Issuu on Google+

�����������������������

���������������������������������������������� ��������������

SEM SAL ���������������������������������������������������������������������������������������������������������� ����������������������������������������������������������������������������������������������������������������� ��� ������ ����� ������ ��� ������ ���� ������ ������ �� ������ ������� ��� ����� �� ������ �� �� ��������� ���������� ������� ��


����������������� ��������������������������������������������

LOTERIAS

Inter demite técnico

Real fica em 0 a 0

Milan só empata

Um dia após a derrota para o modesto Novara, recém-promovido à Serie A do futebol italiano, por 3 a 1, fora de casa, a Inter de Milão anunciou a saída do treinador Gian Piero Gasperini. Em cinco jogos no comando da equipe italiana, ele conquistou um empate e quatro derrotas. No Italiano, perdeu para o Palermo, por 4 a 3, e empatou sem gols com a Roma.

Em um jogo morno, o Real Madrid empatou fora de casa com o Racing Santander em 0 a 0 e chegou ao segundo jogo sem vitória no Campeonato Espanhol. O time merengue tem agora sete pontos e está na 7ª posição. O Racing, que tentava vencer pela primeira vez no torneio, fica com dois e sai da zona de rebaixamento momentaneamente.

Com um gol do reserva de Alexandre Pato, que se machucou aos 20 minutos do primeiro tempo, o Milan apenas empatou em 1 a 1 com o Udinese, no estádio San Siro. Com o resultado, o time completa a terceira partida no Campeonato Italiano sem vitória. O clube soma apenas dois pontos e está próximo da zona de rebaixamento.

CHARGE

MEGA-SENA �����������������

�����������

��������������������������������������

TIMEMANIA ����������������

�����������

������������������������������������� ����������������

CLICK ESPORTIVO �����������

���������

LOTOFÁCIL ����������������

�����������

����� ���� ���� ���� ���� ����� ���� ���� ���� ���� ����� ���� ���� ���� ���

���������������������������������������������������������������������������������� ����������������������������������������������������������������������������������� ��������������������������������������������������������������������������������� ���������������������������������������������

QUINA �����������������

��������������������������

LOTOMANIA

TABELAS DE CLASSIFICAÇÃO SÉRIE A Time 1 São Paulo 2 Vasco 3 Corinthians 4 Botafogo 5 Fluminense 6 Flamengo 7 Internacional 8 Coritiba 9 Santos 10 Palmeiras 11 Atlético-GO 12 Figueirense 13 Grêmio 14 Bahia 15 Cruzeiro 16 Ceará 17 Atlético-MG 18 Atlético-PR 19 Avaí 20 América-MG

�����������������

SÉRIE B PG 45 45 44 41 40 38 37 36 35 35 33 33 30 30 29 27 25 23 22 19

J 25 24 25 23 25 25 25 25 23 24 24 25 23 25 25 24 25 25 25 25

V 13 13 13 12 13 9 9 10 10 8 9 8 8 7 8 7 7 5 5 3

E 6 6 5 5 1 11 10 6 5 11 6 9 6 9 5 6 4 8 7 10

D 6 5 7 6 11 5 6 9 8 5 9 8 9 9 12 11 14 12 13 12

GP 39 37 36 37 33 40 41 42 34 30 30 29 27 29 31 30 31 24 29 31

Zona de classificação para a Libertadores Zona de classificação para a Copa Sul-Americana Zona de rebaixamento

�����������

GC 28 27 26 26 30 33 32 31 34 24 27 31 31 32 30 41 42 37 52 46

SG 11 10 10 11 3 7 9 11 0 6 3 -2 -4 -3 1 -11 -11 -13 -23 -15

Time 1 Portuguesa 2 Náutico 3 Ponte Preta 4 Americana 5 Sport 6 Bragantino 7 Vitória 8 Boa 9 Criciúma 10 ABC 11 Paraná Clube 12 Grêmio Barueri 13 ASA 14 Goiás 15 Guarani 16 Icasa 17 Vila Nova-GO 18 São Caetano 19 Salgueiro 20 Duque de Caxias

PG 49 44 43 41 40 39 36 35 34 33 32 32 32 30 30 28 27 25 22 10

J 24 24 24 25 24 24 24 24 24 25 24 24 24 24 25 24 25 24 24 24

V 14 12 12 12 11 12 10 10 9 7 9 9 9 9 8 6 7 5 6 1

E 7 8 7 5 7 3 6 5 7 12 5 5 5 3 6 10 6 10 4 7

Zona de ascensão à Série A Zona de rebaixamento à Série C

D 3 4 5 8 6 9 8 9 8 6 10 10 10 12 11 8 12 9 14 16

GP 50 30 41 31 40 42 34 26 25 32 30 31 31 34 31 33 23 30 25 19

GC 23 22 27 30 29 36 26 22 27 33 28 32 38 38 34 34 30 38 40 51

SG 27 8 14 1 11 6 8 4 -2 -1 2 -1 -7 -4 -3 -1 -7 -8 -15 -32

���� ����� ����� �����

����������

���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���

DUPLA-SENA �����������������

�����������

����������������

������������������������������ ���������������

�����������������������������

FEDERAL ������������������ �����������

��������

���������

����������

����

�������� ����������

����

��������

���������

����

��������

���������

����

��������

���������

����

�������

���������


����������������� ��������������������������������������������

Ajustar para Para consertar erros da última partida, quando sofreu goleada, técnico do Penarol planeja alterações radicais

ACERTAR ���������������

������������� ������������������ �����������������������

A goleada por 4 a 0 para o Cuiabá, no último domingo (18), e o “puxão de orelha” da diretoria nos jogadores, obrigou o técnico do Penarol, Uidemar Oliveira, a optar por mudanças na equipe principal, para o próximo confronto válido pelas oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. O Leão da Velha Serpa receberá o Independente do Pará, no estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara (a 176 quilômetros de Manaus), no próximo fim de semana. Segundo o treinador, pelo menos quatro mudanças são

dadas como certas e os nomes mais cotados são os recém-contratados Márcio Abraão e Vitor Hugo, ambos zagueiros, e o atacante Jefferson. “O Márcio Abraão e o atacante Jefferson com certeza vão participar desse jogo por estarem em perfeita condição física”, disse, ao ressaltar que somente amanhã, no treino-apronto, poderá anunciar as alterações. “Vou definir o restante do grupo no coletivo”, completou. Para completar o grupo, ele poderá contar com o retorno do goleiro “Muralha”, Rascifran e o atacante Kitó, que ficaram fora do jogo contra o time mato-grossense por cumprir suspensão após receberem o terceiro cartão amarelo.

Mesmo com o time cansado por conta da última da viagem — que durou aproximadamente 14 horas —, a equipe treina intensivamente sob a ordem e fiscalização do presidente do clube, Daniel Macedo. Porém, deve poupar alguns atletas. “Não vou colocar os jogadores que estão cansados. Tenho de aproveitar os atletas com melhores condições”, disse. Independentemente das reclamações, Macedo afirmou que diretoria cobrará mais empenho de Oliveira para que o time não relaxe na reta final do campeonato. “Não vamos dar folga ”, declarou. “Sabemos os investimentos que fizemos e por conta disso temos de cobrar resultado”, completou.

Três novos reforços na zaga e no ataque devem estrear contra clube paraense

Pressão, cobrança e exigências

Galo Elétrico quer evitar desgaste com viagens

O técnico do Penarol Uidemar Oliveira aproveitou a reunião de ontem, para exigir da diretoria do clube encontros periódicos, pois somente assim, haverá um canal de comunicação em duas vias. “A cobrança é normal, mas durante todos

Preocupado com a distância de Tucuruí-PA até Itacoatiara-AM, a diretoria do Independente adiantou o inicio da viagem para a tarde de hoje (22). O Galo Elétrico sai às 13h, com destino a capital paraense, em uma odisseia que vai durar cerca

esses dias que estive aqui, foi a primeira vez que me chamaram para conversar. Temos de ter esse encontro todas as semanas independentemente de resultado, pois é conversando que nos entendemos”, desabafou Oliveira.

de 8 horas pela rodovia PA150 até Belém. Amanhã, a equipe do Independente terá um treino coletivo no centro de treinamento da Tuna Lusa, na capital paraense. E após o bate-bola, o time embarca para Manaus, de onde segue de ônibus

até a Velha Serpa. “Não vou correr o risco de perder um jogo por goleada, por conta de economizar com despesas de um ou dois dias. Sabemos que a viagem vai ser cansativa”, disse o presidente do clube, Diley Santos

Primeiros jogadores são liberados pelo Leão da Vila Na manhã de ontem começou a dispensa no Nacional. Pelo menos 18 atletas, que ainda faziam parte do clube, na última rodada da Série D do Cam-

peonato Brasileiro, foram liberados pelo clube para participar de outras competições locais. Os times da Série B do Amazonense, Grêmio Co-

ariense e Holanda, foram os primeiros a se interessarem pelos jogadores. Mas segundo o vice-presidente do Leão da Vila Municipal Gilson Motta, os clubes vão

ter de se responsabilizar por tudo que acontecerem com os jogadores. “Temos de ter a garantia que os atletas serão bem assistidos no novo clube”, afirmou.

Os zagueiros são os mais procurados pelos times da Segundona. “O lídio já foi liberado, mas o Tubarão também está sendo sondado”, ressaltou Motta.


����������������� ��������������������������������������������

Vasco aposta em Juninho Para se manter na ponta da tabela, time carioca terá a volta do meia, que ficou afastado dos treinos para resolver problemas particulares �����������������

O Vasco terá um reforço de peso para tentar se manter na ponta do Campeonato Brasileiro. O veterano Juninho Pernambucano volta ao time hoje, contra o Atlético-GO, em São Januário, no encerramento da 25ª rodada. O meia ficou fora das últimas duas partidas — empate de 1 a 1 com o Figueirense e goleada de 4 a 0 sobre o Grêmio — e praticamente não treinou nos últimos sete dias, por conta de uma viagem à França, onde tratou de assuntos particulares. Outro veterano do Vasco, o meia Felipe continua fora, devido a uma lesão. Também machucado, Jumar será substituído por Julinho na lateral esquerda. Campeão da Copa do Brasil, o Vasco se firmou também como um dos favoritos ao título. O time assumiu a ponta na última rodada e, se

Vasco Atlético-GO Vasco - Fernando Prass; Fagner, Victor Ramos, Renato Silva e Julinho; Rômulo, Eduardo Costa, Juninho e Diego Souza; Eder Luis e Elton. Técnico: Cristovão Borges Atlético-GO - Márcio; Rafael Cruz, Gilson, Anderson e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Bida e Vítor Júnior; Juninho e Anselmo. Técnico: Hélio dos Anjos

Mesmo sem treinar há uma semana, jogador é a aposta do Vasco para hoje

vencer em casa, continuará na liderança isolada. Atlético-GO Com 33 pontos, o AtléticoGO começou a rodada no décimo lugar e pode subir três

Estádio: São Januário, no Rio Horário: 20h30 (de Brasília) Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)

posições se bater o Vasco. O time dirigido por Hélio dos Anjos vem de vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-MG e não perde há três rodadas — com a meta de conquistar ao menos um ponto.

Fogão tenta se manter na briga pelo título Candidato ao título do Brasileiro, o Botafogo entra em campo hoje contra o Grêmio, no estádio Olímpico, em Porto Alegre, com “espírito de uma quase decisão”, nas palavras do técnico Caio Júnior. O clube carioca tem 41 pontos e começou a 25ª rodada na quarta colocação. “É um jogo muito importante, agora cada vez mais”, declarou o treinador. O Botafogo não vence há dois jogos. No domingo (18), empatou com o Flamengo (1 a 1) e, na rodada anterior, foi goleado pelo Coritiba (5 a 0). Para Caio Júnior, a equipe precisa entrar em campo como nas vitórias sobre Cruzeiro (1 a 0) e São Paulo (2 a 0). Desfalques Com 30 pontos, o Grêmio luta para se manter na zona de classificação da Sul-Americana. O técnico, Celso Roth, deve manter a base que vem atuando nos últimos jogos. Os desfalques ficam por conta do zagueiro Saimon e do lateral Júlio Cesar, que cumprem suspensão.

Treino do Palmeiras vira ‘laboratório’ Luiz Felipe Scolari transformou o treino do Palmeiras, ontem, em um grande laboratório. Ao longo de duas horas de trabalho, o técnico palmeirense tentou, experimentou e improvisou — algo que não costuma fazer. Mexeu em todos os setores do time. Por isso, fica difícil saber qual será o Palmeiras que entrará em campo hoje, contra o Ceará, no Canindé. São sinais da insatisfação de torcedores e da diretoria, que penam com a sofrível

campanha nesse Nacional. lugar de Marcos, poupado. “O Felipão é assim, vai tes- As mudanças começaram na tando você em cada posição zaga. No empate ante o Avaí, do campo”, disse o atacan- Maurício Ramos foi o titular te Luan, que e fez grande até de lateral Com exceção do gol, jogo. No treise arriscou. O no, Thiago Hetime venceu Técnico Felipe Scolari leno começou apenas oito mexeu em todos os no time princijogos, em 24 setores do time para pal. O treinarodadas, não testar os jogadores dor ainda exganha há cinperimentou co rodadas Luan e Bruno e não venceu no segundo nas laterais; Márcio Araújo turno. começou no meio e foi paOntem, Scolari só não me- rar na lateral; Gabriel Silva xeu no gol — Deola jogará no deu lugar a Pedro Carmina,

assim como Maikon Leite foi substituído pelo volante Tinga. Ricardo Bueno também foi testado. No time que começou como titular, Scolari treinou uma rara e ousada escalação: quatro atacantes, com Kleber mais recuado, armando o jogo para Luan, Maikon e Fernandão. Hoje, o time não terá Rivaldo e Gerley, ambos suspensos após expulsão no empate contra o Avaí, domingo. E Valdivia continua fora, recuperandose de uma lesão.

�������������������

Para o técnico do time carioca Caio Júnior é preciso relembrar vitórias

Grêmio Botafogo Grêmio - Victor; Mário Fernandes, Edcarlos, Rafael Marques e Bruno Collaço; Fernando, Fábio Rochemback, Marquinhos, Douglas e Escudero; André Lima. Técnico: Celso Roth Botafogo - Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Lucas Zen, Renato, Maicosuel e Elkson (Felipe Menezes); Herrera (Everton) e Loco Abreu. Técnico: Caio Júnior Estádio: Olímpico, em Porto Alegre Horário: 20h30 (de Brasília) Árbitro: Alicio Pena Júnior (MG)

Palmeiras Ceará Palmeiras - Deola; Márcio Araújo, Thiago Heleno (Maurício Ramos), Henrique e Gabriel Silva; Chico, Marcos Assunção e Kleber; Maikon Leite, Luan e Fernandão (Ricardo Bueno). Técnico: Luiz Felipe Scolari Ceará - Fernando Henrique; João Marcos, Fabrício, Thiago Matias e Vicente; Michel, Heleno, Rudnei e Thiago Humberto; Felipe Azevedo e Washington. Técnico: Estevam Soares Estádio: Canindé, em São Paulo Horário: 20h30 (de Brasília) Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)


����������������� ��������������������������������������������

Faltou

Postura defensiva do Corinthians dá resultado, segura o empate, mas São Paulo assume a liderança provisória do Brasileiro. Partida ficou em 0 a 0

‘MAJESTADE’

�����������������

Os temperos eram tantos que são-paulinos e corintianos esperavam ser servidos com um Majestoso digno do nome ontem. Briga pela liderança do Brasileirão, ascensão do São Paulo, declínio do Corinthians e clima de provocação entre os clubes. Nada disso foi suficiente para acrescentar uma pitada de sal no resultado. Em clássico de poucas chances de gol, o novo líder Tricolor ficou no zero com o Timão. Desta vez, o momento era outro em relação aos 5 a 0 aplicados pelo Timão no primeiro turno. Um ponto era o que o São Paulo precisava para assumir a liderança. Conseguiu, mas foi pouco. Era a chance de os donos da casa de abrirem uma vantagem na liderança, já que o Vasco recebe o Atlético-GO, hoje. No entanto, o empate deixou o Tricolor só empatado com o time carioca, com 45 pontos. O resultado ainda mantém vivo um jejum amargo aos são-paulinos. Desde 2007, o Tricolor não vence o rival jogando no Morumbi — são sete partidas no período. Com mais um ponto, o Timão se mantém na terceira colocação, com 44. Para o Corinthians, uma boa vitória seria a redenção contra a má fase e a pressão sobre o técnico Tite. A postura defensiva e de marcação forte, no entanto, mostrou que, ao Timão, a intenção era não perder. Conseguiu, mas ainda não convenceu. No fim das contas, o empate não foi bom para ninguém. E os torcedores deixaram o Morumbi com fome de futebol.

Sobrou marcação Todo o mistério criado pelo São Paulo só foi revelado minutos antes da partida. Apesar de descer do ônibus com o restante da delegação sãopaulina, Luis Fabiano foi um mero espectador do clássico. E assim como o restante dos presentes no Morumbi, assistiu a um primeiro tempo de muita marcação e pouca criação das duas equipes. Fraco pelo que se esperava tanto do Tricolor, quanto do Timão. Sem Chicão, a postura defensiva do Corinthians foi escancarada logo nos primeiros minutos: marcação forte com duas linhas de quatro homens na zaga. Graças a duas bobeadas de Alessandro, no entanto, o São Paulo começou melhor e chegou com perigo. Na melhor delas, Dagboberto bateu cruzado na esquerda e Júlio César se esticou para espalmar. Com o passar do tempo, o Corinthians estabilizou a partida e era dependente de boas

Em clássico equilibrado, os times fizeram uma partida sem fortes emoções, que resultou apenas na liderança tricolor temporária

subidas de Emerson e de sua marcação forte. Assim, levou certo perigo, mas foi pouco e faltou futebol para abrir o placar. Com Cícero muito aberto na esquerda, o Tricolor também não criava. Sumidos, Lucas e Casemiro não ajuda-

vam os companheiros. Na volta do intervalo, as escalações eram as mesmas. Assim, o panorama do jogo também não foi alterado. O São Paulo atacava com mais insistência. Ao Timão, faltava consistência nas tentativas de

Chicão admite abalo, mas nega saída Barrado no time titular, o zagueiro Chicão explicou que pediu para ficar fora do clássico contra o São Paulo, hoje, no Morumbi, porque não estava bem emocionalmente e não queria atrapalhar o Corinthians. Em entrevista à rádio Bandeirantes, o zagueiro e ex-capitão da equipe alvinegra disse que não vai abandonar o time. “Antes do treino da terça ele (o técnico Tite) me chamou na sala e disse que eu não

ia jogar (como titular), que ia colocar o Wallace. Eu falei ‘tudo bem’ e fui treinar, mas eu senti a notícia, fiquei chateado”, disse. “Por isso, falei para o Tite que não tinha condições de colaborar nesse momento e pedi para ficar fora do jogo”, completou. Chicão falou que sua atitude não deve ser interpretada como uma possível saída do Corinthians. “Quero deixar claro para o torcedor que

não vou abandonar o time. Tenho carinho pelo Corinthians. Respeito o torcedor e sou respeitado”, afirmou, ao negar que exista um racha no grupo e ou boicote dos jogadores ao comando do treinador. “Tite é uma excelente pessoa, um excelente treinador e tem o respeito de todos. Estamos fechados com ele e para vencer o Brasileiro. O time precisa retomar a boa fase. Não podemos vacilar mais”, acrescentou.

subidas à frente. O equilíbrio era tanto que, se não tivesse a emoção de clássico, o segundo tempo teria sido parado.

São Paulo

0

Corinthians

0

São Paulo - Rogério Ceni; Piris (Rodrigo Caio, 25’/2°T), João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Carlinhos, Casemiro e Cícero (Rivaldo, 30’/2°T); Lucas e Dagoberto (Marlos, 38’/2°T). Técnico: Adilson Batista Corinthians - Julio Cesar, Alessandro, Wallace, Paulo André e Leandro Castán (Fábio Santos, 29’/1°T); Ralf, Paulinho, Alex (Jorge Henrique, 41’/2°T) e Willian; Emerson e Liedson (Danilo, 19’/2°T). Técnico: Tite. Estádio: Morumbi, São Paulo (SP) Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP) Auxiliares: Roberto Braatz (FifaRS) e Altemir Hausmann (Fifa-RS)


����������������� ��������������������������������������������

Neymar vira ‘garçom’ e Santos vence

América-MG 1

Os dois gols do Peixe saíram de cobranças de escanteio da Joia, que não marca há nove jogos com a camisa santista

����������������

Santos

2

América-MG - Neneca, Micão, Preto e Anderson; Marcos Rocha, Glauber, Leandro Ferreira, Irênio (Luciano, 15’/2ºT) e Gilson; Kempes e André Dias (Fábio Júnior, 30’/2ºT). Técnico: Givanildo Oliveira. Santos - Rafael, Danilo, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Arouca e Ibson (Pará, 24’/2ºT); Neymar, Alan Kardec e Borges. Técnico: Muricy Ramalho Estádio: Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG) GOLS: Borges, 16’/2ºT (0-1); Kempes, 21’/2ºT (1-1); Edu Dracena, 33’/2ºT (1-2)

Atacante foi crucial na vitória do Peixe, mesmo apenas na posição de ajudante

Sem marcar há nove jogos, o atacante Neymar mostrou uma nova faceta que foi crucial para o Santos conseguir a vitória por 2 a 1 sobre o América-MG, ontem, no Parque do Sabiá. A Joia santista cobrou os dois escanteios que resultaram nos dois gols do clube, marcados por Edu Dracena e Borges, de cabeça. Kempes fez o tento do Coelho. Com o resultado, o Santos

assume a nona colocação, com 35 pontos, e já ultrapassa o rival Palmeiras. O Peixe agora já está a seis pontos do último clube do G4, o Botafogo, que enfrenta o Grêmio na próxima quinta-feira. Vale lembrar que o Santos tem dois jogos a menos pois as partidas contra o Grêmio, pela 11ª rodada, e contra o Botafogo, pela 21ª, foram adiadas. E já é a quarta vitória seguida da

equipe santista. O América-MG, por sua vez, se isola na lanterna da competição. A equipe se mantém na última colocação, com 19 pontos, e acumula uma “gordura” negativa: já tem três pontos de diferença para o vice-lanterna Avaí, que perdeu do Fluminense. Era a chance de encostar no Leão da Ilha e iniciar uma reação para fora do Z4. Ficou para a próxima.

Coritiba marca 2 a 1 e amplia crise celeste O Coritiba venceu o Cruzeiro, 2 a 1, ontem, no Couto Pereira. Os gols da partida foram marcados por Marcos Aurélio e Bill, para o Coxa, e Bobô, para a Raposa. O Cruzeiro recebe o Vasco, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, no próximo domingo (25), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, às 16h. Já o Coritiba vai até Fortaleza onde encara o Ceará, no estádio Presidente Vargas, também no domingo, às 18h. O Coritiba tomou conta das primeiras ações ofensivas. Aos 4 minutos, após cobrança de falta da intermediária, Luccas Claro finalizou de canhota, a bola passou próxima a meta de Fábio. No minuto seguinte, Rafinha lançou para Bill, que, de cabeça, também erro a finalização. Com uma proposta baseada no contra-ataque, a primeira oportunidade celeste veio dos pés de Montillo. Gil Bahia roubou bola no campo de ataque, passou para o argentino que chutou fraco em direção ao gol de Vanderlei. Aos 30 da segunda etapa, confusão generalizada, após

Everton Costa fazer uma dura falta em Montillo. Everton Costa, do Coxa, e Everton, do Cruzeiro, receberam amarelo por causa da discussão. A Raposa insistia nas jogadas ofensivas, mas a retranca paranaense e os erros de passe seguraram o placar.

Coritiba

2

Cruzeiro

1

Coritiba - Vanderlei; Jonas, Luccas Claro, Emerson e Eltinho; Leandro Donizete, Léo Gago (Willian, 29’ 2ºT), Tcheco e Rafinha (Everton Costa, 4’ 2ºT); Marcos Aurélio (Anderson Aquino, 29’ 2ºT) e Bill. Técnico: Marcelo Oliveira Cruzeiro - Fábio, Gil Bahia (Bobô, intervalo), Léo, Victorino e Everton; Leandro Guerreiro (Sandro Manoel, 29’2ºT), Marquinhos Paraná, Fabrício e Montillo; Elber e Ortigoza (Bruninho, 11’2ºT). Técnico: Emerson Ávila. Estádio: Couto Pereira, Curitiba (PR) Gols: Marcos Aurélio (22’ 1ºT), Bill (13’ 2ºT), Bobô

Baianos derrotam goianos e fogem da zona �������������������������������

O Bahia reclamou de um pênalti não marcado pelo juiz Pablo dos Santos Alves, mas venceu o Atlético-PR por 1 a 0, ontem, em Salvador, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe baiana chegou aos 30 pontos e se afastou da zona de degola. O Atlético-PR, por sua vez, continua na zona de rebaixamento, com 23. O time foi melhor na primeira etapa e criou as melhores chances. O zagueiro Paulo Miranda, por duas vezes, assustou a zaga paranaense. Na primeira oportunidade, ele cabeceou de costas e o goleiro Renan Rocha espalmou para escanteio. Na

segunda, Souza o deixou livre na área, ele tirou do arqueiro, mas o zagueiro afastou. O Atlético-PR só chegou uma vez com perigo em uma cabeçada do atacante uruguaio

Apesar da reclamação de um pênalti não marcado, clube baiano venceu por 1 a 0 Morro Garcia, que passou à direita de Marcelo Lomba. A equipe baiana ainda teve uma chance com o lateral direito Marcos. O jogador recebeu na área e chutou cruzado. Renan Rocha desviou para escanteio.

O atacante Souza, com dores nas costas, foi substituído por Júnior aos 41minutos. Três minutos depois, o lance mais polêmico do primeiro tempo. Jones, do Bahia, arrancou, invadiu a área, driblou Renan Rocha e caiu. O juiz Pablo dos Santos Alves não marcou nada e ainda deu amarelo para o atleta. Porém, o atacante do time baiano sofreu o contato do goleiro. Os jogadores reclamaram com o árbitro até após o apito final da primeira etapa. A torcida o vaiou. Na próxima rodada, o Bahia visita o Corinthians, enquanto o Atlético-PR recebe o Fluminense.

Bahia

1

Atlético-PR 0 Bahia - Marcelo Lomba; Marcos, Paulo Miranda, Titi e Dodô; Fabinho, Hélder, Fahel e Carlos Alberto; Jones (Lulinha 18’/2ºT) e Souza (Júnior, 41’/1ºT). Técnico: Joel Santana. Atlético-PR - Renan Rocha; Edílson, Manoel, Gustavo e Heracles; Deivid, Renan, Marcelo Oliveira e Paulo Baier; Guerrón e Morro García (Nieto, 28’/2ºT). Técnico: Antônio Lopes.

Na fuga da zona de rebaixamento, o Bahia visitará o Corinthians na próxima rodada

Local: Pituaçu, em Salvador (BA) Gols: Júnior 30’/2ºT (BAH)


����������������� ����������������������������������������������

Atlético-MG e Flamengo continuam ‘na mesma’ Em um jogo repleto de emoções, tanto Atlético-MG quanto o Flamengo tiveram condições de deixar o campo com um resultado positivo. No entanto, o empate em 1 a 1 insistiu em prevalecer no placar. Com a igualdade, o Galo – 17º colocado com 25 pontos – continuou na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro – na sexta posição com 38 pontos – atingiu dez partidas sem vencer na temporada. A partida começou muito pegada. As duas equipes tentaram o gol no início da primeira etapa. Porém, o Galo teve mais volume de jogo. O que comprovou o bom começo alvinegro foram duas jogadas. Aos dez minutos, Wesley cruzou rasteiro para o volante Fillipe Soutto, que finalizou, obrigando Felipe a fazer boa defesa. Um minuto depois, o Galo colocou uma bola na trave do arqueiro flamenguista. Serginho cruzou para Magno Alves, que finalizou no poste. Na volta do intervalo, o técnico Cuca realizou uma substituição. André entrou no lugar de Wesley. Aos quatro minutos, a alteração surtiu

efeito. O centroavante sofreu falta do zagueiro Alex Silva. Na cobrança, o Galo optou por Daniel Carvalho. Em cobrança magistral do meia-atacante, o Atlético-MG abriu o placar. Com seus jogadores de ataque, principalmente, Renan Oliveira, Daniel Carvalho e Bernard, o Alvinegro teve boas chances de retomar a vantagem no placar. O time visitante segurou o rival.

Atletico-MG 1 Flamengo

1

Atlético-MG - Renan Ribeiro; Serginho, Réver, Leonardo Silva e Triguinho; Pierre (Dudu Cearense – 41’/2ºT), Fillipe Soutto, Bernard e Daniel Carvalho; Wesley (André – intervalo) e Magno Alves (Renan Oliveira – 22’/2ºT). Técnico: Cuca. Flamengo - Felipe; Léo Moura, Welinton, Alex Silva e Júnior César; Aírton (Botinelli - 44’/2ºT), Willians, Thiago Neves (Negueba – 23’/2ºT) e Renato Abreu; Ronaldinho e Jael (Deivid – 23’/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo. Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG) Gol(s): Daniel Carvalho (4’/2ºT); Ronaldinho (16’/2ºT)

Flu mais perto do Fred marca duas vezes, Martinuccio amplia e Tricolor fica a um ponto do Botafogo ���������������������������

Quando o atacante Fred joga bem, o Fluminense vai bem. Novamente com boa atuação de seu capitão, que balançou as redes duas vezes, o atual campeão brasileiro derrotou nesta ontem o Avaí, por 3 a 1, no Engenhão. Martinuccio e William, este último para o time catarinense, completaram o placar da partida. O resultado colocou o Fluminense com 40 pontos no Campeonato Brasileiro, ficando a apenas um do Botafogo, quarto colocado da competição. Já o Avaí, penúltimo colocado na tabela de classificação, segue firme na luta contra o rebaixamento. Com a necessidade de vitória para o Flu seguir na luta pelo bicampeonato, Abel Braga resolveu barrar o então titular Ciro e promover a entrada de Rafael Sobis. E logo deu certo. Após boa troca de passes, com a participação de Sobis, Lanzini rolou para

campo chorando. Já o atacante lesionou o músculo posterior da coxa direita e caiu no choro no banco de reserva. A responsabilidade de substituir Damião sobrou para Jô. E, para evitar que a torcida sentisse falta do seu artilheiro, o atacante não decepcionou. Logo aos cinco minutos da etapa final, Jô aproveitou erro da defesa do Figueira para, de primeira, marcar um golaço, no estilo Damião. Os últimos minutos foram de correria, faltas e cartões amarelos. As chances de gol foram criadas, mas não foram aproveitadas.

Fluminense

3

Avaí

1

Fluminense - Diego Cavalieri; Mariano, Digão, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Diogo, Marquinho (Souza - 38’/2ºT) e Lanzini (Deco - 28’/2ºT); Rafael Sobis (Martinuccio - 30’/2ºT) e Fred - Técnico: Abel Braga. Avaí - Felipe; Arlan, Gian, Dirceu e Romano (Estrada - 38’/2ºT); Bruno (Fabiano - 16’/2ºT), Batista, Robinho, Lincoln e Cleverson (Maurício - /2ºT); William - Técnico: Toninho Cecílio. Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ) Gols: Fred - 4’/1ºT (1-0) e 24’/1ºT (21); Willian - 8’/1ºT (1-1); Martinuccio - 33’/2ºT (3-1);

Bom desempenho de Fred fez toda a diferença na vitória do Tricolor carioca

Marquinho, que bateu cruzado. Felipe deu rebote e Fred não perdoou. Porém, poucos minutos depois, a boa iniciativa tricolor foi jogada por terra com o vacilo de Mariano. O lateral-direito entregou a bola nos pés de Lincoln, que partiu para cima

Sem Damião, Internacional empata O Internacional perdeu o atacante Leandro Damião, machucado, no empate em 1 a 1 com o Figueirense, na noite desta quarta-feira, no Orlando Scarpelli. O artilheiro do Brasil em 2011, com 40 gols, deixou o campo ainda no primeiro tempo e caiu no choro no banco de reservas. Lágrimas foram os principais personagens do primeiro tempo. Isso porque Fernandes, pelo Figueira, e Leandro Damião, pelo Inter, deixaram o gramado lesionados. O meia lesionou o músculo posterior da coxa esquerda e saiu de

de Leandro Euzébio (sozinho na marcação) e rolou para Willian igualar o placar. Mesmo com o gol sofrido, o time carioca manteve a postura demasiadamente ofensiva, oferecendo bons contra-ataques para o catarinense, que arriscava mais finalizações.

Figueirense

1

Internacional 1 ��������

Figueirense - Wilson, Bruno, Édson, Roger Carvalho e Juninho, Ygor, Coutinho, Maicon (Helder, 42’/2T) e Fernandes (Pittoni, 18’/1T), Júlio César e Héber (Somália, 29’/2T). Técnico: Jorginho. Internacional - Muriel, Nei, Rodrigo Moledo, Juan e Kleber; Elton (Bollati, 35’/1T), Guiñazu, Andrezinho (Dellatorre, 30’/2T), D’Alessandro e Oscar; Leandro Damião (Jô, 27’/1T). Técnico: Dorival Júnior.

Noite foi de jogadores lesionados e de cartões amarelos nos dois lados do gramado

Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC) Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ) GOLS: Ygor, 38’/1T (1-0); Jô, 5’/2T (1-1)


����������������� ��������������������������������������������

Ciclistas dominam pódio em Roraima Seleção amazonense supera dificuldades para conseguir patrocínio e conquista três medalhas douradas contra rivais do Estado vizinho ���������

Após a incerteza de ter patrocínio para viajar, a seleção amazonense não só conseguiu aspassagens,mastrouxequatro medalhas de ouro da terceira VoltaCiclísticadeRoraima,realizada no último fim de semana, em Boa Vista. OdestaquefoiRaulisondaCosta, campeão das categorias geral e sub-23. Já os ciclistas Bruno Gomes e Erlane Santos foram os primeiros colocados da máster e elite, respectivamente. O trio faz parte da equipe Amazon LiveBike.Tambémcompetiram: Mário Costa (júnior) e Antônio Moura (máster). De acordo com o presidente da Federação de Ciclismo do Amazonas(FCA),DurvalSantos, paraumaprimeiraparticipação, o Estado se saiu bem e mostrou grande crescimento técnico em

A seleção do Amazonas já venceu três partidas seguidas pelo Campeonato Brasileiro de Vôlei de Seleções Juvenil Feminino, no ginásio Rio Vermelho, em Goiânia (GO). Válido pela segunda divisão, o evento iniciou na última segunda-feira (19) e encerra neste domingo (25), com a participação de 11 equipes de todo o país. Hoje, as primeiras colocadasdecadagrupo,além dos dois melhores terceiros lugares, se enfrentarão nas quartas-de-final. Na estreia da competição, as amazonensessurpreenderam as adversárias do Rio Grande do Norte, com vitória de 3 sets a 0 (23/25, 23/25 e 21/25), pelo grupo C. Com 100% de aproveitamento, elas repetiram o

placar geral contra Alagoas (24/26, 22/25 e 20/25) e Amapoá (18/25, 13/25, e 23/25). O terceirojogo,realizadoontem, teve duração de 1h17. Até o fechamento desta edição, a tabela de classificação ainda não havia sido divulgada. ��������������

Com três vitórias seguidas, equipe não perdeu nenhum set no evento

Competição realizada em Boa Vista (RR), teve a presença de cinco amazonenses

relação à concorrência vizinha. “É um ótimo resultado e espero que possamos conquistar mais fora do Estado”, declarou animado. Na tentativa de superar as dificuldades financeiras — o grupo não foi à Maraton Serra

Grande de Mountain Bike, mês passado, por falta de recursos — o grupo conseguiu apoio da empresaOficinadeArte,Eucatur União Cascavel e da Secretaria Municipal de Desporto, Lazer e Juventude (Semdej).

Caratecas brigam por título nacional Os mais experientes do caratê nacional serão o centro das atenções, neste fim de semana, com a realização do Campeonato Brasileiro Sênior e Veterano, na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira — avenida Constantino Nery, Flores, Zona Centro-Sul. O congresso técnico e cursos de arbitragem abrem a programação nesta sexta-feira (23), no Hotel Da Vinci Hotel & Conventions, na rua Belo Horizonte, Adrianópolis. A competição realizada pela primeira vez no país inicia manhã de sábado (24), às 8h30, com as eliminatórias e finais de kata. No período da tarde, os atletas se apresentarão no kumitê individual. O dia seguinte será para o kumitê por equipe nacional e, às

Amazonas se destaca em Brasileiro de Vôlei

����������������

Corrida Internacional recebe inscrições A terceira edição da Corrida Internacional Cidade de Manaus, que será realizada no dia 24 de outubro, data do aniversário de 462 anos da capital amazonense, continua com inscrições abertas. Os interessados podem acessar o site da Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (Semdej): http://semdej.manaus. am.gov.br. Os interessados também podem ir à sede órgão, na Minivila Olímpica do Coroado — alameda Cosme Ferreira, Zona Leste.

A largada será às 8h, na Ponta Negra, Zona Oeste. São esperados mais de três mil corredores de renome regional, nacional e internacional. Os kits de competição serão entregues nos dias 21 e 22 de outubro, na Loja Centauro do Manauara Shopping. A prova será dividida em dois percursos, de 5 e 10 quilômetros. A premiação para os vencedores no mais longo será R$ 30 mil em produtos da Zona Franca de Manaus (ZFM). ��������������������

Evento brasileiro inédito será realizado pela primeira vez na capital do Amazonas

10h, começará o Campeonato Universitário de Caratê, com encerramento e entrega das premiações às 12h. Os alunos interessados em participar do evento inédito devem entrar em contato com o presidente da Federação Amazonense Universitária

de Desportos (Faud), Reinaldo Thompson pelo telefone 81125505. Com exceção da cerimônia de abertura, marcada para às 19h30 de amanhã, no será no espaço esportivo, todas as aulas serão ministradas no hotel. Antes, às 8h, será realizado o pré-congresso técnico.

Na terceira edição, evento espera três mil atletas amadores e profissionais


Pódio - 22 de setembro de 2011