Page 1

MTPDAILY Belo Horizonte - 28 de outubro de 2011

No salão

Acessórios que são um luxo Vem pra festa!

Vestidos coquetel dão o tom nas passarelas

Mulheres icônicas inspiram o inverno que vem aí

foto Julia lego

poder feminino

Desfile Chicletes com Guaraná


Editorial

MTPDAILY

Moda

line-up

Brasil S

er do mundo sem nunca, jamais perder a identidade. Esse talvez seja o segredo de Minas para manter intactas algumas de suas marcas registradas. Assim como acontece com a gastronomia, que segue forte com suas características do período colonial, a moda feita aqui tem lá suas peculiaridades. Coisas que os integrados chamam de detalhismo e os apocalípticos de barroco, exagero. Queiram os descontentes ou não, fato é que existe um DNA mineiro perceptível em boa parte das roupas que saem de nossas máquinas ou, em muitos casos, de nossas mãos. Falar de roupa “Made in Minas” é falar de preciosismo, trabalho artesanal,

Sexta, 28/10 19 h Patogê / Fernando Pires /Samuel Cirnansck 21 h

patchwork, crochê, tricô, bordado , às vezes, tudo ao mesmo tempo, mas esse já é papo para outro editorial. A parte boa disso tudo é que, assim como temos nossa identidade, outros estados e polos produtores nacionais têm as suas e todas elas se misturam sem o menor constrangimento no interessante mix do Minas Trend. Estamos juntos e misturados, mas cada um na sua. Natália d´Ornellas * Natália é jornalista e publicitária, com especialização em varejo de moda pela London School, e edita o caderno Pandora que circula aos domingos em O Tempo

Talentos do Brasil / Chouchou

Palestras 15h - "Corpo, Moda e Ética: pistas para uma reflexão de valores". Bate-papo sobre o livro homônimo com

Cristiane Mesquita e Silvana Holzmeister. Mediação de Angélica Adverse.

17h- Lançamento do Caderno Preview Design de Jóias

e Bijuterias 2012, com Regina Machado, consultora de moda e estilo.

Mtp na rede Expediente FIEMG

As novidades do Minas Trend Preview estão demais!...

@LuAlone Amanhã tem vou cantar Minas Trend Preview! :) vai ser D+!

Arrumando a mala, amanhã Minas Trend Preview !

@CeciLima Já na sala de desfile do @minastrend o que mais gosto é que os desfiles não atrasam muito ;-) #minastrendpreview

Heloisa Santos

Fatima Mello

iPad

no ipad

Presidente do Sistema FIEMG: Olavo Machado Júnior Coordenação Geral: Superintendência de Desenvolvimento Empresarial Coordenação de Comunicação: Superintendência Integrada de Gestão Corporativa Jornal O Tempo Fundador: Vittorio Medioli Presidente: Laura Medioli Vice-Presidente: Luiz Alberto de Castro Tito Diretor Executivo: Heron Guimarães Editora Geral: Lúcia Castro Chefe de Redação: Michele Borges da Costa Secretário de Redação: Murilo Rocha Redação MTPDaily

Baixe agora o nosso aplicativo

Editora chefe: Natália d´Ornellas Editor de arte: Anderson Carvalho Redatora chefe: Daniela Nahass Repórter: Isabela Grecco Estagiárias de redação: Lorena Siman, Pollyana Teixeira Colaboradores: Cris Guerra, Fabíola Paiva, Glico Gênio, Gustavo Brito, Mary Figueiredo, Mariana Rodrigues, Natália Assis, Natália Miranda, Regina Machado, Thiago Romano, Thiago Leão Stylist: Davi Leite Ilustração: Marcelo Ramos Fotografia: Júlia Lego, Rafa Borges, Rodrigo Bethônico, Vitor Formiga Departamento comercial: Fabiano Guerra – Sempre Editora


MinasTrend Preview 2011

Liga Fashion Por Thiago romano Torre de Babel Tem gente do mundo todo pelos corredores do Minas Trend Preview. São compradores da África do Sul, França, Itália, Portugal, Qatar e Reino Unido, além de jornalistas franceses, chineses, colombianos, americanos, ingleses, mexicanos e uruguaios. Todos vieram a convite da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) por meio do Programa de Exportação da Moda Brasileira (Texbrasil) desenvolvido em parceria com a Agência de Promoção de Exportações (Apex). Desde 2007, quando o evento começou, a Abit já trouxe 90 profissionais de 20 países para conhecer a semana de moda mineira.

o Leão

tália Miranda, Thiag Gênio, Natália Assis, Na co Gli , iva Pa a íol Fab Com

Estreia Quatro anos à frente da curadoria do MTP, Ronaldo Fraga se rendeu ao Salão de Negócios do evento. O estande onde apresenta a linha “Ronaldo Fraga para vestir” tem sido um dos mais frequentados da feira. Estreando nesta temporada, a RFV foi pensada para transitar com sutileza entre as coleções de multimarcas e agregar peças curinga ao guarda-roupa feminino. “Vamos trabalhar sempre três cores básicas, nada de estampas e as matérias-primas serão o tricô e a malha. A ideia é uma coleção de cerca de 60 looks”, explicou o aniversariante de ontem Ronaldo Fraga.

Ouvida por aí:

Mais tarde Moda e festa têm tudo a ver. Depois da maratona de desfiles e caminhadas pelo Salão de Negócios, nada melhor do que relaxar o corpo e a mente em uma balada fashion. Sendo assim, o MTP tem também seu line-up de “afters”, as festinhas pós-desfile. A Chicletes com Guaraná fez a sua ontem, no Gaudí, o novo restaurante de Marco Antonio Malzone, enquanto Victor Dzenk, que montou um lounge do Café de La Music dentro de seu estande, convidou poucos e bons para esticar na pista da casa. Na quarta, foi a vez de Rogério Lima, que comemorou seu desfile, com canjiquinha mineira.

Debut fashion A Faven comemora 15 anos nesta edição do MTP, com uma coleção inspirada na técnica milenar do patchwork. Com um mix de texturas, cores, pontos trabalhados, franjas e brilhos, a grife mantém assim o seu DNA do tricô. Comandada pelas irmãs Rosane, Sônia e Natalia Pessoa, a marca também aposta na mistura de bolas e listras, marcas registradas da Faven.

Hora do recreio

Entre um desfile e outro, as modelos que desfilam no Minas Trend Preview tem lá seus passatempos. Se em temporadas anteriores eram vistas com livro da saga Crepúsculo e O segredo, as bonitas dessa fez fizeram a linha “high tech” e se jogaram na redes sociais com seus tablets e smartfones. Para as analógicas: partidas de Uno.

4

“Estilo é substância”

Ima Campbell, Editora Associada de Calçados e Acessórios do WGSN

Meninas descalças O estilista Luiz Cláudio passou o maior aperto no desfile de sua marca Apartamento 03, quartafeira. Os sapatos que seriam feitos pela Maria Coelho, empresa expositora do Minas Trend, não chegaram ao Expominas. Na última hora, os amigos Claudinha Moura e Rogério Lima optaram pela democracia e emprestaram os sapatos que seriam desfilados pela marca logo depois.

Pelos corredores

Tendo os corredores do MTP como passarela, os frequentadores do evento têm apostado no carão. São figuras que investem em cabelos exóticos, maquiagem forte e looks no mínimo interessantes. Há também quem opte pelo “do it your self”, com camisas mensagem. Entre os jargões prediletos está “I love bons drink”.


MinasTrend Preview 2011

MTP Adora

MTP Adora

Fotos Julia Lego

Por Davi Leite e Dill Diaz Sapatos, roupas, vestidos, bijus...Mais uma vez, a equipe do MTP Daily foi ao salão de negócios do Minas Trend Preview e, com a ajuda de experientes compradoras, escolheu peças lindas que estarão nas lojas quando o inverno chegar. Afinal, elas têm experiência de sobra para saber o que vai pegar na estação mais gelada do ano.

Clutch Patricia Bonaldi

Casaco Printing

Compradora

Bolsa TCHES

Wedge Studio Tmls

“Essa é minha primeira vez no MTP e vim em busca de roupa de festa, pois esse é o foco da minha loja. Já compro Vivaz, Patrícia Bonaldi.... Em matéria de tendência, aposto nos bordados e pedrarias que voltaram com força total por conta das grandes festas de casamento e 15 anos”.

Vestido Patricia Bonaldi

Suzana Figueiredo, loja Tugore, de Cuiabá

Sapato Luiza Barcelos

Scarpin Luiza Barcelos

6

Colar Camaleoa

Colar Camila Klein

Sapato Virginia Barros


MinasTrend Preview 2011

News

fotos julia lego

Show de pernas “Leg Parade” invade o MTP e chama atenção para um dos maiores atributos femininos

"O

por natália d’ornellas

bonde passa cheio de pernas / pernas brancas pretas amarelas /Para que tanta perna, meu Deus, pergunta meu coração / Porém meus olhos não perguntam nada" . Em 1930, as pernas das moças tiravam Carlos Drummond de Andrade do prumo e foi com auxílio delas que a P&G invadiu o Expominas desde a última quarta. Patrocinadora ouro do Minas Trend Preview, a gigante internacional pensou numa maneira lúdica e fashionable de divulgar seus produtos (no caso, Gillette Presto3) dentro do evento de pré-lançamento de moda mais importante do calendário. Para a Leg Parade, 15 estilistas customizaram um par de pernas de manequins que estão espalhadas pelo pavilhão de exposições. Participam da ação nomes como Mabel Magalhães, Aurea Prates, Graça Ottoni, Victor Dzenk, Coven, Gig e Rogério Lima. Visitantes do “Lounge Gillette Presto3” ainda podem tirar fotos entregues na hora, com uma surpresa no momento da revelação. A ideia é ressaltar os diferenciais da marca e, claro, o conceito de que as pernas são o principal alvo de cuidado da mulher. As pernas na história. Obcecados por ideias libidinosas, os vitorianos (virada do século XIX) costumavam tampar com panos as pernas dos pianos, em seus salões, para impedir a excitação da platéia masculina. Em diversas culturas, ao longo dos séculos, mulheres tiveram de ocultar suas pernas. E, curioso, em antigas sociedades africanas, sair com os seios ao ar livre era permitido, contanto que as coxas e tornozelos estivessem devidamente adornados com tecidos, escondidos. O tornozelo, aliás, povoou as mentes dos homens no final do século XIX e início do XX fazendo com que botinhas de couro e tropeços ocasionais se tornassem algumas das mais conhecidas técnicas de sedução feminina. Infelizmente, na Ásia e em países árabes e indianos, existem restrições à circulação livre dos membros inferiores. A parte boa dessa história é que com tanta restrição, o tabu acabou por supervalorizar essa parte do corpo que ganhou sua redenção nos anos 70 com a explosão das minissaias. Viva Mary Quant.

Mary Design

Patrícia Motta Mary Design

8

Condotti

Apto 03

Apto 03


MinasTrend Preview 2011

aassessoria/divulgação

Em busca do pedido perfeito Vontade de levar o salão inteiro? O MTP Daily te dá as dicas na hora das compras

S

Isabela Grecco

er consultora de varejo não é tarefa fácil. Tem que saber lidar com a compulsão, com o impulso e com a emoção. Existem algumas regras básicas para comprar bem. Consultamos algumas compradoras profissionais que nos dão dicas e apontam os erros comuns nesse tipo de negócio, principalmente, num salão repleto de tentações.

Compre certo. Para a diretora comercial da Empório R e K, Karla Rosa Vaz, a loja deve fazer um levantamento de giros de produtos por shapes e vendas por numerações, além de uma pesquisa junto aos seus clientes para ter uma ideia das expectativas. “Se for a primeira compra, deve-se fazer uma pesquisa sempre de olho no seu nicho de mercado, focando no perfil

Business

loja magrella/divulgação

de clientes que você vai atingir”, afirma.

Ao fazer uma compra, o lojista deve ficar atento a alguns fatores, entre eles a empolgação. “Comprar como se fosse para ele mesmo, não considerando o perfil dos seus clientes e as tendências do mercado e não ter dados suficientes para saber o quanto comprar, é um sinal que está na hora de parar de comprar”, alerta a especialista.

Existe uma regra que tem a ver com o tamanho físico da loja e o número de marcas vendidas, uma questão de proporção mesmo. O mais importante é fazer o mix de compras correto, complementando entre as marcas mais procuradas e não exagerar no número de grifes que compõem o portifólio da loja. É assim que trabalha a proprietária da loja multimarca Cupcake, Renata Alamy, que está há quatro anos no mercado. “Trabalho sempre com algumas marcas que são compras certas, como a Coven, a Uma e a Adô. E, em toda temporada, aposto em peças de um ou dois novos estilistas. Assim, sempre tenho coisas novas para oferecer às clientes”, explica. Renata dá alguns conselhos para quem vai comprar pela primeira vez no Minas Trend Preview (MTP). “Muita calma nessa hora. Não se empolgue e olhe tudo antes de se decidir. Vá com um orçamento pré-determinado”, explica. Como a semana de moda mineira é um evento de pré-lançamento, a lojista sugere ainda que o comprador procure saber se a coleção está completa nas araras. “Se for apenas 20%, reserve uma parte do orçamento para comprar em uma segunda etapa”, aconselha.

9


MinasTrend Preview 2011

Fashiolândia 3 perguntas para ...

Fashion quiz Veja a quantas anda sua “modapedia”. Marque as questões abaixo com V ou F e depois confira o gabarito na lateral da página. 1) Se o diabo veste Prada (Anna Wintour), sua versão mais simpática e divertida vai com todas as grifes bacanas e os looks mais absurdos da passarela. A italiana Franca Sozzani, à frente da Vogue Japão, é a mais nova mania da moda. 2) Joaquim Nogueira, Markito e Denner são importantes estilistas nascidos em Minas Gerais. 3) Drielly Oliveira, Fabiana Mayer, Lili Ferrarezi e Ana Clara Veiga são algumas das modelos consagradas que saíram de Belo Horizonte. 4) Com 30 anos de mercado, o São Paulo Fashion Week comemorou em junho passado sua 31 edição. 1) F 2)F 3) V 4) F

Com Vocês:

E

Jean Paul Gaultier

le não foi o primeiro “enfant terrible” da história - o pioneiro foi Pierre Charles L’Enfant, um arquiteto de Washington - mas na moda é o mais famoso. Jean Paul Gaultier, um autodidata que ganhou seu primeiro estágio com Pierre Cardin aos 18 anos, foi a celebridade do mês no Brasil. Veio lançar o documentário “Jean Paul Gaultier, Quebrando as Regras”, que retrata seus 35 anos de carreira, durante o Festival do Rio e, óbvio, caiu no samba e caipirinha. No currículo do francês, que já veio ao país várias outras vezes, está o famoso sutiã cônico que Madonna usou na turnê Blonde Ambition.

10

por Pollyana Teixeira

Gloria Kalil 1. Você acredita que ainda exista uma moda carioca, uma moda paulista, uma moda mineira ou ela já se globalizou? Sem dúvida que há uma troca muito maior hoje, embora cada estado, assim como país, tenha seu estilo. Os mineiros são mais ligados numa coisa mais artesanal, barroca; os cariocas fazem uma moda mais leve; os paulistas são mais urbanos, sempre tem um “jeitão” que se mantém. 2. O que você espera do inverno 2012? Só espero ser surpreendida por uma linda novidade 3. Na sua opinião, qual o ponto alto do Minas Trend? O Minas Trend é uma plataforma importante de lançamento e Minas se coloca como um polo importante entre os lançadores de moda, além de ser uma feira bem sucedida, o que mexe bastante com a economia.

mTP pills

Você sabia?

Pensadas e confeccionadas nos mais diversos estados do país, em especial em Minas Gerais, as roupas comercializadas no salão de negócios do MTP têm destinos no mínimo interessantes. Para se ter ideia, na edição de número 8, que aconteceu em maio, além de compradores de todo o Brasil, o evento também recebeu lojistas de países como Costa Rica, Argentina, Itália, Inglaterra, Espanha e Egito. O aumento de compradores foi de 74%, melhorando as expectativas de geração de negócios.


MinasTrend Preview 2011

fotos Rodrigo BethĂ´nico

Desfile

Entrada final do desfile de Aurea Prates

Puro preciosismo 11


Desfile

MinasTrend Preview 2011

VIVAZ A polêmica e ultra-elegante Wallis Simpson foi uma forte referência para a coleção de Beth e Camila Faria. E se a duquesa de Windson vivia em festa, a Vivaz cuidou de criar o dresscode perfeito com vestidos longos, brilhos, transparências e – por que não? – curtinhos também. fotos Rodrigo Bethônico

PATRICIA MOTTA

Inspiradas pelos figurinos de rainhas poderosas como Victoria, Elizabeth e Catarina Pavlovna, da Rússia, Patrícia Motta construiu sua coleção de inverno 2012. Sendo assim, formas neogóticas se misturaram a shapes contemporâneos todos construídos nas matéria-primas que fizeram da estilista uma referência: o couro e o o chamois. Destaque para o preciosismo das peças em phyton. A marca garante que só trabalha com material proveniente de criatórios e com certificação de origem controlada. fotos Rodrigo Bethônico

12


MinasTrend Preview 2011

Desfile

Alessa Tendo o céu da Toscana como fundo, Alessa apresentou uma coleção de inverno leve e fluida inspirada na origem italiana de sua família. A estilista carioca estampou vestidos plissados e longos kaftãs com desenhos da Torre de Pisa, das vespas romanas, da ilha de Capri e até do Pinóquio. fotos Rodrigo Bethônico

CHICLETES COM GUARANá

Inspirada em Cleópata, a Chicletes com Guaraná apresentou um inverno em tons escuros, passeando por caramelo, azul e verde até chegar no coral. Três estampas pontuaram a coleção que também contou com o auxílio luxuoso das franjas. Destaque para os livros que funcionaram como arranjo de cabelo, numa referência à biblioteca de Alexandria criada pela rainha do Nilo. fotos Rodrigo Bethônico

13


Desfile

MinasTrend Preview 2011

Victor Zerbinato Animais e tribos, tanto urbanas quanto as mais inóspitas inspiram o inverno de Victor Zerbinato. A palavra chave é glamour e o destaque fica por conta dos vestidos de festa que fecham a apresentação. fotos Rodrigo Bethônico

Aurea Prates Elegante como poucas, a grife Aurea Prates se inspirou no glamour dos anos 40, 50 e 60 e na musa Rita Hayworth para criar uma coleção impecável. Transparências e bordados sobre bases super nobres como o crepe de chine, o cetim e o gazar de seda pura são um bom resumo para a próxima estação. fotos Rodrigo Bethônico

14


MinasTrend Preview 2011

Desfile

UMA Inspirada no sportswear e na mistura de materiais, a UMA apresentou um inverno de silhueta alongada e ampla fazendo o contraponto com a alfaiataria mais estruturada. Os vestidos apareceram com grande força na coleção, que também apresentou calças de modelos largos e justos.

fotos Rodrigo Bethônico

Camaleoa Os maxi acessórios foram a aposta da Camaleoa para o inverno 2012. Braceletes longos - que chegavam quase até a altura dos cotovelos - e colares cobrindo o colo, ora com uma pegada futurista, ora com inspiração art déco dominaram a passarela. O brilho fosco das peças metalizadas e o trabalho em couro vazado deram o tom da coleção. fotos Rodrigo Bethônico

15


Desfile

MinasTrend Preview 2011

GIG

Como se não bastasse o exaustivo trabalho de construir seus próprios tecidos na malha do tricô, Gina Guerra ainda busca pequenas sutilezas para enfeitar sua coleção. Para o inverno pautado num banquete de celebração à vida, a estilista abusou de referências da natureza transformando-as em jacquards e ainda pontuou as peças com pequenos broches, cintos, pequenos decotes. Lindo. fotos Rodrigo Bethônico

16


MinasTrend Preview 2011

Artigo

Discutindo a relação no Sistema Brasileiro de Moda Notas sobre o casamento entre as joias e a moda

A

por Regina Machado

pesar de pertencerem a famílias de origens distintas, já faz muito tempo que, levadas pelos corpos, as joias e a moda passaram a andar juntas e a frequentar os mesmos ambientes. Na verdade, mais do que isso, se tornaram amigas cada vez mais íntimas e hoje experimentam um admirável casamento aberto, com permissão para muito affair apaixonado com as divertidas bijuterias. O espírito libertário deste enlace tem inspirado a atualização dos estilos pessoais. As joias são médiuns poderosos capazes de materializar os espíritos das épocas e caminham em regime de parceria sincrônica com a moda já faz tempo. Ninguém consegue definir bem a idade desse casamento. Mas basta acionar o imaginário coletivo para verificar que o caso vem de longe. Ao buscar na memória a imagem tantas vezes divulgada da rainha Elisabeth I, quer seja nas pinturas dos retratistas reais como no figurino dos filmes de época, fica clara a importância fundamental daquelas cascatas de colares de pérolas na composição do estilo de suas roupas. Ou mesmo, como poderíamos imaginar a construção do exuberante estilo barroco se não tivéssemos podido contar com o apoio luxuoso dos broches de decote ornamentando a inauguração pública dos colos femininos no século XVII? O mesmo se verifica quando analisamos a agitação da Belle Époque e observamos em toda a sua cena o brilho impressionista das gargantilhas cravejadas. Mais recentemente, o próprio aprendizado do valor da mistura High-Low - até hoje festejado pela estética da moda contemporânea - entre o material industrializado dos baquelites e os preciosos do luxo tradicional, nos foi ensinado pela eficiência moderna da joalheria do Art Deco. A parceria entre as joias e a moda tem somado suas didáticas visuais na atualização das percepções dos indivíduos. A diferença entre a moda e as joias se encontra no tempo de duração de suas existências, tendo em vista que estas, realizadas com materiais cuja vocação flerta com a eternidade, registram a efemeridade dos gostos e funcionam como valiosas testemunhas de suas mudanças. No entanto, hoje, um casal como este, daqueles que sempre se entendeu pela simples troca de olhares, tem buscado o compartilhamento de ideias a partir do uso também das palavras. A criação de um Sistema da Moda Brasil – SMB buscará dar conta desse desafio: construir um discurso unificado para a moda que, contraditoriamente, como sempre, se pretende cada vez mais plural. Esta proposta, coordenada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) que, junto às entidades de classe, tem estimulado as reflexões setoriais sobre a dinâmica das tendências, buscando transformar numa mesma poética as diversas narrativas dos

18 18

produtos que compõem os setores da moda brasileira. Mais uma vez o Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM) contando com o patrocínio SEBRAE e APEX, apresenta o seu Preview Joias e Bijuterias no Minas Trend. Visando 2012, este produto já se tornou um filho quase adolescente da relação entre as joias e a moda e é a resultante do valor inequívoco do entendimento que se dá através das trocas entre os olhares sensíveis dos nossos designers e estilistas. Ao apresentarmos as direções das tendências, neste trabalho chamados Portais de Inspiração, estamos tão somente elaborando algumas sínteses capturadas no meio da produção dinâmica e febril da moda, já que esta tem como caráter fundamental não cessar de nos enviar novos sinais. As tendências da moda estão diretamente vinculadas aos diversos episódios significativos que moldam as nossas percepções sobre o que é ‘belo’ e sobre o que é ‘bom’. Atualmente, tanto podem expressar a preocupação com o meio ambiente, como o desejo nostálgico de fuga de um presente multifacetado para um passado unificado pela memória, assim como também continuamente nos estimulam a imaginar o futuro sempre imprevisível. Já faz algum tempo que as tendências têm nos divertido com as quebras dos paradigmas tradicionais, com a inauguração de afinidades insuspeitas e com a promoção de novas convivências. Atualmente, experimentamos com alegria o frescor que as misturas entre as joias, as bijuterias e os relógios têm conseguido imprimir nos nossos estilos pessoais. Entramos na segunda década do século XXI com a certeza de que a realidade possui muitas versões e que é percebida por diversos pontos de vista. O espírito deste nosso tempo tem ensinado e estimulado a tolerância entre as diferentes opiniões e ideias. Em sintonia com este novo pensamento, a graça inovadora do sistema da moda contemporânea se dedica a enaltecer o valor do entrelaçamento de múltiplas referências, tanto temáticas como de combinações cromáticas. O discurso das tendências não se contem mais numa única narrativa. Atualmente a moda expressa uma elegância, felizmente cada vez mais democrática, que mais inclui temas, cores e formas do que exclui. Regina Machado é mestre em comunicação dos sistemas simbólicos e doutoranda em mídias e mediações da ECO/ UFRJ. Também atua como pesquisadora de tendências para o IBGM e como consultora criativa para o SEBRAE e o SENAC.

De cima para baixo: Costantini, Vancox, Goldesign,DRW e Genesis


03 mtp 28 de outubro de 2011  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you