Issuu on Google+

R$ EXEMPLAR

1,00 DE ASSINANTE

VENDA PROIBIDA PREÇO DESTA EDIÇÃO

O JORNAL QUE VOCÊ LÊ

Governo reconhece calamidade A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional reconheceu o estado de calamidade pública em Rondônia, devido à cheia do rio Madeira (foto). País C7

Dilma dá posse a seis ministros

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

ANO XXVI – N.º 8.297 – TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014 – PRESIDENTE: OTÁVIO RAMAN NEVES – DIRETOR EXECUTIVO: JOÃO BOSCO ARAÚJO

A presidente Dilma Rousseff aproveitou a posse de seis novos ministros, ontem, para defender sua política econômica e ainda sustentou que o “povo é sábio” para identificar quem está do seu lado. Política A8

Mulher de Jagger se enforca A estilista americana, exmodelo e namorada de Mick Jagger, L’Wren Scott (foto), 47, foi encontrada morta na manhã de ontem, em seu apartamento, em Nova York. Mundo C8

PRESSÃO EM BRASÍLIA PARA APROVAR PEC 1. Omar e Arthur acompanham, em Brasília, a votação da PEC

O GOVERNADOR OMAR AZIZ E O PREFEITO ARTHUR VIRGÍLIO ESTÃO EM BRASÍLIA PARA ACOMPANHAR AS NEGOCIAÇÕES SOBRE A VOTAÇÃO, NA CÂMARA DOS DEPUTADOS, DO PROJETO DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO (PEC) QUE PRORROGA OS INCENTIVOS FISCAIS DA ZONA FRANCA DE MANAUS (ZFM) POR MAIS 50 ANOS.

2.

A PRORROGAÇÃO DOS BENEFÍCIOS DA ZFM, PREVISTA NA PEC, SERÁ DISCUTIDA AMANHÃ, NA AUDIÊNCIA PÚBLICA QUE SERÁ REALIZADA PELAS COMISSÕES DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO DA CÂMARA. POLÍTICA A5

Policiais afastados após extorsão O investigador da Polícia Civil, Eber Melo Batista, e o motorista José Antônio da Silva Melo, acusados de sequestrar e extorquir a comerciante Ana Maria Batista Leite, 43, foram afastados das atividades e presos na carceragem da Delegacia Geral. A Secretaria de Estado de Segurança Pública informou que o caso já está sob os cuidados da Corregedoria Geral. Dia a dia C4 DIVULGAÇÃO

COTA ÚNICA

Arrecadação do IPTU foi de R$ 71 mi A arrecadação parcial do IPTU alcançou R$ 71,1 milhões na sexta-feira (14), dia que o contribuinte teve para pagar a cota única com desconto. Economia B3

TURISMO

Temporada de cruzeiros já começou Os transatlânticos MS Minerva e MS Maasdam atracaram no porto de Manaus, neste fim de semana, trazendo 1,3 mil turistas. Última Hora A2

PAPUDA

Mordomias nas celas de mensaleiros

RENATO ARAGÃO

“Já estou melhor do que antes” Humorista Renato Aragão (foto), que sofreu um infarto agudo do miocárdio, disse ontem que “os anjos da guarda foram muito carinhosos” com ele. País C6

FOGÃO QUER A REVANCHE Em clima de revanche, o Botafogo recebe, no Maracanã, o Independiente del Valle, do Equador, pela Libertadores, já que na última rodada o Fogão havia perdido por 2 a 1. Pódio E7

Vôlei passa por situação crítica Pódio E8

FALE COM A GENTE - ANÚNCIOS CLASSITEMPO, ASSINATURA, ATENDIMENTO AO LEITOR E ASSINANTES: 92 3211-3700 ESTA EDIÇÃO CONTÉM - ÚLTIMA HORA, OPINIÃO, POLÍTICA, ECONOMIA, DIA A DIA, PAÍS, MUNDO, PLATEIA E PÓDIO.

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

No domingo passado, o cruzeiro MS Maasdam chegou a Manaus com 1,3 mil turistas a bordo

Celas da Papuda onde estão os condenados do mensalão têm banheiro privativo, instalação de cerâmica e vasos sanitários elevados. País C6

VITÓRIA RUSSA

Adeus, Tijuca O carnavalesco Paulo Barros (foto), campeão neste ano com a Unidos da Tijuca, agora é da Mocidade de Padre Miguel. Plateia D2

Crimeia oficializa separação O Parlamento da Crimeia oficializou, ontem, o pedido de anexação à Rússia e anunciou que órgãos públicos ucranianos passam a ser propriedade local. Mundo C8 TEMPO EM MANAUS

MÁX.: 33

MÍN.:

24


A2

Última Hora

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

Piloto poderia ter derrubado aeronave ao tentar suicídio Nova hipótese sobre desaparecimento do voo MH370, da Malaysia Airlines, tem se concentrado no piloto da aeronave

M

ais de uma semana e várias hipóteses após o desaparecimento do voo MH 370, da Malaysia Airlines, com 239 pessoas a bordo, a polícia agora investiga se o piloto teria derrubado a aeronave numa tentativa de suicídio. A informação é do jornal local “The Star”, que cita como fonte o ministro dos Transportes da Malásia, Datuk Seri Hishammuddin Hussein. Questionado se Zaharie Ahmad Shah, de 53, comandante da aeronave, ou algum outro membro da tripulação, ou mesmo um dos passageiros, tinha problemas emocionais, Hussein não deu mais detalhes: “Não posso dizer isso neste momento”, declarou, argumentando que o governo malaio não vai reter nenhuma informação nova sobre o caso, mas não sem antes confirmá-la. Há dois dias, as investigações sobre o sumiço da aeronave se voltaram para o comandante de bordo, Zaharie Ahmad Shah, e seu “oficial piloto de avião” (OPL, copiloto), Fariq Abdul Hamid, de 27 anos. O foco nos pilotos começou depois da descoberta de que as últimas palavras recebidas em terra foram pronunciadas pelo

DIVULGAÇÃO

segundo comandante, no momento que coincide com o que os principais sistemas de comunicação da aeronave foram deliberadamente desligados. Desaparecimento Às 1h19 de 8 de março (um sábado, 14h19 de sexta-feira no horário de Brasília), 38 minutos após a decolagem do Boeing 777 de Kuala Lumpur com destino a Pequim, o controle aéreo registrou a última comunicação oral a partir da cabine do piloto: “Tudo bem, boa noite”. Estas poucas palavras em inglês (“All right, good night”), pronunciadas de maneira descontraída segundo as autoridades malaias, foram uma resposta aos controladores de voo que anunciaram à tripulação que o avião se preparava para deixar o espaço aéreo malaio. “As investigações preliminares sugerem que era o co-piloto quem falava”, afirmou nesta segunda-feira o CEO da Malaysia Airlines, Ahmad Jauhari Yahya, durante uma coletiva de imprensa. A informação pode ser vital para estabelecer quem controlava a aeronave quando ela desapareceu dos radares civis, o que as autoridades da Malásia têm descrito como uma manobra “deliberada”.

REIVINDICAÇÕES DIVULGAÇÃO

Alunos se reúnem em torno de obra de arte tridimensional, baseada no voo 370 da Malaysia Airlines, desaparecido desde 8 de março

TURISMO

LOTERIAS

Começa temporada de cruzeiros

Ceni faz duras críticas ao modelo do campeonato brasileiro

Bom Senso FC quer copas estaduais e criar Série E O equilíbrio financeiro dos clubes não é a única reivindicação do Bom Senso FC para o futebol brasileiro. No seminário promovido ontem, na capital paulista, o grupo apresentou uma proposta detalhada para o calendário nacional, buscando uma forma de os times pequenos se manterem em atividade durante toda a temporada. A ideia é a criação da Série E no Nacional, que seria disputada por 432 equipes, divididas por regiões. Assim, os times pequenos não teriam grandes gastos com viagens e ainda teriam partidas o ano todo, sendo que 36 garantiriam acesso à Série D, que passaria a ser disputada por 144 agremiações, também agrupadas por áreas. O Bom Senso quer ainda o aumento da Série C para 48 equipes, ainda divididas em regiões. Já os campeonatos das Séries A e B permaneceriam com o número

atual de clubes, mas sendo disputados prioritariamente aos fins de semana, entre fevereiro e dezembro. Mudanças Assim, os estaduais precisariam sofrer mudanças, transformando-se em torneios nos formatos de Copas, o que faria com que os times jogassem, no máximo, oito vezes na competição, que seria realizada no meio do ano (na previsão para 2015). Os times presentes nas Séries A, B e C do Nacional teriam vagas garantidas em seus respectivos Estaduais, sendo que os participantes da D e da E precisariam ganhar as vagas. “O Estadual tem todo seu charme e tradição e foi muito importante na história do futebol brasileiro, mas não comporta mais o molde de campeonato e não pode mais gastar três ou quatro meses”, afirmou o goleiro Rogério Ceni.

Desde o final de semana, Manaus tem sido o destino de turistas estrangeiros que chegam à capital por meio de navios de cruzeiros. A recepção aos visitantes está sob a responsabilidade da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) com o apoio do governo do Estado, por meio da Amazonastur. A ação receptiva reúne profissionais de turismo da Manauscult na área de desembarque do porto de Manaus e disponibiliza folhetos com informações sobre a cidade, além de distribuir souvenires aos passageiros, como colares de sementes. A primeira embarcação a atracar no porto de Manaus foi o M/S Minerva, da empresa Swan Hellenic, trazendo 509 pessoas, entre passageiros e tripulantes. A previsão de chegada a Manaus é ao meio-dia da sexta-feira.

No domingo, 16, chegou o cruzeiro M/S Maasdam, da Holland America Line, com 1,8 mil pessoas, sendo aproximadamente 1,3 mil passageiros e 500 tripulantes.

RECEPÇÃO

A recepção aos visitantes está sob a responsabilidade da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) com o apoio do governo do Estado, por meio da Amazonastur Por ser a primeira vez que esses navios visitarão Manaus, a parceria entre Prefeitura de Manaus e governo do Amazonas irá promover a entrega de placas de boas-vindas aos

comandantes dos navios, registrando sua passagem pela capital amazonense. Opções Os turistas, por sua vez, têm à disposição um novo espaço no porto de Manaus onde podem apreciar e adquirir peças do artesanato local com a instalação de barracas de artesãos que originalmente trabalhavam no Centro de Artesanato Branco e Silva. Além disso, têm mais conforto em caminhar pela área no entorno do porto e pela avenida Eduardo Ribeiro, que estão mais limpas e aprazíveis para circulação. A atual temporada de cruzeiros foi iniciada em outubro de 2013 e tem previsão de encerramento em maio deste ano, com a recepção de 17 mil turistas estrangeiros de diversas nacionalidades.

MEGA-SENA Concurso nº 1582 (15/03/2014) 01

04

13

17

38

48

TIMEMANIA Concurso n. 550 (15/03/2014) 26

42 45 46

59 63 80

Time do coração VITÓRIA/BA

LOTOFÁCIL Concurso n. 1031 (17/03/2014) 01

02

04

05

06

09 11

12

14

15

17

20

22

24

19

QUINA Concurso n. 3441 (17/03/2014) 23

24

30

55

64

LOTOMANIA Concurso n. 1435 (15/03/2014)

DIVULGAÇÃO/SEMCOM

05

10

12

15

16

17

18

34

42

45

46

47

49

55

65

75

81

95

98

00

DUPLA DUPLA-SENA Concurso n. 1263 (14/03/2014) Primeiro sorteio

03

04

11

35

48

50

35

41

43

Segundo sorteio 13

24

31

FEDERAL Extração nº 04849 (15/03/2014) Prêmio 1º

Bilhete

Valor (R$)

34.200

500.000,00

2º 63.056

34.200,00

3º 43.375

33.600,00

4º 47.225

32.800,00

5º 62.471

31.940,00

Somente no final de semana, mais de 1,6 mil turistas chegaram para visitar Manaus FONTE: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL


Opinião

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

Contexto 3090-1017/8115-1149

contexto@emtempo.com.br

marioadolfo@emtempo.com.br

A3

Editorial opiniao@emtempo.com.br

Por via das dúvidas Existe uma referência humorística, entre as muitas que desmontam a eventual seriedade do desenvolvimentismo de encomenda, que reúne vários economistas, administradores, sociólogos e tudo o mais que produzem as universidades mais acreditadas, para decidir o plano de desenvolvimento do país. Todos os números batem certinhos. Todas as projeções garantem o sucesso do empreendimento. Terminada a reunião, por via das dúvidas, é chamada uma mãe de santo, um pastor, um rabino, um bispo católico e meia dúzia de apostadores da Loto, para conferir o que os cientistas decidiram que daria certo. Não é uma anedota para rir nem é uma exclusividade dos estrategistas brasileiros. Sabe-se (e não é boato) que Margareth Thatcher e Ronald Reagan, Bill Clinton e os Bush sênior e júnior, entre outros poderes decisórios dos destinos globais, não ousavam invadir um Iraque sem ouvir o aprovo dos seus cartomantes, leitores de bolas de cristal, jogadores de búzios e, por último, amadores da cabala, do tipo Madonna. Na política brasileira, o procedimento é o mesmo. Não faltaram comentários de que “forças ocultas” (não as políticas, referidas pelo presidente Jânio Quadros, que via até espião da CIA na sua sombra, mas aquelas que são reverenciadas nas encruzilhadas com velas, farofa e pacotes de caldo Maggi, pois as galinhas estão muito caras), foram responsáveis pela doença e morte do presidente indireto Tancredo Neves e a ascensão surpreendente de José Sarney ao Palácio do Planalto, sob a bênção dos tambores do Maranhão. Um ano de reformas ministeriais apressadas, base aliada em frangalhos e mais as incertezas típicas da temporada de caça ao eleitor é tempo propício ao exercício de muitas crendices. A maioria delas já testadas e desmoralizadas, pois continua sobrando mês no fim do salário.

Terceiro round O deputado Ricardo Nicolau enviou nota ao CONTEXTO onde diz que só vai se pronunciar sobre o processo da Corregedoria que envolve o deputado Luiz Castro, quando as apurações forem concluídas. Nicolau acusou Castro de “assassino”, da tribuna, por ele ter “se envolvido em um acidente de carro, com uma vítima fatal”. O processo está sob sigilo para que as investigações não sejam prejudicadas.

Castro nega Luiz Castro desmentiu a informação, e disse que se envolveu em um acidente no dia 5 de agosto quando estava a caminho do aeroporto, mas não teve vítimas fatais. Desviando o foco Mas Ricardo Nicolau reafirma que Castro está tentando desviar o foco e prejudicar o andamento do processo. Nicolau, entretanto, não está disposto a alimentar discussões. — Relembro que este assunto só veio à tona, publicamente, em razão da discussão durante reunião plenária em que fui atacado e insultado. Dois acidentes De acordo com Nicolau, as denúncias que chegaram à Corregedoria não incluem apenas o ocorrido em agosto passado, mas também outro grave acidente registrado há anos envolvendo o parlamentar. — Sobre isso também falarei apenas após o fim das investigações – disse Nicolau. Violência A Câmara Municipal de Manaus irá realizar uma audiência pública para discutir os casos de violência sexual contra crianças e adolescentes em Manaus. A informação é da vereadora Therezinha Ruiz (DEM).

Triste estatística Os números também foram revelados pela vereadora, que teve por base estudos da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). Em 2013, cerca de três crianças e adolescentes sofreram algum tipo de violência sexual (estupro ou assédio), em Manaus, totalizando 1.045 casos ao longo do ano.

— A ideia é que o assunto seja melhor destacado nas escolas para alertar as crianças sobre esse tipo de crime – comenta Ruiz. Novos municípios O líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), tem uma importante agenda na manhã de hoje. Vai se reunir com os senadores Valdir Raupp (PMDBRO) e Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), além de outros integrantes da base aliada na casa, na busca de um acordo para a manutenção do veto ao projeto que estabelece regras para a criação de municípios. Está pronto

APLAUSOS

Com isso, Eduardo Braga espera que o veto ao PLS 98/2002 não seja derrubado. — Eu espero que sim, mas é preciso que haja um entendimento sobre a matéria. Meta do IPTU A meta da prefeitura para a arrecadação do IPTU 2014 não foi atingida. A arrecadação parcial atingiu R$ 71,1 milhões na sexta-feira (14), último dia para pagar a cota única com desconto de 17%. Faltou A meta mínima pré-estabelecida pela Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef) era de R$ 78 milhões. Manaus voluntária Manaus é a segunda cidade-sede a ter mais voluntários para a Copa. Cravou 5.130 inscritos, ficando atrás somente de São Paulo, que somou 6.203 interessados.

As inscrições do programa Brasil Voluntário foram encerradas na noite do último domingo (16). Em todo o país foram mais de 46 mil inscritos.

VAIAS

Cine Tarumã

regi@emtempo.com.br

Veto

No país

Antes da reunião, Braga anunciou que o projeto alternativo do governo federal sobre o tema está pronto e será objeto da negociação.

Regi

Barbárie no Rio DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

Para o projeto Cine e Vídeo Tarumã, da Ufam, que exibirá filmes que recontam o período da ditadura militar no Brasil, informando às novas gerações sobre um período negro da história do Brasil. Um passado que não deve ser perdido de vista.

Para PMs do Rio de Janeiro, que protagonizaram um crime hediondo. Socorreram a auxiliar de serviços gerais Cláudia da Silva Ferreira, baleada durante um tiroteio, jogando-a na mala do carro. No caminho até o hospital a porta se abriu e Cláudia foi arrastada pelo carro da polícia.

Osvaldo Bozzo opiniao@emtempo.com.br

Qual a real função do BNDES? Às vezes, a impressão que tenho é que o Brasil está contaminado por políticas que vão em desencontro com os anseios da sociedade. Até que se prove o contrário, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é uma instituição séria e como tal deveria garantir que o Brasil como um todo pudesse melhor fomentar todas as classes que se propõe a empreender e/ou produzir algo e não somente parte delas. O BNDES, desde sua criação, em 1952, é um dos principais agentes estatais para a promoção do desenvolvimento brasileiro. Tem como missão “promover o desenvolvimento sustentável e competitivo da economia brasileira, com geração de emprego e redução das desigualdades sociais e regionais”. Também não é novidade que, ao longo de sua história, o Banco sempre conduziu empreendimentos inovadores tanto de políticas quanto de processos de gestão, tendo sido considerado referência em diferentes frentes de atuação, o que robustece a sua função agregadora de apontar direções positivas para o país. Há empreendedores com capacidade intelectual para desenvolver algum negócio ou projeto por meio do BNDES, porém o que se percebe é que o nosso sistema de financiamento não permite fazê-lo. O mais interessante disso é que o BNDES exige garantias reais do “futuro” empreendedor, pois, do contrário, não fomentará tal projeto. Alguns empresários, e sem generalizar, se aproveitam do BNDES, para tomar recursos, com um grandioso detalhe. Na maioria das vezes, isso ocorre em condições e capacidade de investir sem o fomento público, ou ainda, com o seu próprio giro, porém, se utiliza a “máquina” a fim de garantir que o seu recurso tenha um custo muito mais atraente que o garantido pelas instituições privadas. É quase que impossível viabilizar um projeto/negócio, pelo menos para o

cidadão comum. Minha indignação vem de encontro a uma situação análoga recente em que tive de obter um pequeno empréstimo pessoal para manutenção do negócio numa instituição estatal que não o BNDES, em que aquela me exigiu um calhamaço de papel e garantias reais para que fosse dada continuidade no processo. Quase três meses para sair o recurso. Se for assim para o pequeno empresário, para o cidadão, seja lá quem for, tem que ser para o médio e o grande. Do contrário, cabe ao Ministério Publico Federal investigar e estar atento a circunstâncias de empréstimos duvidosos que são direcionados diariamente a certas classes empreendedoras, seja pela Caixa Econômica Federal, pelo Banco do Brasil ou pelo BNDES. Fato é que precisamos de transparência e não acobertamento de situações duvidosas. Necessitamos de um MP e um Poder Judiciário que façam cumprir as regras ditadas pela Constituição Federal. Precisamos de mais pessoas preocupadas com atitudes politicamente corretas, para que não continuemos a assistir este “sangramento financeiro” em certas regalias direcionadas. Este que vos escreve, mesmo com um modesto currículo e trabalhando há mais de 33 anos, até agora não conseguiu ter mais do que uma casa e um veículo, pagos em “suaves” prestações. O mesmo contexto acerca a maioria dos brasileiros. Já dizia Abramovay, em uma publicação que data de 2001: “O segredo do desenvolvimento não reside em dons naturais, na acumulação de riqueza, nem mesmo nas capacidades humanas, mas nas instituições, nas formas de coordenar a ação dos indivíduos e dos grupos sociais”. O papel do BNDES deve convergir para uma política, da qual todos possam se beneficiar e desenvolver frente ao fortalecimento institucional em todas as escalas e níveis federativos.

Osvaldo Bozzo Tributarista, sócio da MJC Consultores

É quase que impossível viabilizar um projeto/negócio, pelo menos para o cidadão comum. Minha indignação vem de encontro a uma situação análoga recente em que tive de obter um pequeno empréstimo pessoal para manutenção do negócio numa instituição estatal que não o BNDES”


A4

Opinião

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

Frase

Painel VERA MAGALHÃES

Gargalo dos preços

A reforma não ajuda nem atrapalha na relação do governo federal com o PMDB. É irrelevante. A bancada não indicou nomes, então não estamos preocupados se os nomes são ou não do PMDB. Para a bancada da Câmara, isso tudo é absolutamente irrelevante. Muita coisa tem que mudar para melhorar a relação entre o Planalto e o partido

A área econômica do governo está preocupada com a crise de abastecimento de água em São Paulo. O temor é que a seca eleve ainda mais o preço dos alimentos e tenha impacto sobre o índice geral de inflação. Embora ministros digam que a ordem de Dilma Rousseff é não usar o risco de racionamento no Estado para fustigar a gestão do tucano Geraldo Alckmin, o tema já começou a ser explorado pelo pré-candidato do PT ao governo, Alexandre Padilha, que culpou o governador pela crise. Quem avisa... O governo comunicou às teles, as maiores interessadas em limitar a neutralidade da internete no Marco Civil, que acordos fechados com Eduardo Cunha (PMDB-RJ) não têm validade. ... amigo é Dilma quer pressionar as empresas a parar de usar Cunha como interlocutor, deixando claro que os interesses do setor no relacionamento com o governo são muito mais amplos. Varejo O Planalto vai dedicar as próximas semanas a distribuir aos aliados o comando de empresas públicas e autarquias. O PP, por exemplo, vai indicar o presidente da Chesf (Companhia Hidrelétrica do São Francisco). Varejo 2 O quinhão do PTB será definido hoje em reunião com Aloizio Mercadante (Casa Civil). O Pros deve selar amanhã a permanência de Francisco Teixeira na Integração e indicar nomes para Sudene, Sudeco e Sudam. E aí? Ideli Salvatti (Relações Institucionais) recebe deputados do PT hoje. Vai cobrar mais empenho da bancada para

evitar que se repitam as derrotas sofridas pelo governo na semana passada. Prazo O governo determinou que os 6 mil caminhões-caçamba, retroescavadeiras e motoniveladoras restantes do PAC Equipamentos sejam entregues pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário aos municípios até o fim de junho, antes do início oficial da campanha de Dilma. Sem tchau O novo ministro do Turismo, Vinicius Lages, mal conversou com o antecessor, Gastão Vieira, antes da posse. Os dois se encontrariam na sexta, mas Lages se atrasou e Vieira viajou para o Maranhão. Ontem, o substituto foi recebido pelo chefe de gabinete. Noivado Eduardo Campos e Marina Silva escolheram 14 de abril para o anúncio da chapa encabeçada pelo governador pernambucano, com a ex-senadora na vice. Noivado 2 O PSB ainda procura palco para o evento, marcado para Brasília. A Rede também fará consulta protocolar interna para confirmar a indicação de Marina.

Ensaio Começa a ganhar corpo no PSDB a proposta de escalar Fernando Henrique Cardoso como vice de Aécio Neves. O ex-presidente já disse a amigos que, se for convidado, aceitará. Ensaio 2 Os tucanos se animaram com pesquisas qualitativas do instituto Sensus que mostrariam recuperação da imagem de FHC, principalmente em São Paulo, Estadochave na eleição.

Eduardo Cunha (RJ), líder do PMDB na Câmara, garante que a reforma ministerial realizada por Dilma Rousseff não altera o clima de insatisfação do partido, focado nas alianças com o PT para as eleições estaduais, a não liberação de verbas de emendas parlamentares e desprestígio no lançamento de programas do governo federal.

Olho da Rua opiniao@emtempo.com.br

DIEGO JANATÃ

Divórcio A ideia de resgatar FHC foi um dos motivos de desentendimento entre Aécio e o marqueteiro Renato Pereira, que era contra. Flerte Na última sexta-feira, Pereira se encontrou pela primeira vez com Eduardo Campos, no Rio. A conversa foi boa, mas não avançou sobre a possibilidade de uma parceria para a campanha. A toda José Serra, que deve se candidatar à Câmara, cumpre extensa agenda pública. No fim de semana, encerrou evento do PSDB em Atibaia. Ontem, foi à inauguração de uma Etec e à posse do novo presidente da Sociedade Rural Brasileira.

Tiroteio

Amadeu Teixeira, no centro, supervisionado (à direita) por Orleans Nobre, dois inventores do futebol no Amazonas, descendentes em linha direta dos Cambeba, foi afinal quem deu o chute inaugural da Arena Vivaldão, mesmo que no segundo jogo. O juiz Edmar Campos da Encarnação tenta arrumar uma pose para a posteridade

Alexandre Garcia opiniao@emtempo.com.br

Dilma precisará de cola para lembrar quem são os novos donatários das capitanias do governo, após tantas chantagens e recusas.

Jabutis no galho

DO SENADOR ALVARO DIAS (PSDB-PR), sobre a nomeação de seis novos ministros de Dilma Rousseff, em reforma que se arrasta desde o início do ano.

Ainda lembro os tempos de inflação a 5.000% ao ano, com Funaro congelando os preços e os fiscais do Sarney nas ruas, a prender “especuladores”, sem mandado judicial. Lembro daqueles tempos – hoje venezuelanos – de prateleiras vazias e de polícia entrando nos pastos para prender boi gordo. E ainda testemunhei Plano Bresser, Plano Verão. E o maluco Plano Collor, em que o Antônio Ermírio de Moraes e eu dispúnhamos no banco do mesmo limite de $50,00 sei-lá-o-quê – socialismo é isso aí. Também lembro quando o presidente Itamar me ligou e me passou o furo do Real, que logo deixou de ser plano para ser cotidiano e ninguém mais ouviu falar em hiperinflação nesses últimos 25 anos. Também lembro de quando um colega de ginasial me pediu emprestado o relógio Roamer que eu havia ganho de minha tia. Ele demorou dias para devolver e fui à casa dele, saber o que acontecia. Era filho do sapateiro e o quarto dele ficava logo atrás da oficina do pai. Fui entrando, como fazia sempre e encontrei uma surpresa sobre a mesa de estudo de meu amigo João Carlos: meu relógio havia sido desmontado e ele não sabia como remontar. Recordo isso ao observar o que o governo tem feito com a herança recebida. Mexeram na engrenagem mais sensível do relógio da economia: o preço da energia – justo o ponto em que a presidente teria fama de entender. Já apequenaram a Petrobras e a Eletrobras. O aparelhamento partidário levou a nossa petroleira às páginas policiais. É a denúncia de propina na Holanda, compra superfaturada da refinaria no Texas, as maquiagens contábeis. A atual presidente da estatal já recebeu assim o abacaxi. O governo procura empurrar as conseqüências para depois da eleição, como manda o conselheiro-mor, que é o marqueteiro geral da República. O objetivo é manter o poder a qualquer

Contraponto

Sincericídio Ao fim da cerimônia de posse de ministros, ontem no Palácio do Planalto, Paulo Bernardo (Comunicações) cumprimentou o colega Jorge Hage (Controladoria-Geral da União). – Jorge, você está me devendo um café. Vou passar na CGU, que tem o melhor café do governo – brincou Bernardo. Hage, que comanda o órgão responsável pela fiscalização de concorrências do poder público, rebateu: – É café comprado em licitação! É horrível!

Publicado simultaneamente com o jornal “Folha de S.Paulo”

CENTRAL DE RELACIONAMENTO Atendimento ao leitor e assinante ASSINATURA e CLASSIFICADOS

3211-3700 assinatura@emtempo.com.br classificados@emtempo.com.br

REDAÇÃO

3090-1010 redacao@emtempo.com.br

3090-1001 circulacao@emtempo.com.br

Norte Editora Ltda. (Fundada em 6/9/87) – CNPJ: 14.228.589/0001-94 End.: Rua Dr. Dalmir Câmara, 623 – São Jorge – CEP: 69.033-070 - Manaus/AM

www.emtempo.com.br

@emtempo_online

Diretor de Redação Mário Adolfo marioadolfo@emtempo.com.br Editora-Executiva Tricia Cabral — MTB 063 tricia@emtempo.com.br Chefe de Reportagem Michele Gouvêa — MTB 626 michelegouvea@emtempo.com.br Diretor Administrativo Leandro Nunes administracao@emtempo.com.br

CIRCULAÇÃO

DO GRUPO FOLHA DE SÃO PAULO

Presidente: Otávio Raman Neves Diretor-Executivo: João Bosco Araújo

Gerente Comercial Gibson Araújo comercial@emtempo.com.br EM Tempo Online Yndira Assayag — MTB 041 yndiraassayag@emtempo.com.br

/amazonasemtempo

/tvemtempo /

Os artigos assinados nesta página são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal.

custo – desde que não seja custo para o governo. E tudo indica que a presidente será reeleita. Ainda que haja algum tropeço no caminho e que apareça alguma alternativa que conquiste o povo das bolsas, a partir de 1º de janeiro vamos todos ter que carregar pedras morro acima. Se ganhar o governo, a oposição vai dizer “bem feito” e vai sofrer, como todos, as conseqüências do relógio desmontado. Se a oposição ganhar, os atuais governistas vão dizer “eu não disse?”. Porque a nação inteira vai pagar as conseqüências do desmonte do relógio da economia, do aparelhamento partidário do estado, do pesadelo resultante do sonho que não deu certo em lugar algum do planeta. Mas não joguem a culpa só nos políticos. Se jabutis estão no galho, foi porque alguém os pôs lá. Dia 8 de março – Vi passar o Dia Internacional da Mulher, cheio de homenagens, mas também cheio de lugares-comuns, frases-feitas repetidas todos os anos, muita pieguice e hipocrisia. E percebo preconceito-dentro-do- preconceito ao dar a entender que a mulher dona de casa, mãe e esposa, seja um ser secundário, inferior, como revela a maioria das mensagens que valorizam apenas a mulher profissional, trabalhadora, chefe de família. Sim, homens covardes continuam a espancar mulheres e empresários idiotas continuam a desperdiçar o talento feminino inigualável. Mas vamos combinar que fomos feitos um para o outro. Assim sobrevive a humanidade. Nos completamos, cada qual em sua autonomia, sua personalidade, seu temperamento, sua independência. Todos os dias são da mulher e do homem. Recebi, pela internet, o poema “Ser Mulher” - com 23 estrofes mostrando o que é ser mulher. Respondi com uma observação crítica para o Brasil de hoje: “Tá faltando é ser Homem.”

Alexandre Garcia Articulista da agência “Alô Comunicação”

Já apequenaram a Petrobras e a Eletrobras. O aparelhamento partidário levou a nossa petroleira às páginas policiais. É a denúncia de propina na Holanda, compra superfaturada da refinaria no Texas, as maquiagens contábeis. A atual presidente da estatal já recebeu assim o abacaxi”


Política

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

A5

Omar e Arthur em Brasília para pressionar votação

Governador e prefeito se reúnem à bancada federal do Estado na luta para que PEC da ZFM entre em pauta esta semana DIVULGAÇÃO/AGECOM

ISABELLA SIQUEIRA E ASSESSORIA Equipe EM TEMPO

A

bancada federal do Amazonas, aliada ao governador Omar Aziz (PSD) e ao prefeito Arthur Neto (PSDB), se prepara hoje para pressionar a Câmara Federal para que votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Zona Franca de Manaus entre em pauta. Ontem, o senador Eduardo Braga (PMDB) esteve reunido com o presidente da Câmara, deputado Henrique Alves (PMDB-RN), que garantiu colocar o projeto em pauta nesta terça-feira. Esta é a quarta vez que a casa ensaia colocar a proposta em pauta para votação. Ontem, o governador embarcou para Brasília, onde pretende acompanhar de perto as negociações sobre a votação que prorroga os incentivos fiscais da Zona Franca de Manaus por mais 50 anos. Ele viajou acompanhado do prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), e do superintendente da Suframa, Thomaz Nogueira. “Vamos conversar com as lideranças e peregrinar na Câmara Federal para ver se a gente consegue colocar em votação na quarta-feira, em primeiro turno, a prorrogação da Zona Franca”, disse o governador. Segundo ele, se não for votada agora, vai ficar difícil aprovar a prorrogação em outro momento, por diversos motivos. “Com os problemas que o Congresso está enfrentando e o fato de ser ano eleitoral, você tem que ter quorum qualificado, com um número suficiente para votar uma emenda constitucional. Se passar agora, nós vamos chegar num momento em que daqui a pouco começa a Copa do Mundo, vêm as convenções e aí você não consegue se reunir”. No entendimento de Omar Aziz, o momento agora é de articulação, já que a votação depende de decisão política e de entendimento entre a presidente Dilma Rousseff (PT) e a sua base. “Eu acho que todo mundo já sabe os argumentos, o amazonense aqui já sabe e

nenhum parlamentar que está lá desconhece a importância da Zona Franca. Essa questão é muito mais política do que argumentativa. É uma questão de entendimento entre as lideranças. É muito mais um esforço que o governo federal tem que fazer para que a base que dá apoio à presidente Dilma possa colocar a PEC em votação”. De acordo com o governador, apesar das barreiras que a PEC está enfrentando para ser votada, ele vai insistir em marcar presença. Omar Aziz disse que chegou até a ser desencorajado a ir à Brasília pelo deputado federal Eduardo Cunha, líder do PMDB na Câmara, que disse que a emenda não será votada. “Eu tive uma conversa com o líder do PMDB na Câmara, o deputado Eduardo Cunha, que me disse – governador, não perca seu tempo de vir a Brasília. Mas eu vou perder esse tempo. Eu tenho que ir lá discutir. A PEC está há 3 anos lá e eu espero que a gente consiga convencer as lideranças da Câmara Federal e o governo federal”. Peregrinação O senador Eduardo Braga (PMDB) disse ao EM TEMPO que ontem esteve reunido com o presidente da Câmara, Henrique Alves, com os deputados federais Mendonça Filho (DEM-PE) e Vicente Paulo da Silva (PT-SP) e os ministros da Casa Civil e Relações Institucionais, Aloizio Mercadante e Ideli Salvatti, respectivamente. “Estou fazendo a minha parte e pressionado para que a Câmara vote ainda nesta terça-feira ou no máximo na quarta a PEC. Esta proposta tramita na casa há 3 anos e se não agirmos na base da pressão não teremos êxito”, disse Braga. O deputado federal Henrique Oliveira (SDD), disse que essa pressão é fundamental para que os deputados de outros Estados tenham consciência da importância da ZFM para Manaus. “Eu estava preocupado com essa questão. Somos apenas oito parlamentares para fazer essa articulação e apenas essa união vai nos permitir um bom resultado”, disse. ARQUIVO EM TEMPO

Parceria entre os dois governantes do Amazonas tem dado certo. A luta agora é em defesa dos incentivos da Zona Franca

Rebecca promeve audiência sobre o tema A importância da Zona Franca será discuta amanhã, a partir das 11h30, na audiência pública conjunta que será realizada pelas Comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CMADS) e Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio (CDEIC) da Câ-

mara dos Deputados. A deputada federal Rebecca Garcia (PP), requerente do debate, defende que a ZFM é a contrapartida brasileira ao abandono da Amazônia, no que diz respeito à infraestrutura, investimentos e condições de vida da população. “Possuímos um

modelo de desenvolvimento exitoso que de um lado alivia a pressão sobre a Floresta Amazônica e, por outro, investe em educação, tecnologia e inovações de processos econômicos sustentáveis”, afirmou. A parlamentar amazonense esclareceu ainda que

solicitou que a audiência fosse realizada na quartafeira para garantir a presença da maior quantidade de deputados. Segundo ela, também é uma estratégia para ter grande adesão à aprovação da PEC, prevista para ser votada nesta quarta, à noite.

HISSA RECUA

Candidatura depende do prefeito

Vice-prefeito recua e muda discurso sobre candidatura

Após a aliança nacional PSBRede-PPS assegurar o nome do deputado estadual Marcelo Ramos (PSB) como pré-candidato ao governo do Estado, o vice-prefeito de Manaus, Hissa Abrahão (PPS) mudou a tônica do discurso sobre sua candidatura e afirmou que só irá disputar as eleições deste ano se tiver o aval do prefeito Arthur Neto (PSDB). O vice-prefeito, que tem realizado inúmeras viagens ao interior do Amazonas, diz que seu desejo passa pela aprovação do prefeito, e que só irá colocar seu nome como pré-candidato a algum cargo nas eleições de outubro “se essa for uma vontade de Arthur Neto”. De acordo com Hissa, as viagens pelo Amazonas são para fortalecer o PPS nos municípios e ressal-

tou que tem cumprido essa agenda porque é o presidente estadual do partido. “O meu futuro político só será decidido a partir de junho, também dependo do apoio do prefeito Arthur, pois só irei disputar a eleição, seja para qual cargo for, se tiver a autorização dele”, declarou. O discurso do vice-prefeito é bem diferente das declarações dada por ele em dezembro de 2013, quando foi afastado da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf). O prefeito solicitou que todos os seus secretários municipais que desejassem sair candidatos deixassem a pasta. Hissa, que anteriormente havia manifestado o desejo de sair candidato a governo hesitou em se desligar do cargo de secretário

e acabou sendo afastado da função. À época, Hissa afirmou que não era subalterno ao ponto de desistir de algo era um desejo dele. Até a semana passada, inclusive, ele via como certa sua candidatura numa repetição da aliança local PSB-Rede-PPS. Apoio duplo No último fim de semana o PSB realizou um seminário no Rio de Janeiro onde reuniu o presidente nacional do partido, Eduardo Campos, a ex-senadora Marina Silva e também o presidente nacional dos PPS, Roberto Freire. No encontro, a coligação demonstrou apoio político ao nome do deputado Marcelo Ramos para pré-candidato a governo. Hissa disse que o deputado estadual tem todo o direito

de concorrer às eleições e não vê problema em a coligação PPS e PSB formar duas chapas para o cargo majoritário. “O Marcelo tem todo direito de sair candidato, é um bom parlamentar, legislamos juntos na época da Câmara municipal. Se lá na frente eu for candidato, não vejo problema algum em a legenda ter dois nomes de apoio”, disse. Ontem, Hissa cumpriu agenda como prefeito em exercício, e deve permanecer no cargo até o fim da noite de hoje. O prefeito Arthur Neto está em Brasília acompanhando a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Zona Franca de Manaus. O vice-prefeito deverá cumprir apenas atividades administrativas. (IS)


A6

Política

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

Vetos presidenciais serão analisados hoje à noite

Cláudio Humberto COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS

www.claudiohumberto.com.br

Deixamos de ser o país do futuro” Jornalista

PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF, em discurso durante a posse dos novos ministros

PMDB da Câmara já defende ‘alternativa’ a Dilma Deputados do PMDB, na maioria leais ao líder na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), já não acreditam no engajamento do “blocão” à reeleição de Dilma. Para eles, “o vaso quebrou” e não admite remendo. O PMDB da Câmara, inclusive, sustenta a necessidade de buscar “alternativa” à presidente, na eleição de outubro. “Ela vai entregar o país pior do que encontrou”, segundo afirmou à coluna um dos ideólogos do “blocão”. Valentia anônima Apesar da irritação, as declarações de “valentia” dos liderados por Eduardo Cunha ainda são feitas em “off ”, sob a condição do anonimato. Dúvida atroz Os rebelados do PMDB se dividem entre se aproximar de Aécio Neves (PSDB) ou Eduardo Campos (PSB). Mas prometem unidade na opção. Ele tem a força A ordem de Eduardo Cunha foi seguida até pelo presidente da Câmara, Henrique Alves: boicote total à posse de seis ministros, ontem. Oposição em bloco O“blocão”, agora ampliado (PMDB, PSC, PR, PSDB, DEM, PPS, SSD e PSB) se reúne em almoço, hoje, para discutir vetos presidenciais. Líder do PR chama de ‘frouxo’ o presidente partido Desautorizado a continuar no “blocão”, que derrotou o governo semana passada, o líder do PR, Bernardo

Santana (MG), desancou o senador Alfredo Nascimento (AM), presidente do partido, em reunião fechada da bancada, quarta (12). O bate-boca começou após Nascimento o acusar de “irresponsável”. O líder reagiu: “O problema do PR começou quando te chamaram de ladrão e você foi frouxo e saiu correndo do ministério”. Tem apoio Em meio à discussão, os deputados do PR saíram em defesa de Bernardo Santana, deixando Alfredo Nascimento isolado. Bombeiros Participaram da reunião, além do presidente do partido, o senador Antônio Carlos (SP) e o ministro Cesar Borges (Transportes). Guerra à vista Bernardo Santana mandou nota aos deputados no sábado (15) ameaçando “ir à luta” e defendendo “oxigenação” no comando do PR. Livres para agir Apesar do fraco desempenho do ministro Manoel Dias, em quem aliás a Polícia Federal está de olho, a presidente Dilma ainda nem cogita tirar essa turma periculosa de Carlos Lupido Ministério do Trabalho.

Deputados se reúnem para analisar 12 negativas a projetos dadas por Dilma, em meio à tensão entre os poderes JBATISTA/CÂMARA DOS DEPUTADOS

Senado pôs a criança no mundo, e agora quer matar e enterrar. Não pode isso”. Black blocs O líder do Solidariedade, Fernando Francischini (PR), acertou com Eduardo Cunha e outros líderes para fazer mutirão esta semana no Senado a fim de conseguir assinaturas para a CPMI dos Black Blocs. Estranho no ninho Suplente da senadora Gleisi Hoffmann (PT), Sérgio de Souza foi o único do PMDB a aparecer no encontro estadual do PT em São José dos Pinhais (PR), que contou com a presença do ex-presidente Lula. De cara feia A presidente Dilma não conseguiu disfarçar o mau humor na cerimônia de posse dos novos ministros, um deles Neri Geller (Agricultura), que foi indicado pelo líder e desafeto Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Festa abortada Guido Mantega teve trabalho para evitar que seus funcionários fizessem uma festa para celebrar a saída de Marcelo Fiche da chefia de gabinete, demitido após a denúncia de que recebia propina.

Clésio candidato A disputa em Minas Gerais ganhou ontem um capítulo importante, com a decisão da executiva estadual do PMDB de lançar o senador Clésio Andrade como candidato do partido a governador do Estado.

Fiasco Apesar de prometer geração de 14 a 15 milhões de empregos formais durante a campanha, o governo Dilma não atingirá nem a metade. De janeiro de 2011 a fevereiro de 2014, o número é inferior a 5 milhões.

Pai desnaturado Líder do PSD, Moreira Mendes (RO) diz que brigará “ferozmente” para derrubar veto da presidente Dilma à criação de municípios. “O

Pergunta no oceano Quem sumiu com o Boeing da Malásia também deu sumiço no Amarildo e nas vigas de ferro da Perimetral no Rio?

PODER SEM PUDOR

A tensão entre aliados na Câmara dos Deputados continua e novo teste deve acontecer hoje

E

m meio à tensão entre a base aliada e o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional deve se reunir na noite de hoje para analisar 12 vetos da presidente Dilma Rousseff, entre eles, o que estabelece novas regras para a criação de municípios e parte da minirreforma eleitoral, com temas sensíveis aos congressistas. O governo enfrenta ameaça de rebelião principalmente na Câmara e trabalha para esvaziar o “blocão” criado por partidos governistas insatisfeitos, que é coordenado pelo PMDB. Na última semana, o Planalto conseguiu o recuo do PDT, PP e do PROS. PR e PTB ainda negociam com o Executivo. Apesar de as cúpulas indicarem um entendimento, as bancadas do PR e PTB não estão totalmente pacificadas. O PSC se declara independente. O clima com o PMDB ainda é incerto. Chamou atenção a ausência dos deputados do PMDB na manhã de ontem na posse de novos ministros, especialmente do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Ele alegou compromissos no Estado, mas a falta foi comentada pelas autoridades e classificada até como “descortesia” por um

ministro petista. A maior preocupação do governo é que o Congresso imponha uma nova derrota em votação. Na semana passada, quatro ministros foram convocados para dar explicações na Câmara e foi criada uma comissão externa para investigar denúncias de irregularidades envolvendo a Petrobras.

VERBA Também não passou pelo crivo do Palácio do Planalto o item que impede a Justiça Eleitoral de determinar a suspensão do repasse de cotas do Fundo Partidário no segundo semestre de anos com eleições Novos municípios No caso dos municípios, em ano eleitoral, os congressistas avaliam que seria difícil não derrubar o veto que permite a criação de novos municípios. Pelas regras do Congresso, para que um veto seja derrubado, as duas casas têm que tomar essa decisão em votações separadas. O Congresso aprovou o

projeto no ano passado, mas Dilma vetou a proposta integralmente porque o Planalto teme os impactos fiscais da criação dos novos municípios, estimados em R$ 9 bilhões. Em mais da metade dos municípios do país, as receitas próprias não chegam a 10% do Orçamento. Para conter a multiplicação de municípios, foi incluída na Constituição, em 1996, a exigência de uma lei que disciplinasse as regras para a emancipação de distritos. Com o veto de Dilma, o país continua sem essa lei. Os 269 municípios são os distritos dos 5.565 municípios do país em condições de pedir a emancipação, conforme as regras do texto vetado pela presidente Outra matéria polêmica é o veto a pontos da minirreforma eleitoral. Entre os dispositivos vetados está o que proíbe o uso de bonecos, pinturas em muro, placas, faixas, cartazes e bandeiras em bens particulares. Ao justificar o veto, a presidente Dilma enfatizou que a regra criada pelos parlamentares limitava excessivamente o direito de manifestação dos cidadãos por meio do uso exclusivo de seus bens particulares.

VERBA IMPOSITIVA

Um Brizola mineiro Leonel Brizola organizava o PDT no País e o deputado Genival Tourinho se dedicava à mesma tarefa no norte mineiro. Ao chegar no Clube Atlético Operário de São Francisco para uma reunião, Tourinho se deparou com várias faixas “Fora Brizola” e se queixou ao anfitrião, Alican Albernaz: - Que papelão vocês estão fazendo comigo... Isso é indelicado. - Genival – explicou-lhe Albernaz – vai haver eleição no clube e os associados querem tirar Antônio Brizola da diretoria...

Governo corta quase R$ 800 mi

FÁBIO POZZEBOM

PERNAMBUCO

Candidatos em campanha Em seus últimos dias à frente do governo de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) tem rodado o Estado em compromissos administrativos levando os candidatos da chapa governista a tiracolo. O governador deverá deixar o cargo no próximo dia 4 para se dedicar à campanha à Presidência da República. No último dia 11, Campos levou dois pré-candidatos para inaugurar uma fábrica

da Ambev, em Itapissuma. Todos colocaram bonés da cervejaria e posaram com latinhas nas mãos. Um deles era o secretário da Fazenda do Estado, Paulo Câmara (PSB), nome escolhido por Campos para o governo. Até ser escolhido, ele não acompanhava agendas do governador com frequência. O outro pré-candidato na trupe foi Fernando Bezerra (PSB), que disputará o Senado. Ex-secretário de Desen-

volvimento Econômico, está sem cargo no momento. No dia seguinte, os dois acompanharam o governador em inaugurações e assinaturas de obras de serviço no Recife e no interior. Paulo Câmara ainda participou, ao lado de Campos e do prefeito Geraldo Julio (PSB), de uma festa de aniversário do Recife. O grupo caminhou no meio do povo até chegar ao palco da comemoração.

Palácio do Planalto anunciou, em fevereiro, cortes de R$ 44 bilhões no Orçamento deste ano

O governo federal contingenciou todas as emendas individuais, um total de R$ 793 milhões, que ficaram fora da regra do orçamento impositivo estabelecida pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2014. A avaliação foi feita pela consultoria de orçamento da Câmara, em nota técnica que analisou o corte geral de R$ 44 bilhões (R$ 13,3 bilhões em emendas) na peça orçamentária deste ano, anunciado pelo

Executivo em 20 de fevereiro. Pelo orçamento impositivo, o governo deve executar as emendas parlamentares individuais até o limite de 1,2% da Receita Corrente Líquida (RCL) da União, sendo metade do valor dessas emendas necessariamente destinada para “ações e serviços públicos de saúde”, incluídos os atendimentos financiados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Para a execução das emendas, a quantia esta-

belecida na LDO é calculada a partir da RCL realizada no ano anterior, ou seja, executase em 2014 a proporção de 1,2% do que foi arrecadado em 2013 (R$ 7,87 bilhões). Já na hora de apresentar as emendas, cada deputado e senador se baseou na RCL de 2014 prevista na proposta orçamentária enviada pelo Executivo (R$ 8,72 bilhões). Na prática, R$ 793 milhões ficaram fora da regra da execução obrigatória.


Política

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

A7

Deputado Praciano tem candidatura ameaçada

DIVULGAÇÃO

Diretório do PT local e nacional avalia punir deputado com a não homologação de seu nome à reeleição, neste ano

Em seu segundo mandato como deputado federal, Francisco Praciano tem incomodado seus pares petistas quanto aos seus posicionamentos na Câmara, muitas vezes contrários ao governo federal ANDRÉ TOBIAS Especial EM TEMPO

V

expulso, pois isso seria uma atitude muito radical, mas o PT local, com o apoio do nacional, já discute a possibili-

COERÊNCIA

Francisco Praciano se defende e afirma que votou a favor da investigação da Petrobras, conforme a sua coerência. Ele preside na Câmara a Frente Parlamentar de Combate à Corrupção dade de não dar o aval para a homologação da candidatura dele para deputado federal, caso ele não se retrate de forma pública. Hoje, o deputado Praciano é persona non

TIAGO CORRÊA/DIRCOM/CMM

isto como traidor e rebelde pelo seu partido, o PT, após ter sido o único deputado federal petista, de 65 presentes, a votar contra o governo na semana passada na Câmara Federal acompanhado o “blocão” de insatisfeitos, o deputado Francisco Praciano corre o risco de não ter sua candidatura à reeleição homologada pela sigla nestas eleições. O grupo aprovou a criação de uma comissão externa para investigar as suspeitas de corrupção envolvendo a estatal Petrobrás. Essa é a forma que dirigentes da legenda, tanto em nível local quanto nacional, encontraram para punir Praciano,

caso ele não faça uma retratação pública. Há rumores, inclusive, de que ele poderia ser expulso do partido. A reportagem procurou, durante toda a tarde de ontem, o presidente regional do PT, Valdemir Santana para repercutir o assunto, sem sucesso. Por meio de sua assessoria de comunicação, o dirigente afirmou que falar em “expulsão”, neste momento, é prematuro, mas o todo o partido já tem na figura do deputado um traidor. Ainda de acordo com a assessoria, não é a primeira vez que Praciano vota contra os interesses do governo. O diretório regional já recebeu inúmeras reclamações a respeito do posicionamento dele na Câmara. Segundo a assessoria, o petista pode não até não ser

Ronaldo Tabosa (à dir), foi empossado ontem como vereador

grata dentro do partido e, segundo o diretório regional, o Amazonas tem nomes que podem representar o Estado na Câmara dos Deputados. Ao EM TEMPO, o petista afirmou que muitos “companheiros do PT também ficaram insatisfeitos”. “Sou secretário da Organização Mundial de Parlamentares contra a Corrupção (GOPAC) e presidente da Frente Parlamentar Contra a Corrupção na Câmara. Votei coerente com minha história de luta. Eu não votei com a oposição. Na questão ética não tem partido, não tenho compromisso com erros dos outros, nem do partido e nem de ninguém. Votei e votaria de novo”, declarou Praciano. Para o parlamentar, a denúncia, feita por um diretor da Petrobrás com detalhes

importantes como valores, percentuais e outras questões, merece atenção especial, por isso votou a favor da criação da comissão externa para investigar a suposta propina paga pela empresa holandesa SBM a funcionários da Petrobrás. “Estão querendo abrir uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), caso isso aconteça eu vou assinar também. Mas só vou apoiar quando recebermos o relatório da comissão, que é para podermos avaliar”, salientou Praciano. De acordo com ele, o seu voto foi pelo combate à corrupção, e não é um voto aliado à direita ou opositores do governo. “Eu não mudei. Tenho certeza que a Dilma não quer corrupção no governo”, enfatizou. Sobre a insatisfação de

alguns colegas petistas que o consideraram um traidor, ele prefere não citar nomes, mas confirma que recebeu algumas ligações que o indagaram pelo voto polêmico. Surgiu inclusive a possibilidade de que o partido estaria estudando uma forma de expulsar Praciano, que disse não saber de nada. “Formalmente não fui informado, só ouvi pela imprensa. É coisa sem sentido, mas caso aconteça, vou me defender”, ponderou. Líder do PT na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), o deputado estadual José Ricardo acredita que Praciano votou de acordo com a posição que ele ocupa como presidente da Frente Parlamentar Contra a Corrupção. Ele disse desconhecer qualquer procedimento interno de expulsão do petista.

CÂMARA MUNICIPAL

Ronaldo Tabosa toma posse O apresentador de televisão e empresário Ronaldo Tabosa (PP) tomou posse como vereador ontem, na Câmara Municipal de Manaus (CMM), em cumprimento à decisão do ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), João Otávio Noronha, que lhe devolveu a cadeira na casa legislativa. Com a decisão, a suplente Glória Carrate (PSD) teve que deixar o cargo. Em seu discurso de posse, Tabosa disse assumir o mandato com muita humildade. Ele alegou sofrer perseguição desde 2008, ocasião em que trabalhou para eleger o filho – Jander Tabosa - para o cargo de vereador. O novo parlamentar afirmou

que irá levantar a bandeira da moralidade política e do bomcaratismo, por acreditar que possam ocorrer mudanças na política, em relação aos escândalos verificados no país, como desvio de dinheiro público. Tabosa agradeceu aos parlamentares Sabino Castelo Branco e Reizo Castelo Branco, ambos do PTB, que teriam manifestado solidariedade, durante o período em que esteve envolvido na disputa judicial com a ex-vereadora Glória Carrate. Em vários discursos de boasvindas ao vereador, o presidente da Câmara, Bosco Saraiva (PSDB), afirmou que ele vem contribuir para a cidade, com

sua experiência. Colega de partido, Socorro Sampaio também deu boas vindas ao novo integrante da casa e chamou a atenção para o fato de que o PP terá agora três vereadores na Câmara: Tabosa, Socorro Sampaio e vereador Álvaro Campelo. Histórico Desde o ano passado, Tabosa estava afastado liminarmente do cargo, ocupado pela suplente da coligação, vereadora Glória Carrate (PSD). Eleito vereador em 2012 com 6.418 votos, Tabosa teve o diploma cassado por ter sido considerado inelegível até 2019 após a condenação em uma Ação

de Impugnação de Mandato Eletivo (Aime), ainda em 2008. À época, o candidato era o filho de Tabosa, Jander Tabosa, que, segundo o TRE-AM usou a imagem do pai para conseguir votos durante o horário eleitoral gratuito e também no decorrer da campanha. Carrate que obteve 6.266 votos era suplente na coligação ‘Melhor pra Manaus’ e assumiu o mandato no lugar de Tabosa ainda em janeiro de 2013. Ele recorreu da decisão e o TRE-AM negou-lhe o recurso. A vereadora então ingressou com uma Aime pedindo a cassação de Tabosa. O pedido foi negado pelo juiz eleitoral Abraham Campos.


A8

Política

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

Dilma defende economia durante posse de ministros ROBERTO STUCKERT FILHO/PR

DIVULGAÇÃO

Num discurso de 20 minutos, a presidente aproveitou para dizer que o “povo é sábio” e sabe quem está ao lado dele

Dilma Rousseff empossa novo ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Clelio Campolina Diniz

Presidente Dilma, durante discurso de posse de seis novos ministros, ontem, em Brasília

em recados sobre a crise com sua base aliada no Congresso, a presidente Dilma Rousseff aproveitou a posse de seis novos ministros ontem para, mais uma vez, defender sua política econômica e ainda sustentou que o “povo é sábio” para identificar quem está do seu lado. Em um discurso de 20 minutos, Dilma afirmou que o Brasil “mantém hoje, diante de um quadro (no cenário econômico) que começa a melhorar internacionalmente, situação de estabilidade para enfrentar todas as conjunturas”. “Vocês ministros, juntos com os demais ministros desse governo, contribuíram decisivamente para a construção e consolidação de um projeto do Brasil que propiciou algo

as eleições de outubro. Ela citou realizações do governo como 1,6 milhões de moradias entregues do Minha Casa, Minha Vida, além de 1,7 milhões de moradia contratadas do programa. A petista citou R$ 143 bilhões de investimentos em mobilidade. A presidente fez ainda elogios aos ex-ministros. Disse, por exemplo, que Marcelo Crivella, que deixa o Ministério da Pesca, “fez história” e que Gastão Vieira deixou o Turismo “totalmente transformado”.

lado do povo brasileiro”, disse. Dilma sustentou que 2014 será um ano de “muitas realizações”. “Temos muito a fazer e nossos desafios hoje têm

TENSÃO

A sete meses das eleições, a presidente Dilma Rousseff enfrenta uma crise com a sua base aliada na Câmara dos Deputados. Apesar disso, setores do governo acreditam que a “tempestade” passará

Boicote A bancada do PMDB na Câmara não compareceu à cerimônia. De olho nas eleições de outubro, essa é segunda troca que a presidente faz em seu primeiro escalão em pouco mais de um mês. As mudanças

a consistência de enxergar o Brasil muito melhor.” Em tom eleitoral, a presidente destacou as ações dos ministros que deixam o governo para disputar

DIVULGAÇÃO

S

raro: crescer e diminuir a desigualdade, construir mercado interno de massa e ao mesmo tempo manter os fundamentos macroeconômicos e garantir o Brasil que mantém hoje, diante de um quadro que começa a melhorar internacionalmente, situação de estabilidade para enfrentar todas as conjunturas”, afirmou Dilma. Em meio ao aumento dos ataques de seus potenciais adversários nas eleições, a presidente disse ainda que as ações de seu governo são percebidas pela população. “Nós deixamos de ser o país do futuro e esses brasileiros (ministros) são responsáveis pela gente estar construindo o Brasil do presente. O povo é sábio e sabe muito bem quem está do lado dele. Esses ministros que saem e os que entram estão do

Deputado oposicionista teme que regalias a mensaleiros sejam motivos para rebeliões futuras

são motivadas especialmente para agradar aliados e garantir o tempo de TV para a corrida presidencial. Os ajustes, no entanto, provocaram uma crise com o PMDB, seu principal aliado. Os deputados do partido chegaram a defender uma reavaliação da aliança para pressionar por mais espaço no governo e articularam derrotas para o Planalto na Câmara, o que acabou acelerando a reforma. Em meio ao desgaste com os deputados do PMDB, a presidente acabou reduzindo o tamanho da bancada na Esplanada. Dilma indicou para o Turismo Vinicius Lages, afilhado do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). O ministério era da cota do PMDB Câmara. Na Agricultura, foi nomeado Neri Geller,

um nome do setor, mas que agrada aos peemedebistas. Na cota do PP, Dilma nomeou Gilberto Occhi, atual vice-presidente de governo da Caixa Econômica Federal, para o Ministério das Cidades. O PT manteve o Ministério do Desenvolvimento Agrário com a indicação do ex-presidente da Petrobras Biocombustível e ex-ministro Miguel Rossetto. Ele entra no lugar de Pepe Vargas (PT-RS). O PRB também manteve a sua pasta. Eduardo Lopes (PRBRJ) assumirá o Ministério da Pesca e Agricultura no lugar de Marcelo Crivella (PRB-RJ). Dilma nomeou ainda o exreitor da Universidade de Minas Gerais Clélio Campolina Diniz para o Ministério de Ciência e Tecnologia na lugar de Marco Antônio Raupp.

REGALIAS

Transferências de mensaleiros O líder do Solidariedade (SDD) na Câmara, deputado Fernando Francischini (PR), anunciou que vai encaminhar um requerimento à Vara de Execuções Penais do Distrito Federal pedindo a transferência imediata dos condenados no processo do mensalão para presídios federais. O deputado oposicionista baseia seu pedido em reportagens publicadas nos últimos dias pela revista Veja e pelo jornal Correio Braziliense. Segundo as duas publicações, os presos do mensalão recebem tratamento diferenciado em relação aos demais presidiários do Complexo Penitenciário da Papuda e do Centro de Progressão Penitenciária (CPP), em Brasília. De acordo com Francischini, a transferência para presídios federais tem como objetivo evitar rebeliões que

poderiam ser promovidas por presos descontentes com eventuais privilégios aos condenados do mensalão.

FACILIDADE

Matéria do Correio Braziliense diz que os ex-deputados Valdemar Costa Neto (PR-SP) e Bispo Rodrigues (PR-RJ), também presos, têm liberdade para pedir comida por telefone e entrar com marmita “As regalias estão causando um rebuliço no sistema prisional do país. Não podemos mais tolerar isso, regalias como alimentação especial, visitas fora de hora e sem qualquer registro. Estamos à beira de uma rebelião nos

presídios em que os mensaleiros estão presos. Isso é uma bomba-relógio. É uma questão de segurança pública”, afirma o deputado, um delegado federal que se elegeu pelo PSDB. Reportagem de Veja diz que o ex-ministro José Dirceu tem “regalias” na Papuda, como visita fora de horário e atendimento de podólogo. A defesa do ex-ministro contesta a reportagem e diz que a revista pratica “antijornalismo”. Ele aguarda autorização para trabalhar, durante o dia, na biblioteca do escritório do advogado José Gerardo Grossi e passar as noites na prisão. Além de Dirceu, também estão presos na Papuda o ex-tesoureiro Delúbio Soares, o ex-deputado João Paulo Cunha (PTSP) e o empresário Marcos Valério Fernandes.


MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

economia@emtempo.com.br

DÓLAR compra/venda Paralelo -

INDICADORES ECONÔMICOS

R$ 2,21 / R$ 2,51 *

Câmbio livre BC - R$ 2,3513 / R$ 2,3518 **

no dia: -0,51% na semana: 0,46%

Câmbio livre mercado - R$ 2,348 / R$ 2,350 *

no mês: -1,47%

Turismo -

dif.livre mercado/paralelo: 6,81%

R$ 2,270 / R$ 2,430

(*) cotação do Banco do Brasil / (**) cotação do Banco Central / (***) cotação média do mercado

Economia B2

(92) 3090-1045

Variação do câmbio livre BC

IONE MORENO

Caderno B

Economia

Consumidores preparados para comprar

OURO BM&F R$ 102,6

Salário Mínimo Janeiro 2014: R$ 724,00

-1,1561%

Poupança

Salário Família/Janeiro

Aniversário

Rendimento (%)

18/03

0,5000

18/03

0,5000

até R$ 682,50: R$ 35,00 de 682,51 até R$ 1.025,81: R$ 24,66

(*) depósitos até 03/05/12 / (**) depósitos apartir de 04/05/12

Mercado automotivo no Amazonas está aquecido No primeiro bimestre do ano, a venda de veículos registrou crescimento de 13,53% em relação ao mesmo período de 2013

ALBERTO CÉSAR ARAÚJO

Nos dois primeiros meses deste ano, o número de veículos novos emplacados, no Estado, foi superior a 9,5 mil unidades, conforme dados da Fenabrave, com destaque para automóveis pesados EMERSON QUARESMA Equipe EM TEMPO

A

s ruas da cidade de Manaus receberam no primeiro bimestre do ano mais 9.507 veículos novos emplacados. Segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o montante representa crescimento de 13,53% na comparação com mesmo período do ano passado. O percentual é maior até que a média nacional que fechou com o bimestre com 6,69%. Somente no mês de fevereiro foram emplacados 4.502 novos automóveis no Amazonas, o que resultou na alta de 8,51% com relação ao mesmo mês de 2013, quando 4.149 veículos de quatro rodas (comerciais leves e pesados) e motocicletas foram emplacados pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM). Apesar de temeroso, o mês de janeiro ainda foi melhor que fevereiro, quando foram emplacadas 5.005 unidades. Para o presidente da Fenabrave, Flávio Meneghetti, apesar da queda de fevereiro comparado a janeiro, o resultado das vendas é positivo.

Segundo ele, a vantagem do primeiro mês do ano, com o maior volume nas vendas, se deu pelo estoque de automóveis com o Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) reduzido.“Apesar da antecipação de compras em janeiro, mês em que havia estoque de

INCREMENTO

Setor de duas rodas continua a puxar a alta quantitativa de veículos emplacados, neste ano, com 4.174 unidades, desempenho 18,24% maior se comparado ao mesmo bimestre de 2013 veículos com redução maior do IPI, os dois primeiros meses do ano foram positivos se compararmos com o mesmo período de 2013”, avaliou. Na avaliação do presidente do Conselho Regional de Economia do Amazonas (Corecon-AM), Marcus Anselmo Cunha Evangelista, além do IPI, outra grande motivação para o volume de novos emplacamentos é a facilidade do crédito. Segundo ele, hoje, é mais fácil financiar um

veículo de quatro rodas do que uma motocicleta. “Se comparado com o mercado de carros usados, ficou mais atraente constituir um carro zero quilômetro, uma vez que as concessionárias oferecem parcelas de até 72 vezes”, apontou. Marcus evangelista observou que esse crescimento é positivo para a indústria, o mercado de autopeças, o de assistência técnica e o de combustível. “Em compensação, nós temos um grande problema nas vias, que acompanham o crescimento das vendas de veículos. Hoje em Manaus, qualquer horário que saímos nas vias se vê grandes congestionamentos”, avaliou. Pesados A maior alta percentual foi puxada pelos veículos pesados (ônibus e caminhões), com 141,8%. O segmento emplacou em janeiro e fevereiro 295 unidades e no mesmo período de 2013 somente 122 veículos pesados. Já a soma do acumulado do segmento de autos (3.677) e comerciais leves (1.361) cresceu 6,69% no primeiro bimestr e desse ano, quando foram emplacados 5.038 sobre os 4.722 do ano passado.

Procura por carro ‘zero’ deve cair Apesar do índice de vendas do mês de fevereiro desse ano ter sido maior (8,51%) se comparado ao mesmo período de 2013, o mercado local aponta que, até o final do semestre, a tendência é de que ritmo seja queda nas vendas dos carros zero quilômetro. Essa mesma situação deve se repetir com o segmento de veículos usados,

na avaliação dos empresários e executivos do mercado local. Segundo o gerente de vendas da Braga Veículos, Onias Mota, a baixa deve ser em torno de 5%. Para ele, essa tendência se deve a fatores como o final do estoque de veículos que vieram de dezembro para janeiro deste ano, com o IPI reduzido, e

também por conta da Copa do Mundo. Onias observou ainda que o mercado de carros usados é um mercado forte em Manaus que acompanha o ritmo dos zeros, e acaba fazendo com que as fábricas também o estimulem também. “Mas, quando a economia fica ruim, os segmentos sofrem juntos”, observou o gerente.

Setor tentar repetir desempenho De olho na queda de 16,7% de fevereiro deste ano em comparação com janeiro, o gerente de vendas da Via Marconi, Antônio Carlos da Costa Lima, afirmou que, se a empresa conseguir vender pelo menos o mesmo volume de carros zero que comercializou no ano passado, ela estará no lucro. Segundo ele, o mercado

começou a ficar estagnado, situação que deverá se manter nos próximos meses. “A tendência é de queda, independentemente de Copa Mundo”, afirmou De acordo com o gerente de Vendas da Braga Veículos, Onias Mota, sem a isenção do IPI neste período a montadora GM manterá descontos maiores que o oferecido pelo governo fe-

deral. Neste caso, os bônus oferecidos podem chegar a R$ 5 mil. Empréstimo O crédito oferecido pelos bancos é outro fator que deverá ajudar a manter o ritmo de vendas. No entanto, a recuperação com níveis maiores de negócios deverá ocorrer somente no segundo semestre.


B2

Economia

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

Consumidores estão mais preparados para comprar Pesquisa realizada pela Boa Vista Serviços mostrou também que 84% da população está mais ciente sobre os seus direitos na hora de consumir IONE MORENO

Nos últimos anos, os brasileiros, entre eles, amazonenses, apresentaram progresso nas relações de consumo com empresas

P

esquisa eletrônica da Boa Vista Serviços, administradora do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), revelou que 93% dos consumidores avaliados estão mais preparados para tomar decisões de compra, 84% mais conscientes sobre seus direitos, e 65% sentem-se mais respeitados pelas empresas do que há quatro anos. A intenção do levantamento foi conhecer a percepção do consumidor acerca de

CELULARES

questões relacionadas a seus direitos, crédito e consumo, no mês em que se comemora o Dia Mundial do Consumidor. Na pesquisa, 80% declaram que o acesso ao crédito está mais fácil hoje se comparado há quatro anos, enquanto 20% avaliam que, ao contrário, está mais difícil. No quesito renda familiar, manter as contas em dia está igual a 2013 para 41% dos consumidores. No entanto, para 34% dos consumidores está mais difícil manter as

contas e apenas para 25% dos consumidores está mais fácil, considerando a renda familiar mensal atual. “A pesquisa mostra um amadurecimento do consumidor, sobretudo em relação ao uso do crédito e ao consumo. O consumidor está mais protagonista de sua vida financeira, o que é saudável”, avaliou o presidente da Boa Vista Serviços, Dorival Dourado. A pesquisa da Boa Vista Serviços mostrou que 65% dos consumidores preferem reali-

CURSOS DIVULGAÇÃO

Anatel vai bloquear os ‘piratas’ A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) começou ontem a fazer um diagnóstico dos celulares piratas - sem homologação -, que operam no país. A ideia é que, após a análise, sejam anunciadas medidas para que só permaneçam os celulares regulamentados, bem como o cronograma para retirada dos aparelhos irregulares. Não há prazo definido para que a Anatel conclua o levantamento dos aparelhos piratas. Futuramente, os aparelhos sem a certificação do órgão regulador deixarão de ser habilitados pelas operadoras do serviço. Em um primeiro momento, a medida valerá para novas habilitações e a expectativa é que os celulares em funcionamento, mas sem homologação, passem por um processo natural de substituição. Identificação A identificação do aparelho será feita pelas operadoras de telefonia no ato de ativação do acesso do usuário, quando é inserido um chip de celular para a utilização do telefone. Nesse momento, a prestadora faz a leitura de um número de série do terminal, conhecido como Imei. Se o aparelho não é homologado, não será habilitado. A Anatel recomenda que os usuários só comprem aparelho com selo da agência, uma garantia de que o telefone segue as normas de segurança e de qualidade da regulamentação brasileira.

zar o pagamento das compras à vista ou em parcela única. Dos 35% que preferem pagar em prestações, 76% utilizam o cartão de crédito parcelado, 20% preferem carnê/boleto e cheque pré-datado, e 4% o cartão de débito. Os principais sonhos de consumo, nos próximos 12 meses, dos consumidores participantes desta pesquisa são: 41% comprar carro/moto, 41% bens duráveis, 39% comprar imóvel e 33% móveis/reforma da casa.

Iniciativa permitirá aos que já concluíram o ensino médio a capacitação pelo Pronatec

Senai oferecerá 26 mil vagas Até o próximo dia 21, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) vai oferecer 26 mil vagas em cursos técnicos dentro da primeira edição de 2014 do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). A iniciativa garante a quem já concluiu o ensino médio fazer um curso pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). As inscrições foram abertas ontem no portal sisutec. mec.gov.br. Com duração de 800 a 1,4 mil horas/aula (até dois anos), os cursos técnicos oferecem conhecimentos teóricos e práticos, e preparam para a entrada no mercado de trabalho. Os do Senai são direcionados es-

pecificamente para atuação na indústria. As vagas serão ocupadas, prioritariamente, por estudantes que tenham cursado o ensino médio completo em escolas da rede pública ou, se em instituições privadas, na condição de bolsista integral. O aluno também deverá ter se submetido à edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) referente ao ano de 2013 e ter obtido nota acima de zero na prova de redação. Das 291.338 vagas oferecidas pelos institutos federais de educação, pela rede estadual, pelas instituições do Sistema S e por escolas privadas – 26 mil são do Senai nas 27 unidades da federação. É mais que o dobro do ofertado na primeira edição em 2013 (11 mil). Os

estudantes que obtiverem notas para as vagas nas escolas do Senai terão isenção das taxas de matrícula e mensalidade, além de apoio para transporte e alimentação, material escolar e material didático. Os resultados da primeira chamada estão previstos para 25 de março, e a segunda chamada para 1º de abril. As aulas iniciarão no período de 14 de abril a 12 de maio. O Senai é um dos principais parceiros do Ministério da Educação na oferta de vagas pelo Pronatec. Em 2013, foram 560 mil matrículas em cursos técnicos e de formação inicial e continuada. A previsão é que esse mesmo número de vagas seja alcançado ainda no primeiro semestre de 2014.

Linha com a Previdência *MARIA DO CARMO CASTRO

ALERTA À POPULAÇÃO A Assessoria de Comunicação da Dataprev da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev) está alertando os segurados da Previdência Social sobre tentativas de fraude utilizando correspondências e boletos bancários atribuídos à Dataprev. Segundo esclarece comunicado assinado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e Dataprev, os dados dos segurados podem ser atualizados a qualquer momento, gratuitamente, nas Agências da Previdência Social; o pagamento dos benefícios previdenciários está garantido a todos por direito, não é preciso pagar nenhum tipo de taxa extra por meio de boleto bancário; a Dataprev não envia correspondência aos segurados da Previdência Social, nem pela via postal e nem por e-mail; o INSS e a Dataprev não enviam pedidos de atualizações de segurança e nem links para realização de procedimentos online que envolvam instalação de programas no computador do usuário.Em caso de dúvida quanto à autenticidade de um e-mail, carta ou telefonema relacionado à Previdência Social o segurado deverá ligar para Central de Atendimento 135. AGÊNCIA IRANDUBA Os 40,8 mil habitantes do município amazonense de Iranduba terão agora mais comodidade na hora de procurar os serviços e benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Uma Agência da Previdência Social (APS) foi entregue aos segurados na última sexta-feira (14). Ao todo são 28.979 pessoas na área urbana (71,1%) e 11.802 na rural (28,9%) – de acordo com dados do último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)- que poderão ser beneficiados com a instalação da agência. Inicialmente, serão pagos 2.611 benefícios em Iranduba, todos os meses, o que representa um investimento social de R$ 1.983.742,76. O município recebeu, em janeiro deste ano, R$ 1.574.513,29 a título de transferência do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Isso significa que a Previdência Social é uma das responsáveis pela dinamização da economia da região. A APS Iranduba faz parte do Programa de Expansão da Rede de Atendimento do INSS (PEX), que prevê a instalação de unidades de atendimento em municípios com mais de 20 mil habitantes. O estado do Amazonas está contemplado com 18 dessas APSs. A edificação está em terreno doado pela Prefeitura Municipal de Iranduba, o que reduziu o investimento para R$ 990,7 mil. ANTECIPAÇÃO DE PAGAMENTO Foi autorizada a antecipação do pagamento do valor de uma renda mensal a beneficiários que moram no município de Humaitá (AM) e solicitem o adiantamento. A medida foi autorizada por meio da Portaria nº 77, do Ministério da Previdência Social (MPS). O objetivo é ajudar beneficiários que estejam em dificuldades por causa da situação de calamidade pública na cidade, reconhecida pelo Governo Federal. As chuvas dos últimos meses causaram vários pontos de inundação em Humaitá. A medida vale para os segurados que recebem benefícios de prestação continuada previdenciários ou assistenciais. O termo de opção solicitando o adiantamento de uma renda mensal pode ser assinado pelo segurado no mesmo banco em que ele recebe o pagamento. Não terão direito ao adiantamento aqueles segurados que recebem benefícios temporários, como o auxílio-doença, salário-maternidade e auxílio-reclusão. Além do adiantamento da renda, o INSS também vai antecipar o calendário de pagamentos mensais para o dia 25 de março, data prevista para o início dos depósitos da folha deste mês, para todos os segurados de Humaitá. Nesta data, eles poderão sacar o benefício sem ter que esperar a ordem prevista no calendário de pagamento de aposentados, pensionistas e demais segurados daquela cidade que iria até o dia 7 de abril. CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA O prazo para o pagamento da contribuição previdenciária, referente ao mês de fevereiro, de contribuintes individuais, facultativos e empregadores domésticos encerrou ontem (17). A partir desta data, as contribuições atrasadas são cobradas com multa diária de 0,33%, regida pela taxa Selic mensal. O cidadão que recolhe sobre o salário mínimo deve ter como referência o mínimo vigente de R$ 724, pagando R$ 144,80 referentes à alíquota de 20%. No caso dos empregados domésticos, 12% se referem à contribuição do empregador e 8% à do trabalhador. Para os contribuintes que optaram pelo plano simplificado de contribuição previdenciária, a alíquota é de 11% sobre o salário mínimo, o que significa uma contribuição de R$ 79,64. Aqueles que recolhem acima do mínimo também devem levar em conta as faixas de contribuição. Os percentuais são de 8% para os que ganham até R$ 1.317,07; de 9% para quem ganha entre R$ 1.317,08 e R$ 2.195,12; e de 11% para os que ganham entre R$ 2.195,13 e R$ 4.390,24. CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA 2 A alíquota do empregador é sempre de 12% em todas as três faixas.O prazo para realizar a contribuição previdenciária de contribuintes individuais, facultativos e empregadores domésticos vence, geralmente, no dia 15 de cada mês, quando esta data cai em feriado ou final de semana, como aconteceu na competência de fevereiro, é transferida para o primeiro dia útil subsequente. As donas de casa de famílias de baixa renda (ou donos de casa) e o empreendedor individual que contribuem com a alíquota de 5% sobre o salário mínimo recolhem R$ 36,20 – valor de referência para 2014. O prazo para o recolhimento da contribuição das donas de casa também venceu na segunda-feira (17). Já o prazo para o recolhimento das contribuições do empreendedor individual vence no dia 20 de março.


Economia

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

B3

Geração de empregos no Estado volta a crescer

Apesar de pequeno, saldo de vagas com carteira assinada em fevereiro foi superior a janeiro graças ao setor de serviços AG BRASIL

ANDRÉ TOBIAS Especial EM TEMPO

O

setor de serviços alavancou o número de empregos com carteira assinada no último mês de fevereiro, quando criou um saldo de 458 vagas celetistas. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), referentes ao mês de fevereiro de 2014, o Amazonas melhorou seu desempenho em relação a janeiro e obteve um saldo positivo de 75 novos postos de trabalho. A indústria, que liderou a geração de empregos em janeiro, apresentou o pior resultado dentre os setores da economia do Estado no último mês. Foram 4.603 admissões contra 4.915 demissões, ou seja, houve a perda de 312 empregos no pólo industrial. A construção civil (-110), o comércio (-89) e a administração pública (-15) também apresentaram números negativos em fevereiro. O presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), Wilson Périco, avaliou a perda de postos de emprego no polo industrial como normal. Para ele, a perda de pouco mais de “300 empregos num universo de 120 mil é normal”, e é reflexo do término dos contratos por tempo determinado, ainda firmado para a época de final de ano. Sobre os próximos meses ele revela a expectativa para a indústria. “Por conta da Copa do Mundo, o setor de

eletroeletrônicos promete crescer bastante. Estamos acompanhando também a recuperação do polo de duas rodas. Se o Brasil for campeão, os números podem ser bem positivos. Mas vamos aguardar, este ano tem eleição e existem alguns assuntos pendentes referentes à Zona Franca de Manaus em Brasília. Não é um ano fácil, mas tem tudo para ser um ano positivo”, afirmou Périco. Desempenho Após o segundo pior janeiro do Amazonas nos últimos

COLOCAÇÃO

Na comparação com outros Estados, e à frente apenas de Alagoas, Rondônia, Amapá, Maranhão e Pernambuco, o Amazonas obteve o 22° melhor saldo dentre todos os entes da Federação 12 anos em relação à evolução do emprego formal, quando o Estado apresentou a eliminação de 2.658 postos de trabalho no primeiro mês deste ano, o setores da economia em fevereiro, admitiram, juntos, 16.607 pessoas e demitiram 16.532, gerando um saldo de 75 novos empregos. Além do setor de serviços, contribuíram também para o número positivo os ramos do extrativa mineral, com saldo de seis vagas, serviços industriais de utilidade pública com saldo de 22 empregos formais e agropecuária com 115 vagas.

Para empresários da indústria, saldo de 300 empregos no universo de 120 mil trabalhadores no polo fabril de Manaus é “normal”

AM entre os piores no ranking O Amazonas foi um dos piores na geração de empregos em fevereiro na comparação com as demais unidades da Federação. O Estado ocupou somente a 17ª posição. Nas demissões, o Estado também ficou na 17ª colocação. Segundo dados do Caged, em fevereiro de 2014, foram gerados 260.823 empregos celestiais em todo o país. Este é o segundo melhor fevereiro dos últiSão Paulo foi o Estado que mais gerou empregos mês passado

IPTU

Prefeitura arrecada R$ 71,1 mi A arrecadação parcial do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) chegou em R$ 71,1 milhões nesta última sexta-feira (14), último dia que o contribuinte teve para pagar a cota única com desconto de 17%. O número foi divulgado, ontem, pela Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef). De acordo com o subsecretário de Receita da pasta, apesar do montante representativo, a meta do execu-

tivo não foi atingida. “Estávamos esperando um maior volume até o vencimento. Nossa meta mínima era R$ 78 milhões”, comentou. Do total arrecadado, R$ 66,4 milhões vieram do pagamento da cota única com desconto, opção de 175,8 mil contribuintes. Outros 57,8 mil optaram pelo pagamento parcelado em até dez vezes, o que somou uma receita de R$ 4,5 milhões. Armínio Pontes lembrou que, as notificações do IPTU

mos 12 anos. São Paulo liderou o ranking como o Estado que mais admitiu (614.349), demitiu (536.421) e apresentou o melhor saldo (77.928). Por sua vez, Roraima foi o Estado que apresentou o menor índice de admissões (1.917) e também o de demissões (1.653), respectivamente. Pernambuco foi o Estado com o pior saldo, com a perda de 883 postos de trabalho.

2014, assim como as guias de pagamento, estão disponíveis no portal da Semef (http://semef.manaus. am.gov.br) desde o início do mês de janeiro. “Não há mais desconto, mas o contribuinte que ainda não pagou pode recorrer à internet e emitir sua guia e pagar em qualquer banco. Contamos com o apoio da população para Manaus continuar avançando com as suas obras”, frisou o subsecretário de Receita da Semef.

RECEITA FEDERAL

Apenas 12% declararam o IRPF A Receita Federal do Brasil recebeu, nos primeiros 11 dias de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2014, 38.830 documentos no Amazonas, até às 14h30, horário local. Esse número representa aproximadamente 12% do total aguardado no Estado, que é de 310 mil declarações, até o próximo dia 30 de abril.

Segundo o delegado Leonardo Barbosa Frota, o contribuinte não deve entregar a declaração somente nos últimos dias. “Assim ele poderá evitar possíveis contratempos e, se houver imposto a restituir, provavelmente, o receberá mais rápido”, afirmou Frota. O contribuinte que tiver dúvidas e quiser obter mais informações sobre a

declaração de imposto de renda para pessoas físicas deve acessar o site da Receita Federal no endereço http://www.receita.fazenda.gov.br. Tecnologia O contribuinte amazonense pode declarar o IRPF por meio da internet e também por meio de tablets e smartphones, de acordo com a Receita Federal.


B4

Economia

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

Mudança no FGTS afeta ‘sonho da casa própria’ Ferreira estipula que, caso a Justiça decida a favor da mudança na correção dos saldos, o aumento nas taxas de financiamento habitacional será de, aproximadamente, 11% o que tornaria as operações de crédito do FGTS inviáveis e inacessíveis a significativa parcela da população.

AG BRASIL

MERCADO

Previsão do BC é de que IPCA chegue a 6,11% em 2014

Expectativa é de inflação maior, neste ano, no país As expectativas do mercado para a inflação continuam a se deteriorar. O mercado prevê que o IPCA, a inflação oficial do país, chegue a 6,11% neste ano, segundo o boletim Focus, do Banco Central. Na semana passada, o boletim do BC era de 6,01%. Há um mês, previa-se 5,93%. A elevação ocorre depois de o IPCA de fevereiro ter subido 0,69%, um pouco acima do esperado. Ontem, a FGV informou que o IPC-S subiu de 0,71% na primeira semana de março para 0,84% na segunda semana deste mês. O indicador tinha encerrado fevereiro em 0,66%. No Focus, os analistas elevaram suas previsões para o IPCA de março, de 0,56% para 0,62%. As estimativas para 12 meses

(6,12%) e 2015 (5,70%) não foram alteradas. Entre os analistas Top 5 -aqueles que mais acertam as previsões -, houve ajustes na expectativa de inflação. A mediana de médio prazo para o IPCA em 2014 subiu de 5,89% para 5,99%, mas mesma medida para 2015 cedeu de 5,80% para 5,78%. As projeções desse grupo para a Selic seguiram em 11,75% em 2014 e em 12% m 2015. Eles também veem a inflação de março mais salgada e elevaram a estimativa do IPCA neste mês de 0,65% para 0,69%. Também se deteriorou a expectativa para a alta dos preços administrados, que são aqueles que de alguma forma sofrem a interferência do governo, como a gasolina, a energia elétrica e os medicamentos.

BC defende o princípio da isonomia para determinar o índice de remuneração dos saldos do FGTS para compra da casa própria

IMPOSTO

PROPINA

DIVULGAÇÃO

Ações O FGTS é um depósito bancário efetuado pelos empregadores em nome dos empregados, equivalente a 8% da remuneração paga. É uma poupança que resguarda o trabalhador em casos, como demissão sem justa causa, e serve como forma de financiamento habitacional. O saldo do FGTS é atualizado todo mês, a taxas de 3% ao ano mais a TR. A TR passou a ser usada como índice de remuneração do fundo em 1991, na esteira da edição dos planos econômicos para conter a hiperinflação no país. Há ação Adin no STF que pede a mudança da TR para um índice que reponha as perdas inflacionárias como INPC ou IPCA. No STJ, há um recurso contra decisão que manteve a fórmula vigente de correção do FGTS.

Prorrogado o prazo para a auditoria na Petrobras A presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, afirmou que os trabalhos da auditoria interna que investiga o possível envolvimento da empresa no caso de pagamento de propinas feito pela SBM em todo o mundo ainda não estão concluídos. A previsão inicial, de 30 dias, feita pela empresa, teria o domingo 16 como data final. “O que fizemos foi uma previsão inicial. O trabalho ainda não está concluído. Pode ser que fique pronto até o fim do mês”, afirmou ontem a executiva, na sede da empresa, no Rio. Graça confirmou que a equipe de auditoria da empresa esteve em Amsterdã. A visita da equipe ocorreu em fevereiro. Em 2012, a empresa que aluda plataformas SBM, sediada na Holanda, descobriu, por meio de investigações internas, o pagamento de

propinas em três países, dois fora da África. O nome da Petrobras foi envolvido por meio de um ex-funcionário da SBM, que publicou no site colaborativo Wikipedia, ao fim do ano passado, relato que seria o funcionamento do esquema. Segundo o material, a Petrobras teria sido, entre 2006 e 2011, destino de US$ 139 dos US$ 275 milhões que a empresa teria pago em propinas no mundo. A Petrobras é um dos maiores clientes da SBM. Petroleo Graças afirmou ontem que a necessidade de aumentar a produção de óleo é a prioridade da empresa. Ela explicou que, por esse motivo, nem sempre seguirá na política de desenvolvimento do setor no Brasil, na contratação de embarcações de apoio, como tem defendido o governo.

Governo do Amazonas recolheu R$ 777 milhões em fevereiro

Arrecadação tributária do Estado registra aumento

DIVULGAÇÃO

O

procurador-geral do Banco Central, Isaac Ferreira, afirmou que uma eventual mudança na correção do saldo das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) terá o efeito, na outra ponta, de tornar mais caras as taxas de financiamento habitacional. A autoridade monetária entrou com pedido, na última sexta-feira, para que seja ouvida nos processos que questionam o uso da Taxa Referencial (TR) como índice de remuneração do FGTS e recomendam a sua substituição por um índice que melhor reflita as perdas inflacionárias. No documento enviado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e Supremo Tribunal Federal (STF), Ferreira cita o princípio da isonomia para determinar que o índice de remuneração dos saldos do FGTS seja o mesmo usado nos contratos firmados com seus recursos, como é o caso de financiamentos para compra da casa própria. “A todo o bônus (...) deve corresponder um ônus. Não há recursos infinitos para satisfazer a pretensões infinitas”, diz o procurador na petição.

AG BRASIL

Segundo procurador-geral do BC, alteração na correção do benefício tornará mais caras taxas de financiamento habitacional

Prorrogação foi anunciada pela presidente Graça Foster

O governo do Amazonas registrou novo recorde de arrecadação em fevereiro deste ano. O valor contabilizado com a receita tributária no mês passado chegou a R$ 777 milhões. O resultado é 32,3% superior em valores nominais e 25,2% maior em termos reais em relação ao registrado em fevereiro de 2013, que foi de R$ 587 milhões. Na comparação com números nominais de janeiro deste ano (R$ 714,1 milhões), a arrecadação nesse segundo mês de 2014 foi 8,81% maior. Em valores reais, crescimento da receita do primeiro para o segundo mês do ano foi de 8,06%. No primeiro bimestre, observa o secretário de Estado da Fazenda do Amazonas, Afonso Lobo, a receita tributária já soma praticamen-

te R$ 1,5 bilhão (R$ 1,49 bilhão). Na comparação com o primeiro bimestre de 2013, quando a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AM) registrou R$ 1,16 bilhão, o avanço na receita com impostos e taxas foi de 27,95% em termos nominais e 21,11% em valores reais. “Em nossas projeções, a arrecadação deverá ficar acima da média mensal do ano passado pelo menos até junho. Esse crescimento se deve ao fato de estarmos vivendo um ano de Copa do Mundo, quando aumenta o consumo de televisores. Esse desempenho contribui sobremaneira para o Estado manter a política de investimentos em infraestrutura e em áreas prioritárias em todo o Amazonas, como em saúde, segurança e educação”, destaca o secretário.


Caderno C

Dia a dia MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

diadia@emtempo.com.br

(92) 3090-1041

DIVULGAÇÃO

Crimeia opta por voltar para a Rússia Mundo C8

Técnicos-administrativos da Ufam deflagram greve Paralisação das atividades será por tempo indeterminado, conforme a assembleia geral da categoria realizada ontem ANDERSON VASCONCELOS/ ADUA

Um dos motivos que contribuíram para que a categoria votasse pela unanimidade da greve ontem, foi o descumprimento de pontos do acordo firmado com o governo federal durante a greve de 2012 ISABELLE VALOIS Equipe EM TEMPO

O

s técnico-administrativos da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) entraram em greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada na manhã de ontem, em uma assembleia geral que aconteceu no auditório Paulo Buhrnheim, no setor sul do campus universitário, onde 160 pessoas participavam. Na manhã de hoje, está prevista a realização do primeiro ato público da categoria, ocasião em que os técnicos administrativos em greve devem se reunir em frente à reitoria da universidade, além de confirmar a paralisação como reforço à pauta da greve. A coordenadora-geral do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Superior do Estado do Amazonas (Sintesam), Crizolda Araújo, explicou que um dos principais motivos que colaborou novamente para um retorno à greve foi o caso do descumprimento dos acordos que foram afirmados no qual resultou o fim da greve histórica do ano de 2012. “Continuamos com a luta na qual não passou de um

acordo, pois não foi cumprido, assim como outros técnicos do país a partir desta segunda (ontem) estamos em greve por tempo indeterminado”, reforçou Crizolda. Na assembleia foi apresentado um documento encaminhado pelo Ministério da

ADESÃO

Outro ato está agendado para amanhã no Bosque da Resistência da Ufam entre os técnicos e os docentes que devem decidir na tarde de hoje sobre a paralisação e informar se vão aderir ao movimento grevista Educação (MEC) que expõe uma série de pontos com a intenção de dispor alguns assuntos com a categoria, mas na avaliação dos grevistas a realidade do ato é diferente, pois seria uma forma de desmobilizar a categoria que vinha se preparando para o momento grevista. A decisão da paralisação também ocorre para os técnicos que atuam na área odontóloga; o hospital universitário Getúlio Vargas;

ambulatório Araújo Lima; e a biblioteca da Ufam, mas apenas os serviços considerados essenciais serão mantidos o restante será de esvaziamento do local de trabalho. Reivindicações Os técnicos presentes na assembleia afirmaram com o sindicato que no período de greve, o trabalho será voltado na luta pela categoria. Entre as reivindicações da classe estão o aprimoramento do trabalho, item que tem sido discutido desde o ano de 2005; piso salarial que atualmente são dois salários mínimos - eles lutam para o mínimo ser de três salários -, além do reposicionamento dos aposentados. Durante a assembleia também foi aprovada a criação das comissões de mobilidade, imprensa, finança e ética, como também a eleição de um representante do estado, na ação nacional. Os representantes da Associação dos Docentes da Ufam (Adua), da Associação dos Servidores da Ufam (Assua) e do Diretório Central dos Estudantes (DCE/ Ufam) também participaram da assembleia.

Professores também protestam Aproximadamente cem professores das redes municipal e estadual e ensino saíram em carreata da sede do governo em direção à Prefeitura de Manaus, na avenida Brasil, bairro Compensa, Zona Oeste. O ato que ocorreu na manhã de ontem (17), simbolizou o Dia Nacional de Paralisações. Em âmbito nacional o movimento é coordenado

pela Confederação Nacional de Educação (CNTE). O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam), Marcus Libório, explicou que a pauta da categoria é em cumprimento da Hora de Trabalho Pedagógico (HTP), vale-alimentação, valetransporte, plano de saúde e concurso público, relatados

em um documento que deve ser entregue ao governador do Estado. Ainda segundo ele, o piso nacional não é cumprido em todos os municípios do Amazonas, e o sindicato quer ampliar o diálogo com o governo do Estado para atuar junto ao interior num diálogo que possibilite o pagamento do piso para os professores. REPRODUÇÃO

Sinteam realizou ato nessa segunda-feira, em Manaus, pelo Dia Nacional de Paralisações


C2

Dia a dia

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

Famílias são notificadas por invadir área proibida A

Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semmas) notificou na manhã de ontem, em torno de dez famílias que invadiram áreas de preservação ambiental na cidade. De acordo com fiscais do órgão, a identificação das áreas invadidas só foi possível por meio de denúncias de moradores e do monitoramente feito por um GPS de uso exclusivo do órgão. As primeiras famílias a serem notificadas construíram duas casas na rua Rio Maguabi, no Corredor Ecológico do Mindu, Zona Leste. Conforme o fiscal da Unidade Executora do Programa de Infraestrutura Urbana e Ambiental de Manaus (UEP), Paulo César Freitas, a área invadida foi indenizada em dezembro do ano passado, para a realização das obras do Corredor do Mindu. “As famílias alegam que não tem onde morar, mas essa área já havia sido desocupada, portanto, não é permitido novas indenizações no mesmo local”, disse. Outras invasões nos bairros Zumbi e Monte Sião na Zona Leste também foram visita-

das por fiscais da Semmas. As famílias também foram notificadas e tem um prazo de 10 dias para sair do local, caso premaneçam vão responder por crime ambiental. “Demos um prazo para essas famílias, agora vamos esperar e depois de 10 dias voltar novamente nos locais. Se elas continuarem por aqui vamos acionar a polícia e eles vão responder pelo crime ambiental”, explicou. Já na rua Evaristo Normande, no conjunto João Paulo 2, Nova Cidade, Zona Norte, os fiscais constataram que a invasão existe, porém não estava em uma área de preservação ambiental. A Superintendência de Habitação do Amazonas (Suhab) foi informada pela fiscalização do órgão da existência da mesma e vai tomar as devidas providencias. Prosamim No Prosamim, no igarapé da Sapolândia, nas ruas Álvaro Maia e Desembargador João Machado, no Alvorada 1, na Zona Centro-Oeste, os moradores denunciaram que alguns vizinhos estariam aumentando o quintal de suas casas e murando até a parte da calçada, o que impede a passagem de pedestres.

DIVULGAÇÃO

CHEIA

Fiscal da Semmas utiliza GPS especial para identificar se área foi ou não ocupada irregularmente pelas famílias denunciadas

Obras do complexo viário serão concluídas em maio FÁBIO OLIVEIRA Equipe DO AGORA

Defesa Civil envia toneladas de alimentos às vítimas MICHELLE FREITAS Equipe DO AGORA

O Governo do Amazonas por meio do Subcomando de Ações de Proteção e Defesa Civil do Amazonas (Subcomadec), enviou equipes para levar alimentos não perecíveis as famílias que moram nos municípios de Manicoré, Novo Aripuanã, Borba e Nova Olinda do Norte. Esses municípios decretaram na última quinta-feira (13) estado de emergência em decorrência da cheia. De acordo com a assessoria da Defesa Civil, ainda está sendo contabilizado o número de alimentos enviados, mas ao todo, o órgão já entregou mais 150 toneladas de alimentos não perecíveis, aos municípios afetados. Também foram enviados a todos esses municípios mais de 20 mil kits de higiene, cinco mil kits de dormitório (colchões, rede, lençóis, travesseiro e cobertor), 50 mil litros de água mineral, 10 kits com 19

itens de medicamentos, 200 caixas de hipoclorito de sódio, 50 barracas de campanha para os desabrigados, além do suporte de combustível, gás e transporte para logística. Além dos municípios citados acima já decretaram situação de emergência: Guajará, Ipixuna e Envira, na calha do Juruá; Boca do Acre, Pauini, Canutama, Lábrea, na calha do Purus; e Apuí, na calha do Madeira (rio Aripuanã). O município de Humaitá está em calamidade e já obteve o reconhecimento estadual e federal. Humaitá enfrenta o desabastecimento de gás, energia, combustível e diversos itens da cesta básica. Dois municípios ainda estão em alerta: Eirunepé e Autazes. Nove municípios estão em situação de atenção: Parintins, Barreirinha, São Sebastião do Uatumã, Nhamundá, Urucará, Boa Vista do Ramos, Maués, Itacoatiara e Urucurituba. A quantidade de pessoas afetadas chega a 66.754, sendo 13.349 famílias afetadas.

O Complexo Viário Santos Dummont, localizado entre as avenidas Santos Dummont e Torquato Tapajós, na Zona Oeste de Manaus deverá ser entregue à população amazonense no dia 30 de maio. O anúncio foi feito pelo diretor de engenharia da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Antônio Nelson, durante visita realizada pelo prefeito de Manaus, Arthur Neto ao canteiro da obra, na manhã de ontem. Conforme Arthur Neto, a obra de terraplanagem está com 50% concluída e o serviço de asfaltamento deverá ser iniciado em breve. “É uma obra de fôlego, estamos dentro do tempo previsto, mesmo com as intensas chuvas ocorridas, mas já devemos começar o asfaltamento que

será de alto nível”, disse tucano ao confirmar que outros projetos visando à melhoria na mobilidade urbana devem ser feitos ainda este ano. Com o complexo construído e pronto, o tráfego deverá desafogar nas Zonas Norte e Oeste da capital, onde o trânsito é intenso nos horários de pico. “Não é um simples viaduto nem passagem de nível, é na verdade, a junção das duas coisas. É um complexo viário que deve melhorar a circulação nas proximidades”, explicou o prefeito. Conforme a Seminf, as rodovias BR-174 (Manaus – Boa Vista) e AM – 010 (Manaus – Itacoatiara) também devem ser beneficiadas. A fiscalização da construção foi acompanhada pelo secretário da Seminf, Luiz Borges, de José Nasser, diretor da Construtora J. Nasser Engenharia, responsável pela obra.

Aproximadamente 3 mil profissionais estão aptos a votar

Dentistas se preparam para escolher a nova diretoria DIVULGACAO

Alimentos foram encaminhados às vítimas da cheia no AM

CRO-AM

SANTOS DUMONT

GIOVANNA CONSETINI / ARQUIVO EM TEMPO

MICHELLE FREITAS Equipe DO AGORA

IONE MORENO

Consideradas áreas de proteção ambiental, as três localidades foram alvos de ocupação irregular nas zonas Norte e Leste

Prefeito Arthur Neto visitou as obras ontem pela manhã

Em torno de 3 mil cirurgiões-dentistas do Amazonas, devidamente inscritos no Conselho Regional de Odontologia (CRO-AM), estão convocados para participar da eleição que escolherá a nova diretoria da autarquia na gestão 2014-2016. A votação será realizada na próxima sexta-feira (21), das 8h às 17h, na sede do órgão, localizada na Rua Silva Ramos, 71, Centro de Manaus. De acordo com a presidente do CRO-AM, Vera Louzada, o voto é obrigatório e o profissional que não comparecer para votar, deverá justificar a ausência por meio de documentos em até oito dias da data de realização do pleito, ou seja, até o dia 2 de abril. Até essa segunda-feira, apenas a Chapa 1, está homologada pela Comissão Eleitoral

e pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) para concorrer ao pleito. A presidente do CRO-AM destaca que todo o processo é conduzido pela Comissão Eleitoral com o rigor da legislação estabelecida pelo Conselho Federal de Odontologia, a Resolução nº 80/2007, que trata do Regimento Eleitoral. “Todas as ações e deliberações que acontecem dentro do processo eleitoral são conduzidas pela Comissão Eleitoral, conforme prevê a nossa legislação, sem nenhuma interferência do conselho regional”, disse. Vera Louzada ressalta que para votar, é necessário que o profissional esteja em dia com o conselho e leve o documento de identidade ou qualquer outra documentação oficial com foto.


Dia a dia

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

C3

Convênio técnico viabliza Sala Cirúrgica Inteligente O

governador Omar Aziz assinou na manhã de ontem, um acordo de cooperação técnica para implantação da Sala Cirúrgica Inteligente na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), que vai permitir a realização de cirurgias minimamente invasivas naquela unidade hospitalar. Além da FCecon, o acordo, que envolve investimentos de R$ 3.150.505,20, abrange as principais instituições de ensino e pesquisa do governo do Estado – Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti-AM), Fundação de Amparo de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Durante a assinatura do convênio, que contou com a presença da presidente do Fundo de Promoção Social (FPS), a primeira-dama Nejmi Jomaa Aziz, do vicegovernador José Melo, e do secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, além dos gestores das instituições envolvidas, o governador destacou o grande alcance do investimento que está

CHICO BATATA/AGECOM

Investimento em mais de R$ 3 milhões auxiliará a FCecon na diminuição de cirurgias minimamente invasivas em várias áreas sendo feito para montar a sala cirúrgica, em relação ao seu custo-benefício. “São investimentos pequenos, mas que beneficiam muitas pessoas. Esse tipo de cirurgia é rápida e possibilita também uma recuperação

ATENDIMENTO

De acordo com o diretor da FCecon, Edson Andrade, as áreas abrangidas no projeto são urologia, cirurgia oncológica, ginecologia, cirurgia toráxica, neurocirurgia, ortopedia e enfermagem Governador do Amazonas, Omar Aziz destacou os benefícios a serem conquistados com a implantação das salas inteligentes

rápida. Isso é bom, porque permite uma rotatividade maior de pacientes no hospital nos ajudando a melhorar nossa resolutividade”, disse Omar Aziz, ao ressaltar que a tecnologia deve ser implantada nas outras unidades hospitalares do Estado. O diretor da FCecon, Edson Andrade, destacou a eficiência das cirurgias pouco invasivas, que, além de trazerem o mínimo de dano, permitem uma recuperação rápida.

Tecnologia será pioneira na Região Norte A presidente da Fapeam, Maria Olívia Simão, observou que o projeto da Sala Cirúrgica Inteligente cria também o primeiro núcleo de pesquisa e cirurgia nesse campo da Região Norte, destinado a formar mão de obra especializada para utilização dessa tecno-

logia em outros hospitais do Estado. Além disso, o espaço vai elevar o nível de formação médica e proporcionar pesquisas de ponta na área de cirurgia minimamente invasiva, destacando o Amazonas no cenário científico nacional e internacional.

O secretário da Secti, Odenildo Sena, destacou o tipo de parceria, que envolveu as diversas instituições do Estado, o que, segundo ele, abre novas possibilidades no campo da pesquisa em medicina no Amazonas. Posteriormente, a implantação da Sala Cirúrgica

Inteligente possibilitará a criação de um núcleo de cirurgia robótica - o primeiro do Norte e Nordeste do Brasil. Do total de investimentos a serem aplicados na sala Cirúrgica Inteligente, R$ 1.291.438 são da Fapeam e R$ 1.859.067,20 da UEA.


Dia a dia

C4

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

Detento é morto após “brechar” visita íntima JUCÉLIO PAIVA Equipe do AGORA

O

detento Diego Figueiredo Marinho, 26, foi espancado até a morte dentro de uma cela do pavilhão 1, do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), localizado no km 8 da BR-174 (Manaus-Boa Vista), na manhã de ontem. O suspeito do crime identificado como Aguinaldo Rufino de Carvalho, 51, relatou em depoimento à polícia, que cometeu o espancamento, seguido de morte, porque flagrou Diego o “brechando” no momento em que mantinha relações sexuais com sua companheira - cujo nome não foi divulgado -, durante a visita íntima, ocorrida na tarde do último domingo (16), nas dependências do presídio. Diego, que cumpria pena no regime fechado do Compaj pelo crime de latrocínio - roubo seguido de morte -, cometido em 2009, dividia a cela com o suspeito do crime que o espancou. O corpo dele foi encaminhado para Instituto Médico Legal (IML) A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros

RICADO OLIVEIRA

Diego Marinho foi espancado até a morte por Aguinaldo Carvalho, em uma das celas do Compaj, no último domingo (DEHS) e o 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP) investigam se o crime teve participação de outros detentos. Na delegacia, Aguinaldo assumiu a autoria do homicídio e alegou em depoimento ao delegado Paulo Benelli, que praticou o crime por já ter flagrado Diego brechando-o outras vezes, durante as visitas íntimas que ele mantinha com a companheira. De acordo com o artigo 47, da Lei de Execuções Penais (LEP), o preso tem direito à visita do cônjuge, da companheira, de parentes e até mesmo de amigos, em dias determinados. Sindicância Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejus )informou que o detento foi morto por volta das 7h, e que instaurou uma sindicância para apurar as circunstâncias que levaram à morte do detento. O acusado do crime, que já responde a dez inquéritos na Justiça, sendo um deles por homicídio, foi autuado pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil, em seguida encaminhado novamente ao Compaj.

Crime aconteceu nas dependências do Comapj, no regime fechado, minutos após o suspeito receber a visita íntima da companheira

EXTORSÃO ARTHUR VASTRO/ AGORA

TRIBUNAL DO JÚRI

TJ pretende julgar 50 processos INTERIOR

De acordo com a juíza da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Mirza Telma, as Comarcas do interior também estão com processos pautados para a semana, como Presidente Figueiredo, Eirunepé e Iranduba ma da banalização do crime de homicídio nos centros urbanos e destacou o trabalho e o esforço de juízes, servidores, promotores de Justiça, advogados, defensores públicos na aplicação da justiça a fim de responsabilizar os responsáveis por esses crimes.

Segundo ele, o julgamento popular é o mais democrático que existe, pois os jurados são escolhidos entre pessoas do povo, e lembrou que nos últimos anos os casos de homicídios aumentaram significativamente, causando assim, um acúmulo de processos no Judiciário. “São muitos casos a cada dia, mas os nossos magistrados estão empenhados em julgar o maior número de processos possível. Nessa semana, teremos sessões do júri em várias Comarcas do interior também”, disse o presidente, do TJAM ao conversar com juízes, jurados, promotores, defensores e oficiais de Justiça presentes no Plenário. Em Manaus, a meta é julgar

50 processos em cinco dias, um número muito maior que o habitual, quando são feitos entre cinco e dez julgamentos do júri em uma semana. O trabalho está mobilizando mais de 70 profissionais, entre juízes, servidores, oficiais de justiça, promotores, defensores públicos e advogados. A iniciativa é do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para alcançar a Meta 04 da Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp), que prevê o julgamento, até outubro de 2014, de todas as ações penais de homicídios dolosos (com intenção de matar) que tenham recebido denúncia até 31 de dezembro de 2009.

Comerciante alega que policiais queriam extorquir R$ 20 mil

Policiais foragidos devem se apresentar hoje à polícia IVE RYLO E THAÍS GAMA Equipe EM TEMPO E AGORA RAPHAEL ALVES/ TJAM

A 1ª Semana Nacional do Tribunal do Júri no Amazonas foi aberta na manhã de ontem, pelo presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargador Ari Jorge Moutinho da Costa. O evento está sendo realizado em todos os Tribunais de Justiça do Brasil, e se estende até a próxima sexta-feira (21) e tem o objetivo de aumentar o número de processos julgados, envolvendo casos de crimes contra a vida e denunciados até 31 de dezembro de 2009. A abertura dos trabalhos ocorreu no Plenário do Tribunal do Júri Luiz Augusto Santa Cruz Machado, no Fórum Ministro Henoch Reis, bairro do Aleixo, em Manaus. Em seu discurso, Moutinho enfatizou o proble-

Desembargador Ari Moutinho e a juíza Mirza Telma de Oliveira, durante a abertura da 1ª Semana do Tribunal de Júri

Os policiais civis Walter Felício de Almeida Rossi e Marcelino da Silva Júnior devem se apresentar hoje na sede a Polícia Civil, conforme informaçòes da assessoria de comunicação da instituição. A dupla é suspeita de participar do sequestro e da tentativa de extorsão contra a comerciante Ana Maria Batista Leite, 43, mantida refém em uma das celas do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP). O investigador Eber Batista e o motorista José Antônio da Silva Melo foram presos em flagrante, já Marcelino e Walter conseguiram fugir pulando o muro da delegacia. O comunicado veio por meio dos advogados da dupla, na tarde de ontem. “Os advogados deles já entraram em contato conosco e eles deverão ser apresentados nesta terça-feira (18). Se

comprovada a participação, eles deverão ser autuados por extorsão e sequestro, a exemplo do que ocorreu com Eber e José Antônio”, informou a polícia. A Polícia Civil informou que as investigações em torno da denúncia - que envolve três investigadores e um motorista da instituição em conduta errada durante serviço - continuam em andamento. O inquérito policial foi encaminhado à Corregedoria Geral do Sistema de Segurança Pública do Estado (SSP-AM), que ficará responsável por aplicar o procedimento disciplinar cabível Eber e José Antônio foram afastados das atividades e estão presos na carceragem da Delegacia Geral, no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Sul. A prisão em flagrante aconteceu na noite da última sexta-feira (14) pela Força Especial de Resgate e Assalto (Fera). Em nota, a SSP, informou que o caso já esta sob os cuidados da Corregedoria.


Dia a dia

C5 REPRODUÇÃO

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

JENER BRITO

Temos PROPOSTAS para CONTRIBUIR e melhorar A UNIVERSIDADE IVE RYLO Equipe EM TEMPO

A

A universidade está em fase de transição e precisa de investimento em infraestrutura e no corpo docente. Observamos o estrangulamento das unidades. A comunidade não participou como deveria

primeira eleição direta para a reitoria da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) será realizada nesta quinta-feira (20). Três chapas disputam o pleito. Uma delas é a Chapa 22, representada pelo candidato a reitor, Jener Juscelino da Silva Brito e a vice reitora, Maria das Graças de Carvalho Barreto. Com uma experiência de 10 anos na universidade, o professor de Física da Escola Superior de Tecnologia (EST), conhece bem as necessidades da instituição e junto à equipe, desenvolveu um plano de administração que busca sanar os problemas vivenciados pela comunidade acadêmica. Se eleito, Jener Brito pretende investir na estrutura da instituição, sem esquecer-se da contratação de mais professores, favorecer cursos de mestrado e doutorado para o interior entre outros pontos. Ele também acredita que o projeto da cidade universitária vai de encontro com às necessidades da instituição e defende melhorias e ampliação da atual estrutura de Manaus e no interior. EM TEMPO - Por que escolheu concorrer às eleições para reitoria da universidade? Jener Brito - Na verdade a gente já vem participando de alguns pleitos, nas primeiras eleições para diretoria. Queremos principalmente contribuir com o processo democrático. Este é um momento histórico para a UEA em que teremos eleição. Antes, todos os reitores foram designados pelo governador, inclusive

o atual. Temos propostas para contribuir e melhorar a universidade. EM TEMPO - Qual a situação da UEA hoje? Jener Brito - Diria que a universidade está em fase de transição e precisa de investimento em infraestrutura e no corpo docente. Observamos um estrangulamento das unidades. A comunidade não participou como deveria das decisões do projeto “cidade universitária” e há necessidade de convocar professores e alunos e, é isso que a gente quer. Nossas necessidades são outras, acredito que é importante investimento maior nas unidades de Manaus e do interior. O projeto da cidade universitária, como está, trará problemas ambientais, logísticos e não é a melhor solução para a universidade. A gente entende que a área em Iranduba deveria ser melhor aproveitada, como um local de pesquisa para biotecnologia, manejo florestal. Entendemos que isto (a construção da cidade universitária) não é o melhor e iria contra os interesses da universidade. Nossa chapa é contrária a transferência das unidades de Manaus para Iranduba, defendemos a permanência com melhorias, novas construções, ampliação na estrutura física, nas salas de aula, bibliotecas, laboratórios. Não apoiamos a continuidade do projeto da “cidade universitária”. EM TEMPO - Então se eleito, de que maneira o senhor pretende contornar a situação e quem sabe até evitar a continuidade do projeto? Jener Brito - A gestão da universidade tem que ser feita de forma autônoma,

com autonomia financeira e de gestão. De forma democrática e com a participação da comunidade acadêmica iremos trabalhar para sensibilizar o governo de que não é a melhor solução. Queremos convocar a comunidade e depois deliberar a continuidade ou não do projeto, já que os recursos são da universidade. A universidade tem autonomia financeira e patrimonial. Não adianta um investimento maciço desta natureza em Iranduba, que não precisamos no momento. Precisamos de melhoria nas unidades da capital e no interior. EM TEMPO - De que maneira a expansão física das unidades poderiam ser feita na capital? Jener Brito - Em Manaus a área construída da universidade é de 21 mil metros quadrados hoje. O terreno da Escola Superior de Tecnologia (EST) é de 91 mil metros quadrados de uma área bem localizada, de fácil acesso para quem vem das zonas norte e leste e da Ponta Negra. Não é falta de área que nos impede de expandir. Temos inclusive um projeto de construção na EST. Não há necessidade de fazer o investimento na cidade universitária, que diria que seria até um desperdício de dinheiro público. Temos que incorporar a área de Iranduba para pesquisa, para realização de testes para os cursos de engenharia naval, ciências agrárias, biologia, pó exemplo. Esta devastação como esta prevista no projeto inicial da cidade universitária, como vemos no projeto, com pouca vegetação, somos contra. Não é um projeto ecologicamente sustentável. EM TEMPO - Que mu-

danças são mais urgentes para serem implantadas na instituição? Jener Brito - Investimentos em pessoal, contratar mais professores para ter uma situação mais confortável, sem muita rotatividade como temos hoje e garantir a construção do estatuto da universidade. Também há necessidade de favorecer cursos de mestrado e doutorado para o interior. Assim como na capital, no interior há necessidade de melhorar a infra-estrutura, porque há carência grande de laboratórios. O interior tem que ser prioridade de fazer o possível para melhorar. EM TEMPO - Quais cursos podem ser oferecidos no interior e que ainda não são? Jener Brito - Averiguando a demanda, o mercado de trabalho no interior, outras modalidade de cursos são importantes como os tecnológicos. Nem sempre o que está sendo oferecido atende à demanda. Notamos após conversar com os alunos que o mercado de trabalho demanda outras modalidades além da licenciatura, para viabilizar até a instalação de empresas no interior. É importante expandir o leque. EM TEMPO - O senhor considera a realização de eleições diretas da instituição um avanço? Jener Brito - É um novo momento que a universidade vive. Estamos enfrentado alguns problemas, que até pela falta de experiência, às vezes acontecem e deverão melhorar com o tempo. Deveria ter tido a descompatibilidade do atual reitor. No futuro esse tipo de coisa deve ser corrigido pra evitar qualquer problema.

O projeto da cidade universitária como está trará problemas ambientais, logísticos e não é a melhor solução para a universidade (...) a área de Iranduba deveria ser melhor aproveitada

Não adianta um investimento maciço desta natureza em Iranduba, que não precisamos no momento. Precisamos de melhoria nas unidades da capital e do interior


C6

País

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

Carandiru: ex-comandante do Gate diz que foi ‘profissional’

Ministério libera que biólogos façam aconselhamento genético

Renato Aragão pode deixar UTI a qualquer momento

O ex-comandante do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da PM, Wanderley Mascarenhas de Souza, que atuou no massacre do Carandiru, afirmou que atuou de forma profissional quando recebeu ordens para entrar na Cada de Detenção, em outubro de 1992. “Tenho a convicção que agi com profissionalismo”, afirmou Mascarenhas, que é um dos réus dessa etapa de julgamento do massacre. O júri foi iniciado ontem no Fórum da Barra Funda, na Zona Oeste de São Paulo. Conforme orientado pela defesa, Mascarenhas e os outros quatro réus se recusaram a responder as questões feitas pelo Ministério Público e pela defesa.

O Ministério da Saúde informou ontem que vai ampliar o modelo de aconselhamento genético feito no SUS para permitir que o procedimento seja feito, também, por biólogos. No mês passado, reportagem da “Folha de S.Paulo” mostrou que o governo estava sendo criticado por limitar, em sua recémlançada política de doenças raras, o aconselhamento genético como um procedimento necessariamente vinculado ao médico geneticista. Só seria permitido aos demais profissionais em esferas de pesquisa; como atendimento médico, deveria ser feito pelo médico geneticista.

Renato Aragão pode receber alta da UTI e ser transferido para um quarto do hospital Barra D’or a qualquer momento, de acordo com o boletim divulgado no início da tarde de ontem. Ainda segundo o hospital, Renato encontra-se lúcido e respirando espontaneamente. O humorista está internado no local, na Zona Oeste do Rio, desde sábado, 15. “O paciente Antônio Renato Aragão mantém-se internado na Unidade Coronariana do Hospital Barra D’Or evoluindo nas últimas 24 horas sem intercorrências, com estabilidade do quadro clínico e cardiovascular”, disse o boletim.

MP: ‘ala de luxo’ é utilizada por mensaleiros em presídio Novas celas, com banheiro privativo, abrigariam condenados no processo do mensalão, afirmam promotores de Justiça

A

administração penitenciária do governo de Agnelo Queiroz (PT) reformou um bloco e transformou-o num presídio de luxo dentro do Complexo da Papuda, com instalação de cerâmica, banheiros privativos, pias, vasos sanitários elevados e portas de madeira, itens inexistentes nas outras celas, alguns, inclusive, por razões de segurança. Em fase de acabamento, a ala foi descoberta numa inspeção do Ministério Público (MP) do Distrito Federal em 21 de fevereiro. O MP e a Justiça suspeitam de que o espaço se destine aos réus do mensalão. O projeto da nova ala prevê inclusive uma unidade de saúde intensiva, também inexistente noutros presídios. Na Papuda, o bloco ganhou o apelido de “Ala Genoino”, em referência ao ex-presidente do PT, José Genoino. Ele cumpre pena em prisão domiciliar devido a problemas cardíacos e pode voltar ao complexo, caso assim decida o Supremo Tribunal Federal (STF). Diante das suspeitas sobre a destinação da ala, o MP pediu à Justiça que não haja qualquer transferência de presos para lá sem decisão judicial. E quer que a Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe) do DF informe, em dez dias, o plano de ocupação do imóvel, “com o tipo de preso e seu perfil”, além da planta da reforma. O pedido foi feito no último dia 7.

ABR

Padrão O bloco com padrão acima da média fica no Centro de Detenção Provisória (CDP), presídio ao lado do Centro de Internamento e Reeducação (CIR), onde estão o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o ex-deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP). A Sesipe usou as instalações do Núcleo de Arquivos (Nuarq) do CDP, onde são guardados documentos e há uma ala para presos federais. O MP solicitou a interdição do CDP em 2013, em razão das

REGALIAS

O MP e a Justiça suspeitam que o espaço se destine aos réus do mensalão. O projeto da nova ala prevê, inclusive, uma unidade de saúde intensiva, também inexistente noutros presídios Presos no processo do mensalão cumprem pena no complexo da Papuda, no Distrito Federal, mas MP investiga supostas regalias

péssimas condições do presídio. Na ação, as promotoras da área de Execução Penal pediam que o Nuarq fosse convertido numa nova ala, para aliviar a superlotação do CDP. Na época, a Sesipe disse que não podia abrir mão do arquivo. Documentos revelam que o órgão mudou de ideia e deu início à reforma desconhecida pelo MP e pela Justiça após a chegada dos réus.

Obra na Papuda contraria resolução do CNJ Os artigos usados nas celas da nova ala em construção na Papuda desrespeitam uma resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP), que prevê o

MORTE/RIO DIVULGAÇÃO

que pode ser usado em obras em presídios. A interpretação é do Ministério Público (MP) do DF, que aponta um risco à segurança da unidade em razão dos itens escolhidos e

pede que a alocação de detentos na nova ala seja decidida pela Justiça. “As instalações sanitárias diferem sobremaneira das existentes em outras unida-

des prisionais. O material empregado na construção do lavatório, bem como do aparelho sanitário, contraria as recomendações da resolução do CNPCP”, cita o MP.

MÁFIA/LEITE

Acusados por fraude são ouvidos O Ministério Público do Rio Grande do Sul começa a ouvir amanhã, os suspeitos de participação em mais uma fraude do leite. O primeiro convocado é o dono de um posto de resfriamento, que está preso preventivamente em Panambi. Na semana que vem será a vez de outros seis envolvidos. “Já temos conEm protesto pela morte da moradora da comunidade da Congonha, moradores fecharam avenida

vicção para denunciar pelo menos seis pessoas”, revelou o promotor de Justiça Mauro Rockenbach, ontem. Se a acusação de adulteração de produtos alimentícios for confirmada e os réus, condenados, as penas previstas pelo artigo 272 do Código Penal vão de quatro a oito anos de reclusão e

pagamento de multa. Na sexta-feira passada, em mais uma edição da Operação Leite Compensado, a quarta desde maio do ano passado, uma força-tarefa do Ministério Público cumpriu um mandado de prisão e apreendeu caminhões, soda cáustica e documentos em oito municípios do Rio Grande do Sul. DIVULGAÇÃO

Mulher é arrastada por carro da PM A moradora da comunidade da Congonha, na Zona Norte do Rio de Janeiro, Cláudia da Silva Ferreira, arrastada por um carro da Polícia Militar (PM) no domingo, 16, já chegou morta ao hospital. A informação foi divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde, responsável pelo Hospital Carlos Chagas, para onde a mulher foi encaminhada.

Cláudia foi baleada em uma operação policial em sua comunidade. Três policiais militares prestaram socorro e colocaram a mulher no portamalas do carro. Segundo a assessoria de imprensa da PM, no caminho para o hospital, o porta-malas abriu e Cláudia se projetou para fora do carro. Presa no automóvel, ela acabou sendo arrastada.

Os policiais foram presos por determinação da própria Polícia Militar: inquérito policial foi aberto para investigar a conduta dos agentes no socorro à vítima. Os três policiais foram autuados pelo Artigo 324 do Código Penal Militar, que é deixar de observar a lei ou regulamento, dando prejuízo à administração militar.

Se condenados, fraudadores que misturavam leite com formol podem ficar até 8 anos presos


País

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

C7

Governo decreta estado de calamidade pública em RO Decreto foi publicado ontem após a Secretaria de Defesa Civil reconhcer a cheia histórica do rio Madeira, em Porto Velho

A

Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional reconheceu o estado de calamidade pública em Porto Velho, Rondônia, devido às inundações causadas pela cheia histórica do rio Madeira. A portaria foi publicada ontem no Diário Oficial da União (DOU). Ao decretar estado de calamidade pública, as ações de socorro e a liberação de verbas, após o aval do ministério, são agilizadas. Os recursos são transferidos por meio do Cartão de Pagamento de Defesa Civil, uma ferramenta utilizada para dar mais rapidez às respostas do governo federal. O rio Madeira chegou a 19,12 metros no sábado, 15, ultrapassando em mais de 1 metro a marca recorde de 1997, quando subiu 17,52 metros. A Defesa Civil Estadual já registra 2.478 famílias fora de suas casas na capital e nas localidades que enfrentam situação de emergência. Para atender às vítimas das enchentes, o Ministério da Saúde já mandou para o estado 6,25 toneladas de medicamentos e insumos - desde o início das chuvas, divididos em 25 kits, para atender a mais de 37 mil pessoas em um mês. Cada kit encaminhado é composto por 48 itens, sendo

INSPEÇÃO

DIVULGAÇÃO

30 medicamentos e 18 itens de insumos, com capacidade para atender a 1,5 mil pessoas por mês. A Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS), também monitora e auxilia os estados do Acre, Amazonas e Pará, igualmente afetados por enchentes. Força-tarefa No caso de Rondônia, o governo federal enviou 21 militares fuzileiros navais, 159 militares do Exército, 45 militares da Força Nacional de Segurança (30 bombeiros e 15

RECORDE

O rio Madeira chegou a 19,12 metros e ultrapassando em mais de 1 metro a marca recorde de 1997, quando subiu 17,52 metros. A Defesa Civil estadual já registra 2.478 famílias fora de suas casas na capital policiais), além de aeronaves da Força Aérea Brasileira, um helicóptero HM2 Black Hawk, dois C-105 – Kaza (apoio de transporte de mantimentos de Porto Velho para Rio Branco), um navio-hospital com um helicóptero Esquilo a bordo, um navio-patrulha, 14 viaturas de 5 toneladas, dez embarcações de pequeno porte e uma ambulância.

O rio Madeira alcançou, sábado, 15, a marca histórica de 19,12 metros batendo o recorde da cheia de 97, quando subiu 17,52 metros

OPERAÇÃO DIVULGAÇÃO/PF

Barbosa visita pior presídio O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Joaquim Barbosa, visitou ontem o Presídio Central de Porto Alegre, um dos maiores e mais problemáticos do país. Em cerca de meia hora, Barbosa inspecionou uma das alas do presídio ao lado de autoridades locais e conheceu detalhes da rotina da cadeia. Em declaração à imprensa no auditório da unidade, o presidente do STF provocou certo constrangimento ao secretário da Segurança do Rio Grande do Sul, Airton Michels. Ao lado de Michels, o ministro disse que é preciso “vontade política” para mudar o quadro do sistema prisional brasileiro. “Para um país com o nível de renda, com o nível de riqueza do Brasil, resolver o problema prisional não seria algo tão sacrificante do ponto de vista financeiro.” Barbosa afirmou que a cadeia de Porto Alegre não é “nem melhor nem pior” do que as outras que já visitou como presidente do CNJ e citou problemas como “condições higiênicas”.

SOROCABA

Agentes em greve voltam a barrar detentos em SP

A movimentação de dinheiro pela quadrilha, segundo a Polícia Federal, ultrapassava os R$ 10 bi

PF: quadrilha lavou mais de R$ 10 bi A Polícia Federal (PF) prendeu 24 suspeitos acusados de participar de organização criminosa que tinha como objetivo a lavagem de dinheiro. Segundo a PF, foram apreendidos veículos de luxo e grande quantia de dinheiro em moeda nacional e estrangeira (dólares e euros) que ainda está sendo contabilizada. A operação Lava Jato foi deflagrada na manhã de ontem em seis Estados e no Distrito Federal (DF). De acordo com as informações do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), obtidas pela Polícia Federal, os suspeitos movimentaram mais de R$ 10 bilhões. No DF, foram presos três suspeitos, um deles é o dono de um dos maiores postos de combustíveis da área central de Brasília, próximo à Torre de TV, onde também funciona uma lavanderia e uma casa de câmbio.

Lavagem Segundo a PF, o grupo investigado, “além de envolver alguns dos principais personagens do mercado clandestino de câmbio no Brasil”, é responsável pela movimentação financeira e lavagem de ativos de diversas pessoas físicas e jurídicas envolvidas em crimes como o tráfico internacional de drogas, corrupção de agentes públicos, sonegação fiscal, evasão de divisas, extração e contrabando de pedras preciosas e desvio de recursos públicos. A operação foi intitulada “Lava Jato” porque o grupo usava uma rede de lavanderias e postos de combustíveis para movimentar os valores. Na manhã de ontem, cerca de 400 policiais federais cumpriram 81 mandados de busca e apreensão, 18 mandados de prisão preventiva, dez mandados de prisão temporária

e 19 mandados de condução coercitiva, em 17 cidades. Entre as localidades estão Curitiba, São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Cuiabá. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal no Paraná. São cumpridas também ordens de sequestro de imóveis, além da apreensão de patrimônio adquirido por meio de práticas criminosas e bloqueio de contas e aplicações bancárias. Doleiro Entre os presos está o doleiro Alberto Youssef, de Londrina, norte do Paraná, que foi detido em um hotel no Maranhão. De acordo com a PF, o prédio do hotel Blue Tree, em Londrina, que pertence ao doleiro, foi sequestrado pela Justiça, embora as operações do estabelecimento continuem normalmente.

Agentes penitenciários em greve voltaram a impedir a entrada de presos no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba (a 99 km de São Paulo) na manhã de hoje. Os detentos vinham da Cadeira Pública de São Roque, para onde retornaram após as negociações fracassarem. Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), o veículo, com 37 presos, chegou ao local por volta das 9h. O diretor da unidade tentou negociar e a Polícia Militar foi acionada, mas a entrada dos detentos não foi permitida. Segundo uma funcionária da unidade, as negociações se estenderam até por volta das 14h. Em nota, a secretaria afirmou que alguns serviços ficaram paralisados hoje em

88 das 158 unidades prisionais do Estado. A pasta disse que ainda fará um balanço de todas as ações de hoje, que deverá ser encaminhado à Justiça. Uma liminar (decisão provisória) da Justiça, expedida na última quintafeira, proibiu que agentes penitenciários em greve faça piquetes que impeçam transferências ou visitas a presos. A decisão prevê multa de R$ 100 mil por dia em caso de descumprimento para cada unidade prisional do Estado. O Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado (Sifuspesp) afirmou não ter conhecimento sobre o piquete ocorrido ontem em Sorocaba, mas destacou que não foi notificado sobre a liminar da Justiça. AE

Agentes não permitem o acesso a novos presos em SP


C8

Mundo

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

Rússia declara a Crimeia um Estado independente DIVULGAÇÃO

Após um referendo contestado pelos Estados Unidos e Comunidade Europeia, presidente russo decreta anexação do país

O

presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou ontem um decreto pelo qual o país reconhece a independência da península separatista ucraniana da Crimeia, um dia depois da consulta popular que optou por essa separação. Resultados preliminares apontam que 95,5% aprovaram a incorporação da região autônoma ucraniana à Rússia. “Levando em conta a expressão da vontade do povo crimeano no referendo realizado em 16 de março de 2014, (decreto) reconhecer a República da Crimeia, na qual a cidade de Sebastopol tem um status especial, como um Estado independente e soberano. Este decreto entra em vigor hoje (ontem)”, diz o documento. A Crimeia, ocupada há mais de duas semanas por tropas russas, votou em massa no domingo, 16, a favor da anexação da região pela Rússia em um referendo considerado ilegal por Kiev e pela comunidade internacional. O Parlamento crimeano decidiu, por unanimidade, pedir oficialmente a integração da Crimeia à Federação da Rússia.

Abrigo da frota russa no mar Negro, na base de Sebastopol, a Crimeia foi parte da Rússia até 1954, quando o então dirigente soviético Nikita Kruschev passou o controle à Ucrânia. Entenda o caso Agora, 60 anos depois, a península volta ao controle dos

ILEGAL

A Crimeia, ocupada há mais de duas semanas por tropas russas, votou em massa a favor da anexação da região pela Rússia em um referendo considerado ilegal por Kiev e pela comunidade internacional russos, mas em um cenário político cercado por constrangimentos com a comunidade internacional: o fato de que a consulta foi feita à revelia da própria Ucrânia, sob ameaça de sanções dos EUA e dos países europeus e condenada por organismos internacionais, a exemplo da ONU. Mais do que isso: a penín-

sula corre o risco de não ser reconhecida por esses atores, e a Rússia, de ficar isolada politicamente. Há 15 dias, a península ucraniana se tornou pivô da disputa entre Rússia e Ucrânia, com ares de nova “Guerra Fria’’, segundo o ex-presidente soviético Mikhail Gorbachev, depois que tropas russas ocuparam o território. Argumentos O argumento de Vladimir Putin para a dominação pega carona no sentimento de populações das regiões sul e leste do país, que foram às ruas protestar o novo governo ucraniano, chefiado pelo Oleksander Turchynov, fruto, segundo eles, de um “golpe de Estado”. A separação da Ucrânia foi aprovada no último dia 6 pelo Parlamento da Crimeia -de maioria russa, e submetida à aprovação popular em referendo ontem. Ontem, após os EUA e a União Europeia rechaçarem o referendo e informarem que não vão reconhecer a consulta, Putin voltou a defender a anexação e reiterou que Moscou respeitará o resultado.

ENFORCADA

Namorada de Jagger achada morta Namorada de Mick Jagger, a estilista e ex-modelo L’Wren Scott foi encontrada morta, com sinais de enforcamento, ontem, em seu apartamento no oitavo andar de um edifício em Manhattan, nos Estados Unidos. A informação foi divulgada pelo site especializado em celebridades TMZ. De acordo com a polícia, L’Wren, que tinha 49 anos, foi encontrada por sua assistente por volta das 10 horas da manhã (hora local). A polícia

afirma não suspeitar de que a morte seja criminosa e trabalha com a hipótese de suicídio. No entanto, nenhum bilhete ou carta foi encontrado no apartamento. “Em hipótese preliminar, trabalhamos com suicídio, mas o caso será investigado”, afirmou o policial. Ao ser encontrada, L’Wren estava totalmente vestida e seu apartamento em ordem. Segundo o New York Daily News, o corpo de L’Wren foi encontrado por sua assistente com um lenço atado

AFP

Presidente da Rússia, Vladimir Putin afirmou que referendo no domingo, 16, foi legal e decretou a península da Crimeia como Estado independente e de território pertencente aos russos

ao pescoço e preso a maçaneta de uma porta do seu apartamento. Ainda segundo a publicação, L’Wren teria mandando uma mensagem por volta das 8h30, hora local, pedindo que a assistente viesse até seu apartamento. Quando a assistente chegou, L’Wren já estava morta. De acordo com o Daily Mail, o porta-voz de Mick Jagger confirmou a morte e afirmou que o astro do rock está “completamente chocado e devastado”.

Isolamento e risco para economia À margem do referendo sobre a anexação à Rússia, há uma importante questão sobre o futuro da Crimeia: quais serão as consequências para a região caso decida cortar os laços com a Ucrânia? Além do risco de isolamento, caso seja incorporada à Rússia por meio de um referendo impopular diplomaticamente perante o Ocidente, a Crimeia poderá sofrer grave crise econômica. Na pior das hipóteses, essa é a previsão de especialistas internacionais. A Ucrânia hoje é responsável por 85% dos recursos hídricos da península e 82% da eletricidade, afirma o especialista em energia Mykhailo Gonchar, do centro Nomos em Kiev. Putin acatou a vontade soberana dos eleitores da Crimeia

APÓS ACIDENTE

Kirchner visita para Francisco A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, sofreu uma torção no tornozelo em Roma antes de sua reunião ontem com o papa Francisco no Vaticano, informaram fontes oficiais argentinas. A presidente chegou com 15 minutos de atraso e uma bota ortopédica depois de sofrer um “entorse do tornozelo esquerdo”, informou Marcelo Ballesteros, médico oficial da Presidência. “A

presidente sofreu uma torção no tornozelo enquanto caminhava em seu quarto no hotel em Roma. Foi submetida a uma ressonância magnética no hospital Umberto I, que estabeleceu que sofreu uma torção do tornozelo esquerdo. Ele foi imobilizado com uma tala”, segundo a mesma fonte. Kirchner, que caminhava com dificuldade devido à bota ortopédica, pediu desculpas

ao pontífice pelo atraso devido ao acidente sofrido. A presidente se submeteu em meados de fevereiro a exames médicos depois de ter passado, quatro meses antes, por uma cirurgia por um hematoma no crânio. Este é o terceiro encontro entre os argentinos, depois da reunião no dia 19 de março de 2013, quando Jorge Bergoglio assumiu como pontífice.


MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

plateia@emtempo.com.br

Obra ‘Sonhos do menino da lua’ em Manaus (92) 3090-1042

Plateia 4

CDA com agenda cheia Além de se dedicar à atual temporada do espetáculo ‘Vazantes’, a equipe do Corpo de Dança do Amazonas se prepara para reapresentar este ano ‘Grito Verde’, um dos marcos em toda a história da companhia local

Pelo menos 19 bailarinos estão no elenco do espetáculo “Vazantes”

LUIZ OTAVIO MARTINS Equipe EM TEMPO

E

stá confirmada a reapresentação do espetáculo “Grito Verde”, do repertório do Corpo de Dança do Amazonas (CDA), na agenda de eventos da Secretaria de Estado da Cultura (SEC) para a Copa do Mundo da Fifa. Monique Andrade, que divide a direção artística da companhia com Getúlio Lima, revela que, atualmente, a produção está sendo reavaliada e os bailarinos mais novos do grupo já estão se adaptando à montagem e estudando os movimentos originais. A coreografia de “Grito Verde” é assinada pela paulista Ivonice Satie, que dirigiu o CDA de 2003 a 2005, e morreu em 2008. “Durante muito tempo, ‘Grito Verde’ foi o espetáculo carro-chefe da companhia. Estreou em 2004 e, até 2007, foi muito apresentado”, lembra Monique. “Como é um trabalho que tem um peso na história do CDA e que fala muito da região amazônica, nada mais adequado do que resgatálo para o período da Copa, quando haverá muita gente de vários lugares do mundo na cidade”. A montagem, que aborda elementos da cultura da região e é baseada no poema “A Voz da Amazônia”, do paraense Antônio Tavernard, foi levada também para a França, em julho de 2005, durante as celebrações do Ano do Brasil na França. “Ivonice Satie era paulista, mas durante o tempo em que viveu em Manaus fez

questão de conhecer o povo e fazer a sua leitura da região. Essa reapresentação não deixa de ser também uma homenagem a ela”, comenta Monique. A agenda da SEC para o período da Copa da Fifa vai contar com um roteiro de 1,2 mil eventos – entre teatro, dança, música, cinema, literatura, circo e outras artes – e envolverá todos os espaços culturais da capital, de 13 de junho a 13 de julho. Enquanto não chega a hora de reapresentar “Grito Verde” para o público, a equipe

SERVIÇO “VAZANTES”, DO CORPO DE DANÇA DO AMAZONAS Quando dia 27, às 20h Onde Teatro Amazonas (Largo de São Sebastião, Centro) Quanto entrada franca

do CDA se concentra na próxima encenação de “Vazantes”, segunda colaboração entre a companhia e o coreógrafo Mário Nascimento, que estreou no último dia 8. O espetáculo será a atração no Teatro Amazonas, na próxima quinta-feira, 27, às 20h, com entrada franca. Metáfora Mário Nascimento é natural do Mato Grosso, mas está radicado em São Paulo e é o diretor artístico da companhia de dança batizada com o seu

nome que está sediada em Belo Horizonte, Minas Gerais. A primeira parceria entre ele e o CDA gerou o espetáculo “Cabanagem”, em 2010. As vazantes, na leitura do coreógrafo, são colocadas como uma metáfora, e não como um estudo sobre o movimento das águas da região, como observa Monique Andrade. “Em suas viagens a Manaus, o Mário faz questão de ver a cidade como um todo, e observou muito o movimento das águas dos rios e o vai e vem da cidade”, diz a diretora artística do CDA. Monique enfatiza que, na primeira colaboração, o tema foi sugerido pela equipe do Corpo de Dança e, desta vez, o coreógrafo foi quem trouxe a proposta. Ela afirma ainda que o elenco está bastante afinado com o trabalho em “Vazantes” e, embora seja um profissional bastante exigente, Mário Nascimento também tem como característica estimular o intérprete a deixar a sua própria assinatura nos movimentos. Na Oficina de Dança Contemporânea orientada pelo coreógrafo neste mês para o CDA, os bailarinos tiveram a oportunidade de fortalecer o seu caráter técnico. E o resultado, de acordo com Monique, foi bastante satisfatório. “Não é em todo trabalho com companhias de dança que o Mário consegue ver o resultado do seu trabalho no corpo do bailarino, ver o trabalho técnico dele ser absorvido com um retorno mais rápido. E ele tem saído satisfeito daqui”, diz a diretora.

Coreografia divide atenção do público com a música clássica e eletrônica

Convergência musical em cena A trilha sonora de “Vazantes”, que apresenta 19 bailarinos em cena, traz a direção musical e a regência do maestro Marcelo de Jesus, diretor artístico da Orquestra de Câmara do Amazonas (OCA). As composições selecionadas para o espetáculo são “Réquiem”, do compositor japonês Toru Takemitsu; “Syrmos”, do franco-greco Iannis Xenakis; e “O Covil”, do amazonense Atila de Paula. Além dessas peças toca-

das ao vivo, pela primeira vez uma montagem do CDA contará com interferências eletrônicas de um DJ, no caso Marcos Tubarão, e de uma produção exclusiva de videodança, também assinada pelo disc-jockey. “Vazantes” não possui um cenário específico, apenas materiais cenográficos. “É uma construção muito simples, mais centrada nos movimentos dos bailarinos”, observa Monique Andrade. “E o figurino, assim como a

coreografia, é uma visão do Mário Nascimento. É extremamente urbano e contemporâneo, trazido das marcas Ave Maria e Leo Coelho, de Belo Horizonte,”, explica. O CDA foi fundado há 16 anos, e é um dos Corpos Artísticos do Teatro Amazonas, mantido pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Cultura. Pela sua direção artística já passaram os coreógrafos Jofre Santos e Ivonice Satie.

FOTOS: ALBERTO CÉSAR ARAÚJO

Caderno D

Plateia

DIVULGAÇÃO


D2

Plateia

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

FOTOS: CÉSAR CATINGUEIRA

Fernando Coelho Jr. fernando.emtempo@hotmail.com - www.conteudochic.com.br

>> Lego party movimenta o Diamond

Os anfitriões José Anselmo e Helen Garcia, que movimentaram o Diamond com uma linda Lego Party que comemorava os aniversários dos filhos José Eduardo e Ana Beatriz

. Foi para comemorar os aniversários dos filhos José Eduardo e Ana Beatriz, a linda festa pilotada A entrada da “Lego Party” , uma das festas infantis mais bonitas da tempopor Helen e José Anselmo Garcia, rada, comemorando os aniversários de sábado no Diamond Convention José Eduardo e Ana Beatriz Garcia Center, reunindo a turma AAA da cidade. . Helen Garcia é uma das mulheres mais bonitas e chiques de Manaus, além de ser uma grande idealizadora de eventos, assinando as festas dos aniversários dos filhos, sempre de forma muito especial. O evento deste fim de semana seguia o tema “Lego Party” com as peças de montar que a turma infantil adora, e a festa foi realmente des-lum-bran-te! Com dois imensos telões de LED transmitindo imagens formadas por legos! Sensacional! Noite autoral dos Garcia, como só eles sabem orquestrar. . A noite contava com dinner irrepreensível e produção, animação e bufê infantil. Festa coloridíssima e cheia de charme!

Deborah Boscá e a filha Manuela e Fabíola Moraes

Amália Garcia e Hildebrando Janã Neto

Diego e Elizangela Silva

A chic Valdenice Garcia

Farah e Márcio Neves

Juliana Frolmer

Márcio e Cilene Andrade

Kátia Sebbem e a filha Carol

Dodora e Helder Cavalcanti

Alice Salles

Ludmila e Sérgio Brasil com os filhos

Graça Figueiredo, Eliana Baranda e Helen Garcia

DIVULGAÇÃO

MUDANÇA

Carnavalesco assina contrato com Mocidade Independente

Gimol e Fernando Prestes

TRAGÉDIA

Filme sobre Beatles é relançado nos cinemas “Os Reis do Ié-Ié-Ié”, filme de 1964 que segue um dia na vida dos Beatles, será relançado em cópia restaurada, segundo informa o site NME. O filme voltará em cartaz nos cinemas dos Estados Unidos no dia 4 de julho, além de ganhar uma edição limitada em DVD e Blu-Ray, que será lançado no dia 21 do mesmo mês. Outro filme estrelado pela ban-

O ÇÃ GA UL DIV

Não tem nenhuma outra escola que vai pagar ao Paulo Barros o quanto a Tijuca paga. Pagamos corretamente, em dia, e damos todas as condições de trabalho. A Unidos da Tijuca é uma empresa. Ele nunca pode dizer que faltou recursos”, disse Fernando. A Unidos da Tijuca levou para a Marquês de Sapucaí o enredo “Acelera, Tijuca” e homenageou o piloto Ayrton Senna. Já a Mocidade, homenageou o carnavalesco Fernando Pinto, morto em 1987, com o enredo “Pernambucópolis”.

Aniversariando hoje um amigo muito especial da coluna: Cristiano Brandão e Silva, um dos nomes que representam o que há de mais bacana, moderno e elegante na nova geração de jet-setters da cidade, que forma, ao lado da mulher Alessandra, um dos casais mais interessantes de Manaus. Cumprimentos da coluna.

RESTAURO

Paulo Barros deixa a escola de samba Unidos da Tijuca O carnavalesco Paulo Barros deixou a Unidos da Tijuca, escola campeã do Carnaval carioca de 2014, e assinou com a Mocidade Independente de Padre Miguel. A informação foi divulgada por meio da página oficial da Mocidade e confirmada ao UOL pela assessoria de imprensa da escola. As especulações de que Paulo assinaria com a Mocidade surgiram antes mesmo da Tijuca se consagrar como campeã, no entanto, Fernando Horta, diretor da Tijuca, chegou a negar os boatos. “Todo ano tem essa fofoca.

>> Niver

César e Jeny Ituassú

DIVULGAÇÃO

Rebecca Garcia e Stanley César

Volta do filme às telonas americanas só em julho

da será lembrado ainda esta semana. No dia 20 de março, o piano usado por John Lennon e Paul McCartney durante as gravações de “Help!” vai a leilão. A dupla usou o instrumento para compor a trilha sonora do filme de 1965, além da canção “Yesterday”. O piano, que será vendido em Liverpool, está avaliado em 50 mil libras (cerca de R$ 195 mil).

Motorista bêbado atingiu mais de 20 pessoas no evento

Morre terceira vítima de acidente no festival SXSW Uma terceira pessoa, identificada como Sandy Le, morreu na manhã de ontem, em decorrência do acidente que aconteceu na última quarta-feira no festival SXSW (South by Southwest), em Austin, no Texas. Sandy era uma das cinco pessoas que haviam ficado em estado grave após serem atropeladas por um motorista alcoolizado -no total, ele atingiu mais de 20 pessoas. Duas delas, o holandês Steven Craenmehr, 35, e a americana Jamie Ranae West, 27, morreram na hora. No momento do atropelamento, o motorista fugia após ter sido abordado pela polícia por estar dirigindo embriagado nas redondezas do festival. Ele então perdeu o controle do veículo e acabou

furando uma barreira entre as ruas Red River e 9th Street, que impediam a passagem de carros para facilitar a circulação do público. O motorista, o texano Rashad Owens, 21, está preso na cadeia de Travis, no Texas, e só poderá ser solto se pagar fiança de 3 milhões de dólares. Ele foi acusado de duplo homicídio. Owens estava no festival para se apresentar -ele é aspirante a rapper e usa os nomes artísticos KillingAllBeatz, ou K.A.B254. O acidente ocorreu em frente ao bar Mohawk, onde acontecia um show surpresa do rapper Tyler, the Creator, do coletivo Odd Future (OFWGKTA). Por Carol Nogueira


Plateia

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

D3

Coral celebra 58

anos de fundação REPRODUÇÃO

O Coral João Gomes Júnior participa hoje da Missa dos Casais, na Catedral Metropolitana

A apresentação do Coral João Gomes Júnior não representa o concerto anual de aniversário de estreia nos palcos, que acontece só em junho LUIZ OTAVIO MARTINS Equipe EM TEMPO

H

oje, o coral mais antigo e ainda em atividade na cidade vai comemorar aniversário de fundação. A celebração dos 58 anos do Coral João Gomes Júnior, porém, será realizada hoje, durante a Missa dos Casais, na Catedral Metropolitana de Manaus – local onde a história do grupo teve início. O evento está marcado para as 18h. A Missa dos Casais é uma tradição idealizada pelo pároco Walter Nogueira e acontece na data consagrada a São José, patrono universal da Igreja, da família cristã e modelo dos operários. A presidente do

coral, Cleomar dos Anjos Feitoza, conta que 13 casais que fazem parte do grupo serão homenageados durante a missa, que será celebrada pelo atual pároco, Charles Cunha. Obras de Mozart, Beethoven e Verdi, entre outros compositores foram selecionadas para o evento de hoje. “Nosso repertório vai ser formado somente por composições sacras que já entoamos em eventos semelhantes a esse”, adianta a presidente. A apresentação de hoje será a segunda do Coral João Gomes Júnior neste ano e outras duas já estão agendadas: a abertura do ano da Ordem Rosa Cruz, no dia 22, e a celebração do Domingo de Páscoa,

na Igreja Nossa Senhora de Lourdes, no Parque 10. Cleomar Feitoza enfatiza que o horário desta última ainda não foi definido, pois poderá ser realizada pela manhã ou à noite. O evento anual do aniversário de estreia do coral será realizado somente no dia 13 de junho. A presidente revela que os preparativos já estão em andamento. “Começamos a selecionar algumas canções para o repertório dessa noite especial, como alguns trechos de ópera”, afirma. Para essa noite, Cleomar também diz que os integrantes esperam contar com o palco do Teatro Amazonas mais uma vez. “Mas, se não acontecer no teatro,

será certamente num outro local”, comenta. Dedicação Atualmente, o Coral João Gomes Júnior possui 45 membros e a direção artística está a cargo do maestro Moisés Rodrigues há dois anos. Cleomar conta que, no ano passado, os integrantes participaram de 25 apresentações e espera-se que essa média seja mantida em 2014. E, mesmo com a mudança de membros e de diretor artístico, a presidente garante que ao menos uma coisa permanece ao longo dos anos na rotina do coral: o bom nível de dedicação de seus integrantes. O Coral João Gomes Júnior foi fundado pelo

DIVULGAÇÃO

maestro Nivaldo Mota em 13 de junho de 1956. A apresentação de estreia foi realizada no Teatro Amazonas, onde o grupo costuma retornar para interpretar obras populares e eruditas. Dois registros fonográficos já foram lançados e o escritor Elson Farias narrou a trajetória dos integrantes no livro “O Coral João Gomes Júnior – Uma Aventura Musical no Amazonas”, da Editora Valer. O nome do coral faz homenagem ao maestro nascido no ano de 1868, em Pindamonhangaba, São Paulo. Gomes Júnior foi professor e compositor de músicas sacras e para o teatro. Ele morreu em 1963.

SUCESSO

Cantor sertanejo Lucas Lucco anuncia novo DVD

Lucas Lucco aposta em influências diferentes em suas obras, adotando letras românticas e batidas mais animadas, também

Ex-modelo, o sertanejo Lucas Lucco comemora a boa fase. O videoclipe da romântica “Mozão”, que alerta para a importância do autoexame contra o câncer de mama, já tem mais de 15 milhões de visualizações no YouTube. A canção está no segundo CD do cantor, “Tá Diferente”, com 18 faixas -boa parte composta por Lucco. Além da faixa-título, o sertanejo emociona os fãs com “Coisa e Tal”, “Pra te Fazer Lembrar” e “Só Nós Dois”. “O meu repertório é uma mistura de várias coisas que eu gosto. Hoje, também aposto nas batidas mais animadas, mas confesso que a minha preferência para escrever são as letras românticas”, admite ele. “Compor é uma das coisas que mais

gosto de fazer. É um dom divino, porque consigo levar, por meio da letra da música, um sentimento com o qual muitos acabam se identificando”, explica Lucco. Nas faixas mais dançantes, ele conta com a participação dos MCs Pikeno e Menor, que estão em “Toda Toda”, e da funkeira Anitta, em “Beijar à Queima-Roupa”. “A Anitta é uma das surpresas do CD. Ela fala a língua do meu público, além de ser a musa do funk”, afirma. Lucco anuncia, ainda, a gravação do seu primeiro DVD, em sua cidade natal. “Será dia 7 de abril, em Patrocínio (MG), com grandes nomes ao meu lado”, conclui. Por Fabiana Schiavon


Plateia

D4

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

Peça ‘Sonhos do Menino da Lua’ chega a Manaus Público local confere montagem brasiliense, no Teatro Jorge Bonates, em 5 sessões gratuitas, de 21 a 23 deste mês

O

final de semana promete agradar crianças e adultos com a temporada do aclamado espetáculo brasiliense ‘Fragmentos de Sonhos do Menino da Lua’, sob direção de Miriam Virna. Após passagem por Belém, a peça fará cinco apresentações no Teatro Jorge Bonates, de sexta-feira a domingo: 21/03, às 18h; e, 22 e 23/03, em duas sessões, às 16h e 18h. O acesso é gratuito. Inspirada na obra ‘L’Opera de la Lune’, do francês Jacques Prévert, a montagem conta a história de um menino melancólico, Miguel Moreno, que nunca conheceu seus pais e que, à noite, é levado pela Lua para aproveitar viagens fantásticas e poéticas. A narrativa é conduzida pela Senhorita Anais, atrapalhada professora de astronomia-filosófica, que está à procura

do verdadeiro amor. A montagem explora a união entre linguagem teatral, animação gráfica e música. A animação, feita pelo artista plástico João Angelini, foi elaborada artesanalmente para o trabalho, com recortes de papel e aquarela. O cenário, criação de William Ferreira, traz carrinhos utilizados pelos atores e que apresentam várias possibilidades de uso. O tom surrealista, próprio do texto, também aparece no figurino criado por Alessandro Brandão, com forte inspiração nas obras cinematográficas do diretor Tim Burton. Para completar a atmosfera onírica, Mateus Ferrari compôs trilha original, executada ao vivo pelo elenco. Trajetória ‘Fragmentos...’ estreou em 2007 e já passou por cidades como Brasília, Rio de Janeiro,

Belo Horizonte, Goiânia e, recentemente, Belém. O espetáculo tem patrocínio da BR Petrobrás Distribuidora e, em Manaus, conta com o suporte do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, e produção local de Michel Guerrero. O espetáculo teve premiação no Zilka Salaberry de 2011, principal prêmio dedicado ao teatro para infância e adolescência no Brasil. Miriam Virna, diretora e autora do espetáculo, levou o prêmio de Melhor Atriz. A montagem também foi indicada às categorias de cenário, dramaturgia e figurino. A peça ‘Fragmentos de Sonhos do Menino da Lua’ tem sido reverenciada pela crítica e por públicos de todas as idades, que se encantam pela montagem, recheada de humor. Mais informações pelo telefone 9951-9644. FOTOS: DIVULGAÇÃO

A história da peça é conduzida pela personagem Senhorita Anaïs, uma professora atrapalhada

Espetáculo explora recursos como música e animação gráfica, além da linguagem teatral

DIVULGAÇÃO

BRASÍLIA

Frejat chama Ecad de ‘monstro’ Depois de sete meses da sanção de lei que mudou as regras de cobrança, arrecadação e distribuição de recursos pagos por direitos autorais no país, artistas, associações e congressistas ainda discutem a nova legislação. As opiniões divergentes foram apresentadas hoje em audiência pública no STF (Supremo Tribunal Federal), onde associações pertencentes ao Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) entraram com ações questionando a constitucionalidade da lei. O ministro Luiz Fux, relator das ações na Corte, é o coordenador do debate. “Temos que pensar que essa lei, com toda a boa intenção que traz no seu bojo, tem pontos muito sombrios e de traços muito autoritários”, disse Lobão durante a audiência. As vozes contrárias à nova legislação apontam uma intervenção do Estado numa atividade de direito privado. “O que é público e funciona melhor do que o privado?”, questionou o cantor. O músico Frejat assumiu posição oposta ao colega. O argumento é de que falta

transparência na gestão dos recursos arrecadados -o que seria possível com a nova lei. O cantor apontou uma “sanha arrecadora” do Ecad, entidade privada que tem o monopólio sobre arrecadação e distribuição de direitos autorais relativos a obras sonoras no Brasil. “O dinheiro existe, mas quem tem que pagar e quem tem que receber não está satisfeito. O meio do caminho [o Ecad] está ótimo, mas o meio do caminho não interessa”, disse o artista. Frejat ainda afirmou que o Ecad tornou-se um “monstro feroz”. Entre as mudanças feitas pela lei, está o aumento dos atuais 75% para 85% da arrecadação aos titulares dos direitos -o percentual restante é dividido entre Ecad e associados. Sino sem badalo Congressistas que acompanharam a tramitação das novas regras no Legislativo defenderam o texto, já em vigor, mas ainda sem regulamentação. “A suprema Corte é o ultimo degrau dos autores. Está nas mãos de vocês manter um es-

quema suspeito de fraude, de cartel, de desvio de dinheiro, (...) ou optar pela cultura brasileira, pelos autores brasileiros e pela democracia”, disse a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ), relatora do tema na Câmara. O representante do Ministério da Cultura na audiência ponderou que a supervisão estatal é uma “opção legislativa” e por isso não há motivo para questionamento da constitucionalidade. Para Marcos Alves de Souza, diretor de direitos intelectuais em secretaria do ministério, da forma como as regras se encontram, “o poder Executivo é um sino sem badalo”. Os autores das ações no STF assumiram discurso contrário. Fernando Brant, presidente da UBC, argumentou: “Irresponsavelmente, o Congresso, o Executivo e alguns artistas aprovaram uma lei que é um tapa em nossa cara e em nossos direitos. Tenho certeza de que [os artistas que apoiaram a lei] não sabem o que apoiaram. Venderam a eles gato por lebre”. Glória Braga, superintendente executiva do Ecad, se-

guiu posicionamento semelhante. “O que hoje aqui se coloca é a discussão sobre a inconstitucionalidade da interferência ou ingerência do poder Executivo por meio do Ministério da Cultura em uma atividade privada, hoje gerida e subsidiada (...) apenas pelos autores intelectuais.” Presidente da Sociedade Brasileira de Autores Teatrais, Aderbal Freire Filho foi o primeiro a arrancar aplausos da plateia, ao encarnar antigos ex-presidentes da entidade e defender a nova legislação. “Quem levantou essa questão de direitos autorais no Brasil fui eu. Tinha 70 anos em 1917 e me chamava Chiquinha Gonzaga”, afirmou ao iniciar sua fala. “Construímos uma casa que se tornou patrimônio da cultura brasileira para mostrar que a arte brasileira tem história, mas o Brasil não tem memória. (...) O mercado teatral sofreu com a chegada do cinema falado, depois a televisão. E a falta de leis adequadas não nos deixou recolher os direitos dos nossos autores dramáticos”, afirmou. Por Flávia Foreque

Cantor carioca diz que falta transparência na arrecadação


Plateia

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

D5

Canal 1 plateia@emtempo.com.br

Bate-rebate

TV Tudo Fechou o tempo O XFC, da Rede TV!, sábado passado, não se limitou apenas aos combates dos lutadores no hexágono. Houve MMA também na plateia. Dois irmãos convidados para acompanhar as disputas no estúdio iniciaram uma briga de dar inveja aos profissionais do evento. Um contra o outro. A coisa só se acalmou depois da intervenção dos seguranças. Os baderneiros foram “convidados” a se retirar dali. Repaginação Dentro de 3 semanas, o “Jornal Hoje”, vai ganhar novos cenários. Quem circula pela sede da Globo, em São Paulo, já observa grande movimento de reformas, com parte desses trabalhos escondida por tapumes. Repaginação - 2 Uma das possibilidades comentadas é que Sandra Annenberg e Evaristo Costa passem a apresentar o “JH” em pé, no estúdio. O quadro “Sala de Emprego”, da Veruska Donato, como outra providência, irá para o mesmo cenário. Hoje é feito fora.

JOÃO COTTA

Vem aí Em “Geração Brasil”, próxima das sete na Globo, a protagonista Chandelly Braz vive Manu, uma engenheira pernambucana típica representante da geração dos que se valem da tecnologia para derrubar fronteiras. Escondida por trás do avatar Maya, ela é uma lenda entre os aficionados por games.

Repaginação - 3 O “Jornal da Globo”, que assim como o “Hoje” é de responsabilidade da TV Globo - SP, também passa pelo mesmo processo de reformas. Algo planejado há algum tempo, que agora será colocado em prática com o lançamento da nova programação. Teatro O Teatro Jaraguá, em São Paulo, vai receber em

• Ainda sobre “Geração Brasil”, em fevereiro, uma equipe da novela gravou no Recife, em locais como Porto Digital, Paço do Frevo e Memorial Marco Zero... • ... Os trabalhos agora seguem no Rio de Janeiro • O programa “Sabe ou Não Sabe”, da Bandeirantes, vai sair de São Paulo... • ... No próximo final de semana, André Vasco fará gravações no Rio de Janeiro. Será a primeira fora do quintal da Band. • Zico e Rivellino, é a dupla avançada de hoje no “Cartão Verde”, da Cultura, a partir das 22h.

Comentarista irresponsável A violência nos estádios e fora deles, ainda é um mal muito longe do fim, porque em grande parte tem o patrocínio e a bênção dos próprios clubes. A própria imprensa esportiva tem procurado fazer a sua parte na medida do possível. E é em nome desta responsabilidade que atitudes como a do ex-goleiro Ronaldo Giovanelli, agora transformado em comentarista, devem ser condenadas.

Flávio Ricco Colaboração: José Carlos Nery

C’est fini maio o espetáculo “Vidas Privadas”. No elenco Dalton Vigh, Maria Helena Chira, Daniel Alvim e Lavínia Pannunzio. A direção é de José Possi Neto. Arre! A Sky acaba de liberar o sinal do SBT no Ceará. É festa, já que a Nordestv tem imagem péssima e poder de alcance quase nenhum. Artistas do SBT e telespectadores comemoram nos meios sociais.

Resumo das novelas Anita e Júlia chegam ao camping onde aconteceu a história envolvendo Ben. Luciana limpa e arruma o casarão de um jeito nada convencional. Sofia e Ben se divertem juntos. Raíssa revela a Flaviana que Serguei, Meg, Vera e Bernardete liquidaram suas dívidas escolares. O dono do camping afirma a Anita que não havia mais ninguém na noite em que esteve lá com Ben. Guilherme apoia João Luiz em seus novos planos. Pedro tem uma ideia para desmascarar Maura.

Gertrude chega ao hospital e implora para o filho se entregar. A polícia resolve arrombar a porta, mas quando entra no quarto de Ernest, Manfred não está mais lá. Décio fala para Franz que Manfred pretende fugir do país e sequestrar Amélia. Arlindo diz para Volpina que está apaixonado por ela e eles se beijam. Dr. Rubens fala para Gaia que ela tem pouco tempo de vida devido a uma doença nos rins. Ernest recebe alta e vai para casa. Toni pede para conversar com Hilda e eles acabam se beijando.

Kleber fica sensibilizado com o pedido de Fátima. William consegue pegar o pingente da mão de um dos seguranças da Comunidade, mas André não deixa que o rapaz destrua a fórmula. Kleber decide libertar Matias. William pensa em Lili. Nilson organiza um evento para Selma e Rita, filmado por Cacá. Thomaz decide ficar com Fernanda. Inês não gosta de saber que será avó. LC, Angelique, Hermes e Tereza esperam ansiosos a chegada da fórmula à Comunidade.

Selma e Laerte vão para Goiânia fazer uma avaliação da casa. Cadu passa mal enquanto corre na praia e é socorrido pelo dono de um quiosque. Luiza fica indignada ao ver que Alice sofre preconceito racial na universidade. Virgílio decide ir para Goiânia ver como é o espaço onde será sua exposição. Benjamin resgata seu antigo cachorro e o leva para a casa de Helena. Shirley ouve uma conversa de Leto e Paulinha e descobre que Laerte admira Luiza.

Carmen visita uma amiga para que avalie uma das pinturas do tesouro do orfanato. Ela diz que essa tela é valiosa e que existem apenas mais três dela, que juntas formam os quatro cavalheiros do apocalipse. Ela diz que essas obras estão desaparecidas há anos e que poucos, como historiadores, sabem da importância das pinturas. A mulher diz ainda que as quatro obras juntas podem guardar um grande segredo. Carmen fica curiosa. Enquanto isso, Armando vende uma das telas, que havia ficado com ele. Mili diz para Pata que ultimamente está confusa em relação a seus sentimentos.

Nico tenta explicar a Lupita que não a está seguindo e sim a Tomás, pois ele é muito perigoso. Pilar continua decidida a convencer Lupita a sair com Tomás para provocar ciúmes em Nico. Lupita fala que Tomás é muito simpático, mas está apaixonada por Nico. Leon dá um carro a Diego, ele comenta com Giovanni e Tomás que seu pai quer resolver todos os problemas com presentes, por isso não pretende usar o carro. Miguel, fazendo-se passar por Téo, aparece para a cerimônia de iniciação, mas, para seu azar, os membros da Seita percebem que é um intruso.

Com larga experiência nacional e internacional como correspondente de TV, o jornalista Paulo Panayotis está lançando, hoje, o vídeo portal de turismo e viagem “O que vi pelo mundo”. Pana, companheiro de tantas jornadas no “SBT Repórter”, é um profissional com credibilidade e muitas histórias para contar. É o trabalho de alguém que já passou por mais de 50 países. Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!

GLOBO

Felipe visita Alcoólicos Anônimos A rotina do médico Felipe (Thiago Mendonça) vai mudar nos próximos capítulos de “Em Família” (Globo). Depois de ter atendido completamente bêbado um paciente, que acaba morrendo, o rapaz resolverá se tratar. Com a ajuda da sobrinha, Luiza (Bruna Marquezine), ele começará a frequentar as palestras do Alcoólicos Anônimos. Porém, não será nada fácil se manter sóbrio. “O Felipe é um caso que deve ser olhado com carinho. Ele representa uma parcela dos viciados que bebe desde

a infância, desde muito jovem. Ele, mesmo quando se tratar, terá as suas recaídas, algo normal a um dependente”, conta o ator. Nos próximos capítulos, Luiza o encontrará caindo pelas tabelas e resolverá leválo para casa. Ela terá uma conversa franca com ele, que assumirá ser viciado. “O alcoólatra é um ser sem coragem e que raramente admite a sua dependência. O Felipe serve como exemplo de atitude”, avalia Mendonça. E, logo de cara, na primeira reunião no AA, Felipe

não conseguirá falar do seu transtorno em público e sairá. “A vergonha também é algo comum ao alcoólatra”, complementa o ator. Daí por diante, começará uma luta diária para o médico se manter fora da bebida. “O Felipe sempre vai achar que só um gole não fará diferença. E é justamente a partir de um gole que se bebe uma garrafa. Será uma campanha legal contra o álcool feita pelo Manoel Carlos”, finaliza ele, referindo-se ao autor da trama. Por Leonardo Mesquita DIVULGAÇÃO

Médico interpretado por Thiago Mendonça é encontrado jogado na rua e assume ser viciado


D6

Plateia

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

Programação de TV

REPRODUÇÃO

GLOBO

Brincadeiras e casos de família no “Programa do Ratinho”

Horóscopo

4h55 - Telecurso Educação Básica 5h10 - Telecurso Profissionalizante 5h25 - Telecurso Ensino Médio 5h45 - Telecurso Ens. Fundamental 6h - Globo Rural 6h30 - Bom Dia Brasil 7h30 - Bom Dia Amazônia 8h30 - Mais Você 9h56 - Bem Estar 10h40 - Encontro com Fátima Bernardes 12h - Amazonas Tv 12h45 - Globo Esporte 13h20 - Jornal Hoje 13h50 - Vídeo Show 14h35 - Sessão Da Tarde 16h25 - Caras & Bocas 17h50 - Malhação 18h20 - Jóia Rara 19h10 - Jornal Do Amazonas 19h30 - Jornal Nacional 20h08 - Além Do Horizonte 21h - Em Família 22h15 - Big Brother Brasil 14 23h25 - A Teia 0h05 - Jornal Da Globo

0h40 - Programa Do Jô 02h15 - Corujão 04h17 - Festival De Desenhos

BAND 5h - Minúsculos 5:15 - Só Risos 6h - Nosso Tempo 6:30 - Primeiro Jornal 7h - Dia Dia 8:10 - Band Kids 10:10 - Jogo Aberto 11:30 - Teleshow Festa Clube 11:35 - Comunidade Alerta 12:10 - Notícias De Agora 12:25 - Exija Seus Direitos 13:05 - Câmera 13 13:50 - Na Mira Da Notícia 13:55 - Cidade Urgente 14:20 - Ação Na Tv 15h - Sabe Ou Não Sabe 16:15 - Os Simpsons 16:50 - Brasil Urgente 18:50 - Band Cidade 19:20 - Jornal Da Band (Hd) 20:25 - Minuto Da Copa – Boletim 20:28 - Show Da Fé

Cinema

21:20 - Zoo 21:30 - Como Eu Conheci Sua Mãe 22h - Os Simpsons 22:30 - Sessão Especial 0:30 - Agora É Tarde 1:30 - Jornal Da Noite 2:15 - Que Fim Levou? Boletim 2:20 - Minuto Da Copa – Boletim 2:25 - Copa Do Mundo Fem Sub 17 Da Fifa 4:25 - Minuto Da Copa - Boletim 4:30 - Igreja Universal

SBT 5h - Jornal Do Sbt 6h - Igreja Universal 7h - Jornal Do Sbt 8h - Bom Dia & Cia 9h50 - Programa Jogo Da Gente 10h05 - Programa Waisser Botelho 10h55 - Programa A Voz Da Esperança 11h35 - Programa Agora 12h25 - Programa Livre 13h15 - As Visões Da Raven 13h30 - Café Com Aroma De Mulher 14h30 - Por Ela....sou Eva 15h30 - A Madrasta 16h30 - Por Teu Amor 17h30 - Chaves

18h20 - Jornal Em Tempo 18h45 - Sbt Brasil 19h30 - Chiquititas 20h15 - Rebelde 21h - Seriado 22h - Programa Do Ratinho 1h Jornal Do Sbt 1h45 Big Bang A Teoria 2h15 Dois Homens E Meio 2h45 O Mentalista 3h30 - Programa Big E Bang 4h Igreja Universal

RECORD 6:30 - Recod Kids 7:40 - Fala Brasil 9h - Hoje Em Dia 11h - Magazine 12h - Alô Amazonas 13:30 - Programa Da Tarde 16:20 - Cidade Alerta 18:55 - A Crítica Na Tv 19:40 - Jornal Da Record 20:15 - Todo Mundo Odeia O Chris 21:15 - Pecado Mortal 22:15 - Era Uma Vez 23:15 - Breaking Bad 0:15 - Engana-me Se Puder 1:15 - Programação Iurd

Cruzadinhas

GREGÓRIO QUEIROZ ÁRIES - 21/3 a 19/4 As descobertas oriundas das relações humanas, inclusive daquelas que são desafiadoras, serão muito reveladoras. Não tente racionalizar tudo o que sente. TOURO - 20/4 a 20/5 Bom momento para participar de grupos e de atividades conjuntas. Um dia benévolo para com as amizades e relações sociais. Relacionese de igual para igual com as pessoas. GÊMEOS - 21/5 a 21/6 Florescimento das relações de trabalho, assim como da atividade profissional. Tudo caminha e você mesmo poderá atenuar ou se desvencilhar dos problemas no trabaho. CÂNCER - 22/6 a 22/7 Seu coração permanece pleno de imagens e fantasias. Seria bom utilizá-las em alguma atividade criativa. Surge uma nova visão de seus sentimentos e da relação amorosa. LEÃO - 23/7 a 22/8 Momento fecundo para as relações íntimas e a expressão dos sentimentos e dos desejos para com pessoas próximas. Não tema tanto assim revelar o que se passa em seu íntimo. VIRGEM - 23/8 a 22/9 Bons momentos em seu cotidiano. Um dia para conversar muito com todas as pessoas, procurando estabelecer condições de harmonia, com a melhor das boas vontades. LIBRA - 23/9 a 22/10 É tempo de cuidar muito bem dos valores e posses materiais, a começar de seu próprio corpo físico. Por meio do trabalho você encontra meios de alcançar maior segurança. ESCORPIÃO - 23/10 a 21/11 As relações amorosas encontram hoje um ponto de entendimento e harmonia. Trabalhe para isso. Você se torna uma pessoa melhor ao partilhar o que sente e o que pensa. SAGITÁRIO - 22/11 a 21/12 Florescimento dos sentimentos e da autoconfiança, na medida em que se estabeleça em seus próprios valores. Não é dia para se apoiar na força ou nos problemas dos outros. CAPRICÓRNIO - 22/12 a 19/1 Momento de sensibilidade nas relações humanas, com você disposto a interagir com as pessoas, o que não é comum. Não apenas mostre o que sente, escute o outro também. AQUÁRIO - 20/1 a 18/2 As oportunidades de trabalho por meio dos relacionamentos são muito ricas. Você se encontra com seus melhores talentos ao se defrontar com o que as pessoas lhe pedem. PEIXES - 19/2 a 20/3 Momento de inspiração quanto a ideias e valores que possam orientar sua conduta e suas decisões neste dia. Florescimento intelectual e de seus mais elevados talentos humanos.

ESTREIAS Alemão: BRA. 16 anos. “Alemão” conta a história da ocupação do morro do Alemão, vista com os olhos de quem participou de dentro. Quatro policiais estão infiltrados na favela e elaboram o plano de invasão. Mas os traficantes recebem suas fotos e agora a caçada é da polícia em cima dos traficantes e dos traficantes em cima dos infiltrados. Sem contato com a rede de comando, para estes resta apenas um porão de uma pizzaria no morro e poucos mantimentos. A história de heróis desconhecidos, que contaram um dos maiores episódios da luta contra o tráfico e da violência no Brasil. Cinemais Millennium 4 – 14h30, 16h50, 19h15, 21h30 (diariamente); Cinemais Plaza 7 – 14h10, 16h35, 19h, 21h10 (diariamente); Cinemark 8 – 13h10, 1540, 18h20, 21h (diariamente), 23h40 (somente sexta-feira e sábado); Cinépolis 6 – 13h15, 16h, 18h45, 21h15 (diariamente); Playarte 5 – 13h55, 16h10, 18h25, 20h40 (diariamente), 22h55 (somente sexta-feira e sábado). Need For Speed – O Filme: EUA. 12 anos. Longa baseado em uma das franquias mais bem sucedidas de videogame de todos os tempos. A história é centrada em um piloto de corridas ilegais (Paul) dono de uma garagem que modifica carros caros, que é injustamente condenado pela morte de seu melhor amigo. Libertado da prisão, ele procura vingança por quem o incriminou. Cinemais Millennium 3 – 14h, 16h35, 19h10, 21h50 (3D/dub/diariamente), Cinemais Millennium 6 – 15h, 18h30, 21h10 (dub/diariamente); Cinemais Plaza 2 – 14h20, 19h15 (3D/dub/diariamente); Cinemais Plaza 8 – 13h30, 16h10, 18h45, 21h20 (dub/diariamente); Cinemark 4 – 11h30 (3D/dub/somente sábado e domingo), 14h40, 17h40 (3D/ dub/diariamente), 20h45 (3D/dub/exceto segunda-feira), 23h50 (3D/dub/somente sexta-feira e sábado); Cinépolis 4 – 13h30, 19h30 (3D/dub/diariamente), 16h30, 22h30 (3D/leg/diariamente). Doze Anos de Escravidão: EUA. 14 anos. 1841. Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor) é um escravo liberto, que vive em paz ao lado da esposa e filhos. Um dia, após aceitar um trabalho que o leva a outra cidade, ele é sequestrado e acorrentado. Vendido como se fosse um escravo, Solomon precisa superar humilhações físicas e emocionais para sobreviver. Ao longo de 12 anos, ele passa por dois senhores, Ford (Benedict Cumberbatch) e Edwin Epps (Michael Fassbender), que, cada um à sua maneira, exploram seus serviços. Cinemais Millennium 7 – 15h10, 19h, 21h35 (leg/diariamente); Cinépolis 2 – 15h10 (leg/diariamente), 21h30 (leg/exceto terçafeira), Cinépolis 8 – 18h30 (leg/diariamente); Playarte 9 – 13h10, 15h45, 18h20, 20h55 (leg/diariamente), 23h30 (leg/somente sexta-feira e sábado). Ninfomaníaca – Volume 2: EUA. 18 anos. Segunda parte das aventuras sexuais de Joe (Charlotte Gainsbourg), uma mulher de 50 anos que decide contar a um homem mais velho (Stellan Skarsgard) sua história pessoal. Cinépolis 3 – 22h (leg/diariamente), Cinépolis 10 – 20h, 22h45 (leg/diariamente).

CONTINUAÇÕES Rodência e o Dente da Princesa – EUA. Livre. Cinemark 2 – 16h (dub/diariamente). Tatuagem: BRA. 16 anos. Playarte 3 – 19h10, 21h25 (diariamente), 23h40 (somente sexta-feira e sábado). Tinker Bell - Fadas e Piratas: EUA. Livre. Cinemais Millennium 1 – 14h50 (3D/dub/diariamente); Cinemark 2 – 14h, 18h10 (dub/diariamente); Cinépolis 10 – 13h10, 15h15, 17h45 (dub/diariamente). 300 – A Ascensão do Império: EUA. 18 anos. Cinemais Millennium 1 – 17h20, 19h40 (3D/dub/diariamente), 22h (3D/leg/diariamente), Cinemais Millennium 5 – 14h20, 16h40, 18h50, 21h (dub/diariamente); Cinemais Plaza 1 – 14h30, 16h40, 19h10, 21h15 (dub/diariamente), Cinemais Plaza 2 – 17h10, 21h50 (3D/dub/ diariamente); Cinemark 1 – 22h (dub/ diariamente), 11h40 (dub/somente sábado e domingo), 14h10, 16h40, 19h25 (dub/diariamente), Cinemark 6 – 11h15 (3D/dub/somente sábado

e domingo), 13h45, 16h15, 18h50, 21h30 (3D/dub/diariamente), Cinemark 7 – 12h50, 15h15, 17h50, 20h30 (3D/dub/diariamente), 23h10 (3D/dub/somente sábado e domingo); Cinépolis 1 – 14h10, 17h05, 20h10, 23h (3D/leg/diariamente), Cinépolis 3 – 16h05, 19h10 (leg/diariamente), Cinépolis 5 – 15h, 20h15 (3D/dub/ diariamente), 17h30, 23h05 (3D/ leg/diariamente), Cinépolis 7 – 19h, 21h45 (leg/diariamente); Playarte 1 – 18h50, 21h (3D/dub/diariamente), 23h10 (3D/leg/diariamente), Playarte 6 – 13h30, 15h40, 17h50, 20h (dub/ diariamente), 22h55 (dub/somente sexta-feira e sábado), Playarte 7 – 14h, 16h10, 18h20, 20h30 (leg/ diariamente), 22h40 (leg/somente sexta-feira e sábado). Walt – Nos Bastidores de Mary Poppins: EUA. Livre. Cinépolis 3 – 13h05 (leg/diariamente); Playarte 8 – 20h35 (leg/diariamente), 23h15 (leg/somente sexta-feira e sábado). Justin e a Espada da Coragem: EUA. 10 anos. Cinemark 3 – 12h (dub/

somente sábado e domingo), 14h25, 16h50, 19h15 (dub/diariariamente); Cinépolis 9 – 14h45, 17h (dub/diariamente); Playarte 1 – 12h50, 14h50, 16h50 (3D/dub/diariamente). As Aventuras de Peabody e Sherman: EUA. Livre. Cinemais Millennium 2 – 14h10, 16h20 (dub/dariamente); Cinemais Plaza 6 – 14h40, 16h50 (dub/diariamente); Cinemark 2 – 16h (dub/exceto sábado e domingo), Cinemark 5 – 12h45, 15h, 17h20 (dub/diariamente); Cinépolis 7 – 14h30, 16h45 (dub/diariamente); Playarte 3 – 13h10, 15h10, 17h10 (dub/diariamente). Sem Escalas: EUA. Livre. Cinemais Millennium 2 – 18h40, 21h20 (leg/diariamente); Cinemais Plaza 4 – 14h50, 17h, 19h30, 21h40 (dub/diariamente); Cinemark 2 – 21h15 (dub/ diariamente); Cinépolis 9 – 19h45, 22h20 (leg/diariamente); Playarte 10 – 13h50, 16h, 18h10, 20h20 (dub/ diariamente), 22h30 (dub/somente sexta-feira e sábado). Robocop: EUA. 14 anos. Cinemais

Millennium 8 – 14h40, 17h, 19h20, 21h40 (dub/diariamente); Cinemais Plaza 3 – 15h, 17h20, 19h40, 22h (dub/diariamente); Cinemais Plaza 5 – 14h, 16h20, 18h40, 21h (dub/diariamente); Cinemark 3 – 21h40 (dub/diariamente), 0h15 (dub/somente sextafeira e sábado), Cinemark 5 – 19h40, 22h20 (dub/diariamente); Cinépolis 2 – 18h15 (leg/diariamente), Cinépolis 8 – 13h (dub/diariamente), 15h45, 21h35 (leg/diariamente); Playarte 4 – 14h05, 16h25, 18h45, 21h05 (dub/ diariamente), 23h30 (dub/somente sexta-feira e sábado), Playarte 8 – 18h (leg/diariamente). Uma Aventura Lego: EUA. Livre. Playarte 8 – 13h40, 15h50 (dub/diariamente). Frankstein – Entre Anjos e Demônios: EUA. 14 anos. Playarte 2 – 13h15, 15h15, 17h15, 19h15, 21h15 (dub/diariamente), 23h15 (dub/somente sexta-feira e sábado). A Menina Que Roubava Livros: EUA. 10 anos. Cinemais Plaza 6 – 18h50, 21h30 (dub/diariamente)


Plateia

D7

SÍLVIA CASTRO

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

A matriarca dos Abdel Aziz, dona Delfina, recebeu celebração intimista dos filhos, netos e noras por conta da sua troca de idade. Educadora das mais irretocáveis, dona Delfina colheu o que plantou: amor, união e felicidade plena. Viva! Na foto: Kamila e Amin, Andréa e Mansur, a aniversariante com Omarzinho, Omar e Nejmi, Murad e Marília, Walid e Lenúbia com Ludmila Aziz

George Lins e sua Juliana

Jander Vieira jandervieira@hotmail.com - www.jandervieira.com.br

Viva, Laisa!

Os dedicados pais Lívia e Edilson Lima Jr. armaram um festão daqueles para celebrar o primeiro aninho da linda Laisa. Uma “Doceria da Hello Kitty” assinada pelo expert Júnior Carvalho foi montada no Le Rêve com delícias da Carla Dias e lindo bolo da Márcia Freire, para o deleite dos bambinos. Noite sem retoques, com diversão caprichada e muita bossa não faltaram. FOTOS: SÍLVIA CASTRO

Fim de tarde de pura elegância com celebração alto astral. Assim foi a comemoração das Bodas de Prata do belo casal Najla e Jorge Akel, no Village, dividindo os cliques com as lidas filhas Thamiris e Yasmine

Lívia Gláucia Monteiro

Luciana e Belarmino Lins com a neta Laisa

Edilson Lima e Nira Barbosa

Marcos Lins

Lívia e Edilson Lima Jr. com a linda Laisa

Alfredo, Belarmino Júnior e Victor Lins


D8

Plateia

MANAUS, TERÇA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2014

Espíndola une passado e presente em novo álbum Cantora cuja voz marcou uma geração ao interpretar “Escrito nas estrelas” (1980), grava com artistas convidados

P

ara muitos, ela é a voz aguda dos anos 1980 que ganhou festival com a canção “Escrito nas Estrelas”. Para quem a acompanha de perto, é a artista que lançou quase 20 álbuns, com música sofisticada, às vezes beirando o experimental, e letras que falam de vida interiorana, mato, rios e bichos. Esses dois públicos podem se interessar pelo CD duplo que Tetê Espíndola, 60, acaba de lançar e leva seu nome. Ele traz na mesma embalagem dois discos, “Pássaros na Garganta”, de 1982, e o inédito “Asas do Etéreo”. “Eu fui conversar com o selo do Sesc para discutir o lançamento do CD de “Pássaros’,

que só existia em vinil”, conta Tetê. “E aí falei que tinha um novo disco pronto. A ideia de juntar os dois surgiu ali.” “Pássaros na Garganta” misturou gravações de estúdio e sons da natureza, com ajuda de Arrigo Barnabé nessa ousadia musical. O álbum antigo e o novo partem de uma mesma base, a voz de Tetê e sua craviola, instrumento que ela apresentou ao grande público. Mais uma vez ela buscou apoio em parceiros que agregassem a cada faixa uma colaboração. Vieram, entre outros, os violões do Duofel, o piano de Egberto Gismonti, o trombone de Bocato, o baixo de Paulo Lepetit (um dos maiores responsáveis pelo projeto, diz Tetê), a escaleta de Hermeto Pascoal e o violoncelo de Jaques Morelenbaum. “Escolher o que gravar foi um mergulho no baú da composi-

tora. Tenho ainda umas 80 inéditas”, conta Tetê. A mais antiga a entrar foi “Beijo N’água”, de 1982, que gravou com o vibrafone de Félix Wagner. Não por acaso, ele tocou em muitas faixas e fez arranjos em “Pássaros na Garganta”. A música mais recente é “Menina”, de 2012. Tetê deixou dois convidados cantarem. Um é o filho, Dani Black, que também toca guitarra em “Trigo do Amor”. O outro é Arrigo Barnabé, responsável pelo alinhamento da matogrossense com a chamada Vanguarda Paulista nos anos 1980. Ele canta aos urros em “Diga Não”. Shows diferentes Tetê apresenta as músicas do CD duplo em dois shows em São Paulo, nesta quarta-feira e na quinta, no Sesc Vila Mariana. Por Thales de Menezes

DIVULGAÇÃO

MOSTRA

Cinema para o meio ambiente Começa na quinta-feira (20) a terceira edição da Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental. Durante os sete dias de festival serão exibidos mais de 60 filmes - longa, média e curta-metragens de 30 países. As películas estão agrupadas em cinco eixos temáticos: cidades, campo, economia, energia e povos e lugares. A mostra está dividida em sete pontos de exibição na capital paulista. O evento é uma iniciativa da organização não governamental (ONG) Ecofalante, um coletivo formado em 2003 por educadores, comunicadores e cineastas. Neste ano, serão premiados dois filmes latino-americanos, um escolhido pelo público e outro pelo juri. Estão

programados debates com diretores e com o homenageado da edição, o jornalista Washington Novaes. Além de um festival de cinema, a proposta da Ecofalante é ser uma oportunidade para o debate de temas ligados ao meio ambiente. “Ela nasceu com a ideia de ser uma plataforma de informação e conhecimento que, por meio do audiovisual, pudesse discutir temas absolutamente relevantes para a nossa vida. Temas ligados a sustentabilidade, meio ambiente, cidadania, conservação e políticas públicas”, ressalta o diretor da mostra, Chico Guariba. O festival apresenta obras que dificilmente seriam exibidas nas salas co-

merciais. “A gente achava importante que aqui, em São Paulo, um dos centros de decisão econômica do país, tivesse uma mostra que trouxesse esses filmes que não chegavam no Brasil”, destacou Guariba. Os filmes são selecionados a partir de festivais de cinema em todo o mundo. Ele disse que, a princípio, a Ecofalante era voltada para a produção documental. No entanto, a ficção tem se aproximado cada vez mais dos temas ambientais. “A pauta do cinema, de maneira geral, caminha também na ficção muito fortemente para discutir questões prementes da relação entre homem e a natureza”, explica o diretor.

A água é um dos diversos elementos adotados como tema pelas obras participantes

Tragédias no Japão em foco O longa-metragem japonês “Terra da Esperança”, por exemplo, fala sobre uma família que vive em uma região atingida por um acidente nuclear.

A energia nuclear também é tema de alguns documentários. Três deles tratam direta ou indiretamente do acidente ocorrido na usina nuclear de Fukushima, no Ja-

pão. “São filmes que atualizam as informações de que a gente conhece muito pouco do que está acontecendo”, pontua Guariba. Agência Brasil


EM TEMPO - 18 de março de 2014