Page 1

R$ EXEMPLAR

1,00 DE ASSINANTE

VENDA PROIBIDA PREÇO DESTA EDIÇÃO

O JORNAL QUE VOCÊ LÊ ANO XXVI – N.º 8. 8.338 – SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014 – PRESIDENTE: OTÁVIO RAMAN NEVES – DIRETOR EXECUTIVO: JOÃO BOSCO ARAÚJO

IONE MORENO

SECRETÁRIO DESCARTA GREVE NA POLÍCIA DIVULGAÇÃO

Em entrevista coletiva, ontem à noite, o secretário descartou que haja qualquer intenção de greve na PM, mas afirmou que, caso os agentes paralisem as atividades, um plano “alternativo” de segurança será instalado na capital. Foi uma resposta às informações nas redes sociais de que a categoria iria cruzar os braços a partir da 0h desta segunda-feira, num ato em frente à Arena da Amazônia. Dia a dia A8

SANTIFICADOS

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

Cerca de 1 milhão de fiéis lotaram a praça de São Pedro, no Vaticano, onde o papa Francisco (foto) canonizou os papas João Paulo 2º e João 23. A partir de agora, eles serão conhecidos como são João Paulo 2º e são João 23. Mundo B3

ALIANÇA

Sabino leva PTB para Braga

EBC

Eduardo Braga (foto) anunciou em Presidente Figueiredo e Autazes, que o deputado Sabino Castelo Branco (PTB) vai apoiar sua candidatura ao governo. Contexto A3 e Política A5

O campeão Jon Jones detonou, pela sexta vez na carreira, um lutador brasileiro no octógono do UFC Em Manicoré, José Melo entregou títulos de terras

IMBATÍVEL

Melo inaugura mais um ramal

Lula ataca o STF na entrevista

Apresentando a soprano mexicana Leticia de Altamirano (foto), que estreou ontem no 18º Festival Amazonas de Ópera, “Lucia di Lammermoor”, do italiano Gaetano Donizetti. Última Hora A2

RICARDO OLIVEIRA

Em entrevista à RTP, o ex-presidente disse que a decisão do STF sobre o mensalão foi “política”. Política A6

DIVULGAÇÃO

EM PORTUGAL

O governador José Melo inaugurou, na manhã deste sábado, no município de Careiro Castanho, o ramal do Anveres, com 3,1 km de extensão. Ele também anunciou convênio para recuperar outros ramais. Dia a dia A7

A ESTREIA DE ‘LUCIA’

O brasileiro Glover Teixeira resistiu até o final da luta, mas, na decisão unânime dos jurados, Jon Jones levou a melhor (50-45). Com a vitória, Jones emplacou a sétima defesa do cinturão. Pódio D8

Unilever conquista Superliga O Unilever conquistou neste domingo o seu nono título da Superliga Feminina de Vôlei ao derrotar o SesiSP por 3 sets a 1. Pódio D8

AMAZONENSE

8177-2096

DENÚNCIAS • FLAGRANTES

FALE COM A GENTE - ANÚNCIOS CLASSITEMPO, ASSINATURA, ATENDIMENTO AO LEITOR E ASSINANTES: 92 3211-3700 ESTA EDIÇÃO CONTÉM - ÚLTIMA HORA, OPINIÃO, POLÍTICA, DIA A DIA, PAÍS, MUNDO, PLATEIA, FOLHAINVEST E PÓDIO.

PACAEMBU

Timão deixa Nacional e Princesa maloca com vitória na final Pódio D3

Pódio D4 TEMPO EM MANAUS

MÁX.: 31

MÍN.:

24


A2

Última Hora

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

José Melo estuda mudar a lei para promover PMs Durante evento religioso, ontem à noite, governador defendeu a mudança da legislação para favorecer aos militares

O

governador do Amazonas, José Melo, defendeu na noite deste domingo, 27, modificações na legislação que dispõe sobre a promoção de praças. Ele disse que as alterações devem ser discutidas por meio de diálogo com a classe, a fim de evitar uma possível paralisação da Polícia Militar do Amazonas. “Nosso Estado evoluiu muito nos últimos anos e essa evolução foi feita à base do diálogo. Tem algo muito errado em relação à promoção dos praças. E não precisa ninguém querer defendê-los. Eles são minha responsabilidade, responsabilidade do governador do Estado. O meu governo não vai permitir que se faça dentro da Polícia Militar qualquer tipo de lei que não tenha o condão de beneficiar aqueles que estão nas ruas, que são os praças. Afinal, são os praças que enfrentam de peito aberto os bandidos. Portanto, se existem falhas, vamos no diálogo corrigir essas falhas para que as promoções dos praças aconteçam da forma correta. E aqueles que mereçam essa promoção, a tenham sem interferência política”, defendeu Melo.

ALEX PAZUELLO/AGECOM

O governador comentou o assunto após participar de uma missa comemorativa pela canonização de João Paulo 2º, realizada no bairro João Paulo 2, na Zona Norte. Visitas Antes de participar da cerimônia religiosa, o governador visitou algumas delegacias da capital e conversou com sargentos e tenentes. José Melo disse que ouviu relatos de praças com mais de 20 anos de dedicação na corporação e que ainda não foram promovidos. “Tem praça com 20 anos que ainda não foi promovido e vai entrar na reserva como praça, isso não está certo. A par de todos os avanços que já tivemos na Segurança Pública nos últimos anos, defendo uma revisão completa nas leis de promoção”, enfatizou. José Melo disse ainda que se for necessário continuará visitando as unidades de polícia para conversar com os policiais que atuam nas ruas. O governador afirmou que irá estudar as leis e formas de melhorá-las com o intuito de garantir crescimento profissional e benefícios aos policiais militares.

Governador José Melo conversa com policiais militares durante a missa realizada para homenagem o ex-papa João Paulo 2º

Canonização de João Paulo 2º é celebrada IVE RYLO Equipe EM TEMPO

O governador José Melo participou, ontem, da missa em homenagem a canonização de João Paulo 2º, no bairro Nova Cidade. Foi durante esse evento que ele defendeu

SANTA ETELVINA

Moradores do residencial Viver Melhor 1 e 2, no bairro Santa Etelvina, Zona Norte, estão preocupados com o aumento do número de crianças e adolescentes que, todos os domingos, ocupam as ruas do local para soltar pipas, ou “papagaios”. Na tarde de ontem, vários blocos residenciais onde moram cerca de 50 famílias tiveram o fornecimento de energia paralisado por conta de uma pipa que danificou a fiação de um poste. Os comunitários afirmam que a prática se intensificou nas últimas semanas. Eles contabilizaram que, todos os domingos, se instalam nas ruas do local quase 15 pontos de comercialização dos papagaios, fomentando a brincadeira que se espalha nas ruas do local. Apesar da movimentação de veículos no bairro não ser intensa, os moradores temem pelas instalações elétricas do residencial, que acumulam res-

Crianças, adultos e idosos se doaram para preparar a festa da primeira igreja em todo o Brasil, que em 2005 adotou o papa como padroeiro da comunidade. “Há grande comoção, pois vivemos a experiência de ter o padroeiro elevado ao grau

da santidade”, disse o padre Erivelton da Rocha. “Ele soube aproveitar esse dom de Deus, por meio do batismo, e foi alguém que marcou a história de quem conviveu com ele”, enfatizou o bispo auxiliar de Manaus, dom Mário Pasqualotto.

ÓPERA

Pipas causam corte de energia RAPHAEL LOBATO Equipe EM TEMPO

a promoção dos praças da Polícia Militar. Mais cedo, quase 2 mil devotos tomaram as ruas do bairro anunciando o reforço ao time dos santos dado pelo homem que dedicou quase 27 anos ao pontificado, o agora, são João Paulo 2º.

tos de pipas na fiação. A comerciante Maria Lourdes afirmou que o incidente de ontem não foi o primeiro. Segundo ela, na semana passada “outro papagaio” danificou a fiação do local e, agora, mais de cem famílias ficaram sem energia

PROIBIÇÃO

A Polícia Civil é orientada a coibir a prática em regiões com instalações elétricas e proibir o uso do cerol. O EM TEMPO tentou, mas não obteve sucesso em falar com a assessoria do órgão por quase 24 horas. Até o fim da tarde de ontem, segundo ela, a Eletrobras Amazonas Energia ainda não havia aparecido no local para resolver o novo problema. A mistura de cola e vidro usada para deixar a linha do papagaio cortante,

o “cerol”, também preocupa os moradores. Maria Lourdes relatou que, no último domingo, um ciclista por pouco não teve o pescoço cortado por conta da brincadeira. “Ele devia estar voltando pra casa, então viu a molecada correndo, reduziu a velocidade e uma linha caiu no pescoço do rapaz, que se jogou no chão para evitar um acidente”, disse. Segundo o sociólogo Efraim Barros, o isolamento da região, próxima a barreira, estimula a prática e dificulta a fiscalização. “É uma região com dificuldades de comunicação e de transporte. Os adolescentes ficam sem opções de lazer e os órgãos públicos não tomam conhecimento do que acontece lá”, frisou. Ano passado, foi aprovada na Câmara Municipal de Manaus (CMM) uma lei proposta pelo vereador Gilmar Nascimento (PDT), que delega à prefeitura a responsabilidade de instalar “pipódromos” em todas as zonas da capital.

Peça lírica italiana marca segundo dia do festival Ao som de “Lucia di Lammermoor”, peça lírica do italiano Gaetano Donizetti (1797-1848), amazonenses prestigiaram ontem a segunda grande montagem do Festival Amazonas de Ópera (FAO), no Teatro Amazonas. A peça, em três atos, narrou a história de um amor proibido entre personagens de duas famílias rivais, na Escócia do século 17. A peça tem direção cênica de Alejandro Chacón, da ópera de Colombia. A direção musical e regência são de Marcelo de Jesus, que também assumiu o papel de escrever as variações características das peças do período do bel canto, caso da ópera de Donizetti. Críticos do estilo destacaram que “Lúcia” sofre cortes, caracterizando um olhar improvisado em que o canto e a voz são os protagonistas. Outra particularidade da “Lucia” do FAO

são os diferentes elencos, com cantores se revezando nos papéis. O papel de Lucia, por exemplo, será encenado pela mexicana Leticia de Altamirano, nas três primeiras récitas, e pela amazonense Dhijana Nobre, na última delas. “Será a primeira peça com uma amazonense no papeltítulo”, contou De Jesus. Música francesa A segunda sessão da série recitais Bradesco, hoje, homenageará a produção de quatro grandes compositores franceses do século passado: Maurice Ravel, Henri Tomasi, Francis Poulenc (1889-1963) e Erik Satie (1866). A execução das composições ficou a cargo do pianista André dos Santos e da soprano Isabelle Sabrié. A apresentação começa às 20h, no Teatro da Instalação, com entrada gratuita. (RL)

LOTERIAS

MEGA-SENA Concurso nº 1594 (26/04/2014) 06

07

08

23

43

53

TIMEMANIA Concurso n. 568 (26/04/2014) 06 22 25 45

66 68 75

Time do coração YPIRANGA/AP

LOTOFÁCIL Concurso n. 1047 (25/04/2014) 04

07

08

09

10

11

12

15

16

17

20

21

22

24

25

QUINA Concurso n. 3474 (26/04/2014) 09

37

42

50

52

LOTOMANIA Concurso n. 1446 (26/04/2014)

RICARDO OLIVEIRA

01

04

08

13

16

21

22

27

39

42

43

44

46

55

62

68

70

76

86

92

DUPLA DUPLA-SENA Concurso n. 1275 (25/04/2014) Primeiro sorteio

01

15

39

42

44

47

38

39

42

Segundo sorteio 04

07

33

FEDERAL Extração nº 04861 (26/04/2014) Prêmio 1º

Obra “Lucia di Lammermoor” emocionou os amazonenses

Bilhete

Valor (R$)

13.696

500.000,00

2º 27.789

34.200,00

3º 14.192

33.600,00

4º 10.856

32.800,00

5º 83.158

31.940,00

FONTE: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL


Opinião

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

Contexto 3090-1017/8115-1149

A3

Editorial

marioadolfo@emtempo.com.br

opiniao@emtempo.com.br

Em vez de morder, sorria “Viver junto” pode ser uma experiência estressante ou... mortificante. Viver junto a dois, em família, em comunidade, corporativamente tornou-se tão difícil que já inspirou um negócio, que tem tudo para ser... lucrativo. Porque se trata disso: ganhar dinheiro, vencer na vida, quem diria voltando a ser gente. Em vez de morder, sorria. Reconheça (supremo sacrifício) que errou, melhor do que isso, conserte o erro (é possível, sim). Estes são alguns conceitos parecidos com títulos de livros de autoajuda, que fazem a fortuna de quem se dedica a vender livros que ensinam “Como viver sem dinheiro”, por R$ 75, o preço de capa. Conceitos que se metamorfoseiam (pois só assim fazem efeito) em procedimentos. Pode ser uma nova onda no mundo dos negócios, onde as boas ideias de hoje são o lixo reciclável de amanhã. O processo, para deixar claro que não se trata de atividade de amadores, é identificado como “gentileza corporativa” e sua principal função não é exatamente “salvar o mundo” e ganhar um diploma da ONU ou da Fundação Nobel, mas salvar o mundo fazendo com que os negócios sejam bons também para o outro. E é o negócio da empresa Sgec, criada há 5 anos, em São Paulo, por Luiz Gabriel Tiago, de 36 anos. Ele garante que “até agora, mais de 15 mil profissionais de 200 empresas participaram das dinâmicas. Até policiais militares do Rio de Janeiro já foram treinados”. Outra empresa, a Direct Talk, de tecnologia para atendimento ao consumidor, estimula companhias a declarar amor pelos clientes (www.euamomeucliente.com). Ser gentil já foi um estatuto tribal, de comunidade. Hoje, como tudo na vida, transformou-se em um bom negócio. Não usa armas letais, nem spray de pimenta como recurso de convencimento. Vale a pena experimentar. Todo mundo sai ganhando. Em todos os sentidos.

Melo nega revoada do PT O pré-candidato ao governo do Estado, Eduardo Braga (PMDB–AM), anunciou neste sábado, em Presidente Figueiredo e Autazes, que todos os nomes do PT, que ocupam cargos no governo de José Melo, estão se desligando da administração. — Não vai ficar nenhum! – garantiu. Mas, ontem, o ex-governador Omar Aziz (PSD) ligou para o governador José Melo (Pros), para comunicar que o presidente do PT, Waldemir Santana, garantiu que a coisa “não é bem assim”.

Regi regi@emtempo.com.br

Segundo Santana, o PT vai aguardar um encontro que o governador José Melo terá com a presidente Dilma Rousseff, para só depois tomar alguma decisão. Vem de cima Nos trópicos, a leitura política é diferente. A aliança entre PMDB e PT é nacional. Começa no Palácio do Planalto, passa pelo Congresso Nacional e, é claro, desagua nos Estados. Trio parada dura Mas no Amazonas vai funcionar assim? Ninguém sabe, porque o deputado Francisco Praciano (PT), o deputado estadual José Ricardo Windling (PT) e o vereador Waldemir José (PT) resistem até hoje em apoiar o PMDB na luta pela sucessão. A escolha de Sabino Por falar em Braga, o pré-candidato ganhou, no sábado, um reforço para o terceiro mandato de sua candidatura conduzindo o destino do Amazonas. Em ato político nos municípios de Presidente Figueiredo e Autazes, o deputado federal Sabino Castelo Branco (PTB–AM) anunciou que seu partido vai marchar com o senador. Lá e cá Sabino esteve com Omar Aziz (PSD) até o último dia

de seu governo. Só não se sabe o motivo da decisão de retirar o apoio ao governo de José Melo (Pros). Plantão da madrugada Na sexta-feira, à noite, antes de colocar o pé na estrada, Eduardo Braga teve uma reunião com o ex-prefeito Amazonino Mendes (PDT), que avançou madrugada adentro. Fontes da CONTEXTO dão conta de que foram mais de quatro horas de conversa. O encontro teria acabado depois das 2h. Pé de ouvido O líder do governo revelou a reunião, mas não revelou o conteúdo da conversa. Aliás, as reuniões entre Amazonino e Braga vêm ocorrendo com muita frequência e parece que vai ser preciso mais algumas, para que o antigo líder da “escola política” se convença a apoiar o senador. Senado à vista Por conta disso, começaram a pipocar os boatos de que o “Negão” pode vir como candidato a senador da chapa de Eduardo. Amanheceu

APLAUSOS

Mas não é só Braga que vem se articulando nos bastidores. José Melo também. Na manhã de domingo, nem bem Eduardo tinha deixado a casa de Amazonino, Melo baixou no território do “Negão” e teve uma conversa longa, que entrou pela hora do almoço. Alma do negócio Como no encontro com Braga, também não foi fomentada nenhuma hipótese sobre o teor da conversa. Como se vê, em política, o segredo também é a alma do negócio. Velhos conhecidos Pelo andar da carruagem, a campanha para as eleições 2014 vai ser nitroglicerina pura. Isto porque os caciques políticos estão divididos em frentes diferentes. E como todos se conhecem intimamente, armazena muita munição para atacar e ser atacado. Bateu, levou Então, quem meter a cara nesta guerra tem que entrar com a consciência de que a disputa vai ser na base do “bateu, levou!”

VAIAS

Ópera

Boataria press AMAZONASTUR

DIVULGAÇÃO

Quem foi ao teatro, sábado, pôde constatar que o Festival Amazonas de Ópera continua sendo um sucesso de público. Apesar das críticas, às vezes injustas, a fila de sábado, para assistir “Manon” dobrava as laterais do teatro e o estacionamento teve que se estender pelo largo São Sebastião.

Para blogueiro que não checa a notícia e sai tocando terror. Ontem, alguns deles publicaram que já tinha Cicom parada e até que viaturas estavam sendo abandonadas por conta da “greve da PM”. Repórteres correram atrás da “informação” e constataram que tudo não passava de boato.

Luiz Flávio Gomes opiniao@emtempo.com.br

Foi absolvido por ser rico O drama do castigo penal (ora barbaramente excessivo, ora escancaradamente leniente) sugere diariamente incontáveis capítulos novos. Vale a pena refletir sobre o tratamento vergonhosamente favorável dado ao jovem Ethan Couch. Ser absolvido de um crime por ser milionário não constitui nenhuma novidade. Que o diga a história da humanidade e da Justiça criminal. Os ricos (especialmente nos sistemas penais burgueses extremamente desiguais) gozam de muitos privilégios, ideologicamente perpetuados nas respectivas culturas. Eles fazem de tudo para não serem nem sequer processados (muito menos condenados). Beccaria, já em 1764 (no seu famoso livro “Dos delitos e das penas”), deplorava esse tipo de tratamento desigual. Na época, em relação aos nobres, ele dizia que, sob pena de grande injustiça, os nobres deveriam ser punidos da mesma maneira que os plebeus. A medida da pena, ele afirmava, deve ser o dano causado à sociedade, não a sensibilidade do réu (sua honra, sua fama, sua carreira etc.). Ethan Couch, um adolescente norte-americano de 16 anos, no Texas, conduzia seu veículo em estado de embriaguez (três vezes acima do permitido) quando matou quatro pessoas num acidente automobilístico. A prisão que seria a reação natural, sobretudo se se tratasse de um jovem negro e pobre. Sendo Ethan de uma família muito rica, a sentença do juiz foi espetacularmente “humanista”. Fundamentação do juiz: “os pais de Ethan sempre lhe deram tudo o que ele queria, e nunca lhe ensinaram que as acções têm consequências. Ocupados com o seu egoísmo e as suas próprias vidas, deixaram-no crescer entregue a si mesmo, sem lhe incutirem bons princípios - um problema típico

desse tipo de famílias, segundo o tribunal. O menino foi desculpado, portanto” (http://expresso.sapo. pt/matou-quatro-pessoas-mas-ojuiz-diz-que-nao-o-prende-por-serrico=f846069#ixzz2yaUIvs5r). No Brasil isso já ocorreu incontáveis vezes em relação aos menores ricos (para que destruir o futuro de uma criança ou de um adolescente do “bem”?). E vai ocorrer com mais intensidade se o legislador brasileiro (irresponsavelmente) não resistir à tentação de reduzir a maioridade penal (quando vamos entender que lugar de menores é na escola, não em presídios?). Já hoje praticamente não se vê nenhum menor rico cumprindo a “medida” de “internação”. A Justiça trata os menores milionários de forma diferente, apenas não costumam ser tão explícitos como foi o juiz norte-americano do caso Ethan. Quando se trata de um pobre, por mínima que seja a infração, a família dele funciona como agravante - mães solteiras, pais ausentes, alcoolismo, dependência, irresponsabilidade, disfuncionalidade; “o menor pobre nasce para o crime”, é atavicamente mórbido etc. Tudo leva o juiz (“imparcial”) a deixá-lo preso (“internado”) um período, para se acalmar. Nem sempre ocorre o programado, mas o sistema penal burguês foi desenhado para discriminar os pobres e marginalizados. O tratamento não é apenas lenientemente desigual em relação ao rico, sim, é desigual da intensidade das sanções contra o pobre. A mesma infração ora é perdoada, ora é punida severamente: tudo depende quem a praticou (essa distinção, extraordinariamente difusa nos países socioeconomicamente muito desiguais, é que era criticada pela sensibilidade de Beccaria). professorLFG.com.br

Luiz Flávio Gomes Jurista e coeditor do portal “atualidades do direito.com.br”

Já hoje praticamente não se vê nenhum menor rico cumprindo a “medida” de “internação”. A Justiça trata os menores milionários de forma diferente; apenas não costumam ser tão explícitos como foi o juiz norte-americano do caso Ethan. Quando se trata de um pobre, a família dele funciona como agravante” – mães solteiras, pais ausentes


A4

Opinião

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

Frase

Painel VERA MAGALHÃES

Rompimento e divisão

Da mesma forma que o salário mínimo, na época do Getúlio, veio para ficar, da mesma forma que a aposentadoria no mundo rural veio com a [Assembleia] Constituinte, como uma conquista, a Bolsa Família é uma conquista que veio para ficar. Não podemos pensar que podemos ter um governo que fique de costas para o povo que está excluído da mínima cidadania

Parte da cúpula do PR anuncia na tarde de hoje que não pretende apoiar a reeleição de Dilma Rousseff. Dirigentes da sigla, capitaneados pelo líder na Câmara, Bernardo Santana (MG), dizem que a posição foi manifestada por 85% dos delegados do partido em reuniões durante o fim de semana. Outros integrantes do comando do PR, no entanto, discordam da decisão. Eles atribuem o movimento a pressões do ex-deputado Valdemar Costa Neto, preso por envolvimento no mensalão. Vai indo O ministro do TSE Admar Gonzaga julgou improcedente a ação em que o PSDB acusa a Caixa de beneficiar a candidatura de Dilma em propaganda do Minha Casa, Minha Vida. Na peça exibida na TV, uma beneficiária do programa diz esperar “que eles continuem fazendo o que estão fazendo hoje”. PAC chinês O Palácio do Planalto deve aproveitar a visita oficial do presidente da China, Xi Jinping, em julho, para anunciar um vultoso pacote de investimentos chineses na construção de portos e ferrovias no Brasil. Equilíbrio O governo espera que o dinheiro impulsione a infraestrutura brasileira e ajude a amenizar o déficit das contas externas do país. Os detalhes foram acertados na última semana, durante a passagem do chanceler do país asiático por Brasília. Mandato... Deputados que participaram de viagem oficial à China voltaram à Câmara na semana passada com relógios Rolex nos pulsos. Despertaram inveja em Mendonça Filho

(DEM), que ficou no Brasil, ao dizer que os acessórios foram presentes do xeque de Dubai. ... ostentação Mendonça, líder do DEM, chegou a pedir o relógio de Felipe Maia, que o substituiu na viagem. Ele não sabia que era alvo de uma brincadeira dos deputados: o líder do PMDB, Eduardo Cunha, conta que os relógios são cópias, compradas em Pequim por US$ 50 cada. No solo A 45 dias da Copa, o governo identificou risco de que o atraso nas obras do aeroporto de Cuiabá prejudique a saída de torcedores da cidade. Funcionários já buscam pontos de hospedagem alternativa para turistas que não conseguirem embarcar depois das partidas. Where? Capitais que sediarão jogos da competição, como Rio e Recife, atrasaram a implantação da sinalização bilíngue nas ruas para o evento. O Ministério do Turismo cobra esse serviço há pelo menos nove meses. Dois polos Articuladores da chapa Eduardo Campos-Marina Silva (PSB) trabalham para reduzir o impacto de opiniões

divergentes manifestadas pela dupla. “Deixamos claro que essa é uma união de pensamentos diferentes. Agora, precisamos mostrar que podemos construir consensos”, diz um aliado. Conexão A maioria dos 180 haitianos que deixaram o Acre de ônibus nos últimos dias vai para cidades do Sul. Devido à briga com o governo paulista, autoridades acrianas orientam os imigrantes a comprar passagens para outros Estados assim que desembarcarem em São Paulo.

Eduardo Campos, candidato do PSB à Presidência da República, que esteve em Manaus com a ex-senadora Marina Silva, sua vice na chapa, disse que existe uma “armação” para indispô-lo com as políticas sociais petistas que, segundo ele, deram certo.

Olho da Rua opiniao@emtempo.com.br

CHICO ALBUQUERQUE

Luvas de pelica Quando a batalha entre os dois Estados começou, o governador do Acre, Tião Viana (PT), orientou seus subordinados a não atacar diretamente o paulista Geraldo Alckmin (PSDB). Depois das críticas feitas por auxiliares do tucano, assessores de Viana ameaçam rever essa posição. Sinal verde A Justiça extinguiu a ação que questionava a licença ambiental da construção do trecho norte do Rodoanel, em São Paulo. Associações pediam a suspensão da obra, uma das prioridades do governo paulista.

Tiroteio

A rua Dalmir Câmara, que não faz muito tempo era rua Brasil (mas a cidade muda tanto que nem dá tempo de saber qual o nome da rua em que o cidadão mora), concentra uma escola, um jornal de grande credibilidade, um botequim que faz o maior sucesso nas Sextas-Feiras Santas, acaba de ganhar um sumidouro. Cuidado ao dar uma pinta por ela

Ricardo Martins opiniao@emtempo.com.br

Eduardo Campos chegou atrasado na oposição a José Sarney. Estou desse lado, esperando por ele, há pelo menos 20 anos

Falta de confiança industrial

DO SENADOR RANDOLFE RODRIGUES (PSOL-AP), pré-candidato à Presidência, sobre a declaração de Campos de que Sarney não faria parte de seu governo.

O Datafolha acaba de publicar o índice de confiança dos brasileiros: numa escala máxima de 200 pontos, caiu de 148 em 2013 para 109 em 2014. A pesquisa leva em consideração as expectativas com a situação econômica do país, com o poder de compra, emprego e inflação, entre outros itens. Várias instituições renomadas, como Fiesp, CNI, FGV, publicam sondagens e tendências que servem para analisar a atividade econômica e indicar caminhos para que empresários, governantes, população e associações de classe possam seguir, tomar decisões e se antecipar a ocorrências futuras. No caso do Brasil, quando a queda de confiança é generalizada como acontece agora, é indício de que algo mais que preocupante venha ocorrer. É preciso uma imediata correção de rumos antes que o cenário piore e o país mergulhe numa crise sem volta. Empresários de oito setores da indústria brasileira, pela terceira vez consecutiva, apresentaram falta de confiança com o negócio e com o mercado. Desde 2009, o setor não registrava um patamar de desconfiança tão baixo e pior, sem luzes no fim do túnel. Pelo menos não em 2014. Locomotiva do país, a região Sudeste é a que menos acredita na economia brasileira e apresenta maior índice de falta de confiança. Os setores industriais mais prejudicados atualmente, segundo os próprios empresários são: automotores, calçados, borracha, têxteis, madeira, informática, eletrônicos e ópticos, máquinas, materiais elétricos e equipamentos. Alguns alegam que, por fatores externos, como a crise da Argentina e a revisão para baixo do crescimento da China, foram determinantes para a queda da confiança industrial. Outros revelam que há muita formação de estoques, os quais foram baseados na estratégia de consumo, implementada desde o governo Lula. Só que a bolha estourou e não há mais espaço para o consumismo desenfreado.

Contraponto

Transferência forçada Em maio de 1993, o ministro das Relações Exteriores, Fernando Henrique Cardoso, jantava na casa do embaixador brasileiro em Washington quando recebeu um telefonema do presidente Itamar Franco, que o convidava para assumir o Ministério da Fazenda. FHC recusou: --Acho que o sr. deve manter o Eliseu Resende. Itamar assentiu e FHC foi para seu hotel. No dia seguinte, o tucano soube que havia sido nomeado para a pasta. Sem entender, ligou para um auxiliar de Itamar. --Bom, não sei se o sr. aceitou ou não. O fato é que o sr. é o novo ministro da Fazenda! --disse o assessor. Publicado simultaneamente com o jornal “Folha de S.Paulo”

CENTRAL DE RELACIONAMENTO Atendimento ao leitor e assinante ASSINATURA e CLASSIFICADOS

3211-3700 assinatura@emtempo.com.br classificados@emtempo.com.br

REDAÇÃO

3090-1010 redacao@emtempo.com.br

3090-1001 circulacao@emtempo.com.br

Norte Editora Ltda. (Fundada em 6/9/87) – CNPJ: 14.228.589/0001-94 End.: Rua Dr. Dalmir Câmara, 623 – São Jorge – CEP: 69.033-070 - Manaus/AM

www.emtempo.com.br

@emtempo_online

Diretor de Redação Mário Adolfo marioadolfo@emtempo.com.br Editora-Executiva Tricia Cabral — MTB 063 tricia@emtempo.com.br Chefe de Reportagem Michele Gouvêa — MTB 626 michelegouvea@emtempo.com.br Diretor Administrativo Leandro Nunes administracao@emtempo.com.br

CIRCULAÇÃO

DO GRUPO FOLHA DE SÃO PAULO

Presidente: Otávio Raman Neves Diretor-Executivo: João Bosco Araújo

Gerente Comercial Gibson Araújo comercial@emtempo.com.br EM Tempo Online Yndira Assayag — MTB 041 yndiraassayag@emtempo.com.br

/amazonasemtempo

/ /tvemtempo

Os artigos assinados nesta página são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal.

A demanda interna está ruim e a tendência é desacelerar a produção industrial ainda mais. Há ainda uma expectativa de que os juros continuem aumentando, também há o risco do racionamento de água e energia elétrica e de desvalorização cambial. A inflação está batendo à casa dos 6,5% ao ano. Todos esses fatores trazem componentes de incertezas cada vez maiores para a nossa economia. Nem na Copa, o torcedor está acreditando. Ficou claro que o país não está preparado para assumir um compromisso tão gigantesco, face às prioridades de equilíbrio da conjuntura estrutural da nação. Vivemos um período de desesperança e de baixa rentabilidade. Em consequência, a confiança de empresários e consumidores atinge níveis baixíssimos, que lembram a crise histórica que assolou a economia americana em 2009. Não podemos conviver com taxas anuais de crescimento em torno de 1,5%. Para reacender a confiança dos brasileiros são necessárias medidas imediatas de retomada do crescimento e da competitividade nacional. Em março, o governo Dilma lançou 23 novos pacotes de incentivos, mas a economia ainda não deslanchou. O resultado, que já está sendo sentido nos bolsos, com certeza se refletirá nas urnas. A indústria continua preocupada com a intervenção do Estado que, grosso modo, tem demonstrado que não sabe o que fazer. Por enquanto, o cenário é ruim, por isso a queda da confiança industrial. Nossos estoques estão no limite máximo e não temos como vender nossos manufaturados nem no mercado interno e nem no externo. Ou ++=o governo ajusta a política econômica ou logo começarão a aumentar as taxas de desemprego. O Banco Central prevê um PIB de 2% e uma inflação de 6,1% em 2014. Somente uma atenção mais dedicada ao investimento fará com que saíamos de um crescimento medíocre.

Ricardo Martins Diretor de Relações Internacionais e Comércio Exterior da Fiesp

O cenário é ruim, por isso a queda da confiança industrial. Nossos estoques estão no limite máximo e não temos como vender nossos manufaturados nem no mercado interno e nem no externo. Ou o governo ajusta a política econômica ou logo começarão a aumentar as taxas de desemprego”


Política

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

A5

‘Roberto Freire foi muito deselegante’, diz Rede

Durante visita a Manaus, presidente nacional do PPS disse que PSB/PPS e PPL deveriam alavancar uma única chapa no AM IONE MORENO

RAPHAEL LOBATO Equipe EM TEMPO

A

cúpula da Rede Sustentabilidade disse que foi “deselegante” a declaração do presidente nacional do PPS, deputado Roberto Freire (SP), de que no Amazonas, a chapa PSB-REDE-PPS-PPL deve alavancar uma única candidatura ao Governo. O dirigente do partido do vice-prefeito e précandidato Hissa Abrahão deu as declarações durante o Seminário Programático da chapa, realizado no último sábado (26), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Roberto Freire mencionou pesquisas eleitorais realizadas no Estado e disse que elas “apontam o nome que mudaria a realidade do Amazonas”, referindo-se, mas sem citar nomes, a Hissa Abrahão. Na ocasião, a ex-ministra Marina Silva (Rede), candidata à vice do presidenciável Eduardo Campos (PSB), respondeu a Freire que “quanto mais estrelas no céu melhor, pois o céu fica mais claro”, defendendo uma unificação das candidaturas. Para Tacius Fernandes, um dos coordenadores regionais da Rede, Marina Silva respondeu com “elegância” à provocação de Roberto Freire,

que tem se articulado para emplacar Hissa Abrahão na cabeça da chapa regional, mesmo após os registros de apoio ao deputado e pré-candidato Marcelo Ramos (PSB), apadrinhado pela ex-ministra. “Se as pesquisas decidem isso, Marina não seria a vice da chapa”, disse Fernandes. Apesar de sofrer resistência da Rede para emplacar o

PESQUISAS

Roberto Freire mencionou pesquisas eleitorais realizadas no Estado e disse que resultados apontam o nome que mudaria a realidade do Amazonas, referindo-se ao ex-vice-prefeito Roberto Freire, Marina Silva e Eduardo Campos estiveram em Manaus neste fim de semana realizando um seminário do PSB

apoio, o PPS tem reivindicado o nome de Hissa Abrahão mencionando pesquisas internas. Em março deste ano, quando Marina abriu um encontro programático no Rio de Janeiro falando sobre a candidatura de Marcelo Ramos, o viceprefeito reagiu afirmando que a chapa “deveria priorizar o nome que é melhor apontado nas pesquisas”, durante um evento ao lado do prefeito Arthur Virgílio (PSDB).

Marina e Campos divergem sobre candidato Marina Silva e Eduardo Campos divergiram nas declarações dadas durante a agenda em Manaus quando questionados sobre o palanque regional. Para Marina, o candidato é “inquestionavelmente” Marcelo Ramos. Já

o ex-governador disse que irá receber “a todos” do seu grupo político, indicando que Hissa deve compor o palanque, apesar da agenda ter priorizado o deputado. Ao que tudo indica, Marcelo Ramos irá encabeçar a

chapa, mas Hissa Abrahão também terá espaço de exposição no cenário, sem a Rede. Campos e Marina divulgaram em seus perfis no Facebook fotos em que aparecem ao lado de Ramos e do vereador Marcelo Sera-

fim, candidato ao Senado, participando das gravações do programa partidário do PSB do Amazonas, que irá divulgar as candidaturas. As gravações foram realizas no sábado, durante um passeio de barco pelo Rio Negro.

DIVULGAÇÃO

ELEIÇÕES

PMDB e PTB anunciam aliança O senador Eduardo Braga, presidente regional do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), e o deputado federal Sabino Castelo Branco, presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), anunciam, nesta segunda-feira (28/04), a primeira aliança partidária oficial para as eleições deste ano. O anúncio será feito às 10h, em entrevista coletiva à imprensa na sede do PMDB, na rua 7, número 10, conjunto Castelo Branco, Parque 10. O anúncio contará com a presença de políticos e membros filiados dos dois partidos. Durante o evento, os presidentes dos dois partidos falarão sobre as perspectivas para as eleições 2014. No fim de semana, Eduardo Braga e Sabino Castelo Branco estiveram juntos em visita aos municípios de Presidente Figueiredo e Autazes. Em

Presidente Figueiredo, os dois participaram de uma ação de filiação ao PMDB. Em Autazes, Sabino Castelo Branco foi convidado a participar da convenção municipal do par-

PARCERIA

No fim de semana, Eduardo Braga e Sabino Castelo Branco estiveram juntos em visita aos municípios de Presidente Figueiredo e Autazes. Durante a viagem, ambos selaram parceria tido do senador. Neste domingo, Eduardo Braga esteve no Careiro da Várzea para conduzir a convenção do partido no município. Ele levou ao município a “Caravana da Esperança”,

que o tem acompanhado nas convenções do PMDB no interior do Estado. Dessa vez, faziam parte da comitiva os deputados estaduais Wanderley Dallas e Marcos Rotta, o vereador de Manaus Massami Miki, o ex-senador João Pedro e o ex-secretário estadual de Educação, Gedeão Amorim. Durante a convenção, foi realizada mais uma edição do projeto “O PMDB ouve você”, quando lideranças comunitárias e representantes de classes trabalhistas manifestam suas reivindicações e falam de suas necessidades. Em seu discurso durante a convenção, o senador Eduardo Braga agradeceu a presença dos companheiros de outros partidos na convenção peemedebista, especialmente ex-prefeitos de diversos municípios do interior. Mais uma vez, o senador ressaltou seu compromisso com o povo.

Senador Eduardo Braga esteve visitando os municípios de Presidente Figueiredo e Autazes


A6

Política

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

DIVULGAÇÃO

Cláudio Humberto COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS

www.claudiohumberto.com.br

Há um excesso, sem justificativa plausível” Jornalista

Rodrigo Janot, procurador-geral, contrário à quebra do sigilo telefônico do Planalto

Deputados do PR retiram hoje o apoio a Dilma Sob orientação do dono do PR, o mensaleiro Valdemar da Costa Neto, preso na Papuda em regime semiaberto, a bancada do PR na Câmara deve anunciar nesta segunda rompimento com o governo. Segundo o líder Bernardo Santana (MG), a maioria dos deputados é contrária à reedição da aliança com o PT para reeleger a presidente Dilma. “Esse governo não é o mesmo que fizemos parte com José Alencar de vice”. Posição majoritária Após levantamento nos Estados, Bernardo Santana garante que a maioria dos convencionais quer desembarcar do governo Dilma. Quem manda O líder afirmou que o rompimento com Dilma tem apoio do “PR de Mogi das Cruzes”, numa referência à cidade de Valdemar da Costa Neto. Fora do acordo Na bancada, só Anthony Garotinho – candidato ao governo do Rio – e o governista Luciano Castro (RR) divergem do rompimento com Dilma. Guaraná em pó Joseph Blatter, chefão da Fifa, pede “otimismo” de brasileiros na Copa. Otimista hoje, no Brasil, é o pessimista que acordou de mau humor. Imposto de 25% no exterior revolta aposentados Cresce nas redes sociais a revolta contra os 25% de imposto de renda cobrados de aposentados e pensionistas do INSS que vivem no exterior em busca de segurança ou da ajuda

de parentes. More no Paraguai ou na Suíça, 60 ou 80 anos, ganhe R$ 700 ou o teto, alíquota é implacável e ilegal, contrariando à ordem constitucional de que “todos são iguais perante a lei”. Nem o mais desumano agiota cobraria tanto. Na arena dos leões O assalto é duplo, sem o reajuste das aposentadorias acima de um salário, como garantem vários projetos esquecidos no Congresso. Espera dormindo Projeto de lei de Alíquota Zero tramita na Câmara há mais de um ano, quando começaram os protestos de brasileiros em Portugal e Espanha. Força da idade Aposentados do INSS vivendo no exterior querem se unir aos velhinhos no Brasil, para votar contra Dilma em outubro, se o imposto não cair. Cala-boca, menino Moreira Franco devolveu a ironia do jovem deputado Leonardo Picciani, que disse não saber se o ministro da Aviação Civil ainda está filiado ao PMDB. “Não faço política como brincadeirinha de criança”, alfinetou o ex-governador do Rio. E lembra: “Meu partido não trai aliados”. Terceira via Com a candidatura de Alexandre Padilha (PT) fazendo água e a reeleição de Geraldo Alckmin (PSDB) morrendo de sede, crescem as chances da terceira via, em São Paulo: Paulo Skaf (PMDB). Força-tarefa Os líderes de oposição Antônio Imbassahy (PSDB), Mendonça Filho (DEM), Fernando Francischini (SDD) e

Rubens Bueno (PPS-PR) se reunirão na terça (29) para discutir estratégias para a CPI da Petrobras. Foco na CPI O ‘blocão’ formado por partidos da base aliada e da oposição marcou reunião para esta terça (29) na residência do líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ). Na pauta, um único assunto: CPI da Petrobras. Agora vai Em vez de investir na melhoria da qualidade dos seus serviços, cada vez pior, os Correios resolveram investir alguns milhões na mudança de sua logomarca, que será lançada oficialmente em 6 de maio. Demissões com lorota Menina dos olhos do exministro Alexandre Padilha, o Cartão de Saúde sofreu um baque com a demissão de cinco dos sete integrantes do grupo que toca o projeto. O ministério jura que não haverá prejuízos ao programa e tira o corpo, atribuindo as demissões à terceirizada CTIS. Piada pronta Para o líder Beto Albuquerque (PSB), são tantas as contradições entre versões de Dilma, Graça Foster, Sergio Gabrielli e Nestor Cerveró sobre refinaria de Pasadena, que é melhor perguntar no Posto Ipiranga. Combinado O líder do PSD, Moreira Mendes, acertou os últimos detalhes com o presidente Gilberto Kassab (SP), nesta semana, para sair candidato ao Senado na chapa do tucano Expedito Júnior em Rondônia. Pensando bem... ...está sem luz o poste do candidato Padilha.

PODER SEM PUDOR

Homenageado exigente Juarez Távora era homenageado em Jaguaribe (CE), sua terra natal. Ao subir no palanque, ele notou que o orador encarregado de saudá-lo, na solenidade, já se colocara diante do microfone. O homem ajeitou os óculos e retirou do bolso um calhamaço de papéis. Era o discurso. Longo. O general Távora deu um salto em direção ao orador e, num golpe certeiro, arrancou-lhe os papéis de suas mãos, desafiando-o: - Quero ver é você falar de improviso...

TCES

Políticos são maioria nos tribunais Estudo da Transparência Brasil, entidade cuja principal bandeira é o combate à corrupção, revela que 62% dos 238 conselheiros de tribunais de contas conquistaram os cargos depois de exercer mandatos políticos ou posições em governos. Segundo o relatório, os tribunais são caros, altamente politizados e “desenhados para não funcionar”. Além dos 62% de ex-políticos, cerca de 15% dos

integrantes dos tribunais são parentes de algum político local - o que coloca em questão sua independência para atuar como fiscais da administração pública. Nos tribunais de contas pelo País, dois terços dos integrantes são nomeados pelo Legislativo e um terço pelo Executivo. “Eles costumam ser indicados justamente para neutralizar o papel fiscalizador desses órgãos - e, de quebra, para

agradar a correligionários, parentes e aliados”, diz o relatório elaborado por Natália Paiva e Juliana Sakai. O estudo detectou que dois em cada cinco conselheiros sofrem processos ou foram condenados na Justiça ou nos próprios tribunais de contas - até por improbidade administrativa e peculato. Em Goiás, cinco dos sete conselheiros do TCE têm pendências na Justiça.

Ex-presidente disse que 80% da decisão sobre o caso do mensalão foi política e 20% jurídica

Lula diz que julgamento do mensalão foi político

Em entrevista ontem a um programa da televisão portuguesa ex-presidente negou existência do esquema de corrupção

E

m uma de suas poucas manifestações públicas após o fim do julgamento do mensalão, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que as decisões do Supremo Tribunal Federal no processo foram, em sua maior parte, políticas e não jurídicas. A afirmação foi feita numa entrevista realizada na última sexta (25) à TV portuguesa RTP e publicada neste domingo (27) no site da emissora. Lula falou sobre o caso quando indagado sobre o impacto do escândalo sobre a campanha pela reeleição da presidente Dilma Rousseff e sua própria popularidade. Ele negou a existência do esquema, que segundo o STF, consistiu na compra de

apoio político no Congresso no início de seu governo, entre 2003 e 2005. “O tempo vai se encarregar de provar, que o mensalão, teve praticamente 80% de decisão política e 20% de decisão jurídica”, disse. “O que eu acho é que não houve mensalão. Eu também não vou ficar discutindo a decisão da Suprema Corte. Eu só acho que essa história vai ser recontada. É apenas uma questão de tempo, e essa história vai ser recontada para saber o que aconteceu na verdade”, afirmou o ex-presidente. Lula disse que embora haja “companheiros do PT presos”, disse que “não se trata de gente da minha confiança”. Entre os petistas presos, estão o ex-ministro da Casa Civil José

Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoino e o ex-presidente da Câmara João Paulo Cunha, todos quadros históricos do partido fundado por Lula. Ex-presidente passa mal Na noite do último sábado, Lula foi internado na noite do último sábado, dia 26, no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, por causa de uma crise de labirintite. Ele fez exames e foi liberado na manhã de domingo, segundo informou o hospital. O ex-presidente viajou à Espanha na terça-feira passada, seguiu para Portugal na quarta e retornou ao Brasil na manhã de sábado. A longa viagem de avião pode ter sido a causadora da crise no labirinto de Lula.

CÂMARA

PT busca nome para vice-presidência

LUIZ MACEDO / CÂMARA DOS DEPUTADOS

Para evitar desgaste interno com uma disputa no voto entre vários candidatos, o PT realiza no início desta semana uma série de reuniões em busca de um nome de consenso para ocupar até janeiro a vicepresidência da Câmara. O cargo de vice-presidente está vago desde que o deputado licenciado André Vargas, que responde a processo disciplinar no Conselho de Ética da Câmara e na semana passada se desfiliou do partido, renunciou ao posto, em razão das denúncias de envolvimento com o doleiro Alberto Yousseff, preso pela Polícia Federal na operação Lava Jato. A eleição para escolha do novo vice estava marcada para terça-feira (29), mas, a pedido do PT, o presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN), adiou para 7 de maio. O prazo para apresentação de candidaturas vai até às 19h de 6 de maio. Os cargos na Mesa Diretora da Câmara são distribuídos aos partidos proporcionalmente ao tamanho das bancadas. O PT, partido com mais deputados, tem direito à presidência, mas, por um acordo com o PMDB, segunda maior bancada, ocupa atualmente a vice. Pelo acordo, o PT ficou com a presidência nos dois primeiros anos da atual legislatura e o PMDB, nos dois últimos.

Ex-vice-presidente, André Vargas renunciou ao cargo na sexta

Possíveis candidatos surgem Entre os possíveis candidatos a vice-presidente da Câmara estão os deputados Luiz Sérgio (PT-RJ), ex-ministro de Relações Institucionais, e Paulo Teixeira (PT-SP), ex-líder do partido na Câmara. Um ala do partido também tenta emplacar uma mulher para o mandato-tampão, que termina no final deste ano. “É preciso conversar com os candidatos. Queremos tentar um entendimento

para que tenhamos apenas um nome e evitar desgaste interno com uma concorrência para um mandato tão curto. Eu estou trabalhando muito para isso. Não sei se será possível”, afirmou o líder do PT na Câmara, deputado Vicentinho (SP). Entre as funções do vice-presidente está a de presidir as sessões da Câmara e definir a pauta de votações do plenário na ausência do presidente.


Dia a dia

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

A7

Lembranças marcam um mês do acidente do dia 28 Sobreviventes e familiares das vítimas da tragédia da avenida Djalma Batista tentam seguir rotina, após a tragédia IONE MORENO

ANDRÉ TOBIAS Equipe EM TEMPO

U

m mês após o acidente entre uma caçamba e um microônibus que vitimou 16 pessoas, na avenida Djalma Batista, Zona Centro-Sul, sobreviventes e familiares das vítimas continuam traumatizados e com as lembranças dos entes queridos vivas na memória e no coração. Hoje, às 19h, parentes dos envolvidos na tragédia farão um protesto por justiça, no local do desastre. O segurança Kennedy Rodrigues, 27, foi um dos 17 sobreviventes. Ele recorda os momentos que antecederam a tragédia do dia 28 de março. “Eu entrei no executivo ainda no Centro. Sentei na cadeira e peguei no sono. Acordei relaxado e descansado. Próximo ao viaduto peguei uma apostila para ler, quando, de repente, senti aquele baque. Fiquei desmaiado por uns 15 segundos e quando acordei me deparei com pessoas mortas e outras pedindo socorro”, contou. Com medo de que houvesse uma explosão, tentou sair

do veículo, mas ouviu uma senhora pedindo socorro e, comovido, resolveu ajudar algumas pessoas. Assustado, Kennedy ainda retirou do executivo três pessoas. Em seguida, telefonou para a família e comunicou à irmã sobre o ocorrido. Passados 30 dias do fatídico acidente, o segurança falou do trauma ao sair de casa para utilizar o transporte coletivo. “Quando eu entro num ônibus, tudo volta. As lembranças e todo aquele cenário ainda me atormentam”, ressaltou Kennedy. Lucilene Silva, 38, tia de Adriane Fernandes, 20, uma das vítimas da tragédia, contou que os pais da jovem têm sentido bastante a falta da filha. Após os laudos constatarem que o motorista da caçamba havia ingerido álcool e cocaína, o sofrimento aumentou. Ainda muito abalada pelas mortes da filha Quezia Guedes, 24, e do neto Luís Miguel, 1, a autônoma Francineide Guedes foi às lágrimas ao lembrar da filha. Ela informou que hoje, familiares e amigos realizarão um culto, em memória da filha, do neto e de Adriane.

Complexo viário 28 de março O dia 28 de março, marcado pelo acidente na Avenida Djalma Batista, ficará eternizado na obra de mobilidade urbana em construção na Avenida Torquato Tapajós, no bairro Novo Israel, Zona Norte, e no calendário do município. A proposta, apresentada pelo Executivo Municipal por meio do projeto de lei 094/2014, foi aprovada na Câmara Municipal de Manaus (CMM) na última quarta-feira (23) e encaminhada para sanção do prefeito. O projeto visa batizar a obra da avenida Torquato de ‘Complexo Viário 28 de março’ e instituir a data no calendário do município como o ‘Dia de prevenção de acidentes e combate à violência no trânsito’. Família confeccionou um banner em homenagem à Quézia e o filho Luís Miguel, mortos no acidente

CAREIRO CASTANHO

EM TEMPO

Ação distribui kits promocionais Quem esteve no Complexo Turístico da Ponta Negra, na manhã de ontem, pôde aproveitar a quinta edição de uma ação promocional realizada pelo Grupo Raman Neves de Comunicação. Foram mais de três mil kits – cada um com squeeze e jornal Amazonas Em Tempo de domingo - entregues aos desportistas e visitantes do complexo turístico manauara. O industriário Vicente Luciano, 54, aproveitou a folga para levar suas cadelinhas para passear no calçadão da Ponta Negra e foi um dos agraciados com o kit. “É uma excelente ideia. Já sou assinante do jornal e gostei muito da iniciativa, que só traz benefícios aos desportistas que frequentam este local”, avaliou. Para o personal trainer Emerson Mota, 38 - que ganhou o kit pela segunda vez -, o clima criado pela ação promo-

cional motiva ainda mais os desportistas que frequentam o local, principalmente por conta das músicas tocadas no evento e pelo squeeze distribuído aos visitantes. Segundo ele, o movimento incentiva as

PARCERIA

Os frequentadores da Ponta Negra também puderam usufruir, além do kit, de atendimentos oferecidos por parceiros do Jornal Amazonas Em Tempo, como aferição de pressão

pessoas a praticarem atividades físicas e a levar uma vida mais saudável. Conforme a gerente de marketing do Grupo Raman Neves de Comunicação, Aline Nobre, a ação tem o objetivo

de atrair o público desportista e incentivar a prática da atividade física no complexo, além de fortalecer a marca perante a população frequentadora da Ponta Negra. “O público da manhã foi extremamente receptivo. São desportistas que vêm correr, caminhar, pedalar e passear com a família e os seus animais de estimação”, afirmou. A TV Em Tempo também participou da ação. Os frequentadores da Ponta Negra puderam usufruir, além do kit, de atendimento de alguns parceiros do Jornal Amazonas Em Tempo. Uma equipe de profissionais do hospital Santa Júlia aferiu a pressão e aplicou o exame da glicose nas pessoas que passavam pelo local. A rede de estética Oligoflora também participou da ação promocional e distribuiu cortesias para serviços oferecidos pela empresa. IONE MORENO

Frequentadores da Ponta Negra recebem kit promocional contendo um squeeze e um jornal

Ramal dos Anveres é inaugurado

ROBERTO CARLOS/AGECOM

O governador do Amazonas, José Melo, inaugurou na manhã do último sábado, no município Careiro Castanho - a 88 quilômetros de Manaus -, o ramal do Anveres, que tem 3,1 quilômetros de extensão e anunciou convênio com a prefeitura do município para recuperar outros ramais da região. Na mesma ocasião, José Melo entregou 30 mil alevinos de tambaqui e 400 mil pós-larva da espécie, beneficiando cerca de 150 piscicultores familiares. O ramal do Anveres do Careiro Castanho recebeu investimentos da ordem de R$ 3 milhões e vai facilitar o escoamento da produção rural de mais de 100 famílias que vivem no entorno da estrada. O governador conversou com o prefeito do Careiro Castanho, Hamilton Vilar, para tratar de um convênio, para recuperar outros ramais cuja produção é pujante. “Estamos beneficiando pessoas dedicadas e trabalhadoras que só querem uma oportunidade de escoar seus produtos. Aqui, nessa região, nós também vamos recuperar o ramal do Janauacá, do Cobra e do Purupuru”, disse Melo, frisando que a parceria do Governo do Amazonas com a prefeitura também será estendida para recuperar o sistema viário da sede do Careiro Castanho. A previsão é que essas obras sejam executadas até o fim do ano. “Esse ramal é muito importante para todas as famílias daqui. Agora ficou mais fácil escoar a produção, especialmente nesse período de chuvas, quando os ramais costumam ficar precários”, disse o produtor rural, Elyr Lima.

José Melo e o prefeito Hamilton Vilar descerram placa inaugural

Ações anunciadas em Manicoré Ainda na manhã de sábado, o governador esteve em Manicoré - a 332 quilômetros da capital -, onde lançou um pacote de medidas em socorro a produtores rurais, comerciantes e famílias atingidas por uma das maiores cheias de todos os tempos. As medidas anunciadas incluem a disponibilização pela Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) de uma linha de crédito especial aos produtores, além

da remissão das dívidas de financiamentos feitos através do órgão e do Imposto Sobre Circulação de Mercadoria (ICMS) devido por comerciantes do município e também se estende aos demais municípios das regiões dos rios Madeira e Purus. Na solenidade de lançamento do programa, realizada no Centro Juvenil Salesiano, estavam presentes os prefeitos e representantes dos 12 municípios que serão alcançados pela medida.


A8

Dia a dia

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

Secretaria assegura PM nas ruas e descarta greve Em coletiva realizada na noite de ontem, o secretário Paulo Roberto Vital afirmou que não haverá paralisação hoje ARTHUR CASTRO/AGORA

Acompanhado do comandante-geral da PM, coronel Almir David e outros oficiais da corporação, o secretário de Segurança Pública Paulo Roberto Vital garantiu que não haverá paralisação na PM RAPHAEL LOBATO Equipe EM TEMPO

O

titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP/AM), coronel Paulo Roberto Vital, descartou ontem que haja qualquer intenção de greve na Polícia Militar e afirmou que, caso os praças paralisem as atividades, um plano “alternativo” de segurança será instalado na capital. Durante toda a tarde de ontem, circularam informações nas redes sociais de que a categoria iria cruzar os braços a partir da 0h desta segunda-feira, num ato em frente à Arena da Amazônia.

O governador José Melo (Pros) irá receber hoje, do secretário de Governo e titular da Casa Civil, Raul Zaidan, um relatório com a pauta de reivindicações dos agentes militares. O documento foi produzido durante uma reunião com a cúpula da SSP e entidades representativas da categoria, realizada na última sexta-feira (25). O governo não deu prazos para atender as reivindicações, mas diz que irá intensificar as negociações nos próximos dias. De acordo com Zaidan, a pauta inclui reivindicações que estão sendo negociadas há mais de um ano, como a lei

de carreira, a escala de serviço, o auxílio-moradia no interior, a aposentadoria especial e a promoção automática a partir dos 29 anos de serviços. Segundo o secretário, ainda não há previsão para que José Melo se reúna com a categoria, mas o governo deve dar uma resposta sobre o documento nos próximos dias. Redes sociais foram tomadas na tarde de ontem por informações de que a categoria estaria esvaziando as Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms), antes mesmo da previsão para o início da paralisação, à 0h. O governo acionou a cúpula da Segurança Pública, que

negou que houvesse qualquer movimento grevista, mas confirmou que vários militares faltaram ao serviço. “Conversei com os comandantes e todos disseram que eram boatos circulando nas redes sociais”, disse Zaidan. O coronel Vital convocou uma coletiva de imprensa na noite de ontem, onde afirmou que a paralisação foi “somente virtual”, se referindo aos boatos publicados. Ele disse ainda que acionou a inteligência da corporação para apurar de onde partiram as informações e prometeu punir administrativamente os policiais que aderirem ao movimento.

Ausências consideradas normais O secretário classificou como “normal” os registros de praças que faltaram ontem ao trabalho durante o início do segundo turno das companhias, que inicia às 15h. A reportagem esteve em cinco unidades das Cicoms, em todas as zonas da capital, e constatou que pelo menos 10 militares esvaziaram as unidades. “É um número muito pequeno, não fomos prejudicados”, disse.

Apesar do movimento grevista ter sido descartado por Vital, o presidente da Associação dos Praças do Amazonas (Apeam), Platiny Soares, confirmou à reportagem, às 21h de ontem, que a paralisação seria iniciada no início da madrugada de hoje. A SSP não reconhece a Apeam como representante da categoria e não tem convidado o dirigente para participar das negociações.

ARQUIVO EM TEMPO/ARTHUR CASTRO

EXECUÇÃO

Homem é encontrado morto com cinco tiros ED SALLES Equipe DO AGORA

O corpo de um homem não identificado pela polícia foi encontrado com as mãos amarradas para trás e com marcas de cinco tiros, por volta das 7h de ontem, em frente ao ramal da Caixa D’água, na avenida Flamboyant, localizada no bairro Distrito Industrial 2, Zona Leste de Manaus. O crime tem características de acertos de contas, de acordo com investigadores da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que atenderam a ocorrência. Conforme informações repassadas por um dos investigadores, que preferiu não ter o nome divulgado, um projétil foi encontrado próximo ao corpo, e havia sinais de que a vítima foi arrastada da avenida até o local em que o corpo foi deixado. Segundo ele, tudo indica que

os autores do crime iniciaram a tortura da vítima em outro lugar e depois a levaram no ramal para finalizar o assassinato por volta de 1h. Ainda segundo o investigador, três tiros atingiram a cabeça e dois acertaram as costas do homem que estava com as mãos amarradas para trás, com um pedaço de fio elétrico. “Um trabalhador viu o homem jogado e ligou para o 190. Geralmente os bandidos levam as vítimas a esses lugares mais isolados para que ninguém possa ouvir o barulho dos tiros e desta forma não ter testemunhas”, comentou. O homem aparentava ter entre 25 e 35 anos, altura mediana, pele clara e usava uma camisa preta e uma bermuda branca. Até o fechamento desta edição, o Instituto Médico Legal (IML), no bairro Cidade Nova, Zona Norte, aguardava o comparecimento dos familiares para identificá-lo.

Corpo foi removido para o IML, onde aguarda a identificação


Caderno B

País

EBC

Índios falam sobre tortura na ditadura

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

plateia@emtempoºcomºbr

(92) 3090-1042

País B2

Morre médico baleado em delegacia de Santo André na rua do Centro, 530, na Vila Camilópolis. Diante da situação, as pessoas que estavam no interior da delegacia, inclusive o médico, teriam corrido para dentro das dependências da unidade, vendo a movimentação, o policial civil teria

CONFRONTO

Suspeitos que perseguiam o policial militar à paisana não fizeram disparos contra a delegacia nem tentaram invadi-la. O agente de telecomunicações foi autuado por tentativa de homicídio

interpretado que aquilo seria um suposto ataque de criminosos e começou a disparar na direção dos populares. Além do médico, o policial atirador foi atingido por um

tiro disparado por um colega de profissão. Ambos foram socorridos até o pronto-socorro do Centro Hospitalar de Santo André. Ricardo Seiti Assanome morreu na tarde deste domingo, 27. Um outro homem baleado pelo agente está internado no hospital Bartira. A vítima estava na delegacia para efetuar um boletim de ocorrência por roubo. Prisão O policial civil foi preso em flagrante por tentativa de homicídio. A Corregedoria da Polícia Civil investiga o caso. Porém, o órgão já adiantou que o policial que atuava como o agente de telecomunicações foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio. Os suspeitos que tentaram assaltar o policial militar não foram encontrados. Eles não chegaram a efetuar disparos, segundo a polícia.

MINAS GERAIS

DANÇARINO “DG”

REPRODUÇÃO

Crianças morrem em incêndio

Causa do sinistro ainda é desconhecida e, segundo a Polícia Militar, laudo sairá em 30 dias

Cinco crianças de uma mesma família morreram vítimas de um incêndio neste fim de semana em uma casa na cidade de Barroso, a 152 quilômetros de Belo Horizonte, no Estado de Minas Gerais. O incêndio começou por volta das 10h do último sábado. As causas ainda são desconhecidas. Segundo a polícia, estavam na residência Amanda Francisca Guimarães, 18, seus dois filhos, David Júnior e Ketlen Larissa, de 1 e 3 anos, e os três sobrinhos Gustavo Henrique, Beatriz Vitória e Rafaela Guimarães, de 1, 2 e 5 anos. Amanda relatou à polícia que estava dormindo quando o fogo começou, e as crianças estavam em outros

cômodos da casa. Segundo o depoimento de Amanda, ela tentou resgatar as crianças, mas as chamas já haviam se espalhado pelo corredor que dava acesso aos outros quartos da casa. Amanda então pulou a janela da casa e pediu ajuda aos vizinhos. Três viaturas do Corpo de Bombeiros da cidade vizinha de Barbacena foram acionadas para controlar as chamas, pois não há Corpo de Bombeiros em Barroso, no interior. Socorro Quando os bombeiros chegaram, cerca de 20 minutos depois, três crianças já estavam mortas: David Júnior, Gustavo Henrique e Beatriz. Ketlen foi levada com vida a um hospital de Barroso

Polícia Militar de Santo André prendeu o atirador que matou o médico e feriu outro homem

Moradores fazem protesto no RJ Moradores do Morro do Pavão-Pavãozinho promoveram, ontem, uma manifestação na praia de Copacabana para lembrar o dançarino Douglas Rafael da Silva, o “DG”, morto no último dia 22, durante um tiroteio no alto da comunidade. No mesmo dia, também morreu o jovem Edilson Silva, de 27 anos, conhecido como “Mateuzinho”. Durante a manifestação, a técnica de enfermagem Maria de Fátima da Silva, mãe de “DG”, agradeceu a todos pela presença e pediu mais respeito pelos moradores de comunidades. Ela entrou no meio da roda formada pelos manifestantes empunhando um surdo. A cada batida que ela dava no instrumento, as pessoas gritavam “DG”. Os moradores trouxeram faixas e cartazes com frases contra a violência policial e

lembrando o nome de outras pessoas mortas em situações semelhantes. Propina Um foragido da Justiça,

POLICIAMENTO O protesto dos moradores do Morro do Pavão-Pavãozinho foi acompanhado por cerca de 50 PMs e duas viaturas, que foram hostilizados em alguns momentos, assim como parte da imprensa

suspeito de participação na morte de dois policiais militares de UPP (Unidade de Polícia Pacificadora), foi preso ontem no conjunto de favelas da Penha, Zona Norte.

Ramires Roberto da Silva, 21, o foragido, era procurado e uma recompensa de R$ 3 mil estava sendo oferecida por informações de seu paradeiro. Silva foi preso por policiais da UPP Parque Proletário e conduzido até a 22ª Delegacia de Polícia. O foragido é suspeito de envolvimento na morte da PM Alda Castilho, 26, baleada em 2 de fevereiro, durante ataque à sede da UPP Parque Proletário. Silva teria envolvimento também na morte do tenente Leidson Acácio Alves Silva, 27, que era subcomandante da UPP Vila Cruzeiro. Segundo a Coordenadoria de Polícia Pacificadora, Ramires foi encontrado na laje de uma casa na rua 13, no Parque Proletário. Ele ofereceu, segundo a Coordenadoria, R$ 100 mil aos policiais, para que não fosse preso. ERBS JR_FRAMEPHOTO

U

m policial civil, que atua como agente de telecomunicações da instituição, matou com um tiro na cabeça, um médico que esperava para elaborar um boletim de ocorrência por conta de um acidente de trânsito. Vários disparos foram efetuados dentro do 2° Distrito Policial de Santo André, na Grande São Paulo, na noite do último sábado, 26. Segundo a Polícia Civil, o tiroteio foi causado por uma erro de interpretação dos agentes. O carro em que estava o médico Ricardo Seiti Assanome e sua namorada havia se envolvido em uma batida, por conta disso ambos teriam ido até a delegacia de Santo André para fazer o boletim de ocorrência. No momento em que aguardavam o atendimento, junto a mais pessoas, um policial militar à paisana, que fugia de supostos assaltantes, entrou correndo na DP,

UOL

Ricardo Seiti Assanome foi assassinado com um tiro disparado por um policial civil no momento em que fazia um B.O.

por um vizinho em seu próprio carro, mas não resistiu às queimaduras e morreu no hospital. A última vítima foi Rafaela, que morreu na madrugada de hoje. Ela havia sido transferida num helicóptero do Samu para um hospital de Belo Horizonte, passou por uma série de cirurgias, mas não resistiu. Laudo Na hora do incêndio, a mãe das outras três crianças, Graice Kelly Francisca Guimarães, 23, que está grávida, havia ido a uma consulta médica na cidade de São João del-Rey. Segundo a Polícia Militar, a perícia já foi realizada e o laudo sobre as causas do acidente deverá ficar pronto em até 30 dias.

Com alto-falante, Maria de Fátima da Silva, mãe de “DG”, agradece ao apoio dos manifestantes


B2

País

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

Indígenas relatam casos de violência na ditadura Perda de territórios, tortura e exploração da mão de obra são exemplos da dor vivida pelos índios no regime militar

P

erda de territórios tradicionais, transferência forçada e exploração de mão de obra foram alguns dos casos de violência sofridos pelos povos indígenas durante a ditadura militar. “Nossa história é longa, triste e cheia de sangue, lágrimas e sofrimento”, contou o antigo cacique Ofaié, Ataíde Francisco Rodrigues, durante audiência pública promovida sábado (26) pela Comissão Nacional da Verdade (CNV). “Hoje somos compostos por ofaié, kaiowá, terena e não indígenas, somos o restante de uma etnia que no final do século 19 éramos 2 mil pessoas e hoje somos oito falantes da língua ofaié”, diz ele. “Eu paro e reflito que o que aconteceu no passado foi um massacre, um verdadeiro extermínio, onde um boi teve mais valor que a vida de um índio, que a vida de um ofaié”, relatou José Gomes, atual cacique da etnia. No segundo dia da audiência na cidade de Dourados (MS), José Gomes disse que seu povo foi declarado extinto nos anos 1970 e no final da década perdeu seu último pedaço de terra tradicional.

EBC

Segundo ele, os ofaiés foram forçados a conviver com outros povos depois que a terra que ocupavam foi entregue pela Funai a pecuaristas. Após serem expulsos da ilha em que viviam, tomada pelo Exército em 1972 e arrendada para pecuaristas, os índios guatós se espalharam por vários municípios próximos a Corumbá (MS). “Os guatós que ali viviam foram expulsos pelo gado, pois não tínhamos costume de criar animais, mas de ter pequenas roças”, lembrou o indígena Zaqueu. Justino Francisco Samuel foi explorado por uma usina de açúcar e álcool nos anos 1960 e 1970, junto com 40 terenas recrutados para trabalhar na empresa. Segundo seu relato, os terena foram perseguidos por fazendeiros e autoridades, incomodados com as suas expedições tradicionais de caça e extrativismo. Os depoimentos revelam a participação de funcionários do extinto Serviço de Proteção ao Índio (SPI) em violações de direitos humanos dos povos. A audiência também ouviu a coordenadora regional da Funai em Campo Grande, Ana Beatriz Lisboa. REPRODUÇÃO

Pedidos de indenização coletiva Os participantes fizeram uma roda de conversa na escola Indígena tengatuí. Genésio Farias foi apresentado como o primeiro professor da terra indígena Cachoeirinha, e sua fala na língua original foi traduzida simultaneamente. Segundo ele, muitas mortes e acidentes envolvendo os índios, como a reintegração de posse de uma fazenda, não tiveram uma resposta efetiva do Estado. “Meu povo sofre há muito tempo, muito antes desse período da ditadura.” Os depoimentos foram documentados e ajudarão a compor o relatório final da CNV. Eles poderão servir como base para pedidos de indenização coletiva. Comissão Nacional da Verdade ouve relatos de violência contra indígenas na época da ditadura

RESGATE

JUSTIÇA GAÚCHA

Tia ganha a guarda da irmã de Bernardo Boldrini

Bernardo foi morto pela madastra por causa de herança

A Justiça do Rio Grande do Sul concedeu provisoriamente para uma tia a guarda da filha do casal suspeito da morte do menino Bernardo Boldrini, 11. O médico Leandro Boldrini e a enfermeira Graciele Ugolini estão presos há duas semanas sob suspeita de participação no assassinato. Leandro, pai de Bernardo, e Graciele, madrasta do garoto, têm uma filha de um ano e meio. A decisão atende a um pedido do advogado de Graciele, que argumentou que a menina está adaptada ao convívio com esses familiares. A tia, que é irmã de Graciele, mora em Santo Augusto, cidade de 14 mil habitantes próxima a Três Passos, onde o casal vivia. Para a Justiça, a medida “protege os interesses ime-

diatos da criança” e formaliza a responsabilidade a um parente dela. Até então, oficialmente não se sabia com quem a menina estava. Na semana passada, um juiz de Três Passos tirou provisoriamente a guarda do casal. Na prática, se eles conseguirem a liberação da prisão, não poderão voltar a ficar com a criança. Defesa A defesa de Leandro Boldrini nega qualquer envolvimento dele com a morte de Bernardo. Segundo a defesa de Graciele, ela não falou sobre o crime com ninguém. Também está detida a assistente social Edelvânia Wirganovicz, amiga de Graciele, que nega ter matado o menino, mas admite participação na ocultação do corpo.

Achada mais uma vítima do avião que caiu no Pará Equipes de busca localizaram no sábado restos mortais que podem ser de uma terceira vítima do avião bimotor que havia desaparecido há mais de um mês no Pará e foi localizado nesta semana. As buscas serão retomadas hoje. Segundo a Força Aérea Brasileira (FAB), ainda não é possível confirmar se as partes encontradas são de uma terceira vítima ou se pertencem a uma das duas pessoas que foram localizadas na sextafeira dentro da aeronave. O avião tinha cinco pessoas, entre tripulantes e passageiros. As três passageiras eram técnicas de enfermagem que atuavam pela Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena), do Ministério da Saúde, e seguiam para atender a uma aldeia da etnia mundurucu. A aeronave estava desaparecida desde o dia 18 de março e foi localizada em uma área de difícil acesso, 20 km a

noroeste de Jacareacanga. As vítimas ainda não foram identificadas. Quando retirados da aeronave, os corpos serão levados para o IML de Itaituba, cidade vizinha a Jacareacanga. A equipe formada por homens do Exército, da FAB e do Corpo de Bombeiros voltará hoje para continuar a busca pelas outras vítimas e a retirada dos corpos já encontrados das ferragens da aeronave. Segundo o delegado Lucivelton Santos, de Jacareacanga, um dos motores da aeronave, um pedaço da asa e o trem de pouso estão em cima das vítimas, dificultando o resgate. Um trator será levado ao local do acidente para cavar e retirar os destroços que estão sobre dos corpos, segundo Santos. A chuva intensa de sábado também dificultou os trabalhos. Além dos militares, 20 voluntários ajudam no resgate das vítimas.


MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

Mundo

B3

Papas João Paulo 2º e João 23 tornam-se santos Os dois novos santos foram lembrados pelo papa Francisco como dois homens corajosos que modernizaram a igreja

D

iante de 800 mil fiéis na praça São Pedro, o papa Francisco celebrou ontem, a missa de canonização dos papas João 23 e João Paulo 2º. O ritual foi concelebrado pelo papa emérito Bento 16 e transmitido em telões em vários pontos de Roma e em 500 cinemas em mais de 20 países, segundo informou a rádio Vaticano. Os agora são João 23 e são João Paulo 2º foram lembrados por Francisco como dois homens corajosos e sacerdotes dedicados, que “colaboraram para restabelecer e atualizar a igreja”. Os dois novos santos participaram do Concílio Vaticano 2º, convocado em 1961 por João 23 para que teólogos e autoridades eclesiásticas discutissem temas referentes à doutrina católica e atualização da igreja aos assuntos em voga no século 20. O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), arcebispo de Aparecida e cardeal dom Raymundo Damasceno, lembrou da importância de João 23 ter convocado o Concílio Vaticano 2º quando era papa. “Quando penso nele me vem à mente o

REMO CASILLIS/REUTERS

grande acontecimento do século 20, o maior acontecimento da igreja, que foi a convocação e abertura do Concílio Vaticano 2º. Me vem à mente o discurso de João 23, quando ele falou com toda a emoção e entusiasmo que o concílio haveria de ser levado a bom termo, com a ajuda de Nossa Senhora e do Espírito Santo e que deveria dar rumos novos e seguros à igreja”, disse. Sobre João Paulo 2º, dom Raymundo Damasceno lembrou-se dele como o papa mais conhecido da igreja, que mais viajou levando a doutrina católica para quase todos os países. Foi a primeira vez que dois papas foram canonizados ao mesmo tempo e que dois papas participaram juntos da missa de canonização. Como parte dos protocolos desse tipo de ritual católico, os relicários dos dois novos santos foram colocados no altar. De são João 23 foi levado um fragmento de pele, retirado após a exumação de seu corpo em 2000. Já são João Paulo 2º teve como relíquia uma ampola com seu sangue, que já havia sido mostrada na cerimônia de beatificação em 2011.

Fiéis lotaram a praça São Pedro para acompanhar as canonizações do italiano João 23 e do polonês João Paulo 2º, na manhã de ontem


B4

Mundo

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014


Plateia

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

LITERATURA

Caprichoso lança CD e DVD ‘Amazônia Táwapayêra’ de Paixão”. Para o vice-presidente, Rossy Amoedo, o evento superou as expectativas. “A festa foi um sucesso e comemora a grandeza do nosso DVD, que foi feito e produzido com muito carinho para a nação”, disse. Vendas O presidente do Boi Caprichoso, Joilto Azedo, anunciou para o dia 3 de maio o início das vendas do CD e DVD “Amazônia Táwapayêra”, em Manaus e em Parintins. A Semana Azul teve continuidade ontem, com a realização do primeiro Boi de Rua de 2014. A concentração foi na Praça da Catedral e o percurso incluiu a avenida Amazonas, a rua Gomes de Castro e o Curral Zeca Xibelão, onde aconteceu o primeiro ensaio da temporada. DIVULGAÇÃO

A festa de lançamento do CD/DVD do Boi Caprichoso, “Amazônia Táwapayêra”, contou com mais de três horas de show e foi realizada no Curral Zeca Xibelão, no último sábado. Entre as atrações do evento estiveram a Marujada de Guerra, o apresentador Arlindo Júnior, o levantador de toadas David Assayag e o Amo do Boi, Júnior Paulain. A programação começou às 21h, com o DJ Bakaba, e, logo após, às 22h30, o Grupo Azul e Branco embalou a galera com toadas antológicas e grandes sucessos do azul, além das participações dos cantores Márcio do Boi e Itamar Benarroz. Foram apresentadas toadas do repertório 2014, como “O Ritmo É de Boi”, “Boi Brasileiro” e “Mérito

Morre escritor português

Diversos itens do bumbá azul animaram a festa, no sábado

O poeta e tradutor Vasco Graça Moura morreu ontem aos 72 anos, anunciou o Centro Cultural de Belém, do qual era presidente desde janeiro de 2012, e confirmou o jornal português “Público”. Hospitalizado em Lisboa, o escritor morreu após uma longa luta contra o câncer, declarou o Centro Cultural de Belém, na capital portuguesa. Também advogado e político, Vasco Graça Moura nasceu em 1942 em Foz do Douro, perto do Porto, ao norte do país, e publicou cerca de 30 livros de poemas, como “O Caderno da Casa das Nuvens” (2010). Traduziu para o português livros como “Divina Comédia” de Dante Alighieri, os “Testamentos” de François Villon, e os “Sonetos” de Shakespeare. “Portugal perde um de seus cidadãos mais eminentes que deixa uma vasta herança literária, marcada pela inspiração e pelo engajamento a favor da língua portuguesa”, disse o primeiro ministro português Pedro Passos Coelho.

Evento discute ópera encenanada sem cortes Equipe da produção ‘Lucia di Lammermoor’ participou de encontro com o público, realizado no último sábado

DIVULGAÇÃO

BOI-BUMBÁ

B5

Maestro assistente do festival, Otávio Simões falou sobre o nível de técnica exigido pela ópera

A

ópera “Lucia di Lammermoor”, do compositor italiano Gaetano Donizetti (1797-1848), é considerada a mais representativa do bel canto italiano, estilo surgido na primeira metade do século 19, cuja principal característica é o virtuosismo vocal dos intérpretes. O espetáculo faz parte da programação do 18º Festival Amazonas de Ópera (FAO) e estreou ontem, no Teatro Amazonas. “Essa ópera exige uma técnica bastante elevada, incluindo o controle do diafragma”, explicou Otávio Simões, maestro assistente do festival, durante a mesa redonda que foi realizada no Centro Cultural Palácio da Justiça,

no último sábado. “A ópera demanda muita resistência física e emocional. O cantor deve estar em ótimas condições para encenar ‘Lucia’, uma obra repleta de adornos e passagens musicais complexas”, disse a soprano mexicana Leticia de Altamirano, protagonista das apresentações dos dias 27 e 29 de abril e 1º de maio. O nível de sofisticação, no entanto, não foi considerado um empecilho para a equipe que assumiu a montagem apresentada no 18º FAO. Por isso, na contramão da tendência europeia, a atual versão de “Lucia di Lammermoor” é encenada sem cortes. A ópera marca também

a estreia da soprano amazonense Dhijana Nobre no papel da atormentada personagem-título, na récita do dia 3 de maio. Segundo ela, os problemas vividos pela jovem – opressão da sociedade machista, a obrigação de obedecer à vontade alheia – e suas consequências imediatas, como a loucura, podem ser facilmente identificados na época atual. “A Lucia tem várias características que se assemelham a cada um de nós”, opina. As próximas récitas de “Lucia di Lammermoor” serão realizadas nos dias 29 de abril e 1º e 3 de maio, no Teatro Amazonas, sempre às 20h. O regente será o maestro Marcelo de Jesus.


B6

Plateia

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

Canal 1 plateia@emtempo.com.br

TV Tudo Consequência Em função do acerto com a Bandeirantes, para integrar a sua equipe de esportes, Oliveira Andrade está se desligando da rádio Jovem Pan. De acordo com o combinado, ele ficará apenas até o fim deste mês, entenda-se quarta-feira agora, como comentarista do “Jornal da Manhã”. Está de alta Adriane Galisteu deixou o Sírio-Libanês e, conforme o infectologista David Uip, a pneumonia dela já foi para feira. Pior é que ela teve o quadro agravado, com todas as rimas, por causa de um antibiótico desavisado. A partir de hoje, depois de um recesso forçado, Adriane vai retomar os seus compromissos de sempre. Praça especial Tom Cavalcante fechou com Carlos Alberto de Nóbrega para participar de uma das próximas edições de “A Praça é Nossa” no SBT. Vai de “Canabrava”. Ainda em meio às festividades dos 60 anos de carreira do Carlos Alberto. Só falta marcar o dia da gravação.

WILLIAM WAACK/GLOBO

Vale lembrar... Que nesta segunda-feira, depois do “Fantástico”, na noite de ontem, a Globo também vem com novidades visuais no “Hoje” e “Jornal da Globo”. Há, neste pacote de mudanças, a expectativa de surpreender o telespectador. E o pessoal da casa... Por conta disso, a “Praça” terá outros ilustres convidados a partir de agora. Eliana, Ratinho e Celso Portiolli também já acertaram as suas participações. Repaginada Todo o jornalismo da Band, por determinação do Diego Guebel, vai passar por necessária reformulação visual. Começa já a partir da próxima segunda-feira, com a troca de cenários e pacote gráfico do “Jornal da Band” e “Jornal da Noite”. Repaginada 2 Uma semana depois, no dia 5 de maio, será a vez do “Brasil Urgente”, do José Luiz Datena, e antes ele, pela manhã, o lançamento do “Café com Jornal”. Toda redação da Bandeirantes, já há alguns dias, está passan-

do por algumas reformas. Aí já não sei... Ana Paula Padrão esteve na manhã de quinta-feira na Bandeirantes. Entrou e saiu algumas horas depois, com a mesma discrição. Foi para um encontro com os diretores da casa e agora resta saber no que isso pode dar. Naquilo que foi possível apurar, parece que foi feita uma proposta de trabalho. Por último... O “Café com Jornal”, o novo informativo de todas as manhãs, continua com os seus ensaios diários. Além dos apresentadores Aline Midlej e Luiz Megale, o jornal vai contar com a participação de vários colaboradores ou colunistas. Esse pessoal também já está participando dos pilotos. Está com chamadas no ar.

Resumo das novelas Anita tenta disfarçar sua preocupação com a viagem de Ben e Sofia. Serguei fala com Flaviana e se distrai no trabalho. Anita convence Antônio a apresentá-la para Palhares. Meg proíbe Serguei de falar com Flaviana pelo celular no salão. Na frente de Palhares, Antônio presenteia Anita com um anel de noivado. Sofia seduz Sidney. Anita segue Palhares.

Serelepe encontra Pituca e diz que fugiu do orfanato. A filha do coronel Epa esconde o menino debaixo de sua cama, sem que sua mãe, Catarina, desconfie. Epa avisa que, se Serelepe aparecer em sua casa, o mandará para o reformatório. Padre Santo explica a Epa que ajudará Renato a construir um pronto-socorro na Vila de Santa Fé.

Tereza avisa a Paulinha que pretende passar LC e depois Lili na máquina da felicidade. Tropa do bem reencontra Berenice. LC manda capangas sumirem com Heloísa, Thomaz e Jorge. Na mata, os três salvam a vida dos seguranças e, em troca, ganham a liberdade. LC prende Tereza e Paulinha.

Juliana fica tensa quando Helena sugere que talvez ela esteja grávida de Jairo. Clara mostra para a família fotos da viagem de Chica e Ricardo à Itália. Luiza ouve os amigos comentando que Verônica se separou de Laerte. Chega a noite de inauguração do Galpão Cultural. Laerte fica incomodado ao ver Verônica brilhando no recital ao lado de um violinista famoso e charmoso. Felipe chega ao galpão acompanhado de Silvia. Verônica e Luiza travam um embate na frente de Laerte. Miss Lauren não libera Neidinha para ver a apresentação de Alice. Shirley conta para Helena que Laerte e Verônica terminaram.

Gabriela acorda. Elisa explica que a encontrou caída na mata, sozinha. Joaquim, esposo de Elisa, pergunta quem ela é, mas Gabriela diz que não sabe qual seu nome e que não se lembra de nada. As crianças brincam escondidas na piscina do novo vizinho do orfanato. Junior vai até o local onde aconteceu o acidente de Miguel, na mata Amazônica, acompanhado do piloto do helicóptero (até então único sobrevivente) Raul. Carmen escuta José Ricardo falar com Valentina sobre revisar o testamento. A vilã fica curiosa. Dani, que está numa cadeira de rodas, tenta descer a escada sozinha e quase cai. Carol aparece e ajuda a menina.

Mia pergunta a Gastão por que maltrata Josy e não lhe disse o motivo pelo qual brigou com Miguel. Tomás diz a Diego que espera que já tenha terminado seu namoro com Roberta, pois convidou umas garotas para sair e terá que ir junto. Diego argumenta que esteve a ponto de terminar, mas ficou com o coração partido, pois ela estava chorando. Tomás conta a Diego que Simão está interessado em Roberta, e logo poderão comprovar se ela está mesmo apaixonada por ele ou se vai aceitar o assédio de Simão. Alma diz a Mia que pensou que já tivesse terminado o relacionamento com Gastão, para namorar Miguel.

Bate-rebate • O papel que seria do José Wilker na nova novela do Aguinaldo Silva foi destinado ao Paulo Betti... • ... Ney Latorraca também chegou a ser cogitado para o mesmo personagem. Um colunista gay... • ... Também por aí, qualquer semelhança com pessoas vivas ou mortas, não será mera coincidência... • ... O Aguinaldo criou o papel em cima de alguém. Só não revela quem... • ... Não foi possível para o Ney aceitar, porque ele deverá passar por um procedimento cirúrgico nesses próximos tempos. • Foi bem simpática a participação da Grazi Massafera no último “A Grande Família”... • ... A simplicidade desta moça é algo que sempre deve ser destacado. E assim ela vai indo e crescendo na carreira.

C’est fini

Busca pelo esquema ideal Ainda existe uma preocupação dentro da Globo com o novo “Vídeo Show”, em função da baixa audiência e o fato de o programa, comandado pelo Zeca Camargo, sempre enxergar a Record muito próxima pelo seu retrovisor. Fato é que a sua equipe responsável está convencida da necessidade de ainda se chegar ao que pode ser o ideal, não descartando até mesmo a volta ao antigo formato.

Flávio Ricco Colaboração: José Carlos Nery

FLAVIO RICCO

O suspense “Jogos Clandestinos”, com direção de Caio Cobra, e “O diário do playboy”, sobre a vida de Jorginho Guinle, são os dois filmes que estão na espera de Bruno Gagliasso. Antes, ele irá se dedicar às gravações da série policial “Dupla Identidade”, de Glória Perez. Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!

MULTISHOW

Camila Morgado estrela nova série Em “Por Isso Eu Sou Vingativa”, seriado que estreia hoje no Multishow, às 21h30, a atriz Camila Morgado, que fez o filme “Olga”, dá vida a Sara Xerxes, uma mulher decidida a devolver a seus ex-namorados todo o mal que um dia lhe fizeram.

Durante o dia, a personagem trabalha na lavanderia Vesúvio, onde tem de suportar as constantes reclamações de seu pai, Onofre (Pedro Paulo Rangel), e da madrasta, Jéssica (Márcia Cabrita). À noite, porém, ela se transforma em uma mulher

sedutora e, na companhia do amigo Rildo (André Gonçalves) – que gosta de se vestir de mulher – vai pôr em prática seu plano. A série é baseada no livro homônimo, de Claudia Tajes, e terá 15 episódios exibidos de segunda a sexta. DIVULGAÇÃO

Sara (Camila Morgado) decide devolver aos seus ex-namorados todo o mal que lhe fizeram

TV PAGA

Filmes nacionais com apelo popular A cota de tela para audiovisuais brasileiros na TV paga teve a virtude de transformar filmes em produtos. Antes dela, havia o Canal Brasil, às vezes um Telecine e olhe lá. Só para ter uma ideia, hoje serão exibidos ao menos dois filmes “de mercado” recentes, casos de “Faroeste Caboclo” (TC Pipoca,

21h; 16 anos) e “Heleno” (Max, 21h; 14 anos). Pode se juntar a eles “Jean Charles” (TC Action, 19h15; 12 anos). São filmes dirigidos a um número vasto de espectadores. Se fizeram sucesso ou não, é outra história. Caso não tenham feito, a TV é onde podem achar seu público.

Talvez a maior contribuição da TV, hoje, seja “Veneno da Madrugada” (TCM, 15h20), um Ruy Guerra de 2006 feito na Argentina e baseado em García Márquez. Por fim, há “Vidas Secas”, mas esse é no Canal Brasil (11h10) velho de guerra. Por Inácio Araujo


MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014 DIVULGAÇÃO

Deputada Conceição Sampaio entregou ao governador do Amazonas, professor José Melo, na quarta-feira (23), na Assembleia Legislativa, um projeto de lei de sua autoria, que institui a redução da jornada de trabalho para 4h diárias aos servidores públicos responsáveis por pessoas com deficiência no Estado, a partir de pedidos recebidos de diversas instituições para que fosse feita uma legislação, que previsse a diminuição da carga horária dos servidores responsáveis por uma pessoa com deficiência. O projeto está em tramitação na casa legislativa.

MARIO OLIVEIRA/SEMCOM

Sérgio Frota sergiofrota@uol.com.br Instagram: @sergiopromoter HERICK PEREIRA

MARIO OLIVEIRA/SEMCOM

A inesquecível ex-primeira-dama Nejmi Aziz, na próxima quinta (1º), é dia para abraçar e celebrar esta grande mulher. Parabéns!

Aplicativo

TRANSPORTE - Mais uma vez o diplomata e grande administrador, prefeito Arthur Virgílio Neto, conseguiu com que fosse suspensa a greve dos rodoviários, após reunião com o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Givanci Oliveira, outros sindicalistas e também o diretor-presidente da SMTU, Pedro Carvalho. Para Givanci Oliveira, as negociações começaram a avançar. Com isso, quem ganhou foi a população, que não viu a cidade parar. WREDMAN/AGECOM

Em telefonema dado, na quarta (23), ao governador José Melo, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, garantiu que a PEC, que prorroga o prazo da ZFM por mais 50 anos, será votada, em segundo turno, até 20 de maio. Agora temos que juntar todas nossas forças: os veículos de comunicação, a classe política e empresarial, o governo do Estado e a Prefeitura de Manaus, para que tenhamos nesta segunda fase de votação, uma vitória semelhante à primeira, na qual tanto o ex-governador Omar Aziz, o prefeito Arthur Neto, eu e demais companheiros construímos uma votação histórica. Pela primeira vez tivemos quase unanimidade na votação da PEC da ZFM, ressaltou. REPRODUÇÃO INSTAGRAM

Foi confirmada para 6 de dezembro, o quarto casamento de Ronaldo Fenômeno com a Dj goiana, Paula Morais. A cerimônia será realizada numa das mais belas praias de Búzios (RJ). Ronaldo não vai economizar nem na grana, nem no fôlego: a festa é para mil convidados e vai durar três dias

Biografia de Caymmi Com a presença de vários notáveis da MPB, acontece hoje, na livraria Travessa do Leblon (RJ), o lançamento da nova edição da biografia de Dorival Caymmi (1914-2008). Fruto de 10 anos de minuciosa pesquisa, com mais de 300 imagens, a obra vem agora em formato mais acessível, além de revista e atualizada com o novo posfácio da autora, Stella Caymmi, neta do compositor. O lançamento integra as comemorações do centenário de Caymmi, a serem realizadas neste ano. Merci pelo convite!

Plateia

A Samsung e a Sefaz/AM apresentaram ao mercado o primeiro aplicativo para emissão da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) em dispositivos para tablet, desenvolvido pelo Samsung Instituto de Desenvolvimento para Informática da Amazônia, a partir de uma demanda da Sefaz/AM. A previsão é de que a partir de julho, os usuários poderão baixar o aplicativo gratuitamente em qualquer dispositivo com o sistema Android 4.0 ou superior. Para o secretário da Sefaz/AM, Afonso Lobo, o aplicativo da Samsung fortalece a política do Estado em investimentos em tecnologia da informação, que tem tornado os controles do fisco mais eficientes, ao mesmo tempo em que proporciona menos burocracia aos contribuintes. “Esperamos contar com essa parceria em outros projetos, assim como a parceria com a Suframa, que autorizou a aplicação de recursos da Lei de Informática nesse projeto”, considera.

B7

Em carta enviada, no domingo (20), ao diretor do jornal “Folha de São Paulo”, o jornalista Otavio Frias Filho, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, afirma que a capital amazonense não contraiu dívidas na presente gestão com vistas à realização de obras para a Copa do Mundo. Arthur referiu-se a matéria divulgada no mesmo dia naquele jornal, com o título “Dívida com a União cresce mais em cidades da Copa”

O texto, assinado pelo jornalista Felipe Bachtold, alerta sobre o endividamento público ter subido mais nas cidades-sedes do torneio no Brasil do que nas outras 15 capitais. Segundo o prefeito, a inclusão de Manaus na relação é um equivoco, já que durante sua gestão, nenhum centavo foi emprestado pelo governo federal à capital amazonense, com vistas à preparação para a Copa. “Os empréstimos – todos voltados à infraestrutura urbana – foram contraídos em administrações anteriores e estão sendo aplicados em obras para a elevação da qualidade de vida da população”, afirmou. WALDEMIR BARRETO/AGENCIA SENADO

Por unanimidade, o plenário do Senado aprovou na quarta (23) a PEC que garante uma indenização de R$ 25 mil para os ex-seringueiros que chegaram à Amazônia na década de 40 e o pagamento da pensão vitalícia de dois salários mínimos. Os benefícios serão pagos para todos os vivos e aos dependentes daqueles que já morreram. A matéria, que foi votada em dois turnos, segue para a promulgação do Congresso Nacional. É preciso se fazer justiça a senadora Vanessa Grazziotin, que apresentou a PEC original, quando exercia o mandato de deputada federal em 2002. WREDMAN/AGECOM

Rede de enfrentamento A deputada Conceição Sampaio, integrante da CPI que investiga os casos de pedófilia no Amazonas, destacou durante a reunião da comissão, na quarta (23), a importância de, além do papel institucional de fiscalização e investigação, a comissão propor a estruturação e funcionamento em todos os municípios do Amazonas da rede de enfrentamento de violência sexual contra crianças e adolescentes.

Sucesso do Mani O restaurante Mani (SP) é motivo de grande alegria para Fernanda Lima. Sócia do restaurante desde a inauguração, em 2006, ao lado de Pedro Paulo Diniz e Daniel Redondo, a apresentadora vê seus lucros subirem ainda mais desde o ano passado, quando o estabelecimento foi escolhido como um dos 50 melhores do mundo. Agora, com mais um prêmio (a chefe do lugar Helena Rizzo, foi eleita a melhor do mundo por uma prestigiada revista inglesa), o movimento não para e esta difícil conseguir uma mesa para jantar no Mani. Fernanda quer levar o restaurante para o Rio de Janeiro, mais está assustada com os altíssimos preços da capital fluminense. Indo a São Paulo, com certeza vale a pena agendar!

GOVERNADOR DO AMAZONAS, José Melo inaugurou o porto hidroviário no município de Iranduba e a estrada de acesso ao local. Na ocasião assinou ordem de serviço para a reforma e ampliação da escola estadual Cecilia Carneiro e entregou kits sociais e de saúde para pessoas com deficiência pelo programa Viver Melhor, que também vai adaptar 91 casas para permitir acessibilidade aos beneficiários do programa. José Melo chegou acompanhado por uma comitiva de secretários de Estado, deputados estaduais e federais, foi recebido pelo prefeito de Iranduba, Xinaik Medeiros. FOTOS: GERALDO VALADARES

Auto de infração O Procon Manaus aplicou, na terça (22), um alto de infração por preço abusivo à Sinart (Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico Ltda), empresa operadora do estacionamento do Amazonas Shopping. A autuação de R$ 10 mil ocorreu em virtude de denúncias ao Procon, durante o feriado de que a empresa havia aumentado o valor naquele shopping R$ 2 para R$ 6. “Deslocamos nossa equipe para o local e constatamos, inclusive, diversos consumidores sendo pegos de surpresa”, disse o ouvidor do município, Alessandro Cohen. “Queremos apenas que a empresa cumpra a lei. Não vamos tolerar um aumento de 300%. Isso é abusivo”, acrescentou Cohen. As denúncias sobre esta e outras irregularidades podem ser feitas pelo número 0800 092 0111 ou pelo email proconmanaus@pmm.am.gov.br.

Moda Durante o Fashion Rio, realizado na marina da Gloria (RJ), a bela Bruna Marquezine desfilou pela Coca-Cola Jens ao lado do vocalista Di Ferrero, do NXZero, da atriz Sophia Abrahão e do cantor e ator Fiuk, na plateia Fiorella Mattheis.


B8

Plateia

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

Programação da TV

SBT

REPRODUÇÃO

GLOBO

5H – Jornal do SBT 6h – Igreja Universal 7h – Jornal do SBT 8h – Bom Dia & Cia 10h05 – Waisser 10h55 – Programa A Voz da Esperança 11h35 – Programa Agora 12h25 – Programa Livre 13h15 – As Visões da Raven 13h30 – Maria do Bairro 14h30 – Por Ela... Sou Eva 15h45 – A Madrasta 16h30 – Eu A Patroa e as Crianças 17h20 – Jornal EM TEMPO 17h45 – SBT Brasil 18h30 – Chiquititas 19h15 – Rebelde 21h – Programa do Ratinho 23h – Jornal do SBT 23h45 – Big Bang A Teoria 23h53 – “The Noite” com Danilo Gentilli 0h30 – A Garota do Blog 2h – Big Bang 3h30 – Igreja Universal As confusões de Bruno Mazzeo, em “Cilada.com”, hoje, na Globo

Horóscopo GREGÓRIO QUEIROZ ÁRIES – 21/3 a 19/4 Você está mais envolvente e sedutor, o que facilita a atração pelas pessoas. Os encontros podem ter uma conotação amorosa, mesmo em relações circunstanciais. TOURO – 20/4 a 20/5 A comunicação afetiva está dificultada, apesar de você estar mais desejoso por satisfação, inclusive no amor. É preciso encontrar as condições adequadas. GÊMEOS – 21/5 a 21/6 Situações encantadas podem acontecer, mas de modo incontrolável. Você pode vir a sentir uma atração especial por um amigo ou alguém de seu ambiente social. CÂNCER – 22/6 a 22/7 Você encontra falhas no procedimento de trabalho e precisa cuidar delas, mesmo que isso lhe custe um pouco. O entusiasmo pelo trabalho favorece dedicar-se como é preciso. LEÃO – 23/7 a 22/8 Os afetos buscam maturar e se estabilizar. Para isso acontecer, você terá que seguir seus sentimentos mais do que as seduções fáceis que o ambiente apresenta. VIRGEM – 23/8 a 22/9 Você pode dar passos ousados no trabalho, melhorando certas condições e passando a fazer uso de recursos antes não disponíveis. Mas terá que partir de algo que lhe falta. LIBRA – 23/9 a 22/10 A troca de ideias com algumas pessoas leva a momentos de intenso fascínio. Você se seduz facilmente com conversas interessantes. Veja se realmente elas lhe interessam. ESCORPIÃO – 23/10 a 21/11 As condições materiais que o mundo lhe apresenta podem trazer hoje algo agradável e mesmo apaixonante. Você pode usufruir de algo muito agradável. SAGITÁRIO – 22/11 a 21/12 O dia vale pelo encanto presente na afeição com pessoas especiais. Os sentimentos amorosos são intensos, podendo mesmo ser em relação a alguém do ambiente social. CAPRICÓRNIO – 22/12 a 19/1 Você gosta de certos aspectos do trabalho aos quais pode não estar conseguindo se dedicar. Mas hoje talvez consiga fazer algo para conseguir se dedicar como gostaria. AQUÁRIO – 20/1 a 18/2 Um dia para conhecer ambientes e ideias novos e legais. Encontros fora do esperado podem ocorrer. Não precisam ser encontros amorosos, mas podem ser também. PEIXES – 19/2 a 20/3 A amorosa Vênus em tensão com o Sol indicam encontros amorosos gratificantes e intensos. No trabalho, algum apoio pode favorecer a solução de problemas.

4h 55 – Telecurso Educação Básica: PROFELE 5h10 – Telecurso Profissionalizante: Telecurso Tec – Administração 5h25 – Telecurso Ensino Médio – Física 5h45 – Telecurso Ensino Fundamental – Português 6h – Globo Rural 6h30 – Bom Dia Brasil 7h30 – Bom Dia Amazônia 8h30 – Mais Você 9h57 – Bem-Estar 10h40 – Encontro Com Fátima Bernardes 12h – Por Dentro das Seleções 12h02 – Amazonas TV 12h47 – Globo Esporte 13h20 – Jornal Hoje 13h50 – Vídeo Show 14h35 – Sessão da Tarde. Filme: O Casamento de Meus Sonhos 16h28 – Vale a Pena Ver de Novo: Caras & Bocas 17h50 – Malhação 18h20 – Novela I: Meu Pedacinho de Chão 19h10 – Jornal do Amazonas 19h30 – Jornal Nacional 20h08 – Novela II: Além do Horizonte 21h – Novela III: Em Família 22h15 – Tela Quente. Filme: Cilada.

Cinema

com 0h05 – Jornal da Globo 0h35 – Rumo à Copa 1h10 – Programa do Jô 2h18 – Por Dentro das Seleções 2h20 – Sessão Brasil. Filme: Meu Nome Não é Johnny 4h30 – Festival de Desenhos

21h20 – Zoo 21h30 – Como Eu Conheci Sua Mãe 22h – Os Simpsons 22h30 – CQC – Custe o que Custar 0h30 – Jornal da Noite 1h15 – Que Fim Levou? – Boletim 1h20 – Minuto da Copa – Boletim 1h25 – Rosário 2h55 – Minuto da Copa – Boletim 3h – Igreja Universal

BAND 5H – Minúsculos 5h15 – Só Risos 6h – Nosso Tempo 6h30 – 1º Jornal 7h – Dia Dia 8h10 – Band Kids 10h10 – Jogo Aberto 11h35 – Comunidade Alerta 12h10 – Notícias de Agora 12h25 – Exija seus Direitos 13h05 – Câmera 13 13h50 – Na mira da Notícia 13h55 – Cidade Urgente 14h20 – Ação na TV 15h – Sabe ou Não Sabe 16h30 – Brasil Urgente 18h50 – Band Cidade – Local 19h20 – Jornal da Band 20h25 – Minuto da Copa – Boletim 20h28 – Show da Fé

RECORD 6h30 – Record Kids – Local 7h40 – Fala Brasil 9h – Hoje em Dia 11h – Magazine – Local Ao Vivo 12h – Alô Amazonas – Local Ao Vivo 13h30 – Craque na TV – Local Ao Vivo 13h50 – Programa da Tarde 16h20 – Cidade Alerta 18h55 – A Crítica na TV – Local Ao Vivo 19h40 – Jornal da Record 20h15 – Série: Todo Mundo Odeia o Chris 21h15 – Novela: Pecado Mortal 22h15 – Repórter Record Investigação – Estreia 23h15 – Roberto Justus + 0h15 – Série: Heróis Contra o Fogo (1° Temporada) 1h15 – Programação IURD

Cruzadinhas

PRÉ-ESTREIA

O Espetacular Homem-Aranha 2 – A Ameaça de Electro: EUA. 12 anos. Todos sabem que a batalha mais importante do Homem-Aranha é a que ele trava consigo mesmo: o conflito entre as obrigações cotidianas de Peter Parker e as responsabilidades extraordinárias do Homem-Aranha. Mas em O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro, Peter Parker descobre que um conflito ainda maior está a sua espera. É ótimo ser o Homem-Aranha. Para Peter Parker (Andrew Garfield), não há nada melhor do que se balançar entre arranha-céus, ser um herói e passar o tempo com Gwen (Emma Stone). Mas ser o Homem-Aranha tem um preço: apenas ele pode proteger os nova-iorquinos dos inacreditáveis vilões que ameaçam a cidade. Com o surgimento de Electro (Jamie Foxx), Peter precisa confrontar um inimigo muito mais poderoso do que ele. E com o retorno de seu velho amigo Harry Osborn (Dane DeHaan), Peter percebe que todos os seus inimigos têm uma coisa em comum: a OsCorp. Cinemark 6 – 0h01 (3D/dub/somente quarta-feira).

ESTREIAS Inatividade Paranormal 2: EUA. 12 anos. Sequência de Inatividade Paranormal (2012), sátira de filmes de terror escrita e atuada por Marlon Wayans. As principais produções parodiadas são os `found footage films´, ou seja, as produções que simulam gravações reais e amadoras encontrados posteriormente, contendo imagens de possessões e fenômenos sobrenaturais. Depois de perder sua namorada possuída Kisha em um acidente de carro, Malcolm (Marlon Wayans) conhece e se apaixona por Megan, uma branca mãe solteira de dois filhos. Enquanto ele se muda para uma nova casa com a família, Malcolm descobre que eventos paranormais bizarros cercam as crianças e a propriedade. Para complicar as coisas, Kisha está de volta do mundo dos mortos e se muda para uma casa do outro lado da rua, e não há nada pior do que o desprezo de uma ex-namorada demoníaca. Cinemais Millennium – 15h30, 17h30, 19h30, 21h35 (dub/diariamente); Cinemais Plaza – 15h10, 17h10, 19h10, 21h10 (dub/diariamente); Cinemark 6 – 11h10 (dub/somente sábado e domingo), 13h40, 16h, 18h20, 20h45 (dub/diariamente), 23h (dub/somente sábado); Cinépolis 9 – 14h30, 19h15 (dub/diariamente), 16h45, 21h30 (leg/diariamente); Playarte 6 – 13h15, 15h15, 17h15, 19h15, 21h15 (dub/diariamente), 23h15 (dub/somente sexta-feira e sábado), Playarte 7 – 17h16, 19h16, 21h16 (dub/diariamente), Playarte 10 – 14h15, 16h15, 18h15, 20h15 (leg/diariamente), 22h10 (leg/somente sexta-feira e sábado). Profissão de Risco: EUA. 14 anos. Jack (John Cusack) é um cara valentão com má sorte crônica, mas com sentimentos humanos. Contratado por Dragna (Robert De Niro), um lendário chefão do crime, para realizar uma tarefa simples, mas incomum, ele precisa ganhar espaço entre uma série de outros personagens obscuros que também foram convocados pelo mafioso para uma reunião em um motel decrépito. Quando o assassino cruza o caminho de uma mulher misteriosa (Rebecca Da Costa), eles unem forças para fugir e tentar sobreviver a uma noite de caos homicida. Cinépolis 2 – 16h10, 22h25 (leg/diariamente), Cinépolis 10 – 13h15, 18h (dub/diariamente).

CONTINUAÇÕES Copa de Elite: BRA. 14 anos. Cinemais Millennium – 15h10, 17h10, 19h15, 21h20 (diriamente); Cinemais Plaza – 14h50, 16h50, 18h50, 21h (diariamente); Cinemark 8 – 11h30 (somente sábado e domingo), 14h, 16h30, 19h, 21h30 (diariamente), 23h50 (somente sábado); Cinépolis 6 – 16h15, 18h45 (diariamente); Playarte 3 – 17h30, 19h30, 21h30 (diariamente), 23h30 (somente sexta-feira e sábado). O Filho de Deus: EUA. 14 anos. Cinemark 3 – 15h40 (dub/diariamente); Cinépolis 6 – 21h15 (leg/diariamente); Playarte 2 – 12h20, 15h (dub/diariamente). Júlio Sumiu: BRA. 16 anos. Cinemais Millennium – 18h40, 21h (diariamente); Cinemais Plaza – 19h30, 21h50 (diariamente); Cinemark 2 – 20h10, 22h20 (diariamente); Cinépolis 2 – 13h10, 19h10 (diariamente), Cinépolis 10 – 15h45, 21h (diariamente); Playarte 3 – 13h30, 15h30 (diariamente).

Divergente: EUA. 14 anos. Cinemais Millennium – 13h50, 16h30, 19h10, 21h50 (dub/diariamente); Cinemais Plaza – 13h30, 16h15, 18h55, 21h35 (leg/diariamente); Cinemark 1 – 11h20 (dub/somente sábado e domingo), 14h30, 17h30, 20h30 (dub/diariamente), 23h30 (dub/somente sábado); Cinépolis 3 – 18h10, 21h15 (dub/diariamente), Cinépolis 7 – 14h15, 17h30, 20h45 (leg/diariamente); Playarte 8 – 18h10, 20h50 (dub/diariamente), 23h30 (dub/somente sexta-feira e sábado), Playarte 9 – 13h10, 15h50, 18h30, 21h10 (leg/diariamente), 23h50 (leg/somente sexta-feira e sábado). Capitão América 2 – O Soldado Invernal: EUA. 12 anos. Cinemais Millennium – 14h, 16h40, 19h20, 22h (3D/dub/ diariamente), 16h10, 21h30 (leg/diariamente), 13h30, 18h50 (dub/diariamente); Cinemais Plaza – 14h, 16h40, 19h20, 22h (dub/diariamente), 13h20, 16h, 18h40,

21h20 (dub/diariamente), 15h20, 18h10, 20h50 (dub/diariamente); Cinemark 5 – 15h45, 21h15 (3D/dub/diariamente), Cinemark 7 – 22h10 (3D/dub/diariamente), 13h, 16h10, 19h10 (dub/diariamente); Cinépolis 1 – 14h10 (3D/leg/diariamente), Cinépolis 5 – 13h, 19h (3D/dub/diariamente), 16h, 22h (3D/leg/diariamente); Cinépolis 8 – 17h (dub/diariamente); Playarte 1 – 14h10, 17h (3D/dub/diariamente), 20h (3D/leg/diariamente), 22h50 (3D/leg/ somente sexta-feira e sábado); Playarte 4 – 21h (leg/diariamente), Playarte 5 – 12h30, 15h10, 17h50, 20h30 (dub/ diariamente), 23h10 (dub/somente sextafeira e sábado). Noé: EUA. 14 anos. Cinemais Millennium – 13h40, 16h20, 19h, 21h40 (3D/ dub/diariamente); 13h10, 15h50, 18h30, 21h10 (dub/diariamente); Cinemais Plaza – 13h40, 16h20, 19h, 21h40 (dub/diariamente); Cinemark 3 – 12h40, 18h40, 22h

(3D/dub/diariamente), Cinemark 4 – 12h (dub/somente sábado e domingo), 15h, 18h, 21h (dub/diariamente), 0h (dub/somente sábado); Cinépolis 1 – 17h10, 20h25 (3D/leg/diariamente), Cinépolis 4 – 19h30, 22h30 (3D/dub/diariamente), Cinépolis 8 – 13h45 (dub/diariamente), 20h (leg/diariamente); Playarte 2 – 17h40, 20h20 (leg/diariamente), 23h (leg/somente sexta-feira e sábado), Playarte 4 – 12h50, 15h35, 18h20 (dub/diariamente), 23h50 (dub/somente sexta-feira e sábado). Rio 2: EUA. Livre. Cinemais Millennium – 14h10, 16h15 (dub/diariamente); Cinemais Plaza – 14h30, 17h (diariamente); Cinemark 2 – 12h45, 15h15, 17h45 (dub/diariamente), Cinemark 5 – 13h10, 18h50 (3D/dub/diariamente); Cinépolis 3 – 15h10 (dub/diariamente), Cinépolis 6 – 13h30 (dub/diariamente); Playarte 7 – 12h50, 15h (dub/diariamente), Playarte 8 – 13h50, 16h (dub/diariamente).


SIMON POTTER/IMAGE SOURCE/FOLHAPRESS

Caderno C

Dicas para manter seu carro MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

economia@emtempo.com.br

(92) 3090-1045

Página C6

Evite erros previdenciários e salve sua aposentadoria Uma vez contratado o plano, investidor deve rever condições a cada seis meses, afirmam consultores financeiros

DANIELLE BRANT DE SÃO PAULO

U

m dos principais erros no planejamento da aposentadoria pode ser cometido na escolha do tipo de plano de previdência privada, afirmam consultores. Há no mercado duas opções: PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre). O primeiro é vantajoso para quem faz declaração completa do Imposto de Renda, pois é permitido deduzir o valor investido no limite de 12% da renda tributável. “Só vale a pena aplicar até esse limite. Se houver mais a investir, o valor deve ser destinado a um VGBL, pois, no resgate, o IR é cobrado sobre o rendimento, enquanto no PGBL a incidência é sobre o valor total”, diz Rosana Techima, diretora da Caixa Previdência (leia mais na pág. B5). A data do início da contribuição para um plano de previdência é outro fator importante: quanto antes, melhor. “Há quem ache que o melhor momento para pensar em aposentadoria é perto dos 40 anos. Mas aí a pessoa leva um susto, porque o sacrifício que tem de fazer para poupar é maior. Em vez de investir R$ 100 por mês, por exemplo, para ter determinada renda na aposentadoria, precisa aplicar R$ 400”, diz Techima.

Para a especialista em educação financeira Cássia D’Aquino, porém, é pouco realista exigir que jovens na faixa dos 20 anos se preocupem com a velhice. Por outro lado, muitos adultos não planejam sua aposentadoria, mas, ao terem um filho, abrem um plano de previdência para a criança. “É pouco inteligente. Se você não tem aposentadoria, vai depender do seu filho”, diz. Calcular mal a renda necessá-

OPÇÕES

Há dois meios: PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre). O primeiro é vantajoso para quem faz declaração completa do IR, pode-se deduzir o valor no limite de 12%. ria para uma velhice sem contratempos financeiros é outro problema comum. Para fazer as contas corretamente, é preciso considerar, por exemplo, que, embora algumas despesas possam diminuir na aposentadoria – como com o sustento de filhos –, outras tendem a aumentar, como gastos com médicos, afirmam consultores. Padrão de vida Estabelecido o valor mensal para manter o padrão de vida

desejado, é preciso conversar com o gestor do plano para equilibrar riscos e potencial de retorno ao longo do tempo. “Quando se é jovem, podese investir em fundos de previdência mais agressivos, com mais aplicação em renda variável, como ações. Isso porque há tempo para, em eventual perda no curto prazo, recuperar o valor investido e obter ganhos”, diz Techima, da Caixa Previdência. Mais perto da aposentadoria, porém, é necessário adotar uma posição mais conservadora, optando mais por fundos de renda fixa. Além disso, ao longo dos anos de investimento, é preciso fazer um acompanhamento periódico – a cada seis meses, por exemplo – do plano para ver se o rendimento está adequado aos objetivos. “Sempre que o investidor tiver um aumento salarial deve elevar os valores aplicados, para otimizar os resultados”, diz Sandro Bonfim, superintendente de produto da seguradora Brasilprev. É preciso ainda estar atento aos custos cobrados nos PGBL e VGBL, como taxas de administração e de carregamento – que “comem” uma parte do dinheiro aplicado. Vale a pena pesquisar entre os concorrentes e barganhar valores. E, se depois de entrar no plano o investidor estiver insatisfeito, pode migrar de produto dentro da mesma instituição ou para outra.

Como escolher tributação de IR Escolher a forma de tributação do plano de previdência privada é um dos grandes desafios do investidor. Tanto para o plano tipo PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) como para o VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre), é preciso optar entre a tabela de tributação de Imposto de Renda progressiva e a regressiva. Uma vez feita a escolha, não é possível mudar de ideia depois. E uma decisão errada pode

pesar no bolso. Na tabela regressiva, a alíquota de IR cobrada começa em 35% e vai caindo a cada dois anos, até chegar a 10% após dez anos, sobre cada contribuição – os aniversários, portanto, variam. Assim, os valores aplicados há mais de dez anos serão tributados em 10% de IR, mas, para os mais recentes, a alíquota será maior que essa, até o limite de 35%. Já o regime progressivo

adota as alíquotas usadas na declaração de ajuste anual do IR – de zero a 27,5%. Por isto, é importante solicitar à instituição, antes de optar, uma simulação do impacto do imposto a ser cobrado sobre o valor final de resgate do plano pelo prazo em que se pretende investir. Na tabela progressiva, ocorre tributação antecipada de 15% na fonte, sendo que o restante deve ser ajustado na declaração anual de IR.

NICK WHITE CM/IMAGE SOURCE/FOLHAPRESS

É necessário analisar todos os tipo de plano, projeção de renda necessária na velhice e idade para início da aplicação


C2

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

Entenda o Tesouro Direto Títulos públicos vendidos pela web são opção de baixo risco para o planejamento de aposentadoria por conta própria. É necessário conhecer as características de cada papel para fazer escolha de acordo com objetivos e prazo


C3

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

Compra de planos privados vai além de aposentadoria ANDERSON FIGO DE SÃO PAULO

A

lém de serem usados para complementar a aposentadoria, os planos de previdência privada podem ser uma opção para realizar projetos de vida de longo prazo, como pagar a faculdade dos filhos ou ajudálos a comprar o primeiro imóvel depois de formados. Consultores de investimentos afirmam que esses objetivos podem ser alcançados mais facilmente por meio desses produtos em razão da disciplina de aplicação que os planos exigem. Os especialistas também citam vantagens como a possibilidade de dedução do Imposto de Renda do valor investido no PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre). “Cerca de um terço dos que nascem no Brasil não chega aos 65 anos. E essa é normalmente a idade em que as pessoas pensam em se aposentar”, diz Luís Felipe Maciel, superintendente de planejamento da Mongeral Aegon. “Pode ser difícil pensar nisso, mas é preciso considerar a hipótese de você não chegar a essa altura da vida e de ou-

tras pessoas dependerem dos recursos que você conseguiu poupar. Portanto, a previdência tem um sentido muito mais amplo do que aposentadoria”, acrescenta. Uma das vantagens de investir em planos de previdência, ressaltam consultores, é o chamado diferimento do imposto, ou seja, o adiamento da tributação para

OBJETIVO

Uso da previdência privada vai além da aposentadoria porque muitos brasileiros não chegam aos 65 anos. Pode-se usar para pagar faculdade dos filhos, viagens longas, reforma ou compra de imóveis. a hora do resgate do investimento. “Quando você posterga o pagamento de impostos, tem o benefício antes de chegar ao fim do prazo da aplicação, pois pode usar o valor que seria destinado ao tributo para realizar outros projetos”, afirma Maciel. É importante ressaltar, porém, que tanto os planos PGBL

IMAGE SOURCE-FOLHAPRESS

Previdência pode ajudar pais a bancar faculdade dos filhos. Pagamento de impostos no resgate permite usar valor em projetos como os VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) têm cobrança de Imposto de Renda no resgate. Como o tempo a poupar é longo, a pessoa pode escolher por um plano com tributação regressiva – quando a alíquota do IR fica menor quanto mais tempo o aplicador permanece no plano. Longo prazo “Essa é uma vantagem que foi criada em 2005 exatamente com o objetivo de estimular a poupança de longo prazo no país”, diz Mariane Bottaro, superintendente de gestão estratégica da seguradora Brasilprev. “Um pai que contrata um plano assim que o filho nasce, por exemplo, pode contribuir por 20 anos em um regime regressivo e pagar um imposto médio de 15% no fim da aplicação, quando vai resgatar o dinheiro para cobrir a faculdade desse filho”. No caso do PGBL, a maior vantagem é a possibilidade de abater, da declaração completa do Imposto de Renda, o investimento feito no plano, até o limite de 12% da renda total tributável

Previdência previada vira forma de poupar sem preocupar-se com grandes perdas no resgate


C4

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

Venda de passagem aérea aumenta frente a ônibus JOEL SILVA/FOLHAPRESS

Empresas de transporte rodoviário cortam investimento e se dizem prejudicadas por benefício tributário do setor aéreo

Guichês de ônibus interestaduais vazios na rodoviária de Campinas (SP); empresas perderam 2,4 mil passageiros por dia

LUCAS SAMPAIO DE CAMPINA

E

m meio à expansão da aviação civil, as empresas de transporte rodoviário de passageiros perderam 7,1 milhões de usuários entre 2005 e 2013 – em média, mais de 2.400 por dia. Diante dessa queda, retratada em dados da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), empresas do setor cortam investimentos e se dizem prejudicadas pela ação do poder público. No mesmo período as companhias aéreas ganharam 51,2 milhões de passageiros domésticos – média de 17,5 mil pessoas por dia, segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). “O pior já passou [perda de passageiros de 2005 a 2008], mas nunca vai voltar a ser o que era”, diz Paulo Alsemo, gerente de vendas da Gontijo e da São Geraldo, duas das maiores empresas de ônibus. “Hoje estamos na fase de recuperar uma parcela dos passageiros que perdemos.” A dona de casa Sílvia Peixoto, 55, ajuda a engrossar a estatística: queda de 11% nos passageiros de ônibus em viagens longas e alta de 132% no movimento dos aeroportos. Moradora de São Carlos (SP), ela costumava viajar 1.978 quilômetros de ônibus todo ano para visitar parentes em Conde (BA). Em 2013, foi de avião pela primeira vez. Na semana passada, estava de volta ao aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), dessa vez rumo ao Recife, para conhecer a neta. “Nem procurei ônibus”. Professor de logística e transportes da Unicamp, Orlando Lima Júnior afirma que essa migração de passageiros tende a se estabilizar. “A alta do poder aquisitivo beneficiou também as empresas de ônibus. Senão, a queda seria ainda maior”.

Ônibus x avião Executivos das principais empresas de ônibus do país reclamam de benefícios concedidos pelo governo federal à aviação civil. Outro alvo de críticas é a licitação da ANTT para redistribuir a malha viária interestadual – fato que, afirmam os executivos, motiva retenção de novos investimentos. Eles dizem pagar ICMS de até 18% sobre o preço da passagem, enquanto há isenção na aviação civil. “Há claro favorecimento do aéreo”, diz Hugo de Faveri, diretor comercial da Itapemirim. Ana Patrizia Lira, direto- ra da agência reguladora, afirma que “melhor seria se ninguém pagasse o ICMS”, mas defende os benefícios à aviação. “O governo quer levar o desenvolvimento para o setor aéreo que já existe no rodoviário”. Sobre a licitação das linhas interestaduais – suspensa por ordem judicial –, Lira diz que a medida irá proporcionar “maior qualidade do serviço e menores tarifas”. “O principal entrave é a indefinição sobre como ficará a atividade em razão da licitação”, afirma Paulo Lima, presidente da Abrati (associação de empresas do setor). Por causa disso, empresas estão revendo investimentos em frota e garagens, por exemplo. “Os investimentos estão suspensos. Vamos esperar uma definição”, disse Favieri, da Itapemirim. Serviço público O transporte rodoviário interestadual de passageiros é considerado serviço público. Por isso, a regulação da atividade inclui licitação, controle de tarifas e oferta mínima de linhas regulares, mesmo que elas sejam deficitárias. Na aviação, não há controle sobre preço das passagens e a criação de linhas depende apenas da disponibilidade nos aeroportos.

Preço de bilhete aéreo compete com rodoviário Depois de seis anos, as manicures Silvana e Aurineia Marques passaram a Páscoa com o irmão e a família em Americana (SP). Para o reencontro, voaram de Brasília para Campinas e gastaram R$ 1.700 em cinco passagens – as três filhas de Silvana também foram conhecer o tio. Pagaram R$ 172 por passagem, um pouco mais que

os R$ 154 da tarifa de ônibus convencional. “É outra coisa”, afirma Aurineia, a única que já havia viajado de avião. Três anos antes, o irmão havia visitado as duas em Brasília, mas usou ônibus. “São 12 horas em quase mil quilômetros”, diz Silvana. Executivos do transporte rodoviário concordam que é difícil competir com a aviação em viagens supe-

riores a 500 km – sobretudo pelo tempo, pois os preços hoje são competitivos. Mesmo assim, ainda há quem opte pelo ônibus. José Henrique Silva, 40, desembolsou R$ 374 e enfrentou 46 horas entre Pinheiro (MA) e Campinas para trabalhar nas obras de ampliação de Viracopos. “É muito tempo, mas lá não tem emprego”, diz Silva, que

viajou uma vez de avião, quando trabalhava em Belo Monte (PA) e a empresa pagou a passagem. Ele diz não ter pesquisado preço antes de comprar a viagem. “Nem procurei. Acho que é mais caro”. Com uma semana de antecedência, é possível encontrar bilhete aéreo São Luís-Campinas por R$ 350. A viagem dura cinco horas.


C5

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

Empresas inventam nome ‘fofo’ para tratar clientes FILIPE OLIVEIRA DE SÃO PAULO

O

ContaAzul errou. A empresa, que fornece um programa online de gestão para pequenos negócios, levou dois dias para conseguir resolver um problema que deveria ter sido solucionado em, no máximo, dez horas. Mesmo com a solução, o usuário seguia insatisfeito. Para mudar o jogo, o departamento de “Uau!”, como é chamado o setor de atendimento, entrou em ação. Uma das “encantadoras de clientes” viu no Facebook que ele era palmeirense, comprou uma camisa do time e a enviou pelo correio com um cartão de desculpas assinado à mão, diz Vinicius Roveda, 32, sócio da companhia. Outras empresas também estão adotando novos nomes de cargos ou valorizando o “carinho” no trato com o cliente. A Pitzi, que conserta celulares quebrados para quem paga uma mensalidade, diz que a capacidade de ser “carinhoso” é testada durante a seleção de profissionais. A habilidade é medida por meio de uma série de perguntas e atividades em grupo, afirma o fundador da empresa, o norte-americano

Daniel Hatkoff, 30. O uso de um vocabulário que coloca o cliente em foco ajuda a equipe a atendê-lo melhor, diz Charles Monteux, da consultoria Value Partners. Segundo ele, isso mostra para toda a equipe o valor que a companhia dá ao tema. Ele afirma que o tempo e o dinheiro investidos no atendi-

CARINHO

A Pitzi, que conserta celulares quebrados para quem paga uma mensalidade, diz que a capacidade de ser “carinhoso” é testada durante a seleção de profissionais. A habilidade é medida por atividades em grupo. mento dependem do posicionamento do negócio no mercado. “Uma companhia que vende um produto premium precisa de um atendimento premium”, avalia. Mas não basta só colocar nomes motivadores, diz Marcos Sousa, da Superação, que oferece treinamentos e consultorias em vendas. É preciso também treinar funcionários, criar processos eficientes e equipes

RAQUEL CUNHA/FOLHAPRESS

Cargos e departamentos de SAC ganham novos nomes e serviços para enfatizar missão de ‘encantar’ consumidor com tamanho para atender à demanda. Visita surpresa Quando mesmo assim não dá certo o próprio dono do negócio pode tentar resolver a questão. Uma apresentação de slides da consultora de branding (gestão de marcas) Gica Abu, 29, em que ela contava não ter tido a atenção da loja on-line de móveis Oppa depois de receber produtos com defeito, ganhou as redes sociais em março. A queixa teve mais de 50 mil compartilhamentos e terminou com o presidente da empresa, o alemão Max Reichel, na casa dela, trazendo bolo e chá, pedindo desculpas e trocando as peças. Ela diz que a visita a surpreendeu positivamente no momento, o que a levou a fazer uma apresentação nova, contando o fim da história. Mas ela afirma se sentir frustrada com o caso, por não acreditar que a empresa tenha mudado de atitude em relação a outros consumidores insatisfeitos que não conseguiram dar a mesma repercussão aos seus problemas. Procurada pela Folha, a Oppa disse estar “trabalhando muito para trazer soluções sólidas e definitivas”.

Daniel Hatkoff, fundador da empresa Pitzi, que teste carinho de candidatos a vaga no SAC


C6

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

Finanças Pessoais Marcia Dessen

José está prestes a realizar o sonho de comprar um carro novo. A despesa de manutenção do carro velho aumentou muito e, com alguma frequência, volta à oficina para um novo conserto. O mercado de veículos está superaquecido, com ofertas e mais ofertas bombardeando os consumidores que, como José, sentem-se atraídos pela possibilidade de comprar um carro novo. José visitou uma concessionária e ficou maravilhado com os carros reluzentes em exposição, perfilados sedutoramente no amplo salão que acolhe os visitantes. Foi prontamente atendido por um vendedor eloquente que o convidou para conhecer melhor o interior de um carro e fazer um test-drive. Empolgado com a possibilidade de ter um carro como aquele, e ao mesmo tempo inseguro e frustrado pela percepção de não ter dinheiro suficiente para pagar por aquele veículo precioso, José segue dirigindo pelas ruas das redondezas do bairro ouvindo o discurso convincente do vendedor que não se cansa de enumerar as qualidades e vantagens de ter um carro como aquele. De volta à concessionária, o vendedor se apressa em dizer que o carro podia ser dele por R$ 799 mensais. José, induzido a pensar no valor da prestação que soava muito menor do que o valor total do carro, começou a

FERNANDO DE ALMEIDA

Veículo próprio: é fácil comprar, mas caro manter

acreditar que seu desejo podia se realizar. Em poucos minutos, ele estava preenchendo uma solicitação de financiamento, assinou alguns papéis, deixou o carro velho como entrada e já estava de posse de seu novo carro! José não parou para pensar que seriam R$ 799 mensais por muitos e muitos meses, anos a fio. Ele tinha acabado de comprar um carro que custa, provavelmente, a maior parte da renda que recebe em um ano inteiro de trabalho. A história se complica ainda

FOLHAINVEST

Líder atual do simulador da Bolsa tem ganho de 76,4% no ano Com valorização de 76,4% em sua carteira de ações no ano, Roger Thiago Alves Rodrigues mantém pela oitava sétima semana a liderança do ranking 2014 do Folhainvest, simulador da Bolsa de Valores feito pela Folha em parceria com a BM&FBovespa. Em segundo lugar, está Angelo Siewerdt, com ganho de 56,4%. Calefe Oliveira aparece na terceira colocação, com 54,3%, seguido por Dulce Cabral, que registra valorização de 52,6% em sua carteira de ações. A relação dos cinco primeiros se completa com Bruno Miguel, com 52,4%. No ranking universitário, Rodrigues lidera, com Siewerdt em segundo. Dulce Cabral está no topo do ranking feminino. No recorte por regiões, Be-

nedito Dalton Goes Neto é o primeiro colocado no Norte, com ganho de 29,9%. No Nordeste, aparece Rogerio Maia, com 32,9%. Líder geral, Rodrigues é da região Sudeste. No Sul, Siewerdt está no topo. E Jácomo Queiroz (46,1%) é o primeiro no Centro-Oeste. Os interessados em participar podem se inscrever gratuitamente no site do simulador (www.folhainvest.com.br). O ranking para a premiação do ano começa a ser computado no momento da inscrição. A premiação em 2014 contempla cursos sobre investimentos, acesso a banco de dados de cotações e iPads, mas pode haver substituição desses itens por outros produtos equivalentes ou com valor financeiro similar.

mais quando adicionamos ao valor de compra as despesas anuais de IPVA (imposto do veículo), licenciamento, seguro e manutenção durante os sete ou dez anos em que ficará de posse do carro. Compre à vista Pensar com base no valor da prestação e deixar de planejar as demais despesas envolvidas acabou por induzir José a gastar mais dinheiro do que podia. A situação se complica ainda mais ao comprometer recursos que não estão dis-

poníveis e são provenientes de uma dívida contraída para essa finalidade. A situação ideal seria acumular dinheiro suficiente para comprar um carro à vista. Talvez não fosse o carro dos sonhos de José, mas seria o veículo que ele poderia comprar. Economizaria nos juros, no seguro, na manutenção e, aos poucos, com novas economias, viabilizaria a troca por um modelo mais completo. Carro usado Comprar um carro usado é

uma boa estratégia para não gastar além de suas posses e não contrair dívida para adquirir um produto que se desvaloriza. Não dê ouvidos ao discurso dos vendedores de que você gastará muito mais em manutenção se comprar um carro usado. Não estou recomendando a compra de um carro velho, mas de um carro usado, seminovo, em bom estado de conservação. O preço já estará cerca de 20% depreciado e ainda será novo o suficiente para que as

despesas de manutenção sejam moderadas. Taxa de licenciamento, IPVA e seguro também serão mais econômicos. Faça as contas Calcule inicialmente as despesas anuais. IPVA de 4% do valor do carro (na cidade de São Paulo). Como o valor do seguro varia bastante de acordo com o carro e o motorista, vamos imaginar 7% de seguro. Adicione mais 2% para despesas diversas de manutenção, licenciamento e multas, totalizando 13% do valor do carro. Supondo um carro de R$ 50 mil, o orçamento anual será de R$ 6.500, equivalentes a R$ 541 mensais. Agora, calcule as despesas mensais. Comece com o valor que precisa ser poupado todos os meses para pagar as despesas anuais, ou seja, R$ 541. Adicione o valor da prestação de R$ 799, combustível, estacionamento e pedágios. Chegaremos a cerca de R$ 1.750 mensais, bem acima do valor da prestação que, no dia da compra, José imaginou que caberia no seu bolso. Planeje antes de comprar. Calcule que percentual da renda familiar as despesas do carro representam. Avalie se o carro é prioridade em detrimento de outros objetivos pessoais e familiares. Planejamento feito? Parabéns. E vá em frente!!


C7

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014

CARO DINHEIRO Samy Dana Mande sua pergunta para coluna caro.dinheiro@grupofolha.com.br

Onde aplicar R$ 180 mil com baixo risco por dois anos? Você diz em sua pergunta completa que busca alternativas à poupança e a investimento em ações da Vale, papéis que acumulam perdas nos últimos anos. Como opções que podem proporcionar maior rentabilidade com baixo risco, há três modalidades que podem ser vantajosas pelo prazo desejado: Tesouro Direto por meio das LTN (Letras do Tesouro Nacional) ou das LTF (Letras Financeiras do Tesouro), fundos DI e letras de crédito tanto imobiliário (as LCI) quanto do Agronegócio (as LCA). Todas as ferramentas citadas têm rentabilidade superior à da poupança e, nos últimos anos, tiveram resultados melhores do

que as ações da Vale. Faremos uma análise da rentabilidade da poupança em comparação com cada modalidade. Serão adotados os seguintes parâmetros: TR (Taxa Referencial) de 0,03% ao mês, CDI (taxa média de juros do empréstimo entre bancos) anual de 11,97%, com CDB (Certificado de Depósito Bancário) a 95% do CDI, taxa de administração de fundos a 1,5% ao ano, juros anuais de 12,47% para títulos LTN com isenção de tarifas administrativas, como algumas corretoras praticam, e remuneração das Letras de Crédito a 85% do CDI. O título do Tesouro escolhido para a análise tem vencimento

Há alguma bolha imobiliária no Brasil? Compro imóvel? RESPOSTA DO PROFESSOR WILLIAM EID, DA FGV - De acordo com o Nobel de Economia Robert Shiller, bolhas são um tipo de epidemia social na qual as pessoas se movem pelo entusiasmo generalizado com supostas oportunidades de ganhar dinheiro. Nas bolhas, todos acreditam que os preços vão continuar subindo sempre. Isso não acontece na vida real. Preços que sobem muito, em particular altas que não têm sustentação, vão cair. E é o que acontece hoje no mercado imobiliário brasileiro. Já não se discute muito se há ou não uma bolha. O que vemos é que os preços estão em fase de estagnação, os lançamentos imobiliários diminuem e mesmo os incorporadores falam em descontos para vender. Os preços subiram por alguns motivos. O principal foi a expansão de crédito imobiliário nos últimos anos. O volume de crédito cresceu mais de 500%. Só que a alta no preços não foi acompanhada nem pelo aumento de renda da população nem pelo aumento dos aluguéis. A bolha também não tem que

estourar. Os preços podem ficar estagnados e a inflação fará, como está fazendo, o serviço. Com 6% de inflação ao ano, em três anos um preço nominal estagnado dará uma perda de 20%. Em cinco anos, quase 35%. E, com perspectivas econômicas para os próximos anos não muito boas, o caminho já está traçado. Então o primeiro conselho é: deixe para comprar mais para a frente. Aproveite para acumular a “gorda entrada” de R$ 100 mil, que menciona em sua pergunta completa. E, para isso, o segredo é aproveitar as taxas de juros elevadas do momento. Uma estratégia é buscar CDBs (Certificados de Depósito Bancário) de bancos médios, que pagam mais que outros produtos e têm garantia do FGC (Fundo Garantidor de Créditos) de até R$ 250 mil por CPF por instituição. Outra opção são fundos de renda fixa crédito livre, que investem em títulos de empresas, mas analise o desempenho passado e busque taxas de administração baixas. Mas o principal segredo é manter a disciplina. Planeje aplicar um percentual dos seus ganhos mensalmente e cumpra o plano.

Indicadores Econômicos

em 1º de janeiro de 2017, ou seja, validade de 32 meses, sendo essa a duração utilizada na simulação. Considerando a aplicação de R$ 180 mil, obtemos, ao final do período, R$ 33,17 mil de rendimento na poupança. Nos fundos DI, por sua vez, R$ 45,85 mil. Nas LCA e nas LCI, R$ 50,75 mil. E o Tesouro Direto, ferramenta mais rentável, paga R$ 54,60 mil. Em uma segunda simulação, dessa vez considerando R$ 150 mil aplicados em renda fixa e R$ 30 mil mantidos nas ações da Vale, temos rendimento de R$ 27,65 mil na poupança, R$ 38,21 mil nos fundos DI, R$ 42,30 mil nas letras de crédito e R$ 45,50 mil no Tesouro Direto.

No longo prazo, a Bolsa tem registrado retornos menores que os títulos de renda fixa, sendo mais interessante, principalmente para o perfil de baixo risco, aplicar em Tesouro. Ao mesmo tempo, a poupança se mostra o pior investimento nas condições atuais, podendo ser substituída por títulos, fundos e letras de crédito. É importante atentar-se, em qualquer caso, às taxas cobradas pelas instituições financeiras, e, nos fundos DI e nas letras de crédito, deve-se analisar o risco do banco contratado para reduzir as chances de dores de cabeça. SAMY DANA é professor de economia da FGV. Twitter: @samydana. Facebook: facebook. com/CaroDinheiro

Eu invisto em...

Mariana Aydar, cantora

Invisto em meus próprios equipamentos de estúdio. Também aplico em previdência privada, viagens e em cultura


C8 ��

MANAUS, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2014 ������������������������������������������

���������������������������������� ����������������������� ������������������������������ ������������������������ ��������������������������������

Letras de Créditos Imobiliário e do Agronegócio são opções para Pessoas Físicas que fogem da ‘mordida’ do Fisco ���������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������� ���������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������� �����������������

���������������������� ����������������������� ����������������������� ����������������������� ����������������������������� �������������������������������� ����������������������������� ������������������������������ ������������������������������� ����������������������������� ������������������������������ ������������������������������ ��� ������ ��� ������������� ����� �������������������������������� ����������������������������� ���� ������ ��� �������� ��� ������ ����� �� ������� �������� ���� ���� ��������������������������������� ���������������������������� ��������������������������������� ���������������������������� ��������������� ������������ ��� ������ ��� ���� ����������������� ������������ ������� ��������������� �������� ��������������������������� ����������������������������� ������������������������������ ������������� ��� ��� ������������� ��� ������������� ����������������������������������� ���� ����������� ���������� ����� ����������������������������� ������������ ��� ���������� ���������������������� ������������������������������� �������������������������������� ��������������������� ����������������������� ����������� ������������������ ������������������������������� ������������������� �� ��������� ����������� ��� ������ ����� ���������� ��� ��������������������������� ��� ����� �� ������ ����� ���� ����������������������� ���������� ��� ������������� ���� ������������������������������ �� ����������� �������� ����� �������������������������� ����������������������������� ������������������������������ ������������������������������� ����� ���������� ������ ����� ���� ������� ��������� ������� ������� �� ���������������� �� ����������������������������� ��������������������������� ����������� ����� ������ ������ ������������������������������� ������� ���� ���� ��������� ������ �� ������ �� ��� ������ ��������������������������� ���� ������������������������������� ������� ���� ���� ����������� ���������������������������� �������������������������������� �������������������������������� ������������������������������ ������ ����� ���������� ��� ��������������������������������� �������� ��� ����������� ������ ������������������������������ ����������������� ������������������������������ � ������� ��� ��������� ��������� ���������������� ������������������������������ ����������������������������� ������� �� �� �������� ���������� �������������� ������������������ ����� ��������� ������ ������ ������������������������������ ������������������������������� ���������������������������� ������������ �� ������� �������������� ����������������������������� ��� ������������������������������� ���������� ���� ����� ����������������������������� ������������������������������� ������������������������������� ������������������������� ������������������������������� ���������������������� ��������������������������������� ������������������������� ���������� ��� ������� ��� �������������������������� ������� �������������������������������� ������������������������������ �� ��������� ��� ���������� ��� �������������������������������� ������������������������������� ������������������������������ ������������� ��� ��������� ��������������������������� �������� ��� ��������� ���������� ����� ��������������������������� ��� ����������� ����� ��� �������� ��� ��������� ���� ����� ����������������������������� ���� ���������� ���� ������������ ������� �� ������ ������������ ������������� ��� ���� ��������� ������� ��� ����������������������������� ������� ����������������������� ����������������������������� ����� ����������� ������� ���� ���� ���������� �������� ����� �������������������������� ������� ��� ������� ��� ���� ��� ����������������������������� ������ ���� ���� ����� ��������� ������������������������������ ����������������������������� �������������������������� ������������������������������� ������������������������ ���������������������������� ��������������������������� ��� ���� ���� �������� �������� ���� ���� ������� ��� ����������� � �������� ��� ������� ������������������������������ �������������������������� ������������ ��� �������� ���� ����������������������������� ����������������������������� ����� �������� ��� ����� ����� ������� �� ������� ������� ����� ������� ��������� ����� ����� ��� ����� ��� ������ �� ��� ������� ��� �� ��������� �� ��������������������������������� ����������� ������������ ��� ����������������������������� ������������������ �������� ����� ������������� ����������������������������� �������������������������� ��� ������������ ���� ����� ��������� �� ����������� ��� ���� ����������� ���� �������� ���� ��� ���������� ��� ���� ����������������������������� ����������������������������� ������ ������� ���������� ��� ���������� ��������� ������� ���� ���� ����������������������������� ���������������������������� ���������������������� ��������� ���� ��������� �� ��� ����������������������������� ����� ����� �������������� ���������������������������� �������� ����������������������� ������������������������������ �������� ������ ��� ��������� �������������� ��� ���� ������ ����������������������������� ��������������������������� ����������� ���������������������� �������� ������ ������ ���� ������������������������� ������������������������� ���������� �������������������������� ��������������������������� ������ ������ ���� ��������� �������������������� �������������������������� � ��������� ��� ��������� ��������������������������� ���� ��������� ���� �������� ��� ������� ������ ���� ���� ��������������������������� ��� ����������� ��� �������� �� ���������� ���� �� ������ ������������������������������ ��� ��������������� ������� ����������� ��� ���� ����������������� ������ ��� ����� ������� ���������������������������� ����� �� ������ ����� ������� ���� ������������� ��� ������ ������������������������������ ���������������������������� ���� �������������������������� ���� ������ �� ��������� ��� �������� ����������������������� ��������������������������� ����������������������������� ����� �������� ��� ���������� ��� ��������� ������ ����� ��� �������������������������� ������� ������ ������������� ������ ������� �������� �������� ����� �������������������������� �������� �� ���� ����� ������������������������������ �� ������ ��������� ��� ������������������������������ �������� ��� ��������� ���� ����� ������������������������� ������������������� ���� ������ ���� ��� ������������������������������� ���������� ���� �������� �������������������������������� ��������������������������� ���������������������� ��������������������������� �������������������� ����������� ���� ��� ������������ ��� ��� ������������������������ ������������ ��� ���������� ����������������������������� ����������������� ��� ���������� �������� ��� ��� ���������� ����� ����� �� ��������� ������������������������������� ����������� ��� ������ ������� ���������� ������ ��� �������� �������������������������� ������� �������������� �������������������������� ���� ������� ��� �� ��������� ������ ��������������������������� ���������������������������� ���� �������� ���������� ����������� ������� ����������� �������������������������

�����������������������������������������������������

������������������������������ ���������������������������������� ����������� ������������ �� ��������� ����� �� ������������������������������ ������ �������� ������ ���������� ����������� ��� ����� ������ ���� ����������� ���� ��� �������������������� ��������������� �� ������� �� ��� ������������������������ ������ ��������� ��� ���� ����� ���� �� ���� ������� ������������� ������������ ���������������������������� ���� ���� ��� ���������� ��� ���� ������ ��� ������ ���� ����� ��� ���� ������ ������� ������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������ ������������������������������ ��� ��� ��� ������ ��� ��� �������� ��� ������ ���������������������������� ������������������������������� ������ ������ ���������� ������ ������� ��� ������ ���������������� ���������������� ��� ��������������������� ���������������������������� ��������� ������������ ��� ��� ��� ���������������������� ������������������������������ �������������� ���������������������� ��������� ������ ������ ������ ��������������������� ������� �������� ���� ���� ������������ ������������������������������ �����������������������������

����������

����������������������������������

�������� ��������� ��������� ��������� ����������� ����� ���������������������������� ������������ �������� �� ���� ����������������������������� ������������ ����� ��������� ��������������������������� ���������������� ���� ������ ������ ��������� ������������������������� ���������������������������� ���� ���� �������������� ����������������������������� ��������������������������� ��������������������������� ��� ������� ��������������� ������ ������ �� ���� ������� ��� ������ ����� ��������������� ����������������������������� �������������������������� ���������������������������� ������ ����������� ������ ����� �������� ����� ����������� ��� �������������������������� ������ �� ��������� ���� ���� ������������������������ ��������������������� ���� ��������� �� �� ������� ������������������������� ��������� ��������� ��� ����� ���������������������������� ������� ������������ ������� ��� ����������� ����� ������� �� ��������������������� ���������������������������� ����������� ��������������� ��������� �������� ��������� ����������������������������� ���������������������������� �������������������������������� ����������������������������� ������������������������������ �� ������ ����� ������� ����� ���������������������������������

������������������������������ �� ���������� ��� ������������ ��������������������������� ��� �������� ��� ������ ������ ���������������������������� �������������������������� ��������������������������� ���� ������ ��� ���������� ����������������������������� �������������������������� ����� ����� ���� ������ ������ ���������������������������� ����� ��� ������������ ������� ��������������� �� �������� ������������� ���� ��������������������������� ������� ���� ��������� ��� ������������������������������ �������������������������� ������ ��������� ����������� ��� �� �������� ����� ��� ������ ��� ��������� ������������ �� ������ ��� �������� �������� ����������������������������� ���������������������������� ���� ������������ ���� ����� ���������������������������� ���� �� �������� ���� ����� ���������������������������� ��� �������� ������� ��� ������� ������������������������� ����� ����������� �� ������ ���� ����������������������������� �������������������������� ���� ���� �������� ��������� ������ ��� �������� ������� ����� �������� ��� ��������� ��� �������� ��� ���������� �� �������������������������� ����������������������������� ���� ���� ������� ���������� ����������������������������� ������������� �� ���� ������� ��������������������������� ��� �������� ������������� ��� ����� ���� ���� ������� ��� ���� ����������� ������ ���� ��� �������������� ���� ������������ ������ ����� ��� ��������������������������� ����������������������������� ����������� ��������������������������� ���������������������������� ������� ���������� ������������� ��������� ����� ���������������������������� �������������������������������� ������������� ������� ��������������� ���� ��� ����������������������������� ���������� ��������� �� ������ ������������������������������ ����������������������������� ������������������������������ ���������������������������� ����������������������� ������������������������������� ��������� �� ����� �������� ��� ������������������������������� ������������������������������ ����������� ������ �� ������ ���� ������������������������������ ���� �������� ���� ����������� ������������������������������ ������������� ����������������� �� �������� �� ����������� ��� ��� ������������������������������ �������� ��������� �� ��������� ���������������������� ��� ����� ���������� ����� ����� �������� ����� �� ������������ ������ ���� ������������ ������ ������������������������������������������� ���������������������������� ������������

���������������������������������������������

����������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������

EM TEMPO - 28 de abril de 2014  

EM TEMPO - Caderno principal do jornal Amazonas EM TEMPO