Issuu on Google+

BOLETIM IIIFORMATIVO

AN O X I - N ° 100 MAIO - 2000

"Minha alma

meu Salvadot../1

(La l ,46

Maria, esperança nossa». Abençoa todas as mães!


NOTICIAS PAPA VISITA A TERRA SANTA "Paz". Esta foi a primeira palavra que pronunciou João Paulo II ao chegar em Ama, no dia 20/03, e esta foi a clara mensagem que deixou no último dia em Jerusalém. Na homilia da Missa na Basílica da Ressurreição, perguntou: "Aqui no Santo Sepulcro e no Gólgota, onde renovamos nossa profissão de fé no Senhor Ressuscitado, podemos duvidar do poder do espírito de Vida que nos dará força para resolver nossas divisões e trabalhar juntos para construir um futuro de reconciliação, unidade e paz?" O Papa peregrinou até a colina venerada pelos Muçulmanos, deixou NOVA DIOCESE Blumenau (SC), no dia 19 de Abril, foi criada, pelo Santo Padre João Paulo II, a nova Diocese de Blumenau (SC), desmembrada da Arquidiocese de Florianópolis e da Diocese de Joinville, e foi nomeado seu primeiro Bispo, Dom Angélico Sândalo Bernardino, até essa data Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Paulo (Região Brasilândia). A Diocese de Osasco parabeniza Dom Angélico e pede bênção nesta nova missão que lhe foi confiada.

uma mensagem escrita no Muro das Lamentações e presidiu uma Missa Solene na Basílica da Ressurreição, construída sobre o santo Sepulcro. Eis a oração que o Papa deixou no muro: "Deus de nossos pais, tu acolheste a Abraão e seus descendentes para levar teu nome às nações. A nós entristece profundamente a conduta daqueles que no decurso da história causaram sofrimentos a teus filhos e, ao pedir perdão, desejamos nos comprometer com uma genuína fraternidade com o Povo da Aliança". CASA PARA ENCONTROS E RETIROS A Congregação das Franciscanas Filhas da Divina Providência colocam à disposição casa para encontros e retiros. Maiores informações falar com Irmã Fátima no seguinte telefone: (Oxxl l) 3625-1326 ou no Educandário São Domingos à rua Presgrave do Amaral, 160 - Vila dos Remédios.

- CONCURSO DE MÚSICAS CF 2001 Definidos o tema "Fraternidade e as NOVO GUIA drogas" e o lema "Vida sim, drogas DIOCESANO 20OO \u o novo Guia da Diocese não!" de e já aprovadas as letras, abre-se agora, o Concurso de Músicas da CamOsasco, com os endereços atualizados panha da Fraternidade de 2001. dos Setores, Paróquias, Comunidades, O tempo para produção e remessa das Congregações Masculinas e Femininas. músicas vai até 15 de junho deste ano. Adquira o seu Guia Diocesano. Maiores informações na página da CNBB: www.cnbb.rg.br Maiores informações pelo telefone: (Oxxl 1)7081-9857. Não perca esta oportunidade, participe! ADEUS AO PE, JOSÉ E OBRIGADO consecutivos com zelo e empenho, doNo dia 13 de abril faleceu o Padre tado de bom humor sabia cativar amizaJosé Losciale, com 79 anos de idade des e valorizar as pessoas. Particularmene 53 de sacerdócio. Nasceu na Itália, te se empenhou na pastoral com as faonde estudou, foi ordenado e entrou na mílias trazendo para a Diocese de Osasco Congregação o Movimento do Encontro de Casais com dos Cónegos ReCristo. Dentro da Congregação exerceu gulares Lateranenses. Animavárias funções, inclusive a de superior da do de espírito Congregação dos Cónegos Regulares missionário, coLateranenses no Brasil. Os últimos anos rajoso decidiu vir foram marcados pela doença que aceitou com paciência e serenidade. Sua para o Brasil, mensagem final: "Trabalhem com onde dedicou : amor" (12/04/2000-dia do seu quase 50 anos. aniversário). A Diocese de Osasco Trabalhou em Santa Lúcia do Piai (RS), agradece ao Pé. José pelo serviço Paróquia Nossa Senhora dos Remédios aqui prestado e se solidariza com (Osasco-SP), Nova Iguaçu (RJ), em Vila os Cónegos neste momento de dor. dos Remédios atuou durante 30 anos

02

DIOCESE DE CATANDUVA Realizou-se, na Catedral Nossa Senhora Aparecida, em Catanduva, no dia 25 de março, a solenidade de instalação da Diocese e posse do primeiro Bispo, Dom António Celso de Queiroz. Participaram cerca de 7 mil fiéis, 25 Bispos e assessores da CNBB. A Igreja do Brasil congratula-se com Dom Celso, pedindo bênçãos e graças para o anúncio e instauração da Igreja Particular de Catanduva. O endereço de Dom António Celso de Queiroz, temporariamente, é: telefone: (Oxx)17522-7542 E-mail: diocese@catanduva.com.br Endereço residencial: Rua Bahia, 143 - Catanduva SP - Home Page: http: //www. diocesecatanduva .cjb.net NOTÍCIAS DO EPISCOPADO w Dom Belisário da Silva, no dia 19 de março foi empossado Bispo da Diocese de Bacabal (MA). O Pé. Esmeraldo Barreto de Farias, Bispo da Vacante Diocese de Paulo Afonso (BA). O Pé. António Wagner da Silva, foi nomeado no dia 29 de março, Bispo Coadjutor da Diocese de Guarapuava

(PR). O Pe. Luciano Bergamin, no dia 05 de Abril, foi nomeado Bispo Auxiliar da Diocese de Santo Amaro (SP). C Dom Angélico Sândalo Bernardino, foi nomeado, como primeiro Bispo para a nova Diocese de Blumenau (SC) O Dom Dadeus Grings, no dia 12 de Abril, foi nomeado, como Arcebispo coadjutor da Arquidiocese de Porto Alegre. O Dom Edgar Caricio de Gouvêa, Bispo Emérito de Irecê (BA), no dia 12 de abril faleceu na cidade de Bom Conselho, Diocese de Garanhuns (PE). O Dom Eduardo Koaik, Bispo da Diocese de Piracicaba (SP), celebrou no dia 08 de abril, 50 anos de Ordenação Sacerdotal. A Diocese de Osasco parabeniza Dom Eduardo. O BIO ESTÁ DE PARABÉNS! O Boletim Informativo da Diocese de Osasco, é um veículo, que além de informar é também formativo. Sempre traz assuntos atualizados e do interesse das comunidades. Chegamos ao número 100. Vamos fazer festa? Leia e divulgue-o. Ele é nosso. Procure-o na secretaria de sua Paróquia. Maio 2000


CAMINHANDO COM O PASTOR

'MARIA E A SANTÍSSIMA TRINDADE" Neste ano santo em que celebramos os dois mil anos do nascimento de nosso Senhor Jesus Cristo, somos convidados a celebrar e exaltar a Santíssima Trindade. E no mês de maio, dedicado a Nossa Senhora, é necessário que reflitamos sobre Maria com relação à Santíssima Trindade. Nosso Deus é comunidade. Ele se revela como o Pai criador, o Filho encarnado e o Espírito que dá vida e nos santifica. Quando proclamamos "Maria, mãe de Deus", estamos afirmando, conforme o dogma, que ela é a mãe do Filho de Deus encarnado. Ela não se torna uma deusa nem entra no meio da Trindade. Em relação a Deus-Pai, Maria é a filha predileta e escolhida. Ela foi agraciada com ternura pelo Criador, que a moldou com especial carinho. Foi até concebida sem a mancha do pecado original. Ao mesmo tempo, Maria concretiza, de forma humana, a eterna geração que o Pai realiza com o Filho no seio da Trindade. Como toda a mãe ela é a figura humana do amor criador de Deus Pai. Em relação a Deus-Filho, Maria é mãe, educadora, discípula e companheira. Seu relacionamento com Jesus supera os laços de família. Maria é mãe, mas a sua missão vai mais além. Esteve junto de Jesus durante a vida terrena e agora, glorificada, continua junto ao seu Filho ressuscitado. Maria é uma pessoa cheia do Espírito de Deus. "O Espírito Santo virá sobre ti e o poder do Altíssimo vai te cobrir com a sua sombra; por isso o Santo que nascer de ti será chamado Filho de Deus" (Lc 1,35). A docilidade de Maria aos dons do Espírito Santo transparece ao dizer: ''eu sou a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra" (Lc 1,38). Maria, como perfeita discípula de Jesus, acolhe o Espírito Santo e se faz dócil a ele. Torna-se um templo vivo de Deus e se transforma, por Graça, na Mãe do Salvador. Só essa docilidade ao Espírito Santo, isto é, a plena abertura do seu coração a Deus, explica a maternidade biológica de Maria.

Como membro da comunidade cristã, Maria também participa do Pentecostes (cf. At 1,13 s. 2,1). O Espírito, derramado sobre a comunidade cristã, se torna o fogo que nos aquece na fé e no seguimento a Jesus. Maria tem uma especial intimidade com o Espírito Santo, que a fecundou para o nascimento de Jesus e também x fecundou a comunidade em Pentecostes. Alguns teólogos chamam Maria de "esposa de Cristo". Esse título tão bonito deve ser entendido em sentido simbólico, para expressar a intimidade que Maria tem com o Espírito Santo. Na imitação de Maria deixemo-nos cativar pelo PaiCriador, realizando obras de Deus, criando situações de justiça, de fraternidade e de paz entre os homens. Como o Filho de Deus, Jesus Cristo, façamo-nos dóceis à graça da Encarnação, deixando-nos encarnar na vida dos empobrecidos e excluídos, no convívio com os desanimados e tristes para que possamos levantar os ânimos de todos pela esperança cristã. Pela graça do Espírito Santo deixemo-nos abrasar pelos seus sete dons que afervoram a nossa vida cristã. É a sabedoria, é a ciência, é o entendimento, é o conselho, é a piedade, é a fortaleza, é o santo temor de Deus que nos arrebatam a cada momento em que nos deixamos conduzir pelo Espírito de Deus e nos fazem, como em Maria, penetrar no mistério da Santíssima Trindade. DOM FRANCISCO

NOVO BISPO AUXILIAR DE SANTO AMARO "O senhor é minha luz e salvação" A Nunciatura Apostólica comunicou que o Papa João Paulo II nomeou no dia 05 de abril, como Bispo Auxiliar de D. Fernando António Figueiredo, Bispo de Santo Amaro (SP), Padre Luciano Bergamin da Ordem dos Cónegos Regulares Lateranenses, atualmente Pároco da Paróquia Nossa Senhora dos Maio 2000

Remédios em Osasco, e Superior dos Cónegos no Brasil. Nasceu no dia 04 de maio de 1944 em Loria (Treviso) Itália. Tendo feito os votos de profissão religiosa em 02/10/1961. Fez os estudos de filosofia e teologia em Roma, no Instituto Angelicum e na Pontifícia Universidade Gregoriana, obtendo, pela Universidade Gregoriana a Licenciatura Plena em Teologia. Foi ordenado sacerdote em 19/04/1969. Chegou ao Brasil em 1971. Depois da ordenação sacerdotal, exerceu os seguintes encargos no Brasil: - Promotor vocacional e animador no Seminário Menor "Nossa Senhora da Divina Providência" em San-

ta Lúcia do Piai, Caxias do Sul (RS); Pároco na Paróquia de São Miguel, Diocese de Curitiba (PR). A Diocese de Osasco sente-se muito feliz com a nomeação, parabeniza e pede bênçãos para Pé. Luciano nesta nova missão que lhe foi confiada, agradece-lhe o serviço prestado nesta Diocese deseja-lhe um ministério fecundo. Todos são convidados para a Ordenação Episcopal do Padre Luciano Bergamin, no dia 20 de Maio às 15hOO no Santuário do Terço Bizantino - Santo Amaro (SP). Informações: Fone: 7087-8761

03


TODA DE DEUS E

ITO HUMANA

MARIA NA DEVOÇÃO POPULAR' Vamos nos recordar de alguns momentos da devoção a Maria, a mãe de Jesus, na nossa infância ou de outras ocasiões em nossa vida. Talvez um terço, uma festa, uma novena, romarias, as promessas, Consagração a Maria, as sete alegrias e as sete dores de Maria, a visita da imagem de Maria às casas, o mês de maio, procissão, peregrinação. Nós, católicos, mostramos nosso amor e confiança em Maria de muitas maneiras. Experimente citar todas as devoções que você conhece, ou mesmo já praticou.Maria é uma pessoa tão importante para nós, católicos, que o povo chega a chamá-la de "Nossa Senhora", título que a coloca pertinho de Jesus, o "Nosso Senhor". Normalmente, a gente herda a devoção a Nossa Senhora de alguém da família, como a mãe, a tia ou a avó. Ou então da catequista de primeira comunhão. Desde pequenas, as crianças aprendem a rezar a "ave-Maria", antes de dormir. Os gestos e as palavras que as pessoas dirigem a Maria vão nos tocando. Entram devagarinho no coração da gente. Transformaram-se num costume. Depois, quando a pessoa se

torna jovem e adulta, pode acontecer que não veja mais sentido naquelas práticas tradicionais que aprende na infância. Muita gente foi "obrigada" a rezar quando era pequena, hoje tem dificuldade de recorrer a devoções que aprendeu. Outras pessoas guardam no coração a tradição recebida e se apegam a ela, especialmente nos momentos de crise e de dificuldade. A devoção a Maria é

um traço que parece "escrito na testa" dos cristãos católicos. Se você perguntar para muita gente do povo porque reza a Maria, ouvirá respostas simples, tais como: "porque é bom", "porque Maria me ouve", "ela é poderosa e está próxima da gente", "ela é minha mãe do céu". Muitos dizem que nós estamos contra a Bíblia. Em vez de adorar só a Deus (Dt 5,7-9), estaríamos praticando a idolatria, adorando imagens feitas por mãos humanas, e colocando Maria em lugar mais importante do que ela merece. Se cristo é o único mediador entre Deus e a humanidade (ITm 2,5), não teria sentido rezar para Maria ou os santos. Muitos católicos ficarn confusos. Começam a perguntar se estão certos ou errados. Outros, ao contrário, tratam de promover uma devoção a Nossa Senhora cada vez mais forte e até exagerada. Afinal, é possível adorar só a Deus e, ao mesmo tempo, continuar rezando a Maria? Sim. Pois a nossa oração é como um banho. Rezemos com Maria o Magníficat (Lc 1,38-55). Façamos um momento de interiorização.

'A ORAÇÃO: BANHO EM DEUS

Certa vez, uma criança perguntou a seu pai: "Papai, por que a gente precisa tomar banho, cada dia?" O homem ficou surpreso. Tantas vezes na vida fazia isso naturalmente, sem pensar, e agora necessitava explicar o porquê. Chamou o menino e lhe disse: "Meu filho, o banho limpa a

04

pele, ajuda-nos a manter a saúde, a relaxar o corpo e a descansar a mente. Nada melhor que um banho depois de um dia pesado de trabalho. Quando a gente toma banho, parece que as coisas ruins saem pelo ralo, com a água e o sabonete. Você vê quanta coisa boa vem com o banho: limpeza, descanso, energia, cura, criatividade e cheiro bom". A oração é como um bom banho. Embora estejamos encharcados pela presença de Deus nas suas criaturas, na história e em cada um de nós, necessitamos, de forma livre e consciente, entrar nessa água viva e deixar ela circular em nós. A oração nos purifica dos pecados e do mal, faz a gente descansar ern Deus, renova nosso coração, contribui para a cura interior, e nos faz ser sinais do "bom odor de Deus" no mundo. Mergulhamos em Deus e nos abrimos para que a água viva de sua graça penetre nos nossos poros, no corpo e na alma. A oração cristã é como um banho temperado, que mistura na dose certa água quente e água fria. A água quente é o consolo, a paz, o repouso, a cura, a sintonia que o Senhor nos dá. A água fria é vida que

pulsa em nós, nos desperta e chama para a missão. Ninguém pode comprar a Deus com sacrifícios e práticas religiosas de aparência. E perigoso e mentiroso o culto a Deus, se não tiver acompanhado da justiça e da luta pelo bem (cf. Is 1,10-20). Seria como lavar-se na água suja. Ou mergulhar no mar com uma roupa de plástico impermeável. A água não penetra. A oração verdadeira traz consigo o desejo de conversão e o compromisso de realizar a vontade de Deus nesse mundo. Rezar, sozinho ou em grupo, é mergulhar em Deus. Sintonizar com o Senhor, ouvir sua Palavra e reconhecer sua presença na nossa vida. Há muitas maneiras de rezar e diversas direções na oração, como o louvor, a ação de graças, a súplica, o pedido de perdão, o oferecimento. Mas o fundamental é permanecer em Deus. A oração é somente uma parte da nossa relação com Deus, através de Jesus. Ninguém fica dentro da banheira ou debaixo do chuveiro o dia todo, tomando banho. O exagero faz mal. Para a fé cristã, oração e prática, contemplação e luta, confiança em Deus e compromisso social vão juntos. Maio 2000


MARIA E AS NOSSAS SENHORAS Certa vez, duas comadres, que eram devotas de Maria, conversavam animadamente. A primeira dizia que tinha muita fé em Nossa Senhora Aparecida, pois havia feito uma promessa para curar sua mãe e alcançou a graça. A outra falava que Nossa Senhora de Fátima era rnais poderosa, pois fez seu marido deixar de beber e voltar para casa. Entrou na conversa outra mulher que era devota de Nossa Senhora das Graças. Ela ficou confusa e perguntou: "Olha, gente, se Maria é uma só, por que existem tantas Nossas Senhoras?" Você já pensou quantos nomes Maria recebeu? Nossa Senhora de Fátima, de Lourdes, da Conceição, Aparecida, das Dores, de Guadalupe e tantos outros títulos. E se a gente olha para a estátua dessas Marias, notará que a cor da roupa, a cor da pele e a feição do rosto são diferentes. Sabe por quê? Maria. que está glorificada junto de Deus, ressuscitada como Jesus, não tem mais um corpo humano como o nosso. Como diz São Paulo, é um corpo que não se estraga, brilhante de glória, cheio de força, um corpo espiritual (ICor 15,42-43).

Por isso, Maria assume o rosto e o jeito de ser de diferentes povos e culturas. E uma forma de ser mãe próxima, que a gente reconhece. Nossa Senhora de Fátima, uma devoção que nasceu em Portugal, tem os traços da raça branca: rosto afinado, olhos claros, pele branca, manto branco. Nossa Senhora de Guadalupe, uma devoção que nasceu na América Latina, tem traços mestiços: rosto arredondado, pele morena, roupa de mulher grávida e manto azul-esverdeado. Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do Brasil, é negra. Cada "Nossa Senhora" é uma maneira de se inculturar, assumir o jeito de diferentes povos, culturas e momentos da história. As devoções populares a Maria, como o terço, as novenas, as promessas, consagrações, as romarias, são manifestações do coração. Não se movem pelas leis, mas pelo desejo de sintonizar com Maria, do jeito que o povo sabe e pode. Mas o tempo mudou e o povo também. Por isso, é necessário purificar aquelas coisas que endureceram como barro seco. O que ajuda cada pessoa e a comunidade a viver a fé, a esperança e o

amor-solidariedade deve ser mantido. O que atrapalha, precisa ser mudado. Somos ao mesmo tempo oleiro e argila na devoção popular. Somos moldados pelos outros e moldamos também. Basta colocar água no barro seco, e ele fica mole de novo. A criatividade volta e o sopro do Espírito circula com mais liberdade.

MARIA MAE E AS MÃES Maria, a mãe amorosa. O povo diz que ser mãe é muito mais que colocar um filho no mundo. Normalmente, ninguém se transforma em mãe da noite para o dia. A gestação prepara o corpo e o coração da mulher para receber o bebé. Maria provou no corpo, nos sentimentos e na mente urna gravidez humana normai. Experimentou a gostosa expectativa da vinda do filho desejado. Viveu os nove meses de espera, durante os quais o filho já dá mostras de presença, mas ainda não apareceu. Assumiu passo a passo sua missão, com forças e os sonhos de uma jovem mulher. Fez a opção de ser mãe, respondendo ao apelo de Deus. Não aconteceu por acaso, por acidente de percurso ou falta de previsão. Durante a gravidez, comunicou sentimentos de amor, paz e acolhimento ao feto que crescia dentro dela. Maria provou a alegria de ver o filho recérn-nascido, de sentir-se geradora de vida e colaboradora de Deus do Dom da criação. Olhou-o tantas vezes com o silencioso, intuitivo e penetrante olhar de mãe. Alimentou-o com calor humano. Supriu-lhe as carências básicas de alimento e afeto. Esse amor humano tão cheio de Deus, deu ao menino Jesus as condições para uma vida futura sadia, integrada e alegre. Jesus não precisou de uma "super-mãe", e sim de uma pessoa, que desde o útero o acolheu e o fez crescer como gente. O Mistério da encarnação do Filho de Deus não é mágico. Jesus passou por todas as etapas de Maio 2000

crescimento de uma criança e necessitou de pais e educadores. Jesus adolescente, aos 12 anos, tem com os pais uma relação de obediência e independência. Na perda e reencontro no templo, Maria repreende o Filho usando de sua autoridade materna: "Meu filho, por que você agiu assim conosco? Olhe que seu pai e eu o procurávamos aflitos" (Lc 2,48). Jesus responde-lhe com clareza, mostrando, de maneira antecipada, a consciência da sua missão em relação ao Pai e ao Reino de Deus (Lc 2,49). Diante dessa afirmação inesperada, Maria e José respeitam o filho, que começa a escapar do controle deles. Jesus não lhes pertence mais. Embora não compreendam o alcance de suas palavras (Lc 2,50), eles não o seguram para si, como fazem os pais autoritários ou inseguros. Somente pessoas maduras são capazes de aceitar o crescimento do filho, oferecendo-lhe autonomia, pois acreditam * na educação oferecida. José e Maria mantém com o filho uma relação educativa, na qual Jesus adolescente sabe de seus limites. Não há também indefinição de papéis, como acontece nas relações nas quais os pais renunciam à sua função de educadores, por medo de ser autoritários ou repressores. Maria e José constróem uma saudável relação educativa com Jesus, dando boas condições para seu crescimento humano e espiritual.

05


PANORAMA MENSAGEM DO SANTO PADRE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES - 14 DE MAIO

O Dia Mundial de Oração pela Vocações será celebrado no clima de alegria das festas pascais e do Ano Santo. Tema: A Eucaristia, fonte de toda vocação e ministério na Igreja. Não é talvez a Eucaristia o mistério de Cristo vivo e operante na história? O tema deste ano coloca-se em sintonia com o desenvolvimento do Grande Jubileu. Da Eucaristia Jesus continua a chamar ao seu seguimento e a oferecer a cada homem a "plenitude do tempo". 1. O Jubileu - este de modo especial, celebrando os 2000 anos do ingresso do Filho de Deus no tempo, e o mistério da redenção - exorta toda pessoa

de fé a considerar a própria vocação pessoal, para completar aquilo que na sua vida falta à paixão do Filho em favor do seu corpo que é a Igreja (Cl 1,24). A Eucaristia constitui o momento culminante no qual Jesus, no seu Corpo doado e no seu sangue derramado pela nossa salvação, desvela o mistério da sua identidade e indica o sentido da vocação de toda pessoa de fé. 3. "Escrevi a vós, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus habita em vós e vencestes o maligno'1 (Uo 2,14). Conheço as vossas hesitações, as vossas dificuldades e as inquietações, quanto ao futuro. Mas também tenho na mente e no coração a imagem festiva de tantos encontros nas minhas viagens apostólicas, durante as quais pude constatar a sincera busca de verdade e de amor que reside em cada um de vós. 4. Toda vocação é Dom do Pai e, como todos os dons que vêm de Deus, chegam através de muitas meditações humanas, a dos pais ou dos educadores, dos pastores da Igreja, de quem está diretamente empenhado num ministério de animação vocacional, ou simples fiel. A pastoral vocacionai constitui um ministério nada fácil. Quem vive com a alegria esse Dom e o alimenta quotidianamente no encontro com a Eucaristia, saberá espalhar no

coração de muitos jovens a boa semente.

ORAÇÃO Virgem Maria, humilde filha do Altíssimo, em ti se cumpriu de modo admirável o mistério do divino chamado. Tu és a figura daquilo que Deus realiza em quem confia nele; em ti a liberdade do Criador exalta a criatura humana. Aquele que nasceu do teu seio uniu, num único valor, a liberdade salvífica de Deus e a adesão obediente do homem. Graças a Ti, o chamado de Deus se solda definitivamente com a resposta do homem - Deus. Tu, primícias de uma vida nova, guardas, por todos nós, o "SIM" generoso da alegria e do amor. Santa Maria, Mãe de todo chamado, faze com que os fiéis tenham a força de responder com generosa coragem ao apelo divino, e sejam alegres testemunhas do amor a Deus e ao próximo. Jovem filha de Sião, Estrela da manhã que guias os passos da humanidade através do Grande Jubileu, na direção do futuro, orienta a juventude do novo milénio para Aquele que é a "verdadeira luz que ilumina todo homem". Amém!

JUBILEU DOS PRESBÍTEROS DA PROVÍNCIA - SP Os 1360 padres das dez dioceses da Grande São Paulo estão convocados para celebrar o seu Jubileu no próximo dia 18 de maio, aniversário do Santo Padre, que completa 80 anos. O Jubileu dos Presbíteros acontecerá, das 09HOO às 14HOO, na Faculdade de teologia Nossa Senhora da Assunção, no Ipiranga. Este jubileu está sendo preparado por uma comissão, formada por representantes do presbitério da Arquidiocese de São Paulo e das dioceses de Santos, Santo André, Caraguatatuba, Mogi das Cruzes, Campo Limpo, Osasco, Santo Amaro, São Miguel Paulista e Guarulhos. A comissão se reuniu na sede do Regional Sul l da CNBB em São Paulo, no dia 18 de abril, e decidiu que a programação constará de celebração da penitência e da eucaristia, encerrando com almoço festivo. O lema deste evento será: "Padres: Compromisso e comunhão no Jubileu de Jesus". A coleta da missa será enviada aos padres de Lábrea, no Amazonas, como gesto concreto de solidariedade. A Prelazia de Lábrea foi criada a l 9 de maio de 1925 pela Bula "Imperscrutabili Dei consilio" do Papa Pio XI, com território desmembrado integralmente da então Diocese de Amazonas {hoje Arquidiocese de Manaus). Situação Geográfica: compreende os Municípios de Lábrea, Canutama, Pauini e Tapauá, formando quatro 06

paróquias. 186 comunidades de base organizadas, mais o atendimento às populações Ribeirinhas. Está situada no CentroSul ocidental do Estado do Amazonas. Seus limites são: Arquidiocese de Porto Velho (RO): Diocese de Hurnaitá (AM); Diocese de Rio Branco (AC-AM); Diocese de Cruzeiro do Sul (AC-AM); Prelazia de Tefé (AM); Prelazia de Coari (AM); Prelazia de Borba (AM). Extensão: 231.614 Km 2 - Quase do tamanho do estado de São Paulo que tem 247.898 Km2. Distâncias e tempo da viagem de barco: Lábrea-Manaus, em linha reta 820 Km, pelo Rio Purus 1800 Km, subindo o rio sete dias, descendo o rio cinco; Canutama-Manaus. em linha reía 650 Km. pelo Rio Purus 1600 Km, subindo o rio seis dias, descendo o rio quatro dias; Tapauá-Manaus. em linha reta 400 Km, pelo Rio Purus 900 Km. subindo o rio quatro dias. descendo o rio dois dias e rneio e Pauini-Manaus, em linha reta 1400 Km, pelo rio Purus 3000 Km, subindo o rio onze dias, descendo o rio nove dias. População: 70.667 - Urbana: 35.037 - Rural: 35.630. Sacerdotes: Clero Secular: 02,Clero Religioso: 12 - incluindo o bispo prelado. Dom Jesus Moraza Ruiz de Azúa. Vamos celebrar com júbilo nosso Jubileu de padre no Compromisso e comunhão com os nossos irmãos sacerdotes da Prelazia de Lábrea (AM). Maio 2000


LITURGIA E VIDA - OITAVAS DE PÁSCOA A PETENCOSTES Deus amor e misericórdia atua na história, através do Espírito que é amor que canta e ensina a canção de glória ao Pai por meio do Corpo Místico de Cristo que é a Igreja. A ciranda de amor que nesta Divina Comunidade amor ensina que somos assembleia, que somos um só corpo, um só rebanho, um só coração. Somos a Igreja do povo a caminho, que louva o Pai no Espírito Santo por Cristo Jesus. Somos povo consciente de nossas dificuldades e quedas, opressões e omissões, que busca na força do Ressuscitado ser novo e renovador. Assim como em todo o decorrer da história Deus sempre ouviu o clamor do seu povo. hoje ouve nesta nova e eterna páscoa, na qual fomos inseridos e fazemos o memorial do mistério Pascal de Cristo, celebrado na Igreja, onde a liturgia no ensina que Deus se faz alimento para saciar nossa infinita sede de amor. Muitas vezes terminamos a quaresma exaustos, daí a necessidade deste revigoramento que nos traz a oitava , a ascensão e o tempo pascal, indo até o Pentecostes. O homem é convidado como um todo

a viver este mistério, a ser testemunha fiel, indo até o Pentecostes e o mistério da Igreja, pois esta é a concretização e a pleniíicação que iniciou-se na Páscoa. A partir do relato da ressurreição os domingos seguintes vão relatando as experiências das comunidades com o ressuscitado, exemplo: Emaús, Cenáculo, Tomé... Neste crescente as comunidades hoje, vão relendo o livro do Aios dos Apóstolos e da Primeira Carta de João, e aprendendo a viver em comunidade no amor e amar a Deus dentro do projeto da campanha da fraternidade "Novo Milénio sem exclusão". Com a Festa de Pentecostes a com unidade-igreja cresce na sua Fé e no seu Compromisso: # com os pequenos e injustiçados; *• com uma Igreja evangelizadora e missionária; # com a promoção pela Paz; # com o resgate da dignidade humana de todos os nossos irmãos e irmãs. Durante esse tempo litúgico celebramos as festas: Dia das Mães, a Ascensão do Senhor, a Festa de São José. II 9 Aniversário da Diocese de Osasco.

De 25 de abril a 03 de maio, foi realizada a 38- Assembleia da CNBB, em Porto Seguro (BA). Dia 25, à tarde chegou do legado Pontifício. Cardeal Angelo Sodano. O início das atividades foi dia 26 às 09HOO a belíssima missa foi presidida pelo Cardeal Angelo Sodano. Os temas das conferências serão: "A formação da cultura brasileira", com professor Alfredo Bosi (USP), "As raízes éticas do Brasil e seus modelos de integração" - Professor George de

Assim sendo a alegria do Cristo Ressuscitado é a alegria da oração, da força e do amor. A alegria é uma rede de amor com a qual pescamos almas. A melhor maneira de demonstrar a nossa gratidão a Deus, é através das pessoas, é aceitar tudo com alegria.

Cerqueira Leite Zarur (UNB), "Caminhos da Igreja e perspectivas de evangelização na construção do Brasil" - Professora Maria Clara Bingemer (PUC/RJ). Este ano, excepcionalmente, a Assembleia dos Bispos não foi realizada em Itaici como todos os anos. Para estar em sintonia com as comemorações dos 500 anos de Evangelização no Brasil a mesma foi realizada na Bahia. A missa de encerramento foi no dia 03/05 no Centro de Convenções.

RUMO A FESTA DO JUBILEU

GLORIFICAÇÃO DA SSMA. TRINDADE Maio 2000

Continuam os preparativos para a grande festa em comemoração ao Jubileu do nascimento de Jesus Cristo. Será no dia 30 de julho de 2000, no Ginásio José Liberatti, em Osasco. Diversas equipes em toda a Diocese estão se preparando para apresentar danças, músicas, coreografias e encenações. Equipes do ECC, especialmente formadas para a ocasião, serão responsáveis pela infraestrutura do evento. Vários temas fazem parte da programação: o sentido do jubileu através dos tempos, os 500 anos de evangelização, a encarnação do Filho de Deus, a inculturação do

Evangelho, a Eucaristia... tudo para levar a Diocese a um grande louvor à Santíssima Trindade neste ano 2000. Foi confirmada a presença do Irmão Nery, especialista em catequese e em ensino religioso. Ele será o assessor responsável pelos momentos de reflexão e aprofundamento dos temas das apresentações artísticas, no decorrer da festa. Já estão à disposição no Centro Catequético as camisetas da Festa do Jubileu. A camiseta é um dos instrumentos de divulgação deste evento diocesano. Participem!

07


MOVIMENTOS ECLESIAIS E ASSOCIAÇÕES No dia 18 de junho, acontecerá em nossa Diocese a 2- Jornada dos Movimentos Eclesiais e Associações, com o tema: ''Muitos são os dons, um só é o Espírito". A raiz desta experiência remonta Pentecostes de 1998, quando, pela primeira vez na história João Paulo II convocou um encontro dele com os Movimentos Eclesiais. A Praça de São Pedro ficou repleta, haviam mais de 300.000 pessoas participando do evento, num verdadeiro espetáculo de unidade na diversidade. Na ocasião, o Papa afirmou: "Na Igreja não existe contraste ou contra-posição entre a dimensão institucional e a dimensão carismática, da qual os Movimentos são uma expressão significativa. Ambas são co-essenciais da constituição divina da Igreja fundada por Jesus, porque juntas ajudam a atualizar o mistério de Cristo e a sua obra de salvação no mundo". Ern 1998 foram abertos novos horizontes e a "Jornada de Pentecostes"

Muitos são os dons um só é o espírito

multiplicou-se e já se realizaram cerca de 100 no mundo inteiro. Em 1999. a 1a Jornada dos Movimentos e associações presentes na Diocese de Osasco reuniu 700 pessoas, de 13 Movimentos e Associações. Imediatamente criou-se entre todos um clirna de escuta, de fraternidade, que levou cada pessoa a descobrir e amar o outro Movimento como o próprio, encontrando na diversidade dos carismas um enriquecimento recíproco. Na comunhão, resplandeceu a Igreja viva, potente, fascinante. Todos estão convidados para a 2- Jornada. Com certeza será mais um

acontecimento nesta "primavera de Igreja", um sinal de esperança para a transformação da sociedade. Para refletir: "No nosso mundo, muitas vezes dominado por uma cultura secularizada, surgem os movimentos e as novas comunidades eclesials: eles são uma resposta, suscitada pelo Espírito Santo, a este dramático desafio de final de milénio. Vocês são a resposta providencial". (João Paulo II - Pentecostes de 1998). O local do evento será informado no BIO do próximo mês.

CALENDÁRIO PASTORAL - MAIO 01-S03 -Q06 -S07 -D08 -S09 -T10 -Q12 -S13 -S14 -D-

DIA DO TRABALHO 11Q Aniversário da Instalação da Diocese de Osasco Setor Pastoral Social - Lane. Plebiscito Nacional Término da Assembleia Nacional dos Bispos Comissão Executiva Região Bonfim - Piratininga -20h PP Região Barueri - 9h Voluntariado - Reunião do Conselho - Voluntariado -14h Assembleia Dioc. Ministerial - Centro de Pastoral - 9h Executiva da Região Barueri - Jd. Silveira - 14h 3^ DOMINGO DA PÁSCOA Encontro Nacional da Família Past. Carcerária -Reun. da Equipe- Piratininga -14:30h Coordenadores de Pastoral - 9h ECC - Reunião c/ Casais Palestras - Piratininga - 20h PP. Região São Roque - 9h Caritas Dioc. - Reun. Cons. Deliberativo - C. Pastoral Voluntariado - Missa com as Mães -15h PP Reg. Sto. António - Imac. Conceição - Km 18 -10h COMID - Início da Visita Mission. à Reg. Past. Barueri Escola Catequética - V. Grande - das 14h às 17h PJ - Reun. Diocesana - Reg. Past. Carapicuiba - 14h Past. da Saúde - Dimensão Solidária - C. Pastoral - 8:30h PASCOM - Reunião Diocesana - Centro Pastoral - 9h 4^ DOMINGO DA PÁSCOA RCC - 2Q Kairós - Secretaria Marcos Encontro com Rádios Comunitárias - PASCOM

15 -S16 -T18 -Q19 -S20 -S21 -D23 -S26 -S27 -S28 -D-

PP. Região Bonfim - São José - 09h Cons. do Setor N. Sra. das Graças-Divino Mestre-20h Conselho de Presbíteros - Seminário São José Cons. do Seíor Sagr. Família - Sagrada Família - 20h 2^ Jornada dos Mov. Assoe. Entid.de Evang.de Osasco Retiro - Pastoral Social - até dia 21 Retiro - Setor Pastoral Social Legião de Maria - Evento Jubilar - Senatus - até dia 21 Past. Vocacional - Reunião da Equipe - C. Pastoral - das 8h às 11 h Escola Catequética - Centro Catequético - Osasco das 8:30 às 11:30h Past. da Saúde - Eq. Diocesana - C. Pastoral - 8:3Qh S^ DOMINGO DA PÁSCOA PASCOM - Visita Região Barueri - 15h Past. Familiar - Form. Dioc. nas Reg. Cotia e São Roque Form. Permanente do Clero - Ibaté - até dia 25 - 9h Comissão Administrativa - CEO - 9h Conselho Região Cotia - Vargem Grande - 20h Conselho Região São Roque - 20h CEB'S - Ene. de Deleg. do 109 Intereclesial - até dia 28 - Aparecida Norte Conselho da Região Santo António - CDP - 15h Cons. Região Carapicuiba - N. Sra. Aparecida - das 8:30hàs11:30h Legião de Maria - Comitium - Catedral -15h

Publicação Mensal do Boletim Informativo da Diocese de Osasco - Distribuição Gratuita Coordenação e Redação: ívani de Oliveira - Diagramacão e Editoração Eletrônica: Isabel Cristina Chizzolini Revisão: Dorn Francisco M. Vieira - Colaboradores: Pé. Marcos de Oliveira Galdino. Roberto Ferreira, Maria Paula Rodrigues, Ir. Mary Donzellini-Fone: Oxxl 1-7081-9857 - Fax: Oxxl 1-7081-2629 - C. Postal: 56 - CEP: 06001-970 - Impresso: PAULUS Gráfica

08

Maio 2000


100 bio maio 2000