Issuu on Google+


A imprensa não é livre, afirma o escritor Norberto Toedter A imprensa é imparcial? Toedter - Imagino que estamos falando dos grandes órgãos de informação, dos jornais diários destinados a suprir e construir a opinião pública. Faz muito tempo que esta imprensa, não só a brasileira, é parcial. Pensando bem, talvez nunca tivesse sido totalmente imparcial, afinal os que editam jornais são empresários. Empresas têm interesses. Dificilmente publicariam alguma notícia que pudesse prejudicar, por exemplo, a imagem de um grande anunciante. E aí também não adianta clamar por um órgão de informação estatal. O Estado tem interesses da mesma forma. Acontece, porém, que hoje vivemos uma situação que vem agravar a falta de independência do jornalista. É o que chamam de Globalização. A globalização nada mais é do que o esforço de (in)determinados grupos de formar um governo mundial. Estes grupos obviamente precisam, para atingir seu objetivo, influenciar, para não dizer dominar, a opinião pública. Adquiriram, de uma forma ou outra, voz de comando nas diretorias e nas redações das principais organizações editoriais, fazendo com que as notícias que devemos ler sejam as que eles querem. Eles dominam também as fontes, as agências de notícias e ainda criam fontes extras, como fizeram com Síria. Quase todas as notícias sobre a violência na Síria que foram vistas na Grande Mídia partiram de um obscuro

escritório localizado em Londres e que seria a sede do Syrian Observatory for Human Rights (Observatório Sírio dos Direitos Humanos). Parece ser uma organização de um homem só, Rami Abdul-Rahman, que se denomina Presidente da mesma. Seria de se perguntar por que todo mundo publica notícias espalhadas por fonte tão pouco fidedigna. Seria, pois, ingenuidade esperar imparcialidade dos nossos jornais. O que o plano original da globalização não previu é a Internet. Esta rede mundial por enquanto não é controlável e está contribuindo enormemente para desacreditar a mídia teleguiada. Os Estados Unidos utilizam a imprensa para legitimar guerras e invasões? Toedter - Claro, para fazer guerra você precisa do apoio da maioria do seu povo. Para iniciar a “guerra ao terrorismo” tiveram que derrubar 3 edifícios do seu World Trade Center com 2 aviões, sacrificando três mil cidadãos do seu próprio povo. É coisa que não pode deixar de ser NOTÍCIA. Fizeram o mesmo com “Pearl Harbor” na Segunda Guerra, com o navio “Lusitania” na Primeira e explodindo o navio “Maine” para legitimar a guerra contra a Espanha. É jeito tenebroso

Livros de Norberto Toedter, à venda na Livraria do Chain de fazer notícia, mas funciona. Através da imprensa fazem com que rapidamente a figura de um ex-aliado seja vista como inimigo público número um. Essa manipulação da notícia também funciona ao contrário, omitindo-se os fatos e acontecimentos ou lhes dando significado que sirva aos seus interesses. Egito e Oriente Médio são exemplos incontestáveis. Qual deveria ser o papel exercido pela imprensa? Toedter - Servir à sociedade na qual atua e não a interesses estranhos. A história da Segunda Guerra, contada pelos livros oficiais e pela imprensa é verdadeira? Toedter - Desde que se têm registros históricos sobre contendas bélicas entre os povos, prevalecem os que foram escritos pelos vencedores. Os chamados Revisionistas, entre os quais com muita honra tenho sido incluído, vêm tendo muito trabalho no sentido de rever e corrigir as maiores injustiças e inverdades. Servemse para tanto da internet e da coragem de uma ou outra editora. Mas não é fácil. Veja, por exemplo, que ainda hoje a TV Globo apresenta uma novela centralizada no mau nazista e no bom judeu. Ano

passado foi inaugurado em Curitiba o Museu do Holocausto com o único intuito de reforçar seriíssimas acusações ao povo perdedor da guerra, continuando este proibido de se defender. A crise econômica na Europa e nos EUA pode estimular outra Guerra Mundial? Toedter - Apesar de não ser economista, acho que em relação à União Européia e EUA a tal crise está sendo excessivamente comentada. A da EU me cheira a segundas intenções e quanto aos americanos só vejo que todo ano discutem no congresso a aumento do teto da dívida. Fazem aquele teatrinho e no fim aumenta mesmo. O dólar desvaloriza infinitamente, mas as outras moedas também ou ainda mais. Uma III GM ? Quem seriam os principais contendores? Os americanos e israelenses estão satisfeitos com os resultados que vêm conseguindo através dos seus contingentes mercenários. Enquanto Putin tiver seu petróleo garantido, não creio que venha a se arriscar. A China está numa situação de estabilização, igual à da Alemanha em 1939, que faz com que não tenha interesse algum numa refrega internacional. Não podemos esquecer que as armas modernas exigem muito respeito de gregos e troianos.


Shopping Curitiba tem um dos piores estacionamentos da cidade m dos piores estacionamentos de shopping center de Curitiba – talvez o pior – é o do Shopping Curitiba. A entrada e saída do estacionamento subterrâneo se confunde com uma pista comum de rua de grande movimento, a rua Desembargador Motta, fazendo com que o fluxo de veículos seja interrompido nos momentos de pico, e nos feriados e finais de semana. Alguns motoristas que saem do Shopping Curitiba insistem em fazer a conversão na avenida Sete de Setembro, interrompendo e

atrapalhando o trânsito nas outras três pistas. Nos últimos dias, por voltas das 18 horas, é comum verificar congestionamento na saída do

Shopping Curitiba. Nos feriados, horários de picos, tem ocorrido buzinaços de motoristas que chegam a ficar até quase meia hora parados na espiral de saída do shopping.

Nossa redação enviou a matéria ao SAC/SAL do Shopping Curitiba e recebemos a seguinte resposta: “Agradecemos sua mensagem ao nosso Serviço de Atendimento, trabalhamos sempre para melhorar cada vez mais a experiência de nossos clientes. Com relação ao estacionamento, o Shopping Curitiba procura orientar o fluxo de carros através de funcionários na saída e entrada e também na parte interna do empreendimento, locais onde a administração tem autorização para interferir no trânsito.”

Começam as condenações por roubalheira na Assembleia Legislativa O Juízo da 9ª Vara Criminal de Curitiba condenou dois ex-diretores da Assembleia Legislativa do Paraná a 18 anos de reclusão em um dos processos referentes a funcionários “fantasmas” no Legislativo paranaense. A sentença, de 31 de julho, foi proferida no processo que se refere à família de Daor Afonso Marins de Oliveira, ex-funcionário do Legislativo. Os ex-diretores José Ary Nassiff (Administrativo) e Cláudio Marques da Silva (de Pessoal) foram condenados à mesma pena: 18 anos, 11 meses e 20 dias de reclusão e pagamento de 1093 dias-multa, pela

prática dos crimes de formação de quadrilha (art. 288 do Código Penal), peculato (art. 312 do Código Penal) e lavagem de dinheiro (art. 1º, incs. V e VII, da Lei nº 9.613/98). A sentença se refere ao mesmo caso que resultou na condenação de Daor Afonso Marins de Oliveira e outros oito “fantasmas” da Assembleia. Ressarcimento aos cofres públicos - Os acusados também terão de indenizar o erário do dano gerado pelos crimes praticados. A Justiça decretou a perda em favor da União da quantia de R$ 400,5 mil apreendida na residência de Cláudio

Marques da Silva. Foi decretada ainda a perda do cargo público de Marques da Silva e a proibição de ambos os réus de exercerem qualquer cargo ou função pública pelo dobro do tempo da pena aplicada. Em relação ao réu Daor Afonso Marins de Oliveira, que já havia sido condenado a 15 anos de reclusão em processo desmembrado, recurso apresentado pelo MP-PR foi provido e sua pena foi aumentada para 21 anos, 3 meses e 20 dias de reclusão. A decisão, de 11 de julho, é da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça (TJ-PR).


Uruguai-Paranaguá: A solidariedade uruguaia

pós exemplar carreira diplomática iniciada em 1950, Leda Nelli da Silva de Pedrosa Borges, em 1982, então Cônsul Geral do Uruguai em Hamburgo, voluntariamente renunciou áquele posto, e veio residir na capital paranaense – explica-se: seu marido, Joaquim Narcizo Pedrosa Borges, de tradicional família paranaense, aposentado, desejava voltar ás suas

raízes e morar em Curitiba de sua juventude. Atendendo a um convite do Ministério do Exterior de seu país, ela foi designada Cônsul Honorário em Paranaguá e municípios da Costa do Paraná; função que desempenha até hoje, facilitada pela proximidade com Curitiba. Convivendo com os parnanguarás, conheceu também seus problemas sociais e, em 1987, tomou uma resolução: no dia 25 de agosto, festejaria a Data Magna do seu país aproximando-se ainda mais da cidade com a qual tinha bastante afinidade – o habitual coquetel festivo seria substituído por uma ação social. A partir daquele ano, o

primeiro bebê de família carente, nascido em Paranaguá, em 25 de agosto, seria seu “afilhado” – além de uma cesta básica para a família, o bebê receberia um enxoval, a mãe ganhava flores. No ano seguinte, o recém – nascido teve seu berço, seu enxoval, sua mãe ganhou flores, e a família cesta básica. Os anos passaram, aumentava o número de “afilhados” e todos recebiam presentes. Nos primeiros anos, ela os convidava para um almoço; ás vezes a comemoração era um grande bolo de velas, coroado pela cantoria de “parabéns pra você” e de bandeirinhas do Uruguai sendo

agitadas; autoridades locais estão sempre presentes para comemorar o Dia do Uruguai. Neste 25 de agosto, Leda Borges terá á sua volta 24 pupilos, 1 a 24 anos, e receberá com o mesmo carinho o 25° bebê, que chegará ao mundo na quinta – feira. A cidade litorânea soube retribuir: em 2002 ela recebeu o título de “ Cidadã Honorária” conferido pela Câmara Municipal de Paranaguá, e, do Centro Paranaguense Cultural de Curitiba, mereceu a comenda “Bagrinho de Ouro”. Rosi de Sá Cardoso

Aniversário da professora Quintina Na foto ao lado, da esquerda para a direita, a Cônsul honorária do Uruguai em Paranaguá, Leda Nelli da Silva Pedrosa Borges, aniversariante professora Quintina Ferreira Rolita Correia Caniné, Maria Alice Gomes, promotora Rita de Cássia, Céres de Ferrante e Carla Tomásia Saraiva Lando.


Associação Comercial do Paraná homenageia político condenado Lerner é condenado a devolver R$ 4,3 milhões ao Paraná O Tribunal de Justiça do Paraná condenou o ex-governador Jaime Lerner a indenizar o Estado do Paraná em R$ 4,3 milhões, corrigidos monetariamente, por ter pago indevidamente uma indenização de R$ 40 milhões a Antonio Reis, cessionário de direitos de José Marcos de Almeida Formighieri, "mesmo tendo sido alertado sobre inúmeros vícios e óbices ao pagamento", em 26 de dezembro de 2002, cinco dias antes do fim de seu mandato de oito anos no Governo do Paraná. A decisão da 4ª Câmara Cível é de abril deste ano e foi divulgada nesta quinta-feira pelo Ministério Público Estadual. A ação civil pública por improbidade administrativa, movida pela Promotoria de Justiça de Proteção ao Patrimônio Público do Ministério Público Estadual, refere-se ao pagamento de indenização autorizado por Lerner em função de alegado ato de exceção durante o regime militar, quando cerca de 200 lotes no município de Cascavel teriam sido expropriados. A autorização para pagamento foi feita com base na Emenda Constitucional Estadual nº 14, cuja legalidade o próprio Governo do Estado questionava judicialmente. Além disso, segundo o MP, não existia comprovação do domínio dos terrenos e havia parecer contrário ao pagamento da indenização emitido pela Procuradoria-Geral do Estado.

Em setembro de 2011 o exgovernador do Paraná Jaime Lerner foi condenado a três anos e seis meses de detenção, mais multa, pelo crime de dispensa ilegal de licitação na construção de estradas. A decisão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), também negou habeas corpus ao ex-governador. Lerner foi condenado em razão de um aditivo contratual que estendeu a concessão obtida pela empresa “Caminhos do Paraná S/A” em 80 quilômetros, incluindo trechos da BR-476 e PR-427 não

previstos na licitação original. A rodovia federal estava delegada ao Estado do Paraná por meio de convênio. A defesa do ex-governador argumentou que, em razão de o réu ter mais de 70 anos, teria ocorrido prescrição. A denúncia do Ministério Público também seria nula por não descrever as condutas individuais dos acusados, impedindo o contraditório. Mas para o relator, ministro Jorge Mussi, a denúncia está de acordo com o crime previsto na Lei de Licitações e Contratos. Graças ao ex-governador Jaime Lerner os paranaenses pagam os pedágios mais caros do país, e custeiam a maior roubalheira da história do Paraná: 19 bilhões de reais desviados com a quebra do Banestado. Até 2029 uma parte dos impostos dos paranaenses está comprometida para pagar a roubalheira do Banestado no governo Lerner.

A atual diretoria da Associação Comercial do Paraná acaba de cometer um erro histórico, cobrindo de vergonha uma entidade centenária que deveria ser de Curitiba, e não do Paraná. Carla Regina


LOCAÇÃO - AGOSTO ÁGUA VERDE – Apto – Av. Água Verde, 400 – 122m² - 3 dormitórios, sala, cozinha, bwc social, área de serviço e 1 vaga de garagem. Piso laminado. Roma Imóveis- 3223-8015 e 8836-0061– Creci-146J. ÁGUA VERDE – Apto – Av. República Argentina, 394 – 240m² - 4 dormitórios, sendo 1 suíte com banheira de hidromassagem, todos dormitórios com armários, sala ampla para dois ambientes com sacada, lavabo, bwc social com box blindex, cozinha com armários, fogão e exaustor, dependência completa de empregada, área de serviço e 1 vaga de garagem. Piso laminado novo. O condomínio oferece salão de festas e play-ground. Roma Imóveis- 3223-8015 e 8836-0061– Creci-146J. ALTO DA GLÓRIA – Studio – Nicolau Maeder, 463 – 35,77m² - Espaço integrado para sala, dormitório e cozinha, bwc social, sem vaga de garagem.Piso porcelanato, pias em granito, armários planejados na cozinha e bwc´s, box blindex e chuveiro. Condomínio oferece portaria 24 hs, área de lazer com piscina, salão de festas, sala de jogos, de ginástica, de internet e lavanderia. Roma Imóveis- 3223-8015 e 88360061– Creci-146J. BATEL – Apto – Sete de Setembro, 4512 – 181m² - 3 dormitórios sendo 1 suíte, sala com sacada, lavabo, copa, cozinha, bwc social, área serviço, dependência de empregada, garagem. Condomínio oferece salão de festas e salão de jogos. Roma Imóveis- 3223-8015 e 8836-0061– Creci-146J. CENTRO – Apto – Marechal Deodoro, 1375 – 83,67m² - 2 dormitórios, sala estar/jantar, cozinha americana c/ armários, conjugada com área de serviço, bwc social c/box de alumínio, chuveiro e armário com tampo em granito, piso laminado de madeira, spots e/ou arandelas com lâmpadas em todos ambientes, garagem privativa coberta. Condomínio oferece salão de festas com churrasqueira e terraço. Roma Imóveis- 3223-8015 e 8836-0061– Creci-146J. CENTRO CÍVICO – Apto – Papa João XXIII, 46 – 40,66m² - 1 dormitório com sacada, sala, cozinha com pia, bwc social, área de serviço e 1 vaga de garagem. Piso laminado. Roma Imóveis- 3223-8015 e 8836-0061– Creci-146J. REBOUÇAS – Apto – Brasílio Itiberê, 2455 – 127,40m² - 3 dormitórios sendo 1 suíte com box blindex e armário, sala para dois ambientes, cozinha com armários, bwc social com box blindex e armário, área de serviço e garagem. Condomínio com portaria 24 horas, salão de festas, play-ground, estacionamento para visitantes e quadra de esportes. Roma Imóveis3223-8015 e 8836-0061– Creci-146J.

VENDA - AGOSTO 1 - VILA IZABEL – Apto – Rua Dario Veloso – 104,32m² - R$ 245 MIl 2 dormitórios, sala para 2 ambientes, cozinha, bwc social, bwc empregada , área serviço e garagem. Roma Imóveis - 32238015 e 8836-0061 – Creci -146J. 2 - VILA GUAÍRA – Apto – Rua Presidente Wenceslau Braz – 119m² - R$ 245 Mil Novo, 3 dormitórios (sendo 1 suíte), sacada com churrasqueira. O condomínio oferece: churrasqueira, piscina, salão festas, salão de jogos, sala de ginástica. Roma Imóveis - 3223-8015 e 8836-0061– Creci -146J. 3 - XAXIM – Apto – Rua Francisco Derosso – 90m² - R$ 225 Mil. Novo, 2 dormitórios sendo 1 suíte, sacada c/ churrasqueira.10º andar. Previsão entrega Dez. 2013. Roma Imóveis - 3223-8015 e 8836-0061 – Creci146J. 4 - BOA VISTA – Apto – Rua Jovino do Rosario – 64,00m² - R$ 270 Mil. Flex Accanto. Em Construção - 2 dormitórios sendo 1 suíte. O condomínio oferece: Espaço Gourmet, Lounge adolescente, salão de festas infantil, fitness, brinquedoteca, cineminha, piscina adulto e infantil, quiosque de leitura e playgorund , salão de festas adulto, churrasqueira, garage band, salão de jogos, quadra esportiva e playground. Roma Imóveis3223-8015 e 8836-0061 – Creci -146J. 5 - Bairro Alto – Casa residencial – Rua Rio Negro– 196m² . R$ 400 Mil. 3 dormitórios (sendo 1 suíte c/ hidro) com armários, cozinha (com armários) c/passa pratos, 4 vagas de garagem. Edicula c/ armários, bwc, churrasqueira. Portões automáticos, cerca elétrica. Roma Imóveis - 3223-8015 e 8836-0061 – Creci -146J. 6 - CABRAL – Apartamento – Rua Da Bandeira – 117,83m² - R$ 285 Mil. Terreo. 3 dormitórios ( sendo 1 suite ) c/ armários, sala ampla para 2 ambientes, bwc social, bwc empregada, 1 vaga de garagem livre. Piso laminado novo . Roma Imóveis 3223-8015 e 8836-0061 – Creci -146J.

7 - CENTRO – Apartamento – Rua Voluntários da Pátria – 200,00m2 – R$ 430 Mil. Amplo, 14º andar, 3 dormitórios (1 suite ), 3 salas. Roma Imóveis - 3223-8015 e 8836-0061 – Creci -146J. 8 - PINHAIS – Alphaville Graciosa – Terreno em Condomínio – 730,82m2 – R$ 460 mil. O condomínio oferece: Portaria blindada 24 horas, central de monitoramento com câmeras, serviço de segurança com ronda 24 horas, ampla área de lazer, bosques nativos, quadra poliesportiva, campo de futebol, quadras de tênis, campo de golf, salão de festas, playground, academia, piscina e espaço infantil . Roma Imóveis - 3223-8015 e 8836-0061 – Creci -146J. 9 - BATEL - Apartamento – 227,40m2 Excelente localização, composto por 4 dormitórios (1 suite), lavabo, 2 salas, bwcs com armários e box blindex , cozinha com armários, lavanderia com armários, dependência completa para empregada, 2 vagas de garagem. O condomínio oferece: Salão de festas com espaço gourmet, churrasqueira, sala de jogos, playground, quadra poliesportiva. 3223 8015 e 8836-0062 – Creci -146J 10 - CENTRO - Conjunto comercial 53,89M2 – R$ 182.200,00. Em excelente localização, dividido em 2 salas , bwc e cozinha. Roma Imóveis - 3223-8015 e 8836-0061 – Creci -146J. 11 - SANTA QUITÉRIA - Terreno – 385M2 – R$450Mil. Exc. Localização, Rua Bocaiúva. Rua asfaltada ZR3. 11 x 35m. Estuda propostas. Roma Imóveis - 32238015 e 8836-0061 – Creci -146J. 12 - ÁGUA VERDE – Ponto Comercial e Instalações – R$ 50Mil. Ponto comercial e instalações, localização privilegiada, avenida com grande fluxo de pessoas e veículos, próximo a hospitais e comércios em geral. Roma Imóveis - 3223-8015 e 8836-0061 – Creci -146J.


Conselho de Segurança do bairro Água Verde faz convênios com condomínios para investir em segurança recolhimento de óleo de cozinha será uma forma do Conselho de Segurança do bairro Água Verde adquirir fundos para investir em segurança no bairro. A partir deste mês, os moradores de alguns condomínios do bairro vão recolher óleo em seus apartamentos para trocar por produtos de limpeza e ainda arrecadar R$ 0,40 por litro. Foi essa a maneira encontrada pelas pessoas que vivem no bairro para aumentar os investimentos em segurança. O anúncio foi feito na terça-feira passada pelo presidente do Conselho de Segurança, (Conseg Água Verde), Paulo Roberto Goldbaunn, durante reunião. “Nós conseguimos por meio de uma fundação em Carambei a reciclagem desse óleo que será transformado em ração animal. Vamos fornecer aos condomínios uma estação de coleta para que eles armazenem esse óleo no andar térreo. Esse projeto, além de preservar o meio ambiente, vai trazer benefícios para os condomínios participantes, que receberão material de limpeza, e para o

Conselho de Segurança que vai receber R$ 0,40 para cada um litro de óleo recolhido”, explicou. Segundo ele, o valor arrecadado será investido em ações de segurança no bairro. Os interessados poderão obter mais informações através do site www.consegcuritiba.com.br ou pelo telefone (041) 3343-5591.

Transporte público em Curitiba é dominado por uma família, acusa vereador Os vereadores que participam da Comissão Parlamentar de Inquérito da Urbs não vão dar moleza às empresas de transporte público em Curitiba. Valdemir Soares (PRB) resolveu chutar a bola e fala em lobby para a concessão dos trechos para 3 consórcios.

Violência no bairro O bairro Água Verde passa por situação crítica com relação ao número de assaltos e furtos de veículos. O presidente do Conseg afirmou, durante a reunião, que, de acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Paraná, o índice de homicídios medidos para cada 100.000

habitantes, no primeiro trimestre de 2013, caiu em torno de 5%, porém no índice de latrocínio, roubo seguido de morte, aumentou 22%. “Isso é o reflexo da falta de policiamento”, afirma. Hoje o maior problema do Água Verde é de assalto a mão armada e furto de veículos”. O presidente conta ainda, que é muito comum a ação de assaltantes do tipo “descuidistas” que agem nas imediações das principais ruas e avenidas do bairro como Avenida dos Estados, Sete de Setembro, Iguaçú, Silva Jardim, Água Verde, República Argentina, Presidente Kennedy, Brasílio Itiberê, Castro, imediações do Cemitério Municipal Água Verde e também nas principais praças onde há inclusive tráfico e consumo de drogas. Para fazer a segurança dos bairros Água Verde, Rebouças, Prado Velho e Parolin existem somente 50 policiais militares que trabalham em dois turnos de 12/48; um contingente de 9 policias em cada turno. “Nós precisaríamos ter pelo menos 160 policiais para fazer a segurança desta região”, argumenta.

SOCIAL

Soares fala em domínio da família Gulin. Para ele existem algumas contradições que necessitam esclarecimentos. No encontro da semana passada, o representante das empresas disse que o transporte “dá prejuízo para os operadores”. Nathany Paz da Costa, aos 8 meses de idade. Filha de Rodrigo e Adriana Paz da Costa. Neta de Laufram Paim da Costa e Tânia Simon Paz.

Thassiane Morais de Melo, maquiadora de talento. Diretora da Thassi Melo Make Up.

Vereador Bruno Pessuti e esposa Nicole. Ele é Relator da CPI do Transporte na Câmara Municipal.

Conselho de Segurança do Portão tem nova diretoria No último dia 7 foi eleita a nova diretoria do Conselho Comunitário de Segurança do bairro Portão, em assembleia geral realizada na Igreja do Evangelho Quadrangular do Portão, na rua João Bettega. Na foto, Miguel Angel Oliveira e esposa, e Rafael Rosa (Jornal O Portão), vice presidente do Conseg Portão.


Inaugurada nova loja de roupas e acessórios femininos de muito bom gosto: Anastácia A recém inaugurada Anastácia Roupas e Acessórios Femininos tem como diferencial o extremo bom gosto na oferta de produtos da moda feminina clássica e casual, acessórios e calçados. O foco da empresa é a camisaria e produtos de alfaiataria, mas também tem opções em moda casual e calçados. A loja oferece ainda roupas e calçados brancos, visando atender a uma demanda específica de profissionais de saúde e do ramo de estética. A Anastácia prioriza trabalhar com marcas consolidadas no mercado, buscando vestir com elegância a mulher contemporânea

que precisa aliar o conforto com a praticidade nos diversos compromissos do dia-a-dia, principalmente relacionados com o trabalho. Atualmente a promoção de destaque na loja oferece descontos de até 50% nas peças de inverno. Além de bolsas, calçados e bijouterias das melhores marcas, a Anastácia oferece roupas de marcas famosas como Ambicione, Neftali,

Contemporânea Camisaria, D´anges, Inaiê Camisaria, Izabella Piu Bolsas, Muito Mais Jeans (calças de cós alto com tecido Canatiba confort), Poggio Camisaria, Seiki, entre outras. Venha conhecer a Anastácia Roupas e Acessórios Femininos na avenida República Argentina, 2179, há duas quadras do Shopping Água Verde. Telefones 3082-1840 e 96724901. facebook.com/lojaAnastacia


A valorização da música de viola nativa O empresário Norberto José Lorenzi é um dos raros messenas da cultura popular em nossa cidade, prestigiando violeiros em duas churrascarias das mais famosas: Braseiro (Boqueirão) e Costelão Afonso Pena em São José Pinhais, na avenida Rui Barbosa. Nessas churrascarias diversos violeiros encontram espaço para apresentar o melhor da música nativa. Nas quartas-feiras a churrascaria Braseiro oferece Carneiro com Moda de Viola. Nas quintas-feiras os músicos se apresentam no Costelão Afonso Pena. As apresentações são verdadeiras celebrações da cultura popular brasileira. O público participa ativamente, cantando ou batendo pal-

mas, transformando o ambiente em um local de alegria e descontração. Violeiros dos bons Os violeiros “Quatro Amigos da Viola” são Paulo Carreiro, Miguel Toledo, Jangadeiro e Silvanei.

Miguel é funcionário público e se apresenta em público há 3 anos. Paulo Carreiro começou a tocar e cantar aos 7 anos de idade, e está há 71 anos na estrada. Jangadeiro, além de violeiro há 40 anos, é professor de viola e violão.

foto Everton B. Grabski

Da esquerda para a direita, Miguel Toledo, Paulo Carreiro, Norberto Lorenzi e Jangadeiro.

As apresentações da verdadeira música popular de raíz, a música de viola, são incentivos à cultura brasileira. A valorização desses músicos é a certeza da continuidade de um trabalho valoroso e dos mais expressivos.


dágios no Paraná - os mais caros do país - agita a

DB) vem denunciando ao longo anos a relação espúria e nosa entre pedageiras e alguns ados. Nos últimos dias ele tem ido ameaças de morte. Não mos acreditar que essas ças de morte a um deputado efende os interesses do povo raná seja obra de pedageiras, esas legalmente constituídas, e caso contrário seria admitir trata-se de uma grande e osa quadrilha organizada, que pra ou manda assassinar ados. lizmente a sociedade civil nizada – cooperativas, catos, Federação da Indústria – se mobilizando na luta contra dágios, repetindo a campanha osa contra a venda da Copel. deputado Kielse foi mais longe, nciou que os encontros dos tados estão sendo mpanhados de perto pelos es interessados em que “a CPI á para a frente”. “Infiltrados concessionárias estão panhando permanentemente as es. Eles têm gente aqui fazendo pois teremos decisões que vão nciar em toda a economia do

Gaúc de Deputado Cleiton Kielse, sofrendo ameaças de morte. estado”, diz. Ele solicitou a quebra imediata de sigilo fiscal, bancário e telefônico das seis concessionárias que administram as rodovias do Paraná por um período de 15 anos anteriores para apurar irregularidades nos contratos. O requerimento da quebra de sigilo deve ser votado na próxima reunião da CPI. O povo paranaense está de olho nessa CPI para seguir o exemplo das manifestações recentemente ocorridas em todo o país. Caso esta CPI acabe em pizza, a população deve começar a inaugurar ainda neste ano em diversas cidades comitês e grupos da cidadania com o slogan “Não reeleja deputados”, divulgando os nomes dos traidores do interesse público do povo do Paraná.

Empresários vão à luta contra o pedágio O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, declarou que as altas tarifas cobradas pelas concessões atuais representam um entrave para a economia do Estado, já que prejudica a competitividade dos produtos paranaenses. Ele citou o exemplo do calcário, em que um caminhão “bitrem” com 35 toneladas gasta R$ 1.000,00 de pedágio para vir de Foz do Iguaçu à Paranaguá, quando o valor da carga é de R$ 900,00. Campagnolo também defendeu a criação de um “pedagiômetro” para fiscalizar as convenções. “É perfeitamente possível implantar meca-

nismos de contagem, para fiscalizar e acompanhar quanto estamos arrecadando e investindo”, garantiu, afirmando inclusive que a própria Fiep teria condições de ajudar o governo a implantar esse sistema. Recentemente, a Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia rejeitou projeto do deputado Tercílio Turini (PPS) que previa a instalação de painéis nas 27 praças de arrecadação das seis concessionárias de rodovias no Paraná, para informar em tempo real o número de veículos que passam pelas cancelas e a receita acumulada com as tarifas. Turini anunciou intenção de recorrer da decisão.

No Rio Grande gaúchos continuam que são machos: o Regional Federal da – TRF4 anulou lim garantiam às conce Sulvias e Convias tração dos pólos d os de Caxias do S praças de pedágio) (seis praças). Das dez praças d cinco existem em permanecer com a erguidas. A estação em ro dual de Farroupilha ta e outras quatro rão administradas p sa Gaúcha de (EGR), uma empr que vai baixar de R R$ 5,20 a tarifa co automóveis.


Lançado mais um livro de Edilson Pereira: “A loira do táxi noturno” Depois da excelente coletânea de contos curtos do livro “Uma Profissão tão antiga quanto a tua”, o jornalista e escritor Edilson Pereira acaba de lançar mais um novo livro, “A loira do táxi noturno”. A exemplo do livro anterior, o novo livro surpreende pela excelente qualidade do texto, inteligência, bom humor e talento. Na verdade são dois livros em um. Dois romances policiais que colocam Edilson entre os melhores autores da atualidade. O primeiro, “A loira do táxi noturno”, trata de uma história que atormentou os curitibanos algumas decadas atrás, quando uma belíssima loira utilizava táxis noturnos para ir ao cemitério municipal, e depois desaparecia. O segundo livro, “O homem do hotel Cervantes”, desvenda o mistério de um famoso cirurgião curitibano criado pela empregada para abafar um escândalo na decada de 40. Os cenários se passam

É uma aberração o que tem acontecido com o Paraná, diz Serra

entre Curitiba e Caiobá. O mais novo livro de Edilson Pereira é o melhor lançamento deste ano no gênero romances policiais. Está à venda na Livraria do Chain e nas melhores livrarias.

O ex governador de São Paulo, José Serra, disse nesta quarta-feira, 14, que os paranaenses estão sendo prejudicados pelo governo federal. “É uma distorção, uma aberração na verdade o que tem acontecido no Paraná”. Serra se referia aos repasses de recursos da União ao Estado. O Paraná é o 5º estado que mais arrecada impostos para a federação, porém o 23º quando o assunto é investimentos do governo federal. “Isso não se justifica. Nem pela importância do Paraná e nem pelo interesse do Brasil. O Paraná tem projetos muito importantes na área da educação, da agricultura, da saúde, pendentes de financiamento. São cerca de R$ 3,5 bilhões que precisam da autorização do

governo federal e isto está andando muito devagar”, disse. Serra afirmou que levará adiante o “preconceito” com o Paraná. “Usarei meu twitter, minha coluna no Estadão e a influência com parlamentares. Isto não tem cabimento”, ressaltou. Serra almoçou com o governador Beto Richa no Palácio Iguaçu e depois concedeu entrevista à imprensa. Richa apresentou a Serra as dificuldades que o governo estadual tem tido para aprovar na união os empréstimos. “Enquanto isso, o Rio Grande do Sul, que é o estado que tem mais dívidas, por exemplo, não tem dificuldade nenhum”, destacou Richa. A agenda de Serra em Curitiba ainda incluiu visita a Pastoral da Criança.

Um prefeito exemplar chamado Milton Luiz Pereira

Quando fui eleito prefeito de Goioerê, em 1965, tive a oportunidade de conhecer o prefeito de Campo Mourão, Dr. Milton Luiz Pereira (foto acima), eleito no mesmo ano. Ele me foi apresentado pelo meu cunhado, Alfonso Germano Hruschka, esposo de minha irmã, Amélia de Almeida Hruschka, que depois viria a ser vereadora, deputada estadual por dois mandatos e suplente do Senado. Nos meses que se seguiram, muitas vezes recorri aos conhecimentos jurídicos do Dr. Milton, que viria a ser ministro do Superior Tribunal de Justiça. Na época, amparado por vereadores dos mais qualificados e competentes, que formavam a Câmara Municipal de Goioerê, levei diversos desafios ao Dr. Milton para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos goioerenses. Embora ele fosse prefeito de uma cidade vizinha, Campo Mourão, nunca se negou a auxiliar-nos, dedicando tempo e trabalho para encontrar respaldo jurídico para as ações que desejávamos

implantar no município. Algumas vezes ele desaconselhava algum trabalho ou contratação, e prontamente aceitávamos as ponderações do prefeito dos mourãoenses. Na época a arrecadação do município de Goioerê era muito pequena, e não atendia às despesas e necessidades de construção de escolas e estradas. Assumi a prefeitura de Goioerê quando a cidade tinha 20 mil habitantes. Entreguei o mandato, quatro anos depois, com uma população de 85 mil habitantes – hoje a cidade tem 30 mil habitantes. A arrecadação de impostos em Goioerê – municipal e estadual – era maior que a de Campo Mourão. Uma das formas que buscamos para equilibrar o orçamento da cidade foi aumentar os impostos dos grandes proprietários de terras, o que me custou reprimenda do meu próprio pai, o fazendeiro José Marques de Almeida. Levei o problema ao Dr. Milton e ele pediu alguns dias para analisar a situação. Alguns dias depois voltei a me reunir com ele, e a resposta foi a seguinte: - Estamos proibidos de aumentar os impostos, mas o que você pode fazer é atualizar os valores das grandes propriedades rurais, e então aplicar a cobrança de impostos sobre os valores atualizados.

A saída tinha sido encontrada. Proibido de aumentar impostos, a única forma era atualizar os valores. Voltei à Câmara Municipal de Goioerê com o Projeto de Lei redigido pelo Dr. Milton Luiz Pereira. Os vereadores aprovaram por unanimidade. Entretanto, esbarrou nos interesses de um dos maiores grupos proprietários de terras em nossa região, o Banco Moreira Sales – hoje Itaú. O advogado do banco me visitou na prefeitura e afirmou que a Lei era inconstitucional, que entraria com um pedido de embargo ou suspensão. Em resposta, disse: Pode tomar as medidas que desejar, mas a Lei é correta, foi elaborada pelo Dr. Milton Luiz Pereira, prefeito de Campo Mourão, e aqui está uma cópia para adiantar o seu trabalho. Em seguida dei um prazo de 40 dias para que o banco pagasse os impostos corrigidos. Não se passaram 40 dias e o Banco Moreira Sales enviou um cheque nominal ao município de Goioerê pagando todos os impostos devidos e corrigidos, o que possibilitou a construção de dezenas de escolas e abertura de novas estradas. Outra passagem inesquecível, entre tantas outras, foi o jantar realizado no Clube Thalia de Curitiba pelo então primeiro vice-governador do Paraná,

Affonso Camargo. O jantar reuniu mais de 1.200 pessoas, incluindo todos os prefeitos do Paraná. Na época, cada convidado pagava o seu jantar e despesas. E foi num ambiente festivo, com muito barulho e algazarra, que o Dr. Milton foi convidado a usar a palavra. Ele começou a discursar e em poucos minutos o silêncio era total. Ele era um brilhante orador, capaz de dominar qualquer assembleia ou público com muita inteligência e competência. Os anos se passaram e nos encontramos muito tempo depois residindo no mesmo bairro Água Verde de Curitiba. Meses antes de sua morte, e da esposa Rizoleta Mary Pereira, tive a honra de visitá-los diversas vezes na residência da avenida Iguaçu, acompanhado pelos meus filhos José Gil (jornalista) e Dean Fábio de Almeida (professor de Direito na PUC-PR) onde relembramos nossas aventuras de prefeitos e os bons tempos do passado. Gil Marques de A l m e i d a , farmacêutico, exprefeito de Goioerê


Arena dos paranaenses em fase de conclusão

O Caldeirão está fechado. Nesta quinta-feira, os últimos degraus no Setor Brasílio Itiberê foram colocados, deixando o estádio com a arquibancada inferior e superior completa. Com estes serviços, mais uma etapa da Arena dos Paranaenses foi concluída. O

estádio passa por diversas modificações para receber os jogos da Copa do Mundo de 2014. Na primeira fase da colocação dos degraus, 60 peças foram instaladas na reta superior da Brasílio Itiberê. Logo em seguida, mais 244 degraus foram

colocados, completando um pedaço da reta e também a curva com a Getúlio Vargas. Agora, a curva do setor Brasílio Itiberê com a Coronel Dulcídio também foi concluída. Nesta terceira etapa, 228 degraus foram colocados no setor.

A ampliação da Arena terá ao final a colocação de 736 novos degraus. Ainda estão faltando a instalação das peças nas curvas da Getúlio Vargas com a Coronel Dulcídio e com a Buenos Aires, ampliando os espaços já existentes nestes setores.

Contagem regressiva para a Copa de 2014 A partir de agora falta menos de um ano para o início da 20° disputa do futebol mundial. Pela 3° vez Curitiba sediará um evento internacional oficial entre seleções. A primeira foi em 1950 pela 4° Edição da Copa do Mundo e foi disputada com dois jogos no Estádio Durival Britto e Silva. A primeira partida dia 25.06.50 aconteceu em um dia de domingo com Espanha 3 X 1 EUA, e a assistência de mais ou menos 13.000

espectadores. A segunda foi dia 29.06.50, uma quinta-feira, com Paraguai 2 X 2 Suécia, e mais ou menos 8.000 espectadores. A partida final da Copa de 1950 foi no dia 16.07.50 no Estádio do Maracanã e o Uruguai venceu o Brasil por 2 X 1. França 1 X 0 Schiafino 1 X 1, Ghiggia 1 X 2. Classificação final da Copa: 1° Uruguai Campeão 2° Brasil Vice 3° Suécia

Acima, foto de parte do público na Copa de 1950 em Curitiba, no Estádio Durival Britto. Jogo da Suécia e Paraguai. Ao lado, foto aérea do referido estádio.

4° Espanha Passados 22 anos Curitiba voltou a sediar um evento oficial internacional de futebol entre seleções nacionais. O primeiro jogo foi em 11.06.1972, dia de domingo, e o Peru venceu a Bolívia por 3 X 0, e no segundo jogo a Iugoslávia venceu a Venezuela por 10 X 0 . Os jogos foram disputados no Estádio Belfort Duarte. A mini Copa foi decidida entre Brasil 1X0 Portugal no Estádio do

Maracanã. A Inglaterra ficou em terceiro e a Venezuela em 20° (último) lugar. Em 2014 teremos a 20° Edição da Copa com dois jogos em Curitiba, na Arena do Clube Atlético Paranaense. A abertura está marcada para o dia 16.06.14 O cabeça de chave do grupo B jogará em Curitiba no dia 23.06.14. Esta será a 5° vez que o continente Sul Americano receberá jogos da Copa. Prof. Paulo Osni Wendt


DO CONDOMÍNIO CONDOMÍNIO COLUNA COLUNA DO

Cartilha de Etiqueta em Condomínios - II

O BÍGAMO (DÉCADA DE 90) Um longo período de minha vida profissional foi utilizado na área da publicidade. Fui proprietário de uma pequena agência publicitária que atuava, principalmente, junto às imobiliárias. Desta forma, meu contato mais assíduo era com a Gazeta do Povo, jornal que sempre foi líder nestas ofertas de imóveis. Frequentava quase diariamente esse jornal onde fiz muitos e muitos amigos. Certa ocasião a Gazeta achou por bem, e necessidade, contratar um especialista em certa área comercial e para tanto foi ao Rio em busca desse profissional e de lá trouxe o Maurício (nome fictício), profissional competente que já prestara seus serviços a vários jornais de renome nacional. Maurício era um homem muito simpático, falador e bom de papo. Cordial e atencioso, desde logo se tornou amigo de todo mundo. Cerca de um uns dois anos desde sua chegada, numa quarta feira, fui a sua presença para nosso costumeiro papo amigo. Ao fim de nossa conversa, fui surpreendido com sua decisão de deixar a Gazeta e retornar ao Rio. Falou aquilo com muita naturalidade, sem qualquer mágoa ou queixa; simplesmente queria voltar. Porém, o mais surpreendente ainda foi quando me comunicou que retornaria para o Rio com as duas famílias! - Como duas famílias, perguntei admirado? - Você não sabe que tenho duas famílias. Todo mundo sabe? - Mas, eu não sei de nada. Como assim... Então, com a mais simplória

maneira, honesta e sem qualquer sinal de remorso, culpa ou arrependimento contou sua situação familiar: - Tenho duas famílias, há já uns 15 anos. Não tenho uma família e uma amante, não! Tenho duas famílias, reforçou. Enquanto eu arregalava os olhos ele prosseguia: - Na verdade eu tenho duas mulheres, cada uma em uma casa e filhos com as duas; As casas são muito parecidas, isto é, tudo o que tem em uma, tem o mesmo na outra. Igualdade total! Aliás, as duas casas são no mesmo bairro. - E uma mulher sabe da outra perguntei, ingênuo. - è claro, né. Os filhos até se dão; brincam juntos muitas vezes. Sabe, certa vez, quando eu andava com dificuldade de dinheiro, minha mulher número 1, que gostava de fazer salgadinhos para revenda, sabendo que havia pouca grana pra casa 2, mandou , várias vezes, uma cesta de salgadinhos para “atender as crianças da outra.” Elas não se falavam, mas se entendiam. - Assim amigo, tudo corre bem. Uma coisa é certa, confirmou ele, todo sorridente. Eu jamais durmo fora de casa! Ou estou aqui ou ali!!! E lá se foi o Maurício de retorno ao Rio com suas duas mudanças.

FUNCIONÁRIOS - Trate-os sempre com cordialidade. Se quiser fazer alguma reclamação, direcione-a ao zelador ou ao síndico. Lembre-se que o funcionário do condomínio não é seu empregado. Evite pedir que execute serviços particulares. GARAGEM - Não buzine, use luzes baixas e respeite a sua vaga. Não use sua vaga como depósito. Respeite o limite de velocidade. Deu uma raladinha no carro ao lado? Deixe um bilhete se identificando, pedindo desculpas, e permita que o vizinho escolha a melhor maneira de reparar o automóvel. Quando dois carros se encontram, a preferência é sempre de quem está chegando. Devolva sempre o carrinho de compras ao seu local de origem. LIXO - Não jogue papéis, bitucas de cigarro ou quaisquer outros tipos de lixo pela janela do apartamento. Cuide para que seu lixo esteja sempre devidamente ensacado e sem exalar cheiro forte. NA ACADEMIA - Devolva as anilhas, colchonetes, pesos, etc, aos seus locais de origem. Não “monopolize” os equipamentos. Se ofereça para revezar o uso. Tempo médio de uso da esteira é de 30 minutos. Limpe o equipamento após o uso com pano e álcool em gel, por exemplo.

Creci J 3.943

NA PISCINA - Não use equipamentos de som. Não entre na piscina com protetor solar. Tome uma ducha antes. Não use o elevador com trajes de banho. NO ELEVADOR - Cumprimente sempre todos os presentes. Espere as pessoas saírem para entrar Segurar a porta do elevador para outras pessoas entrarem demonstra gentileza e cordialidade, e ajuda a tornar o ambiente social do condomínio mais afável. Não segure o equipamento em horários de pico. Use o elevador de serviço se for trafegar com animais ou transportar caixas e compras de supermercado NO SALÃO DE FESTAS E CHURRASQUEIRAS - Respeite os horários de uso e não deixe a área toda suja após o uso – o ideal é retirar toda a parte principal do lixo e restos de comida e bebida. Faça uma lista com os nomes dos convidados para deixar na portaria. Informe-se e respeite as regras do local, principalmente em relação a barulho. Na churrasqueira, tenha bom senso no uso de aparelhos sonoros, que propagam muito mais ruído quando estão ao ar livre. OBRAS - Respeite os horários estabelecidos na convenção e regulamento interno. Comunique o síndico e seu vizinho antes de iniciar as obras.


Banqueiros são parasitas da sociedade Eles não produzem riquezas, mas são os que mais lucram na atualidade. Praticam juros e taxas extorsivas contra aqueles que produzem. São aliados de políticos corruptos, entre outros. Para se ter uma idéia da impunidade com que atuam, basta fazer cálculos simples: Se um correntista tivesse depositado R$ 100,00 na poupança em qualquer banco, dia 1º de julho de 1994 (data de lançamento do Real), teria hoje na conta R$ 374,00. Se esse mesmo correntista tivesse sacado R$ 100,00 no Cheque Especial, na mesma data, teria hoje uma dívida de R$139.259,00 no mesmo banco. Ou seja: se tivesse usado R$ 100,00 do Cheque Especial hoje estaria devendo o equivalente a nove carros populares. Já com o valor da poupança conseguiria comprar apenas dois pneus. Não é a toa que o Bradesco teve em torno de R$ 2.000.000.000,00 de lucro líquido somente no 1º semestre de 2013, seguido de perto pelo Itaú. Dá para comprar um outro banco por semestre! Campanha pela Reforma Tributária e Financeira no Brasil, já!

Participe da 23ª Feira Nacional da Louça Campo Largo - De 5 a 15 de setembro, no Ginásio da Rondinha – BR 277 – KM 20 O Polo Cerâmico da “Capital da Louça” Campo Largo, realiza de 5 a 15 de setembro, no Ginásio da Rondinha – BR 277 – KM 20, sua tradicional e esperada FEIRA NACIONAL DA LOUÇA, que neste ano chega a 23ª edição e 14ª edição da FEIRA DE DECORAÇÃO, ARTESANATO E PRODUTOS PARA O LAR. A mostra é uma organização do SINDILOUÇA/ PR e do APL-ARRANJO PRODUTIVO DA LOUÇA, conta com o patrocínio da Prefeitura Municipal de Campo Largo, Secretaria de Desenvolvimento Econômico, FIEP – Federação das Indústrias do Paraná, SENAI, SESI, Sistema Fecomércio, Compagas, Caixa Econômica Federal, FMM Engenharia, e também conta com o apoio da Incepa, Cocel e Eletrobala. Desde a primeira edição, em 1991, a FEIRA DA LOUÇA tornou-se a grande vitrine para o setor e um indispensável cartão de visitas para quem quer conhecer o melhor da produção paranaense e brasileira de porcelanas, cerâmicas, pisos e revestimentos. A mostra consolidou-se como a primeira feira do setor aberta ao varejo, nesta edição, os organizadores esperam receber nos 10 dias do evento, cerca de 50 mil visitantes, entre eles turistas de outros estados, diversas cidades paranaenses, moradores

de Curitiba e Região Metropolitana. São 40 expositores que apresentarão aos visitantes, o que há de mais moderno e os últimos lançamentos da indústria da louça, tudo reunido num só espaço. Os visitantes encontrarão produtos a preços de fábrica como: jogos de jantar e café de porcelanas, grés e cerâmicas, além de peças de decoração e riquíssimo artesanato local. A famosa ponta de estoque é sucesso em todas as edições da feira e o visitante também pode encontrar peças de reposição. Economia e Geração de Empregos A cadeia produtiva da louça gera 14 mil empregos diretos e indiretos através das 35 empresas (grandes, médias e pequenas empresas) que formam do polo-cerâmico de Campo Largo. A base da economia do município gira em torno das indústrias cerâmicas, o setor é responsável por mais de 50% da arrecadação de ICMS do município, consome 51% da energia distribuída pela Cocel (distribuidora do município), queima mais de 120 mil metros cúbicos de gás natural diariamente. Estes números torna o polo-cerâmico de Campo Largo, líder nacional em produção do setor, as indústrias instaladas fabricam 90%

das porcelanas brancas de mesa nacional, 83% das porcelanas da América Latina, 40% das cerâmicas de mesa nacional, 40% das cerâmicas para eletromecânica e ainda 14 milhões de metros quadrados de pisos e revestimentos ao ano. Produção e exportação A produção anual estimada do segmento chega a 110 milhões de peças, deste total, 25% a 40% são exportados para os mercados da Europa, Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, Caribe, México e Mercosul. A louça produzida pelas indústrias campolarguenses é artesanal, o que lhe confere beleza e qualidade, com o devido reconhecimento mundial. Serviço: 23ª Feira da Louça de Campo Largo Local: Ginásio da Rondinha – BR 277 – KM 20 (ao lado da Igreja São Sebastião) Valor da entrada: 3,00 Reais Entrada livre: Idosos (acima de 60) e crianças até 12 anos. Horários: Sábados/Domingos e Feriados das 10 às 22 horas Praça de Alimenta��ão: lanchonetes com comidas típicas


Lucro da Copel cresce 29% e chega a R$ 650 milhões O lucro da Copel no primeiro semestre de 2013 foi 28,8% maior que no mesmo período no ano passado. A companhia fechou o semestre com lucro líquido de R$ 650,3 milhões. Em 2012, o lucro líquido de janeiro a junho foi de R$ 504,7 milhões. A receita operacional líquida da empresa cresceu 10,6%, ficando em R$ 4,4 bilhões no semestre. O investimento da Copel no período foi de R$ 700 milhões. “O resultado se deve, basicamente, ao crescimento nas receitas de fornecimento e suprimento de energia, e ao menor custo com encargos de uso da rede e com pessoal”, explica o presidente da Copel, Lindolfo Zimmer. MERCADO - A Copel fechou o semestre com um aumento de 9,3% no fornecimento de energia elétrica, que é composto pelas vendas no mercado cativo da Copel Distribuição e as vendas no mercado livre da Copel Geração e Transmissão. Foram 13.404 GWh de janeiro a junho de 2013, contra 12.265 GWh no primeiro semestre do ano passado. No comparativo trimestral, o lucro líquido do segundo trimestre foi de R$ 252 milhões, 36% maior que o segundo trimestre de 2012. A receita operacional líquida foi de R$ 2,1 bilhões, um aumento de 3,7% em relação ao segundo trimestre do ano passado.

Espaço da Poesia Antonio Pedro Flores Amaral, morador na divisa dos bairros Água Verde e Rebouças

IMAGEM IMPLACÁVEL O sol no levante, Não posso dormir, Da mágoa constante Tentando fugir! Sorrir não consigo, Pois cedo partiste, Deixando comigo Espadas em riste! Com choros apenas No mundo prossigo, Deixaste só penas, Ao pé do jazigo! Que hora fatal Na noite silente,

Usina de Mauá/PR Telecom A Copel Telecom, subsidiária de telecomunicações da Copel, alcançou um lucro de R$ 23,1 milhões no primeiro semestre de 2013, um aumento de 44,3% em relação aos R$ 16 milhões do primeiro semestre de 2012. A base de clientes da Copel Telecom passou

Pagaste que mal Ó ser inocente? Em vão devaneio Minado de agruras! As sombras odeio Nas noites escuras! Ó ser inocente - Pureza total – Deixaste somente Saudade mortal... Bem cedo o destino Levou-te num véu, Aos dobres do sino Subindo pro céu... Agora não sinto O luto primeiro, Mas outro, distinto, Em turvo roteiro Sem nome talvez A dor que revelo Depondo buquês Com gesto singelo Na lousa cingida De pretos sinais

de 2.039, em junho de 2012, para 4.977 clientes no final de junho de 2013. Saiba mais sobre o trabalho do governo do Estado em: www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br


Nos cafundós do nordeste, uma mulher com quinze crianças vai à prefeitura se inscrever no Bolsa Família. A assistente social exclama: - Uau! São todos seus? - Sim, todos meus. - Vou precisar do nome de todas as crianças. - “Juraci”, todas se chamam “Juraci”. - Sério? - Sim, fiz isso pra ficar mais fácil. Quando quero acordá-las, grito “Juraci”, quando é hora de comer, chamo “Juraci”, e todas vêm correndo. Foi a idéia mais inteligente que eu já tive. - Mas, e se você quiser chamar apenas uma delas, e não a turma inteira? - Aí eu chamo pelo sobrenome. -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-oNa sala de aula, a professora verifica o conhecimento: - Mariazinha analise a frase: Há uma mulher olhando pela janela é singular ou plural? - Singular - responde a Mariazinha. - Muito bem. Agora você Joãozinho: Há várias mulheres olhando pela janela, o que é? E o Joãozinho responde no ato: - Zona, professora. -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-oO guarda-noturno está fazendo a sua ronda quando se depara com um bêbado, cantando em cima de um poste. - Ei, posso saber o que você tá fazendo aí em cima? - Eu bebo porque é líquido! – respondeu ele. O guarda ficou nervoso e ordenou: - Desça daí agora senão eu atiro! O sujeito ficou com medo e desceu do poste, cambaleando. Quando enfim ele chegou no chão, o guarda o abordou: - Quem é você? E o bêbado: - Ué, você não se lembra? Eu sou o mesmo que tava lá em cima! -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-oDois homens estão conversando: -Você conhece o Tido? -Que Tido? -Aquele que te pegou atrás do armário. -Mas não é o Mário? -É que o armário é imbutido!

O mineiro entra no boteco e lê na placa: Sanduíche de queijo – 2 reais Sanduíche de pernil – 5 reais Acariciar órgão sexual – 10 reais Então ele rapidamente vê quanto tem na carteira, vai até o balcão e chama uma das três lindas garotas que estavam no balcão: - Posso ajudar? - pergunta uma delas com um sorriso malicioso. - É você quem faz as carícias no órgão sexual por dez reais? - Sou eu sim, querido… Você vai querer? - Vou querer que você vá lavar essas mãos, porque eu quero um sanduíche de queijo! -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-oPapai, papai hoje a gente aprendeu qual é a mão esquerda! - E qual é a direita? - A gente vai aprender amanhã. -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-oUm paralítico passeando com um cego, vê uma mulher muito linda atravessando a rua. Para zoar com a cara do cego diz: - Olha que mulher gostosa atravessando a rua! O cego muito bravo responde: - Ah é? Então corre atrás dela! -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-oColocaram um ovo e uma salsicha dentro do forno. O ovo diz: “nossa como esta quente aqui dentro”. Imediatamente a salsicha corre para o vidro do forno E grita: “Socorro tem um ovo que fala...” -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-oCompatibilidade de Gênios Uma mulher envia ao juiz uma petição pedindo divórcio, e o juiz a questiona: - A senhora tem certeza do que esta pedindo? A senhora quer divórcio por compatibilidade de gênios? Não seria o contrário? - Não, meritíssimo, é por compatibilidade mesmo. Eu gosto de cinema, o meu marido também, eu gosto de ir a praia e ele também, eu gosto de ir ao teatro e ele também, eu gosto de homem e ele também! -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-oA enfermeira fala pro médico: -Doutor,um cego quer ver o senhor… -Diz pra ele que eu não faço milagres!


Esporte

Jefferson Gomes Cabral e Silva

MÊS DE AGOSTO TRAZ SORTE PARA O FUTEBOL PARANAENSE Já no começo de agosto, mais precisamente no dia 1 de agosto, o Furacão esteve em Belo Horizonte. Foi enfrentar o Galo, jogando no Estádio Independência. Um jogo emocionante. O Galo fez o gol aos 35 do segundo tempo, através, de Bernard. Quando todos pensavam que o Galo conseguiria o 55º quinto jogo sem perder como mandante em Belo Horizonte, um verdadeiro Furacão passou pelos bairros do Horto e de Santa Teresa. Aos 40 minutos, Zezinho que acabara de entrar dá um toque magistral para Everton que faz a rede do Galo balançar. E aos 42 minutos, novamente Zezinho dá um toque de gênio para Ederson, que, com um toque de letra engana o goleiro Victor e o zagueiro Leonardo Silva e mete para o fundo da rede, acabando com a invencibilidade do Galo. Dizem que a rede do Estádio Independência está balançando até hoje com o gol de Ederson do Furacão. A Rádio Itatiaia, a maior do país, ficou encantada com os gols do Furacão e narrou com muita emoção. A torcida Cruzeirense, parceira da torcida do Furacão, fez buzinaço pelas ruas de BH. Festa tambem na Confraria do Furacão, no Bairro Serra. Na Rua do Ouro, 1448 no Bar e Mercearia da Serra. Lá, João, Milton, Tche, Zé Antonio, Bill, Francisco, Catão, Vitório e toda rapaziada da Oi ficaram felizes da vida com a vitória do Furacão.

Parabéns ao técnico Wagner Mancini que promete trazer muitas alegrias para torcida rubro-negra. O mês de agosto está sendo ótimo também para o Paraná Clube. Sob o comando do excelente Dado Cavalcanti, o Tricolor, avança na série B, e chega ao G-4. O poder de concentração de Dado Cavalcanti levado ao jogadores faz do Paraná Clube um dos favoritos para subir à série A do Campeonato Brasileiro no final de 2013. Acredito que o Coritiba também não deixará a peteca cair. Marquinhos Santos já provou que é um bom técnico. O mês de agosto será bom também para o Coritiba desde de que Alex, não sofra mais contusões. Pois Alex, representa 60% do poder evolutivo do time do Coritiba. O Furacão enfentará o Palmeiras pela Copa do Brasil. Neste mês de Agosto de sorte do Futebol Paranaense. Acredito que o Furacão eliminará o time do Parque Antártica do competente técnico Gilson Kleina. Sorte para o Furacão. Sorte para maior torcida do Estado do Paraná. DESTAQUES - Rádio Itatiaia, a melhor rádio do Brasil disparadamente. (ouça, na internet, a programação da Rádio Itatiaia - www.radioitatiaia.com.br), Alvaro Damião e Athur Morais, os melhores reporteres do Brasil estão na Rádio Itatiaia de BH, Valdir Bras da Rádio Ilha do Mhel de Paranaguá, Henri do Rest. Moustache de Balneário Camboriu, que tem os melhores pratos de frutos do mar de SC. E o melhor atendimento do litoral Catarinense, o

Atléticano Paranaense Orli da Churrascaria La Ventura Grill na Av. das Torres, Marcos, do Rest. Vezeza, o melhor e com os melhores vinhos de Santa Felicidade e a melhor equipe de garçons de Santa Felicidade, Luciano, Lucianinho e Laércio do tradicional potte chopp, Alexandre da Itban Pastelaria na Av. Kennedy ao lado do Açougue Melere, Abdo do Café do Shopping Metropolitan (o melhor do centro de Curitiba, Azis do Kibe da Boca na Galeria do Edifício Tijucas, Dr. Pichett, médico vascular da Santa Casa, Acir Gabardo da copiadora Gabardo, Kalil Bark, Adir Bark e Samir Haidar, frequentadores do Chopp Sorriso na praça Osório e o Escritório do excelente Advogado Pedro Vieira Cesar (41 3021-3366) no Edificio Wawell. Dentista Flávio Micima ( 41 3223-4152) na Praça Rui Barbosa em frente ao ponto do Vila Isabel. A equipe do Sr. Pedro da Ótica Solar, na Av. República Argentina, no Bairro Portão, que tem um excelente atendimento. Jair da Casa Costa, na Praça Rui Barbosa, e Osvaldo e Amaral com o brilhante atendimento no Tuca's Cabeleireiros na Praça Rui Barbosa na Cidadania da Matriz. O excelente atendimento de Ivan do Rest. Tortuga na Manoel Ribas nas Merces, Os verdadeiros amigos: Ommar Nasser e Jamal Omeire da Sociedade Muçulmana. Aliás fica o convite para conhecer nossa Mesquita Sagrada todas as sextas-feiras a partir do meio dia.



Jornal Água Verde agosto 2013