Issuu on Google+

BOLíTiM INFORMATIVO

>AS<~

Ano X - n° 96 - Novembro -1999

OWAS AOBe|)e '•"• -v/"t-."- "'v':---i;"'":-

' ^••F


MINISTÉRIOS DE ACOLITO E LEITOR Convidamos todos a participarem da celebração dos Ministérios do seminarista diocesano, Fíávio Soares Lopes. * Data: Dia 13 de Novembro * Horário: às 19HOO * Local: Igreja Matriz São João Batista - São João Novo - R. Henrique Pinheiro, 35. A Diocese de Osasco parabeniza o seminarista Fíávio e desejalhe perseverança na caminhada. "Coragem! Levanta-te, porque Jesus está chamando você." (Mc 10,49b) NOVA DIRETORIA DA CARITAS BRASILEIRA Em recente Assembleia, em Fortaleza (CE), a Caritas Brasileira elegeu a nova diretoria. Presidente: Dom Jacyr Francisco Braido, Bispo Auxiliar de Santos e Responsável pelas Pastorais Sociais na CNBB; Vice-Presidente: Odair Firmino (Brasília, DF); Secretária: Rosângela Alves de Oliveira, da Caritas Arquidiocesana da Paraíba; Tesoureiro: Udelton da Paixão Espírito Santo, da Caritas Diocesana de Paracatu (MG). GRANDE VITÓRIA Foi aprovado pela Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), dia 21 de setembro, o Projeto de Lei de Iniciativa Popular, assinado por mais de um milhão de brasileiros. Com uma rapidez recorde: apresentado em 10 de agosto, o Projeto começou a tramitar no dia 18 do mesmo mês, para ser aprovado na Câmara, por unanimidade, 34 dias depois. Dia 22, o Projeto passou peia Comissão de Constituição e Justiça no Senado Federal, tendo como relator o Senador Lúcio Alcântara. Aprovado o Projeto, a Lei já estará em vigor nas eleições de l- de outubro do ano 2000. Francisco Whitaker, Secretário da Comissão de Justiça e Paz da CNBB, acompanha todo o processo.

MENSAGEM - JOÃO PAULO II PARA O DIA DO ENFERMO O 8e DIA DO ENFERMO: Foi publi cada, no dia 06 de agosto, a Mensagem do Papa para o 8- Dia do Enfermo, 11 de fevereiro de 2000. O texto tem o objetivo de rever "a realidade do sofrimento na perspectiva do mistério da encarnacão"e convidar a todos a fazerem projetos concretos para defender a vida "em oposição a tudo aquilo que atenta contra a dignidade e a saúde da pessoa". CALENDÁRIO DO JUBILEU A CNBB acaba de lançar o Calendário "Ano Jubilar 2000 - 500 anos de Evangelização".É um roteiro que procura articular os principais eventos nacionais do Jubileu do ano 2000 e dos 500 anos de Evangelização no Brasil com os do Comité Central de Roma. O Calendário pode ser encontrado nas Livrarias Católicas. "ASSEMBLEIA DO MILÉNIO" Em setembro do ano 2000 as Nações Unidas vão realizar uma Assembleia Especial, que pretende reunir todos os chefes de Estado. A finalidade desta ''Assembleia do milênio"é promover uma profunda mudança na organização da ONU, para se adaptar à realidade do século 21. A preparação está sendo feita através de "consultas"que as sedes regionais da ONU estão promovendo, com a finalidade de ouvir as opiniões dos mais diversos seíores da sociedade. No início de setembro, a CEPAL realizou, no Chile, uma reunião com esta finalidade, para a qual foi convidado Dom Demétrio Valentini. como presença do episcopado da América Latina. A constatação unânime é que o mundo vive hoje um contexto muito diferente daquele em que a ONU foi fundada, após a segunda Guerra Mundial indispensável para o encaminhamento dos problemas da paz e do desenvolvimento mundial, como a recente situação do Timor Leste está mostrando.

21 ANOS DE PONTIFICADO DE JOÃO PAULO II No dia 16 de outubro, o Papa João Paulo II completou 21 anos de Pontificado. É o IO9 sucessor direto de Pedro com maior tempo na Santa Sé, e, sem dúvida, aquele que entrou em contato com a maior quantidade de pessoas em toda a história do Cristianismo. Cerca de 300 milhões de pessoas entraram em contato com o Papa no Vaticano. Só em sua BIO-02

visita a Polónia, em junho deste ano, foi calculado em 9 milhões de fiéis que se mobilizaram para estar na presença do Papa. João Paulo II ostenta um recorde de distância, tendo percorrido 1.151.327 Km que, antes do fim do ano serão incrementados significativamente com a sua visita à índia e a Georgia. Terá coberto 3 vezes a distância da Terra à Lua.

NOVOS ASSESSORES - CNBB A CNBB acolhe os novos assessores e lhes deseja um eficiente e abençoado serviço à Igreja: no Setor de Vocações e Ministérios, Pé. José Lisboa Moreira de Oliveira, e na Pastoral Afro, Padre Enes de Jesus (do Instituto do Negro, São Paulo). MATERIAL DA CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO Já foi enviado para todos os Bipos e Paróquias do Brasil um conjunto de amostra do material da Campanha para a Evangelização, que se realiza, pela segunda vez, no Advento deste ano. O material consta das seguintes peças: cartaz grande, folder com informações para recolher as ofertas, santinho a ser distribuído ao povo com o emblema oficial do Jubileu, e folhetos próprios para cada um dos três primeiros domingos do Advento (ver págs. 4 e 5 ), com motivação para a oferta do Terceiro Domingo, dia 12 de dezembro. CONGRESSO EUCARÍSTICO NACIONAL (CEN) A realização do Congresso Eucarístico Nacional foi decidida na última Assembleia Geral e o Conselho Permanente, em agosto, definiu: i" -Será realizado um Ano Eucarístico que começará na data do Corpus Christi do ano 2000 e se encerrará com a celebração do Congresso Eucarístico Nacional, em Campinas, em 2001; 2- -Serão produzidos subsídios para o Ano Eucarístico pela Comissão de Liturgia da CNBB; 3- Recomenda-se a celebração nas Dioceses de Congressos Eucarísticos ou Semanas Eucarísticas, em preparação ao CEN; 4~ - O Conselho Permanente decidirá, em novembro, sobre as coletas de ajuda ao CEN; 5- - A Secretaria Geral da CNBB enviará uma carta a cada Bispo com todas estas informações e sugestões. NOTÍCIAS DO EPISCOPADO > Dom Gil António Moreira, aconteceu sua Ordenação Episcopal, no dia 16 de Outubro, em Itapecirica, sua cidade natal (MG). A Diocese de Osasco cumprimenta, Dom Gil e pedimos a Deus que o abençoe nesta nova caminhada, lhe conceda fecundo e profícuo ministério espiscopal na Arquidiocese de São Paulo. > Dom José Elias Chaves Júnior, Bispo Prelado de Cametá (PA), renunciou o governo pastoral da Prelazia, em setembro. Novembro 1999


ANO SANTO E AS INDULGÊNCIAS No limiar do terceiro milénio os nossos louvores se erguem até Deus por nos ter dado o seu Filho Jesus Cristo como Redentor de toda a humanidade. E como o apóstolo São Paulo, proclamamos: "Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, do alto dos Céus, nos abençoou com toda a espécie de bênçãos espirituais em Cristo. Foi assim que nEIe nos escolheu antes da constituição do mundo, para sermos santos e imaculados diante dos seus olhos"(Ef, 1,3-5). Uma das bênçãos espirituais em Cristo que Deus nos dá, através da Igreja, é o sacramento da Penitência. Conferindo aos apóstolos seu próprio poder de perdoar os pecados, Jesus também lhes dá a autoridade de reconciliar os pecadores com Deus. Esta dimensão eclesial de sua tarefa exprime-se principalmente na solene palavra de Cristo a Simão Pedro: "Eu te darei as chaves do Reino dos Céus, e o que ligares na terra será ligado nos céus, e o que desligares na terra será desligado nos céus" (Mt 16,19). O múnus de ligar e desligar, que foi dado a Pedro, consta que também foi dado ao colégio dos Apóstolos, unidos a seu chefe (cfr. Mt 18,18; 28,16-20). A doutrina e a prática das indulgências estão intimamente ligadas ao sacramento da penitência. "A indulgência é a remissão, diante de Deus, da pena temporal devida pelos pecados já perdoados quanto à culpa, que o fiel bem disposto obtém em certas condições determinadas, pela intervenção da Igreja que, como dispensadora da redenção, distribui e aplica por sua autoridade o tesouro das satisfações de Cristo e dos santos".(C.C. n°1471) "A indulgência é parcial ou plenária, conforme liberar parcial ou totalmente da pena devida pelos pecados. As indulgências podem aplicar-se aos vivos e aos defuntos". (C.C. idem) No próximo ano, ANO SANTO, a Igreja nos dá a grande oportunidade de obter as indulgências plenárias das penas temporais de nossos pecados. Para tanto é necessário peregrinar em busca de reconciliação plena com Deus e com os irmãos. Os que tiverem a possibilidade de viajar, peregrinarão até Roma ou até a Terra Santa e visitanNovembro 1999

do os santuários de Roma ou da Terra Santa usufruirão das indulgências plenárias. Os que tiverem a possibilidade de viajar e mesmo os que não tiverem essa possibilidade terão em suas Dioceses igrejas, onde os fiéis, visitando-as e cumprindo certas exigências, poderão ganhar as indulgências plenárias estabelecidas pela Igreja. Para tanto é necessário que o fiel tenha confessado pelo menos no mês da visita, e no dia da visita a uma dessas igrejas tenha recebido a santa comunhão. Além da confissão pelo menos mensal e da comunhão por ocasião da visita, rezar nas intenções do Santo Padre, o Papa e ler e meditar uma passagem da Sagrada Escritura. As igrejas em nossa Diocese de Osasco em que os fiéis poderão obter as indulgências do Ano Santo são: na Região Pastoral Santo António, a Catedral de Santo António; na Região Pastoral do Bonfim, as igrejas de Nossa Senhora dos Remédios e de Nossa Senhora Aparecida do Jardim Piratininga; na Região Pastoral de Carapicuiba, a igreja de Nossa Senhora Aparecida de Carapicuiba; na Região Pastoral de Barueri, as igrejas de São João Batista-Barueri e de São Judas Tadeu-ltapevi; na Região Pastoral de Cotia, a igreja de Nossa Senhora do Monte Serrat-Cotia; e na Região de São Roque, a igreja de São Roque. As indulgências são fruto da intercessão de Cristo e dos Santos e Santas em favor de todos nós e a expressão de nosso convívio no Corpo Místico de Cristo do qual Ele é a Cabeça e nós somos seus membros. Purificando-nos pelo sacramento da Penitência quanto às culpas e santificando-nos quanto às penas temporais pelas indulgências, tornamo-nos dignos desse Corpo de Cristo de que somos participantes. t FRANCISCO 03- BIO


ADVENTO: A EXPERIÊNCIA DE UMA GRAVIDEZ

Além de Isaías e João Batista, há uma terceira pessoa que faz parte do Advento: Maria, a mãe de Jesus. Sem a participação dela, Deus não teria realizado o seu plano de se fazer um de nós. Haverá maneira melhor de se viver o Advento, senão nos unindo e nos identificando com Maria na espera da vinda de seu Filho? Deus precisou do "sim" de Maria; hoje precisa do "sim" de sua Igreja para poder se manifestar em todos os ambientes, para poder nascer no mundo. Maria teve que tomar uma decisão que modificaria seus planos, sua vida inteira: "Eis a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra!" (Lucas 1,38). Hoje, nós também devemos tomar esta decisão: se aceitamos ou não viver em função do Filho que vem modificar nossos planos, nossa maneira de pensar e de viver. Os vizinhos de Maria, seus parentes, as pessoas da Vila de Nazaré, viam em

Maria uma mulher grávida como qualquer outra; não desconfiavam de que poderia estar carregando o Salvador, o Filho de Deus Altíssimo. Hoje os cristãos, tão parecidos com todos, principalmente nas falhas, nas fraquezas, carregam, escondida para muitos, a própria vida de Deus. A Igreja, e com ela, a humanidade, está como que grávida da vida de Deus. Na carta aos Romanos, capítulo 8, São Paulo fala das dores de parto de toda a criação: logo, o novo Mundo, o Reino haverá de nascer. Advento e Natal, tempos muito oportunos para se estreitarem os laços entre as pessoas da comunidade e da paróquia. Laços humanos e laços de fé. As equipes de liturgia têm um papel muito importante a desempenhar. Cada celebração deve ser pensada pela equipe a partir de quatro pontos: l- Os textos litúrgicos (que encontramos no Missal e no Lecionário). 2 - A realidade vivida pelo povo. 3 - A criatividade da equipe em fazer o povo todo participar da celebração, levando em conta também as práticas religiosas populares. 4 - A Campanha para a Evangelização, prepará-la bem para que se obtenha o êxito do ano passado. Pois, pela segunda vez a Igreja no Brasil promove a Campanha para a Evangelização, com a Coleta Nacional das Comunidades prevista para o dia 12 de dezembro, Terceiro Domingo do Advento. No ano passado, segundo a CNBB, foi surpreendente o seu resultado, não só pelos recursos arrecadados, mas principalmente pela quantidade de comunidades, paróquias e dioceses que aderiram à Campa-

nhã. O povo se mostrou muito pronto para assumir a causa da Evangelização e colaborar com a Igreja para sustentar o seu trabalho evangelizador no Brasil. Desta vez a Campanha nos coloca na culminância da preparação do Jubileu, que será aberto no Natal deste ano. A abertura das portas simboliza a acolhida que queremos dar ao Salvador que o Pai nos envia. Simboliza também que queremos assumir o seu Evangelho, e nos comprometer com a missão que Ele nos confia. "Abri as portas ao Redentor!" A Campanha para a Evangelização nos introduz no Jubileu que abre para toda a Igreja um tempo especial de graça e de renovação. Pela promoção desta Campanha demonstramos nossa solidariedade com a missão evangelizadora da Igreja no Brasil. Agora a Igreja do Brasil realiza duas grandes Campanhas Nacionais: uma no tempo da Quaresma, a Campanha da Fraternidade. E a outra é a Campanha para a Evangelização, no tempo do Advento. Esta é para conseguir recursos para o trabalho evangelizador da Igreja no Brasil. Por decisão dos Bispos, seu resultado é repartido da seguinte maneira: - 50% fica na própria Diocese, cabendo a cada uma determinar como os recursos serão aplicados na Diocese e nas Paróquias; -10% são enviados ao respectivo Regional da CNBB; - 40% são enviados para a CNBB nacional, para sustentar os trabalhos de Evangelização que necessitam ser assumidos em nível nacional, e apoiar os Regionais mais necessitados. Assim estaremos vivendo nossa solidariedade com a missão evangelizadora da Igreja no Brasil, que é de todos nós.

CRISTO NOS CHAMA * Leitor 1: Já estamos próximos do Jubileu de dois mil anos do nascimento de Jesus Cristo. É um tempo especial de graça. O Senhor vem, com certeza, ao nosso encontro. Com a Campanha da Evangelização deste ano queremos estar atentos e vigilantes, para escutar a voz de Cristo, que nos chama para sermos seus discípulos. * Todos: Estamos prontos para responder ao chamado do Senhor! * Leitor 2: Cristo nos chama para vivermos com Ele, em comunhão de amor com seu Pai, na unidade do seu Espírito Santo. * Todos: Estamos prontos para responder ao chamado do Senhor! BIO-04

Leitor Cristo nos chama para fazermos parte de sua Igreja, congregada por seu Evangelho e por seus sacramentos.

* Todos: Estamos prontos para responder ao chamado do Senhor! * Leitor: Cristo nos chama para sermos sinal de salvação para toda a humanidade. * Todos: Estamos prontos para responder ao chamado do Senhor! * Compromisso (todos juntos) Participando da Campanha para a Evangelização, queremos mostrar nossa prontidão em responder ao chamado de Cristo, neste tempo de Jubileu. Como os Apóstolos que souberam seguir o Senhor e colocar ao seu serviço os bens que possuíam, também queremos colocar nossa vida em suas mãos, com a oferta que vamos fazer neste Advento. Amém! Novembro 1999


CRISTO NOS ENVIA! * Leitor 1: Com a Campanha para a Evangelização vamos concluir nossa preparação para o Jubileu. Hoje o Evangelho nos pede para preparar os caminhos do Senhor. Como João Batista, também somos enviados a anunciar a todos que o Senhor vem ao nosso encontro. Agora é o tempo de nossa missão, pois o Evangelho de Cristo foi colocado em nossas mãos para ser levado ao mundo inteiro. * Todos: Cristo nos envia a levar sua Boa Nova a todos! * Leitor 2: Foi o próprio Cristo que falou: a messe é grande, precisa de operários. * Todos: Cristo nos envia a levar

sua Boa Nova a todos! * Leitor 1: "Como o Pai me enviou, assim eu envio a vós. Ide ao mundo inteiro, pregai o Evangelho a todas as criaturas". * Todos: Cristo nos envia a levar sua Boa Nova a todos! * Leitor 2: Com a oferta do próximo domingo vamos mostrar nossa disposição de participar da missão que Deus confia a todos os cristãos neste tempo de Jubileu. * Todos: Cristo nos envia a levar sua Boa Nova a todos! * Compromisso (todos juntos) Pai de bondade, tantas pessoas souberam perceber a presença de Cristo, que passou por elas, as chamou, e as enviou.

Agora, às vésperas do Jubileu, também queremos sentir a presença do vosso Redentor. Com a oferta do próximo domingo, convidamos o Senhor a entrar em nossa vida, para que nos transforme em apóstolos do seu Evangelho. Amém!

ASSUMIMOS JUN' » Leitor 1: Neste Terceiro Domingo do Advento concluímos a Campanha para a Evangelização. Com ela culminamos nossa preparação para o jubileu. Este tempo, pede abertura de coração. Pede também que abramos a mão, para oferecer nossa ajuda, e colocar à disposição da igreja nossos recursos. Por eles nos associamos à grande missão de Jesus Cristo. * Todos: Estamos prontos a assumir a missão que o Senhor nos confia! * Leitor 2: João Batista foi enviado para dar testemunho da luz. Nós também somos enviados para testemunhar a força de seu amor, que transforma e salva nossa vida. » Todos: Estamos prontos a assumir a missão que o Senhor nos confia! * Leitor 1: Com nossa oferta ajudamos a Igreja do Brasil a levar a presen-

ça de Cristo a todas as pessoas e a todas as famílias, tão necessitadas hoje da graça de Deus.

* Todos: Estamos prontos a assumir a missão que o Senhor nos confia! * Leitor 2: Juntos queremos colaborar com o trabalho da Igreja nas periferias das cidades e nas regiões mais necessitadas do nosso país, para que todos possam receber a Boa Nova que Cristo trouxe para o mundo. * Todos: Estamos prontos a assumir a missão que o Senhor nos confia! * Compromisso: (todos juntos) Senhor, com a oferta de hoje queremos abrir as portas ao Redentor que nos enviais. Com ela abrimos o coração para a vossa graça. Abrimos nossa família para a comunidade. E abrimos nossa comunidade para a missão evangelizadora da Igreja em nosso país, para que na celebração do jubileu e dos quinhentos anos o Brasil testemunhe ao mundo a fidelidade ao vosso Evangelho, e a alegria do vosso amor. Amém!

O REINO JÁ COMEÇOU O Novo Testamento diz que Deus realizou a visita na pessoa de Jesus de Nazaré. Por exemplo, quando Simeão vê o Menino Jesus sendo apresentado no Templo: "Meus olhos já viram a Salvação, que preparaste diante de todos os povos" (Lc 2,30-31). Os discípulos de Jesus tinham certeza de que Ele iria inaugurar o Reino definitivo de Deus. Com a sua Ressurreição, que é o seu Advento, Cristo assumiu o poder, iniciou o Reino de seu Pai que significa a vitória de Deus sobre todo o Novembro 1999

mal, a realização de suas promessas. Os primeiros cristãos esperavam que esta vitória se realizasse logo, a qualquer momento. Porém com o tempo foram percebendo que haveria um tempo bem maior entre a Ressurreição e a realização total do Reino do Pai, um tempo maior entre a Ressurreição e a Parusia, a vinda de Jesus na Glória de seu Reino. O Reino já existe entre nós como uma realidade dinâmica. Deverá ir crescendo até atingir seu objetivo final. Nós, cristãos em Igreja, somos Sacramento

desse Reino. Nas comunidades e através delas Cristo "vem", estabelece seu Reino, convida as pessoas a participarem, a aderirem. O Reino é "comunhão profunda, perfeita e definitiva de Deus com os homens e dos homens entre si, (...) não coincide com nenhuma realização, histórica concreta, nem tampouco é fruto de empenho puramente humano, mas se projeta para além do tempo e da história. O Reino passa através de mediações históricas que são sinais da obra definitiva de Deus". (Doe. 28-CNBB) 05- BIO


E AGORA PASCOM?

Este foi o tema do 5- Encontro Regional da Comunicação, promovido pelo Regional Sul I no Instituto Pastoral de Adamantina (SP), de 17 a 19 de Setembro, na Diocese de Marília. Com a presença de 76 agentes, representantes de 18 dioceses e meios de comunicação da Igreja. Teve como assessores; Glauco Piai (Associação de Educação Católica de São Paulo); Pé.Benedito Spinosa (Assessor nacional da CNBB), e Dom Orani João Tempesta (Bispo de Rio Preto e responsável pelo Setor de Comunicação do Regional Sul l da CNBB). A abertura dos trabalhos aconteceu na sexta, dia 17, às 20hOO com uma oração presidida por Dom Orani João Tempesta. As boas vindas foram dadas pelo Bispo de Marília, Dom Osvaldo Giuntini, que acolheu a todos descrevendo a realidade de sua diocese que distante de 600 Km da cidade de São Paulo, acolheu a todos com muito carinho. O Pé. Lício Araújo Vale foi o articulador dos encaminhamentos da pesquisa do CERIS que o Setor está elaborando para conhecer a "Presença da Igreja de São Paulo nos Meios de Comunicação Social. Com a assessoria de Glauco Piai, foi feita uma tempestade de

"DOUTOR HONORIS CAUSA" No dia 02/09, a Universidade Federal de Viçosa (MG), homenageou em ato solene o Cardea! Dom Paulo Evarísto Arns, Arcebispo Emérito de São Paulo, com o título de "Doutor Honorís Causa**, a pedido do prof. Adriel R. de Oliveira, Diretor do Centro de Ciências Humanas. O título foi outorgado pelo Reitor Prof. Luís S. Saraiva e Conselho Universitário. O Reitor sublinhou sua alegria em conceder ao Cardeal o título por parte de uma Universidade, tendo em vista os serviços prestados na área de Direitos Humanos, sua atuação no meio universitário e a excelente participação de 47 livros e inúmeros artigos no anúncio da mensagem evangélica e corajosa defesa da dignidade da pessoa humana. Dom Paulo, agradecendo a homenagem, insistiu na missão, da promoção e resgate do homem do campo e no desenvolvimento nacional. Visitou o Seminário em Mariana, onde foi acolhido com afeto e entusiasmo e celebrou a Eucaristia no Santuário de Santa Rita, em Viçosa. BIO-06

ideias onde se abordou fundamentalmente a questão de uma ação profissional no contexto mercadológico dos dias de hoje, isto claro, nos meios católicos. Nas conclusões dos trabalhos foram encaminhadas as atividades do Setor de Comunicação: 1) Para o próximo ano será realizado apenas l Encontro Regional, sendo de 15 a 17 de Setembro, na diocese de São Carlos. 2) Cada Sub-Regional irá promover l encontro de comunicação, com suas dioceses. 3) A equipe do Setor de Comunicação do Regional assessorará as dioceses que tiverem dificuldades para articular os encontros. 4) Foi formalizada a representação dos Sub-Regionais no Setor. Além dos que já participam, no Sub-Regionõ! de Aparecida foi indicada Aparecida Gomes Braga e no Sub Regional de SP 2, Numo

Coelho de Alcântara Júnior (Diocese de Campo Limpo) e Marcelo Pereira da Silva (Diocese de Osasco). 5) Mutirão da Comunicação (em nível Nacional) que acontecerá em São Paulo, de 24 a 29 de Julho de 2000. O Encontro terminou às l IhOO.

LITURGIA - VIDA DA IGREJA FUNÇÕES LITÚRGICAS (4 a Parte) OS LEITORES

Quando são lidas as Sagradas Escrituras na Comunidade reunida, é o próprio Jesus Cristo quem fala (SC 7). É a Palavra que realiza, liberta ou condena: "Hoje se cumpriu essa passagem da Escritura, que vocês acabam de ouvir" (Lc 4,21). O Leitor é um servidor, um porta voz, uma ponte entre Jesus Cristo e a Assembleia. Ele empresta sua voz para que Jesus Cristo, fale ao povo reunido. Quais os cuidados para a Proclamação da Palavra?: O ter convicção e fé (acreditar no que está proclamando); O ter calma, clareza e observar as normas da boa comunicação, da dicção, da pontuação e o uso correto do microfone. O leitor deve treinar a entoação de voz exprimindo não somente ideias, mas sentimentos contidos no texto bíblico; C em clima festivo, de escuta e de atenção se preparar, nunca convidar alguém para ler de improviso (última hora).

Na proclamação digna da Palavra de Deus é importante: O valorizar o livro das leituras (a Bíblia ou o Lecionário). As leituras devem ser feitas do livro e não do folheto. Venerar o livro da Palavra, com palmas, beijos, queima de incenso; O solenizar a entrada da Palavra de Deus com cantos ou somente refrões e gestos; O cantar uma invocação ao Espírito Santo ou uma aclamação à Palavra; O valorizar o Ambão (mesa da Palavra); O o leitor deve apresentar-se de maneira decente no vestir e na postura. Cuidar bem para ter uma postura corporal digna, cabeça erguida olhando com frequência para o povo. Esperar a Assembleia acomodar-se antes de começar a proclamação da leitura. Terminada a proclamação, olhar para a Assembleia, dizer "PALAVRA DO SENHOR" mostrando o livro, aguardar a resposta da Assembleia, e tranquilamente, deixar o lugar da Proclamação. Novembro 1999


JOOO

1 a ASSEMBLEIA DIOCESANA DE CATEQUESE Nos dias 2 e 3 de outubro, 70 coordenadores de catequese [ das comunidades participaram da 1a Assembleia Diocesana de Catequese Com o objetivo de j organizar o Ministério das CoorI denações das Regiões Pastorais ! e da Diocese. | Esta Assembleia foi assessorada j por Dom Angélico Sândalo Bernardino que focalizou a vo! cação, missão, santidade e a responsabilidade da coordenação i da catequese, dentro da Pasto, ral de Conjunto. Enfatizou tam| bem a "Lei do Diálogo" e a necessidade da mística, da comunhão e partilha. Na parte da tarde, com a assessoria do Pé. Cláudio, foi colocada a história da organização e planejamento da Diocese de Osasco, relembrando o início, como **

Região Episcopal. Os participantes da Assembleia reunidos por Regiões Pastorais estudaram a 5a parte do Diretório Geral para a Catequese,

que trata da "Catequese na Igreja Particular". As Diretrizes da Coordenação em nível Diocesano e da Região Pastoral foram apresentadas para serem assumidas no próximo triénio por ocasião do novo Plano de Pastoral da Diocese.

ACOLHER E COMUNICAR'

A Pascom (Pastoral da Comunicação) diocesana promoveu no último dia 17, na Igreja Imaculada Conceição - Km 18, um curso com o Tema: "Acolher é comunicar"; com a assessoria da Ir. Maria Helena Corazza ( Sepac). O Encontro foi marcado pela participação de todas as regiões da diocese, e das diversas pastorais e movimentos. Neste encontro ficou claro para todos que o acolhimento hoje e sempre deve ser de vital importância em nossa Igreja, visto que acolher é uma atitude humana, e que, portanto, retrata cada vez mais o gesto do Senhor Jesus Cristo. A Ir. Maria Helena desenvolveu o tema com muita simplicidade e, sobretudo com

muito acolhimento entre os participantes do curso. Para ela a evangelização é uma ação que consiste em levar o Evangelho, a Boa Nova da Salvação àqueles que ainda não a receberam. E que, portanto supõe sair de si e olhar o outro, criado à imagem e semelhança de Deus;

AVALIAÇÃO DO RETIRO DA PASTORAL ' FÉ E POLÍTICA" Nos dias 15, 16 e 17 de Outubro a Pastoral Fé e Política,da Diocese de Osasco, teve o seu segundo retiro anual, na casa de Retiros "Divina Providência" em Cotia. O tema do retiro foi "Pastoral Fé e Política Rumo ao Novo Milénio". Foi assessorado por Teresinha Toledo; assessora da Pastoral Operária de São Paulo, de grupos populares na alfabetização de adultos... Foi com diversas dinâmicas que ela fez os participantes do retiro se aprofundarem na reflexão sobre conhecimento e autocrítica do indivíduo, assim como a sua participação e influência nos aspecNovembro 1999

tos sócio-econômicos, da conjuntura nacional e internacional. Deu sugestões para a discussão sobre atitudes de organização e metodologia, questões que foram tratadas pelos participantes no domingo após a Celebração Eucarística realizada na parte da manhã. Encerrou-se o retiro com uma rápida avaliação e discussão sobre os rumos da pastoral visando o Novo Milénio. "O agir Político não é para o cristão uma simples opção, mas fundalmentalmente uma exigência... Pois a Política é uma forma privilegiada de se fazer a caridade cristã..."(Doe. CNBB)

toda pessoa merece ser tratada como gente. Todos podem transformar a realidade com sua presença e não apenas para obter resultados particulares. Todos devem ter os braços sempre abertos para a chegada de alguém ("Eu sou a serva do Senhor..."). O Pé. Atílio saudou os presentes em nome de Dom Francisco, e agradeceu ao Sepac, pelo pronto atendimento em assessorar o encontro. Também houve o momento do painel por região, onde cada região apresentou uma proposta para a melhor acolhida nas comunidades. Os grupos conversaram sobre o encaminhamento das propostas para os Padres das regiões e possível criação da Pastoral da Acolhida.

ORDENAÇÃO PRESB1TERAL A luz do Novo Milénio louvemos a Deus por mais uma Ordenação Presbiteral em nossa Diocese, será do Diácono Arnaldo Balbino dos Santos, que atuaímente trabalha na Paróquia Nossa Senhora. Aparecida - Carapicuíba. Contamos com a participação de todos nesta grande festa. O D2a:20 de novembro, às 19HOO O Local:Catedral Sto. António Lema Presbiteral: "Eu mesmo vou seduzi-lo... e falar-lhe ao co-

ração."(Os2,16)

Desejamos ao Diácono Arnaldo, muitas felicidades, que você seja firme na fé.

07- BIO


02-T03 -Q04 -Q-

FINADOS Coordenadores de Pastoral - CEO - 9h PR Região Barueri - 9h Conselho do Voluntariado - 14h Comissão Executiva-Região Bonfim - Píratininga- 20h Terceira SSB - Pastoral Social - Centro Pastoral - 20h

- SP2-Mogi-9h

05-S06 -S07-D08-S09-T10 -Q11 -Q12 -S13 - S14-D-

Reunião Diocesana - Pastoral Familiar - Cotia ECC-23 Etapa - Reg. Bonfim - Vila Piauí - até dia 7/11 Conselho Região Carapicuiba - 8:30h Executiva do Conselho - Região Barueri - Silveira -14h Reunião da Eq. Reg. de Liturgia - C. Pastoral - às 16h Equipe de CEBs - Reg. Sto. António - das 15 às 17h Pastoral Juventude SP2 - Santo Amaro - das 8 às 17h Coord. Dioc. da Pastoral Familiar - SP 2 - Santos DIA DE TODOS OS SANTOS Conselho Pastoral - Reg. Barueri - Silveira -15h RCC - Reunião c/ Coord. Dioc. Reg. e Secr. Diocesanos Formação casos difíceis - Past. Familiar - Região Carapicuiba - São Pedro -15h Avaliação e planejamento p/ ano 2.000 - Past. Familiar ECC- 2^JEtcypa_- Região Bonfim - término Pastoral Carcerária - Piratininga- 14h Coordenação Regional dos Ministérios - Região Carapicuiba - N. Sra. Aparecida - 20h Jornal Regional - Região Bonfim - Piratininga - 9h PP. Região Carapicuiba-9h Past. da Comunicação - Reg. Carap.- Sta. Rita - 20h PP Região Pastoral - São Roque Comissão - Reg. Pastoral Familiar - Região Carapicuiba -Nossa Senhora Aparecida - 20h PP Região Bonfim - 9h PP. Região Santo António - Jardim D'Abril - 20h Pastoral Familiar - Reg. Bonfim - Piratininga - 20h Conselho Deliberativo da C.D.O. - 9h Coordenação Pastoral Diocesana - 9h ECO - Cotia - S. Roque - Vargem Gde - das 14 às 17h Equipe Diocesana da Pastoral Vocacional Pastoral da Saúde - Região Barueri -15h Planejamento e Avaliação da Catequese-Barueri - 15h Past. Familiar - Reg. Barueri - Aparecida - Jandira -16h PASCOM - Reunião Diocesana - CECAD - das 9 às 12h 33^ DOMINGO TEMPO COMUM Pasí. da Juvent. Reg. Barueri - Cristo Rei - ítapevi -14h CEBs Região Barueri - São Paulo Apóstolo -14:30h Encontro Past. Vocacional - Reg. Carapicuiba Nossa Senhora Aparecida -14:30h

16-T Conselho de Presbíteros -São José- 9h - Cons. Setor N. Sra. Graças - Reg. Sto. António - 20h 18 -G- Conselho Setor Sagr. Família- Reg. Sto. António-20h Apostolado da Oração - Reg. Barueri - SilveiravlSh 19 -S- Comissão Administrativa - CEO - 9h - RCC - Oração Coord. Dioc. Reg. e Secr. Diocesanos - RCC - Retiro - Secretaria Davi - Ibaté - até dia 21/11 ECO Diocesana - das 8:30 às 12h - Comissão Dioc. de CEBs - Centro Pastoral -14:30h - Fé e Política - Região Barueri - 16h - Grupos de Rua - Setor Imac. Reg. Sío. António -15h - Pastoral da Saúde - Reg. Bonfim - Centro Pastoral - 9 h - Celebração da Consciência Negra - Zumbi - Reg. Carapicuiba - São Francisco -19h - Ministros Coordenação - Região Bonfim - 16h - Pastoral da Juventude Diocesana - São Roque -14h 21 -D- FESTA DE CRISTO REI - Past. da Comunicação - Reg. Barueri - Silveira -15h - Legião de Maria - Barueri -15h - Cristo Rei - Região - Jd. Silveira -16h - Ene. de Comunidades - Reg. Carap. - das 15 às 17h - Confraternização - Encer. Esc. Cateq. - Reg. Carap. - S. Miguel - 8:30h Catequistas - Reg. Bonfim - Seminário São José -14h '- Formação Perm. do Clero - Ibaté - 9h - até dia 25/11 25 -Q- Past. da Saúde - Reg. Carap. - N. Sra. Aparecida - 20h 26 -S- Conselho Região - Cotia - 20h Conselho Pastoral - São Roque - 20h RCC - Região Barueri - Cristo Rei - 20h Coord. G.O. da RCC - Reg. Sto. António Ação Social - Educ. Adult. Reg. Bonfim - H. Maria -19h Apostolado da Oração - Reg^ Bonfim^ 27 -S- Conselho - Região Sto. António - Sede - 15h - Pastoral Vocacional - Reg. Barueri -15:30h - Catequistas - Setor Imaculada - Reg. Past. Santo António - Avaliação -14h - Conselho Região Pastoral - Região Carapicuiba Nossa Senhora Aparecida - 8:30h 28-D- 1^ DOMINGO DO ADVENTO - Apost.da Oração - Missa Regional - Barueri -15h - Ministros - Reg. Barueri - Confraternização - Curso de Teologia Pastoral - Encerramento das atividades-Osasco- 15h - Celebração do Advento - Seíor N. Sra. das Graças Região Santo António - Past. da Juventude-Reg. Carap.-Sta. Ríta-14:30h 29 -S- Província de São Paulo - Santos - das 9 às 13h

CATEQUESE TEM NOVO ASSESSOR O Pé. Vilson Dias de Oliveira, pároco da Igreja de São Francisco de Sales, na Região Ipiranga, é o novo assessor da Pastoral Bíblico-Catequétíca da CNBB. Na Região Ipiranga, foi um dos grandes incentivadores do Encontrão das Crianças e Adolescentes. Sua indicação para a CNBB partiu de indicação de assessores do Sul 1. Integrará a equipe do Grupo de Estudiosos de Catequese (Grecat). "Com essa função, meus horizontes se ampliarão, pois além de partilhar nossa camiBIO-08

nhada, muito teremos a aprender da prática e de tudo aquilo de bonito que os catequistas do Brasil vêm semeando nestes anos de caminhada da Catequese Renovada", diz Pé. Vilson. Revela também que, além dos trabalhos voltados às crianças, adolescentes, jovens e adultos das comunidades católicas, existem projetos voltados aos portadores de deficiência, comunidades indígenas, comunidades de pequenos agricultores, trabalhadores sem-terra e ecumenismo. Sobre seu tra-

balho na Região Ipiranga, padre Vilson afirma: "Tive a imensa alegria de conhecer, conviver e caminhar com Dom Celso, com os padres e irmãs da Região, com leigos e leigas das pastorais e especialmente com os catequistas espalhados nas 32paróquias, na área pastoral e nas comunidades. A experiência de cada um ajudou a minha caminhada". A Diocese de Osasco deseja-lhe muitas alegrias na nova caminhada. Que Deus o abençoe. Novembro 1999


96 bio novembro 99