Page 1

COPEMANEWS

COPEMANEWS | # 29 | dezembro 2010

ambientes paisagismo harmonize sustentabilidade tecnologia viagem mil coisas

Brindar, brindar e brindar

COPEMANEWS 1


2

COPEMANEWS


COPEMANEWS

carta ao leitor

COPEMA NEWS é uma publicação institucional da Copema Engenharia e Construções Ltda. COORDENAÇÃO Fabio Rivaben fabio@copema.com.br Izabela Azenha izabela@copema.com.br Livia Magdalena livia@copema.com.br EDITORIAL Eduardo Rocha Solange Salva

Caro leitor,

PROJETO GRÁFICO Solange Salva COLABORADORES Adriana Brito, Ana Paula de Assis, Angelita Gonçalves, Kriz Knac, Paula Queiroz, Patrícia Favalle, Patricia Miller, Percy Faro e Denis Araki (revisão)

Mais um ano está terminando, e de forma muito positiva para nós. Imbuídos do espirito de realizar o melhor para nossos clientes, só podemos comemorar o sucesso de nossos empreendimentos e o

COPEMA NEWS é uma publicação semestral da blue media Rua Fidalga, 471 - cj. 2 | São Paulo | SP Tel.: 11 2729 5360 www.bluemediagroup.com.br bluemedia@bluemediagroup.com.br TIRAGEM 6.000 exemplares IMPRESSÃO Rochedo Gráfica e Editora PUBLICIDADE Copema Engenharia e Construções Ltda. Av. Antonio Diederichsen, 941 14020-240 | Ribeirão Preto | SP Tel.: 16 3623 0007 www.copema.com.br

alcance de nossas metas. Nesta edição, a tônica é a leveza, o ar. Falamos sobre a importancia da respiração e dos benefícios dos exercicios respiratorios; da recuperação de um espaço aberto degradado, a praça Victor Civita; da valorização das práticas sustentáveis na indústria moveleira; de deslizar pela neve branca do Colorado, sentindo o vento frio no rosto; de desfrutar o prazer de um carro conversível em clima de verão e de degustar diferentes canapés acompanhados de refrescantes bolhas de um bom espumante, afinal é época de brindar. Desejamos a todos um feliz Natal e um excelente 2011! Um abraço,

Proibida a reprodução, total ou parcial, de textos e fotografias sem autorização da COPEMA NEWS. As matérias assinadas não expressam, necessariamente, a opinião da revista.

José Renato Magdalena

COPEMANEWS 3


sumário

6

18

22

Closets - reaparecem em grande estilo, cada vez mais acessíveis e integrados aos projetos arquitetônicos

Respiração - o que você precisa para transformar uma ação automática em uma arma poderosa para controlar suas emoções e viver melhor

Se a marcenaria transformou a arquitetura e a decoração, conferindo-lhes expressões inovadoras, a sustentabilidade fará delas ciências permanentes

42

52

56

arquitetura

bem-estar

sustentabilidade

harmonize

motor

decoração

Confira as sugestões imperdíveis para montar uma ceia leve e harmonizada com espumantes refrescantes. O sucesso será garantido!

Conversíveis - unir o espírito de liberdade com o verão brasileiro, um automóvel na dose exata. Conheça as boas opções no mercado.

Living com ares exclusivos é preciso equilibrar ousadia e comedimento. E aí cabe a regra: mexa, troque e reinvente

4

COPEMANEWS


34

36

paisagismo

lançamento

tecnologia

Praça Victor Civita, exemplo de Espaço Aberto da Sustentabilidade, é um presente para a comunidade

Prazer em morar bem no ponto mais agradável da cidade, esse é o conceito do Promenade, o novíssimo lançamento da Copema, previsto para o primeiro semestre de 2011

Tecnologia muda a cara do banheiro e o transforma em um dos ambientes mais estilosos e modernos da casa

64

viagem

seções

30 milCOISAS 40 nósdaCOPEMA 70 milIDEIAS 74 viveremRIBEIRÃOPRETO Com o início da temporada, há diversos roteiros especiais para os amantes dos esportes de inverno

OPEMANEWS

26

COPEMANEWS 5


arquitetura

A madeira revestida com couro e os laminados decorativos de tons neutros e texturas diversas preenchem as vers천es mais recentes dos closets

6

COPEMANEWS


Saia do armário! Os closets reaparecem em grande estilo, cada vez mais acessíveis e integrados aos projetos arquitetônicos Texto: Patrícia Favalle | Fotos: Divulgação

D

o lado de cá do Equador, a palavrinha closet demorou a tirar de cena os armários e os grandalhões guarda-roupas. A ideia só vingou por aqui há pouco mais de duas décadas, depois que a indústria moveleira apostou na combinação entre planejamento, funcionalidade, beleza e preço. Mas antes de estabelecer definitivamente o modismo na construção civil, o cômodo passou por repaginação completa: e do velho clausum, que remete a espaço fechado, em latim, quase nada restou. Na história da vida privada da Europa medieval do século 17, o ambiente era tão necessário quanto a cozinha, pelo menos para a legião de moçoilas que bradavam por um território demarcado em meio ao universo masculino. Ainda que o anexo tenha sido originalmente criado para abastecer as edificações como espécie de captador e distribuidor de energia solar, além de ampliar as áreas reservadas aos nobres, as demandas acabaram por redesenhar o seu papel na geografia da corte — e assim que foram conquistados pelas tataravós das feministas, os gabinetes viraram uma espécie de trocadouros ou chiques boudoirs. Depois da Revolução Francesa, os burgueses que sobreviveram às guilhotinas precisaram abrir os palacetes e democratizar o luxo com o restante dos mortais.

COPEMANEWS 7


Nas versões luxuosas, a área destes “superarmários” ganhou dimensões maiores e iluminação adequada ao uso do ambiente

8

COPEMANEWS


Resultado: o closet foi parar nas moradas comuns do mapa-múndi. Na contramão da suntuosidade do passado, os vastos metros quadrados recheados de obras de arte e livros se resumiram em esconderijos para amontoar tralhas e outras traquitanas, emendados a um estreito corredor. E assim permaneceram por quase cem anos, até, finalmente, serem redescobertos pela arquitetura de interiores em plena Segunda Guerra Mundial. Com muros ideológicos levantados de ponta a ponta, a saída foi projetar abrigos dentro das casas — e os únicos cenários disponíveis para a audaciosa tarefa resumiam-se aos sótãos, porões e entre os vãos das paredes. Por algum tempo, em vez das roupas e dos acessórios descolados, apenas comida enlatada, mantimentos sem graça e kits de primeiros-socorros acumulavam-se por suas prateleiras. No capítulo seguinte dos costumes sociais, o closet arrebatou status de quatrocentão sofisticado — e o que se alastrou com notas menos glamourosas lá nas regiões suburbanas das grandes cidades, já que o recinto foi literalmente embutido nos cantos menos charmosos dos projetos, no fim se mostrou determinante para alavancar o boom do setor imobiliário. Quem estava disposto a comprar uma residência não abria mão de ter os armários de alvenaria.

COPEMANEWS 9


Aplicação de espelhos nas portas, gavetas com divisórias internas e caixas bacanérrimas, colocadas aqui e ali, estão entre os recursos mais vistos nesses projetos

O “quartinho trancafiado ao lado do dormitório” avançou layout adentro, integrando formas e revirando os conceitos de estética, praticidade e conforto

10

COPEMANEWS

Segredos de alcova Atentas às necessidades que se descortinavam na década de 1960, sobretudo com a falta de segurança, as construtoras investiram na verticalização das mansões para atrair o novo morador. Mas não apenas os gradis se faziam indispensáveis; era preciso adicionar medidas generosas e outros inventismos sacados diretamente dos velhos baús. E foi para tirar ideias como essas do papel que o “quartinho trancafiado ao lado do dormitório” avançou layout adentro, integrando formas e revirando os conceitos de estética, praticidade e conforto. Embalado pelo frenesi cotidiano, o closet se transformou em hit


COPEMANEWS 11


— e logo virou solo sagrado entre o time fashionista. Importados diretamente dos dicionários elisabetanos, com toda a pompa que os súditos da rainha adoram, os espaços acabaram unificados às suítes, alguns dispensaram até mesmo as portas e outras parafernálias que os mantinham incógnitos dos olhares curiosos. Enquanto a arquitetura tratou de inseri-los no contexto, empresas como Ornare, Kitchens, Florense, Bontempo, Dell Anno e SCA se multiplicaram para dar conta do recado. Os projetos customizados agregaram sistemas de iluminação inteligentes, ergonomia e materiais ecologicamente corretos, além de soluções adaptadas para os mais diferentes tamanhos — com acabamentos que podem ampliar as áreas ou deixá-las mais acolhedoras. Nesse quesito figuram de espelhos e madeiras exóticas a pinturas especiais. Close-in Os ambientes se tornaram tão aclamados que até mesmo Hollywood os adotou como protagonistas de alguns de seus roteiros mais celebrados, caso dos sucessos infantis Monstros S.A., Coraline e E.T. – O extraterrestre, dos assustadores Poltergeist e O Amigo Oculto, e outros blockbusters, a exemplo de Patricinhas de Beverly Hills, Stardust – O Mistério da Estrela, A Mosca, Maria Antonieta e Vestida para Casar. Metaforicamente atrelado à passagem secreta entre mundos distintos, o guarda-roupa pode ostentar riquezas que muita gente consideraria fútil. Para a cantora Mariah Carey, o triplex cravado em Manhattan, Nova Iorque, só ficou completo depois que uma enorme extensão foi convertida em closet, revestido com madeira branca e folhas de ouro, onde mais de mil pares de sapatos e dezenas de bolsas Louis Vuitton cintilam lado a lado, com as peças organizadas por cores e tipos de tecido.

12

COPEMANEWS


Na passarela de casa, nenhum mimo pode ser dispensado para deixar o ambiente sem estilo. Cadeiras confortáveis e bancos espaçosos podem ser adotados pelos anfitriões

COPEMANEWS 13


14

COPEMANEWS


Detalhes 100% sustentáveis A Florense é dona do maior centro de acabamentos do país, com destaque para o high gloss, que alia brilho e alta-resistência, os laminados e as pinturas com microtexturas. Por ali, as madeiras utilizadas como matérias-primas são extraídas de áreas de manejo certificadas, e todos os resíduos das tintas são transferidos para uma estação própria de tratamento, cuidado que impede a contaminação da água. Não importa o tamanho do mobiliário, a organização é peça fundamental

COPEMANEWS 15


Organize-se: u Use caixas — e as nomeie — para arrumar e encontrar os itens menores; u Espelhos também aumentam a luminosidade do ambiente; u Já para os espaços pequenos, a dica é optar pelas portas de correr; u Se o local for maior, decore com pufes e banquetas; u Cuide da ventilação para evitar o aparecimento do mofo e da umidade.

Dispense os excessos. Doe, recicle e mantenha os clássicos, afinal, a moda é cíclica

A badalada atriz do seriado Sopranos, Jamie-Lynn Sigler, escolheu um apartamento com closet de 200 m2 especialmente para manter os jeans e os vestidos superarrumados. Paris Hilton levou para o seu cantinho privé os efeitos cenográficos utilizados nas maisons, com direito a espelhos venezianos, lustre de cristal e vaso Baccarat. Já a jornalista celebrity Maria Menounos preferiu criar um verdadeiro camarim no estilo georgiano, com nichos independentes para vestir e arrumar o make e o beauty. Na versão real, o cômodo tem pinta de curinga, e quase sempre conquista pela multiplicidade. “Coloquei a cama com gavetões encaixada dentro do painel, e então fiz o closet para servir de divisão entre os ambientes”, explica o arquiteto Marcelo Rosset. De carona na ficção, quem nunca sonhou em apertar os botões do sweet home dos Jetsons? Talvez o futuro esteja mais perto de acontecer do que se imagina. É esperar pra ver.

16

COPEMANEWS


COPEMANEWS 17


bem-estar

A respiração que acalma Feche os olhos e preste atenção no ar entrando e saindo do corpo. Isso é tudo que você precisa para transformar uma ação automática em uma arma poderosa para controlar suas emoções e viver melhor Texto: Angelita Gonçalves Fotos: Divulgação

18

COPEMANEWS


Q

uantas vezes você já parou para ouvir sua respiração? Trata-se de algo tão simples e básico, essencial para vivermos, porém muitas vezes não nos damos conta disto e respiramos por respirar, sem dar o devido valor a essa ação. O estilo de vida atribulado, situações de estresse e preocupação podem interferir na forma como respiramos e a somatória dos sintomas pode ser prejudicial à saúde, pois outros sistemas, como o cardiovascular, endócrino, nervoso, também podem ser afetados. Portanto, pare e respire fundo. A forma de reverter esse desequilíbrio é prestar mais atenção ao corpo, praticar atividades físicas, exercícios respiratórios, de relaxamento, além de investir em momentos de lazer e descontração. Suspire de alívio! Desta forma, o estresse e a ansiedade estarão com os dias contados. Isso não significa que é o fim da pressão no trabalho, dos conflitos em casa ou dos congestionamentos de trânsito. No entanto, uma boa respiração é sim uma maneira de afastar essas e outras tensões. “A respiração profunda, calma, abdominal (diafragmática), equilibra as concentrações de oxigênio e dióxido de carbono no nosso organismo, podendo diminuir a ansiedade”, afirma Lara Maris Nápolis, fisioterapeuta, membro da diretoria da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia, cujo foco de trabalho é a saúde respiratória.

Segundo a fundadora do Centro Integrado de Yoga, Meditação e Ayurveda (Ciyman), em São Paulo, e consultora da Filosofia de Bem-Viver, Márcia De Luca, pesquisas científicas já comprovaram a eficácia da respiração para controlar o estresse e a ansiedade, assim como outras doenças. “Toda doença tem um fundo psicossomático, isto significa que nossas emoções podem desencadear doenças específicas. São os pensamentos que geram as emoções. Portanto, ao controlarmos a mente, controlamos nossos pensamentos e nossas emoções e, a partir daí, todo o nosso organismo funciona melhor”, diz Márcia. Ela explica que o ser humano pensa em comer, em beber, mas não se preocupa com o respirar. “O homem não vive somente de alimento sólido, mas também de prâna, energia que representa a força psíquica, vital, que alimenta o organismo e as células que mantêm o corpo físico funcionando.” Ou seja, respirar “de maneira pobre” não dará ao organismo o alimento necessário para sua manutenção. Ao trocar a ação automática e superficial pela respiração profunda e consciente, você aumenta a entrada de oxigênio no organismo, o que garante corpo energizado e cabeça relaxada. A importância da respiração é óbvia, porém, as pessoas ficam sujeitas a uma respi-

COPEMANEWS 19


ração automática e não aproveitam as possibilidades que a respiração oferece: bem-estar físico e mental.

Dicas: Veja abaixo o passo a passo de exercício que auxilia na respiração correta: u Deitada, com as pernas flexionadas e solas dos pés no chão, coloque as mãos abaixo do umbigo; u Feche os olhos e inspire pelo nariz, contando até quatro segundos e sentindo o abdômen inchar. Expire pelo nariz até murchar o abdômen completamente; u Agora com as mãos envolvendo as costelas, repita a respiração; u Com as mãos sobre o peito, inale profundamente até encher os pulmões por completo e expire, sempre pelo nariz, até murchar o abdômen completamente; u Repita a respiração quantas vezes achar necessário ao longo do dia.

20

COPEMANEWS

Mas, como conseguir esse equilíbrio? Existem várias técnicas e exercícios que auxiliam na reorganização do padrão respiratório, como, por exemplo, a yoga. E em casa, como aproveitar as áreas de lazer do condomínio e demais espaços disponíveis para praticar? É simples. Reserve cinco minutos para pôr a técnica em prática. Procure ambientes calmos, um lugar confortável em meio à natureza, e comece a inspirar e expirar com atenção. A fisioterapeuta Lara Nápolis explica que a forma correta, natural e espontânea de se respirar é através da respiração abdominal ou diafragmática, que é dividida em dois momentos: inspiração, que promove a entrada de ar nos pulmões pela contração da musculatura do diafragma, e a saída de ar, expiração, que ocorre por conta do relaxamento da musculatura. Márcia dá outras dicas: preste atenção nos movimentos, respire fundo e inale prâna com a intenção de receber energia, dinamismo e vitalidade do universo. Ao expirar, exale pensamentos negativos, as tristezas, ansiedades e mágoas. “Vá treinando até que se torne um hábito natural e espontâneo em sua vida, assim como é escovar os dentes logo pela manhã.” Em busca de equilíbrio físico e emocional, a prática da respiração diafragmática tem mostrado excelentes resultados que comprovam sua eficácia como uma ferramenta para eliminar o estresse e as impurezas do organismo, além de eliminar as toxinas, purificar o corpo, otimizar a liberação de enzimas, endorfinas e hormônios, oxigenar o cérebro e as células. A boa respiração ainda ajuda no aquietamento da mente e no equilíbrio das polaridades negativa e positiva. Resumindo, uma opção melhor do que atacar a geladeira, roer as unhas ou brigar com quem aparecer na frente quando o nervosismo bater.


COPEMANEWS 21


sustentabilidade

No alto, em sentido horário, banco Sônia; poltronas Oscar e Diz; banco Mocho e poltrona Mole, clássicos de Sergio Rodrigues reeditados pela Lin Brasil. À direita, a Kilin também foi assinada pelo prestigiado designer

22

COPEMANEWS


a mudança

Começa por você

Se a marcenaria transformou a arquitetura e a decoração, conferindolhes expressões inovadoras, a sustentabilidade fará delas ciências permanentes Texto: Adriana Brito | Fotos: Divulgação

Sustentar v.t. 1. Segurar para que não caia, suster, suportar. 2. Afirmar categoricamente. 3. Confirmar. 4. Resistir a; sustar. 5. Conservar, manter. (...). Tema presente nas revistas especializadas em decoração, nos bancos acadêmicos e nos showrooms que comercializam produtos de origens e tratamentos diversos, a sustentabilidade deixou no passado o legado de ser apenas um dogma e passou a ser observada como premissa. No caso da madeira, por exemplo, a grande temática está em como alinhar numa mesma peça o design, a resistência, o conforto e a manutenção dos biomas. Gisèle Pereira Schwartsbud, presidente da Lin Brasil, conta que quando decidiu reeditar os clássicos do designer Sergio Rodrigues, há mais de dez anos, tomou as providências necessárias para que o processo fosse cuidadoso. “Procuramos o IBAMA para que nos

COPEMANEWS 23


Acima, três obras de Carlos Motta feitas com peroba rosa: cadeira da linha Rio Manso e as poltronas Astúrias Balanço e Giratória Radar

No caso da madeira, por exemplo, a grande temática está em como alinhar numa mesma peça o design, a resistência, o conforto e a manutenção dos biomas.

24

COPEMANEWS

indicassem a espécie de madeira mais adequada às linhas conservacionistas, mantendo, contudo, a qualidade no resultado final. Com a orientação da entidade, iniciamos essa fabricação fazendo uso do tauari.” Já para Carlos Motta, dono de uma dinâmica de trabalho bem semelhante a de outro brasileiro, o criativo designer Hugo França, a madeira aplicada em seus móveis vem do descarte que é feito naturalmente pelo ecossistema. “Os primeiros pré-requisitos para a escolha da matéria-prima são a responsabilidade ambiental e a reutilização. Em seguida, procuramos os lenhos com o selo FSC (Forest Stewardship Council) e, por último, em caso de extrema urgência, buscamos os insumos de áreas de manejo.” Além destes predicados, os troncos configurados em móveis, esquadrias, pisos, telhados e vigas de sustentação, mostrando apenas algumas páginas desse gigantesco catálogo, são totalmente reaproveitados por uma cadeia que gera milhares de empregos diretos

e indiretos. Como lembrou Claudio Pereira de Sampaio, professor do Curso de Design Gráfico, da Universidade Estadual de Londrina (UEL), e coordenador do Curso de Especialização em Ecodesign da Universidade Positivo (UP), as iniciativas ambientais estão conectadas às cooperativas sociais e artesanais, o que significa incluir um número cada vez maior de pessoas às práticas legítimas de desenvolvimento. Com quase trinta anos de expertise, Etel Carmona reforça essa máxima com ações práticas. “Fui uma das primeiras criadoras a buscar material certificado pelo FSC. Para manter uma contrapartida justa, realizo ações permanentes com as comunidades do Acre, levando a eles educação e capacitação profissional.” Ela lembra que o reuso é característico em suas concepções — “A coleção que lançamos traz a mesa Mosaico, feita com cacos maciços reunidos das sobras de nossa fábrica, além das poltronas Verônica, inédita de Jorge Zalszupin, e Línea U, assinada


por Paulo Uccelo e montada com sarrafos de angelim”. Neste mesmo dicionário, em que todas as definições remetem ao preceito de “viver melhor”, o engenheiro civil e professor Aguinaldo dos Santos, que coordena o Núcleo de Design & Sustentabilidade, da Universidade Federal do Paraná, do qual Claudio Sampaio também participa, é bastante criterioso sobre este assunto. “Boa parte daquilo que vejo no mercado poderia ser facilmente classificado no

conceito do ‘green consumerism’, isto é, soluções que utilizam o argumento ecológico para vender mais.” Aliás, sobre esse tópico, ele fecha a questão com uma afirmativa inquestionável: “Ao invés do eco-design, deveríamos falar do ‘bom design’, que intrinsecamente inclui a sustentabilidade, a estética e a resistência”.

Abaixo, cadeira Línea U, de Paulo Uccelo, e poltrona Verônica, por Jorge Zalszupin, ambas lançadas pela Etel Interiores. Na sequência, dois recortes da mesa Mosaico, traçada por Etel Carmona

COPEMANEWS 25


paisagismo

revitalização de área degradada:

Beneficia a cidade e a população Praça Victor Civita, exemplo de Espaço Aberto da Sustentabilidade, é um presente para a comunidade Texto: Angelita Gonçalves | Fotos: Divulgação

26

COPEMANEWS


Para garantir a qualidade de vida dos seres vivos, principalmente do ser humano, a discussão sobre recuperação de áreas degradadas ganha cada vez mais a atenção do governo e de iniciativas privadas.

Denominada de Espaço Aberto da Sustentabilidade, a praça é um centro de convivência e qualidade de vida originado da transformação de uma área pública que se encontrava em condições precárias.

Tal preocupação se deve à real situação em que se encontram os ecossistemas brasileiros, inclusive os espaços urbanos, e à diminuição da qualidade de vida das populações humanas e naturais.

Para que os visitantes não tivessem nenhum contato com a deterioração do solo, foi proposta uma intervenção baseada em modelos internacionais que, através da construção de deques com madeiras legalizadas e concreto, isolasse a contaminação do solo e permitisse o florescimento de uma área verde. Atualmente são mais de oitenta árvores, entre eucaliptos e seringueiras.

Hoje, o ambiente natural está sendo suprimido em função da ocupação humana, sem que haja uma estratégia de uso sustentável dos recursos naturais. No entanto, vale ressaltar que só é possível ter qualidade de vida associada a um ambiente equilibrado e harmônico. Assim, como a degradação foi fruto de um processo histórico iniciado pelo ser humano, a recuperação depende também de ações humanas efetivas e emergenciais.

A praça Victor Civita conta ainda com soluções arquitetônicas de reuso de água, economia energética e projeto paisagístico educativo com atividades gratuitas de lazer, educação e cultura, ligadas à sustentabilidade e responsabilidade ambiental.

Um exemplo prático de revitalização de área degradada é o trabalho pioneiro realizado na praça Victor Civita, localizada na zona oeste de São Paulo. Instalada num terreno de aproximadamente 14 mil metros quadrados, que abrigava um antigo incinerador, hoje a praça é um espaço de informação, inspiração e reflexão acerca da preservação ambiental e dos grandes problemas urbanos. “Propusemos soluções ecologicamente corretas, mas que ficasse evidente a memória da degradação. É um espaço reabilitado e que fala sobre reabilitação”, explica Adriana Levisky, arquiteta responsável pelo projeto arquitetônico da praça Victor Civita. Mais do que recuperação, os modelos de desenvolvimento devem buscar novos caminhos que conciliem as atividades econômicas com a conservação da biodiversidade e dos recursos naturais.

Praça Victor Civita: espaço público e ponto de referência sobre as questões ambientais a partir da revitalização de uma área urbana degradada

COPEMANEWS 27


28

COPEMANEWS


Projetada para ser mais que um espaço de lazer e convivência, a praça é fomentadora da educação socioambiental

“O projeto mostra que o paisagismo não é um simples jardim e, sim, um espaço externo que, em harmonia com a arquitetura, proporciona lazer, convívio social e educação ambiental, trazendo dignidade e qualidade de vida a todos”, diz Benedito Abbud, arquiteto responsável pelo projeto paisagístico. Projetos de intervenção só se tornam viáveis por conta da responsabilidade e interlocução de parcerias entre setor público e privado. Por isso, a praça Victor Civita é um modelo de intervenção a ser reproduzido em outras localidades, pois o projeto é uma realização do Instituto Abril e da Prefeitura de São Paulo, com o apoio de inúmeras instituições. A praça possui mais de 2000 m² de canteiros suspensos de espécies vegetais ligadas à produção do etanol, do biodiesel, plantas fitoterápicas, entre outras

“A primeira coisa que nós queremos ser sempre é bons vizinhos. Do outro lado da rua havia uma área degrada e contaminada. Contatamos a Prefeitura e as autoridades para nos ajudar a transformar aquilo em uma área pública totalmente diferente. Queremos mostrar o que é sustentabilidade e preocupação com o meio ambiente no museu que está instalado lá”, relembra o presidente do Conselho de Administração e Diretor Editorial do Grupo Abril, Roberto Civita.

COPEMANEWS 29


milCOISAS design | objetos |

Prático e funcional, o misturador monocomando Grohe Blue garante água filtrada e sem gosto. O produto combina a sofisticação do design da torneira com o conforto de possuir uma fonte de água fresca em sua própria casa. O produto está à venda com exclusividade na Kitchens. tel.: 16 3620 2460

O mais recente lançamento da loja Mais Revestimentos é a banheira Cristal, da Novellini. O grande diferencial do produto está no design, na engenharia e no acabamento. Projetada para consumir menos energia, a banheira já vem com misturador monocomando e ducha e tem capacidade para 260 litros. Tel.: 11 3063 5444

Batizada de Angiolina, a espagueteira inspirada nas latas de molho é a união perfeita entre forma e função. Produzida em aço inoxidável e com capacidade para seis litros, a panela da Riva conta com um acabamento especial, que garante um brilho intenso e duradouro. Pensando na funcionalidade, a alça especial permite três posições diferentes de encaixe para a tampa no próprio corpo da panela – aberta, fechada e semi-aberta. Essa inovação controla a saída do vapor conforme a necessidade do cozimento. Tel.: 0800 606 1600

30

COPEMANEWS


A nova linha de produtos eletroportáteis da Spicy alia design, qualidade e tecnologia. Entre os lançamentos da linha Cuisinart estão processadores, batedeiras, liquidificadores, extratores de suco, pipoqueiras e outros equipamentos que facilitam e tornam mais elegante o dia-a-dia de qualquer cozinha. Tel.: 16 3620 1518

Para oferecer controle total da luminosidade dentro de casa ou do escritório, a Fise apresenta a Lumina, a veneziana orientável para portas e janelas. Disponível em dois acabamentos, branco e preto, a novidade possibilita excelente controle da luminosidade, permitindo tanto o escurecimento total do ambiente quanto a entrada de luz em quase 100% do vão. Tel.: 0800 771 3473

Móveis clássicos ganham versões reduzidas para crianças de até oito anos. A linha Kids, da Mais Design, faz releitura de poltronas e cadeiras de renomados designer. Com tamanhos reduzidos, mas proporcional aos modelos originais, as peças são fabricadas com produtos de excelente qualidade, respeitando todas as características originais. Tel.: 11 5511 6768

COPEMANEWS 31


milCOISAS

Considerado um dos mais expressivos nomes do design brasileiro contemporâneo, Sergio Fahrer apresenta a banqueta para bar Alley, que faz parte da sua coleção 2010. Com linhas curvas que se unem na estrutura da peça, a banqueta é fabricada em nove tipos diferentes de madeira e o assento é revestido com tecidos e recouro em diversas cores. Tel.: 11 3822 0584

FOTO: LUIS DI BELLA

design | objetos |

A luminária Couche 60 recebeu menção honrosa, categoria iluminação, no 24o prêmio de Design do Museu da Casa Brasileira. A peça foi criada por Fernando e Monica Bernucci que acabam de inaugurar a Art Maison na rua Rodésia, 216, Vila Madalena. A loja também apresenta almofadas e painéis dos designers. www.artmaison.com.br Tel.: 11 3032-3895

A Casa Cenário apresenta móveis em madeira de demolição, dormente e cruzeta. Entre os lançamentos estão mesas, aparadores, painéis para TV, espelhos e bancos. Em destaque estão a poltrona Paulistinha, de madeira de demolição ripada, e o carrinho Dubai de madeira teca e alumínio. Tel.: 11 2768 5280

32

COPEMANEWS


COPEMANEWS 33


umLANÇAMENTO

prazer em morar bem

Promenade

34

COPEMANEWS


U

ma efervescência de lojas, conveniências, serviços e gastronomia povoam a região da alta Fiúsa. Famosa também por seus passeios agradáveis, emoldurados pela paisagem mais charmosa de Ribeirão Preto, o ponto se tornou a principal referência de bom gosto e qualidade de vida na região. É justamente neste cenário que desponta o Promenade, um edifício que será uma verdadeira sensação na cidade. Com uma área de lazer completa, entregue totalmente decorada e equipada, apartamentos de 4 dormitórios e aproximadamente 155 m² de área útil, com 3 vagas de garagem e uma localização privilegiadíssima, num dos últimos terrenos disponíveis na região da alta Fiúsa. O empreendimento oferecerá simplesmente tudo para quem quer desfrutar o melhor da vida. Segundo o gerente de vendas da construtora, Tárek Philbert, os apartamentos posicionamse em uma faixa de área útil da qual a região da alta Fiúsa era carente: “O Promenade enfim traz ao mercado uma proposta aguardada por muitos para aquela localização, além disso, o projeto foi concebido de forma minuciosa, levando em consideração tudo o que aprendemos ao longo destes 25 anos se dedicando em inovar para satisfazer da melhor forma possível as expectativas de nossos clientes, que sempre partem de um patamar mais alto de exigência em função da enorme percepção de qualidade associada à marca Copema em Ribeirão Preto”, afirma o gerente.

Prazer em morar bem no ponto mais agradável da cidade, esse é o conceito do Promenade, o novíssimo lançamento da Copema, previsto para o primeiro semestre de 2011 COPEMANEWS 35


tecnologia

Banheira inteligente que associa tecnologia, design e conforto durante o banho

36

COPEMANEWS


Delícia é relaxar no banheiro Tecnologia muda a cara do banheiro e o transforma em um dos ambientes mais estilosos e modernos da casa Texto: Angelita Gonçalves | Fotos: Divulgação

A

cessórios tecnológicos vieram para somar, provando que podem, sim, facilitar o dia-a-dia de toda família. As novidades do mercado para automação residencial deixam de ser delírio futurista para virar realidade na sua casa, e principalmente no seu banheiro, deixando-o com status de sala de banho inteligente. Aliás, quando o assunto é banho, o leque de opções tecnológicas se abre com diversos tipos de acessórios que incrementam e trazem mais conforto e praticidade ao ambiente. Além de uma enorme variedade de duchas, o banheiro pode ter luzes cromoterápicas, televisores de LCD e hidromassagem que pode ser acionada pelo celular. Quer mais conforto do que chegar em casa e ter um banho revigorante? Mas nada de esperar para a água chegar ao nível ou ficar controlando se está quente ou fria. A Smarthydro, banheira dos sonhos, projetada pela iHouse, pode ser ligada e desligada à distância, por uma ligação telefônica ou por qualquer aparelho conectado à internet, na qual o proprietário configura seu banho conforme desejar.

COPEMANEWS 37


Mas só inteligência não basta, precisa ser elegante e confortável. A Smarthydro é um objeto de decoração que combina materiais nobres, fabricada com vidro curvo nas laterais, dois braços de alumínio, encostos anatômicos em plástico moldado e corpo em acrílico. O relançamento da água na Smarthydro é garantido por sete jatos na coluna vertebral e outros dois nos pés, e ainda é possível controlar a quantidade de essência desejada. Para manter a temperatura selecionada durante todo o banho, a Smarthydro dispõe da função Keep Warm e, para deixá-la pronta para o próximo banho, a banheira possui também a função de autolimpeza. Outra inovação da iHouse é o Smartshower, um misturador inteligente que evita a velha luta de ter que abrir e fechar as torneiras para controlar a água e que pode ser acionado pelo painel de controle ou à distância, pelo celular e demais aparelhos conectados à internet. Smartshower: banho pronto e na temperatura desejada

Quer mais conforto do que chegar em casa e ter um banho revigorante? Mas nada de esperar para a água chegar ao nível ou ficar controlando se está quente ou fria. Você pode ligar por telefone ou qualquer aparelho conectado à internet 38

COPEMANEWS

Basta apertar a tecla power e o chuveiro com misturador inteligente prepara o banho do jeitinho que você gosta. Suas três memórias permitem armazenar informações do banho conforme sua preferência. A beleza também é um diferencial do produto. Além do design arrojado e único, o destaque fica por conta do painel de cristal líquido, protegido por um gabinete especial à prova d’água e dotado de bateria, para o caso de queda de energia. “Esses produtos são os mais completos da categoria e o conforto é o principal atributo da Smarthydro, que apresenta um acabamento de alta qualidade, e do Smartshower, cuja operação é feita de forma automática, de fácil uso”, afirma Leonardo Senna, sócio e fundador da iHouse.


COPEMANEWS 39


nósdaCOPEMA

Nós fazemos a Copema Interpretada como uma questão de honra, a pontualidade é uma das virtudes da Copema. Ao assumir o compromisso com o cliente, a empresa investe em mão-de-obra qualificada, produtos de alta qualidade e não poupa esforços para entregar o imóvel na data combinada, sempre em busca da satisfação do futuro proprietário. Em 2010, cumprido o cronograma proposto, a Copema entregou os empreendimentos Edifício Portes du Soleil e o Spasse, e em abril de 2011, quatro torres do empreendimento Giardino também estarão finalizadas. Quem compra um apartamento compra também a realização de um sonho, assim, o cliente deposita sua confiança na construtora, cria expectativas e faz planos para o imóvel. Sabendo disso, a empresa se compromete em atender a todos os anseios dos clientes ao adquirir um empreendimento Copema.

40

COPEMANEWS


FOTOS: DUZZEK ALVES

Izabela Azenha Teixeira —

Alaor Partata — cliente

coordenadora de marketing

Encantado com a transparência do negócio, idoneidade e qualidade da Copema, há quinze anos comprei meu primeiro apartamento no edifício Saint Germain. Satisfeito com a qualidade e acabamento do imóvel adquirido, e também pela localização das novas obras, adquiri mais dois empreendimentos, um no edifício Saint Etienne e outro no Port Du Soleil. Nas três aquisições o produto final atendeu às expectativas, além do que sempre fui muito bem atendido.

A Copema não é apenas a empresa para qual trabalho, ela significa meus esforços e satisfações pessoais. Nesses quase sete anos de dedicação, admiração e colaboração para com a Copema, meus momentos de felicidade são frequentes. A empresa merece minha dedicação principalmente pelo fato de ser flexível, responsável com suas obrigações profissionais, com um senso organizacional elevado, sempre disposta a melhorar os processos internos de acordo com as necessidades que o departamento apresenta. Sinto-me muito feliz e responsável pelo início de um departamento que “nasceu” na minha contratação e hoje, além de muito estruturado, é vital como qualquer outro da empresa.

Frederico Nuti — fornecedor, diretor da Atomica Filmes Ser fornecedor de uma empresa líder de mercado é sempre uma honra. Por isso, temos muito orgulho em produzir os filmes publicitários para Copema, que são veiculados na TV e no cinema. Focada, exigente e sempre em busca do melhor, ao mesmo tempo a empresa é flexível à novas ideias e, o que para nós é fundamental, respeita o nosso trabalho. Nesses seis anos de parceria, sempre tivemos liberdade total para produzir os filmes. Vejo a Copema como uma empresa à frente do seu tempo, um exemplo a ser seguido.

Cláudia Bonini Tomiatti Cruz — arquiteta É uma satisfação fazer parte de uma equipe de profissionais competentes e responsáveis. Além do que, trabalho numa empresa que me representa segurança, qualidade de vida, oportunidade de crescimento profissional e que reconhece minha dedicação. Estou na Copema há onze anos e, atualmente, junto com o setor de Engenharia, trabalho no gerenciamento dos projetos, para que o produto final seja executado de acordo com a expectativa dos clientes. Tenho orgulho de fazer parte da Copema, pois a empresa atua com seriedade e responsabilidade, sendo referência no ramo na cidade de Ribeirão Preto.

COPEMANEWS 41


harmonize

42

COPEMANEWS


ano novo com

CHARME À MESA Para celebrar, reunir os amigos e entrar com pé direito no próximo ano, confira aqui as sugestões imperdíveis para montar uma ceia leve e harmonizada com espumantes refrescantes. O sucesso será garantido! Texto Ana Paula de Assis e Paula Queiroz | Fotos Kriz Knac

A

ntes do réveillon, aproveite para organizar pequenas reuniões em casa regadas a espumantes refrescantes e comidinhas práticas, assim, você receberá em grande estilo e ainda ganhará tempo para curtir a festa. O segredo para aproveitar a comemoração longe da cozinha é usar alimentos típicos da época, numa versão finger food — conceito inaugurado pela atriz inglesa Joan Collins, que exigia aperitivos que pudesse comer segurando com a ponta dos dedos, sem borrar o batom. A opção simplifica a maneira de servir, pois diminui o número de utensílios à mesa, mas sem perder o

glamour que a data pede, pois cria possibilidades de apresentações ultrassofisticadas, além de permitir que os convidados experimentem cada quitute. Nessa ocasião, nada mais apropriado que selecionar um bom espumante capaz de agradar diferentes paladares; por sinal, a bebida reina na estação e é considerada o tal “pretinho básico” da harmonização, já que combina bem com variados sabores. Para a celebração ficar perfeita, fizemos um test-drive no ateliê de Madame Aubergine, localizado numa vila no bairro do Itaim, em plena rota gastronômica de São Paulo. O espaço aconchegante tem decoração

COPEMANEWS 43


Felipe Cesca, enólogo da vinícola Don Giovanni, e Maurício Alto, chef do Madame Aubergine

44

COPEMANEWS


na cor berinjela, cozinha experimental bem equipada e é ideal para receber pequenos grupos dispostos a mergulhar no fantástico mundo da culinária. O anfitrião do pedaço, o chef Maurício Alto, sugere criar um menu afinado à proposta finger food e 100% brasileiro — e justifica: “Com ingredientes tirados da ceia europeia, o cardápio das festas de final de ano que conhecemos é recheado de pratos que não se adéquam ao clima tropical. Por aqui, não é legal servir nada muito quente, pois o calor pede comidas refrescantes”. Munido com as dicas, o expert preparou uma seleção que une praticidade, visual clean e algumas doses de tradição. “Escolhi ingredientes simbólicos, como a canela, a lentilha, o pão e a uva, que expressam o recomeço, a abundância e a prosperidade”, revela. Dentre os quitutes, destaque para a minissalada de lentilha sobre fatias de pães, ceviche de peixe branco ao aroma de maracujá, espetinho de tender e abacaxi finalizado com salada de uva e maçã ao molho de iogurte. Tudo conciliado com os espumantes recomendados pelo enólogo Felipe Cesca, da vinícola Don Giovanni. Na cidade de Pinto Bandeira, no Rio Grande do Sul, a vinícola fica estrategicamente no cume da região montanhosa, de temperatura propícia à produção dos borbulhantes. “O frio e as chuvas não permitem que as uvas cheguem ao auge da maturação. O que para o vinho seria um desastre, para nós é a condição perfeita para garantir espumantes de qualidade.” Por aquelas bandas há opções que vão desde o Stravaganzza, indicado para apreciar a qualquer momento, até o Don Giovanni Série Ouro, recomendado para ocasiões especiais.

Dê preferência aos alimentos e temperos frescos, garantem o sabor. Prepare todos antes de começar a fazer os pratos

O local também abriga pousada romântica, que mantém uma estrebaria transformada em cabana, para os visitantes se hospedarem durante a colheita das vinhas. A colheita ocorre em fevereiro e é ótima sugestão para quem foge das folias de Momo. Direto do Sul, o enólogo Felipe Cesca fez escala no Madame Aubergine para simplificar a arte da harmonização:

COPEMANEWS 45


46

COPEMANEWS


“Composições leves vão bem com espumantes suaves, já as mais elaboradas e de sabor intenso pedem pitadas potentes; da mesma forma que os pratos doces acompanham bebidas de notas semelhantes”. Porém, se na hora H não tiver um especialista por perto, invista numa bebida curinga, como o espumante do tipo brut, que acompanha todo o menu do petit comite. Pronto, agora é só encher a casa de flores, tirar o look branco do closet e brindar a chegada do novo ano.

Frações de estilo u Na hora de servir, oriente-se pelos cinco sentidos. Aposte na criatividade com louças bacanas, jogos americanos e guardanapos coloridos, além de estampas diferentes, afinal, também se come com os olhos; u Toda atenção é pouca na escolha do suporte para o finger food. Vá de fatias de pães levemente tostadas, colheres japonesas, taças, panelinhas ou minicumbucas, tudo ao gosto do freguês;

COPEMANEWS 47


u Para impressionar, as cascas das frutas, como abacaxi ou maracujá, também podem servir de base, usá-las vai surpreender os convidados; u Deve-se levar em conta o número total de pratos que será servido. Se forem dez opções, duas porções por convidado é razoável. Fique atento também à quantidade das provas. Nesse caso, menos é mais; u No preparo da ceia, dê preferência aos alimentos que representem a prosperidade: pão, azeite, especiarias e grãos.

Bolhas eternas u O ideal é manter o espumante em uma adega climatizada entre 5o e 8o C. Nunca deixe para gelar no freezer, pois a rolha expande e dificulta a abertura da garrafa; u Se não tiver adega, improvise com um balde coberto por 1/3 de gelo e água até a metade. Por fim, adicione um pouco de álcool e sal para conservar a temperatura e gelar a garrafa por inteiro; u Para servir, a taça ideal é a flute, que é estreita — detalhe que preserva o gás por mais tempo. Na falta do modelo, use a taça para vinho branco. E lembre-se: nunca segure pelo bojo para não alterar a temperatura da bebida;

Para gelar rápido, improvise com um balde coberto por 1/3 de gelo e água até a metade. Por fim, adicione um pouco de álcool e sal para conservar a temperatura e gelar a garrafa por inteiro

48

COPEMANEWS

u Esteja atento à quantidade de açúcar (brut, extrabrut, nature, demi-sec, doce, moscatel) para não levar algo totalmente diferente do seu paladar. Além disso, não confie nos produtos estocados por muito tempo em local inadequado; u Não se deve estourar o espumante, pois ele perde cerca de 70% do gás. Solte a gaiola, prenda a mão na rolha e apenas gire a garrafa.


COPEMANEWS 49


O que combina com o que? O que servir? Lentilha com canela e especiarias servida no pão italiano e uma garrafa de Don Giovanni Brut 12 meses. Por quê? O toque exótico da canela equaciona o gosto mais intenso e cremoso do espumante, que tem notas semelhantes ao sabor do pão. O que servir? Ceviche de robalo e espumante Rosé Dom Giovanni. Por quê? A comida leva pimenta e tons marcantes que combinam perfeitamente com o rosé, bebida que voltou com tudo este ano e é a aposta da vinícola. O que servir? Espetinho de tender e abacaxi regado com taças do Brut Stravaganzza Don Giovanni. Por quê? A harmonização é perfeita, pois o aroma do prosecco, além de refrescante, tem notas cítricas do próprio abacaxi. O que servir? Salada de uva, maçã e molho de iogurte natural brindado com espumante moscatel. Por quê? O prato agridoce acompanha na medida certa o moscatel, um elixir frutado e de fragrância intensa.

50

COPEMANEWS


Receitinhas Minissalada de lentilha sobre fatias de pão italiano Serve 6 pessoas

150g de lentilha, 2 paus de canela, 2 folhas de louro, 100g de pimentão-vermelho picado, 50g de cebola picada, 5g de pimenta-do-reino, 20ml de azeite, 30g de salsinha, 18 fatias de pão italiano Modo de preparo: Deixe as lentilhas de molho por 2 horas, escorra e coloque em uma panela com água até cobri-las; acrescente a canela, as folhas de louro e deixe cozinhar até que as lentilhas estejam macias. Refogue as cebolas em um fio de azeite, acrescente os pimentões, a pimenta, mexa e desligue o fogo. Retire as folhas de louro e a canela da lentilha e junte o refogado. Incorpore tudo e mantenha no fogo durante 5 minutos, corrija o sal. Finalize com as salsinhas e guarde sobre refrigeração. Sirva sobre as fatias aquecidas de pão italiano. Ceviche de peixe branco ao aroma de maracujá

Espetinho de tender e abacaxi Serve 6 pessoas

100g de tender assado em cubinhos, 200g de abacaxi em cubos, 10g de pimenta-rosa moída na hora, 18 espetinhos de madeira de 5cm Modo de preparo: Asse o tender conforme especificações do fabricante e corte-o em cubos de 1,5cm. Pique o abacaxi em cubos de mesmo tamanho e grelhe-os em frigideira antiaderente. Espete um cubo de tender, um de abacaxi e outro de tender. Salpique pimenta-rosa e sirva.

Serve 6 pessoas

300g de peixe branco em cubos, 50ml de suco de limão, 40ml da polpa de maracujá, 10g de pimenta dedo-de-moça sem semente, 100g de cebola roxa em pétalas, 100g de pimentão-amarelo em cubos, 20ml de azeite, 10 folhas de coentro, flor de sal Modo de preparo: Coloque os peixes em um bowl, adicione a pimenta, o suco de limão e metade da polpa de maracujá. Deixe o bowl coberto por 3 horas na geladeira. Escorra a marinada do peixe e reserve-a. Adicione a cebola roxa, o pimentão e mescle bem. Junte um pouco do líquido da marinada e guarde na geladeira por mais 30 minutos. Coloque o ceviche e uma dose da marinada em taças. Guarneça com uma colher de chá da polpa do maracujá, salpique o coentro, um fio de azeite e finalize com a flor de sal.

Salada de uva e maçã ao molho de iogurte Serve 6 pessoas

100g de uva Thompson cortadas na metade, 100g de maçã vermelha, 100g de maçã verde, 100g de talo de salsão, 400ml de iogurte natural, 50g de maionese, raspas de 1 limão, suco de 1 limão, 20ml de azeite, 1 pitada de sal, 20g de noz triturada Modo de preparo: Corte os talos de salsão e as uvas. Após cortar as maçãs em cubos regue-as com o suco de limão. Bata vigorosamente o iogurte, a maionese, o azeite e as raspas de limão até que incorporem completamente. Num bowl junte todos os ingredientes e o molho de iogurte; se necessário, corrija o sal. Disponha sobre taças individuais e leve para gelar. Antes de servir, salpique a noz.

COPEMANEWS 51


motor

Vento no rosto “Moro; num país tropical; abençoado por Deus; e bonito por natureza...” já dizia Jorge Ben Jor. Para o cenário se completar, unir o espírito de liberdade com o verão brasileiro, um automóvel conversível é a dose exata. O mercado nacional oferece boas opções. Confira algumas: Texto: Percy Faro | Fotos: divulgação

52

COPEMANEWS


Porsche Boxster — O representante da casa de Sttutgart não pode ficar fora de uma receita cujos principais ingredientes são esportividade e velocidade. Com seu motor central de 6 cilindros boxer (cilindros opostos), o modelo alemão apresenta novidades que resultaram em mais potência que os antecessores. Para chegar às melhorias, foi fundamental a adoção do câmbio PDK (Porsche Doppelkupplungsgetriebe), a nova caixa de câmbio de dupla embreagem. O propulsor “básico” 2,9 litros desenvolve 255 cv — aumento de 10 cv em relação ao modelo anterior. Smart Fortwo — Com 2,7 metros de comprimento, “é um automóvel especial que combina prazer de dirigir, estilo de vida e uma economia de combustível exemplar”, diz Dieter Zetsche, responsável pelo Grupo Automóveis Mercedes-Benz.

COPEMANEWS 53


Na traseira, ele tem um motor compacto de três cilindros com tecnologia de ponta e deslocamento de 999 cm³. As versões do propulsor disponíveis na Europa consistem em duas, naturalmente aspiradas, de 61 e 71 cv, e outra turboalimentada com potência de 84 cv. Volkswagen Eos — A Volkswagen mostrou ao mercado a linha 2011 do Eos, com atualizações no design para ficar mais próximo da nova identidade visual da marca alemã. Modificações aconteceram também na parte mecânica. Agora o modelo conta com uma versão atualizada do propulsior 2.0 TSI de 210 cv que já equipa o Golf GTI. As mudanças no motor compreendem novos pistões e bomba de combustível de alta pressão. O carro acelera de 0 a 100 km/h em 7,8 segundos.

A emoção que o carro conversível transmite está

54

COPEMANEWS

Mercedes-Benz SLK — Pioneiro entre os automóveis com capota rígida retrátil, a versão menos nervosa do Mercedes-Benz SLK, a 200 K, tem um motor 1.8 que chega a 184 cv de potência. O cupê-conversível disponibiliza também um propulsor 3.2 litros V6. Esbanja tecnologia e itens de conforto. O volante concentra comandos do som e paddle-shifts para mudanças de marchas sequenciais; o teto pode ser acionado em 22 segundos por meio de botão no console ou comando na chave do carro, entre outros confortos. Na parte de segurança, o SLK 200 tem controles eletrônicos de estabilidade e de tração, airbags frontais e laterais e freios com ABS e EBD.


Volvo C70 — O visual do Volvo C70 chama a atenção por onde passa. Com capota rígida retrátil, tem ótimo espaço no porta-malas, assento para quatro passageiros, ambiente interno confortável e o tradicional design escandinavo. A segurança caracteriza a montadora em todo o mundo. O C70 não fugiu à regra. A versão conta, por exemplo, com cortinas infláveis montadas nas portas, compartimentos com trava de segurança, sistema inteligente de troca de informações com o motorista e estrutura da carroceria reforçada. Oferece ainda o Controle Dinâmico de Estabilidade e Tração Volvo, que atua mesmo em superfícies molhadas. BMW 120i Cabrio — A versão conversível do BMW 120i é equipada com o mesmo motor 2.0 16V dos demais carros da Série 1, que gera potência de 156cv. A transmissão é a Steptronic automática de 6 marchas. Acelera de 0 a 100 km/h em 9,2 segundos. É equipado de série com controle de estabilidade, ABS, airbag duplo, faróis bi-xenon, controle de frenagem em curvas (CBC) e ar-condicionado automático, que detecta se a capota está aberta e aumenta a velocidade do ventilador. O tempo para abrir e fechar a capota, de lona com motor elétrico, é de 22 segundos. A emoção que o carro conversível transmite está atrelada à mobilidade desde o início de sua história... não foi por acaso que os automóveis ganharam capota com o passar do tempo!

atrelada à mobilidade desde o início de sua história...

COPEMANEWS 55


A imagem mostra o projeto elaborado por Flavio Castro. O apartamento, localizado em SĂŁo Paulo, foi redecorado em linhas modernistas com os mĂłveis antigos da famĂ­lia

56

COPEMANEWS


decoração

Casa

Nova

Para deixar o living com ares exclusivos é preciso equilibrar ousadia e comedimento. E aí cabe a regra: mexa, troque e reinvente Texto: Adriana Brito | Fotos: Divulgação

N

ada contra os milenares ensinamentos chineses, mas o Feng Shui da atualidade é o bom-gosto. Aquecido pelos empreendimentos residenciais construídos no país na última década, o mercado de decoração ganhou a companhia de móveis de estilo, objetos vanguardistas e invenções novinhas em folha. Tudo isso, é claro, sem desprezar os clássicos de família. Nas linhas privativas do doce lar, outro ponto que tem desafiado a criatividade de clientes e profissionais está nas dimensões das unidades, que ganharam divisão inteligente dos espaços à medida que dispensaram metros quadrados aqui e ali. Por estes trópicos e pelas residências de campo e de praia, estâncias pós-modernas e fazendas do século 18, a pergunta tem sido a mesma: como harmonizar tantos estilos num mesmo ambiente? A resposta, garantem os especialistas, é bem mais simples do que parece. “Decorar pode ser como um jogo de encaixe. Antes de adquirir qualquer peça é essencial anotar as

medidas do espaço, observar os pontos de iluminação natural e artificial, comparar as cores e as texturas do piso e das paredes e ter em mente um rascunho do resultado final”, diz Flávio Castro, mestre em arquitetura pela Universidade Politécnica da Catalunha, na Espanha. Estrela da casa, o living toma as pranchetas dos designers de interiores por ser o grande cartão de visita dos donos do pedaço. Para Antonio Ferreira Junior e Mario Celso Bernardes, sócios de um dos escritórios de arquitetura mais hypados de São Paulo, o recinto permite que o anfitrião se arrisque, mostre os seus gostos e mantenha o bem-estar. “Cada um traz referências, histórias e senso estético específico. O nosso trabalho está exatamente em coordenar essas grandezas da melhor forma possível”, reflete Antonio. Falando nisso, se a moda segue por tendências supervelozes, o décor caminha através de mudanças suaves e, por vezes, definitivas.

COPEMANEWS 57


Na casa Mirante do Horto, também desenhada por Castro, os três detalhes apresentam sala de jantar, cozinha gourmet e living integrados. Destaque para a abertura visual entre os ambientes

Sendo assim, é até possível tecer um retrato da salade-estar ideal. No piso, os eleitos são os revestimentos frios ou as largas lâminas de madeira, acompanhados de tapetes feitos com fibras naturais e sintéticas de barrados exclusivos. Já nas paredes, a base mantém os tons claros. Mas, se a escolha recair sobre outras cores, pontua Flávio, deve-se tomar cuidado para não criar um conflito entre os matizes primários. Poltronas, cadeiras, lustres, abajures, buffets, aparadores, mesas laterais e de centro, recortados pela estética compre-

58

COPEMANEWS


COPEMANEWS 59


60

COPEMANEWS


Os arquitetos Antonio Ferreira Junior e Mario Celso Bernardes compuseram espaços de cores coordenadas e peças de linhas retas. Nas fotos menores, a sala de meditação e o espaço multimídia trouxeram funcionalidade e conforto

COPEMANEWS 61


endida entre as décadas de 1930 a 1970, conferem notas vintage ao local, e trazem à tona o DNA afetivo do morador. Tops do circuito, os sofás retilíneos surgem como o ponto principal da contemporaneidade e do conforto absoluto. Se isso soa como norma, um hábito já assimilado, todas as exceções serão bem-vindas? Nem sempre. “Uma vez atendemos uma família que queria levar para o novo apartamento uma cristaleira. No briefing que recebemos deles isso poderia comprometer o conjunto. Depois de algumas conversas reforçamos a necessidade de observar a volumetria — largura, altura e profundidade — de todos os objetos para que a composição não trouxesse aquela sensação de entulhamento”, diz Antonio. Flávio relata outra demanda bastante comum nesse combinado — a customização. “Não a indicaria em todos os casos. Acho que algumas releituras, como a aplicação de tecidos bacanas, a ebanização ou a pintura com laca são até interessantes, mas prefiro priorizar a forma original. Além disso, para um serviço como esse é vital contar com a assessoria de artesãos ou empresas especializadas.” Cabe aqui, uma nota de rodapé — depois de pronta, a formatação da sala pode ser revista esporadicamente. “O lugar onde vivemos, assim como qualquer ser humano, passa por transformações, acompanha as alterações do tempo”, pondera Mario. Dessa forma, passados dois ou três anos, trocar o colorido das paredes, inserir outras obras de arte no conjunto, mudar as espécies de plantas e tudo mais que for importante, é visto como uma pedida pra lá de apropriada. Enfim, o refúgio de cada um deve ser indiscutivelmente agradável. Acima, a varanda está entre as áreas essenciais. Já a sala de jantar rascunhada pela dupla valorizou a estética retrô, comprovando que estilos diferentes podem dialogar com elegância

62

COPEMANEWS


COPEMANEWS 63


viagem

Esquiando nas pistas nevadas dos Estados Unidos 64

COPEMANEWS


Com o início da temporada, há diversos roteiros especiais para os amantes dos esportes de inverno

O

s destinos de esqui atraem não só os apaixonados pelo esporte, mas todos aqueles que procuram o glamour e o agito das estações. Badaladas ou low-profile, montanhas no mundo inteiro propõem mais do que um simples esporte nesses cenários majestosos. A crescente estrutura oferecida pelos centros de esqui retrata a forte tendência da vida moderna que pede momentos com atividades e contato com a natureza, seja a dois, entre amigos ou em família. Com auxilio da Teresa Perez Tours e da operadora Interpoint Viagens e Turismo, a Copema News selecionou algumas opções de destinos de esqui nos Estados Unidos que seguem a filosofia: hotelaria e prestação de serviços de alto padrão. Além da excelente qualidade da neve, as principais estações dos Estados Unidos possuem completa infraestrutura de pistas para todos os níveis, ótimos hotéis, além de ambientes para jovens e famílias. No coração das Montanhas Rochosas, no Colorado, Vail possui a maior área esquiável da América do Norte, são mais de dois mil hectares. Praticantes de todas as idades e níveis podem encontrar na Vail Mountain o lugar ideal para esportes de inverno.

COPEMANEWS 65


66

COPEMANEWS


Cenas de Vail

O complexo de luxo é famoso por sua grande variedade e quantidade de pistas e por instrutores especialistas, capacitados para orientar os iniciantes. São mais de 190 pistas, incluindo pista coberta de patinação no gelo e para a prática de saltos e outras acrobacias para os mais corajosos. Sede da Copa do Mundo de Ski em 1999, Vail possui a maior rede de teleféricos de alta velocidade dos EUA. Ali ainda é possível se aventurar em meio a belas montanhas, com passeios em veículos de neve (snowmobile), caminhadas com sapatos especiais (snowshoeing), bicicletas para a neve (ski-biking), descidas em boias ou praticando esqui cross-country. O complexo está dividido em quatro pequenos vilarejos — Vail Village, Lionshead, Cascade Village e Golden Peak —, todos interligados por um sistema gratuito de transportes, e oferecem inúmeras opções de lojas, gastronomia em mais de cem bares e restaurantes e uma intensa vida noturna. A 56 quilômetros do aeroporto de Eagle, Vail também se destaca por concertos, festivais, além de opções luxuosas de acomodação.

COPEMANEWS 67


A glamurosa Aspen

Os visitantes ainda podem fazer passeios de snowmobile e avistar búfalos em meio a um cenário de montanhas, lagos, vales e cânions, enquanto a cidade de Jackson preserva a atmosfera do velho oeste americano com charme e requinte. Localizada a poucos quilômetros do aeroporto de Jackson, a estação conta ainda com cafés, bares, restaurantes, baladas e os saloons, onde a dança country anima os turistas.

Com o charme de uma típica cidade de faroeste e natureza selvagem, Jackson Hole oferece esqui de primeira qualidade. A estação, localizada no Parque Nacional Grand Teton, em Wyoming, possui arquitetura rústica e sofisticada.

Outra opção é a glamurosa Aspen, localizada no estado do Colorado, que há mais de cinquenta anos é referência como uma das melhores estações de esqui. Isso graças à diversidade de suas pistas, às inúmeras opções de compras e gastronomia e ao badalado après ski, uma adaptação dos famosos happy hours.

Considerado um dos melhores destinos para esqui e snowboarding no mundo, com neve de excelente qualidade, Jackson Hole é ideal para experts e intermediários. Ali se encontra a maior decida contínua dos Estados Unidos. São 111 pistas, sendo que apenas 10% delas são para nível iniciante, portanto não é a opção para os esquiadores de primeira viagem.

Além de ser considerada a estação mais badalada e completa da América do Norte, Aspen é um dos complexos de ski mais famosos do mundo e o destino mais procurado pelos brasileiros. Tudo isso por conta da sofisticada atmosfera em estilo vitoriano, com diversas opções de restaurantes, bares, lojas e galerias de arte e das excelentes pistas para todos os níveis.

68

COPEMANEWS


Dicas: As pistas são distribuídas em quatro montanhas — Aspen Mountain, Aspen Highlands, Buttermilk e Snowmass —, sendo que a prática do esqui está mais voltada aos praticantes de níveis intermediário e experiente. No entanto, para os iniciantes há a Snowmass, além da área ski-in/ski-out, que é muito procurada por famílias com crianças. A 112 quilômetros do aeroporto de Eagle, Aspen não possui vida noturna, mas há um pequeno shopping, lojas e restaurantes que garantem a diversão para as famílias. Os hotéis dos destinos selecionados oferecem todo o conforto necessário para se transformarem numa atração por si só. Além das mordomias convencionais, há serviço de concierge pessoal, que ajuda em todos os sentidos — desde organizar as atividades diárias até garantir reservas de última hora para o jantar. Em Vail, a dica é o hotel Arrabelle at Vail Square. Com piscina no terraço com vista para as montanhas, fitness center, acessos ski-in/ski-out e SPA, o hotel conta com quartos luxuosos e apartamentos particulares de cinco quartos com decoração elegante. Quem escolher Jackson Hole como destino, hospede-se no Snake River Lodge. O hotel foi recentemente renovado e está ao lado das emocionantes pistas de Jackson Hole Mountain Resort, além de outras opções de entretenimento que se encontram próximos à propriedade.

É a sua primeira viagem para esquiar? Fique atendo às dicas: u Certifique se seu seguro de viagem cobre a prática de esqui; u Não se preocupe com o equipamento, é possível alugar na estação de esqui; u Quanto às roupas para esquiar, compre tudo para garantir o máximo de conforto; u Leve protetor solar e óculos escuros para proteger seus olhos e pele da claridade; u Na maioria das vezes, os movimentos básicos do esqui podem ser aprendidos em poucas horas de aula. Em dois ou três dias você já consegue se aventurar sozinho nas pistas mais simples; u Não se desespere ao cair, pois isso faz parte do esporte. Ao cair, tente virar de lado para não se machucar; u Comece pelas pistas mais simples e só passe para as de maior grau de dificuldade quando estiver se sentindo confortável; u Antes e após esquiar, faça alongamentos para evitar contusões musculares; u Evite comer muito ou beber bebidas alcoólicas nos intervalos para descanso, já que os reflexos ficam mais lentos; u Se você se interessa pelo snowboard, saiba que ele exige mais equilíbrio. Diversão garantida em Jackson Hole

Mas quem procura ainda mais glamour e optou por Aspen, escolha o St. Regis Aspen Resort. Classificado como um dos melhores hotéis de montanha do mundo, com destaque para a gastronomia e para o Remede Spa, considerado o melhor de Aspen.

COPEMANEWS 69


milIDEIAS Banheiros, cozinha e paredes mais luxuosas. Essa é a proposta dos revestimentos de paredes da linha Cúbica, da marca Porcelanosa, a venda na loja Mais Revestimentos. A linha conta com duas categorias de revestimentos que agregam brilho e sofisticação na mesma medida. Mais que um acabamento, o revestimento, disponíveis nas cores branco, gris e negro, promete trazer brilho e glamour para paredes e fachadas da sua casa. Tel.: 11 3063-5444

As bancadas e revestimentos criados com a série Life, da Silestone, são ousados e muito charmosos. Com um gama de cores que foge do convencional, a coleção dá personalidade aos projetos feitos com o material. As conhecidas superfícies antibacterianas, feitas com pequenos pedaços de quartzo – um dos elementos mais resistentes da natureza e resina, não riscam ou mancham. A tecnologia desenvolvida pela empresa espanhola consegue oferecer porosidade praticamente zero. Tel.: 11 3812 5323

70

COPEMANEWS


milIDEIAS Casa Cenário apresenta a 1ª Mostra de Decoração e Arte Brasileira com 12 ambientes assinados por badalados arquitetos e decoradores, entre eles o renomado profissional Ugo di Pace (foto ao lado). As obras de arte popular da Galeria Estação ganham destaque nos espaços e se tornam fundamentais para o resultado final. Materiais nobres e rústicos formam um mix chique e casual e os móveis em madeira e fibras dão versatilidade ao ambiente, que pode ser tanto para uma casa de praia quanto de campo. Tel.: 11 2768 5280

Inspirada no estilo mediterrâneo, a mesa e poltronas da linha Tidra se destacam pela elegância e durabilidade, proporcionadas pelos materiais: alumínio e madeira. A jovialidade do design é capaz de envolver todo o ambiente, tornando as reuniões familiares ainda mais agradáveis. Disponíveis na Mac Moveis, as peças são ideais para reunir a família e os amigos em uma refeição ou tão somente para um bate papo descontraído, sempre com muito estilo. Tel.: 16 3911 6745

COPEMANEWS 71


milIDEIAS Para renovar o conceito tradicional de armários, a Segatto apresenta linha Urban para closets, ideal para quem tem closets fechados ou quer uma solução simples e econômica, com tudo à vista, fácil de encontrar e guardar. Versátil e funcional, o sistema de prateleiras do closet pode ser trocado pelo próprio usuário, conforme a necessidade do dia-a-dia. A parte interna pode ser revestida com seis diferentes tipos de acabamentos, sempre alinhada com a decoração do quarto. Tel.: 11 3088 6924

serviços COPEMANEWS >> Paisagismo Praça Victor Civita - tel. (11) 30313689, http://pracavictorcivita.abril. com.br Adriana Levisky (Levisky Arquitetos Associados) - tel. (11) 3721-3296, www.leviskyarquitetos.com.br

>> Sustentabilidade Lin Brasil – Travessa Doutor Lourival S. Torres, 319, tel. (41) 3342-1850, Curitiba. www.linbrasil.com.br

Lara Maris Nápolis (Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia) - tel. 0800171618, www.sppt.org.br

Etel Interiores – Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1834, tel. (11) 30641266, São Paulo. www.etelinteriores.com.br

>> Viagem Interpoint Viagens e Turismo - tel. (11) 3087-9400, www.interpoint.com.br

Atelier Carlos Motta – Rua Aspicuelta, 121, tel. (11) 3032-4127, São Paulo. www.carlosmotta.com.br

Roberto Civita (Instituto Abril) www.grupoabril.com.br

Teresa Perez Tours - tel. (11) 3799-4000, www.teresaperez.com.br

>> Nós da Copema Frederico Nuti (Atomica Filmes) - tel. (16) 3620-6624, www.atomicafilmes. com.br

>> Harmonização Madame Aubergine. Rua Carla, 25, São Paulo (SP), tel. (11) 3768-7389 www.madameaubergine.com.br.

>> Decoração Antonio Ferreira Junior e Mario Celso Bernardes – AMC Arquitetura e Interiores – Rua Rui Barbosa, 269, tel. (11) 3289-5066, São Paulo. www.amc.arq.br

>> Tecnologia Leonardo Senna (iHouse) - tel. (11) 3074-8888, www.ihouse.com.br

Don Giovanni. VRS 805. Linha Amadeu (28), km 12, Pinto Bandeira, Bento Gonçalves (RS), tels. (54) 3455-6293 e (54) 3455-6294 www.dongiovanni.com.br

Benedito Abbud (Benedito Abbud - Arquitetura Paisagística) - tel. (11) 3845-6977 www.beneditoabbud.com.br

72

>> Bem-estar Márcia De Luca (Centro Integrado de Yoga, Meditação e Ayurveda - Ciyman) tel. (11) 3168-5568 www.ciymam.com.br

COPEMANEWS

Flávio Castro – Rua General Jardim, 618, Conjunto 81, tel. (11) 3257-4514, São Paulo. www.flaviocastro.com.br


COPEMANEWS 73


viveremRIBEIRÃOPRETO

Amo tudo em Ribeirão. Tanto isso é verdade que, quando eu tinha dezesseis anos de idade, escrevi um poema para Ribeirão e que depois, musicado pela professora Diva Tarla, tornou-se o hino oficial da cidade. Tenho pena das crianças na escola, obrigadas a decorarem a letra para cantar o Hino nas solenidades oficiais. No meu livro Código da vida faço enormes declarações de amor a Ribeirão. Quem leu o livro certamente viu, no capitulo 125, aquelas declarações, entre as quais esta frase: ‘Naquele dia, aprendi que Ribeirão Preto faz bem aos tristes e, mais tarde, verifiquei que aquela cidade, não sei o porquê, tranquiliza as coisas da alma, que se agitam sem motivos.’ Hoje o que mais admiro na cidade é sua vocação incessante para crescer ordenadamente ostentando, ao lado de sua pujança agrícola, o progresso industrial e imobiliário em dimensões e qualidade das melhores da América Latina. Saulo Ramos, jurista e escritor

74

COPEMANEWS


COPEMANEWS 75


76

COPEMANEWS

Copema 29  

revista copema 29

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you