Page 1

Ano 7 - nº 1.457 Julho/2013 Caicó-RN

A história de Dona Zélia: Uma vivência de superação através de um quintal frutífero A seca no Seridó voltou a ocorrer do ano passado (2012) para esse ano (2013)

A comunidade Inácio fica distante 37 Km da sede seridoense do SEAPAC, que fica localizado em uma área central de Caicó, sendo ainda município dessa mesma cidade. A comunidade é um sítio com um formato de povoado, com as casas próximas e um significativo índice populacional.

Nessa comunidade encontra-se a Senhora Zélia Alves dos Santos e sua família, composta por ela, o marido Antônio, os filhos José, Marcos, e o netinho Ariel, entregue a avó pela filha Patrícia que atualmente está casada e mora numa casa

vizinha. A renda da casa de Dona Zélia é basicamente tirada do plantio de frutas, verduras, legumes e hortaliças que cultivam no plantio frutífero da sua casa, se alimentam deles e comercializam o restante com os vizinhos de sua comunidade, melhorando a qualidade de vida dos que estão ao seu redor, que consomem produtos livres de agrotóxicos e garantem um melhor padrão para os produtores, que tiram seu sustento basicamente disso, já que o marido de Dona

Zélia trabalha apenas de diárias em terras alheias. O quintal frutífero de Dona Zélia é mantido com a água da Cisterna do projeto P1+2 (uma terra, duas águas), financiado com recursos da PETROBRAS pois estamos em período de seca, e apenas o açude não seria suficiente, já que o nível das águas está baixo, dando de forma insuficiente até mesmo para o consumo humano, quanto mais para o uso na limpeza, para o plantio e aguamento e para suprir as necessidades dos animais, dessas forma a cisterna chega como um subsídio fundamental para a vivência dessa família no campo.


No quintal de Zélia encontra-se de tudo um pouco, desde frutas como: melancia, melão, limão, laranja, como também verduras: entre elas pimentão, coentro, e ervas medicinais de uso popular como: Capim Santo (combate febre, dores e é expectorante) , também Corama (combate queima e cicatriza ferimentos), Hortelã, (anestésica, calmante, e de uso culinário) e também Erva Cidreira (calmante e combate queima estomacal). Juntando as frutas, verduras, legumes e plantas, Dona Zélia possui uma vasta horta que atende suas necessidades e aumenta a sua renda familiar.

Além da horta, eles também possuem uma criação de cabras dentro de um cercado, também maantidos com água da cisterna:

Apesar das dificuldades, Dona Zélia se diz feliz, por ter sua família, sua casa, seus bichos e também a sua horta, em que pode produzir de tudo um muito, em que traz saúde e também rentabilidade, além de ocupar o seu tempo, que antes era ocioso, fazendo com que ela se distraia e ocupe o seu tempo livre. Mesmo enfrentando as necessidades e a seca, a vida dela torna-se agradável devido a plantação mantida pela cisterna doada pelo projeto, P1+2, isso mostra o quanto a organização da sociedade civil e o trabalho da ASA ( Associação do semi-árido fazerm diferença na vida do sertanejo.

SERVIÇO DE APOIO AOS PROJETOS ALTERNATIVOS COMUNITÁRIO.

Profile for ArticulaçãoSemiárido

A história de Dona Zélia: uma vivência de superação através de um quintal frutífero  

A história de Dona Zélia: uma vivência de superação através de um quintal frutífero  

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded