Page 1

EDIÇÃO Nº

s a d a r b Mais lem AS MARCAS

PELOS LONDRINENSES. A L I M E N TA Ç Ã O • C O M U N I C A Ç Ã O • E D U C A Ç Ã O ENTRETENIMENTO • IMÓVEL • SAÚDE S E R V I Ç O • T E L E F O N I A • T U R I S M O • VA R E J O

E A I N D A : S U S T E N TA B I L I D A D E C O M O VA L O R R E P U TA Ç Ã O C O M O G E S TÃ O D E M A R C A S • T O P L Í D E R S U S T E N TÁV E L T O P D E VA L O R • T O P S E S P E C I A I S

PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 017—

1


2 — TO P D E M A RC A S 2 017

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A


PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 017—

3


NA ERA DA REPUTAÇÃO

E

stamos vivendo um novo momento da história quando os valores dos indivíduos estão pautando a continuidade ou não das organizações. Deixamos para trás a época em que as empresas estampavam suas visões, missões e valores. Hoje, o que as pessoas querem ouvir são os propósitos que cada empresa tem e que tragam sentido para a humanidade. Entramos na era do engajamento onde o protagonismo deixa de estar nas mãos de quem faz o hoje e passa para as mãos de quem deixa algo melhor para as gerações futuras. As empresas já não são avaliadas apenas pelo seu desempenho econômico, nem somente pela qualidade dos produtos e serviços que entregam ao mercado. Enquanto na era industrial elas eram livres para explorar recursos humanos e naturais em favor de seus objetivos de negócios, agora têm que conquistar e renovar continuamente uma licença social para operar. Estamos diante de um novo paradigma que exige que as empresas abandonem a postura insular, onde as decisões são tomadas com base em considerações estritamente financeiras e mercadológicas. Agora são as necessidades e anseios dos públicos que devem nortear todas as decisões. É nesse cenário que as marcas se inserem. A reputação da empresa é o que vai garantir ou não o sucesso da marca, o desejo de querer consumir. Portanto, o relacionamento ético, transparente, que leve em conta os desejos dos consumidores, que estabeleça fluxo de comunicação com os públicos e que tragam valor para a sociedade é o que vai preponderar na aceitabilidade da marca no mercado. O mundo atual é o da velocidade, do rápido compartilhamento de ideias e opiniões, da exposição ampla e irrestrita das empresas. Não há nenhuma chance de sobrevivência na incoerência entre o discurso e a prática. As marcas só permanecerão no mercado se forem éticas, se mantiverem relacionamentos contínuos com os seus públicos e entregarem valor para as pessoas. A reputação será tudo nessa nova era.

sumário

editorial METODOLOGIA 6 Informações estratégicas com fidelidade 8 O novo consumidor

VALORES CORPORATIVOS 10 Reputação das marcas: ativo intangível e valioso 12 Top de Valor 2017 16 Sustentabilidade: Ações sustentáveis interessam a investidores, mas não a CEOs 18 Top Líder Sustentável 2017 24 Tops Especiais: Top Meio Ambiente, Top Performance, Top Mais, Top do Top e Top Públicos Específicos

AS MARCAS DO ANO 26 Alimentação 34 Bebida 38 Comunicação 42 Educação 48 Entretenimento 50 Imóvel 54 Saúde 58 Serviço 64 Telefonia 66 Turismo 68 Varejo

CENÁRIOS 76 Acumulados desde 2015

 E XP E D I E N T E TOP DE MARCAS LONDRINA 2017 É UMA PUBLICAÇÃO DA CRCOM EDITORA LTDA – AV. AYRTON SENNA, 500, SL 504, LONDRINA-PR, CEP 86010-150, FONE (43) 3322-3388 - CRCOM@CRCOM.COM.BR - WWW.CRCOM.COM.BR / JORNALISTA RESPONSÁVEL: CLÁUDIA ROMARIZ - DRT 2457 / TEXTOS: MIE FRANCINE CHIBA EDIÇÃO: ROGÉRIO FISCHER / FOTOGRAFIA: GABRIEL TEIXEIRA / PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO: BRAND / IMPRESSÃO: PLURAL GRÁFICA E EDITORA TIRAGEM: 23 MIL EXEMPLARES / DISTRIBUIÇÃO: ENCARTE NO JORNAL FOLHA DE LONDRINA PARA LONDRINA, NORTE DO PARANÁ, MARINGÁ E CURITIBA brand builders are here.

4 — TO P D E M A RC A S 2 017

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A


PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 017—

5


metodologia

INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS COM FIDELIDADE

———

Em sua 22a edição, Top de Marcas disponibiliza aos empresários informações valiosas sobre impacto de sua marca no mercado consumidor londrinense

D

e 7 de agosto a 11 de setembro, pesquisadores foram às ruas de Londrina e aplicaram 1.077 questionários em todos os cantos da cidade. O objetivo principal: saber qual é a marca mais lembrada pelos londrinenses em diversos segmentos de mercado. Os resultados dessa pesquisa já são esperados todos os anos pelos empresários londrinenses. Afinal, a Top de Marcas é uma ferramenta confiável de marketing estratégico que apresenta com fidelidade informações sobre o impacto das marcas no mercado consumidor. O alto grau de fidelidade se deve ao nível de detalhamento da pesquisa, que subdivide a cidade em 15 microrregiões, e nas macrorregiões Norte, Sul, Leste, Oeste e Centro. Além disso, a Top de Marcas é segmentada de acordo com sua região de residência ou trabalho, gênero, faixa etária, escolaridade e renda familiar. A estratificação da pesquisa, com nível de confiança de 95% e margem de erro de 3,0%, leva em consideração dados demográficos do último censo populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atualizado pelo IPC Marketing – ferramenta que apresenta o detalhamento do potencial de consumo nos 5.565 municípios brasileiros. x

6 — TO P D E M A RC A S 2 017

PASSO-A-PASSO

ESTRATIFICAÇÃO DA AMOSTRAGEM – a segmentação das entrevistas de acordo com gênero, faixa etária, escolaridade, renda familiar e região de residência ou trabalho aproxima mais a pesquisa do perfil da cidade; TREINAMENTO E EXPERIÊNCIA DA EQUIPE – os pesquisadores são selecionados de acordo com o seu perfil profissional e experiência de trabalho comprovada, sendo que a maioria já trabalhou na pesquisa nos anos anteriores; SISTEMA DE APLICAÇÃO ELETRÔNICA DA PESQUISA – a maior parte dos questionários é aplicada eletronicamente, com o uso de tablets; ACOMPANHAMENTO DA APLICAÇÃO DA PESQUISA – a aplicação dos questionários é acompanhada de perto por coordenadores de campo; VERIFICAÇÃO DO QUESTIONÁRIO – antes de chegar ao resultado, a pesquisa passa por filtros como um pré-teste do questionário (para validá-lo quanto à clareza, objetividade e disposição das perguntas), confirmação por telefone dos dados coletados e verificação por sistema eletrônico.

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A


s

os

s

OBJETIVO

NÚMEROS

 LEVANTAR AS MARCAS MAIS LEMBRADAS PELOS CONSUMIDORES LONDRINENSES EM DIFERENTES SEGMENTOS DE CONSUMO  PERÍODO DA PESQUISA: AGOSTO E SETEMBRO DE 2017

PERFIL DOS PERFIL DOS PERFIL DOS ENTREVISTADOS ENTREVISTADOS ENTREVISTADOS

1.077 PESSOAS: 1.077 PESSOAS: 1.077 PESSOAS:

47,9% 47,9% 47,9% homens homens homens

SEGMENTAÇÃO

 1.077 QUESTIONÁRIOS APLICADOS  MARGEM DE ERRO DE 3.0%  NÍVEL DE CONFIANÇA DE 95%

 GÊNERO  FAIXA ETÁRIA  ESCOLARIDADE  RENDA FAMILIAR  REGIÃO (RESIDÊNCIA / TRABALHO)

ESCOLARIDADE ESCOLARIDADE ESCOLARIDADE 46,7% 46,7% 46,7%

52,1% 52,1% 52,1%

mulheres mulheres mulheres

21,2% 21,2% 21,2%

16% 16% 16%

10,1% 10,1% 10,1%

6% 6% 6%

ensino ensino médio ensino superior ensino superior pós-graduado ensino ensino médio ensino superior superior ensino ensino médio incompleto ensino superior ensino ensino superior pós-graduado pós-graduado fundamental completo completo fundamental completo incompleto completo fundamental completo incompleto completo

RENDA RENDA RENDA 7% até 2 salários mínimos 7% atéaté 2 salários mínimos 7% ESCOLARIDADE 2 salários mínimos 15,7% entre 2 e 3 salários mínimos

ensino fundamental

ensino médio completo

ensino superior incompleto

ensino superior completo

FAIXA ETÁRIA FAIXA ETÁRIA FAIXA ETÁRIA AV. SAUL ELKIND

10,2% 10,2% 10,2% 15 a 19 anos

NORTE 2

OESTE 3

1515 a 19 anos a 19 anos

3535 a 44 anos a 44 anos LESTE 1

UTFPR

45 a 60 anos 45 a 60 anos

CENTRO 2 AV. JK

19,5% 19,5% 19,5% acima 60 anos CENTRO 3

UEL

LESTE 2

LAGO IGAPÓ I

OESTE 2

pós-graduado

NORTE 3

19,7% 19,7% 19,7% 45 a 60 anos

20 a 24 anos 20 a 24 anos

18,5% 18,5% 18,5% 25 a 34 anos

ESTÁDIO DO CAFÉ

CENTRO 1

PUC

RODOVIA CELSO GARCIA CID

6%

20,5% 20,5% 20,5% 35 a 44 anos

AV. BRASÍLIA

AV. TIRADENTES

11,6% 11,6% 11,6% 20 a 24 anos

NORTE 1

AV. DEZ DE DEZEMBRO

entre 2 e23e salários mínimos entre 3 salários mínimos entre 3 e 4 salários mínimos 46,7% entre 3 e34e salários mínimos entre 4 salários mínimos entre 4 e 7 salários mínimos entre 4 e47e salários mínimos entre 7 salários mínimos entre 7 e 12 salários mínimos entre 7 e 12 salários mínimos entre 7 e 12 salários mínimos 16% entre 12 e 18 salários mínimos entre 1212 e 18 salários mínimos entre e 18 salários mínimos 10,1% acima de 18 salários mínimos acima dede 1818 salários mínimos acima salários mínimos não sabe/não respondeu não sabe/não respondeu não sabe/não respondeu

AV. WINSTON CHURCHIL

15,7% 15,7% 20,4% 20,4% 20,4% 27,1% 27,1% 27,1% 17,6% 17,6% 17,6% 5,9% 5,9% 21,2% 5,9% 2,6% 2,6% 2,6% 3,6% 3,6% 3,6%

2525 a 34 anos a 34 anos

LESTE 3anos acima 60 acima 60 anos AEROPORTO

AV. MADRE LEONIA MILITO

PARQUE ARTUR THOMAS

SHOPPING CATUAÍ

OESTE 1

SUL 1

CENTRO DE EVENTOS

SUL 2

IAPAR

SUL 3

FAIXA ETÁRIA 10,2%

20,5%

REGIÃO DE MORADIA

11,6%

19,7%

18,5%

19,5%

Centro 1 - 5,9% Centro 2 – 6,2% Centro 3 – 5,6% Leste 1 – 6,5% Leste 2 – 6,5%

15 a 19 anos 20 a 24 anos 25 a 34 anos

PELOS LONDRINENSES

35 a 44 anos 45 a 60 anos acima 60 anos

Leste 3 – 6,6% Norte 1 – 13,1% Norte 2 – 6,8% Norte 3 – 7,0% Oeste 1 – 3,3%

Oeste 2 – 6,0% Oeste 3 – 9% Sul 1 – 5,8% Sul 2 – 5,8% Sul 3 – 5,9%

TO P D E M A RC A S 2 017—

7


perfil

O NOVO CONSUMIDOR ————

A mudança constante nas relações de consumo exige das empresas atenção ao perfil do consumidor, que também se altera no decorrer dos anos

E

xigente, por vezes fiel a uma marca, mais conectado e inclinado a um tipo de propaganda mais direta. Esse é o consumidor londrinense, cujo perfil foi traçado pela Top de Marcas, através de perguntas que revelam um pouco dos seus hábitos de consumo. A pesquisa mostra que o empresário deve ficar sempre atento ao comportamento do consumidor, que muda constantemente acompanhando, por exemplo, a evolução tecnológica e o cenário econômico do País. Mas algo que não muda é o principal fator levado em consideração pelos londrinenses na escolha de uma marca. Qualidade continua sendo para eles o principal motivo para optarem por uma marca (62,8%), seguido de preço (31,9%) e atendimento (6,0%). “Fica bem evidenciado que, independentemente do perfil do consumidor, a percepção de qualidade da entrega é um elemento essencial no processo de consumo ou de venda”, co-

8 — TO P D E M A RC A S 2 017

menta Renato Rocha Neto, diretor da Litz Estratégia e Marketing, empresa responsável pela pesquisa Top de Marcas. Há de se observar, no entanto, que os critérios de qualidade variam de acordo com o perfil do consumidor. “É lógico e natural que para cada perfil – ou seja, faixa de renda, escolaridade ou faixa de idade – os atributos e a percepção de qualidade são diferentes. Portanto, cabe entender o que é qualidade para cada subsegmento e entregar isso.” FIDELIDADE Ao mesmo tempo que uma metade dos consumidores entrevistados na Top de Marcas diz consumir de uma mesma marca na grande maioria das vezes (52,6%), outra metade afirma que não, ou que é fiel a uma marca somente em alguns casos. Isso mostra, na opinião de Rocha Neto, que as empresas têm um grande desafio de fidelizar seus clientes, que muitas ve-

zes busca novas alternativas de consumo. “Em determinados segmentos há muita inovação, e as inovações geram a experimentação do consumidor.” E o concorrente pode não ser necessariamente uma companhia da mesma área de atuação, mas de outra totalmente diferente. “Posso deixar de ir ao cinema para comer uma pizza, ou deixar de pagar a mensalidade de uma faculdade para pagar a parcela de um carro ou de um apartamento, que muitas vezes tem valores semelhantes”, exemplifica o diretor da Litz. Por outro lado, essa pode ser uma oportunidade para o empresário olhar para o público que não é fiel à sua marca e pensar alternativas de marketing estratégico para conquistá-lo. E-COMMERCE O número de consumidores londrinenses que fazem compras pela internet aumentou consideravelmente nessa edição

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A


HÁBITOS DE CONSUMO

FREQUÊNCIA

Faz compras pela internet? 50,3%

49,7%

NÃO

SIM

23,8%

23,5%

22,1%

17,0%

9,9%

3,7%

1x VEZ A CADA 15 DIAS

1x VEZ POR MÊS

1x VEZ A CADA 3 MESES

1x VEZ A CADA 6 MESES

1x VEZ POR ANO

MENOS DE 1x POR ANO

TIPO DE PROPAGANDA QUE CHAMA MAIS A ATENÇÃO

REALIZA COMPRAS SEMPRE DA MESMA MARCA? 52,6% grande SIM na maioria

14,8% 32,7% poucos SIM em NÃO casos

64,3%

29,7%

APRESENTAÇÃO DIRETA DE PREÇO E PRODUTO

COMÉDIA E HUMOR

4,1% DRAMA E ESSTÓRIAS

2,3% NÃO SABE NÃO RESPONDEU

FATOR QUE MAIS INFLUENCIA A DECISÃO DE COMPRA

62,8%

31,9%

6,0%

5,2%

4,6%

2,7%

2,7%

QUALIDADE

PREÇO

ATENDIMENTO

PREFERÊNCIA

TRADIÇÃO

PROPAGANDA

OUTROS

da Top de Marcas. Enquanto apenas um terço dos consumidores londrinenses revelaram fazer compras na web em 2016 (34,6%), praticamente metade (49,7%) dos entrevistados na pesquisa desse ano afirmou consumir do e-commerce. “Vejo isso com muita naturalidade em todos os sentidos”, comenta Rocha Neto. “O consumidor começa cada vez mais a observar uma possibilidade de consumo que significa que ele não tem que se deslocar até determinado local, que não tem que buscar e pagar estacionamento, que não tem que andar no sol, que não tem que perder tempo. É uma tendência crescente.” Mesmo em períodos de crise, indicadores mostram que as vendas na internet aumentam. Isso, na visão do diretor da Litz, leva o empresário à necessidade de repensar diversos conceitos, como o de concorrente. “O empresário, o gestor, tem que começar a observar que muitas vezes o seu princi-

PELOS LONDRINENSES

pal concorrente não é aquele que está do outro lado da rua. Talvez o seu principal concorrente é uma pessoa que está vendendo pela internet e está vendendo muito mais do que o agrupamento de lojistas no seu entorno.” O e-commerce também faz repensar o conceito de praça. “Minha praça é só aquele local físico específico ou eu também tenho que atingir aquele público que já está consumindo via internet ou outro tipo de canal digital?” PROPAGANDA A depender do momento pelo qual passa o consumidor, a melhor forma de atingi-lo pode mudar. Na Top de Marcas 2017, 64,3% dos consumidores londrinenses responderam que a apresentação direta de preço e produto é o tipo de propaganda que mais chama sua atenção. A alternativa teve um aumento de 13,3 pontos percentuais em seu índice na comparação com o resultado do ano passado.

“Principalmente em um momento em que o poder de consumo diminuiu e que muitos estão desempregados, o consumidor quer fazer a conta se efetivamente o produto cabe no seu bolso”, relata Rocha Neto. Ele observa que não é a primeira vez que a apresentação direta de preço e produto chama mais a atenção do londrinense, mas, talvez nesse momento, esse tipo de propaganda seja ainda mais relevante. Por isso, o diretor da Litz alerta que os empresários devem sempre ficar atentos à confiança do consumidor. “O consumidor com confiança para consumo naturalmente tem mais chances de gastar. Se estou confiante que não vou perder o emprego, que vou manter uma certa estabilidade, naturalmente começo a buscar mais financiamento, a comprar algumas coisas a mais, a parcelar mais, porque sei que minha vida não vai mudar no próximo período.” x

TO P D E M A RC A S 2 017—

9


reputação das marcas

ATIVO INTANGÍVEL E VALIOSO Por: Elisa Prado

V

ivemos em um mundo novo, genuinamente conectado em rede e pautado pelo espírito colaborativo. Nesse novo ambiente, a reputação de uma marca já não está mais exclusivamente sob controle dos profissionais de comunicação e de marketing. Afinal, as redes sociais tornaram-se canais de empoderamento dos consumidores, fazendo com que eles ganhem voz e atitude e tomem a dianteira em um novo tipo de diálogo, transformando-o na palavra de ordem do momento. A reputação é um ativo intangível extremamente valioso para as marcas, na medida em que confere a elas legitimidade e credibilidade. A reputação, para o Reputation Institute, é definida como o conjunto de percepções, opiniões e julgamentos dos grupos de relacionamento de uma empresa/marca sobre a sua capacidade de gerar valor e, especialmente, sobre o quanto ela é capaz de honrar e de cumprir as promessas que faz. Essas percepções refletem o grau de estima, admiração, confiança e empatia que as pessoas sentem em relação à marca e afetam diretamente suas decisões de comprar, recomendar, investir ou querer trabalhar nela. Em sentido oposto, a má reputação traz consequências que acabam por, muitas vezes, impedir a empresa de implementar as suas estratégias: financiadores evitam dar acesso a crédito; legisladores e reguladores incrementam novos padrões e aplicam multas e sanções; os custos de transação aumentam; clientes que precisam atender suas exigências de compliance podem quebrar contratos e os funcionários perdem o orgulho e a identificação com a empresa. Diante desse contexto, é imperativo desenvolver um plano estratégico para gestão da reputação de uma marca com o objetivo de engajar e cultivar um relacionamento continuo com stakeholders, os verdadeiros embaixadores da marca, que irão apoiá-la e defendê-la quando necessário. Eles serão os aliados mais importantes para ajudar a empresa a construir uma boa reputação e a ser percebida como uma marca atraente aos olhos das pessoas. Esses fatores, combinados, ajudarão as empresas a gerar mais negócios e conferirão a elas uma vantagem competitiva em diversas frentes, como atrair e reter talentos, ganhar credibilidade e confiança junto ao consumidor e contar com o apoio da mídia em seus esforços de divulgação. E

1 0 — TO P D E M A RC A S 2 017

para construir uma jornada sustentável e positiva para a construção da reputação de uma marca, torna-se condição sine qua non seguirmos os seguintes princípios: IDENTIFICAÇÃO DE UM PROPÓSITO Simon Sinek criou o “Golden Circle” lembrando que as marcas verdadeiramente inspiradoras são aquelas que seguem seu “why”, seus propósitos. Enquanto as medianas apenas enfatizam o que fazem (“what”) e o modo como fazem (”how”). Os Propósitos são sua razão de ser, sua grande contribuição à sociedade, ao mercado, à comunidade. Sua relevância para o mundo. Se a marca/empresa tiver bons propósitos e eles forem disseminados entre seus públicos de interesse, ela terá o arsenal para combater o bom combate. Assim, as marcas precisam encontrar seu propósito, defender causas genuínas e cumprir com o que prometem. É preciso ter em mente um novo tipo de comunicação, na qual a marca irá se relacionar com cidadãos, e não com consumidores, preocupando-se menos em fazer publicidade e mais em solucionar os problemas da sociedade. Em um artigo intitulado “Círculo Dourado”, publicado em Meio e Mensagem em 2015, Selma Santa Cruz pondera que a criação de mensagens de impacto para atrair visibilidade e encantamento precisa ser equilibrada nesse novo contexto, com a perspectiva do público e com a gestão de reputação. Isso implica, portanto, em elaborar estratégias e mensagens que não sejam apenas criativas, mas também alinhadas ao propósito da marca e capazes de gerar sintonia com sentimentos e valores, tanto de seus consumidores como das comunidades com interesse em seu segmento de atuação. Parece não fazer mais sentido, afinal, focar apenas nos consumidores, uma vez que qualquer indivíduo que tenha acesso às redes pode ser um formador de opinião em potencial, com capacidade de afetar a reputação e o equity de uma marca. Enfim, é imperativo que as marcas se posicionem de forma genuína e autêntica. Um bom exemplo de defesa de causas é a recente campanha do Itaú, “Leia para uma criança”. Defende a causa da educação, apoia na solução de um problema social e ao mesmo tempo constrói reputação positiva para a marca. Essa campanha do Itaú

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A


Elisa Prado

Elisa Prado é profissional de comunicação há 30 anos e atua hoje como Diretora Executiva da TV1RP. É reconhecida como especialista em Planejamento e Gestão da Reputação de empresas e marcas. Em 2014 lançou o livro Imagem e Reputação na Era da Transparência. Em 2015 foi coautora do livro Líderes Sustentáveis editado por Ricardo Voltolini, na Plataforma Liderança Sustentável. E em 2017 foi autora e organizadora do livro Reputação – Riscos, Crise e Imagem Corporativa lançado pela Aberje Editorial.

Hoje é preciso pedir licença para entrar na vida dos consumidores (especialmente pelas redes sociais), participar de seu dia a dia e, assim, buscar sua aprovação” materializa o conceito de geração de valor compartilhado, criado pelo veterano Michael Porter e que faz todo sentido, uma vez que estamos diante de uma nova geração que valoriza os relacionamentos movidos pelo propósito. Quando uma empresa assume a responsabilidade de promover o progresso social junto à sua estratégia de negócios e começa a estabelecer relações benéficas multilaterais com todos os envolvidos em sua cadeia produtiva, dá um passo extremamente relevante para conquistar tanto os influenciadores como esses novos consumidores. Afinal, quem não gostaria de promover uma marca que valoriza seus fornecedores, incentiva a economia local, protege o ambiente e entrega um produto bom, sustentável e socialmente justo? Diante desse novo pensamento, antes de vender é essencial engajar. Antes de negociar, é fundamental criar relacionamentos. Antes de convencer os consumidores, é preciso deixá-los bem informados. E, por fim, conseguiremos conquistar corações e mentes daqueles que têm simpatia pelas nossas causas. DIÁLOGO Estabelecer uma conversa com quem pensa diferente e criar um ambiente saudável para discussões em que todos possam expor seus pontos de vista sem agredir os interlocutores. É difícil? Sim, muito. Não estávamos acostumados com esse novo jeito de se relacionar, porque fomos formados para expor apenas a nossa opinião e vender. Mas os tempos mudaram e demandam mais do que o esforço para construir uma marca atraente. Hoje é preciso pedir licença para entrar na vida dos consumidores (especialmente pelas redes sociais), participar de seu dia a dia e, assim, buscar sua aprovação. Os consumidores, os parceiros de negócios e a comunidade estão cada vez mais conscientes de sua responsabilidade social e ambiental, por isso buscarão marcas e serviços que agreguem esse valor à sua rotina. Diante desse novo cenário, a comunicação entre as marcas e seus stake-

PELOS LONDRINENSES

holders está de ponta cabeça. Ninguém mais acredita em propaganda sem consistência e verdade; as decisões de compra dos consumidores são baseadas no que dizem os influenciadores, e não a publicidade tradicional. A publicidade unidirecional, portanto, perde impacto. Ninguém mais acredita quando a marca fala de si mesma. Como consumidores, quando decidimos comprar alguma coisa, somos proativos: checamos o site da marca, o que falam dela nas redes sociais e nos canais de reclamação, pedimos a opinião de vizinhos, amigos e parentes. É por isso que as marcas precisam evoluir e criar uma nova forma de se relacionar com seus consumidores. E o melhor instrumento para isso é o chamado “Inbound PR”, que nada mais é do que trabalhar os conteúdos da marca de maneira a direcioná-los ao interesse e às necessidades dos seus públicos-alvo. Conteúdo de credibilidade, portanto, é o nome do jogo! PROTEÇÃO, CUIDADO E MONITORAMENTO Depois de conhecer profundamente o propósito da marca, mapear e engajar stakeholders nessa jornada, é imperativo monitorar cada segundo dos relacionamentos da marca com seus consumidores. O Relacionamento aberto e constante traz muitos benefícios para a construção da reputação, visto que estabelece um vínculo de confiança que traz sugestões, novos insights, críticas construtivas e alerta para possíveis crises de imagem. As maiores crises de imagem enfrentadas ultimamente pelas marcas aconteceram nas redes sociais. É aquela fagulha, aquele alerta ou apontamento de um consumidor que poderá evitar um grande incêndio. Assim, é preciso estar atento, monitorando as redes, ouvindo as vozes das pessoas, abrindo diálogo respeitoso e verdadeiro para construção de um relacionamento sustentável. Enfim, estamos em um momento que nos convoca, definitivamente, a mudar nosso “mindset”. Por isso é tão vital ir além das propostas tradicionais de comunicação e adotar o modelo de inteligência colaborativa, unindo-se aos designers do planejamento estratégico e aos profissionais de marketing para repensar o branding para a próxima década. Um modelo que atenda às expectativas dessa nova “persona”, que é consumidora e mídia ao mesmo tempo, e para quem o compartilhamento está acima da posse. x

TO P D E M A RC A S 2 017—

11


valores corporativos

TOP DE VALOR

A.YOSHII É TRICAMPEÃ ———

Ranking reconhece marcas guiadas por um propósito, que têm valores pautados no desenvolvimento das pessoas e da sociedade, e os compartilham na comunicação com colaboradores e comunidade

J COMISSÃO DE JURADOS Alessandro Cesário La Casa Comunicação Gustavo Melles Grupo MGT Mário Dias Wiz Propaganda Patrícia Hemerly EGG Comunicação Renato Bastos BluBox Comunicação Spartaco Puccia SPB Comunicação

12 — TO P D E M A RC A S 2 017

á se foi o tempo em que se fazia compras puramente por necessidade, preço e produto. Hoje as empresas precisam se comprometer com a sociedade, posicionando produtos ou serviços a favor do desenvolvimento socioambiental. Na outra ponta estão os consumidores que passaram a valorizar marcas que têm a oferecer mais do que daquilo que é visível. Os valores por trás de cada companhia se tornaram fatores decisivos de compra e estão mais do que presentes na experimentação e na percepção do consumidor. Há três anos, o Top de Marcas promove a categoria Top de Valor, ranking que tem como objetivo premiar as marcas que são guiadas por propósitos e que compartilham seus valores na comunicação com colaboradores e com a comunidade. Nas três edições do Top de Valor, a construtora A.Yoshii alcançou a maior pontuação entre as marcas pré-selecionadas, atribuída por uma comissão formada por profissionais que atuam na área publicitária em Londrina.

Na primeira fase do ranking, os jurados indicaram, com base na relação das marcas mais lembradas pelo consumidor em 2017, aquelas em que observaram propósitos e ações voltadas ao desenvolvimento das pessoas e das comunidades. Foram indicadas seis marcas: A.Yoshii, RPC, Super Muffato, Unimed, Unopar e Viação Garcia. Na segunda fase, e com base no envio de informações das marcas pré-selecionadas, os profissionais avaliaram aspectos como propósitos e valores; a maneira como são comunicados interna e externamente; os canais de comunicação utilizados; como as marcas põem em prática os seus valores corporativos; e como a comunicação dos valores tem impactado o negócio e a reputação da empresa. Para cada item, foram atribuídas notas de 1 a 5. A.Yoshii conquistou 164 pontos dos 180 possíveis e ficou com a primeira colocação; Unimed obteve 157 pontos; RPC, 144 pontos; Viação Garcia, 133 pontos; Super Muffato, 131 pontos; e Unopar, 107 pontos.

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A


RESPEITO AO CONSUMIDOR Qualidade, pontualidade e respeito absoluto pelo cliente. Esses são os valores que acompanham a A.Yoshii desde a sua fundação, em 1965, e que fizeram a marca vencedora do Top de Valor nos três anos consecutivos em que o ranking foi realizado. Seus valores são compartilhados internamente através do Portal do Colaborador, e com a comunidade externa por meio de cam-

PELOS LONDRINENSES

panhas institucionais e de produtos nos meios de comunicação on-line e off-line, como jornais e revistas, rádio, TV e internet, e-mail marketing, jornal institucional, campanhas de outdoor, ações no showroom, panfletagem e patrocínios a eventos que traduzam a filosofia da empresa. O consumidor pode vivenciar os valores da construtora em seus empreendi-

mentos, que utilizam tecnologia de ponta para auxiliar na qualidade e na velocidade do processo construtivo e garantir a entrega das obras no prazo. Pesquisas com os clientes buscam a melhoria contínua e a satisfação dos compradores, e são realizadas em três etapas do relacionamento com o cliente, da assinatura do contrato ao momento posterior à entrega da obra.

TO P D E M A RC A S 2 017—

13


valores corporativos

COOPERAÇÃO E TRANSPARÊNCIA

DESENVOLVIMENTO DA NOSSA GENTE

C

O

om o propósito de oferecer soluções de promoção e assistência à saúde, os valores corporativos da Unimed – ética, cooperação, transparência, efetividade, liderança, visão sistêmica, gestão profissional, inovação e responsabilidade social – estão presentes nas ações e processos da cooperativa como na tomada de decisões pautadas pela ética, no código de conduta, nas ações de Responsabilidade Social, na divulgação de informações significativas para cada público, na efetividade das ações táticas e estratégicas, em treinamentos para a liderança, nas práticas de governança corporativa e na implantação de uma cultura mais inovadora. Estes valores se tornam conhecidos pelo público interno e externo através do site da Unimed Londrina e da intranet, e também são abordados na publicação anual do Balanço Social e do Balanço de Gestão. O Relatório de Sustentabilidade da cooperativa também é disponibilizado em forma de vídeo no site da cooperativa e nas redes sociais.

14 — TO P D E M A RC A S 2 017

Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM), a que pertence a RPC, se guia por convicções que expressam valores em suas atividades como a contribuição para uma sociedade melhor; a comunicação para disseminar diferentes interesses, problemas, sonhos e perspectivas; o servir pautado nas ações em olhar o outro; o favorecer do crescimento humano, do bem comum e da democracia; e o promover, através da comunicação, o desenvolvimento do Paraná e de sua gente. A gerência de Comunicação e Relacionamento da GRPCOM é a responsável por disseminar esses valores para os colaboradores por meio de sua comunicação interna. No dia a dia, a emissora de TV leva suas convicções à comunidade cobrindo as diferentes culturas, tradições, curiosidades, belezas e dificuldades do Paraná. Os valores da RPC também são traduzidos em ações como o RPC na Praça, o Bem-Estar Global, o Bem Verão, em programas como o Meu Paraná, o Plug e o Estúdio C e o quadro jornalístico Desaparecidos. O Instituto GRPCOM também coloca a TV a serviço da comunidade escolar por meio de um projeto de comunicação e educação chamado “Televisando”.

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A


ATENDIMENTO PERSONALIZADO

“N

ascemos para ir além.” Esse é o slogan da Viação Garcia, que expressa o propósito da empresa de “ir além” do transporte rodoviário de passageiros no planejamento sustentável da companhia, na inovação e nas ações de responsabilidade socioeducacionais, tudo pautado pela ética, respeito, confiança, integração e eficiência. Os valores da empresa são divididos com os colaboradores por meio do relacionamento direto e com o público externo através de campanhas de comunicação. Segundo a empresa, os propósitos corporativos estão expressos no atendimento de qualidade e na implantação de projetos como o Espaço Mulher, o transporte de pets e o CabineCama. A aquisição constante de novos ônibus e o uso da tecnologia na compra de passagens e no check-in integram as facilidades planejadas para o melhor atendimento às necessidades do cliente. A responsabilidade socioeducacional pauta as ações sustentáveis que permeiam as atividades da empresa no dia a dia e em projetos sociais e ambientais.

PELOS LONDRINENSES

DEDICAÇÃO CONTÍNUA

RESPEITO À DIVERSIDADE

A

C

rede de supermercados preserva até hoje os valores que seguem o Grupo Muffato em seus 43 anos: ética, honestidade, lealdade, comprometimento, dedicação contínua pela obtenção de resultados, respeito ao ser humano, responsabilidade social e inclusão social. Tudo isso dentro de um propósito, que é oferecer uma experiência única de compras aos clientes. Tais valores são compartilhados internamente através do Treinamento de Integração, Código de Conduta, cartazes nas lojas e envio de newsletter semanal. Também são enfatizados nos encontros semanais com os colaboradores e nos treinamentos e cursos de qualificação e capacitação gerenciados pela Uniffato, a universidade corporativa do Grupo. Junto à comunidade externa, os seus valores podem ser vistos em ações como o Dia da Bondade, o Mais Saúde e a Estação Reciclar. A divulgação se dá em materiais de marketing e comunicação, nas redes sociais, em anúncios de mídia e na rádio interna das lojas. A promessa da marca, o “Faz bem feito”, é vivenciada pela empresa em tudo o que ela faz para oferecer aos clientes variedade, qualidade, preços justo e atendimento de excelência.

om o desafio de transformar a vida das pessoas através de uma educação responsável e que tenha impacto direto sobre o crescimento e a ascensão profissional dos estudantes, a Unopar tem como propósito a “Paixão por Educar”. Para cumprir com esse papel, a universidade é pautada por valores como o respeito às pessoas e à diversidade, fazer acontecer, honestidade e responsabilidade, foco em geração de valor sustentável e trabalhar e aprender juntos. Cursos na universidade corporativa, comunicações e ações internas ajudam a manter viva a prática do seu propósito entre os colaboradores. Ações de responsabilidade social, como os atendimentos gratuitos nas clínicas escola da universidade, são a maneira encontrada pela Unopar de externalizar os seus valores na prática. Para transmiti-los à comunidade, a instituição realiza ações para se manter sempre próxima dela praticando a transparência em suas atividades e buscando despertar o engajamento com a marca e o seu propósito. x

TO P D E M A RC A S 2 017—

15


sustentabilidade

AÇÕES SUSTENTÁVEIS INTERESSAM A INVESTIDORES, MAS NÃO A CEOs

———— Falta de interesse por parte de empresários em ações de sustentabilidade ambiental preocupa professor do Isae/ FGV; maiores interessados são eles próprios

O

abuso de fontes de energia não-renováveis e a emissão de gases responsáveis pelo efeito estufa são exemplos de como o ser humano coloca em risco o legado que deixará para as gerações futuras. Por isso, se fazem urgentes medidas para mitigar o impacto sobre o meio ambiente. Porém, nem todos veem a situação dessa maneira. Citando uma pesquisa realizada pelo Massachussets Institute of Technology (MIT), Cleverson Vitório Andreoli, professor de mestrado do Isae/FGV, em Curitiba, e diretor da Andreoli Engenheiros Associados, mostra que os CEOs (Chief Executive Officers) não enxergam as mudanças climáticas, por exemplo, como um problema urgente. O instituto fez uma pesquisa com dois mil executivos de grandes empresas globais e chegou à conclusão que apenas 23% deles consideram “extremamente urgente” e “muito urgente” as mudanças climáticas para as suas empresas. Os investidores das bolsas de valores, por outro lado, têm uma visão completamente diferente. Metade (51%) afirmou que companhias com performance sustentável aumentam o potencial para criação de valor ao longo do tempo e, para 38% dos investidores, empresas com esse perfil aumentam a lucratividade de seus investimentos. “Os investidores levam a questão da sustentabilidade a sério, e os CEOs não”, conclui Andreoli. “O planeta tem ultrapassado vários de seus limites”, ele reitera. “Isso faz com que tenhamos um desafio se quisermos que o planeta volte aos padrões de sustentabilidade ambiental.” Esse desafio é posto tanto a governos, quanto a empresas e pessoas

16 — TO P D E M A RC A S 2 017

comuns. Pequenas atitudes como abastecer com álcool em vez de gasolina, locomover-se de bicicleta, utilizar equipamentos que consomem menos energia e reduzir a quantidade de lixo produzida são ações que não dependem de ninguém, a não ser de nós mesmos. Mas as empresas assumem um papel de protagonismo nessas mudanças, observa o engenheiro, pois elas têm um poder de mobilização muito grande. E adotar medidas sustentáveis não necessariamente aumenta os custos operacionais de uma companhia. Pelo contrário: “A adoção de práticas sustentáveis pode aumentar ou melhorar o desempenho das empresas”, salienta Andreoli. Um documento publicado pela Harvard Business Review – “Como sobreviver às mudanças climáticas e continuar caminhando para negócios sustentáveis” –, aponta caminhos pelos quais os líderes empresariais devem trilhar para promover a sustentabilidade ambiental e, ao mesmo tempo, melhorar sua eficiência econômica. APROVEITAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Um exemplo tem relação com os resíduos sólidos. Todo lixo deve ser entendido como matéria-prima colocada em local inadequado, alerta Andreoli. Afinal, todos os resíduos sólidos que sobram ao final do ciclo de vida de um produto foram adquiridos pelo preço de uma matéria-prima. “O melhor aproveitamento da matéria-prima, dos resíduos sólidos aumenta a eficiência da empresa porque, primeiro, reduz o custo da matéria-prima e, segundo, porque reduz o custo da destinação final dos resíduos”, ele avalia.

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A


Cleverson Andreoli é professor de mestrado do Isae/FGV, em Curitiba, e diretor da Andreoli Engenheiros Associados.

Cleverson Andreoli

EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA Outro estudo, da Yale University, mostrou que o aumento da eficientização energética é capaz de reduzir 28% da energia produzida no mundo, destaca o professor do Isae/FGV. “Isso significa que a eficientização tem sido entendida como uma fonte energética.” Além de contribuir para a redução da energia produzida, a eficientização energética tem um “payback” (tempo de retorno do investimento) bastante curto, de dois a cinco anos, aponta Andreoli. “E ainda por cima existem fontes de financiamento nacionais que financiam esse tipo de projeto.” PEGADA DE CARBONO A Harvard Business Review também apontou a quantificação da “pegada de carbono” como uma maneira de obter competitividade e diferencial em um planeta que passa por aquecimento global. Quantificar a pegada de carbono, segundo explica Andreoli, é fazer o inventário das emissões de gases de efeito estufa nas suas atividades. “Toda empresa que quiser ter uma política de sustentabilidade em relação às emissões de CO2 têm que começar fazendo um levantamento para saber quais as atividades que mais geram emissão de gases do efeito estufa.” Em segundo lugar, é preciso definir os indicadores de intensidade carbônica, que mostram a quantidade de emissão de gás carbônico para cada quilo de produto colocado no mercado, por exemplo. “A partir daí, eu devo avaliar para cada um dos meus processos quais os riscos e oportunidades associados às emissões de gás carbônico.” Essa mesma avaliação também pode ser feita para a quantidade de água, energia, matéria-prima, esgoto, resíduos sólidos produzidos. “A partir daí, cria-se os chamados indicadores de sustentabilidade.” É a partir desses indicadores que as empresas são capazes de desenvolver programas com a adoção de práticas como o reuso de água, geração de menos resíduos, uso de equipamentos mais eficientes. “Começamos selecionando as práticas que trazem maior retorno. Não que a política de sustentabilidade se restrinja somente à adoção daquelas práticas que aumentem a lucratividade. Vai chegar um momento que será necessário gastar mais dinheiro para melhorar a sustentabilidade.” COMPETITIVIDADE O maior interessado em ações sustentáveis são os próprios empresários, salienta Andreoli. No campo, por exemplo, conservação dos solos, o manejo adequado, o plantio direto, o manuseio de palhares são práticas sustentáveis que aumentarão a produtividade. E o marketing ambiental acaba sendo um efeito secundário disso tudo. Quem efetivamente adota políticas de sustentabilidade tem quase o dever de fazer o marketing verde, pois trata-se de um diferencial de mercado e até mesmo um requisito de sobrevivência. “Hoje, quem não estiver fazendo política de sustentabilidade vai ter problemas de competitividade no curto prazo”, frisa o professor do Isae/FGV. x

PELOS LONDRINENSES

CONSUMIDORES VALORIZAM EMPRESAS COM ESTRATÉGIAS AMBIENTAIS ——

A pesquisa Top de Marcas também quis saber se os londrinenses possuem o hábito de consumir produtos que levam em consideração o fator ambiental, e entender o grau de importância dado por eles às empresas que demostram preocupação com o meio ambiente em suas atividades. A pesquisa chegou à conclusão que a maioria absoluta (73,6%) diz considerar muito importante as empresas terem estratégias ambientais focadas na redução de impactos ao meio ambiente. E mesmo que, na prática, quase 35% dos entrevistados afirmem nunca deixar de comprar marcas ou itens específicos devido à preocupação ambiental, cerca de 60% dos consumidores responderam que “sim, com certeza” (29,1%) ou “sim, provavelmente” (31,8%) pagariam mais caro por produtos com menor impacto ambiental. Outros 22,6% informaram que sempre evitam consumir marca ou produtos devido a essa preocupação, 21,3% algumas vezes, e 18,1% raramente. Em relação às embalagens dos produtos, um terço (33,1%) afirmou nunca levar em consideração as suas características ambientais ao fazer as compras. Porém, mais de 40% dos entrevistados concordam plenamente que embalagens com menor impacto ambiental agregam valor às marcas. Outros 26,8% disseram sempre considerar o fator ambiental das embalagens na sua decisão de consumo, 19,5% algumas vezes, e 16,5% raramente. Na pauta das questões ambientais, as empresas líderes do Top de Marcas já demonstram ações relevantes em suas estratégias de gestão. Com o objetivo de buscar a redução dos impactos causados ao meio ambiente, as marcas contaram um pouco do que estão realizando para contribuírem com a sustentabilidade ambiental, o que pode ser conferido ao longo desta edição.

TO P D E M A RC A S 2 017—

17


top líder sustentável

CONEXÃO LONDRINA

———— Aos 39 anos, o jornalista Marcelo Frazão alia uma vitoriosa atuação ambiental a um projeto inovador: um veículo de comunicação capaz de unir moradores pelo bem da cidade m meados da década passada, o jornalista Marcelo Frazão acreditava conhecer toda Londrina. Como repórter do extinto JL, havia cumprido, nos seis anos anteriores, quase diariamente, pautas sobre os mais diversos assuntos pelos quatro cantos da cidade – manifestações populares, denúncias ambientais, casos de polícia, precariedade dos serviços públicos. Até o dia em que um amigo o questionou. – Você conhece Londrina? – Claro que conheço. – Conhece nada. Suba na garupa da minha moto que vou te mostrar a cidade. Nos três meses seguintes, em fins de semana e em raros momentos de folga no jornal, Frazão ocupou a garupa da moto do ambientalista João Batista Moreira Souza, o João das Águas, com quem havia estreitado amizade em reuniões na organização não-governamental Meio Ambiente Equilibrado (ONG MAE). Em todos aqueles passeios, provavelmente Frazão tenha passado pelos mesmos lugares onde havia feito centenas de reportagens. Ali, porém, o olhar de jornalista encontrou outra perspectiva. Vagaram, ele e o amigo, não por ruas e avenidas, mas pelas bacias hidrográficas de Londrina. Naqueles momentos, não importava o mato alto na zona oeste, a proliferar insetos e esconder bandidos, mas a nascente do Ribeirão Cambezinho; não o tráfego inóspito da Avenida Brasília, mas o trecho agredido do Ribeirão Jacutinga; importava menos a falta de calçadas que aflige mulheres, idosos

18 — TO P D E M A RC A S 2 017

e cadeirantes, e sim os bueiros deficientes que permitem escoar a poluição difusa e toda a sorte de tranqueiras para nossos rios e lagos; não o abraço puramente turístico na grande peroba e, sim, a importância dos fragmentos florestais. – Aquele desafio feito pelo João foi determinante na minha vida - avalia um agradecido Marcelo Frazão. Entendi como a cidade funciona, suas conexões. A conexão do bueiro com o rio, do morador com o lixo. Entendi a diferença em se ter coleta de esgoto ou não; o impacto que traz um asfalto degradado ou um terreno baldio sem proteção; como a construção civil impacta a cidade; para onde vai o meu lixo... Enfim, compreendi a dinâmica da cidade. E essa compreensão eu levo a qualquer lugar. Posso visitar uma cidade aqui no Brasil, na América Latina, na Europa, nos Estados Unidos, e consigo entender como funciona o sistema de transporte, a coleta de resíduos. Ao entender como funciona a cidade, você deixa de ser um autômato, deixa de ser consumidor de conteúdo e passa a ser gerador de conteúdo. Hoje faço coisas, na minha rotina, compreendendo o peso delas. É uma compreensão que todo morador deveria ter. Esse entendimento de como funciona a cidade Frazão levaria para sua atividade profissional e para o trabalho voluntário na ONG MAE, entidade sem fins lucrativos que desde 2001 mantém um olhar atento sobre as mazelas ambientais em Londrina e região. Integrada por profissionais de diferentes áreas, da Biologia ao Jornalismo, da Geografia ao Direito, a ONG MAE surgiu naquele ano como iniciativa de estagiários de Direito da Promotoria de Meio Ambiente indignados com o vazamento de material poluente do Pool de Combustíveis que contaminou água e solo ao

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A


————————————— Com quase duas décadas de atuação em jornalismo e ecologia, Marcelo Frazão confia muito mais na união dos moradores como receita para uma cidade melhor: “Não acredito que os processos devam partir dos governantes. No fundo, o prefeito é só um morador, com os mesmos péssimos hábitos de qualquer outro morador comum” PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 017—

19


top líder sustentável

“Os trabalhos da ONG MAE subsidiaram muitos documentos importantes para a cidade. Fazemos denúncias, mas também colaboramos com políticas públicas” longo do Ribeirão Lindóia, naquele que é considerado o maior desastre ambiental de Londrina. Frazão passou a integrar a equipe de voluntários da ong que, em uma década e meia de atuação, se disse presente no cenário ambiental da cidade, ao colecionar embates históricos – ora com a iniciativa privada, ora com o poder público – em favor de um ambiente mais equilibrado. De 2001 para cá, a ONG MAE cresceu e amadureceu. O que inicialmente era visto como uma trupe de ativistas juvenis tornou-se um grupo focado na pesquisa e na argumentação técnica, que tem dado dores de cabeça, por exemplo, a idealizadores de usinas hidrelétricas no Rio Tibagi e a empresários e legisladores que botam as manguinhas de fora de olho em áreas – chamadas de zona de amortecimento – em torno da Mata dos Godoy. A ação mais recente, em julho deste ano, foi a descoberta do que a ong considera o maior desmatamento da história recente de Londrina: uma clareira de 55 hectares de floresta protegida de Mata Atlântica dentro de uma fazenda próxima ao Parque Estadual Mata dos Godoy, na zona sul. Imagens de satélite entregues pela ONG MAE à Polícia Ambiental, ao Ministério Público e ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP) mostram perobas com idades estimadas entre 300 e 500 anos derrubadas em uma área equivalente a 60 campos de futebol. Além da vigilância constante e das denúncias encaminhadas aos órgãos competentes, entre as várias iniciativas construídas pela organização nos últimos anos Frazão destaca três, das quais participou diretamente. Uma delas é o “Londrina Verde”, programa financiado por um banco alemão que georreferenciou 300 propriedades agrícolas no município de Londrina e, com isso, deu aos proprietários suporte para planejar o reflorestamento de matas ciliares e a definição de reservas legais e áreas de preservação, a fim de dar proteção a minas e nascentes. – Foi a primeira grande incursão da ong em campo - avalia Marcelo Frazão. Os dados colhidos nesse programa subsidiaram o Cadastro Ambiental Rural do município - ele acrescenta.

2 0 — TO P D E M A RC A S 2 017

Ato contínuo ao “Londrina Verde”, a ONG MAE criou e executou o projeto Caminho das Antas, que mapeou a presença do maior mamífero terrestre brasileiro – por sinal, em extinção – em aproximadamente cinco mil hectares ao redor da Mata dos Godoy. Ainda objeto de caça, a anta necessita de grandes áreas para sobreviver. O animal é um bioindicador, ou seja, a presença dele significa que determinado ambiente encontra-se razoavelmente equilibrado. Fezes das antas carregam sementes de grandes árvores, por exemplo. – Detectamos pegadas com fotos noturnas e, a partir daí, investigamos os fragmentos de Mata Atlântica ao redor da Mata dos Godoy, onde ela se sente mais segura. Descobrimos armadilhas dentro e fora da Mata dos Godoy, fizemos fotos, filmes, e entregamos para a polícia. Marcelo Frazão destaca também o “Na Pegada do Parque”, um projeto permanente da ONG MAE para formação de corredores ecológicos de fauna e flora em áreas degradadas. O projeto mobiliza empresas que, assim, compensam emissão de carbono gerada por suas atividades. O plantio se dá em áreas monitoradas pela ong. Até o fim deste ano deve ser “inaugurado” o Minibosque da UEL, que vai ligar o Horto da própria universidade à margem florestal do Córrego Esperança, com o plantio de 20 mil árvores nativas da Mata Atlântica. – Outro aspecto importante do trabalho da ONG MAE é que os dados e pesquisas acumulados subsidiaram muitos documentos importantes para a cidade, como o Plano Municipal da Mata Atlântica, que ajudamos a elaborar. As denúncias podem ser mais visíveis, mas a gente colabora com as políticas públicas. O Plano Municipal de Arborização, que normatiza a poda de árvores, quais espécies podem ser plantadas e onde plantá-las, por exemplo, foi redigido pela ong; coube aos vereadores apenas a aprovação - ressalta Frazão. Projetos, aliás, passaram a ser uma especialidade deste jornalista que nasceu há 39 anos em Campinas-SP, cresceu jogando

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A


PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 017—

21


top líder sustentável

vôlei de areia nas praias de Guarapari-ES e cursou Jornalismo na UEL entre 1997 e 2000, com passagens profissionais por Folha de Londrina, O Diário (Maringá), JL e as emissoras de rádio CBN, Tabajara e Paiquerê. Inquieto, cursou três anos de Direito e quase completou uma pós-graduação em Filosofia, até se deparar com a área de projetos. – Depois que aprendi a dinâmica da cidade, fiz um MBA em “Gestão de Projetos” na FGV (Fundação Getúlio Vargas). Estava incomodado com aquela estória de que ambientalista não sabe fazer projeto. No curso, aprendi a fazer qualquer coisa que eu queira. O trabalho de conclusão de curso na FGV resultou no que a cidade hoje conhece como “Ecometrópole”, um programa de Ecocidadania e Gestão Compartilhada. No real, o TCC de Frazão sistematizou toda uma experiência adquirida durante décadas por ambientalistas de Londrina e que, agora, está reunida em um único documento, disponível na internet. O Ecometrópole é uma proposta ampla cujo objetivo é promover uma nova forma de pensar, compreender, atuar e gerir a Região Hidrográfica de Londrina. Estimula a gestão compartilhada entre moradores, empresas, instituições e governantes, de forma solidária, relativo a todas as questões coletivas: transporte, mobilidade, coleta de resíduos, preservação ambiental – e muito mais. Trata-se de um programa absolutamente com-

pleto para se pensar a vida comunitária como um todo, quase sempre abraçado pelos candidatos a prefeito – e quase nunca implementado. Por que, afinal? – Não acredito que os processos devam partir dos governantes - explica Marcelo Frazão. Se se envolvessem se demonstrassem na prática, se conseguissem mobilizar, os líderes locais poderiam ter um papel poderoso. Mas eles não compreendem a dinâmica da cidade. No fundo, o prefeito, qualquer um, é só um morador com os mesmos hábitos de qualquer outro morador comum. A parte mais gostosa de governar, e mais importante, que é a de mobilizar as pessoas, chamá-las para o desafio, eles não fazem. São pessoas que não acordam com vontade para isso. Ninguém se salva de um afogamento puxando a própria cabeça. É preciso envolver os moradores. E isso nossos governantes não sabem fazer. Ao fazer esse tipo de constatação, Frazão se refere a figuras como Antanas Mockus, o filósofo e professor universitário que, em dois mandatos de prefeito, mudou a cara de Bogotá, ao reduzir drasticamente a violência na capital colombiana em meio à guerra civil entre Exército, paramilitares de direita e guerrilheiros de esquerda. De 1995 a 1997 e de 2001 a 2003, Mockus – com um estilo excêntrico, “louco” – liderou a cidade em um esforço para resgatá-las das mãos dos narcotraficantes. Sem muitos recursos, recuperou os espaços públicos ao juntar, neles, cidadãos de diferentes classes sociais. Espalhou ciclovias que passam dentro dos condomínios fechados. Dramatizou as mortes no trânsito, ao pintar uma estrela no asfalto em todos os pontos onde um pedestre Criado em 2015, tem o objetivo de destacar pessoas imbuídas da sua parcela de tivesse morrido atropelado. Escalou responsabilidade com a gestão do meio ambiente e com a redução dos impactos causados 400 mímicos para, em cenas-relâmpor negócios ou pessoas, conectando, inspirando e educando empresários e novos líderes pago, constranger os motoristas a resem direção às ações sustentáveis para a preservação do planeta. peitarem a faixa de pedestres. Distribuiu 700 mil cartões vermelhos para ARY SUDAN HEVERSON FELICIANO que os próprios motoristas fiscalizasEmpresário e presidente do Fórum Gerente regional do Sebrae/PR sem uns aos outros. A taxa de homiDesenvolve Londrina LUIZ FIGUEIRA DE MELLO cídios caiu de 80 para 18 por cem mil DIEGO MENON Presidente do Instituto Ecometrópole habitantes. As mortes no trânsito caSuperintendente da ACIL MARCO KUMURA íram pela metade. A arrecadação de FÁBIO CAVAZOTTI Consultor empresarial impostos triplicou. Por acreditar que, Secretário municipal de Gestão Pública NICOLÁS MEJIA por serem mais do mesmo, nossos FERNANDO BARROS Superintendente do Grupo Folha líderes não têm esse poder de moConsultor ambiental de Londrina bilização, Marcelo Frazão defende

GRUPO TÉCNICO

PRÊMIO LÍDER SUSTENTÁVEL

2 2 — TO P D E M A RC A S 2 017

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A


abertamente a ideia de que são os moradores que devem se mexer em prol do bem comum. O governo não presta? É justa sua indignação. O Congresso é corrupto? Beleza! O Judiciário anda muito mais ou menos? Certo! Mas o que importa é a sua cidade e o ponto é: o que você está fazendo para melhorá-la? Foi essa filosofia de vida que levou Frazão a se envolver em um projeto inovador que ganha corpo a cada dia. Com o fechamento do JL, ele se uniu a dois colegas jornalistas – Ranulfo Pedreiro e Chris Mattos – para criar a Associação “Todos por Londrina”, ou TP1, uma start-up de comunicação e tecnologia social de base interativa para, conceitualmente, impulsionar mais e melhores conexões entre os moradores da cidade. O TP1 produz conteúdo e o abriga em um site. Lá estão, por exemplo, a transmissão ao vivo, via Facebook, da reinauguração do Cine Teatro Ouro Verde, a mostrar a entrada dos convidados ilustres para a noite de gala e, principalmente, a manifestação que, do lado de fora, aguardava o governador Beto Richa. Assim como a declaração de amor àquele espaço feita pela atriz Fernanda Montenegro. No site há documentos “que você não vê em outros lugares”, como a sentença judicial contra os envolvidos na Operação Publicano. Há diversas matérias sobre fatos legais da cidade, como o plantio de orgânicos. Porém, diferentemente de uma reportagem convencional, o TP1 levou moradores à chácara da família Rampazzo, para mostrar a eles onde e como se produz alimentos mais saudáveis. É o que Frazão define como “amarrar as pontas”. Criar vínculos. Conectar pessoas. – É um novo modelo de comunicação - diz Frazão. É jornalístico, mas não só. É um modelo de conexão, uma rede de moradores que se reconhecem. É o poder das pessoas. Nosso modelo de jornalismo não faz cócegas. Apenas o relato jornalístico não faz as coisas melhorarem. Falar do problema não elimina o problema. É jornalismo com ação direta. Ali, é proibido ser imparcial. Temos de aprender a nos juntar. Isso é anterior a qualquer coisa. Não tem a ver com Dilma, Lula, Temer, Aécio. Tem a ver com gente, conosco, os moradores. Sem esse vínculo, a gente não faz um país. Ação direta significa, também, desenvolver projetos que conectem pessoas, como as rodas de leitura. Em parceria com uma fundação paulista, o TP1 formou, até agora, 16 mediadores que, voluntariamente, promovem rodas de leitura – na verdade, de

PELOS LONDRINENSES

“Ao entender como funciona a cidade, você deixa de ser consumidor e passa a ser gerador de conteúdo. É uma compreensão que todo morador deveria ter” conversa – em vários pontos da cidade, criando vínculos entre pessoas que muitas vezes moram a poucos metros de distância e não conhecem nada a respeito de seu próprio vizinho. – A chave de tudo é o envolvimento - afirma Marcelo Frazão, que experimentou esse conceito em outra situação, ao desenvolver, em 2016, um projeto com a ONG MAE batizado de “A Bacia da Minha Escola”, um projeto ambiental, com recursos do programa Proverde, da prefeitura. Durante oito meses, Frazão e equipe visitaram três colégios estaduais (Dario Veloso, Benjamin Constant e a Escola Estadual do Patrimônio Regina) para investigar uma questão instigante: por que os adolescentes jogam lixo na rua? Pesquisa com 200 crianças e adolescentes daqueles colégios revelou que 85% deles atiravam objetos na rua. E dá-lhe passeios para conhecer a bacia hidrográfica local, a mostrar o bueiro que é o “ralo” do bairro, onde foi encontrado todo tipo de sujeira; a visitar cooperativa de reciclagem para mostrar que a latinha de refrigerante, ao invés do bueiro, deveria estar ali, gerando renda para as pessoas. E conversas tête-à-tête, olho no olho, com cada um, não para fazer aquela cobrança impositiva, mas para perguntar: “O que eu preciso fazer para você deixar de jogar lixo no chão?” – Contava a eles minha própria história, de quando eu mesmo jogava coisas na rua - pontua Frazão. Assim, você desarma o adolescente por completo. A maior alegria era quando alguém falava: “eu jogava muito, agora não jogo mais”. A realidade faz com que as pessoas aprendam. É disso que precisamos. De um choque de realidade. x

TO P D E M A RC A S 2 017—

23


tops especiais TOP PERFORMANCE

TOP DO TOP

CHIMARRÃO TEM MELHOR DESEMPENHO

COCA-COLA: REFRIGERANTE COM SABOR DE VITÓRIA

Percentual de crescimento da churrascaria é o maior na edição do Top de Marcas 2017

T

em cheirinho de churrasco no ar. A Chimarrão conquistou o melhor desempenho nessa edição do Top de Marcas, com crescimento de 6,5% no seu índice de lembrança. De 25,6% na última pesquisa, a churrascaria saltou para 32% na proporção de respostas dos londrinenses. A Chimarrão se orgulha de trazer, há 20 anos, o verdadeiro churrasco gaúcho ao londrinense em dois restaurantes localizados em pontos estratégicos da cidade, nas avenidas Tiradentes e Dez de Dezembro. Além de 15 tipos de carnes, oferece um amplo buffet de pratos quentes, saladas, sushi e queijos. Para garantir maior visibilidade no mercado, está investindo cada vez mais em atingir todos os públicos através da televisão e das redes sociais.

CHIMARRÃO

6,5%

CASTOR

6,2% LÉO COSMÉTICOS 5,2%

U

TOP MEIO AMBIENTE

YPÊ: POR UM MUNDO MAIS SUSTENTÁVEL

Marca continua sendo a mais associada à preservação do meio ambiente; londrinenses Kurica e A. Yoshii também aparecem na lista

A

marca de produtos de limpeza Ypê é mais uma vez a mais associada à preservação do meio ambiente, com 3,5% das menções no Top Meio Ambiente, que indaga o londrinense sobre a marca que ele pensa quando o assunto é meio ambiente. Marca brasileira nascida em 1950 em Amparo, no interior de São Paulo, a Ypê hoje conta com diversas linhas de produtos, em três categorias: limpeza da casa, cuidado com a roupa e higiene corporal. “Construir um mundo melhor” é um dos valores da marca, que busca desenvolver produtos sustentáveis e com bom custo-benefício. A empresa também apoia projetos ambientais em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica com o objetivo de reflorestar áreas desmatadas com espécies nativas e monitorar as águas dos rios da Mata Atlântica.

24 — TO P D E M A RC A S 2 017

Uma das marcas mais conhecidas do mundo se fortalece no posto de Top do Top em Londrina

YPÊ NATURA 2,5% BOTICÁRIO 2,2% KURICA 2,1% A.YOSHII 1,9%

3,5%

ma das marcas mais famosas do mundo mantém o posto de marca mais lembrada independente do segmento de mercado com 9,5% das respostas dos londrinenses à pergunta: “Qual a primeira marca que lhe vem à cabeça?”. A centenária Coca-Cola mantém sua marca sempre em alta diversificando o seu portfólio de bebidas. Hoje, a oferta da empresa não mais se restringe ao famoso refrigerante, e se estende a bebidas como água, sucos, chás e café para suprir todas as necessidades dos consumidores. Para ampliar o seu portfólio, a companhia busca conhecer melhor o consumidor e entender seus desejos e necessidades. Também são Top do Top esse ano as marcas Omo (9,3%), Nike (6,9%), Nestlé (5,0%) e Brastemp (4,1%), que mostram que suas estratégias para conquistar a memória do consumidor têm sido mais que certeiras.

COCA-COLA OMO

9,5%

9,3%

NIKE 6,9%

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A


TOP MAIS

VIAÇÃO GARCIA NA MEMÓRIA DOS LONDRINENSES

Empresa foi citada por 75% dos consumidores – maior índice da Top de Marcas – e é vencedora do Top Mais

N

enhuma empresa esteve tão em alta na memória dos londrinenses quanto a Viação Garcia. Por isso, é a vencedora do Top Mais, categoria que premia as marcas com o maior índice de lembrança dentre todas as categorias pesquisadas, com impressionantes 75% das respostas espontâneas dos entrevistados da Top de Marcas. Em seguida, vêm Folha de Londrina (73%) e Sercomtel (71,3%), todas

empresas pioneiras de Londrina. Fundada em 1934, a Viação Garcia está entre as cinco maiores companhias de transporte rodoviário do Brasil e faz parte do Grupo GBS (Garcia Brasil Sul) desde 2014. Transporta em média 22 milhões de passageiros ao ano em uma frota de 800 ônibus. Os veículos da Viação Garcia percorrem quase 6 milhões de quilômetros ao mês, ligando sete estados brasileiros.

TOP PÚBLICOS ESPECÍFICOS

SUPER MUFFATO: DESTAQUE EM TODAS AS REGIÕES

VIAÇÃO GARCIA 75,0% FOLHA DE LONDRINA 73,0% SERCOMTEL 71,0%

TOP ZONA NORTE SUPER MUFATTO 10,0% TOP ZONA SUL SUPER MUFFATO 16,5% TOP ZONA LESTE

Metade das categorias do Top Públicos Específicos foram para o supermercado, o mais lembrado na pesquisa por região

SUPER MUFFATO 7,1%

Q

SUPER MUFFATO 9,4%

ual é a marca mais lembrada entre os mais jovens? E entre os seniores? E entre mulheres e homens? E de Norte a Sul? Essas são algumas respostas que o Top de Marcas proporciona com a segmentação da pesquisa por gênero, idade e região. O levantamento destaca as marcas mais lembradas por públicos específicos em dez categorias diferentes: Top Feminino, Top Masculino, Top Jovem (entre 15 e 19 anos), Top Adulto (entre 25 e 50 anos), Top Sênior (acima de 60 anos), Top Zona Norte, Top Zona Sul, Top Zona Leste, Top Zona Oeste e Top Centro. Esse ano, grande destaque para o Super Muffato, que conquistou o Top Públicos Específicos em nada menos que metade das categorias, englobando todas as regiões da cidade: Top Zona Sul (16,5%), Top Zona Norte (10%), Top Centro (9,4%), Top Zona Leste (7,1%) e Top Zona Oeste (6,6%). O supermercado possui 11 lojas em Londrina, a mais recente inaugurada na Av. JK.

PELOS LONDRINENSES

TOP ZONA OESTE SUPER MUFFATO 6,6% TOP CENTRO TOP MASCULINO NIKE 4,8% TOP FEMININO LÉO COSMÉTICOS 14,3% TOP JOVEM NIKE 11,8% TOP ADULTO NIKE 2,2% TOP SÊNIOR NISSEI 3,3%

TO P D E M A RC A S 2 017—

25


categoria alimentação

SABOR, SAÚDE E QUALIDADE

———

Quando o assunto é alimentação, o consumidor busca sempre experimentar, desde que saúde e qualidade também estejam no prato

Q

uem não gosta de comer ou preparar em casa algo diferente e saboroso, feito com os melhores ingredientes? O brasileiro, que aprecia comer fora e que também gosta de cozinhar, está se tornando um consumidor cada vez mais exigente em termos de alimentação. Busca sempre experimentar algo novo, cuidadosamente manuseado, preparado e oferecido em um local aconchegante. Os consumidores também estão em uma busca crescente de alimentos naturais e saudáveis, uma maneira de conquistar a tão almejada qualidade de vida.

BUFFET

CHURRASCARIA

Inovação constante no cardápio e na apresentação dos seus pratos garantem ao Planalto o posto de buffet mais lembrado na pesquisa. Esse ano, a empresa também investiu em comunicação digital no Instagram para criar ainda mais aproximação com os londrinenses. Presente em dois pontos em Londrina, o Planalto tem amplo espaço disponível para todo tipo de evento, de festas a shows e feiras. O espaço Buffet Planalto atende até mil convidados e o Villa Planalto até 1,5 mil. Segundo o proprietário, Ronaldo Chineze, são 46 anos de tradição oferecendo serviços de “excelência, seriedade e transparência”. Para contribuir com a redução do impacto ambiental em suas atividades, Chineze afirma que o buffet está em busca de selos para todos os equipamentos de ar-condicionado e câmaras frias com uso de gás ecológico.

Com 40 anos de tradição em família, a churrascaria Chimarrão credita ao preço e à qualidade o sucesso do estabelecimento, sendo mais uma vez Top de Marcas com mais de 32% das citações. “Temos mais de 20 anos de história em Londrina trazendo o verdadeiro churrasco gaúcho para os nossos clientes. Proporcionamos ao almoço de negócios ou a um jantar em família uma verdadeira experiência gastronômica. Carnes frescas garantem o melhor sabor”, pontua Vinicius Chiesa, gerente da churrascaria. Para garantir maior visibilidade e a lembrança do consumidor, a Chimarrão investe principalmente em divulgação na TV e nas redes sociais. Atualmente, a churrascaria conta com dois estabelecimentos em regiões estratégicas da cidade, com capacidade para 400 pessoas na Av. Tiradentes e para 500 na Av. Dez de

26 — TO P D E M A RC A S 2 016

BUFFET

PLANALTO

20,1%

ELITE

8,1% ATLÂNTICO 6,0% CHURRASCARIA

CHIMARRÃO

32,0% GALPÃO NELORE 14,9% LIMOZINI 10,6%

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

27


categoria alimentação Dezembro. “Trabalhamos com 36 tipos de saladas variadas com folhas selecionadas, sushi e queijos variados, isso sem contar o buffet de quentes e os 15 tipos diferentes de carne como picanha, filé com queijo, entre outros”, detalha Chiesa.

DOCES Quem entra em uma loja da Sodiê Doces fica indeciso diante de tantas opções de bolos. Em Londrina, são três franquias em locais de grande movimento – nas avenidas Maringá, Higienópolis e Santos Dumont. São mais de 90 variedades de sabores, preparados nas próprias lojas. O cliente pode encomendar um bolo inteiro ou saborear uma fatia dentro do estabelecimento. A Sodiê foi fundada em 1997 por Cleusa Maria da Silva, em Salto, no interior de São Paulo. A história da empreendedora, que foi boia-fria e cortadora de cana, ficou conhecida no Brasil inteiro. Hoje, a Sodiê é conside-

rada a maior franquia de bolos artesanais do País, e conquistou seus clientes pela grande variedade de sabores e pelo recheio e cobertura. O bolo de chocolate branco com morango – o Alpes Suíços de Morango –, o de abacaxi com coco e o trufado de chocolate preto e branco são os que fazem mais sucesso, mas a franquia faz diversos lançamentos de sabores ao longo do ano. Um exemplo recente foi o sabor Noblesse, de trufa de chocolate suíço. Outra novidade em 2017 foram os salgados de festa, que podem ser consumidos na loja ou encomendados para entrega.

FRANGO A forte presença da Big Frango nos pontos de venda coroou a marca como a mais lembrada, com uma fatia de quase 50% das citações do público londrinense. Esse ano, em especial, a marca afirma ter mantido forte presença nos pontos de venda com

degustações e promoções para os clientes. “Uma relação que é muito importante para a marca”, completa a Big Frango. A empresa também aprimorou suas embalagens, trabalhou com a valorização do relacionamento com mercados e açougues, e está remodelando seus canais de atendimento e comunicação, para atender melhor os consumidores. “Em breve, teremos novidades nessa área”, anuncia a empresa. A eficiência e a transparência no trabalho e a equipe sempre motivada e especializada garantem, na visão da companhia, a qualidade da marca. As atividades da empresa são balizadas pelo ISO 14.001, norma criada para identificar, priorizar e gerenciar riscos ambientais. “Acreditamos que a confiança em nossos produtos e em nosso trabalho seja o principal motivo para sermos lembrados por nossos consumidores. Temos uma história de sucesso a zelar e buscamos evoluir cada vez mais.”

DOCERIA

FRANGO

SODIÊ

BIG FRANGO

10,4% HACHIMITSU 8,4% MISTER CUCA 5,8%

COPACOL SADIA 6,7%

14,8%

49,6%


LOJA DE PRODUTOS NATURAIS

RELVA VERDE 14,8% MACROVIDA 8,3% MUNDO VERDE 1,9%

PANIFICADORA

PANDOR 7,9% PADOKA 5,4% HOLANDESA 3,5%

PELOS LONDRINENSES

LOJA DE PRODUTOS NATURAIS A Relva Verde fez grandes mudanças esse ano. A concentração das atividades em duas lojas físicas permitiu oferecer um estacionamento mais amplo e cerca de dois mil itens focados em saúde e bem-estar. Em breve, a empresa passará a oferecer também cursos e palestras em suas lojas. “Queremos acrescentar mais conhecimento aos clientes no uso dos produtos naturais”, explica Gladston Castro, proprietário. Para garantir a qualidade dos produtos em suas prateleiras, ele conta com a ajuda de profissionais e com a seleção criteriosa de fornecedores. “Sou médico, tenho nutricionistas e engenheira de alimentos para juntos alcançarmos e mantermos a qualidade.” Com o crescimento das compras pelo e-commerce, a Relva Verde investe em sua loja virtual com campanhas específicas. A empresa também tem ganhado pontos na gestão de melhores práticas para o meio ambiente.

“Selecionamos fornecedores que cuidam do meio ambiente e buscam alta eficiência dos insumos evitando desperdícios. Temos, por exemplo, a linha de cosméticos que não usa ingredientes de origem animal, produtos de limpeza ecologicamente corretos e as verduras e frutas são de agricultores que não usam agrotóxicos.”

PANIFICADORA A esquina das ruas Souza Naves com Borga Gato em Londrina ficou conhecida por um motivo saboroso: a Pandor. Fundada em 2002, a panificadora conquistou o paladar dos londrinenses e é líder em lembrança de marca. “A Pandor tem uma preocupação diária em proporcionar o melhor atendimento e conforto aos clientes. Para esse ano ainda teremos novidades, inclusive no layout da padaria”, afirmou Lindy Almeida, da equipe da Pandor. Internamente, a panificadora mantém a atualização constante de seus

TO P D E M A RC A S 2 016 —

29


categoria alimentação colaboradores quanto às normas internas de manuseio dos produtos por meio de encontros com profissionais da área. A qualidade também está sempre presente, evidenciada na escolha dos fornecedores. “Além dos nossos parceiros de anos, buscamos novos que agreguem na excelência dos produtos.”

meio ambiente no uso do forno a lenha e nas embalagens utilizadas para oferecer pizzas para viagem. “Utilizamos fornos com lenha de reflorestamento de eucalyptus e também utilizamos caixas de pizzas com papéis de empresas reconhecidas mundialmente por sua excelência em consciência ambiental.”

PIZZARIA

RESTAURANTE CHINÊS

A pizzaria mais lembrada de Londrina é a Borelluccio. Localizada em uma conhecida rotatória da cidade, entre as avenidas Maringá e Castelo Branco, a pizzaria tem mais de 25 anos de história. São mais de 80 sabores de pizza no cardápio e flexibilidade para criar novos sabores a pedido dos clientes. “Trabalhamos com os melhores produtos do mercado. Foram anos de testes para atingirmos a qualidade que confiamos”, conta Vander Borelli. Para ter maior alcance, a pizzaria investe nas redes sociais: Facebook, Instagram e em propagandas no Google. O estabelecimento demonstra preocupação com o

Mais uma vez o restaurante chinês mais lembrado do Top de Marcas, o China In Box mostra que sabe como conquistar o consumidor. “Em 2017, alinhado com o contexto econômico, buscamos ressaltar o custo-benefício de nossos pratos, mostrando o quanto cabe na caixinha, e ofertar pratos com preços diferenciados ao longo do ano, descontos que chegaram a 25% em períodos específicos”, conta a assessoria de imprensa da marca. Esse ano, a empresa também investiu em sua plataforma de e-commerce (site e aplicativos) – que possui um programa de fidelidade próprio – e em sua presen-

ça no aplicativo de delivery iFood. A China In Box tem duas unidades em Londrina, que contam com 23 colaboradores. Para garantir a qualidade dos pedidos, os produtos utilizados no restaurante são homologados pela rede e os pratos, padronizados. Nas duas unidades, o lixo é separado e o saco plástico foi substituído pelo papel kraft com vistas em redução de impacto ambiental.

RESTAURANTE JAPONÊS O Sugoi conquistou o paladar dos londrinenses e se tornou o restaurante japonês mais lembrado nessa edição da Top de Marcas. Localizado na Av. Higienópolis, o estabelecimento foi aberto em 2014 com a oferta de pratos à la carte e o famoso rodízio de pratos japoneses. “O nosso carro-chefe é o sistema de rodízio, onde há uma enorme variedade de pratos tradicionais da verdadeira culinária japonesa”, afirma Letícia Luriko, gerente do Sugoi. Ela lembra que a proposta, no início, era atender apenas no delivery ou no sistema de “take and go” (pegue e leve). “Com o tempo fomos nos aprimorando e adquirindo know-how e experiência, o que nos encorajou a aumentarmos nosso espaço físico.” A estrutura do restaurante conta com três cozinhas, duas para preparo dos pratos quentes e uma exclusiva para os

PIZZARIA

RESTAURANTE CHINÊS

BORELLUCCIO 11,5% PIZZA HUT 8,0% PIO BELLA 7,1%

CHINA IN BOX 17,5% TAIWAN 9,7% JIN JIN 6,0% RESTAURANTE JAPONÊS

SUGOI 4,1% JIN JIN 2,4% DACHÔ 2,2% 3 0 — TO P D E M A RC A S 2 016

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

31


categoria alimentação pratos frios. A manipulação dos alimentos é controlada em todas as etapas, desde a estrutura logística e o recebimento e a armazenagem das matérias-primas, passando pela manipulação e seleção de ingredientes, até o preparo dos pratos. Em respeito ao meio ambiente, o Sugoi faz a compra de pescados e frutos do mar fora do período reprodutivo dos peixes, e utiliza uma máquina de lavar industrial ecoeficiente para evitar o desperdício de água na lavagem de louça.

RESTAURANTE SELF-SERVICE O cenário econômico mais restritivo fez com que o restaurante Dá Licença tomasse diversas medidas a fim de manter seus seis endereços sempre cheios. A estratégia de relacionamento com os clientes nos pontos de venda e nas mídias sociais foi intensificada, bem como as campanhas de fidelização e anúncios em rádio, afirma Cintia Sehn, gestora de Marketing. O Dá Licença também buscou ressaltar os diferenciais do estabelecimento que o fazem manter a liderança como restaurante self-service em Londrina, como as carnes grelhadas na hora e a gosto do cliente, a variedade de pratos quentes, o atendimento cordial e a escolha criteriosa de produtos para assegurar a qualidade dos seus buffets, conta Cintia. O melhor aproveitamento dos insumos é uma atitude presente em todas as unidades do Dá Licença. No Recanto Dá Licença, unidade rural da marca, produtos são colhidos em horta própria, que não utiliza produtos químicos e está em processo de certificação orgânica.

SORVETE A marca de sorvete mais lembrada de Londrina tem diversas ações programadas ao longo do ano para reforçar o seu nome entre os londrinenses. Para refrescar o verão de Londrina, a Sávio lançou, recentemente, a campanha “O melhor verão do mundo”, com novidades em vários novos sabores de potes e picolés. “Entre eles, está o mais pedido do Brasil – o Açaí, com Guaraná e Açaí com Banana”, contou Luana Sávio, coordenadora de marketing da Sávio. Também estão na lista de lançamentos o Chococo

3 2 — TO P D E M A RC A S 2 016

(coco com cobertura de chocolate), Tentação (morango com cobertura de chocolate), Leite Ninho Trufado, picolé de Tangerina, e picolé infantil de Algodão Doce. A Sávio ainda abriu novos mercados com sua linha de salgados em pacotes de 400 g - bolinha de queijo, coxinha de frango, kibe com requeijão e croquete de calabresa - já frito e congelado para assar em casa. “E estamos lançando os rissoles de presunto e queijo e a coxinha de carne para completar o mix”, pontua Luana. Há oito anos a Sávio inovou incrementando a linha completa de salgados em seu portfólio.

SUPERMERCADO Ser considerada uma das maiores redes de supermercados do País é para poucos. Por isso, o Grupo Muffato desponta novamente na Top de Marcas como o supermercado com maior índice de lembrança. O Grupo mantém seu nome sempre em alta através de intensivos investimentos realizados todos os anos. Recentemente, o Muffato inaugurou sua 11a unidade em Londrina na Av. JK, considerado um dos pontos mais tradicionais e importantes da cidade, observa Valdecir de Oliveira, supervisor regional. Na loja da Av. Celso Garcia Cid, no centro da cidade, o Grupo inaugurou o Auto Posto Super Muffato. E também lançou o Click & Collect, um novo serviço que permite que o cliente faça a sua compra pelo site e agende a retirada dos produtos na loja da Av. Madre Leônia Milito. E para aumentar o poder de compra do consumidor, o Grupo se empenhou em negociar com fornecedores para oferecer descontos aos seus clientes, especialmente àqueles cadastrados no ClubeFato, o programa de benefícios do cliente Muffato. Houve ainda forte investimento nas linhas de produtos voltada às pessoas com restrições alimentares ou que buscam uma alimentação mais balanceada, acrescenta Oliveira. “Colocamos sempre o cliente em primeiro lugar. Para atingir esse objetivo buscamos aperfeiçoar nossos serviços cada vez mais, através de inovações que agreguem valor e que atendam às necessidades e desejos de nossos clientes.” 

RESTAURANTE SELF SERVICE

DÁ LICENÇA 14,2% O MINEIRO 5,1% AKIRA 2,2% SORVETE

SÁVIO

39,6%

KIBON

35,8%

GELONI 5,4% SUPERMERCADO

SUPER MUFFATO 57,6% VISCARDI 9,2% SANTARÉM 4,5%

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

33


categoria bebidas

CONFIANÇA NO BEBER ———

Marcas de bebidas que estão no topo da memória do consumidor contam com a tradição e o pioneirismo a seu favor, mas também investem em um rigoroso controle de qualidade

A

o comprar uma bebida para a família, confiança é a palavra de ordem. Por isso, as fabricantes de bebidas que lideram a memória espontânea do consumidor investem no controle de qualidade para conquistar a lembrança dos londrinenses. Marcas tradicionais, até mesmo centenárias, têm a seu favor uma longa história de construção de relacionamento com os consumidores, e marcas mais recentes ganham confiança através do pioneirismo em seus segmentos de mercado. O rigor no processo produtivo se tornou um requisito para estar no topo da memória da população.

A água Crystal explicita a preocupação da companhia anunciando o uso de 20% menos plástico nas garrafas. “Isso reduz o impacto ao meio ambiente desde o processo de produção até quando a garrafa será reciclada”, observa Simonato. Além disso, a empresa adota em sua estratégia de negócios a geração de valor ambiental. “Para chegar à excelência focamos em três áreas de atuação: Água, Resíduos e Energia, onde frequentemente implementamos ações para reduzir e otimizar o consumo, promover a gestão contínua de resíduos e assim evoluir com o foco de sustentabilidade ambiental em nossa cadeia produtiva.”

ÁGUA MINERAL E REFRIGERANTE

CAFÉ

O portfólio variado de refrigerantes, água, sucos e até chás e cafés é a estratégia da Coca-Cola para conquistar o mercado mundial. Na pesquisa Top de Marcas, a companhia vence, além do segmento Refrigerante, o de Água Mineral, com a marca Crystal. Para assegurar a qualidade, a Coca-Cola persegue os mais altos padrões através de certificações e da adequação a rígidos processos de manufatura. “Assim, garantimos a qualidade ao longo da cadeia de produção em todas nossas instalações, que estão certificadas em segurança alimentar e integradas ao Food Safety System Certification 22000 (FSSC 22000)”, declara Rodrigo Malho e Simonato, gerente de Assuntos Corporativos Coca-Cola FEMSA Brasil.

A história da Itamaraty se mistura com a história de Londrina. A marca é, mais uma vez, a mais lembrada no segmento Café. A Itamaraty busca sempre fortalecer os laços com o público londrinense. “Valorizamos nossas raízes e temos orgulho de tudo que faz parte de Londrina.” Exemplo disso é o patrocínio ao Londrina Esporte Clube, time do coração da cidade. Parte do Grupo 3 Corações, a Itamaraty preza pela entrega de produtos de qualidade e com preocupação ambiental a fim de construir um relacionamento duradouro com os consumidores. “Temos consciência de que a natureza é um bem de todos e origem dos recursos necessários para a nossa sobrevivência como pessoas e como negócio.” Em

3 4 — TO P D E M A RC A S 2 016

ÁGUA MINERAL

CRYSTAL 13,7% D'FONTE 13,2% NESTLÉ 8,8% REFRIGERANTE

COCA - COLA

63,7% GUARANÁ ANTARCTICA 16,6% REFRIKO 7,3% CAFÉ

ITAMARATY

38,3%

3 CORAÇÕES 10,7% PELÉ 6,8% A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


VOCÊ NÃO PEDIU

E A GENTE FEZ!

FANTA GUARANÁ

C

2014 e 2015, o Grupo recebeu o Certificado de Energia Renovável emitido pelo Sinerconsult, em parceria com a Comerc. A empresa também possui um programa de gestão de resíduos, promovendo e apoiando iniciativas e projetos que incentivem a práticas dos 3 Rs (reduzir, reutilizar e reciclar), inclusive associações de catadores de materiais recicláveis. A companhia disponibiliza, ainda, pontos de coleta de cápsulas de café TRES em São Paulo e em Fortaleza (CE) dentro do seu projeto de Reciclagem de Cápsulas.

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

CERVEJA A marca de cerveja mais lembrada em Londrina tem um nome conhecido: Brahma. A marca remodelou todos os rótulos de suas latas e garrafas, mantendo-se ativa na memória dos londrinenses. “O Norte do Paraná, assim como todo o interior do Brasil, é uma praça importante para Brahma, por todos os anos de parceria em grandes eventos que mobilizam essa região, como a ExpoLondrina e a Expoingá”, destaca João Lucas Lima, gerente de Marketing Regional Sul da Ambev. A tradição e o rigor no controle de qualidade contribuem para a percepção da marca. “A Brahma é muito mais que uma cerveja, é uma cervejaria com 129 anos de experiência que conta hoje com oito cervejas diferentes com características únicas que agradam a todos os paladares. A cervejaria tem um rigoroso processo de produção com mais de 370 testes de qualidade e isso reflete na percepção do nosso consumidor, cada vez mais fiel à Brahma.” Ao manter o compromisso também com o meio ambiente, a Anheuser-Busch InBev (ABI), grupo do qual a marca faz parte, firmou metas ambientais a serem cumpridas nos 25 países onde atua. Em 2015, o Grupo conseguiu reduzir para 3,2 litros de água o volume necessário para envasar um litro de bebidas, e também diminuir a emissão de gases de efeito estufa em 10%.

PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

35


categoria bebidas

LEITE

VENCEDORA DO PRÊMIO TOP DE MARCAS LONDRINA 2017.

Gerações já foram criadas com o leite Cativa. Esse é um dos motivos pelos quais a marca está sempre na mente dos londrinenses, afirma Sebastião Jamil Belebon, presidente da Confepar. A Cativa é mais uma vez Top de Marcas no segmento Leite, com 35,3% das citações dos consumidores. Belebon lembra que 2017 não foi um bom ano para a indústria láctea, mas a marca conta com a confiança do consumidor. Para ele, os londrinenses confiam na Cativa porque conhecem a sua procedência. Seus produtos são industrializados em Londrina com equipamento automatizado e tecnologia de ponta. O leite pasteurizado, produzido pela marca, é o tipo mais puro de leite, afirma o presidente. Muito em breve, a Cativa também fará o lançamento do leite pasteurizado integral, do desnatado e do semidesnatado em garrafas pet de 1 litro e 1,5 litro para dar mais praticidade aos pontos de venda e ao consumidor no seu dia a dia. “Até o fim do mês (de outubro) nosso consumidor vai ter mais essa opção.” No ano que vem, a Cativa também tem planos de abrir a sua própria fábrica de queijos. “Tudo o que implementamos é para cada mais vez mais termos a confiança do consumidor e termos a certeza de que ele está consumindo o melhor produto.”

SUCO DE LARANJA O nome Prats se tornou conhecido quando o assunto é suco de laranja. O sucesso é comprovado na Top de Marcas, que sagrou a marca como a mais citada em seu segmento. Mesmo já reconhecida, a empresa não para de investir em seus produtos, princi-

CERVEJA

LEITE

BRAHMA

CATIVA

35,9%

SKOL

35,7%

POLLY

35,3% 25,2%

HEINEKEN 4,4%

TIROL

SUCO DE LARANJA

VINHO

PRAT'S

GUARAVERA

TANG NATU

26,0% 19,1%

11,2%

9,5%

CAMPO LARGO 7,9% SANGUE DE BOI 2,1%

33,7%


palmente na qualidade. Esse ano, a fábrica investiu 4 milhões de euros em pasteurizadores novos e importados para a nova linha 100% asséptica da marca. “Os pasteurizadores nacionais matam 99,9% das bactérias. Esse novo pasteurizador mata 100%”, explica Alexandre Janene Costa, dono da distribuidora da Prats em Londrina. O controle de qualidade da marca, segundo ele, é minucioso. “Temos um laboratório dentro da indústria na qual cada lote que vai ao mercado fica por trinta dias guardado para controle de microbiologia.” A Prats também ampliou seus pomares, que passaram para 1.400 alqueires em Paranavaí. A marca tem hoje 60 distribuidores espalhados pelo País, e com o pasteurizador novo pretende começar a exportar seu produto no ano que vem. “Como somos pioneiros nisso, mudamos um pouco o conceito de consumo de suco de laranja. Quando entramos no mercado, quatro anos atrás, as pessoas não sabiam o que era suco integral de laranja. Hoje, ninguém mais quer espremer laranja”, lembra Costa.

VINHO A Guaravera, que já se consolidou como marca de vinho em Londrina, vem recentemente investindo no seu plantio de uvas e na modernização de sua planta industrial na Serra Gaúcha. Para 2018, revela já ter lançamentos previstos. “O vinho Guaravera, que já faz parte da mesa de boa parte das famílias de Londrina e região, virou uma tradição. Já são 24 anos oferecendo um vinho de qualidade, que agrada o paladar do consumidor”, declara Dirceu Gazzi, diretor da Vinícola Guaravera. A Guaravera é uma das empresas da família Gazzi, que detém as marcas Guaravera, Gazzi, Mr Thomas, Trentobel, Quinta das Flores, Velho Fazendeiro, Old Thomas e Frutov. Com uma longa trajetória de atividades, a marca contribui para reduzir o impacto ao meio ambiente envasando suas bebidas em embalagens de vidro 100% recicláveis, que são recolhidas pelas cooperativas de reciclagem e enviadas para a indústria de vidros, completando assim o ciclo da logística reversa. 


categoria comunicação

VOZ À COMUNIDADE ——— Ao abrirem canais para a população se manifestar, empresas de comunicação de Londrina recebem em troca a lembrança do consumidor

A

comunicação é uma via de mão dupla: ao mesmo tempo que diferentes meios – rádio, TV, jornal e internet – mantêm a população informada, a comunidade dá o retorno manifestando a sua opinião. As empresas líderes dessa categoria na Top de Marcas estão atentas ao que o seu leitor, ouvinte ou telespectador têm a dizer, e lançam mão de diferentes canais para que a comunidade tenha acesso aos meios de comunicação com mais facilidade. Elas também investem em inovações e recursos tecnológicos para envolver ainda mais a população em torno de assuntos relevantes para a sua cidade e região.

EMISSORA DE RÁDIO AM Com uma abrangência de 46 cidades e média de 45 mil ouvintes por hora nos principais programas da emissora, a rádio Paiquerê AM não poderia deixar de se destacar no Top de Marcas. Jornal da Manhã, Programa do Camargo, Paiquerê Rádio Opinião, Bate Bola e Em Cima do Lance são nomes de alguns programas já bem conhecidos da emissora, e que os ouvintes acompanham todos os dias. A qualidade da programação é atestada pela equipe de profissionais de grande competência, pela programação equilibrada que reúne jornalismo, esporte, utilidade pública e variedades e pelo conteúdo da programação, afirma JB Faria, diretor da rádio. Para preservar a força de seu nome, a emissora investiu em seu portal e em sua página no Facebook, obtendo a partir desses canais um grande retorno dos ouvintes. “Procuramos dar mais

3 8 — TO P D E M A RC A S 2 016

espaço para a participação do ouvinte, principalmente no jornalismo e no esporte, com ótimos resultados. Sentimos que o ouvinte se sentiu mais valorizado com sua opinião sendo registrada e respeitada”, afirma Faria.

EMISSORA DE RÁDIO FM No dito popular, “em time que está ganhando não se mexe”. Mas a rádio Paiquerê FM, a mais lembrada no segmento, acredita parcialmente nesse ditado. “Temos que mexer, pois o mundo está em mudança e precisamos acompanhar, mas a estratégia é manter sempre o mesmo alvo: o ouvinte”, explica Lucimara Spinosa, diretora da empresa. A rádio utiliza um conjunto de transmissão que irradia 50 mil watts de potência. Assim, mais de 5 milhões de pessoas em um raio de 300 km têm acesso a programas conhecidos da Paiquerê FM, como o Rádio Notícias, Bom Dia Londrina, Boa Tarde Londrina, Boa

EMISSORA DE RÁDIO AM

PAIQUERÊ

29,0%

ALVORADA 7,9% BRASIL SUL 3,2% EMISSORA DE RÁDIO FM

PAIQUERÊ FOLHA

23,7% 17,5%

JOVEM PAN 16,9% EMISSORA DE TV

RPC (GLOBO)

55,6% REDE MASSA (SBT) 16,2% TAROBÁ (BAND) 9,5% A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


Noite Londrina, Rádio Esporte, Rádio Baile e Rádio Sertão, detalha Lucimara. Através do telefone, site e redes sociais, os ouvintes podem interagir e ainda contribuir para melhorar a programação da emissora. Esse ano lançou novos quadros como o “É fato ou é boato”, no programa “Boa Tarde Londrina”, e um novo programa, o “Domingão do Havaí”. “Em breve vai ao ar o novo site da emissora, com mais interação junto ao ouvinte”, destaca a diretora.


categoria comunicação

EMISSORA DE TV E TELEJORNAL LOCAL A RPC acumula mais uma vez a vitória em dois segmentos da categoria comunicação: Emissora de TV e Telejornal Local, com o Paraná TV. Segundo dados da Kantar Ibope, a RPC é assistida diariamente por mais da metade dos paranaenses – cerca de 5 milhões de telespectadores. A emissora oferece ao telespectador ampla e diversificada grade de conteúdo jornalístico e de entretenimento local e nacional, com exibição da conhecida programação da Globo. Junior Anselmo, do Marketing da RPC em Londrina, justifica os bons resultados na Top de Marcas afirmando que a emissora é referência de credibilidade e qualidade há 57 anos. Além disso, ele ressalta o compromisso da RPC com o Estado e com os paranaenses. “A RPC participa ativamente da vida dos paranaenses, exerce a função de braço direito da comunidade e contribui para o desenvolvimento do Estado. Cobrir as diferentes culturas, tradições, curiosidades, belezas e dificuldades dos 399 municípios paranaenses, de leste a oeste, norte a sul do Estado, reunindo milhões de pessoas ‘antenadas’ diariamente às notícias nacionais, estaduais e regionais, faz a RPC estar na liderança.”

JORNAL E PORTAL DE NOTÍCIAS Ao renovar continuamente suas estratégias e ações, o Grupo Folha conquista ano após ano o posto de Jornal e Portal de Notícias mais citados na pesquisa Top de Marcas com a Folha de Londrina e o Portal Bonde. “Projetos de reportagens especiais com conteúdos multiplataformas, eventos que debatem temas relevantes para a sociedade e investimentos em plataformas digitais tornam realidade o resultado de lembrança de marca que exercem a Folha de Londrina e o Portal Bonde”, comenta Adria-

4 0 — TO P D E M A RC A S 2 016

na de Cunto, gestora da Redação do Grupo Folha. Uma das inovações trazidas na Folha de Londrina esse ano é o projeto Transmídia, que oferece reportagens de peso aliadas a uma experiência mais imersiva. No projeto, a Folha une o jornalismo impresso ao on-line, lançando mão de recursos digitais como áudio, vídeo, infográficos animados, GIFs e realidade virtual. No Portal Bonde, o Grupo vem concentrando esforços em entregar conteúdo com mais velocidade e em atender as necessidades do público digital londrinense em termos de informação, pontua Adriana. “As novas tecnologias estão impondo aos veículos de comunicação o desafio da transição sustentável. E o Grupo Folha vem vencendo esse desafio com olhar atento ao que acontece diariamente, principalmente em Londrina e no Paraná.”

PROGRAMA LOCAL DE TV Desde que foi levada ao ar, a Tribuna da Massa alcança o primeiro lugar do segmento de Programa Local de TV na pesquisa Top de Marcas. “A repetição do resultado é resultante da manutenção do nosso padrão de qualidade – que no caso de um programa de TV regional é representada pelo compromisso com a comunidade e com os telespectadores, e pelo crescente volume da cobertura dos fatos que ocorrem na cidade”, comenta Jairo Cajal Júnior, diretor da emissora. A presença do apresentador Carlos Camargo, bem como o perfil sóbrio e imparcial da programação local são alguns fatores que, na opinião do diretor, chamam a atenção do telespectador no Tribuna da Massa. Para ficar ainda mais próxima do público, a emissora desenvolve ações de interação usando canais on-line e orgulha-se de ser pioneira na utilização de recursos como a transmissão ao vivo através de aparelhos portáteis, garantindo mobilidade e rapidez à programação. 

TELEJORNAL LOCAL

PARANÁ TV

23,0% TRIBUNA DA MASSA 12,5% TEMPO QUENTE 6,6%

JORNAL

FOLHA DE LONDRINA 73,0% JORNAL DE LONDRINA (JL) 6,2% FOLHA DE S. PAULO 0,8%

PORTAL DE NOTÍCIAS

BONDE G1 UOL

26,8%

4,3% 2,2%

PROGRAMA LOCAL DE TV

TRIBUNA DA MASSA 17,0% TEMPO QUENTE 10,3% DESTAQUE 7,9% A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


QUEM VALORIZA A EDUCAÇÃO NÃO ESQUECE.

Unopar. A universidade mais lembrada de Londrina. Nosso compromisso com a educação existe há mais de 45 anos. Somos pioneiros em ensino a distância no Brasil e a primeira universidade a atender os padrões de qualidade do MEC para o EAD. Fazemos parte da história de mais de 300 mil alunos e acreditamos que esse é o caminho para transformar vidas. Agradecemos esse importante reconhecimento que motiva ainda mais nosso trabalho.

unopar.br PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

41


categoria educação

CIDADANIA EM CONSTRUÇÃO ————

Tops da categoria Educação têm a grande responsabilidade de preparar estudantes para a realidade no Brasil e no mundo

A

trajetória pessoal e profissional de uma pessoa começa por uma boa educação. E qualidade educacional não se restringe apenas ao conteúdo, exige também o acompanhamento do aprendizado do aluno, e inovações para engajá-lo e prepará-lo para a realidade no Brasil e no mundo. É também na educação que começa a formação de cidadãos conscientes da preservação do planeta em que vivemos. Por isso, é grande a responsabilidade que as empresas desse setor têm nas mãos, o que é levado muito a sério pelas empresas líderes no segmento.

CURSO PRÉ-VESTIBULAR

COLÉGIO PARTICULAR

Com 541 aprovações na UEL, 47 em Medicina, 94 em Direito e 133 em Engenharias, o Sigma se consolidou como o curso pré-vestibular mais conhecido de Londrina. Esse ano, passou a ofertar também o Ensino Médio. Segundo Fernanda Hatti, diretora do Sigma, o colégio já conquistou resultados acima da média neste primeiro ano da novidade. “Nossa metodologia traz vivências profissionais aos adolescentes e possibilita a eles conhecer os campos de atuação e de conhecimento. Acompanhamos os alunos, desempenhos, dificuldades e avanços. Desta forma, os estudantes se sentem acolhidos para a trajetória que venham a escolher.” Pequenas ações, como a distribuição de squeezes, incentivam atitudes ambientalmente corretas nos alunos, reduzindo ainda o consumo de copos descartáveis.

Pela 22a vez consecutiva, o Maxi é o Colégio Particular mais lembrado pela comunidade londrinense. “Esse reconhecimento é resultado de muita dedicação, comprometimento e, acima de tudo, de muito respeito aos nossos alunos e à comunidade londrinense”, comenta a direção do colégio. Projetos e parcerias, como o Google for Education e O Líder em Mim, mostram a busca pelo desenvolvimento socioemocional do aluno e pela inovação. No Google For Education, os alunos contam com as salas virtuais que proporcionam um ambiente de estímulo à criatividade, à inovação e à interatividade. “Usamos a tecnologia que nos permite quebrar os limites de espaço e tempo para o aprendizado.” No projeto O Líder em Mim, baseado na obra de Stephen Covey, “Os 7 hábitos das Pessoas Altamente Eficazes”,

4 2 — TO P D E M A RC A S 2 016

CURSINHO PRÉ-VESTIBULAR

SIGMA

22,6%

NEO DNA 10,3% MAXI 8,2% os estudantes são incentivados a desenvolver autonomia e independência. Rumo ao estímulo das atitudes ambientalmente corretas, o projeto Líder Ambiental promove a adoção de comportamentos alinhados com as melhores práticas. Já o Festival Cultural trabalha com afinco temas relacionados à sustentabilidade e ao meio ambiente, e projetos da comunidade com os temas também são apoiados pelo colégio.

EDUCAÇÃO INFANTIL “O mundo mudou, está mais tecnológico e dinâmico. E a escola precisa acompanhar essa evolução”, diz Daniele Zoéga Della Barba, diretora da escola O Peixinho, a mais lembrada no segmento Educação Infantil. Com esse pensamento, a escola implantou no ano passado um projeto com investimento na infraestrutura tecnológica da es-

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


COLÉGIO PARTICULAR

EDUCAÇÃO INFANTIL

MAXI

O PEIXINHO 9,5% MAXI JUNIOR 4,5% DÔMINOS 2,5%

MARISTA 12,0% LONDRINENSE 8,5%

34,8%

cola e na formação dos gestores, com bons resultados no aprendizado dos alunos. Agora, todas as salas do 1o ao 5o ano dispõem de lousas eletrônicas e as professoras passaram a usar o tablet como ferramenta complementar de ensino, conta Daniele. O espaço físico da escola também está passando por modernização com novos mobiliários para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental. A atualização, a capacitação e a motivação fazem com que a equipe garanta a prestação de serviço de qualidade. “N’O Peixinho, cada aluno é tratado de maneira única, respeitando individualidade e características próprias. Acreditamos que esses diferenciais somados às quase cinco décadas que temos de experiência são os pilares do nosso trabalho que fidelizam as famílias”, comenta a diretora. A conscientização dos alunos para a importância da preservação do espaço em que vivem está nas disciplinas escolares e nas pequenas atitudes estimuladas no ambiente da escola, como o uso de garrafas em vez de copos descartáveis, e o uso de materiais recicláveis para a confecção de trabalhos escolares.

PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

43


categoria educação ENSINO A DISTÂNCIA E UNIVERSIDADE PARTICULAR Através do reconhecimento da população, a Unopar foi mais uma vez vencedora de dois segmentos da categoria Educação: Ensino a Distância e Universidade Particular. O diretor regional da Kroton e reitor da Unopar, Hélio Navarro, diz acreditar que a oferta de cursos de qualidade, os projetos de extensão e pesquisa e o acesso ao ensino superior com a liberação de bolsas de estudo e financiamento são motivos para o fortalecimento da relação da universidade com a comunidade londrinense. Para garantir um ensino superior de qualidade, a Unopar tem investido em tecnologias. “O modelo KLS 2.0 é inspirado nas melhores instituições de educação do mundo, e busca ensinar na prática o que o mercado exige, fazendo-os pensar em soluções para problemas reais do dia a dia”, explica o reitor. Além disso, ele cita o Canal Conecta, uma plataforma de empregabilidade gratuita para aproximar seus alunos do mercado de trabalho. “A ferramenta também ajuda a ali-

mentar a base curricular dos cursos, a partir do momento que identifica as principais necessidades do mercado de trabalho.” A universidade também tem compromisso com o meio ambiente através de projetos de extensão voltados para a conscientização ambiental. Dentro das unidades, a Unopar também realiza diversas ações para reduzir os impactos ambientais, como conscientizar os alunos, professores e funcionários sobre o descarte adequado, a trocar copos descartáveis por canecas reutilizáveis e a economizar energia.

ESCOLA DE DANÇA Com a oferta de aulas de diversos estilos de dança – como sertanejo, forró, samba de gafieira, bolero, entre outros –, o Espaço Latino manteve o seu nome conhecido entre os londrinenses em 2017, e muito disso se deve às novidades que a escola trouxe esse ano. Daianne Maria Gonzalez, professora, coreógrafa e proprietária da escola, conta que o Espaço Latino promoveu “aulões” gratuitos, realizou workshops com os mais con-

ENSINO A DISTÂNCIA

UNOPAR

46,6%

UNIFIL EAD 6,1% UNICESUMAR 3,4%

UNIVERSIDADE PARTICULAR

UNOPAR UNIFIL PITÁGORAS 11,3%

45,3% 23,4%


ceituados mestres na área e abriu parcerias com buffets, casas de shows e até outras escolas para realização de eventos, além de investir na montagem de coreografias para noivos e debutantes. Com aulões para a terceira idade, a escola abriu uma nova turma voltada a esse público. “Para fechar o ano, lançaremos a linha de sandálias para dança com a marca Espaço Latino em comemoração aos 30 anos que a nossa escola completará em 2018”, pontua Daianne. Mas como o maior investimento é no aluno, o Espaço Latino intensifica a cada ano a capacitação, a reciclagem e a atualização de seus profissionais, afirma a proprietária. “Contamos com uma equipe sempre experiente que possui muitos anos de atuação na área.”

ESCOLA DE IDIOMAS A escola de idiomas mais lembrada em Londrina é a Wizard, com mais de um quarto (25,7%) das citações na Top de Marcas 2017. A instituição aposta na tecnologia em suas aulas para manter o alto nível de lembrança, oferecendo aulas com uso de tablets, exercícios via internet e uso de aplicativos para jogos. Segundo a marca, as aulas são ministradas por professores engajados em fazer com que o aluno sinta prazer em assisti-las. “Os profissionais passam por treinamentos constantes em níveis local, regional e nacional, presencialmente e a distância, e participam frequentemente de congressos e palestras voltados à educação e à tecnologia educacional para garantir um ensino de línguas de qualidade”, afirma. A Wizard tem mais de 30 anos de atividade e mais de 1.200 escolas pelo País, além de unidades nos EUA, Japão, Paraguai e Costa Rica, sendo considerada a maior rede de ensino de idiomas do mundo. Em 2017, passou a se chamar Wizard by Pearson, e a carregar o nome de uma marca de mais de 150 anos de tradição em ensino.

ESCOLA DE DANÇA

ESCOLA DE IDIOMAS

ESPAÇO LATINO 5,1% MARQUINHOS FLAP 3,5% CASA DA DANÇA 2,3%

WIZARD

PELOS LONDRINENSES

FISK CCAA

25,7% 15,4%

7,4%

TO P D E M A RC A S 2 016 —

45


categoria educação ESCOLA INTERNACIONAL

ESCOLA DE MODELO

ESCOLA PROFISSIONALIZANTE

ST. JAMES'

STUDIO DESIRÉE SOARES 38,3% STUDIO CDI 2,2% CASABLANCA 1,0%

SENAI

10,1% MAXI HIGH SCHOOL 2,4% CULTURAL 1,5% ESCOLA INTERNACIONAL

A Top de Marcas 2017 inaugura um novo segmento na categoria Educação e a St. James’, com a oferta de Educação Infantil, Fundamental 1 e 2 e Ensino Médio, foi a mais lembrada. Em um mundo globalizado, a educação bilíngue se tornou uma importante ferramenta para que os estudantes saiam da escola já preparados para o mundo. A St. James´ ganha pontos nesse segmento pelo pioneirismo no ensino bilíngue no Sul do País. “A conquista se deve ao trabalho sério e comprometido de 20 anos de experiência no currículo internacional”, declara Márcia Kobayashi, diretora da instituição. Na escola, o aluno aprende outro idioma por imersão, com certificação internacional e realização de intercâmbios. Ao estudar na St. James´, o aluno tem acesso a universidades no exterior e conta com parcerias internacionais e preparatório para o TOEFL, ACT, SAT e provas de Cambridge. Segundo Márcia,

SESC SENAC

31,1% 14,9% 13,8%

a St. James’ já tem mais de 60 alunos em universidades internacionais. Some-se a isso o ensino inovador, com aulas de música, teatro, empreendedorismo, leadership, voluntariado e robótica no currículo escolar.

ESCOLA DE MODELO Por mais um ano a Escola de Modelo mais lembrada, o Studio Desirée Soares se fortaleceu como uma marca reconhecida em seu meio. “Muito disso é graças às experiências das pessoas que passaram e passam por aqui, pois são elas quem nos indicam ao mercado. A escola vem aderindo e investindo em matérias e aulas diferenciadas, e isso contribui para avançarmos cada vez mais”, comenta a proprietária, Desirée Soares Galvão. A escola tem mais de 17 anos e conta com os melhores profissionais da área em sua equipe, o que garante a qualidade do ensino de modelos, afirma Desirée. “Costumamos dizer que esse é o primeiro passo para a melhor formação e o principal fator para a atração das pessoas.” Outra medida adotada para assegurar a qualidade de ensino é o acompanhamento diário da evolução dos alunos, pontua a proprietária. “Diariamente observamos de perto todos nossos alunos e modelos, e sempre os auxiliamos nesse processo contínuo de crescimento.”

ESCOLA PROFISSIONALIZANTE Preocupada com o momento pelo qual passa o País e o setor industrial, o Senai busca formar profissionais completos e preparados para contribuir com o crescimento das indústrias, afirma Caio Vinícius Terra, analista de Negócios em Educação do Senai Londrina. Com essa visão, a instituição alcançou várias conquistas esse ano, entre eles a nota 4 no novo curso de Bacharelado em Engenharia de Software e a conclusão da obra de ampliação que permitirá aumentar a oferta de cursos e serviços da unidade em 2018. A instituição preza pela qualidade não só nas aulas e na sua estrutura, mas também no acompanhamento pedagógico do aluno durante o curso e até na sua colocação no mercado de trabalho, afirma o analista. De olho no papel que a indústria tem na questão ambiental, a Faculdade de Tecnologia do Senai Londrina executa ações como campanhas de arrecadação de pilhas, eficientização energética, aulas de meio ambiente e um simpósio sobre o tema realizado anualmente. O trabalho resultou no reconhecimento do Senai na Top de Marcas como a Escola Profissionalizante novamente mais lembrada em Londrina. “Consideramos avanços no relacionamento com nossos clientes a melhor estratégia para preservação da força da marca e da credibilidade do Senai na comunidade londrinense”, observa Terra. 

4 6 — TO P D E M A RC A S 2 016

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

47


categoria entretenimento

Pesquisa de mercado, prospecção de eventos, criatividade e investimento em infraestrutura

TALENTO PARA O

LAZER

garantem sucesso a empresas e entidades na oferta de opções de entretenimento

S

eja para ir ao cinema, participar de um evento social ou frequentar a vida noturna, a cidade está bem servida de empresas que sabem oferecer o que os londrinenses querem e esperam do tempo reservado ao descanso e ao entretenimento. Para ofertar ainda mais conforto e diversão, o investimento em tecnologia e infraestrutura física é essencial, e criatividade, pesquisa de mercado e prospecção de eventos se fazem importantes para trazer a cada dia atrações que seguem tendências e agradam ao público-alvo.

4 8 — TO P D E M A RC A S 2 016

CASA NOTURNA De olho nas tendências e atenta ao que os jovens querem ouvir, a 2800 se mantém no top da lembrança do londrinense. Líder em seu segmento e no mercado há oito anos, a casa noturna reconhece que 2017 foi um ano para “fechar as torneiras”, mas o investimento não parou. “Ao longo desses oito anos a gente adquiriu habilidades para entender as mudanças do mercado de entretenimento. Não esperamos o movimento cair para mudar o nosso plano de negócio, arriscamos sempre em novidades

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


e prováveis tendências de mercado”, afirma o diretor artístico, Daniel Balan. Esse ano, a casa investiu em sistema de atendimento, som e iluminação. “Para 2018, está prevista mais uma grande reforma com a repaginação e mudança do layout com bastante novidade e mais tecnologia.” Se manter no mercado de entretenimento não é para aventureiros, diz Balan. “A 2800 sobrevive mantendo sua qualidade artística e o bom relacionamento. Nossa pesquisa de mercado mapeia as tendências que o jovem quer ouvir e o que ele deseja consumir.” A especialidade da casa, que abre todas as sextas,

CASA NOTURNA

2800/ KINGDOM 13,5% ESCRITÓRIO BAR 7,0% SANTARENA 3,2% CINEMA

CINE ARAÚJO/ CATUAÍ 26,9% CINEMARK/ BOULEVARD 25,0% CINESYSTEM/ LONDRINA NORTE

14,7%

sábados e feriados, é o som eletrônico. “Trabalhamos com os melhores DJs do Brasil.” Mas o estilo ‘Open Format’, em que se agrega todos os estilos em um dia só (hip hop, reggaeton, funk e sertanejo), também é um dos diferenciais.

CINEMA Apreciar a sétima arte, fugir um pouco da realidade, entrar no mundo da fantasia. Para conquistar isso, é preciso uma boa estrutura que proporcione a imersão no mundo do cinema, e com conforto. A Cinematográfica Araújo, a mais lembrada na Top de Marcas, reformou todo o seu cinema em Londrina – o Multiplex Catuaí, localizado no Catuaí Shopping. O espaço vip ganhou bilheteria e bomboniere exclusiva, e três salas, sendo uma delas 3D 4K, com poltronas reclináveis. No espaço vip, todas as poltronas possuem mesa de apoio. As outras salas receberam poltronas em couro ecológico e todas as telas foram trocadas, aumentando a qualidade de imagem e som. O hall foi reestruturado e criado um espaço com totens de autoatendimento para agilizar a compra do ingresso. As entradas do cinema também podem ser adquiridas pelo site. No total, a Cinematográfica Araújo tem sete salas no Multiplex Catuaí, que oferecem, no total, 1.471 lugares. O cinema traz, semanalmente, os principais lançamentos do mercado para Londrina, que é considerada uma das principais praças da empresa fundada em 1926 em Botucatu (SP).

CLUBE SOCIAL Com impressionante estrutura para os associados e visitantes, o Iate Clube de Londrina não poderia deixar de ser o clube social com maior índice de lembrança. No belo espaço em que está localizado, com área de 64 mil m² (19 mil m² de área construída e 41 mil m² de área verde), o Iate recebe diversos eventos esportivos e eventos sociais ao longo do ano. Destaque para os réveillons do clube, que reúnem centenas de pessoas – na virada para 2017 foram cerca de 1 mil. Também fazem sucesso o Jantar de Dia das Mães, os carnavais, o Baile do Dia dos Namorados, as festas juninas, o tradicional Baile de Aniversário do Clube – que esse ano comemorou 59 anos – e a Festa do Dia das Crianças. Em parceria com produtores de eventos, o clube também recebeu esse ano atrações como Pablo Vittar, o melhor cover dos Beatles e o fenômeno da década de 80 Double You. “Agora, o clube se prepara para o 5º Open de Jet Ski e o Réveillon 2018”, comenta Carlos Marques Castilho, comodoro no Iate. A estrutura do Iate inclui salão social, marina, churrasqueiras, campos de futebol suíço, ginásio de esportes com quadra poliesportiva, quadras de tênis, parque aquático, restaurante no lago, bar molhado, academia, escola de remo e canoagem e sala de judô. Para um futuro próximo, o Iate já tem um projeto pronto e aprovado para a implantação de um minijardim botânico em uma área denominada “ilhota”, de aproximadamente 3.800 m². 

CLUBE SOCIAL

IATE CLUBE

22,9%

GRÊMIO 10,1% AREL 8,4% PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

49


categoria imóveis

COMPRA COM SEGURANÇA

———

Para que os consumidores se sintam seguros sobre a decisão de compra, companhias do setor conquistam a confiança de seus clientes através de valores como ética e transparência

E

mpresas líderes da categoria de Imóveis do Top de Marcas buscam transmitir confiança para que os consumidores tomem sua decisão de compra com mais segurança. Para isso se valem de ética, transparência, honestidade, respeito e outros valores, bem como a oferta de produtos de marcas reconhecidas, para conquistar a lembrança do londrinense. A oferta de tecnologias e prestação de informações completas aos consumidores fazem parte de um novo processo que acompanha o setor, e exigem das empresas a modernização no atendimento aos seus clientes.

CONSTRUTORA Por anos a construtora mais lembrada pelos consumidores, a A. Yoshii se orgulha dos resultados obtidos na pesquisa Top de Marcas. “A postura ética, transparente e inovadora que permeia todas as nossas atividades tem feito da A.Yoshii uma empresa premiada e reconhecida. Isso também reflete o nosso trabalho de comunicação consistente, que tem respaldo na qualidade dos nossos produtos e serviços”, diz Maria Fernanda Beneli Vicente, gerente de Marketing da construtora. Ela ainda credita o bom desempenho da empresa à equipe, com a qual a construtora mantém o compromisso de capacitação, qualidade de vida, respeito, segurança no trabalho, ações de integração e de desenvolvimento profissional. “Ao formar uma equipe capacitada e

5 0 — TO P D E M A RC A S 2 016

valorizar cada um de seus profissionais, a construtora garante a motivação, satisfação e a competência necessárias para oferecer qualidade, agilidade e excelência em seus serviços.” Com atuação em Londrina, Maringá e Curitiba, a empresa é reconhecida pela qualidade de seus empreendimentos, cumprimento de prazos, respeito aos clientes e uma busca constante pela inovação. Após a entrada no mercado curitibano em 2015, a A.Yoshii lançou esse ano mais um empreendimento na capital, o Maison Legend Ecoville. Esse é o primeiro empreendimento da construtora a receber o selo AQUA, de alta qualidade e sustentabilidade na execução. A.Yoshii também é certificada pelo ISO 9001:2008 e classificada como nível A do PBQP-H, Programa Nacional de Qualidade na Construção Civil.

CONSTRUTORA

A.YOSHII

29,3%

PLAENGE 11,0% MRV 6,8%

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

51


categoria imóveis A essência da empresa foi fundamentada em valores de respeito, honestidade e clareza, tornando-se tradição e referência na memória do londrinense no ramo imobiliário”  MÔNACO

LOJA DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

TODIMO LOJA DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO Com 21 lojas nos estados do Paraná e Mato Grosso, a Todimo se tornou esse ano líder em seu segmento na Top de Marcas. A empresa chegou há 13 anos à cidade. “Desde então, não mediu esforços para levar ao Paraná toda a expertise conquistada ao longo dos anos no mercado mato-grossense”, comenta Walter Marcelo Moraes, gerente do Departamento de Marketing da empresa. “A Todimo iniciou sua história há mais de 34 anos e sempre prezou pela qualidade nos produtos e serviços, assim como o bom atendimento”, continua. Em Londrina, mantém duas lojas com um mix completo de construção e acabamento e um Centro de Distribuição, que garante mais agilidade e eficiência na entrega. Atenta ao consumidor on-line, a loja também possui um e-commerce com grande variedade de produtos e preços atrativos. Para manter a qualidade dos produtos, a empresa busca a seleção criteriosa dos itens que vão para as prateleiras. “A Todimo preza pela excelência no atendimento, por isso, busca manter em seu mix produtos de marcas conceituadas.” A preocupação com o meio ambiente também

52 — TO P D E M A RC A S 2 016

permeia a escolha dos produtos colocados à venda. “Bom exemplo disso são as tintas à base de água, livre de solventes, bem como as telhas sem amianto, que é um causador de câncer. Também seguimos sempre as leis ambientais de descartes de produtos”, observa Moraes.

LOJA DE MATERIAIS ELÉTRICOS A Econolux tem 22 anos de atividade, e está localizada na Rua Guaporé, no centro de Londrina. Com um nome forte no mercado londrinense, a empresa tem planos de oferecer uma loja maior, já que o espaço atual ficou pequeno para tantos clientes. O sucesso da loja teve reflexos na pesquisa Top de Marcas, que coroou a Econolux esse ano a vencedora do segmento Loja de Materiais Elétricos. “Acreditamos que esse resultado seja fruto do atendimento. Além disso, a Econolux está fazendo parcerias com fornecedores como Schneider, Tigre, Intral, MarGirius e outros com a proposta de trabalhar com materiais de qualidade e com um preço justo”, comenta Valdir Loiola, gerente. A Econolux é revendedora de materiais elétricos para o segmento comercial, residencial e industrial em baixa e alta tensão. A empresa

TELHANORTE SÃO MARCOS

11,0% 10,8% 10,8%

LOJA DE MATERIAIS ELÉTRICOS

ECONOLUX

4,4%

ELETROTRAFO

4,2% LEROY MERLIN 3,5% IMOBILIÁRIA

SANTAMÉRICA 6,3% MÔNACO 6,3% VENEZA 5,7%

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


possui em sua loja grande variedade de produtos elétricos de fornecedores reconhecidos e conta com um eletricista capacitado para execução de mão de obra. Postes, transformadores, lâmpadas especiais, chuveiros, fios, cabos e reatores são apenas alguns itens que fazem parte do seu portfólio de produtos.

IMOBILIÁRIA Esse ano, duas marcas dividem o topo na memória do londrinense no segmento Imobiliária. Tanto Mônaco como Santamérica tiveram o mesmo índice de lembrança do consumidor. A Mônaco tem 40 anos de mercado e busca estratégias que transmitam segurança e confiança ao cliente e modernização para acompanhar o mercado, observa Marcos Moura, proprietário. “A essência da empresa foi fundamentada em valores de respeito, honestidade e clareza, tornando-se tradição e referência na memória do londrinense no ramo imobiliário”, diz ele. Esse ano, a Mônaco investiu principalmente na capacitação e profissionalização de seus funcionários, e na adoção de novas tecnologias e sistemas, iniciativas que perdurarão no ano de 2018. A imobiliária possui três pontos de atendimento na cidade. Nascida em 2001, a Santamérica tem a sua sede localizada na Av. Higienópolis e conquista a qualidade dos serviços, na visão do presidente, Pedro Moretto, por meio da excelência no atendimento. “A missão da empresa é oferecer aos clientes segurança com informações completas sobre imóveis na região. Honestidade, qualidade e bom atendimento são os três pilares que sustentam a liderança da Santamérica, opina Moretto. “Resultados transmitidos boca a boca valem mais que mil promessas publicitárias”, avalia. 

PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

53


categoria saúde

ATENÇÃO AO BEM-ESTAR ——— Consumidores que prezam cada dia mais pela sua saúde pedem produtos e serviços que se adaptem às suas necessidades

A

tividade física, exames e consultas, planos de saúde, assistenciais e funerais e medicamentos fazem cada vez mais parte da rotina dos londrinenses, que têm uma preocupação crescente com a saúde e o bem-estar. Marcas que se destacam nessas áreas são aquelas que estão atentas às necessidades dos consumidores no dia a dia. Para oferecer um produto ou serviço de saúde, não basta tê-los, é preciso se adequar à individualidade de cada um, oferecendo para isso serviços específicos e atendimento humanizado. Aproveitar a tecnologia disponível para dar atendimento mais eficiente, e disponibilizar infraestrutura que atenda a uma demanda cada vez maior por saúde são outras demandas no seto

ACADEMIA Fundada em 2010, a Evolution assumiu a liderança no segmento Academia esse ano. Contando com duas unidades – na Av. São João e, a mais recente, na Av. JK –, a academia possui 27 colaboradores e preza por equipamentos com a melhor ergonomia para o desempenho dos alunos. No local, é possível encontrar aulas de diversas modalidades, como zumba, ritmo, pilates, jump, treinamento funcional, entre outras. Para Alessandro Carlos Bercini, proprietário, o atendimento, o acolhimento e o treinamento personalizado fazem os alunos se identificarem com o estabelecimento. “A Evolution tem o objetivo principal de cuidar da qualidade de vida de nossos alunos, que depositam sua saúde em nossas mãos. Temos muito cuidado na montagem dos treinos e respeitamos a individualidade e limitações de

5 4 — TO P D E M A RC A S 2 016

cada aluno.” A divulgação da academia se dá através de seus colaboradores, que passam por aperfeiçoamento para oferecer serviço de qualidade aos alunos, diz Bercini. “Desta forma somos lembrados por um atendimento de qualidade.” Pais, filhos e avós treinam no mesmo espaço, ele conta, prova de que a academia agrada a várias gerações.

CLÍNICA DE IMAGEM E LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS Com a oferta de uma grande variedade de serviços de Imagem e Análises Clínicas, o Lab Imagem, empresa de diagnóstico avançado em medicina, se diz “completo”, e não é por menos. Para atender cada vez melhor seus clientes, o Lab Imagem entrega esse ano a ampliação de sua estrutura para facilitar o acesso do cliente através do estacionamento conveniado. “Além disso,

ACADEMIA DE GINÁSTICA

EVOLUTION

5,5%

IRON

3,5% FITNESS 2,5%

CLÍNICA DE IMAGEM

LAB IMAGEM

29,5%

ULTRAMED 9,3% CLINILAB 6,3% LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

LAB IMAGEM

21,4% OSWALDO CRUZ 8,8% ULTRAMED 7,3% A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


remodelamos e ampliamos nossa coleta infantil, modernizamos nosso Núcleo Técnico Operacional, e nossas unidades de coleta em Cambé e Ibiporã foram ampliadas”, conta o diretor Marco Antonio Romero Aliberti. O grupo também está em negociação com profissionais de outras áreas da Medicina para agregar mais serviços ao complexo Lab Imagem/Hospital do Coração, e prestes a levar alguns de seus serviços também para a Gleba Palhano. O processo de melhoria inclui a conquista de certificações de Qualidade, exames de proficiência, acreditação, acompanhamento de pesquisa de satisfação do cliente e investimento contínuo no desenvolvimento dos colaboradores. Em um ato de contribuição para o meio ambiente, o Lab Imagem deixou de usar envelopes nos laudos de laboratório. “A alteração diminuiu a quantidade de papel utilizada e reduziu o impacto ambiental. Foi um case de sucesso e do qual a equipe muito se orgulha”, afirma o diretor.

FARMÁCIA Tradicional em Londrina, a Vale Verde passou por uma grande reformulação em 2016 em parceria com uma empresa especializada em varejo. Quem conta é a gerente de Marketing, Mariana Augusto. “A partir de então, nossas estratégias se voltaram em estar cada vez mais próximos do cliente, conhecendo mais seus anseios e necessidades, podendo atendê-lo de forma mais personalizada.” Exemplo desse novo posicionamento é a Clínica Minuto Saúde, que faz o acompanhamento e a orientação de indicadores de saúde para doenças crônicas. A clínica está presente em 13 das 34 lojas da rede. O layout de suas lojas também mudou, ficou mais colorida, tem um lounge

PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

55


categoria saúde FARMÁCIA

VALE VERDE DROGAMAIS de espera e o balcão deu lugar ao contato direto entre cliente e farmacêutico ou atendente. O projeto é reformar todas as lojas usando esse novo conceito até 2022. A farmácia também tem presença no e-commerce, com bons resultados à marca, com crescimento de 1.400% nas vendas on-line em 2016. Na área ambiental, destaque para os pontos de coleta de medicamentos para descarte e destinação correta nas lojas da rede. Os esforços de comunicação e marketing da empresa se concentram em mídias locais e na participação de eventos voltados à saúde, como o patrocínio de corridas e caminhadas.

FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO A manipulação de medicamentos permite a aquisição do produto em formatos diferentes, como cápsulas, sachês ou géis conforme a preferência do médico ou do paciente. Além disso, o medicamento manipulado é considerado uma opção mais barata que o industrializado, e sua fórmula pode ser adaptada de acordo com as necessidades de cada cliente. As vantagens da manipulação de medicamentos traduzem o sucesso desse mercado, na qual a farmácia de manipulação que tem Londrina no nome é líder na lembrança do consumidor. A Londrifórmulas possui hoje 10 lojas localizadas em Londrina, Ibiporã, Apucarana e Arapongas e manipula medicamentos alopáticos (cápsulas, xaropes, sachês), produtos dermatológicos (cremes, géis, loções capilares, pomadas, filtros solares, entre outros), medicamentos fitoterápicos e medicamentos homeopáticos. O diretor Evaldo Mendes Taborda destaca a vitória alcançada no Top de Marcas. “Ficamos muito agradecidos pela lembrança da população londrinense. Isso nos dá confiança para acreditar que estamos no caminho certo, investindo em tecnologias e na capacitação de nossos colaboradores para que o produto final seja sempre a satisfação de nossos clientes.”

HOSPITAL Com infraestrutura completa, o Hospital Evangélico faz diferença na vida das pessoas. É o hospital mais lembrado na Top de Marcas,

5 6 — TO P D E M A RC A S 2 016

com quase 40% das citações dos londrinenses. A instituição possui corpo clínico formado por quase 850 médicos, que atua em uma área de mais de 19 mil m² com 339 leitos. Para manter o alto padrão de qualidade, investe continuamente em excelência, salienta Patrícia Fígaro, supervisora de Comunicação e Marketing. Recentemente, o hospital recebeu a Certificação de Qualidade ONA 2 – Acreditado Pleno, que credibiliza a qualidade e segurança da assistência prestada à população. Hoje, apenas 1,5% dos hospitais do País são certificados nessa categoria. Esse ano, o Evangélico também criou em sua estrutura o Escritório de Melhoria Contínua e o Núcleo de Segurança do Paciente. Para 2018, já se prepara para receber o Certificado de Qualidade ONA nível 3 - Acreditado com Excelência. “Nesse estágio, a organização de saúde demonstra uma cultura organizacional de melhoria contínua com maturidade institucional, que beneficia pacientes, colaboradores, corpo clínico e parceiros com comprovados avanços em sua administração e na assistência”, explica Patrícia. A ala materno-infantil também passará por mudanças estruturais, e no ano que vem o hospital deverá criar um espaço especial para a ala oncológica dedicada à quimioterapia. O investimento em tecnologia é uma das ações do Evangélico para contribuir para um hospital mais amigável ao meio ambiente. Exemplo é a assinatura digital nos prontuários eletrônicos. “O HE Londrina é pioneiro no Paraná na adoção desta tecnologia, que proporcionará uma longa lista de benefícios, entre elas, a redução no número de impressões.”

PLANO ASSISTENCIAL E FUNERAL Ao completar 20 anos de atuação, o Gram tem mais um motivo para comemorar, pois reconquistou esse ano o primeiro lugar na lembrança do londrinense em seu segmento. Considerado o primeiro plano assistencial e funeral do Norte do Estado, o Gram tem matriz em Londrina e está presente em Cambé, Rolândia, Ibiporã, Cornélio Procópio, Tamarana e Telêmaco Borba

NISSEI

38,7% 21,0%

18,3%

FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO

LONDRIFÓRMULAS 28,4% PHLORACEAE 13,7% VALE VERDE 9,4% HOSPITAL

EVANGÉLICO

39,4%

HU

14,4% HOSPITAL DO CORAÇÃO 12,0%

PLANO ASSISTENCIAL E FUNERAL

GRAM UNIPAX

19,8% 18,6%

UNIÃO 4,1% PLANO DE SAÚDE

UNIMED

61,0%

HOSPITALAR 11,4% UNIPAX 3,7% A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


com a oferta de convênios com clínicas e profissionais de saúde e de cobertura funeral para milhares de vidas. Esse ano, o plano assistencial e funeral investiu na reformulação de sua equipe com novas contratações e no treinamento constante de seu pessoal, afirma Edmundo Mercer Gomes dos Santos, diretor administrativo. O Gram também expandiu sua rede de convênios e renovou e ampliou sua frota de veículos para dar mais agilidade na assistência ao associado. “A estratégia de comunicação da marca foi reformulada, algo que, junto à propaganda feita pelos próprios associados sobre os benefícios do plano, contribuiu para o Gram reassumir o primeiro lugar na pesquisa”, opina o diretor administrativo. Segundo ele, a empresa foca na qualidade do serviço prestado, tanto pela equipe interna quanto pelos parceiros terceirizados. “Essa postura resulta em fidelização da marca e a assimilação do eslogam que é ‘Quem tem família, tem Gram’.”

PLANO DE SAÚDE O reconhecimento nacional da marca Unimed contribui para o seu sucesso na Top de Marcas. Mas não é por isso que a cooperativa deixa de investir na sua estrutura, na melhoria do atendimento aos seus clientes e na aproximação com a comunidade. Esse ano, a Unimed transferiu dois de seus principais serviços para um novo prédio na Avenida Santos Dumont, com espaço maior e mais moderno. A Clínica de Vacinas também mudou para outro local, abrigando mais salas de vacina e mais conforto. A Unimed ainda lançou um novo plano de saúde, direcionado aos clientes PJ (Pessoa Jurídica), com atendimento pelo médico de família e apoio de uma equipe multidisciplinar, e dois aplicativos para médicos cooperados e para clientes. Por meio dessas ferramentas, é possível ter acesso ao guia médico, baixar a segunda via do boleto e usar um cartão virtual. O Projeto Conexão Saúde foi outra inovação de 2017 – uma tecnologia para os consultórios médicos que oferece, além de prontuário eletrônico, acesso aos exames e informações do paciente, entre outras funcionalidades. Na área ambiental, a Unimed Londrina realiza projetos voltados à redução dos impactos. Um deles é o Bosque da Vida, com o plantio de árvores nativas em áreas de reflorestamento. Um Concurso de Desenho também é realizado anualmente com alunos da rede municipal de ensino, com temáticas relacionadas à educação ambiental. Ao longo do ano, a Unimed Londrina também realizou campanhas que destacaram os diferenciais do seu plano de saúde, reforçando a qualidade do serviço e a credibilidade da marca. 

PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

57


categoria serviço

CONTRA A MARÉ DE CRISE ———

Empresas líderes do segmento inovam e mantêm investimentos para continuar atraindo clientes; algumas sucumbem, mas deixam suas marcas na lembrança do consumidor

H

á um grande potencial de enfrentamento à crise no setor de serviços. E os vencedores dessa categoria da Top de Marcas mostram por quê. Inovações, renovações, tecnologia e investimento em suas estruturas são armas para virar o jogo e tornar a situação difícil em uma oportunidade de fazer diferente, melhor e com mais eficiência. O resultado são altos índices de lembrança da marca pelos consumidores, que, mesmo com recursos financeiros mais escassos, colocam o custo e o benefício na balança e continuam fomentando o setor de serviços. Aquelas que sucumbem, seja pela crise, seja pelas mudanças no mercado, se despedem deixando uma forte marca na lembrança do consumidor.

AUTOESCOLA Com quase 40% da lembrança do consumidor, a autoescola Paraná já tem tradição em Londrina. Fundada em 1973, o Centro de Formação de Condutores (CFC) conta hoje com três unidades – a última foi inaugurada recentemente, na Rua Benjamin Constant. A autoescola conta com ampla estrutura para atender os futuros motoristas: são três pistas de moto (sendo duas cobertas), 12 balizas em locais fechados para treinamento, 33 professores práticos e quatro professores teóricos. Os investimentos na estrutura da autoescola

5 8 — TO P D E M A RC A S 2 016

não param, tanto que o CFC adquiriu terrenos nos Cinco Conjuntos, que em breve contarão com pista de moto, baliza, sala de aula teórica e espaço para atendimento, conta a diretora de Ensino, Angela Maria Fudolli. Os veículos utilizados nas aulas são novos, revisados, com direção hidráulica e ar-condicionado. Portadores de deficiência têm à disposição automóveis adaptados para treinamento. Para quem tem medo de dirigir, o CFC também tem pacotes de aulas com instrutores especializados. “Estamos sempre reciclando nossos professores e fazendo atendimento aos nossos clientes prio-

AUTOESCOLA

PARANÁ

39,1%

PRATIKA 5,8% SILVA 4,9% BARBEARIA

UOMO PRADO

1,3% 1,2%

CAMISA 10 0,9%

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


rizando o bom trabalho. Há 44 anos servimos Londrina com seriedade, competência, carinho e qualidade”, comenta a diretora.

BARBEARIA Cuidar da barba e do bigode se tornou uma das prioridades no cuidado com a aparência de muitos homens. Por isso, nomes de barbearias de Londrina já estão na ponta da língua de parte do público masculino, e a Uomo é a que mais se destaca na Top de Marcas. Já com oito anos de experiência, a barbearia sempre se renova. Em 2017, a novidade é um novo espaço para a Terapia Capilar, com tratamento de queda e calvície, por exemplo. Para 2018, a Uomo já anuncia a abertura de novas unidades. “Buscar atualizações e estar ligado aos cortes e técnicas do momento é um dos nossos compromissos com nossos clientes. Um atendimento especial, horários diferenciados, profissionais comprometidos é o que faz com que sejamos a marca número um em nosso segmento”, opina Jean Marder, proprietário do estabelecimento. A barbearia recebe seus clientes em duas unidades, uma na Rua Ibiporã – que funciona das 9h às 20h com estacionamento próprio, bar e dia do noivo com suíte exclusiva – e outra no Catuaí Shopping, que permite atender de segunda a segunda, inclusive feriados, das 10h às 22h.

PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

59


categoria serviço

EMPRESA DE CONSÓRCIO Economizar, conquistar e prosperar. Esse é o objetivo que leva cada vez mais brasileiros a aderir aos consórcios para realizar seus sonhos. A empresa que mais conseguiu fortalecer a sua marca entre os londrinenses foi o Consórcio União. A companhia foi fundada em 1977, em Londrina, e de lá para cá já foi responsável por entregar mais de 100 mil bens. Hoje, atua em quatro estados brasileiros através de 10 unidades de negócios no Paraná e em Minas Gerais. Jane Prado, supervisora de Marketing da BR Consórcios (à qual o Consórcio União é associado), lembra que esse ano a marca lançou o seu novo sistema comercial, que permite ao vendedor finalizar a venda de onde estiver através do celular, tablet ou notebook. “A grande vantagem é que a comunicação de adesão ao consórcio é realizada através de e-mail, não sendo mais necessário o cliente assinar contratos e termos.” Ainda em 2017, o Consórcio União lançará o seu aplicativo, que trará ainda mais facilidades aos clientes e à equipe comercial da empresa, acrescenta Jane. Em 2017, o Consórcio União também intensificou as campanhas em mídias digitais e as ações de plantão de vendas em locais estratégicos como shoppings, para reforçar ainda mais a presença de sua marca entre os londrinenses.

EMPRESA DE TRABALHO TEMPORÁRIO Especializada em recrutamento e seleção de profissionais para trabalhos temporários e efetivos, a Labor construiu ao longo de seus 25 anos de existência uma história de números impressionantes. São mais de 200 mil profissionais que já foram intermediados para mais de três mil empresas, conforme conta o diretor da empresa, Silvio Lopes. “Recebemos mais de um milhão de candidatos através de nosso site e unidade operacional. Certamente, esta quantidade expressiva de vagas trabalhadas e candidatos atendidos são os motivos pelos quais a

6 0 — TO P D E M A RC A S 2 016

Labor conquista ano a ano a Top de Marcas desde que o nosso segmento começou a ser avaliado.” Para conseguir esses resultados, a Labor atua com uma equipe altamente qualificada, cujo desempenho é obtido através de muito treinamento. A empresa também faz uso de software de última geração, que contém informações valiosas para processos seletivos de sucesso. Durante os atendimentos, o cliente recebe devolutivas diárias sobre todas as etapas de seleção, completa Lopes. “Temos centenas de clientes para quem prestamos serviço há mais de duas décadas, e milhares de processos seletivos realizados para todos os níveis hierárquicos. Fidelizamos nossos clientes com qualidade no atendimento.”

ESTACIONAMENTO Com a abertura de mais unidades em áreas estratégicas da cidade e a padronização da comunicação visual nos estacionamentos, o Estacenter reforçou sua presença na memória dos londrinenses tornando-se mais uma vez o estacionamento particular mais lembrado no Top de Marcas. O Estacenter nasceu em Londrina, mas já está presente em seis estados, com 167 estabelecimentos espalhados pelo País. Esse ano, o estacionamento também investiu em hardware e software para facilitar o pagamento com cartões de crédito e débito, e no sistema de sinalização de vagas livres através de luzes verde ou vermelha. “Para os anos futuros inovaremos com a implantação de tecnologias top em nível mundial”, assegurou Divonsir de Oliveira, gerente administrativo. A presença em pontos estratégicos da cidade e uma equipe de colaboradores treinados e capacitados são garantias que a marca Estacenter oferece ao cliente. A oferta de vagas em locais de fácil acesso é também uma medida para contribuir com a redução do número de carros nas ruas e da emissão de gases poluentes, observa Oliveira. “Novas tecnologias serão implementadas para diminuir em 95% a emissão de papel nos es-

CONSÓRCIO

UNIÃO

55,0%

NORPAVE 2,7% HONDA 1,9% TRABALHO TEMPORÁRIO

LABOR SINE

17,3% 16,5%

ADMITA 2,9% ESTACIONAMENTO

ESTACENTER

8,8%

ROYAL PARK 6,3% CENTRAL PARK 5,8% GRÁFICA

IPÊ

12,0%

MIDIOGRAF

10,2%

LÍDER 6,7%

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


SUA LEMBRANÇA É O NOSSO MAIOR PRÊMIO! tacionamentos. Adotamos também a utilização de iluminação em LED, que reduz consideravelmente o consumo energético e impacto ambiental.”

ESTACIONAMENTO PARTICULAR Pela segunda vez o Estacenter foi o estacionamento particular mais lembrado pelos londrinenses. Fundado em Londrina, o negócio já está presente em seis estados com 167 estacionamentos. A empresa atua desde 1991 com o propósito de oferecer mais que um lugar para estacionar, mas de se tornar referência de tranquilidade e segurança, afirma Divonsir de Oliveira, gerente administrativo. “Trabalhamos para que nossos pátios sejam locais de fácil visualização, proporcionem segurança e sejam aconchegantes para a guarda de veículos.” Para Oliveira, o empreendimento atende às expectativas daqueles que buscam qualidade e segurança para estacionar. “Buscamos ser referência na prestação de serviços personalizados, procuramos cumprir nosso papel social, contribuindo para a geração de empregos, e trazemos inovação em tecnologia para o desenvolvimento da mobilidade urbana”, completa.

A Labor possui o mais completo banco de profissionais da região.

Desde 1992 de

200.000 profissionais contratados

de

3.000 empresas atendidas

Labor: compromisso com o desenvolvimento, oferecendo seriedade, responsabilidade e confiança.

GRÁFICA Após mais de 60 anos como parte da história de Londrina, a gráfica Ipê encerrou em maio do ano passado as suas atividades. A lembrança da empresa fundada por Alceu Malucelli é tão forte que, mesmo inoperante, alcança a liderança em seu segmento. Um dos sócios, Ulisses Malucelli, conta que a gráfica teve de parar suas máquinas devido à adoção da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e ao desuso do formulário contínuo – o principal produto da empresa –, antes utilizados para a emissão de Nota Fiscal. “Com a mudança da legislação pertinente, a documentação fiscal toda eletrônica, fomos diminuindo. E os equipamentos de formulário contínuo são específicos para isso.” Malucelli diz ainda não saber qual será o futuro da empresa, que continua aberta apenas para resolver pendências relativas ao seu fechamento. Mas, para ele, a longa trajetória da gráfica fará com que seu nome seja lembrado ainda por muito tempo. “É porque a Ipê sempre foi referência de qualidade e seriedade. As pessoas gostavam de trabalhar aqui, e sempre fomos uma empresa simpática e altamente produtiva. Trabalhávamos com três turnos.” Entre os clientes que utilizaram os formulários da Ipê estavam Magazine Luiza, PepsiCo e Votorantim.

PELOS LONDRINENSES

www.labor.com.br LONDRINA Rua Pio XII, 811 (43) 3323.8020

TO P D E M A RC A S 2 016 —

61


categoria serviço Cuidar da beleza e ter uma imagem positiva sobre si ajuda a manter a autoestima e autoconfiança, capazes de vencer qualquer crise”  LINCOLN TRAMONTINI

LAVANDERIA

ÔNIBUS RODOVIÁRIO

A franquia 5àsec está na memória do consumidor quando o assunto é serviços de lavanderia. Com sete lojas em Londrina – duas delas recentemente abertas na região do Alphaville e da Av. Maringá –, a lavanderia tem como atrativos o preço, a qualidade, a facilidade e o atendimento com rapidez, afirma Carlos Alberto Cestari, proprietário das franquias em Londrina. “Tentamos nos adaptar à necessidade do cliente”, afirma Cestari, para quem um dos motivos para o nome da lavanderia ter se mantido forte em Londrina é o investimento em tecnologia, que reduz custos ao mesmo tempo em que contribui para reduzir os impactos ao meio ambiente. “Os programas (de lavagem) economizam 40% a 50% da quantidade de água que utilizava quatro anos atrás.” O padrão dos serviços da franquia é assegurado pelos produtos utilizados nas unidades. O procedimento também garante um custo menor que reflete no preço ao consumidor, já que todas as 500 lojas da 5àsec no Brasil conseguem juntas negociar com os fornecedores valores mais baixos para a compra de insumos. A franquia também aposta na oferta de pacotes, voltados principalmente às roupas do dia a dia, para o cliente economizar.

O nome da Viação Garcia já se consolidou como serviço de ônibus rodoviário. Prova disso é o alto índice de lembrança que tem entre os londrinenses, de 75%. Com sede em Londrina, a Viação Garcia está entre as cinco maiores empresas de transporte rodoviário de passageiros do Brasil. A empresa conta com uma frota de 800 ônibus com idade média de dois anos, que percorre quase 6 milhões de quilômetros por mês ligando sete estados. Os ônibus da companhia transportam em média 22 milhões de passageiros por ano, com oferta de passagens em 348 pontos de venda. Em 2017, a frota da Viação Garcia recebeu 100 novas unidades de ônibus, com modelos adequados para passageiros com mobilidade reduzida e investimento de R$ 60 milhões. Uma das novidades é o ônibus Cabine-Cama, que oferece mais privacidade com cortinas entre os espaços das poltronas – estas, por sua vez, reclinam 180o para mais conforto ao usuário. O check-in também possibilitou ao viajante confirmar a viagem antes de sair de casa, sem a necessidade de imprimir a passagem. Para embarcar, basta apresentar um documento na plataforma. Buscando a redução do impacto ambiental, a companhia usa um sistema de revitalização de

62 — TO P D E M A RC A S 2 016

LAVANDERIA

5ÀSEC

19,8% BOLHA DE SABÃO 3,7% CISNE 1,5%

ÔNIBUS RODOVIÁRIO

VIAÇÃO GARCIA 75,0% BRASIL SUL 5,0% GRANDE LONDRINA 3,4% SALÃO DE CABELEIREIRO

LINCOLN TRAMONTINI 4,9% FÁTIMA MARTINS 3,6% STUDIO ONE 2,0%

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


água para lavagem de ônibus, combustível mais “limpo” (S10) e se tornou cotista de um projeto ambiental para a preservação da biodiversidade e o desaquecimento do planeta, o GreenFarm, em Itaquiraí (MS).

SALÃO DE CABELEIREIRO Inovar é uma necessidade no setor de beleza. Os clientes desses serviços estão sempre muito bem atualizados sobre as novidades. Ciente desse cenário, o salão de cabeleireiros Lincoln Tramontini – sempre líder em lembrança no seu segmento – promete trazer em janeiro de 2018 um projeto chamado Nu G-N-ration que será apresentado à nova geração de talentos profissionais, atualizados e apaixonados pelo que fazem. Nesse mês de novembro, o salão lança a campanha “Beleza contra a crise”, estimulando as pessoas a se sentir bem consigo mesmas. “Cuidar da beleza e ter uma imagem positiva sobre si ajuda a manter a autoestima e autoconfiança, capazes de vencer qualquer crise”, aposta Tramontini. E para tornar a estrutura das salas de noivas ainda mais eficiente, o salão implantou um sistema de regência do tempo das produções de cabelo e maquiagem para festas. “Assim, tanto as noivas quanto madrinhas e convidadas sempre saem no horário, sem atrasos.” 

PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

63


categoria telefonia

DE OLHO NA EVOLUÇÃO E NA QUALIDADE ———

Operadoras mais lembradas na Top de Marcas não ficam para trás na evolução tecnológica, oferecem vantagens aos seus clientes e se preocupam com a qualidade dos serviços

I

novações na oferta de serviços são uma necessidade, sobretudo no setor de telefonia. Para manter um espaço cativo na memória do consumidor, as operadoras oferecem novos serviços e vantagens aos clientes que querem falar e navegar mais pelo menor preço. Os brasileiros – que são usuários assíduos dos serviços de telecomunicações – se tornaram consumidores extremamente exigentes, também demandam serviços de qualidade e reconhecem aquelas que entregam o que prometem.

64 — TO P D E M A RC A S 2 016

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


OPERADORA TELEFONE FIXO

SERCOMTEL VIVO

71,3%

7,8%

TIM 5,3% PROVEDOR DE INTERNET

SERCOMTEL NET

46,1%

15,3%

VIVO 10,9% OPERADORA DE CELULAR

TIM OI

41,4% 19,9%

VIVO 17,5%

PELOS LONDRINENSES

OPERADORA DE TELEFONIA FIXA E PROVEDOR DE INTERNET

OPERADORA DE TELEFONIA CELULAR

A operadora londrinense Sercomtel não poderia deixar de ser a mais lembrada na Top de Marcas. A empresa é vencedora em dois segmentos: Operadora de Telefonia e Provedor de Internet. Parte da história de Londrina, a Sercomtel oferece serviços que se destacam em âmbito regional – e até nacional –, reforçando a sua presença na memória do consumidor. “O celular pré-pago, por exemplo, é o mais vantajoso do Brasil, a telefonia fixa está presente em todas as regiões de Londrina e os pacotes com internet já estão há algum tempo com promoções incríveis”, cita Claudir Sales de Lima, coordenador de Comunicação Social e Institucional da Sercomtel. Além disso, o coordenador lembra que a Sercomtel é a operadora com o menor índice de reclamações na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), e que sua base de clientes cresceu em telefonia fixa, celular e internet, mesmo em período de crise. Ciente de sua responsabilidade com o meio ambiente, a companhia possui uma campanha de recolhimento e reciclagem de baterias de celular e um projeto de Contas Web, que doa R$ 2 para o Hospital do Câncer a cada cliente que autoriza a migração de sua conta telefônica física – a famosa fatura em papel – para a versão on-line.

Com um impressionante market share de 57,45% na área de DDD 43, a TIM também foi destaque na pesquisa Top de Marcas. As inovações e as vantagens oferecidas em seus planos garantem o espaço da operadora na memória dos londrinenses. Em 2015, a companhia pôs fim à cobrança diferenciada de chamadas para outras operadoras. “Um movimento pioneiro no setor de telefonia móvel”, observa a TIM, por meio de sua assessoria de imprensa. Em fevereiro desse ano, a operadora também incluiu serviços digitais em todas as novas ofertas, sem cobrança adicional, e as chamadas ilimitadas para qualquer número do Brasil, de qualquer operadora. A TIM é ainda líder em cobertura 4G com 2.100 cidades atendidas pela tecnologia e foi a primeira na América Latina a disponibilizar a tecnologia do VoLTE (Voice over LTE), que permite ligações de voz em alta definição pela rede de quarta geração. A funcionalidade foi lançada em Curitiba em outubro, e deve chegar a Londrina no primeiro trimestre de 2018. Ganhando ainda mais a simpatia do público, a Tim é signatária do Pacto Global da ONU, por meio do qual orienta suas ações e iniciativas, inclusive na área ambiental. 

TO P D E M A RC A S 2 016 —

65


categoria turismo

INOVAÇÃO E RENOVAÇÃO ——— Ofertas de novos produtos e serviços turísticos e renovação de estrutura turística da cidade deram o tom de empresas da categoria Turismo em 2017

A

inovação em produtos e serviços e o investimento em novas estruturas nortearam as empresas de Turismo mais lembradas na Top de Marcas em 2017. A oferta de produtos e serviços personalizados de acordo com os desejos dos viajantes, e que caibam no seu planejamento, possibilitaram a realização do sonho de viajar. A melhoria constante da estrutura hoteleira e dos espaços de eventos acolhem londrinenses e visitantes, e reforçam a imagem de Londrina como uma cidade com potencial para o turismo.

AGÊNCIA DE TURISMO

Com 45 anos de história, a CVC se manteve em destaque na memória do consumidor em 2017 lançando tendências e novos produtos e serviços. Segundo Thiago Quilici, master franqueado CVC no Paraná, a operadora investiu esse ano em viagens temáticas – como os Circuitos Rodoviários e Religiosos –, em grupos com guias falando em português por toda a Europa, pacotes personalizados para o Rock in Rio, além do fretamento para Jericoacoara (CE) e o Caribe. A empresa também flexibilizou as opções de destinos e tipos de pacotes. “O cliente tem a opção de escolher roteiros mais curtos, pelo Brasil e pelo exterior”, explica Quilici. A agência de viagens trabalha com uma programação adiantada para ajudar o brasileiro no planejamento da próxima viagem. “Enquanto os consumidores estão pensando na viagem de fim de ano e férias de janeiro, as equipes já estão negociando tarifas para a baixa temporada do ano seguinte. Hoje

6 6 — TO P D E M A RC A S 2 016

a CVC dispõe de toda a programação com datas de saídas durante 2018 dos Circuitos Europeus das séries Sonhos e Conquistas, Cursos no Exterior, Cruzeiros, Resorts, entre outros.” A agência atualmente conta com seis lojas em Londrina, que oferecem mais de mil destinos nacionais e internacionais. “A CVC embarcou o ano passado 4 milhões de passageiros, uma média de 11 mil por dia”, revela Quilici.

AGÊNCIA DE TURISMO

CVC

40,8%

GARCIA TUR 1,5% ALBATROZ 1,1%

HOTEL Com 112 unidades habitacionais de três categorias (superior, superior plus e classic), seis salas de eventos com capacidade de até 200 pessoas, restaurante e coffee shop que atendem todos os dias nos horários de almoço e jantar em Londrina, o Bourbon é o hotel mais lembrado novamente na pesquisa Top de Marcas. As comodidades do hotel incluem opções de pacotes nupciais, estacionamento, wi-fi e frigobar gratuitos. “Ano que vem teremos uma nova categoria de apartamentos

HOTEL

BOURBON

33,8%

SUMATRA 6,0% BLUE TREE 5,2%

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


Ad_PremioTopNikkeyBLDBB_HoteisBourbon_9.5x6cm.indd 1

LOCAL PARA EVENTOS

CENTRO DE EVENTOS 14,5% PARQUE NEY BRAGA 14,3% PLANALTO 5,2%

para cativar ainda mais nossos hóspedes”, acrescenta Fabiane Vezozzo, diretora comercial e de operações do Bourbon. Nesse ano, o hotel reformou e renovou a aparelhagem de sua academia. Os apartamentos também estão recebendo nova pintura, novos colchões e atualização do layout. A internet tem ocupado espaço importante nas reservas do hotel. “Trabalhamos com agências, operadoras, e-commerce, empresas, grupos e eventos, que fazem em média 55% das reservas on-line. Mesmo que elas liguem perguntando disponibilidade, concretizam as reservas on-line, por isso há uma tendência ainda maior de crescimento neste segmento.” Para reduzir os impactos ambientais, o hotel investe no seu programa de sustentabilidade, lançando mão de recursos como luzes de LED, cultivo de horta, ar-condicionado split e sensores de presença.

LOCAL PARA EVENTOS O Centro de Eventos retomou a liderança do Top de Marcas desse ano, se tornando o local

PELOS LONDRINENSES

10/26/2017 5:02:23 PM

para eventos mais lembrado pelos londrinenses. Para o empreendimento, a diversidade de eventos através de parcerias com empresas trouxe e traz para o local um grande fluxo de pessoas. “Nesse cenário, o Centro de Eventos vem se consolidando não só como o mais lembrado, mas também como o melhor e mais adequado espaço para eventos da região”, declara a empresa. O local conta com 50 mil metros quadrados divididos entre estacionamento com três mil vagas e três salões – Pioneiro, Diamante e Imperial, com respectivamente 1.850 m², 1.750 m² e 6.700 m² –, todos com estruturas de banheiros, ventilação e energia disponíveis para qualquer tipo de evento. Recentemente, o espaço reformou toda a sua cozinha e o seu sistema de ar-condicionado. “O Centro de Eventos constantemente passa por melhorias. Acreditamos que o sucesso se dá pelas parcerias assertivas com empresas sérias. Os eventos geralmente são organizados por empresas parceiras das quais sempre exigimos a qualidade que faça jus ao espaço.” 

TO P D E M A RC A S 2 016 —

67


categoria varejo

PROVA DE COMPETITIVIDADE ———

Empresas do setor do Varejo da Top de Marcas, algumas com mais de 50 anos de mercado, mostram que sua estratégia de comunicação com o cliente está em uma palavra: benefício

M

ostrar aos consumidores os benefícios de comprar o seu produto é a estratégia de comunicação das lojas do varejo. Parece óbvio, mas é algo determinante, principalmente em um universo povoado por diferentes marcas e mercadorias, inclusive no meio on-line. Por isso, as empresas da categoria de varejo da Top de Marcas investem continuamente em novidades, na avaliação criteriosa de fornecedores, no atendimento próximo do cliente, em sua estrutura e na pesquisa de moda e tendências para ter competitividade. Algumas já estão há mais de 50 anos no mercado, prova de que suas estratégias estão surtindo efeito.

AUTOPEÇAS A Auto Peças Londrina completa, em 2017, 50 anos de atividade com bastante motivo para comemorar. A tradicional empresa foi a mais citada no seu segmento, e credita a lembrança de seu nome a uma longa trajetória de busca por soluções para o mercado de autopeças, sempre com um bom atendimento. “Este é um ano especial para a Auto Peças Londrina. A empresa fundada no mês de abril de 1967 está comemorando o seu jubileu. Em todos esses anos, a busca por um excelente atendimento e por soluções para o mercado de

6 8 — TO P D E M A RC A S 2 016

autopeças tem sido o nosso objetivo maior. Ser novamente a marca mais lembrada pelo mercado sinaliza que estamos no caminho certo: somos uma empresa de tradição, mas com um olhar para o futuro, aliando credibilidade e inovação”, declara Silvana Martins, gerente administrativa. A empresa atende tanto o consumidor final quanto o mecânico nas suas lojas em Londrina e em Cambé. Esse ano, a Auto Peças Londrina promoveu, em parceria com grandes indústrias, palestras técnicas para os clientes mecânicos e realizou campanhas para o consumidor com distri-

AUTOPEÇAS

AUTO PEÇAS LONDRINA 11,2% GEVASCO 6,1% ARAGUAIA 3,0% COLCHÃO

CASTOR

56,1%

ORTOBOM 24,6% GAZIM 3,2%

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


buição de brindes. “Também criamos um jingle que expressa um pouco os valores da empresa, mostrando que estamos sempre com as portas abertas”, afirmou Silvana ainda. O jingle foi veiculado em rádio e na mídia on-line.

COLCHÃO Com produtos em diversos pontos de venda, em lojas de colchões de Londrina e em três lojas exclusivas na cidade, a Castor investe na divulgação dos benefícios de seus produtos em vários canais de comunicação. Assim, a marca conquistou mais de 50% das citações dos consumidores na Top de Marcas. “Elaborar produtos de qualidade que atendam às mais diversas necessidades é a prioridade da Castor, sempre buscando a satisfação do consumidor”, avalia Hélio Antônio Silva, diretor superintendente da marca. A qualidade da Castor é assegurada pela certificação ISO 9001 e pelo selo Pró-Espuma (INER). “Contamos também com laboratório próprio para realização de testes em amostras de todos os lotes pro-

PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

69


categoria varejo

duzidos pela empresa, fazendo com que os produtos atendam os mais exigentes controles de qualidade”, acrescenta Silva. As certificações se estendem à área ambiental – a Castor fabrica seus produtos utilizando madeira de reflorestamento, recicla espuma e oferece um colchão que possui em sua composição fibras de coco e sisal, algodão orgânico e outros materiais que diminuem o impacto sobre o meio ambiente. O produto foi vencedor de um prêmio de design sustentável em 2016. A empresa também já conquistou o Selo Verde de Responsabilidade Ambiental.

CONCESSIONÁRIA DE AUTOMÓVEIS Independentemente de o consumidor possuir um veículo Chevrolet, o nome da Metronorte vem logo à cabeça quando se fala em concessionária de automóveis. O Grupo Metronorte é considerado o maior grupo automotivo do Sul do País, e é um dos maiores revendedores de peças GM do Brasil. O Grupo atua hoje em Londrina, São José dos Pinhais/Curitiba, Paranaguá e Joinville. A qualidade no atendimento é assegurada com treinamento de pessoal, afirma Waldir Rezende, diretor comercial da concessionária. “Como concessionária Chevrolet Nível A, a Metronorte segue um amplo programa de treinamento e qualificação profissional desenvolvido e implementado em parceria com a General Motors. Esse programa é complementado por ações locais que visam retribuir a confiança do cliente com máxima qualidade no atendimento e nos serviços.” As sedes do Grupo também passaram por ampliação e modernização para oferecer mais conforto e segurança aos clientes, e mais investimentos na infraestrutura física das concessionárias estão

7 0 — TO P D E M A RC A S 2 016

previstos, pontua Rezende. “Vamos investir na integração entre os departamentos de veículos novos e seminovos e ampliar nossa área de serviços Chevrolet.” Os canais digitais são uma ferramenta importante de relacionamento com os consumidores, e são considerados um meio de geração de novas oportunidades de negócios. “Para a configuração do veículo ou o agendamento de serviços, a interação através da web é um recurso importante no relacionamento com o cliente.”

FLORICULTURA A tríade qualidade, preço e atendimento é o que garante à floricultura Shangri-lá um espaço na memória dos londrinenses. Quem diz é Yda Katsumi Massaki Pozza, que há mais de 35 anos dirige o negócio ao lado do marido, Luiz Pozza. A floricultura, que é uma só e está localizada ao lado do conhecido Mercado Shangri-lá, é frequentada por pessoas de toda Londrina e de outras cidades também, conta Yda. “Vem gente de Sertanópolis, Maringá, Arapongas, Rolândia, Bandeirantes. Atendemos decoradores de várias cidades também.” Um dos segredos é manter a loja sempre bem diversificada. “Cada dia surge uma novidade. Um exemplo são os antúrios lilás, que a gente não via fazia anos. Também temos montagem de cestas, com bombons, ursinho, produtos, flores. O cliente fica até indeciso com tanta opção.” O atendimento inclui dicas dos donos, que recomendam mudas de temperos, ervas medicinais e até mesmo as plantas certas para espantar mau olhado, conta Yda. “O cliente fala que não tem lugar igual à nossa floricultura. Estou muito satisfeita por ser premiada na Top de Marcas novamente e agradeço a todos que se lembram de nós.”

CONCESSIONÁRIA

METRONORTE

20,2%

NORPAVE 9,5% MARAJÓ 8,9% FLORICULTURA

SHANGRI-LÁ

12,6%

BEIJA-FLOR 8,3% PARAÍSO 4,9% LOJA DE CALÇADOS

CASAS AJITA

35,8%

BOLIVAR 27,1% PÉ QUENTE 5,6% LOJA DE COSMÉTICOS

LÉO COSMÉTICOS 59,8% O BOTICÁRIO 12,3% FACE BELA 1,9%

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


LOJA DE CALÇADOS Com lojas em mais de uma região e em shoppings centers da cidade, a Casas Ajita, nascida em 1953, já se tornou nome tradicional no ramo de calçados em Londrina. A loja foi fundada por Anibal Ajita, que foi chamado para gerenciar uma filial do Grupo Manella, de Londrina, em Paranavaí. Depois de alguns anos, o sr. Ajita recebeu a proposta de comprar a loja, que na época se chamava “A Calçadista”. Proposta aceita, e o estabelecimento passou a se chamar Casas Ajita. Hoje, a empresa possui lojas em Londrina e também em Ibiporã, Rolândia, Arapongas, Apucarana, Maringá, Foz do Iguaçu, Cascavel e Paranavaí. O Grupo é pioneiro no uso do sistema de crediário no setor de calçados no Paraná. Esse ano, a Casas Ajita fez uma ação promocional com sorteio de carro e investiu no seu programa de fidelidade. Para comunicar as vantagens de se comprar em suas lojas, a marca mantém a estratégia de utilização das plataformas on e off-line com os veículos que têm mais afinidade com o seu público-alvo. Com uma seleção criteriosa de fornecedores, a empresa busca oferecer produtos de qualidade ao consumidor, e toma a preocupação com o meio ambiente como uma prioridade, uma vez que as lojas lidam com um grande volume de embalagens para descarte diário.

36

Rua Euclides da Cunha, 42 Londrina PR Fones 43 3327-0498 / 3328-3190 3357-1654 / 3348-9339

LOJA DE COSMÉTICOS Quase 60% dos londrinenses elegeram a Léo Cosméticos como a Loja de Cosméticos mais lembrada. O índice é resultado da abertura de novas lojas e de um investimento considerável em rádio, TV, mídias digitais como Facebook, Instagram e blogueiras e em panfletagem, cita Flávio Kai, diretor da Léo Cosméticos. A empresa hoje tem 14 lojas localizadas em Londrina, Maringá,

PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

71


categoria varejo

Curitiba, Ponta Grossa, Arapongas e Apucarana. Antes de colocar qualquer produto em suas prateleiras, a Léo Cosméticos faz uma avaliação criteriosa. “Temos mais de 30 mil itens de variedade dentro da rede.” O investimento constante nas lojas, como em seus sistemas, em treinamento de pessoal e em consultorias financeiras e organizacionais são ações com foco no melhor atendimento ao consumidor, diz o diretor. Para reduzir o impacto ao meio ambiente, a rede utiliza sacolas recicláveis e dá prioridade a produtos que utilizam material reciclado. “Estamos utilizando muito menos papel e bastante documentos digitalizados”, acrescenta Kai.

LOJA DE MÓVEIS A Móveis Brasília completou esse ano 50 anos de atividade, e é coroada mais uma vez como a Loja de Móveis mais lembrada na Top de Marcas. Tradição certamente é um atributo que contribui para o resultado. “Os 50 anos de vida são um marco histórico para uma empresa, seja qual for o seu ramo de atividade”, comenta Fernando Moraes, diretor comercial. A conquista foi muito valorizada dentro das estratégias de marketing da loja, tanto nas mídias de massa, como nas redes sociais. A Móveis Brasília tem oito lojas em importantes pontos de Londrina, e outras 11 na região Norte do Estado e no Sul do País. A última inauguração foi em Rolândia, bem no centro da cidade. “A rede tem um vasto mix de produtos. Nossos clientes costumam dizer que a Móveis Brasília é a loja mais completa da cidade.” Para oferecer os seus produtos, a empresa se vale de rigorosos critérios de seleção, afirma Moraes. “Para ser um fornecedor, a empresa precisa ter qualidade, excelência comprovada no que produz e seriedade no pós-venda. Desta forma, temos parceiros tradicionais, sérios

72 — TO P D E M A RC A S 2 016

e confiáveis. Também fornecemos somente produtos de qualidade, com garantia.” O diretor comercial também observa que a rede investe constantemente na renovação do layout de suas lojas e, em especial, no capital humano. E, para reduzir o impacto ao meio ambiente, está sempre atenta à redução do consumo de energia e à diminuição da emissão de gases na sua frota de veículos.

LOJA DE MÓVEIS

MÓVEIS BRASÍLIA 46,1% CASAS BAHIA 18,0% MAGAZINE LUIZA 10,2%

LOJA DE ARTIGOS ESPORTIVOS Há quase 70 anos nascia a Bolivar, em Londrina. “Começamos a rede com o Jacyr Boechat e hoje estamos na quarta geração, com três delas ainda ativas”, conta Fernanda Boechat, do P&D e Marketing da Bolivar. Ela lembra que, na época, ainda eram poucas as lojas especializadas no ramo esportivo, e que a Bolivar veio para suprir essa necessidade. Mesmo depois de tanto tempo, a marca ainda é a mais lembrada como loja de artigos esportivos em Londrina. “Ficamos muito lisonjeados de ainda estarmos presentes na mente do consumidor londrinense após a entrada de grandes players nacionais e internacionais na cidade. Para manter a marca ativa, principalmente na mente do público jovem, o nosso maior investimento hoje são as mídias sociais, as quais são o principal canal de pesquisa de moda e tendência.” Contudo, não menos importante que a conquista do cliente, é a sua fidelização. O atendimento, na opinião de Fernanda, é o que faz os consumidores retornarem à loja mesmo em um mercado dominado por grandes e-commerces. “Acreditamos muito ainda na humanização dos processos.” A utilização de embalagens de plástico biodegradável, a reciclagem do papel e a troca das lâmpadas por outras de LED são as iniciativas que a loja adota para reduzir o impacto ao meio ambiente.

LOJA DE PRODUTOS ESPORTIVOS

BOLIVAR

23,1%

DECATHLON 18,9% CENTAURO 18,6% LOJA DE REVELAÇÃO FOTOGRÁFICA

FOTO CÉLULA

23,1%

SH MARABÁ 13,3% KODAK 3,2% ÓTICA

DINIZ

41,6%

VISÃO 8,1% MATSUMOTO 7,1%

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


LOJA DE REVELAÇÃO FOTOGRÁFICA Há mais de 50 anos no mercado, a Foto Célula continua na memória do consumidor londrinense como o local onde ele vai revelar fotografias dos seus momentos especiais. A Foto Célula nasceu em 1961, em Rolândia, fundada por Terumi Koga e, com a evolução do mercado, passou a oferecer uma variedade maior de produtos e serviços relacionados à imagem e à impressão para consumidores, fotógrafos e empresas. Mesmo com a popularização da fotografia digital, os consumidores têm apreço pela foto de papel, diz Cristiane Koga, gestora financeira e administrativa da Foto Célula. A empresa ainda inova com a possibilidade de enviar os arquivos digitais pelo site, sem a necessidade de ir à loja, e com a confecção de álbuns que tornam os momentos ainda mais especiais. São quatro lojas em Londrina e uma em Telêmaco Borba, onde a empresa também mantém um estúdio fotográfico.

ÓTICA Sete lojas em Londrina e laboratórios digitais próprios e modernos para atender o consumidor com mais rapidez, preços mais acessíveis e qualidade. Esse é um dos diferenciais das óticas Diniz, que teve mais de

Top de

MARCAS O melhor Shopping da cidade agradece mais uma vez aos londrinenses PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

73


categoria varejo PET SHOP

AGRO TETTUS

40% das respostas do consumidor no prêmio Top de Marcas esse ano. Alex Lombardi, responsável pelo setor de Marketing e Propaganda das óticas em Londrina e região, diz que a franquia investiu muito esse ano em seus laboratórios próprios. “Fizemos novos investimentos tecnológicos para proporcionar qualidade e preço acessível.” Lombardi também explica que o fato de a ótica trabalhar com laboratório próprio, e não terceirizado, permite agilidade na entrega das lentes. As franquias também oferecem uma grande variedade de marcas, inclusive uma marca própria, com preços mais acessíveis, observa Lombardi. Dentro das óticas, a Diniz também se preocupa em disseminar boas práticas para diminuir os impactos ambientais. Um exemplo é o uso de copos de vidro em vez de copos descartáveis ao servir bebidas para os clientes. “Acho que o primordial é mantermos o nosso padrão de atendimento de qualidade de prestação de serviço aos nossos clientes. Isso faz com que o cliente tenha uma confiança muito grande na gente.”

PET SHOP Linha pet completa, aquarismo, cutelaria, pesca, tiro esportivo, jardinagem e camping. A Agro Tettus trabalha com todas essas ofertas ao consumidor, e assim se tornou conhecida do público em Londrina. O pet shop tem três lojas na região de Londrina, e sempre realiza promoções para incentivar as compras. Os canais digitais são um meio importante de comunicação. O atendimento também se dá via Facebook e WhatsApp, e no ano que vem a Agro Tettus pretende entrar com foco no e-commerce. Para atrair ainda mais o consumidor, esse ano a empresa fez reformas na fachada e investiu na sessão de pesca, uma área que considera ainda carente de produtos na região. “Também in-

74 — TO P D E M A RC A S 2 016

vestimos na facilidade de acesso, em treinamento, capacitação e pós-venda”, acrescenta Patrícia Defende, da Agro Tettus. A parceria com fornecedores, segundo ela, é uma das maneiras encontradas pela empresa de sempre oferecer produtos de qualidade. Preocupada com o meio ambiente, a loja faz a sua parte fazendo a destinação correta do lixo produzido e economizando energia elétrica.

SHOPPING CENTER Mesmo com um mercado de shopping centers movimentado na região, o Catuaí Shopping continua no páreo com mais da metade das menções dos londrinenses na pesquisa (54,1%). Todos os anos o centro de compras traz novas lojas e atrações diferentes ao consumidor, além de investir em sua estrutura. Em 2017, o Catuaí abriu 15 lojas e há mais sete em construção se preparando para inaugurar ainda esse ano. No total, são 265 lojas no espaço. O cinema foi reformado e o Catuaí trouxe ainda vários espetáculos no Dia das Mães e nos três meses seguidos; uma temporada gourmet; uma plataforma de férias no gelo com pista de patinação e um Ice Club; a semana de moda do Catuaí Trends; e uma feira de produtos naturais, funcionais e orgânicos com o Vila Verde. “E

3,7%

COM TOUR 1,9% FORT DOG 1,4%

SHOPPING CENTER

CATUAÍ

54,1% LONDRINA NORTE 20,0% BOULEVARD 17,3%

vem mais novidades por aí”, anuncia Priscilla Batista, gerente de Marketing do empreendimento. Melhorias na estrutura do shopping também são frequentes. Priscilla conta que esse ano o Catuaí aumentou o número de mesas nas praças de alimentação, colocou películas nos vidros e fez novo paisagismo na área externa. Os investimentos com foco ambiental também se destacam no empreendimento. Em 2017, o shopping trocou todas as lâmpadas da iluminação interna por lâmpadas de LED, gerando redução de até 45% ao ano no consumo de energia. 

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


PELOS LONDRINENSES

TO P D E M A RC A S 2 016 —

75


76 — TO P D E M A RC A S 2 016

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


BUFFET MARCAS

PLANALTO

2017 2016 2015

LOJA PRODUTOS NATURAIS

RESTAURANTE JAPONÊS

MARCAS

MARCAS

20,1% 25,4% 19,8%

RELVA VERDE

2017 2016 2015

14,8% 11,8%

2017 2016 2015

SUGOI 4,1% 3,7% —

ELITE

8,1% 8,2% 6,9%

MACROVIDA

8,3% 7,6%

JIN JIN

2,4% 4,4%

ATLÂNTICO

6,0% 7,3% 6,5%

MUNDO VERDE

1,9% 2,0%

DACHÔ

2,2% 5,9%

LAGUNA

3,6% 4,3% 3,0%

NUTRIBOM

1,4% 1,0%

KOZAN

2,2% 3,1% —

MORESS

1,9% 1,0%

GRANOLA DOURADA

0,8%

HOT AND HOLL

7,4% 3,9%

OUTROS

16,4% 13,8%

NÃO LEMBRA

70,5% 67,7%

-

OUTROS

11,8% 6,7% 9,5%

OUTROS

NÃO LEMBRA

48,5% 47,1% 50,8%

NÃO LEMBRA

CHURRASCARIA

65,4% 71,6%

BEBIDAS

ALIMENTAÇÃO

2,2%

RESTAURANTE SELF SERVICE

ÁGUA MINERAL

MARCAS

2017 2016 2015

MARCAS

MARCAS

32,0% 25,6% 27,1%

PANDOR

7,9% 12,9% 12,0%

DÁ LICENÇA

GALPÃO NELORE

14,9% 17,4% 11,1%

PADOKA

5,4% 3,3% 5,6%

LIMOZINI

10,6% 14,7% 11,2%

HOLANDESA

3,5% — —

MILANE ROGIMAR

MARCAS

CHIMARRÃO

PANIFICADORA 2017 2016 2015

VENTO SUL

9,3% 9,4%

RANCHO GRILL

2,6%

9,1%

2017 2016 2015

2017 2016 2015

14,2% 17,4% 13,9%

CRYSTAL

13,7% 19,6% 12,8%

MINEIRO

5,1% 4,6% 5,6%

D’FONTE

13,2% 10,9% 12,4%

AKIRA

2,2% 2,3% 2,2%

NESTLÉ

8,8% 9,6% 7,3%

3,5% — —

MUFFATO

2,0% — —

OURO FINO

6,3%

3,3% — —

CHOPPÃO

1,9% — —

SAFIRA

4,5% 4,3% 4,7%

5,2% 6,9%

OUTROS

11,5% 9,6% 12,2%

OUTROS

43,6% 37,1% 42,0%

OUTROS

37,4% 31,7% 30,8%

OUTROS

14,7% 9,7% 14,7%

NÃO LEMBRA

19,1% 18,7% 24,3%

NÃO LEMBRA

32,8% 36,9% 32,3%

NÃO LEMBRA

37,2% 38,1% 45,1%

NÃO LEMBRA

38,8% 40,7% 41,2%

DOCERIA MARCAS

PIZZARIA 2017 2016 2015

MARCAS

SORVETE 2017 2016 2015

MARCAS

CAFÉ 2017 2016 2015

MARCAS

2017 2016 2015

SODIÊ 10,4% 10,2% 8,2%

BORELLUCCIO

11,5% 10,3% 10,0%

SÁVIO

39,6% 37,8% 33,0%

ITAMARATY

38,3% 41,4% 35,9%

HACHIMITSU

8,4% 11,9% 5,8%

PIZZA HUT

8,0%

KIBON

35,8% 35,7% 41,2%

3 CORAÇÕES

10,7%

MISTER CUCA

5,8% 4,9% 4,5%

PIO BELLA

7,1% 8,9% 6,8%

GELONI

5,4% 7,3% 7,2%

PELÉ

6,8% 7,4% 6,3%

CACAU SHOW

4,1%

RAVENNA

4,6% 4,7% 2,8%

GELA BOCA

3,6% 2,6%

MINEIRO

6,5% 4,9%

DOCE SABOR

4,0% 4,5% 3,0%

CHOPPÃO

3,8% — —

TOTTI

2,3% — —

PILÃO

6,3% 7,5% 6,3% 25,7% 25,5% 26,7%

9,1% 4,5%

9,5%

9,1%

OUTROS

14,8% 14,3% 13,2%

OUTROS

44,7% 39,3% 38,4%

OUTROS

7,9% 8,9% 7,9%

OUTROS

NÃO LEMBRA

52,5% 45,1% 62,6%

NÃO LEMBRA

20,3% 23,5% 30,0%

NÃO LEMBRA

5,4% 4,0% 4,8%

NÃO LEMBRA

FRANGO MARCAS

BIG FRANGO COPACOL

2017 2016 2015

49,6% 52,3% 53,5% 14,8% 16,5% 14,3%

RESTAURANTE CHINÊS

SUPERMERCADO

CERVEJA

MARCAS

MARCAS

MARCAS

CHINA IN BOX

2017 2016 2015

17,5% 18,3% 18,1%

SUPER MUFFATO

2017 2016 2015

57,6% 57,1% 47,6%

9,1% 10,8%

5,7% 4,2% 6,2%

2017 2016 2015

BRAHMA

35,9% 42,2% 44,0% 35,7% 38,4% 36,9%

TAIWAN

9,7% 8,1% 7,1%

VISCARDI

9,2% 9,9% 9,2%

SKOL

SADIA

6,7% 6,2% 5,8%

JIN JIN

6,0%

SANTARÉM

4,5% 3,7%

HEINEKEN

4,4% 2,8% 1,7%

SEARA

3,6% 2,1%

TAI PEI

2,8% 3,0%

SUPER GOLFF

4,1% 6,6% 10,0%

ITAIPAVA

4,2% 3,6% 3,3%

4,1% — —

-

7,2% 6,6% 2,3%

MARINGÁ

1,9% 3,5% 2,6%

MINATO

BUDWEISER

2,8% — —

OUTROS

7,8% 4,6% 6,2%

OUTROS

11,2% 11,5% 12,6%

OUTROS

19,7% 18,6% 21,9%

OUTROS

11,3% 6,6% 6,1%

NÃO LEMBRA

50,7% 49,2% 51,3%

NÃO LEMBRA

0,8%

NÃO LEMBRA

NÃO LEMBRA

15,6% 14,8% 15,8%

PELOS LONDRINENSES

2,1% — —

GOLFINHO

0,7%

1,4%

5,7%

2,2% 4,4%

TO P D E M A RC A S 2 016 —

77


acumulados LEITE

TELEJORNAL LOCAL

CATIVA

35,3% 38,4% 44,8%

POLLY

25,2% 21,1% 21,7%

TIROL

9,5% 10,5% 6,8%

LÍDER

9,2% 9,2% 5,4%

PARMALAT

3,7% 6,3% 6,0%

OUTROS NÃO LEMBRA

13,6% 12,7% 13,2% 3,5%

1,8%

2,1%

REFRIGERANTE MARCAS

2017 2016 2015

COCA — COLA

63,7% 63,3% 63,9%

GURANÁ ANTARCTICA

16,6% 16,5% 15,7%

REFRIKO

7,3% 8,3% 5,9%

FANTA

3,1% 2,6% 3,7%

PEPSI

1,2% — —

OUTROS

5,4% 5,6% 6,4%

NÃO LEMBRA

2,7%

1,3% 2,0%

VINHO MARCAS

MARCAS

TRIBUNA DA MASSA — REDE MASSA / SBT

12,5%

10,6%

16,6%

TEMPO QUENTE — TAROBÁ / BAND

6,6%

8,9%

8,2%

JORNAL TAROBÁ — TAROBÁ / BAND

6,2%

7,6%

4,1%

PRIMEIRA HORA — TAROBÁ / BAND

6,2%

OUTROS

21,3% 11,6% 7,0%

NÃO LEMBRA

24,2%

TRIBUNA DA MASSA – REDE MASSA / SBT 17,0%

RÁDIO AM

10,3%

DESTAQUE — REDE MASSA / SBT

7,9%

5,5%

4,1%

BALANÇO GERAL — RIC TV / RECORD

5,8%

4,6%

4,7%

VITRINE REVISTA — TAROBÁ / BAND

5,0%

4,3%

6,3%

OUTROS

17,6% 8,7% 17,4%

NÃO LEMBRA

36,4%

33,7% 32,8% 34,6%

PAIQUERÊ

29,0% 40,7% 32,5%

CAMPO LARGO

7,9% 11,7% 10,0%

ALVORADA

7,9% 4,9% 7,4%

JORNAL DE LONDRINA (JL) 6,2%

3,9% 15,5%

SANGUE DE BOI

2,1%

2,3%

1,6%

BRASIL SUL

3,2%

FOLHA DE S. PAULO

0,8%

0,7%

1,8%

DO AVÔ

1,7%

GLOBO

3,2% 3,0% 4,9%

NOSSO DIA

0,8%

QUINTA DO MORGADO

1,6%

CBN

1,9% 1,4%

GAZETA DO POVO

0,6%

OUTROS NÃO LEMBRA

2,4% 3,8%

5,1% 4,7% 4,9% 49,7% 42,9% 43,7%

MARCAS

FOLHA DE LONDRINA

OUTROS NÃO LEMBRA

SUCO DE LARANJA

RÁDIO FM

MARCAS

MARCAS

2017 2016 2015

PAIQUERÊ

23,7% 28,2% 29,1%

BONDE

PRATS

2017 2016 2015

26,0% 24,4%

2017 2016 2015

1,5% 2,6%

1,1% 1,7% 1,8% 17,5% 13,2% 11,4%

PORTAL DE NOTÍCIAS MARCAS

2017 2016 2015

26,8% 26,5% 19,9%

19,1% 19,8%

FOLHA

17,5% 17,9% 12,9%

G1

4,3% 6,3% 3,1%

NATU

11,2% 13,2%

JOVEM PAN

16,9% 20,7% 14,2%

UOL

2,2% 6,3% 1,2%

DEL VALE

6,0%

IGAPÓ

9,1% 10,0% 10,2%

TAROBÁ NEWS

1,7%

TAMPIKO

5,4% 6,3%

MASSA

4,5% 4,4% 6,3%

MASSA NEWS

1,3%

OUTROS

11,8% 9,9%

OUTROS

10,1% 7,9% 13,1%

OUTROS

NÃO LEMBRA

20,5% 21,0%

NÃO LEMBRA

18,2% 10,9% 14,2%

NÃO LEMBRA

78 — TO P D E M A RC A S 2 016

32,3%

73,0% 78,0% 66,4%

TANG

5,4%

46,6%

11,7%

JORNAL

GUARAVERA

18,4% 17,9% 13,3%

23,5% 10,3%

2017 2016 2015

34,6% 29,9% 34,8%

25,1%

2017 2016 2015

20,0%

TEMPO QUENTE — TAROBÁ / BAND

MARCAS

NÃO LEMBRA

18,8%

PROGRAMA DE TV LOCAL MARCAS

2017 2016 2015

OUTROS

2017 2016 2015

PARANÁ TV — RPC/ GLOBO 23,0% 32,6% 28,6%

EDUCAÇÃO

2017 2016 2015

COMUNICAÇÃO

MARCAS

5,4% 4,5% 4,8% 58,3% 53,2% 64,2%

EMISSORA DE TV

COLÉGIO PARTICULAR

MARCAS

MARCAS

2017 2016 2015

2017 2016 2015

RPC (GLOBO)

55,6% 64,6% 53,7%

MAXI

34,8% 33,7% 29,5%

REDE MASSA (SBT)

16,2% 17,5% 18,6%

MARISTA

12,0% 18,1% 14,7%

TAROBÁ (BAND)

9,5% 6,9% 8,4%

LONDRINENSE

8,5% 6,5%

RIC (RECORD)

9,1% 6,9% 10,2%

PORTINARI

4,5% 5,1% 7,5%

TELECINE

0,5% — —

ADVENTISTA

OUTROS

4,8% 2,6% 4,3%

OUTROS

23,7% 18,9% 22,6%

NÃO LEMBRA

4,3%

NÃO LEMBRA

12,0% 11,6% 14,2%

1,1% 4,3%

4,5% — —

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


2017 2016 2015

SIGMA

22,6% 22,5% 22,3%

SENAI

31,1% 27,9% 29,9%

NEO DNA

10,3% 11,3%

SESC

14,9% 7,7% 6,2%

MAXI

8,2% 8,6% 10,3%

SENAC

13,8% 16,4% 13,5%

UEL

5,1% 2,9% 2,0%

CEBRAC

UNIFIL

2,5% — —

EPSESMEL

OUTROS

9,2% 8,0% 10,2%

OUTROS

14,0% 10,3% 16,1%

NÃO LEMBRA

20,5% 29,1% 26,0%

NÃO LEMBRA

9,7%

42,1% 44,1% 41,9%

3,8% 6,3% 6,0% 1,9% — —

EDUCAÇÃO INFANTIL

ENSINO A DISTÂNCIA

MARCAS

MARCAS

2017 2016 2015

O PEIXINHO

9,5% 13,0% 9,2%

UNOPAR

MAXI JUNIOR

4,5% 6,4% 4,5%

UNIFIL

DÔMINOS

2,5% — —

EDUCATIVA

1,9% 3,6% 2,8%

BIODIVERSIDADE

1,7% — —

2017 2016 2015

46,6% 44,2%

6,1% 7,3%

UNICESUMAR

3,4% 3,4%

PITAGÓRAS

0,6% — —

CEEBJA

0,6% — —

OUTROS

37,9% 33,5% 40,0%

OUTROS

NÃO LEMBRA

42,0% 40,2% 40,5%

NÃO LEMBRA

3,3% 1,5% — 39,4% 42,7%

ESCOLA DE DANÇA

UNIVERSIDADE PARTICULAR

CASA NOTURNA

MARCAS

2017 2016 2015

MARCAS

MARCAS

ESPAÇO LATINO

5,1% 7,0%

UNOPAR

45,3% 50,8% 47,3%

2800/ KINGDOM

2017 2016 2015

IMÓVEIS

ESC. PROFISSIONALIZANTE MARCAS

2017 2016 2015

ENTRETENIMENTO

CURSINHO PRÉ-VESTIBULAR MARCAS

CONSTRUTORA 2017 2016 2015

MARCAS

2017 2016 2015

13,5% 13,1% 12,0%

A.YOSHII

29,3% 35,4% 32,5%

MARQUINHOS FLAP

3,5%

3,3%

UNIFIL

23,4% 22,9% 16,6%

ESCRITÓRIO BAR

7,0% 4,2% 4,9%

PLAENGE

11,0% 14,4% 12,9%

CASA DA DANÇA

2,3%

1,0%

PITÁGORAS

11,3% 9,4% 9,4%

SANTARENA

3,2% 11,3% 9,5%

MRV

6,8% 5,2% 3,7%

AUGUSTO BOGO

1,9%

2,3%

PUC

5,8% 4,0% 6,6%

VALENTINO

2,3% 2,1% —

VECTRA

4,6% — —

FUNCART

1,7% — —

UEL

1,9% — —

VITROLA BAR

1,9%

YITCON

3,7% 2,8% 3,5%

OUTROS

8,9% 7,3%

OUTROS

4,4% 2,2% 4,7%

OUTROS

13,5% 11,1% 9,4%

OUTROS

9,0% 8,9% 16,9%

NÃO LEMBRA

7,9% 10,1% 13,2%

NÃO LEMBRA

58,6% 56,7% 59,1%

NÃO LEMBRA

NÃO LEMBRA

76,6% 77,1%

ESCOLA DE IDIOMAS

ESCOLA INTERNACIONAL

CINEMA

MARCAS

2017 2016 2015

MARCAS

MARCAS

WIZARD

25,7% 24,1% 22,5%

ST. JAMES

FISK

15,4% 18,7% 18,7%

MAXI HIGH SCHOOL

2,4%

CCAA

7,4% 9,4% 10,3%

CULTURAL

CULTURAL

6,6% 7,4% 3,7%

WIZARD

CULTURA INGLESA

6,2% 5,8%

4,7%

OUTROS

12,3% 10,6% 12,5%

NÃO LEMBRA

26,4% 24,0% 27,6%

NÃO LEMBRA

2017 2016 2015

10,1%

IMOBILIÁRIA 2017 2016 2015

MARCAS

2017 2016 2015

CINE ARAÚJO/CATUAÍ 26,9% 37,4% 30,6%

SANTAMÉRICA

6,3% 9,0% 7,0%

CINEMARK/BOULEVARD 25,0% 23,9% 20,0%

MÔNACO

6,3% 6,4% 7,2%

1,5% — —

CINESYSTEM/LONDRINA N. 14,7% 12,4% 8,8%

VENEZA

5,7% 6,3% 4,0%

1,5% — —

OURO VERDE

PEREZ

4,8% 6,4% 5,4%

HAVARD

0,9% — —

OUTROS

7,1% — — 76,5%

5,0%

2,1%

1,9%

LUMIERI / ROYAL

2,2%

2,4%

OUTROS

4,2% 2,5% 14,2%

NÃO LEMBRA

CLUBE SOCIAL

MARCAS

MARCAS

STUDIO DESIREE SOARES 38,3% 39,8% 39,2%

IATE CLUBE

STUDIO CDI

2,2% 2,8% 3,0%

GRÊMIO

CASA BLANCA

1,0%

AREL

IPS

0,2% — —

PASSARELA OUTROS NÃO LEMBRA

35,6% 30,0% 28,2%

— —

ESCOLA DE MODELO 2017 2016 2015

22,0% 19,3% 35,0%

INGLATERRA

4,5% — —

OUTROS

36,7% 30,8% 36,2%

NÃO LEMBRA

35,7% 36,1% 36,5%

LOJA MAT. CONSTRUÇÃO 2017 2016 2015

MARCAS

2017 2016 2015

TODIMO

11,0% 11,5% 11,2%

10,1% 12,3% 13,6%

TELHANORTE

10,8% 11,9% 12,7%

8,4% 8,0% 5,4%

SÃO MARCOS

10,8% 14,6% 10,9%

COUNTRY CLUB

6,1% 4,4% 5,2%

ALVORADA

8,9% 6,3% 4,6%

0,2% — —

AFML

4,1% — —

LEROY MERLIN

1,8% 1,1% 1,9%

OUTROS

13,7% 8,7% 14,2%

OUTROS

29,3% 16,3% 31,0%

NÃO LEMBRA

34,7% 38,5% 35,0%

NÃO LEMBRA

20,7% 30,9% 22,9%

2,7% 3,9%

56,3% 52,6% 50,4%

PELOS LONDRINENSES

22,9% 23,7% 22,8%

8,5% 8,5%

6,7%

TO P D E M A RC A S 2 016 —

79


acumulados LOJA MAT. ELÉTRICOS

PLANO ASSIST. E FUNERAL

BARBEARIA

MARCAS

MARCAS

MARCAS

2017 2016 2015

2017 2016 2015

2017 2016 2015

ECONOLUX

4,4% 4,1% 4,1%

GRAM

19,8% 17,5% 24,2%

UOMO

1,3% 3,3%

ELETROTRAFO

4,2% 5,0% 5,9%

UNIPAX

18,6% 19,5% 19,1%

PRADO

1,2% 1,0%

— —

LEROY MERLIN

3,5%

UNIÃO

4,1% 4,7% 4,1%

CAMISA 10

0,9%

ELETRO REDE

3,0%

PARQUE DAS ALAMANDAS

4,0%

ERIC

0,9% — —

2,6%

7,8% 3,8%

3,6%

3,9%

BOM PASTOR

3,9%

OUTROS

20,6% 12,1% 20,8%

OUTROS

5,7% 4,5% 5,9%

NÃO LEMBRA

61,7% 66,2% 60,1%

NÃO LEMBRA

ELETRO CONDOLUZ

SAÚDE

— —

43,9% 48,0% 40,2%

BARBEARIA

0,6% — —

OUTROS

15,7% 7,1% —

NÃO LEMBRA

79,4% 85,5%

PLANO DE SAÚDE

CONSÓRCIO

MARCAS

MARCAS

2017 2016 2015

UNIMED

61,0% 66,0% 66,7%

UNIÃO

HOSPITALAR

11,4% 8,6% 7,5%

2017 2016 2015

55,0% 54,8% 55,9%

NORPAVE

2,7% 1,5% 2,0%

UNIPAX

3,7% 4,1% 5,3%

HONDA

1,9% 2,1% 2,5%

CAAPSML

1,9% 2,1% 1,8%

NACIONAL

1,3% — —

SAS

1,3% — —

METRONORTE

0,8% — —

8,3% 7,4% 6,0%

OUTROS

OUTROS NÃO LEMBRA

12,4% 10,1% 11,4%

NÃO LEMBRA

9,4% 8,2% 7,8% 28,9% 31,1% 27,4%

ACADEMIA DE GINÁSTICA

FARMÁCIA MANIPULAÇÃO

EMPRESA TRAB. TEMPORÁRIO

MARCAS

MARCAS

MARCAS

EVOLUTION

2017 2016 2015

5,5% 8,5% 4,0%

LONDRIFÓRMULAS

2017 2016 2015

28,4% 30,7% 27,8%

17,3% 18,6% 23,7% 16,5% 12,8% 13,5%

IRON

3,5% 11,2% 5,2%

PHLORACEAE

13,7% 15,1% 11,8%

SINE

FITNESS

2,5% 2,7%

VALE VERDE

9,4%

ADMITA

VIA SPORT

2,2%

DROGAMAIS

2,2% 1,7% 4,1%

EVOLUÇÃO

2,1% — —

NISSEI

1,9% — —

OUTROS

30,3% 19,9% 24,0%

OUTROS

NÃO LEMBRA

53,9% 53,5% 59,9%

NÃO LEMBRA

CLÍNICA DE IMAGEM

HOSPITAL

MARCAS

MARCAS

2017 2016 2015

EVANGÉLICO

SERVIÇO

2,5%

7,6% 11,2%

8,6% 5,5% 7,1% 35,8% 38,1% 36,3%

2017 2016 2015

39,4% 37,8% 36,6%

2017 2016 2015

LABOR

2,9% 2,1% 2,2%

ALTERNATIVA

1,5% 1,7% —

EMPLOYER

1,0% — —

OUTROS NÃO LEMBRA

6,5% 3,0% 5,5% 54,3% 61,0% 53,0%

ESTACIONAMENTO MARCAS

ESTACENTER

2016 2015 2014

8,8% 9,4% 6,2%

LAB IMAGEM

29,5% 25,1% 19,9%

ULTRAMED

9,3% 9,4% 7,0%

HU

14,4% 19,2% 23,8%

ROYAL PARK

6,3%

8,1% 10,1%

CLINILAB

6,3% 6,6% 5,2%

HOSPITAL DO CORAÇÃO

12,0% 10,7% 6,9%

CENTRAL PARK

5,8%

3,5%

ULTRACLIN

2,6% — —

SANTA CASA

11,4% 12,7% 11,9%

LONDRI PARK

2,4%

1,6% 2,4%

CLINIMAGEM

2,0% 1,9% 2,8%

ZONA NORTE

5,6%

PARK CENTER

2,0%

OUTROS

8,4% 5,5% 6,5%

OUTROS

OUTROS

9,1% 3,9% 7,7%

NÃO LEMBRA

41,9% 50,3% 54,9%

FARMÁCIA MARCAS

2017 2016 2015

NÃO LEMBRA

14,9% 13,7% 13,8% 2,3%

1,7%

2,4%

NÃO LEMBRA

LABORATÓRIO ANÁLISE CLÍNICA

AUTOESCOLA

MARCAS

MARCAS

2017 2016 2015

65,6% 72,7% 66,7%

GRÁFICA 2017

2016

2015

2017 2016 2015

38,7% 39,8% 32,6%

LAB IMAGEM

21,4% 21,5% 15,0%

DROGAMAIS

21,0% 25,5% 28,1%

OSWALDO CRUZ

8,8% 8,8% 10,2%

PRATIKA

NISSEI

18,3% 18,3% 15,3%

ULTRAMED

7,3% 4,6% 6,2%

SILVA

DROGA RAIA

6,0%

3,6% 5,2%

CLINILAB

6,1% 5,3% 5,4%

CENTRAL

4,2% 6,0%

PREÇO POPULAR

2,3%

3,2%

CETEL

3,0% 2,0% 3,1%

SANTANA

3,8% 4,2% 4,3%

MC COPIAS

OUTROS

11,4% 8,7% 14,5%

OUTROS

6,4% 3,7% 5,8%

OUTROS

16,6% 15,4% 18,7%

OUTROS

14,7% 10,8% 10,4%

NÃO LEMBRA

2,3% 0,9% 3,0%

NÃO LEMBRA

NÃO LEMBRA

25,6% 23,0% 26,3%

NÃO LEMBRA

53,0% 52,2% 57,8%

8 0 — TO P D E M A RC A S 2 016

47,0% 54,1% 54,3%

39,1% 40,2% 36,8%

MARCAS

VALE VERDE

PARANÁ

5,7%

IPÊ

12,0% 13,7% 12,8%

5,8% 6,3% 4,8%

MIDIOGRAF

10,2% 14,9% 8,6%

4,9% 4,9% 6,2%

LÍDER

6,7% 6,1% 7,5%

GRAFMARK

1,9% — —

1,5%

1,1%

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


LAVANDERIA 2017 2016 2015

19,8% 25,0% 18,9% 3,7% 5,9%

CISNE

1,5% 0,5% 0,7%

VAPT VUPT

0,4% 0,5%

CLAREAR

0,3% — —

OUTROS NÃO LEMBRA

5,7%

1,7%

4,6% 2,8% 4,6% 69,7% 64,6% 66,8%

ÔNIBUS RODOVIÁRIO MARCAS

VIAÇÃO GARCIA

2017 2016 2015

75,0% 79,9% 77,4%

BRASIL SUL

5,0% 5,6% 4,8%

GRANDE LONDRINA

3,4%

4,1% 4,0%

OURO BRANCO

1,8%

1,7% 3,9%

TIL

1,4% 1,0%

OUTROS

5,1% 4,5% 4,5%

NÃO LEMBRA

8,3%

3,2%

VAREJO

BOLHA DE SABÃO

TURISMO

5ÀSEC

TELEFONIA

MARCAS

3,7%

SALÃO DE CABELEIREIRO

OPERADORA TELEFONE FIXO

AGÊNCIA DE TURISMO

AUTOPEÇAS

MARCAS

MARCAS

MARCAS

MARCAS

LINCON TRAMONTINI

2017 2016 2015

2017 2016 2015

SERCOMTEL

FÁTIMA MARTINS

3,6%

4,7%

3,1%

VIVO

7,8% 2,9%

GARCIA TUR

1,5% 0,9%

GEVASCO

6,1% 6,3% 3,0%

STUDIO ONE

2,0%

1,9%

1,9%

TIM

5,3% 5,3% 5,6%

ALBATROZ

1,1% 2,1% 2,6%

ARAGUAIA

3,0% 2,1% 4,0%

FÁBIO FARIAS

1,4%

1,5%

1,4%

0,9%

0,7%

CVC

2,5%

NET

5,1% — —

STRIK TURISMO

1,0%

VIA EXPRESSA

1,7%

3,2% 8,1% 8,8%

CANDEIAS

1,0% — —

JARU

1,3% — —

9,0% 7,3% 8,0%

OUTROS

19,5% 14,6% 18,0%

NÃO LEMBRA

57,2% 56,3% 57,9%

38,1% 28,2% 38,7%

OUTROS

4,0% 3,2% 0,7%

OUTROS

NÃO LEMBRA

49,1% 55,5% 46,8%

NÃO LEMBRA

3,3%

NÃO LEMBRA

1,8%

3,5%

1,0%

AUTO PEÇAS LONDRINA 11,2% 17,0% 11,6%

GVT

OUTROS

45,6% 43,0% 43,0%

OPERADORA DE CELULAR

HOTEL

MARCAS

2017 2016 2015

MARCAS

2017 2016 2015

TIM

41,4% 49,9% 46,3%

BOURBON

33,8% 33,7% 38,3%

OI

19,9% 18,3% 23,3%

SUMATRA

VIVO

17,5% 14,9% 11,2%

BLUE TREE

SERCOMTEL

16,8% 13,9% 14,0%

1,7% 2,2%

COLCHÃO MARCAS

2017 2016 2015

CASTOR

56,1% 49,9% 58,3%

6,0% 9,7% 8,4%

ORTOBOM

24,6% 31,6% 22,9%

5,2% 9,6% 4,0%

GAZIM

CRYSTAL

4,9% 6,1% 3,8%

AMERICANFLEX

1,1% 1,7% 1,6%

3,2% — —

ANJOS

0,7% 0,7%

3,2% 3,3% 1,4%

CLARO

2,7% 1,7% 2,1%

BRISTOL

OUTROS

0,2% 0,1% 0,4%

OUTROS

20,7% 16,6% 16,2%

OUTROS

4,2% 2,4% 4,1%

NÃO LEMBRA

1,5%

NÃO LEMBRA

26,2% 20,8% 26,4%

NÃO LEMBRA

10,1% 10,4% 10,9%

1,2%

2,7%

PROVEDOR DE INTERNET

LOCAL PARA EVENTOS

CONCESSIONÁRIA

MARCAS

MARCAS

MARCAS

SERCOMTEL

PELOS LONDRINENSES

40,8% 45,0% 42,3%

2017 2016 2015

4,9% 7,5% 6,4%

CARLINHOS E CLAUDETE

71,3% 74,3% 74,0%

2017 2016 2015

2017 2016 2015

2017 2016 2015

2017 2016 2015

46,1% 50,3% 44,6%

CENTRO DE EVENTOS

14,5% 18,6% 11,6%

METRONORTE

NET

15,3% 9,6% 11,5%

PARQUE NEY BRAGA

14,3% 23,2% 22,3%

NORPAVE

9,5% 7,3% 8,1%

VIVO

10,9% 3,9%

PLANALTO

5,2% 5,0% 3,4%

MARAJÓ

8,9% 7,3% 7,3%

CIPASA

8,8% 10,2% 12,7%

2,4%

1,9%

20,2% 26,8% 24,3%

GVT

7,1% 15,1% 21,9%

CHÁCARA GRACIOSA

1,8%

TIM

3,2% 2,4% 1,2%

MORINGÃO

1,3% 1,5%

OUTROS

4,9% 3,7% 4,4%

OUTROS

18,7% 9,6% 12,5%

OUTROS

17,4% 15,1% 8,1%

NÃO LEMBRA

12,5% 15,0% 14,9%

NÃO LEMBRA

44,2% 39,7% 46,1%

NÃO LEMBRA

31,1% 30,8% 35,9%

TROPICAL

4,1% 2,5% 3,6%

TO P D E M A RC A S 2 016 —

81


acumulados FLORICULTURA

LOJA REVEL. FOTOGRÁFICA

MARCAS

SHANGRI—LÁ

2017 2016 2015

12,6% 14,3% 10,1%

MARCAS

2017 2016 2015

FOTO CÉLULA

23,1% 27,5% 26,2% 13,3% 16,6% 17,3%

BEIJA—FLOR

8,3% 7,1% 9,2%

SH MARABÁ

PARAÍSO

4,9% 4,2% 4,0%

KODAK

3,2% 2,4% 4,0%

ACÁCIA

4,8% 6,7% 9,0%

COLORTEC

0,8% — —

1,6%

CHEIA DE GRAÇA

FOTO FAMILY

0,7%

OUTROS

11,5% 7,8% 7,7%

1,4%

1,2%

OUTROS

5,1% 3,4% 4,1%

NÃO LEMBRA

56,3% 58,5% 58,8%

NÃO LEMBRA

LOJA DE CALÇADOS

ÓTICA

MARCAS

MARCAS

CASAS AJITA

2017 2016 2015

35,8% 36,5% 41,3%

DINIZ

53,8% 48,1% 46,0%

2017 2016 2015

41,6% 40,2% 44,4%

BOLIVAR

27,1% 26,2% 24,1%

VISÃO

PÉ QUENTE

5,6%

MATSUMOTO

7,1% 8,1% 6,7%

MOCASSIM

4,6% 4,5% 6,1%

GOUVEIA

5,9% 9,0% 7,2%

2,7% — —

QUINTINO

2,6% 3,2% 3,3%

OUTROS

21,1% 16,4% 18,2%

NÃO LEMBRA

13,6% 13,7% 12,7%

ARACALCE OUTROS NÃO LEMBRA

7,6%

7,1%

18,4% 17,5% 14,7% 5,8%

3,7% 4,2%

LOJA DE COSMÉTICOS

PET SHOP

MARCAS

MARCAS

LÉO COSMÉTICOS O BOTICÁRIO

2017 2016 2015

59,8% 54,6% 55,7% 12,3% 17,4% 12,3%

8,1% 9,4% 7,5%

2017 2016 2015

AGRO TETTUS

3,7% 3,1% 4,3%

COM—TOUR

1,9% 1,6% 2,0%

FACE BELA

1,9% 3,0% 3,6%

FORT DOG

1,4%

1,6%

NATURA

1,1% 1,8% 1,6%

PET SHOW

1,0%

0,9% 0,9% 0,8%

JOLIE

0,9% — —

OUTROS

19,5% 13,2% 15,8%

NÃO LEMBRA

71,6%

AVON OUTROS NÃO LEMBRA

4,8% 4,9% 4,7% 19,2% 17,4% 21,3%

LOJA DE MÓVEIS MARCAS

77,5% 74,3%

MARCAS

MÓVEIS BRASÍLIA

46,1% 48,1% 45,5%

CATUAÍ

CASAS BAHIA

18,0% 20,6% 19,4%

LONDRINA NORTE

MAGAZINE LUIZA

10,2% 9,6% 8,3%

2017 2016 2015

54,1% 53,8% 59,0% 20,0% 15,8% 11,7%

BOULEVARD

17,3% 19,8% 17,4%

DARON

2,1% 2,3% 4,2%

ROYAL

4,6% 6,3% 7,1%

PONTO FRIO

1,3%

COM TOUR

1,3%

OUTROS

1,2% 1,6% 1,0%

NÃO LEMBRA

1,5%

OUTROS NÃO LEMBRA

ESPECIAIS LESPECIAIS ESPECIAIS ESPECIAIS ESPECIAIS

SHOPPING CENTER 2017 2016 2015

13,2% 10,5% 12,6% 9,1%

7,1% 8,0%

0,6%

2,0%

LOJA PRODUTOS ESPORTIVOS

TOP MEIO AMBIENTE

TOP DO TOP

MARCAS

MARCAS

MARCAS

BOLIVAR

2017 2016 2015

23,1% 29,1% 25,7%

YPÊ

DECATHLON

18,9% 15,1% 8,4%

CENTAURO

18,6% 16,2% 18,4%

2017 2016 2015

COCA - COLA

NATURA

2,5% 4,1% 4,7%

OMO

9,3% 7,9% 6,8%

O BOTICÁRIO

2,2%

NIKE

6,9% 9,5% 9,3% 5,0% 3,6% 3,8%

2,2% 1,6%

KARILU

1,5% — —

KURICA

2,1% — —

NESTLÉ

NETSHOES

0,9% — —

A.YOSHII

1,9% 2,6% 4,5%

BRASTEMP

OUTROS

8,8% 9,5% 10,4%

OUTROS

16,9% 20,3% 18,8%

OUTROS

NÃO LEMBRA

70,9% 62,8% 62,1%

NÃO LEMBRA

NÃO LEMBRA

28,2% 26,6% 33,9%

82 — TO P D E M A RC A S 2 016

2017 2016 2015

3,5% 5,4% 5,8%

9,5% 11,4% 14,0%

4,1% 4,1%

60,8% 57,7% 58,8% 4,4% 5,8%

3,2%

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S


8 4 — TO P D E M A RC A S 2 016

A S M A RC A S M A I S L E M B R A D A S

Revista Top Marcas 2017  
Revista Top Marcas 2017  
Advertisement