Issuu on Google+

BRASIL É O PAÍS MAIS VIOLENTO DO MUNDO

O BRASIL ULTRAPASSOU PAÍSES COM HISTÓRICOS DE GUERRAS E CONFLITOS ARMADOS NO NÚMERO DE ASSASSINATOS E SE TORNOU O PAÍS MAIS VIOLENTO EM TODO O MUNDO, AFIRMA UM ESTUDO DA ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE DROGAS E CRIMINALIDADE. PAÍS B1

R$ EXEMPLAR

1,00 DE ASSINANTE

VENDA PROIBIDA PREÇO DESTA EDIÇÃO

O JORNAL QUE VOCÊ LÊ ANO XXVI – N.º 8.380 – SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014 – PRESIDENTE: OTÁVIO RAMAN NEVES – DIRETOR EXECUTIVO: JOÃO BOSCO ARAÚJO

GASPAR NÓBREGA/VIPCOMM

FRANCISCO PROMOVE ENCONTRO HISTÓRICO

DIVULGAÇÃO/VATICANO

Em um gesto histórico, o papa Francisco recebeu, ontem, no Vaticano, o presidente de Israel, Shimon Peres, e o da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, para uma prece conjunta pela paz no Oriente Médio. Mundo B3

Mais de 350 torcedores marcaram presença em frente à Granja Comary para receber os jogadores brasileiros

FESTA PARA RECEBER A SELEÇÃO

Abbas, Francisco e Peres fizeram, juntos, no Vaticano, uma oração pela paz

Corpo de Fernandão é enterrado sob aplausos

A seleção brasileira voltou, ontem, a Teresópolis (RJ) e foi recebida com festa por torcedores. Pela primeira vez, a delegação utilizou o ônibus que a Fifa cede para as seleções usarem durante o Mundial. Pódio D6 PAULO VINÍCIUS COELHO O tal falso nove não mata o centroavante típico e nem é uma novidade absoluta em Copas do Mundo. Pódio D2

DIVULGAÇÃO

Felipe Massa foi parar no muro de proteção, no GP de Montreal, no Canadá

O corpo do ex-jogador de futebol Fernandão, ídolo do Internacional, foi sepultado, ontem, no cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia. País B2 DIVULGAÇÃO

JUCA KFOURI Em tempo algum, a torcida brasileira confiou tanto num treinador. O que pode não ser bom sinal. Pódio D6

FÓRMULA 1

Felipe Massa bate forte na última volta Pódio D7

O cantor Leonardo ajudou a carregar o caixão do ex-jogador Fernandão

20 mil celebram Pentecostes Morre segunda vítima de explosão em barco

ALBERTO CÉSAR ARAÚJO

A festa comemorada pela Igreja Católica reuniu, ontem, aproximadamente 20 mil fiéis, no Centro, e levantou várias questões cruciais para o país, como o crime de tráfico humano. Última Hora A2

As ruas do centro da cidade foram tomadas por milhares de católicos na tradicional festa de Pentecostes

FALE COM A GENTE - ANÚNCIOS CLASSITEMPO, ASSINATURA, ATENDIMENTO AO LEITOR E ASSINANTES: 92 3211-3700 ESTA EDIÇÃO CONTÉM - ÚLTIMA HORA, OPINIÃO, POLÍTICA, DIA A DIA, PAÍS, MUNDO, PLATEIA, FOLHAINVEST E PÓDIO.

Última Hora A2

US$ 8 BILHÕES

Prejuízos com crime cibernético O Brasil perdeu quase US$ 8 bilhões em 2013 com ataque de hacker, roubos de senha, clonagem de cartões, além de espionagem, entre outros crimes cibernéticos. FOLHAINVEST TEMPO EM MANAUS

MÁX.: 33

MÍN.:

24


Última Hora

A2

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

Pentecostes traz debate sobre o tráfico humano

Evento religioso organizado pela Igreja Católica chamou atenção, principalmente, para casos que envolvem as crianças ALBERTO CÉSAR ARAÚJO

RAPHAEL LOBATO Equipe EM TEMPO

N

a primeira edição realizada fora do sambódromo, a 21º Festa de Pentecostes reuniu ontem aproximadamente 20 mil fiéis na avenida Eduardo Ribeiro, entre as ruas 10 de Julho e Monsenhor Coutinho, localizadas no centro da cidade. A celebração presidida pelo arcebispo de Manaus, dom Sérgio Eduardo Castreani, começou por volta das 17h e trouxe ao debate o aumento dos casos de tráfico humano no mundo, especialmente com crianças. Uma peça teatral com 100 crianças de diversas organizações cristãs da capital ilustrou o assunto. “Esse é um tema que precisa estar na pauta da sociedade. Traduz o momento distante da humanidade, do afeto e das políticas públicas humanitárias no mundo todo”, disse dom Sérgio, que pela segunda vez presidiu a “Festa do Divino”. A celebração, de acordo com a tradição católica, ocorre 50 dias após a Páscoa e lembra a passagem da Bíblia em que o Espírito Santo desce aos apóstolos depois da morte

e ressurreição de Jesus. “Eu moro na Cidade Nova e todos os anos faço questão de participar de Pentecostes. Isso significa muito para quem tem fé no Divino, é um momento muito esperado pela comunidade católica”, disse a aposentada Zirgilina Farias. O coordenador do coral Setor 12, que se apresentou no evento, Ailton de Freitas, disse que a mudança no local da festa, tradicionalmente realizada no sambódromo, não trouxe problemas ao evento. “Aqui (Centro) os fiéis tiveram um clima agradável, com localização acessível a todos, além do que o clima de Copa deixou tudo mais bonito”, frisou. Já a aposentada Fátima Bentes disse que a localização fez com que muitos idosos deixassem de participar do evento porque a organização não teria como disponibilizar cadeiras nas ruas. “Eu estou aqui já faz por volta de duas horas e já estou muito cansada. Nos outros anos tínhamos cadeiras. Mas tudo bem, é um esforço para algo especial”, salientou a aposentada. O sambódromo passa agora por problemas estruturais e não oferece segurança para grandes eventos.

A forte presença de integrantes das organizações de juventude da igreja chamaram a atenção dos organizadores do evento religioso. A estudante Fernanda Soares afirmou que participa de uma frente cristã de jovens da Zona Norte e, pela primeira vez, prestigiou a celebração. “Ver de perto é, sem dúvida, melhor. Aqui há um valor, uma energia muito especial. As mensagens que recebemos nesta data são fôlegos para o resto do ano”, afirmou. Comércio Comerciantes aproveitaram para lucrar na celebração. Diversas tendas de comercialização de alimentos foram montadas no espaço, com a permissão da prefeitura, segundo a fiscalização. Segurança A celebração contou com segurança de pelos menos 40 policiais militares em viaturas distribuídas pelos pontos de ocupação da população, além da presença de integrantes do Corpo de Bombeiros Militar e ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) posicionadas em locais estratégicos.

Pelo menos 20 mil fiéis participaram da Festa de Pentecostes que foi realizada ontem no Centro

PREFEITURA

ACIDENTE

Morre segunda vítima de explosão em Itacoatiara DIVULGAÇÃO/CORPO DE BOMBEIROS AM

ZONA LESTE

Limpeza do lixo na ponte do São Jorge é concluída A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp), concluiu ontem a remoção do lixo que ficou acumulado sob a ponte Engenheiro Lopes Braga (conhecida como ponte do São Jorge), Zona Oeste. Para a remoção do entulho foram empregados, além dos agentes de limpeza, botes, uma escavadeira hidráulica e quatro caçambas. O subsecretário da Semulsp,

José Rebouças, lembrou que a população, principalmente quem mora às margens dos igarapés, deve evitar jogar lixo nos rios. “Por mais que sejam realizadas campanhas de conscientização ainda temos uma grande parcela da população que tem a prática de jogar qualquer tipo de material pela janela das casas ou então nas ruas. Fatalmente esse lixo vai parar nos igarapés e o resultado é esse”, concluiu. DIVULGAÇÃO/SEMULSP

Fogo em barco é observado por curiosos na Velha Serpa

Morreu ontem a segunda vítima da explosão de um barco no município de Itacoatiara (a 176 quilômetros de Manaus), ocorrido no início da noite do último dia 6 deste mês. Anikson Martins Gomes, 36, estava internado com graves queimaduras no hospital 28 de Agosto, em Manaus, mas não resistiu. A primeira vítima do acidente foi o condutor da embarcação, Sileno da Silva Araújo, 24, que morreu na hora do sinistro.

Ainda permanecem internadas as vítimas Aglisson Gama, 30, Hércules Viana Miranda, 27, e Ériton Ferrão Gomes, condutor do carropipa. Eles tiveram queimaduras de terceiro grau e estão em estado estável. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a explosão do barco aconteceu durante o abastecimento da embarcação. A Polícia Civil informou que o caso foi registrado na 2ª Delegacia Interativa de Itacoatiara, que investigará o caso. (RL)

Funcionários da Semulsp retiraram o lixo acumulado no rio

Corpo é achado boiando SILANE SOUZA Equipe EM TEMPO

Um corpo de um homem, sem identidade, foi encontrado boiando ontem no lago do Aleixo, no bairro Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste. Segundo o delegado titular do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Robson Siqueira, a suspeita é que a vítima morreu por afogamento, uma vez que não havia sinais de violência. Um mototaxista, que não quis se identificar, disse que conhecia o homem de vista e que ele era conhecido como “Loiro”. Ainda segundo o mototaxista, “Loiro” era morador do conjunto Guilherme Alexandre, localizado no mesmo bairro onde o corpo foi encontrado boiando. Populares informaram que viram “Loiro” no sábado à noite na rua Rosa de Maio juntando latinha e que estava bêbado. Conforme relatos do mototaxista, que reconheceu a vítima, ele não sabia que “Loiro” catava latinhas, mas disse que ele bebia e usava droga. A remoção do corpo foi feita com a ajuda de um morador que o trouxe para a margem do lago para que a Polícia Civil fizesse a perícia. O corpo foi removido pelo Instituto Medico Legal (IML), para identificação e exames que apontem a real causa da morte.

LOTERIAS

MEGA-SENA Concurso nº 1606 (07/06/2014) 01

15

37

42

46

54

TIMEMANIA Concurso n. 585 (07/06/2014) 28 36 50 54 56

57 70

Time do coração SÃO PAULO/SP

LOTOFÁCIL Concurso n. 1065 (06/06/2014) 02

03

04

05

06

12

14

15

17

19

20

21

22

24

25

QUINA Concurso n. 3509 (07/06/2014) 18

19

32

34

78

LOTOMANIA Concurso n. 1458 (07/06/2014) 02

08

13

17

20

29

32

35

43

46

47

49

50

55

71

75

85

90

92

00

DUPLA DUPLA-SENA Concurso n. 1287 (06/06/2014) Primeiro sorteio

05

24

25

33

43

45

10

47 49

Segundo sorteio 01

04

06

FEDERAL Extração nº 04873 (07/06/2014) Prêmio 1º

Bilhete

Valor (R$)

48.643

500.000,00

2º 51.470

34.200,00

3º 74.009

33.600,00

4º 32.533

32.800,00

5º 56.912

31.940,00

FONTE: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL


Opinião

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

Contexto 3090-1016

tricia@emtempo.com.br

contexto@emtempo.com.br

A3

Editorial opiniao@emtempo.com.br

Basta por o time em campo A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), com apoio do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) e da Polícia Militar, conseguiu identificar 31 moleques de maior e menor idade, flagrados com spray na mão, pichando viadutos e passagens subterrâneas recém-decorados com as cores do Brasil. Segundo o anúncio das detenções realizado sábado 7, os órgãos de segurança dedicaram 11 dias às investigações para chegar à “tribo” dos pichadores, que se reunia em uma praça do centro da cidade, para definir os locais que seriam depredados. Adolescentes integravam o bando, pois nenhum bandido, hoje, atua sem escorar-se, covardemente, em menores de idade, que não podem ser presos (são apreendidos, como mercadorias) e nem têm onde cumprir penas alternativas, pois o Estado brasileiro é rico de direito e miserável de fato. Somente os criminosos do colarinho branco ainda não descobriram um jeito de usar menores de idade. O que se depreende dessa boa notícia de fim de semana é que basta a Segurança Pública usar seus quadros de inteligência para a sociedade sentir-se melhor protegida. No entanto, foi preciso que a “Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014” (isto mesmo, uma marca registrada privada) para lembrar às autoridades seu compromisso com os nativos. As pichações já estavam, na verdade, se integrando à realidade do caos urbano de Manaus, e se banalizando; somente os proprietários privados ainda se indignavam diante da inércia de quem de direito, quando viam seus próprios depredados. Em 11 dias de time em campo, a Secretaria de Segurança Pública chegou à “assembleia” da molecada, no Centro Histórico de Manaus. Se esse empenho não durar somente nos dias da Copa, a segurança deixará de ser apenas uma “sensação” paranoica de perdas e danos.

Nem aí para a Copa Uma pesquisa feita pelo site “Reclame Aqui” mostrou que a maior parte dos brasileiros não está satisfeita com a Copa do Mundo. A consulta foi feita com 112 mil pessoas de várias regiões do país e 70% disseram estar insatisfeitos com a organização do evento. Vale ressaltar que a pergunta levou em conta o investimento, a preparação, a infraestrutura e outros aspectos. Tem mais: de todos os entrevistados, 91% responderam que não vão assistir aos jogos nos estádios. O principal motivo declarado por 52% dos consumidores era a falta de interesse. Só não dá para entender, então, por que a correria de última hora para conseguir um lugarzinho em uma das arenas que vai receber jogos do Mundial. Procura A pesquisa não reflete, nem de perto, a corrida por camisas de várias seleções nas lojas de artigos esportivos de Manaus. No sábado, o que se via era uma grande procura, nos centros comerciais, por camisetas do Brasil, Alemanha, Portugal e até mesmo da nossa arquirrival Argentina. Mau gosto Por falar em Argentina, foi de muito mau gosto a reportagem que a revista de humor “Barcelona”, editada em Buenos Aires, resolveu fazer sobre o Brasil. Para usar humor ácido é preciso inteligência em dobro e pôr uma banana no lugar dos dizeres “Ordem e Progresso” na bandeira brasileira foi, no mínimo, deselegante. Sobrou para o Cristo Isso sem falar na montagem feita pelos argentinos com um dos principais cartões-postais do Brasil, o Cristo Redentor, que aparece na revista vestido com a camisa da Argentina e em uma das mãos um revólver. Para tudo há limite, hermanos! Alerta Depois de anunciada a prorrogação para até 11 de junho das inscrições do concurso que vai premiar as 10 ruas mais bonitas da cidade com a temática da Copa do Mundo, a prefeitura está alertando os responsáveis pelas decorações das vias para que respeitem o limite mínimo de

cinco metros de altura para os enfeites. Dificuldade Esse alerta da prefeitura ocorre porque, em algumas ruas, a decoração superior está abaixo de cinco metros e, consequentemente, isso atrapalha o tráfego de veículos e até mesmo a visão que os condutores deveriam ter de semáforos e placas de sinalização. Novo Aripuanã O senador Eduardo Braga (PMDB) passou o sábado em Novo Aripuanã para a realização de mais uma edição do projeto “O PMDB ouve você”. Esse projeto tem o objetivo de ouvir o povo para a construção de um plano de governo que seja baseado nas demandas dos amazonenses. Comitiva Braga foi ao município acompanhado por uma comitiva formada pelo exsenador João Pedro, os deputados estaduais Sinésio Campos e Vicente Lopes, o vereador Massami Miki e os ex-secretários estaduais Gedeão Amorim e Alessandra Campelo. Cidadão de Manaus Em sessão plenária compensatória, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) deliberou o projeto de autoria do vereador Ednailson Rozenha (PSDB), que concede o diploma de Cidadão de Manaus ao

APLAUSOS

regi@emtempo.com.br

senador mineiro Aécio Neves (PSDB). A proposta seguiu para análise da Comissão Especial de Comendas da casa legislativa. Classe média Pela primeira vez em 10 anos, o percentual de integrantes da classe média na América Latina chegou a 32% da população que vive na região, cerca de 580 milhões. Antes desse período, o total da população com ganhos acima de 50 dólares por dia na região era de menos de 20%. Prejuízo Na rua Dalmir Câmara, no São Jorge, quase em frente à escola estadual Fueth de Paulo Mourão, um bueiro aberto tem dado muita dor de cabeça aos motoristas. Já foram registrados incidentes com pelo menos 10 veículos no local. Estratégia Aproveitando os holofotes da Copa, a presidente Dilma Rousseff faz uma “ofensiva de exposição” na TV aberta, onde defende ações do governo, obras e o legado do evento. Então tá Nas entrevistas dadas na semana passada, o conteúdo das respostas foi parecido. Dilma disse que não vai reprimir as manifestações na Copa, mas que o governo vai garantir o direito das pessoas assistirem aos jogos.

VAIAS

Hélcio Milito

Regi

Guerra religiosa DIVULGAÇÃO

REPRODUÇÃO

Para o legado deixado pelo baterista e percussionista Hélcio Milito, que integrou o grupo Tamba Trio entre os anos 60 e 80. Milito tocou com artistas como Maysa, Nara Leão, João Gilberto e Stan Getz.

Para a guerra religiosa em um Brasil conhecido pela diversidade. Alguns usam até violência para impor uma religião (ou seita) sobre a outra. Não condiz com um país que sempre lutou pela liberdade de expressão.

Luiz Flávio Gomes opiniao@emtempo.com.br

Estado do crime organizado Um dia antes da intervenção do Banco Central no Banco Santos, em 2004, Sarney resgatou da sua conta bancária mais de R$ 2 milhões. O MPF (SP) suspeitou que o parlamentar teria informação privilegiada. O inquérito só foi remetido ao STF no dia 19/5/14, 10 anos depois. O procurador-geral da República pediu a prescrição porque Sarney já tem mais de 70 anos (a prescrição de 12 anos caiu pela metade). Ou seja: o crime já está prescrito. Dias Toffoli (no STF) arquivou o caso. Sarney está livre do crime, “se é que aconteceu”, disse o PGR. O inquérito tramitava na 6ª Vara Criminal da Justiça Federal em SP. Em maio de 2014, 10 anos depois dos fatos, foi remetido o inquérito para o STF, porque José Sarney é parlamentar, que deve ser julgado pela corte suprema. No plano penal, o arquivamento se tornou inevitável. No criminológico, o caso possui uma riqueza de detalhes impressionantes, a confirmar a tese de que o Estado brasileiro se tornou (também) um grande crime organizado. O Estado brasileiro, como todos os demais, é uma hidra. Há, portanto, cabeças, mãos e pés para o bem e para o mal. Nem tudo que o Estado faz é um crime. Grande parte da sua atividade, no entanto, faz parte de uma organização criminosa, constituída de 4 ou mais pessoas, estruturalmente ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas; há organizações formais e informais; sempre, no entanto, com o objetivo de obter, direta ou indiretamente, vantagem de qualquer natureza (pecuniária, política, competitiva etc.), mediante a prática de infrações penais cujas penas máximas sejam superiores a 4 anos. Todos os requisitos da organização criminosa estão presentes em grande parte do que o Estado brasileiro faz.

A troika maligna que forjou e protagoniza um dos maiores crimes organizados do planeta é composta de agentes financeiros especuladores (estou falando dos “especuladores”, não de todos os agentes financeiros), agentes econômicos extrativistas (estou falando das empresas e corporações que só pensam em lucros ilícitos, abusivos e/ou parasitários) e agentes públicos corruptos (estou falando dos corruptos, de todos os poderes, incluindo-se aí todos os políticos, naturalmente, com as ressalvas necessárias). Ferrajoli (2014/1), num recente trabalho, engrossando as doutrinas de Morrison, Zaffaroni, Bernal, Rivera, Vidal etc., coloca em pauta o objeto de estudo da criminologia, que sempre se ocupou do ladrão de galinha, sem dar a devida atenção aos genocídios, às “guerras humanitárias”, aos crimes de guerra cometidos pela Otan e pelos EUA, aos genocídios dos Estados. Que tem a criminologia a dizer sobre as catástrofes terríveis da fome, da sede, das enfermidades e da devastação ambiental causadas pelo atual anarcocapitalismo assim como pelo mercado financeiro sem regras? A troika maligna mencionada, desde logo, tem as mesmas características do tráfico de drogas localizado, que sempre espoliou a população miserável, para cumprir seus dois propósitos: (a) a concentração do dinheiro do bairro nas mãos dos donos do tráfico; (b) servindo a narcoquímica para manter a população local em um Estado suficientemente débil e desesperado para não poder rebelar-se. Quanto mais droga se distribui, mais fragilizada, adicta e dominada ficam as pessoas. No Brasil, a troika distribui outras drogas, como a da corrupção, da violência e da desigualdade animalesca entre as pessoas.

Luiz Flávio Gomes Jurista e coeditor do portal “atualidades do direito.com.br”

No plano penal, o arquivamento se tornou inevitável. No criminológico, o caso possui uma riqueza de detalhes impressionante, a confirmar a tese de que o Estado brasileiro se tornou (também) um grande crime organizado. O Estado brasileiro é uma hidra. Há cabeças, mãos e pés para o bem e para o mal”


A4

Opinião

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

Frase

Painel VERA MAGALHÃES

Café sem leite

Um problema típico de segurança pública. Esses motoristas não tinham esse direito. Poderia ser o caso de uma prisão em flagrante. Todos os nomes eram conhecidos que estavam em serviço naquela hora. Por que não foram instaurados inquéritos policiais? Uma categoria não pode incomodar a milhões de pessoas. A lei precisa ser cumprida

O paulista Geraldo Alckmin ainda não ajudou o mineiro Aécio Neves a decolar no maior colégio eleitoral do país. Entre os eleitores do governador, o presidenciável do PSDB tem apenas 25% das intenções de voto. Está tecnicamente empatado com Dilma Rousseff (PT), favorita de 24% dos alckmistas. Se o quadro não mudar, os tucanos viverão uma revanche de 2006. Naquele ano, Alckmin tentou a Presidência e sofreu com o voto “Lulécio”, que uniu Lula e Aécio em Minas Gerais. À deriva Segundo o Datafolha, 23% dos alckmistas dizem não ter candidato a presidente. Outros 10% não sabem em quem votar. O governador tem aparecido pouco na pré-campanha de Aécio. Doce vampiro Os serristas, quem diria, são mais generosos com o mineiro. Entre os que pretendem votar em José Serra (PSDB) para o Senado, Aécio tem 28%. Dilma aparece com 18%. Dilmalckmin No eleitorado de Dilma, o governador tucano tem quase metade (48%) das intenções de voto. Paulo Skaf (PMDB) aparece com 20% e o petista Alexandre Padilha, com apenas 8%. Terceira via Alckmin só não venceria entre os apoiadores de Eduardo Campos (PSB). Quem lidera no grupo é Skaf com 40%. O governador está colado, com 39%. Então, tá Os tucanos tentam ver um ponto positivo no inquérito contra ex-secretários de Alckmin suspeitos de participar do cartel dos trens. O STF rejeitou pedidos de cooperação internacional, que tornariam a

investigação mais longa. Quanto pior... Aliados de Skaf comemoraram essa decisão, que pode constranger a campanha tucana. No front petista, Padilha já se esforçava para explicar citações na operação Lava a Jato da PF. Na rebarba Skaf ainda sonha em se beneficiar com a disputa entre PSD e PSB pela vice de Alckmin. Michel Temer disse ao pessedista Gilberto Kassab que as portas do PMDB seguem abertas. Esconde-esconde O governo vai retirar do ar propagandas que contenham marcas de programas federais. Quer evitar problemas com a Justiça Eleitoral. Imprevisto Aécio Neves estará na convenção do partido em Minas, nesta terça. Vai retomar as conversas sobre seu vice. O tema seria discutido hoje, após reuniões em Recife, mas a viagem foi adiada com o nascimento prematuro de seus filhos gêmeos. Apostas Em Minas, será debatida a opção do ex-se-

Paulo Skaf, pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PMDB, defendeu racionamento de água do sistema Cantareira e exigiu “atitudes”, que não disse quais, do governador Geraldo Alckmin, contra a greve dos metroviários deflagrada quinta-feira (6).

nador Tasso Jereissati como vice. Mas os tucanos ainda sonham com Henrique Meirelles, ex-presidente do BC, caso o PSD abandone Dilma. Quem não chora... Michel Temer prometeu a aliados do PMDB ser agressivo na cobrança de cargos caso Dilma seja reeleita. Disse que pedirá pastas poderosas, com direito a indicar os subordinados ao ministro.

Olho da Rua opiniao@emtempo.com.br RICARDO OLIVEIRA

... não mama O vice exigirá ainda presença de peemedebistas no núcleo da campanha. Para aprovar a aliança na convenção do partido, também quer que os ruralistas opinem na preparação do programa de governo. Estranho no ninho O marqueteiro de Eduardo Campos (PSB), Diego Brandy, ganhou ingresso para Brasil x México em Fortaleza. Preocupado com o argentino no Castelão, um colega de campanha sugeriu que ele fique a torcida mexicana. Preso caro A União pode pagar até R$ 290 mil para um escritório de advocacia italiano no processo de extradição de Henrique Pizzolato, condenado no mensalão.

Tiroteio

Uma vista aérea da cidade é a visagem de outra miragem. Quem se estabelece (não precisa ser bom para isso) não costuma prestar atenção ao entorno. Essa atitude de arrivista, que não consegue estabelecer pertencimento nem laços de solidariedade acaba destacando o que foi esquecido. O mercado Adolpho Lisboa se enriquece com a arquitetura miserável do entorno

Juan Quirós opiniao@emtempo.com.br

Esse decreto foi um erro e uma agressão ao parlamento. O assunto deveria ser tratado por lei. O Congresso vai acabar derrubando.

Saúde sem gestão

DO DEPUTADO EDUARDO CUNHA, líder do PMDB na Câmara, sobre o decreto presidencial que obriga realização de consultas públicas em órgãos do governo.

No momento em que a Receita Federal anuncia que os impostos federais de R$ 293,42 bilhões recolhidos no primeiro trimestre de 2014 estabeleceram novo recorde para os três primeiros meses do ano, com crescimento de 2,08% em relação ao mesmo período de 2013, é oportuno refletirmos sobre o retorno desses recursos para a sociedade. Nesse quesito, segundo distintos estudos internacionais, o Brasil é uma das nações com pior desempenho dentre as que mais arrecadam. Um viés interessante para percebermos a discrepância entre o que a sociedade paga ao Estado e o que recebe de volta em serviços e benefícios encontra-se na área da saúde, que, ao lado da educação, é a grande prioridade nacional. Pois bem, em 2014 o orçamento para o setor é de R$ 106 bilhões, segundo consta no portal da transparência do governo federal. Em 11 anos, os recursos destinados à assistência médico-hospitalar dos brasileiros mais que triplicaram. Em 2003, o valor era de R$ 31,2 bilhões. O crescimento das verbas do Ministério da Saúde, ainda segundo informações oficiais, permitiu aos Estados e municípios, responsáveis pela execução das ações e redes como UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), hospitais e ambulatórios, expandirem a chamada Atenção Básica. Somam-se ao dinheiro federal os recursos de todas as unidades federativas, que constituem o Sistema Único de Saúde (SUS), cujo princípio foi instituído pela Constituição de 1988. A análise sugere que o maior

Contraponto

Furto (nem tão) famélico Na semana passada, a segunda turma do STF votou um pedido curioso. Uma mulher foi presa em Minas Gerais por roubar cinco embalagens de lombo de bacalhau. O relator, Gilmar Mendes, defendeu que ela devia ser libertada por ter cometido o crime só para se alimentar. Foi vencido pelos colegas, que acharam o valor do roubo, R$ 360, alto demais. � Além do bacalhau, vemos no processo que ela também levou uma lata de azeite. Estava tentando fazer uma bacalhoada?, questionou Ricardo Lewandowski, provocando risos dos colegas. Publicado simultaneamente com o jornal “Folha de S.Paulo”

CENTRAL DE RELACIONAMENTO Atendimento ao leitor e assinante ASSINATURA e CLASSIFICADOS

3211-3700 assinatura@emtempo.com.br classificados@emtempo.com.br

REDAÇÃO

3090-1010 redacao@emtempo.com.br

3090-1001 circulacao@emtempo.com.br

Norte Editora Ltda. (Fundada em 6/9/87) – CNPJ: 14.228.589/0001-94 End.: Rua Dr. Dalmir Câmara, 623 – São Jorge – CEP: 69.033-070 - Manaus/AM

www.emtempo.com.br

@emtempo_online

Diretor de Redação Mário Adolfo marioadolfo@emtempo.com.br Editora-Executiva Tricia Cabral — MTB 063 tricia@emtempo.com.br Chefe de Reportagem Michele Gouvêa — MTB 626 michelegouvea@emtempo.com.br Diretor Administrativo Leandro Nunes administracao@emtempo.com.br

CIRCULAÇÃO

DO GRUPO FOLHA DE SÃO PAULO

Presidente: Otávio Raman Neves Diretor-Executivo: João Bosco Araújo

Gerente Comercial Gibson Araújo comercial@emtempo.com.br EM Tempo Online Yndira Assayag — MTB 041 yndiraassayag@emtempo.com.br

/amazonasemtempo

/ /tvemtempo

Os artigos assinados nesta página são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal.

problema da saúde no Brasil não é dinheiro, mas a má gestão, não apenas financeira, mas principalmente na operação dos equipamentos de atendimento municipais e estaduais. Há bons exemplos, porém, de que o gargalo administrativo pode ser superado mediante convênios com instituições privadas de excelência. Em São Paulo, os hospitais Albert Einsten, Sírio Libanês e Santa Marcelina, os três instituições privadas, apresentam resultados positivos na gestão de unidades públicas de saúde. O mesmo se aplica à organização social Pró-Saúde, com ação semelhante em distintas regiões. Obviamente, os acordos de administração privada de equipamentos públicos de assistência médico-hospitalar devem ser objeto de análise criteriosa, garantindo-se a excelência, experiência e probidade dos gestores. No entanto, observadas tais ressalvas, a ampliação do modelo poderá conferir uma nova dimensão à saúde no país, onde é dever constitucional do Estado prover gratuitamente esses serviços fundamentais à sociedade. Não é mais admissível vermos diariamente na TV, ouvirmos no rádio e lermos nos jornais e revistas as matérias sobre numerosos e repetidos casos de negligência no atendimento, demora para exames, pacientes esperando em macas nos corredores de hospitais, prontos-socorros incapazes de responder às emergências e a população desassistida. Os brasileiros pagam muito por esse grande convênio/seguro-saúde chamado SUS. É necessária uma contrapartida adequada!

Juan Quirós Presidente do Grupo Advento e vice-presidente da Fiesp

Não é mais admissível vermos diariamente na TV, ouvirmos no rádio e lermos nos jornais e revistas as matérias sobre numerosos e repetidos casos de negligência no atendimento, demora para exames, pacientes esperando em macas nos corredores de hospitais e prontos-socorros”


Política

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

A5

Convenções dos partidos ficarão para última hora

FOTOS: DIEGO JANATÃ

Apesar do prazo para realização do ato começar hoje, a maioria das siglas deverá deixar para o dia 30 suas convenções

Na última sexta-feira, o PDT, do ex-governador Amazonino Mendes, anunciou apoio a pré-candidatura do senador Eduardo Braga. Convenção dos partidos será apenas no dia 30 de junho GLÁURIA SOBREIRA Equipedo AGORA

A

maioria dos partidos políticos optou em deixar para o fim do prazo a realização das convenções internas que deverão definir com quais candidatos cada partido irá caminhar nas eleições do próximo dia 5 de outubro. A previsão é que mais da metade das siglas deixem para homologar suas decisões entre os dias 20 a 30 de junho. As legendas dos principais pré-candidatos ao cargo majoritário no Estado, senador Eduardo Braga (PMDB) e o governador José Melo (Pros) até a última sexta-feira (6) ainda não tinham definido a data da convenção. De acordo com a Lei das Eleições de número 9.504/97, as legendas têm o prazo de amanhã (10) até 30 de junho para oficializar os nomes dos candidatos que vão disputar cargos eletivos para presidente e vice-presidente da República; governador e vice-governador; senador e deputado

federal, além de deputados estaduais – ou distritais, no caso do Distrito Federal. Até agora, os partidos têm apenas anunciado alianças de apoio aos seus pré-candidatos. Um das primeiras siglas a oficializar seus candidatos será o PSB-Rede, que

DETERMINAÇÃO

De acordo com a Lei das Eleições, as legendas têm o prazo entre amanhã até o dia 30 de junho para oficializar os nomes dos candidatos que vão disputar cargos eletivos nas eleições

agendou para o dia 20 de junho sua convenção. Na última quinta-feira, dia 5, o partido apresentou o seu pré-candidato a vice-governador, que irá compor a chapa com o deputado estadual Marcelo Ramos (PSB). Será o perito da Polícia Federal Júnior Brasil.

De acordo com o secretáriogeral do PMDB estadual, Miguel Capobiango, a convenção do peemdebista deverá acontecer no fim do mês. A legenda lançará candidatos para todos os níveis, de presidente a deputado estadual. O apoio do prefeito Arthur Neto (PSDB), que tem sido disputado pelos candidatos ao governo, só será definido no último prazo. A convenção tucana será no dia 30, das 9h às 14h, na sede do partido, localizado na rua Javari, n° 43, bairro Vieiralves. Já o PDT, que tem como presidente de honra no Amazonas o ex-governador Amazonino Mendes, que já oficializou apoio à pré-candidatura ao governo do senador Eduardo Braga (PMDB), também irá realizar sua convenção no dia 30 de junho. O PPS, de Hissa Abrahão, irá esperar até o último dia para realizar a convenção, além da candidatura do vice-prefeito Hissa Abrahão para governo, o partido pretende lançar 41 candidatos para deputados estaduais e federais.

Henrique continua pré-candidato O Solidariedade, do deputado federal Henrique Oliveira, informou que o seu nome continua como pré-candidato ao governo. A convenção será no dia 30

deste mês. No mês passado, o diretório estadual do PT decidiu apoiar a pré-candidatura de Braga ao governo. Segundo o presidente es-

tadual do partido, Valdemir Santana, ainda não há data para a convenção, e a sigla irá lançar o deputado Francisco Praciano para deputado federal.

Com convenção do Solidariedade agendada para o dia 30, Henrique mantém pré-candidatura


A6

Política

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

MÁRCIO JAMES/ DIRCOM

Cláudio Humberto COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS

www.claudiohumberto.com.br

[A inflação] está agora um pouquinho alta” Ex-presidente Lula, que deixou de ser presidente para admitir: a inflação preocupa

Esteves e Hamyltinho viram personagens da CPI Além de André Esteves, amigo de figurões do PT e dono do banco BTG, deve virar personagem da CPI Mista da Petrobras o empresário Hamylton Padilha, vulgo “Hamyltinho”, uma das pessoas mais influentes e poderosas nos negócios da estatal. Como “investidor”, ele disponibilizou a Esteves um “negócio da China”, na África: US$ 1,5 bilhão por poços de petróleo da Petrobras avaliados em US$ 7 bilhões. Indagações A oposição quer saber por que ofereceram a operação africana a André Esteves, amigo Lula, a preço de banana. E quanto Hamyltinho faturou. Compensação Esteves e Hamyltinho entraram na lista de personagens a serem expostos na CPMI, para compensar a blindagem das empreiteiras. Pelo ralo A Petrobras produzia e explora petróleo em Angola, Benin, Gabão, Líbia, Namíbia, Nigéria e Tanzânia, onde investiu US$ 4 bilhões. Profundezas Hamylton Padilha é velho conhecido do setor. Passou por suas mãos o negócio da Petrobras com plataforma P-36, que afundou em 2001. Defesa de Vargas tenta manobras protelatórias Operador do doleiro Alberto Youssef junto ao governo Dilma, o ex-vice-presidente da Câmara André Vargas (PR) agora acusa o presidente do Conselho de Ética, Ricardo Izar (PSD-SP), de ofender Código de Ética. Em carta enviada aos membros do conselho, o advogado Michel Saliba alegou

que era atribuição do relator, e não de Izar, negar a suspensão do processo de cassação do mandato do ex-petista. Embromation A defesa de Vargas pediu sobrestamento do processo até a conclusão de sindicância na Corregedoria ou desfecho de investigações no STF. Homem-bomba Com medo de Vargas abrir o bico, o PT trabalha no Conselho de Ética para blindar o ex-correligionário, que agora xinga Dilma e os petistas. Nada muda Para evitar que Vargas recorra na Justiça, Izar combinou de passar ao relator Júlio Delgado (PSB-MG) a decisão sobre pedido de suspensão. Itaú na oposição O herdeiro do Itaú Unibanco, Ricardo Marino, filho de Milu Villela, disse, em Londres, que cresceram as chances de Dilma Rousseff perder as eleições. A afirmação foi para uma plateia de banqueiros, financistas e investidores em evento do Instituto Internacional de Finanças. Euforia Mais uma vez a Bolsa reagiu com entusiasmo à nova derrapada de Dilma nas pesquisas. Com a notícia da queda de 4%, o Ibovespa subiu 3,04%, sexta-feira. Ações da Petrobras dispararam mais de 8%. Fazendo água O Ministério Público Federal prorrogou as investigações sobre suposta compra irregular de apê avaliado em R$ 5 milhões do comandante Moura Neto, à beira-mar no Rio. A Marinha estourou prazos.

Jornalista

Troco goiano O pessoal de Michel Temer desconfia que os convencionais do PMDB de Goiás, ligados a Íris Rezende, ficarão contra o apoio à reeleição de Dilma. Pelo sim, pelo não, Íris tem falado com Eduardo Campos (PSB). Falta cintura Presidente do PPS, Roberto Freire não esconde a insatisfação com Romário (PSB), que cogita disputar o Senado na chapa de Lindbergh Farias: “Como articulador político, ele é um ótimo finalizador no futebol” Saiu na frente O deputado Leonardo Picciani (PMDB) garante que “ninguém no Rio terá exército maior” que o presidenciável Aécio Neves (PSDB-MG), que participou de ato com a presença de 1,4 mil lideranças de 17 partidos. Tucanos se bicando Aécio Neves é pressionado a intervir nas brigas do PSDB do Pará e Paraíba. As cúpulas tucanas querem impedir que os senadores Mário Couto (PA) e Cícero Lucena (PB) disputem a reeleição. Dia de Cooperar Cooperativas de todo o país realizam em 6 de setembro o “Dia C”, para valorizar o trabalho voluntário. Coordenadas pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), entidades oferecerão, por exemplo, atendimento médico gratuito, envolvendo mais de 200 mil voluntários. Profecia Com Dilma caindo nas pesquisas e adversários parando, é grande a chance de o candidato Fuleco ganhar as eleições contra o Cacareco.

Líder no tamborete

Durante evento realizado no sábado, presidente municipal dos socialistas disse que sigla não se curvará nesta eleição

A

berto a novas ideias e propostas políticas, mas sem perder o foco e o princípio de renovação. Este será o rumo do Partido Popular Socialista (PPS) no Amazonas neste ano eleitoral, de acordo com o presidente municipal da sigla e membro da executiva nacional, o vice-prefeito de Manaus, Hissa Abrahão. A declaração foi dada na manhã deste sábado (7), durante o debate “A Nova Política e as Mudanças na Conjuntura Local e Nacional”, na Câmara Municipal de Manaus (CMM). O evento teve a presença da ex-vereadora e ex-subprefeita de São Paulo, Soninha Francine, que também é uma das dirigentes nacionais do PPS. O presidente regional do PPS,

Guto Rodrigues, foi o mediador do debate, que teve a presença de várias lideranças do partido. Hissa destacou, ainda, que o apoio nacional e a escolha do candidato a vice-governador serão divulgados somente no próximo dia 30, data da convenção da legenda no Estado. “Tudo será decidido no dia 30. Escolheremos com responsabilidade a quem iremos apoiar. Mas quero deixar registrado que tempo de TV nunca ganhou eleição. O que ganha eleição é a raça, é a caminhada, é o diálogo com o povo”. As constantes especulações sobre sua pré-candidatura também foram lembradas pelo vice-prefeito.“Nós somos e sempre seremos a

favor dos diálogos. Conversamos com todos os principais atores da política local. É proibido conversar? Quero deixar claro que o PPS conversa com quem quer que seja, pois isso é natural. No entanto, continuaremos nosso rumo. Sempre fizemos política nas adversidades, com muita luta. Enfrentamos dificuldades e continuaremos enfrentando. Ninguém é dono do Amazonas e o PPS não vai se curvar a ninguém”, ressaltou. Para Soninha, o debate político é essencial para que novos rumos sejam alcançados pela sociedade brasileira. “Eu sempre me questiono onde está a sociedade civil durante os debates. O coletivo é importante, muito mais que o direito individual”, afirmou.

CÂMARA FEDERAL

DIVULGAÇÃO

O presidente Lula estava muito descontraído, certa vez, quando almoçava com a bancada do PMDB. Riu muito de um “atentado” do deputado Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), ex-rebelde, que derrubou xícaras perto dele. E quando anunciaram um discurso do líder do PT, o minúsculo Professor Luizinho, o presidente pediu: - Bote aí um banquinho para o Luizinho falar!

PSB X PSDB

Marina Silva não aprovou aliança membros do PSB também apoiaram a candidatura do deputado federal Márcio França, presidente estadual do PSB, como vice de Alckmin. Marina se aliou a Eduardo Campos por não ter conseguido fundar a Rede Sustentabilidade, partido que lhe permitiria lançar candidatura própria. “Juntamente com todos os integrantes da Rede Sustentabilidade, discordo da indicação aprovada ontem na reunião do diretório estadual do PSB de São Paulo de apoiar o projeto político do PSDB. Para nós, isso é um equívoco”, declarou Marina em nota. A pré-candidata defende que o PSB mantenha independência no Estado e lance candidatura própria. A ex-

‘O PPS não é subalterno de ninguém’, diz Hissa

Orçamento impositivo na pauta

PODER SEM PUDOR

A pré-candidata a vice-presidente da República pelo PSB, Marina Silva, afirmou ontem em nota divulgada em sua página no Facebook que considera um “equívoco” o diretório do partido em São Paulo apoiar o projeto político do PSDB nas eleições deste ano. Marina compõe a chapa que tem o presidente do PSB, Eduardo Campos, como provável candidato à Presidência da República. Na última sexta-feira (6), em votação unânime, os membros do diretório do PSB em São Paulo aprovaram o indicativo de coligação do partido com o PSDB nas eleições de outubro. O PSDB deverá tentar reeleger Geraldo Alckmin para o cargo de governador. Os

Hissa disse que partido só irá definir sobre o pleito deste ano na convenção do dia 30 de junho

pectativa de Marina é que a decisão do diretório do PSB seja alterada na convenção estadual da sigla. “Desde já, deixamos clara nossa posição de que, caso essa indicação não seja revertida, seguiremos caminho próprio e independente em São Paulo”. “A Rede Sustentabilidade não seguirá essa indicação. Em todo o país, estamos debatendo o assunto e apoiando nossos companheiros de São Paulo na busca de uma alternativa que supere a velha polarização PT-PSDB, e que proporcione apoio efetivo à candidatura de Eduardo Campos”, diz a nota. A pré-candidatura da chapa composta por Marina Silva e Eduardo Campos foi anunciada em maio deste ano.

O plenário da Câmara dos Deputados pode votar nesta semana os destaques à proposta do orçamento impositivo de emendas parlamentares (PEC 358/13). A proposta, de autoria do Senado, obriga a União a executar as emendas parlamentares no montante de até 1,2% da receita corrente líquida. Os destaques pendentes pretendem retirar do texto regras sobre os limites mínimos de aplicação de recursos federais em saúde. Esse ponto faz parte do acordo fechado pelo governo com o Senado quando a matéria tramitou naquela casa. Na sessão ordinária de terça-feira, os deputados podem analisar o projeto de lei 4.385/94, do Senado, que regulamenta a presença de farmacêuticos em farmácias. De acordo com o substitutivo da Comissão de Defesa do Consumidor, de autoria do deputado Ivan Valente (PsolSP), o estabelecimento deverá ter um farmacêutico exclusivo de plantão durante todo o funcionamento e não poderá exibir propaganda de medicamentos. Ainda na sessão ordinária, o plenário precisa votar o projeto de decreto legislativo 1.472/14, do Senado, que indica Bruno Dantas Nascimento para o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU),

Câmara promete realizar esforço concentrado nesta semana

Aposentadoria por invalidez Também na pauta de amanhã está a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da deputada Andreia Zito (PSDB-RJ), que garante proventos integrais aos servidores públicos aposentados por invalidez. A nova regra vale para os servidores civis da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios. Atualmente, a Constituição prevê a aposentadoria por invalidez com proventos integrais apenas nos

casos de acidente em serviço, moléstia profissional ou doença grave, contagiosa ou incurável prevista em lei, como hanseníase, paralisia irreversível e mal de Parkinson. O projeto de lei 6.446/13, do Senado, que disciplina o direito de resposta às pessoas de se sentirem ofendidas por informações divulgadas pelos meios de comunicação também é esperado para entrar em votação.


Dia a dia

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

A7

Cheia provoca a interdição de mais uma rua no Centro D

uas semanas após a interdição da rua dos Barés, no centro da cidade - alagada por conta da cheia do rio Negro, foi a vez da Barão de São Domingos ter um trecho obstruído, neste final de semana. Apesar da evidente dificuldade de acesso, por conta da invasão da água, os comerciantes da área descartam a possibilidade de ter grandes prejuízos, comparados ao da cheia de 2012. “Ainda não nos afetou e acho que também não teremos grandes prejuízos. Quando os nossos clientes dependem da feira, vem de qualquer jeito. Eles são fiéis”, disse o comerciante que há 10 anos trabalha na feira da banana, Darlan Rodrigues, 31. Ele apontou que nem em 2012 - quando foi registrada a cota histórica de 29,97 metros, a queda nas vendas não foi muito significante. “Lembro que a situação ficou difícil no setor da carne e do peixe, em que os feirantes foram removidos. Mas o restante não teve”, afirmou. O trecho interditado fica em frente a feira Manaus Moderna, onde uma água de cor escura e forte odor tomou a via. Sacos

de areia e paletes foram espalhados pelo local para facilitar a passagem de pessoas. Uma ponte improvisada com paletes também foi instalada no corredor, ao lado da feira, onde se concentram várias lanchonetes. Com duas crianças e bagagem nas mãos, a doméstica Irleide Costa, 21, se desequilibrou e quase caiu dentro da poça. “Está muito ruim essa passagem. Vim do Janauacá (há 110 quilômetros da capital) e lá está tudo

PREJUÍZOS

Apesar da evidente dificuldade de acesso, por conta da invasão da água, os comerciantes da área descartam a possibilidade de ter grandes prejuízos, comparados ao da cheia de 2012 embaixo d’água. As aulas foram suspensas”, informou. Em outros pontos da rua, próximo ao mercado municipal Adolpho Lisboa, a água também avança e o odor incomoda os moradores. “O mau cheiro é o pior. Eu já fico incomodado, imagina quem mora aqui com

criança. Mas já estamos em junho, acredito que o rio não irá mais encher”, afirmou o motorista Ilídio Andrade, 56. A ruas Barão de São Domingos e dos Barés são sempre as primeiras afetadas pela cheia. O problema acontece sempre que o rio sobe e obstrui as galerias. Sem ter para onde escoar, todo o esgoto faz o caminho de volta e transborda pelos bueiros. Na última sexta-feira (6), a cota do rio Negro alcançou a cota de 29,44 metros, acordo com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Embora a margem inferior de 28,79 ter sido superada, a expectativa do órgão é que a cota extra superior estimada não ultrapasse 29,49, conforme o último alerta de monitoramento CPRM, em 30 de abril. Famílias afetadas Além das ruas no centro da cidade, 15 bairros na capital também sofrem as consequências da cheia. De acordo com dados da Defesa Civil de Manaus, mais de 3 mil famílias já foram afetadas. No São Jorge, Zona Oeste, os moradores têm providenciado a construção de marombas. “Moro aqui há mais de 20 anos e isto sempre acontece”, afirmou o construtor civil, José de Carvalho, 47.

Ruas do Centro, como a Barão de São Domingos, sofrem com a subida das águas do rio Negro

PARQUE

MICROEMPRESÁRIOS

Academia ao ar livre nos Bilhares MÁRIO OLIVEIRA/SEMCOM

Curso tira camelôs da informalidade

O Parque Ponte dos Bilhares, administrado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), foi reinaugurado, no início da noite do último sábado (7), com mais segurança e equipamentos novos para a população, marcando também o encerramento da Semana do Meio Ambiente 2014. O espaço conta agora com uma academia ao ar li-

vre (a maior da cidade com 14 equipamentos distribuídos em três ilhas), nova iluminação em LED que contribuiu para o aumento da segurança no local e uma Estação de Reparos para Bicicletas, a primeira Bike Station da Região Norte, instalada próxima ao estacionamento da segunda etapa, disponibilizando nove tipos de ferramentas para consertos de bicicletas. A estação para as bicicletas

é resultado da parceria entre o Movimento Pedala Manaus e a prefeitura, como forma de oferecer mais conforto e comodidade para os ciclistas que frequentam o parque. “Estamos entregando o Parque Ponte dos Bilhares com mais segurança, iluminação a LED, equipamentos públicos novos, mais verde e, sobretudo, mais humanizado”, comemorou a secretária municipal de Meio Ambiente, Kátia Schweickardt. TÁCIO MELO/SEMCOM

IVE RYLO Equipe EM TEMPO

ALBERTO CÉSAR ARAÚJO

Após a rua dos Barés ser invadida pelas águas do rio Negro, agora a Defesa Civil interdita a Barão de São Domingos

Prefeito Arthur Neto participou da cerimônia de entrega de certificados aos camelôs

O prefeito Arthur Virgílio Neto participou da cerimônia de entrega de diplomas de certificação aos mais de 600 camelôs que aderiram ao projeto Viva Centro Galerias Populares. A certificação é resultado da participação deles no Programa de Capacitação de Camelôs, que visa tornálos microempreendedores, saindo da informalidade.

Os cursos do Programa de Capacitação de Camelôs foram promovidos pela Escola de Serviço Público Municipal (ESPI), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), realizados em parceria com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), do governo do Estado. “Nada disso

daria certo se vocês (camelôs) não tivessem acreditado neste projeto. A partir de hoje vocês saem da informalidade”, destacou o prefeito. Na solenidade de certificação, o prefeito de Manaus anunciou, ainda, a liberação de uma linha de crédito para os camelôs, por meio da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam). Novo Parque dos Bilhares conta agora com academia ao ar livre e uma estação para bicicletas


A8

Dia a dia

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

Festival de Parintins recebe reforço do Ronda no Bairro O

Festival de Parintins deste ano irá contar, pela primeira vez, com a atuação do programa Ronda no Bairro, que foi implantado no município em dezembro no ano passado e ficará responsável pelo policiamento ostensivo em todos os bairros da cidade. Ao todo, cerca de 1,5 mil servidores, entre policiais civis, militares e bombeiros, participam da operação Parintins 2014, realizada em parceria com órgãos do governo do Estado, município e governo federal. Segundo o secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel Paulo Roberto Vital, assim como nos anos anteriores, todos os órgãos do sistema (Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento Estadual de Trânsito, Ouvidoria-Geral e Corregedoria) participam da operação para garantir uma festa segura para todos. Ele destaca que o Festival de Parintins é estabelecido, por meio de portaria da SSP, como evento de alta complexidade e de grande repercussão nacional e internacional. Neste ano, a estimativa é que a cidade receba 80 mil visitantes.

De acordo com o secretárioadjunto do Ronda no Bairro, coronel Raimundo Roosevelt, o município de Parintins já conta desde o ano passado, com o reforço de policiais por conta da implantação do Ronda no Bairro. “Neste ano será incluído dentro da operação, garantindo a segurança em toda a cidade, com toda a tecnologia embarcada que o programa possui”, afirmou. O comandante da operação Parintins 2014 da Polícia Militar, tenente-coronel Marcos Brandão, explica que todas as modalidades de policiamento serão empregadas na grande operação: Canil, Fluvial, Aéreo, Esquadrão Antibombas (grupo Marte). “Não iremos atuar apenas na parte ostensiva, mas principalmente preventiva, fazendo fiscalizações e varreduras nos locais de grande concentração de pessoas”, disse Brandão. Efetivo Ao todo, ele explica que o município receberá o reforço de 600 policiais, que somados aos cerca de 200 que já atuam na cidade no programa Ronda no Bairro, irão integrar à grande operação de segurança que será realizada neste ano.

AGECOM

Policiamento durante o festival terá, pela primeira vez, o reforço do programa implantado no município em dezembro de 2013

Ao todo, cerca de 1,5 mil servidores, entre policiais civis, militares e bombeiros, vão participar da operação Parintins 2014

Politur será destacada para ajudar os turistas Neste ano, Brandão explica que haverá um reforço feito pelos policiais da Politur, policiamento turístico, por conta do aumento de turistas estrangeiros que devem participar da festa. “Por conta da Copa

do Mundo, a expectativa é de haver aumento de turistas estrangeiros na ilha, por isso, estaremos colocando policiais bilíngues em áreas estratégicas, porto e aeroporto. E ainda em qualquer ocorrência que en-

volva estrangeiros”, ressaltou. A tropa que irá atuar no município começa a ser deslocada para Parintins no dia 22. Mas desde o dia 18, os grupos de apoio já desembarcam na cidade para montar a estrutura.

O policiamento será feito por 30 viaturas, 20 motocicletas, uma lancha, helicóptero equipado com aparelhos de captação de imagens de última geração, além de cães farejadores.


Caderno B

País

ZERO HORA

Corpo de Fernandão é enterrado

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

economia@emtempoºcomºbr

(92) 3090-1042

País B2

ONU diz que Brasil é país mais violento do mundo

Segundo estudo da organização internacional, violência no território nacional supera até mesmo a de países em guerra DIEGO REIS/POLICIA CIVIL RJ

Conforme o escritório da ONU que trata de assuntos relacionados às drogas e ao crime, número de assassinatos no país foi de 42.785 casos, quase dois mil a mais que segunda colocada, a Índia AGÊNCIA EDITAL

O

Brasil ultrapassou países com históricos de guerras e conflitos armados no número de assassinatos e se tornou o país mais violento em todo o mundo, mesmo sem estar participando em nenhum cenário de guerra. É o que afirma um estudo que foi elaborado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc, na sigla em inglês).

De acordo com o Unodc, sete pessoas em cada 100 mil são assassinadas por ano em todo o mundo, contudo, quando analisamos apenas a América Latina, esse número sobe consideravelmente. No ano de 2010, foram 146.648 pessoas assassinadas, chegando a taxa de 15,4 assassinatos a cada 100 mil pessoas. Já quando passamos a avaliar os números por país, o Brasil é campeão. Foram registrados no país da Copa do Mundo deste ano, em 2010, PAULO IANNONE/SINDICATO DOS METROVIÁRIOS

42.785 assassinatos, seguido pela Índia, com 40.752 e o México com 27.199. Os três países juntos possuem 25% dos crimes de morte que ocorrem em todo o mundo. Se a situação como um todo já é ruim, quando se passa a analisar cidade por cidade, a coisa piora. Das 50 cidades mais violentas do mundo, 41 são latino-americanas. E, mais uma vez, quem encabeça esse ranking é o Brasil, que possui 16 cidades na lista. Fortaleza e Salvador

são, respectivamente, a segunda e terceira colocadas nesse ranking, com 2.754 mortes para a capital cearense (Fortaleza) e 2.234 para a capital baiana (Salvador). Causas A principal causa dos assassinatos na região, segundo o estudo, é o crime organizado, em especial os ligados ao tráfico de drogas e à falta de políticas públicas que evitem que os jovens ingressem nas organizações criminosas.

Segundo o Unodc, “apelar só para políticas repressivas como mecanismo de freio dos níveis de violência, reduzirá drasticamente as chances de resolver o problema em sua raiz, além de seguir alimentando uma cultura política favorável à lógica do castigo. A América Latina, e suas cidades em particular possuem marcas dolorosas do que significa aprofundar esse caminho”. Combate O Programa das Nações

Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) afirma que a melhor maneira de combater o crime é desenhar políticas preventivas, como oferecer oportunidades reais de formação, de atenção básica e de emprego digno para milhares de jovens. Segundo a Pnud, “sem essas políticas, os jovens acabam virando presa fácil para o crime organizado, que, de maneira ilegal, proporciona a essas pessoas bens e serviços que o Estado não dá”.

SÃO PAULO

Metroviários mantêm a greve

Mesmo com decisão judicial, greve no metrô de SP continua

A assembleia dos metroviários decidiu na tarde de hoje (8) manter a paralisação da categoria na capital paulista, contrariando decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo que determinou, mais cedo, o fim da greve. A paralisação do metrô dura quatro dias e foi considerada abusiva pelo TRT. Altino de Melo Prazeres Júnior, presidente do sindicato da categoria, disse que a proposta oferecida pelo governo estadual, a mesma da Justiça – 8,7% de aumento sobre os salários em 30 abril deste ano, que considera o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), além de

3,5% de aumento real – é insuficiente. O sindicato vai recorrer da decisão proferida pelo TRT. Os metroviários marcaram uma manifestação para as 7h de hoje, partindo da estação Ana Rosa do metrô, na Zona Sul, em direção ao centro da cidade. Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), do Movimento Passe Livre (MPL) e das centrais sindicais devem participar do ato. Os empregados do metrô prometem também fazer piquetes nas estações. Segundo o sindicato, uma nova assembleia da categoria foi marcada para hoje, às 13h.

Altino disse ainda que o sindicato não tem intenção de prejudicar a Copa do Mundo – a abertura do evento ocorre daqui a quatro dias na capital paulista. “O sindicato não quer acabar com a Copa. Sou torcedor de futebol e vou torcer pelo Brasil. Mas tem que ter dinheiro também para o trabalhador, não pode gastar só com o Itaquerão, só com grandes obras”, declarou. Demissões O presidente do sindicato comentou ainda sobre a possibilidade de demissões. “Se tiver demissão, a situação vai piorar, porque vamos aumentar a greve. Se demitir

vamos ficar mais dias em greve. Eu espero que a gente volte amanhã (hoje). Se o governador buscar uma negociação, a gente sai desse impasse”, disse ele. Decisão Na manhã de ontem, o TRT de São Paulo determinou o fim da greve dos metroviários na capital paulista, que teve início na última quintafeira (5). Além de decretar o fim da paralisação, a Justiça considerou a greve abusiva, tendo em vista o desrespeito à liminar que obrigou o funcionamento de 100% do serviço em horário de pico e de 70% fora desse horário.


B2

País

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

Remoção de moradores das ruas é denunciada L

egitimando o que já vinha ameaçando, a organização para a Copa do Mundo 2014 começa a realizar operações para a remoção forçada da população em situação de rua de espaços públicos que interessam para o evento. Denúncias da Associação Rede Rua, organização que promove a inclusão social dessa parcela da população, afirmam que no dia 30 de maio, operação policial em São Paulo expulsou um grupo de pessoas. A ação ocorreu no viaduto Alcântara Machado, no início da avenida Radial Leste, caminho para o estádio Itaquerão, onde acontecerão os jogos. Segundo a associação, os ocupantes da estrutura foram atacados pela tropa policial com bombas de efeito moral na tentativa de dispersá-los. Em reação, as pessoas que se abrigavam no local faziam barricadas com fogo. Pessoas foram atingidas por estilhaços das bombas e golpes de cassetetes. De acordo com testemunhas, após a dispersão dos ocupantes, executada com violência, truculência e

nenhum diálogo, a operação, munida de caminhões, iniciou imediata limpeza e pintura do local. “O f* da p* do comandante autorizou derrubar o barraco com meu filho de 10 meses dentro. Minha mulher está machucada, com o pé machucado”, relatou para a Rede Rua um dos ocupantes. No viaduto, estavam adultos,

PARCERIA

Na avaliação da irmã Cristina, a ação da organização da Copa faz parte de determinação arbitrária, liderada pela Fifa, e coadunada pelos governos estaduais e municipais de todos Estados do país além de idosos e crianças. Segundo a coordenadora da Pastoral Nacional da Rua, que defende os direitos da população brasileira que vive em lixões e nas ruas das cidades, irmã Cristina Bove, no processo de dispersão da população não houve nenhum trabalho de encaminhamento das pessoas em situação de rua para atendimento social.

Os ocupantes do viaduto se dissiparam pelas ruas de São Paulo. “Realmente, foi uma operação de maquiagem da cidade contra a cidadania”, avalia. “As autoridades têm que compreender que não podem tratar a população dessa maneira. Eles também são cidadãos”, complementa irmã Cristina. A duas semanas do início dos jogos, que serão realizados de 12 de junho a 13 de julho em 12 cidades brasileiras, denúncias indicam que operação semelhante será realizada em breve na cidade de Belo Horizonte (MG), que receberá no estádio Mineirão seis jogos da Copa. De acordo com a coordenadora, essas foram as primeiras denúncias formais de violação dos direitos humanos da população em situação de rua vinculadas aos preparativos para o evento. Um trabalho integrado entre órgãos, como o Ministério Público e a Defensoria Pública de todos os Estados brasileiros, em parceria com os movimentos sociais realiza o acompanhamento dos casos. Durante todo o evento, equipes estarão de plantão nas 12 cidades-sede na defesa dessa parcela da população.

BRASÍLIA VALTER CAMPANATO/ABR

Manifestantes protestam contra a retirada de moradores de rua por causa da Copa do Mundo

MINAS GERAIS

PM ‘mira’ torcida da Argentina

Efetivo de 2,8 mil homens das Forças Armadas foi mobilizado para proteger capital federal

Militares garantem a segurança As Forças Armadas iniciaram neste domingo (8) os últimos preparativos para a segurança da Copa do Mundo em Brasília, com a concentração de 2,8 mil homens no setor militar da capital. A ideia é reunir as tropas para fazer os últimos ajustes antes do início do Mundial. Até quinta-feira (12), quando o Brasil enfrenta a Croácia na abertura do torneio, militares em Brasília farão mais uma rodada de treinamento. Um dos focos será o terrorismo. “A finalidade deste afronto operacional é verificar nossos meios, verificar a prontidão e dirigir uma mensagem. Não é todo dia que conseguimos reunir quantidade tão grande de meios e pessoal. Nós consideramos, com esse apronto operacional de hoje, para usar um jargão futebolístico, que damos o pontapé inicial”, disse o general Racine Bezerra Lima Filho, chefe do Comando Militar do Planalto.

Além dos militares concentrados, a operação conta com 400 veículos e cerca de 200 cavalos. Na prática, a segurança militar da Copa em Brasília deverá começar para valer na próxima sexta-feira, 48 horas antes

PROTEÇÃO

Em Brasília, serão 15 locais estratégicos que serão protegidos. Um dos focos da Marinha será proteger o lago Paranoá e, ao mesmo tempo, não impedir o uso da área por moradores da cidade do primeiro jogo da capital, Suíça e Equador, no domingo. Nesse período, o efetivo de militares está de prontidão, concentrado para fazer a segurança durante o torneio. Até a final da Copa, o esquema deve manter 100%

do efetivo por um período de 48 horas antes das partidas e 24 horas depois. Os 2,8 mil militares reunidos em Brasília neste domingo são apenas uma parte das tropas destacadas para a Copa na capital. No total, serão quase 4 mil militares do Exército, Marinha e Aeronáutica apenas em Brasília. Quase metade será da tropa de contingência, que ficará em prontidão para ser acionada em emergência. No total, a segurança da Copa terá 57 mil militares espalhados pelo país. Em princípio, militares não atuarão como força de segurança pública, tampouco em manifestação. A principal tarefa será realizar atividades de Defesa, como contraterrorismo, defesa cibernética e controle das fronteiras. Militares também deverão auxiliar nos deslocamentos das delegações e autoridades. Quase 200 homens atuarão nessas situações.

A partir desta semana, a Polícia Militar de Minas Gerais vai colocar em prática o plano traçado cuidadosamente nos últimos meses. Mapear e conter, preventivamente, os barras bravas, os torcedores argentinos mais violentos. A seleção joga no Mineirão no dia 21, contra o Irã. Mas os jogadores chegam a Belo Horizonte hoje. A expectativa é que os torcedores também comecem a desembarcar na cidade. Espera-se até 20 mil argentinos na capital mineira. Os barras bravas são a imensa minoria. Nos cálculos mais otimistas, serão 600 deles acompanhando o time de Alejandro Sabella. “Temos total conhecimento de como eles procedem. Usamos a polícia de inteligência para fazer análise dos dados que temos à disposição. Sabemos até onde vão ficar hospedados”, afirma o major Gilmar Luciano, da PM. A intenção é vigiálos a partir do momento em que saiam do hotel para acompanhar a partida ou treinamento da Argentina. Planos parecidos foram traçados para os hooligans ingleses, facção mais violenta de torcedores do país, que faz o último jogo da fase de grupos em Belo Horizonte.

GOIÁS

Corpo do ex-jogador Fernandão é enterrado Sob forte salva de palmas, o corpo do ex-jogador de futebol Fernando Lúcio da Costa, 36, conhecido como Fernandão, foi enterrado às 14h50 deste domingo (8), no cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia. Centenas de pessoas, dentre familiares, amigos e torcedores acompanharam o sepultamento. O Internacional organizou, neste domingo, uma missa em homenagem a Fernandão, morto na madrugada do último sábado. No auditório Araújo Viana, mais de 3 mil aficionados devem lembrar memórias do jogador. E antes do início do evento, telões lembraram lances e momentos do jogador, que foi ídolo do Inter. Foram três telões colocados do lado de fora do auditório, no centro de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul. Dentro, mais um telão mostrando lances do jogador. Gols geraram vibração, tal qual ocorreu tantas vezes nos estádios de futebol.

Fotos de Fernandão também foram dispostas do lado de fora e no palco do local, todas lembrando momentos de conquista com o Internacional. No clube, que defendeu entre 2004 e 2008, Fernandão conquistou os maiores títulos da história sendo capitão. Foram eles: a Libertadores e o Mundial de 2006. Homenagens foram feitas desde sábado no BeiraRio. A parede do Centro de Visitantes virou um memorial do atleta, com flores, imagens e recados deixados pelos colorados. Aproximadamente 1,5 torcedores fecharam as homenagens de sábado com o evento chamado de “ruas de fogo”, em que sinalizadores vermelhos e fogos de artifício são lançados. Fernandão foi sepultado neste domingo em Goiânia. O Internacional cogita aposentar a camisa 9 e construir uma estátua em homenagem a ele no Beira-Rio. ZERO HORA

AGÊNCIA ADITAL

MIDIA NINJA

Segundo denúncias de entidades, ações de retirada fazem parte do plano de “maquiagem” das áreas de interesse da Copa

Enterro de Fernandão ocorreu sob forte salva de palmas


Mundo

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

B3

Diante do papa, israelenses e palestinos dizem sim a paz O

s presidentes de Israel, Shimon Peres, e da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, disseram ontem (8), diante do papa Francisco que estão preparados para buscar a paz no Oriente Médio o mais rápido possível. Este encontro sem precedentes entre o papa Francisco e os presidentes palestino e israelense para falar sobre a paz aconteceu em um cantinho dos Jardins Vaticanos, resguardado pela copa das árvores e com vista para a cúpula da Basílica de São Pedro. A reunião de oração aconteceu depois do convite do papa para irem a sua “casa” para rezarem pela paz durante sua viagem à Terra Santa, entre 24 e 26 de maio. O custódio da Terra Santa, o franciscano Pierbattista Pizzaballa, responsável por organizar o encontro, tinha advertido para que ninguém pensasse que a paz “explodiria” no Oriente Médio após esta reunião, mas, pelo menos, os dois presidentes deixaram clara a intenção de querer se esforçar e pôr fim ao conflito. Durante a cerimônia, judeus, cristãos e muçulmanos agradeceram pela criação, pediram perdão pelos pecados e, princi-

DIVULGAÇÃO

Encontro promovido pelo papa Francisco no Vaticano reuniu os dois principais alvos de uma guerra milenar no Oriente Médio palmente, invocaram a paz. Foram feitas leituras de salmos, da Bíblia, uma oração do rabino Nahman de Breslau, o “mea-culpa” pronunciado em 2000 por são João Paulo 2º, um escrito de são Francisco de Assis e textos inspirados no Corão, junto com peças musicais criaram uma atmosfera íntima para uma cerimônia histórica. Depois, Francisco se dirigiu aos líderes para indicar-lhes que “os filhos estão cansados e esgotados pelos conflitos e com vontade de chegar aos alvores da paz”. E afirmou que todos “pedem a queda dos muros da inimizade e que seja tomado o caminho do diálogo e da paz para que o amor e a amizade triunfem”. Vítimas da violência Em seu discurso, pronunciado em italiano, lembrou como muitos desses filhos “caíram vítimas inocentes da guerra e da violência, plantas arrancadas em plena floração”. E pediu que “a memória deles dê as forças necessárias para perseverar no diálogo a todo custo, a paciência para tecer dia após dia o entrecruzado cada vez mais robusto de uma convivência respeitosa e pacífica”.

Mahmoud Abbas (esq.), o papa Francisco e o presidente de Israel, Simon Peres, se reuniram no Vaticano para um dia de orações

‘A paz só se consegue com muita coragem’ Francisco considerou que “para conseguir a paz, é preciso coragem, muito mais do que para fazer a guerra”. Shimon Peres admitiu

SÓ ESTE ANO CRÉDITO DO FOTÓGRAFO

Governo admite que escalada da violência no Iraque se deve a fatores externos ao país

Mortes no Iraque ultrapassam 4 mil Ao menos 17 pessoas morreram ontem (8) no Iraque na explosão de um carro-bomba seguida por um ataque suicida contra o escritório de um partido curdo e de um imóvel das forças de segurança, informou a polícia. As explosões na cidade de Jalawla, ao norte de Bagdá, também deixaram 50 pessoas feridas, declarou o capitão da polícia Farhard Rifat. O carro-bomba explodiu perto de um escritório do partido União Patriótica do Curdistão, legenda do presidente iraquiano Jalal Talabani, e próximo de uma sede das forças de segurança curda, disse Rifat. Quando as equipes de emergência chegaram ao local dos incidentes, um suicida entrou na sede da formação curda e detonou os explosivos que carregava. A cidade multiétnica de Jalawla forma parte dos territórios do norte do Iraque que os líderes do Curdistão iraquiano querem integrar em sua região autônoma, o

que as autoridades centrais de Bagdá rejeitam. Nenhum grupo reivindicou até o momento a autoria destes ataques, embora o modo de ação seja o empregado normalmente pelos insurgentes sunitas no Iraque.

MULTIÉTNICA

A cidade iraquiana e multiétnica de Jalawla forma parte dos territórios do norte do Iraque que os líderes do Curdistão iraquiano querem integrar em sua região autônoma Vinte mortes por dia A insegurança é um dos principais problemas do Iraque, onde a violência mata todos os dias uma média de 25 habitantes. No total, mais de 4,3 mil pessoas morreram em ataques desde o início do ano, das quais mais de 900 em maio.

No sábado (7), vários carros-bombas explodiram em distritos principalmente xiitas na capital iraquiana no sábado, matando mais de 60 pessoas, disseram fontes de segurança. Houve uma dúzia de explosões no total, sendo a mais violenta no bairro de Bayaa, onde um carro-bomba matou 23 pessoas, muitas delas jovens que jogavam bilhar. Ocupações Nos últimos três dias, militantes tomaram partes de duas cidades. Também no sábado, eles ocuparam uma universidade na província de Anbar, fazendo centenas de estudantes e funcionários reféns, que foram liberados. As autoridades atribuem esta espiral de violência a fatores externos, principalmente à guerra na vizinha Síria. Mas diplomatas e especialistas afirmam que se deve principalmente ao descontentamento da minoria sunita, que se considera marginalizada.

que a paz “não se consegue facilmente”, mas pediu para “lutarmos com todas as nossas forças para chegar a ela. Para consegui-la em breve, inclusive se para

isso forem exigidos sacrifícios ou compromissos”. O discurso mais político foi o de Abbas, que pediu além da paz para “nós e nossos vizinhos” também

“liberdade para a Palestina, um Estado soberano e independente”. Ele afirmou que “a reconciliação e a paz são os objetivos” dos palestinos.


B4

Mundo

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

Pesquisa: 49% dos espanhóis são favoráveis à monarquia P

esquisa publicada ontem (8) pelo jornal “El País” relata que 49% dos espanhóis apoiam uma monarquia com o príncipe Felipe como rei, enquanto 36% desejam a instauração de uma república. Além disso, para 62% dos entrevistados “em algum momento” deve ser convocado um plebiscito para decidir se a Espanha deve continuar como uma monarquia. Esse desejo é mais comum entre os jovens. A pesquisa também indicou um amplo apoio dos espanhóis à abdicação do rei Juan Carlos, assim como um alto reconhecimento de sua atuação no poder. O estudo foi realizado pelo instituto Metroscopia e teve mil entrevistas, realizadas nos dias 4 e 5 de junho. Desde a divulgação da notícia da abdicação, dezenas de milhares de opositores à Coroa protestaram em diversas cidades espanholas pedindo um referendo. Neste sábado houve novas manifestações nas quais se dizia “Espanha, amanhã, será republicana!”. “Acredito que antes que nos imponham a monarquia, o povo tem que falar”, afirma

Carmen Rodríguez, funcionária administrativa de 55 anos. “Isso não é um ‘não’ à monarquia, mas um ‘sim’ a um referendo”, acrescenta, considerando que a Espanha aceitou a figura de Juan Carlos em 1975 “porque vinha de uma ditadura onde havia muita repressão e muito medo”.

PLEBISCITO

Além disso, para 62% dos entrevistados “em algum momento” deve ser convocado um plebiscito para decidir se a Espanha deve continuar como uma monarquia Esse desejo é mais comum entre os jovens O jornal “La Razón” publicou neste domingo outra pesquisa, realizada pelo instituto NC Report entre os dias 2 e 6 de junho a partir de 900 entrevistas, que demonstrou que 77,4% dos espanhóis consideram bom ou muito bom o reinado de Juan Carlos 1º. Por este levantamento, 72,3% acreditam que

AFP

A pesquisa também indicou um amplo apoio dos espanhóis à abdicação do rei Juan Carlos, assim como sua atuação no poder a monarquia dá estabilidade à nação, enquanto 87% acreditam que o príncipe está preparado para assumir a Coroa. Última cerimônia Juan Carlos, 76, presidiu neste domingo sua última cerimônia militar antes de ser substituído por seu filho Felipe. O rei conduziu, vestido com um uniforme cáqui e apoiado em uma bengala, uma cerimônia em “homenagem aos que deram sua vida pela Espanha”, por ocasião do Dia das Forças Armadas em Madri. O futuro Felipe 6º, vestido de branco, permaneceu em segundo plano; ao seu lado estavam a princesa Letizia, sorridente com um traje bege, e a rainha Sofia, de roxo. Atrás das barreiras de segurança centenas de pessoas seguravam a bandeira espanhola, vermelha e amarela. Nesta semana Juan Carlos continuará cumprindo com sua agenda de chefe de Estado. No entanto, a transição já começou desde o anúncio feito pelo rei, no dia 2. A coroação de Felipe está prevista para o dia 18.

Maioria dos espanhóis apoiam a saída do rei Juan Carlos e ascensão do príncipe Felipe (à dir.)


Plateia

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

MÚSICA

Shows de samba e pagode agitam o fim de semana Uma festa de emoções e muito alto astral. Assim foi marcada a noite de sextafeira (6), com os shows dos grupos Tá Na Mente e Sorriso Maroto, que lotaram a área da piscina do Tropical Hotel. O grupo de pagode local Cuka Fresca abriu a festa e esquentou o público para as apresentações nacionais. Com o show do DVD Tá Na Mente Ao Vivo, o grupo carioca que há 4 anos ganhou reconhecimento no mercado musical, fez sua primeira apresentação em Manaus. O vocalista Rony Lúcio, não cansou de repetir o quanto estava feliz e realizando um sonho. “Estar aqui em Manaus é a realização de um sonho”, disse.

O Tá Na Mente lança o terceiro CD da carreira, que deve chegar a Manaus no próximo mês. O grupo já está com um projeto para a gravação de um novo DVD em 2015. O show mais esperado da noite foi do grupo carioca que tem 15 anos de carreira. Sorriso Maroto subiu ao palco já no início da madrugada. Bruno Cardoso destacou que a energia do manauense é algo que não se pode descrever. A apresentação foi marcada por grandes sucessos de álbuns antigos e também do mais recente trabalho “EP Riscos e Certezas” como a música “Mais Fácil” que foi gravada junto com o cantor Brian Mcknight.

B5

Divulgada lista completa de atrações para Fan Fest A Fifa Fan Fest terá um espaço de 36 mil metros quadrados, com transmissão de todas as 64 partidas da Copa, em três telões espalhados pelo perímetro DIVULGAÇÃO

JPLIMA/DIVULGAÇÃO

O anfiteatro da Ponta Negra recebe mais de 30 atrações locais, além dos artistas nacionais convidados para a Fifa Fan Fest

F

Grupo Tá Na Mente afirmou estar realizando um sonho

altando quatro dias para a Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014, a Prefeitura de Manaus divulga a lista completa e horários de atrações para a Fifa Fan Fest, que será realizada no complexo turístico Ponta Negra, de 12 de junho a 13 de julho, período do Mundial. Ao todo, 13 atrações nacionais farão a animação da festa nos dias de jogos da seleção brasileira e nos dias 14 de junho, data do jogo entre a Inglaterra e a Itália, e no dia 25 de junho, no duelo entre

EUA e Portugal. Para completar a programação, mais de 30 artistas locais farão apresentações no palco do Anfiteatro. A Fan Fest será embalada por diversos ritmos, além de uma programação artístico-cultural, esportes de aventura e atividades oferecidas pelos patrocinadores do evento. A programação começa com o sertanejo de Israel Novaes, às 18h05 do dia 12 de junho. Os portões do evento fecham às 20h. “Importante lembrar que ao atingir o público máximo de

público, que é de 35 mil pessoas no perímetro cercado, os portões da Fan Fest serão fechados para garantir a segurança de todos. Mas, a festa continua ao longo do complexo”, afirmou o diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula. No próximo sábado (14), dia do primeiro jogo na capital amazonense, a festa fica por conta do grupo baiano Olodum, que sobe ao palco às 17h05 levando animação para o público que não estará no jogo

na Arena da Amazônia Vivaldo Lima. A transmissão do jogo ocorrerá pontualmente às 18h no telão principal. A Fan Fest terá um espaço de 36 mil m² com transmissão de todas as 64 partidas da Copa, em três telões espalhados pelo perímetro. O telão principal tem 56 m² e já está instalado. A programação completa com os horários dos shows dos artistas locais e nacionais na Fifa Fan Fest está disponível no Portal EM TEMPO Online (www.emtempo.com.br).


B6

Plateia

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

Programação de TV

DIVULGAÇÃO

SBT

GLOBO

5h Jornal Do Sbt 6h Igreja Universal 7h Notícias Da Manhã 8h Bom Dia & Cia 10h Waisser – Local 10h50 Programa Agora 12h25 Programa Livre 13h15 Casos De Familia 14h15 Café Com Aroma De Mulher 15h Meu Pecado 16h A Feia Mais Bela 17h30 Quem Não Viu Vai Ver 18h20 Jornal Em Tempo 18h45 Sbt Brasil 19h30 Chiquititas 20h15 Rebelde 21h Seriado 22h Programa Do Ratinho 23h Maquina Da Fama 0h The Noite Com Danilo Gentili 1h Jornal Do Sbt 1h45 Okay Pessoal 2h45 Segurança Agora 3h15 Programa Big Bang 4h Igreja Universal

4h55 Telecurso Educação Básica - PROFELE 5h10 Telecurso Profissionalizante - Administração 5h25 Telecurso Ensino Médio - Física 5h40 Telecurso Ensino Fundamental - Português 6h Globo Rural 6h30 Bom Dia Brasil 7h30 Bom Dia Amazônia 8h30 Mais Você 10h Bem-Estar 10h45 Encontro Com Fátima Bernardes 12h Amazonas TV 12h50 Globo Esporte 13h20 Jornal Hoje 13h50 Vídeo Show 14h40 Sessão da Tarde - Vestida Para Casar 16h35 Caras & Bocas 17h50 Malhação 18h20 Meu Pedacinho de Chão 19h10 Jornal do Amazonas 19h30 Jornal Nacional 20h10 Geração Brasil 21h05 Em Família 22h20 Tela Quente - X-Men - Pri-

meira Classe 0h45 Jornal da Globo 1h15 Revenge 2h50 Sessão Brasil - Amanhã Nunca Mais 4h08 Festival de Desenhos

RECORD 6h 30 Record Kids 7h Atendimento Show De Bola - Reprise 7h40 Fala Brasil 9h Hoje Em Dia 11h Magazine 12h Alô Amazonas 13h30 Craque Na Tv 13h50 Programa Da Tarde 16h20 Cidade Alerta 18h55 A Crítica Na Tv 19h30 Jornal Da Record 20h15 Arena Show De Bola 21h15 Vitória 22h15 Reporter Record Investigação 23h15 Roberto Justus + 0h15 Heróis Contra O Fogo 1h15 Programação Iurd

Como foi o início dos X-Men, em “Tela Quente”, hoje às 22h20

Horóscopo GREGÓRIO QUEIROZ

Cinema

BAND 5h Café com Jornal SP 6h30 Nosso Tempo 7h Café com Jornal 8h Dia Dia 9h10 Band Kids 10h10 Jogo Aberto 11h30 Comunidade Alerta 12h10 Notícias de Agora 12h25 Exija seus Direitos 13h05 Câmera 13 13h50 Na Mira da Notícia 13h55 Cidade Urgente 14h20 Ação na TV 15h Sabe ou Não Sabe 16h30 Brasil Urgente 18h50 Band Cidade – Local 19h20 Jornal da Band 20h25 Minuto da Copa – Boletim 20h28 Show da Fé 21h20 Zoo 21h30 Como Eu Conheci Sua Mãe 22h Os Simpsons 22h30 CQC – Custe o Que Custar 0h30 Jornal da Noite 1h20 Que Fim Levou? – Boletim 1h25 Minuto da Copa – Boletim 1h30 A Informar 2h55 Minuto da Copa – Boletim 3h Igreja Universal

Cruzadinhas

ESTREIA

ÁRIES - 21/3 a 19/4 Mesmo estando impaciente, você pode obter bons resultados materiais do trabalho. É preciso concentrar os esforços nas atividades que podem ser imediatamente produtivas. TOURO - 20/4 a 20/5 Seus sentimentos amorosos são hoje purificados por meio dos valores espirituais e morais com os quais irá avaliar tais sentimentos. Há de haver coesão entre amor e valor. GÊMEOS - 21/5 a 21/6 Você mesmo pode não reconhecer seus próprios sentimentos. Momento de ligação intensa com algumas pessoas, com algo de misterioso e impalpável. CÂNCER - 22/6 a 22/7 As afeições tendem a estar mais intensas e fascinantes. Os sentimentos são fortes. Ao mesmo tempo, é exigido de você uma postura mais clara sobre o que quer realmente. LEÃO - 23/7 a 22/8 É tempo de você mostrar para as pessoas quais são seus sentimentos para com elas. Contudo, isso irá requerer uma profunda mudança em seu comportamento. VIRGEM - 23/8 a 22/9 Os sentimentos idealizados precisam colocar os pés na realidade. O amor lhe atrai na medida em que possa cultivar a beleza e o espírito romântico de maneira concreta. LIBRA - 23/9 a 22/10 Uma harmonia sutil e subjacente está presente nas relações mais íntimas, inclusive as familiares. É esta harmonia que dá sustento às boas relações e afeições. ESCORPIÃO - 23/10 a 21/11 Plutão, seu regente, toca Vênus e propõe transformação à sua maneira de ser na vida a dois. É preciso viver o que há de mais essencial na relação de vocês. SAGITÁRIO - 22/11 a 21/12 Plutão e Vênus indicam bem estar, conforto e situações agradáveis. Sua ansiedade natural tende a diminuir, mostrando-se afetuoso e especialmente sedutor. CAPRICÓRNIO - 22/12 a 19/1 Um dia positivo para os sentimentos românticos e para o envolvimento amoroso. Um aprofundamento dos sentimentos é necessário, mas exige ser mais sincero. AQUÁRIO - 20/1 a 18/2 Relações familiares harmoniosas criam o clima certo para se sentir bem. Mas há algo que o incomoda e isso deve ser colocado: ao final, a harmonia poderá ser ainda maior. PEIXES - 19/2 a 20/3 O convívio social está facilitado pela atitude afável e afetuosa. Mas há exigências para que a afeição não se disperse à toa pelas pessoas. Mantenha o foco nas boas relações.

A Culpa é das Estrelas: EUA. 12 anos. A história gira em torno de Hazel e Gus, dois adolescentes que se conhecem em um grupo de apoio a pacientes com câncer, e compartilham, além do humor ácido e do desdém por tudo o que é convencional, uma história de amor que os faz embarcar em uma jornada inesquecível. Cinemark 1 – 12h30 (dub/somente sábado e domingo), 15h30, 18h30, 21h30 (dub/diariamente), 0h30 (dub/somente sábado), Cinemark 6 – 11h20 (dub/somente sábado e domingo), 14h20, 17h20, 20h30 (dub/diariamente), 23h30 (dub/somente sábado); Cinépolis Millennium 4 – 13h30, 16h15, 19h15, 22h15 (dub/diariamente), Cinépolis Millennium 8 – 12h45, 15h30, 18h30, 21h30 (leg/diariamente); Cinépolis Plaza 1 – 12h45, 15h30, 18h30, 21h30 (dub/ diariamente), Cinépolis Plaza 5 – 13h30, 16h15, 19h15, 22h (dub/diariamente); Cinépolis Ponta Negra 3 – 14h10, 17h20, 20h40 (leg/diariamente), Cinépoilis Ponta Negra 5 – 13h30, 19h15 (dub/diariamente), 16h15, 22h (leg/diariamente), Cinépolis Ponta Negra 7 – 15h30 (dub/diariamente), 18h30, 21h30 (leg/diariamente); Kinoplex 1 – 15h40, 18h20 (dub/somente sábado e domingo), 21h (leg/diariamente); Playarte 3 – 13h15, 15h50, 18h25, 21h (dub/diariamente), 23h30 (dub/somente sexta-feira e sábado), Playarte 4 – 13h16, 15h51, 18h26, 21h01 (dub/diariamente), 23h31 (dub/somente sexta-feira e sábado).

CONTINUAÇÕES

Malévola: EUA. 10 anos. Cinemark 4 – 12h50, 15h10, 17h30, 19h50, 22h20 (3D/dub/diariamente), Cinemark 7 – 11h30 (dub/somente sábado e domingo), 13h50m 16h20, 18h40, 21h15 (dub/diariamente), 23h40 (dub/ somente sábado); Cinépolis Millennium 1 – 14h, 16h30, 19h, 21h20, Cinépolis Millennium 3 – 13h45, 15h50, 18h15, 20h45 (3D/dub/diariamente); Cinépolis Plaza 2 – 14h, 16h30, 19h, 21h45 (3D/dub/diariamente); Cinépolis Ponta Negra 1 – 21h40 (3D/leg/diariamente), 15h (3D/dub/diariamente), Cinépolis Ponta Negra 4 – 14h30, 19h45 (3D/ dub/diariamente), 17h, 22h15 (3D/leg/ diariamente), Cinépolis Ponta Negra 8 – 13h45 (dub/somente sábado e domingo), 16h (dub/diariamente), 18h45, 21h (leg/diariamente); Kinoplex 2 – 16h40, 19h (dub/diariamente), Kinoplex 3 – 14h, 16h20, 18h40, 21h10 (3D/dub/ diariamente); Playarte 1 – 13h50, 16h, 18h10 (3D/dub/diariamente), Playarte 5 – 13h20, 15h20, 17h20, 19h20, 21h20 (dub/diariamente), 23h20 (dub/somente sexta-feira e sábado), Playarte 6 – 13h21, 15h21, 17h21, 19h21, 21h21 (dub/diariamente), 23h21 (dub/somente sexta-feira e sábado).

– 13h10 (dub/diariamente); Cinépolis Millennium 6 – 14h30, 17h, 19h30, 22h (diariamente), Cinépolis Millennium 7 – 12h30, 15h (diariamente); Cinépolis Plaza 3 – 15h30, 21h15 (diariamente), Cinépolis Plaza 4 – 14h30, 20h (diariamente); Cinépolis Ponta Negra 2 – 16h20, 19h40, 22h10 (diariamente), Cinépolis Ponta Negra 6 – 14h (exceto quinta-feira), 17h30, 20h15 (diariamente); Kinoplex 4 – 14h30, 16h50, 19h10, 21h30 (diariamente); Playarte 10 – 12h45, 14h55, 17h05, 19h15, 21h30 (diariamente), 23h40 (somente sexta-feira e sábado).

Os Homens São de Marte... E É Pra Lá Que Eu Vou: BRA. 14 anos. Cinemark 2 – 18h (diariamente), Cinemark 3 – 11h10 (dub/somente sábado e domingo), 14h, 16h30, 19h, 21h40 (dub/diariamente), 0h15 (dub/somente sábado), Cinemark 5

X-Men – Dias de um Futuro Esquecido: EUA. 12 anos. Cinemark 5 – 15h50 (3D/dub/diariamente), 18h50, 21h50 (3D/dub/exceto segunda-feira), Cinemark 8 – 17h50 (dub/diariamente), 23h50 (dub/somente sábado), 11h50 (dub/somente sábado e domingo,

No Limite do Amanhã: EUA. 12 anos. Cinemark 2 – 12h55, 15h20, 20h45 (dub/diariamente), 23h20 (dub/ somente sábado); Cinépolis Millennium 7 – 17h45, 20h15 (leg/diariamente); Cinépolis Plaza 8 – 13h15, 15h45, 18h15, 21h (dub/diariamente); Cinépolis Ponta Negra 10 – 13h15 (dub/somente sábado e domingo), 18h20 (dub/diariamente), 15h50, 21h15 (leg/diariamente); Kinoplex 2 – 14h10, 21h20 (dub/diariamente); Playarte 9 – 14h, 16h15, 18h30, 20h50 (dub/diariamente), 23h05 (dub/ somente sexta-feira e sábado).

14h50, 20h50 (dub/diariamente); Cinépolis Millennium 2 – 15h40, 18h45, 21h45 (leg/diariamente), Cinépolis Millennium 5 – 14h45, 17h30, 20h30 (dub/diariamente); Cinépolis Plaza 6 – 13h, 16h, 19h30, 22h20 (dub/diariamente), Cinépolis Plaza 7 – 14h45 (dub/somente sábado e domingo), 17h45, 20h45 (dub/diariamente); Cinépolis Ponta Negra 1 – 18h25 (3D/leg/diariamente); Cinépolis Ponta Negra 9 – 14h15, 20h45 (dub/diariamente), 17h15 (leg/diariamente); Kinoplex 5 – 15h50, 18h35, 21h25 (3D/dub/ diariamente), 13h10, 15h50, 18h35, 21h25 (dub/somente sábado e domingo); Playarte 1 – 20h20 (3D/ dub/diariamente), 22h55 (3D/leg/ diariamente), Playarte 2 – 14h10, 17h10, 20h10 (leg/diariamente), 22h40 (leg/somente sexta-feira e sábado); Playarte 7 – 12h40, 15h15,

17h50, 20h30 (dub/diariamente), 23h (dub/somente sexta-feira e sábado). Godzilla: EUA. 12 anos. Cinépolis Plaza 4 – 17h, 22h30 (dub/ diariamente); Playarte 8 – 12h45, 18h05 (dub/diariamente). O Espetacular Homem-Aranha 2 – A Ameaça de Electro: EUA. 12 anos. Cinépolis Plaza 3 – 18h (dub/diariamente); Playarte 8 – 15h20, 20h40 (dub/diariamente), 23h25 (dub/somente sextafeira e sábado). Rio 2: EUA. Livre. Cinépolis Millennium 2 – 13h15 (dub/diariamente); Cinépolis Plaza 7 – 14h45 (dub/somente sábado e domingo); Cinépolis Ponta Negra 2 – 13h10 (dub/somente sábado e domingo).


Plateia

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014 MICHAEL DANTAS/AGECOM

B7

ALEX PAZZUELO/AGECOM

Sérgio Frota sergiofrota@uol.com.br Instagram: @sergiopromoter

Momento histórico GOVERNADOR JOSÉ MELO recebeu a visita do embaixador do Reino Unido, Alexander Wykehn Ellis, que, pela segunda vez visita Manaus. O embaixador afirmou o desejo de estabelecer parcerias na área científica entre o Brasil e o Reino Unido, em especial no Estado do Amazonas. MARIO OLIVEIRA/SEMCOM

O governador do Amazonas, José Melo, definiu como um momento histórico não apenas para o Amazonas como também para o Brasil a aprovação, em segundo turno na Câmara Federal, da PEC que prorroga a ZFM por mais 50 anos (de 2023 à 2073), na quarta (4). Melo destacou que com a prorrogação, os trabalhadores e famílias do Amazonas terão os empregos da ZFM garantidos e ressaltou a participação de todos os parlamentares do Amazonas, do ex-governador Omar Aziz e do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, também do segmento empresarial e de técnicos do governo.

TÁCIO MELO/SEMCOM

Títulos de terra

O CÔNSUL DE CUBA, Turcios Miguel Esquivel Lopez, fez uma visita de cortesia ao prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, na quinta (5). O representante cubano veio trazer a notícia de que o país pretende estreitar ainda mais os laços com o Brasil, abrindo, a partir de agosto, um consulado-geral em Manaus. ALEXANDRE FONSECA/SEMCOM

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Política Fundiária entregou 2.370 títulos definitivos de terra para moradores das zonas Oeste e CentroOeste de Manaus. A entrega foi realizada no sábado (7), na escola estadual Marechal Hermes. O secretário de Estado de Política Fundiária, Ivanhoé Mendes, explicou que, neste ano, o governo do Amazonas tem a meta de beneficiar cerca de 30 mil famílias com títulos definitivos de terra em Manaus e nos municípios do interior do Estado. Ivanhoé informou que os títulos que começaram a ser entregues são resultados dos trabalhos de regularização fundiária realizado em 2013. “Além de continuar a entrega dos títulos que foram trabalhados em 2013, o governo do Amazonas vai entregar títulos remanescentes de anos anteriores, que, somados, totalizam cerca de 11 mil títulos em Manaus”, esclarece Mendes.

A PARCERIA entre Amazonastur e a TAP consolida voos diretos de Lisboa para Manaus. Na terça (3), posou no aeroporto internacional Eduardo Gomes o primeiro voo, da TAP Linhas Aéreas, vindo direto de Lisboa para Manaus. A rota que passa a ser com frequência semanal de três dias: as terças, sextas e domingo, visa facilitar intercâmbio turístico e de negócios entre a Europa e o Amazonas. O voo inaugural foi lançado em solenidade, com a presença do governador em exercício desembargador Ari Moutinho, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, primeira-dama de Manaus, Goreth Garcia Ribeiro, presidente da Amazonastur, Oreni Braga, presidente da ManausCult, Bernardo Monteiro de Paula, vice-presidente da Câmara Municipal, Sildomar Abtibol, além do presidente da TAP, Fernando Pinto. DIVULGAÇÃO

ARLESON SICSÚ/SEMCOM

PREFEITO Arthur Virgílio Neto reinaugurou a praça Senador Raimundo Parente na avenida André Araújo, situada entre a Sefaz e TRE/AM e o Fórum Henoch Reis. “Essa praça é muito importante para os órgãos aqui instalados, principalmente para a Justiça Federal, na medida em que organiza todo o espaço de pessoas e de veículos. A reforma trouxe segurança e conforto para os usuários do espaço público e dos serviços aqui oferecidos”, apontou a juíza federal, Jaiza Fraxe, diretora do Fórum da Sessão Judiciária Federal e titular da 1ª Vara.

LÍDERES DE TRABALHADORES e de empresários do setor industrial do Amazonas, pesquisadores e estudantes universitários, deputada Conceição Sampaio, deputado Adjuto Afonso e a deputada federal Rebecca Garcia reuniram-se para debater sobre “Soluções para a Melhoria do Sistema Logístico Brasileiro”, em evento realizado em parceria da Câmara dos Deputados de Brasília com o Poder Legislativo amazonense, na quinta (5). O doutor em logística e coordenador nacional do Plano Brasil de Infraestrutura Logística, Jorge Campos, apresentou propostas de infraestrutura para a mobilidade de pessoas e produtos. MICHAEL DANTAS/AGECOM

FOTOS: DIVULGAÇÃO

PREFEITO ARTHUR VIRGÍLIO NETO prestigiou o lançamento do livro “Ordenação das Cidades e o Papel do Direito Urbanístico: O Licenciamento Urbanístico no Município de Manaus”, da procuradora Jussara Pordeus. A obra é resultado de uma extensa pesquisa sobre direito urbanístico. O lançamento foi realizado na sede do Ministério Público do Estado do Amazonas, com a presença de autoridades e representantes de instituições de ensino. DIVULGAÇÃO

Um casamento para entrar para a história de São Paulo. Assim foi a cerimonia que selou a união de José Seripieri Júnior, da Qualicorp, e Daniela Filomeno, realizado sábado (31). Os convidados foram recepcionados no condomínio Quinta da Baroneza, em Bragança Paulista (SP). O menu foi assinado pelo tradicional bufê França e os doces ficaram por conta de Isabella Suplicy. O champanhe? Era Ruinart, um dos melhores do mundo. A surpresa da noite foi o show de Roberto Carlos, nem a noiva sabia. A festa para 600 convidados contou com a presença de todo o poderio de políticos e de empresários. Entre eles, Lula e a esposa Marisa, prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, ministra Marta Suplicy e Marcio Toledo, governador Geraldo Alckmin e a primeira-dama Lu Alckmin, entre outros. Puro poder!

Governador do Amazonas, José Melo inaugurou as instalações do Centro Integrado de Comando e Controle Regional, na avenida André Araújo, que servirá como base de coordenação de todas as ações e operações de segurança durante a Copa do Mundo em Manaus. Na foto, o governador José Melo acompanhado do secretário de Segurança, coronel PM Paulo Roberto Vital, comandante da Polícia Militar do Amazonas, coronel Almir David, delegado-geral da Polícia Civil, Josué Rocha, e do secretário adjunto de Grandes Eventos da SSP-AM, coronel Dan Câmara. ALBERTO CEZAR ARAÚJO/ALEAM

Preocupado com a questão ambiental, o deputado Arthur Virgílio Bisneto vem desenvolvendo, desde 2004, projetos de lei voltados ao meio ambiente e à sustentabilidade. Até o momento, cinco projetos de lei foram protocolizados por ele na Aleam, nesta esfera. Destes um foi sancionado e virou lei estadual, dois encontram-se em tramitação na casa e os outros dois estão à espera de sanção do governo estadual.

PRESIDENTE DA ALEAM, deputado Josué Neto recebeu das mãos do governador José Melo, na segunda (2), o projeto de lei de Carreiras dos Policiais e Bombeiros Militares do Amazonas conforme negociação celebrada com o governo estadual, tendo a participação das lideranças das associações da categoria do deputado Cabo Maciel. Na foto, o presidente da Aleam, deputado Josué Neto, governador José Melo, secretário de Segurança do Estado, coronel PM Paulo Roberto Vital, e o comandante do Corpo dos Bombeiros do Amazonas, coronel Roberto Rocha. O projeto de lei já foi aprovado na Aleam.


B8

Plateia

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

Canal 1 plateia@emtempo.com.br

BAND

TV Tudo Números da TV Juntas, Globo e Bandeirantes vão movimentar cerca de 4 mil profissionais na cobertura da Copa do Mundo. O número oficial divulgado pela líder envolve algo próximo de 2,5 mil pessoas, enquanto a Band irá mobilizar cerca de 1,2 mil profissionais. Ambas, porém, admitem que os seus contingentes poderão sofrer modificações. Para mais. Na fechada No sistema pago, ninguém deve superar o SporTV, com as suas três emissoras, totalmente voltadas para o campeonato mundial. Serão mais de 600 profissionais. A ESPN, por sua vez, tem credenciadas 236 pessoas. Se escondendo O ex-jogador Zico recebeu propostas de diferentes emissoras, para servir como “convidado especial” nas suas transmissões da Copa do Mundo. Globo e Fox foram apenas duas delas. Mas em todos os casos, ele não demonstrou interesse. Até agora, pelo menos, não fechou com ninguém. Nada na frente Valéria Monteiro está

Renata Fan integra a equipe da Band na cobertura da Copa do Mundo

completando a temporada do programa “O Show da Vida é Fantástico”, no Viva, mas não tem nada acertado sobre uma próxima. Vai ficar no aguardo dos acontecimentos. Tá na casa Longe das novelas desde a participação em “Saramandaia”, 2013, Marcos Pasquim continua, sim, com contrato na Globo. Mas o acertado com a casa é que o seu retorno ao vídeo só se dará no ano que vem, em trabalho a ser definido. Tendência Aqui, e em vários outros lugares, já se disse que “O Rebu”, nova novela das 23h,

terá exibições às segundas-feiras, empurrando o “Tela Quente”. O mesmo, aos sábados, já acontece com o “Altas Horas” antes e “SuperCine”, depois. É a Globo se preparando para tirar os filmes de campo. Programa da Ana Paula Em relação ao “Master Chef”, um programa de talentos culinários, sob o comando de Ana Paula Padrão, o início de trabalhos está previsto para a primeira semana de agosto. Realização da Band com a Eyeworks e gravações nos próprios estúdios do Morumbi.

Bate-rebate •O SBT fará reajustes na sua grade de programação durante o período da Copa... • Séries, entre elas o “Chaves”, em grande quantidade serão usadas em horários estratégicos... •E por horário estratégicos, entenda-se os que existirem grandes jogos, especialmente da seleção brasileira. • Ainda do SBT, foi liberada verba para confeccionar os agasalhos do pessoal que está envolvido na cobertura jornalística da Copa. •O “Na Moral”, do Pedro Bial, em sua 3ª edição, irá estrear no dia 3 de julho e ficará no ar até 14 de agosto. Serão apenas 7 exibições. • Acontece hoje o lançamento do DVD do filme-denúncia “Blood Money-Aborto legalizado”... • Na livraria Cultura, do Shopping Bourbon, em São Paulo, a partir das 19h.

C’est fini Não houve mesmo tempo de a papelada ficar pronta, por isso não foi possível Ana Paula Padrão e Bandeirantes assinarem contrato antes da viagem dela ao exterior na manhã de sábado. Mas está tudo certo. É só o que basta. As partes já têm tudo conversado e acordado. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Palmirinha e Gentili na Fox Contagem regressiva para a abertura da Copa do Mundo, Brasil e Croácia, na quinta-feira. As emissoras envolvidas têm buscado maneiras das mais diferentes para atrair a atenção do telespectador. O canal 2 da Fox irá fazer todos os jogos com foco de humor. Foram definidas três duplas - o casal Marília Ruiz e Paulo Bonfá, Cadú Cortez e Ana Paula Oliveira, Paulinho Arapuã e Mano, contando com vários convidados especiais, desde a Palmirinha até o Danilo Gentili.

Flávio Ricco Colaboração: José Carlos Nery


Caderno C

Planeje sua vida financeira MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

economia@emtempo.com.br

(92) 3090-1045

Página C6

‘DR’ pré-nupcial precisa falar de dinheiro futuro Temas financeiros como conta conjunta, dívidas e investimentos têm de ser abordados por quem quer morar junto

F

alar de finanças pessoais antes do casamento pode fazer a diferença entre o “felizes para sempre” e o “até que o dinheiro os separe”. O diálogo vale a pena para quem ainda não casou e também para aqueles que já juntaram as escovas de dente. “Desde o início do relacionamento a pessoa já consegue ter uma ideia de como o parceiro lida com finanças”, diz a psicóloga Cleide M. Bartholi Guimarães , especialista em terapia de casal com foco em finanças e autora do livro “Até Que o Dinheiro nos Separe” (Editora Saraiva). “Quando se vai partir para uma relação mais consolidada, é mesmo hora de falar”, afirma. “O tema [dinheiro] é difícil de abordar, é tabu como o sexo”, declara. Mas essa conversa pode salvar a relação, afirma a planejadora financeira Licelys Marques. “Há muitas separações que acontecem por divergência sobre dinheiro. Não pode deixar a coisa desandar para começar a conversar sobre isso”, diz. Segundo ela, entre os assuntos que precisam ser tratados estão despesas, investimentos e conta-corrente conjunta. Optar por uma conta conjunta, por exemplo, pode ser uma alternativa para aumentar o controle sobre entradas

especialista em finanças pessoais André Massaro. “Tratar as finanças do casal como se fossem um caixa único é mais eficiente, pois reduz os gastos com tarifa bancária. Na prática, porém, alguns casais não digerem bem a falta de autonomia financeira”, avalia. Isso se traduz em questionamentos sobre despesas corriqueiras feitas na conta conjunta, como roupas ou saídas com os amigos, e que podem deixar a relação estremecida. Contas Esse mesmo estresse pode ser minimizado ao se definir, de antemão, quais contas cada um vai pagar. Para a consultora financeira Aline Rabelo, a decisão depende de cada casal: dividir as despesas igual ou proporcionalmente ao salário de cada um. Na vida a dois também é preciso estabelecer uma rotina de investimentos para alcançar objetivos de curto, médio e longo prazos. Nessa hora, muitos casais descobrem diferenças sobre o tema. Esse não é um problema para a consultora de marketing e branding Carolina Macea, 30, e o administrador de empresas Guilherme Meirelles, 32. Ambos montaram, juntos, uma carteira de aplicações que concilia investimentos mais conservadores – Carolina não gosta de se expor muito à renda variável – e uma parte em ações – in-

Como o casal deve fazer investimentos Organizadas as contas, o casal pode começar a guardar dinheiro junto e, nessa hora, é preciso definir que tipo de investimento será feito. E aí é preciso conciliar o lado arrojado com o conservador da relação. É o que acontece entre a consultora de marketing e branding Carolina Macea, 30, e o administrador de empresas Guilherme Meirelles, 32. Ela, uma conservadora convicta. Ele, inclinado ao risco. A solução: investir por meio de duas

contas separadas. Do lado de Carolina há menor exposição ao risco, com investimentos em fundos de renda fixa e DI, por exemplo. Já Meirelles coloca uma pitada de risco em suas aplicações, com carteira de ações de empresas boas pagadoras de dividendos. O casal acertou ao lidar com a questão, afirma o especialista André Massaro. Segundo ele, sempre que houver divergências de perfil, o casal deve se inclinar para o lado mais conservador. “Se

o cônjuge mais arrojado tiver prejuízo, o outro pode culpálo pela perda”, afirma. O casal também deve analisar outra característica da personalidade: propensão a poupar. Caso um dos dois seja menos disciplinado, o outro terá que assumir o papel de investidor, avalia Clemens Nunes, professor da FGV (Fundação Getulio Vargas). “O mais indisciplinado pode colocar as contas do casal em débito automático e o disciplinado seria respon-

sável por escolher as melhores opções de aplicação, montando uma carteira de médio e longo prazos, com a maior parcela em renda fixa”, afirma. Alguns casais vão além da conta e fazem um plano de previdência conjunto, no CPF de um dos dois cônjuges. Mas, para Rogério Araújo, sócio da corretora de seguros Brasil Insurance, o ideal é cada um ter seu próprio plano, até para se precaver contra imprevistos no futuro. LUCIANO AMARANTE/FOLHAPRESS

DANIELLE BRANT FABÍOLA SALANI DE SÃO PAULO

Planejamento antes de casar deve incluir moradia imediata e futura do casal. É importante preparar compra da casa própria


C2

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

Análise de cenários pode

ajudar na tomada de decisão DÊNNIS A. LOBO

O

ano de 2014 é um ano marcado por diversos eventos relevantes no Brasil, desde esportivos, como a Copa do Mundo de Futebol, até as eleições presidenciais. Estes eventos têm repercussões de diferentes naturezas: sociais, econômicas e políticas. Não só representam o resultado de um processo histórico, como também sinalizam opções para o futuro. Diante de incertezas, o que pode interessar ao leitor é prever. Porém, prever o futuro, como já foi mencionado em outra oportunidade, é impossível. Ora, mas se é impossível prever o futuro, é então impossível tomar uma decisão planejada? Em outras palavras, é possível tomar uma decisão de investimento sem ter a capacidade de prever o futuro? Uma metodologia muito utilizada por administradores, economistas, financistas e profissionais de outros segmentos, como cientistas políticos, é a de construir cenários. Aqui uma ressalva: a construção de cenários não objetiva necessariamente acertar em cheio o resultado futuro ou em que condições exatas nos encontraremos em certo período de tempo, mas auxiliar no processo de reconhecimento das principais forças de influência sobre a realidade, de modo que se possa reconhecê-las tão logo venham a ocorrer e proporcionar o máximo de benefício dessa circunstância.

MARCELO JUSTO/FOLHAPRESS

No Brasil, o verbo investir ainda soa meio elitista, mas isso não é verdade. Todos podem investir com um certo planejamento Um exemplo prático para traduzir o que pode parecer em um primeiro momento demasiado teórico. Vamos imaginar que existam dois candidatos a presidente: o candidato A, mais comprometido com políticas de sustentação social, tributação de grandes fortunas e oneração dos mercados financeiros; e o candidato B, mais próximo do setor industrial e de temas como reforma tributária e in-

CENÁRIOS

Uma metodologia muito utilizada por administradores, economistas, financistas e profissionais de outros segmentos, como cientistas políticos, é a de construir cenários. É útil para investidores. centivo ao financiamento privado dos empreendimentos, em substituição a um modelo majoritariamente público. Uma possível vitória do candidato A cria um cenário muito provavelmente de arrocho fiscal, manutenção de impostos altos e baixa produção. Em um cenário como este a manutenção do investimento em renda fixa, principalmente aquela atrelada ao juros de mercado, pode ser mais atrativo. Por outro lado, caso o vencedor seja o candidato B, uma mudança da política monetária (juros) e fiscal (gastos do governo) é bem razoável que ocorra. Sinalizando o governo B afrouxamento de juros e in-

Investidor deve ser capaz de analisar o cenário em que vive para projetar a melhor maneira de aplicar seu capital e ter sucesso

centivo à produção, as ações das companhias negociadas em Bolsa provavelmente apresentarão valorizações, dada a expectativa de crescimento da economia. Esse simples exemplo já demonstra por si a importância do investidor ter em mente os diferentes cenários possíveis, a fim de que possa identificar com agilidade o que se apresenta à medida que os fatos se concretizam. Como forças de

influência para a construção de cenários a literatura tem apontado categoria como as questões sociais, econômicas, políticas e até tecnológicas. Diversos relatórios, produzidos por analistas de corretoras, bancos e consultorias, estão à disposição dos investidores todos os dias para que possam reconhecer os diferentes cenários possíveis e auxiliá-los na sua tomada de decisão. O impor-

tante é se cercar de fontes confiáveis, reconhecidas e experientes. Alguns termos são muito citados na mídia quando se refere a mercado, como volatilidade, incerteza e previsão. Não é preciso ser nenhum futurólogo para investir como podem pensar alguns. Investir, como tudo na vida, tem muito a ver com bom senso e esse exige que se considere diferentes possíveis cenários. Talvez, por

isto, que estejam tão em voga, em um ano de tantos eventos e manifestações. Para mais informações: contato@dlinvestimentos. com.br

GABRIEL COUTINHO*

O acionista controlador da Abril Educação (família Civita) anunciou a venda de uma participação minoritária da empresa (19,91%) para a Tarpon por um preço de R$ 35 por unit ABRE11 (com prêmio de quase 10% em relação ao fechamento de 03/06), refletindo-se em um valor de R$ 3,1 bilhões para toda a companhia. Além disso, a Tarpon poderá realizar um pagamento adicional de até R$ 4 por unit, caso a Abril Educação atinja metas pré-estabelecidas de resultados operacionais em 2015 e 2016. O negócio não envolveu uma mudança no controle da Abril Educação, sendo assim, não há direito de tag along para os acionistas minoritários. Ademais, a transação ainda precisa ser aprovada pelo Cade (não aguardamos restrição). Seguem, abaixo, as ta- Veja o site da Abril Educação belas com as mudanças e conheça melhor a empresa societárias. Caso o negócio concretize-se a mudança societária Educação, impulsionando a tende a se mostrar positiva reestruturação atualmente para ações ABRE11, uma em curso e proporcionando vez que a Tarpon poderá ganhos de eficiência. ajudar na gestão da Abril O movimento societário

REPRODUÇÃO/ABRIL EDUCAÇÃO

Abril Educação: mudança societária também provocará outras mudanças na empresa, tais como: substituição na presidência de Manoel Amorin (continuará no conselho) por Mário Guio (atual diretor executivo de produtos pedagógicos e serviços); formação do conselho de administração, que passará a conter nove membros, sendo três indicados pela Tarpon; e proposta de migração para o Novo Mercado, mais elevado nível de governança corporativa da BM&FBovespa. Cabe destacar que a Abril Educação contratou a consultoria Galeazzi para ajudá-la a encontrar e executar possíveis oportunidades de sinergias. Tal análise identificou algumas oportunidades através de

modificações: operacionais e logísticas, com a integração de centros de distribuições; no back office (áreas administrativas, financeiras, recursos humano, dentre outras), por meio de integração; nos sistemas de TI; e com a redução de estoques e otimização da gestão do capital de giro (sobretudo na área de publicação). A Tarpon está mostrando-se ativa no controle da Brasil Foods, em parceria com a Galeazzi, auxiliando na implementação de um complexo processo de reestruturação. Permanecemos com recomendação de compra para ABRE11, com preço-alvo de R$ 43,50 para dezembro de 2014.

FONTE: BROADCAST; BRADESCO CORRETORA E ÁGORA CORRETORA

*Analista responsável principal pelo conteúdo do relatório e pelo cumprimento do disposto no Art. 16 da Instrução CVM 483/10


C3

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

Planejamento deve incluir festa, casa própria e filhos BERNARDO GUTIÉRREZ/FOLHAPRESS

Conversa franca deve expor inicialmente a situação atual de cada um. Compra do imóvel pode ser bom investimento, mas amarra outras decisões profissionais

Dívidas antigas e mantidas em segredo por vergonha podem estragar relacionamento pós-casamento e impedir investimentos DANIELLE BRANT DE SÃO PAULO

U

ma conversa financeira e franca pode trazer à tona muito mais do que temas monetários. “Quando começamos falando desse tema, acabamos chegando a quais valores morais foram passados a cada um”, alerta a psicóloga Cleide M. Bartholi Guimarães. O tema nem sempre é fácil de ser tratado. Para ajudar na tarefa, a Folha selecionou dez perguntas para o casal se fazer (leia nesta página). Antes de qualquer plano futuro, a conversa começa pelo presente: qual a situação financeira atual do par? Algum dos dois tem dívida não equacionada ou até o nome inscrito em um serviço de cadastro de inadimplentes? “O nome sujo de um cônjuge afeta os dois. O ideal é solucionar todas essas pendências e entrar na vida de casado sem dívidas”, afirma Wilson Justo, diretor da financeira Sorocred.

Vem então a decisão sobre fazer ou não festa de casamento e quanto vale a pena gastar na celebração. São dois assuntos abordados pelo casal que quer evitar aborrecimentos futuros. Optar pela festa pode pesar no bolso. Ao mesmo tempo, se privar da celebração pode deixar casais frustrados. O segredo para quem faz ques-

CONVERSA

Antes de qualquer plano futuro, a conversa começa pelo presente: qual a situação financeira do par? Alguém tem dívida não equacionada ou até o nome inscrito em um serviço de cadastro de inadimplentes? tão da cerimônia, então, é planejamento. “Quanto maior o prazo entre noivado e casamento, mais tempo para guardar dinheiro e para pesquisar. O ideal é pelo menos um ano

de antecedência”, afirma a consultora financeira Aline Rabelo, do portal de investimentos Investmania. Os noivos devem se policiar para não extrapolar o orçamento previamente definido. Na conta também devem entrar os gastos com lua de mel. “O casamento não é a cerimônia, é o que acontece depois da cerimônia. Fazer dívida para ter uma grande cerimônia ou uma lua de mel cara não é positivo”, afirma André Massaro, especialista em educação financeira. Casa própria A decisão de oficializar a união geralmente vem acompanhada de outra questão: alugar um imóvel ou investir na casa própria? Quanto a isso, não há consenso. Para Justo, da Sorocred, comprar um imóvel é mais vantajoso, pois, caso o entorno não se degrade, ele tende a se valorizar com o tempo. “O aluguel é um dinheiro que vai embora”, completa. Por outro lado, fincar raízes pode limitar as opções

profissionais do casal, avalia Massaro. “Via de regra, o casal deve tentar postergar o máximo possível a compra do imóvel. Estão em início de carreira profissional e podem acabar sendo deslocados para outras cidades ou países. Isso também significa fazer dívidas grandes e de longo prazo”, ressalta. Para ele, o dinheiro que seria usado para dar entrada em um imóvel poderia ser investido na carreira do casal. Filhos Há temas que devem ser abordados o quanto antes pelo casal. Ter ou não filhos é um deles. Embora não seja uma decisão puramente financeira, acaba resvalando no bolso. Hoje é mais fácil saber o custo de ter um filho. “É um comprometimento financeiro muito grande por um prazo longo, que dificulta que o casal invista em melhoria da qualidade de vida da criança, como escola mais cara. O casal pode acabar condenando a si ou ao filho a uma vida medíocre”, diz Massaro.


C4

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

Brasil perde até US$ 8 bi com crimes cibernéticos No mundo, prejuízos com hackers, desvios e espionagem somaram US$ 445 bi em 2013, de acordo com estudo recente TONI SCIARRETTA DE SÃO PAULO

O

Brasil perdeu entre US$ 7 bilhões e US$ 8 bilhões em 2013 com ataque de hacker, roubos de senha, clonagem de cartões, pirataria virtual, além de espionagem industrial e governamental, entre outros crimes cibernéticos. Trata-se de 0,32% do PIB brasileiro e o equivalente a quase dois terços do lucro da Petrobras em 2013. São crimes arquitetados por quadrilhas internacionais, que contratam hackers e engenheiros para atacar as áreas vulneráveis do comércio internacional, transferência de valores e produção de tecnologia. Os dados roubados são comercializados na chamada Deepweb – face negra da internet, não navegável pelos browsers comuns. No mundo, esses prejuízos atingiram no ano passado entre US$ 375 bilhões e US$ 575 bilhões aproximadamente, incluindo tanto as perdas quanto os gastos para recuperação de ataques. A estimativa faz parte de uma pesquisa mundial feita pela McAfee, empresa de segurança eletrônica do grupo Intel, que será divulgada hoje. Pela primeira vez a pesquisa incluiu o Brasil, país que vem despertando a cobiça da máfia cibernética internacional junto com a pujança das indústrias financeira, de commodities e de óleo e gás. Os países com as maiores perdas são a Alemanha (1,6% do PIB) e a Holanda (1,5%). EUA e China tiveram perdas de 0,64% e 0,63%. Criticada por omissão à pi-

rataria cibernética, a China é hoje um dos países com os dados mais confiáveis do mundo, reunidos e divulgados pelo governo, segundo a McAfee. “A China mostrou que também é vítima”, disse José Matias, da McAfee. Os dados brasileiros são considerados de confiabilida-

de média porque não há regras que incentivem a contabilização e a divulgação. “Devem ser bem maiores”, disse. “Cinco por cento das empresas brasileiras já sofreram algum tipo de ataque cibernético”, disse Marcos Tupinanbá, especialista em segurança eletrônica.

Drogas e falsificação O crime cibernético já é o terceiro que mais causa prejuízo ao mundo depois do narcotráfico e da falsificação de marcas e de propriedade intelectual. O tráfico internacional de drogas e a falsificação movimentam cerca de US$ 600

bilhões cada – o equivalente a 0,9% e 0,89% do PIB mundial. Segundo a McAfee, as perdas estimadas com os crimes eletrônicos vão de 0,5% a 0,8% do PIB mundial. Para a McAfee, o limite tolerável ao crime cibernético será menor do que 2%. “[Após isso] As empresas e as so-

ciedades vão adotar ações enérgicas para controlá-lo”, diz o estudo. Nas contas da empresa, cada US$ 1 investido em segurança tecnológica previne perdas de US$ 1,50 em crime eletrônico. “Há espaço para as empresas investirem mais”, afirma.

DIVULGAÇÃO/PETROBRAS

INVESTIMENTO

Fundo livre vai contornar estatais ANDERSON FIGO DE SÃO PAULO

O mau desempenho de Vale e Petrobras no último trimestre e os desafios difíceis que cada uma tem pela frente já tornam as duas companhias menos “unanimidade” entre investidores, na percepção de analistas. Além disso, o quadro atual cria muita volatilidade envolvendo os papéis de ambas. “Caso queira rendimento sem grandes oscilações, procurar ações de outras empresas pode ser melhor negócio”, diz Eduardo Velho, economista-chefe da gestora Invx Global. Os pequenos investidores que são acostumados a aplicar por meio de fundos podem diversificar suas carteiras em Bolsa e até deixar de ter exposição aos papéis de Petrobras e Vale por meio do fundo de ações livre. Caracterizado por não estar referenciado ao desempenho dos principais índices da Bolsa, este produto financeiro dá ao gestor liberdade para adotar mudanças periódicas na carteira. Assim, é possível identificar e aproveitar oportunidades e ampliar o retorno dos cotistas.

Para aplicar, o investidor precisa procurar uma corretora ou banco e ficar atento às regras do fundo antes de adquirir cotas. Também é preciso ficar de olho nas taxas. Perspectivas Em relação às duas grandes empresas, a Vale tem avaliação mais otimista: analistas recomendam comprar s¬uas ações se o investidor puder tolerar volatilidade. Os preços dos papéis estão diretamente ligados a indicadores que variam bastante, como a cotação do minério. Em 2014, a ação preferencial da Vale cai 20,16%. No ano passado, cedeu 19,92%. “Em algum momento deve voltar a subir, mas é preciso paciência”, completa Velho. A Petrobras, por sua vez, tem um agravante: ser estatal. No ano passado, a ação preferencial – sem direito a voto – da companhia caiu 12,5%, prejudicada principalmente pela defasagem nos preços dos combustíveis. Ela vem tendo de comprar derivados de petróleo no exterior por um preço menor do que o de venda no Brasil para não prejudicar a política do governo

de controle da inflação. Julio Hegedus, economista da consultoria Lopes Filho, e Felipe Miranda, da consultoria Empiricus Research, apontam que essa política vai na contramão do interesse dos investidores. Mesmo no longo prazo, dizem os especialistas, o cenário para a petroleira é conturbado. Ela não tem conseguido cumprir metas de produção e as perspectivas operacionais estão sendo cortadas por corretoras e bancos. Levantamento feito pelo economista Michael Viriato, do Centro de Finanças do Insper, e publicado pela Folha no final de maio, mostrou que, no primeiro trimestre, o lucro somado das 62 companhias presentes no Ibovespa – principal índice da Bolsa brasileira – dispara quando Vale e Petrobras são retiradas do cálculo. Na comparação entre o primeiro trimestre deste ano e igual período de 2013, o lucro de todas as empresas somadas cai 4,3%. Excluídas Vale e Petrobras, no entanto, ele mostra aumento de 20,7%. O lucro de uma companhia é um dos principais pontos a analisar quando se decide pelo investimento.

Petrobras perdeu unanimidade entre especialistas como sólida opção de investimento no Brasil


C5

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

Copa: empresas correm para lançar serviços e produtos REPRODUÇÃO/PORTAL BRASIL

Mundial de futebol pode servir para divulgar ferramentas digitais entre estrangeiros e também fazer testes e correções

FILIPE OLIVEIRA DE SÃO PAULO

À

s vésperas do início da Copa do Mundo, empresas de tecnologia que atuam com turismo correm para lançar, divulgar ou melhorar seus serviços para terem tempo de apresentá-los aos turistas que virão para o evento. Segundo Tales Andreassi, professor da FGV e colunista da Folha, o evento é uma boa oportunidade de melhorar o resultado dos investimentos em marketing e espalhar as ideias da empresa por vários países diferentes. Com isso, os empreendedores terão um legado dos jogos: a divulgação boca a boca no futuro, diz. A empresa Sabiar, que vende cursos rápidos em cidades turísticas pela internet, teve de correr para aumentar a oferta de aulas durante os jogos, conta Adriana Lima, 31, fundadora da empresa. Hoje, eles têm cursos em nove cidades que sediaram a Copa e 44 opções pelo mundo. Agora, para aumentar o número de clientes no mês, Lima divulga seu negócio em hostels e pousadas. “Recebemos e-mails de estrangeiros querendo saber como funcionam os cursos, mas foram poucas aulas agendadas. As pessoas só reservam os horários dois ou três dias antes do curso”, conta. A Copa também deve ser um marco para a empresa

Rent a Local Friend (alugue um amigo local, do inglês) que surgiu há quatro anos. O sistema permite encontrar moradores do local para passeios com os turistas. A companhia passa por uma espécie de segundo lançamento, com uma gestão profissional, conta Danielle Cunha, 27, que assumiu a presidência há dois meses. Um dos esforços foi aumentar o número de guias. Hoje, são 3.000 cadastrados, sendo 500 ativos. Cerca de 30% do valor pago pelo passeio, que custa em média US$ 150, fica com a empresa.

RESULTADO

A Copa do Mundo de Futebol é uma boa oportunidade de melhorar o resultado dos investimentos em marketing e espalhar as ideias da empresa rapidamente por vários países diferentes.

Nos acréscimos Outro desafio será descobrir o que precisa ser melhorado nos serviços oferecidos e fazer o máximo de correções possíveis, diz Alessandro Saade, professor da BSP (Business School São Paulo). “As empresas vão ter uma oportunidade de corrigir rapidamente o que estiver errado.

A demanda aquecida acelera o aprendizado”, afirma. O conselho pode ser valioso para a WhisGo, uma rede social para turistas que tem como atração a criação de cadernos virtuais de viagens. Mariano Camara, 31, conta que a rede funcionava desde o começo do ano para público limitado de 450 pessoas. Com a aproximação do mundial, deve começar a divulgação neste mês. Para isso, a empresa recebeu investimento de R$ 400 mil de uma companhia que não é do setor de turismo, diz. Ele diz que a principal receita da empresa virá da comercialização de cadernos de viagens pela internet. Para isso, selecionará os usuários que tem os álbuns mais visitados e permitirá que eles vendam parte de seu conteúdo internamente. A WhisGo ficará com uma comissão. A Geomob, desenvolvedora de soſtwares baseados em geolocalização, também aproveitará o mundial para testar um novo produto, o Turismo São Paulo. A ferramenta, que tem versões pagas e gratuitas, envia notificações quando o celular se aproxima de um lugar programado e possui textos que podem ser “lidos em voz alta” pelo celular, explica Bruno Scaravelli, 27, sócio da empresa. “Não sabemos se vamos ter 1.000, 2.000 ou 10 mil downloads. Nossa intenção é testar o mercado na Copa”.

DAVI RIBEIRO/FOLHAPRESS

Serviços permitem achar moradores para passeios, agendar cursos e montar álbuns com fotos de viagens

Adriana Lima, criadora da Sabiar, que agenda cursos para turistas em diferentes cidades


C6

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

Finanças Ppessoais Marcia Dessen

FERNANDO DE ALMEIDA

Veja como um bom planejador financeiro pode te ajudar As razões pelas quais você decide contratar um planejador financeiro podem ser as mesmas que levam você a contratar uma pessoa para fazer a faxina de sua casa ou um contador para fazer sua declaração de Imposto de Renda. Se você é muito ocupado, não gosta de fazer isso ou sente extremo desconforto em tomar decisões sozinho, contar com o apoio de um planejador para ter uma segunda opinião pode fazer sentido. E, se você odeia números e fica arrepiado só de pensar em fazer cálculos, um planejador financeiro pode ser muito útil. Veja alguns exemplos de situações importantes para as quais vale a pena ter a ajuda de um planejador financeiro competente. Identificar problemas Muita gente experiente em outros assuntos não consegue ser objetivo em relação a seus problemas financeiros. As pessoas podem ignorar suas dívidas ou ter expectativas e objetivos irrealistas considerando seu comportamento e situação financeira. E muitos são tão ocupados com outros assuntos que nunca têm tempo de pensar e definir seus objetivos financeiros. Um bom planejador financeiro tem o olhar objetivo de que você precisa. Apontar estratégias Seu cérebro pode estar con-

Mediação Se você tem um cônjuge ou sócio, decisões financeiras podem provocar faíscas, particularmente se as decisões financeiras envolvem outros membros da família. Embora um bom assessor não seja um terapeuta, ele pode ter sensibilidade suficiente para entender as preocupações e necessidades distintas de cada parte envolvida, buscando ponto de equilíbrio que satisfaça aos interesses de todos.

fuso com muitos planos, ideias e preocupações formando uma teia de aranha. Um bom planejador pode ajudá-lo a separar os pensamentos e propor alternativas estratégicas para atingir seus objetivos financeiros. Prioridades Você pode estar fazendo um monte de coisas para melhorar sua situação financeira. Entretanto, fazer algumas poucas mudanças chave podem agregar muito valor e resultado. É importante também identificar as mudanças adequa-

FOLHAINVEST

Carteira de participante tem valorização superior a 111% O participante Laercio Marinzek registrou ganho de 111,5% em sua carteira de ações e manteve, pela terceira semana seguida, a liderança do ranking 2014 do Folhainvest, simulador da Bolsa de Valores feito pela Folha em parceria com a BM&FBovespa. Com valorização de 93,8%, Elson Costa ocupa a segunda colocação, à frente de Michelle Szuecs, que alcançou 79% de ganho. Em quarto está Roger Thiago Alves Rodrigues, com 76,8%. A lista dos cinco primeiros se completa com Jácomo Queiroz, com 68,6%. Rodrigues mantém a liderança do ranking universitário. Michelle Szuecs lidera o ranking feminino. No recorte por regiões, Mauri Alves da Silva Junior é o

bom conselheiro pode ajudar a implementar os próximos passos. Afinal, uma das razões de ter contratado um planejador financeiro pode ter sido sua falta de tempo ou desinteresse em gerir suas finanças.

primeiro colocado no Norte, após obter ganho de 62,4%. No Nordeste, aparece Patrício Souza, com 37,2%. Líder geral, Marinzek é da região Sudeste. No Sul, Cleidson Ferreira está no topo, com 64,8%. E Jácomo Queiroz é o primeiro no Centro-Oeste. Os interessados em participar podem se inscrever gratuitamente no site do simulador (www.folhainvest.com.br). O ranking para a premiação do ano começa a ser computado no momento da inscrição. A premiação em 2014 contempla cursos sobre investimentos, acesso a banco de dados de cotações e iPads, mas pode haver substituição desses itens por outros produtos equivalentes ou com valor financeiro similar.

das para sua situação como um todo para assegurar um sono tranquilo. Bons planejadores o ajudam a priorizar. Escolha assertiva Mesmo que você saiba quais são as principais e mais importantes decisões financeiras a tomar, pesquisar leva tempo e pode ser frustrante se você não souber onde encontrar boas informações e aconselhamento adequado. Um bom planejador financeiro fará as pesquisas necessárias para localizar os

melhores produtos para atender suas necessidades. Como são muitas as informações disponíveis sobre diversos aspectos financeiros, você poderá se perder, ser enganado, ficar desanimado ou perder o foco. Um bom assessor pode impedi-lo de tomar uma decisão ruim com base em informações medíocres e insuficientes. Decisões importantes Decidir quando se aposentar, quanto despender na compra de um imóvel e onde investir seu dinheiro são exemplos de grandes decisões. O envolvimento

emocional com essas questões pode distorcer sua perspectiva e objetividade. Um assessor competente e sensível pode avaliar a situação com clareza e fornecer aconselhamento seguro, ser uma voz objetiva e racional nas principais decisões. Ajudar a executar Decidir o que precisa ser feito não é suficiente: você precisa executar, colocar o plano em ação. Embora você possa usar um planejador para aconselhamento e conduzir as mudanças por conta própria, um

Dinheiro e bem-estar O objetivo essencial do planejamento financeiro é ajudá-lo a alcançar o maior valor agregado possível de seus recursos financeiros, planejar corretamente e colocar foco nos objetivos pessoais e financeiros. Nesse processo, o planejador deve indicar como melhorar o retorno de seus investimentos; reduzir seus gastos, impostos e custo de seguros; aumentar sua capacidade de poupança; e alcançar seu objetivo de independência financeira. E finalmente, mas não menos importante, organizar suas finanças, tirando um peso de seus ombros, proporcionando mais dinheiro e paz de espírito.


C7

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014

CARO DINHEIRO

Samy Dana

Mande sua pergunta para coluna caro.dinheiro@grupofolha.com.br

É vantajoso trocar previdência privada por Tesouro Direto? É importante identificar as causas que fizeram seu rendimento com previdência ter sido baixo, como explica em sua pergunta completa, e que o leva a buscar outro investimento. Dentre as possíveis explicações estão a má alocação dos ativos na carteira e os altos custos com taxas de administração e carregamento, que podem diminuir o retorno final. Caso o motivo seja a má alocação de ativos no fundo, a solução não necessariamente envolverá a mudança de modalidade de investimento. Será possível manter a aplicação em previdência, com perfil mais adequado às suas demandas. É interessante questionar

a instituição financeira sobre as alternativas disponíveis e os custos de transação. Se no banco em que os recursos estiverem alocados não houver uma boa oferta, é possível, ainda, solicitar a portabilidade para outra instituição com produtos mais interessantes. Se o problema estiver relacionado a taxas administrativas e de carregamento, podese tentar a portabilidade para outra instituição que trabalhe com taxas melhores e esteja de acordo com o seu perfil de contribuição. Se não obtiver condições melhores, será uma boa opção resgatar parte do investimento e aplicá-lo em outra modalidade, como o Tesouro Direto. É importante levar em conta

Onde invisto R$ 45 mil por até 18 meses? J. L. A., DE RIBEIRÃO PRETO (SP)

RESPOSTA DE MICHAEL VIRIATO, PROFESSOR DO INSPER, INSTITUTO DE ENSINO - A decisão sobre em que investir deve ser precedida pela análise de objetivos e restrições de investimento. Imagine-se solicitando em uma locadora de carro o melhor veículo para rodar 18 km. Provavelmente lhe será oferecido um sedã de luxo. De forma geral, esse carro proporciona desempenho e segurança. Mas não o atenderá se os 18 km são em estrada de terra. Da mesma forma, a escolha do investimento deve ter em vista o objetivo de uso dos recursos. Por exemplo, se a meta é realizar uma viagem internacional ou um curso no exterior, o grande elemento de risco é a taxa de câmbio. Nesse caso, um investidor conservador deve buscar alternativa para proteção desse risco. A opção mais simples é aplicar em fundos cambiais. O investidor deve atentar para dois elementos: a taxa de administração e se o fundo consegue obter algum rendimento acima da variação cambial. Outro exemplo seria se o in-

vestidor planeja comprar um imóvel: ele corre o risco de outra alta forte nos preços. Nesse caso, é recomendável diversificar uma parcela em fundos imobiliários, em fundos referenciados à inflação de curto prazo ou em títulos referenciados à inflação com prazo similar ao de resgate. Assim, o patrimônio do investidor está protegido de eventuais choques de inflação. Para o planejamento de pagar um curso de pós-graduação ou compra de um bem nacional, o investidor deve buscar obter um ganho líquido de Imposto de Renda e acima da inflação. Nesse caso o investidor conservador deve alocar uma parte de seus recursos em títulos referenciados à inflação com prazo similar ao do resgate (18 meses) e em aplicações isentas de IR como LCIs (Letras de Crédito Imobiliário) e LCAs (Letras de Crédito do Agronegócio). Títulos públicos referenciados à inflação podem ser comprados por meio do Tesouro Direto ou na plataforma de alguma corretora. LCIs e LCAs podem ser adquiridas por meio de bancos ou corretoras e têm a segurança do FGC (Fundo Garantidor de Crédito).

Indicadores Econômicos

os impostos incidentes sobre o montante resgatado. A alíquota varia de acordo com o período que o recurso está aplicado. No PGBL, a tributação é incidente sobre o principal somado aos rendimentos; no VGBL, ela recai apenas sobre os rendimentos. Como você explica ter feito aportes regulares ao longo dos últimos anos, pode ser interessante tirar a parte do dinheiro com menor tributação e alternar para o Tesouro Direto, obtendo assim rendimentos maiores. Para comparar os retornos oferecidos pelos planos de previdência com a rentabilidade do Tesouro, é possível efetuar uma simulação que considera o período de 30 anos de inves-

timento com aportes mensais de R$ 165. Serão adotados valores de mercado para as taxas utilizadas: expectativa da Selic em 12% ao ano; inflação de 5,88% ao ano; imposto de 22,5%; taxa de carregamento dos planos de previdência de 2%; taxa de administração de 3,4% ao ano; e taxa de corretagem do Tesouro Direto de 0,5% ao ano, além da custódia de 0,3% anuais. Ao final do período, a estimativa é que o VGBL regressivo oferecerá R$ 143.957,21 de retorno, e o PGBL regressivo, R$ 173.333,99, enquanto o Tesouro Direto disporá de R$ 200.984,36, um nível superior aos demais e consideravelmente mais rentável.

Eu invisto em... BRUNO POLETTI/FOLHAPRESS

T. O., CAMPINAS, SP

Mari Moon, apresentadora

Eu gosto de variar. Tenho uma parte menor em ações e outra em aplicações conservadoras. Gosto de ter dinheiro livre para emergências


C8

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2014


EM TEMPO - 9 de junho de 2014