__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

153568

MAN Truck & Bus

Nº 86 - Ano 8 - 31 Julho 2011 • Distribuição gratuita • Periodicidade: Mensal • ISSN 1647–7022

test-drive

team

Strada

missão cumprida!

www.jornalstrada.com


EDITORIAL

tacógrafo INDEX

se5000.com

Tacógrafos digitais: nova tecnologia não previne fraudes ....................2 MAN: Consistently Eficient - Strada Test-Drive 30 litros/100 km - missão cumprida! ....................8 IVECO: Novo Ecostralis .....................................20 IVECO: Novos motores Tector e Cursor Euro VI....22 IVECO: Forcargo com 7 ECOSTRALIS .................26 Kögel soma e segue ..........................................30 Michelin: X Works - performance inédita .............32 Michelin: Verifique os pneus e viaje mais seguro .42 Conti: novos LDR1+ LSR1+.................................46 SPECIAL: Shell Rimula óleo para todas as necessidades ........................50 SPECIAL: Petronas Nova geração de lubrificantes ...........................56 Grupo Luís Simões perde seu fundador ...............58 STEF-TFE inaugura suas maiores instalações em Espanha......................................................60 Farmavenix investe em Portugal ..........................62 Expotransporte e Automecânica..........................66 Numofreita: 12ª concentração............................70 NMBL: 11º desfile.............................................76 Elisabete Jacinto: Sécur’été 2011 Campanha de Segurança Rodoviária..................82

nova t não pr

FICHA TÉCNICA

Director: Giancarlo Terrassan e giancarlo.terrassan@jornalstrada.net - Directora adjunta: Ana Bela Nogueira e ana.bela.nogueira@jornalstrada.net - Redação: e editor@jornalstrada.net - Colaboradores: Marle Editora, Lda. - Paginação: e editor@jornalstrada.net - Ameise Editora, Lda. - Directora Comercial: Marisa Nogueira de Sousa - Marketing e Publicidade: t +351 234 197 770 - f +351 234 197 770 m +351 Propriedade e edição: Ameise Editora, Lda. - Rua da Cabreira, 83 R/C Dto - S. Bernardo - 3810-071 Aveiro - Portugal - Contactos: t +351 234 197 770 - f +351 234 197 770 m +351 916 834 742 - m +35 Cons. Reg. Com. de Aveiro N° 5940/040317 - NIF: 506 821 315 - Cap. Social: E 5.000,00 - Fundado: Dezembro de 2003 - Periodicidade: Mensal - Divulgação: Distribuição gratuita Depósito Legal: 203764/ Toda a reprodução, seja por fotocópia ou por qualquer outro processo, sem prévia autorização do editor, é ilícita e passível de processo judicial. - Todos os textos enviados pelos leitores e publicados no Strada ou em

Julho 2011


A União Europeia pretende fazer uma revisão sobre a utilização do tacógrafo digital e adoptar melhorias em termos de segurança e eficácia em termos de rentabilidade, que favoreça uma redução dos encargos operacionais e administrativos para o transporte rodoviário. Na sequência da nova proposta da Comissão Europeia para alterar o actual regulamento do tacógrafo (3821/85/EC), a IRU pretende que seja assegurada uma maior segurança, a um custo razoável para evitar fraudes nos tacógrafos, bem como uma melhor aplicação de sanções, mais duras para os infra-

tores dos tacógrafos, salientando que combater a fraude do tacógrafo é essencial para a sustentabilidade futura dos serviços de transporte rodoviário. De facto, a CE tem confiado demais nas tecnologias que são cada vez mais complexas e dispendiosas, tais como a utilização do sistema de localização por satélite obrigatório, que não oferece imediatamente os resultados de segurança necessários e não reduz os encargos administrativos que dificultam, cada vez mais, o transporte rodoviário eficiente e seguro. O Presidente da Comissão dos

3

tecnologia revine fraudes

ene Mesquita da Silva, Vanda Lopes, Tavares Ribeiro, João Cerqueira, Nuno Almeida - Reportagem fotográfica: e editor@jornalstrada.net - Giancarlo Terrassan, Patrick Dreux, Nuno Almeida - Design e Layout: Ameise 968 708 537 - e comercial@jornalstrada.net 1 913 466 142 - m +351 968 708 537 - e ameise.editora@netvisao.pt - e giancarlo.terrassan@jornalstrada.net URL: www.jornalstrada.com /03 - Registo N° 124492 ERC - Entidade Reguladora para a Comunicação Social - ISSN: 1647–7022. m qualquer outro produto de propriedade da Ameise Editora, Lda., são de inteira responsabilidade dos mesmos; a Ameise Editora, Lda. declina qualquer responsabilidade em caso de acção judicial.

Julho 2011

EDITORIAL

os digitais


EDITORIAL siemens.com

3 Assuntos Sociais da IRU, Georges Causse, referiu: «Sem um tacógrafo inviolável, não podemos alcançar os objectivos de segurança e eficiência que o tacógrafo digital é capaz. Além disso, a falta de aplicação efectiva distorce a concorrência no mercado único para a grande maioria dos operadores de transportes que trabalham arduamente para impulsionar a economia da UE e cumprir a lei. A CE deve, portanto, concentrar os seus esforços na segmentação da pequena minoria de operadores que quebram as regras e falsificam o tacógrafo, a fim de eliminar os riscos que representam para a segurança rodoviária.» A IRU opõe-se fortemente à instalação obrigatória de todos os dispositivos com o posicionamento via satélite, uma vez que

siemens.com

3

Julho 2011


O novo Actros. Bem vindo a uma nova dimensão.

153581

Uma marca da Daimler

O novo Actros – um veículo pesado que deixa para trás tudo o que existiu até agora: devido a uma rentabilidade comprovadamente maior, devido a um conforto nitidamente maior e porque se conduz tão fácil, segura e soberbamente como nenhum outro. Entre e experimente a nova dimensão no transporte de longa distância. No seu Concessionário Oficial Mercedes-Benz ou em www.mercedes-benz.pt/onovoactros

* * Camiões de confiança


EDITORIAL Daimler

Julho 2011

3 deixará de fazer a prova de violação do tacógrafo digital. «Se a vontade e a capacidade existe para manipular o tacógrafo digital, os infratores não hesitarão em bloquear um sinal satélite. A transição do analógico para o digital trouxe uma tecnologia mais complexa, mas não oferece segurança. Uma tecnologia mais complexa e dispendiosa não vai parar os infratores, mas vão existir sanções cada vez mais duras», argumentou Georges Causse. O Chefe de Assuntos Sociais da IRU, Viccars Damian, acrescentou: «A indústria tem vindo a reivindicar muitas medidas para reduzir os encargos operacionais e administrativos decorrentes do tacógrafo digital. A IRU acolhe alguns dos passos dados pela proposta da CE nessa direcção». Estes incluem a eliminação de documentos em papel para registar as actividades dos motoristas, criando uma interface padronizada, que permita a integração voluntária e eficiente do tacógrafo numa plataforma telemática aberta. Outro ponto importante a ter em conta é a necessidade de implementação de normas de formação obrigatória para os oficiais de controlo, por forma a melhorar a coerência e a eficácia dos controlos. 0 IRU


TEST-DRIVE

test-drive

MAN Truck & Bus

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

team

| Giancarlo Terrassan giancarlo.terrassan@jornalstrada.com

"Consistently Efficient" Press Test-Drive 2011

miss達o c

Julho 2011


umprida!

Julho 2011

TEST-DRIVE

30 litros 100 km


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

AERODINAMICA - INCIDÊNCIA DA RESISTÊNCIA

153965

MAN Truck & Bus

TEST-DRIVE MAN Truck & Bus

"Consistently Efficient"

Resistência aerodinâmica 40%

8% Componentes auxiliários

Perdas na cadeia cinemática 7%

45% Resistência rolamento

Energia necessária para os veículos comerciais (a 85 km/h numa autoestrada plana sem perdas de força devido a outros agentes)

Por ocasião da 63ª edição da IAA (Internationale Automobil Ausstellung) em Hannover, a marca bávara do leão, apresentava ao público o seu inovativo programa “Consistently Efficient” (Consistentemente Eficiente), que visava aumentar a rentabilidade económica para os empresários do sector e, simultaneamente, diminuir as emissões de CO2. O objectivo deste abrangente programa pretende contribuir para um aumento progressivo da eficiência de transporte, reduzindo o TCO (Total Cost of Ownership - Custo Total de Propriedade), ao longo de toda a vida útil do veículo, oferecendo aos clientes um pacote amplamente eficiente no veículo: melhor e maior aerodinâmica; componentes mais leves; melhor optimização da cadeia cinemática, melhor treino e formação do motorista; mais carga por camião; mais quilometragem por litro de diesel através de tecnologias de economia de combustível; mais conforto para o motorista no local de trabalho, proporcionando ma-

3

Julho 2011


153961


TEST-DRIVE

Pacote aerodinâmico sem pala pára-sol externa diminui a resistência ao ar. Limitação da velocidade para 85 km/h diminui a resistência ao ar.

Pneumáticos de elevado rendimento (graças à composição do material e ao perfil), diminuem a resistência ao rolamento. Menor retiro de potência ao motor com a caixa automatizada MAN TipMatic com Intarder Eco e menos 25% de atrito em ponto morto.

O sistema de controlo da pressão dos pneus TPM, mantém a pressão correcta e diminui a resistência ao rolamento alem de reduzir até 99% os problemas com os pneus e diminuir a resistência ao rolamento.

O revestimento lateral do chassis diminui a resistência ao ar. MAN APM (Air Pressure Management) entra em funcionamento somente quando há necessidade de ar e carregar os respectivos depósitos, 90% do tempo está desacoplado e não retira força ao motor.

Pacote de Iluminação diurna com 42 Watt em vez dos tradicionais 300 Watt, retira menos potência ao motor.

O alternador tem mais 4% de rendimento e mais 10 A de potência.

Um motorista treinado/formado com MAN ProfiDrive economiza até 10% de combustível.

Elementos do TCO (Total Cost of Ownership - Custo Total de Propriedade), 11,8 % 26,8 %

Dados relativos a transportes de longo curso (Alemanha). 4,7 % 4,6 %

Combustível

29,2 %

AdBlue

0,4 %

Reparações e pneumáticos

5,0 %

Custos Camiões, trailer etc. 17,5 %

153964

MAN Truck & Bus

Graças ao menor peso dos elementos em alumínio (jantes em todas as rodas, depósitos do ar e combustível, etc.), é obtido um duplo benefício: mais de 200 kg a menos de tara e menor consumo de combustível.

Julho 2011

5,0 %

Source: MAN Truck & Bus

29,2 % 0,4 %

Custos RH - motoristas

26,8 %

Portagens

11,8 %

Impostos e seguros

4,7 %

Custos fixos

4,6 %


de veículos tinha trilhado. Com este programa e o aperfeiçoamento da tecnologia em conjunto com um equipamento especificamente adaptado para economizar, a MAN pretendeu demonstrar a sua visão futurista, ao economizar 3 litros de combustível em cada 100 km e reduzir a emissão anual de CO2 em quase 12 toneladas por veículo, que já hoje, pode ser realidade. Traduzido em dinheiro, para o empresário, isto corresponde a um valor de 20.000 Euros por carro, tendo em conta o preço do diesel a 1,11 Euros por litro (valor médio Europeu), uma vida útil de 4 anos e uma quilometragem média anual de 150.000 km.

ior concentração e disposição; mais segurança no trânsito através de sistemas electrónicos de segurança e sistemas de gestão de trânsito, eficaz na prevenção de acidentes evitando congestionamento nas vias rodoviárias. O resultado final, culmina com uma sensível diminuição dos custos operacionais totais e dos recursos de energia por tonelada transportada, bem como uma significativa diminuição das emissões poluentes. Para o efeito, por ocasião da IAA, foi apresentado um TGX 440 com a denominação “EfficientLine”. Com a introdução no mercado deste veículo, a MAN iniciou um caminho que, até então, nenhum fabricante

3

153966

Poupanças ao ano

4.500 litros de combustível

5.850 Euros

11.835 kg de CO2

Julho 2011

TEST-DRIVE

3


TEST-DRIVE MAN Truck & Bus

3

"Consistently Efficient" TOUR 2011

Para demonstrar a veracidade deste conceito, a MAN iniciou uma série de testes comparativos, denominados “Consistently Efficient” Tour e divididos em três fases, utilizando dois MAN TGX 440 EfficientLine comparados com um veículo de referência MAN TGX 440 sem pacote de eficiência, ao longo de mais de 11.500 km percorridos na Europa toda. A ARAL, parceiro do Tour, assegurou que os quilómetros percorridos foram neutros em CO2. Durante o primeiro Tour ocorrido em Abril, o consumo médio dos dois EfficientLine foi de 30,54 litros, enquanto o TGX de referência atingiu os 33,39 litros. No segundo Tour, que decorreu entre os meses de Maio e Junho, a média dos EfficientLine desceu para 29,6 e 29,9 respectivamente, enquanto o TGX de referência chegou a 32,9 litros.

3

Julho 2011

DADOS TÉCNICOS • TGX 18.440 EfficientLine; • 4x2 suspensão de molas parabólicas no eixo deanteiro e pneumáticas no eixo de tracção; • Cabina XLX; • Caixa automatizada MAN TipMatic com Intarder Eco; • Peso bruto: 38.500 kg; • Peso dos caracteres: 24.000 kg; • Semitrailer: Kögel Cargo; • Pneumáticos: Michelin EnergySaverGreen XF / XD /XTA.


EfficientLine 1 MAN TGX 18440 4x2 BLS-EL

EfficientLine 2 MAN TGX 18440 4x2 BLS-EL

Distância percorrida Velocidade média Consumo médio

11.715 km 78,2 km/h 30,54 l/100 km

11.719 km 78,1 km/h 30,54 l/100 km

Consumo optimizado

-2,85 l/100 km

-2,85 l/100 km

Veículo de referência MAN TGX 18440 4x2 BLS

11.720 km 80,2 km/h 33.39 l/100 km

Segundo Tour Maio/Junho 2011 EfficientLine 1 MAN TGX 18440 4x2 BLS-EL

EfficientLine 2 MAN TGX 18440 4x2 BLS-EL

Distância percorrida Velocidade média Consumo médio

11.756 km 74,5 km/h 29,6 l/100 km

11.620 km 74,4 km/h 29,9 l/100 km

Consumo optimizado

-3,3 l/100 km

-3,0 l/100 km

Veículo de referência MAN TGX 18440 4x2 BLS

11.762 km 76,7 km/h 32.9 l/100 km

NUMEROS • 20 tour stops (etapas) em 10 países; • 11.700 quilómetros percorridos; • 1.200 clientes e jornalistas convidados.

Julho 2011

TEST-DRIVE

Infograf: Giancarlo Terrassan - Jornal Strada 153962 Infograf: Giancarlo Terrassan - Jornal Strada 153963

Primeiro Tour Abril 2011


MAN Truck & Bus

MAN Truck & Bus

MAN Truck & Bus

"Consistently Efficient" Test-Drive TOUR 2011

Julho 2011

TEST-DRIVE


Após o primeiro e o segundo Tour, com as equipas MAN, chegava o momento de proporcionar os test-drive aos jornalistas convidados, originários de vários países europeus, entre os quais o representante do “Jornal Strada” para comprovar a sua eficiencia. Ao longo do mês de Julho, os 24 representantes da comunicação social, divididos em 12 equipas e em 4 rondas, tiveram a ocasião de experimentar em primeira mão os três MAN TGX 440 EfficientLine. As equipas eram sempre mistas, com um representante de cada país. A particularidade deste test-drive residiu no facto de ser uma autêntica competição baseada na eficiência da condução. Cada ronda teve lugar ao longo de dois dias, entre as cidades de Madrid e Estoril, com uma extensão de quase 700 quilómetros, em estradas nacionais e auto-estradas. O test-drive no qual o Jornal Strada estava integrado, decorreu na terceira ronda. O trajecto teve início em Madrid, passando por Mérida e Badajoz, terminando no autódromo do Estoril. O nosso representante, o bem conhecido Norberto Neves, sempre disposto a participar nestes eventos, tinha como parceiro de competição o colega francês Bruno 3 Tereygeol.

Julho 2011

TEST-DRIVE

3


MAN Truck & Bus

TEST-DRIVE MAN Truck & Bus

3º Lugar - 211 pontos

Hungria Bertalan Kiss

153967

Holanda René Welmers

Julho 2011

Consumo médio (l/100km):

30,6

Velocidade média (km/h):

78,2


MAN Truck & Bus Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

2º Lugar - 217 pontos

MAN Truck & Bus

O objectivo do test exigia uma condução suave e constante, precavendo todos os possíveis acontecimentos para uma reacção atempada, conseguir manter uma velocidade média constante “alta”, evitando ultrapassar os 85 km/h, por forma a economizar o mais possível o combustível. A equipa Strada, ao fim desta prova, foi a única a conseguir o consumo de 30 litros exactos (grande coincidência!?). A velocidade média, foi também interessante: 79,2 km/h. A pontuação final foi de 217 pontos. Aprás-nos realçar que este tipo de teste tem o seu máximo efeito quando não surgem contrariedades ao longo do caminho. É o factor sorte que entra em jogo! Parabéns à MAN e a todos os participantes! 0

TEST-DRIVE

3

1º Lugar - 223 pontos

Portugal Norberto Neves

Holanda Pieter Wieman

França Bruno Tereygeol

Bélgica Pierre-Yves Bernard

30,0

Consumo médio (l/100km):

28,9

Velocidade média (km/h):

79,2

Velocidade média (km/h):

78,4

153570

Consumo médio (l/100km):

Julho 2011


NEWS


NEWS


NEWS IVECO

Os novos m Tector e Cur

Julho 2011


A Iveco e a FPT Industrial anunciaram recentemente a conformidade das futuras gerações dos seus motores Cursor e Tector para com a normativa Euro VI graças à aplicação da exclusiva tecnologia SCR (Selective Catalytic Reduction). Esta solução otimiza os sistemas de combustão e de pós-tratamento de gases de escape daqueles blocos, contando com uma muito eficaz tecnologia de con-

3

Julho 2011

NEWS

motores rsor Euro VI


trolo, patenteada pela FPT Industrial. Esta tecnologia permite manter a marca como líder ao nível dos consumos e em crescendo no que se refere à proteção do meio ambiente, já que se atingem registos de conversão de gases de NOX superiores a 95%, contra os 80 a 85% dos melhores valores da concorrência. Graças à continua evolução tecnológica aplicada a uma gama de motores já de si de vanguarda, a Norma Euro VI irá ser introduzida nos novos motores Tector e Cursor, com aplicação em veículos pesados da Iveco, que irão permitir manterem-se na liderança em termos de consumos. Um papel chave na otimização da eficácia do processo de combustão tem a elevada pressão na câmara de combustão

IVECO

NEWS IVECO

3

Julho 2011


Julho 2011

NEWS

e a alta pressão dos injetores. Para atingir este objetivo, houve que implementar importantes alterações no cárter e no desenho da cabeça dos cilindros, aumentando a rigidez, a capacidade de refrigeração e a cilindrada. Os novos motores Tector e Cursor estão equipados com a mais recente geração do sistema Common rail, que permite aumentar a capacidade máxima de pressão de injeção até aos 2.200 bar. Adicionalmente, integra uma nova centralina para a gestão dos parâmetros do motor e do sistema de pós-tratamento. A nova unidade de controlo foi projetada num formato compacto e para integrar todas as funções do catalisador SCR e do filtro de partículas DPF do motor. Nas versões Cursor que integram um turbo de geometria variável foi introduzido um controlo eletrónico para otimizar a resposta a baixa rotação e para melhorar a eficácia do travão motor. Para além disso, todos os propulsores passam a utilizar uma válvula de controlo de gases de escape, como forma de apoiar a regeneração passiva do DPF e para melhorar o desempenho do travão motor até 30% em comparação dos atuais motores sob a Norma Euro V. 0 Iveco


NEWS IVECO

FORCARG Julho 2011

7 ECO


NEWS

GO

STRALIS

Julho 2011


NEWS IVECO

A Forcargo acaba de reforçar a sua frota Iveco, agora com o novo modelo Ecostralis. As 7 unidades entregues no passado mês de maio compõem o primeiro lote de veículos adquiridos pela Forcargo, num contrato global de fornecimento de 37 viaturas. Estas são, também, as primeiras unidades do novo modelo em circulação nas estradas portuguesas, representando igualmente um investimento da Iveco na imagem dos principais grupos nacionais do setor dos Transportes e Logística. Parceira de negócio para as mais variadas e prestigiadas empresas de diversas indústrias – medicamentos, vestuário, ramo alimentar, componentes para automóveis, artesanato, veterinária, moldes, Hi-Fi e informática, entre outros – a Forcargo tem o fator excelência como meta a atingir, fruto do comprometimento para com os elevados padrões de exigência dos seus clientes, apostando na experiência e profissionalismo dos seus profissionais na resposta com eficácia, qualidade e rapidez a todas as suas solicitações. Introduzido no início do corrente ano no mercado nacional, o novo modelo ECOSTRALIS aplica ao modelo de base – o Stralis – um leque de soluções ECO que lhe conferem u-

Julho 2011

ma série de opções tecnológicas que otimizam o comportamento do veículo ao nível do seu desgaste e do consumo de combustível, tornando-o ainda mais amigo do ambiente. Para além do aperfeiçoamento da oferta, há uma renovação da gama de veículos comerciais pesados, em que a economia e a ecologia se complementam. Unidades da Forcargo com bloco EEV, Cursor 10 de 460 cv Tendo em conta a crescente procura de mobilidade associada ao reduzido impacto ambiental do transporte rodoviário, o ECOSTRALIS apresentase num veículo que combina elevados índices tecnológicos, respeito para com o ambiente, produtividade e eficiência, assente nos seus propulsores de reduzido consumo energético. As unidades ECOSTRALIS da Forcargo contemplam as otimizações aplicadas no bloco Cursor 10 de 460 cv, orientadas para reduzir o consumo de combustível e o nível de emissões de CO2. De acordo com a Norma EEV, pretende ser a proposta mais eficiente e ambientalmente sustentável da sua categoria. No âmbito das operações de transporte e logística, os moto-

ristas dos novos ECOSTRALIS contam com um conjunto de soluções e serviços que incrementam os níveis de conforto e segurança (ativa e passiva) a bordo; o Sistema Eletrónico de Travagem (EBS), solução que adapta a ação da travagem de acordo com o peso do veículo em movimento (incluindo o peso do semireboque); o sistema Eco Switch que aciona o program iEco, que gere a disponibilidade de binário do motor em função da carga do veículo, permitindo a gestão efetiva do consumo; a transmissão Eurotronic, coadjuvada com o comando ECO Fleet, que ajusta a sequência lógica das mudanças engrenadas em modo totalmente automático, minimizando a intervenção do condutor e salvaguardando a mudança correta em cada momento; finalmente, os ‘spoilers’ frontais e os defletores laterais incrementam a aerodinâmica, com reflexos positivos nos consumos e emissões. Uma garantia de 3 anos ou 450.000 Kms reforça as características deste novo Ecostralis, que se espera venha a merecer a preferência de muitos outros operadores deste importante setor de atividade. 0 Iveco


NEWS Julho 2011


NEWS Kögel

Kögel som e segue Kögel apresenta Euro Trailer na Comissão Europeia O inovador semitrailer com mais 1.300 mm de comprimento foi objecto de uma apresentação na Comissão Europeia, em Bruxelas. Os membros do gabinete, Siim Kallas, responsável pela área dos transportes e Antonio Tajani, responsável pelo comércio e indústria, bem como Markus Ferber, membro do Parlamento Europeu, foram exaustivamente informados sobre este revolucionário conceito de transporte: o Euro Trailer da Kögel. Thomas Eschey e Volker Seitz, da Kögel, como também o empresário de transportes Siegfried Serrahn, evidenciaram e realçaram as vantagens ecológicas e económicas do Euro Trailer. 0 Giancarlo Terrassan

Julho 2011


Kögel

Kögel

ma

Julho 2011

NEWS

Komasa distribuidor oficial da península ibérico A recentemente criada Komasa, fundada por Martin Scharrer e Jose L. Sanchez Calvo, dois profundos conhecedores do mercado de veículos industriais em Espanha bem como em Portugal, foi escolhida e nomeada, pelo terceiro maior fabricante europeu de reboques, Kögel, como novo distribuidor oficial dos seus produtos para a península ibérica, a partir de 2011. Segundo Thomas Heckel, director do departamento de gestão da Kögel, «Em vista aos planos de expansão e de internacionalização, para a Kögel, a península ibérica é um importante e estratégico mercado, por este motivo confiamos esta tarefa à Komasa.» 0 Giancarlo Terrassan


NEWS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

MICHEL A marca francesa continua a mostrar o seu máximo esplendor criando pneus e performances inovadoras e, simultaneamente, criando valor para os seus clientes. A Michelin acaba de lançar uma nova oferta de pneu, o MICHELIN X® Works™ - trata-se de um pneu misto, destinado a uma utilização urbana e de estrada, para um serviço em obras e em pedreiras, alia robustez e resistência. O Jornal Strada assistiu, em Madrid, à apresentação do novo pneu.

X

3

performan

Julho 2011


NEWS

LIN

X Works

nce inĂŠdita

Julho 2011


NEWS

Características técnicas O novo pneu de camião MICHELIN X® Works™ é um dos exemplos concretos da estratégia da marca de Clermont-Ferrand - representa o compromisso de não sacrificar uma performance por outra. Os pneus Michelin foram pensados para uma utilização urbana e de estrada, para serviço em obras e em pedreiras. Sendo um tipo de pneu que se utiliza alternadamente em estrada e fora dela, o risco de danos acidentais aumenta consideravelmente. Neste sentido, a Michelin adiciona uma garantia contra danos acidentais para tornar mais forte a sua oferta, (esta garantia será efectiva em Espanha e Portugal até ao fim de 2011). O pneu MICHELIN X® Works™ e a oferta de garantia contra danos respondem a um problema importante referido pelos clientes da gama de obra.

3

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

3

Julho 2011


SEGURANÇA EM QUALQUER SITUAÇÃO. NOVO PNEU MICHELIN X® MULTIWAYTM 3D

A NOVA REFERÊNCIA EM PNEUS POLIVALENTES. Respeitar os prazos de entrega, independentemente das condições atmosféricas, é um desafio diário. Com o novo MICHELIN X® MultiwayTM 3D, um pneu polivalente que oferece uma estabilidade e uma aderência inigualáveis, terá a certeza de chegar a tempo e de cumprir os seus compromissos.

153557

A nova lamela «TowerPump» no pneu de tracção MICHELIN X® MultiwayTM 3D complementa a nova geração das lamelas autoregeneradoras que já equipavam os pneus Michelin, ao passo que os pneus da frente incorporam a inovadora lamela «Delta», que garante uma aderência consistente numa variedade de condições atmosféricas. A tecnologia inovadora também melhora tanto a durabilidade do pneu, como a economia de combustível.

Novo pneu MICHELIN X® MultiwayTM 3D: segurança em qualquer situação.


NEWS

Comercializado nas dimensões MICHELIN X® Works™ 13 R 22.5 e 315/80 R 22.5, o novo pneu de camião da marca francesa está desenhado precisamente para limitar o risco de imobilização do veículo. Tudo está pensado para reforçar a solidez, desde a carcaça, borracha, flancos ou escultura. Sendo assim, o melhor da tecnologia Michelin está em prática, garantindo mais robustez e resistência, maior segurança, performance e qualidade ecológica.

3

Julho 2011

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

3


150631


performan

Julho 2011

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

NEWS


3

nce inédita Julho 2011

NEWS

Maior segurança De modo a responder às necessidades de segurança, a nova estrutura dos pneus MICHELIN X® Works™ 13 R 22.5 limita a retenção de pedras e garante uma melhor evacuação da água em estradas molhadas. Os sulcos em V com alargamento progressivo facultam a mobilidade em pavimentos não asfaltados. Noutro modo, a carcaça do novo MICHELIN está desenhada para suportar um peso de 8 toneladas por eixo em montagem simples e de 13,4 toneladas em eixos geminados a uma velocidade de 110 km/h, (possui maior densidade de cabos metálicos). Mais, possui uma nova escultura central compacta, para resistir melhor aos arranques e flancos grossos na zona dos ombros, para resistir às agressões laterais.

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

3


Julho 2011

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

NEWS


Michelin

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada Michelin

Michelin

Ecologicamente pensado Graças à sua excelente resistência, verificou-se uma importante taxa de recauchutagem de 88% (segundo os dados de carcaças Michelin na França em 2009), para o pneu MICHELIN X® Works™ 13 R 22.5. Deste modo, os pneus MICHELIN X® Works™ Remix oferecem as mesmas performances que os pneus MICHELIN X® Works™ novos e permitem poupar 50 kg de matéria-prima por pneu em relação à matéria-prima necessária para fabricar os pneus novos. Em suma, a Michelin consegue sempre a proeza de progredir em várias prestações ao mesmo tempo, sem que umas prejudiquem as outras. O novo pneu MICHELIN X® Works™ prova uma resistência adicional às agressões nas obras e na estrada, uma maior segurança e boa capacidade de carga, bem como mostra ser mais económico e ecológico. 0 Michelin

NEWS

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

3

Julho 2011


Michelin

NEWS

Campanha Michelin de verificação de p A Campanha 2011 de Verificação de Pneus em Portugal e Espanha, teve o propósito de mentalizar os condutores sobre a importância de uma manutenção correcta do estado dos pneus para evitar os acidentes de trânsito e reduzir o consumo de combustível e as emissões de CO2. Ambas as campanhas, que decorreram simultaneamente entre os dias 4 e 24 de Julho, são mais um exemplo da grande aposta do Grupo Michelin na segurança rodoviária e no Meio Ambiente. Como em edições anteriores, a Michelin pretende sensibilizar os condutores sobre a importância de circular sempre com a pressão de enchimento adequada nos pneus e contribuir para que os condutores circulem com total segurança. Para o mesmo, durante as três semanas de duração desta campanha denominada “Verifique os seus pneus e viaje mais se-

3

Verifique o e viaje ma

Julho 2011


NEWS

pneus 2011

os pneus ais seguro

Julho 2011


Julho 2011

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Michelin

NEWS


Michelin

us pneus e apontar a pressão recomendada para circular com segurança. O êxito obtido nas edições anteriores avaliza a realização desta nova campanha graças à qual se poderá conhecer de forma fidedigna o estado dos pneus e os hábitos de manutenção dos condutores da Península Ibérica e, portanto, o grau de segurança com que se circula. A campanha “Verifique os seus pneus e viaje mais seguro”, para além de realizar um importante trabalho de mentalização e de prevenção, ser ve para proporcionar em primeira mão os dados necessários para realizar um estudo sobre a segurança rodoviária em Espanha e Portugal. O compromisso da Michelin com a segurança faz parte do espírito da empresa desde que começou a sua actividade. Fruto deste compromisso social foi a implantação de quatro campanhas de segurança rodoviária em Portugal. Perante

o êxito conseguido nas anteriores edições e, para reafirmar o seu apoio à segurança rodoviária em todos os seus aspectos, a Michelin apresenta a campanha 2011 “Verifique os seus pneus e viaje mais seguro”, com a colaboração e o apoio das instituições mais importantes que trabalham em prol da segurança nas nossas estradas: a ANSR (Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária) e a ACAP (Associação Automóvel de Portugal. 0 Michelin

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

guro” foram inspeccionados gratuitamente todos os veículos (ligeiros, 4x4 e industriais ligeiros) que foram a qualquer uma das mais de 1.300 oficinas autorizadas na Península Ibérica, independentemente da marca dos seus pneus. Os técnicos da oficina verificaram a pressão e a profundidade do piso, assim como se existiam danos em cada um dos quatro pneus dos ligeiros, 4x4 e comerciais. Depois de terem ajustado a pressão em caso necessário, entregaram ao utilizador uma cópia da folha de controlo em que apontaram os resultados obtidos. Todos os condutores participantes receberam grátis um Mapa de Estradas MICHELIN Espanha & Portugal 2011, especialmente personalizado para a campanha. Também receberam o folheto “Conselhos de segurança MICHELIN” e os cartões BIBTEST e BIBCHECK, com os quais puderam verificar a profundidade do piso dos se-

NEWS

3

Julho 2011


LDR1+

Daimler

NEWS

novos

especialistas na exigen

Julho 2011


NEWS

LSR1+ Com a introdução dos novos modelos de pneus LSR1+ para o eixo dianteiro e LDR1+ para o eixo motor, a Continental dá a resposta mais adequada aos múltiplos desafios no transporte regional e inter-regional de distribuição. Na exigente área da distribuição, os novos pneus com dimensões de 17,5 polegadas comprovaram a sua qualidade, tanto na cidade como em viagens de longo curso em estradas rurais ou auto-estradas. Os pneus de um camião ligeiro têm de comprovar diariamente a sua qualidade como verdadeiro talento “allround”. O percurso de distribuição dentro da cidade também exige um comportamento de condução

3

nte área da distribuição

Julho 2011


Julho 2011

Daimler

NEWS


superior. Através do seu potencial de poupança, os novos pneus Continental contribuem significativamente para a economia geral de veículos utilizados na distribuição. O pneu para o eixo dianteiro LSR1+ apresenta características de condução particularmente excepcionais, com o seu design de ranhuras 3 + 2. A sua estrutura fechada torna os novos pneus para veículos pesados de distribuição estáveis contra forças de deslize lateral durante a condução em curvas. O seu equivalente no eixo motor, o LDR1+, foi concebido com inúmeras aberturas transversais e uma base de perfil alta, apresentando consequentemente uma tracção ideal com resistência reduzida ao rolamento. A estrutura comprovada de ambos os modelos de pneus, com reforço estabilizador do fio de

aço, apoios de cinta triangular e a patenteada tecnologia AirKeep® contra perda gradual da pressão de ar, marcam o carácter forte dos novos pneus. Na área da distribuição, com frequentes mudanças de condutor, os dois novos modelos de pneus para camiões ligeiros devem comprovar diariamente a sua robustez. A construção de elevada qualidade da carcaça garante que os novos LSR1+ e LDR1+ serão a primeira escolha, mesmo como pneus recauchutados de fábrica. Os novos Continental LSR1+ para o eixo dianteiro e LDR1+ para o eixo motor estão disponíveis nas seguintes dimensões: 205/75 R17.5, 215/75 R17.5, 225/75 R17.5, 235/ 75 R17.5, 245/75 R17.5 e 265/75 R17.5. 0 Continental

Daimler

Daimler

flexível, como a resistência ao contacto com lancis ou uma sobrecarga esporádica. No caso da distribuição regional é exigida uma excelente aderência ao piso, um bom comportamento na travagem e resistência ao rolamento. Os novos Continental LSR1+ e LDR1+, com 17,5 polegadas e larguras entre 205 e 265 mm com 75 mm de corte transversal, apresentam os melhores resultados na aplicação nesta área exigente. Com uma mistura de materiais totalmente nova, foi possível reduzir a resistência ao rolamento até 10%, sem necessidade de cortes a nível do comportamento de condução e da vida útil. Com os novos modelos de pneus é possível uma poupança entre 3% e 4% de combustível, geralmente com uma quilometragem que é, na prática,

Julho 2011

NEWS

3


SPECIAL SHL

Shell R Os muitos anos de trabalho da Shell com vários dos principais fabricantes de equipamento e os milhões de quilómetros de avaliação do desempenho em situações reais resultaram num dos melhores portfólios de lubrificantes e de serviços. O Shell Rimula é a gama de lubrificantes de motor para equipamento pesado, líder no mercado global, que possui um portfólio de produtos lubrificantes completo e de elevada qualidade que cumprem com as especificações e com as condições exigidas pela grande maioria dos fabricantes de equipamento, satisfazendo as necessidades de qualquer frota.

3

óleo para todas

Julho 2011


SPECIAL

Rimula

as necessidades

Julho 2011


SPECIAL SHL

3 Para os operadores de frotas de camiões, autocarros e camionetas, o sucesso depende de conseguirem manter os veículos na estrada e a operarem com a máxima eficiência. A rentabilidade da operação pode ser aumentada através do aumento dos intervalos de mudança de óleo, da redução dos custos com combustível, assim como da redução dos custos com a manutenção. Ao eleger o lubrificante Shell Rimula para o seu veículo está a eleger um lubrificante com uma das melhores reputações de fiabilidade que o ajuda a reduzir o desgaste do motor para baixar os custos operacionais e aumentar os intervalos de mudança do óleo. Shell Rimula tem uma ampla gama de produtos com designações claras sobre o seu desempenho, no sentido de auxiliar o cliente na selecção do nível de protecção pretendido. A nossa família de lubrificantes dispõe de uma solução certa para as empresas de transporte e logística, desde produtos que

3

Julho 2011


153969


SPECIAL SHL

3 contribuem para poupanças em manutenções de rotina, como por exemplo o Shell Rimula R3 X, até produtos que ajudam a minimizar os custos de funcionamento, prolongando os intervalos de manutenção ou o desempenho com poupança de combustível, como o Shell Rimula R6 M e ME. Ficará ainda preparado para o futuro, com os nossos mais recentes óleos de motor compatíveis com as normas de baixas emissões que ajudam a manter os mais recentes camiões Euro IV e V em plenas condições, como o Shell Rimula R6 LME. Para além da gama completa de lubrificantes para motores de veículos pesados Shell Rimula, a Shell oferece também um portfólio completo de lubrificantes para todos os órgãos do seu equipamento, incluindo os óleos Shell Spirax – para transmissões, eixos e caixas de velocidades, e Shell Gadus – massas lubrificantes para utilizações exigentes. Esta gama está disponível em Portugal, através da Spinerg – Macro Distribuidor Shell Lubricants. Para a Spinerg é fundamental estar associada à marca líder mundial de lubrificantes, uma vez que o valor associado aos produtos e soluções Shell é reconhecido como dife-

Julho 2011


SPECIAL

renciador no mercado Português. A notoriedade e qualidade do nosso portfólio traduz-se em relações de parceria duradouras através de uma equipa de profissionais que entrega os melhores lubrificantes e as melhores soluções, rentabilizando assim, o negócio dos nossos parceiros. A Spinerg tem o seu enfoque na excelência permanente do negócio de lubrificantes sucedendo e assegurando a continuidade da enorme experiência proveniente de 100 anos de presença dos produtos do Grupo Royal Dutch Shell, Plc em Portugal. 0 Shell Lubs

AVANÇADO PREMIUM

ÓLEOS PARA ENGRENAGENS

ÓLEOS DE TRANSMISSÃO, INCLUINDO POWERSHIFT

MASSAS LUBRIFICANTES (disponíveis muitas outras) Massas lubrificantes para rolamentos de roda e massas universais de pressão extrema

Aplicações especiais

Shell Spinax S6 AXME

Shell Spinax S6 ATF ZM/UM/VM

Shell Gadus S5 Y220

Shell Gadus S4 Y45 AC

Shell Spinax S3 G

Shell Spinax 3 AX

Shell Spinax S4 ATF HDX

Shell Gadus S3 Y220C

Shell Gadus S3 Y460D

Shell Spinax S2 G

Shell Spinax S2 A

Shell Spinax S2 ATF D2

Shell Gadus S2 Y220

Shell Gadus S2 YSSOAC

Shell Rimula R6 LME Shell Spinax S6 GXME

ÓLEOS PARA DIFERENCIAIS

Shell Rimula R5 LE Shell Rimula R4 L

GAMA PRINCIPAL

PROTECÇÃO CADA VEZ MAIS EFICIENTE >>

ÓLEOS PARA MOTORES DIESEL

Shell Rimula R3 X Shell Rimula R2 Extra

Julho 2011


SPECIAL alanwoo.sg

Nova geração d Dando seguimento à sua política de constante evolução da sua já vasta família de lubrificantes e fluídos funcionais, a Petronas renovou a sua gama de lubrificantes URANIA, destinada ao mercado dos veículos pesados de transportes de mercadorias e de passageiros, passando a oferecer ao mercado independente produtos tecnologicamente ainda mais evoluídos, com uma excelente relação qualidade/preço. A Petronas URANIA é uma gama de lubrificantes tecnologicamente avançada, aprovada, recomendada e utilizada pelas principais marcas mundiais de construtores de camiões, pois oferece uma qualidade de produtos premium, ao ser desenvolvida para motores a diesel de excepcional performance, ou concebidos para trabalhar nas mais duras condições de utilização. A nova gama Petonas URANIA

Julho 2011

incorpora óleos lubrificantes 100 % sintéticos para motores diesel de todos camiões e veículos comerciais ligeiros. Formulados com a mais evoluída tecnologia de aditivos, para além de excederem as principais especificações internacionais, garantem uma alta protecção do motor contra o desgaste, bem como excepcionais benefícios de poupança de combustível (Fuel Economy). Entre as novidades dos produtos da nova gama Petronas URANIA, destaque para o Ecotech, lubrificante 100 % sinté-


tico de baixo teor de cinzas,"Low SAPS", desenvolvido para motores a diesel de camiões e veículos comerciais ligeiros, com características "Fuel Economy", sendo especialmente formulado para protecção de motores Euro 4 e Euro 5 equipados com filtro de partículas e EGR, disponibilizando assim uma elevada protecção aos modernos motores de última geração. Formulados para satisfazer todos os requisitos dos motores diesel Euro 4 e Euro 5 equipados com filtros de partículas e sistemas SCR e EGR, os lubrificantes da gama Petronas URANIA são comercializados através das denominações Ecotech, Máximo, Óptimo, Supremo CJ-4, Supremo CI-4 e CF4, estando à venda em embalagens de 5 litros, 20 litros e bidons de 200 litros. 0 Petronas

Julho 2011

SPECIAL

de lubrificantes


NEWS googleapis.com

Grupo Luís S perde seu fu Faleceu no dia 12 de Julho, aos 92 anos, Fernando Luís Simões - o fundador e grande empreendedor do Grupo Luís Simões. Começou com uma carroça e terminou com um império no transporte e na logística ibérica. Foi na década de 1930 que Fernando Luís Simões fundou o Grupo Luís Simões, uma das empresas que actualmente lidera o sector de transportes e logística a nível ibérico. Considerado no seu sector como um dos empresários que mais desenvolveu a actividade de transportes e logística em Portugal, foi tal um profissional de excelência que, a 10 de Julho de 2009, no Dia de Portugal, foi condecorado com o grau de Comendador na classe de Mérito Industrial, pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva. Memórias A história do Grupo Luís Simões começou nos anos 30, quando Fernando Luís Simões e Delfina Rosa Soares, ainda adolescentes, transportavam, de

Julho 2011

carroça, hortaliças e fruta produzidas pelas suas famílias para os mercados abastecedores de Lisboa e da Malveira. Em 1945 casaram e, em 1948, o fundador aventurou-se a tirar a carta de condução de veículos pesados, comprando o seu primeiro camião. Constituído legalmente, em 1968, o Grupo Luís Simões, Lda não mais parou de florescer, crescer e expandir. Em 1973 a gerência foi cedida pelo casal fundador aos filhos Leonel, José Luís e Jorge, (actualmente, José Luís Simões é o presidente do Grupo). A década de 80 ficou marcada por uma forte expansão: em 1981, o Grupo abriu a sua primeira filial no Porto e em 1982 ministrou aos motoristas a primeira acção de formação. A par, deu-se a internacionalização para Espanha, criando uma empresa de direito espanhol, com sede em Madrid e consolidando até hoje a presença nesse mercado, com a abertura de delegações na Andaluzia, Catalunha e Galiza.


NEWS

GLS

Simões undador

Dimensão Grupo Luís Simões Actualmente, a Luís Simões é líder no transporte rodoviário de mercadorias em Portugal e líder no mercado de fluxos rodoviários na Península Ibérica. Composta por 10 empresas juridicamente autónomas e agrupadas em três unidades de negócio: transporte, logística e diversificação. O transporte representa 60% do volume de negócios, a logística 35% e a diversificação 5%. Presta serviços integrados de logística em cerca de 250.000m2 de armazéns e gere uma frota de 1.988 viaturas com idade média de 2,5 anos. Conta com 1.800 colaboradores e centros de operações logísticas e de transporte nas principais cidades da Península Ibérica. Gere 500 rotas diárias entre os dois países, com camião completo. 0 Ana Bela Nogueira

Julho 2011


NEWS SDF

STEF-TFE inaugura maiores instalaçõ A SDF Iberica, filial da STEFTFE e líder da logística do frio, abre as portas das suas maiores instalações de transporte e logística de produtos agro-alimentares frescos e congelados em Espanha. Implementadas a 15 km de Madrid, na Zona Industrial de Torrejón de Ardoz, as novas instalações SDF Madrid constituem o maior investimento mobiliário realizado até à data pelo Grupo. A STEF-TFE, representada em Portugal pela filial SDF Portugal, investiu 23 milhões de Euros para construir estas instalações multi-temperatura, com uma superfície total de 15.100 m2 e 116.000 m3 de volume de armazenamento sob temperatura controlada. A sua concepção e construção são marcadas pelo desenvolvimento sustentável. Pela primeira vez no mundo do frio industrial, o armazenamento de energia fri-

Julho 2011

Armazém de produto frescos e congelados


NEWS

a suas ões em Espanha gorífica poderá ser restituído num longo período (6 a 8 horas). A SDF Madrid é o principal elemento de um dispositivo que inclui 24 plataformas multitemperatura na Península Ibérica. Este conjunto oferece uma capacidade total de 960.000 m3 de volume de armazenamento e 28.000 m2 de superfície de cais. A SDF Madrid consiste em instalações de tipologias variadas de produtos, requerendo temperaturas distintas (-25°C/0 °C a +5 °C/ambiente) e de diferentes clientes, gerindo todo o tipo de serviços de transporte, prestações logísticas com apoio a adaptados sistemas de informação. Oferece uma cobertura em todo o território ibérico e ligações à rede europeia da STEFTFE. 0 STEF-TFE

os agro-alimentares às portas de Madrid

Julho 2011


NEWS Picasaweb.com

Farmaveni investe em A Farmavenix, empresa do Grupo Cofares, está a iniciar actividade em Portugal com a abertura do primeiro armazém logístico farmacêutico, na zona do Montijo. A operação envolve um investimento inicial de 1 milhão de Euros, com a previsão de break-even no próximo ano (com 50% da taxa de ocupação), e vai criar 22 postos de trabalho (directos e indirectos). «Portugal e Espanha são um único mercado: a Península Ibérica. Todos sabemos que vivemos tempos difíceis, todavia, acredito que as empresas têm de dar um passo em frente, nestes momentos, para crescer. O Grupo Cofares faz uma aposta muito forte na inovação para ultrapassar estas alturas e este investimento é reflexo disso. É

Julho 2011


NEWS

ix m Portugal nossa obrigação para com a sociedade e para crescermos num mercado em que há poucas empresas de logística farmacêutica», explica Carlos González Bosch, Presidente do Grupo Cofares/Farmavenix. Sobre a estratégia de expansão do Grupo, o responsável salienta: «Somos um player aberto ao capital farmacêutico. A nossa estratégia em Espanha assenta neste modelo, o que tem mostrado ser bastante positivo. Pretendemos replicar este sistema em Portugal, estando abertos a outros accionistas». A plataforma, inaugurada a 13 de Julho, é uma das mais avançadas, em termos tecnológicos, da Europa: tem uma área de 5.300 m2 e 11 m de altura, capacidade de arma-

3

Julho 2011


Picasaweb.com

NEWS

3 zenagem de 4.140 paletes (com possibilidade de crescimento até 6.000 paletes) e está preparada para armazenagem de produtos farmacêuticos (Genéricos, OTC e marca própria), cadeia de frio, substâncias psicotrópicas, logística reversa e sala de embalamento secundário. Utiliza o sistema RFID (Rádio Frequência) na gestão dos processos. A empresa vai concentrar actividade no serviço de logística integral para laboratórios e grupos hospitalares, através da gestão de stocks, transporte e logística reversa gerada na última fase do processo. Vai operar em Portugal e Espanha, sendo, em termos globais, um dos players líderes no mercado ibérico. A Farmavenix é uma entidade integrada no Grupo Cofares, cooperativa de distribuição de medicamentos e produtos sanitários. É líder na distribuição de medicamentos em Espanha, com mais de 9.500 farmacêuticos sócios cooperadores, e mais de 3.000 farmácias clientes. Com uma facturação, em 2010, superior a 2.890 milhões de Euros, realiza, também, serviços de transporte, estando autorizada para actuar como gestor logístico especializado em produtos farmacêuticos em todo o território da Península Ibérica. 0 Farmavenix

Julho 2011


nd ence e t t to a Confer E FREibition & Exh

CONTAINERS IN MOTION CONTAINER TRANSPORT ACROSS ROAD, RAIL AND SEA

After the most successful show in its history Intermodal Europe returns with another unmissable line up. Make sure you don’t miss out on the event that brings the intermodal industry together.

Intermodal Europe’s largest ever event programme: t Over 120 leading global exhibitors t 50 FREE conference sessions t The Container Park featuring the latest container and reefer innovations t NEW The Tiger Project - EU approved Conference t NEW Industry recognised accreditation for all delegates t NEW Baltic Transport Journal Conference t Networking Bar and Internet Lounge

Register for FREE

153973

Register now for free www.intermodal-events.com/strada

Host Port:

Supported by:

Organised by:

Join us on:


EVENTS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Expotrans Automec창

Julho 2011

Um evento para os profissi


obrigatório ionais do sector

EVENTS

sporte e ânica A ExpoSalão – Centro de Exposições promove de 20 a 23 de Outubro a 4.ª edição da EXPOTRANSPORTE – Salão Nacional de Veículos Pesados e Ligeiros de Mercadorias e de Passageiros e Logística, a par da 1ª edição da AUTOMECÂNICA – Salão de Equipamento Oficinal, Peças e Acessórios para Veículos Ligeiros e Pesados, dois certames para profissionais com um público semelhante e cuja simultaneidade trará mais-valias para expositores e visitantes. A organização pretende reunir os fabricantes, importadores e representantes dos transportes, equipamento oficinal, peças,

3

Julho 2011


EVENTS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

3 mecânica, componentes e acessórios para o sector automóvel, de forma a constituir um ponto de encontro para todos os profissionais dos transportes e dos que trabalham no mercado pós venda do sector automóvel. «Embora os camiões sejam sempre as estrelas e a grande atracção da feira, a EXPOTRANSPORTE é muito mais do que isso. Marcam também presença as empresas que ser vem e complementam os transportes, tais como os reboques, cisternas, acessórios, equipamentos de movimentação e logística, lubrificantes, combustíveis, etc. Este ano, à EXPOTRANSPORTE juntamos a AUTOMECÂNICA onde pretendemos reunir os fabricantes, importadores e representantes do equipamento oficinal, peças, mecânica, componentes e acessórios para o sector automóvel», refere José Frazão, administrador da ExpoSalão. As marcas encontrarão neste espaço de exposição as condições ideais para apresentar as suas propostas, estabelecer novos contactos, reforçar relações comerciais, medir o mercado e de concretizar negócios junto profissionais que visitam a exposição. «As nossas perspectivas são elevadas. Estamos a 3 meses da

Julho 2011

realização da feira e podemos adiantar que o feed-back obtido junto dos potenciais expositores tem sido muito positivo. Com a EXPOTRANSPORTE e AUTOMECÂNICA contamos ocupar os 3 pavilhões com uma área total de 16.000 m2. Apesar do momento difícil, que é transversal a quase todos os sectores da economia, as empresas continuam a trabalhar e a participação numa feira é sempre uma oportunidade única para comunicar com o mercado e consequentemente criar dinâmica para o sector», acrescenta José Frazão. Jornal Strada presente na Expotransporte O evento conta o apoio do Jornal Strada que marcará presença com o eu seu stand e da ANTP – Assoc. Nacional das Transportadoras Portuguesas. Conta ainda com a realização de actividades paralelas, estando já agendada a conferência “Repintura Automóvel”, organizada pela AP Comunicação. A feira decorrerá nos seguintes horários: - Dias 20 e 21 de Outubro (5.ª e 6.ª feira): 10h-20h; - Dia 22 de Outubro (Sábado): 14h-23h; - Dia 23 de Outubro (Domingo): 14h-20h. 0 ExpoSalão


150631


EVENTS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Numofreita

No dia 18 de Junho, a Numofreita (Núcleo de Motoristas de Serra da Freita) realizou, como habitual, no Monte da Senhora da Mó, em Arouca, a 12.ª concentração de camionistas. Com uma grande adesão de pessoas e com um grande número de camiões, o convívio foi mais uma vez bastante festivo. Como já vem sendo frequente, a largada de pára-quedistas e as acrobacias de um avião embelezaram os céus de Arouca com suas cores e habilidades, uma bonita forma de dar início aos festejos. Depois do espectáculo nos céus, a festa

3

12ª conce Julho 2011

um enorme


EVENTS

entração

e sucesso

Julho 2011


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada 141568

832795 0 2 433 88 26 41 46

Julho 2011

26535897 9 3 23 159 8 14

9643339732 17 693 1 7 97

Consultoria, Contabilidade e Gest찾o 3.

0

& PI, LD A CM

Rua C처nego Maio, 115 R/c C S찾o Bernardo 3810-089 Aveiro Tel/Fax: +351 234 343 530

carlos@cmarques.org


estendeu-se ao asfalto, com o desfile de camiões pelas ruas de Arouca. Ao longo das estradas eram muitos os que se encostavam à berma para ver passar o cortejo de camiões. Desfilar sobre as paisagens verdes e montanhosas de Arouca torna o desfile ainda mais cativante.No monte da Senhora da Mó, a 711 metros de altitude, junto da capelinha branca de aspecto mourisco do século XVI, dedicada a Nossa Senhora da Mó, foi possível desfrutar da magnífica paisagem, local onde todos os participantes no desfile, amigos, convidados e entidades oficiais, puderam usufruir de um agradável almoço convívio.Durante a festa, foi feita uma entrega de lembranças aos núcleos de motoristas presentes, o Nucaminho (Núcleo de Camionistas do Minho), o NMBL (Núcleo dos motoristas da Beira Litoral), os Templários (Núcleo Associativo dos motoristas

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

3

Julho 2011

EVENTS

142767

3


Julho 2011

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

do Zêzere e Templários) e o Numarquês (Núcleo de Camionistas de Terras do Marquês de Pombal). Quem estava bastante satisfeito com a 12.ª concentração de camionistas do Numofreita, era José Artur Neves, Presidente da Câmara Municipal de Arouca, que começou por agradecer o convite e saudar a organização Numofreita e os camionistas, «quero saudar a Numofreita, a organização e todos aqueles que trabalharam durante dias para tornar possível este evento». Aproveitou para dizer que «é sempre com alegria que vos recebo por cá, quero dizer também que este espaço, a Srª da Mó, é um dos mais belos locais de Arouca para se viver intensamente». Em remate, elogiou o núcleo da região «Esta associação é um bom exemplo para Arouca (…) é sempre com agrado que estamos presentes e que vos ajudamos a realizar este evento. E porquê? Porque com pouco dinheiro fazem muito». No final da concentração, o Presidente do Numofreita, António Rouxinol, agradeceu a presença de todos no evento, que ajudaram a concretizar um dia de animação e de sucesso, enchendo de orgulho não só o Numofreita, como o povo de Arouca. 0 Ana Bela Nogueira

Rua da Cavada, Soutelo 3850-516 Branca-Albergaria

Tel: 234 548 153 | 234 548 154 Tlm: 91 751 04 85 | 91750 29 02 Site: www.reboquesaguiar.pt Email: aguiar@reboquesaguiar.pt

142768

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS

3


EVENTS

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

«Esta associação é um bom exemplo para Arouca»

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

«O Numofreita com pouco dinheiro faz muito»

Julho 2011


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS

11ยบ des

Julho 2011


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

sfile

Julho 2011

EVENTS

do NMBL


Julho 2011

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS


EVENTS

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

No dia 16 de Julho, a cidade de Ílhavo foi mais uma vez o palco escolhido pelo NMBL (Núcleo de Motoristas da Beira Litoral) para o 11º desfile de motoristas profissionais. Num encontro que reuniu dezenas de camiões de todo o país, a boa disposição foi o forte do acontecimento, culminando num almoço convívio, tendo como pano de fundo a maravilhosa vista sobre a ria de Aveiro. O ponto de concentração das

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

3

Julho 2011


Julho 2011

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS


EVENTS

dos, salientando o trabalho e admiração que tem pelos motoristas. Com o apoio da Câmara Municipal de Ílhavo e da Junta de freguesia de S. Salvador e com o forte empenho e dedicação do Núcleo, foi possível concretizar mais uma edição da concentração de motoristas. 0 Ana Bela Nogueira

153583

várias dezenas de camiões teve início por volta das 10.00h na Zona Industrial de Oiã. De seguida, o desfile percorreu Oliveira do Bairro, passou por Vagos e terminou em Ílhavo. A cidade de Ílhavo foi o ponto de chegada, onde decorreu o almoço convívio. Com a ria de Aveiro como pano de fundo, o sol e a brisa característica da região, proporcionaram um ambiente de descontracção nesta grande festa de amigos e família. Neste encontro organizado pelo NMBL, marcaram presença os representantes de outros núcleos de motoristas, vindos de Barcelos, Arouca, Torres Novas, Pombal e Oliveira de Azeméis. No discurso da praxe, Fernando Caçoilo, Vice-Presidente da C.M. de Ílhavo felicitou todos os presentes, elogiando o desfile e a boa disposição de to-

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

3

Julho 2011


SPORT AIFA

Sécur’ét

A Cap Magellan, principal associação de jovens lusodescendentes de França, organiza pelo 9º ano consecutivo uma campanha de Segurança Rodoviária intitulada "Sécur'été".

3

Campanha de Segu

Julho 2011


SPORT

té 2011

urança Rodoviária

Julho 2011


AIFA

SPORT AIFA

3 Esta é uma campanha que se dirige aos portugueses e lusodescendentes, residentes em França, que se deslocam de carro a Portugal durante as férias de Verão. Decorre em três países – França, Espanha e Portugal – e tem como principal objectivo a redução do número de acidentes durante os trajectos longos e depois das saídas nocturnas. Objectivos da campanha Com esta campanha, a Cap Magellan procura sensibilizar o público para os perigos das viagens longas (fadiga, excesso de velocidade, etc.) e para

Julho 2011

as precauções a ter (preparação do veículo, parar de 2 em 2 horas para descansar, etc.). Pretende também informar os automobilistas sobre dos códigos da estrada dos países atravessados (velocidades autorizadas, álcool, coletes reflectores, etc.). Por último, quer alertar os jovens para os perigos da condução sob efeito do consumo de álcool e/ou de drogas, nomeadamente aquando das saídas nocturnas. Os principais eixos da campanha As acções de sensibilização são desenvolvidas por equipas

de voluntários ao longo de todo o percurso, principalmente no sul de França e norte de Espanha, em algumas das áreas de serviço das auto-estradas mais frequentadas pelos automobilistas que rumam a Portugal e, ainda nas principais fronteiras portuguesas, entre a segunda quinzena de Julho e inícios de Agosto. Também serão desenvolvidas acções de sensibilização junto dos jovens, em locais de diversão nocturna (discotecas e festivais), em várias cidades portuguesas, durante o mês de Agosto. O compromisso da Cap Magellan A Cap Magellan trabalha em prol de uma cultura de segurança e de uma maior cidadania rodoviária desde 2003. E é signatária da Carta Europeia da Segurança Rodoviária desde 2006. Conferência de imprensa A Cap Magellan organizou uma conferência de imprensa de apresentação com a presença da sua madrinha 2011, Elisabete Jacinto. Esta conferência teve lugar no passado dia 8 de Julho às 17h00 no Consulado Geral de Portugal em Paris (6-8 rue GeorgesBerger 75017 Paris). Como todos os anos, a cam-


SPORT

panha foi oficialmente lançada na sexta-feira à noite, dia 8 de Julho a partir da 01h00 da manhã, na discoteca LA COSTA, na presença da madrinha Elisabete Jacinto. Foi a ocasião de partilhar momentos privilegiados com os lusófonos, lusodescendentes e outros franco-portugueses e, também de sensibilizá-los sobre as acções em matéria de Segurança Rodoviária antes da partida. Os membros da nossa equipa também distribuiram sacos com presentes e o Guia do Verão 2011. A madrinha desta campanha, a piloto profissional todo-o-terreno Elisabete Jacinto também participou nesta grande noite. Além disso, numerosos artistas estiveram presentes para animar esta noite tão especial. Entre eles, La Harrissa, GNose, Senhores Cafetões, Célia, Cindy Lopes…

«Para se chegar em primeiro lugar, é preciso chegar.»

Elisabete Jacinto é a madrinha da Campanha de Segurança Rodoviária “Sécur’été 2011” Este ano, a madrinha da campanha de segurança rodoviária é a piloto profissional de todo-o-terreno, Elisabe Jacinto. Do Campeonato Nacional de todo-o-terreno passou para as grandes maratonas africanas. Fez o Master rali, o rali da Tunísia, o rali de Marrocos e o rali “Paris-Dakar”, quatro

3

Julho 2011


AIFA

SPORT AIFA

3 vezes de moto. Hoje, passou para a categoria de camiões batendo recentemente mais um recorde da mulher com dois triunfos em provas da Taça do Mundo na categoria camião. Aqui ficam algumas das impressões de Eisabete Jacinto sobre a campanha Sécur’été 2011: «Fiquei contente por ter sido escolhida para ser a madrinha 2011 da campanha “Sécur'é-

Julho 2011

té”, pareceu-me uma temática muito interessante e faço votos que eu tenha o carisma necessário para fazer as pessoas pensarem a condução numa perspectiva de segurança. Há um aspecto muito importante a referir antes de mais: para se chegar em primeiro lugar é preciso chegar. Esta deve ser a perspectiva de todos aqueles que se sentam ao volante para partir para qual-

quer viagem. É essa a minha perspectiva nas corridas. Apesar de querer chegar depressa sei que tenho de conduzir bem e com segurança. De outra forma não conseguirei chegar ao fim da etapa. Para conduzir bem e depressa tenho de cumprir algumas regras. Essas regras são a base da condução. No dia-a-dia e, apesar de ser piloto e de ter um grande àvontade na condução não ando nunca sem cinto de segurança e não ando depressa. Respeito a velocidade máxima das estradas, embora possam não acreditar. Ao dizer-vos isto gostava que ficasse claro que não me apresento como menina bem comportada na estrada só para ser um bom exemplo, mas porque sou uma pessoa lógica. A lógica e o bom senso têm de estar sempre na base das nossas opções. Temos de antever os problemas para não sermos apanhados em surpresas desagradáveis. Para além de tudo isto a minha carta de condução é algo que tenho de cuidar muito bem. Sem ela não posso participar nas corridas de que tanto gosto. Deve ser preocupação de cada um conduzir bem. Conduzir bem significa estar consciente de que a estrada não é só nossa e que temos que a parti-


Julho 2011

SPORT

lhar com os outros. Todos nós cometemos erros. O problema é que os erros na estrada podem ser fatais. Por isso temos de ser previdentes e, muitas vezes, temos de ser capazes de lidar com os erros dos outros. Uma travadela é mais previdente do que uma forte buzinadela quando um carro se atravessa á nossa frente de repente, por exemplo. Na minha opinião a melhor forma de prevenção rodoviária consiste em três aspectos: em primeiro lugar, quando nos sentamos ao volante devemos ficar concentrados na condução. Em segundo lugar devemos ter a preocupação de cumprir as regras. Cumprir as regras de trânsito é a única garantia de podermos circular sem chocarmos uns com os outros. Se todos cumprirmos as regras de trânsito e estivermos bem concentrados na condução de modo a evitar erros e incidentes causados pelos erros dos outros tudo correrá bem. Em terceiro lugar, há que garantir que o veículo está em bom estado, que os pneus têm a pressão adequada, que os travões estão em bom estado, por exemplo. Cada um tem as suas prioridades. A minha é sempre a de chegar onde quero ir, com o carro inteiro e sem moças.» 0 A2 Comunicação


Nº151009 82 - Ano 8 - 31 Março 2011 • Distribuição gratuita • Periodicidade: Mensal • ISSN 1647–7022

WINNER of the platinum seal of e-excellence 2011

e e g n m i a t o chhas arrived t e r u t h e fu t

www.jornalstrada.com

MAN Truck & Bus

www.jornalstrada.com

Profile for Ameise Editora

Strada Truck #086  

Strada Truck #086 2011-07-31

Strada Truck #086  

Strada Truck #086 2011-07-31

Profile for ameise
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded