Page 1

Coraline e o Mundo Secreto

Alice L. dos Anjos e Silva

RGM: 1324055

Franciely B. Calizaya

RGM: 1354043

Grazzielle Morais de Jesus

RGM: 1317261

Jéssica Nascimento e Silva RGM: 1328808

São Paulo, 2014


ÍNDICE ÍNDICE.......................................................................................................................................2 LOGOTIPO.................................................................................................................................4 CAROMETRO...........................................................................................................................5 FILME.........................................................................................................................................6 FICHA TÉCNICA..................................................................................................................6 EQUIPE TÉCNICA................................................................................................................6 INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES.............................................................................7 PRÊMIOS...............................................................................................................................7 SINOPSE....................................................................................................................................8 STORYBOARD.........................................................................................................................9 ROTEIRO.................................................................................................................................12 1 — Int. do Palácio Cor de Rosa — Noite............................................................................12 2 — Ext. Palácio Cor de Rosa. — Dia..................................................................................12 3 — Ext. Palácio Cor de Rosa – Poço – Noite......................................................................12 4 — Cozinha — Dia..............................................................................................................15 5 — Escritório do pai — Dia................................................................................................17 6 — Sala/Encontrando a porta — Dia..................................................................................19 7 — Quarto de Coraline — Noite.........................................................................................20 8 — Sala / Entrando pela pequena porta. — Noite...............................................................21 9 — Int. — Quarto de Coraline / Sala – Dia ........................................................................21 10 — Cozinha — Dia............................................................................................................21 11 — Porta do Sr. Bobinsky — Dia......................................................................................22 12 — Ext. Palácio Cor de Rosa — Dia.................................................................................24 13 — Quarto de Coraline — Noite.......................................................................................26 14 — Outro Quarto de Coraline — Noite.............................................................................26 15 — Quarto de Coraline — Dia..........................................................................................26 16 — Carro/Cozinha — Dia.................................................................................................26 17 — Casa — Dia................................................................................................................28 18 — Cozinha da outra casa — Dia......................................................................................28 19 — Ext. Outra casa. — Noite...........................................................................................28 20 — Cozinha da outra casa — Noite...................................................................................29 21 — Outro Quarto de Coraline — Noite.............................................................................30 22 — Int. outra Casa — Noite..............................................................................................31 23 — Closet — Noite............................................................................................................32 24 — Int. Outra casa / Fuga — Noite...................................................................................34 25 — int. Casa. — Dia..........................................................................................................35 26 — Casa das Atrizes. — Dia.............................................................................................37 27 — Quarto dos pais — Noite.............................................................................................38 28— Int. Outra casa — Noite...............................................................................................39 29 — Escritório do outro pai — Noite..................................................................................40 30 — Outra casa das Atrizes/ Teatro — Noite.....................................................................41 31 — Sala da outra casa — Noite.........................................................................................41


32 – Ext. jardim — Noite......................................................................................................43 33 — Sala da casa— Noite...................................................................................................45 34 — Jardim — Dia..............................................................................................................46 DIREÇÃO DE ARTE...............................................................................................................47 FIGURINO............................................................................................................................47 MAQUIAGEM.....................................................................................................................51 CENÁRIOS...........................................................................................................................54 TRILHA SONORA..................................................................................................................57 ORÇAMENTO.........................................................................................................................58 MAKING OFF..........................................................................................................................59 RELATO FINAL......................................................................................................................63 ...................................................................................................................................................63 CONCLUSÃO..........................................................................................................................64 REFERÊNCIAS:.......................................................................................................................65


LOGOTIPO O nome e logotipo criado para o estúdio têm como base o nipe de Espadas das cartas de baralho. Os tons de azul utilizados trazem seriedade, tranqüilidade e dinamismo à marca.


CAROMETRO Abaixo, os integrantes do nosso grupo e suas respectivas funções dentro da realização do trabalho.

ALICE LIVIA DOS ANJOS Personagem: Coraline Jones Funções: Direção, Produção, Storyboard, Fotografia, Sonoplastia e Trilha Sonora.

FRANCIELY B. CALIZAYA Personagens: Sr. Bobinsky, Srtª April Spinky, Entregador, Vó do Wybie. Funções: Cenografia, Figurino e Tesouraria.

GRAZZIELLI MORAIS DE JESUS Personagens: Mãe, Outra Mãe, Bruxa, Fantasma. Funções: Figurino, Maquiagem, Direção de Arte.

JÉSSICA DO NASCIMENTO E SILVA Personagens: Pai, Outro Pai, Wybie, Outro Wybie, Srtª Miriam Forcible, Fantasma, Entregador. Funções: Roteiro, Storyboard, Cenário, Figurino, Iluminação.


FILME O filme escolhido para ser adaptado foi “Coraline e o Mundo Secreto”. FICHA TÉCNICA Título: Coraline e o Mundo Secreto Original: Coraline. Direção: Henry Selick Roteirista: Henry Selick, baseado na obra original homônima de Neil Gaiman. Duração: 102 min. Ano de Produção: 2009 País: Estados Unidos Cor: Colorido Classificação: Livre Orçamento: $ 60.000.000 Bilheteria no Brasil: 247.208 Ingressos. Distribuição Internacional: Universal International Pictures Produtora: Laika Entertainment / Pandemonium Distribuição Brasileira: Universal Pictures EQUIPE TÉCNICA Produtores: Henry Selick, Bill Mechanic, Claire Jennings, Harry Linden, Mary Sandell, Michael Zoumas, Tadahiro Uesugi. Trilha Sonora: Bruno Coulais e They Might Be Giants. Fotografia: Pete Kozachik. Edição: Christopher Murrie e Ronald Sanders Engenheiro de Som: Randy Thom Storyboard: Graham Annable, Steve Moore, Chris Butler, Dubladores Originais: Dakota Fanning (Coraline), Teri Hatcher (Mãe/Outra Mãe), Jennifer Saunders (Srtª April Spink), Dawn French (Srtª Miriam Forcible), Robert Bailey Jr. (Wybie Lovat), Keith David (O gato), Ian McShane (Sr. Bobinski), Jerome Ranft (Mover), John Hodgman (Pai, Outro Pai) Dubladores Brasileiros: Lina Mendes (Coraline), Mônica Rossi (Mãe/Outra Mãe), Gustavo Nader (Wybie Lovat), Mauro Ramos (Gato), Isaac Bardavid (Sr. Bobinsky),


Juraciara Diácovo/Andréa Murucci (Srtª April Spink), Geisa Vidal (Srtª Miriam Forcible). INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Pioneiro: É a 1ª animação em stop—motion a ser feita originalmente para o formato 3D. Coraline também é, até seu lançamento, o mais longo filme de animação em stop—motion já feito. Referências: O dinheiro dado para pagar os funcionários da Ranft Bros. traz estampado na nota o rosto do diretor Henry Selick, enquanto os chinelos de macaco que o Outro Pai usa são uma referência a Monkeybone — No Limite da Imaginação (2001), também dirigido por Henry Selick. A gema de ovo que a Outra Mãe despeja em uma vasilha forma a imagem do personagem principal de O Estranho Mundo de Jack (1993), também dirigido por Henry Selick, e os discos no escritório do Outro Pai são da banda do filho de Henry Selick, Harry, chamada The Rockets, e também de sua própria banda, The Sharks. Por fim, a loja de departamento Linden recebeu este nome em homenagem ao produtor Harry Linden. Homenagem: A empresa de mudanças Ranft Bros. recebeu este nome como homenagem a dois irmãos na vida real, o artistas de animação Jerome e Joe Ranft. Coraline: Baseado no livro ilustrado de Neil Gaiman, mesmo autor do cultuado "Sandman". PRÊMIOS Não possui nenhuma premiação, mas foi indicado para os seguintes prêmios: OSCAR: Indicações 2010 — Melhor Filme de Animação GLOBO DE OURO: Indicações 2010 — Melhor Filme de Animação BAFTA (British Academy of Film and Television Arts): Indicações 2010— Melhor Filme de Animação. ANNIE AWARDS: Indicações 2010 — Melhor Filme Melhor Diretor — Henry Selick Melhor Música — Bruno Coulais Melhor Produção — Christopher Appelhans e Tadahiro Uesugi Melhor Storyboarding — Chris Butler Melhor Animação de Personagem — Travis Knight Melhor Desenho de Personagem — Shane Prigmore e Shannon Tindle Melhor Dublagem — Dawn French


SINOPSE Entediada em sua nova casa, Caroline Jones resolve explorá—la e acaba encontrando uma porta secreta. Através dela tem acesso a uma outra versão de sua própria vida, a qual aparentemente é bem parecida com a que leva. A diferença é que neste outro lado tudo parece ser melhor, inclusive as pessoas com quem convive. Caroline se empolga com a descoberta, mas logo descobre que há algo de errado quando seus pais alternativos tentam aprisioná—la neste novo mundo.


STORYBOARD


ROTEIRO “Coraline e o Mundo Secreto” 1 — Int. do Palácio Cor de Rosa — Noite Mãos costuram botões nos olhos da boneca. 2 — Ext. Palácio Cor de Rosa. — Dia Pessoas vestidas com uniforme escrito “Mudança” passam carregando caixas. Logo a câmera mostra a placa da casa escrito “Palácio Cor de Rosa”. 3 — Ext. Palácio Cor de Rosa – Poço – Noite. CORALINE sai de casa , encontra um galho e o pega. Sai caminhando sendo guiada pelo galho, até que ouve um ruído, porém continua caminhando. Coraline para no centro de uma praça. —Minha varinha de "Rabdomante", mostre para mim o poço. Coraline ergue o galho e dá um giro. Ela ouve um som de buzina, um monstro aparece vindo em sua direção, para e a observa. Coraline —AHHH!!! Fica longe de mim! WYBIE levanta a máscara. Wybie —Deixa eu adivinhar, você é da zona leste ou da zona norte, né? Ouvi falar dessas varinhas, mas não faz sentido, é só um galho. Coraline (brava)


—É uma varinha de "Rabdomante"! E eu não gosto de ser seguida, por nerds psicopatas. Wybie —Eu não sou um nerd psicopata! E não estava te seguindo! Coraline (pisando forte no chão e ilhando—o irritada) —E se sou uma bruxa, cadê o poço secreto? Wybie —Cuidado, se pisar mais forte, cai dentro dele! Coraline (pula pra trás) —Wow. Wybie cavouca a terra em cima do poço e mostra—o a Coraline. Wybie —Dizem que este poço é tão fundo que se olhar lá de dentro é possível ver as estrelas durante o dia. Coraline se agacha e joga uma pedrinha no poço, pra ouvir quão profundo ele é. Wybie —Estranho minha vó deixar vocês se mudarem pra cá. Ela é dona do Palácio Cor de Rosa e nunca aluga para quem tem crianças. Coraline —Como assim?


Wybie —Eu não deveria falar disso. Me chamo Wybie, Wybie Lovat. Coraline —Wybie? Wybie (dando aperto de mão — sujando a mão de Coraline de lama) —Apelido para Wyborne. E seu carma qual é? Coraline —Não tenho carma nenhum, me chamo Coraline. Wybie —Caroline de que? Coraline —É Coraline, Coraline Jones. Wybie —Não é cientifico, mas ouvi dizer que nomes comuns nos fazem ter expectativas comuns sobre as pessoas. Coraline faz uma careta irritada. OFF Vó do Wybie —Wyborne! Coraline —Acho que ouvi alguém te chamar. Wyborn. Wybie


—Sério?! E—eu não ouvi nada. Coraline —Ah... eu tenho certeza de que ouvi alguém dizer “Wy’bobão’born”! Vó do Wybie (off) —Wyborne! Wybie (inquieto) —Vovó! Foi um prazer ,caçadora de agua de Guarulhos. Alias, eu usaria luvas se fosse você! Isso que está segurando, é uma ortiga venenosa! Coraline joga o galho no chão, e Wybie vai para casa.Ela dá outra olhada no poço e começa chover. 4 — Cozinha — Dia. Coraline está observando a chuva, pela janela da cozinha, coçando a mão e organizando suas sementes, enquanto sua MÃE está sentada, trabalhando. Coraline —Ontem eu quase caí num poço mãe! Mãe (indiferente) —Ahan. Coraline —Eu poderia ter morrido! Mãe


(indiferente) —Que legal! Coraline —Então, eu posso sair? Eu acho que o dia está perfeito para jardinagem!!! Mãe —Não, tem muita lama, e vai sujar tudo! Coraline —Mas mãe, quero que as plantas estejam grandes, quando meus amigos vierem! Não foi por isso que nos mudamos? Mãe —Talvez, mas ai teve o acidente! Coraline —Não foi minha culpa! Mãe —Não disse que foi! Coraline (coçando a mão) —Sei! Você e o papai escrevem sobre plantas e odeiam terra! Mãe —Olha, não tenho tempo pra isso agora! E você ainda tem que arrumar suas coisas! Coraline (Irônica) —Poxa mãe, mas que legal!


Mãe (pega um pacote) —Um menino deixou isso aqui hoje, pra você! Coraline abre o pacote e encontra um bilhete de Wybie e uma boneca parecida com ela! Bilhete " Hey Jones, olha o que achei no baú da minha vó. Te lembra alguém? Wybie" Coraline —Uma mini eu, que estranho! Mãe —Qual é o nome dele? Coraline —Wybie. E eu já estou velha pra brincar de bonecas! 5 — Escritório do pai — Dia CLOSE da mão de Coraline abrindo a porta, que ao ser aberta, mostra o PAI de Coraline no escritório sentado de lado trabalhando. Coraline (inquieta) —Oi pai! Como está o trabalho? Close do pai no computador com o barulho das teclas. Coraline —Pai?


Pai (virando—se para o lado) —Oi Coraline, e Coralinizinha. Coraline —Sabe onde estão as ferramentas de jardinagem? Pai —Tá caindo uma tempestade lá fora , né? Coraline —É só uma garoa! Pai —E o que a chefe disse? Coraline (imitando a mãe) —Nem pense em sair, Coraline Jones! Pai —Então não precisa delas! Coraline se desanima, e começa a ranger a porta, para chamar a atenção do seu pai. Pai —Olha, essa casa tem 150 anos. Vai explorar, conte quantos quartos tem, portas, coisas azuis, só me deixa trabalhar!


O pai de Coraline volta ao trabalho, Coraline suspira e tira a capa de chuva, indo explorar a casa, junto com sua boneca. 6 — Sala/Encontrando a porta — Dia. Coraline, depois de explorar a casa, acaba na sala, e lista o que existe nela. Coraline —Duas janelas chatas, um quadro chato, e sem mais portas! Coralinizinha, cadê você? Coraline olha ao redor da sala, e encontra a boneca, caída atrás de uma caixa de papelão, então ela tira a caixa e encontra uma pequena porta. Coraline (gritando) —Mãe, onde essa porta vai dar? Mãe —Eu estou realmente ocupada! OFF Coraline (gritando) —Acho que está trancada! CLOSE da mãe —Vem aqui! A mãe de Coraline se levanta e vai ver o que está acontecendo. Mãe —Vai parar de me atrapalhar se eu abrir a porta pra você?


Coraline chora como um "cachorro pidão". Mãe —Certo! A mãe de Coraline vai buscar a chave para abrir a porta.Elas abrem e por trás dela, tem um muro. Coraline —Sério tijolos? Mãe —Devem ter fechado quando dividiram a casa! Coraline —Mas por que uma porta tão pequena? Mãe —Fizemos um acordo. Calada! Coraline —Deixou aberta! Mãe (OFF) —AAAHHH 7 — Quarto de Coraline — Noite. Coraline entra no quarto, emburrada. —Fala sério! Porque a mamãe nunca cozinha?! A comida do papai parece lodo! Berg! (Faz careta) Nem consegui comer!


Coraline se deita, e coloca sua boneca na cadeira ao lado de sua cama, coça sua mão, olha o retrato de seus amigos, e dorme. Coraline —Boa noite, Coralinizinha. 8 — Sala / Entrando pela pequena porta. — Noite. Coraline acorda com o barulho de ratos, olha em baixo da cama, e vê um pequeno rato. Ela o segue, até a pequena porta, que agora está aberta, e leva à algum lugar que Coraline decide ir explorar. 9 — Int. — Quarto de Coraline / Sala – Dia Coraline acorda, e se vê de volta ao seu quarto verdadeiro. Pega sua boneca da cadeira, coça sua mão e repara que sua alergia sumiu. Coraline (Impressionada) —Nossa, minha alergia sumiu! Ela corre até a sala, para olhar a porta novamente, e se decepciona pois, tudo voltou a ser como era, a porta está murada novamente. 10 — Cozinha — Dia CLOSE do bule de café. Coraline e seus pais estão tomando café da Dia, enquanto ela conta o que ocorreu ao atravessar a porta. (OFF) Musica que o outro pai toca para Coraline no piano. Coraline


—Foi incrível, parecia muito real mãe! Mas não era você. era uma outra mãe, e ela tinha olhos de botão e fez frango assado, vitamina, um monte de coisas. Ela passou uma lama magica na minha mão, que curou minha alergia. Mãe —Sei. Você só sonhou que comeu frango, então tome logo seu café. Coraline —Você também estava lá , pai. Usava um pijama engraçado, e uma pantufa! Pai —Pantufa? Mas eu não uso sapatos! Alias, você não poderia me arrumar um pouco dessa lama, tô com uma coceira bem na minha.... Mãe (colocando jarra de leite na geladeira) —Hahan("tosse") Acho que se alguém quiser o trabalho publicado, é melhor terminar rápido! E você Coraline, por que não vai visitar as atrizes, elas adorariam saber sobre seu sonho! Coraline —As senhoritas SPINK E FORCIBLE? A senhora disse que elas são doidas! Mãe —Anda logo menina! (Empurra Coraline para fora) 11 — Porta do Sr. Bobinsky — Dia. Coraline sai de casa, para ir visitar as duas Atrizes, FORCIBLE E SPINK, porém acaba trombando em um monte de pacotes, do Sr. BOBINSKY e decide entrega— los. Coraline


(olhando os pacotes) —Bobinsky! Bobinsky! Bobinsky!... (fungando) —Credo! Que cheiro ruim! CLOSE da placa de indicação da casa do Sr. Bobinsky, escrita: "Bobinsky, por ali." Coraline (batendo na porta) —Olá? Tem alguém ai? Entregaram seus pacotes errado! Posso deixar aqui ou...? (a porta abre) Coraline observa a casa: uma panela com agua fervendo, coisas cobertas com panos, e uma galinha. e logo após , ele aparece atrás dela, fechando a porta. Bobinsky (comendo uma beterraba — Sotaque estranho) —O circo dos ratos saltadores não está pronto, menininha! Coraline —Circo? Não, só vim entregar esses pacotes! Bobinsky —Minhas amostras de queijo! Espertinha, usando isso de desculpa, para espiar os Mooshkas né? Coraline —Mooshkas? Bobinsky —Os RATOS!


Coraline —Desculpa, sou Coraline Jones! Bobinsky (fazendo acrobacias) —E eu, o Incrível Bobinsky! Mas pode me chamar de Sr B! Olha Caroline, o problema é que eu quero um Tum—tum, mas os ratos só fazem ki—ki! Mas agora vou mudar o queijo! E, coma laranja, deixa você forte! Adios, Caroline! Coraline (joga a laranja fora) —É CO—raline Coraline da as costas e sai em direção a casa das atrizes, quando o Sr. B , a chama. Bobinsky (OFF — Gritando) —Ei, CAROLINE! Espere! Os ratos disseram pra você ter cuidado! Fique longe da pequena porta! Sabe que porta é? Coraline —A portinha na sala? Mas tá emparedada! Bobinsky —Ah. então deixa pra lá! Acho que eles estão trabalhando demais, já estão imaginando coisas! Até disseram que seu nome é Coraline, e não Caroline! 12 — Ext. Palácio Cor de Rosa — Dia Coraline sai da casa das atrizes resmungando, e encontra Wybie pelo quintal. Coraline —Me espionando de novo?


Wybie —Estou apenas caçando lesmas. Coraline —Então, como fez aquela boneca tão parecida comigo? Wybie —Eu não a fiz, minha vó tem aquela boneca há muito tempo! É tão velha quanto essa casa! Olha essa lesma, que legal! Coraline —Como não! Roupa e cabelos iguais aos meus! Wybie ignora Coraline, pegando mais uma lesma do chão e analisando—a. Coraline (Brava) —Ah, você é igual a eles, nunca me ouvem! Wybie —Sabe eu nunca entrei lá! Minha vó acha perigoso! Coraline —Porque? Vó de Wybie (OFF) —Wyborne!!! Wybie


—É que quando ela era pequena, a irmã gêmea dela sumiu e ela acha que foi roubada! Bom, tenho que ir agora! 13 — Quarto de Coraline — Noite Coraline deixa pedaços de queijo na porta do seu quarto, e vai deitar—se. Cochila um pouco, ouve os ratos, e acorda. Então vai atrás deles, e acaba atravessando a pequena porta novamente. Outra Mãe. —Que bom que veio querida! Os olhos de Coraline brilham e ela sorri. 14 — Outro Quarto de Coraline — Noite Coraline já na cama, conta a sua outra mãe e seu outro pai, como foi a apresentação do circo do outro Sr. B. Coraline —Foi incrível, tinha algodão doce, e pipoca, e os ratinhos tocavam musica, e eles marchavam. Até que o Sr. B, apareceu no fim do show! Coraline boceja, então ela recebe um beijo de boa noite, e dorme, enquanto os outros: pai e mãe a observam. 15 — Quarto de Coraline — Dia Coraline acorda, e volta novamente pra sua casa original. Ela fica brava, então vai verificar a porta, mas ela está trancada. 16 — Carro/Cozinha — Dia Coraline e sua mãe estão no carro, voltando pra casa, e conversando. Coraline


—O que acha que tem na outra casa? Mãe —Não sei, mas não tem outra família Jones! Coraline —Por que trancou a porta? Mãe —Achei coco de rato, e achei melhor trancar, pra você se sentir mais segura! Coraline —São só ratos saltadores, e sonhos não são perigosos! Foi o que aconteceu de mais legal, desde que mudamos! Coraline e sua mãe chegam em casa, e sua mãe olha a geladeira que está vazia, e resolve ir no mercado. Mãe —Vou no mercado, quer ir comigo? Pode escolher alguma coisa que gosta! Papai quer fazer alguma coisa diferente! Coraline —Assim como as luvas? Mãe —Olha, se tudo der certo hoje, vou te compensar! Coraline —Sempre diz isso!


17 — Casa — Dia Coraline fica só em casa, enquanto seus pais estão fora e resolve ir explorar a pequena porta. Busca a chave por toda a casa, encontra ela pendurada em um lugar alto. Então ela pega a chave e vai abrir a porta. Coraline (com os olhos fechados — Abre a porta — abre os olhos) —Eu sabia que era verdade! Então ela passa pela porta. 18 — Cozinha da outra casa — Dia Coraline chega a cozinha e encontra varias guloseimas na mesa. e um presente com um cartão de sua outra mãe. Cartão: "Coraline, as Sras. Spinky e Forcible, a convidaram pra descer depois do almoço. Espero que goste da roupa que fiz. Com amor, Mamãe." 19 — Ext. Outra casa. — Noite Coraline, vestida com a roupa que sua outra mãe lhe fez, vai então até a casa das atrizes, para ver o show. O outro pai e a outra mãe buscam Coraline na casa das atrizes, e ela sai de lá maravilhada, contando sobre a apresentação das Srtas. Mãe —Foi maravilhoso, querida? Coraline —Foi mágico, se jogaram, e depois me tiraram do meu assento, e elas não eram mais senhoras, estavam jovens. Eu voei. Foi incrível! Mãe


—Você realmente gosta daqui né querida? Coraline —Gosto! 20 — Cozinha da outra casa — Noite Coraline senta—se a mesa, assim como seus outros pais. Logo depois, seu outro pai, lhe dá um pacote, e sua outra mãe o empurra. Outra Mãe —Você pode ficar aqui pra sempre se quiser! Outro Pai —Sua mãe lhe fará só as comidas que gosta, e podemos brincar e dançar. Coraline —Sério? Mãe —Sim, só tem uma pequena coisa que tem que fazer (coloca uma caixa em frente a Coraline) —Para você nossa bonequinha! Ele é preto, mas você pode escolher a cor que quiser! Coraline —De jeito nenhum! não vai costurar botões nos meus olhos! Outra mãe —Mas precisa dizer sim, se quiser ficar! Pai —Nem vai doer, a agulha é fininha!


Mãe (chutando o pai) —É decisão sua, só precisa aceitar! Coraline —Eu vou pra cama, estou com sono! Pai. —Cama , tão cedo? Coraline —Sim, tenho que descansar! (Bocejo) Mãe Quer que eu te ponha na cama? Coraline —Não precisa, já fez coisas de mais por mim! Mãe —Fique tranquila, logo você vera as coisas do nosso jeito! 21 — Outro Quarto de Coraline — Noite Coraline corre até seu quarto, tranca a porta, guarda tudo o que tem nele, num baú, arranca os sapatos, deita, e se esconde no cobertor. Coraline (ouvindo vozes) —Dorme, dorme, dorme!


Coraline acaba dormindo, logo depois acorda, mas vê que ainda está lá, no outro mundo. Coraline —Mãe, pai, Voltei! Ahn? Droga, ainda tô aqui! Então vai até a sala, tenta abrir a porta, mas está trancada, depois vai até o escritório perguntar ao outro pai. Coraline —Ei, cadê a outra mãe? Quero ir embora! Pai —Vai ficar tudo bem, depois que ela tomar um banho! A força dela é a nossa! Não posso falar, quando ela não estiver aqui! Coraline —Já que não fala, vou atrás do outro Wybie.Ele vai me ajudar! Pai —Não, não vai! Ele fez uma cara amarrada, e a mamãe não gostou! 22 — Int. outra Casa — Noite Coraline entra novamente na casa, com um pé de cabra na mão, vai até a porta da sala, pra tentar arrombar a porta e acaba encontrando a outra mãe lá. Outra mãe —Ouvi dizer que mesmo o coração mais gélido, pode ser derretido com amor! E chocolate sempre ajuda, quer? Coraline —Eu quero meus pais verdadeiros! Quero que me deixe ir embora!


Outra mãe —Isso é jeito de falar com sua mãe? Coraline —Você não é nada minha! Outra mãe —Peça desculpas Coraline! Corlaine —Não! Outra mãe —Vou te dar outra chance.(aumentando tom de voz gradativamente)1,2 ,3! (a outra mãe se transforma) Ela se levanta, puxa Coraline pelo nariz e a joga dentro de um closet. Outra mãe —Vai ficar ai, até aprender a ser uma filha mais carinhosa. 23 — Closet — Noite Coraline, bate e chuta as paredes, tentando sair de lá, até que se cansa, e ouve uma voz. olha pra traz e vê um pano. Fantasma (OFF) —Shiu! Coraline —Quem tá ai?


Fantasma —Shiu! Fica quieta, a bruxa pode te ouvir! Coraline —Você quer dizer a outra mãe? Então pequenas luzes aparecem, e Coraline descobre os FANTASMAS das três crianças desaparecidas. Coraline —Quem são vocês? Fantasmas —Não sabemos, não lembramos nossos nomes! Só das nossas verdadeiras mães! Coraline —Porque estão aqui? Fantasmas —A bruxa! Ela nos enganou também, espionando a gente pelos olhos da boneca, viu que estávamos infelizes, e nos seduziu com o que queríamos! Até que ela costurou os botões. Disse que nos amava, mas nos trancou aqui, e comeu nossas vidas. Coraline —Ela não pode me deixar aqui pra sempre! Não se ela me quer! Derrota—la é a única chance! Fantasmas —Se conseguir, pode achar nossos olhos?


Coraline —Ela os pegou também? Fantasmas —Sim e escondeu eles! Encontre, e você ira nos libertar! Coraline —Vou tentar! 24 — Int. Outra casa / Fuga — Noite O outro Wybie, abre a porta do closet e tira Coraline de lá, tampando lhe a boca para que ela não gritasse. Coraline —Wybie? Outro Wybie faz um sinal para que ela não fale. Outra mãe (OFF) —Coraline, é você? Coraline —Vamos! Outra mãe (OFF) —Coraline? Coraline —Vamos, ela vai te machucar!


Wybie mostra a Coraline que não é real, e a joga para dentro da porta. Outra mãe (OFF) —Coraline como ousa me desobedecer? Coraline? Coraline corre pelo túnel que está velho, cheio de teias, cinzento, para voltar pra casa. 25 — int. Casa. — Dia Coraline está de volta a sua casa verdadeira, rapidamente, tranca a porta, e grita avisando que está em casa. Então, vai procurar por seus pais pela casa. mas não encontra ninguém. Coraline (gritando feliz) —Estou em casa!!! Tem alguém aqui? Olá? Pai de verdade? Mãe de verdade? As compras da mamãe! Que nojo! ( a comida está podre e a campainha toca) —Eu senti tanta falta de vocês! (abre a porta) —Ah, Wybie que fala! Wybie —Então, sabe aquela boneca que te dei? Minha vó tá brava, e quer ela de volta! Era da irmã dela! Coraline —Você roubou ela né? Wybie —Parecia com você então achei que...


Coraline —Eu parecia com um monte de coisas, e fitas e espera, a irmã da sua vó? Acho que conheci ela, venha! Coraline arrasta Wybie para dentro da casa, e lhe mostra a pequena porta, depois vão até seu quarto para encontrar a boneca. Coraline —Ela tá lá! Wybie —E está trancada? Não pode abrir? Coraline —Não! Mas não importa, ela não pode sair sem seus olhos, está presa! Nenhum dos fantasmas pode! Wybie —Então, preciso realmente da boneca! Coraline —Perfeito, não preciso mesmo dela! Onde está aquele pequeno mosntro? Wybie —Você e minha vó andaram conversando? Coraline —A boneca, é como ela vigia a gente, e descobre os problemas! Ela tem um outro mundo onde tudo é melhor! Mas é tudo uma armadilha! Wybie


—Sei, acho que minha vó tá me chamando! Coraline —Você não acredita em mim? Pergunta pro gato! Wybie —Gato? Vô falar pra ela, que você não achou a boneca! Coraline —Você não tá me escutando! Wybie —É porque você é louca! Wybie sai correndo e vai embora, e Coraline vai atrás dele irritada e joga seus sapatos nele, com raiva. 26 — Casa das Atrizes. — Dia Coraline, vai a casa das atrizes procurar por seus pais. Focible —April, não vai se arrumar? Spinky —Perdemos nossa carona! Caroline disse que eles sumiram! Forcible —Mas esperamos meses pelos ingressos! Spinky —Podemos ir andando!


Forcible —Você com essas perninhas? É muito longe! Coraline —Ahan (tossindo) Spinky —Aé! Seus pais desaparecidos! Sabemos o que você precisa! Forcible pega um pote de doces, e entrega para Spinky que quebra e tira dele um "amuleto" triangular com um furo no meio. Coraline —Como um pote de doces vai me ajudar? Spinky —Pegue querida, serve para encontrar coisas! Forcible —Não , afastar coisas ruins! Spinky —Encontrar coisas! Forcible —Coisas ruins! Coraline deixa as duas discutindo e vai embora. 27 — Quarto dos pais — Noite Coraline se deita na cama de seus pais, chateada, arruma as almofadas em volta dela, montando seus pais.


Coraline —Boa noite, mãe. Boa noite, pai. (beija a almofada e chora até dormir) 28— Int. Outra casa — Noite Coraline procura pela outra mãe, e lhe propõe um desafio, para poder voltar para casa com seus pais e salvar os fantasmas. Coraline —Porque não fazemos um jogo? Sei que você gosta! Outra mãe —Todo mundo gosta! Que tipo? Coraline —De exploração, um jogo para encontrar coisas! outra mãe —E o que você quer encontrar, Coraline? Coraline —Meus pais verdadeiros Outra mãe. —Muito Fácil! Coraline —E os olhos das crianças fantasmas. Outra mãe. —E como vai ser?


Coraline —Se eu perder, fico com você pra sempre, e deixo você costurar os botões! Se eu ganhar, deixa todos irem embora. Outra mãe —Fechado. Coraline —Não antes de me dar uma pista. Outra mãe —Para cada situação, um olho de fantasma vai estar visível. Coraline —E meus pais? A outra mãe some, e Coraline vai em busca dos olhos dos fantasmas. 29 — Escritório do outro pai — Noite Coraline vai até o escritório de seu outro pai, e encontra ele, de costas que ao perceber sua presença, se vira. Outro pai —Desculpa Coraline, sua mãe me obrigou.Desculpa! Não quero te machucar! Então algo cobre ele, tentando impedir que ele ajude Coraline, porém ela consegue pegar o olho e corre.O fantasma dono do olho surge e agradece a Coraline. Fantasma —Você me encontrou obrigado.Mas ainda tem dois olhos perdidos. Vá. Coraline


—Pode deixar, estou ficando boa nisso. 30 — Outra casa das Atrizes/ Teatro — Noite Coraline vai até o próximo lugar, encontrar o segundo olho. Está tudo escuro, e tem uma luz acesa no palco. Coraline vai até ele e olha através do seu amuleto. Então encontra o segundo olho, mas ao tentar pegá—lo, é impedida, mas com algum esforço Coraline acaba se soltando e cai sentada numa cadeira da plateia. E o segundo fantasma agradece Coraline. Fantasma 2 —Corra Coraline, o tempo está acabando! Coraline olha pro lado e encontra a capa de Wybie. Ela pega a capa e então alguém a cutuca. Quando olha para trás , encontra o outro Sr. B. Coraline —Wybie! Sua bruxa, não tenho medo de você! Coraline entra na casa do Sr B, e um fantoche dele aparece. Outro Sr. B (mostrando o 3 olho de fantasma) —Olá, é isso que está procurando? Coraline —Sim! Coraline pega o olho do terceiro fantasma da mão do Sr. B e corre deixando o amuleto para trás. 31 — Sala da outra casa — Noite Coraline entra na casa, vai até a sala, e encontra a outra mãe, no seu sofá.


Outra mãe —Então você conseguiu. E trouxe essa praga com você! Coraline —É um amigo! Outra mãe —Você sabe que te amo! Coraline —Não é o que parece! Outra mãe —Trouxe os olhos? Coraline —Espera, não terminamos não é? Outra mãe —Realmente, falta encontrar seus pais! Pena que você não vai conseguir sem isso! Ela esconde o amuleto de Coraline, então os olhos dos fantasmas brilham e eles dão um conselho a Coraline. Fantasmas —Seja esperta, mesmo que ganhe o jogo ela não te deixará ir embora! Coraline —Já sei onde os escondeu. Estão atrás daquela porta (apontando para a pequena porta)


Outra mãe —Tem certeza? Vamos ver. Enquanto a outra mãe vai abrir a porta, Coraline encontra seus pais presos no enfeite da prateleira. Pega e guarda em sua bolsa. Outra mãe —Você errou! Eles não estão aqui, você agora vai ficar aqui comigo para sempre! Coraline —Não vou não Coraline joga a capa de Wybie em cima dela, e tenta fugir. Aproveitando que a porta está aberta, ela vai até ela passa e tenta tranca—la por dentro. Outra mãe —Sua trapaceira, egoísta. Como ousa desobedecer sua mãe? Coraline (tentando fechar a porta) —Por Favor, feche! Outra mãe (gritando) —Não me deixe! Vou morrer sem você! Coraline com a ajuda dos fantasmas consegue trancar a porta e voltar pra casa. 32 – Ext. jardim — Noite Coraline sai correndo da Casa, com a chave da portinha na mão e um pano. Fantasmas


—Você tem que destruir essa chave menina! Só existe essa e se ela conseguir encontrar, pode ser o seu fim ou de outra criança. Coraline —Eu já sei o que vou fazer Ela enrola a chave no pano e vai até o poço, para jogar a chave. Coraline abre o poço, e Wybie, aparece para ajudar Coraline. Wyborne —Desculpa não ter acreditado em você e em toda essa história maligna. Coraline —E por que mudou de ideia? Wyborne —Minha vó me mostrou essa foto dela e da irmã, de quando eram pequenas. O que eu vou dizer a ela? Vó do Wybie (OFF) —Wyborne, venha pra casa! Coraline —Leve ela lá em casa! Contaremos a ela, juntos! Sabe. estou feliz que você tenha me seguido! Coraline sorri e Wybie vai embora na frente. Fantasmas —Foi uma coisa boa o que você fez!


Coraline —Estou feliz que tenha acabado! A porta agora está trancada! Fantasmas —Você fez a coisa certa Coraline. Obrigada por nos libertar. Eles flutuam desaparecendo no céu e os “Olhos” se quebram na mão de Coraline. 33 — Sala da casa— Noite Coraline entra na casa, olhando ao redor e percebe que tudo havia voltado ao normal. Em cima da mesa, vê o que enfeite onde seus pais estavam presos havia se quebrado. Mãe —Coraline, chegamos! Coraline —Mãe! Pai! Senti tanta saudade de vocês! Mãe —Sentiu? Ah, você quebrou meu enfeite preferido! Coraline —Eu não quebrei, deve ter quebrado quando escapou! Mãe —Bom , vai se arrumar, temos muito o que comemorar! Coraline —Mas, e a neve? Mãe


—Neve? Ainda está sonhando menina? 34 — Jardim — Dia Coraline vai até a casa da Sra. Lovat, e é recebida por Wybie, que chama sua vó. Wybie —Srta. Jones! Vovó,vem cá! Sra. Lovat —Que foi meu filho? Coraline —Olá Sra. Lovat. Sou Coraline Jones, e nós temos muito o que conversar.


DIREÇÃO DE ARTE FIGURINO

Coraline Jones

Mãe


Outra M達e

Outra M達e

Outra M達e Bruxa

Outra M達e Bruxa


Outro Pai

Wybie Lovat

Outro Wibye


Sr. Bobinsky

Fantasmas


MAQUIAGEM

Coraline

Outra M達e

Bruxa


Sr. Bobinsky

Carregador 1


Carregador 2

Srta. Spink April

Srta. Forcible Miriam.


CENÁRIOS

Sala da Outra Casa


TĂşnel

Portinha Fechada.

Cozinha

Casa das Sras. Spinky e Forcible.


Ratinho

Garagem

Poรงo


TRILHA SONORA Música Melody (Lacie) The son of tea and scones Vampire Knight Guilty Main Theme Di’a’vertiment Diabolic Waltz " things 執事 Taru" Everyday Life Track 04 Vogel Im Kafig Shingeki gt20130218 Kyojin To oryanse Divano Alice Game Track 03 Wien Schon Ouran Cocerto for oboe, 2 horns, violin and string Chariots of Fire Theme Assassin's Creed III Berlin Inventando uma Canção sobre

Autor Yuki Kajiura Hitoshi Konno Strings

Hiroyuki Sawano Kow Otani Hiroyuki Sawano Hiroyuki Sawano Fukuhara Mari Era Mitsumune Shinkichi Kow Otani

Info. Complementares Pandora Hearts Black Buttler OST Vampire Knight OST Black Buttler OST Black Buttler OST Black Buttler OST Attack on Titan OST Another OST Attack on Titan OST Attack on Titan OST Amatsuki

Hirano Yoshihisa

Rozen Maiden OST Another OST Black Buttler OST Ouran OST

Vangelis Lindsey Stirling ThePianoGuys Bruno Coulais

Assassin's Creed III (Cover) Coraline

Coraline Break of Reality

Game of Trones (Violoncelo Cover)

Michael Meets Mozart Skyrim

ThePianoGuys Lindsey Stirling e Peter

Nemo Still Doll Orgel Ver. Still Doll

Hollens Nightwish Kanon Wakeshima Kanon Wakeshima


ORÇAMENTO Bota Galocha Preta Vestido Bruxa Blusa Cacharrel Branca Blusa Cacharrel Vermelha Peruca Azul Peruca Preta Impressão Cartaz Papel Couchê A3 Impressão Cartaz Papel Sulfite A3 Gato de Pelúcia 2 pacotes de Marshmallow 2 pacotes de bala de goma (Minhoca) Pijama Coraline Capa de Chuva Coraline Impressão Colorida 63fls 2 bambolês TOTAL

R$ 41,85 R$ 29,50 R$ 9,99 R$ 9,99 R$ 18,00 R$ 35,00 R$ 9,00 R$ 6,00 R$ 28,00 R$ 6,30 R$ 6,30 R$ 31,25 R$ 31,25 R$ 63,00 R$ 5,00 R$ 330,38


MAKING OFF Algumas imagens do processo de produção da filmagem.


RELATO FINAL

“Apesar de todo o trabalho e as dores de cabeça que deu, fiquei muito feliz com o resultado. Acho que encararia tudo de novo para fazer um trabalho ainda melhor, porém, com pessoas mais comprometidas.” Alice Anjos.

“Foi chato, cansativo, estressante, e se pudesse fazer com outro grupo faria, de resto foi bom.” Fran Calizaya.

“Foi um pouco complicado, muita dor de cabeça, confusão, mas tirando isso foi uma experiência legal.” Grazzy Moraes.

“Gostei dos resultados, porém, a experiência com o grupo não foi das melhores, Se pudesse refazer o semestre, faria, com outras pessoas.” Jéssica Nascimento.


CONCLUSÃO Concluímos com este trabalho, que apesar das dificuldades, é possível trabalhar em grupo e adaptar uma produção cinematográfica de longa metragem, para um curta metragem acadêmico. Com isso, aprendemos como são trabalhados os conceitos de fotografia, cenário, figurino, roteiro, direção e montagem, na prática e como isso pode ser aplicado na elaboração de um trabalho artístico.


REFERÊNCIAS: ADOROCINEMA,

Coraline:

E

o

Mundo

Secreto.

Disponível

em:

<http://www.adorocinema.com/filmes/filme—109125/creditos/> Acesso em: 08 de Outubro de 2014. CINECLICK, Tudo sobre cinema. Coraline e o mundo secreto. Disponível em: <http://www.cineclick.com.br/coraline-e-o-mundo-secreto>

Acesso

em:

08

de

Outubro de 2014. PORTAL

DE

CINEMA.

Coraline

e

o

Mundo

Secreto.

Disponível

<http://portaldecinema.com.br/Filmes/coraline_e_o_mundo_secreto.htm http://coraline.com/> Acesso em: 09 de Outubro de 2014.

em:

Coraline e o Mundo Secreto: Manual de Releitura  

Conteúdo teórico da releitura do filme "Coraline e o mundo secreto" realizada pelos alunos de Graduação em Artes Visuais da Universidade Cru...

Coraline e o Mundo Secreto: Manual de Releitura  

Conteúdo teórico da releitura do filme "Coraline e o mundo secreto" realizada pelos alunos de Graduação em Artes Visuais da Universidade Cru...

Advertisement