Page 1

térreo Alicia Barney externa Bené Fonteles X3 Cecilia Bengolea & Jeremy Deller P3 Felipe Mujica V3 Frans Krajcberg X4 Jonathas de Andrade T3 José Bento Q3 Koo Jeong A  externa

OPAVIVARÁ! U2 Park McArthur O5 Pierre Huyghe R3 Rachel Rose Q2 Rosa Barba N5 Ruth Ewan S4 Sandra Kranich T4 Tracey Rose Q4

1º andar + Mezanino Carla Filipe J5 Cristiano Lenhardt I4 Felipe Mujica J2 Jorge Menna Barreto N3 Lais Myrrha G4 Leon Hirszman F2 Maria Thereza Alves D3 Maryam Jafri D2

Misheck Masamvu H3 Nomeda & Gediminas Urbonas F4 Pope.L F3 Rayyane Tabet K3 Rikke Luther C3 Rita Ponce de León H4 Rosa Barba H2 Xabier Salaberria J4

2

a

b

c

d

e

Maryam Jafri

f

g

Leon Hirzsman

h

i

j

k

Koo Jeong A l

m

n

o

p

Rikke Luther

q

Rosa Barba Felipe Mujica

Maria Thereza Alves

Nomeda & Gedimina Urbonas

Rachel Rose

José Bento

Cozinha

Misheck Masamvu

Pope.L

3

Jorge Menna Barreto

Rayyane Tabet Lais Myrrha 4

r

Pierre Huyghe

s

i

w

Entrada/Saída

x

y

z

Bené Fonteles

Felipe Mujica

Ruth Ewan

Rosa Barba

v

OPAVIVARÁ! Jonathas de Andrade

Cecilia Bengolea & Jeremy Deller

Christiano Lenhardt

Rita Ponce De León

Entrada/Saída Sandra Kranich

Tracey Rose

Xabier Salaberria

Oficina

Frans Krajcberg

Park Mcarthur

5

Saída

Mezanino

Carla Filipe

i

Entrada/Saída

Alicia Barney

Jorge Menna Barreto

2º Andar Alia Farid R5 Ana Mazzei L2 Anawana Haloba W5 Antonio Malta Campos U4 Bárbara Wagner & Benjamin de Burca H5 Carolina Caycedo C3, C5, D4 Charlotte Johannesson D5 Cristiano Lenhardt I4, S4 Dalton Paula X4 Dineo Seshee Bopape C2 Ebony G. Patterson D2 Eduardo Navarro O1 Em’kal Eyongakpa J2 Felipe Mujica E1, H1 Francis Alÿs I2, M2 Grada Kilomba Y4 Heather Phillipson L5 Henrik Olesen K4 Hito Steyerl F5 Iza Tarasewicz P3

José Bento T3 Katia Sepúlveda I5 Luiz Roque N5 Luke Willis Thompson N2 Mariana Castillo Deball J3 Michael Linares D4 Michal Helfman Y5 Mmakgabo Helen Sebidi W2 Oficina de Imaginação Política Q3 Öyvind Fahlström P3 Pia Lindman H2 Pierre Huyghe X3 Priscila Fernandes P2 Rayyane Tabet L3 Till Mycha S5 Ursula Biemann & Paulo Tavares V5 Vídeo nas Aldeias M4 Vivian Caccuri S3 Wlademir Dias-Pino P5

t 1

Felipe Mujica

2

Ebony G. Patterson

Felipe Mujica

Francis Alÿs

y

Priscila Fernandes Luke Willis Thompson Rayyane Tabet

Mariana Castillo Deball

Lays Myrrha

Mmkgabo Helen Sebidi

Vivian Caccuri

Ana Mazzei

Em’kal Eyongakpa

Öyvind Fahlström Carolina Caycedo

Vídeo nas Aldeias

Henrik Olesen

Pierre Huyghe Antonio Malta Campos

Oficina de Imaginação Política

Iza Tarasewicz

Luiz Roque

Grada Kilomba Dalton Paula Ursula Biemann & Paulo Tavares

José Bento

Alia Farid

Wlademir Dias-Pino

Bárbara Wagner & Benjamin de Burca

Charlotte Johannesson

u

Eduardo Navarro

Francis Alÿs

Pia Lindman

Rayyane Tabet

Michael Linares

Dineo Seshee Bopape

3

Carolina Caycedo

Christiano Lenhardt

4

Christiano Lenhardt

Hito Steyerl Carolina Caycedo

5

Katia Sepúlveda

Anawana Haloba

Till Mycha

Michal Helfman

Heather Philipson Felipe Mujica

6

3º andar Carlos Motta I5 Cristiano Lenhardt I4 Erika Verzutti J3 Francis Alÿs G3 Gabriel Abrantes K3 Gilvan Samico C3, L4 Güneş Terkol H5 Jordan Belson N5 José Antonio Suárez Londoño G5 Kathy Barry G2 Lourdes Castro L3

Lyle Ashton Harris D5 Naufus Ramírez-Figueroa F5 Öyvind Fahlström L1, N3 Park McArthur C3 Pilar Quinteros N5 Rachel Rose E2 Sonia Andrade L5 Susan Jacobs I2 Víctor Grippo K5 Wilma Martins F2

y 1

Öyvind Fahlström

Susan Jacobs 2

Rachel Rose

Wilma Martins

Kathy Barry

Gabriel Abrantes

Francis Alÿs

Park McArthur

Lourdes Castro

Erika Verzutti

3

Gilvan Samico Carolina Caycedo

Christiano Lenhardt

Gilvan Samico

4

Öyvind Fahlström Jordan Belson

Güneş Terkol

Lyle Ashton Harris

5

José Antonio Suárez Londoño

Naufus Ramírez-Figueroa

Víctor Grippo

Carlos Motta

Sonia Andrade

Pilar Quinteros

Bienal on-line 32bienal.org.br app.32bienal.org.br Facebook: facebook.com/bienalsaopaulo Twitter: twitter.com/bienalsaopaulo Instagram: @bienalsaopaulo YouTube: youtube.com/bienalsp Google+ Bienal de São Paulo

das inteligências ambiental e coletiva, e das ecologias sistêmicas e naturais, essa Bienal configura-se como um jardim, no qual temas e ideias se entrelaçam livremente em um todo integrado, como uma ecologia em si mesma. A exposição nasceu de um processo coletivo que se iniciou em 2015 e envolveu professores, estudantes, artistas, ativistas, lideranças indígenas, educadores, cientistas e pensadores de diferentes cidades e países. Mas é também um processo coletivo prestes a começar. Assim como a arte naturalmente une o pensar e o fazer, a reflexão e a ação, é apenas através do encontro dos visitantes com as obras, com as muitas performances e com os programas públicos e educacionais ao longo dos próximos meses, que a verdadeira riqueza de INCERTEZA VIVA emergirá.

6

A 32ª Bienal de São Paulo – INCERTEZA VIVA, com curadoria de Jochen Volz, Gabi Ngcobo, Júlia Rebouças, Lars Bang Larsen e Sofía Olascoaga, observa as noções de incerteza e as estratégias oferecidas pela arte contemporânea para abarcá-la ou habitá-la. A arte reage à incapacidade dos meios existentes de descrever o sistema do qual fazemos parte, criando brechas para apreensões mais profundas. O lugar onde a arte se funda, a imaginação, é recurso fundamental para que sejamos capazes de vislumbrar outras narrativas para o passado e novos caminhos para o presente. INCERTEZA VIVA considera as incertezas como um sistema de orientação generativo e se constrói sob a convicção de que é necessário desvincular a incerteza do medo. Ao se aproximar do pensamento cosmológico,

Wi-fi gratuito após cadastro online acompanhado de brigadista) 1º andar B3, 2º andar B3 Elevador para pessoas com mobilidade reduzida (acesso Telefone para cadeirantes 1º andar B3, 2º andar B3 Telefone para surdos 1º andar B3 Telefone 1º andar B3, 2º andar B3, Z3 2º andar B3, B5 Banheiro para cadeirantes Térreo O3, 1º andar K3,

De 07 de setembro a 11 de dezembro, 2016 Ter, qua, sex, dom, feriados: 9h-19h (entrada até 18h); Qui, sáb: 9h-22h (entrada até 21h) Fechado às segundas Entrada franca

2º andar B3, B5, Z3, Z4 Banheiros Térreo O3, 1º andar K3, Primeiros socorros 1º andar B4 Sala de imprensa Térreo O3 Restaurante Mezanino N3

32ª bienal de são paulo – Incerteza Viva Pavilhão da Bienal Av. Pedro Álvares Cabral, s.n., Parque Ibirapuera, Portão 3 T: (11) 5576 7600

Bem-vindo

Livraria Mezanino M3 i

Infomação Térreo T2, V5 Guarda-volumes 1º andar T2, V5

Informações ao visitante 32bsp-folder_mapa.indd 1

31/08/16 16:59


Programação pública

Ateliês: Cozinha e Oficina

Aplicativo e site

Campo sonoro

Publicações

Uma série de eventos acontece ao longo da 32ª Bienal e inclui apresentações de música e dança, oficinas, conversas e palestras, performances e projeções de filmes. Dentre os eventos e participantes estão: show de Ava Rocha e Tetê Espíndola, palestra com Eleanor Saitta e Elisa Gargiulo, performance de Grada Kilomba e experiência culinária com Asia Komarova entre outros. Quintas-feiras às 20h e aos sábados. Confira a programação completa no app e no site da 32ª Bienal.

Cozinha e Oficina são dois espaços híbridos de uso, reflexão e prática dentro do Pavilhão da Bienal, um conceito expandido de ateliê. Cozinha é um espaço que une experiência, produção e troca de conhecimentos. Receberá artistas, pesquisadores e cozinheiros com propostas que integram o ato de comer com conversas e pesquisas. Oficina é o espaço do trabalho – onde ideias se concretizam, tomam forma e são projetadas. Apresenta diversas ferramentas de trabalho e reflexão para possibilitar pesquisas e experimentações. As ações na Cozinha e na Oficina poderão ocorrer tanto durante as visitas mediadas com grupos escolares, quanto na programação aberta ao público. Localizadas no 1º andar.

O aplicativo e o site da 32ª Bienal contêm textos e imagens sobre todos os artistas, detalhes sobre a programação pública, informações sobre visitas guiadas, além de conteúdos produzidos em colaboração com artistas sobre processos de trabalho, músicas, e conversas com curadores e pessoas envolvidas nas pesquisas dos artistas. app.32bienal.org.br 32bienal.org.br

O projeto Campo Sonoro da 32ª Bienal oferece ao visitante experiências sonoras complementares à exposição. Composto por mais de 40 faixas criadas em colaboração com os artistas da mostra, traz depoimentos, músicas, leituras de poemas, conversas e narrativas, além de uma proposta de caminhada desde o Portão 3 do Parque Ibirapuera até a entrada principal da exposição. O Campo Sonoro é um projeto que continua sendo produzido ao longo da exposição. Acesse a playlist completa pelos links abaixo: camposonoro.32bienal.org.br app.32bienal.org.br

Catálogo: com conteúdos sobre todos os artistas e obras, reúne também textos da equipe curatorial e ensaios de Boaventura Souza Santos, Denise Ferreira da Silva e Elizabeth Povinelli.

OPAVIVARÁ! Transnômades, 2016 Um conjunto de dispositivos móveis circula por dentro do Pavilhão da Bienal, pelo Parque Ibirapuera e pela cidade. As ativações acontecem ao longo da exposição, no parque semanalmente e na cidade nas datas: 7 a 10 de outubro, 4 a 6 de novembro e 2 a 4 de dezembro. Saídas do pavilhão às 14h.

Bené Fonteles Ágora: OcaTaperaTerreiro, 2016 “Conversas para adiar o fim do mundo” é um programa de encontros e apresentações proposto pelo artista Bené Fonteles para acontecer dentro da Ágora: OcaTaperaTerreiro. A instalação é uma ágora, espaço e conceito ativado por rituais e diferentes vozes. Essa programação conta com a participação de Ailton Krenak, Ayrson Heráclito, Ernesto Neto, Marlui Miranda e Tetê Espíndola, entre outros. 8 a 11 e 14 a 18 de setembro, 19 a 23 de outubro e 16 a 20 de novembro.

Vivian Caccuri TabomBass, 2016 Músicos e produtores estabelecidos em Acra (Gana), elaboraram linhas de baixo que são tocadas regularmente na instalação. A ativação dessa obra inclui a participação de DJs e MCs brasileiros convidados a improvisar com batidas, instrumentos, palavras e outros sons sobre as linhas de baixo compostas pelos músicos ganenses. Os convidados são: KEYZUZ, Ghalileo, MensaHighlife, Mutombo, Da Poet, Panji Anoff, Samkofa, Steloo, Wanlov e Yaw P. 10 de setembro, 8 de outubro, 5 de novembro, 10 dezembro e aos sábados, 18h. Duração de 90 min.

Nomeda & Gediminas Urbonas Psychotropic House: Zooetics Pavilion of Ballardian Technologies [Casa Psicotrópica: Pavilhão zooético de tecnologias ballardianas], 2016 Laboratório para construção e elaboração de artefatos biotecnológicos feitos a partir da interação de micélios com outros materiais. As experiências no laboratório têm o intuito de estimular novas formas de convívio ecológico. As ativações são diárias e acontecem com a orientação dos mediadores.

Guia: em formato de bolso, traz informações sobre os artistas e as obras. É uma ferramenta útil para o visitante ter à mão ao percorrer a exposição. Dias de Estudo: antes do término da exposição, será lançada uma publicação com base em contribuições de artistas, ativistas, escritores, pesquisadores e outros participantes dos Dias de Estudo organizados pela curadoria em Acra (Gana), Santiago (Chile), Lamas (Peru), Cuiabá e São Paulo (Brasil).

As publicações estão à venda na Livraria da Travessa no mezanino. O catálogo é oferecido com desconto de 50% para professores e estudantes mediante apresentação de comprovantes, ou para pagamento com vale-cultura/e-ticket (promoção limitada). Material educativo: Produzido com a participação de professores e educadores sociais, aborda os temas e o trabalho de 12 artistas da 32ª Bienal sob um enfoque pedagógico. Distribuição gratuita para instituições e profissionais da cultura e da educação, bibliotecas e escolas visitantes da exposição. Solicitações pelo e-mail difusao@bienal.org.br.

Ativações de obras As ativações de obras são eventos, performances e conversas com artistas que acontecem no espaço expositivo ou fora dele. Confira a programação completa no app e no site da 32ª Bienal. Naufus Ramírez-Figueroa Corazón del Espantapájaros [Coração de espantalho], 2016 A obra é inspirada na tragicomédia homônima de Hugo Carrillo escrita em 1962 e encenada em 1975 na Guatemala por estudantes da Universidad Popular. Em parceria com artesãos, figurinistas e atores, Ramírez-Figueroa desenvolveu máscaras, vestuário e adereços que são apresentados na exposição. Esses objetos são ativados pelos atores durante apresentações no Pavilhão da Bienal e no Parque Ibirapuera. 7 de setembro, 2 de novembro e aos sábados às 15h. Duração de 20 min.

Restauro: uma obra-restaurante

Obras fora do pavilhão

O restaurante é uma proposta de Jorge Menna Barreto. Com o título Restauro, o restaurante-obra oferece alimentos baseados em plantas e conta com a parceria de diversas redes de produção de alimentos sustentáveis tais como agroflorestas, produtores orgânicos e sistemas dedicados à recuperação de solos e da biodiversidade. A obra ainda tem um importante papel de mediação na 32ª Bienal,

Alicia Barney Valle de Alicia [Vale de Alicia], 2016 Instalação composta de metal, madeira, papel, PVC, emulsão acrílica. Local: próximo à entrada da exposição.

Park McArthur Sometimes You’re Both [Às vezes você é ambxs], 2016 25 plintos de aço inoxidável e produtos feitos de borracha de látex. Local: dentro e ao redor do Pavilhão da Bienal.

PÚBLICO ESPONTâNEO Ter, qua, qui e sex: 10h, 11h30, 14h e 16h30 Sáb e dom: a cada 30 minutos a partir das 9h30 até às 17h Visitas Noturnas Qui e sáb: 19h e 20h

Koo Jeong A ARROGATION [Arrogação], 2016 Pista de skate de concreto, metal e tinta fosforecente. Em colaboração com Aleksandrina Rizova. Local: próximo ao portão 3, dentro do Parque Ibirapuera.

Wlademir Dias-Pino Outdoors, 2015-2016 20 imagens. Acrílica sobre madeira. Local: diversos pontos dentro do Parque Ibirapuera.

Todas as visitas com grupos espontâneos têm duração de 1 hora. Procure os balcões de atendimento nas entradas da exposição.

partindo de conceitos como digestão e metabolização para pensar a relação dos nossos hábitos com a paisagem. Em Restauro, o visitante terá acesso a todos os processos implicados na produção dos alimentos, participando da relação sistêmica entre a alimentação e o meio ambiente. Localizado no mezanino.

Oficina de Imaginação Política Idealizada por Amilcar Packer, funciona como um grupo de pesquisa, intervenção, produção e disseminação de informação, aprendizado, debate público e convivência desenvolvidos em colaboração com Diego Ribeiro, Jota Mombaça (Monstra Errátika), Rita Natálio, Thiago de Paula e Valentina Desideri. A programação pública da Oficina de Imaginação Política ocorre aos sábados e pode ser conferida no app e no site da 32ª Bienal.

Visitas mediadas

GRUPOS AGENDADOS Ter, qua, qui, sex, sáb e dom: visitas com 2 horas de duração. Para grupos a partir de 10 pessoas, agendar pelo telefone +55 (11) 3883-9090 (Diverte Cultural).

LÍNGUAS ESTRANGEIRAS Visitas em inglês e em espanhol Agendamento com 48h de antecedência no site 32bienal.org.br. VISITAS EM LIBRAS E MULTISSENSORIAIS Atendimento para a pessoa surda Qua, sex e sáb: 11h30 e 17h Atendimento para a pessoa cega ou com baixa visão Qua e qui: 11h30 e 17h Para mais informações, procure os balcões de atendimento nas entradas da exposição. CADEIRA DE RODAS Os visitantes que precisarem de cadeira de rodas devem procurar os balcões de atendimento nas entradas da exposição. As visitas com cadeirantes têm o auxílio de funcionários da Bienal nas rampas.

Ministério da Cultura , Bienal e Itaú apresentam 32ª Bienal de São Paulo Correalização

Patrocínio

Patrocínio master

Parceria cultural

Apoio Apoio internacional

Apoio mídia

Apoio comunicação

Apoio institucional

Realização Projeto realizado com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura, Programa de Ação Cultural 2016

32bsp-folder_mapa.indd 2

ministério da cultura

31/08/16 16:59

Profile for Bienal São Paulo

32ª Bienal de São Paulo (2016) - folder-mapa  

Folder-mapa da 32ª Bienal de São Paulo (2016) - Incerteza viva Idioma: português

32ª Bienal de São Paulo (2016) - folder-mapa  

Folder-mapa da 32ª Bienal de São Paulo (2016) - Incerteza viva Idioma: português

Profile for bienal