__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

•Projeto Impresso •

1


Projeto Impresso π

Projeto Impresso π

Coordenação: Angela Rolim Projeto Gráfico: Silvana Soriano Revisão: Marina Toscano e Angela Rolim

Coordenation: Angela Rolim Graphic Design: Silvana Soriano Revision: Marina Toscano e Angela Rolim

Ano I Número 0 Agosto 2020 Edição Projeto Impresso Uma publicação quase quadrimestral do Ateliê Projeto Impresso Rua Engo Pena Chaves 6 casa 9 Jardim Botanico, RJ Brasil Arte Contemporanea: Gravura, Múltiplos, Fotogravura,Fotografia.

Year I Number 0 Agust 2020 Edition Projeto Impresso Publication almost quarterly of Ateliê Projeto Impresso Rua Engo Pena Chaves 6 casa 9 Jardim Botanico, RJ Brazil Contemporary Art: Printmaking, Multiple, Photoengraving, Photography.

Todos os direitos desta edição reservados ao Ateliê Projeto Impresso ©Projeto Impresso ISBN

All rights reserved to Atelier Projeto Impresso ©Projeto Impresso ISBN


Sumário/ Content Editorial Angela Rolim Ana Tereza Prado Célia Cotrim Claudia Tebyriçá Claudio Roberto Castilho Cynthia Dreyer Eliane Avellar Grasi Fernasky Marcia Rommes Silvana Soriano Sonia Távora Teresa Stengel Zula

3 6 12 18 24 30 36 42 48 54 60 66 72 78


Editorial

•Projeto Impresso •

Rite of Passage “...to make a gallery decorated with paintings and to do so, to go in search of the best painters and to choose among his works the most beautiful...” said Philip IV to Velazquez “I’ll take my chances, Lord,...going to Rome and Venice to find and buy the most beautiful paintings there...” responded Velazquez

A

n attractive idea for a printmaking studio: Projeto Impresso Since 1997, the metal printmaking studio has preserved the graphic thought and developed projects. In its dynamic, was created a permanent exhibiting space, Galeria da Porta. Dreams, individual views and production are valued in the space. In the month of March 2020, there was a lot in our lives. Our daily routines were tainted by the quarantine and social distancing guidelines put in place due to the coronavirus. However, were allowed many internal arrangements and, most of the time, we identified and counted good moments. Forms of digital communication were intensified which has made us view our work in a new light. We are being made to look at not only ourselves but the world through a different lens, removing any ideas of normalcy. We’re in the middle of Rite of Passage. We can no longer rest on the comforts of daily routines as we find ourselves in an exercise of interpretation, analysis, rescuing our immensity. We thought it a good time to embrace the ideas presented in the dialogue between Philip IV and Velazquez and unify in a publication of printmaking, the most beautiful images that we could document. The first edition of the Revista de Gravura, realized by Projeto Impresso, focuses on talking about printmaking in its essence. To welcome and share the plurality of artistic expressions. To bring a new breath with the new tools available and to keep a vigil before the new scenario and its urgencies. The nurturing of creation must be permanent because it allows us to get closer and closer to what we dream. Featured in this edition: Angela Rolim, Ana Tereza Prado, Célia Cotrim, Claudia Tebyriçá, Claudio Roberto Castilho, Cynthia Dreyer, Eliane Avellar, Grasi Fernasky, Marcia Rommes, Silvana Soriano, Sonia Távora, Teresa Stengel e Zula. Projeto Impresso August, 2020 4


•Projeto Impresso •

Rito de Passagem “... fazer uma galeria decorada com quadros e que, para tal, partisse em busca dos melhores pintores e escolhesse entre suas obras as mais belas...” disse Filipe IV a Velázquez “Vou arriscar, Senhor, ir a Roma e a Veneza para procurar e comprar as mais belas pinturas que lá se encontrarem...” respondeu Velázquez

Ideia sedutora para um ateliê de gravura: O Projeto Impresso. Desde 1997, o ateliê de gravura em metal, preserva o pensamento gráfico e desenvolve projetos. Na sua dinâmica, foi criado um espaço expositivo permanente, a Galeria da Porta. Nela são valorizados sonhos, o belo pelo belo e os olhares da produção individual. No mês de março de 2020, ocorreu um saque em nossas vidas. Nosso costumeiro ir e vir e nosso convívio foi maculado pelo confinamento e o distanciamento social por força do corona vírus. No entanto, muitas arrumações internas nos foram permitidas e, na maioria das vezes, identificamos e contabilizamos bons momentos positivos. Formas de comunicação à distância foram intensificadas, o que nos permitiu um tempo diferente e nos fizeram escutar nossos trabalhos de outra maneira. Estamos sendo solicitados de outra forma, estabelecendo releituras e novos mapeamentos. Estamos em pleno rito de passagem. Interrompemos um cotidiano e nos vimos em um exercício de interpretação, de análise e quem sabe, de resgate de nossa imensidão. Momento bom para abrigar o diálogo entre Filipe IV e Velázquez e unificar em uma publicação de gravuras as mais belas imagens que conseguimos documentar. A primeira edição da Revista de Gravura, idealizada pelo ateliê Projeto Impresso, traz o propósito de falar de gravura na sua essência. De acolher e compartilhar a pluralidade de expressões artísticas. De ganhar fôlego com as novas ferramentas disponíveis e manter uma vigília diante do novo cenário e suas urgências. O afago da criação deve ser permanente, pois ele permite nos aproximar cada vez mais daquilo que sonhamos. Nesta edição: Angela Rolim, Ana Tereza Prado, Célia Cotrim, Claudia Tebyriçá, Claudio Roberto Castilho, Cynthia Dreyer, Eliane Avellar, Grasi Fernasky, Marcia Rommes, Silvana Soriano, Sonia Távora, Teresa Stengel e Zula. Projeto Impresso Agosto de 2020 5


Angela Rolim

•Projeto Impresso •

H

ere we come to the inevitable moment of rescues, evaluations, and conciliations amongst imagination and memory. Inside this narrative, I present the results of a thought that traverses the vastness of a world inscribed by fear, but that can also provide unexpected new views and provoke another tonality; a world that would be able to translate forms of reality without abdicating dreams or what is sacred to us. Once, I looked after a cute rabbit for a few days. Like any other rodent, in its quietness, the animal found my workbook on the shelves and destroyed it - it had to stay in its cage for longer. I observed it and its looks, not incredibly expressive, but once in a while, a bit curious and serene. It seemed to have internal horizons. This perception brought me back to the remembrance of the poet d’Annunzio*, in Gastón Bachelard’s “The Poetics of the Space.” Bachelard describes a moment of contemplation over a hare, facing a morning snowy landscape. In doing so, he illustrates an appreciation of the tranquility extended over that space. The literary image made me enter the magnetic field of metal engraving. In it, I work with the luminous atmosphere that the graphic black provides. The overlay of two or three matrices creates the crossing of shades. The aquatint, the etching, and the drypoint add textures, embossments, and tonalities to the composition as well as to the creation itself. Such is the magical feeling that flows beyond the technique, running from the structural to the conceptual. *Have you ever paid attention to a hare coming out of the grooves recently opened by the plough, running a few minutes over the silver frost of the morning, then stoping in the silence, seating over its hind legs, raising its ears and looking at the horizon?” 6

Lebre #2 Água-Tinta e Água Forte Aquatint and Etching 50 X 26 cm


•Projeto Impresso •

M

omento inevitável de resgates, avaliações e conciliação entre imaginação e memória. Dentro dessa narrativa, trago o resultado de um pensamento que percorre a vastidão de um mundo arranhado pelo medo, mas que também pode devolver inesperados novos olhares e provocar uma outra tonalidade, que traduza formas de realidade sem abdicação dos sonhos e do que nos é sagrado. Certa vez, por poucos dias, fui guardiã de um lindo coelho. Como todo bom roedor, em sua inquietude, encontrou minhas apostilas na estante e fez um estrago. Teve que ficar mais tempo preso. Observava seu comportamento e seu olhar pouco expressivo. Mas, por vezes um tanto curioso e um tanto sereno. Parecia ter seus horizontes interiorizados. Essa percepção me levou a uma passagem do poeta d’Annunzio*, apresentada por Gaston Bachelard na Poética do Espaço, quando mostra um momento de contemplação de uma lebre, ao olhar um campo enevoado pela manhã. Parece trazer a compreensão da calma estendida por esse espaço. A imagem literária me fez entrar no campo magnético da gravura em metal. Nele, trabalho a atmosfera de luz que o negro gráfico nos permite. A superposição de duas ou três matrizes faz com que os espaços cruzem sombras. As águas-tintas, águasfortes e pontas-secas dão texturas, relevos e tonalidades na composição e na criação. Esse é o sentimento mágico que vai além da técnica, percorre do estrutural ao conceitual. “Você já viu, de manhã, uma lebre sair dos sulcos abertos recentemente pelo arado, correr alguns instantes sobre a geada prateada, depois parar no silêncio, sentar-se sobre as patas traseiras, levantar as orelhas e olhar o horizonte? ”

Lebre #3 Água-Tinta e Água Forte Aquatint and Etching 50 X 26 cm

7


Angela Rolim

•Projeto Impresso •

Lebre Soneto#1 Água-Tinta e Água Forte Aquatint and Etching 10 X10 cm

Lebre Soneto#2 Água-Tinta e Água Forte Aquatint and Etching 10 X10 cm

8


•Projeto Impresso •

Lebre Soneto#3 Água-Tinta e Água Forte Aquatint and Etching 10 X10 cm

9


Angela Rolim

Lebre Modelar o Tempo #1 Água-Tinta e Água Forte Aquatint and Etching 10 X10 cm

10

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

Lebre Modelar o Tempo #2 Água-Tinta e Água Forte Aquatint and Etching 10 X10 cm

Lebre Modelar o Tempo #3 Água-Tinta e Água Forte Aquatint and Etching 10 X10 cm

11


Ana Tereza Prado

•Projeto Impresso •

T

he works presented appeared in the process of exploring printmaking techniques and their multiple possibilities. They welcome images that emerge from the surfaces of their matrices, small landscapes displaced from their habitats, imagined and created in the making of the printmaking studio. The matrix as support, the place where all actions start, are of two types, the linoleum block and the Tetra Pak packages. Each surface has particularities that influence the gesture that affects them. Stored for many years, the block of dry and cracked linoleum brings its marks, a drawing shared with the matter. The surfaces of everyday life, such as the orange juice packaging, become a matrix in the repetition of gestures. These are works that explore the drypoint technique by experimenting image transfer, of what happens on the surface of a matrix and is moved to another medium, the thin sheet of parchment paper. Drypoint that acts directly on the matrix, opening grooves, digging and tearing the surface, making inscriptions, renewing the possibility of the reproduction of the gesture, always a new gesture, which is now graphic, line. From the making of the image and its appearance, something that brings us a certain freshness and pleasure, the surprise of the printed image. From its discovery, the making and exploring the language of printmaking. From an image that comes from sharing processes, the contact with the materiality of the world and its relationship with the medium of art.

Sem TĂ­tulo/ Untitled Ponta Seca sobre Tetra pack / Drypointon Tetra pack 35x23 cm

12


•Projeto Impresso •

O

s trabalhos apresentados surgiram no processo de exploração de técnicas de gravura e de suas múltiplas possiblidades. Eles acolhem imagens que emergem das superfícies de suas matrizes, pequenas paisagens deslocadas de seus habitats, imaginadas e criadas no fazer do ateliê de gravura. A matriz como suporte, lugar do início de todas ações, são de dois tipos, o bloco de linóleo e as embalagens Tetra Pak. Cada superfície abriga particularidades que influenciam no gesto que incide sobre elas. Guardado por longos anos, o bloco de linóleo seco e rachado pelo tempo traz as suas marcas, um desenho compartilhado com a matéria. Os suportes do dia a dia, como a embalagem do suco de laranja, se transformam em matriz na repetição de gestos. São trabalhos que exploram a técnica da ponta seca experimentando a transferência de imagem, daquilo que se passa na superfície de uma matriz e é deslocado para um outro suporte, a fina folha de papel manteiga. Ponta seca que age diretamente sobre a matriz, abrindo sulcos, escavando e rasgando a superfície, fazendo inscrições, renovando a possibilidade de reprodução do gesto, sempre gesto novo, que agora é gráfico, linha. Da feitura da imagem e de seu aparecimento, algo que nos traz certo frescor e prazer, a surpresa da imagem impressa. De sua descoberta, o fazer e o explorar a linguagem da gravura. De uma imagem que nasce de processos de partilha, o contato com a materialidade do mundo e de sua relação com o meio da arte.

Sem Título/ Untitled Ponta Seca sobre Tetra pack / Drypointon Tetra pack 35x23 cm

13


Ana Tereza Prado

Sem Título /Untitled Ponta Seca sobre Linóleo/ Drypoint on Linoleum 35x25 cm

14

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

Sem Título /Untitled Ponta Seca sobre Linóleo/ Drypoint on Linoleum 35x25 cm

15


Ana Tereza Prado

Sem Título/ Untitled Ponta Seca sobre Tetra pack / Drypointon on Tetra pack 23x35 cm

16

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

Sem Título/ Untitled Ponta Seca sobre Tetra pack / Drypointon on Tetra pack 23x35 cm

17


Célia Cotrim

•Projeto Impresso •

Mehequinhas

T

his artwork was projected upon an engraving that I made on silk paper, naming it “Mehequinhas”, as praise to Mira Schendel. They are engravings printed on a super fine wrinkled paper, reflecting the vulnerability of materials, techniques, and art as a whole. In Tutaméia, I started from a square shape, a geometric figure. It is a larger square that encompasses a smaller one inside, both made of the fine wrinkled papers with images of headphones printed on, symbolizing the individual hearing. This engraving is handled as a sound wave representation. There are no worries concerning the ink. When printed, the ink is spread in an aleatory way that could be perceived as graphic simulating sounds. The title, “Tutameia”, taken from a book signed by Guimarães Rosa, is a word that was invented by the author. It means bagatelle, “nonada” (another made-up word), meaning quibble, peanuts, etc…. It occurred to me the connection to Mehequinhas based on its sonority and the significance imposed on the word: something that does not imply much value as it is printed on wrinkled papers. Tutameia vibrates in the air, each cell of the work communicates with the other, its movement, vibration, generating sounds inside and through it, for the ventilators (left in the environment) breathe and produce sounds from the papers. In this way, I continue hearing…

18


•Projeto Impresso •

Mehequinhas

E

sse trabalho foi pensado a partir de uma gravura que fiz sobre papel seda. E ao qual dei o nome de Mehequinhas, em homenagem a Mira Schendel. São gravuras em papel, superfino, (...) amassadas, que refletem a vulnerabilidade das matérias, de técnicas e da arte como um todo. Em Tutaméia, parto de um quadrado, uma figura geométrica. Um quadrado maior que acolhe outro quadrado menor em seu interior, de papéis finos amassados com gravuras de headphones, símbolos de uma escuta individual. A gravura é trabalhada como representação sonora. Não há preocupação com a tinta. Ao gravar ela se espalha de maneira aleatória e se assemelha a gráficos de representações de sons. O título “Tutaméia”, retirado de um dos livros de Guimarães Rosa, é uma palavra inventada (pelo autor). Tutaméia significaria ninharia, nonada (outra invenção de Rosa...), “chorumela”, etc. Então achei que tinha a ver com o trabalho pela sonoridade e significado contido na palavra: não tendo muito valor em si por se tratar de gravuras amassadas. Tutaméia vibra com o ar... Cada célula do trabalho conversa com a outra, é movimento, vibração, gerando ruídos dentro dele e através dele, pois os ventiladores respiram e fazem os papéis vibrarem e produzirem sons. Assim continuo na escuta...

Mehequinhas – referência à Mira Shendel /praise to Mira Schendel. Gravura em papel Etching on paper 22 cm X 22 cm X 2 cm

19


•Projeto Impresso •

20


•Projeto Impresso •

21


Célia Cotrim

22

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

Páginas/Pages 20/21 Tutaméia (02 imagens, o todo e detalhe) Instalação gravura em papel vsentiladores. Printmaking instalation paper and fans. 4m X 3.50 cm X 10 cm Páginas / Pages 22/23 Livro escuta (3 imagens) 01 Fechado, 02 Abrindo 03 Aberto gravura em tecido e madeira 3 images 01 Closed, 02 Opening 03 Opened . Printmaking on fabric and wood 8 cm X 30 cm X3 cm,

23


Claudia Tebyriçá A

•Projeto Impresso •

s a pedagogue of the National Archive, in these past years, I have had the opportunity to be introduced and get closed to this archive of Brazilian heritage in different ways. As an artist, I have researched the possibilities to approach this patrimony by such means. The series “Childhood Archives” came out from this research. Images of children, most of which belonging to the Project “Fundo Correio da Manhã” that, carbon-copied from their original documents, revealed an infant memory; a fragmented memory sewn in a diffused, abstract scenario. Originally photographed by an analogic camera, developed and printed on a newsprint paper, these images passed through a long process of printings and reprintings up until reaching the printed cloth. Microfilmed, filed, digitalized, printed, carbon-copied, sewn... As if to not allow them to get lost, to not get diluted, to not disintegrate; as if to be fixed by their own fragility. Phantasmatic images of a childhood! On cloth, the monotype printed, abstracted, and colored, evokes an ordinary scenario. Image and mono printing are tensed and tense the plastic space. An imaginary scenario is built by the spectator’s look, from one’s own memories.

Menina e Concha Impressão sobre Tecido, Decalque e Costura. Printmaking on Fabric, Decal and Embroidery 24cm X 20cm.

24


•Projeto Impresso •

C

omo pedagoga do Arquivo Nacional, nos últimos anos tive a oportunidade de conhecer e me aproximar deste patrimônio documental brasileiro por diferentes maneiras. Como artista venho pesquisando as possibilidades de aproximação com o acervo por esta via. A série “Arquivos da infância” nasceu dessa pesquisa. São imagens de crianças, em sua maioria integrantes do fundo Correio da Manhã que, decalcadas de seu documento de origem, vão revelando uma memória da infância; uma memória fragmentada que se costura num cenário difuso, abstrato. Originalmente fotografadas em câmera analógica, reveladas e impressas em papel jornal, essas imagens passaram por um longo processo de impressões e reimpressões, até chegarem ao tecido impresso. Microfilmadas, arquivadas, digitalizadas, impressas, decalcadas, costuradas. Como que para não se perderem, para não se diluírem, para não se desintegrarem. Para que se fixem em sua fragilidade. Imagens fantasmáticas da infância. No tecido a monotipia impressa, abstrata e colorida evoca um cenário qualquer. Imagem e monotipia se tensionam, e tensionam o espaço plástico. Um cenário imaginário se constrói ao olhar do espectador, da memória de cada um.

Menino Escondido Impressão sobre Tecido, Decalque e Costura. Printmaking on Fabric and Embroidery 28 cm X 22cm.

25


Claudia Tebyriçá

Três Meninas Impressão sobre Tecido, Decalque e Costura. Printmaking on Fabric and Embroidery 28,5 cm X 22cm. Pique! Impressão sobre Tecido, Decalque e Costura. Printmaking on Fabric and Embroidery 23 cm X 30 cm.

26

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

27


Claudia Tebyriçá

Corre, Menina! Impressão sobre Tecido, Decalque e Costura. Printmaking on Fabric and Embroidery 25 cm X 24 cm. Dois Meninos Impressão sobre Tecido, Decalque e Costura. Printmaking on Fabric and Embroidery 21 cm X 21 cm. Marraio Impressão sobre Tecido, Decalque e Costura. Printmaking on Fabric and Embroidery 31 cm X 22,5 cm. escondido

28

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

29


•Projeto Impresso •

Claudio Roberto Castilho Pairs

I

have always worked the gravure by playing with the traditional idea of the editions. I print these editions with papers of different colors, using the same matrix. After the first step, I will make a decoupage of the images, pasting them in such a way that each engraving becomes a unique piece, so that the edition disappears in a series of a new unique work. I have here played with the idea of the equals, printing several papers of the same type, cutting them in strips, making a decoupage of them and pasting them as if a complement of the others, once again maintaining the idea of a unique piece. In a second step, I add larger pieces under the same idea of continuity, even though being unique – the Triads, the Quartets, and so fore.

30

Sem Título/ Untitled Gravura em Metal sobre Papel Artesanal Printmaking on Handmade Paper 50 x 70 cm

Sem Título/ Untitled Gravura em Metal sobre Papel Artesanal Printmaking on Handmade Paper 50 x 70 cm


•Projeto Impresso •

Pares

N

a gravura sempre trabalhei com a ideia de brincar com a tradição das tiragens. Faço tiragens com papéis e cores diferentes, sempre utilizando a mesma matriz. Depois faço uma decupagem e colo de forma que cada “gravura” seja uma peça única, então a tiragem “desaparece” em uma série de novos trabalhos únicos. Aqui brinquei com a ideia de pares, imprimi vários papéis iguais, cortei em tiras, decupei e colei fazendo com que alguns fossem complementos dos outros, mantendo a ideia de peças únicas. Depois fiz algumas peças maiores, que mantinham a mesma ideia de continuidade, sendo únicas, os Trios, os Quartetos, etc.

Mas Deus está à espreita entre a greta Gravura em Metal sobre Papel Artesanal Printmaking on Handmade Paper 50 x 70 cm Pode haver um descuido a rachadura Gravura em Metal sobre Papel Artesanal Printmaking on Handmade Paper 50 x 70 cm A Vida é a Senda Futura e Percorrida Gravura em Metal sobre Papel Artesanal Printmaking on Handmade Paper 50 x 70 cm

31


•Projeto Impresso •

Sem Título/ Untitled Gravura em Metal sobre Papel Artesanal Printmaking on Handmade Paper 50 x 70 cm #7 Gravura em Metal sobre Papel Artesanal Printmaking on Handmade Paper 50 x 70 cm #8 Gravura em Metal sobre Papel Artesanal Printmaking on Handmade Paper 50 x 70 cm #9 Gravura em Metal sobre Papel Artesanal Printmaking on Handmade Paper 50 x 70 cm #10 Gravura em Metal sobre Papel Artesanal Printmaking on Handmade Paper 50 x 70 cm

32


•Projeto Impresso •

33


•Projeto Impresso •

Claudio Roberto Castilho

Azulpéis Gravura em Metal sobre Papel Artesanal Printmaking on Handmade Paper 70 x 50 cm

34


•Projeto Impresso •

Azulpéis Gravura em Metal sobre Papel Artesanal Printmaking on Handmade Paper 70 x 50 cm

35


Cynthia Dreyer I

•Projeto Impresso •

make use of lines and manufacture my own paper, composed by items of my personal and familiar universe; I re-signify memories, inspired by the Portuguese ceramic tiles, using personalistic traces and the inheritance brought from my ancestors. In Fernando Pessoa I find the freedom to work my multiples “Me”, my heteronymous.

We are made of atoms, energy, strange links that agglutinate, build and form people, beings alive or inanimate, objects…all connected, we all “are”…

“All action generates a reaction”, said someone a time ago… All thoughts and energies may be transformed and recreated; by this way, from my fantasies and disturbances, the art works get free...

Anímicos #1 Ponta Seca sobre Papel Artesanal Drypoint on Handmade Paper tamanhos variados variable dimension

36


•Projeto Impresso •

T

rabalho com linhas e confecciono meu próprio papel, composto de itens de meu universo pessoal e familiar; vou resignificando memórias e inspirando-me nos ladrilhos portugueses, usando traços personalísticos e heranças trazidas dos meus antepassados. Em Fernando Pessoa encontro a liberdade de trabalhar os meus diversos “eus”, meus heterônimos. Somos compostos de átomos, energia, estranhas ligações que se aglutinam, constroem e formam pessoas, seres vivos, ou inanimados, objetos... todos conectados, todos “somos”... “Toda ação gera uma reação”, já disse alguém, tempos atrás. Todo pensamento e toda energia se transformam e se recriam; e das minhas caraminholas e escaramuças, as obras se libertam...

Anímicos #1 Ponta Seca sobre Papel Artesanal Drypoint on Handmade Paper tamanhos variados variable dimension

37


Cynthia Dreyer

•Projeto Impresso •

Anímicos #3 Ponta Seca sobre Papel Artesanal Drypoint on Handmade Paper tamanhos variados variable dimension Anímicos #4 Ponta Seca sobre Papel Artesanal Drypoint on Handmade Paper tamanhos variados variable dimension

38


•Projeto Impresso •

39


Cynthia Dreyer

40

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

Anímicos #5 Ponta Seca sobre Papel Artesanal Drypoint on Handmade Paper tamanhos variados variable dimension Anímicos #6 Ponta Seca sobre Papel Artesanal Drypoint on Handmade Paper tamanhos variados variable dimension

41


Eliane Avellar T

he adventure of improvisation is often a solution for the moments of crisis and absence when we can no longer use our usual tools in our artistic production. The lack of means leads to a strong, instinctive, and vital energy. Substance and rhythm, seeking to capture the force of life that exists in this world. While trying to understand the unusual, I find myself taking possession of my creativity. Every dab and stroke transforms the blank space into a symbolic kaleidoscope of my hope for better times.

#3 Monotipia e Aquarela Monotype and Watercolor 30 X 21cm

42

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

A

aventura no campo da improvisação é muitas vezes a saída para os momentos de crise e escassez, onde nos vemos impossibilitados de usar as ferramentas usuais da nossa produção artística. A economia dos meios acaba contendo em si uma forte energia vital e instintiva da arte. Matéria e ritmo buscando captar a força da vida que existe no mundo. Tentando encontrar uma explicação para o inusitado, me vejo tomando posse da minha criatividade. Através da monotipia e das pinceladas da aquarela vou transformando o branco do papel num colorido simbólico da minha esperança de um tempo melhor!

#4 Monotipia e Aquarela Monotype and Watercolor 30 X 21cm

43


Eliane Avellar

#5 Monotipia e Aquarela Monotype and Watercolor 30 X 21cm

44

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

#6 Monotipia e Aquarela Monotype and Watercolor 30 X 21cm

45


Eliane Avellar

#1 Monotipia e Aquarela Monotype and Watercolor 30 X 21cm

46

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

#2 Monotipia e Aquarela Monotype and Watercolor 30 X 21cm

47


Grasi Fernasky

•Projeto Impresso •

Unsettling oscillations The contemporary reality in intersecting lines that meet and mismatch. Pathways of anxiety, anguish, fear, afflictions, pulsing rhythms. The coming and going of emotions, movements, multiple waves. The intensity of colors, uneasy lines, internal unrest, and deceleration. The repose, as a shout that echoes in the silence. The disquiet weaves reflections networks and constant changes.

Inquietantes Oscilações Fotogravura Photoengraving 104 x 24 cm

48


•Projeto Impresso •

Inquietantes oscilantes

A

realidade contemporânea em linhas que se cruzam, se encontram e desencontram. Percursos de ansiedades, angústias, medos, aflições, ritmos pulsantes. Vaivém de emoções, movimentos, ondas múltiplas. Intensidade de cores, de linhas em desassossego, agitações internas e desaceleração. O repouso, como um grito que ecoa no silêncio. As inquietações tecem redes de reflexões e de constante mudanças.

49


Grasi Fernasky

Inquietantes Oscilações parte 1/2/3/4 Fotogravura Photoengraving 24 x 13 cm

50

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

51


Grasi Fernasky

Inquietantes Oscilações parte 5/6/7/8 Fotogravura Photoengraving 24 x 13 cm

52

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

53


Marcia Rommes

•Projeto Impresso •

Photoengraving, as a powerful technical resource, enables me to articulate with my photography and collage. This process of handling and creating, as in the case of the “Passage Series”, provokes me, giving me intimacy with my artistic work. Pages in sequence, dream-like images resting by the paths. Sometimes vanishing, sometimes engaging. Sometimes noisy, sometimes silent. Sometimes awakening, sometimes daydreaming.

Série Passagens#1 Fotogravura Photoengraving 20 X 30cm

54


•Projeto Impresso •

A

fotogravura como recurso técnico potente me possibilita articulações com a fotografia e a colagem. Este processo de manuseio e criação como no caso da “Série Passagens”, me provoca e me torna intima do meu fazer artístico. Páginas que se sucedem, imagens oníricas, repousam sobre passagens. Ora fuga, ora encontro. Ora ruído, ora silêncio. Ora despertar, ora devaneio.

Série Passagens#2 Fotogravura Photoengraving 20 X 30cm

55


Marcia Rommes

Série Passagens#3 Fotogravura Photoengraving 20 X 30cm

56

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

Série Passagens#3 Fotogravura Photoengraving 20 X 30cm

57


•Projeto Impresso •

58

Série Passagens#5 Fotogravura Photoengraving 20 X 30cm


•Projeto Impresso •

Série Passagens#6 Fotogravura Photoengraving 20 X 30cm

59


Silvana Soriano

•Projeto Impresso •

TR (“Transparent/Translucent/Transition/Traceable/Traversing/trajectory/Transferable/Tread”)

T

his Is an artist book that I created from a series that I exhibited in “Um Pequeno Instante” with Projeto Impresso. For this series, I used vegetable paper, monotype, and embroidery thread. The work explores the transparency of vegetable paper and in opposition, the layers of paint that cover some areas, creating opaque masses of material. The embroidery threat creates paths that guide the eyes between the layers of paper. The work was created in two distinct stages, in the first, I explored the movement of the roll on the papers - with no real planning or thought behind it. I let the roll find its own paths. The drying process was long as vegetable paper is not an absorbent material, forcing patience and some laxity. The second stage was sowing looking for directions. I used the embroidery thread to indicate paths for the eye. In this stage, I took longer to read the forms that were opaque and the forms were the transparency allowed the viewer to see the pages below. The thread created a narrative, a history of back and forth, opaqueness and transparency, intuition and thought. This series is made of 5 unique books in an A4 format with 4 pages each.

60

Livro de Artista Monotipia e Linha de Bordar Monotype and Embroidery Thread 29 X 20cm


•Projeto Impresso •

TR (“Transparent/Translucent/Transition/Traceable/Traversing/trajectory/Transferable/Tread”)

E

ste é um livro de artista que criei num desdobramento de uma série que apresentei na exposição “Um Pequeno Instante” do Projeto Impresso. Nesta série usei papel vegetal, monotipia e linha de bordar. O trabalho explora a transparência do papel vegetal e em oposição, as camadas de tinta gráfica que velam algumas áreas e criam massas opacas e carregadas de matéria. A linha que costura cria caminhos que guiam os olhos por entre as camadas de papel. O trabalho foi feito em duas etapas disitintas, na primeira explorei a ação do rolo sobre o papel, nada muito pensado ou planejado, ouso até dizer que brinquei de psicografar. Deixei o rolo buscar ele mesmo seus caminhos e tropeços. Pausa para a longuísima secagem. Papel vegetal não absorve e por isso a tinta seca muito lentamente, impondo paciência e algum esquecimento. Segunda etapa: a costura e a busca de direções. Usei a linha de bordar para indicar caminhos para o olhar. Nesta etapa demorei mais na leitura das formas que velavam e na transparência que permitia enxergar as outras paginas, outras camadas. A linha criou uma narrativa uma história de frente e verso, opacidade e transparência, intuição e pensamento. Esta serie é composta de 5 livros únicos em formato A4 com quatro paginas cada.

61


Silvana Soriano

•Projeto Impresso •

Livro de artista page1 Monotipia e Linha de Bordar Monotype and Embroidery Thread 29 X 20cm

62


•Projeto Impresso •

Livro de artista page 3/4 Monotipia e Linha de Bordar Monotype and Embroidery Thread 29 X 20cm

63


Silvana Soriano

Livro de artista detail Monotipia e Linha de Bordar Monotype and Embroidery Thread 29 X 20cm

64

•Projeto Impresso •

Livro de artista page 5/6 Monotipia e Linha de Bordar Monotype and Embroidery Thread 29 X 20cm


•Projeto Impresso •

65


Sonia Távora

B

•Projeto Impresso •

eyond the Enclosure of the Garden is “a book of artist” in which I give continuity to my subverted research on traditional materials and techniques, as well as deal with subject matter related to the memory, the ephemeral, the deletion and the transience. Photography appears as language, although such a work will not be considered exactly photographic, for its support differs from the usual and the cotton dyed paper inherits new attributions due to its precariousness. The printing process is like photoengraving, in which I search for imperfections, subtleties or the absent details at the accuracy of the photographic registry. The stains of time are noticeable by ageing and paper depigmentation caused by the UV rays that sensitize this support and engraves the image throughout the sun light -- these same rays causing its fade. The apprehended image than is felt as an illusion praised by the violet pigment and, at the same time, a physical representation of the real. Beyond the Enclosure of the Garden gains a relevant power through its images where vegetation captures the architecture in a process that one could call entropy. The man, a being belonging to Nature, needs to rethink his actions in the urgency of building a global and/or planetary community, a pertinent reflection at this quarantine moment.

66


•Projeto Impresso •

Além dos muros do Jardim Livro de artista Fotogravura sensiblizada no sol em papel hahnemühle tingido Caixa forrada com tecido, poema do artista. Edição 3 +p.a Book of Artist Photoengraving sensitized by sunlight on dyed hahnemühle paper Box lined with cloth, poem by the artist, 25 images 18,5 cm x 12,5 cm (each) 20,5 cm x 15,5 cm Edition: 3 + p.a

A

lém dos Muros do Jardim é um livro de artista onde dou continuidade à minha pesquisa de subversão de materiais e técnicas tradicionais, assim como em abordar questões relativas à memória, o efêmero, o apagamento, o esquecimento e a transitoriedade. A fotografia aparece como linguagem, porém não considero esse trabalho precisamente fotográfico, pois o suporte difere do usual e o papel de algodão tingido ganha novas atribuições pela sua precariedade. O processo de impressão é similar ao da fotogravura no qual busco as imperfeições, as sutilezas, nos detalhes ausentes na precisão do registro fotográfico. As velaturas do tempo são perceptíveis pelo envelhecimento e despigmentação do papel ocasionada pelos raios UV que sensibilizam o suporte e gravam a imagem através da luz do sol, esses mesmos raios ocasionam o seu desvanecer. A imagem apreendida passa a ser uma ilusão enaltecida pelo pigmento cor violeta e ao mesmo tempo uma presença física como representação do real. Além dos Muros do Jardim ganha uma potência relevante através das suas imagens onde a vegetação se apodera da arquitetura num processo que podemos nominar de entropia. O homem, ser pertencente da natureza, precisa repensar as suas ações na urgência em construir uma comunidade global, planetária, reflexão pertinente nesse momento de quarentena.

67


Sonia Távora

68

•Projeto Impresso •

#1

Detalhe de Panel #1 Details of Panel #1


•Projeto Impresso •

#2

69


Sonia Távora “My time is here, my space is now. Violet clouds appear and disappear: these are eternal moments. I no longer notice the hours passing, only the violets signs remain. Is it an opening, a passage? Perhaps. That color! ... When the night is over it arrives majestic as a silent imposition. My transfigured portal ... between walls and murmurs I saw the glorious view-under such a light, under such circumstances. The sun goes down, dreams slides violet, suddenly, I am there and realize the only and true experience; the time silently vanishes...! ”

#3

70

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

“Meu tempo é aqui, meu espaço é agora. Nuvens violetas surgem e desaparecem: são momentos eternos. Já não percebo o passar das horas, apenas as violetas permanecem. Será uma abertura, uma passagem? Talvez. Essa cor!... Quando a noite finda ela chega majestosa como uma imposição silenciosa. Meu portal transfigurado... Entre muros e murmúrios avistei a paisagem, sob tal luz, em tais circunstâncias. O sol se põe, o sonho desliza violeta, de repente lá estou e percebo a única e verídica experiência; o tempo passa!”

#4

71


Teresa Stengel Off Seas and Wilderness

T

o get to know Gimarães Rosa and his world is to penetrate the hinterland, the wilderness. Such a reality took me from my adult chosen life in Rio de Janeiro, an ocean line-way of living, a life at the sea, a life of emerald waters, into the opposite dry hinterlands of Minas Gerais, where there is no such a thing as flowing water…Therefore, this series looks for the meeting of these two opposite worlds: mine and his! The metal engraving I present here uses the mono type, combined with teared up papers and ink dyeing, bases of this series. The Japanese paper is the chosen material for its weightlessness and fluidity… To tear up is to give a re-significance to the object worked!

De Mares e Sertão Gravura em Metal e Monotipia sobre Papel Japonês Etching and Monotype on Japanese Paper 170x350 cm

72

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

De Mares e Sertão

C

onhecer o mundo de Guimarães Rosa é também conhecer o Sertão....E isso me levou da minha vida escolhida, de adulta, no Rio de Janeiro, uma vida de mar, uma vida ao mar, para o interior descolorido e seco das Minas Gerais! Esta série busca o encontro desses dois mundos, o seu e o meu! Partindo sempre da gravura em metal, utilizando a monotipia e o tingimento do papel, surgem as bases para esta nova série! O papel Japonês foi o escolhido pela leveza, pela fluidez do material. Rasgar é ressignificar!!!!!

De Mares e Sertão Gravura em Metal e Monotipia sobre Papel Japonês Etching and Monotype on Japanese Paper 170x350 cm

73


Teresa Stengel

•Projeto Impresso •

De Mares e Sertao Gravura em metal e monotipia sobre papel japones 170x350 cm 2019 Off Seas and Wilderness Etching and Monotype on Japanese paper 170x350 cm 2019

Sem Título/ Untitled Gravura em Metal e Monotipia sobre Papel Japonês Etching and Monotype on Japanese Paper 60 x350 cm

74


•Projeto Impresso •

75


Teresa Stengel

Da serie “ Juntos ...tudo” Gravura em Metal e Tecido em Fio de Sisal Etching on Fabric and Sisal Thread 180x80cm

76

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

Mulher Gravura em Metal e Colagem sobre Papel Japonês Etching and Collage on Japanese Paper 60x350 cm

77


•Projeto Impresso •

Zula I

t was in printmaking that I found my form of expression. I have always been fascinated by the alchemical process of transformation and the etching in metal, particularly the aquatint, hard ground and the Reiter technique, are the ones that most enchanted me. Careful work in protecting and exposing the metal to acid biting, the patience in waiting for the bite depth to be sufficient to obtain the gradation of the metal plate grooves and the accumulation of the ink and final expression of the work, are rewarding!

Cadê Lydia Água tinta Aquatint 10,7 X 9,2cm

78


•Projeto Impresso •

F

oi na gravura em metal que encontrei a minha forma de expressão. Sempre fui fascinada pelo processo alquímico das transformações e, a gravura em metal, particularmente a água tinta, água forte e a técnica Reiter, são as que mais me encantam. O trabalho cuidadoso em proteger e expor o metal à mordedura do ácido, a paciência em esperar que a profundidade da mordedura seja suficiente para obter a gradação dos sulcos da chapa de metal e o acúmulo de tinta e expressão final do trabalho, são gratificantes!

Engrenagens #3 Água Tinta e ägua Forte Aquatint and Etching 10 X 9,7

79


Zula

Engrenagens #4 Água forte e Água tinta Aquatint and Etching 9,8 X 9,6cm

80

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

Engrenagens #5 Água forte e Água tinta Etching and Aquatint 10X 9,2cm

81


Zula

Cabal Água forte e Água Tinta sobre Papel Aquatint and Etching on Paper 19,5 x 9,3 m

82

•Projeto Impresso •


•Projeto Impresso •

83


84

2019

2019

2017

2015

2013

2012

2011

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2005

2004

•Projeto Impresso •

Exposições/Exhibitions


Artists Contatos/ Artists Contacts

•Projeto Impresso •

Projeto Impresso https://www.instagram.com/projetoimpressoo/ Angela Rolim angelarolim@yahoo.com https://www.instagram.com/angelabeatrizrolim/ Ana Tereza Prado anaterezapradolopes@gmail.com https://www.instagram.com/anaterezapradolopes/ Célia Cotrim cotrimcelia@gmail.com http://www.celiacotrim.com https://www.instagram.com/celia.cotrim.rj/ Claudia Tebyriçá claudiatebyrica@gmail.com https://www.instagram.com/claudiatebyrica/ Claudio Roberto Castilho crcastilho1958@gmail.com https://www.instagram.com/atelier_casa10/ https://www.instagram.com/castilho684/ Facebook: Claudio Roberto Castilho Cynthia Dreyer cynthiadreyerart@gmail.com blog: https://cynthiadreyer.blogspot.com/ https://www.instagram.com/cynthiadreyerart/ Eliane Avellar eliavellar@yahoo.com.br Grasi Fernasky gra.fernasky@gmail.com website: http://www.grasifernasky.com Marcia Rommes mmrommes@yahoo.com.br website: http://www.marciarommes.com https://www.instagram.com/marciarommesart/ Facebook: Marcia Rommes Silvana Soriano email: silvanasoriano@gmail.com website www.silvanasoriano.com https://www.instagram.com/silvanasorianoart/ https://www.instagram.com/idiomsexpress/ Sonia Távora E-mail: tavorasonia@terra.com.br https://www.soniatavora.com/ https://www.instagram.com/sonia_tavora/ Teresa Stengel mariateresastengel@gmail.com https://www.instagram.com/mariateresastengel/ Zula zulaiazul@gmail.com https://www.instagram.com/zulaartista/

85


•Projeto Impresso •

86

Profile for angelarolim-yahoo

Projeto Impresso  

Year I Number 0 Agust 2020 Edition Projeto Impresso Publication almost quarterly of Ateliê Projeto Impresso RJ Brazil Contemporary Art: Prin...

Projeto Impresso  

Year I Number 0 Agust 2020 Edition Projeto Impresso Publication almost quarterly of Ateliê Projeto Impresso RJ Brazil Contemporary Art: Prin...

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded