Page 1

CNBB DIZ QUE CORRUPÇÃO É UMA FORMA DE VIOLÊNCIA PAINEL - PÁGINA 3

| ESTADO DO RIO DE JANEIRO | QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 20 18 | ANO LXX X | Nº 3 4.619 | 201 LXXX 34

R$ 1 ,25 | 1,25

2018 Pedro Conforte

JÁ ENLOUQUECEU, VIRADOURO! Com apenas três décimos perdidos, a Viradouro está de volta à elite do Carnaval. O grito de ‘É Campeã’, preso na garganta, ressoou pela noite no Barreto. A Porto da Pedra garantiu o 3º lugar, a Cubango, o 5º, e a Sossego foi rebaixada. P.6

Fotos: Luana Dias/Casa da Gente

Fotos: Luana Dias/Casa da Gente

GRUPO ESPECIAL

CRÍTICAS SOCIAIS ABREM PASSAGEM Com enredos claramente destacando a corrupção no Brasil e a luta da população por um lugar ao sol, a BeijaFlor arrematou o título do Grupo Especial e levou, a reboque, a Paraíso do Tuiuti que, com um desfile impecável, ficou com um vice-campeonato, que teve sabor de vitória. PÁGINA 5

EDIÇÃO 8 Páginas FECHAMENTO 00:00 ACOMP ANHA A EDIÇÃO Agência Estado ACOMPANHA


2

QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018

www.atribunarj.com.br

ADJORI-RJ

Fundado em 26 Novembro de 1936 A TRIBUNA é uma publicação da Editora Esquema Ltda Assinatura: assinaturaatribuna@gmail.com CNPJ: 30.108.948/0001-26 Trimestral ................................................................... R$ 78,75 Diretoria Diretoria: Jourdan Amóra Eva de Lourdes Santana Amóra Semestral ................................................................... R$ 157,50 Gustavo Santana Amóra Editor: Gabriel Felice Anual ............................................................................ R$ 315,00

Endereço: Rua Professor Heitor Carrilho, 350F, Representante Comercial Brasília: Central de Comunicação - SCS QD. 02 BL."D" Ed. Oscar Nie- Endereço Centro, Niterói - RJ - Cep: 24.030-230 mayer S/ 1002, CEP 70316-900 . Fone/Fax: (61) 3323-4701. brasilia@centralcomunicacao.com.br

EDITORIAL - VALE A PENA LER DE NOVO PREP ARANDO AS PROPOST AS PREPARANDO PROPOSTAS O tempo de campanha eleitoral foi encurtado, o que representa menos condições para os candidatos dialogarem com o eleitorado, especialmente em cidades do porte de São Gonçalo e de Niterói. Os candidatos a cargos executivos serão oficializados apenas no período de 20 de julho a 05 de agosto, dispondo de apenas dois meses para a apresentação dos seus projetos e definição das linhas de conduta da administração que pretendem comandar. Mas, iniciando a campanha, após a homologação partidária, eles precisam já ter prontos os seus estudos e projetos para submeterem ao exame do eleitorado e para o início dos debates, que serão sempre críticos. Qual consistência se poderá esperar das plataformas dos candidatos, se existem temas polêmicos e de alta indagação? Eles terão de usar frases de efeito ou demagógicas para se qualificarem como os melhores e o eleitor ficará sem condições de optar pelo melhor projeto de governo. Viveremos uma ilusão, pela falta de elementos para conhecer os compromissos dos candidatos e, depois, cobrar a sua execução. O eleitor sabe os problemas de sua cidade, como os que se referem à circulação viária, crescimento desordenado, inadequado transporte coletivo, falta de condições de estacionamento e excesso de multas, carências na saúde e na educação, etc, etc. Não deseja que os candidatos denunciem estas situações, mas que apresentem as fórmulas para equacioná-los dentro da realidade tributária do município. Certamente haveria uma chance dos candidatos formularem programas objetivos: o bom funcionamnetodos partidos, dotados de equipes técnicas para a formulação de projetos segundo a visão filosófica de cada um. E estes estudos deveriam merecer sugestões e análises dos filiados a cada agremiação, apesar do embaraço de candidatos se apresentarem apoiados por vários partidos, muitas vezes de tendência – quando as tem – diferentes. A Democracia não está sendo praticada. A Tribuna, 2 de Março de 2016

OTACILIO BARROS

“CARNEV ALE” “CARNEVALE” Vai começar novamente, sábado próximo, o carnaval, a festa da carne, pelo menos para alguns, pois muita gente já está entregue às folias de Momo, alguns até perderam o rumo de casa, como dizia a música “Você pra lá e eu pra cá até quarta-feira. Na Bahia, terra de São Salvador, dizem que nunca acaba, há sempre um motivo para se continuar. Sábado passado desfilou pela Praia de Icaraí a Banda do Ingá. Deus me livre, só não tinha muito de carnaval e sim de bagunçal. As músicas eram com timbre baiano, muitas brigas e sei lá qual era o combustível da tal animação. É muito carnaval para o meu gosto. Falo isso porque terminei de ler recentemente o excelente livro 1808 do jornalista Laurentino Gomes e comecei imediatamente a ler o 1822 1822, também do mesmo autor. Duas obras primas. Todo brasileiro deveria tomar conhecimento do que o escritor nos apresenta nas 718 páginas (juntando os dois livros) das duas obras. Aliás, todo brasileiro deveria saber ler e escrever (não é ex-presidente Lula?), mas, infelizmente ainda somos um país de analfabetos, se não de analfabetos puros e simples, mas de analfabetos funcionais. Espero que a presidente Dilma Roussef, até o final de seu governo, incremente novos programas educacionais para afastarmos de vez do nosso querido Brasil o fantasma do analfabetismo e do atraso em relação aos chamados países do primeiro mundo. Ainda somos a velha “Belíndia”, uma mistura de Bélgica e de Índia, muita bem

colocada pelo economista Edmar Bacha. No primeiro livro Laurentino Gomes nos dá uma mostra de “Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil”. A rainha louca era dona Maria I, mãe de Dom João VI, o chamado príncipe medroso, e a corte corrupta ainda está aí, hoje encastelada em Brasília. No tempo do império era no Rio de Janeiro. Mas é preciso que se faça justiça a Dom João VI. Com todos os seus defeitos, todos os seus medos, vacilações etc, foi ele que fez com que o Brasil desse um grande salto, quando fugiu de Portugal para cá, temendo o exército de Napoleão. Ele abriu os portos brasileiros às chamadas “nações amigas”; criou bibliotecas; universidades, enfim, implantou aqui tudo o que não tínhamos àquela época, já que éramos uma país de escravos e de índios, totalmente fechado ao mundo exterior. Era uma estratégia política de Portugal manter a sua maior e mais rica colônia afastada de tudo e de todos. Já no 1822 Laurentino nos dá uma ideía de “Como um homem sábio, uma princesa triste e um escocês louco por dinheiro ajudaram D. Pedro a criar o Brasil – um país que tinha tudo para dar errado”. O sábio era José Bonifácio de Andrada e Silva, o patriarca da independência; a princesa triste era Leopoldina e o escocês louco por dinheiro... O restante deixo para você descobrir ao folhear as duas obras. Aproveite os dias de carnaval para ler um bom livro...

“Um povo ignorante é instrumento cego de sua destruição”. (Simón Bolívar) *é jornalista Email: otacilio.barros@hotmail.com

Telef ones: (021) 2719-1886 / 2621-4986 elefones:

IFF inscreve para dois concursos públicos

Divulgação

SERÃO 48 vagas divididas em dois editais e salários de até R$ 9.585,67

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense IFFluminense anunciou a realização de dois Concursos Públicos para contratar Professores e Técnicosadministrativos. No primeiro edital serão preenchidas trinta e duas vagas de Docentes distribuídas nas áreas de Administração (3), Agroecologia (1), Artes/ Música (1), Artes/ Teatro (2), Biologia (1), Edificações (2), Educação (3), Educação Física (1), Eletrotécnica (2), Engenharia (1), Engenharia da Computação (2), Ensino/ Tecnologia (1), Física (2), Gestão e Negócios (1), Letras-Espanhol (1), Matemática (2), Mecânica (1), Química (3), e Topografia (1). Em todos os casos os profissionais devem cumprir jornada de

40h com Dedicação Exclusiva e farão jus à remuneração variável de R$ 4.864,98 a R$ 9.585,67. Já o segundo, por sua vez, traz 16 oportunidades para cargos administrativos especificamente nas funções de: Assistente de Aluno (1); Auxiliar em Administração (3); Revisor de Textos Braille (1); Técnico em Secretariado; (1) Tradutor Intérprete de Linguagem de Sinais (1); Administrador (2); Arquivista (1); Enfermeiro (1); Médico - Área de Psiquiatria (1); Nutricionista (1) e Técnico em Assuntos Educacionais (1). A remuneração varia de acordo com o nível de classificação de R$ 1.945,07, R$ 2.446,96; a R$ 4.180,66, e a jornada de trabalho pode ser de 20h a 40h semanais.

Para se inscrever em ambos os casos é necessário preencher a ficha exclusivamente pela Internet, no site concursos.iff.edu.br entre os dias 05 a 30 de março de 2018. Nesta etapa é preciso efetuar o pagamento da taxa de inscrição de acordo com a função escolhida. Caso o candidato atenda aos requisitos, poderá solicitar a isenção do valor, entre os dias 05 a 14 de março de 2018. Acesse em nosso site os editais completos e obtenha mais informações. Todos os inscritos serão selecionados por meio de provas objetivas, sendo que em alguns casos haverá ainda provas práticas, práticas de desempenho didático, e de títulos. A previsão é que as primeiras etapas ocorram em maio de 2018.

Cefet retifica edital de processo seletivo O Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET), no Estado do Rio de Janeiro, retificou edital de processo seletivo de nível superior para os Campi de Itaguaí - RJ, Nova Friburgo - RJ, Nova Iguaçu - RJ; Petrópolis - RJ e Valença – RJ. Houve alteração na data de inscrição, na qual os interessados

poderão se inscrever no período de 19 a 23 de fevereiro de 2018. Além disso, mudou também os requisitos do cargo de Professor de Telecomunicações e a nomenclatura de algumas vagas. O Processo Seletivo é destinado ao preenchimento de 19 vagas no cargo de Professor Substituto, com

jornadas de 40h semanais, nas áreas de Biologia (1); Engenharia de Produção (2); Língua Portuguesa e Literatura Brasileira (2); Física (3); Informática (1); Desenho (1); Engenharia Mecânica (1); Espanhol (2); Matemática (1); Sociologia (1); Física (1); Telecomunicações (1) e Educação Física (1) e Inglês (1).

São João de Meriti altera datas para concurso A Câmara Municipal de São João de Meriti informou que o concurso público que objetivo de contratar funcionários de Nível Fundamental, Médio/ Técnico e Superior tiveram as datas alteradas. Os candidatos agora devem realizar esta etapa no dia 08 de abril de 2018. Este certame é composto de prova objetiva, avaliação médica admissional e checagem de pré-requisitos e comprovação de documentos.

Cartas PM X BANDIDAGEM Não há como a PM conter o avanço da bandidagem. Não adianta cobrar do governador ou implementar projetos. Há muitos bandidos e armados fortemente. Ou se muda a política de combate e as leis (que não punem nada) ou estamos perdidos, se já não estamos. Os criminosos não se intimidam com nada, sejam câmeras, sejam seguranças privadas, o que for! Cristiano Silva

Os interessados em participar devem se inscrever até o dia 04 de março de 2018, via Internet, no site www.funrio.org.br. Vale ressaltar que as inscrições tem taxas que variam de R$ 55,00 a R$ 115,00. Este Concurso visa preencher 55 vagas nas funções de Advogado Legislativo (2), Contador Legislativo (2), Analista Administrativo (2), Analista em Tecnologia (2), Técnico Administrativo (20), Técnico em

Finanças (2), Técnico em Informática (2), Técnico em Manutenção (3), Auxiliar Administrativo (8), Auxiliar Operacional (10) e Motorista (2), sendo que dentre o total de vagas, há oportunidades reservadas para pessoas com deficiência. As funções possuem remunerações que variam de R$ 1.000,00 a R$ 3.000,00 e devem ser exercidas em jornadas de 40h semanais, conforme especifica o edital.


3

QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018

PAINEL

painel@atribunarj.com.br

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou, ontem, a Campanha da Fraternidade 2018, com o tema Fraternidade e Superação da Violência. O documento aponta formas e tipos de violência no Brasil, dando destaque às praticadas contra os negros, os jovens e as mulheres. “Os grupos sociais vulneráveis são as maiores vítimas da violência”, disse o presidente da entidade, cardeal Sérgio da Rocha. “A Igreja sempre tem alertado sobre a perda de direitos sociais. Não podemos admitir que os mais pobres arquem com sacrifícios maiores. Precisamos de políticas públicas para nos ajudar a superar e a assegurar os direitos fundamentais que as pessoas têm”, defendeu o cardeal. Durante o lançamento da campanha, o presidente da CNBB listou também como prática violenta, a corrupção. “A corrupção é uma forma de violência, e ela mata”, disse o cardeal. Segundo ele, “ao desviar recursos que deveriam ser usados em favor da população, os políticos acabam promovendo uma outra forma de violência contra o ser humano, a miséria”. “Queremos superar também formas de violência como as representadas pela miséria e pela falta de vida digna”, argumentou o religioso, que criticou também os políticos que vêm adotando em seu discurso o uso da violência como forma de combate à violência. Segundo o cardeal, a Igreja Católica vem atuando no sentido de esclarecer seus seguidores sobre o risco desse tipo de política. “É um equívoco achar que superaremos a violência, recorrendo a mais violência. [Nesse sentido,] a igreja está orientando os eleitores, ajudando-os a formar sua consciência e a identificar quais candidatos estão comprometidos com a paz”, disse. Ainda pontuando as formas de violência, ele citou o uso das redes sociais, onde, segundo ele, identifica-se “um triste crescimento da agressividade”. O cardeal disse, ainda, que os meios de comunicação “são vitais para a superação da violência”. Ele, no entanto, criticou as programações violentas em busca de audiência. “Quanto mais filmes violentos assistirmos, mas violentos nós seremos”.

DISQUE-DENÚNCIA CONTRA PROPAGANDA IRREGULAR No combate à propaganda eleitoral irregular, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) firmou parceria com a Subscretaria de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança para que o Disque-Denúncia (2253-1177) receba a encaminhar à Justiça Eleitoral denúncias de propaganda irregular ou relativas à segurança das eleições. A parceria é fruto do trabalho que vem sendo reali-

zado pela Coalizão Eleitoral, integrada pelo TRE-RJ, órgãos de segurança e o Ministério Público Eleitoral. O TRE em breve irá disponibilizar também ao público outros canais para a denúncia de irregularidades no pleito, como o DisqueDenúncia Eleitoral, o e-Denúncia (formulário online), um número de WhatsApp e uma página específica no Facebook sobre fiscalização da propaganda.

PRAIA SUJA

Neste Carnaval muitos turistas vieram às praias da Região Oceânica aproveitando os dias quentes com muito sol. Itaipu, com suas águas calmas e sem ondas, foi uma das mais procuradas. Porém, no final do dia, os banhistas deixaram muita sujeira na areia, com garrafas, latas, canudos de plástico e restos de comida.

O Governo do Estado do Rio de Janeiro deposita amanhã os salários integrais de janeiro para os 461.816 servidores ativos, inativos e pensionistas de todas as categorias. Será depositado o valor líquido de R$ 1,682 bilhão. Todo recurso deste pagamento é proveniente da arrecadação tributária. Os servidores da Segurança receberão o pagamento de janeiro com até 9,28% de aumento. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros terão reajuste de 7,11%. A Polícia Civil, de 9,28%, delegados da Polícia Civil, em 3,3%, inspetores de Segurança e Administração Penitenciária, de 3,24%.

REVISÃO DE BENEFÍCIOS FISCAIS

Rio Bonito, Itaboraí e Guapimirim estão entre as cidades que mais crescimento tiveram nos últimos nove anos. O primeiro, com 71,5%, o segundo com 63,7% e o terceiro, com 43,9%. Respectivamente em 3º, 4º e 5º em ranking feito por estudo da Câmara Metropolitana de Integração Governamental, do Governo do Estado, sobre o avanço de construções dispersas e desordenadas, sem infraestrutura. O levantamento inédito aponta que, a cada ano, 32 quilômetros quadrados de terras verdes são incorporadaos à vida urbana da Região Metropolitana. Segundo o estudo, apenas 19% das ruas de Itaboraí são asfaltadas. Maricá aparece em segundo no quesito, com 27% e Tanguá, em terceiro, com 32%.

OAB DISCUTE REFORMA TRABALHISTA A OAB-RJ, através da Comissão de Estudos de Direito Material e Processual do Trabalho, vai promover no próximmimo dia 20, às 18h, debate com o tema “Reforma Trabalhista – Impactos e aplicação prática”, com apresentação de casos práticos após a vigência da lei, em novembro do

ano passado. O evento, aberto ao público, acontece na sede da OAB-RJ, na Avenida Marechal Câmara, 150, no bairro do Castelo, Rio de Janeiro. Os palestrantes são os juízes Otávio Calvet e Marcos Dias Castro, da Justiça do Trabalho da 1ª Região. O mediador é Leonardo Antunes.

HOMENAGEM AOS GRAEL A família Grael, do secretárioexecutivo municipal de Niterói, Axel Grael, que mantém o projeto Grael, de vela, foi homenageada pela escola de samba Bem Amado, que desfilou na Rua da Conceição, na

última terça-feira à noite. A agremiação é da comunidade da Grota do Surucucu, onde moram muitos alunos do projeto. Os Grael desfilaram na escola em um carro alegórico.

Tempo chuvoso atrapalhou quem esticou feriadão Estradas e rodoviária tiveram movimentação normal, mas trânsito deve se intensificar no fim de semana Divulgação

NA BR-101, no trecho entre Rio e Espírito Santo, não foram registrados acidentes com mortes RAQUEL MORAIS

A chuva pairou em Niterói e o mau tempo deve se prolongar até na semana que vem. Quem pretendia esticar o feriado de carnaval em outros municípios, como os da Região dos Lagos, e até mesmo em Niterói, teve os planos interrompidos. A quarta-feira de cinzas literalmente ficou nublada e os pontos turísticos da cidade, como as praias, ficaram vazias. Em todo o Rio de Janeiro, nas estradas federais, 85 acidentes marcaram o feriado prolongado e resultaram em cinco mortes e 104 pessoas feridas. Durante a manhã e início da tarde de ontem uma das principais rodovias que ligam Niterói

com a Região dos Lagos teve trânsito livre. Motoristas não enfrentaram longos congestionamentos, o que deve acontecer no final de semana para quem resolveu esticar o carnaval. Foram contabilizados 1.500 testes do bafômetro com 62 multas (pela embriaguez e recusa da realização do teste). Mais de cinco mil infrações foram expedidas sendo 2.616 por excesso de velocidade, além de 1.206 por ultrapassagem proibida, segundo dados divulgados pela Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Na BR-101, os números compreendidos entre o período do dia 9 até 12h de 14 de fevereiro, quando a concessionária registrou um fluxo de mais de 460 mil veículos, uma média superior a

SALÁRIOS NA CONTA

CRESCIMENTO DESORDENADO

CNBB DIZ QUE CORRUPÇÃO É UMA FORMA DE VIOLÊNCIA

76 mil veículos/dia, e contabilizou 1.290 atendimentos à ocorrências no período, sendo 783 atendimentos mecânicos. Pelo segundo ano consecutivo, o Centro de Controle Operacional da Arteris Fluminense não registrou acidentes com vítimas fatais durante a Operação Especial para o Carnaval. As equipes de atendimento médico da concessionária atenderam 69 acidentes e 41 feridos, sendo 35 com ferimentos leves e 6 com ferimentos moderados. Mais de 5.700 ligações foram registradas na central 0800 282 0101 para obtenção de informações, solicitação de atendimento na rodovia, sugestões, elogios e reclamações. Um dos acidentes mais graves ocorreu na Rodovia Rio-

Santos (BR-101), em Mangaratiba. Na manhã de domingo (11), uma colisão entre dois veículos deixou dois mortos e três feridos graves, na altura do quilômetro 448. Na noite do mesmo dia, na BR-493, em Magé, uma colisão frontal entre veículos deixou seis pessoas feridas com gravidade, na altura do km 18. Ainda de acordo com a nota outros três mortos foram registrados em acidentes na Via Dutra (BR-116), em Seropédica; na BR-356, em São João da Barra; e na Rio-Juiz de Fora (BR040), em Duque de Caxias. A PRF divulgou que aconteceram 249 acidentes graves e 87 óbitos nas rodovias federais desde a sexta-feira. O balanço parcial pontuou que os números são menores que os do ano passado, quando foram registrados 309 acidentes graves e 131 óbitos até a terça-feira de Carnaval. Foram autuados 1.497 motoristas por embriaguez ao volante, número 22% menor do que no mesmo período do ano passado, quando foram flagrados 1.914 motoristas embriagados até a terça-feira de Carnaval. TEMPO CHUVOSO Segundo o ClimaTempo, hoje o tempo ficará chuvoso, com máxima em 25ºC e a mínima em 22ºC. Amanhã, a máxima chega aos 28ºC e a mínima desce para 21ºC, com sol intercalado com períodos nublados e chuva a qualquer hora. O final de semana também será de chuva, apesar da sensação térmica melhorar, com máxima de 30ºC no sábado e 32ºC no domingo.

O Governo do Estado terá que rever todos os benefícios fiscais concedidos sem a realização de estudo de impacto orçamentário-financeiro. Esta é uma das determinações impostas ao governador Luiz Fernando Pezão pelo Tribunal de Contas do Estado, fruto de uma Auditoria Governamental cujo objetivo foi verificar a conformidade dos benefícios tributários de ICMS concedidos, levando em conta o impacto orçamentário-financeiro e verificação das contrapartidas. O Corpo Instrutivo do Tribunal ainda enumera problemas e cita empresas que devem passar por fiscalização específica, como a joalheria Amsterdam Sauer.

HOJE NA HISTÓRIA - 15/2 1841 - Nasce em Campinas , Manuel Ferraz de Campos. 1847 – Morre Manuel Jacinto Nogueira da Gama, o Marques de Baependi. 1870 - Morre Francisco Ge Acaiada de Montezuna (nascido Francisco Gomes Brandão), o Visconde de Jequitinhonha. 1933 - Morre André Gustavo Paulo de Frontin. 1902 - Começa a funcionar o metrô de Berlim. 1965 - Morre Mat King Cole. 2001 – George W. Bush se nega a reduzir os gases poluentes nos EUA, o que estava previsto no Protocolo de Kioto.

DÓLAR R$ 3,225 / -2,31%

Instrutores de autoescola poderão ser obrigados a fazer ‘provão’ RAQUEL MORAIS

Mais uma vez os Centros de Formação de Condutores estão em pauta no plenário, agora com possibilidade de alteração nos exames de instrutores e examinadores de trânsito. O projeto de lei do Senado (PLS) 5/2018, de autoria do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), visa que o exame seja obrigatório e que tenha validade de um ano e validade em todo Brasil, através de regulamentação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Segundo a Agência Senado, a proposição será analisada em caráter terminativo na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), onde aguarda o recebimento de emendas até o dia 16. Embora a Resolução 321/2009 do

Conselho Nacional de Trânsito tenha instituído exame obrigatório para avaliação de instrutores e examinadores de trânsito no exercício da função em todo o território nacional, a sua efetiva aplicação não se deu de forma unificada, justifica o autor do projeto, que altera o artigo 156 da Lei 9.503/1997. “A proposta que ora apresento preconiza a realização de um 'provão' nacional que permitirá avaliar e comparar a qualidade da formação recebida nas diversas unidades da federação”, explicou Cássio. Se aprovado, os exames serão de responsabilidade dos departamentos de trânsitos dos estados, em prol de uma melhora na qualidade do ensino prestado para os futuros condutores que estão em busca na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Divulgação

INTENÇÃO é monitorar a qualificação dos instrutores

Ano Legislativo será aberto hoje em Niterói O ano legislativo de 2018 será aberto às 10 horas de hoje durante sessão presidida pelo vereador Paulo Ba-

gueira (SD), onde o prefeito Rodrigo Neves (PDT) fará a leitura da primeira mensagem do ano, uma espécie de ba-

lanço de 2017 e as projeções traçadas e as metas a serem alcançadas em 2018. Os vereadores de Niterói

voltarão a se reunir, na terça-feira, às 17 horas, e já no dia 21, às 11 horas, acontece a primeira audiência pública

do ano, que discutirá as contas do último quadrimestre de 2017. As sessões ordinárias

acontecem as terças, quartas e quintas-feiras no Plenário Brígido Tinoco, a partir das 17 horas.


4

QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018

CAIS DO PORTO INDÚSTRIA DE MOTORES DE OLHO NA MARINHA Os fabricantes de motores para a indústria naval tem no seu radar, para o biênio 2018/2019, o reaquecimento do segmento com os projetos da renovação da frota da Marinha. O ano de 2017 dos fornecedores de motores para o mercado marítimo foi de muitos estudos e poucos projetos novos. O mercado buscou nichos diferentes e alguns estaleiros tentaram entrar em outros mercados antes abandonados como o de embarcações para pesca. Nos últimos dois anos muitos estaleiros ficaram sem encomendas após entregarem as últimas obras. A recuperação mais lenta deverá acontecer na construção de barcos de apoio marítimo, mas projetos de rebocadores e embarcações de pequenos e médios portes ainda devem gerar demandas em 2018. As empresas ainda focam na prestação de serviços e na manutenção. No curto prazo, elas fazem serviços de conversões.

Escolas desfilam e expõem desemprego e mazelas do Brasil Escolas de Samba usam a crise econômica que o Brasil e principalmente o Rio de Janeiro atravessa e faze críticas contundentes em seus desfiles. Beija Flor, Tuiuti e Mangueira partiram para o ataque e seus maravilhosos desfiles aproveitaram os festejos e a liberdade do carnaval para mostrar as mazelas por que passa a população brasileira. Todos, enfim, pedem igualdade social e melhores condições de vida a todos os brasileiros. E que venha o carnaval de 2019. Esse, já deixou saudades.

GILBERTO NAHUM caisdoporto@atribunarj.com.br

PETROBRÁS QUER BURLAR A LEI NOVAMENTE PARA CONTRATAR NA ÁSIA Usando novamente a falácia de que o preço no Brasil é 40% mais alto do que no exterior a Petrobrás pediu ao governo para rever os índices de conteúdo local de mais duas plataformas projetadas para o pré-sal. Se conseguir, poderá construir, provavelmente na Ásia, os cascos das embarcações dos projetos Itapu e Búzios 5. Ao recorrer à discussão direta com o Planalto, a empresa evita que o debate seja estendido ao público, em audiências. O pedido faz parte das negociações sobre a revisão do acordo de cessão onerosa que a empresa mantém com os ministérios de Minas e Energia e Fazenda. Por esse acordo, fechado em 2010, a Petrobrás recebeu o direito de explorar, sem licitação, 5 bilhões de barris

de petróleo no pré-sal da Bacia de Santos. Em troca, o governo recebe parte do óleo produzido. O contrato de cessão onerosa contém previsão de revisão de determinados itens, entre estes os índices de conteúdo local. “Deste modo, este tema está entre aqueles a serem negociados pelas respectivas comissões de negociação, já constituídas pela Petrobrás e pelo governo”, informou a estatal. A empresa já pediu a revisão dos compromissos de aquisição local de duas embarcações – para as áreas de Libra e Sépia, no pré-sal. Para rever o acordo de Libra, recorreu à Agência Nacional do Petróleo (ANP). O aval demorou mais de um ano para sair, mas permitiu que a empresa fizesse

licitação internacional, vencida pela Modec. Para Sépia, a Petrobrás buscou outro caminho, que não passa pela ANP e, por isso, não depende da realização de consulta e audiência públicas. A empresa foi direto ao Planalto e incluiu a revisão do conteúdo local como parte das negociações do contrato da cessão onerosa. Agora, a estatal faz o mesmo com Itapu e Búzios 5, que devem ter os contratos de licitação de afretamento fechados neste e no próximo ano. A estatal receberá as propostas dos fornecedores para a concorrência da plataforma de Búzios 5 em 26 de fevereiro e a expectativa é de que a licitação de Itapu aconteça em 2019, segundo a agência de informação no setor de petró-

SBM MUDA COMANDO A SBM Offshore mudará seu comando no Brasil a partir de março. Eduardo Chamusca, atualmente o General Manager da OPS, joint venture entre a SBM Offshore e Sonangol, baseada em Angola, substituirá Oliver Kassam, que comanda a empresa desde agosto de 2015. A SBM é responsável hoje por sete FPSOs em operação no país, sendo seis afretados pela Petrobras e um pela Shell. Suas unidades produzem 666 mil barris/dia de petróleo e 21 milhões de m3/dia de gás natural. O novo General Manager da SBM no Brasil chega com a missão de conseguir o acordo de leniência com o Ministério Público Federal (MPF) para a empresa voltar às licitações da Petrobras. A própria estatal quer a SBM de volta. Em setembro de 2015 convidou a empresa para participar das licitações, mas condicionando a assinatura dos contratos ao acordo de leniência.

leo E&P Brasil. A cessão onerosa foi idealizada em um momento de euforia com o pré-sal e com a sua capacidade de impulsionar a indústria nacional. Por isso, prevê índices de aquisição interna que são de 100% para alguns itens. Para a construção dos cascos das plataformas, a exigência de aquisição local é de 70%, o que, na prática, limita a contratação aos estaleiros nacionais. A Petrobrás usa novamente o argumento de que o preço no Brasil é 40% mais alto do que no exterior e se nega a seguir o que foi firmado em 2010. Os empresários brasileiros, por seu turno, acusam a estatal de negar a eles o direito de participar das concorrências.

BEIJA FLOR NA PETROBRÁS

VAMPIRÃO NA TUIUTI

JUDAS NA MANGUEIRA

Última escola a desfilar na Marquês de Sapucaí, a Beija Flor de Nilópolis falou de política e citou temas como a roubalheira na Petrobrás e o peso dos impostos. Tratou da corrupção, desigualdade e intolerância. Com samba vibrante fez menção à violência urbana, simbolizou nas fantasias o peso de impostos e contribuições como o ISS, INSS, IOF e PIS sufocando os brasileiros. Um carro alegórico representava o prédio sede da Petrobrás, puxado por um imenso rato. Atrás do carro, integrantes representando empreiteiros corruptos que foram coniventes com o esquema do Petrolão.

A Paraíso do Tuiuti debochou de liberais e do próimpeachment . Associou o liberalismo, a reforma trabalhista e as manifestações a favor do impeachment com a escravidão. Na ala “manifestoches”, os integrantes caracterizados de verde e amarelo apareciam como marionetes dentro de patos amarelos (uma referência à campanha “Não vou pagar o pato”, da FIESP, que protestava contra o aumento de impostos). O enredo “Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?” comparou a modernização da legislação trabalhista ao trabalho escravo. E fechando, Temer aparece como o Vampirão.

A Estação Primeira de Mangueira apresentou em “Com dinheiro ou sem dinheiro eu brinco” uma severa critica ao prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella que promoveu profunda redução de recursos oriundos da prefeitura aos desfiles das escolas samba em função de um ajuste fiscal em sua gestão. Crivella foi associado à Judas que, em forma de boneco, é “malhado”, anualmente, na tradição popular. A Mangueira também expôs a placa “Prefeito, pecado é não brincar o carnaval”, pelo fato de o político, aparentemente, não apreciar essa época do ano por motivos religiosos.

Assalto em um minuto e meio Bandidos com fuzil renderam clientes de uma lanchonete de Icaraí AUGUSTO AGUIAR

Pouco mais de um minuto e meio foi o tempo estimado que quatro criminosos armados, sendo um deles parecendo portar um fuzil, levaram para roubar os pertences de quatro vítimas que conversavam, na madrugada de ontem, na Lanchonete Matinatta, na Rua Coronel Moreira César, em Icaraí. As imagens foram postadas nas redes sociais e estarreceram, mais uma vez, moradores e até mesmo as próprias autoridades, que trabalham para conter a violência na cidade. De acordo com comentários, essa teria sido a segunda vez que o Matinatta fora alvo de bandidos num intervalo de menos de dez dias.

Por volta das 0h34min, as vítimas conversavam, sendo três delas sentadas em frente à lanchonete e uma encostada num poste, quando foram surpreendidas por quatro ocupantes de um veículo, modelo Honda, de cor branca, que desembarcaram do carro, rendendo inicialmente o homem que estava encostado no poste, levando-o para dentro da lanchonete e, em seguida, passando para render e roubar os pertences das demais vítimas. Antes de fugirem, um dos bandidos ainda teria efetuado dois disparos para o chão, assustando as vítimas, que fugiram correndo. Um dos bandidos, de acordo com as imagens, parecia portar uma arma longa, com o qual apontava para ameaçar as vítimas.

Reprodução

QUATRO clientes estavam na calçada quando foram abordados pelo bando e tiveram celulares levados

Niterói Mais Segura em três novos bairros AUGUSTO AGUIAR

Após imagens de um arrastão, ocorrido na Rua Vereador Duque Estrada, em Santa Rosa, serem divulgadas nas redes sociais, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, transmitiu uma mensagem na página oficial da Prefeitura no facebook onde cobrou maior atuação do governo estadual na segurança da cidade. O fato ocorreu na noite do domingo de Carnaval, nas imediações de sua residência. Neves revelou que chegou em sua residência cerca de uma hora após o ocorrido. “Mais uma vez eu entrei em contato com os oficiais da Polícia Militar e o comando da Segurança Pública do Estado porque além de sofrer na pele como todos nós niteroienses os problemas dessa grave crise da Segurança Pública, nós temos a responsabilidade de como chefe do executivo, cobrar como temos cobrado, uma ação mais eficiente das forças policiais em Niterói”,

afirmou. O prefeito anunciou ainda a antecipação para março do Programa Niterói Mais Segura nos bairros do Fonseca, Jardim Icaraí, e Santa Rosa. Na manhã de terça-feira, agentes da Base Icaraí, que realizavam patrulhamento de rotina na esquina das ruas Miguel de Frias com Jornalista Alberto Torres, ao avistarem Luciano dos Santos Silva, de 39 anos, perceberam que o mesmo demonstrou nervosismo. Após averiguação, foi constatado que contra ele havia Mandado de Prisão pendente por roubo. Conduzido à 77ª DP (Icaraí), o acusado foi autuado e permanecendo a disposição da Justiça.“O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, admitiu falha no planejamento de segurança do Rio durante o Carnaval. “Não estávamos preparados. Houve uma falha nos dois primeiros dias e depois a gente reforçou aquele policiamento. Mas eu acho que houve um erro nosso. Não dimensionamos isso, mas eu acho que é sem-

pre um aprimoramento, a gente tem sempre que aprimorar". CRIANÇA É BALEADA EM BLOCO Investigadores da 71ª DP (Itaboraí) tentam identificar de onde partiram os tiros que atingiram, na noite de terça-feira, uma criança de 11 anos e um homem, de 45 anos, durante a passagem de um bloco no bairro Apolo II, em Itaboraí. Segundo relatos, um tumulto durante o evento teria originado a briga e os disparos de arma de fogo. A menina, identificada como Júlia Cabral Guimarães, foi socorrida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Manilha e depois transferida para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, São Gonçalo. Para a mesma unidade hospitalar também deu entrada Josué da Silva, baleado no mesmo local do tumulto. No fim da manhã, de acordo com informações divulgadas pelo Heat, Josué faleceu e a menino continuou internada.

Na noite de domingo, as câmeras já haviam flagrando a ação de bandidos num arrastão na Rua Vereador Duque Estrada, em Santa Rosa, onde reside o prefeito Rodrigo Neves. Antes mesmo dos quatro dias de folia, as autoridades já haviam sido alertadas sobre o ataque de bandidos na região. Na noite do dia 31 de janeiro um motorista foi rendido na frente do Condomínio Chácara de São Francisco, nas imediações do Parque da Cidade. Na madrugada do dia 4, bandidos voltaram a agir. Câmeras de segurança registraram a ação e o desespero das vítimas, dois casais e uma criança, na esquina da Rua Cinco de Julho, em Icaraí. A PM intensificou o patrulhamento no perímetro.

Foragida é presa na Praça da Cantareira AUGUSTO AGUIAR

Policiais militares do 12º BPM (Niterói) prenderam, na tarde de terça-feira, uma mulher identificada como Silvânia Hilário Da Silva, que era procurada pela Justiça. Ela foi localizada na Praça da Cantareira, no Ingá. Segundo os policiais, havia um informe de que a acusada residia na comunidade da 94, no mes-

mo bairro. Quando realizavam patrulhamento na Rua General Osório, nas imediações da praça, a guarnição decidiu abordar uma suspeita com as características da foragida. A guarnição solicitou que a suspeita se identificado, apresentando documentos, mas a mesma alegando que não possuía, se identificou verbalmente, afirmando se chamar

Virgínia. Numa consulta prévia nada foi contatado. Logo a seguir os policiais conduziram a mulher para a 76ª DP (Centro), onde foi constatado que o nome da acusada na verdade era Silvânia Hilário Da Silva, conhecida como Pretinha, ligada a comunidade da 94, e sendo foragida do sistema prisional, além de possuir dois Mandados de Prisões, da 1ª e 5ª Varas Criminais de Niterói.

Horário de verão Brasileiros das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste deverão atrasar seu relógio em uma hora, a partir da 0h do próximo domingo, quando encerra o período de horário de verão 2017/2018, que entrou em vigor desde 15 de outubro e que tem como finalidade reduzir o consumo de energia elétrica entre 18h e 21h. Além do Distrito Federal, dez estados precisarão adaptar seus ponteiros: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de

Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Espírito Santo. A população do Norte e do Nordeste não é afetada porque os estados da região não são incluídos no horário de verão. Segundo balanço do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), em 2013 o Brasil, com essa providência, economizou R$ 405 milhões, ou 2.565 megawatts (MW). No ano seguinte, essa economia baixou para R$ 278 milhões (2.035 MW) e, em 2015 caiu ainda mais, para R$

162 milhões. Em 2016, o valor sofreu nova queda, para R$ 147,5 milhões. Essa menor influência observada pode ser explicada pelo fato de parcelas significativas das zonas sujeitas à medida têm intensificado o uso de equipamentos como o ar-condicionado, como forma de aplacar o calor, elevando a demanda pela energia elétrica. Ainda que já dispensem as lâmpadas incandescentes, substituindo-as por modelos mais econômicos.


5

QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018

Enredos críticos vencem na Sapucaí Beija-Flor inova no design das alegorias e Tuiuti surpreende; ambas discutindo a realidade brasileira Fotos: Luana Dias/Casa da Gente

AGREMIAÇÃO de Nilópolis trouxe enredo que questionou corrupção e mazelas políticas no Brasil ANDERSON CARVALHO

Em uma apuração para lá de emociante, com diversas escolas se revezando no primeiro lugar a cada quesito de notas lido, a escola de samba Beija-Flor, de Nilópolis, na Baixada Fluminense, sagrouse ontem campeã do Grupo Especial, com 269,6 pontos. Seguida da vice-campeã, Paraíso do Tuiuti, do bairro carioca de São Cristóvão, que obteve 269,5. Ambas apresentaram em seus desfíles muita crítica à realidade social, econômica e política do país, falando sobre racismo, corrupção, violência e miséria. A campeã só foi definida no último quesito, samba-enredo, que era o do desempate. As rebaixadas foram Império Serrano, de Madureira e Acadêmicos do Grande Rio, de Duque de Caxias. O enredo da Beija-Flor foi “Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu”. A Paraíso do Tuiuti lembrou os 130 anos da Lei Áurea com o enredo “Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?”, lembrou que o racismo ainda é muito presente na sociedade brasileira e fez uma crítica às manifestações próimpeachment em 2016 e ao presidente Michel Temer, com um destaque em carro alegórico caracterizado como o chefe do Executivo transformado em vampiro. O enredo foi desenvolvido pelo carnavalesco Jack Vasconcelos. O presidente da Tuiuti, Renato Thor, se mostrou feliz

com o resultado. “Foi uma resposta de que o enredo de forte envergadura social era o que o Carnaval precisava” disse. Gabriel David, conselheiro da Beija-Flor e filho do presidente Anísio Abraão David, ficou contente pelo desfile ter emocionado as pessoas. “Quando fizemos o enredo ‘Ratos e Urubus, larguem a minha fantasia’, em 1989, ficamos em segundo lugar infelizmente. Ver aquele povo todo cantando na Sapucaí é inexplicável”, afirmou. “O enfoque é a grande vitória deste processo. Fico feliz por esta mensagem ter despertado emoção em tantas pessoas. Agora a BeijaFlor desponta novamente abordando questões sociais”, comemorou Laíla, presi-

dente da Comissão de Carnaval da escola de Nilópolis. “Mais uma vitória. A comunidade ganha sempre. A escola falou aquilo que o povo gostaria de ter falado. Ganharam os dois melhores sambas”, festejou o intérprete Neguinho da Beija-Flor. Em terceiro ficou a Acadêmicos do Salgueiro, com 269,5; seguida de Portela, com 269,4; Estação Primeira de Mangueira, 269,3 e Mocidade Independente de Padre Miguel, 269,3; que voltarão a desfilar no próximo sábado, entre as campeãs. Em sétimo ficou a Unidos da Tijuca, com 269,1; seguida de Imperatriz Leopoldinense, com 268,8; Unidos de Vila Isabel, 268,1; União da Ilha, 2267,3; São Clemente, 266,9;

AP ARAÍSO do Tuiuti questionou a história da escravidão e mostrou que o povo ainda vive sem direitos PARAÍSO

Grande Rio; 2266,8 e Império Serrano, 265,6. A Grande Rio e o Império começaram a apuração já penalizadas. A primeira, em cinco décimos, por ter estourado o tempo de desfile em cinco minutos. A segunda, em dois décimos, por ter terminado a apresentação dois minutos antes do tempo mínimo. A Portela, uma das favoritas, começou na liderança, empatada com a Tuiuti, Mocidade e Mangueira. No quesito Evolução, continuaram Portela e Mangueira na frente, isoladas. No quesito Bateria, a escola de Madureira ficou sozinha na frente, seguida por Unidos da Tijuca e Beija-Flor. No quesito Comissão de Frente, a Portela tirou notas baixas e caiu para o quinto lugar.

SELMINHA ajudou a escola a ganhar mais três notas 10

NEGUINHO da Beija-Flor e demais componentes soltaram o grito após a penúltima nota

A Beija-Flor passou a liderar, seguida da Mocidade, Tuiuti e Salgueiro. Em Harmonia, a escola de Padre Miguel assumiu a ponta. Já no quesito Fantasias, foi a vez do Salgueiro liderar até o quesito Samba-enredo, cedendo a liderança e o título para a escola de Nilópolis. Antes da apuração, a presidente do Império Serrano, Vera Lúcian Correa, informou aos repórteres que demitiu os diretores de harmonia da escola.

RESULTADO FINAL 1º Beija-Flor .............. 269,6 2º Paraíso do Tuiuti .... 269,5 3º Salgueiro .............. 269,5 4º Portela .................. 269,4 5º Mangueira ............. 269,3 6º Mocidade .............. 269,3 7º Unidos da Tijuca .... 269,1 8º Imperatriz .............. 268,8 9º Vila Isabel ............. 268,1 10º União da Ilha ........ 267,3 11º São Clemente ...... 266,9 12º Grande Rio .......... 266,8 13º Império Serrano ... 265,6

Niterói conhece campeãs do Carnaval hoje Divulgação

RAQUEL MORAIS

Hoje, às 16h, na quadra da Unidos do Viradouro, no Barreto, os niteroienses conhecerão as campeãs do carnaval de Niterói. A apuração contará com 20 jurados e dois suplentes, que vão definir as melhores apresentações dos grupos Especial, B e C. Enquanto o destino das escolas não é definido, os carros alegóricos estão ao ar livre na Avenida Feliciano Sodré, no Centro. Ao todo serão avaliados nove quesitos das agremiações: bateria, samba enredo, harmonia, evolução, enredo, conjunto, alegorias e adereços fantasia, comissão de frente e mestre-sala e porta-bandeira. Segundo a Niterói Empresa de Lazer e Turismo (Neltur), os jurados são historiadores ou artistas, ligados à cultura de maneira geral. Os currículos foram analisados pela comissão de carnaval. Para Sandro Lopes, morador da Engenhoca, a União da Engenhoca deve ganhar o título do Grupo C. “Eu vi os desfiles e

CARROS ALEGÓRICOS ESPALHADOS

ESCOLAS fizeram desfiles equilibrados e disputa promete

foi tudo muito lindo. Vou torcer pela minha comunidade”, comentou. Outras agremiações da cidade também ficaram entre as queridinhas do público, como por exemplo, a Império de Arariboia, que levou o enredo “Zé Katimba – Filho do Cordel, Pai do Samba” para a Rua da Conceição. A Combinado do Amor também está entre as favoritas com uma linda homenagem aos negros. Galo de Ouro, Banda Batistão e Fora de Casa, que homenageou Jorginho do Império, filho de um dos fundadores da Império Serrano, Mano Dé-

cio da Viola. O presidente da União das Escolas de Samba e Blocos de Niterói (UESBN), Luciano Deodato, afirma que todas as agremiações têm chance. “Foi um carnaval bonito, todas as escolas desfilaram e todas vieram para brilhar, com disposição para ganhar. Fizeram um carnaval com capricho e um carnaval de renovação. Como presidente da união não tenho um favoritismo acredita que todas podem ganhar, até abrir os envelopes dos jurados todas estão brigando”, pontuou.

Como aconteceu no ano passado, após os dias de festa, os carros alegóricos das escolas de Niterói foram deixados na Avenida Feliciano Sodré. A calçada ficou tomada de alegorias que ficaram na chuva, na porta de entrada do ‘barracão’. A quantidade de carros alegóricos foi tanta que uma faixa de rolamento da via também foi bloqueada com as composições. Sobre esse ordenamento urbano a Prefeitura de Niterói foi questionada, e não se manifestou até o fechamento dessa edição. CARNAVAL FORTE Foram 32 carnavais de bairros e cerca de 100 blocos desfilando pelas ruas. Nos bairros, cerca de 150 mil pessoas brincaram o carnaval. Nos blocos, estima-se que o número superou a casa dos 300 mil pessoas, entre moradores, visitantes e turistas.

Marcello Almo

ALEGORIAS interditaram um faixa da Avenida Feliciano Sodré

A Companhia de Limpeza de Niterói (CLIN), recolheu 45 toneladas de resíduos em locais de concentração de blocos e desfile. Além da grande quantidade de resíduos de varrição removida das ruas, foram recolhidas 96 toneladas de lixo das praias da cidade. A Secretaria de Ordem Pública atuou com uma média de 200 homens por dia na área oficial de desfile, cober-

tura em bairros e ordenamento de praias. Somente no desfile das escolas de samba de Niterói, na Rua da Conceição, mais de 25 mil pessoas, que lotaram de ponta a ponta a avenida dos desfiles aplaudiram as escolas do Grupo A do município, além da Viradouro e da Cubango, que participam do carnaval do Rio, mas também se apresentaram em Niterói.


6

QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018

Volta por cima Com um pouco de loucura e um toque de genialidade, Viradouro lidera apuração do Acesso e desfila no Especial Luana Dias/Casa da Gente

COM ALEGORIAS gigantes, a vermelho e branca de Niterói perdeu apenas três décimos em samba-enredo e levou a melhor na disputa por uma vaga no Grupo Especial ANDERSON CARVALHO

A Unidos do Viradouro confirmou o favoritismo e venceu a apuração do Grupo de Acesso A do Carnaval do Rio de Janeiro. Vai voltar a desfilar no Grupo Especial em 2019. A outra favorita, Unidos de Padre Miguel, da Zona Oeste do Rio, ficou com o vice-campeonato e a Unidos da Porto da Pedra, de São Gonçalo, ficou em terceiro. Já a também niteroiense Acadêmicos do Sossego, a azul e branco do Largo da Batalha, ficou em último lugar e foi rebaixada para a Série B.

A vermelho e branco do bairro do Barreto liderou toda a apuração, disputando quesito a quesito com a Unidos de Padre Miguel. O enredo foi ‘Vira a cabeça, pira o coração. Loucos gênios da criação’, do carnavalesco Edson Pereira, abordou a loucura em diferentes aspectos. A agremiação falou de gênios que foram considerados loucos na época em que viveram, como o pintor Leonardo da Vinci, o físico Galileu Galilei e o ator Charles Chaplin. Apresentou ainda os loucos do cinema e da literatura, como Don Quixote e Franks-

tein. Encerrando o desfile, os loucos do Carnaval, profissionais que levaram inovação à avenida. Com apresentação impecável, levantou Sapucaí. O presidente da Viradouro, Marcelinho Calil, disse que a vitória foi fruto de trabalho. “Eu sempre falei que favoritismo não existe. O que existe é muito trabalho”, contou o dirigente, acrescentando que vai se reunir na próxima semana com o carnavalesco para renovar o contrato dele e do casal de mestre-sala e porta-bandeira. A vice-presidente da vermelho e branca, Susie Monassa Hyrinéa Bornéo/Casa da Gente

CASAL de mestre-sala e porta-bandeira garantiu a nota máxima dos jurados

Bessil, dedicou o título ao falecido pai, José Carlos Monassa Bessil, patrono da escola. O último desfile da agremiação no grupo especial foi 2015. A Viradouro foi campeã da Série A em 1990 e 2014 e do Especial em 1997. A Cubango, que apresentou o enredo ‘O rei que mudou o mundo’, sobre o Bispo do Rosário, também fez bonito na Sapucaí, chegou a ficar na vice-liderança da apuração, mas, no final, terminou em quinto. “Em razão das notas que foram dadas ao casal de mestre-sala e harmonia”, justificou o presidente da verde branco, Rogério Belisário.

“Carnaval com muita luta e empenho de nossa equipe. Nós começamos a trabalhar em junho. Fizemos um projeto em cima de uma verba e 50% dela foi cortada pela prefeitura do Rio e a de São Gonçalo não ajudou em nada. Tendo em vista, a gente trabalhou mesmo assim. Se tívessemos tido o apoio do poder público, como as outras tiveram, teríamos tido o título do acesso. Estamos pensando em 2019. O carnavalesco fez o desenvolvimento do enredo da melhor maneira possível. O público aclamou a gente na saída. Foi um resultado justo e a Vira-

douro fez um belo trabalho”, afirmou Júnior Cabeça, diretor de Carnaval da Porto da Pedra.

RESULTADO FINAL 1- Viradouro .............................. 269.7 2- Unidos de Padre Miguel ......... 269.4 3 - Porto da Pedra .................... 269; 4 4 - Inocentes de Belford Roxo .... 268.2 5 - Cubango ................................. 268 6 - Estácio ................................. 267.5 7 - Império da Tijuca .................. 267.4 8 - Alegria da Zona Sul ............... 266.2 9 - Renascer de Jacarepaguá ..... 266.2 10 - Santa Cruz ......................... 265.7 11 - Rocinha ............................. 265.4 12 - Unidos de Bangu ................ 264.3 13 - Sossego ............................. 263.7 Hyrinéa Bornéo/Casa da Gente

APÓS o resultado, a diretoria da Viradouro comemorou o título na praça da Apoteose


7

QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018

CULTURA

cultura@atribunarj.com.br

MOSTRA ITINERANTE ENTREARTES REÚNE ARTISTAS MULHERES Fotos: Divulgação

A

mostra itinerante Entreartes chega a sua terceira edição e reúne o trabalho das artistas Duda Oliveira (escultora), Sylvia Coelho (cenógrafa), Leila Chaves (fotógrafa) e Valéria Fredo (design de produtos), entre 20 e 27 de fevereiro, no espaço Gourmet do Plaza Shopping, no Centro de Niterói. Sob a curadoria da produtora Cacau Dias e com o apoio da Secretaria de Cultura de Niterói/FAN, o evento tem como objetivo fomentar a arte e os artistas da cidade, sempre em diferentes locais. Nesta edição, a exposição traz um quarteto especial formado apenas por mulheres, numa cena artística variada que vai passear por esculturas,

cores e formas conquistando assim visão diferenciada da imagem fotográfica. No comando da VF, Valéria Fredo, tem uma empresa voltada para o design em arquitetura, em Interiores e em produtos, ela e sua equipe de profissionais vão mostrar peças desenvolvidas pelo seu estúdio de criação. A abertura será no dia 20, das 16h às 22h, e a visitação poderá ser feita de 21 a 27 de fevereiro, segunda a sábado, das 10h às 22h e domingos, das 13h às 21h. O Plaza Shopping Niterói Espaço Gourmet fica na expansão 4º Piso, na Rua XV de Novembro, 8 no Centro de Niterói.

fotografias, cenografia e design de produtos. Outra novidade é o fato de ser a primeira vez que a mostra se estenderá por uma semana, pois as edições anteriores aconteceram em um dia apenas. “Essa foi uma demanda do próprio público, que achava um dia muito pouco”, contou Cacau. Duda Oliveira foi aluna do mestre Rodrigo Saramago, é tida pelo professor como um talento nato, já tendo participado da exposição: “Pluralidade Criativa”, realizada na Galeria de Arte La Salle (2017). Duda vai mostrar peças diversas

confeccionadas em bronze, papel machê e arame. A cenografia sempre fez parte do cotidiano da artis-

ta Leila Chaves. Nesta edição do Entreartes, Leila vai apresentar um projeto sustentável todo produzido em papelão,

mostrando suas diversas possibilidades. A cenógrafa usará móveis e paredes de papelão reciclado, papel de revistas e tapete de tear feito com sobras de tecido. O objetivo é causar um impacto social e conscientizar o público sobre a preservação do planeta para as futuras gerações. A fotografia sempre esteve presente na vida de Sylvia Coelho como uma necessidade de captar em uma imagem um pedaço significativo do todo. Um detalhe, uma janela, uma porta, uma forma, um olhar, uma cor, uma emoção. A artista traz sua percepção de

REGIONAL SEGURA O DEDO NA SALA LEILA DINIZ Divulgação

Frequentador assíduo de uma das rodas de choro mais tradicionais de Niterói, na casa de Seu Araújo, Manoel é um dos grandes compositores de choro do município. Para o repertório o grupo reservou um colorido especial onde será possível ouvir frevos, baiões e rancheiras misturados aos choros, maxixes e sambas tipicamente cariocas, evocando o que há de mais verdadeiro na música brasileira: sua pluralidade. A duração é de 60 minutos e a Sala de Cultura Leila Diniz fica na Rua Heitor Carrilho, 81, no Centro de Niterói.

O grupo Regional Segura o Dedo se apresenta, no próximo dia 28, às 12h30min, na série “Concertos na Imprensa”, da Sala Leila Diniz. A entrada será gratuita. O grupo, formado em 2015 a partir da iniciativa do professor bandolinista Som Lemos, faz parte do Programa Aprendiz, mantido pela Prefeitura de Niterói. O nome do grupo é homônimo ao choro gravado em 1934 e faz alusão ao gosto de Luperce Miranda pelos andamentos rápidos. O concerto fará uma homenagem ao compositor e multi-instrumentista niteroiense Manoel Moraes.

LIVRO DESPERTA A REFLEXÃO POR MEIO DA SERENIDADE dental”. “Ao ler o livro, o leitor poderá atingir um estado de serenidade e tranquilidade que ocorre no processo reflexivo, pois os poemas são de pura meditação”. A obra recebe influências de diversos autores. Entre eles, está Rimbaud, pelo estilo transbordante. Além disso, Murilo Mendes, Manoel de Barros, Cecília Meireles e Clarice Lispector também foram fonte de inspiração da escritora. De Murilo Mendes a influência está na utilização de uma multiplicidade de imagens para falar da realidade. De

Divulgação

Num mundo tão frenético, a poeta Alexandra Vieira de Almeida traz uma reflexão sobre o silêncio e o vazio em sua nova obra intitulada “A Serenidade do Zero”. Publicada pela editora Penalux, o livro é composto de 39 poemas que procuram desconstruir a visão do conhecimento e atingir um estado de concentração serena pela não palavra. Segundo a autora, a obra busca “ressignificar” o zero, que é visto como negativo pela tradição. Numa implosão do mundo e suas formas, as páginas apresentam um “alfabeto transcen-

Manoel de Barros traz a “despalavra”, o “antesmente” verbal, que é a procura de uma fala originária. No universo feminino, Cecília Meireles é o grande ícone. A partir de Meireles, a escritora leva para as suas páginas uma poesia metafísica e lírica que procura traduzir os sons do indizível. E Clarice Lispector é outra presença que ajuda a poeta a extrair as coisas extraordinárias da vida comum. Para o autor do prefácio, o professor de Literatura Brasileira da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e crítico literário

Marcos Pasche, a poesia de Alexandra carrega em si o fenômeno de revelação e ressignificação, dando uma concepção original do número do zero. No poema, “Do zero proveio a multiplicidade dos outros números”, o texto desautoriza polarizações que reduzem o existir ao beco das estreitezas. Enquanto a vida humana é conduzida pelo pulso e pelas rédeas da segregação e das exclusões, a obra busca tanto iluminar quanto acolher. Ninguém está em cima nem embaixo, nem cá nem lá, como diz outro poema do livro.


8

QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018

ESPORTES

esportes@atribunarj.com.br

Vantagem enorme Vasco goleia Jorge Wilstermann e praticamente garante classificação na Libertadores O Vasco fez valer o mando de campo ontem e goleou por 4 a 0 o Jorge Wilstermann-BOL, em São Januário, pela Libertadores. Com o resultado, os cruzmaltinos vão para o duelo da volta com a vantagem de poder perder por três gols de diferença para avançar à Fase de Grupos. O Jorge Wilstermann entrou em campo com uma postura muito defensiva, com todos os jogos em seu campo de defesa. Com isso, o Vasco dominou o confronto desde o início e quase abriu o placar logo aos três minutos. Henrique foi lançado pela esquerda e cruzou para Evander. O meia apareceu livre na área, mas chutou sobre o travessão. De tanto insistir, o Vasco chegou ao gol aos 18 minutos. Após falta cobrada na área, Ricardo Graça cabeceou, Giménez deu rebote e Paulão apareceu para chutar para a rede. Após o gol, os cariocas mantiveram o domínio da partida, mas passaram a ter mais dificuldade em chegar próximo ao gol. Quando conseguiu criar boas jogadas, acabou pecando nas finalizações. O Jorge Wils-

Divulgação

PAULINHO marcou um dos gols do Vasco em casa e deixou aberto o caminho para a próxima fase

termann pouco avançava e o goleiro Martín Silva praticamente não aparecia no jogo. Quando acertou, o Vasco chegou ao segundo gol aos 40

minutos. Wellington pegou rebote após escanteio e chutou em direção ao gol, mas a bola bateu na zaga. Paulinho aproveitou para se antecipar a Giménez e cabece-

ar para a rede. Assim, os cruzmaltinos foram para o intervalo com boa vantagem em São Januário. No segundo tempo, os donos da casa não diminuíram o

Após folga, Fluminense tenta reação em campeonatos

Botafogo apresenta novo técnico

Divulgação

ABEL afirmou que o Fluminense não pode entrar em campo pensando em outro resultado que não seja a vitória

Após começo de temporada ruim, com a eliminação precoce na Taça Guanabara, o Fluminense teve tempo para trabalhar e volta a campo hoje no estádio Nilton Santos, contra Salgueiro, pela Segunda Fase da Copa do Brasil. Os cariocas buscam avançar na competição para não aumentar ainda mais a pressão sobre elenco e diretoria. O técnico Abel Braga conseguiu um bom período para trabalhar com o elenco antes deste duelo. O comandante mostrou confiança para a partida, principalmente pela preparação feita pelos tricolores.

“Tivemos um bom tempo para trabalhar, houve um jogotreino. A equipe evolui a cada dia. O grupo está com confiança. Ainda necessitamos de melhora, especialmente na parte ofensiva”, disse. Mesmo tendo o mando de campo, Abel Braga lembrou que o Fluminense não pode entrar em campo pensando em outro resultado que não seja a vitória. O treinador destacou que o Salgueiro pode levar perigo nos contra-ataques. “É o jogo da vida deles. Com um agravante: a responsabilidade é toda nossa. Vamos encarar

com a maior seriedade possível. É o tipo de confronto que pode ter surpresa. Empate leva aos pênaltis. E pênalti é loteria. O Salgueiro é um time rápido. Tem um jogador pelo lado esquerdo, o Dadá, que é bom. Tem o Piauí, outro atacante. Estudamos muito o time deles. Copa do Brasil é sempre perigoso”, declarou. Para esta partida, o Fluminense tem apenas uma dúvida: o lateral esquerdo Ayrton sentiu um desconforto muscular e faz tratamento para ir a campo. Caso seja vetado, Marlon será seu substituto. Do lado do Salgueiro, o pen-

ritmo e quase ampliaram a vantagem logo aos dois minutos. Evander tabelou com Henrique, entrou na área e chutou para grande defesa de Giménez. Depois, aos quatro,

foi a vez de Paulinho finalizar colocado, mas mandar para fora. Depois de período de domínio boliviano, o Vasco assustou aos 15 minutos. Wagner cobrou falta e obrigou Giménez a fazer boa defesa. Em seguida, foi a fez Paulão aproveitar cruzamento para cabecear com perigo. A partir daí, o confronto ficou mais aberto, com as duas equipes mais focadas no ataque. Aos 37 minutos, o Vasco quase chegou ao terceiro quando Thiago Galhardo cobrou escanteio direto para o gol. O goleiro se esticou para salvar os bolivianos. Com mais espaço para avançar, os donos da casa marcaram o terceiro gol aos 42 minutos. Riascos tocou para Yago Pikachu na entrada da área e o lateral acertou chute cruzado, sem chance para o goleiro. Para melhorar a situação, o Vasco ainda chegou ao quarto gol aos 48 minutos. Thiago Galhardo cruzou para Rildo cabecear para a rede e dar números finais em São Januário.

samento é de surpreender o Fluminense para conseguir a classificação, que representaria o pagamento de toda as despesas do futebol do clube nesta temporada. No entanto, o técnico Paulo Júnior espera que os pernambucanos possam melhorar o desempenho, pois vêm de duas derrotas seguidas. “Temos a expectativa de fazer uma grande apresentação. Estamos vindo de dois péssimos resultados e temos que provar para nós mesmos que temos condições de ser a equipe vitoriosa da temporada passada”, falou.

O Botafogo apresentou nesta quarta-feira o técnico Alberto Valentim. O treinador chega para substituir Felipe Conceição, que ficou no cargo menos de dois meses. Na sua chegada, o novo comandante alvinegro exaltou o acerto com o clube carioca. “Estou muito feliz, honrado de fazer parte desse grande clube. Venho com muita vontade de trabalhar e fazer o meu máximo para nossa torcida. Vamos precisar da ajuda de todos com lealdade e transparência. Quando eu soube do interesse, sabia que em poucas horas a gente decidiria minha vinda porque se tratando de um grande clube não teria problema nenhum. Fiquei muito feliz, Botafogo é de uma tradição enorme, não poderia deixar escapar a chance”, disse. Alberto Valentim destacou que o pensamento é de fazer uma boa campanha na Taça Rio para chegar as finais do Campeonato Carioca. O pensamento do novo treinador alvinegro é o título estadual. “Infelizmente a Copa do Brasil passou, a partir de agora não se fala mais. No Carioca ainda temos chances, temos que pensar em melhorar para pensar nesse primeiro turno que foi perdido. Primeiro temos que buscar o Carioca. Os que vierem depois, o Brasileiro vamos ver jogo a jogo. O torcedor tem que entender e os jogadores também têm que ver que precisa buscar títu-

Divulgação

VALENTIM foi apresentado ontem

los”, declarou. O novo treinador falou sobre o elenco do Botafogo, mas não quis comentar sobre a necessidade de reforços. “Grupo novo, que conversando já com integrantes da comissão, são atletas que se entregam. Acredito que vão entender a forma que eu gosto de trabalhar, sendo profissionais como são. Algumas coisas já pegamos dos últimos jogos, vimos vídeos. Vamos procurar ver o que errou. E nem tudo foi ruim. Vamos conversar depois sobre reforços. Momento de nós nos reerguermos, mas o importante que soube que é um grupo forte e que quer a dar a volta por cima”, finalizou. Alberto Valentim terá uma semana para trabalhar com o elenco até a estreia na Taça Rio, na próxima quinta-feira, contra o Nova Iguaçu.

A tribuna, 15 de fevereiro de 2018  
A tribuna, 15 de fevereiro de 2018  
Advertisement