Issuu on Google+


www.boek861.com http://boek861.blog.com.es/ BOEK VISUAL


Encontrei a Poesia Visual no meu processo de aprendizagem, ainda aluno de uma escola de arte. Mais tarde a materialização de uma certa forma de aproximação à escrita, que denominei por escripintura, teve o reconhecimento de algumas pessoas que em Portugal são verdadeiramente os poetas visuais, ou pessoas que se aproximam desta problemática. Reconhecer-me poeta visual seria reduzir o âmbito do meu trabalho criativo - e um tanto abusivo do território daqueles que em exclusivo por aqui se movimentam, mas também serei um poeta visual na particularidade de algumas realizações. Todavia a abrangência que aproxima o desenho, a pintura, as letras, e as palavras implícitas ou explícitas, tudo dominado por uma intenção comunicativa, coloca-me uma questão conceptual que devo salientar. A intenção comunicativa começou pela escripintura, valorização do lado arbitrário da escrita, assente num processo


de descodificação e codificação dos elementos significantes dessa escrita, as letras, mas também representando a mesma escrita, ou figurando-a. Escrevendo o indizível, complementares dimensões simbólicas são uma exigência, e de um modo abrangente da mesma imaginação clarificadora de algo pré-existe, ou o próprio sentido criativo exige-me a experimentação mais sintonizada - requerida pelos próprios desafios da arte postal, da arte processada por meio da internet e, por que não dizer, de um entendimento reportado à Poesia Visual. Toda a arte do desenho e da pintura assume-se Poesia, e se não é Poesia Visual, é com certeza Visual, no todo e nos particulares desenvolvimentos, que reúno e são as diferenças do mesmo. A própria escrita existe para que a obra seja obra, e assim este texto faz parte dela. Emerenciano Porto, 2009-09-23


Emerenciano nasceu em Ovar em 1946. Curso de Pintura Decorativa na Escola de Artes Decorativas Soares do Reis no Porto. Licenciado em Artes Plásticas – Pintura, em 1976, pela Escola Superior de Belas-Artes do Porto, depois de cumprir o serviço militar e mais de dois anos na denominada guerra colonial. Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian, instituição que lhe concede ainda um subsídio de investigação, outro de viagem de estudo que realiza a Paris em 1986. A partir de 1973 define por aproximação à escrita a sua pintura, título de uma exposição individual que realiza na Galeria Módulo em 1979, a primeira que realiza na cidade do Porto, de um percurso orientado pela motivação da escrita como um propósito, sem desejar ultrapassar a fronteira que separa as imagens das palavras. A escrita é representada. Depois, outros desenvolvimentos complementares são assumidos, e uma escrita virá a declara-se através de textos de reflexão, e a escrita poética leva o autor a publicar livros. Em 1980 inicia a participação regular em exposições internacionais de Arte-Postal e de Poesia Visual, aceitando os convites que lhe são dirigidos, e a motivação constitui factor suficiente de realização de afins desenvolvimentos próximos da poética dos correios, caracterizada pelo pequeno formato, envelope, bilhete postal, selo, e carimbo. Participa em 2000 em representação da Câmara Municipal de Ovar num Plenário Internacional de Artistas que decorreu na cidade de Pernik - Bulgária.


EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS (selecção) 1974 – Galeria Diedro, Leiria. 1979 – Galeria Módulo, Porto. 1980 – Galeria de Arte Moderna - Sociedade Nacional de Belas-Artes, Lisboa. 1981 – Galeria Roma e Pavia, Porto. 1981 – Museu de Ovar, Ovar. 1982 – Galeria do Círculo de Artes Plásticas, Coimbra. 1985 – Galeria do Jornal de Noticias, Porto. 1986 – Câmara Municipal de Ovar com o patrocínio da Fundação Pepolim, Ovar. 1987 – Galeria Municipal de Aveiro, Aveiro. 1987 – Biblioteca Nacional, promoção da Galeria R75, Lisboa. 1990 – Galeria Quadrado Azul, Porto. 1990 – Galeria Soctip, Lisboa. 1991 – Galeria da Praça, Porto. 1994 – Galeria Pátio do Marquês, Ovar. 1994 – Cooperativa de Actividades Artísticas Árvore, Porto. 1994 – Museu Municipal Dr. Santos Rocha, Figueira da Foz. 1995 – Galeria Municipal, Vila Franca de Xira. 1996 – Galeria Ara, Lisboa. 1999 – Cooperativa de Actividades Artísticas Àrvore, Porto. 2000 – Galeria ARA, Lisboa. 2001 – Arquivo Distrital , Vila Real. 2001 – Biblioteca Municipal de Ovar, Ovar 2001 – Biblioteca Almeida Garret- Galeria do Palácio, Porto.


2002 – Cooperativa Árvore, Porto. 2004 – Galeria ARA, Lisboa. 2006 – Centro Cultural Vila das Aves, Vila das Aves. 2007 – Lugar do Desenho – Fundação Júlio Resende, Condomar. 2007 – Galeria Valbom, Lisboa. 2008 – Galeria Ao Quadrado, Santa Maria da Feira. 2008 – Galeria Gomes Alves, Guimarães. 2009 – Fundação D. Luís I – Centro Cultural de Cascais, Cascais. EXPOSIÇÕES COLECTIVAS (selecção) 1967 – "1ª Exposição de Agosto", Museu de Ovar, Ovar. 1967 – "III Salão de Aveiro", Aveiro. 1968 – "7ª Exposição Extra-Escolar" dos alunos da Escola Superior de Belas-Artes do Porto, Porto. 1971 – "1ª Exposição do grupo Aveiro/Arte", Aveiro. 1972 – "1ª Bienal Nacional de Artistas Novos" - Fundação Cupertino de Miranda, Vila Nova de Famalicão. 1974 – Exposição de Desenhos e de Gravuras - Cooperativa Árvore, Porto. 1975 – "Levantamento da Arte do Século XX no Porto" - Museu Nacional de Soares dos Reis, Porto; Sociedade Nacional de Belas-Artes, Lisboa. 1976 – "Salão de Verão e da Crítica" - Sociedade Nacional de Belas-Artes, Lisboa. 1977 – "Arte Moderna Portuguesa" - Museu de Lund, Lund (Suécia).


1979 – "LIS´79", Exposição Internacional de Desenho - Galeria Nacional de Arte Moderna, Lisboa; Museu Nacional de Soares dos Reis, Porto. 1979 – Panorama das Galerias - Galeria Nacional de Arte Moderna, Lisboa. 1980 – Desenho e Gravura - Sociedade Nacional de Belas-Artes, Lisboa. 1981 – Artistas de Oporto en Vigo (exposição integrada na Semana GalaicoPortuguesa, - Vigo (Espanha). 1981 – "Llibre d´artista/artist´books"- Galeria Metrónom, Barcelona (Espanha). 1981 – "Situação I: novas perspectivas na pintura portuguesa" - Galeria Módulo, Porto e Lisboa 1981 – (Mail Art) XVI Bienal de São Paulo (Brasil). 1982 – Aspectos da Arte Abstracta, 1970/1980 - Sociedade Nacional de Belas- Artes, Lisboa 1982 – Artistas de Oporto - Faculdade de Belas-Artes de Sevilha, Sevilha (Espanha). 1982 – "1ª Exposição de Arte Moderna ARÚS" - Museu Nacional de Soares dos Reis, Porto; Sociedade Nacional de Belas-Artes, Lisboa. 1982 – (Mail Art) – “Arts for Surviving” , Bergkamen (Alemanha) 1983 – 1ª Exposição Nacional de Desenho da Árvore - Palácio de Cristal, Porto; Sociedade Nacional de Belas-Artes, Lisboa. 1983 – (Mail Art) “Seoul International Mail Art Exhibition”, Korea Art Center (Coreia). 1983 – 17ª Bienal de São Paulo, São Paulo (Brasil). 1983 – Perspectivas Actuais da Arte Portuguesa - Sociedade Nacional de Belas-Artes, Lisboa.


1984 – "Figurativo ou Abstracto ?" - Museu da Casa Nogueira da Silva, Braga. 1984 – 1ª Exposição de Artes Plásticas do Prémio Internacional Miguel Torga, Aveiro. 1984 – 15 Artistas do Porto na Alemanha - Goethe-Institut Bremen, Bremen (Alemanha). 1984 – "...do outro lado do espelho" - Galeria Módulo, Porto. 1984 – Exposição Colectiva da Árvore - Cooperativa Árvore, Porto. 1984 – "Ambient´asione Poética" - Galeria Artestudio, Ponte Nossa/Salerno (Itália). 1984 – "Homenagem dos Artistas Portugueses a Almada Negreiros" - Galeria Almada Negreiros,Lisboa. 1984 – (Mail art) “Big Brother”, Homenagem a George Orwell, Minden (Alemanha). 1984 – (Mail Art) “International Mail Art Exhibition Budapest 1984” (Hungria). 1985 – "EXPO-AICA-SNBA-85" - Sociedade Nacional de Belas-Artes, Lisboa. 1985 – "KIS´85, Kunsan Internacional Show" - Chonbuk Gallery of Art Center in Chouju, (Coreia). 1985 – " Kunstler aus Nordportugal" - Kulturhaus de Wiesloch (República Federal da Alemanha). 1985 – "1ª Bienal Internacional de Poesia Visual e Experimental en México" Poemografias (mostra inaugural - secção portuguesa) - Cineteca Nacional, Cidade do México (México). 1986 – "Artistes du Nord du Portugal" - Galeria da Abadia de Echternach, Echternach (Luxemburgo). 1986 – "Arts of Today" - Internacional Exhibition Budapest 1986, Budapeste (Hungria). 1986 – "III Exposição de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian", Lisboa.


1986 – "Arte Portuguesa em Bordéus" - Biblioteca Municipal de Bordéus (França). 1987 – "Mappe dell´Immaginario" (Poesia Visual Portuguesa) - Galeria Il Campo, Salerno (Itália). 1987 – "I Bienal Internacional de Gravura" , Campinas (Brasil). 1987 – "Pictures for África" - St. Wendel (República Federal da Alemanha). 1987 – Exposição de Homenagem a Amadeo de Sousa Cardoso - Cooperativa Árvore, Porto. 1987 – Obras de uma Colecção - Casa de Serralves, Porto. 1988 – "5. Biennale der Europäischen Grafik Heidelberg" , Heidelbergue ( Alemanha). 1989 – "Concreta, Experimental, Visual - Poesia Portuguesa 1959-1989", Bolonha (Itália). 1989 – "2º Forum de Arte Contemporânea", Lisboa. 1989 – " EuroArte" - Cooperativa Árvore, Guimarães. 1989 – 3ª Bienal de Escultura e Desenho, Caldas da Raínha. 1990 – Prémio Internazionale Biella per l´Incisione - Centro Incontri, Génova (Itália). 1991 – Arte Contemporânea - Galeria Quadrado Azul, Porto. 1992 – 3º Aniversário da Galeria SOCtip - Galeria SOCtip, Lisboa. 1992 – 100 Anos de Arte no Porto - Cooperativa Árvore, Porto. 1992 – Homenagem ao escritor Carlos de Oliveira - Galeria Municipal, Amadora. 1993 – Espólio da Árvore - Mercado Ferreira Borges, Porto. 1993 – Exposição do Instituto de Apoio à Criança, Centro Cultural de Belém, Lisboa 1993 – "Os Retratos e as Obras" - Galeria Imago-Lucis, Porto. 1994 – “XIII Salão de Outono” , Casino do Estoril, Lisboa. 1994 – “O Douro que nos une”, comemorativa do Tratado de Tordesilhas (exposição itenerante), (Espanha).


1994 – “1ª Bienal de Arte AIP - tendências anos 90” - Associação Industrial Portuense, Vila da Feira. 1995 – Exposição organizada pela Faculdade de Belas-Artes do Porto, Porto. 1995 – (Poesia Visual)- “Premi internacional d’ investigacions poètiques” Barcelona (Espanha). 1996 – Exposição de Verão com o pintor Justino Alves - Galeria ARA, Lisboa. 1998 – “Bandeiras”, Museu de Eppingen, Eppingen, (Alemanha). 1998 – (Mail Art) “Buon Compleanno GAC”, Brescia (Italia). 2000 – EURO-World, Frankfurt (Alemanha). 2000 – Palácio das Artes, Pernik (Bulgária). 2001 – Arte de Vanguarda no Porto - Anos 60-70, Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto. 2003 – (Mail Art) “Fax Per la Pace, Per la Tolleranza”, Instituto Superiore, Spilimbergo, (Itália). 2004 – (Mail Art) “Universalització del Benestar”, Tarragona (Espanha). 2004 – ARCO’04, (representado pela Galeria Ara) Madrid (Espanha). 2005 – (Mail Art) 1ª Exposição de Arte Postal do Clube Millennium bcp, Arcos de Valdevez. 2005 – (Mail Art) “Scents: Locks: Kisses”, Wellen (Belgica). 2006 – Exposição com Américo Filipe e Teresa Almeida e Silva, Cooperativa Árvore, Porto. 2006 – (Mail Art) 2ª Exposição de Arte Postal do Clube Millennium bcp (Furadouro), Ovar. 2006 – ARTE LISBOA, Feira de Arte Contemporânea (representado pela Galeria Valbom), Lisboa.


2006 – Caligrafias (variações sobre a Escritopintura) – casa Fernando Pessoa, Lisboa. 2006 – Exposição com Américo Filipe e Teresa Almeida e Silva, Cooperativa Árvore, Porto. 2007 – (Mail Art) 3ª Exposição de Arte Postal do Clube Millennium bcp – Posto de Turismo de Vila Nova de Gaia. 2007 – 50 Anos de Arte Portuguesa – Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. 2007 – Cores para José Afonso - Tributo a um poeta da música – Cooperativa Árvore, Porto. 2007 – ARTE LISBOA, Feira de Arte Contemporânea (representado pela Galeria Valbom), Lisboa. 2008 – Caligrafias – Uma Realidade Inquieta – Fundação Portuguesa das Comunicações, Lisboa. 2008 – ARTE LISBOA, Feira de Arte Contemporânea (representado pela Galeria Valbom), Lisboa. 2009 – PURO ARTE, Feria Internacional de Arte Contemporáneo, (representado pela Galeria Ao-Quadrado), Vigo (Espanha). 2009 – 50 ANOS, HOSPITAL DE S. JOÃO, 1959-2009, UM LUGAR NA CIDADE, Cooperativa Árvore, Porto. 2009 – Exposição dos Sócios da Cooperativa Árvore, Cooperativa Árvore, Porto.

Arte Pública 1999 – painel de cerâmica (azulejos), Posto de Turismo de Ovar, Ovar.


2001 – painel de cerâmica (azulejos), Escola Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real. 2005 – painel de cerâmica (azulejos), praia do Furadouro, Ovar. 2006 – Monumento ao boxeur Santa Camarão, Largo Santa Camarão, Ovar. Ilustrações de livros para a infância e a juventude 1988 – A SOPA DAS NOVE LETRAS de Arsénio Mota, Porto Editora, Porto. 1988 – HISTÓRIAS DA MENINA MINHÓ-MINHÓ (primeira edição), de Pedro Barbosa, Afrontamento, Porto. 1996 – O SEGREDO DA ROCHA de Arsénio Mota, Campo das Letras, Porto. 1998 – O BARCO DE PAPEL poesia de Carlos Frias de Carvalho, Caminho, Lisboa. 2007 – TALUK, de Armanda Barata Queirós, Afrontamento, Porto. 2008 – O CAVALO QUE INGOLIU O SOL, de Nuno Higino, Letras & Coisas, Porto. 2009 – HISTÓRIAS DA MENINA MINHÓ-MINHÓ (segunda edição), de Pedro Barbosa, Afrontamento, Porto. Ilustrações de livros de poesia 1992 – CONTRA A OBSCURIDADE, realização plástica sobre poemas de Eugénio de Andrade, marca os 50 anos de vida literária do poeta, edições Afrontamento, Porto. 2000 – DAR VOZ À POESIA, recolha de poemas, Biblioteca Municipal de Ovar, Ovar. 2006 – O TEU NOME, poesia de António Joaquim Oliveira, Fólio Edições, Porto. 2009 – FLORES, poesia de António Oliveira, Letras e Coisas, Porto.


Colecções Está representado em diversas colecções particulares, nacionais e estrangeiras, no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Câmara Municipal de Oeiras, Câmara Municipal de Aveiro, Câmara Municipal de Ovar, Associação Empresarial de Portugal, Caixa Geral de Depósitos, Interbolsa, Serviços de Transportes Colectivos do Porto. Bibliografia Livros sobre o autor 1983 – ESCRIPINTURAS sobre 10 anos de actividade, recolha de textos de catálogos e da Imprensa, edição do autor, Porto 1986 – ESCRIPINTURAS AINDA, recolha de textos de catálogos e da Imprensa, edição da Fundação Pepolim, Ovar 1989 – EMERENCIANO OU O TEOR DAS ACTAS com texto de Mário Cláudio, (colecção Arte e Artistas) edição da Imprensa Nacional Casa da Moeda, Lisboa. 1994 – A AVENTURA DO SIGNO, sobre 20 anos de actividade, organização de Maria


João Fernandes, com textos seus e de outros (António Ramos Rosa, Eugénio de Andrade, E.M. de Melo e Castro, Mário Cláudio, Gilbert Lascault, Adélio Melo), edição da Cooperativa Árvore, Porto. 2005 – O ENREDO DA ETERNIDADE, com texto de Adélio Melo, edições Afrontamento, Porto. livros do autor 1992 – ESCUTAR AS MÃOS, álbum de desenhos com um poema de Eugénio de Andrade, edição do autor, Porto. 1993 – A RUA CHÃO DA ESCADA, poesia com desenhos, edição do autor com um texto de Pedro Barbosa, Porto. 1998 – A MÃO TINGIDA SOBRE O ESPELHO e CHÃO PRISÃO DO MUNDO, poesia com desenhos e um texto de Arnaldo Saraiva, edição da Campo das Letras, Porto. 2001 – IDADE DAS IDADES, álbum de desenhos com texto do autor Edições Caixotim, Porto. 2005 – ASSIMETRIA DO SER, poesia com desenhos e um texto de Mário Cláudio, edições Afrontamento, Porto. 2006 – IMPURA ATITUDE, álbum de desenhos com texto do autor, edições Afrontamento, Porto.


www.boek861.com http://boek861.blog.com.es/ BOEK VISUAL



Emerenciano, poemas visuales.