filme, roteirizado e produzido por Flávio Rezende, conta a história de seu pai, Orédio Rezende, pioneiro que trouxe a 1ª rede de autopeças para a Capital. PÁGINA 7

FOTO: DIVULGAÇÃO

MORAR BEM

TCDF IDENTIFICA MAIS DE 10 MIL FRAUDES NO PROGRAMA Voltado para a aquisição de moradia para famílias de baixa-renda, o programa Morar Bem passou por auditoria do TCDF, que identificou 10.435 fraudes em 106 mil

documentos. A seleção para o programa é feita pela Codhab. Para ser aprovado, o inscrito não pode ter casa própria nem ter sido beneficiado em programas anteriores,

mas foram encontrados 1.146 pessoas inscritas que já foram contempladas em outros programas; 386 já morreram; e 6,6 mil já têm ou tiveram imóveis no DF.

PÁGINA 2

FOTO: AGÊNCIA BRASÍLIA

ARREMATE

VEÍCULOS

FOTO: MARCELO CAMARGO/ABR

FERNANDO COLLOR NA MIRA DA POLÍCIA FEDERAL Investigações apontam que o senador Fernando Collor de Mello está envolvido em esquema de lavagem de dinheiro. Mandados de busca e apreensão foram autorizados pelo Supremo Tribunal Federal, já que o parlamentar tem foro especial. PÁGINA 3

PREVIDÊNCIA

Feriado contará com intervenção no trânsito Detran fará realinhamento do tráfego de veículos neste fim de semana em vários pontos: Esplanada dos Ministérios, na altura do Estádio Nacional, Parque da Cidade, Riacho Fundo I e, na manhã de domingo, no Eixo Monumental. PÁGINA 5

SENADO dá início a debate da reforma em segundo turno O plenário do Senado iniciou os debates em segundo turno da reforma da Previdência. A intenção é que a votação ocorra no dia 22 para que a proposta seja promulgada. Somente depois disso, as novas regras passarão a valer. PÁGINA 3

EDUCAÇÃO: AS 10,3 MILHÕES DE PROVAS DO ENEM FORAM IMPRESSAS E METADE JÁ FOI REMETIDA AOS LOCAIS DE APLICAÇÃO. PÁGINA 6


POLĂ?TICA

2

www.brasiliaagora.com.br

BRAS�LIA, 11 18 A DE13 MARÇO DE OUTUBRO 166E 2019 DE 2019

BRASĂ?LIA AGORA

AUDITORIA FOTO: DĂŠNIO SIMĂ•ES/AGĂŠNCIA BRASĂ?LIA

CLDF

Comissão de Direitos Humanos aprova três proposiçþes

Auditoria do Tribunal de Contas do Distrito Federal encontrou mais de 6 mil inscritos que jĂĄ tĂŞm residĂŞncia

TCDF identiďŹ ca 10.345 fraudes no Morar Bem TRIBUNAL de Contas encontrou 386 nomes de pessoas mortas entre inscritos no programa voltado a quem nĂŁo tem casa prĂłpria ma auditoria do Tribunal de Contas do Dist r ito Federal (TCDF) identificou fraudes em  GRV  PLO GRFXmentos de pessoas inscritas no prog rama Morar Bem,

U

voltado para a aquisição de moradia para famílias de baixa-renda. Entre as irregulares estå o cadastro de pessoas que jå mor reram como candidatos a novos beneficiados. A seleção para o programa Ê feita pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab). Para ser aprovado, o inscrito não pode ter casa própria nem ter sido beneficiado em programas anteriores. Contudo, as regras foram desrespeitadas. Quase 6,6 mil jå têm ou tiveram um

imóvel no DF; 1.146 já foram contemplados em outros proJUDPDVHMiPRUUHUDP VENDA ILEGAL Aqueles que já conseguiram um imóvel por meio do programa, devem continuar seguindo algumas regras sob pena de perder a casa. Entre as normas está a proibição da venda, que também tem sido descumprida, segundo o TCDF. A auditoria do Tribunal GH&RQWDVLGHQWL¿FRXTXHHP ao menos 11% dos contratos ¿UPDGRVHQWUHHKi

indícios de que o imóvel foi alugado ou vendido. Os auditores apuraram ainda que hå a venda dos imóveis de forma explícita na internet. Em uma das publicaçþes, o vendedor em São Sebastião anu ncia "ven ha morar no Jardins Mangueiral! Tranquilidade, segurança e boa vizinhança". Os imóveis são avaliados HP 5   P LO$ UHSRUtagem procurou a Codhab para comentar o caso, mas não recebeu resposta a atÊ a última atualização desta reportagem. (Do G1)

TJDFT

METRĂ” TERĂ DE INDENIZAR FAMĂ?LIA DE CADEIRANTE NO VALOR DE R$ 150 MIL FOTO: REPRODUĂ‡ĂƒO

A 6ª Vara de Fazenda Pública do Distrito Federal condenou a Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF) a indenizar a mãe e a irmã de um homem de 58 anos que morreu após cair nos trilhos de uma das estações da capital. A vítima era cadeirante. Ao todo, o valor da indeQL]DomRIRL¿[DGRHP5 PLO±5PLOSDUDFDGDXPD das parentes de Francelino Monteiro da Silva Neto. A empresa também foi condenada a UHVVDUFLU R YDORU GH 5  que elas gastaram no velório. A decisão é de 1ª instância e cabe recurso. O processo corre em segredo e as informações foram divulgadas pelo Tribunal de Justiça do DF (TJDFT).O caso ocorreu em 15 de março deste ano, na estação de Taguatinga. Francelino caiu após tentar entrar no trem de costas, manobrando a cadeira de rodas.

Cadeirante caiu nos trilhos e sofreu traumatismo craniano e nĂŁo resistiu

Ele nĂŁo conseguiu ingressar no vagĂŁo, as portas fecharam e o trem partiu e o arrastou, o que causou a queda nos trilhos. O homem teve traumatismo craniano, deslocamento de ombro e mĂşltiplas lesĂľes internas. Ele morreu 15

dias apĂłs o fato, no Hospital de Base do DF. SEM AUXĂ?LIO

Na Justiça, as parentes da vítima alegaram que houve må prestação de serviços pelo metrô, jå que não haviam

IXQFLRQiULRVHPQ~PHURVX¿ciente para atender a demanda. Elas alegam que, se Francelino tivesses sido auxiliado, o acidente não teria acontecido. O Metrô-DF, por sua vez, disse que não houve falha e negou a hipótese de que as portas do trem se fecharam bruscamente. Ainda de acordo com a empresa, o acidente poderia ter sido evitado se a vítima tivesse atenta ao sinal de fechamento das portas. Ao analisar o caso, a juíza da 6ª Vara de Fazenda Pública do DF entendeu que houve må prestação de serviço pelo metrô."Conclui-se pela existência de nexo causal revelado pela conduta omissiva do Metrô-DF em não dar o adequado tratamento e acompanhamento do falecido em momento próprio, o que se tivesse feito evitaria ocorrência do evento danoso morte", diz a decisão. (Do G1)

A ComissĂŁo de Direitos Humanos, Cidadania, Ética e Decoro Parlamentar da C âmara Legislativa do Distrito Federal aprovou trĂŞs projetos de lei e sete indicaçþes legislativas na tarde desta quarta-feira (9). O PL nÂş 1.882/2017, de autoria do deputado Delmasso (Republicanos), trata do afastamento das atividades em sala de aula de professores que respondam processos judiciais ou administrativos por pedofilia. A matĂŠria foi aprovada com o voto favorĂĄvel dos deputados Leandro Grass ( Rede) e JoĂŁo Cardoso (Avante) e a abstenção do deputado FĂĄbio Felix (PSol), presidente do colegiado. Felix justiďŹ cou: "Me abstive porque pretendo apresentar emenda que pode

trazer melhorias na tĂŠcnica legislativa e na terminologia do projeto". Entre os vĂĄrios problemas apontados pelo parlamentar na proposta, ele destacou o termo "pedoďŹ lia", pois, no projeto, "nĂŁo hĂĄ nada que a determine como uma patologia". Os outros dois projetos foram aprovados por unanimidade. O P L n Âş 881/2016, do deputado Claudio Abrantes ( PDT ), assegura ao casal em uniĂŁo homoafetiva o direito Ă inscrição, como entidade familiar, em todos os programas desenvolvidos pelo GDF. JĂĄ o PL nÂş 167/2019, que denomina Praça Marielle Franco o logradouro pĂşblico localizado em frente Ă  estação do metrĂ´ Galeria dos Estados, ĂŠ de autoria do deputado FĂĄbio Felix.

EXPOSIĂ‡ĂƒO MOSTRA MULHERES QUE VENCERAM O CĂ‚NCER DE MAMA Neves Pereira, Lourdes Capitulino, Joana D'Arc, Sheyla Machado, Val Costa e Joana Jeker. SĂŁo mulheres que compartilham histĂłrias de superação: diagnosticadas com câncer de mama, enfrentaram a doença, passaram por mastectomia (retirada da mama), ďŹ zeram reconstrução mamĂĄria e redescobriram seus corpos e suas vidas. Os retratos delas seis integram a exposição "A Força da Mulher", inaugurada na quinta-feira (10), no hall de acesso ao plenĂĄrio da Câmara Legislativa. Atualmente, com 57 anos de idade, Neves Pereira soube que estava com câncer de mama hĂĄ seis anos. Retratada por Luciana Ferry – fotĂłgrafa que assina a mostra –, ela destaca a importância de se deixar fotografar: "É bonito e ajuda na autoestima de quem passa pelo tratamento". A deputada Arlete Sampaio (PT), que participou da abertura

da exposição, fez questĂŁo de falar da importância do diagnĂłstico precoce do câncer de mama em seu pronunciamento na sessĂŁo ordinĂĄria. "Mais do que fazer novas leis, ĂŠ nosso dever ďŹ scalizar a oferta de serviços bĂĄsicos para evitar que as mulheres sejam vitimadas pelo câncer", defendeu. A distrital lamentou a situação dos mamĂłgrafos na rede pĂşblica de saĂşde, bem como a diďŹ culdade para se agendar uma consulta mĂŠdica para solicitar o exame. De acordo com ela, 44% das mulheres com câncer sĂŁo diagnosticadas jĂĄ em estĂĄgio avançado, o que dificulta o tratamento. Realizada pela ONG "Recomeçar – Associação de Mulheres Mastectomizadas de BrasĂ­lia", a exposição "A Força da Mulher" pode ser visitada gratuitamente, de segunda a sexta-feira, atĂŠ o dia 31 de outubro. FOTO: FIGUEIREDO/CLDF

Mostra da ONG “Recomeçarâ€? ďŹ ca em cartaz atĂŠ o ďŹ nal do mĂŞs

MEIO AMBIENTE

FOTO: TĂ‚NIA RĂŠGO/ABR

GOVERNO INVESTIGA NAVIOS QUE PODEM SER ORIGEM DO Ă“LEO QUE POLUI PRAIAS

Para Fernando Azevedo e Silva, trata-se de crime ambiental

T�TULO DEPOSITADO NO INPI SOB Nº 828213798 JORNAL BRAS�LIA AGORA EMPRESA JORNAL�STICA LTDA. - ME Redação e Deptº Comercial: SIG Quadra 3 Bloco B, Entrada 75 - Sala 101 - Brasília-DF - CEP: 71200-432 - Fones: (61) 3344-9063 e 3344-9064. 3DUTXH*Ui¿FR SIA quadra 3C lote 24 – fundos. Telefone: 3341-3852 E-mail: bsbagora@gmail.com e o site: www.brasiliaagora.com.br

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, disse hoje (11), no Rio de Janeiro, que, caso o óleo que atinge praias do Nordeste tenha partido de um navio, houve crime ambiental porque nenhuma embarcação informou a ocorrência de um possível vazamento perto da costa brasileira.Ele participou da despedida dos atletas que vão representar o Brasil nos Jogos Mundiais Militares, em Wuhan, na China,

entre os dias 14 e 28 deste mês. "Uma das possibilidades Ê que um navio, passando no Atlântico Norte, teve algum incidente ou acidente, e as correntes chegam ao litoral do Nordeste. E ali, em Sergipe e Pernambuco, uma parte das correntes vai para o Norte e outra vai para o Sul. É exatamente o que estå ocorrendo. Então, estamos investigando esses navios e essas bandeiras", disse.

Diretor: SĂ?LVIO AFFONSO Editor Geral: EZEQUIEL MORAIS Editora Executiva: KĂ TIA SLEIDE Diagramação: ANTĂ”NIO CALANDRINI Colunista: KĂ TIA SLEIDE Fontes: AGĂŠNCIAS BRASIL e BRASĂ?LIA *ARTIGOS ASSINADOS SĂƒO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES

"Se aconteceu isso, e hå grande possibilidade, se torna um crime ambiental, porque esses navios não informaram um possível vazamenWRD¿UPRX HIPÓTESE O ministro reforçou que o governo brasileiro estå investigando navios que trafegaram pelo Atlântico e podem ser a origem do óleo encontrado em praias do Nordeste

desde setembro. Ele acredita ser pequena a possibilidade de o vazamento ter como origem um navio jå naufragado, como chegou a ser cogitado por pesquisadores. Uma conclusão que as investigaçþes jå apontam, segundo disse, Ê que o petróleo não Ê brasileiro. "Ele tem um DNA do tipo do petróleo que tem a Venezuela. O que não VLJQL¿FDTXHHOHVVHMDPFXOSDGRV em relação a isso", argumentou.

CIRCULAĂ‡ĂƒO: BrasĂ­lia: Plano Piloto; Setor de Autarquias, SCN; SCS; Lago Norte; Lago Sul; Asa Norte; Asa Sul; SIA; Sudoeste. Distrito Federal: Taguatinga, Ceilândia; Ă guas Claras. GoiĂĄs: Goiânia; AnĂĄpolis; Luziânia; Cidade Ocidental; Novo Gama; ValparaĂ­so; Santo AntĂ´nio do Descoberto; Ă guas Lindas; Formosa; Planaltina de GoiĂĄs; JaraguĂĄ; PirenĂłpolis; Cocalzinho e CorumbĂĄ.


3

www.brasiliaagora.com.br

BRASĂ?LIA, 11 A 13 DE OUTUBRO DE 2019

PREVIDĂŠNCIA

ARREMATE FOTO: VALTER CAMPANATO/ABR

Senado inicia debate da reforma da PrevidĂŞncia em segundo turno

Polícia Federal investiga suspeita de participação do senador Fernando Collor em esquema de lavagem de dinheiro

Collor ĂŠ suspeito de lavagem de OPERAĂ‡ĂƒO deagrada na sexta-feira (11) cumpre 16 mandados de busca e apreensĂŁo autorizados pelo Supremo Tribunal etenta policiais federais participam de uma opeUDomR GHĂ€DJUDGD QDV SUL meiras horas da manhĂŁ de sexta-feira (11), em MaceiĂł (AL) e Curitiba (PR), para cumprir 16 mandados de busca e apreensĂŁo contra suspeitos de participação em um suposto esquema de lavaJHPGHGLQKHLUR Um dos alvos da operação apelidada como Arremate ĂŠ o ex-presidente da RepĂşblica, atualmente senador, Fernando &ROORU GH 0HOOR 3URV$/  2 cumprimento dos mandados de busca e apreensĂŁo foi autorizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), jĂĄ que o parlamentar tem IRURHVSHFLDOSRUSUHUURJDWLYDGH IXQomRRXVHMDIRURSULYLOHJLDGR VySRGHQGRVHULQYHVWLJDGRFRPD DXWRUL]DomRGD&RUWH

S

BRASĂ?LIA AGORA

dinheiro 6HJXQGR D 3ROtFLD )HGHUDO 3) RVLQYHVWLJDGRVVmRVXVSHL tos de adquirir imĂłveis em leilĂľes de bens pĂşblicos realizados nos DQRVGHH Ainda de acordo com a PF, os

envolvidos recorriam a “laranjasâ€?, pessoas que arrematavam os imĂłveis com o suposto propĂłsito GHRFXOWDURVUHDLVFRPSUDGRUHV

INVESTIGADOS TERIAM MOVIMENTADO R$ 6 MILHÕES A PF apura se a aquisição dos imóveis servia para ocultar e dissimular a utilização de recursos GHRULJHPLOtFLWDHRFXOWDURSDWUL P{QLR GRV SULQFLSDLV EHQH¿FLi ULRVGRHVTXHPD,QYHVWLJDGRUHV estimam que, desta forma, os envolvidos movimentaram cerca de R$ 6 milhþes (valores ainda QmRFRUULJLGRV  6HFRQ¿UPDGDVDVVXVSHLWDV os envolvidos poderão responder SHORVFULPHVGHODYDJHPGHDWL vos, corrupção ativa, corrupção

SDVVLYD SHFXODWR IDOVLÂżFDomR H SRUSDUWLFLSDomRHPRUJDQL]DomR FULPLQRVD “INDIGNADOâ€?

2 VHQDGRU )HUQDQGR &ROORU GH0HOOR 3URV$/ DÂżUPRXHVWDU LQGLJQDGRFRPRTXHFODVVLÂżFRX como uma tentativa de envolver VHXQRPHQDLQYHVWLJDomR Âł(VWRXLQGLJQDGRFRPDWHQ tativa de envolver meu nome num assunto em que nĂŁo tenho nenhum FRQKHFLPHQWR RX SDUWLFLSDomR

2V VHQDGRUHV LQLFLD ram na quinta-feira (10), em plenårio, o primeiro dia de discussão do seJ X QGR W X U QR GD UHIRU ma da Previdência (PEC  $SUHYLVmRpTXH a matÊria seja votada no GLD  $ 3(& SUHFLVD VHUDSURYDGDHPVHJXQGR WXUQRSDUDVHUSURPXOJD GD H DV QRYDV UHJUDV GH aposentadoria, pensþes e DX[tOLRVSDVVDUHPDYDOHU 2 SOHQiULR GR 6HQD do concluiu a votação em primeiro turno das PXGDQoDVQDVUHJUDVSUH videnciårias no último dia 2, com a anålise dos GHVWDTXHV FRP VXJHVW}HV GHDOWHUDo}HVDRWH[WREDVH Na vÊspera, os senadores aprovaram o texto-base por 56 votos a favor, 19 contra e QHQKXPDDEVWHQomR(UDP necessårios 49 votos, equivalentes a três quintos mais um dos senadores, para DSURYDUDSURSRVWD A PEC 6/2019 muda as UHJUDVGHDSRVHQWDGRULDH de pensão dos trabalhaGRUHV GR 5HJLPH *HUDO de Previdência Social e dos servidores públicos FLY LV $ SURSRVW D DX menta o tempo para se aposentar, fixa uma idaGHPtQLPDHHOHYDDVDOt TXRWDVGHFRQWULEXLomR2 texto jå foi aprovado pela Câmara dos Deputados HPGRLVWXUQRV

ECONOMIA MERCOSUL-UE

Acordo pode impactar economia em US$ 79 bi O acordo comercial entre o Mercado Comum do Sul (Mercosul) e a UniĂŁo Europeia (UE), fechado no ďŹ m de junho, deve impactar a economia brasileira em US$ 79 bilhĂľes atĂŠ 2035. A estimativa ĂŠ da Confederação Nacional do ComĂŠrcio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que divulgou hoje (11) estudo sobre a questĂŁo, durante a 2ÂŞ ConferĂŞncia de ComĂŠrcio Internacional e Serviços do Mercosul (CI19), realizada na sede da entidade, no Rio de Janeiro. Considerando a redução de barreiras nĂŁo tarifĂĄrias,

o impacto pode chegar a US$ 112 bilhþes no período, segundo a CNC. Os números estão um pouco abaixo dos divulgados pelo governo brasileiro, de US$ 87,5 bilhþes e US$ 125 bilhþes incluindo as barreiras não tarifårias em 15 anos. O presidente da CNC, JosÊ Roberto Tadros, explicou que o Brasil ocupa no momento a presidência pro tempore (temporariamente) do Conselho de Câmaras de ComÊrcio do Mercosul (CCCM), e, por isso, se coloca na posição de liderar os debates sobre o acordo.

FREE SHOPS

Governo diz vai dobrar o limite de compras O presidente Jair Bolsonaro informou hoje (11) que o governo federal vai dobrar o limite atual para compras em free shops. “Os brasileiros que voltam de viagens do exterior poderĂŁo comprar US$ 1 mil em produtos nos aeroportos – hoje, o limite ĂŠ de US$ 500â€?, escreveu em sua conta pessoa no Twitter. Os free shops ou duty free shops sĂŁo lojas geralmente localizadas em salas de embarque e desembarque de aeroportos onde os

produtos sĂŁo vendidos sem encargos e tributos. De acordo com o presidente, o MinistĂŠrio da Economia prepara decreto com a medida, a ser publicado nos prĂłximos dias. Ainda pelo Twitter, o presidente Bolsonaro tambĂŠm informou que a cota permitida para compras no Paraguai, via terrestre, vai mudar. Nesse caso, o governo vai ampliar de US$ 300 para US$ 500 o valor mĂĄximo por pessoa que cruza a fronteira.

ADI

JUĂ?ZES E PROCURADORES CONTESTAM LEI DO ABUSO DE AUTORIDADE NO STF

Agora, a coleta de lixo acontece, dia sim, dia nĂŁo, em todo o DF.

FOTO: JOSÉ CRUZ/ABR

A Associação dos JuĂ­zes Federais do Brasil (Ajufe) ingressou na quinta-feira (10) no Supremo Tribunal Federal (STF) com mais uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) contra a nova Lei de Abuso de Autoridade, aprovada mĂŞs passado no Congresso Nacional.Em outra frente, a Associação Nacional dos Procuradores da RepĂşblica (ANPR), a Associação Nacional dos Membros do MinistĂŠrio PĂşblico (Conamp) e a Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT) tambĂŠm atacaram a lei em mais uma ADI. Ao todo, somam-se agora quatro açþes contra a lei no Supremo. As outras foram abertas pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), que contestou 11 artigos, e pela Associação Nacional dos Auditores Fiscais de Tributos dos MunicĂ­pios e do Distrito Federal (AnaďŹ sco), que contestou trĂŞs artigos. O relator ĂŠ o ministro Celso de Mello. Nas quatro açþes foram pedidas liminares (decisĂľes provisĂłrias) para que a lei seja suspensa de imediato. NOVAS AÇÕES A Ajufe contesta seis artigos da lei, entre os quais trĂŞs artigos que haviam sido vetados pelo presidente Jair Bolsonaro, mas cujos vetos foram derrubados pelo Congresso Nacional. Entre os dispositivos, um dos mais criticados pelos juĂ­zes federais estĂĄ o artigo 9, que prevĂŞ pena de um a quatro anos de prisĂŁo para o juiz que “decretar medida de privação da liberdade em manifesta desconformidade com as hipĂłteses legaisâ€?. Para o presidente da Ajufe, Fernando Mendes, a “norma apenas traz insegurança jurĂ­dica e cria mecanismos para que a defesa possa exercer pressĂŁo desnecessĂĄria contra os magistradosâ€?. No pedido ao Supremo, a associação, porĂŠm, diz nĂŁo ser contra uma legislação que discipline o assunto, pois “o abuso de autoridade ĂŠ prĂĄtica inaceitĂĄvelâ€?, mas que isso deve se dar “pelos meios adequados

Somam-se agora, quatro açþes contra a lei no STF

e em subserviĂŞncia Ă s disposiçþes constitucionais e aos princĂ­pios mais elevados que orientam o Estado DemocrĂĄtico de Direitoâ€?. No caso das associaçþes de procuradores, sĂŁo contestados oito artigos da lei. Segundo o advogado Aristides Junqueira, ex-procurador-geral da RepĂşblica e que representa as entidades, os tipos penais criados “sĂŁo extremamente vagos, imprecisos, indeterminados e abertos, possibilitando as mais diversas interpretaçþes do que, ao ďŹ nal, constituiria crime de abuso de autoridadeâ€?. “Talvez nĂŁo se tenha visto tentativa mais ousada de ataque Ă s instituiçþes democrĂĄticas e retaliação ao trabalho de combate Ă  corrupção realizado pela polĂ­cia, MinistĂŠrio PĂşblico e Poder JudiciĂĄrioâ€?, acrescenta a peça inicial da AFI. Todas as açþes foram abertas apĂłs os parlamentares terem derrubado, no mĂŞs passado, 18 dos 33 vetos feitos pelo presidente Jair Bolsonaro Ă  lei. O projeto da nova Lei de Abuso de Autoridade foi aprovado na Câmara dos Deputados em regime de urgĂŞncia, surpreendendo magistrados e membros do MinistĂŠrio PĂşblico contrĂĄrios Ă  proposta, em 14 de agosto. Como jĂĄ havia sido aprovado no Senado, o texto seguiu diretamente para sanção presidencial. Logo em seguida, as principais associaçþes de magistrados e de procuradores reagiram e encaminha-

ram pareceres ao Planalto para embasar possĂ­veis vetos presidenciais. No inĂ­cio de setembro, Bolsonaro acabou por vetar mais de 30 pontos distribuĂ­dos por 19 artigos da lei. Parte dos vetos, entretanto, acabou derrubada pelos parlamentares. Com isso, voltou a ser crime deixar de deferir habeas corpus quando manifestamente cabĂ­vel, constranger preso com ďŹ ns de que ele produza prova contra si mesmo e a nĂŁo identiďŹ cação ou identiďŹ cação falsa quando da captura do preso, entre outros pontos. INQUIRIĂ‡ĂƒO TambĂŠm ĂŠ crime a insistĂŞncia na inquirição de pessoa que jĂĄ tenha decidido ďŹ car em silĂŞncio e a inquirição de pessoa que tenha decidido pela presença do seu advogado, e este nĂŁo esteja presente. Negar o acesso aos autos do processo ao interessado, seu advogado ou defensor tambĂŠm caracteriza abuso de autoridade. Dentre os vetos mantidos estĂĄ aquele que vedava o uso de algemas quando nĂŁo havia resistĂŞncia Ă prisĂŁo. Induzir a pessoa a praticar crime com intenção de capturĂĄ-la em agrante foi outro item vetado por Bolsonaro e mantido no Congresso. A execução de mandado de busca e apreensĂŁo em imĂłvel alheio, mobilizando pessoal e armamento de forma ostensiva, tambĂŠm permaneceu como ponto vetado.

Depois de anos, o governo local licitou a coleta de lixo para a contratação de empresas de limpeza urbana. Junto às vencedoras, o GDF conseguiu descontos que vão proporcionar uma economia de R$ 400 milhþes. As operaçþes tambÊm foram modernizadas: agora, a varrição das ruas e a pintura dos PHLRVðRVSDVVDPDVHU mecanizadas. Serão instalados 380 papa-lixos semienterrados, com capacidade para 5 mil litros de resíduos, alÊm de 20 mil lixeiras novas.

Veja, no www.slu.df.gov.br, os dias de coleta na sua cidade.

/govdf

gov_df

9532-1873

df.gov.br


CIDADE

4

www.brasiliaagora.com.br

BRASĂ?LIA, 11 A 13 DE OUTUBRO DE 2019

BRASĂ?LIA AGORA

EFEMÉRIDE VILA 26 DE SETEMBRO

Sobradinho II: 30 anos LOCALIZADA a cerca de 30 quilĂ´metros do Plano Piloto, regiĂŁo ĂŠ resultado do aumento populacional de Sobradinho I

de histĂłria FOTO: AGĂŠNCIA BRASĂ?LIA

om cerca de 85.574 habitantes, segundo dados da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (Pdad) relativa a 2018, Sobradinho II comemora 30 anos nesta sexta-feira (11). A região, a cerca de 30 Km do Plano Piloto, resultou do aumento populacional de Sobradinho I. Hoje a localidade tem independência administrativa e conta com oito escolas públicas, uma delas o Centro de Atenção Integral à Criança Julia Kubitschek de Oliveira (Caic). TambÊm dispþe de seis Unidades Båsicas de Saúde (UBS), e uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e um hospital regional. No quesito segurança pública, Sobradinho II recebe policiamento do 13º Batalhão. O patrulhamento na cidade Ê diårio, com policiamento 24h. AlÊm disso, pontos de bloqueio (blitz) e abordagens em transporte coletivo são operaçþes realizadas regularmente. A Polícia Civil do Distrito Federal conta com duas delegacias para atender à população da região de Sobradinho. A 13ª DP atende à årea de Sobradinho I, enquanto a 35ª DP cobre Sobradinho II. AlÊm disso, a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher e a Delegacia da Criança e do Adolescente, ambas localizadas no Plano Piloto, atendem a ocorrências de todo o DF envolvendo crimes contra a mulher e atos infracionais praticados por adolescentes.

C

BRB E CNC

Acordo vai facilitar crĂŠdito em todo o Centro-Oeste O Banco de BrasĂ­lia (BRB) ďŹ rmou acordo com a Confederação Nacional do ComĂŠrcio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e vai oferecer acesso ao crĂŠdito a todas as entidades sindicais ligadas Ă CNC no Centro-Oeste, ĂĄrea de atuação do banco, incluindo empresas e pessoas ligadas ao Sesc e ao Senac. A oferta de produtos e serviços, em condiçþes diferenciadas, vai contribuir para o desenvolvimento econĂ´mico de toda a regiĂŁo. O acordo de cooperação ďŹ rmado ontem (10), na sede da CNC, no Rio de Janeiro, prevĂŞ, por parte de todas as empresas vinculadas aos sindicatos e federaçþes, acesso Ă s linhas de crĂŠdito destinadas a investimento e produtos e serviços do BRB voltados Ă s micro, pequenas e mĂŠdias empresas. Entre os benefĂ­cios previstos no acordo com a CNC, taxas de ďŹ nanciamento a partir de 0,92% a.m., prazo de atĂŠ 120 meses e carĂŞncia de atĂŠ um ano para o pagamento da primeira parcela; capital de giro a 0,92% a.m. e prazo de 60 meses; 100% de desconto na primeira anuidade do cartĂŁo empresarial e conta garantida com taxas de 1,02% a.m.

Primeira missa comemorativa pelo aniversĂĄrio de Sobradinho II foi celebrada em 11 de outubro de 1991

DF Legal impede a construção de condomĂ­nio irregular no assentamento A Secretaria DF Legal promoveu mais uma operação no Assentamento Vila 26 de Setembro, na Ăşltima quinta-feira (10), para impedir a construção de um condomĂ­nio ilegal que estava sendo erguido em ĂĄrea ambiental. Na semana passada, jĂĄ haviam sido retiradas seis construçþes no local. A ĂĄrea jĂĄ estava toda cercada, com pistas de acesso e trânsito interno jĂĄ delimitadas, com 16 postes e transformador, vĂĄrios lotes demarcados com cercas e piquetes, alĂŠm de fossas sĂŠpticas. Bases de concreto e uma ediďŹ cação de alvenaria tambĂŠm foram retirados pelo DF Legal. A operação faz parte da missĂŁo institucional da secretaria, que – aliada a outros ĂłrgĂŁos do Governo do DF – trata de impedir que novas invasĂľes avancem e que a população seja lesada e enganada por grileiros. Ao mesmo tempo, a Secretaria

de Habitação tem criado novas ĂĄreas para oferecer casas e apartamentos em todo o Distrito Federal. De acordo com denĂşncias, o local era alvo de grileiros que revendiam lotes entre R$ 60 mil e R$ 100 mil. A PolĂ­cia Civil estĂĄ trabalhando para identiďŹ car e prender os suspeitos. A expectativa de lucro fraudulento com essa venda ďŹ ca entre R$ 6 milhĂľes e R$ 10 milhĂľes. INVASĂƒO Na semana passada (3), a secretaria fez a primeira operação no assentamento 26 de Setembro, neste ano. O assentamento foi invadido irregularmente desde 2009 e ĂŠ alvo constante da ďŹ scalização do governo. Durante a operação foram removidas seis ediďŹ caçþes de alvenaria, alĂŠm de 580 metros de muros de concreto, aproximadamente. A CEB tambĂŠm retirou sete pontos de energia clandestinos do local. FOTO: REPRODUĂ‡ĂƒO DA INTERNET

Cidade surgiu após explosão populacional Sobradinho II surgiu no início da dÊcada de 1990, com a denominação de Núcleo Habitacional Sobradinho II, integrante da Região Administrativa de Sobradinho. O objetivo era de transferir famílias que residiam em condiçþes irregulares e precårias. Em 27 de janeiro de 2004, a Lei nº 3.314 permitiu o desmembramento da Região Adminis-

trativa V – Sobradinho, criando a Região Administrativa XXVI Sobradinho II Sobradinho não possuía um projeto de expansão urbana, o que gerou um grande problema com o crescimento das famílias locais e a chegada de novos moradores. Então, vårios lotes começaram a abrigar mais de uma família. Em 1990, foi criado o Programa de

Assentamento de População de Baixa Renda. Foi quando a região administrativa experimentou uma explosão populacional. A primeira missa comemorativa do aniversårio da cidade foi celebrada em 11 de outubro de 1991, pelo padre Jonas Vettoracci. Desde então essa Ê a data escolhida para comemorar o aniversårio da Região.

EM VICENTE PIRES

CADĂšNICO

Lâmpadas de LED iluminam ruas da RegiĂŁo FOTO: SECRETARIA DE OBRAS/DIVULGAĂ‡ĂƒO

Demanda antiga da população local, a nova iluminação das Ruas 5, 6 e 8 do Setor Habitacional Vicente Pires jĂĄ ĂŠ realidade. A execução do serviço foi autorizada pela Secretaria de Obras e, ato contĂ­nuo, as equipes da Companhia EnergĂŠtica de BrasĂ­lia (CEB) realizaram instalação e substituição de 397 luminĂĄrias de LED. O investimento total foi de R$ 331.061,27. Na Rua 5 foram instaladas 120 luminĂĄrias de LED de 160W. O investimento no local foi de R$ 100.069,20. Com investimento de R$ 62.543,25, a Rua 6 recebeu 75 novas luminĂĄrias de LED de 160W. JĂĄ na Rua 8 foram investidos R$ 168.449,82 para a instalação de 202 luminĂĄrias de LED de 160W. A população local aprovou o resultado. “Quero agradecer ao GDF pela nova iluminação da Rua 5. A troca da luz amarela pelo LED foi sensacionalâ€?, comemora o comerciante Miter, proprietĂĄrio da Miter Top Team Escola de Lutas. Desde o primeiro dia de gestĂŁo, o GDF tem investido na melhoria da iluminação pĂşblica da cidade. O projeto de aumento

à rea jå estava cercada, com pistas de acesso e trânsito

Governo do DF jĂĄ investiu R$ 331 mil para a troca de 397 luminĂĄrias

QD HÂżFLrQFLD FRQVLVWH QD WURFD das atuais lâmpadas por lumiQiULDV GH /(' PDLV HÂżFD]HV e econĂ´micas. Tudo isso sĂł ĂŠ possĂ­vel graças Ă Contribuição de Iluminação PĂşblica (CIP) paga todo mĂŞs pelos usuĂĄrios na conta de luz “Esse recurso oriundo da CIP ĂŠ reinvestido na melhoria e manutenção da iluminação pĂşblica e, tambĂŠm, no pagamento do consumo do parque de iluminação da cidadeâ€?, explica o chefe da Assessoria de GestĂŁo de Iluminação PĂşblica da Secretaria de Obras (Agip/

SO), Carlos Eduardo Gomes. “AlĂŠm da modernização e manutenção, o intuito ĂŠ aumentar a segurança para pedestres e a visibilidade dos motoristasâ€?, destaca Izidio Santos Junior, secretĂĄrio de Obras do Governo do Distrito Federal. Ainda de acordo com Izidio, “com a troca de lâmpadas antigas por luminĂĄria de LED, o GDF otimiza o uso de recursos pĂşblicos, pois reduz os custos com a operação e a manutenção de luminĂĄrias, alĂŠm de possibilitar uma economia com o consumo de energiaâ€?.

MÊdia mensal de vagas para o programa aumenta em 60% Cerca de 14 mil vagas de atendimento para preenchimento do Cadastro Único (CadÚnico) foram ofertadas, somente em abril, pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). Esse Ê somente um recorte do que ocorre neste ano. A mÊdia mensal de agendamento, atÊ setembro, aumentou em cerca de 60%, em comparação com o mesmo período do ano passado. Tanto a pågina da Sedes quanto o telefone 156, ambos para agendamento, se encontram funcionando, mas a demanda por preenchimento do CadÚnico excede o quantitativo de vagas liberadas mensalmente, que varia dependendo do mês. Para sanar a questão do quantitativo de vagas disponíveis à comunidade, a secretaria publicou recentemente, no Diårio

OďŹ cial do DF (DODF), o Edital de Chamamento PĂşblico n° 2/2019, que visa ďŹ rmar parceria com uma organização da sociedade civil (OSC). O objetivo ĂŠ atender, mediante entrevista, 169.359 famĂ­lias que precisam atualizar ou ser inscritas no CadĂšnico. De acordo com o edital, a OSC parceira montarĂĄ postos de atendimento referenciados por uma unidade do Centro de ReferĂŞncia de AssistĂŞncia Social (Cras) nos territĂłrios do DF. Atendimentos domiciliares tambĂŠm estĂŁo previstos O ano começou com o risco de suspensĂŁo dos cerca de 23 mil beneďŹ ciĂĄrios do Bolsa FamĂ­lia e do BenefĂ­cio de Prestação Continuada (BPC) de aproximadamente 23 mil usuĂĄrios, aĂ­ incluĂ­dos idosos e pessoas com deďŹ ciĂŞncia.

NO PLANETĂ RIO

Espaço anuncia vĂĄrias atividades para comemorar Dia das Crianças Aprender brincando ĂŠ a proposta do PlanetĂĄrio de BrasĂ­lia para comemorar o Dia das Crianças, neste sĂĄbado (12). Diversas atividades, como exibição de ďŹ lmes, oďŹ cinas e visitas guiadas, serĂŁo realizadas. A programação leva em conta situaçþes astronĂ´micas que acontecem no momento: por exemplo, este ano foi comemorado no dia 16 de julho os 50 anos da chegada do homem Ă Lua Por isso, serĂĄ realizada uma exposição sobre o Apolo 11 – o foguete que contribuiu para esse feito. “Queremos que nossos visitantes apreciem cada detalheâ€?, conta Anderson Freire, coordenador de educação e di-

vulgação cientĂ­ďŹ ca do PlanetĂĄrio. TambĂŠm serĂŁo exibidos ďŹ lmes do acervo prĂłprio, Uma aventura no PlanetĂĄrio, O segredo do Foguete de PapelĂŁo, No mundo da Lua, Origens da Vida e Kalouka Hina. Todos os ďŹ lmes fazem referĂŞncia ao universo cientĂ­ďŹ co. Para participar, basta ir lĂĄ. JĂĄ para as oďŹ cinas, o responsĂĄvel tem que inscrever a criança 30 minutos antes, na prĂłpria bilheteria do centro cientĂ­ďŹ co. SerĂŁo 60 vagas pela manhĂŁ (das 8h30 Ă s 12h) e 60 Ă  tarde (das 14 Ă s 19h). A expectativa ĂŠ que mais de 500 pessoas passem pelo local no dia das crianças. Todos os eventos serĂŁo gratuitos.


5

www.brasiliaagora.com.br

BRASĂ?LIA, 11 A 13 DE OUTUBRO DE 2019

BRASĂ?LIA AGORA FOTO: TONY WINSTON/AGĂŠNCIA BRASĂ?LIA

EM PLANALTINA

BRASĂ?LIA EM FESTA

Quadras poliesportivas estão sendo reformadas pelo GDF No ambiente escolar, a pråtica de atividades físicas promove integração, momentos de lazer e ultrapassa os muros da escola. Pensando nisso, o Governo do DF entregarå novas quadras poliesportivas para quatro escolas de Planaltina. As inauguraçþes são aguardadas com muita expectativa por alunos, professores, direção escolar e comunidade da região.Com prazo de entrega previsto para novembro, as quadras das seguintes unidades

educacionais jĂĄ estĂŁo em fase ďŹ nal: Escola Classe 01 de Arapoanga; Centro de Ensino Fundamental 02, no Setor Tradicional; Centro de Ensino Fundamental de Arapoanga; e Centro de Ensino Fundamental 03, localizado em Buritis II. O diretor da escola Classe 01 de Arapoanga, Orion Tavares, conta que a entrega da quadra ĂŠ um sonho antigo nĂŁo sĂł dos alunos, mas tambĂŠm dos professores e da direção escolar. FOTO: AGĂŠNCIA BRASĂ?LIA

PrevisĂŁo ĂŠ de que as obras sejam entregues atĂŠ o prĂłximo mĂŞs

EM Ă GUAS CLARAS

GDF Presente volta à cidade para concluir segunda etapa de obras Começou, na quinta-feira (10), a segunda etapa do programa GDF Presente, em à guas Claras. O trabalho foi iniciado após o cafÊ da manhã que recebeu a equipe do Polo Central 2, Governadoria, Novacap e Sesipe. Serviços como limpeza de entulhos, recolhimento de lixo, roçagem e reforço nas construçþes das calçadas foram prestados durante todo o dia, nas ruas da região administrativa. O programa continuarå atÊ o próximo

dia 16 de outubro e cumprirĂĄ o cronograma das demais demandas. A Ăşltima vez que a força-tarefa esteve na nossa cidade foi entre os dias 9 e 14 de agosto, com operação nas principais carĂŞncias e urgĂŞncias da regiĂŁo. O GDF Presente ĂŠ uma parceria ďŹ rmada por vĂĄrios ĂłrgĂŁos do governo do Distrito Federal e tem como principal objetivo agilizar o atendimento e resolver as demandas da população.

m função de eventos que envolvem grande movimento da população, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) farå intervençþes no trânsito neste ¿P GH VHPDQD QR 3ODQR 3LORWR e no Riacho Fundo I. Algumas alteraçþes, que jå começam nesta sexta-feira (11), serão feitas no såbado (12) e no domingo (13). Acompanhe os locais e horårios:

E

ESPLANADA Jå na noite de sexta-feira (11), estarão interditados todos os estacionamentos da Catedral de Brasília em função da solenidade religiosa de Nossa Senhora Aparecida, programada para såbado (12). Fechamento vai atÊ as 22h de såbado. Nas vias S1 e N1, o trânsito de veículos ocorrerå apenas nas WUrVIDL[DVGDGLUHLWD¿FDQGRDV outras três destinadas aos pedestres. As ligaçþes entre elas, no quadrante em frente à Catedral, WDPEpP¿FDUmRIHFKDGDV A partir das 18h de såbado, durante a procissão, os agentes farão o bloqueio das vias S1 e N1 no quadrante em frente à catedral, desviando o trânsito da S1 para a L2 Sul e da L2 Sul para o Buraco do Tatu, alÊm de bloquear os acessos à N1 pela L4. Os veículos estacionados nos ministÊrios tambÊm não poderão acessar a N1 durante a procissão. ESTà DIO NACIONAL TambÊm nessa årea, as intervençþes terão início na noite desta sexta-feira (11), quando serå isolada a årea de estacionamento localizada às margens da N1, próximo às entradas do Estådio. O local só serå liberado no såbado, a partir das 15h, para o acesso de tåxis e transportes por aplicativo. Das 14h de såbado às 5h de domingo, o Detran montarå um esquema de trânsito especial para facilitar a chegada e saída do

Nas proximidades da Catedral de Brasília, estacionamentos e circulação de veículos estarão interditados

Detran promove intervençþes

nas vias do DF OPERAÇÕES especiais têm início nesta sexta-feira (11), em função de programaçþes com movimento da população público que participarå do Festeja e do Buteco do Gusttavo Lima, programados para o complexo do ManÊ Garrincha. Os motoristas devem ficar atentos às travessias de pedestres que serão instaladas nas vias S2 e S1 (próximo à Funarte), na N1 SUy[LPRDR3ODQHWiULRHj)HLUD da Torre) e na via do contorno do estådio (na altura da rotatória).

Corrida de Rua Circuito Banco do Brasil, que terĂĄ como local de largada e chegada o Estacionamento nÂş 9. A entrada do parque SHOD9LD6ÂżFDUiIHFKDGDHDV URWDWyULDVTXHÂżFDPSUy[LPDVjV quadras 913 e 911 Sul tambĂŠm.

RIACHO FUNDO I No domingo, a Corrida de Reis Etapa Riacho Fundo I movimenta o Riacho Fundo I, com largada e PARQUE DA CIDADE chegada em frente ao centro olĂ­mNo domingo (13), a partir das pico. A partir das 6h30, os agentes KRWUkQVLWRÂżFDUiHPVHQWLGR fecharĂŁo o trecho da Avenida Ăşnico anti-horĂĄrio, em razĂŁo da Sucupira entre o centro olĂ­mpico

e o acesso à Avenida Cedro. Os veículos que vierem pela Avenida Sucupira serão desviados pela QS 14 na antes do centro olímpico e pela QS 2, na altura do fórum. O percurso vai atÊ a rotatória de acesVRj(31%SUy[LPRDR6HWRU3ODFD da Mercedes (Núcleo Bandeirante) e retorna ao ponto de partida. EIXO MUNUMENTAL TambÊm na manhã de domingo, a GFBrasília, uma prova de ciclismo com percursos de 90 e 125 km, causarå intervençþes das 5h às 12h, quando estrão fechadas as vias JK (incluindo a 3RQWH-. H1QDDOWXUDGRž BGM atÊ o acesso à L2 Norte.A largada serå na Via N1, próximo ao Museu da no República, VHQWLGR&DWHGUDO5DLQKDGD3D]


6

www.brasiliaagora.com.br

BRASĂ?LIA, 11 A 13 DE OUTUBRO DE 2019

BRASĂ?LIA AGORA

SAĂšDE DO DF FOTO: AGĂŠNCIA BRASĂ?LIA

EDUCAĂ‡ĂƒO ENEM 2019

Provas do Exame jĂĄ estĂŁo todas impressas

SecretĂĄrio de SaĂşde, Osnei Okumoto, na assinatura do termo: â€œĂ‰ importante que as unidades que compĂľem a nossa rede possam trabalhar em conjuntoâ€?

Hemocentro e HCB ďŹ rmam OBJETIVO das duas instituiçþes ĂŠ estabelecer um plano de trabalho por ĂĄreas temĂĄticas

parceria

M

“Essa cooperação tĂŠcnica WHP FRPR ÂżQDOLGDGH XQLU RV processos, trocar experiĂŞncias GH JHVWmR H WDPEpP R WUDED lho tĂŠcnico que envolve as GXDV LQVWLWXLo}HV 6HPSUH p LPSRUWDQWHSRVVLELOLWDUTXHDV XQLGDGHVTXHFRPS}HPDQRVVD UHGHSRVVDPWUDEDOKDUHPFRQ juntoâ€?, ressaltou o secretĂĄrio de 6D~GH 2VQHL 2NXPRWR DSyV DVVLQDURWHUPR Para o superintenden teexecutivo do HCB, Renilson

As provas do Exame Nacional do Ensino MĂŠdio (Enem) 2019 foram todas impressas e metade delas jĂĄ foi remetida aos locais de aplicação. “Acabou o risco de nĂŁo ter Enemâ€?, enfatizou o ministro da Educação, Abraham Weintraub. O Enem 2019 serĂĄ realizado nos dias 3 e 10 de novembro, em 1.727 municĂ­pios brasileiros. Mais de 5 milhĂľes de pessoas farĂŁo o exame em 14 mil locais de aplicação de provas. Ao todo, foram impressas 10,3 milhĂľes de provas. A primeira remessa, de 408 mil provas, foi enviada no dia 3 de outubro, para locais de difĂ­cil acesso do ParĂĄ e Bahia. Outros malotes seguiram para RondĂ´nia, PiauĂ­, Pernambuco e Mato Grosso. Os materiais estavam sob a guarda do 4Âş BatalhĂŁo de Infantaria Leve do ExĂŠrcito Brasilieiro, em Osasco (SP) Em cafĂŠ da manhĂŁ com jornalistas, na manhĂŁ de hoje

(10), o ministro ressaltou que apesar dos problemas enfrentados com a grĂĄďŹ ca neste ano, o cronograma estĂĄ sendo seguido e a prova estĂĄ garantida. “NĂŁo teve problema nenhum com a grĂĄďŹ caâ€?, ressaltou Weintraub. No inĂ­cio deste ano, a empresa RR Donnelley, que era detentora do contrato para a impressĂŁo do Enem, decretou falĂŞncia. O Tribunal de Contas da UniĂŁo (TCU) autorizou, em abril, a contratação de nova grĂĄďŹ ca. Foi escolhida a Valid S.A., garantindo a impressĂŁo das provas. A Valid era a grĂĄfica seguinte na ordem de classiďŹ cação na licitação realizada em 2016. Neste ano, a contratação da segunda colocada foi autorizada pelo TCU para que a prova pudesse ser impressa a tempo, segundo o ministro. Para 2020, serĂĄ feita uma nova licitação. O processo para a elaboração de novo edital estĂĄ em andamento, segundo o Inep. FOTO: MARCELO CAMARGO/ABR

elhorias nos processos de trabalho e na assistência à população são alguns dos benefícios previsWRV QD SDUFHULD ¿UPDGD HQWUH D )XQGDomR +HPRFHQWUR GH Brasília (FHB) e o Hospital da Criança de Brasília JosÊ AlenFDU +&% 8PWHUPRGHFRR peração tÊcnica foi assinado, nesta quinta-feira (10/9), por representantes das duas instituiçþes da Secretaria de Saúde, SDUDIRUPDOL]DURDFRUGR

5HKHPDWURFDGHH[SHULrQFLDV entre duas instituiçþes de exceOrQFLDVHUiXPDRSRUWXQLGDGH SDUDUHYLVDUDJLOL]DUHDWXDOL ]DURVSURFHVVRVDGPLQLVWUDWL vos e de segurança do paciente. ³(VWDPRV DQLPDGRV FRP D SDUFHULD SDUD WUD]HU ERQV UH sultados às duas instituiçþes. $H[SHFWDWLYDpTXHWHQKDPRV SURFHVVRVGHPHOKRUTXDOLGDGH FRP PDLV VHJXUDQoD R TXH UHVXOWDHPEHQHItFLRVjSRSX lação�, destaca.

MAIS 2,8 MIL VAGAS

LINFOMA

ConvĂŞnios para aumentar vagas de estĂĄgio FOTO: DAVIDYSON DAMASCENO/IGES-DF

Na sexta-feira (11), o Instituto de GestĂŁo EstratĂŠgica de SaĂşde do DF (Iges-DF) assinou novos convĂŞnios e termos aditivos com 14 instituiçþes de ensino de nĂ­vel superior e tĂŠcnico, entre entidades pĂşblicas e privadas, para ampliar as vagas de estĂĄgio obrigatĂłrio. De janeiro a junho deste ano, passaram pelo Hospital de Base (HB) cerca de mil estagiĂĄrios. Com os convĂŞnios, que ampliam os estĂĄgios tambĂŠm para o Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e as unidades de pronto atendimento (UPAs), esse nĂşmero pode chegar a 2,8 –’•ȹÂ&#x;ŠÂ?ÂŠÂœČąÂŠÂ?ÂˇČąÂ˜ČąÄ™ČąÂ–ČąÂ?Â˜ČąÂŠÂ—Â˜ÇŻ “Estamos na era do conhecimento, por isso essa celebração de convĂŞnio tem um impacto

'HDFRUGRFRPDGLUHWRUD SUHV LGHQWH GR +HPRFHQWUR %iUEDUD6LP}HVH[SHULrQFLDV VHUmRWURFDGDVHPiUHDVFRPR FRPSUDGHSURGXWRVHVSHFLDLV transfusþes, patologias, infraestrutura, gestão do parque WHFQROyJLFR³1yVMiLQLFLDPRV a parceria e, agora, ela foi IRUPDOL]DGD (VWDEHOHFHPRV XPSODQRGHWUDEDOKRSDUDTXH DV iUHDV SRVVDP GHOLQHDU GH IRUPD REMHWLYD QRVVDV SHUV SHFWLYDVGHWUDEDOKR´GL]HOD

Com assinatura de termos, Iges-DF amplia rede de qualiďŹ cação de estudantes

muito grande para que o futuro Â™Â›Â˜Ä™ČąÂœÂœÂ’Â˜Â—ÂŠÂ•ČąÂŠÂ?ÂšÂžÂ’Â›ÂŠČąÂŽÂĄÂ™ÂŽÂ›Â’ÂšÂ—ÂŒÂ’ÂŠČą na rede de saĂşde pĂşblica, onde detemos muitas informaçþes e

expertise para melhorar o atendimento dos pacientes�, disse o diretor-presidente do Iges-DF, Francisco Araújo.

CÊlulas da doença somem com tratamento Pela primeira vez na AmÊrica Latina, mÊdicos da Universidade de São Paulo (USP) realizaram com sucesso um tratamento com o uso de cÊlulas T alteradas em laboratório para combater cÊlulas cancerígenas de linfoma. Chamado de terapia celular CAR-T, o procedimento jå Ê adotado nos Estados Unidos para tratar linfomas e leucemias avançadas. O tratamento, realizado no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (SP), foi aplicado, no início de setembro, no aposentado Vamberto Castro de 62 anos, com linfoma em estado grave e sem resposta a tratamentos convencionais para a doença.

Mais de 5 milhĂľes de pessoas farĂŁo o Enem em 14 mil locais

ESCOLAS MILITARES

Estado de SĂŁo Paulo adere ao programa do MEC O estado de SĂŁo Paulo decidiu aderir ao Programa Nacional das Escolas CĂ­vico-Militares do MinistĂŠrio da Educação (MEC). De acordo com o governador JoĂŁo Doria, a decisĂŁo ocorreu apĂłs esclarecimentos prestados ontem pelo ministĂŠrio ao secretĂĄrio de Educação do estado. “NĂłs pedimos uma anĂĄlise mais profunda do secretĂĄrio de Educação, Rossieli Soares, que foi ministro da Educação, e de forma muito conscienciosa. Hoje de manhĂŁ, o secretĂĄrio me disse que ĂŠ possĂ­vel a aprovação. Portanto SĂŁo Paulo vai aderirâ€?, disse Doria aos jornalistas ontem (3), durante passagem por BrasĂ­lia. O MEC vai liberar R$ 54 milhĂľes para o programa em

2020, sendo R$ 1 milhĂŁo por escola. O dinheiro serĂĄ investido no pagamento de pessoal em algumas instituiçþes e na melhoria de infraestrutura, compra de material escolar e reformas, entre outras intervençþes. As escolas em que haverĂĄ pagamento de pessoal sĂŁo as que ďŹ zerem parceria com o MEC e o MinistĂŠrio da Defesa, que contratarĂĄ militares da reserva das Forças Armadas para trabalhar nos estabelecimentos. A duração mĂ­nima do serviço ĂŠ de dois anos, prorrogĂĄveis por atĂŠ dez, podendo ser cancelado a qualquer tempo. Os proďŹ ssionais vĂŁo receber 30% da remuneração que recebiam antes de se aposentar.


CULTURA

7

www.brasiliaagora.com.br

BRASÍLIA, 11 A 13 DE OUTUBRO DE 2019

BRASÍLIA AGORA

FOTO: REPRODUÇÃO DA INTERNET

DOCUMENTÁRIO

Pioneiro brasiliense ganha filme sobre sua história

No repertório, canções do álbum Margem, e composições que resgatam músicas de Maritmo e Maré, os outros dois discos da trilogia marinha

Em Brasília, o show de Adriana Calcanhoto ACOMPANHADA de banda, cantora e compositora faz apresentação única no Centro de Convenções

A

driana Calcanhotto desembarca em Brasília para única apresentação do show “Margem”, mais um sucesso nos palcos do Brasil, em 18 de outubro. Os Ingressos estão à venda na bilheteria do local, no Brasília Shopping e site ou App da Ingresso Rápido. Adriana Calcanhotto assina a direção do espetáculo de seu

novo álbum, Margem, lançado em junho de 2019. O cenário é feito por Gigi Barreto e desenho de luz por Ivan Marques e Gabriel Santucci. A banda que a acompanha é formada pelos mesmos músicos que tocaram e coproduziram com ela o seu mais recente trabalho de estúdio. Rafael Rocha (mpc, bateria, percussão, handsonic, assovio), Bruno Di Lullo (baixo e synth) e Bem Gil (guitarra e synth), os dois

últimos estiveram com Calcanhotto na turnê A Mulher do Pau Brasil que rodou o Brasil no segundo semestre de 2018. “Eles são compositores, são parceiros, são amigos, tocam na mesma banda, me ajudaram a produzir o disco, são gatos, como não os levaria pela estrada a fora?”, derrete-se a artista. O repertório do novo show tem como esqueleto as canções do álbum Margem, e resgata músicas de Maritmo e Maré, os

SERVIÇO LOCAL: Auditório Master do Centro de Convenções Ulysses Guimarães; DATA: dia18 (sexta-feira); HORÁRIO: a partir das 21h30; INGRESSO: de R$ 120,00 a R$ 300,00 (valores referentes à inteira); CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 16 anos.

outros dois discos da trilogia marinha (como Mais Feliz, Vambora, Quem Vem Pra Beira do Mar), além de sucessos da carreira de Adriana, como Maritmo e Maresia, canções arranjadas especialmente para o espetáculo, como ‘Futuros Amantes”, de Chico Buarque, de 1993, que a cantora gravou como faixa exclusiva para a versão japonesa do álbum Margem. Canção irmã de Os ilhéus, apontam as duas para muito tempo depois de nossa civilização, e apostam as duas no amor e na virtude como humanidades sobreviventes aos tempos. Não saberemos. As duas canções irmãs só se encontram no palco (e no disco japonês) e em sequência. “É dos momentos mais fortes do show, pra mim, no sentido do quanto uma canção pode exigir de nós em termos da nossa capacidade de rendição à beleza”, destaca a cantora e compositora.

NO CARPE DIEM

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

FOTO: DIVULGAÇÃO

www.coquetel.com.br

Prerrogativa de gestantes em filas

A chefe de James Bond (Cinema)

Marcas de sujeira em roupas

Avidez (p. ext.) Prejuízo material Consequência da aceitação do ultimato

"(?) Arte Sequência de fatos de Falar que ocorrem sob a Mal", livro ação de causa e efeito (fig.) de Cony

Letra que indica o infinitivo verbal Prefixo de "ambivalência"

Porca nova Nome de 13 papas Operação de governos militares do Cone Sul

Grande divisão do tempo geológico

Grito do lutador de artes marciais Forma simplificada do esperanto Feito sem aprimoramento

(?) moral, conduta abusiva do chefe em relação ao subordinado no trabalho

Aposento das concubinas do sultão Agência Nacional do Petróleo (sigla)

Cavalo magro (bras.) Grande (abrev.)

Vitamina (?): o ácido ascórbico

Moeda não adotada pela Suécia

O dia da invasão aliada na Normandia

Furiosa; raivosa Guia espiritual

Rio da Espanha, nasce nos Pireneus Cineasta de "Terra em Transe"

Rua, em francês Ouro (símbolo)

Grupo de grandes cataratas entre Estados Unidos e Canadá A hora decisiva

14

Solução

no YouTube a partir do dia 1º de novembro. Pouca gente sabe, mas há empresas em atuação no Distrito Federal, nascidas aqui, mais antigas do que a própria capital. É o caso da Induspina Autopeças, que em junho completou 62 anos de mercado, tendo sido líder em seu segmento, com cinco lojas, por mais de duas décadas (1970 e 1980). À frente da empresa está o pioneiro Orédio Alves de Rezende, goiano de Pires do Rio, que chegou em Brasília, vindo de Anápolis (GO), em 1957, com a missão de abrir na Cidade Livre o braço (no setor de autopeças) do Grupo Pina, organização goiana em que trabalhava desde os 17 anos, como faxineiro. Com a posterior ajuda dos sócios Sebastião Feliciano, Antônio Delgado Torres (in memorian) e do irmão mais velho Omélio Alves de Rezende, o jovem Orédio, na época com 22 anos, deixou família e amigos, agarrando-se ao que viria a ser a maior oportunidade de sua vida, capaz de tirar a sua família do estado de privação econômica em que se encontrava à época. FOTO: DIVULGAÇÃO

Orédio Alves de Rezende: tema de O Legado de um Pioneiro

HORÓSCOPO ÁRIES 21/03 A 20/04

TOURO 21/04 A 20/05

No trabalho, podem surgir mudanças e oportunidades bem interessantes. Você só vai precisar de mais concentração para aprender algo novo. Avalie os riscos antes de se envolver num amor proibido. Cor: branco.

Evite contar demais com a opinião ou o apoio dos colegas hoje, principalmente do serviço, pois há o risco de se decepcionar. Sentimento por alguém da turma pode ser irresistível. Cor: azul-escuro.

GÊMEOS 21/05 A 21/06

CÂNCER 21/06 A 20/07

Quem deseja mudar de emprego ou dar uma guinada na carreira pode contar com a ajuda dos astros. Mas não é um bom dia para parcerias. Forte atração por pessoa do trabalho ou muito disputada. Cor: vinho.

Não tenha medo de dizer “não” se alguém pedir mais do que você pode cumprir. Cuidado também com a saúde: evite extravagâncias, ok? Boa sintonia no romance. Faça algo para quebrar a rotina. Cor: amarelo.

LEÃO 22/07 A 22/08

VIRGEM 21/08 A 22/09

O céu indica transformações e imprevistos no trabalho. Enfrente os desafios e procure se adaptar sem reclamar. Sucesso garantido na paquera e no romance. Use e abuse da sua sensualidade. Cor: creme.

Sociedade com parentes pode ter alguns problemas ao longo do dia. Controle as emoções e use a razão para resolver divergências. Na vida a dois, muito carinho e sedução. Não deixe a família interferir. Cor: azul.

LIBRA 23/09 A 22/10

ESCORPIÃO 23/10 A 21/11

Os astros anunciam um dia agitado e produtivo para você no trabalho. Cuidado com o que vai dizer e ouvir, pois pode ter problemas com mal-entendidos. Possibilidade de romance com colega próximo. Cor: branco.

Terá sorte em tudo que fizer e saberá direitinho o que dizer para convencer as pessoas. Evite extravagâncias. Cuidado para não colocar tudo a perder com cenas de ciúme e possessividade. Cor: preto.

SAGITÁRIO 22/11 A 21/12

CAPRICÓRNIO 22/12 A 21/01

Você pode ganhar dinheiro ao lidar com serviços caseiros ou ao negociar algum bem de família. Assuntos do passado podem vir à tona e tumultuar seu dia. Há chance inclusive de rever ex-amor. Cor: azul-claro.

Cuidado com fofocas e mal-entendidos. Procure ficar mais no seu canto. Romance secreto pode cair na boca do povo, tenha cautela. A dois, esclareça qualquer dúvida ou insegurança. Cor: lilás.

AQUÁRIO 21/01 A 19/02

PEIXES 20/02 A 20/03

O céu só aconselha a não misturar dinheiro com amizade, pois pode se complicar ainda mais. Na paquera, só vai se envolver se sentir firmeza na relação. A dois, cuidado com ciúme e desconfianças. Cor: prata.

É provável que nem tudo saia como você planejou hoje. Por isso, evite sonhar alto demais. Aceite convites e aproveite para mostrar o seu charme. Cuide de quem ama e respeite as diferenças. Cor: vermelho.

EC

F C O P R M M A Ç O Ã V O D

B C O N D O R H E R

ER RO

U O T I D O R I D A D E ES I A A S Ç M A R R Ã B U O I D A D E H AR E M P G C A N A D A N I D G E N T E A U I C H A

BANCO

Caráter do atendimento a acidentados

M P I O R N C E E L R A A N A Z A G U U R A U

Na época da web 2.0, quando algum conteúdo se popularizava exponencialmente via e-mail ou republicações em blogs, o nome Adolar Gangorra pipocava aqui e ali, sempre relacionado a textos hilários, no qual o autor destilava ironia e deboche sem rédeas. Com o tempo, surgiu a dúvida: quem seria essa pessoa de nome tão peculiar? Os poucos dados biográficos encontrados apontam que Adolar está em idade avançada, na casa dos 80 anos, é filho único, do signo de unicórnio, não perde um show sequer do grupo The Fevers ou do Benito de Paula Cover. Sua verdadeira face ainda permanece um segredo: tanto nas entrevistas publicadas na imprensa, quanto no banner de seu blog (adolargangorra. blogspot.com) consta apenas a foto de um senhor com um balde amarelo na cabeça. O mistério, entretanto, está prestes a ser revelado: em 5 de novembro, a partir das 19h, no restaurante Carpe Diem (104 Sul), Adolar Gangorra fará uma aparição pública, quando celebra o lançamento de seu primeiro livro solo, Como Tenho Certeza Absoluta de Como o Mundo Deveria Ser.

Prática comercial Unidade de condenada pela OMC monitoraProduto de exportação mento de da região de Limoges infartados

P A A R T E G L

Lançamento do primeiro livro de Adolar Gangorra

Concorrente em disputa esportiva

3/ido — rue. 4/leão. 5/marrã. 6/aragón.

Foto oficial do escritor

© Revistas COQUETEL

Prestes a completar 60 anos, Brasília ainda tem vivos alguns dos pioneiros que ajudaram em sua construção. Um deles é o goiano Orédio Alves de Rezende, cuja história é tema central do documentário O Legado de um Pioneiro, que estreia neste sábado (12), em sessão exclusiva para convidados, no Itaú Cinemas, do CasaPark. O filme, dirigido por Rafael Pires e concebido, roteirizado e produzido pelo filho do protagonista, o jornalista Flávio Resende, traz um apanhado dos principais acontecimentos da vida de Orédio, que trouxe a primeira rede de autopeças para a capital da República, em 1958, que se mantém aberta até hoje, na 514 Sul. Na ocasião, logo após a sessão, Orédio Alves de Rezende receberá o Título de Cidadão Honorário de Brasília, concedido pela Câmara Legislativa do DF, proposto pelo deputado Daniel Donizet (PSDB-DF). Com esta sessão única, o filme, com duração de uma hora, não entra em cartaz nos cinemas. Mas estará disponível


8

BRASÍLIA, 11 A 13 DE OUTUBRO DE 2019

www.brasiliaagora.com.br

BRASÍLIA AGORA

Profile for Jornal Brasília Agora

Edição 985 do Jornal Brasília Agora  

Brasília, 11 a 13 de outubro de 2019

Edição 985 do Jornal Brasília Agora  

Brasília, 11 a 13 de outubro de 2019

Advertisement