Page 1

36 CASA PROJETO&ESTILO Ano 6 Nº 39

&

arquitetura • design • tendência

Classic Soft Projeto acentua a racionalidade do clássico, destacando formas simples com referências luxuosas

www.casaprojetoeestilo.com.br

20

Ideias e soluções para otimizar os espaços em projetos surpreendentes

ISSN: 2176-6126 Ano 7 - nº 39 R$ 12,00 8,00

www.edminuano.com.br


36 CASA PROJETO&ESTILO Ano 6 Nº 38

& CONEXÕES

Ano 7 - nº 38 R$ 12,00 8,00

www.edminuano.com.br

www.edminuano.com.br

ISSN: 2176-6126

37

As referências históricas e culturais que caracterizam cada região do Brasil e influenciam nos projetos de Norte a Sul do País

9 772176 612004

www.casaprojetoeestilo.com.br

arquitetura brasileira

ISSN: 2176-6126

arquitetura • design • tendência

Especial apresenta 10 elementos que se conectam com sua casa, como artesanato, artes, design, moda, bem estar, tecnologia, entre outros

REVISTA CASA - PROJETO & ESTILO

Há 6 anos quebrando as barreiras do tradicional! ACESSE: WWW.CASAPROJETOEESTILO.COM.BR

Morar Mais.indd 1

REVISTA CASA PROJETO & ESTILO

28/12/15 19:30


TO&ESTI

CASA PRO JETO&EST ILO Ano 6 Nº 39 36

OJE CASA PR 6 Nº LO Ano

&

36 39

Classic Soft arquitetu • tendên

arquitetura • design •

ra • design

a acentua Projeto lidade do raciona ndo , destaca clássico es pl sim formas ências com refer luxuosas

Classic Soft

cia

tendência

Projeto ace ntua a racionalida de do clássico, de stacando formas sim ples com referê ncias luxuosas

eestilo.com .br

br

www.casapro jeto

tilo.com. projetoees

www.casa

20

6-6126

soluções Ideias e izar os para otim projetos em espaços dentes surpreen

ISSN: 217

39 Ano 7 - nº R$ 12,00 8,00

m.br inuano.co www.edm

20

Ideias e sol uções para otimi zar espaços em os projetos surpreen dentes

ISSN: 2176

-6126 Ano 7 - nº 39 R$ 12,00

www.edmin uano.com.b r

&

soluções

S

&

8,00

Editora-chefe julliana@edminuano.com.br

ão muitos os estilos de ar-

tórios de arquitetura, entre eles, o Indio

dentro de casa.

quitetura e decoração, e a

da Costa A.U.D.T., o Nitsche Arquitetos,

No ano passado, em uma reunião com

cada edição vamos trazer

o Díptico e o UNStudio, de Amsterdã.

a professora do curso de arquitetura

uma nova tendência que

O aproveitamento de pequenos espaços

do Centro Universitário FIAM-FAAM,

está em alta. Nesta edição,

está em alta e, por isso, apresentamos

lançamos o desafio da acessibilidade

apresentamos o apartamento da Ca-

algumas dicas de profissionais para

ao grupo de universitários. A missão

mila e do Paulo, um jovem casal, sem

conseguir otimizar os ambientes, de

envolvia o desenvolvimento de proje-

filhos, que optou pelo estilo Classic

forma prática e funcional.

tos de ambientes com características

Soft para seu primeiro apartamento,

Em jardinagem, compartilhamos os

específicas para públicos diferencia-

localizado em um bairro nobre da zona

conhecimentos de uma paisagista

dos, como idosos, uma jovem obesa e

sul de São Paulo.

que explica o conceito de paisagismo

uma mãe cadeirante, por exemplo. O

Estreamos também uma série especial

urbano e conta a melhor forma de

resultado está surpreendente e você

sobre o trabalho de conceituados escri-

integrar o verde, flores e até hortas,

confere a seguir! Beijos Boa leitura!

CASA PROJETO & ESTILO

3


P&E | Capa Ano VII – No 39 ISSN 2176-6126

é uma publicação da Editora Minuano

Av. Marquês de São Vicente, 1.011 Bairro: Barra Funda / CEP: 01139-003 - São Paulo / SP CX. Postal: 16.352 - CEP: 02515-970 Site: www.edminuano.com.br E-mail: minuano@edminuano.com.br Tel.: (0XX11) 3279-8234

Projeto: Ila Rosete Foto: Bianca Ponte

P&E | Erratas Acabamos não publicando o crédito das fotos da matéria ‘Arte nas Paredes’, página 83, da edição nº 38. Giuliano Martinuzzo, fotografado por Thay Rodrigues Projeto de Igor Miyahara e Raduan Arquitetura, fotografado

DIRETOR-PRESIDENTE Nilson Luiz Festa - nilson@edminuano.com.br ASSESSORIA EXECUTIVA Natali Festa - natali@edminuano.com.br Vera Lúcia Pereira de Morais - vera@edminuano.com.br FINANCEIRO Diretora: Claudia Santos Alexandra Testoni, Liane Bezerra e Luis Eduardo S. Marcelino COBRANÇA Diana de Oliveira - cobranca@edminuano.com.br RH Diego Liberato Priolo - rh@edminuano.com.br EDITORIAL Editora-chefe: Julliana Reis - julliana@edminuano.com.br Redação: Brida Rodrigues, Letícia Leite e Maira Isis Cardoso redacao@edminuano.com.br Editora de arte: Bianca Ponte - bianca@edminuano.com.br Assistente de arte: Danielly Stefanie - arte@edminuano.com.br Revisora: Adriana Bonone - adriana@edminuano.com.br Colaboradores: Beatriz Köhler, Bianca Ponte, Emerson Corrêa, Evelyn Muller, ©Fedde de Weert, Gustavo Moura, Henrique Queiroga, ©Inga Powilleit, Julia Ribeiro, Luis Gomes, Lufe Gomes, MCA Estúdio, No3 Produções e Osvaldo Castro (Fotos); Carlos Zardo Jr. / Mais Packing, Ila Rosete, Sueli Garcia / P.O.Box e Jaqueline Frauches / ABD (colunistas); Gustavo Moura (tratamento de imagem). CIRCULAÇÃO Patricia Balan - circulacao@edminuano.com.br MARKETING Alda Mendes - alda@edminuano.com.br Ismael Bernardino Seixas Jr - ismael@edminuano.com.br Jacqueline Santos - marketing@edminuano.com.br Júlia Moretto - marketing2@edminuano.com.br PUBLICIDADE Diretor Comercial: Arnaldo Stein Gerente Comercial: Denis Deli Assistente Comercial: Sheila Fidalgo - publicidade@edminuano.com.br Executivos de Conta: Bernardo Laudirlan, Jussara Baldini, Kalinka Lopes, Marco Gouveia, Silvana Mendes e Stepan Tcholakian VENDAS Gerente: Marcos Rodrigues - marcosrodrigues@edminuano.com.br Gerente Depósito: Joel Festa - joel@edminuano.com.br Adriana Barreto - adriana.barreto@edminuano.com.br Sabino José dos Santos - vendas2@edminuano.com.br vendas@edminuano.com.br ASSINATURAS Tel.: (0XX11) 3279-8572 assinatura@edminuano.com.br ATENDIMENTO AO CLIENTE Sandra Domingues- atendimento@edminuano.com.br Iara do Nascimento, Isabella Tomé, Michele Lima, Paloma França e Thais Souza Tel.: (0XX11) 3279-8571 DEPARTAMENTO DE WEB Daniele Medeiros - daniele@edminuano.com.br PARA ANUNCIAR Tel.: (11) 3279-8516 publicidade@edminuano.com.br

por Alessandro Guimarães

FILIADA À:

As fotos da matéria ‘Moda no Decor’, páginas 98 e 99, da edição nº 38, são do projeto assinado pelo arquiteto Nilton Montarroyos para a mostra Morar Mais por Menos Rio 2014.

IMPRESSÃO E ACABAMENTO:

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL Esta revista foi impressa na divisão gráfica do Diário de São Paulo, com emissão zero de fumaça, tratamento de todos os resíduos químicos e reciclagem de todos os materiais não químicos. Distribuída pela Dinap Ltda. – Distribuidora Nacional de Publicações, Rua Dr. Kenkiti Shimomoto, 1.678 – CEP: 06045-390 – Osasco – SP. RESPEITE O DIREITO AUTORAL Reproduzir o conteúdo total ou parcial da revista em qualquer plataforma (digital ou física) é proibido por lei. O direito autoral é protegido por lei específica (lei nº 9.610/98) e sua violação constitui crime. Respondendo judicialmente o violador TIRAGEM: 36.000 mil exemplares

CASA PROJETO & ESTILO

4


CASA PROJETO & ESTILO

5


nesta edição 08

P&E DIGITAL Os destaques do nosso portal de notícias

10

PROJETO | ILA ROSETE Classic Soft: Projeto se destaca por aliar o melhor do clássico ‘clean’ em linhas minimalistas

20

PROJETO | NITSCHE ARQUITETOS Arquitetura dinâmica: Escritório apresenta projetos lim-

10 36

60

pos e conceituais

28

PROJETO | DÍPTICO DESIGN DE INTERIORES Personalização em detalhes: Elegância e personalização são as marcas dos projetos assinados pela Díptico

36

PROJETO | INDIO DA COSTA A.U.D.T Tradição que faz a diferença: Com mais de 50 prêmios, escritório representa o Brasil de forma impecável no cenário internacional

50

TALENTOS UNIVERSITÁRIOS Acessibilidade e ponto: jovens universitários apresentam projetos de aces-

44

ENTREVISTA

sibilidade para diferentes públicos

Luís Eduardo e Guto Indio da Costa, do escritório Indio da Costa, falam sobre arquitetura, design,

60

URBANISMO Barcelona: Cidade se destaca pela arquitetura modernista, herança de

urbanismo e transportes

Gaudí

46

ANTES E DEPOIS Cozinha ganha espaço e modernidade após reforma

68

COLUNA | P.O.BOX Tendência nos interiores

CASA PROJETO & ESTILO

6


72

SOLUÇÕES Decoração e otimização do espaço: Nichos

e

armários

invisíveis

garantem a organização e o melhor aproveitamento dos ambientes

80

JARDINAGEM Paisagismo urbano: Confira algumas possibilidades para deixar sua casa mais verde

84

DICA Pra gente miúda: Mãos e mente brilhantes transformam hobby em profissão

86

ESPECIAL | EXPO REVESTIR Confira a cobertura completa do maior evento do setor no Brasil

104

LIFE STYLE Espaços compartilhados: Dois locais que aproveitam seu espaço oferecendo vários serviços

108

80 134

DECORAÇÃO

HOTEL

As tendências de decoração que estão

França carioca: Ícone do lifestyle carioca,

em alta para deixar sua casa linda

Ipanema traz referências peculiares de um dos bairros mais nobres e badalados

112

TALENTO

do Rio de Janeiro

Formas no inconsciente: Designer gráfico se destaca por criações minimalistas

138

GASTRONOMIA Wäls Gastropub: Espaço descolado se

114

ARQUITETURA INTERNACIONAL

destaca por unir gastronomia, design

Do clássico ao moderno, a arquitetura

e o gosto pelas mais variadas cervejas

holandesa está entre as mais sofisti-

140

cadas do mundo

COLUNA | MAIS PACKING Um novo olhar sobre a questão: o

126

PROJETO INTERNACIONAL

foco na criatividade

Casa W.I.N.D.: Projeto alia sustentabilidade e automação em soluções de

142

NEWS

primeiro mundo

132

As principais notícias do setor

146

COLUNA | ABD

SERVIÇO

A importância de incentivar os jovens ta-

Os contatos de todas as empresas e

lentos da área de decoração e arquitetura

profissionais citados na edição

CASA PROJETO & ESTILO

7


P&E | On-line

postamos no instagram

instagram/projetoeestilo

pinterest.com/projetoeestilo CASA PROJETO & ESTILO

8


as mais lidas do site

Arranjos com flores para decorar os ambientes Aprenda a fazer lindos arranjos para deixar a decoração da sua casa ainda mais bonita e

casaprojetoeestilo.com.br

aconchegante. Link: minu.inf.br/UGDvRNfF0g

Dicas para repaginar a varanda Em tempos de metragens cada vez menores, saiba como aproveitar ao máximo esse espaço! Link: minu.inf.br/vRgCwjV786

CASA PROJETO & ESTILO

9


O Classic Soft da Camila! CASA PROJETO & ESTILO

10


P

ara recriar um ambiente luxuoso, leve e fluido, atendendo

assim aos pedidos mais exigentes dos clientes – um jovem casal –, a arquiteta e urbanista Ila Rosete, da P.O.Box Design, lançou mão de seus conhecimentos de forma a acentuar a racionalidade do clássico, conquistado com o uso do branco, e o reducionismo do minimalismo, com o sofá com linhas retas e revestido com tecido natural (linho). Como resultado, o projeto, no melhor estilo Classic Soft, se destaca pelas formas simples, com referências luxuosas no uso de materiais como o mármore, do biombo da entrada, o cristal, presente nos lustres e vasos, nas peças com referências clássicas (namoradeira em folha de ouro e veludo preto) e a laca no revestimento dos móveis e do espelho. “Os clientes têm um olhar para as coisas clássicas e queriam um acabamento refinado. Por isso, chegamos a esse traço de luxo, adequando os desejos de acordo com o tamanho do apartamento, que tem 130 metros quadrados. Como resultado, temos um projeto suntuoso e delicado”, destaca a arquiteta. “Nós queríamos um apar-

tamento aconchegante e também priorizávamos o aproveitamento do espaço, porque a planta dele era ruim. Como somos caseiros, adoramos receber amigos e familiares”, explica a publicitária Camila Aidar Storto Bonilha. Entre os pedidos do casal à arquiteta, o principal era por uma sala ampla, com TV, que eu não queria que ficasse muito visível, daí surgiu o biombo que deu esse clima mais intimista à nossa área de estar”, conta Camila. O projeto é funcional e atende, na medida, as expectativas do casal. “Está tudo muito funcional, atendeu 100% das expectativas.” Para a profissional, um dos desafios foi otimizar e integrar os espaços. “Gosto muito dessa coisa do sofá grande, que amplia e traz esse conforto ao ambiente. Outro ponto forte foi a quebra do hall de entrada, o que permitiu ampliar a área de estar. “Mantivemos o espaço necessário do hall do elevador, que foi envelopado. Com isso, conseguimos uma funcionalidade e o restante todo foi construído em detalhes que estão impressos no projeto”, conclui Ila Rosete.

CASA PROJETO & ESTILO

11


Para garantir a sensação de aconchego, a arquiteta optou por rebaixar o teto nas áreas de estar e jantar. “A ideia é deixar o teto mais baixo nos locais onde ficamos sentados”, explica a arquiteta. A área também conta com um sistema de automação para ar-condicionado, luz, som e vídeo.

CASA PROJETO & ESTILO

12


O biombo de mármore branco, da Engenharia do Mármore, dá um toque de sofisticação ao ambiente de estar e faz referência às origens árabes da cliente, que tem descendência libanesa. Um aparador, atrás do sofá, foi a opção para esconder o subwoofer

“Em design de interiores tudo é detalhe e isso tudo custa caro, mas faz a diferença. Então, o olhar é muito diferenciado, o profissional tem que estar disposto e saber orientar o cliente.”

CASA PROJETO & ESTILO

13


Na sala de jantar, a mesa quadrada e as cadeiras, Sierra Móveis, recebe a iluminação de um imponente lustre, Wall Lamps. Na solução do buffet, destaque para a otimização do espaço. Isso porque o móvel comporta louças e baixelas, além da adega climatizada. O tampo em mármore permite transformar a peça em aparador para ocasiões especiais

Em consenso, o casal abriu mão da tradicional varanda gourmet, com churrasqueira, e optou por um bar. Com isso, o espaço foi decorado com cores mais delicadas e contrastantes.

CASA PROJETO & ESTILO

14


Solução: para esconder o ar condicionado, colocamos um móvel na varanda que serve como aparador

Um dos destaques do projeto, a estante, Marcenaria Saint Claire, foi alinhada à porta de entrada do apartamento. Ela é decorativa e, ao mesmo tempo, repleta de nichos, alguns abertos e outros invisíveis, onde tudo fica organizado e devidamente guardado. “Trabalhamos com o fecho toque e uma coisa que acho legal é que fizemos um revestimento interno em linho, em papel de parede. E tem laca brilhante dentro e um detalhe em fosco, que faz toda a diferença, além de dar um toque de luxo à peça” No mesmo alinhamento da estante, estão a porta de entrada, que ganhou um exclusivo puxador em osso, e a porta de acesso à área íntima, que também está camuflada

CASA PROJETO & ESTILO

15


Com cores claras e sóbreas, a cozinha da Camila ganhou eletrodomésticos e utensílios colorido., que dão vida ao ambiente, que dispõe ainda de uma pequena bancada, para refeições rápidas. Pela grande janela, a luz natural deixa o ambiente super iluminado. Destaque: no teto da cozinha, um recorte recebeu iluminação especial para facilitar os trabalhos nas bancadas, na pia e no fogão

“A Camila pode assinar como coautora do projeto porque ela participou de todo o processo. Com isso, conseguimos aconchegar o ambiente, agregando elementos que fizeram a diferença, como a namoradeira que divide os ambientes”, Ila Rosete

CASA PROJETO & ESTILO

16


Destaque: Prática e conceitual, a chapa de inox foi instalada na parede da bancada e da pia. Além de dar um toque moderno ao ambiente, a chapa facilita a limpeza do espaço

No lavabo, o clássico se sobressai desde o papel de parede, no melhor estilo provençal, até os detalhes das peças sobre a bancada, de mármore. Três espelhos emoldurados em madeira completam a decoração do ambiente

CASA PROJETO & ESTILO

17


Para conseguir instalar um armário com seis portas no dormitório do casal, a arquiteta optou por fazer um recorte na área de estar do apartamento, que ficou praticamente imperceptível. Cortinas blackout dão o clima intimista do quarto, que tem decoração clean e sofisticada Destaque: Luzes sinalizadoras, instaladas um pouco acima dos rodapés em todo o apartamento, garantem a segurança do ambiente durante a noite

CASA PROJETO & ESTILO

18


Solução: Para otimizar o espaço da suíte e garantir o conforto do quarto, a arquiteta optou por uma cortina blackout com o mesmo tecido da cabeceira da cama, dando uma continuidade e deixando o ambiente ainda mais aconchegante No banheiro da suíte, cores clássicas deixam o ambiente clean. A bancada em dois níveis garante a otimização do espaço e confere estilo e sofisticação ao cômodo

Arquiteta: Ila Rosete Fornecedores: Automação F/A Studio | Eletrodomésticos Kichen Aid | Iluminação Wall Lamps | Marcenaria Saint Claire | Marmoraria Engenharia do Mármore | Metais Deca e Mekal | Mobiliário Breton, Clami, Florense, Roberto Chaim e Sierra | Revestimentos Portoro e Recesa

CASA PROJETO & ESTILO

19


Arquitetura dinâmica: Escritório apresenta projetos limpos e conceituais Por: Brida Rodrigues | Fotos: Divulgação

CASA PROJETO & ESTILO

20


A Iporanga

o pronunciarmos o so-

ferenciados que surpreendem.

brenome Nitsche, logo

Segundo Pedro Nitsche, um dos

pensamos no influente

sócios do escritório, tudo co-

filósofo alemão, Friedrich Niet-

meçou ‘em casa’ e resultou na

zsche. Mas, neste caso, estamos

abertura do Nitsche, que tem

falando do escritório Nitsche

como sócios ele, os irmãos Lua

Arquitetos, formado por quatro

e João, e um amigo. “Tivemos

jovens talentos, que encontra-

muitas inspirações em casa,

ram na arquitetura, no urba-

nos trabalhos de nossos pais”

nismo e no design, uma forma

(eles são filhos dos artistas

diferente de transformar a pai-

plásticos Carmela Gross e Mar-

sagem urbana, em projetos di-

cello Nitsche).

CASA PROJETO & ESTILO

21


“No dia a dia, no ateliê dos meus pais, que era em casa, nossas brincadeiras eram com as tintas, com as maquetes e com as ferramentas deles. Lembro com carinho de encontrar muito o arquiteto Paulo Mendes da Rocha, amigo do meu pai”, conta Pedro. Com o incentivo de um amigo, Lua, a irmã mais velha, decidiu abrir a empresa em 1997, assim que se formou. Logo, eles desenvolveram seu primeiro trabalho: uma casa na Barra Fluxo

CASA PROJETO & ESTILO

22

do Sahy (uma praia na cidade


de São Sebastião). “Tínhamos

alguns prêmios inclusive.

tempo de sobra e investigamos

Os cuidados com a área da ar-

bastante as possibilidades esté-

quitetura acontecem de forma

ticas e técnicas dessa casa, que

recíproca entre os sócios, que

até hoje nos influencia muito”,

tomam as decisões mais im-

relata Pedro, que destaca o pro-

portantes em conjunto. Mas,

jeto como um dos principais

ao longo do desenvolvimento

trabalhos desenvolvidos pelo

de cada projeto, cada um fica

escritório, tendo conquistado

responsável por áreas específi-

Empena Viva

CASA PROJETO & ESTILO

23


Sahy

CASA PROJETO & ESTILO

24


cas. No entanto, toda a equipe, composta por 10 profissionais no total, trabalha em um espaço único, sem divisórias. “Todos participam do processo, de um modo geral, e até nossa secretária pode opinar sobre um conceito ou uma imagem em desenvolvimento”, conta Pedro. Muitos dos projetos, principalmente os residenciais, apresentam conceito de estruturas elevadas, que dão a impressão de não tocar o chão. Segundo Pedro, este é um conceito, uma

João Moura

ideia de perfeito nivelamento, livre da umidade, protegido dos animais rastejantes e muitas vezes com as instalações acessíveis sob ele. Isso personaliza o trabalho dos irmãos e revela a identidade do escritório. “Estamos falando em quebrar preconceitos, diminuir as injustiças e mudar o ponto de vista das pessoas, com o sonho de alcançar um mundo mais leve, ágil e livre”, finaliza Pedro.

CASA PROJETO & ESTILO

25


Box 298

nossa arquitetura Encabeçado pelos irmãos Lua e Pedro Nitsche - arquitetos formados na FAU-USP (1996 e 2000, respectivamente) -, o setor de arquitetura do escritório se diferencia por apresentar projetos autênticos e de alta qualidade. Os irmãos sócios garantem que têm como foco desenvolver projetos com soluções funcionais para seus projetos de arquitetura

CASA PROJETO & ESTILO

26


comunicação visual Um dos braços do escritório envolve

Muito elogiado, o painel chama a aten-

trabalhos de Projetos Visuais, que

ção de quem passa pelo Minhocão, na

tem à frente o artista plástico João

região central de São Paulo (SP).

Nitsche, formado em design gráfico

O trabalho ocupa um edifício de dez

e programação visual pela FAAP.

andares, demorou cinco dias para ser

Entre os projetos desenvolvidos pelo

concluído, e retrata de forma cria-

escritório, nesta área, destaque para

tiva e ousada silhuetas de pessoas

o painel ‘Empena Viva’, desenvolvido

em contraste preto e branco, simu-

a convite da Virada Cultural de São

lando o interior dos apartamentos

Paulo, no ano passado.

do prédio.

Corujas - SP

CASA PROJETO & ESTILO

27


CASA PROJETO & ESTILO

28


DÍPTICO DESIGN DE INTERIORES Elegância e personalização são as marcas dos projetos assinados pelo escritório Por: Julliana Reis | Fotos: Julia Ribeiro, Luis Gomes, Lufe Gomes e Evelyn Muller

R

esultado da união entre

a identidade deles”, diz Daniela.

o renomado arquiteto de

É nesse momento que o cal-

interiores Ricardo Cami-

deirão de vivências da dupla

nada e a designer de interiores

também sobressai. Daniela

Daniela Cianciaruso, a Dípti-

formou-se em Administração

co Design de Interiores reúne

de Empresas pela FAAP, fez pós-

a experiência de quase três

-graduação em Marketing pela

décadas de Caminada com o

Berkeley, na Califórnia (EUA), e

expertise de Daniela em marke-

está finalizando a Faculdade de

ting. Juntos, eles se comple-

Design de Interiores pela Escola

mentam, e trabalham para

Panamericana de Artes. Ricardo

valorizar o imóvel e conciliar

fez Arquitetura e Urbanismo

criatividade e sofisticação aos

no Centro Universitário Belas

anseios dos clientes. “Investi-

Artes, com especialização em

mos muito tempo na compre-

Arquitetura Ambiental, e Psico-

ensão das vontades dos clientes

logia na Universidade Paulista.

para realizarmos projetos com

Embora jovem, o escritório,

CASA PROJETO & ESTILO

29


CASA PROJETO & ESTILO

30


que tem sede no bairro Jardim Paulista, em São paulo (SP), já assinou dezenas de projetos residenciais e comerciais. Entre eles, um apartamento nos Estados Unidos e moradias na capital paulista e no interior do estado, em cidades como Itu, Ibiúna e Campinas. A dedicação da Díptico na personalização de cada projeto se estende ao acompanhamento das obras e chega até o arremate delicado e minucioso dos detalhes, de móveis a objetos. “Oferecemos um serviço com-

Casa Ibiúna

CASA PROJETO & ESTILO

31


CASA PROJETO & ESTILO

32


pleto”, afirma Ricardo. O cuidado está ainda na hora de aproveitar e dar nova cara às peças existentes. “Pensamos sempre em sustentabilidade, em todos os ângulos que a definem. Se o morador tem um móvel em bom estado, por que não reformá-lo em vez de trocá-lo por algo novo? Praticamos isso até mesmo em nossas próprias casas”, acrescenta o arquiteto. De Sergio Rodrigues a Alessandro Mendini, de Jorge Zalszupin

Casa Itu

CASA PROJETO & ESTILO

33


a Eero Saarinen, peças internacionais e brasileiras se misturam e dão forma à linguagem moderna e atemporal da Díptico. Também entram nesse menu sofisticado móveis e peças de família, garimpados em diferentes endereços e cheios de histórias. Esse é o verdadeiro valor da decoração e da arquitetura com a assinatura de Ricardo e Daniela, que esbanja descontração, conforto e estilo.

CASA PROJETO & ESTILO

34


Casa Jardins

CASA PROJETO & ESTILO

35


Com mais de 50 prêmios, escritório representa o Brasil de forma impecável no cenário internacional Por: Julliana Reis | Fotos: Divulgação

CASA PROJETO & ESTILO

36


C

om mais de 40 anos de atuacão, o Indio da Costa A.U.D.T é um dos

mais bem conceituados escritórios de arquitetura e urbanismo do Brasil, tendo ainda destaque internacional. Com atuação nas áreas da arquitetura, do urbanismo, do design e dos transportes, o escritório tem à frente o arquiteto Luiz Eduardo Indio da Costa e seu filho, o designer Guto Indio da Costa, responsável pelo setor de transporte. Reconhecido por desenvolver projetos de alto impacto em suas quatro áreas de atuação, o escritório conta com um núcleo estratégico-criativo multidisciplinar, formado por designers, arquitetos e urbanistas apoiados por diversos especialistas. Inovação é a força motriz no

CASA PROJETO & ESTILO

37


CASA PROJETO & ESTILO

38


desenvolvimento de todos os projetos. Uma metodologia que combina diferentes técnicas, tais como pesquisa etnográfica, workshops e entrevistas com grupos de consumidores e stakeholders, integrando marketing, P&D e comercial, gerando soluções criativas direcionadas a atender os desejos e necessidades dos consumidores. Um compromisso assumido junto a seus clientes para o sucesso comercial dos projetos. No segmento da arquitetura, o Indio da Costa realiza projetos residenciais de grande porte, projetos institucionais, projetos especiais e arquitetura de interiores. Já no setor do urbanismo, o escritório atende nas áreas de planejamento urbano, branding de cidades, revitaliza-

arquitetura

ção de áreas e cidades, mobili-

ário e sinalização urbana. Em design, são desenvolvidos projetos de design de produto, branding, design de serviço, design expositivo, varejo (retail), sinalização, cenografia e identidade visual, enquanto no setor de transporte, são realizados projetos de design de veículos, implantação urbanística e design de serviço. Desde o início de suas atividades, o escritório já realizou mais de 200 projetos arquitetônicos residenciais e de grande porte, mais de 100 patentes e registros de desenho industrial concedidos a clientes, atuação em mais de 40 países com produtos à venda e mais de 50 prêmios notórios nacionais e internacionais, em reconhecimento ao trabalho impecável realizado pelo grupo.

CASA PROJETO & ESTILO

39


urbanismo

CASA PROJETO & ESTILO

40


Luiz Eduardo Indio da Costa

F

ormado em arquitetura na

diversos prêmios nacionais e in-

década de 1960, Luiz Edu-

ternacionais, com destaque para

ardo se aperfeiçoou em

os mais recentes e importantes,

urbanismo na França, antes de

concedidos pelo IAB e pela ASBEA:

abrir seu escritório, nos anos 1970,

. Comenda Oscar Niemeyer outor-

no bairro de Botafogo, no Rio de

gada pelo Conselho Superior do

Janeiro. O projeto se transformou

IAB no XVIII Congresso Brasileiro

gradativamente numa estrutu-

de Arquitetos, “por sua exemplar

ra empresarial, a Indio da Costa

contribuição para a produção da

A.U.D.T, onde está até hoje co-

melhor arquitetura no Brasil“, em

mandando, junto com seu filho,

2006;

Guto Indio da Costa, dezenas de

Prêmio Roberto Cláudio dos San-

profissionais.

tos Aflalo – ASBEA Nacional 2010

Indio da Costa já foi arquiteto da

– Pelo conjunto da obra;

prefeitura do Rio de Janeiro, atuou

Prêmio Sergio Bernardes – ASBEA

no departamento de Parques e

RJ 2014 – Pelo conjunto da obra.

Jardins da cidade, na secretaria

Em março, Luiz Eduardo lançou

Municipal de Urbanismo e assi-

seu terceiro livro: ‘Indio da Costa,

nou muitos projetos de grande

Ar Como Arquitetura’, que apre-

porte, inúmeras residências e

senta parte de seu trabalho, como

prédios públicos.

um dos mais importantes arqui-

Ao longo dessa trajetória recebeu

tetos brasileiros.

CASA PROJETO & ESTILO

41


design

CASA PROJETO & ESTILO

42


transporte Guto Indio da Costa

N

ascido na cidade do Rio

vo de Design do Estado do Rio de

de Janeiro, Guto formou-

Janeiro desde 2006, foi diretor e

-se em Design Industrial

ex-vice presidente da Abedesign,

no Art Center College of Design.

cofundador do Centro Brasileiro de

Atualmente coordena os núcleos

Design Industrial (CBDI), promotor

de design e transporte da Indio

de diversas exposições e eventos

da Costa A.U.D.T, responsável por

de design. Foi também membro do

dezenas de projetos, muitos dos

juri de diversas premiações nacio-

quais alcançaram grande suces-

nais e internacionais, entre elas o

so e receberam diversos prêmios

L’Observeur du Design (França), o

internacionais.

Red Dot (Alemanha) e o Compasso

Membro do Conselho Consulti-

D’Oro (Italia).

CASA PROJETO & ESTILO

43


Guto Indio da Costa

C

omo filho de um dos maio-

como aquele produto vai nos servir

res arquitetos brasileiros,

como pessoa e de que forma essa

por que o design?

experiência pode ser interessante.

Por uma característica pessoal.

Acredito muito no poder renovador

Sempre tive um interesse inventi-

e transformador do design. Acre-

vo e o design me abriu muito essa

dito sim que o design pode trans-

porta para ser um pouco inventor,

formar uma sociedade, como por

e poder mexer com materiais e es-

exemplo no projeto do VLT, falando

calas muito diferentes, de poder

nesse momento, em uma cidade

desenhar uma caneta ou um bar-

como o Rio de Janeiro, que sempre

co, que pode atravessar o (Oceano)

foi muito barulhenta, repleta de

Atlântico. O design tem essa plura-

ônibus, e o VLT traz uma transfor-

lidade e hoje eu entendo que tudo é

mação incrível, por ser silencioso,

cortou aquela rigidez de que a for-

design, é óbvio que cada coisa com

por ser acessível, já que você entra

ma é função. Não, a forma pode ser

sua especificidade.

e sai dele no mesmo nível, é elé-

muito mais que função. A forma

trico, então não polui, cabem 400

pode ser função e emoção. Então

Para você design é arte?

pessoas, tem um trilho que regula

ele me influenciou muito. Mas

É também arte. Design para mim

o caminho. Frente a esse exemplo

tenho muitos outros nomes para

é uma maneira de repensar, me-

acho sim que o design pode ser

citar, como Ron Arad. Tem muita

lhorar, aperfeiçoar o dia a dia da

muito transformador.

gente talentosa.

produtos e informações por todos

E qual a previsão para que o VLT

Como você decidiu seguir para a

os lados, em um mundo quase que

comece a funcionar?

área do transporte?

caótico, então como tornar visu-

Tudo no Rio de Janeiro está previsto

Na verdade, quando eu me formei

almente agradável, convidativo,

para antes das Olimpíadas. Então,

em Design de Produto, eu quase fui

sedutor... Acho que o design tem

espero que ele esteja nesse pacote.

atuar como designer automotivo.

gente, porque vivemos cercados de

Mas percebi que o design de trans-

essa função, de tornar legível. Ser bonito é parte indissociável do de-

Você tem na sua casa uma grande

porte lá fora era muito fechado em

sign, porque funcionar bem e ser

inspiração, que é seu pai. E você

automóveis e meu barato não era

feio não é design.

também é uma grande referência

desenhar o carro, acho que muito

como um dos principais e mais

mais interessante que o carro, era

Como é seu processo criativo?

premiados designers brasileiros.

desenhar sistemas de mobilidade,

Somos uma esponja, todo projeto

Quem são suas referências?

e recém-formado fui trabalhar com

parte de uma pesquisa e o gran-

Tem muitas pessoas que eu admiro.

o Alexander Neumeister, e integrei

de foco do nosso trabalho é como

Existe um alemão que foi contem-

a equipe que venceu a concorrên-

adaptar e adequar, resolver o mun-

porâneo à minha época de estudos,

cia para o trem de alta velocidade

do para o ser humano. Desde uma

um designer chamado Hartmut

alemão. Então desde muito novo

cadeira, um móvel de escritório,

Esslinger, que não influenciou só a

eu tinha interesse por essa área de

uma geladeira, o que interessa é

mim, mas toda uma geração que

transporte.

CASA PROJETO & ESTILO

44


Luiz Eduardo indio da Costa

F

ale um pouco sobre o livro

alista de concretizar porque pintor

e a gente tinha uma influência eu-

‘Indio da Costa - Ar como

ou você é um Candido Portinari ou

ropeia mais forte que a americana.

Arquitetura.

você pode sofrer um pouco, eu não

Então eu me lembro do meu pai

Esse é meu terceiro livro e, de um

tinha vocação pra ser um sofredor,

fazendo barba em uma cumbuca

modo geral, os livros são muito

então queria algo que me desse a

para poupar água e de uma série de

bons porque te obrigam a fazer

possibilidade de expandir e a ar-

cuidados como abrir e fechar tor-

uma análise do seu trabalho. Foi

quitetura surgiu como uma opção.

neiras, acender e apagar as luzes.

ótimo poder contar novamente

Eu, na verdade, não tinha muita

Havia uma preocupação porque os

com a Ana Borelli (organizadora)

certeza se queria fazer arquitetura.

bens não eram infinitos e a gente

e estou muito satisfeito por mais

Mas, à medida que fui começando

precisava cuidar bem deles. Depois

esse trabalho.

a faculdade, passei a me interessar

veio a sociedade americana que co-

e confesso a você que foi durante

meçou a fazer a vida descartável. E,

Quando o senhor optou pela ar-

a faculdade, que fui para a Euro-

com isso, passamos a acreditar que

quitetura como profissão?

pa pela primeira vez, e quando eu

tudo era infinito e que não sofrerí-

Eu entrei na faculdade aos 17 anos,

entrei em uma catedral gótica e

amos com a falta de água e de luz.

era muito cedo pra saber o que

vi aquele deslumbramento todo

Mas, de repente, a gente percebeu

você quer da vida, eu gostava de

e pensei: quero participar desse

que esse caminho americanizado

artes, minha família é de políticos

negócio que é quase mágico, de

era uma furada e voltamos a ter

e advogados e eu não queria usar

transformar um monte de areia,

mais consciência. Posso dizer então

terno e gravata, queria ser pintor.

de pedra e de vidro em uma obra de

que pra mim essa questão de sus-

Mas, ao mesmo tempo, achei que a

arte fantástica. A partir daí me senti

tentabilidade não é novidade, até

arquitetura era uma forma mais re-

comprometido com a arquitetura.

mesmo porque, na minha época de faculdade, a gente já tinha uma

Quais são suas referências?

preocupação com a questão solar,

Todo mundo é permeável ao que

com dominância de vento, porque

vê e ao que sente. Mas as minhas

isso racionalizada, dava economia

experiências e referências não vêm

e dava lógica ao projeto. Felizmente

muito da arquitetura. Elas vêm de

agora está todo mundo mais cons-

todas as partes, como da rua, do

ciente com isso, mas não acho que

cinema, do teatro, da praia. Acho

seja uma novidade.

que tudo influencia o trabalho da gente de alguma forma. E o pro-

E quanto às premiações? O senhor

cesso criativo vem dessa vivência

considera que são importantes?

do dia a dia.

São importantes e estimulantes. Você mede como você está com

As pessoas hoje estão mais cons-

seus pares, o que os outros acham

cientes quanto à importância da

do seu trabalho, e é muito impor-

sustentabilidade na arquitetura?

tante ser reconhecido e isso dá

Sou de uma geração mais antiga,

muito prazer.

CASA PROJETO & ESTILO

45


O PODER DA TRANSFORMAÇÃO Cozinha ganha espaço e modernidade após reforma Da redação | Fotos: Divulgação

A

Base2 Arquite-

Para atender aos desafios

tura recebeu

dessa proposta foi necessária

um pedido do

uma redefinição do layout par-

cliente para

tindo do princípio do triângulo de

modernizar uma cozinha de uma

trabalho, considerando os novos

casa em um tradicional bairro

eletrodomésticos, principalmen-

da Mooca, na zona Leste em São

te o refrigerador, cujas dimensões

Paulo (SP). Os proprietários de-

fogem do convencional para uma

sejavam melhorar a circulação

cozinha pequena como esta. A

da cozinha, clarear o ambiente

ideia do projeto foi trazer uma

e instalar novos equipamentos,

sensação de amplitude e de con-

tudo isso com um visual contem-

tinuidade, propiciando uma me-

porâneo.

lhor circulação e organização do

O escritório se deparou

espaço. Foi projetado um armário

com o desafio de projetar uma

na parede oposta à janela para

cozinha de 15 metros quadra-

embutir o forno, o microondas e

dos que possuía um layout divi-

o refrigerador, também integran-

dindo a área de preparo e a área

do o espaço de baixo da escada,

de convivência com um grande

antes sub-utilizado, ao armário

armário, tornando o ambiente

criando uma despensa e propi-

mais apertado. A circulação era

ciando a sensação de continuida-

conturbada, a iluminação não era

de como se fosse uma única peça.

adequada para as atividades do

Eliminou-se o balcão-divisória do

ambiente e o mobiliário, apesar

centro da cozinha, garantindo

de ocupar grande volume, não

uma melhor fluidez do espaço e

era bem aproveitado.

dinamizando a circulação.

CASA PROJETO & ESTILO

46


Conseguiu-se a sensação de amplitude devido à escolha de materiais e cores. Utilizamos tons neutros, puxados para o cinza quente e deixamos o foco de cor no revestimento da parede do fogão com as pastilhas Eliane Hit Cereja. Para contrapor com o vermelho, nas demais paredes foi utilizada tinta Coral Super Lavável na cor Penas Eriçadas, compondo com o piso de porcelanato Eliane Minimum Fendi. A marcenaria funcional foi executada de acordo com as premissas do projeto, garantindo a organização da área de trabalho e de armazenamento. Todo mobiliário foi escolhido utilizando-se da palheta de tons neutros. Para trazer aconchego para a área de refeição escolhemos as cadeiras Trend Casual SKU Helena em madeira e palha sintética, compondo com a mesa Saarinem com tampo em mármore branco, além do painel

CASA PROJETO & ESTILO

47


de TV em MDF Nogueira.

do nos rodapés da marcenaria.

Um dos pontos mais sig-

Destacamos esse material por

nificativos do projeto é a ilumi-

ser antibacteriano e de fácil ma-

nação, que antes era insuficiente.

nutenção, além da sua plastici-

Foram utilizados spots embuti-

dade que propiciou a execução

dos no novo forro de gesso com

da cuba e da pia em uma peça

lâmpadas de LED para propiciar

única.

maior luminosidade com maior

Para o sucesso da obra e

eficiência energética. Também

garantia de satisfação do cliente

foi instalada fita de led na tabi-

foi fundamental o planejamento

ca do forro, criando um charme

e concepção das mudanças a se-

diferenciado ao ambiente e para

rem feitas. Isso foi viável graças

propiciar uma iluminação focal,

à elaboração de um projeto, no

foram embutidos spots no armá-

qual foi possível o estudo de di-

rio sobre a pia. Compondo com

ferentes opções, não apenas do

o ar aconchegante da área de

layout, mas também no mobi-

refeição colocamos a luminária

liário, iluminação e acabamen-

pendente com ripas de madeira

tos. Assim, conferidas todas as

Nogueira.

possibilidades plausíveis para

Na área de preparo, opta-

esse ambiente, conseguiu-se

mos pela bancada em L consti-

convergir em um projeto enxu-

tuído em Corian na cor Glacier

to condizente com o orçamento

White que também foi aplica-

predestinado pelo cliente.

CASA PROJETO & ESTILO

48


CASA PROJETO & ESTILO

49


Projeto

Acessibilidade e ponto Universitários desenvolvem projetos de 10 ambientes acessíveis e sofisticados Por: Lilian Machado* | Fotos: Beatriz Köhler

J

Ficha técnica Orientação: Lilian Machado e Adriana Valli Apoio imagens: Professor José Antônio Correia e aluno Pérsio Medeiros

á p a re c e s e r d e senso comum que as pautas acessi-

bilidade e desenho universal,

atendimento da norma. Trazer

têm que fazer parte da cons-

autonomia para o usuário, se-

trução dos nossos espaços das

gurança e conforto, são ques-

cidades e das áreas de uso pú-

tões objetivas do processo de

blico e coletivas. Mesmo que

trabalho de um profissional

ainda muito aquém das gran-

do design de interiores que

des necessidades, temos que

devem acompanhar qualquer

reconhecer que nossa cultura

projeto trabalhado. Porém,

está em transformação e que

quando abordamos o desenho

importantes avanços na área

universal sob uma ótica mais

têm ocorrido nos últimos anos.

ampla, podemos perceber que

A recente revisão na norma de

a questão de fundo é a inclu-

acessibilidade, NBR 9050, por

são, a ergonomia e o conforto,

exemplo, nos mostra que esta

mas que estas questões, não

discussão é uma conversa em

restringem de forma alguma, as

processo de amadurecimento.

possibilidades de projeto e que,

Na escala do ambiente

na grande maioria das vezes

interno sentimos ainda dificul-

as soluções podem ser dadas

dade por parte de muitos pro-

através do design.

fissionais da área em entender

O projeto ‘Acessibilidade

que trabalhar acessibilidade e

e Ponto. Simples assim’, é um

desenho universal vai além do

dos diversos trabalhos desen-

CASA PROJETO & ESTILO

50


volvidos pelo Escritório Modelo do CST Design de Interiores, do FIAM-FAAM Centro Universitário, coordenado pela arquiteta Lilian Machado. Este núcleo trabalhou com o desenvolvimento de design de interiores de ambientes, norteados por questões de acessibilidade e desenho universal.

*Lilian Machado é arquiteta. Atuou na coordenação do projeto e na orientação dos projetos junto aos alunos.

A equipe envolveu diversos alunos e contou com a colaboração de professores, coachs de projeto e produção de imagens. Durante a disciplina de acessibilidade percorrida no curso, os alunos tiveram a oportunidade de somar aos estudos as experiências de vivên-

mas que, por outro lado, po-

cias. Através de dinâmicas de

dem também servir de estímulo

empatia, as equipes de trabalho

criativo.

se colocaram na posição do ou-

De forma alguma, os pro-

tro em simulações de ações do

jetos desenvolvidos pretendem

dia-a-dia.

trazer receitas prontas ou so-

A produção gerada, que

luções finais. Projetar um am-

uniu um grande esforço cole-

biente é sempre interpretar e

tivo, traduz nestes oito proje-

responder a um novo desafio,

tos desenvolvidos nesta última

repleto de especificidades. O

temporada, diferentes perfis

objetivo dos projetos é o de

de clientes simulados. Oferece

ajudar na construção de re-

aos alunos uma oportunidade

pertórios. Com erros e acertos,

de enfrentar questões difíceis

contribuir para a discussão do

A professora orientadora dos projetos Adriana Valli

tema acessibilidade, tão importante para a nossa sociedade, que definitivamente já faz parte da nossa agenda, e que pode ser trabalhado através do design, de forma simples assim.

CASA PROJETO & ESTILO

51

O aluno Pérsio Medeiros e o professor José Antônio Correia


O quarto do bebê

P

rojetar um quarto de

rior livre para permitir a adequa-

bebê para uma mãe

da aproximação da mãe, funcio-

com certeza é um

nando como uma plataforma que

momento muito especial. Este

Equipe de projeto

se conecta ao trocador.

ambiente foi desenvolvido com

Armários em alturas de fá-

todo o cuidado para que trouxesse

cil acesso e prateleiras pivotantes

uma personalidade contemporâ-

estratégicas, são alguns dos recur-

nea e divertida, e que principal-

sos projetados para este quarto.

mente, construísse um ambiente

Um grande sofá, com altura para

com plena autonomia de uso para

facilitar a transferência da mãe,

esta mãe, que é cadeirante.

cria um local para que ela pos-

As estampas geométricas e

sa brincar com o bebê de forma

cores fortes já anunciam origina-

descontraída. O pequeno berço

lidade ao ambiente. Referências a

de balanço especificado, possibi-

estampas de cartoons, conferem

lita mais um espaço para ajudar

ao quarto um tom divertido, en-

na manobra com o bebê, além de

quanto a madeira dá o toque de

conferir um charme especial para

aconchego necessário.

este ambiente muito descontraí-

Livia Orio, Elen Marques, Larissa Sousa,

O berço foi especialmente

Amanda Vecchio, Rachel Novaques

desenhado e tem sua parte infe-

CASA PROJETO & ESTILO

52

do, que dará suporte para rotina da mãe e do bebê.


Quarto da Senhora

E

ste dormitório, pro-

foco de luz dão suporte para o

jetado para uma

momento do crochê. O cesto de

senhora idosa que

linhas e tecidos pode ser facil-

mora sozinha, aliou o design de

mente transportado, pois tem

um ambiente de atmosfera se-

rodízios e haste de condução.

rena e relaxante com a inserção

Linhas de iluminação

de importantes elementos que

em LED que contornam a porta

priorizam o conforto e a segu-

do banheiro e rodapés ajudam

rança no ambiente.

a orientação durante a noite e

Cores neutras e estampas

uma iluminação programada de

suaves conferem os tons predo-

alerta se acende para lembrar

minantes e elementos em ma-

horários de medicamentos. O

deira ajudam a aquecer o espa-

destaque está na especificação

ço. Uma cama recolhível, dentro

da cama articulada com rotação,

de um armário também oculto,

que auxilia a levantar-se da cama

ajuda na hora de acomodar o

com segurança e autonomia. O

netinho que vem para visitar e,

ambiente utiliza automações,

eventualmente, para dormir com

climatização ambiente e muito

a avó, ou ainda para um cuidador.

design para conferir a este dormi-

Equipe de projeto

Uma poltrona da qual é

tório, uma atmosfera confortável

Carla Batochio, Gabriela Souza e

e aconchegante.

Paola Rosse

fácil de se levantar e um bom

CASA PROJETO & ESTILO

53


Varanda Sensorial

O

desafio deste pro-

percebida com os pés.

jeto foi o de desen-

O paladar não poderia ficar

volver um espaço

de fora dessas sensações: a parede

de varanda, local onde um dos im-

com frases em braile e revestimen-

portantes apelos é a possibilidade

to em cimento ganhou vasos de

de se usufruir a vista em um es-

temperos e uma grande espécie

paço semiaberto. Porém para estes

frutífera em vaso de destaque que

clientes, um jovem casal, ambos

preenchem o espaço e convidam o

com deficiência visual de diferentes

usuário a cuidar e interagir. As tex-

intensidades, a vista não poderia

turas de pêlos e tecido de toque

ser o destaque de trabalho.

macio, contrastam com a mesa

Assim, o percurso escolhi-

de madeira bruta e a materia-

do foi o de realizar uma imersão

lidade gelada do aço corten da

em um design dos cinco sentidos

área gourmet.

que nortearam todas as escolhas

O entendimento de que a

do projeto. Para a área de repou-

nossa interação com o espaço vai

so, o vento pode ser sentido ao se

muito além do olhar trouxe outras

balançar na cadeira, enquanto

dimensões ao ambiente. Apoiado

o aroma da vegetação da gran-

em uma enorme riqueza de tex-

de parede verde se espalha pelo

turas, aromas e sensações, foram

ambiente. A cortina d´água traz

utilizados elementos da paisagem

Equipe de projeto

o som da água corrente e a umi-

natural para sintetizar um proje-

Fernanda Levy, Bruna Vieira

dade ao ar, enquanto a textura

to rico de referências que interage

e Bruna Brubaker

da areia ou dos seixos pode ser

com todos os nossos sentidos.

CASA PROJETO & ESTILO

54


Home-office e varanda brinquedoteca

P

ara a cliente deste

ração de colchonetes, que ficam

projeto, uma mulher

discretamente dispostos sob o lon-

que trabalha em casa

go banco. A mesa de refeições pode

e é mãe de uma filha pequena, esta

ser ajustada, transformando-se

ampla varanda é um espaço multi-

em mesa de criança. Uma cabana

funcional que abriga área de social

suspensa em trilho, entra em cena

para adultos, área de trabalho e

no momento da brincadeira ou

espaço para brincar. Resolver a

na hora de assistir a um desenho

questão de como equalizar am-

animado projetado no telão.

bientes que devem ser compar-

Com a flexibilidade cria-

tilhados por adultos e crianças,

da, a mãe pode utilizar a varanda

foi a questão trabalhada por este

para receber amigos e usufruir

projeto de design interiores.

tranquilamente o espaço cheio de

Com uma linguagem urba-

estampas e cores quando a brin-

na divertida, optou-se por adotar

cadeira é desmontada. Da ban-

soluções que trouxeram flexibi-

cada deslizante do home office,

lidade de usos, gerando diversas

a mãe tem ótima visão da área

possibilidades de layout de acordo

enquanto trabalha. Pode traba-

com cada situação vivida.

lhar tranquila e, se receber a filha,

Equipe de projeto

basta puxar uma pequena mesa

Fernanda Cedano, Tatiane Londero e

coringa articulável.

Poliana Santana

Quando utilizada pela criança, o chão pode ganhar for-

CASA PROJETO & ESTILO

55


Ambiente de estar para a jovem obesa

A

Equipe de projeto

jovem cliente deste

mobiliário priorizou peças com

projeto, que adora

medidas de altura de assentos

receber amigos

que facilitam o levantar. Além

e fotografar, vive com restrições

disso, estruturas resistentes ao

de mobilidade em função de sua

peso e espumas de estofados com

obesidade. O desafio de criar um

densidades adequadas foram usa-

ambiente de jantar e estar que

das como itens de conforto.

trouxesse liberdade de usufruir

As tomadas elétricas foram

o espaço e que traduzisse a per-

posicionadas em área de fácil aces-

sonalidade feminina e descolada

so, tanto na bancada de trabalho

da cliente, foi a principal intenção

como no estúdio de fotografia cria-

trabalhada.

do, que convive harmoniosamente

A mistura de tons femini-

com o conjunto desta área social.

nos suaves, com estampas fortes e

O grande trilho com spots

algumas cores intensas pontuais,

de luz que percorre todo o espa-

confere um toque hipster ao am-

ço, além das mandalas de parede

biente. A madeira do piso e o re-

com iluminação indireta são des-

vestimento de painéis, também

taques deste projeto. O resultado

em madeira, revestem algumas

é um ambiente muito feminino

paredes e apoiam o ar leve e jo-

e alto astral, que equaliza hob-

vem deste apartamento.

bies com funcionalidades e que

Leticia Santos, Simone

Além de áreas de circula-

Simpliciano e Carliani Moraes

ção amplas, a especificação do

CASA PROJETO & ESTILO

56

transborda a personalidade desta jovem.


Quarto para casal com nanismo

P

ara este dormitó-

de presença o ambiente com a

rio os desafios do

estampa de mapas. A preocupa-

projeto foram o de

ção com a altura da chaise long

trazer autonomia para este casal

e da cadeira também influenciou

de baixa estatura e de criar um

o design das peças que são cus-

ambiente que traduzisse a sua

tomizadas.

personalidade, gosto por tons

A profundidade reduzida

neutros, cores pontuais, am-

dos armários e principalmente

bientes contemporâneos e que

da estante de livros, facilita a

adoram história e viajens.

utilização deste equipamentos.

A primeira questão traba-

A iluminação do ambiente valo-

lhada foi o ajuste de escala do pé

riza este dormitório com rasgos

direito e do alcance de alturas.

iluminados no teto e ilumina-

Para isso, foram utilizadas peças

ção indireta em marcenarias.

como a cama junto ao chão, cria-

O conjunto da cena, utiliza a

dos-mudos baixos, marcenarias

escala baixa e as linhas hori-

e armários horizontalizados que

zontalizadas como recursos de

respeitam o alcance das mãos.

desenho para o espaço que ga-

Equipe de projeto

Os vazios gerados nas pa-

nha conjunto muito funcional

Letícia Gusmão, Ana Michelleto

e harmônico.

e Vanessa Brito

redes deram suporte para encher

CASA PROJETO & ESTILO

57


Banheiro para um cadeirante

A

o projetar um

estilo urbano.

banheiro con-

A bancada de lavatório

templando a

foi projetada livre na parte

acessibilidade, deve-se levar

inferior e com misturadores e

em consideração diversos pa-

sensor de presença. O espelho

râmetros os quais se aplicam

foi bipartido para que o marido

também para os clientes deste

pudesse ter visão confortável

projeto: um casal em que o ma-

através do espelho inclinado.

rido é cadeirante. Por se tratar

Barras de apoio e a ga-

de um ambiente compartilha-

rantia de confortáveis áreas

do, o trabalho teve que levar

de giro e de transferência da

em consideração as diferentes

cadeira para a bacia, para o

necessidades e equalizá-las

chuveiro e para a banheira,

dentro do ambiente.

possibilitam o pleno uso do am-

A proposta de se criar uma

biente pelo cadeirante. Ao lado

atmosfera natural mas com per-

do vaso sanitário e das áreas de

sonalidade urbana baseou-se no

banho, o cuidado de se garantir

piso de porcelanato de madeira,

a instalação de um botão de

na vegetação, e no revestimento

acionamento para eventuais

cimentício para se contrapor com

emergências, traz ainda mais

Equipe de projeto

a estampa geométrica e metais

tranquilidade e segurança para

Taís Rocha e Tábita Oliveirah

escuros, os quais remetem a um

a sala de banho.

CASA PROJETO & ESTILO

58


Quarto do adolescente

E

ste dormitório foi pro-

tons do ambiente.

jetado para um ado-

Para a livre circulação pelo

lescente com restri-

espaço, foram garantidas as áreas

ções de mobilidade e o projeto teve

de manobra para giros e transferên-

na paixão do cliente pelo futebol

cias, em especial nas proximidades

a inspiração para a concepção de

da cama e dos armários. Prateleiras

seu design. Os tons de cinza, que

deslizantes, cabideiros extensíveis,

são predominantes no ambiente,

e bancadas e nichos de coleções ao

dão suporte para a marcenaria de

alcance fácil da mão, foram conce-

madeira caramelo e para o vibrante

bidas para este ambiente.

amarelo que se destaca.

Estas e outras preocupações

A releitura de elementos

como a altura das tomadas de fácil

icônicos como lockers de vestiá-

acesso e com alguns confortos de

rios, a arquibancada da torcida e o

automações, como por exemplo

próprio ícone do astro Pelé, surgem

a do acionamento das persianas,

neste projeto em forma de revesti-

farão diferença no dia a dia deste

mento de parede com a instalação

adolescente que poderá usufruir

de portas lockers metálicas, com

seu quarto que traz referências do

armários de coleção de camisetas

futebol de maneira sofisticada e

de times e na grande estampa de

com atmosfera muito descolada

Equipe de projeto

arquibancada, que acompanha os

e jovial.

Camila Gagliardi

CASA PROJETO & ESTILO

59


Barcelona Cidade se destaca pela arquitetura modernista, herança de Gaudí, mas ainda abriga construções medievais que retratam sua história Por: Maira Isis Cardoso | Fotos: Shutterstock

CASA PROJETO & ESTILO

60


A cidade

C

apital e maior cidade da Catalunha, Barcelona está lo-

calizada no nordeste da Espanha e concentra atividades culturais e administrativas, sendo ainda a parte mais rica da região. É a segunda maior cidade do país e da Península Ibérica, sendo a sexta área mais populosa na União Europeia. Em Barcelona, o moderno e o histórico se encontram de forma especialmente harmoniosa. Bem estruturada, em suas ruas encontramos um pouco de cada uma das civilizações que por ali já passaram, e o que chama a atenção é que a cidade ainda

guarda bairros medievais, que por muitas vezes estão bastante próximos de áreas mais modernas, com destaque para a forte presença do modernismo de Antoni Gaudí, famoso arquiteto catalão. Localizada na costa do Mediterrâneo, entre a foz do Rio Llobregat e a foz do Rio Besòs, Barcelona é uma cidade cosmopolita, aberta, com real coesão social. A capital catalã está entre as melhores cidades do ranking mundial de qualidade de vida, equidade e segurança. Dita como uma cidade fácil de viver, que leva vida saudável e que tem um clima mediterrânico.

CASA PROJETO & ESTILO

61


La Pedrera

Templo Católico Expiatório da Sagrada Família

Arquitetura

C

om arquitetura mo-

turísticos, recebendo milhares de

dernista, graças às

visitantes de todo o mundo.

referências de An-

Um dos trabalhos mais im-

toni Gaudí, um dos mais ilustres

portantes de Gaudí, considerado

moradores da cidade, Barcelona

como uma obra-prima do moder-

ainda abriga construções com esti-

nismo catalão, o Templo Católico

lo medieval e projetos com traços

Expiatório da Sagrada Família, é

do modernismo.

uma obra inacabada, que lenta-

Considerada uma grande

mente vem sendo construída.

metrópole, Barcelona é conheci-

O arquiteto também deixou

da como ‘cidade paralela’, por ter

outras obras, bastante conhecidas,

ruas paralelas e perpendiculares.

como o Parque Güell, um parque

Chamada também de capital do

urbano com elementos arquite-

modernismo catalão, a cidade viu

tônicos; a Casa Milà, um edifício

a mudança da forma de viver de

conhecido como La Pedrera; e a

sua população, em decorrência da

Casa Batlló, edifício modernista

Revolução Industrial, o que gerou,

catalão.

além do crescimento da cidade,

Além das obras de Gaudí, Barcelona conta com outros lo-

um novo estilo urbano. Quem visita Barcelona é

cais com rica arquitetura, como o

contemplado com uma rica arqui-

Hospital de Sant Pau e o Palácio da

tetura e isso muito se deve a Antoni

Música Catalã, de Lluís Domènech

Gaudí, que deixou seu trabalho em

i Montaner, ou o Palácio Macaya e

diversos locais, sendo estes consi-

muitas outras obras de Josep Puig

derados até hoje grandes pontos

i Cadafalch.

CASA PROJETO & ESTILO

62


Parque Güell

Hospital de Sant Pau

Museu Nacional da Espanha

CASA PROJETO & ESTILO

63


Catedral de Barcelona

A cidade também oferece

de Barcelona, a Torre Agbar, e os

grandes surpresas, como as obras

projetos de uma nova estação em

góticas do período medieval, que

La Sagrera e da Torre do Triângulo

podem ser encontradas no centro

Ferroviário.

histórico, denominado como bair-

Localizada na área do Par-

ro Gótico. Um exemplo é a Cate-

que Güell, a Casa-Museu Gaudí

dral de Barcelona. Seguindo esse

serviu como residência do arqui-

estilo, está a Igreja de Santa Maria

teto catalão entre 1906 e 1925,

do Mar, de construção simétrica.

tendo sido transformada em museu no ano de 1963.

rânea aparece em edifícios como

Desenhada por Francesc

o Pavilhão Alemão, que foi cons-

Berenguerpara, a residência serve

truído para a Exposição Universal

como casa-modelo da urbaniza-

de Barcelona de 1929, e também

ção de Barcelona. Gaudí viveu

na Fundação Joan Miró, do ar-

nesta mesma casa até se mudar

quiteto catalão Josep Lluís Sert.

para a oficina da Sagrada Família,

Os Jogos Olímpicos de

no final de 1925. Após a sua mor-

Verão de 1992 fez com que a ar-

te, 1926, a casa foi posta à venda

quitetura da cidade passasse por

e serviu como moradia para um

grandes transformações. Após os

casal italiano, até 1960, quando

jogos, a cidade seguiu mantendo

foi comprada pela Associação

seu desenvolvimento arquitetô-

Amigos de Gaudí, com o objetivo

nico, construindo edifícios como

de fundar um museu dedicado

o Museu de Arte Contemporânea

ao arquiteto.

CASA PROJETO & ESTILO

64

Crédito: Lisi4ka

A arquitetura contempo-

Torre Agbar


A cultura catalã O estilo de vida em Barcelona é alegre, festivo, com ca-

casa do Barcelona, atual tricam-

e costuma se comunicar em ca-

peão mundial de clubes.

talão.

racterísticas especiais. O caráter

Pela cidade, durante todo

O comércio é algo forte, já

mediterrânico da cidade convida

o dia, é grande a movimentação

que Barcelona é o maior centro

o visitante a conhecer sua ar-

de turistas, que tomam as ruas, os

comercial ao ar livre da Europa, o

quitetura, seus bairros, visitar as

restaurantes e as casas de shows

que identifica bem a cidade pela

praias, os parques e as áreas de

e espetáculos, já que a cidade dis-

qualidade dos produtos e pelos

lazer. Mas, por lá, visitar as obras

põe de locais modernos e salas re-

preços atrativos.

de Gaudí e desfrutar do melhor

conhecidas internacionalmente.

Barcelona sedia ainda o

que sua gastronomia pode ofere-

O Teatre Nacional de Cata-

maior espaço comercial ao ar li-

cer, fazem de Barcelona um lugar

lunya e a Ciutat del Teatre, amplo

vre da Europa, o Shopping Line,

único.

complexo com instalações para a

que abriga cerca de 35 mil esta-

A cidade, que, além da ar-

formação e representação teatral,

belecimentos, em um percurso de

quitetura, atrai milhares de tu-

consolidam as artes cênicas do

cinco quilômetros, o que torna as

ristas interessados em futebol,

país. A população é extremamen-

compras uma grande – ou extensa

já que lá está a arena Camp Nou,

te orgulhosa de suas tradições,

– opção de passeio.

CASA PROJETO & ESTILO

65


Áreas verdes Com muitas áreas verdes,

tação (Jardí DÁclimatación) feito

Güell, situado no distrito de Grácia,

a cidade tem parques e jardins

para aclimatação de plantas; no

mistura elementos arquitetôni-

espalhados por todo o território e

Jardim de Laribal, primeiro jar-

cos de Gaudí com a beleza natural

mais de 300 mil árvores em ruas

dim criado na cidade; no Jardim

das colinas, permitindo uma vista

e avenidas.

Botânico Histórico (Jardí botànic

incrível da cidade e do Mar Medi-

históric), o primeiro jardim botâ-

terrâneo do Monte Carmelo. Por

nico da cidade.

lá, ainda é possível visitar o Jardim

Áreas verdes também podem ser encontradas no Jardim do Palácio Robert (Jardins del Pa-

Um lugar, sem dúvida,

lau Robert); no Jardim da Aclima-

especial em Barcelona, o Parque

La Rambla

CASA PROJETO & ESTILO

66

de Áustria e a Casa-Museu Gaudí, residência do arquiteto catalão.


Transporte e mobilidade

A

lém de segura, a

de baixa emissão de carbono, que

mobilidade urba-

tem como prioridade a qualidade

na de Barcelona é

de vida urbana e o bem-estar da

sustentável e eficiente. Isso por-

população.

que a cidade incentiva o transpor-

O plano visa promover

te em meios alternativos como a

veículos de energia alternativa,

bicicleta. Além dela, a população

reduzir o uso de carros particu-

dispõe dos serviços de bonde, do

lares, além de introduzir novas

funicular, do metrô, do ônibus, de

tecnologias na gestão da mobili-

táxi, de trem e de teleférico.

dade, facilitando a transição para

Barcelona é uma cidade

modos mais eficientes.

com clima e geografia privilegiadas,

Nos últimos anos, houve

o que permite que as pessoas se

um aumento gradual de pa-

locomovam confortavelmente a pé

vimentos e áreas dedicadas à

ou ainda de bicicleta. As distâncias

mobilidade e ciclismo, conse-

também são relativamente curtas

quência da redução do número

e as atividades diárias podem ser

de estacionamentos particula-

feitas por caminhada.

res, bem como da circulação de

Em seu último Plano de Mo-

veículos motores, pretendendo

bilidade Urbana, instituído para o

melhorar e alargar a rede públi-

período entre os anos de 2013 e

ca de transportes, para torná-la

2018, foi priorizado o modelo de

acessível ao maior número de

mobilidade sustentável, saudável e

pessoas.

CASA PROJETO & ESTILO

67


E

ntendemos que a Casa Brasileira é híbrida como a nossa cultura. Nossas tendências revelam mais alguns “modos de morar” das

tendências

nos interiores por p.o.box design

várias regiões do Brasil, acentuando a fusão entre as influências europeias e africanas, que chegaram aqui no século XVI, e se somaram ao modo viver indígena, esses encontros ajudaram a moldar os nossos costumes. Buscamos a alma de cada região promovendo por meio do exercício de novos olhares, encontros possíveis e imprevisíveis

para o resgate da nossa memória e identidade.

urbano integrado biodesign futurismo high tech

CASA PROJETO & ESTILO

68

namoradeira Paulo Alves mesas tronco Mônica Cintra luminária de mesa cantante Claudia Moreira Salles esculturas em vidro Shayna Leib piso em ardósia cinza parede de concreto biofílica

[ BIOPHILIA ]


A biophilia resgata o amor

dência procuramos criar a estética

desta vivência no futuro. O Brasil

à natureza e a vida, o instinto de

deste encontro nas grandes cidades,

possui uma extensa biodiversidade,

preservação. Uma tentativa de se

posto que somos uma sociedade

o seu valor é incalculável e nossa

estabelecer a ética na relação entre

basicamente urbana. A vegetação

responsabilidade para compor esta

o homem e a natureza. Nesta ten-

deve desenhar no concreto o respiro

tendência é enorme.

[ CRIOULO STYLE ] quadro Baiana artista desconhecido 1850 marquesa vermelha Anna Maria e Oscar Niemeyer vaso africano oriental divisória em veludo Majestic fabric Pierre Frey espelhos blanc apollo e half moon Ben e Aja Blanc ladrilho hidráulico espanhol da laselva e mosaics martí painel de madeira, gravada a laser

tribal híbrido sofisticado contrastante afrobrasileiro

O crioulo style resgata

são atenuadas pela sofisticação

materiais empresta um contra-

a forte influência africana tri-

de tons terrosos em superfícies

ponto com os objetos aparente-

bal, com traços islâmicos jus-

gráficas. O painel da parede em

mente artesanais. Ao invés da

tapostos a elementos europeus,

madeira retoma a identidade da

uniformidade e padronização,

criando um encontro “tropica-

escarificação dos africanos que

a diferença se harmoniza pelo

lizado” de todas estas culturas.

trouxeram sua identidade dese-

contraste imprimindo a alma

Cores fortes com formas sólidas

nhada no corpo. A nobreza dos

crioula.

CASA PROJETO & ESTILO

69


exótico memória retrô

tropical revival

O neoretrô faz referência

aqui ficaram por 24 anos, tem-

rias históricas com uma coleção

ao litoral pernambucano, espe-

po suficiente para trazer seus

diversa de citações estilísticas.

cificamente Recife, considerada

tons invernais e promover um

O barroco e o rococó holandês

a veneza tropical, e sua influên-

encontro inusitado entre cores,

se encontram com traços tribais

cia holandesa. Os holandeses

como o verde jade e o preto. O

e tropicais resultando em uma

chegaram no Brasil em 1624 e

resultado é uma casa de memó-

proposta exótica e intimista.

CASA PROJETO & ESTILO

70

relógio vintage Fornasetti lustre de contas turquesas africano poltrona Edward Wormley - Dunbar vaso bronze plissan Holaria piso terracota parede Ladrilho hidráulico boiserie madeira ebanizada luminária Bertolucci cômoda chinesa yuyuan verde mesa e banco do Sudão Cane chair de Taylor Llorente

[ NEORETRÔ ]


[ TRÓPICO ZEN ] painel com impressão da obra de ogata korin do século 18 – crisântemos vasos chineses estilo Dinastia Qianlong papel de parede Brian Yates para Pip Studio l cadeira e banco coleção tribal japonesa da Nendo aparador coleção ThinkWithHeart da marca chinesa Ziinlife piso revestimento vinil Wood Ipê Ebanizado

zen oriental tradição harmonia essencial

O trópico zen rende

malismo japonês. A imigração

1911 e acabaram nos influen-

homenagem ao bairro da Li-

chinesa no Brasil começou em

ciando com sua cozinha e seu

berdade e outras localidades

1860, vindos da colônia Portugal

jeito de compor sua casa com o

do Brasil, principalmente na

de Macau, e logo desenvolveram

essencial. Os japoneses e os chi-

região Sudeste aos japoneses

o cultivo do chá em São Paulo,

neses contribuíram com cores

e chineses. Essa tendência é

onde ocorreu uma influência

e um jeito zen de organizar os

um encontro da sofisticação e

mais evidente. Os japoneses

elementos nos interiores para

nobreza chinesa com o mini-

chegaram ao Brasil por volta de

evocar as boas energias.

arte: Juliana Rocha

CASA PROJETO & ESTILO

71


CASA PROJETO & ESTILO

72


DECORAÇÃO e otimização do espaço

C

Nichos e armários invisíveis garantem a organização e o melhor aproveitamento dos ambientes Por: Julliana Reis | Fotos: Divulgação e Shutterstock

om espaços cada vez menores, profissionais da arquitetura e do décor apre-

sentam soluções inteligentes e práticas para aproveitar bem cada centímetro da casa, em projetos lindos e super conceituais. Confira a seguir algumas dicas sobre como usar nichos, armários invisíveis e adornos para dar funcionalidade

Foto: Henrique Queiroga

aos espaços.

CASA PROJETO & ESTILO

73


Adepta dos nichos, a arquiteta Marcia Campetti, do Estúdio Campetti, garante que a peça alia beleza, organização e praticidade. Neste quarto, a solução da profissional envolveu ainda a utilização de um único mobiliário que abriga duas camas, uma cômoda e diversas gavetas, que vão manter o ambiente organizado, e deixando uma grande área de circulação. “Nos últimos anos percebemos que a demanda por apartamentos ou casas menores aumentou, assim como o número de projetos que utilizam os famosos nichos. Afinal, eles conseguem aproveitar de forma inteligente cada metro quadrado dos ambientes”, completa. Arquitetos: Marcia e Tiago Campetti do Estúdio Campetti | Foto: Divulgação

Nesta outra opção de quarto, as arquitetas Daniela Barranco e Marcia Campetti, do Estúdio Campetti, criaram uma cabeceira neutra que serve de baú para guardar as roupas de cama e outros objetos. A parede do quarto ganhou com um papel de parede com ilustração em quadrinhos, em preto e branco, enquanto um nicho descolado faz o contraponto de cor no ambiente, que ganhou ainda tapetes, almofadas e objetos de decoração, todos na cor amarela. A disposição das camas encostadas nas duas paredes do quarto também foram fundamentais para permitir a melhor utilização do espaço. Arquitetos: Marcia e Tiago Campetti do Estúdio Campetti | Foto: Emerson Corrêa

CASA PROJETO & ESTILO

74


A designer de interiores Alessandra Morávia e a arquiteta Adriana Morávia, do escritório Morávia Arquitetura & Interiores, se depararam com um pilar que precisava ser escondido. A opção das profissionais foi de criar um móvel para revestir o pilar. O móvel, invisível, além de integrar as salas de estar e jantar do apartamento, foi transformado em um bar, para atender o desejo dos clientes, que queriam um espaço extra para guardar bebidas e copos.

Foto: Henrique Queiroga

Fotos: Osvaldo Castro

Para aproveitar uma pequena área

lhor maneira de aproveitar estes

para ocupar o espacinho ocioso.

de transição da área íntima, que dá

cantinhos da casa é pensar nos de-

Para aqueles que gostam de plan-

acesso aos dormitórios, a arquite-

sejos e necessidades do cliente. “Se

tas, um pequeno jardim vertical

ta Carmen Calixto criou mais um

a pessoa gosta de receber amigos,

pode complementar a decoração

ambiente social para os moradores

por exemplo, um bar compacto e

e ainda serve como uma horta”,

da residência. Segundo ela, a me-

charmoso pode ser uma boa opção

sugere.

CASA PROJETO & ESTILO

75


Ao ficar grávida do terceiro filho, o antigo quarto de TV teve que dar espaço ao quartinho do bebê. Para que os outros filhos não perdesse o quartinho de TV, a designer Fabiana Visacro transformou a varanda do apartamento em sala de TV. A torre da churrasqueira foi revestida com marcenaria escura. “Para compor o ambiente, tão pequeno, com todos os aparelhos, definir bem a marcenaria planejada foi fundamental”, garante a designer. Foto: Osvaldo Castro

Para aumentar a cozinha, que era muito compacta, os arquitetos Ivana Seabra e Bruno Vianna uniram o antigo quarto de empregada ao espaço, criando no local um agradável espaço para lanches rápidos. A mesa de madeira com rodízio possibilita que o móvel possa deslizar sobre a bancada ganhando mais espaço na cozinha. Com essa flexibilidade, é possível que o mesmo espaço sirva para passar roupas, por exemplo.

Foto: Henrique Queiroga

CASA PROJETO & ESTILO

76


Fotos: Henrique Queiroga

Neste projeto de loft, assinado pela arquiteta Laura Santos, cada espaço foi muito bem aproveitado. Na área em baixo da escada, a profissional instalou um móvel que serve de apoio para a cafeteira e para algumas bebidas, além de dispor de espaço para guardar louças e demais utensílios da casa. No mesmo móvel, foi instalada a adega climatizada. Pufes também ficam guardados na área, quando não estão sendo usados. Plantas adornam o ambiente. Como resultado, temos um lugar charmoso para tomar um café ou uma bebida.

CASA PROJETO & ESTILO

77


Neste projeto, as arquitetas Nathália Otoni e Luciana Araújo, do escritório Óbvio Arquitetura, usaram a mesma madeira para fazer o painel que reveste a parede da sala de estar e o corredor. Com isso, elas conseguiram otimizar o espaço criando um armário invisível, que serve como rouparia.

Fotos: Henrique Queiroga

Além de discreto, o armário foi totalmente integrado ao espaço, dando uma continuidade ao ambiente e, é claro, aproveitando muito bem o espaço. “Utilizamos puxadores cava, na horizontal, sempre tendo em mente o desenho do painel. Dessa forma, a rouparia ficou imperceptível”, conta Nathália.

CASA PROJETO & ESTILO

78


Para guardar a rouparia de forma discreta, os arquitetos Ivana Seabra e Bruno Vianna optaram por criar um armário invisível. Para conseguir o efeito, eles revestiram as portas do armário com espelhos. Com isso, conseguiram um móvel que passa despercebido pelos visitantes, que conseguem ver apenas o oratório, que foi embutido.

Fotos: Henrique Queiroga

“O espelho dá sensação de amplitude e harmoniza com a decoração do restante do espaço e o oratório dá um toque especial e reforça a fé de quem vive no imóvel”, destacam os profissionais.

CASA PROJETO & ESTILO

79


Paisagismo urbano

CASA PROJETO & ESTILO

80


Confira algumas possibilidades para deixar a casa mais verde Por: Clariça Lima* | Fotos: Divulgação

N

em todos têm conhecimento da importância do paisagismo nos

centros urbanos e do quanto ele é importante para a gestão

como princípio o estudo das co-

ambiental. Jardins verticais, cal-

res da decoração e dos móveis,

çadas e telhados verdes, entre

equilibrando com as plantas e

tantas outras possibilidades, o

flores. Vasos com alturas e for-

paisagismo contribui também

matos diferentes, contribuem

para a qualidade ambiental e

muito para o equilíbrio junto

estética das cidades. Por menor

às plantas e flores tropicais que

que seja o espaço, sempre existe

geram uma explosão de cores

a possibilidade de integrar com o

no ambiente. Há casos em que o

verde, flores e até hortas, criando

cliente pede a maior possibilida-

personalidade ao local.

de de verde na área que ele tem

Para deixar o espaço em perfei-

disponível, como a varanda que é

ta harmonia, podemos utilizar

uma das mais requisitadas, aproveitando o espaço para relaxar e ter a sensação de estar em uma floresta, coisa rara nas grandes cidades, onde as pessoas passam

CASA PROJETO & ESTILO

81


CASA PROJETO & ESTILO

82


a maior parte do tempo no caos do trânsito em meio à poluição. Locais como suítes, podem contar com plantas como as suculentas ou mesmo as hanging plants (que ficam suspensas). A vantagem das hanging plants é que elas podem criar privacidade no ambiente, sem perder a luminosidade, proporcionando muito charme através de diversas espécies de samambaias, flor de cera e peperômia. Para quem tem o privilégio de ter uma área com churrasqueira ou prefere colocar ao redor dos quartos, podemos aproveitar o espaço com uma bolsa de feltro com trepadeiras jasmim estrela e também aproveitar das plantas pendentes. É uma forma de verticalizar o verde sem ocupar espaço.

CASA PROJETO & ESTILO

83


Decor artesanal Mãos e mente brilhantes transformam hobby em profissão Por: Brida Rodrigues | Fotos: Divulgação

M

ais que acre-

de decoração, transformando

ditar em seu

objetos”, conta ela, que começou

trabalho, Ma-

a pintar garrafas, restaurar ban-

ristela Barbo-

quinhos, cadeiras, pintar pallets e

sa de Jesus Souza foi além e trans-

criar quadrinhos para decorar as

formou o hobby por artes manuais

paredes. Até os caixotes de ma-

em um negócio criativo, criando o

deira viraram sofá, gavetas foram

‘Pra Gente Miúda’, que começou

transformadas em prateleiras, o

com um blog e pouco depois se

armário antigo recebeu uma ‘nova

transformou em uma loja virtual,

vida’ e a geladeira velha agora tem

onde ela comercializa suas criações.

um quadro negro para recadinhos

“No começo eu queria ape-

diários e especiais.

nas divulgar ideias de reciclagem

E ela não parou por ai! Isso

de material”, explica ela. Mas, com

porque Maristela fez cachepôs de

o aumento do número de segui-

crochê em garrafa PET, tapetes, e

dores, Maristela acabou transfor-

lindos vasos. Os seguidores amaram

mando o Instagram em uma vitrine

tanto as peças que começaram a

para divulgar seus trabalhos em

fazer inúmeros pedidos. Sua forte li-

crochê e restauração de móveis.

gação com decoração a impulsionou

“Com a construção da minha casa, tive várias ideias para

CASA PROJETO & ESTILO

84

a aprender tudo sozinha, e o que era um hobby, se tornou profissão.


36 CASA PROJETO&ESTILO Ano 6 Nº 38

& CONEXÕES

Ano 7 - nº 38 R$ 12,00 8,00

www.edminuano.com.br

www.edminuano.com.br

ISSN: 2176-6126

37

As referências históricas e culturais que caracterizam cada região do Brasil e influenciam nos projetos de Norte a Sul do País

9 772176 612004

www.casaprojetoeestilo.com.br

arquitetura brasileira

ISSN: 2176-6126

arquitetura • design • tendência

Especial apresenta 10 elementos que se conectam com sua casa, como artesanato, artes, design, moda, bem estar, tecnologia, entre outros

REVISTA CASA - PROJETO & ESTILO

Há 6 anos quebrando as barreiras do tradicional! ACESSE: WWW.CASAPROJETOEESTILO.COM.BR

CASA PROJETO & ESTILO

85

REVISTA CASA PROJETO & ESTILO


design ps.2

CASA PROJETO & ESTILO

86


expo revestir

A Fashion Week da Arquitetura e da Construção apresentou as tendências para o setor de acabamentos, com lançamentos nacionais e internacionais que vão movimentar os negócios em 2016.

R

ealizada de 1º a 4 de

e um marco para os negócios

altamente qualificados que as-

março, no Transamé-

em 2016, principalmente em re-

sistiram às palestras de grandes

rica Expo Center, em

lação ao incremento das expor-

nomes nacionais e internacio-

São Paulo, a 14ª edição

tações do setor”.

nais, como o arquiteto e desig-

da Expo Revestir registrou a me-

Para Lauro Andrade Filho, dire-

ner israelense Ron Arad, e o ar-

lhor edição do evento, conside-

tor geral do evento, o sucesso da

quiteto inglês Stephen Barrett,

rado a Fashion Week da Arqui-

Expo Revestir se dá por um con-

do escritório Rogers Stirk Har-

tetura e da Construção.

junto de ações, aliada à qualifi-

bour + Partners.

Nesta edição, o evento recebeu

cação do público. “Isso se deve

Ainda na programação, desta-

mais de 63 mil profissionais,

ao inegável reconhecimento de

que para os eventos simultâne-

com recorde de público interna-

sua performance por visitantes

os, como o lançamento do Guia

cional. Outro destaque foi um

e expositores, que a identificam

do Arquiteto e Urbanista, do

aumento de 6,5% em visitações

como a mais qualificada plata-

CAU-BR.

únicas, ou seja, novos profissio-

forma de negócios e conteúdo

A próxima edição da Expo Re-

nais que estiveram na feira ape-

do setor”, afirma.

vestir já foi confirmada, e

nas uma vez no período de sua

Durante o evento, foi realizado

acontece entre os dias

realização.

o Fórum Internacional de Arqui-

7 e 10 de março

Segundo Antonio Carlos Kieling,

tetura e Construção, composto

de 2017.

presidente da Expo Revestir e

por cinco eventos temáticos si-

superintendente da Associação

multâneos à feira.

Nacional dos Fabricantes de

Ao todo, foram mais

Cerâmica para Revestimentos,

de 3 mil profis-

Louças Sanitárias e Congêneres

sionais

(ANFACER), “esta, sem dúvida, foi a maior de todas as edições

CASA PROJETO & ESTILO

87


L ouças

C

lássicas, modernas, coloridas ou personalizadas, há tempos as louças sanitárias vêm

conquistando cada vez mais espaço na decoração, tomando o papel de protagonistas em salas de banho cada vez mais luxuosas e funcionais. As louças também estão ganhando cores e acessórios, além de estarem sendo fabricadas com novos materiais que garantem

Laufen O designer francês Toan Nguyen assina a linha de louças e móveis Ino, que conta com oito modelos de lavatórios produzidos com a adição de um mineral que permite novos formatos.

maior durabilidade e novos formatos, como é o caso das coleções Val, assinada pelo designer Konstantin Grcic, e a Ino, assinada por Toan Nguyen, que têm peças com formas e dimensões criativas e ousadas. Outro destaque, o conjunto W+W, assinado pelos irmãos italianos Gabriele e Oscar Buratti, para a Roca, integra o lavatório e a bacia sanitária em uma única peça, Deca As cubas inspiram luxo e sofisticação, e apresentam novos acabamentos, como este, que parece um diamante.

com um sistema de reutilização de água entre os dois elementos, estabelecendo uma relação entre economia e espaço. Seguindo esta tendência, a Astra apresentou banheiras e spas coloridos, fabricados em gel coat, que permite que o produto seja feito em qualquer cor, a partir de uma amostra da tonalidade que o cliente escolher. Produzida em Quarrycast, uma rara rocha vulcânica, a banheira Ionian da Doka mantêm a água aquecida por mais tempo e é mais leve que as demais.

Astra Explorando o conceito de sala de banho, a hidromassagem Miami, com vidro e detalhe em madeira, mistura a fluidez do transparente com a rusticidade marinha.

CASA PROJETO & ESTILO

88


Os arquitetos Marcos Mendes e Julio Beraldo, do Iná Arquitetura

O estande da Roca chamou bastante atenção com a linha de louças com acabamento fino e 30% mais le-

ves e sustentáveis e o vaso com

Roca O lavatório e a bacia sanitária se fundem em uma única peça, a W+W, assinada pelo escritório Buratti+Battiston Architects.

a caixa acoplada embutida, porque usa de dois a quatro litros de água, que alia sustentabilidade e elegência com beleza. Na verdade, isso não é mais uma moda. Quando você explica que isso vai retornar em economia, o cliente aceita pagar o custo de partida maior. Cada cliente tem um pedido, mas todos querem soluções como economizar água. Então, quando temos uma casa, por exemplo, oferecemos uma cisterna. Também tem a questão de acabamento, que é feita pela procedência do mate-

Incepa

rial, mas é algo mais específico

As cubas Platinum são feitas de Titanium, o que diminui a espessura da borda, tornando-a ultrafina.

e quando sentimos que os clientes são engajados, a gente se preocupa com isso. Outro destaque é a Lepri, que usou a lama de Mariana. Além de ir até lá para diminuir o impacto da tragédia, eles estão revertendo recursos para os moradores. Nós, que já conhecemos a Lepri, sabemos que eles têm um trabalho muito diferenciado e o fato de ter uma história para contar ajuda. Destaco ainda a Cerâmica Atlas,

Doka Produzida em Quarrycast, uma rara rocha vulcânica, a banheira Ionian mantém a temperatura da água quente por mais tempo.

CASA PROJETO & ESTILO

que está com cores e formatos bem legais, e as pastilhas hexagonais estão em alta.”

89


Torneiras & Misturadores

C

om a questão da economia de água em alta, as empresas têm investido

muito

na

criação de torneiras e mistura-

dores ecologicamente corretos, e vão além, ao disponibilizar no mercado peças que se destacam pela qualidade, durabilidade e também pelo design diferenciado. Em suma, o mercado das torneiras e dos misturadores está ganhando acessórios inteligentes,

Docol Com revestimento em silicone, o monocomando DOC é ideal para tornar a cozinha mais prática, moderna e colorida.

que apresentam chuveiros que acionam diversas funções, como massagem, controle de temperatura, sauna e música ambiente, além de torneiras com timer para a liberação do jato d’água e desligamento automático, entre outras soluções que visam a preservação da água. Entre os destaques, algumas das peças que mais chamaram

Tramontina Fabricado em aço inox livre de chumbo, o misturador Versa possui arejador e ângulo de rotação de 360º.

a atenção estavam no estande da Docol, que apresentou o monocomando DOC, diferenciado pela variedade de cores e a linha Industrial, que carrega em seus detalhes a beleza da imperfeição. Vale falar ainda da linha de purificadores de água DocolVitalis, que une as funcionalidades de torneira à eficiência de eliminar bactérias. Um show à parte, os monoco-

Hansgrohe Os novos monocomandos de lavatório Axor Starck V têm a assinatura de Philippe Starck, e refletem a vitalidade e a emoção do elemento água.

mandos da linha Axor, da Hansgrohe, sempre encantam pela capacidade de se reinventar.

CASA PROJETO & ESTILO

90


A arquiteta e decoradora

Deca Assinada pelo designer Jader Almeida, a torneira de metal integra a coleção Bamboo, foi criada com base numa bica elementar, com o fluxo de água sendo controlado por meio de uma alavanca.

Jóia Bergamo Gostei muito da linha de torneiras coloridas COD da Docol, porque esse tipo de cor de acabamento é mui-

to alegre e sugestivo. Também gostei demais da linha Boomerang da Colormix, que é completamente moderna, arrojada e me remete à linha de Bauhaus. A Lepri foi muito criativa e me encantou com o Brick, que é um material feito da lama de Mariana e foi incrível porque dá uma funcionalidade a partir de uma tragédia. Da Deca, destaco a linha do Jader Almeida e também as ferragens foscas.

Hansgrohe

Na Portobello, gostei demais

A Axor Starck Organic alia design e tecnologia, com economia de água, além do design orgânico-minimalista criado por Philippe Starck.

da linha Gotham, porque gosto de tudo que é 45 graus e foram muito felizes na gama de cores que fizeram este produto e em sua forma. Destaco também os formatos hexagonais com volumetria que foi uma ideia fantástica porque você consegue fazer uma escultura na parede, não é só um revestimento. Na Cerâmica Portinari, o mapa mundi é uma linha super exclusiva que você pode usar como uma decoração. Também quero dar destaque para a Empório Beraldin, que etá fazendo um revestimento de

Docol Os misturadores da linha Industrial, passam por um processo de produção quase artesanal e carregam em seus detalhes a beleza da imperfeição.

parede que permite que o profissional desenhe e ele fazem em placa de camurça, de couro e em papel de parede.”

CASA PROJETO & ESTILO

91


Cerâmicas & Porcelanatos

C

ada vez mais alinhados às tendências contemporâneas, os revestimentos vêm

ganhando destaque na decoração e apresentam efeitos tridimensionais e a tecnologia de impressão Full HD, responsável pela impressão em qualquer superfície, incluindo estampas e texturas. Essa tendência revela o forte apelo em personalizar todos os ambientes da casa,

Biancogres Com inspiração na obra de Athos Bulcão, a coleção Geometric tem cores neutras e traços retos, que possibilitam inúmeras combinações.

de forma funcional e prática. Os efeitos tridimensionais também estão em alta e, aliados à iluminação, eles podem fazer a diferença, sobretudo nas paredes, propondo inúmeras possibilidades e resultados decorativos surpreendentes. Entre as tendências estão os acabamentos que ganharam polimentos diversos e até resistência aos raios UV. As várias Decortiles A cerâmica Mar traz a sutilidade e a leveza das ondas, que ganham novas interpretações com o jogo de luzes.

opções contemplam também revestimentos acústicos que, além de trazer conforto, são resistentes ao fogo e permitem composições criativas pela rica paleta de cores. Uma novidade que ainda está em alta, os maxiformatos vieram para ficar e ganham cada vez mais o gosto dos profissionais pelas qualidades estéticas e pela possibilidade de emendas mínimas entre as placas, que podem medir até 89 cm x 89 cm, ideais tanto em paredes quanto para pisos.

Eliane O Cubic White AC ganha diferentes identidades com o efeito da iluminação, personalizando ambientes de forma criativa e clean.

CASA PROJETO & ESTILO

92


As arquitetas Nicole Oliveira e Malu Porto Mello

Achamos

Dune

muitas

coisas

bem interessantes, e em re-

As coleções Shapes, Impressions (foto) e Hipster apresentam grãos de ouro e prata, além de peças tridimensionais.

vestimento, gostamos muito de algumas opções para

parede com resgate de desenhos antigos, mas fazendo uma nova roupagem com tecnologia. Também gostamos muito dos ralos, da Ralo Linear, porque o ralo é uma coisa muito feia, mas é necessária, ninguém pensa no ralo e ele costuma ser um problema no projeto. Por isso, amamos os ralos da Linear, que está com umas opções coloridas, achamos isso muito legal. Só estando aqui pra sentir os produtos, tem muitas coisas bonitas e

Incefra O corte abstrato do mármore calacata cria uma composição harmoniosa entre o mármore clássico e o corte contemporâneo.

muitas inovações também. Uma solução que vimos e achamos interessante envolve a finalização do trabalho. Uma coisa que nos incomoda muito é o rejunte, que, na nossa opinião, estraga a peça às vezes. Isso sem falar que, você vê a peça inteira e não vê o rejunte, ele não é para aparecer e vimos coisas muito lindas aqui, especialmente na Itagres e na Pointer. Gostamos muito e queremos voltar. Valeu muito a pena. Os estandes estão bárbaros, em especial, o da Pertech e da Itagres, que reproduziu a casa colonial.

Lanzi

Os profissionais que projetaram

A linha de porcelanato Legno Native é inspirada na madeira natural e pode ser usada em áreas internas ou externas.

os estandes estão de parabéns.”

CASA PROJETO & ESTILO

93


Cerâmicas & Porcelanatos

A Revestir está muito bacana, acho que tem muita coisa seguindo esse estilo do cimentício, que eu

particularmente sempre gostei. Estou vendo cada vez mais opções e uns desenhos contemporâneos. E os cobogós estão com várias opções super leves, já en-

trando em um estilo de decoração mais contemporênea. Gosto muito desses elementos vazados e gostei dos modelos

Lepri Fabricada com a lama da barragem de Fundão, resultante do desastre em Mariana (MG), a linha de revestimentos Brick Natura reproduz a aparência de tijolos de demolição.

tridimensionais, que você não precisa completar a parede inteira. Acho que a Castelatto e a Solarium Revestimentos estão com umas coisas bem legais. Também acho interessante as opções geométricas e os grafismos. Eu já acompanhava tamNina Martinelli

bém a Lurca e estou bem feliz

Com modo de produção artesanal, a coleção Brick apresenta peças em cerâmica que seguem o formato tradicional do tijolinho.

de estarem aqui porque eles têm um desenho bem diferenciado, com um grafismo mais leve e sutil. Destaco ainda os desenhos pensados para criar formas da maneira que quiser, basta optar por uma paginação diferenciada usando o mesmo revestimento.”

Incenor

Arquiteta Ana Yoshida

Com inspiração na cultura baiana, a coleção Inspirações traz pisos e revestimentos que remetem ao mármore clássico.

CASA PROJETO & ESTILO

94


As arquitetas Ana Cristina Tavares e Claudia Krakoviak Bitran, do escritório KTA

Portinari A empresa lançou upgrades em sete coleções já existentes, em porcelanatos esmaltados polidos nos formatos 60 x 60 cm e 90 x 90 cm.

Temos

muitas

referên-

cias aqui. Existem muitas reproduções de pedras e mármores, existem os re-

vestimentos

mais

decorados.

Tem novidades para todos os gostos. Em revestimentos destacamos as pedras em grandes formatos que contam com tecnologia para seu assentamento e isso é muito bacana. Em metais, você tem desde o cromado, até o fosco, o preto, o dourado, você pode trabalhar isso de uma forma muito diferenciada. Em termos de louças estão surgindo cubas e acessórios incríveis. Destacamos ainda as soluções para os espaços mais

Portobello A linha Sign, porcelanato, é indicada para áreas internas, especialmente para paredes, e está disponível em quatro cores e seis texturas.

compactos, com a otimização das cubas. A Deca, por exemplo, tem novidades muito interessantes, isso sem falar em acabamentos incríveis em pisos vinílicos. Fórmica é uma coisa que a gente gosta muito porque proporciona uma obra limpa. Tem ainda a banheira com acessibilidade. A população envelheceu e essa acessibilidade precisa estar inserida em um novo contexto e as empresas estão mais ligadas a isso. Destacamos ainda a Eliane, que tem um produto que se limpa com a chuva, é muito bom

Porto Ferreira

saber que temos essa tecnologia

O porcelanato Vecchia, da coleção Neowood, está disponível nas nuances Marrone e Patina. A tecnologia HD dá um efeito especial.

CASA PROJETO & ESTILO

à disposição.”

95


Cerâmicas & Porcelanatos

A Revestir sempre nos dá muita inspiração, e nesta edição não foi diferente. Gostei de muitas coisas,

em especial, dos revestimen-

Itagres Inspirado na madeira petrificada, o porcelanato Fossilizato Nude HD traz em suas cores e texturas o valor histórico revelado em suas variações.

tos, com destaque para as peças que aliam beleza e tecnologia, com efeitos 3D, que sempre resultam em trabalhos lindos e de impacto no projeto. Para citar dois exemplos do que achei mais interessante, destaco a linha Theo, da Castelatto, e os tilojinhos 3D em tons claros da Super NGK.

Porcebras

Na parte dos metais, eu achei

Com acabamento ousado e moderno, o revestimento Forest Silver é ideal para ambientes sóbrios e minimalistas.

bem interessantes os lançamentos da Docol, com destaque para a linha industrial de misturadores para a cozinha. Eles arrasaram muito com essa linha.”

A arquiteta Cinthia Garcia

Pavigrés O porcelanato Alfa Grey alia sofisticação e rusticidade na medida, dando um toque de requinte ao ambiente.

CASA PROJETO & ESTILO

96


Os arquitetos Camila Valentini e Alexandre Zanini

Tecnogres O Mosaico Pedra é composto por uma variedade de pedras como travertino, rapolano e botticino e, para finalizar, tem um toque da madeira, propondo um design único que não se encontra na natureza.

O acabamento dos metais está bem interessante. Tem desde o acetinado até os mais brilhantes, o preto, o

cobre, o ouro, o red gold e achamos bem interessante algumas peças que ainda são piloto, que

eles chamam de conceito, mas vale destacar. Também achamos umas cubas lindas e super tecnológicas. Na Cerâmica Portinari vimos um revestimento maravilhoso de parede com um efeito óptico de 3D e impressão HD, então é uma tecnologia bacana que dá um efeito com aspecto visual de madeira, e parece um carvalho americano estampado em 3D, isso chamou bastante atenção.

Via Rosa Inspirado no mármore italiano Calacata, o porcelanato Calacata une a beleza e a elegância do mármore com a praticidade e custo-benefício do porcelanato.

Achamos os estandes um show à parte! Gostamos dessa área de cenografica e a Docol, a Deca, a Neobambu, fizeram um trabalho incrível, que realmente chamou nossa atenção. As soluções tecnológicas também estão incríveis. A Castelatto apresentou lançamentos maravilhosos, com destaque para a linha Segmentos, que tem uma holografia e você pode misturar, dando um resultado bem interessante. Visitamos eventos internacionais e a tecnologia aqui está incrível. É importante

Villagres

salientar o avanço tecnológico

A Piguês, da coleção Touch, combina a delicadeza de matizes claras e acinzentadas ao requinte de sua superfície de alto brilho.

do setor aqui no Brasil.”

CASA PROJETO & ESTILO

97


Outros Revestimentos

D

os rodapés às bancadas, dos pisos vinílicos aos produtos Eco Friendly, os demais

revestimentos também tiveram destaque durante a Expo Revestir. Entre os destaques, a linha de acabamento

Dekton®,

da Cosenti-

no, que se diferencia pelo acabamento polido e brilho cristalino, resultado de um avançado processo de polimento. Outra novidade, a linha de ro-

Cosentino Da nova linha de acabamento polido altamente tecnológico da superfície ultracompacta Dekton®, o XGloss tem brilho cristalino.

dapés Acqua, da Eucatex, é desenvolvida em poliestireno, com material 100% reciclável, podendo ser lavada e sendo resistente à infestação de cupins. Quem também chamou a atenção foi a Castelatto, que apresentou, entre seus lançamentos, a linha Infinity, que explora o design

Eucatex

e a inovação com nuances e for-

Desenvolvido em poliestireno, os rodapés da linha Acqua são feitos com material 100% reciclável, e também são laváveis, resistente à água e à infestação de cupins.

mas que criam efeito visual inusitado. O Infinity foi inspirado no símbolo do infinito e produzido com diferentes angulações que resultam em um visual em 3D do infinito encaixado em um polígono que, quando entrelaçadas, as peças desenham uma colmeia. O efeito pode ser explorado em diferentes paginações. Da Manufatti, destaque para a linha Geometria, composta por peças que despertam os sentidos humanos e nos remetem aos símbolos e formas geométricas de elementos facetados tais como os triângulos, losangos e hexágonos.

Manufatti A linha Geometria apresenta revestimentos tridimensionais, cerâmicos e esmaltados, com acabamentos diferenciados, em diversas cores.

CASA PROJETO & ESTILO

98


A arquiteta Vivian Coser

Palimanan A coleção de tijolos Eco Friendly, foi desenvolvida a partir de resíduos da construção civil, trazem inovação ao mercado, ao reaproveitar materiais geralmente descartados e transformá-los em um produto de valor agregado e com preço acessível.

Fui à Revestir achando que as empresas estariam mais contidas e ficou evidente que pra driblar a

crise nada melhor do que criatividade. Os estandes estavam lindos. Tínhamos reunido num único lugar as melhores empresas de revestimentos e acabamentos. A palavra sustentabilidade foi a grande sensação da feira e percebi que isso virou um pré-requisito da maioria das empresas, que mostraram que a preocupação precisa estar desde a concepção do produto sustentável até a chegada ao consumidor final. Destaco ainda a Lepri, que usa agora a lama da barragem de

Colormix Da a coleção Concretos Modernos, assinada pelo designer Paulo Mutza, o azulejo Bumerang tem inspiração na tradição arquitetônica brasileira.

Fundão, resultante do desastre em Mariana, em uma linha de revestimentos, com parte do lucro da venda doada para a cooperativa de pescadores afetada pela tragédia. De olho em um público cada vez mais exigente, a Deca apresentou produtos modernos e de alto desempenho, com metais diferenciados. A Solarium ampliou a linha Fachada Ventilada e lançou cobogós lindos, um deles assinado por Arthur Casas. A Docol, além do estande impecável, lançou uma li-

Castelatto

nha industrial muito descolada

O revestimento da linha Infinity explora o design e a inovação com nuances e formas que criam efeito visual inusitado.

CASA PROJETO & ESTILO

e exclusiva.”

99


Destaques

E

ntre os diversos lançamentos apresentados no evento, destacamos o que mais chamou a atenção da nos-

sa equipe. Além da tecnologia, levamos em conta a inovação e a beleza dos produtos. Um dos destaques, o Cleantec, da

Eliane Revestimentos

Eliane Técnica, marca do Grupo Elia-

O Cleantec realiza um processo semelhante à fotossíntese, transformando gás carbônico em oxigênio. A tecnologia utiliza óxidos de metais nobres aplicados na superfície cerâmica para fachadas, paredes e pisos.

ne, em parceria com a Toto, realiza um processo semelhante à fotossíntese, transformando gás carbônico em oxigênio. A tecnologia utiliza óxidos de metais nobres aplicados na superfície cerâmica para fachadas, paredes e pisos. Na presença de luz natural ou artificial, uma reação química o torna autolimpante – aproveitando a água da chuva para eliminar a sujeira das fachadas –, além de retirar da atmosfera gases que provocam o efeito estufa. Em ambientes internos, o produto

Lurca Azuleijos

facilita a limpeza e reduz o cresci-

Inspirada nos grafismos das tribos do norte da África Mediterrânea, a coleção Tanger conta com 12 novos modelos de azulejos.

mento de bactérias, fungos e microorganismos que causam odor, mancha ou mofo, reduzindo o risco de doenças alérgicas.

“ O designer Zanine de Zanini

A Revestir se destaca a cada

para visitar e conhecer um pou-

ano e vem se firmando

co mais do que eles têm para nos

como o principal evento do

apresentar.

setor de revestimentos.

Fico muito feliz por saber que o

O evento está incrível e, como

setor está aquecido e que já dis-

designer, destaco os estandes

pomos de produtos que se dife-

que estão muito bem produzi-

renciam por apresentar soluções

dos e chamam a atenção pela

de tecnologia e sustentabilidade,

beleza e pelo design. Isso reforça

de forma tão diversificada. Os

a importância do evento e faz a

organizadores e todos os profis-

diferença, sem dúvida, porque

sionais envolvidos estão de para-

temos uma inspiração a mais

béns pelo grandioso evento.”

CASA PROJETO & ESTILO

100


Arquiteta Vanessa Figueiredo

Cerâmica Atlas A coleção de pastilhas sustentáveis Suprema REC tem um novo leque de formatos inspirados em tendências internacionais de decoração e oferece mais de 5 mil opções e disponibiliza a personalização de tonalidades a partir de uma simples amostra.

Procuro estar sempre atenta às novas tendências do mercado sustentável, e destaco a Fachada Venti-

lada, que vem aderindo cada vez mais fabricantes para que nos dê um maior número de opções. A Solarium, por exemplo, incluiu essa tecnologia em sua gama de produtos. Essa fachada apresenta uma câmara de ar, que é um afastamento entre o revestimento externo e a base suporte do edifício, na qual ocorre a ventilação pelo efeito chaminé. O outro destaque vai para o Cleantec, da Eliane, em parceria com a Toto, que consiste em um revestimento com tecnologia japonesa que proporciona economia, praticidade e ainda

Ralo Linear Os ralos da linha Infinity Fun oferecem diversas opções de tonalidades, que vão do tradicional inox, passando pelo branco, preto e vermelho.

favorece a qualidade de vida dos moradores. Trata-se de um sistema autolimpante, antibacteriano, antiodor e que purifica o ar, garantindo um ambiente saudável com menor custo de manutenção. É uma ótima opção para ambientes hospitalares, pois a tecnologia impede a proliferação das principais bactérias que causam infecções hospitalares. Foi muito bom ver na feira estes lançamentos sustentáveis voltados para a arquitetura de interiores, pois neste segmento, infelizmente, os recursos sustentáveis ainda são escassos.”

Verde Profilo A parede de musgo MOSS WALL® é uma nova geração de jardins verticais customizados para ambientes internos, que dispensam manutenção. CASA PROJETO & ESTILO

101


Opiniao de quem entende

A designer de interiores Fabiola Galeazzo do A arquiteta Erica Mare do

escritório D2N

Na parte dos metais notei que as marcas fizeram

A arquiteta Fabiana Veloso

uma ótima pesquisa de referência para saber o que

as pessoas estão querendo e cada vez mais a pegada indus-

trial e retrô estão em alta. Destaco a Docol e a Kohler, que

escritório D2N Dentre as inúmeras coisas que gostei, um revestimento que eu destaco, por ter achado muito bonito, foi

da Palimanan. Uma linha nova

O evento está com mui-

dos tijolinhos com cores va-

tas novidades bacanas,

riadas para atender diferentes

mas uma coisa que eu

públicos, como crianças e ado-

acho importante desta-

lescentes. É ótimo poder contar

car, desta edição, são os novos

com essas tendências, porque

sign vintage, que é uma tendên-

revestimentos que estão se re-

encontramos produtos que per-

cia que vem com força. Vi isso

novando a cada ano. Seja em

mitem mais flexibilidade.

bastante na parte dos metais.

inovações tecnológicas, ou em

Outra coisa bacana é a variedade

Antes você fazia um banheiro

variedade de acabamentos, já

de cores, que agora tem até op-

mais retrô e não tinha opção

contamos com opções muito

ções mais naturais. Não nos li-

de metais para acompanhar o

interessante.

mitam a um amarelo ovo, um

projeto de interior. Na Colormix

Outra coisa importante, que vi

verde mais pálido... A própria

tem uma calçada que imita a

muito, é a preocupação com a

Palimanan está com lançamen-

calçada de Barcelona e vi tam-

questão da sustentabilidade.

tos bem diferenciados. Resgatar

bém muito das referências in-

Acho importante se reciclar

técnicas e aprimorá-las é, sem

ternacionais aqui na feira.

para saber especificar para

dúvida, uma tendência e conse-

Outro destaque que vale ci-

nossos projetos e a Revestir

guimos, com a tecnologa, chegar

tar são as texturas ao natural

está nos dando bastante res-

a esse ponto.

da pedra. Antes, buscávamos

paldo nesse sentido.

Os estandes estão cada vez mais

muito a sofisticação do brilho

Destaco ainda a Cement De-

surpreendentes, e o da Docol ar-

e agora estamos vendo mais o

sign, que é bem legal e estou

rasou. Enfim, este é o principal

acabamento bruto como algo

feliz por eles estarem no Brasil.

evento do Brasil e estamos fe-

diferenciado, por isso, ele está

Hoje podemos criar muitas coi-

lizes por tantas coisas bacanas

muito em alta também.”

sas e isso é bem legal.”

que estamos vendo.”

apresentaram peças com de-

CASA PROJETO & ESTILO

102


A arquiteta Patricia Cillo do escritório Figoli - Revecca Arquitetura

Os clientes estão querendo cada vez mais a linha de sustenbilidade, mas isso ainda tem um custo

elevado. A Neobambu tem um preço muito semelhante à linha de madeira e podemos usar de

A arquiteta Luciana Degani

várias formas. O bambu é um piso semelhante à madeira, quente, tem uma

Destaco os novos acaba-

pegada de sustentabilidade,

mentos dos metais, que

mas tem mais resistência que

estão com uma varieda-

o cumaru, e um tom bem cla-

Nosso estande Durante os quatro dias de evento, nossa equipe realizou uma série de entrevistas com profissionais que visitaram a Expo Revestir.

de incrível de cores e so-

rinho, que te dá uma série de

luções. Os fornecedores não

possibilidades. Além disso, po-

Agradecimentos especiais a

vendem só os cromados, agora

demos usar a folha de bambu

nossos parceiros

tem opção em bronze, preto

para revestir o mobiliario e até

envelhecido, coloridos... A Do-

as paredes ou o teto. Gostamos

Aplicação do papel de parede

col está com uma coisa muito

muito porque o custo-benefi-

e adesivação:

interessante que é a linda in-

cio é ótimo, ele é tão resistente

New Decor e Alves Visual

dustrial, que é rústica, mas que

quanto o Ipê, é bem semelhan-

Cafeteira:

tem a tecnologia de um metal

te. De sustentável, gostei das

Nespresso

fino com um arejador super-so-

pastilhas da Cerâmica Atlas,

Mobiliário e objetos de deco-

fisticado, então tem tecnologia.

que eu já conheço, mas que es-

ração:

Eles estão investindo em tecno-

tão com cores novas. Também

Etna

logia e opções de acabamento,

adorei a pastilha REC, que tem

Moldura:

e muitas marcas estão usando

formato diferente com 65% de

Moldura Minuto

a questão do toque, que não

aproveitamento da fábrica. Os

Papel de parede:

precisa mais abrir a torneira.

revestimentos de MDF da De-

All Decor

Você faz isso com um toque ou

copainel também estão bem

Personalização de uniformes:

por meio de um sensor de pre-

legais. Os metais também es-

Ateliê de Idéias

sença. Acho isso um diferen-

tão em alta, e nesse segmento

Projeto:

cial e os clientes buscam muito

destaco a Hansgrohe, que tem

P.O.Box

esse tipo de novidade.

produtos com excelente custo-

Tapete:

Isso sem falar nos lançamen-

-benefício e com uma preou-

Tabriz Collection

tos que se diferenciam pelo

cupação com a economia de

Realização:

design.”

água.”

Editora Minuano

CASA PROJETO & ESTILO

103


Espaços

Por: Maira Isis Cardoso | Fotos: Divulgação

Dois locais que aproveitam seu espaço oferecendo vários serviços

C

om certeza você

muitos locais têm adotado essa

já ouviu falar

prática de dividir seu espaço para

em

outras pessoas trabalharem de

espaços

compartilha-

dos. Mas, você sabe o que são estes espaços?

acordo com suas necessidades. Conhecemos dois espaços, em São Paulo, que vão além do

Quando pensamos em es-

local de trabalho e oferecem em

paços compartilhados, é comum

seus espaços outros tipos de ser-

fazermos uma ligação direta a

viços, aproveitando da melhor

ambientes de trabalho, porque

maneira seus ambientes.

CASA PROJETO & ESTILO

104


Lavanderia multiuso Localizada na Rua da Con-

usar muitas cores e desenhos em

solação, na região da Avenida Pau-

menção ao estilo de vida dos anos

lista em São Paulo (SP) a Laundry

1960 e 1970, bem vivos e alegres.

Deluxe abriu as portas no início

Também nos inspiramos no reapro-

desse ano com a proposta de ofe-

veitamento de materiais e parte da

recer, além dos serviços de lavan-

decoração foi feita com máquinas

deria, arte, gastronomia e música.

de lavar antigas e algumas de suas

Segundo o empresário Jef-

peças, que foram estilizadas e pas-

ferson Paiano, a ideia era criar um

saram a compor lustres, abajures,

local onde as pessoas pudessem

caixas de som e puffs entre outras

se sentir em casa e conhecer um

peças”, conta Paiano.

novo conceito de lavar roupas. “No

Ele explica ainda que esse

Brasil não se tem muito o costume

modelo é pioneiro no país. O que

de lavar roupa fora de casa. Mas,

já existe são algumas lavanderias

isto está mudando devido à falta

onde o próprio cliente lava sua

de espaço dos novos apartamentos,

roupa, mas sem a estrutura que

pela falta de tempo e até mesmo

o local oferece enquanto o cliente

pelo alto custo da luz e da água. Por

espera. Mesmo em outros países,

isso, eu e meus sócios resolvemos

onde a prática de lavanderias assim

unir nossas ideias e experiências e

é comum, nenhuma delas tem esse

montar uma lavanderia no modelo

ambiente agradável e tantos ser-

internacional, que levasse comodi-

viços, normalmente apenas uma

dade aos clientes com diversos ser-

máquina de café e wi-fi.

viços em um só lugar, com arte, bar,

O projeto, a idealização e

restaurante, sebo/livraria, música,

decoração foram elaborados por

exposições, espaço para trabalhos

Jefferson em parceria com seus só-

ou reuniões, enquanto o cliente es-

cios. Os espaços apresentam rica

pera sua roupa ser lavada”, explica.

decoração e arte, com grafites de

Perguntado sobre a inspira-

cores vibrantes assinados por Flá-

ção para o local, ele explica que é

vio Rossi, que tem uma exposição

baseada em tudo que já conheceu

permanente na casa. “E contamos

durante esses anos trabalhando

ainda com mais dois artistas, o Ser-

na noite paulistana. “Buscamos

gio Fabris e a galeria PONDER70.

CASA PROJETO & ESTILO

105


O nome Cartel surgiu da história de Pinheiros, bairro que antes era tido como residencial e que agora vê as casas darem espaço para novos comércios. Já o 011 faz menção ao código de área da cidade de São Paulo. Sempre à frente de seu tempo, os sócios, que já trabalhavam com economia criativa, iniciaram suas atividades como pioneiros na criação de espaços compartilhados, conceito pouco conhecido há seis anos.

Cartel 011

Já para adaptar o espaço e subdividí-lo para atender as

Instalado em uma casa de

porque os sócios Cristian Resende

demandas do local – por lá fun-

origem portuguesa, no promis-

e Fernando Sapuppo – amigos de

cionam, além do escritório geral,

sor bairro de Pinheiros, na zona

longa data – tinham por objetivo

um restaurante, um bar, uma loja

Oeste de São Paulo, o Cartel 011

criar um espaço onde fosse possível

de calçados, uma loja de roupas,

(lê-se zero onze), abriu suas por-

oferecer diferentes experiências de

uma galeria e um salão de beleza –,

tas em 2009. Desde então, a casa

consumo e de entretenimento no

foram feitas algumas adaptações

não parou de se transformar. Isso

mesmo local.

físicas, como a cobertura da área

CASA PROJETO & ESTILO

106


aberta, com a preocupação de

da parte de eventos e produções de

ro de pessoas trabalhando, e isso

manter as árvores, e outras obras

ações e entretenimento”, explica.

exige mais espaço para nossos co-

com menor complexidade, além de

Para breve, os sócios prome-

laboradores, ou seja, estamos em

uma intervenção cenográfica, res-

tem ainda mais novidades. “Posso

constante transformação, sempre

ponsável também pela decoração

dizer que nós estamos sempre bus-

buscando melhorar nossa atua-

de cada ambiente.

cando novas áreas de atuação e

ção e ampliar o leque de opções

Com isso, o Cartel 011 se

pretendemos ampliar os serviços,

dos serviços oferecidos”, constata

destaca por ser um local onde é

o que leva a aumentar o núme-

Cristian.

possível almoçar ou jantar, comprar produtos exclusivos, cortar ou arrumar o cabelo, ou ainda, apreciar um pouco de arte. Segundo Fernando, tudo começou de uma série de ideias que fomos aperfeiçoando a cada ano. “Começou com a ideia de montar um espaço entre amigos. Eu sempre quis ter um espaço de comida e o Cristian sempre teve vontade de ter um espaço de varejo, de moda, aí resolvemos criar um espaço único, onde tudo é dividido, ou seja, toda a parte de varejo, curadoria e produtos exclusivos são feitos pelo Cristian, enquanto eu cuido

CASA PROJETO & ESTILO

107


O QUE está

EM ALTA

Ambiente rústico e aconchegante é a pedida da vez Por: Letícia Leite | Fotos: Divulgação

A

s novidades

e momentos em família.

em arquite-

As cores são grandes res-

tura e decora-

ponsáveis por este fator tranqui-

ção para 2016

lizante. O Instituto Pantone ele-

começam a aflorar à medida

geu o Rosa Quartz e o Serenity,

que grandes eventos do setor

os famosos rosa e azul claro,

se aproximam, como a Feira de

como as cores do ano, as quais

Móveis de Milão, que acontece

podem ser aplicadas em diversos

entre os dias 12 e 17 de Abril e

elementos do espaço, como nas

apresenta as maiores novidades

paredes e nos estofados. Mas a principal tendên-

do segmento. Já é possível identificar

cia para este ano, segundo o

algumas tendências que pro-

designer de interiores Giovane

metem conquistar o mercado,

Silva, já é conhecida e vem da

como os ambientes minimalistas

temporada passada: a estampa

baseados no design escandina-

geométrica. Entretanto, o profis-

vo, conhecido por proporcionar

sional ressalta que, para que o

aconchego através de peças rús-

ambiente atinja o nível máximo

ticas como o mobiliário e piso

de conforto é essencial que ele

em madeira.

seja decorado de acordo com a

Viver em um ambiente ur-

essência das pessoas que ali vi-

bano, onde há muitos estímulos

vem, unindo suas expectativas

o tempo todo, torna-se cansativo

às tendências.

e estressante, assim, tem se uti-

“É muito importante tra-

lizado a decoração como aliada

zer um pouco da história da fa-

para transformar lares em locais

mília para o ambiente para que

superconfortáveis, uma espécie

eles realmente sintam-se em

de refúgio, ideal para o descanso

casa”, diz Giovane.

CASA PROJETO & ESTILO

108


Mobiliário rústico No que diz respeito aos móveis, a madeira de demolição é o que está em alta. Os tons nem muito claros e nem muito escuros, próximos aos tons da madeira original, dão um toque natural ao ambiente.

Cores frias Os tons mais frios valorizam a luz natural do ambiente e transmitem uma sensação de frescor, principalmente em ambientes mais quentes. Suas combinações ideais são com tons pastéis, como o gelo, ou com cores derivadas delas mesmas, sejam mais claros ou mais escuros.

CASA PROJETO & ESTILO

109


Estampas geométricas A geometria, como as linhas retilíneas e os triângulos, promete chegar com muita força nesta temporada, seja nos tecidos, nos revestimentos de cerâmica e principalmente nos papéis de parede, trazendo personalidade para um ambiente simples.

CASA PROJETO & ESTILO

110


Minimalismo Quando o assunto são os objetos de decoração, como luminárias e esculturas, as peças sem muitos detalhes e com acabamentos naturais em cobre ou bronze, são os grandes destaques.

CASA PROJETO & ESTILO

111


Formas no inconsciente Designer gráfico paulistano se destaca por criações minimalistas Por: Julliana Reis | Fotos: Divulgação

D

esigner gráfico por for-

senso, pelo equilíbrio visual, pela

mação, Renato Trajano,

organização e pelo minimalismo.

conhecido como Tija,

Questionado quanto a suas refe-

tem conquistado cada

rências na área, ele destaca: “David

vez mais espaço com seu trabalho,

Carson era uma referência muito

que se diferencia por uma marca

viva da época em que comecei.

própria criada em traços retos que

Adorava o jeito desconcertante

seguem por caminhos inesperados,

dele fazer design. Depois fui me

ao mesmo tempo em que marcam

aprofundar em história da arte e

pelas perfeitas semelhanças de

conheci os geniais brasileiros Hér-

unidade e continuidade.

cules Barsotti, Luiz Sacilotto, Lygia

Formado pela Escola Panamerica-

Clark e Willys de Castro. Enxerguei

na, Tija acumula, em 20 anos de

neles uma nova forma de fazer o

experiência, atuações em diversas

meu design gráfico”.

áreas, entre elas, direção de arte

Sobre seu processo criativo, Tija

para cenografia de eventos. Atual-

garante que tem na geometria

mente, ele se dedica ao projeto ‘No-

uma fonte de inspiração. “Ela (a

turno Oportuno’. “Foi o começo de

geometria) nunca saiu de cena na

todo processo. Passei seis anos com

minha vida desde a época escolar.

a cabeça voltada para um estudo

Como toda criança que aprende a

próprio de fazer design e chegar em

ler, ao sair à rua eu só via as linhas,

algo bom para mostrar em público.

intersecções e as formas. Conscien-

Foi um momento literalmente no

temente ou não foi a primeira coi-

‘escuro’, que, ao mesmo tempo foi

sa que me veio à cabeça quando

uma oportunidade de me reinven-

adotei um processo de criação.

tar e adicionar cores onde não fosse

A desconstrução das formas e o

possível ver cores. Em resumo, foi

movimento que ela transmite no

um momento ‘noturno’ literalmen-

nosso olhar no cotidiano. Eu vejo

te ‘oportuno’.

uma cena na rua, limpo tudo e só

Além da criatividade, o trabalho

deixo as formas no inconsciente”,

de Tija se destaca muito pelo bom

conclui. “David Carson era uma referência muito viva da época em que comecei. Adorava o jeito desconcertante dele fazer design”, Tija

CASA PROJETO & ESTILO

112


CASA PROJETO & ESTILO

113


ARQUITETURA

CASA PROJETO & ESTILO

114


HOLANDESA Do clรกssico ao moderno, a arquitetura holandesa estรก entre as mais sofisticadas do mundo Por: Julliana Reis | Fotos: Shutterstock

CASA PROJETO & ESTILO

115


P

odemos dizer que a

arquitetura do início do século 17.

arquitetura holan-

Entre as principais construções as-

desa se divide em

sinadas por Keyser estão as igrejas

dois momentos: durante o século

Noorderkerk e Westerkerk, ambas

17, quando o império holandês

localizadas em Amsterdã.

estava no auge de seu poder, e

Marca do século 20, o mo-

no século 20, com o início do de-

dernismo influenciou – e segue até

senvolvimento do modernismo.

os dias atuais – ditando de forma

Marcado pela Idade Moder-

expressiva a arquitetura holande-

na, o século 17 europeu foi carac-

sa, que registra grande influência

terizado pelo movimento cultural

de arquitetos expressionistas como

Barroco e pela Idade de Ouro da Ho-

Michel de Klerk e Piet Kramer, fun-

landa, que vivia uma fase de pros-

dadores da Escola de Amsterdã,

peridade econômica e crescimento,

movimento arquitetônico ligado

com a construção de muitos pré-

ao expressionismo que se desen-

dios públicos e armazéns. Já nesta

volveu entre 1915 e 1930.

época, as construções residenciais

Outra vertente da arquite-

de famílias mais abastadas tinham

tura holandesa reunia um grupo

fachadas ornamentadas que repre-

composto por arquitetos funcio-

sentavam o status.

nalistas, entre eles Mart Stam, Le-

Presente nas construções

endert van der Vlugt e Johannes

holandesas, a arquitetura renas-

Duiker, enquanto um terceiro gru-

centista italiana rendeu às casas

po composto por Jacobus Johannes

holandesas algumas característi-

Pieter Oud e Gerrit Rietveld toma-

cas visuais como pilares, pilastras

va parte do movimento De Stijl,

e frontões. Nessa época, as linhas

iniciado oficialmente em 1917,

horizontais foram enfatizadas nas

quando Mondrian, Van Doesburg

fachadas, contrastando com a ên-

e o arquiteto Bart van der Leck lan-

fase vertical da arquitetura gótica.

çaram a revista que deu nome ao

Um dos ícones da arquitetu-

movimento.

ra holandesa, Hendrick de Keyser foi um importante arquiteto e es-

Confira as dez principais

cultor, responsável por estabelecer

obras arquitetônicas da Holanda,

influências do estilo veneziano na

segundo o portal holland.com:

CASA PROJETO & ESTILO

116


1

Casa Rietveld Schröder Com linhas retas e cores primárias, esta é a construção mais influente do início do período moderno holandês, tendo recebido da UNESCO o título de Patrimônio Mundial. Construída em 1924, em Utrecht, a casa é um dos maiores exemplares da arquitetura De Stijl, e tem projeto assinado pelo arquiteto Gerrit Rietveld.

CASA PROJETO & ESTILO

117


Dennis van de Water/Shutterstock.com

2

Fábrica Van Nelle Localizada às margens do Rio Schie, em Roterdã, a antiga fábrica Van Nelle atu-

3

almente abriga um centro comercial, e é considerada um dos primeiros exemplos de arquitetura construtivista, tendo recebido o título de Patrimônio Mundial da UNESCO.

CASA PROJETO & ESTILO

118

Museu EYE Com projeto assinado pela Delugan Meissl Arquitetos Associados, que tem sede em Viena (Áustria), o EYE Museu de Cinema, de Amsterdã, é o único museu da Holanda dedicado exclusivamente ao cinema e à imagem em movimento.


Casas Cubo Um dos ícones de Roterdã, as Casas Cubo foram pro-

4

jetadas pelo arquiteto Piet Blom, em 1984, e seu design representa uma árvore, sendo que todas as casas juntas formam uma madeira. O conceito foi desenhar uma vila dentro de uma cidade principal.

Hanno Lans

frm_tokyo

CASA PROJETO & ESTILO

119


5

Edifício Maastoren Com 161,2 metros de altura (181,2 metros se contar a estrutura do telhado e do mastro), o Maastoren é o edifício mais alto da Holanda. Construída entre os anos de 2006 e 2010, a torre foi projetada pelo escritório de arquitetura de Odile Decq Benoit Cornette, em cooperação com Dam & Partners.

Shutterstock

CASA PROJETO & ESTILO

120


6

Edifício Beurs van Berlage Considerado o mais importante monumento arquitetônico do século 19, o edifício de tijolo foi o primeiro projeto do arquiteto Hendrik Petrus Berlage. Localizado no centro de Amsterdã, o prédio foi construído entre 1898 e 1903, e atualmente abriga um museu.

Takashi Images / Shutterstock

Ivica Drusany / Shutterstock.com

7

Museu Evoluon Com design futurista e com formato de um ÓVNI, o prédio consiste em uma cúpula de concreto de 77 metros, e atualmente abriga um centro de conferências. Com projeto assinado pelo designer Louis Kalff, o Evoluon foi construído em 1966, a pedido do empresário Frits Philips.

Shutterstock Sergey Dzyuba / Shutterstock.com CASA PROJETO & ESTILO

121


Hans Engbers / Shutterstock.com

www.hollandfoto.net / Shutterstock.com

CASA PROJETO & ESTILO

122


Marc Venema / Shutterstock.com

8

Museu Groninger Localizado em frente à Estação Central de Groninger, o museu foi inaugurado em 1874, porém, teve seu prédio ‘reconstruído’ em três pavilhões principais concebidos pelo designer francês Philippe Starck, pelo arquiteto italiano Alessandro Mendini e pelo escritório de arquitetura Coop Himmelb, de Viena (Áustria).

Patricia Hofmeester / Shutterstock

CASA PROJETO & ESTILO

123


9

The Blob Com arquitetura futurista, o ‘The Blob’ (Binary Large Object) é a entrada de um shopping de Eindhoven, e se destaca pela estrutura de vidro e aço, em forma orgânica, projetada pelo arquiteto italiano Massimiliano Fuksas.

Alexander Tihonov / Shutterstock

CASA PROJETO & ESTILO

124


Joel Bez

10

Teatro Tuschinski Considerado um dos mais belos teatros do mundo, o Tuschinski abriu as suas portas em 1921, e mistura os estilos Art Déco e Escola de Amsterdã. O prédio, que hoje abriga um cinema, foi projetado originalmente pelo arquiteto Hijman Louis de Jong, segundo o gosto de Abraão Tuschinski.

Shutterstock

CASA PROJETO & ESTILO

125


Casa W.I.N.D. Projeto alia sustentabilidade e automação em soluções de primeiro mundo Por: Julliana Reis | Fotos: ©Inga Powilleit (Interior) / ©Fedde de Weert (Exterior)

CASA PROJETO & ESTILO

126


projetadas para uma área com vista panorâmica. As paredes de vidro permitem uma iluminação natural durante todo o dia. Construída em uma área elevada, a casa tem quatro fachadas curvas, que recriam quatro asas, formando uma pétala. Uma escada aberta, no centro da casa, liga as asas dianteiras e as traseiras, dando ao projeto um toque quase artístico. Além da segurança, a automação permite o controle integrado dos sistemas elétricos, incluindo os painéis solares e as instalações mecânicas, tornando a casa eficiente e ‘inteligente’. O conceito de sustentabilidade da casa inclui uma bomba de calor ar/água central, ventilação mecânica com recuperação de calor e painéis solares. Já o ganho de calor é reduzido com a utilização de películas nos vidros das fachadas. Outro diferencial envolve a escolha dos materiais para construção da casa, como o estuque de argila natural, que reveste parte das paredes e o teto. As paredes principais são feitas de tijolos. Ripas de madeira revestem a fachada e a cobertura, que se afunilam de dentro para fora, recriando

I

uma variação de sombras.

dealizada para permi-

metros quadrados de área cons-

A casa se divide em qua-

tir uma utilização fle-

truída teve seu projeto pensado

tro pavimentos. O primeiro de-

xível do espaço, a casa

para atender às necessidades dos

les abriga a sala de música e os

W.I.N.D., do escritório de arqui-

moradores, priorizando as condi-

dormitórios das crianças. No se-

tetura UNStudio, incorpora so-

ções térmicas de acordo com cada

gundo, estão as áreas de estar e a

luções sustentáveis integradas e

uma das estações do ano.

cozinha. A suíte máster e o quar-

As áreas íntimas, como o

to de hóspedes estão localizados

Localizada no norte da

escritório e os dormitórios, estão

no terceiro pavimento. O quarto

Holanda, nos arredores de uma

localizadas na parte posterior, en-

pavimento foi aproveitado para

vila e perto do mar, a casa de 406

quanto as áreas de estar foram

uma área de lazer e descanso.

automação residencial.

CASA PROJETO & ESTILO

127


CASA PROJETO & ESTILO

128


CASA PROJETO & ESTILO

129


CASA PROJETO & ESTILO

130


CASA PROJETO & ESTILO

131


A importância de incentivar os jovens talentos da área de decoração e arquitetura Por: Jaqueline Frauches* | Foto: Divulgação

O

s profissionais

desenvolvimento de projetos e

A ABD organiza cursos,

que atuam na

venda de produtos. A indústria

palestras com temas variados, vi-

área de design de

que investe em design agrega

sitas a fábricas, congresso inter-

valor ao seu produto.

nacional, além de criar oportuni-

interiores movimentam bilhões de reais por ano no Brasil, ge-

A intensa divulgação da

dades para que os profissionais

rando empregos e fomentando

profissão através de mais de 50

possam divulgar seu trabalho.

a economia nacional. As mais de

títulos de revistas especializadas

Divulga e esclarece para a socie-

180 escolas reconhecidas pelo

e diversas mostras de decoração

dade a importância da profissão

MEC capacitam profissionais

realizadas em todo Brasil, tem

Design de Interiores. Dá subsídio

de nível técnico, tecnológico e

gerado uma demanda crescente

ao associado na confecção de or-

superior e colocam cerca de 27

por projetos de interiores. Outro

çamentos, contratos e oferece as-

mil novos designers no mercado

fator que incrementa a contra-

sistência jurídica. Investindo nos

de trabalho anualmente.

tação de projetos é o tamanho

profissionais elevamos o nível do

O mercado de design de

reduzido dos novos apartamen-

trabalho oferecido e solidifica-

interiores tem várias ramifica-

tos, tornando imprescindível um

mos a profissão junto à sociedade

ções de atuação, a começar pela

bom projeto para melhor apro-

consumidora.

carreira acadêmica. Todas essas

veitamento do espaço.

escolas recrutam professores.

A capacitação é um dife-

O profissional autônomo pode

rencial para o profissional, colo-

atender a clientes e também

cando-o alguns degraus acima

prestar serviços para outros

na escalada do sucesso. Aperfei-

profissionais que terceirizam

çoamento e especialização são

perspectivas, detalhamentos e

caminhos para a realização pro-

desenvolvimento de projetos. As

fissional e a Associação Brasileira

lojas especializadas são outro

de Designers de Interiores (ABD)

braço de atuação, contratando

oferece aos seus associados várias

profissionais especializados para

oportunidades de capacitação.

CASA PROJETO & ESTILO

132

*Jaqueline Frauches é arquiteta e diretora da Regional ABD - MG www.abd.org.br


CASA PROJETO & ESTILO

133


Sua casa carioca Ícone do lifestyle carioca, Ipanema traz referências peculiares de um dos bairros mais nobres e badalados do Rio de Janeiro Por: Brida Rodrigues | Fotos: Divulgação

CASA PROJETO & ESTILO

134


L

ocalizado em ple-

Executiva, Suíte Presidencial e

bar, copa, quatro suítes e três

na Avenida Vieira

Suíte Imperial), o hotel dispõe

lavabos. Com capacidade para

Souto, entre as ruas

de unidades especialmente

acomodar até dez pessoas, a

Garcia D´Ávila e Maria Quitéria,

adaptadas para pessoas com de-

suíte é a maior do Rio de Janeiro.

o Caesar Park Rio de Janeiro Ipa-

ficiência física. Todas as suítes

Com a administração da

nema – Managed by Sofitel se

receberam mobiliário clássico

rede Accor, o hotel aderiu ao Pla-

tornou sinônimo de conforto e

e são equipadas com minibar,

neta 21, programa de sustenta-

sofisticação. Sua inauguração

mesa de trabalho e TV.

bilidade da rede, que tem como

representou um marco na ho-

Na Suíte Imperial, o hós-

foco promover a alimentação

telaria e hoje configura um dos

pede conta com 450 metros

balanceada, monitorar e anali-

principais destinos turísticos na

quadrados, compostos por sala

sar o consumo mensal de água

cidade. Do alto do seu imponen-

de jantar e de estar, escritório,

e energia, conhecer as normas

te edifício, a vista para o mar, para o Morro Dois Irmãos e para a Lagoa Rodrigo de Freitas aproxima os hóspedes de alguns dos cenários mais inspiradores da cidade. Bairro que deu origem ao movimento da Bossa Nova e até hoje lança tendências de comportamento e moda, Ipanema abriga algumas lojas de marcas luxuosas e grandes centros culturais e gastronômicos. Com 221 apartamentos, divididos em oito categorias (Luxo Vista Cidade, Luxo Vista Lateral Mar, Luxo Frente Mar, Caesar Club, Suíte Júnior, Suíte

CASA PROJETO & ESTILO

135


CASA PROJETO & ESTILO

136


ambientais, equipar du-

tilhados, em que todos podem

estilística na atualidade da arqui-

chas e torneiras com reguladores

experimentar a variedade do

tetura moderna brasileira.

de vazão, usar lâmpadas de bai-

menu, vivendo simultaneamente

xo consumo elétrico, reciclar os

Por lá, é possível degustar deliciosos drinks com

a mesma experiência.

cartuchos de tinta das impres-

Para quem quer uma ex-

assinaturas exclusivas desen-

soras, reciclar pilhas e baterias,

periência mais descontraída, o 23

volvidas pelo barman Renato

usar produtos de limpeza biode-

Ocean Lounge é uma ótima op-

Tavares, considerado o 3º me-

gradáveis e oferecer treinamen-

ção. Localizado no topo do prédio,

lhor barman do Brasil em 2015,

tos para estimular a consciência

o bar tem uma exuberante vista

no World Class Brasil, a maior

ambiental dos colaboradores.

para a orla carioca e um concei-

competição de coquetelaria, or-

to que acompanha a tendência

ganizada pela Diageo.

Experiência gastronômica Com ambiente suave, design moderno em tons de areia e espaços criados que privilegiam a formação de recantos e caminhos por meio de grafismos e fotografias de vegetação nativa, o Galani tem cardápio assinado pelo chef Willians Halles, que se baseou em quatro pilares para a criação do menu: convívio, criatividade, interação e compartilhar. Com isso, o restaurante apresenta um conceito inovador na gastronomia carioca: os pratos compar-

CASA PROJETO & ESTILO

137


Wäls

Gastropub Espaço descolado se destaca por unir gastronomia, design e o gosto pelas mais variadas cervejas Por: Maira Isis Cardoso | Fotos: Divulgação

C

om trabalho ini-

pensado para servir bons pratos

na harmonização e, por isso, o

ciado em 1999,

e bebidas de qualidade, dando

chef Renato Quintino criou um

os sócios funda-

atenção a um ambiente decora-

cardápio inspirado na inovação

dores da Wäls Gastropub, José

do envolvendo iluminação, pai-

degustativa que as cervejas ar-

Felipe Carneiro e Tiago Carneiro,

sagismo, parklet, móveis e bal-

tesanais trazem e na harmoni-

inauguraram no coração boêmio

cões de maneira sincronizada.

zação do paladar. Com petiscos

da Savassi, em Belo Horizonte

A casa une, em um só es-

e pratos completos, o restau-

(MG), um local para os clientes

paço, o melhor da cervejaria, da

rante oferece diversas opções

apreciarem suas maiores obras

gastronomia e do design. O con-

em seu cardápio, com peixes,

de arte: as cervejas. O local foi

ceito gastronômico é baseado

sanduíches, saladas e pratos tí-

CASA PROJETO & ESTILO

138


Os detalhes ficam a cargo das cadeiras coloridas, da parede repleta de plantas e do olho esculpido em uma das paredes, herança do CCCP, que antes funcionava no endereço e foi mantido. No segundo andar, uma área privativa foi reservada para reuniões e festas, e seu acesso se dá por meio de uma charmosa escada de aço, localizada na parte externa, com vista para a rua. O interior do Wäls Gaspicos como as carranquinhas de

Mais que o cardápio, o pro-

tropub tem um espaço claro,

pão de queijo com carne-seca.

jeto arquitetônico da casa é um

mas que mantém a proposta

Entre as especialidades

atrativo à parte. Assinado pelas

intimista. As luminárias mais

da casa estão os nobres cortes

profissionais Adriana Rezende e

baixas e as luzes mais amare-

de carne, como o filé tornedor,

Joanna Mendes, o ambiente apre-

ladas agregam uma sensação

o bife ancho, o bife de chorizo,

senta uma proposta que mistura

de conforto. Algumas paredes

a picanha e o galeto desossado,

referências antigas e modernas, o

receberam tratamento com tin-

que podem ser apreciados com

mobiliário e as peças de decoração

ta lousa e são estampadas com

variados acompanhamentos,

exclusivas foram reformados ou

mensagens cervejeiras.

sem esquecer as deliciosas so-

garimpados pelas profissionais,

O ambiente continua do

bremesas para finalizar, como a

para compor o ambiente de forma

lado de fora do estabelecimento,

torta de tâmaras ou de ganache.

personalizada. Outro diferencial

onde um parklet está disponí-

Para degustação, podem

está na diversidade de materiais

vel para consumidores ou tran-

ser escolhidas as cervejas ar-

escolhidos para compor o ambien-

seuntes. A proposta geométrica

tesanais servidas em taças, as

te. Por lá, metal, madeira, tijoli-

explora as cores preta e verme-

cervejas de garrafa ou a mistura

nhos, couro ecológico e tachas se

lha e as combina com a madeira

de aromas, sabores e texturas

encaixam de maneira harmônica

dos assentos e chão. Uma boa

dos variados drinks que também

e super descolada, deixando o es-

opção para quem quer apreciar

levam em sua mistura a cerveja.

paço descontraído.

uma cerveja ao ar livre.

CASA PROJETO & ESTILO

139


O foco na criatividade quadamente, um elemento que Por: Carlos Zardo* | Foto: Divulgação

precisa ser considerado é o foco. A palavra foco pode ser percebida de diversas formas, sejam elas positivas ou negativas. Mas em criatividade, foco é fundamental.

N

a última edição falamos sobre a criatividade bus-

cando desmistificar o conceito do ‘não-criativo’, além de algumas dicas sobre como potencializar o seu uso consciente. Desta vez, gostaria de trazer um novo olhar sobre a questão: o foco na criatividade. Vamos iniciar considerando aquele conjunto de pessoas que utilizam a criatividade como profissão. Podemos incluir nesta classe os designers (em todas as suas vertentes: gráfico, produto, interiores, moda, digital, etc.), arquitetos, publicitários, artistas, músicos, entre tantos outros. Estas pessoas que lidam com criatividade como profis-

são em seu dia a dia exercitam

Não há entendimento sem

constantemente um grande nú-

foco, e o foco sempre deve ser:

mero de ferramentas criativas

pessoas.

e caminhos, muitas vezes de

Não basta buscar informa-

forma automática. Em muitos

ções de forma aleatória. Mesmo

destes casos, a criatividade pode

que toda experiência possa ser

estar mais diretamente ligada

convertida em uma saída criati-

à expressão de sentimentos, ao

va, o entendimento só ocorre se

questionamento, à discussão ou

estivermos focados no problema

à representação.

principal a ser resolvido e para

Em outros, a criatividade se coloca a serviço da solução de problemas. E é neste contexto que gostaria de aprofundar um pouco mais. Solucionar um problema requer entendimento. Não foi à toa que em três dos seis itens que recomendei anteriormente para potencializar a criatividade, o profundo entendimento do problema é o tema central que se converte em uma importante ferramenta criativa. Porém para que este funcione ade-

CASA PROJETO & ESTILO

140

quem estaremos resolvendo.


Um case que me vem à

derança: foco interno que trata

se sempre tivesse estado lá. E

mente neste sentido é o dos car-

a sintonia com nossas intuições,

muitas vezes estava.

rinhos de compras da Rossmann,

foco no outro que facilita a liga-

Essa é uma lição que quem

a segunda maior rede de farmá-

ção entre as pessoas e foco ex-

gosta de videogames já aprendeu.

cias da Alemanha. Como a leitura

terno que auxilia a navegarmos

Se passar por um determinado

de embalagens em geral muitas

no mundo que nos rodeia.

obstáculo estiver difícil demais,

vezes é complicada para pessoas

No processo criativo não é

requerendo tentativas demais, a

com deficiências relacionadas à

diferente. O foco interno nos liga

recomendação é desligar tudo e

visão, eles adicionaram uma lente

com nossa experiência, o foco no

dar uma volta. Ao retornar ao ob-

de aumento aos seus carrinhos de

outro permite que aprendamos e

jetivo com um certo “descanso”,

compras para facilitar o processo.

busquemos soluções através da

muitas vezes aquele obstáculo

A partir deste exemplo,

empatia e o foco externo permite

é transposto na primeira nova

fico me perguntando quantos

que busquemos referências no

tentativa, deixando aquela sen-

estabelecimentos comerciais não

universo que nos cerca.

sação de “Nossa! Como era fácil!

conseguem ter uma sinalização

Um exemplo interessan-

clara. Sem mencionar os cardá-

te neste sentido é o da Resource

pios em restaurantes que mui-

Furniture (http://www.minu.inf.br/

tas vezes são ilegíveis, ambientes

tdJapFkEos). Entendendo a neces-

Todo processo de desen-

que são projetados apenas pelo

sidade das pessoas nas grandes

volvimento merece real atenção,

gosto de quem projetou e não de

cidades, com o espaço residencial

sem desvirtuar ou distrair levia-

quem o utiliza, roupas e outros

e comercial cada vez mais redu-

namente. Então cuidado com os

produtos que não são adequadas

zido, suas soluções criativas de

tomadores de tempo e atenção

ao clima de uma determinada

móveis apresentadas em vídeos

como redes sociais, vídeos, con-

região, entre outros. Todos co-

viralizaram na internet.

versas com amigos, jogos, celu-

nhecemos muitos exemplos de soluções criativas que deveriam, mas não resolvem o problema proposto, pois não consideraram o público a que se destina...

Foco não é controle! Ele é um direcionador. Manter o foco permite uma busca mais racional do que pode alimentar o processo criativo e do que pode melhorar o processo de solução de problemas. Daniel Goleman em seu livro ‘Foco – A Atenção e Seu Papel Fundamental Para o Sucesso’ menciona que precisamos de três tipos de foco no processo de li-

Por que apanhei tanto?”.

Mas foco é foco!

lares, entre outros. Estes podem

Foco não é forçar até sair!

ser excelentes ferramentas de fomento à criatividade, mas tam-

Uma situação bem comum nos processos de desen-

bém podem ser matadores para o processo de geração de ideias.

volvimento criativo, muitas vezes por excesso de foco, é a ‘trava’, aquele momento onde parece que a solução simplesmente não vai acontecer. Nestes momentos, o melhor a fazer é deixar o consciente descansar, realizando outras tarefas por exemplo. Com isso, permitimos que o inconsciente comece a trabalhar e, ao retornar ao que paramos, muitas vezes a solução criativa aparece como

*Carlos Zardo Jr. é diretor da MaisPacking, consultoria de branding, design e inovação, e também atua como professor universitário

“Não importa o que qualquer pessoa te diga, palavras e ideias podem mudar o mundo”, John Keating (Robin Williams) no filme ‘A Sociedade dos Poetas Mortos’

CASA PROJETO & ESTILO

141


News

As principais novidades do setor Crédito: Divulgação

Tecido repele o mosquito Aedes Aegypt Com o agravamento da epidemia de doenças como Dengue, Zika Vírus e Chikungunya, novos estudos foram desenvolvidos para criar soluções de combate à

Cor e personalidade

espaço, cor, linhas, planos, volu-

estas doenças. E o mercado têxtil

Por meio da arte da azule-

mes e luz, em uma paleta de sete

de decoração sai na frente com o

jaria, o Estúdio Mosaico abraça a

cores. Neste jogo lúdico todos são

Proofelex®, um tecido exclusivo

união entre arte e arquitetura – re-

protagonistas: o cheio e o vazio, a

que recebe através da nanotecno-

lação simbiótica onde uma inspira

cor e o branco, o positivo e o nega-

logia um tratamento que repele

a outra a crescer e existir. A cole-

tivo. Arte e espectador se elevam a

com eficácia comprovada o Aedes

ção de painéis exclusivos reflete a

uma única totalidade. Confira no

Aegypt transmissor da Dengue,

busca pela perfeita sincronia entre

site: estudiomosaico.com.br.

Chikungunya e Zika e também outros insetos como o Anopheles transmissor da Malária, os carra-

ção’. Com 247 páginas e textos do

patos transmissores de doenças como Febre Maculosa, Doença de

arquiteto Maurício Del Nero, que ArquiteturA BrAsileirA 5 a edição/

mostram a participação de 23 es-

Brazilian architecture 5th edition

Lime e o mosquito-palha, trans-

critórios, a publicação é dividida

missor da Leishmaniose. Pioneira

em seis seções por regionais de

em inovação, a Lalitex, indústria

vendas/relacionamento da Por-

especializada na fabricação de te-

tobello, e apresenta projetos de

cidos para decoração, desenvolveu

escritórios do Rio de Janeiro, São

através de estudos de especialistas

Paulo, Região Sul, Minas Gerais/

brasileiros e holandeses, o produto exclusivo que tem como base a mesma tecnologia utilizada nos uniformes das forças armadas dos EUA. A novidade que acaba de chegar ao país promete ser mais um grande aliado no combate aos

Bahia, Centro Oeste/Norte e do

Arquitetura Brasileira

Nordeste. A edição pode ser ad-

A Portobello, empresa lí-

quirida no site da Editora Mag-

der em revestimentos cerâmicos

ma e toda a renda será revertida

na América Latina, lança o livro

para o Lar Santa Maria da Paz,

‘Arquitetura Brasileira – 5ª Edi-

de Tijuca.

agentes transmissores.

CASA PROJETO & ESTILO

142


coleção de tapetes em homenagem à cidade de São Paulo. Inspirada nos arranha-céus e na coloração cinza dos asfaltos, nuvens e paredes da metrópole, a coleção busca trazer mais vivacidade ao contexto urbano. A coleção é composta por tapete e 20 peças da linha ModularPlay, que permite inúmeras variações de montagem, pois é comercializada em módulos independentes com

Crédito: No3 produções

Tabriz Collection

formato de hexágono (40 cm cada

A Tabriz Collection apresen-

lado) ou quadrado, feito sob medi-

ta, em parceria com o ilustrador,

da, que se completam e se adaptam

artista gráfico e plástico Biofa, a

a diferentes medidas e espaços.

Crédito: Reprodução

A Maison: complexo cultural do Consulado Geral da França Com projeto assinado pela arquiteta Julia Abreu, a biblioteca multimídia do complexo cultural A Maison está localizada na Casa Europa, sede do consulado Geral da França no Rio de Janeiro. O projeto transformou a antiga biblioteca do 11º andar em um amplo ambiente com 780 metros quadrados, com grandes painéis de vidro que possibilitam aos visitantes uma deslumbrante vista para a Baía de Guanabara. O espaço ganhou ainda banheiro adaptado.

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Móveis e brinquedos de papelão Com o objetivo de produzir

dos com matérias-prima sustentá-

brinquedos e mobiliário feitos em

veis, que pode ser 100% reciclada

papelão, com qualidade e segu-

após a utilização. As peças são co-

rança, a empresa gaúcha Eu Amo

mercializadas em todo o país pelo

Papelão lançou peças dentro de um

site www.euamopapelao.com.br ou

conceito lúdico e inovador, fabrica-

pelo telefone (51) 3338-3191.

CASA PROJETO & ESTILO

143


SERVIÇOS ABD: www.abd.org.br Alexandre Zanini Interiores: 11 3062-2885 All Decor Boutique: 11 2659-1314 Ana Yoshida: 11 3477-7326 Arquiteto Márcio Barth: 11 2533-1020 Astra: 0800-165-051 Ateliê de Idéias: 11 96219-7076 Biancogres: 27 3421-9000 Breton: 11 4055-9707 Caesar Park Rio de Janeiro Ipanema: 21 2525-2525 Camila Valentini: 11 3666-2741 Carlos Zardo: 11 5083-7822 Carmen Calixto: 31 3586-8616 Cartel 011: 11 3081-4171 Castelatto: 11 4416-6909 Cerâmica Atlas: 19 3673-9600 Cerâmica Portinari: ceramicaportinari.com.br Clami: 11 2221-0471 Clariça Lima: 11 2729-5011 Colormix: 11 3763-2410 Cosentino: cosentino.com/ D2N Arquitetura: 11 2365-0102 Deca: deca.com.br Decortiles: 11 4004-2971 Díptico Design de Interiores: 11 3051-3979 Docol: 0800-474-333 Doka Bath Works: 51 3268-8625 Dune: dune.es Eliane Revestimentos: 48 3447-7777 Engenharia do Mármore: 11 2702-3211

Estúdio Campetti: 41 3247-7381 Estúdio Mosaico: 61 9673-7559 Etna: etna.com.br Eu amo papelão: 51 3338-3191 Eucatex: 0800-172100 F/A Studio: 11 2645-3387 Fiam-Faam: fiamfaam.br Figoli – Ravecca: 11 3045-3226 Florense: 0800-970-0053 Giovane Silva: 11 3368-0805 Hansgrohe: hansgrohe.com.br Ila Rosete: 11 99866-3340 Iná Arquitetura: 11 3222-6427 Incefra: 19 3546-9300 Incenor: 71 2104-9300 Incepa: incepa.com.br Indio da Costa: 21 2537 9790 Itagres: 48 3631-2000 Ivana Seabra e Bruno Vianna: 31 8812-7562 Jóia Bergamo: 11 3045-5812 Kichen Aid: kitchenaid.com.br KTA: 11 3045-2443 Lalitex: 11 3879-4141 Lanzi: 19 3891-9800 Laufen: www.br.laufen.com Laundry Deluxe: 11 2894-4084 Lepri: 11 5506-1390 Lurca Azulejos: 11 3031-9842 Malu Porto Ferreira e Nicole Oliveira: 12 3351-7551 Manufatti: manufatti.com.br Mekal: 11 3081-5625

CASA PROJETO & ESTILO

144

Moldura Minuto: 11 2579-6715 Morávia Arquitetura & Interiores: 31 3337-1555 Nespresso: 0800-7777-737 New Decor e Alves Visual: Nina Martinelli: 19 3673-1015 Nitsche Arquitetos: 11 2892-6004 Óbvio Arquitetura: 31 2531-3901 P.O.Box: 11 5083-7993 Palimanan: 11 3064-0617 Pavigrés: pavigres.com Porcebras: 41 3392-1500 Porto Ferreira: 19 3589-4002 Portobello: 0800-6482002 Portoro Revestimentos: portoro.com.br Pra Gente Miúda: 65 8477-9214 Ralo Linear: 47 3037-5323 Recesa: recesa.com.br Roberto Chaim: 17 3361-3782 Roca: 41 2105-2500 Saint Claire: 11 2092-5299 Sierra móveis: sierra.com.br Tabriz Collection: 11 3885-2370 Tecnogres: 71 3444-9500 Tija: cargocollective.com/tija Tramontina: tramontina.com.br Vanessa Figueiredo: 3 1 3047-4849 Verde Profilo: v erdeprofilo.com Via Rosa: 19 3429-7000 Villagres: 19 3545-9000 Vivian Coser: 11 4949-9552 Wall Lamps: 11 3386-4700 Wäls Gastropub: 31 3582-5628 Zanini de Zanine: 21 2233-5061


Casa Projeto & Estilo  
Casa Projeto & Estilo  
Advertisement