Page 1

Croácia vira sobre a Inglaterra na prorrogação e chega à primeira final de Copa do Mundo da sua história. Adversário será a França, no próximo domingo (15), às 11h (de Manaus)

Finalista

Manaus Manaus, uss, qqu quinta-feira, uiinnttaa-f -feeiira, 12 de julh julho 2018 ho ddee 220 018 18

INÉDITO


2

Manaus, quinta-feira, 12 de julho de 2018

Pódio

Após sair perdendo, a Croácia conseguiu empatar no tempo normal e garantir a vitória na prorrogação

M

oscou (Rússia) - A Copa do Mundo poderá ter um campeão inédito na Rússia. Ontem (11), no estádio Luzhnikí, em Moscou, a Croácia mostrou força para empatar a semifinal por 1 a 1 com a Inglaterra no tempo normal e alcançar a virada por 2 a 1 na prorrogação. A Inglaterra começou melhor a partida e inaugurou o marcador logo aos quatro minutos, em uma cobrança de falta certeira de Trippier. Sem se encontrar no primeiro tempo, a Croácia melhorou consideravelmente no segundo e igualou com Perisic. Na etapa final da prorrogação, Mandzukic assegurou a vitória histórica. A adversária da Croácia na final das 11h (de Manaus) de domingo (15), outra vez no Luzhnikí, será a França, campeão mundial de 1998, que superou a Bélgica por 1 a 0 na outra semifinal. Ingleses e belgas disputarão o terceiro lugar às 10h (de Manaus) de sábado (14), em São Petersburgo. Mesmo que caia na decisão, a Croácia já tem garantida a sua melhor campanha em um Mundial. Em 1998, na Copa disputada justamente na França, o time de Suker foi o terceiro colocado, perdendo para os franceses nas semifinais e derrotando a Holanda no jogo derradeiro.

Já a Inglaterra viu interrompido o sonho de conquistar o bicampeonato mundial. A melhor seleção do planeta em 1966 não ia a uma semifinal desde 1990, quando perdeu para a campeã Alemanha e acabou no quarto lugar depois de tropeçar também contra a anfitriã Itália. Sonho croata O melhor jogador em campo no resultado mais expressivo da Croácia em Copa do Mundo admite viver um sonho. Autor de um dos gols na virada, Ivan Perisic vibra com o que já é uma conquista, mas mira ainda mais. “Há vinte anos, estava na minha cidade, torcendo para a Croácia (Copa do Mundo de 1998). Eu só poderia sonhar em jogar futebol e um dia marcar um gol tão importante. Agora temos a chance de fazer história pela segunda vez. Não temos nada a perder e eles são favoritos na final. Será difícil, todos nós estamos extenuados, mas temos três dias para nos recuperar e finalmente não precisaremos viajar”, afirmou o atleta da Internazionale-ITA. Até a Rússia, o melhor resultado da Croácia, independente desde 1991, em Mundiais havia sido em 1998, quando perdeu da França na semifinal disputada em Paris. Na sequência, o país ficou com o terceiro lugar.

GERAÇÃO ERAÇÃ RAÇÃO Ç É A DA CCR


Manaus, quinta-feira, 12 de julho de 2018

Pódio Harry Kane se diz decepcionado com eliminação

YURI CORTEZ/AFP

Mandzukic marcou na prorrogação o gol mais importante da história do futebol croata

A Inglaterra surpreendeu a muitos chegando à semifinal da Copa do Mundo, mas espantou a muitos outros sofrendo a virada para a Croácia. Abatido, Kane comentou a queda na semifinal do Mundial da Rússia. “Estamos arrasados porque não chegamos onde queríamos hoje. Ficamos decepcionados. Mas a gente tem que sacudir a poeira e dar a volta por cima”, afirmou o centroavante. A história poderia ser diferente se o principal jogador da seleção inglesa tivesse caprichado um pouco mais na finalização. Antes de Perisic e Mandzukic marcarem, quando os Lions ainda venciam por 1 a 0, Kane desperdiçou grande chance de ampliar e acertou a trave. “Na Inglaterra, vão falar muito daquela oportunidade perdida. Eles jogaram bem e fizeram um bonito jogo. É difícil dizer exatamente o que aconteceu. Foi excelente ter chegado até esta fase, mas claro que a gente queria continuar e ganhar. Até eles marcarem o gol, a gente estava ali esperando. Depois que eles fizeram o gol, voltaram para a partida. Podíamos ter feito muita coisa melhor. Mas faltou esse pouquinho. Dói. Eu não sei mais o que dizer”, finalizou Kane.

3


4

Manaus, quinta-feira, 12 de julho de 2018

Pódio

PHILIPPE HUGUEN/AFP

Croácia e França reeditam, na Rússia, semifinal da Copa do Mundo de 98

No embate entre as seleções em Paris, há 20 anos, os franceses levaram a melhor, venceram por 2 a 1 e acabaram campeões daquele Mundial

S

Lilian Thuram (à esq.) fez os dois gols que classificaram a França para a final da Copa de 1998

ão Paulo (SP) – Ontem (11) a Croácia cravou seu lugar na grande final da Copa do Mundo da Rússia, após vencer a Inglaterra por 2 a 1. Agora, os croatas encaram a França, que eliminou a Bélgica pelo placar de 1 a 0. A partida marcará o reencontro das seleções que protagonizaram um eletrizante jogo na semifinal da Copa de 98. Anfitriã daquela edição, a seleção francesa passou na liderança do grupo A, com 9 pontos, após derrotar Dinamarca, África do Sul e Arábia Saudita. Já a equipe croata avançou na vice-liderança do grupo H, com 6 pontos, depois de vencer Jamaica e Japão, e perder para a Argentina. Nas oitavas, a França eliminou o Paraguai depois de vencer por 1 a 0, com gol de ouro de Laurent

Blanc na prorrogação, enquanto a Croácia derrotou a Romênia pelo mesmo placar, mas no tempo regulamentar. Na fase seguinte, os franceses venceram a Itália nos pênaltis por 4 a 3, após empatarem por 0 a 0 no tempo normal. Já os croatas venceram tranquilamente a Alemanha por 3 a 0. Com isso, as duas seleções se encontraram nas semifinais da competição. A partida foi disputada no Stade de France, em Saint-Denis, no dia 8 de julho de 1998. Com um elenco recheado de craques como Zinedize Zidane, Didier Deschamps (atual treinador dos Bleus), Petit, Laurent Blanc, Desailly, a França foi surpreendida e começou a partida perdendo. Os croatas marcaram no primeiro minuto da segunda etapa, com o artilheiro da competição Davou Suker. Entretanto um herói improvável apareceu para definir o jogo: Lilian Thuram. O jovem lateral-direito de 26 anos marcou no minuto seguinte e empatou a partida. Aos 25 minutos o defensor acertou uma linda finalização de fora da área e deu número finais ao confronto: 2 a 1. Os Bleus conseguiram uma vaga para as finais, enquanto os Vatreni disputaram o terceiro lugar, mas conquistaram, até então, a sua melhor campanha em uma Copa do Mundo. Em seguida, a dona da casa se sagrou campeã do Mundial ao derrotar o Brasil por 3 a 0. A seleção croata terminou na terceira colocação depois de vencer a Holanda por 2 a 1. A decisão – e reencontro de Croácia e França – da Copa do Mundo de 2018 será disputada no domingo, às 11h (de Manaus), no estádio Luzhniki. A disputa do terceiro lugar, entre Bélgica e Inglaterra, será no sábado (14), às 10h (de Manaus), no estádio de São Petersburgo.


Manaus, quinta-feira, 12 de julho de 2018

Pódio

Valorizado após a Copa, Mina pode reforçar time inglês De acordo com o site Goal.com, jogador pode desembarcar em Liverpool para defender o Everton, que estaria disposto a pagar 24 milhões ao Barcelona para ter o colombiano em seu elenco

S

ão Paulo (SP) – Depois de seis meses, a passagem de Yerry Mina pelo Barcelona já pode estar chegando ao fim. Poucas vezes utilizado na última temporada, o zagueiro conseguiu sair da Copa do Mundo valorizado com boas atuações e três gols defendendo a seleção co-

lombiana, mas nem isso parece ter sido suficiente para convencer o treinador Ernesto Valverde e a diretoria do clube catalão a permanecer com seu futebol. De acordo com o site Goal.com, já existem clubes procurando o Barcelona para conversar sobre Mina, mas um deles está à frente pela contratação. Trata-se do Everton, da Inglaterra, que estaria disposto a pagar 24 milhões de euros (cerca de R$ 107 milhões). Contratado sob muito alarde do Palmeiras em janeiro, Mina não convenceu o Barcelona em seus primeiros meses e nas poucas oportunidades que recebeu acabou criticado pelo baixo nível em suas atuações. Antes da Copa, o zagueiro tinha cogitado um empréstimo a fim de ganhar mais experiência, mas sua valorização no Mundial da Rússia pode fazer os catalães mudarem de ideia e firmarem

uma negociação em definitivo. Ainda segundo a publicação, foi realizada uma reunião entre o diretor de futebol do Everton, Marcel Brands, e membros da cúpula do Barcelona na última segunda-feira (9) para discutir os moldes da negociação. Entre as possibilidades, está um empréstimo por uma temporada com opção de compra ao fim do vínculo. Apesar dos rumores que envolvem o negócio, não existe nada concreto. Ao menos é o que afirmou o tio e empresário de Yerry, Jair Mina, ao Mundo Deportivo. “Não existe nada certo para que o Yerry jogue no Everton”, disse, respaldado em uma reunião que terá com o Barcelona para definir o futuro do jogador. “Existem muitas equipes interessadas, mas queremos saber se existem planos para ele em seu clube atual. A prioridade é jogar, seja onde for”, completou.

MERCADO

Santos confirma acerto com meia costarriquenho Bryan Ruiz São Paulo (SP) - O Santos confirmou ontem (11) a contratação do meio-campista Bryan Ruiz, de 32 anos. O costarriquenho assinou contrato por duas temporadas, um dia depois de ter sido aprovado nos exames médicos. A oficialização do acerto com o jogador foi feita pelo Twitter do clube

alvinegro, que postou três símbolos: uma bandeira da Costa Rica, um aperto de mão e o desenho de um papel com um lápis. O jogador chega ao Santos depois de disputar a Copa do Mundo da Rússia. Sua seleção esteve no grupo do Brasil e foi eliminada na primeira fase, após duas derrotas e um empate.

Bryan Ruiz tem vasta experiência. Atuou por Alajuelense, da Costa Rica, Gent, da Bélgica, Twente e PSV, ambos da Holanda, Fulham, da Inglaterra, e seu último time foi o Sporting, de Portugal. Os portugueses descartaram o jogador para a próxima temporada e ele estava sem vínculo. Antes de fechar com

5

DIVULGAÇÃO

Yerry Mina marcou três gols na Copa do Mundo pela seleção colombiana

o Santos, o costarriquenho esperou propostas da Europa, mas não foram efetivadas. A tendência é que o costarriquenho seja titular do Santos, pois o clube tem tido dificuldade de encontrar um meia para atuar com a camisa 10 desde a saída de Lucas Lima, contratado pelo Palmeiras em novembro do ano passado. Bryan Ruiz é o segundo reforço que o Santos anuncia na semana. O paraguaio Derlis González já havia sido confirmado na terça-feira (10). Não pelo Santos, mas por seu pai, Pablo González, que disse à “Rádio AM 1080”, do Paraguai, que seu filho e o clube paulista já têm acerto verbal e o acordo com o Dínamo de Kiev, da Ucrânia, também estava adiantado. Faltariam apenas os “últimos detalhes”.


6

Manaus, quinta-feira, 12 de julho de 2018

Pódio

Abundância de atacantes e escassez de defensores

para 2022

De olho na próxima Copa do Mundo, seleção terá à sua disposição promessas contratadas por gigantes europeus, mas que ainda precisam ser lapidadas

S

ão Paulo (SP) – Quase uma semana após a seleção brasileira ser eliminada da Copa do Mundo da Rússia, já é hora de começar a projetar o próximo Mundial, em 2022, no Catar. Entre as jovens promessas do futebol nacional, há uma profusão de opções para o ataque, mas escassas alternativas de renovação para a defesa. Alguns desses nomes já chegaram a ser observados pelo técnico Tite antes da sua convocação final para a Copa da Rússia. Havia quem quisesse que o atacante Vinícius Júnior, por exemplo, fosse chamado para ganhar experiência, tal qual ocorreu com Ronaldo no título de 1994 e Kaká na conquista de 2002. Ficou para a próxima. Após se despedir do Flamengo, Vinícius Júnior chegará à maioridade hoje (12) já como atleta do Real Madrid. No clube espanhol, ele terá a missão de fazer jus à badalação que o cerca desde as categorias de base para se confirmar como um dos principais nomes da seleção brasileira em 2022. Já sem o astro português Cristiano Ronaldo, vendido à italiana Juventus, o Real Madrid aposta em mais um bra-

IONE MORENO

Contratado pelo Barcelona, volante Arthur é um dos nomes certos para a Copa do Mundo de 2022

sileiro para renovar o seu plantel no futuro. Trata-se do também atacante Rodrygo, que surgiu como a mais nova joia do Santos e irá se juntar a Vinícius Júnior no clube merengue em julho de 2019. Uma revelação que permanece no futebol brasileiro é um antigo companheiro de Vinícius Júnior. Versátil, o meio-campista Lucas Paquetá dificilmente não ganhará uma oportunidade durante a preparação da seleção brasileira para o Mundial do Catar. Cabe a ele continuar em alta no Flamengo. Outro atacante oriundo do futebol carioca, por outro lado, já seguiu o exemplo de Vinícius Júnior e rumou à Europa. Paulinho completará 18 anos no domingo (15), dia da final da Copa do Mundo da Rússia, e passará a ser jogador do Bayer Leverkusen, clube alemão que o tirou do Vasco. Há mais peças ofensivas entre aqueles que ainda resistem ao assédio europeu. Pedrinho, por exemplo, busca aprimorar o seu condicionamento físico para corresponder com as expectativas criadas por torcedores do Corinthians. Cedido ao Atlético-MG pelo Palmeiras, Roger Guedes é outro que apresenta idade (21 anos) e potencial para vingar. Luan é mais velho, com 25 anos, mas acumula elogios desde que conduziu o Grêmio à conquista da Copa Libertadores da América. Em alta na Europa Alguns novos atacantes brasileiros já têm experiência europeia. São os casos de Malcom, do francês Bordeaux, Richarlison, do inglês Watford, e David Neres, do holandês Ajax, todos com possibilidades de transferência para clubes mais expressivos. O meia Anderson Talisca, por sua vez, esteve no radar de Tite para 2018, porém deixou o Besiktas, da Turquia, para lucrar no Guangzhou Evergrande, da China. Já Gabriel, campeão olímpico em 2016, saiu da Europa por outro motivo. Após fracassar no Campeonato Italiano pela Internazionale, o jogador tenta resgatar o seu melhor futebol no Santos para voltar a ser visto como alguém com chances de defender o Brasil em uma Copa do Mundo. O comando do ataque canarinho,


Manaus, quinta-feira, 12 de julho de 2018

Pódio

7

FOTOS: PEDRO MARTINS/MOWA PRESS

setor que poderia ser ocupado por Gabigol, é uma posição crítica no mundo. E é por isso que Felipe Vizeu, vendido pelo Flamengo à italiana Udinese, alimenta esperanças de ser lembrado em futuras convocações. O posto na Copa do Mundo da Rússia pertenceu a outro novato, Gabriel Jesus, contestado por ter passado em branco e com esperanças de vingar daqui a quatro anos. Os jovens volantes brasileiros também deverão ser aproveitados por Tite ou quem o suceder. Case-

miro ainda é novo (26 anos) e, badalado, provavelmente estará no Catar. O mesmo não vale para Paulinho (29) e Fernandinho (33), que deixaram a Rússia com as suas imagens arranhadas por más atuações. Sendo assim, atletas preteridos por Tite já cobiçam disputar espaço com Fred, que trocou o Shakhtar Donetsk pelo Manchester United em meio à preparação brasileira para o Mundial e foi mantido no elenco da seleção mesmo após se lesionar. Os principais candidatos a despontar são Arthur, FOTO: GILVAN DE SOUZA

AN

ILV

:G

TO

FO DE

ex-gremista do Barcelona, Fabinho, do Liverpool, Maycon, do Shakhtar, Douglas Luiz, emprestado pelo Manchester City ao Girona, e Thiago Maia, ex-santista do Lille. Para a defesa, o Brasil não dispõe de tantas promessas assim. As laterais da seleção poderão passar por uma reformulação para a Copa do Catar, já que Daniel Alves está com 35 anos e Marcelo, com 30. Fagner (29) e Filipe Luís (32), utilizados na Rússia, não deverão ter fôlego para suprir as eventuais ausências dos titulares habituais dos últimos anos. Danilo, que tem 26 anos e foi convocado para a Copa, é o herdeiro imediato da lateral-direita. Atrás dele, surgem jogadores que ainda não são unanimidades, como Éder Militão, do São Paulo, e o campeão olímpico William, do Wolfsburg. Na esquerda, Guilherme Arana, do Sevilla, e Jorge, do Monaco, estão na mesma situação, competindo com o já maduro Alex Sandro, da Juventus.

brasileira. Thiago Silva e Miranda, os mais recentes titulares de Tite, têm 33 anos e só deverão participar de uma eventual transição em suas posições nas próximas temporadas. Marquinhos, aos 24 e titular na maior parte das Eliminatórias, tem tudo para se firmar de vez. O futuro parceiro de Marquinhos é uma incógnita. Um pouco mais experiente, Jemerson, revelado pelo Atlético-MG e hoje no Monaco, chegou a ser cotado para estar no Mundial da Rússia e vem facilmente à lembrança. Ao contrário de Igor Rabello, do Botafogo, ainda desconhecido por muitos torcedores, bem como outros colegas que buscarão chamar a atenção até 2022. No gol, se Tite ou um sucessor seu assim desejar, não será necessário pensar tanto. Alisson está com 25 anos. Ederson, com 24. Os dois companheiros de Cássio na Rússia, portanto, poderão disputar a titularidade para a Copa do Mundo seguinte. Seja como for, a seleção precisará lapidar seus talentos para também ter uma ótima geração no Catar, exatamente como se dizia da algoz Bélgica. Tite deverá ser o encarregado de escolher esses atletas, uma vez que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pretende renovar o contrato do treinador – conferindo-lhe, agora, maior gerência também nas categorias de base nacionais.

A

UZ

SO

Defesa com poucas opções A zaga é considerada ainda mais problemática para a seleção


8

Manaus, quinta-feira, 12 de julho de 2018

Pódio

Tabela

Copa do Mundo 2018

Oitavas de nal

Quartas de nal

Oitavas de nal

1º JOGO DAS QUARTAS

2

1

URUGUAI

0 PORTUGAL

2

URUGUAI

30/6 (SÁB) 15H

4 FRANÇA

3

FRANÇA

6/7 (SEX) 10H

ARGENTINA 30/6 (SÁB) 11H

2º JOGO DAS QUARTAS

2

0

1

BRASIL

MÉXICO

2

3

BRASIL

2/7 (SEG) 11H

BÉLGICA

2

BÉLGICA

6/7 (SEX) 14H

JAPÃO 2/7 (SEG) 15H

4º JOGO DAS QUARTAS

1 3

1 4

2 3

PÊNALTIS

ESPANHA

RÚSSIA

2 4

1 3

PÊNALTIS

RÚSSIA

1º/7 (DOM) 11H

CROÁCIA

1 2

PÊNALTIS

CROÁCIA

7/7 (SEX) 10H

DINAMARCA 1º/7 (DOM) 15H

3º JOGO DAS QUARTAS

1

0

0

SUÉCIA

SUÍÇA

SUÉCIA

3/7 (TER) 11H

Seminal

1 3

2 INGLATERRA

1 4

PÊNALTIS

COLÔMBIA

INGLATERRA

6/7 (SEX) 14H

3/7 (TER) 15H

Final

Seminal

DISPUTA DO 1º LUGAR

1

0

FRANÇA

2

CROÁCIA

1

15/7 (DOM) 11H

FRANÇA

BÉLGICA

VENCEDOR DO 1º JOGO DAS QUARTAS

VENCEDOR DO 2º JOGO DAS QUARTAS

DISPUTA DO 2º LUGAR

10/7 (TER) 14H

CROÁCIA

INGLATERRA

VENCEDOR DO 3º JOGO DAS QUARTAS

VENCEDOR DO 4º JOGO DAS QUARTAS 11/7 (QUA) 14H

BÉLGICA

INGLATERRA 14/7 (SÁB) 10H

Pódio - 12 de Julho de 2018  

Edição Especial- Pódio Copa 2018 um produto do Grupo Raman Neves de Comunicação

Pódio - 12 de Julho de 2018  

Edição Especial- Pódio Copa 2018 um produto do Grupo Raman Neves de Comunicação

Advertisement