Page 1

ED FERRE

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 5 DE JUNHO DE 2014

esportes@emtempo.com.br

CHUTA A MÁ FASE, Meio-campista não vem jogando bem e vê Ramires, Willian e Hernanes ameaçarem seu posto de titular na seleção brasileira . Pódio E4 e E5

OSCAR

Itália e Inglaterra empatam em amistosos...

... Já Argentina e Uruguai vencem com tranquilidade


E2

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 5 DE JUNHO DE 2014

CLICK ESPORTIVO

CHARGE

O ex-técnico da seleção brasileira, Zagallo, terá alta na próxima sexta-feira (6), após uma infecção na coluna, e já avisou à família que verá a estreia do Brasil na Copa no estádio

FRASE DIVULGAÇÃO

ARTILHARIA

5 Gols marcados

Marcelo Moreno

Ele tem que aprender a jogar futebol estando de pé, e não cair ou ir ao chão tão rapidamente. É por isso que eu acredito que a sua contratação pelo Barcelona não foi a melhor coisa que poderia acontecer ao Brasil

Ricardo Goulart

Melhor jogador de futebol da história, Pelé, falando sobre o atacante Neymar do Brasil

Tabelas do Brasileirão SÉRIE A

Time

1° Cruzeiro 2° Fluminense 3° Corinthians 4° São Paulo 5° Internacional 6° Grêmio 7° Goiás 8° Atlético-MG 9° Santos 10° Palmeiras 11° Atlético-PR 12° Sport 13° Criciúma 14° Botafogo 15° Bahia 16° Chapecoense 17° Coritiba 18° Vitória 19° Flamengo 20° Figueirense

2014 SÉRIE B

PG

J

V

E

D

GP

GC SG

19 16 16 16 16 15 15 14 14 13 13 11 11 9 8 8 7 7 7 4

9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 8 9 9 8 9 9 9 9 9

6 5 4 4 4 4 4 4 3 4 3 3 3 2 2 2 1 1 1 1

1 1 4 4 4 3 3 2 5 1 4 2 2 3 2 2 4 4 4 1

2 3 1 1 1 2 2 3 1 4 2 3 4 4 4 5 4 4 4 7

18 14 11 16 12 7 7 11 10 8 15 7 4 13 7 7 8 8 6 3

10 8 5 12 9 5 7 9 5 10 12 10 11 12 9 10 10 11 13 14

8 6 6 4 3 2 0 2 5 -2 3 -3 -7 1 -2 -3 -2 -3 -7 -11

Time

SÉRIE C

PG

J

V

E

D

GP

GC SG

1° Ceará 21 2° América-MG 17 3° ABC 17 4° Joinville 17 5° Ponte Preta 16 6° Santa Cruz-PE 16 7° Sampaio Correa-MA 15 8° Luverdense 15 9° Vasco 14 10° América-RN 13 11° Avaí 13 12° Náutico 12 13° Icasa 11 14° Atlético-GO 10 15° Bragantino 10 16° Oeste 10 17° Paraná Clube 9 18° Portuguesa 9 19° Boa Esporte Clube 8 20° Vila Nova-GO 2

10 10 10 9 10 10 9 9 9 10 9 9 10 9 10 9 9 10 10 9

6 5 5 5 4 3 4 4 3 4 4 3 3 2 2 2 2 2 2 0

3 2 2 2 4 7 3 3 5 1 1 3 2 4 4 4 3 3 2 2

1 3 3 2 2 0 2 2 1 5 4 3 5 3 4 3 4 5 6 7

18 17 11 11 15 12 16 11 12 14 9 12 8 11 12 9 12 12 8 2

12 12 7 8 13 7 9 8 6 15 10 11 13 12 16 13 12 18 15 15

6 5 4 3 2 5 7 3 6 -1 -1 1 -5 -1 -4 -4 0 -6 -7 -13

Zona de classificação para a Libertadores Zona de rebaixamento

Paulo Vinícius Coelho (PVC)

PRIMEIRA FASE - GRUPO A Time 1° Fortaleza 2° Botafogo-PB 3° Cuiabá-MT 4° Paysandu 5° CRAC-GO 6° Salgueiro 7° ASA 8° Treze-PB 9° CRB 10° Águia de Marabá

PG

J

V

E

D

GP

GC SG

14 9 8 8 8 8 7 6 5 4

6 6 6 6 6 6 5 6 5 6

4 2 2 2 2 2 2 1 1 1

2 3 2 2 2 2 1 3 2 1

0 1 2 2 2 2 2 2 2 4

6 11 8 6 8 5 5 6 5 7

2 11 5 5 9 7 4 9 5 10

GC SG

PRIMEIRA FASE - GRUPO B Time 1° Mogi Mirim 2° Juventude 3° Caxias 4° Tupi 5° Guaratinguetá 6° Madureira 7° Macaé 8° Guarani 9° São Caetano 10° Duque de Caxias

PG

J

V

E

D

GP

13 12 11 10 8 8 8 5 3 1

6 6 6 6 6 6 6 5 6 5

4 3 3 3 2 2 2 1 1 0

1 3 2 1 2 2 2 2 0 1

1 0 1 2 2 2 2 2 5 4

9 6 9 5 12 5 6 3 3 2

4 3 4 6 7 4 8 7 8 9

COLUNISTA DA FOLHA DE SÃO PAULO

O calvário do craque Cristiano Ronaldo vai jogar a Copa do Mundo. A pergunta é se ele poderá jogar Zidane fez o gol do nono título europeu do Real Madrid com um incrível voleio de pé esquerdo no ângulo direito do goleiro Butt, do Bayer Leverkusen. Dezesseis dias depois, uma lesão muscular em sua coxa esquerda tirou-o da abertura da Copa do Mundo da Ásia e a França perdeu para o Senegal por 1 a 0. Zidane iniciou então uma maratona de fisioterapia para tentar disputar pelo menos o terceiro jogo daquela Copa. Conseguiu. Usou uma proteção na coxa esquerda contra

a Dinamarca e não ajudou a França. Derrotada por 2 a 0, a seleção foi eliminada na primeira fase. Quando fez o golaço em Glasgow, 15 de maio, o astro francês completou sua partida de número 56 na temporada 2001/02. Em Lisboa, na final da Champions League, Cristiano Ronaldo chegou à partida 51, quatro pela seleção e 47 pelo Real Madrid. O número do português é menor; o desgaste, semelhante. Cristiano vai jogar a Copa do

Mundo. A pergunta é se ele poderá jogar bem. Há dois dias, uma matéria do diário “Marca”, de Madri, afirmou que houve chance de ruptura do músculo da coxa do português, na final da Champions League. Machucado, ele não jogou bem em Lisboa. Os espanhóis do Real Madrid temem a ruptura durante a Copa. Os portugueses, não. Muitos analistas, da Ilha de Madeira à cidade do Porto, julgam que Portugal pode ganhar o Mundial por ter o melhor jogador do

4 0 3 1 -1 -2 1 -3 0 -3

mundo. Seria mais fácil acreditar nisso se Portugal tivesse o melhor jogador do planeta em excepcional forma física. A última vez em que o maior craque foi protagonista da seleção campeã mundial foi em 1986. Maradona era do Napoli, terceiro colocado da Série A, não disputou a Champions e foi eliminado depois de duas partidas de Copa Itália. Durante toda a temporada prévia ao Mundial, Maradona jogou 31 vezes. Hoje em dia, é mais difícil ser craque.

Há dois dias, uma matéria do diário “Marca”, de Madri, afirmou que houve chance de ruptura do músculo da coxa do português, na final da Champions League. Machucado, ele não jogou bem em Lisboa.

5 3 5 -1 5 1 -2 -4 -5 -7


E3

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 5 DE JUNHO DE 2014

Em 3 horas, amazonenses esgotam últimos ingressos Jogos entre Inglaterra x Itália e Portugal x Estados Unidos foram os mais procurados e acabaram antes do dia amanhecer

DIVULGAÇÃO

THIAGO FERNANDO Equipe EM TEMPO

N

a ultima terça-feira (3), às 23h, a Fifa disponibilizou o último lote de ingressos para os jogos do Mundial. Os torcedores tiveram a oportunidade de adquirir entradas para os quatros jogos que acontecem na Arena da Amazônia Vivaldo Lima. Às 2h da manhã, já não havia mais entradas para os jogos Itália x Inglaterra e Portugal x Estados Unidos. No Centro Cultural Povos da Amazônia, a venda começou às 9h. Muitos torcedores chegaram cedo em busca de passaportes para os jogos que restaram. “É uma chance de reunir a família e amigos nessa grande festa. Minha filha fará 15 anos e o ingresso será um dos presentes que darei para ela. Infelizmente não consegui para Portugal x EUA, mas iremos para Camarões x Croácia e Honduras x Suíça”, disse a bióloga Adriana Sicsu, 37. O primeiro jogo que acontecerá em Manaus será o clássico Itália x Inglaterra no próximo dia 14h às 18h. O confronto envolve nada menos do

que cinco títulos do mundial e terá como protagonistas jogadores como: Buffon, De Rossi e Pirlo pelo lado italiano e Lampard, Gerrard e Rooney comandando o time do país dos Beatles.

PREÇO

Restando ingressos apenas para os jogos de Suíça e Honduras, e Camarões x Croácia, o torcedor que quiser assistir aos confrontos terá que desembolsar no mínimo R$ 270, preço mais barato disponível Ingressos para os principais jogos na Arena da Amazônia Vivaldo Lima e na Arena Pantanal, em Cuiabá, Mato Grosso

No dia 18, Camarões e Croácia duelaram pela segunda rodada do Grupo A, o mesmo da seleção brasileira. Domingo, dia 22, Manaus parará para ver o duelo entre Portugal e Estados Unidos. A colônia lusitana residente no Estado terá a chance de ver o craque Cristiano Ronaldo em terra manauense. O último jogo que acontecerá na Arena da Amazônia será entre Suíça e Honduras. A partida decidirá os classificados no Grupo E.

Mais que uma paixão, tradição familiar Para a empresária Maria Carolina Vianez, neta do cronista esportivo Belmiro Vianez, conseguir comprar os ingressos para três partidas da Copa do Mundo em Manaus foi uma batalha. Fuçando o site da Fifa (Federação Internacional de Futebol Associados) desde

DIVULGAÇÃO

as 22h30 de terça-feira (3), ela passou mais de três horas na fila esperando para conseguir comprar as tão sonhadas entradas. “As compras começaram e às 23h01, já estava na fila de espera. Cheguei a dormir em cima do computador. Acordei com o barulho do site

avisando que poderia escolher os lugares nos jogos que eu gostaria de comprar. Fiquei muito feliz”, afirmou Maria que assistiu a jogos da Copa do Mundo de 1998 realizados na França. Descendente de portugueses, seu objetivo principal era comprar ingressos para

o jogo de Portugal e ver Cristiano Ronaldo de pertinho. ”Ele é o melhor jogador de futebol do mundo e combina categoria com habilidade. O jogo do dia 14 vai ser incrível. Com certeza será um jogão porque envolve duas seleções grandes e tradicionais”, finalizou a torcedora.

TÉCNICO

Guerreiro é anunciado no Princesa

Técnico Charles Guerreiro quando ainda comandava a equipe paraense do Paysandu, em 2010

Após fracassar nas tratativas com Luis Carlos Carioca e Uidemar Oliveira, a diretória do Princesa do Solimões buscou uma solução pelo norte do Brasil. Depois de pesquisar, a cúpula do representante do Amazonas na Série D chegou ao nome do ex-treinador do Clube do Remo, Charles Guerreiro e concluiu a negociação na tarde de ontem (04). “Buscávamos um treinador experiente na competição. Ele já conseguiu o acesso com Paysandu e Remo. Se subiu com esses times, pode conseguir com o nosso também. O currículo dele foi um dos motivos para ser o nome escolhido pela diretoria”, afirmou o dirigente. Sabendo que o Campeonato Brasileiro não é fácil, Barbosa afirmou que um ponto positivo de Charles é ele conhecer muito bem o futebol do norte do pais. “Não adianta trazer treinadores do sul ou sudeste. Tinha que ser do norte porque

o futebol daqui é diferente. A primeira fase da competição é regional e geralmente os times estaduais caiem aí”, explicou Rone. Charles não virá sozinho.

Buscávamos um treinador experiente na competição. Ele já conseguiu o acesso com Paysandu e Remo. Se suniu com esses times, pode conseguir com o nosso também Rone Barbosa, diretor do Princesa

Rone afirmou que o ex-lateral direito com passagens por Vasco e Flamengo trará um auxiliar técnico e outro preparador físico para ajudar na preparação da equipe para a maratona de jogos do

segundo semestre. O novo treinador do Princesa do Solimões participou da inauguração da Arena da Amazônia Vivaldo Lima. No dia, Charles Guerreiro comandou a equipe do Remo contra o Nacional. O resultado de 2x2 eliminou o sonho do Leão da Vila Municipal de conquistar a Copa Verde. Reforços O diretor de futebol confirmou a volta do lateral esquerdo Gelvane, que foi campeão estadual em 2013, e estava no Sampaio Corrêa-MA disputando a Série B. Outros jogadores devem chegar, porém, os nomes só serão conhecidos após a diretoria se reunir com o novo comandante. “Fechamos com Gelvane. Amanhã (06), vamos anunciar o nome de outro contratado. Ele teve passagens por clubes da Série A e vem para somar”, finalizou Rone.


E4

Oscar ganha ‘somb

Meia não foi bem no amistoso contra o Panamá e viu Willian marcar um gol e Ramires jogar acima da Luiz Felipe Scolari já cogita fazer mudanças na equipe e o jogador pode perder a vaga entre os 11 inic

O

scar, assim como em 2013, chega à preparação da seleção brasileira para uma competição de peso em xeque. A diferença é que, neste ano, o meia tem uma sombra de verdade. Uma não, três. Quem diz é o próprio Felipão, ao ser questionado sobre quem poderia ocupar o lugar que hoje é do camisa 11. “Pode jogar na posição dele o Ramires, o Willian. O Hernanes depende do adversário. Aí jogamos com dois volante mar-

cadores”, disse Felipão na entrevista coletiva após a goleada do Brasil por 4 a 0 sobre o Panamá. Parece normal que o principal meia do time tenha rivais em seu setor, mas para Oscar, ao menos na era Felipão, é uma novidade. Em 2013, ele nunca teve seu lugar no time ameaçado por Jadson, à época no São Paulo. Pelo contrário. O único que chegou a substitui-lo em algumas partidas foi Hernanes, que sequer se vê atuando nessa posição. Além das sombras, Oscar tem um problema: o seu próprio rendimento. O jogador terminou a temporada europeia criticado por José Mourinho, técnico do Chelsea, por não manter a constância. No clube inglês, ele perdeu a titularidade em 2014 e chegou à seleção com apenas uma partida a mais que seus companheiros de clube, Ramires e Willian, com quem já briga por espaço em Londres. O último é quem mais agrada Felipão. “É um garoto muito ágil e driblador. Vai ser muito útil na Copa”, disse o treinador, que já chamou o ex-corintiano de “dor de cabeça boa”. Contra o Panamá, Oscar não chutou nem driblou nenhuma vez sequer. Em 62 minutos em campo, ele tentou só um cruzamento. Na Copa das Confederações, em compensação, jogava 12 bolas na área, dava cinco chutes e driblava pelo menos três vezes. Oscar não identifica a diferença. “Não acho que senti o ritmo de jogo. Nos primeiros 20

Meia Oscar não vem atuando como esperado e pode perder a vaga na equipe titular. Os companheiros de Chelsea, Ramires e Willian, são opções de Felipão

minutos todo o time tava sentindo a dificuldade, o Panamá estava muito bem. Quando nosso time melhorou, eu melhorei”, disse o meia. Willian, que entrou no segundo tempo, fez tudo melhor que Oscar, mesmo jogando mais

Pode jogar na posição dele o Ramires, o Willian. O Hernanes depende do adversário. Aí jogamos com dois volante marcadores Luiz Felipe Scolari, técnico da seleção brasileira

preso à ponta direita. Fez, de quebra, o quarto gol. Agora, pleiteia um lugar no time. “Eu acho que o Oscar é um grande jogador, é titular e faz por merecer. Quem vai decidir vai ser o professor. Eu vou continuar fazendo o meu trabalho, treinamento bem e tentando entrar bem. Quem sabe ganho uma vaga como titular”, disse ele. Disputa O amistoso contra o Panamá pode ter aberto concorrência em algumas posições da seleção. O técnico Luiz Felipe Scolari disse, após a seleção golear os panamenhos por 4 a 0, em Goiânia, que no segundo e último amistoso pré-Copa, nesta sexta-feira (6), no Morumbi, contra a Sérvia, usará força máxima e o provável time que

estreará no Mundial. Assim, Felipão deve mandar a campo Júlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luis Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Neymar e Fred. Mas ainda não dá para saber se serão esses jogadores que entrarão em campo. Willian, por exemplo, tem sido um dos melhores nos treinamentos na Granja Comary, em Teresópolis, e entrou muito bem no lugar de Oscar contra o Panamá, inclusive fazendo gol. Maicon que fez um ótimo segundo tempo, é um dos que briga por vaga entre os titulares. O lateral direito teve muito mais facilidade para apoiar do que Daniel Alves, que fez o segundo gol do Brasil no estádio Serra Dourada. Fred foi substituído por Jô, que não fez gol, mas teve melhor participação. O atacante do Fluminense, artilheiro da Copa das Confederações 2013, com cinco gols, foi o pior do Brasil em campo nos primeiros testes pré-Copa. “Depois que saí, ficou mais fácil, o Panamá se abriu mais”, se justificou o atacante do Fluminense. Contra a Sérvia, Paulinho, que está com o tornozelo inchado e não foi a Goiânia para se recuperar, deve voltar ao time. Mas ele viu dois jogadores atuarem em sua função. Primeiro Ramires, depois Hernanes -este era a primeira opção, mas treinou muito mal no trabalho de domingo, em Teresópolis. Ramires fez uma função diferente daquele que Paulinho faz, atuando quase como um meia ao lado de Oscar.


MANAUS, QUINTA-FEIRA, 5 DE JUNHO DE 2014

Capitão quer título sem sofrer gols Se os homens de frente da seleção brasileira se imaginam balançando redes, o sonho do capitão Thiago Silva é erguer o troféu de campeão do mundo sem ter sofrido nenhum gol sequer em sete partidas. Foi isso o que ele disse ontem (04), quando convidado a comparar a projeção de cada setor da equipe com relação a números de gols. “Zero. Zero, porque a parte defensiva da seleção é muito sólida, muito forte, apesar de ter que trabalhar cada vez mais. Estou falando zero porque acredito em todos do setor. No David (Luiz), Henrique, Dante, Maxwell, Marcelo, Daniel (Alves) e no próprio Maicon, juntamente com os goleiros, é claro. Vejo a equipe muito bem

preparada, principalmente na parte defensiva. Alguns anos, pouca gente falava do setor defensivo. Hoje em dia, falam muito mais. Isso nos dá orgulho, nos dá motivação, mas nos dá ainda mais responsabilidade para saber lidar com esse tipo de incentivo”, disse. Para acertar a previsão, um dos desafios de Thiago Silva e de todo o setor defensivo da seleção será parar Samuel Eto’o, no último jogo da primeira fase da Copa (em 23 de junho, em Brasília). O defensor do Paris Saint-Germain citou o camaronês - que defendeu o Chelsea até a temporada passada - como o atacante que mais lhe causa preocupação na competição. “Eu o enfrentei recente-

mente. Já havia enfrentado quando ele estava na Inter de Milão e eu no Milan. Sei da qualidade que esse jogador tem. É um jogador diferenciado, experiente e está ainda mais forte, acredito. É muito diferenciado e tem uma qualidade técnica impressionante. No pequeno espaço, ele é fatal, não se pode piscar”, opinou. A inspiração defensiva de Thiago Silva é o Atlético de Madri, time que chegou à decisão da Liga dos Campeões. “Eles chegaram à final por esse simples fato, de dificilmente levarem gols. Na final, levaram quatro (do Real Madrid), mas tiveram uma temporada muito proveitosa. Se a gente seguir esse caminho, poderemos ter sucesso lá na frente”, ressaltou o capitão. Thiago Silva acredita na qualidade dos companheiros de zaga

FERNANDINHO/VIPCOMM

Fernandinho quer copiar Kleberson

Volante quer ter a mesma oportunidade que seu conterrâneo teve na Copa de 2002

Juca Kfouri

Retardatário na seleção brasileira, o volante Fernandinho segue o exemplo de Kleberson para conquistar uma vaga no time que vai disputar a Copa. Em 2002, o pentacampeão foi um dos últimos jogadores chamados pelo técnico Luiz Felipe Scolari e se firmou como titular a partir das quartas-de-final do Mundial. Além de atuarem como volantes, Kleberson e Fernandinho foram revelados pelo mesmo clube, o PSTC, de Londrina. “Ele foi a minha primeira inspiração no futebol. Temos história parecida, saímos do mesmo lugar. Também jogamos juntos no Atlético-PR. Agora o meu sonho é conquistar o maior título que ele conquistou”, afirmou Fernandinho.

Fora do amistoso contra o Panamá, nesta terça (3), o volante do Manchester City pretende jogar contra a Sérvia, na sexta (6), no Morumbi. Será o último amistoso da seleção na fase de preparação para a Copa. O volante do Manchester City ficou em Teresópolis se recuperando de uma fadiga muscular. “Estou próximo do meu ápice físico e acredito que esse amistoso é importante para o Brasil ter mais confiança. Vai ser muito mais difícil do que foi contra o Panamá”, afirmou o atleta, que é o substituto de Luiz Gustavo. “A disputa por espaço está sendo boa. Acho que isso é muito bom para a seleção e para o treinador, eleva o nível da equipe”, acrescentou o atleta.

COLUNISTA DA FOLHA DE SÃO PAULO

Torcer ou não torcer Eis uma falsa questão que volta ao Brasil 44 anos depois do tricampeonato no México Imagino que já tenha contado aqui o que contarei de novo. Corria o ano de chumbo de 1970 e a seleção brasileira enfrentaria a romena pela Copa do México, em Guadalajara, à noite no horário daqui. Eu cursava ciências sociais na USP e dois dias antes do jogo, o professor de sociologia, inigualável mestre Gabriel Cohn, marcou uma prova que coincidiria com o jogo. Levantei o braço e reclamei, com todo respeito. A classe inteira me vaiou.

Democrático, o professor criticou a vaia e levou a decisão de adiar o teste a voto. Naquela noite me dei conta que minha classe tinha 21 alunos: foi 20 a 1 pela manutenção da sabatina. Então, dizia nossa esquerda, “cada gol da seleção atrasa em 10 anos a revolução brasileira”. Militante da ALN, a Ação Libertadora Nacional de Carlos Marighella, o que meus colegas desconheciam, passei a ser visto como alienado e sustentei discussões para mostrar

que não permitiria que a ditadura roubasse o que eu tinha de mais íntimo, que minha paixão pelo futebol ou minha emoção sempre que ouvia o Hino Nacional não seriam usurpadas pelos que haviam assaltado o poder. O final da história todos sabem: a seleção ganhou o tri, trouxe a Jules Rimet definitivamente para o Brasil e a história registra que os heróis da conquista foram Pelé, Tostão, Gerson, Rivellino, Jairzinho e não o general de plantão, Garrastazu Médici, o da

tortura. Doze anos mais tarde, com o país no caminho da redemocratização, num reencontro com o mestre, ouvi dele a frase que mais gosto de repetir: “Não acredito em sociólogo no Brasil que não tenha as calças puídas pelas arquibancadas”. Lá atrás, como agora, politizar a torcida na Copa do Mundo, mais que bobagem, é inútil. Porque no primeiro gol brasileiro, a emoção suplantará qualquer cálculo, como então. Ainda bem.

Eu cursava ciências sociais na USP e dois dias antes do jogo o professor de sociologia, inigualável mestre Gabriel Cohn, marcou uma prova que coincidiria com o jogo. Levantei o braço e reclamei.

FERNANDODANTAS/GAZETAPRESS

ras’ na titularidade

E5


E6

Itália tália só empata com Luxemburgo Antes de embarcar para o Brasil, Azzurra volta a decepcionar e não consegue bater fraco adversário

T

etracampeã mundial, a Itália recebeu Luxemburgo na tarde de ontem (04), no estádio Marc’Antonio Bentego, em Verona, para uma partida amistosa antes do início da Copa do Mundo. A seleção Azzurra dominou o confronto, mas cedeu um empate por 1 a 1 no fim. A Itália começou pressionando logo no início do primeiro tempo. Aos 8 minutos, Balotelli recebeu belo passe pela direita, enganou dois marcadores e cruzou para Marchisio. O camisa 7 pulou mais alto e cabeceou para inaugurar o marcador em Verona. Mesmo com a vantagem, a seleção italiana continuou indo mais vezes ao campo de ataque, enquanto Luxemburgo

só se defendia. Balotelli recebeu bom lançamento de Candreva, dominou com categoria, mas acabou chutando por cima do gol de Moris. A seleção italiana voltou dos vestiários com a mesma atitude. Aos 10 minutos da etapa complementar, Cassano tocou para Balotelli; o atacante driblou um adversário e chutou no travessão. Na sequência, Candreva recebeu de Balô e acertou um cabeceio também no travessão. Luxembrugo decidiu reagir. Aos 12 minutos do segundo tempo, Joachim executou boa jogada individual pela direita e chutou rasteiro por dentro e Mutsch acabou chegando atrasado. Após esses lances de gols, o

confronto esfriou um pouco e as duas equipes passaram a trabalhar a posse de bola. Nos minutos finais do confronto, a equipe visitante deixou tudo igual. Aos 39 da segunda etapa, Mutsch cobrou escanteio na cabeça de Chanot, que levou a melhor e desviou para o fundo das redes para empatar a partida na cidade bela cidade de Verona.

DIVULGAÇÃO

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 5 DE JUNHO DE 20

TESTE

Inglaterra e Equador duelam em amistoso Inglaterra e Equador fizeram um ótimo jogo ontem (04), em Miami-E.U.A., em mais um amistoso pré-Copa: 2 a 2. Mas o lance que marcou a partida foi uma briga entre Antonio Valencia, do Equador, e Sterling, da Inglaterra - e ambos foram expulsos por ela. É que, já no final da partida, Sterling deu uma “tesoura” em Valencia, que avançava pela ponta direita. A perna direita de Valencia foi atingida, e o jogador caiu no gramado. Mas só ficou um segundo caído, já que a revolta pela entrada tão dura em um jogo amistoso foi tanta que ele correu para agarrar o pescoço

do inglês por trás. No resto da partida, belos gols: primeiro, Enner Valencia subiu de cabeça para anotar para o Equador. Depois, Rooney contou com falha do goleiro Banguera, que deixou a bola bater em suas costas após cruzamento, depois em seu rosto, até que entrasse. Lambert acertou belo chute de direita para virar, mas Arroyo acertou lindo chute de fora da área para fechar o jogo com empate. O Equador está no Grupo E da Copa, e estreia no dia 15, contra a Suíça. Já a Inglaterra aparece no Grupo D, com primeiro jogo no dia 14, contra a Itália, em Manaus.

Volante Marchisio fez o gol italiano no jogo Rooney e seus companheiros comemorando o gol inglês


E7

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 5 DE JUNHO DE 2014

Argentina vence com facilidade Trinidad e Tobago Hermanos comandados por Messi venceram a fraca equipe caribenha. A quantidade de gols perdidos foi impressionante

L

ionel Messi e seus companheiros fizeram o primeiro amistoso antes da Copa pela seleção argentina na noite de ontem (04), e venceram facilmente: 3 a 0 sobre a fraca Trinidad e Tobago. Porém, um fato chamou a atenção no duelo: a quantidade de gols perdidos pelo ataque argentino. A mais impressionante foi perdida por Messi. É que, aos 45 minutos da primeira etapa, Dí Maria driblou o goleiro trinitino e tinha o gol vazio para marcar. Mas ele preferiu rola devagar para Messi. O melhor do mundo esperou a bola no pé, mas um zagueiro rival se jogou e conseguiu afastar de carrinho. Menos mal que, no escanteio, Palacio abriu o placar de cabeça, contando com falha do goleiro, que espalmou a bola para dentro da sua própria meta. Se Palacio marcou o 1°, ele também perdeu um gol inacreditável: a zaga de Trinidad se confundiu, tocou para trás, a bola encobriu o goleiro e bate uno travessão. No rebote, completamente livre, Palacio cabeceou para fora. Messi também esteve livre na área trinitina, e mesmo suando a

SXSXSX

perna esquerda bateu torto, longe do gol. A zaga também deu sustos: ao menos duas vezes, atacantes de Trinidad saíram cara a cara com o goleiro Romero - Campagnaro, porém, conseguiu se recuperar de carrinho em um dos lances, e no outro Trinidad perdeu a chance. Demichelis foi o outro zagueiro, e a defesa não passou confiança. Gols Os outros gols foram de Mascherano, em rebote de falta cobrada na trave por Messi, e por Maxi Rodríguez, em outro lance curioso: Palacio saiu de trás do meio de campo livre. O goleiro trinitino saiu da área, foi driblado, mas Palacio escorregou a só conseguiu recuperar a bola em cima da linha de fundo. Ele então rolou para Maxi, que fez. “O mais importante era terminar sem lesões. Nós vamos enfrentar rivais assim no grupo, que jogam retrancados. Temos que seguir pegando confiança”, disse Messi após o jogo. A Argentina ainda encara a Eslovênia no dia 7, antes de estear na Copa, dia 15, contra a Bósnia e Herzegovina.

URUGUAI

Sem Luiz Suarez, Celeste bate por 2 a 0 a Eslovênia DIVULGAÇÃO

Atacante Cavani foi o autor do primeiro gol da partida

O jogo era despedida do Uruguai antes da Copa do Mundo e era apenas mais um amistoso em Montevidéu. Mas, mesmo assim, o clima chegou a ficar tenso na vitória de Forlán e companhia sobre a Eslovênia por 2 a 0, ontem (04). A partida caminhava tranquilamente para a vitória do Uruguai, após brilhar a dupla Forlán e Cavani, mas o clima esquentou com o árbitro Patrício Loustau. O juiz e o atacante do PSG chegaram a dar uma encarada ao melhor estilo UFC em campo. O lance ocorreu logo após um jogador uruguaio ser puxado dentro da área. O estádio inteiro pediu a penalidade, mas o árbitro não marcou, o que revoltou Cavani e também Giménez. Como punição, o juiz levantou cartão amarelo para ambos, o que não serviu de nada, pois Cavani continuou o debate com Loustau.

Dentro de campo, o Uruguai mostrou um futebol parecido com a partida da última semana, quando superou a Irlanda do Norte em casa. Desta vez, o autor do gol foi Cavani após lindo cruzamento de Forlán. Nos minutos finais do jogo, o atacante Stuani voltou a aparecer. Ele aproveitou bola que sobrou dentro da área e mandou para o fundo da rede. Ele já havia feito o gol da vitória sobre a Irlanda do Norte. O jogo ainda contou com a presença de José Mujica, presidente do Uruguai, em campo. O líder uruguaio foi se despedir dos jogadores antes da vinda dos atletas para o Brasil. Agora, o Uruguai volta suas atenções para a estreia na Copa do Mundo contra a Costa Rica. Ainda na fase de grupos, os uruguaios terão pela frente Itália e Inglaterra.

Meio-campista Di Maria e o atacante Lavezzi, do PSG, festejam um dos gols da Argentina na partida, do zagueiro da equipe

PREPARAÇÃO

AMISTOSO

Holanda vence, mas vê Van Persie sair machucado O renovado time holandês sofreu, mas conseguiu superar a retranca da seleção de País de Gales em amistoso nesta quarta-feira: 2 a 0. Mas o resultado acabou sendo o que menos importou a partir do intervalo do duelo, quando Robin Van Persie deixou o gramado com dores na perna direita. Informações preliminares dão conta de lesão muscular, o que colocaria em risco a participação do atacante titular da Holanda no duelo com a Espanha, no dia 13 de junho, primeira partida de ambas as equipes pelo Grupo B da Copa do Mundo. Quando o árbitro do duelo apitou o final da primeira etapa, Van Persie colocou a mão na perna com cara de dor. Ele foi substituído por Lens, que acabou anotando o segundo gol da vitória holandesa, aproveitando passe de Robben.

Vargas e Pinilla fazem os gols da vitória do Chile DIVULGAÇÃO

E foi o próprio Robben o primeiro a quebrar a retranca galesa, ainda no primeiro tempo. Ele aproveitou rebote de chute cruzado de Van Persie para marcar. Foi o último amistoso da Holanda antes da Copa. Na próxima sexta-feira, a seleção laranja desembarca no Brasil, no Rio de Janeiro. Argélia segue 100% O Grupo H da Copa é considerado, por muitos, o mais fraco da Copa. E a Argélia quer aproveitar isso para surpreender Coreia do Sul, Rússia e Bélgica. Em seu segundo amistoso antes da Copa, a seleção africana novamente venceu: 2 a 1 sobre a Romênia. Os gols foram marcados por Bentaleb e Soudani. Chipciu diminuiu para os romenos - que quase se classificaram para a Copa, já que só caíram na repescagem para a seleção da Grécia. DIVULGAÇÃO

Atacante holandês Van Persie mostrando sua técnica

Valdívia tentando drible sobre o capitão da Irlanda do Norte

Valdívia acertou bola na trave. Vidal, operado no menisco há menos de um mês, voltou a jogar. E foi assim que o Chile conseguiu vencer a Irlanda do Norte, por 2 a 0 na noite de ontem (04), no estádio Elías Figueroa Brander, em Valparaíso, no Paraguai. O grande responsável pelo triunfo, porém, foi o atacante Alexis Sánchez, jogador do Barcelona. Ele que conseguiu achar espaço na zaga da Irlanda do Norte para furar a retranca e colocar seus companheiros na cara do gol por duas vezes no final do jogo, para construir o placar. Faltando 10 minutos para o apito final, Sánchez encontrou Vargas, ex-Grêmio, entrando na área por trás da zaga. O centroavante crozou de canhota e Vargas cabeceou para fazer o primeiro gol da partida. Dois minutos depois, foi a vez de seu passe rasteiro re-

solver: ele achou o vetarano Pinilla em profundidade, e o atacante tocou na saída do goleiro irlandês Carrol Antes, Valdívia havia criado as duas principais chances chilenas: uma em que quase marcou de cobertura, e outra ao cabecear na trave. Vidal volta Mais do que o resultados, os torcedores comemoraram a volta do volante Arturo Vidal aos gramados. O jogador da Juventus-ITA, sofreu estiramento do menísco externo do joelho direito. Foi operado há quase um mês e por pouco não ficou fora da lista dos convocados do técnico Jorge Sampaoli. O Chile, agora, só volta a campo no dia 13 de junho, já na Copa do Mundo. O adversário da estreia é a Austrália, em Cuiabá. Depois, Espanha e Holanda encaram os chilenos.


E8

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 5 DE JUNHO DE 20

Pódio - 5 de junho de 2014  

Pódio - Caderno de esportes do jornal Amazonas EM TEMPO