Issuu on Google+

CONTENÇÃO

Corte de R$ 10,7 bi no orçamento

O governo federal confirmou o corte de R$ 10,7 bilhões em função da crise econômica que atinge o país. Economia B4 DENÚNCIAS • FLAGRANTES

98116 3529 R$ EXEMPLAR

1,00 DE ASSINANTE

VENDA PROIBIDA PREÇO DESTA EDIÇÃO

O JORNAL QUE VOCÊ LÊ ANO XXVIII  N.º 8.953 ‚TERÇAƒFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015 ‚ PRESIDENTE: OTÁVIO RAMAN NEVES ‚ DIRETOR EXECUTIVO: JOÃO BOSCO ARAÚJO

Eleições 2016 com DIEGO JANATÃ

voto de papel

O contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral inviabilizará as eleições de 2016 por meio eletrônico, que deverão ser realizadas manualmente. Um total de R$ 428,9 milhões ficou indisponível para empenho e movimentação financeira pela Justiça Eleitoral. Durante a reinauguração da sede do TRE-AM, em Manaus, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dias Toffoli, disse estar certo de que o Congresso Nacional reverterá o contingenciamento e garantirá que as eleições sejam realizadas com urnas eletrônicas. Política A5 45 AO ANO

Crescem casamentos homoafetivos no AM

Dia a dia C1

ATENDIMENTO

INTERCÂMBIO

Evento mostra iniciativas para estimular comércio

‘Carreta da Mulher’ no bairro Campos Salles

Economia B2

Dia a dia C2

‘INTROMETIDO’

Brasileiro entra na briga entre Lionel Messi e Cristiano Ronaldo pelo posto de melhor jogador do mundo na temporada 2015. A última vez que um brasileiro chegou à final foi em 2007, quando o meia Kaká, do Milan, levou o prêmio. Pódio E1

DIVULGAÇÃO PR/PRESIDENCIA

Dias Toffoli reinaugura sede do TRE-AM em companhia do governador José Melo, do prefeito Arthur Virgílio e da desembargadora Socorro Guedes

Barack Obama foi um dos primeiros líderes mundiais de maior expressão a se pronunciar na 21ª Conferência do Clima (COP-21) de Paris

FALE COM A GENTE - ANÚNCIOS CLASSITEMPO, ASSINATURA, ATENDIMENTO AO LEITOR E ASSINANTES: 92 3211-3700 ESTA EDIÇÃO CONTÉM - ÚLTIMA HORA, OPINIÃO, POLÍTICA, DIA A DIA, ECONOMIA, PAÍS, MUNDO, PLATEIA E PÓDIO.

DIVULGAÇÃO

Brasileiro briga pelo posto de melhor do mundo

COP21

A última geração que pode salvar o clima mundial O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta segunda-feira, 30, que esta é a última geração que poderá enfrentar o desafio de conter o aquecimento global. Mais de 150 chefes de Estado e de governo estão reunidos em Le Bourget, entre eles a presidente do Brasil, Dilma Rousseff. Mundo C8

TEMPO EM MANAUS

MÁX.: 34

MÍN.:

27


Ultima hora Em solenidade no TRE, Toffoli fala sobre cortes A2

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

CRIME

Motoboy é morto no Coroado DIEGO JANATÃ

De passagem por Manaus, presidente do TSE falou sobre efeitos do contingencimento de verbas

Visita do presidente do TSE aconteceu em virtude da cerimônia de reinauguração de sede do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas e teve a presença de diversas autoridades do Estado STÊNIO URBANO

O

ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Dias Toffoli, participou da reinauguração do prédio do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) na noite de ontem, localizado no bairro Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus. As obras da “nova” sede são resultado da reforma da antiga sede, e custaram aproximadamente, R$ 13 milhões. Além da do ministro, a solenidade contou com a participação de diversas autoridades do Estado, como o governador José Melo, o prefeito Artur Virgílio Neto

e da presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), Socorro Guedes, que entregou medalhas de honra ao mérito a funcionários e autoridades pelo trabalho nas eleições no Estado, considerada, nas palavras da presidente, “um sucesso”. “Agradecemos a todos que estão sendo agraciados, a Justiça Eleitoral nada mais fez do que um gesto justo. A todos que nos ajudaram a ter eleições consideradas as mais tranquilas que este Estado já viveu. Fruto do corpo de magistrado e do ministério público e da sociedade como um todo”, afiançou a presidente.

Grande personalidade da noite, o ministro Dias Toffoli falou sobre as dificuldades da realização das eleições no Estado do Amazonas, pelo tamanho e desafios de se chegar a todos os pontos do Estado. O ministro disse que ainda hoje existem pessoas que lhe questionam. “Muitas pessoas me perguntam se os índios votam no Brasil. E sempre respondo que não só votam como as urnas eletrônicas estão presentes em todo o país, e estes votos são os primeiros a serem totalizados”, afirmou. Toffoli diz que os primeiros votos a serem contabilizados pela Justiça Eleitoral em

uma eleição, para presidente da República, são justamente os das localidades distantes do Amazonas, e que os dados são transmitidos via satélite para a sede do Tribunal Superior Eleitoral. Após a solenidade de inauguração da sede, Dias Toffoli e a presidente do TRE-AM, desembargadora Socorro Guedes, irão se reunir com os juízes eleitorais de Manaus e do interior do Estado. Voto eletrônico Segundo uma portaria publicada no “Diário Oficial da União” ontem e assinada pelos presidentes dos tribunais superiores, afirma contin-

genciamento de mais de R$ 1,7 bilhão determinado pelo Executivo que poderá “inviabilizar” as eleições por meio de urnas eletrônicas para as eleições de 2016. “Este contingenciamento pode trazer atrasos em aquisições e atualizações das urnas eletrônicas. Nós temos a necessidade de adquirir novas urnas eletrônicas. Caso ocorra o contingenciamento, não teremos condições de dar continuidade a esse processo”, garantiu Toffoli. O TSE diz que o corte “compromete severamente” projetos do próprio tribunal e dos Tribunais Regionais Eleitorais.

Três homens não identificados que estavam em um veículo modelo Punto vermelho e uma motocicleta não identificada abordaram o motoboy Ernanildo do Carmo Ribeiro, o “Fofo”, 32, e o alvejaram com dois tiros por volta das 19h do último domingo (29), na rua Copaíba, conjunto Ouro Verde, bairro Coroado, Zona Leste. A vítima ainda foi levada ao pronto-socorro João Lúcio onde passou por procedimentos cirúrgicos, mas morreu minutos depois de dar entrada na unidade hospitalar. Segundo amigos do motoboy, “Fofo” prestava serviços de pintura para o presidiário Ronairon Moreira Negreiros, criador da facção criminosa 300 Espartanos, rival da facção criminosa Família do Norte (FDN). Testemunhas relataram que “Fofo” estava em frente a sua residência, quando os suspeitos se aproximaram e após passar duas vezes ao lado da casa, eles abordaram a vítima, e o criminoso que estava no banco do carona do veículo desceu e atirou quatro vezes contra o motoboy. O caso foi registrado na Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (Dehs), que trabalha com a hipótese de acerto de contas relacionada ao tráfico de drogas.

LOTERIAS

MEGAˆSENA Concurso n. 1765 (28/11/2015) 01

06

28

37

56

58

TIMEMANIA Concurso n. 809

(28/11/2015)

07 08 17 20 37 61 69 TADEU DE SOUZA

PARINTINS

Nota à imprensa

Time do coração SÃO CAETANO/SP

QUINA Concurso n. 3947 (30/11/2015)

Em relação à contribuição do BTG Pactual para a minha campanha a deputado federal em 2014, declaro que não conheço o senhor André Esteves nem qualquer outro dirigente do banco. Esse recurso foi repassado pela direção nacional do PSDB ao comitê financeiro da minha campanha, sem que eu tivesse qualquer interferência com essa decisão. Na condição clara de opositor ao governo petista, nunca fiz ou afirmei nada que pudesse servir a esse banco. Pelo meu perfil e meu caráter, não convivo nem compactuo com lobistas ou traficantes de influências e combato todo tipo de irregularidade que ameace nossas instituições, sem qualquer exceção.

10

54

56

66

80

DUPLAˆSENA Concurso n. 1441 (27/11/2015) Primeiro sorteio 02

04

11

22

24

45

29

46

50

Segundo sorteio 11

22

24

FEDERAL Extração nº 05027 (28/11/2015)

Arthur Virgílio Bisneto Deputado federal (PSDB-AM)

Prêmio

Bilhete

Valor (R$)

42.168

600.000

00007

37.200,00

Menina de 3 anos foi estuprada na zona rural de Parintins, distante 369 quilômetros de Manaus

3º 93.669

37.000,00

Adolescente estupra criança

4º 70.654

36.800,00

5º 68.668

36.608,00

A Conselheira Tutelar Edna Garcia apresentou no dia de ontem na Delegacia Especializada em Crimes contra Criança, Mulher e Idoso, uma menina de 3 anos de idade que foi estuprada na zona rural de Parintins (distante 369 quilômetros de Manaus). O crime aconteceu na terça-feira, 24, mas, somente ontem foi registrada a ocorrência na delegacia especializada de Parintins em razão da distância da localidade e da falta de embarcação para família chegar à sede

do município. “Estamos entristecidos com mais esse caso, é lamentável o que vem ocorrendo na zona rural de Parintins”, lamenta a conselheira Edna Garcia, que está cuidando do caso. Ela disse que a criança contou em detalhes a violência que sofreu. “Ela relata que foi chamado pelo adolescente para um caminho próximo a sua casa, onde aconteceu o estupro”. A mãe da vítima, cujo nome está sendo mantido

em sigilo, disse que a mãe do adolescente nega que o mesmo seja o autor do estupro de vulnerável. A doutora Ana Denise Machado, que vem respondendo pela especializada, disse que os pais foram ouvidos e que agora a polícia vai ouvir o adolescente. Segundo o Núcleo de Apoio às Mulheres, que funciona nas dependências da especializada, só neste mês de novembro foram registrados cerca de três casos de estupro de vulnerável em Parintins.

LOTOFÁCIL Concurso n. 1291 (30/11/2015) 01

06

07

08

10

11

12

13

15

16

18

19

20

21

24

LOTOMANIA Concurso n. 1611 (28/11/2015) 00

01

02

05

11

13

21

22

28

30

45

46

48

54

64

71

80

89

96

97

FONTE: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL


Opinião A3

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Editorial

Contexto 3090-1017/8115-1149

marioadolfo@emtempo.com.br | contexto@emtempo.com.br

Camargo Corrêa (também) vai delatar! Chegou a vez das empreiteiras colocarem a boca no trombone. Depois da Andrade Gutierrez, agora são os executivos da Camargo Corrêa que vão dar detalhes sobre irregularidades em obras de estatais do setor energético. Eles também firmaram acordo de delação premiada com a operação Lava Jato na madrugada de sábado. Lamaçal no PAC De acordo com o jornal “Valor Econômico”, alguns projetos que devem aparecer nos depoimentos integram o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), lançado no governo Lula. Propinoduto Entre as obras que podem ter sido alvo de formação de cartel de empreiteiras estão as das usinas hidrelétricas de Belo Monte, no Pará, e Jirau, em Rondônia. Voto de papel Parece piada, mas acredite, é verdade. Por falta de dinheiro, as eleições municipais de 2016 serão realizadas manualmente. 15 anos depois É a primeira vez que isso acontecerá desde 2000, quando todo o eleitorado brasileiro começou a votar eletronicamente. Diário Oficial A informação de que o contingenciamento impedirá eleições eletrônicas foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, 30. Retrocesso Guardando as devidas proporções, é como sair do computador e retornar à boa e velha máquina de escrever. O nome disso é retro-

cesso. Vanessa responde Em relação à nota de abertura da CONTEXTO de segunda-feira (31), a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB–AM) enviou resposta por e-mail ao redator da coluna. Sete meses Disse que o relatório preliminar que apresentou na última sessão da CPI do Carf foi construído com base em sete meses de investigações conjuntas com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal e trouxe informações detalhadas sobre o esquema criminoso instalado naquele órgão.

— Tivemos a responsabilidade de recomendar o indiciamento de 28 pessoas (empresários, servidores públicos e lobistas) que têm contra si provas sólidas – garantiu a parlamentar. Sem provas La Grazziotin insiste na tecla de que não houve o indiciamento de nenhum parlamentar ou membro de outro poder, pois não encontrou nenhuma prova de envolvimento nos julgamentos do Carf. — E este era o nosso objeto de investigação. Não são políticos Vanessa disse que é importante destacar que mes-

APLAUSOS

A contradição entre vida e morte Em princípio, os números parecem revelar um avanço na qualidade de vida no país. Em 40 anos, a mortalidade infantil de crianças até cinco anos de idade caiu 86,6%, segundo a pesquisa Estatísticas do Registro Civil 2014. No mesmo período, a proporção de mortes violentas em relação ao total de óbitos cresceu 59%, indo de 6,4% em 1974 para 10,2%, no ano passado. Entre os homens, o índice era de 76,2% há 40 anos e, ano passado, atingiu 84,2%. O que parece uma melhoria se mostra, no entanto, uma contradição. As crianças estão sendo salvas para serem mortas ainda na juventude ou já adultas. Garante-se o nascimento e os primeiros anos de vida, mas não há futuro promissor para uma grande quantidade de brasileiros. Para o IBGE, esse fenômeno é “típico de países que experimentaram um rápido processo de urbanização e metropolização sem a devida contrapartida de políticas voltadas, particularmente, para a segurança e o bem-estar dos indivíduos que vivem nas cidades”. Ou seja, se há avanço na saúde pública com maior assistência às grávidas, há, por outro lado, um fracasso do serviço de segurança e de políticas educacionais e de geração de empregos. Esta é, inegavelmente, uma responsabilidade dos governos. Ao mesmo tempo em que cria as condições para assegurar a vida aos bebês, também falha ao não proporcionar o ambiente para que tenham vida longa, produtiva e contribuam para o desenvolvimento do país. Essa distorção tem impacto direto no “Custo Brasil”, que eleva seus gastos para combater a violência em vez de fazer investimentos para proporcionar bem-estar e prosperidade.

ELVIS

elvisbraga@hotmail.com

mo a PF, que está investigando a suposta compra de MPs, só encontrou provas contra 19 pessoas e encaminhou seu relatório ao Ministério Público nesta sexta. — Nenhuma das 19 pessoas apontadas pela PF é ou foi político. Com cópia Na verdade, Grazziotin deveria mandar esse e-mail com cópia para o presidente da CPI do Carf do Senado, Ataídes Oliveira (PSDB-TO). Foi ele quem pediu ao senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) para apresentar um novo relatório paralelo ao de Vanessa Grazziotin. Pegou só 28 Isso porque o relatório da senadora comunista pediu o indiciamento de 28 pessoas. Entre ex-conselheiros do órgão, representantes de empresas, servidores públicos, assessores e lobistas. Poupou Lulinha Ataídes questionou que Vanessa tenha poupado políticos e a maioria dos envolvidos no caso da compra das MPs, como o exministro Gilberto Carvalho e Luís Cláudio Lula da Silva, um dos filhos do ex-presidente Lula. Saiu na frente O primeiro cartão de Natal a chegar às redações dos jornais foi do procurador–geral de Justiça, Carlos Fábio Monteiro.

VAIAS

Maitê Proença

opiniao@emtempo.com.br

Eleições manuais DIVULGAÇÃO

REPRODUÇÃO

Para a atriz Maitê Proença, que prometeu tirar a roupa se o Botafogo subisse para a primeira divisão e cumpriu a promessa. Botafoguense fanática, a atriz honrou a palavra no programa “Extra Ordinários”, do Sportv, na noite de domingo.

Para a notícia de que as eleições municipais de 2016 serão realizadas manualmente. Justiça Eleitoral sofreu um corte de verba de R$ 428,9 milhões. Por falta de dinheiro, o TSE não pode bancar as urnas eletrônicas.

Alfredo M.R. Lopes opiniao@emtempo.com.br

Sustentabilidade A lama da barragem Samarco, que se espalhará eternamente na memória do descaso nacional, estará presente na Conferência do Clima em Paris, como um termômetro sinistro a aferir o descompromisso obtuso com que o Brasil tem tratado a relação do seu modelo de desenvolvimento com o meio ambiente. A tragédia de Mariana, que soterrou vidas, tanto de seres humanos como da flora e da fauna por onde a lama segue se espalhando, deve-nos fazer repensar o sentido deste conceito sobre o qual todos concordam, mas poucos o encaram como opção inteligente de empreender, no atendimento das demandas sociais e reposição dos estoques naturais – a tal da sustentabilidade, recomendava na Agenda21. É tão insana a prática de vender dificuldade burocráticas para auferir vantagens pessoais, como fazem alguns atores públicos, como propor ritos sumários de licenciamentos para dispensar o rigor da prevenção. A tragédia de Mariana está aí para ilustrar a estupidez e o prejuízo das duas condutas. No levantamento do Departamento Nacional de Pesquisa Mineral, DNPM, feito no ano passado, já apareciam 16 barragens em risco, sendo 10 no Amazonas, todas localizadas no município de Presidente Figueiredo, sob o comando da Mineração Taboca S.A. Sabe-se que a empresa peruana, além de ampliar a exploração de estanho, tântalo e nióbio, apressouse em negar o risco de tragédias das respectivas barragens. Como a Samarco fez. Não foi isso que alguns deputados estaduais – Dermilson Chagas à frente - constataram ao fiscalizar in loco a situação. Acidentes fatais, barragem sem manutenção, condições adversas de trabalho.... A iniciativa é eticamente louvável, porém tecnicamente simbólica pois é, no limite, inócua. Não há notícias de

recursos humanos gabaritados, entre seus assessores, para avaliar o tamanho da eventual encrenca, nem lhes compete a atribuição. É mais provável que este patamar do capitalismo apressado, focado na ganância, logo cairá no esquecimento assim que o assunto saia do noticiário ambiental e policial com a tragédia Mariana. No quadro de servidores regionais, tudo indica, não há pistas de um aparato fiscal compatível com as demandas de auditoria ambiental. Uma tragédia agora retiraria da ZFM seu portfólio de realizações. O tântalo, extraído pela Mineração Taboca é um elemento essencial para a indústria eletrônica. E o Brasil é responsável por 14% da sua produção mundial, além de ser dono de 61% das reservas do minério em todo o planeta. No caso do nióbio, o Brasil reponde por 98% das reservas mundiais deste minério, usado na construção que exige super condutividade, em altas temperaturas, como foguetes e naves espaciais. O mesmo privilégio se dá com o potássio, cuja exploração se tornou economicamente viável, um achado para um país dependente do agronegócio, que consome oito milhões de toneladas de potássio por ano. Apenas duas das reservas de silvinita no Amazonas possuem autonomia para 300 milhões de toneladas de potássio - quase 40 anos de exploração. O Amazonas precisa fazer dessa potencialidade, prosperidade para sua gente, inaugurando um novo modo de interação entre homem e natureza, ecologia e economia, como postulava Samuel Benchimol. Somos – cabe lembrar - o único estado da federação com um modelo econômico de isenção fiscal assegurado na Constituição, cuja prorrogação por mais 50 anos se fez basear na contrapartida – além da redução das desigualdades regionais – no zelo e guarda do patrimônio natural.

Alfredo M.R. Lopes Filósofo e ensaísta

O Amazonas precisa fazer dessa potencialidade, prosperidade para sua gente, inaugurando um novo modo de interação entre homem e natureza, ecologia e economia, como postulava Samuel Benchimol


A4

Opinião

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Painel

Frase

Natuza Nery

Cartada final A poucas horas da decisão que pode culminar com um processo de impeachment contra Dilma Rousseff, o Palácio do Planalto ainda não sabia “ler” o adversário. No escuro em relação aos próximos passos de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ministros petistas se preparavam para o pior na semana mais decisiva do ano até agora. A presidente da República precisou entrar em campo para garantir, de um lado, a aprovação da nova meta fiscal e, de outro, o seu próprio pescoço.

primeiro que aparecer participa da votação. Eliziane Gama (RedeMA) e Bebeto Galvão (PSB-BA) disputam a vaga.

Estamos reagindo a um desastre por medida de redução de danos, apoio às populações atingidas, prevenção de novas ocorrências e também punindo severamente os responsáveis por essa tragédia

Espírito... Apesar do movimento contrário à recondução de Aroldo Cedraz à presidência do TCU, ministros do tribunal defendem sua permanência.

Da presidente Dilma Rousseff, sobre a tragédia de Mariana, em Minas Gerais. Lembrando que a mineradora sumiu com o dinheiro que deveria ser pago às vítimas e até agora não sofreu nenhuma penalidade.

...de corpo Cara a cara Com a dupla missão, Dilma chamará nesta terça cada um de seus ministros políticos e ainda fará pessoalmente reunião com líderes da Câmara e do Senado. Discórdia Ainda na expectativa de que os petistas votem com Cunha no Conselho de Ética, o Planalto segue irritado com a nota de Rui Falcão sobre Delcídio do Amaral (PT-MS). Acha que ela inibe os deputados que podem salvar Cunha e aumenta a desconfiança do peemedebista. Cavalo da chuva Cunha, a propósito, não abrirá o processo de deposição da presidente da República nesta terça. Prato frio O chefe da Câmara só deve mexer no vespeiro do impeachment nos dias seguintes. Não quer parecer revanchista. Mas já contabiliza os três votos do PT no Conselho de Ética como contrários a ele. Bancarrota Cunha, aliás, avaliava, em

conversas reservadas, a situação de André Esteves: “Quebraram o cara. Agora vão quebrar o banco.” Zelotes Investigadores rastrearam outras seis medidas provisórias que serviram aos interesses de lobistas e empresas privadas, entre elas do setor automotivo. Homem ao mar O governo também quer se livrar do fardo chamado Delcídio, mas desde que sua digital não apareça. A tolerância de Dilma em relação ao senador se esgotou quando este declarou que ela participou da indicação de Nestor Cerveró. Estilingue

O entendimento é o de que Cedraz tem de ser reeleito e, caso seja provada a existência de tráfico de influência em benefício de seu filho, aí, sim, terá de ser afastado.

OLHO DA RUA

Bola na rede

opiniao@emtempo.com.br RICARDO OLIVEIRA

O senador Romário (PSB-RJ) pretende votar na CPI do Futebol desta terça cerca de 20 pedidos de quebra de sigilo, dentre eles o de Carolina Galan, a ex-namorada de Marco Polo Del Nero, presidente da CBF. Ausentes Senadores que compõe a comissão têm se articulado para esvaziar as reuniões. As duas últimas foram adiadas por falta de quorum. Mudas

Vem aí mais uma campanha do PT contra Joaquim Levy. O partido defenderá o deficit zero para 2016, enquanto o titular da Fazenda insiste em manter a meta de superavit primário de 0,7% do PIB.

No que tem chamado de “resposta” à tragédia de Mariana, o governador Fernando Pimentel (MG) quer plantar 30 milhões de árvores em três anos. O investimento é de R$ 393 milhões. Outro lado

Primeirão Suplentes do deputado Julio Delgado (PSB-MG) no Conselho de Ética devem apostar corrida para marcar presença na reunião desta terça. O

O prefeito Fernando Haddad tem dito nos bastidores que não autorizou ninguém a negociar, em seu nome, alianças com o PSD de Gilberto Kassab para as eleições de 2016.

Em se tratando do Amazonas, fala-se muito em não tocar na natureza para preservá-la. Isso é um erro. A natureza pode e deve ser explorada, desde que de forma responsável. É fundamental que o poder público passe a enfocar políticas públicas que permitam ao ribeirinho utilizar de forma sustentável o meio ambiente no qual ele está inserido

José Aldemir de Oliveira

TIROTEIO

opiniao@emtempo.com.br

“Infeliz foi o senador que ficou parado no trânsito e na chuva. Serra poderia ter ido de metrô ao seu compromisso na Paulista DE PAULO FIORILO, PRESIDENTE DO PT PAULISTANO, SOBRE JOSÉ SERRA DIZER QUE OS PAULISTANOS SÃO “INFELIZES AO QUADRADO” AO CRITICAR FECHAMENTO DA PAULISTA

CONTRAPONTO

Natureza em fúria Uma semana antes de embarcar para a COP 21, em Paris, a ministra Izabella Teixeira (Meio Ambiente) apresentou dados do desmatamento no cerrado. Durante sua fala, a ministra revelou que quase metade do bioma já foi desmatada. –Daqui a pouco vamos soltar um espirro e o satélite vai falar: “Saúde!” –brincou. Embora a tecnologia tenha avançado, Izabella ponderou que a divulgação dos resultados ainda é motivo de idas e vindas do trabalho dos técnicos. –Até eles liberem a divulgação, já tive uns dez ataques! Publicado simultaneamente com o jornal “Folha de S.Paulo”

CENTRAL DE RELACIONAMENTO Atendimento ao leitor e assinante ASSINATURA e CLASSIFICADOS

Diretor de Redação Mário Adolfo marioadolfo@emtempo.com.br

3090-1031 assinatura@emtempo.com.br classificados@emtempo.com.br

Editoras-Executivas Jeane Glay — MTB 001/02 jeaneglay@emtempo.com.br Michele Gouvêa — MTB 626 michelegouvea@emtempo.com.br

REDAÇÃO

3090-1010 redacao@emtempo.com.br

CIRCULAÇÃO

3090-1001 circulacao@emtempo.com.br

Norte Editora Ltda. (Fundada em 6/9/87) – CNPJ: 14.228.589/0001-94 End.: Rua Dr. Dalmir Câmara, 623 – São Jorge – CEP: 69.033-070 - Manaus/AM

Chefe de Reportagem Cleber Oliveira — MTB 00146/ JP cleberoliveira@emtempo.com.br Diretor Administrativo Leandro Nunes administracao@emtempo.com.br Gerente Comercial Gibson Araújo comercial@emtempo.com.br Gerente de Marketing Aline Nobre alinenobre@emtempo.com.br EM Tempo Online Yndira Assayag — MTB 041 yndiraassayag@emtempo.com.br

DO GRUPO FOLHA DE SÃO PAULO

www.emtempo.com.br

Presidente: Otávio Raman Neves Diretor-Executivo: João Bosco Araújo

@emtempo_online

/amazonasemtempo

/tvemtempo

Os artigos assinados nesta página são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal.

Os médicos do lugar Morria-se de morte morrida, cujo diagnóstico era: “fulano morreu daquela doença”, não só por desconhecimento, mas porque era proibido falar os nomes de doenças para não atrai-las. O índice de mortalidade era alto e só não era pior porque mãos hábeis faziam nascer, cuidavam e curavam doenças que só nestes trópicos há. Eram médicos sem o serem, acreditava-se neles que recorriam aos céus e curavam. Dionizia era a parteira, acompanhava a gravidez, espécie de prénatal, pegava a barriga, recomendava a alimentação e os cuidados, assistia o parto em casa e acompanhava a parturiente durante o resguardo e a quarentena, proibindo-a de fazer qualquer esforço. Madrinha Dionízia, como gostava de ser chamada pelas crianças que “aparava”, inspirava confiança durante os procedimentos do parto e era respeitada por todos. Fazia recomendações ao marido para cuidar bem da mulher, verificava se havia galinha suficiente no terreiro, pois a mulher tinha que ser bem alimentada com caldo de galinha e peixe não reimoso. Apesar das casas simples. havia sempre um quarto onde o recém nascido e a mãe ficavam protegidos por um mosquiteiro, sendo visitados por poucos e de lá só saíam depois de sete dias. Apesar das dificuldades, a parturiente tinha um resguardo bem cuidado, não podia fazer nenhum esforço, descer a escada, varrer a casa, preparando o organismo para a nova gravidez que veria em seguida. No interior da Amazônia, até os anos de 1970, as famílias eram extensas, e as mulheres tinham muitos filhos. Durante a primeira infância era a Dona Zica que cuidava das crianças. rezava contra quebranto,

mau-olhado, vento caído, espinhela caída, diarreia e febre. Ao olhar a criança, já vinha com o diagnóstico, se fosse grave recomendava buscar adjutório na cidade. João Vidinha pegava desmentidura, colocava ossos e nervos no lugar, e até membros fraturados eram engessados, usando a casca da bananeira e nivelados com talas de palha branca, a mais reta possível, calibrada ali mesmo ao olho. Lázaro Pena, forte, alto e negro de uma beleza colossal, benzia, rezava com ramos de vassourinha, fazia chás, xaropes e garrafadas de ervas e completava com receita de remédios que eram adquiridos na Restauração, loja comercial localizada na cidade que tudo vendia, de cibazol ao combustol. Um dos proprietários do comércio era o Zeca Ventura, com conhecimentos farmacêuticos, que ficava à porta do estabelecimento atendendo a todos e completava o diagnóstico, identificando quem “receitou” o remédio, se era o Lázaro Pena, fazia sempre comentários elogiosos, “aquele negro é muito bom”. Tudo era aviado ali mesmo, se o responsável pelo doente ou o próprio não tivessem dinheiro era anotado na caderneta para pagamento posterior, mas não saiam sem o remédio. Eram essas pessoas as que curavam e, com exceção do Zeca Ventura, que possivelmente teve acesso a estudos práticos de farmácia ou mesmo consultou bibliografia sobre doenças, os demais não tiveram nenhuma formação ou treinamento, foram aprendendo na vida. Benditas mãos que a seus modos deram e salvaram vidas com a prática da medicina natural e popular. Nunca cobravam por isso, no máximo aceitavam agrados, produtos do próprio lugar.

José Aldemir de Oliveira Geógrafo e professor da Universidade Federal do Amazonas

O índice de mortalidade era alto e só não era pior porque mãos hábeis faziam nascer, cuidavam e curavam doenças que só nestes trópicos há. Eram médicos sem o serem, acreditavase neles que recorriam aos céus e curavam”


MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

3090-1019

politica@emtempo.com.br

SENADO

Política

A5

ELEIÇÕES

Vanessa de olho em 2016 Política A8

Toffoli confia na ação do Congresso para rever corte CAMILA CARVALHO

D

um retrocesso, mas volto a dizer: estamos esperançosos que o Congresso Nacional, o Ministério do Planejamento e a Presidência da República entendam que esses valores são necessários para realização do pleito”, reforçou o presidente do TSE. Para a presidente do TRE, desembargadora Socorro Guedes, o contingenciamento de recursos afetará diretamente o planejamento da Justiça Eleitoral no Amazonas. “Somos um dos Estados mais afetados com este contingenciamento de recursos, que pode fazer com que todo planejamento das eleições do ano que vem seja reformulado por conta da ausência de urnas”, salientou. O secretário de tecnologia

CAUTELA Presidente do TSE não quis afirmar que eleição em 2016 pode vir a ser de forma manual, como era antes. Cauteloso, ele disse que vai fazer gestões junto ao Congresso e ao governo para rever cortes da Informação do TRE-AM, Messias Andrade, informou que o tribunal necessita substituir cerca de 2 mil urnas que totalizam R$ 100 mil, além de garantir a atualização dos sistemas para o processo eleitoral, em 2016. Voto impresso O contingenciamento de recursos vem em um período em que a Justiça Eleitoral trava uma outra discussão com o Congresso Nacional referente ao voto impresso para as eleições, em 2018. A medida foi aprovada pelo Congresso Nacional e vetada pela presidente da República, Dilma Rousseff (PT). Mas, os congressistas derrubaram o veto. De acordo com o TSE, a instituição do voto impres-

Questionado se voto em 2016 será manual por conta de contingenciamentos de recursos da Justiça Eleitoral, presidente do TSE Dias Toffoli foi evasivo

so acarretará um gasto de, aproximadamente, R$ 1,8 bilhão destinados, entre outros, à compra de 833 mil impressoras ao custo de R$ 737,8 milhões, R$ 499 milhões destinados à aquisição de novas urnas eletrônicas, R$ 10,4 milhões para compra de bobina de papel para os dois turnos da eleição, em todo o país, além de R$ 200 milhões destinados à criação de novas seções eleitorais, armazenamento e segurança de impressoras e votos. Para Messias Andrade, é consenso entre os secretários de Tecnologia de Informação dos Tribunais Regionais Eleitorais no país que o voto impresso gerará mais custos e não dará mais seAGÊNCIA TSE

urante a reinauguração da sede do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), ontem à noite, em Manaus, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, disse estar certo de que o Congresso Nacional reverterá o contingenciamento de recursos para a Justiça Eleitoral, para garantir que as eleições de 2016 sejam com a utilização das urnas eletrônicas e não com a cédula de papel, como se ameaça. Segundo ele, o contingenciamento de R$ 428,7 milhões em recursos da Justiça Eleitoral representa 80% do total necessário para a realização das eleições, em 2016. “Estamos certos e seguros de que o Congresso Nacional, certo da responsabilidade que tem, irá, com certeza, excepcionar gastos necessários para as eleições, em 2016”, disse Toffoli. Ontem, uma portaria conjunta publicada no Diário Oficial da União e assinada pelos presidentes dos tribunais superiores informa que o contingenciamento de recursos determinado pela União para cada área do Poder Judiciário, incluindo a Justiça Eleitoral, “inviabilizará as eleições de 2016 por meio eletrônico”. Na semana passada, Toffoli já havia procurado o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, para expor a preocupação diante da medida do Executivo. Questionado a respeito da medida, diante de uma série de investimentos que vêm sendo realizados pela Justiça Eleitoral para modernizar o processo de votação e às vésperas da implantação, na maior parte do país, da identificação do eleitor via biometria, Toffoli desconversou a respeito da possibilidade do retorno do voto manual por conta da falta de recursos. “É um passo atrás, é

DIEGO JANATÃ

Afirmação é do próprio presidente do Tribunal Superior Eleitoral dada ontem à noite, em Manaus, durante evento do TRE

Tribunal Superior Eleitoral alerta para efeitos do corte nas eleições 2016

gurança às eleições. “Aumentaremos o gasto geral com as eleições com objetivo de dar mais segurança e transparência para um processo que já é totalmente seguro. É um processo que pode gerar riscos porque a população terá como comprovar em quem votou, mas estamos aqui para executar o que for determinado”, disse. Para a advogada eleitoral Maria Benigno, o voto impresso é mais uma forma de se mapear os votos. “Embora não possa dizer em quem o eleitor votou, vai ser possível confirmar que ela votou. Ou seja, é mais uma forma de o eleitor ficar vítima desse tipo de abordagem”, observou. Para o assessor da presi-

dência do TRE-AM, Leland Barroso, os gastos que serão empregados para garantia do voto impresso não justificam a segurança que pode trazer ao processo eleitoral. “É algo desnecessário porque não aumenta a segurança de um sistema que até hoje nunca ninguém conseguiu burlar”, disse. A Justiça Eleitoral foi contrária ao voto impresso por considerar o procedimento um retrocesso comparado aos tempos de votação manual. Quando o projeto foi aprovado pelo Congresso, o então presidente do TSE, ministro Ayres Britto, chegou a pedir ao presidente da República que vetasse o dispositivo da lei. Na opi-

nião do ministro, não havia sentido ter o voto impresso uma vez que a mesma eficiência de checagem de votos pode ser alcançada por meio eletrônico, dispensando o gasto extra exigido na impressão de votos. Para o advogado eleitoral Daniel Nogueira, o voto impresso implica em um nível de dificuldade e gastos necessários para a segurança do processo eleitoral. “Com o voto impresso, teremos a dificuldade de contar os votos quando necessário, mas isso aumenta o trabalho de fiscalização em prol de um processo democrático mais confiável e mais forte. Isso espanta qualquer possibilidade de fraude”, disse.

Urna eletrônica pode ficar inviável Brasília (Folhapress) O contingenciamento orçamentário imposto pelo governo pode levar a Justiça Eleitoral a realizar as eleições municipais de 2016 sem urnas eletrônicas, retomando os votos em cédulas de papel. O alerta consta em uma portaria conjunta dos presidentes de todos os tribunais superiores do país publicada ontem no Diário Oficial da União (DOU). Ao todo, o corte no Judiciário soma R$ 1,74 bilhão no Orçamento do poder - sendo que R$ 428,7 milhões foram retirados da Justiça Eleitoral. “O contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral inviabiliza as eleições de 2016 por

RETROCESSO

Portaria conjunta assinada por todos os tribunais superiores do país publicada ontem alerta para o risco de a eleição de 2016 retroagir e ser em voto manual devido ao corte de recursos do TSE meio eletrônico”, diz o texto. Por causa das eleições, a Justiça tem gastos extras como compra de novas urnas, instalação de programas eletrônicos, segurança dos equipamentos, entre outras medidas para garantir a in-

violabilidade do sistema. Nos bastidores, a portaria é interpretada como um instrumento de pressão sobre o Executivo para diminuir o corte no Judiciário, diante do desgaste que o fim do voto eletrônico poderia trazer ao governo Dilma. A portaria, que não é uma prática usual, começou a ser costurada na semana passada quando o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dias Toffoli, trataram do tema. Além de Lewandowski e Toffoli, o texto leva assinatura da vice-presidente do

Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, do presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Barros Levenhagen, do presidente do Superior Tribunal Militar (STM), William de Oliveira Barros, e do presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), Getúlio de Moraes Oliveira. A portaria explica que foram contingenciados: R$ 53,2 milhões do STF; R$ 73,3 milhões do STJ; R$ 555 milhões da Justiça Federal; R$ 14,9 milhões da Justiça Militar; R$ 423,4 milhões da Justiça do Trabalho; R$ 131,2 milhões do CNJ; e R$ 63 milhões do TJDFT.


Política

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

JONAS PEREIRA/AGÊNCIA SENADO

A6

Cláudio Humberto Com Ana paula Leitão e Teresa Barros

www.claudiohumberto.com.br

Ela (Dilma) não consegue ter a liderança do Congresso”

Cláudio Humberto Jornalista

AÉCIO NEVES, PRESIDENTE DO PSDB, para quem Dilma não tem força no parlamento

Paraguai chantageia Petrobras e governo se omite

amigão do ex-presidente. A oposição quer pressioná-lo.

O Brasil anda tão desmoralizado que o Paraguai resolveu chantagear a Petrobras. O Ministério de Indústria não deixa a subsidiária local da Petrobras importar na²a virgem, não vende o produto e proíbe, sob ameaça, outras distribuidoras de fornecer a matéria-prima, essencial à produção gasolina. Tudo porque exige que a Petrobras compre diesel e gasolina da estatal Petropar, a preços superiores aos de mercado. O governo brasileiro mantém obsequioso silêncio à grave agressão.

Negócio da... África O banqueiro André Esteves, preso na Lava Jato, comprou a prazo 50% da Petrobras África, por US$ 1,5 bilhão. O valor estimado pela estatal era R$ 6 bilhões. A negociação foi direta e não houve concorrentes.

Eternidade A demora na liberação da matéria-prima para a produção da gasolina e do diesel provoca prejuízos incalculáveis à Petrobras.

Azedando O Planalto espalha ter percebido “benevolência” de Renan Calheiros, no Senado. De olho no ajuste fiscal, Joaquim Levy (Fazenda) e Nelson Barbosa (Planejamento) são o termômetro de Madame.

Prática antiga São antigas as pressões do Paraguai para obter vantagens do Brasil. Nos corredores de Itaipu Binacional já virou piada. Não pode A Lei de Improbidade Administrativa na administração direta e nas empresas de economia mista do Brasil proíbe a compra superfaturada. Apesar das suspeitas, TCU reconduzirá Cedraz Mesmo constrangidos com as denúncias que o envolvem e a seu filho, advogado Tiago Cedraz, os ministros do Tribunal de Contas da União devem confirmar Aroldo Cedraz para mais 2 anos na presidência do TCU nesta terça (1º), como é praxe naquela corte. É que o Supremo Tribunal Federal ainda não permitiu acesso do TCU ao inquérito que implicaria gravemente os Cedraz, pai e filho, na operação Lava Jato. Vice no mesmo barco Além de Aroldo Cedraz, o TCU

Sem o STF, nada feito “Com as provas em mãos, o TCU não reconduziria Cedraz e ainda o excluiria do tribunal, aposentando-o”, garantiu um ministro à coluna. O tempo da Justiça O ministro Walton Alencar Rodrigues, que atua como corregedor do TCU, insistiu, mas foi inútil: “É preciso esperar”, dizem no STF. UTC diz que pagou Em delação premiada, Ricardo Pessoa, da UTC, disse que pagava R$ 50 mil mensais a Tiago Cedraz, filho do ministro, por informações privilegiadas sobre assuntos do seu interesse no TCU, e R$ 1 milhão pela decisão que o favoreceu, na licitação da obra da usina de Angra 3.

Procurador faz apelo O procurador do Ministério Público junto ao TCU, Júlio Marcelo Oliveira, conhecido por sua independência, endereçou apelo aos ministros do TCU para não reconduzirem Cedraz à sua presidência. Em nome da credibilidade Baluarte na guerra à corrupção, Gil Castelo Branco, da ONG Contas Abertas, lembrou que a sociedade tem o direito de exigir que não exista qualquer suspeita de tráfico de influência, vendas de decisões etc. “relacionadas ao presidente do Tribunal.”

Lula, o inimputável Ricardo Pessoa, dono da empreiteira UTC, declarou às autoridades que doou dinheiro surrupiado da Petrobras à campanha de Lula à reeleição, em 2006. E Lula não é considerado suspeito?

Prego com estopa Dilma ignorou de novo a via diplomática para fazer do aspone Top-Top Garcia portador de carta ao colega Nicolás Maduro. No texto sigiloso, a presidente pede “transparência” nas eleições do dia 6. Confirmada a fraude anunciada, ela poderá dizer depois que avisou o Maduro.

Amigo nada secreto Apostando no constrangimento de Lula, a CPI do BNDES manteve a sessão marcada para esta terça-feira para ouvir o pecuarista José Carlos Bumlai,

Números da denúncia A gravação de 1h35min da trama do senador Delcídio para obstruir a Lava Jato foi ouvida mais de 7 mil vezes no site Diário do Poder em 48h.

PODER SEM PUDOR

Chá e sono pós-golpe

Documento foi enviado ao STF e inclui ainda o senador Jader Barbalho e o deputado Aníbal Gomes, ambos do PMDB

B

rasília (Folhapress) - A Procuradoria-Geral da República pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de novos inquéritos para investigar a suposta ligação do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e dos senadores Delcídio do Amaral (PT-MS) e Jader Barbalho (PMDB-PA), além do deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE), com o esquema de corrupção da Petrobras. Os parlamentares poderão ser investigados por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. O pedido de apuração envolvendo os congressistas foi motivado por um processo mantido oculto no Supremo, procedimento que tem sido adotado para a tramitação de delações premiadas que estão em sigilo. Uma das delações que citam os três senadores é do lobista Fernando Soares, o Baiano. O delator - que foi um dos a citar anteriormente o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), como outro beneficiário - disse que Del-

cídio recebeu US$ 1 milhão ou US$ 1,5 milhão, dinheiro fruto de propinas pagas com recursos desviados da compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. Baiano disse que Delcídio recebeu o dinheiro para pagar a sua campanha nas eleições para o governo de Mato Grosso do Sul, em 2006. Ainda de acordo com Baiano, Delcídio recebeu propina por ter endossado a indicação de Nestor Cerveró - este já condenado na Lava Jato - para a direção Internacional da Petrobras. Além de Delcídio, Fernando Baiano mencionou que Renan Calheiros, o senador Jader Barbalho e o ex-ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau - indicado na época pelo PMDB - também foram beneficiários do esquema de corrupção. Ele teria apontado que US$ 4 milhões foram desviados de um contrato de navios-sonda para pagamentos que chegaram posteriormente a US$ 6 milhões. O delator comentou

que as operações foram completadas pelo lobista paraense Jorge Luz, entre 2006 e 2008. Inquérito Esse é o quinto inquérito pedido pela Procuradoria para investigar as supostas ligações de Renan com a Lava Jato. Cada inquérito tem o objetivo de investigar fatos diferentes. Esse é o segundo inquérito de Delcídio, sendo que o primeiro foi aberto na semana passada depois que o senador acabou preso acusado de participar de uma trama para atrapalhar as investigações do esquema de corrupção da Petrobras. Se for autorizado pelo Supremo, Jader será alvo de dois inquéritos. Os pedidos serão analisados pelo ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo. Caso os inquéritos sejam abertos, o STF investigará 68 pessoas, sendo 14 senadores, 23 deputados, o ministro de Estado Edinho Silva (Comunicação) e o ministro do TCU (Tribunal de Contas da União) Raimundo Carreiro.

Cunha ameaça entrar com processo

CPI DO BNDES

Bumlai depõe nesta terça-feira negócios com a Petrobras. Na última sexta-feira, os advogados de defesa do pecuarista enviaram um ofício à CPI pedindo a dispensa do comparecimento de Bumlai ao depoimento. A presença do empresário à CPI foi acertada pelo presidente da comissão, deputado Marcos Rotta (PMDB-AM), com o juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato. No ofício, os advogados de defesa afirmaram que o depoente exercerá o direito de permanecer calado e

PGR pede investigação contra Delcídio e Renan

IMPEACHMENT

Dois dias depois do golpe militar de 1964, ainda vivendo incertezas, o presidente interino Ranieri Mazzili sumiu do Palácio Alvorada. Saiu com um assessor de sua confiança. Soube-se depois que ele foi para um pequeno apartamento na Asa Norte de Brasília, onde morava Hamilton, seu barbeiro na Câmara dos Deputados. Foi entrando e perguntando: - Meu chazinho está pronto? Tomou o chá e dormiu, sentindo-se em segurança.

Brasília (Agência Brasil) - O empresário e pecuarista José Carlos Bumlai, preso na operação Lava Jato da Polícia Federal, depõe hoje, a partir das 14h30, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES. A informação foi confirmada pela secretaria da CPI. Bumlai deveria ter deposto na CPI na terça-feira da semana passada, mas foi preso em Brasília na operação Passe Livre, nova fase da Lava Jato. Ele é acusado de ter recebido propina para mediar

Presidente do Senado é acusado em delação premiada de integrar esquema de corrupção na Petrobras

que só falará em juízo. Os advogados também alegaram que a viagem de Bumlai, que está preso em Curitiba (PR), a Brasília, representaria “gastos desnecessários à administração pública”. “O convocado poderá decidir se responde ou não a respeito do conteúdo que será perguntado, podendo inclusive contar com o apoio dos advogados, sempre considerando os limites do que pode ser base a sua autoincriminação e apenas isso”, disse Rotta.

Brasília - Em almoço com o vice-presidente Michel Temer, ontem, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse que o governo conspira contra ele e insinuou que pode deflagrar o impeachment da presidente Dilma Rousseff nesta terça-feira (1º), caso o PT vote por sua cassação no Conselho de Ética da casa. Durante a conversa de quase duas horas no Palácio do Jaburu, Cunha afirmou a Temer que a nova denúncia contra ele, de que o BTG Pactual pagou R$ 45 milhões para que o banco de André Esteves tivesse seus interesses atendidos em uma emenda a medida provisória, foi uma armação orquestrada pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Cunha levou ao vice-presidente documentos em que,

ALEX FERREIRA/AGÊNCIA CÂMARA

Pressão paraguaia A Petrobras é pressionada a comprar gasolina e diesel da estatal Petroleos Paraguayos (Petropar), a preços superiores aos de mercado.

deve reconduzir o vice-presidente Raimundo Carreiro, também gravemente afetado pelas denúncias.

Acuado, Cunha ameaça deflagrar processo contra Dilma na casa

segundo o presidente da Câmara, fica provado que ele não favoreceu bancos e disse que tem certeza de que há “dedo do governo” no que chamou de “armação” contra ele. Temer, por sua vez, preferiu a cautela e, segundo aliados, não alimentou os

ataques contra o Planalto. Nesta terça-feira, o Conselho de Ética da Câmara vota pela admissibilidade ou não de um processo de cassação contra Cunha, acusado de lavagem de dinheiro, corrupção e suspeito de esconder contas na Suíça.


Política A7

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Comissão do PlanMob pede ajuda do governo do Estado ROBERVALDO ROCHA/DIRCOM/CMM

Grupo entregou cópia do projeto ao governador José Melo e quer auxílio técnico para elaborar emendas à matéria IVE RYLO

C

Grupo de vereadores estiveram ontem com o governador José Melo (Pros) entregando cópia do PlanMob e pedindo maior engajamento do governo em relação ao Plano de Mobilidade

financeiramente, por isto a ideia de dividir os custos com governo do Estado e federal. Enquanto os vereadores aliados aceleram na realização de audiências públicas para debater o tema, o oposicionista Professor Bibiano (PT) planeja entrar com uma ação civil pública para suspender a tramitação do projeto na Câmara. Segundo ele, não foram observados os critérios previstos na lei TIAGO CORRÊA/DIRCOM/CMM

orrendo contra o tempo para aprovar o Plano de Mobilidade Urbana de Manaus (PlanMob-Manaus), previsto para acontecer dentro de 16 dias, os vereadores que integram a Comissão Especial do PlanMob na Câmara Municipal de Manaus (CMM) foram buscar ajuda no governo do Estado para auxiliá-los na elaboração das emendas parlamentares. O grupo, capitaneado pelos vereadores Felipe Souza (PTN) e Elias Emanuel (PSDB), presidente e relator, respectivamente, entregou ontem ao governador José Melo (Pros) uma cópia do projeto e solicitaram apoio técnico do Executivo. A implantação do Plano na capital está atrasada há oito meses e deve ser votado na Câmara dia 17 de dezembro, um dia antes de os vereadores entrarem em recesso parlamentar. A comissão é formada ainda pelos vereadores Arlindo Junior (Pros), Glória Carrate (PSD), Joelson Silva (PHS), Socorro Sampaio (PP) e Waldemir José (PT). “O Plano tem investimentos da ordem de R$ 2,6 bilhões em 20 anos, mas esse recurso não pode sair apenas do município. Ele só vai se tornar efetivamente claro se tiver uma gestão colaborativa do Estado, União e município. Não podemos esquecer que Manaus é a capital que mais arrecada recursos federais no Norte do país e que, do PIB do Amazonas, 97% é produzido na capital. O governo pode contribuir também com sua assessoria técnica para colaborar neste processo de emendas daqui até o dia 11 de dezembro”, argumentou Elias Emanuel. A principal dificuldade em executar o projeto, segundo os vereadores, é viabilizá-lo

Wilker anunciou sessão na quinta para compensar a de segunda

Sessão compensatória na quinta O presidente da Câmara, vereador Wilker Barreto (PHS), anunciou ontem que será feita uma sessão plenária na próxima quinta-feira para compensar a de segunda-feira, véspera do feriado de 8 de dezembro, dia da padroeira do Amazonas, Nossa Senhora da Conceição. De acordo com Wilker, na próxima semana também estará reunindo com os líderes partidários para definir o calendário de reuniões compensatórias do mês de dezembro, antes do recesso parlamentar, marcado para o dia 18 de dezembro.

“A Câmara entra em ritmo acelerado com o PlanMob. É um plano arrojado, mas que precisa da união dos governos federal, estadual e municipal para ser colocado em prática”, disse o vereador. Ele assegurou, também, que o coordenador do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura da Universidade Federal do Paraná (UFPR/ITTI), Rui Alberto Zibeti, está em Manaus para dar apoio técnico à Comissão Especial do PlanMob. “Ele estará ajudando o município de Manaus nessa discussão”, acrescentou.

federal nº 12.587, que estabelece a discussão do plano em audiências públicas. Ele denunciou que em junho, quando foram realizadas nove audiências públicas para colher da sociedade civil as propostas que fundamentariam o documento, não foi assegurado o acesso aos estudos técnicos. “Não reclamamos só da ausência da participação da sociedade. Mas, o mais grave é que se

pagou mais de R$ 2,8 milhões para uma oficina que não fez nada (sobre os estudos técnicos) e se fez, provamos que se embasou em slides defasados de 2005, inclusive com dados do IBGE de 2011”, denunciou Bibiano. O vereador sustentou que os estudos técnicos realizados pela empresa contratada estão defasados. “São estudos furados a que só tivemos acesso na terça-feira pas-

sada. O estudo aponta que a via preferencial do BRT é na margem direita, quando sabemos que é na margem esquerda”, disse. Por isso a liminar pede pela formulação de um novo projeto de lei contendo as exigências legais preconizadas pela Constituição Federal, no que tange à lei 12.587, bem como a anulação das nove audiências já realizadas e determina na criação

de novo cronograma. Enquanto o pedido de suspensão ainda não chegou à Justiça, os parlamentares seguem com o cronograma de audiências públicas na Câmara. Até a próxima quinta-feira, serão realizadas quatro audiências públicas, cujos temas em discussão serão: calçadas e pedestres; ciclovias e bicicletas; BRT e automóveis; e Plano viário e hidroviário.

Regime de urgência para PL do Executivo Para arcar com os processos perdidos pelo município na Justiça, a prefeitura quer ter acesso a cerca de 70% dos R$ 25 milhões guardados pelo Poder Judiciário em ações que envolvem o município. Para isto, foi aprovado o regime de urgência pelos vereadores para a tramitação da mensagem 054/2015, que institui o “Fundo de Reserva de Depósitos Judiciais e Administrativos (FRDJA)”, na manhã de ontem. “Esse fundo é uma regulamentação da lei complementar 151 de 5 de agosto deste ano. Vai dar ao município a possibilidade de utilizar os recursos guardados em contas do Poder Judiciário, quando se envolve causa entre uma parte e o município. Por exemplo, eu contesto que o município me cobrou impostos além do que eu devo pagar. Mas como figura jurídica, preciso das minhas certidões para continuar trabalhando. Então, deposito aquele valor em juízo, vou para a con-

testação, recebo todas as minhas certidões e continuo trabalhando como empresa. Mas o dinheiro fica parado”, explicou o líder do prefeito na casa, Elias Emanuel. Ele observou que prefeituras de outros Estados brasileiros já têm acesso a este dinheiro, que é autorizada pela lei complementar 151/2015. Logo, é uma possibilidade de acessar o dinheiro depositado em juízo, enquanto o processo tramita. Segundo estudos apontados pelo vereador, a Prefeitura de Manaus vence 70% das causas na Justiça, na qual é parte. “Então, essa lei complementar dá a chance para que o município recolha esses 70% do que está lá dentro. O município tem na conta da Justiça R$ 25 milhões de processos que estão em tramitação e vai poder pegar R$ 17,5 milhões. E esse dinheiro não vai para o orçamento comum, mas para o pagamento de precatórios. Ou seja, para pagar aqueles

processos que o município perdeu na Justiça. Retira o dinheiro e paga o precatório. Se eu provar que eu ganhei na Justiça, e se o município tirou o meu dinheiro, que estava sub judice, automaticamente me ressarci”, afirmou.

RECURSOS Para ter acesso a recursos depositados em conta da Justiça, prefeitura apresenta PL que institui o Fundo de Reserva de Depósitos Judiciais e Administrativos (FRDJA), que tramita em regime de urgência Se aprovada, quem ficará responsável em realizar este trâmite é a Procuradoria-Geral do Município (PGM), que é órgão que realiza o pagamento dos precatórios. “Quando aprovarmos essa lei e o prefeito sancioná-la, ele poderá retirar de R$ 15 a R$ 17,5

milhões para pagar precatórios, mesmo sem ter ganhado na Justiça”, disse o vereador. O projeto de lei teve o pedido de urgência aprovado em plenário e segue para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da casa. “Por ser uma matéria econômica, nós precisamos devolvê-la antes do fim do exercício de 2015, para que possamos estar com o fundo operando em 2016. Por isso, a necessidade da urgência na tramitação”, explicou Elias. Contrário à matéria, o vereador Professor Bibiano (PT) afirmou que já existe, na própria Lei Orçamentária municipal, rubrica destinada ao pagamento de dívidas provenientes de ações judiciais, inclusive precatórios, e que, portanto, considera não ser necessária a criação de um fundo, principalmente porque o projeto do Executivo não evidencia o valor a ser investido com a manutenção da referida instituição. (IR)


A8

Política

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Vanessa é uma das apostas do PCdoB às eleições 2016 CECÍLIA SIQUEIRA

A

dez meses das eleições municipais de 2016, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) se colocou à disposição do partido para disputar a Prefeitura de Manaus e concorrer à vaga, ocupada hoje pelo prefeito Arthur Neto (PSDB). Além de Vanessa, outros três nomes internos foram definidos como prefeituráveis: a deputada estadual Alessandra Campêlo, o ex-deputado Eron Bezerra e o líder estudantil Yann Evanovick. A escolha foi realizada neste fim de semana, durante encontro da legenda. Foi definida ainda uma chapa que deverá concorrer à Câmara Municipal de Manaus (CMM). Até a última sexta-feira, o partido possuía uma lista interna com sete nomes de aspirantes à prefeitura, mas, conforme informou Eron, três desistiram para disputar a uma das 41 vagas na CMM e também para cargos majoritários em municípios vizinhos. “A conferência aprovou e por enquanto esses são os pré-candidatos a prefeito. Mas, a partir de março, vamos começar a entrar na fase de

afunilamento. Porém, vamos deixar claro que isso é debate para meados de março. Eram sete, mas dois optaram por priorizar a candidatura de vereador, que é o Odilon Queiroz, do Sindicato dos Metalúrgicos, e Lúcia Antony. Já o Josildo dos Rodoviários, que é de Iranduba, vai ser

ESCOLHA Em março do próximo ano, o PCdoB deve oficializar qual dos quadros da sigla vai ter o apoio do grupo aliado para disputar a eleição majoritária em Manaus. Nome mais cotado é de Vanessa Grazziotin candidato à prefeitura de lá”, explicou Bezerra. Segundo o presidente do PCdoB, o quarteto estará à disposição para ser apreciado até o início do próximo ano por todos os membros do partido, assim como de siglas aliadas, que devem ter peso importante na decisão de quem deve passar pela próxima “peneira”. Ainda durante a reunião, também foi discutida a oposição

WALDEMIR BARRETO/AGÊNCIA SENADO

Senadora afirmou estar disposta a entrar na briga pela Prefeitura de Manaus contra o adversário, Arthur Neto (PSDB) à atual Prefeitura de Manaus e pré-aprovação de 80 candidatos a vereadores. “Lançamos a chapa de vereadores, que independe de alianças. Temos uma discussão prévia com o Partido dos Trabalhadores (PT), que mesmo que a gente saia, eventualmente coligado, cada partido terá sua própria chapa. Apresentamos uma lista com 80 nomes pré-relacionados a concorrer em 2016”, contou. Experiência Em entrevista a um portal local na última sexta-feira, a senadora Vanessa Grazziotin insinuou estar reticente a ser pré-candidata no próximo ano por conta do pleito de 2012, no qual concorreu à prefeitura da capital amazonense e saiu derrotada nas urnas, no segundo turno, pelo atual prefeito, Arthur Neto. No entanto, Grazziotin afirmou estar disposta e disse que a última campanha serviu para acrescentar experiência em sua carreira política. “Um dia vou falar abertamente sobre tudo o que aconteceu. Traumático não, foi educativo. Eu amadureci muito com aquela eleição”, ponderou a parlamentar.

Vanessa é um dos nomes apontados internamente para disputar pelo PCdoB as eleições majoritárias


3090-1019

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

no dia: 0,38% na semana: 4,72% no mês: 14,35% dif.livre mercado/paralelo: 5,28%

DÓLAR compra/venda Paralelo -

INDICADORES ECONÔMICOS

R$ 3,74 / R$ 4,06 *

Vendas da Black Friday têm alta Economia B2

economia@emtempo.com.br

OURO BM&F R$ 132,002

na semana: 3,42%

Câmbio livre mercado - R$ 3,885 / R$ 3,887 *

no mês: -0,22%

Turismo -

dif.livre mercado/paralelo: 4,45%

Salário Mínimo Janeiro 2015: R$ 788,00

2,3271%

no dia: 2,96%

Câmbio livre BC - R$ 3,8499 / R$ 3,8506 **

R$ 3,810 / R$ 3,990

B1

Variação do câmbio livre BC

DIVULGAÇÃO

Economia

PROMOÇÃO

Poupança

Salário Família/Janeiro

Aniversário

Rendimento (%)

01/12

0,6303

01/12

0,6303

até R$ 725,02: R$ 37,18 de 725,03 até 1.089,72: R$ 26,20

Salários de servidores do Estado só depois do Natal DIVULGAÇÃO

Governo do Amazonas alterou o calendário de pagamento da folha do funcionalismo público para o mês de dezembro

Funcionários da área da saúde da capital amazonense também só receberão os salários depois do Natal, conforme novo cronograma de pagamento do funcionalismo público divulgado pelo governo do Estado EMERSON QUARESMA

O

s servidores públicos do Estado do Amazonas foram surpreendidos ontem (30), com a informação de que o governo alterou o calendário de pagamento da folha do funcionalismo público para o mês de dezembro. A maioria que tradicionalmente recebia antes do Natal, agora receberá somente entre os dias 28 e 30 de dezembro. A informação foi publicada ontem no Portal do Servidor (portaldoservidor.am.gov.br). No dia 28, o governo pagará a folha do grupo 4, formado por servidores da capital, da secretaria de Estado da Saúde. No dia 29, será a vez de servidores de pastas como a de Planejamento, Desenvolvimento Econômico, Ciências, Tecnologia e Inovação (Seplan -CTI), Fazenda (Sefaz) e Justiça e Direitos Humanos (Sejus). Neste grupo ainda participam a Polícia Civil e o Departamento Nacional de Trânsito do Amazonas (Detran-AM). O calendário de pagamento segue no dia 30 com o pagamento dos servidores de fundações como Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (Fcecon), Alfredo da Matta (Fuam), Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) e Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Nesse dia, entram também a Casa Civil,

Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Casa Militar (ver quadro completo). Antes do Natal, entre os dias 22 e 24 de dezembro, o Estado pagará somente dos grupos de servidores 1, 2 e 3, entre eles os inativos e pensionistas. O governo do Amazonas informou ao EM TEMPO que a mudança no calendário de pagamento da folha do fun-

GALERIA Veja outras imagens deste evento aqui

Patrocínio

cionalismo público no mês de dezembro não configura atraso de salário. De acordo com o governo, a nova programação de pagamento dos servidores inicia nos dias 16 e 17, com a liberação da segunda parcela do 13º salário, e de 22 a 30, com o pagamento do salário. Muitos servidores que contavam com o salário antes do Natal foram pegos de surpresa, como é o caso de um auxiliar

de enfermagem que preferiu não se identificar. Há 3 anos na Susam, ele avaliou que a mudança vai alterar a sua programação de fim de ano, uma vez que o 13º será usado para o pagamento de dívidas. Para a funcionário pública Maria do Carmo Antunes, 47, apesar da mudança, ela ficou tranquila porque o pagamento do 13º ocorrerá a partir do próximo dia 16 de dezembro. “Vamos ter que nos adaptar. Mas, é bom que receberemos até o dia 30, e vamos nos preparar para o mês de janeiro que é o mais difícil de todos”, comentou. Benefício Nos dias 16 e 17, o governo do Estado pagará a segunda parcela do 13º salário dos servidores estaduais. Serão R$ 150 milhões para mais de 70 mil funcionários públicos. O valor disponível é equivalente a 50% do salário dos servidores. A primeira parcela do benefício foi paga pelo governo do Amazonas na folha de pagamento do mês de julho. Os servidores da Prefeitura de Manaus também receberão a segunda parcela do 13º no dia 17 de dezembro, conforme informou a Secretaria Municipal de Finanças (Semef). O valor disponível pelo município é de R$ 50 milhões para os 32 mil funcionários do município. A primeira parcela também foi paga no final do último mês de julho deste ano.

DATA DE PAGAMENTO DO 13º  DEZEMBRO DE 2015 GRUPO DE PAGAMENTO

DATA PARA PAGAMENTO

I ao IV INATIVOS e PENSIONISTAS V ao VII

16/12/2015 17/12/2015

DATA DE PAGAMENTO DA FOLHA MENSAL DE DEZEMBRO GRUPO

DATA

I, INATIVOS e PENSIONISTAS II III IV V VI e VII

22/12/2015 23/12/2015 24/12/2015 28/12/2015 29/12/2015 30/12/2015

RECEBIMENTO ANTES DO NATAL I – Aposentados, pensionistas especiais, PMAM e CBMAM (Capital e Interior). Interior: Susam, Sefaz, Sejus, Seduc, Idam, Seprors, Suhab, SNPH, UEA e Adaf II – Distritos Educacionais Seduc: 1, 2, 3 e 4. III – Distritos 05, 06, 07 e Seduc Educacionais Seduc: Sede RECEBIMENTO DEPOIS DO NATAL IV – Susam Capital V – Sefaz, Sejus, Seplan, Sead, Polícia Civil, SEC, Setrab, Seinfra, Seas, SPF, Detran, Sejel, SDS, Seprors, Secti, SERDB – SRMM- Seind, Serap, SEMGRH, Seped. VI – Fuam, FCecon, FHemoam, FMT, FHAJ, FVS, Ipeam, Idam, Iteam, Ipaam, Jucea, FVO, IMP. Oficial, Funtec, Fapeam, Suhab, Arsam, SNPH, UEA, Cetam, FEH, Fundação Amazonprev e Adaf. VII – Casa Civil, Agecom – GAB. Vice, PGE, ERGSP, Ouvidoria, Casa Militar, CGL, UGPI, CGE E UNID. GEST. Cidade Universitária


Economia Evento mostra iniciativas para estimular o comércio B2

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

PROMOÇÕES

Crescem vendas da Black Friday EMERSON QUARESMA

Promovido pela Fieam, encontro apresentará instrumentos para estimular intercâmbio comercial DIVULGAÇÃO

M

anaus será a 5ª cidade a sediar uma edição do Road Show: “Promovendo Iniciativas de Facilitação do Comércio”. O evento será ministrado, hoje (1º), gratuitamente, por representantes do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) e da Receita Federal para apresentar ao empresariado do Estado três ferramentas que facilitam o processo de exportação e importação: o Portal Único de Comércio Exterior, o Programa de Operador Econômico Autorizado (OEA) e o Sistema de Consultas sobre Tarifas, Regras de Origem e Serviços dos Acordos Comerciais Brasileiros (Capta). Executado pela Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN-AM), em conjunto com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o ciclo de palestras é voltado para empresas e operadores de comércio exterior. O objetivo, afirmou o gerente-executivo do CIN-AM, Marcelo Lima, é reforçar a missão do Sistema Indústria no apoio e desenvolvimento das empresas do Amazonas. “Nessa ação, os empresários locais poderão identificar as oportunidades de negócios, tanto para importar quando para exportar. Nós e todas as instituições envolvidas queremos fomentar o comércio

Na contramão da crise, o Amazonas registrou crescimento de 56% no volume de compras no e-commerce, durante a Black Friday, que terminou no último dia 27 de novembro. No ano passado, o amazonense comprou R$ em torno de 2 milhões, neste ano o volume alcançou R$ 3,18 milhões. Os cálculos foram feitos com base nos dados da ClearSel, empresa especializada em soluções antifraude, principalmente no varejo on-line.

exterior, principalmente nesse momento em que a alta do dólar está favorável a essa atividade”, argumentou Lima. Benefícios Lima explicou que os participantes vão obter informações para dar maior agilidade nos negócios, nas cargas brasileiras no exterior, diminuir os custos e facilitar os processos burocráticos. Segundo ele, vai ser uma oportunidade de conhecer a

INSCRIÇÕES

Reclamações Durante a campanha no comércio físico, os consumidores reclamaram das promoções ofertadas nas lojas. No fim de semana da Black Friday, o Procon Manaus autuou sete lojas. Conforme o órgão, no total foram registradas 22 denúncias feitas pelo consumidor, seja pelo disque denúncia disponibilizado ao público ou nos pontos onde o Procon Manaus fez atendimento. “No começo do mês orientamos os consumidores que pretendiam comprar na Black Friday de ter em mãos encartes, fotos e prints de tela do produto que gostaria de consumir, afim de que haja provas de fraude ou não da liquidação”, explicou o coordenador da Ouvidoria e Proteção ao Consumidor, Alessandro Cohen.

Interessados podem se inscrever gratuitamente no link https:// goo.gl/nV7Yd3. O evento será realizado das 8h às 16h, na sede da Fieam, no Centro. Informações pelo 3631-0907 ou 3186-5114 Durante evento promovido pela Fieam serão mostradas ferramentas que facilitam o comércio exterior

fundo o Capta, por exemplo, plataforma on-line desenvolvida junto ao Reino Unido que reúne informações de 53 tratados comerciais assinados pelo Brasil e permite a simulação da aplicação de tarifas e preferências dadas aos produtos e serviços em relação aos mercados internacionais. “São informações de ouro, vantagens e benefícios que podem facilitar a vida do empresário, mas que, muitas vezes, ele desconhece”, afirmou Lima.

Ferramentas facilitam processos O Portal Único de Comércio Exterior é uma inciativa Mdic e da RFB, com contribuição do Instituto Procomex e da CNI, que visa à reformulação dos processos de importação, exportação e trânsito aduaneiro, e busca estabelecer processos mais eficientes, harmonizados e integrados

entre todos os envolvidos no comércio exterior. Também de iniciativa RFB, apoiado pelo Instituto Procomex e pela CNI, o programa OEA é uma ferramenta para certificação de empresas atuantes no comércio exterior, com o propósito de acelerar o despacho de mercadorias

na aduana e garantir maior segurança e competitividade para o país. Já o Capta é uma iniciativa para divulgação de tarifas, de regras de origem, dos compromissos de serviços previstos nos acordos comerciais em vigor e das preferências tarifárias que o Brasil recebe ou concede.

Linha direta com a Previdência *Maria do Carmo Castro NOVAS REGRAS 1 A partir de 2016, as entidades fechadas de previdência complementar seguirão novas regras no que diz respeito à solvência dos planos de benefícios – que é a capacidade de honrar os pagamentos aos participantes, no futuro. Com a mudança, aprovada pelo Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC), na quarta-feira (25), o equacionamento dos déficits dos fundos de pensão passará a ser feito de acordo com a duration dos planos – termo utilizado para indicar o tempo médio de pagamento de benefícios aos participantes. A proposta foi apresentada ao CNPC pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), autarquia que fiscaliza e supervisiona os fundos de pensão, vinculada ao Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS). NOVAS REGRAS 2 Atualmente, os planos precisam saldar os déficits independentemente da necessidade de pagar benefícios. Ou seja, planos maduros (que já pagam benefícios a milhares de participantes há muito tempo) e planos jovens com duration maior (que ainda pagarão benefícios por muito tempo futuro) obedecem às mesmas regras. Sem a alteração na regra os planos jovens são penalizados porque precisam cobrar taxas extras e fazer aplicações de curto prazo, quando o déficit poderá ser solucionado mais adiante com o resultado das aplicações feitas a longo prazo, segundo a conjuntura econômica. O

Sistema de Previdência Complementar Fechado do Brasil ocupa a 8ª posição no ranking mundial. Possui atualmente 317 entidades que administram 1.099 planos de benefícios. eSOCIAL O prazo para o empregador doméstico realizar o pagamento, referente a competência outubro, das contribuições fiscais, trabalhistas e previdenciárias, em guia única gerada por meio do eSocial, que é o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas, venceu ontem (30). A prorrogação do prazo foi estabelecida por meio da Portaria Conjunta nº 866 dos ministérios do Trabalho e Previdência Social (MTPS) e Fazenda (MF). O prazo para o recolhimento dos encargos referentes à competência novembro está mantido para o dia 7 de dezembro. O eSocial é uma iniciativa do Governo Federal que visa unificar o envio de informações pelo empregador em relação aos seus empregados. A partir de hoje (1º) está disponível para os empregadores a folha de pagamento dos empregados domésticos do mês de novembro de 2015. O respectivo Documento de Arrecadação do eSocial – DAE poderá então ser emitido e pago até 7/12/2015. RESGATE PARCIAL O Conselho Nacional de Previdência Complementar aprovou, uma resolução que autoriza participantes de fundos instituídos (fundos de pensão de associações, sindicatos ou cooperativas) a

resgatar, a partir de 2016, parte dos recursos aplicados. Os participantes poderão sacar o dinheiro após 36 meses de contribuição e a retirada será de, no máximo, 20% das contribuições “normais” efetuadas pelo participante. O resgate parcial poderá ser feito a cada dois anos. Com relação aos aportes extraordinários, não haverá limitações para os resgates. Pelas regras vigentes até agora, os participantes só poderiam sacar o total aplicado no fundo e, consequentemente, seriam obrigados a deixar de participar do plano de previdência complementar fechado. RESGATE PARCIAL 2 A nova regra que permite o resgate parcial tem o objetivo de manter mais recursos nos fundos de pensão, além de estimular a permanência dos participantes. Segundo dados da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), somente em 2014, os fundos instituídos perderam R$ 89 milhões em resgates (2,6% dos recursos da previdência associativa). A aprovação da medida representa um avanço para o setor, que ficará mais atrativo aos trabalhadores. A possibilidade do resgate parcial estimula a permanência dos participantes no plano. Eles poderão retirar uma quantia, em caso de necessidade, mas continuarão contribuindo para o sistema, além de manterem seus recursos aplicados no fundo. De acordo com o texto aprovado, os fundos terão prazo de até 180 dias para se adaptarem à nova regra.

13º SALÁRIO A Previdência Social está investindo mais de R$ 15,9 bilhões no pagamento da segunda parcela do décimo terceiro. No total, 28 milhões de beneficiários têm direito à gratificação natalina. No estado de São Paulo, por exemplo, que têm o maior número de benefícios por unidade da federação, 90% têm direito ao abono. São R$ 4,4 bilhões para 6,4 milhões de beneficiários. No Amazonas, dos 295.238 pagos, 197.567 tem direito a receber o 13º salário, que corresponde valor de R$ 103.219.390,54. Os depósitos da segunda parcela salário começaram na terça-feira (24) juntamente com o pagamento da folha de novembro. Recebem primeiro os segurados cujo benefício é de até um salário-mínimo. Quem ganha acima do mínimo começa a receber a partir do dia 1º de dezembro. Os depósitos seguem até o dia 7 dezembro. 13º SALÁRIO 2 O valor desta segunda parcela do décimo terceiro vem com o desconto de Imposto de Renda (IR). O contracheque de pagamentos pode ser acessado no site da Previdência Social ou nos terminais de autoatendimento do banco em que o segurado recebe o benefício. De acordo com a lei, têm direito à gratificação aposentados, pensionistas e segurados da Previdência que estão recebendo auxílio-doença. Aqueles que possuem benefícios assistenciais (LOAS) não têm direito ao 13º salário (cerca de 4,5 milhões de beneficiários). A primeira parcela da gratificação natalina foi paga com a folha de setembro passado.


Economia B3

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Queda da economia afeta arrecadação de impostos

Redução do recolhimento de tributos levou o setor público a registrar o primeiro déficit primário em meses de outubro DIVULGAÇÃO

A

Nos dez meses do ano, o setor público registrou um déficit primário de, aproximadamente, R$ 19,9 bilhões. O governo acusou déficit primário de R$ 34 bilhões, segundo o Banco Central

investimento que segurou a evolução das despesas” dos Estados e municípios. Os gastos com os juros que incidem sobre a dívida chegaram a R$ 17,8 bilhões em outubro. Em setembro, eles foram maiores: R$ 69,9 bilhões. Essa redução ocorreu devido ao impacto nas operações do BC de swap cambial, equiva-

lentes à venda de dólares no mercado futuro. Nos meses que o dólar sobe, o BC tem prejuízo com operações de swap. Quando a cotação cai, Banco Central tem lucro. Os resultados são transferidos para os juros da dívida pública. Em setembro, o BC registrou perdas de R$ 38,6 bilhões com operações de swap cambial.

Em outubro, com queda do dólar de 2,87%, houve ganho de R$ 19 bilhões. De janeiro até 20 de novembro, o BC acumula perdas de R$ 83,4 bilhões. Ao mesmo tempo que a alta do dólar gera perdas com operações de swap, ajuda a diminuir a dívida líquida do setor público (balanço entre o total de ativos e pas-

TRT11

a R$ 44,3 bilhões. De janeiro a 20 de novembro deste ano, os ganhos de rentabilidade das reservas internacionais, menos o custo de captação, ficaram em R$ 213 bilhões. A dívida líquida do setor público chegou a R$ 1,972 trilhão em outubro, o que corresponde a 34,2% do Produto Interno Bruto (PIB).

DIVULGAÇÃO

INVESTIMENTOS

Justiça do Trabalho promoveu nova edição da Semana Nacional da Conciliação, entre os dias 23 e 27 de novembro, em Roraima e no Amazonas

Acordos rendem R$ 12,4 milhões O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (TRT11), que abrange os Estados do Amazonas e de Roraima, garantiu o pagamento de R$ 12,4 milhões de créditos trabalhistas durante a 10ª Semana Nacional da Conciliação, promovida entre os dias 23 e 27 de novembro. O número é quase duas vezes maior que o alcançado no ano passado. O balanço é da Seção de Estatística do Regional. A Semana Nacional da Conciliação é promovida anualmente pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e acontece simultaneamente

sivos dos governos federal, estaduais e municipais). Isso acontece porque as reservas internacionais, ativos da dívida pública, são em dólar. Em setembro, houve ganhos de rentabilidade das reservas internacionais no total de R$ 95,1 bilhões. Já em outubro, com a queda do dólar, as perdas chegaram

em todos os tribunais brasileiros estaduais, trabalhistas e federais. O objetivo é realizar o maior número possível de acordos para reduzir o estoque processual na Justiça brasileira, prestigiando os modos consensuais de resolução de conflitos. No total, foram realizadas 2.674 audiências e homologados 782 acordos durante o evento, que mobilizou Varas do Trabalho de Manaus, de Boa Vista e do interior do Amazonas. Cerca de 9 mil pessoas foram atendidas. A Vara do Trabalho do município de Eirunepé homologou o maior número de

acordos, foram 128 no total. Já as Varas que garantiram o maior valor em pagamentos foram a 3ª Vara do Trabalho de Manaus (VTM), que homologou R$ 5,7 milhões em acordos; e a 7ª VTM, que totalizou o pagamento de R$ 2,7 milhões. Superação O resultado alcançado na 10ª Semana Nacional da Conciliação supera os números da edição do ano passado quando o TRT da 11ª Região garantiu o pagamento de R$ 6,5 milhões em 630 acordos. A presidente do TRT da 11ª Região, desembargado-

ra Maria das Graças Alecrim Marinho, avaliou como produtiva a edição deste ano da Semana da Conciliação e comemorou os resultados alcançados. “Estamos a cada ano evoluindo e isso é fruto do empenho de todo judiciário trabalhista”. A 10ª Semana Nacional de Conciliação, na área de jurisdição do TRT11, foi coordenada no 1º grau pela desembargadora Ormy da Conceição Dias Bentes e pela juíza Sandra Di Maulo, Titular da 8ª Vara do Trabalho de Manaus, e no 2º grau pela desembargadora Ruth Barbosa Sampaio.

Empresa 3M inaugura fábrica no Amazonas Com investimentos de US$ 30 milhões, a empresa 3M inaugura amanhã (2) uma nova fábrica em Manaus. As instalações foram construídas na rodovia AM-010, que liga a capital amazonense a Itacoatiara. De acordo com a assessoria de imprensa da 3M, empresa que atua na fabricação de produtos para escritório, abrasivos e adesivos, a nova unidade com 16 mil metros de área construída faz parte dos planos de ampliação da companhia no Brasil. Segundo a assessoria, a previsão é de que o número de funcionários salte de 180 para 400 nos próximos cinco anos. “A nova fábrica tem acesso fácil para as principais rodovias da região, facilitando o transporte de produtos.

Manaus é considerada um polo relevante para os planos estratégicos da empresa no Brasil. Além disso, o projeto segue a linha sustentável e tem muitas novidades. Fundada em 1902 no Estado de Minnesota, nos Estados Unidos, a empresa possui fábricas em mais de 70 países e movimenta mais de US$ 32 bilhões por ano. A 3M é responsável por alguns lançamentos que marcaram a história, como a fabricação da primeira lixa à prova d’água do mundo que reduzia poeira durante a produção de automóveis, a produção da fita adesivas sensíveis à pressão, materiais refletivos para a sinalização de estradas, a fita magnética para a gravação de som e fita adesiva de filamento. DIVULGAÇÃO

redução da arrecadação de tributos em razão da queda da atividade econômica levou o setor público a registrar o primeiro déficit primário em meses de outubro. O resultado negativo de R$ 11,5 bilhões também foi impactado pelo adiamento do cronograma de pagamentos de parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas de setembro para outubro, disse ontem (30) o chefe-adjunto do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Fernando Rocha. “Esse fator impacta um pouco a comparação com o resultado de outubro do ano passado. Distorce ligeiramente a sazonalidade do mês”, disse Rocha. Nos dez meses do ano, o setor público registrou déficit primário de R$ 19,9 bilhões. O governo central acusou déficit primário de R$ 34 bilhões. Os governos regionais (Estados e municípios) apresentaram superávit primário de R$ 17,1 bilhões, o maior para o período de dez meses desde 2013. Segundo Rocha, as receitas dos governos regionais também são afetadas pela queda da atividade econômica, mas com o aumento das tarifas de energia elétrica e de combustíveis, houve crescimento da arrecadação dos Estados e municípios. Rocha acrescentou que houve também “um controle maior de despesas com

Presente em 70 países, 3M vai abrir uma nova fábrica no AM


B4

Economia

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Governo anuncia corte de despesas de R$ 10 bilhões B

rasília - O governo publicou ontem (30) no Diário Oficial da União (DOU) decreto promovendo um corte de R$ 10 bilhões nas despesas orçamentárias deste ano. A expectativa é que a medida, que ameaça paralisar as principais ações do governo, possa ser revertida nos próximos dias. O bloqueio de R$ 10 bilhões é para pagamentos de despesas, incluindo as contratadas em anos anteriores. O limite para novas contratações de gastos não-obrigatórios foi reduzido em R$ 9 bilhões. O Ministério das Cidades, responsável pelo programa Minha Casa, Minha Vida, sofreu o maior bloqueio em valor absoluto, de R$ 1,9 bilhão. O Ministério dos Transportes teve corte de R$ 1,1 bilhão e o da Integração Nacional, de R$ 872 milhões. O corte foi adotado porque o Congresso não aprovou projeto de lei para alterar a meta fiscal deste ano, que oficialmente prevê uma economia de R$ 55,3 bilhões para o abatimento da dívida pública.

EBC

Previsão é que a medida, que ameaça paralisar as principais ações do governo, possa ser revertida nos próximos dias Até outubro, a União já acumulou déficit de R$ 33 bilhões. A proposta do Planalto, em tramitação no Congresso, prevê que as contas podem fechar o ano com um déficit de até R$ 120 bilhões. A situação do caixa do Tesouro não permitia que a equipe

EXPECTATIVA O Palácio do Planalto espera que o Congresso Nacional aprove ainda nesta semana a mudança da meta fiscal, o que permitirá a reversão do bloqueio, segundo informações do próprio governo federal econômica promovesse o corte de mais de R$ 100 bilhões que seria necessário para enquadrar o Orçamento à meta em vigor, mas o governo quis promover o bloqueio possível para evitar questionamentos jurídicos do Tribunal de Contas da União (TCU).

Ministro do Planejamento, Nelson Barbosa (à dir.) e o ministro da Fazenda, Joaquim Levy (à esq.) apresentaram o Orçamento do governo

SEMINÁRIO

SERVIÇO

No próximo dia 4 de dezembro, o Sindicato das Empresas Funerárias do Estado do Amazonas (Sefeam), em parceria com o Centro Universitário Luterano de Manaus (Ceulm/Ulbra), realizará o seminário “Perspectivas do Setor Funerário do Amazonas”, das 17h às 21h, no auditório Martinho Lutero, do Centro Universitário Luterano de Manaus, na Zona Sul. De acordo com o presidente do Sefeam, Manuel Viana, o seminário debaterá sobre as oportunidades de crescimento do setor, além da necessidade de se pensar o sistema funerário do Estado. Todos os anos, quase 10 mil pessoas morrem em Manaus, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus. A capital amazonense tem somente dez cemitérios públicos, porém, apenas um - o cemitério Nossa Senhora Aparecida (Parque Tarumã) - tem espaço disponível para novas sepulturas, mas foi construído em 1986 e realiza quase 18 sepultamentos ao dia. “Manaus poderá entrar em colapso do

sistema funerário em um curto prazo de tempo”, alertou Manuel Viana, explicando que o problema vem de algumas décadas, já que todos os prefeitos passados não se preocuparam com o sistema funerário, tendo em vista o crescimento e o desenvolvimento da cidade, cabendo à nova administração buscar uma solução para o setor. Recentemente, o Sefeam elaborou uma cartilha para orientar e facilitar a vida das famílias que perderam entes queridos e precisam usar o sistema funerário com segurança, evitando ser enganadas por empresas ou pessoas irregulares no mercado. “O sindicato estará sempre aberto à população para denúncias e sugestões, bem como para orientação sobre o sistema funerário”, disse Viana, ressaltando que a cartilha, de distribuição gratuita, dá dicas de como obter a declaração e a certidão de óbitos, documentos obrigatórios para o sepultamento e que devem ser emitidos pelos órgãos públicos.

ARQUIVO EM TEMPO

Funerárias debatem o mercado

Funerárias da capital amazonense realizam, aproximadamente, 10 mil enterros, por ano, em Manaus

CPF virá na certidão de nascimento São Paulo - Receita Federal e a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen) lançam hoje, o serviço de emissão do número do CPF nas certidões de nascimento. O projeto, pioneiro no país, abrangerá todos os 836 Cartórios de Registro Civil do Estado de São Paulo, que, a partir dessa data, já poderão emitir o número do CPF na 1ª via da certidão de nascimento de todos os recém-nascidos no Estado. A emissão do CPF é gratuita. Fraudes Além da gratuidade e da comodidade, a emissão do CPF na certidão de nascimento evita fraudes e problemas causados por homônimos, segundo a assessoria de imprensa da Receita. De janeiro a outubro de 2015, a Receita emitiu quase 100 mil CPFs para menores de um ano de idade no Estado de São Paulo.


MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

3090-1041

diadia@emtempo.com.br

MÁRCIO MELO

Dia a dia

C1

BANCO

Empresário preso por assalto Dia a dia C5

Casamentos homoafetivos

crescem no AM

MAIRKON CASTRO

O

número de casamentos homoafetivos no Amazonas apresentou crescimento 31,5% em relação aos anos de 2013 e 2014. É o que aponta a pesquisa divulgada ontem (30) pelo Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE). Os dados mostram ainda que, em 2014, foram registrados 45 casamentos entre pessoas do mesmo sexo em Manaus, contra sete em 2013. De acordo com o chefe de Disseminação de Informações do IBGE Amazonas, Adjalma Nogueira Jaques, tanto no Brasil como no Amazonas houve uma evolução no número de casamentos entre pessoas do mesmo sexo. “No Amazonas, em 2013 quando começamos a levantar este dado foram 7 uniões. Já em 2014 este número passou para 45. O aumento nesse modelo de união é uma consequência normal que tem como marco inicial o ano 2013 quando ocorreu e legalização da união. A partir daí e com a maior divulgação entre as pessoas interessadas fez crescer essa estatística e a perspectiva é que nos próximos anos estes números iniciais possam aumentar”, pontuou Adjalma. Quem entrou na estimativa do IBGE no ano passado foi a jornalista Juçara Menezes, casada oficialmente há 1 ano. “Quando foi legalizado o processo, decidi me unir oficialmente, mas os trâmites no Brasil ainda são muito burocráticos. Nós levamos

40 dias para levantar toda a documentação e somente após todo esse processo é que fizemos nossa cerimônia. Mas, valeu a pena, hoje estamos realizadas e somos uma família homoafetiva”, afirmou. No ranking nacional, o Amazonas representa um percentual de 22% destes casamentos em relação ao total de casais homoafetivos no país. Os casais femininos totalizaram 2.440 uniões no país em 2014. Em Manaus, 25 uniões foram registradas, contra quatro em 2013. O Estado representou 32,9% dos casamentos em 2014. Conforme o IBGE, em 2014, o país registrou 2.414 casamentos entre cônjuges masculinos. Na capital, foram registrados 20 casamentos entre parceiros do sexo masculino, contra 4 uniões registradas em 2013. A pesquisa observou 4.854 uniões no país em 2014, que representam, aproximadamente, 50,3% entre mulheres e 49,7% entre homens. Em 2013, os casamentos entre mulheres registraram uma maioria mais acentuada, 52% contra 48% de casamentos entre homens. Apesar do crescimento no número de casamentos homoafetivos no Estado e no Pará, a Região Norte foi a que menos cresceu em 2014, registrando apenas 3,4% das uniões de todo o país. O outro lado Já os casamento entre heterossexuais em 4 anos teve

Pesquisa do IBGE mostra que em 1 ano houve um crescimento de 31,5% na oficialização de pessoas do mesmo sexo no Amazonas

um aumento de 29,5%, por outro lado, a taxa de crescimento no número de divórcios foi, proporcionalmente, muito superior, atingindo a casa de 171%, segundo aponta a pesquisa do Registro Civil 2014, do IBGE. Em 2010, foram 10.630 casamentos e em 2014 esse número passou para 17.662. Somente na capital, o aumento foi de 32%. Os homens solteiros ainda são a grande maioria dos noivos (87,63%). No entanto, este percentual vem caindo, visto que em 2010 eles representavam 94,69%.

Mas se de um lado os noivos solteiros estão diminuindo, do outro o percentual de divorciados que entram em um novo casamento tem aumentado, passando de 7% em 2010 para 11,4% em 2014. Em Manaus, o número de casamentos envolvendo homens solteiros caiu de 89,5% para 86,1%, já os divorciados passaram de 8,1% para 12,9%. Do total de 17.662 casamentos entre homens e mulheres, 15.763 eram de mulheres solteiras (91%), já as divorciadas representavam 8,2%. Os dados re-

velam que nos casamentos entre homens e mulheres vem caindo a representatividade das solteiras e aumentando a proporção de divorciadas. Esta ocorrência pode ser percebida tanto para o Estado quanto para a capital. Em Manaus o percentual de divorciadas casando-se novamente passou de 5,5% em 2010 para 10,3% em 2014. A faixa de idade preferida dos amazonenses para se casar está entre 25 a 29 anos, e 22,7% dos noivos estavam nessa faixa em 2014. Os noivos com 26 anos de idade foram a maioria (4,8%). Entre os noivos, a faixa etária preponderante também foi 25 a 29 anos e houve duas idades em que o percentual de noivos foi maior 26 e 27 anos, ambas com 4,94%. O número de divórcios no Estado chegou a 5.781 em 2014, aumento de 171% em relação a 2010, muito em função de novas leis que facilitaram o acesso direto ao divórcio e eliminaram etapas que existiam anteriormente. Considerando o tempo de casamento em que ocorreram os divórcios, a pesquisa registra que a maioria (15,8%) está na faixa entre 10 e 14 anos de casados. Mas quando se verifica o ano específico, percebe-se que o terceiro ano de casamento é aquele em que

os casais mais se divorciam. Registros tardios A pesquisa do IBGE divulgada ontem também apontou outro dado alarmante. Entre 2011 e 2014, o percentual de registros de filhos tardios no Amazonas, ou seja, de crianças registradas até 3 anos após o seu nascimento, caiu de 26,2% para 17,4%. Porém, mesmo com a queda, o Amazonas ainda é o maior do país, segundo mostram dados da pesquisa. Na capital, o percentual de registros tardios, que em 2010 era de 11,8%, passou para 6,2% em 2014, mostrando que o alto índice de amazonense para os registros tardios é impulsionado, sobretudo, pelo interior. Em Santa Isabel do Rio Negro e Uarini, por exemplo, os registros tardios superaram 65% em 2014. Conforme o supervisor de disseminação de informações do IBGE no Amazonas, Adjalma Nogueira, esses números indicam que os esforços feitos pelo poder público para incentivar a imediata emissão do registro dos bebês nascidos no Estado ainda não atingiram todos os municípios da mesma forma. “O grande problema ainda é a falta de informação e de acessibilidade, principalmente nos municípios mais rurais, onde há mais dificuldade para deslocamento dos pais até a sede urbana, o que também envolve custos”, comentou o supervisor.


C2

Dia a dia

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Campanha incentiva a realizar exames de HIV TRANSMISSÃO Conforme balanço da Susam, avanço da doença ocorre na transmissão da mãe para o filho durante a gravidez. Para diminuir os casos estão sendo entregues kits-maternidade

em algumas unidades esses índices foram zerados”, disse o secretário. O selo “Viver sem HIV” será reforçado pelo Boletim Epidemiológico de Aids e sífilis 2015, um indicador da doença produzido pela Coordenação Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais, vinculada à Fundação de Medicina Tropical (FMT). Conforme Pedro Elias,

DIVULGAÇÃO

Itamar Nunes mantinha forte trabalho no bairro Compensa

ferente às arrecadações para a compra dos produtos que seriam sorteados no bingo de uma feijoada beneficente. Acreditamos que essa quantia motivou alguém a cometer o crime”, explicou Núbia. Núbia enfatizou que várias pistas sobre o paradeiro de Nunes chegaram ao conhecimento dos familiares, porém, não tiveram fundamentos que levassem a encontrar Nunes. “Enquanto houver notícias vamos manter a esperança de encontrá-lo com o trabalho da polícia”, disse Núbia. Por meio da assessoria, a Delegacia Especializada de Ordem Política e Social (Deops), que está cuidando do caso, informou que já tomou todas as providências necessárias para solucionar o desaparecimento do assessor parlamentar, mas ainda não chegou a uma conclusão.

AVANÇO

‘Carreta da Mulher’ no bairro Campos Salles

Assessor parlamentar continua desaparecido

Desaparecido há 30 dias, o caso do assessor parlamentar Itamar Marinho Nunes, 44, virou um mistério para a Polícia Civil, que continua sem pistas sobre o paradeiro dele. Itamar Nunes era assessor do vereador Walfran Torres (PTC) e sumiu na tarde do dia 30 de outubro deste ano, por volta das 13h, após sacar R$ 6 mil da agência bancária do Bradesco, na avenida Boulevard Álvaro Maia, bairro Nossa Senhora das Graças, Zona CentroSul de Manaus. Para a família, o assessor deve ter comentado com alguém sobre o saque e isso pode ter motivado o rapto. A irmã da vítima, Núbia Martins Alves, 40, disse que Nunes não tinha inimigos e desconhece se ele recebia ameaças de alguém. “Ele deve ter dito que iria sacar o valor re-

Para reforçar a mobilização, a Susam promove um teste rápido de HIV na Fundação de Medicina Tropical

ATENDIMENTO

30 DIAS

JOSEMAR ANTUNES

as ações de prevenção têm que ser realizadas desde o prénatal, quando as grávidas começam a serem monitoradas, com a realização dos exames indicados para o diagnóstico da doença. “O combate a esse sistema de transmissão, que é de mãe para filho, precisa ter um projeto arrojado e efetivo. Esses cuidados não podem ser tomados somente na capital, por isso nossa preocupação de levar as novas medidas para o interior do Amazonas. Quanto maior a cobertura das ações nas unidades de saúde, maior será o resultado positivo e maior será a redução de casos da doença, principalmente entre as crianças”, afirmou. A coordenadora estadual de DST/Aids, Silvana Lima, disse que as maternidades deverão passar por um processo de preparativos e adequações para cumprir as exigências do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas, do Ministério da Saúde. “É um processo que exige o envolvimento e a capacitação de toda a equipe profissional, em torno do objetivo”, destacou. Para reforçar a mobilização, a Susam promove, hoje, das 8h às 15h, um teste rápido para HIV.

Nesta semana a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Campos Sales, localizada na avenida Dona Otília, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus, coloca à disposição das pacientes e colaboradoras uma unidade móvel de saúde para a realização de exames de mamografia gratuitos. Conhecida popularmente como “Carreta da Mulher”, a unidade móvel, gerenciada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), estará entre os dias 1º e 4 de dezembro na frente da UPA. O atendimento será realizado no horário da manhã de 8h às 11h e à tarde de 13h às 16h. Para o atendimento são necessários documentos como Cadastro de Pessoa Física (CPF) e Registro Geral (RG). No dia 30 de novembro (ontem), o atendimento foi exclusivo para funcionárias e colaboradoras da UPA Campos Sales. As pacientes com idade

Conferência vai discutir direitos para mulheres

inferior a 49 anos devem obrigatoriamente levar, além do RG e CPF, o encaminhamento médico para o exame de mamografia bilateral e unilateral, já as mulheres com 50 anos ou mais não precisam de encaminhamento, basta se

DIVULGAÇÃO

P

ara celebrar o Dia Mundial de Luta Contra a Aids, a Secretaria de Estado da Saúde (Susam) lançou ontem uma campanha denominada #boratestar, que pretende incentivar a população a realizar o exame de coleta de sangue para diagnosticar o vírus do HIV. Segundo a Susam, o Amazonas registrou redução nos casos de transmissão do vírus do HIV/Aids de janeiro a outubro deste ano. Foram 1.025 registros de pacientes contra 1.644 casos no mesmo período do ano passado. No total, o Estado registrou 13.534 casos de Aids de 1986 até outubro de 2014. Ainda conforme o balanço, o maior avanço da doença ocorreu na transmissão da mãe para o filho durante a gravidez. Para reduzir esse índice, a Susam vem entregando a gestantes soropositivas um kit-maternidade, que contém um medicamentos de profilaxia para tratar o HIV. “Os 61 municípios do Amazonas já são equipados com o teste rápido de detecção de HIV. O kit está sendo uma medida complementar e essencial aos nossos esforços

na detecção e tratamento da doença”, disse o secretário de Saúde Pedro Elias. Outra providência que está sendo implantada é o selo de qualidade para incentivar as maternidades a atingir a meta de zerar casos de transmissão do HIV durante o parto. “Isso é um incentivo às maternidades. Já temos relatos de que

AÇÃO Unidade móvel de atendimento irá atender na avenida Dona Otília. O horário será de 8h às 11h e a tarde de 13h às 16. É preciso levar RG e CPF e o encaminhamento médico

Evento irá reunir grupo de mulheres em defesa dos direitos

dirigir à unidade móvel de atendimento. “Vou avisar todas as mulheres de minha família para aproveitar e fazer o exame de mamografia”, disse a auxiliar de serviços gerais Nilciley Assis de Souza, de 40 anos. DIVULGAÇÃO

GERSON FREITAS

DIVULGAÇÃO

Apesar da redução de casos na transmissão do vírus no Amazonas, Secretaria de Saúde mantém forte combate ao vírus

Exames de mamografia podem ser feitos gratuitamente na carreta

“Mais direitos, participação e poder para as mulheres” será o tema da 4ª Conferencia Estadual de Políticas para Mulheres nos dias 2,3 e 4 de dezembro, no auditório Belarmino Lins da Assembleia Legislativa do Amazonas. A conferência é promovida pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SEPM) e Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (Cedim). “Vamos discutir estratégias para reforçar a efetividade das políticas públicas para as mulheres que garanta igualdade, equidade e justiça social”, informa a secretária executiva de política para mulheres da Sejusc, Keyth Bentes. O encontro deve reunir 250 mulheres de 19 municípios. Entre elas, do

poder público, sociedade civil organizada e convidadas. Além da elaboração de propostas, serão votadas 56 delegadas para representar o Amazonas na etapa nacional em março do ano que vem, em Brasília (DF) e defender as demandas do Amazonas. As propostas vão compor o documento nacional. A presidente do Cedim, Dora Brasil, explica que a participação do interior é importante para que o Estado seja contemplado com políticas públicas que de fato sejam implementadas de acordo com a realidade de cada local e não apenas a capital. “É importante que mulheres da capital e do interior se unam para que juntas possamos contribuir não só para a elaboração de políticas públicas mas, também, para a efetividade delas”.


Dia a dia C3

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Estratégia para combater o zika vírus em Manaus O

Ministério da Saúde confirmou, no último sábado, 28, a relação entre o zika vírus e o surto de microcefalia na Região Nordeste do país. Para proteger a população de um possível surto da doença, Manaus já começa a montar suas estratégias de combate ao Aedes aegypti. O reforço das ações contra o mosquito transmissor da dengue, responsável também pela transmissão da febre chikungunya e do zika vírus, foi anunciado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, nesta segunda-feira, 30. Segundo o prefeito, Estado e município unirão esforços para reduzir ainda mais a incidência do Aedes aegypti na cidade, além de adotarem outras medidas de prevenção e combate ao zika vírus. “Vou conversar com o governador José Melo para anunciar um plano de ação muito forte contra o avanço do mosquito transmissor na capital”, divulgou. Ainda de acordo com o Arthur Neto, o plano é resultado de uma reunião entre os técnicos de saúde do governo e da prefeitura. O foco é preparar a cidade para um

possível surto do zika vírus e dos casos de microcefalia. “É uma enfermidade que inutiliza quem for vítima da capacidade de fazer o mal desse vírus e precisamos proteger a população, sobretudo, as nossas gestantes”, destacou. “Da minha parte, tenho a experiência de ter atuado

PREPARAÇÃO Segundo o prefeito Arthur Neto, ainda nesta semana será fechada uma parceria com o governdo do Estado para criar ações de combate da doença em Manaus

contra a cólera, ainda nos anos 90, e da mesma forma que conseguimos evitar muitas mortes, naquela época, vamos também ganhar essa batalha e derrotar o zika vírus”, concluiu o prefeito. Situação inédita Em nota, o Ministério da Saúde informou que “essa é uma situação inédita na pesquisa científica mundial.

ALEX PAZUELLO/SEMCOM

Apesar de ter registrado apenas um caso da doença, Prefeitura e Estado farão parceria para combater a doença As investigações sobre o tema devem continuar para esclarecer questões como a transmissão desse agente, a sua atuação no organismo humano, a infecção do feto e período de maior vulnerabilidade para a gestante. Em análise inicial, o risco está associado aos primeiros três meses de gravidez”. Registo de caso Na semana passada, o laboratório do Instituto Leônidas e Maria Deane (Fiocruz Amazônia) identificou, por meio de diagnóstico molecular, o primeiro caso do zika vírus no Estado do Amazonas. A doença foi diagnosticada em uma mulher de 57 anos, que reside no bairro São José e, segundo a Fundação de Vigilância Sanitária do Amazonas (FVS-AM), ela passa bem. O zika vírus é da mesma família da dengue e da febre amarela, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. Os sintomas são semelhantes ao do dengue, mas a principal diferença são manchas avermelhadas na pele, semelhantes a uma alergia e com uma coceira intensa. As medidas de prevenção são as mesmas do combate à dengue.

As medidas de prevenção para o combate ao zika vírus são semelhante às do mosquito da dengue


C4

Dia a dia

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Mulher é presa depois de publicar fotos com armas A

pós 20 dias de investigação, a Polícia Civil conseguiu prender uma jovem que ostentava armas de fogo em fotos na rede social Facebook. Rosely Tayna da Silva, a “Fofinha das Armas”, 19, foi presa em flagrante na manhã de ontem, em sua residência, localizada na rua 50, conjunto Mutirão, bairro Novo Aleixo, Zona Norte, pelo crime de posse ilegal de munição de arma de fogo de uso restrito. As armas, segundo a polícia, pertencem ao primo da vítima, o traficante Ricardo da Silva Pinheiro, 19. Durante coletiva de imprensa ontem, o titular da 2ª Seccional Norte, delegado Fernando Bezerra, informou que denúncias apontavam que uma pessoa da área do Mutirão ostentava armas de fogo na internet. “Após recebermos essa denúncia, iniciamos uma investigação e conseguimos chegar a essas fotos na rede social, onde ela usava o nome de Rebeca Silva”, explicou o delegado. Durante as buscas na casa de “Fofinha das Armas”, os

policiais civis da 2ª Seccional Norte em conjunto com o 27º Distrito Integrado de Polícia (DIP) apreendeu com a suspeita, munições de arma de fogo, inclusive de uso restrito. Na casa, a polícia encontrou duas munições de calibre 36 e seis munições de calibre 9 milímetros. “Ela confirmou que guardava as armas para o traficante Ricardo, sendo que as duas armas já foram apreendidas em outros procedimentos, sendo um de roubo e outro de tráfico. O Ricardo será indiciado pelo mesmo crime. Já as demais pessoas que aparecem com ela em algumas fotos estão sendo devidamente identificadas”, acrescentou. Ostentação “Fofinha das Armas” alegou à imprensa que sempre gostou de ostentar e, por conta disso, publicou as fotos em sua rede social. “Eu sempre gostei de ostentar. Não tenho medo de ninguém não. Vou puxar cadeia de boa pelo crime que cometi. Não tenho mais nada a declarar”. A suspeita será encaminhada à cadeia pública na manhã de hoje.

GALERIA Veja outras imagens deste evento aqui

Patrocínio

Na delegacia, Rosely Tayna, a “Fofinha das Armas” disse que publicava as fotos portando armas nas redes sociais porque gostava de se mostrar

CONTRA VIZINHA

PARICATUBA

Pedreiro é acusado de estupro MÁCIO MELO

Corpo é encontrado em praia

Vítima era uma mulher. O corpo foi encontrada na manhã de ontem seminu na praia do Paricatuba ANA SENA

Uma mulher não identificada, de aparentemente 25 anos, foi encontrada morta com uma perfuração no pescoço, na manhã de ontem, na praia de Paricatuba, município de Iranduba (a 27 quilômetros da capital). A vítima estava seminua, segundo a polícia, apenas com a parte de cima do biquíni. A mulher não apresentava sinais de agressão ou tortura. De acordo com o vigia Walter Gomes, 45, por volta das 22h do último domingo (29), os moradores avistaram um veículo Gol preto e placa não identificada na praia. Logo em seguida, o vigia viu a vítima e mais um homem no local se abraçando. “Como essa praia é muito frequentada,

nós não estranhamos. Mas depois ouvimos um barulho de tiro e quando na segunda-feira pela manhã encontramos essa mulher boiando aí no rio”, relatou. Ainda segundo o vigia, a vítima e os suspeitos não são conhecidos do local e podem ter ido a praia para nadar no rio. “Ninguém viu se foi esse homem que a matou e a jogou no rio. Mas a vítima é muito parecida com a mulher que acompanhava os dois homens que estavam no carro”, disse. Conforme o perito criminal Madson Nascimento, não se pode afirmar ainda se a mulher morreu afogada ou se a perfuração no pescoço dela é de arma de fogo. “Vamos fazer uma perícia para constatar a causa da morte.

Não há sinais de violência, ela só estava despida da cintura para baixo pelo local onde foi encontrada é difícil saber se foi homicídio”, afirmou. O titular da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Iranduba, Paulo Mavignier, a vítima passou o dia na companhia dos suspeitos, e as imagens das câmeras de segurança de uma residência próxima foi solicitada para ajudar na identificação do homem. “Estamos esperando a vítima ser identificada também para colher relatos da família. Ainda não sabemos a motivação do crime”, afirmou. Até o fechamento desta edição, a vítima ainda não tinha sido identificada por seus familiares no Instituto Médico Legal (IML).

Após oferecer um refrigerante a uma vizinha de 6 anos, o pedreiro Francisco Antônio da Silva Paixão, o “Chico”, 43, foi preso em flagrante, acusado de estuprar a criança dentro de sua residência. O caso foi relatado pela vítima, à própria mãe. A prática criminosa ocorreu no bairro Nova Esperança, Zona Centro-Oeste, por volta das 15h30 de ontem. De acordo com a titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Juliana Tuma, o pedreiro viu a criança brincando nas imediações de sua residência e resolveu abordá-la oferecendo um refrigerante. A vítima confirmou à delegada Juliana Tuma que o pedreiro apalpou sua vagina por dentro da calça. “A menina o acompanhou até a residência dele e chegando lá, ele pediu que ela tirasse a roupa para ele apalpá-la. Mas a menina se recusou alegando que a mãe dela não autorizava esse tipo de atitude. Ele então resolveu sair com a garota para

DIVULGAÇÃO

THAIS GAMA

ARTHUR CASTRO

Rosely Tayna, a “Fofinha das Armas” usava um perfil falso para estampar na rede social do Facebook fotos com armas

Pedreiro negou na delegacia que tenha cometido abuso contra a criança

comprar o refrigerante e, foi nesse momento, que ela (a vítima) aproveitou e fugiu para sua casa. Após tomar conhecimento do fato, a mãe da menina acionou os policiais militares da 19ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que prenderam o pedreiro. À polícia, Francisco Antônio

negou que tivesse cometido qualquer tipo de ato sexual. “O setor psicossocial da delegacia comprovou que houve a ação”, afirmou a delegada, acrescentando que a vítima confessou que o pedreiro colocou a mão em suas partes íntimas, por dentro da calça, causando fissura na vagina. (TG)

RIO PRETO DA EVA

Jovem assassinado a facadas O jovem Rangel Pádua Soares, 21, foi morto a facadas na madrugada de ontem, na rua Amazonas, bairro Centro, no município de Rio Preto da Eva (57 quilômetros da capital), por um homem não identificado que abordou a vítima no momento em que o jovem voltava para casa. Rangel ainda foi levado ao pronto-socorro do município, mas morreu algumas horas depois de dar entrada na

unidade hospitalar. Conforme a polícia, Rangel era usuário de drogas e vinha devendo dinheiro para um traficante, por conta disso, a vítima vinha sendo ameaçada. Segundo a Polícia Militar, Rangel trafegava em via pública, com dois amigos, quando o suspeito chegou em uma motocicleta vermelha de modelo e placa não identificada, armado com um terçado. Logo

em seguida, o criminoso ainda mandou que os amigos do jovem corressem para não morrer, e desferiu dois golpes de faca no braço e pescoço de Rangel. Depois do crime, o traficante fugiu na moto. O caso foi registrado na 36ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) onde a polícia trabalha com a hipótese de acerto de contas relacionado ao tráfico de drogas. (AS).


Dia a dia C5

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Empresário envolvido em assalto a banco é preso ANA SENA

A

pontado pela polícia como integrante de uma quadrilha que cometeu mais de 29 roubos em agências bancárias na Região Nordeste, o empresário cearense Herculano Martins Alves, o “Padeiro”, 39, foi preso no último dia 27, no Estado do Ceará, acusado de participar de um roubo na agência do Banco do Brasil localizada no município de Iranduba (a 27 quilômetros da capital) em maio deste ano. Segundo a polícia, “Padeiro” teria sido contratado para vir a Manaus apenas para cometer o crime. Em depoimento, “Padeiro” confessou o crime e afirmou que recebeu R$ 25 mil para sequestrar e manter reféns funcionários da agência. “Eu vim visitar um irmão que mora em Manaus, quando me convidaram para participar do roubo. A minha parte era apenas manter a família da gerente como refém. Fiquei com a quantia de R$ 25 mil que utilizei com bebidas, prostitutas e de outras ‘maneiras erradas’. Eu confessei minha participação e sou ciente do que fiz. Estou profundamente arrependido”,

disse o infrator. O delegado-adjunto da Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Denis Pinho, informou que antes de cometer o roubo à agência bancária de Iranduba, no dia 29 de maio deste ano, “Padeiro” e mais cinco comparsas sequestraram dois funcionários do estabelecimento no dia ante-

QUADRILHA Além de “Padeiro”, já estão presos por envolvimento no assalto Rosivaldo Fereira Barros, o “Magrelo”, Iran Santana, Pedro Gomes, o “Pedro das Vacas”, e Lerivelton Maia da Silva

rior ao crime. “Eles já vinham monitorando a rotina do banco há duas semanas, quando na noite do dia 28 de maio sequestraram o gerente e o vigilante da unidade, após o expediente. Em seguida, a quadrilha foi para a residência do gerente, situada no bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus, onde também fizeram os familiares dele reféns, até o dia seguinte,

quando efetuaram o roubo”, explicou o delegado. Ainda de acordo com Pinho, na manhã do crime, quatro integrantes da quadrilha levaram o gerente e o vigilante ao banco, em Iranduba, utilizando o carro do bancário. No local, os infratores sacaram o valor de R$ 375 mil e fizeram outros funcionários e clientes reféns. Conforme a Polícia Civil, o roubo no Banco do Brasil foi realizado por seis homens - sendo cinco já presos, e um sendo procurado - que fazem parte de uma quadrilha especializada em assaltos nos Estados do Amazonas, Ceará, Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Ainda de acordo com a polícia, somente dois dos acusados são da capital e o foragido, que já foi identificado, está no Estado do Ceará. “Padeiro” foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido no dia 12 de agosto deste ano, pelo juiz da 1ª Vara de Iranduba, Josenildo Dourado do Nascimento. Ele foi indiciado por roubo majorado e sequestro. Após os procedimentos legais, será encaminhado à cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa.

MÁRCIOMELLO

Herculano Alves, o “Padeiro”, foi apontado pela polícia como integrante da quadrilha que assaltou banco em Iranduba

Na delegacia, empresário admitiu ter participado do crime e disse que ganhou R$ 25 mil pelo serviço


MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

3090-1019

redacao@emtempo.com.br

ROBERTO STUCKERT/PR

País

C6

CONTRA Insatisfação - A presidente Dilma Rousseff sinalizou ser contrária à aplicação da cláusula democrática do Mercosul para suspender a Venezuela do bloco, como quer o presidente eleito argentino, Mauricio Macri. Ele pretende levar a proposta à reunião de presidentes do Mercosul em Assunção, no dia 21

Brasil tem médicos, mas má distribuição continua D

ados do relatório Demografia Médica no Brasil 2015 indicam que cerca de 400 mil médicos atuam no Brasil. De acordo com os números divulgados ontem pelos conselhos Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) e Federal de Medicina (CFM), o total de registros de médicos no país é de 432.870, mas 33.178 registros se referem a registros secundários, ou seja, são de profissionais com mais de um registro nos conselhos regionais. A segunda inscrição ocorre quando o médico trabalha em áreas fronteiriças entre dois Estados ou quando ele muda temporariamente para fazer cursos ou especializações. O total de médicos no país soma 399.692 profissionais. Considerando-se o total de registros médicos no país, já que um médico pode atuar em Estados diferentes, o Brasil tem, em média 2,11 médicos para cada grupo de mil pessoas. A taxa é muito próxima a de países desenvolvidos como Estados Unidos [média de 2,5 médicos por grupo de mil habitantes], Canadá (2,4) e Japão (2,2). Segundo Mário Scheffer, coordenador do estudo, é considerada o número total de registros porque “um médico com dois registros tem de ser contado nos dois Estados, porque ele é mão de obra para ambos”.

da metade dos médicos do país (55,3%), enquanto a região Norte tem apenas 4,4% desse total, seguida pelo Centro-Oeste, com 7,9%. O Estado do Maranhão dispõe de 5.396 médicos, o que corresponde a 1,3% do total de profissionais brasileiros, enquanto sua população corresponde a 3,4% do total nacional. A média é a mais baixa do país, de 0,79 profissionais para cada grupo de mil pessoas. O Estado de São Paulo concentra 117.995 médicos (28,1% do total), para uma população que corresponde a 21,7% do país [2,7 médicos a cada grupo de mil]. O Distrito

NA MÉDIA Brasil tem, em média, 2,11 médicos para cada grupo de mil pessoas. A taxa é muito próxima a de países desenvolvidos como Estados Unidos (2,5), Canadá (2,4) e Japão (2,2) As 27 capitais do país concentram 55,24% do total de registros de médicos, embora a população dessas cidades represente apenas 23,80% do país

Federal é a unidade federativa com maior concentração de médicos por grupo de pessoas do país: 4,28 médicos a cada mil pessoas. As 27 capitais do país concentram 55,24% do total de registros de médicos, embora a população dessas cidades represente apenas 23,80% do país. Todas as 5.543 cidades do interior têm 44,76% dos médicos, enquanto sua população soma 76,2% do Brasil. Com isso, a taxa de médicos por grupos de mil habitantes soma 4,84 nas capitais e 1,23 médicos no interior.

Mulheres avançam no mercado Em 2014, os homens eram maioria dos médicos no país (57,5% do total), mas há uma tendência de feminização da medicina no Brasil. “Desde 2010, há mais registros de mulheres que de homens. A profissão ainda é masculina, mas isso está mudando”, afirmou Mário Scheffer. Desde 2011, 52,6% dos médicos eram mulheres. No ano pas-

DIVULGAÇÃO

Desigualdade A distribuição desses médicos pelo país é muito desigual tanto entre as unidades da Federação quanto em relação a capitais e interior do país. A Região Sudeste, por exemplo, concentra mais

DIVULGAÇÃO

Distribuição é desproporcional tanto entre as unidades da Federação quanto em relação a capitais e interior

Maioria das vítimas de mortes violentas é formada por homens

sado, esse número já correspondia a 54,8% do total. Segundo Scheffer, a maior presença das mulheres na medicina vem acompanhada de desigualdade. “As mulheres recebem menos, embora tenham vínculos e carga horária equivalentes aos homens”. A idade média dos médicos em atividade no país chega

a 45,7 anos. Conforme o estudo, essa média vem caindo ao longo do tempo, resultado da entrada de novos médicos no mercado de trabalho. A maioria dos médicos tem mais de um emprego e se submete a longas jornadas semanais de trabalho. Do total de médicos do país, apenas 22% têm somente um empregador. O restante tem

entre dois ou mais vínculos. A maioria dos médicos [75,5% do total] trabalha mais de 40 horas semanais. O salário da maioria [62,4%] é de R$ 16 mil mensais. No entanto, o salário é considerado baixo pelo presidente do CFM, Carlos Vital. Segundo ele, o ideal seria um salário de R$ 11 mil por 20 horas semanais ou R$ 22 mil por 40 horas.

MORTES VIOLENTAS

Estatísticas mostram aumento Nas últimas quatro décadas, a proporção de óbitos violentos no país, em relação ao total registrado, cresceu 3,8 pontos percentuais, passando de 6,4% em 1974 para 10,2%, em 2014. Os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados ontem, mostram ainda que a maioria (84,2%) das vítimas de mortes violentas é formada por homens, com idade entre 15 e 24 anos, e 16,8% são mulheres, na mesma faixa etária. Apesar do aumento registrado no número total de óbitos violentos, a gerente da pesquisa Estatísticas do Registro Civil, Cristiane Moutinho, ressalta a “significativa” queda de mortes por causa violenta em alguns Estados do país. “É preciso destacar que houve realmente uma variação muito grande por unidade da Federação, com reduções significativas em São Paulo, Rio de Janeiro,

Distrito Federal, Rondônia, Roraima, Pernambuco e Acre, nesta faixa etária [de 15 a 24 anos]”. Na outra ponta, a pesquisadora do IBGE destaca o Ceará como o Estado onde houve maior aumento do percentual de mortes por causas violentas, principalmente na faixa etária entre 15 e 24 anos. “Quando você olha para o Ceará, por exemplo, o aumento de mortes por causas violentas nesta faixa etária chegou, na última década, a 224,4% na última década. Houve também aumento no número de mortes por causas violentas nos Estados da Bahia, Maranhão, Alagoas, Rio Grande do Norte e Piauí, tanto entre as pessoas do sexo masculino quanto feminino”. Os dados da pesquisa indicam, por exemplo, que a queda da mortalidade masculina por causas violentas no Rio de Janeiro chegou a cair 38,2 pontos percentuais,

passando de 131,5, a cada 100 mil homens, para 93,3. Em São Paulo, o índice caiu 34,1 ponto percentual (de 125,7 para 91,6, a cada 100 mil homens). Já em Alagoas, o índice mais que dobrou

NÚMEROS Proporção de óbitos violentos no país, em relação ao total registrado, cresceu 3,8 pontos percentuais, passando de 6,4% em 1974 para 10,2%, em 2014. Maioria entre 15 e 24 anos e 16,8% são mulheres ao subir 87,8 pontos (de 73 para 160,8, a cada 100 mil), enquanto no Ceará a variação foi 72,2 pontos, passando de 69,3 para 141,5 a cada 100 mil homens, nas últimas quatro décadas. Com a publicação de hoje,

a pesquisa Estatísticas do Registro Civil completa 40 anos desde o início da divulgação de informações sobre o tema no Brasil, em 1974, quando o Instituto assumiu os encargos de coletar, sistematizar e divulgar os dados remetidos pelos Oficiais dos Cartórios do Registro Civil de Pessoas Naturais. Segundo o IBGE, essas informações são “de suma importância, já que esses eventos permitem construir Tábuas de Mortalidade que irão subsidiar as projeções populacionais por método demográfico”. O instituto lembra que nesses 40 anos, o país passou por mudanças profundas nas componentes da dinâmica demográfica, principalmente em relação aos níveis e padrões de fecundidade e de mortalidade, “influenciando significativamente a composição por sexo e idade da população brasileira”.


País C7

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Ruas do Brasil entre as mais perigosas do mundo B

rasil, Índia e China são responsáveis por 40% das mortes globais em decorrência de acidentes. Das três economias emergentes, Brasil é a que mais avançou em termos legais, embora a aplicação ainda seja deficiente. Para saber onde condutores, passageiros e pedestres correm mais risco, basta olhar os seguintes pontos no mapa-múndi: as grandes cidades, os países emergentes e a África. Esses são os novos focos dos principais especialistas em segurança viária no mundo, preocupados em diminuir o número de mortes, 1,25 milhão ao ano, e pessoas feridas, entre 30 e 50 milhões. “São tragédias perfeitamente evitáveis”, alertou a diretora global da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan durante a 2ª Conferência Global de Alto Nível sobre Segurança no Trânsito, que aconteceu em Brasília entre os dias 18 e 20 de novembro. “A epidemia de acidentes de trânsito foi criada pela humanidade, e só ela pode resolvê-la”, defendeu uma das netas de Nelson Mandela, Zoleka, que tornou-se embaixadora para a causa após perder uma filha em 2010. Nada menos do que 90% dos desastres ocorrem em países em desenvolvimento, como os da América Latina e Caribe. Então, para o mundo cumprir a meta global da ONU de reduzir pela metade as mortes até 2020, é de fato necessário dar mais atenção às regiões que mais lutam contra a extrema pobreza. O ponto de partida está nas grandes cidades porque, em pri-

FERNANDA CARVALHO/FOTOS PÚBLICAS

Brasil está entre os países que não têm legislação considerada ideal com relação a limites de velocidade, diz a OMS meiro lugar, elas já respondem por metade das mortes em acidentes viários. Além disso, em 2050, haverá mais 2,5 bilhões de pessoas vivendo nos centros urbanos de todo o mundo. E na América Latina, que já conta com 80% de população urbana, terá 90% no mesmo ano. A solução passa não só por melhorar os controles de velocidade, tráfego ou álcool e direção. Também é preciso pensar em planejamento urbano de forma a minimizar a necessidade de transporte individual. “Investir mais em ônibus, trens, etc. por si só vai reduzir os acidentes tremendamente porque esses meios de transporte são muito mais seguros. Também é preciso planejar cal-

META Nada menos do que 90% dos desastres ocorrem em países em desenvolvimento, como os da América Latina e Caribe. Meta da ONU é reduzir pela metade as mortes até 2020 Solução passa não só por melhorar os controles de velocidade, tráfego ou álcool e direção. Também é preciso pensar em planejamento urbano, afirma ONU

çadas adequadas e locais de trabalho que não sejam muito distantes das zonas residenciais, por exemplo”, explica o diretor de transportes e tecnologia da informação do Banco Mundial, Pierre Guislain. Acidentes custam caro Se as grandes cidades de todo o mundo exigem atenção máxima no trânsito, dá para imaginar como é a vida no

Brasil, na China e na Índia, que respondem por 40% das mortes globais de acidentes devido ao tamanho da população e à taxa de motorização. Também vai contra os três países emergentes o fato de que nenhum deles tem legislação considerada ideal com relação a limites de velocidade, segundo a Organização Mundial da Saúde. Em compensação, o Brasil se destaca pelas leis sobre con-

Um experimento numa nova direção está sendo feito em São Paulo, que criou um comitê para enfrentar o problema de forma coordenada, e onde o Banco financiou a análise de 4 mil quilômetros de estradas. Uma nova avaliação será feita em breve em 20.000 quilômetros de rodovias do Estado. Situação bem mais difícil vivem as economias mais pobres do mundo, que reúnem só 1%

da frota global, mas concentram 16% dos acidentes. Muitos deles estão na África, a única região em que os acidentes de trânsito e as mortes aumentaram desde 2010. O índice de fatalidades no continente é de 27/1,000 pessoas, maior que a média global de 18/1,000. “Os prejuízos podem até anular os benefícios do crescimento econômico nesses países”, disse Margaret Chan, da OMS.

MICROCEFALIA

HOMOAFETIVIDADE

Índice de uniões aumenta Dados da pesquisa Estatísticas do Registro Civil 2014, divulgados hoje (30), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indicam que foram realizados no ano passado 4.854 casamentos entre cônjuges do mesmo sexo, o que representa aumento de 31,2%. Foram 1.153 uniões homoafetivas a mais que em 2013. No total, em 2014, os casamentos homoafetivos representaram 0,4% do total de casamentos efetuados no país. Os dados sobre casamentos entre pessoas do mesmo sexo vêm sendo levantados pelo IBGE há apenas dois anos. Dentre os casamentos entre cônjuges do mesmo sexo, verificou-se que 50,3% eram entre cônjuges femininos e 49,7%, entre cônjuges masculinos. O maior número de uniões homoafetivas deu-se na Região Sudeste, com 60,7% do total; seguida, em proporções bem menores, pelas regiões Sul (15,4%); Nordeste (13,6%); Centro-Oeste (6,9%); e Norte (3,4%). Entre as unidades da Federação, de acordo com a distribuição percentual regional, São Paulo evidenciou a maior concentração percentual de uniões homoafetivas, registrando 69,6% do total da Região Sudeste, segui-

sumo de álcool e sobre uso de capacetes, cinto de segurança e cadeirinhas para crianças. Das três economias emergentes, é a que mais avançou em termos legais, embora a aplicação ainda seja deficiente, num consenso dos participantes da conferência em Brasília. Faltam dados de qualidade, fiscalização e coordenação entre os muitos programas federais e estaduais de segurança viária.

do de Santa Catarina, com 45,7%; Goiás registrou 39,0% das uniões homoafetivas da Região Centro-Oeste, seguido do Distrito Federal, com 38,7%. Na Região Norte, o maior número desse tipo de união foi registrado no Pará, com 34,7%. Divórcio cresce O número de divórcios no

AUMENTO Apesar da predominância das mulheres na responsabilidade pela guarda dos filhos a partir do divórcio (85,1%), em 2014, a pesquisa detectou um crescimento de 3,5% nos pedidos da guarda compartilhada país cresceu mais de 160% na última década. Dados da pesquisa Estatísticas do Registro Civil 2014, divulgados hoje (30) pelo IBGE, indicam que, no ano passado, foram homologados 341,1 mil divórcios, um salto significativo em relação a 2004, quando foram registrados 130,5 mil divórcios. Os dados indicam que em 1984, primeiro ano da investigação, a pesquisa conta-

bilizou 30,8 mil divórcios. Já em 1994, foram registradas 94,1 mil dissoluções de casamentos, representando um acréscimo de 205,1%. E, em 2004, o aumento foi percentualmente menor, 38,7%, com 130,5 mil divórcios. Para o IBGE, a elevação do número de divórcios revela uma mudança de comportamento da sociedade brasileira, que passou a aceitá-lo. Nas últimas três décadas (de 1984 a 2014), o número de divórcios cresceu de 30,8 mil para 341,1 mil, com a taxa geral de divórcios passando de 0,44 por mil habitantes na faixa das pessoas com 20 anos ou mais de idade, em 1984, para 2,41 por mil habitantes em 2014. A maior incidência de divórcios deu-se no Distrito Federal (3,74 por grupo de mil) e a menor no Amapá (1,02). A idade média das mulheres na data da sentença do divórcio, em 2014, era 40 anos, enquanto a dos homens era 44 anos. Apesar de persistir a predominância das mulheres na responsabilidade pela guarda dos filhos menores de idade a partir do divórcio (85,1%), em 2014, a pesquisa detectou um crescimento de 3,5% nos pedidos da guarda compartilhada, em 1984, para 7,5%, em 2014.

Casos podem passar de mil O Ministério da Saúde anunciou ontem que investiga seis casos de mortes de crianças com microcefalia, supostamente relacionadas ao vírus zika. No sábado, o ministério confirmou a relação entre o vírus e casos de microcefalia, que aumentaram significativamente no país. Exames feitos em um bebê nascido no Ceará com microcefalia e outras malformações congênitas revelaram a presença do vírus em amostras de sangue e tecidos. De acordo com o diretor do Departamento de Vigilância

de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch, o país tem 1.248 casos suspeitos de microcefalia notificados, em 311 municípios. O estado de Pernambuco registra o maior número de casos (646), sendo o primeiro a identificar o aumento de diagnóstico de microcefalia na região. Em seguida, estão os estados da Paraíba (248), Rio Grande do Norte (79), Sergipe (77), Alagoas (59), Bahia (37), Piauí (36), Ceará (25), Rio de Janeiro (13), Tocantis (12), Maranhão (12), Goiás

(2), Mato Grosso do Sul (1) e Distrito Federal (1). Maierovitch destacou a importância da participação da sociedade no combate ao mosquito Aedes aegypti, que transmite além da dengue, o vírus Zika e a chikungunya. “Teremos que ter uma intensificação muito grande no combate ao mosquito e com um chamamento mais intenso da sociedade pois a ela compete as ações mais intensivas. Os prefeitos devem intensificar a limpeza urbana. Estamos em uma emergência de saúde pública”, disse Cláudio Maierovitch.


MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

3090-1019

economia@emtempo.com.br

AGÊNCIA BRASIL

Mundo

C8

CONTRÁRIO Na contramão - O presidente russo, Vladimir Putin, disse ontem que está disposto a chegar a um acordo que limite o aumento da temperatura média global, que seja a continuação do protocolo de Quioto e “juridicamente vinculativo”. Putin insistiu que devem ser respeitados os princípios acordados

COP-21 começa e desafio maior é chegar a acordo D

e ontem até 11 de dezembro, representantes de 195 países e da União Europeia se reúnem, em Paris, para a 21ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro sobre Mudança do Clima (COP-21). O objetivo é chegar a um acordo que reduza a emissão de gases de efeito estufa que causam o aquecimento global. O Acordo de Paris deve entrar em vigor em 2020, em substituição ao Protocolo de Quioto, que prevê a redução de emissões de gases poluentes apenas para países desenvolvidos. Na avaliação de especialistas, a postura dos principais países emissores de gases de efeito estufa tem mudado nos últimos anos, passando de uma atitude defensiva para um maior engajamento nas negociações climáticas na busca de soluções para o aquecimento global. “Essa posição defensiva que bloqueava avanços foi vencida”, disse o coordenador do Sistema de Estimativa de Emissões de Gases de Efeito Estufa do Observatório do Clima, Tasso Azevedo. Segundo ele, o posicionamento histórico da China, Índia e dos Estados Unidos era mais conservador, alinhado a um discurso de que não podiam desacelerar o crescimento econômico. “Todos têm expressado sua preocupação [com a questão climática] e dissociado do discurso de que

ROBERTO STUCKERT FILHO/PR

O objetivo é chegar a um acordo que reduza a emissão de gases de efeito estufa que causam o aquecimento global não podem reduzir as emissões para não comprometer o crescimento”, afirmou. O diretor do departamento de Meio Ambiente e Temas Especiais do Ministério das Relações Exteriores, ministro Raphael Azeredo, considera positivo que os principais atores das negociações climáticas, como os Estados Unidos, a China, a União Europeia e a Índia, além do Brasil, tenham apresentado suas Contribuições Nacionalmente Determinadas Pretendidas (INDCs) para a Organização

MELHORIA Na avaliação de especialistas, a postura dos principais países emissores de gases de efeito estufa tem mudado nos últimos anos passando de uma atitude defensiva para um maior engajamento Acordo de Paris deverá entrar em vigor apenas em 2020, em substituição ao Protocolo de Quioto, que previa a redução de emissões de gases poluentes

das Nações Unidas. “Estados Unidos e China [os maiores emissores] fizeram uma declaração conjunta [em que anunciaram metas de redução de emissões em 2014] que já dava um gostinho do que seriam as respectivas INDCs e isso foi muito importante para o processo multilateral porque eram dois países que não estavam no Protocolo de Quioto.

Eram dois países que certos setores associavam como sendo reticentes ao esforço multilateral, que preferiam estar eventualmente fora de um acordo”, disse o diplomata. Segundo Tasso Azevedo, os Estados Unidos apresentaram um engajamento maior do que a China e a Índia, mas insuficiente no longo prazo. “A trajetória das emissões é de queda nos

Estados Unidos, mas dado o histórico do que já emitiu, é insuficiente como contribuição para chegar aos 2 graus Celsius [limite estabelecido para o aumento da temperatura média da Terra até 2100]”. Análise A China, maior emissor mundial, sinalizou em sua INDC que o pico de suas emissões ocorrerá

setores [de energia renovável]”. De acordo com Raphael Azeredo, a Índia é um parceiro importante do Brasil dentro do Basic, que reúne as grandes economias emergentes (África do Sul, Índia, China e Brasil), e do Grupo dos 77, que congrega os países em desenvolvimento, e é também um importante ator nas questões relativas ao clima.

VISITA DO PAPA

DISCURSO

DIVULGAÇÃO

ARTHUR CASTRO

Obama faz alerta pelo planeta O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, apelou ontem, em Paris, a todos os líderes mundiais para “estarem à altura” dos desafios colocados pelas alterações climáticas, reforçando que chegou o momento de a comunidade internacional decidir salvar o planeta. Ele discursou na 21ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-21), que se realiza em Paris. “Temos o poder de determinar o nosso futuro aqui e agora, mas só se mostrarmos que estamos à altura do desafio”, disse, dirigindo-se aos cerca de 150 governantes reunidos na capital da França. O presidente dos Estados Unidos, a primeira economia mundial e o segundo emissor mundial de gases de efeito de estufa (depois da China), reconheceu a influência do seu país no aquecimento global e assumiu “a responsabilidade de fazer algo” para mudar o cenário. Em seu pronunciamento, Obama rejeitou o argumento de que a luta contra as alterações climáticas será uma má notícia

até 2030. “Como a China é uma economia muito grande, fazer esse movimento [de redução das emissões] vai gerar muita economia de escala. Se diz que vai entrar na energia eólica ou solar, causa uma revolução. Ainda que esteja muito longe do que é preciso, aponta para uma direção que é correta, de fazer movimentos antecipados, o que vai causar revoluções nos

Para Barack Obama, se os líderes internacionais “agirem aqui e agiram agora”, não será tarde demais

para a economia. “Quebramos os velhos argumentos da inação. (…) Isso deveria dar-nos esperança”, disse Obama, que recordou as palavras do ativista dos direitos civis Martin Luther King. “Acredito nas palavras de Martin Luther King Junior de que não existe tal coisa de ser tarde demais”, disse Obama. Para Obama, se os líderes internacionais “agirem aqui e agiram agora”, não será tarde demais. Frisou que as decisões agora tomadas terão repercussões nas próximas gerações, o que irá re-

presentar “uma recompensa gratificante”. Os Estados Unidos assumiram o compromisso de reduzir entre 26 a 28% as suas emissões de gases de efeito estufa até 2025, em comparação a 2005. Barack Obama expressou o seu apoio à França depois dos “terríveis atentados” terroristas de dia 13 de novembro último. “Não só para levar à Justiça a rede terrorista responsável pelos ataques [reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico], mas também para proteger os nossos

povos e defender os valores que nos fazem fortes e livres”, afirmou. Encontro Durante o evento, Obama se encontrou com o presidente da Rússia, Vladimir Putin. Os dois conversaram num esforço para diminuir as tensões de Moscou com a Turquia, infladas desde que esta derrubou um avião russo após alegar invasão. O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, disse que ambos os líderes falaram sobre a busca por uma solução política para a crise síria.

Francisco encerra giro pela África com missa Encerrando sua primeira visita à África, o papa Francisco celebrou ontem uma grande missa no estádio de Bangui, capital da República Centro-Africana. Na cerimônia, o pontífice pediu que os cidadãos do país se perdoem mutuamente e trabalhem juntos pela paz. “É preciso perdoar quem nos prejudicou, nos comprometer a construir uma sociedade mais justa e fraterna, na qual ninguém se sinta abandonado”, disse o papa a uma audiência de cerca de 30 mil pessoas. A ascensão de grupos insurgentes na República Centro-Africana provocou uma espiral de violência contra as comunidades e milícias civis cristãs, religião majoritária no país. Poucas horas antes da missa, Francisco visitou uma mesquita em PK5, bairro de Bangui sitiado por milícias cristãs que têm impedido nos últimos meses a locomoção de muçulmanos. O papa chegou a local de papamóvel, protegido por muitos guarda-costas e tropas internacionais, e foi recebido por líderes islâmicos. “Cristãos e muçulmanos são irmãos e irmãs”,

disse Francisco na visita, que representou um passo simbólico em favor da reconciliação entre os grupos religiosos do país. “Os que clamam que acreditam em Deus também devem ser homens e mulheres de paz.” O pontífice ressaltou que não se pode confundir religião com conflito, e disse que a religião não deve servir de pretexto para

APELO Na cerimônia, o pontífice pediu que os cidadãos do país se perdoem mutuamente e trabalhem juntos pela paz. “É preciso nos comprometer a construir uma sociedade mais justa e fraterna”, disse interesses particulares. Após a saída do papa, uma multidão gritava, na língua local, Sango: “o ódio acabou!”. Francisco deixou Bangui no início da tarde (manhã em Brasília) em direção ao Vaticano, após visitar em seis dias Quênia, Uganda e República Centro-Africana.


PEÇA

Ingressos à venda para ver ‘Marilyn’

Plateia MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

3090-1042

DIVULGAÇÃO

Plateia D3

D1

plateia@emtempo.com.br

Mostra de teatro adere ao

‘CROWDFUNDING’ LUIZ OTAVIO MARTINS

P

aralelamente à realização da 5ª Mostra de Teatro da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) – que teve início ontem e segue até o dia 11 de dezembro –, a coordenação do evento mantém, pela primeira vez, uma campanha de crowdfunding (popularmente conhecida como “vaquinha virtual”) para arrecadar R$ 500 para a produção de crachás, camisetas, cartazes, folders e a festa de encerramento. Essa campanha foi lançada no site “Vakinha”, no último dia 21, e termina no próximo dia 8. O link para quem quiser colaborar é www.vakinha. com.br/vaquinha/mostra-deteatro-uea. A Mostra de Teatro da UEA acontece em áreas internas e externas do prédio da Escola Superior de Artes e Turismo (Esat, na Praça 14 de Janeiro), no Les Artistes Café-Teatro e no Centro de Artes Hahnemann Bacelar, com entrada franca. É um projeto de extensão do curto de teatro da universidade, que é realizada desde 2013, a cada seis meses. Uma das coordenadoras do evento e professora do curso, Annie Martins explica que a universidade, a cada semestre, colabora com R$ 400 que são utilizados na parte administrativa da mostra. “Mas, por causa da crise econômica do país, ainda não recebemos os recursos para esse semestre”, observa. “É uma quantia simbólica, mas que faz a diferença”. O objetivo da mostra é compartilhar com a comunidade a produção artística do cur-

so e divulgar o conhecimento acadêmico. Annie Martins conta que os próprios alunos produzem as montagens que fazem parte do evento e a iniciativa também representa uma oportunidade para que os estudantes pratiquem atividades de gestão. “O teatro não sobrevive sem gestão e é necessária ainda uma fonte de dinheiro”, comenta a professora. E, já que boa parte dos alunos não possui ainda uma fonte monetária direta, a coordenação da mostra recorreu ao crowdfunding. Annie Martins observa que a participação da mostra numa campanha de financiamento coletivo influencia na qualidade do que será apresentado à plateia. “O público precisa assistir a um espetáculo bem feito e existe uma cobrança em relação a isso, não apenas por parte dos alunos, mas também dos professores”. A coordenadora da mostra comenta ainda que, de forma geral, o público que está acostumado a conferir peças teatrais a partir da compra de ingressos em bilheterias desconhece iniciativas como as “vaquinhas virtuais”. “Essa forma de financiamento coletivo funciona bem em outros Estados do país e o retorno é até automático. Aqui em Manaus ainda existe uma certa resistência e é mais aceita por quem já está inserido no meio cultural”, analisa. A professora considera o crowdfunding também como uma oportunidade, ao lado dos editais culturais, para viabilizar projetos artísticos. “E em Manaus estamos começando a potencializar esse tipo

FOTOS: REPRODUÇÃO

Em sua quinta edição, a Mostra de Teatro da UEA recorre ao financiamento coletivo para arrecadar recursos administrativos

“As Trons” é uma das montagens convidadas para o evento

PROGRAMAÇÃO de financiamento”. Além de encenações teatrais, a programação da 5ª Mostra de Teatro UEA inclui apresentações de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC), simpósio, seminário e leituras dramáticas. As peças que serão exibidas a partir de hoje até o próximo dia 11 são “Deus danado”, de Leonel Worton; “Error”, da disciplina “Interpretação 3”; “Assim que se passem cinco anos”, da disciplina “Interpretação 5”; “Quando encontramos sonhos perdidos nas roupas que costuramos”, de Gledstone Melo;

“Mò(o)nóshê”, do Grupo de Pesquisa Tabihuni; “Ella” (espetáculo convidado); “Balões” (espetáculo convidado); “As Trons” (espetáculo convidado); “Guerreiros da floresta”; “O dragão de Macaparana” (espetáculo convidado); “Lendas: a história nunca contada”; “Tempestade mental” (espetáculo convidado); “Amor de Dom Perlimplim com Belisas e seu jardim”; “Um bonde chamado Desejo”, da disciplina “Interpretação 1”; e “Desculpe o transtorno, estamos em guerra”, da disciplina “Expressão corporal 2”.

Mostra ocupa as dependências internas e externas da UEA/Esat

HOJE: “Deus danado”, de Leonel Worton Quando: às 20h Onde: Les Artistes Café-Teatro – avenida 7 de Setembro, 377, Centro) “Imagine um rosto, agora conte uma história”, de Taciano Soares Quando: às 22h Onde: Ateliê 23 – Casa de Criação (rua Tapajós, 166, Centro) QUINTA-FEIRA (3/12) “Error”, da disciplina “Interpretação 3” Quando: às 17h40 Onde: salão do prédio anexo à Esat (rua Leonardo Malcher, 1.728, Praça 14 de Janeiro) “Assim que se passem cinco anos”, da disciplina “Interpretação 5” Quando: às 19h Onde: imediações internas e externas do prédio anexo SEXTA-FEIRA (4/12) “Quando encontramos sonhos perdidos nas roupas que costuramos”, de Gledstone Melo Quando: às 18h Onde: salão do prédio anexo “Mò(o)nóshê”, do Grupo de Pesquisa Tabihuni Quando: às 20h30 Onde: estacionamento da Esat SÁBADO (5/12) “Ella” (espetáculo convidado) Quando: às 18h10 Onde: sala 3 do prédio anexo “Balões” (espetáculo convidado) Quando: 19h Onde: estacionamento (área externa da Samambaia) “As Trons” (espetáculo convidado) Quando: 20h Onde: salão Samambaia – térreo da Esat SEGUNDA-FEIRA (7/12) “Guerreiros da floresta” Quando: às 15h Onde: Les Artistes Café-Teatro “O dragão de Macaparana” (espetáculo convidado) Quando: 17h Onde: estacionamento da Esat “Lendas: a história nunca contada” Quando: 19h Onde: Centro de Artes Hahnemann Bacelar (rua Monsenhor Coutinho, Centro) QUARTA-FEIRA (9/12) “Tempestade mental” (espetáculo convidado) Quando: às 21h Onde: auditório do prédio anexo QUINTA-FEIRA (10/12) “Amor de Dom Perlimplim com Belisas e seu jardim” Quando: 18h Onde: salão Samambaia – térreo da Esat SEXTA-FEIRA (11/12) “Um bonde chamado Desejo”, da disciplina “Interpretação 1” Quando: 14h Onde: auditório do prédio anexo “Desculpe o transtorno, estamos em guerra”, da disciplina “Expressão corporal 2” Quando: 16h Onde: Salão Samambaia – Esat


D2

Plateia

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

‘Lágrimas de Brinquedo’ terá transmissão nacional D

urante a abertura oficial do Natal, no largo São Sebastião, no domingo (29), o secretário de Estado da Cultura, Robério Braga, anunciou a transmissão para todo o Brasil do musical “Lágrimas de Brinquedo – O Arauto dos Brinquedos”, que compõe a programação natalina do governo do Estado. “Antes não conseguíamos a transmissão nacional porque o espetáculo acontecia fora do Teatro Amazonas e estava sujeito a várias intempéries. Agora, como tudo acontecerá dentro do teatro, fechamos com vários canais, inclusive nacional. Estaremos na TV Cultura, TV A Crítica, TV AmazonSat e Rede Canal Brasil, em vários sistemas”, disse. Os sistemas do Canal Brasil serão parabólica (canal 2), Sky (canal 16), GVT (canal 234), Net (canal 8), Oi TV (canal 20) e Claro (canal 124). Outra grande novidade foi o acréscimo de cinco novas apresentações na Récita de Natal ao público. Anteriormente, eram apenas nove récitas. Tudo será transmitido ao público presente no largo São Sebastião. “Colocaremos cadeiras para o público que

quiser e não puder entrar no teatro também acompanhar no largo”, disse o secretário. Campanha Música erudita, popular, teatro e performances são as manifestações presentes na campanha “Um Amor de Natal”, promovida pelo governo, Fundo de Promoção Social e CocaCola, como patrocinadora. Para hoje, o Coral da Secretaria da Fazenda (Sefaz) e da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) fazem apresentação no largo São Sebastião, a partir das 18h. Enquanto no Teatro Amazonas, o Coral do Amazonas faz um recital a partir das 20h, com entrada livre. No repertório desse concerto é possível conferir a obra “Magnificat”, de Johan Sabastian Bach. Seu texto consiste do cântico de Maria, mãe de Jesus, tal como descrito pelo evangelista Lucas. Árias sacras serão interpretadas pelos solistas Kátia Freitas Thalita Azevedo, Juremir Vieira, Davy Chaves e Mirian Abad. No mais, esta semana, o Coral Jovem do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro segue com uma cantata especial, amanhã, às 18h, no largo São Sebastião. À noite, a Amazonas

Abertura da campanha natalina teve a presença de José Melo

Jazz Band se apresenta no Teatro Amazonas, com clássicos como “Alegria do Natal”, “Glória”, “Noite Feliz”, “Vem, está chegando o Natal” e “Bom Natal” (jingle). Para a quinta-feira (3), o palco do Teatro da Instalação recebe dois corais: O Coral Infantil e o Coral Jovem, às 19h. No palco do Teatro Amazonas, a Orquestra Filarmônica faz sua última apresentação da “Série Guaraná”, a partir das 20h, com ingressos à venda, com uma homenagem a Félix

Mendelssohn, um dos principais compositores, pianista e maestro alemão do início do período romântico. Foi o autor da conhecida obra “Sonho de uma Noite de Verão” (que inclui a famosa marcha nupcial). A diversão da sexta-feira (4) começa pela praça Heliodoro Balbi (praça da Polícia), a partir das 17h30, com a música do trio Avatar. Já no largo São Sebastião, às 18h, o som bem amazonense da cantora Lucinha Cabral anima o começo da noite. Já o parque Rio Negro

recebe o cantor Zeca Torres, a partir das 19h. No Teatro da Instalação, às 19h, há a interpretação dos músicos da Orquestra de Violões do Amazonas, regidos pelo maestro Davi Nunes. Eles apresentam a versão do “Concerto de Natal”, em parceria com o Coral Infantil do Liceu Claudio Santoro. Quanto ao sábado, tudo começa com a performance de Dom Carioca e o espetáculo “Atividade Infantil”, da Cia. Língua de Trapo, que fazem

a diversão da criançada no largo, às 17h. Em seguida, a Amazonas Jazz Band faz nova apresentação. Encerrando a noite no largo, a banda de rock Official 80 faz festa para comemorar seus 10 anos de carreira. Domingo (6), o Centro Cultural Palácio Rio Negro recebe o recital das Crianças, às 11h. À tarde, tem o Palhaço da Alegria, no largo, e Armando de Paula canta a partir das 18h. As crianças também têm diversão garantida no parque Rio Negro, às 18h.

DIVULGAÇÃO

Emissoras de televisão locais e também de canais fechados confirmam veiculação de espetáculo no Teatro Amazonas


Plateia D3 DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Carolina Ferraz dá vida nos palcos a Margot Taylor, que perdeu o namorado para Marilyn Monroe

Danielle Winits, por sua vez, é destaque pela interpretação da “deusa do cinema”, em espetáculo teatral

Ingressos para ‘Depois do Amor’ estão à venda

Espetáculo de Fernando Duarte, com direção de Marília Pêra e atuação de Danielle Winits e Carolina Ferraz, estreia sábado

O

Teatro Amazonas será palco da estreia nacional da comédia “Depois do Amor”, com as atrizes Danielle Winits e Carolina Ferraz. O texto, uma homenagem aos 90 anos de Marilyn Monroe, é de Fernando Duarte, mesmo autor do sucesso “Callas”, e tem direção artística de Marília Pêra. As apresentações acontecem neste fim de semana, no Teatro Amazonas, em sessões sábado (5), às 20h, e domingo (6), às 19h. Os ingressos já estão à venda na bilheteria do teatro (avenida Eduardo Ribeiro, 650 – Centro) e pelo site www.bestseat.com.br. Marilyn Monroe, o simples nome sozinho, representa coisas diferentes para pessoas diferentes. Para alguns, sugere o padrão absoluto da sensualidade feminina: beleza, graça e sofisticação. Para outros, vem à mente insegurança, infelicidade e tragédia. Mas para apreciar a vida complexa e fascinante dessa mulher enigmática, é preciso deixar de lado quaisquer noções preconcebidas sobre ela, tarefa, com certeza, difícil, considerando o seu status de iconoclasta. Foi uma pessoa que superou dificuldades aparentemente intransponíveis para tornar-se não só respeitada e adorada, mas também, para muitos, a maior estrela de cinema do mundo. Embora grande parte de sua vida tenha sido dedicada a construir e manter sua carreira, Marilyn era apaixonada em particular pela busca à família. Buscava a estabilidade subtendida na ideia de um núcleo familiar. Infelizmente, para ela, essa promessa não se cumpriu. Talvez a verdadeira história de Marilyn gire em torno de algo que ela, em seus melhores momentos, possuía em abundância: esperança. Acre-

ditava que tudo era possível. Era mais que apenas uma atriz famosa. Foi uma alma vulnerável, um espírito generoso e um soldado corajoso na devastadora batalha com a própria mente. “Depois do Amor” mostra que existiu uma outra Marilyn, uma mulher muito mais complexa, séria, mas também,extremamente divertida e inteligente. A Marilyn humana, a mulher por trás do mito, era bem mais fascinante. Dizer que nenhuma outra atriz vendeu tanto quanto ela, nem começa a explicar a importância que teve para o mundo do cinema. Ainda hoje é vista nas vitrines da vida como uma referência que nunca sai de moda. No entanto, por trás do sorriso fotogênico, era uma pessoa frágil e vulnerável, tinha uma combinação de esplendor e anseio que a destacava. Longe dos holofotes, sem a maquiagem que a transformava no mito Marilyn Monroe, às vezes, passava despercebida. Era uma mulher muito simples e amada pelas pessoas de seu círculo mais próximo. E é justamente esse lado menos conhecido, o lado mais humano que o espetáculo pretende mostrar. Cinquenta e três anos após sua morte, ainda é capaz de fascinar e inspirar. Marilyn viva promoveu um caso de amor com o mundo e, morta, provocou uma espécie de necrofilia em massa. Sim, teve e mantém a espantosa fama que tantos almejam - mas, além disso, tinha uma incrível doçura que tocava a todos. O espetáculo Em 1962, Marilyn iniciou as filmagens de “Something’s got to give”, seu último filme, que ficaria inacabado. Para assinar os figurinos, ela convidou o famoso estilista

Jean Louis. Nos primeiros 16 dias ela não apareceu no set alegando uma sucessão de enfermidades. Quando finalmente decidiu trabalhar, estava alguns quilos mais magra e foi preciso ajustar todos os vestidos. Jean enviou uma de suas assistentes a casa que Marilyn tinha acabado de comprar. Margot Taylor, a bela assistente de Jean Louis, era uma velha conhecida de Marilyn. Se conheceram em 1952, nos bastidores de um filme e ficaram amigas. Na época, Margot era namorada de Joe DiMaggio, mas logo que conheceu Marilyn, ele se apaixonou perdidamente, rompeu com Margot e se casou com a sexy symbol. O casamento durou apenas nove meses. Margot perdeu o namorado e a amiga. Dez anos depois, a vida se encarregou de colocar as duas frente a frente para um acerto de contas.

SERVIÇO ESPETÁCULO “DEPOIS DO AMOR” QUANDO: sábado e domingo (5 e 6), às 20h e às 19h, respectivamente ONDE: Teatro Amazonas QUANTO: ANTECIPADOS - Frisa, Plateia, 1º e 2º Pavimentos - R$ 40 / 3º Pavimento R$ 20; NO DIA DO EVENTO - Frisa, Plateia, 1º e 2º Pavimentos - R$ 50 / 3º Pavimento R$ 30 (preços de meia-entrada) VENDA: bilheteria do Teatro Amazonas e pelo site www.bestseat.com.br INFORMAÇÕES: (92) 3232-1768 / 3348-8434 INDICAÇÃO ETÁRIA: 12 anos PRODUÇÃO LOCAL: Mode On Marketing e Eventos

Dirigido por Marilia Pêra e protagonizado por Danielle Winits e Carolina Ferraz, o espetáculo é um estudo da alma feminina – esta pode ser uma definição para o projeto “Depois do Amor”. Ou não: o espetáculo pode ser um pouco mais do que isto. Em cena, um dos maiores mitos da feminilidade do século 20: Marilyn Monroe,

a mais absoluta encarnação do glamour, da feminilidade e da carência afetiva, e Margot, uma mulher comum. Apesar das diferenças abissais entre os dois mundos, perceptíveis de imediato, a mesma prisão as aproxima, a dificuldade de se afirmar com autonomia em um mundo controlado pelos homens e a

impossibilidade de encarar a vida sem afeto. Enquanto experimenta os belos vestidos, elas falam do passado, dos amores, das alegrias, lembram relatos engraçados, as aflições e vislumbram um futuro, futuro este, que a “deusa do cinema” não teve, já que faleceu aos 36 anos.


D4

Plateia

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

‘Baile do Hawaii’ revive memórias do anos 1980 O

Baile do Hawaii do Tropical Hotel como era no auge dos anos 1980, mas com a pitada moderna de 2016. Será assim o baile de Carnaval mais famoso de Manaus que volta no próximo dia 23 de janeiro, a partir das 22h, na piscina Vitória Régia, no próprio Tropical Hotel. E o “revival” será completo. Com decoração à la Ilha Porchat Clube, de São Paulo, dos memoráveis bailes “Uma Noite nos Mares do Sul”, o Baile do Hawaii 2016 do Tropical Hotel seguirá em estilo retrô desde o receptivo, com moças e rapazes fantasiados de dançarinos de “hula-hula”, entregando colares havaianos em todas as entradas e, inclusive, “welcome drinks” (bebidas de boas-vindas) nas mesas para as 300 primeiras pessoas que cheguem ao local. A decoração, toda sob responsabilidade de Fernando Salignac – que também ornamentava o baile dos “anos dourados” da festa -, será uma atração à parte. “Um dos principais destaques será a piscina que, como antes, não será coberta. Ela

fará parte do décor. Haverá ainda inúmeras palmeiras, lustres com motivo havaiano, mesas com toalhas estampadas e muitas flores. Enfim, a ideia é retomar o cenário do baile, mas com modernidade e estilo”, disse Salignac. No palco, a cena “vintage” do Baile do Hawaii 2016 vai continuar ao som da banda Cuka Fresca, mais Bateria Nota 10 da escola de samba Aparecida, DJ May Seven e a banda Jammil como atração nacional que vai abalar o melhor baile de Carnaval de Manaus. De acordo com o promotor da festa, Fábio Rezende, da Ponto Com Eventos, a banda Jammil foi escolhida por atender o espírito do baile. “Convidamos a Jamil pelo alto astral de sempre. Afinal, eles vivem o Carnaval todos os dias do ano e a intenção é interpretar clássicos, axé, frevo e os melhores sambas de todos os tempos. E, claro, os grandes sucessos do Jammil. Temos certeza que o público vai adorar”, declarou. Jammil vai tocar na festa a partir das 11h40 até 1h30. Com expectativa para

DIVULGAÇÃO

A festa acontece no dia 23 de janeiro, tendo a banda Jammil como atração nacional e o primeiro lote já está à venda quase 4 mil pessoas, o Baile do Hawaii 2016 terá também a área VIP Cia. Athletica, que terá o som exclusivo do DJ Sidney Almada. Todo o espaço VIP receberá 700 pessoas. Para completar o clima, o traje do Baile do Hawaii não poderia ser outro, senão fantasias ou looks inspirados em coroa e colares de flores, saias com folhas, camisas floridas, blusinhas levinhas e com estampas de flores, além de pareôs e franjas com rafia havaiana. “Nossa sugestão é que o público inteiro entre no clima especial. A fantasia faz parte disso e, para motivá– la, vamos inclusive premiar a melhor”, disse Fábio. Primeiro lote à venda O primeiro lote de ingressos para o Baile do Hawaii 2016 no Tropical Hotel já está à venda por R$ 60, mesa para quatro lugares a R$ 600 e lugar no Camarote VIP Companhia Athletica a R$ 220 (preços de meia-entrada). Os pontos de venda são as unidades da Companhia Athletica (Manauara Shopping e Studio 5) ou pelo ingresse.com.

Levi Lima é quem defende os vocais do grupo Jammil e Uma Noites, confirmado para o Baile do Hawaii


Plateia D5

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Canal 1

Consequências do rompimento Geraldo Luís, que chegou a picos de 15 no último domingo, deixou de fazer o que sempre fez no fim do seu programa, chamando “A Hora do Faro”. Desta vez, ele se limitou a agradecer a excelente audiência. E tchau! A propósito, alguém sabe dizer quem está no comando do artístico da Record? Sem saída A estimativa de algumas grandes gravadoras, como a Warner, por exemplo, é que o CD desapareça do mercado, com algum otimismo, dentro de mais 1 ano. O mercado pirata, as vendas digitais e a opção pelo DVD são apontados como principais causas. Mera coincidência Outra separação musical importante será anunciada no “Mister Brau”, ainda neste dezembro. Michele (Taís Araú-

jo) vai fazer uma turnê solo nos Estados Unidos, como cantora, a convite de um produtor estrangeiro, mesmo com os dois mantendo o casamento e com o Brau, inconformado, saindo atrás da mulher. Uma confusão para deixar qualquer Calypso inconformado. O episódio terá várias participações especiais.

Primeira parceria Selton Mello e Aracy Balabanian em cena de “Ligações Perigosas” gravada no Theatro Municipal do Rio. Na série que estreia dia 4 de janeiro na Globo, eles vivem Augusto de Valmont e Consuelo. Ela, tia dele. Este será o primeiro trabalho dos dois juntos.

existe mais. Até o CNPJ foi anulado. Curioso é que ninguém sabe precisar quando irá reabrir. Para todos os efeitos, ou todos os indicativos, nos levam acreditar que a produtora Casablanca será a sua nova inquilina.

Cadeado na porta É, no mínimo, curiosa a situação do conjunto de instalações, onde funcionava o RecNov, da Record, no Rio. Está tudo fechado desde a semana passada e desde o dia que tiraram o logotipo da Record da sua fachada.

Noves fora Considerando que a Xuxa tem programas gravados até meados de janeiro e que a própria Casablanca será a nova responsável pela sua produção, podemos entender que a reabertura daquele complexo de estúdios se dará nos primeiros dias de janeiro. Certeza, certeza, ninguém tem.

A informação é que... É que lá funcionava uma empresa da Rede Record, que não

Deu o que tinha Dentro da Globo é dado como certeza o fim do “Esquenta”.

Resumo das Novelas Tóia agradece Romero por salvá-la de Zé Maria. Juliano chega a Paraty, e Noé avisa a Zé Maria. Tóia e Romero conseguem uma carona para voltar ao Rio de Janeiro. Nora confessa a Nelita que está interessada em Régis. Belisa agradece o carinho de Nonato, que se emociona. Indira prevê que Domingas conhecerá um homem. Ninfa e Alisson levam MC Limão para desmascarar Andressa. Adisabeba expulsa Andressa de sua boate, mas a cantora avisa que está grávida de Merlô. Claudine consola Feliciano. Juliano confronta Zé Maria.

Rodrigo promete a Ana que pensará sobre perdoar Ciça. Ciça lamenta ter perdido a amizade de Uodson. Luan desabafa com Uodson. Henrique sugere que gostaria de ficar sozinho com Camila. Pedro insiste para sair com Luciana. Rodrigo e Krica repreendem Roger. Jorge e Ramos implicam um com o outro. Henrique beija Camila. Jorge aconselha Luan, que sofre com o julgamento das pessoas. Bia se incomoda com a forma como Rafaela a trata. Jéssica e Uodson se aproximam e Nanda comemora. Ciça sofre um assalto. Rodrigo acredita que Luciana goste de Pedro. Ciça pede socorro a Rodrigo.

Felipe revela a Melissa que está apaixonado por outra mulher e a esposa deduz que se trata de Lívia. Melissa diz a Alex que Felipe os abandonará. Felipe explica sua situação para Alex e conforta o filho. Zilda desabafa com Vitória. Lívia decide convencer Emília a permitir que Alberto venha para o Brasil. Solange engana Dorotéia. Melissa ameaça Felipe. Bianca e Felícia mudam o visual de Salomé. Carola conversa com Pedro sobre Lívia. Vitória encomenda uma missa em nome de sua filha, que acredita que esteja morta.

Maria Joaquina sofre no hospital com a falta de informações sobre a cirurgia de sua mãe, Clara. A professora Helena explica para seus alunos que é bela a atitude deles de querer doar sangue, mas que por serem crianças isso não será possível. Cirilo está triste com todo o ocorrido e pensa em ajudar, anota o tipo sanguíneo. Miguel acompanha a cirurgia. Atendendo um pedido da Helena, Rafael vai até a escola fazer companhia e dar suporte para Maria Joaquina. Cirilo conta sobre o acidente para seus pais e fala da dificuldade do tipo sanguíneo. Os pais de Cirilo confortam o filho e dizem que os três são do tipo O negativo.

Débora diz a Cassandra que a agressão de Eliza ao Comendador foi amplamente divulgada. Rafael comenta com Lu que Sofia foi um grande amor. Fabinho fica surpreso ao ver Germano e Lili se beijando. Jonatas consola Eliza. Rosângela conta para Jonatas que Florisval se mudou para Curicica. Cassandra tenta queimar a foto que Hugo guarda de Carolina, mas Débora impede. Cassandra rasga a foto.

Marina separa roupas e produtos de higiene para Isabela. Regina a surpreende e a babá diz que está preparando suas coisas para ter um conforto maior quando voltar ao galpão. Priscila reclama com Geraldo que Isabela tem mais oportunidades com ela e pede para cantar uma música com Joaquim. Raul vai a gravadora buscar Manuela para almoçar com seus amigos. Sandro os segue. Rebeca pergunta para Otávio sobre o término dele com Safira. Ele responde que foi ela que terminou, mas ele também já não gostava dela. Na igreja, pastor Augusto conversa com Flávia sobre a peça. Ofelio leva a sacola de Marina para Isabela.

• O “É de Casa”, dos sábados, na Globo, passa por ajustes internos, como sempre acontece em qualquer programa, até se chegar ao ponto considerado ideal... • ...mas mudanças passam bem longe do sexteto de apresentadores – Ana Furtado, André Marques, Cissa Guimarães, Patrícia Poeta, Tiago Leifert e Zeca Camargo... • ...pelo menos até maio de 2016, todos estão garantidos em seus postos. • Flávia Monteiro também foi chamada pela Record para integrar o elenco da série “Sem Volta”... • ...a produção em 13 episódios, sobre um grupo de montanhistas que se perdem durante uma expedição, começa a ser gravada em janeiro, no Rio. • Confirmado: série da Christiane Pelajo no “Jornal da Globo”, sobre mercado imobiliário, será exibida a partir da próxima segunda-feira.

Flávio Ricco

Maquiagem do Boechat dá o que falar na Band

Colaboração: José Carlos Nery

Uma bobeada qualquer levou a Band a abrir o “Jornal da Band”, dia 24, ainda com a maquiadora em cena, dando os últimos retoques no Ricardo Boechat. Claro que foi uma situação constrangedora. Só que a repercussão ao caso foi quase nenhuma. Nem nas redes sociais. Mais importante que o caça às bruxas instalado desde aquele momento até agora, a direção da casa deve apurar melhor as razões desse silêncio. Como um acontecimento desses passou quase que completamente batido? Por que quase ninguém falou dele?

C’est fini Se dependesse apenas da vontade do elenco e da direção do programa, os novos episódios da “Escolinha”, além dos exibidos recentemente no Viva, começariam a ser gravados imediatamente. A Globo, porém, prefere mesmo aguardar a repercussão em sinal aberto, para conhecer a reação do grande público. Estreia dia 13, faixa da tarde. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

TV

Animal Planet estreia ‘Hora fofa’ A partir da próxima terçafeira (8), quando o ponteiro marcar 16h30, começa a “Hora fofa” no Animal Planet. Diariamente, o canal apresenta séries que contam histórias reais, comoventes e engraçadas em seu novo bloco de programação temática. Na semana de estreia, serão exibidas três novas séries: “Bill Berloni, família & CÃOpanhia” vai ao ar na terça; “Veterinário das montanhas” na quinta-feira (10); e “De fofo e bobo todo bicho tem um pouco” no domingo (13). “Bill Berloni, família & CÃOpanhia” acompanha o trabalho e a vida de Bill, o premiado treinador de animais que resgata bichos abandonados e os prepara para estrelar vídeos, filmes, musicais e peças de teatro. Bill começou sua carreira por acaso, em 1976, quando adotou e treinou o primeiro cão para o musical da Broadway, “Annie”. Passaram-se quatro décadas e hoje Bill é o Dr. Dolittle da vida real: na casa dele vivem 26 cães, dois cavalos, um pônei, um gato, dois porcos, uma família de patos, uma lhama e um burrinho. Juntos, eles formam uma equipe de estrelas animais, que encanta plateias. Jeff Young, o “Veterinário das montanhas”, é dedicado e um tanto diferente – a aparência de atleta e o estilo rock’n’roll contrastam com o trato doce que ele tem com os bichinhos enfermos que chegam até a sua clínica, uma das mais movimentadas dos Estados Unidos. Estabelecido na cidade de Denver, na base da cordilheira das Montanhas Rochosas, ele e uma equipe com mais de 30 profissionais salvam vidas animais diariamente em in-

DIVULGAÇÃO

O que acontece? Experimente você mesmo: ligue a qualquer hora do dia ou da noite no Universal e tente encontrar alguma coisa diferente do “House”. A TV paga, louvada por alguns em verso e preso, anda numa pobreza de fazer dó. Os investimentos em programação estão próximos do zero.

GLOBO/CAIUÁ FRANCO

TV Tudo

Bate – Rebate

plateia@emtempo.com.br

Novas séries do canal fechado entram no ar semana que vem

tervenções emergenciais que a série capta nas diversas etapas, desde a chegada do animal, às cirurgias e tratamentos. Por lá, já passaram mais de 70 mil pacientes de todas as espécies: de gatos e cães, a animais exóticos, porcos e jacarés. Seja no hospital, que fica no andar de baixo de sua casa, ou nos atendimentos em fazendas e ranchos da região, Jeff é conhecido por não desistir nunca e tentar de tudo para salvar os bichos. “De fofo e bobo todo bicho tem um pouco” traz, em episódios de uma hora, uma compilação com o melhor dos vídeos amadores estrelados por animais. Depoimentos de especialistas e personalidades ajudam a entender por que os registros de bichos domésticos fazendo as bobagens de sempre são tão encantadores para nós, humanos. As estrelas dos episódios temáticos são cães, gatos, coelhos, porquinhos e outros animais que protagonizaram cenas dignas de comédias. O episódio de estreia da série tem como tema os gatos. Espertos, ousados – às vezes até demais –, eles protagonizam vídeos que fazem sucesso na internet. Entre bichanos que

“falam”, calculam mal as distâncias ou reúnem coragem para enfrentar crocodilos, a especialista em comportamento animal Jill Goldman traz informações curiosas sobre estes animais e derruba mitos – segundo ela, o papo de que gatos odeiam água não é verdade; há raças de felinos domésticos que amam um banho relaxante.

SERVIÇO “BILL BERLONI, FAMÍLIA & CÃOPANHIA” QUANDO: estreia terça-feira (8), às 16h30

“VETERINÁRIO DAS MONTA NHAS” QUANDO: estreia quinta-feira (10), às 16h30

“DE FOFO E BOBO TODO BICHO TEM UM POUCO QUANDO: estreia domingo (13), às 16h30


D6

Plateia

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

DIVULGAÇÃO

Programação de TV

A “Sessão da Tarde” apresenta a comédia “Meu namorado perfeito”

Cinema

SBT 5H JORNAL DA MANHÃ 6H IGREJA UNIVERSAL 7H CARROSSEL ANIMADO 7H30 MUNDO DISNEY 9H30 BOM DIA & CIA 9H55 BOLETIM EM TEMPO 10H05 WAISSER BOTELHO 10H45 FOME DE TUDO 11H05 AGORA 12H30 PROGRAMA LIVRE 13H MARIA DO BAIRRO 13H30 CASOS DE FAMÍLIA 14H30 PÉROLA NEGRA 15H CUIDADO COM ANJO 15H45 TERESA 16H30 A DONA 17H30 CHAVES 18H20 JORNAL EM TEMPO 18H30 PROP. PARTIDÁRIA ¬ PSD 18H45 SBT BRASIL 19H30 CÚMPLICES DE UM RESGATE 20H15 CARROSSEL 21H15 KENAN E KELL 22H PROGRAMA DO RATINHO 23H15 CINE ESPETACULAR 1H THE NOITE COM DANILO GENTILI 1H45 JORNAL DO SBT 2H30 OKAY PESSOAL 3H30 BIG BANG

GLOBO 5H HORA UM 6H BOM DIA AMAZÔNIA 7H30 BOM DIA BRASIL 8H50 MAIS VOCÊ 10H10 BEM ESTAR 10H50 ENCONTRO COM FÁTIMA BERNARDES 12H AMAZONAS TV 12H47 GLOBO ESPORTE 13H20 JORNAL HOJE 13H59 VÍDEO SHOW 15H07 SESSÃO DA TARDE. FILME: MEU NAMORADO PERFEITO 16H30 VALE A PENA VER DE NOVO: CAMINHO DAS ÍNDIAS 17H43 MALHAÇÃO 18H18 NOVELA: ALÉM DO TEMPO 18H30 PROGRAMA POLÍTICO PARTIDÁRIO: PSD 18H40 ALÉM DO TEMPO ºCONTINUAÇÃO» 19H20 JORNAL DO AMAZONAS 19H40 JORNAL NACIONAL 20H26 NOVELA: TOTALMENTE DEMAIS 21H23 NOVELA: A REGRA DO JOGO 22H32 MISTER BRAU 23H15 PÉ NA COVA 23H58 PROFISSÃO: REPÓRTER 0H38 JORNAL DA GLOBO 1H10 PROGRAMA DO JÔ 1H51 UNDER THE DOME ´ PRISÃO INVISÍVEL: LAÇOS DE SANGUE 1H37 CORUJÃO I. FILME: AS AVENTURAS DE AGAMENON, O REPÓRTER 3H57 MENTES CRIMINOSAS

4H NOSSO TEMPO 6H CAFÉ COM JORNAL ´ EDIÇÃO BRASIL 7H10 DIA DIA 8H10 OS SIMPSONS 9H JOGO ABERTO 10H30 PROGRAMA SABINO CAS¬ TELO BRANCO 11H15 EXIJA SEUS DIREITOS 11H55 CÂMERA 13 12H35 CIDADE URGENTE 13H IGREJA UNIVERSAL 14H OS SIMPSONS 15H15 BRASIL URGENTE ´ EDI¬ ÇÃO REGIONAL 16H15 BRASIL URGENTE ´ EDI¬ ÇÃO NACIONAL 17H50 BAND CIDADE 18H20 JORNAL DA BAND 19H25 FATMAGÜL: A FORÇA DO AMOR 19H30 HORÁRIO POLÍTICO ´ PSD 19H40 FATMAGÜL: A FORÇA DO AMOR ´ SEQUÊNCIA 20H15 SHOW DA FÉ 21H10 MASTERCHEF JÚNIOR ´ A PRÉVIA 21H30 MASTERCHEF JÚNIOR

RECORD 5H30 BALANÇO GERAL 6H28 MANHÃ NO AR 7H55 FALA BRASIL 9H HOJE EM DIA 11H MAGAZINE 12H ALÔ AMAZONAS 13H45 NOVELA: PROVA DE AMOR 14H45 NOVELA: CHAMAS DA VIDA 15H45 CIDADE ALERTA 18H30 PROPAGANDA PARTIDÁRIA ´ REAL TIME 18H40 A CRÍTICA NA TV 19H30 PELADÃO A BORDO 20H30 NOVELA: NOVELA: REI DAVI 21H30 JORNAL DA RECORD 22H30 A FAZENDA 23H30 TROCA DE FAMÍLIA 0H30 SÉRIE: A NOVA SUPER MÁQUINA 1H15 PROGRAMAÇÃO IURD

ESTREIA

PRÉESTREIA Bem Casados: BRA. 10 anos. Heitor (Alexandre Borges) é um solteirão convicto que ganha a vida filmando festas de casamento. Durante os preparativos para cobrir mais um casamento ele conhece Penélope (Camila Morgado), uma mulher sensual e independente que está determinada a acabar com a festa antes mesmo que ela comece. A missão de Heitor é garantir que o casamento saia exatamente como os noivos querem. Já para Penélope, a cerimônia é a oportunidade perfeita para executar o seu plano. Juntos, essa dupla surpreendente, e um tanto atrapalhada, dará aos noivos muito mais emoção do que eles jamais imaginaram. Afinal, bem casados só os doces. Cinépolis Millennium 2 – 19h40, 21h45 (somente quarta-feira), Cinépolis Millennium 7 – 22h20 (somente quarta-feira); Cinépolis Plaza 7 – 18h45, 20h50 (somente quartafeira); Kinoplex 2 – 18h50 (somente quarta-feira); Playarte 2 – 19h15, 21h15 (somente quarta-feira).

Victor Fr a n k e s tein: EUA. 12 anos. O cientista Victor Frankenstein e seu brilhante assistente, Igor Strausman, dividem a nobre ideia de ajudar a humanidade com uma recente descoberta sobre imortalidade. Entretanto, o experimento de Victor passa dos limites e sua obsessão gera consequências horríveis. Apenas Igor conseguirá trazer seu amigo de volta a sanidade e salvá-lo de sua criação monstruosa. Cinépolis Millennium 5 – 14h20, 16h50, 19h20 (dub/diariamente), 22h (leg/diariamente), Cinépolis Plaza 6 – 13h50, 16h30, 19h, 21h45 (dub/diariamente; Kinoplex 1 – 16h45, 19h05, 21h30 (dub/ diariamente); Playarte 6 – 14h45, 17h, 19h15, 21h35 (dub/diariamente), 21h30 (leg/diariamente).

ESTREIAS Jogos Vorazes: A Esperança – O Final: EUA. 14 anos. Cinépolis Millennium 1 – 14h45, 17h45, 20h45 (3D/dub/diariamente), Cinépolis Millennium 3 – 15h30, 18h30, 21h30 (3D/dub/diariamente), Cinépolis Millennium 4 – 14h, 17h (dub/diariamente), 20h (leg/diariamente), Cinépolis Millennium 8 – 19h10 (3D/dub/ diariamente), 16h15, 22h15 (3D/ leg/diariamente); Cinépolis Plaza 1 – 13h15, 16h15, 19h15 (3D/dub/ diariamente), Cinépolis Plaza 2 – 14h45, 17h45, 20h40 (3D/dub/diariamente), Cinépolis Plaza 4 – 14h, 17h (3D/dub/diariamente), Cinépolis Plaza 5 – 15h30, 18h30, 21h30 (dub/ diariamente); Kinoplex 3 – 15h45, 18h30, 21h15 (3D/dub/diariamente), Kinoplex 5 – 15h, 17h50 (3D/ dub/diariamente), 20h40 (3D/leg/ diariamente); Playarte 5 – 12h50, 15h35, 18h20, 21h05 (dub/diaria-

BAND

23H45 JORNAL DA NOITE 0H35 QUE FIM LEVOU? ´ BOLETIM 0H40 ALTA CONEXÃO 0H50 SÓ RISOS 1H15 IGREJA UNIVERSAL

mente), Playarte 7 – 18h40, 21h35 (leg/diariamente), Playarte 10 – 14h, 17h, 20h (dub/diariamente). Como Sobreviver a um Ataque Zumbi: EUA. 14 anos. Cinépolis Plaza 4 – 20h (dub/diariamente), Cinépolis Plaza 8 – 13h (dub/diariamente); Kinoplex 1 – 14h45 (dub/ diariamente); Playarte 8 – 15h20, 19h35, 21h20 (dub/diariamente). O Reino Gelado 2: RUS. Livre. Cinépolis Millennium 7 – 14h (dub/ somente sábado e domingo), 16h (dub/diariamente); Cinépolis Plaza 3 – 13h30 (3D/dub/diariamente); Kinoplex 5 – 13h10 (dub/diariamente). 007 Contra Spectre: EUA. 14 anos. Cinépolis Millennium 6 – 18h10 (dub/diariamente), 15h10, 21h20 (leg/diariamente), Cinépolis Plaza

3 – 21h (dub/diariamente); Kinoplex 4 – 14h, 18h55 (dub/diariamente); Playarte 3 – 16h, 21h (dub/diariamente). O Último Caçador de Bruxas: EUA. 14 anos. Cinépolis Plaza 3 – 15h40, 18h10 (dub/diariamente); Kinoplex 2 – 16h45, 21h (dub/diariamente); Playarte 8 – 17h20, 21h35 (dub/diariamente). Atividade Paranormal – Dimensão Fantasma: BRA. 14 anos. Playarte 9 – 13h15, 15h15, 17h15, 19h15, 21h20 (dub/diariamente). SOS Mulheres ao Mar 2: BRA. 14 anos. Cinépolis Millennium 2 – 15h, 17h20 (diariamente); Cinépolis Plaza 7 – 13h45, 16h20 (diariamente); Playarte 2 – 12h45, 14h55, 17h05 (diariamente).

Horóscopo ÁRIES - 21/3 a 19/4 Momento em que a habilidade para se desvencilhar de problemas no trabalho permite ter avanços significativos. O jogo de forças com o meio social será doloroso e desgastante.

LEÃO - 23/7 a 22/8 Os assuntos práticos interferem negativamente nas parcerias e relações pessoais. Os desajustes talvez revelem algum conteúdo que estava escondido nessas relações.

SAGITÁRIO - 22/11 a 21/12 Um dia de tensão no contato social e na comunicação, mas de possível êxito na lida com bens patrimoniais e familiares. Você percebe rápido onde estão as boas oportunidades.

TOURO - 20/4 a 20/5 Os contatos e o entendimento se complicam na medida em que o obscuro e o secreto predominem. Poderá ser difícil colocar hoje em prática os seus projetos futuros.

VIRGEM - 23/8 a 22/9 O aspecto tenso formado hoje no céu indica que suas ações estão em discordância com seus sentimentos, com seu coração. A discordância pode ser dolorida ainda que sutil.

CAPRICÓRNIO - 22/12 a 19/1 Tendência a desejar o que não é possível ter neste momento. Mas é bom momento para negociar, trocar e comunicar, manipulando bem as situações que passam por suas mãos.

GÊMEOS - 21/5 a 21/6 Procure descobrir o que as pessoas querem de você e, principalmente, o que você quer delas. Estas questões todas precisam ser esclarecidas para que as coisas andem bem.

LIBRA - 23/9 a 22/10 No amor, você mostra maior força e magnetismo pessoal. Mas estes nem sempre irão reverter em bons momentos, pois você quer dominar e controlar tudo demais.

AQUÁRIO - 20/1 a 18/2 Momento de tensão, por sua autoridade ou valor pessoal serem desafiados. Manter a dignidade é fundamental, mas exagerar na auto-importância não tem muito sentido.

CÂNCER - 22/6 a 22/7 O céu hoje indica quão é necessário se ajustar às pessoas com quem está associado, de modo a ultrapassar o limite de certos tabus ou segredos. A sinceridade é fundamental.

ESCORPIÃO - 23/10 a 21/11 Desejos secretos nas relações pessoais perturbam a ordem familiar e o convívio amoroso. Mas é nas relações familiares que você se confronta mais com as pessoas.

PEIXES - 19/2 a 20/3 O mundo parecerá ser contra seus desejos e vontades. As adversidades podem marcar este dia e lhe deixar sem opção. Não force demais nem quebre situação alguma.

A Visita: EUA. 14 anos. O filme retrata a história perturbadora de dois irmãos que vão passar férias na fazenda de seus avós e, assim que descobrem que o casal de idosos está envolvido em algo assustador, percebem que as chances de voltar para a casa e à vida normal estão cada vez menores. Cinépolis Plaza 8 – 15h15, 17h30, 19h45 (diariamente); Kinoplex 2 – 14h30 (dub/diariamente), Kinoplex 4 – 16h55, 21h55 (dub/diariamente); Playarte 3 – 14h, 19h (dub/ diariamente); Playarte 7 – 16h30 (dub/diariamente), 21h25 (leg/diariamente).

Cruzadinhas


Plateia D7

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Guto Oliveira

Em um ano de muitos desafios, não tem sido fácil para os prefeitos, principalmente quando aqueles que podem e deveriam ajudar não ajudam. A porta do governo federal está aberta para o Amazonas”

gutomosaico@hotmail.com

Eduardo Braga

Nathalia comemora 15 anos A bonita Nathalia Brandão Lopes, filha do casal Michelle e João Luiz Carvalho, foram anfitriões corretos do último fim de semana. Reuniram família e amigos, no Diamond Converncion Center, para celebrar os 15 anos de Nathalia. Festa incrível que reuniu o melhor do society local. Na foto, a aniversariante, Eduardo Brandão, Michelle, João Luiz e Alissa Carvalho. Por falta de recursos, as eleições municipais de 2016 serão manuais e não com voto eletrônico. A informação de que o contingenciamento de gastos impedirá a realização das eleições por meio eletrônico foi publicada hoje (30) no Diário Oficial da União. Desde 2000, todos os brasileiros votam em urnas eletrônicas. Por meio de nota, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que mais de R$ 428 milhões deixarão de ser repassados para a Justiça Eleitoral. *** O professor da FGV Wagner Pádua Filho está em Manaus, onde esta semana ministra aula de Criatividade e Inovação, num dos módulos do MBA em Desenvolvimento Humano de Gestores. Doutor em cardiologia pela Universidade de São Paulo, Pádua lançou na semana passada, na

O bolo de Cilene Martins exclusivo para os 15 anos de Nathalia Brandão Carvalho

*** As vendas de produtos na Black Friday, realizada sexta-feira (27), totalizaram R$ 1,53 bilhão, 76% a mais que o registrado no mesmo dia em 2014 (R$ 872 milhões). A quantidade de pedidos feitos nas 24 horas da sexta-feira de ofertas também aumentou: foram 3,12 milhões, 49% acima do registrado no ano passado. Os dados divulgados são da consultoria Clearsale e levam em conta todas as regiões do país.

***

No festão de 15 anos, Danielle e Mozart Lopes dividem a cena com Ilizete Rhine ***

Livraria da Villa, em São Paulo, o livro “Inovação é Tudo”, um projeto fruto do seu trabalho de pós-doutorado recémconcluído, na Flórida, nos EUA. *** A medalhista paraolímpica de tênis Natália Mayara desembarca em Manaus nesta quarta-feira junto com o vice-presidente da Federação Brasileira de Tênis (CBT), Jesus Thomas Tajra, com a missão de desenvolver o esporte na capital amazonense. A campeã faz um jogo exibição na Academia de Tênis, na Ponta Negra, nesta quinta-feira (3). *** Depois de um fim de semana repleto de comemorações natalinas,

a festa continua nesta terça-feira (1º), no Sumaúma Park Shopping. Desta vez com a apresentação do Coral de Libras da Escola Adventista da Cidade Nova, a partir das 19h, na praça de alimentação. Sobre o coral, a diretora da Escola Adventista da Cidade Nova, Sebastiana de Melo, adianta que será uma apresentação que promove a inclusão social e permite que as pessoas entrem no clima do Natal. *** O dia ‘D’ para a reabertura do bistrô contemporâneo no shopping Ponta Negra chegou: nesta terça, dia 1º de dezembro, reabre as portas o Belle Époque Lounge, mais moderninho, contemporâneo e elegante, misturando

estilo, baladinhas e gastronomia, com cardápio assinado pelo Masterchef francês Erick Jacquin. E para completar a reestreia deliciosa, o próprio Jacquin estará no resto-bar, apresentando seu cardápio internacional, com tempero bem regional. *** No dia 12 de dezembro, Leonardo e Eduardo Costa prometem levar os manauenses a um passeio nostálgico entre as canções que marcaram as décadas de 80 e 90. A turnê assinada pelos cantores leva o nome de “Cabaré” que, desde o ano passado, é sucesso de público em todo o Brasil. No show, uma estrutura impecável e mordomias que só a Fábrica de Eventos oferece.

‘Terçona’ traz forró e sertanejo A “Terçona Mix” do DJ Evandro Júnior vai agitar o Empório Manaus (avenida Desembargador João Machado, 16, Flores), hoje. Os “baladeiros” vão disfrutar de uma mistura musical brasileira ao som dos grupos XoteZiim e Xiado da Xinela Mix. e ainda tem sertanejo, com o cantor Edu Guedes. Edu Guedes traz repertório que inclui até variações do sertanejo em versões de bolero. A XoteZiim vai apresentar o forró pé de serra,

cantando clássicos do gênero e também da MPB executada em versão de xote. Quem também vai animar os “forrozeiros” é a Xiado da Xinela Mix. Os sucessos “Tô ruim” e “Final de Semana” são exemplos de músicas que não faltam no repertório de forró, sertanejo e arrocha. A mistura de ritmos é a característica marcante do evento. “O clima dessa festa é de alto astral. Para quem ainda não conheceu a casa, essa

é uma ótima oportunidade” convida Tarciso Gutemberg, organizador do evento. “Teremos o melhor Natal e Réveillon da cidade numa festa imperdível”, adianta. O valor da entrada para a “Terçona Mix” será R$ 20, mas quem colocar o nome na Lista Vip, por meio do aplicativo WhatsApp 98131-9046, não paga até a meia-noite. As mulheres contam com a vantagem de ter entrada livre até as 23h.

SERVIÇO TERÇONA MIX DO DJ EVANDRO JR

QUANDO: hoje, a partir das 22h ONDE: Empório Manaus (avenida Desembargador João Machado, 16, Flores - Zona Centro-Sul) QUANTO: R$ 20 (mulheres não pagam até 23h) INFORMAÇÕES: 99152-6717

Mistura de ritmos marca a apresentação da banda Xiado da Xinela Mix, para a noite de hoje

DIVULGAÇÃO

MIX


D8

Plateia

MANAUS, TERÇAFEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015

Breves Cenas de Teatro anuncia os vencedores C

inco cenas foram premiadas pelo júri e uma pelo público durante a sétima edição do Breves Cenas de Teatro. O festival contou com 12 montagens de todo o país e levou quase 4 mil pessoas dentro do Teatro Amazonas durante quatro dias de festival. Para o diretor do Breves Cenas de Teatro, Dyego Monnzaho, a participação do público, que fez fila para entrar no Teatro em todos os dias, reafirma que o evento já está em contagem regressiva para a décima edição. “Somos um evento independente, mas que já faz parte do calendário da cidade. Primamos pela qualidade das cenas e pelo intercâmbio entre os artistas, duas características desde a primeira edição”, diz. Formado por Márcio Braz (AM), Edgar Castro (SP) e Wellington Júnior (PE), o júri ressaltou que os 12 trabalhos apresentados comprovaram de forma contundente as infinitas possibilidades de processos criativos pautados em uma ética humanista. Para os jurados, as montagens apresenta-

das tinham em comum os princípios libertários com o objetivo de despertar a construção de uma sociedade mais justa. “Os cinco prêmios são o reconhecimento de vigorosas singularidades presentes nos grupos contemplados, reconhecimento este que passa longe de qualquer perspectiva comparativa entre os trabalhos. Nós, membros do corpo de jurados, acreditamos que cada um dos coletivos participantes do festival representa um valioso e insubstituível exército na trincheira contra o embrutecimento da humanidade”, diz a carta lida pelo júri, durante o encerramento, no último domingo. O Amazonas concorreu com uma cena que foi vencedora do Prêmio Teatralidades Populares. A cena foi “Le Sollo Palhaço” da Cia. Língua de Trapo. O Estado de Minas Gerais ganhou dois prêmios, foram eles: Prêmio Pesquisa de Linguagem com “Frágil”, de Maru Riveira; e Prêmio Teatro Como Guerrilha Poética com “Não conte comigo para proliferar mentiras”, de Igor Leal. Os cariocas levaram dois prêmios para casa, um deles foi Prêmio Dramatur-

FOTOS: DIVULGAÇÃO

O despertar para a construção de uma sociedade mais justa foi enfoque comum entre as montagens, segundo jurados

Vencedores da 7ª edição Prêmios definidos pelo Júri Técnico Prêmio Teatralidades Populares Para cena: Le Sollo Palhaço – Cia. de Teatro Língua de Trapo (AM) Prêmio Pesquisa de Linguagem Para cena: Frágil – Maru Rivera (MG) Prêmio Corpo Coletivo Para cena: Maparipiaspas – Creche Na Coxia (RJ) Prêmio Dramaturgia da Cena Para cena: O povo, o rei e o bufão do rei - Multifoco Companhia de Teatro (RJ) Prêmio Teatro Como Guerrilha Poética Para cena: Não conte comigo para proliferar mentiras – Igor Leal (MG)

“O Coma” (à esquerda) foi a escolha do público e “Le sollo palhaço” foi um dos melhores para o júri

gia da Cena por “O povo, o Rei e o Bufão do Rei”, da Multifoco Cia. De Teatro; e o Prêmio Corpo Coletivo para Maparipiaspas, da Creche na Coxia. O público deu o

Prêmio Américo Alvarez de Melhor Breve Cena Júri Popular para “O coma”, para o grupo Teatral Loucatores, de São Paulo. O 7º Festival Breves Ce-

nas foi realizado pela H Produções, com patrocínio, via edital de cultura, da Caixa Econômica Federal e da Secretaria de Estado de Cultura (SEC).

Prêmio definido pelo público Prêmio Américo Alvarez de Melhor Breve Cena Júri Para cena: O Coma – Grupo Teatral Loucatores (SP)


EM TEMPO - 1º de dezembro de 2015