Page 1

REPASSE DOS ROYALTIES VOLTA A CRESCER NO ESTADO DO RIO PAINEL - PÁGINA 3

| ESTADO DO RIO DE JANEIRO | TERÇA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 20 18 | ANO LXX X | Nº 3 4.697 | 201 LXXX 34

R$ 1 ,25 | 1,25 Arquivo

MACAÉ REALIZA ATIVIDADES PARA COMBATER VIOLÊNCIA CONTRA O IDOSO

COMBATE À CRIMINALIDADE CUSTA CADA ANO MAIS

PÁGINA 4

PRAIA DO FORTE, EM CABO FRIO, RECEBE EVENTO DE CANOAS HAVAIANAS

Os gastos do governo federal com o combate à criminalidade no país subiram de R$ 113 bilhões para R$ 285 bilhões entre 1996 e 2015. Mas, apesar do incremento nos investimentos, os índices não acompanharam. O estudo “Custos Econômicos da Criminalidade no Brasil”, divulgado ontem pela Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos, da Presidência da República, mostra que o número de homicídios cresceu no país. P.6

PÁGINA 4

EM QUISSAMÃ, VOLTA CICLÍSTICA MARCA OS 29 ANOS DE EMANCIPAÇÃO PÁGINA 4

CAIXA AMPLIA FINANCIAMENTO PARA SERVIDOR PÚBLICO O banco elevou, de 70% para 80%, o limite de financiamento, igualando o teto com o usado na compra de unidades novas. A mudança foi realizada porque a categoria é a que tem menor índice de inadimplência. P.5 Marcello Almo

VENDAS E LOCAÇÕES DE IMÓVEIS SEGUEM EM BAIXA EM SÃO GONÇALO

Marcello Almo

PÁGINA 5

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO TÊM ALTA ACUMULADA DE 3,6% EM 12 MESES

PÁGINA 6

CRIAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE SEGURANÇA É SANCIONADO COM VETOS POR TEMER

SISU: INSCRIÇÕES PARA SEGUNDO SEMESTRE COMEÇAM HOJE PÁGINA 2

Pesquisa da Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias mostra que 45% dos brasileiros preferem os genéricos na hora de comprar medicamentos. P.5

Divulgação

REGIÃO REGISTROU 33 MORTES EM DECORRÊNCIA DE CHACINA ESTE ANO

GENÉRICOS EM ALTA ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

PÁGINA 5

PÁGINA 3

EDIÇÂO 10 Páginas FECHAMENTO 22:30 ACOMP ANHA A EDIÇÃO Agência Estado ACOMPANHA

JOYCE CÂNDIDO COMEMORA 10 ANOS NO MUNICIPAL COM LENY ANDRADE PÁGINA 9


2

TERÇA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 2018

www.atribunarj.com.br

ADJORI-RJ

Fundado em 26 Novembro de 1936 A TRIBUNA é uma publicação da Editora Esquema Ltda Assinatura: assinaturaatribuna@gmail.com CNPJ: 30.108.948/0001-26 Trimestral ................................................................... R$ 78,75 Diretoria Diretoria: Jourdan Amóra Eva de Lourdes Santana Amóra Semestral ................................................................... R$ 157,50 Gustavo Santana Amóra Editor: Gabriel Felice Anual ............................................................................ R$ 315,00

Endereço: Rua Professor Heitor Carrilho, 350F, Representante Comercial Brasília: Central de Comunicação - SCS QD. 02 BL."D" Ed. Oscar Nie- Endereço Centro, Niterói - RJ - Cep: 24.030-230 mayer S/ 1002, CEP 70316-900 . Fone/Fax: (61) 3323-4701. brasilia@centralcomunicacao.com.br

Telef ones: (021) 2719-1886 / 2621-4986 elefones:

Sisu: Inscrições começam hoje

EDITORIAL QUEM SERÁ PUNIDO? Em nome da honestidade no serviço público e na transparência para a participação popular na condução dos interesses coletivos, a Constituição de 1988 ampliou a exigência de licitações públicas para a realização de compras e de serviços à administração pública, mas não estabeleceu conceitos para impedir a malversação do dinheiro público e para punir os que agem irresponsavelmente ou para tolher as empresas que se beneficiam com os atrasos e encarecimentos, especialmente de obras públicas. Nas respostas ao programa “O Brasil que queremos”, transmitido por uma emissora de televisão, é assustador o número de obras paralisadas por todo o Brasil, iniciadas pelos três níveis de Poderes e por empresas públicas e apontadas por populares de dezenas de municípios, que clamam por um Brasil com menos irresponsabilidade e menos impunidade. Mas, além destes gastos, sempre acrescidos de aditivos ou de novas contratações, é elevada a despesa do Poder Público com repetição de “Estudos”, “Projetos” e outras artimanhas, para realização de obras ou serviços também milionários, que não saem do papel como o sonhado, há mais de um século, Túnel Rio-Niterói ou, desde 1972, a sonhada Linha 3 do Metrô, ou apenas a ligação Niterói-Itaborai, além do escândalo da paralisação de obras como a do Comperj, de grande importância para a economia nacional. O descasso com o interesse vai muito além das obras não iniciadas ou abandonadas, como de imóveis grandiosos entregue às baratas, como escolas e estradas e edifícios abandonados e sendo deteriorados desde a fusão GB-RJ, em 1975. Para citar alguns, lembramos o Arco Metropolitano, que não se completou de Magé a Manilha, os Cieps abandonados e o abandono de prédios como o de seis andares do Iaserj ou da ex-secretaria de Fazenda, na valorosa Rua Marechal Deodoro, do Cinema Icaraí e da não conclusão de obras grandiosas e já na cumieira, como unidades da UFF. Não há quem seja punido por este esbanjamento, que é crimonoso. É preciso que se faça cumprir a obrigação de só serem iniciadas obras que possam ter cobertura financeira e com previsão de término na gestão do administrador-iniciador, sob pena de graves sanções, salvo aquelas que possam durar, pelo seu gigantismo, mais de quatro anos.

SERGIO SANTEIRO

TUDOS Todo trabalhador tem todo o direito de lutar pela melhoria de sua vida É o que todos devemos fazer O que é a esquerda? É a inclusão social O que é a direita? É a exclusão social Preso político é todo aquele condenado sem provas A mídia acirra a crise A má política de fretes massacra o trabalhador A má política de preços massacra a todos nós Recua traste menino não ganha de véio É Lula presidente o resto espera a próxima Quanto mais a porca ronca mais se precisa do velho na solitária Apura cambada a mais valia vai acabar O golpe de 16 é um de ressentidos que perderam e perderão as eleições no país Seria piada não fosse trágico Pode o estado sequestrar o futuro presidente? Não há nada que os milhões e milhões de nós possamos fazer? De nada adianta as mais diversas expressões mundiais? E apenas um bedel provinciano inventando acusações delações fraudes E apenas esse um querendo impedir o único marco democrático inviolável: o voto E todo o edifício jurídico vale nada? As centenas de questionamentos de juristas aqui e no mundo nada? O que mais quer o fulaninho? Cadê as provas? Abrir processo sem causa é crime Alguma instância decente que reste anule tudo Liberte seus legítimos adversários políticos Vamos disputar nas urnas Quem sabe vocês ganham Seria interessante acatar a proposta do ministro pra ver no que dá: livre se não candidato Ele não precisa do Brasil o Brasil é que precisa dele E desmascara-se a maior fraude jurídica da história Prepara! As urnas dirão o que queremos na municipal foi triste Eleições conjuntas de executivo e legislativo não dão certo Quando a pequena burguesia toma o poder instala o caos Não dá pra discutir sem princípios é a barbárie Os opositores do último regime militar tornaram-se por isso mesmo republicanos E o que é a república? Entre nós pássaro tardio Tinha que ter vindo ao invés da falsa independência E com a abolição da página terrível de nossa história

Os estudantes que querem concorrer a um lugar no ensino superior em instituições públicas podem consultar as vagas disponíveis no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). É possível fazer consultas por curso, por instituição de ensino e por município. As inscrições para o segundo semestre começam hoje (12) e vão até o dia 15. Neste processo seletivo, o Sisu vai oferecer 57.271 vagas em 68 instituições públicas de ensino superior, segundo o Ministério da Educação.

Pode concorrer às vagas quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017 e obteve nota acima de zero em redação. Todo o processo de inscrição é feito exclusivamente pela internet, na página do Sisu. Ao ingressar no sistema, o candidato deverá escolher, por ordem de preferência, até duas opções de curso entre as vagas ofertadas. É possível alterar essas opções durante todo o período de inscrição. A última modificação confirmada é a

considerada válida. As vagas serão oferecidas em oito instituições públicas estaduais, uma faculdade pública municipal e 59 instituições públicas federais, com dois centros de educação tecnológica, 27 institutos federais de educação, ciência e tecnologia e 30 universidades. O resultado da chamada regular está previsto para o dia 18 de junho. O período de matrícula vai de 22 até 28 de junho e o prazo para participar da lista de espera é de 22 a 27 de junho. Divulgação

AO INGRES SAR NO SISTEMA INGRESSAR SISTEMA,, o candidato deverá escolher, por ordem de preferência, até duas opções de curso

Maricá divulga edital de Processo Seletivo da Saúde A Prefeitura de Maricá divulgou na sexta-feira (08/06) o edital do Processo Seletivo Simplificado 01/ 2018 para a formação de cadastro visando a eventual contratação temporária (por prazo determinado de 12 meses podendo ser prorrogado por mais 12 meses) de profissionais na área de Saúde. Ao todo, são 1024 vagas distribuídas entre médicos (de várias especialidades), dentistas (também de várias especialidades), enfermeiros, técnicos de enfermagem, assisten-

tes sociais, fisioterapeutas, psicólogos, farmacêuticos, nutricionistas, biólogos, técnicos em radiologia, entre outras. As vagas estão distribuídas pelo Hospital Municipal Conde Modesto Leal (HMCML), que ficou com o maior contingente, com 633 vagas; seguido da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Inoã, com 244 vagas; Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), com 62 vagas; e pela Unidade de Emergência de Santa Rita, em Itaipuaçu, com 85 vagas.

As inscrições serão feitas pelo site da Prefeitura (www.marica. rj.gov.br), começam no próximo dia 18/06 e serão encerradas no dia 22/ 06. No dia 25/06, a Prefeitura vai publicar a lista com a classificação parcial e a relação de inscrições indeferidas. A publicação da classificação final e da homologação será feita no dia 03/07 e a convocação dos candidatos habilitados para a celebração dos contratos, de acordo com o cronograma, está prevista para começar a partir do dia 04/07.

Escolas estaduais terão ensino de música clássica A Secretaria de Educação e a Fundação Cesgranrio assinaram, ontem (11/06), às 11h30, o Termo de Cooperação que levará o conhecimento da música clássica às 1.249 escolas estaduais do Rio de Janeiro. A solenidade aconteceu na sede da Cesgranrio, localizada na Rua Santa Alexandrina, nº 1.011, bairro Rio Comprido. Estarão presentes o secretário de Educação, Wagner Victer, e o presidente da Fundação Ces-

Cartas BURACO SEM FUNDO Quero pedir um reparo definitivo para um buraco na Rua São Sebastião, no Ingá. O mesmo sempre recebe remendos e volta a abrir rapidamente. O grande problema é que ele coloca em risco pedestres e motoristas que passam pela via, pois pode provocar colisão ou algo mais complaicado, indo o veículos até para na calçada. Joyce Nathany

granrio, Carlos Alberto Serpa de Oliveira. A parceria prevê que a Fundação faça doação de dois mil kits, contendo uma coleção de livros sobre música clássica para as escolas da rede pública estadual. O material aborda a história de grandes músicos e orquestras, detalha instrumentos e apresenta um estudo profundo sobre a música e suas relações com o mundo atual. Por meio do projeto também se-

rão realizadas duas apresentações semestrais gratuitas aos alunos, professores e equipes das escolas. ‘Associar a música clássica e outras manifestações artísticas com atividades pedagógicas desenvolvidas em sala de aula é uma das ferramentas importantes para estimular, principalmente, a percepção dos alunos e despertar o interesse dos jovens pela arte e pela cultura’, disse o secretário de Educação, Wagner Victer.


3

TERÇA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 2018

PAINEL

painel@atribunarj.com.br

REPASSE DOS ROYALTIES VOLTA A CRESCER NO ESTADO DO RIO

TSE HOMENAGEIA PRESIDENTE DO TRE-RJ

O repasse dos royalties ao estado do Rio de Janeiro voltou a subir no mês de maio. Foram repassados R$ 287.168.655,53, contra R$ 261.086.061,10 do mês anterior, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Dentre os 15 municípios do Leste Fluminense, Maricá continua líder, com R$ 35.485.872,71. Seguida de Niterói, com R$ 31.773.121. Eis a relação dos royalties dos 15 municípios do Conleste: MARICÁ ......................................................................... R$ 35.485.872,71 NITERÓI ......................................................................... R$ 31.773.121,00 CASIMIRO DE ABREU ...................................................... R$ 4.999.749,07 SAQUAREMA ................................................................... R$ 4.728.385,25 MAGÉ .............................................................................. R$ 2.783.569,65 GUAPIMIRIM ................................................................... R$ 2.642.725,95 CACHOEIRAS DE MACACU ............................................... R$ 2.038.470,05 SILVA JARDIM ................................................................. R$ 1.656.256,91 ITABORAI ......................................................................... R$ 1.469.900,09 SÃO GONÇALO ................................................................ R$ 1.469.900,09 NOVA FRIBURGO ............................................................ R$ 1.043.311,44 PETRÓPOLIS ................................................................... R$ 1.043.311,44 TERESÓPOLIS .................................................................. R$ 1.043.311,44 RIO BONITO ........................................................................ R$ 834.649,14 TANGUÁ ............................................................................. R$ 730.318,00 IGUABA GRANDE ................................................................ R$ 678.152,43

GONÇALENSE NA EXECUTIVA NACIONAL DO PT

O gonçalense Ronald Sorriso é o novo secretário nacional da juventude do PT. A resolução que elegeu Sorriso foi aprovada no congresso extraordinário da juventude do partido, realizado em São José dos Pinhais (PR), por todos os mais de 1.200 jovens presentes. A principal missão da juventude é defender a liberdade do ex-presidente Lula, que está preso em Curitiba há dois meses. Sorriso começou a militar no movimento estudantil do Rio de Janei-

ro. Foi coordenador geral do Grêmio da ETE Henrique Lage – FAETEC Niterói em 2008, e no ano seguinte se tornou diretor fundador da União Estadual dos Estudantes Secundaristas. Entre 2010 e 2013, foi vice-presidente e secretário geral da União Estadual dos Estudantes. Já de 2013 a 2105, foi vice-presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE). Finalmente, de 2015 até o ano passado, ocupou o cargo de secretário estadual da Juventude do PT.

COLETA DE RECICLADOS

A paróquia Santuário das Almas, em Icaraí, montou posto de coleta de guardachuvas danificados para serem transformados em sacos de dormir impermeável, a serem depois distribuídos para a população em situação de rua. A paróquia atendeu a sugestão da pastoral Fé e Cidadania. A igreja fica na Rua Álvares de Azevedo, 237, em Icaraí.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, desembargador Carlos Eduardo da Fonseca Passos, recebeu, na noite da última sexta-feira, a medalha da Ordem do Mérito do Tribunal Superior Eleitoral. Outras oito personalidades também foram homenageadas no Centro Cultural da Justiça Eleitoral, no Centro do Rio, entre elas o desembargador Antônio Jayme Boente, ex-presidente do TRE-RJ que comandou as eleições de 2016, e o presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, desembargador Milton Fernandes de Souza. Comandada pelo presidente do TSE, ministro Luiz Fux, a cerimônia contou também com a presença do corregedor-geral da justiça federal, ministro Raul Araújo; do deputado federal Miro Teixeira (Rede); do presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, desembargador André Fontes; e do advogado Eduardo Damian Duarte, representando a OAB.

EDITAL DE LIXO EM PRESÍDIOS É ADIADO PELA 4ª VEZ O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) adiou o edital da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), com valor estimado de R$ 8.544.855,01, para contratação de empresas que façam a coleta de lixo nas unidades prisionais. O processo foi relatado pelo conse-

lheiro Rodrigo Melo do Nascimento que considerou prudente, "dar ciência dos fatos ao general Walter Souza Braga Netto, interventor federal na área de Segurança Pública do Estado, em razão das atribuições previstas no decreto que determinou a intervenção federal nesse Estado".

NIVER DE NANCI

O prefeito de São Gonçalo, José Luiz Nanci, comemorou 66 anos ontem e para celebrar a data, teve missa de ação de graças à noite na Paróquia Nossa Senhora das Graças, no bairro Porto Novo. Os familiares do aniversariante pediram às pessoas interessada em ir ao evento para levar um quilo de alimento não perecível para ser doado às instituições beneficentes.

ENCONTRO DO DEM-RJ

Diversas figuras públicas de Niteroi e Sao Goncalo foram prestigiar o encontro dos Democratas realizado no último sabado, no pavilhão do Riocentro, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio. Entre eles, o deputado federal Sergio Zveiter, o médico Dimas Gadelha, Adolpho Konder, além de prefeitos e vereadores de varias ci-

dades fluminense. O evento foi promovido pelo deputado federal Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados e pré-candidato do partido à Presidência da República. Entre outras figuras estavam o pré-candidato a governador Eduardo Paes; o presidente nacional do DEM, Antônio Carlos Magalhães Neto e o vereador carioca Cesar Maia.

Temer sanciona lei que cria Sistema Único de Segurança Ideia é integrar polícias federal e estaduais, guardas municipais e secretarias de segurança O presidente Michel Temer sancionou ontem projeto que cria o Sistema Único de Segurança Pública (Susp). O objetivo é integrar os órgãos de segurança pública, como as polícias federal e estaduais, as secretarias de segurança e as guardas municipais. Serão repassados recursos da União aos demais entes federativos, mediante contrapartidas, como metas de redução da criminalidade e produção de base de dados. “Hoje damos um passo importantíssimo para dar mais tranquilidade ao brasileiro. Queremos fazer essa integração da segurança pública entre todos os estados brasileiros a partir de uma coordenação que só pode residir no Estado federal”, disse Temer. Os recursos para o sistema sairão da arrecadação das loterias. Para este ano, serão R$ 800 milhões apenas desta fonte. A estimativa do governo é que, em 2022, os recursos vindos de loterias cheguem a R$ 4,3 bilhões. Na solenidade que marcou a sanção do Susp, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que é a primeira vez que o Estado “dá rumo à segurança pública” no país. Ele destacou a assinatura de contratos de gestão com os estados, que obrigará o cumprimen-

VETOS O presidente vetou alguns pontos do projeto de Lei que saiu do Senado em 16 de maio. Um deles pretendia incluir no sistema as medidas socioeducativas, destinada a menores em conflito com a lei. Segundo Jungmann, os socioeducandos serão de respon-

sabilidade da pasta de Direitos Humanos. Outro ponto equipararia agentes penitenciários aos policiais. O terceiro veto sugeria a equiparação entre aviação policial e avião das Forças Armadas. O SUSP De autoria do Executivo, a proposta estabelece princípios e diretrizes dos órgãos de segurança e prevê proteção aos direitos humanos e fundamentais; promoção da cidadania e da dignidade do cidadão; resolução pacífica de conflitos; uso proporcional da força; eficiência na prevenção e repressão das infrações penais; eficiência nas ações de prevenção e redução de desastres e participação comunitária.

O deputado federal Índio da Costa (PSD), pré-candidato ao Governo do Estado, esteve ontem no restaurante Caneco Gelado do Mário, no Centro, onde se encontrou com correligionários e aliados. Depois foi a São Gonçalo onde se reuniu com o suplente de deputado federal Dejorge Patrício (PRB), que disputou a prefeitura local em 2016.

HOJE NA HISTÓRIA - 12/6 1840 é fundada, no Rio de Janeiro, a Sociedade Portuguesa de Beneficência do Rio de Janeiro. 1933 -Ouro Preto é considerada Cidade Monumento Nacional. 1950- Revista Pato Donald inaugura publicações da editora Abril; 1980- Pelé é eleito atleta do século em pesquisa da revista Paris Match. 1998- França é campeã do Mundo ao vencer o Brasil por 3x0. 2012- Nasa anuncia a descoberta de nova Lua em órbita de Plutão.

DÓLAR R$ R$ 3,724 /+0,45%

Planejamento prevê crescimento menor sem reformas Divulgação

UNIÃO irá repassar recursos para estados e municípios e estipulará metas de redução de criminalidade to das metas como a redução dos índices de homicídio e a melhoria na formação de policiais. “[Estamos] criando um federalismo compartilhado, que diz que todo mundo vai ter que trabalhar junto para enfrentar o PCC, o Comando Vermelho, a Família do Norte, o Sindicato do Crime [dentre outras facções criminosas]”, disse o ministro.

INDIO DA COSTA VISITA NITERÓI E SÃO GONÇALO

Entre as principais linhas de ação do sistema estão a unificação dos conteúdos dos cursos de formação e aperfeiçoamento de policiais, a integração dos órgãos e instituições de segurança pública, além do uso de métodos e processos científicos em investigações. Entre as mudanças de procedimento, o texto estabelece a criação de uma unidade de registro de ocorrência policial, além de procedimentos de apuração e o uso de sistema integrado de informações e dados eletrônicos. O projeto diz ainda que o Ministério da Segurança Pública fixará, anualmente, metas de desempenho e usará indicadores para avaliar os resultados das operações.

O país vai crescer abaixo do potencial se não fizer reformas que reequilibrem as contas públicas, disse ontem o ministro do Planejamento, Esteves Colnago. Segundo estimativas apresentadas por ele, o Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas no país) crescerá apenas 1,3% ao ano de 2021 a 2031 se nada for feito, 2,3% ao ano caso algumas reformas sejam aprovadas e 3,86% ao ano com reformas econômicas profundas que reduzam os gastos e mudanças que aumentem a produtividade. Os números foram apresentados no lançamento da consulta pública sobre a Estratégia Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Elaborado por recomendação do Comitê Interministerial de Governança, formado pelos ministérios da Casa Civil, Fazenda, Planejamento e Transparência, o documento tem como objetivos aumentar o PIB per capita e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) nos próximos 12 anos. A ausência de reformas também atrasará a recuperação fiscal e elevará o endividamento da União. Segundo as estimativas, o superávit primário (economia para pa-

gar os juros da dívida pública) só voltará a ser registrado em 2025, e a dívida bruta atingiria 96,2% do PIB em 2031 caso nada seja feito, mesmo com o teto federal de gastos mantido. No segundo cenário, com reformas fiscais limitadas aprovadas até o primeiro semestre de 2019, o Brasil passaria a ter superávit primário em 2023, e o endividamento chegaria a 73,6% em 2031. Na última simulação, com reformas econômicas profundas aprovadas até a metade do próximo ano, o superávit primário voltaria a ocorrer em 2021, e a dívida pública cairia para 34% do PIB em 2031. Atualmente, a dívida pública bruta está em 75,9% do PIB. O documento estará sob consulta pública até 15 de agosto. As sugestões podem ser apresentadas no site da consulta. De acordo com Colnago, o país precisa fazer o ajuste fiscal e promover um ambiente macroeconômico estável para voltar a crescer de forma sustentável no longo prazo. “Não dá para pensar numa estratégia ao longo dos próximos anos sem a correção de desequilíbrios nas contas públicas”, declarou o ministro.

Ciro Gomes afirma que a maioria do parlamento apodreceu ANDERSON CARVALHO

“A maioria do parlamento brasileiro apodreceu. Os parlamentares querem passar a impressão de que todos os brasileiros são iguais na corrupção e que o povo é incapaz de gerir o próprio destino”. A afirmação foi dada ontem pelo pré-candidato a presidente da República

pelo PDT, Ciro Gomes, durante o lançamento da pré-candidatura a reeleição do deputado federal Chico D'Ângelo (PDT), no clube Canto do Rio, no Centro de Niterói. Ciro acrescentou que os eleitores devem separar os bons dos maus políticos e se conscientizar na hora do voto. “A Bíblia ensina a separar o joio

do trigo. É o Congresso Nacional que aprova o orçamento do país. Pelo menos 50% do orçamento federal no ano passado foi usado para despesas financeiras. Para pagar juros e rolamento de dívidas de pessoas que vivem da especulação financeira”, apontou o pedetista, ressaltando a importância da esquerda formar uma maioria no legis-

lativo para ajudar o presidente a governar. “Sem maioria no parlamento não se governa”, explicou o político. Descontração Também presentes estavam o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi e o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves. O primeiro fez uma piada sobre o chefe do

Executivo niteroiense. “Jesus Cristo fez a multiplicação dos pães. Já Rodrigo, dos cabelos”, brincou, referindo-se ao cabelo do prefeito, que cresceu. O prefeito fez cara de poucos amigos ao ouvir a piada. CIRO esteve no lançamento da pré-candidatura de Chico D’Ângelo

Divulgação


4

TERÇA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 2018

CIDADES MACAÉ

Combate à violência contra o idoso Junho Violeta está repleto de atividades no Centro de Convivência do Idoso

Divulgação

Marcado pela conscientização no combate à violência contra o idoso, o Junho Violeta está sendo especial no Centro de Convivência do Idoso (CCI). Rodas de conversas, distribuição de estatutos e folderes e palestras são algumas das atividades desenvolvidas pelo órgão, além de todo o trabalho já realizado diariamente. “O nosso trabalho no CCI é tornar os nossos idosos autônomos, críticos e participativos. Queremos que eles sejam independentes, façam suas escolhas e um dos resultados é que eles passem a reconhecer casos de violências, quando passarem por um”, afirmou a coordenadora do CCI, Mariléia Ramos, ressaltando que o dia a dia no CCI é trabalhar a cidadania e o empoderamento do idoso, além de garantir as orientações a eles. Na semana passada, os recémformados do curso de Cuidador

de Idoso do Cetep estiveram no CCI, onde participaram de uma palestra sobre os princípios das Nações Unidas em favor das pessoas idosas. Eles compartilharam experiências vividas no tempo de estágio e aprenderam um pouco mais sobre os tipos de violências contra o idoso e a prevenção. O CCI atende cerca de 300 idosos de segunda a sexta-feira. São promovidas atividades como academia com alongamento e musculação, fisioterapia, terapia ocupacional, oficina de memória, artes cênicas, dança, pintura em tecido, artesanato e atendimento médico e psicológico. “Me sinto como um fundador desse local, é aqui que me sinto à vontade, bem, sou fã incondicional do Centro de Convivência do Idoso”, disse o assistido Marcílio Sobral.

O senhor Marcílio não está sozinho. Amigo das oficinas, Nicomedes Francisco de Lima concorda. “O CCI mudou minha vida, aqui sou bem tratado, participo dos eventos que são sempre bem animados”, afirmou o idoso, que conta com orgulho de ter participado de festas juninas e peças de teatro. Se o CCI conquista os idosos, não é diferente com quem trabalha no local. “É maravilhoso atuar aqui, fazemos de tudo e principalmente tratamos e recebemos muito carinho,” disse a servidora Nádia Cabral, Relações Públicas no CCI. Quem deseja participar é só comparecer ao Centro de Convivência ao Idoso, que fica na Estrada do Caminho, s/n°, bairro Ajuda de Baixo. Outras informações no telefone (22) 2796-1250.

NO CENTRO de Convivência quer tornar os idosos autônomos, críticos e participativos

CABO FRIO

QUISSAMÃ

Canoas havaianas mudam panorama na Praia do Forte Divulgação

COMPETIÇÃO reuniu atletas e espectadores e aconteceu em várias modalidades

A segunda etapa do Campeonato Estadual de Canoas Havaianas coloriu não só o mar, mas também, as areias da Praia do Forte. Num dia de outono, mas que parecia de verão, Cabo Frio venceu nas categorias Estreante Masculino; Open Masculino, Mista e Feminino e Master 40 com He’e Nalu e Mana Brasil, do Clube Náutico. Um erro de percurso tirou o título do He’e Nalu na Master 60 feminino, mas a cidade ainda faturou o bronze na categoria Estreante feminina. A equipe Mauna Loa, de Niterói, líder do campeonato, dominou a competição. O campeonato reuniu 650 atletas de 26 clubes do estado que disputaram nas categorias Estreante, Open, Master 40, Master 50 e Master 60. O vento forte e o mar mexido foram os grandes desafi-

os dos atletas. A organização da etapa chegou a reduzir o percurso nas duas primeiras provas devido às condições do mar. A competição coroou os atletas que gostam de remar Canoa Havaiana de verdade, segundo avaliou a campeã Dayone Rossi, da equipe Mana Brasil, do Clube Náutico de Cabo Frio. A etapa reservou momentos emocionantes, disputas acirradas e até colisões de canoas na busca pela melhor colocação. O canoísta e professor de educação física, Alexandre Batista, organizador da etapa e um dos precursores do esporte na cidade, disse que os problemas foram superados e classificou o Estadual em Cabo Frio como “sucesso”, lembrando que o município é um dos principais polos de Canoa Havaiana do Brasil. “Nós temos uma raia mui-

to boa para treinar com o Canal para o dia que o mar estiver muito severo e o mar aberto que permite que cada atleta desenvolva a própria técnica de navegação. Por isso, as equipes locais têm a tradição de bons resultados”, avalia Alexandre, que junto com o canoísta Hugo Sanches, trouxe a primeira canoa para Cabo Frio, em 2004, e “naquela ocasião ver a Praia do Forte colorida por um mar de canoas era um sonho que parecia impossível realizar”. Dayone Rossi, da equipe Mana Brasil, do Clube Náutico, rejeita o título de imbatível, mas não há dúvida de que o time da campeã mundial novamente sobrou na água e venceu com vantagem nas categorias Master e Open. Nesta última, a equipe teve que superar um proble-

ma com a canoa para vencer. A “ama”, o flutuador que dá estabilidade à canoa, rachou e entrou água. A adversidade exigiu da leme da equipe, muita técnica e disposição para vencer com parte da “ama” submersa. “A gente treina, treina, treina para chegar e fazer com que as pessoas tenham orgulho da gente que é daqui. E nós estávamos precisando remar nesse mar maravilhoso, porque temos feito muita prova no liso e Cabo Frio proporciona isso para gente”, comemorou a líder da Mana Brasil, Dayone Rossi. Para a secretária de Turismo de Cabo Frio, Eliane Ribeiro, a etapa do Estadual, que contou com o apoio da Prefeitura de Cabo Frio, reforça não apenas a vocação natural da cidade para os esportes aquáticos como também incrementa o turismo esportivo. A secretaria montou um stand na Praia do Forte durante a competição e mobilizou uma equipe para o receptivo dos atletas e familiares que participaram da etapa. Mapas, folders e roteiros turísticos foram distribuídos durante todo o evento. O objetivo, de acordo com Eliane Ribeiro, é incentivar atletas e familiares a retornarem, com mais tempo, para aproveitarem as nossas belezas naturais e a infraestrutura de serviços que a cidade oferece.

MAGÉ

Michel Teló embala festa de 453 anos Magé completou 453 anos neste sábado e a festa terminou com show do cantor sertanejo Michel Teló. O evento recebeu milhares de pessoas, que cantaram os sucessos do álbum Bem Sertanejo, atual trabalho do cantor que reúne novas músicas com participações de grandes nomes do gênero, além de sucessos regravados na voz do cantor. O show foi realizado na Ave-

nida Santos Dumont, em Piabetá, com uma belíssima queima de fogos. ‘Por trás da maquiagem’ e ‘Ai se eu te pego’ foram algumas das músicas que embalaram o público que acompanhou em coral e dançou ao som de Maurinho DJ, que abriu o evento e encerrou após a apresentação de Michel Teló. “Essa festa, que começou de manhã, é para os mageenses, uma homenagem aos nos-

sos cidadãos pelo aniversário da nossa cidade”, disse o prefeito Rafael Tubarão, que compareceu ao evento junto com vereadores e secretários municipais. Pela manhã foi realizado o Desfile Cívico e uma Ação Social, na Praça da Prefeitura, em Magé. Para o evento, ambulâncias do Samu ficaram à disposição para qualquer intercorrência, além de reforço na segu-

rança pela Polícia Militar e pelas secretarias municipais de Ordem Pública e Segurança Pública, do início ao fim da festa. Além do ônibus de monitoramento que possui cinco câmeras com alcance de três quilômetros, que gravam as imagens com alta qualidade e precisão, e ainda possui Sistema de Reconhecimento Facial, que possibilita identificar pessoas foragidas do Sistema Prisional.

Volta ciclística marca início das comemorações de 29 anos Com cerca de 700 participantes, a 4ª Volta Ciclística de Quissamã foi a atração, na manhã deste domingo, da programação do 29º aniversário do município. Realizada em dois percursos, de 45 km e 65 km, a prova teve largada e chegada no Parque de Exposições, que foi especialmente preparado para a ocasião. A prova, organizada pela Associação dos Ciclistas de Quissamã (ACQ), com apoio da Prefeitura, reuniu representantes locais e de cidades como Carapebus, Macaé, Campos dos Goytacazes, São João da Barra, São Francisco de Itabapoana, Cardoso Moreira, Bom Jardim, Nova Friburgo, Conceição de Macabu, Casimiro de Abreu, Búzios, Cabo Frio, Araruama, São Pedro da Aldeia, Saquarema, Rio Bonito, Itaboraí, Magé, Niterói, São Gonçalo e Rio de Janeiro, além de ciclistas dos

estados de São Paulo e Bahia. As atividades, no Parque de Exposições, começaram na tarde de sábado com feira de artesanato, parquinho infantil, praça de alimentação, estandes com produtos voltados para o ciclismo, entrega de kits para os inscritos e realização do pedal kids, uma prova dedicada às crianças. À noite, houve show com a Banda MR-6. Para o presidente da Associação dos Ciclistas de Quissamã, André Oliveira, a prova deste ano superou as expectativas. “A sensação é de dever cumprido. Quero agradecer a todos os companheiros da organização, aos patrocinadores e à Prefeitura pela parceria. Temos, atualmente, um evento que envolve não apenas os ciclistas, mas toda a cidade, em seus mais variados segmentos”, completou.

IGUABA GRANDE

Desfile cívico tem a Copa do Mundo como tema As Escolas do município não economizaram na criatividade para homenagear Iguaba Grande no Desfile Cívico, pelos 23 anos de Emancipação Político-Administrativa. Instituições como o Movimento de Mulheres, Academia de Artes, Ciências e Letras, Brigada Animal e outras, além das Bandas Marciais, como a premiadíssima Corporação Musical de Iguaba Grande (COMIG), também registraram presença contagiando o público com os temas escolhidos. Ao total, 14 escolas desfilaram, a maioria se apresentou com o tema da Copa, como a Creche Zenith Moreira, que levantou o cartaz “Creche Zenith com emoção, vai gritar: Brasil Hexacampeão”, Claudio Moacyr, Nerea Esther Batista, Ernestina Soares e a Escola Margareth Pinheiro que enfatizou Monteiro Lobato com: “o Sítio do Pica-pau Amarelo também torce pelo Brasil”. O Centro de Referência do Idoso de Iguaba Grande (CRI) entrou na Avenida com a caracterização da Copa através de danças e assessórios coloridos homenageando o aniversário de Iguaba Grande. Segundo a Coordenadora do CRI, Marcia Soares, os idosos transmitiram a alegria que eles têm dentro do Ser-

viço. “Eles já estavam esperando por esse dia, essa animação é apenas o retrato daquilo que vivem na rotina do nosso trabalho. E eles são assim, mesmo com as dificuldades, tudo é levado da forma mais alegre”, ressaltou a Coordenadora. Quem também prestigiou o aniversário da Cidade foram os Dançarinos Colinos Fenix e a professora Soyane Vargas, da Cia Holos de Dança, de Niterói. Os dois se apresentaram na cidade. Colinos é cadeirante e já tem 15 anos que vive com a dança. Para ele, é uma grande conquista se tornar referência para o público. “O que mais vale em se apresentar assim, é poder mostrar as outras pessoas que se eu posso, elas também podem, e que não tem dificuldade e sim possibilidades. A cada apresentação é um novo renascimento e sentir esse retorno do público é muito importante”, destacou o dançarino. Os funcionários do setor de Serviços Públicos foram homenageados pelas autoridades no palco, pelos serviços prestados ao município. Além de fazer a abertura do desfile, a COMIG encerrou com uma prévia do show que levará para as próximas competições.


TERÇA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 2018

5

Genérico é escolha de 45% dos brasileiros Medicamentos que não têm nome patenteado podem custar até 440% menos que os de marca

RAQUEL MORAIS

A Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrafar), através do Instituto Febrafar de Pesquisa e Educação Continuada (Ifepec), divulgou uma pesquisa que aponta que 45% dos consumidores optam pelos medicamentos genéricos na hora das compras. Farmacêuticos explicam esse consumo e apontam a economia como facilitadora para o aumento das vendas desses medicamentos, que ultrapassam os 440% de diferença de preço, por exemplo. A gerente da Farmácia do Trabalhador do Brasil, no Centro de Niterói, explicou que as vendas dos medicamentos genéricos e similares aumenta a cada dia. “As pessoas estão procurando economia no final do mês, e acabam escolhendo ou os genéricos ou os similares”, comentou Luísa Santos. A profissional também ressaltou os cinco medicamentos genéricos mais vendidos na unidade em que trabalha. São eles: Losartana Potássica de

50mg custa R$ 2,99, Hidroclorotiazida de 25mg custa R$ 2,99, Propranolol de 40mg é vendido por R$ 3,44, a Metformina de 500mg custa R$ 4,99 e a Dipirona Sódica é vendida por R$ 1,99. Esses mesmos remédios, de outros laboratórios com nomes comerciais, apresentam diferença que chega aos 447,73%, como é o caso da Dipirona Sódica, ou Novalgina como é comercializada, que custa R$ 10,90. O Losartana, que tem nome comercial Corus, custa R$ 7,58, ou 153,51% mais caro do que o genérico. O Clorana, que tem princípio ativo da Hidroclorotiazida, é vendido por R$ 8,23, o que representa aumento de 175,25% a mais no preço do genérico. O Inderal (popular Propranolol) custa R$ 7,29 ou 111,91% mais caro e finalizando a lista o Glifage (Metformina) é vendido por 37,47% mais caro, ou R$ 6,86 a caixa. “A diferença no final do mês é muito grande e para as pessoas que usam medicamentos contínuos, como é o

Marcello Almo

MICHELE afirmou que os clientes eram mais céticos em relação aos genéricos, mas isso vem caindo

meu caso, isso é uma ajuda muito grande. Eu tenho diabetes e tomo uma cartela de remédio já pensando na próxima. Com o desconto já sobra para outras contas e até mesmo uma alimentação melhor”, comentou a aposentada Denise Monteiro, de 76 anos.

A farmacêutica Michele Souza, de 28 anos, trabalha no Centro de Niterói há seis e explicou essa preferência. “No início os clientes eram bem resistentes, mas hoje isso melhorou muito. As pessoas querem mais esclarecimentos e chamam o farma-

Caixa eleva financiamento para servidor público Os servidores públicos poderão financiar um valor maior ao comprarem imóveis usados por meio da Caixa Econômica Federal. O banco elevou, de 70% para 80%, o limite de financiamento, igualando o teto com o usado na compra de unidades novas. Os demais clientes continuarão a financiar até 70% do valor de imóveis usados e 80% no caso de imóveis novos. Em nota, o banco informou que o aumento do limite para os servidores públicos têm como objetivo beneficiar o segmento com a mais baixa inadimplência e estimular o relacionamento de longo prazo com a instituição financeira.

Tradicionalmente, os servidores públicos, por terem estabilidade no emprego, pagam juros menores e têm condições mais favoráveis de crédito por terem menor risco de inadimplência. Atualmente, a Caixa tem R$ 43,2 bilhões emprestados para servidores públicos em todo o país. Essa é a segunda alteração no crédito imobiliário da Caixa nos últimos dois meses. Em abril, o banco, que concentra 70% do mercado no setor, reduziu os juros nas linhas para a compra da casa própria com recursos da poupança. As taxas mínimas do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) – que financia imóveis

Divulgação

TETO do financiamento para imóveis usados subiu para 80%

de até R$ 800 mil na maioria do país e de R$ 950 mil em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Minas Gerais e no Distrito Federal – caíram de 10,25% para 9% ao ano. Para

o Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), que financia a compra de imóveis acima desse valor, os juros mínimos foram reduzidos de 11,25% para 10% ao ano.

Venda e aluguel estão em baixa em SG Dados atualizados do Sindicato da Habitação (SecoviRio) apontam os bairros mais valorizados para compra de imóveis em São Gonçalo. Maria Paula, Centro, Barro Vermelho, Alcântara e Neves lideram o ranking, com o valor do metro quadrado mais caro no município. Apesar do positivismo do sindicato, profissionais que trabalham com corretagem de imóveis na cidade reclamam da baixa nas vendas e nas locações para aluguéis. O bairro de Maria Paula lidera o ranking com valor do metro quadrado de R$ 4.358, seguido pelo Centro e Barro Vermelho, que custam R$ 4.125 e R$ 4.001, respectivamente. Em quarto lugar ficou Alcântara com o metro quadrado de venda em R$ 3.853 e Neves com R$ 3.688. A lista completa listou 10 bairros. Colubandê (R$ 3.323), Rocha (R$ 3.288), Porto Novo (R$ 3.139), Mutondo (R$ 3.101) e Vista Alegre (R$ 2.814) também foram citados. Segundo informações da Zacar Administração de Imóveis, localizada no Lindo Par-

Custo da construção fica mais caro ANDERSON CARVALHO

Construir ou reformar um imóvel ficou mais caro. O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), registrou inflação de 0,55% em maio. Essa é a maior taxa de 2018, ficando acima do 0,26% registrado em abril. O Sinapi de maio também superou a taxa de maio de 2017 (0,3%). O indicador acumula taxas de inflação de 1,53% no ano e de 3,87% em 12 meses. Os dados foram divulgados na última sexta-feira pelo IBGE. O que encareceu os materiais de construção e até a mão de obra. Segundo o Sinapi, o custo nacional da construção, por metro quadrado, passou de R$ 1.077,16 para R$ 1.083,13 por metro quadrado em maio. Os materiais de construção tiveram alta de preços de 0,27% e passaram a custar R$ 555,64 por metro quadrado. Os materiais acumulam taxa de 1,95% no ano e de 3,63% em 12 meses. Já o custo da

mão de obra teve aumento de 0,86% e passou a ser de R$ 527,49 por metro quadrado. A mão de obra acumula altas de preços de 1,11% no ano e de 4,16% em 12 meses. Gustavo Leite Queiroz, gerente de uma loja de materiais de construção no bairro da Ponta da Areia, teve que aumentar os preços em função ainda da greve dos caminhoneiros iniciada no final de maio e que durou dez dias. “Tivemos que aumentar os preços em 20%. A greve, que provocou crise nos combustíveis e demora na entrega dos produtos piorou ainda mais a situação. Fiquei sem mercadoria durante uma semana”, lamentou o gerente. Já Paulo Machado, gerente de um estabelecimento no Centro, não tem do que reclamar. Apesar da alta geral dos preços, na sua loja estes caíram. “Houve uma redução de 6% e o nosso movimento aumentou em 6%. Só tivemos problemas durante a greve dos caminhoneiros. Depois, a situação voltou ao normal”, contou o comerciante. Marcello Almo

GREVE DOS caminhoneiros ajudou na elevação dos preços

IMÓVEIS têm preços mais acessíveis do que em cidades vizinhas, como Niterói, mas vendas estão em baixa

que, o mercado está muito desaquecido no quesito vendas e locações. De acordo com os corretores, Centro, Parada 40 e Mangueira são os bairros mais procurados para vendas. A preferência é por casa em condomínio e apartamen-

tos nesses bairros que são mais tranquilos, residenciais e mais afastados de áreas de risco e comunidades. Por exemplo, um apartamento de dois quartos pode ser encontrado até por R$ 200 mil e uma casa varia entre R$ 350 mil e

R$ 600 mil. Já quem prefere alugar em São Gonçalo escolhe bairros como Centro, Zé Garoto e Mangueira, cujos imóveis podem ser locados com valores que variam entre R$ 600 e R$ 1.500 mil, dependendo do imóvel.

Pátios da NitTrans com novo horário Os pátios de estacionamento para onde são levados os veículos removidos e apreendidos em Niterói têm novo horário de funcionamento desde ontem, por motivos administrativos.

cêutico para saber sobre interações com outros medicamentos, por exemplo. A legislação diz que os remédios devem ter os mesmos princípios, mas a única mudança pode ser a qualidade do excipiente, um componente que entra junto com a medicação

para dar formato ao comprimido”, exemplificou. Segundo a Febrafar, 45% dos consumidores apontaram que adquiriram medicamentos predominantemente genérico, outros 55% compraram predominantemente os de marcas e 33% dos consumidores acabaram comprando produtos diferentes do objetivo inicial e metade desses clientes buscavam economia (50%). “Os genéricos já venceram uma desconfiança inicial e natural que enfrentaram no mercado e hoje já fazem parte das opções de escolhas dos consumidores, eles possuem um grande potencial competitivo por causa da economia que ele proporciona, sendo que os preços são fundamentais na escolha. É importante reforçar, porém, que o cliente não está indo contra a indicação médica, mas sim buscando uma alternativa real, sendo que o genérico possui a mesma substância ativa, forma farmacêutica e dosagem que o medicamento de referência”, analisou Edison Tamascia, presidente da federação.

O pátio do Centro, na Rua Professor Heitor Carrilho, 403, passa a funcionar de segunda a sexta, das 9h às 19h, e aos sábados, das 9h às 12h. O telefone para informações é 3620-3135.

O pátio da Região Oceânica fica na Estrada Francisco da Cruz Nunes, 195, no Cafubá. Está aberto de segunda a sexta, das 9h às 18h, e aos sábados das 9h às 12h. O contato é pelo telefone

3620-0741. Até então, os pátios funcionavam até às 21h nos dias úteis. Os pátios não abrem aos domingos e feriados para retirada de veículos apreendidos.

Ação de ordenamento no Jardim São João A Secretaria de Ordem Pública (Seop) de Niterói realizou neste final de semana, ação de ordenamento na Rua São João e no Jardim São João, no Centro de Niterói. Os agentes apreenderam mercadorias que estavam sendo comercializadas irregularmente e recolheram carrinhos com papelão e sucata. O material, que ocupava calçadas da região, foi levado para o depósito público municipal em três caminhões da Companhia de Limpeza de Niterói (Clin). “Estamos intensificando as ações na região do Centro, com foco principal no entorno do Jardim São João. Nosso objetivo é garantir o orde-

namento público e, com apoio da Clin, o asseio nos logradouros públicos”, garantiu a subsecretária Operacional de Ordem Pública, Iris Milena da Cunha Ramos. ORDENAMENTO A Seop também está trabalhando para a regularização e padronização dos ambulantes que atuam na cidade. Atualmente, somente no Centro, existem mais de 300 licenças concedidas e barracas padronizadas. A secretaria também lançou um edital e está realizando reuniões para regulamentar o comércio noturno de ambulantes na cidade.


6

TERÇA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 2018

Custos com criminalidade crescem 4,5% ao ano

Em 2015 país gastou R$ 285 bilhões , o que corresponde a 4,38% do Produto Interno Bruto Os custos econômicos com o combate e com as consequências da criminalidade no país subiram de R$ 113 bilhões para R$ 285 bilhões entre 1996 e 2015. Isso equivale a um incremento real médio de cerca de 4,5% ao ano. Os dados e constatações estão no relatório “Custos Econômicos da Criminalidade no Brasil”, divulgados ontem pela Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos, da Presidência da República. O estudo aponta ainda que os custos da criminalidade no Brasil correspondem a 4,38% do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todas as riquezas produzidas pelo país. De acordo com o relatório, apesar do aumento significativo dos gastos com segurança pública nos últimos 20 anos, “o retorno social de tal aumento foi limitado” e houve crescimento nos índices de homicídios no país, passando de 35 mil para 54 mil. Esse crescimento, de acordo com o texto, mostra que as políticas públicas para a área

Arquivo

APESAR de todo investimento realizado nos últimos anos, o retorno social foi limitado e houve crescimento nos índices de homicídios

de segurança não podem ser baseadas apenas na expansão de recursos. O estudo aponta a necessidade da análise das políticas existentes para possíveis adaptações ou, até mesmo, a descontinuidade quan-

do não observada eficácia. Uma saída indicada é a recondução de recursos destinados a políticas sem impacto e retorno social para outras ações mais promissoras. “É imperativo aumentar a eficiên-

PM reprime tráfico de drogas na Zona Norte e em Pendotiba Divulgação

AUGUSTO AGUIAR

No fim de semana, policiais militares do 12º BPM (Niterói) intensificaram o trabalho de repressão ao tráfico em várias localidades, com objetivo de aumentar a sensação de segurança na cidade. Comunidades como Vila Ipiranga, Ititioca, e Cocada foram “visitadas” em incursões, que resultaram em pelo menos dois baleados, apreensão de drogas e de armas. Na manhã de domingo, a polícia incursionou na comunidade da Vila Ipiranga, no Fonseca, e surpreendeu suspeitos na prática de tráfico de drogas. Na perseguição que se seguiu, um menor infrator foi apreendido e com ele a polícia encontrou uma carga (330 trouxinhas de maconha e crack) de entorpecentes. A ocorrência foi registrada na 76ª DP (Centro/Niterói). Já na comunidade da Ititio-

TRÊS comunidades vistoriadas

ca, Região de Pendotiba, PMs foram recebidos a tiros, ao tentarem realizar a abordagem de um suspeito, que conduzia uma motocicleta e não parou para revista. Houve confronto quando tal suspeito sacou de uma arma e efetuou, segundo a PM, disparos contra a guarnição que revidou. O suspeito levou a pior e foi baleado. Ele foi socorrido e

medicado. Numa varredura realizada na área a polícia apreendeu: um revólver calibre 38 com três munições, um carregador de pistola, calibre 9mm, com quatro munições intactas, dois estojos, calibre 9 mm deflagrados, além de 132 cápsulas de cocaína e 247 trouxinhas de maconha. Na comunidade da Cocada, também na Região de Pendotiba, a PM averiguava, na manhã de domingo, denúncias de intimidação durante a saída de um baile funk, quando guarnições foram recebidas a tiros. Durante o enfrentamento, um suspeito foi baleado e socorrido no Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), no Fonseca. Na mesma ocorrência, uma pistola, calibre 7.65, com um carregador contendo cinco munições intactas, 264 pinos de cocaína e 305 tabletes de maconha foram apreendidos. O registro foi feito na 76ª DP (Centro).

Polícia divulga cartaz para encontrar o 'Bonde do Fuzil' A 77ª DP (Icaraí) divulgou ontem um cartaz com imagens de cinco criminosos procurados, acusados de integrar o 'Bonde do Fuzil', que cometeou vários assaltos em bares e restaurantes na Zona Sul de Niterói nos últimos dois meses. Todos já estão com mandados de prisão expedidos. A Polícia Civil pede agora a colaboração da população, para que forneçam informações que possam levar à prisão dos acusados. Segun-

do a polícia, o sigilo é garantido. Denúncias podem ser feitas através do telefone (21) 967228152.“Ainda continuam foragidos Marcos Matheus Oliveira (Teteu), Gabriel Araújo dos Santos (Tiziu), Cristiano Caetano Ferreira (CH), Carlos Magno da Silva Junior (Magninho), Carlos Victor da Silva (Vitão). Segundo a polícia, os acusados integram as comunidades do Viradouro, em Santa Rosa, Cavalão, em Icaraí e Preventório,

em São Francisco. No dia 25 de abril passado, policiais da 77ª DP prenderam Davi Araújo de Lima, de 23 anos, conhecido como 'Tufão do AK', acusado de liderar a quadrilha. Ele estava escondido em casa, no bairro do Cantagalo, na região de Pendotiba. Ele possuía dois mandados de prisão pendentes pela prática de roubos e foi reconhecido como autor em diversos inquéritos que estão em curso na 77ª DP.

cia das políticas de segurança, buscando soluções de alto impacto e baixo custo. Tal ganho de eficiência depende do estabelecimento de uma política de segurança baseada em evidências que demonstrem quais ti-

pos de intervenções funcionam”, registra o texto. O relatório lembra ainda que, atualmente, a maioria das unidades da federação tem espaço fiscal limitado, o que reforça que as alternativas de

política pública para a área de segurança não poderão se basear simplesmente na expansão do gasto público. Em cerimônia no Palácio do Planalto, o secretário especial de assuntos estratégicos da Presidência da República, Hussein Kalout, apresentou os dados do estudo e disse que é preciso ter mais resultados com menos gastos. “Precisamos fazer políticas públicas mais eficientes com poucos recursos e inovação. Não é mais possível fazer política de segurança ampliando gasto econômico para o Estado cujo retorno social seguirá sendo diminuto e a criminalidade aumentando”, disse. Em 2015, os componentes dos custos econômicos com a criminalidade em ordem de relevância eram: segurança pública (1,35% do PIB); segurança privada (0,94% do PIB); seguros e perdas materiais (0,8% do PIB); custos judiciais (0,58% do PIB); perda de capacidade produtiva (0,40% do PIB); encarceramento (0,26% do PIB); e custos dos serviços médicos e terapêuticos (0,05% do PIB).

Rio teve 33 mortos em chacinas na região

Divulgação

AUGUSTO AGUIAR

Com a morte de pelo menos sete pessoas, segundo informes até a tarde de ontem, no bairro da Urca, Zona Sul do Rio, o estado elevou para 34 ocorrências de chacinas – com três mortes ou mais desde o início do ano. A totalização dessas ocorrências foi de 132 mortos num período de seis meses. A Região Metropolitana – nos municípios de São Gonçalo, Itaboraí e Maricá – teve 25% do número mortos do estado (33 óbitos) em nove registros (26,47% do total). Os dados foram apurados pela plataforma digital Fogo Cruzado. No mês de janeiro, três ocorrências do tipo foram registradas, respectivamente

EM TODO Estado foram 132 mortos em seis meses

em Maricá (três mortos em 06/ 01), São Gonçalo (três mortos em 08/01), Itaboraí (cinco mortos em 20/01), e novamente São Gonçalo (três mortos em 20/01), totalizando 11 mortos. Em fevereiro, no dia 18, em uma ocorrência no Complexo do Salgueiro, resultou em quatro mortos. Em março, mais três ocorrências (nos

dias 3, 19, e 25), respectivamente com quatro mortos em Itaboraí, três em São Gonçalo, e cinco em Maricá, somando 12 óbitos. No mês de abril não foram registradas ocorrências de chacinas na Região Metropolitana, mas em maio uma ocorrência, com três mortos (dia 31), foi relatada em Itaboraí.

PM apreende drogas e armas na Coruja Divulgação

AUGUSTO AGUIAR

Um confronto, ocorrido na manhã de ontem, na comunidade da Coruja, no bairro de Neves, entre policiais militares do 7º BPM (São Gonçalo) e criminosos ligados ao tráfico local, deixou saldo de um morto além da apreensão de arma e material entorpecente. Os policiais foram recebidos a tiros quando realizavam uma operação no local, mas revidaram e um homem, não identificado, foi baleado e morreu duranta a troca de tiros. Na ação, uma pistola, calibre 9 mm, um radiotransmissor e drogas foram apreendidos. Em outra incursão, reali-

RÉPLICA foi apreendida

zada na manhã de ontem, dessa vez na Comunidade do Mi-

neirinho, no bairro Santa Catarina, policiais do Grupamento de Ações Tática (GAT) vasculharam a localidade para reprimir o tráfico de drogas e apreenderam três menores infratores, além de apreenderem drogas, rádios transmissores, e uma réplica de submetralhadora. A sequência de incursões começou ainda na tarde de domingo, quando PMs do 7º Batalhão trocaram tiros com criminosos, na localidade do Campo Novo, Maria Paula. Na ação, um suspeito foi baleado e internado, e apreendida grande quantidade de entorpecentes. A ocorrência foi registrada na 75ª DP (Rio do Ouro).

RONDA MP PEDE PRISÃO DE PMS O Ministério Público do Rio, por meio do Grupo de Atuação Especializada em Segurança Pública (GAESP/MPRJ), apresentou denúncia à Justiça contra três policiais militares do 12º BPM (Niterói) pela morte de um adolescente, durante uma operação, realizada em 29 de março de 2017, no Morro do Estado, no Centro de Niterói, havendo sido requerida a prisão preventiva dos denunciados. A denúncia aponta que a vítima foi executada com dois tiros pelas costas, entre 6h e 10h, e os PMs, durante cerca de uma hora, assistiram e filmaram a vítima agonizando e pedindo socorro. As imagens, registradas em vídeo pelos próprios policiais, constam de um inquérito. Sustenta a peça acusatória que os policiais, fora de qualquer padrão de civilização, agiram como julgadores da vítima, impondo-lhe a pena de morte por execução sumária, numa afronta ao estado de direito e à ordem constitucional. A denúncia é assinada pelas promotoras de Justiça Andrea Rodrigues Amin e Maria Lucia Winter, respectivamente coordenadora e membro do GAESP/MPRJ.


7

TERÇA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 2018

PUBLICIDADE LEGAL Lei nº 2220 de 07 de junho de 2018. Dispõe sobre autorização legislativa concedida ao Poder Executivo para a abertura de Créditos Adicionais Suplementares, para o atendimento das despesas que especifica. O PREFEITO MUNICIPAL DE RIO BONITO, Estado do Rio de Janeiro, faz saber que a Câmara Municipal aprovou ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º. Fica o Poder Executivo, autorizado a proceder por decreto, à abertura de Créditos Adicionais Suplementares, no valor de R$ 1.051.576,23 (Um Milhão, Cinquenta e Um Mil, Quinhentos e Setenta e Seis Reais e Vinte e Três Centavos), para atender despesas da Secretaria Municipal de Saúde por intermédio do Fundo Municipal de Saúde – FMS, de acordo com as classificações orçamentárias relacionadas a seguir:

Art. 2º. Os recursos para atender a abertura destes créditos são provenientes dos saldos financeiros das contas correntes, provenientes de transferências feitas a esta municipalidade pelo Governo Estadual, apurados em 31 de dezembro de 2017, atendendo aos preceitos dispostos no inciso I, parágrafo 1º e parágrafo 2º do artigo 43 da Lei Federal nº 4.320/64, conforme detalhamento abaixo:

Art. 3º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Rio Bonito, 07 de junho de 2018. JOSÉ LUIZ ALVES ANTUNES Prefeito Municipal

Lei nº 2221de 07 de junho de 2018. Dispõe sobre autorização legislativa concedida ao Poder Executivo para a abertura de Crédito Adicional Suplementar, para o atendimento das despesas que especifica. O PREFEITO MUNICIPAL DE RIO BONITO, Estado do Rio de Janeiro, faz saber que a Câmara Municipal aprovou ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º. Fica o Poder Executivo, autorizado a proceder por decreto, à abertura de Crédito Adicional Suplementar, no valor de R$ 428.090,00 (Quatrocentos e Vinte e Oito Mil e Noventa Reais), para atender despesas da Secretaria Municipal de Saúde por intermédio do Fundo Municipal de Saúde – FMS, de acordo com a classificação orçamentária relacionada a seguir:

Art. 2º - Os recursos para atender a presente autorização, são provenientes do Governo Federal, por intermédio do Ministério da Saúde através do Fundo Nacional de Saúde, em conformidade com o inciso II, § 1º, do Art. 43 da Lei Federal nº 4.320 de 17 de Março de 1964, considerando a Portaria nº 3.237/2017 referente a proposta Nº 12116.18700011770-4 conforme detalhamento abaixo:

Art. 3º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Rio Bonito, 07 de junho de 2018. JOSÉ LUIZ ALVES ANTUNES Prefeito Municipal

Lei nº 2222 de 07 de junho de 2018. Dispõe sobre autorização legislativa concedida ao Poder Executivo para

a abertura de Créditos Adicionais Especiais, para o atendimento das despesas que especifica. O PREFEITO MUNICIPAL DE RIO BONITO, Estado do Rio de Janeiro, faz saber que a Câmara Municipal aprovou ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º. Fica o Poder Executivo, autorizado a proceder por Decreto, à abertura de Créditos Adicionais Especiais, no valor de R$ 96.000,00 (Noventa e Seis Mil Reais), para atender despesas da Secretaria Municipal de Saúde por intermédio do Fundo Municipal de Saúde – FMS, de acordo com as classificações orçamentárias relacionadas a seguir:

Art. 1º. Fica aberto o Crédito Adicional Suplementar, no valor de R$ 428.090,00 (Quatrocentos e Vinte e Oito Mil e Noventa Reais), para atender despesas da Secretaria Municipal de Saúde por intermédio do Fundo Municipal de Saúde – FMS, de acordo com a classificação orçamentária relacionada a seguir:

Art. 2º - Os recursos para atender a presente abertura de crédito são provenientes do Governo Federal, por intermédio do Ministério da Saúde através do Fundo Nacional de Saúde, em conformidade com o inciso II, § 1º, do Art. 43 da Lei Federal nº 4.320 de 17 de Março de 1964, considerando a Portaria nº 3.237/2017 referente a proposta Nº 12116.18700011770-4 conforme detalhamento abaixo: Art. 2º. Os recursos para atender a abertura destes créditos são provenientes de saldos financeiros da conta corrente, proveniente de transferências feitas a esta municipalidade pelo Governo Federal, através do Fundo Nacional de Saúde - FNS, apurados em 31 de dezembro de 2017, atendendo aos preceitos dispostos no inciso I, parágrafo 1º e parágrafo 2º do artigo 43 da Lei Federal nº 4.320/64, conforme detalhamento abaixo:

Art. 3º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Rio Bonito, 11 de junho de 2018. JOSÉ LUIZ ALVES ANTUNES Prefeito Municipal

DECRETO Nº. 115/2018

Art. 3º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Rio Bonito, 07 de junho de 2018. JOSÉ LUIZ ALVES ANTUNES Prefeito Municipal

O PREFEITO MUNICIPAL DE RIO BONITO, Estado do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições legais e de acordo com o que lhe confere a Lei Municipal nº 2.222 de 07 de junho de 2018. DECRETA: Art. 1º. Fica aberto o Crédito Adicional Especial, no valor de R$ 96.000,00 (Noventa e Seis Mil Reais), para atender despesas da Secretaria Municipal de Saúde por intermédio do Fundo Municipal de Saúde – FMS, de acordo com as classificações orçamentárias relacionadas a seguir:

DECRETO Nº. 113/2018 O PREFEITO MUNICIPAL DE RIO BONITO, Estado do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições legais e de acordo com o que lhe confere a Lei Municipal nº 2.220 de 07 de junho de 2018. DECRETA: Art. 1º. Fica aberto o Crédito Adicional Suplementar, no valor de R$ 1.051.576,23 (Um Milhão, Cinquenta e Um Mil, Quinhentos e Setenta e Seis Reais e Vinte e Três Centavos), para atender despesas da Secretaria Municipal de Saúde por intermédio do Fundo Municipal de Saúde – FMS, de acordo com as classificações orçamentárias relacionadas a seguir: Art. 2º. Os recursos para atender a abertura destes créditos são provenientes de saldos financeiros da conta corrente, proveniente de transferências feitas a esta municipalidade pelo Governo Federal, através do Fundo Nacional de Saúde - FNS, apurados em 31 de dezembro de 2017, atendendo aos preceitos dispostos no inciso I, parágrafo 1º e parágrafo 2º do artigo 43 da Lei Federal nº 4.320/64, conforme detalhamento abaixo: Art. 2º. Os recursos para atender a abertura destes créditos são provenientes dos saldos financeiros das contas correntes, provenientes de transferências feitas a esta municipalidade pelo Governo Estadual, apurados em 31 de dezembro de 2017, atendendo aos preceitos dispostos no inciso I, parágrafo 1º e parágrafo 2º do artigo 43 da Lei Federal nº 4.320/64, conforme detalhamento abaixo: Art. 3º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Rio Bonito, 11 de junho de 2018. JOSÉ LUIZ ALVES ANTUNES Prefeito Municipal Art. 3º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Rio Bonito, 11 de junho de 2018. JOSÉ LUIZ ALVES ANTUNES Prefeito Municipal

ASSUNTO:Interdição de Ruas Tendo em vista a pintura da Av. Santos Dumont, nº162, nas cores da do Brasil para Copa do Mundo de futebol, pelo Colégio Estadual Prof. Dyrceu Rodrigues da Costa, comunico que o DEGETRAN interditará o tráfego de veículos conforme descrição abaixo:

DECRETO Nº. 114/2018 O PREFEITO MUNICIPAL DE RIO BONITO, Estado do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições legais e de acordo com o que lhe confere a Lei Municipal nº 2.221 de 07 de junho de 2018. DECRETA:

LUCINEI DE SOUZA PENCO- MAT.3255-7 DIRETOR DEP. DE TRÂNSITO


8

TERÇA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 2018


9

TERÇA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 2018

CULTURA

cultura@atribunarj.com.br

JOYCE CÂNDIDO COMEMORA 10 ANOS DE CARREIRA NO MUNICIPAL J

oyce Cândido comemora 10 anos de carreira, no próximo dia 14, às 19h, no Teatro Municipal de Niterói. O show, que integra o projeto Palco Livre contará com a participação especial Leny Andrade. A cantora e compositora apresenta músicas dos cinco álbuns lançados na última década e conta sua trajetória artística através de canções. No repertório estão presentes canções dos álbuns “Panapaná”, “O bom e velho samba novo”, “ O que sinto”, “ Imaginidade”, além do single “Fino trato”, música de sua autoria, que dá nome ao seu último show autoral. Joyce iniciou sua carreira na cidade de Londrina, onde fez Faculdade de Música e lançou seu primeiro CD “Panapaná”, produzido por João Vidotti, com roteiro de Renato Forin Jr., e apoio do Promic (Programa Municipal de Incentivo à Cultura). Além das músicas inéditas, o repertório está recheado de sambas e canções de Chico Buarque, Gilberto Gil, Luíz Tatit e até uma música de Debussy, tocada por ela ao piano, lembrando os tempos em que estudou o instrumento no Conservatório. A participação da grande Leny Andrade vem abrilhantar o show que promete ter músicos de Londrina no palco, entre eles, André Siqueira, Gabriel Zara e Bruno Cotrim, além do carioca Fernan-

Divulgação

do Merlino, que é o pianista oficial de Joyce e Leny, no Rio de Janeiro. Joyce Cândido vem ganhando prestígio no cenário das cantoras da nova geração. Lança seu primeiro álbum, Panapaná em 2006, em Londrina PR. Em seguida, mudase para os Estados Unidos. Vive três anos em Nova Iorque, estuda na Broadway Dance Center e canta no circuito de bares novaiorquinos. Ganha o prêmio Press Award 2010 como Melhor Cantora Brasileira nos EUA e retorna ao Brasil em 2011 quando lança, pela Biscoito Fino, “O bom e velho samba novo”, produzido por Alceu Maia. O show de lançamento do CD tem direção de Bibi Ferreira. Em 2013, o álbum ganha versão DVD ao vivo, lançado pela Warner Music, com participações de João Bosco, Elza Soares, Toninho Geraes e Carlinhos de Jesus. Em 2015, lança o EP “ O que sinto”, também pela Warner. Em 2017, Joyce estreia o espetáculo “Imaginidade” e lança o CD homônimo, sendo este seu quinto álbum, produzido de forma independente ao lado do compositor Léo Bento. Além disso, estreia o show “Fino trato”, no Circo Voador. Joyce tem se apresentado em diversos lugares do mundo: Midem (Cannes), Womex (Budapeste e Santiago de Compostela); projeto

Novas Vozes do Brasil (Espanha); shows pela Alemanha, Itália, Portugal, França, República Tcheca, Hungria, Holanda e Canadá. Aos 35 anos, a cantora celebra dez anos de carreira, contando à partir do lançamento

de seu primeiro CD. Porém, a vida musical de Joyce começa muito cedo, na pequena cidade do interior de São Paulo, Maracaí, onde inicia seus estudos, tocando piano. Motta, João Bosco, Elza Soares, Carlinhos de Jesus, Toninho Gera-

es que participam seus shows, entre outros tantos artistas que Joyce vem conquistando amizade, respeito e admiração. Joyce Cândido é considerada uma das vozes mais importantes da nova geração do Samba e da MPB.

A duração do show é de 80 minutos, os ingressos custam R$ 50 e a classificação etária é livre. O Teatro Municipal de Niterói fica na Rua XV de Novembro, 35 no Centro. Mais informações pelo telefone (21) 2620-1624.


10

TERÇA-FEIRA, 12 DE JUNHO DE 2018

ESPORTES

esportes@atribunarj.com.br

Fifa aponta Brasil como favorito Entidade elenca ainda França, Alemanha e Espanha como as prováveis seleções que levarão a Copa Divulgação

Folga antes de pegar no batente A Seleção Brasileira aproveitou o dia de folga concedido por Tite e sua comissão técnica para ir à praia. Muitos jogadores do elenco registraram em suas redes sociais momentos à beira do Mar Negro, permanecendo no resort em Sochi, no Sul do país, onde o time permanecerá durante toda a primeira fase. Enquanto uns aproveitaram para dar uma volta, como Neymar, Filipe Luís, Renato Augusto, Thiago Silva, Ederson, Casemiro e Paulinho, outros preferiram

NEYMAR é considerado pela Fifa como um dos jogadores-chave da Seleção

Os famosos “bolões” para a Copa do Mundo estão correndo entre amigos e dentro das empresas mundo afora e, se você precisa de uma ajudinha para completar os primeiros coloca-

dos, a própria Fifa deu seu palpite: Brasil, França, Alemanha e Espanha são as favoritas. Em seu site oficial, a primeira seleção a aparecer como candidata ao título é a Brasi-

leira. Com expressões como “transformação”, “recuperação após o 7 a 1 diante da Alemanha” e “performances excepcionais”, a maior entidade do futebol declarou, ainda,

que Neymar é um dos jogadores-chave para a conquista do hexacampeonato. “Uma equipe transformada sob a liderança astuta de Tite, o Brasil, foi a primeira nação,

No Vasco, problemas para escalar time contra o Inter

Divulgação

Problema constante nos últimos jogos sob o comando de Zé Ricardo, os problemas na escalação do Vasco também afetam Jorginho para a partida de amanhã, contra o Internacional, em Porto Alegre. O técnico terá que montar o setor defensivo, que terá muitos desfalques. O jovem Ricardo está suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo contra o Sport. Paulão não poderá atuar, pois pertence ao Internacional. Já Breno e Werley, lesionados, estão vetados pelo departamento médico. Com isso, a tendência é a de que Luiz Gustavo e Erazo formem a dupla no Beira-Rio. Com o retorno de Luiz Gustavo a zaga, o problema passa a ser na lateral direita, onde o defensor vinha atuando deforma improvisada. Como Yago Pikachu é o principal jogador da equipe, não deve ser recuado. Rafael Galhardo treinou nor-

além dos anfitriões, a reservar seu lugar na Rússia em 2018. Os fantasmas de 2014 e o 7 a 1 da Alemanha foram exorcizados por algumas performances excepcionais, incluindo uma vitória recente por 1 a 0 sobre os campeões mundiais em Berlim. Gabriel Jesus, o autor do gol na partida, Alisson e Coutinho também ganharam destaque desde a última Copa do Mundo, e estão entre vários jogadores de uma seleção forte, bem equilibrada e unida”, inicia a publicação.

descansar. Gabriel Jesus, por exemplo, gravou um vídeo da vista de sua janela em que também era possível identificar um rap sendo reproduzido nos alto-falantes. Inicialmente estava previsto o primeiro treino do elenco em solo russo para esta segunda-feira, porém, a programação foi alterada, e os jogadores e comissão técnica só voltarão ao trabalho nesta terça, quando inicia a preparação para a estreia na Copa do Mundo, contra a Suíça, em Rostov, no próximo domingo. “Houve um temor coletivo quando o talismã do Brasil sofreu uma lesão no pé, que terminou com sua temporada no Paris Saint-Germain em fevereiro. Aos 26 anos, Neymar já marcou 55 gols pelo se país e agora ocupa o quarto lugar com Romário na lista dos principais artilheiros do Brasil”. Em relação às outras equipes consideradas favoritas, a Fifa indica Griezmann (França), Ozil (Alemanha) e David Silva (Espanha) como jogadores-chave de suas seleções.

Esposa de Aguirre contesta arbitragem nas redes sociais Não foi só o Botafogo que saiu na bronca com a arbitragem no empate por 3 a 3 com o Bahia, na Fonte Nova. A esposa do atacante Aguirre, que foi expulso na partida, postou o vídeo do lance que o uruguaio recebeu cartão vermelho e questionou a decisão do árbitro Leandro Bizzio Marinho. “Foi o Aguirre que cometeu a falta? Pelo amor de Deus! Ainda tem gente falando que “Aguirre mandou mal”… Isso é nojento, vergonhoso!”, postou Larissa Sabino, esposa do atacante. O perfil oficial do Botafogo no Twitter também criticou a arbitragem. “O Adm estava no meio da torcida na Arena Fonte Nova e pode di-

zer: o Botafogo merecia melhor resultado, melhor arbitragem e melhor sorte. Obrigado à torcida que foi e jogou junto! Vamos juntos subir na tabela e colocar o Botafogo onde ele merece. #VamosFOGO”, colocou. O Botafogo se prepara para encarar o Atlético-PR, nesta quarta-feira, no Engenhão, antes da parada do Campeonato Brasileiro por conta da Copa do Mundo. Para esta partida, o técnico Alberto Valentim sabe que não poderá contar com o atacante Aguirre, suspenso. Já o volante Jean e os zagueiros Joel Carli e Yago se recuperam de lesões e são dúvidas. Com 14 pontos, os alvinegros estão na 12ª posição do Campeonato Brasileiro. Divulgação

TREINADOR terá que montar um time defensivo porque tem muitos desfalques a partir do meio de campo

malmente nesta segunda-feira e tem chance de ser titular. Já na lateral esquerda, Ramon foi bem contra o Sport e pode voltar a ser titular na vaga de Henrique. No restante da

equipe, a formação deve ser a mesma da vitória sobre o Sport no último fim de semana. Assim, o Vaco deve ir a campo com a seguinte escalação: Fernando Miguel, Ra-

fael Galhardo, Luiz Gustavo, Fricksson Erazo e Ramon (Henrique); Leandro Desábato, Andrey, Bruno Cosendey, Yago Pikachu e Giovanni Augusto; Andrés Rios.

Parada para Copa pode beneficiar Fluminense O Fluminense sofreu a terceira derrota seguida no Campeonato Brasileiro e despencou na classificação. Os tricolores, que chegaram a estar na vice-liderança da Série A, estão atualmente na 11ª posição. O técnico Abel Braga admitiu que espera uma queda de rendimento, mas lamentou as lesões de alguns titulares nos últimos jogos. “Desde o início do ano tem sido a mesma equipe. Sabíamos que uma hora iríamos pagar o preço. Além da fadiga de alguns que não vieram, teve contusão de Ayrton, Pedro e outros. Esse é o preço que pagar de ficar repetindo. É uma

equipe que tinha um coletivo forte, mas vai perdendo jogador, perde o coletivo e o individual”, disse o comandante do Fluminense após a derrota para o Atlético-MG por 5 a 2. Abel Braga afirmou que já torce pela parada do Campeonato Brasileiro para a Copa do Mundo. O treinador quer recuperar o elenco para subir novamente na classificação. “Estamos torcendo para que chegue na quarta-feira e depois todo mundo possa fazer um exame de consciência e possamos fazer uma pré-temporada séria”. O Fluminense volta a campo amanhã, quando recebe o

Divulgação

ABEL tem muitos jogadores em recuperação no departamento médico

Santos, no Maracanã. Para esta partida, Abel Braga dificilmente terá o lateral direito Gilberto, que saiu lesionado no

fim de semana. No entanto, é certo o retorno do lateral esquerdo Marlon, que cumpriu suspensão.

MULHER do atacante chamou o lance de rídiculo e vergonhoso

A tribuna, 12 de junho de 2018  
A tribuna, 12 de junho de 2018  
Advertisement