__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

STRADA 73

139897

Nº 73 - Ano 7 - 30 Junho 2010 • Distribuição gratuita • Periodicidade: Mensal • ISSN 1647–7022

Loulé

Festa de camionistas 2ª edição

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

www.jornalstrada.com


Avaliado por

MAN TGX EURO5. Uma vez mais, cumprimos. Uma vez mais colocamos o nosso produto à prova. Tudo para demonstrar um resultado excepcional, medido em condições reais, 30,67 l/100 km. Novamente utilizando o nosso MAN TGX 18.480 4x2 BLS, desta vez com tecnologia EURO5 SCR, percorremos a rota Madrid-Munique-Madrid sob condições metrológicas e de tráfego reais. Com um semi-reboque de lonas corrediças alugado à empresa Tip Trailer, carregado ao máximo. Como em anos anteriores, todo o teste foi acompanhado e verificado pela empresa INSIA (Instituto Universitário de Investigação Automóvel).

Transport worldwide. Powered by MAN.

MAN Nutzfahrzeuge

Porque agora MAN também é Consequentemente Eficiente. Porque os nossos veículos proporcionam mais quilómetros por litro de diesel. Porque temos menores emissões de CO2 e gastamos menos energia por tonelada-quilometro. Porque assim oferecemos uma redução dos gastos totais de exploração. Porque o nosso objectivo é estar sempre do seu lado.

242391-- Publicidade

www.man-mn.pt MAN Nutzfahrzeuge – Uma empresa do grupo MAN

Consequentemente Eficiente. 30,67 l/100 km.


EDITORIAL

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

No ano de 1997, o Governo de António Guterres introduziu em Portugal o conceito de SCUT (Sem Custo para o Utilizador). Uma SCUT é uma auto-estrada que é financiada pelo Estado, mas com o dinheiro dos impostos dos contribuintes. Decorridos 13 anos, desde a introdução deste conceito, vive-se o maior imbróglio de sempre, em torno de três SCUT’s (Costa de Prata, Grande Porto e Norte Litoral) que estão sujeitas a portagens brevemente. Enquanto, as restantes Scut’s do território continental, vão também passar a estar sujeitas a portagens já a partir do início do próximo ano. A circulação nas SCUT’s implicará que o utilizador das mesmas esteja atento à forma como tudo irá proceder, nomeadamente à forma de pagamento. Assim, o utilizador tem à sua disposição quatro modalidades. Em primeiro lugar, o tão polémico chip passa a ser opcional, resultado do acordo entre o PS e o PSD. Este sistema passa a ser destinado apenas ao pa-

Portagens nas SCUT’s STRADA 73

nchrichten antenne

| Ana Bela Nogueira

3

Junho 2010


EDITORIAL

INDEX Portagens nas SCUT’s ..........................................3 Portagem em todas as SCUT’s será prejudicial para todos .........................................6 MAN abre novo centro de desenvolvimento de motores .........................................................8 nchrichten antenne

MAN Porto - portas abertas ...............................12 Mercedes-Benz vai produzir Actros no Brasil .......14 Começam as vendas do Actros de longo curso no Brasil.........................................16 110 TGM 18.290 4x4 para o THW ..................26 Grupo Auto Sueco investe 41 Milhões de Euros no Brasil............................28 Michelin abre 4ª edição para controlo gratuito dos pneus.............................................30 Wtransnet e Feprotrans apoiam na formação obrigatória.........................................32 Informação da PSP aos adultos ..........................34 Impostos: o que muda e quanto vai pagar a mais..............36 2º Encontro de camionistas em Loulé ..................38 Entrevista ao Presidente da Câmara Municipal de Loulé .....................40 Entrevista a Carlos Silva ..........................48 Entrevista a Norberto Neves ....................58

STRADA 73

Entrevista a João Martins .........................72 O encontro.............................................74

4

Junho 2010

O Discurso .............................................78

gamento de portagens, ficando assim proibida, qualquer outra utilização. O utilizador das SCUT’s, poderá também optar pelo sistema de Via Verde ou os métodos anónimos de pré e pós-pago. Este último passará a funcionar através de fotografia à matrícula, sendo a conta enviada para casa do condutor, sem custos acrescidos. Em contrapartida, qualquer viatura que passar por uma SCUT sem qualquer dispositivo electrónico, será fotografada e o seu utilizador tem cinco dias para proceder ao pagamento voluntário da portagem. Decorrido esse tempo, será alvo de uma notificação para saldar o valor da dita portagem, os custos administrativos e a coima respectiva. Neste panorama, surgem três novas denominações, o DEM (Dispositivo Electrónico de Matrículas), que permite a detecção e identificação electrónica de veículos, com a finalidade de fiscalizar o código da estrada, identificar os veículos (acidentados, abandonados ou desaparecidos) e fazer a cobrança electrónica de portagens. O SIEV (Sistema de Identificação Electrónica de Veículos), mais conhecido por chip de matrícula e o DDIE (Dispositivos de Detecção e Identificação Electrónica). Todavia, a saga das SCUT’s ainda está longe de chegar ao


EDITORIAL STRADA 73

fim, ficando ainda por negociar entre PS e PSD as propostas do governo de isentar 46 concelhos do pagamento de portagens. O PSD apenas aceita a redução de preço, ameaçando chumbar o acordo das SCUT’s, caso o Governo decida avançar com a isenção. Em suma, é ponto assente que as SCUT’s serão “portajadas” em breve. Embora muita coisa já tenha sido aprovada, entre negociações e contestações, também se sabe que muita coisa ainda falta ser esclarecida e aceite.|

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

contestação sem fim à vista

5

Junho 2010


Sendo as infra-estruturas rodoviárias essenciais ao desenvolvimento das actividades turísticas e económicas de qualquer país, entendemos prejudicial inserirem-se genericamente portagens em todas as estradas denominadas SCUT, deixando-se Portugal praticamente sem alternativas gratuitas à movimentação de pessoas e bens materiais entre diferentes regiões do país. Actuando-se também neste domínio sem atender à lógica e à política rodoviária que o nosso parceiro regional (Espanha) tem implementado no seu território, teremos que ponderar possível que pessoas e empresas nacionais e europeias comecem a olhar para Portugal como um espaço geográfico onde a circulação rodoviária está a ser cada vez mais dificultada. Sendo os custos com transporte e deslocação uma das principais variáveis em consideração por turistas e empresários, não entendemos como é que num período de sério constrangimento económico se opta por uma medida deste género em

6

Junho 2010

Nuno Almeida - Jornal Strada

NEWS STRADA 73

nchrichten antenne

Portagem em to será prejudicial


NEWS STRADA 73

Portugal, quando, como é público, temos já dos serviços e custos de produção mais caros da Europa em comparação com aquilo que se ganha e produz. Estimando-se que cerca de 80% das chegadas de turistas aos destinos Europeus resultam da utilização de automóveis, entendemos que esta medida, a implementar-se sem as devidas salvaguardas, terá um impacto extremamente negativo nos fluxos turísticos portugueses, podendo mesmo bloquear ou redireccionar turistas para mercados concorrentes que ao aperceberem-se desse custo e falta de alternativas para chegar aos

destinos turísticos, escolhem por permanecer nas suas áreas de residência ou então optam por outros destinos a que conseguem aceder mais facilmente, com comodidade e sem quaisquer custos extra. Apelamos assim, aos nossos governantes, que ponderem estes elementos no tratamento desta séria questão rodoviária, pois, bastará que esta medida reduza ou redireccione 10 % do tráfego turístico nacional e internacional para, em estimativa, perdermos aproximadamente 1% do PIB turístico, o que equivale ao dobro da despesa pública que, segundo notícias vindas a público, as SCUT’s custam por ano, ou seja 700 milhões de Euros.| AETP

hangover80 wordpress

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

odas as SCUT’s l para todos

7

Junho 2010


8

Junho 2010

mento cobre uma área total de 10.000 m2, com 16 bancos de ensaio para motores e um para veículos, laboratórios de desenvolvimento e salas de trabalho para 150 postos de trabalho altamente qualificados. A MAN Nutzfahrzeuge investe um total de 35 milhões de euros no novo

edifício e nas suas instalações hightech. Deste modo, a MAN expande a capacidade dos seus bancos de ensaio em Nuremberga, em cerca de 30%. «Com o novo centro de desenvolvimento de motores, vamos conseguir dominar os futuros desafios a nível do desenvolvi-

MAN Nutzfahrzeuge

STRADA 73

No dia 21 de Abril, a MAN Nutzfahrzeuge abriu o seu novo centro de desenvolvimento em Nuremberga, com o objectivo de continuar a melhorar a sua posição de líder tecnológico na área dos motores de veículos comercais e motores industriais. O novo centro de desenvolvi-

MAN Nutzfahrzeuge

NEWS

MAN abre novo desenvolviment


NEWS STRADA 73

mento ainda melhor e de forma mais eficiente. Isto envolve, em primeira linha, os valores limite exigentes de emissões poluentes, como por exemplo, a Norma Euro 6, mas também as crescentes exigências colocadas aos motores destinados aos diferentes mercados em todo o mundo», explica Bernd Maierhofer, Presidente da área de Research & Development and Purchasing. «Para a MAN Nutzfahrzeuge, Nuremberga é o centro de competência mundial para o desenvolvimento de motores de veículos comercaiais e motores industriais. Com o nosso investimento no novo centro de desenvolvimento reforçamos o local de Nuremberga e asseguramos a nossa posição na liderança tecnológica da construção de motores.» Com os 16 novos e dinâmicos bancos de ensaio de motores disponíveis, os engenheiros conseguem agora transferir ainda mais viagens de medição da estrada para os bancos de ensaio. É possível simular situações de condução reais em condições

MAN Nutzfahrzeuge

o centro de to de motores

9

Junho 2010


de 620 kW e um binário máximo de 4.000 Nm, podem também simular a humidade do ar, choques de calor e de frio extremos, o que é uma contribuição valiosa para a fiabilidade dos motores. Além da medição dos valores de emissão, também é possível optimizar o consumo e a desmultiplicação de potência e testar o esforço mecânico. Uma particularidade é o novo banco de ensaio de veículos com uma potência de 640 kW, no qual podem ser optimizadas configurações de motores em relação a todo o veículo, para se conseguir aqueles pontos percentuais decisivos que tornam a cadeia cinemática mais

eficiente. Através de um equipamento técnico do edificio que recupera a energia em triplicado: sob forma de electricidade, calor e frio, a MAN Nutzfahrzeuge dá um contributo significativo para poupar de recursos valiosos. Por exemplo, as máquinas de absorção de frio garantem que o arrefecimento dos motores seja aproveitado para fins de refrigeração. A energia de travagem gerada nos bancos de ensaios de motores é convertida em electricidade para alimentar a rede de corrente eléctrica interna.| MAN Nutzfahrzeuge

STRADA 73

MAN Nutzfahrzeuge

NEWS

que podem ser reproduzidas e mantidas constantes. Além disso, isto permite realizar mais medições e poupar combustível, globalmente isto permite à MAN realizar testes de forma muito eficiente e amiga do ambiente. Os bancos de ensaio de motores são o coração do centro de testes. Os motores são certificados para trabalharem de acordo com os padrões ambientais que variam globalmente. Entre outros, é necessário comprovar que os motores e os sistemas de tratamento de gases de escape cumprem os valores limite durante toda a sua vida útil ou são inferiores. Os bancos de ensaio, com uma potência

10 Junho 2010


NEWS MAN Nutzfahrzeuge

STRADA 73

O fabricante de veículos comerciais investe 35 milhões de Euros em bancos de ensaios amigos do ambiente e postos de trabalho modernos para os engenheiros da área de desenvolvimento de motores

11 Junho 2010


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

NEWS

portas

STRADA 73

A MAN Porto apresentou no passado dia 19 de Junho, a sua vasta gama de camiões e autocarros numa jornada de portas abertas. Mais de duzentas pessoas marcaram presença nas instalações da marca alemã, em Perafita. Esta jornada conseguiu reunir clientes, colaboradores e órgãos da comunicação social que puderam desfrutar do convívio e apreciar as novidades MAN. As instalações deram lugar a uma enorme sala de convívio e de exposição das mais diversas

12 Junho 2010

gamas de produtos MAN. A marca expôs a gama TGX/TGS e a gama TGM em diversas faces, desde os carros de estaleiro, contentores frigoríficos ou carros de recolha de lixo. O transporte de passageiros da MAN e NEOPLAN também esteve exposto em inúmeras variações, desde as opções em chassis até viaturas acabadas, para transporte urbano ou de longo curso, como o caso do autocarro de dois pisos. Em destaque esteve o camião da equipa da piloto Elisabete

Jacinto e os convidados não quiseram perder a oportunidade de subir ao cockpit e tirar fotografias. Foi aos comandos de um camião MAN TGS que a piloto alcançou recentemente a vitória no Rallye da Tunísia. A parte da tarde foi dedicada, especialmente, a actividades lúdicas, onde o Strada teve a honra de participar e de vivenciar as diversas acções programadas, desde matraquilhos, tiro ao alvo, lançamento do pião e da malha, entre outras actividades. Enquanto os mais novos tiveram


NEWS

abertas

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

uma área especial com direito a brindes e recordações. A administração da MAN Porto, pelas palavras de Carlos Pais e de Norbert Mast agradeceram a presença de todos e mostraram a disponibilidade da empresa na prestação de apoio

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

aos seus clientes. Luís Pereira, responsável de Produto e Marketing da MAN Portugal, chamou a atenção para a disponibilidade dos produtos expostos, convidando todos os presentes à sua apreciação e conhecimento. Paralelamente, o clube de motoristas profissionais MAN Trucker’s World também marcou presença, angariando novos associados e distribuindo a todos os que já são membros alguns brindes do clube.| Ana Bela Nogueira

STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

MAN Porto

13 Junho 2010


NEWS STRADA 73

M 14 vai produzir A Junho 2010


NEWS

«Acreditamos que a evolução das vendas de camiões será ainda maior, no futuro, principalmente nos segmentos de camiões pesados e ligeiros, que reagem rapidamente ao crescimento da economia», afirma Jürgen Ziegler, Presidente da Mercedes-Benz do Brasil. Segundo o executivo, o mercado brasileiro total de camiões aumentou 71% nos cinco primeiros meses de 2010, em relação ao ano anterior. O segmento de camiões pesados no Brasil teve um aumento de 95%, no mesmo período. Este resultado deve-se à maior procura em sectores, como construção civil, minas, agricultura e extracção de petróleo. Neste cenário económico positivo e, devido à importância estratégica da fábrica de Minas Gerais para os negócios do Grupo Daimler, a MercedesBenz do Brasil decidiu também produzir o camião ligeiro Accelo nesta unidade fabril.

Daimler

O início de produção do Actros está previsto para o próximo ano. O veículo estabelece novos padrões de tecnologia, segurança, desempenho e conforto para o transporte brasileiro. O camião ligeiro Accelo também será produzido na unidade de Minas Gerais. A decisão de produzir estes produtos em Juiz de Fora está relacionada com o aumento de vendas no mercado brasileiro de camiões, principalmente nos segmentos de pesados e ligeiros. A Mercedes-Benz do Brasil vai produzir, a partir do próximo ano, o Actros na sua fábrica de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Diante de um cenário de expansão económica, a fabricante renovou a sua confiança no Brasil, ao anunciar a ampliação dos seus negócios, a médio e longo prazo, para fazer face à grande procura no mercado latino-americano.

Junho 2010

STRADA 73

Mercedes-Benz Actros no Brasil15


STRADA 73

16

Junho 2010

NEWS


Daimler

NEWS

«A alta qualificação dos colaboradores e as modernas instalações da fábrica de Juiz de Fora encorajaram-nos a expandir a produção de camiões para outras instalações, considerando que a fábrica de São Bernardo do Campo atingirá o limite da sua capacidade de produção em 2012», diz Jürgen Ziegler. A fábrica da Mercedes-Benz do Brasil, em São Bernardo do Campo, continuará a ser o centro do sistema de produção de veículos comerciais da marca no Brasil. Informações adicionais sobre este assunto serão divulgadas à medida que os estudos sobre as adequações necessárias na fábrica para a produção de camiões estejam finalizados.|

STRADA 73

Daimler

17 Junho 2010


NEWS STRADA 73

Daimler

Comeรงam as do Actros de

18 o gigante em tecnolog Junho 2010


O Actros traz para o Brasil novos padrões de tecnologia, segurança e conforto no transporte rodoviário de cargas, como o sistema de orientação na faixa de rodagem, sistema de controlo de proximidade, Active Brake Assist e travão electrónico com ABS e ASR. Três versões de cabina, com destaque para a inédita Megaspace, oferecem opções de escolha para o cliente. Ar condicionado de parque: funciona com o motor do camião desligado, assegurando conforto para o descanso do motorista, especialmente à noite. O Actros vem equipado com suspensão a ar e caixa totalmente automatizada, sem pedal de embraiagem. A Fagundes Construção e Mineração é a primeira empresa a adquirir este novo camião. O cliente acaba de comprar seis unidades do Actros 2646 LS 6x4 e mais 40 unidades do Actros 4844 8x4 para aplicações off-road. Já são 185 veículos Actros na frota da Fagundes.

gia da Mercedes-Benz

NEWS STRADA 73

vendas e longo curso

19 Junho 2010


NEWS

ção», afirma o Director Fernando Fagundes, que confirmou também a compra de mais 40 unidades do modelo offroad. «Agora, já temos na nossa frota 185 camiões Actros, com previsão de compra de mais 150 unidades ainda este ano». De acordo com Joachim Maier, Vice-Presidente de Vendas da Mercedes-Benz do Brasil, o transporte de cargas no País está em desenvolvimento, com as empresas a profissionalizarem-se e especializarem-se cada vez mais. «Nota-se um maior nível de exigência em pro-

STRADA 73

Daimler

Daimler

A Mercedes-Benz começou as vendas, no Brasil, do Actros 2646 6x4, o gigante da marca que traz para o Brasil novos padrões de tecnologia, segurança e conforto para o transporte rodoviário de cargas. As primeiras seis unidades foram adquiridas por um dos maiores clientes deste modelo no Brasil: a empresa gaúcha Fagundes Construção e Mineração. «Esperamos obter com este camião rodoviário os excelentes resultados que temos alcançado com o Actros 4844 8x4 na aplicação off-road da minera-

20 Junho 2010


NEWS STRADA 73

Gigante em tecnologia, segurança e conforto A campanha publicitária que anuncia o início das vendas do Actros rodoviário no Brasil destaca este modelo como o gigante da Mercedes-Benz em tecnologia, segurança e con-

forto. As inovações do Actros baseiam-se nas avançadas tecnologias Telligent® da MercedesBenz, como o sistema de orientação de faixa de rodagem, sistema de controlo de proximidade, Active Brake Assist e travão electrónico com ABS e ASR. Entre o equipamento de segurança inclui também travões a disco em todas as rodas e retarder opcional. O Actros introduz novos padrões de conforto e operação, que contribuem para um melhor desempenho do motorista, a começar pela suspensão a ar

Daimler

Daimler

dutos especificados e em soluções avançadas, procuras que são atendidas plenamente pelo Actros. Este camião de alta tecnologia é adequado à potencialidade do transporte de cargas e à variedade das operações logísticas no País», destaca o executivo.

21 Junho 2010


Daimler

NEWS

eDADOS caixa TÉCNICOS PowerShift totalmente

STRADA 73

Daimler

Daimler

automatizada, sem pedal de MOTOR embraiagem, o único de série Motor 501 LA na sua................................OM categoria. Cilindrada..........................11.946 cm3 modelo mais Cilindros O ..........................6 - 90º em V potente do Brasil Válvulas por cilindro..........................4 Equipado com o motor electróDiâmetro x corsa............130x150 mm nico OM 501 LA de 6 cilindros Controlo de injecçãode ............electrónica em V (potência 456 cv/340 kW, a 1.800 rpm.....................SCR e binário de Controlo de emissões 2.196 o Actros PotênciaNm), máxima......340 kW2646 (456 CV)LS oferece a maior potência da lia r/min ............................1.800 nha de camiões pesados rodoBinário máximo...................2.196 Nm viáriosa r/min da ............................1.100 Mercedes-Benz no Brasil. Com uma distância entre eixos de 3.300 mm, o Actros 2646 LS 6x4 permite a utilização de diversos semi-trailers (caixa aberta, fechada, cortina, cister-

22 Junho 2010

nas e porta-contentores, entre outros). Este camião é indicado especialmente para longo curso e para reboque de mais de um trailer (7 eixos e 57 toneladas de PBTC - peso bruto total combinado - ou 9 eixos e PBTC de 74 toneladas). Este camião já engloba a resolução Contran 326/09, que, a partir de 1 de Janeiro de 2011, será obrigatório o uso da tracção dupla 6x4 em composições com PBTC de 57 toneladas. Três versões de configuração Para assegurar opções de escolha ao cliente, o Actros 2646 LS é oferecido em três versões de configuração: Conforto, Megaspace Alto Conforto e Megaspace Segurança. A versão Conforto inclui cabina com cama e tecto alto, suspensão pneumática, ar condicionado, tecto de abrir eléctrico, vidros eléctricos, fecho central das portas, espelhos rectrovisores eléctricos com de-

sembaciador, faróis de nevoeiro, piloto automático, computador de bordo com indicadores de consumo e de manutenção, pré-instalação de gestor de frota, sistema de travões electrónicos, caixa automatizada, sensor de chuva e accionamento automático dos faróis, imobilizador electrónico, hill hold control, alerta sonoro de marcha a trás, travões a disco, travão-motor Top Brake, ABS, ASR, bloqueio do diferencial e suspensão traseira pneumática. A inédita cabina Megaspace com piso totalmente plano e uma altura interior de 1.920 mm e uma largura interior de 2.260 mm - é a base do pacote Megaspace Alto Conforto, que inclui os mesmos itens da versão Conforto, mais o equipamento exclusivo de ar condicionado de parque, que funciona com o motor do camião


Daimler

Disponibilidade do Actros assegura produtividade A disponibilidade do Actros

para o trabalho, assegurada pela força, robustez e resistência do veículo, conquistou a confiança da Fagundes Construção e Mineração, uma das principais empresas do sector no Brasil e o primeiro cliente de camiões Actros no Brasil. «Constatamos o forte desempenho do Actros basculante off-road nas nossas operações de mineração, onde a movimentação de cargas ocorre durante 24 horas por dia», diz Fernando. «A nossa expectativa é alcançar a mesma produtividade com o Actros rodoviário, que será utilizado no transporte de equipamentos pesados e de cimento». Os primeiros seis Actros adquiridos pela Fagundes contam com todos os itens de con-

STRADA 73

concessionários do Brasil, que possui mais de 200 pontos de atendimento em todo o território nacional.

Daimler

Diferencial do Actros: garantia de dois anos para o eixo de tracção Um importante diferencial do Actros faço ao dos concorrentes é a garantia de dois anos para o eixo de tracção, sem limite de quilómetros, a maior do mercado. Para o veículo, a garantia é de um ano. Os clientes da marca contam ainda com o atendimento especializado da maior rede de

NEWS

desligado. Esta novidade assegura conforto para o descanso do motorista, especialmente à noite. Já a opção Megaspace Segurança conta com todos os itens da Megaspace Alto Conforto, adicionando ainda o seguinte equipamento: Active Brake Assist, retarder, sistema de controlo de proximidade e sistema de orientação de faixa de rodagem.

23 Junho 2010


Uma das principais empresas dos sectores de minas e construção

STRADA 73

Daimler

Com 25 anos de actividade e com sede em Portão, Rio Grande do Sul, a Fagundes Construção e Mineração é uma das principais empresas do sector no Brasil. Na área da construção, realiza obras de terraplanagem e infra-estrutura para clientes da indústria, comércio, habitação, aterros sanitários, fábricas hidro-eléctricas, termo-eléctricas, barragens e estradas. Na mineração, a Fagundes actua na extracção de carvão mineral, fosfato, nióbio, ferro e ouro, bem como na manutenção e recuperação de áreas de minas, construção e recuperação de barragens, além de outras actividades, tanto no Rio Grande do Sul, como em São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso.| Daimler

Daimler

bina Megaspace Segurança para os novos Actros». Para que os motoristas da Fagundes conheçam os recursos técnicos do Actros, utilizando assim todo o potencial do camião, eles estão a ser formados por profissionais da Mercedes-Benz.

Daimler

NEWS

forto e segurança disponíveis. «Em nossa empresa, sempre tivemos o compromisso de oferecer o melhor para que os nossos motoristas trabalhem com toda comodidade, o que os ajuda a alcançar maior produtividade», destaca o executivo. «Nós fomos, por exemplo, os primeiros a utilizar camiões com ar condicionado na mineração. Por isso, fizemos questão de escolher a ca-

24 Junho 2010


PORTUGAL : BRAGA 253 627 453, PORTO 226 197 150, LEÇA DE PALMEIRA 229 969 288, ALBERGARIA 234 520 440, LEIRIA 244 819 444, CARREGADO 263 860 200,LISBOA 218 612 000, SEIXAL 212 108 530, LOULÉ 289 432 944, ARMAZÉM CENTRAL (LISBOA) 2199941547. ESPANHA : MADRID (Norte) 0034.916 779 628, MADRID (Sul) 0034.916 968 858, BARCELONA 0034.934 855 496, VALENCIA 0034.961 642 622, MÉRIDA 0034.924 229 360. ANGOLA : LUANDA (MULEMBA) 00244.222 841 707, LUANDA (VIANA) 00244.923 975 576, BENGUELA 00244.928 632 162 141567

MARROCOS : CASABLANCA 00212. 522 739 911. - CABO VERDE : CIDADE DA PRAIA 00238.2604480 EUROARO 218 612 054 - SERVIÇOS TÉCNICOS : 808 200 171

WWW.CIVIPARTS.COM.


NEWS STRADA 73

Até ao final de 2010, o THW (Technisches Hilfswerk - Instituto Federal de Apoio Técnico) vai receber um total de 110 novos camiões MAN, modelo TGM 18.290 4x4. Albrecht Broemme, o Presisente do THW, recebeu o MAN TGM, um GKW (Gerätekraftwagen veículo com equipamento técnico de apoio) que se destina à associação local do THW de Berlin Tempelhof-Schönefeld, da mão de Josef Höfer, Director de Vendas de camiões novos da MAN Truck & Bus Deutschland GmbH. Uma encomenda inicial do THW de 56 veículos novos foi aumentada em mais 54 unidades com base em fundos do Pacote Conjuntural II. A entrega dos veículos será concluída em 2010. Os veículos de tracção total estão equipados com motores MAN D08 Common-Rail com uma potência de 290 cv e caixa de velocidades automatizada MAN TipMatic. A cabina de equipa de nove lugares em GFK (Glasfaserverstärkte Kunststoffe - polímero reforçado com fibra de vidro), foi montada pelo MAN Truck Modification Center (TMC) em Wittlich. Fazem parte da entrega do TMC, os sistemas de iluminação e sinalização, a protecção anti-corrosão, a instalação dos aparelhos de rádio e o aquecimento adicional Webasto.| MAN Nutzfahrzeuge

26 Junho 2010

110 TGM para o TH


NEWS MAN Nutzfahrzeuge

M 18.290 4x4 HW

STRADA 73

MAN Nutzfahrzeuge

Entrega das chaves MAN ao THW: (da esquerda para a direita) Bastian Fisch, Engenheiro do THW OV Berlin Tempelhof-Schönefeld, Josef Höfer, Director de Vendas de camiões novos da MAN Truck & Bus Deutschland GmbH, Martin Peitz, responsável pela formação da associação local THW Berlin Tempelhof-Schönefeld, Albrecht Broemme, Presidente do THW e Roel Nizet, Director e Gerente da IVECO MAGIRUS Brandschutz GmbH.

27 Junho 2010


O Grupo Auto Sueco adquiriu a Vocal, o maior concessionário de camiões e autocarros Volvo do Brasil e um dos maiores da América Latina. A nova empresa, cujo capital será detido a 100% pelo Grupo Auto Sueco, reforça o posicionamento do Grupo no mercado brasileiro. O investimento total de cerca de 41 milhões de Euros (113 milhões de Reais) inclui a aquisição do concessionário e os investimentos necessários para a expansão da operação, que contempla a abertura de novos pontos de Venda e Após Venda

28 Junho 2010

e também alteração de instalações existentes. Com este negócio, o Grupo Auto Sueco assume uma posição de grande relevo enquanto concessionário de camiões e autocarros Volvo no mercado brasileiro. Por outro lado, esta operação aumenta a carteira de investimentos além fronteiras do Grupo Auto Sueco. A Vocal é o maior concessionário de camiões e autocarros Volvo do Brasil, possui sete instalações, todas situadas na região de São Paulo e conta com cerca de 408 colaboradores. Em

2009, a empresa facturou 150 milhões de Euros (352 milhões de Reais). «Este é mais um passo para o aumento da carteira de investimentos no Brasil, país que, a par de Portugal, Espanha, EUA e Angola, constitui um dos focos estratégicos de expansão do Grupo Auto Sueco», afirma Tomás Jervell, CEO do Grupo Auto Sueco. «Estamos totalmente confiantes que esta operação dará frutos a muito curto prazo», acrescenta.| Auto Sueco

Volvo-Trucks

NEWS STRADA 73

Grupo Auto Sueco investe 41 Milhões de Euros no Brasil


148825


NEWS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Michelin abre 4ª edição para controlo gratuito dos pneus

STRADA 73

“Já verificou os seus pneus?” é a mensagem lançada pela Michelin para a abertura da 4ª edição da campanha “Controle o estado e as pressões dos pneus” que teve lugar no Hotel Rivoli em Lisboa, contando com a presença dos representantes, Hél-

30 Junho 2010


pressão correcta (mais ou menos 0,3 bar) conduz a uma maior segurança, maior duração do pneu e menor consumo de combustível. Pelo contrário, uma pressão entre -0,5 e -1 bar pode conduzir ao rebentamento, estabilidade alterada, aumento da distância de travagem e degradação irreversível do pneu. Segundo a marca, 35% dos pneus examinados na 1ª edição, possuía uma pressão incorrecta, 31% na 2ª edição e no ano passado 33% dos pneus inspeccionados não tinham a pressão correcta. Neste sentido, esta campanha pretende mostrar aos condutores portugueses a importância de manter os pneus com uma pressão certa, conduzindo a uma maior segurança tanto para o veículo como para o condutor.| Michelin

NEWS

Vialider, especialistas em pneus. Destinada aos condutores de ligeiros, 4x4 e camionetas, permite verificar o estado geral dos seus pneus, a profundidade do piso e a pressão, independentemente da marca do pneu. Mais concretamente, serão analisadas, as pressões reais dos 4 pneus comparadas com as pressões recomendadas para o veículo, a medição da profundidade de escultura dos 4 pneus e será feito um exame dos danos visíveis dos pneus. Por sua vez, Filipe Marques, responsável pela Distribuição Michelin, em Portugal, afirma que esta campanha pretende «sensibilizar os condutores para o estado dos pneus e a sua importância, contribuir com informação pedagógica para uma maior segurança nas estradas portuguesas.» Uma vez que, uma

141710

der Pedro, da ACAP (Associação do Comércio Automóvel de Portugal) e Paulo Marques, da ANSR (Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária), os apoios institucionais desta edição. Esta iniciativa decorre entre 14 de Junho e 3 de Julho e pretende mais uma vez consciencializar os condutores portugueses para a importância da manutenção correcta dos pneus de seu veículo, o único ponto de contacto com a estrada. O objectivo da Michelin para este ano é atingir os 20 mil veículos inspeccionados. Vítor Soares, Director da marca em Portugal lembrou que «desde a 1ª edição em 2007, já foram inspeccionados cerca de 68 mil veículos, ou seja, cerca de 280 mil pneus examinados». A revisão dos pneus será gratuita e realizada num dos 91 centros


NEWS

Wtransnet

Salão Internacional de logística (SIL), realizada em Barcelona, a Wtransnet e Feprotrans (Federação Profissional de Transporte e Serviços Sectoriais), estabeleceram um acordo de colaboração através do qual, os profissionais associados à Wtransnet poderão beneficiar de um subsídio ou uma de bonificação a 100%, fazendo a inscrição nos cursos de formação contínua CAP, leccionados nos centros homologados de toda a Espanha. A Feprotrans processará gratuitamente os subsídios ou bonificações. Neste sentido, qualquer empresa associada à Wtransnet poderá inscrever os seus motoristas sem custos, apenas informando a Wtransnet.| Wtransnet

135004

Wtransnet e Feprotrans apoiam na formação No quadro da última edição do obrigatória


NEWS STRADA 73

Informação da P Conselhos sobre prevenção e segurança Adira à "Operação Verão Seguro", que decorre até ao dia 15 de Setembro de 2010. Dirija-se à Esquadra da PSP da área da sua residência e, através do preenchimento de um formulário, indique o seu período de férias, a fim desta Polícia poder vigiar a sua habitação, nesse período. Solicite a um familiar, a um amigo ou a um vizinho da sua confiança para “olhar” pela sua residência e para lhe retirar, regularmente, a correspondência da sua caixa de correio. Um sistema de videovigilância, um alarme anti-intrusão ou um cão de guarda, são meios que reforçam a segurança da sua habitação, quando está ausente; a sua existência, visualização e sinalização no exterior, desmotivam os delinquentes. Informação sobre legislação avulsa O Decreto-Lei n.º 156/2005, de 15 de Setembro (com as alterações sofridas até ao Decreto-Lei n.º 317/2009, de 30 de Outubro), «visa reforçar os procedimentos de defesa dos direitos dos consumidores e utentes no âmbito do fornecimento de

34 Junho 2010

bens e prestação de serviços», «institui a obrigatoriedade de existência e disponibilização do livro de reclamações em todos os estabelecimentos de fornecimento de bens ou prestação de ser viços, designadamente os constantes do anexo i do presente Decreto-Lei e que dele faz parte integrante». A Portaria n.º 651/2009, de 12 de Junho refere que «a presente portaria tem por objecto definir o Código de Conduta a adoptar pelas empresas de animação turística e dos operadores marítimo-turísticos que exerçam actividades reconhecidas como turismo de natureza e o logótipo que os identifica». Informação sobre legislação estradal Previna os acidentes de viação, respeitando os limites de velocidade impostos pelo Código da

Estrada (Artº 27.º). «2. Quem exceder os limites máximos de velocidade é sancionado: a) Se conduzir automóvel ligeiro ou motociclo, com as seguintes coimas: 1.º De 60 a 300 Euros, se exceder até 20 km/h, dentro das localidades, ou até 30 km/h, fora das localidades; 2.º De 120 a 600, se exceder em mais de 20 km/h e até 40 km/h, dentro das localidades, ou em mais de 30 km/h e até 60 km/h, fora das localidades; 3.º De 300 a 1.500 Euros, se exceder em mais de 40 km/h e até 60 km/h, dentro das localidades, ou em mais de 60 km/h e até 80 km/h, fora das localidades; 4.º De 500 a 2.500, se exceder em mais de 60 km/h, dentro das localidades, ou em mais de 80 km/h, fora das locali-


NEWS

ductores que excedam os limites máximos de velocidade que lhes tenham sido estabelecidos ou que tenham sido especialmente fixados para os veículos que conduzem».| Polícia de Segurança Pública

139978

STRADA 73

4.º De 500 a 2.500 Euros, se exceder em mais de 40 km/h, dentro das localidades, ou em mais de 60 km/h, fora das localidades. 3. O disposto no número anterior é também aplicável aos con-

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

dades. b) Se conduzir outros veículos, com as seguintes coimas: 1.º De 60 a 300 Euros, se exceder até 10 km/h, dentro das localidades, ou até 20 km/h, fora das localidades; 2.º De 120 a 600 Euros, se exceder em mais de 10 km/h e até 20 km/h, dentro das localidades, ou em mais de 20 km/h e até 40 km/h, fora das localidades; 3.º De 300 a 1.500 Euros, se exceder em mais de 20 km/h e até 40 km/h, dentro das localidades, ou em mais de 40 km/h e até 60 km/h, fora das localidades;

Polícia de Segurança Pública

PSP aos adultos

35 Junho 2010


o que muda e quanto vai pagar a mais Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

NEWS

Impostos

STRADA 73

| Carlos Marques

Lei n.º 12-A/2010 (publicada em 30/6/2010) Aprova um conjunto de medidas adicionais de consolidação orçamental que visam reforçar e acelerar a redução de défice excessivo e o controlo do crescimento da dívida públicaprevistos no Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC). IVA: Taxa reduzida: de 5% para 6%. Taxa intermédia: de 12% para 13%. Taxa normal: de 20% para 21%. Taxa liberatória: O aumento da taxa liberatória de 20% para 21,5%, vai ter um impacto apreciável nas poupanças dos portugueses. Este imposto incide sobre

36 Junho 2010

os juros dos depósitos a prazo e dos certificados de aforro. Já o imposto aplicado sobre as maisvalias bolsistas fica em 20%, mesmo tendo sofrido um acréscimo de 10 pontos percentuais. Taxas de retenção dos rendimentos de trabalho independente -16,5 %, tratando-se de rendimentos da categoria B referidos na alínea c) do n.º 1 do Artº 3.º, de rendimentos das categorias E e F ou de incrementos patrimoniais previstos nas alíneas b) e c) do nº 1 do Artº 9º; -21,5 %, tratando-se de rendimentos decorrentes das actividades profissionais especificamente previstas na tabela a que se refere o Artº 151º; -11,5 %, tratando-se de rendimentos da categoria B referidos na alínea b) do n.º 1 e nas alíneas g) e i) do n.º 2 do Artº 3º, não compreendidos na alínea anterior. Deduções mais limitadas e fim de alguns benefícios fiscais são as novidades para a entrega da de-

claração em 2011. Face à crise actual, o Orçamento de Estado deste ano e o novo Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC) incluem medidas fiscais (algumas a vigorar até 2013) que pretendem cortar a despesa pública. Vão mexer directamente no bolso do contribuinte. Em geral, os contribuintes que, feitas as contas com o fisco, ainda tinham de pagar imposto adicional, terão de desembolsar mais algumas dezenas ou centenas de Euros. Em contrapartida, quem costumava receber reembolso de IRS, será surpreendido pela negativa em 2011. Pelo menos, até 2013, este retorno diminuirá ou deixará de existir. Quando a Deco concluiu este artigo, muitas questões ainda não estavam totalmente esclarecidas. Rendimentos limitam deduções O Orçamento de Estado previa que as deduções à colecta indexadas à remuneração mínima mensal aumentassem 5,6%, mas o PEC contrariou esta intenção e congelou as despesas indexadas: de e-


Principais alterações Seguros: Seguros de acidentes

pessoais e de vida perdem benefício. Até agora, estes prémios podiam ser deduzidos. Os contribuintes casados deduziam até 128 Euros, por exemplo. Na declaração a entregar em 2011, já não o podem fazer. Computador: O benefício, previsto até 2011, acabou em 2009. Na declaração a entregar em 2011, já não pode deduzir 50% dos gastos com computadores para uso pessoal, programas, aparelhos de terminal e aparelhos de banda larga da nova geração, até 250 Euros. Deduções: Saúde, educação e casa são as despesas que permitem maior reembolso de IRS. Mas, na declaração a entregar em 2011, as famílias não poderão deduzir os mesmos montantes, por estarem limitados. Pensões: Pensões anuais acima de 22.500 Euros pagam mais. Quem recebe uma pensão mensal superior a 1.607 Euros, vai pagar mais imposto: a dedução específica da categoria desce de 6.000 Euros para 4.104 Euros. Por exemplo, quem ganha 30.000 Euros por ano, passa a ver sujeito a imposto 25.896 Euros em vez dos 24.000 Euros de 2009. Resultado: pagará mais 644,67 Euros em 2010.

NEWS

beriam reembolso. Já para os restantes escalões, ou seja, para quem ganha mais de 797 Euros mensais, os benefícios serão muito reduzidos. Mais: com o corte das deduções, a retenção na fonte de quem trabalha por conta de outrem também deverá ser aumentada. Com este ajuste, alguns trabalhadores vão começar a receber menos, sobretudo se estiverem perto da mudança de escalão. Em resumo: estamos perante um agravamento fiscal directo e substancial no bolso do contribuinte. Foi ainda criada uma taxa de IRS extraordinária. A quem tem rendimentos sujeitos a imposto superiores a 150.000 Euros, vai aplicarse, uma taxa de 45%, pelo menos, até 2013. Esta medida, provavelmente, não afecta muitos contribuintes. Isto, porque só abrangerá, por exemplo, quem teve rendimentos mensais de trabalho dependente superiores a 12.038,52 Euros. Em 2010, mantém-se o regime de isenção de 10% dos rendimentos de trabalho dependente, independente e de pensões, até 2.500 Euros, obtidos por deficientes.

Consultoria, Contabilidade e Gestão Rua Cónego Maio, 115 R/c C São Bernardo 3810-089 Aveiro Tel/Fax: +351 234 343 530

carlos@cmarques.org

STRADA 73

653589793 592 23 41 8 .1

3339732 3964 17 69 70 1 7

& PI, LD M A C 3

832795028 433 84 26 19 46

141568_1

ducação e com lares, excluindo as deduções à colecta por agregado familiar. As restantes foram aumentadas apenas residualmente. O PEC vai ainda fixar o valor máximo que cada agregado familiar pode deduzir ao IRS a pagar. Consoante o rendimento sujeito a imposto, cada família só poderá deduzir até um certo montante, que varia com os rendimentos do agregado. Quanto mais elevado o rendimento colectável, menos despesas poderá deduzir. Segundo o Ministério das Finanças, o agravamento médio pode atingir os 700 Euros para quem ganha mais e tem um rendimento anual superior a 64.623 Euros. A chamada classe média, ou seja, os contribuintes com taxas de imposto de 34% e 36,5% serão penalizadas em cerca de 15,5% e 27,9%, respectivamente. Os primeiros perdem, em média, 180 Euros e os segundos, 390 Euros. Os cidadãos com deficiência e, em teoria, os dois primeiros escalões do IRS (10,5 e 13%) ficam excluídos desta limitação com as despesas. Nos últimos dois casos, os contribuintes nunca gozariam das deduções ao máximo: como já pagam menos imposto durante o ano, não têm muito dinheiro a reaver, pelo que dificilmente rece-

37 Junho 2010


NEWS STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

2º Encontr de camion em Loulé

Nos dias 12 e 13 de Junho, a cidade de Loulé recebeu mais de uma centena de camiões, vindos de todo o país, para o 2º encontro de camionistas. Promovido pela Câmara Municipal de Loulé, reuniu largas centenas de visitantes que puderam participar em diversas actividades lúdicas.

38 Junho 2010


NEWS STRADA 73

o istas

39 Junho 2010


EVENTS Entrevista ao Presidente da Câmara Municipal de Loulé

40 Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Apaixonado por camiões desde criança, Sebastião Francisco Seruca Emídio, natural de Loulé, licenciado em medicina, é presidente da Câmara Municipal de Loulé. A sua grande paixão pelos camiões já existe desde pequeno quando acompanhava


41

STRADA 73

Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS

42 Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

STRADA 73

os seus avós que faziam o transporte de produtos frutícolas e hortícolas. Para Seruca Emídio, os camiões deram um forte contributo ao Algarve, porque eram o único meio de trazer as mercadorias para o Sul. Esse gosto contribuiu fortemente para o apoio que deu à realização do 2º encontro de camionistas em Loulé. Embora a vida o tenha encaminhado para uma licenciatura


EVENTS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

ÂŤO grande boom de desenvolvimento do turismo do Algarve deve-se aos camionistasÂť

43 Junho 2010


EVENTS STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

em Medicina, em miúdo, sentiu o frenesim de camionista. Desde novo chegou a fazer seis horas de viagem de Loulé a Lisboa, numa média de 60 quilómetros por hora. Lembra-se de sair, com os seus avós, por volta das 19 horas e chegarem a Lisboa por voltas das 3 horas da manhã. Os seus avós deixavam a mercadoria na capital e seguiam na manhã seguinte para a Guarda, para carregar batatas e castanhas,

44 Junho 2010

onde chegavam nessa noite. No dia seguinte, rumavam novamente até ao sul. «Naquela altura não achava violento; hoje acharia. O camião não tinha suspensão e era tudo muito rijo interiormente». O executivo do Município começou a “viajar” com os seus avós, num Hanomag, seguidos dum Mercedes-Benz 328 (o seu preferido, na altura), um Volvo 485, um Mercedes-Benz 911 e um Volvo F7.


EVENTS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada Giancarlo Terrassan - Jornal Strada 141716

EQUIPAMOS VENCEDORES

Hydraplan – Manutenção e Comércio de Veículos SA Edifício Hydraplan E.N. 10 - Km 127 - Alverca do Ribatejo Tel. 219 579 310 - Fax 219 579 311 Edifício Hydraplan (Algarve) Zona Industrial - Lote 238 - Olhão Tel. 289 700 200 - Fax 289 700 209

www.hydraplan.pt

geral@hydraplan.pt


Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

46

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

STRADA 73

EVENTS

O Presidente da Câmara Municipal de Loulé, apaixonado por camiões, desde criança, aproveitou a festa, para conduzir um pesado, recordando, assim, a sua adolescência, quando ía para a universidade


STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS

com o camião dos seus avós. Acompanhado pelas vereadoras da Câmara, subiram aos comandos de um TIR, um momento verdadeiramente divertido e apreciado por todos os presentes.

47 Junho 2010


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS Entrevista a Carlos Silva

48 Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

STRADA 73

No 2º encontro de camionistas em Loulé, o Strada conversou com Carlos Silva, Sócio-Gerente da empresa de transportes TirMaia, há cerca de 30 anos e, também coleccionador de miniaturas de camiões. Carlos Silva, deu o seu testemunho como transportador e mostrou a sua paixão pelos camiões em tamanho real e em miniaturas. Strada: Fale-nos da sua paixão pelo coleccionismo de miniatu-


49

STRADA 73

Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS


STRADA 73

50

Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

«O Stress criado pelos camiões grandes é combatido pelos pequeninos»

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Strada: Estas miniaturas são fáceis de encontrar? Carlos Silva: Aqui em Portugal não é fácil, mas devido à nossa actividade de percorrer países torna-se acessível. Embora hoje com a Internet é mais fácil. Estar aqui no 2º encontro de camionistas com a minha colecção, e-

ra um sonho que acabo de realizar. Agora falta somente a comercialização destas miniaturas, já que qualquer visitante gosta de levar algo para casa sempre que visita uma festa deste género, se puder levar um camião miniatura tanto melhor. Strada: O que custa mais no meio desta actividade? Carlos Silva: Estar longe da família é o mais duro. Depois de tudo o que nos espera, o meu avô já dizia que quando saímos de casa com um camião, só há três coisas que nos esperam: o hospital, a cadeia ou o cemitério, isto traduzido quer dizer, ou nos espera um acidente, ou a morte, ou matamos alguém e vamos para a cadeia. Devido ao risco e à responsabilidade desta actividade, só mesmo por gosto é que entramos nela. Strada: Actualmente há a tendência para a falta de motoristas profissionais. A que se deve?

STRADA 73

ras de camiões. Carlos Silva: Dedico-me ao coleccionismo dos camiões desde os 15 anos. Encontrei nestas miniaturas a melhor forma de combater o stress diário dos problemas inerentes a esta actividade. Já passei a barreira das 6.000 miniaturas, tenho um camião dentro de casa, a cabina duma Iveco que é o meu escritório. Na verdade, trata-se de um teste de capacidade à memória visual, sempre que compro uma miniatura, nunca é repetida. No fundo, mais que um hobby, é uma questão de amor e de gosto.

51 Junho 2010


EVENTS

Já não há gosto? A remuneração já não é atractiva? Carlos Silva: A remuneração não paga o risco que qualquer motorista pode passar. Com uma média de 2.000 Euros mensais, o risco que o motorista tem durante 365 dias não compensa o valor auferido. O problema começa com a aquisição do camião porque o empresário transportador vai recorrer ao crédito e está a comprometer-se no mínimo durante 4 anos, sem contar com outras despesas e o risco de viver uma profissão instável.

52 Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Strada: Qual a diferença do mercado de hoje e do mercado de antigamente? Carlos Silva: Antigamente era mais fácil porque éramos menos. Actualmente, em Portugal temos mais camiões do que mercadorias, havendo cada vez menos para exportar, a concorrência é muito grande e os preços são muito limitados. Em termos de rentabilidade aquilo que nos é exigido não conseguimos obter qualquer lucro. Não conseguimos vender a


53

STRADA 73

Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

formação que temos de dar aos motoristas. Embora toda a formação seja boa, é útil para a sua actividade profissional e garantir o melhor desempenho dentro da empresa.

STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Strada: O que pensa sobre o problema do custo dos combustíveis? Carlos Silva: Temos um combustível muito caro isso é verdade. Mas por exemplo a França tem o combustível mais caro que nós e no entanto estão melhor a

54 Junho 2010


55

STRADA 73

Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

nível de transportes. Não creio que seja o problema do combustível. O que se passa é que nós temos o hábito de nos agarrarmos a causas que vêm de fora e não olhamos para dentro. A falha está na mentalidade dos transportadores, temos a mania de querer ter muitos camiões, mas na verdade, mais vale ter poucos mas bons e prestar um bom serviço. Quando começamos a industrializar o nosso negócio, começamos a perder dinheiro, porque isto não é uma venda de produto, é uma venda de serviços. E numa venda de serviços temos uma concorrência muito grande.

56 Junho 2010


57

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

STRADA 73

Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

STRADA 73

Em conversa com o principal organizador do evento, Norberto Neves, ficámos a saber como surgiu a ideia da realização deste encontro, as expectativas e quais as actividades principais. Norberto Neves revelou que foi em conversa com o Presidente da Câmara Municipal de Loulé, Seruca Emídio, que surgiu a ideia de fazer algo com camiões. Assim, no ano passado foi concretizado o 1º encontro de camionistas e foi feita a inauguração de um monumento em

58 Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Entrevista a Norberto Neves


EVENTS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

STRADA 73

Rua D. António Pinheiro, nº 1 - Apartado 38 2480-901 Porto de Mós Tel / Fax: 244 401 090 – 244 482 388 Email: arquitrans@sapo.pt

141719

ARQUITRANS TRANSPORTES, LDA

59 Junho 2010


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

homenagem aos mesmos, na Estrada Nacional nº 2. Como as expectativas foram superadas, este ano decidiram organizar esta 2ª edição. «Em 3 meses conseguimos mobilizar as empresas transportadoras para este encontro de motoristas», referiu Norberto Neves. Apesar da crise, o encontro reuniu largas centenas de visitantes, que com o apoio da população local foi possível a sua concretização. O organizador do evento referiu que «as expectativas foram ultrapassadas, o encontro está a ser um sucesso». O primeiro dia foi preenchido por diversas actividades dinâmicas. O encontro decorreu no Parque das Cidades e os visitantes puderam ver exposições de camiões, gruas, carros de bombeiros e carros antigos, semi-reboques e ainda vários expositores que também não perderam a oportunidade para divulgar

Brazmaq, Lda

| Aluguer de Ferramentas | Armazenamento | | Metalomecânica | Serviços de Agricultura | | Transportes Especiais |

Mesquita Alta, 272 A 8150-047 São Brás de Alportel

60 Junho 2010

147714

STRADA 73

Tlm: 968176667 Email: brazmaq@mac.com Site: www.brazmaq.com


61

STRADA 73

Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS

Giancarlo Terrassan - Jornal Strad


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS

62 Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

141721

STRADA 73

os seus produtos e novidades. Um dos grandes destaques neste encontro foi a presença de Carlos Silva, Sócio-Gerente da empresa de transportes TirMaia que levou até terras algarvias, um camião americano e semireboque que serviu de stand de exposição de uma parte da sua colecção de miniaturas de camiões, dos anos 60, 70 e 80.


141723

EVENTS

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Tel: +351 963 417 521 Fax: +351 289 828 486

Email: qualimerca@sapo.pt Site: www.qualimerca.blogspot.com

STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Urbanização Cerca do Lagar, 13 1.Fase - 7670 - 206 Ourique, Beja

63 Junho 2010


141725

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

A tarde foi ocupada com diversas actividades lúdicas e uma gincana, donde saiu vencedor Francisco Contreiras, ao passo que, Rui Amaro e Fábio Santos ficaram com o 2º e 3º lugares respectivamente. Antes da cerimónia da bênção aos camionistas, foi feita ainda, a entrega de prémios aos vencedores da gincana e entregues lembranças a entidades e associações.

de Orlando Formigo – Sócio Gerente

Arquitectura e Engenharia Compra e Venda de Propriedades Construção Civil - Obras Públicas Construção de Piscinas - Execução de Jardins Materiais de Construção Serviços de Máquinas

Laranjeiro - 8700-077 Moncarapacho

Tel.: 289 792 875 - Fax: 289 792 053 - Telemóvel: 964 026 307 - E-mail: constroarco@mail.telepac.pt


65

STRADA 73

Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS


Giancarlo Terrassan - Jornal Strad 141726

EVENTS

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

A noite do dia 12 foi marcada pela visualização de alguns slides de fotografias de camiões de empresas nacionais e internacionais e ainda terminou com a actuação dos artistas Nuno Miguel, Vânio Show e Gil Rosa.

Tlm: 917 810 292 Telf/Fax: 289 489 456 - Telf Casa: 289 489 483

Est. Nac. 124 - Salir - 8100-209 Loulé


EVENTS 141726

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strad

AOC - Abel de Oliveira Carrasquinho, S.A.

Materiais de Construção - Camiões de Aluguer Vale de Parra - 8201 Guia Albufeira Telefones: 289 599 040/1/2/3/4 - Fax: 289 599 045 Telemóvel: 91 821 02 55 / 96 603 96 33 / 96 795 32 46 / 96 795 31 84 www.aoc.pt - E-mail: aoc@aoc.pt


EVENTS

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

No domingo, dia 13, por volta das 10:00 horas deu-se início ao tradicional desfile de camiões com partida no Parque das Cidades em direcção ao Ameixial, o local onde se encontra o monumento em homenagem aos camionistas.

68 Junho 2010


EVENTS Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

141728

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Comércio de Pneus e Lubrificantes Tels: 289840840 | 289887200 | 282484428 Email: info@chaveca-janeira.pt

STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

S. BRÁS – FARO - PORTIMÃO

69 Junho 2010


STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

| decoração de camiões | kit réguas de cabinas | | grelhas | suportes de faróis | pára-choques | | kit de escape | acessórios decorativos vários |

70 Junho 2010

Rua Nossa Senhora das Dores, nº 185 - Boa Vista 2420 - 403 Leiria Tlf: 244 724 790 Tlm: 91 931 15 89 Email: chevynox@sapo.pt Site: www.chevynox.pt

141729

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS

O percurso teve um cariz simbólico, uma vez que é o mesmo trajecto que durante anos foi utilizado pelos camionistas para transportar todas as mercadorias até ao Algarve. Segundo Norberto Neves, o 2º encontro de camionistas recebeu camiões vindos de todo o país, desde Viana do Castelo, Maia, Ovar, Aveiro, Leiria, Lisboa, Montijo, Beja incluindo os camionistas da zona do Algarve.


A Civiparts Portugal marcou presença, nos passados dias 12 e 13 de Junho, no 2º Encontro de Camionistas em Loulé. No decorrer desta iniciativa a Civiparts teve oportunidade de apresentar as mais recentes novidades na sua gama de equipamentos de diagnóstico electrónico para veículos pesados, realizando diversas acções de demonstração práticas, dado ao elevado número de interessados, que entretanto foram surgindo ao longo do evento. Com vista ao reforço da sua liderança no mercado algarvio, este encontro permitiu fomentar

as relações comerciais que a Civiparts tem com múltiplas empresas desta região. A Civiparts A Civiparts é uma empresa especializada na comercialização de componentes para veículos pesados (camiões, autocarros e atrelados) e equipamentos oficinais. A sua área de negócio centra-se no fornecimento de produtos para a manutenção e reparação das viaturas dos transportadores, frotistas e oficinas, procurando identificar e satisfazer as suas necessidades ao mesmo tempo que sugere a solução mais racional do ponto

EVENTS

vista técnico e económico. É uma empresa inovadora no seu sector de actividade, pelos produtos e serviços que disponibiliza aos seus clientes, sendo rentável para os accionistas e económica e socialmente motivadora para os colaboradores. Com uma vasta presença nacional, possui instalações em Lisboa, Porto, Leiria, Carregado, Albergaria-a-Velha, Leça da Palmeira, Braga, Seixal e Loulé e em franca expansão a nível internacional, encontrando-se, actualmente, em Espanha, Angola, Marrocos e Cabo Verde.| Civiparts

STRADA 73

Civiparts

Civiparts

A Civiparts no 2º Encontro de Camionistas em Loulé

71 Junho 2010


STRADA 73

72 Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

João Manuel Marquita Martins, possui uma empresa transportes, Mendonça & Silva, Lda no Algarve. Ao lado de Norberto Neves, ajudou a pôr de pé o segundo encontro de motoristas em Loulé. João Martins é um aficionado por camiões, especialmente os da marca Volvo e foi o protagonista de uma feliz história: entre 2004 e 2008 recuperou um Volvo F89 de 1971, com 330cv de potência, que foi encontrado no Alentejo, muito deteriorado. Agora com um rosto novo, este F89 participa em demonstrações, desfiles e concentrações na zona Algarvia, tal como aconteceu nestes primeiro e segundo encontros de camionistas.

Giancarlo Terrassan Jornal Strada

EVENTS

Entrevista a João Martins


73

STRADA 73

Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS


STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Relativamente ao 2º encontro de camionistas em terras algarvias, quando interrogado sobre o balanço que faz, Seruco Emídio exclama «estou extraordinariamente surpreendido! É apenas a 2ª edição e está aqui uma exposição de camiões interessante com uma boa adesão de participantes». No que diz respeito

74 Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS O encontro


75

STRADA 73

Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada


EVENTS 141739 - Publicidade

à importância desta iniciativa para a Câmara e para os munícipes, Seruca Emídio pretende que aquela «possa contribuir para satisfazer e criar uma dinâmica de rede social, a Câmara Municipal deve ter essa visão e esse papel de unir as pessoas». Finalmente quando lhe perguntamos se esta iniciativa será para continuar, Seruca Emídio, adianta «sou apologista de fazer coisas pequenas mas boas, do que coisas grandes que corram mal, queremos acarinhar as pessoas, portanto esta iniciativa é para continuar».

76 Junho 2010


Tel: 256 503 470 | 256 503 934 Email: geral@eurocenouras.com

77 Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

141730

EVENTS

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Rua 15 de Maio nยบ 650 Vรกlega 3880-503 Ovar


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

STRADA 73

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS

O Discurso Seruca Emídio no seu discurso durante o almoço, agradeceu a participação de todos, enaltecendo a nobre profissão do camionista, «o Ameixial foi durante anos o porto seguro para todos aqueles que construíram e desenvolveram o Algarve. Não havia praticamente outra via que não fosse a serra do Caldeirão para transportar os produtos que eram fundamentais, desde o cimento a todos os outros para construir um Algarve. Era por aqui que se fazia todo o transporte das mercadorias que eram necessárias ao desenvolvimento da região. Muitos deram o melhor de si nesta estrada portanto o Ameixial e toda a terra do Algarve com a construção de novas vias perderam tudo isto. Hoje estamos aqui para dizer que os camionistas não estão esquecidos. Estes homens deram um contributo muito importante ao desenvolvimento da nossa região e particularmente ao concelho de Loulé». No final do discurso salientou que teve a oportunidade de acompanhar muitos daqueles trajectos, por isso percebe perfeitamente aquilo que une os camionistas, o chamado espírito de camaradagem.| Ana Bela Nogueira

78 Junho 2010


Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

79

STRADA 73

Junho 2010

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada

EVENTS

Giancarlo Terrassan - Jornal Strada


Profile for Ameise Editora

Strada Truck #073  

Strada Truck #073 2010-06-30

Strada Truck #073  

Strada Truck #073 2010-06-30

Profile for ameise
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded