Issuu on Google+

Fevereiro - Março/2014 Ano IX / Nº 42 / R$ 11,90

Entrevista

Sérgio Rodrigues Tendências

As cores de 2014 Antônio Caramelo e Benedito Abbud no Encontros ArteAmbiente

Mansão Roberto Constâncio Vieira Norcon Rossi lança maior decorado de Sergipe

capa 42_ok.indd 1

20/02/2014 15:38:54


Balcony ed 42.indd 2

20/02/2014 15:40:11


Balcony ed 42.indd 3

20/02/2014 15:40:11


ArteAmbiente ed. 42.indb 4

20/02/2014 11:28:10


ArteAmbiente ed. 42.indb 5

20/02/2014 11:28:12


ArteAmbiente ed. 42.indb 6

20/02/2014 11:28:30


Maresias SG8440

Calcita SR8306

Açores SG8010

Aracati B2919

Juqueí SG8442

ArteAmbiente ed. 42.indb 7

20/02/2014 11:28:32


Ícones Mundiais

P O L T R O N A

Red and Blue A poltrona ou cadeira Red and Blue, desenh ada pelo arquiteto Gerrit Thomas Rietveld, esteve na vanguarda dos experimentos realizados por diversos membros do movimento De Stijl, da Holanda. Ela foi originalmente pintada na típica paleta em cinza, preto e branco, mas, em 1918, Rietveld repintou-a em vermelho, azul, amarelo e preto, para ressaltar as pinturas de Piet Mondrian. A surpreendente estética dessa peça de mobiliário causou sensação e até hoje continua a evocar o ar de uma modernidade abstrata. Embora, originalmente, Rietveld pretendesse que a poltrona fosse produzida em massa, na realidade isso nunca aconteceu. Atualmente, a poltrona Red and Blue permanece uma peça icônica única como uma ideia concretizada de uma cadeira no Toledo Museum of Art, em Ohio-EUA.

Gerrit thomas rietveld Gerrit Thomas Rietveld (1888 - 1964) nasceu em Utrecht, na Holanda, e foi um dos mais importantes designers e arquitetos do século 20. Desde muito cedo, aos onze anos de idade, trabalhou com o pai em sua marcenaria, abrindo seu próprio estabelecimento em 1917. Nessa época, criou o protótipo da famosa poltrona RED BLUE, executada originalmente em madeira natural e, mais tarde, sob a influência do movimento “De Stijl”, foi pintada nas cores primárias inspiradas em Mondrian - também colaborador do movimento. No decorrer dos anos, tornouse cada vez mais interessado no papel social da arquitetura, estudando métodos de produção mais baratos, novos materiais, pré-fabricação e padronização. Foi professor de Arquitetura em Amsterdam entre 1944 e 1955, tornando-se membro da Federação Holandesa dos Arquitetos em 1964 - mesmo ano em que veio falecer. Outros projetos: é autor da famosa cadeira ZIG-ZAG, composta por apenas 4 placas de madeiras, projetada em 1932; das Row-Houses também, em Utrecht (1931-1934); o Pavilhão Holandês na Bienal de Veneza (1954); o Pavilhão da Escultura no Museu Kröller-Müller, em Otterloo, província de Güeldria e o Museu Van Gogh em Amsterdam.

8 | REVISTA ARTEAMBIENTE

ArteAmbiente ed. 42.indb 8

20/02/2014 11:28:33


ArteAmbiente ed. 42.indb 9

20/02/2014 11:28:34


A D A I C O S S A

ArteAmbiente ed. 42.indb 10

20/02/2014 11:28:41


Contar com o bom gosto da Maria Clara Home é fundamental em meus projetos, pois cria um ambiente harmônico e requintado em cada detalhe.

ana romélia Designer de interiores e Light Designer

Av. Jorge Amado, 850 – Garcia | Tel.: (79) 3217-6662 / 3217-6562 | Aracaju/SE | contato@mchome.com.br | www.mchome.com.br

ArteAmbiente ed. 42.indb 11

20/02/2014 11:28:47


40

SUMÁRIO 8 - ÍcOnes mUndiais

40 - matÉria de caPa

Gerrit thomas rietveld

mansão roberto constâncio vieira

18 - entrevista

44 - tendÊncias

sérgio rodrigues

as cores de 2014

24 - nOtas

52 - ambiente ParticUlar O lar doce lar de léa Paim

30 - arQUitetandO lélio Fortes

34 - meU PrOjetO amanda mitidieri

38 - PráticO e FUnciOnal

58 - encOntrOs arteambiente 2ª edição do encontros arteambiente promoverá a arquitetura

62 - internaciOnal a casa torta

12 | REVISTA ARTEAMBIENTE

ArteAmbiente ed. 42.indb 12

20/02/2014 11:29:08


A sala de leitura foi trabalhada com base neutra, com frentes opaque prata e tamponamentos brancos, em contra ponto nichos em high gloss (lacca), com vรกrios tons garantindo ao ambiente alegria e aconchego. O projeto ficou perfeito atendendo as expectativa da cliente, de um ambiente despojado.

Av. Hermes Fontes, 1294 | Tel.: (79) 3211-9152 www.celmarmoveis.com.br | contato@celmararacaju.com.br

ArteAmbiente ed. 42.indb 13

20/02/2014 11:29:11


18

34

80 64 - Objetos de Desejo

80 - Galeria Anselmo Rodrigues

66 - mobiliário Seu canto, seu estilo

84 - Evento Celmar - Você no Nannai

68 - decoração Para se servir com mais estilo

72 - Responsabilidade ambiental 74 - Acessórios Puxadores

76 - Feiras e Mostras Contagem regressiva para a ExpoRevestir 2014

86 - Evento Norcon Rossi Lança Mansão Roberto Constâncio Vieira

88 - Onde Encontrar 90 - Arte e Letra O Intelectual e o sabão em pedra

58 44

14 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 14

20/02/2014 11:29:17


Euclides J. de Mendonça Designer de Interiores

A

S

S

O

C

I

A

D

A

Hoje em dia um dos grandes problemas na execução de um projeto é a questão do consumo de energia, por isso temos que unir criatividade e preocupação técnica no uso da luminotécnica. Existem muitas opções para que seja feita uma boa iluminação, principalmente através do uso de lâmpadas e fitas de leds. No mercado temos uma variedade de peças que nos permitem, em cada projeto, o uso dessas luminárias com harmonia e sofisticação, mas, para isso, é importante ter uma boa parceria junto ao fornecedor. Na Luzelle encontramos todos tipos de luminárias facilitando a especificação de cada projeto.

ArteAmbiente ed. 42.indb 15

Aracaju

Salvador

Av. Francisco Porto, 493, Grageru - Tel: (79) 3217-6437 luzelle.aracaju@terra.com.br

Al. das Espatódias, 100 C. das Árvores - Tel.: (71) 3353-9773 luzelle@terra.com.br

20/02/2014 11:29:22


Editorial

Com olhos no futuro!

“E

u vejo um novo começo de era, de gente fina, elegante e sincera”. Algumas canções de Lulu Santos ficam latentes na memória. Os anos podem passar, mas a mensagem está ali, sempre fresca. Há quase três décadas essa canção

trata sobre as possibilidades de um futuro repleto de transformações comportamentais e de perspectivas de vida realmente novas. O calendário correu e as alterações acontecidas no mundo foram mais tecnológicas do que de qualidade de vida. Apesar de tantas reviravoltas, é importante permanecer de olhos abertos para o inesperado, para o lastro que a modernidade ainda nos delega. Essa edição de nº 42 da ArteAmbiente, a primeira de 2014, propõe novos horizontes e está inclinada para o futuro. A Editora acaba de lançar seus sites (Editora, Anuário e Revista), além de um blog, para manter a comunicação afinada e muito dinâmica com seus leitores, parceiros, arquitetos e designers. A grande vantagem é que todos podem participar, mostrando seus trabalhos, ideias, dúvidas, sugestões, tendências, produtos e aproveitar para fortalecer esse mercado encantador que é o de arquitetura e decoração. Acredito que a troca de experiência e conhecimento é a base desses tempos modernos. E é isso que propõe também o Encontros ArteAmbiente, em abril, um evento que vai provocar o debate junto com grandes nomes da arquitetura nacional, Antônio Caramelo e Benedito Abbud, sobre os fatores presentes na realidade do mercado. Não tenho dúvidas de que será um encontro histórico e você não pode deixar de participar. Não demore porque as vagas são limitadas! Outra novidade é que a campanha do Anuário ArteAmbiente 2014 já começou e os profissionais de arquitetura, design de interiores e empresários já podem reservar o seu espaço e anotar na agenda o dia da grande festa de seu lançamento, marcada para 27 de novembro de 2014. A Revista está imperdível, com matérias gostosas de ler e muito úteis para sua casa. Nosso entrevistado é o mestre do design nacional Sérgio Rodrigues! Aos 87 anos, ele continua na ativa em seu ateliê, levando para o Brasil e o mundo o melhor de nossa cultura, em traços únicos. Na seção Ambiente Particular, você terá a oportunidade de conhecer o jeito de viver da empresária Léa Paim. Em Tendências, uma matéria sobre as cores para você começar a transformação da casa pelas paredes. Em Galeria, a arte genuína de Anselmo Rodrigues. E tem muito mais! Aproveite a leitura sem moderação!

Capa: Sala de jantar do apartamento decorado da Mansão Roberto Constâncio Vieira. Foto de Marcelo Negromonte

expediente Direção Geral Jonatal Sousa e Leonardo Mittaraquis Departamento Comercial Jonatal Sousa ((79) 9828-9452) Lídice Rodrigues ((79) 9902-7763) Meire Mittaraquis ((79) 9828-9435) Projeto Gráfico, Editoração e Tratamento de Imagens Leonardo Mittaraquis ((79) 9828-9405) Josué Jackson - Diretor de Arte Diego Ferreira - Designer Gráfico Editora Roberta Nascimento DRT 1.068 SE Fotógrafos Ivve Rodrigues Martha Oliveira Álvaro Rocha Produtora Monique Garcez DRT 2.758 SE Colaboradores Léo A. Mittaraquis Mário Britto Administrativo Rosilane Mesquita Tiragem 7.000 Exemplares ISSN 2238-6971

Um grande abraço,

Robert a Nasciment o 16 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 16

A Revista ArteAmbiente é uma publicação da Editora e Gráfica ArteAmbiente Ltda, com CNPJ 09.454.712/0001-55. A Editora ArteAmbiente não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados. Fevereiro/Março 2014. Informações: Tel.: (79) 3231-3475 arteambiente@editoraarteambiente.com www.editoraarteambiente.com

20/02/2014 11:29:24


ArteAmbiente ed. 42.indb 17

20/02/2014 11:29:25


Entrevista

Sérgio Rodrigues ROBERTA NASCIMENTO

PAULO AFF E DIVULGAÇÃO

18 | REVISTA ARTEAMBIENTE

ArteAmbiente ed. 42.indb 18

20/02/2014 11:29:30


Não dá para pensar em design brasileiro,

Redig de Campos.

sem pensar em Sérgio Rodrigues. A obra

A partir daí, tam-

deste grande mestre, hoje aos 87 anos,

bém abriu terreno

é, sem dúvida alguma, umas das mais

junto com outros

admiráveis expressões do design do nos-

grandes arquite-

so país. Foi a sua ousadia e seu espírito

tos modernistas como João Batista

vanguardista que revelou aos gringos

Vilanova Artigas, Oscar Niemeyer,

as formas brasileiras e o nosso jeito de

Oswaldo Bratke e Paulo Mendes da Rocha,

pensar a decoração e a arquitetura de

e logo resolveu saltar da arquitetura para

interior. O traço único de suas criações,

o design de móveis.

com destaque para a Poltrona Mole, peça

Ao lado de Joaquim Tenreiro e Zanine

notória mundialmente, que inseriu, de-

Caldas, ele desenvolveu uma ampla ex-

finitivamente, seu nome na história do

periência de produção. Para transformar

design do século 20.

a linguagem do móvel foi generoso no

Hoje, seus móveis são como objetos de

traço e no emprego das madeiras nativas.

arte, que carregam o ar nostálgico e bri-

Nesta entrevista exclusiva à ArteAmbien-

lhante das décadas de 50 e 60. Como ar-

te, ele fala um pouco sobre sua tra jetória

quiteto, trabalhou ao lado de David Azam-

e da premiada Poltrona Mole, na IV Bienal

buja, Flávio Regis do Nascimento e Olavo

do Móvel, em Cantu, Itália 1961.

ArteAmbiente – Como e quando nasceu a vontade de desenhar móveis? Sérgio rodrigueS – Sempre desenhei. Desde criança desenhava meus brinquedos antes de executá-los em madeira. Já na universidade, notando a defasagem entre a arquitetura brasileira, tão prestigiada no mundo, e o seu interior com móveis europeus, pensei em criar móveis com o espírito brasileiro.

Poltrona Diz criada em 2002

ArteAmbiente – Na opinião do senhor, o que torna uma peça atraente ao público?

Sérgio rodrigueS – A beleza e o conforto. ArteAmbiente – Qual o melhor desenho que o senhor já executou? Sérgio rodrigueS – A Poltrona Mole, por ter quebrado os padrões da época e mais recentemente a Poltrona Diz.

ArteAmbiente – Como é o processo criativo? A pesquisa e a criação? Sérgio rodrigueS – O processo criativo é natural. O produto vai surgindo na minha imaginação e a técnica construtiva é desenvolvida em seguida.

ArteAmbiente – Gosta do excesso de informa-

ArteAmbiente – Há algum objeto ou mobiliário

ArteAmbiente – Qual a sua avaliação sobre a indústria de design brasileira? Sérgio rodrigueS – A nossa indústria tem progredido muito a partir da conscientização dos

que tem vontade de projetar? Sérgio rodrigueS – A minha paixão é por assentos.

ções ou prefere ter a cabeça livre, seguir instintivamente? Sérgio rodrigueS – Ter a cabeça livre de qualquer influência.

FEVEREIRO/MARÇO | 19

ArteAmbiente ed. 42.indb 19

20/02/2014 11:43:41


A famosa e premiada Poltrona Mole, criada em 1961

industriais de que era importante a contratação de bons designers.

colaborado para esse movimento em um momento tão importante para a arte brasileira.

ArteAmbiente –A estética da madeira é muito

ambientação de

ArteAmbiente –Muitos críticos de arte e do design definem a Poltrona Mole como uma resposta rebelde, expressão crua de nossa brasilidade, à escola Bauhaus. Qual era o sentimento durante a criação desta peça? Sérgio Rodrigues –Foi a vontade de criar algo que correspondesse às nossas necessidades de conforto e informalidade, utilizando matéria prima brasileira, em contraste com tudo o que era produzido lá fora.

interior no movimento

ArteAmbiente – Por que a Mole tornou-se um

Sergio Rodrigues com a criação da OCA integrou a

de renovação de nossa architetura Lúcio Costa Arquiteto e urbanista

ícone do design do Brasil? Como foi a recepção da peça nas feiras internacionais e lojas na época? Sérgio Rodrigues –A Poltrona Mole só foi reconhecida aqui e no exterior depois da premiação em Milão.

ArteAmbiente –A Bossa Nova e o movimento modernista na arquitetura influenciaram sua criação? Sérgio Rodrigues –Claro, e me orgulho de ter

forte em todo seu trabalho, do design à arquitetura. Apesar da abundância dessa matéria-prima, quais os desafios técnicos e práticos que ela exige? Sérgio Rodrigues –Ela exige maquinário moderno e profissionais gabaritados.

ArteAmbiente –Hoje, como funciona a produção e a distribuição das peças do seu ateliê? Sérgio Rodrigues –Através de meus licenciados que as distribuem pelas lojas do Brasil e do exterior.

ArteAmbiente –Já veio visitar Aracaju? Como é a relação com os lojistas daqui?

Sérgio Rodrigues – Estive em Aracaju há alguns anos visitando a loja que vende meus produtos, em companhia da minha licenciada. Infelizmente, no momento, estou proibido de viajar, mas gostaria de um contato com a loja através da internet.

20 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 20

20/02/2014 11:43:42


A D A I C O S S A

A nova loja A Suprema, no shopping Prêmio, foi resultado de mais uma parceria com a Dimadeira, sob medida para o sucesso do negócio. Pontualidade na entrega, agilidade na montagem e primoroso acabamento foram os diferenciais desse projeto executado em curto prazo para garantir a inauguração da loja em grande estilo.

Carol Carvalho

Arquiteta - CAU A57226-8

Travessa D, 35 - Distrito Industrial de Aracaju Tel.: (79) 3217-3223 dimadeira@dimadeira-se.com.br

ArteAmbiente ed. 42.indb 21

20/02/2014 11:43:53


Ah, a poltrona Mole! Quem nunca se sentou em uma, não sabe

Poltrona Xibo A data de criação é de 2013, mas seus desenhos originais datam dos anos 90

o que é. Perdão. Nele, não se senta, refestela-se, repimpa-se, Banco Mocho criado em 1954

repoltreia-se. É um regaço de jacarandá, tiras de couro e almofadas, que entrou para história do mobiliário brasileiro da mesma época, com a força mais

Poltrona Kilin, de 1973

expressiva da bossa nova. Foi, sem pretensão, a contraposição à famosa escola vanguardista

Exposição na Galeria Espasso, em Nova York, 2011. Destaque para a Poltrona Chifruda

Bauhaus Sérgio Augusto Jornalista

Poltrona Oscar Niemeyer, de 1956

ArteAmbiente ed. 42.indb 22

20/02/2014 11:43:58


LIBERDADE PARA O SEU ESTILO

O quarto do casal foi concebido para proporcionar conforto e bem estar, coerentemente associados à harmonia estética do ambiente. O mobiliário apresenta formas retas e limpas, aproveitando ao máximo todo espaço. Por isso a ideia de colocar portas de correr no armário e ao mesmo tempo acoplando a TV a uma delas. Nas cores destaque para o preto, o branco e suas nuances, tendência forte no mercado atual, criando um ambiente sofisticado.

Ana Luzia Arquiteta e Urbanista | CAU A40801-8.

Av. Augusto Franco - 3000 79 3234-0700

ArteAmbiente ed. 42.indb 23

20/02/2014 11:44:00


Notas

Pinocchio por Alessandro Mendini Pinóquio é o saca-rolhas desenhado por Alessandro Mendini, que entrou para a coleção outono-inverno 2013 Alessi. Feito em PA e zamak cromado, o saca-rolhas tem a aparência de um Pinóquio com jaqueta vermelha e calções verdes. Decorado à mão, Sandro M. é produzido em uma edição limitada.

Pedal Car Pedal Car é da década de 1930. Tem chassis em madeira com partes em lata e metal. Está em estado original e seu fabricante é desconhecido. http://www.desmobilia.com.br/

Mais de uma utilidade com certeza

Música de parede

Sim, é uma luminária que também serve de travesseiro. A Soft Light, criada pelo design Simon Frambach, foi desenvolvida com espuma de poliuretano e é altamente flexível, o que permite deitar sobre ela confortavelmente. Útil, arrojado e muito diferente.

O diretor de arte e músico brasileiro Gabriel Gariba criou o projeto “músicas que enfeitam paredes”. São cinco quadros que vem com um CD, todos com uma única faixa compostas por ele e inspiradas na ilustração de cada quadro. www. musicasqueenfeitamparedes.com.br

Confortável e histórica A poltrona Proust foi criada em 1978 e desenhada por Alessandro Mendini. É o projeto mais famoso deste designer italiano. Seu estilo é romântico e barroco. O móvel original era pintado à mão com infinitos pontos multicoloridos. Para isso, o profissional se utilizava da técnica de pontilhismo e se baseava na obra do pintor francês Signac. É uma joia industrial em termos de produção, trazendo a energia de novas cores a um objeto eterno.

24 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 24

20/02/2014 11:44:01


ArteAmbiente ed. 42.indb 25

20/02/2014 11:44:05


Letras de sentar A linha Typographia da marca francesa Tabisso chega ao Brasil com cadeiras em formato de letras e números (o alfabeto completo e os números de 0 a 9). As peças são 100% produzidas na França e deixam o ambiente descontraído e moderno. www.tabisso.com

Personalização de produtos e brindes A Multicor Estamparia Lírio dos Vales (MELV) comemora seu 1º ano no mercado de sublimação em canecas e camisas personalizadas. Contato: vendas. melvpersonalizacoes@gmail.com. Tel.: (79) 9842-0368 / 8837-0954

É só girar Simplicidade e praticidade são as características dos móveis da Coleção Avvitamenti (aparafusados) do italiano Carlos Contin. Basta girar e o resultado se traduz em composições como mesas, estantes, cadeiras e até luminárias.

A Gesso Design vem com tudo em 2014 O ano nem começou e a Gesso Design já mostrou porque foi escolhida por dois anos consecutivos a melhor loja do seguimento. Além do treinamento e capacitação de seus colaboradores, a loja está concluindo as obras de seu novo Show Room, assinado pelo renomado arquiteto Ygor Prudente e espera assim melhor expor seus principais diferenciais de mercado que são o gesso decorativo, o reboco de gesso e o gesso acartonado. Tudo isso acontece em meio a chegada da loja ao Clube de Talentos. Este ano promete!

ArteAmbiente ed. 42.indb 26

20/02/2014 11:44:09


Restaurante Zoodiaco, mais um sonho construĂ­do pela Amaru Madeiras

ArteAmbiente ed. 42.indb 27

20/02/2014 11:44:17


Tábua Splash, da Mustard Uma ideia que une praticidade e firmeza à beleza do design para sua cozinha. É a tabua de cortar Red Splash da marca Mustard, que fabrica acessórios para casa e cozinha. O produto é de alta resistência a impactos e também a cortes de faca, e depois de usada não fica com nenhuma marca. Sua dobra garante que ela fique bem firme e não escorregue do balcão ou da mesa da cozinha. Quando não está sendo usada também serve como um criativo objeto de decoração para sua cozinha

Da pele para a sua parede

Projeto premiado O concurso Sofá Renovatto, idealizado pela empresa Renovatto em parceria com o Curso de Design de Interiores da UNIT, parabeniza a arquiteta e estudante de Design de Interiores Camila de Castro pelo belíssimo projeto, que demonstrou a criatividade e talento da estudante merecedora do prêmio

Potinhos de Chuva

A tatuadora carioca Anna Idza transformou seus desenhos em revestimentos de cerâmica. A linha Tatoo possui mais de oito mil estampas, como pin-ups e caveiras, que podem ser vendidas em kits com o mesmo tema ou variados. As peças medem 15,4 x 15,4 cm e estão à venda na Ibiza Acabamentos. www.ibizaacamentos.com.br

Pia Wing

Criada pelo designer Ludovico Lombardi, a Wing é uma belíssima pia que parece um objeto decorativo. Ela expressa o lado criativo do proprietário da casa e se torna uma extensão da própria decoração.

As plantas da sua casa agora podem ser regadas de forma divertida. Essa é a ideia do Rainy Port, os vasinhos possuem uma nuvem que serve como regador.

28 | REVISTA ARTEAMBIENTE

ArteAmbiente ed. 42.indb 28

20/02/2014 11:44:23


ArteAmbiente ed. 42.indb 29

20/02/2014 11:44:28


Arquitetando

Lélio Fortes Natural de: Araca ju/SE Formação profissional: Arquiteto e Urbanista Algum projeto que considera cartão de visita? Normalmente o último a ter sido executado e finalizado. No momento, um apartamento no edifício Dubai Tower Residence. Onde busca inspiração? Nos sonhos dos meus clientes, afinal, é isso que tento trazer à realidade através dos meus projetos, além de estar bem descansado e tranquilo. Um projeto desafiador: Cada projeto tem seus desafios particulares. Uns maiores e outros nem tanto. Atualmente é o prédio da nova sede do CAA/SE, da OAB. Monumento da arquitetura mundial: 30 St Mary Axe - sede da seguradora Swiss Re, em Londres, é também chamado de The Gherkin (pepino). Estilos e correntes da arquitetura com que mais se identifica: A arquitetura moderna e, principalmente, a contemporânea voltada para o estruturalismo.

Como você visualiza a arquitetura no futuro? Vejo a arquitetura sustentável com o uso de materiais de menor impacto ao meio ambiente. Infelizmente, mais por necessidade do que por opção . Profissional que admira: Gaudí, no mundo, e Rui Ohtake, no Brasil. Arquitetura ou ambientação? Um completa o outro. Sempre trabalhei com arquitetura e ultimamente tenho me dedicado também à ambientação. O resultado de fazer os dois é muito gratificante. Livros indispensáveis para atuação: Não tenho um específico, estou sempre pesquisando em sites e revistas especializadas. Mudanças que gostaria de promover na arquitetura de Araca ju? O mercado imobiliário de Araca ju cresceu muito nos últimos anos. Assim, gostaria de ver uma maior valorização no trabalho do Arquiteto, que deve oferecer confiança, pontualidade e um produto de qualidade. aCCiOlY

Sustentabilidade na arquitetura: Quem não quer ter uma casa saudável,

termicamente confortável e que gaste menos água e energia? Esse nicho de mercado, hoje é um diferencial, e no futuro se transformará em requisito indispensável, pois está dentro da necessidade urgente de uma melhor qualidade de vida.

As cores pálidas das paredes e cortinas destacam a coleção de objetos do casal. O elegante aparador feito sob medida com traços rústicos, recebe uma sofisticada produção com as peças decorativas

30 | REVISTA ARTEAMBIENTE

ArteAmbiente ed. 42.indb 30

20/02/2014 11:44:34


Uma iluminação discreta e confortável foi a proposta para esta sala de estar ambientada pela designer Cida Teixeira. A luz com temperatura de cor morna (amarelada) cria o clima de aconchego importante para assistir a TV e relaxar com a família. A utilização de duas luminárias de embutir quadradas 2 em 1, que fazem o mix de luz difusa e de foco na mesma luminária, foi a solução encontrada pela designer para fazer a iluminação geral e destacar os objetos de decoração ao mesmo tempo, sem poluir demais o teto com muitos pontos de luz. A iluminação complementar vem de pequenos focos com lâmpadas dicroicas, para destaque de objetos, e luz indireta no cortineiro, lavando a cortina. Cida Teixeira Designer de Interiores | ABD 8792

Av. Des. Maynard, 850 | Cirurgia

Tel.: (79) 3022-2978 | pontoeletro@yahoo.com.br

ArteAmbiente ed. 42.indb 31

20/02/2014 11:44:42


ArteAmbiente ed. 42.indb 32

20/02/2014 11:44:45


ArteAmbiente ed. 42.indb 33

20/02/2014 11:44:47


luxo e simplicidade

Meu Projeto

Quando

andam juntos

Elegância é a palavra chave para esse living, onde a bela vista é um convite para apreciar e integrá-lo à varanda

ArteAmbiente ed. 42.indb 34

20/02/2014 11:44:48


A

partamento localizado em área nobre de Aracaju com projeto despojado idealizado para um jovem casal com dois filhos. Valorizou-se o perfil da família, priorizando a qualidade de vida e materializando as personas nas atividades projetuais. Assim, nasceram ambientes preocupados não só com a estética e a elegância, mas também com a funcionalidade e os fluxos. Buscou-se criar espaços que induzissem a um bom convívio familiar e a um clima aconchegante.

fevereiro/março | 35

ArteAmbiente ed. 42.indb 35

20/02/2014 14:01:29


O revestimento rústico amadeirado (Banho e Metal), em contraposição com o branco do mobiliário da parede, valoriza a sala de jantar. Vértices embutidos na parede finalizam o contexto. Destaque para a imponência da extravagante luminária pendente (Ilumi) sobre a mesa de jantar

O living é o cartão de entrada principal. Predominantemente em tons neutros e clássicos, dá espaço para alguns toques de ousadia através do turquesa pontuado nas poltronas (Sierra)

36 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 36

20/02/2014 14:01:33


Projeto elaborado para dois irmãos com layout descontraído e cores vibrantes. Móveis embutidos (Artplan) se encaixam perfeitamente no espaço. Enxoval e papel de parede (Empório Casa) criam uma atmosfera alegre sem tornar muito infantil

Martha Oliveira

Tons de dourado, mesclados ao branco, às cortinas longas e à poltrona Charles Eames trazem aconchego, além de mostrar elegância e sobriedade. Detalhe em gesso com iluminação trabalhada e cabeceira estofada (Renovatto) em todo o pé direito enfatizam o todo

Amanda Mitidieri Arquiteta CAU- 86258-4

Av. Santos Dumont, 478, Bairro Atalaia Tel.: (79) 3226-3925 | 9134-2117

fevereiro/março | 37

Meu projeto ed 42.indd 37

20/02/2014 15:03:07


Prático e Funcional

Carrinho Dobrável Dotado de garrafeiro e cesto, o carrinho Mince transita sem dificuldades pelos ambientes, graças a seus rodízios. Após o uso, o mesmo pode ser dobrado e acomodado com facilidade. Fabricado em chapa de aço, exibe pintura epóxi-pó vermelha (foto), preta ou branca. Encontrado na Tok & Stok.

Alimentos e bebidas sempre frescos Sem necessidade de gelo, devido a utilização de um gel embutido que conserva a temperatura, a maleta Packit da Girotondo conserva por até 10 horas alimentos e bebidas para você curtir aquele piquenique sem preocupação. Antes de utilizar é preciso deixar a bolsa dobrada dentro do congelador por no mínimo 12 horas antes de usar. www. girotondo.com.br

Multiplas funções A secadora SR555, desenvolvida pela Design Connection para a Latina, possui a maior capacidade do mercado e seca até 10 kg de roupa úmida, com espaço para 10 cabides removíveis. Sua câmara de secagem é inovadora, utilizando nylon resistente que pode ser removido e lavado. O aparelho é dobrável, funciona também como aquecedor e ficou em segundo lugar na categoria Eletrodomésticos no Prêmio Design Museu da Casa Brasileira. www.latina.com.br

Visual contemporâneo Funcional e extremamente útil, a prateleira Pepper é um ótimo acessório para pendurar na parede e manter seu espaço sempre organizado. Guarde em suas duas prateleiras tudo o que achar necessário: potinhos de tempero etiquetados ou panelas e vasinhos com hortaliças fresquinhas. Nos ganchos inferiores você poderá pendurar toalha de mão, luvas de forno, canecas e até mesmo colheres e utensílios. Pode ser utilizada em vários cômodos como cozinha, quarto, banheiro ou dispensa. www.meumoveldemadeira.com.br

ArteAmbiente ed. 42.indb 38

20/02/2014 14:01:38


Calçados sempre organizados Assim como as roupas têm o guarda roupa para guardálas, também se faz necessário ter um lugar para organizar os sapatos . Com a sapateira Neoshoesm, seus calçados estarão protegidos e livres de poeira. Feita de plástico ABS e tubos de aço, bastante resistentes, ela possui rodinhas para facilitar a sua locomoção e travas para que fique parada no lugar. Cabem 30 pares de sapatos femininos ou 20 masculinos. Disponível nas cores rosa, prata, preta e branca. www.neocool.com.br/neoshoes

Cinco em um Reunindo cinco funções em uma única e eficiente solução, H2O Mop 5 Vezes é um limpador de pisos, um veloz limpador de carpetes, um prático vaporizador portátil, um eficiente limpador de vidros e janelas e um poderoso higienizador e renovador de roupas e tecidos. Ele também retira a sujeira do rejunte dos banheiros, a gordura do forno e do fogão, o encardido dos azulejos, higieniza suas roupas e os brinquedos das crianças e recupera o brilho e a beleza dos pisos e muito mais. Extremamente leve, mesmo com a água, e totalmente portátil, H2O Mop 5 Vezes pode ser abastecido com água quente ou fria. www.polishop.com.br

Temperatura ideal O climatizador digital para vinho Cuisinart possui temperaturas pré a justadas para vinhos e champagne de 5º a 17º C, display digital a justável com tela em LCD, alarme sonoro que avisa quando a bebida está na temperatura programada e um lindo design. O climatizador opera com sistema de funcionamento termoelétrico e possui capacidade para climatizar garrafas de até 1 litro. www.magazineluiza.com.br

Simplicidade premiada Com um sujestivo nome de Anjo da Rede, a criação do designer Jorge Cardoso de Sá Ribeiro encurta as tiras da rede em até 50 cm, evitando aqueles indesejaveis nós. A criação recebeu o primeiro lugar na categoria Utensílios do Prêmio Design Museu da Casa Brasileira. www. anjodarede.com

ArteAmbiente ed. 42.indb 39

20/02/2014 14:01:39


Matéria de Capa

Norcon Rossi lança

Mansão Roberto Constâncio Vieira

Ambientes harmoniosos com a utilização de madeira, texturas e espelhos 40 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 40

20/02/2014 14:01:47


Projeto de altíssimo padrão será erguido na região nobre do Jardim Europa

Living ampliado do apartamento decorado

S

ofisticação e exclusividade com altíssimo padrão são algumas das características que traduzem o novo projeto da Norcon Rossi em Sergipe. “O lançamento homenageia uma personalidade sergipana, o empreendedor Roberto Constâncio Vieira, que lidera um dos maiores grupos empresariais do estado, com mais de 100 anos de tradição. Acreditamos que desenvolvemos um produto surpreendente e inovador e que faz jus ao nome tão bem selecionado”, relata o diretor presidente da Norcon Rossi, Cristiano Teixeira. À altura de seu batismo, o arquiteto Paulo Rehm traçou uma arquitetura suntuosa para 46 apartamentos, todos com hall social privativo e fachada 100% revestida em pastilhas que, aliada ao paisagismo de Guilherme Takeda, proporcionarão maior prestígio aos futuros moradores. O Mansão Roberto Constâncio Vieira será erguido na Rua Monsenhor Olívio Teixeira, com vista para o Parque da Sementeira. Luxuoso e privilegiado Há opções de apartamentos a partir de 219 metros quadrados. Além disso, são disponibilizados sete duplex, com 326 metros quadrados de muito privilégio. Em todas as unidades do Mansão Roberto Constâncio Vieira haverá banheira na suíte máster, depósito privativo na garagem, bem como duas varandas em todas as opções de plantas. Opções de kit de acabamento, kit de fechamento das varandas com esquadrias

Fotos: Marcelo Negromonte

fevereiro/março | 41

ArteAmbiente ed. 42.indb 41

20/02/2014 14:01:52


Matéria de Capa

Perspectiva ilustrada living do apartamento duplex

Sofisticação e leveza para valorizar os espaços

tipo screen glass e kits de automação também estão previstos como serviços “plus” para que o cliente escolha e personalize seu imóvel como sonha. Além disso, a área de lazer foi desenvolvida para proporcionar momentos únicos entre as famílias e os amigos dos futuros moradores. O Mansão Roberto Constâncio Vieira também proporcionará um Espaço Gourmet com amplo ambiente, além de trazer churrasqueira, forno de pizza e deck próximos à piscina. Mergulhar nas piscinas adulto e infantil será ainda mais prazeroso. O projeto contempla uma raia de 25 metros, iluminação cênica com LED e pontos de hidromassagem. O Salão de Festas será integrado à área externa e ao terraço, o que tornará os eventos ainda mais espaçosos e com a tranquilidade de ter o parque infantil ao lado.

Suíte master do apartamento decorado

O maior apartamento decorado de Sergipe A grandiosidade do projeto Mansão Roberto Constâncio Vieira se espelha em todos

42 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 42

20/02/2014 14:02:08


Living ampliado do apartamento decorado

Banheiro da suíte master do apartamento decorado

Suíte do menino do apartamento decorado

os detalhes, como no apartamento decorado ambientado por uma grife internacional de arquitetura, com assinatura da renomada Débora Aguiar. Desde já os clientes podem sonhar com o seu imóvel ao conhecer este, que é o maior apartamento decorado que Sergipe já aportou. Em exibição desde o dia 15/2, das 8h às 20h, no Espaço Norcon Rossi, na Av. Oviêdo Teixeira, o apartamento decorado do Mansão Roberto Constâncio Vieira reúne o que há de mais moderno no universo de decoração. Para a inspiração deste novo trabalho, a ar-

A utilização de diferentes materiais resultou em um projeto atemporal e contemporâneo

Cozinha do apartamento decorado

quiteta Débora Aguiar conta como se deu sua concepção criativa. “O projeto contempla um conceito sofisticado e ao mesmo tempo leve, que valoriza os espaços com muito conforto e bem-estar. Madeiras claras, texturas e espelhos garantem harmonia em todos os ambientes. A localização privilegiada e o acolhimento que a cidade oferece foram a minha inspiração! Muitos tons neutros em diferentes texturas e materiais, aliados a pontos precisos de cor, conferem a sofisticação e o aconchego que eu buscava. O resultado foi um projeto atemporal e contemporâneo”, revela.

Visite a site www.norconrossi. com.br ou acesse pelo celular. Novidades sobre a empresa também são divulgadas diariamente por meio do canal corporativo na rede facebook.com/ norconrossi

fevereiro/março | 43

ArteAmbiente ed. 42.indb 43

20/02/2014 14:02:45


Tendências

As cores novas

de 2014

Comece a renovação da casa pelas paredes. Conheça as cores que vão dar o tom no ano da Copa no Brasil

A

Um pouco da peleta de cores da SherwinWilliams Colormix

no novo, vida nova. Esse é um jargão que também vale para sua casa. Uma boa maneira de renovar o ambiente é apostar em novas cores para as paredes. Uma alternativa que demanda um investimento relativamente baixo, de tempo e de dinheiro, e que sempre traz bons resultados. Assim como acontece no mundo fashion, as marcas de tintas geralmente lançam seus novos catálogos antes de virar o ano. Para não ficar perdido na loja de tintas com tantas opções, antes, vale a pena pesquisar as tendências, o significado das cores e o que os novos lançamentos querem dizer junto aos arquitetos e designers. Recentemente, a marca americana Pantone anunciou o Radiant Orchid (Orquídea Radiante), um lilás intenso, como a cor de 2014, o que significa que em breve ela deve tingir passarelas e ambientes, já que moda e arquitetura quase sempre andam de mãos dadas. A Suvinil, por sua

vez, elegeu o Curaçau Blue, um tom de azul-céu quase turquesa, como o pigmento do ano para as paredes de casa. Outra aposta da empresa é o uso de verde e amarelo, uma aposta certeira que combina com a Copa do Mundo. “A paleta de 2014 será repleta de nuances dentro das famílias dos verdes, amarelos e azuis. Saem de cena as tonalidades óbvias da bandeira para a chegada das mais tranquilas”, diz Ana Kreutzer,designer de cores. A Sherwin-Williams Colormix aproveitou uma nova série de inspirações para quatro paletas únicas. Fundamentado (Reasoned) traz a sensualidade do cinza; Instrínseco (Intrinsic), a força das cores inspiradas no artesanato e folclore; Curiosidade (Curiosity) aposta no bizarro, na mistura da fantasia e ciência; e Diáfano (Diaphanous) nos lembra do valor da beleza da simplicidade. Para a marca, o cinza continua reinando na

44 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 44

20/02/2014 14:02:45


A cor Lagoa Particular, um tom azul esverdeado, promete ser o ‘queridinho’ no mundo do design

fevereiro/março | 45

ArteAmbiente ed. 42.indb 45

20/02/2014 14:02:46


Tangerina: alegria, dinamismo e muita energia vital dentro de casa

decoração da casa. A Sherwin-Williams aposta na cor “Exclusive Plum”, um tom de cinza arroxeado, pela sensação de frescor que proporciona, além da perspectiva neutra levada aos ambientes. A tonalidade escolhida pela marca é destaque ainda no mundo das passarelas. “A cor aparece na moda, traz uma sensação clássica e sua versatilidade transmite algo de mistério e luxo”, afirma Carol Derov, diretora de marketing.

De olho nas cores A Coral resolveu combinar em 2014 a harmonia natural do verde com a tranquilidade do azul. A cor Lagoa Particular, um tom azul esverdeado possui uma característica suave, tornando-se o novo ‘queridinho’ no mundo do design. Tratase de uma tonalidade que reflete o equilíbrio e

o desejo de descobrir. Esse azul esverdeado é gentil e versátil, permitindo combinações com diferentes tons, especialmente com verde-menta, esmeralda e ainda com nuances de madeira. A flexibilidade de “Lagoa Particular” possibilita também que ela seja usada em todos os ambientes da casa. “Os especialistas envolvidos na criação do Colour Futures perceberam um mundo à procura de respostas, o que resultou em uma gama de cores convidativa e excitante que inspirará renovação”, explica Stephanie Kraneveld, Gerente Global de Conhecimento de Cores da Tintas Coral. Patrocinadora oficial da cartela Cecal, do Centro de Estudos da Cor para América Latina, as Tintas Eucatex apostam no tom Tangerina para

46 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 46

20/02/2014 14:02:50


ArteAmbiente ed. 42.indb 47

20/02/2014 14:02:51


2014. Isto porque pesquisas realizadas pelo Comitê Brasileiro de Cores, CBC, confirmaram a tonalidade como sendo a preferida do momento, principalmente entre a faixa etária que compreende consumidores de 24 a 42 anos. De acordo com Elizabeth Wey, presidente do CBC e consultora da Eucatex para a Cartela Cecal 2013, as evidências quanto à preferência pela tonalidade aparecem tanto nas peças do vestuário como nos automóveis, passando por inúmeros objetos. “Mistura de amarelo e vermelho, Tangerina é uma cor quente que biomimetiza o efeito do pôr-do-sol da região central do

Verde esperança, em todos os tons. Essa é uma cor que transmite confiança e equilíbrio na saúde. Bacana para atuar no quarto das crianças, na cozinha, banheiro e detalhes

A cor Curaçau-Blue, eleita pela Suvinil, desperta o sentimento de compreensão

48 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 48

20/02/2014 14:02:54


fevereiro/marรงo | 49

ArteAmbiente ed. 42.indb 49

20/02/2014 14:02:56


Exclusive Plum, da Sherwin-Williams, é um tom que veio das passarelas para ficar. O tom de verde atua na descontração, quebrando paradigmas

Brasil, onde o clima mais seco propicia um efeito luminoso dos raios solares intensos e vibrantes, repletos de laranjas incríveis”, assinala Elizabeth. A cor eleita pela Eucatex tem como principais propriedades a alegria, a extroversão, o dinamismo e o movimento, por isso é indicada para todos aqueles que buscam energia vital para reger suas vidas. Segundo o CBC, muitas cores harmonizam-se com o Tangerina, desde as neutras, como camelo, linho, tronco, cinza, até os tons petróleo, vermelho chinês, amarelos, coral e azul noturno, cada uma delas criando ambientes aconchegantes e sofisticados.

Copa do Mundo invade a decoração Para além das paredes, a cor pode entrar em casa também nos objetos. Que tal, por exemplo, trocar as almofadas do sofá ou adicionar uma mesa de canto colorida? A cor Curaçau-Blue carrega também um sentimento de confiança e compreensão.

Os tons quentes laranja e lilás harmonizam a ambientação da cozinha e sala

50 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 50

20/02/2014 14:02:57


ArteAmbiente ed. 42.indb 51

20/02/2014 14:19:35


Ambiente Particular

O lar doce lar d

52 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 52

20/02/2014 14:19:37


r de Léa Paim

A casa é fonte de renovação de energias e ponto de encontro entre amigos e familiares Monique Garcez e Roberta Nascimento IVVE RODRIGUES

A

Este espaço é o preferido de Léa e sua família

s cores fortes, vibrantes são dominantes nessa casa onde a dona revela ter personalidade forte. A escolha dos objetos não parece nada fortuita. Tudo tem uma ligação de afeto, desde a porta de entrada. Na balança das emoções, Léa Paim decidiu fazer de seu lar uma prosa com a infância, como quem brinca de boneca. O resultado disso é encantador, e destaca a plasticidade e a beleza que existe no pensamento de quem vê a vida com uma pitada de arte e muita alegria de viver. Empresária bem sucedida, casada, mãe de Paulo e Catarina, muita gente conhece Léa apenas de nome. A sergipana é dona de uma rede de lojas de bijuterias que faz a cabeça da mulherada. Apesar de ter concluído sua graduação em Direito e de sua família seguir a carreira da advocacia, seu destino estava atrelado à moda. Sua paixão por isso começou ainda em São Paulo, durante a faculdade, quando fazia bijuterias e vendia para as amigas. Durante as férias em Aracaju, a empresária montava um bazar e dava prosseguimento a comercialização de suas peças. A primeira loja Léa Paim abriu as portas em 2002, no bairro 13 de Julho. De lá para cá, a empresária investiu alto e conta atualmente com uma rede de quatro lojas. Para manter seu estoque bem atualizado, Léa sempre está atenta às novidades da estação e viaja para São Paulo e outros países para acompanhar os novos lançamentos e trazer para Aracaju o melhor do segmento. “O comércio de bijuterias é uma coisa que eu realmente me identifico, faço com amor e paixão. Tanto é que até hoje não fui buscar o meu diploma de Direito”, revela.

fevereiro/março | 53

ArteAmbiente ed. 42.indb 53

20/02/2014 14:19:38


A empresária adora receber amigos e familiares, e faz questão de preparar a mesa

Minha casa é um lar doce lar mesmo, pois quando chego aqui me refaço junto aos meus filhos e marido

Cada ambiente, cantinho da casa, foi pensado com as referências de família e de vida. Com a ajuda da arquiteta Cristina Barretto, Léa explorou formas, texturas, sempre trafegando pelos limites do inusitado. É uma casa de estilo para ver e sentir. Nos detalhes, sua crença, muito artesanato, plantas e pássaros. Na sala de maior convivência, próxima à cozinha e à área de lazer com piscina, as cores dão o tom a móveis, poltronas, almofadas e a uma mesa de centro. Uma parede de tijolinhos aparentes garante uma impressão mais rústica e aconchegante ao ambiente. E para finalizar a composição, pratos, que com a junção de suas letras formam a palavra lar, sintetizam a importância daquela casa.

Carinho nos detalhes Lar doce lar. É assim que Léa Paim define sua casa, localizada em um condomínio fechado de Aracaju. A residência foi toda construída de acordo com os ideais da família, e Léa fez questão de acompanhar a montagem de cada cômodo e de opinar também nos itens de decoração. “Quando surgiu a oportunidade de comprar esta casa, me dediquei ao máximo. Foi um sonho realizado. Nós fizemos um sacrifício para comprá

-la e estudei cada canto. Passei um ano em função da casa, assinei todas as revistas de decoração, e, depois que me mudei para cá, passei a gostar de decoração, de modo que sempre que viajo olho alguma coisa para minha casa”, conta a empresária. A sala de visitas, espaço aconchegante aos fundos da casa, é o preferido da família, que frequentemente recebe amigos e familiares. “Este foi o espaço que nós criamos para receber, pois nós amamos fazer isso. Aqui, promovemos muitas reuniões para a família, amigos e os vizinhos na quinta, sexta e sábado. E por isso nós não precisamos sair mais para comer, pois os encontros sempre acontecem aqui, nesse espaço que tem a nossa cara”, declara. Léa mora na casa há um ano e confessa adorar o local, pois oferece segurança, qualidade de vida e uma vasta infraestrutura para seus filhos. Os projetos de ambientação ainda não estão totalmente concluídos, de modo que dá sempre um gostinho de quero mais na hora de cuidar da casa. Falta finalizar o quarto do casal e ainda um quartinho especial, no qual funcionará uma brinquedoteca decorada com o tema da loja de Léa. Outro cantinho que ainda está em construção é a parede de entrada da casa, que funciona como

54 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 54

20/02/2014 14:19:40


ArteAmbiente ed. 42.indb 55

20/02/2014 14:19:42


A decoração da casa foi idealizada pela empresária junto com Cristina Barretto

Essa parede funciona como um memorial, e guarda lembranças de viagens e do nascimento dos filhos de Léa

um memorial. O local é repleto de lembranças de viagens e também é decorado com os quadros de maternidade de Catarina e Paulo. “Minha casa é um lar doce lar mesmo, pois quando chego aqui eu desestresso, me refaço junto aos meus filhos e marido em um clima de paz, harmonia e muito amor. Nós deixamos o trabalho e os problemas da porta para fora, e eu realmente fico com vontade de chegar em casa, pois procuro torná-la um ambiente de muita alegria e amor para que nós possamos estar sempre juntos, recebendo amigos”, finaliza Léa.

Léa adora ficar em casa e passar o tempo com sua família

56 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 56

20/02/2014 14:19:49


ArteAmbiente ed. 42.indb 57

20/02/2014 14:19:50


Especial

Encontros

ArteAmbiente 2ª edição do Encontros ArteAmbiente promoverá a Arquitetura

O Encontros ArteAmbiente está de volta. Em sua segunda edição, o evento realizado pela editora ArteAmbiente promete ser inesquecível. Com o tema Noite da Arquitetura, o ciclo de palestras acontece no dia 3 de abril e é uma oportunidade ímpar para que os profissionais que atuam em Sergipe tenham a troca de ideias e fomento da área. A edição passada, destinada aos designers, serviu como aprendizado para que em 2014 realizássemos um evento ainda melhor. E sabe quais serão os palestrantes? Antônio Caramelo e Benedito Abbud, que têm experiência de sobra para compartilhar com os profissionais. Roberta nascimento e monique garcez

Hangar Business Park

ArteAmbiente ed. 42.indb 58

20/02/2014 14:19:54


Shopping Barra

Antônio Caramelo

Mansão Luciano Barreto Jr

chitecture, como o melhor das Américas. Durante as edições desse concurso, Caramelo competiu com os mais importantes arquitetos do mundo, inclusive em disputa direta com Jean Nouvel, Carlos Ott, W.S Atkins, Aedas, Skidmore Owings, Merril, entre outros starchitects. O fato da Caramelo Arquitetos Associados ter ganho esses cobiçados prêmios é a prova de que o Brasil tem capacidade para triunfar nesta área altamente competitiva mundialmente. accIOLY

É um profissional reconhecido, com quatro décadas dedicadas à arquitetura. Sua carreira foi desenhada com projetos ousados e sensíveis às tensões humanas. Para conhecer de perto seu talento, basta uma visita pela bela Salvador ou por aqui mesmo, em Aracaju. O arquiteto também acumula prêmios internacionais. Foi contemplado por quatro vezes consecutivas no Property Awards, nos EUA. Em 2012 venceu em duas categorias, Multiple Residence e Office Ar-

FEVEREIRO/MARÇO | 59

ArteAmbiente ed. 42.indb 59

20/02/2014 14:20:01


nI cO La La

Ele pensa em arquitetura paisagística e sustentabilidade há cerca de quatro décadas. Formado em arquitetura, pós-graduado e mestre pela USP, fundou sua própria empresa em meados de 1981. Hoje, esse brasileiro que traz a reboque o Abbud das arábias, é considerado um dos grandes nomes do paisagismo de nosso país. Sempre focado na importância de projetar para as pessoas, de reconhecer e valorizar a diversidade humana, de acolher os diferentes desejos e necessidades de todos, ele acredita que o paisagismo pode tornar nossas cidades mais humanas. Após concluir cerca de 5.200 projetos paisagísticos desenvolvidos em todo Brasil e em outros países como Argentina, Uruguai e Angola, Abbud diz que entende a beleza como um conjunto de solução, e que suas ferramentas de trabalho são o olfato, o paladar, a audição, o tato e a visão. Com base nisso, conquistou prêmios nacionais e internacionais, entre eles, com a famosa praça Victor Civita, que virou símbolo da sustentabilidade na cidade de São Paulo.

batE

Benedito Abbud

Tate Condominium - Fortaleza

60 | REVISTA ARTEAMBIENTE

ArteAmbiente ed. 42.indb 60

20/02/2014 14:20:04


Projeto IL Campanário - Florianópolis

Projeto Golf Ville em Fortaleza

Projeto Bellas Shopping Luanda

ArteAmbiente ed. 42.indb 61

Acesse com smartphone ou tablet

Apoio institucional

Apoio

Realização

www.encontrosarteambiente.com.br

20/02/2014 14:20:07


Internacional

A casa

torta

The Crooked House tem decoração de pedra e janelas emolduradas com arenito

62 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 62

20/02/2014 14:20:08


Não, não é photoshop! É uma casa muito ousada, projetada com várias curvas e inclinações

I

mpressionante e inovadora, The Crooked House, ou A Casa Torta, em tradução para o português, tem um projeto incomum e dá a impressão de que a casa está derretendo. Projetado em 2003 pelo arquiteto Szotynscy Zaleski, o imóvel tem três andares, 4 mil m², e está localizado em Sopot, na Polônia. O local lembra as casas de desenhos animados, ou até mesmo as histórias da saga Harry Potter, na qual os imóveis ganham diferentes formas e com um toque de mágica podem encolher ou até aumentar de tamanho. E a intenção do arquiteto parecia ser essa, a de garantir a impressão de um local nada convencional. Sendo um dos pontos mais fotografados do país, a construção foi inspirada nos contos de fadas das ilustrações de Jan Marcin Szancer. Atualmente, The Crooked House funciona como um centro comercial. Seus vidros com tom azul-esverdeado e suas telhas esmaltadas garantem um charme a mais à construção, e complementam esta criação, que é um dos ícones da arquitetura contemporânea.

Seu interior também revela seus traços diferenciadas Em meio a neve, o imóvel garante um visual fabuloso

fevereiro/março | 63

ArteAmbiente ed. 42.indb 63

20/02/2014 14:20:10


Objeto de Desejo

Luminária Caruaru Não tem como não se apaixonar. Mais um destaque da linha Caruaru, criação do design e arquiteto Marcelo Rosenbaum. Caruaru é uma linha de móveis inspirada no improviso da Feira de Caruaru, uma das maiores feiras livres do mundo, patrimônio cultural do Brasil, há mais de 200 anos no agreste de Pernambuco. Os móveis estão à venda exclusivamente na loja Micasa e são produzidos pela indústria Artefama.

Petstools Agora você pode ter um bichinho de estimação ao seus pés. A designer Hanna Emelie Ernsting se inspirou em companheiros adoráveis - alguns tão encantadores quanto selvagens, como os elefantes - e os homenageou com a coleção Petstools, composta por banquinhos estofados em formato de animais. Um mimo para você e a casa!

Bamboo Chair O bambu utilizado para substituir a madeira tem ganhado cada vez mais seu espaço. De grande resistência e flexibilidade, o recurso permite que os designers brinquem com as mais variadas estruturas. Sabendo disso, os holandeses Tejo Remy e René Veenhuizen, do estúdio Remy & Veenhuizen, deram asas à imaginação e entrelaçaram o material, conseguindo um resultado confortável, e resolveram chamar simplesmente de Bamboo Chair - produto fabricado pela Dutch Design Only.

Estante Carioca Uma aquisição encantadora para o seu living. A criação é da Lattoong, talentosa e premiada dupla de designers Pedro Moog e Leonardo Lattavo. A Estante Carioca é composta por quatro módulos diferentes de multilaminado de madeira com pés torneados em madeira maciça. Seus inusitados pés em alturas diferentes criam uma relação divertida entre seus componentes. Lúdica, esta estante permite inúmeras configurações, podendo variar em altura e largura, além de poder compor ambientes de canto. Flexível, versátil, alegre e com curvas bem torneadas... só poderia se chamar Estante Carioca.

64 | REVISTA ARTEAMBIENTE

ArteAmbiente ed. 42.indb 64

20/02/2014 14:20:12


ArteAmbiente ed. 42.indb 65

20/02/2014 14:20:15


Mobiliário

Seu canto, E

seu estilo

la pode ser um móvel comum aos nossos olhos, mas é capaz de garantir charme, elegância e originalidade ao seu ambiente. Com novos estilos, modelos, cores e estampas, a mesa de canto é uma ótima pedida para quem quer modificar um cantinho, e ainda ter um espaço que sirva como apoio para abajures, fotos, revistas, flores e diversos tipos de enfeites. Encontrado em diferentes materiais, este produto se renova a cada dia, e é produzido até em crochê. Clássica, compacta, simples ou com designs criativos, a mesa de canto pode ser sua melhor aliada, basta utilizá-la no ambiente certo e decorá-la com os enfeites ideais. Para ajudá-los a escolher o modelo que mais se adequa ao estilo da sua casa, a ArteAmbiente listou uma série de opções de mesas com indicações de como e onde utilizar.

Mesas Batuk Conjunto de mesas que unem o étnico e o pop, para uso como banco ou mesa, permitindo uma inúmera combinação de cores. Produtos encontrados na Celimalldecor. Ambientes recomendados: salas de estar, de TV e varanda

Mercato O tampo da mesa, criada pela designer Simone Giovanella Nonnenmacher, lembra uma incrível obra de arte. Ambiente recomendado: sala de estar

QuebraCabeças Despojada e interessante, esta é a mesa QuebraCabeças. Ela tem superfície em MDF laqueado em cores diversas. Ambientes recomendados: salas de estar e TV

66 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 66

20/02/2014 14:20:17


Phosphoro Esta mesa faz qualquer ambiente ficar fora do comum. É essencial pra quem quer dar um up na decoração. Ambientes recomendados: salas de TV e estar

Mesa lateral Duomo Do designer Jader Almeida, esta mesa é feita em estrutura maciça com tampo de MDF laminado, ou com vidro transparente com laminação especial ou laqueado. Produto encontrado na Casa Mais Design. Ambientes recomendados: quarto, salas de estar e TV

King Imponência é a marca registrada desta mesa, que homenageia os amantes de carteados. Ambientes recomendados: salas de estar e TV

Dado Esta é uma das mesas que fogem do comum. Em formato de dado, este produto é feito de resina craquelada. Ambientes recomendados: salas de estar, de TV e quarto

Ballerina Da designer Amélia Tarozzo, esta mesa, encontrada na Home Design, é inspirada na arquitetura da catedral de Brasília. O desenho delicado e limpo permite seu uso com qualquer estilo decorativo. Ousada em sua forma e materiais, é uma peça leve, porém sofisticada e imponente, que sozinha dá personalidade ao espaço ocupado. Ambientes recomendados: salas de estar, TV e hall

FEVEREIRO/MARÇO | 67

ArteAmbiente ed. 42.indb 67

20/02/2014 14:38:40


Decoração

Para se servir

com mais estilo

O

ano está começando e chegou o momento de renovar o enxoval da cozinha. Escolha novas peças para servir a família e fazer um mimo para si mesmo. Quando pensamos em acessórios de mesa e cozinha, fazemos uma associação direta com louças, porcelanas e a cor branca. Mas eles não precisam ser sempre neutros e básicos! Uma viagem pelas cores, formas e desenhos, com certeza, fará o seu café da manhã ou almoço mais agradável e descontraído. São copos, canecas, pratos, talheres e utensílios que prometem adicionar uma dose extra de alegria à sua mesa. Não perca a oportunidade de servir com pitadas de bom humor!

1

2 1. Bule e xícara de cerâmica pintadas à mão. Bule R$ 56 e xícara R$ R$ 21,60. Le Vanille 2. As peças de cerâmica representando folhas de couve encontram-se entre as mais distintivas e reproduzidas das criações da Bordallo Pinheiro. De tão apreciadas, foram adaptadas a pratos, tijelas, taças, xícaras e afins. Prato Couve de 19 cm custa R$ 54,90 (a unidade), o de 30 cm R$ 78,90 e a Travessa Couve Pequena tem valor de R$ 122,50. MC Home

68 | REVISTA ARTEAMBIENTE

ArteAmbiente ed. 42.indb 68

20/02/2014 14:38:45


ArteAmbiente ed. 42.indb 69

20/02/2014 14:38:47


3 4 6 5

7

3, 4 e 5. Desenhada por Donatella Versace, a linha Le Revês Byzantins foi inspirada na atmosfera exótica da antiga cidade de Bizâncio, hoje Istambul. Fazendo alusão ao mundo mágico das noites árabes, as peças trazem o rosa como forma de aumentar a sua feminilidade, já acentuada pela profusão de treliças de outro e detalhes gráficos. Preços sob consulta. Home Design 6. Taça e copo em vidro âmbar. Conjunto com 6 a partir de R$ 160. Le Vanille 7. A linha Heritage é uma reinterpretação elegante e contemporânea do clássico Cozinha Velha, da Vista Alegre. Aparelho de 42 peças por R$ 3.109. MC Home

70 | REVISTA ARTEAMBIENTE

ArteAmbiente ed. 42.indb 70

20/02/2014 14:38:53


ArteAmbiente ed. 42.indb 71

20/02/2014 14:38:55


Responsabilidade ambiental

Saia da mesmice Reutilize! Crie novos objetos a partir de peças esquecidas

U

ma pergunta que não quer calar: para que investir tão alto, quando é possível transformar a decoração reutilizando objetos, aparentemente, sem serventia? Paletes, pneus, vasilhas, disquetes, rolhas, lâmpadas, bobinas e até shapes de skate podem ganhar uma nova cara quando reformados e garantir muito charme àquele cantinho esquecido da sua casa. E o mais bacana, com muita responsabilidade ambiental. Já pensou em criar sofás, mesas de centro, poltronas e até painéis de paletes? E o que acha de utilizar pneus velhos na decoração do seu jardim ou até como pufes? As rolhas, os disquetes e as lâmpadas podem virar lindos vasinhos para plantas. E que tal usar shapes de skates e vasos como prateleiras para objetos decorativos? Tudo isso e muito mais pode ser feito, por você, aí mesmo em sua casa. Basta um pouco de criatividade e uma pitada de tempo. Acompanhe as imagens com ideias super criativas!

Os paletes, estruturas de madeira facilmente encontradas em supermercados, podem virar um lindo painel para sua casa. Elegarante tom rústico à decoração

O pneu pode lhe render um belo pufe. Confira o passo a passo

Você já deve ter visto carreteis gigantes, velhas bobinas descartadas por indústrias rolando pela rua. Uma boa sacada é transformálas em poltronas interessantes

Nada de jogar fora as lâmpadas queimadas! Faça um furo em sua base e enfeite com lindas flores. Além de ecologicamente correto, você ainda traz um pouco de delicadeza para dentro de casa

Seu filho ou seu irmão tem um skate velho que não utiliza mais? Faça o shape virar prateleira para livros ou objetos decorativos

72 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 72

20/02/2014 14:38:56


ArteAmbiente ed. 42.indb 73

20/02/2014 14:38:58


Acessórios

Do clássico O

ao moderno

s puxadores deixaram de ser itens apenas funcionais para se tornar peças que roubam a cena na decoração de móveis, com um simples detalhe no ambiente. Em diferentes modelos e formas, esses objetos podem garantir ótimas combinações e transmitir um ar despojado, delicado ou elegante. Para quem deseja dar uma nova cara aos antigos móveis, basta trocar os puxadores e escolher o que combina mais com seu estilo. Já para aquelas pessoas que estão montando novos espaços, a dica é ousar e abusar dos novos modelos que estão sendo lançados.

Em osso, este puxador em forma de flor confere um clima suave ao ambiente

Elegante e charmoso, este puxador de cerâmica preto com arabescos em dourado garante requinte ao móvel

Puxador elaborado em latão com filigrana. Possui um parafuso roscado com porca

Parece um chocalho, mas não é. Este puxador vai bem com o estilo kitsch

Este puxador de resina decorado incorpora o estilo retrô. Um revival na decoração

Feito para quem tem personalidade e quer inovar, este puxador de cerâmica apresenta um decalque decorativo de caveira

Este puxador em forma de concha pode ser instalado em casas de praia

Flores multicoloridas dão destaque para este puxador de madeira e latão, que está em consonância com as tendências da primavera

74 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 74

20/02/2014 14:39:00


Feito de vidro, este puxador indiano foi produzido de forma artesanal

Sua pintura artesanal confere um tom artístico ao puxador, que foi fabricado em cerâmica

Pintado à mão, este puxador de cerâmica impõe personalidade ao ambiente

Luxuoso, este puxador redondo de madrepérola pode ser utilizado facilmente em sala de estar, de TV, quarto ou até na cozinha

Delicado e em formato de flor, este puxador foi pintado em círculos nas cores vermelho e preto

Diferente e despojado. Esses adjetivos podem definir muito bem este puxador de corda entrelaçada

Puxador de osso, em formato quadrado, trabalhado na borda com friso, e em tonalidade natural

Apesar de ser de metal, este puxador tem uma pegada artesanal

Este puxador de cerâmica é artesanal e simples, porém charmoso

Com 3,5 cm de diâmetro, este puxador, também de osso, foi finalizado com as cores branco e preto

Bigode e cartola no puxador. A moda anima os detalhes da decoração

fevereiro/março | 75

ArteAmbiente ed. 42.indb 75

20/02/2014 14:39:08


Feiras e Mostras

Contagem regressiva para a

ExpoRevestir 2014 A Fashion Week da arquitetura e decoração acontece em março dicionais fabricantes de revestimento, entre eles as maiores indústrias brasileiras de revestimento cerâmico e os principais produtores de cerâmica da Itália. A feira contará também com a participação das mais representativas empresas do segmento de louças sanitárias e metais para cozinhas e banheiros. Definitivamente consolidada no circuito mundial de eventos, a EXPO REVESTIR 2014 contará com mais de 50 expositores estrangeiros: empresas da Itália, Espanha, Argentina, Portugal, Suíça, Alemanha e Israel fazem parte do evento.

Novidade

A

maior feira de pisos e revestimentos das Américas, a EXPO REVESTIR será realizada nos dias 11 e 14 de março de 2014, no Transamérica Expo Center, em São Paulo, e reunirá as principais e maiores marcas nacionais e estrangeiras do setor de acabamento para a construção civil. A 12ª edição do evento estima receber 48 mil visitantes entre arquitetos, designers de interiores, construtores, revendedores e compradores internacionais. As últimas tendências em cerâmicas, louças sanitárias, metais para cozinha e banheiro, mosaicos, rochas ornamentais, madeiras, laminados, cimentícios, vítreos, insumos, máquinas e soluções especiais serão apresentados por 250 expositores. Reconhecida internacionalmente como o Fashion Week da Arquitetura e Construção, ano após ano a EXPO REVESTIR consolida-se como o principal evento de soluções em acabamentos para a construção civil da América Latina. Com 40 mil m² de exposição, esta edição trará os mais tra-

Cenógrafo, designer, arquiteto, diretor de arte e artista gráfico, Gringo Cardia é um dos destaques do Fórum Internacional de Arquitetura e Construção, que faz parte dos eventos conjuntos da 12° EXPO REVESTIR. Cardia ministrará a palestra “Cenografia: a construção efêmera”, marcada para o dia 11 de março, às 17h. Entre os mais recentes trabalhos do artista está a cenografia e a direção artística, junto com Deborah Colker, do espetáculo internacional “Ovo”, do Cirque du Soleil. Leva a assinatura do profissional, ainda, a exposição permanente para o museu da Cruz Vermelha, em Genebra, em colaboração com os arquitetos Shigeru Ban e Francis Kéré. Para quem se interessa por tendências nacionais e internacionais, a palestra é imperdível.

76 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 76

20/02/2014 14:39:09


Tel.: (79) 3246.6885 Rua Edson Ribeiro, 296 - Salgado Filho - Aracaju/SE francenadja@uol.com.br | Francenadja Centro de Beleza @Francenadjaaju | www.francenadjacentrodebeleza.com.br

ArteAmbiente ed. 42.indb 77

20/02/2014 14:39:14


Feiras e Mostras

Memorável

“Gesto e razão geométrica”

E

Exposição celebrou os 100 anos da artista plástica nipo-brasileira Tomie Ohtake m homenagem aos 100 anos da artista plástica nipo-brasileira Tomie Ohtake, completos no dia 21 de novembro, o instituto que leva o seu nome realizou até 2 de fevereiro a exposição “Gesto e Razão Geométrica”. Com curadoria do crítico de arte Paulo Herkenhoff, a mostra aborda como o racionalismo da construção geométrica se une à pincelada gestual e forma uma das características mais importantes de sua obra. Através de 60 trabalhos expostos, a exibição percorreu o imenso vocabulário do universo de Tomie e apresentou um conjunto expressivo que trouxe variações formais, como os retângulos, as sombras, as arquiteturas, as elipses, os círculos e as sobreposições. Considerada a “dama das artes plásticas brasileiras”, Tomie Ohtake permanece em plena atividade e alcança mais de seis décadas de carreira. Construiu uma trajetória de sucesso nesse período e ficou conhecida como um dos principais nomes do abstracionismo informal. Tomie nasceu em Quioto, no Japão, e passou a morar no Brasil em 1936. Mãe dos arquitetos Ruy e Ricardo Ohtake, iniciou sua carreira nas artes plásticas apenas aos 40 anos de idade e se naturalizou brasileira na década de 60. A pintura de caráter abstrato é a principal marca da artista, mas sua obra também abrange esculturas e gravuras. Atualmente, 27 esculturas de sua autoria compõem a paisagem urbana de diversas cidades brasileiras. Mais informações www.institutotomieohtake.org.br

Tomie Ohtake em uma de suas exposições

Obra sem título criada em 1954

78 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 78

20/02/2014 14:39:14


Garantia do melhor serviço Melhor custo benefício

Rua Vereador José Gomes, 299 - Rosa Elze (79) 3257-8953 | 9912-5804 | 9918-2482 | 8110-1094 borgesgesso24@hotmail.com

ArteAmbiente ed. 42.indb 79

20/02/2014 14:39:31


Galeria

Anselmo Ro d tintas que falam

N

ascido no dia 27 de setembro de 1958, na cidade de Aracaju, Anselmo Rodrigues, autodidata, desde criança, tinha como uma de suas prediletas diversões rabiscar cadernos e calçadas. No início da década de 60, aos dois anos de idade, mudou-se com a família para cidade do Rio de Janeiro, onde fixou residência por seis anos, retornando, em seguida, para a sua cidade natal. Em 1975, começou os estudos artísticos e se iniciou nas artes fazendo desenhos que retratavam figuras sofridas do cotidiano, tema referencial em sua iconografia. No ano seguinte, pesquisas técnicas de Pintura e História da Arte, ocasião em que passou a ter contato com grandes artistas e obteve deles informações

úteis acerca das técnicas das tintas óleo e acrílica. O artista plástico sergipano Florival Santos foi o seu principal mestre. Em 1978, atuou como monitor em programas sociais para crianças carentes, atividade que agregou novos elementos temáticos à sua pintura. Desde 1979, transferiu-se para Brasília, cidade onde atualmente vive e desenvolve a sua arte. Em 1980, realizou a sua primeira exposição individual de pintura intitulada “Trabalho e Arte” e, com igual sucesso, “A Nudez Absoluta da Sensibilidade”, na Galeria Serpro, ambas em Brasília. Nesse mesmo ano, fez parte do “Projeto pintando minha gente”, viajando e pesquisando a cultura Popular do Nordeste. Dois

80 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 80

20/02/2014 14:39:33


pesquisas fundamentais para sua trajetória artística. Três anos depois, retorna à Europa para fazer várias exposições oficiais, onde também visita o curso de desenho na Academia Royal de Belas Artes de Bruxelas. Anselmo Rodrigues tem realizado muitas exposições individuais e coletivas em diferentes rincões do Brasil. No exterior, em 1990, participou da exposição “Pintores de Brasília”, realizada na Embaixada do Brasil, no Centro de Estudos Brasileiros, em Assunção, no Paraguai, com a curadoria de Lívio Abramo. Em 1996, esteve presente nas mostras: “Coletiva de Artistas Brasileiros”, na Bélgica; “Onze Artistas de Brasília”, na Aba Gallery, em Nova Iorque, nos Estados Unidos e “Coletiva na Cacco Zanchi Kunstgalerij”, na AALST, na Bélgica. Laureado artista, entre os inúmeros prêmios recebidos merecem destaque: em 1976, Menção Honrosa pelo Rotary Clube Aracaju; em 1978, a Medalha de Bronze, no I Salão Atalaia de Pintura, realizado em Aracaju; em 1979, Prêmio Aquisição, da Fundação Cultural de Brasília; em 1980, os se-

o drigues Noiva de Rosa -2014, 50x40cm - colecionadores Gabriela e Raphael Brito Rezende

Não vejo o meu trabalho como um mero objeto decorativo, mas sim, como um instrumento que pode ser utilizado para abordar os problemas sociais, sobre os quais muito me preocupo sem, entretanto, encontrar uma solução definitiva para eles Anselmo Rodrigues

Mário Britto é ProcuradorChefe do Centro de Estudos da Procuradoria Geral do Estado, escritor, palestrante, curador, colecionador de arte e sócio fundador da Sociedade Semear

Márcio Garcez

anos depois, desenvolveu, em seu ateliê, o projeto “Técnicas de Pintura Contemporânea”. Em 1982, em Aracaju, participou de uma exposição com Wellington e José Fernandes, na Galeria Álvaro Santos e, com José Fernandes e Marinho Neto idealizaram o projeto “Movimento das Artes em Sergipe”, que alavancou o mercado de arte sergipano. Em 1986, foi importante protagonista do grupo “Coloristas de Brasília”. Inventivo e possuidor de uma inquietude artística incomum, Anselmo Rodrigues vive em constante busca de novas técnicas para expressar a sua arte. Em 1989 estreou uma produção de trabalhos, utilizando a técnica da xilogravura. Um ano após, abandonou a técnica óleo sobre tela, por motivo de saúde, passando a utilizar a acrílica sobre tela. Em 1991, pesquisa novos elementos plásticos e dá início a uma nova etapa no seu trabalho, com ênfase na temática ambiental. No ano de 1993, viajou pela primeira veiz à Europa, onde visitou Espanha, Portugal, França, Itália, Alemanha, Holanda e Bélgica, e realizou

Feira na Feira - 2014, 50x40cm - colecionadores Margarete e Joás Menezes

fevereiro/março | 81

ArteAmbiente ed. 42.indb 81

20/02/2014 14:39:37


Pode jogar as cartas -2014, 50x40cm - colecionador particular

Cosme e Damião, 2014, 50x40cm - colecionador Gabriel Britto Rezende

Trio Pé de Serra - 2014, 50x40cm - colecionadores Antônio Alves e Ricardo Fakhouri

Cavaco Chinês, 2014, 50x40cm - colecionador Ana Luiza Almeida

guintes: Prêmio Aquisição, no II Salão Riachuelo de Artes Plásticas; Medalha de Ouro, no Salão Serpro/Artes Plásticas, em Brasília; Prêmio Aquisição, na Fundação Cultural do Distrito Federal; 1º Lugar, no Salão Nacional Serpro/Artes Plásticas. Na toada de sua exitosa carreira, ressaltam, igualmente, os prêmios Viagem pelo Brasil do I Salão Naval de Artes Plásticas do DF e Aquisição do Salão Fundação Cultural do Distrito Federal, conquistados em 1981; a Medalha de Bronze no V Salão Riachuelo de Artes Plásticas do Distrito Federal, 1º Lugar em Desenho no VI Salão de Artes Plásticas das Cidades Satélites e Medalha de Ouro no Salão de Desenho e Pintura do EMFA, todos

em 1983; o 4º Lugar do Projeto Tapume, realizado pela Caixa Econômica Federal e Menção Honrosa no 90 horas de Pintura Contemporânea, em Brasília no ano de 1990; o 2º Lugar no 90 horas de Pintura Contemporânea, no Rio de Janeiro, em 1991; o 2º Lugar no 90 horas de Pintura Contemporânea, em Brasília, em 1992; o Prêmio Viagem à Europa no 90 horas de Pintura Contemporânea, em Brasília, em 1993; e o Prêmio Aquisição no VII Salão de Artes Plásticas de Taguatinga, em Brasília, em 1996. Engajado na defesa do meio ambiente, em suas andanças no sudeste do estado Tocantins, Anselmo Rodrigues lutou arduamente pela con-

82 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 82

20/02/2014 14:39:44


servação das cavernas naturais existentes naquela região. Fundador de um grupo de espeleologia, com o interesse maior na conservação daqueles ambientes, tornou-se um especialista em espeleocromologia – estudo das cores da caverna, experiência que lhe permitiu aprimorar a técnica das cores em suas obras. Anselmo Rodrigues é um artista fiel à sua própria origem de criança pobre! Inspira-se na realidade cotidiana, pesquisa o povo, questiona os seus gostos, estuda as suas características e, através de um estilo predominantemente expressionista, canaliza tudo como aprendizado para a sua obra. Em depoimento, afirmou “não vê o meu trabalho como um mero objeto decorativo, mas sim, como um instrumento que pode ser utilizado para abordar os problemas sociais, sobre os quais muito me preocupo sem, entretanto, encontrar uma solução definitiva para eles”. E, assim, revela-se o operário da arte Anselmo Rodrigues, cuja obra, revestida de uma forte conotação ambiental e sociopolítica, perpassa pelo expressionismo figurativo com um olhar focado em temas regionais, denunciando a realidade nua e crua de como vivem os meninos pançudos, os menores carentes e os paraplégicos nas periferias das grandes cidades. Não sem razão, as suas tintas, mais do que colorem, falam.

Apoio Cultural

Realização

“Anjos” - 2014, 50x40cm - colecionadores Elvanir e Carlos Britto Aragão

FEVEREIRO/MARÇO | 83

ArteAmbiente ed. 42.indb 83

20/02/2014 15:27:52


Evento

Feijoada folia na Celmar, marca lançamento da campanha

‘Você no Nannai’

N

o dia 25 de janeiro a Celmar promoveu a Feijoada Folia. O evento teve como objetivo lançar a campanha ‘Você no Nannai’, que vai premiar os dois profissionais que mais pontuarem na loja. Na ocasião estiveram presentes cerca de 40 designers e arquitetos, que puderam degustar uma saborosa feijoada preparada pelo chef Saulo Cavalcanti. A promoção da Celmar é válida do dia 1º de fevereiro até o dia 31 de julho, e qualquer profissional pode participar. Para isto, é só pontuar em valor acima de R$ 200 mil. Quem alcançar os melhores números vence e leva uma viagem com acompanhante para o resort Nannai, em Pernambuco.

Carol Souza, Ana Romélia e Thiago Moura

Alexandre Tavares e Ana Garofalo

José Carlos, Antônio Justiniano e Dermeval Souza com profissionais, familiares e amigos

Licia Acioly, Antônio Justiniano, Herval Rosa e Dermeval Souza

84 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 84

20/02/2014 15:27:57


O evento foi bastante prestigiado e contou com a presença de profissionais e amigos

Priscila Nunes, Lara Borges e Jacqueline Oliveira

Gilvan Mota e Jacqueline Oliveira com Lara Borges

Bruno Rosa, Antônio Justiniano, José Carlos, Carol Maia e Dermeval Souza

Fernando Rezende, José Carlos e Gilton Rosas

Gilberto Vaqueiro, Alan Gustavo, Sandrea Belo, Ana Romélia, Carol Souza e Barroso Melo

Alexandre Tavares, Fernando Rocha, Kelly Ribeiro, Diogo Dantas

Assinada pelo chef Saulo Cavalcanti, a saborosa feijoada foi destaque no evento

Flávia Barreto e Samir Nascimento

Sandrea Belo, Alyson Costa, Mara Vieira, José Carlos

Antônio Justiniano e Dermeval Souza com Edney Evangelista

Antônio Justiniano, Lídice Rodrigues e José Carlos

fevereiro/março | 85

ArteAmbiente ed. 42.indb 85

20/02/2014 15:28:09


Evento

Espaço Norcon Rossi em noite de glamour

Lançamento

Lauro Filho recebe placa em homenagem ao bisavô pelas mãos de Tarcísio Teixeira

Mansão Roberto Constâncio Vieira

acontece em noite luxuosa

A

Norcon Rossi lança no mercado sergipano um projeto de altíssimo padrão, apresentado na noite do dia 12/02 com muito luxo no Espaço Norcon Rossi, no Jardins. O maior apartamento decorado que Sergipe já aportou, com 219m2, também foi aberto na ocasião, cujos presentes puderam conferir todos os detalhes pensados pela arquiteta renomada, Débora Aguiar, que assina a ambientação do imponente projeto. “O lançamento homenageia uma personalidade sergipana, o empreendedor Roberto Constâncio Vieira, que lidera um dos maiores grupos empresariais do estado, com mais de 100 anos de tradição. Acreditamos que desenvolvemos um produto surpreendente e inovador e que faz jus ao nome tão bem selecionado”, relata o diretor presidente da Norcon Rossi, Cristiano Teixeira. Além da presença da família Vieira, a imprensa e convidados seletos acompanharam o momento. Confira a cobertura da Arte Ambiente

Caroline Teixeira, diretora de Marketing e Comercial da Norcon Rossi junto ao arquiteto Gilvan Acciolli, Karine Oliveira e Maurício Lins, da Home Design

Constância e sua filha Carla e Isadora Vieira conhecem decorado

a,

te da Norcon Diretor Presiden Teixeira Rossi, Cristiano

uiteto do projeto

Paulo Rehm, arq

219m , ina o decorado de Arquiteta que ass mensagem m co eo víd via Débora Aguiar, en 2

ArteAmbiente ed. 42.indb 86

n Rossi: Márci oração da Norco Equipe de Incorp on Gentil ers Em e o gerente Jamile, Natyelle

m recepcionados co Convidados foram

celos

violinos e violon

20/02/2014 15:28:36


ArteAmbiente ed. 42.indb 87

20/02/2014 15:28:38


Onde Encontrar

Localize os anunciantes presentes nesta edição Alúmen (Pág. 4) (79) 3223-1073 | 8113-4204 | 3022-0482 Amaru (Pág. 27) (79) 3255-2402 Atrativa (Pág. 9) (79) 3231-6500 Balcony Brasil (2ª Capa) (79) 3021-1100 Borges Gesso e Decoração (Pág. 79) (79) 3257-8953 | 9912-5804 | 9918-2482 | 8110-1094

Inovatto Móveis Planejados (Pág.65) (79) 3041-8918 Junco Móveis (Pág. 89) (79) 3221-2966 Luzelle (Pág. 15) (79) 3217-6437 Mais Design (Pág. 25) (79) 3179-4632 MC Home (Pág. 10)

Casa da Moldura (Pág.89) (79) 3042-5001 | 3217-4984 Celmar (Pág. 13) (79) 3211-9152 Criare Mistão (Pág. 23) (79) 3234-0700 Dellanno (Pág. 17) (79) 3179-4635

(79) 3217-6662 | 3217-6562 Melhores Endereços (Pág.87) Mistão Material de Construção (Pág. 47) (79) 3234-0700 Norcon Rossi (Pág. 40, 86) www.norconrossi.com.br

Dimadeira (Pág. 21) (79) 3217-3223

Ponto Eletro (Pág. 31)

Encontros ArteAmbiente (Pág. 32) www.encontrosarteambiente.com.br

Vidro Home/Reiki(Pag. 29)

Francenadja (Pág. 77) (79) 3246.6885

Serrana (Pag. 6)

(79) 3022-2978

(79) 3243-5965 / 9999-6666 / 9134-0150

(79) 3431-2525 Fusão Comunicação (Pág. 55) (79) 3246-1644 / 3214-1000 Gesso Design (Pág. 49) (79) 3211-2843 | 3043-6987 GW (Pág. 69) (79) 3213-7244 Home Design (4ª Capa) (79) 3225-9900 Imperatriz Collection (Pág.57) (79) 3043-0463 / 8856-5274

Shopping Casa Design (3ª Capa ) shoppingcasadesign@shoppingcasadesign.com.br Superlux (Pág. 73) (79) 3249 - 3334 WineHouse (Pág. 71) (79) 3246-2077 Zelarflex (Pág. 51) www.zelarflex.com.br

88 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 88

20/02/2014 15:28:38


ArteAmbiente ed. 42.indb 89

20/02/2014 15:28:41


Arte e Letra

O Intelectual e o sabão em pedra

A

velha “sabedoria” (?) popular identifica, desde há muito, o nobre, trabalhoso e mal pago ofício de lavar roupas para os outros, ser lavadeira (me ocorre agora epifania do dia-a-dia: existe lavadeiro?), com o milenar e, talvez, não tão nobre, exercício oratório da fofoca. Ou seja, a seguinte proposição: ser fofoqueiro (a) não implica que seja lavadeira; mas ser lavadeira (o) implica de imediato em ser fofoqueira (o). Algo assim como a ontologia da fofoca numa transcendente manifestação intersubjetiva (ficou claro para você amicíssimo (a) leitor (a)? Que ótimo! Então, na primeira oportunidade, você me explica). Ora, vítima da incorporação do espírito da lavadeira do vale do Silício, o pobre intelectual também cede à tentação de descer a ripa nos seus pares e, ainda de forma mais medonha, nos seus ímpares. E isso tanto mais se agrava se há discordância ideológica. Aí é que se dá o fenômeno da maledicência histórico-antropológica: a vítima é apresentada em duas infelizes condições: a) não conhece História o bastante, por isso teima em incorrer em equívocos interpretativos indesculpáveis; b) já traz em sua ascendência (comprove-se isso ou não) uma degeneração intelecto -política, o que redunda numa visão de mundo torta. E com a fofoca vem a inimizade. E isso se dá em duas vias: de quem pensa em vermelho e de quem pensa em azul. Um de encontro ao outro. Colisão violenta a ponto de quebrar mais partículas do que o Acelerador do CERN. Esta bem humorada admoestação serve a todos nós (eu, inclusive) que posamos de intelectuais, amantes da ciência, conhecedores da teoria (além do bom gosto no que diz respeito a Léo A. Mittaraquis vinhos, literatura, comida e música). leomittaraquis@uol.com.br Licenciado em Filosofia (UFS) Mas que não nos contemos no moMestre em Educação (UFS) mento de destilar a peçonha. ConcoDiretor de Criação da AGS – Consultoria, mitantemente cuidamos de sermos Comunicação e Marketing

Óia! Tem lavadeiro também! Nós intelectuais deveríamos experimentar esta tão empírica atividade!

curados pra resistir às picadas metafísicas (eu hein!). Talvez, quem sabe, num mundo perfeito, existam intelectuais que, livres do preconceito que estigmatiza lavadeiras e lavadeiros como portadores da Essence Absolue da fofoca, se valham do bom e velho sabão em pedra para acabar, mediante fortes esfregadas, com as amarelentas manchas de ressentimento que toldam, aí sim, a razão, e nos fazem perceber um divergente ideológico como um tumor a ser extirpado da sociedade civilizada.

Tô lavando a minha roupa. Lá em casa estão me chamando Dondon Cartola, Ensaboa

90 | revista arteambiente

ArteAmbiente ed. 42.indb 90

20/02/2014 15:28:41


Junco M贸veis - Casa da Moldura.indd 89

20/02/2014 15:44:38


Home Design - ed 42.indd 23

20/02/2014 15:45:36


Arteambiente ed. 42