Page 1

Ano 9 nº 100 Curitiba - PR

junho - 2012

Publicação mensal direcionada aos taxistas e usuários

Distribuição Dirigida

Comprometido com os interesses da categoria

Foto: Leticia Macedo

Táxis elétricos começaram a circular na capital paulista Pág. 5

Os dois carros que participam do projeto-piloto ficaram em ponto na Avenida Paulista, na esquina com a Rua da Consolação.

Luciano Ducci entrega nova Lei aos taxistas de Curitiba

Página

03

BIOCENTRO foi campeão no torneio realizado pela Rádio Táxi Sereia

Página

02

Educação no trânsito pode começar nas escolas

Página

04

Taxista usa o esporte para melhorar a qualidade de vida

Página

09

MP vai investigar a constitucionalidade da lei sobre licenças hereditárias de táxis

Página

12


Curitiba, junho - 2012

02

BIOCENTRO foi campeão no torneio realizado pela Rádio Táxi Sereia Ratinho junior participou do encerramento do campeonato

T

erminou no dia 26 último o Campeonato de Futebol Interno da Rádio Táxi Sereia realizado na Cancha de Esportes Top Esporte no bairro Vila Formosa. Diversas equipes com-

postas por motoristas de táxi puderam participar do torneio organizado por Manoel Thomaz Budal Filho, que contou com o apoio do presidente da Sereia Julcimar Francisco Zambom e teve o patrocinio das Con-

cessionarias de Veículos Copava e Florença . Foram realizadas aproximadamente 23 partidas no periodo de 24 de março até o dia 26 de maio. Muitos familiares e amigos dos taxistas estiveram

presentes no encerramento do torneio, inclusive o Deputado Federal e candidato a prefeito de Curitiba Ratinho Junior. Depois de diversas partidas emocionantes, sagrouse campeão do torneio a

equipe do BIOCENTRO, ficando com o vice campeonato o time do COLETÃO. Parabéns aos organizadores do campeonato e a todos os presentes nesta festa da Rádio Táxi Sereia. Fotos: Divulgação

Time campeão do torneio, BIOCENTRO.

Reginaldo Almeida Del Conte foi o goleiro menos vazado no campeonato.

Time vice campeão do torneio, COLETÃO.

Badu com seu netinho Kauê ao lado do Deputado Federal Ratinho Junior.


03

Curitiba, junho - 2012

Luciano Ducci entrega nova Lei aos taxistas de Curitiba

O

prefeito Luciano Ducci reuniu um grupo de taxistas no Salão Brasil na prefeitura e fez a entrega da nova lei que regulamenta o serviço de táxi em Curitiba. Com a entrega da nova lei dos táxis, que ocorreu no dia 28, a permissão passa a se chamar “autorização”. Logo, o detentor da permissão passa a se chamar “autorizatário”. De forma geral, ficam m a n t i d o s o s t i pos de taxista: autorizatário, colaborador e empregado. A lei também permite a transferência da autorização para herdeiros (filhos e cônjuges) e para terceiros. O serviço continua a ser fiscalizado pela Urbs e sem mudanças drásticas. Uma delas é quanto ao tempo de uso dos veículos e manutenção da frota, que passa de 8 para 5 anos. O secretário municipal, Luiz Fernando Jamur, enquanto apresentava a nova lei aos taxistas presentes reforçou acerca da fiscalização e normatização da Urbs e que o taxista deverá apresentar todos os documentos necessários para a entrega da autorização. O presidente da Acert, Edson Fernandes, elogiou a decisão de Luciano Ducci e disse que os taxistas têm que se orgulhar desse momento e iniciativa. “O prefeito Luciano Ducci é real-

mente um defensor dos taxistas curitibanos. Não se curvou diante dos opositores e da imprensa desinformada”, disse. O ex-presidente da Rádio Táxi Vermelha Dílson Fernandes, destacou que o prefeito deve ser homenageado pelos taxistas de Curitiba e pela solução que ele adotou. Destacou também acerca das obras que o prefeito realiza na cidade. “Não poderíamos abandonar o profissional que por tantos anos trouxe qualidade no atendimento à população. A lei dever ser para o povo, sem receio de pressões e a solução encontrada atende ao interesse público com a manutenção da qualidade do serviço de táxi em nossa cidade”, discursou Luciano Ducci. “Em breve teremos o aumento da quantidade de autorizações e eu creio que equilibraremos a oferta e a demanda do sistema.” O vereador Jairo Marcelino disse ter ficado feliz por ter participado de todo o processo de elaboração da lei. “Em muitos anos no Legislativo, este é o processo mais importante que participei”, afirmou. “Estou orgulhoso de ser o representante desta categoria que agora poderá trabalhar com sossego.” A Urbs ainda não divulgou a data que começará a distribuição das novas autorizações aos colaboradores – com mais tempo de serviço.

Foto: Divulgação

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA LEI Nº 14.017, de 22 de maio de 2012 DISPÕE SOBRE A TRANSFERÊNCIA DA AUTORIZAÇÃO DO CONDUTOR AUTORIZATÁRIO DO SERVIÇO DE TÁXI PARA OUTRO CONDUTOR. A CÂMARA MUNICIPAL DE CURITIBA, CAPITAL DO ESTADO DO PARANÁ, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte lei: Art. 1º Fica assegurada a transferência da autorização do condutor autorizatário do serviço de táxi para outro condutor, desde que sejam preenchidos todos os requisitos exigidos pela Lei nº 13.957, de 11 de abril de 2012, e seu regulamento, em prazo não inferior a 36 meses contado do recebimento da autorização. § 1º Ao transferente da autorização fica vedada nova outorga. § 2º Em caso de morte do condutor autorizatário, o beneficiário da transferência será o cônjuge, os herdeiros necessários, a companheira ou companheiro, de conformidade com a partilha ou alvará judicial, mediante requerimento dirigido à URBS - Urbanização de Curitiba S.A., no prazo de 120 (cento e vinte) dias, contado do término do inventário. § 3º Na transferência de autorização nos termos do parágrafo anterior, quando o beneficiado for o cônjuge, companheiro ou companheira, o mesmo não terá por obrigação ser habilitado, podendo indicar um profissional devidamente inscrito no cadastro de condutores para o exercício da função ou, se tiver entre 18 e 55 anos, terá o prazo máximo de 01 (um) ano para apresentar a habilitação e consequente inscrição no cadastro de condutores. Art. 2º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. PALÁCIO 29 DE MARÇO, em 22 de maio de 2012. Luciano Ducci PREFEITO


Curitiba, junho - 2012

04

Educação no trânsito pode começar nas escolas

Fotos/Matéria: André Rodrigues e Fernando Cruz

Autoridades civis e militares estiveram presentes ao evento.

O início das atividades ocorreu no Colégio Cosmos, do bairro Alto da Glória.

Responsabilidade e conscientização no trânsito se aprendem desde pequeno. Pelo menos essa é a proposta e uma das iniciativas do Instituto Paz no Trânsito (IPTRAN), que lançou o projeto “Tatãozinho – educação para o trânsito”. O projeto é voltado para crianças e visa formar fiscais mirins de trânsito. O início das atividades ocorreu no Colégio Cosmos, do bairro Alto da Glória, em Curitiba. De acordo com a neuropsicóloga do IPTRAN, Eva Cavalaro, a iniciativa pretende garantir um aprendizado de como se comportar no trânsito, formar cidadãos e futuros motoristas

perante os adultos. Essa relação, inclusive, pode funcionar melhor que campanhas publicitárias. “São duas opções e uma escolha”, diz ela em relação ao fato de o pai ser exemplo para o filho e vice-versa. “Nós acreditamos que a criança vai fazer essa diferença.” Para a presidente do IPTRAN, Christiane Yared, se a escola é o local ideal para formar cidadãos conscientes de seus direitos e deveres na sociedade, “nada melhor do que aproveitar esse espaço estratégico para garantir que os estudantes tenham um comportamento correto no trânsito para ajudar no desenvolvi-

conscientes, além de criar multiplicadores dessas informações. “Fazer com que as crianças sejam nossos maiores fiscalizados seja aqui na escola, na família e na comunidade”, diz. O projeto, que pode ser adotado por qualquer escola, será ministrado pelos próprios professores, que passam a receber treinamento da equipe de especialistas em psicologia e pedagogia do instituto. “A gente capacita, faz assessoria e eles [professores] conseguem fazer esse trabalho com os alunos”, explica Eva. A metodologia do projeto é promover atividades (dinâmicas,

exercícios) que serão feitas dentro das escolas e aproveitando as disciplinas regulares – Matemática, Física, Língua Portuguesa, entre outras. Além disso, serão acrescentadas atividades extraclasse, como a realização de blitze educativas nos arredores da própria escola, palestras e passeatas pela comunidade. “Nosso objetivo é que a criança seja preparada para ajudar a sociedade. Hoje ela é uma criança [consciente], no futuro ela será um motorista ainda mais consciente”, diz Eva. Segundo Eva, a criança tem um grande papel motivador e até mesmo apelativo

E-mail: bandeiraum@jornalbandeiraum.com.br

mento de sua cidade um bom motorista, e na preservação de um bom pedestre, uma pessoa que vai vidas”. respeitar as outras Iniciativa bem-vista pessoas”, disse. Para o comandante IPTRAN do Batalhão de TrânO Instituto Paz no sito da PM (BPTran), Tenente-Coronel Loe- Trânsito foi fundado mir Mattos, que este- em 2010, a partir da ve presente na ceri- iniciativa de Christiamônia de abertura do ne de Souza Yared, projeto, a iniciativa é que perdeu o filho mais que bem-vinda. num violento acidente Além disso, reforçou de trânsito ocasionao espírito de parceria do pelo ex-deputado que existe entre BP- estadual Fernando Tran e IPTRAN. Ribas Carli Filho, que Segundo o Tenen- dirigia alcoolizado e te-Coronel Mattos, em alta velocidade. A este tipo de proposta proposta do IPTRAN ajuda a forjar o ca- é elaborar projetos e ráter das crianças e ações que promovam do futuro cidadão, educação e conscienjustamente pelo fato tização no trânsito, de estar dentro da além de dar apoio às escola. “Ela [criança] famílias de vítimas da vai ser lá no futuro violência no trânsito.


Curitiba, junho - 2012

05

Táxis elétricos começaram a circular na capital paulista Colombiana foi a primeira passageira a utilizar o carro

Fotos: Leticia Macedo / G1

Segundo a Eletropaulo, consultada pelo G1, cada carga que possibilita o uso do veículo por 160 km tem um custo de energia de R$ 7,11. Para rodar a mesma distância com etanol, o gasto esti-

mado é de R$ 33,70 – no caso da gasolina, sobe para R$ 39,25. Outros oito táxis elétricos devem entrar em circulação no segundo semestre, segundo a prefeitura de São Paulo.

O carro elétrico tem autonomia para 160 km e não polui.

O

táxi elétrico foi bem aceito pelo público, pelo menos para quem teve a oportunidade de testar o carro, que circulou pela capital paulista no mês passado. Dois carros, de uma marca japonesa de veículos, ficarão em ponto na Avenida Paulista, na esquina com a Rua da Consolação. A colombiana Consuelo Sacristan, de 49 anos, que está no Brasil há três meses, foi a primeira pessoa a ter oportunidade de andar no táxi, segundo o portal G1. Gostou, principalmente pelo fato da bandeirada ser o mesmo valor de um táxi comum. “Achei muito silencioso. Esse carro é maravilhoso, mas tem que saber se a corrida não vai ficar cara”, afirmou ela em entrevista.

O carro elétrico tem autonomia para 160 km e não polui. Em São Paulo, os taxistas só podem recarregar a bateria em três pontos na Zona Leste atualmente - por isso, o modelo ainda tem capacidade restrita de atuação. Outros cinco postos de recarga devem ser instalados em pontos estratégicos da cidade a partir de outubro. Quem testou o carro foi o taxista Alberto de Jesus Alves de Ribeiro, de 52 anos, que trabalha há mais de 20 anos na praça. Ele aprovou o carro novo e disse aguardar ansioso a instalação de novos postos de recarga na cidade. “Dá para fazer trajetos na capital e na Grande São Paulo. Por enquanto, vamos trabalhar nesse limite,

porque normalmente nós rodamos muito mais do que 160 km”, disse. Não há diferença O taxista fez um treinamento com a montadora do carro e disse não haver nenhuma diferença entre dirigir o carro elétrico e o carro à base de combustível tradicional. “É [veículo] automático. Não vejo diferença. O painel é bastante moderno. Como é muito silencioso, tem que ficar atento com o pedestre, com o ciclista”, observou. Segundo ele, o carro possui um sensor que emite um sinal sonoro quando se aproxima de uma moto ou pedestre. Economia No quesito “abastecimento”, a economia é gritante.

A colombiana Consuelo Sacristan, que está no Brasil há três meses, foi a primeira pessoa a ter oportunidade de andar no táxi elétrico.

Alberto de Jesus Alves de Ribeiro, que trabalha há mais de 20 anos na praça aprovou o carro novo e disse aguardar ansioso a instalação de novos postos de recarga na cidade.

Programa Plantão da Mais Apresentação JOTA PÊ De segunda a sexta feira das 17h às 19h Ligue e participe: 3586-1718 www.radiomaisam1120.com.br

Ligue e participe 3282-1110


06

Curitiba, junho - 2012

Foto: Divulgação

Detran notifica 36 mil motoristas que não pagaram multas de trânsito

O objetivo da multa é punir e educar os motoristas que desrespeitam a lei de trânsito.

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) notificará, a partir da próxima semana, 36.616 motoristas paranaenses que não pagaram multas vencidas até dezembro de 2010 e esgotaram todos os

recursos de defesa disponíveis. São 67 mil infrações, no valor total de R$ 19,9 milhões. Caso não sejam pagas, as multas serão executadas judicialmente, o que pode resultar em bloqueio de bens e acar-

retar consequências como dificuldade de obtenção de crédito, por exemplo. A inscrição das multas não pagas no Cadastro de Dívida Ativa é feita anualmente pelo Detran e representa a última oportunidade para que os devedores regularizem sua situação antes da abertura de processo judicial. Só são inscritos no cadastro os débitos considerados líquidos e certos, ou seja, aqueles em que os devedores já tiveram a oportunidade de defesa nas esferas administrativas competentes. Por isso, não são aceitos recursos administrativos questionando o auto de infração que gerou a inscrição. Só é possível pedir a revisão da inscrição

em Dívida Ativa por falta de notificação. “O devedor tem assegurada ampla defesa e todas as condições para a regularização. Por isso, antes de pedir revisão da inscrição em dívida ativa, pedimos que o proprietário de veículo obtenha o histórico detalhado dos autos e o extrato dos débitos no site do Detran ou em uma unidade de atendimento”, orienta o diretor-geral do Detran, Marcos Traad. No site www.detran. pr.gov.br, no menu Dívida Ativa, é possível consultar o extrato para saber se há débito inscrito e imprimir a guia de recolhimento para efetuar o pagamento. As dívidas não sofrem reajus-

Qualidade do ar em Curitiba ficará ainda melhor do, que reduzirá em 80% a emissão de poluentes”, citou. A parceria prevê a cooperação técnica, científica e de formação de recursos humanos entre as instituições na área do monitoramento da qualidade do ar. Atualmente o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) é responsável pela Rede de Monitoramento da Qualidade do Ar de Curitiba e Região Metropolitana, composta por treze estações, das quais cinco localizamse em Curitiba. “Hoje repassamos o monitoramento a Curitiba. Isso tornará o acesso às informações sobre a qualidade do ar mais fácil, permitindo um controle maior”, explicou o presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto. Na assinatura do convênio, o prefeito Luciano Ducci

falou ainda dos três novos parques da cidade que terão as obras iniciadas em breve: o da Vista Alegre das Mercês, Fazendinha e CIC; do índice de área verde, de 64,5 metros quadrados por habitante, um dos maiores do país, e das RPPNMs, reservas particulares preservadas. Monitoramento do Ar - O convênio assinado propõe que as instituições participantes somem esforços, recursos, conhecimentos, dados, informações, experiências e informações e qualquer outra atividade de interesse comum na gestão da qualidade do ar. Na prática, nos próximos 12 meses, Curitiba irá operar e manter a Estação Santa Cândida, que monitora a qualidade do ar na área norte da cidade. Com o acesso facilitado e mais rá-

pido, os resultados do monitoramento das estações de Curitiba poderão ser utilizados no planejamento e acompanhamento das políticas públicas de proteção da qualidade do ar. Segundo pesquisa OMS divulgada em outubro de 2011, Curitiba tem a melhor qualidade do ar entre as cidades de grande porte do Brasil. A pesquisa avaliou os resultados da qualidade

Foto: Divulgação

A qualidade do ar em Curitiba, que segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) é a melhor entre as cidades de grande porte do Brasil, ficará ainda melhor. Um convênio assinado no Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho), entre a Prefeitura de Curitiba, o Governo do Estado e o Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec) irá melhorar o monitoramento e, consequentemente, a qualidade do ar. “Isso mostra a preocupação ambiental que o município tem”, disse o prefeito Luciano Ducci. Ele citou como exemplos ações recentes que confirmam essa preocupação, como a implantação do Ligeirão movido à biodiesel, que reduz em 40% a emissão de poluentes. “Lançaremos na Rio +20 o ônibus híbri-

tes nesta fase. Já no caso de execução judicial, os valores são corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) mais reajuste de 0,5% ao ano sobre o valor da multa. “O objetivo da multa é punir e educar os motoristas que desrespeitam a lei de trânsito. A arrecadação é revertida em benefício de todos, em medidas para um trânsito mais seguro para os demais motoristas, pedestres e ciclistas”, diz Traad. Ele lembra que multas não pagas representam recursos que deixam de ser investidos em melhorias nas estradas, sinalização urbana, equipamentos policiais, programas e campanhas de educação para o trânsito

do ar 1.100 cidades, incluindo capitais e cidades com mais de 100 mil habitantes, de 91 países. Participaram do evento o secretário de Estado de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Jonel Iurk; a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias, o presidente do Lactec, Omar Sabbag Filho,entre outras autoridades.


07

Curitiba, junho - 2012

Taxistas têm dificuldade na prova de inglês

Os profissionais passaram no teste da honestidade, mas reprovaram no de idioma Fotos: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Adilson Sá Pedroso, 38 anos, há 15 taxista: “Honestidade vem de berço”.

C

uritiba deve receber para a Copa do Mundo 508 mil turistas, sendo que 100 mil serão estrangeiros, segundo estimativas do Ministério do Turismo. Como os próprios taxistas costumam dizer, serão os primeiros a dar boas-vindas aos visitantes. Mas, um ruído de comunicação pode comprometer esse contato. De acordo com uma reportagem e teste elaborado pelo jornal Gazeta do Povo, os taxistas derraparam feio no quesito idioma – inglês. Um dos colegas ainda tentou o velho “falar um pouco”, mas não conseguiu manter um dialogo e limitou-se a responder o que entendia com o básico “yes” e “no”. De acordo com Edson

Reprovados na prova de inglês, os taxistas que foram “testados” pela equipe do jornal, tiraram nota máxima no quesito honestidade e gentileza.

Fernandes, presiden- o trânsito e giado por sua gentileza te da Associação das a bandeirada fossem os e disposição ao orientar Centrais de Rádio Táxi, mesmos. Nas três via- os “passageiros” sobre ouvido pela reportagem gens os valores foram restaurantes, lugares da GP, as empresas pa r a s a i r à n o i te , também deixam a assim como lugares desejar. Ele confirma que devem ser evique não há atendentados. Ele não fala tes que falem outro inglês, mas estuda idioma, mas diz que sozinho para se preas centrais estão se parar para a Copa. preparando para, até “A honestidade vem a Copa, ter profisde berço”, diz, ao sionais que possam comentar o fato de atender os turistas a reportagem não ter por telefone. identificado irreguReprovados na laridades no pagaprova de inglês, os mento. “Se a pessoa taxistas que foram realmente é hones“testados” pela equita e justa no que pe do jornal, tiraram Secretário Municipal da Copa do Mundo faz, ela aplica isso a nota máxima no quede 2014, Luiz Carlos de Carvalho. tudo”, destacou ele sito honestidade e em entrevista. gentileza. A reportagem praticamente iguais, com selecionou três destinos diferença de centavos. Oportunidade e fez duas viagens para Destaque para o taO taxista que quicada um, em horários xista Adilson Sá Pedro- s e r s e p r e p a r a r p a r a semelhantes, para que so, 38 anos, que foi elo- r e c e p c i o n a r m e l h o r

os turistas, pode aproveitar o program a “ Ta x i s t a N o t a 1 0 ” , de iniciativa do SEBRAE em parcerias com a área do transporte. O programa inclui cursos gratuitos de inglês, espanhol e gestão de negócios. O motorista recebe o conteúdo de gestão, estruturado em 15 edições de jornais recebidos mensalmente e com provas presenciais. Até agora, 200 taxistas de Curitiba e região se inscreveram e a meta é que 600 profissionais façam o curso. Luiz Carvalho, da Secretaria Municipal Extraordinária da Copa 2014, destacou que o “objetivo é capacitar ao menos 2 mil taxistas até o início da Copa.


08

Curitiba, junho - 2012


09

Curitiba, junho - 2012

Taxista usa o esporte para melhorar a qualidade de vida José Maurício descobriu no Jiu-jitsu uma maneira de viver melhor

Fotos: Divulgação

O Taxista José Maurício tornou-se um apaixonado pelo esporte, quando não está trabalhando no táxi aproveita para treinar na academia.

O

jiu-jitsu é uma arte marcial bem apreciada e onipotente quando se trata de luta no solo. Lutadores se aprimoram e usam o jiu-jitsu para ser um diferencial nos combates de MMA (sigla em inglês para Mix Martial Arts) ou o velho vale-tudo. O taxista José Maurício, descobriu na “arte suave” justamente uma maneira de viver melhor e de ter mais qualidade de vida. José Maurício bebia, fumava e levava uma vida sedentária, mas o jui-jitsu foi o caminho para se livrar dos vícios e levar uma vida

bem mais saudável e ativa. “Antes de eu conhecer este esporte eu pesava 125 quilos, hoje eu peso 92”, disse ele. “Eu bebia; não bebo mais, fumava; não fumo mais.” A rotina estressante, o comodismo e o cansaço de trabalhar sentado (dirigindo) no táxi foram os fatores motivadores para José Maurício buscar um esporte. Fez uma aula experimental em uma academia e acabou gostando do que viu. “A primeira aula que eu fiz eu me apaixonei”, disse ele à reportagem.

Além de melhorar o desempenho, ter se livrado, inclusive do estresse e de ter que tomar medicamentos para dormir, Maurício passou a ter uma alimentação saudável, mais balanceada. Com a prática do jiujitsu, Maurício diz que tudo na vida dele mudou. “Tudo mudou na minha vida, meu corpo mudou, meu humor mudou”, disse. “A minha perspectiva de ver a vida mudou também.” Maurício tem energia de sobra. Pratica jiu-jitsu, musculação e encara dez horas no táxi. Ele afirma

que o trabalho no táxi também é bacana, mas se não se cuidar acaba virando escravo do trabalho. Acerca do esporte, ele acredita ser uma maneira de se livrar do estresse, ajudar a alma, o corpo e que nunca é tarde para c o m e ç a r. “Se você está com vontade, vai e faça acontecer. Se não for isso que

você quer para a sua vida, escolha outro”, diz ele em relação à prática do jiujitsu. “Mas nunca pare de procurar, pois o esporte é essencial para todo ser humano”, aconselha.


10

Curitiba, junho - 2012


11

Curitiba, junho - 2012

Luciano Ducci recebe homenagem dos taxistas Taxistas e seus familiares lotaram o restaurante Toscana

Foto: Divulgação

em Curitiba e ao deputado Ney Leprevost pela sua Lei de Incentivo ao Uso de Táxis, para tornar o trânsito mais seguro em Curitiba. “O prefeito Luciano Ducci está sendo muito competente no relacionamento que mantém com a nossa categoria profissional e o Ney, mais do que nosso deputado, é um amigo leal de todas as horas”, afirmou Valdemar Rocha. O presidente da URBS, Marcos Isfer e o deputado O polivalente Valdemar Rocha ao lado do prefeito Luciano Ducci e do dep. Ney Leprevost. Roberto Aciolli, também Mais de 450 taxistas e para homenagear o prefei- dos líderes da classe, participaram do encontro. “Fico muito feliz de esfamiliares lotaram na noite to Luciano Ducci e os de- discursou e agradeceu ao do dia 28 do mês passado putados estaduais Roberto prefeito Ducci pela sanção tar ao lado deste jovem e o espaço de eventos Tos- Aciolli e Ney Leprevost. da nova lei que regula- competente deputado Ney cana em Santa Felicidade, Valdemar Rocha, um menta o registro dos táxis Leprevost junto com vo-

cês. Ninguém mais do que os taxistas, pode confirmar o quanto transformamos Curitiba em um canteiro de obras”, afirmou Luciano Ducci. Em seu discurso, o deputado Ney Leprevost contou que ele mesmo tem o hábito de utilizar o serviço de táxis da cidade. “Confio e tenho a confiança dos taxistas de Curitiba. Sou muito grato por esta homenagem que reforça meu compromisso firme com esta importante classe de trabalhadores”, afirmou Ney. Na oportunidade, o prefeito e o deputado receberam como troféus réplicas em miniatura dos táxis de Curitiba.

Extrato de Multas Online enviado para o e-mail é verdade? Está rodando na internet um e-mail divulgando o extrato de multas relatando constar no Sistema Integrado de Estradas e Rodagens (SIER) várias infrações cometidas supostamente pela pessoa que está lendo o e-mail. Trata-se de um e-mail falso que visa a distribuição de um vírus que é instalado no computador da pessoa ao clicar no link para acessar o “extrato” das multas. Val e r e s s a l t ar aq u i qu e o s Órgãos de Trânsito não enviam notificações via e-mail, somente

fornecem as informações através do site oficial ou pessoalmente para o proprietário do veículo e mediante apresentação dos documentos do veículos ou no caso do acesso via site, pelo número do RENAVAM. Assim, se você receber qualquer e-mail informando divida, multas, infrações, extratos ou qualquer que seja o tipo de notificação fazendo referência aos órgãos de trânsito, delete a mensagem encaminhando para sua caixa de spam pois trata-se de um vírus.

Abaixo deixo o texto enviado no falso e-mail: Extrato de Multas Online! Consta em nosso (SIER) Sistema Integrado de Estradas e Rodagens, várias infrações cometidas pelo seu veículo e devido ter ocorrido o retorno da notificação das infrações, estamos enviando as notificações online, pois o mesmo consta registrado no GRAVAME em seu cadastro. Notificações listadas logo abaixo para visualizar basta clicar em cima das mesmas. Notificacao DER-23873872837/2012 - Valor R$ 191,54 Notificacao DER-24342262364/2012 - Valor R$ 574,61 (Artigo 257, § 7º do CTB e artigos 5º e 6º da Resolução nº 149/03 - CONTRAN) O proprietário do veículo deverá seguir todas as orientações constantes do formulário existente na notificação de autuação por infração à legislação de trânsito quando não for o responsável pela infração. Atenciosamente Departamento Estadual de Trânsito

Dra. Sonia Inglat é advogada especialista em trânsito e apresentadora do quadro “Dicas de Trânsito” do Programa 190. soniainglat@yahoo.com.br - Twitter @soniainglat


Curitiba, junho - 2012

12

Professores de Colombo se capacitam sobre trânsito Foto: Divulgação

A

Prefeitura de Colombo, através da Secretaria da Educação, Cultura e Esporte em parceria com a Coordenadoria das Escolas de Trânsitos do Paraná capacitaram todos os professores da Rede Municipal de Ensino que trabalham com alunos do 5º ano. A capacitação contou com os profissionais

especializados das seis escolas de Trânsito do Paraná, com aulas teóricas e práticas, onde os professores tiveram a oportunidade de vivenciar o Projeto Educação para o Trânsito. O Projeto Educação para o trânsito é pioneiro no Paraná e contou com o apoio do Secretário da Educação Alcione

Luiz Giaretton, da Coordenadora de Educação de Trânsito / DER do Paraná, Maria Lúcia Alvis Kutianski, tendo como missão desenvolver projetos de maneira transdisciplinar dentro do espaço escolar de como agir e locomover-se de forma consciente e segura visando a preservação da vida.

Ministério Público vai investigar a constitucionalidade da lei sobre licenças hereditárias de táxis Foto: Divulgação

A

lei municipal sancionada pelo prefeito Luciano Ducci, que permite o repasse de licenças aos familiares (filho ou cônjuge) ou a terceiros em caso de morte do permissionário,

está na mira do Ministério Público do Paraná (MPPR) e pode ser inconstitucional. A Procuradoria-Geral da Justiça vai apurar se princípios de moralidade e isonomia foram violados.

De acordo com alguns juristas ouvidos pelo jornal Gazeta do Povo, o teor da lei é considerado inconstitucional. Eles defendem que mesmo para passar a concessão para um filho é preciso abrir um novo ato administrativo. A justificativa é que o táxi não é uma empresa e sim uma autorização do Estado para um serviço público que não pode ser transformada em propriedade. “Ela [a lei] fere o princípio da isonomia e da moralidade, além de seguir uma ideia antiga de que uma pessoa tem direito privado sobre o que é público”, disse o professor da Unicuritiba, Daniel Ferreira,

especialista em Direito Público e Administrativo, ao jornal Gazeta do Povo. “Essas autorizações são atos administrativos personalíssimos, ou seja, concedidos em virtude da pessoa e para ela. Repassar essa licença por hereditariedade não é uma forma lícita”, acredita o advogado e professor da Escola Superior de Advocacia, Rodrigo Pironti. Na reportagem, o diretor jurídico da Urbs (responsável pelas permissões de táxi em Curitiba), Rodrigo Binotto Grevetti, defende que a lei não fere a Constituição. “O sistema jurídico da nova lei trouxe uma alteração do para-

digma legal, de permissão para autorização. Ao poder público, interessa que o serviço seja eficiente, dimensionado de acordo com a necessidade da população”, argumentou. Aprovação A lei (nº14. 017/2012) foi elaborada e aprovada em regime de urgência no mês de abril – a partir da votação do projeto de lei que regulamenta o serviço de táxi. Na época, segundo vereadores de oposição, um parecer da Procuradoria Jurídica da Casa alertou os vereadores ao fato de que o projeto era inconstitucional por desrespeitar o princípio da Impessoalidade.


Curitiba, junho - 2012

13

Ruas comerciais de Curitiba terão iluminação especial públicas e do perfil das entre as ruas Jerônimo ruas, quais locais terão Durski e a Visconde de iluminação diferenciada. Nacar (no eixo BigorrilhoA meta da prefeitura para Centro).Os novos postes este ano é implantar nova têm novo sistema que iluminação em 30 ruas distribui a luminosidade, de grande movimento co- acabando com pontos mercial. Recentemente, escuros nas ruas. Outra a Prefeitura concluiu uma vantagem é o uso de lâmconcorrência no valor padas de vapor metálico, de R$ 30 milhões, para que dão mais visibilidade a compra de materiais durante a noite, proporciopara iluminação pública, nando maior sensação de como 40 mil luminárias, segurança. A nova ilumique serão instaladas em nação evita ofuscamentos ruas residenciais e áreas e permite melhor definição de objetos e pessoas. comerciais. Vicente Machado - Nes- “Não há dispersão de luz ta semana, as equipes do e toda a luminosidade Departamento de Ilumina- está concentrada para as ção Pública da Prefeitura ruas e calçadas”, afirma o A nova iluminação evita ofuscamentos e permite melhor definição de objetos e pessoas. estão concluindo a insta- diretor de Iluminação Tony Prefeitura está te que o comércio possa forte comércio local é uma lação de nova iluminação Malheiros. finalizando neste manter as portas abertas entre as ruas que terá na rua Vicente Machado, Fotos: Divulgação mês um pregão mais tempo, facilitando as nova iluminação. Novos eletrônico que prevê a compras e gerando mais postes e luminárias mais contratação de mão de emprego”, disse o prefeito resistentes ao vandalismo obra para a implantação Luciano Ducci. Nas ruas vão destacar a frente das de iluminação pública es- comerciais, a Secretaria lojas e as calçadas. Outra pecial em ruas comerciais Municipal de Obras Pú- região que também será da cidade. Serão coloca- blicas vai usar ilumina- atendida é a da avenida dos mais postes e lumi- ção similar as usadas no Erasto Gaetner, na região nárias diferenciadas que Anel Viário e na avenida norte de Curitiba. Mapevão deixar mais claras as Winston Churchill, no Pi- amento - Para atender ruas e calçadas em fren- nheirinho ou os modelos as principais zonas cote às áreas com grande usados na rua Toaldo Tú- merciais de Curitiba, as movimento de comércio lio, em Santa Felicidade. administrações regionais na cidade.“Com este tipo A rua Izaac Ferreira da estão definindo, a parde iluminação pública dá Cruz, no Sítio Cercado, tir das demandas apre- A meta da prefeitura para este ano é implantar nova iluminação mais segurança e permi- onde se concentra um sentadas em audiências em 30 ruas de grande movimento comercial.

A


13 Curitiba, junho - 2012

14

Legislativo recebe visita de pastores da Igreja Assembleia de Deus Foto: Divulgação

Assembleia de Deus Ministério Colombo. Durante a visita eles conversaram sobre o projeto de Lei do Executivo nº22 que trata de uma permuta de terrenos entre a Prefeitura e a Igreja Assembleia de Deus. Segundo consta no projeto o terreno da Igreja fica situado no bairro Jardim Monza e o da Prefeitura no bairro Alto da Cruz. De acordo com o pastor Presidente Edilson Siqueira, a Igreja quer construir naquele espaço no Alto da Cruz, o Templo da Igreja e junto a sede da Associação e Fundação Ebenezer que tem Vereador Onéias Ribeiro com os Pastores Juarez Dias, Vice Presidente da Igreja como objetivo principal o atendiAssembleia de Deus Ministério Colombo e o Pastor João Dias Lacerda. mento dedicado a mais de 15 mil No último dia 15, o presidente da Igreja Assembleia de Deus crianças. “Além do atendimento ofertado do Legislativo, vereador Onéias Ministério Colombo e o Pastor Ribeiro recebeu a visita do Pas- João Dias Lacerda que atua como às crianças, o espaço vai oportor Juarez Dias, Vice Presidente primeiro Secretário da Igreja tunizar um atendimento múltiplo,

que vai desde o serviço médico e odontológico, passando pelo apoio escolar, familiar e profissionalizante, até uma Casa de Passagem e um Centro Social”, explicou o Presidente da Igreja, Edilson Siqueira. Segundo o Presidente da Câmara, Onéias Ribeiro, o projeto de Lei inicia o seu trâmite na Casa esta semana, e vamos autorizar a análise da matéria nas Comissões a partir da próxima semana. Se tudo ocorrer dentro das normalidades nas Comissões, queremos levar a matéria ao plenário para votação antes do recesso do dia 15 de julho. “Pensando nisso vou convidar o Presidente da Igreja, Pastor Edilson Siqueira, para acompanhar e falar aos vereadores das Comissões”, disse Onéias Ribeiro.

Guarda Municipal faz reconhecimento de pontos estratégicos em Colombo Durante quatro dias os agentes de guarda visitaram mais de 120 pontos que serão focos da preocupação na nova corporação do Município

Foto/matéria: Osni Mendes

Atendendo a orientação da Secretária Municipal da Administração, Rita de Cássia Camargo Gonçalves, uma das últimas etapas na formação dos primeiros agentes da Guarda Municipal de Colombo, foi a identificação de pontos estratégicos que serão contemplados com a ação da nova corporação. Durante quatro dias, mais de 120 locais com algum tipo de atividade pública, foram reconhecidas pelos formandos. Durante a abertura dos trabalhos de reconhecimento, a Secretária esteve no CAIC Lizimaco Ferreira da Costa, local que serve de Escola na formação da Guarda, para destacar a importância desta atividade e enumerou a necessidade de que cada profissional conheça bem a região onde atua. Após foi apresentada uma divisão

da Cidade em quatro regiões que Imigração Italiana, Fábio Mas- sita com objetivo específico para foram visitados e reconheceram chioski, também ofertou uma vi- falar da cultura da Região. Escolas Municipais, Unidades de Saúde, CMEIs, Escolas Estaduais, Praças, Ginásios de Esportes, Pró-Criandos, Centros de Convivências, CRAS, CREAS, Delegacias, Vias de Acesso aos diversos bairros e municípios vizinhos e outros espaços e prédios públicos. A visitação se deu também na área rural, onde, além das vias de deslocamentos e prédios públicos, também foram apresentados aspectos da economia e história das diversas comunidades rurais. A Secretária Rita, determinou para esta atividade para atuar como instrutor, o jornalista da Prefeitura, Osni Mendes. O Departamento de Cultura, através do diretor do Museu da Futuros agentes da Guarda Municipal de Colombo.


Curitiba, junho - 2012

15

Foto: Divulgação

Luciano Ducci ganha prêmio Prefeito Amigo da Criança

O prefeito Ducci recebe o carinho das crianças durante sua visita na escola. ciais propos-

O prefeito Luciano Ducci receberá o prêmio Prefeito Amigo da Criança, da Fundação Abrinq, no dia 27 deste mês, na Câmara dos Deputados, em Brasília. O prêmio reconhece os municípios que avançam na garantia dos direitos das crianças e adolescentes. "Como prefeito e pediatra tenho me dedicado às crianças e gosto do que faço", disse Luciano Ducci. Além do reconhecimento ao prefeito, Curitiba está entre as 13 finalistas da categoria Destaque, o "Oscar" do prêmio Prefeito Amigo da Criança. A categoria seleciona as cidades brasileiras com avanço mais significativo na garantia dos direitos das

crianças e adolescentes. O resultado da categoria Destaque será conhecido no dia da premiação, em Brasília. "Esperamos também contribuir para estimularmos outros municípios do Brasil a se engajarem neste programa", disse Luciano Ducci.

Premiação A responsável pelo programa Prefeito Amigo da Criança, Leticia Souto Maior, esteve em Curitiba na sextafeira (1), para uma visita técnica a equipamentos públicos das áreas da educação, saúde e ação social. Nesta edição, a premiação teve a adesão de 1566 municípios. Deles, 307 cumpriram com os critérios ini-

tos e apenas 181 tiveram o reconhecimento pleno, entre eles Curitiba. "A cidade vem demonstrando empenho e interesse em melhorar a qualidade de vida de suas crianças", disse Leticia.

Ações A garantia de uma melhor qualidade de vida para as crianças é prioridade na Prefeitura de Curitiba. Na educação, houve uma expansão significativa em investimentos na melhoria dos equipamentos, capacitação de professores e em obras, principalmente em novas creches. No momento, 14 creches estão

em construção e duas em ampliação. Os investimentos quase que dobram em seis anos, passaram de R$ 392 milhões em 2005 para R$ 752 milhões em 2011. Crianças e adolescentes que vivem em condições de vulnerabilidade social também recebem atenção especial em programas da Fundação de Ação Social (FAS), que prioriza ações para o fortalecimento da família, com desenvolvimento de atividades sócioeducativas e programas de capacitação e geração de renda. Na área da Saúde, programas como o Mãe Curitibana ajudam no desenvolvimento das crianças mesmo antes do nascimento. O programa oferece exames de pré-natal, parto seguro, atenção a mãe e ao bebê durante toda a gravidez até 40 dias após o nascimento.

Agora, o programa está na quarta edição, que corresponde ao mandato municipal 2009-2012. Tem abrangência nacional e está presente em todas as regiões e estados do país. Nesta edição prefeitos de 1.566 municípios assinaram o Termo de Compromisso Prefeito Amigo da Criança – Gestão 20092012.

Funcionamento No primeiro ano de gestão, os municípios integrantes do programa fazem o diagnóstico da situação da infância e traçam metas de enfrentamento dos problemas. Para tanto, foi desenvolvido um mapa de monitoramento e avaliação de indicadores de Saúde, Educação, Proteção e Orçamento. O preenchimento do mapa permite acompanhar a evolução do município. O selo Ao final de cada etapa O programa Prefeito do mapa, a equipe do Amigo da Criança foi criado programa faz relatórios em 1996 com o objetivo de de recomendação para comprometer os gestores subsidiar tecnicamente municipais para darem os municípios. prioridade à criança e ao São realizados tamadolescente. bém seminários e elaboEm 2008, o governador rados cadernos temáticos Beto Richa, na época pre- e boletins eletrônicos com feito da cidade, foi reconhe- as principais temáticas cido com o prêmio. abordadas no mapa.


16

Curitiba, junho - 2012

Jornal Bandeira UM - junho- 2012  

comprometido com os interesses da categoria

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you