Page 1

R 0

FUNDADO EM 2001 - ANO XVIII - N 1.020

BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 3 DE DEZEMBRO DE 2019

www.brasiliaagora.com.br

RECONHECIMENTO

E-mail: bsbagora@gmail.com

ECONOMIA FOTO: RENATO ALVES/AGÊNCIA BRASÍLIA

Bolsonaro comemora crescimento de 0,6% do PIB no trimestre Segundo o presidente da República, o resultado era inesperado para os analistas econômicos, mas a equipe econômica já esperava uma notícia boa e ela veio em uma boa hora. PÁGINA 3

MEDALHA DO MÉRITO BURITI É ENTREGUE A 236 SERVIDORES Na manhã de terça-feira (3), o Governo do DF, em reconhecimento ao trabalho do funcionalismo para melhor a produtividade ou reduzir gastos públicos do DF, concedeu a 236 servidores a Me-

Câmara aprova proposta de transição referente ao ISS Texto cria transição para que o Imposto sobre Serviços, a cargo dos municípios, passe a ser pago à cidade na qual eles são prestados. FOTO: DIVULGAÇÃO

dalha Mérito Buriti 2019. Entre os homenageados estavam secretários de Estado, diretores de empresas públicas, parlamentares, representantes de instituições, empresários e servidores públicos.

PÁGINA 2

PÁGINA 3

FOTO: RENATO ARAÚJO/AGÊNCIA BRASÍLIA

CAESB

Em vigor, a nova estrutura tarifária para contas de água Nova fórmula, resultado de estudo minucioso que avaliou o impacto da nova estrutura para o consumidor, destaca o equilíbrio econômico-financeiro da Caesb e o incentivo ao uso racional da água. PÁGINA 4

CULTURA: EM CARTAZ ATÉ 22/12, NO CCBB, O MUSICAL INFANTOJUVENIL VAMOS COMPRAR UM POETA. PÁGINA 7


POLĂ?TICA

2

www.brasiliaagora.com.br

BRAS�LIA, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO 166E 3 DE DEZEMBRO 2019 DE 2019

BRASĂ?LIA AGORA

RECONHECIMENTO FOTO: PAULO H CARVALHO/AGĂŠNCIA BRASĂ?LIA

SecretĂĄrios veem ato como gĂĄs para o futuro Ao caminhar para o fim do primeiro ano de gestĂŁo, secretĂĄrios de Est ado est avam ent re os homenageados e valorizaram atos e entregas do governo. â€œĂ‰ motivo de muita alegria receber esse recon hecimentoâ€?, resumiu ErickaFilippelli, secretĂĄria da Mulher. Para ela, isso vai ser vir de combustĂ­vel para o futuro. “Chegamos ao governo enfrentando muitas dif iculdades e ĂŠ muito especial ver que est aPRV FKHJDQGR DR ÂżP GR ano com muitas entregas, açþes, avanços. O governador Ibaneis trouxe uma nova forma de gestĂŁo, os secretĂĄrios trabalham em unidade e isso ĂŠ muito positivoâ€?. A frente de uma das past as mais sensĂ­veis, o secret ĂĄ r io de SaĂşde OsneiOkumoto estendeu a homenagem aos servidores d a saĂşde. â€œĂ‰ uma honra ter o trabalho reconhecido, mas isso representa um conjunto de açþes e pessoas capazes de oferecer mudanças. Temos valorosos colegas de trabalho, pessoas muito diferenciadas nas suas especialidades e isso tem mostrado, no decorrer do ano, com a melhora da saĂşdeâ€?. Pa r a JoĂŁ o Pe d ro Ferraz, que comanda as pastas do Trabalho e de Educação, “a medalha ĂŠ um incentivo para continuarmos fazendo o traEDOKDQGRFRPDÂżQFR´$ fala foi apoiada pelo titular de Projetos Especiais, Everardo Gueiros. “Desde o inĂ­cio do ano estamos t rabalhando du ro para melhorar a nossa cidade. O gover na dor I ba neis tem sido muito exigente e temos visto os frutos apareceremâ€?, disse. SecretĂĄrio das Cidades, Fernando Leite garantiu que a homenagem ĂŠ “o maior reconhecimento para agente que tem uma vida dedicada Ă população do DFâ€?. “O setor da agricultura cumpriu todos os seus compromissos com a população rural. Estamos eu e o secretĂĄrio de Agricultura recebendo,

Condecoração Ê destinada a agraciar agentes públicos e da sociedade civil pelo desempenho das funçþes e por serviços prestados à sociedade e ao GDF

Governo condecora 236 servidores com Medalha do MÊrito Buriti omo forma de reconhecer o trabalho do funcionalismo para melhorar a produtividade ou reduzir gastos públicos do Distrito Federal, 236 servidores receberam a Medalha do MÊrito Buriti de 2019. A solenidade de entrega aconteceu no Centro de Convençþes Ulysses Guimarães na manhã desta terça-feira (3). A condecoração Ê destinada a agraciar agentes públicos e membros da sociedade civil pela dedicação e zelo do desempenho das funçþes e por relevantes serviços prestados à sociedade e ao Gover no do Distrito Federal. Secretårios de Estado, diretores

HONRARIA ĂŠ um reconhecimento ao trabalho de pessoas que contribuĂ­ram para melhorar a produtividade ou reduzir gastos pĂşblicos

C

de empresas públicas, parlamentares, representantes de instituiçþes, empresårios e servidores públicos estavam entre os homenageados. Nilson Santos era só emoção. Aos 51 anos, ele celebra três dÊcadas dedicadas ao funcionalismo público. Servidor da Secretaria de Esporte e Lazer, ele revela que a honraria foi, por muito tempo,

um sonho. “Dez anos atrĂĄs eu olhava a lista de agraciados e sĂł tinha o alto escalĂŁo. Meu dia chegou. Me sinto muito honrado, ĂŠ a realização de um sonhoâ€?, comemorou. A notĂ­cia da homenagem chegou por uma ligação do chefe de Nilson e ele nĂŁo conseguiu segurar o choro. AtĂŠ festa em casa ele fez. â€œĂ‰ uma medalha que veio por

reconhecimento. Gosto muito de ser servidor, trabalho com muito carinhoâ€?, disse. Ouvidor na Administração da Candangolândia, AmphrĂ­sio Romero Filho, 49 anos, se diz apaixonado pelo serviço pĂşblico. “A gente vĂŞ desde o inĂ­cio da demanda atĂŠ a conclusĂŁo. SĂŁo 25 anos dedicados ao Governo do DF. Essa medalha ĂŠ uma coroação de um trabalho feito com muito amorâ€?, revelou o homem, sob os olhares orgulhosos da esposa. “Ele sempre foi muito competente e dedicado no que ID],VVRpVyXPUHĂ€H[R´YDlorizou Jeane Romero, auxiliar de biblioteca de 42 anos.

GOVERNADOR VALORIZA EMPENHO DE TODOS FOTO: RENATO ALVES/ABSB

O governador Ibaneis Rocha foi condecorado antes de agraciar os demais homenageados. Na fala, o chefe do Executivo ressaltou o apoio dos parlamentares da Câmara Legislativa, da Câmara Federal e do Senado. Ele tambĂŠm agradeceu aos nomes que compĂľem o governo e dedicou carinho os servidores. “Gostaria de agradecer todo meu secretariado, que tem se empenhado e dedicado. A grande maioria deles trabalha com o coração e a vontade de escrever seu nome em BrasĂ­lia. Aos administradores regionais, todos tĂŞm procurado se integrar com as suas comunidades, a viver suas comunidades e a trazer os problemas fazendo interlocução com a Câmara Legislativa, Federal e MinistĂŠriosâ€?, apontou. Ă€queles que fazem parte do quadro de servidores, Ibaneis Rocha direcionou abraço e carinho. “[Essa homenagem] ĂŠ feita de coração pelo empenho desse serviço pĂşblico que ĂŠ feito de forma TXDOLÂżFDGDGHIRUPDDDWHQGHUD comunidade e a cuidar das pessoas em todas as ĂĄreas. Obrigado a cada um dos servidores dessa cidadeâ€?, disse. Para o governador, com a uniĂŁo de todos esses fatores, a Medalha

Ibaneis recebe sua medalha antes de condecorar os demais homenageados

do MĂŠrito Buriti pode servir como um sĂ­mbolo do carinho do GDF com a população. “NĂŁo foi um ano de grandes obras, mas foi um ano que a população sentiu a presença do estado atravĂŠs de todos esses ĂłrgĂŁos. Acredito que 2020 serĂĄ um ano de muitas realizaçþesâ€?, destacou. PROCESSO DE ESCOLHA

A Medalha do MÊrito Buriti Ê uma tradição no DF. Na dÊcada de 1970, foi editado o Decreto nº 1.488, que instituiu a congratulação para servidores com o mínimo

de dez anos de efetivo exercício. Em novembro deste ano, um novo texto publicado no Diårio 2¿FLDOGR')DWXDOL]RXRSULPHLUR A honraria Ê um insígnia circular em dourado fosco. De um lado, ela tem um espÊcime de buriti desenhado em alto-relevo brilhoso. Do outro, as palavras Brasília e Distrito Federal. As indicaçþes para receber a Medalha do MÊrito Buriti são exclusivas do governador, do vice-governador, dos Secretårios de Estado, das autoridades de hierarquia equivalente e dos integrantes do

Conselho da Medalha do MÊrito Buriti, que tem papel de analisar os nomes. O Conselho Ê formado pelos secretårios de Economia, AndrÊ Clemente; de Governo, JosÊ Humberto; da Casa Civil, Valdetårio Monteiro; e da Casa Militar, Alexandre Spíndola de Ataídes; e pelos chefes de gabinete e do cerimonial do governador. Quem bate o martelo Ê o próprio chefe do Executivo. A homenagem Ê destinada a agentes públicos e integrantes da sociedade civil que atendam DFULWpULRVGH¿QLGRVSRUGHFUHWR É preciso que a pessoa tenha desempenhado funçþes de modo relevante, com dedicação e zelo pelo serviço público, por exemplo. O condecorado ainda pode ter contribuído com sugestþes, planos e projetos para proporcionar aumento de produtividade, melhor racionalização ou maior economia dos gastos públicos sem que isso seja sua função. O último critÊrio, que pode ser cumulativo, Ê a pessoa ter prestado serviços relevantes ao GDF ou à comunidade, tendo atos de bravura, de desprendimento ou de dedicação alÊm do dever.

e estamos muito felizes e gratosâ€?, celebrou Denise Fonseca, presidente da Empresa de AssistĂŞncia TĂŠcnica e ExtensĂŁo Rural do Distrito Federal (Emater-DF). UNIĂƒO POR SEGURANÇA O SecretĂĄrio de Segurança, Anderson Torres, os comandantes da PolĂ­cia Militar (PMDF) e do Corpo de Bombeiros (CBMDF), e o diretor-geral da PolĂ­cia Civil (PCDF) tambĂŠm foram homenageados. Em discurso, o gover nador destacou o trabalho das forças. “Conseguimos fazer a uniĂŁo dessas categorias, fazer com que elas se aproximassem e que a população do DF sentisse um pouco mais de segurançaâ€?. â€œĂ‰ muito importante. Isso valoriza o que temos feito e nos dĂĄ força para trabalhar mais e maisâ€?, entende o comandante-geral do CBMDF, Emilsonferreira dos Santos. Da corporação, tambĂŠm foi homenageada a bombeira MarizelliArmelinda Dias, que morreu em serviço em setembro aos 31 anos. Para ele, “pegar alguĂŠm do seio da tropa, que doou a sua vida pela comunidade, ĂŠ de suma importânciaâ€? e leva reconhecimento a toda a tropa. Comandante-geral da PMDF, Julian Pontes tambĂŠm valorizou a honraria. “Entendo que essa comenda nĂŁo ĂŠ para mim, mas para a instituição. A PMDF, juntamente com os demais ĂłrgĂŁos da Seg urança PĂşblica, estĂĄ fazendo um grande esforço operacional para entregar Ă população a segurança que merecemosâ€?, destacou. Completando a trĂ­ade da Segurança, o diretor-geral Robson Cândido enalteceu a importância do recon hecimento do GDF pelas instituiçþes. “Trabalhamos muito este ano, conseguimos solucionar todos os crimes de grande repercussĂŁo. Motiva o reconhecimento do nosso empenhoâ€?, valorizou. FOTO: VINICIUS DE MELO/AGĂŠNCIA BRASĂ?LIA

Condecorada, Ericka Filippelli elogia unidade dos secretĂĄrios

CRIME AMBIENTAL

LUIZ ESTEVĂƒO É CONDENADO A PAGAR MULTA DE R$ 40 MIL POR DESMATAMENTO IRREGULAR O ex-senador Luiz EstevĂŁo foi condenado a pagar multa de R$ 40 mil por crime ambiental. Segundo a acusação, o empresĂĄrio desmatou, irregularmente, cerca de 2 mil metros quadrados de cerrado em uma fazenda de sua propriedade, no ParanoĂĄ, Distrito

Federal. A região tambÊm faz parte de uma unidade de conservação ambiental. A decisão Ê resultado de um processo penal que tramita desde 2008 na Justiça do DF. A ação jå foi analisada pelo Supremo Tribunal Federal e não cabe mais

T�TULO DEPOSITADO NO INPI SOB Nº 828213798 JORNAL BRAS�LIA AGORA EMPRESA JORNAL�STICA LTDA. - ME Redação e Deptº Comercial: SIG Quadra 3 Bloco B, Entrada 75 - Sala 101 - Brasília-DF - CEP: 71200-432 - Fones: (61) 3344-9063 e 3344-9064. 3DUTXH*Ui¿FR SIA quadra 3C lote 24 – fundos. Telefone: 3341-3852 E-mail: bsbagora@gmail.com e o site: www.brasiliaagora.com.br

recurso. A multa de R$ 40 mil substitui pena de 6 meses de reclusĂŁo Ă qual o ex-senador foi inicialmente condenado pelo crime ambiental. Segundo a decisĂŁo judicial, Luiz EstevĂŁo ainda pode decidir se prefere pagar a multa ou adicionar

o tempo de prisão à pena de 26 anos de detenção que jå cumpre em regime semiaberto. Acionada pela reportagem, a defesa do ex-senador não quis se manifestar sobre o assunto. 2 YDORU GD PXOWD IRL ¿[DGR no último dia 29 de novembro,

Diretor: SĂ?LVIO AFFONSO Editor Geral: EZEQUIEL MORAIS Editora Executiva: KĂ TIA SLEIDE Diagramação: ANTĂ”NIO CALANDRINI Colunista: KĂ TIA SLEIDE Fontes: AGĂŠNCIAS BRASIL e BRASĂ?LIA *ARTIGOS ASSINADOS SĂƒO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES

pelo juiz Gilmar Tadeu Soriano, da Vara de Execuçþes Penais do DF. A decisão ocorre 11 anos após a instauração de inquÊrito pela Polícia Civil do DF. Em 2014, o MinistÊrio Público do DF apresentou denúncia. Segundo a acusação, Luiz Estevão,

"ao realizar o plantio de grãos, promoveu a retirada irregular de 2 mil m² de vegetação típica de cerrado em åreas inseridas na Unidade de Conservação da à rea de Proteção Ambiental (APA) do Planalto Central sem licença ou autorização dos órgão competentes".

CIRCULAĂ‡ĂƒO: BrasĂ­lia: Plano Piloto; Setor de Autarquias, SCN; SCS; Lago Norte; Lago Sul; Asa Norte; Asa Sul; SIA; Sudoeste. Distrito Federal: Taguatinga, Ceilândia; Ă guas Claras. GoiĂĄs: Goiânia; AnĂĄpolis; Luziânia; Cidade Ocidental; Novo Gama; ValparaĂ­so; Santo AntĂ´nio do Descoberto; Ă guas Lindas; Formosa; Planaltina de GoiĂĄs; JaraguĂĄ; PirenĂłpolis; Cocalzinho e CorumbĂĄ.


3

www.brasiliaagora.com.br

BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 3 DE DEZEMBRO DE 2019

BRASÍLIA AGORA

ECONOMIA ISS

Produto Interno Bruto cresce 0,6% no trimestre FOTO: WILSON DIAS/ABR

ANÚNCIO deixa o presidente Bolsonaro aliviado. Para ele, analistas não esperavam, mas o governo, sim presidente Jair Bolsonaro comemorou, hoje (3), o anúncio do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB, a soma de todos os bens e serviços produzidos no país), no terceiro trimest re. Em compa ração com o trimestre anterior, houve aumento de 0,6%, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). “É algo inesperado para os analistas econômicos, mas da nossa parte sabíamos que viria uma boa notícia, e ela veio em uma boa hora. E a nossa equipe econômica diz que a previsão para o próximo trimestre é crescer. O Brasil está crescendo”, disse durante participação no fórum O Controle no Combate à Corrupção, em Brasília. Iniciativa da Controladoria-Geral da União (CGU), o evento acontece em celebração ao Dia Internacional Contra a Corrupção, comemorado em 9 de dezembro, e visa debater a relevância do controle na melhoria da gestão pública e no combate à corrupção.

FOTO: WILSON DIAS/ABR

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou na segunda-feira (2) proposta que cria uma transição para que o Imposto sobre Serviços (ISS), a cargo dos municípios, passe a ser pago à cidade na qual os serviços são efetivamente prestados. Os destaques apresentados serão votados na terça-feira.A mudança atinge casos de empresas que têm clientes em diversos municípios, como planos de saúde e administradoras de cartão de crédito.

O

TRANSIÇÃO Segundo a transição estabelecida, até o fim de 2020, 66,5% do ISS nesses tipos de serviços ficarão com o município do local do estabelecimento do prestador do serviço e 33,5% com o município do domicílio do que contratou.

Em 2021, será o inverso: 33,5% do ISS ficarão com o município do local do estabelecimento do prestador do serviço e 66,5% com o município do domicílio do contratante. Em 2022, 15% ficarão com a cidade do prestador do serviço e 85% com o contratante. A partir de 2023, 100% do ISS ficará com o município do domicílio de quem contratou o serviço.Todas as decisões sobre a forma como o imposto será remetido a cada município ficarão a cargo do Comitê Gestor das Obrigações Acessórias do Imposto sobre Serviços. O projeto aprovado foi um substitutivo ao Projeto de Lei Complementar (PLP) 461/17, do Senado. De autoria do deputado Herculano Passos (MDB-SP), a proposta teve aprovação 312 deputados, com apenas um voto contra.

CLÁUSULA DE BARREIRA

Legenda de Bolsonaro, PT e PDT têm situação mais confortável

Para Bolsonaro, a notícia veio em boa hora. E a previsão, segundo ele, é de mais crescimento no próximo trimestre

PACTO FEDERATIVO

PREFEITOS SE MOBILIZAM EM BRASÍLIA CONTRA EXTINÇÃO DE MUNICÍPIOS FOTO: ARQUIVO/ABR

A praticamente duas semanas do recesso parlamentar, mil prefeitos movimentam Brasília nesta terça-feira (3). Com as malas cheias de pedidos para deputados e senadores, eles estão reunidos no auditório Petrônio Portela, no Senado. Desta vez, o ponto principal da mobilização tem a ver com a chamada Proposta de Emenda à Constituição(PEC 188/129) do Pacto Federativo. A PEC, enviada pelo governo ao Congresso, propõe a extinção de municípios que não atingirem, em 2023, o limite de 10% dos impostos sobre as receitas totais e que tenham população de até cinco mil habitantes. Desde que chegou ao Senado, o texto e os critérios propostos para a medida, têm sido criticados pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). A entidade realizou um estudo para avaliar os impactos da proposta. De acordo com o levantamento, os municípios com até 50 mil habitantes correspondem a 87,9% do território, sendo responsáveis por grande parte da produção brasileira. Os que têm população de até cinco mil habitantes são 1.252, ou seja, 22,5% das cidades. Desses, 1.217 (97%) não atingiriam o limite de 10% dos impostos sobre suas receitas totais. Senadores, no entanto, avaliaram como nulas as chances de a proposta avançar na Casa ainda este ano ou em 2020, de eleições municipais.

Câmara Federal aprova texto-base que altera regras do Imposto sobre Serviços

CÂMARA

Prefeitos cobram também a aprovação de ações de socorro às prefeituras

OUTRAS DEMANDAS

A lista de demandas de prefeitos no Congresso é extensa. Só no Senado, ela incluiu ainda a votação da proposta que trata da execução direta de emendas individuais parlamentares e a Nova Lei de Licitações. No caso das emendas individuais, a expectativa é que a medida reduza a burocracia e as taxas, que, segundo a CNM, chegam a 12% da gestão dos convênios de repasse das emendas parlamentares individuais impositivas. Sem necessidade de convênio ou instrumento semelhante, o recurso poderá ser transferido diretamente para os municípios e os estados. Os prefeitos defendem que a distribuição dos valores fundo a fundo garante maior transparência, efetividade e qualidade nos gastos. Eles argumentam ainda que as emendas levam,

em média, 36 meses para serem executadas. Se aprovadas, os gestores esperam que, com as mudanças, o dinheiro chegue aos municípios mais rapidamente. Já a Nova Lei de Licitações (Projeto 1.292/95 e apensados) - aprovada na Câmara - é outra matéria que os municipalistas querem apoio e celeridade no Senado. O texto cria modalidades de contratação, exige seguro-garantia para grandes obras, tipifica crimes relacionados ao assunto e disciplina vários aspectos do tema para as três esferas de governo (União, estados e municípios). Pela proposta, o administrador poderá contar com modalidades de licitação diferentes das atuais, e a inversão de fases passa a ser a regra: primeiro são julgadas as propostas e depois são cobrados os documentos de habilitação do vencedor.

Na lista de cobranças à Câmara está a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 133/2019 – a chamada PEC paralela da Previdência. Entre outros pontos, a medida inclui estados e municípios na Reforma da Previdência. Pelo texto aprovado no Senado, estados, Distrito Federal e municípios podem adotar integralmente as mesmas regras aplicáveis ao regime próprio de Previdência Social da União por meio de lei ordinária. Há ainda o acréscimo de 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) nos Impostos de Renda (IR) e Sobre Produtos Industrializados (IPI) de setembro. A proposta foi aprovada em comissão especial da Câmara em junho e, na mobilização de setembro dos prefeitos, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se comprometeu a pautar a PEC. &RPRQmRVRIUHXPRGL¿FDções, o texto precisa apenas ser aprovado no plenário da Casa e, se não houver mudanças, vai direto para promulgação. Se ocorrer ainda neste ano, passa a valer em 2020 de forma escalonada: 0,25% no primeiro e no segundo ano; 0,5% no terceiro; e 1% a partir do quarto. Estimativas apontam que o Fundo de Participação dos Municípios pode crescer até R$ 5,6 bilhões a partir de 2023.

Temos hoje no país 23 partidos aptos a receber fundo eleitoral, partidário e a usufruir do tempo gratuito de rádio e televisão. Antes da cláusula de barreira, tínhamos 35 legendas. Pelo menos mais sete ou oito deixarão de existir em 2020. Será a primeira eleição com proibição de coligações proporcionais. Alguém acredita que teremos 23 chapas distintas na maioria dos municípios? Governadores e prefeitos são os pólos de poder que organizam o jogo. Quem não tem nenhum dos dois, ficará em maus lençóis. Até a data limite para filiação partidária veremos uma verdadeira “diáspora” de candidatos. Ampla, geral e irrestrita.É fato que a cláusula de barreira só vale para 2022. Mas estudos eleitorais indicam que as eleições de prefeitos e vereadores têm relação direta com a eleição de deputados. Em 2021 estará claro quem tem “café no bule” e quem está no “corredor da morte”. A eleição de Bolsonaro alterou o eixo da política brasileira. Pela primeira vez, desde a redemocratização, temos um governo que se orgulha de ser de direita. O PSL foi o táxi que o Capitão “alugou” para chegar ao Planalto. Bivar sem Bolsonaro é como um show da banda Vitória Régia sem Tim Maia. Os músicos podem até ser bons, mas a plateia vai ficar vazia. O lançamento de um partido para expressar uma “nova e orgulhosa direita, liberal e conservadora”,faz todo sentido para o projeto de poder do presidente. NOVO PARTIDO Pouco importa se vai dar tempo de registrar a sigla para 2020. O Capitão apoiará os candidatos que achar conveniente. Como não existe fidelidade para prefeito, Bolsonaro poderá “pescar” sem dificuldade após o pleito. É improvável que tudo con-

tinue como está. O quadro partidário que emergiu com a Nova República parece estar com os dias contados.Hoje, só o Aliança pelo Brasil, o PT e o PDT de Ciro possuem situação confortável. O PSDB terá que definir seu rumo. Tucanos históricos apostam suas fichas na candidatura social-liberal de Huck. Doria tenta um bolsonarismo sem Bolsonaro. O mesmo dilema vivido pelo DEM. No Centrão, PP, PL e Republicanos parecem ser os mais resistentes. O MDB teve em 2018 o pior desempenho de sua história. Até aqui, o chamado centro político sobreviveu se escorando nas alianças e coligações regionais. Vão conseguir montar chapas nos estados sem projeto nacional? Conseguirão resistir à força gravitacional dos pólos? Na esquerda, o PSB tem governadores, bancada média, mas não tem projeto nacional. Seus deputados têm se dividido nas votações no Congresso. Os socialistas não são ameaçados pela cláusula de desempenho, mas podem tomar um susto. O PCdoB, mesmo coligado com o PT, não ultrapassou a cláusula em 2018. Foi salvo pela fusão com o PPL. Não é possível prever qual será o impacto eleitoral da “volta do PSOL para dentro do PT”. O “PaiSol” é forte e costuma atrair para si tudo que se aproxima. Após o pleito municipal surgirão apelos para a volta das coligações proporcionais. Tudo sempre pode acontecer. Mas os “jacarés” sobreviventes estarão deitados no leito do rio de boca aberta à espera dos peixes desesperados. Uma ampla reorganização partidária, com fusões e “aquisições”, é o mais provável, superando barreiras políticas e ideológicas. As burocracias, “donas destas máquinas”, vão gritar, mas quando o instinto de sobrevivência de quem tem voto fala mais alto, ninguém segura.(Do Congresso em Foco) FOTO: MARCELO CASAL JR/ABR

Será a 1ª eleição com proibição de coligações proporcionais


CIDADE

4

www.brasiliaagora.com.br

BRAS�LIA, TERÇA-FEIRA, 3 DE DEZEMBRO DE 2019

BRASĂ?LIA AGORA

FOTO: ARQUIVO/AGĂŠNCIA BRASĂ?LIA

ABASTECIMENTO DE à GUA SEGURANÇA PÚBLICA

$JrQFLD 5HJXODGRUD GH Ă guas, Energia e SaneaPHQWR%iVLFRGR'LVWULWR )HGHUDO $GDVD SXEOLFRX , ontem (2), no 'LiULR2ÂżFLDO do Distrito Federal , a nova estrutura tarifĂĄria que passarĂĄ DYLJRUDUVREUHRVVHUYLoRVGH DEDVWHFLPHQWRGHiJXDHHVJRWDPHQWR VDQLWiULR FREUDGRV SHOD &RPSDQKLD GH 6DQHDPHQWR$PELHQWDO &DHVE 2 trabalho ĂŠ resultado de estudo PLQXFLRVRTXHDYDOLRXRLPSDFWRGDQRYDHVWUXWXUDSDUD R FRQVXPLGRU GHVWDFDQGR R HTXLOtEULR HFRQ{PLFRIL QDQFHLUR GD FRQFHVVLRQiULD HRLQFHQWLYRDRXVRUDFLRQDO da ĂĄgua. $OpPGHDPSOLDUVLJQLÂżFDWLYDPHQWHRQ~PHURGHIDPtOLDVGHEDL[DUHQGDEHQHÂżFLDGDVSHODWDULIDVRFLDODQRYD HVWUXWXUD FRUULJH HP JUDQGH SDUWHDVGLVWRUo}HVGRVLVWHPD DWXDOTXHFREUDRHTXLYDOHQWH DRFRQVXPRPtQLPRGHPĂą 3HOD QRYD UHJUD GHÂżQLGD SHOD $GDVD FHUFD GH  GRVFRQVXPLGRUHVSDVVDUmRD SDJDUPHQRVSHORVVHUYLoRV 8WLOL]DQGR D WpFQLFD GH DQiOLVH GH PXOWLFULWpULRV D $GDVDHVWDEHOHFHXFLQFRDOWHUQDWLYDVVXEPHWLGDVjFRQVXOWD HDXGLrQFLDS~EOLFD'DVPDLV GH  FRQWULEXLo}HV UHFHELGDVGHLQVWLWXLo}HVXVXiULRVH VRFLHGDGHFLYLOIRLHVWDEHOHFLGDDFREUDQoDGHWDULIDVÂż[DV SDUDFDGDFDWHJRULD UHVLGHQFLDOSDGUmRUHVLGHQFLDOVRFLDO QmRUHVLGHQFLDOHSDLVDJLVPR  DFUHVFLGDVGHWDULIDVYDULiYHLV H FUHVFHQWHV SRU IDL[D GH FRQVXPR 3DUD D FDWHJRULD UHVLGHQFLDO SDGUmR D WDULID Âż[D GH ĂĄgua passarĂĄ a ser de R$ 8; SDUD D UHVLGHQFLDO VRFLDO 5 SDUDRFRPpUFLRLQG~VWULDH yUJmRVS~EOLFRV5HSDUD D FDWHJRULD SDLVDJLVPR 5 $WDULIDGHHVJRWRFRUUHVSRQGHDGDWDULIDGH iJXDSDUDDPDLRULDGRVFDVRV

A

NA REGIĂƒO LESTE

Melhorias nas unidades de saĂşde estĂŁo na fase ďŹ nal As adequaçþes e revitalizaçþes das estruturas das unidades pĂşblicas de saĂşde da RegiĂŁo Leste estĂŁo 70% concluĂ­das. As reformas no Hospital da RegiĂŁo Leste (antigo Hospital do ParanoĂĄ) e nas demais unidades de saĂşde estĂŁo agradando aos profissionais e Ă população, segundo acompanhamento da Secretaria de SaĂşde (SES). Assim se manifesta a vendedora Sara Gonçalves, 26 anos, que estĂĄ grĂĄvida e ĂŠ usuĂĄria frequente da UBS 3 do ParanoĂĄ. “A recepção ďŹ cou muito boa e mais aconcheganteâ€?, elogia. “Antes era muito apertada e as pessoas ďŹ cavam no sol ou na chuva. Agora, com a cobertura, ďŹ cou Ăłtimo. O atendimento sempre foi bom, mas agora ďŹ cou mais confortĂĄvelâ€?. A exemplo dela, vĂĄrios pacientes tĂŞm se mostrado satisfeitos com as mudanças.

Defesa Civil emite mais um alerta sobre as chuvas

A medida ĂŠ resultado de estudo minucioso que avaliou o impacto da nova estrutura para o consumidor do DF

DeďŹ nidas as novas tarifas de

água e esgoto ADASA muda estrutura dos serviços cobrados pela Caesb. Novas regras permitirão economia a 40% aos consumidores CATEGORIA RESIDENCIAL 3RU HVWH QRYR FULWpULR R XVXiULR GD FDWHJRULD UHVLGHQFLDOSDGUmRTXHFRQVRPH  PñPrV SDJDUi 5  SHORVVHUYLoRVGHiJXDHHVJRWR±XPDUHGXomRGH HPUHODomRjDQWHULRUTXHHUD GH5 Além disso, o usuário UHVLGHQFLDOSDGUmRTXHFRQVXPLUPñPrVWHUiXPDFUpVFLPR GH  HP UHODomR jHVWUXWXUDDQWHULRU3DUDRV TXHFRQVRPHPDWpPñPrV a fatura de água e esgoto será reduzida.

TARIFA SOCIAL $ WDULID UHVLGHQFLDO VRFLDO FRUUHVSRQGH D  GR YDORU FREUDGR GD WDULID UHVLGHQFLDO padrĂŁo. Pela nova estrutura, a WDULIDPpGLDSDUDTXHPFRQVRPH  PĂąPrV QHVWD FDWHJRULD WHUiXPDUHGXomRGH $SULQFLSDOLQRYDomRpDDPSOLDomR VXEVWDQFLDO GR Q~PHUR GHEHQHÂżFLDGRVSHODWDULIDVRFLDO de 3 mil para aproximadamente PLOIDPtOLDVFRPUHQGDSHU FDSLWDHQWUH]HURH53HOD QRYDHVWUXWXUDWDULIiULDRFRPprometimento mĂŠdio da renda GDV IDPtOLDV EHQHÂżFLDGDV VHUi

UHGX]LGRSDUDSDUDDIDL[D GH FRQVXPR GH  D PĂąPrV H SDUD  SDUD D IDL[D HQWUH DPĂąPrVDEDL[RGROLPLWH HVWDEHOHFLGR SHOD 2UJDQL]DomR 0XQGLDO GH 6D~GH 206  GH 7HUiGLUHLWRjWDULIDVRFLDOR XVXiULRFDGDVWUDGRQRSURJUDPD %ROVD)DPtOLDFRPIDWXUDUHJLVtrada em seu nome ou no nome de algum familiar. NĂƒO RESIDENCIAL 3DUD D FDWHJRULD QmR UHVLGHQFLDO FRPpUFLR LQG~VWULD H SRGHU S~EOLFR  KDYHUi XPD UHGXomRPpGLDGHQRYDORU GDVIDWXUDVSDUDGDVXQLGDGHVTXHFRQVRPHPDWpPĂą mĂŞs. Para esse mesmo volume GHFRQVXPRDFODVVHLQGXVWULDO WHUi XPD UHGXomR PpGLD GH  GR YDORU DWLQJLQGR  das unidades.

EM TAGUATINGA

e tripĂŠs; NĂŁo empinar pipas ou aeromodelos com ďŹ o; NĂŁo andar a cavalo; NĂŁo permanecer na ĂĄgua; Evitar lugares que ofereçam pouca ou nenhuma proteção contra raios, como pequenas construçþes nĂŁo protegidas (celeiros, tendas ou barracos) e veĂ­culos sem capota, como tratores, motocicletas ou bicicletas; NĂŁo permanecer em ĂĄreas abertas, como campos de futebol, quadras de tĂŞnis e estacionamentos; NĂŁo permanecer no alto de morros ou no topo de prĂŠdios; NĂŁo se aproximar de cercas de arame, varais metĂĄlicos, linhas elĂŠtricas aĂŠreas e trilhos; e nunca se abrigue debaixo de ĂĄrvores isoladas Em situaçþes de emergĂŞncia, o primeiro ĂłrgĂŁo a ser acionado ĂŠ o Corpo de Bombeiros Militar do DF, pelo 193. A Defesa Civil ĂŠ chamada pelos bombeiros quando hĂĄ ameaça iminente de desabamento de estruturas. O canal direto com a Defesa Civil, para esclarecimento de dĂşvidas ou solicitaçþes ĂŠ o 199 ou os telefones 3362-1906/1909. FOTO: TONINHO TAVARES/AGĂŠNCIA BRASĂ?LIA

Aviso foi enviado aos telefones cadastrados no sistema

VICENTE PIRES

MutirĂŁo da SimpliďŹ cação atrai empreendedores FOTO: SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONĂ”MICO/DIVULGAĂ‡ĂƒO

Em apenas quatro dias, o 0XWLUmRGD6LPSOLÂżFDomRDWHQdeu a quase 1,5 mil empresĂĄrios e futuros empreendedores na regiĂŁo de Taguatinga. AlĂŠm da abertura de empresas, entre RV GLDV  H  IRUDP RIHUHFLGDV SDOHVWUDV RÂżFLQDV H FXUVRV SDUDPHOKRUDURJHUHQFLDPHQWR SULQFLSDOPHQWH GDV PLFURHPpresas. A estrutura provisĂłria IRL PRQWDGD SHOD 6HFUHWDULD GH 'HVHQYROYLPHQWR (FRQ{PLFR 6'( HPSDUFHULDFRPR6HUYLoR%UDVLOHLURGH$SRLRjV0LFUR e Pequenas Empresas (Sebrae). 2PXWLUmRWDPEpPRIHUHFHX VHPLQiULRVWHPiWLFRVVREUHFRDFKLQJJHUHQFLDPHQWRGHYHQGDV FRQWUROH ÂżQDQFHLUR H SODQR GH marketing. A maior parte das demandas durante o mutirĂŁo IRLSDUDUHJXODUL]DomRGHTXHP SUHWHQGH FULDU RX DPSOLDU VHX SUySULRQHJyFLR “Foram muitos atendimentos

A Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil, vinculada Ă Secretaria de Segurança PĂşblica do Distrito Federal (SSP/DF), emitiu mais um alerta de chuvas fortes, via SMS, nesta terça-feira (3). O aviso foi enviado aos telefones cadastrados no sistema do ĂłrgĂŁo. Para recebĂŞ-los, ĂŠ necessĂĄrio fazer um cadastro prĂŠvio, enviando o CEP para o nĂşmero 40199. De acordo com o subsecretĂĄrio de Defesa Civil, coronel SĂŠrgio Bezerra, ĂŠ importante que o Brasiliense esteja atento e siga as orientaçþes do ĂłrgĂŁo. â€œĂ‰ importante a população permanecer atenta. Para evitar acidentes, no trânsito, se condutor nĂŁo conseguir ver o meio-ďŹ o, que tem em torno de 25 centĂ­metros de altura, o ideal ĂŠ mudar de rota para nĂŁo perder o veĂ­culo e nem arriscar a prĂłpria vidaâ€?, orienta Bezerra. Para quem estiver na rua quando começar uma chuva, a Defesa Civil faz as seguintes recomendaçþes: –NĂŁo segurar objetos metĂĄlicos longos, como varas de pesca

Serviços sĂŁo uma extensĂŁo do trabalho diĂĄrio do SimpliďŹ ca PJ

GD5HFHLWD)HGHUDOHGR&RQVHOKR 5HJLRQDO GH &RQWDELOLGDGH FRPR SDUFHODPHQWRV GH GpELWR GHPLFURHPSUHHQGHGRUHVLQGLYLduais�, disse a analista de Gestão (VWUDWpJLFD H 3ROtWLFDV 3~EOLFDV GR6HEUDH/XGPLOD&DVWUR 2VVHUYLoRVRIHUHFLGRVGXUDQ-

te o mutirĂŁo sĂŁo uma extensĂŁo GRWUDEDOKRGLiULRGR6LPSOLÂżFD 3-XQLGDGHGD6'(TXHIXQFLRna em Taguatinga (QI 19, lotes  HUH~QHGLYHUVRVyUJmRVGR governo voltados para abertura, UHJXODUL]DomR OLFHQFLDPHQWR FDSDFLWDomRHEDL[DGHHPSUHVDV

DER/DF inicia pavimentação de trechos da RegiĂŁo Administrativa Em continuidade Ă s obras de infraestrutura do Setor Habitacional Vicente Pires, o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF) iniciou, ontem (2), o serviço de pavimentação de 600 metros na Rua 3 – entre as ruas 8 e 10 da cidade. As obras de drenagem em parte da Rua 3 e na Rua 8 tiveram inĂ­cio em agosto deste ano, apĂłs a retomada do contrato do Lote 8 ďŹ rmado com a empresa GAE. Em apenas quatro meses, foram executados mais de 5 quilĂ´metros de redes de drenagem e, agora, ambas as vias estĂŁo prontas para receber o tĂŁo esperado asfalto. “As redes de drenagem nas ruas 3 e 8 foram realizadas em tempo recordeâ€?, destaca secretĂĄrio de Obras,

Izidio Santos Junior. “Em apenas quatro meses, investimos mais de R$ 6 milhĂľes. NĂŁo conseguiremos asfaltar as duas vias de forma integral neste ano, mas, com a ajuda do DER, conseguiremos entregar mais 600 metros da Rua 3â€?. O engenheiro responsĂĄvel por esse trabalho de parceria, Paulo Robert Santos, do 3Âş Distrito RodoviĂĄrio do DER/ DF, reforça a importância da ação entre os ĂłrgĂŁos para que a população tenha a demanda atendida em tempo satisfatĂłrio. “Esta nĂŁo ĂŠ a primeira vez que trabalhamos juntos nas obras de Vicente Pires, e a parceria vai prosseguirâ€?, lembra. â€œĂ‰ uma determinação do governador Ibaneis Rocha que estejamos onde a população precisarâ€?.


5

BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 3 DE DEZEMBRO DE 2019

www.brasiliaagora.com.br

BRASÍLIA AGORA


6

www.brasiliaagora.com.br

BRAS�LIA, TERÇA-FEIRA, 3 DE DEZEMBRO DE 2019

SAĂšDE PĂšBLICA DO DF

REDE PĂšBLICA

EDUCAĂ‡ĂƒO

FOTO: SECRETARIA DE SAĂšDE/DIVULGAĂ‡ĂƒO

Mamógrafos têm função de acessibilidade

ENSINO BĂ SICO

Publicado decreto que institui o programa CiĂŞncia na Escola O programa CiĂŞncia na Escola que, entre outras medidas, objetiva aprimorar o estudo de ciĂŞncias nas escolas de educação bĂĄsica, estimular o interesse dos alunos pelas disciplinas cientĂ­ďŹ cas, identiďŹ car jovens talentos, qualiďŹ car professores e democratizar o conhecimento e popularizar a ciĂŞncia no paĂ­s, foi instituĂ­do pelo governo federal, por meio de decreto assinado pelo presidente da RepĂşblica, publicado no DiĂĄrio OďŹ cial da UniĂŁo, edição de hoje (3). O programa estabelece açþes como: a criação da OlimpĂ­ada Nacional de CiĂŞncias e a instalação do curso de especialização a distância, denominado CiĂŞncia ĂŠ Dez!. AlĂŠm disso, institui um ComitĂŞ Gestor, ao qual caberĂĄ deliberar sobre as estratĂŠgias de implantação e deďŹ nir a polĂ­tica de

monitoramento e avaliação do CiĂŞncia Na Escola. O ComitĂŞ Gestor serĂĄ formado por um representante do MinistĂŠrio da CiĂŞncia, Tecnologia, Inovaçþes e Comunicaçþes, que o coordenarĂĄ; um do MinistĂŠrio da Educação; um da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de NĂ­vel Superior; um do Conselho Nacional de Desenvolvimento CientĂ­ďŹ co e TecnolĂłgico; e um representante da sociedade civil. De acordo com o decreto, o ComitĂŞ Gestor terĂĄ, entre outras funçþes, deliberar sobre as estratĂŠgias de implantação e sobre a polĂ­tica de monitoramento e avaliação do Programa; aprovar o regimento interno do comitĂŞ, no prazo de 60 dias, contado da data de sua instalação, e suas modiďŹ caçþes; e recomendar a contratação de estudos e pesquisas. FOTO: REPRODUĂ‡ĂƒO DA INTERNET

MetaĂŠ estimular os estudantes nas disciplinas cientĂ­ďŹ cas

PISA 2018

Maternidade do HRG ĂŠ a que mais faz partos no DF. E tem um diferencial no primeiro acolhimento Ă s pacientes

HRG reabre seu centro ESPAÇO estava desativado para manutenção da estrutura, que havia sido daniďŹ cada pelas chuvas

O

Hospital Regional do Gama (HRG) reabriu, ontem (2), o Centro CirĂşrgico. O lugar estava desativado para receber manutenção corretiva de UHFXSHUDomR GD HVWUXWXUD GDQLÂż cada por um vazamento de ĂĄgua da chuva. A Secretaria de SaĂşde garantiu uma recuperação em tempo recorde e o espaço foi entregue antes do prazo previsto. O primeiro parto apĂłs a reabertura do local realizado no mesmo dia, assim que a Vigilância SanitĂĄria e a ComissĂŁo de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) avaliaram as obras e liberaram o funcionamento. “Agradecemos a todos os servidores e gestores do

cirĂşrgico HRG, que direta ou indiretamente participaram desta recuperação. O centro cirĂşrgico do hospital foi entregue depois de oito dias de esforços. É um tempo recordeâ€?, destaca Lucilene FlorĂŞncio, secretĂĄria-adjunta de AssistĂŞncia Ă SaĂşde. . A previsĂŁo de tĂŠrmino da manutenção era de 20 dias, mas o trabalho conjunto de toda a equipe do hospital e do apoio da rede fez com que o reparo fosse concluĂ­do antes da data estipulada. A força-tarefa agilizou a correção das falhas – como a troca do forro de gesso, da rede elĂŠtrica e realizadas alteraçþes na tubulação para aumentar a capacidade de escoamento da ĂĄgua. “A organização do trabalho foi a

peça-chave para o êxito�, ressalta a diretora do HRG, Katymara Meira. Durante a manutenção corretiva, foi montado um plano de ação para atender à população. O Pronto-socorro e todas as outras åreas do hospital continuaram atendendo normalmente, à exceção do centro cirúrgico. As cirurgias foram transferidas para outros hospitais. Nesse período, todos os setores do HRG mantiveram a assistência em funcionamento, sem necessidade de pacientes serem deslocados para outros hospitais. O corpo de tÊcnicos e gestores manteve as açþes e se esforçou para garantir toda a assistência.

Com a chegada de cinco novos mamĂłgrafos, a rede pĂşblica de saĂşde passa por um processo de renovação tecnolĂłgica. Os equipamentos, alĂŠm de permitir melhor detalhamento dos exames, facilitam o acesso de cadeirantes e pessoas com nanismo, uma Ăłtima notĂ­cia, especialmente na data em que se comemora, em todo o mundo, o Dia Internacional da Pessoa com DeďŹ ciĂŞncia. Os equipamentos de Ăşltima geração permitem adaptação de altura – funcionalidade que garante acessibilidade e inclusĂŁo Ă s mulheres que necessitam fazer mamograďŹ a nas unidades da pasta. Essa possibilidade ĂŠ, tambĂŠm, mais uma ação de humanização dos serviços prestados pelo Sistema Ăšnico de SaĂşde no Distrito Federal. Dos cinco aparelhos, trĂŞs jĂĄ estĂŁo em operação no Hospital Regional de Sobradinho, Materno Infantil de BrasĂ­lia e Base. Os outros dois estĂŁo no Hospital Regional de Taguatinga e no Centro de Radiologia de Taguatinga (CRT). Os novos mamĂłgrafos de Taguatinga substituem outros dois com menos recursos tecnolĂłgicos e que nĂŁo realizavam o agulhamento – capacidade para realizar procedimentos de biĂłpsia. “Os novos aparelhos vieram para modernizar e melhorar a qualidade do atendimento Ă s nossas pacientes. Com eles, teremos imagens mais deďŹ nidas, o que auxiliarĂĄ os mĂŠdicos na hora do diagnĂłsticoâ€?, avalia o superintendente da RegiĂŁo de SaĂşde Sudoeste, Luciano Agrizzi.

Ă€S PESSOAS COM DEFICIĂŠNCIA

Meninas vão melhor em leitura e meninos, em Matemåtica Meninas têm melhor desempenho que meninos em leitura no Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) 2018. Elas obtiveram 30 pontos a mais na prova, o que equivale a quase um ano de estudos de diferença em relação aos meninos. Os resultados da avaliação, que Ê referência mundial, foram divulgados hoje (3), pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O resultado Ê a mÊdia dos países da OCDE, grupo formado por 37 países, entre eles, Canadå, Finlândia, Japão e Chile. No Brasil, não Ê muito diferente, as meninas tiraram 26 pontos a mais que os meninos em leitura. Elas tambÊm tiveram, entre os países da OCDE,

BRASĂ?LIA AGORA

um desempenho levemente superior em ciĂŞncias, de dois pontos a mais que os meninos. No Brasil, o desempenho em ciĂŞncias foi semelhante entre meninos e meninas. Os meninos, no entanto, superaram as meninas em cinco pontos em matemĂĄtica entre os paĂ­ses da OCDE. No Brasil, a diferença foi maior, de nove pontos a mais para eles, em mĂŠdia. No PaĂ­s, hĂĄ diferenças entre os dois grupos na hora de escolher a proďŹ ssĂŁo que vĂŁo seguir. Entre os meninos com as melhores performances em matemĂĄtica ou ciĂŞncias, cerca de um a cada trĂŞs espera, aos 30 anos, estar trabalhando com engenharia ou como cientista. Entre as meninas, apenas um a cada cinco esperam o mesmo.

Governo lança guias e habilita 66 novos serviços FOTO: JOSÉ CRUZ/ABR

O MinistĂŠrio da SaĂşde anunciou hoje (3) – Dia Internacional da Pessoa com DeÄ™ČąÂŒÂ’ÂšÂ—ÂŒÂ’ÂŠČą ČŽČą Šȹ ‘Š‹’•’Â?ÂŠÂłÂ¨Â˜Čą Â?ÂŽČą ĹœĹœČą —˜Â&#x;Â˜ÂœČąÂœÂŽÂ›Â&#x;Â’ÂłÂ˜ÂœČąÂ?ÂŽČąÂ˜Â?˜—Â?˜•˜Â?’Šȹ e ortopedia com atendimento especializado a pessoas com Â?ÂŽÄ™ČąÂŒÂ’ÂšÂ—ÂŒÂ’ÂŠÇŻČą Čą –ŽÂ?Â’Â?Šȹ Â?ÂŽÂ&#x;Ž›¤ȹ Â‹ÂŽÂ—ÂŽÄ™ČąÂŒÂ’ÂŠÂ›ČąÂ–ÂŠÂ’ÂœČąÂ?ÂŽČąÂžÂ–ČąÂ–Â’Â•Â‘Â¨Â˜Čą Â?ÂŽČąÂ™ÂŽÂœÂœÂ˜ÂŠÂœÇŻ Para qualificar o atendi–Ž—Â?Â˜Čą Šȹ ÂŽÂœÂœÂŽČą Â™Ă¸Â‹Â•Â’ÂŒÂ˜Ç°Čą Â˜Čą –’ȏ —’œÂ?ÂˇÂ›Â’Â˜Čą Â?Š–‹¡–ȹ Â•ÂŠÂ—ÂłÂ˜ÂžČą Â?Â˜Â’ÂœČą Â?ÂžÂ’ÂŠÂœČąÂŒÂ˜Â–ČąÂ˜Â›Â’ÂŽÂ—Â?ÂŠÂłĂ¤ÂŽÂœČąÂ™ÂŠÂ›ÂŠČąÂ˜ÂœČą Â™Â›Â˜Ä™ČąÂœÂœÂ’Â˜Â—ÂŠÂ’ÂœČąÂ?ÂŽČąÂœÂŠĂ¸Â?ŽȹšžŽȹŠÂ?žȏ ÂŠÂ–ČąÂ—ÂŠÂœČąÂ¤Â›ÂŽÂŠÂœČąÂ?ÂŽČąÂ˜Â?˜—Â?˜•˜Â?’ŠȹŽȹ ortopedia da Rede de Cuidados ÂĽČąŠøÂ?ÂŽČąÂ?ŠȹÂŽÂœÂœÂ˜ÂŠČąÂŒÂ˜Â–ČąÂŽÄ™ČąÂŒÂ’ČŹ ÂšÂ—ÂŒÂ’ÂŠČąÇťǟǯ Durante evento no minisÂ?ÂˇÂ›Â’Â˜Ç°Čą Ž–ȹ Â›ÂŠÂœĂ‡Â•Â’ÂŠÇ°Čą Â˜Čą –’—’œÂ?Â›Â˜Čą

Ž—›’šžŽȹŠ—Â?ŽĴȹŠȹÂ?ÂŠÂ•Â˜ÂžČąÂœÂ˜Â‹Â›ÂŽČą

Evento contou com a presença da primeira-dama Michelle Bolsonaro

a importância do atendimento ÂŽÂœÂ™ÂŽÂŒÂ’ÂŠÂ•Â’ÂŁÂŠÂ?Â˜Ç°Čą Â–ÂŠÂœČą Â?ÂŽÂœÂ?ÂŠÂŒÂ˜ÂžČą os desafios no atendimento ˜Â?˜—Â?Â˜Â•Ă Â?Â’ÂŒÂ˜ČąÂ™ÂŠÂ›ÂŠČąÂ™ÂŽÂœÂœÂ˜ÂŠÂœČąÂŒÂ˜Â–Čą Â?ÂŽÄ™ČąÂŒÂ’ÂšÂ—ÂŒÂ’ÂŠČąÂ—ÂŠČąÂŠÂ?ÂŽÂ—ÂłÂ¨Â˜ČąÂ‹Â¤ÂœÂ’ÂŒÂŠÇŻ

ČƒŠ›Šȹ Â’ÂœÂœÂ˜Čą Šȹ ŠÂ?ÂŽÂ—ÂłÂ¨Â˜Čą Â‹ÂžÂŒÂŠÂ•Čą ÂŽÂœÂ?¤ȹ ™Š›Â?’—Â?Â˜Čą ™Š›Šȹ Šȹ ŒŠ™ŠŒ’Â?Šȏ ÂłÂ¨Â˜Ç°ČąÂŠČąÂ?Â˜Â›Â–ÂŠÂłÂ¨Â˜ČąÂŽČąÂŠČąÂœÂŽÂ—ÂœÂ’Â‹Â’Â•Â’ÂŁÂŠČŹ ÂłÂ¨Â˜ČąÂ?ÂŽÂœÂœÂŠČąÂ›ÂŽÂ?ÂŽÇ°ČąÂ™ÂŠÂ›ÂŠČąÂ™Â˜Â?ÂŽÂ›Â–Â˜ÂœČą Â?Š£Ž›ȹ ž–Šȹ Â‹Â˜ÂŠČą ™›’–Ž’›Šȹ ÂŠÂ‹Â˜Â›ČŹ

Â?ŠÂ?Ž–ȹÂ?ÂŽÂœÂœÂŽÂœČąÂ™ÂŠÂŒÂ’ÂŽÂ—Â?ÂŽÂœČ„Ç°ČąÂ?Â’ÂœÂœÂŽÇŻ ÂŠÂ›ÂŠČąÂ˜ČąÂ–Â’Â—Â’ÂœÂ?Â›Â˜Ç°ČąÂŠČąÂ™Â›ÂŽÂœÂŒÂ›Â’ÂłÂ¨Â˜Čą de Ăłrteses e prĂłteses ĂŠ “outro Â?Â›ÂŠÂ–ÂŠČąÂ—Â˜ČąÂ›ÂŠÂœÂ’Â•Č„ÇŻČąČƒČąÂ—Â˜Â–ÂŽÂ—ÂŒÂ•ÂŠČŹ Â?ÂžÂ›ÂŠČąÂˇČąÂŠÂœÂœÂ’Â–ÂˇÂ?Â›Â’ÂŒÂŠÇ°ČąÂ˜ÂœČąÂ™Â›Â˜Ä™ČąÂœÂœÂ’Â˜ČŹ Â—ÂŠÂ’ÂœČąÂ?ÂŠÂŁÂŽÂ–ČąÂŒÂŠÂ?Šȹž–ȹÂ?Žȹž–ȹ“Ž’Â?Â˜ÇŻČą —Â?Â¨Â˜Ç°ČąÂ˜ÂœČąÂ?Â˜Â’ÂœČąÂ?ÂžÂ’ÂŠÂœČąÂšÂžÂŽČąÂŽÂœÂ?ÂŠÂ–Â˜ÂœČą Œ˜•˜ŒŠ—Â?Â˜ČąÂ‘Â˜Â“ÂŽČąÂ&#x;ÂšÂ–ČąÂ™ÂŠÂ›ÂŠČąÄ™ČąÂŒÂŠÂ›Č„Ç°Čą ›ŽœœŠ•Â?Â˜ÂžČąŠ—Â?ŽĴȹŠǯ ȹ™›’–Ž’›ŠȏÂ?Š–ŠȹÂ’ÂŒÂ‘ÂŽÂ•Â•ÂŽČą Â˜Â•ÂœÂ˜Â—ÂŠÂ›Â˜Ç°Čą ™›ŽœŽ—Â?ÂŽČą —Šȹ ÂŒÂŽÂ›Â’ČŹ –â—’ŠǰȹÂ?ÂŽÂœÂ?ÂŠÂŒÂ˜ÂžČąÂ˜ČąÂ™Â›Â˜Â?Â›ÂŽÂœÂœÂ˜Čą do MinistĂŠrio da SaĂşde em Â™Â›Â˜Â•ČąÂ?ÂŠÂœČąÂ™ÂŽÂœÂœÂ˜ÂŠÂœČąÂŒÂ˜Â–ČąÂ?ÂŽÄ™ČąÂŒÂ’ÂšÂ—ČŹ ÂŒÂ’ÂŠÇ°ČąÂœĂ‡Â—Â?Â›Â˜Â–ÂŽÂœČąÂŽČąÂ?Â˜ÂŽÂ—ÂłÂŠÂœČąÂ›ÂŠÂ›ÂŠÂœČą Ž–ȹ Â?˜Â?Â˜Čą Â?Ž››’Â?Ă Â›Â’Â˜Čą Â—ÂŠÂŒÂ’Â˜Â—ÂŠÂ•ÇŻČą “Hoje ĂŠ uma data para lemÂ‹Â›ÂŠÂ›Â–Â˜ÂœČąÂšÂžÂŽČąÂ•ÂŽÂ’ÂœČąÂ—Â¨Â˜ČąÂ‹ÂŠÂœÂ?Š–ǯȹ Â›ÂŽÂŒÂ’ÂœÂŠÂ–Â˜ÂœČą Â?ÂŽČą ÂŠÂłĂ¤ÂŽÂœČą Â&#x;Ž›Â?Šȏ deiramente transformadoras ™Š›Šȹ Â?Â˜Â›Â—ÂŠÂ›Â–Â˜ÂœČą Â—Â˜ÂœÂœÂ˜Čą Â™ÂŠĂ‡ÂœČą Â–ÂŠÂ’ÂœČąÂŠÂŒÂŽÂœÂœĂ‡Â&#x;Ž•ȄǰȹÂ?Â’ÂœÂœÂŽČąÂŽÂ•ÂŠÇŻ


CULTURA

7

www.brasiliaagora.com.br

BRAS�LIA, TERÇA-FEIRA, 3 DE DEZEMBRO DE 2019

BRASĂ?LIA AGORA

FOTO: RENATO MANGOLIN

JOGOS INDEPENDENTES

Brasília recebe a 17ª edição da Mostra Bring

A montagem cria uma divertida reexão sobre a nossa capacidade de invenção, a amizade e a despedida, misturando música, poesia e dança

MUSICAL infantojuvenil narra a chegada de um poeta à casa de uma família comum onde ele ensina açþes lúdicas

No CCBB, o espetĂĄculo Vamos Comprar um Poeta

I

trabalhos domÊsticos; uma menina esperta e curiosa que JRVWDGHHQWHQGHURVLJQL¿FDGR das coisas; e um menino, que adora fazer contas. O Poeta ensina os pequenos a observar borboletas, compor os próprios poemas e a dar abraços. A montagem cria uma GLYHUWLGDUHÀH[mRVREUHDQRVVD capacidade de invenção, a amizade e a despedida, misturando

nspirado em livro homônimo de Afonso Cruz, o musical infantojuvenil Vamos Comprar um Poeta estreia dia 12 no Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) Brasília, onde segue em cartaz atÊ dia 22 e retorna em janeiro do ano que vem, com temporada de 2 a 12 de janeiro. A peça tem direção de Duda Maia, adaptação de Clarice Lissovsky, direção musical de Ricco Viana e elenco formado por Letícia Medella, Luan Vieira e Sergio Kauffmann. O musical narra a chegada de um poeta à casa de uma família comum. Nesse lar, moram um pai, que só pensa em ganhar dinheiro; uma mãe, que organiza todos os dias os

música, poesia e dança. Vamos Comprar um Poeta Ê a última parte da trilogia Três Histórias de Amor para Crianças, composta tambÊm pelos premiados musicais A Gaiola e Contos Partidos de Amor, este último cumpriu temporada bem sucedida no CCBB Brasília em setembro do ano passado. A trilogia tem como objetivo criar um diålogo entre crianças

SERVIÇO LOCAL: Teatro do CCBB BrasĂ­lia (SCES, Trecho 02, lote 22); DATA: de 12 a 22 de dezembro (quinta-feira); HORĂ RIO: de quinta-feira a domingo, sempre Ă s 16h; INGRESSO: R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada); CLASSIFICAĂ‡ĂƒO INDICATIVA: livre para todos os pĂşblicos (indicado para maiores de 5 anos); MAIS INFORMAÇÕES: (61) 3108-7600 ou ccbbdf@bb.com.br/.

e adultos por meio de histórias que tratam dos afetos humanos. ³(VVHWH[WRpXPPDQLIHVWR lúdico, dedicado ao artista que habita em cada ser humano, especialmente nas crianças. É uma maneira de poder falar com poesia e delicadeza sobre a importância da arte na vida das pessoas. Dirigir esse espetåculo no cenårio atual Ê realizar uma relevante homenagem à cultura�, celebra a diretora Duda Maia. Sobre a trilogia: Em 2014, a Camaleão Produçþes Culturais, empresa da diretora Duda Maia, e a Palavra Z Produçþes Culturais, do produtor Bruno Mariozz, criaram uma parceria com o objetivo de realizar traEDOKRV VLJQL¿FDWLYRV GHVWLQD dos ao público infantojuvenil.

No Distrito Federal o mercado de jogos independente jå fez história. Prova disto, desde 2014 a Mostra Bring (Brasília Indie Games) coloca o público diretamente em contato com desenvolvedores de jogos dos mais diversos estilos. Para todos jogarem e testarem de graça, sem parar. O evento, que acontece no Indie Warehouse, foi o primeiro deste estilo a ser realizado no país em 2014. Agora, em sua 17ª edição, a mostra volta com tudo para aliar tecnologia e cultura no local que Ê um reduto de games de Brasília e do Brasil. A Mostra Bring estarå em cartaz na sexta-feira (6), das 19h às 23h, no Indie Warehouse (CA 7 – Lote 16 – Lago Norte). Entrada gratuita. Livre para todos os públicos. Aventuras medievais, jogos de estratÊgia, puzzle, RPG, jogos de realidade virtual são algumas das atraçþes do evento que reunirå cerca de 20 expositores locais de games independentes. Destaque do Bring, um mínimo de 10% dos jogos serão inclusi-

vos e apropriados para pessoas com deďŹ ciĂŞncia, em especial a auditiva. Interpretes de libras vĂŁo ajudar os jogadores a terem contato com os palestrantes e com os jogos. “Queremos incluir todos os fĂŁs de games e fazer um lindo evento inclusivo. Teremos ainda ediçþes em 2020. O cenĂĄrio de jogos independentes em BrasĂ­lia ĂŠ efervescente e reconhecido internacionalmenteâ€?, destaca o idealizador da Bring, Saulo Camarotti. Saulo ĂŠ responsĂĄvel tambĂŠm pela criação do GalpĂŁo Indie Warehouse, coworking fundado em 2017 com a missĂŁo de acolher a economia criativa e os produtores de jogos. Durante as quatro horas de evento, a Mostra Bring vai contar com açþes de acessibilidade. A curadoria separou 10% das vagas para jogos inclusivos, como por exemplo jogos para pessoas com diďŹ culdades motoras, recursos sonoros para que pessoas cegas possam jogar e oralização de texto. Mais informaçþes: (61) 3034-3625. FOTO: DIVULGAĂ‡ĂƒO

Evento reunirĂĄ cerca de 20 expositores de games independentes

NO BRASĂ?LIA SHOPPING

Conte LĂĄ que Eu Canto CĂĄ, com Os Melhores do Mundo FOTO: DIVULGAĂ‡ĂƒO

Causos goianos do hilĂĄrio Geraldinho de GoiĂĄs lado a lado com a poesia “matutaâ€? de Patativa do AssarĂŠ e Catulo GD3DL[mR&HDUHQVH$LQGDDV histĂłrias de GuimarĂŁes Rosa e Maria ValĂŠria Rezende. Esses contos e boas histĂłrias sĂŁo ainda entremeados pelo forrĂł de Sivuca, pelo pagode de Viola de TiĂŁo Carreiro, dentre outros. O resultado: uma tremenda viagem pelo SertĂŁo do Nordeste ao GoiĂĄs, do forrĂł pra cantilena. Os integrantes da Cia. de ComĂŠdia Os Melhores do Mundo, Adriana Nunes e Marcello Linhos, chegam juntos e cĂ´micos, como sempre, com o espetĂĄculo cĂŞnico-musical Conte LĂĄ Que Eu Canto CĂĄ. Uma bela histĂłria que lança um novo olhar sobre o sertĂŁo do Brasil e mistura as fronteiras e os sotaques dirigida por Fernando GuimarĂŁes. A peça estreia no dia 9 de dezembro, segunda-feira, Ă s 20h, no Teatro do BrasĂ­lia Shopping (SCN QD 5 – W3 Norte) e encerra temporada de 2019 no dia 16 do mĂŞs, tambĂŠm Ă s 20h, no local. Ingressos: R$ 30 (meiaentrada). Livre para todos os

pĂşblicos. Em Conte LĂĄ Que Eu Canto CĂĄ, a plateia poderĂĄ entrar em contato com o universo real do interior do Brasil e com sua cultura popular quase sempre estereotipada pela televisĂŁo. Em uma viagem de 1 hora o pĂşblico entrarĂĄ em contato com o Brasil raiz e poderĂĄ conferir o trabalho da dupla acompanhada em cena pelo violonista e cavaquinista Nelson Latif e pelo bandonilista e violonista Marcelo Lima, mĂşsicos conGDJUDGRVQR%UDVLOHH[WHULRU

Mescla causos, contos, modas, histĂłrias cantadas e mĂşsicas entoadas

HUMOR NA VERVE “O espetĂĄculo ĂŠ destinado a WRGDVDVIDL[DVHWiULDV'HVGH os muito jovens que vislumbrarĂŁo um outro Brasil, atĂŠ os mais velhos interessados em ouvir um bom causo e uma boa moda de viola pra se divertir. Tendo o humor na verve, a peça faz rir e emociona ao mesmo tempo, pois nos faz entrar em contato com a raiz do nosso povo que tem na alegria e otimismo uma boa forma de viver uma vida quase sempre marcada por muita lutaâ€?, destacam Adriana e Marcello. Mais informaçþes: (61) 2109-2122.

HORĂ“SCOPO Ă RIES 21/03 A 20/04

TOURO 21/04 A 20/05

Dia intenso no trabalho. PoderĂĄ pensar novos projetos e fazer novos contatos. Emocionalmente, talvez esteja vulnerĂĄvel, mas tente retomar o controle. PoderĂĄ conhecer alguĂŠm com uma visĂŁo realista da vida. Cor: branco.

Se seus projetos não estão andando como esperado, esse Ê o momento para ajustå-los. Ouça o que seu coração diz. Disposição para fazer exercícios físicos. Pode rolar uma paquera com alguÊm de longe. Cor: prata.

GĂŠMEOS 21/05 A 21/06

CĂ‚NCER 21/06 A 20/07

Criatividade em alta: aproveite! Caso surjam problemas, conseguirå resolver. Boa disposição para iniciar dietas e fazer exercícios. Se tem um amor, entenderão e resolverão suas diferenças tranquilamente. Cor: dourado.

Os astros favorecem que sua atenção esteja mesmo nos assuntos de fim de ano, provas e estudos, festas ou fÊrias. No meio disso tudo poderå tomar a iniciativa e convidar quem paquera para sair. Cor: verde.

LEĂƒO 22/07 A 22/08

VIRGEM 21/08 A 22/09

Momento para quem quer mudar de ramo ou rotina. Bom astral para quitar dívidas, reformar a casa ou buscar nova fonte de renda. A relação passarå por um momento calmo e prazeroso. Cor: rosa-escuro.

Dia favorĂĄvel para fazer parcerias, atender clientes e fechar acordos. A bondade te trarĂĄ crescimento. Pratique exercĂ­cios nos momentos do dia que puder. Aquela paquera despojada pode virar namoro. Cor: verde.

LIBRA 23/09 A 22/10

ESCORPIĂƒO 23/10 A 21/11

O dia pede mais recolhimento e reflexão. Olhe para si e poderå encontrar as respostas para suas dúvidas. Nas finanças, veja onde pode poupar. A paquera pode rolar enquanto faz uma atividade de rotina. Cor: rosa-claro.

Se você tem um jeito recatado, Marte vai te ajudar a se expressar melhor. Invista em ideias prósperas, busque parcerias e faça cursos. Mudanças positivas a dois, o período serå de romance e confiança. Cor: verde-escuro.

SAGITĂ RIO 22/11 A 21/12

CAPRICĂ“RNIO 22/12 A 21/01

Gastos imprevistos podem pintar. Bom momento para quem trabalha com assuntos sigilosos ou em ambientes isolados. Se tem compromisso, espere sintonia: vocĂŞ e o par vĂŁo se entender apenas pelo olhar. Cor: vinho.

Sua disposição para o trabalho estå a toda, e irå chegar ao final do dia zerando as pendências. A mente estå ågil e consegue ver onde precisa melhorar. Poderå conhecer uma paixão em momento de lazer. Cor: amarelo.

AQUĂ RIO 21/01 A 19/02

PEIXES 20/02 A 20/03

AutĂ´nomos e profissionais liberais poderĂŁo ter um bom desempenho, principalmente em novos projetos. Evite emprĂŠstimos a amigos. Que tal uma visita ao mĂŠdico? Talvez admirador anĂ´nimo se revele. Cor: lilĂĄs.

Dia ligeiramente amarrado, pois sua mente vai divagar. Aproveite essa energia para curtir eventos sociais e participar de atividades em grupo. Durante essas saĂ­das poderĂĄ conhecer alguĂŠm interessante. Cor: azul-escuro.


8

BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 3 DE DEZEMBRO DE 2019

www.brasiliaagora.com.br

BRASÍLIA AGORA

Profile for Jornal Brasília Agora

Edição 1020 do Jornal Brasília Agora  

Brasília, terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Edição 1020 do Jornal Brasília Agora  

Brasília, terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Advertisement