Issuu on Google+

Newsletter ASSOCIAÇÃO INSULAR DE GEOGRAFIA Volume 2, Edição 5

Newsletter 19

Mestrado em Gestão do Território numa parceria AIG/UNL A parceria entre a Associação Insular de Geografia e a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa permitiu dar início em Setembro ao Mestrado em Gestão do Território na Região Autónoma da Madeira.

Nesta edição:

Uma das principais preocupações desta Direcção, desde a sua tomada de posse, prende-se com a valorização profissional dos Geógrafos que exercem funções na Região Autónoma da Madeira. Cientes das dificuldades de acesso à formação contínua e/ou complementar, por via do distanciamento aos centros universitários onde a Ciência Geográfica é ministrada, e do desgaste físico e financeiro que o acesso ao conhecimento e à inovação acarreta para quem exerce a profissão nesta região, procuramos desenvolver parcerias que permitam, atenuar este distanciamento e as contrariedades a ele inerentes.

numa parceria AIG/UNL

 Mestrado em Gestão do Território  Petição Pública Nacional  Seminário Nacional - A Formação Inicial de professores de Geo. e Hist.

 Actividade CFDG-AIG

Nesse sentido, promovemos uma parceria com a Faculdade Ciências Sociais e Humanas – Universidade Nova de Lisboa, para a realização, na Região Autónoma da Madeira, do Mestrado em Gestão do Território. Este curso, que teve início em Setembro, é desenvolvido na totalidade pela Universidade Nova de Lisboa, cabendo à Associação Insular de Geografia garantir as condições para a sua realização.

 Participação da AIG no debate “A

O Mestrado em Gestão do Território visa a qualificação científica e técnica especializada de actuais e futuros quadros superiores, tendo como objectivos:

e na Escola”

 Projecto “Nós Propomos”

Acontece..

       

Aprofundar os conhecimentos teóricos e metodológicos do Ordenamento e Gestão do Território; Aplicar metodologias e técnicas de análise espacial, diagnóstico e prospectiva; Desenvolver modelos de análise espacial com recurso a Tecnologias e Sistemas de Informação Geográfica; Ter capacidade científica e técnica especializada para elaborar instrumentos de desenvolvimento e de planeamento territorial e para compreender as repercussões das decisões técnicas e políticas no território; Conduzir e desenvolver estudos e projectos nas áreas do Ambiente, Planeamento e Desenvolvimento Territorial, Detecção Remota e SIG, numa perspectiva integrada de Gestão do Território; Avaliar, científica e tecnicamente, estudos e projectos nos domínios do Ambiente, Desenvolvimento, Ordenamento e Gestão do Território; Aplicar conhecimentos e competências na resolução de questões novas e/ou complexas, em contextos multidisciplinares; Ter capacidade para desenvolver aplicações originais e trabalhos de investigação; Comunicar o conhecimento e o saber fazer nos domínios da Geografia e Gestão do Território a públicos diferenciados.

Esperamos, com mais esta iniciativa poder contribuir para o desenvolvimento da Ciência Geográfica na região e por essa via para o seu desenvolvimento.

Europa e as ilhas”

 Magazine de Educação - Geografia  Projecto “Segurança em Casa, na Rua

Linha de Apoio ao Professor 291944757

www.aigmadeira.com

www.twitter.com/aigmadeira


Newsletter Petição Pública Nacional - Autonomia História e Geografia Os professores de Geografia e de História solicitam que se regresse a uma formação inicial autónoma, em substituição da actual formação inicial comum, através do Mestrado em Ensino de História e de Geografia. Em nome de um ensino de qualidade! Foi lançada no dia 23 de Maio de 2011, a Petição Pública Nacional “Por uma formação autónoma dos professores de Geografia e História. Por uma formação inicial de qualidade”. Com ela, pretende-se a substituição do actual modelo de formação inicial de professores de Geografia e de História, para o que se pede a colaboração activa de cada um de vós. Para que esta Petição Pública seja discutida no Plenário da Assembleia da República, tem de ter, pelo menos, 4000 assinaturas de professores de História e de Geografia, o que só se conseguirá com uma mobilização nacional. Na Região, a Associação Insular de Geografia colabora com esta iniciativa enquanto dinamizador local, promovendo a recolha do maior número possível de assinaturas. Nesse sentido, solicitamos a colaboração dos Delegados de Grupo / Representantes de Disciplina, no sentido de dinamizar na sua escola esta Petição Pública Nacional, pelo que solicitamos às escolas que ainda não nos enviaram as fichas de assinaturas o favos de o fazer até ao final de Setembro. Para a entrega das fichas os Delegados / Representantes de disciplina podem optar por uma das seguintes soluções: 1 – Envio da documentação por via postal, para: Associação Insular de Geografia, Rua São João de Deus 40, 9300-151 Câmara de Lobos 2- Recolha da documentação na escola, pela Associação Insular de Geografia. Para tal, deverá contactar a Associação Insular de Geografia, indicando a data e o local onde a documentação pode ser recolhida. Contactos da Associação Insular de Geografia para o pedido de recolha na escola: E-mail: geral@aigmadeira.com Fax: 291944791 Telef. 291944757 Mais Informações: http://peticaoautonomiahistoriageografia.blogspot.com

Seminário Nacional - Lisboa, 12 e 13 de Novembro

“A Formação Inicial dos Professores de Geografia e História” A Petição Pública Nacional prolonga-se até ao dia 13 de Novembro. Nessa data, os promotores da Petição organizam um Seminário Nacional "A formação Inicial dos Professores de História e Geografia" (12 e 13 de Novembro). O Seminário irá decorrer nas instalações do IGOT-UL. No primeiro dia, debate-se o actual modelo de formação inicial de professores (H+G) e o exame de acesso à carreira. No segundo dia, realiza-se uma visita de estudo a Évora. Mais Informações: http://peticaoautonomiahistoriageografia.blogspot.com


Volume 2, Edição 5 Quantum Gis – Sistema de Informação Geográfica – Open Source O Centro de Formação da Associação Insular de Geografia (CFDG-AIG), promoveu nos dias 7, 8 e 9 de Setembro, o Curso de Formação: Quantum GIS – Sistema de Informação Geográfica Open Source. Este Curso de Formação, apresentou um carácter de formação especializada, vocacionado para a aquisição básica de competências em SIG, para os profissionais com formação na área da Geografia, Engenharia, Arquitectura e Gestão. A maior dependência entre os espaços às diversas escalas de organização hierárquica do território e as dinâmicas envolventes, determinam a necessidade de criar formas eficientes de caracterização, de planeamento, de gestão e avaliação das realidades e mudanças, como sejam os Sistemas de Informação Geográfica (SIG). Estes instrumentos incluem diferentes componentes e acções numa perspectiva de integração de dados, objectivos, comportamentos e interesses de actores com vista à produção, análise, mobilidade e comunicação da informação.

Aconteceu Setembro

CFDG-AIG

A utilização das novas tecnologias de informação tem garantido uma modernização e dinamização da prática profissional dos Geógrafos e de outros profissionais de áreas apensas ao território. Além das utilizações mais comuns de programas como os aplicativos do Microsoft Office, existe um conjunto de outras ferramentas informáticas que poderão aumentar significativamente a qualidade técnica e científica dos profissionais desta área do conhecimento. Nas áreas do planeamento e gestão territorial, os fenómenos estudados têm frequentemente uma forte componente relacionada com padrões de distribuição gráfica ou localização espacial. A análise de fenómenos relacionados com morfologia agrária, redes viárias, malhas urbanas ou riscos naturais (incêndios, cheias e/ou inundações, movimentos de vertente, fluxos de detritos, etc), bem como a complexidade da informação analisada e a necessidade de utilizar modelos de análise espacial, exigem ferramentas informáticas apropriadas. Com este Curso de Formação pretendemos dotar os profissionais das competências básicas que lhes permitam a utilização de ferramentas de desenho vectorial, de software de cartografia e sistemas de informação geográfica de forma a analisar os conteúdos referidos.

Introdução à Utilização de SIG's no Ensino da Geografia A utilização das novas tecnologias da informação têm garantido a modernização e dinamização da prática lectiva. Além das utilizações mais comuns de programas como os aplicativos do Microsoft Office, existe um conjunto de outras ferramentas informáticas que podem aumentar significativamente a qualidade técnica, científica e pedagógica da prática lectiva. Nas áreas relacionadas com Ciências Naturais, Biologia e Geografia, os fenómenos estudados têm frequentemente uma forte componente relacionada com padrões de distribuição gráfica ou localização espacial. É por vezes complicado leccionar estes conteúdos sem um suporte visual na medida em que os alunos têm alguma dificuldade em interiorizar conceitos abstractos sem uma representação gráfica. Procurando colmatar algumas destas lacunas o Centro de Formação e Desenvolvimento Geográfico da Associação Insular de geografia, promoveu nos dias 7, 8 e 9 de Setembro uma acção de formação denominada: Introdução à Utilização de SIG’s no Ensino da Geografia. Com esta acção de formação procuramos dotar os docentes de competências que lhes permitam a utilização de ferramentas de desenho vectorial, de software de cartografia e sistemas de informação geográfica, que possibilite a analise dos conteúdos referidos, bem como a criação de materiais didácticos e estratégias que enriqueçam a prática lectiva.

Setembro

CFDG-AIG


Newsletter

Brevemente

Centro de Formação e Desenvolvimento Geográfico - AIG CURSO DE FORMAÇÃO (Docentes 1º, 2º e 3º Ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário)

Prevenção e Segurança na Escola

CFDG-AIG

25 horas

11 e 12 Novembro 2011

MÓDULOS DE FORMAÇÃO (Docentes de Geografia)

A Biodiversidade Regional

15 horas

Módulo 6h (CT) 9 (CP)

Data a designar

Origem e Gestão da Água

15 horas

Módulo 6h (CT) 9 (CP)

Data a designar

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES:

www.aigmadeira.com

(CT) Componente Teórica (CP) Componente Prática

Acontece

A AIG participa no debate “A Europa e as ilhas” promovido pelo Centro de Estudos de História do Atlântico (21 a 23 de Novembro) O Centro de Estudos de História do Atlântico (CEHA) realiza de 21 a 23 de Setembro um debate sobre as ilhas e a Europa, no qual a Associação Insular de Geografia participará, através da sua Presidente. Através do tema “A Europa e as Ilhas” pretende-se estabelecer um espaço de debate sobre múltiplos aspectos referentes às múltiplas questões que se prendem com a globalização, União Europeia e as RUP. Para além de temas de carácter geral, serão abordadas questões inerentes aos espaços insulares, nomeadamente “As Ilhas na construção e afirmação da Europa”, “União Europeia e Regiões ultraperiféricas” ou “A economia das Periferias”. Mais informações em: www.madeira-edu.pt/ceha/

Consultar

Magazine de Educação - Geografia A Porto Editora apresenta um novo meio de informação e reflexão para todos os professores: o Magazine de Educação do Centro de Apoio ao Professor. Esta publicação, num formato prático e acessível, que aborda o que mais de premente se discute no meio docente e, não menos interessante, abre espaço a sugestões oportunas para a actividade profissional e social do professor. Neste espaço encontra ainda o “Magazine de Educação Geografia”, dirigido ao ensino básico e secundário, disponível em: http://www.portoeditora.pt/espacoprofessor/magazine-educacao-geografia/


Volume 2, Edição 5 Projecto “Segurança em Casa, na Rua e na Escola” A Associação Insular de Geografia, em parceria com o Serviço Regional de Protecção Civil e a Secretaria Regional de Educação e Cultura, estão a desenvolver acções de esclarecimento e sensibilização aos alunos, docentes, funcionários e encarregados de educação, tendo por objectivo o desenvolvimento de uma cultura de segurança nas escolas e na sociedade regional. Estas projecto denominado “Segurança em Casa, na Rua e na Escola” visa informar e sensibilizar a comunidade escolar sobre os principais fenómenos naturais que afectam a Região Autónoma da Madeira e os riscos que lhes estão associados, apresentando algumas medidas de prevenção e protecção que poderão ser adoptadas de forma a minimizar os seus efeitos. Estas acções englobam ainda, uma componente de sensibilização para a adopção de medidas de autoprotecção na comunidade escolar, nomeadamente, no que concerne à organização e gestão da informação e das decisões em situações de risco e na implementação de planos de prevenção e emergência. Acções agendadas para Outubro de 2011: Dia 11 - Escola EB1 - Pe da Fonte da Rocha, Câmara de Lobos 15h - P.Point e Jogos Pré. 15.45h - P.Point 1º e 2º anos 16.10h - P.Point 3º e 4º anos 16.30h - Exercício de evacuação 16.45h - Jogos 1º Ciclo 18.30h - Docentes, não docentes e Pais Dia 19 - Escola EB1 - Pe do Farrobo / Camacha, Porto Santo 15.30h - P.Point e Jogos Pré. 16h - P.Point 1º Ciclo e Jogos 16.30h - Exercício de evacuação - Escola Básica e Secundária Dr. Francisco de Freitas Branco, Porto Santo 17.30h - Delegados e Sub-delegados Dia 20 - Escola EB1 - Pe do Porto Santo (vila) 11h - P.Point e Jogos Pré. 11.30h - P.Point 1º Ciclo e Jogos 12.20h - Exercício de evacuação - Externato Nossa Senhora da Conceição, Porto Santo 14h - P.Point e Jogos Pré. 14.30h - P.Point 1º Ciclo e Jogos 15.15h - Exercício de evacuação Dia 20 - Centro de Congressos do Porto Santo 18.30h - Docentes, Não-docentes e Encarregados de Educação de todas as escolas do Porto Santo Dia 21 - Escola EB1 - Pe do Campo de Baixo, Porto Santo 9.30h - P.Point 1º Ciclo e Jogos 10.30h - P.Point e Jogos Pré. 11h - Exercício de evacuação - Infantário O Moinho, Porto Santo 15.30 - P.Point, Jogos e exercício de evacuação Dia 24 - Escola EB1 - Pe do Rochão, Camacha, Madeira 15.30h - P.Point Pré e jogos 16h - P.Point 1º Ciclo 16.30h - Exercício geral de evacuação (Pré + 1º ciclo) 17h - Jogos 1º ciclo - 1º com 2º; 3º com 4º 18.00h - Docentes, Não docentes e Encarregados de Educação


Newsletter

Acontece

VIII Congresso da Geografia Portuguesa “Repensar a Geografia para novos desafios: Competências, Investigação e Acção” A APG (Associação Portuguesa de Geógrafos) e o IGOT (Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa) assumiram este ano a organização do VIII Congresso da Geografia Portuguesa, que terá lugar na Cidade Universitária da Universidade de Lisboa, entre 26 e 29 de Outubro de 2011. O tema geral do congresso será “Repensar a Geografia para novos desafios: Competências, Investigação e Acção”. Para a organização das comunicações e posters, foram seleccionados 13 sub-temas, pretendendo abranger a maior parte da investigação geográfica. Temas do Congresso - Avaliação de programas e planos territoriais - Crises e respostas sócio-espaciais inovadoras - Desenvolvimento regional e local - Dinâmicas dos ambientes físicos e biofísicos - Geografia, educação e futuro - Lugares, cultura e identidades - Mobilidades sociais e geográficas - Mudanças ambientais e novos paradigmas no uso do território - Planeamento territorial e governança - Resistência e sustentabilidade urbana num mundo em mudança - Riscos, protecção civil e ordenamento do território - Sistemas de Informação Geográfica, Detecção Remota e Modelação Territorial - Turismo, lazeres e viagens Mais informações: http://www.8congressoapg.igot.ul.pt

7º Congresso Internacional sobre Cidades e Territórios Virtuais Universidade Nova de Lisboa nos dias 11 a 13 de Outubro de 2011 Os temas do congresso centram-se na aplicação de novas tecnologias ao planeamento e gestão dos sistemas urbanos e à concepção e implementação de políticas com expressão territorial. São tópicos da conferência a modelação de fenómenos urbanos, a análise espacial, as realidades virtuais e aumentadas, os SIG e a detecção remota, as políticas de habitação e de uso do solo, a governança e a inovação em planeamento, entre muitos outros. O 7VCT é co-organizado pelo e-Geo, Centro de Estudos de Geografia e Planeamento Regional, Universidade Nova de Lisboa, e pelo Departamento de Engenharia Civil da Universidade de Coimbra, com a participação da ACIV, Associação para o Desenvolvimento da Engenharia Civil. Mais informações em: www.7vct.dec.uc.pt


Volume 2, Edição 5 Projecto “Nós Propomos”, dirigido a professores e alunos do 11º ano, Geografia A, visa a promoção de uma cidadania territorial activa O Projecto “Nós Propomos!” é promovido, patrocinado e coordenado pelo Núcleo de Estudos Territoriais/NEST e pelo Núcleo de História e Ensino da Geografia e da Cartografia/HEGEC do Centro de Estudos Geográficos/CEG do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território/IGOT da Universidade de Lisboa. Dirige-se aos professores e alunos de Geografia A, do 11º ano, de escolas públicas ou privadas de todos o país, numa parceria entre o CEG/IGOT, Escolas e Municípios. No âmbito do “Estudo de Caso” daquele nível de ensino, e tendo em vista a promoção de uma activa cidadania territorial, o Projecto visa mobilizar os alunos para a identificação das principais orientações do Plano Director Municipal e a apresentação de propostas de intervenção no bairro, localidade e/ou município, que visem um desenvolvimento local sustentável. Mobilizar o “Estudo de Caso” do 11º ano/Geografia para a análise do PDM e apresentação de propostas Há um apelo crescente à participação pública nas tomadas de decisão relativas ao ordenamento do território, numa perspectiva de governança, o que se cruza com a preocupação em promover um ensino de Geografia comprometido com a educação para a cidadania. No Ensino Secundário, a disciplina de Geografia A, nos cursos de Ciências Sociais e Humanas e de Ciências Socioeconómicas, constitui uma das opções mais frequentadas a nível nacional (cerca de 20000 alunos, a partir dos dados do GAVE). O Programa, debruçado sobre Portugal, determina a realização de um “Estudo de Caso” no 11º ano, que: …poderá ser um estudo detalhado de um assunto relacionado com qualquer dos temas do programa, com importância na região onde o aluno vive ou consistir na aplicação dos conhecimentos adquiridos e das competências desenvolvidas ao longo dos dois anos de aprendizagem deste programa. Ministério da Educação (2001) – Programa de Geografia A... Ministério da Educação, Lisboa, p. 57

O “Estudo de Caso” privilegia, pois, o trabalho de pesquisa na área de residência dos alunos. Por outro lado, os Planos Directores Municipais são instrumentos fundamentais na definição das políticas territoriais locais, observando-se uma crescente preocupação em sensibilizar a população para a sua discussão e, presentemente, encontram-se em fase de revisão muitos dos PDMs. No Programa de Geografia A, estes são, aliás, de abordagem obrigatória no Tema 3, “Os Espaços organizados pela População” (11º ano). Os Planos Directores Municipais estão acessíveis através do site do Sistema Nacional de Informação Territorial/DGOTDU mas, independentemente deste acesso, pretende-se incentivar o contacto e o diálogo com a autarquia municipal sobre o respectivo PDM. O Projecto “Nós Propomos” dinamiza a implementação do Estudo de Caso, familiariza os alunos com o Plano Director Municipal/PDM e a própria autarquia, sensibiliza os alunos para os problemas territoriais locais, através da elaboração de propostas de intervenção local a contemplar no PDM e, por último, estimula a cooperação entre universidade, autarquias e escolas. Regulamento do Projecto em: www.apgeo.pt/files/docs/Newsletter/ProjectoNosPropomos.pdf


Newsletter19