Issuu on Google+

R$

1,00 PREÇO DESTA EDIÇÃO

O JORNAL QUE VOCÊ LÊ

DIEGO JANATÃ

ANO XXVI – N.º 8.287 – SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014 – PRESIDENTE: OTÁVIO RAMAN NEVES – DIRETOR EXECUTIVO: JOÃO BOSCO ARAÚJO

BR-174 Desta vez foi a ponte que cedeu Sete horas após a instalação da ponte no trecho do quilômetro 58 da BR-174, que liga Manaus a Boa Vista, o fluxo foi interditado novamente para que o Exército fizesse reparos nas tábuas da ponte, danificadas com o peso dos veículos (foto). Dia a dia C1

2 MIL POLICIAIS NA

ABERTURA DA ARENA

O ESQUEMA DE SEGURANÇA E MOBILIDADE URBANA PARA POLICIAIS MILITARES DENTRO E NO ENTORNO DO NOVO O JOGO DE INAUGURAÇÃO DA ARENA DA AMAZÔNIA, EN- ESTÁDIO. OITENTA LINHAS DE ÔNIBUS ATENDERÃO AOS TRE NACIONAL E REMO, NESTE DOMINGO, TERÁ 2,1 MIL MORADORES DE TODAS AS ZONAS DA CIDADE. PÓDIO E3

ÂNGELA PERES/SECOM

SÉRGIO GUERRA

Deputado morre em São Paulo O ex-presidente nacional do PSDB e deputado federal Sérgio Guerra (foto) morreu, ontem, de câncer no pulmão. Política A6

ENCHENTE

Emergência em oito municípios

DIVULGAÇÃO

Subiu para oito o número de municípios do Amazonas que decretaram situação de emergência em função da cheia do rio Purus. Dia a dia C5

CALAMIDADE

Acre terá ajuda de Manaus

RESIDÊNCIAS

Conta de luz vai ficar mais cara No Estado do Acre, em apenas 24 horas, o nível do rio subiu cinco metros, deixando moradores debaixo d’água

REPRODUÇÃO FACEBOOK

Economia B4

O caminhão que atingiu o Palio transportava barro

JAPIIM

Caminhão esmaga motorista Um m caminhão tombou em cima de um veículo Palio, na tarde de ontem, na avenida general Rodrigo Otávio, no Japiim, matando a condutora, Antônia Valdizia Batista, de 46 anos. A mãe dela foi levada para o hospital em estado grave. Última Hora A2

FIM DE

Sequência de ‘300’ no cinema

FALE COM A GENTE - ANÚNCIOS CLASSITEMPO, ASSINATURA, ATENDIMENTO AO LEITOR E ASSINANTES: 92 3211-3700 ESTA EDIÇÃO CONTÉM - ÚLTIMA HORA, OPINIÃO, POLÍTICA, ECONOMIA, DIA A DIA, PAÍS, MUNDO, PLATEIA E PÓDIO.

No Acre, o caso beira a calamidade, tanto que balsas estão sendo enviadas de Manaus para fornecer gás de cozinha e abastecer a região. País C7

SEMANA

Rodrigo Santoro (foto) volta a incorporar Xerxes no filme “300: a Ascensão do Império”, sequência de “300” (2006), baseado nos quadrinhos de Frank Miller. Longa estreia hoje. Plateia 10 TEMPO EM MANAUS

MÁX.: 31

MÍN.:

24


A2

Última Hora

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

Caçamba tomba, atinge carros e mata uma pessoa Acidente ocorreu na tarde de ontem, na avenida General Rodrigo Otávio, no Japiim, atingindo um Pálio e um Celta

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Acidente comprometeu o fluxo de veículos nos dois sentidos da avenida General Rodrigo Otávio, no final da tarde de ontem. A retirada dos veículos do local do acidente se estendeu pela noite

U

ma pessoa morreu após uma caçamba tombar por cima de um veículo modelo Palio, de cor verde de placa JWO 0084, na tarde de ontem, na avenida general Rodrigo Otávio, no bairro Japiim, na Zona Centro-Sul,

nas proximidades do supermercado Makro. De acordo com as informações do Instituto Municipal de Engenharia Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), no momento do acidente o caminhão seguia pela avenida no sentido bola do Co-

INPA

Aula marca início dos cursos de pós-graduação Nesta sexta feira, acontece a partir das 15h. A Aula Magna que marca o início das atividades da pós-graduação do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/ MCTI), no auditório da Ciência. O pesquisador e diretor do Inpa, Dr. Adalberto Luís Val, fará uma palestra sobre “A pós-graduação na Amazônia e seus desafios”. A pós-graduação do Inpa conta com nove programas (mestrado e doutorado) e neste ano terá cem novos alunos de mestrado, quantitativo que fica na média dos últimos anos. A seleção do doutorado é fluxo contínuo. “Esses alunos vêm não só do interior do Amazonas como também de várias partes do Brasil. Fazemos seleção em vários estados, incluindo o interior do Amazonas (21 cidades), e mais de 500 candidatos se inscreveram no processo seletivo deste ano”, disse a coordenadora de Capacitação do Inpa (COCP), Beatriz Ronchi Teles. De acordo com ela, o maior atrativo para os alunos é a Amazônia e o Inpa, por ser referência mundial em biologia tropical. O Instituto capacita os alunos tendo a região amazônica como o seu laboratório natural, oferecendo a ampla possibilidade de qualificação em várias linhas de pesquisa sobre biodiversidade, que é um dos focos do Instituto. Teles lembra que no fim do ano passado alguns dos programas do Instituto subiram no conceito

roado-Japiim, transportando barro, e nas proximidades de uma curva tombou acertando o Palio e um Celta, de cor vermelha de placa não identificada. A condutora do Palio, Antônia Valdizia Batista, 46, teve morte instantânea, en-

quanto a mãe, que estava no banco do carona, Cidalia Batista, 72, foi socorrida por uma equipe do Serviço de atendimento Médico de Urgência (SAMU) e levada em estado grave para o Hospital João Lúcio, no bairro São José, na Zona Leste.

Enquanto o Palio foi atingido pela caçamba do caminhão, o Celta foi coberto pelo barro transportado pelo veículo pesado. Transtorno Em virtude do acidente, até às 20h de ontem, o trânsito

VISTORIA

LOTERIAS

Arena sem riscos de dengue

DIVULGAÇÃO

MEGA-SENA Concurso nº 1579 (05/03/2014) 25

da Capes, ficando entre as notas 3 e 6. Na avaliação da Capes, as notas 6 e 7 são consideradas de padrão internacional. Até dezembro de 2013, o Inpa formou 1.819 alunos entre mestres e doutores. Os programas de pós-graduação do Inpa estão divididos em: Agricultura no Trópico Úmido (PPG-ATU); Botânica (PPG-BOT); Ciências de Florestas Tropicais (PPGCTF); Clima e Ambiente (PPGCLIAMB) em ampla associação com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA); Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (PPG-GCBEv); Mestrado Profissionalizante em Gestão de Áreas Protegidas da Amazônia (MPGAP); Entomologia; Biologia (PPG-Ecologia); Biologia de Água Doce e Pesca Interior (BADPI), além do Programa de pós-graduação em Aquicultura da Universidade Nilton Lins, em ampla associação com o Inpa. Palestrante Adalberto Val é pesquisador do Inpa desde 1981 e diretor do Inpa desde 2006. É coordenador do Laboratório de Ecofisiologia e Evolução Molecular do (LEEM/ Inpa), onde estuda a respiração e as adaptações dos peixes amazônicos às modificações do meio ambiente. Com pós-doutorado na Universidade da Colúmbia Britânica (Canadá), Val possui trabalhos em periódicos nacionais e internacionais, além de vários 10 livros publicados.

no entorno do Complexo Viário Gilberto Mestrinho estava comprometido. Devido o acidente na Rodrigo Otávio, todo fluxo de veículos foi desviado para rotas alternativas. Agentes foram deslocados para o local para tentar dar fluidez ao trânsito.

34

40

49

51

60

TIMEMANIA Concurso n. 546 (06/03/2014) 15

17 31 39 44 49 72

Time do coração SANTOS/SP

LOTOFÁCIL Concurso n. 1026 (05/03/2014) 01

05

06

07

11

12

14

15

16

18

19

20

21

23

24

QUINA Concurso n. 3432 (06/03/2014) 42

58

62

73

76

LOTOMANIA Concurso n. 1432 (05/03/2014)

Agente coloca larvicida em uma das dependências do estádio, durante a vistoria

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por intermédio do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (DVAE) realizou vistoria técnica na Arena da Amazônia, na tarde de ontem e não encontrou focos do mosquito causador da dengue. A intenção de avaliar as condições do estádio levou em consideração locais com provável acúmulo de água que podem servir para criadouros do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti. A equipe contou com 12 agentes de saúde da Semsa e dez agentes de saúde da Fundação

VISITA

A visita à Arena da Amazônia ocorreu por que o local passou por um processo de construção e com o período de chuvas poderia se tornar um local potencial de criadouros do Aedes de Vigilância em Saúde (FVS). Eles percorreram as áreas externa e interna do estádio em busca dos criadouros do mosquito. A Arena se trata de um local que passou por um processo de construção e

com o período de chuvas poderia possibilitar o surgimento de criadouros. Porém, em nenhuma das dependências por onde as equipes passaram, havia sinais da presença de larvas do mosquito. Prevenção Apesar de não terem localizado focos da doença, os agentes fizeram uma ação de prevenção colocando larvicida em alguns das áreas visitadas. No próximo domingo (9), a Arena da Amazônia será inaugurada, com o clássico regional Nacional (AM) e Remo (PA), pela Copa Verde.

02

04

05

09

27

28

29

34

38

39

40

41

42

49

52

56

57

67

77

94

DUPLA DUPLA-SENA Concurso n. 1260 (05/03/2014) Primeiro sorteio

08

18

23

26

28

44

24

27

42

Segundo sorteio 02

06

13

FEDERAL Extração nº 04846 (06/03/2014) Prêmio 1º

Bilhete

Valor (R$)

73.922

250.000,00

2º 01.422

16.300,00

3º 25.570

16.000,00

4º 27.025

15.800,00

5º 17.404

15.223,00

FONTE: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL


Opinião

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

Contexto 3090-1017/8115-1149

A3

Editorial

marioadolfo@emtempo.com.br

opiniao@emtempo.com.br

A prestação de contas O presidente do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE), conselheiro Josué Cláudio de Souza Filho, deu neste pós-Carnaval um exemplo de humildade, raro entre os insignes membros dessas cortes de competências variadas, frequentemente movidos por injustificável e recorrente arrogância. A atitude do conselheiro-presidente foi provocada pela infeliz edição, no fim de fevereiro, de uma lei que, praticamente, tornava vitalício o cargo de procurador-geral do Ministério Público de Contas, atualmente ocupado por Carlos Alberto Souza de Almeida, que poderia guiar-se pelo comportamento de Josué (Almeida decidiu que só dá entrevista à imprensa, quando solicitada por meio de um ofício, quem sabe em três vias; ele não parece gostar de entrevistas, nem transparências: em 2011, inventou de não mais disponibilizar na internet as decisões e pareceres do órgão, provocando divergência entre os procuradores, que consideraram a iniciativa inconstitucional). Continuando com Josué Filho: “Eu estou pedindo a revogação da lei. E por que eu faço? Porque eu reconheço o meu erro de não ter ouvido o colegiado. Pelo vício da presidência da Câmara e da Assembleia (ele presidiu os dois Legislativos), eu pensei que o tribunal fosse um regime presidencial, mas não é. O tribunal tem um regime parlamentarista, ou seja, as iniciativas, embora sejam minhas, eu tenho que submeter previamente ao colégio e eu não o fiz”. E para ser ainda mais claro: “Eu assumo o erro, o erro é meu. Eu estou me corrigindo. Será que a gente não pode se corrigir, gente?”, disse ao repórter do blog “Amazonas Atual”. Tanto quanto alvoroço causou a “lei errada”, a postura de Josué Filho ecoará por muito tempo entre os que vivem e observam a realidade dos tribunais. Ai de quem ouse não prestar contas...

Pegou mal O procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Carlos Alberto de Almeida, se mostrou irritado, ontem, com a repercussão da aprovação da lei que perpetua o cargo ocupado por ele. A proposta será derrubada pelo próprio Tribunal de Contas (TCE), autor da proposta. O presidente do TCE, Josué Filho, reconheceu, ontem, que errou quando não consultou a corte sobre o assunto. Surdo e mudo Sem garantia de que ficará no cargo compulsoriamente, Carlos Alberto Almeida saltou nas tamancas. Disse que não falaria sobre o assunto pessoalmente e nem por telefone. Por e-mail, então, nem pensar. Mas rapaz! Ele pediu que os jornais enviassem ofícios ao seu gabinete, procedimento que não é adotado por nenhum homem público. E nem por mulher, pois a Dilma não faz isso. Pau no jornalista De quebra, Carlos Almeida ainda atacou um jornalista, que estava no local. O procurador disse a um profissional da imprensa que ele “não é jornalista”. Ainda falta O governador Omar Aziz (PSD) não poderia ser mais realista e sincero, na entrevista que concedeu depois de visitar a Arena da Amazônia. — Não se iludam, vamos inaugurar a arena inacabada. Quero pedir desculpa a vocês da imprensa e ao povo em geral, mas isso acontece. Ingressos Omar também fez referências ao fato de os ingressos terem se esgotados na manhã de quarta-feira. — Espero contar com a compreensão do torcedor amazonense. Falhas corrigidas

O governador também lamentou os problemas enfrentados pelos torcedores na compra de ingressos e disse que espera que nos próximos jogos as falhas sejam corrigidas. Deu na ‘Forbes’ O segundo suplente do senador Eduardo Braga, o megaempresário Lírio Parisotto foi apontado como 32º maior bilionário do Brasil no tradicional ranking da revista “Forbes”, divulgado no início desta semana. No início deste ano, Parisotto já havia figurado em outro placar bilionário da “Forbes”, o de políticos mais ricos do país, no qual ficou em primeiro lugar. Homem da verba Com fortuna estimada em R$ 1,9 bilhão, o proprietário da Videolar e notório investidor do mercado de ações ficou na posição 931º do ranking mundial da revista americana. Pé no Senado Caso Braga deixe o Senado vitorioso, será Parisotto quem assumirá a vaga do AM no Congresso. A primeira suplente, a esposa de Eduardo, Sandra Braga não deve ocupar a cadeira. Alvo A fortuna do gaúcho será alvo das críticas de adversários de Braga na disputa pelo governo, como já fez Chico Preto (PMN) em sua página no Facebook. Centro limpo Outra dica importante para

APLAUSOS

regi@emtempo.com.br

a reorganização do centro de Manaus, principalmente na avenida Eduardo Ribeiro: - Retirar as bancas de revistas que ocupam mais da metade da calçada. Radiotáxi Em frente ao Carrefour construíram uma base de radiotáxi de concreto, que comeu praticamente toda a calçada. Isso também não pode. Se os lanches foram retirados, a obrigação, agora, é retirar tudo. Vai boiar Ou as empresas que comercializam a camisa da seleção brasileira baixam o preço, ou a amarelinha vai boiar nesta Copa. Dói no bolso Atualmente, se os torcedores quiserem comprar a camisa de jogo da seleção utilizada em 2013, com a qual o time de Felipão conquistou a Copa das Confederações, terão que desembolsar R$ 299,90. Mais cara Mas isso é a camisa extraoficial. Agora, se o torcedor brasileiro que quiser vestir a camisa dos jogadores da seleção, para acompanhar os jogos da Copa, terão de se preparar para colocar a mão no bolso.

O novo modelo do uniforme, lançado na última semana, está em pré-venda por R$ 349,90 no site da Nike.

VAIAS

Omar Aziz

Regi

Procurador-geral do MPC AGECOM

REPRODUÇÃO

Para o governador Omar Aziz que, antes de receber uma enxurrada de críticas, reconheceu que a Arena da Amazônia será inaugurada sem estar completa. Ainda faltam os últimos detalhes, principalmente na questão da sinalização.

Para o procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Carlos Alberto de Almeida, que se permite a exposição pública sobre uma possível perpetuação no cargo e ainda se acha no direito de agredir jornalistas, como se a imprensa tivesse culpa de alguma coisa.

Mário Antonio Sussmann opiniao@emtempo.com.br

Fascismo à brasileira No mesmo dia em que o STF decidiu a inexistência do crime de quadrilha no mensalão, Gleise Hoffmann (PT-PR) discursou no Senado, deplorando que Joaquim Barbosa dissesse maculado o processo de escolha de ministros para o STF. Petista, surpreenderia se apoiasse Barbosa. Os mensaleiros continuaram condenados por outros crimes que se sintetizam como “corrupção e roubalheira do dinheiro público”. Essa continua sendo a estrondosa derrota sobre a qual a inexistente oposição nada disse. Mas o PT teve habilidade política para apresentar a exclusão de quadrilha, que não seria a maior pena entre os que continuam condenados, como absolvição de tudo, o que resultou em certa injustiça ao STF na opinião pública. Existe oposição? Onde estão as críticas de FHC, Aécio Neves, Eduardo Campos etc. ao lamentável episódio mensaleiro, com ou sem quadrilha? Embora o alerta de Joaquim Barbosa contra a sanha reformadora antidemocrática do ordenamento jurídico (Judiciário incluso, óbvio) deva ser seriamente considerado, nosso risco maior é vivermos sob sistema formal e aparentemente democrático que mascara o partido único. Na União Soviética, o caminho foi facilitado pelo atentado a Lenin por Fanny Kaplan, a que sobreviveu com sequelas. Mesmo partido único, admitia facções internas, até que Stalin fechou o ciclo previsto por Trotsky: um partido substituirá todos, em seguida o Comitê Central (Politiburo) engole o partido, finalmente, um homem substituirá o comitê. (FHC tem cara de Kerensky, anterior. Procurem no Google). Os nazistas copiariam melhor o modelo do que os fascistas. No Brasil, vivemos a fase das facções disfarçadas nas siglas partidárias. Quando Dilma tem seus vetos ameaçados, descobre-se que o controle é de Lula que, às vezes, usa a pressão para enquadrar a “pupila”. Não esquecer que o “copyright” do mensalão pertence ao

PSDB mineiro. Marcos Valério e/ou Delúbio Soares apenas “transplantaram” para o solo fértil de Brasília, assim como Francisco Palheta trouxe o café para o Brasil. O que ora acontece é que os pessimistas (ou mais lúcidos) podem perceber que o Judiciário também se transforma em facção do partido único. Vichinsky foi o “jurista” que formalizou os sangrentos expurgos de Stálin. Se tiver de cravar aposta para o papel de Vichinsky, apesar do nome também complicado, afasto Lewandoski e vou de Barroso A chamada “grande imprensa” parece cooptada. A resistência começa a vir seriamente das “redes sociais”. A violência nas ruas é de “agentes provocadores” para afastar os autênticos manifestantes políticos, gerar antipatia e até repúdio; mais adiante talvez sirva para justificar a expansão dos mecanismos repressivos a níveis pós-1964. Pelos crimes cometidos petistas foram condenados. Se o PT consegue discurso triunfalista por causa do “desenquadramento” em quadrilha e os demais se encolhem diante da “corrupção e roubalheira” confirmados, o PT nada tem a ver com isso, faz o que acha que deve e os outros se escondem. O grave é que com a nossa tradição caudilhesca – Lula se destaca pelo talento de cooptar os pobres e satisfazer os ricos, onde, ao que consta, se incluiu – nos inclinamos para a esquerda por enquanto festiva, mas com vertentes violentas, como o MST, acolhidas ou estimuladas pelo governo. Certa ou não, a maioria que predominou (ou predomina) no STF trilhou teses, até sofismas, mas ainda assim priorizando a suposição de convencimento, preocupou-se com o “auditório”, como diria Perlman. Se o Judiciário se assumir como “facção”, o domínio será tipicamente stalinista. A desesperança é esta: os próceres do Judiciário se contaminarem pela endemia de grande parte dos políticos, os que têm preço e não valor.

Mário Antonio Sussmann Jornalista, advogado e escritor

A ‘grande imprensa’ parece cooptada. A resistência começa a vir seriamente das ‘redes sociais’. A violência nas ruas é de ‘agentes provocadores’ para afastar os autênticos manifestantes políticos, gerar antipatia e até repúdio; talvez sirva para justificar a expansão dos mecanismos repressivos a níveis pós-1964”


A4

Opinião

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

Frase

Painel VERA MAGALHÃES

Sonho de bilhão

Não vou perder tempo com um pilantra como esse. Ele não é personagem de páginas políticas e sim de páginas policiais. A imprensa devia aproveitar e visitar o que ele está fazendo com o aeroporto de Maricá. Causou a queda de um avião com mortes, ao colocar veículos da prefeitura na pista e impedir que o avião com problemas descesse

O ministro Paulo Bernardo (Comunicações) descarta a possibilidade de liberar a internet 4G da neutralidade de rede para aumentar a arrecadação na fase dois dos leilões, prevista para agosto. Segundo ele, o governo não abre mão de ver o princípio aprovado no projeto do Marco Civil, em discussão no Congresso. “A neutralidade será mantida no edital. Alguém pode ter apostado nisso, mas foi sonho de uma noite de verão”, diz, numa referência à divergência sobre o modelo de leilão. Lados Bernardo confirma as diferentes visões sobre as regras. “Estamos tratando com o Tesouro sobre a previsão de receita do leilão. Eles avaliam como cumprir a meta fiscal e querem saber com que recursos poderão contar. Já a montagem do modelo para a licitação está a cargo da Anatel”, disse à coluna. ‘X’ da questão A pressão para que empresas como a Netflix tenham tratamento diferenciado no Marco Civil é considerada o assunto “mais candente” da discussão do projeto por interlocutores do governo e da Anatel. Epidemia Deputados do PSDB decidiram aderir informalmente ao “blocão” liderado por parlamentares do PMDB descontentes com o governo Dilma Rousseff. Parte dos tucanos vai acompanhar o voto do grupo de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) contra o Marco Civil. Carona A oposição quer aproveitar a onda de insatisfação para impor derrotas ao Planalto no Congresso. Assim, acreditam que haverá força para aprovar outros projetos contrários ao governo, como a criação da comissão externa para investigar irregularidades na Petrobras.

Over A ala mais governista do PMDB passou ao Palácio do Planalto anteontem um diagnóstico de que Cunha é minoritário, e que o partido não tem “plano B” na corrida presidencial. Esse grupo diz que o deputado passou do ponto em suas declarações. Eu sozinho A ira dos peemedebistas com o comando do PT foi catalisada pela dificuldade na formação de alianças nos Estados. Por enquanto, os petistas só apoiam dois candidatos do PMDB a governador: no Pará e no Amazonas. Em 2010, isso aconteceu em sete Estados. Timing Na reunião de quartafeira, o núcleo da reeleição de Dilma bateu o martelo que a presidente não vai se engajar em atos de pré-campanha, e só participará de atividades petistas a partir de junho. Enquanto isso, o partido e o ex-presidente Lula farão esse trabalho. Fluxo O Ministério de Minas e Energia prevê que a chuva que caiu nos últimos dias deve mexer nos ponteiros das usinas hidrelétricas, mas a água ainda pode demorar até uma semana para chegar aos reservatórios. Fluxo 2 O governo diz ver um cenário de “equilíbrio estrutural”

do setor elétrico e reforça que não trabalha com risco de racionamento. Folião Arthur Chioro (Saúde) percorreu o circuito completo do Carnaval para divulgar programas de prevenção da Aids e outras doenças. Esteve no desfile das escolas de samba de São Paulo na sexta, no Recife no sábado, em Salvador no domingo e no Rio na segunda-feira.

Eduardo Cunha (RJ), porta-voz dos governistas insatisfeitos com o Planalto e líder do PMDB na Câmara, sobe o tom ao rebater o presidente do PT do Rio, Washington Quaquá, que o criticou, afirmando que ele faz parte da “banda podre” peemedebista.

Olho da Rua opiniao@emtempo.com.br ALBERTO CÉSAR ARAÚJO

Tela... A Justiça devolveu ao PSDB paulista 12,5 minutos em inserções de televisão no primeiro semestre deste ano. O tempo havia sido cassado após vídeo que foi considerado propaganda antecipada para José Serra em 2012. ... quente O calendário previa a exibição das peças no fim de março e em maio. A sigla quer usar o tempo para dar sequência ao balanço da gestão Geraldo Alckmin. No bolso Com receio de que interessados na PPP de Habitação não conseguissem financiamento para propostas, o governo paulista decidiu dividir em sete lotes, e não mais em três, as 20 mil moradias da parceria. A pasta envia hoje para o conselho gestor a versão final do edital.

Tiroteio

Os grandes problemas de uma cidade (os camelôs, por exemplo, e as invasões de terras, o lixo na porta do vizinho) começam bem pequenos. Primeiro se testa a vigilância sempre ausente dos fiscais, depois se insiste na infração, aí se amplia a margem do território ocupado. Um estacionamento pode começar assim, do nada

Luiz Lauschner opiniao@emtempo.com.br

A presidente Dilma transforma o Alvorada em comitê de sua campanha e tem a coragem de dizer que cara de pau é a oposição.

Ninguém briga pela pobreza

DE CARLOS SAMPAIO (PSDB-SP), que entra hoje com ação no TSE alegando que a reunião de anteontem teve caráter eleitoral e ocorreu durante o expediente.

O que nos ensina a crise entre a Rússia e a Ucrânia? Antes de nos posicionarmos com um “deixa que briguem” devemos analisar os interesses internacionais na região. Embora a Ucrânia tenha uma contribuição na formação do povo brasileiro, notadamente com imigrantes vindos para o Paraná há 120 anos, o desconhecimento da região pelos brasileiros é quase total. O país fez parte da URSS durante os anos de chumbo e forneceu dois mandatários (Nikita Kruschev e Leonid Brejnev). Os mais famosos descendentes ou ucranianos no Brasil são Hector Babenco e Jaime Lerner, Clarice Lispector, José Mindlin e outros. Contudo, no mundo há famosos, como Steven Spielberg, Dustin Hoffman, Sigmund Freud que têm suas raízes por lá. Muitos não sabem o que seja Ucrânia, mas se lembram de Chernobyl, a cidade ucraniana desertificada pelo acidente nuclear em 1986. Também poucos sabem que a região é rica em petróleo e gás natural embora a população, a exemplo de tantos outros países onde o ouro negro é abundante, viva da agricultura de subsistência. Sua localização, por seu amplo acesso ao Mar Negro e ao resto do mundo, via Mediterrâneo é de grande importância estratégica. A Crimeia, ao sul da Ucrânia, é uma quase ilha que é formada por povo misto e suas características e tradições simplesmente foram esquecidas durante o tempo em que fez parte da URSS. Hoje há entre seus habitantes, os que gostariam e fazer parte da Rússia, os que gostariam de pertencer à Ucrânia e uma grande parte que quer simplesmente ser livre. A Ucrânia, juntamente com a Crimeia, quer fazer parte da Comunidade Europeia o que desagrada à Rússia que tem receio de perder o acesso às

Contraponto

Octógono na taba O deputado Sérgio Guerra (PSDB-PE), que morreu ontem, costumava contar, nos jantares que promovia em seu apartamento de Brasília, sobre uma batalha épica entre o então senador Arthur Virgílio e um índio do Pará. Virgílio, que é lutador de jiu-jítsu, desafiou o guerreiro de uma tribo à qual foi com o colega Flecha Ribeiro. – O índio ficou só medindo o Arthur. Depois, com um golpe só, o derrubou pelo pé – se divertia Guerra. Virgílio aquiescia com o relato, rindo, mas arrematava: – É porque vocês separaram! Se tivessem me deixado pedir a revanche, eu derrubava o índio! Publicado simultaneamente com o jornal “Folha de S.Paulo”

CENTRAL DE RELACIONAMENTO Atendimento ao leitor e assinante ASSINATURA e CLASSIFICADOS

3211-3700 assinatura@emtempo.com.br classificados@emtempo.com.br

REDAÇÃO

3090-1010 redacao@emtempo.com.br

3090-1001 circulacao@emtempo.com.br

Norte Editora Ltda. (Fundada em 6/9/87) – CNPJ: 14.228.589/0001-94 End.: Rua Dr. Dalmir Câmara, 623 – São Jorge – CEP: 69.033-070 - Manaus/AM

www.emtempo.com.br

@emtempo_online

Diretor de Redação Mário Adolfo marioadolfo@emtempo.com.br Editora-Executiva Tricia Cabral — MTB 063 tricia@emtempo.com.br Chefe de Reportagem Michele Gouvêa — MTB 626 michelegouvea@emtempo.com.br Diretor Administrativo Leandro Nunes administracao@emtempo.com.br

CIRCULAÇÃO

DO GRUPO FOLHA DE SÃO PAULO

Presidente: Otávio Raman Neves Diretor-Executivo: João Bosco Araújo

Gerente Comercial Gibson Araújo comercial@emtempo.com.br EM Tempo Online Yndira Assayag — MTB 041 yndiraassayag@emtempo.com.br

/amazonasemtempo

//tvemtempo

Os artigos assinados nesta página são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal.

riquezas naturais da região. A Rússia que ainda é o maior fornecedor de energia para a Europa poderia ver seu vizinho lhe roubando o negócio. Por outro lado, qualquer ação mais violenta dos EUA, como muitos temem, poderia resultar num corte do fornecimento do gás por parte da Rússia deixando parte da rica União Europeia literalmente sem gás, para suas indústrias e o aquecimento da população. Tal ação poderia desencadear reações que fariam a Guerra do Iraque parecer briga de comadres. Assistimos comovidos aos jogos de inverno, em Sochi, com seu espetáculo de superação, esportes, luz e cores que nos fizeram esquecer o espírito beligerante dos russos e sua intolerância em serem desafiados por seus ex-dominados. Contudo, embora saibam promover espetáculos belíssimos, não podemos esquecer que, como seus demais irmãos na terra, também são gananciosos e podem usar métodos nada esportivos quando sua hegemonia está ameaçada. No final da segunda grande guerra, os alemães derrotados corriam para os braços dos ingleses, franceses ou americanos porque temiam a falta de humanidade dos russos. A Rússia assestou seu poderio bélico contra a Ucrânia. A notícia não recebeu destaque no Brasil ocupado pelo Carnaval. Torçamos para que a guerra não aconteça. Talvez por haver tantos interesses em jogo, a paz seja mantida por fins meramente comerciais. A guerra só acontece por ganância. Os sérvios e croatas, se trucidavam sem que os americanos ou russos se interessassem porque não havia petróleo envolvido. Por que aquele distante lugar nos preocupa? Porque lá tem riquezas em baixo da terra. Ninguém briga pela pobreza.

Luiz Lauschner Escritor e empresário

Muitos não sabem o que seja Ucrânia, mas se lembram de Chernobyl, a cidade ucraniana desertificada pelo acidente nuclear em 1986. Também poucos sabem que a região é rica em petróleo e gás natural embora a população, a exemplo de tantos outros países onde o ouro negro é abundante”


Política

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

A5

Josué Filho reconhece erro e manda revogar lei O

presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Josué Filho, reconheceu ontem que errou quando não consultou a instituição sobre a lei que perpetua o cargo de procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC). Na próxima semana, o tribunal deverá encaminhar à Assembléia Legislativa do Amazonas (Aleam) o pedido de revogação da lei, aprovada pela casa e sancionada pelo governo no último dia 27 de fevereiro. “Eu levei uma topada, mas não levo a queda”, afirmou Josué. Ao reconhecer o erro, Josué declarou que não consultou a corte nem integrantes do MPC sobre a proposta porque acreditava que a decisão era monocrática. “Eu achei que o tribunal era presidencialista, mas ele é parlamentarista. Eu não tinha esse poder e não poderia ter deixado de consultar meus colegas”, afirmou. A lei complementar alterou o artigo 112 da Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Estado e determinou que será “permitida recondução” do procurador-geral ao cargo, sem especificar quantidade. O cargo

é atualmente ocupado por Carlos Alberto de Almeida. Pegos de surpresa, a proposta foi criticada pela Associação Nacional dos Ministérios Públicos de Contas (Ampcon), que ameaçou tentar derrubar a lei por meio de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal (STF). Até mesmo o ex-presiden-

RECUO

Uma semana após a lei complementar ter sido sancionada pelo governo, após uma tramitação recorde na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), presidente do TCE-AM volta atrás na decisão te do tribunal, conselheiro Érico Desterro, se posicionou que não permitiria que a lei fosse aprovada se tivesse conhecimento da matéria. Enviado pelo TCE, o projeto entrou na pauta da Aleam no último dia 25 de fevereiro, foi aprovado no dia seguinte em plenário e, no terceiro dia, a lei sancionada pelo governador Omar Aziz (PSD). Em uma

matéria veiculada no site da Aleam no dia da sessão, consta que o “projeto foi aprovado com elogios dos deputados Marcelo Ramos (PSB), José Ricardo (PT) e Luiz Castro (PPS)”, todos de oposição. A lei que agora voltará para a Aleam com pedido de revogação foi aprovada em um momento em que a Ampcom se anima com a possibilidade de ter de volta as eleições entre os membros do órgão para a escolha dos procuradores, procedimento extinto em 2010. A Adin ingressada pelo órgão está sob a relatoria da ministra do STF, Rosa Weber. Negando que tenha “cartas marcadas” no TCE, Josué afirmou que se não se opõe à volta das eleições. “Eu não barro ninguém. Que façam eleições”, disse. Carlos Aberto Almeida seria o primeiro beneficiado pela lei em vigor. Classificado por Josué como “grande amigo”, o procurador-geral não quis falar com a imprensa sobre o assunto. Ele pediu que os jornais enviassem ofícios ao seu gabinete, procedimento que não é adotado, e ainda atacou um jornalista que estava no local. A autarquia ministerial disse a um profissional da imprensa que ele “não é jornalista”.

NO STF ARQUIVO EM TEMPO

DO TCE-AM

Preso há 27 dias, prefeito de Coari teve a prestação de contas de 2004 reprovada no TCE

Adail recebe multa milionária O prefeito de Coari, Adail Pinheiro (PRP), teve as contas do exercício financeiro de janeiro a maio de 2004 (quando também era prefeito da cidade) reprovadas, ontem, durante a sessão do Tribunal de Contas do Estado (TCE). O órgão determinou que ele devolva aos cofres públicos o valor de R$ 2,9 milhões, além de ter sido multado em R$ 20 mil. José Freire de Souza Lobo, que assumiu o cargo de prefeito e ordenador de despesas do município entre os meses de junho a dezembro de 2004, também teve as contas julgadas irregulares e terá que devolver R$ 1,4 milhão e pagar a multa de R$ 20 mil ao erário. Adail Pinheiro e José Freire terão 30 dias para apresentar defesa ou quitar os valores de glosa e multa. Segundo o relator do pro-

Josué Filho reconheceu o erro porque “acreditava” que o TCE tinha um sistema presidencialista

cesso, o conselheiro Júlio Cabral, foram detectadas diversas irregularidades nas contas do município, entre elas a diferença de valores no balanço patrimonial, a ausência de justificativa ou formalização para o pagamento de aditivos, a falta de termo de recebimento de obras e planilhas de medições de serviços, assim como a não comprovação de beneficiamentos realizados em algumas vias de Coari. Outras irregularidades encontradas na prestação de contas foram: despesas com saúde feitas sem aplicação do Fundo Municipal de Saúde, nem tampouco acompanhadas e fiscalizadas por Conselho. Além das irregularidades pelos processos de pagamentos formalizados com notas de empenho, notas fiscais e recibos arquivados em separado dos pro-

cedimentos licitatórios ou de dispensa/inexigibilidade que lhes deu origem. A arrecadação do IPTU e ISS, não é realizada de forma efetiva, contrariando a Lei. Também todos os atos de contratação temporária do exercício não foram encaminhados ao tribunal para serem apreciados. Na mesma sessão, os conselheiros julgaram ainda quatro contas irregulares e 12 contas regulares. Tiveram as contas reprovadas o ex-prefeito de São Gabriel da Cachoeira, Pedro Garcia (do ano de 2009); o ex-presidente da Câmara Municipal de Coari, Lindolfo Reis Alencar (de 2007); o presidente do Instituto de Previdência de Iranduba (Imprev), Cristovão da Silva Brandão (de 2012) e ex-prefeito de Guajará, Samuel Farias de Oliveira (de 2005).

Ré no mensalão pede absolvição A defesa de Simone Vasconcelos, ex-funcionária do publicitário Marcos Valério e condenada na Ação Penal 470, o processo do mensalão, no Supremo Tribunal Federal (STF), pediu, ontem, absolvição do crime de formação de quadrilha. O recurso foi protocolado no Supremo após a corte decidir que não houve quadrilha no mensalão. Simone está presa em Belo Horizonte, onde cumpre pena de 12 anos e sete meses de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, definidas no processo. Ela também foi condenada a um ano e oito meses de prisão por formação de quadrilha, mas os ministros entenderam que a pena prescreveu, por ter ficado abaixo de 2 anos. Apesar de Simone não

cumprir a pena por formação de quadrilha, o advogado Leonardo Yarochewski pretende garantir a absolvição da condenada. Segundo Yarochewski, como a maioria dos ministros entendeu que os condenados no processo não praticaram o crime de formação de quadrilha, Simone deve ser considerada absolvida. “Findo o julgamento quanto a esse delito, restou tão somente a requerente condenada, o que decerto acarreta uma situação no mínimo inusitada. Em outras palavras, estar-se-ia admitindo uma condenação por [formação de] quadrilha e bando com atuação de apenas um integrante”, diz o advogado. Sem quadrilha Na semana passada, a

maioria dos ministros do Supremo decidiu absolver oito réus condenados por formação de quadrilha. Entre os beneficiados estão ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, o ex-deputado José Genoino, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o publicitário Marcos Valério. Todos estão presos por terem sido condenados em outros crimes, como corrupção. Julgamento A corte do Supremo Tribunal Federal, após exaustivos embates e discussões, condenou 25 réus no processo do mensalão no segundo semestre de 2012. Um ano depois, a corte começou a aplicar as penas e expedir mandado de prisão para os condenados. Este ano, começou a julgar os embargos infringentes. DIVULGAÇÃO

RAPHAEL LOBATO Equipe EM TEMPO

DIVULGAÇÃO/TCE

Presidente do TCE havia enviado projeto de lei para a Assembleia criando cargo vitalício para procurador-geral de Contas

Simone Vasconcelos foi condenada a 12 anos e sete meses e cumpre pena em Belo Horizonte


A6

Política

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

DIVULGAÇÃO

Cláudio Humberto COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS

www.claudiohumberto.com.br

Para esse [projeto] se justifica a urgência. Outros não” DEPUTADO HENRIQUE ALVES e seu incomum empenho para aprovar o ‘marco de protestos’

TSE adverte para propaganda ilegal na internet O ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral, mandou tirar do ar a página do presidenciável Eduardo Campos (PSB) no Facebook porque se convenceu de que não estava em “ambiente fechado”, como o Twitter, e fazia propaganda eleitoral deslavada. Em conversa com a coluna, ele lembrou que o Judiciário só atua mediante provocação, mas está atento e utilizará os mesmos critérios para examinar outros casos. Digitais pernambucanas O ministro Admar Gonzaga concluiu que o conteúdo do Facebook tinha como origem o próprio Eduardo Campos ou sua assessoria. Confissão na rede O PSB divulgou que Campos não sabia do Facebook, mas a página entrega a autoria: a atrapalhada equipe de mídias sociais do PSB. Propaganda bem bolada A oposição se articula para representar contra a página “Dilma Bolada”, queantes ironizava e agora se dedica a divulgar elogios à presidente. Só não vê quem não quer líder do PSB na câmara, Beto Albuquerque (RS) espera que o MP examine Dilma Bolada: “Não precisa ser provocado para cumprir a lei”. Crise PT-PMDB dá esperança a Aécio e Campos Virtuais candidatos à presidência, o senador Aécio Neves (PSDB) e o governador Eduardo Campos (PSB) veem na crise entre PT e PMDB uma chance de comprometer a reeleição da presidente Dilma. No mínimo, apostam que o alto grau de descontentamento

pode levar o PMDB à mesma postura do PP em 2010, optando pela neutralidade no primeiro turno. Mas Aécio ainda sonha com o apoio formal do PMDB. Contra hegemonia Diante da ação do PT para aumentar sua bancada, em detrimento do PMDB, só cresce no partido grupo contrário à aliança com Dilma. Libera geral Dentre patrocinadores do movimento “libera geral” no PMDB estão os diretórios de maior peso na convenção nacional: RJ, MG, RS, PR e CE. Caminho sem volta O próprio vice Michel Temer já admite a correligionários que está cada dia mais difícil conter a rebelião e manter a aliança nacional com o PT. Bobeira tucana Amigo do deputado Sergio Guerra, Aécio Neves só conseguiu divulgar nota de pesar 4 horas depois de confirmada a morte do seu antecessor na presidência do PSDB. E uma hora depois da presidente Dilma. Acervo valioso Sérgio Guerra deixou à família, a mais valiosa coleção de Cícero Dias, consagrado pernambucano que foi amigo e dividiu atelier com Picasso, em Paris. Em breve retorno ao Brasil, na ditadura, Cícero viveu por dois anos num imóvel de guerra e pagou o aluguel com telas, muitas telas. Do arco da velha Se for verdade tudo o que se disse de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na reunião de Dilma com Lula e agregados, na calada da noite no Alvorada, intriga como o deputado conseguiu escapar, até agora.

Jornalista

Garras de fora Demitido do Ministério do Desenvolvimento pelo exministro Fernando Pimentel e hoje desfrutando de uma boquinha no Planalto, Alessandro Teixeira não larga o osso. Faz lobby para emplacar um amigo, André Cordeiro, de limitada experiência, na diretoria na agência ApexBrasil. Preocupação Apesar dos desmentidos, os muitos amigos do ex-ministro do Esporte Orlando Silva se preocupam com supostas sequelas do problema de saúde do qual se recupera. Deveria reaparecer para tranquilizá-los. Prévia da exploração A 97 dias da Copa do Mundo, o Carnaval já mostrou a prévia do que turistas vão enfrentar: botecos cariocas cobravam R$ 26 por um misto quente e um suco de laranja; R$ 70 por um prato feito com bife. Demagogia rastaquera Nicolás Maduro rompe com o Panamá, por ser “lacaio dos americanos”, mas não rompe com os Estados Unidos. Por quê? Compram petróleo da Venezuela e ainda permitem postos da PDVSA em todo território americano. E pensar que o Brasil se associou a gente dessa laia... Mau agouro Foi uma sucessão de desastres na TV estatal venezuelana a visita do ditador substituto cubano: não só caiu do mastro a bandeira de Cuba, como apareceu na legenda “Raúl Castro presidente da Venezuela”. Pensando bem... ...é fácil obter uma trégua na Ucrânia: o senador Suplicy canta e Fidel Castro faz um de seus discursos.

PODER SEM PUDOR

Conversa às cegas Wilson Braga era adversário de Ronaldo Cunha Lima, na Paraíba, e tentava se aproximar do político-poeta. Pediu a um amigo comum que promovesse uma reunião dos dois, mas recomendou absoluto sigilo: - Ninguém pode ver nada! Cunha Lima não contou conversa: - Não tem problema: vamos nos encontrar no Instituto dos Cegos! A reunião não foi realizada e o poeta ganhou a eleição.

Dilma elogia tema da Fraternidade cional dos Bispos do Brasil) lançou na última quarta-feira uma iniciativa contra o tráfico de pessoas. “Suas vítimas têm medo e vergonha de denunciar a prática. Por isto, é decisiva a participação da sociedade por meio de campanhas como esta”, completou. A campanha aborda os diversos tipos de tráfico - para trabalho forçado, exploração sexual,

Sérgio Guerra morre aos 66 anos vítima de Câncer Deputado federal, ele já havia cumprido mandato de 8 anos de senador e era ex-presidente nacional do PSDB

O

deputado federal Sérgio Guerra (PSDB-PE) faleceu nesta quinta-feira, devido a complicações causadas por um câncer nos pulmões. Natural de Recife, Sérgio Guerra tinha 66 anos e estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde se tratava de uma pneumonia. Economista, pecuarista e professor, o deputado estava em seu quarto mandato na Câmara dos Deputados. Foi também senador, no período de 2003 a 2011. Originalmente do PMDB, Guerra passou pelo PDT e pelo PSB. Desde 1999, era filiado ao PSDB, e foi presidente nacional do partido de 2007 a 2013. Atualmente, era presidente do Instituto Teotônio Vilela, ligado ao partido, e do diretório da legenda em Pernambuco. O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), divulgou uma nota de pesar pela morte de Sérgio Guerra, destacando que ele foi, “durante todo o período em que esteve no Legislativo, como deputado ou senador, uma contribuição importante

para o debate político e parlamentar do país”. “Assim, é com grande tristeza que compartilho o momento de dor pelo qual familiares e amigos passam com a perda desse grande homem público”, conclui. A presidente Dilma Rousseff também enviou uma nota se solidarizando a amigos e familiares do parlamentar.

TRAJETÓRIA

Experiente na política, Sérgio Guerra já havia militado no PMDB, PDT e PSB. Há 15 anos estava no PSDB, onde foi presidente nacional da legenda. Ele estava em seu quarto mandato de deputado federal Sessão de homenagens Com a morte do deputado, a sessão de debates do plenário foi cancelada. Antes da suspensão, os parlamentares presentes fizeram um minuto de silêncio em homenagem a Sérgio Guerra. Em seguida, deputados da base aliada e da oposição fizeram discursos a

favor do tucano. “Sérgio Guerra sempre foi respeitado pelos seus liderados, correligionários e também pelos partidos adversários. Ele deixa uma marca muito grande nesta casa”, declarou o deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE). O deputado Amauri Teixeira (PT-BA) disse que o tucano dignificou o papel da oposição. “Queremos em nome do PT reconhecer que Sérgio Guerra dignificou o papel da oposição. Ele soube trabalhar, cumprir seu papel, trazer os embates para a casa”. Para o deputado Domingos Dutra (SDD-MA), a morte do parlamentar deve reforçar a pesquisa para combater o câncer. O líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassahy (BA), disse que Guerra sempre foi um fiel defensor dos princípios democráticos e sempre lutou por um Brasil melhor. “Continuará presente entre nós por meio do seu legado, de enorme valor”, ressaltou. Em nota, o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), determinou luto de três dias pela morte do tucano.

Partido ressalta importância

CAMPANHA

Por meio de conta em rede social, a presidente Dilma Rousseff elogiou ontem o tema da Campanha da Fraternidade de 2014. “Saúdo a decisão da @CNBBNacional de se lançar na luta contra o #traficodepessoas”, afirmou a presidente em sua conta oficial no twitter. Dilma ponderou que este “ainda é um crime difícil de combater”. A CNBB (Conferência Na-

Sérgio Guerra não conseguiu vencer o câncer de pulmão e morreu, ontem, aos 66 anos de idade

extração de órgãos e adoção irregular de crianças. A presidente aproveitou ainda para divulgar o telefone 180, da Secretaria de Políticas para as Mulheres, que recebe denúncias sobre o tema. “Desde 2006 o Brasil tem uma política nacional para combater esse crime que atinge, principalmente, as mulheres jovens”, afirmou.

A Executiva Nacional do PSDB também divulgou uma nota sobre a morte do deputado, ressaltando que, em sua gestão como presidente do partido, ele “modernizou o processo de comunicação do PSDB, investiu em mídias sociais (Facebook e Twitter) e incrementou o diálogo do partido com os diversos segmentos da sociedade (jovens, mulheres, minorias, sindicalistas)”. O deputado Izalci (PSDBDF) lembrou a importância de Guerra para reestruturação do PSDB. “Ele foi o grande responsável, realmente, pela unidade do partido e

até mesmo a consolidação, agora, da candidatura do Aécio (Neves) à presidência”, disse. A Executiva do Democratas afirmou que Guerra tinha valor “inestimável” de combatividade e espírito público, modernidade e visão de futuro. André Carlos Alves de Paula (DEM-PE) deve assumir o mandato de Sérgio Guerra, pois é o primeiro suplente de sua coligação (PMDBPPS-DEM-PMN-PSDB). PSDB-AM lamenta O diretório regional do PSDB no Amazonas emitiu

nota, ontem, lamentando a morte de Sérgio Guerra, classificado como “grande amigo, dedicado e competente”. O presidente regional do PSDB no Estado, deputado estadual Arthur Bisneto, o presidente de honra, prefeito Arthur Virgílio Neto, e demais lideranças tucanas sentem muito o falecimento do grande amigo, que tanto se dedicou e organizou o partido nacionalmente. “Sérgio fará falta nas discussões e planejamento do partido, pois sempre foi muito atuante e presente”, declarou Arthur Bisneto.


Política

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

A7

Adrian e Donadon lideram lista de faltosos em 2013 que ele estava na Câmara, em outros compromissos, inclusive recebendo prefeitos no gabinete. E como é dado um prazo, pelo regimento interno, de dois meses para lançar anotações de presença e justificar faltas, ele diz que essa quantidade de ausências não explicadas será reduzida. Até agora, porém, isso não ocorreu. Farra No ano passado, o deputado foi um dos personagens da farra do cotão. Como mostrou o Congresso em Foco, ele alugava dois veículos de uma empresa sem sede, de Macaé, criada quatro meses antes por uma subordinada da irmã dele. Entre 2012 e 2013, o parlamentar desembolsou quase R$ 80 mil com a locadora DCS. A despesa foi custeada pela Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap) da Câmara, o “cotão”. O caso dele e de outros 19 congressistas é analisado pelo Tribunal de Contas da União (TCU). O peemedebista argumenta que alugava os únicos veículos da empresa. Mas um funcionário da firma negou para a reportagem que Adrian era cliente da locadora.

Deputado federal Adrian Mussi (ao microfone) contabilizou 46 ausências e apenas 21 justificativas ao longo de 2013, na Câmara

Cassado, ex-deputado acumulou 19 ausências Se Adrian promete ainda abonar faltas, a mesma sorte não terá Natan Donadon. Condenado por desviar R$ 50 milhões da Assembleia Legislativa de Rondônia em outubro de 2010, Donadon

Nesse período, acumulou 19 ausências não justificadas. Com a absolvição por seus pares, o rondoniense preservou os direitos políticos como deputado, mas, por não ter como deixar o presídio

para ir ao Congresso, teve de ceder seu gabinete ao suplente Amir Lando (PMDBRO). No dia 12 de fevereiro, Donadon foi cassado em votação aberta, sem nenhum voto favorável.

MAGISTRADOS DIVULGAÇÃO

MANOEL DIAS

Líder do PPS, deputado Rubens Bueno, quer a saída do ministro do Trabalho, Manoel Dias

PPS pede afastamento de ministro A liderança do PPS na Câmara entrou, ontem, com uma representação na Comissão de Ética da Presidência da República contra o ministro do Trabalho, Manoel Dias (PDT), pedindo o seu imediato afastamento do cargo. Segundo o líder do PPS na casa, Rubens Bueno (PR), as denúncias e o pedido de investigação da Polícia Federal contra o ministro são suficientes para a sua demissão. Para Bueno, há claro conflito de interesses entre as atividades de ministro e de dirigente partidário. De acordo com reportagem publicada na última segundafeira pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, a PF encontrou fortes indícios da participação do ministro em um esquema que empregava militantes do PDT como funcionários fantasmas na ONG ADVale que possuía convênios com o ministério.

só foi parar atrás das grades em 28 de junho de 2013. Voltou ao plenário no dia 28 de agosto, quando convenceu a maioria dos colegas de que poderia ser o primeiro deputado presidiário do país.

Por isso, pediu à Justiça para que o caso seja remetido ao Supremo Tribunal Federal (STF). A ONG, que recebeu R$ 11 milhões do ministério, é de Santa Catarina. O diretório estadual pedetista é comandado por Manoel Dias. Ele nega qualquer envolvimento com o caso. “Nunca me envolvi em corrupção”, disse o ministro ao “Estadão”. Segundo Bueni, com base em depoimentos e relatórios da Controladoria-Geral da União, a Polícia Federal concluiu que houve irregularidades, como desvio de recursos, subcontratações ilegais e não comprovação de que os cursos pactuados foram feitos. “Inclusive, cinco ex-dirigentes da ADVale foram indiciados por formação de quadrilha, peculato e dispensa indevida de licitação. Apesar de tudo isso, a gestão de Manoel Dias

Prazos de filiações diferentes Para concorrer às eleições gerais de 2014, entre outras exigências, o eleitor deve ter sido escolhido em convenção partidária e estar filiado a um partido político pelo menos um ano antes do pleito. Esta regra geral está prevista no artigo 18 da Lei dos Partidos Políticos (lei nº 9.096/1995) e no 9º da Lei das Eleições (lei n° 9.504/1997). Mas há cidadãos ocupantes de cargos públicos que não estão submetidos a esse prazo de filiação partidária, como os magistrados, integrantes de tribunais de contas, membros do Ministério Público e militares. O magistrado ou o membro de Tribunal de Contas que quiser concorrer à eleição deve se filiar a um partido até seis meses an-

tes do pleito, no caso, até 5 de abril deste ano, devendo se desligar em definitivo (pedir exoneração) do seu cargo na Justiça ou na corte de contas, em igual prazo. Já o integrante do Ministério Público que desejar disputar o pleito deste ano deverá se afastar em definitivo de seu cargo e se filiar a um partido político até seis meses antes da eleição para concorrer a presidente da República, governador de Estado, senador, deputado federal e deputado estadual/distrital. Por sua vez, o militar da ativa com mais de 10 anos de serviço, não detentor de cargo no alto comando da corporação, para disputar uma eleição deve, primeiramente, ser escolhido em convenção partidária. A

partir dessa data, é considerado filiado ao partido, devendo comunicar à autoridade a qual é subordinado para passar à condição de agregado. Se eleito, será transferido para a inatividade. Se contar com menos de 10 anos de serviço, após escolhido em convenção, também será transferido para a inatividade. Em ambas as situações o militar não precisa, assim, respeitar a regra geral de um ano de filiado a uma legenda antes do pleito. As vedações à atividade político-partidária e à própria filiação às agremiações por parte de magistrados, integrantes de tribunais de contas, do Ministério Público e militares estão contidas na Constituição Federal. DIVULGAÇÃO

D

ois deputados que se envolveram em polêmicas no ano passado foram os campeões de faltas sem justificativa em 2013: o primeiro colocado foi Adrian Mussi (PMDB-RJ), um dos personagens da chamada farra do cotão, revelada pelo site Congresso em Foco, de Brasília; atrás dele ficou o agora ex-deputado presidiário Natan Donadon (ex-PMDB-RO). Natural de Macaé, Adrian não apresentou justificativa para 21 das 46 ausências que acumulou no ano passado. O deputado compareceu a pouco mais da metade dos 113 dias com sessões destinadas a votação na Câmara. Registrou presença apenas 67 vezes. No caso de Donadon, 19 faltas ficaram sem justificativa no período em que ele exercia o mandato e começava a cumprir a pena de 13 anos de prisão no complexo penitenciário da Papuda. O ex-peemedebista teve outras nove faltas justificadas. Os dados são de levantamento da revista Congresso em Foco. Por meio de sua assessoria de imprensa, Adrian afirmou que várias dessas faltas foram lançadas em dias em

DIVULGAÇÃO

Os dois aparecem nas primeiras posições de faltas sem justificativas, segundo levantamento do site Congresso em Foco

no Ministério do Trabalho sonegou dados do convênio”, escreveu Rubens Bueno na representação dirigida ao presidente da Comissão de Ética, Américo Lacombe. Para o oposicionista, não há como esperar pela decisão da Justiça sobre Manoel Dias. Por causa do foro privilegiado, caberá ao STF decidir se dá prosseguimento às apurações contra o ministro, já que, pelo cargo que ocupa, ele só pode ser investigado e julgado pela mais alta corte do país. “Os fatos de sonegar informações e ser indiciado pela PF como corresponsável pelos delitos já se enquadram em hipóteses de incompatibilidade de conduta ética, configurando claramente conflito de interesses entre a atividade de ministro e a de dirigente partidário”, defende o deputado na representação. Legislação eleitoral prevê prazos diferentes para filiações de magistrados e membros de TCs


A8

Política

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

Tensão entre os aliados PT e PMDB se intensifica Presidente peemedebista, Valdir Raupp, admite crise entre os partidos e promete entrar em cena para “apagar o incêndio”

P

residente do PMDB, o senador Valdir Raupp (RO) disse ontem que tentará “negociar até o limite” para acabar com a crise entre PT e lideranças do PMDB, deflagrada durante o Carnaval. Com críticas a lideranças petistas que acusaram peemedebistas de “chantagem” por cargos no primeiro escalão do governo, Raupp disse que os dois partidos precisam “discutir a relação”. “Todo casamento chega um ponto em que precisa discutir a relação. O que falta é ter um pouco mais de diálogo. Chantagem é um termo muito forte. Só pode ter partido de um desavisado que chegou atropelando com essa comparação. Em política existem pressões, tensões e conflitos. Mas colocar mais lenha na fogueira nesse momento não vai diminuir as chamas. Temos é que colocar muita água para diminuir a fervura”, afirmou. O presidente do PMDB não descarta antecipar a convenção nacional do partido para abril, quando seria rediscutida a aliança nacional da sigla com o PT. Várias alas peemedebistas defendem que a

PEDRO FRANÇA/AGÊNCIA SENADO

convenção ocorra em abril, e não em junho, diante da troca de farpas entre as duas legendas. Duas caras O líder do PT na Câmara, Vicentinho (SP), reforçou a troca de ataques entre petistas e peemedebistas e acusou ontem o PMDB de ser o partido que “mais está na situação de oposição”. O petista cobrou lealdade dos aliados afirmando que “nenhum partido da base do governo pode ter duas caras”. Segundo Vicentinho, o PMDB precisa explicar se realmente pensa em romper a aliança com o PT tirando o vice-presidente, Michel Temer, “ícone” do partido no governo. “O PMDB é o partido que está mais na situação de oposição”, afirmou o petista. “É isso que não pode. Ou você é situação ou oposição. Não pode ser os dois. Nenhum partido da base do governo pode ter duas caras”, disparou. O líder reconheceu que falta mais diálogo entre o Planalto com sua base no Congresso, mas disse que é possível restabelecer a relação.

Falcão cobra posição mais firme da sigla Depois de avisar à cúpula do governo que responderia aos ataques do líder do PMDB, Eduardo Cunha (PMDBRJ), o presidente do PT, Rui Falcão, afirmou ontem que não entraria na disputa de “xingamentos” com o deputado carioca e que ele precisa decidir se é “oposição ou situação”. “Falando em nome do PT, digo que o nosso partido não pode receber ultimatos do deputado Eduardo Cunha”, disse Rui Falcão, que participou na última quarta-feira de reunião no Palácio da Alvorada com a presidente Dilma e o ex-presidente Lula para tratar de temas da campanha presidencial deste ano. Presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), reconheceu ontem a crise com o PT


MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

economia@emtempo.com.br

DÓLAR compra/venda Paralelo -

INDICADORES ECONÔMICOS

R$ 2,17 / R$ 2,46 *

Câmbio livre BC - R$ 2,3088 / R$ 2,3094 **

no dia: -0,63% na semana: -1,46%

Câmbio livre mercado - R$ 2,319 / R$ 2,321 *

no mês: -3,94%

Turismo -

dif.livre mercado/paralelo: 5,99%

R$ 2,240 / R$ 2,400

(*) cotação do Banco do Brasil / (**) cotação do Banco Central / (***) cotação média do mercado

Economia B4

(92) 3090-1045

Variação do câmbio livre BC

DIVULGAÇÃO/EBC

Caderno B

Economia

Reajuste de energia pode chegar a 7,5%

OURO BM&F R$ 98,51

Salário Mínimo Janeiro 2014: R$ 724,00

-0,6956%

Poupança

Salário Família/Janeiro

Aniversário

Rendimento (%)

07/03

0,5000

07/03

0,5000

até R$ 682,50: R$ 35,00 de 682,51 até R$ 1.025,81: R$ 24,66

(*) depósitos até 03/05/12 / (**) depósitos apartir de 04/05/12

Calcário ficará 70% mais barato com nova fábrica

Indústria de beneficiamento do mineral será inaugurada, hoje, em Manacapuru, beneficiando quase 276 mil produtores ALFREDO FERNANDES/AGECOM

Mina de calcário de Jatapu, em Urucará, abastecerá fábrica de moagem de Calnorte, em Manacapuru, que por sua vez, processará o insumo usado nas atividades agropecuárias do Estado DIVULGAÇÃO/ADS

JULIANA GERALDO Equipe EM TEMPO

A

partir de hoje, aproximadamente 276 mil produtores rurais no Amazonas passam a pagar mais barato pelo calcário agrícola. O preço da tonelada do insumo, que corrige a acidez do solo e é utilizado nas atividades de agricultura e pecuária no Estado, deve ficar 70% mais barato. A redução ocorrerá com o início do beneficiamento do mineral na fábrica de moagem Calnorte, que será inaugurada, hoje, em Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus). Com investimento de R$ 6 milhões – sendo R$ 5,5 milhões partindo da iniciativa privada e R$ 500 mil da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) –, a fábrica vai processar o primeiro carregamento com 4 mil toneladas de pedra de calcário da mina de Jatapú, em Urucará (a 259,1 quilômetros de Manaus) e “startar” a comercialização junto aos produtores. Conforme o titular da Secretaria Estadual de Mineração, Geodiversidade e Recursos Hídricos (Semgrh), Daniel Nava, a produção local vai permitir que a matéria-prima, hoje adquirida em média por R$ 480

a tonelada, seja comprada por R$ 155 a tonelada, reduzindo em 70% os custos dos produtores do Estado. Segundo ele, o barateamento será possível com o fim da importação do item dos Estados do Ceará, Pará, Mato Grosso e Rondônia. “Na Amazônia, a logística é mais complexa

EXPECTATIVA

Estado deve produzir 50 mil toneladas de calcário agrícola em pó por ano, a partir de 2014, quantidade suficiente para abastecer Roraima e Amazonas, cuja reserva é de 1,7 milhão de toneladas e, por isso, o insumo chegava aqui muito caro. Os arranjos foram feitos justamente para que o Amazonas pudesse se tornar autossuficiente na produção do calcário”, explicou. Subsídios Um facilitador para a aquisição mais “em conta” do insumo, segundo Nava, foi a isenção do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) incidente sobre o calcário pelo governo do

Estado, publicado ainda no ano passado. De acordo com ele, o governo vai adquirir toda a produção da Calnorte por meio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (Idam) e da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS). Após esta etapa, o produtor rural poderá adquirir o corretivo agrícola por meio da Afeam ou na própria fábrica. A aquisição contará com subsídios governamentais a serem concedidos até o final de março. O secretário de Produção Rural do Amazonas, Eron Bezerra, explicou que a política de concessão do benefício foi alterada pelo governo. Conforme o secretário, a antecipação de 80% do valor gasto com o insumo para o produtor será substituída pelo subsídio variável. “Estamos fechando a proposta que vai oferecer ao agricultor ou pecuarista uma amortização do total gasto por ele para adquirir o calcário, dependendo do local onde ele atuar”, adiantou. Segundo ele, para quem produz em municípios mais distantes, o subsídio será maior. “A ideia é incluir o frete no cálculo do benefício e permitir que todos paguem um preço justo pelo minério”, falou Bezerra.

Indústria de beneficiamento recebeu aporte de R$ 6 milhões entre verbas públicas e privadas

Setor comemora investimentos O presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do Amazonas (Faea), Muni Lourenço, comemorou o início do beneficiamento do minério no Estado. “O beneficiamento do calcário é um divisor de águas na história da produção de alimentos no Amazonas. Sairemos de um preço praticamente proibitivo para uma realidade palpável para o setor primário amazonense”, afirmou.

A expectativa do dirigente é de que com a produção local e a consequente redução no preço do insumo, a atividade agrícola e pecuarista do Estado pode registrar crescimento de até 40% na produtividade. Segundo ele, além da produção de gados no interior, o calcário promete impulsionar a fruticultura, a plantação de hortaliças em geral e culturas regionais como a mandioca.

O presidente do sindicato rural de Manacapuru, Mário Jorge Bastos, também aprovou a iniciativa. Segundo ele, os 286 produtores que compõem o sindicato do município estão animados com o benefício. “O barateamento da correção do solo vai facilitar a vida de todos os produtores. Culturas de frutas como coco e banana estão entre as impactadas”, detalhou.


Economia

B2

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

Abrasel critica nova lei que beneficia consumidor

COMUNICAÇÃO

Tesouro não interfere em licitação de 4G, diz ministro O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse ontem que o Tesouro Nacional tem demonstrado interesse em aumentar a arrecadação com o próximo leilão de 4G, mas garantiu que a área econômica do governo não opina sobre o modelo de licitação desenhado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O leilão marcado para agosto prevê a concessão de uma frequência para telefonia e internet móveis de quarta geração. “O Tesouro não está interferindo. O Tesouro me procurou, o Arno (Augustin, secretário do Tesouro Naciona) precisa cumprir a meta fiscal, e quer saber qual será a arrecadação. E até deixou claro que tem interesse que a arrecadação seja a melhor possível. Agora, a definição técnica do modelo de leilão está sendo feita pela Anatel, e não está pronta ainda”, disse Bernardo. Inicialmente, o valor da ar-

recadação com o leilão estava previsto em R$ 6 bilhões. Segundo Bernardo, a faixa de frequência de 700 megahertz (MHz), que será usada para a implantação do 4G, vale mais que R$ 12 bilhões, mas explicou que algumas obrigações, que serão impostas aos ganhadores, reduzem valor da outorga. Bernardo garante que as empresas, que ganharem a licitação, terão que ressarcir as despesas com a redução de interferências e a liberação de faixas de frequências, necessárias para a implantação da nova tecnologia. Mas o governo ainda não definiu se abrirá mão de outras obrigações para aumentar o valor da outorga, como a antecipação de metas de cobertura de 3G. A tendência é que o leilão seja dividido em quatro blocos, como está previsto na resolução, que determinou as regras para a licitação.

Em Manaus, é comum a cobrança de restaurantes, bares e similares de valor extra de 10% pelo serviço prestado aos clientes

FINANÇAS

ÃO

Direito à informação Por meio da assessoria jurídica, o vereador Álvaro Câmpelo (PP), autor da lei, informou que a norma visa garantir o direito básico do consumidor de ter acesso a informação. “Queremos que o consumidor seja bem informado sobre a não obrigatoriedade”, salientou o assessor jurídico, advogado Alzimar Lahan.

Mercado registra aumento nos pedidos de falência

LGAÇ

A

nova lei que dispõe sobre a afixação de informativo da não obrigatoriedade do pagamento da taxa de serviços nos locais pode elevar os custos dos estabelecimentos com a confecção de materiais de divulgação para se enquadrar as regras. De acordo com o vice-presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Amazonas (Abrasel-AM), Mario Valle, tais medidas gerarão um gasto a mais aos estabelecimentos que, se forem embutidos na conta final dos clientes, poderá causar transtornos. “Os restaurantes que têm panfletos já impressos e prepararam suas campanhas para a Copa terão prejuízo ao ter que jogar fora este material e refazê-los. Além da placa, que seremos obrigados a colocar na porta do estabelecimento que tem um tamanho exagerado. Não vemos a medida de maneira positiva”, contestou Valle. Com as novas regras, os estabelecimentos têm 60 dias para se adequarem à nova lei. O informativo deverá ter

tamanho mínimo de 42 cm de largura por 30 cm de altura. O mesmo vale para os informativos impressos em propagandas publicitárias dos locais, inclusive nos cardápios sobre as mesas e na conta, tudo de forma bem visível e clara para que os clientes não sejam pegos de surpresa. Para ele, caso a lei seja compreendida como uma proibição na cobrança dos 10%, prejuízos poderão ser gerados aos estabelecimentos e também aos garçons, que segundo ele, é motivado por conta da gorjeta a mais que pode ganhar, além do salário fixo. Valle ressalta que a maioria dos clientes tem conhecimento da não obrigatoriedade do pagamento da taxa de serviço, e, com a criação da lei, o cenário não se altera.

DIVU

ANDRÉ TOBIAS Especial EM TEMPO

ARQUIVO EM TEMPO

Conforme entidade, afixação de informativo sobre não obrigatoriedade da taxa de 10% gera despesas para os empresários

Novo leilão de 4G está marcado para acontecer em agosto

Em meio a um cenário de juros e dólar em elevação e perda de dinamismo da economia, cresceu em fevereiro o número de empresas que entraram com pedido de falência no Brasil. Segundo levantamento da Serasa Experian, empresa de informações econômicas, 151 companhias fizeram a requisição no mês passado, número 21,8% superior ao de janeiro e acima dos cem casos registrados no mesmo mês do ano passado. Os pedidos foram concentrados, em sua maioria, no grupo das micro e pequenas empresas, responsáveis por 77 pedidos. Entre as grandes, foram 43 requisições. As companhias de menor porte também representaram a maioria dos pedidos de recuperação judicial. Entraram com 43 dos 65 das solicitações feitas no mês passado. O número total representa leve crescimento em relação a janeiro, mas ficou abaixo do registrado em

fevereiro de 2013 (70). Para os economistas da Serasa Experian, o aumento nos custo financeiro, a alta do dólar e o baixo crescimento são os responsáveis pela piora nos números do mês passado. Juros O Banco Central (BC) deixou aberta a possibilidade de promover em abril pelo menos mais um aumento da taxa básica de juros, segundo a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada ontem. Nos dois trechos mais importantes do documento, o BC reforçou que o ciclo de alta da taxa Selic iniciado em 2013 já mostra resultados, mas que a inflação segue elevada, apesar da queda recente nos índices de preços. Na semana passada, o comitê do BC reduziu o ritmo de alta dos juros, ao elevar a Selic de 10,50% para 10,75% ao ano.

Fecomércio oferece vagas em cursos para jovens aprendizes

Fluxo cambial tem déficit de US$ 1,8 bilhão em fevereiro

Rombo na balança comercial soma US$ 6,2 bilhões no ano

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Amazonas (Fecomércio) oferece 48 vagas do projeto Jovem Aprendiz para cursos profissionalizantes como aprendizagem em auxiliar administrativo e serviços administrativos com ênfase em logística, direcionados a empresas que possuam jovens aprendizes de 18 a 24 anos. As aulas serão ministradas nos turnos da manhã e da tarde. As empresas interessadas nos cursos devem matricular seus jovens aprendizes, pagando uma taxa administrativa, que será cobrada mensalmente, até terminarem as aulas.

O Banco Central registrou mais saídas que entradas de dólares no país, em fevereiro. De acordo com dados divulgados, ontem, o saldo negativo do fluxo cambial ficou em US$ 1,8 bilhão, no mês passado. O resultado negativo veio do fluxo comercial com déficit de US$ 2,1 bilhões, no mês passado. O fluxo financeiro registrou saldo positivo de US$ 272 milhões. Nos dois meses do ano, o fluxo cambial tem saldo negativo de US$ 246 milhões, o fluxo comercial ficou negativo em US$ 537 milhões e o financeiro, positivo em US$ 291 milhões.

O Brasil registrou déficit comercial de US$ 2,1 bilhões em fevereiro, recorde para o mês. O rombo chegou a US$ 6,2 bilhões no ano. Os dados foram divulgados, ontem, pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. No primeiro bimestre do ano passado, o saldo comercial havia ficado negativo em US$ 5,3 bilhões. Em fevereiro, as exportações somaram US$ 15,9 bilhões, queda de 7,8% diante do mesmo mês de 2013 e as importações chegaram a US$ 18,1 bilhões (-3,4% ).


Economia

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

B3

Confiança baixa ‘domina’ empresários do comércio O

Índice de Confiança do Empresário do Comércio teve em fevereiro a maior queda dos últimos seis meses, segundo dados divulgados ontem pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Todos os subíndices da pesquisa contribuíram para a queda mensal, que chegou a 2,8% em relação a janeiro. Já na comparação com o mesmo mês de 2013, a queda registrada alcançou índice ainda maior: 5,3%. O índice é apurado a partir da percepção dos tomadores de decisão de 6 mil empresas do varejo, de todas as capitais do país, e é composto por subíndices que se referem às condições atuais do empresário, às expectativas e intenções de investimentos. A mais forte queda entre todos os subíndices comparados com os de janeiro se deu no item intenção de contratação de novos funcionários, que caiu 5%. Os empresários também manifestaram menor intenção de investimentos na empresa (-0,9%) e nos

IONE MORENO

Descrédito com a economia do país foi constatado em uma pesquisa nacional da CNC, entidade que representa setor estoques (-1,4%). Comparados a fevereiro, esses três subíndices tiveram retração de 2,5% e 3,2% nos dois primeiros casos e alta de 0,1% em relação ao investimento nos estoques. Investimento Na média, no entanto, as intenções de investimento caíram 2,7% em relação a janeiro e 2% sobre fevereiro de 2013, resultado menos negativo que o da percepção dos empresários sobre as condições atuais, cujo subíndice médio recuou 3,2% sobre janeiro e 9,6% na comparação interanual. Dentre os componentes da situação atual, destacam-se os resultados negativos da percepção sobre a economia, com quedas de 4,2% ante janeiro e 14,7% ante o verificado no mesmo mês do ano passado. As percepções sobre a situação atual do setor pioraram 2,7% sobre janeiro e 6,5% sobre 2013. A avaliação sobre o desempenho da própria empresa acompanhou a tendência de queda, recuando 2,9% ante janeiro e 8,2% sobre fevereiro do ano passado.

Norte teve variação positiva As regiões Norte e Nordeste foram as únicas que tiveram variação positiva de janeiro para fevereiro na intenção de contratação dos empresários do comércio, segundo a CNC. As regiões Sul, CentroOeste e Sudeste puxaram a queda nacional de 5%. O Norte teve alta de 0,9% em fevereiro sobre janeiro e o Nordeste ficou praticamente (0,1%). O Índice de Confiança do Empresário do Comércio é composto pelas avaliações dos empresários em relação à condição atual e às expectativas para economia, o setor de atuação da empresa, e intenção de investir na contratação de funcionários, estoques e na empresa.

Nível de desconfiança do empresário do comércio tem aumentado, afetando os investimentos

TESOURO AG BRASIL

BANCO POSTAL

Correios e BB fecham parceria PROJEÇÃO

Com mudança, meta é aumentar os negócios com cartão de crédito, seguros para baixa renda, financiamentos de todas modalidades, inclusive veículos e imobiliário, e produtos para o agronegócio uma etapa intermediária do plano anunciado em novembro do ano passado de transformar o Banco Postal em uma instituição financeira. Hoje, a parceira funciona no formato de correspondente bancário, com limitações para os dois lados.

“Entendemos que poderíamos, antes mesmo da autorização final (para criação do banco), passar para uma fase intermediária, com mais produtos e mais pontos de atendimento. Assim, quando o banco começar a funcionar, já começará com mais negócios”, disse o vice-presidente de Negócios de Varejo do BB, Alexandre Abreu. O novo acordo ainda precisa de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que recebeu a proposta para análise. Se aprovadas, as alterações podem ser colocadas em prática em 30 dias. A previsão é que o plano de negócios da nova instituição financeira, que terá

o controle dividido entre as duas companhias estatais, seja concluído até junho. Se a criação do banco for aprovada neste ano, ele deve começar a funcionar em 2015. A ampliação da parceria contribuirá para aumentar a rentabilidade por cliente e também o número de pessoas que utilizam esses postos de atendimento, que somam mais de 6 mil no país. Embora seja utilizado por correntistas de todas as classes sociais, o Banco Postal atrai principalmente pessoas com renda de até R$ 4,5 mil. Atualmente, os principais produtos são conta-corrente, poupança, crédito consignado, INSS e pagamento de contas.

BNDES é um banco estatal de desenvolvimento do país

Governo resgata R$ 2 bi para reforçar superávit DIVULGAÇÃO/EBC

Os Correios e o Banco do Brasil anunciaram a ampliação da sua parceira em torno do Banco Postal. A previsão é que a empresa de serviços postais passe a comercializar todos os produtos oferecidos pelo banco estatal em seus postos de atendimento a partir de abril. Hoje, o único investimento disponível é a poupança, e são oferecidas apenas duas linhas de crédito. Também ficou acertado que os franqueados dos Correios poderão se tornar correspondentes bancários do BB. O Banco Postal só funciona em agências próprias da empresa. Os novos termos da parceria entre as duas companhias, divulgados ontem, são

Termos da parceria entre as companhias são etapa intermediária para transformar Banco Postal em instituição financeira

Depois da frustração com o resultado das contas públicas em janeiro, o governo federal decidiu reforçar seu caixa com dividendos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O Tesouro Nacional autorizou, ontem, o resgate de R$ 2 bilhões em títulos públicos que estavam com a instituição financeira. A medida é retroativa a fevereiro. O dinheiro vai aparecer como receita e engordar o superavit primário do segundo mês do ano, cujo resultado será divulgado no fim de março. O BNDES foi a instituição que mais pagou dividendos ao Tesouro no ano passado, com o repasse de quase R$ 7 bilhões, mais de 40% do total recebido das estatais. A previsão do governo federal é de uma receita de R$ 24 bilhões em dividendos em 2014, aumento de 40% em relação a 2013,

considerando todas as empresas federais. Essa fonte de recursos garante, sozinha, cerca de um quarto da meta de superávit do setor público do ano. Os R$ 2 bilhões se referem ao repasse de parte do lucro do BNDES no ano passado. Na primeira versão da portaria que autorizou a operação, publicada hoje, foi informado que se tratava de uma antecipação de dividendos. Retificação O Tesouro, no entanto, retificou a informação e disse que se trata de um pagamento normal de dividendo, referente a um lucro já divulgado, e não da distribuição de dinheiro de lucros futuros. A antecipação de dividendos foi um artifício contábil utilizado pelo governo no ano de 2012 para engordar o superávit primário daquele ano.


Economia

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

Tarifa elétrica residencial deve ter reajuste de 7,5%

PETROBRAS

Produção de petróleo e gás tem queda de 2,2%

Por outro lado, estimativa do governo federal descarta aumento nos valores da gasolina, da tarifa de telefonia fixa e do botijão de gás para este ano DIVULGAÇÃO/EBC

O

s preços da gasolina, do botijão de gás e da tarifa de telefonia fixa devem ficar estáveis este ano, de acordo com projeção realizada pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC). Por outro lado, a projeção de reajuste da tarifa residencial de eletricidade, para o acumulado de 2014, é 7,5%, mesmo valor considerado pelo Copom em janeiro. Essas estimativas foram divulgadas, ontem, na ata da última reunião do Copom, realizada nos dias 25 e 26 de fevereiro deste ano. Para o conjunto de preços administrados por contrato e monitorados, em 2014, foi mantida a projeção de alta de 4,5%, valor considerado pelo Copom em janeiro. Para 2015, também foi mantida a estimativa de 4,5%. O BC faz essas projeções para avaliar a tendência da inflação no país, na reunião do Copom, responsável por definir a taxa básica de juros, a Selic. Essa taxa de juros é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de referência para as demais taxas de juros da economia.

A produção total de petróleo e gás natural da Petrobras no Brasil, em janeiro, foi de 2,3 milhões barris de óleo equivalente por dia (boed), 2,2% abaixo do volume produzido em dezembro de 2013, que foi de 2,36 milhões boed. Incluída a produção operada pela Petrobras para seus parceiros, no Brasil, o volume de janeiro foi de 2,43 milhões boed. A produção exclusiva de petróleo da Petrobras no Brasil atingiu, em janeiro, a média de 1,9 milhão bopd. Esse volume ficou 2,4% abaixo do produzido no mês anterior. Incluída a parcela operada para as empresas parceiras, a produção de petróleo, no Brasil, chegou a 1,997 milhão bopd.

A produção média mensal de petróleo dos campos localizados na chamada província do pré-sal, nas bacias de Santos e Campos, atingiu, em janeiro, a marca recorde de 358 mil bopd, superando em 13 mil bopd a média mensal obtida em dezembro de 2013. A redução da produção de petróleo em janeiro em relação a dezembro decorreu principalmente da interrupção da produção na plataforma P-20, no campo de Marlim, para efetuar reparos nos danos causados pelo incêndio no sistema de produtos químicos da plataforma, e da parada para manutenção do FPSO Brasil, no campo de Roncador, ambas instaladas na Bacia de Campos. DIVULGAÇÃO

B4

Previsão é de que ocorra reajuste na conta de energia neste ano em todo território nacional

Juros altos refletem no preço Quando o Comitê de Política Monetária (Copom) aumenta a taxa básica Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida. Essa política de contenção acaba por gerar reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam mais a poupança.

Por outro lado, quando o Copom reduz os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, e a medida alivia o controle sobre a inflação. O BC tem que encontrar equilíbrio ao tomar decisões sobre a taxa básica

de juros, de modo a fazer com que a inflação fique dentro da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional. Meta Essa meta tem como centro 4,5%, e margem de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Interrupções em plataformas prejudicaram desempenho


MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

diadia@emtempo.com.br

(92) 3090-1041

KARLA VIEIRA/SEMCOM

Caderno C

Dia a dia

Complexo da Torquato sai em maio Dia a dia C2

Drama na BR-174 segue sem previsão de término FOTOS: DIEGO JANATÃ

Nova interdição na rodovia federal foi provocada para necessidade de reparos na ponte erguida pelo Exército no local

No início da manhã de ontem, a ponte erguida pelo 6º Batalhão de Engenharia de Construção precisou ser interditada novamente, para realização de ajustes que facilitarão o fluxo de veículos IVE RYLO Equipe EM TEMPO

S

ete horas após a instalação da ponte, no trecho do quilômetro 58 da rodovia federal BR-174 (Manaus-Boa Vista), o fluxo foi interditado novamente, na manhã de ontem. A segunda obstrução foi necessária para diminuir a elevação da ponte de ferro montada sobre a pista e remover algumas tábuas que foram danificadas com o peso dos veículos. A previsão é que a nova liberação aconteceria por volta das 15h de ontem, ainda. De acordo com informações repassadas por militares do 6º Batalhão de Engenharia de Construção (BEC) Simón Bolívar, de Boa Vista (RR) - responsáveis pela montagem da estrutura –, a ponte foi liberada na quarta-feira (5), por volta das 22h. Às 5h da manhã de ontem, a estrutura teve que ser fechada novamente, depois que um caminhão teve dificuldade em transpor. “Vamos diminuir a altura da ponte para facilitar a passagem e trocar algumas tábuas que foram danificadas. Alguns caminhões têm passado se arrastando e tido dificuldades em subir a rampa. Quando montamos uma estrutura dessas, seguimos as 72 horas seguintes em observação para ver se é necessário qualquer ajuste”, disse um militar que pediu para não ter o nome divulgado. A estrutura foi montada na quarta-feira (5), no local onde parte da pista desmoronou após a chuva do último domingo (2). Cento e vinte soldados do 6º BEC trabalharam na implantação da ponte de 30 metros de comprimento por 3 de largura, que suporta até 12 toneladas por eixo. Somente após o fim do trabalho é que a Polícia Rodo-

viária Federal (PRF) deverá liberar tanto a ponte, como o desvio lateral, para oportunizar maior fluidez ao tráfego, uma vez que a estrutura montada na rodovia permite a passagem de um carro por vez, tendo que alternar o fluxo dos dois sentidos. Pelo menos quatro quilômetros de fila foram formados por veículos pequenos e cerca de 80 caminhões na espera da liberação do trecho até o meio-dia de ontem. Sentados no acostamento, os caminhoneiros de Roraima que transportavam carga perecível contabilizaram prejuízos. “Estou nessa fila desde o meio-dia de ontem (quartafeira). Liberaram, mas a fila estava tão grande que quando chegou próximo a minha vez, deu problema e fecharam a ponte”, disse o motorista Ismar Alcantara, 35. Ele acredita que das 600 caixas com banana que trouxe do município de Caroebe, no sudeste de Roraima, metade já tenha passado do ponto, gerando um prejuízo de aproximadamente R$ 10 mil. “A gente levanta o cacho, a palma que soltar já era, não vende mais. O que perdeu a gente não recupera”, disse. Nas 12 horas que esperou na estrada o motorista Evilázio da Silva, 65, viu as bananas amadurecerem sob o mormaço. “O meu caminhão é aberto, os colegas que têm caminhãobaú, se não abrirem a porta, a carga vai estragar mais rápido. Estou levando 200 caixas e as bananas que ficaram amarelas ninguém compra mais. Só compram as que chegam verdes”, explicou. De olho na carga viva, o motorista Antônio Garcia, 31, tentava transportar 28 bois de Manaus para uma fazenda no quilômetro 175. “Cheguei aqui 8h30 e como volto? O jeito é esperar. Isto é uma vergonha”, reclamou.

Feriado prolongado forçado

Na beira da estrada, família espera a retomada da passagem

Trabalhadores prejudicados Isolados e sem poder informar aos fornecedores o motivo do atraso - no trecho da rodovia onde o sinal das operadoras de telefonia é inexistente - os caminhoneiros contavam com a sorte para ainda ter trabalho garantido, mesmo com um dia de atraso. “Estou indo pegar polpa de cupuaçu em Autazes para levar a Boa Vista. Vim porque disseram que a estrada já estava liberada, mas tiveram que fechar de novo”, afirmou o motorista João Bahia, 52. Sem poder chegar a Manaus, os moradores de Presidente Figueiredo (a

107 quilômetros da capital) já sofrem com a falta de abastecimento de gás. “Hoje vou ter que voltar, estou há mais de quatro horas esperando e o distribuidor de gás em Manaus fecha às 15h. Até liberarem a rodovia, já fechou. Há menos de dois meses, vi colocando duas camadas de asfalto nesse trecho que cedeu. Acho que falta uma fiscalização mais rigorosa do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) nessas manutenções”, apontou o motorista de carga pesada Diego Silva, 30.

Sem comida, água ou banheiro em condições adequadas de uso, motoristas e passageiros dividiam na estrada o pouco de alimento e água que guardavam, enquanto esperavam o trabalho das equipes. “Estamos abandonados. Colocaram dois banheiros químicos no domingo (2), mas acho que não os limpam desde então. O cheiro está insuportável”, advertiu João Bahia. Bem-humorado, o motorista Renato Cavalcante, 42, almoçava com os amigos banana, laranja e coco, que havia ganhado dos transportadores. “Água não tem, mas comida tem bastante, a gente vai enganando o estômago com banana e coco. E banheiro tem muito, toda essa n atureza aqui ao redor está a nossa disposição”, brincou. Além dos caminhoneiros, dezenas de passageiros dos ônibus com linhas interestaduais, caminhavam pela pista até

o ponto onde os veículos realizavam baldeação. Após curtir o Carnaval em Manaus, a família da confeiteira Suelen Souza, 24, tentava voltar para Boa Vista. “Desde segunda-feira (3) estamos tentando voltar para casa. Hoje disseram que tinha se normalizado e viemos. Quando chegamos que vimos a surpresa”, narrou. Com os filhos de 3 e 2 anos e mais cinco familiares, Suelen esperava o marido transferir as bagagens de um ônibus para outro. “Já perdi trabalho e as crianças, a escola”, disse. Carregando as malas e sacolas com frutas, a auxiliar administrativa Nazaré Mendes, 48, tentava chegar a Manaus, após o feriado forçadamente estendido. “Acho isso um absurdo. Ontem tentei voltar, mas o ônibus não passou perto do sítio da minha irmã no quilômetro 167. Hoje ele passou, mas a estrada foi fechada de novo”, lamentou.

Antônio Garcia e sua carga viva: “isto é uma vergonha”


Dia a dia

C2

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

Avenida do Samba tem lixo e alegorias retirados A

pós as festividades de Carnaval no último fim de semana e feriado, a Prefeitura de Manaus teve trabalho para remover todo o lixo produzido durante os cinco dias de festa. A coleta só começou após a retirada de todos os carros alegóricos da avenida Belmiro Vianês (avenida do Samba), no sentido Dom Pedro/Alvorada, no final da noite de quarta-feira (5). A Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) atuou com 30 garis, uma pá carregadeira e mais quatro caminhões-caçamba para retirar todo o lixo, composto em sua maioria por estruturas metálicas, isopor, papelão e tecido. “Nós tivemos que esperar as escolas guardarem os seus carros alegóricos nos barracões para que pudéssemos iniciar a limpeza. Estamos esperando a retirada dos carros no sentido Alvorada/Dom Pedro para que também possamos começar a coleta. O problema é que essas estruturas serão colocadas na área de estacionamento da avenida e, com certeza, outras partes das alegorias irão se desprender e parar na via. É um trabalho que não cessa”, declarou o subsecretário da Semulsp, José Rebouças.

MARINHO RAMOS/SEMCOM

Escolas de samba deixam para a prefeitura o trabalho de retirar restos de carros alegóricos dos arredores do sambódromo O Instituto Municipal de Engenharia Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) fez a retirada de 18 carros alegóricos do Grupo de Acesso que ainda permaneciam estacionados na via, fechando o trânsito de veículos. Foram utilizados um guincho e uma plataforma no trabalho. “As escolas se acomodam

DETRITOS

A maior parte do lixo retirado da avenida do Samba era composto por estruturas metálicas, isopor, papelão e tecido utilizados pelas agremiações na preparação das alegorias para o Carnaval porque elas sabem que vamos fazer o serviço. Afinal, nós não podemos restringir o direito de ir e vir das pessoas. E com a via interditada, estamos causando congestionamento na Loris Cordovil, pois os condutores têm que desviar o caminho para chegar à avenida Pedro Teixeira”, explicou o chefe da Divisão de Fiscalização Centro-Oeste do Manaustrans, Décio Medeiros.

Trabalhadores da Semulsp retiram alegorias largadas em plena avenida desde o final dos desfiles das escolas de samba de Manaus

DIA DA MULHER KARLA VIEIRA/SEMCOM

TORQUATO

Segundo a Seminfh, obras do complexo viário da área do aeroporto estão 50% concluídas

Complexo será entregue em maio O Complexo Viário da Torquato Tapajós está com suas obras 50% concluídas. Com o ritmo de trabalho acelerado e dentro do cronograma, a Prefeitura de Manaus estima que ele seja entregue à população no dia 20 de maio próximo. O secretário municipal de Infraestrutura e Habitação, Luiz Borges, explicou que o cronograma foi estabelecido já prevendo o período chuvoso, por isso a obra não deverá ter atrasos. “O ritmo intenso em que trabalhamos otimiza os momentos em que precisamos parar por causa das chuvas. Estamos fazendo de tudo para que o prazo seja cumprido”. Borges destacou que o complexo viário desafogará o trânsito na região, que recebe um grande flu-

xo de veículos das zonas Oeste e Norte da cidade. Segundo ele, não se trata de uma obra que visa atender somente aos turistas que virão à cidade para os jogos da Copa do Mundo. “Esse complexo foi projetado para acabar com o congestionamento da área. Ou seja, uma vez concluído, acabará de vez com o problema, seja no sentido Centro-bairro, no sentido bairro-Centro ou no sentido do Tarumã. O complexo vai melhorar a vida dos motoristas de Manaus”. Além do processo de terraplanagem, a obra também recebeu na última semana a construção das estacas hélices, responsáveis pela sustentação das alças do complexo. Agora, a obra será preparada para receber as estruturas pré-moldadas

que darão forma às vias elevadas. “Os pré-moldados já estão sendo construídos e devem começar a ser instalados nos próximos 15 dias, começando a dar forma ao projeto. Quem passa pelo local pode achar que a obra não evoluiu, mas está com toda a parte estrutural responsável pela sustentação do complexo viário pronta”, finalizou o secretário. O complexo viário da Torquato Tapajós está sendo construído para desafogar o trânsito em uma região que recebe o fluxo de carros que seguem na direção do aeroporto internacional Eduardo Gomes, além dos bairros das zonas Norte, Oeste e também dos veículos que seguem em direção para a BR-174 (Manaus Boa Vista) e AM-010 (Manaus - Itacoatiara).

Mulheres recebem homenagens A Secretaria Executiva de Políticas para Mulheres (SEPM) do governo do Amazonas, vinculada à Casa Civil, juntamente com os parceiros da campanha “Compromisso e Atitude pela Lei Maria da Penha”, realizará a Ação Mulher Cidadã, com atendimento jurídico e psicossocial, rodas de conversa sobre os direitos da mulher, entre outros serviços. A ação será realizada hoje, das 9h às 15h, no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola (rua Gandu, 119, núcleo 8, Cidade Nova, Zona Norte), em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, celebrado amanhã. A campanha “Compromisso e Atitude pela Lei Maria da Penha – A Lei É Mais Forte” é resultado da cooperação entre o governo federal, por meio da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República e o Ministério da Justiça, e o Poder Judiciário, Conselho Nacional de Justiça, Colégio Permanente de Presidentes de Tribunais de Justiça, Conselho Nacional de Procuradores Gerais de Justiça, Conselho Nacional dos Defensores Públicos Gerais e o Conselho Nacional do Ministério Público. A iniciativa tem o objetivo de unir e fortalecer os esforços nos âmbitos municipal, estadual e federal para dar celeridade aos julgamentos dos casos de violência contra as mulheres e garantir a correta aplicação da Lei Maria da Penha. Além desses parceiros, a campanha conta também com a adesão e apoio das empresas Petrobras Distribuidora e Instituto Avon.

Serviços oferecidos Durante a ação, serão oferecidos serviços de atendimento jurídico (separação judicial, dissolução de união estável, pensão alimentícia, petição de guarda, partilha de bens), atendimento psicossocial, palestras sobre direitos da mulher e Lei Maria da Penha, e emissão de segunda via de carteira de identidade (RG). Os órgãos que participarão da Ação Mulher Cidadã são SEPM, Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM),

SERVIÇOS

Enquanto o governo realizará hoje ações sociais voltadas para as mulheres, a Fundação Doutor Thomas fará uma festa para as idosas residentes, com sorteios e música ao vivo

Ministério Público Estadual (MPE), Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Seas), Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejus), Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), a Comissão da Mulher e das Famílias da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) e Ordem dos Advogados do Brasil, seção Amazonas (OAB-AM). Para a titular da SEPM, a advogada Márcia Álamo, é preciso colocar em prática as políticas públicas voltadas para as mulheres. “A gente tem uma grande rede

de atendimento às mulheres vítimas de violência e de enfretamento a esse tipo de violência. A população, em geral, precisa ter mais conhecimento sobre isso e esse acordo viabiliza isso”, frisou. “A ação Mulher Cidadã do dia 7 é mais uma entre várias ações realizadas dentro da campanha e reveste-se de um significado especial, por ser realizado na véspera do Dia Internacional da Mulher”, acrescentou Álamo. No Amazonas, um acordo de cooperação técnica e adesão à campanha foi firmado em 19 de junho de 2013, entre a SEPM, TJAM, DPEAM, OAB-AM, SSP-AM, Sejus, MPE e Aleam. Idosas A Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Doutor Thomas (FDT), também realiza hoje programação especial em homenagem ao Dia da Mulher para as idosas residentes da Fundação. A festa será às 15h30, na própria FDT, e vai contar com sorteio de brindes, além de brincadeiras, lanche e música ao vivo. A diretora-presidente da Fundação, Martha Cruz, explicou que a programação será mais uma entre as tantas realizadas no decorrer do ano que promovem recreação e lazer para os idosos da FDT. “É um gesto que visa homenagear e valorizar as residentes. Sabemos que todas essas mulheres merecem carinho, atenção e do quão valorosa essa homenagem será para elas”. A Fundação Doutor Thomas está localizada na rua Rio Mar, bairro Nossa Senhora das Graças, Zona CentroSul de Manaus.


Dia a dia

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

C3

Teste rápido para Sífilis e HIV em mostra nacional O

processo de implantação dos testes rápidos para HIV e Sífilis, pela Prefeitura de Manaus nas unidades da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), foi um dos trabalhos selecionados para apresentação na 4ª Mostra Nacional de Experiências em Atenção Básica/Saúde da Família, marcada para o período de 12 a 15 de março de 2014, em Brasília. O evento é organizado pelo Ministério da Saúde e pretende reunir 10 mil pessoas, entre profissionais, gestores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), dando visibilidade às experiências de sucesso executadas na atenção básica em todo o Brasil. A chefe do Núcleo de Controle de Doenças Sexualmente Transmissíveis/Aids e Hepatites Virais da Semsa, Adriana Raquel de Souza, explica que a Mostra é um espaço para a troca de experiências entre os profissionais do SUS, permitindo a reflexão sobre o processo de melhoria dos serviços na Atenção Básica. “Os testes rápidos para HIV e Sífilis estão disponíveis desde 2009 pelo Ministério da Saúde, porém foi a partir de 2013 que as Unidades Básicas de Saúde de Manaus passaram a oferecer

os exames à população, priorizando grávidas e seus parceiros, bem como pacientes em tratamento para tuberculose”. Atualmente, a rede municipal de saúde oferece os testes rápidos para HIV e Sífilis em 41 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), distribuídas nos Distritos de Saúde Norte, Leste, Oeste, Sul e Rural (área terrestre e fluvial), incluindo a Unidade de Saúde Fluvial Semsa 4 (barco Catuiara). “Mensalmente, são realizados em média 625 testes rápidos para HIV e 610 para Sífilis. O principal objetivo é a detecção precoce, evitando o agravamento da doença e reduzindo os casos de transmissão vertical da Sífilis e HIV, que ocorre da mãe para o feto”, ressalta Adriana Souza. Implantação O município de Manaus, por meio do Núcleo de Controle de DST/Aids e Hepatites Virais, começou as atividades de implantação dos testes nas UBSs no final do ano de 2012, por meio da capacitação de profissionais de nível superior que atuam na Atenção Básica. Houve a formação de um grupo de multiplicadores, capacitados pelo Ministério da Saúde e, após essa formação,

foram planejadas as capacitações dos executores. Depois de cada capacitação foram realizadas reuniões locais nas UBSs com o gestor e os profissionais responsáveis pela execução da ação. “A partir daí, é feita a definição de fluxo, dos dias e dos horários de atendimentos nas unidades, marcando a data de início das atividades. O trabalho é realizado com apoio dos técnicos responsáveis pelas ações de DST/Aids e hepatites virais dos Distritos de Saúde”, diz Adriana Souza. Segundo ela, um dos principais avanços foi a introdução do teste rápido durante a consulta do pré-natal e a maior participação do parceiro da gestante no processo, como também a oferta de teste rápido para os pacientes em tratamento de Tuberculose. “A Tuberculose ainda é a principal causa de morte em pacientes com Aids e por isso, é preciso ficar alerta para a detecção precoce do HIV em pacientes com esta doença”, acrescenta. As 41 UBSs que oferecem teste rápido para HIV e Sífilis também disponibilizam o teste rápido para hepatite B e C. A meta da Semsa é implantar os três tipos de teste rápido em mais 19 Unidades de Saúde.

MAIS MÉDICOS IONE MORENO/ARQUIVO EM TEMPO

Os 38 médicos brasileiros irão atuar na capital amazonense e em 14 municípios do interior

Estado recebe novos profissionais Um novo grupo de 38 profissionais do programa Mais Médicos chegará amanhã em Manaus. A chegada estava programada para a tarde de ontem, mas foi adiada, de acordo com a coordenação estadual do programa, por motivo de reprogramação dos voos da Força Aérea Brasileira (FAB), que estão transportando os médicos para seus Estados de destino. A informação é da Secretaria de Estado da Saúde (Susam). Além da capital, outros 14 municípios do interior do Estado serão beneficiados com a chegada desse novo grupo de médicos. Na próxima semana, antes de assumirem suas funções nas unidades de saúde, os 38 profissionais irão participar do curso de nivelamento com ênfase nas doenças típicas da região amazônica, pro-

movido pela Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) e Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), vinculadas à Susam. O curso será realizado no salão de reuniões do

FORMAÇÃO

Na próxima semana, antes de assumirem suas funções nas unidades de saúde, os 38 profissionais irão participar do curso de nivelamento com ênfase nas doenças típicas da região amazônica Comfort Hotel Manaus e terá duração de três dias. “Oferecemos este curso sempre que o grupo enviado pelo governo federal é formado por médicos estrangeiros ou

mesmo brasileiros com formação no exterior”, destaca Alecrim. De acordo com o secretário, a lista de municípios que serão contemplados com médicos do grupo que chega nesta quinta-feira inclui, além de Manaus, as cidades de Benjamin Constant, Boa Vista do Ramos, Canutama, Carauari, Codajás, Eirunepé, Envira, Iranduba, Japurá, Maués, São Paulo de Olivença, Tabatinga, Tapauá e Urucurituba. No ano passado, o Amazonas recebeu 285 profissionais do Mais Médicos, que passaram a atuar na capital e nos 61 municípios do interior do Estado, incluindo os Distritos de Saúde Indígena. Neste ano, o Estado já recebeu 21 profissionais, entre brasileiros e profissionais com formação no exterior, a maioria cubanos.

REPRODUÇÃO

Processo realizado em Manaus foi selecionado para evento sobre experiências em atenção básica, realizado em Brasília

Testes rápidos para detecção de contaminação por HIV e Sífilis foram implantados em 2012


C4

Dia a dia

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

Raphael Souza terá que explicar conduta em prisão 20 de fevereiro, “contrariando assim a ordem contida no ofício nº 03890/2013ARN/VEP, datado de 1º de novembro de 2013, expedido por esta Vara de Execuções Penais”. Horários No documento citado pelo comandante, o Juízo da Vara de Execuções Penais havia deferido pedido de trabalho

INDISCIPLINA

Segundo comunicado do CPE ao juiz da Vara de Execuções Penais, Raphael Souza teria se recolhido à detenção quatro horas após o horário permitido e sem se apresentar à autoridade policial externo para Raphael Souza, autorizando sua saída às 6h e retorno às 20h, de segunda a sexta, e domingos, caso fosse necessário. Além de chegar muito tempo depois no batalhão, no dia 20 para 21 de fevereiro deste ano, Raphael Souza também não se apresentou à autori-

dade policial, de acordo com o ofício do CPE. Ao receber a solicitação de transferência, o juiz abriu vista ao Ministério Público. No parecer ministerial, a promotora de Justiça Elis Helena de Souza Nóbile analisa que “embora seja considerada falta leve, na forma do art. 79, 18, do Estatuto Penitenciário do Amazonas, é imperiosa a apuração da referida infração em juízo, para aplicação de eventuais consequências da LEP (Lei de Execução Penal). Pelo exposto, requeiro designação de audiência de justificação para apuração de falta disciplinar, na forma do art. 59 da LEP”. Parecer O juiz já acatou parecer do Ministério Público para a realização da audiência, porém, ainda não há confirmação de data no processo. A informação dos atrasos consta dos autos (nº 025775328.2009.8.04.0001). O batalhão do Comando de Policiamento Especializado da Polícia Militar está localizado no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus.

JUCE’LIO PAIVA/AGORA

DROGAS

Bileno (à esquerda) é apontado como mandante de vários assassinatos na Zona Leste

Traficante é preso em condomínio JUCÉLIO PAIVA Equipe do AGORA

“O Bileno chefia o tráfico de drogas na Colônia Antonio Aleixo. Todo homicídio que ocorre naquela região, ocorre ou a mando dele ou com autorização dele. Não se mata sem a ordem dele”. A afirmativa é do delegado adjunto da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Raphael Campos, para expor a alta periculosidade do traficante de drogas e homicida Lenon Oliveira do Carmo, o “Bileno”, 32, apontado pela polícia como o “chefão” do tráfico de drogas nos bairros Colônia Antônio Aleixo e Puraquequara, ambos na Zona Leste de Manaus. Suposto membro da facção criminosa intitulada Família do Norte (FDN), Bileno foi preso, na manhã de ontem, no condomínio Bela Vista, bairro Santa Etelvina, Zona Norte, juntamente com seu “gerente do tráfico”, Alexandro Bezerra Duarte, o “Juca”, 25.

Os dois criminosos, que são cunhados, conforme a polícia, foram localizados no condomínio em posse de uma picape modelo S-10 de cor prata e placas OAN-7929, e uma Nissan Livina, de cor preta e placa NPB-5750, adquiridas com a venda de drogas. Um mulher acusada de fazer parte da facção criminosa comandada por Bileno, identificada como Maria da Conceição da Silva, a “Mariazinha”, 31, também foi presa em uma casa localizada na rua Senador João Bosco, no bairro Colônia Antônio Aleixo, com aproximadamente quatro quilos de drogas e uma pistola calibre 9 milímetros, pertencentes à organização. A facção criminosa comandada por Bileno na Zona Leste atua principalmente em crimes de tráfico de drogas, homicídios e roubos. O traficante é conhecido por executar ou mandar matar desafetos envolvidos com dívidas de tráfico de drogas ou os próprios

membros que tentam sair de sua facção criminosa, conforme a polícia. O titular da DEHS, Paulo Martins, divulgou, na manhã de ontem, um vídeo onde mostra um membro da quadrilha de Bileno sendo executado por outro traficante em um posto de gasolina da avenida Cosme Ferreira. Segundo o delegado, o crime ocorreu no dia 2 de janeiro deste ano, sendo que a execução foi autorizada por Bileno, pois a vítima, Juciley Nunes de Paula, o “Lei”, tentava deixar a quadrilha. “O Bileno tem participação direta em seis homicídios. Além do tráfico de drogas eles estão constantemente cometendo homicídios. As mortes estão relacionadas a acertos de contas de tráfico de drogas, seja dívidas, pontos de drogas ou eliminar ex-integrantes do grupo”, disse. Os acusados foram autuados por tráfico de drogas, associação ao tráfico e porte ilegal de arma de fogo.

Comportamento de Raphael Souza (à direita) motivou pedido de transferência de prisão

JUSTIÇA

HOMICÍDIO PC/DIVULGAÇÃO

O

juiz de Direito Luiz Carlos Valois, titular da Vara de Execuções Penais (VEP) da Comarca de Manaus, vai marcar uma audiência de justificação para apurar falta disciplinar de Raphael Wallace Saraiva de Souza, filho do ex-deputado Wallace Souza, falecido em 2010. A data ainda não foi definida. A decisão, sugerida pelo Ministério Público, foi gerada pela solicitação de transferência do apenado, que atualmente cumpre pena no Comando de Policiamento Especializado da Polícia Militar do Amazonas (CPE/PMAM), para uma unidade do sistema prisional do Estado. A solicitação, assinada pelo comandante do CPE, tenente-coronel PM Fabiano Machado, foi motivada por problemas na conduta de Raphael Souza. De acordo com o ofício nº 025/P-1/CP-2014, de 21/2/14, o comandante ressalta que, no livro de ocorrências do Regimento de Policiamento Montado, foi registrado o recolhimento do apenado à 0h do último dia

IONE MORENO/ARQUIVO EM TEMPO

Comandante do CPE solicitou transferência do apenado para uma unidade prisional por conta de problemas disciplinares

Plantão teve 81 processos A equipe do Plantão Judicial Criminal de 1º Grau do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) registrou 81 procedimentos criminais na Comarca de Manaus entre os dias 3 e 5 de março, durante o feriado de Carnaval. Entre os procedimentos protocolados, 14 eram de prisão em flagrante de diversos crimes e foram convertidas em prisão preventiva. Segundo o juiz Luis Cláudio Chaves, a medida foi tomada porque “estavam presentes os pressupostos que autorizam a conversão, previstos na legislação, devido à gravidade dos casos ou porque os presos respondiam a outros processos”. De acordo com o magistrado, os procedimentos de investigação criminal serão enviados ao Setor de Distribuição Processual de 1º Grau para que sejam encaminhados ao juízo competente. Conforme a legislação, após o Ministério Público fazer a denúncia e esta ser aceita, deverá ser feita a instrução do processo e designada audiência. Segundo o entendimento do juiz da vara, a pessoa poderá ser mantida presa ou não durante a instrução. Outros 11 procedimentos se referiam ao tráfico de drogas e resultaram no decreto de prisão preventiva.

Na delegacia, Luciano disse que matou para defender a mãe

Assassino é detido quase dois anos depois do crime A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), prendeu no último sábado (1º), por volta das 16h, Luciano da Conceição Silva, 20, em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido no dia 8 de janeiro deste ano pela juíza da 3ª Vara do Tribunal do Júri, Rosália Guimarães Sarmento. O homem foi preso em via pública, no bairro Petrópolis, Zona Sul da cidade. Luciano é apontado como autor do homicídio do padrasto, Antônio Liberato Alves, na época com 35 anos, no dia 28 de abril de 2012, na rua Acaru, localizada na terceira etapa do bairro Jorge Teixeira. Na ocasião, a vítima foi atingida por um golpe de faca no pescoço. Durante a apresentação do preso na sede da DEHS,

ontem, o delegado Paulo Martins informou que ao chegar na unidade policial, Luciano teria confessado o crime em depoimento. “Ele nos disse que matou o padrasto, porque desde pequeno ele via Antônio bater na mãe dele. No dia do crime, quando ele chegou em casa, viu a mãe caída no chão e resolveu então desferir uma facada no pescoço dele”, declarou Martins. A ação que resultou no cumprimento do mandado, foi coordenada pelo delegado titular e pelo adjunto, Raphael Correa Campos. Luciano foi indiciado por homicídio (art. 121 do Código Penal Brasileiro). Ao término dos procedimentos legais, ele será encaminhado à cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.


Dia a dia

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

C5

Cheia leva a estado de emergência em Canutama MICHELLE FREITAS* Equipe do AGORA

S

obe para oito o número de municípios que decretaram estado de emergência por conta da cheia do rio Purus. Segundo dados da Defesa Civil do Estado, o município de Canutama, com cerca de 12 mil habitantes e distante 619 quilômetros de Manaus em linha reta, entrou para a lista na última segunda-feira (3). Estão em situação de emergência os municípios de Pauini, Guajará, Ipixuna, Boca do Acre, Envira, Lábrea e Apuí. Já Humaitá foi o único que decretou estado de calamidade pública. O secretário de Defesa Civil do Amazonas, coronel Roberto Rocha, chegou ontem a Humaitá. Segundo ele, um gabinete de crise foi montado no município para realizar o atendimento humanitário a população. “A população continua recebendo os kits de ajuda humanitária e serviço aeromédico”, disse. Rocha explicou que uma equipe de monitoramento e avaliação técnica da Defesa Civil realizou um levantamento que apontou a elevação da cota do rio, ontem, para 24,68 metros, o que mostra que o

nível do rio bateu a marca histórica de 24,58 metros alcançada em 1993. “Estamos cientes que o município vai ser atingido por fortes chuvas ao longo desses oito dias e com certeza o nível do rio vai subir ainda mais”, alertou. Em relação à cheia em Manaus, o coronel afirmou que os monitoramentos continuam e que até o momento o nível do rio continua normal para o período. “Manaus tem como ponto de referência o Alto Solimões, no município de Tabatinga. Em Tabatinga, Atalaia do Norte e Benjamim Constant o nível do rio está dentro da normalidade, mesmo subindo todos os dias. O impacto da cheia no rio Purus pode ajudar um pouco o Solimões que vem para Manaus, mas hoje o rio Negro está dentro da normalidade”, afirmou. Providências “Estamos desocupando salas de aula e repartições públicas para atender imediatamente 60 famílias desabrigadas. Outras mil pessoas da área urbana e rural já foram afetadas diretamente pelas águas e também serão alojadas nos próximos dias”, afirmou o prefeito de Canutama, Ocivaldo Amorim, durante a operação de remo-

AAM/DIVULGAÇÃO

Município é o oitavo a decretar a situação por conta da cheia dos rios. Defesa Civil monitora situação na capital ção das famílias na tarde de ontem. Tapauá, Carauari, Eirunepé, Itamarati, Borba, Manicoré e Novo Aripuanã estão em estado de alerta. Segundo o presidente da Associação Amazonense de Municípios (AAM) e prefeito de Boca do Acre, Iran Lima, a exemplo dos anos anteriores, em 2014 o auxílio e as ações humanitárias de saúde, transporte e infraestrutura do governo do Estado chegaram bem antes de qualquer apoio ou recurso federal. “Com as constantes perdas em repasses federais é o Estado que está nos auxiliando no atendimento imediato das demandas da população. Sem isso, a situação estaria muito pior”, destacou Lima, ao lembrar que em 2013, apenas três dos 45 municípios amazonenses que decretaram emergência foram atendidos pela Defesa Civil Nacional. Na próxima semana, a AAM realiza em Manaus um encontro com os coordenadores e representantes das defesas civis do interior para prestar orientações e informações técnicas sobre relatórios a serem encaminhados para o Ministério da Integração Nacional. * Com texto da AAM

Em Canutama, situação começou a ficar crítica, levando município a decretar estado de emergência


País

C6

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

Garis seguem em greve e fazem manifestação hoje nada contra ele, nós queremos só que ele nos veja como ele sempre diz: que nós somos a menina dos olhos dele. Nós queremos que ele abrace a nossa causa, e estamos dispostos a dialogar, não somos marginais, nós somos pessoas trabalhadoras, honestas, a sociedade reconhece isso, nos respeita, a sociedade tem um

EXIGÊNCIAS

Os garis pedem aumento salarial de R$ 803 para R$ 1.200, mais 40% de insalubridade. Eles dizem que a paralisação continua até conseguirem uma negociação com a prefeitura carinho pelo gari”, diz Viana. Pela manhã, equipes da Comlurb saíram para as ruas escoltadas. Viana diz não acreditar na acusação de que garis que se apresentaram para o trabalho foram agredidos pelos grevistas. “Eu não acredito que um colega de trabalho iria agredir, até porque a finalidade do nosso movimento não é para agredir um companheiro,

mas para reivindicar a questão salarial, é de paz, é democrático. Na verdade, a gente tem que tentar convencer o companheiro a aderir, mas se ele quiser continuar trabalhando, que trabalhe”. De acordo com os grevistas, mais de metade da cidade está sem coleta de lixo. Mas a Comlurb informa que a greve está praticamente encerrada, e que o trabalho está praticamente normalizado desde hoje de manhã, nas gerências da Zona Sul, Zona Norte e Centro. “Áreas como Centro, Lapa, Rio Comprido, São Cristóvão, Tijuca, Vila Isabel, Santa Teresa, região portuária, Campo Grande, Vigário Geral, Del Castilho, Copacabana, Botafogo estão com 100% de efetivo, veículos e equipamento nas ruas”, diz a nota. Na Lapa, hoje à tarde ainda havia bastante lixo amontoado pelas ruas. Os garis em greve marcaram um protesto para às 10h de hoje, em frente à sede da prefeitura. Segundo a Comlurb, não há mais possibilidade de negociação com os grevistas. Os que voltaram ao trabalho tiveram as faltas abonadas e as demissões anunciadas foram revogadas.

SISTEMA CANTAREIRA DIVULGAÇÃO

COPA DO MUNDO

Uma das principais estrelas da axé music, Ivete Sangalo deve se apresentar na folia da Copa

BA anuncia Carnaval de dois dias Com o objetivo de atrair turistas, sobretudo estrangeiros, durante a Copa do Mundo, a Prefeitura de Salvador confirmou a realização de um Carnaval fora de época em pleno inverno. Marcada para os dias 14 e 15 de junho, a festa acontecerá no primeiro final de semana após a abertura do torneio e um dia depois da partida entre Espanha e Holanda em Salvador, apontada como a principal da primeira fase por reeditar a decisão da Copa do Mundo de 2010. O Carnaval da Copa não vai ocorrer nos circuitos tradicionais da Barra e do Campo Grande. A prefeitura estuda deslocar a festa para a área do comércio, próximo a pontos turísticos como o Elevador Lacerda e o Mercado Modelo, ou para

Em torno de 300 garis promoveram a passeata na tarde de ontem, nas ruas do Rio de Janeiro

a orla da praia de Jaguaribe, uma das mais frequentadas pelos baianos. Em torno de 15 blocos com trios elétricos vão participar da folia, que deverá contar com a presença das principais estrelas do axé, como Ivete Sangalo, Cláudia Leitte e Bell Marques. Além de atrair os visitantes que estarão no Brasil durante a Copa, a festa também visa promover o Carnaval baiano como produto turístico. Mais folia A confirmação da folia da Copa do Mundo acontece em meio a uma discussão sobre uma possível ampliação dos dias de Carnaval em Salvador a partir de 2015. A prefeitura avalia a possibilidade de autorizar o desfile de pequenos blocos com bandas de fanfarra e

Captação de água será reduzida O governo do estado de São Paulo informou ontem que reduzirá em aproximadamente 10% a captação de água do Sistema Cantareira a partir da próxima segunda-feira (10). O reservatório é responsável pelo abastecimento de metade da população da região metropolitana de São Paulo. A decisão de diminuir a retirada de água do manancial segue orientação da Agência Nacional de Águas (ANA) e do Departamento de Águas e Energia Elétrica. A captação da água no reservatório Cantareira diminuirá de 30m/segundo para 27,9m/segundo. Apesar da redução na captação de água, o Palácio dos Bandeirantes destacou, por meio da assessoria de imprensa, que a decisão não afetará

o abastecimento e não implicará racionamento. De acordo com o governo, o Sistema Cantareira, ontem chegou ao menor limite já registrado (16%), será auxiliado pelos sistemas Alto Tietê (que está com 38,3% de sua capacidade) e Guarapiranga (69%). A campanha para economia de água também será intensificada. Chuvas Nessa quinta-feira, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que há previsão de chuva significativa na cabeceira do Sistema Cantareira, no sul de Minas Gerais. A chuva pode amenizar a situação crítica dos reservatórios do sistema. De acordo com o Inmet, as precipitações, que devem ser superiores a 50

milímetros, devem persistir até sábado (8), nas cidades de Camanducaia, Extrema, Sapucaí-Mirim, Joanópolis e Nazaré Paulista. Monitoramento O comitê anticrise montado para gerenciar a situação da Cantareira, emitiu um relatório, no último dia 18 de fevereiro, com simulações sobre o que pode ocorrer com o nível dos reservatórios nos próximos meses, se não forem adotadas medidas emergenciais. Na pior das hipóteses, o volume útil do manancial se esgotaria em agosto deste ano, e a grande São Paulo passaria a ser abastecida pelo volume morto, ou seja, a parte do reservatório que não é alcançada atualmente pelas bombas. JOSÉ MARQUES/DIVULGAÇÃO

D

epois de passeata, que saiu da Tijuca, na zona norte do Rio de Janeiro, onde fica a sede da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) e passou pela prefeitura, na Cidade Nova, os garis em greve fizeram assembleia na Cinelândia, no centro do Rio, na tarde de ontem. De acordo com a Polícia Militar, em torno de 300 pessoas se reuniram na Praça Floriano, em frente à Câmara de Vereadores. O gari Celio Viana é um dos que tem falado com a imprensa, mas deixa claro que a condução do movimento é feita pelo grupo de trabalhadores que não se sente representado pelo Sindicato dos Empregados de Empresas de Asseio e Conservação do Município do Rio de Janeiro, que assinou o acordo coletivo da categoria na segunda-feira (3). De acordo com ele, os garis não foram ouvidos durante a negociação da data-base da categoria. “Esse movimento não é partidário, é para reivindicação salarial, para melhoria de condições de trabalho. É um movimento legítimo, aonde o gari anseia ser reconhecido pelo prefeito. Ninguém tem

AGÊNCIA BRASIL

Categoria realizou assembleia na tarde de ontem, e decidiu por manter a paralisação dos serviços na capital fluminense

percussão no sábado e domingo antes do Carnaval. O objetivo é criar uma cultura de Carnaval de bairro nos fins de semana, como acontece em capitais como Rio de Janeiro e São Paulo. A medida, contudo, é vista com reserva por auxiliares do prefeito ACM Neto (DEM). O secretário municipal de Desenvolvimento, Turismo e Cultura, Guilherme Bellintani, teme que os foliões “emendem” a festa do fim de semana com o Carnaval oficial, criando uma folia de 12 dias na capital baiana. O Carnaval de Salvador atualmente tem duração de oito dias, começando com os blocos de fanfarras da Barra na quarta-feira até o “arrastão” (desfile de trios elétricos sem cordas) na manhã da Quarta-Feira de Cinzas. Reservatório que abastece metade da região metropolitana de São Paulo chegou a nível crítico


País

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

C7

Rio Acre volta a subir e ameaça grande enchente DIVULGAÇÃO

Previsão de chuvas para o Estado é de 227 milímetros, para este mês, porém em três dias choveu 181 milímetros

Deslocamento em várias cidades acrianas só é possível por meio de canoas ou outro tipo de embarcação, devido o nível do rio Acre, que já ultrapassa a cota de alerta, estabelecida em 14 metros

O

rio Acre, que na última semana apresentou sinais de vazante, voltou a subir. Na última medição, às 12h de ontem, o nível era de 14,13 metros em Rio Branco, onde a cota de alerta é 14 metros. Conforme o coordenador da Defesa Civil do Acre, coronel Carlos Gundim, a previsão de chuva para o mês de março no Estado é 227 milímetros, mas choveu 181 milímetros, em três dias e isso fez com que o rio subisse novamente de forma rápida. “Nossa preocupação é que ultrapasse a cota de 15,26 metros, a máxima atingida nos últimos

dias”, explicou. No município de Assis Brasil, que fica mais próximo à nascente do rio Acre, no Peru, o nível do rio subiu em torno de cinco metros em 24 horas, devido às chuvas na região, alcançando a cota de 11,48 metros às 21h da última quarta-feira (5), mas já começou a vazar novamente e agora apresenta cota de 9,8 metros, segundo o coronel. “A nossa preocupação maior é com Rio Branco. Está chovendo muito nessa região e estamos nos mobilizando para apoio à população”, disse o coronel Gundim, explicando que a situação deve se normalizar

apenas em meados de abril. Atualmente, uma das maiores demandas no Acre é o gás de cozinha. Segundo o governo do Estado, duas balsas devem chegar de Manaus (AM) neste fim de semana, em viagem que dura aproximadamente 12 dias até Rio Branco. Uma delas está levando 450 toneladas de gás, enquanto a outra carrega 100 toneladas para abastecer a região do Juruá. Segundo a assessoria, o governador Tião Viana, está em Brasília participando de reuniões para tratar das cheias e de reparos que serão necessários à BR-364 depois da enchente.

Mato Grosso está em alerta Mato Grosso já sente os efeitos das chuvas intensas que afetam o Estado e nove cidades decretaram situação de emergência. De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Mato Grosso, coronel Sérgio Roberto Delamônica, outros municípios estão em estado de alerta, já que a projeção é de mais dez dias de chuvas fortes no Estado. “A Defesa Civil está atuando junto com as coordenadorias

municipais para fazer um levantamento dos prejuízos e, caso necessário, haverá decretação de emergência”, disse Delamônica. Ele explicou que o governo estadual mobilizou equipes para trabalhar emergencialmente para minimizar as consequências das chuvas, principalmente na recuperação de estradas e pontes, essenciais para o escoamento da produção de grãos do estado. Apesar dos

prejuízos, apenas no município de Barra do Bugres famílias precisaram deixar suas casas, por causa da elevação no nível do Rio Paraguai. Segundo ele, em torno de 300 pessoas estão em abrigos. Os municípios em situação de emergência são Itaúba, Barra do Bugres, Nova Maringá, Confresa, Terra Nova do Norte, Pontal do Araguaia, Nova Guarita, Santa Cruz do Xingu e Santa Terezinha.


Mundo

C8

MANAUS, SEXTA-FEIRA, 7 DE MARÇO DE 2014

Crimeia anuncia referendo para se integrar à Rússia O

Parlamento da Crimeia convocou ontem um referendo para o próximo dia 16, quando os cidadãos poderão escolher se desejam continuar na Ucrânia ou se unir à Rússia. A informação foi dada pelo vice-primeiroministro do governo pró-russo, Rustam Temirgaliyev. Na semana passada, o Parlamento da Crimeia já havia aprovado a realização de uma consulta para ampliar a autonomia em relação à república ucraniana que tem a maioria de sua população de língua russa. Fontes do governo pró-russo da Crimeia indicam que o referendo terá duas perguntas: “Você é a favor da reunificação da Crimeia com a Rússia, como parte da Federação Russa?” e “Você é a favor da aplicação da Constituição da Crimeia de 1992 e do Estatuto da Crimeia como parte da Ucrânia?” Como a maioria da população da região é de origem russa, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, aposta num resultado a favor de Moscou. A tensão entre a Ucrânia e a Rússia agravou-se na última semana, após o afastamento do ex-presidente Viktor Yanukóvitch e da presença de militares

AFP

Anúncio foi feito pelo Parlamento, mas de acordo com o primeiro-ministro da Ucrânia, o mesmo seria ilegítimo russos na Crimeia, península do sul do país onde está localizada a frota da Rússia do Mar Negro. Ilegítimo Ainda ontem o primeiro-ministro da Ucrânia, Arseni Yatseniuk, disse em Bruxelas que a Crimeia é e continuará a ser parte integrante do país e pediu a Moscou que não apoie o que chamou de governo ilegítimo. “O referendo é uma decisão ilegítima e não tem qualquer base legal”, disse Yatseniuk, ao se referir à decisão do Parlamento da Crimeia de convocar uma consulta popular sobre uma eventual secessão da península do sul da Ucrânia. Yatseniuk, que falava ao final de uma reunião com chefes de Estado da União Europeia (UE), desafiou a Rússia a construir uma nova relação com a Ucrânia. Protestos A crise na Ucrânia começou em novembro, com protestos contra a decisão de Yanukóvitch de recusar a assinatura de um acordo de associação com a União Europeia e promover uma aproximação com a Rússia. Em fevereiro, após meses de manifestações e confrontos no centro de Kiev, Yanukóvitch foi afastado.

Ativistas agitam uma bandeira russa na cidade de Yevpatoria, na Crimeia, e são a favor da república separar-se da Ucrânia

REPRODUÇÃO

VENEZUELA

Maduro pede a aliados e milícias que ataquem O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu na noite de quarta-feira, que seus aliados e as milícias que atuam a favor de seu governo impeçam que os opositores cometam atos violentos e bloqueiem ruas durante os protestos contra sua administração. Em mensagem durante a lembrança de um ano da morte do ex-presidente Hugo Chávez, ele disse que quatro pessoas foram presas por fazerem barricadas em diferentes cidades do país. “Foram apreendidos armas de guerra, coquetéis molotov, correntes, pneus e pólvoras. Eles estão presos, como devem estar”. Diante das prisões e apreensões, o mandatário pediu a seus aliados que se mobilizem para desmontar as barricadas feitas pela oposição. “Chamo a todos para que cumpram a

ordem do nosso comandante (Hugo) Chávez: chama que se acende, chama que se apaga”. Ele também acusou seus adversários de estarem envolvidos na morte de um militante chavista que tentou passar de moto por uma barricada, no dia 21, e de um militar, baleado durante protestos. “Que ninguém venha me dizer que colocar uma corrente para assassinar um motoqueiro, atirar e matar um sargento da guarda e deixar que uma pessoa morra porque sua casa ficou trancada é uma forma de protesto”, disse. Ele afirma ser vítima de uma tentativa de golpe de Estado articulada pela oposição com o auxílio dos Estados Unidos. Na quarta-feira Maduro também anunciou a ruptura de relações políticas e diplomáticas e o congelamento de operações econômicas com o Panamá.

Protestos contra o governo são registrados diariamente

Milicianos armados intimidam populares pelas ruas do país

ALZHEIMER

Doença pode ter ligação com mortes de idosos Estudo norte-americano, divulgado ontem, mostra que um terço das mortes de pessoas com mais de 75 anos pode ser atribuído ao mal de Alzheimer. Essa doença pode ser responsável por tantos óbitos quanto as patologias cardiovasculares. Bryan James, do Centro Médico da Universidade Rush, em Chicago, estudou um grupo de 2.566 pessoas com média de idade de 78 anos, que foram submetidas a um teste anual para determinar se sofriam ou não de demência. Depois de um período de oito anos, 1.090 participantes tinham morrido, sendo que 559, que não sofriam de Alzheimer no início do estudo, desenvolveram depois a doença. O período médio entre o diagnóstico e as mortes foi de aproximadamente quatro anos e o Alzheimer foi confirmado por meio de autópsia em 90% dos casos.

Segundo os dados publicados na revista científica Neurology, a taxa de mortalidade foi quatro vezes mais elevada nas pessoas que sofriam de demência entre os 75 e os 84 anos e em torno de três vezes superior nas que tinham 85 anos ou mais. “O mal de Alzheimer e outras formas de demência não figuram nas certidões de óbito e nos dossiês médicos”, disse o autor do estudo, adiantando que esses documentos indicam como causa direta e imediata de morte uma pneumonia, sem mencionar a demência como causa subjacente. Bryan reconhece a dificuldade de identificar uma simples causa de morte na maior parte das pessoas idosas, uma vez que vários problemas de saúde vão se acumulando. Ele conclui, com base no estudo, que houve mais de 500 mil mortes, nos EUA pela doença em 2010.

FRANÇA

Ex-premier deve mover processo O ex-presidente francês Nicolas Sarkozy e sua esposa Carla Bruni levarão aos tribunais quem divulgar conversas gravadas por um ex-conselheiro do ex-chefe de Estado, anunciaram os advogados do casal. Os dois apresentarão em breve uma demanda em caráter de urgência ao tribunal de grande instância de Paris. Sarkozy e sua esposa “não podem aceitar que estas declarações, feitas na intimidade, tenham sido gravadas e divulgadas sem seu consentimento. A proteção do sigilo das conversas privadas é uma

das bases de uma sociedade democrática”, afirmam Thierry Herzog e Richard Malka em um comunicado. Dois meios de comunicação franceses publicaram ontem que Patrick Buisson, conselheiro de Nicolas Sarkozy, gravava sem o conhecimento deste as reuniões com o exchefe de Estado francês. As gravações feitas em segredo por Buisson foram postadas no site conservador Atlantico. Nelas, Sarkozy pode ser ouvido discutindo estratégia eleitoral, uma reformulação de gabinete e sua imagem pública na corrida presidencial de 2012 na qual

ele perdeu. Mais intrigante do que incriminatórias, as horas de gravações divulgadas podem prejudicar suas chances de retornar ao cenário político a tempo de concorrer para as eleições presidenciais em 2017. Buisson, ex-editor de uma revista de extrema direita e responsável pela guinada à direita durante a campanha de Sarkozy em 2012, disse que fez as fitas como registro histórico e porque não podia tomar notas escritas durante as reuniões, disse seu advogado Gilles-William Goldnadel.


EM TEMPO - 7 de março de 2014