Issuu on Google+

R$ EXEMPLAR

1,00 DE ASSINANTE

VENDA PROIBIDA PREÇO DESTA EDIÇÃO

O JORNAL QUE VOCÊ LÊ

DIVULGAÇÃO

ANO XXVI – N.º 8.273 – QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014 – PRESIDENTE: OTÁVIO RAMAN NEVES – DIRETOR EXECUTIVO: JOÃO BOSCO ARAÚJO

1.065 OPERÁRIOS SÃO

LESIONADOS NO PIM MENSALÃO

Eduardo Azeredo renuncia

TRABALHADORES SÃO AFASTADOS DE SUAS ATIVIDADES, PELA PREVIDÊNCIA SOCIAL, POR AQUISIÇÃO DE DOENÇAS OCUPACIONAIS OU ACIDENTES DE TRABALHO. ECONOMIA B1 EM BRASÍLIA

ARTHUR E BRAGA JUNTOS PELA ZF

Principal réu no processo do mensalão tucano, Eduardo Azeredo (foto) renunciou ontem ao mandato de deputado. Política A6

CAMELÔ

Deputado denuncia golpe Antes do encontro com os ministros do Supremo, o prefeito Arthur Virgílio e o senador Eduardo Braga discutiram a estratégia

DILMA ADMITE

REPRODUÇÃO

DIVULGAÇÃO

Arthur Bisneto acusou um grupo de “camelôs” de tocar o terror para prejudicar o reordenamento do Centro. Contexto A3

Forças Armadas na Copa

ISADORA PATINA PELO BRASIL

Genésis foi levada às pressas para o hospital, mas não resistiu

A presidente Dilma Rousseff disse que o governo usará as Forças Armadas para coibir atos de violência durante a Copa do Mundo. País C7

SALÁRIOS

Representante do Brasil na patinação artística olímpica, Isadora Williams (foto) fez bonito, mas não ficou entre as 24 que continuam na disputa por medalhas na Olimpíada de Inverno, em Sochi, na Rússia. Pódio E8

VENEZUELA

DIEGO JANATÃ

Miss morre após ser baleada na cabeça

O prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB) e o senador Eduardo Braga (PMDB) uniram as forças políticas para garantir, ontem, a Adin 310, que garante vantagens comparativas da Zona Franca de Manaus. Economia B2

DIVULGAÇÃO

Durante protestos na cidade de Valência, na Venezuela, a miss Genésis Carmona morreu após ser atingida na cabeça. Mundo C8

Funcionários da Suframa em greve Greve da Suframa pode comprometer a distribuição de insumos. Trabalhadores reivindicam melhoria salarial. Economia B2

MÚSICA

Festival universitário vai voltar Último esquenta da Bica ocorre esta noite, no bar do Armando

CARNAVAL

Esquenta prepara a Bica para sábado A Bica realiza hoje o último “esquenta” antes do Sábado Magro, quando a banda agita a folia pré-carnavalesca. Dia a dia C3

FALE COM A GENTE - ANÚNCIOS CLASSITEMPO, ASSINATURA, ATENDIMENTO AO LEITOR E ASSINANTES: 92 3211-3700 ESTA EDIÇÃO CONTÉM - ÚLTIMA HORA, OPINIÃO, POLÍTICA, ECONOMIA, DIA A DIA, PAÍS, MUNDO, PLATEIA E PÓDIO.

NAÇA VAI ÀS QUARTAS DE FINAL O Nacional venceu o Plácido de Castro por 1 a 0, pela Copa Verde, e está nas quartas de final da competição. Pódio E3

Festival Universitário de Música retorna nos dias 24 e 25 de maio, no campus da Universidade Federal do Amazonas. Plateia D4

8177-2096 DENÚNCIAS • FLAGRANTES

TEMPO EM MANAUS

MÁX.: 33

MÍN.:

24


A2

Última Hora

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Manifestações contra Copa incluem até apagão em jogo Ideia dos organizadores dos protestos, contra a realização do Mundial no Brasil, é provocar um blackout em todo o país

A

três meses do início da Copa do Mundo, as redes sociais têm convocações para pelo menos 29 protestos contra a realização do evento no Brasil, 15 deles ocorrerão entre hoje e sábado. O protesto programado para este sábado em São Paulo contava, até a tarde de ontem, com mais de 12 mil pessoas confirmadas. O ato é o segundo na capital paulista contra a realização da Copa. O primeiro, ocorrido no dia do aniversário da cidade, em 25 de janeiro, teve um saldo de 135 detidos, episódios de depredação protagonizados por “black blocs” e um manifestante baleado por policiais. Segundo os organizadores, os atos são motivados pelos altos gastos públicos com o evento, as desapropriações para obras da Copa e a falta de infraestrutura no país. Os grupos pretendem que os protestos atinjam o seu ápice durante a Copa. Além de São Paulo, no próximo sábado outras quatro cidadessede da Copa deverão ter protestos: Brasília, Cuiabá, Natal e Fortaleza. Já para a abertura dos jogos, em 12 de junho, a página “Bla-

DIVULGAÇÃO

ck Bloc Brasil” no Facebook organiza manifestações nos 11 estádios do evento, com 18 mil pessoas já confirmadas nos atos. Outra manifestação que começa a tomar as redes sociais é uma campanha chamada “#BlackoutNaCopa”. Apostando na fragilidade do sistema elétrico brasilei-

MOTIVOS

Segundo os organizadores das manifestações, os atos são motivados pelos altos gastos públicos com a realização da Copa, as desapropriações para obras do evento e a falta de infraestrutura no país

ro, manifestantes pretendem promover um apagão no país com uma tática inusitada: as pessoas devem ligar todos os seus eletrodomésticos, durante o hino nacional brasileiro, no início da partida de abertura da Copa. O objetivo é causar um blackout nacional. Leia mais: País C7

Organizadores das manifestações estão convocando, por meio das redes sociais, militantes para os protestos durante a Copa

CINEGRAFISTA

MOÇÃO

LOTERIAS

HC pode livrar suspeitos de atirar rojão Transferência dos camelôs REPRODUÇÃO

recebe apoio de conselho

Durante reunião, realizada na tarde de ontem, o Conselho Municipal de Gestão Estratégica (CMGE), aprovou por unanimidade, moção de apoio à Prefeitura de Manaus pelas ações que vem implementando para solucionar a transferência dos camelôs da área central da cidade. O presidente do CMGE, advogado Félix Valois, informou que as estruturas das entidades que compõem o conselho estão à disposição da prefeitura para colaborar com a realocação e requalificação dos camelôs e enalteceu a proposta de transformar os camelôs em microempresários. “Entendemos que

devemos dar apoio, porque acreditamos ser o caminho correto”, comentou. De acordo com o diretorpresidente do Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb), Roberto Moita, a adesão do conselho vai fortalecer ainda mais o trabalho desenvolvido pela prefeitura. “O conselho é muito mais que a prefeitura de Manaus, porque possui membros da sociedade civil e líderes da sociedade, que aderiram ao nosso projeto em um momento importante”, avaliou. Um dos pontos discutidos na reunião envolveu a questão da retirada pacífica dos camelôs.

MEGA-SENA Concurso nº 1575 (19/02/2014) 01

04

05

14

45

56

TIMEMANIA Concurso n. 540 (18/02/2014) 06

10 54 62 66 67 72

Time do coração RORAIMA/RR

LOTOFÁCIL Concurso n. 1021 (19/02/2014) 01

05

06

09

10

13

14

15

16

18

19

20

21

22

23

QUINA Concurso n. 3421 (19/02/2014) 20

34

49

53

78

TÁCIO MELO/SEMCOM

LOTOMANIA Concurso n. 1428 (19/02/2014) 04

Fábio Raposo (à esq.) e Caio Souza estão presos sob suspeita de atirar rojão que matou cinegrafista

Advogado dos manifestantes Caio Silva de Souza e Fábio Raposo, acusados de terem lançado o rojão que matou o cinegrafista Santiago Andrade, o criminalista Wallace Martins, 39, pretende ingressar com um pedido de habeas corpus caso seja decretada a prisão preventiva dos dois. Souza e Raposo estão presos desde a semana passada, mas em prisão temporária, de 30 dias. Caso tenham a prisão preventiva decretada, poderão ficar na penitenciária até o julgamento. O advogado argumenta que não estão presentes os requisitos para a decretação de prisão preventiva, como garantia da ordem pública, conveniência da instrução criminal para garantir a aplicação da lei.

“O Ministério Público fez o pedido com base na garantia da ordem pública, mas eles [Souza e Raposo] não são delinquentes. Dizer que a pessoa solta vai cometer crimes é uma inferência, porque a regra é a liberdade. A prisão cautelar é uma exceção”, disse. Martins pretende defender a tese de que seus clientes foram negligentes ao acender o rojão, mas que não tinham a intenção de matar ninguém. Assim, não poderiam ser julgados por homicídio doloso, mas sim culposo (sem a intenção de matar). “Eles foram negligentes, todo mundo sabe. Não são assassinos. Não queriam matar ninguém”, finaliza. Wallace Martins vai dividir a defesa de Souza e Rapo-

so com o advogado Jonas Tadeu Nunes. Martins disse ter sido convidado por Nunes em razão de ele atuar como advogado criminal e manter escritório no centro, mais próximo ao Fórum. O escritório de Nunes fica no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste da cidade. Parcerias “Tenho parcerias com muitos escritórios, sobretudo com os que trabalham na área cível. Quando precisam de um criminalista, me chamam”, disse. A exemplo de Nunes, Martins disse que não vai cobrar honorários dos manifestantes. “É uma sina do advogado, sempre há o pedido de um amigo, alguém pobre”.

14

23

24

29

31

35

45

48

53

59

62

69

71

72

74

80

88

96

00

DUPLA DUPLA-SENA Concurso n. 1256 (18/02/2014) Primeiro sorteio 15

20

25

38

42

43

28

40

47

Segundo sorteio 08

11

18

FEDERAL Extração nº 04842 (19/02/2014) Prêmio 1º

Conselheiros aprovaram realocação dos camelôs do Centro

Bilhete

Valor (R$)

56.165

250.000,00

2º 15.249

16.300,00

3º 33.169

16.000,00

4º 56.283

15.800,00

5º 63.703

15.223,00

FONTE: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL


Opinião

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Contexto 3090-1017/8115-1149

marioadolfo@emtempo.com.br

contexto@emtempo.com.br

A3

Editorial opiniao@emtempo.com.br

A imprensa não se cala e nem se intimida

A incoerência do “caçador de pedófilos” O deputado Luiz Castro (PPS) vem praticando uma grande incoerência. Principal caçador de “pedófilos” e ferrenho defensor da CPI da Pedofilia, o parlamentar vinha escondendo que seu sogro, de 85 anos, está preso por prática de pedofilia, na cidade de Eirunepé. O sogro de Castro, que se chama Sérgio Paulo Tomaz Filho, foi condenado com sentença transitada em julgado e cumpre pena em prisão domiciliar, de acordo com as informações levantadas pelo blog de Ronaldo Tiradentes. O advogado de defesa Walfran Siqueira Caldas confirmou as informações aqui publicadas. Rede de Eirunepé De acordo com as informações levantadas pelo blog, o condenado fazia parte de uma rede de prostituição de crianças entre 10 e 13 anos em Eirunepé. Outras três pessoas também foram condenadas no mesmo processo. Prisão domiciliar Segundo o Ministério Público, que desarticulou a rede de prostituição infantil em Eirunepé, o preso Sérgio Paulo Tomaz Filho pagava para participar da rede de pedofilia. O juiz Leoney Harraquian concedeu ao pedófilo o benefício à prisão domiciliar, em razão da idade dele. Pau da barraca O deputado Chico Preto está disposto a fazer barulho em torno de sua pretensa candidatura ao governo do Amazonas. E ele já entrou batendo, ao dizer que o governo federal desconhece o Amazonas. — O Banco do Brasil tem 43 agências no Estado, sendo 23 em Manaus. São 42 municípios que não contam com o serviço. Deu no Basa Chico citou também o Basa: – O Basa tem 12 agências no Estado, três na capital e mais nove municípios. São 52 municípios sem um posto. Bateu na caixa A Caixa Econômica Federal também não escapou da metralhadora giratória de Chico Preto. — Tem 42 agências, sendo 26 em Manaus. Presente em apenas 17 municípios, temos 45 cidades sem a Caixa.

Cutucou o INSS No INSS, o cenário é pior ainda, bate Chico Preto. São 20 agências no Estado. Ausente de 48 municípios. E mais: dos 13 municípios que têm agência, alguns não têm perito médico para avaliar o caso do segurado. — No total, são 54 municípios sem perito médico. Golpe do camelô O deputado Arthur Bisneto (PSDB) foi à tribuna da Assembleia para denunciar que um grupo de camelôs vem implantando o terror dentro da categoria, com objetivo de prejudicar o trabalho de reordenamento do centro da cidade. — Trata-se de golpe para tentar continuar explorando a categoria de ambulantes – acusou o tucano. Mentira Bisneto disse que na última terça-feira, 18, um grupo que é contra a organização da cidade tentou “plantar” uma informação falsa de que os ambulantes, que receberão o auxílio de R$ 1.000 para organizarem sua mudança para as galerias populares, teriam que devolver o recurso. — Isso é uma mentira! – qualificou Bisneto. Futuro melhor A verba, explicou o tucano, é um valor para que os ambulantes se instalem nos centros de comércios populares e não um financiamento. — Estão tentando jogar por terra um projeto que só beneficia e encaminha Manaus para um futuro melhor. Quem é vivo... O engenheiro Edgar Monteiro de Paula – o irmão do Dudu da TV

APLAUSOS

– deu o ar de sua graça. Está morando na Venezuela e enviou e-mail ao CONTEXTO para dizer que leu o livro “Meu Bloco na Rua” (de autoria de Mário Adolfo), que narra a saga do “Demolidor” em um de seus capítulos.

Para o eterno cestinha da Seleção Brasileira de Basquete, Oscar Schmidt, que além de lutar pela vida, de ser um exemplo de superação, ainda ministra palestras para passar sua experiência às futuras gerações.

regi@emtempo.com.br

— Estou na Venezuela e acabei de ler “Meu Bloco na Rua”. Valeu. Gostei de lembrar muitas coisas. Obrigado pelas palavras sobre o “Demolidor” e nossa família. Foi realmente uma época especial – diz o engenheiro. “Demolidor” Para quem não sabe, reza a lenda que a identidade secreta do “Demolidor” – astro de luta livre que lutava com máscara – era Edgar Monteiro de Paula. Febre do ringue Houve um tempo em que o telecatch virou febre em Manaus e todo garoto queria ser o “Demolidor”, que não perdia uma e nocauteava, a golpes de karatê, seus adversários, em menos de três minutos. Punhado de vidas O ex–presidente da OAB/AM, Aristóphanes Castro Filho, deu pulos de alegria. Descobriu que o livro de seu velho pai, Aristóphanes de Castro, continua vendendo mais que “farinha seca”. Com um detalhe: numa livraria virtual que vende obras para todo o país. “Um “Punhado de Vida” e “Revendo Meus Mortos” aparece bem no ranking das vendas.

Aristóphanes de Castro morreu há mais de 10 anos. Durante muito tempo ele assinou artigos e crônicas na imprensa de Manaus.

Plenário da Câmara Federal DIVULGAÇÃO

Regi

...Sempre aparece

VAIAS

Oscar Schmidt

A cidade de Manaus passou anos sob a penumbra de um centro histórico abandonado, entregue à própria sorte e sem nenhuma perspectiva de que, um dia, pudesse soerguer-se e voltar a ter a identidade de Belle Époque. Só o tempo para surpreender e resgatar a autoestima de uma população até então descrente e que hoje já pode vislumbrar projetos que pretendem resgatar os tempos áureos daquela saudosa “Cidade Sorriso”. Enquanto a sociedade aplaude a iniciativa da administração municipal de buscar alternativas para recuperar o centro da cidade, há quem se oponha e realize até mesmo levantes – tímidos, é verdade, porém intimidativos – por sentir que o progresso seja uma ameaça aos seus interesses. É o caso de Osmani Lima, conhecido como “Pastor”, que parece ir na contramão da tentativa da prefeitura de reordenar o Centro. Acusado de explorar o trabalho de vendedores ambulantes honestos, que estão ali para garantir o sustento da família, o “Pastor” – que é presidente da Cooperativa de Camelôs e líder da Igreja Pentecostal Aliança com Deus – promoveu uma manifestação na terça-feira contra a transferência dos camelôs para as galerias anunciadas pela prefeitura, sendo que mais de 90% já aderiram ao cadastramento que viabiliza a mudança. É bom ressaltar que essas galerias serão equipadas com serviços de atendimento ao cidadão e terão até praça de alimentação, além de espaço mais agradável e higiênico para os camelôs e seus clientes. Enquanto isso, o “Pastor”, que comanda mais de 10 barracas no Centro, não só tem se manifestado contra como, segundo trabalhadores, sempre agiu às custas de coação. Na terça-feira, durante a manifestação que reuniu um número ínfimo de pessoas, chegou a ameaçar e agredir verbalmente a direção do jornal EM TEMPO, cujo trabalho é pautado pelo compromisso com o leitor, com a verdade dos fatos e o direito à informação, que é de todos. Martin Luther King (1929-1968), ativista político e pastor protestante que era contra a violência, disse certa vez: “O que me preocupa não é o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons”. É também por isso que a imprensa não pode e não vai calar.

GUSTAVO LIMA/AG CAMARA

Para a Câmara dos Deputados, que aprovou o supersalário de R$ 29,4 mil para os servidores do Congresso, numa discussão que revoltou as outras categorias, há anos com os salários defasados.

Carlos Chagas opiniao@emtempo.com.br

Mais um papelão no Senado Brasília (Alô) – Na tarde de terça-feira 68 senadores acusaram presença na sessão deliberativa encerrada às 19 horas, mas quando se dirigiram ao plenário da Câmara, para reunião conjunta do Congresso Nacional, apenas 15 compareceram. Eram necessários 41 para iniciar a apreciação do veto aposto pela presidente Dilma ao projeto de criação de 180 novos municípios. A conclusão é de que 53 senadores escafederamse. Perderam-se nos corredores do Legislativo, foram para casa ou jantaram antes da hora, nos restaurantes de luxo de Brasília. O resultado foi que não havendo votação entre os senadores, automaticamente ficou suprimida a votação entre os deputados, que deveria seguir-se. Na Câmara, o quorum era de 379, sendo que bastariam 257 para apreciar o veto, calculando-se que pelo menos 200, inclusive de partidos da base oficial, votariam contra a decisão da presidente Dilma. De todos esses números sobrou inequívoco mau cheiro, porque o veto seria derrubado e os novos municípios criados, beneficiando em especial os estados do Norte, onde muitas vezes distritos são separados da sede de seus municípios por 500 e até mil quilômetros, merecendo, assim, tornar-se independentes. Foram os senadores governistas os responsáveis pela monumental garfada nas tendências da maioria parlamentar. Para agradar a presidente faltaram ao dever principal que é exercer o respectivo man-

dato. Votar em favor do governo é um direito do qual abriram mão pelo artifício de não votar, coisa que contraria a mais simples das regras da democracia. Serão compensados, é claro, mas a ninguém será dado contestar que fizeram um papelão. Com o PT à frente, inverteram a equação,apoiados pelos colegas do PMDB, quase todos, bem como dos demais penduricalhos. Eis uma evidência a mais de como se faz a má política no Congresso. Um artifício regimental, com os partidos entrando em obstrução, mesmo os governistas, salvou a apreciação do veto, que ficou para daqui um mês. Até lá o palácio do Planalto inventará novas firulas para não deixar que Dilma seja derrotada. Provavelmente mobilizando seus senadores para outra sessão de ausências. Enquanto isso, são prejudicados estados do Norte, onde as distâncias travam o desenvolvimento. O pretexto para o veto foi a necessidade de evitar aumento de despesas. Há controvérsias, depois que bilhões dos cofres públicos tem sido gastos na construção de monumentais estádios de futebol. Eles têm, nós não temos Em recente entrevista o ex-presidente do BNDES, Carlos Lessa, contesta a generalização de que todos os Brics se equivalem. Não é verdade, porque Rússia, Índia e China possuem a bomba atômica e dispões de submarinos nucleares, além de já terem iniciado incursões pelo espaço. Quanto a nós...

Carlos Chagas, Jornalista

Foram os senadores governistas os responsáveis pela monumental garfada nas tendências da maioria parlamentar. Para agradar a presidente faltaram ao dever principal que é exercer o respectivo mandato”


A4

Opinião

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Frase

Painel VERA MAGALHÃES

De volta ao holofote

Acho uma pena que o cronograma se atrase. É o nome do nosso país que vai lá para fora, mas acredito que vai sair tudo bem. Não é bom passar essa imagem para o mundo, porque nós mesmos nos comprometemos em fazer a Copa

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, escolheu o atual secretário de Logística e Transportes, Saulo de Castro, para substituir Edson Aparecido na Casa Civil, principal pasta da administração. A troca não será imediata, pois Alckmin quer preservar Aparecido, citado no inquérito que investiga cartel em contratos de trem e metrô no Estado. Saulo de Castro, um dos auxiliares mais próximos do tucano, foi o czar da Segurança Pública em sua passagem anterior pelo Bandeirantes. Cimento Depois de “reinventar” o amigo na pasta de Transportes, Alckmin tem elogiado sua gestão. A avaliação do tucano é que Castro “entrega” obras, o que não ocorre em outras secretarias. A duplicação da Tamoios é citada como exemplo. Devagar Aparecido só deve deixar a Casa Civil depois dos demais secretários-candidatos, cujos substitutos ainda não foram definidos. Plim... A Rede Globo apresentou ontem a partidos políticos as regras para a cobertura da eleição em São Paulo: assim como na disputa nacional, a participação em debates e entrevistas será restrita a quatro candidatos. Houve chiadeira de nanicos. ... plim Os debates acontecerão em 30 de setembro e 28 de outubro, se houver segundo turno. As entrevistas nas duas edições do “SPTV” serão nas semanas de 18 de agosto e 15 de setembro. Ecumênico Alexandre Padilha participou ontem do Café de Pastores, evento evangélico organizado por Jabes Alencar, líder da Assembleia de Deus

Bom Retiro. O petista tenta se aproximar de igrejas que deram apoio a Geraldo Alckmin (PSDB) 2010. O sonho... A decisão do coordenador-geral da seção paulista da Rede, Celio Turino, de deixar o cargo foi precedida por tensa discussão no grupo de e-mails dos sonháticos. Dirigentes ainda tentariam convencê-lo a ficar no posto em reunião ontem. ... acabou A discussão girou em torno da presença de dirigentes da Rede em outras siglas e da negociação de alianças para o governo paulista. O grupo, que não aceita Márcio França (PSB) como candidato, também repudia a aproximação com o PV. Tá liberado O vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio Aragão, se manifestou pela rejeição de representação do PT contra as propagandas veiculadas pelo PSDB em setembro de 2013. Aragão afirmou que o protagonismo de Aécio Neves nas peças não teve caráter eleitoral. Sem aval Petistas receberam recado de que Lula não vai participar de atos de pré-

campanha do partido em Estados onde há conflagração da sigla com outras legendas da base de Dilma. Por isso, o ex-presidente não deve aparecer no evento do PT cearense marcado para 29 de março. Canelada Foi tensa a reunião entre o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), e o representante da Fifa Charles Botta, anteontem. O pedetista lembrou atraso em outras sedes e cobrou retratação da entidade sobre as críticas feitas à cidade pelo andamento das obras, mas o emissário da federação se recusou.

Ronaldo, ex-jogador, membro do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014, ao comentar sobre a decisão da Fifa de manter Curitiba como uma das sedes do Mundial.

Olho da Rua opiniao@emtempo.com.br ALBERTO CÉSAR ARAÚJO

Isca Ao receber o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, para discutir apoio do banco à pesca na Amazônia, a senadora Vanessa Grazziotin (PC do B-AM) atacou pelo estômago: serviu apenas pratos que levam pirarucu, peixe típico da região. Visita à Folha Márcio Elias Rosa, procurador-geral de Justiça de São Paulo, visitou ontem a Folha. Estava com Arnaldo Hossepian Júnior, subprocurador-geral, e José Francisco Pacóla, assessor de comunicação.

Tiroteio

Na avenida Epaminondas - nosso repórter fotográfico Alberto César Araújo desde ontem tem registrado cenas inusitadas naquela via - a janela da residência mostra um protesto por escrito, sucinto e objetivo: “Chega de imposto”. O brasileiro é o que mais paga impostos e o que recebe os piores serviços públicos em troca. Chega de imposto.

Flávio Lauria lauriaferreira@hotmail.com

Depois de anos apontando para o PT, caiu o manto de ética tucano. O que se vê, nem a manobra da renúncia poderá esconder.

Caçadores de voto

DE LUIZ CLÁUDIO MARCOLINO (PT-SP), líder na Assembleia, sobre ação aberta pela Justiça no caso Alstom e a renúncia de Eduardo Azeredo (PSDB-MG).

Em ano de eleição levantase a questão da ética e das diametrais diferenças entre o discurso e a prática dos políticos. Numa análise fria e em comparativo com o não muito distante passado, parece que o tempo dos coronéis do voto chegou ao fim. No entanto, mesmo com a falência deles, ainda sobrevive no corpo social algum fogo de monturo de antigas fogueiras, que teima em resistir às mudanças de costume. São os candidatos obsoletos com suas ideias ultrapassadas. São magotes empedernidos que relutam em desaparecer. Tais múmias ou tais dinossauros, ainda conseguem muita coisa à custa da demagogia e da força convincente do dinheiro. Fazem da verbosidade uma arma e do poder material um artifício de convencimento. No dia-a-dia das campanhas, assemelham-se mais a camelôs que propriamente a políticos. Não passam de velhos fornecedores de quinquilharias eleitorais, bruxos endiabrados que permanecem usando antigas fórmulas de aliciamento na pretensão de transformarem dentaduras e caixões de defunto em voto. Já é tempo de sabermos distinguir um candidato sério de um desalmado caçador de votos. O verdadeiro candidato não estupra a consciência alheia. O caçador de votos na ânsia de angariar as benesses das urnas, é capaz de prometer o vermelho ao eleitor que estiver de luto. Sai por aí feito caixeiro-viajante, montado em motocicletas, numa voadeira pelos nosso rincões, alguns até de helicóptero, distribuindo sabonetes e miçangas, comendo

Contraponto

No microondas A secretária municipal do Planejamento de São Paulo, Leda Paulani, conversava com o vereador tucano Floriano Pesaro em reunião para discutir demandas de associações de bairros, quando fustigou o adversário: — Se vocês tivessem aprovado o novo IPTU, teríamos dinheiro para atender seu pleito... — É só melhorar a gestão do gasto --retrucou o tucano. Para firmar posição, a secretária rebateu outra crítica. — E tem mais: não criamos 1.200 cargos sem concurso. Criamos 348. O restante nós descongelamos --afirmou, provocando risos tímidos até dos demais governistas. Publicado simultaneamente com o jornal “Folha de S.Paulo”

CENTRAL DE RELACIONAMENTO Atendimento ao leitor e assinante ASSINATURA e CLASSIFICADOS

3211-3700 assinatura@emtempo.com.br classificados@emtempo.com.br

REDAÇÃO

3090-1010 redacao@emtempo.com.br

3090-1001 circulacao@emtempo.com.br

Norte Editora Ltda. (Fundada em 6/9/87) – CNPJ: 14.228.589/0001-94 End.: Rua Dr. Dalmir Câmara, 623 – São Jorge – CEP: 69.033-070 - Manaus/AM

www.emtempo.com.br

@emtempo_online

Diretor de Redação Mário Adolfo marioadolfo@emtempo.com.br Editora-Executiva Tricia Cabral — MTB 063 tricia@emtempo.com.br Chefe de Reportagem Michele Gouvêa — MTB 626 michelegouvea@emtempo.com.br Diretor Administrativo Leandro Nunes administracao@emtempo.com.br

CIRCULAÇÃO

DO GRUPO FOLHA DE SÃO PAULO

Presidente: Otávio Raman Neves Diretor-Executivo: João Bosco Araújo

Gerente Comercial Gibson Araújo comercial@emtempo.com.br EM Tempo Online Yndira Assayag — MTB 041 yndiraassayag@emtempo.com.br

/amazonasemtempo

/tvemtempo /

Os artigos assinados nesta página são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal.

jaraqui ou bodó, arrotando humildade, prometendo escadarolante do inferno para o céu... O mandato político como é do conhecimento de todos, não é brincadeira nem um faz-deconta, mas um vínculo entre um cidadão e aquele que o representa no Poder. Não se trata mais de emprego para si nem para os seus. É muito mais uma investidura de deveres e obrigações. A missão política é tão nobre que não deve ser outorgada a pessoa desvinculada do social. Quem não assume compromisso com a coisa pública é melhor permanecer anônimo na privada, sob pena de cair, nos dias de hoje, no escárnio popular. A era dos tolos e dos patos está passando. Ninguém mais suporta a dissimulação dos políticos maquiavélicos. Que eles arrumem suas trouxas ou ponham no saco as suas violas, que os tempos são outros. O gênio de Nicolau Maquiavel, atualmente, deve ficar restrito, apenas, aos estudos acadêmicos. O autor de “O Príncipe”, embora universal, deve ser reconsiderado como conselheiro político para os César Bórgia e os Lourenço Médicis da contemporaneidade. Endeusá-lo nos dias de hoje, é fomentar ideias antigas de sagacidade que o nosso século irá fatalmente descartar. Os novos tempos desdenharão os hipócritas. Dito isso, sejamos doravante mais coerentes com nossas ações como eleitores e comecemos a pensar em alijar os caçadores de voto enganadores. A manifestação popular mais eficaz e que expressa a indignação, é o voto no dia da eleição.

Flávio Lauria, Professor universitário e consultor de empresas

No dia a dia das campanhas, assemelhamse mais a camelôs que propriamente a políticos. Não passam de velhos fornecedores de quinquilharias eleitorais, bruxos endiabrados que permanecem usando antigas fórmulas de aliciamento na pretensão de transformarem dentaduras e caixões de defunto em voto


Política

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

A5

PSDC ‘ensaia’ unir Hissa e Braga num palanque ação em Brasília e também no empenho em colocar em pauta no Congresso a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 506A/2010, que prorroga os incentivos fiscais da Zona Franca de Manaus (ZFM). E, que, por conta disso tem se afastado um pouco das articulações políticas em torno de sua candidatura.

ALIADOS

Por meio de sua assessoria de imprensa, o vice-prefeito Hissa Abrahão fez questão de frisar que seu partido, o PPS, vai se manter aliado ao prefeito Arthur Neto até o final da gestão municipal Hissa nega qualquer encontro político com Eduardo Braga

Entretanto, ele confessou que já conversou com o PSDC e que está aberto para conversar com outros partidos também. “Eu não fechei nenhuma parceria, mas confesso que tenho conversado com futuras alianças. De fato me reuni com o pessoal do PSDC. Agora, já com o PPS do Hissa não mantive nenhum contato, porém estou aberto para dialogar com todos”, declarou Braga. O mesmo discurso foi feito por Hissa que, através de sua assessoria de imprensa declarou que nos últimos anos não tem realizado nenhum encontro político de articulações com Braga e que os encontros de ambos tem ocorrido apenas em eventos públicos.

O PSDC, que tem uma cadeira na Câmara Municipal de Manaus, ocupada hoje pelo vereador suplente Luis Neto, decidiu deixar a base aliada do prefeito porque segundo Marcelo Generoso, Arthur não vem cumprindo com os acordos firmados que fez na campanha. Segundo Generoso, assim que assumiu o comando de Manaus, Arthur extinguiu a secretaria municipal de Juventude com a promessa de enxugar o orçamento municipal, mas em seguida a recolocou

REPRODUÇÃO

Sentença do juiz de Eirunepé, Leoney Figliuolo Harraquian, concede prisão domiciliar ao réu

Sogro de Luiz Castro é condenado foi condenado com sentença transitada e julgado e, devido à sua avançada idade, o juiz Leoney Figliuolo Harranquian, determinou a prisão domiciliar do réu. O condenado fazia parte de uma rede de prostituição de crianças entre 10 e 13 anos em Eirunepé. Outras três pessoas também foram condenadas no mesmo processo. Conforme o Ministério Público do Estado (MPE), que desarticulou a rede de prostituição infantil em Eirunepé, o preso Sérgio Paulo Tomaz Filho pagava crianças para

Senador disse que ainda não conversou com o vice-prefeito

Partido quer virar oposição a Arthur Neto

PEDOFILIA

Autor do requerimento que pede a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), para investigar práticas de pedofilia no Amazonas, o deputado Luiz Castro (PPS), parece que deu um tiro no pé. Ontem veio à tona a prisão de seu sogro de 85 anos, Sérgio Paulo Tomaz Filho, realizada em 15 de novembro do ano passado no município de Eirunepé, por prática de pedofilia naquele município. Sérgio Paulo Tomaz Filho

IONE MORENO

O

Partido Social Democrata Cristão (PSDC), primeira sigla a declarar apoio à candidatura do prefeito Arthur Neto (PSDB), nas eleições municipais de 2012, ensaia agora virar oposição. A sigla se diz decepcionada com a administração do prefeito e anunciou que está afinando discurso com o senador Eduardo Braga (PMDB) e também o vice-prefeito de Manaus, Hissa Abrahão (PPS), ambos pré-candidatos ao governo, na proposta de caminhar com um deles no pleito deste ano. Segundo o presidente da Juventude do partido, Marcelo Generoso, até o momento o PSDC não tem candidato para o cargo majoritário, mas revelou que nos últimos meses a sigla tem conversado com o senador Eduardo Braga e também se aproximado do vice-prefeito Hissa Abrahão. Até o momento, o partido já definiu que para as eleições deste ano terá oito candidatos a deputado federal e 53, a estadual. “Estamos ainda fechando alianças, mas é certo que nosso discurso tem se afinado com as propostas do Hissa e do Braga. Deveremos caminhar com um desses dois nomes, ou quem sabe até mesmo com os dois juntos em uma chapa de Braga e Hissa para governo e vice?”, revelou o dirigente. Questionado sobre uma possível chapa com o Hissa nesta eleição na qualidade de candidato a vice-governador, Eduardo Braga disse à reportagem que nas últimas semanas tem se mantido focado na sua atu-

ARQUIVO EM TEMPO

Sigla também quer declarar oposição ao prefeito Arthur Neto, alegando descompromisso do tucano com as promessas feitas

manter relações sexuais com ele. O advogado de defesa Walfran Siqueira Caldas confirmou os fatos. O deputado Luiz Castro já conseguiu a adesão de 23 dos 24 parlamentares da casa à CPI da Pedofilia. Apesar disso, a comissão investigativa ainda não foi instalada. Na última terça-feira, o líder do governo na Aleam, Sinésio Campos (PT), sugeriu que o pedido fosse analisado pela Procuradoria Geral da Assembleia para que fosse dado um parecer técnico-jurídico sobre o procedimento.

junto à de Esportes. Outra divergência entre o partido e o prefeito foi sobre a nomeação do vereador licenciado David Reis (PSDC), que assumiu o Fundo Municipal de Fomento à Micro e Pequena Empresa (Fumipeq) à revelia do partido. “Questionamos com o prefeito sobre a escolha do David, que não era uma pessoa preparada para função e o Arthur nos informou que era uma escolha pessoal dele. Tudo isso foi ocasionando um desgaste ainda maior entre as siglas”.

No último sábado, o PSDC realizou um encontro com todos os filiados, que decidiram não esperar mais nenhum retorno por parte da prefeitura e se tornar oposição à base do prefeito, mas o vereador suplente Luis Neto, que também participou do encontro declarou que ainda não há nenhuma decisão firmada e que ele mesmo se prontificou a entrar em contato com o prefeito para tentar viabilizar um encontro entre Arthur e a direção do partido.

No Diário Oficial do Município (DOM) de ontem foi publicada a exoneração do presidente estadual do PSDC, Cícero Lima, que mantinha um cargo no gabinete de Hissa, com um salário de R$ 4,6 mil. Segundo o PSDC, isso foi uma retaliação a ação de Cícero durante uma manifestação de ambulantes no Centro na última terça-feira. “Isso foi uma questão pessoal mal interpretada. O prefeito exonerou uma pessoa que fazia parte da equipe direta do Hissa”.

NA CMM

Camelôs foi a tônica dos discursos O reordenamento do Centro de Manaus e a retirada dos vendedores ambulantes foi a tônica do discurso na manhã de ontem na Câmara Municipal de Manaus (CMM). A casa aprovou o projeto de lei do Executivo que dispõe sobre o apoio financeiro de R$ 1 mil concedido pelo Fundo Municipal de Fomento à Micro e Pequena Empresa (Fumipeq), à implantação dos Centros de Comércio Popular (CCP). A casa também debateu a implantação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar pessoas que supostamente possuem várias barracas no Centro da cidade. Líder do prefeito na casa, o vereador Wilker Barreto (PHS), considerou que a CPI é uma brincadeira e desnecessária, ao justificar que o recurso vem da Fumipeq para auxílio na realização de cursos de capacitação em empreendedorismo, e em relações humanas e comerciais aos camelôs. “É uma ajuda de custo e não um empréstimo. A prefeitura está realizando um trabalho minucioso de cadastramento que irá acabar com suspeita de que existam ‘empresários’ explorando alguns vendedores do Centro. O direito que o prefeito quer resguardar é

de quem trabalha”, disse o parlamentar. Por outro lado, o propositor da CPI, Waldemir José (PT) justificou que a investigação deve ser instaurada para averiguar se as informações das existências de supostos donos de mais de uma barraca são verdadeiras, além de verificar quem são as pessoas que trabalham para esses empresários, quem os

NOVA CASA

Na semana passada, a Prefeitura de Manaus começou a cadastrar os vendedores ambulantes do Centro de Manaus que deverão ser alocados em galerias populares, os ‘camelodrómos’ autorizou a trabalhar com várias barracas e o porquê da autorização. As discussões ganhou apoio de alguns parlamentares presentes na sessão, entre eles, o vereador Luiz Mitoso (PSD) que disse não ver motivo para reprovação do PL. “Para vermos uma cidade melhor teremos que passar pela organização no Centro. Com a aprovação, os trabalhadores de ruas

ganham cidadania e formalidade e passam a ser verdadeiros empresários. Na mesma esteira, o vereador Marcel Alexandre (PMDB) disse que o tema é fundamental ao declarar apoio a organização. “Apoio na íntegra a proposta do prefeito Arthur Neto (PSDB) entendendo que o processo adotado vai garantir organização”, destacou Marcel. Na opinião do vereador Luiz Alberto Carijó (PDT) as pessoas que hoje se intitulam camelôs – os chineses montaram comércio no Centro da cidade – não são profissionais e sim pessoas que vieram para Manaus com a função da máfia chinesa. “Devemos tomar cuidado para que este setor da economia informal não fique nas mãos dessas pessoas mal-intencionadas que só tem um objetivo, o de trazer o crime organizado para o Amazonas”, revelou Carijó, ao observar ainda, que a Prefeitura de Manaus só está tentando realizar o sonho de todos, inclusive dos camelôs que reclamavam da insegurança e até da invasão dos próprios chineses. Outros que também manifestaram apoio foram os vereadores: Junior Ribeiro (PTN), Elias Emanuel (PSB), Mário Frota (PSDB), e Roberto Sabino (PRTB).


A6

Política

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Eduardo Azeredo renuncia mandato de deputado

Cláudio Humberto COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS

www.claudiohumberto.com.br

Acho essa decisão um absurdo” Jornalista

Garotinho pode virar alvo de CPI dos black blocs Um dos primeiros a assinar a criação da CPI Mista dos Black Blocs, o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ) tem sido apontado como principal articulador contra a investigação. Os adversários acham que ele teme o trabalho da CPMI identificando os políticos que estariam por trás dos protestos violentos, segundo revelaram os assassinos do cinegrafista Santiago Andrade. Mas, publicamente, Garotinho defende a CPMI. Quem não quer Opõem-se à CPI o PSOL do deputado Marcelo Freixo, primeiro político citado, e o PT, que combatem o governo Sérgio Cabral (PMDB) no Rio. Suspeita O PMDB apoia a CPI dos Black Blocs e acha que protestos violentos contra Cabral seriam bancados por Garotinho e Lindbergh Farias (PT). Tem apelo Solidariedade e o PMDB coletam assinaturas na Câmara e no Senado para criar a CPMI. Em apenas um dia, conseguiram mais de cem. Alvo nº 1 Segundo líder do Solidariedade, Fernando Francischini (PR), a CPMI vai quebrar os sigilos de Elisa Quadros, a “Sininho”. Servidores apertam o Itamaraty contra Fontenelle Servidores apertam a corregedoria do Itamaraty contra a impunidade do embaixador Américo Fontenelle, denunciado há mais de um ano por assédios moral e sexual contra funcionários do consulado-geral em Sid-

ney, na Austrália. O Sinditamaraty deu prazo de dez dias para que o corregedor do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Heraldo Póvoas Arruda, explique a demora para concluir o processo. Banho-maria O Processo Administrativo Disciplinar que apura as acusações contra Américo Fontenelle foi instaurado em 6 de maio de 2013. Embromation A comissão que investigou o assédio, presidida pelo embaixador Antônio José Rezendo, teve prazo encerrado, concluído, prorrogado... Ficha corrida Por meio de sua assessoria, o Itamaraty repete a lorota de não se pronunciar sobre processo em andamento, mas não explica a demora. Ele quer governar Nem presidente, nem senador. O que fascina neste momento Joaquim Barbosa é disputar o governo do Rio de Janeiro. Mas terá de escolher um “partido de mentirinha”, como ele classifica a todos, sem exceção. Em espera A presidente Dilma conversou ontem, por telefone, com o vice Michel Temer, e prometeu a ele voltar às tratativas sobre reforma ministerial na semana que vem, quando ela chega da viagem a Roma e Bruxelas. Sem glamour O chanceler Luiz Alberto Figueiredo almoçou ontem em um restaurante de comida a quilo, no Pier 21, em Brasília. Sozinho. Pacientemente, ainda enfrentou vinte minutos de fila para

DIVULGAÇÃO

RENAN CALHEIROS, PRESIDENTE DO SENADO, e a decisão do STF de liberar supersalários

A carta, que foi entregue pelo seu filho, Renato Azeredo, foi lida ontem à tarde no plenário da Câmara Federal

pagar a conta. Isolados Em pé de guerra com a presidente Dilma, líderes do PMDB no Senado, Eunicio Oliveira, e na Câmara, Eduardo Cunha, só se posicionaram próximos a ela, no jantar no Palácio Jaburu, sob pressão do partido. Agenda de candidato A decisão de Lula de percorrer vinte cidades de Minas Gerais ao lado do ex-ministro Fernando Pimentel, candidato do PT ao governo, faz parecer à oposição que o ex-presidente é candidatíssimo este ano. Foi só padrasto O ministro Pepe Vargas (Desenvolvimento Agrário) bancou os R$ 2,1 bilhões das 5.725 máquinas e caminhões distribuídos a prefeituras, por isso andou se queixando de que o ex-ministro da Integração Fernando Bezerra fez pose de pai do programa com dinheiro do ministério alheio. Conversa fiada Presidente do PV, José Luiz Penna garante que não se reuniu com o presidente do STF, Joaquim Barbosa, para tratar de sua candidatura a senador ou presidente pelo partido: “Nosso nome é Eduardo Jorge”. Batata quentíssima Amigos asseguram que o vice João Lyra (PSB-PE) ameaça não assumir o governo com saída de Eduardo Campos. Não quer ver cair em seu colo o rombo de R$ 1,9 bilhão nas contas do Estado. A fila anda Antes, os jovens protestavam nas ruas por R$ 0,20, agora só por R$ 150. Deve ser a inflação.

Eduardo Azeredo resolveu renunciar ao mandato federal, para evitar mais desgastes político

A

carta de renúncia do deputado federal Eduardo Azeredo (PSDB-MG) foi lida na tarde de ontem no plenário da Câmara, depois de o documento ter sido entregue ao presidente da casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) por Renato Azeredo, filho do exparlamentar. O texto da carta foi lido pelo deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE). A leitura é necessária para que o ato de renúncia seja oficializado. Antes, a assessoria de Azeredo já tinha informado que ele iria deixar o mandato. A renúncia é motivada pelas acusações da ProcuradoriaGeral da República de que o ex-deputado se beneficiou do esquema do chamado “mensalão mineiro”, que teria desviado recursos públicos e utilizado doações ilegais para a campanha de Azeredo a governador de Minas Gerais em 1998. No dia 7 deste mês, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) documento com as

alegações finais do processo do mensalão mineiro no qual sugere a condenação de Azeredo a 22 anos de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro. Na condição de deputado, Azeredo somente poderia ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal. Agora, com a renún-

DEFESA

Em trechos da carta, Eduardo Azeredo frisa que não é culpado de nenhum ato de peculato e não fez nenhum empréstimo fictício para sua campanha de reeleição ao governo de Minas em 1998 cia, o STF deverá decidir se permanecerá com o caso ou se enviará o processo para a Justiça Federal de Minas, onde estão sendo julgados outros acusados pelo mensalão mineiro. Em 2010, o então deputado Natan Donadon renunciou dias antes de ser jul-

gado no Supremo. Na ocasião, os ministros entenderam que o ato era uma manobra para evitar o julgamento e atrasar o processo. Por isso, decidiram não enviar o caso para uma instância inferior da Justiça. Donadon, que se elegeu deputado novamente no mesmo ano, acabou condenado a 13 anos e quatro meses de prisão por peculato e formação de quadrilha. A carta de renúncia Na carta de renúncia, Azeredo afirmou que decidiu deixar o mandato para se dedicar à defesa de sua honra e liberdade. O ex-deputado nega as acusações da procuradoria, classificadas por ele “injustas” e “agressivas”. “As alegações injustas, agressivas, radicais e desumanas da PGR formaram a tormenta que me condena a priori e configuram mais uma antiga e hedionda denúncia da inquisição do que uma peça acusatória do Ministério Público”, diz o texto da carta. Ele reafirma que não é culpado e não cometeu atos ilegais. ZECA RIBEIRO/CÂMARA DOS DEPUTADOS

PODER SEM PUDOR

A falta que faz um estadista O deputado Geddel Vieira Lima (BA) era esnobado por Lula, nos idos de 2003, e pregava abertamente o rompimento do seu partido, o PMDB, com o governo. Mas observava à distância as dificuldades do presidente com a sua base aliada, no “toma dá, dá cá” tão próprio da política brasileira. Coçou o queixo e concluiu, divertido, lembrando-se de uma maldosa (e até injusta) referência ao ex-senador Marco Maciel: - Falta ao governo um estadista do Funrural...

Deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE) foi quem leu a carta-renúncia de Eduardo Azeredo

‘Decisão é de foro íntimo’, diz Aécio

FILIAÇÃO NO PSB

Campos nega procura por Barbosa Pré-candidato à Presidência da República, o governador Eduardo Campos (PSB-PE) disse ontem que não procurou o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) para concorrer ao Senado pelo PSB. “Eu não tive nenhum contato com o presidente da Suprema Corte sobre questão de filiação partidária ou de candidatura”, disse

Campos, por três vezes, em entrevista após participar da abertura de um seminário internacional de gestão pública, no Recife. Campos também negou que tenha pedido à ministra aposentada do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Eliana Calmon que fizesse a intermediação do contato com Barbosa, mas disse achar “natural” que os ma-

gistrados tenham conversado sobre o assunto. “Acho natural uma ministra do STJ que fez a opção (de), ao se aposentar, entrar na luta política para ajudar a melhorar a política, que, ao se encontrar com antigos colegas do Judiciário, ela possa falar sobre isso”, afirmou o governador, que também é presidente nacional do PSB.

Azeredo afirma ter as forças exauridas, e diz acreditar que isso representa “sério risco” para sua saúde – o ex-deputado tem 65 anos – e também para a integridade de sua família. O ex-deputado afirmou na carta que uma “tragédia desabou” sobre ele e a família, “arrasando” seu nome e reputação. “As acusações de que fui alvo pela Procuradoria-Geral da República, com base em

testemunhos e documentos falsos, não me pouparam. De cidadão, que deveria ter assegurado o sagrado direito de defesa, fui transformado em mero alvo político destinado a sofrer ataques para compensar delitos cometidos por outros”, disse o ex-deputado. O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), afirmou que a decisão de Azeredo é de “foro íntimo”. “Ele vai se dedicar agora à sua defesa. Ele é conheci-

do e reconhecido em Minas Gerais como um homem de bem”, afirmou Aécio. A Secretaria-Geral da mesa da Câmara informou que a vaga de Azeredo será ocupada pelo deputado João Bittar (DEM-MG), que hoje é suplente. Para a vaga de suplente, será convocado como primeiro da lista Ruy Muniz (DEM-MG). Caso Ruy decida por não seguir no mandato, será convocado Edmar Moreira (PR-MG).


Política

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Defesa de Adail pede a saída de relator do caso

DO SENADO

CCJ rejeita redução da maioridade penal no país a aplicação da lei penal a menores de 16 anos envolvidos em crimes hediondos, desde que o laudo médico comprovasse sua compreensão sobre a gravidade do delito; a medida fosse reivindicada por promotor da infância e da juventude e julgada por juiz de vara especializada na área; e a pena definida fosse cumprida em estabelecimento prisional

RAPHAEL ALVES/TJAM

Desembargador Rafael Romano tem em suas mãos dois processos referentes ao prefeito de Coari relacionados à exploração sexual de crianças e adolescentes

MEDIDAS

A senadora Ana Rita (PT-ES) lembrou que a responsabilização penal de menores infratores já é adotada hoje no país e começa aos 12 anos, com a aplicação de medidas socioeducativas previstas no ECA específico, separado de presos adultos. “O grande desafio que se tem é como a pena do ECA é aplicada hoje, pois pode não ser cumprida”, advertiu Gleisi, considerando relevante se discutir punições diferentes, por exemplo, para um adolescente infrator que esteja perto de alcançar a maioridade. GERALDO MAGELA/AGÊNCIA SENADO

A rejeição de mudanças nas regras da maioridade penal, de modo a permitir o julgamento e a condenação, já a partir dos 16 anos, de pessoas acusadas de crimes hediondos acabou levando a outro debate, ontem, em reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ): o da necessidade de alterar o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A despeito de eventual revisão do ECA, lei que data de 1990, a CCJ do Senado derrubou, com 11 votos contrários e oito favoráveis, a PEC 33/2012, de autoria do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP). O texto abria a possibilidade de a Justiça aplicar, a adolescentes envolvidos em crimes como homicídio qualificado; extorsão mediante sequestro; e estupro, penas impostas hoje a criminosos adultos, ou seja com 18 anos ou mais. A sugestão de revisar o regime de punições do ECA partiu da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), que, a exemplo de outros senadores governistas contrários à PEC 33/2012, chegou a elogiar o esforço de Aloysio no combate à criminalidade juvenil. Em linhas gerais, a PEC 33/2012 permitia

A7

Aloysio Nunes (PSDB-SP) defende a redução da maioridade

Na última sexta-feira, o desembargador Rafael Romano expediu novo mandado de prisão preventiva ao prefeito Adail Pinheiro

A

defesa do prefeito de Coari, Adail Pinheiro (PRP), está pedindo a retirada do desembargador Rafael de Araújo Romano da relatoria dos processos que tramitam no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), onde o prefeito é acusado de envolvimento em crimes de exploração sexual de crianças e adolescentes e favorecimento à prostituição de menores de idade naquele município, a 363 quilômetros de Manaus. São três procedimentos que pedem o afastamento do magistrado do processo: duas Exceções de Impedimento e uma de Suspeição. Nos três, a defesa utilizou basicamente a mesma justificativa, a de que o desembargador Rafael Romano – que também é vice-presidente do tribunal - teria ‘se antecipado’ em relação ao mérito da ação penal quando analisou um habeas corpus ainda no ano de 2009 e na decretação da

prisão de Adail Pinheiro no dia 14 deste mês. Segundo a argumentação dos advogados, o desembargador Romano teria pré-julgado o réu nas decisões tomadas. A defesa ingressou no Tribunal de Justiça do Amazonas com Incidente de Exceção de Impedimento no dia 13 deste mês; os outros dois procedimentos foram protocolados no último dia 18. Os pedidos foram apresentados à Justiça depois de o magistrado ter decretado a prisão preventiva do prefeito e ainda ter votado pela condenação de Adail Pinheiro com a perda do cargo de prefeito e pena de detenção, convertida em pena pecuniária, no processo de crime de responsabilidade, levado recentemente ao pleno. O magistrado já analisou os três incidentes e ontem não reconheceu nenhuma hipótese de impedimento ou suspeição, declarando-se apto e imparcial para continuar

na relatoria dos processos. A decisão fundamentada já consta nos autos, que são virtuais e podem ser consultados pelas partes através do portal www.tjam.jus.br. Esses incidentes ainda serão distribuídos a um dos membros do

PRISÃO

O prefeito Adail Pinheiro, de Coari, está preso há 13 dias no Comando de Policiamento Especializado (CPE) da Polícia Militar, depois de ter sua prisão preventiva expedida pela Justiça tribunal pleno para relatoria e julgamento. O prefeito de Coari está preso devido a uma decisão do desembargador Djalma Martins, que decretou a prisão preventiva de Pinheiro no último dia 7 de fevereiro, aca-

tando pedido do Ministério Público do Estado (MPE-AM), nos autos de uma petição com oferecimento de denúncia. A decretação de prisão preventiva atingia também outras cinco pessoas. Na sexta-feira passada, dia 14, o desembargador Rafael Romano deu prosseguimento às recomendações do ministro Roberto Barros, do Supremo Tribunal Federal (STF), que extinguiu um habeas corpus, impetrado há cinco anos pela defesa de Adail quando este foi preso em 2009, acusado de envolvimento e favorecimento à prostituição de menores de idade no município de Coari, após ampla investigação da Polícia Federal. Ao reexaminar os autos, atendendo recomendação do STF, Rafael Romano decretou nova prisão preventiva contra Adail Pinheiro, após verificar que existiam “elementos irrefutáveis e indispensáveis à decretação da prisão preventiva” do acusado.

DIVULGAÇÃO/TCE

ITAPIRANGA

TCE reprova contas de ex-gestor Por maioria dos votos, os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) julgaram, na manhã de ontem, irregulares as contas do ex-prefeito de Itapiranga, José Nivalter Correia Lima, do ano de 2008. O gestor terá de devolver aos cofres públicos o valor de R$ 794,2 mil, em multas e glosa. Na mesma sessão, o pleno julgou ainda quatro contas irregulares e cinco contas regulares. No voto, o auditor Mário Filho multou o ex-gestor por irregularidades referentes ao atraso no encaminhamento da prestação de contas de 2008, assim como o atraso no envio dos dados contábeis via sistema ACP/Cpatura, dos meses de janeiro a dezembro do mesmo ano, totalizando os valores das multas em R$ 21,9 mil.

José Nivalter terá ainda de devolver aos cofres públicos glosa no valor de R$ 772,3 mil por não ter comprovado improbidades em obras e serviços de engenharia no município, como reformas dos postos de saúde, escolas municipais, reforma e conservação de Unidade de Saúde do município, ampliação da rede de distribuição de energia elétrica, não comprovação do fornecimento de material de construção, entre outras irregularidades. O gestor tem o prazo de 30 dias para quitação dos débitos, ou apresentar recursos. Na mesma sessão, tiveram as contas reprovadas o ex-prefeito de Amaturá, Luiz Pereira (ano de 2006), que foi multado no valor de R$ 28,4 mil e a diretora-presidente do Instituto de Trânsito e Transporte de Iranduba

(IMTT), Eliane Souza Amorim (de 2012), também multada em R$ 14,2 mil. Nos dois processos, o relator foi o auditor Mário Filho, na condição de conselheiro convocado. Durante a sessão os conselheiros do Tribunal de Contas aprovaram ainda cinco prestações de contas, como as do ex-diretor da Central de Medicamentos (Cema), José Duarte dos Santos Filho (2011); do exrepresentante do governo do Estado em São Paulo, Tseng Ling Yun (2012); do ex-diretor da maternidade Balbina Mestrinho, Marco Lourenço Silva (2012); dos desembargadores João Simões e Ari Moutinho, referentes à gestão do Fundo Especial do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), ano 2012; e do ex-secretário municipal de Planejamento e Administração, Sandro Breval, referente a 2008.

Colegiado se reuniu ontem, pela manhã, onde julgou irregulares três prestações de contas


A8

Política

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Aleam vai ceder vagas de estacionamento na Copa Acordo entre a instituição e a Unidade Gestora da Copa (UGP) foi selado ontem com a assinatura dos representantes

O

presidente da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), deputado Josué Neto (PSD), celebrou, ontem, acordo com o coordenador da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP), Miguel Capobiango, para disponibilizar 750 vagas de estacionamento do edifício-garagem do Legislativo para atender torcedores que irão assistir aos jogos da Copa do Mundo em Manaus. As vagas deverão atender principalmente pessoas com necessidades especiais como cadeirantes, idosos e obesos, que terão melhores condições de acessibilidade e segurança no deslocamento da sede para o local dos jogos e eventos e no retorno às residências. “A Assembleia Legislativa está colocando à disposição da UGP Copa toda a sua estrutura para atendimento do projeto de mobilidade da Copa do Mundo. Na verdade, nós estamos aqui para oficializar um ato em que a Assembleia se mostra não somente parceira, mas também socialmente solidária, já que nós estamos solicitando que as 750 vagas sejam utilizadas prioritariamente por pessoas com algum tipo de limitação”,

DIVULGAÇÃO

disse Josué. Segundo o presidente, com a parceria, a Aleam estará contribuindo para que o evento alcance o sucesso desejado, uma vez que esta é a grande oportunidade de Manaus aparecer para todo o mundo, e a intenção é mostrar que estamos muito bem organizados e motivados a consolidar a fama

APOIO

A Assembleia vai disponibilizar também espaços nos seus auditórios para a preparação de voluntários que trabalharão durante a Copa. Josué Neto frisou que é uma forma de a Aleam contribuir com os jogos do amazonense de receber bem os visitantes. “Nós precisamos aproveitar esta oportunidade da Copa para mostrar ao mundo o nosso potencial de turismo ecológico e boa receptividade da nossa gente”. Para o coordenador da UGP Copa, Miguel Capobiango, não é só a questão do estacionamento, mas toda a colaboração

que a Assembleia Legislativa vai prestar ao governo na organização e realização do evento. “A Assembleia tem sido parceira de primeira hora e esse acordo para utilização do estacionamento enriquece o nosso plano de mobilidade, principalmente quanto às pessoas portadoras de algum tipo de dificuldade de locomoção”, disse. Como vai funcionar Capobiango explicou que o portador de ingresso especial, um cadeirante, por exemplo, será encaminhado com seu veículo especial para o estacionamento da Aleam devidamente sinalizado, onde deixará seu veículo e terá um veículo especial para fazer o traslado para a Arena da Amazônia. “Com isso vamos proporcionar conforto e ao mesmo tempo rapidez no seu deslocamento, evitando que elas enfrentem o perímetro de restrição que vai exigir vistoria, credenciamento e outros entraves”, disse. Segundo ele, a ideia é transferir as pessoas especiais do plano de entorno imediato da arena para o estacionamento da Assembleia, de modo a garantir para eles uma mobilidade mais segura e confortável.

Miguel Capobiango (à esq.) durante a assinatura do acordo com o presidente da Aleam, Josué Neto


MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

economia@emtempo.com.br

DÓLAR compra/venda Paralelo -

INDICADORES ECONÔMICOS

R$ 2,29 / R$ 2,54 *

Câmbio livre BC - R$ 2,3980 / R$ 2,3986 **

no dia: 0,96% na semana: 3,37%

Câmbio livre mercado - R$ 2,388 / R$ 2,390 *

no mês: 1,63%

Turismo -

dif.livre mercado/paralelo: 6,28%

R$ 2,310 / R$ 2,470

(*) cotação do Banco do Brasil / (**) cotação do Banco Central / (***) cotação média do mercado

Economia B2

(92) 3090-1045

Variação do câmbio livre BC

ALBERTO CÉSAR ARAÚJO

Caderno B

Economia

ZFM afetada com greve na Suframa

OURO BM&F R$ 100

Salário Mínimo Janeiro 2014: R$ 724,00

-0,9901%

Poupança

Salário Família/Janeiro

Aniversário

Rendimento (%)

20/02

0,6092

20/02

0,6092

até R$ 682,50: R$ 35,00 de 682,51 até R$ 1.025,81: R$ 24,66

(*) depósitos até 03/05/12 / (**) depósitos apartir de 04/05/12

PIM lidera o ranking de trabalhadores lesionados

Conforme o INSS, duas rodas e eletroeletrônico são os polos onde há maior quantidade de casos de acidentes laborais DIVULGAÇÃO/INSS

Lesionados no ambiente de trabalho, que somam 1.065 pessoas no Amazonas, recebem treinamento para voltar ao mercado, desta vez, especializados em áreas como informática, por exemplo JULIANA GERALDO Equipe EM TEMPO

U

m total de 1.065 trabalhadores, a maior parte empregada no Polo Industrial de Manaus (PIM), está em processo de reabilitação profissional após serem afastados de suas atividades pela Previdência Social por aquisição de doenças ocupacionais ou acidentes de trabalho. Os “campeões” de afastamento são os polos de duas rodas, eletroeletrônico e as empresas de transporte, de acordo com informações do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Amazonas. Conforme os dados do programa de reabilitação profissional da Previdência Social, entre as principais causas de afastamento, em especial, das linhas de produção do PIM estão doenças do sistema muscular e esquelético, com 55% dos casos. A tendinite - inflamação muscular –, aparece como a principal doença das fábricas amazonenses. Homens e mulheres são afetados na mesma proporção. Segundo o perito médico previdenciário e responsável técnico pelo programa, Evandro Carlos Miola, a maior demanda de afastamentos e candidatos a reabilitação parte da área de produção

das fábricas devido à forma de trabalho. “Eles trabalham em pé por horas ou sentados com postura inadequada, ferramentas incorretas e realizam atividades repetitivas que afetam punhos, ombros, cotovelos”, frisou. Segundo ele, as condições de trabalho levam uma média de 15 a 20 novos trabalhadores por mês para a reabilitação. Eles recebem o auxílio-doença e fazem cursos de capacitação para retornar ao mercado

PREVISÃO

Quase 700 trabalhadores ligados, em grande parte, ao PIM, devem retornar ao trabalho neste ano. A expectativa é do INSS, que em parceria com o MPT planeja reintegrar 65% dos 1.065 afastados de trabalho. “O programa é dedicado a pessoas que sofrem acidente ou adquirem doenças que retiram parte da capacidade de trabalhar, mas que podem ser treinadas para exercer outra atividade, compatível com suas limitações, de preferência na mesma empresa onde trabalhavam antes”, esclareceu.

Desafios Após a reabilitação, ainda segundo Miola, o maior obstáculo é a resistência oferecida por algumas empresas para aceitar de volta o trabalhador. Segundo o especialista, mesmo com as empresas possuindo a obrigação legal de ter uma cota de deficientes ou reabilitados, alguns empresários oferecem resistência. Para garantir o retorno do trabalhador, uma parceria foi estabelecida entre a Previdência Social e o Ministério Público do Trabalho (MPT) para promover a fiscalização no chão de fábrica. “De um lado, a parceria quer garantir que as pessoas exerçam uma atividade compatível com sua limitação e, por outro lado, não voltem a apresentar lesões”, complementou o perito. Melhorias Entre as melhorias que podem prevenir o adoecimento no local de trabalho, conforme explicou o perito médico, estão soluções de baixo custo, como aumento no tempo de pausa dos trabalhadores, cadeiras adequadas, adequação da ferramenta de trabalho e automatização de alguns processos. “Ações como essas podem gerar menos adoecimento no ambiente de trabalho”, constatou Miola.

Parceria intensifica fiscalização A parceria do INSS com o MPT foi intensificada em agosto do ano passado, quando após apuração dos dois órgãos, o ministério ajuizou uma Ação Civil Pública (ACP) solicitando indenização de R$ 250 milhões por danos morais coletivos aos trabalhadores da sede da Samsung em Manaus. Na ocasião, a multinacional foi acusada de submeter seus funcionários à realiza-

ção de movimentos repetitivos e jornadas de trabalho de até 15 horas diárias, entre outras infrações. Porém, a sul-coreana não é a única. Os dados mais recentes da secretaria de saúde do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-AM) apontam que, em 2012, um montante de 456 trabalhadores foram afastados com doenças ocasionadas por más

condições de trabalho. O número corresponde aos segmentos metalúrgico, duas rodas, naval, mecânico, e eletroeletrônico é 6,7% superior ao total informado no ano anterior (427). Segundo o sindicato, o número real é ainda maior, uma vez que a estatística foi baseada apenas nas Comunicações de Acidentes de Trabalho (CATs) informadas à entidade.

Evento ‘joga luz’ sobre o tema O “Seminário de reabilitação profissional – desafios e perspectivas”, será realizado amanhã (21), pela gerência executiva do INSS em Manaus. O evento se destina a divulgar o programa de reabilitação da Previdência Social e discutir, junto a profissionais da área, os obstáculos para a inserção de trabalhadores reabilitados no mercado de trabalho local.

Entre os participantes estão a defensora pública federal, Luiza Cavalcanti Bezerra, a procuradora federal, Dandara Dantas e a perita médica previdenciária Karine Freitas de Souza. Também deve participar com o painel “Desafios à inclusão de pessoas reabilitadas e com deficiência no mercado de trabalho”, a procuradora do MPT, Fabíola Salmito Lima.

Conforme um dos organizadores, o perito médico Evandro Carlos Miola, o evento será direcionado para os profissionais de saúde ocupacional (médicos do trabalho, engenheiros e técnicos de segurança do trabalho) além de profissionais de enfermagem e Recursos Humanos. “O objetivo é alcançar o maior número de profissionais no processo de reabilitação”, destacou.


B2

Economia

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Greve da Suframa afeta distribuição de insumos A

greve deflagrada, ontem, por servidores da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) deve comprometer a distribuição de insumos destinados ao parque fabril e o comércio no Amazonas. A suspensão na liberação de produtos nos portos do Estado deve gerar prejuízos de até R$ 1,5 milhão nos primeiros 15 dias e, após esse prazo, as perdas podem chegar a R$ 200 milhões. Apenas medicamentos, artigos médicos hospitalares e itens que compõem a cesta básica serão liberados pelos fiscais. Segundo o diretor do Sindicato dos Trabalhadores da Suframa (Sindframa), Sidnei Nunes, as fábricas e empresas do comércio local que não estiverem com o estoque abastecido poderão sofrer o impacto nos primeiros dias de greve. Conforme Nunes, as empresas devem ter estoque suficiente para 15 dias. Depois, os danos “serão catastróficos e milionários”, caso os servidores permaneçam de braços cruzados.

Caso a greve perdure por mais de duas semanas, as empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) poderão ser obrigadas a dar férias coletivas ou até mesmo dispensar seus funcionários, por não ter matéria-prima para produção. “Nenhuma empresa deverá parar agora no primeiro dia. Os prejuízos vão depender do

PROTESTO

Em torno de 400 funcionários se aglomeraram, ontem, em frente à Suframa, movimento que contou com apoio dos terceirizados da autarquia. Só quatro servidores mantiveram os trabalhos estoque de cada fábrica. Caso a greve se estenda por uma semana, a situação da indústria vai mudar. Empresas podem parar a produção e até demitir ou liberar uma parcela por alguns dias”, disse o presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), Wilson Périco. O comércio também absorverá os prejuízos da greve.

Conforme o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL Manaus), Ralph Assayag, o embargo de produtos refletirá no preço final repassado ao consumidor. “Sofreremos desnecessariamente. A greve é direito dos servidores, mas não podemos pagar por ela. Com a mercadoria presa, teremos que pagar aluguel diário para mantê-la nos portos da cidade. As despesas serão compensadas no preço oferecido ao consumidor”, explicou. O superintendente da Suframa, Thomaz Nogueira, que retornou ontem de férias, afirmou que respeita a greve da categoria. “A demora na solução, que não depende diretamente da decisão dessa superintendência, levou à greve. Nesse período, não abrimos mão do diálogo, tanto com os representantes dos servidores quanto com o Ministério do Planejamento, responsável pela política salarial do governo federal”, frisou Nogueira. A principal pauta dos servidores é a reestruturação do Plano de Carreira da categoria, onde exigem equiparação salarial junto às empresas reguladoras.

ZONA FRANCA

REMAN DIVULGAÇÃO

Senador Eduardo Braga e prefeito Arthur Neto visitaram ministros do STF antes da votação

Adin é deferida após 24 anos A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, julgou procedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) 310, impetrada na década de 1990 pelo então governador do Amazonas, Vivaldo Frota, contra o Conselho de Política Fazendária (Confaz). O relatório da ministra foi acompanhado por unanimidade pelos ministros da corte. O tribunal reconheceu que o Confaz não deve legislar sobre isenção ou revogação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) relacionadas às atividades da Zona Franca de Manaus (ZFM). Ao ler seu voto, a ministra Cármen Lúcia disse que o modelo ZFM foi assegurado pelo poder constituinte originário, na Constituição Federal, e não pode ser atacado por instâncias inferiores. Ontem, antes da votação, o senador Eduardo Braga, acompanhado do prefeito de

Funcionários fizeram manifestação em frente à sede da Suframa por melhorias salariais

Manaus, Artur Virgílio Neto, conversou com quatro ministros do STF para prestar mais informações sobre a Adin e os prejuízos das decisões do Confaz para a economia do Amazonas. “Foi uma vitória importante, que pode ser usa-

PERMANENTE

Os efeitos dos convênios da Confaz foram suspensos por medida cautelar obtida pelo governo do Amazonas em 1990. Essa decisão foi confirmada hoje em caráter permanente por Cármen Lúcia da em outras tentativas contra a ZFM que possam chegar ao STF”, disse Braga. Por sua vez, a senadora Vanessa Grazziotin afirmou que “a Constituição foi respeitada”. “A argumentação do nosso Estado, deixando

claro que o Confaz não poderia legislar sobre isenção ou revogação de ICMS no âmbito da ZFM, nos ajudará no debate que travamos no Congresso Nacional a favor do modelo”, comemorou. Histórico A Adin questionava três convênios firmados pelo Confaz, que tratavam de temas reservados exclusivamente à Constituição Federal e acarretavam prejuízos à ZFM. Os convênios firmados se referiam à exclusão do açúcar de cana do benefício da não incidência do ICMS quando da remessa para comercialização ou industrialização na ZFM, da revogação de isenção concedida no convênio 65/88 e fixava níveis de tributação na remessa de produtos industrializados semielaborados para Manaus, e cancelava o benefício da manutenção do crédito de mercadoria nacional para a zona franca.

Terceirizados vão parar as atividades O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil no Amazonas (Sintracomec-AM), Cícero Custódio, confirmou a realização de greve geral na Refinaria Isaac Sabbá (Reman), no Distrito Industrial, na Zona Sul, para a próxima segunda-feira (24). Conforme o dirigente sindical, o prazo de 72 horas imposto pela associação não foi respeitado e, por isso, a decisão de greve. Custódio afirmou que a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) agendou uma reunião com a empresa e a categoria, na segunda-feira (24), porém, explicou que nesse dia, o prazo já terminou. “Marcaram a reunião na segunda-feira. Demos o prazo de 72 horas, no qual termina nesse dia. Isso não pode acontecer. Vamos de novo parar a refinaria”, explicou. Mais de 1,1 mil trabalhadores entre terceirizados da construção civil e petroleiros paralisaram as atividades, anteontem, por mais de duas horas na Reman. A paralisação contou com apoio do Sindicato dos Petroleiros do Amazonas (Sindpetro-AM) e da Central Única dos Trabalhadores. De acordo com o presidente do Sintracomec-AM, Cícero Custódio, as firmas descumprem o contrato trabalhista. Segundo ele, o salário está abaixo do piso da categoria, à hora extra que é 100%, estão pagando apenas 50% e, também o depósito do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) que não está sendo depositado corretamente. (FO)

TCE-AM

Decisão suspende certame da Prefeitura de Maués Atendendo a três representações do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), o conselheirosubstituto Alípio Reis Firmo Filho suspendeu, por meio de decisão liminar, o Processo Seletivo Simplificado (PSS) da Prefeitura de Maués para preenchimento de 851 cargos da Secretaria Municipal de Educação, a maioria para professores. Segundo o autor das representações, procurador de Contas Roberto Cavalcanti Krichanã, entre as irregularidades encontradas estava o pequeno prazo de inscrição (de 5 a 11 de fevereiro), “sem lapso temporal” entre a abertura do edital no último dia 4 e o início das inscrições no dia 5, além da existência de requisitos que podem ferir o princípio constitucional de ampla acessibilidade aos cargos públicos. Segundo o procurador, vários cargos oferecidos pela Secretaria Municipal de Edu-

cação, por meio dos editais nº 1/2014/, nº 2/2014 e nº 2/2014, devem ser providos por meio de concurso público para profissionais de carreira. Conforme o relator do processo, Alípio Reis Firmo Filho, a contratação temporária deve ocorrer em caso de necessidade excepcional ao interesse público, mas o prefeito Raimundo Carlos Góes Pinheiro e o secretário municipal de Educação, Luiz Gonçalves, não apresentaram tal excepcionalidade. Os processos seletivos suspensos contratariam 328 professores, 120 professores indígenas e 403 servidores para a secretaria, entre eles 57 assistentes administrativos, 76 auxiliares de serviços municipais, 57 cozinheiros e 48 vigias. O conselheiro-substituto deu prazo de 15 dias para gestores encaminharem justificativas ao TCE-AM, sob pena de o PSS ser anulado. DIVULGAÇÃO

FÁBIO OLIVEIRA Equipe DO AGORA

ALBERTO CÉSAR ARAÚJO

Economia local será prejudicada em duas semanas caso não seja feito acordo para encerrar paralisação dos servidores

Concurso fere acessibilidade aos cargos públicos, diz TCE-AM


Economia

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Usuários voltam a sofrer com serviços da Vivo

B3 DIVULGAÇÃO

Falhas nas ligações, ausência de sinal 3G e até modem da internet estão entre as principais reclamações dos clientes ANDRÉ TOBIAS Especial EM TEMPO

U

suários da operadora de telefonia móvel Vivo, em Manaus, sofrem com falhas nos serviços prestados em toda a cidade há alguns dias. As principais reclamações são relacionadas com as constantes quedas das ligações, dificuldades em acessar à internet e na demora no envio e recebimento de mensagens SMS. O problema se estende para usuários 3G e até mesmo de modem da operadora. Moradora da Zona Norte da capital amazonense, a autônoma Socorro Baia, 58, reclama do serviço prestado pela operadora no Estado. Ela enfrentou dificuldades para resolver problemas urgentes pelo celular. “Esta semana, precisei resolver assunto com um familiar e não consegui sequer completar a ligação, pois, segundo a operadora, o celular estava desligado, quando na verdade houve falha no sinal”, queixou-se Socorro. A pedagoga Ocianne Oliveira, 21, comenta que quase sempre tem dificuldade quando precisa utilizar alguns serviços da operadora. De acordo com ela, usar o celular quando chove na cidade torna-se quase impossível. “Tento seguidamente em enviar SMS pela operadora e os erros de envio são infinitos”, salienta. Em relação aos serviços de internet da operadora, ela destaca que as dificuldades são maiores ainda. Segundo Ocianne, basta o sinal ficar fraco para que a conexão com a internet pare de funcionar. O EM TEMPO entrou em contato com a empresa Vivo, ontem, mas a operadora preferiu não se pronunciar sobre o assunto.

Órgãos saem em defesa do consumidor Em outubro do ano passado, a Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Manaus (Comdec/ CMM) - em conjunto com o Ministério Público Estadual (MPE) e a Defensoria Pública do Estado (DPE) -, ingressou com uma ação na Anatel contra as operadoras de telefonia móvel que prestam serviço em Manaus. Alegando a má prestação do serviço, a ação solicitou a suspensão da venda de novas linhas por parte da Oi, TIM, Vivo e Claro. Na Assembleia Legislativa foi criada uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar a responsabilidade por danos ao consumidor na prestação inadequada de serviços de telefonia móvel, fixa e internet oferecidos pelas operadoras que atuam no Amazonas. A “CPI da Telefonia” está em fase de conclusão. O relatório final será apresentado na primeira semana após o Carnaval.

Anatel prefere adotar silêncio Procurada pelo EM TEMPO, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) adotou o silêncio e não se manifestou sobre as cons-

tantes falhas que a operadora Vivo vem exercendo na prestação dos serviços de telefonia celular e internet na capital amazonense. Consumidores amazonenses pagam caro para ter serviço de telefonia celular de má qualidade


B4

Economia

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Chibatão será acionado por práticas irregulares U

ma Ação Civil Pública (ACP) será ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho no Amazonas (MPT 11ª Região) para pedir na justiça, que o Porto Chibatão cumpra com as normas de segurança caso fracasse em comprovar as correções das irregularidades nas audiências administrativas marcadas para hoje e amanhã. Conforme o órgão ministerial, a situação encontrada no Porto do Chibatão foi alarmante. Segundo eles, a sinalização vertical e horizontal é deficiente, o asfalto do píer é precário ou quase inexistente, há trabalhadores sem registro em carteira e falta manutenção em guindastes e lanças. Ainda de acordo com o MPT, será exigido do Porto Chibatão a execução da multa estipulada em Termos de Ajuste de Conduta (TACs) assinados anteriormente em relação às condutas nele previstas e ainda ajuizará a ACP para cobrar a manutenção nos guindastes, na iluminação noturna e na sinalização das boias salva-vidas. “Se um trabalhador cair na água à noite, por exemplo, ele não será visto, porque a boia não tem sinalizador”, afirmou a procuradora Andrea Gondim, que é a coor-

denadora do Trabalho Portuário e Aquaviário. Por sua vez, o auditor fiscal do trabalho, Marcelo Lima, destacou que a falta de manutenção das máquinas põe em risco a vida dos trabalhadores. “O Porto do Chibatão encontra-se em situação precária”, declarou. Além do Porto Chibatão, a força conjunta do MPT em par-

PARALISAÇÃO

Estivadores do Porto Chibatão pretendem deflagrar greve geral por tempo indeterminado para revidar o interesse do terminal em contratar mão de obra não qualificada para trabalhar no local ceria com a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Amazonas (SRTE/AM), foi realizada para verificar o cumprimento dos TACs firmados também com o Órgão Gestor de Mão de Obra (OGMO) e com os Superterminais, quanto às condições de saúde e segurança do trabalho, e a apuração in loco de denúncias trabalhistas feitas pelos Trabalhadores Portuários

Avulsos (TAP). No OGMO, que é uma entidade sem fim lucrativo que atua na regulamentação dos trabalhadores avulsos do setor portuário que tem caráter administrativo, fiscalizador e profissionalizante, as principais irregularidades constatadas estão na escalação de trabalhador e inadequação de vestiários e banheiros. Nos Superterminais foram detectados problemas pontuais como, banheiros sem água e sem iluminação suficiente para atender os trabalhadores do local. Por meio de nota, o Porto Chibatão negou que existam colaboradores sem registro em carteira de trabalho na empresa. Sobre a falta de manutenção nos equipamentos, o porto afirmou que cada maquinário tem uma equipe coordenada por um engenheiro mecânico e mais dez profissionais do ramo. O Chibatão frisou que investe R$ 5 milhões em sinalização e asfaltamento especial em toda sua área de operação. Por fim, a nota salientou que todas as informações serão apresentadas na audiência de hoje pelo corpo jurídico do Grupo, com documentos em juízo. O EM TEMPO tentou, mas não obteve sucesso em falar com o OGMO e os Superterminais.

DIVULGAÇÃO/MPT

MPT ajuizará ação na Justiça para pedir cumprimento das normas de segurança dos trabalhadores que atuam no porto

Estivadores do Porto Chibatão trabalham em condições precárias e correm risco de acidentes


Caderno C

Dia a dia MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

diadia@emtempo.com.br

(92) 3090-1041

DIVULGAÇÃO

Miss é morta em protestos, na Venezuela Mundo C8

Pedestres sofrem sem sinalização na av. Brasil FOTOS: IVE RYLO

No cruzamento com a rua Senador Cunha Melo, pedestres e motoristas convivem com falta de faixas e semáforos

Afora a sinalização, a falta de abrigos para quem precisa pegar ônibus na referida área, também é outro transtorno enfrentado, diariamente, pelos moradores da área ou quem passa por ela IVE RYLO Equipe EM TEMPO

A

falta de sinalização no cruzamento entre a avenida Brasil, no sentido Centro-bairro, com a rua Senador Cunha Melo, no bairro São Jorge, Zona Oeste, representa um risco diário à vida dos pedestres, que tentam cruzar as duas vias. No local não há faixa de pedestres, o que dificulta a travessia. “Um dia, levantei a mão para pedir passagem e um motorista bagunçou comigo, me deu tchau e não parou. Se com faixa, ainda são poucos os que param, sem faixa fica pior”, salientou o estudante Marcos Vinícios Almeida, 13. Pelo menos três vezes por semana ele se aventura na travessia, para tentar chegar ao Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, onde faz aula de natação. A amiga dele, que também frequenta o Centro de Convivência, sente a mesma dificuldade em realizar a travessia, devido a falta de faixa e semáforo. “Os carros não respeitam a gente e passam com tudo. A gente espera muito pra atravessar e ainda corre risco, porque às vezes, uns param, mas outros não”, disse a estu-

dante Tamires Reis, 15. Abrigos Na mesma esquina, em que não há faixa de pedestre, também localiza-se uma parada de ônibus, sem abrigo ou sinalização vertical indicativa. Com a filha de dois anos no colo, Maria do Socorro Santos, 19, esperava o ônibus na calçada no ponto sem cobertu-

MOBILIZAÇÃO

Após organizar vários ofícios e abaixo-assinados, a direção do Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, conseguiu a implantação de uma faixa de pedestres, no sentido bairro-Centro ra, para voltar para casa. Ela leva a menina quatro vezes na semana ao centro para as sessões de fisioterapia. “É muito ruim esperar no sol, arde demais. E quando chove é pior porque a gente se molha e não tem onde se esconder”, disse Maria. Sem proteção, os pedestres ficam a mercê das intempéries. “Teve um dia que ficamos esperando a chuva passar

para irmos para a parada, mas ela não passou e tivemos que esperar o ônibus debaixo de chuva mesmo”, lembrou a estudante Tamires Reis, 15. Após reclamações dos moradores e da própria direção do Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou - que inclusive organizou ofícios e abaixo-assinados - publicados no EM TEMPO, foi implantada uma faixa de pedestres, com direito a sinalização vertical, por detrás do Centro de Convivência, sentido bairro-Centro. Apesar da mudança, a dificuldade em transpor a avenida continua. “Os carros não param para o pedestre, até com a faixa é difícil. Já cheguei a esperar 20, 30 minutos, pedindo passagem, levantando o braço e nada. Eles não se intimidam com a faixa. Já vi um senhor idoso sendo atropelado aqui, porque eles não param”, relatou a auxiliar de licitação Paula Soliane Froes, 30. Contato A equipe do EM TEMPO entrou em contato com o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito de Manaus (Manaustrans), mas até o fechamento desta edição não houve retorno da resposta.

Motoristas também reclamam Além dos pedestres, os motoristas que precisam cruzar a avenida Brasil, para seguir na rua Senador Cunha Melo ou pegar a avenida no sentido bairro, também sentem dificuldades em passar pelo referido cruzamento, devido à falta de um semáforo ou sinalização no local. Ao menos cinco vezes na semana, o designer Pablo Tavares, 29, tem que passar pelo cruzamento, e reconhece que apesar de estar de carro, tem dificuldades para realizar a

manobra, devido à inexistência de sinalização na área. “Assim como os pedestres, quem está de carro tem que contar com a boa vontade dos condutores que trafegam pela avenida Brasil, em parar. Enquanto os pedestres atravessam a pista que não tem faixa, os motoristas aproveitam para cruzar e seguir na Senador Cunha Melo ou pegar a avenida à esquerda, na direção da Compensa”, explica Pablo. Ele chama a atenção para

o fato de que a menos de dez metros do cruzamento há a Escola Estadual Isaac Benayon Sabbá. “Tem uma escola aqui próximo e justamente por isso deveria ter semáforos ali, além da faixa para pedestres. Os estudantes ficam expostos aos mais diversos tipos de acidentes”, observa. Ainda segundo ele, a área também deveria ter um redutor de velocidade, pois a maioria dos veículos que seguem pela avenida Brasil, trafegam em alta velocidade.

Cruzar a avenida Brasil com a Senador Cunha Melo também é complicado para motoristas


Dia a dia

C2

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Alunos do colégio Doroteia conhecem o EM TEMPO Os estudantes também conheceram a forma como o jornal é diagramado, o setor comercial, entendendo os vários processos de captação de anúncios e, por fim, o parque gráfico onde é feita a impressão. Durante o roteiro, os alunos fizeram perguntas e demonstraram o desejo de abraçar a profissão de jornalista e comprovaram que acompanham os fatos da atualidade, pois em determinados assuntos, como a visita do técnico inglês a Manaus, Roy Hodgson, disseram ter ouvido que ele teria falado mal da cidade, mas que mudou de ideia porque conheceu Manaus. O assunto foi manchete do EM TEMPO na edição de terça-feira (18). Para a coordenadora pedagógica, Ana Claudia Bessa Brasil, a visita tem por objetivo ampliar o universo das crianças em relação à elaboração de um jornal, para que isso possa despertar e incentivar a feitura de seu próprio jornal na escola. “A partir desta visita eles vão começar a editar seu próprio jornal. As explicações e o conhecimento que eles tiveram das etapas do jornal despertaram o interesse de trabalhar sua própria notícia”, comentou Ana Cláudia.

Crianças atentas às explicações do diretor de Redação Mário Adolfo, que explicou todo o processo de elaboração do jornal

SAÚDE BUCAL

TECNOLOGIA

Manaus sedia encontro do Conselho Federal de Odonto DIVULGAÇÃO

Escolas adotam lousas digitais

Mais de 880 lousas digitais foram entregues às escolas públicas, e as mesmas podem ser utilizadas em qualquer disciplina

Com o intuito de oportunizar aos estudantes matriculados na rede pública estadual um ensino cada vez mais dinâmico e associado ao uso de novas tecnologias, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) está equipando as escolas estaduais com lousas digitais. Para garantir a melhor utilização dos equipamentos acessíveis às escolas, nesta semana, foi dado início a um novo ciclo de formação direcionado aos professores. Promovido pela Seduc no Centro de Formação Profissional Padre José de Anchieta, localizado no bairro Japiim, Zona Centro-Sul, o curso atenderá a aproximadamente 400 educadores,

CALENDÁRIO

De 10 a 14 de março o curso será para professores da Zona Oeste; de 24 a 28 de março aos da Zona Centro-Oeste; de 7 a 11 de abril aos da Zona Norte; e de 28 de abril a 5 de maio, Zona Sul abrangendo todos os distritos de Manaus. A primeira turma, cujo curso será concluído amanhã, sexta-feira (21), é formada por docentes que atuam em escolas da Zona Leste de Manaus (Distrito 5). De acordo a professora

Janice Torres, representante da Seduc e coordenadora estadual do Núcleo de Tecnologias Educacionais, os 400 professores selecionados para participar do curso são docentes responsáveis pelos ambientes de mídias instalados nas escolas. “Na formação eles conhecerão o modo de funcionamento das lousas digitais, serão instruídos para o manuseio das ferramentas tecnológicas disponíveis, bem como dos aplicativos de informática que potencializam o uso do material”, explicou Janice, enfatizando que os participantes serão disseminadores, em suas escolas, do conhecimento adquirido. Segundo ela, os professores

participantes do curso também terão acesso a kits tecnológicos, que estão sendo disponibilizados a todas as escolas, os quais abrangem 2.760 aplicativos tecnológicos educacionais, sendo 1.379 para utilização com alunos dos anos iniciais do ensino fundamental e 1.381 específicos para utilização com alunos dos anos finais do ensino fundamental e também do ensino médio. As escolas públicas estaduais já contam com 882 lousas digitais, das quais 525 foram adquiridas pelo governo do Estado e outras 357 foram encaminhadas pelo governo federal. Os equipamentos podem ser utilizados em todas as disciplinas.

A interiorização da odontologia e o aumento da fiscalização aos falsos dentistas estão entre os temas que serão discutidos durante o encontro nacional do Conselho Federal de Odontologia (CFO), que será realizado, nesta quinta (20) e sexta-feira (21), em Manaus. Reunindo os presidentes dos 27 Conselhos Regionais de Odontologia do Brasil, o evento também será o marco para as comemorações dos 50 anos da autarquia federal. O encontro terá início às 9h, de hoje, no auditório do Hotel Caesar Business, na avenida Darcy Vargas, Zona Centro-Sul, com abertura oficial feita pelo presidente do Conselho Federal, doutor Ailton Morilhas. Dentre os assuntos discutidos estão: a interiorização da odontologia no país e a intensificação da fiscalização aos falsos dentistas e clínicas odontológicas. O cenário da odontologia no Amazonas também estará na pauta das discussões, conforme explica a presiden-

te do Conselho Regional de Odontologia do Amazonas, Vera Louzada. Segundo ela, o Amazonas possui aproximadamente três mil cirurgiões-dentistas registrados, com grande concentração na capital. “Uma das dificuldades do nosso Estado é levar os profissionais para o interior, por conta dos baixos salários e ainda a falta de estrutura, causando grande concentração na capital e deixando o interior desassistido”, destacou. Vera Louzada também salienta que esta é a primeira vez que o Conselho Federal realiza uma plenária em Manaus, nos últimos 5 anos. “É uma maneira do CFO prestigiar os nossos profissionais e também se aproximar da nossa realidade. Manaus, por ser uma das sub-sedes da Copa do Mundo, e por todo apelo ambiental, é uma cidade muito visada no país e no mundo, por isso, será uma satisfação enorme um encontro desse porte na nossa cidade”, disse. DIVULGAÇÃO

U

m grupo de 50 alunos do Colégio Santa Dorotéia – uma das mais tradicionais instituições de ensino de Manaus –, visitou ontem, pela manhã, a redação e o parque gráfico do jornal EM TEMPO para conhecer todo o processo de edição do jornal. Os alunos do 4º. ano A e B estudam o assunto “Vários Gêneros Textuais” e são orientados pelas professoras Arleide Izidoro, Evelyn Moutinho e Danielle Gollner sob a supervisão da coordenadora pedagógica, Ana Cláudia Brasil. Na faixa de 8 a 10 anos, as crianças chegaram ao jornal num ônibus executivo, às 9h, sendo recebidas pelo diretor de redação, Mário Adolfo, que explicou todas as etapas da feitura do jornal. O jornalista fez inicialmente um breve histórico do jornal, lançado em setembro de 1987, abordando também a reunião de pauta, as diferentes etapas das editorias de Dia a dia, Política, Economia, Esportes e Plateia. “A maior curiosidade deles foi saber como editores, repórteres, fotógrafos e diagramadores conseguem reunir tantas notícias em um só dia”, disse Mário Adolfo.

DIVULGAÇÃO

Grupo de estudantes com idades entre 8 e 10 anos visitou redação e o parque gráfico, para saber como se faz um jornal

Presidente do CFO, Ailton Morrilhas, estará à frente do evento


Dia a dia

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

‘Maria Vem com as Outras’ mobiliza contra a violência O Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (Cedim), instituição vinculada à Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres (SEPM) da Casa Civil, realiza amanhã a quarta edição da banda “Maria Vem com as Outras”. A concentração do grupo inicia às 15h, na praça Heliodoro Balbi (Praça da Polícia), no Centro. O objetivo da ação é conciliar diversão e conscientização no enfrentamento da violência contra a mulher. Com o tema “Mais Mulheres na Política”, a mobilização espera superar o público da terceira edição da banda, que foi de aproximadamente 300 pessoas, entre jovens, adultos, crianças e idosos. Como de praxe, a banda terá um trio elétrico, além da bateria da escola de samba Unidos da Alvorada, que vai, a partir das 17h, percorrer as avenidas Sete de Setembro e Eduardo Ribeiro com faixas, cartazes e folders contendo informações sobre os principais canais de atendimento oferecidos pelo governo do Estado às mulheres vítimas de violência, além de arrastar os populares a se enganjarem na causa.

Dados Um balanço divulgado em outubro do ano passado, pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPMPR), revelou que, no Amazonas a população feminina é

MORTES

Relatório da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI), criada para investigar a violência contra a mulher no Brasil, a cada grupo de cem mil mulheres, 3,8 são vítimas de homicídio, no Amazonas a que menos tem acesso à Central de Atendimento à Mulher, o Ligue 180. Conforme os números, no primeiro semestre de 2013, a taxa de registro alcançou 82,50 por cem mil mulheres, colocando o Estado no último lugar do levantamento por unidade da federação. Em 2012, o Amazonas ocupava a penúltima posição no ranking, com 97,31 registros a cada cem mil mulheres. Confrontados os dois períodos, houve queda de 15,22% em 2013. Ainda segundo o balanço, no Amazonas o serviço foi acionado em apenas dez dos 62 municípios, uma cobertura de apenas 16,13%, a menor do país. DIVULGAÇÃO

Apoio A banda das Marias, como ficou conhecida a ação, é um ato público com parceria das secretarias de Estado da Assistência Social (Seas), da Justiça e Direitos Humanos (Sejus), de Educação (Seduc), de Saúde (Susam), de Produção Rural (Sepror), de Trabalho (Setrab) e de Segurança Pública (SSP-AM), além da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). A mobilização também conta com a participação

de mais oito entidades com apelo à causa das mulheres, entre elas, Ong Maria Bonita, Conselho Regional de Serviço Social (Cress), Associação das Mulheres Indígenas do Alto Rio Negro (AMARN), Associação de Prostitutas e Ex-Prostitutas do Amazonas (Apam) entre outras.

“Maria Vem com as Outras” luta contra a violência doméstica

Último “esquenta da Bica”, antes do Sábado Magro CDs com as marchinhas e a famosa camiseta com a caricatura do português Armando driblando o técnico inglês, Roy Hodgson, já estão à venda, no bar

A

Banda Independente Confraria do Armando (BICA) realiza hoje, o seu último ‘esquenta’ do carnaval de 2014, antes do Sábado Magro, a data que tradicionalmente a banda sai às ruas. O ensaio desta quinta-feira será encerrado com a tradicional volta em torno do largo de São Sebastião, com direito a fotos em frente ao Teatro Amazonas, no Centro de Manaus. “Queremos retomar antigas tradições que existiam no tempo do meu pai. Uma delas é a volta no calçadão de São Sebastião. A outra é sair pelas ruas do Centro, tendo à frente os bonecos mamulengos”, explicou Ana Cláudia Soares, a filha do português Armando, falecido em 2011 e que por mais de 50 anos esteve à frente do botequim mais famoso de Manaus. O esquenta começa a partir das 20h com a entrada da banda de metais “demônios da Tasmânia”, que só toca marchinhas e, este ano, está executando três delas que foram feitas para o enredo da Bica. “Em ano de Copa e eleição, até inglês foge do caldeirão e político ladrão vai pra prisão do Vivaldão”. As três marchinhas são “Alô Manô, mas que calor!”, de Mário Adolfo, Edu do Banjo Mestre Pinheiro e Dudu Brasil; “Com a minha Bica ninguém pode”, de Américo Madrugada e “Vivaldão vira prisão”, de Adal. Criação A Bica é a mais tradicional banda de Manaus. Foi fundada no dia 17 de janeiro de 1987, numa rodada de cerveja no bar da praça São Sebastião, que naquela época ainda se chamava, pasmem, “Bar e Mercearia Nossa Senhora de Nazaré”. Em plena ditadura, o bar do português - como o lugar era conhecido -, era uma espécie de república livre que reunia jornalistas, juristas, estudantes universitários, poetas, músicos, artistas plásticos e outros bichos. No inverno de 1986, estavam os músicos Celito Chaves (que já partiu), sua mulher, a arquiteta Heloísa Cardoso, Afonso Toscano, Sérgio Litaiff, que, inclusive, sugeriu o nome da banda. Numa segunda mesa, mais ao lado, estavam os jornalistas Diocleciano Souza, Mário Adolfo, Inácio Oliveira, o escritor Simão Pessoa, o psiquiatra Rogelio Casado, e os fotógrafos Carlos Dias e Isaac Amorim.

DIVULGAÇÃO

CONSCIENTIZAÇÃO

C3

Foliões se divertem em uma das edições da Bica, em meio aos bonecos gigantes de mamulengo

Ambulantes invadem a Bica Ana Cláudia Soares, a nova “general da banda” denunciou esta semana que uma invasão de vendedores ambulantes estão prejudicando o esquenta da Bica, porque tomaram praticamente toda a 10 de Julho, com caixas de isopar para vender cervejas e churrasqueiras para vender espetinho de gato. “Antes eles se limitavam a

ficar no meio fio, agora tomaram as ruas completamente e, pasmem, tem isopor de cerveja postada na porta do bar, impedindo os frequentadores de entrar. Vamos pedir a ajuda da Sempab, isso não pode continuar”, reclamou. Ela lembrou que a concorrência é desleal, porque nos ensaios ela tem muita despesa, pagando os músicos que

tocam mais de quatro horas, segurança, confecção de CDs e camisetas. “Existe um custo na Bica que é o bar que banca, não é justo que eles entrem aqui e faturem em cima da festa bancada pela Bica. O pior é que existe picapes barrotadas de isopor com cerveja que sai abastecendo as bancas dos ambulantes”, salientou.


Dia a dia

C4

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Suposto estuprador é encontrado decapitado U

m cartaz com a frase escrita “Sou estuprador, por isso morri”, foi deixada em cima do corpo de um suposto estuprador, encontrado decapitado e com uma faca cravada na altura do peito, na manhã de ontem, no ramal Águas Brancas 2, no quilômetro 35, da rodovia AM-010 (Manaus - Itacoatiara). Um estudante, cujo nome não foi revelado, teria encontrado o cadáver. O homem, que ainda não foi identificado pelo Instituto Médico Legal (IML), teve a cabeça decapitada e colocada entre suas pernas. Ele apresentava uma perfuração de arma de fogo no olho direito. A princípio, a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga duas hipóteses para o crime. A primeira é de que o homem tenha sido assassinado por supostos “justiceiros”, após cometer estupros na área. Mas os policiais também não descartam a hipótese de um possível acerto de contas motivado pelo tráfico de drogas, e que os executores tenham deixado a mensagem, apontando a vítima

como estuprador, para desviar o foco das investigações. O cabo Francivan Dias, da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), informou que a guarnição foi acionada por funcionários de uma escola localizada próximo ao ramal. “Os funcionários relataram que, na noite de ontem (anteontem), um estudante passou e percebeu

INVESTIGAÇÃO

A partir da identificação da vítima, pela família, a polícia poderá avançar nos trabalhos de investigação, e identificar as motivações do assassinato e se a mesma teria envolvimento com estupros que havia alguma coisa jogada na beira do ramal, mas não identificou devido à escuridão. Pela manhã, o mesmo estudante viu o corpo e acionou a escola, que ligou para a viatura”, disse. No local onde o corpo foi encontrado havia marcas de pneus de carro que, conforme a polícia, assemelha-se a um veículo modelo picape. A vítima - com idade aproximada

entre 20 e 30 anos, cor parda e aproximadamente 1,65 m de altura - trajava bermuda e camisa branca e estava com uma sandália de cor preta junto aos pés. Os moradores do ramal informaram à polícia não ter ouvido disparos de arma de fogo ou qualquer movimentação de veículos durante a noite de anteontem no local. Execução O ex-presidiário André dos Santos Souza, 22, foi executado com quatro tiros na noite de anteontem (18), na Comunidade Val Paraíso, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. Os policiais da DEHS apontaram como motivação para o crime, um possível acerto de contas motivado pelo tráfico de drogas na área. De acordo com os policiais militares da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a vítima foi alvejada com quatro tiros, sendo dois na cabeça, um nas nádegas e outro no abdômen. Familiares da vítima não quiseram comentar o caso. A polícia acredita em um acerto de contas motivado pelo tráfico de drogas. A vítima respondia na Justiça, pelo crime de roubo praticado em 2012. André chegou a ser socorrido pelo Samu.

NA ZONA SUL DIVULGAÇÃO

TRÂNSITO

Envolvidos dos dois veículos não sofreram ferimentos graves, mas foram levados a hospitais

Viatura do Detran sofre acidente Uma viatura do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), de modelo Clio, de placas JXQ 4085, se envolveu em uma colisão com outro veículo modelo Uno, de placas NOK 9612, na manhã de ontem, na avenida Torquato Tapajós. De acordo com o diretor-presidente do órgão, Leonel Feitoza, foram tomadas todas as providências necessárias para garantir atendimento médico às vítimas e também no sentido de esclarecer as causas do acidente. Segundo ele, a viatura do Detran-AM dirigida pelo servidor Jânio Nery, levando a bordo outros três servidores do órgão, seguia com destino à Central de Exames, localizada no bairro Santa Etelvina, Zona Norte, quando se chocou com o veículo conduzido por Moisés de Arruda, que

Cartaz foi deixado em cima do corpo de homem não identificado, que teve a cabeça degolada

vindo no sentido contrário da mesma via, fez retorno sem aguardar a passagem. Surpreendido pelo veículo, mesmo dirigindo dentro da velocidade permitida e tendo freado a viatura, Jânio não conseguiu evitar o choque. Após a colisão entre os dois veículos, os passageiros e os dois motoristas receberam os primeiros socorros de uma equipe do Samu e depois foram conduzidos para o pronto-socorro 28 de Agosto e João Lúcio, de onde foram liberados após terem sido medicados. Leonel disse que o laudo da perícia sobre o acidente deve ficar pronto em 15 dias, entretanto ele esclareceu que, de acordo com o prontuário da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do condutor Moisés, ele não poderia estar trafegando numa

pista de alta velocidade, por apresentar limitações físicas. Moisés, ainda de acordo com o prontuário, é “vedado de dirigir em rodovias, após o pôr do sol” e obrigado a usar lentes corretivas. O diretor-presidente do Detran-AM fez um apelo aos motoristas que ao transitarem pela Torquato Tapajós, a exemplo do que devem fazer em qualquer via, respeitem os limites de velocidade e sejam prudentes nas ultrapassagens e mudanças de faixas e ao fazer os retornos. Ele também lembrou que desde o início de janeiro o Detran-AM tem mantido permanentemente equipes de fiscalização na Torquato Tapajós justamente para inibir o excesso de velocidade e a imprudência dos condutores que acabam por vitimar inocentes e os próprios infratores.

Presos com 28kg de maconha JUCÉLIO PAIVA Equipe DO AGORA

Três homens foram presos e dois adolescentes, de 16 e 17 anos, apreendidos, com 28 quilos de maconha, que estavam escondidos dentro de um carro e uma residência, nos bairros Colônia Oliveira Machado e Praça 14 de janeiro, ambos localizados na Zona Sul de Manaus. Vando Clesio Paulino Cunha, 38; Marcos Paulo Martins Delaguia, 18; Emerson Maciel de Souza, 18; uma adolescente de 17 anos que é namorada de Marcos Paulo, e outro adolescente de 16 anos, foram detidos pelos policiais militares da 2ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). De acordo com os militares, a guarnição realizava patrulhamento de rotina na rua Felizmirno Soares, próximo a

Feira da Panair, no bairro Colônia Oliveira Machado, quando avistaram Vando Clesio e Marcos Paulo, em atitude suspeita, dentro de um carro modelo Classic, de cor e placa não informada. Durante revista dos policiais, a dupla aparentou nervosismo e alegou que iria ajudar um grupo de amigos, que estavam com o pneu do carro furado próximo à feira da Panair. Os policiais acompanharam os suspeitos, onde encontraram Emerson e os dois adolescentes, em uma picape modelo Montana, de cor vermelha e placas JXQ-8845, com 12 quilos de maconha prensada. Após ser questionado, o adolescente de 16 anos, apontou que em sua residência, no bairro Praça 14 de Janeiro, havia mais drogas. Dentro da casa os policiais apreenderam mais 16 quilos da mesma substância

escondidos dentro do quarto do adolescente. No celular de um dos suspeitos, a polícia afirmou ter encontrado várias mensagens que informavam sobre a chegada da droga em Manaus. Em depoimento no 2º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Emerson informou que havia trazido a droga em uma embarcação, do município de Manicoré - a 616 quilômetros de Manaus -, para comercializá-la na capital. Ainda na delegacia, Vando, Marcos e Emerson foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores, em seguida encaminhados à cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, Centro. Os adolescentes foram conduzidos à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI). DIVULGAÇÃO

JUCÉLIO PAIVA Equipe DO AGORA

ERLON RODRIGUES/AGORA

Corpo foi encontrado por um estudante no ramal Águas Brancas 2, da AM-010, com um cartaz e uma faca cravada nele

Parte da droga estava escondida na casa de um dos adolescentes, abordado pela polícia


Dia a dia

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

C5

GOAmazon vai aprimorar modelos climáticos locais P

ara estudar as interações entre a floresta amazônica e a atmosfera e medir os níveis de poluição de Manaus e sua influência no ciclo de vida das nuvens e da formação de chuva, uma colaboração internacional uniu esforços no projeto Green Ocean Amazon (GOAmazon). O projeto foi lançado na última terça-feira (19), no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/ MCTI), com a presença de autoridades e representantes das instituições parceiras. O experimento científico propõe-se ainda a aprimorar os modelos que representam as chuvas dentro de modelos climáticos muito mais realistas. A intenção é que, com isso, os cientistas possam projetar cenários futuros de clima mais confiáveis e assim dar mais confiança aos gestores públicos na definição de políticas públicas. Nos próximos dois anos serão investidos R$ 24 milhões no projeto, sendo R$ 12 milhões oriundos do Departamento de Energia dos Estados Unidos das Américas (DOE), R$ 6 milhões da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas e mais R$ 6 milhões da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado

de São Paulo (Fapesp). Para o diretor em exercício do Inpa, o pesquisador Estevão Monteiro de Paula, o GOAmazon é um projeto inédito pela colaboração entre os países e entre as Fundações de Amparo à Pesquisa (Fapeam e Fapesp), que juntos visam conhecer mais sobre a Amazônia. “O interessante também é que mesmo

TESTES

O experimento de campo integrado vai utilizar uma rede de sítios de pesquisa instrumentados. Um deles fica na Fazenda Agropecuária Exata S/A, localizada em Manacapuru, que possui estrutura física durante a execução do projeto teremos a formação de mestres e doutores qualificados”, disse. Além do diretor do Inpa, participaram da mesa de abertura; a representante do DOE, Sharlene Weatherwax; o coordenador de Pesquisa em Mudanças Climáticas Globais da Fapesp (PFPMCG) que no ato representou a presidência da instituição, Reynaldo Victoria; a

diretora presidente da Fapeam, Olívia Simão; a representante do Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI), Andrea Portela Nunes; o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti-AM), Odenildo Sena; e a secretária municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Kátia Schweickardt, que representou o prefeito de Manaus. “Vamos aumentar muito o nosso conhecimento físico, químico e de circulação na Amazônia e depois teremos um grande benefício, que é o de poder aprimorar os modelos que representam a formação de nuvens no corredor de chuvas nos modelos climáticos”, contou o pesquisador responsável pelo GOAmazon no Inpa, o doutor em Física da Atmosfera Antonio Manzi. De uma forma bem simples, os modelos climáticos são representações da realidade. Quando se fala do clima, por exemplo, tem-se desde a representação da superfície, dos oceanos, dos continentes, dos ecossistemas, da atmosfera, dos movimentos atmosféricos, das camadas de gelo e da sua dinâmica, mas tudo isso representado com equações matemáticas, depois transformadas em códigos.

DIVULGAÇÃO

Projeto receberá investimento de R$ 24 milhões do Departamento de Energia dos Estados Unidos, Fapeam e Fapesp

Com o experimento, os cientistas poderão projetar cenários futuros de clima mais confiáveis


País

C6

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Em 3 anos, vacina contra HIV deve ser testada em humanos

Situação dos ribeirinhos do Rio Madeira está controlada

Cirurgias de câncer em SP serão realizadas por robô

A vacina desenvolvida pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) contra o HIV, o vírus causador da aids, deverá começar a ser testada em humanos em 3 anos. A informação é do pesquisador que coordena o projeto da vacina, Edecio Cunha Neto. “(Um novo) estudo com os macacos deve acontecer dentro de uns cinco meses. É o tempo para a gente desembaraçar uma área de maior segurança. Esse estudo vai demorar de 20 meses a 24 meses. A partir desse momento, nós já poderemos fazer estudos em humanos. Isso significa que o estudo em humanos vai ser em uns três anos”, disse.

A Defesa Civil de Rondônia concentra esforços para atender às famílias que foram retiradas de áreas alagadas pelo Rio Madeira. Na manhã de ontem, o rio atingiu a marca de 17,81 metros acima do nível normal. Segundo o governo do Estado, mais de mil famílias estão sendo atendidas em abrigos improvisados, em escolas e igrejas. O governador Confúcio Aires Moura sobrevoou a região da capital Porto Velho, mais afetada pela cheia, para analisar a situação e decidir, com o gabinete de gerenciamento de crise, as medidas que poderão ser adotadas para auxiliar a população.

Um robô vai ser usado nas cirurgias de pacientes do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), ligado ao governo paulista. Sentados à frente de um console, os médicos irão guiar o robô, que vai permitir uma visão tridimensional e com profundidade, propiciando maior precisão nas intervenções quando comparadas às técnicas de videolaparoscopia e convencionais. O robô será usado nas cirurgias de cinco especialidades oncológicas: urologia, ginecologia, cabeça e pescoço, aparelho digestivo e tórax.

Marco Civil da Internet será alterado a pedido das teles Governo deve incluir no projeto uma garantia de que a neutralidade da rede não impedirá a venda de pacotes de serviços

O

governo federal deve ceder às teles e incluir no Marco Civil da Internet uma garantia de que a neutralidade da rede não impeça a venda de pacotes de serviços com franquia de dados e diferentes velocidades. O projeto teve a votação adiada para a próxima semana devido à negociação de alterações no texto. As operadoras de telefonia têm feito oposição ao conceito de neutralidade da rede por entender que isso limita seus negócios. A neutralidade determina que não se pode depreciar o acesso a um site ou determinado tipo de conteúdo. Ou seja, se um consumidor compra 10 megabytes de velocidade, ele não pode ter a velocidade reduzida para acessar um site que não seja parceiro do provedor ou ter de pagar mais para acessar um vídeo ou usar aplicações em streaming. A depreciação só pode acontecer por razões técnicas, diz o texto. Para as empresas da área, da forma como está o relatório de Alessandro Molon (PT-RJ), o conceito poderia ser usado para impedir também a venda

EDSON LOPES JR/GESP

de pacotes com diferentes velocidades ou franquia de dados. O entendimento é que, como não se pode depreciar, não seria possível reduzir a velocidade quando o consumidor estourasse o pacote de dados contratado. Interferências Molon diz que sua intenção

PRESSÃO

Operadoras de telefonia têm feito oposição ao conceito de neutralidade da rede por entender que isso limita seus negócios. A neutralidade determina que não se pode depreciar o acesso a um site ou conteúdo

não é interferir em modelos de negócio. Em sua visão, o texto já garante às operadoras a venda dos pacotes. Ele reconhece, porém, que houve diversos pedidos de alteração para explicitar essa possibilidade. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que acompanha as discussões pelo governo, reconheceu que haverá alte-

rações. “O governo defende a neutralidade, mantém a sua posição, mas acredito que é possível superar alguns entraves com questões redacionais.” O líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), que havia defendido a tese das teles, afirma que será possível aprovar o projeto com as alterações solicitadas. Sigilos Outro ponto que deve sofrer a alteração é sobre a guarda de registro de visitantes em sites e aplicativos. O texto deixou a chamada “guarda de logs” como facultativa, mas profissionais de segurança afirmam que isso pode atrapalhar investigações. O desafio é encontrar uma redação que garanta a guarda do registro sem inviabilizar blogs, sites pessoais e páginas sem fins comerciais. O tema que levou o Planalto a patrocinar o projeto, porém, dificilmente terá eco na Câmara. A maioria dos partidos já se posicionou contra a obrigatoriedade de armazenamento de dados no Brasil. A medida foi defendida pela presidente Dilma Rousseff em resposta a denúncias de espionagem dos EUA.

Pressão das teles faz governo federal recuar e ceder vantagens em nova regulamentação da internet

DIVULGAÇÃO/CGU

EMPRESAS

Cancelamento de registros de 4 cubanos é oficializado

Lei Anticorrupção está na Casa Civil, afirma ministro O ministro da ControladoriaGeral da União, Jorge Hage, disse ontem que o decreto que regulamentará a Lei Anticorrupção aguarda análise da Casa Civil. Aprovada em janeiro, a lei poderá punir as empresas envolvidas em práticas ilegais com multa de até 20% do faturamento. Segundo Hage, o decreto não apresenta “nenhum ponto de divergência relevante”, e será publicado após aprovação da presidente Dilma Rousseff. “Há consenso em praticamente todos os artigos, e agora está sob cuidados da Casa Civil”, afirmou, após evento na Fundação Getulio Vargas, no Rio. O decreto que regulamenta a lei apresentará os critérios para aplicação de multas, prazos, além de agravantes e atenuantes como o acordo de leniência para empresas envolvidas com corrupção. O acordo de leniência incentiva uma pessoa ou empresa envolvida em corrupção a confessar participação no

crime, com a possibilidade de receber benefícios, como a extinção da ação punitiva e a redução das penas. Responsabilidades Em outro sentido, a Lei Anticorrupção responsabiliza as empresas que se obtiverem vantagens com a corrupção, mesmo que não tenha agido diretamente no crime, mas beneficiada por ato praticado por entidade contratada ou fornecedora. Segundo o ministro, a expectativa é que as multas variem entre 0,1% a 20% do faturamento ou entre R$ 6 mil e R$ 60 milhões, caso não fique comprovado o valor do faturamento. Jorge Hage avalia que a lei cumprirá sua principal função, que é prevenir a corrupção nas empresas brasileiras. “Estamos mais preocupados com os efeitos preventivos da lei nos atos lesivos, atos de corrupção, do que com os procedimentos para aplicação de penas”, disse.

MAIS MÉDICOS

Hage apoia a punição de empresas que sonegam impostos

O Ministério da Saúde publicou, no “Diário Oficial da União” de ontem, o cancelamento dos registros de quatro médicos cubanos integrantes do programa Mais Médicos. Assim, Anisley Liriano, Jose Armando Gomez, Luis Enrique Herrera e Otelio Guerra ficam oficialmente afastados do programa e tiveram cancelados os registros concedidos pelo governo com os quais podiam atuar como médicos no Brasil. Os quatro integram a lista divulgada pela Saúde, na semana passada, de 89 profissionais do Mais Médicos que não estavam comparecendo aos postos de trabalho. Dos 89, 80 são brasileiros, cinco são estrangeiros que entraram no programa via inscrições individuais e outros quatro são médicos vindos ao Brasil pelo convênio com Cuba. Todos os médicos tiveram um prazo de 48 horas, encerrado na semana passada, para justificar as ausências. Segundo o ministério, apenas 30 se manifestaram, sendo

28 brasileiros e dois intercambistas da seleção individual. Todos informaram não haver interesse de permanecer no Mais Médicos. Vistos O governo não recebeu informações sobre os demais médicos, inclusive os quatro cubanos. Pelo menos dois deles já estão nos Estados Unidos, país que tem um programa de vistos específicos para receber médicos cubanos. A Saúde informa que todos os 89 médicos já tiveram a participação no programa cancelada. De acordo com a pasta, apenas os quatro cubanos tinham os registros diretamente concedidos pelo ministério e, assim, tiveram seus nomes publicados no “Diário Oficial da União”. Além dos quatro cubanos, o governo registrou um quinto abandono do Mais Médicos por profissionais do acordo com Cuba: o de Ramona Rodriguez, que veio a público informar que deixava o programa por discordar dos salários pagos a ela por Cuba.


País

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

C7

Forças Armadas podem agir em manifestações na Copa Presidente Dilma Rousseff admitiu que, para coibir atos de violência durante o evento esportivo, pode usar até o Exército

A

presidente Dilma Rousseff disse na manhã de ontem que, quando necessário, o governo usará as Forças Armadas para coibir atos de violência durante a Copa do Mundo. Em entrevista a rádios de Alagoas, ela afirmou que o governo planejou medidas para reforçar, em sintonia com os Estados, a segurança nas 12 cidades-sede durante o evento esportivo, que começa em junho. “A Polícia Federal, a Força Nacional de Segurança, a Polícia Rodoviária Federal, todos os órgãos do governo federal estão prontos e orientados para agir dentro de suas competências e, se e quando for necessário, nós mobilizaremos também as Forças Armadas”, disse. A declaração da presidente foi dada após um dos jornalistas ter perguntado sobre atos de vandalismo em protestos espalhados pelo país. Dilma afirmou ainda que os investimentos em segurança durante a Copa somam R$ 1,9 bilhão, em ações como a estruturação de sistemas de comando e controle dos órgãos de segurança pública.

ROBERTO STUCKERT FILHO/PR

“Nós vamos estar muito bem preparados para garantir a segurança de todos os torcedores, dos turistas, das seleções, dos chefes de Estados que vão nos visitar, e eu tenho certeza de que vamos fazer a Copa das Copas”, afirmou. A presidente também defendeu mudanças na legis-

MEDIDAS

Em entrevista, Dilma Rousseff afirmou que o governo planejou medidas para reforçar, em sintonia com os Estados, a segurança nas 12 cidades-sede durante a Copa do Mundo, que começa em junho

lação para coibir atos de violência durante manifestações no país. Como a Folha de S.Paulo divulgou semana passada, o governo prepara um projeto sobre o assunto. O governo teme que protestos contra a realização da Copa voltem se espalhar pelo país durante o evento. “É preciso reformar a lei

e aplicar a Constituição. A Constituição garante a liberdade de manifestação, a liberdade de manifestação do pensamento, mas ela veda o anonimato. Então nós estamos trabalhando numa legislação para coibir toda forma de violência nas manifestações”, afirmou Dilma na entrevista. Protocolo com as PMs Segundo Dilma, o governo está atuando em conjunto com secretários de Segurança Pública e comandantes da Polícia Militar em todo o país em busca de um protocolo comum de atuação durante manifestações. “Nossa meta é que o Brasil disponha de um regramento unificado, que defina melhor o uso proporcional da força por parte da polícia”, disse a presidente. Às rádios de Alagoas ela também repudiou atos de vandalismo e disse que “pessoas que escondem o rosto para se manifestar não são democratas”, numa alusão aos “black-blocs”, que pregam a destruição de patrimônio público e privado como forma de protesto.

Dilma Rousseff diz que não vai admitir atos de vandalismo e violência durante os jogos da Copa


Mundo

C8

MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Vítima de estupro coletivo é acusada de adultério no Sudão

Violações de direitos humanos na Coreia do Norte preocupam

G8 do Vaticano vai se reunir em abril para discutir Cúria

Uma mulher da Etiópia que sofreu estupro coletivo no Sudão não só foi impedida de fazer a acusação formal contra o crime, como também foi acusada de adultério, um crime que pode levar a pena de morte, segundo a ONG de defesa da mulher Strategic Initiative for Women in the Horn of Africa (SIHA). Em 2013, quando estava grávida de três meses, a jovem foi estuprada por sete homens, ação que foi filmada por um deles e divulgada em janeiro deste ano. Os homens e a vítima foram então identificados e presos inicialmente sob acusação de comportamento indecente.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse ontem estar “profundamente preocupado” com as graves violações dos direitos humanos na Coreia do Norte denunciadas em uma investigação ordenada pelas Nações Unidas. O amplo relatório, elaborado pela Comissão de Investigação (COI), oferece uma potente crítica do histórico de violações dos direitos por parte de Pyongyang, detalhando assassinatos, escravidão, torturas, detenções abusivos, estupros, abortos forçados e outros atos de violência sexual.

O conselho de oito cardeais instituído pelo papa Francisco para reformar a Cúria vai voltar a se reunir entre os dias 28 e 30 de abril e 1º e 4 de julho de 2014, de acordo com o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi. No começo desta semana, o grupo apelidado de G8 teve dois encontros com o Pontífice para discutir mudanças nos órgãos financeiros da Santa Sé, como o Instituto para as Obras de Religião (IOR), que nos últimos anos esteve envolvido em escândalos de lavagem de dinheiro.

Miss morre ao ser baleada em protesto na Venezuela Jovem de 23 anos é a quinta vítima da onda de protestos pró e antigoverno no país, que começou há duas semanas

U

ma estudante de 22 anos morreu ontem após ser atingida por um tiro na cabeça durante uma manifestação contra o governo, em Valência, na Venezuela. Ela é a quinta vítima da onda de protestos pró e antigoverno no país, que começou há duas semanas. Genesis Carmona, 23, cursava marketing na Universidad Tecnológica del Centro (Unitec) e era Miss Turismo Carabobo 2013. “Foi operada ontem, mas sua evolução não foi satisfatória. Morreu hoje (ontem) às 12h15 locais (13h45 de Brasília)”, disse o médico Carlos Rosales, chefe da Unidade de Terapia Intensiva da Clínica Guerra Méndez de Valência, onde Carmona permanecia hospitalizada. Carmona levou o tiro durante um protesto em Valência, em um dia marcado em nível nacional por uma mobilização em Caracas em apoio do dirigente opositor Leopoldo López, que se entregou à Justiça após ser acusado de promover os incidentes que aconteceram no país na última semana. A miss estava internada com um quadro de edema cerebral. Ela chegou a ser submetida a uma operação de emergência, mas a bala não pôde ser retirada. Em uma imagem comovente que correu o mundo, a miss aparece desmaiada sendo socorrida de moto. Imagens da miss entubada e de uma suposta radiografia do crânio da miss ainda com a bala alojada estão circulando nas redes sociais, mas a veracidade

REPRODUÇÃO

das fotos não foi confirmada. Opositores Na terça-feira, 18, um ato de estudantes opositores em Valencia terminou em distúrbios, que, segundo a imprensa local, deixaram pelo menos oito feridos a tiros, entre eles Carmona, depois de um ataque praticado por um grupo de homens armados. A fiscal-geral da Venezuela, Luísa Ortega Días, informou que o líder da oposição Leopoldo López vai se apresentar

VALÊNCIA

Genesis Carmona, 23, cursava marketing na Universidad Tecnológica del Centro (Unitec) e era Miss Turismo Carabobo 2013. Ela foi atingida com um tiro na cabeça durante protesto em Valência

para uma audiência no Palácio da Justiça. A informação foi dada pela juíza em entrevista à emissora venezuelana União Rádio. Segundo Luísa Ortega, a audiência vai decidir se o líder permanecerá detido e, caso confirmada a prisão, para onde ele será encaminhado. “Devemos esperar pelo fim da audiência para saber para onde López será levado, se é que será preso. Lembro à população que obstruir vias, fazer bloqueios e depredar são ações criminosas”, disse.

Génesis Carmona, de 23 anos, é levada de moto a um hospital após ter sido baleada na cabeça durante uma manifestação

DIVULGAÇÃO

TRÉGUA

Snowden eleito ‘reitor’ da Universidade de Glasgow

Ucrânia anuncia acordo de paz com líderes da oposição O site oficial do presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovich, anunciou, ontem, em uma mensagem postada às 22h51 no horário local (17h51 em Brasília), que houve uma reunião entre o presidente e integrantes de um grupo de trabalho para discutir e encerrar a crise política no país, cujo resultado teria sido uma “trégua” e “o início de negociações com o objetivo de cessar o derramamento de sangue e a estabilização da situação no país em nome da paz civil”. Um dia após os confrontos que deixaram pelo menos 26 mortos no centro da capital Kiev, o governo ucra-

niano anunciou hoje uma série de medidas, incluindo uma mudança na cúpula das Forças Armadas e uma operação “antiterrorista” contra grupos radicais. O presidente Viktor Yanukovich substituiu o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, depois de ter lançado uma operação de combate ao “terrorismo” que concede amplos poderes aos militares. O presidente nomeou Yuri Ilyin, chefe do EstadoMaior, no lugar de Volodymyr Zamana, segundo o texto do decreto publicado no site da Presidência, que não apresenta o motivo dessa nomeação.

ESCÓCIA

Retrato de Yanukovich é queimado ao lado de edifício destruído

O ex-técnico da Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos, Edward Snowden, acusado de espionagem em seu país, foi eleito reitor da Universidade escocesa de Glasgow, anunciou ontem a instituição em seu Twitter. A eleição simbólica ocorre a cada 3 anos, e o eleito representa o ponto de vista político dos estudantes. Ele superou o campeão de ciclismo escocês Graeme Obree, o escritor Alan Bissett e o sacerdote Kelvin Holdsworth, e sucederá o ex-líder do partido liberal democrata britânico, Charles Kennedy. Entre os reitores precedentes estão Winnie Mandela e o israelense Mordechai Vanunu. “Estamos contentes de ver

Edward Snowden eleito reitor da Universidade de Glasgow”, escreveu em um comunicado o grupo de estudantes que o convidou. “Temos uma grande e nobre tradição de fazer declarações importantes através de nossos reitores”, continuou o grupo. Com esta eleição, “mostramos a Edward Snowden e a outros denunciantes corajosos que nós estamos com eles, onde quer que estejam”. “Nas próximas semanas, vamos continuar a fazer campanha para que a NSA e o GCHQ parem seus ataques contra o nosso direito fundamental à privacidade e para que Edward Snowden seja reconhecido como um denunciante corajoso em vez de traidor”, insistiu.


Caderno D

Plateia Lite MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

plateia@emtempo.com.br

(92) 309

com premiação e Em sua quinta edição, o Prêmio Literário Cidade de Manaus deixará de BRUNO MAZIERI Especial EM TEMPO

C

om o objetivo de promover autores locais e nacionais, o Prêmio Literário Ci-

R$ 93 mil em prêmios. Internacional Apesar de desde seu início o prêmio conseguir ter uma abrangência até mesmo internacional, Souza destaca

Três jurados por Souza explica que, no processo seletivo, cada categoria contará com três

profissionais se contará com um custo de R$ 1.500


D2

Plateia O secretário Wilson Alecrim, presidente do Conass, e o ministro da Saúde, Arthur Chioro, em reunião com os secretários de Saúde dos Estados, em Brasília

O aniversariante Moisés e a mãe, a chic Jéssica Sabbá Tayah, na festa no Clube SUB

Os aniversariantes Phellipe Daou Neto e Moysés Sabbá Tayah na festa eletrônica que movimentou o fim de semana

Fernando C

fernando.emtempo@hotmail.com

Os antenados Alessandra e Cristiano Brandão

David e Jéssica Taya

>> Festa eletrônica . A festa movimentou o Clube SUB comemorando os aniversários de Moysés Sabbá Neto e Phellipe Daou Neto, no fim de semana, com boa parte da new generation da cidade presente.

A bela Jamile Neves

O colunista Alexandre Prata

A bonita Betina Yurtsever

. Os aniversariantes juntaram a lista de amigos e armaram uma das festas mais animadas da temporada na badalada pista do Vieiralves. Festão!


MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Feijoada pré-car agita a cena m O “Feijão Top”, idealizado pelo colunista social Fernando Coelho Jr., promete reunir importantes nomes da sociedade com clima descolado e muito samba

A

conexão entre Rio de Janeiro e Manaus vai muito além da paixão pelo samba. Assim como a tradicional “Feijoada do Amaral”, realizada há 37 anos, pelo empresário Ricardo Amaral, no período carnavalesco, na Cidade Maravilhosa, a capital do Amazonas também possui um evento similar e com o mesmo objetivo: reunir a sociedade em uma festa descolada e com muita animação. Trata-se do “Feijão Top”, realizado há 15 anos pelo colunista social do EM TEMPO, Fernando Coelho Jr. Este ano, a folia está marcada para sábado, dia 22, às 12h30, nos salões do Diamond Convention Center. A animação ficará por conta das bandas locais Poxa Vida e Bateria Swing Samba Show, tendo como plus sambistas e passistas que irão abrilhantar a festa. Segundo Fernando Coelho, a feijoada surgiu como uma forma de reunir importantes nomes locais em uma festa diurna em torno da Folia de Momo. “Em Manaus a maioria das festas de Carnaval são realizadas de noite, mas nada melhor do que poder encontrar amigos à luz do dia, desfrutando de uma deliciosa feijoada preparada pelos profissionais do próprio Diamond e ao som de grupos superbacanas e que fazem sucesso”, afirma. Além da feijoada completa, quem for ao evento poderá encontrar “entradinhas”, como o próprio colunista faz questão de ressaltar. Entre elas estão

rua, o que não é algo negativo. Porém, temos que manter a tradição de realizar eventos como este, até para que a nova geração saiba como brincar o Carnaval de uma maneira chi-

CUSTOMIZAÇÃO O ingresso para o “Feijão Top” é uma camiseta que pode ser customizada com adereços voltados para a Folia de Momo com plumas, pedras e paetês, muito comuns nesta época do ano que e descolada”, diz. E para facilitar a vida daqueles q u e t e m um cotidiano corrido, Coelho lembra que há 3 anos implementou o serviço de delivery. Ou seja, o interessado liga e a camiseta - que é indispensável - é deixada no local de preferência. E ele faz questão de lembrar que o clima do evento de descontração. “As pessoas que se fizerem presentes na festa devem ir com um espírito leve, cheio de diversão e preparados para esse ‘esquenta’ para o Carnaval que é o ‘Feijão Top’”, finaliza.


D4

Plateia

Elenco de ‘RoboCop reúnem em pré-estr “RoboCop” chega aos cinemas do Brasil nesta sexta-feira

O diretor José Padilha e os ator

N

a noite da última terça-feira, o diretor José Padilha e os atores Joel Kinnaman e Michael Keaton receberam convidados no Cinépolis Lagoon para a pré-estreia do filme “RoboCop”, que chega aos cinemas na próxima sexta-feira, dia 21. Com uma plateia cheia de VIPs, como Hélio de la Peña, Carolina Dieckmann, Maria Ribeiro, Amora Mautner e André Ramiro, o trio do longa atendeu a imprensa no tapete vermelho e aos fãs que os esperavam no local. Durante a passagem pelo tapete, o ator Michael Keaton, que vive o vilão Richard Sellars,

reconheceu a atr beiro e a elogiou em “Tropa de El de Elite 2”. Além pré-estreia contou presença do time fez parte do proj de fotografia Lu o editor Daniel responsável pela Pedro Bromfman. Mais cedo, dura de imprensa, os at naman e Michael K só elogios à equip especial ao diretor “Acho que é unân todos nós queríam com o Padilha. Qua é bom, sempre to

Os atores do longa-metragem Michael Keaton e J

MÚSICA

A volta do festival universitár O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, reuniu-se, na noite de ontem , com representantes da União Estadual dos Estudantes (UEE). Na


MANAUS, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Canal 1 plateia@emtempo.com.br

Bate-reb

TV Tudo Começou Antonio Fagundes gravou na terça-feira as suas primeiras cenas em “Meu Pedacinho de Chão”, do Benedito Ruy Barbosa, próxima das 18h na Globo. Ele é o Giácomo, um italiano, dono de uma venda. Mais claro Entre as novidades que o “CQC” vai apresentar na nova temporada que começa em março, a cor dos cenários é anunciada como uma das maiores diferenças. Ao contrário dos anteriores, agora o branco irá predominar. Feliz da vida Silvio Santos está bem satisfeito com os desempenhos da novela “Chiquititas” e do seriado “Patrulha Salvadora”. Satisfação que ele faz questão de manifestar por escrito, direto de Orlando, para as produções responsáveis. Encontro Desde a manhã de ontem até a noite de hoje, a Bandeirantes realiza mais uma convenção do seu departamento comercial, com representantes de todas as emissoras da rede, no Casa Grande, do

GLOBO

Folia Fátima Bernardes e Luiz Roberto ficarão responsáveis pela apresentação do Carnaval no Rio de Janeiro. Já as principais entrevistas, durante a transmissão, na Globo, serão realizadas por Tiago Leifert. Guarujá. O dono, Johnny Saad, fez a abertura. TV Escola A terça-feira foi um dia de tensão e lágrimas na TV Escola, empresa do Ministério da Educação, nas suas unidades do Rio e Brasília, devido ao início de um forte processo de demissões para conter gastos. Situação dramática. De acordo com relatos de funcionários, a onda de cortes deflagrada nesta semana irá atingir cerca de 90% do pessoal. Difícil saber

como vai ficar. TV Escola 2 Procurado para comentar a questão, o MEC se limitou a informar que “contratou o serviço da Associação Educativa Roquete Pinto, ACERP, para o funcionamento da TV Escola. Portanto, é indevido que interfira na gestão da associação”. A ACERP, também procurada, não se manifestou, pelo menos, até agora. Novo momento A Globo adotou nova política para sua área de contratos. Compromissos longos, por exemplo, apenas em casos excepcionais. A ordem é investir no chamado “por obra certa”, com a finalidade de reduzir gastos e evitar que centenas de profissionais fiquem em casa recebendo sem trabalhar. Dentro desse processo, vínculos considerados “vitalícios” estão sendo encerrados. Em produção Uma das séries de 5 episódios, com uma hora de duração, acertadas pela Fox com o autor Tiago Santiago vai abordar os bastidores de um programa policial.

Resumo das novelas

• Dizem no SB Santos não ficou satisfeito com a ta, publicada na V há duas semana • ... Segundo a soas, ele esperav na Vejona, a nac • ... Como tam que o “Arena SB nova grade sem assistido... • ... Para ele, com suficiente saber Andrade e o Por vam no projeto. estava aprovado • Christian Asan ner, parceira da reality “The Bach niu com a equipe por 2 dias para a a do formato... • ... Este profi responsável por sultoria em todo que exibem o pro

C’est fin

Os entendimen Bandeirantes e Tite, para transf uma das atrações missões da Copa não foram em fre A emissora tem interessante rese isso, mas ainda a outro nome qu o ideal.

Então é isso. T

Carm

E-mail: novoasil

Emocio Antônio explica para Anita

Venceslau culpa Gertrude

LC orienta Messias a se

O painel arquitet ângulos educaciona pleto ao citar a fun


D6

Plateia

Programação da TV

DIVULGAÇÃO

BAND

Raquel Sherazade é uma das apresentadoras do SBT Brasil

Horóscopo GREGÓRIO QUEIROZ ÁRIES - 21/3 a 19/4 Você pode lidar com mais desembaraço com situações que lhe incomodavam. O passado está ficando cada vez mais para trás. Libertese daquilo que perdeu o sentido para você. TOURO - 20/4 a 20/5 Momento para ter boas conversas, para se congraçar com os amigos e gerar e usufruir a harmonia nas relações humanas. Preocupese com o conjunto, não apenas com você. GÊMEOS - 21/5 a 21/6 Seu modo de trabalhar pode dar um passo significativo neste momento. O crescimento profissional poderá crescer muito, dentro da realidade do que vem construindo. CÂNCER - 22/6 a 22/7 Faça algum esforço concreto em nome de realizar seus desejos pessoais e especiais. É tempo de pensar no futuro, de confiar no mundo novo que se abre diante de você. LEÃO - 23/7 a 22/8 Você pode superar algum limite ou barreira

04:00 – Sochi 2014 – Olimpíadas De Inverno 05:00 – Nosso Tempo 05:30 – Primeiro Jornal 06:00 – Dia Dia 07:10 – Band Kids 08:00 – Sochi 2014 – Olimpíadas De Inverno 09:10 – Jogo Aberto 10:30 – Teleshow Festa Clube 10:35 – Comunidade Alerta 11:10 – Notícias De Agora 11:25 – Exija Seus Direitos 12:05 – Câmera 13 12:50 – Na Mira Da Notícia 12:55 – Cidade Urgente 13:20 – Ação Na Tv 14:00 – Sabe Ou Não Sabe 14:50 – Os Simpsons 15:50 – Brasil Urgente 17:50 – Band Cidade 18:20 – Jornal Da Band (Hd) 19:25 – Minuto Da Copa - Boletim 19:30 – Horario Político – Psol 19:35 – Show Da Fé 20:25 – Band Folia 2014 - Boletim 20:30 – Sochi 2014 20:35 – Como Eu Conheci Sua Mãe 21:05 – Os Simpsons 22:00 – The Walking Dead 00:00 – Jornal Da Noite 00:45 – Que Fim Levou? - Boletim 00:50 – Sabe Ou Não Sabe - Reapresentação 02:20 – Band Folia 2014 - Boletim 01:25 – Minuto Da Copa – Boletim 01:30 – Rosário 01:55 – Minuto Da Copa - Boletim 02:00 – Igreja Universal

SBT

05:00h - Jornal Do Sbt – Manhã – 06:00h - Igreja Universal –

07:00h - Jornal Do Sbt – Ao Vivo – 08:00h - Bom Dia & Cia -

09:50h - Programa Jogo Da Gent 10:05h - Waisser Botelho

10:55h - Programa A Voz Da Esp

11:35h - Programa Agora – Ao V

12:25h - Programa Livre – Ao Viv 13:15h - As Visões Da Raven –

13:30h - Café Com Aroma De Mu 14:30h - Por Ela....sou Eva15:30h - A Madrasta 16:30h - Por Teu Amor 17:30h - Caso Encerrado

18:20h - Jornal Em Tempo Ao Viv 18:45h - Sbt Brasil 19:30h - Chiquititas 20:15h - Rebelde 21:00h - Seriado 21:50h - Programa Do Ratinho – 23:00h - A Praça É Nossa 00:15h - Conexão Reporter - 01:15h - Jornal Do Sbt 02:00h - Big Bang A Teoria 02:30h - Dois Homens E Meio

Cinema ESTREIA

Caçadores de Obras-Primas: EUA. 12 anos. Baseado nos fatos reais de uma das maiores caças ao tesouro da história, çadores de Obras-Primas” é um filme de ação que conta a jornada de um pel Segunda Guerra Mundial, liderado por FDR, em direção à Alemanha para r obras-primas de arte das mãos de ladrões nazista e devolvê-las aos seus verd donos. Seria uma missão impossível: com as peças presas em território inimi alemães com ordens de destruir tudo, como este grupo - de sete diretores de curadores e historiadores de arte, mais familiarizados com Michelangelo q uma M-1 -- poderiam ter êxito? Os Caçadores de Obras-Primas, como são cha se encontrarão em uma corrida contra o tempo para evitar a destruição de m de cultura, eles arriscarão suas vidas para proteger e defender as maiores con da humanidade. Cinemais Millennium – 14h40, 17h, 19h20, 21h40 (leg/diaria Cinemais Plaza – 14h20, 16h40, 19h, 21h20 (dub/diariamente); Cinemark 6 – (dub/diariamente), 00h10 (dub/somente sexta-feira e sábado), 12h50, 15h30 (dub/diariamente); Cinépolis – 19h35, 22h35 (leg/diariamente); Cinépolis – 14h (dub/diariamente), 16h40, 22h15 (leg/diariamente); Playarte 9 – 13h15, 15h35 20h15 (dub/diariamente), 22h40 (dub/somente sexta-feira e sábado).

Amazônia Eterna: BRA. Livre. Este documentário apresenta uma nova abo sobre o uso sustentável da Floresta Amazônica. Empresários, ambientalistas e mo falam da sua relação com um dos maiores patrimônios naturais do planeta e d soluções para os dilemas da região. O filme apresenta nove experiências bem-su que comprovam que é possível que a Amazônia se desenvolva economicame que seu ecossistema seja afetado. Cinemark 8 – 16h20, 20h50 (diariamente) (somente sexta-feira e sábado); Cinépolis – 15h, 17h30 (diariamente).


MANAUS,, QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Melvino de Jesus – o vocalista da banda Jr. e Banda – está trocando de idade hoje. Os cumprimentos da coluna. Amanhã, a partir das 12h, o hotel Quality Manaus lançará sua feijoada com música ao vivo. O Shopping Ponta Negra pilota (hoje) sessão de estreia do filme “Clube de Compras Dallas”, no Cinépolis. Somente para um seleto grupo sobrenomado. Aproveite a agenda divertida da cidade para curtir “U Bloco”, no próximo sábado, no Tropical Hotel, com show do Monobloco e Jammil. O auê de Momo começará às 17h. Hoje, a banda do Sertanejo no Grau desaba no Buteko da Piscina, animado por Edu Guedes, Kadu Almeida e João Victor & Rodrigo. O festim musical começará às 19h com chope liberado até as 21h. A administração Aziz prorrogou, até o próximo dia 5, o processo de inscrição para o programa de pós-graduação voltado para professores do sistema público de ensino. Os candidatos deverão realizar as inscrições pelo www.uea.edu.br.

FOTOS: SÍLVIA CASTRO

::::: Sala de Espera

Jander Vieir

jandervieira@hotmail.com - www.jandervieira.c

Concorrência de

A empresária Lou Caliri brindando o sucesso da Banda do Vieiralves

Passarelas urgentes!

Nem é preciso ser um engenheiro para se chegar a uma conclusão óbvia: são necessárias (no mínimo) duas passarelas para os pedestres entre os shoppings Millennium e Plaza na Djalma Batista. É humanamente impossível trafegar naquela avenida na hora de pico no final da tarde. H a j a paciência!

Impressionante como as red “desbancaram” as colunas soc adianta o colunista ter o maior tra ir e tirar fotos nos eventos sociais p car em seus espaços; as criaturas já fazem isso sem a menor pre antecipando os registros em se tornando os cliques ultrapassa Foi-se o tempo em que se gera gostosa expectativa do “dia seg é que vocês me entendem...

Considerado por quem entende destaque no setor gastronômi dente Sandra Ferraz e o geren Rafael Fiedler, do Shopping almoço descontraído e rechea na Tra

O promoter James Cavalcante com Waisser Botelho, o padrinho de honra da fervida Banda do Vieiralves, que movimentou o setor carnavalesco chic da cidade

Graduaç

A Faculdade Falcão vai abrir para cursos de tec com duração de um meio, na área de C Humanas. A instit uma das integran programa educ Pronatec, criado n do ano passado pa der cerca de 7 mil jovens, que conclu ensino médio, m deram continuida estudos e encont fora do mercado balho por falta de cação profissional


D8

Plateia

‘Navi às quinta com filmes alte

Núcleo de Antropologia Visual faz programação semanal com obras que GUSTAV CERVIKA Equipe EM TEMPO

Todas as quintas-feiras do mês, a começar por hoje, o Núcleo de Antropologia Visual (Navi) passa a levar ao público, a maioria universitário, obras audiovisuais que raramente ou nenhuma vez foi exibido em outras de suas mostras. Batizada de “Navi às Quintas”, a proposta tende a apresentar resultados de pesquisas acadêmicas. As sessões acontecem das 12h30às 14h, no auditório Rio Negro, no Instituto de Ciências Humanas e Letras da Universidade Federal do Amazonas (ICHL/Ufam). Segundo a antropóloga, professora-doutora Selda Vale da Costa, que integra o Navi, dois são os objetivos principais dessa iniciativa. “Procuramos inserir na programação uma série de filmes de nosso acervo que ainda não foram exibidos, que são oriundos de outros Estados, inclusive. Além disso, queremos aproximar mais esse nosso acervo do público, também, afirma. Nesta programação de estreia, chamada de “Amazônia animada”, o Navi selecionou sete filmes de animação, divididos nestas duas semanas, sendo quatro agora e as demais produções na próxima quinta-feira (20 e 27 de fevereiro). “A maioria é do Pará. Apenas um é do Amazonas. Não que tenhamos outro, mas é que estes do Estado vizinho são particularmente especiais para serem difundidos”, diz Selda. Com experiência que data desde 2007, quando fez a primeira edição da chamada

afirma. “Nas asas do condor”, de Cristiane Garcia, é o único amazonense da lista, mesmo tendo apenas somente uma parte de animação. “O que fica claro é que esta é uma modalidade que requer muito mais do que uma câmera na mão. E isso precisa ser valorizado”, diz a antropóloga. De acordo com pesquisas do Navi, o gênero animação é pouco desenvolvido no Amazonas, mas em outros Estados representa uma faixa significativa da produção audiovisual, não apenas com temas dirigidos a crianças e adolescentes, mas abordando situações do cotidiano, com muita criatividade artística e técnica. Os curtasmetragens de animações paraenses são resultantes da Bolsa de Pesquisa e Experimentação do Instituto de Artes do Pará (IAP). Dirigido e produzido por Cassio Tavernard, com texto original de Adriano Barroso e trilha sonora de Fábio Cavalcante, “A onda – festa na pororoca” traz a computação gráfica assinada por Nelson Teixeira, Nonato Moreira e André Macedo. O filme conta a história, na Amazônia, quando os bichos organizam uma festa no fundo do rio para esperar a passagem da pororoca. Enquanto isso, na superfície, dois surfistas do sul tentam a aventura de “domar” a onda. “A revolta das mangueiras”, de Roberto Eliasquevici e Marianne Kogut, por sua vez, traz a visão relativamente catastrófica se imaginar como seria se um dia as árvores resolvessem

O filme amazonense “Nas asas do condor”, de Cris


EM TEMPO - 20 de fevereiro de 2014