Page 1


Tudo começa com um sonho … O lançamento deste concurso no agrupamento é a concretização de um projecto criador de identidade , de articulação e também de partilha, tendo como grande objectivo o apelo à escrita. A cada ano que passa o concurso de poesia Sebastião da Gama tem-nos surpreendido. Este ano tocou-nos no coração! Os poetas escreveram com alma os seus sonhos, indo ao encontro do tema “Pelo sonho é que vamos” Tivemos a participação de cinco das sete escolas que constituem o agrupamento. Talvez, um dia, todas participem. Obrigada a todas as crianças e jovens, a todas as famílias, a todos os professores que se envolveram e a todos os que direta ou indirectamente , de algum modo ,contribuíram para que mais uma vez pudéssemos elogiar a poesia. ...continuamos a sonhar ...para o ano teremos a sétima edição! 2


ÍNDICE

1º Escalão 

ESCOLA BÁSICA DE AZEDA ……………………... (8___39)

ESCOLA BÁSICA DE MONTALVÃO……………..(40___42)

ESCOLA BÁSICA DE PRAIAS DO SADO………..(43___51

2º Escalão ……………………………………………………………………

3ºEscalão 

ESCOLA SECUNDÁRIA SEBASTIÃO DA GAMA…..(53___54)

ESCOLA BÁSICA 2, 3 DE ARANGUEZ...………...(55___56)

4º Escalão ……………………………………………………………………

5º Escalão ………………………………………………………...(57___60)

3


2018-2019 4


5


1ยบ ESCALรƒO 6


7


“PELO SONHO É QUE VAMOS” Poema colectivo

Pelo sonho é que vamos

Premiado com Menção Honrosa 3ºA

Numa serra verdejante

Alexandre Cândido

Nas asas de um falcão

André Correia

Vai o rouxinol cantante

Carolina Teixeira Carolina Correia David Fernandes

Com a luz do por do sol A raposa parte à aventura A serra ganha nova vida Numa noite quente e escura

Diogo Fernandes Duarte Santos Gabriela Santos Leandro Pinto Maria Nunes Maria Pereira

Ao longe espreguiça-se o Sado Cheio de vida, beleza e cor Observa o poeta a serra Com o olhar sonhador

Maria Carinhas Mariana David Marta Silva Martim Pereira Martim Paulino Rafael Aires Sofia Cruz Tatiana Rebelo Tiago Carvalho

Professora: Fernanda Dias Escola Básica de Azeda

8


UM LIVRO

Pelo sonho é que vamos Se lermos sem parar Um livro com vagar Teremos ideias para nos alegrar

Com ele poderemos sonhar Passear pelo mundo inteiro Sem gastar dinheiro Só a imaginar

O livro é um amigo Que pode andar sempre comigo Para qualquer lugar Ele faz-me pensar!

Poema Individual Premiado com Menção Honrosa 3º B Máxima Cevadinha S. Figueiredo Professora: Cília Besugo Escola Básica de Azeda

9


Pelo sonho é que vamos, na terra, no mar ou no ar, o que interessa é sonhar, senão fica tudo de pernas para o ar.

Na cidade, na vila ou na aldeia, na três dá para brincar, saltar, estudar e cantar, nunca parando de sonhar .

Sonhar é muito bom, mas não se esqueçam, da família e dos amigos, podem todos sonhar, até os inimigos.

Poema Individual 3º B Mafalda Maria Dias Lemos Professora: Cília Besugo Escola Básica de Azeda

10


PELO SONHO É QUE VAMOS

Pelo sonho é que vamos em busca de alguém que tem sempre uma história e saberes na memoria Na escola há alguém Sempre pronto a ajudar Com muitos conhecimentos Para ás crianças ensinar. É a minha professora De quem estou a falar Que me incentiva a resolver Matérias que não estou a perceber Na escola também vou poder brincar E viver aventuras sem fim Partilhar e fazer amigos E crescer vai ser assim

Poema Individual 3º B João Tomas M. Palma Professora Cília Besugo Escola Básica de Azeda

11


Pelo sonho é que vamos Buscar força para outro dia suportar

Sebastião da Gama já dizia: — Pelo sonho é que vamos. E o sonho comanda a vida.

Como um pássaro livre na natureza O mundo se consegue alcançar E o sonho realizar.

Sebastião da Gama foi um grande escritor E também um professor.

Poema Individual 3º B Lea Dos Santos Moreira Professora Cília Besugo Escola Básica de Azeda

12


Pelo sonho é que vamos Ao castelo da imaginação Procurar a fantasia Que nos enche o coração

Vamos crescer e estudar Aprender a brincar A sorrir e a sonhar Para um dia poder voar!

Poema Individual Premiado com 3º lugar 1º Escalão 3º B Diogo Martim Ribeiro Ferreira

Professora Cília Besugo Escola Básica de Azeda

13


Pelo sonho é vamos Confiantes e determinados Tudo mudamos, tudo conquistamos.

Conseguimos? Não conseguimos Haja ou não vida Pelo sonho é que vamos Essa é a dúvida.

Este sonho é de todos Tem um grande valor sentimental Muito belo, muito lindos Pelo amor do Natal

Poema Individual 3º B José Pedro Muleta Guerreiro dos Santos Ferreira

Professora Cília Besugo Escola Básica de Azeda

14


Pelo sonho é que vamos Olhar para o céu e sonhar Observar o céu e ver o brilho das estrelas Ver a lua a iluminar-se.

Deitado na minha cama No quentinho da minha cama Começo a sonhar De como vou ser quando crescer

Que profissão vou ter De como me vou divertir Esperando que a realidade Seja igual aos sonhos

Para ser uma pessoa realizada E muito feliz

Poema Individual 3º B Maria Leonor Mendes Silva Professora Cília Besugo Escola Básica de Azeda

15


Pelo sonho é que vamos. O meu sonho é ser professora Os meus patins calçar E ensinar a deslizar a toda a hora Ser artista e bailar O meu sonho é patinar Dar piruetas no ar Assim queria ser Quando eu crescer Poder ensinar Crianças a patinar E a todos mostrar O bom que é no gelo deslizar.

Poema Individual 3º B Diana Peralta Atitienei Professora Cília Besugo Escola Básica de Azeda

16


Pelo Sonho é que vamos O meu sonho é ser futebolista para isso treino bastante com o meu mister, treinar, treinar, uma coisa nunca vista. Correr, correr, sem parar, no relvado molhado a jogar para não sofrer golos na baliza caça, caça, a bola diz o mister e ganhar ou perder não importa jogaremos juntos em equipa faça chuva ou faça sol sempre nos divertimos Viva o futebol.

Poema Individual 3º B José Pedro Consciência Jacob Professora Cília Besugo Escola Básica de Azeda

17


PELO SONHO Pelo sonho é que vamos Caminhar pelo mar É o único sítio onde podemos voar Pelo sonho criamos histórias de encantar A imaginação não tem limites Nada nos pode parar E por tanto gostar de sonhar Todos os lugares do mudo vou conquistar E se uma coisa aquece o coração É saber que o sonho é para todos

Poema Individual 3º B Gabriel Ferreirinho Chora Professora Cília Besugo Escola Básica de Azeda

18


Pelo sonho é que vamos Seguindo em frente pelos Que amamos. Pelo sonho é que vamos Seguindo em frente pelos Que amamos. Será que o presente é O que ganhamos ou O passar de vida Onde ficamos?

Poema Individual 3º B Alistair Rodregeus Milne Professora Cília Besugo Escola Básica de Azeda

19


UM DESEJO Se eu tivesse de desejar, um sonho para realizar, queria sempre a família para brincar e amar.

Com a alegria de um poema, aqui escrevo com alegria. Pelo sonho é que vamos, com verdade ou fantasia.

Pelo sonho é que vamos, seja dia ou noite, caminhamos.

Poema Individual 4º A José Leonel da Silva Nobre Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

20


O SONHO O meu maior sonho é ser o “spider-man”. Ajudar quem necessita Praticar o bem Sem olhar a quem.

É um desejo maior Próprio de um herói Mas pelo sonho é que vamos Mesmo não sabendo por onde caminhamos

Poema Individual 4º A Henrique Guilherme Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

21


A PAZ NA TERRA Se no mundo Não houvesse guerra Todos seriam felizes na Terra!

Temos de acreditar na Paz Pois pelo sonho é que vamos E somos capaz!

Demore o tempo que demorar, Interessa é concretizar E a felicidade praticar!

Poema Individual 4º A Martim Nobre Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

22


QUEM ME DERA SER UMA FLOR… Quem dera ser uma flor Para o jardim colorir Dar felicidade Fazer os outros sorrir.

Na madrugada, Com orvalho a pingar Desabrochar o botão O mundo enfeitar.

Pelo sonho é que vamos Imaginar ser uma flor Ver o mundo com amor.

Poema Individual 4º A Sara Rosa Duarte Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

23


SE O AMOR ESTIVESSE NO AR I Se o amor estivesse no ar Todos se iriam gostar, Fossem o que fossem, o que importa é amar. II Pelo sonho é que vamos, Sonhar com quem amamos. III No mundo do crescer Com espanto e lembranças, Pelo sonho é que vamos, Viver como crianças.

Brincadeiras imaginadas… Pelo sonho é que vamos, Felizes de mãos dadas.

Poema Individual 4º A Afonso José Pereira da Silva

Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

24


UM SONHO Se o mundo me desse… — um sonho, Eu escolhia para sempre Que tivesse muita alegria.

Eu queria esse sonho. Fazer passar a tristeza, Aquela que o dia traz, Eu sei que sou capaz!

Pelo sonho é que vamos, Eu tenho a certeza. Afinal hei de chegar Onde a felicidade chamar.

Poema Individual 4º A Catarina da Silva Nobre

Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

25


SER LIVRE Ser livre é mostrar o pensamento, Aprender a admirar, A descobrir e a criar.

Levo os dias a pensar… Se não fosse livre, como seria? Viveria tristemente E até amargamente, O sonho anularia.

No meu mundo de aprender E de despertar para a vida, Pelo sonho é que vamos, Este é o meu lema, a minha vida Poema Individual 4º A Dinis Damásio Sousa Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

26

.


PELO SONHO É QUE VAMOS Se eu fosse um pêssego Muita gente me levava Pois eu seria gostosa E bastante degostada Pelo sonho é que vamos E eu acredito que sim! Ser um fruto ou uma pessoa, O importante é o sonho sem fim. Eu serei um fruto muito adorado, Para sempre degostado!

Poema Individual 4º A Filipa Pereira Alcácer Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

27


A FAMÍLIA Sou francesa e espanhola E vivo em Portugal. Tenho saudades da família Que não mora neste local.

Pelo sonho é que vamos, Chegamos à conclusão. Como é bom ter esperança Mesmo com saudade no coração.

Ter a família é um desejo da vida. Pelo sonho é que vamos, Seja de noite ou de dia.

Poema Individual 4º A Gabriela Maugé Ramos Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

28


SE EU FOSSE UMA FLOR Se eu fosse uma flor Seria o girassol Porque tem muita cor E parece o sol.

Pelo sonho é que vamos Atrás de um girassol Com brilho e imaginação E esperança no coração.

Pelo sonho é que vamos Rindo , girando, vamos…

Poema Individual 4º A Inês Ribeiro da Silva Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

29


SONHAR O que eu mais quero na vida É ter outro irmãozinho. Para poder partilhar Todo o meu carinho.

Pelo sonho é que vamos Pois neste acreditar, Sempre, sempre chegamos.

Afinal o que desejo, É que todos sejam irmãos. Com cor e sentimentos, Amor no coração.

Pelo sonho é que vamos, Acreditar que chegamos

Poema Individual 4º A Madalena Martins Palmeirim Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

30


O SONHO É LINDO! O sonho é lindo Tal como o amor. Toda a gente gosta Pois não mostra dor. Pelo sonho é que vamos A brincar e a imaginar. Chegar ao fim do dia, Satisfeitos por tentar. O sonho é lindo! Traz, assim, a esperança, Liberdade para pensar, Seja adulto ou criança. Pelo sonho é que vamos, Aprender a amar, Crescer a acreditar

Poema Individual 4º A Maria Rita Andrade Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

31


O MEU SONHO Se eu fosse um super-herói Eu gostava de andar acima dos prédios e voar. O meu nome seria Ladybug Salvar o mundo é giro a rimar.

Sempre prontos para ajudar Seja em terra ou no ar Pelo sonho é que vamos E o mundo transformar . (

Poema Individual 4º A Mariana Mósca Rangel Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

32


O MUNDO DA ALEGRIA Se o mundo fosse alegria Eu ia adorar, E assim maravilhosamente Ninguém se ia magoar. Pelo sonho é que vamos Com a mesma alegria E com o amor que damos, Era assim que eu queria. Damos as mãos ao mundo, Pelo sonho é que vamos Vamos até ao fundo, E com alegria damos.

Poema Individual 4º A Martim Marques Fialho Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

33


O MEU SONHO O meu maior sonho é ser um Unicórnio! Assim viver no conto de Mundo imaginário.

Pelo sonho é que vamos Com esperança e imaginação Transformar o mundo Ouvir o coração

Poema Individual 4º A Irís Alexandra Portela Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

34


DESEJO TER UM IRMÃO Sonhar , é ter um irmão. Acreditar para conseguir. Estar acompanhado, Para brincar e sorrir.

Pelo sonho é que vamos, Acreditar no desejado, Para ser muito amado!

Pelo sonho é que vamos, Porque sempre acreditamos E até lá, chegamos.

Poema Individual 4º A Tiago Branco Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

35


PELO SONHO É QUE VAMOS

O meu sonho é ser menino Com poderes especiais, Ajudar quem precisa, Sermos todos iguais.

Usar esses poderes, Para o mundo salvar. Derrotar os vilões E poder cantar!

Eu darei a minha força E todos juntos ganhamos, No mundo de muita gente, Pelo sonho é que vamos!

Poema Individual 4º A Simão Barradas Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

36


O MEU DESEJO O meu desejo é aprender, Tantas coisas admirar. Sentir a descoberta, Oh! Como é bom pensar! Passo os dias a criar, É fantástico imaginar. Pelo sonho é que vamos Neste mundo de encantar. Quando estamos a crescer, Queremos tudo vencer… Pelo sonho é que vamos, Sentir o dom de viver! Poema Individual Premiado com 1º Lugar 1º Escalão 4º A Laura Rodrigues Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

37


NUMA TARDE DE CALOR Numa tarde quente, sonhamos E falamos de amor. Mostramos nestes versos, O que é ser sonhador. Numa tarde quente e brilhante, Plena de sol a raiar, Inventamos brincadeiras Somos crianças a sonhar. De tanto calor fazer, Adiámos o entardecer. Pelo sonho é que vamos Aprendemos a crescer!

Poema Individual Premiado com Menção Honrosa 4º A Beatriz dos Santos Professora Margarida Figueiredo Escola Básica de Azeda

38


PELO SONHO É QUE VAMOS Pelo sonho é que vamos Na alegria e na tristeza Dançamos e cantamos Ao som da natureza. Pelo sonho é que vamos Ao som do mar. Não importa onde vamos Temos é de amar. Pelo sonho é que vamos E nos caminhos encontramos As pessoas que muito amamos E felizes... ficamos. Pelo sonho é que vamos Na busca do mistério Levando o nosso crescimento, Uma coisa muito a sério. Pelo sonho é que vamos Tentando descobrir o amor Procuramos... procuramos... Tentando não sentir a dor. Pelo sonho é que vamos...

Poema Coletivo Premiado com Menção Honrosa 4º B Beatriz dos Santos Inês Teixeira Margarida Silva Tiago Correia Vasco Custódio Professora: Fátima Carreira Escola Básica de Azeda

39


O AMOR Pelo sonho é que vamos… Comovidos e encantados Cantando com Alegria Que Estamos Apaixonados.

Vivemos no mar Azul sentimos os raios do luar E nos mistérios da escuridão Procuramos a sensação De ter em nós, o teu olhar.

Pelo sonho é que vamos… Comovidos e encantados, Comovidos e encantados, O carinho relembramos…

O amor que sinto em mim Quero passa-lo a ti… Com ternura e palavras Aquecendo o coração… Pelo sonho é que vamos… Com amor e paixão.

Poema Coletivo 4º B Anastácia Godinho Gonçalo Correia José Simão Leonor Reis Maria Inês Professora: Fátima Carreira Escola Básica de Azeda

40


Pelo Sonho… Pelo sonho é que vamos.. Por um caminho que imaginamos Onde sempre Brincaremos e os nossos sonhos seguiremos. Foi lá que nascemos E que crescemos É lá que a vida nos sorri E aprendemos que amar… Estará sempre dentro de ti. Quando estamos sonhando E não querendo acordar, Das profundezas do sonho Tanto na serra e no mar Desejamos encontrar Amor ,Paz, carinho que não possa ,nunca, terminar. Pelo sonho é que vamos... Por um caminho que imaginamos!

Poema Coletivo 4º B Daniela Travassos Diogo Almeida Leonor Lima Simão Carvalho Sori André Professora: Fátima Carreira Escola Básica de Azeda

41


SABER CRESCER Pelo sonho é que vamos Pela magia do nosso pensamento, Esperamos, esperamos até que chegamos Ao mundo da nossa imaginação, com muito e muito sentimento. Pela noite dentro...e continuando a sonhar ao luar da meia noite o frio nos vai chegar. Mas a ternura do amor não nos deixa arrefecer Descobrimos então o valor do que significa crescer.

Poema Coletivo 4º B Diogo Alves José Diogo Rafael Costa Tiago Rosa Clara Contumélias

Professora: Fátima Carreira

42


43


UM MUNDO MELHOR!

Sonho com um Mundo melhor, Onde haja amor, Onde possa dar a mão A outra mão de qualquer cor! Sonho com uma Terra bonita, Onde a guerra se esgote E onde a paz Seja infinita!

Poema Coletivo Premiado com Menção Honrosa 3º A André Bailão , Alice Ferreira Amélia Guerra, André Carvalho Beatriz Salgado, Carolina Ferreira Dinis Filipe

Sonho com um Planeta saudável, Onde não haja poluição E onde só existam pessoas Com bom coração! Sonho com um Mundo Cheio de felicidade, Onde todas as pessoas São tratadas com igualdade! Sonho com um Mundo diferente, Onde haja respeito Pelas ideias De toda a gente! Pelo sonho é que vamos E eu não vou parar! Vou seguir em frente, vou colaborar, Para este Mundo melhorar!

Francisco Palmeirinha Gonçalo Silvestre, Ágata Oliveira Gustavo Sousa, Madalena Luís Manuel Duarte Margarida Esperança Maria Neves, Mariana Horta Nuno Godinho, Olívia Vargas Ricardo Batista, Rodrigo Correia Rodrigo Carvalho Salomé Guerreiro Santiago Lopes, Tiago Prado Vasco Rocha, Vicente Dias

Professora: Ana Mourão Escola Básica de Montalvão

44


GOSTAVA DE VISITAR OS MEUS SONHOS Gostava de visitar os meus sonhos Para ser uma fada a voar pala serra, Deslizar no ar por cima do mar e da terra, Montada num unicórnio arco-íris voador Que me mostrasse o mundo no seu esplendor. Tão bom poder falar com os animais, Descobrir lugares e pessoas especiais E percorrer um mundo diferente, Onde há comida para toda a gente E casas para as famílias viverem Tranquilas e sem nada temerem, Onde as pessoas têm tempo para brincar E não estão sempre, sempre a trabalhar Onde se sentem os sorrisos da paz Em vez da dor que a guerra traz. Tão bom se todos realmente pudessem Visitar os seus sonhos e percebessem A mensagem que um poeta semeou cá “pelo sonho é que vamos”, embora lá!

Poema Individual Premiado com 2º Lugar 1º Escalão 4º B Alice Santos Pires Escola Básica de Montalvão

45


46


A SERRA CONTENTE Um lince a correr Um lobo a uivar Uma coruja a cantar Porque o espetáculo Vai começar. No palco, a fauna, Toda lá, para as audições Começaram, para depois Fazer a festa dos talentos. Com todos os animais Por lá, atentos. A flora a florir, As árvores a sorrir. A animação começou O lagarto Zicaforte Na bateria, A coruja Rosita No microfone, O lince na guitarra, E o lobo no trompete. A alegria continuou O convívio foi excelente Com a fauna e a flora A serra ficou contente.

Poema Individual Premiado com Menção Honrosa 4º Ano Leila Martinez Gusmão Professora Urquida Jardim Escola Básica das Praias do Sado

47


A VIDA É UM SONHO Eu nasci, por um sonho, A primeira vez Que abri o olhos, Vi o belo rio Que me levou Às águas profundas. O amor eu senti Pelos meus pais Eu sorri Deram-me um livro Que contava A minha vida numa história.

Quando eu for mais velha Eu queria ser orquestra Tocar belas músicas para ficar famosa Ao Youtube eu cheguei Amigos, sempre os tive Mas mais inscritos vou ter. Antes de eu morrer Queria dizer a todos Eu amo vocês Fiquem sempre juntos Com amor e amigos A vida é um livro de ler.

A natureza eu encontrei Fui lá morar, eu ouvi Uma voz Vinda das plantas Eu sorri e voei Pelas nuvens a cantar. Contei um, dois, três, Acordei e vi A minha vida Com os meus pais, e amigos Carregada de amizade.

Poema Individual 4º Ano Mariana Cardoso Barão Professora: Urquida Jardim Escola Básica das Praias do Sado

48


A IDADE Eu, criança, sou bela Recebo todo o amor Brinco à maneira E apanho calor.

O Felisberto é o meu neto Adoro vê-lo bebé Mas a morte não Me deixará vê-lo, Um adulto com deve ser!

Eu, adolescente, Continuo bela, De nariz enfiado nos livros Afiado de ler Mas adoro aprender! Eu, adolescente, ainda sou bela, sonho pelo emprego, com a criação da vida. Com as pétalas do vestido de casamento, o vento que me leva ao altar, encontrei o sorriso nas águas do rio a observar a natureza. Eu, velha, penso Na beleza que tinha Posso não a ter por fora Mas tenho-a por dentro.

Poema Individual 4º Ano Leonor Martinez Gusmão Professora Urquida Jardim Escola Básica das Praias do Sado

49


A CADELINHA

Uma vez, peguei num livro. Esse livro continha Vários sonhos e segredos Pensei o que faria Com eles. Passado muito tempo Veio uma pessoa Bateu à porta Viu um livro? É que ele é muito importante. Eu entreguei e disse: Se é importante, leve-o. Vi muitos sonhos, Até li um segredo Da minha vizinha. O segredo é que ela tem Uma cadelinha Que se chama Doidinha. Se virem um livro Ou mesmo uma folhinha Devem devolvê-lo Ao dono, senão, Ele ficará desapontado Ou ainda mais preocupado Porque não consegue guardar o segredo num livro tão bem guardado.

Poema Individual 3º Ano Jó D. M. D. e Silva Professora Urquida Jardim Escola Básica das Praias do Sado

50


O RIO DOURADO

Que lá dentro há um livro Que as águas encharcaram Que é este rio de amor que soa a sons belos.

Que Que Que Que Que do!

lutam contra o tempo vieram os animais do submundo são pelo rio sobem cada vez é mais doura-

Que a natureza está sofrendo Que há pétalas mortas Que animais vão morrendo Que a vida é comprida. Que difícil é a vida Que no rio todos morrem Que maldoso é o rio Que sons têm os poemas Que os poetas não escrevem. Que Que Que Que

todos ficam tristes os poemas desejam morrer eu quero sem poemas eu fico.

Que Que Que Que

o rio corre veloz trabalham os poetas a natureza tem pressa as plantas contra nós,

Poema Individual 4º Ano João Cavimbi Inácio Professora Urquida Jardim Escola Básica das Praias do Sado

51


O SONHO O sonho É uma imaginação Que dá para fazer na realidade Ou pode não dar para fazer. Os sonhos São tão lindos Para se fazer, se der… Eu amo a natureza linda: As flores de cores, Os animais bonitos, os passarinhos a voar, os cães a passear. Eu amo A erva verde escura, As árvores castanhas Com detalhes na madeira, os troncos grossos Ou de outros mais finos. O sonho é lindo. O sonho é bonito.

Poema Individual 3º Ano Tomás M. R. C. P. Casado Professora Urquida Jardim Escola Básica das Praias do Sado

52


O SONHO DO BEBÉ O meu sonho é ser crescido. O meu sonho é trabalhar. Bebé, bebé, não queira crescer! Porquê? Porque é aborrecido. É complicado? Sim. Agora vamos para a cama dormir, Amanhã, de manhã, logo pensarás melhor. Está bem, mãe! No dia seguinte Pergunta frequente Onde está o pai? Espera, está ali. Está aqui. Está acolá. Ok, tenho fome. Vamos saborear um Olá!

Poema Individual 2º Ano Miguel Vaz Nogueira Professora Urquida Jardim Escola Básica das Praias do Sado

53


AS FLORES As flores são plantas Coloridas, cheirosas, maravilhosas. Quando sentes paixão Pensas logo em flores Elas são da natureza São especiais São tão lindas, Que até alguns animais Fazem as suas casas, nas flores. A flor é a coisa mais bela do mundo. Depois de chover Ficam as gotas a descansar nas flores E quando isso acontece As flores parecem cristais Imagino desenhos, Livros, Sonhos. Ah! Adoro flores! Acho que não há nada mais belo do que as flores.

Poema Individual 3º Ano Marian Ciulpan Professora Urquida Jardim Escola Básica das Praias do Sado

54


3ยบ ESCALรƒO 55


56


Pelo sonho é que vamos Vamos todos esquecer Do que fizemos no passado E do que temos de esconder. Pelo sonho é que vamos Vamos todos estudar Só tirando boas notas Sem nunca falhar. Pelo sonho é que vamos Vamos todos brincar Porque o tempo para sermos velhos Ainda está por chegar. Pelo sonho é que vamos Vamos todos construir Construir a nossa vida Para podermos prosseguir. Pelo sonho é que vamos Vamos todos sonhar Porque o melhor momento É o momento de imaginar Pelo sonho é que vamos Vamos todos participar Neste concurso fantástico Que iremos ganhar

Poema Individual Poema Premiado com 1º Lugar 3º Escalão 7º B Guilherme Pedroso Professora Eduarda Vaz

57


58


A POESIA DA SERRA As árvores eram as suas quadras, As flores os seus tercetos A beleza da serra e a escrita Tomavam conta dos seus dedos. O perfume agreste de alecrim E os murmúrios da água a correr Enchiam-lhe a alma de alegria E a sua mão começava a escrever. O cheiro a maresia E o pôr do sol dourado Inspiraram o poeta a sonhar Em frente ao azul profundo do Sado. A serra é cor, é alegria, Sebastião amava-a como ninguém A serra é sonho, é poesia E para ele, a sua Mãe.

Poema Individual Premiado com Menção Honrosa 3º Escalão 7º F Joana Baptista Professora Escola Básica 2/3 Aranguez

59


5ยบ ESCALรƒO 60


FALTA Dizia o Poeta: “Pelo sonho é que vamos…” Mas ao invés de sonhar Hoje estive a pensar… O que é que nos falta?! Sim!! Porque nos falta sempre algo!! Falta-nos o pão, Falta-nos o dinheiro, Falta-nos a saúde, Por vezes até nos falta a razão, Quando somos tratados sem consideração! Ah!! E o tempo?! Falta-nos sempre o tempo!! Tempo para falar… Falar o que nos vai na alma, O que nos atormenta, ou o que nos alegra. Tempo para ouvir… Ouvir com atenção, Com coração. Tempo para brincar… Brincar para não perder a criança que há em nós.

Tempo para estar… Estar de coração, com quem nos quer bem E a quem também queremos. Tempo para ser… Ser gente, Gente prestável, amável, amiga, sincera. Tempo para aproveitar… Aproveitar o tempo Tempo que falta E Quando acabar Vamos querer, Mas… Não vamos Poder voltar. Dizia o Poeta: “Pelo sonho é que vamos” Então , com tempo Ou sem ele Vamos pelo sonho, Sonho onde teremos Tempo para tudo e todos. Bons sonhos!! Poema Individual

Encarregada de Educação , Cristina Leal

61


SONHO Sonho acordada... sonho a dormir... acordo assustada, não sei para onde ir! Se for pesadelo, eu tento fugir! Mas...e se for sonho? sonho? Quero lá ficar, mas também quero ir... E tu? será que queres vir? Anda…anda comigo...vamos pelo sonho... Pelo sonho é que vamos!! Vamos ver o mar vamos navegar com fé e esperança

Poema Individual

de quando acordar

Poema premiado com o 1ºlugar

e o sonho acabar o nosso Mundo melhor possa estar!

5º Escalão Encarregada de Educação , Cristina Leal

62


NATUREZA EM MIM Procuro na natureza Inspiração para me reencontrar, Reinventar sonhos Que outrora me acenderam Pelo sonho é que vamos… E eu sonho a natureza. Olho a montanha que se ergue Acima de mim, Majestosa e implacável. Permaneço à sombra A natureza envolve-me Entra no meu ser Sinto que sou só humana Mas permaneço eu Finalmente eu, Sem barreiras sociais, Sem artifícios banais. Então, reencontro paz, Neste mundo natural Tão belo e tranquilo Afinal, posso sonhar? Poema Individual Poema premiado com 2 lugar 5º Escalão Encarregada de Educação , Lígia Cristina dos Santos

63


As professoras Bibliotecárias Helena Ferreira Mª João Trindade Teresa Fragoso

11 de junho 2019

64


Agrupamento de Escolas SebastiĂŁo da Gama Ano Letivo 208-2019

65

Profile for Bibliotecas do agrupamento Sebastião da Gama

ANTOLOGIA POÉTICA  

POEMAS- 6ª Edição do Concurso de Poesia Sebastião da Gama

ANTOLOGIA POÉTICA  

POEMAS- 6ª Edição do Concurso de Poesia Sebastião da Gama

Advertisement