Issuu on Google+

ANO XXII - Nº 178

www.dioceseosasco.com.br/bio

A voz do pastor página 3 Mensagem do papa Bento XVI para o Dia Mundial do Enfermo página 4

Fevereiro 2011

Festividades marcam o jubileu de prata de três sacerdotes página 7 Perfil do agente da pastoral da saúde página 11


COMUNICADOS Comemorações

DEFINIDA DATA DE BEATIFICAÇÃO DE IRMÃ DULCE

FEVEREIRO Natalícia Data 01/2 02/2 04/2 05/2 05/2 05/2 11/2 11/2 11/2 12/2 12/2 19/2 22/2 22/2 22/2 24/2 24/2 26/2

Idade

Ir. Maria da Penha de Souza, ism Pe. Thomas Joseph Scott Pe. Dorival Ferreira Leite, crl Ir. Gertrudes Duz, jbp Pe. José Eduardo de Oliveira e Silva Pe. Edileis Silva de Araújo Ir. Joana do Imac. C. de Maria, cmss Pe. Andrew Joseph Zammit Pe. Agentil Eugênio Pe. Bozano Lima Gonçalves Ir. Maria Heloísa dos Santos, cfnsm Ir. Ma. Angélica da Eucaristia, ocd Pe. Ângelo Fornari, cjs Frei Gumercindo Ramalho G. F., ocd Pe. Antônio Alves Afonso Pe. José Maria Falco Ir. Catarina de Jesus, mop Pe. Atílio de Souza

54 68 38 67 30 43 42 55 43 41 27 74 48 56 56 90 48

Ordenação ou profissão religiosa 02/2 02/2 02/2 03/2 03/2 03/2 03/2 03/2 04/2 04/2 04/2 04/2 04/6 04/2 04/2 04/2 06/2 06/2 06/2 06/2 06/2 07/2 07/2 07/2 07/2 07/2 12/9 27/2

Ir. Luiz Pedro Bermo, mi Pe. Eduardo G. Silva Pe. José Cássio Marinho Pe. Fábio Rosário Santos Pe. Othoniel B. Duprat Pe. Reginaldo M. Hilário Pe. Romildo I. Lopes Filho Pe.Vagner J. Pacheco de Moraes Dom Ercílio Turco (Episcopal) Pe. José Eduardo de Oliveira e Silva Pe. Eduardo Aparecido dos Santos Pe. Everaldo Felix da Silva Pe. Max André de Souza Pe. Anderson Moacir Ramos Pe. Fernando de Moraes Ribeiro Pe. Alexandre Douglas Crispim Pe. Alan R. Nascimento Pe. Alexandre de Oliviera Pe. Flávio Silva dos Anjos Pe. Hélio Pedro de Souza Pe. Jorge Augusto M. A. Pe. Alexander Souza de Carvalho Pe. Alexandre Augusto Siles Pe. Douglas Dias de Melo Pe. Henrique Souza da Silva Pe. Rodrigo Silva Perreira Pe. Evaldino Borges Dias, fdp Pe. Alexandre Pessoas Garcia

24 03 03 04 04 04 04 04 21 05 05 05 05 05 05 05 01 01 01 01 01 02 02 02 02 02 17 05

MARÇO Natalícia 01/3 02/3 03/3 05/3 08/3 10/3 11/3 12/3 13/3 14/3

Ir. Elvira Pessin, mc Ir. Letícia Mercedes Perez Gimenez Pe. Olacir Geraldo Agnolin, mi Ir. Maria Rita, mop Ir. Maria Auxiliadora R de Oliveira, fmm Ir. Emma Gerrescli, fnsn Pe. Arnaldo Balbino dos Santos Pe. Mario Mancini, ssp Dom Ercílio Turco Ir. Maria Silvia Gonçalves, cfnsm

71 44 74 66 73 40 70 73

Ordenação ou profissão religiosa 08/3 Pe. Raimundo Nonato 08/3 Pe. Antônio Carlos Souza 08/3 Pe. Francisco de Assis Moraes



03 03 03

Foi definida a dada da cerimônia de beatificação de Irmã Dulce. Será no dia 22 de maio de 2011, na missa que será celebrada no Parque de Exposição, em Salvador (BA). A informação foi divulgada recentemente pela assessoria de comunicação da Arquidiocese de Salvador. Segundo a assessoria, o Arcebispo de Salvador, Cardeal Geraldo Majella Agnelo, designou o Pe. Manoel Filho para coordenar o evento. O horário da missa ainda não foi definido. A comissão organizadora do evento é composta por padres, leigos e representantes das Obras Sociais Irmã Dul­ce. (MJ/CNBB)

CTP – CURSO TEOLÓGICO PASTORAL O curso Teológico Pastoral é um espaço de formação que existe na Diocese de Osasco desde 1992 e visa contribuir na formação de cristão leigo comprometidos com a ação evangelizadora na Igreja e na Sociedade. O curso tem a duração de 3 (três) anos, com dis­ciplinas nas áreas de Bíblia, Doutrina, Pastoral e Sociedade. De forma integrada busca fornecer aos participantes, maior aprofundamento na Fé, instrumentos para o trabalho na Igreja e o compromisso social. O Curso é oferecido em 4 Centros de Formação que são: OSASCO – Centro de Pastoral (Catedral Santo Antônio) - Contato: Alice – Tel.: 9121-1105 BARUERI – Paróquia Nossa Senhora das Graças – Contato: Maria Rodrigues – Tel.: 7293-0367 COTIA – Paróquia Nossa Senhora do Monte Serrat – Contato: Wagner – Tel.: 8665-7533 SÃO ROQUE – Capela São José e Centro Catequético – Contato: Ignez – Tel.: 7386-3096

A ficha de incrição para frequentar o curso teológio pastoral está no site: www.diocesedeosasco.com.br, nas paróquias e nos centros de formação.

PASTORAL DA EDUCAÇÃO AÇÃO DA IGREJA NOS ESPAÇOS DE FORMAÇÃO A PE esteve presente em todas as regiões da Diocese mantendo os encontros do calendário diocesano e outros que foram sendo agendado atendendo as necessidades. O Primeiro encontro aconteceu na Região Bonfim na EE Walter Negrelli onde temos uma parceria com professores que trabalham as temáticas das CF com incentivo e apoio total da diretora e os demais funcionários do administrativo. Foram distribuídas em 2010 (o trabalho começou em 2008) mais de 12 mil cartilhas em todas as regiões da diocese para dos grupos mais diversos, desde alunos do Curso de Teologia dos quatro centros de formação, nas assembléias diocesanas, ECC, Pastoral Familiar, Pastoral da Criança e outros. Professores de diferentes regiões estiveram presentes no Café Educacional Diocesano, quando constituímos o Comitê Mobilizador da Diocese em parceria com o MEC.

GRUPO AFRO DIGNIDADE EM SEUS 10 ANOS DE VIDA O grupo Afro dignidade manteve as reuniões do calendário diocesano, dando assessoria para refletir sobre os objetivos da PAB segundo os Doc. da CNBB e orientações do DA. Prepararam orientações aos grupos que buscaram subsídios para implementar trabalhos pastorais com o recorte étnico racial e celebrações com elementos da cultura afro brasileira, seguindo as normas das celebrações romanas. Participante do Grupo Afro Dignidade pela PAB e, enquanto pastoral social esteve representado no Fórum Diocesano das Pastorais Sociais da Diocese. Esteve presente em todos os eventos diocesanos tais como: Encontro da CF 2010, Homenagem ao “Dia Internacional da Mulher”, Assembléias Diocesanas, Retiro, Semana de Fé e Compromisso Social e Jornada Missionária em Carapicuíba. Projeto para 2011: Abertura da Sala 205-C (segundo andar), com o objetivo de passar informações e distribuir material para formação sobre as questões referentes a PAB. Local: Centro Pastoral - as Terças Feiras, segundo o cronograma a ser fixado no mural do Centro Pastoral Santo Antonio. Fevereiro 2011


VOZ DO PASTOR

Perspectivas Pastorais

Agradecemos a Deus a vida e as atividades que ele nos permitiu realizar durante o ano 2010 visando a evangelização que atravessa todas as pastorais e atinge os irmãos mais afastados. Gratidão a todos que me enviaram saudações por ocasião do Natal e do Ano Novo. A ação evangelizadora da Igreja passa pela pessoa, comunidade e sociedade. No âmbito da pessoa se trabalhou a acolhida em todas as dimensões e a familia como educadora do relacionamento entre pessoas através da pastoral familiar e movimentos familiares. No campo da comunidade: a missão permanente esteve presente na infância missionária, na Missão Jovem, nas Santas Missões Populares em vários locais. A comunhão e a pastoral de conjunto ocupou nossa reflexão em vários segmentos. No âmbito da sociedade as pastorais sociais realizaram, sem conotação de política partidária, o Fórum das pastorais sociais com diversos temas ligados à fé e atuação na sociedade. Os Coordenadores das Regiões Pastorais e dos Setores de Pastoral e Ação Missionária, Pastorais Sociais e Movimentos e Associações realizaram muitas atividades que mostraram a comunhão eclesial existente e o desejo de viver a pastoral de conjunto caminhando na mesma direção. A avaliação dos trabalhos pastorais mostrou os numerosos frutos obtidos na vida das comunidades, paróquias e demais setores. A CNBB em sua próxima Assembléia Geral aprovará as novas Diretrizes da Ação Evangelizadora. Elas indicam a direção, oferecem os fundamentos e os motivos do rumo a tomar, “o princípio que orientará a ação evangelizadora de



modo que ela seja comum a toda Igreja no Brasil e expresse a necessária unidade e coerência” (CNBB). “As Igrejas Particulares, inspiradas nas Diretrizes, buscarão elaborar seus planos pastorais e estes definirão as metas, as estratégias, os meios, os prazos para a ação evangelizadora” (CNBB). Encontraremos nas DGAE apenas indicações para ajudar na elaboração do plano diocesano de pastoral que nos levarão assumir algumas atividades para toda diocese. Para participar com sabedoria da elaboração do plano de atividades pastorais é necessário, a partir de Jesus Cristo e do Evangelho, perceber as marcas de nosso tempo, as carências de nossa realidade religiosa e social que pedem uma resposta através de ações pastorais, tomar consciência das urgências que o Documento de Aparecida nos apresenta e estabelecer alguns projetos que sejam concretizados nas comunidades. O Documento de Aparecida nos convida a uma conversão pastoral. Certamente isso supõe não ficar apenas na pastoral de conservação mas buscar novos areópagos que ainda não acolheram a Palavra de Deus ou já se afastaram dela. Desde já solicito a atenção de todos para que juntos busquemos algumas atividades que expressem nossa comunhão eclesial e nosso desejo de trabalhar em conjunto. Somos Igreja – Comunhão comprometidos com a ação missionária evangelizadora, segundo o mandato de Jesus, levar a boa nova a todos os recantos e fazer discípulos para que muitos tenham vida em abundância. Em agosto de 2011 será realizada em Madrid – Espanha , a Jornada Mundial da Juventude. “É uma forte experiência

de fé: celebra-se a unidade da Igreja, vinculo eucarístico, reconciliação e festa; conexão entre as nações; catolicidade da Igreja, esperança da realização do Reino de Justiça e Paz, experiência de comunhão; encontro entre o Papa e os jovens; momento de formação e animação para a caminhada de fé dos participantes” (Setor Juventude da CNBB). “O Pontifício Conselho para os Leigos confirmou a realização da JMJ no Brasil para Agosto de 2013, na Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro. Trata-se de uma informação que será anunciada pelo Santo Padre na JMJ 2011” (Setor Juventude da CNBB). Nas Regiões Pastorais de nossa diocese há um intenso trabalho nos diversos segmentos pastorais com jovens. A Jornada Mundial da Juventude que será realizada em Madrid despertou muitos jovens para acompanhá-la vivendo a comunhão com o Santo Padre e com os jovens que estarão presentes naquele acontecimento eclesial. Há muita movimentação de jovens nas dioceses. Pretendemos realiza encontros de jo­vens, preparar subsídios para animar nosso Setor Juventude, respeitando a identidade de cada pastoral ou movimento mas, a partir desses dois eventos organizar, animar e promover as pastorais e movimentos que atuam na evangelização e promoção da juventude. Serão realizados eventos diocesanos e um evento a nível da Província Eclesiástica de São Paulo, reunindo os jovens das dioceses que a compõem Nossa consciência pastoral nos leva a colocar nossas forças a serviço dos jovens para que encontrem em Jesus Cristo o sentido da vida e da existência. “Na América Latina a maioria da população está formada por jovens. A este respeito, devemos recordar-lhes que sua vocação é ser amigos de Cristo, discípulos, sentinelas de amanhã, como costumava dizer o meu predecessor João Paulo II... São sensíveis à chamada de Cristo que os convida a segui-lo” (Bento XVI, sessão inaugural da V Conferencia Geral de Aparecida, 13/05/2007, nº 5). O Espírito Santo nos ilumine na elaboração de nosso 7º Plano de Pastoral e no trabalho pastoral com os jovens. Deus conceda a todos um ano repleto de bênção divina. Dom Ercílio Turco Bispo Diocesano de Osasco Fevereiro 2011


VATICANO

Mensagem do papa Bento XVI para o Dia Mundial do Enfermo No dia, 18 dezembro, a Santa Sé pu­­ licou a Mensagem do Papa para o “Dia b Mundial do Enfermo” para 2011. O papa Bento XVI convida todos a refletirem sobre o mistério do sofrimento e escreve: “Uma sociedade que não consegue aceitar os que sofrem e não é capaz de contribuir, mediante a compaixão, para fazer com que o sofrimento seja partilhado e também assumido interiormente, é uma sociedade cruel e desumana” (Spe salvi, 38). O papa pede que o enfermo e o necessitado tenha, como nas autênticas famílias cristãs, um espaço privilegiado, principalmente no coração. Acreditando em uma sociedade fraterna, ao final de sua mensagem “convida as autoridades para que invistam mais energias nas estruturas da saúde para que sejam de ajuda e suporte aos que sofrem, principalmente aos pobres e aos necessitados”. Para que essa reflexão tenha sua dimensão espiritual, o Santo Padre nos recorda as palavras de Pedro em sua primeira carta: “Por suas feridas fostes curados” (1Pe 2, 24). O papa reconhece o incômodo que sentimos quando o assunto é sofrimento e morte e diz que os discípulos do Senhor também tiveram quando eram alertados

sobre a futura realidade do Mestre. A seguir nos alerta que “Somente um Deus que nos ama até assumir para si nossas feridas e nosso sofrer, principalmente sendo inocente, é digno de fé” (Mensagem Urbi et Orbi, Páscoa de 2007), diz Bento XVI.

Olhando para a Jornada Mundial da Juventude, no próximo ano em Madri, Bento XVI se dirige aos jovens e em particular aos jovens doentes: “a Cruz é o sim de Deus ao Homem, a expressão mais alta e mais intensa de seu amor e

a fonte do qual jorra a vida eterna. Do coração traspassado de Jesus jorra esta vida. Só Ele é capaz de libertar o mundo do mal e de fazer crescer seu Reino de Justiça, de Paz e de Amor ao qual todos aspiramos” (cfr. Mensagem pela Jornada Mundial da Juventude 2011). A seguir o papa fala da Eucaristia como alimento da caminhada e termina o parágrafo dedicado aos jovens, convidando os jovens doentes e sadios “a criarem pontes de amor e solidariedade, para que ninguém se sinta só, mas próximos de Deus e parte da grande família de seus filhos” (cfr Audiência Geral, 15 de novembro de 2006). Ainda dento dessa solicitude de pastor, Bento XVI sugere aos doentes voltarem-se para Jesus com o coração traspassado na cruz, e rezarem a Oração de Santo Inácio de Loyola: “Água do lado de Cristo, lavai-me. Paixão de Cristo, fortificai-me. Oh bom Jesus, escutai-me. Em vossas chagas, escondei-me”. Finalmente o pontífice apresenta também a Virgem Maria, ao lado de cada um, como a “Saúde dos enfermos e Conso­ ladora dos que sofrem”. Aos pés da Cruz, “Jesus apresenta-lhe cada um de seus discípulos dizendo: Eis teu filho” (cfr Jo 19,26-27). Fonte: www.cnbb.org.br

Comissão Médica aprova milagre de João Paulo II

A Comissão Médica consultada pelo Vaticano aprovou um milagre atribuído a João Paulo II, e assim a causa de bea­ tificação do pontífice polonês, falecido em 2005, avança significativamente, in­formaram os meios de comunicação italianos no dia de janeiro. Os médicos e teólogos consultados pela Congregação para as Causas dos



Santos, reunidos no mais estrito sigilo, estimaram que a cura da freira francesa Marie Simon-Pierre, que sofria de mal de Parkinson, foi “imediata e inexplicável”. A comissão liderada pelo médico particular de Bento XVI, Patrizio Polisca, aprovou o milagre apresentado. A freira francesa, que era enfermeira, curou-se inexplicavelmente após suas

ora­ções e pedidos a João Paulo II poucos meses depois de sua morte, em abril de 2005. A aprovação dos especialistas deverá ser ratificada por uma comissão de cardeais e bispos da Congregação para a Causa dos Santos. A beatificação é o primeiro passo no caminho para a canonização, que exige a prova de intercessão em dois milagres. No dia 19 de dezembro de 2009, o pa­pa Bento XVI aprovou as “virtudes he­róicas” do papa polonês João Paulo II venerado já em vida. Com elas, iniciou-se a investigação do “milagre” atribuído, que deve ser examinado por várias comissões. O processo de beatificação de João Paulo II foi iniciado por Bento XVI dois meses após a morte, no dia 2 de abril de 2005, de seu predecessor. Fonte: Zenit Fevereiro 2011


VATICANO

Neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis é nomeado para a Academia de Ciências do Vaticano A Academia de Ciências do Vaticano conta com cerca de 80 acadêmicos de várias partes do mundo, nomeados pelo Papa. O neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis foi nomeado pelo Papa Bento XVI como membro ordinário da Pontifícia Academia das Ciências. Nicolelis é professor da Universidade de Duke, em Durham (EUA) e diretor-científico do Instituto Internacional de Neurociências de Natal Edmond e Lily Safra (IINN-ELS). A nomeação foi divulgada pelo Boletim da Sala de Imprensa da Santa Sé nesta quarta-feira, 5 de janeiro.

Fundada em 1603, em Roma, a Pon­tifícia Academia de Ciências foi a primei­ ra academia científica do mundo, tendo como um dos históricos membros Galileu Galilei. Atualmente, a instituição conta com cerca de 80 acadêmicos de várias partes do mundo, nomeados pelo Papa, sob indicação do corpo acadêmico. O geneticista Crodowaldo Pavan, falecido em 2009, e o médico Carlos Chagas Filho (1910-2000) também integraram a academia do Vaticano. Fonte: Jornal da Ciência

Um bispo e mais de 20 agentes pastorais assassinados em 2010 Mais de 20 agentes pastorais assassinados durante o ano passado, incluindo 1 bispo, 15 sacerdotes, 1 religioso, 1 frei­ra, 2 seminaristas, e 2 leigos: este é o ba­lanço divulgado em 3 de janeiro pela Congregação para a Evangelização dos Povos, através da agência Fides. Tal número representa uma redução significativa com relação a 2009, ano em que houve 37 mortes violentas, dentre elas as de 30 sacerdotes. Entre 2001 e 2010, mataram 253 agentes de pastoral em todo o mundo. Em 2010, cabe destacar, pelo seu impacto internacional, o assassinato sangrento de Dom Luigi Padovese, vigário apostólico de Anatólia e presidente da Conferência Episcopal da Turquia, na vés­ pera da viagem do Papa Bento XVI a Chipre. Por continentes, a América voltou a ser o mais perigoso em 2010. Nesse ano, perderam a vida 10 sacerdotes, 1 religioso, 1 seminarista e 3 leigos. Na maioria dos casos, mais uma vez o assalto foi o motivo do crime. O maior número de assassinatos ocorreu no Brasil, onde morreram os padres Dejair Gonçalves, Rubens Almeida, Ber­nardo Muñiz, o seminarista Mario Dayvit Pinheiro e o leigo Epaminondas Mar-



ques. Na Colômbia, foram assassinados Román de Jesás Zapata, Herminio Calero e Luis Enrique Pineda. Os sacerdotes mortos no México foram José Luis Puerto e Carlos Salvador

Wotto. No Peru, durante o roubo de um convento franciscano, morreram o irmão Linán Ruiz Morales, OFM, e seu colaborador, Ananías Aguila. Na Venezuela, Equador e Haiti, morreram, respectivamente, Esteban Robert Wood, o missionário polonês Miroslaw Karczewski e o agente da Cáritas Julien Kénord. Na Ásia, onde no ano passado mataram 1 bispo, 4 padres e 1 freira, destacamse como principais motivos a violência religiosa ou o acerto de contas.

Além do caso de Dom Luigi Padovese, morto em sua casa de Iskenderun por seu motorista muçulmano, que alegou motivos religiosos, destaca-se também o falecimento dos sacerdotes iraquianos Wasim Sabieh e Thaier Saad Abdal, assassinados durante o ataque à catedral sírio-católica de Bagdá. Na China, um portador de transtornos mentais assa­ssinou, depois de ser demiti­ do, Joseph Zhang Shulai, vigário-geral da diocese de Ningxia, e a Irmã Maria Wei Yanhui, no asilo de Wuhai (Mongólia Interior). Na Índia, desconhecidos assassinaram cruelmente o Pe. Peter Bombacha. Na República Democrática do Congo (África), foram mortos no ano passado 1 sa­cerdote, Christian Bakulene, e 1 seminarista, Nicolas Eklou Komla, ambos após tentativa de assalto. Finalmente, a agência de notícias Fides também observa que nesse ano houve a abertura do processo de beatificação de sacerdote italiano fidei donum Daniel Badillo, que foi morto no Peru em 1997, e a beatificação do polonês Jerzy Popieluszko, mártir, assassinado por ódio à fé, em 20 de outubro de 1984, perto de Wroclawek (Polônia). Fonte: ZENIT.org Fevereiro 2011


NOTÍCIAS DIOCESANAS

Coleta da Evangelização No final do ano de 2010 o secretariado diocesano de pastoral apresentou a lista dos eventos diocesanos que foram subsidiados pelo fundo diocesano de evangelização, cuja coleta é realizada no 3º domingo do advento.

O secretariado analisando a entrada da coleta da Evangelização (45% que fica na Diocese) R$ 16.815,00 e as saídas para as diversas pastorais no valor de R$ 18.763,47; informou que houve um déficit de R$ 1.948,47 que veio de reservas do ano anterior. Portanto, pede-se que haja maior empenho das paróquias nas coleta para atender as necessidades de nossas pastorais.

Seminaristas são admitidos às Ordens Sacras Foi no dia 27 de Novembro que ocorreu o encerramento do ano de formação no Seminário diocesano São José – Casa



de Teologia. Para tal, uma missa foi celebrada por Dom Ercílio Turco no qual quatro seminaristas foram admitidos às

Ordens Sacras, sendo eles: Alexandre Santos de Jesus, Daniel Vitor Cardoso Rodrigues, Diego Martins dos Santos e Márcio José Pereira. O Rito de Admissão significa que a Igreja acolhe o seminarista como um candidato oficial à recepção do sacramento da ordem, pedindo-lhe que esteja aberto e com boa disposição as orientações dos seus formadores. Houve também a acolhida de quatro novos seminaristas na casa de Teologia, que após terem concluídos os estudos filosóficos e sidos aprovados pelo Conselho de Ordens e Ministérios, darão continuidade a sua formação. Após a celebração, todos foram conduzidos para o seminário de teologia onde foi servido um almoço com uma acolhida peculiar aos familiares dos seminaristas que se fizeram presentes nessa ocasião. Fevereiro 2011


NOTÍCIAS DIOCESANAS

Festividades marcam o jubileu de prata de três sacerdotes

No dia 07 de dezembro, três sacerdotes de nossa diocese completaram 25 anos de ordenação sacerdotal. São eles: Pe. Cláudio Gabriel dos Santos, Pe. José Maria Falco e Mons. Claudemir José dos Santos. Em virtude da tão memorável ocasião, algumas celebrações foram realizadas nas paróquias em que eles exercem seu ministério sacerdotal como pároco. A primeira celebração foi realizada na Paróquia Santo Antonio, que fica na cidade de Carapicuíba e que tem como pároco o Pe. Cláudio. Algumas homenagens fo­ ram feitas marcando a celebração com grande emoção, tanto da parte dos jubi­landos como de todos os presentes. As festividades continuaram também no dia 05, porém, na Catedral Santo An­to­nio, em Osasco, que tem co­mo pároco

o monsenhor Claudemir José dos Santos, que é também Vigário Geral de nossa diocese. Lá, entre umas e outras homenagens, houve a comovente reno­ vação da consagração que fizeram a

Maria, Mãe dos Sacerdotes. Por fim, no dia 12 de Dezembro, a celebração foi na paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Carapicuíba, onde Pe. José Maria é pároco. Nesta celebração os sacerdotes receberam o quadro com a Benção Apos­ tólica dada pelo Santo Padre o Papa Bento XVI. Nas três missas houve uma participação muito significativa de sacerdotes, religiosos, seminaristas e muitos fiéis vindos de diversos locais, que externaram os sinceros agradecimentos e felicitações aos padres jubilares. Nosso bispo diocesano, Dom Ercílio Turco, enviou uma carta aos jubilandos que foi lida numa das celebrações, na qual agradeceu e abençoou os padres que muito fizeram e fazem pela diocese de Osasco.

Quatro ordenações para 2011 O Conselho de Ordens e Ministérios de nossa Diocese, em sua última con­ vo­cação de 2010, escrutinou e aprovou quatro ordenações para o ano de 2011.

Diaconos Eli e Everton no retiro Espiritual



No próximo dia 5 de fevereiro, às 15h, os seminaristas Daniel Bispo da Cruz e Douglas Pinheiro Lima receberão a ordenação diaconal em nossa Catedral. Os diáconos Ely Rosa e Ewerton Leandro,

por sua vez, serão ordenados presbíteros no dia 26 de fevereiro, também às 15h, pela imposição das mãos de nosso bispo e de todo o presbitério da Diocese.

Conclusão do retiro Espiritual dos futuros Diáconos Daniel e Douglas

Fevereiro 2011


NOTÍCIAS DIOCESANAS

Dom Ercílio faz Visita Pastoral em Araçariguama Dom Ercílio termina o ano de 2010, com a visita à Paróquia Nossa Senhora da Penha em Araçariguama, que tem co­mo pároco o Pe. Sebastião. Durante a visita pastoral, o Bispo deve, na medida do possível, exercer plenamente o seu ministério: ser catequista, administrar os sacramentos, presidir à caridade, orientar pastoralmente a comunidade, atender as pessoas que desejem falar com ele. As pessoas são a razão principal da visita. A edificação de uma Igreja particular, define o ministério do Bispo, como pas­tor. Toda a sua ação é pastoral: alimen­ tá-la com o Evangelho, garantir-lhe a uni­ dade de comunhão, que tem na Eucaristia a sua expressão máxima, santificá-la e conduzi-la à santidade, governá-la para que cumpra a vontade do Senhor, na caridade e no testemunho, garantir-lhe as expressões de comunhão com a Igreja universal.

Paróquia São Pio X inaugura nova comunidade A Paróquia São Pio X, que tem como pároco o Pe. Marcelo Pereira da Silva, inaugurou no dia 14 de Dezembro a Igreja São José Operário, que fica localizada no Jardim Isis, em Cotia. A solene liturgia foi celebrada pelo bispo diocesano Dom Ercílio Turco e concelebrada por diversos sacerdotes de nossa diocese, que manifestaram sua imensa gratidão a Deus pela concretização de mais um sonho de todos os paroquianos. Diante da tamanha felicidade, depois de um árduo e diligente trabalho, ressaltou o

pároco: “O justo e silencioso São José nos ensinou durante este tempo que a persistência e a obediência são caminhos certos para a manifestação do plano de Deus. Foram três anos e sete meses lutando em meio aos desafios do desejo de ter esta realização concretizada entre nós. Se a beleza de nossa Igreja encanta sempre o nosso Deus, o que não dizer a Deus quando nosso coração se manifesta também nos mesmos ardentes desejos de nosso Criador que diz: O zelo por sua casa me consome”.

Diocese realiza confraternização de fim de ano Iniciou-se com a acolhida e o café da manhã. Logo após a oração na capela do local, dom Ercílio agradeceu a presença de todos e ressaltou a importância dos trabalhos neste ano de 2010. Parabenizou a todos presentes “sem restrição” a tantos trabalhos “bonitos” que todos desenvolveram neste ano. Lembrou das visitas pastorais da região São Roque, onde o mesmo presenciou os trabalhos pastorais de perto. Também, elogiou o conteúdo das duas últimas formações permanentes do clero. Dom Francisco, bispo emérito de Osasco, marcou presença entre os padres. A confraternização



terminou com almoço servido no refeitório com distribuição de panetones e vinhos para os presentes. O local ainda

ficou disponível para jogos de bola e banho de piscina. Pe. Emerson Borgonovi

Fevereiro 2011


REGIÃO SÃO ROQUE

Visita pastoral na paróquia de São Roque “O Senhor é meu Pastor e nada me faltará”. Movida por esta certeza, com muita alegria, nos dias 09 e 10 de dezembro, a Paróquia São Roque recebeu a Visita Pastoral do Bispo Diocesano Dom Ercílio Turco. Foram momentos de evangelização e grande fervor missionário! “Bendito aquele que vem em nome do Senhor”... “Bendito os pés do mensageiro que anuncia a paz”!!! Acompanhado pelo Pároco Padre Daniel Balzan, pela Irmã Letícia e membros do Conselho Paroquial, Dom Ercílio, como um bom pastor, visitou as 17 Comunidades da Paróquia São Roque. Cada Comunidade acolheu o sr. Bispo de um modo diferente... com palavras de boas vindas, cartazes, faixas, anjinhos, cantos, sinos badalando, palmas e vivas... todas demonstraram muita emoção, criati­vi­ dade e entusiasmo ao recebê-lo. Primeiramente, Dom Ercílio dirigia-se ao San­ tíssimo Sacramento para um momento de oração pessoal. Logo em seguida, ou­via atentamente à leitura de um breve histórico da Capela e das atividades que ali são desenvolvidas. Dom Ercílio, sempre muito simpático e animado, motivava as Comunidades com muita espiritualida­de, palavras de fé e esperança. “A Visita Pastoral é para conhecer, apoiar e animar a Comunidade”, disse. Parabenizou



a conservação das Capelas e a vivacidade da Comunidade. Cada Comunidade recebeu como lembrança da Visita Pastoral uma foto oficial do Bispo Dom Ercílio para ser afixada na Sacristia. Ao final da visita, o Bispo cumprimentava a todos e ministrava a santa bênção. Uma foto, com a participação de todos, registrou a importante visita do nosso Pastor nas Comunidades. Dom Ercílio também visitou a Câmara Municipal, Prefeitura, Entidades Sociais ligadas à Paróquia, o Centro Teresiano de Espiritualidade e o Mosteiro Cristo Rei, sendo sempre recepcionado com muita atenção e carinho. Manteve contato com a imprensa local: Jornal “O Democrata” e “Jornal da Economia”, e deu ainda entrevistas ao vivo à “Rádio Imaculada Conceição” (1430 AM).

Já na Igreja Matriz, reuniu-se com o Conselho de Pastoral e com o Conselho de Assuntos Econômicos da Paróquia. Na Secretaria, cumpriu compromissos administrativos, conferindo balanços e os livros da Paróquia (Batismo, Casamento, Crisma, Livro de Tombo), deixando neles a sua assinatura e a data da Visita Pastoral. No dia 09 às 19h00, Dom Ercílio, presidiu s celebração da Santa Missa, na Igreja Matriz São Roque e concelebrada pelo Pároco Pe. Daniel Balzan. Já no dia 10/12, encerrou a visita pastoral presidindo a missa solene, concelebrada pelos padres: Pe. Daniel – pároco, Pe. Flávio Soares Lopes – Vigário Paroquial e pelos Freis Jorge e Fritz, do Centro Te­resiano de Espiritualidade. Véra Lucia Kono

Fevereiro 2011


REGIÃO SÃO ROQUE

Prefeito de São Roque recebe a visita do Bispo da diocese de Osasco

Foto: Leonardo Filoso

Em visita a cidade de São Roque, o Bispo da diocese de Osasco, Dom Ercílio Turco, ao lado do pároco Pe. Daniel Balzan, estiveram na última semana na Prefeitura de São Roque, conversando com o Prefeito. Durante o encontro, Dom Ercílio destacou a importância de poder conversar com os governantes municipais e principalmente poder debater melhor sobre diversos temas de importância para a sociedade. “Nesse momento de reflexão e ação, precisamos da colaboração de todos para discutirmos ideias sobre

a segurança, cidadania e assuntos de interesse da comunidade”, disse. Para o prefeito Efaneu, o tema é bastante apropriado. Na ocasião, ele também falou sobre as ações que a Prefeitura de São Roque adota em relação ao bem estar da comunidade. “Pensamos sempre no bem da população e poder conversar esses temas com um líder eclesiástico é uma ação muito importante, essa visita foi de grande importância”, afirmou o Prefeito. Don Ercilio visitou ainda diversas comunidades e igrejas de São Roque.

Câmara Municipal de São Roque homenageia emissoras de rádio por cobertura nas eleições 2010 O vereador e Presidente da Câmara Marquinho Chula, entregou recentemente as rádios Coluna FM, Imaculada Conceição, e 87 FM de Araçariguama, uma moção de congratulações pela excelente cobertura nas eleições 2010. Na honraria, o edil destacou a importância do trabalho em parceria destas três emissoras, lembrando que se não fosse essa união e o empenho dos profissionais envolvidos, a região sofreria para receber as informações exatas sobre o andamento das eleições. “Estas rádios apresentaram um trabalho primoroso. Com parceria inédita e inovadora, elas atuaram conjuntamente informando a população de São Roque e região sobre o andamento de todo o processo eleitoral, bem como das notícias que envolviam os candidatos e partidos participantes desse importante pleito”, disse.

O vereador contou que durante dezoito horas ininterruptas, a equipe jornalística das rádios cobriu a movimentação nas zonas eleitorais, forneceu análises pontuais, transmitiu entrevistas e acompanhou o processo de apuração, mantendo o ouvinte constantemente informado sobre o processo democrático, antes mesmo que os resultados chegassem ao TSE. “Sua

cobertura teve altos índices de audiência, reflexo da seriedade e profissionalismo com que fora realizada. Tal equipe contou com o trabalho de jornalistas, radia­listas, entusiastas e colaboradores. Realmente todos estão de parabéns e esta homenagem se faz mais que justa”, finaliza Chula. Fonte: Jornal da Economia

Paróquia de São Roque realiza formação continuada No dia 22 de novembro, segunda-feira, às 19h30, no Salão do Colégio São José, o pároco Pe. Daniel Balzan e o Conselho de Pastoral realizaram o último Encontro de Formação Continuada na Paróquia do ano de 2010 com o tema: “Jesus, o Filho de Deus”. Em um ambiente muito acolhedor, com um lindo presépio e cânticos próprios, as Comunidades da Paróquia São Roque, a exemplo dos Reis Magos e iluminadas pelo lema “Um filho nos foi dado: seu nome ‘Príncipe da Paz’” (Is 9,5), foram

10

convidadas a oferecer um presente evangelizador ao pequeno Menino Jesus. Todas as Comunidades mostraram-se muito criativas ao escolher o presente e, inspiradas pelo Espírito Santo, souberam muito bem refletir sobre cada um deles. Esta dinâmica emocionou a todos! Os presentes ficaram expostos no presépio da Igreja Matriz de São Roque, representando as Comunidades da Paróquia, de 16 a 25 de dezembro! Ao final, um delicioso lanche foi oferecido a todos, que puderam se confraternizar. Fevereiro 2011


PASTORAL DA SAÚDE

Perfil do agente da pastoral da saúde É aquele que em nome da proposta de Jesus Cristo ”Eu vim para que todos tenham vida, e a tenham em abundância” (Jo 10,10), se coloca à disposição da comunidade para atendê-la em suas necessidades e ajudá-la a descobrir “caminhos” na conquista por mais saúde e vida. É o servo de Deus que se sente chamado para levar esperança e conforto aos irmãos enfermos e/ou trabalhar no mundo da saúde, em toda sua complexidade, mantendo o equilíbrio emocional, recebendo preparação técnico-teológica, de acordo com os princípios pastorais da Igreja. É a pessoa da comunidade que quer ajudar seus semelhantes a se organizarem e juntos descobrirem formas simples e práticas para ter mais saúde. Perfil do Agente: • Ter bom relacionamento com as pessoas. • Ter espírito cooperativo e estar aberto ao trabalho em grupo. • Participar na vida da paróquia e/ou comunidade. • Ter valores evangélicos e cultivar a própria espiritualidade. • Ser bom ouvinte e acolhedor. • Procurar sua auto formação participando dos cursos, encontros, estudos e trabalhos de agentes da Pastoral da Saúde e também desenvolver o hábito da leitura (obras de auto ajuda, fitoterapia, assuntos de saúde, políticas públicas, legislação do SUS, etc.). • Demonstrar responsabilidade e posturas adequadas. • Ter sensibilidade samaritana frente ao sofrimento e a enfermidade. Entender que é necessária a integração com os demais setores de pastoral, movimentos e entidades que defendem a vida. • Estar aberto ao diálogo ecumênico. • Despertar o senso ético e crítico em si e nas pessoas, avaliando os acontecimentos e não deixar-se levar pela influência dos outros. • Saber que participará de um trabalho voluntário. Atribuições do Agente: • Conscientizar sobre a importância da vida e da dignidade da pessoa humana. • Contribuir para a promoção, prevenção e recuperação da saúde através de ações simples e práticas. • Agir sempre em defesa e/ou recuperação do meio ambiente. • Contribuir na conscientização e prática de hábitos alimentares saudáveis. • Ajudar a comunidade na organização da luta pelos direito em relação à saúde, integrada a outros movimentos, setores de pastoral e entidades. • Redescobrir e valorizar o conhecimento, a sabedoria, a mística e a religiosidade populares em relação à saúde (estudo de plantas, chás, xaropes, pomadas, cremes, cataplasmas dicas de alimentação, orações, bênçãos, etc). • Participar de atos públicos, reuniões da câmara, dos conselhos, fóruns e conferências de saúde, principalmente no âmbito local e municipal, tendo a convicção de que saúde é direito de todos, conquistada através da participação popular. • Inteirar-se das Políticas Públicas, principalmente na área da saúde, para maior participação da comunidade no controle social. • Ser presença samaritana junto aos doentes e sofredores em instituições de saúde e nas comunidades. • Manter sigilo sobre qualquer fato que tenha conhecimento durante seu trabalho. • Estar em constante formação para desempenhar melhor suas atividades, respondendo ao chamado de Deus e aos apelos da comunidade. • Cultivar e viver sua espiritualidade, seguindo os ensinamentos de Jesus Cristo e fazendo do seu trabalho, um caminho para a celebração autêntica e plena da fé, Fonte: www.pastoraldasaudesc.kinghost.net

11

Pergunte ao padre Quem não é apto para o consentimento matrimonial?

Dom Hilario Moser – SDB Bispo Emérito de Tubarão De modo geral, não tem capacidade para o consentimento matrimonial quem não possui suficiente uso da razão. Pode ser: • por falta de desenvolvimento psíquico suficiente, por exemplo, crianças e jovens até 14 anos no caso de mulheres e 16 anos no caso de homens (não confundir com impedimento de idade, que é uma determinação estabelecida por leis); • por doença mental permanente, congénita ou adquirida, que incapacita a pessoa para o uso habitual da razão em todos os campos. O diagnóstico deve ser feito por profissionais competentes. Em caso de dúvida, prevalece o direito natural ao matrimónio; • por perturbação transitória proveniente, por exemplo, do alcoolismo ou do uso de drogas... Também aqui a palavra decisiva pertence a profissionais (c. 1095). São igualmente incapazes para contrair matrimónio: • os que têm grave falta de discrição de juízo a respeito dos direitos e das obrigações essenciais do matrimônio (c. 1055 e 1096) que os esposos se devem dar e receber mutuamente (c. 1095). Daí que o pároco, ao instruir o processo de habilitação matrimonial, tem o grave dever de avaliar se as pessoas que pretendem se casar dispõem de maturidade humana suficiente para esse ato: eis mais um caso em que isso não pode ser deixado ao critério do(a) secretário(a)... Havendo dúvida, prevalece o direito natural ao matrimónio. Exatamente por causa desse direito, na hipótese de alguém, após a celebração do matrimónio, pretender solicitar declaração de nulidade alegando o motivo de dúvida, não haveria como declarar nulo tal matrimónio; • os que são incapazes para cumprir as obrigações essenciais do matrimónio (c. 1055 e 1096). Por exemplo, um dos noivos pode ter pleno uso da razão, ter também vontade de realmente casar, mas, por causa de grave anomalia psíquica, é levado a comportar-se de maneira diferente da que prometeu ao contrair o matrimónio. Isso acontece nos casos de satiríase, ninfomania, nos casos mais graves de homossexualismo, sadismo e masoquismo... Note-se, porém, que essas anomalias não se restringem ao campo sexual. Por isso, o Código diz que são incapazes de contrair matrimónio os que não são capazes de assumir as obrigações essenciais do matrimónio por causa de natureza psíquica (c. 1095). (Extraido do Livro : O sacramento do matrimonio – Dom Hilário Moser – Editora Salesiana ) Faça sua pergunta ao padre: www.bio.diocese@yahoo.com.br

Fevereiro 2011


CALENDÁRIO PASTORAL

Calendário Pastoral de Fevereiro e Março FEVEREIRO

MARÇO

Publicação do Boletim Informativo da Diocese de Osasco – Distribuição Gratuita – 9100 Exemplares Bispo Diocesano: Dom Ercílio Turco – Coordenação, Editoração e Revisão: Pe.Valdivino A. Gonçalves Colaboração: Irmã Leticia, Pe. Emerson Pedroso, Sem. Marcio José Pereira, Gil Ortiz, Cristiana Aparecida de Brito, Carol Gonzaga Editoração Eletrônica: Janio Luiz Malacarne Fone: (11)3683-4522 – Fax: (11)3683-7071 – Email: bio.diocese@yahoo.com.br – Cx. Postal: 56 – CEP: 06001-970 – Impressão: PAULUS

12

Fevereiro 2011


178. Bio - Boletim Informativo da diocese de Osasco - Fev 2011