Page 1

AGENDA CULTURAL LISBOA DEZ 2017


DEZEMBRO 1 – 2 DEZ

HEARING SALA GARRETT T E X TO E E N C E N A Ç Ã O AMIR REZA KOOHESTANI M/16 2 – 17 DEZ

ESQUECER SALA ESTÚDIO T E X TO DIMÍTRIS DIMITRIÁDIS ENCENAÇÃO E DIREÇÃO JEAN PAUL BUCCHIERI M/14 7 – 17 DEZ

MACBETH SALA GARRETT DE WILLIAM SHAKESPEARE ENCENAÇÃO NUNO CARINHAS M/12 PARC E I RO S TN D M I I

Informações e reservas 800 213 250 Bilheteira online www.teatro-dmaria.pt


NATAL TRADIÇÕES DE

2

EM CASA 12 NA RUA 18

CABELEIRA 28 ARTESÃOS PEDRO ISADORA VALERO + DE LISBOA 20 FRANCISCO SEBASTIÃO 50

ENTREVISTAS

DESTACÁVEL LISBOA CAPITAL IBERO-AMERICANA DE CULTURA 53

CONVERSAS DE LISBOA

CATARINA VAZ PINTO 104

AGENDA

ARTES32 CIÊNCIAS44 CINEMA46 DANÇA62 LITERATURA66 MÚSICA70 TEATRO74 VISITAS GUIADAS78 CRIANÇAS84

ARQUIVOS DE LISBOA 112


2

TRADIÇÕES DE

É no Natal que voltamos a percorrer, para entusiasmo de muitos e abnegação de outros, uma série de rituais que conquistaram o nome de tradições natalícias. Se há entusiasmo por motivo dos sentimentos que é comum associar-se ao Natal, como a partilha e a celebração da vida, é também verdade que é necessária uma dose de abnegação para as listas de presentes, os acotovelamentos nas compras, o bombardeamento incessante da publicidade, entre outras pequenas ou grandes inconveniências. Em nome da quadra, entregamo-nos a estas rotinas para que o Natal tenha tudo o que é suposto ter. Se, hoje em dia, as celebrações estão mais uniformizadas, até há bem pouco tempo, as diferenças regionais eram muito mais acentuadas. No fundo, todas as tradições começaram por ser novidades, que atingiram um estatuto consagrado através da repetição. Algumas são bem recentes, veja-se o exemplo do Pai Natal e de como veio a substituir, no nosso caso, o menino Jesus como figura central do Natal. Outras há que associamos aos tempos mais recentes e que podem surpreender pela sua antiguidade. Recorrendo a fotografias de arquivo, propomos uma visita a algumas destas tradições. Reportagem TOMÁS COLLARES PEREIRA Fotografia ARQUIVO MUNICIPAL E PARTICULARES


T R A D I Ç Õ E S D E N ATA L

3

Ingleses e espanhóis reclamam a responsabilidade pela introdução desta ave na Europa, no século XVI, a partir dos atuais territórios do México e dos Estados Unidos. Esta origem colonial está na base do nome que se lhe atribuiu no nosso país e noutros, sempre associado a um território exótico: dinde, em francês (da Índia) ou turkey, em inglês (de Turquia). No século XX, Lisboa assistia à chegada dos criadores de perus vindos do campo, que os vendiam na rua, vivos. Na Ilustração Portugueza de 1920 declara-se que apenas os novos-ricos compram o peru de Natal. O seu preço era proibitivo, em virtude do racionamento que ainda se mantinha da Primeira Grande Guerra, e a tese era que os ricos, de bom gosto, deveriam abster-se de o comprar, por respeito.

O Peru


4

T R A D I Ç Õ E S D E N ATA L

A iluminação elétrica sempre esteve associada à festa. Logo na inauguração da iluminação pública elétrica na cidade de Lisboa, em outubro de 1878, o rei D. Luís ofereceu à Câmara Municipal seis candeeiros de lâmpadas de arco, que tinham sido colocados na Cidadela de Cascais, por ocasião das festas de aniversário do príncipe D. Carlos. A eletricidade veio permitir decorações mais complexas para adornar a cidade no Natal. Em 2004, com o patrocínio de um banco, o Terreiro do Paço acolheu aquela que viria a conquistar o título oficioso de maior da árvore de Natal da Europa, provocando romarias de visitantes noturnos.

A Iluminação


5


6

T R A D I Ç Õ E S D E N ATA L

O Circo A ida ao circo no Natal tornou-se um costume da época, principalmente desde que a Câmara Municipal passou a oferecer este espetáculo anualmente aos seus funcionários. Já na segunda metade do século XIX, o Theatro-Circo de Price, situado na Rua do Salitre, oferecia espetáculos circenses . Este edifício viria a ser demolido junto com o Passeio Público, para a criação da Avenida da Liberdade. Desde a sua inauguração em 1889, o Coliseu dos Recreios passou a ser a sala de excelência para o circo de Natal em Lisboa.


T R A D I Ç Õ E S D E N ATA L

7

Podemos achar que o fenómeno do trânsito na Baixa na época de Natal é recente mas não é bem assim. A Baixa, outrora centro do comércio da cidade, sempre foi concorrida nesta época do ano. Mercados de brinquedos como o do Largo Camões, ou as novidades de jogos e outros artigos nas mais seletas lojas, motivavam esperas e acotovelamentos. Judah Benoliel, fotógrafo como o pai Joshua, considerou o assunto suficientemente importante para a tomada desta foto, em pleno Natal de 1957.

O Trânsito


8

T R A D I Ç Õ E S D E N ATA L

O advento do automóvel e a sua acidentada coabitação com os veículos de tração animal levaram ao aparecimento dos icónicos polícias sinaleiros, de capacete e luva branca para boa visibilidade. Não sem que houvesse uma reação de protesto por alguns membros da elite motorizada, que não lhes queriam reconhecer o poder de regular o trânsito. Com estes ilustres representantes da autoridade nasceu uma tradição. A população agradecida, consciente dos parcos salários, criou o costume de deixar ofertas de Natal que empilhavam em seu redor.

Polícia Sinaleiro


T R A D I Ç Õ E S D E N ATA L

9

O Pai Natal A figura do Pai Natal deve a sua origem a São Nicolau, que foi bispo de Mira, na Anatólia (atual Turquia), no século IV. O santo tornou-se lendário porque, para além dos milagres que levaram à sua canonização, oferecia anonimamente presentes aos necessitados. Nos Países Baixos, ainda hoje é conhecido por Sinterklaas e é na véspera do seu dia, 6 de dezembro, que uma boa parte da população troca presentes. Ingleses e americanos chamaram-lhe Father Christmas ou Santa Claus. Apesar do que se diz sobre um anúncio da Coca-Cola, o Pai Natal já tinha sido representado com vestes vermelhas em ilustrações do séc. XIX, embora nem sempre fosse assim apresentado. Aliás, em Lisboa e no país em geral, a tradição do menino Jesus e do sapatinho prevaleceu sobre o Pai Natal até à segunda metade do século XX.


10

O N ATA L O Natal é o que cada um quiser. Tradicional ou alternativo, pode ser passado em família, com amigos ou até sozinho. Em casa ou na rua, não faltam alternativas e sugestões para viver o espírito da época. A Agenda Cultural ajuda-o a escolher!

CINEMA O NOSSO NATAL Abel Ferrara, 2001

Em 1993, ainda não existia um mayor chamado Rudolph Giuliani para “limpar” a Grande Maçã, e bem longe se estava de imaginar que as Twin Towers haviam de tombar. É no Natal desse já distante ano que Abel Ferrara situa este conto habitado por personagens sem nome, envolvidos em tráfico de droga e rapto. R Xmas (corruptela de Merry Christmas) é um filme febril, irónico e excessivo. Mas, cristão q.b. para não estragar o Natal a ninguém.

MÚSICA SONGS FOR CINEMA TRADING PLACES John Landis, 1983 Ambientada na época natalícia, esta comédia de John Landis, acompanha a troca de vida entre um corretor da bolsa e um vagabundo vigarista, que vêm o seu percurso alterado por uma aposta fútil entre dois irmãos ricos e snobes. Uma crónica hilariante sobre as desigualdades sociais e a natureza humana, que conta com excelentes interpretações de Eddie Murphy, Dan Akroyd, Jamie Lee Curtis, Don Ameche e Ralph Bellamy.

CHRISTMAS

Sufjan Stevens Os 10 álbuns gravados pelo músico americano ao longo de mais de uma década são a banda sonora perfeita para esta época. Oferecidos de início aos amigos e família, provam com as suas canções, ora festivas e tradicionais, ora intimistas, que os natais são iguais em qualquer parte do mundo.


E M CASA LIVRO

O LAGO DOS CISNES Tchaikovsky, Lisbeth Zwerger, Ambar

Lisbeth Zwerger, que tem vindo a ilustrar os grandes clássicos (Grimm, Andersen, Carroll…) adaptou o conhecido ballet de Tchaikovsky sobre a princesa-cisne que encanta um jovem príncipe. Como sempre, as suas ilustrações transmitem-nos a leveza e a magia da história, enfatizando a metamorfose humano/cisne e o ambiente etéreo onde a ação se desenrola. Podendo ser uma surpresa para os leitores, este Lago dos Cisnes tem um final feliz, respeitando a primeira versão da obra, de 1877, sendo que a habitual versão trágica só foi encenada em 1893.

LIVRO SONHO DE NEVE Eric Carle, Kalandraka Uma simples história de Natal sobre um agricultor e os seus cinco animais transforma-se numa deliciosa experiência em família. As fabulosas ilustrações de Eric Carle incluem colagens, diferentes texturas e acetatos para espreitar e levantar. É véspera de Natal e ainda não nevou. Quando acorda da sesta, o agricultor constata que a neve finalmente apareceu e apressa-se a distribuir os presentes pelos animais. No final do livro, uma surpresa sonora, qual cereja no topo do bolo.

CINEMA GREMLINS Joe Dante, 1984 Em 1984, Joe Dante surpreendia o mundo com Gremlins, ao juntar fofura, terror e comédia no mesmo filme. Para além do adorável Gizmo, que involuntariamente se multiplica em horripilantes seres verdes, há explosões em microondas, cenas de destruição e homicídios. Os Gremlins são feios e maus, bebem mais do que a conta, mas enternecem-se ao assistir à Branca de Neve e os Sete Anões (adoráveis, portanto). Para rever depois de deitar as crianças.

11


12

O N ATA L E M C A S A LIVRO

COZINHA TRADICIONAL PORTUGUESA Maria de Lourdes Modesto, Verbo

Quer saber como se fazem rabanadas? Filhós? Arroz doce? Recomendamos a consulta da Cozinha Tradicional Portuguesa, a notável recolha de Maria de Lourdes Modesto das melhores receitas nacionais, agrupadas geograficamente e contextualizadas historicamente. Lançado nos anos 80, este livro devia ser de consulta obrigatória.

CINEMA QUARESMA José Álvaro Morais, 2003 Quaresma decorre entre duas despedidas. Um funeral, que tem em fundo a Covilhã de onde é originário o realizador, e por fim a despedida de alguém que regressa da Dinamarca para Portugal. O título liga-se por um lado ao carácter tradicionalista da família de David, dos rituais a cumprir, mas mais decisivamente à história de amor em abstinência que o mesmo irá protagonizar com Ana, a mulher do seu primo que o visitará na Escandinávia.

MÚSICA CHRISTMAS Leontyne Price, 1961 No mais perfeito disco de Natal, Leontyne Price é acompanhada pela Filarmónica de Viena, dirigida por Herbert Von Karajan, e interpreta à capela o espiritual Sweet L’il Jesus. A soprano norte-americana, ideal nos papéis lírico-spinto verdianos, foi uma grande divulgadora da música do seu país, das canções tradicionais às obras de Gershwin e Barber, que para ela compôs as famosas Hermit Songs e a ópera Anthony and Cleopatra.


13

O N ATA L E M C A S A

DANÇA GISELLE Alicia Alonso, 1980 Apesar de Giselle não ser o bailado clássico mais identificado com o Natal, a interpretação de Alicia Alonso é um verdadeiro milagre que assenta bem nesta época festiva. Este DVD, gravado ao vivo, testemunha que a genial bailarina, aos 60 anos de idade, mantém intactas a beleza etérea da dança e a excecional capacidade expressiva. Como escreveu Alejo Carpentier: “Alicia Alonso transcende o gesto elevando-o ao plano da emoção pura”.

DANÇA LA DANSE - LE BALLET DE L’OPERA DE PARIS, DOCUMENTÁRIO Frederick Wiseman, 2009 Fragmentos da atividade de uma das mais prestigiadas companhias de dança do mundo. Frederick Wiseman, o decano dos documentaristas ainda ativos, vira-se para o mundo do espetáculo, que filma, como tudo o que fez até aqui, de modo não espetacular. Nos objetos que Wiseman cria existe a ilusão de que isto é o mais por dentro que conseguimos estar daquilo que vemos, não tendo nós estado na posição discreta e atenta do realizador.

LIVRO

CANCIONEIRO DE NATAL

David Mourão-Ferreira Poesia, 1960 /1986

CINEMA MEET ME IN ST. LOUIS Vincente Minnelli, 1944 Este é, não só, um delicioso filme de Natal, mas também o filme de família ideal. Judy Garland, a menina-prodígio Margaret O´Brien, e uma galeria inesquecível de secundários, surgem enquadrados pela vibrante plasticidade de Minnelli, ao som de clássicos musicais como The Boy Next Door ou The Trolley Song. Judy canta a versão definitiva de Have Yourself a Merry Little Christmas.

Nesta coletânea de poemas, escritos entre 1960 e 1986, David Mourão-Ferreira evoca as memórias de infância, a figura inspiradora de Jesus e o mistério do nascimento, propõe uma ideia de despojamento e partilha, e constata, com ironia, como o mundo dos homens se afastou do espírito do Natal. Perspetiva, por fim, um tempo sem tempo que se eterniza depois da morte: “Um tempo em que o Nada retome a cor do Infinito”.


14

O N ATA L E M C A S A MÚSICA ELLA WISHES YOU

A SWINGING CHRISTMAS

Ella Fitzgerald, Verve Records

Lançado em 1960, este álbum veio trazer ao Natal o swing único de Ella Fitzgerald, dando outra alma a Jingle Bells ou a Have Yourself a Merry Little Christmas. Quente e intensa, a voz de Ella pode ser uma boa companhia na consoada.

MÚSICA HYMNS BY Johnny Cash, 1959 Canções religiosas foi aquilo que Johnny Cash ouviu em casa dos pais e constituíram o tronco principal da sua vida na estrada e fora dela. O ritmo da música country não difere do repertório mais popular de Cash e existe também o carácter extraordinário destas canções poderem ser escutadas como hinos de espiritualidade que transcende todas as crenças, exceto uma. Na música que se torna grande pelo poder das interpretações de génio.

LIVRO

UM CONTO DE NATAL

Charles Dickens A figura do velho, avarento e amargurado Scrooge que, perseguido pelos seus fantasmas na noite de natal, se redime, é um dos ícones desta época. Várias vezes adaptado ao cinema inspirou inclusive a personagem de Walt Disney, Tio Patinhas.

LIVRO A BÍBLIA,

NOVO TESTAMENTO Nada como ir às fontes para perceber a época que se celebra. No Novo Testamento (evangelhos de Mateus e Lucas), é narrada a história do nascimento de Jesus, fixando a iconografia que perdura até aos nossos dias. Pode ser lida em família a recente versão traduzida por Frederico Lourenço (2016).


15

O N ATA L E M C A S A

DANÇA

O QUEBRA-NOZES Balanchine, 1954

É o clássico dos clássicos. Uma vez que não está programado para nenhuma sala de Lisboa neste Natal, sugerimos o filme feito em 1993 da coreografia que George Balanchine criou para o Ballet de Nova Iorque em 1954 e que é anualmente apresentada desde então.

CINEMA

SHOP AROUND THE CORNER Ernst Lubitsch, 1940

Fatalmente, este filme nunca teve a popularidade de It’s a Wonderful Life, protagonizado também por James Stewart. De facto, a subtileza e o sentido de irrisão de Lubitsch não conseguem competir com o optimismo algo balofo do “Capra-corn”. Apesar do happy end, esta obra comovente é atravessada por uma inelutável solidão. A mesma com que tantos se confrontam no Natal.

ANIMAÇÃO

O ESTRANHO MUNDO DE JACK Tim Burton, 1993

Aqueles de entre os mortais que pensam que, para além das azevias, o melhor da quadra natalícia coincide com o seu término, podem encontrar algum conforto num dos filmes de Tim Burton em topo de forma. Sobre as agruras de Jack Skellington, figura de delicadeza escanzelada a tentar conciliar o universo do Dia das Bruxas com o espírito de Natal, O Estranho Mundo de Jack é uma preciosa animação que tem mais uma bela prenda na banda sonora de Danny Elfman.

MÚSICA

CANTARES DO ANDARILHO José Afonso, 1968

Bem distante do swing of the Season, Cantares do Andarilho, o primeiro álbum de José Afonso com a chancela da Orfeu, abre com a canção Natal dos Simples. O tema recupera memórias do músico por terras de Belmonte, onde em Dia de Reis se cantam as Janeiras. Nesta bela reinvenção do folclore beirão, Zeca evoca as alegrias de um povo sacrificado que, por altura das festas, se regala com “rabanadas pão e vinho novo.”


16

O N ATA L CRIANÇAS ACADEMIA DE SANTO AMARO

UM SONHO DE NATAL Teatro 1 A 10 DEZ, FER: 15H, SÁB, DOM: 11H AULA MAGNA

O NATAL DOS BRINQUEDOS

Concerto sinfónico pela Orquestra dos Brinquedos de Lisboa 13 DEZ: 19H30 CASA DO ALENTEJO

TARDE CULTURAL E MUSICAL DE NATAL 9 DEZ: 15H30

COLISEU DOS RECREIOS

CIRCO DE NATAL 3 A 26 DEZ

MUSEU DA MARIONETA

ESPECIAL DE NATAL

Manhã criativa, maiores 6 anos 17 DEZ: 10H30 MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

HISTÓRIAS DE NATAL Visita-jogo, maiores 6 anos 3 DEZ: 11H30

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

CIRCO MATEMÁTICO Edição especial de Natal 16 DEZ: 16H

MUSEU DO ORIENTE

UM BEBÉ CHAMADO JESUS

PINHEIRINHO DE NATAL

A Antónia é uma menina que vive numa casa humilde e que ganha a vida a vender a fruta que as árvores do seu quintal lhe dão. Mas entre essas árvores, há um pinheirinho que não é feliz. Como não dá frutos, pensa que não serve para nada... Mas a noite de Natal traz-lhe uma grande surpresa! Este espetáculo, promovido pela Cativar, tem a duração de 45 minutos e dirige-se a crianças dos 2 aos 10 anos. Teatro 2, 16, 23 DEZ: 15H30

Maiores 8 anos 23 DEZ: 11H30-18H30

GRINALDA

Maiores 8 anos 30 DEZ: 11H30-18H30

BOTA DE NATAL

Ateliês de costura e sapatos Maiores 6 anos 23 DEZ: 11H-19H

POSTAL DE ANO NOVO Maiores 6 anos 30 DEZ: 11H-19H

TEATRO NACIONAL D. MARIA II

MICROPLÁSTICOS? NÃO, OBRIGADO.

QUEM FOI JESUS?

Conferência de Natal Ciência Viva 20 DEZ: 19H

O DIA EM QUE JESUS NASCEU

TEATRO TURIM

0-12 meses, 2, 16 DEZ: 11H30 Maiores 6 anos, 3, 17 DEZ: 11H

12-24 meses, 9, 23 DEZ: 11H30

FÁBRICA BRAÇO DE PRATA

EXPLORAR, CRIAR, IMAGINAR PAI NATAL

PAI NATAL À FORÇA

O MENINO DO PRESÉPIO

Musical 2 A 17 DEZ SÁB: 16H, DOM: 11H

A MINHA COROA DE NATAL!

MUSEU DE LISBOA – TEATRO ROMANO

3-5 anos, 10 DEZ: 10H, 11H30

Oficina, 7-12 anos, 16 DEZ: 15H

A ÁRVORE DA SATURNÁLIA

MUSEU DE SÃO ROQUE

Decoração da árvore romana 2, 16 DEZ: 11H30

Ateliê de Natal 3-6 anos 5, 13, 14, 27, 28 DEZ: 10H EG / MP

MUSEU DE LISBOA – PALÁCIO PIMENTA

NASCEU O MENINO JESUS

PAVILHÃO DO CONHECIMENTO – CENTRO CIÊNCIA VIVA

OFICINAS DÓING VAMOS PROGRAMAR? ARDUÍNO: ÁRVORE DE NATAL Maiores 12 anos 9 DEZ: 15H30-18H30

ÁRVORES DE NATAL DO MUNDO!

Conhecer as diferentes tradições e criar decorações para levar 8, 17 DEZ: 11H30


NARUA COMUNIDADE HINDU DE PORTUGAL

SALÃO FESTA

Performances de crianças da comunidade hindu e dança bollywood 9 DEZ: 20H45 Pinturas de henna, modelagem de balões, mascote, comida típica indiana 9 DEZ: 20H30-22H30 MUSEU DE LISBOA – SANTO ANTÓNIO

OS PRESÉPIOS DE BARRO Oficina 1, 10 DEZ: 11H30

FADOS DE NATAL – BRINCAR AOS FADOS

Depois de uma visita guiada ao Museu, tem lugar a performance musical dirigida principalmente às crianças, mas adequada a toda a família. Pretende-se contrariar a ideia do fado triste e melancólico, mostrando que nele se cantam, essencialmente, emoções, sejam elas alegres ou tristes. Visita guiada e performance musical 16 DEZ: 16H30

VISITAS GUIADAS LYNX TRAVEL

LISBOA ILUMINADA

Encontro: Pç. do Rossio (junto Árvore de Natal) 9 DEZ: 20H30 MP MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

HISTÓRIAS DE NATAL 3 DEZ: 11H30 EG

TIME TRAVELLERS

OS SANTOS DE LISBOA

Miradouro da Graça 17 DEZ: 10H-13H MP CENTRO ISMAILI

VISITAS GUIADAS

Inscrições a partir 4 dez 16 DEZ: 14H, 14H30, 15H MP COMUNIDADE HINDU DE PORTUGAL

VISITA AO TEMPLO Inscrições até 6 dez 9 DEZ: 19H-20H MP

CINEMA

ALTICE ARENA

XMAS IN THE NIGHT 15 DEZ: 21H30

BASÍLICA DOS MÁRTIRES

CORO DO CLUBE MILLENNIUM BCP CONCERTO DE NATAL 10 DEZ: 16H

CORO DOS PEQUENOS CANTORES DA ACADEMIA DE AMADORES DE MÚSICA A Ceremony of Carols, de Britten 17 DEZ: 16H EG

BELÉM CINEMA CENTRO CULTURAL DE BELÉM

CASINO DE LISBOA

De Robert Stevenson Em anos consecutivos, 1964 e 65, Julie Andrews assegurou que a sua voz viesse a fazer parte, até hoje, do Natal de muitas famílias. Música no Coração perde protagonismo para Mary Poppins, porque este será exibido em sala. E que sala! Tarde de gala com o ciclo Belém Cinema e a senhora do guarda-chuva mágico. 23 DEZ: 16H

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

MARY POPPINS

MÚSICA AULA MAGNA

ORQUESTRA ACADÉMICA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA Concerto de Natal 15 DEZ: 21H30

GOSPEL COLLECTIVE 25 DEZ: 22H

HARLEM GOSPEL CHOIR 12 DEZ: 21H

ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA | CORO SINFÓNICO LISBOA CANTAT

Messias de Händel | Concerto Natal 17 DEZ: 17H COLISEU DOS RECREIOS

ALABAMA GOSPEL CHOIR 23 DEZ: 21H30

STRAUSS FESTIVAL ORCHESTRA E STRAUSS FESTIVAL BALLET ENSEMBLE

Grande concerto de Ano Novo 29 DEZ: 21H30

17


18

O N ATA L N A R UA FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

CORO E ORQUESTRA GULBENKIAN Musicais e Natais do Mundo Sofia Escobar, Voz 20 A 22 DEZ: 20H Oratória de Natal 15 DEZ: 20H, 16 DEZ: 19H

IGREJA DE SÃO ROQUE

CORO E ORQUESTRA GULBENKIAN Te Deum em São Roque 31 DEZ: 17H

REITORIA DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

ORQUESTRA ACADÉMICA METROPOLITANA E CORO DA UNIV. NOVA DE LISBOA Concerto Clássico de Natal 15 DEZ: 21H

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

ORQUESTRA GULBENKIAN O FEITICEIRO DE OZ

Em 1939, Judy Garland protagonizava O Feiticeiro de Oz, um dos grandes clássicos do cinema. O filme conta as aventuras de Dorothy ao lado dos seus invulgares companheiros de jornada: um homem de lata, um leão cobarde e um espantalho. A Fundação Gulbenkian recebe a projeção do filme com música interpretada ao vivo pela Orquestra Gulbenkian. A direção é do maestro Anthony Gabriele. 8 DEZ: 19H, 9 DEZ: 21H

VÁRIOS LOCAIS

NATAL EM LISBOA 2017

Vem aí o Natal em Lisboa 2017. Este ano, para além das habituais igrejas, há também concertos no São Luiz, no Aeroporto de Lisboa e no Centro Ismaili. O programa conta com o Coro Gospel Collective, Os Músicos do Tejo, ou o Ensemble Vox Angelis, entre outros. Todos os concertos são de entrada livre, sujeita à lotação dos espaços (em alguns casos é necessário levantar previamente o bilhete). WWW.EGEAC.PT 2 A 17 DE DEZ IGREJA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DE FÁTIMA

CORO GOSPEL COLLECTIVE 2 DEZ: 21H30, EG

IGREJA DE SANTOS-O-VELHO

OS MÚSICOS DO TEJO 3 DEZ: 16H, EG

IGREJA DE SANTO ANTÓNIO DE LISBOA

CAMERATA ATLÂNTICA

7 DEZ: 21H30, EG IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO VELHA

ENSEMBLE VOX ANGELIS 8 DEZ: 16H, EG

IGREJA DE SÃO ROQUE

CORO SINFÓNICO E CORO INFANTIL LISBOA CANTAT 10 DEZ: 16H, EG

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

ORQUESTRA ACADÉMICA METROPOLITANA E CORO DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Concerto clássico de Natal 10 DEZ: 18H, EG

AEROPORTO HUMBERTO DELGADO

(ÁTRIO DAS CHEGADAS)

CHEGADA DO PAI NATAL COM DANÇA E DJ SET 14 DEZ: 19H, EG

IGREJA DA GRAÇA

ENSEMBLE BOMTEMPO E ORQUESTRA DE CÂMARA DO CONSERVATÓRIO NACIONAL 15 DEZ: 21H30, EG

CENTRO ISMAILI

EDUARDO PANIAGUA

Concerto de Natal Música hispânico-muçulmana 16 DEZ: 16H, 21H30, EG IGREJA DE NOSSA SENHORA DOS NAVEGANTES

CORO RICERCARE E CORO INFANTO-JUVENIL DA UNIVERSIDADE DE LISBOA 17 DEZ: 16H, EG

LITERATURA LIVRARIA LER

(CAMPO DE OURIQUE)

SESSÃO ESPECIAL DE NATAL

Contos, lendas, poesias e tradições de Natal em Portugal e no mundo lidas em voz alta por leitores ilustres ou ilustres desconhecidos 16 DEZ: 18H


19

O N ATA L N A R UA ARTES CASA NIC E INÊS

WORKSHOP DE NATAL 16 DEZ: 10H-13H, MP

MAC - MOVIMENTO ARTE CONTEMPORÂNEA

COLETIVA DE NATAL MAC Coletiva

O Movimento surgiu na cena artística de Lisboa na década de 1990, e cedo se expandiu para uma segunda morada na Av. Álvares Cabral. Todos os anos, por esta altura, apresenta uma mostra dos artistas que constituem o seu percurso e a sua história: Hilário Teixeira Lopes, Teresa Mendonça, Lurdes Leite, Ricardo Paula, entre outros. 19 A 31 DEZ SEG A SÁB: 15H-20H ÁLVARES CABRAL

EXPOSIÇÃO COLETIVA DE NATAL Coletiva SOL AO RATO ATÉ 31 DEZ

DANÇA COMUNIDADE HINDU DE PORTUGAL

SALÃO FESTA

Workshop de Bollywood 9 DEZ: 21H15-21H45

MERCADOS FEIRA INTERNACIONAL DE LISBOA

NATALIS

Mercados de Natal,

Oportunidades, Chocolate e Doces Conventuais 6, 10 DEZ: 15H-21H, 7 A 9 DEZ: 15H-23H JARDIM GUERRA JUNQUEIRO (JARDIM DA ESTRELA)

CRAFTS & DESIGN

2, 3, 9, 10, 16, 17 DEZ: 10H-18H PRAÇA DA FIGUEIRA

MERCADO DA BAIXA 14 A 22 DEZ

PRAÇA PAIVA COUCEIRO

FEIRA DE NATAL DA PENHA DE FRANÇA

Animação, música e a Casa do Pai Natal 15 DEZ A 7 JAN: 10H-22H PRAÇA DE TOIROS DO CAMPO PEQUENO

MERCADO DE NATAL

ATÉ 3 DEZ: 11H30-21H30

AVENIDA DA IGREJA

MERCADO DE NATAL

Artesanato, restauração Workshops, animação de rua e a Casa do Pai Natal. O Mercado de Natal está de regresso à Avenida da Igreja com as suas casinhas de madeira ocupadas por comerciantes e artesãos. Há produtos para todos os gostos, vários momentos de animação e a pensar nos mais pequenos a já habitual Casa do Pai Natal. O programa também se estende às ruas transversais e ao renovado Mercado de Alvalade. 8 A 17 DEZ SEG A QUI: 12H-20H, SEX: 12H-21H, SÁB, FER: 10H-21H, DOM: 10H-20H

PÁTIO DA GALÉ

XMAS CREATIVE MARKET

A primeira edição do Xmas Creative Market, uma iniciativa da Cruz Vermelha Portuguesa, conta com mais de 120 expositores e acolhe exclusivamente produtos nacionais. Marcam presença as melhores marcas e projetos de autor, maioritariamente inspiradas nas artes e nos ofícios tradicionais. O bilhete de entrada custa 1€, dedutível em qualquer compra de valor igual ou superior a 8€. 8 A 10 DEZ: 11H-21H PRINCIPE REAL

SABOR DE PERDIÇÃO Produtos alimentares de produção portuguesa e artesanal 1, 2 DEZ

PORTUGAL REAL Artesanato, DESIGN e

indústria criativa nacional 13 A 16 DEZ RUA AUGUSTA

FEIRA DE VINHOS DE LISBOA

Promoção dos vinhos de Lisboa 5 A 10 DEZ TIME OUT MERCADO DA RIBEIRA

MERCADÃO DE NATAL Marcas e projetos de autor e design de origem portuguesa 10 DEZ: 10H-19H


20

MÃOS A OBRA

ARTESÃOS DE LISBOA Lisboa sempre foi uma cidade de artesãos, de homens e mulheres que ganharam a vida transformando as mais diversas matérias-primas em produtos de utilidade quotidiana. Recorrendo, sobretudo, às próprias mãos e à força criativa para superar desafios, os ofícios tornaram-se artes. Com tempos que mudam e vontades que se modificam, muitas delas foram desaparecendo com o passar dos anos, reflexo da mecanização, da produção em massa e dos novos hábitos de consumo. Mas, algo está, uma vez mais, a mudar, e esta cidade de artistas reencontra-se com o passado e, com ele, com a sua própria história através de artes e ofícios ancestrais que se reinventam. Com o precioso auxílio do trabalho desenvolvido pelas arquitetas Ana Jara e Lucinda Correia, da Artéria, na criação de uma Rede de Artes e Ofícios de Lisboa, reunimos representantes de oito projetos que, com talento, imaginação e saber-fazer nas mais diversas áreas, da marcenaria à latoaria, passando pela joalharia, pelo restauro ou pela tecelagem, voltam a acrescentar valor a um património intemporal da cidade. Conheça a Rede de Artes e Ofícios de Lisboa em www.redearteseoficios.pt Reportagem FREDERICO BERNARDINO Fotografia FRANCISCO LEVITA


MARGARIDA E RUI GAMITO LATOARIA MACIEL RUA DA BOAVISTA, 6 FACEBOOK.COM/CASAMACIEL Margarida Gamito tem no sangue a herança do primeiro latoeiro da Coroa. Com o marido, recuperou o negócio da família desde há sete gerações e apostou numa arte que, mais do que manipular metais para fazer lanternas, é “parte da identidade nacional”. Uma futura escola de latoeiros, no Bairro Alto, garantirá o seu futuro.

R IG N E I A N S E D OSO R I ST RA O FA M LÇA DO C H U I R I U , PA E D E CA UTI N A DQ M LI S BOA ÇAS O E 20 PE L O U B S CA S A S E D CA A AS S U O RTA , C E R I E L . C O M P A R I A M AC O À L AT

21


22

ANTÓNIO REIS ANTÓNIO REIS NEÓNS RUA DIOGO DO COUTO, 6B AMDREIS@IOL .PT

É o último artífice do néon na capital. Chegou a desenhar e a conceber os reclames luminosos que, noutros tempos, enchiam de luz as noites na Baixa Pombalina. Após um período de declínio, o néon volta a estar na moda para aquecer o ambiente de bares e discotecas ou tornar mais bela a criação dos artistas.

IS QU E O E R O I N Ó FOI A A N T JOS É D E O C I T S Á L A RTI STA P E N CO M E N DO U AS ES IA GUI MAR Ã N QU E V I R O É N E D S L ÂM PA DA N A LG U M AS DAS R A UTI LI Z A . AS S UAS O B R

Restaurar papel é uma arte para este ateliê constituído por quatro conservadoras especializadas em papel e livro. Combinando ciência e uma assinalável dose de criatividade, o trabalho desenvolvido demonstra que, seja um livro, uma gravura, uma aguarela ou um biombo em papel, o papel tem sempre salvação.


VERA FONTES, RITA HORTA E COSTA, ANA CLARA ROCHA E MARINA MOURA SALVARTE PRAÇA DAS AMOREIRAS, 8 R/C WWW.SALVARTE.PT

H Á U N S A N OS A B R AÇA R A M O D E SA FIO D E R E STAU R A R O L I V RO D E R E GI STOS DO C ÔN S U L D E BO R D É U S A R I S TI D E S D E SO U SA MENDES.

23


24

MARGARIDA BORGES E RICARDO MARTINS DESISTO RUA ANTÓNIO FERREIRA, 3 A WWW.DESISTO.PT

Neste estúdio de design “puro e duro” surgiu a paixão pela risografia, uma “espécie de serigrafia mais barata” que tem o encanto de contar com imprevisibilidade na impressão final. O segredo está na manipulação da máquina, arte que aprofundaram numa residência realizada no Frans Masereel Centre, na Bélgica.

IO U , R C O E S I ST I A I S D R E ER LI O ATE I R D E M AT E S IG N D T A PA R L A DOS , O OS I ÇÃO P C R E C I C O DA E X A LO I I . I D G R Á F O, D E B O R R ATTE


ETELBERTA E MIGUEL OLIVEIRA TORCER IDEIAS RUA ENGº MACIEL CHAVES-MERCADO ALFACINHA DA PICHELEIRA, LOJA 6 FACEBOOK.COM/TORCERIDEIAS Do linho à seda, das tapeçarias às echarpes, a tecelagem recolocou Etelberta Oliveira no caminho das artes, mais de 30 anos depois de ter cursado na António Arroio. Com o filho, zela pela defesa de um artesanato autêntico, pelo uso das melhores matérias-primas e por peças com vincada identidade.

EM HO ME NAGE M A ETE LBE RTA , NO FAB LAB , CO MO RES POSTA AO DESAFIO DE “MO DE RNI ZA R PROCE SSOS MA NTE NDO A TRA DIÇÃO ”, FOI CO NC EBI DO UM TEA R DE PENTE- LIÇO BATIZA DO DE ETE LBE RT.

25


26

JOÃO ERSE

SÉRGIO CUNHA

AKTO RUA MARCOS PORTUGAL, 91 C WWW.AKTOSTUDIO.COM

PAUMARCENEIROS RUA DA JUNQUEIRA, 200, PORTA 25 PAUMARCENEIROS@GMAIL .COM

Uma marcenaria que responde (sempre) ao cliente com a solução. É assim que João Erse, marceneiro formado na Fundação Ricardo Espírito Santo e, apesar da juventude, com um longo percurso na área do restauro, define o modo de estar na arte. Cada peça saída da Akto recusa a monotonia e afirma a diferença.

A V I DA FA M I LI A R LE VO U S É R G IO C U N H A A A BA N D O NAR O T R A BA L H O E M P ÓS E P D R O E D R U G Ç I ÃO D E V Í D VR ARI A T EO PA R A A LI U U M “ P E R F E I TO E A D E DICA R - S E D O I E A”: CO R PO E PA P E L C R R PI NTA R I A LM A ÀS A C E D O M 2 A D E T R A BA L H I R AS . A D E 2 5M U M A CA I X O N A L . CI M U LTI F U N


ALEXANDRA CORTE-REAL ALEXANDRA CORTE-REAL JEWELLERY TRAVESSA DO MARTA PINTO, 14 WWW.TRAVESSADAERMIDA .COM As peças que concebe refletem a formação em Matemática de Alexandra Corte-Real, joalheira que reconhece nesta arte “um poder alquímico”. À prata, ao ouro, às pedras gosta de juntar madeiras novas, dando a cada peça uma identidade muito própria com tanto de orgânico como de concetual.

A madeira é matéria viva e isso reflete-se nas peças concebidas por Sérgio Cunha. Dando asas à imaginação, tem especial predileção pelas que concebe com desenho próprio. Reconhecendo a madeira como um material complexo, entende a marcenaria como uma arte onde nunca há espaço para a repetição.

R E A LI ZO U U M CO N JU NTO D E P E ÇAS A PA RTIR D E D E S E N H OS DO A RTISTA P L Á STICO E D UA R DO N E RY, INTITU L A DO LI N H AS PA R A LE L AS .

27


ENTREVISTA

28

PEDRO CABELEIRA

Verão Danado ANA FIGUEIREDO

Verão Danado o primeiro filme de Pedro Cabeleira está em exibição no Espaço Nimas e El Corte Inglés. Conversámos com o realizador sobre este trabalho que nos dá a conhecer uma juventude à deriva. Começou o processo do filme precisamente com 21 anos, a idade das personagens. A sua vida nessa altura foi o ponto de partida para o filme? Queria sobretudo mudar a forma como fazia filmes. Na escola tinha feito filmes muito estilizados, desligados da realidade. Quando terminei o curso quis partir para uma coisa mais próxima da realidade. Por outro lado, comecei a interessar-me muito sobre o trabalho de ator. Sabia que podia ter atores da minha idade a trabalhar comigo, o que acabou por influenciar a lógica do filme. Também pensei sobre o que poderia retirar da vida real que tivesse potencial em termos cinematográficos. Aquele limbo que estávamos a atravessar era uma coisa bonita de se filmar, existiam muitos picos emocionais, fazíamos grandes tempestades de coisas que não tinham assim tanta relevância. Depois havia uma série de experiências nomeadamente ligadas à noite, como as luzes e a música que podiam funcionar em sala e que não estava habituado a ver no cinema. O ponto de partida nunca foi retratar a minha vida,

não é um trabalho autobiográfico. Porém, acabei por recorrer a vivências pelas quais tinha passado – o personagem principal vem como eu do interior, e descobre a mesma Lisboa que eu fui descobrindo – porque pretendia trabalhar a realidade através de um lado emocional e de uma lógica de comportamentos que levam a uma coerência realista. O filme pretende retratar uma geração? É o retrato de um grupo que durante aquele período (um Verão) vive sem responsabilidades. O personagem principal é um miúdo com uma vida normal, que vai experienciando diferentes dinâmicas de grupo. Embora comece a frequentar festas à noite, ele não é um raver, é alguém que se deixa ir. É o retrato de um nicho, há outras realidades. Falou-se muito em hedonismo a propósito do filme. Para além do “Beber, fumar e curtir a vida” não se sente uma insatisfação permanente e mesmo uma violência latente nesses jovens? Não há uma definição em nenhum daqueles personagens. Estão sempre em busca de preencher alguma coisa, o lado hedonista traz muito isso. O “beber, fumar e curtir a vida” dá a ideia de procurar um sentido. As saídas à noite e a violência associada a isso, as drogas e o álcool são uma forma de preencher


Humberto Mouco

29


30

E N T R E V I S TA P E D R O CA B E L EIR A

esse vazio. Estes jovens sentem-se órfãos filma, mas daquilo que está à frente da porque grande parte da vida é gerida por câmara que não pode parecer encenado. uma espécie de pai: as instituições aca- Eu filmei aquilo que estava a acontecer, démicas. Quando terminam o curso têm mas também tinha controlo sobre o que necessidade de preencher essa ausência, estava a filmar. Aliás há vários planos o que acaba por nunca acontecer. No coreografados no filme. caso do Chico, o personagem principal, A música é um dos elementos mais imisso revela-se ao nível das relações amo- portantes do filme. A banda sonora foi rosas. Ele tenta encontrar satisfação em trabalhada exclusivamente para o filme? cada envolvimento, mas no fim as coisas A banda sonora não foi feita propositadanunca correm bem. mente para o filme. A música tem um papel Todos os atores que trabalham no filme muito importante no cinema e como qualsão desconhecidos, com exceção de Nuno quer outra pessoa a minha relação com a Melo que tem uma pequena participa- música é muito emocional. Por exemplo, ção. Como foi feito o casting? a forma como a música é utilizada no ciComecei por pensar nas personagens. A nema mainstream não me agrada, é uma principal era o Chico, depois pensei quem coisa meramente decorativa. Antigamente seriam os amigos dele, com os leitmotivs a músios amigos dos amigos, os ca tinha um papel muito conhecidos, com quem é NÃO FIZ O VERÃO mais forte. A música tem que ele se cruzaria. Ten- DANADO PARA de trazer algo de novo, tem tei criar um universo ex- GANHAR UMA que entrar de certa forma tenso, uma geografia de MENÇÃO HONROSA. em conflito com a imagem, pessoas. Comecei com o OS FESTIVAIS NÃO tem de existir uma dialétiChico, embora este fosse a DEVEM SER A META DE ca entre música e imagem. única personagem para a NENHUM FILME. Neste filme procurei dequal não tinha ator. Todos volver à música um sentios outros personagens do narrativo. eram atores que eu já conhecia da escola. O filme foi muito apreciado pela crítica Como os conhecia pessoalmente, as per- e teve estreia mundial em Locarno, onde sonagens eram criadas à luz daquilo que recebeu uma menção especial. Que imeles realmente eram. Por isso durante o pacto têm a crítica e a participação em casting se determinado ator não podia festivais de cinema? trabalhar o personagem acabava por de- Do ponto de vista profissional pode abrir saparecer, e surgia um novo personagem. portas porque os festivais conferem aos Embora este trabalho seja ficção há tam- cineastas um determinado prestígio. Conbém um lado documental. Foi intencio- tudo, não fiz este filme para ganhar uma nal este cruzamento ou algo que aconte- menção honrosa. Caso o filme estreie numa única sala em Lisboa, será uma ceu naturalmente? O filme é uma ficção, a intenção nunca frustração porque sinto que não será visto foi que o filme tivesse um aspeto do- por muita gente. Com as dificuldades que cumental. Talvez por ter sido filmado os jovens têm, em Portugal, para fazer cicom câmara ao ombro possa dar essa nema acaba por ser uma luta inglória. Ter impressão, mas esse recurso deveu-se o filme em sala é a parte mais importante, à fragilidade de produção. Eu gosto de é aqui que ele chega ao público. Os festivais ver cinema no sentido em que todos os não devem ser a meta de nenhum filme. filmes são quase um falso documentário, não do ponto de vista formal de como se VER PÁGINA 73


Natal em Lisboa 1 – 17 dezembro 2017

natalemlisboa.com


A RT E S

© Alípio Padilha

32

MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO CHIADO ATÉ 11 DE MARÇO RUA CAPELO 13 / 213 432 148 / WWW.MUSEUARTECONTEMPORANEA.GOV.PT

GÉNERO NA ARTE CORPO, SEXUALIDADE, IDENTIDADE, RESISTÊNCIA Conduzida pelo corpo, identidade e resistência - as dimensões presentes na construção diária do Género -, esta exposição procura destruir estereótipos relativamente à compreensão do género, levando para o espaço museológico a reflexão e o debate sobre a sua dimensão a partir de um conjunto de obras de artistas portugueses.

I N AU G U R A M ASSOCIAÇÃO DE GRAVURA ÁGUA-FORTE SEG A SEX: 15H-18H

SANAE YAMAMOTO

WORKS ON PAPER - MAY THE FLOWERS BLOOM IN YOUR HEART Gravura 11 A 28 DEZ

ATELIER MUSICAL E ARTÍSTICO DO AREEIRO SEG A SEX: 10H-20H

MARTA LOPES

QUANTOS GATOS TEM UM GATO? Aguarelas 2 DEZ A 31 JAN

ATELIER NATÁLIA GROMICHO

NATÁLIA GROMICHO STOCK OFF

Pintura 8, 9 DEZ: 14H-18H

E porque os museus não são lugares neutros, mas procuram antes dar respostas a questões fundamentais para a sociedade, nesta mostra a resposta é dada através de trabalhos de Alice Geirinhas, Ana Pérez-Quiroga, Ana Vidigal, João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira, Miguel Bonneville, Thomas Mendonça, entre outros. ARV

BILBIOTECA DOS CORUCHÉUS TER A SEX: 10H-18H, 2, 4, 16, 18, 30 DEZ: 10H-18H

A MINHA RUA É O TEJO

(ADD FUEL)

Desenho, escultura 7 DEZ A 10 JAN

CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO DO EDIFÍCIO CENTRAL DO MUNICÍPIO SEG A SEX: 8H-20H

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN QUA A SEG: 10H-18H

SOARES BRANCO EG

CASA DO ALENTEJO SEG A DOM: 10H-22H

CARLOS NASCIMENTO

POESIA CROMÁTICA ALENTEJANA Pintura 2 A 15 DEZ

CATARINA SIM-SIM Fotografia 16 A 30 DEZ

JOSÉ PINTO NOGUEIRA Desenho ATÉ 1 DEZ

CASA DA CULTURA DOS OLIVAIS TER A SEX: 10H-13H/15H-19H, SÁB: 15H-19H

Coletiva, fotografia 7 A 29 DEZ

ARMANDA ALVES Pintura 12 DEZ A 8 JAN

SÉRGIO LISBOA

LISBOA DAS MIL LUZES Pintura ATÉ 11 DEZ

ERMIDA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SEG A SEX: 10H-13H/14H17H, SÁB, DOM: 14H-18H

RUI SANCHES ECO

2 A 30 DEZ

DIOGO MACHADO

Intervenção na fachada ATÉ 30 ABR

MUSEU CALOUSTE GULBENKIAN

MARIANA SILVA OLHO ZOOMÓRFICO Vídeo 8 DEZ A 26 FEV

ANA HATHERLY E O BARROCO

NUM JARDIM FEITO DE TINTA Desenho, pintura ATÉ 15 JAN

GALERIA PRINCIPAL E PISO INFERIOR

9 IDEIAS PARQUE PRAÇA DE ESPANHA Coletiva ATÉ 31 DEZ


A R T E S I N AU G U R A M / C O N T I N UA M

DO OUTRO LADO DO ESPELHO Pintura ATÉ 5 FEV

GALERIA BAAG BEST ART & ARTIST GALLERY SEG A SEX: 10H-19H, SÁB: 14H-19H

LUIS ANGLIN Pintura 7 A 31 DEZ

EXPOSIÇÃO COLETIVA Coletiva, escultura, pintura 8 A 31 DEZ

OIT’ARTE

Coletiva ATÉ 6 DEZ GALERIA BELTRÃO COELHO SEG A SEX: 9H-13H/14H-18H

CARLOS PÉ-LEVE E OS SEUS ALUNOS (CERAMISTAS) Coletiva 15 DEZ A 12 JAN

JOÃO LUÍS SIMÕES JAZZ NO JARDIM Desenho, pintura ATÉ 8 DEZ

GALERIA TAPEÇARIAS DE PORTALEGRE SEG A SEX: 14H-19H30

COLETIVA DE TAPEÇARIAS Coletiva, tapeçaria 1 A 31 DEZ

HOSTEL LOST LISBON SEG A SEX: 14H-19H30

SALOMÉ NASCIMENTO, FRANCISCO OSÓRIO E MARIANA DIAS COUTINHO PARTE INCERTA. EM VÁRIAS PARTES

PINHEIRO

Cerâmica, desenho 15 DEZ A 25 NOV/18 MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO CHIADO TER A DOM: 10H-18H

LOOPS.LISBOA

FESTIVAL TEMPS D’IMAGES Coletiva 5 DEZ A 4 FEV

RUA SERPA PINTO

JOÃO LEONARDO DECADANÇA ATÉ 3 DEZ

SEDUÇÃO DA MODERNIDADE Coletiva ATÉ 15 ABR

RUA CAPELO

GÉNERO NA ARTE. CORPO, SEXUALIDADE, IDENTIDADE, RESISTÊNCIA Coletiva ATÉ 11 MAR

MUSEU SPORTING TER A DOM: 10H30-17H30 (ÚLTIMA ENTRADA)/10H3013H (DIAS DE JOGO EM CASA)

MÊS DE DEZEMBRO DOS PARALÍMPICOS 1 A 31 DEZ

LEOAS, BOAS DE BOLA ATÉ 31 DEZ

RUA DAS GAIVOTAS 6

TEATRO PRAGA OLD SCHOOL#50 16 DEZ: 22H EG

Coletiva 9 DEZ: 19H

SOCIEDADE NACIONAL DE BELAS ARTES SEG A SEX: 12H-19H, SÁB: 14H-20H

MAC - MOVIMENTO ARTE CONTEMPORÂNEA SEG A SÁB: 15H-20H

15 DEZ A 6 JAN

ÁLVARES CABRAL

MARTINHO DIAS PAROXETINA

Pintura ATÉ 16 DEZ MUSEU BORDALO PINHEIRO TER A DOM: 10H-18H

FORMAS DO DESEJO: A CERÂMICA DE RAFAEL NO MUSEU BORDALO

33

SALÃO CONVÍVIO DOS SÓCIOS 2017 CONCEIÇÃO RHODES VOAR

21 DEZ A 13 JAN

APROPRIAÇÃO, DESEJO E MEMÓRIA Coletiva ATÉ 9 DEZ

ANA WEVER E ROSA AREIAS FRAGILITY RESEARCH ATÉ 16 DEZ

MUSEU BORDALO PINHEIRO 15 DE DEZEMBRO A 25 DE NOVEMBRO DE 2018 CAMPO GRANDE, 382 / 215 818 540 WWW.MUSEUBORDALOPINHEIRO.PT

FORMAS DO DESEJO A CERÂMICA DE RAFAEL NO MUSEU BORDALO PINHEIRO Dedicada à cerâmica de Bordalo Pinheiro, a exposição Formas do Desejo apresenta cerca de 150 peças em faiança, bem como um conjunto de desenhos especialmente escolhidos da obra gráfica do artista. As peças, algumas há muito encerradas nas reservas do museu, oferecem um olhar original sobre o trabalho multifacetado de Bordalo Pinheiro, numa leitura que privilegia a forma, a função e o tema. Para ajudar a desvendar alguns destes tesouros, o Museu Bordalo Pinheiro organiza, paralelamente à exposição, visitas guiadas, tertúlias e atividades do serviço educativo. ARV

GRACIETE ROSA ROSA MEMÓRIA DO SAGRADO ATÉ 6 JAN

THE LATE BIRDS LISBON

THOMAS MENDONÇA SRY NOT SORRY

Cerâmica 14 DEZ A 10 JAN

C O N T I N UA M 3+1 ARTE CONTEMPORÂNEA TER A SEX: 14H-20H, SÁB: 11H-16H

CLAIRE DE SANTA COLOMA PAUSA

Escultura ATÉ 13 JAN


34

A R T E S C O N T I N UA M A ILHA TER A SÁB: 15H-19H

KEIKO NOMURA OKINAWA

Fotografia ATÉ 3 JAN EG ACERVO - ARTE CONTEMPORÂNEA SEG A SEX: 15H-20H

MAGDA DELGADO PROFECIA E ABISMO

Desenho, fotografia, instalação ATÉ 27 JAN ALECRIM 50 - GALERIA DE ARTE TER A SÁB: 14H-19H

LUÍS ALMEIDA

PLAYING WITH FIRE Desenho, pintura ATÉ 6 JAN

APPLETON SQUARE TER A SÁB: 14H-19H

BRUNO CIDRA E GONÇALO BARREIROS Coletiva ATÉ 21 DEZ

CASA DA ACHADA - CENTRO MÁRIO DIONÍSIO SEG, QUI, SEX: 15H-20H, SÁB, DOM: 11H-18H

UM GRANDE COMÍCIO SEM PALAVRAS - A PARTIR DA II EXPOSIÇÃO GERAL DE ARTES PLÁSTICAS DE 1947 Coletiva ATÉ 16 ABR

CASA-ATELIER VIEIRA DA SILVA TER A DOM: 10H-18H

VASCO FUTSCHER

MANUAL DE INSTRUÇÕES II Cerâmica ATÉ 21 JAN

CASA FERNANDO PESSOA SEG A SÁB: 10H-17H30 (ÚLTIMA ENTRADA)

OS DEUSES DEBRUÇAMSE DO PARAPEITO DA ESCADA PEÇAS DO ACERVO DA CASA FERNANDO PESSOA

CHAPITÔ SEG A DOM: 15H-2H

PAULO VELOSA

MAIS UM DIA NA TERRA DO NUNCA

FUNDAÇÃO CARMONA E COSTA QUA A SÁB: 15H-20H

ANA HATHERLY

Fotografia ATÉ 31 DEZ

TERRITÓRIO ANAGRAMÁTICO

CNAP - CLUBE NACIONAL DE ARTES PLÁSTICAS TER A SÁB: 11H-19H

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES SEG A SEX: 10H-18H, SÁB: 14H-18H, ÚLTIMA QUI: 10H-22H

GUSTAVO FERNANDES E ROGÉRIO TIMÓTEO CUMPLICIDADES

Escultura, pintura ATÉ 10 DEZ CULTURGEST TER A SEX: 11H-18H, SÁB, DOM: 11H-19H

TIME CAPSULE

A REVISTA ASPEN, 1965-1971 ATÉ 7 JAN

GORDON MATTA-CLARK

SPLITTING, CUTTING, WRITING, DRAWING, EATING… Desenho, fotografia ATÉ 7 JAN

ATÉ 13 JAN

500 ANOS DO CORREIO EM PORTUGAL PERSONALIDADES DOS CORREIOS ATÉ 31 DEZ

COLEÇÃO DE SELOS CLÁSSICOS “D. LUÍS I, FITA CURVA E FITA DIREITA, 1866 A 1884 ATÉ 31 DEZ

LUÍSA JACINTO

PODEMOS SEMPRE FUGIR DE CARRO ATÉ 5 JAN

Coletiva ATÉ 10 FEV

ESPAÇO ESPELHO D’ÁGUA SEG A DOM: 11H-1H

ELENCO, RETRATOS E CENAS TEATRAIS

CASA DA LIBERDADE MÁRIO CESARINY TER A SÁB: 14H-20H

TRANSITAR

GABINETE DE MODA

Gravura, pintura ATÉ 31 DEZ

Coletiva ATÉ 9 DEZ

ATÉ 30 DEZ

+AAA - AGUIAR ART ACTION - 45 ANOS DE FUTUROSCOPIA

ESPAÇO SANTA CASA SEG A SEX: 9H30-18H30

GALERIA 111 TER A SÁB: 10H-19H

ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA | FOTOGRÁFICO SEG A SÁB: 10H-19H

[ANTE] CÂMARA

PONTO DE VISTA Coletiva ATÉ 30 DEZ EG

BALCONY SEG A SEX: 14H-19H30, SÁB: 11H-17H

BINELDE HYRCAN FUCK IT’S TOO LATE

Fotografia, instalação, pintura, vídeo ATÉ 13 JAN CARLOS CARVALHO ARTE CONTEMPORÂNEA SEG A SEX: 10H-19H30, SÁB: 12H-19H30

CATARINA LEITÃO PAISAGEM INSTÁVEL

Desenho, escultura, instalação, pintura ATÉ 13 JAN CAROLINE PAGÈS GALLERY TER A SÁB: 15H-20H

ARMANDA DUARTE E THIERRY SIMÕES ATÉ 20 JAN

FERNANDO AGUIAR

Fotografia, instalação, pintura ATÉ 16 DEZ CASA DOS MUNDOS TER A SEX: 14H30-19H30

JOSÉ MANUEL FERNANDES 22 CIDADES IBEROAMERICANAS E LISBOA: UM DIÁLOGO URBANO-ARQUITETÓNICO Fotografia ATÉ 31 DEZ

CASUAL LOUNGE CAFFÉ SEG A SÁB: 16H-2H

DARCY MORAIS

RANDOM - IDEIAS SOLTAS Pintura ATÉ 10 DEZ

CENTRO CULTURAL DE BELÉM SEG A SEX: 8H-20H, SÁB, DOM: 10H-18H

NEIGHBOURHOOD, WHERE ÁLVARO MEETS ALDO Arquitetura ATÉ 11 FEV

CAMILLA BOLOGNA

O LEGADO DE EDUARDO CORRÊA DE SÁ AO SERVIÇO DA COMUNIDADE Bibliográfica ATÉ 7 DEZ

FABULA URBIS SEG A SÁB: 11H-13H30/15H-20H

MOSAICO

Coletiva, pintura ATÉ 24 FEV FUNDAÇÃO ARPAD SZENES - VIEIRA DA SILVA TER A DOM: 10H-18H

NIKIAS SKAPINAKIS

PAISAGENS OCULTAS - APOLOGIA DA PINTURA PURA Desenho, pintura ATÉ 14 JAN

ARTES E LETRAS - EDIÇÕES DA GALERIA JEANNE BUCHER JAEGER Coletiva ATÉ 21 JAN

GABINETE TER A SÁB: 12H-20H

PEDRO VALDEZ CARDOSO HISTÓRIA DA VIDA PRIVADA Instalação ATÉ 30 DEZ

GALERIA ABRAÇO TER A SÁB: 12H-20H

MÁRIO GOMES

A REVOLUÇÃO AMOROSA SOCIAL Colagem, serigrafia ATÉ 3 DEZ

GALERIA DO ANTIGO BPI SEG A DOM: 10H-18H

BORDALO PINHEIRO NA BAIXA DE LISBOA Desenho, gravura ATÉ 20 FEV

GALERIA ART LOUNGE SEG A SEX: 9H30-19H30

BRICE MOUNIER

ENTER IN THE SQUARE TO BE BAND APART Pintura ATÉ 11 DEZ


A R T E S C O N T I N UA M

35

GALERIA AVENIDA DA ÍNDIA TER A SEX: 10H-13H/14H17H30, SÁB, DOM: 14H-17H30 (ÚLTIMA ENTRADA)

GRADA KILOMBA

THE MOST BEAUTIFUL LANGUAGE ATÉ 4 MAR

GALERIA BANGBANG QUA A SÁB: 12H30-19H

DANIELA NUNES Pintura ATÉ 13 JAN

GALERIA BAGINSKI TER A SÁB: 13H-19H

ANA GUEDES MOEBIUS

Escultura, instalação, serigrafia ATÉ 13 JAN GALERIA BELO GALSTERER TER A SEX: 12H-19H, SÁB: 14H-19H

PEDRO CALAPEZ

TRAÇÃO E COMPRESSÃO SIMPLES ENTRE LIMITES ELÁSTICOS Pintura ATÉ 20 JAN

GALERIA BOAVISTA TER A SEX: 10H-13H/14H17H30, SÁB, DOM: 14H-17H30 (ÚLTIMA ENTRADA)

AN INCANTATION FIXED AT ITS CULMINATING POINT

OPEN CALL JOVENS CURADORES 2016 Coletiva ATÉ 31 DEZ

EG

GALERIA FILOMENA SOARES TER A SÁB: 10H-19H

PEDRO BARATEIRO ATÉ 6 JAN

GALERIA FRANCISCO FINO TER A SEX: 12H-19H, SÁB: 15H-20H

ADRIEN MISSIKA

DEMAIN, STABILISATION ATÉ 11 JAN

GALERIA JOÃO ESTEVES DE OLIVEIRA SEG: 15H-19H, TER A SEX: 11H-19H, SÁB: 11H-13H30/15H-19H

MANUEL CALDEIRA SPETTACOLO Desenho ATÉ 7 DEZ

GALERIA 111 ATÉ 30 DE DEZEMBRO CAMPO GRANDE, 113 / 217 977 418 / WWW.111.PT

PEDRO VALDEZ CARDOSO HISTÓRIA DA VIDA PRIVADA Concebida especificamente para a Galeria 111, a instalação de Pedro Valdez Cardoso reúne mais de 100 obras, entre peças inéditas, outras recentes, e algumas do arquivo do artista, criadas ao longo de mais de 15 anos e, na sua maioria, nunca expostas. O projeto, que pretende analisar de que forma tudo o que é produzido por um artista está relacionado com as suas vivências, apresenta-se numa diversidade de suportes, como desenho, colagem, bordado, assemblage, fotografia, objeto, escultura e objets trouvés . A maioria das peças agora apresentadas foi sendo realizada nos intervalos de projetos de maior dimensão e dedicação. ARV GALERIA LA CANOPÉE QUI A SÁB: 15H-18H

MURIEL GOARIN E HERVÉ GOARIN AN INVITATION TO JAPAN Pintura, vídeo ATÉ 15 DEZ

GALERIA MAISTERRAVALBUENA TER A SÁB: 10H-19H

N. DASH, VIRGINIA OVERTON E B. WURTZ Coletiva ATÉ 13 JAN

GALERIA MILLENNIUM SEG A SÁB: 10H-18H

A PARTIR DO SURREALISMO Coletiva ATÉ 6 JAN

RUI MACEDO

(LAND)SCAPING NORMATIVE THINKING Instalação ATÉ 6 JAN

GALERIA PEDRO CERA TER A SEX: 10H-19H, SÁB, DOM: 14H-19H

PALOMA VARGA WEISZ ATÉ 6 JAN

GALERIA MONUMENTAL TER A SÁB: 15H-19H30

GALERIA QUADRUM TER A SEX: 10H-13H/14H-18H, SÁB, DOM: 14H-18H

VARIAÇÕES DE UM OSSO PARA CÃO

O GOSTO SOLITÁRIO DE GRAVAR

LUÍS BRILHANTE Desenho, pintura ATÉ 16 DEZ

MARIA PEDRO OLAIO PASSADO IMPERFEITO Escultura ATÉ 16 DEZ

GALERIA PEDRO ALFACINHA QUA A SÁB: 15H-19H

ANTÓNIO JÚLIO DUARTE AMÉRICA

Fotografia ATÉ 16 DEZ

ANA GALVÃO ATÉ 7 JAN

GALERIA RATTON SEG A SEX: 10H-13H30/15H19H30

AZULEJO PARA ARQUITETURA RATTON 30 ANOS ATÉ 29 DEZ

CARTA DE LISBOA - DIREITOS E RESPONSABILIDADES


36

A R T E S C O N T I N UA M MURAL COLETIVO DE AZULEJO Coletiva ATÉ 29 DEZ

GALERIA REVERSO SEG A SEX: 14H-19H

PÉROLAS PARA QUE TE QUERO Coletiva, joalharia ATÉ 10 JAN

GALERIA DAS SALGADEIRAS TER A SÁB: 15H-21H

AUGUSTO BRÁZIO NA PENUMBRA Fotografia ATÉ 27 JAN

GALERIA VERA CORTÊS TER A SEX: 14H-19H/SÁB: 10H-13H/14H-19H

JOSÉ PEDRO CROFT Desenho, escultura ATÉ 13 JAN

GALERIA ZÉ DOS BOIS QUA A SÁB: 18H-22H

OTELO M.F.

CHAMA XAMÂNICA Desenho, escultura ATÉ 6 JAN

KUNSTHALLE LISSABON QUI A SÁB: 15H-19H

JOÃO SIMÕES

NAUFUS RAMIREZFIGUEROA

MENOS ZERO ATÉ 6 JAN

HOTEL LE CONSULAT DOM A QUI: 11H-19H, SEX, SÁB: 15H-23H

SHIT-BABY AND THE CRUMPLED GIRAFFE

A ARTE DO LIVRO DE ARTE UQ! EDITIONS

Instalação ATÉ 2 DEZ

Coletiva ATÉ 20 JAN

LIVRARIA LER DEVAGAR SEG A DOM: 12H-24H

INSTITUTO CULTURAL ROMENO SEG A QUI: 10H-17H, SEX: 10H-13H

FACES AND COLORS

JOSÉ LUÍS JORGE

ROMÉNIA NOBRE E REAL RESIDÊNCIAS DA FAMÍLIA REAL ROMENA Fotografia ATÉ 29 JAN

ISPA - INSTITUTO UNIVERSITÁRIO SEG A SEX: 8H-23H, SÁB: 9H-18H

LUÍS HERBERTO

AS MÁSCARAS DE ALEX

MAAT - MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA QUA A SEG: 12H-20H

GRADA KILOMBA SECRETS TO TELL Instalação, vídeo ATÉ 5 FEV

QUOTE/UNQUOTE. ENTRE APROPRIAÇÃO E DIÁLOGO

LUÍS NOGUEIRA

Coletiva ATÉ 5 FEV

Fotografia ATÉ 29 DEZ

ON EXILE

JOSÉ CARLOS TEIXEIRA Fotografia, instalação, vídeo ATÉ 5 FEV

LX FACTORY TER A DOM: 10H-19H

STATE OF EMERGENCY Coeltiva, design ATÉ 10 DEZ

MERC’ART

THE ART CONTAINER - DEMOCR’ART

Coletiva, ilustração, pintura ATÉ 10 DEZ SEG A QUA: 10H-19H, QUI A DOM: 10H-20H30

Pintura ATÉ 25 JAN

ANA JOTTA BÓNUS

Desenho, escultura, instalação, pintura ATÉ 5 FEV

BILL FONTANA

SHADOW SOUNDINGS Instalação, vídeo ATÉ 12 FEV

ELECTRONIC SUPERHIGHWAY (1966-2016) Coletiva, desenho, escultura, fotografia, multimédia, pintura ATÉ 19 MAR

15dez_17 a 29jan_18

organização

apoio


A R T E S C O N T I N UA M

37

PERVE GALERIA E SOCIEDADE BOA UNIÃO ATÉ 16 DE DEZEMBRO RUA DAS ESCOLAS GERAIS 17 / 218 822 607 / WWW.PERVEGALERIA.EU

AL.EM MARCHA

A exposição Al.Em Marcha apresenta nos dois espaços de Alfama o património associado à marcha popular do bairro, um conjunto de fotografias da mais recente edição das Marchas de Lisboa e um trabalho artístico resultante da reflexão de vários artistas contemporâneos sobre

TENSÃO & CONFLITO

ARTE EM VÍDEO APÓS 2008 Coletiva, vídeo ATÉ 19 MAR

ARTISTS’ FILM INTERNATIONAL

MONITOR LISBON TER A SÁB: 14H-19H

Escultura, pintura ATÉ 11 FEV

Coletiva ATÉ 13 JAN

MUSEU DE LISBOA PALÁCIO PIMENTA TER A DOM: 10H-17H30 (ÚLTIMA ENTRADA)

BENEDIKT HIPP E ANDRÉ TRINDADE

Coletiva, vídeo ATÉ 30 ABR

MUSEU DE ARTE POPULAR SEG A DOM: 10H-19H

MIISO GALERIA D’ARTES TER A SÁB: 14H-19H

Desenho ATÉ 27 MAI

LUÍS HERBERTO

CERTAS CORES DO VENTO PIntura ATÉ 16 DEZ

MÓDULO - CENTRO DIFUSOR DE ARTE TER A SÁB: 15H-19H30

JOSÉ ANTÓNIO QUINTANILHA CORO DO GIGANTE Fotografia ATÉ 4 DEZ

este fenómeno popular, como Leonel Moura, Mimi Tavares, Manuel João Vieira ou Carlos Zíngaro. Esta mostra pretende ser o ponto de partida para o desenvolvimento de um projeto museológico dedicado às Marchas Populares, manifestação da cultura popular bairrista de Lisboa. Ana Rita Vaz

ESCHER

MUSEU COLEÇÃO BERARDO SEG A DOM: 10H-18H30

LU NAN

TRILOGIA, FOTOGRAFIAS (1989-2004) Fotografia ATÉ 14 JAN

SHARON LOCKHART

MEUS PEQUENOS AMORES

Fotografia, instalação, vídeo ATÉ 28 JAN

MODERNISMO BRASILEIRO COLEÇÃO DA FUNDAÇÃO EDSON QUEIROZ

UM NOVO PADRÃO. A FÁBRICA-ESCOLA DE LOUÇA DO RATO Cerâmica ATÉ 17 DEZ

MUSEU MILITAR DE LISBOA TER A DOM: 10H-17H

MANUEL GANTES CAMPO SANTO Pintura ATÉ 7 DEZ

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA TER A DOM: 10H-18H

REMBRANDT. ELOS PERDIDOS

RIJKSMUSEUM E COLEÇÕES REAIS DA HOLANDA Pintura ATÉ 7 JAN

ANJOS: ENTRE O CÉU E A TERRA

DESENHO EUROPEU (SÉC. XVI-XVIII) Desenho ATÉ 6 FEV

AS ILHAS DO OURO BRANCO

ENCOMENDA ARTÍSTICA NA MADEIRA - SÉCULOS XV-XVI Escultura, pintura ATÉ 18 MAR

OBRA CONVIDADA DIEGO VELÁSQUEZ SIBILA

Pintura ATÉ 14 JAN MUSEU NACIONAL DO AZULEJO TER A DOM: 10H-18H

HARU ISHII

DAS SOMBRAS DE QUIOTO À LUZ DE LISBOA Azulejaria ATÉ 31 DEZ


38

A R T E S C O N T I N UA M MUSEU NACIONAL DOS COCHES TER A DOM: 10H-17H30 (ÚLTIMA ENTRADA)

PARTIDA DA FAMÍLIA REAL PARA O BRASIL - 1807 Pintura ATÉ 3 JUN

MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA TER A DOM: 10H-18H

DE REGRESSO À LUZ

ESCULTURAS ORIENTAIS EM DEPÓSITO DA COLEÇÃO DE VICTOR BANDEIRA Escultura ATÉ 11 FEV

MUSEU NACIONAL DO TEATRO E DA DANÇA TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

ENTR’ACTO MODERNISTA: O TEATRO E A DANÇA NA OBRA DE ANTÓNIO SOARES ATÉ 31 DEZ

MUSEU NACIONAL DO TRAJE TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

PAULO AZENHA

A CRIAÇÃO À FLOR DA PELE ATÉ 23 DEZ

MUSEU DO ORIENTE TER A QUI, SÁB, DOM: 10H-18H, SEX: 10H-22H

MACAU. 100 ANOS DE FOTOGRAFIA Fotografia ATÉ 7 JAN

CULTURGEST ATÉ 7 DE JANEIRO RUA ARCO DO CEGO 50 / 217 905 155 / WWW.CULTURGEST.PT

A ÓPERA CHINESA

GORDON MATTA-CLARK SPLITTING, CUTTING, WRITING, DRAWING, EATING…

Fotografia, gravura, objetos, pintura, vídeo ATÉ 31 DEZ MUTE ART PROJECT SEG A SEX: 15H30-19H30

ÂNGELA DIAS

ENTRE PRESENÇAS Pintura ATÉ 5 JAN

OCUPART | ESPAÇO CAMÕES SEG A SEX: 12H-19H

ANDRÉ SIER

NEON PALEOLITIKOS

Desenho, escultura, instalação ATÉ 13 DEZ OFICINA IRMÃOS MARQUES QUA A SÁB: 10H30-18H30

BETE MARQUES, GEZO MARQUES E JOSÉ

Gordon Matta-Clark (1943-1978), arquiteto de formação, desenvolveu uma obra artística intensa, o que fez dele um dos artistas nova-iorquinos mais marcantes da sua geração. Famoso pelas suas intervenções em espaço público e em edifícios, Matta-Clark destruía para, no momento a seguir, criar uma experiência singular. O artista, que cruzava o carácter performativo com a prática do desenho e do cinema de forma inseparável, documentou todo o seu trabalho em fotografias, filmes e desenhos. Esses registos, depositados no Canadian Centre for Architecture, a par de alguma correspondência e cadernos de notas, apresentam-se agora na exposição Splitting, cutting, writing, drawing, eating…, com curadoria de Delfim Sardo e João Ribas. ARV


A R T E S C O N V E R SAS / C O N F E R Ê N C I AS / C U R S O S

APARÍCIO GONÇALVES

PORTA 14 SEG A SEX: 10H-19H

Coletiva ATÉ 31 DEZ

2017 RESET_01

BAZAR

OURIQUE’S VILLA SEX, SÁB: 15H-20H

O NÚ…

Coletiva, desenho, escultura, pintura ATÉ 2 DEZ

CARLOS RODRIGUES SWEET BITTER WORDS RETROSPECTIVE Pintura ATÉ 18 JAN

PALACETE TER A SÁB: 10H-19H

BASSANTI E BORDERLOVERS

PROJECT FOR A GREAT SHOW – PARTE I Coletiva, pintura, vídeo ATÉ 2 DEZ

PALACETE DE SÃO BENTO (RESIDÊNCIA OFICIAL DO PRIMEIRO MINISTRO) DOM: 10H-17H

ARTE EM SÃO BENTO SERRALVES 2017

Coletiva, desenho, fotografia, pintura ATÉ 17 DEZ EG PALÁCIO NACIONAL DA AJUDA SEG, TER, QUI A DOM: 10H-18H

SONIA FALCONE CAMPOS DE VIDA ATÉ 31 DEZ

JOAN MIRÓ

MATERIALIDADE E METAMORFOSE Colagem, desenho, tapeçaria, pintura ATÉ 8 JAN PERVE GALERIA TER A SÁB: 14H-20H

AL. EM MARCHA

Coletiva, desenho, fotografia, instalação, pintura ATÉ 16 DEZ PLATAFORMA REVÓLVER SEG A SÁB: 14H-20H

MOSTRA ESPANHA. A SHOW TO MORE VOICES Coletiva ATÉ 20 JAN

LUÍS ALEGRE

WE DON’T KNOW EACH OTHER ATÉ 20 JAN

TOMAZ HIPÓLITO ATÉ 17 DEZ

SALÃO BELAS ARTES SEG A SEX: 11H-13H/15H-19H, SÁB: 15H-19H

BEATRIZ HORTA CORREIA DAS COISAS NASCEM COISAS Desenho, cerâmica, escultura ATÉ 23 DEZ SHIKI MIKI GALLERY TER A SÁB: 10H-19H

BASSANTI E BORDERLOVERS

PROJECT FOR A GREAT SHOW - PARTE II

MUSEU DO ORIENTE

CONVE RSAS/ CON FE RÊ NCIAS ACADEMIA NACIONAL DE BELAS ARTES

CICLO DE CONFERÊNCIAS 2017

O Inventário Artístico do Distrito de Beja Por José António Falcão 12 DEZ: 15H EG

CASA DA ACHADA - CENTRO MÁRIO DIONÍSIO

Arquitetar para Quem? Quem Encomenda, a Quem se destina e Como se Usa a Arquitetura?

Coletiva, pintura, vídeo ATÉ 2 DEZ

Conversa com Alexandra Quintas, Ana Pacheco e Margarida Acciaiuoli 9 DEZ: 16H

TEATRO NACIONAL D. MARIA II QUA A DOM (30 MIN ANTES DOS ESPETÁCULOS DA SALA GARRETT)

CASA-MUSEU DR. ANASTÁCIO GONÇALVES

TEATRO EM CARTAZ

A COLEÇÃO DO D. MARIA II, 1853-2015 Cartazes ATÉ 31 DEZ

TEATRO DA TRINDADE TER A SÁB: 14H-18H

TODOS APLAUDEM COM DELÍRIO OS 150 ANOS DO TRINDADE ATÉ 29 DEZ

THE BELMONTE CULTURAL CLUB SEG A DOM: 7H-21H

ANITA ACKERMANN LIGHTCRAFT 2017 Instalação ATÉ 31 DEZ

GISOO KIM DAYDREAM

Instalação ATÉ 31 DEZ UMA LULIK CONTEMPORARY ART QUA A SÁB: 12H-20H

JOËL ANDRIANOMEARISOA AUSÊNCIA

Instalação ATÉ 6 JAN VERSO BRANCO TER A SÁB: 11H30-20H

CARISSA BAKTAY SWAY, ARRANGE

Desenho, escultura ATÉ 9 DEZ

39

Art of Chinese Kunqu Opera Conferência por Wang Yan no âmbito da exposição A Ópera Chinesa 2 DEZ: 17H EG

CU RSOS/ WORKSHOPS 40 CAMELS

Ateliê de Fotografia de Retratismo Oitocentista VÁRIOS HORÁRIOS 933 139 785

ACADEMIA DE ARTES E TECNOLOGIAS

Desenhar & Pintar Lx, Fotografar Lx, Cerâmica e Pintura em Azulejo VÁRIOS HORÁRIOS

CICLO D’OUTONO

O Relicário do Santo Espinho do Dr. Anastácio Gonçalves: Versão Oitocentista de uma Obra-Prima da Ourivesaria Europeia Medieval Por Hugo Miguel Crespo 7 DEZ: 18H30

ACADEMIA NOVAS LETRAS

Desenho e Pintura QUA: 15H-16H20

APCC - ASSOCIAÇÃO PARA A PROMOÇÃO CULTURAL DA CRIANÇA

Ateliê de Máscaras, Marionetas Marotes e Trabalhar o Papel / o Plástico

EG

VÁRIOS HORÁRIOS

FUNDAÇÃO CARMONA E COSTA

AR.CO - CENTRO DE ARTE E COMUNICAÇÃO VISUAL

CICLO DE CONFERÊNCIAS OS ANJOS NÃO TÊM COSTAS MAS TÊM SEMPRE ASAS Desenhar um Anjo Por Philip Cabau 15 DEZ: 18H30

EG

MAAT - MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA

Tensão & Conflito

Conferência internacional 4 DEZ: 16H-18H30 MUSEU DE LISBOA – PALÁCIO PIMENTA PAVILHÃO BRANCO

Narrativas e “ContraNarrativas” da Arte dos Anos 70, a partir da América Latina

Conversa com Cristiana Tejo, Giulia Lamoni, Antonia Gaeta e Marília Andrés Ribeiro. Moderação de Marta Mestre 2 DEZ: 16H-18H

Cartoon Político 12 DEZ A 6 FEV

Edição Livro Ilustrado 2 JAN A 8 MAR

Workshop de Fotografia: Câmara de Médio e Grande Formato 3 JAN A 21 MAR

Desenho Narrativo 4 JAN A 22 MAR

Workshop de Desenho: Storyboard 5 JAN A 9 FEV

Curso Teórico - História da Fotografia II 8 JAN A 19 MAR

ARTE PEL’ARTE

Pintura e Desenho

SEG, QUI: 16H-18H OU 18H30-20H30

Restauro

QUI: 14H30-17H30


40

A R T E S C U R S O S / WO R KS H O P S ASSOCIAÇÃO DOS ARTESÃOS DA REGIÃO DE LISBOA

Bordados e Arraiolos, Cerâmica Criativa e Figurativa, Costura Criativa, Encadernação, Pintura em Azulejo e Tecido, Restauro de Loiça, Madeiras, Tecelagem e Modelagem de Vestuário VÁRIOS HORÁRIOS aarlisboa@gmail.com ASSOCIAÇÃO DE RESIDENTES DE TELHEIRAS - ART

Ateliê de Pintura

SEX: 18H30-20H30 ATELIÊ CÁ

Aulas em Pintura de Azulejo e Cerâmica ATELIÊ DE CERÂMICA CHAMOTE FINO

Cerâmica

TER, QUI, SEX: 15H-18H

ATELIER CABINE

Expressão Plástica: Desenho, Pintura e Gravura MP Atelier de Gravura MP ATELIER FACA E ALGUIDAR

Oficina de Gravura

ATELIER MUSICAL E ARTÍSTICO DO AREEIRO

Ateliers de Pintura, Desenho, Pintura em Azulejo, Tapeçaria, Trabalhos Manuais e Workshops de fotografia VÁRIOS HORÁRIOS

facaealguidaratelier@gmail.com ATELIER PASTA DE PAPEL ATELIER FERNANDO SARMENTO

Aulas de Olaria

SEG A QUA: 19H-23H MP sarmefermento@gmail.com ATELIER DE LISBOA

Iniciação à Fotografia, Curso Técnico de Fotografia, Luz e Fotometria, Laboratório Preto e Branco, Workshop de Fotografia com Flash, Workshop de Iluminação e Estúdio, Paisagem, Fotografia e Artes Plásticas VÁRIOS HORÁRIOS info@atelierdelisboa.pt

Workshop em Pasta de Papel TER: 10H30, 18H zabica@sapo.pt

ATELIER DE SÃO BENTO

Desenho, Pintura, Gravura e História de Arte VÁRIOS HORÁRIOS

BIBLIOTECA DA PENHA DE FRANÇA

Tricot a Metro

Por Laura Ferreira 16 DEZ: 15H-17H30 EG / MP

CASA DA ACHADA - CENTRO MÁRIO DIONÍSIO

Vamos Fazer o Calendário da Casa da Achada para 2018 Por Lena Bragança Gil e Rubina Oliveira 3, 10 DEZ: 15H30-17H30

CASA-ATELIER VIEIRA DA SILVA

Curso de Ilustração Naturalista Por Pedro Salvador Mendes ATÉ 28 JUN QUI: 9H30-12H30

ATELIÊS MUNICIPAIS DOS CORUCHÉUS

Oficina de Ilustração

16 DEZ: 14H30-17H30 Inscrições abertas até 14 dez laboratoriodas artesceta@ gmail.com

Desenhar à Flor da Pele Desenho de Modelo

Oficina de iniciação à gravura

Por Pedro Salvador Mendes ATÉ 29 JUN SEX: 18H-20H

Por Cathy Douzil ATÉ 20 JUN QUA: 18H-19H30

Su b s c reva a n ova Um b i g o

10% DESCONTO

http://umbigomagazine.com/loja

4 NúmErOS > €18

PORTES GRATUITOS PARA PORTUGAL


A R T E S C U R S O S / WO R KS H O P S MP

casa-atelier@fasvs.pt CAULINO CERAMICS

Ateliê de Cerâmica SEG A SEX: 11H-21H

CCD - CENTRO DE CULTURA E DESPORTO DOS TRABALHADORES DA AUTORIDADE TRIBUTÁRIA E ADUANEIRA

Ourivesaria Contemporânea, Ateliê Livre de Esmaltes, Bordados Tradicionais, Pintura em Porcelana e Faiança, Técnicas de Cerâmica e Olaria, Escultura, Artes Decorativas, Modelação em Barro, em Porcelana e Grés-Moldes, Artes Plásticas e Cerâmica VÁRIOS HORÁRIOS ccdtat@gmail.com

CENTRO COMUNITÁRIO DA ESTRELA

Encontro dos

Origamigos de Lisboa 1º SÁB: 15H-19H EG / MP

origamigos.lx@gmail.com CENTRO CULTURAL DE CARNIDE

Workshop de Fotografia Por Luís Rocha e Tânia Araújo Nível 1 QUI: 19H30-21H30 Nível 2 TER: 19H30-21H30

CENTRO DE RECREIO POPULAR DO BAIRRO

Curso de Pintura

41 CORBEL - TUDO PARA BELAS ARTES

ESCOLA DE DANÇA ANA KÖHLER

Cursos por Pedro Salvador Mendes ATÉ DEZ VÁRIOS HORÁRIOS

SÁB: 11H30

Aguarela e Ilustração

EKA [PALACE]

Workshop de Costura para Iniciantes 10 DEZ: 17H-21H

ESCOLA DE ARTES E OFÍCIOS DO CCD -AT

Técnicas de Cerâmica e Moldes de Gesso

Por Almaia SEG, QUA, SEX 966 037 222

SEG, QUA: 14H-18H, 18H-20H atirabarroaparede@gmail.com

Curso de Artes Decorativas

ESCOLA DE BELAS ARTES PEDRO SERRENHO

915 380 811

CONTRAPROVA - ATELIER DE GRAVURA

Formação Contínua em Gravura ATÉ JUL TER, QUI: 19H-22H

Desenho/Pintura, Iniciação à Gravura, Desenho de Corpo Humano (com Modelo) e História da Arte 917 540 178

Pintura

ESCOLA SUPERIOR DE ARTES DECORATIVAS DA FUNDAÇÃO RICARDO DO ESPÍRITO SANTO SILVA

Curso de Peritagem de Mobiliário

SEG, TER: 18H-22H, QUA: 18H-22H (15 EM 15 DIAS) GALERIA DIFERENÇA

OFICINA DE GRAVURA DA DIFERENÇA

Iniciação às Técnicas de Gravura e Desenvolvimento de Projetos Individuais com Apoio Técnico

TER: 18H30-21H30, QUA, SEX: 16H30-19H30, SÁB: 15H30-19H30 gdiferenca@gmail.com GALERIA REVERSO

O Prazer de Fazer, a Joia ao Alcance da Mão Cursos práticos de joalharia


42

S CR OSNO TS I N/UA M R / KS C IHROCPOS / AU L AS / WO R KS H O P S AERCTÇÃO ES CU WO GALERIA VALE FORMOSO

Desenho, Pintura e Ilustração QUA: 15H-17H

IMAGERIE - CASA DE IMAGENS

Tosca - Oficina de Fotografia Estenopeica Por Magda Fernandes e José Domingos 2 DEZ: 10H30-14H30

Tosca - Oficina de Fotografia Estenopeica + Revelação Por Magda Fernandes e José Domingos 2, 9 DEZ: 10H30-14H30

Oficina de Processos Alternativos - Cianotipia Por Magda Fernandes e José Domingos 10 DEZ: 10H30-14H30 MP

geral@imagerieonline.com INSTITUTO DE ARTES E OFÍCIOS

Oficina de Mobiliário, Pintura, Escultura e Talha

INSTITUTO PORTUGU ÊS DO DESPORTO E DA JUVENTUDE

Pintura

Por Carlos Franco SÁB: 10H-13H INSTITUTO PORTUGU ÊS DE FOTOGRAFIA

Workshop de Fotografia para Jovens A PARTIR 18 DEZ: 15H

LISBOA MOSAIC STUDIO

Workshop de Mosaicos lisbonmosaics@gmail.com

LISBON PHOTOGRAPHER

Ateliers de Fotografia a Céu Aberto 933 139 785 www.lisbonphotographer.com

MESTRES DO REGUEIRÃO

Introdução à Cerâmica SEG: 19H-21H

MOB - ESPAÇO ASSOCIATIVO

Desenho de Modelo Nú QUI: 18H30-21H

MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO PELA ARTE

Memórias em Álbum QUA: 10H-12H

MUSEU DO DINHEIRO

Oficinas de Notafilia 16 DEZ, 20 JAN: 10H30 MP

MUSEU DA MARIONETA

Oficina de Esponja 9 DEZ: 10H

MUSEU DO ORIENTE

Caracterização, GuardaRoupa e Adereços na Ópera Chinesa

Workshop por Dong Fei 3 DEZ: 10H EG

Caracterização na Ópera Chinesa: Maquilhagem, Adereços e Figurinos

MP

Por Magda Moreira 15 DEZ

MUSEU NACIONAL DO AZULEJO

NAF - N ÚCLEO DE ARTE FOTOGRÁFICA

Modelação de Barro e Pintura de Azulejo

4ª Aberta - Laboratório Comunitário QUA

MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

Oficina de Tecelagem Manual e Tapeçaria QUA: 13H30-17H30

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

Oficina de Tecelagem Manual e Tapeçaria QUA: 13H30-17H30

NOVA ACADEMIA LISBOA

Desenho e Pintura SÁB geral@novaacademia.pt

PONTO DE LUZ ATELIER

Desenho e Gravura Por José Faria

Desenho de Figura Humana - Retrato, Técnicas de Calcografia


A R T E S C U R S O S / WO R KS H O P S

e Gravura em Metal, Técnicas em Pintura SEDIMENTO CERAMICS STUDIO

Aulas de Cerâmica ATÉ DEZ SEG: 19H-21H, QUI: 11H-13H, 19H-21H info@sedimento.pt

SOCIEDADE DE INSTRUÇÃO GUILHERME COSSOUL

Cursos de Formação

Por Luís Rocha e Tânia Araújo SOCIEDADE NACIONAL DE BELAS ARTES

OFERTA FORMATIVA 2017/2018 História de Arte Contemporânea, História de Arte I e II, Temas de História de Arte em Portugal, Fotografia 1º e 2º Anos, Fotografia Projeto Artístico, Desenho com Modelo 1º, 2º e 3º Anos, Introdução ao Estudo da Cor, Atelier com Modelo, Desenho de Estátua, Fundamentos do Desenho, Oficina de Desenho (Módulo 1, 2 e 3), Curso de Pintura, Atelier Experimental, Oficina de Apoio em Pintura. Ilustração Artística e A Pintura e o Ecrã VÁRIOS HORÁRIOS TEATRO DA VOZ

Desenho Aberto

VÁRIOS HORÁRIOS VIRAGEM LAB

Técnicas de Impressão de Preto e Branco SÁB, DOM

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN ATÉ 5 DE FEVEREIRO AVENIDA DE BERNA, 45 A / 217 823 000 / WWW.GULBENKIAN.PT

DO OUTRO LADO DO ESPELHO Do outro lado do espelho é uma mostra coletiva que tem Alice, a personagem criado por Lewis Carroll, como heroína. As obras apresentadas, que variam entre pintura, fotografia, vídeo, literatura ou escultura, giram todas em torno do espelho, a que os artistas recorrem com diferentes propósitos. Composta por 69 peças, um “número espelho”, a exposição encontra-se dividida em cinco núcleos temáticos precedidos por três figuras introdutórias: uma escultura que funciona como convite à visita, uma pintura que introduz o tema da mostra e um espelho-objeto que proporciona ao visitante uma ocasião para a se ver a si próprio. Do outro lado do espelho tem curadoria de Maria Rosa Figueiredo em colaboração com Leonor Nazaré e conta com obras de Noé Sendas, Paula Rego, James McNeill Whistler, Ana Vieira, Almada Negreiros, Ambrose McEvoy, Cecília Costa, Noronha da Costa e Michelangelo Pistoletto, entre muitos outros. ARV

43


44

CI Ê N CI AS

TEATRO NACIONAL D. MARIA II 20 DE DEZEMBRO, ÀS 19H WWW.CIENCIAVIVA.PT/CONFERENCIADENATAL

MICROPLÁSTICOS? NÃO OBRIGADO! CONFERÊNCIA DE NATAL CIÊNCIA VIVA 2017 É um dos grandes alertas ambientais da atualidade. Estudos recentes têm vindo a corroborar um cenário de terror no que diz respeito ao alcance da poluição dos ambientes marinhos pelos microplásticos, atingindo todos os níveis das cadeias alimentares. A Conferência de Natal Ciência Viva de 2017 vai ser dedicada a este tema, apresentado por Paula Sobral, professora no Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente da Universidade Nova ACADEMIA DAS CIÊNCIAS DE LISBOA

EXPOSIÇÃO PERMANENTE NO MUSEU MAYNENSE SEG, QUA: 10H-18H VISITAS GUIADAS MP

ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA

ELENCO – RETRATOS E CENAS TEATRAIS

(ANTE)-câmara, fotografia de cena ATÉ 30 DEZ SEG A SÁ: 10H-19H ARQUIVO NACIONAL TORRE DO TOMBO

FELIZMENTE HÁ LUAR...

Mostra documental nos 200 anos

da execução de Gomes Freire de Andrade ATÉ 17 FEV ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

MORTE À MORTE! 150 ANOS DA ABOLIÇÃO DA PENA DE MORTE EM PORTUGAL / 1867-2017 ATÉ 29 DEZ VISITAS SEG A SEX: 10H-16H EG

CASA DA ACHADA

UM GRANDE COMÍCIO SEM PALAVRAS – A PARTIR DA II EXPOSIÇÃO GERAL DE

de Lisboa e investigadora no MARE - Marine and Environmental Sciences Centre. As conferências de Natal Ciência Viva são organizadas em parceria com instituições científicas nacionais e estrangeiras e são inspiradas nas Christmas Lectures do Royal Institution de Londres, criadas em 1825 por Michael Faraday. Destinam-se a públicos de todas as idades e têm acesso gratuito, mediante inscrição prévia no site. Tomás Collares Pereira

ARTES PLÁSTICAS DE 1947 Exposição ATÉ 16 ABR

ARQUITECTAR PARA QUEM?

Conversa com Alexandra Ai Quintas, Ana Pacheco e Margarida Acciaiuoli 9 DEZ:16H

DUAS OU TRÊS COISAS SOBRE MAO TSE TUNG

com Jorge Almeida Fernandes 14 DEZ: 18H30 CASTELO DE SÃO JORGE

UM CASTELO DE PEDRA, CAL, AREIA E OUTRAS COISAS

Visita guiada por Mafalda Alegre, conservadora e restauradora 10 DEZ: 16H EG/MP

BATALHA DE TORO (1456) Artes Bélicas 10 DEZ:11H

DANÇAS COM HISTÓRIA Danças no tempo de D. João IV 17 DEZ:11H

SÍTIO ARQUEOLÓGICO TODOS OS DIAS: 10H30-19H30

À DESCOBERTA DO CASTELO

Visitas orientadas ao Castelejo, sítio arqueológico e exposição permanente 10H30, 13H E 16H EG/MP


C I Ê N C I AS CENTRO DE ARQUEOLOGIA DE LISBOA

VISITA ORIENTADA 4 DEZ: 10H30

CENTRO DE HISTÓRIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

45

HISTÓRIA DA AVIAÇÃO NO SÉCULO XX TODOS OS DIAS: 10H-17H MUSEU DAS COMUNICAÇÕES

PERCURSO DA EXPOSIÇÃO “VENCER A DISTÂNCIA, O GOVERNO DE ROMA COMO UMA ESTRUTURA DE CINCO SÉCULOS DE COMUNICAÇÃO EM PORTUGAL CIDADES 9 DEZ: 16H EG/MP

Seminário 15 DEZ: 10H EG

FUNDAÇÃO CARMONA E COSTA

CONFERÊNCIAS 2017 ANJO DA GUARDA Por Alexandre Melo 6 DEZ: 18H30

DESENHAR UM ANJO Por Philip Cabau 15 DEZ: 18H30 EG

FUNDAÇÃO CIDADE DE LISBOA

BIG IDEAS IN AMERICAN LITERARY ARTS com Sam Witt e Debra di Blasi 7 DEZ: 18H30

GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES

TESTEMUNHOS DA ESCRAVATURA. MEMÓRIA AFRICANA

Documentos relativos e ao tráfico negreiro que se encontram no acervo do Gabinete de Estudos Olisiponenses ATÉ 30 DEZ SEG A SEX: 10H-18H MUSEU DA ÁGUA DA EPAL

EXPOSIÇÃO PERMANENTE DO MUSEU DA ÁGUA TER A SÁB: 10H-12H30, 13H30-17H30

MUSEU DO COMBATENTE

EXPOSIÇÕES A TRINCHEIRA A GRANDE GUERRA AO VIVO - EVOCANDO A PAZ ARMARIA - 200 ANOS DE ARMAS REGULAMENTARES EM PORTUGAL

MUSEU DO DINHEIRO

TEMPUS FUGIT: VIDA, MORTE E MEMÓRIA NA IGREJA DE S. JULIÃO Exposição temporária ATÉ 27 JAN

MUSEU GEOLÓGICO DE PORTUGAL/LNEG

EXPOSIÇÕES 100 MILHÕES DE ANOS DA HISTÓRIA DE LISBOA PORTUGAL ANTES DO HOMEM AS (PRIMEIRAS) 27 MARAVILHAS DO MUSEU GEOLÓGICO SEG A SÁB: 10H-18H

FRANCISCO ARRUDA FURTADO. DISCÍPULO DE DARWIN ATÉ 31 DEZ

MEMÓRIA DA POLITÉCNICA - QUATRO SÉCULOS DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA ATIVIDADES XXXI FEIRA INTERNACIONAL DE MINERAIS, GEMAS E FÓSSEIS 7 A 10 DEZ: 10H - 20H EG

O CÉU DE GALILEU! 9 DEZ: 16H-18H

MOSTRA DE TURISMO SUSTENTÁVEL

No antigo Picadeiro do Colégio dos Nobres do MUHNAC 16 DEZ: 11H-18H

EXPOSIÇÕES

TER A SEX: 10H-17H (ÚLTIMA ENTRADA 16H30), SÁB, DOM: 11H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H30)

A REVOLUÇÃO RUSSA E A CULTURA CIENTÍFICA EM PORTUGAL NO SÉCULO XX. ATÉ 30 ABR

MAR MINERAL – CIÊNCIA E RECURSOS NATURAIS NO FUNDO DO MAR REIS DA EUROPA SELVAGEM - OS ÚLTIMOS GRANDES CARNÍVOROS PLANTAS E POVOS CUIDAR E CURAR ATÉ 31 DEZ

DINOSSAUROS QUE VIVERAM NA NOSSA TERRA ATÉ 31 DEZ

ATÉ 31 DE DEZ TER A DOM: 10H-18H

LUSITÂNIA DOS FLÁVIOS. A PROPÓSITO DE ESTÁCIO E DAS SILVAS ATÉ DEZ TER A DOM: 10H-18H

EXPOSIÇÕES PERMANENTES TESOUROS DA ARQUEOLOGIA PORTUGUESA TER A DOM: 10H-18H

ANTIGUIDADES EGÍPCIAS TER A DOM: 10H-18H

RELIGIÕES DA LUSITÂNIA – LOQUUNTUR SAXA TER A DOM: 10H-18H

VISITAS GUIADAS LOULÉ, TERRITÓRIOS, MEMÓRIAS E IDENTIDADES Por Isabel Leal 3 DEZ: 11H

EG

PG/EG/MP

MUSEU DE LISBOA CASA DOS BICOS

MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

NÚCLEO ARQUEOLÓGICO DA CASA DOS BICOS

SEG A SÁB: 10H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H30) EG

MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

MEMÓRIA AFRICANA

MUSEU DE LISBOA TEATRO ROMANO

VISITAS GUIADAS AO MUSEU TER A DOM: 10H-18H MP

217 513 215 (Museu de Lisboa Palácio Pimenta) MUSEU DE MARINHA

VIKINGS - GUERREIROS DO MAR Exposição ATÉ 4 FEV SEG A DOM: 10H-18H

MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA

EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS LOULÉ, TERRITÓRIOS, MEMÓRIAS E IDENTIDADES ATÉ DEZ 2018 TER A DOM: 10H-18H

UM MUSEU, TANTAS COLEÇÕES! TESTEMUNHOS DA ESCRAVATURA.

EXPOSIÇÃO PERMANENTE O MUSEU, MUITAS COISAS RESERVAS VISITÁVEIS GALERIAS DA AMAZÓNIA GALERIAS DA VIDA RURAL DE REGRESSO À LUZ Exposição de esculturas orientais da coleção de Victor Bandeira ATÉ 11 FEV MUSEU DO ORIENTE

MACAU. 100 ANOS DE FOTOGRAFIA ATÉ 7 JAN

TEATRO NACIONAL D. MARIA II

MICROPLÁSTICOS, NÃO OBRIGADO Ver destaque 20 DEZ: 19H

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99


46

CI N E M A

CULTURGEST 10 DE DEZEMBRO, ÀS 17H RUA ARCO DO CEGO, 50, PISO 1 / 217 905 155 / WWW.CULTURGEST.PT

CINANIMA O Cinanima – Festival Internacional de Cinema de Animação viaja, mais uma vez, de Espinho até Lisboa para exibir uma seleção dos filmes premiados da 41ª edição, realizada no mês passado. O programa deste ano apresenta, entre outros, Água Mole, das portuguesas Laura Gonçalves e Xá, filme vencedor do Prémio António Gaio (diretor

E S T R E I AS

O AMANTE DE UM DIA

De Philippe Garrel, com Éric Caravaca, Esther Garrel, Louise Chevillotte

Uma rapariga de 23 anos regressa a casa do pai depois de terminar uma relação amorosa e descobre, com surpresa, que o pai tem uma nova namorada precisamente com a sua idade.

D’APRÈS UNE HISTOIRE VRAIE De Roman Polanski, com Eva Green, Emmanuelle Seigner, Damien Bonnard

Uma escritora de sucesso inicia uma relação com uma admiradora que aos poucos a vai controlar física e psicologicamente.

do festival durante 35 anos), a curta-metragem Um Marido e Uma Mulher. Uma História Voitan, da realizadora estónia Maite Laas, que arrecadou o Prémio Alves Costa para Melhor Curta-Metragem até cinco minutos e a animação Catherine, da belga Britt Raes, Prémio para Melhor Curta-Metragem de mais de cinco até 24 minutos. Ana Figueiredo

UN BEAU SOLEIL INTÉRIEUR

familiar. A mulher do seu novo chefe encontra um bilhete de amor. Dirige-se ao escritório e assume que Areum é amante do marido, uma vez que esta ocupa o lugar da antiga funcionária que mantinha um caso com o patrão.

Uma mulher divorciada, mãe e artista procura o amor verdadeiro.

ELE VEM À NOITE

De Claire Denis, com Juliette Binoche, Xavier Beauvois, Philippe Katerine

A CASA TORTA

De Gilles Paquet-Brenner, com Christina Hendricks, Gillian Anderson, Glenn Close

Baseado na obra homónima de Agatha Christie acompanha a investigação do detetive Charles Hayward, a quem uma antiga namorada pede ajuda para desvendar um crime que aconteceu na propriedade da sua família.

De Trey Edward Shults, com Joel Edgerton, Christopher Abbott, Carmen Ejogo

No rescaldo de um acontecimento apocalíptico, um adolescente vive protegido numa casa isolada, com o pai e a mãe. Quando uma família desesperada lhes pede abrigo, o jovem e os pais aceitam-nos. Com o passar do tempo o medo aumenta a desconfiança entre os vários elementos do grupo, originando comportamentos imprevisíveis.

O DIA SEGUINTE

ENCANTADOR

Quando Areum começa a trabalhar numa editora vê-se envolvida, involuntariamente, num drama

A história de uma criança que nasceu desfigurada e que pela

De Hong Sang-soo, com Yunhee Cho, Ki Joabang, Min-hee Kim

De Stephen Chbosky, com Julia Roberts, Jacob Tremblay, Owen Wilson

primeira vez irá frequentar a escola.

ENTRE RIVAIS

De Ron Shelton, com Morgan Freeman, Tommy Lee Jones, Rene Russo

Um grupo de reformados vive num resort onde o bem-estar é o lema. Quando inesperadamente uma série de incidentes perigosos acontecem, dois dos hóspedes, um ex-militar e um antigo advogado da máfia, têm de pôr de lado as suas rivalidades para descobrir o que está a colocar em risco as suas vidas.

EXTERMINADOR IMPLACÁVEL 2: O DIA DO JULGAMENTO

De James Cameron, com Arnold Schwarzenegger, Linda Hamilton, Edward Furlong Reposição em 3D do filme de 1991. Sarah e o seu filho Connor, jovem que irá liderar a resistência, têm de sobreviver a um Exterminador


C I N E M A E S T R E I AS enviado do futuro com a missão de matar o rapaz. A resistência humana envia também do futuro um guerreiro que irá proteger Connor e que ajudará mãe e filho.

se sente à mesa com eles de forma alterar o número fatídico. Involuntariamente Maria atrai a atenção de um dos convidados, dando origem a uma paixão improvável.

FERDINANDO

MARIA BY CALLAS

De Carlos Saldanha, com (vozes) Kate McKinnon, Bobby Cannavale, John Cena

Ferdinando é um touro pacífico e amável, quando é obrigado a lutar numa arena por ser grande e forte resolve fugir e a aventura da sua vida começa…

O GRANDE SHOWMAN

De Michael Gracey, com Michelle Williams, Zac Efron, Hugh Jackman

Um musical que celebra a criação do show business e que conta a história de um homem que do nada cria um espetáculo que se transforma num grande acontecimento mundial.

De Tom Volf

Documentário sobre Maria Callas. A própria cantora conta a sua história através de filmes Super 8, cartas íntimas e de imagens inéditas.

OS MENINOS QUE ENGANAVAM OS NAZIS

De Christian Duguay, com Dorian Le Clech, Batyste Fleurial, Patrick Bruel A história de dois irmãos judeus, que vivem em França, e que conseguem fugir aos nazis.

UMA MULHER FANTÁSTICA

I LOVE YOU, DADDY

De Sebastián Lelio, com Daniela Vega, Francisco Reyes, Luis Gnecco

Glen, um argumentista televisivo, sente-se constrangido e preocupado quando a filha se transforma no centro das atenções de um realizador que Glen admira muitíssimo, mas que é muito mais velho do que ela.

PADDINGTON 2

De Louis C.K., com Pamela Adlon, George Aloi, Rose Byrne

JUMANJI: BEM-VINDOS À SELVA

De Jake Kasdan, com Dwayne Johnson, Karen Gillan, Kevin Hart Um grupo de quatro jovens descobre um jogo de vídeo antigo. Quando resolvem jogá-lo são sugados para dentro dele , transformando-se nas personagens que escolheram inicialmente.

LEATHERFACE – A ORIGEM DO MAL De Alexandre Bustillo, Julien Maury, com Stephen Dorff, Lili Taylor, Sam Strike

Revela a adolescência de Jackson, o assassino dos filmes Massacre no Texas, mais conhecido por Leatherface.

LUCKY

De John Carroll Lynch, com Harry Dean Stanton, David Lynch, Ron Livingston A viagem espiritual de um homem ateu de 90 anos.

MADAME

De Amanda Sthers, com Toni Collette, Harvey Keitel, Rossy de Palma

Um casal da alta sociedade organiza um jantar luxuoso na sua nova mansão. Quando a dona da casa, Anne, constata que a mesa está posta para 13 pessoas pede à sua empregada mais fiel, Maria, que se faça passar por uma aristocrata e

47

Marina e Orlando amam-se longe dos olhares. Ele é 20 anos mains velho que ela. Quando inesperadamente Orlando morre, Marina é alvo da hostilidade dos familiares deste. Marina lutará para superar a dor e a rejeição…

De Paul King, com Brendan Gleeson, Sally Hawkins, Ben Whishaw

Paddington está adaptado à nova vida com a família Brown na cidade de Londres. Para surpreender a sua tia Lucy , que comemora 100 anos, Paddington resolve procurar o presente perfeito. Quando finalmente o encontra, este é roubado. A aventura começa quando Paddington e a família procuram o responsável por este ato cruel.

THE PROMISE

De Terry George, com Oscar Isaac, Charlotte Le Bon, Christian Bale

CINEMATECA PORTUGUESA DEZEMBRO RUA BARATA SALGUEIRO, 39 / 213 596 200 WWW.CINEMATECA.PT

UM RITMO PERFEITO 3

O QUE QUERO VER

Um triângulo amoroso que tem como cenário o final do Império Otomano.

De Trish Sie, com Ruby Rose, Hailee Steinfeld, Anna Kendrick

Depois de vencerem o Campeonato Mundial com as suas vozes perfeitas, as Bellas, separam-se e seguem as suas vidas. Sem perspetivas de trabalho resolvem aceitar a oportunidade de realizarem uma tour internacional.

RODA GIGANTE

De Woody Allen, com Jim Belushi, Juno Temple, Justin Timberlake

Coney Island, década de 1950, as vidas de uma empregada de mesa outrora atriz, do seu severo marido, da filha deste e de um jovem nadador-salvador cruzam-se num enredo de paixão, violência e traição.

Em dezembro a Cinemateca apresenta uma edição especial da rubrica mensal O Que Quero Ver, onde todos os meses são exibidos um ou dois filmes escolhidos pelos espetadores da Cinemateca. O programa inclui 25 filmes e destaca o cinema clássico com Stella Dallas, de King Vidor, Love Letters , de William Dieterle ou Underworld USA , de Samuel Fuller, filmes de culto como Beat the Devil , de John Huston, Au Hasard Balthazar, de Rober Bresson e Il Misterio di Oberwald, de Michelangelo Antonioni, e títulos mais contemporâneos, caso de Miami Vice, de Michael Mann, ou 48 Hours de Walter Hill. AF


48

C I N E M A C I C L O S / F E S T I VA I S

STAR WARS: OS ÚLTIMOS JEDI

De Rian Johnson, com Daisy Ridley, John Boyega, Mark Hamill

Os heróis de O Despertar da Força juntam-se às lendas galácticas para uma aventura onde se desvendam os mistérios antigos da Força.

SUBURBICON

De George Clooney, com Matt Damon, Julianne Moore, Oscar Isaac

Suburbicon é uma cidade idílica, um subúrbio perfeito onde casas da classe média são ideais para criar família. Em 1959 os Lodge vivem o dia-a-dia nesta redoma, que na realidade esconde uma existência sombria.

24 HOURS TO LIVE

De Brian Smrz, com Rutger Hauer, Ethan Hawke, Paul Anderson Um assassino procura redimir-se depois de ter uma segunda oportunidade de vida.

O HOMEM QUE INVENTOU O NATAL

De Bharat Nalluri, com Dan Stevens, Christopher Plummer, Jonathan Pryce

A história real que inspirou Charles Dickens a escrever Um Conto de Natal.

A MAGIA DOS PÓNEIS

De Jayson Thiessen, com (vozes) Emily Blunt, Kristin Chenoweth, Liev Schreiber Uma força negra conquista Canterlot. Seis amigas terão de ir além de Equestria para encontrar uma salvação para a sua terra natal.

C I C L O S/ / F E S T I VA I S

A ARTE EM IMAGENS

CICLO DE CINEMA: QUANDO O CINEMA INTERVÉM

CINEMATECA EM DEZEMBRO

CASA DA ACHADA

CINEMATECA PORTUGUESA

ALEMANHA NO OUTONO

De Rainer Werner Fasbinder, Alf Brustellin, Hans Peter Cloos, Alexander Kluge, Maximiliane Mainka, Edgar Reitz, Katja Rupé, Volker Schlöndorff, Peter Schubert, Bernhard Sinke 4 DEZ: 21H30

OSSOS (1997)

Ciclo de filmes de Jorge Silva Melo

De Pedro Costa

FUNDAÇÃO ARPAD SZENES - VIEIRA DA SILVA

À BIENTÔT, J’ÉSPERE

A GRAVURA: ESSSA MÚTUA APRENDIZAGEM 3 DEZ: 15H30

BELÉM CINEMA CENTRO CULTURAL DE BELÉM

A PONTE DO RIO KWAI

11 DEZ: 21H30

De Chris Marker, Mario Marret

CLASSE DE LUTTE De Chris Marker

18 DEZ: 21H30

CINEPOP FÓRUM LISBOA

O TUBARÃO

De David Lean

De Steven Spielberg

MARY POPPINS

OS GOONIES

3 DEZ: 16H

De Robert Stevenson 23 DEZ: 16H

10 DEZ: 16H

De Richard Donner 17 DEZ: 16H

HOLLYWOOD B

Ciclo sobre a Série B do cinema clássico norte-americano DEZ

CINENIMA CULTURGEST Festival Internacional de Cinema de Animação 10 DEZ: 17H

CLUBE DE CINEMA SÉNIOR SOCIEDADE HISTÓRICA DA INDEPENDÊNCIA DE PORTUGAL Sessões de cinema comentadas e debatidas por Dr. António Pascoalino QUI: 15H30-18H30 MP 213241475/969599918

ENQUADRAMENTOS CINEMA CITY CLASSIC ALVALADE Visionamento e análise de filmes em cartaz conduzido por um crítico de cinema. 3º SÁB: 10H Inscrições até à véspera da sessão


CIN E MA CURSOS

OLHARES DE ESPANHA

MUSEU DO DINHEIRO

5 DEZ: 18H30

RUÍNAS

INSTITUTO CERVANTES

EL LUGAR DE LAS FRESAS De Maite Vitoria Daneris

De Manuel Mozos

LA FIESTA DE OTROS

MP

12 DEZ: 18H30

16 DEZ: 16H

KELLERKINO – CINEMA NA BIBLIOTECA GOETHE -INSTITUT

ENQUANTO SONHÁVAMOS De Andreas Dresen 5 DEZ: 19H30

DIGRESSÃO INTERNACIONAL De Ayse Polat

19 DEZ: 19H30

OLHARES EM DIÁLOGO GOETHE -INSTITUT

LITTLE DIETER NEEDS TO FLY De Werner Herzog 7 DEZ: 19H30

De Ana Serret Ituarte EG

PROCURAM-SE FILMES ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - VIDEOTECA Recolha de filmes caseiros feitos em Lisboa ou por lisboetas

OS RECÉM-CHEGADOS RUA DAS GAIVOTAS 6

INTO THE WORLD SILÊNCIO

De Cristophe Bisson 11 DEZ: 20H EG

SHORTCUTZ O BOM, O MAU E O VILÃO Exibição de curtas-metragens TER: 22H

WHO’S GONNA LOVE ME NOW?

Câmara e Iluminação para Audiovisuais

CENTRO LGBT Apresentação do filme de Barak Heymann & Tomer Heymann 9 DEZ: 21H30

Pós-Produção Audiovisual

CURSOS AMA – ACADEMIA MUNDO DAS ARTES

Representação para televisão e cinema CINECLUBE CINE REACTOR 24I

12º Curso Geral de Cinema

ATÉ 29 JUN www.cursogeraldecinema.com RESTART

Realização I

SEG, QUA, SEX: 9H-12H, 20H-23H

TER, QUI: 9H-13H, 19H-23H

SEG, QUA, SEX: 9H-12H, 13H-16H, 20H -23H

Produção e Marketing Audiovisual SEG, QUA, SEX: 9H-12H

Interpretação – Cinema e televisão TER, QUI: 19H-23H

Animação e Grafismo 2D/3D I

TER, QUI: 14H-18H/19H23H

Animação e Grafismo 2D/3D II TER, QUI: 9H-13H

Escrita para Cinema, Televisão e New Media

SEG, QUA, SEX: 20H-23H

Realização II

TER, QUI : 19H-23H

Geral de Audiovisuais

TER, QUI: 9H-13H,14H-18H

EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA E ESCOLAS

> Contactos pág 99

© CML | DESIGN: CML\AML 2017

HÁ CINEMA NO MUSEU – MORTE VIDA MEMÓRIA MEDO

49


ENTREVISTA

50

ISADORA VALERO FRANCISCO SEBASTIÃO

Lago dos Cisnes

LUÍS ALMEIDA D’EÇA

A Companhia Nacional de Bailado encerra as comemorações do seu 40º aniversário com uma série de representações do Lago dos Cisnes, na época de Natal. Durante os ensaios, falámos com dois jovens bailarinos da companhia que interpretam o par protagonista, a venezuelana Isadora Valero e o português Francisco Sebastião, na sua segunda temporada na CNB, após uma passagem pelo Ballet de São Francisco. A programação da CNB é muito eclética, indo do bailado clássico à dança contemporânea. Para uma obra tão exigente como o Lago dos Cisnes, como é feita a preparação dos bailarinos? Isadora Valero: Numa companhia de reportório como a CNB, temos uma aula clássica todos os dias. É a forma de mantermos o treino do bailado clássico. Claro que para uma obra tão exigente como o Lago dos Cisnes não chega, é preciso uma dedicação diária mais intensa durante vários meses. Acho os bailarinos desta companhia prodigiosamente versáteis, o que possibilita passar da dança contemporânea para o bailado clássico ao longo de uma temporada.

Francisco Sebastião: O passado na aprendizagem é muito importante. Eu, por exemplo, tive clássico e contemporâneo no conservatório e sinto que adquiri uma versatilidade que posso utilizar no meu trabalho profissional. Do ponto de vista de um bailarino, quais são as diferenças entre interpretar um bailado clássico ou dança contemporânea? FS: Na dança clássica temos que nos focar na execução técnica e depois interpretar o papel dentro da técnica. Na contemporânea cada coreógrafo tem o seu estilo pessoal; na clássica a técnica é só uma. IV: Concordo. O bailado clássico tem um vocabulário que para o executar implica muita determinação e persistência. O contemporâneo também, mas de uma outra forma menos rígida. O que preferem interpretar? IV: Pessoalmente o neoclássico. O Romeu e Julieta com música de Prokofiev, por exemplo, é uma obra que tem muitas vezes uma abordagem mais neoclássica, o que permite uma liberdade de movimentos mais ampla, mas o estilo neoclássico, propriamente dito, que começa com George Balanchine, é sem dúvida um dos meus preferidos.


Humberto Mouco

51


52

E N T R E V I S TA IS A D O R A VA L E R O E FR A N CIS C O S E B AS T I ÃO

FS: Não tenho preferência. Gosto de in- FS: Jiri Kylian. É o meu coreógrafo contemporâneo preferido. terpretar os dois. Que desafios apresentam os vossos pa- IV: O coreógrafo sueco, Mats Ek. O que pode ser feito para que o bailapéis no Lago dos Cisnes? IV: Vou interpretar Odette/Odile, dois do clássico e a dança em geral passem papéis num só. São duas personalidades a fazer parte dos hábitos culturais dos extremas e distintas. Existe uma grande portugueses? diferença na música, no movimento e IV: Há muita coisa que já é feita mas pona personalidade, e isso é muito difícil demos sempre explorar mais hipóteses. de interpretar. Há que estudar muito Procurar novos públicos, por exemplo, cada movimento e intensão que queres criar uma aproximação maior entre o dar a cada movimento. Para além da público e os bailarinos. Penso mesmo que esses hábitos culturais devem ser exigência física que os papéis impõem. FS: O príncipe Siegfried é o meu pri- transmitidos logo muito cedo nas esmeiro protagonista e sinto que a dificul- colas e pelas famílias, para além de um dade está na totalidade do papel. Tenho trabalho nesse sentido realizado pelas que estar preparado em termos de resis- instituições culturais. tência física para dar o meu melhor ao FS: Sinto que o bailado clássico desperta longo de todo o bailado e em cima disso muita curiosidade. Mesmo junto da geração mais jovem. Ouço assumir ainda a parte inmuita gente da minha teira de representação do idade dizer que quer vir personagem. O EFÉMERO ver o Lago dos Cisnes. O que pode trazer de novo Têm uma profissão de um bailarino a uma obra FAZ PARTE DO rápido desgaste e de como o Lago do Cisnes ENCANTO DA imenso esforço e as vosque já foi dançada milhasas representações são res de vezes e pelos melho- DANÇA quase sempre efémeras. res intérpretes de sempre? Não vos preocupa o facFS: O facto de sermos todos diferentes já traz algo de novo ao to de, por norma, não deixarem registo papel. Quando se atinge um alto nível das vossas atuações? como bailarino conseguimos imprimir FS: O efémero faz parte do encanto da algo da nossa personalidade aos papéis nossa arte. Aquilo que fazemos existe naquele momento, no palco, e quando que criamos em palco. IV: Concordo. Cada bailarino tem uma acaba deixa de existir. Isso cria uma coforma diferente de dar vida às persona- munhão única e muito forte com o púgens. A própria versão que agora vamos blico que está connosco. Dá-me muito dançar, do Fernando Duarte a partir de prazer estar em palco e sentir a emoção Petipa, tem particularidades próprias do público. Mesmo que não haja registo em vídeo, esse momento mágico é sufique identificam a visão do coreógrafo. Qual o bailado clássico que sonham in- ciente para mim. IV: Gostaria que ficasse um registo, mas terpretar? IV: Romeu e Julieta com música de Ser- não me preocupa. Tenho memórias muito fortes de espectáculos de dança guei Prokofiev. FS: É também a minha escolha. É um que vi em criança e gosto de pensar que mais tarde o meu trabalho possa servir bailado lindíssimo. E o coreógrafo contemporâneo com que de inspiração para outras pessoas. gostassem de trabalhar? Ver página 62


53

PASSADO E PRESENTE LISBOA, CAPITAL IBERO-AMERICANA DE CULTURA 2017 DEZEMBRO www.lisboacapitaliberoamericana.pt


54 D E Z E M B RO

LI S BOA , CAPITAL I B E RO -AM E RICANA D E C U LTU RA 201 7

No escurinho do cinema Mostra de Cinemas Ibero-americanos O plural aplica-se, em “cinemas” e em “ibero-americanos”, porque seria erróneo falar de uma identidade quando ela carrega em si tantas variáveis. E se é verdade que há denominadores comuns, por uma questão de geografia mas também de realidade transversal nos planos social e político, mais verdadeiramente ainda se tem afirmado, em detrimento do exotismo na tela, uma preciosa contribuição de perspetivas. Lucrecia Martel, Alfonso Cuáron, Alejandro González Iñárritu, Fernando Meirelles, Walter Salles, Pablo Larraín, Guillermo del Toro, Pedro Almodóvar, Albert Serra, Pedro Costa, João Pedro Rodrigues. A arte cinematográfica nas latitudes latino-americanas está bem e recomenda-se, com tradução em audiências, galardões e prestígio. Com nomes que se afirmam, num mundo cada vez mais globalizado, pelo seu olhar tão rico quanto mais local, particular ou único.

No ano em que a cultura ibero-americana tomou conta de Lisboa, impunha-se uma mostra de filmes que evidenciasse isso mesmo, com oportunidade para ver cerca de 40 títulos importantes de produção recente, em ficção e não ficção, cuja estreia comercial não está necessariamente garantida entre nós. Com organização da Casa da América Latina, curadoria do português Carlos Nogueira e da cubana Teresa Toledo, a mostra No Escurinho do Cinema decorre no Cinema São Jorge. As honras de abertura, a 4 de dezembro, vão para o Chile. Aqui no ha Pasado Nada (2016) passou pelos festivais de Berlim e Sundance (que em 2014 deu o Grande Prémio do Júri ao realizador Alejandro Fernández Almendras pelo anterior Matar a un Hombre). Considerado por muitos o melhor filme chileno de 2016, adapta ao grande ecrã a verídica e mediática


M O D DUTU E A EZZ REEÇM B M ORO B BRO RO L ILI SLI B LI SOA BOA S SBOA BOA , CA , CAPITAL ,, P CAPITAL CAPITAL I TA L I B IB EIIE R B BRO O EERO -RO A -AM M -AM -AM EERRICANA E IECA RICANA RICANA N A DDEE D DCE C EUU C C LT LTU U ULTU U LTU RRA ARA RA 2201 0201 201 1 77 77

Quem viu Moçambique poderá estar tentado a pensar que Jorge Andrade tem uma tia brasileira. Mas, não! A ideia de ter família no Brasil até agradaria ao autor, encenador e ator, mas Amazónia, afinidades tropicais à parte, é uma viagem sem conexões familiares aparentes e, certamente, muito mais ecológica. Pelo menos a julgar pelo que os diretores artísticos da Mala Voadora nos revelaram acerca do novo espetáculo, em estreia no Teatro São Luiz a 9 de novembro.

O que é Amazónia e essa “telenovela ecológica” que vem anunciada? Jorge Andrade: Trata de um grupo de artistas que resolve ir para a Amazónia fazer, precisamente, uma telenovela ecológica, porque o conceito interessa às pessoas, é ético e é urgente; e parece ser uma fórmula de sucesso. Ao chegarem, começam por ocupar o espaço e tentam tornar aquele cenário inóspito, com muita natureza por toda a parte, um sítio agradável. Isso envolve limpar parte dessa natureza, e até históriaeliminar de um alguns jovem índios que tenta libertar-se mesmo das redondezas. Àda medida que o vão fazendo, conseguem anacusação de um atropelamento perpegariar alguns patrocinadores e financiadores trado pelo filho de um político poderoso. Já para aquele empreendimento. Masdia nem tudo o encerramento, marcado para 16, vem acaba por correr como o previsto… com a chancela da Quinzena dos Realiza-

portuguesa naquela zona, sobretudo a dizimação dos nativos, e a luta atual dos “sem terra” contra os senhores do gado e da soja. Tal como em Moçambique, também aqui se reflete a história, mas de uma forma muito mais livre. Essa liberdade faz de Amazónia um espetáculo ainda mais pessimista do que Moçambique? José Capela: Talvez seja um espetáculo mais negro… (2015) em película a preto branIncidente JA: Mas não creio, apesar de tudo, queeseja um espetáculo cínico e de descrença. Até porque co, história de uma jovem viúva e mãe de teamfilhas algumem espaço para de a esperança. duas processo “refazer a Aliás, vida”, e tal como Moçambique , é bastante divertido. com realização da argentina Ariel Rotter; Como diz Timothy Morton, “todos Ejercicios de Memoria (2016) que nós são sabeum mos que estamos lixados, mas não vamos regresso à infância vivida nos tempos de passar o tempo que nos resta a chorar sobre ditadura de Alfredo Stroessner, pela parao quão lixados estamos.”

Tawapayera

dores da última edição do Festival de Can-

Ou seja, as preocupações que norteiam a nes. La Defensa del Dragón, (2017) primeira ficção esfumam-se na realidade. guaia POMAR Paz Encina; Ixcanul (2015), de Jayro obra da colombiana Natalia Santa, foge aos JÚLIO ATELIER-MUSEU JA: Porque a telenovela ecológica deles é usuais temas de narcotráfico, guerrilha Bustamante, de vulcão emsubjacente atividade 28 de outubro a 28 de A fevereiro denome 2018 mesmo pouco ética e despudorada. É um propreocupação ecológica está ou violência se debruçar sobre na com um este outroespetáculo lado de projeto a lembrar social a nossapara história passada fazenao Guatemala, próprio modo como foi um tabuleiro de xadrez. Em torno dele, um messa norte-americana do deles novos colonizadores. concebido, não é assim? para uma jovem jogador profissional, relojoeiro e um hotenta fugir a umocasamento JC: espetáculo preocupado com as quesUm dia,um enquanto tomava banhoque no Como rio Amazonas, curador organizado meopata: trêsAlexandre velhos amigos que passam pelos pais; e La Reconquista , olhar do tões da ecologia, resolvemos aplicar umespaverdaMoçambique trabalhava diretamente a Melo lembrou-se inesperadamente de imagens de deiro processo de reciclagem de outros espetáhistória de um país. E aqui, como é que tratrabalhos de Júlio E o mesmo acontecer os dias no centro de Bogotá, àsPomar. voltas com nholvoltou JonásaTrueba sobrequando a ação do tempo culos.de Por exemplo, na música e no desenho balharam realidade imenso terparticipou nascomo festas Bois Bumba Parintins. “Não é uma a sorte e oafracasso, nadaquele vida nodos jogo. num primeiro e jovem amor. Como se querde luz apropriamo-nos do que criámos em espetáritório? questão de realismo”, explica o próprio. “Para artistas, para as latitude. o amor ao os cinema, em equalquer culos anteriores da Mala Voadora; a cenografia JA: Aquando de uma ida ao Brasil com Moçampessoas geral, energia eManuela a vida e, Costa se possível, a alegria, De premeio, dão-se vivas ainda em a ver, por aexemé emprestada de um espetáculo bique , que apresentámos em São Paulo e Cori- e um são matérias para um desafio encontro que, neste caso, da Cláudia plo, Espacio Sagrado (2015) de Felipe EsGaiolas, com árvores de Natal a ilustrarem a tiba, fomos foram à Amazónia, ao estado do Acre, um aceites por Júlio Pomar, Nuno de Almeida e Silva, Igor Jesus parza Pérez, uma curta-metragem de 20 densidade da floresta amazónica. dos últimoseaTiago integrar o “império” brasileiro. Alexandre.” De terça a domingo, das 10h às 13h e das 14h às E, as cenas minutos que também é um tríptico sobre a Adquiri bibliografia, estudei alguma história 18h no espaço expositivoe textos da Ruasão dotambém Vale. MC objeto desse mesmo prorepresentação do sagrado La Luz cesso de reciclagem. Frederico Bernardino da Amazónia, como aspetosno daPeru; colonização

55


56 D E Z E M B RO

LI S BOA , CAPITAL I B E RO -AM E RICANA D E C U LTU RA 201 7

Verão & Inverno Concerto de Encerramento CAPITÓLIO 16 dezembro, às 21h

Ao inverno que se instala em Lisboa chegam os ritmos quentes dos verões de outras latitudes para a festa de encerramento do ano cultural. Da Costa Rica vem Probus Ensamble, formação de quarteto de cordas com percussionista e intérprete vocal, que combina o rigor técnico com a liberdade interpretativa, para uma experiência sensorial intensa. Da Colômbia, a cantora e compositora Maria Mulata, especialmente atenta às contribuições de afro-descendentes para as tradições dos seus antepassados, apresenta De Cantos y Duelos. E a noite fica completa com a atuação de DJ Maboku, nascido em Angola mas a viver em Queluz desde criança, que se vai impondo como referência da música eletrónica e fenómeno das pistas de dança. MC


M O D DUTU E A EZZ REEÇM B M ORO B BRO RO L ILI SLI B LI SOA BOA S SBOA BOA , CA , CAPITAL ,, P CAPITAL CAPITAL I TA L I B IB EIIE R B BRO O EERO -RO A -AM M -AM -AM EERRICANA E IECA RICANA RICANA N A DDEE D DCE C EUU C C LT LTU U ULTU U LTU RRA ARA RA 2201 0201 201 1 77 77

Conferências

Falas da e Sobre as Américas Oradores: Miguel Bandeira Jerónimo, Catherine Walsch e Gonzalo Portocarrero SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL SALA LUIS MIGUEL CINTRA 2 dezembro, 15h

“Redes de Colaboração” entre artistas da América Latina Com a participação de Antónia Gaeta, Cristiana Tejo, Giulia Lamoni, Marilia Andrés e a moderação da curadora da exposição, Marta Mestre PAVILHÃO BRANCO 2 dezembro, 16h

57


58 D E Z E M B RO

LI S BOA , CAPITAL I B E RO -AM E RICANA D E C U LTU RA 201 7

CONTINUAM ESPAÇO PÚBLICO RUAS DE LISBOA

MARCOS IBERO-AMERICANOS Associação Cultural Gerador ATÉ 31 DE DEZEMBRO EXPOSIÇÕES MUSEU DO ALJUBE AVENIDA DA LIBERDADE

TATIANA MACEDO ATÉ 22 DE DEZEMBRO TER A DOM: 10H-18H

CASA DA AMÉRICA LATINA (CASA DAS GALEOTAS)

OBJECTIVO MORDZINSKI Daniel Mordzinski ATÉ 29 DE DEZEMBRO SEG A SEX: 9H30-13H, 14H-18H30

MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA MUSEU DO CHIADO

A MÃO-DE-OLHOSAZUIS DE CÂNDIDO PORTINARI (1903-1962) Curadoria: Maria Aires Silveira ATÉ 30 DE DEZEMBRO TER A DOM: 10H-18H

PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS ATLÂNTICO VERMELHO

ROSANA PAULINO ATÉ 30 DE DEZEMBRO TER A DOM: 10H-18H


M O DUTU A EZ REÇB M ORO B RO L ILI SB LI SOA BOA S BOA , CA , CAPITAL , PCAPITAL I TA L I B IB EIE RBRO O E -RO A -AM M-AM EERRICANA IECA RICANA N A DDEEDCC EUUC LT LTU UU LTU RRA ARA 2201 0201 1 77 7

MUDE NO PALÁCIO DOS CONDES DA CALHETA

COMO SE PRONUNCIA DESIGN EM PORTUGUÊS: BRASIL HOJE Curadoria: Frederico Duarte ATÉ 31 DE DEZEMBRO TER A DOM: 10H-18H MUSEU DO FADO

CANÇÕES DE IDA E VOLTA Imagens Musicais na Pintura Ibero-Americana Curadoria: Sara Pereira e Vítor Serrão ATÉ 31 DE DEZEMBRO TER A DOM: 10H-18H PAVILHÃO BRANCO E PAVILHÃO PRETO GALERIAS MUNICIPAIS

POTÊNCIA E ADVERSIDADE Arte da América Latina nas Coleções em Portugal Curadoria: Marta Mestre ATÉ 8 DE JANEIRO TER A DOM: 10H-13H, 14H-18H ATELIER-MUSEU JÚLIO POMAR

TAWAPAYERA

Júlio Pomar, Igor Jesus, Nuno de Almeida e Silva e Tiago Alexandre Curadoria: Alexandre Melo ATÉ 28 DE FEVEREIRO TER A DOM: 10H-13H, 14H-18H MUDE - MUSEU DO DESIGN E DA MODA PALÁCIO CALHETA

TANTO MAR. FLUXOS TRANSATLÂNTICOS PELO DESIGN

CURADORIA: BÁRBARA COUTINHO E ADÉLIA BORGES 27 JANEIRO A 20 DE MAIO 2018 TER A DOM: 10H-18H

59


60 D E Z E M B RO

LI S BOA , CAPITAL I B E RO -AM E RICANA D E C U LTU RA 201 7

O BALANÇO DE ANTÓNIO PINTO RIBEIRO Coordenador Geral da Programação

Inicialmente, definimos quatro eixos programáticos (Questão Indígena, Afrodescendentes, Migrações, Pensamento e Criação Contemporânea). E, se entendermos

que os temas tratados nesses eixos produziram debates, deram origem a peças de jornalismo e tiveram públicos diferenciados, creio que todas as linhas foram conseguidas à medida da escala de Passado e Presente – Lisboa, Capital Ibero-americana de Cultura 2017.

O intercâmbio de artistas fluíu bastante bem. De um modo geral todos os artistas se empenharam nas produções em que estavam envolvidos e os artistas vindos das cidades estrangeiras aproveitaram a estadia em Lisboa – alguns circularam por outras cidades do país – para se inteirarem da cena artística portuguesa, estabelecendo mesmo algumas parcerias para o futuro.

Passado e Presente deixa muitos legados, conforme o interesse de quem deles quiser beneficiar: os públicos, que deverão continuar

a interessar-se por este universo que tiveram a possibilidade de conhecer, e os equipamentos culturais, que foram sujeitos a uma experiência de produção, de difusão, de receção técnica e até de co-colaboração, que lhes exigiu uma subida de escala sobre a qual devem refletir para dela beneficiarem no futuro.


61


62

DA N ÇA

CENTRO CULTURAL DE BELÉM 15 DE DEZEMBRO, ÀS 21H, 16 DE DEZEMBRO, ÀS 19H PRAÇA DO IMPÉRIO / 213 612 400 / WWW.CCB.PT

PATTERNS Box Nova; Tom M. R. Colin, coreografia e figurinos; Miguel Ramalho, Miguel Santos, Guilherme Leal, Margarida Belo Costa, Catarina Godinho, Élson Marlon, bailarinos.

O espetáculo pretende examinar e seguir os padrões de seis indivíduos, as suas motivações, objetivos e evoluções, bem como as reações comportamentais dentro de um grupo. Tudo o que E S P E TÁC U L O S CENTRO CULTURAL DE BELÉM

O QUEBRA NOZES

Transmissão em direto da Royal Opera House. 5 DEZ: 19H15

GISELLE

Russian National Ballet.

7, 8 DEZ: 21H, 8 DEZ: 16H

O LAGO DOS CISNES Russian National Ballet. 9 DEZ: 16H, 21H, 10 DEZ: 11H, 16H

PATTERNS

15 DEZ: 21H, 16 DEZ: 19H COMPANHIA NACIONAL DE BAILADO

O LAGO DOS CISNES

Fernando Duarte , coreografia; Artistas da CNB, interpretação. Ver entrevista pág. 48

8, 14, 20 A 22 DEZ: 21H, 9, 16 DEZ: 18H30, 10, 17 DEZ: 16H, 13 DEZ: 15H E CULTURGEST

PARA QUE O CÉU NÃO CAIA 13 A 15 DEZ: 21H30

O’CULTO DA AJUDA

MUTABILIS

Paula Pinto, criação, interpretação.

20 A 22 DEZ: 21H30 RUA DAS GAIVOTAS 6

CAPRICHO #2 |OUTRA COISA 8 A 10 DEZ: 21H30

F E S T I VA I S ANJOS 70

BAIÃO IN LISBOA

fazemos, as decisões que tomamos e a forma como reagimos repetidamente tornam-se sempre, de forma profunda, em padrões simples que, na sua maioria, são difíceis de quebrar. Estes padrões de comportamento são uma realidade objetiva ou são só a perceção que temos do mundo e de nós mesmos? Estes padrões são físicos, mentais e materializam-se. Ricardo Gross

FESTIVAL 2017

6 A 13 DEZ: 12H-20H

AULAS/CURSOS WORKSHOPS AAMA - ASSOCIAÇÃO DE ACTIVIDADE MOTORA ADAPTADA

Dança Contemporânea Inclusiva QUA: 10H30 917 737 409 / 217 121 330

ACADEMIA LIFECLUB/ ESTÚDIO 1

Aulas de Dança Contemporânea para Maiores de 55 anos e Seniores Por Rafael Alvarez TER: 17H30-19H15 bodybuilders321@gmail.com

ARTA - TABERNA DAS ALMAS

Oficina de Tango Por Miriam Nieli QUI: 20H-21H30 938 226 403

ASSOCIAÇÃO ADN

Acrobacia Aérea

Com Joa Gouveia, Mila Xavier e Rita Oliveira SEG, QUA: 19H30-21H45

Acrobacia de Chão Com Jocka Carvalho TER: 19H30-21H30

Pinos

Com Joa Gouveia TER: 19H30-21H30

Mastro Chinês

Com Ricardo Paz QUI: 19H30-21H30 armazem13adn@gmail.com ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DA MOCIDADE DE LISBOA


DA N ÇA AU L AS / C U R S O S / WO R KS H O P S

Samba Gafieira

Por Livia Oliveira QUA: 20H30-22H30

Kizomba

SEX: 20H30-22H

Forró

CASA DA CULTURA DOS OLIVAIS

Aulas Workshop de Dança – Ritmos Latinos e Africanos 13 DEZ: 19H-21H

Por Marquinhos SÁB: 17H-19H 916 540 235

CASA DE LAFÕES

ASSOCIAÇÃO SUBUD

Aulas de Forró

Biodanza

Aulas de Tango TER: 19H30

TER, QUI: 21H

CENTRO CULTURAL DE CARNIDE

Ballet

Professora Francisca Moura TER: 18H-18H45 (NIVEL I), 18H50-19H50 (NIVEL III); QUI: 18H-18H45 (NIVEL II), 18H50-19H50 (NIVEL IV)

Hip-Hop

Professora Ana Marta Azevedo SEG, QUA: 18H40-19H30

63 CENTRO CULTURAL PADRE CARLOS ALBERTO GUIMARÃES

BalletArte

Dança Clássica, Dança Criativa, Dança Contemporânea e Barra de Chão pontifice73@gmail.com CENTRO LGBT

Kizomba

QUI: 19H30-20H30 centro@ilga-portugal.pt

TER: 19H30-21H45 965 350 034 http://biodanza-davida.webnode.pt AUDITÓRIO CARLOS PAREDES

Oficinas de Movimento Por Bruno Rodrigues SEG: 17H15-18H, 18H1019H10, 19H15-20H15, 20H15-21H30 brunosebastiaorodrigues@ gmail.com B.LEZA

Workshops de Dança DOM: 18H 963 612 816

C.E .M . CENTRO EM MOVIMENTO

Corpo Paisagem Com Inês Ferreira SEG: 9H30 -11H, TER: 19H30-21H

Vertical

Com Sofia Neuparth SEG: 17H30-19H

Movimento com Adolescentes

Com Clara Bevilaqua SEG: 18H30 -19H30

Corpo Dinâmico Corpo Flutuante

Com Peter Michael Dietz SEG, QUA: 19H30-21H30

Práticas de Criar Corpo Com Sofia Neuparth QUA: 9H30- 11H

Travessias

Com Susana Salazar QUI: 17H-18H

Práticas de Dança Com Sílvia Pinto Coelho QUI: 19H30-21H

CASA DA COMARCA DE ARGANIL

Aulas Regulares de Tango Argentino (Iniciado/Intermédio) QUI: 20H30-21H30 964 859 049

CULTURGEST 13 A 15 DEZEMBRO, ÀS 21H30 RUA ARCO DO CEGO 50, PISO 1 / 217 905 155 / WWW.CULTURGEST.PT

PARA QUE O CÉU NÃO CAIA Lia Rodrigues, criação, direção; Amália Lima, Carolina Mattos, Clara Cavalcante, Felipe Vian, Francisco Thiago Cavalcanti, Gabriele Nascimento, Glaciel Farias, Leonardo Nunes, Luana Bezerra, Maruan Sipert, Valentina Fittipaldi, dança.

Os bailarinos de Lia Rodrigues pediram a mais de 100 pessoas para responder a um questionário produzido coletivamente. A partir da recolha de respostas, deram origem a um exercício coreográfico que foi o início do processo de criação de Para que o céu não caia. O mito do fim do mundo, relatado pelo xamã Yanomami Davi Kopenawa, conta que desfeita a harmonia da vida no universo, o céu cairá sobre todos nós. Perante tantas catástrofes e barbáries de que diariamente temos conhecimento, no atual contexto de drásticas mudanças climáticas que ameaçam o futuro, o que nos resta fazer? Como imaginar formas de continuar e agir? O que cada um de nós pode fazer para, à sua maneira, segurar o céu? RG


64

DA N ÇA

AU L AS / C U R S O S / WO R KS H O P S

CHAPITÔ

Alvarez e Leonor Tavares. SÁB: 10H-11H30

Por Sâmara Botelho, Matias Hugo e Neuza Ribeiro SEG, QUA: 19H30-21H

EG / MP

Técnicas Circenses Técnicas de Manipulação

934 788 156 DANCE FACTORY STUDIOS

Aulas Regulares, Cursos e Workshops

Por Tommaso Mortari TER: 19H30-21H

Capoeira

Por Mário Correia TER, QUI: 19H30-21H COMPANHIA OLGA RORIZ

Aulas de Contemporâneo

SEG, QUA, SEX: 10H3012H10, TER, QUI: 9H-10H30

Aulas de Condicionamento Físico SEG, QUA, SEX: 9H-10H30

Atelier de Criação 10 por Rafael Alvarez

Kizomba Zero, Tango Argentino, Danças de Salão, Salsa, Tarrachinha, Semba, Bachata, Forró, Street Jazz, Ragga, Hip-Hop, Kuduro, Belly Dance, Sevilhanas, Ritmos Latinos, Pole Dance, Ballet, Sapateado, Dança Afro. 966 755 755 DANCE SPOT

Artes de Palco, Street Dance e Danças Sociais 915 773 155

DE PURA CEPA - ESCUELA DE TANGO

15, 22 DEZ, 8, 15, 22, 29 JAN: 14H40-16H40 MP

Tango Argentino (Iniciação, Intermédio e Técnica)

CONVENTO DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA

DOJO DA LUZ

Aulas de dança para pessoas com Parkinson e cuidadores, por Rafael

Por Sofia Freire Diogo SEG, QUA: 10H30-11H30,

Dançar com Pk

depuracepatango@gmail.com

Dança Contemporânea

SEG: 21H-22H, SEX: 20H30-21H30 EKA (PALACE)

Bharata Natyam TER: 19H00 dance@ekaunity.com

ESCOLA DE DANÇA ANA KÖHLER

Cursos

Dança Criativa, Ballet, Contemporâneo, Jazz/Broadway, Sapateado/Tap Dance, Dança Tradicional Irlandesa, Hip-Hop, Bollywood e Barra de Chão 961 268 279 ESCOLA DE DANÇA PROJETO LATINO

Aulas e Workshops

Salsa, Roda de Casino, Ritmos Africanos, Bachata, Tango Argentino e Sevilhanas SEG A SEX: PÓS-LABORAL 917 860 556 ESCOLA DE DANÇA RAQUEL OLIVEIRA

Dança Extemporânea e Danças Espanholas

escoladedanca@raquel-oliveira.pt

10ª edição

AO RITMO DA CAPITAL www.saosilvestredelisboa.com

ESCOLA PRO.DANÇA

Formação Essencial Matridança

Corpo e movimento para mulheres com Vera Eva Ham SÁB: 14H-19H, DOM: 9H30-18H 919 727 601 ESCOLA SECUNDÁRIA DE CAMÕES

Biodanza

Por Catarina Almeida QUA: 20H30-22H30 914 739 762 ESPAÇO 9

Gipsy Duende

SEG: 18H-19H30

Danza Duende

QUA: 19H-20H30 info@espaco9@gmail.com ESPAÇO DANÇA PALMIRA CAMARGO

Aulas e Workshops

Dança Jazz, Jazz Broadway, Bollywood, Dança Oriental, Sapateado, Dança Irlandesa e Hip-Hop


DA N ÇA

AU L AS / C U R S O S / WO R KS H O P S

ESPAÇO MATER

KI’ANDA PRIME

Dança Clássica, Sevilhanas, Dança Mais, Dança Indiana, Danças Europeias, Danças Celtas e Danças Orientais amalgama.info.ins@gmail.com

Salsa, Bachata, Kizomba e Semba SEG A SEX: 19H-22H

Aulas

ESPASSUS 3G

Dança Escocesa

QUI: 19H15-20H45, 20H45-22H 931 462 215 ESTÚDIO ACCCA

Dança Contemporânea

Por Sofia Silva SEG: 19H30-21H30 (NÍVEL ABERTO), TER, QUI: 19H00-20H30 (NÍVEL I E II), 20H30-22H00 (NÍVEL III) MP

formacaodanca@gmail.com 919 657 249 ESTÚDIOS VICTOR CÓRDON

Aulas de Dança Clássica para Adultos Por Carla Pereira e Paulina Santos QUA: 18H-19H15

Aulas de Dança Clássica para profissionais Por Filipe Macedo e Alexandre Fernandes SEG, QUA, SEX: 10H-11H15

Aulas de Dança Contemporânea para profissionais Por Miguel Oliveira TER, QUI: 10H-11H15 FORUM DANÇA

Dança Contemporânea

Por Maria Ramos TER: 19H30-21H (NÍVEL ABERTO), QUI: 19H30-21H (NÍVEL INTERMÉDIO)

Ballet e Barra de Chão Por Maria João Lopes SEG, QUA: 19H30-21H

Laboratório Coreográfico

Por Maria Ramos QUA: 19H30-21H FUNDAÇÃO LIGA

Atelier de Dança Inclusiva

Por Rafael Alvarez SEG: 10H-11H fundacaoliga@fundacaoliga.pt GINÁSIO BEIJA-FLOR

Capoeira

SEG, QUA, SEX: 19H3021H, TER, QUI: 20H30-22H

65

Aulas

LX DANCE - ESCOLA DE DANÇA E BAILADO DE LISBOA

Cursos

Ballet, Jazz, Musical, Barra no Chão, Contemporâneo, Flamenco/ Sevilhanas, Pontas e Dance Mix MUSEU DO ORIENTE

Aulas Regulares de Dança Oriental Por Carla Sofia QUI: 13H-14H POLE HEART

Aulas de Pole Dance Por Carolina Ramos www.carolinaramos.net

PRO.DANÇA - ESCOLA DE DANÇA

Aulas

Ballet Clássico, Sevilhanas e Flamenco, Barra no Chão, Hip-Hop, Burlesco e Broadway Jazz STAGE 81

Aulas

Kizomba, Broadway Jazz, Burlesco, Ballet, Contemporâneo e Modern Dance STEPS CLUBE

Aulas e Cursos

Tango, Salsa, Kizomba, Forró, Samba, Danças Orientais, Sapateado e Burlesque 914 890 204 TANGO D’AVENIDA

Aulas de Tango Argentino

Por Miriam Nieli QUA, QUI: 20H, QUI: 21H 938 226 403

RUA DAS GAIVOTAS 6 8 A 10 DEZEMBRO, ÀS 21H30 RUA DAS GAIVOTAS, 6 / 210 962 355 RUADASGAIVOTAS@TEATROPRAGA.COM

CAPRICHO #2 | OUTRA COISA Silvia Pinto Coelho, Daniel Pizamiglio, co-coreografia, imaginação.

Capricho #2, Outra Coisa parte da seguinte interrogação: “Como lidar com os caprichos de um corpo, como ativar um pensamento de dança, hoje?”. Partindo de um espaço, de um tempo, e de ações concretas, duas pessoas compõem “algo” que partilham com o público, num processo que vai ficando agarrado às superfícies da pele e dos restantes materiais. O que daí resultará não é o corpo nu de quem se despe, mas de quem se instrumenta em lugar de se esconder. RG

TAP DANCE CENTER LISBON

Aulas de Sapateado

Por Michel e Paula Cirino SEG, QUA: 17H30-20H30, SÁB: 10H30-12H30 932 940 988 TEATRO CINEARTE

Aulas de Tango Argentino

DOM: 20H-21H30 milongabarraca@gmail.com TEATRO DOM LUIZ FILIPE (TEATRO DA LUZ)

Aulas de Novo Circo - Acrobacias Aéreas: Tecido, Trapézio e Lira

SEG A QUI: 18H-21H, SÁB: 10H-13H 932 904 467

Aulas de Danças Tradicionais Europeias Tradballs SEG: 19H (INICIAÇÃO), 20H45 (INTERMÉDIOS) balldados@tradballs.pt

WORK IN STUDIO

Aulas de Flamenco Por Tatiana Saceda QUA: 20H30-21H30

Aulas de Iniciação ao Tango Argentino Por Lua SEX: 19H45-21H15 geral@workin.com.pt

VOZES EM CONSERTO ACADEMIA DE CANTO E PERFORMANCE

Aulas de Dança 911 155 558

EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA E ESCOLAS

> Contactos pág 99


66

LIT E R ATU R A APCC - ASSOCIAÇÃO PARA A PROMOÇÃO CULTURAL DA CRIANÇA

ATELIÊ DE MARIONETAS DE DEDO E ANIMAÇÃO DO LIVRO E DA LEITURA MP

ASSOCIAÇÃO RENOVAR A MOURARIA

CONTARIA - UM BECO DE HISTÓRIAS

Ana Sofia Paiva vai à Mouraria, para contar, cantar e encantar... ÚLTIMA QUA: 19H-21H EG ATELIER DDLX

ATELIER DE ESCRITA CRIATIVA LITERÁRIA

Com Filipa Melo SEG, TER: 18H30-20H30

TUTORIA E GRUPO DE ESCRITA

Com Filipa Melo Acompanhamento personalizado e em grupo de projetos de escrita de ficção SEX: 18H30-20H30 atelierfilipamelo@gmail.com BIBLIOTECA DOS CORUCHÉUS

BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL ATÉ 13 DE JANEIRO CAMPO GRANDE 83 / 217 982 000 / WWW.BNPORTUGAL.PT

OH, VIDA, SÊ BELA! ALBERTO DE LACERDA (1928-2007) Nascido na Ilha de Moçambique, em 1928, Alberto de Lacerda chega a Lisboa aos 18 anos com o objetivo de estudar francês e inglês. Aqui funda a revista de poesia Távola Redonda, juntamente com Ruy Cinatti, António Manuel Couto Viana, Fernanda Botelho e David Mourão-Ferreira. Em 1951, parte para Londres onde publica o seu primeiro livro. De Portugal iam visitá-lo figuras como Almada Negreiros, Casais Monteiro, Lopes-Graça, Jorge de Sena. Apesar do sucesso literário, o que ganhava com o seu trabalho de intérprete e jornalista cultural não lhe permitia sair do ambiente de quartos alugados e da escassez em que viveu até obter vários contratos para lecionar nos Estados Unidos. Contudo, nunca abandonou a cidade de Londres e, por fim, foi-lhe possível arrendar um pequeno apartamento onde construiu o seu mundo. Entretanto, em Portugal, ia perdendo as atenções da crítica e dos leitores. A presente exposição, comissariada por Luís Amorim de Sousa, testamenteiro de Alberto de Lacerda e responsável, em conjunto com Mary Porter de Sousa, pela seleção dos materiais expostos, dá a conhecer o poeta exilado que escreveu: “Quero que as pátrias todas vão passear / Até ao Jardim Decente / E voltem depois não como pátrias / Mas como gente.” Luís Almeida d’Eça

PENSAR O IMPENSÁVEL: A SABEDORIA DOS CONTOS SOBRE “OS FAMOSOS CONTOS DE NASRUDIN” Por Maria Luísa Abreu 13 DEZ: 16H EG/MP

BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

PORTUGAL FUTURISTA E OUTRAS PUBLICAÇÕES DE 1917 Mostra ATÉ 30 DEZ

A BIBLIOTECA DOS PASSEIOS E ARVOREDOS (LISBOA, 1875) Exposição ATÉ 30 DEZ

PRÉMIOS NOBEL DA LITERATURA IBEROAMERICANA Mostra ATÉ 31 JAN

OH, VIDA, SÊ BELA! ALBERTO DE LACERDA (1928-2007) Exposição ATÉ 13 JAN

EG


L I T E R AT U R A BIBLIOTECA ORLANDO RIBEIRO

ROTA DE CONTADORES NAS BIBLIOTECAS DE LISBOA 2017 Carlos Marques 15 DEZ: 21H

BIBLIOTECA PENHA DE FRANÇA

COMUNIDADE DE LEITORES Uma Abelha na Chuva, Carlos de Oliveira 27 DEZ: 17H30

67 CENTRO INTERCULTURACIDADE

CURSO DE INTRODUÇÃO AO CRIOULO DE CABO VERDE Língua e cultura MP

CENTRO LGBT

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS INSTITUTO ORIENTAL

CURSO LIVRE DE LÍNGUA E CULTURA TURCA Info: 931 625 424 MP

ILGA-TE À LEITURA

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

EG

ATÉ 23 DEZ 10H-19H

Sessão em torno dos livros e das palavras 13 DEZ: 19H-20H30

FESTA DOS LIVROS

EG-MP

BIBLIOTECA SÃO LÁZARO

CURSO DE LÍNGUA E CULTURA GREGA Com José Luís Costa SEX MP bib.slazaro@jfarroios.pt

CLUBE DE LEITURA

Conversa mensal à volta de um livro, pontualmente com a presença dos autores. ÚLTIMA SEX: 18H EG

BU ÉDALOUCO PHARMÁCIA DE CULTURA

TERTÚLIA DE POESIA

Cada sessão tem um poeta convidado e um poeta celebrado TER: 21H30 CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO

CICLO A PALETA E O MUNDO IV

Uma hora semanal de leitura de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio com projeção de imagens. SEG: 18H30 EG

CASA DE MACAU

CURSO DE LÍNGUA E CULTURA CHINESA QUA: 18H30-20H MP

C.E .M – CENTRO EM MOVIMENTO

LEITURAS DA BOCA Com Bernardo Bethonico TER: 16H30

CENTRO CIENTÍFICO E CULTURAL DE MACAU

CURSO DE LÍNGUA E CULTURA CHINESAS

SÁB: 9H-11H, 11H-13H MP

CULTURGEST

FUNDAÇÃO JOSÉ SARAMAGO

COMUNIDADE DE LEITORES JOSÉ SARAMAGO – A Norte e Sul por Helena Vasconcelos SEMENTE E OS FRUTOS Os Indiferentes, Alberto Moravia 7 DEZ: 18H30 MP

ESCREVER ESCREVER

CURSOS ESCREVER A GASTRONOMIA

Com Conceição Garcia 6 A 20 DEZ: 10H30

ESCRITA DE VIAGENS Com Raquel Ochoa 9 DEZ: 10H

ESCREVER CONTOS PARA OFERECER NO NATAL Com Susana Otão 16 DEZ: 10H

Exposição documental e bibliográfica

O LAGARTO, DE J. BORGES E JOSÉ SARAMAGO Exposição

FUNDAÇÃO CIDADE DE LISBOA

BIG IDEIAS IN AMERICAN LITERARY ARTS – A COLLISION OF 21ST CENTURY TECHONOLOGY & LITERATURE

Conferência por Sam Witt e Debra Di Blasi 7 DEZ: 18H30-20H

MP

FUNDAÇÃO VOX POPULI ESPAÇO BAIRRO ALTO – LISBOA

TUTORIA E GRUPO DE ESCRITA

Acompanhamento personalizado e em grupo de projetos de escrita de ficção SEX: 18H30-20H30 Contacto: atelierfilipamelo@ gmail.com ESPAÇO PESSOA E COMPANHIA

INTERCÂMBIO POÉTICO; POEMAS SEM FRONTEIRAS Poesia nos mais diversos idiomas do mundo 4ª SEX: 19H30-21H EG

EVOÉ – ESCOLA DE ACTORES

CURSO DE ESCRITA CRIATIVA Com Isabel Costa TER: 18H30-20H MP

CLUBE DE LEITURA DA ART-ASSOCIAÇÃO DE RESIDENTES DE TELHEIRAS

INSTITUTO CULTURAL ROMENO

CURSO DE LÍNGUA ROMENA

Prof.ª Rodica Adriana Covaci SEG, QUA: 17H-18H30 / 19H-20H30 Prof. Simion Doru Cristea TER, QUI: 19H-20H30 JUNTA DE FREGUESIA DE ARROIOS

OFICINAS CINCO ÀS SEIS Escrita criativa por Filipa Melo SEG: 18H MP

JUNTA DE FREGUESIA DO LUMIAR

CLUBE DE LEITORES Teatro 20 DEZ: 21H MP

MUSEU DE SÃO ROQUE

SIMÏTÜ – MÚSICA AO POETA

Recital de poesia Joana Vasconcelos e Sá (piano) e Jorge Soares (poesia) 29 NOV: 19H MP

ORIENTA-TE

INICIAÇÃO À LÍNGUA CHINESA

TER: 18H30-20H, QUA, QUI: 19H-20H30 MP

PORTUGU ÊS ET CETERA

CURSOS DE PORTUGUÊS, LÍNGUA ESTRANGEIRA E LÍNGUA MATERNA

Dinamização de Gaspar Matos e Cândida Ferreira 3ª TER: 18H15

TEATRO NACIONAL D. MARIA II

HEMEROTECA

Com Miguel Martins. Coordenação Teresa Coutinho 5 DEZ: 19H

COMUNIDADE DE LEITORES A Geração da Utopia (1992), de Pepetela Oradores: Lurdes Esteves e José Esteves 12 DEZ:17H30

CLUBE DOS POETAS VIVOS EG

EG / MP

ILNOVA - INSTITUTO DE LÍNGUAS DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

CURSOS SEMESTRAIS

Alemão, Árabe, Búlgaro, Coreano, Dinamarquês, Espanhol, Finlandês, Francês, Grego Moderno, Hebraico, Hindi, Húngaro, Inglês, Italiano, Japonês, Mandarim, Neerlandês, Polaco, Romeno, Russo, Sérvio, Sueco, Turco.

EG ENTRADA GRATUITA IA INSCRIÇÕES ABERTAS MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99


Exposição

9 nov 2017 — 4 fev 2018 Inauguração e apresentação do livro 9 nov 2017 — 18h

O Teatro Romano e a sua envolvente nas memórias da cidade

Saudades da Rua da Saudade

Galeria de Exposições Junta de Freguesia de Santa Maria Maior R. dos Fanqueiros 170 (elevador piso 3B) R. da Madalena 149 /151, Lisboa seg — sex 14h30 / 18h30


L I T E R AT U R A O S L I V R O S D E D E Z E M B R O

MIGUEL GOMES MARTINS

1147, A CONQUISTA DE LISBOA

69

MANUEL ALEGRE

VILHENA

AGUSTINA BESSA-LUÍS

AUTO DE ANTÓNIO

O FILHO DA MÃE

FANNY OWEN

A ESFERA DOS LIVROS

DOM QUIXOTE

E-PRIMATUR

RELÓGIO D’ÁGUA

Com base em fontes medievais portuguesas e estrangeiras (fontes narrativas inglesas, alemãs e flamengas que aludem ao cerco de 1147), assim como em relatos “extremamente ricos em informações” deixados por alguns dos cruzados intervenientes na Conquista de Lisboa, este livro reconstitui um acontecimento decisivo na construção de Portugal. Surpreendentemente, os estudos que existem sobre este momento determinante da nossa história são ainda em número modesto. Miguel Gomes Martins, doutor em História da Idade Média pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e docente da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova, onde leciona a cadeira de História da Guerra na Idade Média, contraria esta tendência reconstituindo de forma rigorosa o Cerco de 1147, optando por não o olhar de forma isolada, mas integrado num contexto cronológico e geográfico mais vasto, no quadro da História Medieval Portuguesa e Peninsular, da Segunda Cruzada e do “mundo” dos séculos XI e XII.

O mais recente volume poético de Manuel Alegre, Prémio Camões 2017, é inteiramente dedicado a uma figura algo obscura da História de Portugal: D. António, Prior do Crato, um dos candidatos ao trono português durante a crise sucessória de 1580. Segundo António Borges Coelho, D. António “era o rei do povo miúdo e também do povo médio, dos frades e do baixo clero e de jovens fidalgos que o serviram até ao fim”. Em perfeita sintonia Camilo Castelo Branco, no admirável e justíssimo romance histórico O Senhor dos Paços de Ninães, intitula-o também de “rei do povo”. Manuel Alegre evoca um momento de crise profunda da identidade cultural portuguesa, em que a própria língua estava em causa, e elege esta figura esquecida e mal-amada como representante de um “país dentro de um nome”, símbolo de uma “melancolia que é preciso desterrar”. Escreve o poeta: (…) “Só a sós consigo foi António Rei / quase poder quase tudo quase ninguém / como o país que dentro dele se perdeu”.

Num só volume fac-similado, reúne-se a trilogia do início dos anos 70 dedicada a uma figura exemplar: o Filho da Mãe. Numa história “cheia de portuguesismo”, Justino, o nosso herói, nasce num pitoresco recanto beirão e, de golpe em golpe, empreende uma escalada de promoção social terminando “no poleiro”, feito comendador e provido de um mercedes com cortinados e motorista. Estas divertidíssimas narrativas “picantes” revelam o humor corrosivo e provocador e o erotismo quase pornográfico do seu autor, o grande humorista e caricaturista José Vilhena (1927-2015). Revelam simultaneamente a agudeza do seu olhar social e a qualidade da sua escrita, fluente e sóbria. Longe de se terem tornado anacrónicas, mantêm plena atualidade. Quarenta anos depois, tal como na famosa fábula de La Fontaine a rã se transforma em boi, o nosso filho da mãe também cresce desmesuradamente: liberta-se dos traços provincianos e das empresas mais ao menos domésticas e passa a dominar o universo da política e da alta finança.

“Quando o coração me falha neste dialecto de escrever livros, volto-me para Camilo, que é sempre rei mesmo em terra de ciclopes”, escreve Agustina em Camilo, Génio e Figura. Fanny Owen possibilita o “encontro proibido pelas leis do devir físico entre Camilo Castelo Branco e Agustina. (…) Vê-se o quanto Agustina admira o homem, como o entende, como o desmascara, como se irrita quase que domesticamente com as suas fraquezas de carácter. Se existe um par na literatura é este, não a Sand e o Musset, a quem o próprio espectáculo do amor prejudicou”, refere Hélia Correia no prefácio a esta edição. A grande escritora ficciona, assim, a vida do seu mestre literário mas, contrariamente a O Romance de Camilo de Aquilino Ribeiro, Fanny Owen detém-se apenas num obscuro episódio da sua agitada existência: o seu papel na mal-aventurada relação entre a filha de um coronel inglês residente no Porto e José Augusto Pinto de Magalhães, um morgado de posses que a rapta e posteriormente a desposa. LAE


70

M Ú S ICA

COLISEU DOS RECREIOS 21 DE DEZEMBRO, ÀS 22H RUA DAS PORTAS DE SANTO ANTÃO, 96 / 213 240 585 / WWW.COLISEULISBOA.COM

RUMBLE IN THE JUNGLE LINDA MARTINI VS THE LEGENDARY TIGERMAN A 29 de outubro de 1974, Muhammad Ali e George Foreman faziam história no Zaire, ao disputar os oito rounds mais marcantes da história do boxe até à data. O combate, do qual Muhammad Ali saiu vencedor, ficaria conhecido como Rumble in the Jungle. No dia 21 de dezembro, The Legendary Tigerman e Linda Martini fazem história no Coliseu E S P E TÁC U L O S ACADEMIA DE AMADORES DE M ÚSICA

CONCERTO DE PROFESSORES DA AAM 2 DEZ: 17H30 EG

CORO PEQUENOS CANTORES DA AAM E

CORO DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA Concerto coral 9 DEZ: 17H30

EG

RICARDO PINHEIRO Concerto jazz 16 DEZ: 18H

EG

ALTICE ARENA

MARCO PAULO 2 DEZ: 21H30

dos Recreios, ao homenagearem cada um desses assaltos de boxe. Depois de percorrerem o país, os dois pesos-pesados do rock português juntam-se uma última vez para se defrontarem num concertocombate. Não haverá boxe na arena do Coliseu, mas sim muito rock suado. Senhoras e senhores, façam as vossas apostas. Filipa Santos AULA MAGNA

17ª GALA DE ÓPERA DA ORQUESTRA SINFÓNICA JUVENIL 2 DEZ: 21H30

BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

SOLISTAS DA METROPOLITANA

RECITAL COM POESIA DE MIGUEL

TORGA E MÚSICA PARA FLAUTA SOLO 15 DEZ: 13H

CASA DO ALENTEJO

CONCERTO LÍRICO DA CLASSE DE CANTO DE CONCEIÇÃO SEABRA GALANTE 16 DEZ


M Ú S I CA E S P E TÁC U L O S

SOLISTAS DA METROPOLITANA

SCHUBERT, HINDEMITH, LIEBERMANN 15 DEZ: 18H30

CASA-MUSEU ANASTÁCIO GONÇALVES

TERÇA EM FADO

5, 12, 19, 26 DEZ: 22H30

FADO NO BARTÔ COM FLÁVIO GIL 13 DEZ: 22H

FADO COM MARIFÁ

7, 14, 21, 28 DEZ: 22H30

RECITAL DE FLAUTA COM JOANA AMORIM

SAMBA À MESA

RECITAL DE CRAVO COM CATARINA MELO

MÚSICAS DO MUNDO

15 DEZ: 19H EG

21 DEZ: 19H

1, 8, 15, 22, 29 DEZ: 22H30 EG

3, 10, 17, 24, 31 DEZ: 22H EG

EG

CLUBE FERROVIÁRIO

CASINO DE LISBOA

Concerto/espetáculo de tango 15 DEZ: 20H30

CONCERTOS ARENA LIVE BRANKO E CONVIDADOS 4 DEZ: 22H

VOLVER

COLISEU DOS RECREIOS

11 DEZ: 22H

LINDA MARTINI + LEGENDARY TIGERMAN

AGIR

21 DEZ: 22H

DAVID CARREIRA 18 DEZ: 22H

ANA MOURA Réveillon 31 DEZ: 22H EG

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

PATRICIA BARBER 2 DEZ: 21H

HÁ FADO NO CAIS CARLOS DO CARMO 1 DEZ: 21H

JOANA AMENDOEIRA 16 DEZ: 21H

QUINTAS ÀS 7 INTEGRAL DA MÚSICA DE CÂMARA DE JOLY BRAGA SANTOS 7 DEZ: 19H

DIOGO SIMÕES 21 DEZ: 19H

CCBEAT BRUNO PERNADAS ENSEMBLE E RICARDO TOSCANO

RUMBLE IN THE JUNGLE

PASADENA ROOF ORCHESTRA

GLENN MILLER TRIBUTE 22 DEZ: 21H30 CULTURGEST

AKOSH / BENJAMIN DUBOC 2 DEZ: 21H30

PEDRO MOUTINHO

A NOITE NOS POETAS DO MEU FADO 7 DEZ: 21H30

EKA [PALACE]

UP TO 99

7 DEZ: 22H-23H30 FUNDAÇÃO ARPAD SZENES - VIEIRA DA SILVA

SOLISTAS DA METROPOLITANA 9 DEZ: 16H EG

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

VICENTE AMIGO

CHAPITÔ

1 DEZ: 21H

4, 11, 18, 25 DEZ: 22H30 EG

GALERIA ZÉ DOS BOIS 15, 16 DE DEZEMBRO, ÀS 22H RUA DA BARROCA, 59 / 213 430 205 WWW.ZEDOSBOIS.ORG

SEAN RILEY & THE SLOWRIDERS Há dez anos surgiam, em Coimbra, os Sean Riley & The Slowriders. Quis o destino que os membros do grupo se cruzassem na RUC (Rádio Universidade de Coimbra), numa altura em que o vocalista Afonso Rodrigues escrevia canções sob o alter-ego Sean Riley. O primeiro disco, Farewell (2007), foi tão bem recebido que se seguiram Only Time Will Tell (2009) e It’s Been a Long Night (2011). Após um hiato de alguns anos, em que os músicos se dedicaram a projetos paralelos, lançaram, em 2016, o álbum homónimo, com os conhecidos cartões-de-visita Dili e Greetings . Para celebrar dez anos de vida, o grupo faz uma viagem no tempo, com a reedição de Farewell e uma digressão pelo país. Em palco, a banda recria o ambiente da tour original, tocando o disco na íntegra, bem como algumas raridades. FS

AO SOM DOS METAIS (I)

15 DEZ: 21H

CLUBE DO CHORO DE LISBOA

© Joana Linda

CASA FERNANDO PESSOA

71

MEMORIA DE LOS SENTIDOS

CICLO DE PIANO ANDRÁS SCHIFF

MENDELSSOHN, BEETHOVEN, BRAHMS, BACH

CICLO GRANDES INTÉRPRETES ORQUESTRA DE CADAQUÉS REQUIEM DE MOZART 12 DEZ: 21H

2 DEZ: 19H

CONCERTO PROMENADE MARA LOBO, VIOLONCELO NUNO CERNADAS, PIANO 3 DEZ: 16H

GALERIA ZÉ DOS BOIS

COLLEEN

7 DEZ: 22H


M Ú S I CA E S P E TÁC U L O S / F E S T I VA I S / E X P O S I Ç Õ E S

72

CLAUDE DEBUSSY RODRIGO AMADO, GABRIEL RAVEL, 15 DEZ: 21H30 FERRANDINI, LUÍS LOPES E SOLISTAS DA FRED LONBERG HOLM METROPOLITANA 8 DEZ: 22H RECITAL COM POESIA DE MIGUEL THOR HARRIS & FRIENDS TORGA E MÚSICA PARA FLAUTA

METROPOLITANA

SEAN RILEY & THE SLOWRIDERS

THE RAPE OF LUCRETIA, BENJAMIN BRITTEN

14 DEZ: 22H

15, 16 DEZ: 22H

LISBOA AO VIVO

SOLO

17 DEZ: 16H

EG

O’CULTO DA AJUDA

ENTRETONS

8 DEZ: 21H30

THE HORRORS

TRIO AAA

10 DEZ: 21H

GRANULAR FEST

V

LICEU CAMÕES

CORO DOS PEQUENOS CANTORES DA ACADEMIA DE AMADORES DE MÚSICA E CLASSE DE GUITARRA ELÉTRICA 11 DEZ: 18H

LUX FRÁGIL

DA CHICK

CALL ME FOXY 8 DEZ: 23H

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

ORQUESTRA DE CÂMARA DA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA

9 DEZ: 21H30 15, 16 DEZ: 21H30 PRAÇA DE TOIROS DO CAMPO PEQUENO

JOÃO GIL POR…

COM ANA BACALHAU, ANTÓNIO ZAMBUJO, CARLÃO, CELINA DA PIEDADE, FILIPE PINTO, MIGUEL ARAÚJO, MÁRCIA, PEDRO ABRUNHOSA, RUI PREGAL DA CUNHA, RUI VELOSO E TATANKA 14 DEZ: 21H30

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

GALA ABRAÇO – 25 ANOS 1 DEZ: 21H

PAULO DE CARVALHO E MARCO RODRIGUES FADO É HUMOR

14 DEZ: 17H30 EG

3 DEZ: 17H30

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

5 DEZ: 21H

ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA

CONCERT SPIRITUEL: PARIS, 1725-1790 9 DEZ: 21H

SOLISTAS DA METROPOLITANA

SCHUBERT, HINDEMITH, LIEBERMANN 16 DEZ: 16H

MUSEU DO ORIENTE

O PAVILHÃO DAS PEÓNIAS ÓPERA CHINESA KUNQU 1, 2 DEZ: 21H

CICLO CONCERTOS A ORIENTE ANTÓNIO ROSADO, PIANO FERNANDO LOPES-GRAÇA, LUÍS DE FREITAS BRANCO, MAURICE

UM FADO AO SOL JOÃO BRAGA 50 ANOS

7 DEZ: 21H

MARIA ANA BOBONE FADO & PIANO 9 DEZ: 21H

SOCIEDADE PORTUGUESA DE AUTORES

SOLISTAS DA METROPOLITANA

SCHUBERT, HINDEMITH, LIEBERMANN 14 DEZ: 18H30

TEATRO IBÉRICO

NOISERV

22 DEZ: 21H30 TEATRO NACIONAL D. MARIA II

SOLISTAS DA

RECITAL COM POESIA DE MIGUEL TORGA E MÚSICA PARA FLAUTA SOLO 16 DEZ: 18H

TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS

ÓPERA EM DOIS ATOS, COM LIBRETO DE DUNCAN GRANT

2, 5 DEZ: 20H, 3 DEZ: 16H

L’ENFANT ET LES SORTILÈGES, DE MAURICE RAVEL

ÓPERA EM UM ATO, COM LIBRETO DE SIDOINE GABRIELLE COLETTE 28, 29 DEZ, 4, 5 JAN: 20H 30 DEZ, 6 JAN: 16H TEATRO THALIA

ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA | ORQUESTRA CLÁSSICA METROPOLITANA RETRATOS DA DOR

AULA MAGNA 9 DEZ: 21H30 www.facebook.com/ TunaEconomicas.TE/

EXPOSIÇÕES MUSEU DO FADO

OUTROS FADOS | IMAGENS MUSICAIS TER A DOM: 10H-18H ATÉ 28 JAN

CURSOS ACADEMIA DE AMADORES DE M ÚSICA

Canto, Clarinete, Contrabaixo, Cravo, Flauta de Bisel, Flauta Transversal, Harpa, Guitarra, Piano, Percussão/Bateria, Saxofone, Trompete, Violeta, Violino, Violoncelo, Técnica Vocal, Guitarra Elétrica, Improvisação – Jazz IA

1, 2 DEZ: 21H

ACADEMIA DO LUMIAR

ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA

ACADEMIA DE M ÚSICA DA GRAÇA

O DIA SEGUINTE - VENHA OUVIR UMA ORQUESTRA POR DENTRO! 3 DEZ: 11H

TEATRO TIVOLI BBVA

VOZES BÚLGARAS ANGELITE

11 DEZ: 21H30 TEATRO DA TRINDADE

IVA BITTOVÁ & PAOLO ANGELI 12 DEZ: 21H30

MÁRIO LAGINHA & TCHEKA STRADA

15, 16 DEZ: 21H30

F E S T I VA I S

TUNAN’TE - FESTIVAL DE TUNAS MISTAS ISEG - INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO 8 DEZ: 21H30

Aulas de Piano, Viola, Grupo Coral

Piano, Violino, Guitarra Clássica, Baixo Elétrico, Guitarra Rock, Violoncelo, Guitarra Jazz, Flauta Transversal, Canto, Viola d´Arco, Flauta de Bisel MP ARTS2SCIENCE

Aulas de Guitarra, Piano, Violino, Violoncelo, Voz MP ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DA MOCIDADE DE LISBOA

Aulas de Forró e Samba MP

ASSOCIAÇÃO GAITADE -FOLES

Oficinas de Gaita-deFoles MP


M Ú S I CA C U R S O S ASSOCIAÇÃO DE RESIDENTES DE TELHEIRAS - ART

Guitarra, Piano e Canto

CENTRO CULTURAL DE CARNIDE

ESPAÇO PESSOA E COMPANHIA

SOU – MOVIMENTO E ARTE

TER: 19H-20H

MP

MP

ESTÚDIO VANDA MELO

TEATRO DOM LUIZ FILIPE

Canto e Técnica Vocal

MP

MP

MP

MATER – AMALGAMA LISBON

Canto e Voz

MP

MP

ATELIER MUSICAL E ARTÍSTICO DO AREEIRO

CENTRO INTERCULTURACIDADE

Aulas de Instrumentos Musicais CASA DO ALENTEJO

Tardes alentejanas SÁB: 15H30 EG

EVOÉ – ESCOLA DE ACTORES

Aulas de piano, guitarra Música e Acordeão

Aulas de Voz e Música

Aulas de voz e canto MP

NOVA ACADEMIA LISBOA

ESPAÇO ART

VÁRIOS HORÁRIOS

Até aos 70 anos SEG, QUA MP arttelheiras@gmail.com

Aulas de Música

Piano, Guitarra, Canto, Saxofone, Bateria, Violino, Formação Musical, Música de Conjunto, Coro

VOZES EM CONSERTO

Canto, piano, guitarra, teoria musical, coro, composição MP EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99

MP

© Vera Marmelo

Aulas de Guitarra Clássica e Acústica

Aulas livres de música

balltoques@tradballs.pt

MP

CENTRO CULTURAL ARTE PURA

Forró, Samba no Pé

73

TEATRO IBÉRICO 22 DE DEZEMBRO, ÀS 21H30 RUA DE XABREGAS, 54 / 218 682 531

NOISERV Noiserv, nome artístico de David Santos, é um verdadeiro fenómeno musical. Para além de ser membro-fundador dos You Can’t Win Charlie Brown, e das suas múltiplas colaborações no cinema e no teatro, tem tido uma bem-sucedida carreira a solo, de que são exemplos os álbuns One Hundred Miles from Thoughtlessness (2008), Almost Visible Orchestra (2014) e 00:00:00:00 (2016). É muitas vezes apelidado

de “homem-orquestra” pela forma como, sozinho, consegue controlar vários instrumentos em palco. Quem assiste aos seus concertos fica hipnotizado, não só pela forma como consegue manter tudo em sintonia, mas também pela temática das suas canções, que abordam a memória, o sonho ou a realidade. O músico celebra, com um concerto no Teatro Ibérico, a edição do último álbum em vinil. FS


T E ATRO

© Ruben Ireland

74

COMUNA 14 A 23 DE DEZEMBRO PRAÇA DE ESPANHA / 934 104 470 / RESERVAR.TEATRO@GMAIL.COM

VÄLUTE LoboMau. Rui Neto, texto, criação e espaço cénico; Margarida Cardeal, interpretação.

Depois de Catch My Soul, no Teatro de Carnide, o ator, dramaturgo e encenador Rui Neto volta à Comuna (onde em 2016 apresentou Mechanical Monsters) para apresentar a sua mais recente criação. Välute “surge da vontade de reescrever cenicamente, encontrando E S T R E I AS ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA (PALÁCIO DE SÃO BENTO)

FELIZMENTE HÁ LUAR!

A Barraca. Luís Sttau Monteiro, texto; Hélder Costa, encenação; Adérito Lopes, Carolina Parreira, João Silvestre, João Maria Pinto, Ruben Garcia, Samuel Moura, Sérgio Moras, Pedro Borges e Sónia Barradas, interpretação.

O clássico da literatura dramática portuguesa de 1961 que tanto incomodou a ditadura salazarista é apresentado numa única récita. 18 OUT: 18H30 EG

CASA DA CULTURA DOS OLIVAIS

METRO - A FRAUDE COM O ÁS DE OUROS Francisco Mousinho e Leandro Morgado, texto; Leandro Morgado, encenação; Francisco Mousinho, interpretação.

um universo mais maduro e criativo”, Luto, a peça que, em 2012, deu origem a um work-in-progress interpretado por Miguel Damião. Agora, sobre o palco, é a atriz Margarida Cardeal a habitar esse “lugar imaginário onde tudo é possível” e no qual “o sonho confunde-se com a realidade”. Como acrescenta o autor, aqui “o homem é mulher, que é homem novamente, que é bicho, que é coisa nenhuma.” Frederico Bernardino Morais da Silva, interpretação e criação.

Um monólogo intimista entre atriz e público, que sorrateiramente nos envolve de expectativa para um futuro benzido e pleno. 7 A 9 DEZ: 21H30 CHAPITÔ

Inspirado na pintura Le Tricheur à l’as de carreau, de George de La Tour, eis um espetáculo aberto a todas as ilusões. 15, 16 DEZ: 21H

ABRACASABRA

CENTRO DE INOVAÇÃO DA MOURARIA

GODS AND MONSTERS

SABOR A CEREJA

Ana Lopes, texto e criação; Laura

A magia espalha-se pela cidade num espetáculo com a marca do Chapitô. 2 A 17 DEZ SÁB, DOM: 22H

Bruno Schiappa, autoria e interpretação. A voz de Diko, alter ego de

Schiappa, num stand up musical que revisita grandes temas do teatro, e não só. 6 DEZ: 22H

I’M HERE, YOU’RE HERE, WHERE ARE YOU?

A partir de Oração, de Fernando Arrabal, e A Ilha dos Mortos, de August Strindberg. Bruno Schiappa, autoria e interpretação. Uma colagem de textos misturada com um pesadelo do autor. 15 DEZ: 22H COLISEU DOS RECREIOS

CENTRO DAS ATENÇÕES Salvador Martinha, autoria e interpretação.


T E AT R O E S T R E I AS

75

Num palco 360º, o humorista regressa aos solos para conquistar o público. 7 DEZ: 22H COMUNA

VÄLUTE

Ver destaque.

14 A 23 DEZ SEG A SÁB: 21H30, DOM: 19H CULTURGEST

THE SCRIPT

Kassys. Liesbeth Gritter, texto e direção; Thijs Bloothoofd, Milan Boele van Hensbroek, Ayrton Fraenk, Harm van Geel, Esther Snelder e Peter Vandenbempt, interpretação.

Um único papel para seis performers que, em simultâneo, trazem a sua própria interpretação do mesmo solo. 4, 5 DEZ: 21H30

ELIZABETH COSTELLO

Causas Comuns. J.M. Coetzee, texto; Cristina Carvalhal, encenação, Bernardo Almeida, Cucha Carvalheiro, Luís Gaspar e Sílvia Filipe, interpretação.

© Catarina

Na despedida da vida, uma escritora enfrenta um tribunal que pretende ter a certeza das suas convicções. Porém, ela tem outro objetivo em mente... 13 A 16 DEZ: 19H MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

O OLHAR DE MILHÕES

Barba Azul. Raquel Castro, criação e direção artística; Anaisa Lopes, David Marques, João Villas Boas, Marco da Silva Ferreira e Teresa Coutinho, interpretação. Num mega resort flutuante, uma série de personagens vivem aquilo que o dinheiro pode considerar experiências limite. 6, 7 DEZ: 21H30 SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

ÓRFÃOS

Dennis Kelly, autoria; Tiago Guedes, encenação; Isabel Abreu, Romeu Costa e Tónan Quito, interpretação.

O medo ronda e esta peça de Dennis Kelly encara-o como algo que encarna no “outro”, naquele que é o estranho e o desconhecido. 2 A 17 DEZ TER A SÁB: 21H, DOM: 17H30 TEATRO ABERTO

NOITE VIVA

Conor McPherson, texto; João Lourenço, encenação; Anna Eremin, Bruno Bernardo, Filipe

BAR IRREAL / FÁBRICA DO BRAÇO DE PRATA / INSTITUTO DE FORMAÇÃO, INVESTIGAÇÃO E FORMAÇÃO TEATRAL 8, 9 E 10 DE DEZEMBRO (RESPETIVAMENTE) WWW.FACEBOOK.COM/ESTANOITEGRITA.SE

ESTA NOITE GRITA-SE... ACAMARRADOS Nas récitas de Esta Noite Grita-se lê-se teatro. Depois de O Doido e a Morte de Raúl Brandão, esta segunda temporada do projeto dirigido por Filipe Abreu e Miguel Maia, que oferece leituras encenadas de grandes textos dramáticos nacionais e estrangeiros, propõe uma peça do irlandês Enda Walsh, autor amplamente divulgado em Portugal através dos Artistas Unidos de Jorge Silva Melo, que levaram à cena, entre outras, Disco Pigs, A Farsa da Rua W e, mais recentemente, O Novo Dancing Elétrico. Como vem sendo habitual, são sonantes os atores que participam nestas leituras, e para interpretar um pai e uma filha imergidos nos labirintos da incomunicabilidade encontraremos João Lagarto e Sara Carinhas. Descentralizando o evento ao longo de um fim de semana, o fracassado e trágico par de Walsh dar-se-á a conhecer no Bar Irreal (dia 8, às 21h30), no Braço de Prata (dia 9, às 21h) e no IFICT (dia 9, às 17h). Para 2018, estão já agendadas, nos mesmos locais, leituras de Sartre ( Huis Clos), Yasmina Reza (O Deus da Carnificina) e Sarah Kane ( Ruínas). FB


76

T E AT R O C O N T I N UA M Vargas, Rui Mendes e Vítor Norte, interpretação.

Um novo projeto de cine-teatro que combina as dimensões do cinema e do teatro para contar uma história tão comum como inesperada. ESTREIA DEZ QUA A SÁB: 21H30, DOM: 16H TEATRO NACIONAL D. MARIA II

ESQUECER

Dimítris Dimitriádis, texto; Jean Paul Bucchieri, texto; Álvaro Correia, Beatriz Brás, Miguel Loureiro, Mónica Calle e Pedro Gil, interpretação.

Cinco monólogos de um grande autor grego — Derrota, Memória, Arrependimento, Arte e Oblívio - que compõem um diálogo ritualístico acerca da vida e da arte. 2 A 17 DEZ QUA: 19H30, QUI A SÁB: 21H30,DOM: 16H30

MACBETH

TNSJ. William Shakespeare, texto; Nuno Carinhas, encenação; Diana Sá, Emília Silvestre, Joana Carvalho, João Cardoso, João Castro, João Reis, Jorge Mota, Paulo Calatré, Paulo Freixinho e Sara Barros Leitão, interpretação.

A mais terrível essência do humano na versão de Nuno Carinhas do clássico de Shakespeare. 7 A 17 DEZ QUA: 19H, QUI A SÁB: 21H, DOM: 16H

C O N T I N UA M CASINO DE LISBOA

AVENIDA Q

Robert Lopez, Jeff Marx e Jeff Whitty, autoria; Rui Melo, encenação; Ana Cloe, Diogo Valsassina, Gabriela Barros, Inês Aires Pereira, Manuel Moreira e outros, interpretação. ATÉ 30 DEZ QUI A SÁB: 21H30, DOM: 16H30 COMUNA

CRISE NO PARQUE EDUARDO VII

Comuna - Teatro de Pesquisa. A partir de Herb Gardner. João Mota, encenação; Carlos Paulo, Elsa Galvão, Gonçalo Botelho, Hugo Franco, Igor Sampaio, Maria Ana Filipe e Miguel Sermão, interpretação. ATÉ 17 DEZ QUA A SÁB: 21H30, DOM: 17H

TEATRO ARMANDO CORTÊZ

A ÚLTIMA NOITE DO CAPITÃO

Felipe Cabezas, texto; Filipe Crawford, encenação e interpretação. ATÉ 17 DEZ DOM: 21H

TEATRO CINEARTE

MARIANA PINEDA

A Barraca. Federico García Lorca, texto; Maria do Céu Guerra, encenação; Rita Lello, Mariana Abrunheiro, Adriana Queiroz, Paula Guedes e outros, interpretação. ATÉ 3 DEZ QUI A SÁB: 21H30, DOM: 17H TEATRO IBÉRICO

TEMPESTADE

Companhia João Garcia Miguel. A partir de textos de William Shakespeare. João Garcia Miguel, direção; António Pedro Lima, David Pereira Bastos, Sara Ribeiro e Vítor Alves Silva, interpretação. Ver destaque. ATÉ 9 DEZ QUA A SÁB, 21H30

TEATRO MARIA VITÓRIA

PORTUGAL EM REVISTA

Flávio Gil, Miguel Dias e Renato Pino, textos; Flávio Gil, encenação; Paulo Vasco, Susana Cacela, Miguel Dias, Rosa Villa, Flávio Gil, Patrícia Teixeira, Pedro Silva, Salomé Moedas, entre outros, interpretação. QUI A SEX: 21H30, SÁB, DOM: 16H30, 21H30 TEATRO MERIDIONAL

DEVÍAMOS TER PARADO Ver destaque. ATÉ 17 DEZ QUA A SÁB: 21H30, DOM: 16H

TEATRO POLITEAMA

A COMÉDIA FANTÁSTICA

Noël Coward, texto; Filipe La Féria, encenação; Manuela Maria, Helena Isabel, Carlos Quintas, Rita Salema, Maria Henrique, Nuno Guerreiro e Marina Albuquerque, interpretação. QUA A SÁB: 21H30, SÁB, DOM: 17H

TEATRO TABORDA

DISPLAY

Teatro da Garagem. Carlos J. Pessoa, texto e encenação; Ana Palma, Cirila Bossuet, Elmano Sancho, Emanuel Arada, Ma


T E AT R O F E S T I VA I S / C U R S O S / WO R KS H O P S Xinyun e Maria João Vicente, interpretação.

TEMPS D’IMAGES

ATÉ 3 DEZ QUA A DOM: 21H30

TEATRO NACIONAL D. MARIA II

TEATRO TIVOLI BBVA

Amir Reza Koohestani, texto e encenação; Mona Ahmadi, Ainaz Azarhoush, Elham Korda e Mahin Sadri, interpretação.

Rajiv Joseph, texto; Rafael Primot, encenação; Reynaldo Gianecchini e Ricardo Tozzi, interpretação.

ATÉ 17 DEZ QUA A SÁB: 21H30, DOM: 17H

PORTUGAL DAS BIFANAS Telmo Ramalho, criação e interpretação. SÁB: 23H59

TEATRO DA TRINDADE

TODO O MUNDO É UM PALCO

Inspirado em William Shakespeare. Beatriz Batarda e Marco Martins com a colaboração de Victor Hugo Pontes, encenação; Romeu Runa, Miguel Borges, Carolina Amaral e atores não profissionais, interpretação. ATÉ 10 DEZ QUI A SÁB: 21H30, DOM: 16H30

À ESPERA DE BECKETT

Jorge Louraço, texto e encenação; Estêvão Antunes, Mário Moutinho, Óscar Silva e Pedro Diogo, interpretação. 

ATÉ 17 DEZ QUI A SÁB: 21H45, DOM: 17H

HEARING

O regresso do encenador iraniano a Lisboa com um espetáculo passado num dormitório feminino de Teerão. 1, 2 DEZ: 21H

C U R S O S/ / WO R KS H O P S ACT SCHOOL

Iniciação ao teatro

© Susana Monteiro

OS GUARDAS DO TAJ

IA

CASA DO ARTISTA

Workshop teatro Oficinas Teatro Lisboa.

SEG, TER: 20H-22H

IA

TEATRO MERIDIONAL ATÉ 17 DE DEZEMBRO RUA DO AÇÚCAR, 64 919 991 213 / WWW.TEATROMERIDIONAL.NET

CHAPITÔ

Expressão dramática por Bruno Schiappa

SEG, QUA: 19H-21H

IA

Técnicas circences

por Ana Ribeiro e Sâmara Botelho SEG, QUA: 19H30-21H

IA

COMUNA

Oficinas de teatro por Cecília Sousa

ATÉ 24 JUN DOM: 16H-20H

IA

TEATRO VILLARET

MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE

Hernán Casciari, texto; Joaquim Monchique, encenação; Joaquim Monchique e outros, interpretação. ATÉ 17 DEZ QUI A SÁB: 21H30, DOM: 16H30

OS TUNEZA

Gilmário Vemba, Tigre Chieta, Costa Vilola, Cesalty e Orlando, autoria e interpretação. ATÉ 18 DEZ SEG: 21H30

F E S T I VA I S

CLÁSSICOS EM CENA LIVRARIA SÁ DA COSTA Leituras encenadas de clássicos portugueses, exposições e lançamentos de livros. www.maizum.pt ATÉ 2 DEZ

77

INSTITUTO DE FORMAÇÃO, INVESTIGAÇÃO E CRIAÇÃO TEATRAL

Teatro

por Paula Freitas.

TER, QUI: 18H30-20H30 IA

Teatro sénior por Carlos Melo.

QUA: 18H - 19H30

IA

NOVA ACADEMIA LISBOA

Teatro

IA

VÁRIOS LOCAIS (ANJOS E BAIXA)

Trupe sénior

Workshops de Teatro, Dança, Música e Artes Circenses para maiores de 55 anos. IA trupesenior@chapito.org / 965 529 610 E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA IA INSCRIÇÕES ABERTAS MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99

DEVÍAMOS TER PARADO Teatro Meridional. Miguel Seabra, encenação; Natália Luiza, assistência artística; Margarida Gonçalves, Miguel Damião, Mónica Garnel, Paulo Pinto, Rosinda Costa, Rui Rebelo e Telmo Mendes, interpretação.

A encerrar as comemorações do 25.º aniversário, o Teatro Meridional apresenta um belo e comovente espetáculo sobre os atores e a criação artística. Quase inteiramente despojado de palavra, Devíamos ter parado – título resgatado de À espera de Godot de Beckett, sem que deixe de encerrar uma “provocação” – é uma viagem aos bastidores do teatro e, formalmente, uma quase antítese dos espetáculos que integraram o ciclo de reposições que a companhia, dirigida por Miguel Seabra e Natália Luiza, apresentou ao longo do ano. Os seis atores em cena são desafiados a seguir as coordenadas do Meridional – “estabelecidas na memória de 25 anos de afetos”, como refere o encenador, lembrando cada ator, cada técnico, cada artista e, claro, o público – e, simultaneamente, a combiná-las com as suas enquanto indivíduos e artistas. E nas tábuas do palco, com cada espectador quase em cena, surge um poema às vezes triste, de uma imensa solidão, repleto ora de paixão ora de dor, mesmo quando desponta o humor, que mostra como o teatro é a metáfora de todas as vidas. FB


78

VI S ITAS G U I A DAS

ITINERÁRIOS DE LISBOA 12 DE JANEIRO, 10H 218 170 472 / WWW.FACEBOOK.COM/LISBOACULTURA.ITINERARIOS

LISBOA NO ESTADO NOVO Corria o ano de 1933 quando foi instaurado em Portugal o Estado Novo, chefiado por António Oliveira Salazar. Até 1974, altura em que este regime foi destituído, Lisboa foi alvo de alterações significativas, sobretudo no que às Obras Públicas diz respeito. Pela mão do ministro Duarte Pacheco, zonas como a Praça de Londres e Avenidas Novas viram edifícios notáveis ali serem erigidos. Nesta altura, em que devido à industrialização se começa a assistir a AGULHA MAGN ÉTICA

JARDINS DA ERA DO AUTOMÓVEL EM LISBOA

SÁB: 10H-17H30 Encontro: Miradouro do Alto do Parque Eduardo VII, na Av. Cardeal Cerejeira

JARDINS CONTEMPORÂNEOS DE LISBOA

SÁB: 10H-17H30 Encontro: Frente ao Altice Arena

uma falta de casas, Duarte Pacheco, na altura já presidente da Câmara Municipal de Lisboa, chama o arquiteto Étienne de Gröer que, a partir de 1938 se fixou na capital, para desenvolver aquele que viria a ser denominado como Plano Geral de Urbanização e Expansão de Lisboa, e que propunha a expansão da cidade para Norte. Num itinerário pautado pela arquitetura, sociedade e educação da época, fala-se também da política e vida de Salazar. Sara Simões ARCO TRIUNFAL DA RUA

AUGUSTA JARDINS PARQUE LIVRE FLORESTAL DE MONSANTO VISITA TODOS OS DIAS: 9H-20H SÁB: 13H30-17H Encontro: Pç. Marquês de Pombal

210 998 599

MP

916 126 556 AQUEDUTO DAS ÁGUAS LIVRES

VISITAS GUIADAS 1º SÁB: 11H E / MP

218 100 215 (Museu da Água)

ARQUIVO HISTÓRICO DA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA

ARQUIVOS SALVAGUARDA DE MEMÓRIAS Visita guiada temática com workshop SEG: 14H-18H, TER A SEX: 10H-12H30, 14H-17H30 MP

ARQUIVO NACIONAL TORRE DO TOMBO

VISITAS GUIADAS ÀS EXPOSIÇÕES E ÁREA PÚBLICA

SEG A SEX: 9H30-15H ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

VISITAS GUIADAS AO PALÁCIO DE S. BENTO ÚLTIMO SÁB MP

213 919 625


V I S I TAS G U I A DAS ASSOCIAÇÃO RENOVAR A MOURARIA

MOURARIA DAS TRADIÇÕES MOURARIA DO FADO DO CASTELO À MOURARIA MOURARIA DOS POVOS E DAS CULTURAS Visitas guiadas em português, inglês, francês, italiano, espanhol e alemão. TODOS OS DIAS

MIGRANTOUR ROTAS URBANAS INTERCULTURAIS

Visitas guiadas em português, inglês e francês. TODOS OS DIAS MP

927 522 883 ATELIER-MUSEU JÚLIO POMAR

EXPOSIÇÃO TAWAPAYERA ATÉ FEV MP

BIKE A WISH

TOURS

Passeios guiados de bicicleta elétrica lisboa@bikeawish.com BOUTIQUE DA CULTURA

STREET ART CARNIDE

Visitas guiadas à Galeria Pública de Arte Urbana do Bairro Padre Cruz 16 DEZ: 10H Encontro: entrada do Centro Cultural de Carnide Além destas realizam-se também visitas guiadas em português ou em inglês para grupos MP

boutiquedacultura@gmail.com CASA FERNANDO PESSOA

VISITAS GUIADAS REGULARES

SEG, QUI, SÁB: 15H (EM PORTUGUÊS) SEG, SEX, SÁB: 11H30 (EM INGLÊS)

VISITAS EM LÍNGUA GESTUAL PORTUGUESA 16 DEZ: 15H

COELHO DA ROCHA, 16 9 DEZ: 15H Por Luís Miranda MP

CASA-MUSEU AMÁLIA RODRIGUES

VISITAS GUIADAS

TER A DOM: 10H-13H, 14H-18H

CASA-MUSEU DR. ANASTÁCIO GONÇALVES

79 CENTRO INTERPRETATIVO DA PONTE 25 DE ABRIL

CULTURGEST

Por Ana Mântua 1º DOM DO MÊS: 11H30 13, 20 DEZ: 13H30

OUT A ABR: 10H-18H 210 312 700 (Turismo de Lisboa)

EG

CONVENTO DOS CARDAES

Por Delfim Sardo 25 NOV: 17H30 Visitas à Hora de Almoço 16 NOV: 12H30

PEÇA DO MÊS

COFRE DE LIMOGES DO SÉC. XVI

CASA-MUSEU MEDEIROS E ALMEIDA

VISITAS GUIADAS

Permitem conhecer a história do fundador e de toda a coleção SEG A SEX: 10H-17H, SÁB: 13H-17H

PAUSA DO MÊS

Visitas guiadas que permitem conhecer a história de uma peça. 2ª, 4ª QUI: 13H30 EG

SÁBADOS NO MUSEU

Visitas guiadas que permitem conhecer o fundador da instituição e as peças que mais se destacam na coleção. 1º E 3º SÁB: 12H EG

CASTELO DE SÃO JORGE

VISITAS GUIADAS

Visitas em português, inglês e espanhol. TODOS OS DIAS

À DESCOBERTA DO CASTELO

Visita orientada ao Castelejo TODOS OS DIAS: 10H30, 13H, 16H

CÂMARA ESCURA

Descoberta da cidade de Lisboa através de um periscópio que permite explorar a cidade em tempo real, num olhar que percorre 360º. 10H-17H20 CENTRO CULTURAL DE BELÉM

CCB - UMA LEITURA GERAL DO EDIFÍCIO Por Fabrícia Valente e Maribel Sobreira SEG A SÁB: 10H30-18H

CCB - UMA CIDADE À BEIRA-RIO

Por Fabrícia Valente e Maribel Sobreira SEG A SÁB: 10H30-18H 213 612 650 CENTRO CULTURAL CASAPIANO

VISITAS GUIADAS À EXPOSIÇÃO PERMANENTE SEG A SEX: 9H30-17H30, SÁB: 10H-17H

EXPERIÊNCIA PILAR 7

VISITAS GUIADAS

SEG A SÁB: 14H30-17H30 CONVENTO DAS TRINAS DO MOCAMBO

VISITAS GUIADAS QUA: 15H MP

TIME CAPSULE - A REVISTA ASPEN, 1965-1971 SPLITTING, CUTTING, WRITING, DRAWING, EATING… GORDON MATTACLARK Por Delfim Sardo 25 NOV: 16H30 Visitas Hora de Almoço 16 NOV: 13H30

210 943 151 CPAS - CENTRO PORTUGU ÊS DE ACTIVIDADES SUBAQUÁTICAS

ESTAÇÃO ELEVATÓRIA A VAPOR DOS BARBADINHOS

VISITAS GUIADAS

ESPÓLIO MUSEOLÓGICO DO CPAS

3º SÁB: 10H

969 017 128

VISITA AO ESTÁDIO

MP

E / MP

ESTÁDIO DO SPORT LISBOA E BENFICA

CULTURA SANTA CASA

TODOS OS DIAS: 10H-17H 707 200 100

PERCURSO DA BAIXA

FÁBRICA LINCE

ITINERÁRIOS DA FÉ’17 Encontro: Sé de Lisboa 16 DEZ: 10H

PERCURSO DO BAIRRO ALTO 23 DEZ: 10H

VISITAS À FÁBRICA SEG A SEX: 9H-18H MP

geral@cervejalince.pt

MP

218 879 549 (Paróquia de São Nicolau)

ITINERÁRIOS EM LISBOA VISITA GUIADA TEMÁTICA – PERCURSO PEDESTRE

Encontro Museu de São Roque, Lg. Trindade Coelho 2 DEZ: 10H EG/MP

IGREJA DE SÃO ROQUE 1 MÊS/ 1 CAPELA

3 DEZ: 15H, 6 DEZ: 13H15 EG/MP

ARQUIVO HISTÓRICO DA SCML SANTA CASA ABRE PORTAS 16 DEZ: 10H EG/MP

CONVENTO DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA SEX, SÁB

QUINTA ALEGRE

7, 14, 21, 28 DEZ: 10H30 EG/ MP

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

ANA HATHERLY E O BARROCO. NUM JARDIM FEITO DE TINTA Por João Silvério e Paulo Pires do Vale 2 DEZ: 15H

À CONVERSA COM O CURADOR Por Paulo Pires do Vale 13 DEZ: 15H

MULHERES EM FLAGRANTE CRIAÇÃO! Por Emília Ferreira e Rita Fabiana 3 DEZ: 11H

DO OUTRO LADO DO ESPELHO

À CONVERSA COM A CURADORA: NOS ESPELHOS DA ARTE Por Leonor Nazaré 3 DEZ: 16H

À CONVERSA COM O ARTISTA: CONVERSAS COM ESPELHO Por Rui Sanches 16 DEZ: 15H

MARIANA SILVA. OLHO ZOOMÓRFICO


80

V I S I TAS G U I A DAS À CONVERSA COM A CURADORA E A ARTISTA 16 DEZ: 16H

SETE OBRAS IMPERDÍVEIS!

GALERIA BOAVISTA

OPEN CALL JOVENS CURADORES 2016

Por Filipa Santos 17 DEZ: 11H

Um encantamento, fixo no seu ponto culminante ATÉ 31 DEZ DOM: 16H

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES

GALERIA QUADRUM

VISITAS ÀS RESERVAS QUA: 15H-17H

O MUSEU SAI À RUA… VENHA CONHECER O BAIRRO DE SÃO PAULO 1º SÁB: 15H MP

museu@fpc.pt

DO MUSEU AO BAIRRO DA MADRAGOA ÚLTIMO SÁB: 10H MP

213 942 810 (Museu da Marioneta) GALERIA DA AV. DA ÍNDIA

THE MOST BEAUTIFUL LANGUAGE ATÉ 4 MAR DOM: 16H

ANA GALVÃO O GOSTO SOLITÁRIO DE GRAVAR

GAME OVER, ESCAPE ROOMS LISBOA Jogo percurso que oferece como cenário três filmes: SAW, Templo Proibido de Montezuma e Missão Impossível. SEG A DOM: 10H30-22H30 MP

GARE MARÍTIMA DE ALCÂNTARA

PAINÉIS DE ALMADA NEGREIROS

SEG A SEX: 10H30, 14H30

ATÉ 7 JAN DOM: 16H

MP

GALERIA MILLENNIUM

HOSPITAL DE BONECAS

A PARTIR DO SURREALISMO E INSTALAÇÃO (LAND)SCAPING NORMATIVE THINKING SOB A PELE DA PINTURA Por Susana Anágua 2, 16 DEZ: 16H-17H

213 611 025

VISITAS GUIADAS

SEG A SÁB: 10H30-12H30, 15H30-17H info@hospitaldebonecas.com HOSPITAL DE SÃO JOSÉ

VISITAS GUIADAS Por Célia Pilão MP

celia.pilao@chlc.min-saude.pt

CONTAM. ATREVA-SE!

QUA, QUI, DOM: 17H-22H, SEX, SÁB: 17H-24H sales@labirintolisboa.com LISBON MOVIE TOUR

FERNANDO PESSOA EXPERIENCE

O passeio inclui dormida no quarto onde viveu Fernando Pessoa entre 1908 e 1912.

AFIRMA PEREIRA

À descoberta de Lisboa com Marcello Mastroianni.

FILME DO DESASSOSSEGO Passeio dedicado a Fernando Pessoa no cinema.

CAPITÃES DE ABRIL

Passeio dedicado à Revolução de Abril.

COMBOIO NOTURNO PARA LISBOA Seguindo Jeremy Irons pela cidade. TODOS OS DIAS MP

MP

LABIRINTO LISBOA

A HISTÓRIA DE PORTUGAL QUE OS LIVROS NÃO


V I S I TAS G U I A DAS LISBON WALKER

7ª COLINA 3 DEZ LENDAS E MISTÉRIOS

17 DEZ Encontro: Pç. do Comércio, do lado da Rua do Arsenal, em frente ao posto de turismo, debaixo das arcadas Marcações até à quarta-feira anterior ao passeio info@lisbonwalker.com LIVRARIA MÓVEL TELL A STORY

PASSEIOS LITERÁRIOS WALK A STORY LISBOA LITERÁRIA

Passeio dedicado a Luís de Camões, Eça de Queirós, Fernando Pessoa e José Saramago. TODOS OS DIAS MP

walks@tellastory.pt PAVILHÃO BRANCO E PRETO

POTÊNCIA E ADVERSIDADE ATÉ 8 JAN DOM: 16H

MAAT - MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA

VISITA TEMÁTICA. J DE JOTTA 8 DEZ: 16H

VISITA TEMÁTICA. OS DIÁLOGOS DA APROPRIAÇÃO 9 DEZ: 17H

ESPAÇOS LEGÍVEIS

Visita temática de arquitetura 1º SÁB: 16H

MUSEU DA ÁGUA DA EPAL

GALERIA DO LORETO

Visitas guiadas aos subterrâneos do Aqueduto das Águas Livres. SEX: 15H, 1º E ÚLTIMO SÁB: 11H E / MP

218 100 215 (Museu da Água) MUSEU DE ARTES DECORATIVAS PORTUGUESAS DA FUNDAÇÃO RICARDO DO ESPÍRITO SANTO SILVA

VISITAS GUIADAS AO MUSEU E ÀS OFICINAS DE ARTES E OFÍCIOS DA FRESS SEG A SEX: 10H-13H, 14H30-16H30 SEG, QUA: 11H, 15H, QUI: 15H

MUSEU BENFICA - COSME DAMIÃO

VISITAS GUIADAS 1º DOM: 11H

VISITAS LIVRES

Encontro: Parque Eduardo VII, no Marquês de Pombal ÚLTIMA SEX: 18H EG massacriticapt.net MONTES E VALES

PEDDY PAPER MOURARIA À GRAÇA ELEVADORES DE LISBOA DIAS DE LISBOA MP

geral@montesevales.com

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

OBRAS-PRIMAS DA COLECÇÃO DO MNAA 1º DOM: 11H30 EG

MUSEU NACIONAL DO AZULEJO

VISITA AO MUSEU E CONVENTO DA MADRE DE DEUS TER A DOM: 10H-16H30

TER, QUI, SÁB: 15H30

VISITAS ORIENTADAS ÀS EXPOSIÇÕES 218 170 667

RESERVAS VISITÁVEIS GALERIAS DA AMAZÓNIA GALERIAS DA VIDA RURAL TER, QUI, SÁB: 14H30 MP

visitasguiadas@mnetnologia. dgpc.pt

MUSEU DA CARRIS

VISITAS ORIENTADAS

museu@carris.pt

PERCURSO PELA COLEÇÃO

MUSEU NACIONAL DO TRAJE

VISITA AO MUSEU E AO PARQUE BOTÂNICO DO MONTEIRO-MOR TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

MP

E / MP

MURALHA DE D. DINIS

MUSEU DO ORIENTE

SÁB: 11H, SEX: 13H MP

15 PEÇAS IMPERDÍVEIS NO MUSEU DO DINHEIRO Para pessoas cegas e com baixa visão 9 DEZ: 10H30 MP MUSEU DE LISBOA PALÁCIO PIMENTA

VISITAS ORIENTADAS TER A SEX EG / MP

217 513 214

VISITAS ORIENTADAS AO PALÁCIO NACIONAL DE BELÉM E JARDINS

SÁB: 10H30, 11H30, 14H30, 15H30, 16H30 MP

MUSEU DE SÃO ROQUE

VISITAS GUIADAS À IGREJA E AO MUSEU DE SÃO ROQUE QUI A DOM

MUSEU SPORTING

ESTÁDIO JOSÉ ALVALADE MÊS DE DEZEMBRO DOS PARALÍMPICOS

TER A DOM: 11H30, 14H30, 15H30, 16H30 PAÇOS DO CONCELHO

VISITA AO EDIFÍCIO 1º DOM: 11H EG

ezequiel.marinho@cm-lisboa.pt

MP

MUSEU BORDALO PINHEIRO

SÁB: 15H, QUI: 13H

BICICLETADA

MP

MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

PERCURSO SECRETO MASSA CRÍTICA DE LISBOA

NO MUSEU COM OS ROBERTOS DE CONVENTO A MUSEU MARIONETAS PORTUGUESAS E MARIONETAS ORIENTAIS VISITAS TEMÁTICAS

TODOS OS DIAS: 10H-18H Em dias de jogo realizam visitas até ao início do mesmo museu@slbenfica.pt

MUSEU DO DINHEIRO

1º DOM: 16H

MUSEU DA MARIONETA

E / MP

PERCURSO MONUMENTAL SÁB: 12H, DOM: 15H

81

VISITAS ORIENTADAS - A ÓPERA CHINESA

CARACTERIZAÇÃO NA ÓPERA CHINESA: MAQUILHAGEM, ADEREÇOS E FIGURINOS 15 DEZ: 17H-18H MP

MUSEU DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

VISITAS ORIENTADAS AO MUSEU TER A SEX: 10H-13H, 14H-18H MP

PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS

VISITAS GUIADAS AO PADRÃO E À ROSA-DOSVENTOS E / MP

PALÁCIO NACIONAL DA AJUDA

VISITAS ORIENTADAS AO PALÁCIO O QUOTIDIANO DA FAMÍLIA REAL UM DIA DE GALA NO PAÇO DA AJUDA MP

servicoeducativo@pnajuda. dgpc.pt PANTEÃO NACIONAL

VEM DESCOBRIR O PANTEÃO

Visita orientada ao monumento TER A DOM: 10H-16H30 MP

ALMEIDA GARRETT NO PANTEÃO

Visita temática TER A DOM: 10H-16H30 MP


82

V I S I TAS G U I A DAS PAPA-LÉGUAS

PASSEIO PDESTRE LISBOA DESAPARECIDA Passeio pedestre seguido de concerto de órgão na Igreja S. Vicente de Fora 9 DEZ: 13H MP

PARQUE FLORESTAL DE MONSANTO

PERCURSOS PEDESTRES COMBATELASER PAINTBALL ELECTRÓNICO 968 297 047 (Ação Natura)

PEDDY PAPER

O jogo parte de Campolide atravessa o Aqueduto e termina em Monsanto. MP

218 452 689 (Papa-Léguas) SOCIEDADE HISTÓRICA DA INDEPENDÊNCIA DE PORTUGAL

VISITAS GUIADAS AO PALÁCIO DA INDEPENDÊNCIA SEG A SEX MP

TCHARAN EVENTOS JANTARES MISTÉRIO A MORTE DO ARTISTA NOITE DE GANGSTERS OS RÚSTICOS MP

TEATRO NACIONAL D. MARIA II

VISITAS GUIADAS

Visitas guiadas aos bastidores do Teatro em português, inglês, francês, castelhano, alemão e italiano SEG: 11H MP 213 250 829 TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS

VISITAS GUIADAS E / MP

visitas@saocarlos.pt TEATRO TIVOLI BBVA

TASTING FADO

Visita ao teatro, fado acompanhado por vinho do porto e pastel de nata. QUA A SÁB: 19H MP

TIME TRAVELLERS

EXPOSIÇÃO DE JOAN MIRÓ

9 DEZ: 10H-11H30 Encontro: Palácio Nacional da Ajuda

DA VILA DOS ADRADES AO BAIRRO ALTO Encontro: Pç. Luís de Camões 10 DEZ: 10H-13H MP

TRAFARIA PRAIA

CRUZEIROS TURÍSTICOS NO RIO TEJO

Entre o Cais do Sodré e a Torre de Belém TER A DOM: 10H30, 14H30, 16H30, 18H30 lisbonbluebus@douroazul.pt URBAN ROLLERS LISBOA

PASSEIO DE PATINS POR LISBOA

Encontro: em frente à esplanada do Galeto, Av. da República, 14 SEX: 21H30 eliseubike.co@gmail.com

WALK AND SEE

PASSEIOS GUIADOS A PÉ MP

917 443 389 WILD WALKERS

CRIMES DE LISBOA

Encontro: Arco da Rua Augusta SEX: 21H30, DOM: 18H MP

916 014 842 E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA IA INSCRIÇÕES ABERTAS MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99


V I S I TAS G U I A DAS

83

JOAQUIM PAÇO D’ARCOS

20 JAN

RAINHA D. AMÉLIA DE ORLEÃES LISBOA DE EÇA DE QUEIRÓS JOAQUIM PAÇO D’ARCOS 23 JAN

JOAQUIM PAÇO D’ARCOS JUNQUEIRA PALACIANA OLIVAIS SUL: URBANISMO E MEMÓRIA

18 JAN

CARNIDE ANTIGO

ARTES E OFÍCIOS: CERVEJEIRA MUSA

27 JAN

JOAQUIM PAÇO D’ARCOS LISBOA ESCANDALOSA 30 JAN Casa dos Bicos

GOMES FREIRE DE ANDRADE

31 JAN Marcações a partir do 1º dia útil do mês que antecede o itinerário EG

ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA

VENTURA TERRA, ARQUITETO – DO ÚTIL E DO BELLO EG / MP

BIBLIOTECAS DE BELÉM, CAMÕES, MARIA KEIL, MARVILA , ORLANDO RIBEIRO, PENHA DE FRANÇA E SÃO LÁZARO

UMA VIAGEM PELA BIBLIOTECA

Visitas guiadas dirigidas a centros de dia, universidades de 3ª idade e outros grupos organizados. EG / MP

DIVISÃO DE GESTÃO CEMITERIAL

PERCURSOS TEMÁTICOS NOS CEMITÉRIOS CEMITÉRIO DO ALTO DE SÃO JOÃO 2 DEZ: 10H

SIMBOLOGIA | CEMITÉRIO DOS PRAZERES 16 DEZ: 10H EG / MP

dmevae.dgc@cm-lisboa.pt

ITINERÁRIOS DE LISBOA LISBOA DE CESÁRIO VERDE A COLINA DE SANTANA JOAQUIM PAÇO D’ARCOS 9 JAN

AS QUINTAS DE BENFICA OLIVAIS SUL: URBANISMO E MEMÓRIA 10 JAN

DO BAIRRO DA ENCARNAÇÃO A OLIVAIS ANTIGO JOAQUIM PAÇO D’ARCOS 11 JAN

LISBOA DE CESÁRIO VERDE LISBOA NO ESTADO NOVO

218 170 742 lisboa.cultural@cm-lisboa.pt

VISITAS COMENTADAS IGREJA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA 3 JAN

INSTITUTO CULTURAL ROMENO EXPOSIÇÃO RESIDÊNCIAS DA FAMÍLIA REAL ROMENA 4 JAN

CASA DOS BICOS 5 JAN

INSTITUTO NACIONAL DE ESTATÍSTICA CENTRO PORTUGUÊS DE SERIGRAFIA 9 JAN

LOJAS COM HISTÓRIA NA BAIXA

MUSEU DA SAÚDE EXPOSIÇÃO 800 ANOS DA SAÚDE EM PORTUGAL

13 JAN

10 JAN

O BAIRRO ALTO LISBOA DE CESÁRIO VERDE JOAQUIM PAÇO D’ARCOS

BASTIDORES DO CENTRO CULTURAL DE BELÉM HOSPITAL DE SÃO JOSÉ

16 JAN

11 JAN

JUNQUEIRA PALACIANA

LABORATÓRIO NACIONAL DE ENGENHARIA CIVIL INSTITUTO DE MEDICINA LEGAL E CIÊNCIAS FORENSES – NÚCLEO MUSEOLÓGICO

12 JAN

17 JAN

JOAQUIM PAÇO D’ARCOS JUNQUEIRA PALACIANA OLIVAIS SUL: URBANISMO E MEMÓRIA 18 JAN

JOSÉ DE SARAMAGO E O MEMORIAL DO CONVENTO 19 JAN

IGREJA EVANGÉLICA ALEMÃ QUINTA ALEGRE 17 JAN

25 JAN

V I S I TAS M U N I C I PA I S

16 JAN

JUNQUEIRA PALACIANA POÇO DO BISPO E MARVILA ANTIGA 24 JAN

DIVISÃO DE PROMOÇÃO E COMUNICAÇÃO CULTURAL

FUNDAÇÃO CHAMPALIMAUD INSTITUTO BENTO DA ROCHA CABRAL

12 JAN

ESCOLA DE DANÇA ANA KÖHLER LICEU CAMÕES/ESCOLA SECUNDÁRIA 15 JAN

MUSEU FARADAY FÁBRICA DE AZULEJOS DE SANT`ANNA INSTITUTO HIDROGRÁFICO - CONVENTO DAS TRINAS DE MOCAMBO 19 JAN

22 JAN

MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA - EXPOSIÇÃO OURO ANTIGO. DO MAR NEGRO AO OCEANO ATLÂNTICO 23 JAN

AR.CO – CENTRO DE ARTE E COMUNICAÇÃO VISUAL CENTRO ISMAILI DE LISBOA 24 JAN

MUSEU DA ÁGUA- ESTAÇÃO ELEVATÓRIA A VAPOR DOS BARBADINHOS PALÁCIO CONDES REDONDO 25 JAN

CENTRO CULTURAL ALTOASTRAL: ARTE, LUTA E CULTURA 26 JAN

ARTES E OFÍCIOS: RELOJOEIRO VICENTE KNOBLICH 29 JAN

FUNDAÇÃO CHAMPALIMAUD INSTITUTO DE MEDICINA TROPICAL MUSEU NACIONAL DO AZULEJO 30 JAN

BASTIDORES DO TEATRO NACIONAL DE S. CARLOS

31 JAN Marcações a partir do 1º dia útil do mês que antecede a visita EG

218 170 593 lisboa.cultural@cm-lisboa.pt GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES Visita comentada ao Palácio do Beau Séjour 14 DEZ: 10H30 MP


84

C R I A N ÇAS


O MUSEU COMPANHIA D DA CHAMINÉ Ana Rita Vaz

A Companhia da Chaminé é um espaço criativo que oferece formação de teatro e circo para crianças e teatro para adolescentes, orientando, ainda, grupos de teatro amador para adultos. Mariana Amaral é a mentora do projeto que, apesar de já existir desde 2005, só no ano passado teve a oportunidade de ter um espaço próprio no Pátio dos Artistas, em Campo de Ourique. Este local possibilitou o alargamento da atividade a adolescentes e permitiu levar o circo para o centro da cidade. Por ser uma arte muito completa, Mariana acredita que o circo é uma boa alternativa para a pequenada que quer fugir aos ginásios e ao seu ambiente competitivo. A par dos cursos de ano letivo, a Companhia da Chaminé organiza ainda workshops de teatro ao fim de semana para crianças entre os cinco e os 10 anos, os happenings, que consistem em aulas avulso onde são transmitidas as bases partindo de uma história, de forma espontânea e descontraída. No final, o resultado é mostrado à família e amigos, com a ajuda de formas simples de encenação. Aqui, toda a aprendizagem é feita através de processos criativos, fomentando a cooperação e, acima de tudo, o divertimento. Para além de tudo isto, a Companhia da Chaminé organiza ainda festas de aniversário, intituladas Circo na Floresta. Porém, a Mariana garante que as ideias não vão ficar por aqui! MARIANA AMARAL RUA COELHO DA ROCHA, 69, PAV. 12 917 930 468 / MARIANA@COMPANHIADACHAMINE.COM

85


86

C R I A N ÇAS E S T E M Ê S

FÉRIAS DE NATAL 2017 O primeiro período letivo está a terminar e as férias estão mesmo aí à porta! Já se sabe que todas as interrupções escolares são um verdadeiro desafio para os pais, mas a verdade é que não têm que ser. A pequenada quer aproveitar este tempo livre da melhor maneira e, por isso mesmo, há inúmeras ofertas de atividades para aqueles que querem viver a época natalícia ao máximo! Há programas tão divertidos que de certeza que os pais têm pena de não poder participar também! Conheça as nossas sugestões. ACT – ESCOLA DE ACTORES

TEATRO, CORPO E CANTO PARA CRIANÇAS 8-11 anos 18 A 22 DEZ: 10H-18H

TEATRO E MOVIMENTO PARA JOVENS 12-15 anos 18 A 22 DEZ: 14H-18H

CASA FERNANDO PESSOA

E SE ESCREVÊSSEMOS AS CANÇÕES? 6-12 anos 18 A 22 DEZ: 10H-17H

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

ARQUI-ATLAS

GEOGRAFIA E ARQUITETURA

7-13 anos 18 A 22 DEZ: 10H-17H30 CINEMATECA JÚNIOR

OFICINA ANIMAÇÃO EM STOP-MOTION! 8-12 anos 18 A 20 DEZ: 10H3012H30/14H-16H CULTURGEST

FÉRIAS DE NATAL NA CULTURGEST

6-12 anos 18 A 22 DEZ: 10H-13H/14H30-17H30 EDSAE – ESCOLA DE DANÇAS SOCIAIS E ARTES DO ESPETÁCULO

A MAGIA DOS MUSICAIS DESCENDENTES 2

6-9 anos, 10-15 anos 18 A 22 DEZ, 26 A 29 DEZ: 9H-17H EDURUMOS

INFORMÁTICA JOVEM DESENHOS ANIMADOS, DA

HISTÓRIA À AÇÃO 7-10 ANOS

JUNIOR CODER: APRENDE A PROGRAMAR 11-13 ANOS

WEB DESIGN: FAZ O TEU PRÓPRIO WEBSITE 14-16 ANOS 18 A 22 DEZ: 9H-18H

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES

À PROCURA DO PAI NATAL 6-12 anos 18 A 22 DEZ: 9H30-12H30 LITTLE LISBON

DESTINO: LISBOA, COM PARAGEM EM MUITOS MUSEUS

APRESENTAÇÕES CRIATIVAS

7-12 anos 18 A 22 DEZ: 9H30-18H info@lisbonforkids.com

JOVENS YOUTUBERS: O TEU CANAL NO YOUTUBE

MAAT – MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA

JUNIOR CODER: APRENDE A PROGRAMAR

7-11 anos 18 A 20 DEZ: 10H-13H/14H30-17H30

7-10 ANOS

11-13 ANOS

14-16 ANOS 26 A 29 DEZ: 9H-18H

ESCOLA DE ARTES PEDRO SERRENHO

ATELIER FÉRIAS DE NATAL 2017 18 A 22 DEZ, 26 A 29 DEZ: 10H-13H/14H30-17H30 FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

CONTO MEU, CONTO MEU… MAS O QUE É QUE ACONTECEU? 5-7 anos 18 A 21 DEZ: 10H-13H/14H30-17H30

FAZEDORES DE REFLEXOS E ILUSÕES 8-10 anos 18 A 21 DEZ: 10H-13H/14H30-17H30

D’APARO FINO: UM DESENHEMA

11-14 anos 18 A 21 DEZ: 10H-13H/14H30-17H30

PLANETA MAGNO

CARROS ELÉTRICOS

7-11 anos 21, 22 DEZ: 10H-13H/14H30-17H30 MUSEU BORDALO PINHEIRO

NATAL EM BARRO

MUSEU DA MARIONETA

À PROCURA DO PAI NATAL 6-12 anos 18 A 22 DEZ: 14H30-17H30 MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

HISTÓRIAS PINTADAS, HISTÓRIAS FILMADAS 7-12 anos 19, 20 DEZ: 10H-17H

A BARALHAR, A BARALHAR, MUITAS PERSONAGENS IREMOS INVENTAR!!! 7-12 anos 21, 22 DEZ: 10H-17H

MUSEU DO ORIENTE

DE KRISHNA A CRISTO!

6-10 anos 18 A 22 DEZ: 9H30-12H30 NOVA ACADEMIA LISBOA

WORKSHOP DE DESENHO E PINTURA

19 A 22 DEZ: 9H30-17H30

7-15 anos 19 A 22 DEZ: 9H30-12H30

MUSEU COLEÇÃO BERARDO

WORKSHOP DE CANTO EM GRUPO

DE PARIS AO RIO DE JANEIRO

4-6 anos 19 A 22 DEZ: 9H30-17H30

UM JORNAL PESSOAL

7-12 anos 19 A 22 DEZ: 9H30-17H30

ESTÁ A NEVAR OU SÃO IDEIAS A VOAR?

4-6 anos 26 A 29 DEZ: 9H30-17H30

COMPOSIÇÕES ATLÂNTICAS

7-13 anos 26 A 29 DEZ: 9H30-17H30

REPERTÓRIO DE ZECA AFONSO 8-17 anos 18 A 20 DEZ: 10H-12H

PALÁCIO NACIONAL DA AJUDA

FÉRIAS DE NATAL

18 A 22 DEZ geral@timetravellers.pt PAVILHÃO DO CONHECIMENTO – CENTRO CIÊNCIA VIVA

FÉRIAS COM CIÊNCIA 5-12 anos 18 A 22, 16 A 29 DEZ: 9H-18H


C R I A N ÇAS E S T E M Ê S

87

MUSEU DO ORIENTE 3 DE DEZEMBRO, ÀS 16H AVENIDA BRASÍLIA, DOCA ALCÂNTARA (NORTE) / 213 585 200 / WWW.MUSEUDOORIENTE.PT

COLECIONADOR DE CÉREBROS Dono de uma das maiores coleções de cérebros do mundo, o professor Alec Ziegeltein, neurologista e neurofisiologista, foi pioneiro no transplante cerebral. Sentindo-se incompreendido, decide partilhar o seu vasto conhecimento e notáveis descobertas com o mundo, tornando-se num artista de palco. Este espetáculo teatral de humor, da autoria de Sónia Aragão e John Mowat,

ESTE M ÊS ACADEMIA DE AMADORES DE M ÚSICA

GUARDA-MÚSICA

HISTÓRIA AOS RETALHOS Espectáculo musical 16 DEZ: 15H30

ASSOCIAÇÃO DE RESIDENTES DE TELHEIRAS

HORA DO CONTO 0-8 anos 17 DEZ: 11H

AUDITÓRIO CARLOS PAREDES

FILMINHOS INFANTIS À SOLTA PELO PAÍS O Primeiro Outono, O Irmão

Grande, As Aventuras De Miriam: O Papagaio, O Dragão E A Música, Mancha E Manchinhas: As Pinturas, Nicolas E Guillemette, Foxy&Meg Na Época Natalícia, No Fim Do Mundo Maiores de 4 anos 3 DEZ: 11H30 servicoeducativo@ zeroemcomportamento.org BAOBÁ LIVRARIA

POEMAS PARA AS QUATRO ESTAÇÕES Lançamento do livro 2 DEZ: 16H PG / EG

A QUE SABE A LUA? Conto 9 DEZ: 11H MP

NOVA HISTÓRIA DA ARTE DA TRICICLO!

desenrola-se “dentro e fora da caixa”, abordando a plasticidade cerebral, os neurónios e glias, os sonhos, as memórias e as emoções. Contando com a ajuda de vários cérebros e seus singulares talentos e personalidades, vão-se desvendando mistérios numa visão única e surpreendente sobre este fascinante órgão do corpo humano. Ana Rita Vaz

Lançamento do livro 9 DEZ: 16H

BIBLIOTECA ORLANDO RIBEIRO

BIBLIOTECA DE BELÉM

CRESCENDO ENTRE CANÇÕES

6-10 anos 16 DEZ: 15H

E / MP

PG / EG

SÁBADOS CÃES&LIVROS EG / MP

MÚSICA PARA BEBÉS 0-3 anos 16 DEZ: 16H, 17H MP BIBLIOTECA DOS CORUCHÉUS

NOTA A NOTA

Oficina de música, expressão e movimento 6-18 meses 16 DEZ: 10H30 19-36 meses 16 DEZ: 11H30 EG / MP

Oficina musical 8-12 anos 6, 7 DEZ: 11H, 14H30

SÓ POR HOJE SOU BONDOSO

Energia Reiki para Pais e Filhos 8-12 anos 16 DEZ: 16H MP

ATELIER POP-UP ILUSTRADO 3-14 anos 16 DEZ: 15H MP

FILMINHOS INFANTIS À SOLTA PELO PAÍS


88

C R I A N ÇAS E S T E M Ê S O Primeiro Outono, O Irmão Grande, As Aventuras De Miriam: O Papagaio, O Dragão E A Música, Mancha E Manchinhas: As Pinturas, Nicolas E Guillemette, Foxy&Meg Na Época Natalícia, No Fim Do Mundo Maiores de 4 anos 17 DEZ: 11H30 servicoeducativo@ zeroemcomportamento.org CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO

VAMOS FAZER O CALENDÁRIO DA CASA DA ACHADA PARA 2018 Maiores de 6 anos 3, 10 DEZ: 15H30-17H30 CASA DO CORETO

HISTÓRIAS CURIOSAS, CANÇÕES SABOROSAS 2 DEZ: 16H

À PROCURA DO Ó-Ó PERDIDO Teatro de marionetas 3 DEZ: 11H30

COM ½ DÚZIA DE BONECOS HISTÓRIAS A CONTAR… OUTRA VEZ

Exposição e espetáculo Maiores de 4 anos 8 DEZ: 19H, 9 DEZ: 16H, 10 DEZ: 11H30 CASA FERNANDO PESSOA

SEM CASAS NÃO HAVERIA RUAS TODA A GENTE QUE TEM AS MÃOS FRIAS Ciclo de leituras e contos 16 DEZ: 18H30

CASTELO DE S. JORGE

JOGOS EM FAMÍLIA Maiores de 5 anos 3 DEZ: 11H MP

ARTES BÉLICAS - SÉCULO XV - BATALHA DE TORO (1476) 10 DEZ: 11H

DANÇAS COM HISTÓRIA DANÇAS DO TEMPO DE D. JOÃO IV 17 DEZ: 11H

CENTRO COMUNTÁRIO DA MADRAGOA

ALADINO E A LÂMPADA

MÁGICA

Teatro Maiores de 4 anos 2, 9 DEZ: 17H30, 3, 10, 17 DEZ: 11H C.E .M – CENTRO EM MOVIMENTO

DIAS DE MIM

16 DEZ: 11H-12H

BAILEIA

Brincadeiras sonoras 6 meses-3 anos 30 DEZ: 11H-12H CENTRO CULTURAL DE BELÉM

LARASATI, OU CANÇÕES DE ADORMECER ESTRELAS Canções de ninar 0-2 anos 2, 3, 9, 10 DEZ: 10H30 3-5 anos 2, 3, 9, 10 DEZ: 11H30 0-2 anos 6, 7 DEZ: 10H 3-5 anos 6, 7 DEZ: 11H

OFICINA BANCO

Oficina de construção de bancos com madeira reciclada Maiores de 6 anos 3 DEZ: 11H

BIG BAND JUNIOR Concerto Maiores de 6 anos 3 DEZ: 17H CHAPITÔ

O MATUTO

2 A 17 DEZ SÁB, DOM: 16H CINEMA MONUMENTAL

MONUMENTAL DOS MIÚDOS Ciclo de cinema TOP CAT, O INÍCIO 2 DEZ: 11H30

CONQUISTA À LUA 3 DEZ: 11H30

SAVVA

9 DEZ: 11H30

ROCK DOG – UM SONHO ALTAMENTE! 10 DEZ: 11H30

O PROFETA

16 DEZ: 11H30

UPSSS!!! LÁ SE FOI A ARCA… 17 DEZ: 11H30


C R I A N ÇAS E S T E M Ê S

NORM – O HERÓI DO ÁRTICO 23 DEZ: 11H30

PAPEL DE NATAL / PASSEIO DE DOMINGO 24 DEZ: 11H30

BIGFOOT JUNIOR 30 DEZ: 11H30

UM VOO EM GRANDE 31 DEZ: 11H30

CINEMA UCI EL CORTE INGLÈS

POCAHONTAS

Teatro ATÉ 30 DEZ SÁB, DOM: 11H, 16H COMPANHIA DA CHAMIN É

O TIGRE QUE VEIO TOMAR CHÁ

Workshop de teatro 5-10 anos 9, 16 DEZ: 10H-13H

COMPANHIA CLARA ANDERMATT

DANÇA CRIATIVA CONTEMPORÂNEA 6-8 anos 5, 12, 19 DEZ: 18H

IMPROWISE INTERGERACIONAL 16 DEZ: 15H

CORDOARIA NACIONAL

DINOSSAUROS ALIVE Exposição ATÉ 28 JAN SEG A SEX: 10H-18H, SÁB, DOM: 10H-20H

DEPARTAMENTO DA ACTIVIDADE FÍSICA E DO DESPORTO DA CML

Olisipíadas

5-14 anos ATÉ 15 JAN IA olisipiadas@cm-lisboa.pt FÁBRICA BRAÇO DE PRATA

A LOJA DOS SONHOS Teatro 3-10 anos 1, 8 DEZ: 15H30

O REINO DE PERNAS PRÓ AR Teatro 18 meses-6 anos 9 DEZ: 15H30 reservas@cativar.com

MUSEU DA MARIONETA 16 DE DEZEMBRO, ÀS 16H, 17 DE DEZEMBRO, ÀS 11H30 RUA DA ESPERANÇA, 146 / 213 942 810 / WWW.MUSEUDAMARIONETA.PT

A MENINA QUE VENDIA FÓSFOROS A menina que vendia fósforos é um espetáculo criado pela Red Cloud Teatro de Marionetas a partir do conto de Hans Christian Andersen, que conta a história de uma menina pobre que, para sobreviver, vende fósforos na rua. Na última noite do ano sente-se um frio intenso e a neve não para de cair, e a menina, de pés descalços e cabeça descoberta, aquece-se como pode, acendendo os fósforos que não conseguira vender. À medida que risca os fósforos, as chamas fazem a menina sonhar e levam-na para uma realidade bem diferente daquela em que vive. Este espetáculo de marionetas fala sobre a desigualdade e o poder da imaginação, como alternativa ao sofrimento e à solidão. Aconselhado a maiores de três anos, tem a duração de 40 minutos e os bilhetes custam entre 5€ (crianças) e 7,5€ (adultos). ARV

89


90

C R I A N ÇAS E S T E M Ê S FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

5-12 anos 16 DEZ: 15H30

MACAQUICES OU O MUNDO MEIOS E FORMAS DE AO CONTRÁRIO COMUNICAÇÃO Oficina 2-5 anos 3 DEZ: 10H30, 11H40

RETRATÓMATOS: EXERCÍCIOS DE TRADUÇÃO Visita desenhada Maiores de 12 anos 3 DEZ: 11H, 14H30

NOS BOLSOS DE… UM COLECIONADOR Visita-jogo 5-8 anos 3 DEZ: 10H30, 11H40

NOS BOLSOS DOS… ARTISTAS

Visita-jogo 5-8 anos 3 DEZ: 14H30, 15H40

DE MIM PARA TI – UM JARDIM PELO CORREIO Oficina 6-12 anos 3 DEZ: 14H30

AS VOLTAS DO TEU NOME – UM CALCULADOR DE IMPROBABILIDADES Visita desenhada 6-12 anos 3 DEZ: 15H

O PEDRO E O LOBO | CARNAVAL DOS ANIMAIS Concerto pela Orquestra Gulbenkian Maiores de 6 anos 3 DEZ: 12H, 17H

MULTIPLICADORES DE IMAGENS Oficina 5-7 anos 17 DEZ: 10H30 7-11 anos 17 DEZ: 15H

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES - MUSEU DAS COMUNICAÇÕES

CONHECER O MUSEU

OFICINA DE TV

5-12 anos 23 DEZ: 15H30

PASSA A MENSAGEM

Oficina de ilustração 13-16 anos 10 DEZ: 10H30-17H30 PG

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

A MENINA QUE VENDIA FÓSFOROS

TARDES COM MATEMÁTICA

Visita/performance 3-8 anos 9 DEZ: 10H30

DE PASSENT LAIKA

Espetáculo sem palavras Maiores de 6 anos 15 DEZ: 10H E / MP

16 DEZ: 16H30 PG

MAAT – MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA

NÃO ACORDES O DRAGÃO Oficina elétrica Maiores de 6 anos 3, 10, 24, 31 DEZ: 15H30

CARRINHOS SOLARES Oficina elétrica Maiores de 6 anos SÁB: 15H30

MUSEU BORDALO PINHEIRO

SILHUETA II – SOMBRA, LUZ, VOLUME E PROFUNDIDADE A CORES Oficina criativa Maiores de 8 anos 16 DEZ: 14H30-17H30

MUSEU DO DINHEIRO

SEGREDOS, COFRES E CASAS-FORTES Oficina Maiores de 6 anos 2 DEZ: 10H30

QUEM É QUEM? ARTUR ALVES REIS

ESPAÇO DAS ARTES CIENTISTAS INVADEM O MUSEU

Espetáculo Maiores de 3 anos 9 DEZ: 16H, 10 DEZ: 11F30

TEXTURA

DO BIG-BANG AO OBSERVADOR CÓSMICO

QUEM TEM MEDO DO LOBO MAU?

5-12 anos 9 DEZ: 15H30

O BAILE DOS PIRILAMPOS

PG / MP

UM MUNDO DE HISTÓRIAS

Teatro Maiores de 8 anos 2 DEZ: 16H

ARTPOSTCOM

Oficina Maiores de 6 anos 3 DEZ: 15H30

Maiores de 5 anos 10 DEZ: 11H-12H

BOCA FOLHA CÃO

GALERIA MILLENNIUM

CONTADORES DE ESTÓRIAS 5-12 anos 2 DEZ: 15H30

LABORATÓRIOS DE ATIVIDADES CRIATIVAS

Oficina Maiores de 8 anos 9 DEZ: 14H30 MP

MUSEU DA MARIONETA

COMO SE CONSTRÓI UMA PAISAGEM ÚNICA?

Visita em família Maiores de 4 anos 16 DEZ: 14H30

Teatro de marionetas Maiores de 3 anos 16 DEZ: 16H, 17 DEZ: 11H30 MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

HÁ FÓSSEIS NA 7ª COLINA Oficina expedição 6-12 anos 2 DEZ: 15H MP

Visita orientada Maiores de 10 anos 17 DEZ: 16H-17H30

Jogos e desafios 23 DEZ: 15H-16H30 MUSEU DO ORIENTE

PEQUENOS JARDINEIROS DA MADRUGADA Oficina de poesia cromática, plástica e sensorial 4-10 anos 2 DEZ: 15H-17H

A CASINHA DE CHOCOLATE COLECIONADOR DE Teatro CÉREBROS 2, 3, 10, 17 DEZ SÁB: 16H, DOM: 11H30, 16H

ILUSTRA ANIMAIS. DESENHO. GESTO

Oficina de ilustração 7-12 anos 3 DEZ: 10H30-16H30 MP

Teatro Maiores de 6 anos 3 DEZ: 16H

AULA ABERTA DE JODO 6-12 anos 9 DEZ: 10H30-12H

HISTÓRIAS DE ESTRELAS E DESENHAR A CIDADE. PLANETAS! EXERCÍCIOS SOBRE Sessão de planetário Famílias ARQUITECTURA E 3 DEZ: 11H30-13H URBANISMO GRAFITE / PÓ DE GRAFITE Visita com ateliê de arte 6-16 anos SOBRE POLIÉSTER 3 DEZ: 15H

MUSEU DE SÃO ROQUE

Produção de conteúdos gráficos 13-16 anos 3 DEZ: 14H30-17H30

A OLHAR PARA O CÉU

Sessão de planetário 3 DEZ: 16H30, 4 DEZ: 18H

DO MUSEU PARA A RUA Visita guiada 6-12 anos 9 DEZ: 15H-17H MP

O CÉU DE GALILEU Visita dramatizada Famílias 9 DEZ: 16H30-18H

CLUBE DE ROBÓTICA Maiores de 7 anos 10, 17 DEZ: 10H-13H MP

LABORATÓRIO DE ROBÓTICA

EG / MP

HÁ DANÇA NO MUSEU 16-28 meses 16 DEZ: 10H 28 meses-9 anos 16 DEZ: 11H MP

PAVILHÃO DO CONHECIMENTO – CENTRO CIÊNCIA VIVA

ANGRY BRIDS A EXPOSIÇÃO ATÉ SET

CANTINHO DA CIÊNCIA

HOJE VOU SER MINICHEF

Maiores de 3 anos 3 DEZ: 11H30, 15H30, 17H15

A COZINHA É UM LABORATÓRIO

TRUFAS ALTERNATIVAS Maiores de 6 anos 10 DEZ: 15H30, 17H15


C R I A N ÇAS E S T E M Ê S LABORATÓRIO

QUÍMICA COLORIDA

Maiores de 6 anos 17 DEZ: 15H30, 17H15

EXPLORAR, CRIAR, IMAGINAR

TEATRO ARMANDO CORTEZ

O SOLDADINHO DE CHUMBO

SÁB, DOM, FER: 15H

CASAS EM MINIATURA

PG

Maiores de 8 anos 2 DEZ: 11H30-18H30

E / MP

COSTURA COM MÁQUINA

TEATRO BOCAGE

Maiores de 8 anos 16 DEZ: 11H30-18H30

PRAÇA DE TOIROS DO CAMPO PEQUENO

POPOTA AO VIVO

Musical 8 DEZ: 15H, 18H, 9, 10 DEZ: 11H, 15H, 18H

PANDA E OS CARICAS Musical 16 DEZ: 11H, 15H, 17, 18 DEZ: 11H, 15H

PIXAR IN CONCERT

LISBON FILM ORCHESTRA Concerto 23 DEZ: 15H, 21H30

QUINTA PEDAGÓGICA

FARMÁCIA RURAL Maiores de 6 anos 2 DEZ: 11H

SUMOS COLORIDOS Maiores de 3 anos 2 DEZ: 15H

AROMAS E SABORES Maiores de 3 anos 16 DEZ: 11H E 15H

PRESÉPIO VIVO 18 DEZ: 14H

RELICÁRIO DE SONS

WORKSHOP DE MEDITAÇÃO

3-7 anos 17 DEZ: 10H-13H SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

POESIA-ME

Ciclo de leituras para a infância Maiores de 6 anos 9 DEZ: 16H

OS SAPATOS DO SR. LUIZ Visita-espetáculo Maiores de 3 anos 4, 6 DEZ: 10H30 E / MP

AGORA

Dança, teatro 6-12 anos 14 A 17 DEZ QUI, SEX: 10H30 E / MP SÁB, DOM: 16H PG

SEG A SEX: 11H, 14H30

A ALEGRE HISTÓRIA DE PORTUGAL EM 90 MINUTOS Maiores de 6 anos 1 DEZ: 16H

TEATRO DOM LUIS FILIPE (TEATRO DA LUZ)

PINÓQUIO

Maiores de 4 anos ATÉ 23 DEZ SÁB: 16H30, DOM: 11H TEATRO NACIONAL D. MARIA II

BOCA ABERTA

HISTÓRIAS ENCENADAS PARA A INFÂNCIA 3-6 anos 3, 10, 17 DEZ: 11H

TEATRO POLITEAMA

ALADINO

O MUSICAL GENIAL

SÁB, DOM: 15H PG TER A SEX: 11, 14H E / MP TEATRO TABORDA

O SOLDADINHO

Maiores de 4 anos 15 DEZ: 11H, 14H30 E / MP 16 DEZ: 16H30 PG TEATRO TIVOLI BBVA

ASSALTO ÀS LANCHEIRAS Teatro Maiores de 2 anos 2, 9, 16 DEZ: 16H PG SEG A SEX: 11H, 14H30 E / MP

TEATRO DA TRINDADE

PROJETO PEDAGÓGICO SINFONIX Concerto Maiores de 6 anos 17 DEZ: 11H30

TEATRO VILLARET

FADA JUJU E A FESTA DOS SENTIDOS Teatro Maiores de 2 anos 3, 10, 17 DEZ: 11H PG

SEG A SEX: 11H, 14H30 E / MP

91

TODO O ANO 30 DA MOURARIA – PSICOTERAPIA E MOVIMENTO

Drama e Movimento

PARA MIÚDOS TÍMIDOS, ATREVIDOS E MAIS OU MENOS 5-10 anos SÁB: 15H-16H MP

Danças Orientais criativas SÁB: 11H-12H MP

ACADEMIA DE AMADORES DE M ÚSICA

Inciação musical 3-9 anos

Sessões de música para bebés 0-3 anos VÁRIOS HORÁRIOS

ACADEMIA DA ESTRELA

Judo

Maiores de 15 anos SEG, QUA, SEX: 19H3021H30, TER, QUI: 19H-20H30, SÁB: 11H-13H direcao@nunodelgado.net ACADEMIA DE M ÚSICA DA GRAÇA

Guitarra clássica, Piano, Violino, Violoncelo, Bateria, Canto, Baixo elétrico, Flauta e Iniciação musical Maiores de 3 anos SEG A SEX: 13-20H MP

ACADEMIA DE M ÚSICA DE TELHEIRAS

Música para Bebés e Pais Até aos 3 anos TER: 18H30

ACADEMIA DE SANTO AMARO

Hakuna Matata – O Musical infantil, A abelha – uma aventura fora da colmeia, A Carochinha, os 3 porquinhos, a fada dos dentes, Mickey, ABC, Onde está o pai natal? E / MP

protagonizamagia@gmail.com

ACADEMIA NACIONAL DE M ÚSICA CARLOS SEIXAS

Flauta Transversal Maiores de 6 anos

Piano

Maiores de 3 anos VÁRIOS HORÁRIOS ACADEMIA NOVAS LETRAS

Ensino de Piano, Guitarra, Violino, Bateria e Flauta

SEG A SEX: 14H-20H contactos@novasletras.com AIKIDO - DOJO DA LUZ

Dança Criativa 6-10 anos TER, SEX: 17H

Dança Contemporânea 10-14 anos TER, SEX: 18H

ALUNOS DE APOLO – ESCOLA DE DANÇA

Aulas de Dança 5-9 anos SÁB: 9H45 10-13 anos SÁB: 10H45 Maiores de 13 anos SÁB: 10H45 ANAGRAMA

Mindfulness para crianças

4-15 anos VÁRIOS HORÁRIOS ARMAZÉM AÉRIO

Academia de novo circo 5-15 anos SEG A QUI: 18H, SÁB; 10H ART KIDS

Oficinas de Artes Plásticas e Sessões de Arte como Terapia

5-16 anos TER: 17H30, QUA, SEX: 15H, SÁB: 11H30 ARTE ILIMITADA

Ateliers de Expressão Plástica - desenho, pintura e escultura ART!IST – ACADEMIA DE DANÇA , TEATRO & PERFORMANCE

Ballet, Sapateado, Hip-Hop, Condição Física, Dança Criativa, Contemporâneo, Kids on Broadway


92

C R I A N ÇAS E S T E M Ê S / TO D O O A N O ASSOCIAÇÃO ADN / ARMAZÉM 13

BIBLIOTECA ORLANDO RIBEIRO

SÁB: 11H-12H30

5-10 anos SEG: 18H40–19H40 11-16 anos SEG: 17H30-18H30

Circo Kids - Introdução às Técnicas Circenses ASSOCIAÇÃO MUSICAL LISBOA CANTAT

Coro Infantil Lisboa Cantat 7-13 anos DOM: 17H30-19H30 ASSOCIAÇÃO DE RESIDENTES DE TELHEIRAS

Guitarra Clássica / Acústica Maiores de 6 anos SEG, QUA

Oficinas Crescer A Ser - Meditação e Desenvolvimento Consciente

Aulas de teatro

BIBLIOTECA SÃO LÁZARO

Visita-Guiada SÁB: 10H

Hora do Conto

3-9 anos QUI: 17H30

Oficina de Artes Plásticas

Bem-vindo a bordo da Caravela Vera Cruz

6-13 anos TER, QUI: 18H-20H ATELIÊ CÁ

CARAVELA VERA CRUZ

Visita SEG A SEX: 10H-17H E / MP geral@aporvela.pt CASA DO ARTISTA

Oficina de teatro juvenil 10-16 anos DOM: 10H-13H

Maiores de 6 anos SEG, QUA: 18H40-19H30

PG / E

Ballet

CLÍNICA DOS SONS

Baileia

Corpo-autonomia 2,5-5 anos QUA: 17H30-18H30

Dançar uma História Práticas de corpo 5-10 anos QUA: 18H30-19H30

Movimento com adolescentes

Maiores de 13 anos SEG: 18H30-19H30 CENTRO EUROPEU DE LÍNGUAS

Aulas de inglês, francês, espanhol, alemão, italiano, russo e neerlandês Maiores de 6 anos MP

ATELIER DO PAÇO

6-11 anos QUI: 17H30-18H30, SÁB: 11H-12H

5-12 anos SÁB: 10H-12H

Aulas de Dança Contemporânea

Projeto de música coral de inclusão social com temas lusófonos 8-14 anos SEX: 18H-19H30

Ateliê de Arte

Danças Tradicionais e de Roda Maiores de 5 anos DOM: 10H-11H cursolisboa@gmail.com

ATELIER DE SÃO BENTO

Artes Plásticas

5-14 anos TER, QUA: 18H-20H, MP SEX: 17H30-19H30 AUDITÓRIO PEDRO ARRUPE

A Aventura de Ulisses Maiores de 6 anos

Auto da Barca do Inferno

Maiores de 12 anos www.culturalkids.com.pt E / MP

Aulas de Ballet e Dança Criativa

12-18 anos QUI: 18H30-19H30, SÁB: 12H-13H 968 884 787 CENTRO DE ARQUEOLOGIA DE LISBOA

Aprender com os Objetos

Oficina lúdico-pedagógica sobre a Pré-História no território de Lisboa 9-14 anos E / MP / EG

Eu também sou Arqueológo

Oficina lúdico-pedagógica sobre o trabalho do arqueólogo 9-14 anos E /MP / EG

centro.arqueologia@cm-lisboa.pt

CLC - CREATIVE LEARNING CENTRE Língua, história e cultura QUA, SEX: 17H30-18H30

CENTRO INTERCULTURACIDADE

5-12 anos QUA: 17H-18H30 atelie.ca@gmail.com

MP

Mandarim

CASA DOS DIREITOS SOCIAIS

Ateliê Criativo

Maiores de 6 anos

HIip-Hop

C.E .M – CENTRO EM MOVIMENTO

Iniciação ao Xadrez

Violino, Violoncelo

CENTRO CULTURAL DE CARNIDE

3-9 anos QUA: 17H30

Hora do Conto Ilustrado

Yoga e Meditação

Curso de expressão plástica

SEG A DOM: 9H-18H30

MIL E UMA TARDES

3-11 anos SÁB: 11H

3-9 anos SEX: 17H30

ATELIER CABINE

Biblioteca dos livros viajantes

5-7 anos TER: 18H-18H45 Maiores de 8 anos QUI: 18H-18H45

6-10 anos SÁB: 10H 11-14 anos SÁB: 11H15

6-14 anos DOM: 10H30-12H

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

CIL – Coro Infantil Lusófono

CENTRO SOCIAL E PAROQUIAL DE ARROIOS

Dança Criativa Infantil 6-10 anos QUA: 18H 937 349 614

Música para bebés 3-36 meses SÁB: 16H MP

COELHINHOS - ESCOLA CLUBE DE CICLISMO DE LISBOA

Aulas de ciclismo

SÁB: 9H30, 10H30, 11H30

Treino desportivo SÁB: 9H30, 11H00

Treino de competição SÁB: 9H30, 11H00

COLÉGIO LUSO -SUIÇO

Curso de expressão dramática e cinema 3-14 anos VÁRIOS HORÁRIOS 919 300 853 COMPANHIA DA CHAMIN É

Teatro

6-12 anos QUA: 17H-19H 12-18 anos SEG: 17H-19H

Circo

6-12 anos TER: 17H, 18H COMPANHIA NACIONAL DE BAILADO

Escola da Companhia Nacional de Bailado 5-7 anos TER, QUI: 17H-18H 7-9 anos TER, QUI: 18H-19H

Todos Bailarinos

CHAPITÔ

Crianças com perturbação do desenvolvimento intelectual 5-14 anos TER, QUI: 17H, 18H

4-12 anos QUA: 18H

COMPANHIA DE TEATRO O SONHO

CLAVE & SOM, ESCOLA DE M ÚSICA

Maiores de 12 anos

Ateliê de Circo

Iniciação Musical 4-6 anos

Cursos de Piano, Teclado, Flauta, Guitarra, Acordeão,

Auto da Barca do Inferno

Farsa de inês pereira Maiores de 12 anos

Aquilo que os olhos vêem ou o Adamastor Maiores de 10 anos


C R I A N ÇAS TO D O O A N O

Leandro, rei da helíria Maiores de 6 anos

O Cavaleiro

Maiores de 6 anos E / MP

91 850 98 82 COMUNA TEATRO DE PESQUISA

Oficina de teatro DOM: 10H-13H

DANÇA DO SABER

Ballet kids, Hip-Hop kids, Contemporânea kids e teens VÁRIOS HORÁRIOS MP

DANÇARTE

Ballet, Dança Criativa, Sevilhanas, Flamenco, Hip-Hop MP

DANÇATTITUDE

Aulas de Dança Flamenca

3-8 anos SÁB: 10H-11H xavierflamenco@gmail.com DANCE FACTORY STUDIOS

Dança Criativa 3-6 anos

Hip-Hop Teens MP

DANCE SPOT

Ballet, Contemporâneo, Hip-Hop, Capoeira, Sapateado, Irish Dance, Dança Jazz, Sevilhanas, Danças de Salão, Dança Oriental, Bollywood, Danças de Carácter,

93

Baby Dance, Family Dance

VÁRIOS HORÁRIOS MP DEPARTAMENTO DE PROTEÇÃO CIVIL

A segurança em casa, na rua e nos espaços públicos 5-10 anos SEG A SEX: 9H-12H, 14H-16H30 MP

EDSAE – ESCOLA DE DANÇAS SOCIAIS E ARTES DO ESPETÁCULO

Introdução ao teatro musical 6-9 anos QUA: 17H30-19H30 10-15 anos SEG: 17H30-19H30

Teatro musical 6-15 anos SÁB: 10H-13H

Contemporâneo

Maiores de 12 anos TER, QUI: 18H-19H

Street Jazz

Maiores de 14 anos TER, QUI: 19H30-20H30

Dança livre ballet

Danças urbanas

Especial Disney

MTV just Dance

Maiores de 3 anos VÁRIOS HORÁRIOS Canto e dança 4-6 anos TER: 17H30-18H15, QUI: 17H-17H45

Maiores de 10 anos TER, QUI: 18H30-19H30 Maiores de 10 anos

Companhia jovens atores

TEATRO NACIONAL D. MARIA II 3, 10 E 17 DE DEZEMBRO, ÀS 11H PRAÇA DOM PEDRO IV / 213 250 800 / WWW.TNDM.PT

BOCA ABERTA HISTÓRIAS ENCENADAS PARA A INFÂNCIA Este projeto de pequenos espetáculos para a infância parte da criatividade das próprias crianças. Além de estimularem a imaginação e despertarem a curiosidade dos mais novos perante a palavra, os textos encenados pretendem, de igual forma, lançar questões, jogos e desafios. Isto é uma viagem!, a leitura do mês de dezembro, mostra aos mais pequenos que, por vezes, para irmos de um ponto ao

outro não precisamos de nos mexer, bastando pedir à imaginação para ser o nosso guia. Desta forma, é possível percorrer o mundo às costas de um canguru com asas ou fazer as malas e entrar num mundo que só começa a existir quando se lá chega. Estas histórias encenadas dirigem-se a crianças dos três aos seis anos e contam com a encenação de Catarina Requeijo. ARV


94

C R I A N ÇAS TO D O O A N O 12-15 anos SÁB: 14H-18H

EXTERNATO AS DESCOBERTAS

ESCOLA DE ARTES EM MOVIMENTO

3-5 anos SEG: 15H50-16H35 6-10 anos SEG: 16H45-17H20 direcao@nunodelgado.net

Cursos de música e dança Todas as idades VÁRIOS HORÁRIOS 962 214 909

ESCOLA BÁSICA DE SÃO VICENTE

Judo

4-15 anos VÁRIOS HORÁRIOS direcao@nunodelgado.net

Judo

FORUM DANÇA

Judo

10-15 anos TER, QUI: 16H45-17H45 direcao@nunodelgado.net ESCOLA DE BELAS-ARTES PEDRO SERRENHO

Desenho e pintura QUA: 10H-12H

Artes Plásticas QUA: 17H-19H, SÁB: 10H-13H 5-12 anos

7-15 anos

Teatro MP

FUNDAÇÃO JOSÉ SARAMAGO

Peddy-paper

Maiores de 10 anos

Visitas Guiadas à Fundação José Saramago E / MP

José Saramago, 90 Anos Exposição itinerante E

A Maior Flor do Mundo E

Ballet, Dança Contemporânea, Dança Jazz, Dança Tradicional Irlandesa, Hip-Hop, Danças Orientais

FULLOUT DANCE ACADEMY

MP

Visitas guiadas ao Palácio do Beau Séjour

ESPAÇO DANÇA DE PALMIRA CAMARGO

Ballet, zumba, hip hop, salsa, breakdance VÁRIOS HORÁRIOS ESPAÇO ESPELHO D’ÁGUA

Tardes de Histórias Até aos 10 anos DOM: 13H30-16H

O Feiticeiro de Oz

GINÁSIO BEIJA-FLOR

Capoeira Infantil

3-16 anos QUA, SEX: 19H30-20H30 GRUPO DRAMÁTICO RAMIRO JOSÉ

Ballet, Karaté, Yoga GYMBOREE

Play & Learn: Música, Artes, School Skills, Sports, Mommy and Baby Fitness

Programas de desenvolvimento infantil 0-5 anos

WORKSHOPS

The Happiest Baby On The Block, Baby Signs

Ballet, Hip-Hop MP

HELEN DORON EARLY ENGLISH

GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES

MP / EG

GALERIA 36

Artes Plásticas

4-10 anos SEG A SEX: VÁRIOS HORÁRIOS SÁB: 10H-12H 918 972 966 GALERIA ARTE GRAÇA

Oficina de desenho e pintura SEG, SÁB 969 848 821

Música para Bebés 4 meses-3 anos DOM: 10H geral@anapar.pt

ESPAÇO SAÚDE MED

GALERIA MILLENNIUM

Maiores de 6 meses QUA, SEX: 10H-12H sorrisos.descobertas@hotmail.com

E / MP

Bebés curiosos

GERARTE TEATRO

0-24 meses

213 010 510

EG

13-18 anos SÁB: 16H

Teatro itinerante 3-12 anos E reservas.feiticeirodeoz@gmail.com

ESCOLA DE DANÇA ANA KÖHLER

MP / E

Mikado Grupo de Teatro

Dança Contemporânea

3-5 anos

Ilustrações de André Letria Exposição itinerante

Programas de Educação e Sensibilização

4-12 anos SÁB: 11H

MP

MP

ESCOLA DE JARDINAGEM E CALCETEIROS

Teatro aos Sábados

Pré-Ballet, Dança Criativa

7-12 anos ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA JOSEFA DE ÓBIDOS

GATO QUE LADRA – ASSOCIAÇÃO CULTURAL Oficinas

Visitas orientadas

Ensino de inglês 3 meses-14 anos

JARDIM BOTÂNICO DA AJUDA

Visita Geral, As Plantas Oficinais, O Sabor e os Cheiros PG / MP Os Campeões do Jardim, À Descoberta do Jardim 4-5 anos

A Planta, O Herbário Ensino básico

Plantas de todo o Mundo, Quem sou Eu? Como me Chamo?, Da Alga à Laranjeira, Os Botânicos e a Conservação da Biodiversidade Ensino secundário E / MP JARDIM BOTÂNICO TROPICAL

Os Sentidos no Jardim, Um Povo Descobridor, Na Ponta do Lápis Visitas guiadas e atividades temáticas E / MP

JAZZY DANCE STUDIOS

Break Dance Kids, Capoeira Kids, Hip-Hop, Shake-it-up Teens, Ginástica, Capoeira 4-12 anos MP

JUST4TEENS

Socialização e Descoberta para Bebés e Crianças TER A QUI: 10H-12H

MP

HIPÓDROMO DO CAMPO GRANDE

Aulas de equitação VÁRIOS HORÁRIOS

INSTITUTO DE FORMAÇÃO, INVESTIGAÇÃO E CRIAÇÃO TEATRAL

Coro Meu planeta azul 0-5 anos SÁB: 9H45 6-9 anos SAB: 10H35 10-16 anos SÁB: 10H35

IPDJ – INSTITUTO PORTUGU ÊS DO DESPORTO E DA JUVENTUDE

Truz, Truz… Deixa-me Dançar! Aulas de dança criativa 4-6 anos QUA: 17H45-18H35 MP

LANTERNA MÁGICA

O gigante egoísta, A viúva e o papagaio, Alenista, Auto da Barca do Inferno, O sermão aos Peixes decifrar as palavras E lanterna.magica@iol.pt

LAVADOURO PÚBLICO DE CARNIDE

À Descoberta do Lavadouro!

Visita guiada com encenação Maiores de 4 anos 1º DOM: 11H LEAP – ESPAÇO AMOREIRAS

Visitas guiadas e atividades para escolas 6-10 anos MP / EG info@edge-arts.org


C R I A N ÇAS TO D O O A N O LIVRARIA LER DEVAGAR

SER LIVRO

Livro desalinhado

Oficina artística 6-12 anos 2º DOM: 11H30-13H MP andaimecooperativacultural@ gmail.com LX DANCE

Ballet

MP

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

Dentro de Cena

Visita guiada ao Teatro Maiores de 3 anos TER A DOM: 15H-20H EG / MP

MERCADO 31 DE JANEIRO

Vamos Todos ao Mercado

Visita guiada e atividade lúdica no âmbito da Educação Alimentar Maiores de 8 anos TER A SEX: 9H30-12H E / MP MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS

Brincando no Mosteiro, Animais do Mundo, Animais do Rei, Jogo do Mosteiro, Jogo dos Descobrimentos, Ateliê das Iluminuras, Jogando com o Tempo, Viagem de Vasco da

95

Gama, Vem Conhecer o Mosteiro Visitas guiadas e oficinas pedagógicas TER A SEX E / MP

MUNDO PATRIMÓNIO LAB

MUSEU BORDALO PINHEIRO

Hoje sinto-me…

Visitas-guiadas E / MP

OFICINAS PEDAGÓGICAS

Animais à solta, Bordalo no prato

Depois da escola

3-6 anos

MUSEU DE ARTES DECORATIVAS PORTUGUESAS DA FUNDAÇÃO RICARDO DO ESPÍRITO SANTO SILVA

6-10 anos

SEG A SEX: 16H-19H

Visitas Guiadas ao Museu e às Oficinas SEG A SEX

MP

Bordalo no prato, Olá, Zé Povinho! Acorda, Zé Povinho! Exploradores 10-12 anos

O poeta do barro, Exploradores 12-15 anos

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL 16 DEZEMBRO ÀS 16H30 AV. FREI MIGUEL CONTREIRAS, 52 / 218 438 800 / WWW.TEATROMARIAMATOS.PT

DE PASSENT O que é exatamente sentirmo-nos em casa? Algumas pessoas sentem-se em casa em qualquer parte. Outras passam a vida à procura do sítio certo para criar raízes. Levantando esta e outras questões, a companhia belga Laika regressa a Lisboa com mais

uma das suas experiências teatrais impressionantes, num estilo energético e visualmente envolvente. Neste espetáculo estimulante para toda a família, as crianças menores de 18 anos pagam 3 euros e os adultos 7. FS


96

C R I A N ÇAS TO D O O A N O

O poeta do barro, Bestiário bordaliano 15-18 anos E / MP servicoeducativo@ museubordalopinheiro.pt MUSEU DA CARRIS

Visitas orientadas e visitas-jogo A Cidade dos Sinais, Fantoches de dedos, Construção de Transporte à nossa Escala e Desfile, Carrinhos de Rolamentos, Lisboa em Sombras!, Janelas Mágicas, Diário de Bordo MP MUSEU DAS CRIANÇAS

Viagem ao Meu... Futuro! Exposição 3-11 anos SEG A DOM: 10H-13H30/14H30-18H

A cozinha do chef Louis e do rato Sourit, Uma viagem ao corpo humano, Ciência com balões, Brincar com a matemática, Fantástica matemática, H2O O Ciclo da água MP / E

Vila das Cores (Contos e Marionetas) Oficina de leitura e construção de marionetas MP

MUSEU MILITAR

Uma história com… Ateliê 4-8 anos

Escrita Criativa 8-12 anos

Visitas históricas guiadas 8-12 anos E / MP

Um enigma no Museu 8-12 anos E / MP

Museu do Dinheiro: percurso pela Coleção

Visita QUI: 13H, SÁB: 15H E / MP

Muralha de D. Dinis

Visita SEX: 13H, SÁB: 11H E / MP

Quem tem medo do lobo mau, A casa da sorte, Princesas de Portugal, Rainhas da Europa, Os deuses andam à solta, De caras!, Troco por trocas Visitas-oficina Maiores de 6 anos E / MP MUSEU DO FADO

Fado Menor 6-10 anos

Só é Fadista quem Quer 6-15 anos MP

MUSEU DA MARIONETA

Um Mundo de Histórias Visitas para famílias PG / MP

Visitas guiadas

Galerias da Vida Rural Visitas guiadas E / MP / EG

MUSEU NACIONAL DO TEATRO E DA DANÇA

Aulas de teatro

5-7 anos SÁB: 10H-11H 8-10 anos SÁB: 11H05-12H05 11-16 anos SÁB: 12H10-13H20

Corpos em movimento Ateliê de expressão corporal 6-10 anos E / MP

DOM: 16H PG

MUSEU NACIONAL DO AZULEJO

Pintar um Azulejo! Oficina de pintura Maiores de 3 anos

Há música no Azulejo!

Visita de descoberta e concerto de piano comentado 4-12 anos

Uma Viagem pela História do Azulejo

Visita orientada Maiores de 8 anos E / MP / EG

Peddy Paper no Museu

E / MP

Peças em Peças

Visita guiada à exposição permanente E / MP

servicoseducativos@mnteatro. dgpc.pt MUSEU NACIONAL DO TRAJE E DA MODA

VISITAS GERAIS

Trajes no Paço: memórias escondidas E / MP

Há vida no Parque!, A minha primeira Visita ao Parque Botânico do Monteiro-Mor E / MP

4-12 anos E / MP / EG

MUSEU DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

MUSEU NACIONAL DOS COCHES

Frente a frente… com um Presidente

Visitas Guiadas, Visitas a Grupos com Necessidades Especiais MP / E Peddy-Paper, Guia de Exploração Pedagógica, Caça ao Tesouro, Quem é Quem?

OFICINAS PEDAGÓGICAS 4-12 anos

Há Animais no Museu? Visita animada 3-8 anos

Personagens Animadas, Histórias Transformadas Vamos conhecer a Capela de São João Baptista A Brincar Construímos o Passado Visita-ateliê 6-12 anos

Desenhar a Cidade. Exercícios sobre Arquitetura e Urbanismo Visita-ateliê 12-15 anos

Vamos conhecer o Oriente em São Roque Visita-jogo 12-15 anos

Pelos Sentidos do Barroco

Visita guiada temática com atividades 12-15 anos

O Padre António Vieira e o Barroco em São Roque Visita guiada temática com atividades 16-18 anos E / EG / MP/ PG

OLÁ MAMÃ

Massagem para Bebés

Outras viagens

1-9 meses

6-12 anos 7-12 anos

Acrescenta um Ponto! 9-12 anos

MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

No Bosque dos Passarinhos

Oficinas de expressão plástica 4-12 anos

Visita animada 6-12 anos

Como se faz uma bandeira

Jogos E / MP / PG

Moinhos e Moídos, Panelas Cantoras

O que nos dizem as Cores?

Visita-jogo 8-12 anos

Ateliê de Escrita e Caracterização 10-16 anos

E / MP

Visita animada 3-6 anos

Do Texto ao Palco

A AVENTURA DE BARTOLOMEU DIAS, DE MANUEL ALEGRE Teatro Maiores de 6 anos TER A SEX: 10H30, 14H

Uma História Colorida

Visita-ateliê 8-12 anos

MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA

As Naus de Verde Pinho

MUSEU DE SÃO ROQUE SEG: 14H-18H, TER A DOM: 10H-12H30, 14H-18H

Era uma vez uma Princesa que queria entrar numa História

Ateliê de construção de fantoches 4-10 anos E / MP

E / MP

MUSEU DO DINHEIRO

Galerias da Amazónia

4-10 anos

Visitas orientadas MP

Até aos 12 meses

Babyoga MP

OCEANÁRIO DE LISBOA

Dormindo com os Tubarões Maiores de 4 anos E / PG / MP

Fado Miudinho Até aos 4 anos DOM: 9H


C R I A N ÇAS TO D O O A N O

Concerto para Bebés Até aos 3 anos SÁB: 9H PG / MP

Visitas guiadas à exposição permanente Maiores de 4 anos E / PG

Visitas guiadas à exposição Florestas Submersas by Takashi Amano Maiores de 4 anos E / PG

PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS

O médico do mar, Os segredos do mar, O Grande Jogo dos descobrimentos, Puzzle fantástico, Entre fronteiras, Vou de viagem, o que levo na bagagem, Herbarium, Cruzando mares e oceanos Ateliês MP

A Primeira visita, Visita encenada e Um Monumento singular Visitas E / MP

PALÁCIO DA INDEPENDÊNCIA

Visitas Guiadas SEG A SEX MP

PANTEÃO NACIONAL

Era uma vez uma Igreja e uma Princesa Visita com atividade 4-6 anos

Contos no Panteão – Uma História de Mar Visita com atividade 4-10 anos

Peddy-Paper - Uma Aventura no Panteão Visita com atividade 5-12 anos

Joga e descobre o Panteão

Visita-jogo 7-12 anos TER A DOM: 10H-17H30 E / PG / MP

PENTÁCULO EXPO – ACADEMIA DE ESTUDOS

Atividades lúdicas e culturais com visitas a museus e castelos MP

97 SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA (ARQUIVO HISTÓRICO)

D. Leonor, a Princesa Perfeitíssima

A PISCINA DOS BEBÉS

Teatro de marionetas e visita 3-12 anos SEG A SEX: 10H-12H30, 14H-17H30

MP

E / EG / MP / PG

PISCINA DO ORIENTE

Visita com oficina 6-10 anos SEG A SEX: 10H-12H30, 14H-17H30

Natação, Hidroterapia Judo

3-6 anos SEG, QUA, SEX: 17H-17H50 6-9 anos SEG, QUA, SEX: 18H-18H50 9-12 anos SEG, QUA, SEX: 19H-20H20 3-12 anos SÁB: 12H-13H15 direcao@nunodelgado.net POLIVALENTE DE SANTA CATARINA

Futsal

6-12 anos TER, QUI: 18H30-20H RELICÁRIO DE SONS

Childfullness 0-10 anos SÁB 914 692 999

RUÍNAS E MUSEU ARQUEOLÓGICO DO CARMO

No Dia em que a Terra Tremeu, Rei por um Dia, Os Guardiões da Memória, Idade Média, Liberdade!, Arquitetar no MAC, Esculturas de Pedra e Ar, Múmias, Faraós e outros Amigos Assustadores!, Los Precolombinos, Quem tem Boca vai a Roma!, O Colecionador de Maravilhas, Há Mistérios no Carmo, O Estranho Caso do Misterioso Mestre, Spy Story no Museu, Qual é qual?, Com as Mãos na Arqueologia, Os Grandes Mistérios da Arqueologia, EscavaAção Atividades serviço-educativo

Letras habitadas

E / EG / MP/ PG

À Descoberta do Arquivo

THE LITTLE GYM

Ginástica para Bebés e Crianças 4 meses-12 anos VÁRIOS HORÁRIOS MP

TORRE DE BELÉM

Há Piratas Na Torre!, A viagem de Nuno Tristão, Armas e Brasões, À Descoberta de Novos Mundos, Vem Conhecer a Torre Visitas guiadas e oficinas pedagógicas 3-12 anos TER A SEX

Visita-jogo 6-10 anos SEG A DOM: 10H-12H30, 14H-17H30

E / MP

E / MP / EG / PG

A Lua de Joana

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA (BIBLIOTECA)

Perlim Pim Pim os Livros São Assim…

Sessão de leitura com atividade 3-5 anos SEG: 14H-18H, TER A SEX: 10H-12H30, 14H-17H30 E / MP / EG / PG

Ser Bibliotecário por um dia

Visita guiada temática com atividades 12-18 anos SEG: 14H-18H, TER A SEX: 10H-12H30, 14H-17H30 E / MP / EG / PG

SEDIMENTO – CERAMICS STUDIO

Atelier de cerâmica Maiores de 8 anos QUA: 17H-18H30

SOU – MOVIMENTO E ARTE

UMBIGO – COMPANHIA DE TEATRO Maiores de 12 anos E / MP

O king vai nu Maiores de 6 anos E / MP

A menina que detestava livros Maiores de 4 anos E / MP

VOZES EM CONSERTO

Estúdio de talentos

Canto, Dança, Ritmo, Expressão Dramática e Corporal 6-16 anos QUI: 18H-20H ZEN KIDS

Meditação e Mindfulness para Crianças

5-10 anos QUA: 18H30-19H30 11-15 anos TER: 18H30-19H30 projetozenkids@gmail.com

Dança Criativa

3-5 anos SEG: 17H-17H45 6-7 anos SEG: 17H45-18H30 8-12 anos SEG: 18H30-19H15 STAGE 81

Hip-Hop

6-12 anos QUA, SEX: 18H30-19H15

Ballet

5-7 anos TER, QUI: 18H-18H30 8-12 anos TER, QUI: 18H30-19H15

Glee Dance

8-14 anos QUA: 18H45-19H30

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA PG PÚBLICO GERAL

> Contactos pág 99


98

C R I A N ÇAS O S L I V R O S D E D E Z E M B R O

ANNA LLENAS

OLALLA GONZÁLEZ & MARC TAEGER

O MONSTRO DAS CORES

MAIS UM

NUVEM DE LETRAS

Um simpático monstro acorda muito confuso porque muda de cor consoante o que está a sentir. Ele, sozinho não consegue perceber porque muda de cor, por isso a sua amiga, a menina, explica-lhe o que significa estar triste (cor azul), estar alegre (cor amarela), ter medo (cor preta), estar calmo (cor verde) e sentir raiva (cor vermelha). Um livro pop-up muito divertido e com um final “romântico”.

ISABEL MINHÓS MARTINS & YARA KONO CEM SEMENTES QUE VOARAM PLANETA TANGERINA

Uma árvore lança, com a ajuda do vento, as suas sementes. Esta árvore-mãe, paciente e esperançosa, acredita que tudo vai correr bem. Mas, das cem sementes que voaram, quantas cairão em bom solo? Quantas serão comidas por pássaros gulosos? Quantas acabarão no fundo de um rio? Quantas se transformarão, finalmente, numa árvore adulta? Um livro que celebra a capacidade de resistência da natureza.

KALANDRAKA

A chegada de um novo irmão suscita a curiosidade do coelhinho que imagina as brincadeiras que poderá partilhar com ele. Feliz, percorre a floresta, dando a boa notícia aos outros animais seus amigos. Este livro, ideal para leitores a partir dos quatro anos, estabelece um interessante contraste entre a policromia das imagens do mundo real e as monocromias que representam o universo dos sonhos.

LUCY & STEPHEN HAWKING GEORGE E A LUA AZUL PRESENÇA

Quando George e sua amiga, Annie, são selecionados para um programa de treino de jovens astronautas para uma futura viagem a Marte, apercebem-se de imediato que estão a acontecer coisas estranhas e assustadoras. Os segredos do universo contados às crianças pelo prestigiado cientista Stephen Hawking e pela sua filha Lucy, num livro que contém dados e factos nunca antes conhecidos sobre o espaço.

DIETER BRAUN ANIMAIS SELVAGENS DO NORTE ORFEU NEGRO

Dos ursos polares e da orca do Ártico à raposa e aos cisnes da Europa, dos pumas na América do Norte aos pandas na Ásia, esta é uma viagem repleta de factos divertidos e informativos pelo mundo dos animais do hemisfério Norte. Pais e filhos ficarão maravilhados com as ilustrações de Dieter Braun que colabora regularmente com publicações internacionais, como a Time Magazine, o New York Times ou a Newsweek.

JEAN-YVES FERRI & DIDIER CONRAD ASTÉRIX E A TRANSITÁLICA ASA

Júlio César promove uma corrida aberta a todos os povos do Mundo Conhecido, para afirmar o prestígio de Roma, a unidade dos povos da península itálica e provar a excelência das vias romanas. Porém, a inscrição na corrida dos campeões gauleses ameaça destruir os seus sonhos de grandeza. Este brilhante novo título é o 37º livro da coleção e o 3º assinado pela dupla Jean-Yves Ferri & Didier Conrad. LAE


> CONTACTOS A

Abysmo Galeria R. da Horta Seca, 40 r/c; www.abysmo.pt • Academia de Amadores de Música R. Nova da Trindade 18D; 213 425 022; www.academiaam. com • Academia de Artes e Tecnologias R. Silva e Albuquerque, 9, 3ºdto; 922 025 297 • Academia das Ciências de Lisboa R. da Academia das Ciências, 19; 213 219 730; www.acad-ciencias.pt • Academia Life Club R. de Cintura do Porto de Santos, Armazém J; 213 934 020; www.jazzylifeclub.pt • Academia do Lumiar Lg. Júlio Castilho, 3; 217 524 263; www.academialumiar.org • Academia de Música em Lisboa R. Rodrigues Sampaio, 170, 4º; 968 982 158; academiademusica. blogs.sapo.pt • Academia de Música da Graça Tv. S. Vicente, 15, 1º dt; 917 687 025; academia-de-musica2010.blogspot.pt • Academia de Música de Telheiras R. Armindo Rodrigues, 11C; 217 524 795; www.academiamusicatelheiras. com • Academia Nacional de Música Carlos Seixas Av. EUA 100, 1º; 917 807 602; artonus.pt/academia-nacional-musica-carlos-seixas • Academia Novas Letras Av. Maria Helena Vieira da Silva, 42A; 217 541 015; www.novasletras. com • Academia Talentos à Vista R. Álvaro Benamor, lt 8, lj 8A; 913 619 021 • ACT - Escola de Actores LxFactory, R. Rodrigues Faria 103, Edif. 1-0.2; 213 010 168; www.act-escoladeactores.com • Acervo - Arte Contemporânea R. do Machadinho 1; 213 974 325; www.acervo.com.pt • Aikido - Dojo da Luz R. Cláudio Nunes 59A; 913 624 103; www.aikido-duran.com • Alecrim 50 R. do Alecrim, 48-50; 213 465 258; www.alecrim50.pt • Altice Arena Rossio dos Olivais, lt. 2.13.01A, Pq. das Nações; 218 918 471 • Alunos de Apolo, Escola de Dança R. Silva Carvalho, 225; 213 885 366; www.alunosdeapolo.com • Apaixonarte R. Poiais de S. Bento 57; 213 904 333; www.apaixonarte.com • APCC - Associação Para a Promoção Cultural da Criança R. dos Lagares de El-Rei, 21A, 1º esq; 218 429 730; www.apcc.org.pt • Appleton Square R. Acácio de Paiva 27; 210 993 660; www.appletonsquare.pt • Aqueduto das Águas Livres Cç. da Quintinha, 6; 218 100 215; www.epal.pt • Ar.Co - Centro de Arte & Comunicação Visual Antigo Mercado de Xabregas, R. Gualdim Pais; 218 801 010; www.arco.pt • Armazém Aério Teatro D. Luiz Filipe, Lg. da Luz; 211 536 034; www.armazemaerio.com • Arquivo Histórico da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa Lg. Trindade Coelho; 213 235 000; www.scml.pt • Arquivo Municipal de Lisboa - Fotográfico R. da Palma, 246; 218 844 060; arquivomunicipal.cm-lisboa.pt • Arquivo Municipal de Lisboa - Videoteca Lg. do Calvário, 2; 218 170 433; videoteca.cm-lisboa. pt • Arquivo Nacional da Torre do Tombo Al. da Universidade; 210 037 100; antt.dglab.gov.pt • Arta - Taberna das Almas Regueirão dos Anjos, 68; 963 023 435; mestresdoregueirao.pt • Arte Graça R. da Graça, 27-29; 965 858 009 • Arte Ilimitada Cç. da Estrela 128 - Anexo A; 213 954 401; www.arteilimitada.com • A Arte da Terra R. Augusta Rosa 40; 212 745 975; www.aartedaterra.pt • Arte pel’Arte R. Rodrigues Sampaio, 76, 1º; 917 937 703; www.facebook.com/ artepelarte • Artes de São Bento R. de S. Bento, 69/71 • Art!ist – Academia de Dança, Teatro & Performance R. da Manutenção, 45; 218 689 416; www. artist-ac.com • ArtKids R. Pinheiro Chagas 8 r/c; 912 341 222; www.facebook. com/artkids.pt • Artlier R. Gervásio Lobato 47B; 939 067 111; www.cursos-artlier. com • Arts2Science R. Jorge Colaço 17B; 918 880 375; www.arts2science.com • Artyaplausos Urb. da Ameixoeira, R. Varela Silva, Lt. 12, 13A; 918 945 333; www. facebook.com/Artyaplausos • Assembleia da República Palácio de São Bento; 213 919 000; www.parlamento.pt • Associação ADN Av. Gomes Pereira 11; 963 061 995; www.adn-lx.com • Associação de Artesãos da Região de Lisboa R. de Entrecampos, 66; 217 962 497; www.aarl.pt • Associação Cristã da Mocidade de Lisboa R. de S. Bento 329; 213 845 380; www.acmdelisboa.com • Associação Desportiva e Cultural da Encarnação e Olivais - ADCEO R. Quinta de Santa Maria, 17; 218 510 203; www.adceo.pt • Associação Faca e Alguidar R. Dr. Júlio Dantas 4, lj. C; www.facebook.com/oficinadeesculturaegravura • Associação Gaita-de-foles 938 118 192; www.gaitadefoles.net • Associação de Gravura Água-Forte R. de St. Amaro à Estrela 41 r/c esq.; 213 956 295; www.agua-forte. com • Associação Musical Lisboa Cantat 934 004 004; www.facebook.com/ AMLisboaCantat • Associação Portuguesa dos Amigos dos Castelos R. Barros Queirós, 20, 2º; 218 885 381; www.amigosdoscastelos.org.pt • Associação Renovar a Mouraria Beco do Rosendo, 8; 218 885 203; www.renovaramouraria. pt • Associação de Residentes de Telheiras - ART R. Prof. Mário Chicó, 5; 217 568 103; artelheiras.wordpress.com • Associação Subud R. do Centro Cultural, 27; 969 640 100; biodanza-davida.webnode.pt • Ateliê Cá R. da Páscoa, 12 r/c dto; 211 561 348; www.facebook.com/AtelieCa • Atelier Cabine R. Palmira, lj. 36; 916 579 045; facebook.com/ateliercabine • Atelier Faca e Alguidar R. Dr. Júlio Dantas 4C, lj. C; www.facebook.com/oficinadeesculturaegravura • Atelier Fernando Sarmento R. Feio Terenas; 967 307 624 • Atelier de Lisboa Av. de Berna, 31, 2ºdto; www.atelierdelisboa.pt • Atelier-Museu Júlio Pomar R. do Vale, 7; 215 880 793; www.ateliermuseujuliopomar.pt • Atelier Musical e Artístico do Areeiro Galerias Via Veneto, lj. 14, Av. João XXI; 968 467 413; www.ateliermusicalartisticoareeiro.pt • Atelier Natália Gromicho R. Nova da Trindade 5G, piso S/L; 965 865 454; www.nataliagromicho. com • Atelier do Paço R. da Mouraria 64, 4º; 962 457 850; cursolisboa.wix.com/atelierdopaco • Atelier Pasta de Papel Pç. Rainha Santa 6E; 913 841 180 • Atelier de São Bento R. da Quintinha 15, cave dta; 965 769 007; atelierdesaobento.blogspot.pt • Auditório Carlos Paredes Av. Gomes Pereira 17; 217 123 000; www.jf-benfica. pt • Auditório Fernando Pessa Espaço Municipal da Flamenga, R. Ferreira

de Castro; 218 172 343 • Auditório Pedro Arrupe Passeio dos Heróis do Mar, Parque das Nações Norte; www.culturalkids.com.pt/auditorio-pedro-arrupe • Aula Magna Al. da Universidade; 210 113 448

B Bairro ao Espelho R. da Guiné, 2, r/c dto; 966 816 785; www. bairroaoespelho.com • Balcony R. Coronel Bento Roma 12A; www.balcony.pt • Baobá Livraria R. Tomás da Anunciação 26B; 211 928 317; www.facebook. com/baobalivraria • Basílica dos Mártires R. Garrett (ao Chiado); 213 462 465 • Biblioteca de Belém R. da Junqueira, 295; 213 616 620 • Biblioteca Nacional de Portugal Cp. Grande 83; 217 982 000; www.bnportugal.pt • Biblioteca Orlando Ribeiro Antigo Solar da Nora, Est. de Telheiras, 146; 218 172 660; blx.cmlisboa.pt • Biblioteca da Penha de França R. Francisco Pedro Curado, 6A; 218 172 410; blx.cm-lisboa.pt • O Bom o Mau o Vilão R. do Alecrim, 21; 964 531 423; thegoodthebadandtheuglybar.com • Boutique da Cultura Lg. das Pimenteiras 6; 926 830 272; www.facebook.com/boutiquedacultura • Buédalouco Pharmácia de Cultura R. do Norte, 60; 933 479 161 C Caixa Geral de Depósitos - Sede Av. João XXI 63; 218 456 789 • Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa R. das Portas de Santo Antão 89; 213 224 050; www.ccip.pt • Caravela Vera Cruz Gare Marítima da Rocha do Conde D’Óbidos, R. General Gomes Araújo 1; 218 876 854; www.aporvela.pt • Carlos Carvalho Arte Contemporânea R. Joly Braga Santos, Lt. F r/c; 217 261 831; www. carloscarvalho-ac.com • Caroline Pagès Gallery R. Tenente Ferreira Durão 12, 1ºdto; 213 873 376; www.carolinepages.com • Casa da Achada – Centro Mário Dionísio R. da Achada, 11, r/c; 218 877 090; www.centromariodionisio.org • Casa do Alentejo R. das Portas de Sto. Antão, 58; 213 405 140; www.casadoalentejo. com.pt • Casa da América Latina e UCCLA Casa das Galeotas, Av. da Índia 110; 218 172 490; www.casamericalatina.pt • Casa do Artista Est. da Pontinha, 7; 217 110 890; www.casadoartista.net • Casa-Atelier Vieira da Silva Alto de S. Francisco, 3; 213 880 044; www.fasvs.pt/casa-atelier • Casa do Brasil R. Luz Soriano 42; 213 400 000 • Casa da Comarca de Arganil R. da Fé, 23; 218 851 896 • Casa da Comarca da Sertã R. da Madalena, 171, 3º; 218 872 154; casacomarcaserta. webnode.com • Casa do Coreto R. Neves da Costa 45; 978 018 777 • Casa da Cultura dos Olivais R. Conselheiro Mariano de Carvalho 68; 218 533 527; www. jf-olivais.pt • Casa dos Direitos Socias R. Ferreira de Castro; 217 988 000; http:// lisboasolidaria.cm-lisboa.pt • Casa Estrela do Mar Estrada Poço do Chão, Lt 7, Lj A; 214 083 125; www.casaestreladomar.pt • Casa Fernando Pessoa R. Coelho da Rocha, 16; 213 913 270; casafernandopessoa.cm-lisboa.pt • Casa de Giz R. Prior do Crato, 41/43; 216 013 994 • Casa da Imprensa R. da Horta Seca, 20; 213 420 277/8 • Casa de Lafões R. da Madalena, 199; 218 872 065; www.facebook.com/ casadelafoes • Casa da Liberdade - Mário Cesariny R. das Escolas Gerais 13; 912 521 450; www.pervegaleria.eu • Casa de Macau Av. Almirante Gago Coutinho, 142; 218 495 342; www.casademacau.pt • Casa dos Mundos R. Nova da Piedade 66; 211 308 480 • Casa-Museu Amália Rodrigues R. de S. Bento, 193; 213 971 896 • Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves Av. 5 de Outubro, 6; 213 540 823; blogdacmag.blogspot.pt • Casa-Museu Medeiros e Almeida R. Rosa Araújo, 41; 213 547 892; www.casa-museumedeirosealmeida.pt • Casa Nic e Inês R. José Estevão 19B; 963 731 318; casaniceines.blogspot.pt • Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro Campo Pequeno, 50, 3.º esq; 217 939 311; ctmad.pt • Casino de Lisboa Al. dos Oceanos; 218 929 000; www.casinolisboa.pt • Castelo de S. Jorge 218 800 620; www.castelodesaojorge.pt • Casual Lounge Caffé R. Bartolomeu Dias, 148B; 213 019 024; www.facebook.com/casuallounge • Caulino Ceramics R. de S. Mamede ao Caldas, 28; 917 296 439; caulinoceramics.com • CCD - Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores da Autoridade Tributária e Aduaneira Av. João XXI 76; 217 610 075; www.ccd-tat-lx.org • CCL - Creative Learning Centre Av. da República 41, 6ºesq; 217 957 083; www. clc-creative.pt • c.e.m – centro em movimento R. dos Fanqueiros, 150, 1º; 218 871 763; www.c-e-m.org • Centro de Arqueologia de Lisboa Av. da Índia, 166; 218 172 180 • Centro Científico e Cultural de Macau R. da Junqueira, 30; 213 617 796; www.cccm.mctes.pt • Centro Colombo Av. da Lusíada; 217 113 600; www. colombo.pt • Centro Comunitário da Estrela R. da Esperança, 51; 936 258 619 • Centro Comunitário da Madragoa R. da Esperança, 51; 213 969 498 • Centro Cultural Arte Pura R. do Loreto, 42; 927 924 763 • Centro Cultural de Belém Pç. do Império; 213 612 400; www.ccb.pt • Centro Cultural de Carnide R. Rio Cavado, 3, B.º Padre Cruz; 931 462 210; www.jf-carnide.pt • Centro Cultural Casapiano R. dos Jerónimos, 7 A; 213 614 090; www.casapia.pt • Centro Cultural Franciscano Lg. da Luz, 11; 917 737 409 • Centro Cultural Padre Carlos Alberto Guimarães R. Lagares de El-Rei 4; 218 454 458 • Centro de Documentação do Edifício Central do Município Campo Grande, 25, 1º F; 217 989 637; www.cm-lisboa.pt • Centro Europeu de Línguas www.cel.pt • Centro de Formação Artística Tv. de São Vicente, 11; 21 353 09 31; www.eira.pt • Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa Av. do Brasil, 53; 217 917 000 • Centro de Inovação da Mouraria Tv. dos Lagares 1; 218 170 202; www.cm-lisboa.pt/centro-de-inovacao-da-mourariamouraria-creative-hub • Centro InterculturaCidade Tv. do Convento de Jesus, 16 A; 21 820 7657; interculturacidade.wordpress.com • Centro Ismaili Av. Lusíada, 1 • Centro Nacional de Cultura R. António Maria Cardoso, 68; 213 466 722; www. cnc.pt • Centro Português de Serigrafia - Centro Cultural de Belém Loja 7; 213 162 175; www.cps.pt • Centro de Recreio Popular do Bairro Cç. dos Mestres, R. 7; 966 037 222 • Cerâmica do Bairro Alto R. Diário de Notícias, 24; 919 492 318 • Chamote Fino Cç. da Quintinha, 17A; 969 578 860; chamotefino.wordpress.

99


100

> CONTACTOS com • Chapitô Costa do Castelo, 1/7; 218 855 550; www.chapito.org • Cineclube Cine-Reactor 24i R. Latino Coelho, 87; 926 536 179; www.cine-reactor24i.com • Cinema City Classic Alvalade Av. de Roma, 100; 218 413 040; www.cinemacity. pt • Cinema Ideal R. do Loreto, 15/17; 210 998 295 • Cinema São Jorge Av. da Liberdade, 175; 213 103 402; cinemasaojorge.pt • Cinema UCI El Corte Inglès Av. António Augusto Aguiar 31 • Cinemateca R. Barata Salgueiro 39; 213 596 200; www.cinemateca.pt • Cinemateca Júnior Palácio Foz, Pç. dos Restauradores; 213 462 157; www.cinemateca.pt/cinemateca-junior.aspx • Cine Theatro Gymnásio R. da Misericórdia, 14; 213 430 184 • Clave e Som, Escola de Música Lg. Santa Bárbara, 3B; 213 150 886; www.claveesom.com • Clube Estefânia R. Alexandre Braga, 24A; 213 542 318 • Clube Ferroviário R. de Stª Apolónia 59; 217 657 821; www.facebook.com/clubeferroviario • CMS Espaço Terrapuriano www.centrodemeditacaosolaris.com • CNAP - Clube Nacional de Artes Plásticas R. Prof. Francisco Gentil 8 D/E; 927 550 559; cnap.pt • Colégio LusoSuíço R. de Santo Amaro, 18; 213 906 979; www.colegiolusosuico.com • Coliseu dos Recreios R. das Portas de Santo Antão, 96; 213 240 585; www.coliseulisboa. com • Companhia Clara Andermatt R. dos Caetanos 1, 3º; 215 903 105; www. clara-andermatt.com • Companhia Olga Roriz R. de Santa Apolónia, 12; 218 872 383; www.olgaroriz.com • Complexo Desportivo Alto do Lumiar (Campo de Futebol) Junto à Av. Santos e Castro, lt. 2; 218 170 137 • Complexo Desportivo do Boavista (Pavilhão e Piscina) R. das Azáleas; 218 170 053 • Complexo Desportivo do Casal Vistoso (Pavilhão e Piscina) R. João Silva; 218 170 107 • Comuna Teatro de Pesquisa Pç. de Espanha; 217 221 770; www.comunateatropesquisa. pt • Comunidade Hindu de Portugal Al. Mahatma Gandhi; 217 576 524; www. comunidadehindu.org • Confiquatro – Desportos Naúticos R. José Dias Coelho, 36B; 213 627 984; www.confiquatro.pt • Contraprova R. do Garrido 62; contraprova-gravura.blogspot.pt • Convento do Beato R. do Beato, 48; 210 109 923; conventodobeato.pai.pt • Convento do Bom Sucesso R. Bartolomeu Dias 53-59 • Convento dos Cardaes R. de O Século, 123; 213 427 525; www. conventodoscardaes.pt • Convento de São Pedro de Alcântara R. Luísa Todi, 1; 213 243 930; www.scml.pt • Convento das Trinas do Mocambo R. das Trinas, 49; 210 943 283; www.hidrografico.pt • Convento da Trindade R. Nova da Trindade 20; 210 993 045 • Corbel - Tudo Para Belas Artes R. das Gáveas 9; 213 478 009; www.corbelartes.com • Cordoaria Nacional Av. da Índia; 213 637 635 • CPAS Centro Português de Actividades Subaquáticas R. Alto do Duque, 45; 213 016 961; www.cpas.pt • Cristina Guerra Contemporary Art R. Santo António à Estrela 33; 213 959 559; www.cristinaguerra.com • Cultura Santa Casa Dir. de Cultura da SCML, R. Luísa Todi 1; 213 240 869; www.scml.pt • Culturgest R. Arco do Cego 50, Piso 1; 217 905 155; www.culturgest.pt

D Dança Livre - Escola de Dança R. Marquês da Fronteira, 76; 213 894 190; www.dancalivre.com • Dançarte R. Prof. Simões Raposo, 8 A; 217 147 244; www. dancarte.pt • Dança do Saber R. Barão de Sabrosa, 161 A; 215 932 074; www. dancadosaber.pt • Dançattitude Tv. Escola Araújo, 3 A; 965 127 123; www. dancattitude.com • Dance Factory Studios R. Soares dos Reis, 11A; 210 169 043; www.dancefactory.com.pt • Dance Spot R. Fernando Vaz, 10B; 214 003 877; www.palcoplural.com • Darc/Desterro Calç. do Desterro, 7; dar.pt • Deleme EspaçoArte - Janelas Av. Miguel Bombarda 102; 213 931 690; www.deleme. pt • Departamento de Proteção Civil R. Cardeal Saraiva; 217 825 240 • De Pura Cepa - Escuela de Tango Tv. da Escola Araújo , 3A; 965 127 123 • Direção Municipal de Cultura R. do Machadinho, 20; 218 170 900 • Divisão de Gestão Cemiterial R. do Rio Zêzere; 218 172 375 E Edge Arts - Arte Contemporânea Espaço Amoreiras, Centro Empresarial, R. D. João V, 24, 1.01; 213 600 071; www.edge-arts.org • Edifício Central do Município Campo Grande 25; 217 988 000 • EDSAE - Escola de Danças Sociais e Artes do Espetáculo R. Silva Carvalho 2; 213 943 530; www.edsae. com • Edurumos Cp. Grande 56; 217 824 110; www.edurumos.pt • EKA [Palace] Cç. de D. Gastão 12, porta 8; 969 300 402 • Embaixada - Portuguese Shopping Gallery Pç. do Príncipe Real 26; 965 309 154; www.facebook.com/Embaixada • Enigma Lisbon R. do Crucifixo, 86, 4º esq; 211 358 975; www.enigmalisbon.com • Ermida Nossa Srª da Conceição Trav. do Marta Pinto, 21; 213 637 700; www. ermidabelem.com • Escola de Actores Ilha D’Arte R. Antero de Quental, 18 c/v; 936 411 313; www.escoladeactoresilhadarte.com • Escola de Artes e Ofícios do CCD-AT Av. João XXI 76; 217 610 075; www.ccd-tat.lx.org • Escola Básica Pedro de Santarém Est. de Benfica 535; 217 160 684 • Escola de Belas-Artes Pedro Serrenho R. Campo de Ourique, 61; 218 063 436; escoladeartespedroserrenho. blogspot.pt • Escola de Dança Ana Köhler R. Luís Pastor de Macedo, 37A; 217 150 738; www.edak.pt • Escola de Dança Projeto Latino Havana e Hawaii, Doca de Santo Amaro, Armazém 1; 917 860 556 • Escola de Dança Raquel Oliveira R. dos Anjos; www.raquel-oliveira.com/escoladedanca • Escola de Jardinagem e Calceteiros Av. Dr. Francisco Luís Gomes, Quinta Conde dos Arcos; 218 550 690 • Escola Secundária Pedro Nunes Av. Álvares Cabral; 213 940 090; www.espn. edu.pt • Escola Superior de Artes Decorativas da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva R. das Taipas 1; 218 814 653; www.fress.pt • Escola Superior de Educação de Lisboa Estr. do Calhariz de Benfica; 217 115 500;

www.eselx.ipl.pt • Escrever Escrever R. do Alecrim 47 - 4ºA; 911 197 797; www. escreverescrever.com • Espaço 9 R. Coronel Luna de Oliveira, 9; espaco9.weebly. com • Espaço Alcântara Stock - Loja Social de Alcântara R. Gil Vicente 57A; 932 333 170 • Espaço Amoreiras R. D. João V, 24, 1.01; 213 600 071; www. edge-arts.org • Espaço Cultural das Mercês R. Cecílio de Sousa 94; 961 391 916 • Espaço Dança Palmira Camargo R. Vítor Hugo 4C; 934 531 025; www. palmira.camargo.com • Espaço Eira 33 R. Camilo Castelo Branco, 33, 1º; 213 530 931; eira33.blogspot.com • Espaço Espelho d’Água Av. Brasília 210; 213 010 510; espacoespelhodeagua.com • Espaço INATEL Mouraria R. da Mouraria, 64, 4º; 210 027 150; www.inatel.pt • Espaço Lua Cheia R. de Barcelona 128, c/v, Bairro Padre Cruz; 211 548 979; www.luacheia.pt • Espaço Monsanto Estr. do Barcal, Monte das Perdizes; 218 170 200 • Espaço Nimas Av. 5 de Outubro 42B; 213 574 362 • Espaço Pessoa e Companhia Cç. de Santana, 177 • Espaço PT R. Andrade Corvo 6 • Espaço Santa Casa Cp. de Santa Clara 160; 213 261 340; www.scml.pt • Espaço Santa Catarina Lg. Dr. António de Sousa Macedo, 7; 211 339 837; www. facebook.com/espacosantacatarina • Espassus 3G R. dos Táxis Palhinha; 931 462 215 • Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos R. do Alviela, 12; 218 100 263; www.epal.pt • Estádio José de Alvalade R. Prof. Fernando da Fonseca; 217 516 000 • Estádio do Sport Lisboa e Benfica Av. General Norton de Matos; 217 219 500; www.slbenfica.pt • Estádio Universitário de Lisboa Av. Prof. Egas Moniz; 210 493 418; www.estadio.ulisboa.pt • Estúdio ACCCA Edif. Interpress, R. Luz Soriano, 67, 1º; 967 031 110 • Estúdio Time Out - Mercado da Ribeira Av. 24 de Julho 49; 213 951 274; www.timeoutmarket.com • Estúdio Vanda Melo Pç. Olegário Mariano, 5, 2ºdt; 932 015 610 • Estúdio Zen R. Prof. Damião Peres 256; 915 889 205; www.estudiozen.net • Estufa Fria Parque Eduardo VII; 218 170 996 • Evoé - Escola de Actores R. das Canastras, 36/40; 218 880 838; www.evoe.pt

F 40 Camels R. da Senhora do Monte 34, 3ºA; 214 059 311; www.40camels. com • Fábrica Braço de Prata R. da Fábrica de Material de Guerra, 1; 925 864 579; www.bracodeprata.com • Fábrica Lince R. do Açúcar, Armazém 8; 915 286 975; cervejalince.pt • Fabula Urbis R. de Augusto Rosa 27; 218 885 032; www. fabula-urbis.pt • Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa Lg. da Academia Nacional de Belas-Artes; 213 252 100; www.fba.ul.pt • Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa Av. de Berna 26C; 217 908 300; www.fcsh.unl.pt • Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Al. da Universidade; 217 960 063 • Feira Internacional de Lisboa R. do Bojador; 218 921 500; www.fil.pt • FNAC Colombo Av. Lusíada, Centro Comercial Colombo, lj. A - 103; 707 313 435; www.fnac.pt • Forum Dança Tv. do Calado, 26 B; 213 428 985; www.forumdanca.pt • Fórum Lisboa Av. de Roma, 14L; 218 170 400 • FullOut Dance Academy R. Almirante Barroso 52A; 213 155 431; fulloutda.weebly.com • Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva Pç. das Amoreiras, 56; 213 841 490; http://fasvs.pt • Fundação Calouste Gulbenkian Av. de Berna, 45A; 217 823 000; www.gulbenkian.pt • Fundação Carmona e Costa R. Soeiro Pereira Gomes 1; 217 930 350 • Fundação das Casas de Fronteira e Alorna Palácio Fronteira, Lg. de S. Domingos de Benfica; 217 784 599; www.fronteira-alorna.pt • Fundação José Saramago Casa dos Bicos, R. dos Bacalhoeiros; 218 802 040; www.josesaramago.org • Fundação Leal Rios R. do Centro Cultural, 17B; 210 998 623; www.lealriosfoundation.com • Fundação LIGA R. do Sítio ao Casalinho da Ajuda; 213 616 910; www.fundacaoliga.pt • Fundação Portuguesa das Comunicações – Museu das Comunicações R. do Instituto Industrial, 16; 213 935 000; www.fpc.pt G Gabinete R. Ruben A. Leitão 2B; 213 461 001; www.gabineteeditions.com • Gabinete de Estudos Olisiponenses Palácio do Beau Séjour, Est. de Benfica, 368; 217 701 100; geo.cm-lisboa.pt • Galeria 111 Cp. Grande, 113; 217 977 418; www.111. pt • Galeria Abraço R. Poço do Borratém, 39; 218 884 310 • Galeria Acervo R. do Machadinho 1; 213 974 325; www.acervo.com.pt • Galeria do Antigo BPI Lg. de S. Julião; 215 818 540 • Galeria aPGn2 Av. de Ceuta, lt.7, lj.1; 912 521 450; www.pervegaleria.eu • Galeria Art Lounge R. António Enes 9C; 213 146 500; www.artlounge.com.pt • Galeria Arte Periférica Centro Cultural de Belém, Pç. do Império 3; 213 617 100; www.arteperiferica.pt • Galeria Avenida da Índia Av. da Índia, 170; 215 830 010 • Galeria baag best art & artist gallery R. João de Freitas Branco 16G, lj. D; 211 573 634; www.baag.pt • Galeria Baginski R. Capitão Leitão, 51-53; 213 970 719; www.baginski.com.pt • Galeria Bangbang R. Dr. Almeida Amaral, 30B; 213 148 018; www.galeriabangbang.com • Galeria BeloGalsterer R. Castilho, 71, r/c esq; 213 815 914; www.belogalsterer.com • Galeria Beltrão Coelho R. Sarmento Beires 3A; 213 122 807 • Galeria Bessa Pereira R. de S. Bento 426; 935 167 270; www.galeriabessapereira.com • Galeria Diferença R. S. Filipe Nery, 42, c/v; 213 832 193; diferencagaleria.blogspot.pt • Galeria de Exposições Temporárias da SCML Lg. Trindade Coelho; 213 235 000; www.scml.pt • Galeria Filomena Soares R. da Manutenção 80; 218 624 122; www.gfilomenasoares.com • Galeria Francisco Fino R. Capitão Leitão 76; 215 842 211; www.franciscofino.com • Galeria Foco R. da Alegria 34; 213 425 383; www.focolisboa.com • Galeria Graça Brandão R. dos Caetanos 26A; 213 469 183; www.galeriagracabrandao.com • Galeria João Esteves de Oliveira R. Ivens, 38; 213 259 940 • Galeria La Canopée R. Bernardim Ribeiro 43; 935 170 922; www. castelodif.com/la-canopeacutee.html • Galeria Madragoa R. do Machadinho 45; 213 901 699; www.galeriamadragoa.pt • Galeria Maria Lucília Cruz R. das Salgadeiras, 22; 213 421 135 • Galeria Millennium R. Augusta, 96; facebook. com/fundacaomillennium • Galeria Monumental Campo dos Mártires da Pátria,


> CONTACTOS 101; 213 533 8 48 • Galeria Municipal Pavilhão Branco Cp. Grande, 245; 215 891 259; www.egeac.pt • Galeria Municipal Torreão Nascente da Cordoaria Av. da Índia; 215 830 010 • Galeria do Museu da Carris R. 1º de Maio, 101-103; 213 613 087; museu.carris.pt • Galeria Pedro Alfacinha R. de S. Mamede 25C; 211 359 220; pedroalfacinha.pt • Galeria Pedro Cera R. do Patrocínio 67E; 218 162 032; www.pedrocera.com • Galeria Quadrado Azul R. Reinaldo Ferreira 20A; 213 476 280; www.quadradoazul.pt • Galeria Quadrum R. Alberto Oliveira, Palácio dos Coruchéus, 52; 215 830 010; www.facebook.com/galeriasmunicipaislisboa • Galeria Ratton R. Academia das Ciências 2C; 213 460 948; www.galeriaratton. blogspot.com • Galeria Reverso R. da Esperança, 59/61; 213 951 407; www. galeriareverso.com • Galeria das Salgadeiras R. da Atalaia 12 a 16; 213 460 881; www.salgadeiras.com • Galeria de S. Bento R. de S. Bento 25-35; 914 864 623 • Galeria de São Mamede R. da Escola Politécnica 167; 213 973 255; www. saomamede.com • Galeria 36 R. S. Filipe Néri 36; 918 972 966; www.artelinguas. com • Galeria Tapeçarias de Portalegre R. da Academia das Ciências, 2J; 213 421 481; www.mtportalegre.pt • Galeria Tereza Seabra R. da Rosa 158; 963 731 318; www.terezaseabra.com • Galeria Underdogs R. Fernando Palha, Armazém 56; 218 680 462; www.under-dogs.net • Galeria Valbom Av. Conde Valbom, 89A; 217 801 110; www.galeriavalbom.com • Galeria Vale Formoso R. Fernando Farinha 18A; 218 597 246; www.galeriadeartevaleformoso.com • Galeria Vera Cortês R. João Saraiva 16, 1º; 213 950 177; www.veracortes.com • Galeria Zé dos Bois R. da Barroca, 59; 213 430 205; www.zedosbois.org • Gare Marítima de Alcântara Estação Marítima de Alcântara, Ed. Infante; 213 969 551 • Gato que Ladra R. Prof. Sousa da Câmara, 156; 968 382 245; www.gatoqueladra.com • Giefarte R. da Arrábida 54; 213 857 731; www.giefarte.pt • Ginásio Beija-Flor R. Severo Portela Lt. C1, Piso 0; 913 276 159; www.adccbf.com • Ginásio Clube Português Pç. Ginásio Clube Português, 1; 213 841 580; www.gcp.pt • Ginásio Pombalino R. dos Correeiros, 184-1º; 939 831 643 • Goethe-Institut Cp. Mártires da Pátria, 37; 218 824 510; www.goethe.delisboa • Grupo Amigos de Lisboa R. Portugal Durão, 58ª; 217 800 156; www.amigosdelisboa.com • Grupo Dramático Ramiro José R. João Villaret 11; 217 973 856; gdramirojose.blogspot.pt • Gymboree Azinhaga da Torre do Fato, 19B, lj. 1; 910 277 128; www.gymboree.pt

H Hangar - Centro de Investigação Artística R. Damasceno Monteiro 12; 218 871 481; hangar.com.pt • Happy Code R. Tenente Ferreira Durão 39A; wwww. happycode.pt • Helen Doron Early English Learning Center Av. Álvaro Cunhal 1B; 217 551 870 • Hélice R. Damasceno Monteiro 12; 967 209 639; www.helice. pt • Hipódromo do Campo Grande Cp. Grande; 217 817 410 • Hospital Miguel Bombarda R. Dr. Almeida Amaral • Hospital de São José R. José António Serrano; www.chlc.min-saude.pt • Hostel Lost Lisbon Tv. do Corpo Santo 10; www.lostinlisbon.pt • Hotel Le Consulat Pç. Luís de Camões 22; 919 932 262; www.leconsulat.pt I Igreja Protestante Inglesa (St. George’s) R. de S. Jorge 6 • Igreja de Santo António de Campolide Tv. Estevão Pinto; 213 850 477 • Igreja de São Vicente de Fora Lg. de S. Vicente; 218 824 400 • A Ilha R. da Ilha do Príncipe 3A, porta E; www.a-ilha.pt • Ilnova - Instituto de Línguas da Universidade Nova de Lisboa Av. de Berna, 26; 217 908 382; ilnova.fcsh.unl.pt • Imagerie Casa das Imagens R. 2 da Matinha, lt. A, 5ºD; 916 199 408; www.imagerieonline. com • Imprensa Nacional - Casa da Moeda Av. de António José de Almeida 42; 217 810 700; www.incm.pt • In Impetus R. de Campolide, 27A; 213 157 815; www.inimpetus.org • Instituto de Artes e Ofícios R. Particular à R. Saraiva de Carvalho, 207; 213 964 502; www.iao.ual.pt • Instituto Cultural Romeno R. Barão 10/08; 213 537 060; www.icr.ro/lisboa • Instituto de Formação, Investigação e Criação Teatral R. Santiago 19; 214 032 483; www.ifict.pt • Instituto Português do Desporto e Juventude R. de Moscavide 71; 218 920 800; www.ipdj. pt • Instituto Português de Fotografia R. Ilha Terceira 31; 213 147 305; www. ipf.pt • Instituto Superior de Economia e Gestão - ISEG R. do Quelhas 6; 213 925 800; www.iseg.ulisboa.pt • Instituto Superior Técnico Av. Rovisco Pais 1; 218 417 000; tecnico.ulisboa.pt • ISPA - Instituto Universitário R. Jardim do Tabaco 42; 218 811 700; www.ispa.pt J Jardim Botânico da Ajuda Cç. da Ajuda; 213 622 503; www. jardimbotanicodaajuda.com • Jardim Botânico Tropical Lg. dos Jerónimos; 213 609 660; www.iict.pt • Jardim Zoológico de Lisboa Pç. Marechal Humberto Delgado; 217 232 900; www.zoo.pt • Jazzy Dance Studios R. da Cintura do Porto a Santos, Armazém J; 213 950 763; www.jazzy.pt • Just4Teens Azinhaga dos Barros, 27, lj. 1; 218 003 949; www.just4teens.pt k KINO-DOC R. da Bempostinha 27A • Kunsthalle Lissabon R. José Sobral Cid, 9E; 912 045 650; www.kunsthalle-lissabon.org L Labirinto Lisboa R. do Instituto Industrial, 6-10; 213 900 365; www. labirintolisboa.com • Largo Residências Lg. do Intendente 19; 218 885 420; www.largoresidencias.com • Lavadouro Público de Carnide Est. da Correia; 217 121 330 • Leap – Espaço Amoreiras R. D. João V, nº 24, piso -1, 1.03; 210 415 920

• Lisboa Autêntica 913 221 790; lisboaautentica.com • Lisboa Ginásio Clube R. dos Anjos, 63; 213 154 002; www.lgc.pt • Lisboa Story Centre Terreiro do Paço, 7881; 211 941 099; www.lisboastorycentre.pt • Lisboa ao Vivo Av. Infante D. Henrique, Armazém 3; 967 089 462 • Lisbon Movie Tour 969 616 063; www.lisbonmovietour • Lisbon Walker R. do Jardim do Tabaco, 126; 218 861 840; www.lisbonwalker.com • Little Lisbon 912 800 647; www.lisbonforkids.com • Livraria Barata Av. de Roma 11; 218 428 350; www.livrariabarata.pt • Livraria Bulhosa (Entrecampos) Campo Grande, 10B; 217 994 190; www.bulhosa.pt • Livraria Ler Devagar LxFactory, R. Rodrigues Faria 103; 213 259 992; www.lerdevagar.com • Livraria Móvel Tell a Story 963 171 710 • Livraria Sá da Costa R. Garrett 100; 211 357 623 • Lumiar Cité R. Tomás del Negro 8A; 217 551 570; www.maumaus.org • Lux Frágil Av. Infante D. Henrique, Armazém A, Cais da Pedra a Stª Apolónia; 218 820 890; www.luxfragil.com • Lx Dance - Escola de Dança e Bailado de Lisboa R. João Amaral, Pista de Atletismo Municipal Prof. Moniz Pereira; 961 722 039; www. escolalxdance.com • LxFactory R. Rodrigues de faria 103; 213 143 399; www. lxfactory.com • Lynx Travel 917 940 888; lynxtravel.wordpress.com

M MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia Av. de Brasília, Central Tejo; 210 028 190; www.maat.pt • MAC_Movimento Arte Contemporânea R. do Sol ao Rato 9C; 213 850 789; www.movimentoartecontemporanea.com • Maria Matos Teatro Municipal Av. Frei Miguel Contreiras, 52; 218 438 800; www. teatromariamatos.pt • MEF - Movimento de Expressão Fotográfica Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara 156; 962 527 453; www.mef.pt • Mercado 31 de Janeiro R. Eng. Vieira da Silva; 213 501 327 • Mercado do Forno do Tijolo R. Maria da Fonte • Mercado de Santa Clara Campo de Santa Clara • Mestres do Regueirão Regueirão dos Anjos, 68; mestresdoregueirao.pt • Miiso Galeria d’Artes R. de S. Bento 309; 210 993 678; www.miisogaleriadartes.tumblr.com • Minimundo R. Armindo Rodrigues, 7A; 936 969 949; www.minimundo.pt • MOB R. dos Anjos 12 F; moblisboa@gmail.com • Módulo – Centro Difusor de Arte Cç. dos Mestres, 34 A/B; 213 885 570; www.modulo.com.pt • Monitor Lisbon R. D. João V 17A; 913 840 247; www.monitoronline.org • Mosteiro dos Jerónimos Pç. do Império; 213 620 034; www.mosteirojeronimos.pt • Movimento de Educação pela Arte Pólo da Pena da Junta de Freg. de Arroios, R. Saco 1-A; 926 848 392 • MUDE - Museu do Design e da Moda. Coleção Francisco Capelo Torreão Poente, Pç. do Comércio 1, 2º andar (escritórios temporários); 218 171 892; www. mude.pt • Mundo Património LAB R. de Campo de Ourique, 169-171; 217 974 587; www.mundopatrimonio.com • Museu da Água da EPAL – Galeria do Loreto Pç. do Príncipe Real; 218 100 215; www.epal.pt • Museu Arpad Szenes-Vieira da Silva Pç. das Amoreiras, 56; 213 880 044; www.fasvs.pt • Museu Arqueológico do Carmo Lg. do Carmo; 213 478 629; www.museuarqueologicodocarmo.pt • Museu de Arte Popular Av. Brasília; 213 011 675; www.map.imc-ip.pt • Museu de Artes Decorativas Portuguesas da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lg. das Portas do Sol, 2; 218 814 600; www.fress.pt • Museu Benfica Cosme Damião Av. General Norton de Matos; 217 219 500; www.slbenfica.pt/museu • Museu Bordalo Pinheiro Campo Grande, 382; 215 818 540; museubordalopinheiro. cm-lisboa.pt • Museu da Carris R. 1º de Maio 101; 213 613 087; museu.carris.pt • Museu Coleção Berardo Pç. do Império; 213 612 878; www.museuberardo. pt • Museu do Combatente Av. Brasília; 919 903 210; www.facebook.com/ museucombatente.oficial • Museu das Crianças Est. de Benfica, 158-160; 213 976 007; www.museudascriancas.eu • Museu do Dinheiro Lg. de S. Julião; 213 213 240; www.museudodinheiro.pt • Museu do Fado Lg. do Chafariz de Dentro, 1; 218 823 470; www.museudofado.pt • Museu da Farmácia R. Marechal Saldanha, 1; 213 400 600; www.museudafarmacia.pt • Museu Geológico - LNEG R. da Academia das Ciências, 19, 2º; 213 463 915; www.lneg.pt/museugeologico • Museu de Lisboa - Casa dos Bicos R. dos Bacalhoeiros, 10; 217 513 200; www.museudelisboa. pt • Museu de Lisboa - Palácio Pimenta Cp. Grande 245; 217 513 200; www. museudelisboa.pt • Museu de Lisboa - Teatro Romano R. de São Mamede, 3A; 218 820 530; www.museudelisboa.pt • Museu da Marioneta Convento das Bernardas, R. da Esperança, 146; 213 942 810; www.museudamarioneta.pt • Museu Militar de Lisboa Lg. do Museu da Artilharia; 218 842 300 • Museu Nacional de Arqueologia Pç. do Império; 213 620 000; www.museuarqueologia.pt • Museu Nacional de Arte Antiga R. das Janelas Verdes; 213 912 800; www.museudearteantiga.pt • Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado R. Serpa Pinto, 4 | R. Capelo, 13; 213 432 148; www.museuartecontemporanea.pt • Museu Nacional do Azulejo R. Madre de Deus 4; 218 100 340; www.museudoazulejo.gov.pt • Museu Nacional dos Coches Pç. da Afonso de Albuquerque; 213 610 850; www.museudoscoches.pt • Museu Nacional de Etnologia Av. Ilha da Madeira; 213 041 160; mnetnologia. wordpress.com • Museu Nacional de História Natural e da Ciência R. da Escola Politécnica 56/58; 213 921 800; www.museus.ulisboa.pt • Museu Nacional do Teatro e da Dança Est. do Lumiar, 10; 217 567 410; www.museudoteatroedanca. pt • Museu Nacional do Traje Lg. Júlio de Castilho; 217 567 620; museudotraje. imc-ip.pt • Museu do Oriente Av. Brasília, Doca de Alcântara; 213 585 200; www. museudooriente.pt • Museu da Presidência da República Palácio de Belém, Pç. Afonso de Albuquerque; 213 614 660; www.museu.presidencia.pt • Museu de São Roque Lg. Trindade Coelho; 213 235 444; www.museudesaoroque.com • Museu Sporting R. Prof. Fernando da Fonseca, Ap. 4120; 217 516 000; www.sporting. pt • Música - Campo de Ourique R. Coronel Ribeiro Viana, 25 cv • Musickbox R. Nova do Carvalho 24; 213 473 188; musicboxlisboa.com • Mute Art Project R. Cecílio de Sousa 20C; 917 920 013; www.muteart.org

101


102

> CONTACTOS N NAF - Núcleo de Arte Fotográfica Av. Rovisco Pais 1; 218 417 000; www. nucleodeartefotografica.pt • NB Academia Trav. do Recolhimento Lázaro Leitão, 1; 218 438 020, www.nbacademia.pt • NH Hotel Campo Grande Cp. Grande 7; 217 917 600; www.nh-hoteles.pt/campogrande • NexGym R. Luís Pastor de Macedo, 1B; 210 366 165; www.nexgym.pt • Nova Academia Lisboa R. Amélia Rey Colaço 3J; 217 601 408; www.novaacademia.pt • Núcleo Arqueológico da Rua dos Correeiros R. dos Correeiros, 9; 211 131 004 • Núcleo de Artes e Ofícios Av. João XXI 76; 210 027 154; www.inatel.pt O Oceanário de Lisboa Esplanada D. Carlos I; 218 917 002; www.oceanario.pt • O’Culto da Ajuda Tv. das Zebras 25/27 (à Cç. da Ajuda); 213 620 382 • Ocupart | Espaço Camões Pç. Luís de Camões 22, 4º; 917 071 693; www.ocupart.pt • Oficina do Cego R. Sabino de Sousa; oficinadocego.blogspot.pt • Oficina Irmãos Marques R. Luz Soriano 71; 213 470 003; www.oficinairmaosmarques.com • Oficina da Pessoa Av. 5 de Outubro, 122, 3º dto; 217 957 393 • Olá mamã R. Fernando Lopes Graça, 12 C; 217 580 301; www.olamama.com • Orienta-te Asian Studies orientate.pt/pt • Ourique’s Villa R. Pereira e Sousa 57 r/c; 960 091 184 P Paços do Concelho Pç. do Município; 213 236 200; www.cm-lisboa.pt • Padaria do Povo R. Luís Derouet, 20A; 213 620 464 • Padrão dos Descobrimentos Av. Brasília; 213 031 950; www.padraodosdescobrimentos.pt • Palacete Pç. do Príncipe Real 18 • Palacete de São Bento R. da Imprensa à Estrela, 4; 213 923 500 • Palácio Centeno Al. de St. António dos Capuchos 1; 210 113 406 • Palácio Foz Pç. dos Restauradores; 213 221 200; www.gmcs.pt/palaciofoz • Palácio da Independência Lg. de S. Domingos, 11; 213 241 470 • Palácio de Laguares R. Prof. Sousa da Câmara, 156 • Palácio Nacional da Ajuda Lg. da Ajuda; 213 637 095; www.palacioajuda.pt • Palácio Nacional de Belém Pç. Afonso de Albuquerque; 213 614 660; www.presidencia.pt • Palácio Pombal R. de O Século, 79 • Palavra de Viajante R. de S. Bento 34; 213 950 328 • Pando Atelier R. Particular à Manuel Soares Guedes 7B; 211 934 826 • Panteão Nacional Cp. de Santa Clara; 218 854 820 • Papa-Léguas R. Conde de Sabugosa 3F; 218 452 689; www.papa-leguas.com • Parque Florestal de Monsanto - Centro de Interpretação de Monsanto Est. do Barcal, Monte das Perdizes; 218 170 200; www.cm-lisboa.pt • Parque das Nações www.parquedasnacoes.pt • Passevite R. Maria da Fonte 54A; 918 753 471; www.passevite.net • Pátio da Galé Pç. do Comércio; 210 312 700 • Pavilhão da Ajuda Cç. da Tapada; 218 170 143 • Pavilhão Chinês R. D. Pedro V 89; 213 424 729; www.facebook.com/pavilhaochineslisboa • Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva Lg. José Mariano, Pq. das Nações; 218 917 100; www.pavconhecimento.pt • Pavilhão de Portugal Al. dos Oceanos, Pq. das Nações; 218 918 409 • Pavilhão Preto do Museu de Lisboa Cp. Grande 245; 217 513 200; www.museudelisboa.pt • Pensão Amor R. do Alecrim 19; 928 639 054; www.pensaoamor.pt • Pentáculo - Academia de Estudos Av. Maria Helena Vieira da Silva, 36A e 44A; 217 578 110; www.pentaculo.pt • A Pequena Galeria Av. 24 de Julho 4C; 218 264 081; apequenagaleria.tumblr.com • Perve Galeria R. das Escolas Gerais 17; 218 822 607; www.pervegaleria.eu • Piscina de Alfama 218 170 873 • Piscina da Ameixoeira 218 170 306 • A Piscina dos bebés Ed. Gonçalves Zarco, Doca de Alcântara Norte; 913 171 158; www.apiscinadocas.com • Piscina do Oriente 218 170 124 • Piscina da Penha de França 218 170 103 • Piscina do Rego 218 170 309 • Piscina do Restelo 218 170 309 • Piscina Vale Fundão 218 170 121 • Plataforma Revólver R. da Boavista 84 • Pole Heart Pole Dance, Movement & Fitness Studio R. S. Tomás de Aquino 18D; 969 090 881; www. polehearstudio.com • Polivalente de Santa Catarina Cç. do Combro, 82A • Ponto de Luz Ateliê Lg. de Sto António da Sé, 21; 218 871 136 • Popular Alvalade R. António Patrício 11B; 217 960 216; www.facebook.com/PopularAlvalade • Porta 14 Cç. do Correio Velho, 14 • Português Et Cetera R. do Carmo 51, 2ºC; 969 056 067; www.portuguesetcetera.com • Pousada da Juventude do Parque das Nações R. de Moscavide 71; 219 920 890 • Praça de Toiros do Campo Pequeno Centro de Lazer Campo Pequeno, Torreão Sul; 217 998 450; www.campopequeno. com • Primo Canto – Associação Cultural R. da Mouraria, 64, 1º; 966 555 048; primocanto.com.sapo.pt • Pro.Dança - Escola de Dança R. de S. Domingos à Lapa, 8; 213 979 937; www.prodanca.pt • Propositário Azul, Associação Artística R. do Grilo, 104, 4ºesq; 933 288 560 • Pura Cal R. Rodrigues Faria 103, LxFactory, Espaço 0.1D.4; 966 781 511; www.puracal.pt R Reitoria da Universidade Nova de Lisboa Campus de Campolide; 213 715 600; www.unl.pt • Relicário de sons R. Jau 42B; www.relicariodesons.com • Reservatório da Mãe d´Água das Amoreiras Pç. das Amoreiras 10; 218 100 262; www.epal.pt • Reservatório da Patriarcal Pç. do Príncipe Real; 218 100 215 • Rua das Gaivotas 6 R. das Gaivotas 6; 210 962 355; ruadasgaivotas6.pt S Sala d’Aula Av. da República, 41, 6ºE; 217 957 083; www.saladaula.com • Salão Belas Artes R. do Embaixador 126A; 926 253 297; www.salaobelasartes. org • Santa Casa da Misericórdia de Lisboa Lg. Trindade Coelho; 213 235 000; www.scml.pt • São Luiz Teatro Municipal R. António Maria Cardoso, 38; 213 257 640; www.teatrosaoluiz.pt • Sedimento Ceramics Studio Tv. de Santo

Ildefonso 31; 927 144 531; www.sedimento.pt • Sé Patriarcal Lg. da Sé; 218 866 752; www.patriarcado-lisboa.pt • S Espaço R. das Farinhas, 26; 924 368 752 • Shiki Miki Gallery R. do Conde 44A; 914 170 791; shikimikigallery.com • Sociedade Histórica da Independência de Portugal Palácio da Independência, Lg. de S. Domingos 11; 213 241 470 • Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul Av. D. Carlos I, 61-1º; 213 973 471; www.guilhermecossoul.pt • Sociedade Nacional de Belas-Artes R. Barata Salgueiro, 36; 213 138 510; www.snba.pt • Sociedade Portuguesa de Autores Av. Duque de Loulé, 31; 213 594 400; www.spautores. pt • Sou – Movimento e Arte R. Maria 10B; 926 235 379; www.sou.pt • Sport Lisboa e Benfica - Jardim do Regedor R. do Jardim do Regedor 9; 217 219 590; museubenfica.slbenfica.pt • Stage 81 R. Portas de St. Antão, 110; 912 629 568; www.stage81.com • Steps Clube R. dos Caminhos de Ferros, 90 B; 210 150 893; www. steps.pt • Studio 8A R. Luciano Freire 8A; 217 960 007; www.cursosdefotografia.pt • Studioteambox LxFactory, Ed. G, sala 6A; 965 786 793; www.studioteambox.org

T 30 da Mouraria - Psicoterapia e Movimento R. da Mouraria, 30, 4º; 30damouraria.weebly.com • 3+1 Arte Contemporânea Lg. Hintze Ribeiro 2EF; 210 170 765; www.3m1arte.com • Tap Dance Center Lisbon R. de O Século, 44; 932 940 988; www.workin.com.pt • Tcharan Eventos Tv. dos Fornos, 15, 1º dto; 914 107 158; www.tcharan.com • Teatro Aberto R. Armando Cortez; 213 880 086 • Teatro Armando Cortez Est. da Pontinha 7; www.teatroarmandocortez. pt • Teatro do Bairro R. Luz Soriano 63; 213 473 358; www.teatrodobairro.org • Teatro do Bairro Alto R. Tenente Raúl Cascais 1A; 213 961 515; www.teatrocornucopia.pt • Teatro Bocage R. Manuel Soares Guedes 13A; 214 788 120; www. teatrobocage.wixsite.com/bocage • Teatro Camões Pq. das Nações, Passeio de Neptuno; 218 923 470 • Teatro Capitólio Parque Mayer • Teatro Carnide Azinhaga das Freiras; 967 341 862 • Teatro Cinearte Lg. de Santos, 2; 213 965 360; www.abarraca.com • Teatro Dom Luiz Filipe (Teatro da Luz) Lg. da Luz; 211 536 034; http://teatrodluisfilipe.wix.com/tdlf • Teatro Ibérico R. de Xabregas 54; 218 682 531; www.teatroiberico.org • Teatro Maria Vitória Parque Mayer; 213 475 454; www.teatromariavitoria.com • Teatro de Marionetas Algazarra Cç. da Boa-Hora, 58, 2º; 962 429 895; www.algazarrateatro.blogspot.pt • Teatro Meridional R. do Açúcar, 64, Beco da Mitra; 218 689 245; www.teatromeridional. net • Teatro Nacional D. Maria II Pç. D. Pedro IV; 213 250 800; www.teatro-dmaria. pt • Teatro Nacional de São Carlos R. de Serpa Pinto, 9; 213 253 000; www. saocarlos.pt • Teatro Papa-Léguas R. Prof. Santos Lucas, 36A; 210 970 654; www. teatropapaleguas.net • Teatro Politeama R. das Portas de Sto. Antão, 109; 213 405 700; www.teatro-politeama.com • Teatro da Politécnica R. da Escola Politécnica, 56; 961 960 281 • Teatro Taborda R. da Costa do Castelo, 75; 218 854 190; www. teatrodagaragem.com • Teatro Thalia Estr. das Laranjeiras 205; 217 811 690 • Teatro Tivoli BBVA Av. da Liberdade nº 182 A; 213 151 050 • Teatro da Trindade Lg. da Trindade, 7A; 213 423 200; www.inatel.pt • Teatro Turim Est. de Benfica, 723 A; 217 606 666; www.teatroturim.com • Teatro Villaret Av. Fontes Pereira de Melo 30 A; 213 538 586 • Terra Incógnita Doca de St. Amaro, Armazém 17; 213 021 588; www.terraincognita.pt • The Belmonte Cultural Club Pateo D. Fradique 14; 218 816 600; www.palaciobelmonte.com • TheBlackSheep Art Gallery R. do Sol ao Rato 45A • The Late Birds Lisbon Tv. André Valente 21; 933 000 962 • The Little Gym R. 1 à R. Direita de Palma, 4B; 217 269 464; www.thelittlegym.pt • Time Out Mercado da Ribeira Av. 24 de Julho, 49; 213 593 100 • Time Travellers 965 107 188; www.timetravellers.pt • Top Ensino R. Gaivotas em Terra, Lt. 4A; 218 016 482; www.topensino.pt • Torre de Belém Av. de Brasília; 213 620 034; www. torrebelem.pt U Uma Lulik Contemporary Art R. Centro Cultural 15, porta 2; 918 136 527 • Universidade Autónoma de Lisboa R. Santa Marta 56, Palácio dos Condes do Redondo; 213 177 600; www.ual.pt V Verso Branco R. da Boavista 132-134; 211 342 634; www.versobranco.pt • Viragem Lab R. de Santa Marta, 73 A; 213 580 733; www.viragem-lab.com.pt • Vozes em Conserto – Academia de Canto e Performance R. João Menezes, 4A; 218 400 213; www.vozesemconserto.com W Work in Studio R. de O Século, 44; 932 940 988; www.workin.com.pt • Wozen R. das Janelas Verdes 128, Lj. B; 912 700 506; www.wozenstudio.com Z Zen KidsR. Alexandre Herculano, 19; 960 271 750; www.zen-kids.org

EQUIPAMENTOS MUNICIPAIS ARQUIVO Arquivo Municipal de Lisboa R. B ao Bairro da Liberdade, lt 3-6, piso 0; 213 807 108; seg a sex: 9h-17h, encerra fer; arquivomunicipal.cm-lisboa.pt Arco do Cego R. Nunes Claro, 8 A; 218 411 170; seg a sex: 9h-17h, encerra fer Fotográfico R. da Palma, 246; 218 844 060; sala de exposições: seg a sáb: 10h-19h,


encerra dom, fer; sala de leitura: seg a sex: 9h30-17h, encerra fer; arquivomunicipal. cm-lisboa.pt Videoteca Largo do Calvário, 2; 218 170 433

BIBLIOTECAS Consultar horários em blx.cm-lisboa.pt Belém R. da Junqueira, 295; 218 172 580 Biblioteca/Espaço Cultural Cinema Europa Rua Francisco Metrass, 28; 218 009 927 Camões Largo do Calhariz, 17, 1º esq; 218 172 360 Coruchéus R. Alberto Oliveira; 218 172 049 David Mourão-Ferreira R. Padre Abel Varzim, 7 D; Casal dos Machados; 210 311 710 Gabinete de Referência Cultural R. Cidade do Lobito; 218 507 100; Reservado a atividades com estabelecimentos de ensino especial e regular, entidades para deficientes e outras instituições culturais; marcação prévia Hemeroteca R. Lúcio de Azevedo, 21B; 218 172 430 Maria Keil R. Maria José da Guia, 8; 217 589 280 Marvila R. António Gedeão; 218 173 000 Natália Correia Centro Social Polivalente; R. Rio Cávado, B.º Padre Cruz; 218 054 526 Olivais/Bedeteca R. Cidade do Lobito; 218 507 100 Orlando Ribeiro/Fonoteca Antigo Solar da Nora, Estrada de Telheiras, 146; 218 172 660 Palácio Galveias Campo Pequeno; 218 173 090 Penha de França R. Francisco Pedro Curado 6A; 218 172 410 Por Timor R. de São Bento, 182-184; 213 905 702 Quiosque Jardim da Estrela Jardim da Estrela; 911 528 536 República e Resistência - Cidade Universitária R. Alberto de Sousa, zona B do Rêgo; 217 802 760 São Lázaro R. do Saco, 1; 218 852 672 ITINERANTES/ MÓVEIS 21 8 170 544 / 910 238 089

CASA FERNANDO PESSOA R. Coelho da Rocha, 16-18; 213 913 270; seg a sáb: 10h-18h; casafernandopessoa.cm-lisboa.pt

CENTRO DE ARQUEOLOGIA DE LISBOA Av. da Índia, 166; 218 172 180; centro.arqueologia@cm-lisboa.pt

CINEMA SÃO JORGE Avenida da Liberdade, 175; 213 103 400; cinemasaojorge.pt

GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES Est. de Benfica, 368; 217 701 100; seg a sex: 9h-18h; geo.cm-lisboa.pt

Galeria Municipal Pavilhão Branco Campo Grande, 245; 215 891 259; ter a dom: 10h-13h/14h-18h; encerra dom, fer; www.egeac.pt Galeria Municipal Torreão Nascente da Cordoaria Av. da Índia; 215 830 010; ter a sex: 10h-18h, sáb, dom: 14h-19h Galeria Quadrum R. Alberto Oliveira, Palácio dos Coruchéus, 52; 215 830 010; ter a dom: 10h-18h, sáb, dom: 14h-18h, encerra seg, fer; facebook.com/ galeriasmunicipaislisboa

MONUMENTOS Castelo de São Jorge 218 800 620; Núcleo Museológico; Núcleo Arqueológico; todos os dias: 9h-21h; www.castelosaojorge.pt Padrão dos Descobrimentos Av. Brasília; 213 031 950; todos os dias: 10h-19h; www.padraodosdescobrimentos.pt

MUSEUS Atelier-Museu Júlio Pomar R. do Vale, 7; 215 880 793; ter a dom: 10h-13h/14h18h; www.ateliermuseujuliopomar.pt Museu do Aljube – Resistência e Liberdade R. de Augusto Rosa, 42; 218 172 400; ter a dom: 10h-18h; www.museudoaljube.pt Museu Bordalo Pinheiro Campo Grande, 382; 215 818 540; ter a dom e fer: 10h-18h, encerra seg; museubordalopinheiro.cm-lisboa.pt MUDE - Museu do Design e da Moda. Coleção Francisco Capelo 218 171 892; www.mude.pt Museu do Fado Lg. do Chafariz de Dentro, 1; 218 823 470; ter a dom: 10h-18h; www. museudofado.pt Museu de Lisboa - Casa dos Bicos R. dos Bacalhoeiros, 10; 217 513 200; seg a sáb: 10h-18h, encerra dom, fer; www.museudelisboa.pt Museu de Lisboa - Palácio Pimenta Campo Grande, 245; 217 513 200; ter a dom: 10h-118h, www.museudelisboa.pt Museu de Lisboa - Santo António Lg. de Santo António da Sé, 22; 218 860 447; ter a dom: 10h-18h Museu de Lisboa - Teatro Romano R. de São Mamede, 3A; 218 818 530; ter a dom: 10h-18h; www.museudelisboa.pt Museu de Lisboa - Torreão Poente Pç. do Comércio, 1; www.museudelisboa.pt Museu da Marioneta Convento das Bernardas, R. da Esperança, 146; 213 942 810; ter a dom: 10h-13h/14h-18h; www.museudamarioneta.pt

POLO CULTURAL GAIVOTAS | BOAVISTA Rua das Gaivotas, 8; todos os dias: 8h-20h; 218 172 600; pologaivotasboavista@ cm-lisboa.pt Loja Lisboa Cultura R. da Boavista 184; seg, qua e sex (exceto fer): 14h-19h; 218 173 600; loja.lisboa.cultura@cm-lisboa.pt

TEATROS Maria Matos Teatro Municipal Av. Frei Miguel Contreiras, 52; 218 438 800; www. teatromariamatos.pt São Luiz Teatro Municipal Rua António Maria Cardoso, 38; 213 257 640; www. teatrosaoluiz.pt

GALERIAS Galeria Avenida da Índia Avenida da Índia, 170; 215 830 010; ter a dom: 10h-13h/14h-18h, sáb, dom: 14h-18h Galeria Boavista Rua da Boavista, 47-50; 213 476 335; ter a dom: 13h-18h, encerra seg, fer; facebook.com/galeriasmunicipaislisboa

AGENDA CULTURAL LISBOA Dez 2017 / N.º 317

na capa

Isadora Valero Francisco Sebastião fotografia de Humberto Mouco, tipografia de Elisabete Gomes

Manuel Veiga editora executiva

Paula Teixeira editor

Luís Almeida d’Eça direção de arte

Jorge Silva/Silva!Designers design

Inês do Carmo

edição câmara municipal de lisboa/ EGEAC

publicidade

vereadora do pelouro da cultura

Marco Mateus

copy desk

Sara Simões

Sónia Maia Just Media / 213 219 120

coordenação

impressão

redação

distribuição

Manuela Costa diretor

relações públicas, publicidade institucional, circulação e assinaturas

Ana Figueiredo Ana Rita Vaz Cristina Engrácia Filipa Santos Frederico Bernardino Ricardo Gross Tomás Collares Pereira fotografia

Francisco Levita Humberto Mouco

Digipress

JMTOSCANO, Lda tiragem

40 000 exemplares depósito Legal

40722/90

periodicidade

Mensal Isenta de registo na ERC ao abrigo da lei de imprensa 2/99

Catarina Vaz Pinto

recolha de informação

Rua do Machadinho, 20 1249-150 Lisboa Tel. 218 170 900 agenda.cultural@cm-lisboa.pt www.agendalx.pt

103


104

CONVERSAS DE LISBOA (XI)


CATARINA VAZ PINTO A CULTURA NO GOVERNO DAS CIDADES Entrevista PAULA TEIXEIRA com LUÍS ALMEIDA D’EÇA Fotografia HUMBERTO MOUCO

105


106

Numa sociedade globalizada, que corre à velocidade da internet, exigem-se respostas rápidas e eficazes ao nível da governação. Impõem-se novos modelos que apelam ao diálogo entre áreas antes incomunicantes e à participação ativa dos cidadãos. O governo das cidades é hoje feito num equilíbrio, nem sempre pacífico, entre a pressão da mudança e da adaptação e a persistência de velhos hábitos. Neste cenário, que papel cabe à Cultura no desenvolvimento e no governo das cidades? E, mais do que isso, que papel deve reclamar? Na última entrevista desta série, falamos com Catarina Vaz Pinto que assume o terceiro mandato consecutivo como Vereadora da Cultura na capital. Lisboa foi, como não podia deixar de ser, o principal tema da conversa. Em Portugal a Cultura é pensada como uma dimensão estruturante no âmbito das políticas públicas?

Relativamente. Há um reconhecimento da importância do papel da Cultura, mas não há a necessária alocação de meios e mecanismos que possam fazer valer essa importância de forma efetiva. São processos longos que se prendem com múltiplas questões. Nas últimas décadas, na Europa, vivemos um modelo neoliberal das políticas e do desenvolvimento e, nesse contexto, houve um grande desinvestimento na área da Cultura. Mas nem sempre foi assim...

Na Europa, a questão das políticas culturais emergiu, de uma forma consistente, em França e no Reino Unido a

seguir à II Guerra Mundial. Foi nestes países que começaram a ser desenhados os grandes modelos de políticas culturais. O modelo francês, com uma grande intervenção do Estado, a partir de André Malraux, e outro de matriz anglo-saxónica, assente num sistema de mercado que, no entanto, não excluía o apoio direto às artes. Estes modelos vigoraram até aos anos 80. A partir daí, com a prevalência de políticas de cariz neoliberal, tornou-se necessário encontrar argumentos para justificar o investimento na Cultura. Começou por ser o da reabilitação urbana, depois o da criação de emprego, o da inclusão social. Mas sempre numa lógica do uso da Cultura para qualquer coisa. Isso refletiu-se numa redução dos orçamentos diretos destinados ao sector, e foi necessário encontrar meios para continuar a atividade cultural. Houve alguma alteração nesse cenário?

Penso que hoje estamos a evoluir para uma situação diferente. O que tem vigorado nos últimos anos é o argumento da racionalidade económica. Isso estava implícito quando se começou a falar em Economia Criativa e a Cultu-


107

O que define o universo cultural é a sua enorme diversidade e, nesse contexto, há áreas da Cultura que podem funcionar num regime de mercado e outras que não.

ra apropriou-se frequentemente desse discurso numa lógica de: “é aqui que vamos encontrar mais dinheiro”. Mas é uma ilusão, porque o que define o universo cultural é a sua enorme diversidade e, nesse contexto, há áreas da Cultura que podem funcionar num regime de mercado e outras que não, que têm de ser apoiadas pelo sistema público: as artes experimentais, as bibliotecas, os arquivos... Se não existir esse discernimento, não há condições para a criação artística, nem sequer a dita matéria-prima necessária para alimentar todo o resto da cadeia de “valor” da Economia Criativa. É fundamental ter em conta estas diferenças para depois perceber como se pode regular ou intervir em cada caso. Neste novo paradigma, mais do que usar a Cultura como instrumento, temos de entender que todos os fenómenos são multidimensionais. Quando falamos em programas como a Agenda 21 da Cultura [promovido pela CGLU – Organização Mundial das Cidades e Governos Locais Unidos] é essa a ideia que está subjacente: valorizar a Cultura pelo que ela tem de específico mas também a sua dimensão relacional com as outras áreas do desenvolvimento. O novo paradigma de desenvolvimento é horizontal e não vertical. As questões da Cultura e das políticas culturais têm de ser encaradas na sua especificidade, como uma área sectorial, ou seja, temos de olhar para os museus, os teatros, as artes plásticas, os arquivos, as bibliotecas com as suas particularidades, mas simultanea-

mente pensar a sua atividade em função das questões das identidades individuais, coletivas, nacionais, das questões ligadas à cidadania, à economia. Até porque há áreas da Cultura que têm efetivamente um grande peso económico. E o contrário também é verdade. Muitas atividades económicas não sobrevivem sem contributos de natureza simbólica, ligados às experiências culturais. Mas, por outro lado, não posso pensar que qualquer museu, qualquer teatro tenha de ser rentável, porque isso não é possível. Hoje vivemos claramente numa fase de transição que ainda não foi totalmente entendida pela maior parte dos atores, sejam os profissionais da Cultura, os agentes políticos ou os protagonistas de cada área artística. Há uma cultura vigente, em termos de funcionamento, de articulação, que é difícil mudar…

Sim. As nossas gerações foram treinadas num modelo analógico e de separação das áreas e hoje exige-se o contrário. Mas isso não quer dizer que tudo se torne indiferenciado, híbrido, que tudo tenha necessariamente que se ligar. Na cidade e na Cultura vivemos em vários ecossistemas. A Câmara Municipal é um pilar na Cultura mas é um agente entre outros. Os teatros, os museus e outros equipamentos municipais, têm de ter a sua vocação e identidade bem definidas e depois interagir com os seus congéneres em função dos projetos sendo que, nuns casos, faz sentido uma aproximação e, noutros, uma diferen-


108

ciação. É nessa dinâmica colaboração/ diferenciação que vivemos permanentemente. Não é isso o cultural planning, o conceito que define um processo ou uma visão integrada da gestão cultural?

Tem a ver com isso, sim. Mas parte primeiramente de um conhecimento daquilo que são os nossos ativos culturais. O que implica pensar a Cultura de uma forma mais ampla, numa perspetiva antropológica. Na sua relação com os valores, com as experiências, com as tradições e não apenas na produção artística ou cultural stricto sensu. O posicionamento da Cultura no âmbito da governação não é, muitas vezes, prejudicado pela ausência de estratégias claramente definidas?

É preciso ter essa estratégia. Mas temos de pensar que, em Portugal, a ideia de política cultural surge apenas a seguir ao 25 de Abril. E mesmo assim não foi logo que a Cultura teve uma abordagem consistente. Em Lisboa, o marco que lançou definitivamente um pensamento cultural para a cidade foi a Lisboa 94 – Capital Europeia da Cultura… Quando assumi a vereação da Cultura percebi que havia muito trabalho feito, mas que as coisas estavam um pouco “descosidas”, que era preciso ter uma visão de conjunto. Por isso, foi importante começar por um trabalho de reorganização interna, de reestruturação. Contudo, como essa fase coincidiu

com a crise, o que então se delineou não pôde ser imediatamente posto em prática. O trabalho que fizemos quer com as Estratégias Para a Cultura da Cidade de Lisboa [documentos de 2009 e 2017] quer com a adesão ao programa piloto da Agenda 21 da Cultura foi começar a pensar a estratégia cultural para a cidade da forma como outras cidades do mundo a pensam. Nesse processo foram envolvidos os serviços da Câmara e também os agentes do sector. É um processo participativo, de apropriação de conceitos, de ideias, de transformação de mentalidades. Como pode a Cultura articular-se com outras áreas da governação na cidade? E com quais em concreto?

Eu diria que é com quase todas. Cruza-se com o Urbanismo, quando se reflete sobre um território, um bairro, uma praça e se pensa em que equipamentos culturais lá fazem falta. Ou, em abstrato, quando se questiona a criação de uma nova biblioteca ou de um teatro. Por exemplo, há um assunto concreto que estamos a equacionar: é necessário encontrar um novo espaço para o Arquivo Municipal. Faz mais sentido localizá-lo no centro, onde já há muita oferta, ou descentralizá-lo para uma zona da cidade em desenvolvimento e torná-lo uma âncora da regeneraçao desta zona? Na Educação é óbvio. Há uma relação estreita e dinâmica entre as atividades dos serviços educativos dos equipamentos municipais com os

Cada um dos equipamentos municipais tem a sua vocação própria. Não deve estar a “competir” com outros equipamentos mas sim garantir a maior diversidade possível.


109

Em relação ao Turismo é fundamental apoiar as atividades mais identitárias, tudo aquilo que, ao nível do património cultural, distingue Lisboa. Investir no património, torná-lo acessível, criar focos turísticos fora dos centros históricos.

conteúdos curriculares. Se pensarmos nas questões ambientais, temos o excelente exemplo do Teatro Maria Matos que é um teatro verde. A grande alteração de paradigma e de combate às alterações climáticas, agora que estamos a viver o fenómeno da seca, tem a ver com transformações comportamentais de cada indivíduo. E a sensibilização para o tema pode e deve começar nos equipamentos culturais. Nas bibliotecas, por exemplo, estão disponíveis instrumentos de ativação da comunidade e da sociedade muitíssimo interessantes porque as bibliotecas, hoje, não são só sítios onde se vão buscar os livros, onde se tem acesso ao conhecimento. São centros de comunidade, de cidadania. Nas bibliotecas podemos fazer sensibilização para as artes, podemos fazer sensibilização cidadã, sensibilização ambiental… Qual deve ser a relação do município com outras instituições, organismos e equipamentos culturais, públicos ou privados, no quadro de uma estratégia cultural?

Colaborativa. Sendo a Câmara um pilar importante do tecido cultural da cidade – porque tem equipamentos, recursos, e com isso capacidade de intervir no sector – deve agir como um agente regulador e complementar. No mundo global em que vivemos, é muito importante ponderar a escala, as várias escalas territoriais, para ganhar, por um lado, massa crítica interna e, por outro lado, projeção internacional. Por isso, não podemos pensar a política cultural

em Lisboa apenas a partir do município porque a projeção da cidade a esse nível só terá dimensão se a pensarmos com todos os outros: as fundações, as instituições privadas, os agentes do Estado. Essa lógica colaborativa pressupõe que cada um dos equipamentos municipais tem a sua vocação própria. Não deve estar a “competir” com outros equipamentos, mas sim garantir a maior diversidade possível. Para mim, a cidade é a casa da diversidade. E quando falamos de diversidade cultural em Lisboa temos de olhar para os vários géneros artísticos, para as várias propostas, as mais eruditas e as mais populares. Temos de olhar para a oferta das várias comunidades que vivem na cidade. E o município deve intervir onde haja lacunas. Para isso, é preciso uma monitorização permanente sobre o que é que se está a passar, de modo a poder colaborar ou diferenciar. Depois há projetos como o Artista na Cidade ou o Alkantara onde a cooperação entre várias entidades permite ganhar essa escala e massa crítica de que falava há pouco. Nos atuais modelos de governação, a participação dos cidadãos está cada vez mais presente. De que formas esta participação deve ser integrada na gestão cultural?

Esse é um trabalho que gostaria de desenvolver neste mandato. Não está ainda definido como vai ser feito. Se de um modo mais formal, com a criação de conselhos municipais de Cultura, ou mais informal. Já estão em curso al-


110

gumas experiências, como o Público vai ao Teatro no São Luiz, que pressupõe a capacidade do público coprogramar, de contribuir para a programação do Teatro. Ou o concurso das sardinhas e os Tronos de Santo António que são exemplos muito interessantes de participação. Num cenário de descentralização administrativa, como o que está a ser vivido em Lisboa, que papel cabe ao município na definição e implementação de uma política cultural?

O mandato passado foi o primeiro onde essa autonomia, essa descentralização teve lugar. Para as freguesias foi uma grande alteração, exigiu muitos esforços, provavelmente focados nas questões mais básicas, relacionadas com os resíduos, com a Ação Social. Nos próximos quatro anos será necessário aprofundar este trabalho com as Juntas de Freguesia, tendo em vista a criação de redes cívicas de proximidade. Lá está, uma ideia necessariamente ligada às questões da participação. No fundo, pretende-se criar novos modelos de funcionamento, transversais, operacionalizados numa escala mais adequada. Há freguesias com uma grande extensão territorial e que têm uma enorme diversidade cultural e social. Temos de identificar os territórios mais adequados para desenvolver este trabalho e, nestes, os respetivos equipamentos âncora. Diria, por exemplo, que em Marvila deverá ser a Biblioteca. Noutros

territórios pode ser a própria Junta de Freguesia ou uma associação privada. A ideia é começar com um número relativamente reduzido de projetos, porque isso vai ser exigente para a Câmara, para os serviços. Porque é uma lógica de funcionamento que não está implementada…

Sim. Vai obrigar a muitas discussões, a muita reflexão. Mas lá está, faz parte desse processo participativo, de colaboração, que exige muito trabalho relacional. Como pode a Cultura intervir na resposta a desafios que a cidade enfrenta como a pressão turística, o envelhecimento da população ou até a mobilidade?

Em relação ao envelhecimento, há que pensar não só em programações dirigidas a esse público-alvo mas também nas condições de acesso. Por exemplo, há muitas pessoas que não têm recursos para ir ao teatro. No Teatro São Luiz está em curso um projeto, Bilhete Suspenso, em que o custo do bilhete é repartido entre o espetador e o Teatro. Esses bilhetes são distribuídos através de associações de carácter social que trabalham com idosos e não só. Muitas vezes essas pessoas estão muito isoladas, muito sós. Portanto, há todo um trabalho a desenvolver em torno das populações e com as populações, à semelhança do que acontece em quase todas as cidades. Em relação ao Turismo é fundamental apoiar

No mundo global em que vivemos, é muito importante ponderar a escala, as várias escalas territoriais, para ganhar, por um lado, massa crítica interna e, por outro lado, projeção internacional.


111

Temos capacidades ao nível do talento, um imenso património que precisa ser mostrado. fortemente as atividades mais identitárias, apoiar tudo aquilo que, ao nível do património cultural, distingue Lisboa como faz, por exemplo, o programa Lojas com História. Investir no património, torná-lo acessível, criar focos turísticos fora dos centros históricos, são algumas das preocupações. Há todo um trabalho que está pensado e que pretendemos desenvolver nos próximos anos. Lisboa integra vários projetos e redes internacionais. Como se tem refletido essa experiência na cidade?

A circulação internacional é sempre muito positiva. Percebemos o que se está a fazer noutras cidades, conhecemos os projetos, as dinâmicas, e podemos importar algumas ideias. Permite avaliar em que nível estamos, se o caminho que trilhamos é ou não o mais correto e adequado. Há um espírito do tempo que se vê em cada cidade, em cada território. E essa atitude de abertura ao mundo, para além de ser uma experiência pessoal muito enriquecedora, permite divulgar aquilo que estamos a fazer em Lisboa. E isso é extremamente importante. Neste momento estamos muito bem posicionados nessas redes. Recentemente, Lisboa foi convidada para integrar a World Cities Culture Forum, uma rede que inclui somente 37 cidades do mundo. Foi criada a partir de Londres e estão lá as maiores cidades: Londres, São Francisco, Toronto, Nova Iorque, Seul. O trabalho que é feito em Lisboa é muito bem visto e bastante considerado e acho que devemos estar muito orgulhosos disso.

Que cidade(s) daria como exemplo(s) de boas práticas ao nível do cultural planning?

Se em décadas anteriores as cidades europeias foram (e continuam a ser) exemplares ao nível das práticas culturais, atualmente é nas cidades da América Latina que a Cultura tem sido pensada de uma forma mais estruturante e inovadora. Muito associada às questões do combate à violência, à exclusão social, à segregação, à educação. Por exemplo, Medellín era conhecida há uns anos atrás pelo narcotráfico e atualmente é uma das cidades mais interessantes da América do Sul, precisamente porque construiu todo um projeto de reconversão a partir da Cultura e da Educação. A Cidade do México também. Em Seul, o Presidente da Câmara está a pôr em prática um plano de valorização da Cultura e da felicidade como objetivos da cidade, muito assente nas práticas participativas, na reabilitação das tradições. Em Lisboa, a Cultura é neste momento um eixo estruturante da governação?

Eu acho que sim. Numa cidade global a Cultura tem de ser percecionada desse ponto de vista e este executivo pensa e trabalha nessa direção. Como perspetiva os próximos quatro anos?

Para já, há que estar à altura dos desafios. Dar respostas reais aos desafios. Temos capacidades ao nível do talento, um imenso património que precisa ser mostrado. É preciso trabalhar a nossa capacidade organizativa e de resposta... E estou confiante que vamos conseguir.


FESTA DE PASSAGEM DE ANO ORGANIZADA PELA REVISTA EVA, NO SALÃO TIVOLI / FERREIRA DA CUNHA, ANOS 30, ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA / FOTOGRÁFICO

RÉVEILLON

ARQUIVOS DE LISBOA

112


Agenda Cultural Lisboa | dezembro'17  

O Natal tomou conta da Agenda! Das tradições da quadra às sugestões da redação, a época vai ser garantidamente festiva. Mas, há vida em Lisb...

Advertisement