Page 1

ATIVIDADE ECONÔMICA CRESCEU APENAS 0,09% EM FEVEREIRO PAINEL - PÁGINA 3

| ESTADO DO RIO DE JANEIRO | TERÇA-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 20 18 | ANO LXX X | Nº 3 4.656 | 201 LXXX 34

R$ 1 ,25 | 1,25 Divulgação

REGIÃO À BEIRA DE UM SURTO DE CHIKUNGUNYA Na sexta-feira, A TRIBUNA mostrou que os registros de casos nos primeiros meses em São Gonçalo haviam superado todo ano de 2017 em 100%. Hoje, Niterói revelou que primeiro trimestre teve aumento de 119% nos casos da doença. Em Maricá, ocorrências passaram de 7 em 2017 para 330 este ano. É ou não é para ligar o alerta? P.5

RIO BONITO ESTÁ PRESTES A RECEBER DUAS EMPRESAS NO PARQUE INDUSTRIAL

 NITERÓI MAIS INSEGURA Marcello Almo

PÁGINA 4

PREFEITO DE BÚZIOS PEDE PARCELAMENTO DE DÍVIDA PREVIDENCIÁRIA PÁGINA 4

ALUNOS DE TIRO COM ARCO DE QUISSAMÃ RECEBEM ATLETAS DA SELEÇÃO BRASILEIRA PÁGINA 4

CAIXA REDUZ JUROS E AUMENTA COTA NOS FINANCIAMENTOS HABITACIONAIS PÁGINA 5

MAIS DA METADE DOS BRASILEIROS AINDA NÃO ENTREGOU A DECLARAÇÃO DO IR

NOVO ASSALTO A BAR NA ZONA SUL DE NITERÓI A notícia vem se repetindo quase que diariamente na capa de A TRIBUNA, mas, apesar de a polícia alegar que aumentou o patrulhamento na região, bandidos continuam fazendo vítimas e espalhando o terror. No fim de semana foi a vez do Berton virar alvo e clientes, com medo, tentaram se abrigar nos prédios próximos. Mesmo assim, criminosos levaram pertences de quem estava no bar. PÁGINA 6 Wellington Serrano

UFF COMEÇA A ESCOLHER NOVO REITOR

PÁGINA 5

POLICIAIS FAZEM INCURSÕES EM NITERÓI PARA BUSCAR ASSASSINO DE PM

Ontem, alunos, professores e funcionários da Universidade Federal Fluminense começaram a decidir o futuro da instituição pelos próximos quatro anos. Apenas no Campus do Valonguinho houve atraso de meia hora para iniciar a votação, mas nos demais locais o pleito se deu de forma tranquila, sem filas. Isso porque a votação transcorrerá até amanhã, dia que deve ter maior movimentação nas sessões eleitorais. P.3

PÁGINA 6

PROJETO DESTINA 2% DAS VAGAS EM OBRAS PÚBLICAS A MORADORES DE RUA PÁGINA 3 EDIÇÂO 10 Páginas FECHAMENTO 22:15 ACOMP ANHA A EDIÇÃO Agência Estado ACOMPANHA


2

TERÇA-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 2018

www.atribunarj.com.br

ADJORI-RJ

Fundado em 26 Novembro de 1936 A TRIBUNA é uma publicação da Editora Esquema Ltda Assinatura: assinaturaatribuna@gmail.com CNPJ: 30.108.948/0001-26 Trimestral ................................................................... R$ 78,75 Diretoria Diretoria: Jourdan Amóra Eva de Lourdes Santana Amóra Semestral ................................................................... R$ 157,50 Gustavo Santana Amóra Editor: Gabriel Felice Anual ............................................................................ R$ 315,00

Endereço: Rua Professor Heitor Carrilho, 350F, Representante Comercial Brasília: Central de Comunicação - SCS QD. 02 BL."D" Ed. Oscar Nie- Endereço Centro, Niterói - RJ - Cep: 24.030-230 mayer S/ 1002, CEP 70316-900 . Fone/Fax: (61) 3323-4701. brasilia@centralcomunicacao.com.br

EDITORIAL CAMINHOS DO PREFEITO (XXXI) Existem muitas anormalidades que as autoridades legislativas e administrativas, ao longo de décadas, não têm levado em consideração, na busca de diálogo e de soluções. Algumas delas caracterizam privilégios, cujo usufruto prejudica a cidade com transtornos no tráfego e gera injustiça como a punição de motoristas que não encontram condições para obedecer as normas de estacionamento regular, porque os espaços são ocupados indevidamente. Vejamos: -125) Mercados e supermercados, além de hortifrutigranjeiros se instalam em locais estratégicos em decorrência da grande movimentação local, semi a mínima oferta de vagas transitórias aos seus clientes e até utilizam as calçadas como prolongamento de seus estabelecimentos, em prejuízo da coletividade. É um contraste com outros que possuem garagens amplas, às vezes ocupadas por clientes que vão às compras em estabelecimentos concorrentes. -126) A situação é mais grave com a localização destes estabelecimentos em vias estreitas e de intenso tráfego, onde um ou sequência de caminhões chegam a obstruir metade da via arterial, até mesmo ocupando espaço antes destinados a vagas recuadas ou a pontos ônibus. Isto sem falar em bicicletas, motos e carros de entregas domiciliares ou carrinhos de compra disponibilizados, em muitos casos, nas calçadas dos estabelecimentos. -127) Os estabelecimentos já instalados deveriam receber prazo para aquisição de áreas de apoio para tais veículos ou, conforme o caso, se integrarem a uma ação conjunta, com apoio municipal, para instalação de pátios ou armazéns gerais, podendo as cargas, no caso, serem retiradas, fora das horas de rush, por carrinhos de fácil locomoção, no estilo daqueles existentes em aeroportos ou, modestamente, como os chamados “burrinhos sem rabo”. -128) Devem ser proibidas as operações de carga e descarga, cumulativa e de larga duração, entre as 7h e as 19 horas, quando se tratar de carretas, caminhões ou caminhonetas. -129) Nos centros comerciais, o novo plano Diretor de Urbanismo deve estabelecer as áreas “no edificandi”, destinadas exlusivamente ao estacionamento de veículos de carga. No centro da cidade há este opção na área do terreno ou em áreas ocupadas por velhos casarões abandonados, ou em áreas anteriores mais próximas. -130) Atualmente estão tendo melhor sucesso de vendas as farmácias e drograrias que destinaram a parte mais próximas das ruas, para serem utilizadas exclusivamente pelos seus clientes, que ali não permanecem por muito tempo. (Continua)

SERGIO SANTEIRO

NÚMEROS Vergonha Quando alguma coisa acontece penso sempre que podia não ter acontecido Pra cada ícone da cultura vejo dezenas de militantes Pra coxinha entender: os governos petistas foram uma espécie de "new deal" brasileiro Expansão dos meios de produção em busca de seu pleno emprego Já que foi mencionado no voto da canalha suprema porque não libertam os 40% de aprisionados sem julgamento? E agora supremo? Libertas quae sera tamem Liberta que serás também O cantor canta sua canção Sem querer saber se vai chegar ou não Como a um moleque de 40 anos se permite agredir um velho de 70 Prendem o velho enquanto as dondocas prevaricam A questão daqui pra frente é como impedir novos golpes paraguaios E tem os manés que ficam querendo se achar em Mai a mi Os acusadores merecem ser processados por calúnia e difamação Não chama que a maldita vem O golpe é uma facada A quem demos a defesa são os que nos atacam Governadores e senadores eleitos são barrados pelos auxílios-moradia togados "Fakenews" é mole difícil é "fakejudges" O país está dividido? Bota pra votar Candidatem-se todos juízes escroques políticos militantes e ele claro Douta vênia mesmo que inúteis os velhos no supremo estão dando banho nos mais novos É uma pena que não tenham brecado o golpe em 16 e que ainda não o anulem E ficam aí agora no varejo É pena E mais pena Lavar a louça empilhada na pia é mais trabalho Ministros no supremo denunciam tortura em Curitiba Tortura é crime hediondo contra a humanidade A denúncia de tortura no supremo não pode ser escanteada O afoito ministério público tem que dar andamento à denuncia Anule-se tudo que resulta de tortura Lava a Lava Se o malandro no supremo quer separar o joio do trigo aproveita e abole a tortura Pensador é quem pensa a dor Todos os depoentes sob coação deviam revogar seus depoimentos Acabou a farra quem vai defender a tortura?

Telef ones: (021) 2719-1886 / 2621-4986 elefones:

Inscrições para o Encceja vão até dia 27 Arquivo

PROVAS serão realizadas no dia 5 de agosto

As inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja Nacional) deste ano já estão abertas desde ontem. O prazo para fazer a inscrição termina no dia 27 de abril. As provas serão realizadas no dia 5 de agosto. O sistema de inscrição pode ser acessado na página do Encceja na internet. O exame é direcionado aos jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada para cada nível de ensino. Os participantes devem ter, no mínimo, 15 anos completos na data de realização do exame, para quem busca a certificação do ensino fundamental. Quem busca a certificação do ensino médio tem que ter, no mínimo, 18 anos

completos na data de realização do exame. A participação é voluntária e gratuita. Durante a inscrição, o participante deve ficar atento à seleção das áreas de conhecimento. Quem quer o certificado de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio precisa ter proficiência nas quatro áreas do conhecimento e na redação. Mas o participante que já tem alguma declaração parcial de proficiência, obtida em edições passadas do Enem ou do próprio Encceja, fica liberado de fazer a prova da área na qual já tem proficiência comprovada. Na inscrição, o participante também precisa escolher a instituição na qual pretende solicitar a certificação ou a declaração parcial de pro-

ficiência. Os resultados individuais do Encceja permitem a emissão de dois documentos: a certificação de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio, para o participante que conseguir a nota mínima exigida nas quatro provas objetivas e na redação, e a declaração parcial de proficiência, para o participante que conseguir a nota mínima exigida em uma das quatro provas, ou em mais de uma, mas não em todas. Também serão realizados neste ano o Encceja para quem mora no exterior, para adultos submetidos a penas privativas de liberdade e para adolescentes sob medidas socioeducativas que incluam privação de liberdade.

Vestibular Cederj tem 7,4 mil vagas para graduação a distância O Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cederj) recebe, até o dia 10 de maio, inscrições para o vestibular 2018.2. Serão oferecidas 7.409 vagas em 16 cursos de graduação a distância em universidades públicas para início no segundo semestre. A partir desta edição, o consórcio terá o curso de Ciências Contábeis e mais um polo em Miracema. Os candidatos podem se inscrever pelo site www.cederj.edu.br/ vestibular e, ao final do preenchimento, imprimir o boleto para pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 88. As seis universidades públicas – Uenf, Uerj, UFF, UFRJ, UFRRJ e UniRio – e o Cefet/RJ junto com o Governo do Estado, através da Fundação Cecierj, vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social, formam o Consórcio Centro de

Cartas PRESOS EM CASA Pode até ser que muita coisa seja fake news, mas cada dia mais temos saindo, eu e minha família de casa. Com tantos bares e restaurantes sendo assaltados, sair de casa está deixando de ser opção. Tiago Morais

Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro. O objetivo da parceria com o sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) é democratizar o acesso ao ensino superior público, utilizando a metodologia da Educação a Distância. OPORTUNIDADE Para quem pretende usar a nota do Enem de 2017, na modalidade ampla concorrência, serão destinadas 30% das vagas ofertadas. O vestibular do Cederj tem função social, pois abre oportunidade para a qualificação. O fato de ser semipresencial permite flexibilidade de horário e soluciona a questão do deslocamento para quem vive no interior”, disse o presidente do Cederj, Carlos Bielschowsky. MATERIAL O estudante recebe gratuitamente o material didático, nas formas online e impressa, e é avalia-

do em atividades presenciais (provas) e a distância, em datas e horários predeterminados. O acompanhamento didático é feito por tutores nos polos e nas universidades consorciadas. O estudante conta também com um telefone 0800. Após a conclusão, o diploma é emitido pelas universidades sem qualquer distinção do modelo de educação presencial. As vagas estão distribuídas nos cursos de bacharelado em Administração, Administração Pública, Ciências Contábeis e Engenharia de Produção; tecnólogos em Gestão de Turismo, Segurança Pública e Sistemas de Computação; e licenciaturas em Ciências Biológicas, Física, Geografia, História, Letras, Matemática, Pedagogia, Química e Turismo. “As provas serão aplicadas em 9 de junho. As aulas começam em 21 de julho. Os cursos são bem avaliados pelo Enade.


3

TERÇA-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 2018

PAINEL

painel@atribunarj.com.br

ATIVIDADE ECONÔMICA CRESCEU 0,09% EM FEVEREIRO

MAIS SEGURANÇA NAS ESTRADAS

A atividade econômica voltou a apresentar crescimento em fevereiro. É o que mostra o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), divulgado ontem, em Brasília. No segundo mês do ano, a atividade econômica teve expansão de 0,09%, depois de uma queda de 0,65% em janeiro, de acordo com dados dessazonalizados (ajustados para o período) atualizados. Na comparação entre fevereiro deste ano e o mesmo mês de 2017, houve crescimento de 0,66% nos dados sem ajustes. No ano, a atividade econômica aumentou 1,80% e, em 12 meses, 1,32%. O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica brasileira e ajuda o BC a tomar suas decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic. O índice incorpora informações sobre o nível de atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária, além do volume de impostos. Mas o indicador oficial sobre o desempenho da economia é o Produto Interno Bruto (PIB – a soma de todas as riquezas produzidas pelo país), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Enquanto isso, o mercado financeiro reduziu a projeção para o crescimento da economia este ano. De acordo com a pesquisa do BC junto a instituições financeiras, a estimativa para a expansão do PIB - a soma de todos os bens e serviços produzidos no país - caiu pela terceira semana consecutiva. Desta vez, a projeção passou de 2,80% para 2,76%. Há quatro semanas, a estimativa estava em 2,83%. Para 2019, a expectativa permanece em 3% há 11 semanas seguidas. Os dados constam do Boletim Focus, divulgado semanalmente pelo Banco Central às segundas-feiras. O mercado financeiro também tem alterado a projeção para a inflação este ano. A estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA – a inflação oficial do país) passou de 3,53% para 3,48% na décima primeira redução consecutiva. A projeção segue abaixo do centro da meta de 4,5%, mas acima do limite inferior de 3%. Para 2019, a estimativa para a inflação foi ajustada de 4,09% para 4,07%, abaixo do centro da meta (4,25%).

WORKSHOP SOBRE LEGISLAÇÃO TRABALHISTA O Sebrae/RJ promoverá amanhã, às 8h, um workshop gratuito sobre as mudanças na legislação trabalhista para empresários da leste fluminense. O encontro acontecerá na sede da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Niterói, na Rua General Andrade Neves, 31, no Centro. Serão discutidos a lei trabalhista e suas principais alterações, os

desafios da gestão e o papel da liderança empresarial e as preparações para o E-social – sistema que vai unificar o envio de informações no âmbito trabalhista, simplificando o cumprimento das obrigações previstas na legislação trabalhista, previdenciária e tributária. Os interessados poderão se inscrever por meio do telefone (21) 2719-8893.

FALTA PARTICIPAÇÃO DA POPULAÇÃO

SÉRGIO CABRAL NO STF O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes marcou para amanhã o depoimento do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral na investigação aberta para apurar o uso de indevido de algemas durante a transferência deste para um presídio em Curitiba. Na mesma decisão, Mendes, relator do caso, determinou que a Procuradoria-Geral da República (PGR) indique um procurador para partici-

A FORMAÇÃO DO POVO BRASILEIRO O Centro Municipal de Formação Continuada Prefeito Hairson Monteiro dos Santos (Crefcon) realiza, no próximo dia 26, o CREFCONversa, um projeto da Secretaria Municipal de Educação de São Gonçalo, que consiste na realização de uma roda de conversa com a presença de um convidado es-

Arquivo

WELLINGTON SERRANO

INTENÇÃO é dar oportunidades para quem mora nas ruas mento nacional sustentável como objetivo da licitação, a habilitação condicionada à inexistência de trabalho de menor em condições incompatíveis com as normas constitucionais, as preferências a serviços e produtos manufaturados naci-

pecial para debater temas ligados à educação. Nesta edição o programa contará com a presença do professor Jonuel Gonçalves, que falará sobre a Formação do Povo Brasileiro. O evento terá início às 18h30, no auditório do Crefcon, na Rua Dr. Getúlio Vargas, 1207, no bairro Barro Vermelho.

onais, a contratação direta de associações de catadores de materiais recicláveis, o desempate pelo critério de atendimento à reserva de cargos e regras de acessibilidade. A grande questão, segundo a professora, está relacionada à forma de implantação dessas políticas públicas e de avaliação de sua efetividade, diretamente relacionadas às conclusões sobre os resultados. Especificamente em relação ao projeto aprovado, Gabriela aponta uma possível crítica considerando o panorama atual, já que a proposta foi apresentada há mais de dez anos. “Em meio a tantos profissionais desempregados e com qualificação, a opção estrita pelo favorecimento aos moradores de rua pode não ter uma ampla aceitação social, nem uma eficácia real se observada de um ponto de vista macro: a medida restringiria a oportunidade aos cidadãos que já se encontram na pior das condições, enquanto que inúmeros outros estão na iminência de ingressar na triste condição de sem-teto”.

Alerj faz audiência pública sobre licitação das barcas ANDERSON CARVALHO

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) promove hoje, às 10h30min, audiência pública sobre a licitação das barcas. A reunião, que ocorrerá na sala 316 do Palácio Tiradentes, no Centro do Rio, é organizada pela Comissão Especial de Transporte Aquaviário da Casa, presidida pelo deputado estadual Zito (PP). A nova licitação, anunciada no ano passado, ainda está sen-

do elaborada e não há previsão de ser realizada. “O objetivo dessa reunião é acompanhar o novo edital de mudança de concessionária do transporte aquaviário e discutir a possibilidade de inclusão de novas linhas”, explicou Zito. A audiência terá a presença do secretário de Estado de Transportes, Rodrigo Vieira. No último dia 23, a pasta recebeu autorização da Procuradoria Geral do Estado (PGE) para continuar com o processo licitatório que definirá a

nova concessionária responsável pelo transporte aquaviário. Enquanto isso, o governo discute com a atual responsável, a CCR Barcas, os termos do distrato. Procurada, a secretaria informou que há uma equipe técnica do órgão atuando na análise e saneamento dos itens apontados pela PGE. O distrato só terá efetividade após a assinatura do contrato com a futura concessionária, com o objetivo de preservar a continuidade da prestação do serviço pela atual operadora, sem prejuízos à população.

DESTINO DE PRÉDIO DEMOLIDO

par da audiência. Na semana passada, o inquérito foi aberto por decisão da Segunda Turma e por sugestão do próprio relator, que pediu também para ficar com o comando do processo. No dia 10 de abril, por 3 votos a 2, o colegiado decidiu que o ex-governador deve retornar ao sistema penitenciário do Rio. Com a decisão, o colegiado anulou a decisão do juiz Sérgio Moro. Cabral é réu em mais de 20 processos.

Projeto pretende destinar 2% das vagas de trabalho para quem vive nas ruas

gum tempo, o Brasil adotou a prática de utilizar a licitação como ferramenta indutora de políticas públicas. Ela explica que isso aconteceu com os benefícios às microempresas e empresas de pequeno porte, o desenvolvi-

A população de Itaboraí precisa se conscientizar que só restam outras quatro reuniões de revisão do Plano Diretor para discutir o futuro da cidade. O cidadão poderá participar e precisa conhecer o plano e como ele será aplicado. O documento está sendo elaborado pela prefeitura com a participação dos moradores, mas precisa da aprovação da câmara de vereadores, em sua 4ª etapa, para ser transformado em lei a ser implementado. As próximas reuniões aconteceram no dia 28, às 9h, em Sambaetiba, na Escola Municipal Guimarães Fernandes ainda no mesmo dia, às 14h, em Pachecos na Unidade Básica de Saúde Ver. Mario Scotelaro Rodrigues.

Dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) apontam para mais de 300 ocorrências por ano de assalto em veículos das linhas intermunicipais que tenham mais de 20 lugares que agora deverão ter equipamentos para que sejam rastreados via satélite e possam ser monitorados remotamente. Isso é o que determina o projeto de lei 603A/15, do deputado Milton Rangel (DEM), que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) votará em segunda discussão essa semana. A proposta determina, ainda, que o equipamento tenha um "dispositivo de pânico" que o motorista possa acionar em caso de emergência. O sistema também deverá permitir a comunicação entre o veículo e a empresa responsável e será integrado a uma central de monitoramento em contato direto com os órgãos de segurança.

Moradores de rua poderão trabalhar em obras públicas

As empresas que participam de licitação de obras públicas devem reservar vagas para a contratação de moradores de rua. Um projeto (PLC 130/ 2017) com este objetivo foi aprovado pela Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS). O relatório da senadora Rose de Freitas (PMDB-ES) exige que os editais de licitação de obras e serviços públicos reservem uma cota de pelo menos 2% das vagas para a contratação de moradores de rua. A legislação atual já prevê o benefício para ex-presidiários e detentos, desde que o serviço ou a construção necessite de trabalhadores com qualificação básica. Rose de Freitas argumenta que a iniciativa busca dar mais dignidade, autoestima e reconhecimento familiar e social a esta parcela marginalizada da população, além de ajudar na inclusão social e na reintegração ao mercado de trabalho. Gabriela Pércio, mestre em Gestão de Políticas Públicas e especialista em licitações e contratos, lembra que, há al-

BARULHO INCÔMODO

A 2ª edição do Festival 3R, no último domingo, que contou com a participação das bandas Natiruts, Oriente, Capital Inicial, Onze:20 e 1Kilo, além dos cantores Marcelo D2 e Armandinho, no Caminho Niemeyer, no Centro, tinha um som em tão alto volume, que chegou até os moradores dos prédios residenciais do Ingá, na Zona Sul. O show começou por volta das 13h e durou até às duas horas da madrugada de ontem, perturbando o sono de quem tinha que acordar cedo na segunda-feira para trabalhar. O evento estava programado para acabar à meia-noite.

Em maio de 2017, o Tribunal de Justiça do Rio anulou o edital e o contrato de concessão firmado com a Barcas S.A. (atual CCR Barcas), em 1998, e determinou a realização de uma nova licitação para a prestação do serviço público. A nova concessionária deve apresentar, no prazo de um ano, a contar da data da assinatura do contrato, estudos de viabilidade de linhas para São Gonçalo, Duque de Caxias e o aeroporto Santos Dumont ou Galeão.

Recentemente, foi demolido o prédio ao lado da Casa do Estudante Fluminense, na Avenida Visconde do Rio Branco, no Centro de Niterói. O terreno era da antiga Companhia de Energia Elétrica do Estado do Rio de Janeiro (Cerj), atual concessionária Enel. Porém, não há placa indicando o que será construído no local. O terreno foi vendido pela empresa há alguns anos.

HOJE NA HISTÓRIA - 17/4 1968- 68 municípios, inclusive Niterói, são declarados áreas de segurança nacional, sendo seus prefeitos nomeados. 2011Explode a Estação de Tratamento de Esgotos da Ponta da Areia, em Niterói, episódio conhecido como “tsunami de esgotos”.

DÓLAR R$ 3,411/ -0,46%

Votação para escolha de novo reitor da UFF teve início ontem

Wellington Serrano

LUIZ diz que essa é a hora da UFF dar a volta por cima WELLINGTON SERRANO/ ANDERSON CARVALHO

A eleição para reitor e vice-reitor da Universidade Federal Fluminense (UFF) teve início ontem e não houve registrou de problemas. No pleito, que teve início na manhã de ontem e prossegue até amanhã, estudantes, funcionários técnico-administrativos e professores escolherão quem vai ocupar o cargo de Reitor e Vice-Reitor no quadriênio 2018-2022. As seções em funcionamento não tiveram filas a votação foi rápida no primeiro dia. A consulta à comunidade universitária acontece entre 9h às 18h, no saguão da Reitoria; de 9h às 22h, no saguão do Huap; de 9h às 18h, na Faculdade de Medicina, Biblioteca Setorial da Facmed, Farmácia Universitária (FAU), no Instituto de Saúde da Comunidade (CMS), saguão 3º andar prédio anexo ao Huap e na Escola de Enfermagem. A votação no Campus Valonguinho teve início por volta das 9h, com atraso de 30 minutos do horário previsto. Um aluno relatou que

perderam a chave de uma das salas onde funciona a seção eleitoral. Segundo um dos participantes da Comissão Eleitoral, Osires Marques, o primeiro dia, apesar da elevada procura, foi de ajustes. “Os horários não estão uniformes dentro das seções, por isso alguns equívocos aconteceram, mas nada que tenha afetado o grande percentual de procura da comunidade acadêmica”, disse o organizador. O professor acadêmico Luiz Henrique fez questão de comparecer e votar na urna localizada na entrada do Hospital Universitário Antônio Pedro (Huap). Ele ressaltou a questão da democracia e disse que chegou a hora da universidade dar a volta por cima. “Chega de tanta hipocrisia ao prometer e não fazer nada. Estamos cansados de sermos enganados”, realçou. Para a servidora Fátima Flexa, o novo reitor terá uma responsabilidade muito grande. “Terá que moralizar o Huap novamente, pois quem manteve esse hospital de portas abertas até hoje não foi a Ebserh, fomos nós”, concluiu.


4

TERÇA-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 2018

CIDADES RIO BONITO

Novas empresas devem gerar 200 empregos no Condomínio Industrial Duas companhias estão prestes a entrar no complexo, que tem taxas de impostos baixas e vantajosas

O Grupo Crac, pioneira na fabricação de batata palha e líder de vendas na sua área de atuação, e a empresa Nitnave, que atua na área de offshore, devem ser os mais novos inquilinos do Condomínio Industrial de Rio Bonito. O processo de concessão da área já foi liberado pela secretaria de Desenvolvimento Econômico e agora segue para aprovação dos vereadores. Juntas, as empresas devem gerar cerca de 200 empregos somente na fase da obra. Essas empresas vieram para o município atraídas pela ótima localização do condomínio, às margens da BR101, e pelas taxas de impostos que chegam a 1%, uma das mais baixas da região, além de isenção fiscal que chega a 20 anos. O grupo Crac encontrou em Rio Bonito o local ideal para expandir a empresa, que é administrada em família. Eles estão situados num parque industrial em São Gonçalo com cerca de 8.000 (oito mil) metros quadrados, onde se encontram os pavilhões de produção de Batata Palha, produção de Biscoitos de Polvilho e empacotamento, que ficou pequeno. Agora pretendem construir um parque industrial bem maior, numa área de cerca de 50.000 (cinquenta mil) metros quadrados no condomínio industrial, destinada a produção de xaropes (açaí,

Divulgação

COMP ANHIAS alimentícia e offshore aguardam apenas a aprovação pelos vereadores do processo de concessão da área COMPANHIAS

groselha, guaraná, uva) e o guaracrac, uma dos principais produtos da empresa e líder de venda no seguimento. A empresa vai priorizar a contratação de mão de obra local. “Iremos investir cerca de R$ 4,5 milhões com a construção dos pavilhões de pro-

dução de líquidos e empacotamento, e gerar cerca 100 empregos diretos e 150 indiretos durante a obra. Mas a nossa previsão é dobrar esse número nos próximos 3 anos”, garante Maurício Picanço, diretor da empresa. Segundo o secretário de

Desenvolvimento Econômico, Bruno Soares, o município vem procurando se adequar e se modernizar para atrair cada vez mais empresários para a cidade. Rio Bonito foi o pioneiro na Região Metropolitana em conceder incentivos fiscais para empresas prestadoras de

ITABORAÍ

Campeonato de Jiu-Jitsu reuniu mais de 350 atletas Divulgação

MINISTRO dos Esportes, Leandro Cruz, prestigiou o torneio

A quadra poliesportiva do Colégio Adventista, no Centro, virou palco do I Campeonato de Jiu-Jitsu de Itaboraí, organizado pela Liga de Jiu-Jitsu do município. O evento reuniu centenas de pessoas que prestigiaram os lutadores da arte marcial japonesa. No tatame, técnicas e golpes vibravam o público que teve oportunidade de assistir as lutas, reunindo atletas de todas as categorias, nas modalidades feminino e masculino, com idade a partir dos 4 anos de idade. Além

de todas as cores de faixas e pesos, deixando o pódio do ginásio pequeno para tantos talentos. Competiram 350 atletas, deste total, 55 ganharam gratuidade para realizar as inscrições oferecidas pela Prefeitura para os lutadores da cidade. Prestigiando o evento, o ministro dos Esportes, Leandro Cruz, ressaltou a importância do esporte para Itaboraí. “Esta é a cidade que mais recebe incentivos para os esportes. Temos aqui um trabalho social muito grande. Estes eventos

esportivos estimulam o desenvolvimento saudável do esporte, do cidadão. Para as crianças é um grande auxílio na sua formação”, disse Leandro. Representando o Poder Legislativo, estiveram presentes ao I Campeonato de Jiu-Jitsu os vereadores, Agnaldo Coutinho e Joana Lage, madrinha da Liga de Jiu-Jitsu do município, grande incentivadora dos esportes na cidade. Os investimentos do Ministério do Esporte foram destacados pelas autoridades como um diferencial na cidade. Prova da importância do esporte para a vida do cidadão, é a atleta Geovana Rangel Chaves, de 15 anos. Para ela, a iniciativa da Prefeitura em propor o esporte fez todo diferencial em sua vida. “Agradeço muito pela oportunidade que os jovens estão tendo. Em vez de estarem nas ruas, agora estão praticando um esporte, traçando novos objetivos e planejando um futuro junto à prática esportiva”, afirmou. De acordo com o coordenador de Projetos da Universidade Federal Fluminense (UFF), também participador do Campeonato, Ronaldo Anquie-

ta, a prática esportiva é o que hoje em dia faz o diferencial na vida do cidadão. “Quem pratica esporte tem a oportunidade de se tornar um cidadão melhor para toda a vida e assim, exercer seus direitos, compreender seus deveres com disciplina determinação”, afirmou. O presidente da Liga de JiuJitsu, Marco Antônio Emerich de Melo, aproveitou a oportunidade para agradecer todo incentivo que o governo municipal vem dando ao esporte e apoio as competições. Destacando que ainda este ano Itaboraí irá sediar outros dois campeonatos nos meses de julho e movembro. Interessados em iniciar na prática marcial japonesa, JiuJitsu, a Prefeitura, por meio do Projeto Esporte e Cidadania Para Todos, está com inscrições para aulas gratuitas em dois polos: Badureco e Venda das Pedras, de segunda a sexta, das 9h às 18h. Para se inscrever são necessários documentos originais e cópia do RG, CPF, comprovante de residência, duas fotos 3x4. Sendo menor de 18 anos é necessário documento do responsável.

serviços. Desde 1998, o município oferece vantagens, como descontos e isenções de impostos e taxas, que chegam a patamares de 1%. “Rio Bonito é uma cidade de reconhecida vocação para negócios, sendo referência na região desde sua fundação. Te-

mos uma infraestrutura pronta, com ruas pavimentadas, saneamento básico e iluminação pública, entre outros fatores. A cidade é uma excelente opção para empresas que buscam localização vantajosa. Fica às margens da BR-101, próximo ao Polo Petroquímico de Itaboraí, e é a porta de entrada para a Região dos Lagos e caminho para as regiões petrolíferas do Estado. Acho que condições como essa o empresário não vai encontrar em outro município”, afirma o secretário. CONDOMÍNIO INDUSTRIAL O projeto de implantação do Parque Industrial e de Serviços do Município de Rio Bonito é constituído por uma área de terra situada na BR 101, Km 49, Rio dos Índios, zona rural do 1º Distrito do município de Rio Bonito, delimitando uma área total de 378 mil metros quadrados. Poderão se instalar indústrias não poluentes, comerciais, de serviços e institucionais. A concessão será por um prazo de 20 anos, podendo ser prorrogado por igual período, desde que comprovado a continuidade de sua finalidade, admitindo-se a sua modificação desde que compatível com a área concedida e na forma do artigo 3º da Lei 715 de 08 de maio de 1998.

QUISSAMÃ

Escola de Tiro recebe atletas da Seleção Dois atletas da Seleção Brasileira de Tiro com Arco, Lugui Barroso da Cruz e Ricardo Alexandre de Sá Gomes, estiveram em Quissamã, na última semana, para acompanhar os treinos da escolinha, implantada há um ano pela Coordenadoria Especial de Esporte e Juventude. Eles conheceram o projeto de perto e tiveram oportunidade de conversar com os alunos. Lugui e Ricardo vieram acompanhados por Rita Cruz, secretária da Federação de Tiro com Arco do Estado do Rio de Janeiro (Fetarco-RJ). “Demorei muito pra ganhar meu primeiro arco e aparecer no cenário esportivo. Hoje, já conquistei muita coisa, mas tem muito mais por vir. Essa visita me fez lembrar como tudo começou”, disse Lugui. Para André, iniciativas como a de Quissamã são fundamentais para a modalidade. “Temos aqui atletas para o futuro. Isso é fantástico”, completou. As aulas da escolinha são realizadas no tatersal do Parque de Exposições, às terças e

quintas-feiras, e reúnem adolescentes, a partir dos 12 anos. O trabalho é coordenado pelo casal Paula Borja Figueiredo e André Figueiredo. “Sempre gostamos de esporte de precisão e o tiro com arco começou como uma brincadeira no quintal. Com a divulgação do Tiro com Arco, devido as Olimpíadas do Rio, tivemos contato com a parte técnica. Acompanhamos as disputas e nos encantamos. Desde então, começou a nossa busca por conhecimento com referências do esporte. Eu e André fizemos o curso de árbitro, oferecido pela Confederação Brasileira, e passamos a treinar na Portuguesa carioca, com o Tiago Louzada, diretor técnico da Federação e membro da comissão técnica da Seleção”, ressaltou Paula. André se federou esse ano e compete no Campeonato Estadual. “Ele está abrindo um caminho que pretendemos que os nossos alunos também trilhem futuramente”, completou a professora.

Divulgação

ESCOLINHA foi implantada na cidade há um ano

BÚZIOS

Dívida Previdenciária poderá ser parcelada em até 100 meses O prefeito André Granado encaminhou um Projeto de lei (PL 23/2018) à Câmara Municipal de Búzios propondo o parcelamento de débitos do município com seu Regime Próprio de Previdência Social, gerido pelo BúziosPrev, do período até março de 2017,

em até 200 prestações mensais, iguais e sucessivas. A partir daí, alguns representantes do Conselho Municipal de Previdência e vereadores da Câmara se reuniram para discutir o assunto, quando foi sugerida a redução do parcelamento da dívida de 200

prestações mensais - conforme o projeto original - para 100 parcelas, ou seja, em até oito anos. Na sessão ordinária da última terça-feira, o Projeto de Emenda Modificativa 01/ 2018, que dispõe sobre essa alteração, foi aprovado por

seis votos favoráveis contra um. A alteração aprovada será incluída no Projeto de Lei 23/ 2018, que está sendo analisado na Comissão de Constituição e Justiça. Os vereadores que votaram a favor da emenda modificativa foram Lorram Silvei-

ra, Adiel Vieira, Joice Costa, Josué Pereira, Miguel Pereira e Valmir Nobre. Enquanto, Gladys Nunes votou contra. Neste tipo de matéria, o presidente do Legislativo não vota. Também tramita na CCJ outro projeto que trata do parcelamento da dívida previden-

ciária do município. É o Projeto de lei 22/2018, que se refere ao período de abril de 2017 a fevereiro de 2018. Nele propõe-se o parcelamento dos débitos do município com seu Regime Próprio de Previdência Social em até 60 prestações mensais.


TERÇA-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 2018

5

Casos de chikungunya aumentam 119% em Niterói

Registros saltaram de 304 no primeiro trimestre de 2017 para 665 no mesmo período deste ano Marcello Almo

RAQUEL MORAIS

Mais casos de chikungunya em Niterói deixa população em alerta. Considerada entre a dengue e a zika como a doença mais complicada de tratar e que pode deixar sequelas, muitos niteroienses estão na lutra contra os sintomas. Além da febre e vermelhidão no corpo, a chikungunya deixa as articulações muito doloridas e esse desconforto pode perdurar por até seis meses. A Prefeitura de Niterói divulgou que de 1º de janeiro deste ano até ontem foram notificados 665 casos suspeitos da doença na cidade; contra 304 casos de janeiro a abril de 2017. O aumento de 119% fez a administração municipal intensificar as ações de prevenção. Na edição da última sextafeira, A TRIBUNA reportou o drama vivido gonçalenses que veem a doença se espalhar por ruas inteiras. Em São Gonçalo, já foram notificados mais de 1.100 casos da doença este ano, um aumento de 100% em relação a todo ano de 2017. A contadora Tamara Carvalho, de 37 anos, mora no bairro Pé Pequeno e está esses dias cuidando da sua filha, Nicole Carvalho, de 11 anos, que está

TAMARA cuida da filha Nicole, que pegou a doença na semana passada. A filha é a terceira a pegar chikungunya na casa

com chikungunya desde a semana passada. No quintal da niteroiense, a Nicole é a terceira vítima da doença, já que sua mãe e a empregada doméstica da família também estão com chikungunya. “Eu tive muita febre e estou com muita dor no corpo. Estou me sentindo muito mal”, lamentou a estudante do 7º ano que não está indo para a escola por esses dias.

“Ela teve febre de quase 40ºC, muito calafrio e muita dor. No final de semana ela não conseguia colocar o pé no chão de tanta dor. É muito ruim ver um filho assim e depender da consciência das pessoas para não ficar doente. Cada um tem que fazer a sua parte e isso não pode ser esquecido”, comentou Tamara. A clínica geral Ana Cláudia

Sodré explicou que a doença é provocada por um vírus transmitido pelo Aedes aegypti e é importante o diagnóstico médico sobre a doença e não a automedicação. “Tem que ter atenção a sintomas com dor muscular e articulares intensas, náusea, vômito, diarreia e erupções na pele. Não passa de uma pessoa para outra e somente é passada pelo mosquito, que

A 15 dias do fim do prazo, 58% não entregaram declaração do IR Divulgação

WELLINGTON SERRANO

Faltam apenas duas semanas para o fim do prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda. Para facilitar a vida dos contribuintes muitas empresas preparam material explicando prazos, quem está obrigado, deduções, novidades e outros pontos para ajudar a sair das garras do leão. A Confirp Consultoria Contábil é uma delas. Para o diretor executivo Richard Domingos, a correria do Imposto de Renda 2018 não pode passar por cima das principais dúvidas sobre o tema. “É importante tirar as dúvidas. A Receita Federal iniciou hoje o período de entrega da Declaração de Imposto de Renda 2018, referente ao ano-base 2017. Com isso, os contribuintes já podem e devem iniciar o preenchimento desse material”, disse. Segundo ele, é interessante que as pessoas se preparem com antecedência para declarar, já procurando e separando os documentos necessários. “Quanto mais preparado o contribuinte estiver melhor, os primeiros dias são os mais in-

RECEITA teme que milhares de declarações não sejam entregues

teressantes para o envio e isso por dois motivos: quem entrega o material com antecedência receberá sua restituição antes, além disso, em caso de problemas, o contribuinte terá tempo para resolvê-los, evitando a necessidade de realizar uma declaração retificadora, depois do prazo de entrega, que será 30 de abril”, alerta. AS ALTERAÇÕES Uma das mudanças mais significativas na declaração deste ano é a redução da idade

obrigatória para o dependente. A partir de agora, quem for incluir dependente acima de oito anos, deve registrá-lo no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). Até ano passado, a obrigatoriedade era para acima de 12 anos. Segundo Waldir de Lara Junior, sócio-diretor da ROIT Consultoria e Contabilidade, as regras ficaram mais rígidas. “O Fisco está a cada ano dando um passo maior e pedindo mais informações do contribuinte. O CPF era exigido com 17, depois caiu para 12.

Isso é para aumentar a fiscalização”, afirma Lara Junior. Nas novas regras, no caso de guarda compartilhada, cada filho poderá ser considerado como dependente de apenas um dos pais, levando em conta as modificações do Código Civil. Os valores de auxílio-doença que são pagos pela Previdência quando o trabalhador entra de licença médica estão isentos. Mas os valores pagos pelas empresas continuam sendo tributados normalmente. As remessas realizadas para fins educacionais, entre outros, não estão sujeitas à retenção na fonte. Ao responder sobre as mudanças, a contadora Laura Madeira, disse que cada caso é um caso quando se trata de prestação de imposto de renda, mas disse que o preenchimento está mais detalhado. “Os dados estão mais em evidências na hora de incluir informações sobre imóveis e veículos”, falou. A jornalista Patricia Scott é uma das que sempre deixa as consultas para em cima da hora. “Sou muito preocupada com isso e ao mesmo tempo tenha as minhas dúvidas, não quero pagar multa vou ficar atenta”, disse.

Caixa reduz juros do crédito imobiliário A Caixa Econômica Federal anunciou, ontem, a redução de até 1,25 ponto percentual das taxas de juros do crédito imobiliário utilizando recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). As taxas mínimas passaram, nesse caso, de 10,25% a.a para 9% a.a, no caso de imóveis dentro do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), e de 11,25% a.a para 10% a.a, para imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI). De acordo com o presidente da Caixa, Nelson Antônio de Souza, a redução das taxas de juros facilitam o acesso à casa própria e contribuem para estimular o mercado imobiliário. “O objetivo da redução é oferecer as melhores condições para os nossos cli-

Marcello Almo

ALÉM DOS juros, Caixa aumentou para 70% cota do financiamento

entes, além de contribuir para o aquecimento do mercado imobiliário e suas cadeias produtivas”, destaca. NOVAS CONDIÇÕES Além da redução de juros,

a Caixa também promoveu melhoria das condições no financiamento de imóveis para pessoa física. O limite de cota de financiamento do imóvel usado sobe de 50% para 70%. A Cai-

xa também retomou o financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com cota de até 70%. A Caixa possui R$ 82,1 bilhões para o crédito habitacional para 2018. O banco mantém a liderança no setor com cerca de 70% das operações para aquisição da casa própria. SFH E SFI Estão enquadrados no SFH os imóveis residenciais de até R$ 800 mil, para todo país, exceto para Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, onde o limite é de R$ 950 mil. Os imóveis residenciais acima dos limites do SFH são enquadrados no SFI. Todas as mudanças entraram em vigor ontem.

tem uma autonomia de voo baixa e normalmente se reproduz onde tem água parada. É preciso evitar as possibilidades de desenvolvimento desse mosquito. Tem um desconforto muito alto e a pessoa infectada fica impossibilidade de trabalhar e estudar”, comentou. A Prefeitura de Niterói ressaltou que intensificou as ações de prevenção com vis-

toria dos agentes do Serviço de Controle de Vetores, que visitam casas e comércios a fim de eliminar possíveis focos do inseto; mutirões de combate à dengue; aplicação de inseticida quando necessário; orientação dos moradores e distribuição de material informativo sobre medidas de prevenção; uso de carro fumacê; e realização de palestras educativas sobre as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti para pais, professores e alunos nas escolas. Profissionais do Programa Médico de Família também atuam em parceria, com prevenção e combate nas suas áreas de cobertura. Niterói também possui Comitês Regionais de Combate à Dengue, organizados pelas Policlínicas Regionais, com ações de combate ao mosquito Aedes aegypti elaboradas de acordo com as características de cada comunidade. Apesar dos altos números, ainda não é possível dizer que a região vive uma epidemia da doença. Segundo o Ministério da Saúde, é preciso ter 300 casos de chikungunya para cada 100 mil habitantes. Em Maricá, já foram registrados 330 casos da doença só no primeiro semestre, contra apenas seis em 2017.

Clima esfria em Niterói e muda rotina dos niteroienses

Marcello Almo

RAQUEL MORAIS

O niteroiense vai ter que tirar o casaco do armário essa semana, com a queda de temperatura e dias “cinzentos”. A mudança no clima é comemorada por muitos, que alegam não terem se livrado ainda do verão. A passagem de uma frente fria no litoral favorece a formação de nuvens e chuva. Hoje e amanhã, o dia será de sol com muitas nuvens, mas a temperatura será amena, com máxima de 26ºC e mínima de 19ºC. A partir de quinta, a temperatura começa a subir de maneira muito tímida, com máxima de 27ºC, chegando a 28ºC na sexta. A meteorologista Josélia Pegorim, do Climatempo, explicou que o céu ficará com muitas nuvens com previsão de chuva fraca até quarta-feira. A mudança climática foi ocasionada por uma instabilidade provocada pela frente fria que passou no litoral de São Paulo e Rio de Janeiro no final de semana.

FRENTE fria baixou temperaturas

De acordo com o instituto de meteorologia, havia expectativa de ressaca no domingo e na madrugada de ontem. O mar até amanheceu alto nesta segunda, mas sem ameaçar os banhistas. Hoje, no entanto, as ondas reduzem de volume e podem chegar, no máximo, a 1,5 metro. O ar no Rio de Janeiro ainda permanece bastante úmido, chove no litoral, com intensidade de fraca à moderada. A partir da tarde de amanhã os períodos de sol aumentam, sendo predominantes na quinta.

PRF amplia sistema de fiscalização em rodovias federais A Polícia Rodoviária Federal (PRF) anunciou ontem a ampliação do Sistema Alerta Brasil, que consiste no monitoramento e fiscalização eletrônica de rodovias federais. O Alerta Brasil permite monitorar veículos através de imagens, identificando carros roubados, clonados ou com problemas de documentação. O ministro Extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann, visitou ontem a Superintendência da PRF no Rio de Janeiro, acompanhado do diretor-geral da instituição, Renato Dias, onde fez o lançamento da ampliação do projeto. Em 2017, a PRF recuperou mais de sete mil veículos roubados em todo o país. Somente no Rio de Janeiro foram quase 20% do total de veículos re-

cuperados. O monitoramento e fiscalização eletrônica das rodovias federais é associado ao trabalho de análise de inteligência. As abordagens tornamse mais eficientes e possibilitam melhores resultados no policiamento. Atualmente, o sistema conta com três pontos de fiscalização no Rio de Janeiro. Serão incluídos 18 locais, totalizando 21 pontos de controle eletrônico nas rodovias federais do estado. Em todo o país, a Polícia Rodoviária Federal deverá contar com mais de 300 pontos de checagem. Com a ampliação do Alerta Brasil, o número de veículos roubados recuperados pelo órgão deve aumentar. Para denúncias, a PRF pode ser acionada através do telefone de emergência 191.


6

TERÇA-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 2018

Mais um bar em Icaraí foi assaltado Assustados, clientes de bares próximos correram em disparada aos prédios, para se abrigarem Arquivo

RAQUEL MORAIS

A notícia parece velha, mas não é. A onda de assaltos em bares e restaurantes de Icaraí e Jardim Icaraí parece não dar trégua em Niterói. A violência e a insegurança no município está fechando os sorrisos dos niteroienses, que não usam mais o termo 'a cidade sorriso' para se referir à Niterói. Mais um restaurante foi alvo da ação de criminosos durante o final de semana, que no mesmo tipo de ação levaram dinheiro e celulares de funcionários e clientes do Berton. O bar está localizado justamente no perímetro onde a criminalidade anda solta em Niterói. Outros casos praticamente iguais chamam atenção da polícia e dos niteroienses. Desde o dia 23 de Março, quando o Sport Bar, na Rua Tavares de Macedo, foi assaltado, os estabelecimentos co-

BANDIDOS abordaram os clientes do Berton, localizado na Rua Lopes Trovão, em Icaraí

merciais viraram preferência dos assaltantes, que também mudaram a tática do crime. Agora, os alvos principais são

os clientes: eles param de carro, 'varrem' os pertences dos clientes e seguem impunes para praticarem outros crimes.

No último domingo, por volta da meia-noite, cinco homens armados com fuzis teriam estacionado o carro na cal-

Policiais caçam assassino de PM em Niterói Divulgação

AUGUSTO AGUIAR

Agentes civis e militares somam forças para identificar e prender os assassinos do cabo da Polícia Militar, Diogo Bernardo Alcântara, de 34 anos, que nas primeiras horas da manhã do último sábado foi morto por vários tiros numa das esquinas da Rua Franklin Roosevelt, no bairro São Francisco, Zona Sul de Niterói. Lotado no 12º BPM, a vítima havia acabado de sair do serviço, no Largo da Batalha, e as circunstâncias do crime não foram esclarecidas. A ocorrência foi registrada na Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG). O cabo foi o 36º policial militar assassinado esse ano no Estado. As suspeitas sobre o ataque recaem sobre traficantes que atuam em comunidades das zonas Sul e Norte de Ni-

CAUSA da morte é desconhecida

terói, numa atitude supostamente de retaliação à ação da PM no trabalho de repressão a essa modalidade de crime. Ainda na manhã de sábado, pouco depois do crime, policiais militares do 12º BPM e do Batalhão de Operações Especiais (Bope) promoveram operações com objetivo de

identificar e prender os assassinos em pelo menos três comunidades: uma na Zona Sul e duas na Zona Norte. Pelas imagens de câmeras de segurança instaladas na Rua Franklin Roosevelt foi possível observar a ação dos bandidos, que se aproximaram do carro do policial, efetuaram vários disparos, retiraram o corpo do PM de dentro do veículo, aguardaram mais alguns instantes e depois fugiram, após ameaçar outros motoristas. “Com base nos informes que recebemos, inclusive com a descrição do veículo usado pelos assassinos, realizamos operações no fim de semana, nas comunidades da Grota, em São Francisco, Boa Vista, no bairro São Lourenço, e Santo Cristo, no Fonseca. Além do Serviço de Inteligência da PM, a Divisão de Homicídios também está trabalhando no caso”, afirmou o tenente-coronel Fá-

bio Marçal, subcomandante do 12º BPM. O carro utilizado pelos criminosos, um Renault Fluence preto, foi encontrado abandonado na madrugada de domingo num dos acessos à comunidade do Pé Pequeno, na Zona Sul. O veículo já passou por perícia da Polícia Civil. O Portal dos Procurados oferece R$ 5 mil por informações que levem à identificação e prisão dos envolvidos na morte do cabo. É possível ajudar pelo Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados, no telefone (21) 98849-6099; pela Central de Atendimento do Disque Denúncia, no (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), no endereço: www.facebook. com/procurados.org/; ou pelo aplicativo "Disque Denúncia RJ". Todas as informações serão direcionadas à Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí.

Secretaria de Segurança determina retorno imediato de PMs cedidos à Alerj O secretário de Segurança do Rio, general Richard Nunes, determinou em resolução publicada no Diário Oficial do Estado de ontem, a suspensão de 87 policiais militares cedidos à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). O secretário cita o decreto de intervenção federal na segurança pública do Estado do Rio de Janeiro, datado de 16 de fevereiro deste ano, “que tem a necessidade de otimizar os esforços realizados pelas forças de segurança pública em conter a criminalidade e proporcionar

segurança ao cidadão fluminense”. De acordo com a medida, os policiais militares têm que se apresentar imediatamente ao comando da corporação, sob pena de sofrerem punições previstas no Código Penal Militar. Os nomes dos agentes constam no Diário Oficial. Apenas os PMs que não foram mencionados na publicação continuarão a trabalhar na assembleia, “a fim de garantir a proteção pessoal dos deputados estaduais e o exercício de outras atividades policiais”. A resolução entra em vigor na

data da publicação. Na justificativa, o general Richard Nunes explica que o Decreto Estadual 41.687/2009 autoriza a suspensão do empréstimo quando houver atraso, por dois meses consecutivos, do ressarcimento das despesas de pessoal com os agentes cedidos. Como a Alerj está inadimplente com o governo do estado, a secretaria deu um prazo de 72 horas para a regularização do pagamento, encerrado na última sexta-feira. O secretário esclarece na resolução que a PM “se encontra com um déficit de efetivo

e, mesmo se convocados todos os aprovados no último concurso, não alcançará o contingente previsto para a corporação, o que traz dificuldades para o cumprimento de sua missão constitucional”. Dos 146 policiais cedidos à Alerj, 79 continuarão na segurança dos parlamentares. Somente no gabinete do deputado Paulo Melo (MDB) preso na Operação Cadeia Velha, em novembro último, e que se encontra com prisão preventiva decretada pela Justiça Federal, há oito policiais militares lotados.

çada da Rua Lopes Trovão, recolhido os pertences de funcionários do Bar Berton e de clientes que ainda estavam em uma mesa. “A sensação é horrível e muito triste estar acontecendo isso na cidade”, lamentou o dono do restaurante, que preferiu não se identificar. A ação dos criminosos assustou clientes de outros bares, que presenciaram o assalto. “Meu prédio foi invadido por pessoas em pânico com o que tinham visto. Está impossível essa situação. As pessoas entraram no prédio gritando e muito apavoradas. Falta uma estratégia de segurança efetiva para coibir esses crimes”, comentou o síndico Francisco Nazaré, que também é advogado. No dia 14, outros dois estabelecimentos ficaram na mira dos marginais: às 23h30min o Bar Travessa, na Geraldo Martins, onde quatro homens enca-

puzados anunciaram o assalto e roubaram pertences dos clientes. Já a meia-noite, na Presidente Backer, o Bar Siri 2 também foi alvo dos ladrões. No dia 10, a lanchonete Compão, na Rua Coronel Moreira César, foi roubada, além dos clientes que estavam no local. “Temos que dar uma solução para esses casos e isso não pode ficar assim. Acho que estamos em um ponto que temos que ter segurança privada. Os bandidos estão encontrando muita facilidade além da certeza da impunidade em caso de serem presos”, comentou a integrante de um grupo de segurança das redes sociais, Maria Line Fabrino. O subcomandante do 12º BPM (Niterói), tenente-coronel Fábio Marçal, informou que recebeu apenas a informação de um roubo e que o policiamento segue intensificado na região para coibir a ação de bandidos.

Polícia tenta identificar os bandidos que balearam motorista de aplicativo AUGUSTO AGUIAR

A equipe de investigação da 72ª DP (Mutuá) está realizando trabalho de levantamento com objetivo de identificar e prender os criminosos que balearam, no último fim de semana, um motorista do aplicativo Uber, que procurava um passageiro para atendimento na comunidade da Lodial, no bairro Boaçu, em São Gonçalo. A vítima, de 60 anos, que teve a identificação preservada, foi atacada a tiros por traficantes, quando passava pela Rua Ricardo Severo, e foi atingido por um tiro na altura do abdômen. As

marcas dos disparos ficaram no carro do motorista, modelo HB 20. A polícia foi informada que, por desconhecer o perigo de trafegar pela localidade, o motorista não saberia que teria que lugar o pisca-alerta do carro. Desconfiados, bandidos armados efetuaram disparos na direção do veículo, na manhã de sábado. Um dos disparos atingiu o motorista, que foi socorrido e internado no Pronto Socorro de São Gonçalo (PSSG), no bairro Zé Garoto, onde foi operado e seu quadro clínico se estabilizou com melhora.

Milicianos podem ter matado Marielle e Anderson As investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes apontam para o envolvimento da milícia, disse ontem o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann. "As investigações avançam. Estão partindo de um grande conjunto de hipóteses e afunilando. E uma das possibilidades que tem crescido é que seja um crime ligado às milícias". Perguntado se descartaria o envolvimento de vereadores no crime, o ministro disse que ne-

VEREADORA e motorista foram perseguidos por bandidos

nhuma hipótese deve ser descartada. "Acho que não podemos descartar nada. Sobretudo se existem áudios, se existem informações, que possam levar a qualquer responsabilização", destacou. Marielle e Anderson foram mortos no dia 14 de março, no bairro do Estácio, quando o carro em que estavam foi alvejado 13 vezes. Os assassinos estavam seguindo a vereadora desde a Lapa, onde ela participou de seu último compromisso político.

Divulgação


7

TERÇA-FEIRA, 17 ABRIL DE 2018

CULTURA

cultura@atribunarj.com.br

EXPOSIÇÃO TRAZ A FUSÃO DA FOTOGRAFIA E PINTURA Fotos: Divulgação

O

trabalho com moda em eventos empresariais de São Paulo o fez conhecer Ilha Bela, e de lá partiu o interesse por explorar as paisagens para além do olhar de fotógrafo, há dez anos. Aquele insight o fez imergir no que classifica como fototela, na qual o uso de efeitos digitais aproxima suas fotografias de pinturas. As imagens criadas e aprimoradas desde então, após ganharem mostra na Sala de Cultura Leila Diniz, chegam à Galeria La Salle para compor a exposição “Primas”, a partir de amanhã. Em cartaz estará a oportunidade do contato mais próximo do público com um estilo que pega referências emprestadas de André Disdéri (1819-1889). Na época em que a revelação de fotos era apenas em preto e branco, o francês passou a aplicar cores aos retratos, aproximando-os ainda mais da realidade. Diferentemente de agora, o único material possível para esse fim

era a tinta. “Usei a tinta por cima da foto no início, fazendo o que é chamado de fotopintura, mas a curiosidade me fez buscar alternativas, e o Photoshop me proporcionou um recurso possível à interpretação e

poética pessoal”, revelou, “Experimento uma mistura de técnicas nas fotos, o que torna cada trabalho único. Numa delas, por exemplo, distribuí lápis de cor em um copo, fotografei de cima e coloquei a imaginação para

funcionar”. A partir dessa liberdade, contextos urbanos, naturezas, marinas e geometrizações aparecem sob variados estilos, ou “diferentes possibilidades da fotografia como expressão do olhar,

A NOSSA MÚSICA POPULAR

COMÉDIA NO TEATRO EDUARDO KRAICHETE Divulgação

Apresentado pelos Castro Brothers, o UTC (Ultimate Trocadilho Championship) - Não Pode Rir é um campeonato realizado no formato

mata-mata, onde dois oponentes se enfrentam com o objetivo de fazer o outro rir. Quem ri, perde. A peça será apresentada no Teatro

Eduardo Kraichete nos dias 20 e 21 de Abril, às 21h. Sucesso de público no Rio de Janeiro e em São Paulo, no UTC, os humoristas

fazem um jogo: em cada rodada, um dos participantes deve pegar uma carta na mesa que contém um trocadilho infame. Ele contará o trocadilho usando qualquer artifício que quiser – imitação, vozes, acessórios externos etc. Os Castro Brothers são um dos principais produtores de conteúdo audiovisual para internet do Brasil. Seu canal no YouTube, idealizado pelos irmãos Marcos e Matheus Castro, é um dos maiores do país - tendo mais de 190 milhões de visualizações e 1.7 milhões de assinantes. A classificação etária é 14 anos, a duração da peça é de 75 minutos e os ingressos custam R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia-entrada). O Teatro Eduardo Kraichete fica na Av. Roberto Silveira, 123 em Icaraí.

CÂMARAS INSTRUMENTAIS APRENDIZ NA SALA LEILA DINIZ O projeto “Concertos na Imprensa” recebe diversas formações de Câmaras Instrumentais Aprendiz, como duos, trios e quartetos, no dia 25 de abril, 12h30min, na Sala Leila Diniz. Para o concerto, os alunos do Programa Aprendiz Música na Escola, mantido pela Prefeitura de Niterói, selecionaram um conjunto de composições que inclui clássicos como “La vie en rose“ (Louiguy), “Concerto in B minor” (Oskar Rieding) e “Something” (Beatles). De acordo com o coor-

denador do Programa Aprendiz, Daniel Oliveira, a música de câmara permite que o aluno tenha, pela primeira vez, a liberdade característica da performance musical. “O aluno escolhe o repertório, os colegas com quem tem mais afinidade, dias e horários de ensaios, tudo isso supervisionado pelos professores do Programa”, conta Daniel. “A prática da música de câmara, portanto, demanda iniciativa, responsabilidade e disciplina dos jovens instrumentistas, além de permitir uma variação mai-

Divulgação

or no repertório”, destacou o coordenador. A entrada é gratuita, a apresentação será de 60

por isso o nome ‘Prismas’”, nas palavras da coordenadora da Galeria La Salle, Angelina Accetta. “Os resultados passeiam por movimentos da pintura como o impressionismo, o surrealismo, o cubismo, o expres-

sionismo e o fauvismo”, concluiu. Renato Neves trará para o caminho cultural do Unilasalle-RJ 38 trabalhos, dos quais quatro são em dimensões maiores (1mx1,5m; 80cmx90cm; 2mx1m,70), uma prova de que mesmo se tratando de fotografias, elas podem ganhar o formato de telas. Essa é uma das dúvidas que o artista pretende esclarecer a partir da próxima quarta-feira. E ele não esconde a expectativa para a inauguração: “Ter a possibilidade de contribuir para a formação da sensibilidade e do conhecimento da comunidade acadêmica é gratificante. A galeria dentro de uma universidade significa a preocupação com a formação integral dos alunos. Com esta década de trabalho, espero contribuir para novos olhares”. A mostra pode ser visitada até dia 17 de maio, de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h. A Galeria La Salle na Rua Gastão Gonçalves, 79 em Santa Rosa.

minutos e a Sala de Cultura Leila Diniz fica na Rua Prof. Heitor Carrilho, 81 no Centro de Niterói.

Aquiles Rique Reis Reis, vocalista do MPB4

DEIXE-SE PROVOCAR POR LIA SOPHIA Ao optar por crescer e ser cantora em Belém do Pará, a franco guianesa Lia Sophia talvez não imaginasse que as mulheres que vivem próximas à grande floresta têm tamanha ousadia que se tornam fortalezas. Talvez inconscientemente, Lia se preparou com tal ardor e perseverança que se pôs acima do cotidiano corriqueiro e modorrento. Intuindo que mesmo os hipócritas haveriam de consagrá-la e que os tolos se deixariam impregnar com sangue novo, Lia deu-se à música. Pressentiu a brisa embalando a inventividade, e seu poder de criação ganhou o vigor dos rios e da grande floresta – uma força que reflete o brilho das escamas dos peixes e das cores das folhas das árvores amazônicas. Arrebatada, ela cria e canta músicas que são dela, mas também de todos nós. Embalada pelo carimbó e pelo merengue, a música de Lia apresenta um fluxo que dá sentido à sua existência e ao seu trabalho. As onze faixas de Não Me Provoca (Vida Criativa Produções) são plenas de energia, de anseio libertário, de feitiço canalizados à música. Para além de todos os seus predicados, o que não falta ao CD são boas canções (a maioria composta apenas por Lia, outras com parceiros), além de convidados especiais e de bons instrumentistas. Produzida por Pedro Luís, o poder da música de Lia desponta, logo de cara, em “Ela” (Lia Sophia): com metais e percussões, e o suingue característico da música criada no Norte do Brasil, é um convite para ouvir e curtir. Dividindo o protagonismo com Ney Matogrosso – ele que esbanja sensualidade numa interpretação extraordinária –, a letra de Lia, envolta numa levada buliçosa (o couro come bonito), ganha ainda mais força com os versos finais: “(...) Liberdade, prazer/ Ela quer, ela tem/ Não duvide, não zombe/ Ela sangra todo mês”. Deus do céu! A seguir vem “Incendeia” (LS), que tem introdução na mesma pegada da anterior. Os metais e o couro dos tambores arrepiam. “Hashtag” (Carla Maués e Cris Souza) é um reggae balançado, com direito a intermezzo do trompete. Na lenta e bela “Eu Me Chamo Amazônia” (LS), com participação do violonista Sebastião Tapajós, os versos detonam: “Não Me Provoca/ Eu sou filha da floresta/ E se o vento me sopra/ Eu faço pororoca (...)”. Com voz solar, Lia brilha no bolero “Tuyo” (Rodrigo Amarante, versão de Lia Sophia). O intermezzo do trompete é puro estilo “mexicano”. Em “Me Beija” (LS), Lia e Paulinho Moska botam pra quebrar, saindo-se muito bem na levada do ritmo arrebatador. Fechando a tampa, “Hoje É Outro Dia” (LS e Taísa Fernandes, ela que, junto com Lia e Pedro Luís, fez todos os arranjos. “(...) Se solte e dance/ Viva a energia”, diz Lia Sophia, conclamando o povo amazônico e todos os brasileiros – também devotos da força mística da terra e do mar – a deixarem-se provocar pela sua música. PS. O contrabaixista André Rodrigues morreu atropelado quando pedalava no Aterro do Flamengo (RJ), no domingo de Páscoa. Uma tragédia que a família e a música choram. Não à impunidade.


8

TERÇA-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 2018

PUBLICIDADE LEGAL ERRATA DE PUBLICAÇÃO DA PORTARIA 742/2018, NO JORNAL A TRIBUNA, EDIÇÃO 34645, DE 23/04/18, PÁG. 07. ONDE SE LÊ: MARCOS ALVES, LEIA-SE: MARCOS AURELIO CORREIA ALVES.

PORTARIA Nº 765/2018 O Prefeito Municipal de Rio Bonito, Estado do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE:

NOMEAR a Sra. MARIA DA CONCEIÇÃO PENCO DE SOUZA para o cargo em Comissão de ASSISTENTE, Símbolo DAS-5, a contar de 1º de fevereiro de 2018. Registre-se e Publique-se. Prefeitura Municipal de Rio Bonito, 06 de abril de 2018. JOSÉ LUIZ ALVES ANTUNES PREFEITO

PORTARIA Nº 766/2018 O Prefeito Municipal de Rio Bonito, Estado do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE: NOMEAR o Sr. LENNON DRIQUI COELHO DA CONCEIÇÃO para a Função Gratificada de CAI-2 – Chefe de Seção, a partir de 1º de março de 2018.

Registre-se e publique-se. Prefeitura Municipal de Rio Bonito, 06 de abril de 2018 JOSÉ LUIZ ALVES ANTUNES PREFEITO MUNICIPAL

PORTARIA Nº 767/2018 O Prefeito Municipal de Rio Bonito, Estado do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE: NOMEAR o Sr. LOURIVAL RAMOS FILHO para a Função Gratificada de CAI-2 – Chefe de Seção, a partir de 1º de março de 2018. Registre-se e publique-se. Prefeitura Municipal de Rio Bonito, 06 de abril de 2018. JOSÉ LUIZ ALVES ANTUNES PREFEITO MUNICIPAL


9

TERÇA-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 2018

PALAVRAS CRUZADAS

HORÓSCOPO

www.recreativa.com.br

ÁRIES

I

21/3 a 20/4

l

Renove seus métodos e invente novas propostas, um novo ciclo de novidades está começando. E Mercúrio está andando para a frente! Seu desafio é continuar trabalhando com objetividade.

TOURO

I

21/4 a 20/5

l

I

I

21/9 a 20/10

21/5 a 20/6

l

l

O novo ciclo começou impactante? Consolide suas bases de atuação. Com Mercúrio andando para a frente, vale escutar e considerar mais os outros pois agora os acordos podem rolar.

ESCORPIÃO

O novo ciclo começou com uma sacudida interna, mas hoje a lua está em Touro, o que lhe pede calma. É que você precisa assimilar essas novas necessidades e então movimentar-se por elas.

GÊMEOS

LIBRA

I

21/10 a 20/11 l

Vislumbrou soluções? Então comece o novo ciclo colocando-as em prática. Seja mais experimental, compartilhe responsabilidades e distribua tarefas. Vamos ver quem colabora para isso!

SAGITÁRIO

I

21/11 a 20/12

l

Um novo ciclo começou enérgico! Mas faça uma pausa para se abastecer, pensar e trabalhar dos bastidores. Mercúrio está andando para a frente e você quer fazer altas conexões mil.

Para realizar essas altas ideias e projetos, antes você tem um monte de detalhes para organizar. Tem alguém para ajudar nisso? Comece o novo ciclo cuidando da agenda e da eficiência.

CÂNCER

CAPRICORNIO I

I

21/6 a 20/7

l

21/12 a 20/01 l

Virão novidades no trabalho nesse novo ciclo e pode até surgir a chance de tocar adiante um projeto ou desejo, mesmo que de outra forma. Faça contato com as pessoas interessantes!

O quanto o novo que está se apresentando na sua vida é realmente novo ou desejável? Sinais dos tempos: comece o novo ciclo empreendendo e usando a criatividade de maneira positiva.

LEÃO

AQUÁRIO

I

21/7 a 20/8

l

I

21/1 a 20/2

l

A coisa toda vai tomar uma nova e inesperada direção e você deve receber logo alguma notícia ou até mesmo um convite. A semana começa boa para o trabalho, pode ir mostrando serviço.

Hoje pode faltar pique, mas você tem boas ideias. Inovação! Talvez seja melhor trabalhar de casa, no seu ritmo, enquanto coordena as vidas doméstica, profissional e emocional.

VIRGEM

PEIXES

I

21/8 a 20/9

l

Uma transformação requer coragem! Mercúrio anda para a frente e descobertas e revelações, tanto internas quanto externas, mobilizam a buscar os meios para realizar. Caminhos abertos.

I

21/2 a 20/3

l

Esse é um ciclo para repensar o uso dos seus talentos e apostar em novidades no trabalho. A semana começa boa no campo das ideias, os interesses convergindo entre pessoas e projetos.

DDG 0800 35 1422


10

TERÇA-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 2018

ESPORTES

esportes@atribunarj.com.br

Fogão empata na raça Time de Valentim passa a maior parte da partida contra o Palmeiras atrás no marcador, mas garante um ponto em casa Vitor Silva/SSPress

ZAGUEIRO Igor Rabello furou o bloqueio palmeirense aos 36 minutos do segundo tempo e garantiu o empate ao Botafogo

O Palmeiras começou o Campeonato Brasileiro já sentindo um gosto amargo. Após um primeiro tempo horrível, o Verdão marcou com Guerra no início da etapa final, mas cedeu o empate ao Botafogo em falha de Felipe Melo, que resultou em gol de Igor Rabello. O Palmeiras iniciou o jogo como manda o manual de Roger Machado: pressionando e sufocando o adversário nos primeiros minutos. A estratégia, porém, assim como nos dois últimos jogos, não surtiu resultado. Logo, o Botafogo equilibrou e passou a dominar o duelo. As melhores chances alvinegras, no entanto, saíram de erros pa-

lestrinos e até mesmo Felipe Melo não foi bem na maioria de suas tentativas de passes. Nas laterais, Marcos Rocha parece ter sentido as críticas dos últimos jogos, não subiu ao ataque e ainda errou diversos fundamentos. Do outro lado, Diogo Barbosa, que venceu disputa com Victor Luis, mostrou qualidade no ataque, mas segue inseguro na marcação. O meio-campo, como um todo, era o principal problema alviverde. Em entrevista coletiva antes da partida, Roger Machado deixou claro os problemas de posicionamento de Lucas Lima e como isso vem prejudicando a equipe. Além disso, o camisa 20, vaiado no

último jogo, voltou a se mostrar pouco participativo. No intervalo, Roger identificou um dos principais problemas do Palmeiras em campo e trocou Lucas Lima por Guerra. Centralizado, sempre à frente da linha da bola e por vezes recebendo de costas para o adversário, o venezuelano fez tudo o que o treinador pede de seu meia armador e alterou a maneira de o Verdão jogar. Assim, aos oito minutos, o meia foi premiado e o Palmeiras abriu o placar. Keno lançou Dudu, que venceu Igor Rabello na velocidade e entrou na área. O capitão esperou a passagem de Guerra, rolou de calcanhar e o camisa 18 deu um

toquinho na saída de Gatito Fernández para vencer o botafoguense. Mesmo com o Palmeiras bem na partida, Roger fez novas mudanças. Primeiro, o treinador sacou Willian e colocou Deyverson. Depois, trocou Bruno Henrique por Moisés. Alberto também fez três mudanças que, ao contrário das alviverdes, surtiram resultado. Com 36 jogados, em novo levantamento na área do Palmeiras, Felipe Melo tentou fazer a parede em Igor Rabello, mas deixou o zagueiro avançar. O botafoguense furou o primeiro chute, a bola pingou e ele conseguiu acertar a finalização para empatar o duelo.

Zé Ricardo quer evitar viradas dramáticas no Vasco O Vasco conquistou de forma dramática sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro de 2018. Jogando em seus domínios contra um Atlético-MG fechado na defesa, o cruz-maltino sofreu um gol logo aos 12 minutos de jogo. Após alguns minutos de abalo com o revés, a equipe do técnico Zé Ricardo buscou insistentemente reverter o resultado, o que acabou acontecendo no final da partida, com gols aos 40 e 53 minutos, este último de pênalti. Em sua coletiva após a partida, o comandante vascaíno elogiou bastante o seu grupo, e viu o time merecedor do resultado. “Tenho um grupo maravilhoso. Entendem as dificuldades e os sofrimentos que passamos, como foi a final do Carioca. O mais importante é conseguir colocar o nosso

Divulgação

TÉCNICO exaltou compromisso e persistência da equipe

jogo. Temos que contar com a transpiração deles, mas queremos, junto com isso, uma identidade de jogo,” pontou. “Sinceramente, não é o que a gente espera. Fazer essas reviravoltas no fim da partida. Mas foi merecido. O Atlético teve grande atuação

novamente do Victor. Mas a insistência foi compensada. Tivemos o início que queríamos no Brasileiro,” completou Zé Ricardo. Após estrear bem na competição nacional, o Vasco volta suas atenções para a Libertadores. Na próxima quinta-

feira o compromisso será diante do Racing, na Argentina. Com uma derrota na estreia em casa diante do Universidad de Chile, e um empate com o Cruzeiro no Mineirão, o Vasco ocupa a terceira colocação no grupo 5 com apenas um ponto. Argentinos e chilenos lideram com quatro pontos cada. A partida desta quinta é encarada como decisiva para as pretensões do clube na competição. “Se o Racing vence a gente, está praticamente classificado,” acredita Zé Ricardo, que entende as dificuldades que sua equipe irá enfrentar. “Pressiona bastante, tem dois homens de frente com extrema capacidade de definição, o Centurión e o Lautaro Martínez. Esperamos o estádio lotado e vamos ter que suportar,” concluiu.

Justiça do Trabalho não autoriza liberação de Scarpa O imbróglio envolvendo Gustavo Scarpa e Fluminense não acabou ontem. A juíza Dalva Macedo concedeu dez dias para as partes apresentarem seus argumentos finais no processo durante audiência realizada no Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ). Ela irá apresentar a sentença ao término do prazo

determinado e quem perder a primeira instância poderá recorrer. O meio-campista também teve pedido negado para que ele tivesse a liberação antecipada do clube das Laranjeiras enquanto o processo estivesse em andamento. Assim, o jogador de 24 anos segue vinculado ao Fluminense e não pode defender o

Palmeiras. Dalva Macedo foi a responsável por ter derrubado a liminar que permitia que ele atuasse pelo Verdão. Gustavo Scarpa compareceu à audiência, que foi fechada para a imprensa e está correndo em segredo de justiça a pedido dos advogados do atleta. O jogador formado na base

do Tricolor Carioca havia conseguido liberação em janeiro por causa do processo em que alega atraso do pagamento de salários, direito de imagem e FGTS. No entanto, a liminar foi cassada e o antigo vínculo dele foi retomado. Parte da dívida chegou a ser quitada, mas após o processo ter sido protocolado na justiça.

Abel diz que derrota do Flu foi injusta O Fluminense foi derrotado por 2 a 1 pelo Corinthians na estreia dos dois times no Campeonato Brasileiro, neste domingo, em Itaquera. Para o técnico Abel Braga, o resultado da partida não refletiu o desempenho das duas equipes em campo. Após sofrer o primeiro gol, o Flu reagiu e chegou ao empate, dominando a partida. “Conseguimos o gol de empate e depois só teve um time em campo. Qual defesa meu goleiro fez? Tivemos duas ou três chances. É uma pena. Mas saio otimista. Saio hoje mais otimista do que quando cheguei. Queria ver a reação da equipe. Mostramos que temos um grupo forte. Tivemos muita aplicação tática,” elogiou Abelão. “Neutralizamos o que o Corinthians têm de mais forte, mas é o campeão brasileiro. Quando tiveram duas chances não erraram. Nós tivemos algumas e não concretizamos,” lamentou. Abel lamentou os erros nos gols corinthianos: “Sofri dois gols. Não pode dizer que foram jogadas trabalhadas. O primeiro sai em um tiro de meta do Corinthians. Essa jo-

gada foi treinada ontem, pela própria estatura dos homens de frente. Não cumprimos o treinado e sofremos o gol”, analisou. Os jogadores do Tricolor carioca se uniram ao treinador ao lamentar as falhas: “Infelizmente demos dois moles. O jogo foi pau a pau. Tivemos chances de virar, mas não aconteceu. Fica um gosto muito amargo, porque corremos e lutamos muito. Infelizmente no fim dos dois tempos demos mole,” afirmou Pablo Dyego. O zagueiro Gum seguiu na mesma linha do companheiro: “Ficamos chateados pois, realmente, é difícil jogar aqui. Pelo que apresentamos, o gosto é amargo. Apresentamos um bom futebol. Proporcionamos os gols a eles por erros de posicionamento. Pode se falar de concentração. A diferença no final foi que nós erramos e eles aproveitaram as chances.” O Fluminense terá a semana livre para se preparar para a segunda rodada do Brasileirão. No próximo domingo a equipe tentará sua primeira vitória diante do Cruzeiro, no Maracanã. Divulgação

TREINADOR disse que Fluminense errou nos dois gols sofridos

Árbitro relata críticas feitas por presidente do Flamengo O árbitro Wagner Reway, responsável pelo polêmico jogo entre Flamengo e Vitória na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, relatou na súmula o protesto feito por Eduardo Bandeira de Melo, presidente da equipe carioca, enquanto ele e sua equipe caminhavam em direção ao vestiário no intervalo da partida, que terminou em 2 a 2. Além de ter reportado que o mandatário Rubro-Negro disse: “isso é uma vergonha o que você está fazendo”, o árbitro do Mato Grosso com credencial da Fifa ainda informou que “diversas outras pessoas com uniforme do Flamengo estavam próximas a região dos vestiários reclamando com gestos e palavras ostensivas” e que a polícia e a segurança do estádio precisaram agir. Assim como esperado, Wagner Reway ainda colocou na súmula que Éverton Ribeiro foi expulso por “Impedir um gol ou acabar com uma oportunidade clara de gol, com uso intencional de mão na bola”. No lance, o meia do Flamengo utilizou a cabeça para impedir o gol, mas a equiJUIZ relatou protesto de dirigente

pe de arbitragem viu mão na bola e acabou o expulsando. Confira na íntegra as observações do árbitro sobre as reclamações: “No intervalo do jogo, enquanto a equipe de arbitragem se deslocava para o vestiário o presidente do Flamengo Sr. Eduardo Bandeira de Melo, posicionou-se em frente ao vestiário e quando estávamos passando proferiu palavras de reclamação contra a arbitragem: “isso é uma vergonha o que você está fazendo”. Além dele, diversas outras pessoas com uniforme do flamengo estavam próximas a região dos vestiários reclamando com gestos e palavras ostensivas. A equipe de segurança do estádio e o policiamento necessitou agir para nos dar segurança”. Divulgação

A tribuna, 17 de abril de 2018  
A tribuna, 17 de abril de 2018  
Advertisement