__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

Nº 132 - Ano 13 - Julho 2016 • Distribuição gratuita • ISSN 1647–7022

ARE YOU READY FOR THE FUTURE? Scania

AUTONOMOUS DRIVING

www.jornalstrada.com


230802


Para aqueles, que sabem o quee querem... Paixão por veículos comerciais desde 1934

… o Kög Kögel gel Cargo Opcional onal com eq equipamento para 9 Opcio

calhas, calha as, bobinas, papel ou bebidas

ambbém com est estrutura FlexiUse 9 TTambém Equipamentos pamentos in individuais versáteis 9 Equip

230663

Directo or de V enda España e Port tugal Director Venda Portugal Héctorr Rodríguez móvel + 34 685 534537 hector.rodriguez@koegel.com hector r.rodriguez@koegel.com

pt . l ge e o .k w ww


EVENTS CDA

DIGI CONECTI

ARE YOU READY F

Julho 2016


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

TAL IVITY

| Giancarlo Terrassan giancarlo.terrassan@jornalstrada.com

FOR THE FUTURE?

Julho 2016


EVENTS CDA

No passado mês de junho, em Frankfurt am Main, capital económica alemã, a VDA (Verband der Automobilindustrie) realizou um workshop com a imprensa internacional, a propósito da 66ª edição IAA Commercial Vehicles. Aproveitando esta importante ocasião, inteiramente focada na conectividade e no digital, os representantes das mais importantes marcas deram a conhecer os actuais desafios e vicissitudes do sector. Matthias Wissmann, presidente da VDA, com um discurso de abertura fortemente optimista e inspirador, deu início ao workshop dando as boas-vindas a todos os intervenientes e convidados. Matthias Wissmann, realçou os dados estatísticos que apontam claramente para um notável crescimento na indústria automóvel relacionada com veículos comerciais e uma previsão nitidamente optimista para a concretização de muitos negócios e novos contactos, frisando que «No ano passado, na Europa, foram registados 259.000 camiões e nos primeiros cinco meses deste ano, a Europa Ocidental teve um crescimento de 14%. Os grandes mercados – França, Reino Unido e Itália –, ultrapassaram nitidamente os valores do ano anterior, conseguindo um crescimento de dois dígitos, embora os mercados recordistas tenham sido a Espanha e os Países Baixos, com taxas de crescimento superiores a 20%. O processo de recuperação é estável e robusto, esperando um incremento de 8%

para este ano.» Relativamente a vans e reboques, Wissmann acrescentava que «O mercado de vans da Europa Ocidental também está a crescer. Nos primeiros quatro meses do ano foram registadas 600.000 vans, representando um crescimento de 11%, ao passo que os fabricantes de reboques cresceram 14% só nos primeiros quatro meses deste ano.» Trabalhar em conjunto pelo meio ambiente Neste workshop foi dado um especial destaque ao tema meio ambiente e relativamente a este ponto, Wissmann se referiu a vários factores importantes, que contribuem para um maior respeito do meio ambiente: «Um dos maiores desafios do nosso tempo e, portanto, para a indústria de veículos comerciais, consiste na redução das emissões de CO2. Comparativamente aos anos 70, os construtores de veículos comerciais conseguiram reduzir de cerca 60% o consumo de combustível por cada t/km. As emissões de CO2 em 2020 terão diminuído de cerca 20%, comparativamente a 2005. Relembro que os nossos camiões europeus são campeões no consumo e na eficiência energética, contrariamente a algumas versões que são apresentadas…» por alguma comunicação, «… o consumo médio em litros por cada t/km é nitidamente inferior de que os seus homólogos nos Estados Unidos. Estes notáveis avanços tecnológi-

3

Julho 2016


Julho 2016


CDA

EVENTS

3 cos e excelentes resultados foram atingidos através do normal processo de evolução, provocado pela concorrência e não por imposição legal ou governamental. O campeão em absoluto, nas emissões de CO2, entre os meios de transporte, é naturalmente o autocarro de turismo com 32 gr para cada passageiro/km. Ulterior optimização dos propulsores diesel e propulsores alternativos, são, todavia, cada vez mais importantes. Por exemplo, o gás natural, amplamente utilizado nos autocarros urbanos, é um potencial redutores de emissões CO2 também para os camiões. A iniciativa “Clean Power for Transport” da União Europeia, que visa a criação

Julho 2016

de uma rede europeia de postos de abastecimento de gás natural, tem que ser implementada rapidamente, são necessários factos… A tracção híbrida e eléctrica são cada vez mais interessantes e importantes para o sector do transporte (…). O transporte de mercadoria, para ser mais eficiente e ecológico, necessita de ferrovias, estradas e vias navegáveis, efectivamente eficientes, modernas e preparadas para os desafios do futuro. Têm que ser mais e melhor conectadas, para poder responder ao aumento de transporte de mercadoria que se antecipa. Mesmo com uma ferrovia moderna consiga assimilar uma grande parte dos transportes de mercadoria, a

parte do leão continua a pertencer inevitavelmente ao camião, que actualmente, na Europa, corresponde a 75%. A densidade do trânsito nas estradas reclama uma solução inovativa e esta solução passa forçosamente pela utilização dos “Lang-LKW”…» ou seja, as combinações de 25,25 m, conhecidas também por EuroCombi ou EMS (European Modular System), «…, há 4 anos em teste na Alemanha, com experiências positivas, que demostraram ser possível reduzir de 25% as emissões de CO2 por cada tonelada transportada. Este teste demostrou ainda que, o “Lang-LKW” não retirou mercadoria da ferrovia (…). A UE estabeleceu uma meta ambi-


ciosa para o clima: uma redução de 30% até 2030. Na verdade, é uma tarefa que envolve um grande número de partes interessadas. Teremos de ajustar todo o processo de transporte, porque há muitas mais variáveis que afectam o consumo, do que apenas novos veículos e novos motores, nomeadamente os processos de logística, o comportamento do condutor, os pneus, as infraestruturas, entre outros, têm uma influência considerável sobre as emissões de CO2. Os combustíveis disponíveis também desempenham um papel importante no equilíbrio de CO2. Os fabricantes de veículos comerciais e operadores logísticos sabem que só podemos reduzir as emis-

sões de CO2 se trabalharmos juntos. Com uma abordagem integrada foi possível duplicar a redução anual de CO2 dos camiões, para 3,5%!» concluiu Wissmann. Conectividade e Digital Destaque na 66ª edição IAA Mais do que nunca, o digital está presente na indústria dos veículos comerciais. Wissmann apelidou de camiões do futuro, à realidade que começamos agora a assistir «Conduzir em “platoon”, de forma conectada, automatizada e digital. Este é o lugar onde vamos ver o próximo salto inovador no tráfego rodoviário de mercadorias, um caminho que permitirá economizar até 10% nas emissões de combus-

tível e de CO2.» afirmou Wissmann. Em jeito de síntese, o presidente da VDA terminou a sua oratória dizendo que «A IAA não é somente a maior e mais importante feira de veículos comerciais do mundo, mas é também a mais importante feira do mundo para a mobilidade, transporte e logística.»

3

Julho 2016


EVENTS

the connected truc

internet of things

Julho 2016


ck offers real added value

Julho 2016


CDA

EVENTS

3 Wolfgang Bernhard, membro do conselho de administração da Daimler AG e responsável máximo da Daimler Trucks & Buses Division, foi o orador que seguiu, tendo como tema “Ideias basilares sobre o transporte do futuro”. Com este tema, Wolfgang Bernhard ilustrou alguns pensamentos, desafios e oportunidades que a indústria e política dos veículos comerciais vive actualmente. «A “conectividade”, a “indústria 4.0” e a "internet das coisas" tornaram-se palavras-chave. Todo o mundo fala sobre isso. Os experts esperam que outras 1.500 milhões de coisas fiquem online este ano. O que quer dizer que, a cada minuto, 3.000 novas coisas estão a ser lançadas. (…) Mas uma coisa está clara: um camião conectado trará um verdadeiro valor acrescentado.» referiu Bernhard. «É a grande realidade da era digital. Quando conectamos o camião para a cloud, podemos trocar informações em tempo real com todos os participantes envolvidos no transporte: com empresas de transporte e terminais de mercadorias, com a central e outros veículos, com fabricantes de camiões, centros de reparação, entre muitos outros. O camião conectado também pode resolver inúmeros problemas, enfrentados diariamente pelos motoristas e empresas de transporte, tais como longos tempos de espera nas cargas e descargas ou engarrafamentos.» concluiu Bernhard.

3

Julho 2016


Julho 2016


Ainda antes de uma pausa para o café, Andreas Renschler, membro do conselho de administração da Volkswagen AG e CEO da Volkswagen Truck & Bus GmbH, completava a explicação com o tema “Mobilidade inteligente e sustentável – Os veículos comerciais estão a frente”, aproveitando para visualizar o futuro dos veículos comercias, a forma como irão liderar o mercado e o futuro dos transportes. Segundo Renschler, «O mundo dos transportes, assim como o conhecemos, em poucos anos, irá mudar completamente, sofrerá transformações radicais. Espreitamos no ano 2040. Será que haverá ainda transporte de mercadoria? Sim, mas com sistemas diferentes. Continuarão a existir empresas de

transporte? Sim, mas com funções diferentes. Continuarão a existir camiões? Sim, mas diferentes dos que actualmente vemos circular nas nossas estradas. Em 2040, todo o sistema de transporte funcionará num nível completamente diferente do que estamos habituados a ver, em primeiro lugar, será totalmente conectado, extremamente eficiente e funcional, bem como ecologicamente eficaz, apoiado por inteligência artificial alimentada por uma massa brutal de informações e dados recolhidos. Em 2011, durante um evento da CeBit que teve lugar em Hannover, na Alemanha, foi apresentado a nível mundial o IBM Watson, um computador equipado com tecnolo-

gia de inteligência artificial, o qual tem a capacidade de aprender e analisar autonomamente qualquer área temática e responder também vocalmente. Está previsto que até 2025, o negócio do IBM Watson terá a capacidade de gerar uma facturação de cerca 10.000 milhões de dólares. A utilização de veículos autónomos, irá necessitar da utilização desta tecnologia de inteligência artificial, devido à gigantesca quantidade de dados a elaborar. Actualmente, o volume de dados, duplica todos os 2 anos e em 2020 atingirá os 40 Zettabytes…» segundo a CISCO, o tráfego global na internet em 2016, ultrapassará 1 Zettabyte = 1021, «… Actualmente, os camiões já recolhem e enviam constantemente dados e trocam estes entre

3

Brief history of IBM Watson IBM Research Project (2006 – )

Jeopardy! Grand Challenge (Feb 2011)

IBM

CDA

EVENTS

3

Watson for Healthcare

(Aug 2011 – )

Watson for Financial Services

Watson Industry Soluons

Expansion

Cross-industry Applicaons

(Mar 2012 – )

(2012 – )

Commercializaon Demonstraon R&D

Julho 2016

New Division © 2012 IBM Corporation


Julho 2016


EVENTS IBM

Julho 2016


3 “Vehicle-to-Vehicle” e “Vehicle-toInfrastructure Communication”. Isto obriga aumentar a largura de banda para permitir o fluir deste espantoso volume de dados, sem interrupções. Na Suécia, a Scania com a Eriksson já estão a testar a tecnologia 5G, para permitir conexões de redes de alto débito. Somente nas estradas europeias, a Volkswagen Truck & Bus tem mais de 200.000 camiões conectados em rede. A conectividade via internet nos veículos comercias, está crescendo e ganhando importância rapidamente. Prevemos que, a partir de 2017, todos os camiões MAN e Scania que serão entregue aos clientes, serão camiões conectados online.» Concluindo, Renschler realçava alguns aspectos que demostram o avanço da tecnologia, neste momento, «Há 25 anos, as pessoas comunicavam com telefone fixo, demoravam dias para ver as fotografias reveladas e quando viajavam, enviavam postais. Hoje, já não estão dispostos a abdicar de produtos eficientes e melhores, como são os Smartphones, as fotografias digitais, os e-mail, a internet, entre muitos outros. Estamos entrando numa nova era do transporte, uma era do transporte autónomo que utiliza a inteligência artificial e tecnologias de comunicação de alto débito. Estou seguro que estamos perante os mais empolgantes anos da história do nosso sector.» 3

Julho 2016


EVENTS CDA

FICHA TÉCNICA Platinum Winner of the European Seal of e-Excellence 2011 Innovation and marketing in digital communication

Julho 2016

Director: Giancarlo Terrassan e giancarlo.terrassan@jornalstrada.com - Directora adjunta: Ana Bela Nogueira e ana.bela.nogueira@jorn Mateus, Patrick Dreux, Nuno Almeida - Design e Layout: Ameise Editora, Lda. - Paginação: e editor@jornalstrada.com - Ameise Editor Lda. - Rua da Cabreira, 83 R/C Dto - S. Bernardo - 3810-071 Aveiro - Portugal - Contactos: t +351 234 197 770 - f +351 234 197 770 m 821 315 - Cap. Social: E 50.000,00 - Fundado: Dezembro de 2003 - Periodicidade: Mensal - Divulgação: Distribuição gratuita Depósito L de processo judicial. - Todos os textos enviados pelos leitores e publicados no Strada ou em qualquer outro produto de propriedade da Ameis


3 Debate Na retoma da pausa, o tema “Dando o salto para o amanhã - O tráfego rodoviário de mercadorias impulsionado por ideias” foi colocado e debatido sobre a mesa por Wolfgang Bernhard, da Daimler AG, Andreas Renschler, da Volkswagen AG, Ralf Eschemann, vicepresidente da UPS Europa e Gero Schulze Isfort, director geral da Fahrzeugwerk Bernard KRONE GmbH. 3

alstrada.com - Redação: e editor@jornalstrada.com - Colaboradores: Marlene Mesquita da Silva, Tavares Ribeiro, João Cerqueira, Nuno Almeida - Reportagem fotográfica: e editor@jornalstrada.com - Giancarlo Terrassan, Carlos Jorge ra, Lda. - Directora Comercial: Marisa Nogueira de Sousa - Marketing e Publicidade: t +351 234 197 770 - f +351 234 197 770 m +351 968 708 537 - e comercial@jornalstrada.com - Propriedade e edição: Ameise Editora, m +351 916 834 742 - m +351 913 466 142 - m +351 968 708 537 - e ameise.editora@netvisao.pt - e giancarlo.terrassan@jornalstrada.com - URL: www.jornalstrada.com - Cons. Reg. Com. de Aveiro N° 5940/040317 - NIF: 506 egal: 203764/03 - Registo N° 124492 ERC - Entidade Reguladora para a Comunicação Social - ISSN: 1647–7022. - Toda a reprodução, seja por fotocópia ou por qualquer outro processo, sem prévia autorização do editor, é ilícita e passível se Editora, Lda., são de inteira responsabilidade dos mesmos; a Ameise Editora, Lda. declina qualquer responsabilidade em caso de acção judicial.

Julho 2016


EVENTS CDA

3 Após o debate, Eckhard Scholz, CEO Volkswagen Nutzfahrzeuge (Volkswagen Veículos Comerciais), apresentou as directivas da marca, dissertando sobre: a colaboração e acompanhamento orientado que a marca oferece aos seus clientes, na compra de veículos comerciais ligeiros; o desenvolvimento de veículos comerciais ligeiros mais apropriados para grupos específicos de clientes, tendo em conta as várias aplicações e utilizações a que são sujeitos; a importância e a função dos veículos comerciais ligeiros no sector do transporte e da distribuição; as novas necessidades, tendências e requisitos que os veículos comerciais ligeiros vão ter que corresponder no próximo futuro. 3

Julho 2016


Julho 2016


EVENTS CDA

3 O último orador da manhã foi Pierre Lahutte, brand president da IVECO S.p.A., que discursou sobre o tema “Transporte sustentável Sinergias de uma empresa multibrand”, metendo em evidência a versatilidade dos seus produtos e a importância que a marca da ao factor ambiental e à utilização de combustíveis alternativos. 3

Julho 2016


204508

Julho 2016


EVENTS CDA

3 Antes do almoço, ainda houve tempo para Stefan E. Buchner, responsável máximo da Global Powertrain, Procurement and Manufacturing Engineering, Daimler Trucks, membro do conselho de administração Daimler Trucks e director da Mercedes-Benz Trucks, debater o tema “Sempre online, sempre em movimento: como os camiões estão a tornar-se ainda mais eficientes”. Mais uma vez, o tema “conectividade” esteve em destaque, ilustrado com o sucesso do FleetBoard da Mercedes-Benz. «FleetBoard é um sistema completamente testado e comprovado, confiável. Já hoje, podemos usá-lo para ajudar os nossos clientes a conduzir com mais eficiência os seus camiões…» Buchner levantou ainda um pouco do véu, falando já de uma novidade da marca a ser lançada na IAA: 3 “Mercedes-Benz Uptime”.

Julho 2016


Para aqueles, que sabem o que querem... Paixão por veículos comerciais desde 1934

… o Kögel Light plus 9 Armação e construção com otimização de peso e carga útil 9 Maior altura interior graças à redução de 60 milímetros do pescoço da armação, em comparação com o modelo anterior 9 Mais equipamentos individuais que reduzem o peso Director de Venda España e Portugal

231745

Héctor Rodríguez móvel + 34 685 534537 hector.rodriguez@koegel.com

Humbaur GmbH é no IAA estande.

6 01 2 . 9 06 9 .0 n d F 2 a . – 7, st 9 0 . 2 22 lão a s


EVENTS CDA

Julho 2016

internet o


of things

Julho 2016


3

CDA

EVENTS

O último a falar antes da pausa para o almoço foi Joachim Drees, CEO da MAN Truck & Bus AG, discursou sobre “Logistica 4.0 – Soluções personalizadas para o futuro”. Entre os vários desafios diários «(…) O aumento de espaço para o tráfego é uma das tarefas mais importantes que enfrentam Logística 4.0» frisou Dress, sendo que tudo pode ser minimizado se existir cooperação, «(…) A palavra chave na “Logistica 4.0” é a colaboração…» destacou Drees. 3

Julho 2016


Julho 2016


3

CDA

EVENTS

A parte de tarde, começou com o tema “Camiões conectados em acção” pela voz de Håkan Karlsson, Vice-Presidente Sénior da Volvo AB, «O mundo à nossa volta está mudando. Um novo conceito de economia ligada ao clima e ao ambiente, uma clara transformação das zonas urbanas, uma sociedade cada vez mais conectada, vão obrigar a industria dos transportes a mudar de paradigma. Três áreas serão fundamentais nesta mudança: a conectividade, a autonomização e a electromobilidade. A conectividade entre os veículos e as infraestruturas aumentará a produtividade e aumentará as oportunidades de novos negócios. A autonomização irá redefinir as soluções do transporte comercial: no platooning aumentará a segurança e a capacidade rodoviária, bem como diminuirá substancialmente o consumo de combustível; nos veículos autónomos aumentará a produtividade e criará novos modelos de negócio. Finalmente, a electromobilidade redefinirá o planeamento urbano, reduzindo o impacto ambiental, com sem emissões, sem ruído e com maior capacidade de transporte.» explicou Håkan Karlsson.

3

Julho 2016


Julho 2016


CDA

EVENTS

3 “Trailers tornam-se globais – Da Europa para os mercados internacionais” foi o tema escolhido pelo CEO da Schmitz Cargobull AG, Andreas Schmitz, o qual falou sobre a relevância que os trailers e semitrailers estão ganhando no mundo do transporte actual e da importância, cada vez maior, que irão ter no próximo futuro. «Antigamente, os trailers e semitrailers eram considerados veículos complementares, hoje são parte integrante do meio de transporte, com tanta tecnologia e sofisticação como os veículos a motor. Este é um dos motivos porque os produtores de trailers e semitrailers estão ocupando uma posição de relevância no mercado do transporte. Muitos dos nossos clientes europeus actuam em mercados internacionais, isto significa que temos que os acompanhar, garantindo assistência e serviços, neste processo tem início a internacionalização. A nossa dimensão e competência são de grande ajuda para o sucesso, no mundo da globalização.» afirmou Andreas Schmitz. 3

Julho 2016


Julho 2016


EVENTS Scania

3 “Conectividade leva os clientes para o futuro” era o tema de Henrik Henriksson, Presidente e CEO do Grupo Scania, que numa apresentação extraordinariamente dinâmica fugiu da tradicional e explicou de uma forma eloquente, a importância dos conceitos: conectividade, electromobilidade, autonomização. Henriksson frisou a influência que este três conceitos terão na nossa vida. «A conectividade permite aumentar e melhorar a gestão logística, optimizando os fluxos das mercadorias. Isto possibilita reduzir os consumos em combustível, reduz custos, diminui as emissões poluentes e consequentemente o impacto ecológico. (…) Graças à conectividade é possível coordenar e gerir com mais precisão o serviço técnico de manutenção dos veículos, o que diminui drasticamente os tempos de paragem (…). A electromobilidade aumentará a qualidade de vida nas cidades, contribuindo pela diminuição das emissões de gases com efeito estufa, como ajudará também diminuir a importação de combustíveis fósseis.

3

Julho 2016


Julho 2016


CDA

EVENTS

3 Ontem a Suécia deu um primeiro grande passo em direcção às emissões zero no mundo dos transportes utilizando a electricidade. Na autoestrada E16, às portas da cidade de Gävle, situada a cerca de 180 quilómetros a norte de Stockholm, foi inaugurado a primeira eHighway do mundo. Um primeiro troço de autoestrada electrificada com uma extensão de 2 quilómetros, com catenária, ao fim de testar o funcionamento deste sistema, no meio do trânsito, em condições reais. A Suécia está fazendo um grande esforço e está comprometida em conseguir possuir, até 2030, de uma frota de veículos eficientes, sob o ponto de vista energético, e que não utilizem energias fósseis. A autonomização será um grande contributo pela segurança rodoviária e diminuição nos consumos com a implementação do platooning em veículos destinados ao longo curso. Nas minas a autonomização dos veículos poderá aumentar a produtividade e se tornar um sistema de extremo interesse para o transporte de minérios.» esclareceu Henriksson. 3

Julho 2016


Julho 2016


EVENTS

3

CDA

Num workshop em que muito se tem falado de camiões, Hartmut Schick, director da Daimler Buses & CEO EvoBus GmbH, realçou os principais desenvolvimentos na indústria dos autocarros e a importância deste meio de transporte no mundo actual, com o tema “O autocarro do futuro: mobilidade inteligente para um mundo urbano”. «Vivemos numa época em que os passageiros exigem que não existam complicações, que os autocarros sejam confortáveis, seguros, eficientes, mas sobretudo, que sejam rápidos, pontuais e que respeitem os horários. Algumas cidades europeias sentiram estas necessidades e responderam implementando o conceito BRT (Bus Rapid Transit). Fora da Europa, o conceito BRT funciona perfeitamente e com enorme sucesso, aqui em Europa, está iniciando a dar os primeiros passos, cidades como Amsterdam, Nantes e Strasburg, já o implementaram e está a ser um êxito.» afirmou Hartmut Schick, esclarecendo ainda que «Na Daimler não oferecemos apenas autocarros para as linhas BRT, mas oferecemos também conselhos sobre a concepção de sistemas de transporte para cada cidade.» 3

Julho 2016


Julho 2016


CDA

EVENTS

3

Debate O tema ”Mobilidade urbana – Qual o papel dos autocarros no futuro para o transporte de passageiros?” foi debatido no último painel por Hartmut Schick da Daimler Buses e EvoBus, Håkan Karlsson do Grupo Volvo e Martin Schmitz, director geral da VDV (Associação de Empresas de Transporte Alemãs).

Encerramento Kay Lindemann, director geral da VDA (Verband der Automobilindustrie) pronunciou o discurso de encerramento do workshop. O véu foi destapado, elevando as expectativas... a 66ª edição da IAA promete! 0

Julho 2016


Julho 2016


TRUCK GE

Scania

NEWS

NEW

Julho 2016


NERATION

Julho 2016


NEWS Scania

Julho 2016


No próximo dia 23 de agosto, a Scania vai iniciar o lançamento da sua nova geração de camiões ao apresentar as primeiras unidades destinadas ao segmento de longo curso europeu. Esta primeira revelação significa a estreia pública do maior investimento de sempre em novos produtos e serviços Scania, que coincide com a comemoração do seu 125º aniversário. A Scania está a lançar a sua nova oferta pregressivamente e em várias etapas e, com um claro enfoque em diferentes setores e segmentos de clientes, seguindo um calendário criteriosamente estabelecido, em que a atual e muito apreciada geração de camiões Scania será vendida em paralelo. A introdução gradual da nova geração começará com camiões

do segmento de longo curso europeu, a que se seguirão outras versões. O denominador comum é que a Scania desenvolveu uma vasta gama de produtos e soluções de serviços adaptados para cada aplicação, que ajudam a reduzir os custos operacionais e de manutenção, bem como a aumentar a disponibilidade operativa do veículo. A Scania tem por objetivo tornar-se líder no transporte sustentável, pelo que as parcerias com outros agentes do setor e a digitalização desempenharão um papel cada vez mais importante. A sustentabilidade também é um dos enfoques deste novo lançamento, dado ser crucial para a competitividade futura da Scania, dos seus clientes – e dos clientes destes. 3

Julho 2016


NEWS Scania

Julho 2016


3

231323

«Estamos já na fase final de preparação da equipa comercial e de toda a rede de serviços, bem como das unidades de produção europeias. Neste momento, não fornecemos mais informações sobre as muitas inovações que estão por chegar. Mas a minha convicção é que o que a Scania vai desvendar no dia 23 de agosto dará que falar – tanto dentro como fora do setor dos transportes», declara Christian Levin, Vice-Presidente Executivo de Vendas e Marketing. 0 Strada/S


Formação obrigatória para motoristas de veículos pesados de mercadorias e passageiros.

234 197 770 913 466 142

35 140 horas

CAM

geral@jornalstrada.com

229708-C

t


)250$‡$2357,&$(0/2*67,&$,17(502'$/(      1(7:25.,1*3$5$352),66,21$,6   129(0%52   $ERUGRGRQDYLR5R3D[GDFRPSDQKLD*ULPDOGL/LQHV         HQWUH%DUFHORQDH&LYLWDYHFFKLD 5RPD

   

!!,16&5(9(7($*25$   ZZZHVHXLQIR#HVHX  

231318

&RPRDSRLRGH &RP RDSRLRGH


NOVO

RT

NEWS

GALIUS

Julho 2016

CALL


CENTER

A Galius, empresa do Grupo Nors que representa a Renault Trucks em Portugal, lançou um novo Call Center de peças para os estabelecimentos de Vila do Conde e Castanheira do Ribatejo, criando uma “via rápida” para os seus clientes - especializada e com operadores totalmente dedicados. O acesso ao Call Center está à distância de uma chamada para o número 808 100 105, com o custo de chamada local para o cliente, independentemente da operadora ou local onde o mesmo seja efectuado. Os operadores do novo Call Center estão em condições de prestar com rapidez qualquer informação relacionada com peças genuínas Renault Trucks - identificação da referência, indicação de preço e disponibilidade para qualquer um dos estabelecimentos Galius (Vila do Conde ou Castanheira do Ribatejo). 0 Strada/G

Julho 2016


Kรถgel

NEWS

100 CARGO PARA

Julho 2016


RAIL RORO

Julho 2016


NEWS Kögel

A empresa CLdN Cargo BV, sediada em Rotterdm, adquiriu recentemente 100 semirreboques Kögel Cargo Rail. A CLdN Cargo BV faz transporte porta a porta utilizando os seus próprios recursos para a logística no transporte marítimo de curta distância desde a Grã Bretanha, Irlanda, Portugal e Escandinávia. Para além destes serviços, presta ainda serviços de transporte e logística multimodal na Europa. Os novos semirreboques Kögel foram uma forte aposta da CLdN Cargo BV, para a renovação da sua frota de veículos, composta por mais de 800 semirreboques. A pedido do cliente, os semirreboques podem ter equipamento Ro-Ro para o transporte de navio e ferry, de alta resistência e extremadamente robusto. A Kögel Cargo Rail é ideal para o transporte multimodal por estrada – ferrovia – barco. 0 Strada/K

Julho 2016


Julho 2016


NEWS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

DESCONT CHEGAM?

UMA GOTA DE ÁGUA

Julho 2016


TOS…

A NO OCEANO

De acordo com a Portaria nº 196/2016, publicada a 20 de julho, que estabelece descontos nalgumas das ex-SCUT, o novo regime de descontos será aplicado nas autoestradas A4 (Vila Real – Bragança/ Quintanilha), A22, A23, A24 e A25. As taxas atualmente em vigor irão sofrer alterações, nomeadamente uma redução de 15%. O presente diploma procede, ainda, à alteração e alargamento do regime de modulação do valor das taxas de portagem em benefício dos veículos das classes 2, 3 e 4 afetos ao transporte rodoviário de mercadorias por conta de outrem ou público. Principais alteraçõ̃es: - Regime de descontos nas autoestradas: o valor atual das portagens cobradas nas autoestradas A4 (Vila Real – Braganç a /Quintanilha), A22, A23, A24 e A25 é reduzido em 15%. Este desconto aplica-se a todo o tipo de veículos. - Regime de modulação do valor das taxas de portagem: este regime aplica-se aos veículos das classes 2, 3 e 4 e que estejam afetos ao transporte rodoviário de mercadorias por conta de outrem ou público. Face ao anterior sistema, este novo regime beneficia os utilizadores em mais 5% de desconto e incre-

3

Julho 2016


ct-construcoes

NEWS

3 menta o horário a que esse desconto diz respeito. Os descontos serão aplicados na A4 (Vila Real – Bragança/Quintanilha e, ainda, no túnel do Marão), A22, A23, A24 e A25, de acordo com o seguinte: - de segunda a sexta: das 8h00 até às 19h59: 15% sobre o total a pagar; das 20h00 às 7h59: 30% sobre o total a pagar. - Fins-de-semana e feriados nacionais: 30% sobre o total a pagar. Os descontos e o regime de modulação entram em vigor já no próximo dia 1 de agosto. Recorde-se que as alterações agora consagradas neste diploma, resultaram do acolhimento das propostas apresentadas pela ANTRAM nas várias reuniões que teve com o Governo durante este ano de 2016. É importante reforçar que, com a entrada em vigor destes novos descontos, o setor dos transportes passa a beneficiar de um desconto de 30%, por oposiçao ̃ aos particulares, cujos descontos são fixados em 15%. Recorde-se que o setor já beneficiava de um desconto de 25% – alcançado, também, após as reivindicações da ANTRAM, em 2012 – conseguindo, agora não só manter o desconto como aumentá-lo em mais 5%. Diga-se ainda que, de acordo com a Diretiva Comunitária,

Julho 2016


não é legalmente possível criar, neste âmbito, uma significativa diferenciação entre o setor profissional e os particulares, pois ambos são utilizadores das infraestruturas embora em escalas diferentes. Aliás, foi para garantir o cumprimento da Diretiva que se fixou o desconto para particulares, permitindo-se, assim, aumentar de forma proporcional, face ao valor final, o desconto para o setor dos transportes. Acrescente-se, ainda, que a janela horária durante a qual os descontos são maiores foi também alargada. Igualmente importante nesta alteração dos descontos – e que resultou, também, do poder de negociação da Associação com o Governo – foi a determinação que, os descontos em causa são aplicados às taxas de portagem em vigor em cada momento, passando a ter como referência os lanços e sublanços de autoestrada. Anteriormente, os descontos consideravam sempre e apenas a data e hora de fim da transação agregada. Assim, como se pode verificar, a questão dos descontos foi muito além da simples negociação de percentagem, abrangendo outras questões que, no final, acabam por ter tanta ou mais influência na determinação do preço final a pagar. 0 S/A

Julho 2016


Scania

SPORT

H

O DIESEL D

Julho 2016


HVO

DO FUTURO 3

Julho 2016


SPORT Scania

Transportar o paddock do MotoGP World Championship à volta do mundo não é tarefa fácil. A Scania é um dos parceiros mais importantes ao fornecer os camiões necessários para esta tarefa. Tanto a Dorna como a Scania se esforçam permanentemente por manter os seus produtos o mais amigos do ambiente possível. O HVO (Hydrotreated Vegetable Oil) é a etapa mais recente dos planos de sustentabilidade e o processo de produção do HVO é quase neutro em CO2. O HVO oferece uma redução até 90% de CO2, tem melhor desempenho do que a alternativa diesel e pode ser utilizado em todos os Scania, cada novo Scania, já é um camião HVO. Tornar o MotoGP World Championship tão verde e sustentável quanto possível é um objectivo importante para a Dorna, que está satisfeita com as medidas tomadas pela Scania. Ambas, anseiam continuar a cooperar nesta nova aventura da sustentabilidade, destacando o MotoGP World Championship como um dos mais inovadores e progressivos. «A Scania pretende assumir o papel de líder na mudança para o transporte sustentável – que é sem dúvida o transporte de que o futuro necessita e vai utilizar. Estamos satisfeitos e orgulhosos pela parceria com a Dorna neste projecto, que demonstra que as soluções sustentáveis estão disponíveis aqui e agora graças a uma

Julho 2016

estreita cooperação entre o fornecedor do veículo, a empresa transportadora e o fornecedor do combustível. O HVO é a solução perfeita..., atendendo a cada caso, já estão disponíveis soluções que oferecem transportes mais ecológicos. A Dorna é a primeira empresa a experimentar esta solução em Espanha, com a Scania, e apreciamos imenso a iniciativa que mostra que partilhamos o sonho de reduzir o impacto ambiental dos transportes pesados.» declarou Jacob Tharna, director de prévendas, marketing e serviço pósvenda na Scania Ibérica. Enquanto Pau Serracanta, director-geral do sector comercial, acrescentou: «Estamos muito satisfeitos por trabalhar com a Scania nesta iniciativa. A Scania é já um grande parceiro com quem colaboramos e é muito reconfortante ver que temos objectivos semelhantes em termos de sustentabilidade. Modernizar a tecnologia é importante para o MotoGP World Championship, não só a tecnologia das motos, mas também a de todo o paddock. Estamos sempre em busca de inovações ambientais. A iniciativa do HVO com a Scania é extraordinária e um dos muitos passos que estamos a dar. Enquadra-se perfeitamente na campanha de sustentabilidade “Ride Green” da FIM, em que já participamos.» 0 Strada/tgc


Julho 2016


230802

Profile for Ameise Editora

Strada Truck #132  

Strada Truck #132

Strada Truck #132  

Strada Truck #132

Profile for ameise
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded