__MAIN_TEXT__

Page 1

Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Universidades Públicas Federais no Estado da Bahia - Assufba Nº 456 - 2ª Quinzena de Dezembro - 2015 - Salvador - BA - assufba@ufba.br

Assufba comemora 35 anos de luta em defesa dos servidores No dia 1º de dezembro, a Assufba Sindicato completou 35 anos de fundação. Referência na luta em defesa dos trabalhadores e da universidade pública, gratuita e de qualidade, a entidade fez questão de comemorar a data com os servidores da UFBA, UFRB, UFOB, UFSB e Unilab, em uma festa realizada no dia Lavagem do Bonfim 08/12, no Clube Espanhol, em Salvador. Págs. 3 e 4 acontecerá em 14/01 Pág. 2

Inscrição para o Curso de Línguas começa dia 11/01 Pág. 2

Assédio Moral é debatido no Hupes Pág. 5

A festa foi marcada por muita alegria e reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelo Assufba. Reitor da UFBA, João Carlos Salles parabenizou os técnicos pelo papel de destaque na universidade

Boletim_dezembro_456_FINAL.indd 1

16/12/2015 16:23:13


2 Sindicato organiza participação na Lavagem do Bonfim

Assufba deseja boas festas aos servidores e seus familiares Neste final de ano, a Assufba Sindicato deseja que os técnico-administrativos das universidades federais da Bahia e seus familiares tenham um feliz Natal e um próspero Ano Novo, repletos de muita união, paz e saúde. Vivemos tempos difíceis e, neste momento, é preciso renovar as forças para que o ano de 2016 seja de conquistas e realizações. A Assufba reafirma seu compromisso com os trabalhadores públicos federais em busca de melhores condições de trabalho e salários dignos. Aproveitamos para divulgar o recesso de final de ano, que acontecerá de 21 de dezembro a 03 de janeiro quando as atividades na sede da Assufba estarão suspensas. Retornaremos o expediente no dia 04 de janeiro. Boas Festas!

Durante a Lavagem do Bonfim, trabalhadores levarão as bandeiras de luta da categoria para apresentar à população

Dia do Aposentado será comemorado com atividade festiva

Os aposentados representam um importante grupo da categoria, que está sempre presente nas atividades da Assufba

Curso de Línguas da Assufba Sindicato matrícula para 2016.1 Nos dias 12, 13, 14 e 16 de janeiro acontece matrícula para os alunos que concluíram o semestre 2015.2 do Curso de Línguas da Assufba, independente do resultado. Já de 18 a 22 de janeiro, será a vez dos alunos novos, nivelados e os que não concluíram o semestre 2015.2. Os documentos necessários para realização da matrícula são: RG, CPF, comprovante de residência, foto 3x4 e cópias do verso do contracheque do servidor da UFBA (se servidor ou seus dependentes). Para técnico-administrativos da UFBA e dependentes o investimento no curso é R$ 340,00 e para o público externo, R$ 380,00. As aulas têm início dia 12 de fevereiro e terminam em 18 de junho. As inscrições podem ser realizadas das 8h às 12h e das 14h às 17h, na sede da Assufba, localizada na rua Caetano Moura, 142, Federação (em frente à Faculdade de Arquitetura). Mais informações através dos telefones (71) 3245-7775 / 7444. Nivelamento Alunos que já tiveram contato com a língua e não desejam começar no iniciante A podem fazer o teste de nivelamento, realizado na Facom, em Ondina. A prova acontece nos dias 11 e 13/01 às 18h e nos dias 12 e 15/01, às 14h. Os alunos terão 1h40 para realizar as duas avaliações: uma escrita e outra oral. O resultado é entregue ao final das provas.

Boletim_dezembro_456_FINAL.indd 2

Como já é tradição, a Assufba Sindicato participará do cortejo da Lavagem do Bonfim em 2016. No próximo ano, o festejo acontecerá no dia 14 de janeiro, a segunda quinta-feira do mês. A Lavagem do Bonfim é um momento em que os trabalhadores e os movimentos sociais vão às ruas apresentar suas demandas e bandeiras de luta. Por conta disso, a Assufba não poderia ficar de fora: os trabalhadores e coordenadores apresentarão à sociedade as necessidades dos servidores das universidades federais e defenderão uma educação superior gratuita e de qualidade.

No dia 21 de janeiro, na Escola Politécnica, a Assufba Sindicato realizará uma atividade em alusão ao Dia Nacional do Aposentado, a ser celebrado em 24 de janeiro. O evento será um momento de interação entre aqueles que fazem parte da história do sindicato. Os aposentados das universidades federais associados à Assufba representam uma importante parte da categoria, responsável pela memória da educação superior no país. Em 24 de janeiro de 1923 foi aprovada a Lei Eloy Chaves, marco lendário da Previdência Social no Brasil, criando a Caixa de Aposentadoria e Pensão para os empregados das empresas privadas das estradas de ferro, dando origem à Previdência Social.

Camarote Universitário amplia dias de folia Em 2016, o Camarote Universitário chega a sua 15º edição, consolidando-se como um reduto da comunidade universitária, que pode brincar com alegria e segurança. No próximo ano, o espaço funcionará seis dias: de quinta a terça-feira. Em uma localização privilegiada, o Camarote Universitário é organizado pelos sindicatos Assufba, APUB e APLB - Sindicato, e conta com completa infraestrutura. Instalado em uma área de 2.4 mil metros quadrados, o Camarote conta com praça de alimentação, banheiros químicos, ambulância e toda segurança para que os presentes curtam a festa com tranquilidade, na melhor vista do circuito Dodô, em Ondina. Você não pode ficar de fora! Venha e traga sua alegria!

Novas carteiras da Promédica disponíveis na Assufba A partir do dia 6 de janeiro de 2016, os usuários da Promédica poderão retirar a nova carteira do plano de saúde na sede da Assufba Sindicato. A carteira atual é válida até 15 de janeiro.

16/12/2015 16:24:02


3

Festa de aniversário da Assufba é marcada por muita alegria Comemorar 35 anos de um sindicato como a Assufba, que tem sua história pautada na luta em defesa dos trabalhadores, na igualdade de gênero e por melhores condições de trabalho nas universidades federais é motivo de muito orgulho. E, para festejar a data, técnico-administrativos da UFBA, UFRB, UFOB, Unilab e UFSB participaram de uma grande festa no Clube Espanhol, na tarde do dia 08/12. Renato Jorge, coordenador Geral da

Boletim_dezembro_456_FINAL.indd 3

Assufba, agradeceu a presença dos trabalhadores e trabalhadoras lembrando a história do sindicato. “A Assufba nasceu para defender os interesses dos servidores, para garantir respeito e lutar por melhorias. Nestes 35 anos, esses objetivos estão sendo alcançados.” Entre os convidados, o reitor da UFBA, João Carlos Salles, que fez questão em cumprimentar os trabalhadores. “A Assufba tem um história importante para os trabalhadores e para a Universidade Federal da Bahia. Temos uma parceria importante com o sindicato, o que colabora

para o bom funcionamento da UFBA.” O reitor da UFRB, Sílvio Soglia, esteve presente na festa em comemoração aos 35 anos da Assufba e parabenizou a categoria, que ao longo dos anos sempre revelou compromisso com a universidade pública. A comemoração, que contou com a apresentação de três atrações, promoveu uma maior interação entre os presentes. Para Aida Maia, coordenadora Geral da Assufba e técnica da UFRB, o evento foi

importante para fortalecer a luta do Sindicato e reunir os trabalhadores das universidades representadas pela entidade. A Assufba Sindicato agradece a todos que estiveram presentes na confraternização e reafirma seu compromisso em busca de melhores condições de trabalho e salário para os técnicos, além do fortalecimento da universidade pública, gratuita e de qualidade.

16/12/2015 16:29:24


4

Servidores e familiares se divertem em festa de comemoração dos 35 anos da Assufba Sindicato, dia 8 de dezembro, no Clube

Boletim_dezembro_456_FINAL.indd 4

Espanhol, na Barra

16/12/2015 16:35:06


5

Assédio Moral é tema de mesa redonda no HUPES Promovida numa ação conjunta entre o Hospital Universitário Professor Edgar Santos (HUPES), a Assufba, outros Sindicatos e estudantes, aconteceu no dia 11 de dezembro uma mesa redonda para discutir o Assédio Moral no Serviço Público, tema muito caro à categoria dos técnicos. Entre os presentes estavam Renato Jorge, Coordenador Geral da ASSUFBA Sindicato; Drª Norma Malta, Médica Psiquiatra e ex-funcionária do Hupes; Erilza Galvão, Secretaria de Gênero, Raça, Etnias e Contra Opressões do SINTSEF (Sindicato dos Servidores Públicos Federais do Estado da Bahia); e Drº Alberto Balazero, Procurador Chefe do Ministério Público do Trabalho, seção Bahia (MTB-BA). Balazero fez uma apresentação sobre a legislação voltada para o assédio moral. Definição, Leis, consequências e ações acerca do tema foram mostradas pelo procurador que destacou alguns exemplos de casos de assédio que foram judicializados e tiveram um resultado positivo. Para Renato Jorge, o tema abordado é de extrema relevância para a categoria e o Sindicato sempre se coloca à disposição dos trabalhadores para atender os casos que lhes são apresentados. “É importante

levar o debate para todos os setores do HUPES e da universidade, e não permitir que este assunto acabe aqui no evento”, disse. Já Erilza, do SINTSEF, fez questão de lembrar quão mal faz o assédio moral na vida do servidor. “Práticas de Assédio Moral não podem ser entendidas como normais. Fazem mal ao servidor e atentam contra o serviço público”, ponderou. Ao final da palestra foi aberto o espaço para perguntas da plenária, que foram respondidas pelos participantes da mesa.

O procurador-chefe do Ministério do Trabalho, Alberto Balazero, falou sobre assédio moral aos presentes

Trabalhadores do Hupes lotaram o Anfiteatetro para o encontro sobre assédio moral

Assufba celebra 105 anos da Maternidade Climério de Oliveira Coordenadores da Assufba Sindicato marcaram presença na cerimônia em comemoração ao aniversário de 105 anos da Maternidade Climério de Oliveira (MCO/UFBA), realizada na manhã do dia 27/11, no auditório da unidade. Os coordenadores da Assufba, Paulo Vaz, Antônio Bomfim, Dolores Brito e Antônio Valter, recepcionaram, no início da manhã, os técnico-administrativos da unidade, com uma rosa e uma mensagem de aniversário distribuída pelo sindicato. Na ocasião Paulo Vaz e Alice Portugal falaram da importância dos técnico-administrativos na construção da história da MCO e da luta da Assufba Sindicato em prol da unidade e de seus servidores. Para Alice a MCO é a casa mais importante de defesa da saúde da mulher na Bahia. “É aqui que a mulher é atendida quando chega sangrando ou no pré-parto. Aqui a mulher recebe as orientações para a garantia de uma gestação e de um parto saudável e vitorioso”, disse. Estiveram presentes a superintendente da MCO, Mônica Neri; o presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Newton Lima; o subsecretário de Saúde da Bahia, Roberto Badaró; o pró-reitor de Planejamento e Orçamento da Universidade Federal da Bahia, Eduardo Mota; a deputada federal Alice Portugal (PCdoB-BA); o presidente da Rede Bahia e professor da Escola de Administração/UFBA, Antônio Carlos Magalhães Júnior; o coordenador de Assuntos Jurídicos da Assufba e integrante da Fasubra, Paulo Vaz; além da família do médico Climério de Oliveira, responsável pela construção da Maternidade no ano de 1910 e de outras autoridades. A cerimônia teve início com um culto ecumênico com a participação de representantes das religiões católica, espírita, evangélica e do candomblé. Logo após formou-se a mesa com as autoridades presentes, inclusive Paulo Vaz, representando a Assufba/Fasubra.

Boletim_dezembro_456_FINAL.indd 5

Coordenador da Assufba, Paulo Vaz falou sobre a importância do trabalho realizado pela MCO na vida das mulheres baianas

Mônica Neri destacou as vitórias alcançadas após anos de muito trabalho e dedicação. “As conquistas que alcançamos são fruto de um trabalho intenso de funcionários, professores e estudantes que se apaixonaram pela causa pública. Temos um corpo clínico extremamente qualificado e a prova disso são os resultados reconhecidos por todos. Ainda temos muitos desafios a serem enfrentados”, declarou. O pró-reitor de Planejamento e Orçamento da UFBA, Eduardo Mota, garantiu o apoio da Universidade para a construção do novo prédio da maternidade, com a ajuda da Ebserh. “O que queremos hoje é que o nosso país seja mãe gentil de todos os brasileiros e brasileiras e, para isso, temos que oferecer cada vez mais um serviço de melhor qualidade”, pontuou. Newton Lima, presidente da Ebserh, anunciou a liberação de R$ 1 milhão para a reforma da Casa Amarela e Casa da Gestante, além da contratação de um escritório de engenharia e arquitetura para fazer a revisão do projeto do novo prédio, que já tem cinco anos. “Enquanto a gente luta pela construção de um prédio novo para a MCO, vamos melhorar as condições da unidade. Juntos nós estamos ganhando mais força para a realização dos nossos sonhos”, disse.

Representando a família de Climério de Oliveira, Walter Preto, seu bisneto, agradeceu a todos da maternidade pelo trabalho realizado em memória de seu bisavô. “Só tenho a agradecer a esse corpo de profissionais, desde a diretoria aos colaboradores, que dão continuidade a essa obra. É através dessas pessoas que o sonho de Climério tem se perpetuado. Para mim é um momento de muita emoção e agradeço em nome dele”, finalizou. Espaço de Convivência No mesmo dia foi inaugurado ainda o Espaço de Convivência da MCO, que ganhou o nome de Espaço de Convivência Drª Maria das Dores Ferreira Santos, pediatra da unidade, homenageada pelos serviços prestados à maternidade. O espaço propicia benefícios à criança/mãe/ família, oportunizando condições de permanência das mães de bebês internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN). Neste local as mães acompanhantes de Salvador e Região Metropolitana podem descansar, permitindo a proximidade aos seus filhos, conforme a legislação preconiza. É realizado acompanhamento sistematizado pela equipe de saúde da MCO (Enfermagem, Serviço Social, psicologia, Terapia Ocupacional, Farmácia e Médico Neonatologistas).

Assufba participa de audiência de combate a violência contra a mulher Ampliar a rede de proteção à mulher e fortalecer as ações contra a violência foram os temas tratados durante audiência pública realizada na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), na manhã da sexta-feira (11/12). A ação, promovida pela da Comissão Permanente Mista de Combate à Violência contra a Mulher do Congresso, foi proposta pela deputada federal Alice Portugal, integrante da CPMI. A Assufba Sindicato participou do encontro, representada pelos coordenadores Eliete Gonçalves, Dolores Brito e Valmiro dos Santos. Eliete, que também é integrante da seção estadual da União Brasileira de Mulheres (UBM), parabenizou a realização da audiência na Bahia, pois trouxe à tona a situação das mulheres e quais os métodos de proteção promovidos e existentes no Estado da Bahia. Na abertura do encontro, Alice Portugal declarou que a audiência teve o objetivo de fazer a consulta com diversos órgãos e movimentos sociais para saber qual a situação do tema no Estado. Segundo ela, é necessário um observatório permanente sobre a violência contra a mulher, pois isso é uma chaga milenar e não há dúvida de que as mulheres são as primeiras a sofrerem discriminação e violências na sociedade moderna. Também integrante da comissão, a senadora Lídice da Mata afirmou que o grupo tem a missão de revelar, investigar, debater e apresentar propostas de legislação para combater a violência. “Além disso, fazemos a articulação entre a Câmara, o Senado e a sociedade. A Bahia tem índices reprováveis neste assunto e é importante que estejamos preparados para esclarecer a população para o fim das agressões que ocorrem no dia a dia.” Ações do Judiciário De acordo com a desembargadora Nágila Maria, coordenadora de Mulher do TJ-BA, 33% dos processos criminais do Tribunal são referentes à violência doméstica. “Nós estamos fazendo nossa parte, mas é preciso mais delegacias especializadas, mais profissionais capacitados e delegados/delegadas plantonistas, pois os crimes acontecem nos finais de semana e a noite e precisam ser rapidamente apurados.” Responsável pelo Núcleo de Combate aos Crimes Cibernéticos do Ministério Público, o promotor Fabrício Patury apresentou dados que envolvem ataque a mulheres na internet e as formas de prevenção. A secretária de Política para as Mulheres da Bahia (SPM-BA), Olívia Santana, agradeceu o trabalho realizado pelo Judiciário e pelas polícias no combate a violência contra a mulher. A audiência pública contou, ainda, com a presença de delegadas, representantes de órgãos de proteção à mulher e de organizações da sociedade civil. As contribuições apresentadas no encontro serão levadas para o conhecimento das integrantes da CPMI em Brasília.

A audiência foi dirigida pelas parlamentares baianas que fazem parte da Comissão de combate à violência do Senado

16/12/2015 16:37:35


6

Assembleia geral da Assufba aprova Prestação de Contas A Assufba Sindicato realizou na manhã do dia 26/11, uma assembleia geral, no auditório da Faculdade de Arquitetura da UFBA, para apresentar a prestação de contas e tratar sobre diversos assuntos de interesse da categoria. A assembleia teve início com a apresentação das contas dos meses de outubro, novembro e dezembro de 2014 e, logo na sequência, a apresentação das

contas de 2015, relativas ao período de Janeiro a Junho. Com detalhamento minucioso realizado pelo Coordenador Geral da Assufba, Renato Jorge, e debate democrático, as contas do Sindicato foram aprovadas por unanimidade pela categoria. Após a aprovação das contas, foram passados diversos informes aos presentes e discutidos outros pontos da pauta.

Além da prestação de contas, a assembleia na Faculdade de Arquitetura apresentou temas importantes para a categoria

Coordenadores participam de assembleias na UFOB e UFRB No dia 30/11, foi realizada assembleia geral da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), que contou a presença dos técnico-administrativos da universidade e dos coordenadores do Sindicato Paulo Vaz e Antônio Bonfim. Na ocasião, foram apresentadas graves denúncias de assédio moral e perseguição política no pós-greve, que foram levadas à Plenária Nacional da Fasubra. Foi levantada, ainda, a necessidade de um espaço físico exclusivo para o funcionamento da seção sindical em Barreiras. Paulo Vaz apresentou os Informes Nacionais e falou sobre a conjuntura política atual, muito difícil e complexa. Antônio Bonfim iniciou com os informes locais e salientou a aprovação da prestação de contas da Assufba. Afirmou a necessidade de organização corporativa e aproveitou o ensejo para convidar os trabalhadores para a festa de 35 anos, em Salvador. Já na terça-feira (01/12), foi realizada assembleia na UFRB, em Cruz das Almas. Na ocasião, os coordenadores gerais da Assufba Aida Maia e Renato Jorge fizeram uma saudação pela passagem do aniversário de 35 anos da Assufba. Foram tratados, ainda, diversos pontos de inte-

Na UFRB, assembleia dos técnicos contou com as presenças dos coordenadores Aida Maia e Renato Jorge, além do advogado Hugo Leonardo

resse da categoria, retirado o delegado para a plenária da Fasubra e apresentados os informes nacionais, locais e jurídicos. Renato Jorge realizou uma análise de conjuntura da política e da economia brasileira, destacando o problema da retirada do Abono de Permanência, que atingirá grande número de trabalhadores prejudicando o funcionamento da universidade brasileira.

Aida Maia passou os informes sobre as discussões na Comissão Nacional de Supervisão da Carreira (CNSC), que tem avançado em mudanças importantes para a categoria, a exemplo da reformulação dos decretos 5824/2006 e 5825/2066, que dispõem sobre procedimentos para a concessão do Incentivo à Qualificação e diretrizes para elaboração do Plano de Carreira.

Situação dos trabalhadores dos HU’s é debatida em seminário da Fasubra Nos dias 05 e 06/12, em Brasília, foi realizado o Seminário Nacional dos Hospitais Universitários, quando foram abordados temas relevantes nas discussões sobre a situação dos hospitais e dos trabalhadores, após a assinatura do contrato com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Representantes dos técnico-administrativos lotados em Hospitais Universitários – HU’s pelo país puderam compartilhar as dificuldades e problemas cotidianos ocasionados pela gestão da empresa. Quando da implantação da Ebserh, o ministro da Educação na época, Fernan-

Plenária Nacional da Fasubra A Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições Federais de Ensino Superior Públicas do Brasil (FASUBRA Sindical) realizou, nos dias 12 e 13 de dezembro, a sua Plenária Nacional Geral, na Facul-

do Haddad, disse que a empresa mostraria a mudança radical dos hospitais após um ano em desafio ao posicionamento contrário da Fasubra. Passaram-se três anos e a gestão da empresa tem sido questionada diante dos problemas que surgiram após sua adesão. Durante o seminário, o presidente da Ebserh, Newton Lima, declarou que a Ebserh se caracteriza prestadora de serviços públicos e reconheceu que após três anos de instituição, a empresa “está cheia de defeitos e problemas que precisam ser consertados”. Sobre a questão dos trabalhadores,

Lima declarou que a cada servidor de Regime Jurídico Único (RJU) que sair será substituído por um celetista (CLT). Segundo ele, um celetista concursado tem a mesma estabilidade que trabalhadores RJU. “A tendência é aumentar o número de trabalhadores celetistas e diminuir o número de servidores RJU pela política de Estado, que já há algum tempo é vigente no país”, declarou. Atualmente, são 17.992 trabalhadores RJU e 18.266 celetistas concursados nos Hospitais Universitários. Ao final do seminário, a Fasubra Sindical divulgou um manifesto sobre o encontro.

dade de Ciências da Saúde, Campus da Universidade de Brasília – DF. O encontro reuniu representantes dos sindicatos de base filiados à Federação, eleitos em Assembleia Geral, e teve como objetivo principal promover discussões sobre o momento conjuntural nacional e internacional e os desafios para os trabalhadores técnico-administrativos. Foram apresentados ainda um balanço

da Greve Nacional, e o encaminhamento do Plano de Lutas, das pautas de carreira, pautas de Hospitais Universitários e eleição para composição da Suplência do Conselho Fiscal. Dentre os informes, foi apresentada também a notícia sobre a reunião com o Ministério da Educação para discutir o problema dos trabalhadores cedidos à Ebserh, que aconteceu no dia 14 de dezembro.

Assufba se reúne com UFBA e GEAP A Assufba Sindicato, representada por seu Coordenador Geral Renato Jorge e pelo titular do Conselho Fiscal do Sindicato, Romeu Pereira, se reuniu com a Pró-reitora de Desenvolvimento de Pessoas da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Lorene Louise, e com o Gerente Regional da GEAP – Autogestão em Saúde, Andrés Alonso, para tratar sobre assuntos relacionados ao plano de saúde. Na ocasião o representante da GEAP apresentou o contrato vigente, informou sobre a situação atual do plano, as condições do mesmo e sobre as imposições do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que é a agência reguladora de planos de saúde do Brasil. A Assufba, provocada por seus associados que possuem o plano GEAP, procurou junto a UFBA e o GEAP esclarecimentos acerca do reajuste linear de 38%, para todas as faixas, já aprovado para desconto a partir do pagamento de fevereiro. De acordo com o representante do plano, o aumento foi aprovado na reunião do Conselho que possui representações das entidades sindicais e do governo federal, local onde são decididas as questões administrativas e financeiras da empresa. Após balanço foi contatado a necessidade do reajuste. Ficou acertado entre os presentes, que a Assufba vai promover um encontro entre os associados que possuem o plano GEAP e um representante da empresa para que sejam prestados os devidos esclarecimentos. O encontro será realizado no dia 12 de janeiro de 2016, no auditório da Escola Politécnica. A Assufba Sindicato se preocupa com seus associados e vai buscar entender os motivos do referido aumento e avaliar quais a providências podem ser tomadas referentes ao tema.

Representantes da Assufba e da UFBA trataram de pontos referentes ao plano de saúde

Informativo do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Universidades Públicas Federais no Estado da Bahia - Assufba. Editado e publicado sob a responsabilidade da diretoria da entidade. Tel.: (71) 3245-7444 / 7775. Renato Jorge (PCU), Cássia Maciel (MCO), Aida Celeste Silveira Maia (UFRB), Antonio Valter Almeida da Silva (MCO), Devanice Ribeiro Guimarães (aposentada), Antonio Bomfim Moreira (BURMC), Luciana Boa Morte de Santana (Hupes), Paulo Cesar Vaz (MCO), Umberto Carvalho (aposentado), Valmiro dos Santos (Enfermagem), Nelson Gomes (SAD), Mário Sérgio Nascimento (SMURB), José Gomes (Creche), Edgar de Jesus (aposentado), Maria Dolores de Brito (aposentado), Eliete Gonçalves (Hupes), Alexandro Teles (Nutrição), Almira Maria Santos do Rosário (Hupes), Euler Moraes Penha (Hospital Veterinário), Simone Leal Souza Coite (UFOBA), Romilson Nunes (IMS-CAT). Suplentes: Iolanda Pereira (SMURB), Elielson Lima (UFRB), Osanar dos Reis (Politécnica), Antonio Carlos Lima (ICS), Cláudio Nepomuceno (Sumai). Jornalistas: Ana Emília Ribeiro SRTE/BA 2.837 e Juliana Geambastiani SRTE/BA 4569. Estagiária de Comunicação: Mel Rodrigues. Diagramação: Danilo Lima. Fotos: Ascom Assufba e Fernando Udo / 74 Comunicação.

Boletim_dezembro_456_FINAL.indd 6

16/12/2015 16:38:35

Profile for Assufba Sindicato

Boletim Assufba dezembro 2015  

Boletim Assufba dezembro 2015  

Advertisement