Page 1

B Boolleettiim m IIn nffoorrm ma attiiv voo d dee

ROTARY CLUBE de OEIRAS Julho a Dezembro 2011

Presidente Esteves Guerra


Rotary Clube de

OEIRAS Distrito 1960

Ano Rotário 2011-12

01 a 31 Julho 2011

TARDE SOLIDARIA …AMOR AOS IDOSOS

Transmissão de Tarefas

1ª Actividade Rotária do Ano 2011-2012 O fado, a animação cultural, danças e outros cantares da música popular, foram o tema central, de uma solidária e animada tarde lúdica e ao ar livre, que o Rotary Clube de Oeiras, proporcionou a 90 idosos de Santos-o-Velho/ Madragoa, no âmbito do “Programa Campo Sénior”, promovido por aquela Junta de Freguesia e em que Oeiras, foi um dos destinos por eles escolhidos, graças à influência do nosso Past-Presidente Dias Costa. A prazerosa esplanada, ao redor de um lago, do emblemático ABCAFé, situado no frondoso parque Almirante Gago Coutinho, em Oeiras e que outrora fazia parte dos jardins do palácio do Marquês de Pombal, foi o espaço anfitrião, onde decorreu este festivo evento. A animação musical, contou com a generosa participação do magnífico e multifacetado “Atelier Musical” do Centro de Dia de Oeiras e S. Julião da Barra, onde participa o nosso Companheiro Delfim Monteiro. O animado e participativo momento etnográfico, esteve a cargo de um dos orgulhos maiores da Madragoa, as antigas Varinas e outros pregões, que em tempos tanto animaram e conferiram tipicidade à cidade Lisboa. Nas palavras institucionais de encerramento, ao som de calorosos aplausos, Alberto Esteves Guerra, Presidente do Rotary Clube de Oeiras e Luis Monteiro, Presidente da Freguesia de Santos - o – Velho, prometeram reciprocidade desta visita, quer pelo amistoso clima vivido, quer pelo facto de Gago Coutinho e Marquês de Pombal, também eles terem morado em Santos – o – Velho, no seu bairro típico e histórico, a Madragoa.


Transmissão de Tarefas Dia 4 de Julho – Reunião de Jantar, HOTEL REAL OEIRAS

Dias Costa: Presid. 2010-11

Presid. 2011-12: Esteves Guerra

A mesa de honra foi composta por: Presidente 2010/2011– Companheiro DIAS COSTA, Presidente 2011/2012 – Companheiro ESTEVES GUERRA, Dr PAULO VISTAS – Vice-Presidente da CMO ,em representação do Sr. Presidente da Câmara; Governadora Assistente, Companheira MARA DUARTE e Presidente do Rotary Clube de Algés, Presidente do Rotary Clube de Lisboa Belém, Companheira FÁTIMA GUERREIRO , Presidente do Rotary Clube da Parede – Carcavelos, Companheiro DOMINGOS CARMONA, Companheiro Fundador OLEGÁRIO JAQUES.

Saudação das bandeiras:

Bandeira da Freguesia - Comp.º José Neno Bandeira da Autarquia – Dr. Paulo Vistas Bandeira da Fundação Rotária – Comp.º Olegário Jaques Bandeira do Rotary Internacional – Comp.º Dias Costa Bandeira Nacional - Comp.ª Mara Duarte O Protocolo apresentou os Companheiros presentes pertencentes a outros Clubes Rotários e também os convidados dos Companheiros presentes e das Entidades convidadas pelo Clube.. Procedeu-se à cerimónia da investidura como Membro do RCO da Companheira Maria João Melo Gomes, que teve como padrinho o Companheiro Dias Costa. Seguiu-se a apresentação rotária.

A nova Companheira, lendo o juramento Rotário.

CURRICULUM - MARIA JOÃO FERNANDES DE MELO GOMES Tem mais de 30 anos (42 anos), é licenciada em Marketing e Publicidade e exerceu a sua actividade profissional em gabinetes de design gráfico como gestora e responsável comercial. Trabalha actualmente numa empresa de cuidados de saúde como gestora administrativa e comercial. Foi directora do Centro de Promoção Juvenil de 1993 até 2008, uma casa de acolhimento de crianças em risco. Possui várias formações em gestão de entidades do terceiro sector e responsabilidade social das organizações, conceito que conheceu em 2004 quando representou o CPJ numa conferência promovida pela Fundação Oriente sobre este assunto. Integrou o Grupo de reflexão e dinamização da Responsabilidade Social nas Organizações do Terceiro Sector, integrado na APEE – Associação Portuguesa de Ética Empresarial. Organizou a 2ª Conferência Internacional “ A Criança no Século XXI”, na Fundação Gulbenkian em Lisboa. Organizou e dinamizou da componente social da NATALIS na FIL – Feira Internacional de Lisboa que passou de 15 expositores em 2005 para 63 em 2006. Organizou, no âmbito do Congresso do Empreendedorismo Social a RexpoSta2008 - Feira de Empreendedores Sociais na Cidadela de Cascais È Voluntária do Rotary Clube de Oeiras desde 2009.


Outra cerimónia importante teve ainda lugar antes da transmissão de tarefas. A entrega dos Diplomas da Fundação Rotaria Portuguesa a algumas entidades que patrocinaram Bolsas de Estudo ao Rotary de Oeiras. Onde tivemos uma primeira intervenç~~ao da Companheira Ana Maria Baptista que apresentou os patrocinadores. A empresa JELONE, representada pelo Sr. Eng.º José Neno e as empresas SILMARRAQUE, Lda; TRICOLO, Lda.; José Artur Domingos, Lda.; JHRTravões Lda,; CAMILOSPORT, Lda.; representadas pelo Sr. Presidente da J. Freg. de Oeiras e S. Julião da Barra, Carlos Morgado.

Seguidamente, houver um periodo de comunicações, com as intervenções do Presidente da J.F. Oeiras e S. Julião da Barra, que inalteceu o trabalho desenvolvido pelo Rotary em prol da comunidade com especial relevo para a o apoio à juventude, através de Bolsas de Estudo e no combate à fome. Usaram depois da palavra a Comp. Fátima Guerreiro, presidente do Rotary Clube de Lisboa-Belém, o Companheiro Fundador Olegário Jaques, a Companheira Mara Duarte, Presidente do Rotary Clube de Algés e futura Governadora Assistente, e a terminar, em representação do Dr. Isaltino de Morais, o Dr. Paulo Vistas, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Oeiras usou da palavra, para agradecer o trabalho que o Rotary de Oeiras tem feito ao longo da sua vida em prol das comunidades que serve, mostrando-se impressionado com o trabalho desenvolvido nos últimos anos. Desejou as maiores felicidades ao novo Presidente e reiterou o apoio da C.M. de Oeiras às futuras iniciativas do Clube.

Os vários oradores, no uso da palavra. Da esquerda para a direita: Carlos Morgado, Fátima Guerreiro, Olegário Jaques, Mara Duarte e o Dr. Paulo Vistas A reunião prosseguiu com a intervenção do Presidente Dias Costa, que sumarizou a actividade desenvolvida no ano rotário que agora termina, da seguinte forma:

« O Ano rotário começou sob o Lema Presidencial de Ray Klinginsmith, Presidente de Rotary Internacional

FORTALECER COMUNIDADES E UNIR CONTINENTES Acções do R C Oeiras 2010 / 2011:


1. EIXO, FORTALECER COMUNIDADES / apoio à Comunidade de Oeiras: A) Apoio à mitigação da exclusão social: A.1 – “Um OLHAR SOBRE O OUTRO” – Projecto de apoio permanente a famílias carenciadas de Oeiras…com produtos alimentares, produtos de higiene pessoal e para o lar, entre outros de natureza diversa, como fraldas para idosos, chocolates e outras guloseimas… e refeições também: Principais parceiros da boa vontade, a quem, aqui e agora queremos reiterar o nosso…muito obrigado: À Fundação Belmiro de Azevedo / com a sua continuada contribuição semanal de “produtos / quebras” do Continente de Oeiras (media de 250 € por semana…12600 /ano) Aos Serviços Sociais da Junta de Freguesia de Oeiras e S. Julião da Barra, Centros Sociais e Paroquiais de Nova Oeiras e S. Julião da Barra, que em muito ajudaram a sinalizarmos os utentes, bem como a assegurar que o apoio humanitário chegasse até eles, através do prestimoso trabalho dos seus bancos alimentares, dirigidos a 150 famílias. Ao restaurante Ponto Come da Quinta da Fonte / com o seu continuado contributo diário de 10 refeições (media de 350 € por semana…18 200€ /ano), sendo neste caso,

as

refeições, directamente distribuídas, diariamente, pelo R C Oeiras, a 5 famílias do bairro social Pombal XXI.

A.2 –“ NATAL”: Em parceria com a Junta de Freguesia de Oeiras e S. Julião da Barra, entrega de 30 cabazes de Natal (50€ cada um), acompanhados de um Bolo-Rei, gentilmente cedido pela rede de pastelarias Sacolinha. Oferta de cinco cabazes de natal (50€ cada) e Bolo-Rei, a famílias da Junta de Freguesia de Paço de Arcos. Almoço de convívio de Natal, confeccionado por um grupo de sócias do Clube, e oferecido às famílias apoiadas pelo R C Oeiras, tendo na oportunidade contado com cerca de 100 participantes. A estas famílias e nesta quadra, foram oferecidas roupas e brinquedos. A.3 - OUTRAS ACÇÕES DIRIGIDAS À MITIGAÇÃO DA EXCLUSÃO SOCIAL, E SOLIDÃO EM IDOSOS: Oferta de uma pulseira e equipamento do serviço de Tele alarme, a uma idosa em isolamento domiciliário, por solicitação urgente dos Serviços Sociais da Junta de Freguesia de Oeiras. Acção de animação cultural, no Centro de Dia de Oeiras e S. Julião da Barra, com a participação da “Tuna Ibérica da Academia Sénior da Cruz Vermelha do Estoril” e o coro do “Atelier Musical”, do próprio centro de dia. A.4 – SAÚDE:


Rastreio “visual”, junto de idosos, efectuado em parceria com a Junta de Freguesia de (?) e estabelecimentos oculistas locais (?) B) Apoio à Inclusão social: B.1 – ADULTOS / FORMAÇÃO: Atelier de Costura, tendente à capacitação e à posterior profissionalização / criação de auto emprego, dirigido a jovens adultos e ou desempregados: Jantar de convívio, para apresentação da arte de decorar este tipos de eventos, efectuado pela “Joaquina”, jovem mãe no desemprego e com determinação em vencer. Assinatura de um protocolo com o “COSFA” para cedência de instalações, para montagem definitiva deste atelier de costura…ensinar a fazer pequenos arranjos, corte e costura. B.2 – JUVENTUDE: Em parceria com a Junta de Freguesia de Oeiras e S Julião da Barra, atribuição de 28 Bolsas de Estudo: B.2.1 -16 BOLSAS UNIVERSITÁRIAS, em que 3 são deficientes (16 500€). Todas elas custeadas pelo R C Oeiras, como fruto da generosidade da Fundação Rotária Portuguesa (7200€), da venda de Arte oferecida pelo Comp. Hélder Paraná do Cotto e promovida pelo exercício de influência do Sr. Presidente Carlos Morgado (4700€), entre outros mecenas como a Administração do Taguspark, o Companheiro Neno, a Companheira Alda Maria, bem como através de eventos de angariação de fundos. Desde que o R C Oeiras, existe, já foram distribuídas cerca de 300 bolsas de estudo. De assinalar que a atribuição destas bolsas, não são meramente pontuais, mas, sim, continuas até que os formandos acabem os seus cursos superiores. As doze bolsas, atribuídas, a estudantes do primário e secundário, pela Junta de Freguesia, são acompanhadas pelo R C Oeiras, em termos de desempenho escolar e rastreio de outras necessidades, como sejam o caso de livros escolares, dois computadores usados, explicações, que no caso do presente ano foram de Português e Matemática… Para isso muito contribui a meritória acção da Fundação Rotária Portuguesa ao nos ter aprovado / atribuído, 2 projectos que o R C Oeiras, a ela submeteu, e designadamente: Projecto Cidadania e Sucesso Escolar (1500€) – Apoio individual de 165 €, a jovens carenciados, para compra de livros escolares. Projecto….(…€) - Apoio / custeio, para a participação de dois jovens, no RYLA IBERICO, realizado em Badajoz e Beja…encontro formativo de liderança, orientado para jovens (organização, planeamento, trabalho em equipa, novos horizontes…), bem como para custear a captação de mais 9 bolseiros. B.2.2 – FORMAÇÃO CÍVICA / ÉTICA E LIDERANÇA: Concurso “Aluno Melhor Companheiro”, promovido junto de cerca de 650 jovens estudantes, distribuídos por 23 turmas do 12º ano, na Escola Secundária Sebastião e Silva e Aquilino Ribeiro, e focalizado na eleição de líderes aceites pelos seus colegas…enquanto pessoas que melhor promovem e por isso são reconhecidos pelos seus pares, no que respeita à prestimosidade e amizade demonstrada na entre ajuda …companheirismo pró-activo. Aos 23 eleitos, foi distribuído, em cerimónia solene, um premio…um livro / um amigo. Por sua vez, de entre os 23 eleitos, 2 foram premiados com a participação no Ryla ibérico, já atrás referido. Na Escola Secundária de S. Julião, promovemos a “PROVA QUADRUPLA”…a ética em tudo o que pensamos, dizemos ou fazemos, através de 4 perguntas de consciência…É a verdade? É Justo? Daí advêm boas relações para todos os envolvidos (amizade)? Daí advêm vantagens para todos os envolvidos (prestimosidade)?


Terminamos o ano escolar, promovendo um são convívio entre todos os bolseiros…uma visita guiada com lanche, ao Forte S Julião da Barra, amavelmente autorizado para esse fim, pelo Ministério da Defesa Nacional. C – RECONHECIMENTO PROFISSIONAL: Este ano, o galardão de mérito profissional, só atribuído a personalidades de destaque, foi entregue, em solene e festiva cerimónia, ao prestigiado cantor “ Camané”…pela sua conduta ética e deontológica, e prestigiado talento em prol da música e cultura portuguesa, em Portugal e no Mundo…o Fado. D – JANTARES CONVIO COM PALESTRAS: “ACÇÃO SOCIAL / TRABALHAR EM REDE” – Prestigiada Drª Rosa Maria Pimenta Araújo, ExDirectora da Segurança Social em Lisboa e Vale do Tejo, uma das mais entusiásticas fundadoras da “REDE SOCIAL DA CIDADE DE LISBOA, onde operam cerca de 400 instituições de Solidariedade Social. E - ACÇÔES DE COMPANHEIRISMO, EM PROL DA AMIZADE, DA PROMOÇÃO DA CULTURA E ANGARIAÇÃO DE FUNDOS: Tema - Visita ao Convento de Serra Dossa. Tema – Visita à caravela D. Fernando II e Glória e aos Moinhos de Maré, no Seixal. Tema – jantares de caça, amavelmente oferecidos pelo Comp Neno e confeccionado por um grupo de sócias do R C Oeiras. F – PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS PARA ANGARIAÇÃO DE FUNDOS E PROMOÇÃO DAS CAUSAS SOCIAIS DO ROTARY CLUBE DE OEIRAS: Feira Social de Paço de Arcos Festas do Concelho de Oeiras Feira Social do Taguspark G – PARTICIPAÇÃO DO ROTARY CLUBE DE OEIRAS, EM PRESTIGIADOS FORUNS LOCAIS: Fruto, pelo reconhecimento da História e Acção do R C Oeiras, o nosso Clube, tem a elevada honra em ter assento; Comissão Social da Junta de freguesia de Oeiras e S. Julião da Barra Comissão Social da Junta de Freguesia de Paço de Arcos Comissão Social da Junta de Freguesia de Porto salvo Conselho Geral da Escola Secundaria Aquilino Ribeiro Conselho Geral da escola de s. Julião da Barra H – FIDELIZAÇÃO E REFORÇO DO QUADRO SOCIAL Com a entrada de 4 novos sócios, prestigiados profissionais com elevada conduta ética, na sua vida familiar, social e profissional, e de quem o R C Oeiras muito espera, cresceu para 18 o actual quadro social efectivo do Rotary Clube de Oeiras…e aos quais, naturalmente, que se juntam os nossos Sócios Honorários, Srª Eng.ª Teresa Rodrigues, Sr. Dr… Isaltino Morais. Sr. Carlos Morgado. Um particular e reconhecido muito obrigado aos muitos voluntários, que colaboram nos mais diferentes projectos do R C Oeiras. 2. EIXO, UNIR CONTINENTES: I – Apoiamos o fundo de programas humanitários de Rotary Foundation, de entre os quais, a vacinação mundial para erradicação á Poliomielite é o mais emblemático / prestigiada fundação de Rotary Internacional.


J – Moçambique – em parceria com os Rotary Clubes da Linha do Estoril (G8), apoiamos a Associação acácia, nos seus projectos de alfabetização e nutrição, a crianças e mães desprotegidas naquele país irmão. L – Multiculturalidade - promoveu-se, em cooperação com o Rotary Clube de Parede / Carcavelos, uma participada palestra sobre a cultura Índia, apresentada pela Professora Universitária Eliane Potiguara, em digressão por vários países da Europa e patrocinada pela ONU. K – Recebemos em Oeiras os três profissionais do IGE (Intercâmbio de Grupos de Estudos), vindos da Austrália, aos quais proporcionamos uma vista de estudo e a seu pedido, ao Centro de Investigação Champalimaud, para além de lhes termos mostrado as belezas mais relevantes desta nossa Oeiras. L – Estabelecemos, em cerimónia solene e festiva, um protocolo de geminação com o Rotary Clube do Mindelo, e do qual muito se espera em termos de cooperação, tanto mais que em Oeiras, reside uma das maiores comunidades de Cabo Verde, que escolheram Portugal, como destino de esperança. M – Um muito particular destaque para a atribuição, ao Centro de Paralisia Cerebral de Oeiras - Nuno Belmar da Costa, instituição de grande excelência no apoio a deficientes cerebrais, de uma SALA SNOZELEN – espaço tecnologicamente adaptado para o relaxamento e descompressão deste géneros de utentes. Este importante subsídio, internamente referenciado por Subsídio Equivalente, contou com a participação a 50% da Rrotary Foundation, mas com a condição incontornável de que 25% teriam de ser subsidiados por outro Rotary Club no Mundo (neste caso foi um R C do Brasil), sendo os 25% iniciais, da responsabilidade do Rotary Club promotor do projecto e que neste caso foi o R. C. Oeiras – Estes projectos visam também, a cooperação entre clubes rotários, sem afinidades geográficas, mas que comungam do mesmo sentir e agir…dar de si, antes de pensar em si.

Com a sensação grata de dever cumprido, aqui vos apresentei o trabalho do RCO, com o estrito intuito de prestar CONTAS PÚBLICAS A QUEM NOS AJUDOU…e a quem ajudamos. É um dever de transparência. Agradeço a todos os meus Companheiros pelo excelente trabalho que realizaram.»

O Presidente tocou o sino, encerrando assim o ano rotário 2010-2011

Passou-se então à transmissão das insignias de Presidente. Dias Costa colocou ao Companheiro Esteves Guerra a insignia de Presidente e o respectivo colar, onde constam os nomes de todos os presidentes do Clube, e este colocou na lapela do presidente cessante o emblema de PastPresidente.


O novo Presidente tocou o sino, dando assim inicio ao novo ano rotário 2011-2012 O Comp. Esteves Guerrae tomou então a palavra, começando por cumprimentar os componentes da mesa da Presidencia e todos os presentes, tendo dito: « Começo por dar os parabens ao Comp. Dias Costa pelo excelente ano que tivemos. O Rotary C. de Oeiras está também de parabens; pelo segundo ano consecutivo recebe uma menção Presidencial, e nestes últimos 5 anos recebeu 4. O que significa que cumpriu as metas estabelecidas pelo R.I. para além de muita outra actividade que desenvolveu na comunidade. Não quero deixar de cumprimentar também o meu particular amigo Livio Carneiro da Silva, a quem agradeço a presença com sua esposa a nossa querida Julia, foi o nosso 5º Presidente e nesse ano o Clube recebeu a sua Primeira Menção Presidencial. Aproveito para endereçar um Cumprimento especial aos nossos amigos Pepe e Lomba, que também já foram presidentes do Clube, e quero enviar daqui um abraço especial ao Coronel Ferreira Pinto, também ele Presidente, ano em que o Clube recebeu a Medalha de Prata de Mérito da Cmara Municipal de Oeiras, bem como a sua terceira Menção Presidencial . Este nosso ex-companheiro (que não pode estar presença por razões familiares) está a realizar o programa de informação rotária que iremos implantar no ano que agora começa. Por Falar de C.M de Oeiras, é com grato prazer que registo a presença do nosso querido amigo Dr. Paulo Vista, Vice Presidente da C.M. de Oeiras, Obrigado ... Agradeço a Presença do nossa querida Governadora Assitente Mara Duarte, ainda Presidente do R. C. de Algés. Aproveito a tua presença para fazer uma especie de transmissão de tarefas de Governadores assistentes. ... entregando-lhe este dossier com os relatórios dos clubes do G8 do ano que agora termina. Quero partilhar aqui convosco o orgulho que sinto, como rotário e Gov. Ass., nos Clubes do Grupo 8,: Cascais, Parede Carcavelos, Carnaxide, Oeiras e Algés, porque não só realizaram um excelente ano rotário, como todos foram comtemplados com Menção do Presidente de Rotary Internacional, Ray Klinginsmith. Igualmente um cumprimento especial aos nossos 2 presidentes dos Clubes afilhados, aqui presentes Fátima Guerreiro de Liosboa-Belém e Domingos Carmona e J.Ferreira Pinto do R. C. Parede-Carcavelos, bem como do Presidente do R. C. de Cascais, Comp. Luís Vitorino Marques. E é altura de lembrar os Companheiros que nos antecederam e já nos deixaram, Marques Coelho ( 2º Presidente), Vitor Neves (3º Presidente), Vitor Alcantara (11º Presidente) e Serafim Neves, o nosso fundador Jorge Ataide Lobo e o fundador dos Clubes afilhados aqui presentes Belem e Parede, e de mais 11 Clubes que fundou, o saudoso António José Saraiva. Eles marcaram de forma indelevel a história do nosso Clube.Para eles peço uma salva de palmas. Saudo ainda todos os presentes, a quem agradeço o estarem connosco e dou um obrigado especial ao Presidente Carlos Morgado da J F Oeiras, nosso sócio honorário, pela riquissima e continuada colaboração que nos tem prestado, bem com à Dr.º Maria Seifi e ao Sr. Coronel Carlos Sernadas Director do CASO e ao Coronel Fazendeiro, também do CASO, em sua representação. Espero poder continuar a contar com a vossa imprescindivel colaboração. O Lema do Ano que agora acaba, em que o Presidente de RI pedia para Reforçar comunidades e unir Continentes, tem de facto uma grande força – A força dos Propósitos de Rotary. Todos nós somos parte de uma comunidade, de um país de um continente, do Mundo.


Quando alguém precisa, sofre ou desespera, é nossa vocação ampará-lo, ajudá-lo, socorrê-lo, ser solidário. Por isso quando a sirene do socorro toca, devemos acorrer porque no fundo ela toca também por nós. É este o sentido mais profundo do lema do ano rotário que agora começa: “Conheça-se a si mesmo para envolver a Humanidade”, diria que é a face pessoal do lema anterior. Quem sente assim, pensa e age e é consequente com este sentimento, é Companheiro, é Amigo, é Rotario, mesmo que não pertença... ainda ao Rotary. É este serviço, sem vedetismos, porque em Rotary todos os cargos são efémeros , que dá força ao movimento e nos obriga a aclamar apenas uma vedeta – o Rotary. Companheiros, para levarmos por diante as nossas ambiciosas tarefas , sabendo todavia que há muito mais que ficará por fazer, que conto com a vossa amizade e empenho. Conto com todos os Companheiros do Clube. Todos! E agora tenho a honra de vos apresentar o Conselho Diretor do Clube para o Ano Rotário 2011-2012 Dias Costa – Dificil tarefa das relações públicas na qual conta já com a colaboração do Companheiros Rogério ; e da angariação de fundos, na qual terá a colaboração dos Companheiros Fausto, Mary, Madalena e Alda. Delfim Monteiro – o nosso próximo presidente e também secretário e o segundo secretário, Companheira Lurdes Torres José Tavares - que tão competentemente tem gerido as finanças do Clube Madalena Monteiro: Protocolo , tarefa espinhosa a par do seu projeto Moda, que desenvolveu ( e já deu frutos – a Joaquina. Este ano será o 2º módulo) no sentido de dar uma enxada a quem precisa de ter uma nova profissão. Já tem neste projecto a ajuda da Companheira Ivone Mary Sampaio – Administração do Clube,. Vamos precisar muito da sua competência organizativa. Na parte da divulgação das ações do Rotary de Oeiras, tem na nova Companheira Maria João uma excelente ajuda, pois já nos colocou no facebook. No Companheiro Dinis da Fonseca tem um excelente mentor das ações de informação rotária já delineadas. Terá também, entre outras, a agradavel tarefa de organizar ações de Companheirismo, convivios rotários e passeios culturais para obtenção de fundos. A organização dos programas do Clube...etc. José Neno – Quadro Social e Relações Institucionais; Tarefa dificil a do quadro social, mas felizmente com a entrada da Comp. Maria João, atingimos os 18 membros o que significa que recuperámos da situação criada ao Comp. Olegário no ano em que foi Presidente. Em pouco mais de 2 anos reposemos e ultrapassamos o número de sócios que existiam nessa altura. É nosso propósito chegar ao final do ano com , pelo menos, 20 sócios. Ana Maria Baptista – Bolsas de estudo e Fundações Rotárias. Um trabalho de grande valor para o Clube e para a Comunidade


Delfim Monteiro – Como futuro Presidente ficará com aCoordenação dos Projectos das Avenidas de Serviço: Serviços à Comunidade – Fausto Leitão – Vai continuar o excelente trabalho que tem vindo a desenvolver no apoio aos Bancos alimentares , ( um especial agradecimento ao Continente, que muito nos tem ajudado nesta tarefa), Apoio social de vária ordem, Saude, Combate à Solidão, etc. Serviços Profissionais – Fernanda Veloso – dando continuidade aos programas com as Escolas: Ética e Solidariedade: Prova Quadrupla, O Aluno melhor Companheiro, Desenvolvimento profissional –projeto Moda; Apoio escolar etc. Serviços Novas Gerações – Alda Pereira – onde vamos apoiar os movimen tos de juventude Rotaract, Interact, liderança – RYLA, e se possivel Intercambio de Jovens. Serviços Internacionais – Olegário Jaques – Dar sequência às Geminações com Cáceres e Mindelo – CaboVerde, Bolsas Internacionais e apoio a programas internacionais, como a Associação Acácia e outros.

E ainda, conto com os voluntários que este ano nos ajudaram em algumas ações práticas. Espero revitalizar o Nucleo Voluntário Comunitário de Rotary, para o que conto também com a colaboração da nossa voluntária

Teresa Barbosa. Termino. Pedindo para todos nós, que vamos suar as estopinhas para arranjar fundos que concretizem o plano que a comunidade e o momento actual nos exige, uma salva de palmas. Agradeço aos componentes da mesa, às Instituições aqui representadas, a todos a paciência, atenção e sobretudo a presença; e também a presença de antigos Companheiros. Obrigado por terem vindo. Lembro a reunião do dia 22, muito interessante... no Forte das Maias, em colaboração com a Associação Espaço e Memória – Tema: Fernão Mendes Pinto pelo Professor Jaime Neves. – Não Faltem! A todos desejo as maiores felicidades. Um bom regresso a casa e uma boa semana. Muito Obrigado e Bem hajam » Ao tocar o sino, deu por encerrada a reunião.


Dia 11 de Julho – Reunião de Café, na Sede Programa da Reunião: Análise e apresentação dos Projectos oportunamente submetidos ao Clube Esteves Guerra iniciou a sessão ás 21,15h, dando as Boas Vindas aos Companheiros. Seguiu-se a Saudação das Bandeiras, para a qual foram convidados os Companheiros: RogérioCarneiro, Bandeira Nacional; Ludes Torres, Bandeira do Rotary e M.João Melo Gomes, Bandeira da Autarquia. Presidente Esteves Guerra apresentou o novo Hino do Rotary Internacional que tem letra sobre um tema orquestrado para uma canção do Frank Sinatra. Seguiram-se os momentos da Secretaria e Tesouraria Secretário Delfim Monteiro - leu o correio, havendo apenas a destacar dois convites para participar em actividades de dois Clubes da Linha. O primeiro era do Rotary Clube de Cascais com uma Palestra proferida por Rosa Araújo e o segundo do Rotary Clube Lisboa-Centro para a Transmissão de Tarefas que terá lugar no dia 12 do corrente, no Hotel Corintea em Lisboa. Delfim Monteiro sugeriu ainda que se reformulassem os Procedimentos do Clube quanto á Correspondência recebida (ficou agendado para o próximo Cons. Diretor) Tesouraria José Tavares – Fez o balanço do Jantar de ‘Transmissão de Tarefas’ que teve lugar no dia 4 de Julho pelas 20,30h no Hotel Real Oeiras, estiveram presentes 56 pessoas. Esteves Guerra - entregou ao Comp. Tavares um documento mostrando o modo como gostaria que na próxima Assembleia do Clube fossem apresentadas as Contas referentes ao ano transato. Solicitou ainda aos Companheiros, o favor de acertarem todas as dívidas para com o Clube, relativas ao ano Rotário anterior, até ao fim de Julho.

Mensagem do Presidente ’Kalyan Banergee‘. enviada por Rotary International Esta mensagem foi lida pelo Presidente Esteves Guerra:

LEMA DO ANO « CONHEÇA-SE A SI MESMO A FIM DE ENVOLVER A HUMANIDADE »

Novas oportunidades para mudanças Positivas Cada novo ano rotário traz novas oportunidades: um novo Lema, novos dirigentes e administradores e novos serviços em Rotary. Procuramos saber como ajudar, que problemas abordar, e como contribuir para um mundo melhor. Buscamos onde a mudança é necessária, e como podemos materializar mudanças positivas.


Neste novo ano rotário, peço que todos os rotarios sonhem para dentro de si, a fim de encontrar a força necessária para causar as mudanças das quais o mundo tanto precisa. Com nossa ênfase na família, continuidade e mudança, vamos trabalhar juntos por um mundo mais seguro, saudável e alegre. 2 Para motivar e inspirar os clubes em prol de mudanças, e para reconhecer aqueles que causam um impacto extraordinário em suas comunidades, estabelecemos um novo prémio, o Prémio Instrumento de Mudança. Saiba mais a respeito dele e faça do seu clube um instrumento de mudança! Em Rotary nosso potencial é infinito, e temos muito a ganhar ou perder. Sendo assim, neste novo ano rotário, dediquem-se ao máximo a Conhecerem-se a Si Mesmos para Envolver a Humanidade. Julho 2011

RELATÓRIO das COMISSÕES Serviço á Comunidade

(Fausto Leitão, responsavel por esta Avenida de Serviço, informou o Clube que estaria de férias, pelo que não poderia participar na reunião)

Madalena Cavalheiro, Atelier de Costura - informou que as Fichas para a inscrição das futuras utentes já estão prontas. O Curso de Costura deverá estar a funcionar já no final do mês de Julho. Visitou a Casa destinada a esta Acção com a companheira Lurdes e o Engenheiro Sergiu Culicov que se encarregará das obras deste espaço e a quem foi pedido um Orçamento. O chão de duas das salas está muito danificado e numa delas ruiu completamente. Prevê-se que o custo da sua reparação seja elevado. Jantar dia 22 de Julho Madalena - foi efectuada uma visita ao Forte das Maias com a Companheira Lurdes Torres, a Decoradora e o Profissional que se encarregará dos melhoramentos necessários de forma a que as instalações estejam em condições para a realização do Evento do próximo dia 22 do corrente mês. Ainda esta semana iniciar-se-á a pintura deste espaço. Esteves Guerra – informou que quando essas obras estiverem terminadas, a Associação Cultural “Espaço e Memória” gostaria de visitar o Forte, É necessário saber a capacidade da Sala para o Evento do dia 22 de Julho. Existe uma estimativa do número de pessoas que eventualmente participará: cerca de 70. «Projeto dê tampinhas dê Esperança» Fomos contactados pela Escola de Talaíde para procedermos à recolha de ‘Tampinhas’ e também a Dra. Valentina da J.Freguesia de Paço d’Arcos solicitou o mesmo. Esteves Guerra informou que as recolherá na próxima quarta-feira pelas 11h. Comissão das Novas Gerações Alda Maria - apenas na próxima Reunião os assuntos da sua Avenida serão apresentados. Esteves Guerra – lembrou a Jovem da Escola de Talaíde que ficou muito entusiasmada com o RYLA e a subsequente reunião na Escola onde esteve presente o representante do Rotaract do Distrito. Deveremos ter uma Acção para envolver os Jovens entre os 16 e 17 anos, na tentativa de formar um Rotaract ou Interact. Ivone Martins - gostaria de trabalhar com crianças dos 8 aos 10 anos, tendo já algumas ideias para a sua concretização. Estas Acções seriam mais dirigidas a miúdos de classes desfavorecidas e com algum grau de dificuldade de aprendizagem.


José Neno - Acolheu esta ideia com agrado, informando que será possível aplicar estas Acções precisando no entanto de saber da possibilidade e horário para aplicação nas Escolas do Concelho. Irá contactar a Dra. Maria Amália da Junta de Freguesia de Oeiras, que nos poderá ajudar com a informação necessária á sua execução. Informou ser possível que algum Grupo de Escolas mais perto (Oeiras?) esteja interessado visto tratar-se de uma Acção bastante necessária tendo em conta a dificuldade de aprendizagem de algumas crianças da nossa zona. Esteves Guerra - lembrou que bem perto do Rotary existe a Casa da Fonte com miúdos que certamente beneficiariam com esta Acção. Poderá falar com a Dr. Santinha, embora saiba que já têm muitas actividades.

Comissão da Rotary Foundation Serviço Internacional Olegário Jaques - Agradeceu a presença do R.C. do Mindelo e solicitou a Esteves Guerra as datas para a deslocação dos Companheiros do Clube a Cabo Verde. Gostaria de iniciar contactos com o Rotary Club de São Tomé para uma futura Geminação. Maria João - irá esta semana ao Rotary Club Lisboa-Belém e falará com um Agente de Viagens seu amigo que estará neste Clube, a quem solicitará um preço de grupo para esta viagem. 4 Esteves Guerra - Tem conhecimento que o R.C. da Portela já tem alguma ligação com eles, pois realizou um Subsídio Equivalente com o R.C. de São Tomé para uma Escola.. Informou ainda, ter contactado com o Rotary Clube de Cáceres solicitando a marcação de uma nova data para a nossa visita. Lembrou que a Reunião do Conselho Directivo seria na Casa Amarela, no dia 16 sábado. A Reunião foi dada por terminada ás 23h. Presentes: Esteves Guerra, Delfim Monteiro, A. Dinis da Fonseca, Mary Sampaio, Ana M. Baptista, Alda M.Pereira, Ivone Martins, José Neno, Madalena Cavalheiro, Olegário Jaques, José Tavares, Rogerio Carneiro, M.João Gomes, Lurdes Torres. ( frequência: 78 %).

Dia 16 de Julho – Conselho Diretor No Dia 18 de Julho, sábado, na casa do nosso Presidente – a Casa Amarela - , no CADAVAL, reuniu-se o Conselho Diretor. Da proficua reunião de trabalho, daremos conta na respetiva Acta. Aqui fica apenas a reportagem fotográfica dos momentos de agradavel convívio com as Companheiras e Companheiros, recebidos com amizade a afeto pela anfitriã Maria Teresa.


E assim terminou, uma alegre e produtiva jornada de convivio, nĂŁo sem que antes se tivesse trabalhado muito a sĂŠrio


Dia 18 de Julho – Assembleia de Clube SEDE Esteves Guerra iniciou a sessão ás 21,15h, dando as Boas Vindas aos Companheiros. Seguiu-se a Saudação das Bandeiras, para a qual foram convidados os Companheiros: Olegário Jaques a Bandeira Nacional; Dinis da Fonseca a Bandeira Rotária e Dias da Costa a Bandeira da Autarquia

Protocolo

Madalena - fez o Protocolo dando-nos conhecimento de algumas efemérides de relevo a nível mundial, neste preciso dia, dos quais destacamos : No ano de 1925, Adolf Hitler publica o seu manifesto pessoal de ‘Mein Kampf’, nasceram: Nelson Mandela, Prémio Nobel da Paz; Padre António Vieira notável Prosador e o mais conhecido Orador religioso português; Jane Austen, Romancista, autora de entre outros, de Orgulho e Preconceito; Nadia Comaneci, que foi a primeira pessoa na História dos Jogos Olímpicos a marcar um 10 perfeito em Ginástica no ano de 1976. Faleceu em 1610, Michelangelo Merisi, Pintor, mais conhecido como Caravaggio. Seguidamente anunciou o

Programa da Reunião: 1- Discutir, definir e aprovar o Programa de Actividades do Clube para o Ano Rotário 2011-2012 2- Analisar e aprovar as contas de 2010-2011 3- Outras deliberações gerais

Secretaria -Delfim Monteiro, Recebidos Convites de outros Clubes Rotários para participação nas suas Actividades. Futuramente a Lurdes enviará a Folha Informativa por correio electrónico, para cada um dos Companheiros. Informação Rotária: Sob o Tema “ A Filosofia do Rotary” foi feita pelo Companheiro Dinis da Fonseca. Madalena – lembram a importancia da divulgação das noticias sobre as ações do Clube, na Imprensa local, mas nomeadamente tem verificado uma grande lacuna sobre as actividades do Clube nos meios de informação do próprio Rotáry. Maria João – informou estar a gravar CDs sobre todos os Eventos do Clube, no Ano Rotário 20102011 e que os porá á disposição dos Companheiros, será uma forma de Angariação de Fundos.


Dias Costa - O seu ano á frente do Clube, como Presidente, não terá corrido muito bem no aspecto Folha Informativa, mas gostaria que em conjunto com Esteves Guerra fosse feito um Boletim sobre o seu Ano. A partir de Setembro, Esteves Guerra começará a ordenar texto e fotos, com esse objetivo. Fausto – informou que embora estejam quase em ordem os assuntos pelos quais é responsável, irá entregar até ao final do mês o que estiver em falta. Congratulou-se por continuar nos Serviços á Comunidade e espera poder fazer este Ano um trabalho mais profícuo. Rogério – Lembrou a necessidade de se actualizar a Lista telefónica e dos telemóveis dos Companheiros. Tendo-se suscitados várias dúvidas, Esteves Guerra pediu ao Companheiro Dinis para explicar o que é uma Assembleia de Clube: - “a Assembleia marca o programa que se vai estabelecer . O Programa do que se vai fazer durante o Ano“. Olegário Jacques - lembrou que há Assembleias obrigatórias e que a do início do Ano Rotário é uma delas. e Esteves Guerra, completou - “a Assembleia trata assuntos que afectam todos os Sócios do Clube.

O Conselho Director toma decisões correntes, mas quando a decisão afecta todo o Clube, como por exemplo um aumento de quotas, tem que convocar uma Assembleia para que essa decisão seja aprovada e só depois vincula os Sócios. É nesta Assembleia que se aprovam as Contas do Clube. Como ainda não aprovámos as Contas de 2010/2011, fá-lo-emos em Dezembro quando se fizer a eleição do Presidente para o Ano seguinte. Se não for possível, então teremos que fazer uma Assembleia específica para esse fim”.

1ª ASSEMBLEIA DO CLUBE Esteves Guerra iniciou este período dizendo:- “vamos falar do Programa que todos receberam. Nos vossos Quadros, existe atrás de algumas rubricas uns pequenos quadrados marcados com uma cor, estas são Acções que o Rotary Internacional recomenda e que este Ano contam para a menção presidencial. Por exemplo:  Na Administração do Clube: no Companheirismo, recomenda que se façam 3 Acções.  Quando houver Acção de Angariação de Fundos estas estejam relacionadas com uma actividade.  Que se aumente o Quadro Social e se convidem mais Sócios a participar nas actividades do Clube, Passemos agora a analisar os Planos de Ação para cada Avenida de Serviço.

Administração do Clube

Mary - “qual o ’Timing’ para a Folha Informativa, vai ser enviada a quem? Gostava de saber se os assuntos são compilados e qual a data“. Esteves Guerra - “isso cabe a vós determinar. A Folha Informativa é semanal.


Mary - “‘Timing’ para as informações a enviar às Revistas, como para os Cabazes de Natal, as Acções na Páscoa, etc. em que período tem que dar entrada“. Esteves Guerra respondeu que seria a Mary a definir. O Portugal Rotário sai trimestralmente“. Sendo assim, Mary compromete-se que depois do acontecimento a informação seguirá entre dois três dias“. 3 Dinis da Fonseca - “a Nota pode chegar e já não entrar nessa Edição por falta de espaço, porque a Edição já saiu, ou estar já fora de interesse. Não depende do delegado nem do Clube. O que houver daqui para a frente, enviarei, desde que seja relevante para o Clube. Irei enviar uma Nota sobre a Reunião de sábado porque ela foge á rotina“. Esteves Guerra - “a Festa da Madragoa no Jardim de Oeiras foi muito importante e não se fez notícia“. Os Companheiros foram informados por Maria João que já estava no Facebook. O “ press release” feito por Dias Costa deve ser enviado ao Comp. Dinis da Fonseca“. Esteves Guerra perguntou se havia algo mais sobre a Administração do Clube pelo que se passou á votação e todos votaram favoravelmente.

Angariação de Fundos

Dias Costa - disse que se recusa a fazer qualquer Evento com o Hélder Coutto sem ele primeiro vir ao Clube e pôr as Quotas em dia. Quanto ao resto, cumprirá o Programa proposto.

Para a angariação de Bolsas de Estudo, Dias Costa solicitou a colaboração de Rogério Carneiro. Sobre o Organograma ‘Plano de Liderança do Clube’ Fausto gostaria de saber o que quer dizer Outros, Esteves Guerra “não podemos dar uma perspectiva de todas as Acções que se irão realizar. Há uma responsabilidade do Departamento. Há Companheiros que estão envolvidos na Avenida têm ideias para Projectos de angariação de Fundos, que serão os mais variados que quiserem. Este é o significado de Outros.”

Serviços Profissionais - Fernanda Esteves Guerra - informou a Companheira Fernanda que a sua Avenida tem uma série de valências que têm a ver com as indicações do Rotary Internacional. Prova Quádrupla, o Rotary Internacional diz para levar a Prova Quádrupla a três Instituições de Ensino e nós só fizemos uma o ano passado, à que ampliar. Poderemos fazer com a Escola Sebastião e Silva, Escola de Talaíde e S. Julião. A informação sobre Carreiras depende das Escolas, teremos que informar que estamos interessados.

Comissão de Educação e Ética

Esteves Guerra – sugeriu que “deveriamos tentar difundir a Prova Quádrupla entre os Quadros de Empresas sedeadas no Distrito“. Igualmente sugere “o Rotary Internacional que sejam distribuído pelos Membros do Clube os princípios do Profissional. Reconhecimento Profissional “peço que os companheiros vão pensando na pessoa ou pessoas que mereçam reconhecimento como o Profissional do Ano na área de jurisdição do Clube, (Oeiras, Paço d’Arcos, Porto Salvo e Caxias).


Seria um Evento para Novembro, porque em Outubro teremos a visita do Governador“. Fernanda gostaria de saber quem iria colaborar com ela nos próximos Serviços Profissionais. Esteves Guerra informou que seria a Fernanda a fazer a escolha. Convidaria os Companheiros que quisesse e depois comunicaria ao Clube numa próxima Reunião.

Serviços á Comunidade-Fausto Congratulou-se em continuar com esta Avenida e propôs que em vez das quatro fossem três as Comissões; C.R. Apoio à Comunidade, C.R. Saúde, C.R. Ambiente. Gostaria que a Comissão Rotary Solidão, ficasse englobada no apoio á Comunidade. Para o Apoio á Comunidade fez o convite ao Alberto, à Mary, á Ana Maria, ao Rogério e á Lurdes, exemplo para o Continente. Para a Comissão Rotay Saúde, pediu ao Olegário, á Madalena e ainda á Mary por causa do Rastreio que ela fez. E para a Comissão Rotary Ambiente, já tinha convidado a Maria João. Esteves Guerra - gostaria que em relação ao Ambiente se fizesse uma Acção sobre a

‘Pegada de Carbono’. (a P.C. mede a quantidade de CO2 que produzimos no nosso dia a dia- é a forma de medirmos o nosso impacto no meio ambiente) “Distribuem-se 5 folhas pelos Companheiros que as preenchem á mão. A tratamento informático“. A Maria João disponibilizou-se para fazer o computo anual.

Maria João fará o

Novas Gerações - ALDA

Esteves Guerra - “a Companheira Alda Maria disse não haver nada de especial a indicar para esta Sessão. Quanto ao Rotaract vamos tentar ajudá-la, na medida do possivel, a formar um Rotaract”. Relativamente ao Projecto Estágios por um dia , Esteves Guerra pediu aos Companheiros Dias Costa e Rogério que ajudassem a Companheira Alda a concretizar esta Acção. São as pessoas indicadas por conhecerem muitas Empresas. Dias Costa pediu a colaboração do Companheiro Rogério para este assunto.

Serviços Internacionais - Olegário Jacques Informou estar á espera de resposta de Cabo Verde. Considera que “é necessário fazer alguma coisa com S.Tomé como fizemos com Cabo Verde e Cáceres “. Esteves Guerra deu conhecimento aos Companheiros que o Conselho Director falou em contribuir com €1.700 para a Rotary Foundation, para o Fundo de Programas em nome dos Companheiros e outros 1.700 em nome do Clube. A Rotary Foundation está a precisar muito de aumentar o seu Fundo de Programas para poder apoiar mais Projectos Humanitários. Chamou a atenção para o que está a acontecer no Mundo, nomeadamente no Corno de África. É uma das maiores tragédias do Mundo actual, a maior seca em 60 anos está a afectar 12 milhões de pessoas na Somália, Quénia, Etiópia, Uganda e Djibuti.


O maior campo de refugiados do Globo está em Dadaab, no Quénia, existem mais de 380 mil refugiados que vivem neste campo. Só no Campo de Dolo Ado, na Etiópia, morrem 60 bebés por dia, sub nutridos. Temos que ajudar, mas ter a certeza que essa ajuda chega mesmo a quem precisa dela”. Concluída a Ronda das Avenidas, o Programade Ação foi posto á votação, tendo sido aprovado por unanimidade. Os outros dois itens da Agenda da Assembleia já foram anulados, ficou assim terminada a Assembleia .

A Companheira Madalena falou de seguida nas actividades previstas para a Comp.ª Ivone, dizendo já a ter convidado para a ajudar no seu projeto Moda. Igualmente se recordou, que na reunião de Transmissão de Tarefas, tinha ficado estabelecido que a Companheira Ivone ficaria com a Fernanda, nos Serviços Profissionais. Esteves Guerra ainda esclareceu, que para além do seu projeto que o Comp. Neno prometeu ajudar, a propósito da formação de um Rotaract, este projeto implica muita coisa, há muitas Acções com Jovens que vai ser necessárias implementar durante o ano”. Sobre o jantar do dia 22 ficou estabelecido: “neste momento a A. Espaço e Memória já têm 45 inscrições, temos que saber quantas pessoas do Clube vão querer estar presentes, porque a sala leva apenas, cerca de 75 pessoas. O preço do jantar será de €20 por pessoa“. O Presidente encerrou a Reunião ás 23,30h, desejando boa semana aos Companheiros.

Presenças: Esteves Guerra; Delfim Monteiro; Ivone Martins; Rogério Carneiro; Fernanda Veloso; Mary Sampaio; Dias Costa; Dinis da Fonseca; Olegário Jaques; J.Tavares; Fausto Leitão; M.João Gomes; José Neno e Lurdes Torres

No passado dia 30 de Julho, foi entregue a uma utente do Banco Alimentar do Centro Paroquial de S. Julião, um carrinho de bébé, entretanto angariado pelo Clube, através da Companheira Mary Sampaio. O casal Guerra, procedeu à entrega. Na foto, a avó da bébé, no momento em que recebia o carrinho.


Dia 22 de Julho – Jantar Palestra FORTE DAS MAIAS

Fernão Mendes Pinto Está o Rotary Clube de Oeiras, empenhado em realizar este ano rotário 2011-2012, dentro do seu programa de atividades informativas, formativas e culturais, uma série de palestras sobre Fernão Mendes Pinto, associando-se assim às comemorações dos quinhentos anos do seu nascimento, que estão a decorrer no periodo 2009 a 2011, segundo a datação provavel do seu nascimento. O próprio Fernão Mendes Pinto o diz: « ... E tomando por principio desta minha peregrinação o que passei

neste reino, digo que depois que a passei a vida até idade de dez ou doze anos na miséria e estreiteza da pobre casa de meu pai na vila de Montemor –o-Velho, um tio meu, parece que desejoso de me encaminar para melhor fortuna, me trouxa à cidade de Lisboa e me pôs no serviço de uma senhora de geração assaz nobre e de parentes assaz ilustres, parecendo-lhe que pela valia assim dela como deles poderia haver afeito sobre o que ele pretendia para mim. E isto era notempo em que na mesma cidade de Lisboa se quebraram os escudos pela morte de El-Rei D. Manuel, de gloriosa memória, que foi em dia de Santa Luzia, aos treze dias do mês de Dezembro do ano de 1521, de que estou bem lembrado – e de outra coisa mais antiga deste reino me não lembro. » Neste sentido a pedra de toque desta programação cultural está, para além de divulgar a Peregrinação, magistral obra do autor, como um acto de não resignação relativamente ao mundo actual, através das mensagens nela inscritas de aventura, descoberta, tolerância e diálogo, em aproveitar este tema para divulgar a diáspora portuguesa no oriente. Fernão Mendes Pinto é de facto uma marca de Portugal no Mundo.

Este iniciativa iniciou-se no passado dia 22 de Julho, em parceria com a Associação Cultural «Espaço e Memória», com um jantar palestra, pelo professor Jaime Neves, no Forte das Maias em Oeiras, sobre Fernão Mendes Pinto.


Iniciou-se o Jantar, muito bem servido pelos serviços do C.A.S.O. , com os aperitivos tomados nno terraço do Forte, seguido do jantar dentro da sala que estava posta para 80 pessoas. O Companheiro Esteves Guerra, deu as boas vindas aos presentes, agradeceu a colaboração da Associação Espaço & Memória, na pessoa do seu Presidente Dr. Joaquim Boiça e agradeceu aos Companheiros em geral, o esforço feito para que a sala tivesse o aspeto e decoração que todos apreciaram, e particularmente à Companheira Madalena, grande impulsionadora desta transformação, na qual foi muito bem secundada pelas Companheiras, Lurdes Torres, Fernanda Veloso, Ivone Leite e Mary Sampaio.

Aspeto da sala onde decorreu o banquete

Entrega de um diploma de reconhecimento e um galhardete do Rotary Clube de Oeiras à Bailarina, Professora Mariana Elieza.


Iniciou-se o Jantar, muito bem servido pelos serviços de cantina do C.A.S.O., durante o qual se estabeleceu um animado convivio entre os parceiros de mesa. Durante este periodo tivemos o privilégio de contar com a presença da Professora de dança, Mariana Elieza, que nos deliciou, durante alguns momentos, com uma interessante dança dos leques. No final, o Presidente do Rotary, Esteves Guerra, agradeceu a presença da Prof.ª Mariana e entregou-lhe um diploma de reconhecimento e um galhardete do Rotary. Quase no final do Jantar, o Sr. Dr. Joaquim Boiça, Presidente da Associação «Espaço & Memória» fez a apresentação do palestrante, Professor Jaime Neves. Iniciou-se a palestra, com a apresentação de vários mapas, identificando as viagens descritas na Peregrinação, tendo o Professor Jaime Neves centrado a sua atenção, nalguns aspetos das deambulações de Fernão Mendes Pinto pela China, fazendo uma breve referência à Rota da Seda e das Especiarias.


A dissertação continuou, depois falando-nos de um episódio em que Fernão Mendes Pinto descreve os modos de vida dos “ ...sacerdotes desta bestial e diabólica seita.” Que adoravam uma divindade resultante do cruzamento da tartaruga Mijanga com um cavalo-marinho chamado Tribenvucão. Seguidamente falou, entre outras coisas da «Lenda do Templo da Minjang, tendo-se socorrido da voz da Dr.ª Maria Emilia Mendonça que nos deliciou com uma primorosa leitura da referida lenda. E terminou a palestra com algumas perguntas e os aplausos da assitência.

No final o Presidente do Rotary Clube de Oeiras agradeceu ao palestrante e igualmente lhe entregou um diploma de reconhecimento e um galhardete do Clube.

O Dr. Joaquim Boiça e o Comp.º Esteves Guerra, agradeceram a todos a presença e participação, manifestando a intenção de proceder a novas realizações deste genero. O Dr. Boiça ainda manifestou o interesse e disponibilidade de estabelecer com o Rotary Clube de Oeiras um protocolo de colaboração, o que foi recebido com agrado pelo Rotary de Oeiras. E asim terminou a reunião, não sem que antes o Rotary tivesse agradecido, pela boca do seu Presidente a colaboração e disponibilidade do Coronel Diretor Sernadas e o trabalho e empanho do Tenente-Coronel Paulo e de todos que com ele colaboraram para o êxito deste jantar. Este ciclo de actividadees, terá continuação com mais quatro palestras, sendo a próxima sobre os portugueses na China e em Macau, no dia 30 de Setembro, seguindo-se a India, Malásia e Ceilão, e Japão.


Pegada de Carbono

Definição: A pegada de carbono mede a quantidade de dióxido de carbono (CO2) que produzimos levando apenas em conta a nossa actividade diária. A ida para o trabalho de carro, um movimento do interruptor da luz ou um vôo para fora da cidade, tudo isso utiliza combustíveis fósseis, como petróleo, carvão e gás. Quando os combustíveis fósseis são queimados, emitem Gases com Efeito de Estufa (GEE), como o CO2, que contribuem para o aquecimento global. Todo o oxigênio da atmosfera é renovado a cada 2 mil anos pelo processo da fotossíntese. Este número ilustra a importância das plantas como organismos renovadores do oxigênio, pois retiram o gás carbônico libertado na nossa respiração ou na queima de combustíveis e ao final libertam oxigênio para a atmosfera. A queima de toneladas de combustíveis fósseis todos os dias contribui para o incremento da quantidade de CO2 na atmosfera. Calcula-se que a quantidade de energia livre capturada na fotossíntese durante um ano, corresponde a 10 vezes a energia gasta em combustíveis fósseis (petróleo, carvão, gás natural) pela humanidade no mesmo período. A natureza durante milhares de anos fixou esse mesmo CO2 pelo processo da fotossíntese e agora estamos liberando-o na atmosfera, fazendo com que haja um problema global. Como visto anteriormente, o processo da fotossíntese envolve essencialmente a retirada do CO2 da atmosfera devolvendo para a mesma o O2, gerando com isso a purificação do ar. Algumas plantas podem ter um crescimento maior em ambiente rico em CO2, as chamadas plantas C3, caracterizadas por formar como primeiro produto da fotossíntese uma molécula de 3 carbonos, como o feijão. O cultivo de plantas com esta característica poderia ser uma forma de diminuir a concentração de CO2 no ambiente, visto que elas têm um melhor aproveitamento na fixação de carbono em relação a outras que não necessitam de uma concentração elevada do gás, como as plantas C4, caracterizadas por formar como primeiro produto da fotossíntese um molécula com 4 carbonos, como o milho. A energia doméstica, nos países ocidentais, é responsável por cerca de 21% das emissões de CO2. Os transportes são responsáveis por cerca de 1/3 do total das emissões de CO2. Muitas pessoas preocupadas com o ambiente e o aquecimento global geralmente tentam reduzir as emissões de carbono aumentando a eficiência energética de suas casas, tentam diminuir suas quilometragens. Algumas caminham ou andam de bicicleta sempre que possível; outras fazem rotação de viaturas com amigos, utilizam transportes públicos ou investem em veículos elétricos. Outras pessoas começaram a calcular as suas pegadas de carbono para estabelecer um marco - como uma pesagem antes de uma dieta. Projeto: Em Julho, também nós, Rotários, preocupados com o ambiente, organizamos uma ação para alertar os Companheiros para esta realidade, medindo o impacto das nossas reuniões na Sede, no aumento dos GEE. Dadas as localizações dos vários companheiros e o seu modo de deslocação, a nossa Companheira M.J. Melo Gomes determinou que até ao final do corrente ano rotario serão emitidos cerca de 5.000 kg de CO2, para toda a actividade das reuniões, desde a nossa saida de casa até que voltamos; Ou seja, cerca 278 Kg/por Rotário. Em Portugal a média per/capita de 7.900 Kg. (dados de 2005)


O que podemos fazer para compensar esta emissão de CO2 ? 1. Plantar Arvores: Tendo em conta que cada hectare de floresta guarda entre 120 e 150 toneladas de carbono, dependendo do tipo de vegetação (e das estimativas dos cientistas), considerámos em média 135 toneladas de carbono equivalentes a 495 toneladas de CO2. Considerando uma densidade florestal de 1200 arvores por hectare, fácilmente concluimos que precisariamos cerca de 13 arvores para absorver estes 5.000 Kg de CO2 produzidos. 2. Modificar Comportamentos: aumentar a eficiência energética da habitação, tentar diminuir a quilometragem automovel, caminhando mais ou andando de bicicleta sempre que possível; fazer rotação de viaturas com amigos, utilizar transportes públicos ou investir em veículos elétricos. 3. Cotas de compensação ou neutralização de carbono (carbon offsets): permitem que pague para reduzir os gases do efeito estufa global total em vez de fazer reduções radicais por conta própria. A compensação de carbono é um comércio. Quando compra um produto que adere à neutralização, está a financiar projetos que reduzem emissões de gases do efeito estufa (GEE). Os projetos podem ser de reflorestamento, ampliação ou mudanças em centrais elétricas e fábricas ou aumento da eficiência energética de prédios e transportes. O mercado de compensação de carbono permite-lhe pagar para reduzir o GEE mundial total em vez de fazer reduções radicais ou impossíveis de fazer sozinho. As emissões GEE misturam-se rapidamente no ar e, diferentemente de outros poluentes, espalham-se por todo o planeta. Por isso, não importa onde as reduções de GEE ocorram. Importa apenas que menos carbono seja emitido para a atmosfera. A participação no mercado de compensação de carbono é voluntária. As pessoas e empresas podem comprar essas participações para reduzir suas pegadas de emissão de carbono ou melhorar sua imagem ambientalista. Quando compra um certificado de compensação, está a financiar projetos que reduzem as emissões por meio do reflorestamento, modernizam centrais de energia e fábricas ou aumentam a eficiência energética de prédios e transportes A compensação de carbono, entretanto, aumenta a consciência sobre a diminuição do GEE no mundo. Como vamos então compensar esta produção de CO2?

Vamos ficar pela plantação das 13 arvores!

Comissão de Programas e Boletim


Rotary Clube de

OEIRAS Distrito 1960

Ano Rotário 2011-12

01 de Agosto a 30 Setembro 2011

MÊS de AGOSTO,

o de Tarefas

Mês das Reuniões Conjuntas dos Clubes G8 Algés, Carnaxide, Cascais, Oeiras, Parede-Carcavelos

Dia 01 de Agosto – Reunião Conjunta, na Sede do R. C. de OEIRAS Protocolo: Apresentou o programa da reunião e as efemérides do dia. Programa da Reunião: Comunicação: pelo Compan. Adam Dale, investigador na Estação Agronómica de Oeiras. O Tema : “ Os morangos do futuro”. Proposta de trabalho: Delinear ação conjunta de angariação de fundos destinados à Rotary Foundation. Efemérides: 1291- Assinado o Pacto Federal entre Cantões que é o primeiro documento da fundação da Suiça. 1808- Inicia-se a Guerra Peninsular, com o desembarque das tropas do General Wellington em Portugal. 1914 – Russia e Alemanha declaram guerra uma à outra. A 1ª Guerra Mundial, havia começado 3 dias antes a 28 de Julho, com a declaração de guerra dos Países da Entente Cordial ao Império Austro-Hungaro e à Alemanha 1966- A equipa Portuguesa de Futebol que havia disputado o Campeonato do Mundo de Futebol em Londres, é recebida apoteóticamente no aeroporto da Portela. Nesta data nasceram: ............. 10 A.C. o Im perador Cláudio 1744 – Jean Baptiste Lamarck, botânico e zoologo francês 1936 – o estilista Yves Saint Laurent morreram: ............ 1907- o politico Hintze Ribeiro 2009- politica filipina Corazon Aquino

☺ A intervenção do Companheiro Adam Dale, Rotario no Canadá, foi muito apreciada e comentada, revelando aspetos muito interessantes sobre a origem dos morangos, sua cultura e as variedades actuais e futuras, mais importantes.


Nas fotos abaixo, podemos ver alguns dos momentos da reunião em Oeiras. Fotos retiradas do Boletim do R. C. de Carnaxide

e

O Presidente Encerrou a reunião pelas 23 Horas, tendo antes anunciado as reuniões seguintes:

Dia 11 - Reunião no R. C. de Carnaxide

(21:30 H.)

SEDE: Largo Dr. Frederico Freitas, 16 C - Carnaxide

Dia 16 -

Reunião no R. C. de Algés (21:30 H.)

SEDE: R. Placido de Abreu, 12B - Miraflores- ALGES

Dia 25 -

Reunião no R. C. de Parede-Carcavelos (21:30 H.)

SEDE: Hotel Praia-Mar em CARCAVELOS

Dia 30

Reunião no R. C. de Cascais-Estoril (21:30 H.)

SEDE: Av. 25 de Abril, 8- 1º Esq. CASCAIS No final da reunião houve ainda oportunidade para um “café” de confraternização. Estiveram presentes os seguintes Companheiros: R.C.Algés: Ferdinand Baes R. C. Parede Carcavelos: Domingos Carmona, José Ferreira Pinto R. C. de Cascais : Luís Marques, Roberto Carvalho, Antonio Domingos e Augusta Martins R. C. de Carnaxide: Esmeralda, José Manuel e Maria Julia Trindade, Helder Raimundo, Rui Parestrelo e João Antunes


R. C. de Oeiras: Esteves Guerra, Olegário Jaques, Dinis da Fonseca, Dias Costa, Delfim Monteiro, Mary Sampaio, Lurdes Torres, Maria João Melo Gomes, José Neno Palestrante: Adam Dale de um R. C. do Canada

Dia 11 de Agosto – Reunião Conjunta, na Sede do R. C. de Carnaxide Dia 01 de Agosto – Reunião Conjunta, na Sede do R. C. de OEIRAS

Fotos Fotos retiradas retiradasdo doBoletim Boletim do doR.R.C.C.de deCarnaxide Carnaxide


Dia 25 de Agosto – Reunião Conjunta, no R. C. Parede-Carcavelos

Fotos retiradas do Boletim do R. C. de Carnaxide


Dia 30 de Agosto – Reunião Conjunta, no R. C. Cascais-Estoril

Fotos retiradas do Boletim do R. C. de Carnaxide

NOTA: Não existe informação da Reunião conjunta realizada, no dia 16 de Agosto no Rotary Clube de Algés.


O Tema do Mês

Companheiros, o tema do mês é um dos mais importantes que se discute e fala em Rotary, pois ele é a essência dos Clubes. Por isso não resisto a transcrever partes de um interessante artigo do Past-Governador do Distrito 4500, Alberto Bittencourt (Clube Recife-Boa Viagem).

Quadro Social - Reflexões « Alguns clubes tradicionais, mais que cinquentenários, outrora pujantes, dinâmicos, hoje se ressentem da inalcançada renovação. Capengam na rotina de um quadro social decorativo, ineficaz, ausente. Assim sendo, é preciso abrir os olhos. Olhe para seu clube como um jardineiro: verifique se ele está verde e crescendo, ou se está amarelo e morrendo. Quando um Rotary Club, não importa a idade, possui um quadro associativo disperso e desinteressado, avesso a novas propostas e idéias, é um sinal de que ele envelheceu, está amarelo e morrendo. Para manter acesa a chama do ideal de Paul Harris, seu clube deve estar verde e crescendo, o que significa ser eficiente e eficaz, atuante e determinado, consciente de sua força e de sua grandeza. Muitos dizem que o clube é o presidente, se o presidente for bom, o clube vai bem, se o presidente for fraco, o clube vai mal. Ouvi, por exemplo, que os índices de retenção dependem de líderes atuantes no quadro social. Tenho hoje uma percepção diferente: fosse a premissa correta, e teríamos clubes oscilantes, fortes num período, fracos no outro, ao sabor do presidente. Acredito que o que faz o clube não é apenas a pessoa do presidente, mas sim a totalidade do quadro associativo. Um Rotary Club é o reflexo de seus sócios. Clubes de qualidade correspondem a sócios de qualidade, dedicados ao ideal de servir, fieis aos princípios rotários e éticos. Em qualquer sociedade, a ética é antes de tudo a capacidade de seguir as regras que tornam possível a vida coletiva. Há sócios que já nem comparecem. Pouco se importam com os índices de freqüência, muitas vezes esquecidos e ausentes nos boletins do Governador. Aparentemente consideram os trabalhos rotários subalternos. Falta-lhes tempo, disposição, boa vontade para sair da zona de conforto, abraçar a causa, ir à luta por um mundo melhor e mais justo. Outros, contestadores por natureza, costumam levantar dificuldades ante qualquer proposta. Poderíamos chamá-los de personagens-problemas, o contrário do personagem-solução que busca resolver, superar obstáculos, viabilizar empreendimentos. Todo Rotary Club, assim como um team de futebol, depende do trabalho em equipe para atingir suas metas e objetivos. Um team pode ter o melhor técnico, o mais preparado, o mais competente. Ele pode ser um grande líder, mas todo esforço será em vão se o conjunto de seus atletas não estiver à altura, se não houver um verdadeiro espírito de corpo, uma sinergia que faça com que cada jogador pense primeiro na equipe, nos objetivos maiores, para depois pensar em si próprio.


Grandes treinadores e atletas que se tornaram também grandes formadores, são unânimes em afirmar que, para manter o espírito de corpo da equipe, para manter a harmonia do conjunto, muitas vezes torna-se necessário eliminar os focos de desajuste, excluir quem não soma, quem não consegue enxergar além de seu próprio umbigo. A esses, ensinam, não resta alternativa senão a da remoção, mesmo sendo talentosos, de valor individual, mas dissociados dos objetivos maiores do coletivo. Num Rotary Club é a mesma coisa. As regras da convivência harmônica nos obrigam a afastar qualquer forma de arrogância, de preconceito, de intolerância. Entretanto, sabemos que no Rotary, é muito difícil afastar alguém. Daí, nas admissões, a ênfase ser dada na qualidade como requisito precedente à quantidade. Por outro lado, quando um clube possui um quadro social pequeno e um custo fixo elevado, muitas vezes não se pode prescindir do sócio pagador, ainda que ele transgrida as regras de freqüência. Somos, então, levados a contemporizar, mesmo sabendo que a ausência é sempre um exemplo negativo, principalmente para os mais novos. Como proceder? A meu ver, a solução mais viável é procurar rapidamente aumentar o quadro social. Só há um jeito: é falando uma linguagem moderna. É levantando uma bandeira, procurando uma causa que mobilize os jovens, que motive as mulheres, que reacenda nos mais velhos a chama do verdadeiro rotario, que atraia a família rotária. Somente assim seu clube voltará a ser o que era. Lembre-se que a força de um clube não está no número de sócios, mas nos resultados que obtém nas comunidades. Há um ditado africano que diz: “GENTE SIMPLES, FAZENDO COISAS PEQUENAS, EM LUGARES POUCO IMPORTANTES, CONSEGUE MUDANÇAS MARAVILHOSAS.” Este é o Rotary em que acredito. »

Eu também! NOTA: (os sublinhados e os negritos, são da autoria do editor deste Boletim)

Colónia de Férias 2011 Realizou-se na semana de 8 a 14 de Agosto, uma colónia de férias para crianças e jovens dos bairros do Pombal e Bento de Jesus Caraça, em Peniche. Para além da realização de caminhadas e deslocação às praias locais, foram ainda realizadas uma série de visitas ao centro da Vila de Peniche, Cabo Carvoeiro e à Vila de Óbidos, tendo ainda os participantes usufruídos das festas locais. Esta iniciativa, como tem vindo a ser habito nos últimos anos, contou com o apoio do Rotary Club de Oeiras, que financiou a estadia. Para Setembro encontra-se previsto mais uma semana de férias, desta feita para idosos.


Seminário sobre o QUADRO SOCIAL, organizado pelo Distrito 1960

No passado dia 3 de Setembro, os nossos Companheiros. Lurdes Torres e Delfim Monteiro, estiveram presente no Workshop Acção/Formação sobre o Desenvolvimento do Quadro Social, realizado no Hotel Praia Mar em Carcavelos. Os nossos Companheiros, apreciaram o seminário e a maneira como foi desenvolvida a apresentação.

Reunião Rotária - dia 5 de Setembro de 2011 deActividades Café, na Sede Retoma das Rotárias – Projectos de inicio prioritário – Informação Rotária – Conselho de Legislação O Companheiro Dinis da Fonseca falou deste tema: «Temos Regulamento e Estatuto, o Governador tem o seu , o Conselho também e não são estáticos . Poderão ser alternados, de três em três anos em reunião na sede de R.I., em Chicago, nos E.U.A. – É o Conselho de Legislação. O Conselho é composto por um Representante de cada Distrito. Os Clubes, tem o Representante do Distrito que é eleito, e, nós sócios podemos propor alterações, que uma vez aprovadas pelo Clube, são enviadas ao Representante eleito pelo Distrito e ao Governador. Há normas de preenchimento para o envio destas propostas. Ver Manual do Governador - Conselho de Legislação 2013. Até ao fim de 2011, ainda é possivel mandar sugestões, emendas, etc. 1º - O Governador concorda ou não; 2º - Se sim, envia para o Conselho Director do Rotary Internacional que reúne as sugestões que vão sendo recebidas de todo o Mundo. Seguidamente faz uma lista, sem alterar a ideia, fazendo um resumo das sugestões que forem idênticas. Os Clubes recebem um livrinho, com essas alterações, que irão ser discutidas no Conselho de Legislação seguinte. Os Clubes podem formular reservas a algumas das propostas que aí constem e nesse caso, procedem como anteriormente para o envio de propostas. Se o Governador concordar, o Representante ao Conselho de Legislação votará em conformidade.


As alterações aprovadas, entram em vigor, no primeiro ano rotário seguinte. Assim as aprovadas em 2013, entram em vigor, no dia 1 de Julhode 2015. O Delegado ao Próximo Conselho de Legislação ( que é sempre um Past-Governador), é o Companheiro do Rotary Clube de Algés Artur Almeida e Silva. Recomenda-se que o Delegado ao Conselho de Legislção, faça uma ronda pelos Clubes, sobre os assuntos mais delicados que irão ser levados a votação. O resultado da Reunião do Conselho de Legislação é o Manual de Procedimento. Este último Manual, é o primeiro em que aparece a 5ª Avenida de Serviço, a Avenida das Novas Gerações, a qual já tinha ido a Conselho anteriormente, mas só há dois anos foi aprovada.

Apoio Escolar O Clube empenhou-se nesta acção, procurando conseguir livros escolares. Recebeu entretanto pedidos da Acção Social da Câmara de Oeiras e de outras Instituições de Acção Social. Na foto junta entrega de um conjunto de livros ao pai de uma jovem que os havia solicitado através de uma Instituição de Acção Social.

BOLSAS e Angariação de Fundos Estudaram-se várias acções tendentes a angariar fundos para as Bolsas que vamos entregar em Novembro e Dezembro de 2011.. Nesta conversa tivemos a presença amiga do ExCompanheiro Pais da Rosa que nos apresentou uma excelente proposta para um passeio de angariação de fundos. A Reunião, com frequencia superior a 70%, terminou às 23,15h a que se seguiu um agradavel convívio com broa, vinho e chouriço assado. Antes do início dos trabalhos, fomos agradavelmente surpreendidos pelo companheiro Esteves Guerra que nos ’mimou’ com umas queijadinhas e um saboroso vinho do Porto.

Reunião Rotária - dia 12 de Setembro de 2011 de Café, na Sede

Novas Gerações - Campos de Férias Internacionais Palestra pela equipa Distrital Presidiu à Reunião Esteves Guerra No inicio da reunião foi apresentado o Jornal Correio da Linha onde se publicava um artigo sobre a comemoração dos 26 anos do R.Clube de Oeiras. Feita uma breve referência à recém criada Avenida. – Novas Gerações Esta Avenida é direccionada aos Programas Pró-Juventude do Rotary e é da maior importância – Os programas Interact, Rotaract, Ryla e Intercâmbio de Jovens são alguns dos melhores do Mundo nestas categorias.


Seguiu-se a intervenção do Companheiro João Cotralha do Rotary Clube de Lisboa/Olivais, Presidente da Comissão Distrital das Novas Gerações, sobre a importância que o Intercâmbio de Jovens, Campos de Férias e Intercâmbio internacional, representam. «Este Intercâmbio seria uma forma de construir o Futuro do movimento Rotário, seria uma mudança positiva a nível de Clubes e contribuiria para o seu rejuvenescimento e envolveria os Jovens nas acções. Existem o Rotaract, o Ryla, p.ex. que já envolvem Jovens. No nosso Distrito não existe intercâmbio de Jovens, no entanto, os Clubes estão sensíveis a estas iniciativas.» Com o Companheiro Cotralha veio uma convidada muito especial, a Companheira Sarah Joy Hugler do R. C. de Lisboa-Olivais, responsavel a nível distrital pelo Intercambio de Jovens … É uma jovem alemã, filha de Rotarios, que aos quinze anos, sendo Rotaractista, foi uma das escolhidas para a sua primeira experiência no âmbito do Intercâmbio de Jovens. Desde essa idade tem sido a protagonista de várias experiências, falou-nos com um entusiasmo contagiante do enriquecimento a nível pessoal que usufruiu quer nas famílias de acolhimento quer ainda cultural e intelectualmente pelo contacto com outros povos. Teve a oportunidade de aprender outras línguas, fazer amigos e conhecer países com realidades bem diferentes do seu. Tudo isto fez com que hoje se sinta uma pessoa diferente e sem dúvida melhor, não esquecendo nunca que tudo isto se deve ao Rotaract e ao Intercâmbio de Jovens. Sarah é hoje a embaixadora do seu país para o Rotary Internacional. O Companheiro Cotralha falou ainda da necessidade de existir uma Base de Dados onde estariam inscritos os Clubes interessados em receber jovens e participar assim no Intercâmbio Internacional de Jovens. Os Companheiros ficaram sensibilizados, especialmente Companheira Alda Maria, responsavel por esta Avenida de Serviço. A Reunião, com mais de 70% de presenças, foi terminada ás 23h seguindo-se o tradicional e agradável convívio. «As iguarias do ‘Bar’ estão cada vez mais caprichadas, parabéns aos Companheiros envolvidos nesta acção.»

Reunião Rotária - dia 19 de Setembro de 2011 de Café, na Sede Palestra de apresentação da « ProAtlantico - Associação Juvenil» pelo seu Presidente Dr. Nuno Chaves O trabalho desenvolvido em S. Tomé e Principe Na sequência do interesse manifestado pela Avenida dos Serviços Internacionais, convidámos o Presidente da «Pro-Atlantico – Associação Juvenil», para nos falar de si e do seu Projeto em S. Tomé e Principe.


Ouçamos então o seu Presidente:

“A ProAtlântico – Associação Juvenil está sedeada em Oeiras, baseia-se no voluntariado jovem e apoia-se no Serviço Voluntário Europeu, tendo criado pela primeira vez, em 2006, o Banco de Voluntariado Jovem. MISSÃO A Banco de Voluntariado Jovem propõe-se promover a cultura e o valor do trabalho voluntário por meio do incentivo à solidariedade e cidadania tendo em vista o atendimento das necessidades sociais e de qualidade de vida dos cidadãos locais; expandir e qualificar o trabalho voluntário nas diversas áreas de acção social, transformando necessidades sociais em oportunidades de participação solidária; estabelecer uma rede de relações com o movimento nacional e internacional de trabalho voluntário. OBJETIVOS a) Desenvolver as acções adequadas ao conhecimento e caracterização do voluntariado Jovem em Portugal; b) Dinamizar, com as organizações promotoras, acções de formação, bem como outros programas que contribuam para uma melhor qualidade e eficácia do trabalho voluntário com jovens; c) Conceder apoio técnico às organizações promotoras mediante a disponibilização de informação com interesse para o exercício do voluntariado; d) Promover e divulgar o voluntariado como forma de participação social e de solidariedade entre os cidadãos, através dos meios adequados, incluindo os meios de comunicação social; e) Sensibilizar as crianças e jovens para a importância do voluntariado como forma de exercício do direito de cidadania, promovendo a realização de debates, conferências e iniciativas afins; f) Promover a realização de estudos sociológicos, designadamente em colaboração com as universidades, sobre a atitude, predisposição e motivação dos jovens para a realização do trabalho voluntário; g) Sensibilizar as empresas para, em termos curriculares, valorizarem a experiência adquirida em acções de voluntariado, especialmente dos jovens à procura de emprego; h) Promover o encontro entre a oferta e a procura de voluntariado jovem, isto é, realizar a mediação entre os jovens interessados em fazer trabalho voluntariado e Entidades promotoras. « Missão Humanitária – Crescer em Príncipe» Este projecto iniciou-se em Novembro de 2005 por um grupo de amigos com vontade de interagir com outras comunidades portuguesas fora do território nacional. A escolha das Ilhas de São Tomé e Príncipe ficou a dever-se à existência de grandes carências nessa região ao nível da educação, uma das áreas mais queridas do grupo dinamizador. Baptizámos o nosso projecto "Missão – Crescer em Príncipe", uma experiência de aprendizagem conjunta, com uma troca de vivências que proporcionou um crescimento de todos os participantes envolvidos.


Na nossa intervenção, procuramos dar apoio na área da educação e ajudar a colmatar carências a outros níveis. Esta missão é a nossa resposta a este nosso mundo que, às vezes, parece perder-se e desprender-se do necessário e do que realmente é o importante, pois “o essencial é invisível aos olhos”. E assim, com este espírito, partiremos sempre à procura de encontrar vários “principezinhos” à espera de nos cativar.

O Projecto Missão – Crescer em Príncipe Objectivos Gerais Identificação Sumária do Projecto     

Local: São Tomé e Príncipe - Ilha do Príncipe Área de Intervenção: Educação População alvo: Crianças e Jovens Entidade Organizadora: ProAtlântico – Associação Juvenil Parceiros : AISEC - Associação Instituto Sócio-Educativo da Criança e OUTROS 1ª Fase: - Elaboração do projecto - Pedido de apoios e parcerias nacionais e locais - Recolha de materiais para a Ludoteca - Actividades de Angariação de Fundos 2ª Fase: - Actividades de Angariação de Fundos - Actividades de sensibilização local e nacional - Visita de Reconhecimento: - Implementação Parte 2: Apetrechamento da ludoteca e acções socio-educativas Foram recolhidos e obtidos vários livros, jogos infantis, enviados no terceiro ano do decorrer do projecto. Em Agosto de 2008 foram enviados para São Tomé e Príncipe, mais de 1000 livros, categorizados em cinco áreas, cerca de 150 cassetes de vídeo infantis e jogos infantis de idades pré-escola. Em Julho de 2009 outro contentor foi enviado, com material direcionado para a realização da actividade que decorreu durante o mês de Agosto do mesmo ano, onde se restaurou todas as instalações da AISEC e se desenvolveram actividade educacionais e lúdicas. FASE ACTUAL 3ª Fase: - Visita de Acompanhamento: a marcar - Implementação Parte 3: Funcionamento da Ludoteca» Depois de algumas perguntas de esclarecimento, o Presidente encerrou a reunião, não sem antes ter agradecido ao orador e em agradecimento, entregue uma flamula do Clube, assinada por todos os presentes. Seguiu-se o já habitual convívio à volta o petisco do día.


SETEMBRO é o MÊS das

NOVAS GERAÇÕES

Informação de R. I.

PROGRAMAS DA JUVENTUDE


Dia 30 de Setembro – Reunião de Jantar, no C.A.S.O.

A China em Fernão Mendes Pinto

« Mercador-escritor activamente envolvido nas redes de comércio marítimo que em meados do século XVI interligavam portos e mercados da Ásia Oriental e da Ásia do Sueste, Fernão Mendes Pinto pôde recolher um vasto cabedal de informação actualizada. Testemunha directa ou indirecta de imensas e, bastas vezes, fantásticas novidades, ao rótulo de especialista em assuntos orientais, cedo se lhe colou, implacável e duradouro, o estigma da mentira. As notícias de Mendes Pinto sobre a China Ming constituiram a matéria desta palestra. » O Presidente do Rotary abriu a reunião. A Companheira Madalena iniciou o protocolo, apresentando a mesa e convidando para a saudação da Bandeira Nacional a Comp.ª Mary Sampaio; Bandeira de Rotary a palestrante Dr.ª Isabel Pina; Bandeira da Autarquia o Sr. Diretor do CASO, Coronel Carlos Sernadas; Bandeira da F. R. Portuguesa Comp.ª Ana Maria Baptista e Bandeira da J. Freg. de Oeiras Dr.ª Ana Gomes do Centro Cientifico e Cultural de Macau.

Nas fotos juntas podemos ver aspetos da reunião. Salão cheio!


A Companheira Mary Sampaio, apresentou a palestrante.

Isabel Alexandra Murta Pina Fez a LICENCIATURA em História, em 1993 na Universidade Lusíada, O MESTRADO em 2000 na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Classificação : Muito Bom por unanimidade. Fez o DOUTORAMENTO em 2009 na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Classificação : Muito Bom com Distinção e Louvor por Unanimidade É , desde 1995, Investigadora no Centro de História de Além Mar, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa. Desde o ano lectivo 2006/2007 é docente da cadeira semestral de “História, Cultura e Civilização da China I” (Curso de Mestrado em Estudos Orientais) – Instituto de Estudos Orientais, Universidade Católica Portuguesa. É especializada em Relações interculturais Portugal/Europa-China/Ásia Oriental; Missionação jesuíta na China e História da Expansão Portuguesa . Tem já publicados dois livros:  Jesuítas Chineses e Mestiços da Missão da China (1589-1689), Lisboa, Centro Científico e Cultural de Macau, 2011, 489 pp.  Os Jesuítas em Nanquim (1599-1633), Lisboa: Centro Científico e Cultural de Macau, 2008, 222 pp. Foi a esta ilustre palestrante que a todos nos interessou e nos desvendou uma personalidade fascinante e ao contrário daquilo que nos habituámos a escutar, um homem muito considerado no seu tempo e de grande prestigio internacional.

A palestra suscitou numerosas perguntas, tendose gerado um ambiente de tertulia muito animada, à volta do tema. No final o Presidente agradeceu, tendo entregue à palestrante um Diploma de Reconhecimento e um galhardete do Clube.


Rotary Clube de

OEIRAS Distrito 1960

Ano Rotário 2011-12

01 de Outubro a 31 Dezembro 2011

Nota: A presente declaração, original em português de Rotary Internacional, adopta na realidade a lingugem brasileira. Não estranhem por isso que em vez de Rotário apareça escrito Rotariano, que é o modo como os brasileiros chamam aos rotários.


Dia 7 Outubro - VISITA GUIADA AO MUSEU DE MACAU, na Junqueira Concentração à porta do museu às 10:30 H.

Seguido de almoço de confraternização no “Rest. Ponto.Come”

Dia 23 de Setembro – Conselho Diretor

Graças à atenção e excelentes explicações do Sr. Dr. Énio de Souza, tivemos a possibilidade de compreender a vida em Macau na época de Fernão Mendes Pinto. Foi uma excelente e elucidativa visita. Muito gratos estamos ao Museu de Macau e ao Sr. Dr.Énio de Souza.

Dia 10 de Outubro – Atividades Rotárias - Sede Actividades Rotárias – Projectos prioritários – Presidiu à Reunião Esteves Guerra Secretaria: Três candidatura a Bolsas de Estudos Pedido de assinaturas para tornar o dia 23 de Fevereiro dia Nacional de Rotary em Portugal Leitura mensagem de Olegário Jaques Mensagem do novo diretor do Hotel Real Oeiras, a pedir uma reunião. Reunião TagusPark: 5ª feira dia 13 às 16 Horas Tesouraria Feito o ponto da situação: Novo NIB – 0019 0082 00200013114 28; Banco: BBVA


Intervenção Presidente: Recordou à Comp. Madalena o compromisso assumido no Conselho Diretor do dia 16 de Julho, de cobrar a divida da Asihyat. (esta importância poderá ficar cativa para o seu projeto). Informação Rotária Tema da Informação Rotária : Seminário da Rotary Foundation- Dia 24 de Setembro em Peniche; a cargo do Comp.º Delfim Monteiro

Relatórios das Comissões Comissão de Comunidade: - Projeto Tampinhas: Ida a Sintra próxima 6ª feira de manhã. Depois ficar para desfazer os embrulhos de tampas. Encarregada do Mercado de Oeiras , local onde as tampinhas estão acumuladas: - D. Fernanda - Lista das pessoas que vão ao Continente. É importante intervir e ajudar o Companheiro Fausto. - Refeições do Restaurante Ponto.Come – lista distribuição Comissão de Profissionais: Ida à Escola Quinta do Marquês amanhã às 10:30 – Dr.ª Isabel; Ida à Escola Sebastião e Silva às 18:30 H. Dr. Domingos Santos Reunião Bordadeiras: sede às 19:30H. de 4ª feira dia 12. Comissão do Ambiente: Maria João, levantamento da pegada de carbono! Comissão de Angariação de Fundos: Passeio à Beira Centro 5 e 6 de Novembro. Jantar de Fados dia 28 de Novembro - Forte das Maias; Começar a tratar o assunto com o Sr. Coronel Sernadas. Venda de Natal. Aguardo telefonema do Sr.Artur Campos- Presidente da ADO Rifas para quadros: A realizar para Março - Abril Comissão Serviços Internacionais: Ida a Cabo-Verde, como estamos: Foi pedido à Companheira Alda Maria para começar a tratar deste assunto, juntamente com o Comp. Olegário. Actualidades e Comunicações: . Ana Maria: Estará dia 22 de Outubro na Curia, na Assembleia da Fundação Rotária Portuguesa Madalena Monteiro: Projeto da Costura . Voltar a falar Comp. Neno por causa do arranjo do piso da casa nas instalações do IASFA em Oeiras. Lurdes: Contato com o Sr. Prof. António Coutinho – Homenagem Mérito Profissional Encerramento .às .23:15 H. Seguiu-se o convivio e os petiscos. Muito bom... Reunião muito participada com uma frequência de 67 %


Dia 17 de Outubro – Prep. Visit. Governador - Sede Presidiu à Reunião Esteves Guerra Protocolo: Tema da Reunião – PREPARAÇÃO DA VISITA DO GOVERNADOR Secretaria: Contrib. Para a Fundação Rot. Portuguesa IGE Grupo de Estudos – Distrito pede para se proporem candidatos Colaborar na Semana de 16 de Outubro de Apoio à Fome – Falar Comp.º Dias Costa Durante a semana de 24 a 28 de Outubro Quem contribuir para Rotary Foundation – projeto POLIOPLUS, recebe crédito duplicado de pontos. Associação dos Clubes rotários da Governadoria – foi criada para legalizar os movimentos financeiros da Governadoria. Entregue Draft de Protocolo com Associação Espaço e Memória Leu a Carta com a proposta do Rotary Club Gaia Sul a apresentar na Assembleia geral da F. R. P.; dando assim introdução à Informação Rotária sobre a mesma. Informação Rotária Tema da Informação Rotária : Assembleia da Fundação Rotaria Portuguesa a cargo de Ana Maria Baptista. Tesouraria Pedido ao Tesoureiro para preparar cheque de 300 € dirigido à FRP, para entregar ao Governador.

Relatórios das Comissões Serviços à Comunidade Calendário das Recolhas no Continente Actualidades e Comunicações: Comp.ª Maria João: PEGADA ECOLOGICA – aguardamos os resultados Comp.º Fausto Leitão: Continente e Tampinhas Comp.º Rogério: Listagem de Telemoveis dos Companheiros, precisa-se! Comp.º Secretário... esperamos! Momento do Presidente: Proposta Programa Visita do Governador 10:00 H. Recepção ao Governador…. 10:30 H. Visita ao C. N. Belmar da Costa 11:30 H. Reunião na Sede com o Governador Cons. Diretor 12:00 H. Assembleia de Clube com o Governador 13:00 H. Fim da Reunião. Oferta ao Governador de uma Lembrança de Oeiras. Almoço com o Governador na Marina de Oeiras 15:00 H. Governador segue para ALGÉS 20:00 H. Reunião de Jantar conjunta com o R. C. de Algés, no Restaurante Caravela de Ouro no jardim de Algés. Durante o jantar entrega feita pelo R. C. de Oeiras de uma menção Paul Harris


ao Comp. Vasco Lança do R. C. da Portela, que muito nos ajudou na obtenção do subsidio equivalente. Intervenções dos Presidentes dos Clubes : Artur Almeida e Silva – Algés Alberto Esteves Guerra - Oeiras Intervenção do Governador José Coelho O Programa foi aceite. Foram dadas Informações Várias sobre:     

Folheto Passeio dos dias 5 e 6 de Novembro – Divulguem Instalação da Exposição no dia 3 de Novembro no AERLIS Dia 4 Novembro, inauguração da Exposição. Dia 18 Novembro, Peça de Teatro no Auditório César Batalha, no Alto da Barra Próxima 4ª feira - Homeng. Mérito Profissional do R. C. de Lx-Belém

Encerramento .às .23:20 H. Terminou a reunião com o habitual convívio. Frequência da reunião; 56%

Dia 25 de Outubro – V VIISSIITTAA O OFFIICCIIAALL D DO O CCO OM MPP..ºº GGO OVV.. JJO OSSÉÉ CCO OEELLH HO O O Governador José Coelho visitou oficialmente, na manhã deste dia, o Rotary Club de Oeiras (o Rotary Club de Algés foi visitado à tarde), O Governador, acompanhado pela Governadora Assistente Mara Duarte, foi recebido na sede do Clube pelo Presidente Comp.º Esteves Guerra, Secretário Comp.º Delfim Monteiro e mais Companheiros, tendo de seguida feito uma visita ao Centro de Paralisia Cerebral Nuno Belmar da Costa, onde o Rotary Clube de Oeiras instalou uma Sala Snoezelen, a qual foi inaugurada em Abril do


corrente ano . Fomos recebidos pela Dr.ª Odete Nunes, responsavel pelo Centro, tendo o Governador visitado de seguida as instalações da referida sala.

Comp. José Coelho, visitando as instalações da sala. Na foto ainda vemos a Dr.ª Odete Nunes e o Comp. Dinis da Fonseca.

O Comp. José Coelho, na sala, à conversa com um dos utentes. Na parede à direita vê-se a placa inaugural de Rotary.

Seguidamente voltamos à Sede do Clube, onde decorreu a reunião com o Conselho Diretor, seguida de Assembleia de Clube. A reunião decorreu em ambiente franco e amigo, tendo Governador ficado impressionado com o Plano de Actividades do Clube, e interessado nas ações que o Clube tem realizado e se propõem ainda realizar até final do ano Rotário. Acentuou a necessidade do aumento do Quadro Social uma vez que o Clube dispõe apenas de 18 Companheiros. Foi ainda salientada a importância de um elevado número de voluntários que muito têm contribuido para a concretização de algumas das ações do Clube. Após esta reunião de trabalho alguns dos rotários presentes, acompanharam o Governador e a Comp.ª Mara Duarte à Marina de Oeiras, onde disfrutámos de uma agradavel refeição em plena natureza e junto ao nosso marco rotário.

Reunião festiva de jantar conjunta dos

dois clubes

Chegada do Governador e Esposa

No Restaurante Caravela d’Ouro, em Algés, realizouse o reunião conjunta de jantar, R. C. de Algés e R. C. de Oeiras, celebrando a visita do Governador José Coelho aos dois Clubes. No seu discurso o Governador salientou as boas relações existentes entre os dois Clubes que permitiu esta reunião conjunta.


O Jantar proporcionou um convivio bastante saudável e decorreu num clima de excelente companheirismo, durante o qual foi entregue ao Comp.º Vasco Lança do R. C. da Portela, pelo Presidente do Rotary Clube de Oeiras, uma insignia Paul Harris. O Comp,º Artur Almeida e Silva entregou à Dr.ª Joana Bello um Diploma de Mérito Profissional pelo excelente trabalho realizado para a semana da saúde como técnica da Escola de Tecnologias da Saúde. Antes da intervenção do Governador os Presidentes fizeram uma breve intervenção sobre a ação do seu Clube neste ano rotário.( abaixo se transcreve a Saudam as Bandeiras: O Governador José Coelho; Artur Almeida e Silva e Esteves Guerra, Presidentes de Algés e Oeiras, Past-Gov. Teresa Mayer e o Vereador Ricardo Barros em representação do Presidente da C. M. de Oeiras.

intervenção do R. C. de Oeiras)

O Jantar terminou com a habitual troca de lembranças e os cheques para a Fundação Rotária Portuguesa. Ainda de salientar a oferta de uma interessantes lembranças, pela Esposa do Companheiro Governador às esposas dos Presidentes de: R. C. de Algés Lili Silva e do R. C. de Oeiras Teresa Guerra.

Os Presidentes com a insignia do Ano Rotário, oferecida pelo Governador José Coelho.

A Esposa do Gover nador recebendo as flores e oferecendo a sua lembrança às esposas dos Presidentes


Outras Fotos do Evento

Os protocolos Manuel Gerardo e Madalena Monteiro, em ação.

A Esposa do Gover nador e Teresa Guerra

Companheiros de Oeiras à esquerda: Teresa, Ana Maria, Alda Pereira . Maria João; à direita: José Neno, Lurdes Torres, Dinis, A.M., Fausto Leitão. M. J.

Intervenção do Comp.º Esteves Guerra Presidente do R. C. de Oeiras:

« Caro Companheiro Governador José Coelho. na sua Pessoa cumprimento todas rotárias e rotarios presentes; Exmo Sr. Vereador Ricardo Barros, agradeço sua presença em representação do Sr. Dr. Isaltino Morais e na sua pessoa cumprimento demais entidades e autoridades aqui presentes. Minhas senhoras, meus senhores, Companheiros todos. Recebemos com gosto a visita do nosso Governador acompanhado pela Governadora Assistente Mara Duarte. Foi uma visita rápida e objetiva durante a qual tivemos ocasião de visitar uma das instituiçoes que apoiamos à vários anos o CNBC, onde financiámos em parceria com a Rotary Foundation e um Clube de S. Paulo, com um Subsidio Equivalente, uma sala de terapia de relaxamento para doentes com paralisia cerebral, conhecida por Sala Snoezelen. Foi um investimento de cerca de 16.000 € totalmente financiado por ROTARY. Em Assembleia de Clube tivemos uma proficua sessão de trabalho, durante a qual houve ocasião de informar o Comp. Gov. das nossas atividades: as já efectuadas e as que ainda vamos realizar. O Clube está comprometido com cerca de 20 bolsas de estudo, está a trabalhar com 3 escolas Secundárias do Conselho, 2 em Oeiras e 1 em Porto-Salvo, na formação civica dos jovens através dos programas, Aluno Melhor Companheiro e Prova Quadrupla e ainda na formação de jovens leader’s enviando 2 deles ao programa distrital RYLA. Temos um grupo de alguns voluntários, envolvidos no apoio escolar a jovens com dificuldades economicas e dificuldades lectivas.


Para além da entrega , já tradicional de cabazes de Natal, estando este ano a prever poder chegar aos 40 cabazes, estamos também desde há cerca de ano e meio anos, empenhados no apoio às famílias e no combate à fome, aproveitando as quebras do Continente para ajudar Bancos alimentares e na entrega de refeições diárias, a 7 familias carenciadas, graças a uma parceria com o Restaurante Pontocom, e ainda no apoio a idosos, com programas de formação informática. Estamos a criar a logistica para iniciar um programa de formação profissional entre mulheres desempregadas Abraçamos também o projeto Tampinhas, para obtenção de cadeiras de rodas e outro material de suporte, nesta area estamos a agir ativamente, desde à cerca de 6 meses. Temos ainda algumas atividades mais no campo da juventude com o objetivo de reativar/criar um Interact ou Rotarat Fizemos recentemente uma geminação com o R. C. do Mindelo, e estamos a preparar uma visita para podermos gizar ação conjunta de apoio às comunidades cabo-verdeanas. Entretanto já estamos a apoiar um jovem com uma bolsa universitária. Iremos apoiar a Rotary Foundation, no sentido de aumentar o Fundo para Projetos e contribuir para a o grande objetivo do Rotary que é a irradicação da Pólio, cuja concretização está muito próxima. Antes de terminar, quero aqui sublinhar o apoio e a força que os meus companheiros têm dado ao Clube, pois ela tem sido o fermento das realizações, dos propósitos e objetivos de Rotary. Os meus Companheiros tem procurado envolver e envolver-se na Comunidade - na Humanidade!; Eles e os nossos voluntários, que sentem assim, pensam e agem em consequencia com este sentimento, são Companheiros, são Amigos, são Rotarios, mesmo que alguns não pertençam... ainda a Rotary. Dignissima Mesa, carissimos Companheiros, visitantes e amigos, Obrigado pela vossa presença. Agradeço ao Governador as sábias palavras e incentivo que nos dirigiu e a todos desejo as maiores felicidades. Um bom regresso a casa, uma boa semana. Muito Obrigado e Bem hajam »

Algumas fotos dos nossos Companheiros, durante o Jantar: José Tavares, Olegário Jaques, Dias Costa


Dia 31 - Reunião de Café, na sede (21:15 H. ) N NÃ ÃO OH HO OU UV VE ER RE EU UN NIIÃ ÃO O PPO OR R TTE ER RF FA ALLE EC CIID DO OA A M MÃ ÃE ED DO OC CO OM MPPA AN NH HE EIIR RO OR RO OG GÉ ÉR RIIO O SSIIM MÕ ÕE ESS C CA AR RN NE EIIR RO O 5 e 6 de Novembro 2011

-

Passeio Rotário

Região Beira Centro Organização do ROTARY CLUB DE OEIRAS Objectivos: Promover o companheirismo entre sócios. Integrar a Comunidade nos ideários de Rotary.

Angariar fundos para Bolsas de Estudo.

Itinerário do dia 5: Saímos 07:15 H. do Alto da Barra - Oeiras. A1, A3, rumo a Carregal do Sal, Oliveirinha Visita à Fundação LAPA do LOBO.

Fomos recebidos muitissimo bem pela Secretária Geral da Fundação Sr.ª Dr.ª Sónia Simão. Inteiramonos do excelente trabalho realizado com a juventude, da actividade cultural e social da Fundação e tivemos ainda oportunidade de visitar o Museu. A terminar, fomos obsequiados com um excelente lanche. Estamos muito gratos à Fundação e desejamos as maiores felicidades para a sua actividade.


Seguimos para Canas de Senhorim onde se fez uma rápida visita à Vila, passando depois pelo Hotel da Urgeiriça. Ás 13:30 H. chegámos a (Caldas de Felgueiras) Hotel Pantanha Onde fomos recebidos pela proprietária D. Isabel Pires. Deposição das malas e distribuição dos quartos. Recepção, distribuição dos quartos, colocação de bagagem e depois um belissimo Almoço. Pelas 15:30 H. Partimos para Mangualde onde visitámos o Palácio dos Condes de Anadia.

O Palácio é lindissimo! Tem uma soberba coleção de paineis de azulejo e excelentes peças de mobiliário e decoração. É uma pena a interdição de fotografar os interiores . No átrio de entrada do Palácio. Foto tirada por especial gentileza da guia.


Visitado o palácio fez-se um passeio livre pela Vila e pela Feira Anual dos Santos, Cerca das 18:30 H. Regresso a Caldas de Felgueiras para descanso.

Às 20:30 H., esperava-nos um soberbo jantar, após o qual, pudemos disfrutar das danças e cantares do Rancho Folclorico de Vilar Seco. As fotos que seguem são elucidativas do ambiente de camaradagem e animado convivio vividos por todos os excursionistas.

Tivemos ainda oportunidade de disfrutar de um momento literário, quando o nosso amigo Pais da Rosa nos mimoseou com alguns poemas de sua autoria, posto o que todos se foram refugiar nas asas de morfeu.


Itinerário do dia 6 (domingo): Depois de um pequeno-almoço bem servido partimos para em visita ao Museu do Pão

Na região de Nelas, visitámos uma adega (provas), e uma queijaria.


De regresso ao Hotel, deparámo-nos com um excelente Almoço de despedida. Depois de um breve visita às termas, deu-se inicio à viagem de regresso, não sem antes passarmos por Cabanas de Viriato. Visita à Casa de Aristides de Sousa Mendes, ou melhor à ruína que é a Casa deste heroi cívico.

E assim deixámos a Beira e dois dias excelentemente passados. Para o êxito desta viagem contribuiram decisivamente:  Hotel Pantanha de Caldas de Felgueiras  António Pais da Rosa e Família e a simpatia da Fundação Lapa do Lobo e dos donos e guia do Palácio dos Condes de Anadia, bem como de todos os Companheiros, Voluntários e Amigos, que nos acompanharam. Todos vós, ajudaram ao êxito desta interessante viagem, a qual nos PERMITIU ANGARIAR FUNDOS PARA UMA BOLSA DE ESTUDO. BEM HAJAM! 

  Dia 7 de Novembro – Dr. José Ferreira - Sede Projeto Empreendedorismo Cabo-Verde

Tema da Reunião: PEI/ACIDI (Promoção do empreendedorismo imigrante) a propósito da Geminação com Cabo Verde Presidiu à Reunião Esteves Guerra Secretaria  Foi recebido da Rotary Foundation um emblema Paul Harris, destinado ao Comp. Presidente, correspondente à contribuição de 1000 dolares para a Polio, ao abrigo da Campanha 200 milhões de dolares.  Convite do Centro Científico e Cultural de Macau, para uma exposição.  informou ainda do Falecimento do Companheiro Alfredo Oliveira Santos, dia 5 de Novembro. Ex-presidente da Fundação Rotária Portuguesa (1993-1995) e ex-presidente do seu Conselho Superior (1998-2002).


Actualidade e Comunicações: - Compº Fausto anunciou que as várias recolhas no Continente durante o passado mês de Outubro, totalizaram cerca de € 560. - Compº Esteves Guerra informou terem sido os Compºs Ana Maria e Fausto a proceder hoje, á recolha das quebras no Continente, entregues no Bairro de Pombal, no valor de 100 euros. Passeio á Beira Centro, tanto cultural como gastronomicamente correu muito bem, sendo da mesma opinião o Compº Pais da Rosa, seu organizador. De entre as visitas efectuadas revestiu-se de grande interesse, a visita á Fundação da Lapa do Lobo, uma Fundação recente, que tem bens próprios, virada para a protecção á juventude, dá Bolsas de Estudo, para as quais realiza acções culturais como teatro, teatro infantil, etc. - Sobre o Companheiro Alfredo Oliveira Santos, fez o Comp.º Diniz da Fonseca um breve resumo da sua passagem pelo Rotary. Disse ter trabalhado muito para a Fundação e que foi no seu mandato que a Fundação conseguiu a sua actual Sede de Coimbra. « Alfredo Oliveira Santos dedicou boa parte da sua vida ao movimento rotário e, principalmente, à FRP, por quem nutria um carinho especial. Em suma, foi um bom Presidente da Fundação.» - Amanhã será a inauguração da Exposição “Fernão Mendes Pinto” no AERLIS às 18h. Momento ANA FRANCO Para além do tema da palestra, tivemos entre nós a antiga Bolseira do Clube, Dr.ª Ana Franco que nos veio falar de uma angariação de fundos para a ONGD (AMU - Cooperação e Solidariedade Lusófonas por um Mundo Unido) em que participa como membro da direção. Terá lugar em Lisboa dia 11 de Novembro 19.30h - 22.00h, na CUPAV (Estrada da Torre, Nº 26, ao lado do metro do Lumiar), e á qual deram o nome de ‘Leilão de Bens e Talentos por Angola’. Informou-nos ainda da sua experiência na Tanzania ( 24 de Junho a 13 de Agosto 2004) e Etópia (24 Agosto - 30 Setembro e 22 Novembro a 15 Dezembro 2004), onde como voluntária, esteve a fazer um trabalho para a tese de doutoramente sobre a « Modelação Matemática da Transmissão da Malária». Algumas fotos elucidativas da sua actividade.

Tanzânia


Konso- Etiópia

Momento Palestra: O Compº Esteves Guerra louvou a iniciativa da Comp.ª Maria João Melo Gomes de convidar o Sr. Engº José Soares Ferreira a falar sobre Empreendedorismo/Imigração. Afinal nesta missão o importante é: Tentar que as pessoas sejam activas, actores e não espectadores, olhar para a realidade e tentar mudar para melhor. É atitude face á vida, de não sermos vitimas e espectadores de um filme que não é o nosso. Pediu-lhe para apresentar o palestrante. Curriculum: Engº José Soares Ferreira Formador de Formadores · Agosto de 2009 até ao presente, no IEFP, IP Area: empreendedorismo CAMPO _ capacitação de migrantes - Cabo Verde Consultor Internacional Programa integrado de apoio aos migrantes Cabo Verdianos, para criar um negócio em Cabo Verde, baseado no PCN (Programa de Criação de Negócios). Este projecto é financiado pela Comissão Europeia e pelo IPAD. Consultor da ACIDI Director pedagógico - ANDC Março de 2011 até ao presente ANDC - Associação Nacional de Direito ao Crédito (Ass. sem fins lucrativos) Director · 2010 até ao presente http://www.microcredito.com.pt/ Programa Escolhas - Economia familiar Consultor · 2010 até ao presente Bebop - Adviser · 2010 até ao presente Casa Pia - Consultor · 2009 até ao presente OGIMOK - Adviser

O Convidado Dr. José Ferreira informou-nos sobre o seu Projecto de Empreendedorismo. O projecto tem a ver com a sua experiência de ser o comissário para o dialogo entre empresários e emigrantes. Disse ainda ter há já 3 anos formadores para várias áreas. «Um dos Projectos é levar auctótones de Cabo Verde a regressarem ás suas terras com o know-how necessário, para ali iniciar o seu negócio. Há apoio da Comunidade Europeia a estas iniciativas. Trata-se do Programa PEI (Promoção do Empreendedorismo Imigrante) /ACIDI, que este ano tem uma componente para o imigrante Cabo Verdiano, no qual ele é formador.


O Objectivo do Programa PEI é o de :      

Desenvolver uma atitude empreendedora perante a vida, promovendo a auto-estima e a confiança em si próprio; Desenvolver competências pessoais, sociais e de gestão empresarial, fundamentais para a criação de um negócio; Promover a criação de negócios de forma sustentada; Facilitar a ligação entre os potenciais empreendedores e os programas de apoio ao empreendedorismo já existentes e lavados a cabo por diversas entidades; Promover a formalização de negócios já existentes na economia informal. Criar uma rede de mentores de apoio a imigrantes empreendedores.

O programa agora lançado, «Capacitação de empreendedores Cabo Verdianos migrantes na Europa» segue estes moldes, é feito on-line para migrantes Cabo Verdianos, e quem completar o processo com êxito, terá acesso a financiamento em Cabo Verde. A nível Europeu apareceram 12 potenciais candidatos que querem iniciar negócio em Cabo Verde. Eu ajudo-os sobre a ideia do negócio, se a pessoa chegar ao fim deste processo e se eu considerar que têm competência, então são enviados para Cabo Verde. Se fizerem a criação do negócio em Cabo Verde, serão financiados. O Instituto do Emprego e o Micro Crédito em Cabo Verde ajuda-os e podem ser encaminhados porque têm lá alguma ligação, seja familiar ou outra. Tudo isto é feito por via electrónica. D’entre estes candidatos, foram identificadas 5 pessoas interessadas em regressar à sua terra natal e criar o seu próprio negocio em Cabo Verde. Estão neste momento a participar numa formação em empreendedorismo que pretende ajudá-los a criar o seu plano de negócios e dotá-los de ferramentas académicas para a fase inicial de arranque do negócio. Uma vez que esta formação está a ser realizada à distância (on-line) foram identificadas algumas dificuldades como: - o empenho na prossecução das tarefas; - que os planos de negócios reflitam o mais rigorosamente possivel a realidade Cabo Verdiana. Se houvesse Patronos ou Tutores essas pessoas teriam um Consultor para ajudar a fundamentar o Projecto. Exemplo: Há uma amiga em Cabo Verde que é dona de uma Editora e percebe de livros, eu tenho um candidato de Cabo Verde que quer ter lá uma livraria. Convido a amiga a apoiar esta pessoa , pode fazer negócios e dá-lhe um apoio que eu nunca conseguirei dar. Para este Programa se conseguissemos ter Patronos e se o Rotary pudesse ajudar seria o ideal. São preciso Tutores que tenham alguma especialidade útil aos nossos clientes. Essa ajuda poderá ser feita por email, skype ou outra forma de ajudar. Essa pessoa pode-se apresentar, eu incentivo a que mantenham contacto. Nós tratamos dos documentos e da formação. » José Ferreira disse ainda que se defronta com o seguinte problema, « p.ex. vão vender peixe ou parafusos, eu não conheço a realidade lá, se houver lá alguma pessoa interessada em ajudar, seria óptimo. ... Até para fazer contas básicas: o custo de um arrendamento, uma licença, matéria prima, etc. Se existirem contactos, há negócios.» José Ferreira informou ainda «os candidatos são pessoas talvez entre os 30 e 40 anos em média, que foram identificados pelo Concurso da C.A.P.O. e também identificados por ele e que já vinham meio treinados.» O Presidente informou que vai propor ao R. C. do Mindelo que ambos os Clubes se envolvam no apoio e colaboração aos projetos destas 5 pessoas. Em resumo: 1º - Para o êxito do Projeto é muito importante criar a figura do Patrono local; pessoa que, estando em Cabo Verde, esteja interessada em ajudar, com a seguinte missão:  

motivar o empreendedor a cumprir as tarefas que se propoz;

auxiliar no enquadramento da realidade Cabo Verdiana, assegurando que os pressupostos do Plano de Negócios estão adequados à realidade;  apoiando os empreendedores junto das entidades no Mindelo;  na fase de implementação no terreno, funcione como padrinho da iniciativa. Os projectos previstos e em andamento são:


    

livraria mista (livros técnicos e gerais) design com tecido tradicional de Cabo Verde animação cultural, eventos organização de formação profissional, educação e incubadora de projectos produção de gelo, com energia eólica

2º - Será também importante criar a figura do Tutor, o qual terá por missão  ajudar o empreendedor a escrever os seus documentos;  faz algum tipo de pesquisa de informação;  qualquer outro tipo de ajuda, de carater administrativo ou de preparação dos dossiers, necessária ao cumprimento das tarefas. O Rotary Clube do Mindelo ficaria encarregue da indicação dos Patronos, (podem eventualmente ser pessoas não rotárias) e consequentemente no 1º aspeto deste envolvimento. O Rotary Clube de Oeiras garantiria a escolha dos Tutores, os quais ficariam envolvido com o 2º parte - a missão do Tutor. Terminada a palestra , muitas perguntas e comentários surgiram por parte dos Companheiros. No final, o Presidente agradeceu ao Sr Engº José Ferreira o interesse do tema, prometendo incentivá-lo junto do Clube parceiro de Cabo-Verde. Ainda a terminar a reunião, trataram-se vários assuntos em curso no momento, relacionados com as várias vendas de Natal em que estaremos envolvidos e a sessão de Fados. O Compº Helder Coutto que já tinha um Paul Harris, extraviado aquando do empréstimo feito ao Ex-companheiro Suarez, voltou a receber o seu Paul Harris das mãos do Presidente. Esteves Guerra lembrou o CONSELHO DIRECTOR já no dia 9 ás 21,00H, e ainda uma ida ao Teatro no dia 18. Dia 30 há Fados no Forte das Maias. Seguidamente convidou todos os presentes para o convivio e o petisco. Frequência nesta interessante reunião foi de 65 % Convidados : Dr.ª Ana Franco e Eng.º José Ferreira

Dia 8 de Novembro -18:00 H. AERLIS Inauguração da Exposição 


Com a presença do Sr. Dr. Enio de Souza em representação do Museu de Macau, do Sr. Dr. Manuel Machado em representação da Camara Municipal de Oeiras e do Presidente da J. de Freguesia de Oeiras e S. Julião da Barra, Carlos Morgado, foi inaugurada a exposição supra mencionada. A inauguração contou ainda com a presença de numerosos interessados, como a Diretora da Academia Senior de Oeiras, Sr.ª Dr.ª Fátima Pissara, o Arquitecto Jorge Borrêga, Professora da Escola de Paço de Arcos, etc e ainda vários visitantes e rotários. Após a inauguração seguiu-se um Porto de Honra.

Dr. Énio de Souza, Dr.ª Fátima Pissara, Dr. Manuel Machado e Engº Esteves Guerra Presidente do Rotary C. de Oeiras

Dr.ª Mary Sampaio, Arq. Jorge Borrêga, Dr. Manuel Machado, Carlos Morgado Presidente da Junta Freguesia de Oeiras e S. Julião da Barra e Dr. Énio de Souza (de costas),

“A exposição apresenta 95 paineis com reproduções do mais variado tipo, acompanhando a vida e a obra deste mercador-escritor, autor da certidão de nascimento de Macau aí escrita em 20 de Novembro de 1555. Está organizada em dois andamentos. No primeiro, acompanha-se a vida de Fernão Mendes Pinto, em especial as andanças de um bem sucedido mercador no Sueste Asiático e na Ásia Oriental, nos mares do sul da China e do Japão. No segundo andamento, visita-se a Peregrinação, uma das obras sobre a Ásia de maior sucesso editorial na Europa do século XVII.” A exposição esteve patente ao público no AERLIS, durante todo o mês de Novembro, tendo sido visitada por bastantes pessoas e algumas Escolas. O Rotary de Oeiras, muito agradece ao Sr. Presidente da J.F.de Oeiras e S. Julião da Barra todo o apoio dado à realização deste exposição, sem o qual ela teria sido


impossivel, bem como à direção do AERLIS pelo apoio prestado e à C. M. de Oeiras, na pessoa da Dr.ª Alexandra Vasconcelos, pela divulgação que proporcionou a este evento nas escolas do Concelho. Um especial agradecimento ao Centro Cultural e Cientifico de Macau que nos disponibilizou tão interessante exposição e ao Dr. Enio de Souza, do Museu de Macau, pelo trabalho, orientação e colaboração prestadas. Seguem-se, algumas fotos dos paineis.


Algumas fotos da Visita de Estudo à exposição «FERNÃO MENDES PINTO e os Mares do Sul da China» Realizada pela turma do 2º Ciclo do PIEF de Oeiras a funcionar na Escola Básica 2,3 c/ Secundário Aquilino Ribeiro, Talaíde, Porto Salvo – Oeiras.


Dia 14 de Novembro – H Hoom meennaaggeem m ddee M Méérriittoo PPrrooffiissssiioonnaall Reunião festiva de jantar, nas instalações do C.A.S.O. em Oeiras Homenagem ao Instituto Gulbenkian de Ciência pelo seu 50ª aniversário e a seu Diretor, Professor António Coutinho.

O Presidente Alberto Esteves Guerra abriu a reunião, dando as boas vindas a todos os membros do Instituto Gulbenkian de Ciência presentes, com relevo para o homenageado Professor Dr.António Coutinho; aos Companheiros Rotários de outros Clubes , desejando salientar em particular a presença dos Companheiros Presidentes: do R. C. de Algés, nosso clube padrinho, o Companheiro Artur Almeida e Silva (Past Governador), à Companheira Mara Duarte Gov. Assistente do Grupo 8 e ao presidente do Rotary Clube de Cascais-Estoril, Companheiro Luís Vitorino Marques; aos nossos Companheiros de Oeiras e a todas as convidadas e convidados. «Obrigado pela vossa presença». A Protocolo, Comp.ª Madalena Monteiro, tomou então a palavra para apresentar a mesa e chamar as individualidades que saudaram as bandeiras. De seguida anunciou a ementa do jantar. Homenagem de Mérito ao INSTITUTO GULBENKIAN DE CIÊNCIA: O Compan. Presidente, tomou a palavra para esclarecer os presentes sobre a missão de Rotary e a razão de ser dos chamados Serviços Profissionais . Disse: «O Rotary tem como objectivo a difusão de altos padrões de Ética Profissional no mundo empresarial, reconhecendo o mérito de todas as ocupações úteis; transformando essas ocupações no caso dos rotários, em oportunidades de servir a Sociedade. Assim sendo, num clube rotário, a área dos Serviços Profissionais é, a par dos Serviços à Comunidade, a de maior relevo, pois engloba o Indivíduo, o Clube, o Local de Trabalho e a Comunidade. Pela aplicação da Prova Quadrupla, (no que pensamos, dizemos e fazemos), ajudamos o indivíduo a melhor conduzir a sua vida na base da Verdade, Justiça, Boa Vontade e Decência. Desde logo melhoramos a intervenção no Clube, no local de trabalho e na comunidade. Os Serviços Profissionais dão ênfase a:


1) Consciencialização Profissional, promovendo a adesão aos mais elevados padrões de ética profissional e justiça social. Neste âmbito o clube trabalha c/ os jovens, nas Escolas Secundárias, através do concurso o “Aluno Melhor Companheiro”, destinado a chamar a atenção e desenvolver nos jovens os valores da ética e da solidariedade, bem como na Difusão da Prova Quadrupla. 2) Orientação e Apoio Profissionais utilizando as habilidades profissionais de cada um dos rotários, na solução de problemas e no atendimento das necessidades da sociedade. Por exemplo, atribuindo Bolsas de Estudo a jovens carenciados, apoiando instituições de protecção à juventude, colaborando com as Escolas na orientação profissional dos jovens e procurando dar formação profissional a mulheres com poucas habilitações profissionais. 3)

Ao Reconhecimento do valor de todas as ocupações úteis e da excelência profissional de indivíduos e organizações. Dentro deste âmbito se integra o Reconhecimento Profissional

Este ano, o R. C. de Oeiras escolheu para prestar o seu Reconhecimento, uma Instituição - o Instituto Gulbenkian de Ciência, e um profissional – o seu Diretor, Prof. António Coutinho. À Instituição no ano do seu quinquagéssimo aniversário, pelos excelentes e reconhecidos resultados cientificos alcançados no campo da investigação biomédica, e pela Seguiu-se entrega do Diploma de Mérito Profissional ao importância social, nacional e internacional da Instituto Gulbenkian de Ciência na pessoa do seu Diretor Instituição. Ao Prof. António Coutinho pela excelência da sua actividade profissional, na qual empenha elevados padrões de ética, pela sua contribuição cientifica e esclarecida liderança, a qual guindou a Instituição que dirige, ao patamar de reconhecimento de que hoje usufrui. » O Presidente deu então a palavra à Companheira Fernanda Veloso para fazer a apresentação do homenageado. « António Manuel Pinto Amaral Coutinho (Nasceu em Aveiro, 8 de Outubro de 1946) é um emérito imunologista português. Em 1969 concluiu a licenciatura em medicina na Universidade de Lisboa, e em 1974 recebeu os graus de doutor em Microbiologia Médica e de docent em Imunologia pelo Instituto Karolinska, Estocolmo, da Suécia. Investigador do Instituto de Imunologia de Basileia, na Suíça, entre 1975 e 1979, foi nomeado professor e director do Departamento de Imunologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Umea, na Suécia, cargo que exerceu entre 1979 a 1984. Em 1980 integrou os quadros científicos do Centro Nacional de Investigação Científica francês III (CNRS), para criar a Unidade de Imunobiologia no Instituto Pasteur em Paris, que dirigiu de 1982-1998, como Director de Investigação do CNRS e Professor do Instituto Pasteur, tendo exercido o cargo de Director do Departamento de Imunologia entre 1991 e 1994. Foi ainda Professor Visitante no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e na Universidade de São Paulo, tendo sido eleito Professor de Patologia Geral da Universidade de Geneva (1982) e nomeado Professor de Imunologia na Faculdade de Medicina da Universidade de Lund (1987), cargos que não chegou a ocupar. Actualmente é director do Instituto Gulbenkian de Ciência e professor catedrático convidado de Imunologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.


Durante a sua carreira científica recebeu vários prémios e distinções: Prémio Fernstrbmska da Universidade de Uma em 1981; Prêmio Aniversario da FEBS (Federação das Sociedades Europeias de Bioquimica) em 1982; Prémio Gulbenkian de Ciência conjuntamente com os professores Benedita Rocha e António Freitas, em 1987; Prémio Behring-Metchnikoff, da Sociedade Francesa de Imunologia, em 1990; Prémio Lacassagne do "College de France" em 1995; Ordem do Cruzeiro do Sul (Brasil) em 1998; Légion d'Honneur (França) em 2001; Placa de Homenagem da Sociedade Brasileira de Imunologia em 2002; Ordem do Infante D. Henrique (Portugal) em 2003; Prémio Universidade de Lisboa em 2007. O professor António Coutinho é membro da European Molecular Biology Organization (EMBO), da Academia Portuguesa de Medicina, membro estrangeiro da Academia Brasileira de Ciências, Sócio Honorário da Sociedade Portuguesa de Imunologia e Presidente da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa desde 2006.»

Placa de homenagem de MÉRITO PROFISSIONAL ao Professor António Coutinho O Sr. Professor, tomou então a palavra para agradecer as distinções concedidas, falando em nome do Instituto e em nome pessoal. Foi muito aplaudido.

De seguida tomaram a palavra: Comp.ª Gov.Assistente Mara Duarte em representação do Governador José Coelho, para felicitar a escolha do Clube e os homenageados, falando sobre o significado desta distinção. Seguidamente o Sr. Carlos Morgado, Presidente da Junta de Freguesia de Oeiras e S. Julião da Barra, para se congratular e congratular a Instituição e o seu Diretor, pela distinção feita, fazendo jus ao nível cientifico e ao trabalho desenvolvido pelo Instituto. Igualmente cumprimentou o Homenageado, pelo trabalho realizado e êxito alcançado.


Na fase final do jantar o Sr. Prof. António Coutinho teve uma interessante intervenção sobre o virus da pólio. Antes de lhe dar a palavra, o Comp.º Presidente fez uma apresentação sucinta sobre a cronologia da Pólio e o que tem sido o trabalho de Rotary na luta contra esta doença. Vejamos então a: CRONOLOGIA da POLIO 1580-1342 BC: Uma estela egipcia mostra um sacerdote apoiando a sua perna mirrada num cajado, sugerindo ter sido vitima da poliomielite, doença que existe à milhares de anos.

Eis a história da poliomielite a partir de 1580 BC até hoje . Em 1931 – foi descoberto o virus da Pólio e identificados 3 tipos de virus. Em 1954 – o Dr. Jonas Schalk fez a 1ª vacina contra a pólio – injetavel Em 1961 – O Dr. Albert Sabin desenvolveu a primeira vacina oral Em 1985 – O Rotary internacional lançou a 1ª e maior campanha coordenada, de irradicação da Pólio a que deu o nome POLIOPLUS, dando assim suporte aos esforços das entidades oficiais de saude de cada país, com uma verba de 247 Milhões de dolares resultante das contribuições dos rotários de todo o mundo. Em 1988 – A Organização Mundial de Saúde, aprovou uma resolução para irradicação da Pólio, dando assim origem à Iniciativa Global para Irradicação da Pólio. Em 1991 – foi a data do último caso de pólio ocorrido em todo o Continente Americano. Em 1994 – o hemisfério Ocidental é declarado livre da Pólio Em 1995 – Os rotários e outros voluntários em colaboração com as autoridades de saúde, imunizaram numa única semana, 165 milhões de crianças na China e na India. Em 2000 – Um record – 550 milhões de crianças recebem a vacina oral da Pólio. O Pacifico ocidental da Australia à China e considerado livre da Pólio Em 2003 – a Contribuição do Rotary para a irradicação da Pólio excede os 500 milhões de dolares. Neste ano restam ainda 7 países endémicos. Em 2006 – O número de países endémicos está reduzido a 4. Em 2009- Rotary já contribuiu com 800 milhões de dolares para a Pólio. Neste ano, a fundação Bill e Melinda Gates associa-se a este esforço financeiro, contribuindo com 350 milhões de dolares. Os rotary acrescentaram mais 200 milhões. Perfazendo assim uma contribuição rotária de 1.000 milhões US dolar. Em 2011- Nova meta de arrecadação de fundos para a Pólio está em marcha, agora para atingir 200 milhões de dolares, até 30 de Junho 2011. No final do ano 2011 tinha-se atingido já a verba de 204 milhões.

Saiba mais sobre o Rotary e sua contribuição no esforço de erradicação da Pólio – esforço este que já eximiu cerca de 5 milhões de crianças a uma vida de paralisia, em www.rotary.org .


O Sr. Prof. António Coutinho tomou então a palavra, para nos falar sobre o virus, as vicissitudes da sua descoberta e combate, sobre a vacinação, etc. Foi uma conversa cativante, interessantissima e de grande interesse e conteúdo. Infelizmente não tivemos meios para a registar e reproduzir. Depois de algumas perguntas, amplamente esclarecidas, a assistencia aplaudiu o palestrante. Não restava mais ao Presidente, que agradecer a presença de todos, nomeadamente do homenageado e encerrar a reunião,

Professor António Coutinho, proferindo a sua alucoção

DADOS sobre a POLIO O Mapa mundo, mostrando a incidência da poliomielite no mundo, no ano em que o Rotary Internacional, lançou a campanha de irradicação da poliomielite, denominada PolioPlus.

O Mapa mundo, mostrando a incidência da poliomielite no mundo, no ano 2006. Ano em que os 3 poliovirus tinham sido erradicados de todos os países excepto 4: Nigéria, Afganistão, Paquistão e India.


Dezembro 2011 É com satisfação que constatamos que o Diploma de Reconhecimento Profissional, conferido por Rotary Clube de Oeiras ao Instituto Gulbenkian de Ciência em Oeiras, foi devidamente considerado pela direção daquele Instituto e valorizado pelo local de exposição em que se encontra; no átrio da entrada principal do I.G.C..


Dia 18 – Fomos ao TEATRO ( às 20:30H. ) Grupo de Teatro do Cenco - Centro Cultural de Oeiras - Auditório Cesar Batalha Numa noite muito chuvosa, o auditório Cesar Batalha foi pequeno para acolher todos quantos quizeram disfrutar de um excelente espetáculo de teatro e ver uma comédia de grande atualidade:

Casa quase cheia, permitiu angariar fundos para Cabazes de Natal e Socorro a famílias carênciadas, dentro do nosso programa “ROTARY APOIA A COMUNIDADE”.


Dia 21 de Novembro – Palestra “ECOPILHAS “ - Sede –

Intervenção sobre Projecto Ambiente – Actividades Rotárias

Presidiu à Reunião Esteves Guerra Saudaram as Bandeiras:

Nacional ....Lurdes Torres Rotary .......José Tavares.

Protocolo : Tema da Reunião: Próximas Acções do Clube e Dr.ª Maria João Caria, falou-nos do Projeto Pilhão da empresa ECOPILHAS. Secretaria: DELFIM - Informação sobre a Petição que está a correr para que seja designado o dia 23 de Fevereiro como o dia Nacional de Rotary. Pede-se aos companheiros que participem. - Informação sobre as Contribuições para a POLIO - Anuncio feira NATALIS - Dia 24 Novembro visita do Governador a Carnaxide Tesouraria Situação de Tesouraria Balanço Ida ao Teatro : Saldo positivo Aprovada Bolsa de Maraize Carlos Barbosa (400 € 1º pagam. ; 350 € 2º pagam. Se tiver aproveitamento) Pagamento de 150 € ao Bolseiro Gonçalo Martins (pedido apresentado por AnaMaria). Informações do Presidente Prova Quadrupla: 2ª feira dia 12 Dezembro Escola Aquilino Ribeiro em Talaíde. Aula de curso profissional das 12:00 H às 12:45 H. – Apresentação da Prova Quadrupla. Irão Fernanda Veloso, Dias Costa e Esteves Guerra Comissão Social de Freguesia de Porto-Salvo, dia 29 às 18 Horas – Irá Companheiro Fausto Leitão Palestra pela Dr.ª Maria João Caria, «ECOPILHAS-Sociedade Gestora de Residuos de Pilhas e Acumuladores, Lda. Objetivo de recolha de PILHAS até 31 Dezembro 2011- 25% do total = 100 milhões de Pilhas. (+-500 Toneladas) Recolha – com Pilhões (17.100 pilhões, dos quais 5122 directamente pela Ecopilhas). Os pilhões da Ecopilhas representa 62% da recolha. Em Dezembro de 2011 irá ser feito o 3º Peditório Nacional de Pilhas e Baterias Portáteis Usados – o valor da Recolha é para o IPO ( aquisição de equipamento). Este ano o parceiro principal é o LIDL, AKI, Grupo Pestana. A empresa que faz a triagem é a VALDI em França. A Sociedade ECOPILHAS, já tem a correr um programa de recolha de pilhas nas Escolas (algumas). Procura ter mais parceiros. O parceiro, é no fundo um ponto de recolha de pilha.


Assim propõe uma parceria ao Rotary de Oeiras para esse fim. Irá enviar um protocolo ao Presidente para ser discutido no Clube e depois conversado com a ECOPILHAS.» Um tal projeto caberia bem dentro da área do ambiente, (Comissão do Ambiente a cargo da Comp.ª Maria João Melo Gomes). No final, o Comp.º Presidente agradeceu à Dr.ª Maria João Caria a excelente apresentação feita e entregoulhe em nome dos Companheiros, um galhardete, como recordação da sua primeira presença no Rotary Clube de Oeiras. Actualidades e Comunicações: Comp.º Rogério – agradeceu o apoio dos companheiros aquando do falecimento da mãe. Comp.º Fausto – Entregou as Rifas para angariar fundos para os Cabazes de Natal. Anunciou que na próxima 5ª feira às 14:30 H, há uma visita guiada à Exposição Património Cientifico e Cultural na Estação Agronómica de Oeiras. Os Companheiros que queiram podem associar-se. Momento do Presidente Informações e Propostas para decisão: Rotary Foundation: Como sabem o pedido do Presidente de Rotary Internacional é que os clubes façam um esforço para ajudar a POLIO e os Companheiros façam as suas contribuições para o Fundo de Programas, através do programa Todos os Rotarios todos os Anos , o que correponde a fazer uma contribuição de 1.800 US$. Relativamente à Contribuição Pólio, esta foi assegurada pelo Presidente. Para o Programa Todos os Rotarios todos os Anos , temos até agora 325 € Madalena + 325 € Dias Costa+ Contrib. Alda 150 € = 900 € «» 1.200 US$ ficam a faltam apenas 600 US$ ou sejam cerca de 450 € Precisamos ter uma acção em Janeiro ou Fevereiro com esta finalidade. A Contribuição tem que ser feita até fim de Fevereiro. Projeto Costura – J. F de Paço de Arcos: Alto da Loba – na Loja Social. J. F. de Oeiras, Instalações C.A.S.O. – Neno – Arranjo da Moradia – Jantar de Caça Almoço de Natal – Será Jantar no Restaurante Ponto.come Observações finais do Presidente e encerramento da reunião 23:35 H. Frequência da reunião: 56%

A PROVA QUÁDRUPLA D o que nós pensamos, dizemos ou fazemos: 1º É a VERDADE? 2º É JUSTO para todos os interessados? 3º Criará BOA VONTADE e MELHORES AMIZADES? 4º Será BENÉFICO para todos os interessados?


Dia 28 de Novembro – Analise Atividades Rotárias - Sede Presidiu à Reunião Esteves Guerra Saudação às Bandeiras:

Nacional ..... Comp.º José Neno Rotary ........ Comp.º Rogério Carneiro

Protocolo : Tema - Actividades em Curso Secretaria: DELFIM Homenagem João Bandeira dia 13 em Algés - Palacio Anjos Recebemos o cheque das 2 Bolsas do Tagus Park Secretária adjunta Lurdes: Informou que o Diploma de Mérito Profissional está em lugar de destaque no Instituto Gulbenkian de Ciência. Tesouraria Situação de Tesouraria Subsidio CENCO : 250 €. Bolsa de Maraize Carlos Barbosa - 400 € 1º pagam. Cheque passado entregue ao Presidente Pagamento de 150 € ao Bolseiro (pedido AnaMaria) cheque passado e enviado. Foi feita a encomenda ao Continente de 35 cartões de 50€ cada, para os Cabazes de Natal. Levantar dia 14 de Dezembro. Total: 1.750 € O Continente oferece mais 5 cartões de 50€ cada. CONTRIBUIÇÕES CABAZES NATAL: - O Sarg-Mor do Forte de S. Julião da Barra contribui com 25 euros - A Professoras da Escola Aquilino Ribeiro de Talaide contribuiram com 50 euros. Mail recebido através do Sr. Eng. Alexandre C. Rebelo da Tecnovia. Momento do Presidente: Prova Quadrupla: 2ª feira dia 12 Dezembro intervenção na Escola de Talaíde 12 H . Vou preparar Kits com material sobre a Prova Quadrupla para entregar aos alunos. Visita do Governador a Carnaxide no passado dia 24 – Estive presente. Comissão Social de Freguesia de Porto-Salvo, dia 29 às 18 Horas Feira Social do TagusPark dias 14, 15 e 16 de Dezembro das 11:30 H às 16:30 H. Feira Social de Paço de Arcos, dia…10 e 11 Dezembro O BBVA, vai-nos dar algum material de escritório proveniente da balcão de Paço de Arcos, que vai fechar. Temos que o ir buscar amanhã às 15 Horas, com a ajuda da carrinha da J. F. de Oeiras. Programas de Dezembro e Janeiro. – apresentado um projeto Entrega das Bolsas c/ J.F. Oeiras, dia 9 às 18 Horas Cabazes de Natal – Aproveitem a Carta que vos enviei, como auxiliar de venda das rifas. Nosso “Almoço” de Natal – é Jantar no Ponto.come. Dia 10 Dezembro. Actualidades e Comunicações Tema do dia: FADOS: Petisco no Forte das Maias O Compº Esteves Guerra ventilou a ideia de pedir ao artista Camané, alguns CD’s dos seus fados, devidamente autografados, a fim de serem leiloados durante o jantar. As várias Lista de Pessoas inscritas Totalizam = 111 pessoas+os Fadistas (4) + J F. 4 = 119


Em virtude do elevado número de inscritos para este Jantar de Fados, foi solicitado aos Companheiros presentes que reduzissem alguns dos seus convidados, afim de se apurar apenas cerca de 90 pessoas pois esta seria a capacidade máxima da Sala do Forte de S.João das Maias. Encerramento da Reunião: 23:35 H. Seguiu-se um momento de franca convivência. Frequência da reunião: 56%


Dia 30 de Novembro – Fado FORTE DAS MAIAS

Vadio

Decorreu, nesta data, uma animada noite de fados. A sala tornou-se pequena para acolher as quasi 90 pessoas que responderam ao nosso apelo e nos deram o prazer da sua presença. Contámos com os artistas amadores Maria do Mar, José Dias, Delfim Monteiro e Manuel António. Acompanharam à guitarra portuguesa Henrique Oteiro, à viola José Dias e na viola baixo Manuel António. Muito gratos estamos aos artistas pela sua generosidade e o brilhantismo das suas intervenções. Muito Obrigado. Um cumprimento especial às nossas Companheiras que se envolveram de alma e coração neste projeto e a todos os companheiros que muito colaboraram para o brilhantismo desta iniciativa. Igualmente aos voluntários, especialmente à D. Joaquina pela extensão e qualidade do trabalho produzido e D. Etelvina pela ajuda dada. Um agradecimento especial à Junta de Freguesia de Oeiras e ao seu Presidente Carlos Morgado que nos ajudou com ofertas em espécie e finalmente ao CASO e em especial aos Sargentos – Mor, Frutuoso e Gonçalves, e também ao Sr. Garrido, sem cuja ajuda este êxito não teria sido possivel. Bem Hajam. Seguem-se fotos do evento.


E a noite de fados terminou, não sem que antes, se tivessem comido as castanhas, assadas na hora, graças à colaboração da D. Manuela Modesto, e degustado um excelente caldo verde, fornecido pelo C.A.S.O.. O Companheiro Esteves Guerra, em nome do Clube agradeceu a participação de todos e de forma especial aos artistas, que graciosamente animaram o serão.


Feira Social Jardim de Paço D’Arcos Dias 1 a 11 de Novembro O Rotary Clube de Oeiras, correpondendo ao convite da Junta de Freguesia de Paço de Arcos, esteve presente na Feira Social de Paço de Arcos. Um aspeto do stand, onde se venderam essencialmente, livros infantis, oferecidos ao Clube por Companheiros, Amigos e Voluntários.

Dia 5 de Dezembro – Atividades do Clube - Sede Presidiu à Reunião Esteves Guerra Saudação às Bandeiras:

Nacional ... Comp.ª Ivone Leite Rotary ... Comp.ª Madalena Monteiro

Protocolo : Actividades em Curso Tema principal: Feiras Sociais – Paço de Arcos e TagusPark Secretaria: DELFIM Cerimónia comemorativa do Aniv. Freguesia Paço d´Arcos Clube Desportivo Paço D’Arcos dia 8, 16 Horas Sarau de Natal Tesouraria (por falta do Comp.º Tavares) - Esteves Guerra Situação de Tesouraria: Saldo suficiente. Entregue cheque de 250 € à D. Carla Trancoso Diretora do CENCO. Valor liquido apurado com a Noite de Fados: 353 €. Cabazes de Natal – Ponto de situação. Cabazes de Natal – 75 € transferidos+ Lurdes =50 € + Neno = 50 €;

mais 125 € em dinheiro resultante da venda de Natal. Foi feita a encomenda de 35 cartões de 50€ cada, para os Cabazes de Natal. A levantar dia 14 de Dezembro. Total: 1.750 € Actualidades e Comunicações: Comp.ºFausto: Falou da sessão Fados, para dar os parabéns a cantores e organizadores. Cabazes: Precisado nº cabazes de Natal – J.F. de Oeiras = 30 Cabazes Com. Soc. Freg de Porto Salvo- Loja Social – apelou para os Comp.ºs darem brinquedos e roupas. Dia 19 às 17 Horas, serão entregues as recolhas.


Comp.ª Madalena: Os xailes emprestados pelo CASO, estão juntos com as toalhas. Foram retirados por E.G. Feira do TagusPark.- A montagem da feira é dia 13 de tarde.. Comp.º Dias Costa: Deu os parabéns pela realização do sarau de fado. Comp.º Delfim: Encarregue de escrever carta para Diretor do CASO a inaltecer o trabalho dos SargentosMor, do Sr. Garrido e demais pessoal que ajudou. Comp.º Esteves Guerra: lembrou Prova Quadrupla: Reunião amanhã às 18H para afinar pormenores. 2ª feira dia 12 Dezembro Escola de Talaíde 12 H . Feira Social do TagusPark dias 14, 15 e 16 de Dezembro das 11:30 H às 16:30 H. Feira Social de Paço de Arcos, (dias 1 a 11) Iniciaremos a atividade só dia 8. No feriado e domingo o horário seria das 11H às 18/19 H., nos restantes dias das 16H. às 19 H. O BBVA, deu-nos material de escritório. 2 Mesas e 8 cadeiras. Já seguiu carta de agradecimento. Entrega Bolsas c/ J.F. Oeiras, dia 9 às 18 Horas, na sede da Junta. Nosso “Almoço” de Natal - Restaurante Ponto.come. Dia 12. Às 20 Horas Acção Banco alimentar na Escola Talaide: iniciativa da nossa Rylista Marisa Sofia. Relembrar Homenagem João Bandeira dia 13 em Algés Palacio Anjos Momento do Presidente:

Companheiros, o Rotary é formado por muitos Clubes, constituídos por uma diversidade de pessoas de raças, religiões, culturas e hábitos diferentes, mas todos, desde que entramos em Rotary ficamos irmanados por um mesmo ideal e um mesmo propósito – fazer o Bem, Ajudar a Comunidade! Dentro do Clube cada um é diferente e ainda bem, porque todos nascemos originais e certamente não queremos morrer cópias! O maior presente que temos é a Vida, o segundo o Amor, e o terceiro é a Capacidade de nos entendermos uns com os outros. Por isso mesmo, cada um de nós não deve deixar de proteger e ajudar os outros Companheiros, porque antes de tudo o nosso sucesso ou protagonismo é o sucesso do Clube! É afinal o sucesso de todos nós. Isto tudo vem a propósito da Noite de Fados. Grande realização! Grande trabalho em que estiveram envolvidos de uma forma activa, praticamente todos os Companheiros do Clube. Por isso o Clube de Oeiras está de Parabéns, o que quere dizer que todos os Companheiros sairam com a sua imagem reforçada perante a comunidade. Isto é que realmente importa! Aumentámos a nossa identidade, a nossa visibilidade, a nossa imagem de Rotarios activos. Esta realização foi um grande sucesso. Parabéns. Bem hajam pelo vosso empenho. Encerramento da Reunião:. 23:25 H. Frequência da reunião: 67 %

Dia 9 Dez.– Entrega Bolsas de Estudo Patrocinadas pela J. F. Oeiras J.Freg. de Oeiras e S. Julião da Barra - (18:00 H)


Foto 1

Foto 2 Foto 3 Mais uma vez tivemos o privilégio de participar na entrega de 14 Bolsas de Estudo, patrocinadas pela Junta de Freguesia de Oeiras e S. Julião da Barra, destinadas a alunos com dificuldades económicas que frequentam as escolas secundárias da freguesia. Conforme ao protocolo existente entre Rotary de Oeiras e esta J. Freguesia, iremos acompanhar estes jovens durante o ano escolar, ajudá-los curricularmente se for o caso e continuar a dar-lhes apoio financeiro com uma Bolsa de Estudo, se terminado o 12º ano, se matricularem no ensino superior ou profissional e continuarem a ter aproveitamento. Nas fotos acima podemos ver: Foto 1 – Carlos Morgado Pres. J. F. de Oeiras, Esteves Guerra Pres. Rotary de Oeiras, Comp.ª Ana Maria responsavel pelas Bolsas, Comp.ª Lurdes Torres entregando o cheque a um bolseiro e à direita o nosso Comp.º Dias Costa. Foto 2 – AnaMaria entrega o cheque a um Bolseiro; Foto 3 – Carlos Morgado entrega um cheque à mãe de um bolseiro.

o uilin S Aq 2 ,3/ . – .B e la E - Sed Esco

iro Ribe


PROVA QUADRUPLA na ESCOLA SECUNDÁRIA AQUILINO RIBEIRO Nesta data com a presença dos Companheiros Fernanda Pires Veloso, Dias Costa e Esteves Guerra, iniciámos na Escola de Talaíde a apresentação e divulgação da PROVA QUADRUPLA. Numa turma de ensino profissional do Professor Fernando Rosa, numa aula de 90 minutos, fizemos uma apresentação, sobre o tema. A sessão começou com os agradecimentos do Comp. Esteves Guerra ao Sr. Dr. Fernando Rosa e uma apresentação sobre o que é Rotary e o que faz o Rotary de Oeiras; depois a Companheira Fernanda, explicou o que é, e como nasceu a Prova Quadrupla (para saber mais, ver anexo 1) e finalmente o Comp. Dias Costa falou sobre a Ética nos negócios e na vida do dia a dia e como a aplicação da Prova Quadrupla pode ser uma mais valia e um grande auxiliar na nossa acção. A sessão terminou com os agradecimentos aos alunos pela atenção manifestada ( eram cerca de 24 alunos). O Professor Fernando Rosa agradeceu a nossa “aula” e disse que irá aproveitar este tema para trabalhar com os alunos. Todos os alunos receberam um Kit contendo, todas as informações do anexo 1, bem como um exemplo prático de aplicação e o enunciado explicativo da referida prova, que abaixo se reproduz. PROVA QUADRUPLA: Enunciado Explicado

A PROVA QUÁDRUPLA do que nós Pensamos, Dizemos e Fazemos

1. É a VERDADE? - Embora livres para afirmar ou negar, não temos o direito de falsear a verdade.

2. É JUSTO para todos os interessados? - Na igualdade de tratamento provamos nosso espírito de JUSTIÇA... 3. CRIARÁ BOA VONTADE E MELHORES AMIZADES? - Para criarmos BOA VONTADE e conquistarmos MELHORES AMIZADES, devemos antes provar o nosso desejo de servir, mesmo que isto nos custe muito trabalho e dedicação...

4. Será BENÉFICO para todos os interessados? - Beneficiar um ou poucos é fácil, importante é levar a todos o BENEFÍCIO de nossos atos...

Seguir-se-ão acções semelhantes nas Escolas Secundárias Sebastião e Silva , e Quinta do Marquês.

Dia 12 de Dezembro – Convívio de Natal Restaurante PontoCome


Num ambiente de grande convívio, companheirismo e amizade, tivemos além dos Companheiros do Clube e seus ou suas consortes, a presença de bastantes amigos e voluntários e do nosso sócio honorário Carlos Morgado. Uma especial referência à presença de ex-companheiros, como Coronel Artur Ferreira Pinto e sua espôsa Mimi, Manuel Pepe de Brito e Cândida Brito sua espôsa, Dr. Rui Madureira, Fernando Lomba, Vitor Fernandes e sua espôsa Mizé. Este nosso amigo, também conhecido como o pintor Vifer, presenteou o Clube com um quadro que posteriormente será vendido com o fim de arranjar fundos para o nosso programa de Bolsas de Estudo. O nosso ex-Companheiro Engº Pais da Rosa e sua espôsa Teresa, também ofereceram uma garrafa de favaios, a qual foi sorteada, tendo o produto do sorteio revertido para a conta dos Cabazes de Natal. Voluntários tivemos: Maria José, Joaquina, Teresa Barbosa e a Dr.ª Maria Seifi, que como proprietária do Restaurante Pontocome, fez as honras da casa, tendo-nos recebido muitissimo bem e servido um excelente jantar. No final o nosso Companheiro Pais da Rosa brindou-nos com a seguinte poesia, com a qual fecho este relato.

GRITO DE AMOR E UNIÃO

POR ROTÁRIO DEIFICADO AO LONGO DE MUITOS ANOS TANTO BEM TENS ESPALHADO ENTRE PUROS E PROFANOS. TENS OFERECIDO AMOR SEM RANCOR E SEM AGRURA POIS O DEUS NOSSOS SENHOR DEU-TE FÉ, MUITA DOÇURA. COMO ESTOU TRISTE IRMÃO

AO VER MÃOZINHA ESTICADA PEDINDO UM POUCO DE PÃO NA NOITE DE CONSOADA. SOLTA-TE DA ESCURIDÃO Ó ROTÁRIO DOS MEUS SONHOS ILUSTRA NOSSA VISÃO FINDE-SE EM NÓS OS MEDONHOS. LINDA NOITE DE NATAL P'RA AGRADECER AO SENHOR


UM DEUS QUE É TÃO REAL, PAI DE JESUS MEU AMOR.

ANO DE AMOR E BONDADE VOU LEMBRAR-VOS NO FINAL: EXALTEM NOSSA IRMANDADE.

EXALTEM NOSSA AMISADE...

A TODOS FELIZ NATAL,

 ESTA REUNIÃO SUBSTITUI A QUE DEVERIA TER LUGAR NO DIA 26 DE DEZEMBRO


Homenagem a João Faustino Bandeira (( 0044--0066--11994422

––

1122--1122--22001100 ))

No passado dia Dia 13 Dez, teve lugar no Palácio Anjos em Algés, uma homenagem promovida pelo Rotary Clube de Algés, a propósito do lançamento do livro biográfico « João Bandeira – in memorian – » editado por seu irmão Humberto Bandeira. O salão do Palácio Anjos, foi pequeno para albergar tantos famíliares, amigos e Rotários, que quizeram vir prestar mais esta sentida homenagem ao Companheiro e Amigo. João Bandeira, foi um companheiro muito presente no Rotary Clube de Oeiras, desde logo, como um dos seus fundadores, depois porque sempre teve connosco uma relação de próximidade, de ajuda e companheirismo. O Clube esteve representado, pelo seu Presidente Companheiro Esteves Guerra e pelo seu sócio mais antigo, fundador, Companheiro Olegário Jaques. Durante a cerimónia o nosso Presidente teve ensejo de ler, talvez o ultimo testemunho rotário, escrito pelo João; O seu testemunho para o prefácio do livro sobre os 25 anos do Rotary Clube de Oeiras. Ao João Bandeira só poderemos dizer ; «Caro João, muito obrigado por nos teres ajudado a nascer e pela tua sempre fraterna amizade. A tua pessoa estará sempre presente em nós. Até breve...» Seguem-se algumas fotos da cerimónia:

O momento em que seu irmão Humberto Bandeira, apresentava o livro, na mesa a seu lado Labeth a esposa de João Bandeira ao lado o Comp. Artur A. e Silva, Presid. do Rotary Clube de Algés. À direito, o momento musical com que terminou a cerimónia.


Feira Social do TagusPark 14, 15 e 16 Dezembro

Mais uma vez tivemos o amavel convite da Administração do Tagus Park, para fazer parte do conjunto de associações de solidariedade que integram esta Feira de Natal. Um conjunto de Rotários e Voluntários, revesaram-se para manter uma presença condigna. O valor das vendas, apurado, reverteu a favor de cabazes de Natal.


CABAZES do NATAL 2011 16 Dezembro – Entrega na sede Bombeiros Voluntários Oeiras

-

(17:00 H)

Nesta data procedeu-se à entrega de 30 cabazes de Natal mais 30 Bolos Rei, na sede dos Bombeiros Voluntários de Oeiras, em conjunto com a Junta de Freguesia de Oeiras e S. Julião da Barra. Posteriormente foram entregues mais 10 cabazes de Natal, a famílias carênciadas de Paço de Arcos (5) e Porto Salvo (5). Algumas fotos deste momento:

Aspeto da sala onde se concentraram alguns dos beneficiarios desta iniciativa.


Entregas em Paço de Arcos e em Porto Salvo Foram entregues mais 10 cabazes de Natal, a famílias carênciadas de Paço de Arcos (5) e Porto Salvo (5).

Em Paço de Arcos, no salão da Junta de Freguesia, onde a Dr.ª Valentina Ascensão, nos referênciou as famílias necessitadas

Em Porto Salvo, na Loja solidária, à pouco inaugurada pela J. de Freguesia de Porto Salvo, D. Eugénio Salvador, referênciou-nos as famílias necessitadas. Na foto, os Comp.s Guerra e Fausto, entregam os vales de compra do Continente a duas das famílias.

Em Oeiras, na nossa sede, imagem dos sacos de brinquedos e roupas, com que contemplámos alguns habitantes dos Bairros de Pombal e Bento Jesus Caraça. Na foto a Comp.ª Ana Maria e o Comp.º Fausto, entregam sacos de roupa e outros bem a uma das famílias.


Na nossa sede, o Companheiro Fausto, responsavel dos Serviços à Comunidade e um dos motores da angariação de fundos para os Cabazes de Natal, entrega o terceiro prémio, relativo às rifas, que nos permitiram angariar 1.000 €. O momento em que a Dr.ª Aurea recebe esse prémio: uma serigrafa do Pintor Rosa Mendes.

Sakuji Tanaka Rotary Club de Yashio, Saitama, Japão,

Lema do Ano Rotário 2012- 2013 do novo Presidente de Rotary Internacional

Sakuji Tanaka 


Dia 19 de Dezembro – Assembleia de Clube Eleição do Presidente 2013-2014 Presidiu à Reunião Esteves Guerra Saudação às Bandeiras:

Nacional ... Comp.º Dinis da Fonseca Rotary ... Comp.ª Maria João

Protocolo : Eleição do Presidente 2013 – 2014 Secretaria: DELFIM Expediente normal Carta da Comp. Ivone a pedir a suspensão da frequência, por motivo de doença. Tesouraria – José Tavares Situação de Tesouraria: Cabazes de Natal – Ponto de situação. Rifas 1.000 €+ 353 €(Fados) + 370€ (Teatro) + 158 € (Vendas Feiras) + 50 € (transf. Cabaz) = 1.931 €, SALDO TESOURARIA = prevê 1000 € no fim do mês Informação Rotária Tema da Informação Rotária :  Eleição do Presidente Actualidades e Comunicações: Delfim – Informou que o Rotary participou em 2 atividades artísticas feitas pelos nossos artístas fadistas, para o «Coração Amarelo» de Oeiras e para as «Residências Montepio». Lurdes – participou no Grupo teatro da Univ. Senior sobre excertos de Gil Vicente. Fausto – Entrega de Brinquedos e Roupas na Loja Solidária Mão Amiga em Porto-Salvo. Esteve só o Fausto e uma amiga Fátima Serrão. A Festa de Natal no AERLIS para idosos, foi interinstucional, isto é entre várias associações de solidariedade social de Oeiras . Próxima 5ª feira – às 18Horas- entrega de brinquedos às crianças a sete famílias do Centro Social e Paroquial de S. Julião. Esta Associação vai inaugurar em breve uma loja social no Bairro de Pombal. Ana Maria – Leu uma carta de agradecimento de um Bolseiro que acabou o Curso de Arquitetura. Momento do Presidente:

 Jantar com o Prof. Viriato Soromenho Marques.

Esteves Guerra: Lembrou ainda ser Importante como próximas realizações:  Projeto de formação profissional – Atelier’s de Costura  Estágios por um dia  Tentar motivar jovens para um Interact. Tema do Dia: Assembleia de Clube para Eleição do Presidente 2013 – 2014 Procedeu-se à votação por voto secreto. Na segunda volta, foi eleita por larga maioria a Companheira Madalena Cavalheiro Monteiro. Assim teremos como

Presidente eleito 2013-2014 – Madalena Cavalheiro Monteiro Encerramento da Reunião: .23:25 H. Frequência desta reunião foi de 72 %.


O IDEAL de SERVIR Rotary surgiu e desenvolveu-se sob a inspiração do ideal de servir. Ao longo dos seus 107 anos de existência, outra coisa não tem procurado fazer, senão afirmar-se na comunidade, pelo serviço que presta desinteressadamente, sem olhar a compensações, a honrarias ou a publicidade. Nada que represente a manifestação da vaidade do homem, inspira a nossa Instituição. Rotary é simplicidade. É coerência de princípios. Não sofisma no trato com as pessoas. Procura não criar embaraços a ninguém, não suscita problemas. Não engana. Acima de tudo, está o amor à verdade, que constitui um dos seus pontos fundamentais. Esta é a razão por que Rotary exige do rotario uma posição retilínea em todos os seus actos. Temos, portanto, uma responsabilidade muito grande – Servir de exemplo às Novas Gerações. Integrados em Rotary, devemos levá-lo a tudo e a todos, numa demonstração convincente de que, realmente, Rotary para nós não é somente o emblema que usamos na lapela, ou a reunião semanal. É uma filosofia, uma visão da solidariedade, e sobretudo a acção que se concretiza no serviço que prestamos; é a Vida que dignificamos na relação com o próximo. Cabe aqui relembrar as palavras sábias de um antido Presidente de Rotary Internacional, Charles Tennent: “O importante é Você, prezado rotario; visto que é você quem deve dar expressão ao Ideal de Servir, vivendo-o em sua própria conduta e na dos seus semelhantes.” Há uma profunda verdade nestas palavras. Meditemos um pouco no seu significado, para podermos realizar, em toda a sua plenitude, o que Rotary nos pede.

Comissão de Programas e Boletim


ANEXO 1

PROVA QUADRUPLA O CRIADOR DA PROVA QUÁDRUPLA Herbert J. Taylor, nasceu em Pickford, Michigam e formou-se em direito pela Universidade de Northwestern em Evanston; recebeu o título de Doutor Honoris Causa, em direito, da Faculdade de Direito do Houghton College de Nova York. Foi diretor-presidente da Club Aluminurn Products Company, de Chicago; diretor da Monarch Aluminum Manufacturing Company de Cleveland, Ohio; diretor da Chicago Federal Savings and Loan Association; diretor do First National Bank, de Barrington; membro consultivo da Universidade de Illinois; diretor do Chicago Better Business Bureau; presidente do Conselho de Regulação de Preços do Ministério da Guerra em Washington; diretor da Associação Americana de Administradores e da Associaçâo de Produtos de Alumínio. Ingressou em Rotary em 1923, no Rotary Club de Paulis Valley, Oklahoma, do qual foi presidente. Tendo transferido residência para Chicago, passou a pertencer ao Rotary Club nº 1,o R. C. de Chicago, onde ocupou diversos cargos, inclusive a presidência, em 1944-45. No Rotary lnternational, ocupou os cargos de governador, diretor, vice - presidente, presidente e membro de diversas comissões. Herbert Taylor morreu em 1 de maio de1978.

HISTÓRIA DA PROVA QUÁDRUPLA por Herbet J. Taylor

Em 1932, fui encarregado pelos credores da Club Aluminum Company, de evitar a falência e conseqüente fechamento da empresa. Atuava a mesma como distribuidora de utensílios de cozinha e de outros artigos para uso doméstico. A empresa era devedora de uma importância superior a US$ 400.000 acima do seu ativo total. Estava falida, mas ainda viva. Nessa ocasião, um banco de Chicago emprestou-nos US$ 6.100, parcos recursos com os quais deveríamos prosseguir operando. Apesar de termos um bom produto, nossos competidores também comerciavam com material de excelente qualidade e de marcas largamente anunciadas. Nossa empresa dispunha de ótimos empregados, mas a concorrência igualmente os possuía. E, além disso, achavam-se naturalmente, em condições economicas muito mais sólidas do que a nossa. Com tremendos obstáculos e desvantagens a enfrentar, sentimos a necessidade de criar na nossa organização algo com que os competidores não contassem em idênticas proporções. Decidimos, então, que teria de girar em torno do caráter, da noção do dever e do espírito de servir do nosso pessoal. Principiamos por selecionar cuidadosamente os nossos colaboradores e, em seguida, ajudá-los a tornarem-se melhores, à medida que avançassem nas suas carreiras. Acreditávamos na "força da razão" e resolvemos tentar o máximo para que estivesse ela sempre do nosso lado. A indústria que nos consagrávamos, como acontecia com várias outras, tinha um código de ética, mas este era muito longo e quase impossível de ser memorizado e, portanto, impraticável. Concluímos que precisávamos de um padrão simples para avaliar a correção da nossa maneira de proceder de que todos na empresa pudessem lembrar-se rapidamente. Entendíamos que o texto proposto não deveria apontar aos nossos empregados o que lhes competia fazer, porém dirigir-lhes perguntas que lhes facilitassem verificar se os seus planos, normas e ações estavam certas ou erradas. Havíamos procurado nas publicações disponíveis uma medida de ética curta, mas não conseguimos encontrar uma satisfatória. Um dia, em julho de 1932, resolvi orar a respeito do assunto. Naquela manhã, debrucei-me sobre a minha escrivaninha e pedi a Deus que nos ajudasse a pensar, falar e fazer, o que fosse certo. Imediatamente


peguei um cartão em branco e escrevi "A Prova Quádrupla" do que pensamos, dizemos ou fazemos, assim: 11 -- ÉÉ AA VVEERRDDAADDEE?? 22 -- ÉÉ JJU USSTTO O PPAARRAA O OSS IINNTTEERREESSSSAADDO OSS?? 33 -- CCRRIIAARRÁÁ BBO OAA VVO ONNTTAADDEE EE M MEELLH HO ORREESS AAM MIIZZAADDEESS?? 44 -- SSEERRÁÁ BBEENNÉÉFFIICCO O PPAARRAA TTO ODDO OSS O OSS IINNTTEERREESSSSAADDO OSS?? Coloquei essa pequena série de perguntas sob o vidro de minha mesa de trabalho e deliberei ensaiála por alguns dias, antes de abordar o assunto com qualquer funcionário da empresa. O resultado foi deveras desencorajador. Por pouco não a joguei na cesta do lixo. Logo no primeiro dia quando comparei tudo que passou pelas minhas mãos com a sua indagação inicial: "É a verdade?" Nunca me havia, até então, apercebido de quanto estava freqüentemente afastado da verdade e do número de inexatidões que figuravam nos documentos, cartas e propaganda da empresa. Depois de cerca de dois meses de um sincero e constante empenho de minha parte, estava completamente convencido do seu valor e, ao mesmo tempo, imensamente humilhado, e às vezes desanimado, com o meu próprio desempenho como presidente da empresa. Tinha, entretanto, progredido bastante naquele propósito de respeitar o teste para julgar-me autorizado a mencioná-lo aos meus colaboradores. Discuti-o com os quatro chefes de departamento. Talvez seja útil conhecer qual a crença religiosa dos componentes desse grupo: Um era católico, o segundo cristão adventista, o terceiro judeu ortodoxo e o quarto presbiteriano. Indaguei de cada um deles se notava algum detalhe na Prova Quádrupla contrário à doutrina e aos ideais da sua religião. Todos concordaram que o culto da veracidade, equidade, amistosidade e prestimosidade, não só se ajustava aos seus princípios, mas que se permanentemente observados nos negócios, essas virtudes lhes asseguravam maior sucesso e aperfeiçoamento. Anuíram em averiguar se os planos, normas, informes e publicidade do estabelecimento se coadunavam com os ditames da Prova Quádrupla. Mais tarde pediu-se a todo o pessoal que decorasse e adotasse em suas relações com os demais. A investigação da linguagem dos nossos anúncios, à luz da Prova Quádrupla, resultou na eliminação de afirmações cuja autenticidade não podia ser demonstrada. Superlativos como "o melhor", "o maior", "o único", desapareceram de nossa propaganda. Como conseqüência, o público gradualmente passou a depositar crescente fé no que declarávamos nos anúncios e a comprar mais das nossas mercadorias. O uso ininterrupto da Prova Quádrupla levou-nos a alterar nossa orientação atinente às relações com os competidores. Abolimos de nossa literatura e reclames quaisquer comentários adversos ou prejudiciais aos produtos da concorrência. Quando se oferecia uma oportunidade de elogiar nossos colegas não hesitávamos em fazê-lo. Assim, conquistámos sua consideração, respeito e amizade. A obediência aos preceitos da Prova Quádrupla no trato com nossos empregados, fornecedores e clientes, garantiu-nos a sua estima e boa vontade. Aprendemos que a afeição e confiança daqueles com quem nos associamos são essenciais ao êxito duradouro dos negócios. Graças ao leal esforço dos nossos servidores por mais de vinte anos, temo-nos aproximado com firmeza dos alvos a que a Prova Quádrupla se propõe atingir. Fomos recompensados com um contínuo aumento das nossas vendas e lucros, do qual participou a remuneração do pessoal. Falida em 1932, conseguimos atingir a atual situação com suas dívidas integralmente saldadas, o pagamento de mais de um milhão de dólares a seus acionistas e um património superior a dois milhões. Todos esses resultados provinham de um investimento inicial de apenas US$ 6.100, da observância da Prova Quádrupla e do labor intenso de algumas dedicadas criaturas que acreditaram na bondade divina e atuaram sob a inspiração de elevados ideais. Os dividendos intangíveis, derivados da adoção da Prova Quádrupla, são ainda mais significativos do que os financeiros. Temos constantemente visto crescerem, a nosso favor, a boa vontade, estima e confiança dos clientes, concorrentes e o público em geral e, o que é mais valioso, assinalamos um grande aprimoramento dos qualidades morais do nosso corpo de funcionários e empregados. Descobrimos que não se pode aplicar incessantemente a Prova Quádrupla a todas as modalidades de contatos, no setor dos negócios, durante as oito horas por dia sem que se contraia o costume de consultá-la no curso da própria vida doméstica, social e cívica.


E, dessa forma, passamos a ser: melhor pai, melhor amigo e melhor cidadão.

COMO SE APLICA A Prova Quádrupla foi adotada em janeiro de 1943 pelo Conselho Diretor do Rotary International com a finalidade de desenvolver e manter altos padrões de ética nas relações humanas. Por seis décadas os rotarios vêm aplicando essas quatro perguntas, conhecidas como “A Prova Quádrupla”, nas suas atividades comerciais, sociais e pessoais. A Prova Quádrupla apresenta as perguntas que devem ser respondidas por cada um. Milhares de rotarios a têm usado e compartilhado com outros. Milhões de exemplares foram distribuídos a escolas e ao comércio. A Prova Quádrupla foi inscrita em monumentos de granito, exibida em cartazes, escrita em contratos de trabalho, impressa em papel de embrulho, em guarda-chuvas, além de ter sido o tema de inúmeros trabalhos literários e discursos. Contudo, muitas pessoas pensam e divulgam que a Prova Quádrupla do Rotary é um “Código de Ética”. Mas a Prova Quádrupla é muito mais do que isso. É importante conhecer o contexto em que ela foi aplicada pela primeira vez. Uma empresa nos Estados Unidos, fabricante de panelas de alumínio, denominada Club Aluminum Company estava falida e com uma dívida de mais de 400.000 dólares. Seus sócios estavam sem esperanças na sua recuperação. Então, contrataram um “INTERVENTOR”, o Sr. Herbert Taylor, para intervir e produzir o seu encerramento da melhor forma possível. Herbert Taylor, na sua primeira visita à fábrica, tomou o cuidado de percorrer todos os setores da empresa. Em cada setor que passava, era muito bem recebido, com saudações do tipo: “Seja bem vindo ao melhor setor da CAC”. Os adjetivos variavam muito: “mais animado”, “campeão do campeonato interno”, etc. Taylor constatou que a empresa estava muito segmentada, não havia mútua colaboração entre os setores e todos agiam apenas para proveito próprio. Já no seu gabinete, o Sr. Taylor começou a receber os responsáveis dos diversos setores. O primeiro foi o Gerente de Publicidade, com um enorme cartaz nas mãos, entrou na sala dizendo: - “Sr. Taylor tenho a salvação para a nossa empresa. Bolei uma campanha publicitária apoiada no slogan: CAC a melhor panela!” Taylor, muito ponderado, disse: -“Como não conheço este ramo, tive o cuidado de ir a um shopping e constatei que nossos concorrentes oferecem panelas de boa qualidade e a preços menores. Isso que você afirma no cartaz, é a Verdade?” O Gerente saiu meio cabisbaixo, refletindo sobre o que ouvira dizer. O seguinte a entrar foi o Gerente da Contabilidade, que disse: -“Olhe, Sr. Taylor, hoje é o aniversario do nosso colega Julio e resolvemos fazer um bolinho. Passe lá depois do expediente, mas não espalhe, pois é só para o pessoal do nosso setor”. Taylor disse: -“Se o Julio é empregado da empresa, ao comemorar sómente com o pessoal do seu setor, criará melhores amizades?” O Gerente de Contabilidade saiu cabisbaixo refletindo sobre as palavras que ouvira dizer. Assim, a cada funcionário que o procurava, Taylor fazia uma das quatro perguntas:

ÉÉ aa VVeerrddaaddee??,, ÉÉ JJuussttoo??,, CCrriiaarráá BBooaa VVoonnttaaddee??,, SSeerráá BBeennééffiiccoo?? Com o tempo, todos compreenderam que cada um deles era uma pequena, porém importante, engrenagem daquela “máquina” denominada Club Aluminum Company. Se eles pretendiam tirar “bom proveito” daquela máquina deveriam, antes, contribuir para a sua melhoria e assim, pertencendo a uma máquina sadia, produtiva e lucrativa, eles também poderiam usufruir dos bons resultados.


Boletim Informativo do 1º Semestre do Rotary Club de Oeiras  

Actividades do Rotary Club de Oeiras de Julho a Dezembro de 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you