a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 83

82/83

ESCULTURAS RECICLADAS.

Muito influenciado pelos pais, também eles ligados ao mundo das artes, (Teresa Sousa, pintora e gravadora, Cruz de Carvalho, designer) Zévi deu início ao seu percurso artístico na antiga Escola de Artes Decorativas António Arroio onde frequentou o curso de Artes Decorativas, Desenho Gráfico e Imagem, muito marcante na sua vida futura. Ao mesmo tempo, exerceu actividades profissionais paralelas, realizando banda desenhada e cinema de animação. Em 1980 instalou-se na publicidade onde aprendeu e desenvolveu artes e técnicas, especializando-se em aerografia, cenografia, maquetas, ilustração, efeitos especiais para cinema. Em 1987, trabalhou na “Art on Tiles” em Londres, praticando técnicas de pintura em azulejo. Na mesma cidade, relacionou-se com designers de moda, dando origem a uma série de trabalhos de pintura sobre o tema que expôs mais tarde em Portugal, também com a participação de jovens estilistas portugueses. Em 1991 criou a série “Mecanismos”, em que a escultura adquire um papel fundamental no seguimento do seu percurso plástico e artístico, agora ligado ao estudo da Reciclagem e Reformulação da Forma, através do reaproveitamento de objectos já utilizados ou em fim de vida, (conceito Upcycling). Inicia a “Colecção LuziTempo” em 1992, onde o tempo pode dar luz e a luz iluminar o tempo. Lança o projecto “Motamorfose” em 1995, em que cada veículo tem o seu próprio universo num panorama alternativo, onde a ficção se mistura com a realidade e a “escultura viva” interage directamente com o indivíduo. Em 1998 na mesma linha de raciocínio surgem os “Makinómens”, um estudo e desenvolvimento plástico do impacto industrial, mecânico e tecnológico na sociedade consumista contemporânea. Também em 1998 cria e concebe o Pontual café/estúdio, um espaço híbrido que se vem a tornar um lugar de divulgação de acções artísticas multidisciplinares de expressão plástica, sendo igualmente atelier de trabalho, sala de chá e café bar aberto ao público. As artes aplicadas na decoração de interiores, têm sido regulares no seu percurso, insistindo também aqui na reformulação e reutilização de materiais, em novos conceitos de instalação na criação de ambientes decorativos. Em 2003 criou a etiqueta - SÓVÊ&nãomeXe artes plásticas aplicadas, onde insere toda a sua área de trabalho. Em 2005, deu origem ao projecto “OFICINA ReCRIATIVA”, onde são realizadas actividades de desenvolvimento criativo, prático e ambiental e outros planos educativos e artísticos através do conceito ReCICLAGEM ReCONSTRUTIVA de sua autoria. Neste projecto nasce o Eco-brinquedo Contemporâneo em kit para montar e a criação da marca REbrinca, que representa o conceito. Nos últimos anos tem dedicado grande parte do seu tempo à criação e desenvolvimento de obras para coleccionadores, e em finais de 2016 dá origem ao C.V.A. um projecto colectivo para a divulgação e promoção das artes com sede no espaço do antigo cinema de Vila Nogueira de Azeitão. Tem obras em Portugal, Brasil, Reino Unido, Estados Unidos da América.

REPORTAGEM MARÇO 2020

Profile for Anuário Relógios & Canetas

Anuário Relógios & Canetas – Março 2020  

Edição mensal digital (Março de 2020) do Anuário Relógios & Canetas

Anuário Relógios & Canetas – Março 2020  

Edição mensal digital (Março de 2020) do Anuário Relógios & Canetas