Issuu on Google+

AGENDA CULTURAL LISBOA JAN 2017

1


2


NOVAS DIREÇÕES 2

10

LIVRARIAS DE BAIRRO

ENTREVISTAS

JORGE SILVA MELO 22 ~ CLAUDIA VAREJAO 46

AMADEO DE SOUZA CARDOSO 26

DESTACÁVEL CONVERSAS LISBOA CAPITAL IBERO-AMERICANA DE CULTURA 53 MIGUEL REAL 104

DE LISBOA

AGENDA

ARTES32 CIÊNCIAS42 CINEMA50 DANÇA62 LITERATURA66 MÚSICA70 TEATRO74 VISITAS GUIADAS78 CRIANÇAS84

TEMPOS SOBREPOSTOS 112


2

Novas Direções Deu-se a coincidência de, num curto espaço de tempo, uma série de entidades culturais e artísticas de relevo em Lisboa mudarem os seus programadores. Aproveitámos a oportunidade para falar com quatro destas personalidades sobre os seus novos desafios. Reportagem TOMÁS COLLARES PEREIRA Fotografia HUMBERTO MOUCO

Sara Matos GALERIAS MUNICIPAIS A atual diretora do Atelier-Museu Júlio Pomar foi convidada a acumular a direção das Galerias e Ateliers Municipais, cargo que ocupará oficialmente a partir do próximo mês de janeiro. Diz que aceitou este desafio porque “a arte contemporânea é a minha formação e embora o trabalho no Museu Galeria seja dentro da área, esta nova experiência oferece-me uma possibilidade muito mais lata e diversificada”. A programação para 2017 foi delineada pelo seu antecessor, João Mourão, pelo que a marca de Sara Matos será mais óbvia no ano seguinte. Os seis equipamentos têm características específicas que vão corresponder a diferentes valências: “algumas exposições serão propostas por nós, de raiz, e outras serão acolhidas com diversos tipos de apoio. Os diferentes espaços vão poder receber diferentes patamares do tecido cultural. Penso que isso é importante para pluralizar e dar resposta ao meio”.


3


4


N OVAS D I R E Ç Õ E S

Delfim Sardo CULTURGEST Curador, professor e ensaísta, Delfim Sardo já colaborou em alguns dos principais projetos e entidades culturais e artísticas do nosso meio. Desde outubro passado iniciou funções como Curador de Artes Visuais da Culturgest uma casa que considera ter “um papel relevante na arte contemporânea em Portugal, pela sua escala e pela tradição de cuidado e rigor nos projetos expositivos. Possui uma flexibilidade que o Museu, com um diferente peso institucional e administrativo não pode ter. Como a música e as artes de palco são muito importantes no programa da Culturgest, é uma instituição que pode contribuir para o cruzamento de públicos, tão raro em Portugal”. Na decisão de aceitar o cargo pesaram, entre outros argumentos, o facto de poder contar com uma ótima equipa, a liberdade de programação e a possibilidade de dinamizar a coleção da CGD. Em maio de 2017 irão surgir os primeiros projetos da sua autoria.

5


6

N OVAS D I R E Ç Õ E S

Inês de Medeiros TEATRO DA TRINDADE / INATEL Atriz, realizadora e deputada, Inês de Medeiros faz parte da administração da Fundação INATEL desde janeiro do ano passado. Recentemente, assumiu também a direção do Teatro da Trindade, uma sala histórica que, na sua opinião, “sempre se afirmou como um teatro popular de qualidade, uma alternativa ao São Carlos e ao D. Maria II.” A temporada de 2017 vai ter como tema principal a celebração dos 150 anos do Trindade e vai dar origem a um conjunto de atividades centradas no seu rico historial, incluindo a publicação de edições especiais, conferências e leituras, entre outras. Apesar de já contar com muitos compromissos prévios para a temporada, pretende recuperar uma programação abrangente e popular com foco na música e nas questões sociais: “Não se trata de saudosismo ou melancolia, antes pelo contrário, uma celebração de uma democratização da Cultura que este teatro sempre soube fazer. Gostava que o Teatro da Trindade voltasse a ter esse cariz”.


7


8

N OVAS D I R E Ç Õ E S

Paulo Ribeiro COMPANHIA NACIONAL DE BAILADO Convidado para substituir Luísa Taveira na direção da Companhia Nacional de Bailado (CNB), Paulo Ribeiro optou por deixar para trás 18 anos de trabalho no Teatro Viriato de Viseu, porque “é um desafio interessantíssimo. É a única companhia de repertório portuguesa, é eclética e cosmopolita no tipo de arte e danças que apresenta. Consegue juntar peças de grande virtuosismo e exigência física e técnica, onde o músculo é prioridade, com outras onde imperam a interioridade, a alma, o ter história, o ser um artista de mão cheia.” Não poupa elogios ao trabalho da sua antecessora e à equipa que agora dirige e que classifica de multifacetada e generosa. Destaca ainda o facto de a CNB ter sabido acompanhar o tempo e pensa que a companhia “tem de começar a estar à frente do seu tempo. Esse é o seu desafio maior, antecipar os movimentos que aí vêm, as novas linguagens, as novas formas de olhar para a dança.”


9


10

Livraria Campo Grande 111 Campo Grande, 111

Livrarias de Bairro Reportagem TOMĂ S COLLARES PEREIRA Fotografia FRANCISCO LEVITA


11

Foi neste espaço que nasceu a conhecida galeria de arte de Manuel de Brito, em 1964. À época chamava-se Livraria Universitária e foi na cave que se deu início à galeria que hoje ocupa o espaço vizinho. Recentemente adquirida pela Ler Devagar, partilha o enorme catálogo deste grupo de livrarias e aposta também na ilustração BD e infanto-juvenil. Pedro Oliveira, que gere o espaço com Raquel Santos, destaca ainda os livros antigos, esgotados, e cerca de 40 mil títulos de literatura francófona herdados da anterior livraria. A programação paralela, inclui eventos como ciclos de música jazz e exposições de arte, na cave.


12

Livraria Alfarrabista Sr. Teste Rua D. Carlos I, 61


13

O Sr. Teste avisa-nos, na sua página de facebook, que tem origem numa comunidade de pessoas em vias de extinção, para quem ler é como respirar. Ricardo Ribeiro iniciou a sua atividade de intermediário entre livros e leitores no mundo virtual mas, em setembro de 2014, aceitou o convite da Associação Guilherme Cossoul para se estabelecer na pequena loja que hoje ocupa. Diz que a relação com os clientes só faz sentido se for uma troca de informação de aprendizagem mútua.


14

Leituria Rua de D. Estefânia, 123A


15

Abriu portas em março de 2015, pela mão de Vítor Rodrigues, um livreiro nascido e crescido neste bairro de Lisboa, que após 20 anos no setor, decidiu abrir um espaço próprio. Considera que há hoje uma maior aceitação para espaços deste género, com personalidade própria e programação diversificada. O catálogo é generalista com uma seleção cuidada e um enfoque especial no livro infantil e nas pequenas edições. Arte, música, lançamentos de livros marcam uma programação intensa, com mais de 150 eventos desde a abertura. Está também a criar uma nova editora, a Sulfuria, que pretende lançar em março do próximo ano.


16

Ler Rua Almeida e Sousa, 24C


17

É uma referência em Campo de Ourique, com a montra exposta ao Jardim da Parada. Foi em 1970 que o pai dos atuais proprietários abriu este espaço, no bairro em que já vivia. Desse tempo, Luís Alves Dias lembra as constantes visitas da PIDE. Apesar do controlo apertado, conseguiam-se vender algumas edições proibidas. Hoje em dia mantém uma forte componente de ciências sociais e humanas para corresponder a uma clientela exigente, bem como de literatura infanto-juvenil. Luis, que é também proprietário da Editorial Bizâncio, diz com satisfação que tem assistido a uma renovação da clientela na livraria.


18

Pó dos Livros Avenida Duque d’Ávila, 58A


19

Jaime Bulhosa e o irmão Paulo abriram esta livraria nas Avenidas Novas em setembro de 2007, não por qualquer ligação especial ao bairro mas pela boa localização. Dão privilégio a uma seleção criteriosa de obras para um público exigente, que sabe o que quer ler. Considera também que o nosso mercado é muito pequeno para livrarias muito especializadas e por conseguinte os catálogos têm de ser diversificados. No seu caso dão preferência a fundos de catálogo e pequenas editoras, livros raros e usados e clássicos difíceis de encontrar. Tertúlias, cursos e outros programas completam a oferta deste espaço.


20

Tigre de Papel Rua de Arroios, 25


21

Fernando Ramalho e Bernardino Aranda fundaram a Tigre de Papel há cerca de seis meses. Inicialmente focaram-se nos manuais escolares e na venda de material didático e de papelaria, mas é sobretudo com uma programação cultural que procuram fidelizar a vizinhança. Mensalmente escolhem um autor como destaque e têm também a iniciativa Autor do Bairro, em que convidam um escritor residente para conversas sobre a sua obra. O catálogo foge ao mainstream e concentra-se nas pequenas edições e editoras independentes. A oferta inclui livros usados e um programa de compra e venda de manuais escolares.


ENTREVISTA

22

JORGE SILVA MELO

A Noite da Iguana FREDERICO BERNARDINO

Nos últimos dois anos, Tennessee Williams tem sido uma espécie de autor fetiche de Jorge Silva Melo. A Noite da Iguana segue-se às produções de Gata em Telhado de Zinco Quente (2014), Doce Pássaro da Juventude (2015) e Jardim Zoológico de Vidro (2016). Provavelmente, e como nos confessa, é a última peça que o encenador e diretor dos Artistas Unidos leva à cena com a assinatura do dramaturgo norte-americano. Estreia a 19 de janeiro, no Teatro São Luiz. Como surgiu este fascínio pelas peças de Tennessee Williams, autor que até há um par de anos nunca tinha encenado? Não diria que tenha sido um fascínio súbito, mas, na verdade, nunca pensei em encenar Tennessee Williams. Só quando percebi que os meus atores, e aqueles de quem gosto, estavam aptos a fazê-lo é que tomei a decisão de o fazer. No fundo, pus-me ao serviço desse elenco (a Maria João [Luís], o Rúben [Gomes], a Catarina [Wallenstein], o Américo [Silva] ou a Isabel Muñoz Cardoso) que ambicionava muito fazer Tennessee Williams. O que é que este autor tem de tão especial para os atores? São papéis complexos com que muitos

dos atores, legitimamente, sonham, e nem sempre é fácil surgir a oportunidade de os fazer. E para o encenador? Que motivações acrescidas surgiram? Pensei, desde a Gata, que era importante devolver Tennessee Williams ao teatro. A maior parte das pessoas conhece estes textos através das adaptações ao cinema que, apesar de muito interessantes, são muito, muito distanciadas das peças. Ao mesmo tempo, há um lado desorganizadíssimo nas suas peças, a par dos seus ritmos e pulsares… Gore Vidal chegou a confessar-se surpreendido pela forma como ele escrevia e reescrevia constantemente as peças. É a essa desorganização a que se refere? Williams era um indeciso permanente, com muita vontade de agradar! Consta que vivia, antes da estreia de cada peça, um voraz nervosismo que o levava a escrever novas cenas e a impor alterações momentos antes de os atores subirem ao palco. Margaret Leighton, que fez o papel de Hannah em A Noite da Iguana aquando da estreia na Broadway, conta isso mesmo. Essa desorganização, resultante do homem atormentado que era, acaba, no fundo, por surpreender quando estamos a trabalhar o texto.


Š Francisco Levita

23


24

E N T R E V I S TA J O R G E SILVA M E LO

Falando agora de A Noite da Igua- 20 anos depois da derrota do nazismo, na. Porquê escolher esta peça que, por tenha “criado” esse grupo de nazis num sinal, nasce de um conto que Williams texto que parece ser, sobretudo, sobre pessoas em exaustão. escreveu na década de 1940? De todas as peças que levámos à cena É uma característica do seu teatro. Ele é a menos estudada. E é radicalmente adora colocar os torturados e amargudiferente do conto que escreveu numa rados ao lado de personagens grotescas pensãozinha boémia do México, mer- (repare-se nas criancinhas da Gata ou nos gulhado num estado de profunda de- fascistas do Doce Pássaro). Ele chamavapressão. Em 61, o autor desenvolve a -lhe “caricaturas à Hieronymus Bosch”. peça, recuperando a atmosfera descrita Essa presença do grotesco, ainda mais e uma personagem, uma puritana que nestes dias que vivemos, dará, de certo passa férias na pensão, tendo escrito, ao modo, uma nova atualidade ao teatro que se sabe, umas quatro versões. A que de Williams? Ou, para ser mais preciso, usamos é a que faz parte do espólio da será que ainda é um autor atual? É datado. Mas Bach não é rock, é datado, Library of America. Em 1964, John Huston adapta a peça e continuo a necessitar dele. Mozart, que ao cinema, num filme protagonizado ouço quase todas as noites, também não por Richard Burton, Ava Gardner e De- vestiu jeans e ainda bem… Não sou doido borah Kerr. Apesar de críptico, o filme pelo contemporâneo, até porque acredinão revela essa “desorto que todo o teatro o é ganização” que parece desde que representado. marcar a maior parte TENNESSEE WILLIAMS Uma das coisas bonitas FOI O MAIOR das obras de Williams… do teatro é, precisamenComo referi, os filmes são CRIADOR te, sentarmo-nos numa sempre diferentes das pe- DE PERSONAGENS sala e ouvirmos vozes de ças e A Noite da Iguana não DO TEATRO DO antes, de agora, de longe é exceção. Aliás, esta peça SÉCULO XX. e de sempre. é muito desequilibrada, Como em todo o teatro de talvez porque quase toWilliams, os protagonisdas as personagens estão em exaustão, a tas são personagens sempre fascinantes começar pelo protagonista, o Shannon, e e que, como o Jorge já referiu, fazem as acabando na galeria de personagens cur- delícias de qualquer ator ou atriz. Aqui, tas. A ação passa-se em 1940, ao contrário teremos Nuno Lopes, Maria João Luís e do filme, que a remete para os anos 60 e Joana Bárcia a interpretar o trio prosuprime o grupo de turistas alemães que tagonista… Williams usa para fazer o contraponto Os atores é que são decisivos para fazer entre os que vivem uma crise existencial esta peça e, diga-se, são a minha grande e uma Europa que se destrói – a Noite motivação para a encenar. O que é mais do título é, precisamente, a do grande belo no Tennessee Williams é essa capabombardeamento a Londres, que aquele cidade extraordinária de construção de grupo de nazis comemora na pensão me- personagens capazes de serem identifixicana à beira-mar. Aliás, o que se torna cadas por qualquer um de nós fora das crucial na peça é essa ideia de um mundo peças. Diria mesmo que Williams foi o exangue que não consegue lutar contra o maior criador de personagens do teatro fascismo crescente. do século XX. Não deixa de ser surpreendente que Williams, tendo escrito a peça quase Ver página 75


MOSTRA DE CINEMA DE EXPRESSÃO ALEMÃ 2017

LISBOA

PORTO

COIMBRA

Cinema São Jorge Goethe-Institut

Teatro Rivoli Cinema Passos Manuel

Teatro Académico de Gil Vicente

19–24 Janeiro

goetheinstitutportugal

Produção:

maap.com.pt

26–29 Janeiro

GoethePt

Parceria estratégica:

goetheportugal

Coprodução:

#mostraKINO

01–03 Fevereiro

www.goethe.de/portugal/kino

kino@lissabon.goethe.org

Parceiros:

25


26

AMADEO

DE SOUZA CARDOSO

2016-1916

O Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado inaugura dia 12 deste mês a exposição Amadeo de Souza Cardoso 2016-1916, que evoca as duas únicas mostras individuais realizadas em Portugal pelo artista (1887-1918) em 1916. As exposições, que decorreram no Jardim Passos Manuel, no Porto, e na Liga Naval Portuguesa, em Lisboa, foram comissariadas pelo próprio e provocaram, na altura, algum escândalo e debate sobre o que era a arte contemporânea e mostraram a determinação de Souza Cardozo em afirmar a sua carreira. Em 1916, foram expostas 114 obras no Porto e 113 em Lisboa. Um século depois, o MNAC assinala a efeméride com uma mostra comissariada por Raquel Henriques da Silva e Marta Soares que reúne 81 trabalhos, cerca de 70% das obras identificadas a partir dos catálogos originais. Vinda diretamente do Porto, onde esteve patente no Museu Nacional Soares dos Reis até ao final de 2016, esta exposição apresenta o resultado de um período muito produtivo de Amadeo Souza-Cardozo, fruto de uma longa estadia do pintor em Manhufe, a freguesia do concelho de Amarante que o viu nascer. Reunir as obras que Amadeo expôs em 1916, que estão hoje dispersas por variadas coleções privadas e públicas, é, por si só, uma homenagem ao malogrado pintor, que viria a morrer, inesperadamente, com apenas 30 anos de idade. Ana Rita Vaz

Fotografia Fundação Calouste Gulbenkian


27

Vida dos Instrumentos

c. 1916 Óleo sobre tela 70 x 50 cm Museu Calouste Gulbenkian – Coleção Moderna


28

Mucha Tristezas cabeça

c. 1914-1915 Óleo sobre cartão / 37 x 38,5 cm Col. Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado

A casita clara paysagem

c. 1915 Óleo sobre tela / 30,5 x 40,5 cm Museu Calouste Gulbenkian – Coleção Moderna

c. 1915 – 1916 Óleo sobre tela / 27,3 x 21,4 cm Museu Calouste Gulbenkian – Coleção Moderna

A ascensão do quadrado verde e a mulher do violino

c. 1915-1916 Cera sobre tela / 180 x 100 cm Coleção particular em depósito no Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso – Câmara Municipal de Amarante


29

Cabeça Oceano

c. 1915 Aguarela sobre papel / 25,5 x 18,8 cm Museu Calouste Gulbenkian – Coleção Moderna


30

Arabesco dynamico = REAL ocre rouge café cantante Rouge couraceiro ZIG ZAG bandolim



A mascara de olho verde cabeça

Vibraçoens metalicas (esplendor mecano-geometrico)

Retrato Paysagem

Paysagem Manhufe

c. 1915-1916 Óleo sobre tela / 55 x 39,5 cm Coleção particular

1913 Grafite sobre papel / 25,5 x 17,9 cm Museu Calouste Gulbenkian – Coleção Moderna

c. 1915-1916 Óleo sobre tela / 100 x 60 cm Coleção particular

c. 1912-1913 Óleo sobre madeira / 50,8 x 29,3 cm Coleção particular


Par Impar 1 2 1

c. 1915 – 1916 Óleo sobre tela / 100 x 70 cm Coleção particular


32

A RT E S

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA ATÉ 12 DE MARÇO RUA DAS JANELAS VERDES / 213 912 800 / WWW.MUSEUDEARTEANTIGA.PT

DOMINGOS SEQUEIRA PINTOR DE HISTÓRIA Esta exposição desenvolve-se em torno de duas pinturas que, levadas para o Brasil pela família real em 1807, se mantêm por localizar. As obras, que ficaram conhecidas através de diversos estudos preparatórios, permitem um contacto com o método de trabalho de Domingos Sequeira e reconstituem uma faceta pouco conhecida da obra do artista, o que a torna numa das páginas mais intrigantes da arte portuguesa na viragem do I N AU G U R A M APPLETON SQUARE TER A SÁB: 14H-19H

AUGUSTO ALVES DA SILVA CIELO Y LUZ

Fotografia 13 JAN A 9 FEV O ARMÁRIO

CECÍLIA COSTA

NÃO TENHO TELHADOS DE VIDRO MAS OS MEUS SAPATOS SÃO DE CRISTAL Instalação 24 JAN A 25 FEV

CASA DO ALENTEJO SEG A DOM: 10H-23H

GALERIA MONUMENTAL TER A SÁB: 15H-19H30

Pintura 21 JAN A 3 FEV

ESCAVAÇÃO

MARIA JOÃO JUSTO

CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO DO EDIFÍCIO CENTRAL DO CAMPO GRANDE SEG A SEX: 8H-20H

LUIS ESTEVES Pintura 17 A 30 JAN

JOSÉ CARDOSO Pintura 31 JAN A 13 FEV

LUISA CUNHA

ARMINDA BERNARDINO

Performance 25 JAN: 19H

Colagem e pintura ATÉ 16 JAN

BEYOND THE LINE

século XVIII para o século XIX. De origem modesta, Domingos António de Sequeira é, para muitos, o primeiro dos românticos portugueses. Em 1802 o príncipe regente, futuro D. João VI, nomeia-o primeiro pintor de câmara e corte. Fica também encarregado de produzir com o seu rival, Vieira Portuense, pinturas decorativas para o Real Palácio da Ajuda, na altura ainda em construção. Ana Rita Vaz

DEAMBULAÇÕES PELO PLANO

FRANCISCO AFONSO CARLOS AUGUSTO RIBEIRO CHAVES Desenho e pintura 7 JAN A 18 FEV

JOSÉ DAVID

Pintura 7 JAN A 18 FEV MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO CHIADO - RUA SERPA PINTO TER A DOM: 10H-18H

AMADEO DE SOUZA-CARSOSO

PORTO-LISBOA, 2016-1916 Pintura 12 JAN A 26 FEV

LOOPS. LISBOA Vídeo ATÉ 22 JAN

A IMAGEM PARADOXAL Fotografia ATÉ 26 FEV

ANDRÉ SIER ATLANTIS

ATÉ 4 DEZ

O GOSTO PARISIENSE Obras francesas ATÉ 6 ABR

VANGUARDAS E NEOVANGUARDAS NA ARTE PORTUGUESA 1910 – 2011 ATÉ 17 JUN


A R T E S I N AU G U R A M / C O N T I N UA M PALÁCIO NACIONAL DA AJUDA SEG A DOM: 10H-18H

FESTA BARROCA Pintura 19 JAN A 28 FEV

UM OLHAR REAL

OBRA ARTÍSTICA DA RAINHA D. MARIA PIA

Desenho, aguarela e fotografia ATÉ 31 MAR

ROSTOS DE TIMOR

YAZID OULAB

ATELIER-MUSEU JÚLIO POMAR TER A DOM: 10H-18H

Pintura ATÉ 28 JAN

JÚLIO POMAR E JULIÃO SARMENTO VOID

Pintura e desenho ATÉ 29 JAN

VERSO BRANCO | GALERIA TER A SÁB: 11H30-20H

BARBADO GALLERY TER A SÁB: 10H-20H

TORRE / TOWER

THE THEATRE OF APPARITIONS

JOANA VIEIRA DE CASTRO Pintura 12 JAN A 15 FEV

ANTÓNIO MARTINS TURN THE LIGHT ON

Reutilização dos materiais ATÉ 7 JAN

C O N T I N UA M ABYSMO GALERIA SEG A SEX: 10H-13H/15H-19H

PRINCÍPIOS DE COLEÇÃO #3 Coletiva ATÉ 6 JAN

ALECRIM 50 TER A SEX: 14H-19H

BELA SILVA

ZOTEN (MALUCOS) Desenho ATÉ 28 JAN

APAIXONARTE SEG A SEX: 12H-19H30, SÁB: 12H-17H

MARGARIDA FLEMING

PERSONAGENS INSDISCRETOS Pintura ATÉ 15 JAN

O APARTAMENTO SEG A SEX: 15H-18H

PAULIANA VALENTE PIMENTEL RUB’ AL KHALI Vídeo ATÉ 14 FEV

A ARTE DA TERRA SEG A DOM: 11H-20H

É UM MENINO…

16ª EXPOSIÇÃO DE PRESÉPIOS ATÉ 6 JAN

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA SEG A SEX: 9H-18H

ANTÓNIO COTRIM

ATÉ 28 JAN

Fotografia ATÉ 13 JAN

ROGER BALLEN Fotografia ATÉ 7 JAN

BIBLIOTECA DE MARVILA TER A SEX: 10H-18H

NO RASTO DA HISTÓRIA DE MARVILA Fotografia ATÉ 31 JAN

BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL SEG A SEX: 9H30-19H30, SÁB: 9H30-17H30

MARIANO PIÇARRA

REVERSO, O MESMO E O OUTRO Fotografia ATÉ 21 JAN

PORTÉE SILENCIEUSE

CORRESPONDÊNCIAS

A ENTREVISTA

ANABELA SOARES E EMIR KUSTURICA

Cartas, cartões, postais, telegramas e obras de arte ATÉ 17 ABR

Projeto expositivo no âmbito do Lisboa & Estoril Film Fest ATÉ 14 JAN

CASA DA AM ÉRICA LATINA E UCCLA SEG A SEX: 9H3013H/14H30-18H30

CONVENTO DA TRINDADE TER A DOM: 12H-20H

LIA CHAIA E ANDREA BRANDÃO (CO)HABITAR

ATÉ 30 JAN CASA-MUSEU DR. ANASTÁCIO GONÇALVES TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

FÓRMULAS NATURALISTAS DA ARTE MODERNA Coletiva ATÉ 30 ABR

PORCARIA

CAROLINE PAGÈS GALLERY SEG A SÁB: 15H-20H

MAFALDA SANTOS TORRENT Pintura

CRISTINA GUERRA CONTEMPORARY ART TER A SEX: 11H-20H, SÁB: 12H-20H

ERWIN WURM BAD THOUGHTS Escultura ATÉ 4 JAN

CULTURGEST TER A SEX: 11H-18H, SÁB, DOM: 11H-19H

ISIDORO VALCÁRCEL MEDINA GRAFISMO DE FRONTEIRA

ÁLBUM DE FAMÍLIA

APONTAMENTOS DE COR

Coletiva ATÉ 17 JAN

ATÉ 18 MAR

Pintura ATÉ 5 MAR

OBJETOS DE COMPANHIA PARA UM MUNDO APARENTEMENTE CONTÍNUO

EXPOSIÇÃO DE ARTE CONTEMPORÂNEA

RECLAMES LUMINOSOS

Desenho ATÉ 8 JAN

CENTRO DE CULTURA E DESPORTO DO CRÉDITO AGRÍCOLA M ÚTUO SEG A SEX: 9H-19H30

CARPE DIEM ARTE E PESQUISA QUA A SÁB: 13H-19H

CIDADE GRÁFICA

JAIR V CARDOSO

CARLOS CARVALHO ARTE CONTEMPORÂNEA SEG A SEX: 10H-19H30, SÁB: 12H-19H30

Vídeo, objetos, desenho e pintura 28 JAN A 25 FEV

Arquitetura ATÉ 15 JAN

MÁRIO DIONÍSIO

O MEU ADMIRÁVEL MUNDO NOVO

SUSANA GAUDÊNCIO

O MUNDO NOS NOSSOS OLHOS CENTRO HOSPITALAR PSIQUIÁTRICO DE LISBOA

CASUAL LOUNGE CAFFÉ SEG A SÁB: 16H-02H

Ilustração ATÉ 28 FEV

GARAGEM SUL

CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO SEG, QUI, SEX: 15H-20H, SÁB, DOM: 11H-18H

CAFÉ TATI

MISS INÊS

33

HELENA BARROS Pintura ATÉ 13 JAN

CENTRO CULTURAL DE BELÉM TER A DOM: 10H-19H

LOURDES CASTRO Cadernos ATÉ 8 JAN

JEF CORNELIS

OBRAS PARA TELEVISÃO (1964-1997) Vídeo ATÉ 8 JAN

ERMIDA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SEG A SEX: 10H-13H/14H17H, SÁB, DOM: 14H-18H

MÉMOIRE DE LA LIBERTÉ= MEMÓRIA DA LIBERDADE: ARTE E DIREITOS HUMANOS

MADALENA ÉME

JOÃO FRANCISCO VILHENA

ANDRÉ DE CASTRO

ATÉ 25 JAN

CANÁRIAS, A SÍNTESE DOS ELEMENTOS Fotografia ATÉ 31 MAR

TEMPO

Intervenção urbana ATÉ 6 JAN ESPAÇO ESPELHO D’ÁGUA SEG A DOM: 10H-00H

ARTIVISMO

Pintura ATÉ 31 JAN


34

A R T E S C O N T I N UA M ESPAÇO EXIBICIONISTA SEG: 13H-20H, TER A SEX: 11H-20H, SÁB: 15H-19H

TIM MADEIRA E ANTÓNIO ALVES DA COSTA STORMING ARTISTS Coletiva ATÉ 17 JAN

ESPAÇO INVITRO

ACÁCIO DE CARVALHO E SELMA PEREIRA PIXEL2

DIOGO SEIXAS LOPES

MELANCOLIA E ARQUITECTURA EM ALDO ROSSI ORFEU NEGRO

Diogo Lopes (1972-2016) escrevendo no final de Melancolia e Arquitectura sobre o segundo livro de Aldo Rossi (19311997), A Scientific Autobiography, dá a melhor definição deste precioso livro, resultado da sua tese de doutoramento. “Não é nem uma monografia que documenta uma prática, nem um ensaio teórico que segue um argumento claro, e dificilmente pode ser descrito como um ‘livro de arquitectura’ convencional. É, isso sim, uma meditação acerca de assuntos que transcendem fronteiras disciplinares.” É como se Diogo Lopes tivesse escrito um livro à maneira de Aldo Rossi, tendo compreendido e havendo estabelecido uma cumplicidade com a personalidade do homem que existia no arquiteto. Ao mesmo tempo fazendo-nos percorrer estas 310 páginas com a sensação de encontrarmos o seu autor em todas elas. Melancolia e Arquitectura em Aldo Rossi foi a autobiografia que Diogo Seixas Lopes nos quis deixar. O sentimento de perda é para ser levado à letra. RG

Instalação ATÉ 10 FEV ESPAÇO NOVO BANCO SEG A SEX: 9H-19H

EXPOSIÇÃO #28 - DA FUGA E DO ENCONTRO: INVERSÕES DO OLHAR Coletiva de fotografia ATÉ MAI

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN QUA A SEG: 10H-18H

DESERT ISLAND PAINT PQ 23-016

GALINHA

O CABO SUBMARINO NUM MAR DE CONETIVIDADES

GALERIA FILOMENA SOARES TER A SÁB: 10H-20H

Pintura ATÉ 3 JAN

ATÉ 30 ABR

GALERIA ARTE GRAÇA TER A DOM: 16H-20H

ESCULTURA CERÂMICA Coletiva ATÉ 3 JAN

GALERIA AVENIDA DA ÍNDIA TER A SEX: 10H-13H/14H-18H, SÁB, DOM: 14H-18H

THINGS FALL APART Coletiva ATÉ 12 MAR

GALERIA BAGINSKI TER A SÁB: 14H-20H

CECÍLIA COSTA LONGING

Desenho, escultura, fotografia, instalação 18 JAN A 25 FEV

PORTUGAL EM FLAGRANTE TIMEFALLS REINVENTION OF TRADITION CENTRO DE ARTE MODERNA

OPERAÇÃO 2 Coletiva ATÉ MAR

MUSEU CALOUSTE GULBENKIAN

A FORMA CHÃ Instalação ATÉ 9 JAN

ANTÓNIO OLE

LUANDA, LOS ANGELES, LISBOA Pintura ATÉ 9 JAN

LUCIANA FINA TERCEIRO ANDAR

Filme e instalação em díptico ATÉ 23 JAN EDIFÍCIO SEDE

LINHAS DO TEMPO

AS COLEÇÕES GULBENKIAN. CAMINHOS CONTEMPORÂNEOS ATÉ 2 JAN

FUNDAÇÃO CARMONA E COSTA QUA A SÁB: 15H-20H

PEDRO CHORÃO

TRABALHOS 1971-2016 ATÉ 17 FEV

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES – MUSEU DAS COMUNICAÇÕES SEG A SEX: 10H-18H, SÁB: 14H-18H

PAULO QUINTAS

Coletiva de colagem, instalação, escultura e vídeo ATÉ 7 JAN GALERIA BANGBANG TER A SÁB: 12H30-20H

IVO RODRIGUES, PEDRO ALMEIDA, PEDRO VARELA SCIENTIA

Coletiva ATÉ 21 JAN GALERIA BELO GALSTERER TER A SEX: 12H-19H, SÁB: 14H-19H

PAPERWORKS IV

PORTADORES DE IDEIAS Coletiva 19 JAN A 25 MAR

CRISTINA ATAÍDE UNDER ALL OF THIS

Escultura, desenho e vídeo ATÉ 7 JAN

ATÉ 7 JAN

DAN GRAHAM

AFTER VASCO DA GAMA Instalação, vídeo ATÉ 7 JAN

GALERIA JOÃO ESTEVES DE OLIVEIRA TER A SÁB: 11H-19H30

SOFIA AREAL

INQUIETAMENTE – VARIAÇÕES SOBRE UM MESMO TEMA Desenho ATÉ 6 JAN

GALERIA MILLENNIUM SEG A SÁB: 10H-18H

UNSPOKEN DIALOGUES ATÉ 4 JAN

GALERIA MUNICIPAL DO TORREÃO NASCENTE DA CORDOARIA TER A SEX: 10H-18H, SÁB, DOM: 14H-18H

PEDRO CHORÃO

CORPO A CORPO COM A PINTURA Retrospetiva ATÉ 19 FEV

GALERIA PEDRO ALFACINHA QUA A SÁB: 17H-21H

VON CALHAU! ROTORNARIZ

ATÉ 17 FEV GALERIA QUADRADO AZUL TER A SÁB: 13H-20H

QA XXX (P1) Coletiva ATÉ 14 JAN

GALERIA RATTON SEG A SEX: 10H-13H30/15H-19H30

JUN SHIRASU

A VIAGEM DA CAMÉLIA Azulejos 24 JAN A 17 MAR

MARTA ALVIM

MARIA BEATRIZ

Fotografia, video e escultura ATÉ 7 JAN

Desenho, pintura, azulejo ATÉ 14 JAN

GALERIA DIFERENÇA TER A SÁB: 15H-20H

GALERIA REVERSO SEG A SEX: 14H-19H

CORPOS SELVAGENS

CLICHÉ-VERRE Coletiva ATÉ 7 JAN

MARIA JOSÉ OLIVEIRA ATUALIDADE DO OVO E DA

CALENDÁRIO

LA RETHÈTORIQUE DU LOBE

Coletiva internacional de brincos ATÉ 15 JAN


A R T E S C O N T I N UA M GALERIA DAS SALGADEIRAS TER A SÁB: 15H-21H

TERESA GONÇALVES LOBO ENTRE NÓS

Desenho ATÉ 21 JAN GALERIA TAPEÇARIAS DE PORTALEGRE SEG A SEX: 14H-19H30

TAPEÇARIA DE PORTALEGRE E DESIGNATURAL ATÉ 22 JAN

GALERIA VALBOM SEG A SÁB: 13H-19H30

SASKIA MORO AUSÊNCIA

Cerâmica, desenho, joalharia ATÉ 30 JAN GALERIA VERA CORTÊS TER A SÁB: 14H-19H

DANIEL BLAUFUKS

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO Fotografia ATÉ 14 JAN

GIEFARTE SEG A SEX: 11H-14H/15H-20H

MIGUEL TELLES DA GAMA VANISHING ACT Pintura ATÉ 13 JAN

GIRADISCOS CAFÉ-BAR QUI A TER: 11H-23H45

JIMMY

QUEM É? QUEM SOMOS? Pintura ATÉ 20 JAN

ISEG - INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO SEG A SEX: 10H-20H

IN GOOD HANDS

1ª MOSTRA ANUAL DA COLEÇÃO ACERVO ATÉ 27 JAN

ISPA-INSTITUTO UNIVERSITÁRIO SEG A SEX: 9H-23H, SÁB: 9H-17H

CARMO ROMÃO

IMPRESSÃO VEGETAL Pintura ATÉ 25 JAN

LARGO DAS PIMENTEIRAS

EXPOSIÇÃO COMUNITÁRIA Coletiva de abat-jours ATÉ 8 JAN

GALERIA QUADRADO AZUL ATÉ 14 DE JANEIRO RUA REINALDO FERREIRA 20 A / 213 476 280 / WWW.QUADRADOAZUL.PT

QA XXX (P1) Apesar de só ter aberto as portas em Lisboa em 2006, a Galeria Quadrado Azul comemora o seu 30º aniversário e, como forma de celebração, os espaços de Lisboa e do Porto recebem as exposições QAXXX , as primeiras de um ciclo que decorrerá em 2017. QAXXX (P1), até ao dia 14 no espaço da capital, mostra uma seleção de obras que fazem parte do acervo da galeria, onde o espetador terá oportunidade de (re)ver trabalhos que marcaram a sua história. Na exposição de Lisboa estarão presentes obras de Álvaro Lapa, Fernando Lanhas, Francisco Tropa, João Queiroz, José de Guimarães, José Pedro Croft, Paulo Nozolino, entre muitos outros. ARV

35


36

A R T E S C O N T I N UA M LUMIAR CITÉ QUA A DOM: 15H-19H

FRANCISCO VIDAL ESTÚDIO

O MUNDO DE CHARLES E RAY EAMES

FILIPE ROCHA DA SILVA

ATÉ 9 JAN

ATÉ 22 JAN

MAC_MOVIMENTO ARTE CONTEMPORÂNEA

MUSEU DE ARTE POPULAR QUA A SEX: 10H-18H, SÁB, DOM: 10H-13H/14H-18H

ATÉ 15 JAN MAAT – MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA TER A DOM: 10-18H

EDUARDO BATARDA

MISQUOTEROS – A SELECTION OF T-SHIRT FRONTS Pintura ATÉ 13 FEV

RUI CALÇADA BASTOS WALKING DISTANCE Fotografia, filmes ATÉ 9 JAN

APICHATPONG WEERASETHAKUL E JOAQUIM SAPINHO LIQUID SKIN

Vídeo ATÉ 24 ABR

DOMINIQUE GONZALEZFOERSTER PYNCHON PARK

Escultura, instalação ATÉ 20 MAR

(AV. ÁLVARES CABRAL) SEG A SEX: 13H-20H, SÁB: 15H-19H

RICARDO PAULA

DREAM BOX FOR A LOVE STORY Pintura ATÉ 6 JAN

MUSEU DO ALJUBE TER A DOM: 10H-18H

A IMPRENSA CLANDESTINA E DO EXÍLIO NO PERÍODO 1926-1974 Documental ATÉ MAR

MUSEU ARPAD -SZENES VIEIRA DA SILVA

ARTE VUDU

COLEÇÃO TREGER/SAINT SILVESTRE Pintura e escultura ATÉ 22 JAN

DESENHOS TÊXTEIS

MUSEU DE LISBOA – PALÁCIO PIMENTA TER A DOM: 10H-13H/14H-18H PAVILHÃO PRETO

DA FOTOGRAFIA AO AZULEJO

POVO, MONUMENTOS E PAISAGENS DE PORTUGAL NA PRIMEIRA METADE DO SÉC. XX ATÉ 1 OUT

A LISBOA QUE TERIA SIDO

Projetos, maquetas, desenhos e propostas apresentadas para Lisboa, desde os séculos XVI ao XX 26 JAN A 2 JUN MUSEU MILITAR DE LISBOA TER A DOM: 10H-17H

HUGO FERRÃO

14 JAN A 19 FEV MUSEU COLEÇÃO BERARDO TER A DOM: 10H-19H

FERNANDO LEMOS: PARA UM RETRATO COLETIVO EM PORTUGAL, NO FIM DOS ANOS 40 Fotografia ATÉ 2 ABR

MUSEU DO DINHEIRO QUA A SÁB: 10H-18H

NUNO HENRIQUE

O LIVRE USO DOS ELEMENTOS Instalação artística ATÉ 28 JAN

ANTÓNIO TRINDADE GUERRA E ESPELHOS Instalação ATÉ 30 JAN

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

FRANÇOIS DUCHATEL

RETRATO DE D. FRANCISCO DE MOURA CORTE REAL, 3.º MARQUÊS DE CASTELO RODRIGO

Obra convidada do Museu Quinta das Cruzes, Funchal (Madeira) ATÉ 19 MAR


A R T E S C O N T I N UA M

37

O ARMÁRIO 24 DE JANEIRO A 25 DE FEVEREIRO CALÇADA DA ESTRELA, 132 / 213 954 401 / WWW.O-ARMARIO.A-MONTRA.COM

CECÍLIA COSTA NÃO TENHO TELHADOS DE VIDRO MAS OS MEUS SAPATOS SÃO DE CRISTAL O Armário é um projeto ancorado no campo das artes plásticas que passa por convidar artistas a produzirem uma obra para este lugar com características bastante particulares. Em janeiro, é a vez de Cecília Costa apresentar a instalação Não tenho telhados de vidro mas os meus sapatos são de cristal, onde pretende virar o mundo ao contrário – por duas vezes. A primeira consiste na tentativa, prévia e conscientemente condenada ao desastre, de

DOMINGOS SEQUEIRA, PINTOR DE HISTÓRIA ATÉ 12 MAR

A CIDADE GLOBAL

LISBOA NO RENASCIMENTO ATÉ 26 MAR

DESENHOS DE JACOPO PALMA, O JOVEM ATÉ 29 JAN

MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO CHIADO TER A DOM: 10H-18H RUA CAPELO

HUGO CANOILAS DEBAIXO DO VULCÃO Instalação ATÉ 26 MAR

MUSEU NACIONAL DO AZULEJO TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

trocar as voltas à atuação da gravidade, fingindo que o peso é um pormenor de descartável importância. A segunda mostra que essa hipótese, quase risível de tão absurda, pode em si conter uma inesperada validade. E uma vez que cada intervenção d’ O Armário pressupõe uma estreita colaboração entre dois artistas, no dia da inauguração da mostra, pelas 19h, a artista Luísa Cunha desenvolve a performance Beyond the line. ARV

AZULEJOS PORTUGUESES DE PADRÃO (SÉC. XII-XX) ATÉ MAR

MUSEU NACIONAL DOS COCHES TER A DOM: 10H-18H PICADEIRO REAL

HÁ FOGO! HÁ FOGO! ACUDAM, ACUDAM! ATÉ 17 ABR

MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

ARQUITETURA TIMORENSE: MINIATURAS DO MUNDO ATÉ 19 FEV

MUSEU DO ORIENTE TER A DOM: 10H-18H, SEX: 10H-22H

JUN SHIRASU


38

A R T E S C O N T I N UA M AZULEJO EM VIAGEM 1998-2015 26 JAN A 19 MAR

VIAGENS – ITINERÁRIOS DE MEMÓRIAS SILENCIOSAS Gravura 12 JAN A 5 MAR

A ÓPERA CHINESA

Objetos, gravura, pintura, fotografia, vídeo ATÉ 31 DEZ/18 MUTE SEG A SEX: 15H30-19H30

PAULA PRATES INTRUSÃO

Pintura ATÉ 5 JAN

MÁRCIO CARVALHO

BITTER PAST. BITTER KOLA

PALÁCIO DO PRÍNCIPE REAL SEG A SEX: 10H-20H, SÁB, DOM: 10H-21H

HISTÓRIAS DE MULHERES E MENINAS DE TODO O MUNDO

MUNDO INTERIOR

SALA-GALERIA CARLOS PAREDES

JOÃO GARCIA MIGUEL Pintura ATÉ 15 JAN

PANTEÃO NACIONAL

REIS E HERÓIS – OS PANTEÕES EM PORTUGAL Pintura, ourivesaria, escultura, têxteis e livros ATÉ 7 MAI PASSEVITE SEG A SEX: 18H-20H

ANDRÉ CARRILHO KNOCKOUT

Ilustração ATÉ 5 JAN

Instalação ATÉ 5 JAN

PENSÃO AMOR

PALÁCIO MARQU ÊS DE POMBAL TER A DOM: 12H-20H

Instalação ATÉ SET

HABITAR PORTUGAL 12-14 ESTÁ A ARQUITECTURA SOB RESGATE? ATÉ 29 JAN

MAMBA-DE-JAMESON ROCA LISBOA GALLERY SEG A SEX: 10H-19H, SÁB: 10H-17H

MY TOILET

Fotografia ATÉ 31 JAN

O QUE FICOU POR DIZER

A CENSURA NA CULTURA E NAS ARTES 1936-1974 ATÉ ABR

SOCIEDADE NACIONAL DE BELAS ARTES SEG A SEX: 12H-19H, SÁB: 14H-20H

GRAÇA ANTUNES

MUITO MAR, MUITO OLHAR Pintura ATÉ 7 JAN

O SALÃO CONVÍVIO DOS SÓCIOS ATÉ 21 JAN

SOCIEDADE PORTUGUESA DE AUTORES

SYNTAX QUA A SÁB: 14H-19H

ANDRÉ ROMÃO

THE MONSTER DRESSES IN MIRRORS ATÉ 4 FEV

TEATRO NACIONAL D. MARIA II

PAPEL DE PAREDE

TEATRO EM CARTAZ: A COLEÇÃO DO D. MARIA II, 1853-2015 Cartazes ATÉ 29 JUL

TORRE DO TOMBO SEG A SEX: 9H30-19H30, SÁB: 9H30-12H30

FOTOGRAFIA DE CENA DA ERA DO PRETO E BRANCO ATÉ 26 FEV

UNIVERSIDADE CATÓLICA SEG A SEX: 9H-18H30, SÁB: 9H-12H

MÁRIO DIONÍSIO

CATARINA CARVALHO LOPES

Bibliográfica ATÉ 31 JAN

Ilustração ATÉ 6 JAN

O POETA, O PINTOR E O MUNDO

MEDO DO MEDO


A R T E S C O N F E R Ê N C I AS / C O N V E R SAS / C U R S O S

39

APPLETON SQUARE 24 DE JANEIRO A 25 DE FEVEREIRO CALÇADA DA ESTRELA, 132 / 213 954 401 / WWW.O-ARMARIO.A-MONTRA.COM

AUGUSTO ALVES DA SILVA CIELO Y LUZ Augusto Alves da Silva apresenta Cielo, um conjunto de 91 fotografias escolhidas a partir de Iberia, um grupo de 5.148 imagens projetadas em vídeo num ecrã de grandes dimensões, numa sequência aleatória e sem fim, ao som de estações de rádio espanholas transmitidas em direto, via internet, que o artista captou durante uma viagem feita em Espanha num veículo todo o terreno. As fotografias selecionadas para Cielo foram WOZEN TER A SEX: 12H-22H, SÁB: 14H-22H, DOM: 14H-20H

UNIVERSO SURREAL

ENTRE O DELÍRIO E O ABSURDO Coletiva ATÉ 20 JAN

ZARATAN – ARTE CONTEPORÂNEA QUI: 19H-00H, SEX E SÁB: 16H-00H, DOM: 16H-22H

PEDRO GRAMAXO IMATERIAL

Instalação ATÉ 7 JAN

CONFERÊNCIAS CONVERSAS FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

Robert Storr

Conferência no âmbito da exposição A Forma Chã 5 JAN: 18H MUSEU BORDALO PINHEIRO

Caricatura e cartoon políticos

sequenciadas para serem publicadas num livro que ainda não existe e que o artista sentiu necessidade de contemplar por tempo indeterminado e em silêncio. Em Luz , um vídeo apresentado pela primeira vez, o plano é fixo e as árvores mostradas poderiam ser mais uma fotografia de Cielo, mas os ramos mais altos e finos denunciam um pequeno movimento. ARV

obras AML II 10 JAN: 18H30

Tertúlia com Paulo Jorge Fernandes 23 JAN: 21H

Apresentação das obras AML III

MUSEU DO DINHEIRO

Resgate e palimpsesto: como se vê a arquitetura desde uma reconfiguração?

24 JAN: 18H30

Conversas com artistas e curadores da exposição o livre uso dos elementos Nuno Henrique com Maria do Mar Fazenda e Manuel Rodrigues 14 JAN: 16H MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

Bosch no País das Maravilhas 15 JAN: 11H-12H30

IA

PALÁCIO MARQU ÊS DE POMBAL

Apresentação das obras AML I 3 JAN: 18H30

Apresentação das

Debate 28 JAN: 18H30

TEATRO MARIA MATOS

Espaços Urbanos Comuns: prefigurando experiências de emancipação social Com Stavros Stavrides 24 JAN: 18H30

CURSOS/ /WORKSHOPS 40 CAMELS

Ateliê de fotografia de

retratismo oitocentista VÁRIOS HORÁRIOS 933 139 785

ACADEMIA DE ARTES E TECNOLOGIAS

Desenhar&Pintar Lx, Fotografar Lx, Cerâmica, Pintura

VÁRIOS HORÁRIOS ACADEMIA NOVAS LETRAS

Desenho e Pintura QUA: 15H-16H20

APCC - ASSOCIAÇÃO PARA A PROMOÇÃO CULTURAL DA CRIANÇA

Máscaras, Marionetas Marotes, Trabalhar o Papel / o Plástico ARTE ILIMITADA

Desenho, pintura, ilustração e fotografia VÁRIOS HORÁRIOS


40

A R T E S C U R S O S / WO R KS H O P S ARTE PEL’ARTE

Pintura | Desenho SEG, QUI

Restauro

ATELIÊ DE CERÂMICA CHAMOTE FINO

Cursos de Cerâmica, Pintura sobre Azulejo

QUI: 14H30-17H30

SEG A SÁB

ASSOCIAÇÃO DOS ARTESÃOS DA REGIÃO DE LISBOA

ATELIER DE JOALHARIA

Bordados e Arraiolos, Cerâmica, Costura Criativa, Encadernação, Pintura em azulejo, tecido e vidro, Registos, Restauro de loiça, madeiras, Tecelagem, Modelagem de Vestuário VÁRIOS HORÁRIOS aarlisboa@netcabo.pt ASSOCIAÇÃO DE RESIDENTES DE TELHEIRAS

Pintura óleo acrílico

SÁB: 10H-13H OU 15H-18H ATELIÊ DE ARTE E ARTE PSICOTERAPIA

Pintura terapêutica e arte-psicoterapia VÁRIOS HORÁRIOS

Iniciação e aprendizagem das técnicas e métodos da Joalharia Com Catarina Silva VÁRIOS HORÁRIOS catrinasilva@gmail.com ATELIÊ MELÍCIO

Aguarela, Pintura e Escultura QUI, SEX

ATELIÊ MF

Workshop de Desenho e Pintura para Azulejos TER, QUI

ATELIER MUSICAL E ARTÍSTICO DO AREEIRO

Pintura, Desenho, Tapeçaria, Trabalhos Manuais, Fotografia VÁRIOS HORÁRIOS

ATELIER DO PAÇO

Livros de artista SÁB: 14H-16H

Desenho iniciação QUA: 18H30-21H cursolisboa@gmail.com

ATELIER PASTA DE PAPEL

gravura e história de arte VÁRIOS HORÁRIOS

ATELIERS DE ALFAMA

Técnicas Criativas e Relaxamento pela Arte

Workshop em pasta de papel

SÁB: 11H-14H

TER: 10H30, 18H zabica@sapo.pt

QUI: 19H-22H ricardo.andrade@ncreatures.com

ATELIÊ SANTA RUFINA

BIBLIOTECA DE BELÉM

Desenho Artístico

Workshop de Mosaicos

Cool’ Arte Jovem

SÁB: 11H-13H

10-17 anos 23 A 27 JAN: 14H

ATELIER DE LISBOA – ESCOLA DE FOTOGRAFIA E CENTRO DE ARTES VISUAIS

CÁ – ATELIÊ DE EXPRESSÃO PLÁSTICA

9 JAN A 3 ABR SEG: 20H-22H30

CASA ESTRELA DO MAR

Workflow digital – Abobe lightroom

Pintura em aguarela, em azulejo, cerâmica

O livro de fotografia

Oficinas de Libertação Artística para Adultos

ATELIER DE SÃO BENTO

Workshops Temáticos de Fotografia

17 JAN A 11 ABR TER: 19H30-21H30

Desenho, pintura,

QUI: 19H-20H30

com João Caseiro SÁB: 14H-18H


A R T E S C U R S O S / WO R KS H O P S CASA DE TRÁS-OSMONTES E ALTO DOURO

Pintura em azulejo e faiança QUA: 17H30-19H30

Fotografia

TER, QUI: PÓS-LABORAL CAULINO CERAMICS

Ateliê de cerâmica SEG A SEX: 11H-21H

C.E .M . – CENTRO EM MOVIMENTO

Artesanato em joias Com Susana Salazar SÁB: 18H-20H suasalacubo@gmail.com

CENTRO DE RECREIO POPULAR DO BAIRRO

Curso de Pintura

SEG A DOM: 15H-23H CERÂMICA BAIRRO ALTO

Cerâmica, Porcelana, Esmalte e Recriação de Bijuteria VÁRIOS HORÁRIOS CLUBE ESTEFÂNIA

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES – MUSEU DAS COMUNICAÇÕES

O filme da nossa vida

14 JAN A 18 FEV SÁB: 10H-13H

Arquitetura JAN A MAI www.bairroaoespelho.com

Pensar o bairro, ocupando a praça

MUSEU CALOUSTE GULBENKIAN - COLEÇÃO DO FUNDADOR

LISBON PHOTOGRAPHER

Jogos de evidências – desenhar nas (entre) linhas do tempo Por Hugo Barata 15 JAN: 11H GALERIA 36

Pintura sobre Azulejo QUA: 14H-19H

O prazer de fazer, a joia ao alcance da mão Cursos práticos de joalharia

GALERIA VALE FORMOSO

Desenho, Pintura e Ilustração QUA: 15H-17H

Oficina de mobiliário, pintura, escultura e talha

CONTRAPROVA

IGREJA DE SÃO ROQUE

Desenho/Pintura, Iniciação à Gravura, Desenho de Corpo Humano (com modelo), História da Arte, Desenho e Geometria Descritiva ESCOLA DE DANÇA ANA KÖHLER

Pintura e Desenho Criativo

Diários Gráficos - Os Espaços escondidos da igreja de são Roque

Workshop de desenho 21 JAN: 15H

MOB – ESPAÇO ASSOCIATIVO

Desenho de modelo nu MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO PELA ARTE

Memórias em álbum QUA: 10H-12H

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

Reset

Oficina para jovens 15-30 anos 8 JAN: 15H30-17H30 MUSEU NACIONAL DO AZULEJO

Modelação de barro e pintura de azulejo MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

Oficina de tecelagem manual e tapeçaria QUA: 13H30-17H30

Desenho e gravura Por José Faria

Desenho de Figura Humana - Retrato, Técnicas de Calcografia e Gravura em Metal, Técnicas em Pintura SOCIEDADE DE INSTRUÇÃO GUILHERME COSSOUL

Cursos de Formação

Com Luís Rocha e Tânia Araújo SOCIEDADE NACIONAL DE BELAS-ARTES

Curso Livre de Ilustração - As Tentações de Santo Antão Revisitadas

Com João Catarino 16 JAN A 27 ABR SEG, QUI: 18H30-22H30 IA até 6 jan

OFERTA FORMATIVA 2016/2017

Cursos Teóricos: História da Arte em Portugal, História da Arte I, História da Arte Contemporânea, Estética, Fotografia VÁRIOS HORÁRIOS

Cursos Práticos: Desenho, Estudo da Cor, Atelier com Modelo, Pintura, Apoio em Pintura, Ilustração Artística, Atelier Experimental, Regime Tutorial VÁRIOS HORÁRIOS

4ª Aberta – Laboratório Comunitário

3 A 26 JAN TER, QUI: 18H30-21H

QUA

Desenho aberto

Oficina de processos alternativos - cianotipia

N ÚCLEO DE ARTES E OFÍCIOS DO CCD -AT

VIRAGEM LAB

QUA: 9H-13H A PARTIR DE 18 JAN

SÁB, DOM

28, 29 JAN: 10H30-14H30

SÁB: 10H-13H

TER, QUI: 9H30–13H30

LABORATÓRIOS DE CRIAÇÃO ARTÍSTICA

TER: 18H-19H30

SEG: 19H-21H

PONTO DE LUZ ATELIER

Alternative Dream #3 – Albumina

ESPAÇO INATEL MOURARIA

Desenho de Modelo

Introdução à cerâmica

NAF – N ÚCLEO DE ARTE FOTOGRÁFICA

SÁB: 11H30

ESPAÇO 62

MESTRES DO REGUEIRÃO

IMAGERIE – CASA DE IMAGENS

INSTITUTO PORTUGU ÊS DO DESPORTO E DA JUVENTUDE

Costura criativa

www.lisbonphotographer.com

QUI: 18H30-21H

TER: 14H15-16H45 919 981 288

ESCOLA DE BELAS ARTES PEDRO SERRENHO

Fotografia a céu aberto

GALERIA REVERSO

INSTITUTO DE ARTES E OFÍCIOS

QUI: 19H-22H

Vídeo JAN A MAI

Curso de Iniciação à Edição de Vídeo

Traço e Pintura de Azulejos e Modelação de Barro

Técnicas de gravura

41

Pintura

O bairro sobre cavalete Pintura ATÉ ABR

Espelho meu Fotografia JAN A MAI

Curso de desenho II nível Ourivesaria contemporânea, esmaltes, bordados, pintura em porcelana e faiança craquelada, artes decorativas, modelação, cerâmica e olaria, escultura VÁRIOS HORÁRIOS

TEATRO DA VOZ

VÁRIOS HORÁRIOS

Técnicas de Impressão de Preto e Branco

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 97


42

CI Ê N CI AS

CENTRO CULTURAL DE BELÉM 7, 14, 21, 28 JAN, 4, 11, 18 FEV, 4, 11 MAR: 12H -13H PRAÇA DO IMPÉRIO / 213 612 400 / WWW.CCB.PT

CICLO HISTÓRIA DA EUROPA Depois do sucesso obtido o ano passado, decidiu-se repor o Ciclo História da Europa. Para compreender o mundo de hoje e também para entender a história de Portugal é fundamental conhecer a história da Europa. Este ciclo é composto por um conjunto de palestras que abordam temas desde a Idade Média até aos nossos dias. O império Carolíngio, a crise ACADEMIA DAS CIÊNCIAS DE LISBOA

VISITAS GUIADAS EXPOSIÇÃO PERMANENTE NO MUSEU MAYNENSE MP

SEG, QUA: 10H-18H

APCC - ASSOCIAÇÃO PARA A PROMOÇÃO CULTURAL DA CRIANÇA

ATELIÊ DE MICROFOGUETES

BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

DA FELIZ LUSITÂNIA À

FÉLIX BELÉM

400 ANOS DA FUNDAÇÃO DE BELÉM DO PARÁ

Exposição ATÉ 16 JAN SEG A SEX: 9H30-17H30 EG CASA DA ACHADA - CENTRO MÁRIO DIONÍSIO

A REVOLUÇÃO NÃO SE BUROCRATIZA

Conversa com António Louçã e outros sobre a Revolução de Outubro e o que aconteceu depois 7 JAN: 16H EG

REVOLUÇÃO SOCIAL DO

do século XV, a expansão europeia nos séculos XV-XVII, a reforma e a revolução do século das luzes, a supremacia das potências europeias no século XX e a transformação das sociedades europeias no século XX , são alguns dos acontecimentos debatidos ao longo das sessões. Cristina Engrácia

CURDISTÃO - DIREITO À AUTO-DETERMINAÇÃO Conversa com a presença do coletivo Rojava Azadi 21 JAN: 16H EG

CASTELO DE SÃO JORGE

TERTÚLIAS DE INVERNO NO CASTELO - OLHARES INVULGARES SOBRE O CASTELO DE LISBOA DOS REGISTOS SOBRE AS PEDRAS Por João Almeida 8 JAN: 16H EG / MP info@castelodesaojorge.pt

CENTRO DE ARQUEOLOGIA DE LISBOA

VISITAS ORIENTADAS ÀS INSTALAÇÕES DO CAL SEG, QUA EG / MP

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

CICLO HISTÓRIA DA EUROPA

7, 14, 21, 28 JAN, 4, 11, 18 FEV, 4, 11 MAR: 12H-13H CINEMA SÃO JORGE

CONGRESSO GOVINT 2017 - FÓRUM DA


C I Ê N C I AS

GOVERNAÇÃO INTEGRADA - MUDANÇA DE ATITUDE NA GOVERNAÇÃO E COGOVERNAÇÃO 17 JANW

EL CORTE INGLÉS

COMO EDUCAR CRIANÇAS RESPONSÁVEIS E POSITIVAS EDUCAR RAPARIGAS E EDUCAR RAPAZES: AS GRANDES DIFERENÇAS! Por Cristina Valente 7 JAN: 11H

CICLO DE CONFERÊNCIAS SAÚDE E RESPONSABILIDADE MENOPAUSA Por Manuel Neves-e-Castro 20 JAN: 19H

43

CICLO DE CONFERÊNCIAS A MÁQUINA DO MUNDO AO BRAVO GAMA A MÁQUINA OFERTA DO MUNDO Por Maria Filomena Molder 31 JAN: 18H30 EG

GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES

CICLO DE CONFERÊNCIAS TEMAS OLISIPONENSES O GAGO COUTINHO EM LISBOA Por Rui Miguel Pinto 12 JAN: 18H30

LISBOA E OS SEUS RELÓGIOS Por Fernando Correia Oliveira 26 JAN: 18H30 EG JARDIM BOTÂNICO TROPICAL

VISITAS GUIADAS Em português e inglês MP

933 756 154 (CERCiência)

EG / MP

relacoespublicas@elcorteingles.pt CULTURGEST

O BEM NAS COISAS

Conferência em inglês, sem tradução, por Emanuele Coccia, Pedro A. H. Paixão, Jorge Leandro Rosa e António Guerreiro. 12 JAN: 18H30 EG

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

UTOPIAS EVERYTHING WAS FOREVER, UNTIL IT WAS NO MORE: THE LAST SOVIET GENERATION Por Alexei Yurchak, em inglês 12 JAN: 18H30 EG

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA ATÉ 28 DE FEVEREIRO TERÇA A DOMINGO, DAS 10H ÀS 17H RUA DA ESCOLA POLITÉCNICA, 56-58 213 921 800 / WWW.MUSEUS.ULISBOA.PT

CLIMA EXPO 360° Exposição apresentada primeiramente em Paris no âmbito da 21ª Conferência Mundial sobre Clima, já percorreu várias partes do globo e chega agora a Lisboa. Aborda o tema das alterações climáticas causadas pelas emissões de gases com efeitos de estufa resultante das atividades humanas. Esta mostra procura novas soluções para o desafio climático e também integra dados e cenários verificados em Portugal, a partir de estudos científicos. Paralelamente são realizadas conferências com especialistas e exibidos documentários . CE

MUSEU DA ÁGUA DA EPAL

EXPOSIÇÃO PERMANENTE DO MUSEU DA ÁGUA TER A SÁB: 10H-12H30, 13H30-17H30 MUSEU DO ALJUBE - RESISTÊNCIA E LIBERDADE

VISITA ORIENTADA ÀS EXPOSIÇÕES 7 JAN: 15H

MP

CICLO DE TERTÚLIAS VIDAS PRISIONÁVEIS CARLOS CONSIGLIERI Por Ana Aranha 18 JAN: 16H

CICLO INTELECTUAIS E ARTISTAS DA RESISTÊNCIA ALVES REDOL 26 JAN: 18H

MUSEU ARQUEOLÓGICO DO CARMO

QUEM NÃO TEM CÃO, CAÇA COM GATO: FOTOGRAMETRIA E CIÊNCIA CIDADÃ NO ÂMBITO DO ESTUDO, PROTEÇÃO E DIVULGAÇÃO

DO PATRIMÓNIO ABORIGINE DO ESTADO DE VICTÓRIA, AUSTRÁLIA

Conferência por Francisco Almeida 19 JAN: 18H

LA CIUDAD DE LISBOA COMO PUERTA HACIA EL MAR: LOS SUCESSOS DE LA NAU SÃO ROQUE Y LA CARRERA DE INDIA (1602-1603) Conferência por Koldo Trapaga Monchet 23 JAN: 18H

MUSEU DO COMBATENTE

A TRINCHEIRA

Exposição e workshop de construção de trincheiras.

A GRANDE GUERRA AO VIVO - EVOCANDO A PAZ ARMARIA - 200 ANOS DE ARMAS REGULAMENTARES EM PORTUGAL HISTÓRIA DA AVIAÇÃO NO SÉCULO XX Exposições TODOS OS DIAS: 10H-17H


44

C I Ê N C I AS

WORKSHOPS

MP

MUSEU DO DINHEIRO

A HISTÓRIA DA BANCA Visita 21 JAN: 10H30

MP

NÚCLEO DE INTERPRETAÇÃO DA MURALHA DE D. DINIS

Visitas Livres QUA A SÁB: 10H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H50) EG

VISITAS ORIENTADAS SEX: 13H30, SÁB: 11H EG / MP

MUSEU GEOLÓGICO DE PORTUGAL/LNEG

100 MILHÕES DE ANOS DA HISTÓRIA DE LISBOA PORTUGAL ANTES DO HOMEM AS (PRIMEIRAS) 27 MARAVILHAS DO MUSEU GEOLÓGICO SEG A SÁB: 10H-18H

MUSEU DE LISBOA CASA DOS BICOS

NÚCLEO ARQUEOLÓGICO DA CASA DOS BICOS

SEG A SÁB: 10H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H30) EG

217 513 215 (Museu de Lisboa Palácio Pimenta) MUSEU DE LISBOA TEATRO ROMANO

MUSEU DE LISBOA TEATRO ROMANO JOGOS MATEMÁTICOS ATRAVÉS DOS TEMPOS EXPOSIÇÃO 30 JAN A 26 FEV TER A DOM: 10H-18H

HORA DE BACO

26 JAN: 18H-20H

EG

CURSO ARQUEOLOGIA DA ARQUITETURA 30, 31 JAN, 6 A 8 FEV: 18H-20H, 11 FEV: 9H3013H30 Inscrições abertas até 25 jan mariateles@egeac.pt

VISITAS GUIADAS AO MUSEU TER A DOM: 10H-18H MP

217 513 215 (Museu de Lisboa Palácio Pimenta) MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA

MEMÓRIAS DA PRAIA DE SÃO TORPES, SINES ATÉ 31 MAR

RELIGIÕES DA LUSITÂNIA LOQUUNTUR SAXA TESOUROS DA ARQUEOLOGIA PORTUGUESA ANTIGUIDADES EGÍPCIAS Exposições TER A DOM: 10H-18H

MEMÓRIAS DA PRAIA DE SÃO TORPES, SINES Visita guiada à exposição por Isabel Leal 8 JAN: 11H EG / MP

MUSEU NACIONAL DOS COCHES

300 ANOS DA EMBAIXADA DE D. JOÃO V AO PAPA CLEMENTE XI. 1716-2016

Exposição ATÉ 15 JAN TER A DOM: 10H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H30) MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

O MUSEU, MUITAS COISAS Exposição TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

CLIMA - EXPO 360º

Exposição ATÉ 28 FEV TER A DOM: 10H-17H

DINOSSAUROS QUE VIVERAM NA NOSSA TERRA

Exposição ATÉ 18 MAI TER A SEX: 10H-17H (ÚLTIMA ENTRADA 16H30), SÁB, DOM: 11H-18H


C I Ê N C I AS (ÚLTIMA ENTRADA 17H30)

SESSÕES DE PLANETÁRIO SÁB: 16H30-18H geral@museus.ulisboa.pt

EXPOSIÇÃO HISTÓRICA E PARTICIPATIVA DE FÍSICA FRANCISCO ARRUDA FURTADO. DISCÍPULO DE DARWIN MEMÓRIA DA POLITÉCNICA - QUATRO SÉCULOS DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA A AVENTURA DA TERRA - UM PLANETA EM EVOLUÇÃO MINERAIS: IDENTIFICAR E CLASSIFICAR JOIAS DA TERRA - O MINÉRIO DA PANASQUEIRA ALLOSAURUS - UM

45

DINOSSÁURIO, DOIS CONTINENTES? Exposições TER A SEX: 10H-17H, SÁB, DOM: 11H-18H

N ÚCLEO ARQUEOLÓGICO DA RUA DOS CORREEIROS

VISITAS GUIADAS

SEG A SÁB: 10H-12H, 14H-17H E / MP OBSERVATÓRIO ASTRONÓMICO DE LISBOA

VISITA DRAMATIZADA ÚLTIMO SÁB: 11H30 geral@museus.ulisboa.pt

OCEANÁRIO DE LISBOA

FLORESTAS SUBMERSAS BY TAKASHI AMANO

Exposição TODOS OS DIAS: 10H-19H

O MAR É PARA TODAS AS IDADES

Ateliê com visita guiada para maiores de 65 anos. TODOS OS DIAS: 10H-19H MP

PAVILHÃO DO CONHECIMENTO CIÊNCIA VIVA TER A SEX: 10H-18H, SÁB, DOM, FER: 11H-19H

RISCO - UMA EXPOSIÇÃO PARA AUDAZES Exposição ATÉ SET

EXPLORA Exposição

DÓING - OFICINA AUMENTADA

Oficina, ateliê de costura, estúdio de prototipagem e pista de lançamento de grandes ideias.

HÁ QUANTO TEMPO NÃO VAI A UMA AULA DE CIÊNCIA? DA BETERRABA À CAMISOLA PINTADA, LOLLIPOPS DE FRUTA, HORTAS À JANELA

Visitas acompanhadas, atividades de laboratório, cozinha e ateliês científicos para maiores de 65 anos. SEX: 10H15, 14H15

PLANETÁRIO CALOUSTE GULBENKIAN

PARTÍCULAS - DO BOSÃO DE HIGGS À MATÉRIA ESCURA Exposição ATÉ 2 ABR TER A SEX, DOM: 9H30-12H, 13H45-16H, SÁB: 13H45-17H EG

particulas@lip.pt

A DESCOBERTA DO UNIVERSO

TER A SEX: 10H, 11H, 14H30, 16H, SÁB: 14H30, 15H30, 16H30, DOM: 10H30, 11H30, 14H30, 15H30, 16H

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 97


ENTREVISTA

46

CLÁUDIA VAREJÃO

Ama-San ANA FIGUEIREDO

Ama-San é o mais recente trabalho de Cláudia Varejão. A realizadora acompanhou a vida de três mulheres japonesas - Matsumi, Mayumi e Masumi – que perpetuam uma atividade milenar, mergulhando sem auxílio de qualquer tipo de equipamento para apanhar marisco. As Ama-San são caçadoras no mar e mergulham diariamente sem saber o que vão encontrar. Como descobriu esta comunidade de mulheres e o que a levou a fazer um filme sobre este tema? Em 2012, uma amiga minha, a Sónia Batista escreveu um livro de poesia e num dos poemas havia uma referência a estas mulheres, de uma forma poética e muito evasiva. No final do livro havia uma pequena nota que explicava quem elas eram. Lembro-me perfeitamente de estar a ler o livro, à noite, e pensar: Mas isto existe? Não, isto é uma coisa milenar que já desapareceu. Fui imediatamente procurar na internet. Descobri umas fotos dos anos 50, e nada mais. Pensei: não há um filme? Se não há, vou eu fazer. Concorri, passados dois meses, a uma bolsa da Fundação Oriente. Em 2013 fui pela primeira vez ao Japão. Visitei uma série de vilas perto de Osaka e Tóquio. A última que visitei foi Wagu, uma vila piscatória, muito pequenina. Houve logo uma grande empatia entre

mim e as mulheres. Regressei a Portugal, concorri ao ICA e voltei ao Japão, em 2014, para filmar. Foi fácil obter autorização para filmar a vida destas mulheres? Em todas as outras vilas era tudo muito tribal e ancestral, as mulheres eram muito fechadas. Nesta vila da Península de Ise, houve de facto uma grande empatia, principalmente com a Masumi. Ela ajudou muito a minha aproximação às Ama. Como ultrapassou a barreira da língua? Não falo japonês, mas isso funcionou a meu favor, e a favor da intimidade. A minha assistente é que fazia a ponte com as Ama, através da língua. Como as Ama não estavam habituadas a falar diretamente comigo, durante as cenas em que estava a filmar elas ignoravam-me, porque era uma presença com quem elas não estavam habituadas a comunicar diretamente. Havia de facto uma relação de proximidade, abraçávamo-nos, mas falar nunca. O que acaba por funcionar a favor do filme. De facto as personagens raramente olham para a câmara, embora o filme seja um documentário há momentos em que parece tratar-se de uma ficção. Qual é para si a fronteira entre documentário e ficção? O documentário é sempre uma ficção de alguém. A mim interessa-me esbater essas fronteiras. Ainda estou aprender a fazê-lo. Neste filme isso já acontece, mas


© Humberto Mouco

47


48

E N T R E V I S TA C L ÁU DI A VA R E JÃO

gostava de ir ainda mais longe. Quero Acho que é um retrato extremamente contar uma história, não estou preocu- contemporâneo. Embora, se retirássepada se manipulo ou não a história, é o mos esses elementos tecnológicos, de meu ponto de vista. Queria muito con- facto, não havia referência temporal. tar a história destas mulheres, dirigi-as Mas havendo, acho que retrata o moalgumas vezes, mas na maior parte do mento histórico que todos estamos a tempo é espontâneo. Houve algumas viver: agarramos a tradição ou evoluícenas que pedi para acontecerem, como mos? Seguimos em frente e esquecemos a cena do fogo-de-artifício, embora seja o passado? As Ama-San vivem esta duaalgo que costumam fazer. lidade. Por exemplo, já não mergulham O trabalho das Ama-San é algo extraor- nuas, isso já não é permitido, usam fadinário, pela sua dureza e dificuldade. tos de borracha. Usam o telemóvel para Mas estas mulheres são no fundo iguais saber como vai estar o tempo, embora a tantas outras que lutam todos os dias as mais velhas ainda se guiem pelo venpela família. Esta é também uma histó- to ou pelas nuvens. O número de Amaria universal? -San está a descer radicalmente, porque O extraordinário nas Ama-San é que é uma profissão sazonal, muito dura e elas conseguiram subverter a posição perigosa, muitas morrem. As novas geda mulher. Num país onde a figura fe- rações não querem arriscar. minina é a gueixa, suAma-San ganhou o prébalterna, submissa, as mio de melhor filme da Ama-San ganharam um O DOCUMENTÁRIO competição nacional no poder, que levou inclu- É SEMPRE UMA FICÇÃO Doclisboa este ano, assive a que os homens, DE ALGUÉM. sim como outros prémios nos anos 40, 50, 60, não A MIM INTERESSA-ME em festivais internaciotivessem que trabalhar ESBATER ESSAS nais. O que representam porque elas sustenta- FRONTEIRAS. para si estes prémios? vam toda a família. Esta Representam sobretudo é uma tradição que está a que estamos a trabalhar desaparecer, mas as que no caminho certo. Às vecontinuam têm um orgulho e um poder zes o trabalho no cinema é tão solitário, quotidiano que lhes dá uma certa liber- principalmente para os realizadores, dade. Isso fascinou-me. Elas são tão frá- por vezes não sabemos se estamos togeis como fortes. Algo que encontramos linhos ou a caminhar no sentido certo. nas mulheres de uma forma geral. Esta Os prémios representam só isso, não há é também uma história universal. Tam- vaidade que se sobreponha a isso, que é: bém procuro isso no cinema. O cinema continua. Há um grupo de pessoas, um quando é universal comove-nos. júri, um público que gostou também, A câmara filma vários objetos tecno- portanto estamos juntos e isso é muito lógicos e de consumo que nos remetem bom. para os dias de hoje, se não fossem esses As Ama-San já viram o filme? elementos (tablet, telemóvel, coman- Já viram o filme e escreveram-me, com do da televisão, karaoke) esta podia grande emoção, a dizer que gostaram e ser uma história de há cem anos atrás. que consideram o filme uma celebração Pretende demonstrar que esta é uma co- da vida. Achei muito bonito. munidade dividida entre a tradição e a Ver página 50 modernidade?


Publicidade


50

CI N E M A

NOS AMOREIRAS ESTREIA A 5 DE JANEIRO

CRUZEIRO SEIXAS AS CARTAS DO REI ARTUR No documentário de Cláudia Rita Vieira, um dos últimos sobreviventes da geração surrealista, Cruzeiro Seixas, conta na primeira pessoa a sua história. Marcado pela paixão por Mário Cesariny, o artista assume que esta foi uma relação que não viveu, mas deixa documentos dessa não-vivência:

E S T R E I AS

AMA-SAN

De Cláudia Varejão, com Matsumi Koiso, Mayumi Mitsuhashi, Masumi Shibahara

AQUI HÁ GATO!

De Barry Sonnenfeld, com Kevin Spacey, Jennifer Garner, Robbie Amell Um homem de negócios fica inesperadamente preso no corpo do gato de família.

ASSASSIN’S CREED

De Justin Kurzel, com Michael Fassbender, Marion Cotillard, Jeremy Irons

Callum Lynch descobre que é descendente de um membro da Ordem dos Assassinos. Através de uma memória genética regressa ao passado, para adquirir as capacidades do seu ancestral espanhol do séc. XV. De volta ao seu tempo, e dotado de incríveis capacidades, está preparado para enfrentar os Templários.

ATÉ NUNCA

De Benoît Jacquot, com Mathieu Amalric, Julia Roy, Jeanne Balibar

Laura e Rey vivem a sua paixão numa casa à beira-mar. Quando Rey morre, Laura fica sozinha. Mas surge uma presença, um homem igual a Rey, que vai ajudá-la a superar a dor.

CLASH

De Mohamed Diab, com Nelly Karim, Hani Adel, El Sebaii Mohamed

No Verão de 2013, no rescaldo da destituição do presidente do Egipto, o islamita Morsi, uma carrinha da polícia, cheia de manifestantes com diferentes convicções políticas e religiosas, atravessa os tumultos. Serão os detidos capazes de se entender para sobreviver?

A CRIADA

De Chan-wook Park, com Jung-woo Ha, Min-hee Kim, Tae Ri Kim

Durante a ocupação japonesa da Coreia do Sul, em 1930, uma jovem

vários cadernos com apontamentos, recortes e imagens. Este é um filme sobre 95 anos de pintura e poesia. Paralelamente regressa às salas a versão restaurada, e comemorativa dos 10 anos da estreia, de Autografia, um filme de Miguel Gonçalves Mendes sobre Mário Cesariny. Ana Figueiredo é contratada como empregada por uma herdeira nipónica que vive com o tio. A jovem tem um plano para ficar com a fortuna desta mulher, mas com o passar do tempo descobre que a patroa tem também motivações ocultas.

CRUZEIRO SEIXAS – AS CARTAS DO REI ARTUR De Cláudia Rita Oliveira

O DIVÃ DE ESTALINE

De Fanny Ardant, com Gérard Depardieu, Emmanuelle Seigner, Paul Hamy Um jovem pintor apresenta a Estaline o seu projeto artístico para um monumento póstumo à sua glória. O artista é escolhido pela amante do ditador, que ao fazer esta escolha coloca a sua própria vida em risco. O encontro transforma-se num jogo de enganos, mentira e terror.

THE EDGE OF SEVENTEEN De Kelly Fremon Craig, com Hailee Steinfeld, Haley Lu Richardson, Blake Jenner

A vida de Nadine no liceu não é

fácil, mas quando descobre que a melhor amiga namora com o seu irmão mais velho tudo piora e Nadine sente-se ainda mais sozinha.

O ESPAÇO QUE NOS UNE

De Peter Chelsom, com Carla Gugino, Janet Montgomery, Britt Robertson

O primeiro humano que nasceu em Marte viaja até à Terra. Com a ajuda de uma rapariga que conheceu on-line, vai descobrir um mundo completamente novo e um sentido para a sua vida.

HOMENZINHOS

De Ira Sachs, com Greg Kinnear, Jennifer Ehle, Paulina García

Quando Jake se muda com os pais, para a casa onde o pai cresceu em Brooklyn, faz rapidamente amizade com Brian. A relação entre as duas crianças é posta à prova quando os pais de Jake e a mãe de Tony entram em conflito por causa de um aumento de renda.


C I N E M A E S T R E I AS

LA LA LAND – MELODIA DO AMOR

De Damien Chazelle, com Ryan Gosling, Emma Stone, Rosemarie DeWitt

Um musical que segue a história de amor entre um pianista jazz e uma jovem atriz principiante.

MANCHESTER BY THE SEA

De Kenneth Lonergan, com Casey Affleck, Michelle Williams, Kyle Chandler Um tio vê-se obrigado a cuidar do sobrinho que ficou órfão. Esta inesperada responsabilidade leva-o de volta à cidade onde cresceu e a reatar laços que há muito se tinham perdido.

OVELHAS E LOBOS

De Andrey Galat, Maxim Volkov, com JB Blanc, Tom Felton, Ross Marquand

Um rebanho de ovelhas vê a sua pacata vida alterada quando uma alcateia de lobos se instala perto do seu prado. Os lobos, que aí encontraram casa, procuram um novo líder. Então algo inesperado acontece: o principal candidato ao cargo bebe uma poção mágica, que o transforma em carneiro. A convivência entre lobos e ovelhas nunca foi tão confusa…

OZZY

De Alberto Rodriguez, Nacho La Casa, com Guillermo Romero,

51

Dani Rovira, José Mota

Ozzy é um cão adorável, de raça beagle. Quando os donos fazem uma viagem onde Ozzy não pode ir, deixam-no num fantástico spa canino. Mas o que parece ser um local maravilhoso é na realidade uma prisão para cães. Ozzy vai ter de enfrentar muitos perigos e só a com ajuda de novos amigos conseguirá voltar para casa a salvo.

RESIDENT EVIL: O CAPÍTULO FINAL

De Paul W.S. Anderson, com Milla Jovovich, Ruby Rose, Ali Larter

Em mais uma sequela de Residente Evil, Alice, a única sobrevivente depois de Residente Evil:

Retaliação, regressa ao local onde tudo começou para juntamente com aliados improváveis tentar salvar o pouco que resta da humanidade.

SALA OCULTA

De D.J. Caruso, com Kate Beckinsale, Mel Raido, Lucas Till Um casal e o filho de 5 anos mudam-se para uma nova casa, uma antiga mansão. Quando a mãe descobre uma sala secreta, uma série de eventos estranhos acontecem, pondo à prova a sanidade mental da família.

SILÊNCIO

De Martin Scorsese, com Liam Neeson, Adam Driver, Andrew

ON TEH MILKY ROAD

De Emir Kusturica, com Monica Bellucci, Emir Kusturica, Sergej Trifunovic

Durante a guerra um leiteiro apaixona-se por uma misteriosa mulher italiana. Os dois vivem um amor proibido, e uma série de aventuras fantásticas e perigosas.

MISS SLOANE – UMA MULHER DE ARMAS

De John Madden, com Jessica Chastain, Gugu Mbatha-Raw, John Lithgow

A história de uma impiedosa lobista profissional capaz de tudo para atingir os seus objetivos, mesmo quando tem de enfrentar as forças mais poderosas do Congresso Americano.

O NASCIMENTO DE UMA NAÇÃO

De Nate Parker, com Nate Parker, Armie Hammer, Penelope Ann Miller Um escravo, letrado e pregador, elabora um plano e lidera um movimento para libertar o seu povo.

O NOME DO MEDO

De Stacy Title, com Douglas Smith, Lucien Laviscount, Cressida Bonas

Três amigos decidem acampar no estado de Wisconsin, EUA. Mas os dias de diversão são interrompidos pela presença do “The Bye Bye Man”, uma criatura sobrenatural que os vai atormentar.

OURO

De Thomas Arslan, com Nina Hoss, Marko Mandic, Peter Kurth Durante o Verão de 1898, um grupo de exploradores alemães atravessa o Canadá em busca das recém -descobertas minas de ouro de Dawson. O grupo ignora os inúmeros perigos que terão de enfrentar.

VÁRIOS LOCAIS ESTREIA NACIONAL A 5 DE JANEIRO

ZEUS O filme sobre um dos primeiros Presidentes da República Portuguesa, o escritor Manuel Teixeira Gomes, tem estreia nacional marcada para este mês. Realizado por Paulo Filipe Monteiro, professor universitário, ator, encenador e argumentista, acompanha o percurso de um escritor de literatura erótica que foi eleito presidente. Durante o mandato, Manuel Teixeira Gomes promove políticas reformistas, apoia os operários e combate a banca. Contudo, ao fim de 26 meses, num contexto de grande agitação social e política, demite-se. Tem 65 anos e decide mudar de vida, optando por um exílio voluntário. Embarca no cargueiro holandês Zeus rumo ao Norte de África, instalando-se na Argélia, onde acaba por morrer 15 anos depois. Uma história verídica, pouco conhecida dos portugueses, que conta com Sinde Filipe no papel principal. AF


52

C I N E M A E S T R E I AS / C I C L O S / F E S T I VA I S Garfield

No século XVII dois padres jesuítas viajam até ao Japão à procura do seu mentor. Os dois enfrentam a violência e perseguição de um governo que deseja banir todas as influências externas.

VALLEY OF LOVE

De Guillaume Nicloux, com Isabelle Huppert, Gérard Depardieu, Dan Warner

Isabelle e Gérard encontram-se no Death Valley, na Califórnia. Há anos que não se veem, mas ambos receberam um convite do filho, que se suicidou seis meses antes, para comparecerem neste local.

VITA ACTIVA: THE SPIRIT OF HANNAH ARENDT De Ada Ushpiz

Um documentário sobre a vida da controversa filósofa alemã Hannah Arendt.

VIVER NA NOITE

De Ben Affleck, com Ben Affleck, Zoe Saldana, Elle Fanning Nos anos 20, durante a época da

Lei Seca, o filho de um polícia respeitado opta pela vida de gangster, o que o leva a uma espiral de traição, vingança, ambição e romance.

XXX: O REGRESSO DE XANDER CAGE

De D.J. Caruso, com Nina Dobrev, Vin Diesel, Ruby Rose

Xander Cage, um atleta que é agente do governo, enfrenta o guerreiro Xiang e o seu grupo numa tentativa de recuperar uma arma sinistra.

ZEUS

De Paulo Filipe Monteiro, com Sinde Filipe, Rita Brutt, Ivo Canelas C I C L O S/ / F E S T I VA I S

CICLO DE CINEMA REVOLTAS E REVOLUÇÕES N’AMÉRICA

CASA DA ACHADA

30 JAN: 21H30

De Santiago Álvarez

CICLO WIM WENDERS

79 PRIMAVERAS

LAS DOCE SILLAS

De Tomaz Gutiérrez Alea 2 JAN: 21H30

DEUS E O DIABO NA TERRA DO SOL De Glauber Rocha 9 JAN: 21H30

VIVA ZAPATA! De Elia Kazan

16 JAN: 21H30

L’AMBASSADE

De Chris Marker

LA TIERRA PROMETIDA De Miguel Littin

23 JAN: 21H30

HASTA LA VICTORIA SEMPRE De Santiago Álvarez

HISTORIAS DE LA REVOLUCION De Tomaz Gutierrez Alea

ESPAÇO NIMAS

A MULHER CANHOTA De Peter Handke

O ESTADO DAS COISAS AS ASAS DO DESEJO PARIS, TEXAS ALICE NAS CIDADES O AMIGO AMERICANO A ANGÚSTIA DO GUARDAREDES NO MOMENTO DO PENALTY MOVIMENTO EM FALSO BUENA VISTA SOCIAL CLUB AO CORRER DO TEMPO

ESPAÇO NIMAS A PARTIR DE 12 DE JANEIRO AV. 5 DE OUTUBRO, 42B / 21 3574 362

CICLO WIM WENDERS O Estado das Coisas, vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza em 1982, é o filme de abertura do ciclo que o Nimas dedica a Wim Wenders a partir de 12 de janeiro. Rodado em Portugal há mais de três décadas, é exibido numa cópia recentemente restaurada. Seguem-se clássicos da filmografia

do cineasta alemão como As Asas do Desejo, Paris, Texas, Alice nas Cidades, O Amigo Americano, ou Buena Vista Social Club, entre outros. O ciclo inclui ainda o filme A Mulher Canhota, realizado Peter Handke e produzido por Wim Wenders, que em 1978 esteve em competição no Festival de Cannes.


53

PASSADO E PRESENTE LISBOA, CAPITAL IBERO-AMERICANA DE CULTURA 2017 JANEIRO www.lisboacapitaliberoamericana.pt


54

3 PERGUNTAS A ANTÓNIO PINTO RIBEIRO COORDENADOR GERAL DA PROGRAMAÇÃO O que vai ser a Capital Ibero-americana da Cultura em Lisboa? As capitais anteriores de que há alguma informação têm sido maioritariamente organizadas a partir das ofertas de espetáculos, exposições, concertos disponibilizados pelos governos autárquicos ou nacionais dos países do universo ibero-americano. No caso de Lisboa redigiu-se uma carta programática com um conceito que aborda o passado e o presente das relações existentes neste universo iberoamericano e estabeleceram-se quatro linhas programáticas que darão coerência e organicidade à programação.

Que desafios/problemáticas a heterogeneidade dos territórios envolvidos coloca a um programador? Tratou-se de num curto espaço de tempo “montar” uma programação anual que envolveu artistas, programadores, produtores, universidades dos países da América Latina, Espanha, Andorra e Portugal, ao mesmo tempo que se estabeleceram formas de funcionamento e de colaboração entre os equipamentos culturais da CML e de outros equipamentos da cidade de Lisboa que entretanto aderiram a este projeto. Tratou-se no fundo de fazer uma negociação cultural em que todos os envolvidos são corresponsáveis pela programação.

Que relevância têm estes eventos para a cidade? A expectativa é que esta programação contribua para diferenciar Lisboa cultural de outras cidades europeias e que esta diferenciação passe por assumir que uma capital iberoamericana pode ser um momento especial para a produção de conhecimento crítico num ambiente festivo e em que a diversidade é também uma mais-valia.


JA N E I R O L I S B OA , CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

Questão Indígena

Afrodescendentes

A questão indígena inicia-se no momento em que Colombo se encontra com os índios ocidentais. Da relação inicial que é um misto de fascínio com manifestação de poder se passaria pouco tempo depois a uma situação em que os índios perdem os direitos de cidadania. A questão atravessa cinco séculos e está hoje presente nas questões de direito, nas manifestações artísticas, na produção de conhecimentos diversos de que vamos dar uma conta substantiva.

Embora consequência da barbárie que foi a escravatura dos africanos, não se imagina o que seriam as Américas sem a presença dos africanos e dos afrodescendentes. Na verdade eles estão presentes nas famílias, na cultura visual, nos ritos, na produção textual, dos dois lados do Atlântico. Aos afrodescendentes deve a Europa parte da sua grandeza e aos latino-americanos uma vertente fundamental do que são identitariamente.

Migrações

Pensamento e criação contemporânea

55

4 EIXOS

Entre os dois lados do Atlântico decorreram, ao longo de séculos, viagens de ida e volta entre os países. As migrações europeias nas Américas e latino-americanas correspondem a força de trabalho, influências de práticas culturais, mecanismos de hibridação de que, tal como em relação aos afrodescendentes – a Europa e as Américas são devedoras.

A enorme diversidade que constitui o universo ibero-americano não obsta a que afirmemos que muito do que é o pensamento e a criação artística contemporânea é proveniente da América Latina e muitos dos seus autores são hoje incontornáveis na cena mundial.

A UNIÃO DAS CIDADES CAPITAIS IBERO-AMERICANAS (UCCI) Lisboa foi eleita pela UCCI como capital cultural em 2017. A UCCI é uma organização internacional, não governamental e de caráter municipal, constituida por 29 cidades, representando perto de 75 milhões de habitantes.

Lima Peru 8 473 000

Cidade do México México 8 851 000

Havana Cuba 2 105 000

Rio de Janeiro Brasil 6 320 000

São Paulo Brasil 11 320 000

Madrid Espanha 3 165 000 Santiago Chile 5 128 000

Bogotá Colômbia 6 763 000

Caracas Venezuela 2 104 000 Brasília Brasil 2 481 000

Porto-Príncipe Haiti Assunção Paraguai Cidade da Guatemala 1 082 800 513 399 Guatemala San Juan La Paz 1 022 000 Manágua Porto Rico Bolívia Tegucigalpa Nicarágua 389 714 789 585 Honduras 2 206 000 765 675 Lisboa Santo Domingo San José Portugal República Dominicana Costa Rica Quito 530 847 965 040 998 537 Equador Sucre Andorra la Vella 1 619 000 Bolívia Espanha San Salvador 193 876 Cidade do Panamá 22 256 San Salvador Cádis Panamá 281 870 Montevideo Espanha 880 691 Uruguai 118 919 1 305 000

Buenos Aires Argentina 2 965 000

Barcelona Espanha 1 602 000


56

JA N E I R O L I S B OA , CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

PROGRAMA DE ABERTURA PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

DEMIÁN FLORES AL FINAL DEL PARAÍSO

SELO COMEMORATIVO CTT

EXPOSIÇÃO 17H

7

JAN

CERIMÓNIA 19H

CANÇÕES PARA UMA FESTA GISELA JOÃO, MARIELA CONDO, YOMIRA JOHN MÚSICA 21H

DANÇAS NO JARDIM DE INVERNO FESTA 24H

Canções para uma Festa São Luiz Teatro Municipal 7 e 8 de janeiro, às 21h Rua António Maria Cardoso, 38 213 257 650 / www.teatrosaoluiz.pt O São Luiz recebe, dia 7 de janeiro, o concerto que abre a programação musical da Capital Ibero-Americana de Cultura, Canções para uma Festa. O evento repete na noite de dia 8, e conta com a nacional Gisela João, Mariela Condo (Equador) e Yomira John (Panamá), três cantoras do universo ibero-americano. Não foi à toa que estes nomes foram escolhidos para integrar estes concertos. Por um lado, celebram a juventude que representa a expressão de energia de um continente e que cria expectativas para o futuro. Por outro lado, pelo reconhecimento que estas artistas mulheres, um género muitas vezes marcado pela violência, tiveram em importantes mudanças sociais. FS


JA N E I R O L I S B OA , CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

Demián Flores Al Final Del Paraíso Padrão dos Descobrimentos 7 de janeiro a 2 de abril Avenida Brasília / 213 031 950 www.padraodosdescobrimentos.pt Demián Flores (Juchitán, Oaxaca, 1971) é um artista contemporâneo mexicano que tem centrado a sua atividade na experimentação de diversas técnicas e linguagens gráficas, desde a pintura ao desenho, passando pelas artes gráficas, serigrafia e vídeo. A sua obra caracteriza-se, essencialmente, por manter um diálogo ativo com o contexto sociopolítico da sua terra natal, no sul do México, e por provocar impacto no âmbito da produção cultural. No seu trabalho, observa-se uma prática constante de edição, recuperação, recorte e montagem que dá origem a um vasto repertório de imagens e possíveis vias de investigação sobre o futuro da arte gráfica contemporânea. Em Al Final del Paraíso, um testemunho gráfico e pictoral do nosso tempo, Demián Flores mescla elementos relacionados com a identidade nacional, e memória e a vida quotidiana com outros como a sátira e a provocação. Esta presença torna a iconografia complexa, mas igualmente lúdica, fresca, esquiva e, principalmente, crítica e atual. O caráter híbrido da mostra permite que os signos, os símbolos e a imagens, tanto históricos e políticos como da cultura contemporânea, se misturem num contínuo processo de transformação. Visitas guiadas à exposição por Ana Gonçalves nos dias 15 de janeiro, às 11h, e 29 às 15h30. ARV

57


58

JA N E I R O L I S B OA , CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

Três ao Cubo Bibliotecas Orlando Ribeiro, Coruchéus e Camões 21 de janeiro a 4 de maio sábados, a partir das 15h www.blx.cm-lisboa.pt O ciclo Três ao Cubo é composto por três mostras de ilustração que pretendem colocar em diálogo ilustradores portugueses e de outros países ibero-americanos. Dois ilustradores encontram-se em cada uma das bibliotecas participantes e a partir daí, cada exposição é criada no próprio local. Ao todo são seis ilustradores, três portugueses e três vindos de países da América Latina e Espanha: André da Loba (Portugal) e Cristóbal Schmal (Chile) na Biblioteca Orlando Ribeiro, Catarina Sobral (Portugal) e Mariana Zanetti (Brasil) na Biblioteca dos Coruchéus e Maria Remédio (Portugal) e Martina Manyá (Espanha) na Biblioteca Camões. A exposição conta com o envolvimento de três escolas do 1º ciclo na realização de trabalhos a partir do universo criativo dos ilustradores convidados. A curadoria é de André Letria. Thiago Moraes di Fonzo


JA N E I R O L I S B OA , CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

Arde Brilhante nos Bosques da Noite Maria Matos Teatro Municipal 21 e 22 de janeiro sábado às 21h30 e domingo às 18h30 www.teatromariamatos.pt Dramaturgia e encenação Mariano Pensotti, encomenda e coprodução Hau Hebbel am Ufer, produção Grupo Marea.

Arde Brilhante nos Bosques da Noite, a nova criação do dramaturgo e encenador Marino Pensotti, dá a conhecer a figura de Alexandra Kollontai, feminista e revolucionária soviética durante a Revolução Russa de 1917. Baseando-se nos seus ideais de representação feminina e nas suas preocupações em torno da sexualidade, Pensotti empreende uma busca dos ecos da Revolução Bolchevique na América Latina atual. A peça apropria-se de elementos da vanguarda russa e reflete sobre as diferenças entre ser espectador ou participante na História. O espetáculo, uma coprodução Maria Matos Teatro Municipal, Kunstenfestivaldesarts e House of Fire, com apoio ao Programa Cultura da União Europeia, é encenado em espanhol com legendas em português. TMF

Galerias da Amazónia Museu Nacional de Etnologia de janeiro a dezembro quarta a domingo às 10h30, 12h30, 14h30 e 16h30 www.mnetnologia.wordpress.com Máscaras, adornos, jogos, instrumentos de caça e pesca, são alguns dos objetos que compõem as coleções das Galerias da Amazónia, uma das reservas visitáveis do Museu Nacional de Etnologia. No vasto acervo de origem ameríndia, o público pode conhecer elementos representativos de 37 povos oriundos da floresta amazónica, onde são documentados os seus hábitos rituais, a vida cotidiana e social. As visitas às Galerias da Amazónia estão sujeitas à marcação prévia: visitasguiadas@mnetnologia.dgpc.pt TMF

59


60

E M F EVE R E I RO LISBOA, CAPITAL IBERO-AMERICANA DE CULTURA 2017

Visão Yanomami Arquivo Municipal de Lisboa – Fotográfico 11 de fevereiro a 15 de abril segunda a sábado, das 10h às 19h www.arquivomunicipal.cm-lisboa.pt Claudia Andujar nasceu na Suíça e mudou-se para o Brasil no ano de 1955, onde inicia a sua carreia como fotógrafa. A Visão Yanomami, é uma seleção do seu trabalho fotográfico realizado entre os anos 70 e parte dos anos 80, enquanto viajava pela Amazónia. À sua intensão de documentar a vida do povo Yanomami, junta-se uma estética voluntariamente elaborada e o passado marcado pela guerra e pela condição de minoria da artista. Elementos que se refletem no trabalho de Andujar, enriquecendo-o. A curadoria da exposição pertence ao Instituto Inhotim de Minas Gerais. TMF


C I N E M A C I C L O S / F E S T I VA I S / C O N C U R S O S / C U R S O S

KINO – MOSTRA DE CINEMA DE EXPRESSÃO ALEMÃ

TOKYO GA NOTEBOOKS ON CITIES AND CLOTHES A PARTIR DE 12 JAN

GOETHE -INSTITUT PORTUGAL 19 A 25 JAN

CINEPOP

PROCURAM-SE FILMES

FÓRUM LISBOA

BLADE RUNNER

ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - VIDEOTECA Recolha de filmes caseiros feitos em Lisboa ou por lisboetas

De Ridley Scott 15 JAN: 16H

ANNIE HALL

De Woody Allen

SESSÕES DE CULTO

22 JAN: 16H

CAÇA FANTASMAS

ESPAÇO NIMAS As escolhas de Filipe Melo, realizador

De Ivan Reitman 29 JAN: 16H

THE FEARLESS VAMPIRE KILLERS

ENQUADRAMENTOS CINEMA CITY CLASSIC ALVALADE Visionamento e análise de filmes em cartaz conduzido por um crítico de cinema. 3º SÁB: 10H Inscrições até à véspera da sessão

De Roman Polansky 18 JAN: 21H30

SHORTCUTZ O BOM, O MAU E O VILÃO Exibição de curtas-metragens TER: 22H

para Audiovisuais

CONCURSOS

TER, QUI: 9H-13H, 19H-23H

IndieLisboa 2017

ENTREGA DE FILMES ATÉ 16 JAN www.indielisboal.com

SEG, QUA, SEX: 9H-12H

CINECLUBE CINE REACTOR 24I

Interpretação – Cinema e televisão

12º Curso Geral de Cinema

ATÉ 30 JUN www.cursogeraldecinema.com DARC/DESTERRO

Curso de Documentário KINO-DOC ATÉ JUN 919 300 853

Realização II

Animação e Grafismo 2D/3D II

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

TER, QUI : 19H-23H

> Contactos pág 97

ANJOS-ARROIOS Novembro’16 ˜ Maio’17

LABORATÓRIOS /OFICINAS DE CRIAÇÃO ARTÍSTICA »Arquitetura - “Pensar o Bairro, ocupando a Praça” »Desenho - “Postais do bairro” »Escrita Criativa Ilustrada - “Vamos construir um livro” »Fotografia - “Espelho meu” »Pintura - “O bairro sobre cavalete” »Som - “Retratos sonoros” »Vídeo - “O filme da nossa vida”

Inscrições Gratuitas para Fregueses (Limitadas) Informações e Inscrições: www.bairroaoespelho.com » laboratorios@bairroaoespelho.com » 934 269 690 APOIO

TER, QUI: 14H-18H/19H23H

SEG, QUA, SEX: 20H-23H

SEG, QUA, SEX: 9H-12H, 20H-23H

TER, QUI: 9H-13H,14H-18H

ORGANIZAÇÃO

Animação e Grafismo 2D/3D I

Escrita para Cinema, Televisão e New Media

Realização I

BAIRRO AO ESPELHO

TER, QUI: 19H-23H

TER, QUI: 9H-13H

RESTART

Câmara e Iluminação

SEG, QUA, SEX: 9H-12H, 13H-16H, 20H -23H

Produção e Marketing Audiovisual

CURSOS

Geral de Audiovisuais

Pós-Produção Audiovisual

PARCERIA

61


DA N ÇA

© Eduardo Pinto

62

CENTRO CULTURAL DE BELÉM 20 E 21 DE JANEIRO, ÀS 21H PRAÇA DO IMPÉRIO / 213 612 400 / WWW.CCB.PT

SUSPENSÃO Criação, interpretação e espaço cénico de Clara Andermatt, Jonas Runa e António Sá-Dantas.

Clara Andermatt regressa aos palcos para prosseguir com a exploração de diferentes colaborações e territórios artísticos. Suspensão pretende espelhar o risco e a liberdade que Andermatt sempre procurou no seu trabalho. Trata-se de uma criação assente num processo de experimentação e laboratório, desenvolvido em residência com os compositores Jonas Runa E S P E TÁC U L O S ASSOCIAÇÃO ADN

MORFME

Plural Companhia de Dança. Diana Niepce e Vitor Bobetic, autoria. 20, 21 JAN: 21H30

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

BOX NOVA - SEM TÍTULO

Davi Pontes, coreografia e interpretação; Miguel Bonneville, acompanhamento artístico. 13 JAN: 21H, 14 JAN: 19H

SUSPENSÃO

20, 21 JAN: 21H

e António Sá-Dantas, na criação e interpretação, e com a colaboração de Vítor Rua, Wilma Moutinho e Sergio Cobos. Este trabalho incide numa forte exploração sonora criada a partir de sistemas electroacústicos acionados através do corpo, movimento e luz que se desenvolvem em simultâneo criando uma linguagem unificada. O espetáculo define o próprio processo criativo que se sustenta numa linha aberta de pensamento e num ponto específico de concentração. Ricardo Gross

COLISEU DOS RECREIOS

CULTURGEST

Royal Russian Ballet. Lev Ivanov, coreografia; Pyotr Tchaikovsky, música.

20, 21 JAN: 21H30

QUEBRA-NOZES 5 JAN: 21H30

O LAGO DOS CISNES

Royal Russian Ballet. Pyotr Tchaikovsky, música. 6 JAN: 21H30

CLIMAS

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

GLIMPSE - 5 ROOM PUZZLE Tânia Carvalho, coreografia e direção; Luís Guerra, Marta Cerqueira e Tânia Carvalho, interpretação. 26 A 28 JAN: 21H30


DA N ÇA AU L AS / C U R S O S / WO R KS H O P S MEO ARENA

ASSOCIAÇÃO ADN

CASA DO ARTISTA

Cirque du Soleil.

Por Joa Gouveia e Mila Xavier SEG, QUA: 19H30-21H45

VÁRIOS HORÁRIOS

VAREKAI

5, 6, 10 A 13 JAN: 21H30, 7, 8, 14, 15 JAN: 18H, 21H30 TEATRO TIVOLI BBVA

CARMEN

Ballet Flamenco de Madrid.

27, 28 JAN: 21H30, 28, 29 JAN: 16H

AU LAS/C U RSOS WO R KS H O PS ACADEMIA LIFECLUB/ ESTÚDIO 1

Aulas de Dança Contemporânea para Maiores de 55 anos e Séniores Por Rafael Alvarez TER: 17H30-19H30 968 037 924

ALUNOS DE APOLO ESCOLA DE DANÇA

Danças de Salão

SEG A SEX: 19H-23H, SÁB: 15H-19H ARTA - TABERNA DAS ALMAS

Oficina de Tango

Acrobacia Aérea

Acrobacia de Chão Por Jocka Carvalho TER: 19H30-21H30

Pinos

Por Joa Gouveia TER: 19H30-21H30

Mastro Chinês e Conditioning

Por Ricardo Paz QUA: 18H45-20H45, SEX: 18H-18H45

Dança Contemporânea Por Ana Sofia Leite QUI: 19H-20H30

Malabarismo

Por Tiago Augusto SEX: 18H45-20H45 aulas.adn.circo@gmail.com ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DA MOCIDADE DE LISBOA

Zumba

SEG A SEX

Kizomba

SEX: 20H-22H 916 540 235 ASSOCIAÇÃO SUBUD

Curso de Ballet RAD Curso de Sapateado

Por Marinela SÁB: 11H30-12H50 963 773 636 (Centro de Formação) CASA DA COMARCA DE ARGANIL

Aulas Regulares de Tango Argentino (Iniciado/Intermédio) QUI: 20H30-21H30 964 859 049 CASA DE LAFÕES

Aulas de Tango TER: 19H30

Aulas de Forró TER, QUI: 21H

C.E .M - CENTRO EM MOVIMENTO

Aulas Regulares Práticas de Criar Corpo/ Vertical Por Sofia Neuparth SEG: 17H30-19H, QUA: 8H30-10H

Corpo Dinâmico/ Corpo Flutuante

Biodanza

Por Peter Michael Dietz SEG, QUA: 19H30-21H30

ART!ST - ACADEMIA DE DANÇA , TEATRO E PERFORMANCE

ATELIER GALERIE LA CANOPÉE

Por Elena Castilla SEX: 18H45-19H45

Por Catarina Boavida e Xavier Llonch 10, 17, 24, 31 JAN: 18H-19H

Ensaios para uma Conferência: The World is Your Teacher, Ensinamentos de Yoshito Ohno (20152016)

Por Miriam Nieli QUI: 20H-21H30 938 226 403

Força e Flexibilidade Laboratório Coreográfico

Por Elena Castilla SEX: 19H45-21H

Barra de Chão

Por Elena Castilla TER: 19H-20H, QUI: 18H45-19H45 967 693 016

Cursos Sevilhanas, Flamenco, Bata de Cola, Ballet, Contemporâneo, HipHop, Sapateado, Dança Criativa, Kizomba, Bachata, Salsa, Pole Dance, Zumba, Broadway Jazz, Forró e Samba de Gafieira

TER: 19H30-21H45 965 350 034

Workshop de Dança Flamenco MP

elcamino.fatima@gmail.com

Por Ana Rita Teodoro TER: 20H-21H

Corpo, Dança e Movimento

ATENEU COMERCIAL DE LISBOA

Por Mariana Lemos TER, QUI: 18H-19H30

Por Alexandre Figueiredo QUI: 11H-12H 926 589 675

Por Sílvia Pinto Coelho SEX: 19H30-21H

Aulas de Kizomba

AUDITÓRIO CARLOS PAREDES

Oficinas de Movimento Por Bruno Rodrigues SEG: 15H-16H15, 18H5020H05, 20H15-21H30 brunosebastiaorodrigues@ gmail.com B.LEZA

Workshops de Dança DOM: 18H 963 612 816

Práticas de Dança CENTRO CULTURAL ARTE PURA

Cursos Capoeira, Forró, Samba de Gafieira e Samba no Pé

63 CENTRO CULTURAL PADRE CARLOS ALBERTO GUIMARÃES

Aulas Ballet, Barra de Chão, Dança Criativa e Dança Contemporânea pontifice73@gmail.com CHAPITÔ

Encontro de Malabaristas

3 JAN: 19H-21H30 EG

Bar Tô no Brasil - Samba à Mesa 6, 13, 20, 27 JAN: 22H30 EG

Encontro de Técnicas Circenses: Aéreos 25 JAN: 19H30-21H30 EG

Técnicas Circenses

Por Sâmara Botelho, Matias Hugo e Neuza Ribeiro SEG, QUA: 19H30-21H

Técnicas de Manipulação

Por Tommaso Mortari TER: 19H30-21H

Capoeira

Por Mário Correia TER, QUI: 19H30-21H COMPANHIA OLGA RORIZ

Aulas de Contemporâneo

SEG, QUA, SEX: 10H3012H10, TER, QUI: 9H-10H30

Aulas de Condicionamento Físico SEG, QUA, SEX: 9H-10H30 CONVENTO DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA

Dançar com Pk

Aulas de dança para pessoas com Parkinson e cuidadores por Rafael Alvarez e Leonor Tavares. SÁB: 10H-11H30 EG / MP

939 672 545 DANÇATTITUDE

Fusão EtnoContemporânea

917 495 610

QUI: 21H-22H 965 127 123

Dança para Pelés

Aulas de Flamenco

MP

919 122 371 CENTRO CULTURAL DE CARNIDE

Workshops

Ballet, Danças Orientais e Hip-Hop

Por Escola El Camino SEG: 11H-12H, 20H-21H30, QUI; 11H, 12H, SÁB: 11H-12H30 964 114 990


64

DA N ÇA AU L AS / C U R S O S / WO R KS H O P S DANÇA DO SABER

Aulas

Salsa, Kizomba, Postura e Ladies Dance TER, SEX: 19H30, 20H30 DANCE FACTORY STUDIOS

Aulas Regulares, Cursos e Workshops Kizomba Zero, Tango Argentino, Danças de Salão, Salsa, Tarrachinha, Semba, Bachata, Forró, Street Jazz, Ragga, Hip-Hop, Kuduro, Belly Dance, Sevilhanas, Ritmos Latinos, Pole Dance, Ballet, Sapateado, Dança Afro 966 755 755

DANCE SPOT

Artes de Palco, Street Dance e Danças Sociais 915 773 155

DE PURA CEPA - ESCUELA DE TANGO

Tango Argentino (Iniciação, Intermédio e Técnica) depuracepatango@gmail.com DOJO DA LUZ

Dança Contemporânea Por Sofia Freire Diogo SEG, QUA: 10H30-11H30, SEG: 21H-22H, SEX. 20H30-21H30

ESCOLA DE DANÇA ANA KÖHLER

Cursos Ballet, Dança Contemporânea, Jazz/ Broadway, Dança Tradicional Irlandesa, Hip-Hop e Bollywood 961 268 279

ESCOLA DE DANÇA PROJETO LATINO

Aulas e Workshops Salsa, Roda de Casino, Ritmos Africanos, Bachata, Tango Argentino e Sevilhanas Seg a sex: pós-laboral 917 860 556

CULTURGEST 20 E 21 DE JANEIRO, ÀS 21H30 RUA ARCO DO CEGO 50, PISO 1 / 217 905 155 WWW.CULTURGEST.PT

CLIMAS Direcção artística de André Braga e Cláudia Figueiredo. Co-criação e interpretação de Costanza Givone, Daniela Cruz, Gil Mac, Margarida Gonçalves, Paulo Mota e Ricardo Machado.

Climas é o novo espetáculo de André Braga e Cláudia Figueiredo, fundadores em 1999 da cooperativa Circolando, do Porto. A abordagem poética dos universos dramatúrgicos, o carácter intensamente físico das propostas e a força da componente plástica e da música são traços presentes do projeto. Nesta criação, as dinâmicas climáticas e o imaginário que lhe está associado serão usados como metáforas para olharmos os homens e as suas relações. Improvisa-se uma espécie de hipersensibilidade climática e explora-se a força e imprevisibilidade de nos deixarmos atravessar pelas mais variadas forças naturais. Coprodução com o Teatro Nacional São João, a Culturgest e o Teatro Aveirense. RG


DA N ÇA AU L AS / C U R S O S / WO R KS H O P S ESCOLA DE DANÇA RAQUEL OLIVEIRA

Dança Extemporânea e Danças Espanholas

escoladedanca@raquel-oliveira.pt ESPAÇO 9

Gipsy Duende

SEG: 11H-12H30, TER: 18H30-20H

AfroYin

TER: 11H-12H30

Orient(al) Express(ion) QUA, SEX: 18H-19H

ESPAÇO DANÇA DE PALMIRA CAMARGO

Aulas e Workshops Ballet, Repertório Clássico, Dança Contemporânea, Barra de Chão, Danças de Caráter e Hip-Hop

FORUM DANÇA

Dança Contemporânea

Por Maria Ramos TER: 19H30-21H (NÍVEL ABERTO), QUI: 19H30-21H (NÍVEL INTERMÉDIO)

Ballet e Barra de Chão Por Maria João Lopes SEG: 19H30-21H, QUA: 19H30-21H

Laboratório Coreográfico

Por Maria Ramos QUA: 19H30-21H FUNDAÇÃO LIGA

Atelier de Dança Inclusiva

Por Rafael Alvarez TER: 9H30-10H30 fundacaoliga@fundacaoliga.pt GINÁSIO BEIJA-FLOR

Capoeira

SEG, QUA, SEX: 19H3021H, QUI: 20H45-22H

ESPASSUS 3G

Dança Escocesa TER: 20H-22H 931 462 215

ESTÚDIO ACCCA

Introdução à Dança Contemporânea

Workshop por Sofia Silva 7, 8 JAN: 16H-18H MP

formacaodanca@gmail.com

Programa de Movimento e Dança Contemporânea: Aulas de Técnica e Laboratório Performativo Por Marina Nabais 18, 25 JAN, 1, 8, 15, 22 FEV, 1, 8, 15, 22 MAR, 5, 12, 19, 26 ABR: 19H30-20H45, 19H30-21H30 MP

marinanabais@gmail.com

Aulas de Dança Contemporânea

Por Sofia Silva TER, QUI: 10H30-12H, 19H-20H30, 20H30-22H 919 657 249 ESTÚDIOS VICTOR CÓRDON

Aulas de Ballet QUA: 18H-19H15

EVOÉ - ESCOLA DE ACTORES

Soma: Práticas do Corpo, Movimento e Dança Contemporânea Por Ana Mira QUI: 18H30-20H30

GINÁSIO POMBALINO

Aulas de Barra de Chão

Por Elena Castilla TER: 19H-20H, QUI: 18H4519H45 967 693 016 I-ART

Pole Heart

Aulas de pole dance por Carolina Ramos. SEG, QUA, QUI: 19H-23H 969 090 881 IGREJA DE SANTO ANTÓNIO DE CAMPOLIDE

Aulas de Biodanza QUA: 19H30-22H 911 068 976 KI’ANDA PRIME

Aulas

Salsa, Bachata, Kizomba e Semba SEG A SEX: 19H-22H LUSITANO CLUBE

Lindy Hop

SEG A QUA LX DANCE - ESCOLA DE DANÇA E BAILADO DE LISBOA

Cursos Ballet, Jazz, Musical, Barra no Chão, Contemporâneo, Flamenco/Sevilhanas, Pontas e Dance Mix

PRO.DANÇA - ESCOLA DE DANÇA

Aulas Ballet Clássico, Dança Contemporânea, Sevilhanas e Flamenco e Barra no Chão STAGE 81

Aulas Kizomba, Salsa Cubana, Modern Fusion, Hot Heels (Burlesco), Danças Orientais/ Bollywood, Zumba e Cabaret STEPS CLUBE

Aulas e Cursos Tango, Salsa, Kizomba, Forró, Samba, Danças Orientais, Sapateado e Burlesque 914 890 204

65 TEATRO CINEARTE

Aulas de Tango Argentino

DOM: 20H-21H30 milongabarraca@gmail.com TEATRO DOM LUIZ FILIPE (TEATRO DA LUZ)

Aulas de Novo Circo - Acrobacias Aéreas: Tecido, Trapézio, Lira e Corda

SEG A QUI: 18H-21H, SÁB: 10H-16H 932 904 467

Aulas de Danças Tradicionais Europeias SEG: 19H (INTERMÉDIO), 20H45, TER: 19H (INICIAÇÃO) balldados@tradballs.pt VOZES EM CONSERTO ACADEMIA DE CANTO E PERFORMANCE

Aulas de Dança 911 155 558

TANGO D’AVENIDA

WORK IN STUDIO

Por Miriam Nieli QUA: 20H-21H30 938 226 403

Por Lua SEG, QUI: 20H45-22H15

Aulas de Tango Argentino

TAP DANCE CENTER LISBON

Aulas de Sapateado

SEG, QUA: 17H30-20H30, SEX: 12H-13H, SÁB: 10H3012H30 Por Michel e Paula Cirino 932 940 988 TEAR - ESPAÇO DE ARTES

Dança Aérea

SEG, QUA: 10H30-12H, TER: 22H-23H30, QUA: 19H10-20H10

Sapateado

SEG: 12H10-13H10

Barra de Chão

SEG: 18H-19H, TER, QUI: 12H10-13H10

Contemporâneo SEG: 19H10-20H10

Acrobática de Solo

SEG: 20H20-21H20, QUI: 10H30-12H

Ballet

TER: 11H-12H, QUA: 21H3022H30

Tap Dance

QUA: 18H-19H tear.geral@gmail.com

Aulas de Iniciação ao Tango Argentino Aulas de Flamenco Por Tatiana Saceda QUA: 20H30-21H30 geral@workin.com.pt

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 97


66

LIT E R ATU R A

ARQUIVO NACIONAL DA TORRE DO TOMBO ATÉ 31 DE JANEIRO ALAMEDA DA UNIVERSIDADE / 210 037 100 / ANTT.DGLAB.GOV.PT

VERGÍLIO FERREIRA ESPAÇO DO (IN)VISÍVEL A exposição Vergílio Ferreira: Espaço do (In)visível encerra uma conjunto de iniciativas que celebraram o centenário do nascimento do grande escritor. Organizada em quatro núcleos temáticos procura tornar visível um “sulco de sinais” por entre o universo da sua ficção. Do Lugar e dos Documentos da Escrita expõe os objetos de Vergílio Ferreira indissociáveis do território da criação literária (cadeirão, prancheta e outros), manuscritos inéditos, romances e ensaios com correções e ARQUIVO NACIONAL DA TORRE DO TOMBO

ASSOCIAÇÃO RENOVAR A MOURARIA

Exposição ATÉ 31 JAN

Tertúlias sobre temas polémicos da atualidade num espaço onde as palavras e a música se cruzam. 1ª, 3ª QUA: 19H30

VERGÍLIO FERREIRA: ESPAÇO DO (IN)VISÍVEL DIOGO DO COUTO

VEM FALAR DAS COISAS SEM PARTIR A LOIÇA

Mostra documental ATÉ 31 JAN SEG A SEX: 9H30-19H30, SÁB: 9H30-12H30 EG

BIBLIOTECA DE BELÉM

APCC - ASSOCIAÇÃO PARA A PROMOÇÃO CULTURAL DA CRIANÇA

CARLOS RUIZ ZAFÓN LUÍS SEPÚLVEDA

ATELIÊ DE MARIONETAS DE DEDO E ANIMAÇÃO DO LIVRO E DA LEITURA IA

CICLO DE LETRAS DESTAQUE DE COLEÇÃO Exposição 3 A 31 JAN EG

aditamentos autógrafos para futuras edições. Da Censura mostra livros proibidos ou autorizados com cortes pela Censura. Das Marginalia exibe livros de alguns dos mais importantes autores da biblioteca particular do escritor, que contém um número considerável de anotações e comentários. Por fim, Do Espírito do Lugar: A Aldeia Eterna apresenta vários registos e documentos sobre o “espírito do lugar” primordial do autor e dos protagonistas dos seus romances e narrativas breves. Luís Almeida d’Eça BIBLIOTECA DOS CORUCHÉUS

STAR (T) IN ENGLISH

Ciclo de 12 sessões de formação não formal em língua inglesa destinada a adultos 18 JAN A 17 MAI QUA: 10H30-12H30 EG / MP

BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

VERGÍLIO FERREIRA ESCRITA(S) Exposição ATÉ 14 JAN EG

CLÁUDIA DE CAMPOS (1859-1916): DA LITERATURA À INTERVENÇÃO CÍVICA Mostra ATÉ 7 JAN

BU ÉDALOUCO PHARMÁCIA DE CULTURA

TERTÚLIA DE POESIA

Cada sessão tem um poeta convidado e um poeta celebrado TER: 21H30


L SIETCEÇÃO R AT UCRO ANO TS I NLUA IVM R O/S C DI E RJA CO N E/I RAU O L AS / WO R KS H O P S

FERNANDO PINTO DO AMARAL

ADÍLIA LOPES

GERTRUDE STEIN

FREDERICO LOURENÇO

BANDOLIM

PARIS FRANÇA

BÍBLIA - VOLUME I

MANUAL DE CARDIOLOGIA

ASSÍRIO & ALVIM

RELÓGIO D’ÁGUA

QUETZAL

DOM QUIXOTE

Adília Lopes começou a publicar na década de 1980. As redes sociais chegaram 20 anos mais tarde e é extraordinário ver a poesia da autora como precursora do uso mais interessante que as facilidades do novo século ajudaram a difundir. Mas consigo própria, talvez não: “A net é um sorvedouro de tempo, disse-me uma poetisa francesa.” Em todo o caso, podemos olhar para este livro como uma rede social de dois, de sentido único, onde cada leitor é interpelado de sua vez. Voltamos a encontrar a teia quotidiana de bichos e citações, inspirações e trocadilhos, que nos agarram com a sua graça e uma capacidade de observação a que não é alheio o sentido de irrisão. O livro abre e fecha com uma sequência de imagens que podiam figurar num perfil de Facebook invulgar. Adília Lopes apresenta o fora que há no comum, em prosa e em verso. “Uma doente internada no Júlio de Matos disse-me: ‘Não tenho gostos’. É horrível.” Um hospital sem rede deve ser mesmo horrível. RG

Hemingway escreveu em Paris É Uma Festa que era fácil criar o hábito de passar, ao fim da tarde, no 27 da Rue de Fleurus pelos “bons quadros e pela conversa”. Gertrude Stein, escritora norte-americana, viveu em Paris desde 1903. O seu famoso salão acolhia a elite intelectual e artística da época: Picasso, Satie, Apollinaire, Cocteau, Pound, Fitzgerald, Man Ray. Vanguardista, Stein criou um estilo de escrita de vanguarda que tinha por modelo a pintura cubista apta a reproduzir várias perspetivas do objeto representado. Pretendia dar a impressão de um “presente contínuo” através de uma construção frásica assente em ritmos repetidos e circulares e em estranhas regras de pontuação. Este livro oferece, numa aparente desordem, um sem número de impressões pessoais sobre os franceses, a guerra, a arte, a gastronomia ou a moda, que variam entre o pertinente e o improvável. Paris França é um livro de viagens tão excêntrico como a sua autora, mas delicioso.

Frederico Lourenço, ficcionista, ensaísta e poeta, é o tradutor da mais completa versão da Bíblia em Língua Portuguesa. Este primeiro volume inclui os Quatro Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João e integra-se num projeto que contempla a versão em língua portuguesa a partir do original (a chamada Bíblia Grega) e contém todos os livros do Novo e do Antigo Testamento. Um longo trabalho reconhecido pelo prémio Pessoa 2016 que sublinhou os “elevados critérios de integração contextual, história e linguística, deste livro maior de ressonância universal em toda a história”. José Tolentino de Mendonça destacou como elemento determinante desta tradução o desejo de oferecer uma Bíblia “como matéria de estudo universitário entendido sob uma forma não-religiosa. (…) A dimensão pedagógica é aqui também um elemento diferenciador que pode ser de utilidade para colocar a Bíblia nas mãos de novos leitores”.

Fernando Pinto do Amaral publica, aos 56 anos, um novo livro de poesia. Manual de Cardiologia é dedicado “aos estudiosos do coração humano e dos seus males”. A obra assume-se como uma descida aos abismos, um exorcismo de uma experiência amorosa que não correu bem. Nesta intensa viagem emocional sente-se, por vezes, no autor, a presença do antigo estudante de medicina num olhar clínico que contrasta com a intensidade e com lado confessional dos poemas (…) “O que existe / é um músculo O resto / são impulsos elétricos fenómenos / da física Até isso / que dizem ser a alma é hoje apenas química”. A ciência pode avançar, Darwin e a evolução das espécies, o aparecimento do eletrocardiograma, os transplantes do Dr. Barnard, porém o coração permanece um “mistério”. Basta “uma palavra uma descarga elétrica uma luz” e esse “vulcão” que “acreditaste estar enfim extinto (…) recomeça a bater todos os dias / e não sabes porquê”. LAE

67


68

L I T E R AT U R A CASA DA ACHADA - CENTRO MÁRIO DIONÍSIO

CICLO A PALETA E O MUNDO

Uma hora semanal de leitura de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio com projeção de imagens. SEG: 18H30

OS AMIGOS DESCONHECIDOS: VLADIMIR MAIAKOVSKY Conversa 21 JAN: 16H

CASA FERNANDO PESSOA

CLUBE DE LEITURA - IR À ESTANTE

O Livro do Desassossego de Bernardo Soares/Fernando Pessoa QUA (QUINZENALMENTE): 18H-20H EG/MP

CASA DE MACAU

CURSO DE LÍNGUA E CULTURA CHINESA QUA: 18H30-20H MP

CENTRO CIENTÍFICO E CULTURAL DE MACAU

CURSO DE LÍNGUA E CULTURA CHINESAS

SÁB: 9H-11H, 11H-13H MP

CENTRO INTERCULTURACIDADE

CURSO DE INTRODUÇÃO AO CRIOULO DE CABO VERDE MP

CURSO DE LITERATURA POLICIAL

Coordenado por Francisco José Viegas 6, 8, 13, 15, 20, 22 FEV, 1,6, 8, 15 MAR: 19H ATÉ 31 JAN ESCREVER ESCREVER

CURSOS

Revisão de Textos; Escrita do Eu; Técnicas de Storytelling; Escrita de Humor; Documentário; Escrita Criativa; Desformatar através da Escrita; Escrever a Gastronomia; Creative Writing in English; Guionismo; Ensaboadela no Português; Escrever um Livro Infantil; Escrever para Divulgar a Ciência; Oficina de Contadores de Histórias ESPAÇO BAIRRO ALTO – LISBOA

ESCREVER MAIS & ESCREVER MELHOR

Atelier de Escrita Criativa Literária A PARTIR DE 16 JAN SEG, TER: 18H30-20H30

TUTORIA E GRUPO DE ESCRITA

Acompanhamento personalizado e em grupo de projetos de escrita de ficção SEX: 18H30-20H30 atelierfilipamelo@gmail.com ESPAÇO INATEL MOURARIA

OFICINA DE ESCRITA CRIATIVA LER MAIS & ESCREVER MELHOR

CURSO DE POESIA

Coordenado por José Fanha 9, 16, 23, 25, 27 30 JAN, 1 FEV: 19H IA

ATÉ 2 JAN

ILNOVA - INSTITUTO DE LÍNGUAS DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

CURSOS SEMESTRAIS

Alemão, Árabe, Búlgaro, Coreano, Dinamarquês, Espanhol, Finlandês, Francês, Grego Moderno, Hebraico, Hindi, Húngaro, Inglês, Italiano, Japonês, Mandarim, Neerlandês, Polaco, Romeno, Russo, Sérvio, Sueco, Turco.

INICIAÇÃO À LÍNGUA CHINESA

TER: 18H30-20H, QUA, QUI: 19H-20H30 MP

CURSOS DE LÍNGUA ROMENA

Prof.ª Rodica Adriana Covaci SEG, QUA: 19H-20H30 Prof. Simion Doru Cristea TER, QUI: 19H-20H30 JUNTA DE FREGUESIA DE ARROIOS

OFICINAS CINCO ÀS SEIS Escrita criativa por Filipa Melo SEG: 18H MP

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

PROPOSTAS PARA UM GLOSSÁRIO DO NOSSO TEMPO

MUSEU DO ALJUBE - RESISTÊNCIA E LIBERDADE

EVOÉ – ESCOLA DE ACTORES

CICLO LIVROS NO ALJUBE

Com Isabel Costa TER: 18H30-20H

CICLO INTELECTUAIS E ARTISTAS DA RESISTÊNCIA - ALVES REDOL

MP

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS INSTITUTO ORIENTAL

CURSO LIVRE DE LÍNGUA E CULTURA TURCA Info: 931 625 424 MP

RUA DAS GAIVOTAS 6

LEITURA DO LIVRO TEORIA KING KONG DE VIRGINIE DESPENTES Por Miguel Bonneville 29 JAN: 17H

TEATRO NACIONAL D. MARIA II

CICLO POETAS AQUI VIDA E MORTE DE DANIEL FARIA Criação, texto e interpretação Pablo Fidalgo 19 A 22 JAN QUI A SÁB: 21H30 DOM: 16H30

FORÇA HUMANA

A partir de Os Lusíadas de Luiz de Camões Direção e interpretação António Fonseca e José Neves 26 A 29 JAN QUI A SÁB: 21H30, DOM: 16H30

Seminário de António Guerreiro 21 JAN A 11 FEV SÁB: 15H-18H

IA

CURSO DE ESCRITA CRIATIVA

PORTUGU ÊS ET CETERA Cursos de português, língua estrangeira e língua materna

EG

INSTITUTO CULTURAL ROMENO

MP/EG

MP

EL CORTE INGLÉS

Exposição documental e bibliográfica

Com Filipa Melo SEG: 18H-20H

aconim@inatel.pt

Entre dois Mundos por Helena Vasconcelos Santuário, Andrew Michael Hurley 12 JAN: 18H30 O Aperto do Parafuso (ou O Calafrio), Henry James 26 JAN: 18H30

JOSÉ SARAMAGO – A SEMENTE E OS FRUTOS

ORIENTA-TE

IA

CULTURGEST

COMUNIDADE DE LEITORES

FUNDAÇÃO JOSÉ SARAMAGO

Conversa à volta de livros, para celebrar a liberdade de opinião e de expressão, na sua pluralidade. 12 JAN: 18H

Apresentação da vida e obra por especialistas e mostra biobibliográfica 26 JAN: 18H EG

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 97


69

TERÇA A DOMINGO 10H // 13H - 14H // 18H ENCERRA SEGUNDA ENTRADA GERAL: 2€ TERÇA-FEIRA ENTRADA GRATuiTA

Atelier-Museu Júlio Pomar Rua do Vale, 7 1200-472 Lisboa facebook.com/ateliermuseujuliopomar www. ateliermuseujuliopomar.pt


70

M Ú S ICA

COLISEU DOS RECREIOS 28 DE JANEIRO, ÀS 21H30 RUA DAS PORTAS DE SANTO ANTÃO, 96 / 213 240 585 / WWW.COLISEULISBOA.COM

DEOLINDA Datas redondas trazem consigo celebração. É isso que os Deolinda pretendem fazer no dia 28 de janeiro, quando subirem ao palco do Coliseu dos Recreios, quatro anos depois de aí terem sido muito felizes. O grupo celebra dez anos de carreira, e traz consigo o último álbum, Outras Histórias , para além dos clássicos que todos conhecemos, como Fado Toninho, Movimento Perpétuo Associativo, Um

E S P E TÁC U L O S ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DA MOCIDADE DE LISBOA

FORRÓ PESADO APRESENTA KABAÇA ROOTS AO VIVO SÁB: 23H

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA CONCERTO DE ANO NOVO 1 JAN: 17H

MIGUEL AMADO 6 JAN: 21H

BOWIE: 70

Música de David Fonseca e conversa moderada por Nuno Galopim 8 JAN: 17H

ORQUESTRA SINFÓNICA DA ESTREMADURA ESPANHOLA TEMPORADA DARCOS 8 JAN: 17H

ORQUESTRA SINFÓNICA PORTUGUESA ADAMS | MAHLER 15 JAN: 17H

ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA | CORO DE

Contra o Outro ou Seja Agora. O disco foi lançado em fevereiro de 2016, e dele saíram os singles Corzinha de Verão, A Velha e o DJ e Manta Para Dois . No mês passado, foi lançada uma reedição do álbum, que inclui um CD com músicas ao vivo, retiradas dos concertos de abril do ano passado, no Tivoli e na Casa da Música. Os bilhetes custam entre 15€ e 45€. Filipa Santos

CÂMARA LISBOA CANTAT

Ateliê de Ópera da Metropolitana 27 JAN: 20H, 29 JAN: 16H

CONCERTO DUPLO COM ALEXANDER STEWART E ISABELLA LUNDGREN 21 JAN: 21H

CCBEAT YOU CAN’T WIN CHARLIE BROWN 19 JAN: 21H

QUINTAS ÀS 7 ANTÓNIO OLIVEIRA 5 JAN: 19H

MAFALDA SANTOS E ALEXEI EREMINE 19 JAN: 19H

HÁ FADO NO CAIS OS MESTRES 27 JAN: 21H CHAPITÔ

CLUBE DO CHORO DE LISBOA

2, 9, 16, 23, 30 JAN: 22H30 EG

TERÇA EM FADO

3, 10, 17, 24, 31 JAN: 22H30

FADO NO BARTÔ COM FLÁVIO GIL 25 JAN: 22H

FADO COM MARIFÁ

5, 12, 19, 26, 29 JAN: 22H30

SAMBA À MESA

6, 13, 20, 27 JAN: 22H30 EG


M Ú S I CA E S P E TÁC U L O S

MÚSICAS DO MUNDO

8, 15, 22, 29 JAN: 22H EG

CINE THEATRO GYMNÁSIO

FADO IN CHIADO SEG A SÁB: 19H

71

MET OPERA LIVE IN HD NABUCCO, GIUSEPPE VERDI 14 JAN: 18H

ROMEU E JULIETA, CHARLES GOUNOD 21 JAN: 18H

COLISEU DOS RECREIOS

STRAUSS FESTIVAL ORCHESTRA + STRAUSS FESTIVAL BALLET ENSEMBLE

GRANDE CONCERTO DE ANO NOVO 7 JAN: 18H

SUM 41

20 JAN: 21H

BIFFY CLYRO 27 JAN: 21H

DEOLINDA

28 JAN: 21H30 CULTURGEST

ALDINA DUARTE 27 JAN: 21H30

CICLO JAZZ +351 AFONSO PAIS E RITA MARIA 27 JAN: 21H30

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

CORO E ORQUESTRA GULBENKIAN

O SENHOR DOS ANÉIS: AS DUAS TORRES

Projeção do filme de Peter Jackson com música ao vivo 6, 7 JAN: 20H, 8 JAN: 17H EG

ORQUESTRA GULBENKIAN AMOR E ÊXTASE Lorenzo Viotti, maestro

12 JAN: 21H, 13 JAN: 19H

MÚSICA DE CÂMARA CUARTETO CASALS 22 JAN: 16H, 20H

CICLO GRANDES INTÉRPRETES II CAPPELLA ANDREA BARCA András Schiff, piano e direção 25 JAN: 19H

CICLO GRANDES INTÉRPRETES I CAPPELLA ANDREA BARCA MOZART E HAYDN 26 JAN: 19H

MÚSICAS DO MUNDO WANG LI E WU WEI

AS ESTAÇÕES HARMÓNICAS 28 JAN: 21H

CONCERTOS DE DOMINGO CORO E ORQUESTRA GULBENKIAN CORO INFANTO-JUVENIL DA UNIVERSIDADE DE LISBOA GRANDES COROS DE ÓPERA Jorge Matta, maestro 29 JAN: 11H, 16H

IMPRENSA NACIONAL – CASA DA MOEDA

ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA MOZART, BEETHOVEN

SOLISTAS DA ORQUESTRA GULBENKIAN

18 JAN: 19H

ORQUESTRA GULBENKIAN

STILL WITH 24U

13, 20 JAN: 21H30

CONCERTO DE CHOPIN Stéphane Denève, maestro

19 JAN: 21H, 20 JAN: 19H

CICLO PIANO PEDRO BURMESTER SONATA AO LUAR 10 JAN: 21H

MITSUKO UCHIDA 15 JAN: 19H

LISBOA AO VIVO

24K

10 JAN: 17H

LUX FRÁGIL

BEST YOUTH 26 JAN: 23H

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

LAMBCHOP FLOTUS

17 JAN: 22H

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN 12 DE JANEIRO, ÀS 21H, 13DE JANEIRO, ÀS 19H AVENIDA DE BERNA, 45 A / 217 823 000 WWW.GULBENKIAN.PT

AMOR E ÊXTASE A Gulbenkian recebe o espetáculo Amor e Êxtase, com direção do maestro Lorenzo Viotti, último vencedor do Nestlé and Salzburg Festival Young Conductors Award. Nos concertos que decorrem dia 12 e 13 de janeiro, no Grande Auditório, o maestro dirige pela primeira vez a Orquestra Gulbenkian, contando com a atuação da meio-soprano Karine Deshayes. O exigente e desafiante programa junta obras emblemáticas dos repertórios de Wagner, Chausson, Debussy e Scriabin. Os bilhetes custam entre 15€ e 24€. FS


72

M Ú S I CA E S P E TÁC U L O S / C U R S O S MUSEU DO DINHEIRO

CORO POLYPHONIA SCHOLA CANTORUM 28 JAN: 16H EG

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

SOLISTAS DA METROPOLITANA DE PARIS A CHICAGO 14 JAN: 16H

MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA

ESPLENDORES DA MÚSICA COM O CORO LAUDATE NATAL EM PORTUGAL 7 JAN: 16H PG / EG

JANELA DO SÉC. XVII 8 JAN: 15H PG / EG

MUSEU DO ORIENTE

SOLISTAS DA METROPOLITANA DUSSEK, SCHUBERT 15 JAN: 16H EG

SOCIEDADE PORTUGUESA DE AUTORES

SOLISTAS DA METROPOLITANA DUSSEK, SCHUBERT 12 JAN: 18H30

TEATRO IBÉRICO

THEY’RE HEADING WEST CONVIDAM TODA A FAMÍLIA PATACA

BALLET FLAMENCO DE MADRID CARMEN

27, 28 JAN: 21H30, 28, 29 JAN: 16H UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA – REITORIA

ORQUESTRA ACADÉMICA METROPOLITANA GRIEG, SCHUMANN 20 JAN: 21H

6 JAN: 22H

TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS

ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA

ANÍBAL LIMA: 50 ANOS DE CARREIRA | INTEGRAL DOS CONCERTOS PARA VIOLINO DE MOZART 13, 14 JAN: 21H

TEATRO TIVOLI BBVA

PEDRO BARROSO CANTOS DE SEMPRE 7 JAN: 21H

CURSOS ACADEMIA DO LUMIAR

Formação instrumental, musical, coral ACADEMIA DE M ÚSICA DA GRAÇA

Cursos de Canto, Guitarra, Piano, Violoncelo, Violino, Bateria, Baixo MP ARTS2SCIENCE

Aulas Regulares e workshops de Teoria

Musical, Piano, Violino, Violoncelo, Guitarra, Técnica Vocal e Tecnologias da Música SEG A SÁB: 10H-20H MP

ASSOCIAÇÃO GAITADE -FOLES

Oficinas de gaita-defoles MP ASSOCIAÇÃO DE RESIDENTES DE TELHEIRAS - ART

Guitarra e piano MP

ATELIER MUSICAL DO AREEIRO

Aulas de acordeão, contrabaixo, flauta transversal, guitarra, piano e violino CASA DO ALENTEJO

Tardes alentejanas SÁB: 15H30 EG

Linha verde:

800 20 20 13


M Ú S I CA C U R S O S

© Rex Features

73

CENTRO CULTURAL DE BELÉM 8 DE JANEIRO, ÀS 17H PRAÇA DO IMPÉRIO / 213 612 400 / WWW.CCB.PT

DAVID BOWIE: 70

No dia 8 de janeiro, David Bowie completaria 70 anos. Para celebrar as memórias e o legado musical do artista, o CCB organiza uma sessão onde as estrelas principais são a música e as palavras. Tendo por base três versões de temas da obra de Bowie, apresentadas ao vivo por David Fonseca, haverá conversas e também uma projeção com excertos de filmes. Nuno Galopim modera o debate,

CASA DO BRASIL

Violão Brasileiro e Guitarra Criar e Gerenciar Bandas Aulas permanentes MP

968 870 282 CASA DA COMARCA DA SERTÃ

Aulas de Acordeão

QUI: 18H30, 19H30, 20H30 DOM: 10H, 11H CENTRO CULTURAL ARTE PURA

Forró, Samba no Pé, Maracatu, Afro Brasil, Percussão, Violão VÁRIOS HORÁRIOS

CENTRO INTERCULTURACIDADE

Construção de Instrumentos de Percussão

SEG A SEX: 16H-19H MP

COMUNIDADE HINDU DE PORTUGAL

Raga

Curso de Música Indiana Vários horários EVOÉ – ESCOLA DE ACTORES

Aulas de voz e canto TER: 18H30-20H30

ESPAÇO PESSOA E COMPANHIA

Aulas de piano, guitarra

que conta com a participação do crítico de cinema João Lopes, da cantora Xana (Rádio Macau) e do editor discográfico David Ferreira, ao qual se juntará David Fonseca. Serão ainda recordados outros discos bem como momentos de filmes em que Bowie participou. Os bilhetes para o evento custam 7,5€ e 10€. FS

de letristas, seminário de poética de fado, gabinete de ensaios para intérpretes PRIMO CANTO ASSOCIAÇÃO CULTURAL

Curso de Canto S ESPAÇO

Adufe, Canto Tradicional

MP

ESTÚDIO VANDA MELO

Voz e Canto

TER: 19H-20H30 MP

icampelo58@gmail.com

Aulas de Forró

QUA: 20H-21H30

Baile com o Quinteto Luso Baião QUA: 22H

Com a soprano Ângela Silva MP

SOU – MOVIMENTO E ARTE

Aulas livres de música MP

MUSEU DO FADO

Cursos de guitarra portuguesa, seminário

TER: 19H30 balltoques@tradballs.pt VOZES EM CONSERTO

Aulas de canto, piano, guitarra clássica, pianista acompanhador, teoria musical, coro XUVENTUDE DE GALICIA

Aulas de pandeireta SEX: 20H30

SAGRADA FAMÍLIA

IN IMPETUS

Aulas de Canto

Concertina I

TEATRO DOM LUIZ FILIPE

Canto Tradicional SEG: 21H

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág ????????


T E ATRO

© João Tuna

74

TEATRO NACIONAL D. MARIA II 12 A 22 DE JANEIRO PRAÇA D. PEDRO IV / 800 213 250 / WWW.TEATRO-DMARIA.PT

OS ÚLTIMOS DIAS DA HUMANIDADE Teatro Nacional de São João. Karl Krauss, autoria; Nuno Carinhas e Nuno M Cardoso, encenação; Ana Mafalda Pereira, Andreia Ruivo, António Durães, Benedita Pereira, Diana Sá, João Cardoso, Joana Africano, João Castro, João Lourenço, Mafalda Canhola, Marcello Urgeghe, Maria Inês Peixoto, Miguel Loureiro, Paulo Calatré, Paulo Freixinho, Pedro Almendra, Raquel Cunha, Rita Pinheiro, Sara Barros Leitão, Teresa Arcanjo e Tiago Sarmento, interpretação.

No prefácio deste “Carnaval trágico” escrito por Karl Kraus (1874-1936) durante a Primeira Grande Guerra, o autor austríaco alerta para a veracidade dos “feitos mais inverosímeis aqui relatados”, recorrendo a uma citação invertida de Schiller para afirmar “eu pintei o que eles só fizeram”. Eles são “os contemporâneos, que consentiram que acontecesse o que aqui fica registado”. Obra “majestosa E S T R E I AS ARMAZÉM 13

THE ODDER SIDESHOW Mica Paprika & Lady White, criação e interpretação. 28 JAN: 21H30

CASINO DE LISBOA

OS DIAS REALISTAS

Will Eno, texto; Marcos Barbosa, encenação; Catarina Furtado, João Reis, Manuela Couto e Paulo Pires, interpretação. Os temas do quotidiano entrelaçam-se na relação

e monstruosa”, como a nomeou Roberto Calasso, constituída por mais de 200 cenas, Os Últimos Dias da Humanidade estreia em Lisboa, numa encenação conjunta de Nuno Carinhas e Nuno M Cardoso que procederam, nas suas palavras, a uma “gigantesca colagem” distribuída por três espetáculos com cerca de duas horas cada: Esta Grande Época (dias 12, 15 e 20), Guerra é Guerra (dias 13, 18 e 21) e A Última Noite (dias 14, 19 e 22). Em palco, 21 atores desdobram-se em quase duas centenas de personagens para ilustrar estes últimos dias da humanidade que são, afinal, “os primeiros dias do mundo da guerra perpétua”. Como escreve Nuno M Cardoso, dirigindo-se aos que venham a assistir ao espetáculo, “não percam toda a esperança e sejam bem-vindos”. Ou não fosse este, indubitavelmente, um dos grandes momentos da temporada. Frederico Bernardino

improvável entre dois casais de vizinhos. ESTREIA 11 JAN QUA A SÁB: 21H30, DOM: 17H

revista, pela encenadora Fernanda Lapa, numa incursão pela obra de Ésquilo. 5 A 29 JAN QUI A DOM: 21H30

CLUBE ESTEFÂNIA

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

AS FÚRIAS, OU DE COMO O PAI VENCEU A MÃE

Escola de Mulheres. A partir de As Euménides de Ésquilo. Fernanda Lapa, dramaturgia e encenação; Sara Túbio Costa, Marta Lapa, Maria Ana Filipe, Joana Castro, Francisco Côrte-Real e Rodrigo Tomás, intepretação. O papel subalternizado da mulher na sociedade grega é passado em

TERRA SONÂMBULA

ESTE – Estação Teatral. Mia Couto, autoria; Nuno Pino Custódio, criação e encenação; Rosinda Costa, Alexandre Barata e Pedro Fino, cocriação; Rosinda Costa, interpretação.

Regresso ao palco de um espetáculo a partir de uma obra do escritor moçambicano Mia Couto. 28 JAN: 19H, 29 JAN: 11H30

RUA DAS GAIVOTAS 6

BONECAS RUSSAS

Sophie Marie Coletivo. Filipa Leão, Sophie Pinto e Vanda Cerejo, criação; Filipa Leão, Tiago Bôto e Vanda Cerejo, cocriação e interpretação.

Partindo de uma personagem de Ensaio Paralelo (espetáculo anterior do coletivo), procuram-se três perspetivas diferentes sobre essa persona que vive num mundo onírico onde soa insistentemente um hit de Mariah Carey. 26 A 28 JAN QUI A SÁB: 21H30


T E AT R O E S T R E I AS

75

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

A NOITE DA IGUANA

Artistas Unidos. Tennessee Williams, autoria; Jorge Silva Melo, encenação; Nuno Lopes, Maria João Luís, Isabel Muñoz Cardoso, Joana Bárcia, Catarina Wallenstein, Pedro Carraca, entre outros, interpretação. Ver entrevista a Jorge Silva Melo. 19 JAN A 5 FEV QUA A SÁB: 21H, DOM: 17H30

NÃO QUERO MORRER

Elmano Sancho e Juanita Barrera, texto, encenação e interpretação. Um ator português e uma atriz colombiana sobem ao palco para evocar os artistas outrora amados que o público esqueceu. 25 A 29 JAN QUI A SÁB: 21H, DOM: 17H30 TEATRO DO BAIRRO

NOITE DE REIS, OU COMO LHE QUEIRAM CHAMAR

A partir de Twelft Night, or What You Will, de William Shakespeare. Luís Moreira, encenação; Alice Medeiros, Frederico Coutinho, Joana Chandelier, José Redondo, Paulo Duarte Ribeiro, Rui Westermann, Sandra Pereira, Victor Yovani e Vítor d’Andrade, interpretação.

TEATRO IBÉRICO

ROMEU E JULIETA

Cia. João Garcia Miguel. William Shakespeare, texto; João Garcia Miguel, encenação; David Pereira Bastos e Sara Ribeiro, interpretação.

O mais imortal dos casais da dramaturgia universal revisitado por João Garcia Miguel que enfoca um mundo despojado de amor. 6 A 22 JAN QUA A SÁB: 21H30 TEATRO NACIONAL D. MARIA II

OS ÚLTIMOS DIAS DA HUMANIDADE – ESTA GRANDE ÉPOCA Ver destaque. 12, 20 JAN:21H 15 JAN: 16H

OS ÚLTIMOS DIAS DA HUMANIDADE – GUERRA É GUERRA

© Vel Z

Nesta comédia de Shakespeare, ritmada por uma sucessão de peripécias, o jogo é entre o amor, o engano e a palavra. 6 A 22 JAN QUA A SÁB: 21H, DOM: 17H

TEATRO THALIA 19 A 29 DE JANEIRO ESTRADA DAS LARANJEIRAS, 205 / WWW.KARNART.ORG

FOGO

KARNART. Luís Castro e Vel Z, direção arística; Bibi Perestrelo, Fernando Grilo, Ivone Fernandes-Jesus, Marco Patrocínio e Xana Lagusi, interpretação.

Depois de uma viagem muito livre pela Commedia de Dante, Luís Castro e Vel Z abraçam o desafio de criar uma nova experiência perfinst (combinação entre performance e instalação) a partir do fogo, “elemento nobre e mitológico (…) ponto de partida para a afirmação do Homem no planeta Terra”. Criado especificamente para a sala do Teatro Thalia, edifício oitocentista recentemente recuperado, Fogo é “uma imensa instalação performativa”, onde quatro atores e um body-artist corporizam personagens e imagens inspiradas, sobretudo, na pintura clássica, mas também no cinema e na fotografia, sem esquecer um conjunto de “referências científicas, históricas e antropológicas”. O espetáculo, financiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, contará com a “participação direta” do público, “compelido a estilhaçar a unidade da narrativa, personalizando-a por um lado, metaforizando-a por outro.” FB


76

T E AT R O E S T R E I AS / F E S T I VA I S / C O N T I N UA M Ver destaque. 13, 18, 21 JAN: 21H

OS ÚLTIMOS DIAS DA HUMANIDADE – A ÚLTIMA NOITE

Ver destaque. 14, 19 JAN: 21H, 22 JAN: 16H

FORÇA HUMANA

A partir de Os Lusíadas de Luís de Camões. António Fonseca e José Neves, direção, dramaturgia e interpretação. Inserido no ciclo Estúdio Poético, este espetáculo procura, através da obra maior da literatura portuguesa, decifrar o Portugal contemporâneo. 26 A 29 JAN QUI A SÁB: 21H30 DOM: 16H30 TEATRO DA POLITÉCNICA

A ESTUPIDEZ

Artistas Unidos. Rafael Spregelburd, autoria; João Pedro Mamede, encenação; Andreia Bento, António Simão, David Esteves, Guilherme Gomes e Rita Cabaço, interpretação. Uma peça sobre a incomunicabilidade neste tempo “estúpido” que promete revelar o

segredo do universo. 11 JAN A 25 FEV TER, QUA: 19H, QUI, SEX: 21H, SÁB: 16H, 21H TEATRO TABORDA

A VIDA COMO ELA É

Teatro da Garagem. A partir de textos de Nelson Rodrigues. Carlos J. Pessoa, encenação; Nuno Nolasco e Nuno Pinheiro, interpretação. 

As crónicas do escritor brasileiro sobre a vida de casal no Brasil da década de 50 do século XX dão origem à nova criação da Garagem. 19 A 22 JAN QUI A DOM: 21H30 TEATRO THALIA

FOGO

Ver destaque. 19 A 29 JAN QUI A SÁB: 21H, DOM: 17H TEATRO TURIM

SALADA

Karl Valentin, autoria; Ana Maria Picoito, adaptação e encenação.

Uma peça cheia de humor com textos de um dos maiores mestres da comédia. 12 A 15 JAN QUI A SÁB: 21H30, DOM: 17H

PROJECTO DE HOMEM…

CENTRO COMUNITÁRIO DA MADRAGOA

Como subtítulo: Ou desde a criação que nos roubaram uma costela e nos espetaram um caroço pela goela abaixo agora aguenta. 19 A 29 JAN QUI A DOM: 21H30

Anzol Castiço. A partir de José Sanchis Sinisterra. Paula Perdigão, encenação; João Simões e Miguel Carvalho, interpretação.

D’ As Entranhas. Ricardo Moura, dramaturgia e direção.

F E S T I VA I S

TRAGÉDIA + TEMPO SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

Ricardo Araújo Pereira e Bruno Nogueira, comissários. A PARTIR DE 9 JAN

C O N T I N UA M AUDITÓRIO DO GRUPO DRAMÁTICO OS COMBATENTES

BURBURINHOS NO BAIRRO Grupo Dramático e Escolar Os Combatentes. Jorge Neves, Jorge Rua de Carvalho e Luís Maçarico, textos; João Simões, encenação. 7, 21 JAN: 21H30

NHAQUE OU PIOLHOS E ATORES SEX: 21H30

CENTRO HOSPITALAR PSIQUIÁTRICO DE LISBOA

ALICE – O OUTRO LADO DA HISTÓRIA

Byfurcação Teatro. Paulo Miguel Ferreira, texto; João Ascenso, encenação; Filipe Albuquerque, Gonçalo Romão, Isabel Guerreiro, João Bandeira, Laura Barbosa, Patrícia Duarte, Paulo Miguel Ferreira, Ricardo Lérias e Sofia Nicholson, interpretação. SEX, SÁB: 21H30 reservas@byfurcacao.pt

SOCIEDADE MUSICAL ORDEM E PROGRESSO

E AGORA QUEM É QUE MANDA?

Carlos Jorge Español com a participação de Tito Lívio,


T E AT R O C O N T I N UA M / C O N C U R S O S / C U R S O S Patrícia André, Paulo Oom e Sara Cipriano, interpretação. QUA A SÁB: 21H30, DOM: 16H

TEATRO MARIA VITÓRIA

PARQUE À VISTA

Flávio Gil, Miguel Dias e Renato Pino, autoria; Flávio Gil, encenação; Adelaide Ferreira, Paulo Vasco, Flávio Gil, Filipa Godinho, Diogo Martins, Maria Giestas, Pedro Silva e Patrícia Teixeira, interpretação. QUI, SEX: 21H30, SÁB, DOM: 16H30, 21H30 TEATRO VILLARET

NOIVO POR ACASO TEATRO MERIDIONAL A PARTIR DE 18 DE JANEIRO RUA DO AÇÚCAR, 64 / WWW.TEATROMERIDIONAL.NET

25 ANOS DO TEATRO MERIDIONAL O Teatro Meridional, dirigido por Miguel Seabra e Natália Luiza, assinala mais um aniversário com a reposição, nos próximos meses, de alguns dos mais recentes sucessos da companhia. Cabe a esse verdadeiro fenómeno de público e de crítica chamado Al Pantalone, original de Mário Botequilha inspirado nas personagens da commedia dell´arte, abrir o ciclo, a partir de 18 de janeiro. Ao palco da “melhor sala de espetáculos do Poço do Bispo” estão de volta o ganancioso banqueiro, o corrompido Doutor e os desgraçados Zanis e Columbina, ilustres representantes da arraia-miúda que vai pagando a fatura dos “embustes” da denominada elite. A Al Pantalone (em cena até 5 de fevereiro) seguem-se A Lição (22 de fevereiro a 12 de março), de Ionesco, e António e Maria (a partir de 30 de março), de António Lobo Antunes, que valeu à atriz Maria Rueff o Globo de Ouro em 2015. Todos os espetáculos têm encenação de Miguel Seabra. Este revisitar das criações mais recentes do Meridional estende-se ao longo do ano e incluirá ainda Contos em Viagem – Cabo Verde e As Centenárias , peças dirigidas por Natália Luiza. FB

Frederico Pombares, Henrique Dias e Roberto Pereira, autoria; Henrique Dias, encenação; Fernando Mendes, Carla Andrino, Jorge Mourato e Patrícia Tavares, interpretação. ATÉ 31 JAN SEX, SÁB: 21H30, DOM: 16H30

CAVEMAN

Rob Becker, autoria; António Pires, encenação; Jorge Mourato, interpretação. ATÉ 31 JAN TER: 21H30

CONCURSOS FUNDAÇÃO INATEL

Almeida, corpo de baile. SÁB: 21H30

TEATRO ABERTO

O PAI

Florian Zeller, autoria; João Lourenço, encenação; João Perry, Ana Guiomar, João Vicente,

EVOÉ

Teatro Físico – Método Lecoq IA

Iniciação ao Teatro IA

IN IMPETUS

Iniciação ao Teatro TER: 20H ÀS 21H30 IA

NB ACADEMIA

Intensivo de representação 4 A 31 JAN IA

MOB

Teatro

QUA: 19H IA

TEATRO DA LUZ

Teatro

Pela Companhia da Esquina PÓS-LABORAL IA

968 060 047 SOCIEDADE DE INSTRUÇÃO GUILHERME COSSOUL

Formação de Atores

OUT/16 A JUN/17 SEG, QUA: 21H30 ÀS 23H30 IA

Teatro Novos Textos 2017 ATÉ 13 JAN www.inatel.pt

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

C U R S O S/ / WO R KS H O P S ACT – ESCOLA DE ATORES

Workshops Internacionais para Profissionais do Espetáculo IA

CASA DO ARTISTA

Formação de Atores para Teatro Oficinas Teatro Lisboa IA

textos; Carlos Jorge Español, direção; Felipa Banazol, Victor Nascimento, Beatriz Cassona, João Roque, Melissa Alves, Nuno Alho, Iara Alves, Joel Carvalho, Leny Dias, João Paulo e Tânia Passos, interpretação; Sónia Carvalho, Inês Sophya, Mafalda Silva e Marko

77

CHAPITÔ

Expressão Dramática Por Bruno Schiappa.

SEG, QUA: 19H ÀS 21H IA

> Contactos pág 97


78

VI S ITAS G U I A DAS

HOSPITAL DE SÃO JOSÉ RUA JOSÉ ANTÓNIO SERRANO / WWW.CHLC.MIN-SAUDE.PT

VISITAS GUIADAS AO HOSPITAL DE SÃO JOSÉ Vinte anos depois do terramoto de 1755 ter destruído o Hospital Real de Todos os Santos, o primeiro hospital português, construído no Rossio em 1492, serviços e doentes são transferidos para o Colégio jesuíta de Santo Antão-o-Novo. Surge assim um novo hospital denominado de Hospital de São José. Na visita ao seu património cultural percorrem-se os espaços historicamente mais importantes: átrio, escadaria de aparato, pátio do AQUEDUTO DAS ÁGUAS LIVRES

VISITAS GUIADAS 1º SÁB: 11H E / MP

218 100 215 (Museu da Água) ARCO TRIUNFAL DA RUA AUGUSTA

VISITA LIVRE

TODOS OS DIAS: 9H-19H 210 998 599 ARQUIVO HISTÓRICO DA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA

ARQUIVOS SALVAGUARDA

DE MEMÓRIAS

Visita guiada temática com workshop. SEG: 14H-18H, TER A SEX: 10H-12H30, 14H-17H30 ARQUIVO NACIONAL TORRE DO TOMBO

VISITAS GUIADAS ÀS EXPOSIÇÕES E ÁREA PÚBLICA

SEG A SEX: 9H30-15H ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

VISITAS GUIADAS AO

relógio, antiga sacristia da Igreja de S. Inácio de Loyola, refeitório, tribuna da Capela-Mor da igreja e ainda a Aula da Esfera que constituiu entre finais do século XVI e meados do século XVIII um grande centro europeu do ensino das ciências. Guiada por Célia Pilão, a visita tem a duração de 2h30 e necessita de marcação prévia através do email celia.pilao@chlc.min-saude.pt. Cristina Engrácia

PALÁCIO DE S. BENTO SEG A SEX ÚLTIMO SÁB

Visitas guiadas em português, inglês, francês, italiano, espanhol e alemão. TODOS OS DIAS

MP

MP

213 919 625

MIGRANTOUR ROTAS URBANAS INTERCULTURAIS

ASSOCIAÇÃO RENOVAR A MOURARIA

MOURARIA DAS TRADIÇÕES MOURARIA DO FADO DO CASTELO À MOURARIA MOURARIA DOS POVOS E DAS CULTURAS

Visitas guiadas em português, inglês e francês. TODOS OS DIAS MP

927 522 883 ATELIER-MUSEU JÚLIO POMAR

VOID: JÚLIO POMAR E


V I S I TAS G U I A DAS

JULIÃO SARMENTO

Visitas guiadas à exposição E / MP

info@ateliermuseujuliopomar.pt BIKE A WISH

TOURS

lisboa@bikeawish.com CASA FERNANDO PESSOA

VISITAS GUIADAS REGULARES

SEG, QUI, SÁB: 15H (EM PORTUGUÊS) SEG, SEX, SÁB: 11H30 (EM INGLÊS) CASA-MUSEU AMÁLIA RODRIGUES

VISITAS GUIADAS

À DESCOBERTA DO CASTELO

A história do Castelo e das personagens que nele habitaram. TODOS OS DIAS: 13H, 16H

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

VISITAS GUIADAS CCB - UMA LEITURA GERAL DO EDIFÍCIO Por Fabrícia Valente e Maribel Sobreira SEG A SÁB: 10H30-18H

CCB - UMA CIDADE À BEIRA-RIO

TER A DOM: 10H-13H, 14H-18H CASA-MUSEU DR. ANASTÁCIO GONÇALVES

CENTRO CULTURAL CASAPIANO

TER A DOM: 10H-18H EG

CASA-MUSEU MEDEIROS E ALMEIDA

PAUSA DO MÊS

Visitas guiadas que permitem conhecer a história de uma peça. 2ª, 4ª QUI: 13H30 EG

SÁBADOS NO MUSEU

Visitas guiadas que permitem conhecer o fundador da instituição e as peças que mais se destacam na coleção. 1º E 3º SÁB: 12H EG

CASTELO DE SÃO JORGE

VISITAS GUIADAS

Visitas em português, inglês e espanhol. TODOS OS DIAS

VISITAS GUIADAS À EXPOSIÇÃO PERMANENTE SEG A SÁB: 10H-18H

CONFIQUATRO DESPORTOS NAÚTICOS

PASSEIOS TEMÁTICOS ROTA DO SOL ENTRE PONTES DE LISBOA ATÉ À BARRA FORTES DA BARRA DO TEJO POR ESSE RIO ACIMA

Passeios à vela no Estuário do Tejo. MP

CONVENTO DOS CARDAES

VISITAS GUIADAS

SEG A SÁB: 14H30-17H30 CONVENTO DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA

VISITAS GUIADAS SEX: 11H30, 15H, SÁB: 15H, 16H30 MP

213 240 869/7

VISITAS GUIADAS ÚLTIMO SÁB: 10H E / MP

ESTÁDIO DO SPORT LISBOA E BENFICA

VISITA AO ESTÁDIO

TODOS OS DIAS: 10H10-17H Em dias de jogo não se realizam visitas. 707 200 100

ANTÓNIO OLE. LUANDA, LOS ANGELES, LISBOA Por Sílvia Moreira 7 JAN: 15H

DIÁLOGO ENTRE… CABEÇADE SENUSERET III, EGITO E ESPELHO SERPENTES, DE RENÉ LALIQUE 18 JAN: 13H30 Por Diana Pereira EG

MP

EG / MP

213 611 025 HOSPITAL DE BONECAS

VISITAS GUIADAS

SEG A SÁB: 10H30-12H30, 15H30-17H info@hospitaldebonecas.com

VISITAS GUIADAS Por Célia Pilão MP

celia.pilao@chlc.min-saude.pt JUNTA DE FREGUESIA DO LUMIAR

ERA UMA VEZ NO PALACETE DAS CONCHAS…

Visita guiada encenada. ATÉ ABR ÚLTIMA SEX, SÁB: 16H EG / MP

info@jf-lumiar.pt

EG

QUA, QUI, DOM: 17H-22H, SEX, SÁB: 17H-24H sales@labirintolisboa.com

18 JAN: 15H Por Diana Pereira

COMEÇAR: UMA VIAGEM MATEMÁTICA POR ALMADA NEGREIROS Por Pedro Freitas e Simão Palmeirim 22 JAN: 11H

ENTRE A DITADURA E A DEMOCRACIA - A ARTE NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XX PORTUGUÊS Por Hilda Frias 29 JAN: 11H

A HISTÓRIA DE PORTUGAL QUE OS LIVROS NÃO CONTAM LISBOA AUTÊNTICA

À DESCOBERTA DA TAPADA DA AJUDA

Encontro: Largo do Calvário 7 JAN: 10H MP

LISBOA AZULEJAR I BAIRRO ALTO

Encontro: Largo Trindade Coelho, em frente à Igreja de São Roque 14 JAN: 15H MP

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES

MP

charadas e puzzles. TODOS OS DIAS

SEG A SEX: 10H30, 14H30

LABIRINTO LISBOA

MP

LISBOA VISTA AO ESPELHO A DESCOBERTA DE LISBOA ENIGMA LISBON REAL NO CHIADO ATRAVÉS DO PERISCÓPIO JOGO Jogos repletos de enigmas,

PAINÉIS DE ALMADA NEGREIROS

TERCEIRO ANDAR, DE LUCIANA FINA

VISITAS GUIADAS QUA: 10H

GARE MARÍTIMA DE ALCÂNTARA

HOSPITAL DE SÃO JOSÉ FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

O MUSEU SAI À RUA… VENHA CONHECER O BAIRRO DE SÃO PAULO

CONVENTO DAS TRINAS DO MOCAMBO

210 943 151

TODOS OS DIAS: 10H-17H30

ESTAÇÃO ELEVATÓRIA A VAPOR DOS BARBADINHOS

MP

Por Fabrícia Valente e Maribel Sobreira SEG A SÁB: 10H30-18H 213 612 650

HISTÓRIAS CURIOSAS SOBRE OBRAS DE ARTE DA COLEÇÃO, PINTURA NATURALISTA PORTUGUESA, MOBILIÁRIO PORTUGUÊS E ESTRANGEIRO DOS SÉCULOS XVII A XIX E PORCELANA DA CHINA

79

PRIMEIRO SÁB: 10H museu@fpc.pt

DO MUSEU AO BAIRRO DA MADRAGOA ÚLTIMO SÁB: 10H MP

213 942 810 (Museu da Marioneta)

LISBOA COM FERNANDO PESSOA I Encontro: Brasileira do Chiado 14 JAN: 15H MP

LISBOA COM FERNANDO PESSOA II

Encontro: Príncipe Real, junto ao quiosque da Rua do Século 21 JAN: 15H MP


80

V I S I TAS G U I A DAS

LISBOA DO FADO

Encontro: Martim Moniz, junto à Capela da Sra. da Saúde 21 JAN: 18H MP

CERCA VELHA

Encontro: Casa dos Bicos 22 JAN: 15H

LISBOA DAS SETE COLINAS - CASTELO

Encontro: Largo do Chão da Feira 28 JAN: 10H

LISBOA DE ANTERO DE QUENTAL E DA GERAÇÃO DE 70

Encontro: Príncipe Real, junto ao quiosque da Rua do Século 28 JAN: 15H MP

LISBOA OPERÁRIA

Encontro: Miradouro da Graça 29 JAN: 15H LISBON MOVIE TOUR

FERNANDO PESSOA EXPERIENCE

O passeio inclui dormida no quarto onde viveu Fernando Pessoa entre 1908 e 1912.

AFIRMA PEREIRA

À descoberta de Lisboa com Marcello Mastroianni.

FILME DO DESASSOSSEGO Passeio dedicado a Fernando Pessoa no cinema.

CAPITÃES DE ABRIL

Passeio dedicado à Revolução de Abril.

COMBOIO NOTURNO PARA LISBOA Seguindo Jeremy Irons pela cidade. TODOS OS DIAS MP

LISBON WALKER

O TERRAMOTO DE 1755 8 JAN: 14H30

LENDAS E MISTÉRIOS 15 JAN: 14H30

LISBOA MAÇÓNICA 22 JAN: 14H30

LISBOA JUDAICA

29 JAN: 14H30 Encontro: Praça do Comércio, do lado da Rua do Arsenal, em frente ao posto de turismo, debaixo das arcadas

LIVRARIA MÓVEL TELL A STORY

PASSEIOS LITERÁRIOS WALK A STORY PESSOA

Passeio dedicado à vida e obra de Fernando Pessoa. TODOS OS DIAS

WALK A STORY LISBOA LITERÁRIA

Passeio dedicado a Luís de Camões, Eça de Queirós, Fernando Pessoa e José Saramago. TODOS OS DIAS MP

walks@tellastory.pt LX INLINE

PASSEIO DE PATINS POR LISBOA Encontro: Jardim do Campo Grande, junto ao Caleidoscópio SEX: 21H30 massacriticapt.net MASSA CRÍTICA DE LISBOA

BICICLETADA

Encontro: Parque Eduardo VII, no Marquês de Pombal ÚLTIMA SEX: 18H EG

massacriticapt.net MUSEU DA ÁGUA DA EPAL

GALERIA DO LORETO

Visitas guiadas aos subterrâneos do Aqueduto das Águas Livres. SEX: 15H, PRIMEIRO E ÚLTIMO SÁB: 11H E / MP

218 100 215 (Museu da Água)

ao início do mesmo. visitasestadio@slbenfica.pt MUSEU BORDALO PINHEIRO

VISITAS ORIENTADAS ÀS EXPOSIÇÕES 218 170 667

MUSEU DE LISBOA SANTO ANTÓNIO

1 HORA NO MUSEU 12 JAN: 16H 217 513 256

MP

VISITAS ORIENTADAS TER A SEX EG / MP

VISITAS GUIADAS AO MUSEU E ÀS OFICINAS DE ARTES E OFÍCIOS DA FRESS SEG A SEX: 10H-13H, 14H30-16H30 MP

SEG, QUA: 11H, 15H, QUI: 15H MUSEU DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LISBOA

VISITAS GUIADAS

SEG A SEX: 9H30, 11H, 14H, 15H30 EG

MUSEU BENFICA COSME DAMIÃO

VISITAS AO MUSEU

TODOS OS DIAS: 10H-18H Em dias de jogo realizam visitas até

VISITA AO MUSEU E CONVENTO DA MADRE DE DEUS TER A DOM: 10H-16H30 MP

MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

RESERVAS VISITÁVEIS GALERIAS DA AMAZÓNIA TER, QUI, SÁB: 15H30

GALERIAS DA VIDA RURAL

TER, QUI, SÁB: 14H30 MP

217 513 256

visitasguiadas@mnetnologia. dgpc.pt

MUSEU DE LISBOA PALÁCIO PIMENTA

MUSEU NACIONAL DO TEATRO E DA DANÇA

ENTRE REVOLUÇÕES… O SÉCULO XIX EM LISBOA 14 JAN: 15H MP

217 513 256

HISTÓRIA DE LISBOA 21 JAN: 15H MP

217 513 256

VISITAS ORIENTADAS TER A SEX EG / MP

217 513 214 MUSEU DE LISBOA – TEATRO ROMANO

1 HORA NO MUSEU 19 JAN: 16H MP

MUSEU DE ARTES DECORATIVAS PORTUGUESAS DA FUNDAÇÃO RICARDO DO ESPÍRITO SANTO SILVA

MUSEU NACIONAL DO AZULEJO

DO TEATRO E DA DANÇA: PEÇAS, OBJETOS E FRAGMENTOS NAS COLEÇÕES DO MUSEU Visitas guiadas à exposição permanente. TER A DOM: 10H-18H servicoseducativos@ mnteatroedanca.dgpc.pt

MUSEU NACIONAL DO TRAJE

VISITA AO MUSEU E AO PARQUE BOTÂNICO DO MONTEIRO-MOR TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H E / MP

217 513 256 MUSEU DO ORIENTE MUSEU DA MARIONETA

NO MUSEU COM OS ROBERTOS DE CONVENTO A MUSEU MARIONETAS PORTUGUESAS E MARIONETAS ORIENTAIS Visitas temáticas MP

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

DOMINGOS SEQUEIRA. PINTOR DE HISTÓRIA 11, 18, 25 JAN: 15H, 15 JAN: 11H

DESENHOS DE JACOPO PALMA, O JOVEM 1548/501628 11, 18, 25 JAN: 15H45, 15 JAN: 11H45

VISITAS ORIENTADAS GERAIS PRESENÇA PORTUGUESA NA ÁSIA E SOMBRAS DA ÁSIA

Visita às exposições permanentes. DOM: 16H MUSEU DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

VISITAS ORIENTADAS AO MUSEU TER A SEX: 10H-13H, 14H-18H MP

VISITAS ORIENTADAS AO PALÁCIO NACIONAL DE BELÉM E JARDINS

SÁB: 10H30, 11H30, 14H30, 15H30, 16H30 MP


V I S I TAS G U I A DAS MUSEU DE SÃO ROQUE

VISITAS GUIADAS À IGREJA E AO MUSEU DE SÃO ROQUE QUI A DOM

1 MÊS/1 CAPELA CAPELA DE SÃO JOÃO BATISTA Visita guiada temática 4 JAN: 13H15, 8 JAN: 15H

PALÁCIO NACIONAL DA AJUDA

VISITAS ORIENTADAS AO PALÁCIO O QUOTIDIANO DA FAMÍLIA REAL UM DIA DE GALA NO PAÇO DA AJUDA

EG / MP

MP

CAMINHADA CULTURAL NA ROTA DOS REIS MAGOS

PANTEÃO NACIONAL

Encontro: Jardim da Estrela, portão em frente à Basílica da Estrela 7 JAN: 9H30-13H30

servicoeducativo@pnajuda. dgpc.pt

DE IGREJA A PANTEÃO

Visita orientada ao monumento. TER A DOM: 10H-16H30

EG / MP

MP

ITINERÁRIOS EM LISBOA EDIFÍCIOS HISTÓRICOS DA COMPANHIA DE JESUS

ALMEIDA GARRETT NO PANTEÃO

Encontro: Museu de São Roque 7 JAN: 10H EG / MP

ITINERÁRIOS DA FÉ PERCURSO DA BAIXA

Encontro: Sé de Lisboa 7 JAN: 10H 218 879 549 (Paróquia de S. Nicolau)

PERCURSO DO BAIRRO ALTO Encontro: Museu de São Roque 28 JAN: 10H EG / MP

SANTA CASA ABRE PORTAS SALA DE EXTRAÇÕES DA LOTARIA NACIONAL 21 JAN: 10H EG / MP

OUTRA LISBOA

VIAGENS NUM ESPAÇO URBANO MAIOR

Sete percursos para uma perspetiva urbanística sobre Lisboa. TODOS OS DIAS: 10H30 E / MP

927 136 291 PAÇOS DO CONCELHO

VISITA AO EDIFÍCIO 1º DOM: 11H EG

ezequiel.marinho@cm-lisboa.pt PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS

VISITAS GUIADAS AO PADRÃO E À ROSA-DOSVENTOS E / MP

Visita temática TER A DOM: 10H-16H30 MP

PARQUE FLORESTAL DE MONSANTO

PERCURSOS PEDESTRES COMBATELASER PAINTBALL ELECTRÓNICO

81 SOCIEDADE HISTÓRICA DA INDEPENDÊNCIA DE PORTUGAL

VISITAS GUIADAS AO PALÁCIO DA INDEPENDÊNCIA SEG A SEX MP

TCHARAN EVENTOS

JANTARES MISTÉRIO A MORTE DO ARTISTA NOITE DE GANGSTERS OS RÚSTICOS MP

PEDDY-PAPER LISBOA DESAPARECIDA

Encontro: Praça do Comércio 29 JAN: 9H30-13H Inscrições abertas até 26 jan

PEDDY-PAPER GUIA DO BAIRRO ALTO

Encontro: Praça Luís de Camões 29 JAN: 14H-17H Inscrições abertas até 26 jan geral@timetravellers.pt TRAFARIA PRAIA

CRUZEIROS TURÍSTICOS NO RIO TEJO

TEATRO NACIONAL D. MARIA II

Entre o Cais do Sodré e a Torre de Belém TER A DOM: 10H30, 14H30, 16H30 lisbonbluebus@douroazul.pt

Visitas guiadas aos bastidores do Teatro em português, inglês, francês, castelhano, alemão e italiano. SEG: 11H

UNDERDOGS PUBLIC ART STORE

VISITAS GUIADAS

MP

213 250 829

UNDERDOGS PUBLIC ART TOURS

TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS

Visitas guiadas em bicicleta elétrica, scooter, minibus ou sidecar por várias intervenções artísticas. TER, QUI, SÁB: 15H-17H

E / MP

MP

VISITAS GUIADAS

968 297 047 (Ação Natura)

visitas@saocarlos.pt

info@under-dogs.net

PEDDY PAPER

TIME TRAVELLERS

WALK AND SEE

O jogo parte de Campolide, atravessa o Aqueduto e termina em Monsanto. MP

218 452 689 (Papa-Léguas) PARQUE DAS NAÇÕES

COMBOIO DE PASSEIO SEG A DOM: 10H-19H

TELEFÉRICO

SEG A SEX: 11H-19H, SÁB, DOM, FER: 10H-20H

TEJO BIKE

Aluguer de bicicletas. TODOS OS DIAS: 12H-18H 218 919 333 SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA

SANTA CASA CONVIDA VISITAS GUIADAS A VÁRIOS ESPAÇOS DA INSTITUIÇÃO

SÁB (QUINZENALMENTE): 11H EG / MP

213 235 325 SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

VISITAS GUIADAS ATÉ 25 FEV SÁB: 14H30

PASSEIOS GUIADOS A PÉ PASSEIO HISTÓRIAS DE REIS E RAINHAS EM BELÉM 917 443 389 MP

Encontro: Praça Afonso de Albuquerque 7 JAN: 10H-13H Inscrições abertas até 5 jan

PELAS RUAS DA MADRAGOA: NOS PASSOS DE ROMANOS, NOBRES E ESCRAVOS Encontro: Largo de Santos 14 JAN: 10H-13H Inscrições abertas até 13 jan

LISBOA DAS LENDAS E DOS MITOS Encontro: Largo do Carmo 21 JAN: 10H-13H Inscrições abertas até 19 jan

OS SANTOS DE LISBOA

Encontro: Miradouro da Graça 22 JAN: 14H-17H Inscrições abertas até 18 jan

EXPLORAR O MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA

Encontro: Museu Nacional de Arqueologia 28 JAN: 10H-12H Inscrições abertas até 26 jan

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 97


82

V I S I TAS G U I A DAS

O AMOR POR LISBOA 15 FEV

A FLOR DA MURTA E D. JOÃO V 16 FEV

O AMOR EM PESSOA 17 FEV

LISBOA DOS AMORES 18 FEV

POÇO DO BISPO E MARVILA ANTIGA 20 FEV

LISBOA NO TEMPO DA GRANDE GUERRA 21 FEV

A JUNQUEIRA PALACIANA 22 FEV

LISBOA DE RAFAEL BORDALO PINHEIRO 24 FEV

MARECHAL DUQUE DE SALDANHA

25 FEV Marcações a partir de 3 de janeiro de 2017. 218 170 742 lisboa.cultural@cm-lisboa.pt

V I S I TAS M U N I C I PA I S BIBLIOTECAS DE BELÉM, CAMÕES, MARIA KEIL, MARVILA , ORLANDO RIBEIRO, PENHA DE FRANÇA E SÃO LÁZARO

UMA VIAGEM PELA BIBLIOTECA

Visitas guiadas dirigidas a centros de dia, universidades de 3ª idade e outros grupos. EG / MP

DIVISÃO DE GESTÃO CEMITERIAL

PERCURSOS TEMÁTICOS NOS CEMITÉRIOS CEMITÉRIO DOS PRAZERES JAZIGO DE PALMELA 14 JAN: 10H

CEMITÉRIO DOS PRAZERES VOLTAS E NOTAS: MÚSICOS 28 JAN: 10H EG / MP

DIVISÃO DE PROMOÇÃO E COMUNICAÇÃO CULTURAL

ITINERÁRIOS DE LISBOA LISBOA ESCANDALOSA 2, 9, 11, 23 FEV

JOSÉ SARAMAGO E O MEMORIAL DO CONVENTO 3 FEV

LISBOA HEBRAICA 4 FEV

CAMPO DE OURIQUE 7 FEV

LA BELLE ÉPOQUE E OS FRANCESISMOS ALFACINHAS 8 FEV

LISBOA DE CESÁRIO VERDE 10 FEV

OS GALEGOS EM LISBOA 11, 18, 25, 28 JAN

DE XABREGAS AO BEATO 13 FEV

VISITAS COMENTADAS INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO - MUSEU DÉCIO THADEU

ARTES E OFÍCIOS - LIVRARIA BERTRAND/OTICA JOMIL 13 FEV

MUSEU ARQUEOLÓGICO DO CARMO 14 FEV

MUSEU DO ALJUBE RESISTÊNCIA E LIBERDADE 15 FEV

HOSPITAL DE SANTA MARTA 16 FEV

ESCOLA DE SAÚDE DO SERVIÇO MILITAR 16 FEV

REITORIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA 17 FEV

ARTES E OFÍCIOS - GALERIA ESTEVES DE OLIVEIRA/ LIVRARIA SÁ DA COSTA 20 FEV

INSTITUTO NACIONAL DE ESTATÍSTICA 21 FEV

MUSEU DO FADO 22 FEV

LABORATÓRIO NACIONAL DE ENGENHARIA CIVIL 22 FEV

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

FUNDAÇÃO RICARDO ESPIRÍTO SANTO SILVA - MUSEU DE ARTES DECORATIVAS

TORRE VTS

CASA-MUSEU MEDEIROS E ALMEIDA

2 FEV

MUSEU GEOLÓGICO 3 FEV

6 FEV 7 FEV

23 FEV

PALÁCIO CEIA

24 FEV Marcações a partir de 3 de janeiro de 2017.

MUSEU DE SÃO ROQUE: OS RELICÁRIOS

EG

7 FEV

8 FEV

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

EXPOSIÇÃO ALMADA NEGREIROS: UMA MANEIRA DE SER MODERNO 9 FEV

PALÁCIO RATTON 10 FEV

218 170 593 lisboa.cultural@cm-lisboa.pt GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES

PALÁCIO DO BEAU SÉJOUR 19 JAN: 10H30 EG / MP


S E C ÇÃO C O N T I N UA M / C I R C O / AU L AS / WO R KS H O P S

Arqueologia Arquitetura

Curso

da

30 e 31 de janeiro / 6, 7, 8 e 11 de fevereiro de 2017

Museu de Lisboa - Teatro Romano Organização Museu de Lisboa - Teatro Romano Câmara Municipal de Lisboa - Departamento de Desenvolvimento e Formação da C.M.L.

Inscrição Pré-inscrição obrigatória até dia 25 de Janeiro para o e-mail mariateles@egeac.pt

Local Museu de Lisboa – Teatro Romano Rua de S. Mamede nº 3 A 1100-532 Lisboa Tel: 218 172 450

Horário 18-20h (30 e 31 de janeiro / 6, 7 e 8 de fevereiro) 9.30h - 13.30h (11 de fevereiro)

Programa detalhado e mais informações em www.museudelisboa.pt

Curso certificado pelo Departamento de Desenvolvimento e Formação da C.M.L.

83


C R I A N ÇAS

© Tiago Cadete

84


PANGEIA

Filipa Santos

Quem não se lembra de histórias como O Rei Sapo, A Gata Borralheira, Rapunzel, O Capuchinho Vermelho ou A Bela Adormecida? Estes contos, que fazem parte do universo fascinante dos Irmãos Grimm, são a base do espetáculo que este mês ganha vida no Pequeno Auditório da Culturgest. Pangeia é uma “viagem sonora e visual em que o palco se transforma num museu imaginário de objetos curiosos, através de sons escutados em headphones”. Nesta aventura, as crianças serão acompanhadas por dois investigadores, e vão tentar descobrir o ponto de vista dos objetos que ilustram os contos. Para isso, terão de seguir as pistas, tal como Hansel e Gretel fizeram com as migalhas que deixaram no caminho. O espetáculo é conduzido por Tiago Cadete, Leonor Cabral e Bernardo Almeida, e reúne várias linguagens como o teatro, a dança e as artes visuais. Ao longo desta aventura, pequenos investigadores entre os 6 e os 12 anos viajam pelo imaginário dos contos fantásticos, como a floresta cheia de armadilhas, a magia da bola de cristal ou os feitiços da bruxa má. Mas não há motivos para ter medo, a ideia é estimular o imaginário das crianças e passar um bom bocado. Em cena para escolas, de 17 a 24 de janeiro, e para o público em geral, nos dias 21 e 22 de janeiro. CULTURGEST RUA DO ARCO DO CEGO / 217 905 155 / WWW.CULTURGEST.PT 17 A 24 DE JANEIRO, ÀS 11H E ÀS 16H (ESCOLAS) 21 E 22 DE JANEIRO, ÀS 11H E ÀS 16H (PÚBLICO EM GERAL)


C R I A N ÇAS E S T E M Ê S

© Morten Berensen

86

CENTRO CULTURAL DE BELÉM 21 A 29 DE JANEIRO, ÀS 10H E ÀS 11H PRAÇA DO IMPÉRIO / 213 612 400 / WWW.CCB.PT

A PRINCESA E A ERVILHA O conto de fadas A Princesa e a Ervilha, de Hans Christian Andersen, é o mote para uma performance interativa pela companhia norueguesa Dybwikdans. As crianças são convidadas pelo grupo de dança a entrar numa viagem mágica e a usar a sua imaginação e

ESTE M ÊS CASTELO DE S. JORGE

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

A PRINCESA E A ERVILHA

ARTES BÉLICAS

Performance interativa 3-5 anos 21 A 29 JAN: 10H, 11H30

DANÇAS COM HISTÓRIA DANÇAS DO TEMPO DE D. JOÃO I

TERRA SONÂMBULA

VISITAS EM FAMÍLIA ANTES DO CASTELO

MÚSICA P’RA TI PAMELIA STICKNEY

8 JAN: 11H

15 JAN: 11H

Maiores de 6 anos 22 JAN: 11H

CASINO LISBOA

A INCRÍVEL FÁBRICA DOS OCEANOS Teatro Maiores de 2 anos ATÉ 4 FEV SÁB: 16H30 PG

SEG A SEX: 11H, 14H30 E / MP

Teatro Maiores de 12 anos 26, 27 JAN: 11H E 28 JAN: 19H, 29 JAN: 11H30 PG

Maiores de 6 anos 21 JAN: 18H

CENTRO HOSPITALAR PSIQUIÁTRICO DE LISBOA

O CAPUCHINHO ENCARNADO: NEM TODOS OS LOBOS SÃO MAUS Teatro ATÉ 25 FEV SÁB: 16H (EXCETO 28 JAN)

criatividade. Num ambiente estético apelativo, e através do uso do disfarce e da interação, os mais pequenos experimentam arte de uma forma divertida. O espetáculo é dirigido a crianças entre os três e os cinco anos. Ana Figueiredo

CULTURGEST

PANGEIA

Viagem sonora e visual pelo universo dos irmãos Grimm 6-12 anos 21, 22 JAN: 11H, 16H PG

17 A 24 JAN: 11H, 16H E / MP

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

NA PELE DAS CIDADES

2- 5 anos 15, 22 JAN: 10H30, 11H30 LITTLE LISBON - LISBON FOR KIDS

TESOUROS DE UMA LISBOA ENCANTADA Passeio para famílias 6-12 anos 14 JAN: 10H-13H Encontro: Praça da Figueira info@lisbonforkids.com

Oficina 5-7 anos 8 JAN: 10H30 7-11 anos 8 JAN: 15H30

MAAT – MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA

HISTORIAÇÃO – UMA COLEÇÃO DE BREVES HISTÓRIAS

Maiores de 8 anos 7 JAN: 16H-17H30

Oficina 5-7 anos 14 JAN: 15H30 7-11 anos 28 JAN: 15H30

O JARDIM DE BABAÏ Atividade

OFICINA DE LUZ

GEOGRAFIAS SINGULARES Oficina criativa 9-12 anos 8 JAN: 15H30

MP

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

MANTA Teatro


C R I A N ÇAS E S T E M Ê S / TO D O O A N O MUSEU DE SÃO ROQUE

Maiores de 6 anos 12, 13 JAN: 10H

PAIAÇU OU PAI GRANDE

E / MP

14 JAN: 16H30, 15 JAN: 11H, 16H30

PG

MUSEU DO DINHEIRO

ROTAS DO COMÉRCIO Oficina para pais e filhos Maiores de 6 anos 14 JAN: 15H

O GOSTO DO COLECIONADOR

Oficina para pais e filhos Maiores de 6 anos 21 JAN: 15H MP

ARTE E DINHEIRO

Oficina para pais e filhos Maiores de 6 anos 28 JAN: 10H30 MP MUSEU DE LISBOA – PALÁCIO PIMENTA

CARAVELAS E NAUS, MUITOS ESTRANGEIROS E PIMENTA – A GLÓRIA DE LISBOA Atividade para famílias Maiores de 6 anos 15 JAN: 11H MP 217 513 256

MUSEU DE LISBOA – SANTO ANTÓNIO

A CONQUISTA DE LISBOA Atividade para famílias Maiores de 6 anos 29 JAN: 11H 217 513 256

SÃO VICENTE E O BRASÃO DE LISBOA Atividade para famílias Maiores de 4 anos 22 JAN: 11H MP

DOMINÓ DO TEATRO ROMANO E OUTROS JOGOS Atividade para famílias Maiores de 4 anos 28 JAN: 15H 217 513 256

CANTINHO DA CIÊNCIA OS REIS MAGOS DE SOPHIA HOJE VOU SER NUTRICIONISTA DE MELLO BREYNER Maiores de 3 anos 213 240 869

6-12 anos 7 JAN: 10H

VAMOS CONHECER A CAPELA DE SÃO JOÃO BATISTA 8-12 anos 8 JAN: 15H

HÁ ANIMAIS NO MUSEU? 6-10 anos 22 JAN: 15H

O QUE NOS DIZEM AS CORES 6-12 anos 28 JAN: 15H

DESENHAR A CIDADE. EXERCÍCIOS SOBRE ARQUITECTURA E URBANISMO 12-15 anos 29 JAN: 15H

21 JAN: 11H30, 15H30, 17H15 QUINTA PEDAGÓGICA DOS OLIVAIS

OFICINAS SUMOS COLORIDOS Maiores de 4 anos 7 JAN: 11H

FRUTA DA ÉPOCA Maiores de 4 anos 7 JAN: 15H

PORTUGAL POR MIÚDOS

Teatro Maiores de 6 anos ATÉ MAI TER A SEX: 10H30, 14H30 E / MP

Maiores de 3 anos 21 JAN: 11H, 15H

PG

ROMA E OS SEUS DEUSES MP

218 550 930

OS SAPATOS DO SR. LUIZ

18, 19, 20 JAN: 10H30 E / MP

14, 15, 21, 22 JAN: 11H, 16H

VISITAS GUIADAS NO ÂMBITO DA EXPOSIÇÃO AL POESIA-ME O MISTÉRIO DOS MISTÉRIOS FINAL DEL PARAÍSO Leituras para a infância PG

Maiores de 6 anos 28 JAN: 16H PG

E / MP

OFICINA

TEATRO ARMANDO CORTEZ

E / MP

Teatro Maiores de 3 anos SÁB, DOM: 15H PG DIAS ÚTEIS: 11H, 14H0

O GATO DAS BOTAS

RISCO – UMA EXPOSIÇÃO PARA AUDAZES

E / MP

A COZINHA É UM LABORATÓRIO PÃO DE QUEIJO OU PÃO DOCE

Teatro Maiores de 3 anos 14 JAN: 16H, 15 JAN: 11H

Maiores de 6 anos 8 JAN: 15H30, 17H15

Bruno Cochat, coreografia e direção artística; artistas da Companhia Nacional de Bailado, Ruben Saints e alunos da escola A Voz do Operário, interpretação. 28 JAN: 16H, 25 JAN: 11H30 E TEATRO POLITEAMA

A PEQUENA SEREIA TER A SEX: 11H, 14H E / MP

SÁB, DOM: 15H PG

HISTÓRIAS DE PAPELÃO PG

MP / EG

HISTÓRIAS DO FAZ-DE-CONTA A PRIMEIRA VIAGEM À LUA PANTUTA Teatro Até aos 3 anos E O TAMBOR AFRICANO

ATÉ SET

1HD - UMA HISTÓRIA DA DANÇA

Teatro Maiores de 6 anos 7 A 29 JAN SÁB: 16H, DOM, FER: 11H

Visita-espetáculo 11, 25 JAN: 10H30

PAVILHÃO DO CONHECIMENTO

Espetáculo de dança 21 JAN: 17H30 PG 20 JAN: 15H E / MP

O CICLO DO PÃO

PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS

A partir do 2º ciclo TODOS OS DIAS 7 JAN A 2 ABR

E SE TUDO FOSSE AMARELO?

TEATRO TURIM

Maiores de 3 anos 14, 28 JAN: 11H, 12, 15H

EG / MP

Oficina de expressão plástica 22 JAN: 10H30 PG

TEATRO CAMÕES

OFICINA DE CERÂMICA

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

8-12 anos 7 JAN A 2 ABR

MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA

Oficina criativa Maiores de 6 anos 14 JAN: 15H-17H

Maiores de 6 anos 22 JAN: 15H30, 17H15

E /MP

E / MP

MUSEU DE LISBOA – TEATRO ROMANO

DOM: 16H

Teatro 15-18 anos ATÉ 29 MAI

LABORATÓRIO LABORATÓRIO ESPACIAL

87

TODO O ANO

O Mundo dos Legumes, O Cozinheiro Trapalhão, A Lição da Árvore, O Mimo vai à Escola, A Castanha Brincalhona, O Livro Amigo Peças itinerantes lanterna.magica@iol.pt (Teatro Lanterna Mágica)

30 DA MOURARIA – PSICOTERAPIA E MOVIMENTO

Drama e Movimento para Miúdos Tímidos, Atrevidos e Mais ou Menos 4-10 anos QUA: 17H-18H MP

30damouraria@gmail.com ACADEMIA DE FILOSOFIA 4-17 anos 936 140 727 MP

TEATRO BOCAGE

O PRÍNCIPE FELIZ PG

ACADEMIA DE M ÚSICA

Iniciação Musical 0-36 meses MP


88

C R I A N ÇAS TO D O O A N O ACADEMIA DE M ÚSICA DA GRAÇA

Guitarra, Piano, Violino, Violoncelo, Bateria, Canto, Baixo Maiores de 6 anos MP

ACADEMIA DE M ÚSICA DE TELHEIRAS

Música para Bebés e Papás

ARTE ILIMITADA

Do Ateliê ao Museu

Ateliês de expressão plástica 6-11 anos MP

Adamastor, Leandro, Rei da Helíria, O Cavaleiro 218 861 799 (Companhia de Teatro O Sonho) MP

ART!IST – ACADEMIA DE DANÇA , TEATRO & PERFORMANCE

Hip-Hop, Judo, Condição Física 912 561 972

ATELIER DO PAÇO

Ateliê de Arte 5-12 anos SÁB: 10H-12H

Danças Tradicionais e de Roda

CARAVELA VERA CRUZ DOCA DO ESPANHOL

Um dos Principais Laboratórios da Terra é o Mar Visita SEG A SEX: 10H-17H E / MP

www.caravelaveracruz.pt CASA DO ARTISTA

Curso de Teatro Musical Classe Júnior

Até aos 3 anos TER: 18H30

ARTYAPLAUSOS

ACADEMIA NACIONAL DE M ÚSICA CARLOS SEIXAS - PÓLO DE ROMA/ ALVALADE

8-12 anos SÁB: 10H-13H

ATELIER DE SÃO BENTO

ASSOCIAÇÃO ADN

TER: 15H-17H, 17H-19H

SÁB: 11H-12H30

ATENEU COMERCIAL DE LISBOA

CASA DO BRASIL

ACADEMIA NACIONAL DE MÚSICA CARLOS SEIXAS

10-14 anos TER, QUI: 17H-19H

Música para Bebés, Flauta Transverssal MP

ACADEMIA NOVAS LETRAS

Piano, Guitarra, Saxofone, Violino, Violoncelo, Bateria, Flauta, Acordeão SEG A SEX: 14H-20H

ACADEMIA TALENTOS À VISTA

Aulas de Taekwondo 4-14 anos TER, SEX: 18H15-19H ADCEO

Auto da Barca do Inferno, Falar a Verdade a Mentir SEG A SEX: 10H30, 14H30 E / MP

ALUNOS DE APOLO – ESCOLA DE DANÇA

Aulas de Dança SÁB: 10H

ARMAZÉM 13

Introdução às Técnicas Circenses SÁB: 11H-12H30 ART KIDS

Oficinas de Artes Plásticas e Sessões de Arte como Terapia

3-16 anos TER: 17H30, QUA, SEX: 15H, SÁB: 11H30 ARTE GRAÇA

Música para Bebés 4 meses-3 anos DOM: 10H geral@anapar.pt

Maiores de 5 anos DOM: 10H-11H cursolisboa@gmail.com

Iniciação às Artes Perfomativas

Artes Plásticas

Introdução às Técnicas Circenses ASSOCIAÇÃO MUSICAL LISBOA CANTAT

Coro Infantil Lisboa Cantat 7-13 anos DOM: 17H30-19H30 coroinfantillisboacantat@ gmail.com

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DOS AMIGOS DOS CASTELOS

MP

Música para Bebés, Piano, Violino, Violoncelo, Flauta Travessa MP AUDITÓRIO PEDRO ARRUPE

A Aventura de Ulisses Maiores de 6 anos

Vita Civitatis… A Cidade e o Quotidiano Medieval

Auto da Barca do Inferno

E / MP

E / MP

SEG A SEX: 9H30, 11H, 14H, 15H30

Percurso Medieval, Percurso Lisboa Quinhentista, Percurso Pombalino E / MP

918 748 695 ASSOCIAÇÃO RENOVAR A MOURARIA

Ballet

MP

AUDITÓRIO CARLOS PAREDES

Oficinas de Movimento 6-9 anos ATÉ MAI SEG: 17H40-18H40

MP

AUDITÓRIO SONHO

Auto da Barca do Inferno, Farsa de Inês Pereira, Aquilo que os Olhos veem ou o

Maiores de 15 anos SÁB: 15H-18H 963 773 636

Oficina de Teatro CASA DO CORETO

À Procura do Ó-Ó Perdido

Teatro 7 A 22 JAN SÁB: 16H, DOM: 11H30 PG

À Procura do Planeta Chocolate Teatro Maiores de 3 anos 28 JAN: 16H

Apara, o Rapaz que vai e vem

Desenhos à Desgarrada Porquê visitar o Museu?

CASA DA CULTURA DOS OLIVAIS

Visita-ateliê

Oficina lúdica QUA, QUI, SEX: 10H30, 14H30

O Tempo narrado pela Arqueologia De D. Dinis a Fernando Pessoa – O Tempo e a Palavra

Guitarra

Curso de Teatro Classe Drama

Teatro Maiores de 6 anos 29 JAN: 11H30

BANCO DE PORTUGAL

Visita-oficina

Maiores de 5 anos SÁB: 10H-11H MP SÁB: 10H30

Maiores de 12 anos www.culturalkids.com.pt

7-15 anos SÁB: 10H-13H

Visita-ateliê E / MP

BIBLIOTECA ORLANDO RIBEIRO

Curso do Teatro

10-16 anos SEG: 17H30- 18H30 5-9 anos SEG: 18H40-19H4O 214 194 893

Projeto Reciclo Orquestra

Oficina de construção de instrumentos musicais 6-16 anos SÁB: 10H-12H EG

CASA DOS DIREITOS SOCIAS

Aulas de Ballet e Dança Criativa 6-11 anos QUI: 17H30-18H30, SÁB: 11H-12H

Aulas de Dança Contemporânea

12-18 anos QUI: 18H30-19H30, SÁB: 12H-13H 968 884 787


C R I A N ÇAS TO D O O A N O CASA FERNANDO PESSOA

Pela Cidade de Pessoa Percurso pedestre

Aqui viveu Pessoa Visita guiada

“Um, dois, três. Quem é? Quem são?” Teatro de Fantoches

Descalçar Botas d’Elástico e fazer uma Revista Modernista, Hora do conto - Leituras Enviesadas Oficinas

Nós, os de Orpheu Exposição itinerante E / MP

info@casafernandopessoa.pt CASA DE GIZ

Happy Yoga

5-12 anos TER: 18H-18H45

MP

CASA-MUSEU DR. ANASTÁCIO GONÇALVES

Recriação de Época: Elisa, a criada do Dr. Anastácio Gonçalves, apresenta a Casa e as Obras de Arte às crianças Visita guiada EG / MP

CASA DO SER

Aulas de Biodanza 3-10 anos QUA: 18H30-19H30 910 952 541

CAULINO CERAMICS

Workshops de Cerâmica 5-14 anos QUA: 17H-18H30

CENTRO CIENTÍFICO E CULTURAL DE MACAU

A Escrita Chinesa Maiores de 6 anos

Instrumentos Musicais Chineses Maiores de 6 anos

Visitas Guiadas Maiores de 6 anos MP

C.E .M – CENTRO EM MOVIMENTO

BAILEIA

0-3 anos QUA: 17H30-18H30

Dançar uma História 5-10 anos SEX: 18H30-19H30

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL 18, 19, 20 DE JANEIRO, ÀS 10H30 (ESCOLAS) 14, 15, 21, 22 DE JANEIRO, ÀS 11H E ÀS 16H (FAMÍLIAS) RUA ANTÓNIO MARIA CARDOSO, 38 / 213 257 650 / WWW.TEATROSAOLUIZ.PT

PANTUTA Os bebés são um dos grandes mistérios do universo. Desde tenra idade que aprendem, a uma velocidade estonteante, a imitar o comportamento dos adultos, mas há coisas incríveis que já nascem com eles, como a capacidade de amar, sorrir ou chorar. Até aos três anos de idade, do alto da sua inocente prepotência, os bebés acham que tudo é deles: a mãe, o pai, os brinquedos, o comando de televisão… E o som, a luz, a cor ou o cheiro? Como serão percecionados por estes pequenos ditadores? O São Luiz convida pais e bebés a fazerem uma viagem pelo mundo fascinante dos sentidos com Pantuta. Com criação e interpretação de Flávia Gusmão e Rui Rebelo, o espetáculo é dirigido a pais e bebés até aos três anos, incluindo os que ainda não nasceram. Filipa Santos

89


90

C R I A N ÇAS TO D O O A N O CENTRO CULTURAL DE CARNIDE

Tendas Circus

Workshop de artes circenses QUA: 18H-20H, DOM: 9H-13H

Ballet, Hip-Hop

CLUB CLÍNICA DAS CONCHAS

Curso de Música para Bebés SÁB

MP

Vários horários

CMS ESPAÇO TERRAPURIANO

CENTRO CULTURAL PADRE CARLOS ALBERTO

Maiores de 10 anos SÁB: 12H-13H

Dança clássica, dança contemporânea, dança criativa, barra de chão, pontas Curso de Expressão Dramática 6-12 anos pontifice73@gmail.com

CENTRO EUROPEU DE LÍNGUAS

Tai-Chi

Ateliê de Competências para Crianças SÁB: 18H-19H

COLÉGIO LUSO -SUÍÇO

Curso de Expressão Dramática e Cinema 3-13 anos ATÉ JUN MP

asformigas@sapo.pt

Estudo Lúdico da Língua Inglesa

COMPANHIA NACIONAL DE BAILADO

CENTRO DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA

Desenho Aberto

5-7 anos TER, QUI: 17H-18H 7-9 anos TER, QUI: 18H-19H

CHAPITÔ

Crianças com perturbação do desenvolvimento inteletual 5-14 anos TER, QUI: 17H, 18H

Maiores de 6 anos MP

Maiores de 7 anos SEG: 16H45-18H25, QUA: 18H45- 20H15

Ateliê de Circo 4-12 anos QUA: 18H

CINEMATECA JÚNIOR

Sessões de Cinema SÁB: 15H

Ateliê

ÚLTIMO SÁB: 11H www.cinemateca.pt/CinematecaJunior.aspx

Visita à Exposição permanente de précinema SEG A SEX: 10H-17H SÁB: 11H-18H

CLAVE E SOM, ESCOLA DE M ÚSICA

Iniciação Musical 4-6 anos

Cursos de Piano, Teclado, Flauta, Guitarra, Acordeão, Violino, Violoncelo Maiores de 6 anos MP

Escola da Companhia Nacional de Bailado

Todos Bailarinos

COMUNIDADE HINDU

Aulas de canto e instrumentos MP CULTURGEST

A Culturgest na Escola: Serviço Educativo portátil

DANÇATTITUDE

ESCOLA DE DANÇA RAQUEL OLIVEIRA

Aulas de Dança Flamenca

3-8 anos SÁB: 10H-11H xavierflamenco@gmail.com DANCE FACTORY STUDIOS

Dança Criativa 3-6 anos

Hip-Hop Teens

MP

DANCE SPOT

Hip-Hop, Ballet, Contemporâneo, Sapateado MP

DEPARTAMENTO DE PROTEÇÃO CIVIL

A segurança em casa, na rua e nos espaços públicos 5-10 anos SEG A SEX: 9H-12H, 14H-16H30 MP

DOJO DA LUZ

Dança Criativa

6-14 anos TER, SEX: 18H-19H ESCOLA DE ACTORES ILHA D’ARTE

Cursos e workshops Maiores de 8 anos

ESCOLA BÁSICA PEDRO DE SANTARÉM

Curso de Percussão, Afro Brasileira, Samba Reggae

Oficinas do pré-escolar ao ensino secundário ATÉ MAI MP

Maiores de 10 anos TER: 18H blocooxala@gmail.com (Bloco Oxalá)

DANÇA LIVRE - ESCOLA DE DANÇA

ESCOLA DE BELAS-ARTES PEDRO SERRENHO

A partir dos 3 anos VÁRIOS HORÁRIOS

5-12 anos QUA: 14H-16H, 17H-19H30, SÁB: 10H-13H

Ballet MP

Artes Plásticas MP

DANÇA DO SABER

Ballet, Hip-Hop, Contemporâneo, Karaté VÁRIOS HORÁRIOS MP

DANÇARTE

Ballet, Dança Criativa, Sevilhanas, Flamenco, Hip-Hop MP

ESCOLA DE DANÇA ANA KÖHLER

Ballet, Dança Contemporânea, Dança Jazz, Dança Tradicional Irlandesa, Hip-Hop, Danças Orientais MP

Danças Espanholas, Dança para crianças MP

ESCOLA DE JARDINAGEM E CALCETEIROS

Jardim do Saber, Mãos Verdes 3-12 anos SEG A SEX

Programas de Sensibilização Ambiental MP / EG

ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO NUNES

Aulas de Mandarim QUA: 14H30-15H30 ESPAÇO 62

Artes plásticas 5-12 anos QUI: 18H-19H

ESPAÇO DANÇA DE PALMIRA CAMARGO

Ballet Kids MP

ESPAÇO ESPELHO D’ÁGUA

Tardes de Histórias Até aos 10 anos DOM: 13H30-16H EG

213 010 510 ESPAÇO PESSOA E COMPANHIA

Hora do Conto

3-5 anos SEG: 17H30-18H MP / EG

FORUM DANÇA

Pré-Ballet, Dança Criativa 3-5 anos

Ballet 5-7 anos

Dança Contemporânea 9-13 anos

Teatro 7-15 anos MP

FUNDAÇÃO JOSÉ SARAMAGO

Peddy-paper

Maiores de 10 anos

Visitas Guiadas à Fundação José Saramago E / MP


C R I A N ÇAS TO D O O A N O FULLOUT DANCE ACADEMY

Ballet, Hip-Hop MP

GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES

Visitas guiadas ao Palácio do Beau Séjour MP / EG

GALERIA 36

Pintura sobre Azulejo, Artes Plásticas 4-12 anos MP

GALERIA MILLENNIUM

Visitas orientadas E / MP

GATO QUE LADRA

OFICINAS

Teatro aos Sábados 4-12 anos SÁB: 11H

Mikado Grupo de Teatro 13-18 anos SÁB: 16H MP

GINÁSIO BEIJA-FLOR

Capoeira Infantil

3-16 anos QUA, SEX: 19H30-20H30 GINÁSIO CLUBE PORTUGU ÊS

Aikido, Ginástica, Judo, Esgrima, Tiro com Arco, Capoeira, Futebol, Baby Gym MP GRUPO DRAMÁTICO RAMIRO JOSÉ

Aulas de Teatro MP

935 627 536 GYMBOREE

Play & Learn: Música, Artes, School Skills, Sports, Mommy and Baby Fitness

Programas de desenvolvimento infantil 0-5 anos

WORKSHOPS

The happiest baby on the block, baby signs 0-24 meses

HELEN DORON EARLY ENGLISH

Ensino de inglês 3 meses-14 anos MP

PRAÇA DA FIGUEIRA 14 DE JANEIRO, ÀS 10H / WWW.LISBONFORKIDS.COM / 912 800 647

TESOUROS DE UMA LISBOA ENCANTADA Lisboa é linda, todos o sabemos. No entanto, na correria do dia-a-dia nem sempre paramos para admirar a sua beleza. Felizmente, a Little Lisbon organiza com frequência atividades para famílias que revelam o outro lado da cidade. Em janeiro, o passeio faz-se pela Baixa, com a promessa de dar a conhecer segredos que se escondem atrás de algumas portas, visitando igrejas e outros edifícios curiosos, e um hospital muito especial. No percurso, haverá ainda tempo para descer abaixo do chão, para conhecer vestígios de uma Lisboa de outros tempos. Tesouros de uma Lisboa Encantada acontece no dia 14 de janeiro, e é dirigido a famílias com crianças entre os 6 e os 12 anos. O ponto de encontro é na Praça da Figueira. Para participar, basta inscrever-se em info@ lisbonforkids.com.

91


92

C R I A N ÇAS TO D O O A N O HIPÓDROMO DO CAMPO GRANDE

Aulas de equitação Isshin Dojo Aikido

LEAP – ESPAÇO AMOREIRAS

Visitas guiadas e atividades para escolas 6-10 anos MP / EG

6-14 anos

info@edge-arts.org

Yoga

A LOJA DAS ATIVIDADES

Maiores de 3 anos VÁRIOS HORÁRIOS JARDIM BOTÂNICO DA AJUDA

Visita Geral, As Plantas Oficinais, O Sabor e os Cheiros PG / MP

Os Campeões do Jardim, À Descoberta do Jardim 4-5 anos

A Planta, O Herbário Ensino básico

Plantas de todo o Mundo, Quem sou Eu? Como me Chamo?, Da Alga à Laranjeira, Os Botânicos e a Conservação da Biodiversidade Ensino secundário

Ballet Criativo Karaté

3-6 anos DOM: 11H-11H45 7-12 anos DOM: 12H-12H45

Pequenas atividades para grandes crianças MP

A LOJA DA TIA GLÓRIA

Yoga, expressão dramática, artemix, expressão musical, danças do mundo Oficinas artísticas VÁRIOS HORÁRIOS LX DANCE

Os Sentidos no Jardim, Um Povo Descobridor, Na Ponta do Lápis Visitas guiadas e atividades temáticas E / MP

JAZZY DANCE STUDIOS

Break Dance Kids, Capoeira Kids, Hip-Hop, Shake-it-up Teens, Ginástica, Capoeira 4-12 anos MP

JUST4TEENS

Socialização e Descoberta para Bebés e Crianças

Ballet MP

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

Dentro de Cena

À Descoberta do Lavadouro!

Visita guiada com encenação Maiores de 4 anos 1º DOM: 11H

Visitas Guiadas ao Museu e às Oficinas SEG A SEX

MP

E / MP

MINIMUNDO

Música para Bebés Até aos 3 anos

MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS

Brincando no Mosteiro, Animais do Mundo, Animais do Rei, Jogo do Mosteiro, Jogo dos Descobrimentos, Ateliê das Iluminuras, Jogando com o Tempo,

Um Mundo de Histórias PG / MP

MUSEU MILITAR

Uma história com… Ateliê 4-8 anos

Escrita Criativa 8-12 anos

Visitas históricas guiadas 8-12 anos E / MP

Um enigma no Museu 8-12 anos E / MP

MUSEU NACIONAL DO AZULEJO

Pintar um Azulejo!

Oficina 5-12 anos MP

Há música no Azulejo!

Janelas Mágicas

Oficina de pintura Maiores de 3 anos E / MP

MUSEU DAS CRIANÇAS

Visita de descoberta e concerto de piano comentado 4-12 anos

Exposição 3-11 anos

Uma Viagem pela História do Azulejo

Viagem ao Meu... Futuro! O Corpo Humano, Ciência com Balões, Brincar com a Matemática Museu do Dinheiro: peças de referência, Uma “peça” ao Almoço, A Arte do Dinheiro, A História da Banca, Muralha de D. Dinis, Reabilitação da antiga Igreja de S. Julião, Ânforas Imperiais

Visita guiada e atividade lúdica no âmbito da Educação Alimentar Maiores de 8 anos TER A SEX: 9H30-12H

6-15 anos MP

MUSEU DA CARRIS

EG / MP

TER A QUI: 10H-12H

LAVADOURO PÚBLICO DE CARNIDE

MUSEU DE ARTES DECORATIVAS PORTUGUESAS DA FUNDAÇÃO RICARDO DO ESPÍRITO SANTO SILVA

MP / E

Vamos Todos ao Mercado

Só é Fadista quem Quer

Visitas para famílias

Visita guiada ao Teatro Maiores de 3 anos TER A DOM: 15H-20H

MERCADO 31 DE JANEIRO

6-10 anos

MUNDO PATRIMÓNIO LAB

Laboratório de criatividade DIAS ÚTEIS: 16H-19H mundopatrimonio@spira.pt

Maiores de 14 anos SÁB: 11H-11H45

Fado Menor

MUSEU DA MARIONETA

Mundo Património LAB

Pilates

MUSEU DO FADO

E / MP

Programa de Educação Patrimonial QUA: 11H30-19H

E / MP

JARDIM BOTÂNICO TROPICAL

Visitas guiadas e oficinas pedagógicas TER A SEX

Aproxima-te!

3-6 anos SÁB: 15H

Maiores de 3 anos DOM: 9H30-13H

Viagem de Vasco da Gama, Vem Conhecer o Mosteiro

MUSEU DO DINHEIRO

Visitas E / MP

Troco por Trocas, Desenho à Desgarrada, O Tempo narrado pela Arqueologia, As Rotas do Comércio: do Mediterrâneo a Olisipo, Quando a Terra tremeu… Visitas-oficina E / MP

Visita orientada Maiores de 8 anos E / MP / EG

Peddy Paper no Museu 4-12 anos

E / MP / EG

MUSEU NACIONAL DOS COCHES

Visitas Guiadas, Visitas a Grupos com Necessidades Especiais MP / E

Peddy-Paper, Guia de Exploração Pedagógica, Caça ao Tesouro, Quem é Quem? Jogos

E / MP / PG

MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

Moinhos e Moídos, Panelas Cantoras

Oficinas de expressão plástica 4-12 anos

Galerias da Amazónia Visitas guiadas

Galerias da Vida Rural Visitas guiadas E / MP / EG


C R I A N ÇAS TO D O O A N O MUSEU NACIONAL DO TEATRO E DA DANÇA

ATELIÊS PERMANENTES

O que nos dizem as Cores

4-10 anos

Há Animais no Museu?

Ateliê de Expressão Corporal: o Corpo também Fala

D. Leonor, a Princesa Perfeitíssima

Ateliê de Construção de Fantoches

Maiores de 6 anos

Ateliê de Escrita e Caracterização: do Texto ao Palco Maiores de 10 anos MP

MUSEU NACIONAL DO TRAJE E DA MODA

VISITAS GERAIS

Trajes no paço: memórias escondidas, histórias de um vestido tagarela… e mais esta e mais aquela!, todos dizem que é seu, mas o dono sou eu! E / MP

Visitas temáticas

O traje a sua época: os sécs. XVIII e XIX, o traje e a sua época: do séc. XIX aos nossos dias, sob saias e corpetes… entre rendas e colchetes! E / MP

Flor Desaparecida

Visita de exploração com oficina E / MP

MUSEU DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

OFICINAS PEDAGÓGICAS

Frente a frente… com um Presidente 4-12 anos

Como se faz uma bandeira

Visita animada 6-12 anos Visita animada 3-8 anos

Visita animada 3-12 anos

Personagens Animadas, Histórias Transformadas Visita-ateliê 8-12 anos

Vamos conhecer a Capela de São João Baptista Visita-jogo 8-12 anos

A Brincar Construímos o Passado Visita-ateliê 6-12 anos

Desenhar a Cidade. Exercícios sobre Arquitetura e Urbanismo Visita-ateliê 12-15 anos

Vamos conhecer o Oriente em São Roque Visita-jogo 12-15 anos

Pelos Sentidos do Barroco

Visita guiada temática com atividades 12-15 anos

O Padre António Vieira e o Barroco em São Roque Visita guiada temática com atividades 16-18 anos SEG: 14H-18H, TER A DOM: 10H-12H30, 14H-18H E / EG / MP/ PG

6-12 anos

Outras viagens 7-12 anos

Acrescenta um Ponto! 9-12 anos

M ÚSICA – CAMPO DE OURIQUE

Aulas de piano e música 931 402 010

No Bosque dos Passarinhos

NB ACADEMIA

Visitas orientadas MP

10-16 anos ATÉ JUN SÁB: 10H-13H

MUSEU DE SÃO ROQUE

NEXGYM

4-10 anos

Uma História Colorida Visita animada 3-6 anos

93

Workshop de Representação

Dodgeball, Defesa Pessoal, Fitness,

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL 12 A 15 DE JANEIRO AV. FREI MIGUEL CONTREIRAS, 52 218 438 800/ WWW.TEATROMARIAMATOS.PT

MANTA O livro A Manta, de Isabel Minhós Martins, é o ponto de partida para Romeu Costa criar um livro aberto. Nesta manta transformada em livro vivem personagens e desenhos animados que o público vai explorar. Deitados no chão, observam as histórias suspensas sobre a cabeça, e juntos aprendem a conhecer-se melhor. Um espetáculo dirigido a crianças com mais de seis anos. AF

Badminton, Ginástica, Aulas de Teatro MP OFICINA DA PESSOA

Expressão teatral 6-12 anos SÁB: 14H-15H30 OLÁ MAMÃ

Massagem para Bebés Até aos 12 meses

Babyoga

1-9 meses MP OCEANÁRIO DE LISBOA

Dormindo com os Tubarões Maiores de 4 anos E / PG / MP

Fado Miudinho Até aos 4 anos DOM: 09H

Concerto para Bebés Até aos 3 anos SÁB: 09H

Visitas guiadas à exposição permanente Maiores de 4 anos E / PG

Visitas guiadas à exposição Florestas Submersas by Takashi Amano Maiores de 4 anos E / PG


94

C R I A N ÇAS TO D O O A N O PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS

O médico do mar, Os segredos do mar, O Grande Jogo dos descobrimentos, Puzzle fantástico, Entre fronteiras, Vou de viagem, o que levo na bagagem, Herbarium, Cruzando mares e oceanos Ateliês MP

A Primeira visita, Visita encenada e Um Monumento singular Visitas

A PISCINA DOS BEBÉS

Natação, Hidroterapia MP

POLIVALENTE DE SANTA CATARINA

Futsal

6-12 anos TER, QUI: 18H30-20H PRAÇA DA FIGUEIRA

Lisboa, Cidade Encantada

Visita guiada pela Baixa 6-12 anos MP

info@lisbonforkids.com PROPOSITÁRIO AZUL, ASSOCIAÇÃO ARTÍSTICA

Visitas Guiadas

Auto da Índia, Auto da Barca do Inferno, Luzes, Câmara… Confusão!!, O Cavaleiro da Dinamarca

MP

E / MP

PALÁCIO DE LAGUARES

RUÍNAS E MUSEU ARQUEOLÓGICO DO CARMO

E / MP

PALÁCIO DA INDEPENDÊNCIA SEG A SEX

Peças itinerantes

6-10 anos SEG: 14H-18H, TER A DOM: 10H-12H30, 14H-18H

À Descoberta do Arquivo

Visita-jogo 6-10 anos SEG A DOM: 10H-12H30, 14H-18H

Oficina de teatro 4-12 anos

PANTEÃO NACIONAL

Vem descobrir o Panteão Visita orientada Maiores de 6 anos

Almeida Garrett no Panteão Visita temática Maiores de 12 anos

Era uma vez uma Igreja e uma Princesa Visita com atividade 4-6 anos

Contos no Panteão – Uma História de Mar Visita com atividade 4-10 anos

Peddy-Paper - Uma Aventura no Panteão Visita com atividade 5-12 anos

Joga e descobre o Panteão

Visita-jogo 7-12 anos TER A DOM: 10H-17H30 E / PG / MP

PENTÁCULO EXPO – ACADEMIA DE ESTUDOS

Atividades lúdicas e culturais com visitas a museus e castelos MP

No Dia em que a Terra Tremeu, Rei por um Dia, Os Guardiões da Memória, Idade Média, Liberdade!, Arquitetar no MAC, Esculturas de Pedra e Ar, Múmias, Faraós e outros Amigos Assustadores!, Los Precolombinos, Quem tem Boca vai a Roma!, O Colecionador de Maravilhas, Há Mistérios no Carmo, O Estranho Caso do Misterioso Mestre, Spy Story no Museu, Qual é qual?, Com as Mãos na Arqueologia, Os Grandes Mistérios da Arqueologia, EscavaAção

Perlim Pim Pim os Livros São Assim…

Oficina de leitura com atividade 3-5 anos SEG: 14H-18H, TER A DOM: 10H-12H30, 14H-18H E / MP / EG / PG

Ser Bibliotecário por um dia

Visita guiada temática com atividades 12-18 anos SEG: 14H-18H, TER A DOM: 10H-12H30, 14H-18H

SMART WAY

MINDFULLNESS

ATÉ JUN 11-15 anos SÁB: 9H-9H45 6-10 anos SÁB: 10H-10H45 MP educaremocoes@sapo.pt SOU – MOVIMENTO E ARTE

Dança Criativa 2-14 anos

Guitarra, Violino, Piano, Flauta Transversal, Sitar e Alaúde Turco

E / MP

Ginástica para Bebés e Crianças MP

TORRE DE BELÉM

Há Piratas Na Torre !, A viagem de Nuno Tristão, Armas e Brasões, À Descoberta de Novos Mundos, Vem Conhecer a Torre Visitas guiadas e oficinas pedagógicas 3-12 anos TER A SEX E / MP

VOZES EM CONSERTO

Canto, Dança, Piano, Guitarra, Coro, Teoria Musical, Arte Dramática MP

Work in Studio

Aulas de Dança Criativa Contemporânea 6-9 anos ZEN KIDS

Meditação e Mindfulness para Crianças

QUA: 18H30-19H30 projetozenkids@gmail.com

2-16 anos

Acordeão de Teclas Maiores de 10 anos

Curso de Teatro

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

MP

> Contactos pág 97

14-16 anos SEX: 17H-19H

TEAR – ESPAÇO DE ARTES

Dança Aérea, Coreografia, Teatro TEATRO BOCAGE

6-12 anos

6-12 anos SÁB: 10H-12H 13-17 anos SÁB: 12H-14H

Visita com aletiê

Espetáculo itinerante

4 meses-12 anos VÁRIOS HORÁRIOS

SALA D’AULA

Letras Habitadas

Kéketem?!

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA (BIBLIOTECA)

6-12 anos SÁB MP

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA (ARQUIVO HISTÓRICO)

Todos os dias, vários horários

THE LITTLE GYM

Atividades serviço-educativo 2016/17

Mandarim

Aventuras de João Ratão

E / MP / EG / PG

E / MP / EG / PG

Crescer Teatrando

TEATRO PAPA-LÉGUAS

Workshops de teatro

MP


C R I A N ÇAS O S L I V R O S D E JA N E I R O

GRATON, LAPIÈRE, BOURNE, BENÉTEAU MICHEL VAILLANT RENASCIMENTO ASA

A Asa prossegue com a edição da nova temporada da série Michel Vaillant . O quinto volume mantém o argumento de Phillipe Graton e Denis Lapière e desenhos de Marc Bourgne e Benjamin Benéteau. Nesta nova aventura enquanto Michel luta por uma vitória e por um novo rumo nas ruas de Paris, no leito do hospital, o seu irmão luta pela vida.

EQUIPO PLANTEL

DANIEL DEFOE

AS MULHERES E OS HOMENS

ROBINSON CRUSOE

ORFEU NEGRO

Inteligente, divertido e provocatório, este livro aborda de forma corajosa a questão de género e o papel atribuído socialmente ao indivíduo consoante seja homem ou mulher. A mudança de mentalidades é a melhor maneira de combater abusos e conquistar a igualdade. Esta obra, brilhantemente ilustrada por Luci Gutiérrez, é uma boa ajuda.

MICHAËL LEBLOND & FRÉDÉRIQUE BERTRAND

ANA PESSOA

PARIS EM PIJAMARAMA

MARY JOHN

KALANDRAKA

Como nos títulos anteriores da coleção O Mundo em Pijamarama, um menino adormece e a cidade ganha movimento. O seu pijama às riscas é a roupa ideal para brincar com a antiga técnica de animação, o ombro-cinéma. Deslocando a grelha de acetato inserida no livro por cima das páginas ilustradas, produz-se um surpreendente efeito ótico e Paris transforma-se na cidade que mexe e brilha.

95

PLANETA TANGERINA

Recomendado para leitores maiores de 14 anos, este livro narra uma história intensa que capta de forma sensível o momento marcante da adolescência. Numa longa carta dirigida a Júlio Pirata, Maria João recorda os anos vividos na praceta que ambos partilharam durante a infância e a adolescência. Ilustrações de Bernardo P. Carvalho.

RELÓGIO D’ÁGUA

A vantagem dos grandes clássicos é que as suas personagens nunca envelhecem. Ei-los aí de novo, Robinson Crusoe e Sexta-Feira sem uma ruga, prontos a encantar mais uma geração de leitores! Miguel Serras Pereira traduz esta história imortal de um homem que tem sobreviver graças ao engenho, quando os bens da civilização (em especial, o dinheiro) de nada lhe servem.

JOSÉ FANHA A MINHA CIDADE É FEITA DE LUZ EMEL

Pela Cidade Fora é um programa de educação para a mobilidade que pretende despertar o imaginário infantil para a questão da mobilidade sustentável e a temática das cidades do futuro. O projeto materializa-se numa coleção de quatro livros. Este longo poema, ilustrado por Alex Gozblau, é um belo cântico a Lisboa, “o lugar onde todo o abraço é possível”. LAE


96

Roteiro dos Descobrimentos Portugueses

Este verão, o Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, em parceria com a Faculdade de Ciências, convida a descobrir a cidade de Lisboa e a História dos Descobrimentos através de um smartphone .

Vamos descobrir Lisboa e a sua história!

Esta App pode ser descarregada de forma gratuita através da Google Play Store.

Instituições que colaboraram:

Projeto financiado por:


> CONTACTOS A Abysmo Galeria R. da Horta Seca, 40; 211 912 775; www.abysmo.pt • Academia de Artes e Tecnologias R. Silva e Albuquerque, 9, 3ºdto; 922 025 297 • Academia Lifeclub/Estúdio 1 R. de Cintura ao Porto de Santos, Armazém J; 968 037 924 • Academia do Lumiar Lg. Júlio Castilho, 3; 217 524 263; www.academialumiar. org • Academia de Música R. Rodrigues Sampaio, 170, 4º; 968 982 158; academiademusica.blogs.sapo. pt • Academia de Música da Graça Tv. S. Vicente, 15, 1º dt; 917 687 025 • Academia de Música de Telheiras R. Armindo Rodrigues, 11C; 217 524 795; www. academiamusicatelheiras.com • Academia Nacional de Música Carlos Seixas - Pólo Roma/Alvalade Av. EUA, 100, 1º • Academia Novas Letras Av. Maria Helena Vieira da Silva, 42A; 217 541 015; www.novasletras.com • Academia Talentos à Vista R. Álvaro Benamor, lt 8, lj 8A; 913 619 021 • Alecrim 50 R. do Alecrim, 48/50; 213 465 258; www.alecrim50.pt • Alunos de Apolo, Escola de Dança R. Silva Carvalho, 225; 213 885 366; www.alunosdeapolo.com • Apaixonarte R. Poiais de S. Bento 57; 213 904 333; www.apaixonarte.com • APCC Associação Para a Promoção Cultural da Criança R. dos Lagares de El-Rei, 21A, 1º esq; 218 429 730; www. apcc.org.pt • Appleton Square R. Acácio Paiva, 27, r/c; 210 993 660; www.appletonsquare.pt • Aqueduto das Águas Livres Cç. da Quintinha, 6; 218 100 215; www.epal. pt • Ar.Co - Centro de Arte & Comunicação Visual R. de Santiago, 18; 218 801 010; www.arco.pt • O Armário Cç. da Estrela, 132; 213 954 401; www.a-montra.com • Arquivo Histórico da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa Lg. Trindade Coelho; 213 235 000; www.scml. pt • Arquivo Municipal de Lisboa - Fotográfico R. da Palma, 246; 218 844 060; arquivomunicipal.cm-lisboa. pt • Arquivo Municipal de Lisboa - Videoteca Lg. do Calvário, 2; 218 170 433; videoteca.cm-lisboa.pt • Arquivo Nacional da Torre do Tombo Al. da Universidade; 210 037 100; antt.dglab.gov.pt • Arta - Taberna das Almas Regueirão dos Anjos, 68; 963 023 435; mestresdoregueirao.pt • Arte Graça R. da Graça, 27-29; 965 858 009 • Arte Ilimitada Cç. da Estrela 128 - Anexo A; 213 954 401; www.arteilimitada.com • Arte pel’Arte R. Rodrigues Sampaio, 76, 2º; 917 937 703; www.artepelarte. com • Artes de São Bento R. de S. Bento, 69/71 • Art!ist – Academia de Dança, Teatro & Performance R. da Manutenção, 45; 218 689 416; www.artist-ac.com • ArtKids R. Pinheiro Chagas, 8, r/c; 912 341 222; www. artkids.branded.me • Artlier R. Gervásio Lobato, 47B; 939 067 111; www.cursos-artlier.com • Arts2Science R. Jorge Colaço 17B; 918 880 375; www.arts2science.com • Artyaplausos Urb. da Ameixoeira, R. Varela Silva, Lt. 11 e 12, Lj. A e B • Assembleia da República Palácio de São Bento; 213 919 000; www.parlamento.pt • Associação ADN Av. Gomes Pereira 11; 963 061 995; www.adn-lx.com • Associação de Artesãos da Região de Lisboa R. de Entrecampos, 66; 217 962 497; aarl.pt • Associação Cristã da Mocidade de Lisboa R. de S. Bento, 329, 2º; 213 845 380; www.acmlisboa.com • Associação Desportiva e Cultural da Encarnação e Olivais ADCEO R. Quinta Santa Maria, Bairro da Encarnação; 218 510 203; http://adceo.webnode.pt • Associação Gaita-de-foles 938 118 192; www.gaitadefoles.net •

Associação de Gravura Água-Forte R. de Santo Amaro à Estrela 41 r/c esq; 213 956 295; www.agua-forte. com • Associação Musical Lisboa Cantat R. Teixeira de Pascoais, 10; www.lisboacantat.com • Associação Portuguesa dos Amigos dos Castelos R. Barros Queirós, 20, 2º; 218 885 381; www.amigosdoscastelos.org. pt • Associação Renovar a Mouraria Beco do Rosendo, 8; 218 885 203; www.renovaramouraria.pt • Associação de Residentes de Telheiras R. Prof. Mário Chicó, 5; 217 568 103; artelheiras.wordpress.com • Associação Subud R. do Centro Cultural, 23, 2º; 917 392 663 • Ateliê de Arte e ArtePsicoterapia R. Alexandre Herculano, 19; 213 558 060; www.a-ama.com.pt • Ateliê de Cerâmica Chamote Fino Cç. da Quintinha, 17A; 969 578 860 • Ateliê Melício Trav. Sargento Abílio, Ateliê 5; 967 521 886 • Atelier Galeria La Canopée R. Bernardim Ribeiro 43 • Atelier Joana Simões www.joanasimoes.com • Atelier de Lisboa Av. de Berna, 31 - 2ºdto; www.atelierdelisboa.pt • Atelier Musical do Areeiro R. Abade Faria 48, R/C dto; 211 820 077 • Atelier-Museu Júlio Pomar R. do Vale, 7; 215 880 793; www.ateliermuseujuliopomar.pt • Atelier do Paço R. da Padaria 25, 1ºdto; 962 457 850; cursolisboa. wix.com/atelierdopaco • Ateliê Santa Rufina Cç. Conde de Penafiel, 9 A/B; 213 225 727 • Atelier de São Bento R. da Quintinha 15, cave dta; 965 769 007; atelierdesaobento. blogspot.pt • Ateliers de Alfama R. Terreiro do Trigo, 52, 1º; 965 297 046 • Ateneu Comercial de Lisboa R. das Portas de Santo Antão, 110; 213 246 060 B Biblioteca de Belém R. da Junqueira, 295; 213 616 620 • Biblioteca Nacional de Portugal Cp. Grande 83; 217 982 000; www.bnportugal.pt • Biblioteca Orlando Ribeiro Antigo Solar da Nora, Est. de Telheiras, 146; 218 172 660; blx.cm-lisboa.pt • Biblioteca da Penha de França R. Francisco Pedro Curado, 6A; 218 172 410; blx.cm-lisboa.pt • O Bom o Mau o Vilão R. do Alecrim, 21; 964 531 423; thegoodthebadandtheuglybar.com • Buédalouco Pharmácia de Cultura R. do Norte, 60; 933 479 161 C Cá - Ateliê de Expressão Plástica R. da Páscoa, 12 r/c dto; 211 561 348 • Carlos Carvalho Arte Contemporânea R. Joly Braga Santos, Lt. F r/c; 217 261 831; www.carloscarvalho-ac.com • Carpe Diem Arte e Pesquisa R. de O Século 79; 211 977 102; www. carpediemartepesquisa.com • Casa da Achada – Centro Mário Dionísio R. da Achada, 11, r/c; 218 877 090; www.centromariodionisio.org • Casa do Alentejo R. das Portas de Sto. Antão, 58; 213 405 140; www.casadoalentejo. com.pt • Casa do Artista Est. da Pontinha, 7; 217 110 890; www.casadoartista.net • Casa-Atelier Vieira da Silva Alto de S. Francisco, 3; 213 880 044; www.fasvs.pt/ casa-atelier • Casa do Brasil R. Luz Soriano 42; 213 400 000 • Casa da Comarca de Arganil R. da Fé, 23; 218 851 896 • Casa da Comarca da Sertã R. da Madalena, 171, 3º; 218 872 154; casacomarcaserta.webnode.com • Casa Conveniente/Zona Não Vigiada Av. João Paulo II, lote 536, 1 A • Casa do Coreto R. Neves da Costa, 45; 211 548 979 • Casa da Cultura Junta de Freguesia dos Olivais R. General Silva Freire, Lote C; 218 540 690 • Casa dos Direitos Socias R. Ferreira de Castro; 217 988 000; http://lisboasolidaria.cm-lisboa.pt • Casa Estrela do Mar Estrada Poço do Chão, Lt 7, Lj A; 214 083 125; www. casaestreladomar.pt • Casa Fernando Pessoa R. Coelho da Rocha, 16; 213 913 270; casafernandopessoa.cm-lisboa.

97


98

> CONTACTOS pt • Casa de Giz R. Prior do Crato, 41/43; 216 013 994 • Casa da Imprensa R. da Horta Seca, 20; 213 420 277/8 • Casa Independente Lg. do Intendente, 45; 218 875 143; www.casaindependente.com • Casa de Lafões R. da Madalena, 199, 1º; 218 872 065; casa-de-lafoes.org • Casa da Liberdade - Mário Cesariny R. das Escolas Gerais, 13; 218 822 607; www.pervegaleria.eu • Casa de Macau Av. Almirante Gago Coutinho, 142; 218 495 342; www. casademacau.pt • Casa dos Mundos R. Nova da Piedade, 66 • Casa-Museu Amália Rodrigues R. de S. Bento, 193; 213 971 896 • Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves Av. 5 de Outubro, 6; 213 540 823; blogdacmag.blogspot.pt • Casa-Museu Medeiros e Almeida R. Rosa Araújo, 41; 213 547 892; www.casa-museumedeirosealmeida.pt • Casa Nic e Inês 963 731 318; casaniceines.blogspot.pt • Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro Campo Pequeno, 50, 3.º esq; 217 939 311; ctmad.pt • Casino de Lisboa Al. dos Oceanos; 218 929 000; www.casinolisboa.pt • Castelo de S. Jorge 218 800 620; www.castelodesaojorge.pt • Casual Lounge Caffé R. Bartolomeu Dias, 148B; 213 019 024; www.facebook.com/casuallounge • Caulino Ceramics R. de S. Mamede ao Caldas, 28; 917 296 439; caulinoceramics.com • c.e.m – centro em movimento R. dos Fanqueiros, 150, 1º; 218 871 763; www.c-e-m.org • Centro de Arqueologia de Lisboa Av. da Índia, 166; 218 172 180 • Centro Científico e Cultural de Macau R. da Junqueira, 30; 213 617 796; www.cccm.mctes.pt • Centro Comunitário da Madragoa R. da Esperança 49; 808 911 313 • Centro Cultural Arte Pura R. do Loreto, 42; 927 924 763 • Centro Cultural de Belém Pç. do Império; 213 612 400; www.ccb.pt • Centro Cultural de Carnide R. Rio Cavado, 3, B.º Padre Cruz; 931 462 210; www.jf-carnide.pt • Centro Cultural Casapiano R. dos Jerónimos, 7 A; 213 614 090; www.casapia.pt • Centro Cultural Padre Carlos Alberto Guimarães R. Lagares de El-Rei 4; 218 454 458 • Centro de Documentação do Edifício Central do Município Campo Grande, 25, 1º F; 217 989 637; www.cm-lisboa.pt • Centro Europeu de Línguas www.cel.pt • Centro de Formação Artística Tv. de São Vicente, 11; 21 353 09 31; www.eira.pt • Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa Av. do Brasil, 53; 217 917 000 • Centro de Informação Urbana de Lisboa CIUL R. Viriato, 13E; 218 172 100 • Centro de Inovação da Mouraria Tv. dos Lagares 1; 218 170 202; www.cmlisboa.pt/centro-de-inovacao-da-mouraria-mourariacreative-hub • Centro InterculturaCidade Tv. do Convento de Jesus, 16 A; 21 820 7657; interculturacidade. wordpress.com • Centro Ismaili Av. Lusíada, 1 • Centro Nacional de Cultura R. António Maria Cardoso, 68; 213 466 722; www.cnc.pt • Centro de Recreio Popular do Bairro Cç. dos Mestres, R. 7; 966 037 222 • Cerâmica do Bairro Alto R. Diário de Notícias, 24; 919 492 318 • Chapitô Costa do Castelo, 1/7; 218 855 550; www.chapito. org • Cineclube Cine-Reactor 24i R. Latino Coelho, 87; 926 536 179; www.cine-reactor24i.com • Cinema City Classic Alvalade Av. de Roma, 100; 218 413 040; www.cinemacity.pt • Cinema Ideal R. do Loreto, 15/17; 210 998 295 • Cinema São Jorge Av. da Liberdade, 175; 213 103 402; cinemasaojorge.pt • Cinemateca R. Barata Salgueiro 39; 213 596 200; www.cinemateca. pt • Cine Theatro Gymnásio R. da Misericórdia, 14;

213 430 184 • Clave e Som, Escola de Música Lg. Santa Bárbara, 3B; 213 150 886; www.claveesom.com • Club Clínica das Conchas R. Luís Pastor Macedo, 27C; 217 507 000; www.clinicadasconchas.pt • Clube Estefânia R. Alexandre Braga, 24A; 213 542 318 • CMS Espaço Terrapuriano www.centrodemeditacaosolaris. com • Colégio Luso-Suíço R. de Santo Amaro, 18; 213 906 979; www.colegiolusosuico.com • Coliseu dos Recreios R. das Portas de Santo Antão, 96; 213 240 585; www.coliseulisboa.com • Companhia Olga Roriz R. de Santa Apolónia, 12; 218 872 383; www.olgaroriz.com • Complexo Desportivo Alto do Lumiar (Campo de Futebol) Junto à Av. Santos e Castro, lt. 2; 218 170 137 • Complexo Desportivo do Boavista (Pavilhão e Piscina) R. das Azáleas; 218 170 053 • Complexo Desportivo do Casal Vistoso (Pavilhão e Piscina) R. João Silva; 218 170 107 • Comuna Teatro de Pesquisa Pç. de Espanha; 217 221 770; www.comunateatropesquisa.pt • Comunidade Hindu de Portugal Al. Mahatma Gandhi; 217 576 524; www.comunidadehindu.org • Confiquatro – Desportos Naúticos R. José Dias Coelho, 36B; 213 627 984; www.confiquatro.pt • Contraprova R. do Garrido 62; contraprova-gravura.blogspot.pt • Convento dos Cardaes R. de O Século, 123; 213 427 525; www. conventodoscardaes.pt • Convento de São Pedro de Alcântara R. Luísa Todi, 1; 213 243 930; www.scml.pt • Convento das Trinas do Mocambo R. das Trinas, 49; 210 943 283; www.hidrografico.pt • Cordoaria Nacional Av. da Índia; 213 637 635 • El Corte Inglés Av. António Augusto Aguiar, 31; 213 711 700; www.elcorteingles.pt • Cristina Guerra Contemporary Art R. Santo António à Estrela 33; 213 959 559; www.cristinaguerra.com • Culturgest R. Arco do Cego 50, Piso 1; 217 905 155; www. culturgest.pt D Dança Livre - Escola de Dança R. Marquês da Fronteira, 76; 213 894 190; www.dancalivre.com • Dançarte R. Professor Simões Raposo, 8 A; 217 147 244; www.dancarte.pt • Dança do Saber R. Barão de Sabrosa, 161 A; 215 932 074; www.dancadosaber.pt • Dançattitude Tv. Escola Araújo, 3 A; 965 127 123; www.dancattitude. com • Dance Factory Studios R. Soares dos Reis, 11A; 210 169 043; www.dancefactory.com.pt • Dance Spot R. Fernando Vaz, 10B; 214 003 877; www.palcoplural. com • Darc/Desterro Calç. do Desterro, 7; dar.pt • Departamento de Proteção Civil R. Cardeal Saraiva; 217 825 240 • De Pura Cepa - Escuela de Tango Tv. da Escola Araújo , 3A; 965 127 123 • Direção Municipal de Cultura R. do Machadinho, 20; 218 170 900 • Divisão de Gestão Cemiterial R. do Rio Zêzere; 218 172 375 E Edge Arts - Arte Contemporânea Espaço Amoreiras, Centro Empresarial, R. D. João V, 24, 1.01; 213 600 071; www.edge-arts.org • Enigma Lisbon R. do Crucifixo, 86, 4º esq; 211 358 975; www.enigmalisbon.com • Ermida Nossa Srª da Conceição Trav. do Marta Pinto, 21; 213 637 700; www.ermidabelem.com • Escola de Actores Ilha D’Arte R. Antero de Quental, 18 c/v; 936 411 313; www.escoladeactoresilhadarte.com • Escola Básica Pedro de Santarém Est. de Benfica 535; 217 160 684 • Escola de Belas-Artes Pedro Serrenho R. Campo de Ourique, 61; 218 063 436; escoladeartespedroserrenho. blogspot.pt • Escola de Dança do Conservatório Nacional R. João Pereira da Rosa, 22; 213 408 030; www. edcn.pt • Escola de Dança Ana Köhler R. Luís Pastor


> CONTACTOS de Macedo, 37A; 217 150 738; www.edak.pt • Escola de Dança Projeto Latino Havana e Hawaii, Doca de Santo Amaro, Armazém 1; 917 860 556 • Escola de Dança Raquel Oliveira R. dos Anjos; www.raquel-oliveira.com/ escoladedanca • Escola de Jardinagem e Calceteiros Av. Dr. Francisco Luís Gomes, Quinta Conde dos Arcos; 218 550 690 • Escola de Medicina Tradicional Chinesa R. Dona Estefânia, 175; 213 475 605; www.esmtc.pt • Escola de Música do Conservatório Nacional R. dos Caetanos, 29; 213 425 922 • Escola Secundária Pedro Nunes Av. Álvares Cabral; 213 940 090; www.espn.edu. pt • Escrever Escrever R. do Alecrim 47 - 4ºA; 911 197 797; www.escreverescrever.com • Espaço 9 R. Coronel Luna de Oliveira, 9; espaco9.weebly.com • Espaço 62 R. Conceição da Glória, 62; 968 506 535 • Espaço Cultural das Mercês R. Cecílio de Sousa, 94; 963 061 995 • Espaço Dança de Palmira Camargo Av. das Forças Armadas (Centro de Apoio à Juventude); 934 531 025; www.palmira.camargo.com • Espaço Eira 33 R. Camilo Castelo Branco, 33, 1º; 213 530 931; eira33.blogspot.com • Espaço INATEL Mouraria R. da Mouraria, 64, 4º; 210 027 150; www.inatel.pt • Espaço Lua Cheia R. de Barcelona 128, c/v, Bairro Padre Cruz; 211 548 979; www.luacheia. pt • Espaço Nimas Av. 5 de Outubri 42B; 213 574 362 • Espaço Pessoa e Companhia Cç. de Santana, 177 • Espaço Ribeira (Primeiros Sintomas) R. da Ribeira Nova 44; www.primeiros-sintomas.com • Espaço Santa Catarina Lg. Dr. António de Sousa Macedo, 7; 211 339 837; www.facebook.com/espacosantacatarina • Espassus 3G R. dos Táxis Palhinha; 931 462 215 • Esplanada da Mata - Parque José Gomes Ferreira Av. Almirante Gago Coutinho, junto à antiga Rotunda do Relógio • Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos R. do Alviela, 12; 218 100 263; www.epal.pt • Estádio do Sport Lisboa e Benfica Av. General Norton de Matos; 217 219 500; www. slbenfica.pt • Estúdio ACCCA R. dos Caetanos, 26, 1º • Estúdio Vanda Melo Pç. Olegário Mariano, 5, 2ºdt; 932 015 610 • Evoé - Escola de Actores R. das Canastras, 36/40; 218 880 838; www.evoe.pt F 40 Camels R. da Senhora do Monte 34, 3ºA; 214 059 311; www.40camels.com • Fábrica Braço de Prata R. da Fábrica de Material de Guerra, 1; 925 864 579; www. bracodeprata.com • Fabula Urbis R. de Augusto Rosa 27; 218 885 032; www.fabula-urbis.pt • Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa Lg. da Academia Nacional de Belas-Artes; 213 252 100; www. fba.ul.pt • Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Alameda da Universidade ; 217 960 063 • Forum Dança Tv. do Calado, 26 B; 213 428 985; www.forumdanca. pt • Fórum Lisboa Av. de Roma, 14L; 218 170 400 • FullOut Dance Academy R. Almirante Barroso 52A; 213 155 431; fulloutda.weebly.com • Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva Pç. das Amoreiras, 56; 213 841 490; http://fasvs.pt • Fundação Calouste Gulbenkian Av. de Berna, 45A; 217 823 000; www.gulbenkian.pt • Fundação Carmona e Costa R. Soeiro Pereira Gomes, Lt. 1; 217 803 003; www.fundacaocarmona.org.pt • Fundação das Casas de Fronteira e Alorna Palácio Fronteira, Lg. de S. Domingos de Benfica; 217 784 599; www.fronteira-alorna.pt • Fundação José Saramago

Casa dos Bicos, R. dos Bacalhoeiros; 218 802 040; www. josesaramago.org • Fundação Leal Rios R. do Centro Cultural, 17B; 210 998 623; www.lealriosfoundation.com • Fundação LIGA R. do Sítio ao Casalinho da Ajuda; 213 616 910; www.fundacaoliga.pt • Fundação Portuguesa das Comunicações – Museu das Comunicações R. do Instituto Industrial, 16; 213 935 000; www.fpc.pt G Gabinete de Estudos Olisiponenses Palácio do Beau Séjour, Est. de Benfica, 368; 217 701 100; geo.cmlisboa.pt • Galeria 111 Cp. Grande, 113; 217 977 418; R. Dr. João Soares, 5B; 217 819 907; www.111.pt • Galeria Abraço R. Poço do Borratém, 39; 218 884 310 • Galeria Acervo R. do Machadinho 1; 213 974 325; www.acervo. com.pt • Galeria Avenida da Índia Av. da Índia, 170; 215 830 010 • Galeria Baginski R. Capitão Leitão, 51-53; 213 970 719; www.baginski.com.pt • Galeria Bangbang R. Dr. Almeida Amaral, 30B; 213 148 018; www.galeriabangbang. com • Galeria Belo-Galsterer R. Castilho, 71, r/c esq; 213 815 914; www.belogalsterer.com • Galeria Diferença R. S. Filipe Nery, 42, c/v; 213 832 193; diferencagaleria. blogspot.pt • Galeria Filomena Soares R. da Manutenção 80; 218 624 122; www.gfilomenasoares.com • Galeria Graça Brandão R. dos Caetanos 26A; 213 469 183; www.galeriagracabrandao.com • Galeria João Esteves de Oliveira Rua Ivens, 38; 213 259 940 • Galeria Maria Lucília Cruz Rua das Salgadeiras, 22; 213 421 135 • Galeria Millennium R. Augusta, 96; facebook.com/ fundacaomillennium • Galeria Monumental Campo dos Mártires da Pátria, 101; 213 533 8 48 • Galeria Municipal Pavilhão Branco Cp. Grande, 245; 215 891 259; www. egeac.pt • Galeria Municipal Torreão Nascente da Cordoaria Av. da Índia; 215 830 010 • Galeria Opus 14 R. das Gáveas, 14; 213 460 216; www.opus14.com.pt • Galeria Quadrum R. Alberto Oliveira, Palácio dos Coruchéus, 52; 215 830 010; www.facebook.com/galeriasmunicipaislisboa • Galeria Ratton R. Academia das Ciências 2C; 213 460 948; www.galeriaratton.blogspot.com • Galeria Reverso R. da Esperança, 59/61; 213 951 407; www. reversodasbernardas.com • Galeria das Salgadeiras R. da Atalaia, 12-16; 213 460 881; www.salgadeiras.com • Galeria Tapeçarias de Portalegre R. da Academia das Ciências, 2J; 213 421 481; www.mtportalegre.pt • Galeria Valbom Av. Conde Valbom, 89A; 217 801 110; www. galeriavalbom.com • Galeria Vale Formoso R. Fernando Farinha 18A; 218 597 246; www.galeriadeartevaleformoso. com • Galeria Zé dos Bois R. da Barroca, 59; 213 430 205; www.zedosbois.org • Gare Marítima de Alcântara Estação Marítima de Alcântara, Ed. Infante; 213 969 551 • Gato que Ladra R. Prof. Sousa da Câmara, 156; 968 382 245; www.gatoqueladra.com • Giefarte R. da Arrábida, 54BC; 213 880 381 • Ginásio Beija-Flor R. Severo Portela Lt. C1, Piso 0; 913 276 159; www.adccbf.com • Ginásio Clube Português Pç. Ginásio Clube Português, 1; 213 841 580; www.gcp.pt • Ginásio Pombalino R. dos Correeiros, 184-1º; 939 831 643 • Goethe-Institut Cp. Mártires da Pátria, 37; 218 824 510; www.goethe.delisboa • Grupo Amigos de Lisboa R. Portugal Durão, 58ª; 217 800 156; www.amigosdelisboa.com • Grupo Dramático e Escolar “Os Combatentes” R. do Possolo 5-9; 213 961 846; http://oscombatentes.com.sapo.pt • Gymboree Azinhaga da Torre do Fato, 19B, lj. 1; 910 277 128; www. gymboree.pt H

Helen Doron Early English Learning Center Av.

99


100

> CONTACTOS Álvaro Cunhal 1B; 217 551 870 • Hipódromo do Campo Grande Cp. Grande; 217 817 410 • Hospital de São José R. José António Serrano; www.chlc.min-saude.pt • Hot Club de Portugal Pç. da Alegria, 48; 213 460 305 • Hotel NH Campo Grande Cp. Grande, 7; 210 020 848; www.nhhoteles.pt I I-Art Cç. Marquês de Abrantes, 115; 969 090 881; www.carolinaramos.net • Igreja de Santo António de Campolide Tv. Estevão Pinto; 213 850 477 • Ilnova - Instituto de Línguas da Universidade Nova de Lisboa Av. de Berna, 26; 217 908 382; ilnova.fcsh.unl. pt • In Impetus R. de Campolide, 27A; 213 157 815; www.inimpetus.org • Instituto de Artes e Ofícios R. Particular à R. Saraiva de Carvalho, 207; 213 964 502; www. iao.ual.pt • Instituto Cultural Romeno R. Barão 10/08; 213 537 060; www.icr.ro/lisboa • Instituto Português do Desporto e Juventude R. de Moscavide 71; 218 920 800; www.ipdj.pt • Instituto Português do Mar e da Atmosfera R. C do Aeroporto; 218 447 000; www.ipma. pt • Instituto Superior Técnico Av. Rovisco Pais 1; 218 417 000; tecnico.ulisboa.pt • Isshin Dojo LxFactory - Edif. Principal, sala 2.15C (2º piso); 918 228 949; www.isshindojo. com J Jardim Botânico da Ajuda Cç. da Ajuda; 213 622 503; www.jardimbotanicodaajuda.com • Jardim Botânico Tropical Lg. dos Jerónimos; 213 609 660; www.iict.pt • Jazzy Dance Studios R. da Cintura do Porto a Santos, Armazém J; 213 950 763; www.jazzy.pt • Just4Teens Azinhaga dos Barros, 27, lj. 1; 218 003 949; www.just4teens.pt k Kunsthalle Lissabon R. José Sobral Cid, 9E; 912 045 650; www.kunsthalle-lissabon.org L Labirinto Lisboa R. do Instituto Industrial, 6-10; 213 900 365; www.labirintolisboa.com • Lavadouro Público de Carnide Est. da Correia; 217 121 330 • Leap – Espaço Amoreiras R. D. João V, nº 24, piso -1, 1.03; 210 415 920 • Lisboa Autêntica 913 221 790; lisboaautentica.com • Lisboa Camping & Bungalows Est. da Circunvalação; 217 628 200; www.lisboacamping.com • Lisboa Ginásio Clube R. dos Anjos, 63; 213 154 002; www.lgc.pt • Lisboa Story Centre Terreiro do Paço, 78-81; 211 941 099; www. lisboastorycentre.pt • Lisboa ao Vivo Av. Infante D. Henrique, Armazém 3; 967 089 462 • Lisbon Gallery Lusitano Clube, R. S. João da Praça 81 r/c: 218 869 472; www.lisbongallery.net • Lisbon Movie Tour 969 616 063; www.lisbonmovietour • Lisbon Walker R. do Jardim do Tabaco, 126; 218 861 840; www.lisbonwalker. com • Livraria Bulhosa (Amoreiras) Amoreiras Shopping; 213 812 254; www.bulhosa.pt • Livraria Bulhosa (Entrecampos) Campo Grande, 10B; 217 994 190; www.bulhosa.pt • Livraria Ler Devagar LxFactory, R. Rodrigues Faria 103; 213 259 992; www.lerdevagar.com • Livraria Móvel Tell a Story 963 171 710 • A Loja das Atividades Av. Álvaro Cunhal, 3A; 965 261 132 • A Loja da tia Glória 912 441 735; facebook.com/aloja. datiagloria • Lumiar Cité R. Tomás del Negro 8A; 217 551 570; www.maumaus.org • Lux Frágil Av. Infante

D. Henrique, Armazém A, Cais da Pedra a Stª Apolónia; 218 820 890; www.luxfragil.com • Lx Dance - Escola de Dança e Bailado de Lisboa R. João Amaral, Pista de Atletismo Municipal Prof. Moniz Pereira; 961 722 039; www.escolalxdance.com M Maria Matos Teatro Municipal Av. Frei Miguel Contreiras, 52; 218 438 800; www.teatromariamatos.pt • MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia Av. de Brasília, Central Tejo; 210 028 190; wwwmaat.pt • MEF - Movimento de Expressão Fotográfica Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara 156; 962 527 453; www. mef.pt • MEO Arena Rossio dos Olivais, Lt. 2.13.01A; 218 918 409; arena.meo.pt • Mercado 31 de Janeiro R. Eng. Vieira da Silva; 213 501 327 • Mercado do Forno do Tijolo R. Maria da Fonte • Mestres do Regueirão Regueirão dos Anjos, 68; mestresdoregueirao.pt • Minimundo R. Armindo Rodrigues, 7A; 936 969 949; www.minimundo. pt • Módulo – Centro Difusor de Arte Cç. dos Mestres, 34 A/B; 213 885 570; www.modulo.com.pt • MOB R. dos Anjos 12 F; moblisboa@gmail.com • MONA - loja de ideias R. das Janelas Verdes 70; 309 944 586; mona.pt • Mosteiro dos Jerónimos Pç. do Império; 213 620 034; www.mosteirojeronimos.pt • Movimento de Educação pela Arte Pólo da Pena da Junta de Freg. de Arroios, R. Saco 1-A; 926 848 392 • MUDE - Museu do Design e da Moda. Coleção Francisco Capelo R. Augusta, 24; 218 886 117; www.mude.pt • Mundo Património LAB R. de Campo de Ourique, 169-171; 217 974 587; www. mundopatrimonio.com • Museu da Água da EPAL – Galeria do Loreto Pç. do Príncipe Real; 218 100 215; www. epal.pt • Museu da Água da EPAL - Reservatório da Mãe d´Água das Amoreiras Pç. das Amoreiras 10; 218 100 215; www.epal.pt • Museu do Aljube – Resistência e Liberdade R. de Augusto Rosa, 42; 218 172 400; www. museudoaljube.pt • Museu Arpad Szenes-Vieira da Silva Pç. das Amoreiras, 56; 213 880 044; www.fasvs.pt • Museu Arqueológico do Carmo Lg. do Carmo; 213 478 629; www.museuarqueologicodocarmo.pt • Museu de Artes Decorativas Portuguesas da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lg. das Portas do Sol, 2; 218 814 600; www.fress.pt • Museu da Associação de Futebol de Lisboa R. Nova da Trindade, 2 - 2º; 213 224 870; www.afl.pt • Museu Benfica Cosme Damião Av. General Norton de Matos; 217 219 500; www.slbenfica.pt/ museu • Museu Bordalo Pinheiro Campo Grande, 382; 218 170 667; museubordalopinheiro.cm-lisboa.pt • Museu Coleção Berardo Pç. do Império; 213 612 878; www. museuberardo.pt • Museu do Combatente Av. Brasília; 919 903 210; www.facebook.com/museucombatente. oficial • Museu das Crianças Est. de Benfica, 158160; 213 976 007; www.museudascriancas.eu • Museu do Dinheiro Lg. de S. Julião; 213 213 240; www. museudodinheiro.pt • Museu do Fado Lg. do Chafariz de Dentro, 1; 218 823 470; www.museudofado.pt • Museu da Farmácia R. Marechal Saldanha, 1; 213 400 600; www.museudafarmacia.pt • Museu Geológico - LNEG R. da Academia das Ciências, 19, 2º; 213 463 915; www. lneg.pt/museugeologico • Museu de Lisboa - Casa dos Bicos R. dos Bacalhoeiros, 10; 210 993 811; www. museudelisboa.pt • Museu de Lisboa - Teatro Romano R. de São Mamede, 3A; 218 172 450; www.museudelisboa. pt • Museu da Marioneta Convento das Bernardas, R. da Esperança, 146; 213 942 810; www.museudamarioneta.pt • Museu Militar de Lisboa Lg. do Museu da Artilharia;


> CONTACTOS 218 842 300 • Museu Nacional de Arqueologia Pç. do Império; 213 620 000; www.museuarqueologia.pt • Museu Nacional de Arte Antiga R. das Janelas Verdes; 213 912 800; www.museudearteantiga.pt • Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado R. Serpa Pinto, 4 | R. Capelo, 13; 213 432 148; www.museuartecontemporanea.pt • Museu Nacional do Azulejo R. da Madre de Deus, 4; 218 100 340; www.museudoazulejo.pt • Museu Nacional dos Coches Pç. da Afonso de Albuquerque; 213 610 850; www.museudoscoches.pt • Museu Nacional de Etnologia Av. Ilha da Madeira; 213 041 160; mnetnologia. wordpress.com • Museu Nacional de História Natural e da Ciência R. da Escola Politécnica 56/58; 213 921 800; www.museus.ulisboa.pt • Museu Nacional do Teatro e da Dança Est. do Lumiar, 10; 217 567 410; www. museudoteatroedanca.pt • Museu Nacional do Traje Lg. Júlio de Castilho; 217 567 620; museudotraje.imc-ip. pt • Museu do Oriente Av. Brasília, Doca de Alcântara; 213 585 200; www.museudooriente.pt • Museu da Presidência da República Palácio de Belém, Pç. Afonso de Albuquerque; 213 614 660; www.museu.presidencia.pt • Museu de São Roque Lg. Trindade Coelho; 213 235 444; www.museudesaoroque.com • Música - Campo de Ourique R. Coronel Ribeiro Viana, 25 cv • Mute Art Project R. Cecílio de Sousa 20C; 917 920 013; www. muteart.org N NB Academia Trav. do Recolhimento Lázaro Leitão, 1; 218 438 020, www.nbacademia.pt • Negócio R. Luís Pastor de Macedo, 1B; 210 366 165;;www.nexgym.pt • NexGym R. Luís Pastor de Macedo, 1B; 210 366 165; www.nexgym.pt • Núcleo Arqueológico da Rua dos Correeiros R. dos Correeiros, 9; 211 131 004 • Núcleo de Artes e Ofícios Av. João XXI 76; 210 027 154; www.inatel.pt O Observatório Astronómico de Lisboa Tapada da Ajuda; 213 616 730; oal.ul.pt • Oceanário de Lisboa Esplanada D. Carlos I; 218 917 002; www.oceanario.pt • Oficina do Cego R. Sabino de Sousa; oficinadocego. blogspot.pt • Oficina da Pessoa Av. 5 de Outubro, 122, 3º dto; 217 957 393 • Olá mamã R. Fernando Lopes Graça, 12 C; 217 580 301; www.olamama.com • Orienta-te Asian Studies orientate.pt/pt • Origem - Cozinha Saudável Espaço Amoreiras - Centro Empresarial, R. D. João V, 24, 1.01; 213 600 071; www.edge-arts.org • Outra Lisboa 927 136 291; www.outralisboa.wordpress.com P Paços do Concelho Pç. do Município; 213 236 200; www.cm-lisboa.pt • Padaria do Povo R. Luís Derouet, 20A; 213 620 464 • Padrão dos Descobrimentos Av. Brasília; 213 031 950; www.padraodosdescobrimentos.pt • Palácio Foz Pç. dos Restauradores; 213 221 200; www. gmcs.pt/palaciofoz • Palácio da Independência Lg. de S. Domingos, 11; 213 241 470 • Palácio de Laguares R. Prof. Sousa da Câmara, 156 • Palácio Pombal R. do Século, 65-103 • Panteão Nacional Cp. de Santa Clara; 218 854 820 • Parque Florestal de Monsanto Espaço Monsanto Est. do Barcal, Monte das Perdizes; 218 170 200; lisboaverde.cm-lisboa.pt • Parque das Nações www.parquedasnacoes.pt • Passevite White Cube R. Maria da Fonte, 54; facebook.com/passevitelx •

Pátio da Galé Pç. do Comércio; 210 312 700 • Pavilhão da Ajuda Cç. da Tapada; 218 170 143 • Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva Al. dos Oceanos; 218 917 100; www.pavconhecimento.pt • Pavilhão Preto do Museu de Lisboa Cp. Grande 245; 217 513 200; www.museudelisboa.pt • Pentáculo - Academia de Estudos Av. Maria Helena Vieira da Silva, 36A e 44A; 217 578 110; www.pentaculo.pt • A Pequena Galeria Av. 24 de julho, 4C; 213 950 356; apequenagaleria.tumblr. com • Perve Galeria R. das Escolas Gerais 17; 218 822 607; www.pervegaleria.eu • Piscina de Alfama 218 170 873 • Piscina da Ameixoeira 218 170 306 • A Piscina dos bebés Ed. Gonçalves Zarco, Doca de Alcântara Norte; 913 171 158; www.apiscinadocas.com • Piscina do Oriente 218 170 124 • Piscina da Penha de França 218 170 103 • Piscina do Rego 218 170 309 • Piscina do Restelo 218 170 309 • Piscina Vale Fundão 218 170 121 • Planetário Calouste Gulbenkian Pç. do Império; 213 620 002; planetário.marinha.pt • Polivalente de Santa Catarina Cç. do Combro, 82A • Ponto de Luz Ateliê Lg. de Sto António da Sé, 21; 218 871 136 • Português Et Cetera R. dos Douradores, 11, 1º, Sala 3; 969 056 067; www. portuguesetcetera.com • Pousada da Juventude do Parque das Nações R. de Moscavide 71; 219 920 890 • Primo Canto – Associação Cultural R. da Mouraria, 64, 1º; 966 555 048; primocanto.com.sapo.pt • Pro.Dança Escola de Dança R. de S. Domingos à Lapa, 8; 213 979 937; www.prodanca.pt • Propositário Azul, Associação Artística R. do Grilo, 104, 4ºesq; 933 288 560 Q Quinta das Conchas e dos Lilazes Al. das Linhas de Torres; 217 594 516 • Quinta Pedagógica dos Olivais R. Cidade de Lobito; 218 550 930; http://quintapedagogica. cm-lisboa.pt R RCA Club | Real Companhia dos Animais R. João Saraiva 18; 211 972 610; www.rcaclub.com • Restart R. Quinta do Almargem, 10; 213 609 450; www.restart.pt • Roca Lisboa Gallery Pç. dos Restauradores, 46; 213 404 260; www.rocalisboagallery.com Rua das Gaivotas 6 R. das Gaivotas 6; 210 962 355; ruadasgaivotas6.pt S Sabotage Club R. de S. Paulo 16; 213 470 235; www. sabotage.pt • Sagrada Família R. dos Remédios, 98; 213 520 159 • Sala d’Aula Av. da República, 41, 6ºE; 217 957 083; www.saladaula.com • Santa Casa da Misericórdia de Lisboa Lg. Trindade Coelho; 213 235 000; www.scml.pt • São Luiz Teatro Municipal R. António Maria Cardoso, 38; 213 257 640; www.teatrosaoluiz.pt • Sé Patriarcal Lg. da Sé; 218 866 752; www.patriarcado-lisboa.pt • S Espaço R. das Farinhas, 26; 924 368 752 • Smart Way R. Ilha dos Amores, lj. 51; 962 361 041 • Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul Av. D. Carlos I, 61-1º; 213 973 471; www.guilhermecossoul.pt • Sociedade Nacional de Belas-Artes R. Barata Salgueiro, 36; 213 138 510; www. snba.pt • Sociedade Portuguesa de Autores Av. Duque de Loulé, 31; 213 594 400; www.spautores.pt • Sou – Movimento e Arte R. Maria, 73; 211 547 790; www.sou.pt • Stage 81 R. Portas de St. Antão, 110; 912 629 568; www. stage81.com • Steps Clube R. dos Caminhos de Ferros, 90 B; 210 150 893; www.steps.pt • Studio 8A R. Luciano Freire 8A; 217 960 007; www.cursosdefotografia.pt • Studioteambox LxFactory, Ed. G, sala 6A; 965 786 793; www.studioteambox.org • Syntax R. Feio Terenas, 23; 912 325 052; www.syntaxproject.org

101


102

> CONTACTOS T 30 da Mouraria - Psicoterapia e Movimento R. da Mouraria, 30, 4º; 30damouraria.weebly.com • 3+1 Arte Contemporânea R. António Maria Cardoso 31; 210 170 765; www.3m1arte.com • Tap Dance Center Lisbon R. de O Século, 44; 932 940 988; www.workin. com.pt • Tcharan Eventos Tv. dos Fornos, 15, 1º dto; 914 107 158; www.tcharan.com • TEAR - Espaço de Artes R. Dr. Estevão de Vasconcelos, 13; 913 754 661; www.arproducoes.org • Teatro Aberto R. Armando Cortez; 213 880 086 • Teatro Armando Cortez Est. da Pontinha 7; www.teatroarmandocortez.pt • Teatro do Bairro Alto R. Tenente Raúl Cascais 1A; 213 961 515; www. teatro-cornucopia.pt • Teatro Camões Pq. das Nações, Passeio de Neptuno; 218 923 470 • Teatro Cinearte Lg. de Santos, 2; 213 965 360; www.abarraca.com • Teatro Dom Luiz Filipe (Teatro da Luz) Lg. da Luz; 211 536 034; http://teatrodluisfilipe.wix.com/tdlf • Teatro Ibérico R. de Xabregas, 54; 218 682 531; www.teatroiberico.org • Teatro Maria Vitória Parque Mayer; 213 475 454; www.teatromariavitoria.com • Teatro de Marionetas Algazarra Cç. da Boa-Hora, 58, 2º; 962 429 895; www. algazarrateatro.blogspot.pt • Teatro Meridional R. do Açúcar, 64, Beco da Mitra; 218 689 245; www. teatromeridional.net • Teatro Nacional D. Maria II Pç. D. Pedro IV; 213 250 800; www.teatro-dmaria.pt • Teatro Nacional de São Carlos R. de Serpa Pinto, 9; 213 253 000; www.saocarlos.pt • Teatro Papa-Léguas R. Prof. Santos Lucas, 36A; 210 970 654; www.teatropapaleguas. net • Teatro Politeama R. das Portas de Sto. Antão, 109; 213 405 700; www.teatro-politeama.com • Teatro da Politécnica R. da Escola Politécnica, 56; 961 960 281 • Teatro Taborda R. da Costa do Castelo, 75; 218 854 190; www.teatrodagaragem.com • Teatro Thalia Estr. das Laranjeiras 205; 217 811 690 • Teatro Tivoli BBVA Av. da Liberdade nº 182 A; 213 151 050 • Teatro da Trindade Lg. da Trindade, 7A; 213 423 200; www.inatel.pt • Teatro Turim Est. de Benfica, 723 A; 217 606 666; www. teatroturim.com • Teatro Villaret Av. Fontes Pereira de Melo 30 A; 213 538 586 • Teatro da Voz Tv. de São Vicente, 11; 213 530 931; www.eira.pt • TheBlackSheep Art Gallery R. do Sol ao Rato 45A • The Little Gym R. 1 à R. Direita de Palma, 4B; 217 269 464; www.thelittlegym. pt • Time Out Mercado da Ribeira Av. 24 de Julho, 49; 213 593 100 • Time Travellers 965 107 188; www. timetravellers.pt • Top Ensino R. Gaivotas em Terra, Lt. 4A; 218 016 482; www.topensino.pt • Torre de Belém Av. de Brasília; 213 620 034; www.torrebelem.pt U Underdogs Public Art Store R. da Cintura do Porto de Lisboa, Armazém A, compartimentos 3 e 20; 218 680 462; www.under-dogs.net • Universidade Autónoma de Lisboa R. Santa Marta 56, Palácio dos Condes do Redondo; 213 177 600; www.ual.pt • Universidade Nova de Lisboa (Campolide) Campus de Campolide; 213 715 600; www.unl.pt V Vera Cortês Art Agency Av. 24 de Julho 54 - 1ºE; 213 950 177; www.veracortes.com • Verso Branco R. da Boavista, 132-134; 211 342 634 • Viragem Lab R. de Santa Marta, 73 A; 213 580 733; www.viragem-lab.com.pt

• Voz do Operário R. da Voz do Operário, 13; 218 862 155; vozoperario.pt • Vozes em Conserto – Academia de Canto e Performance R. João Menezes, 4A; 218 400 213; www.vozesemconserto.com w Work in Studio R. de O Século, 44; 932 940 988; www. workin.com.pt • Wozen R. das Janelas Verdes 128, Lj. B; 912 700 506; www.wozenstudio.com X Xuventude de GaliciaR. Júlio de Andrade, 3; 218 853 680; www.juventudedagaliza.com Z Zen KidsR. Alexandre Herculano, 19; 960 271 750; www.zen-kids.org

EQUIPAMENTOS MUNICIPAIS ARQUIVO

Arquivo Municipal de Lisboa R. B ao Bairro da Liberdade, lt 3-6, piso 0; 213 807 108; seg a sex: 9h-17h, encerra fer; arquivomunicipal.cm-lisboa.pt Arco do Cego R. Nunes Claro, 8 A; 218 411 170; seg a sex: 9h-17h, encerra fer Fotográfico R. da Palma, 246; 218 844 060; sala de exposições: seg a sáb: 10h-19h, encerra dom, fer; sala de leitura: seg a sex: 9h30-17h, encerra fer; arquivomunicipal.cm-lisboa.pt Videoteca Largo do Calvário, 2; 218 170 433 BIBLIOTECAS

Consultar horários em blx.cm-lisboa.pt Belém R. da Junqueira, 295; 218 172 580 Camões Largo do Calhariz, 17, 2º esq; 218 172 360 Coruchéus R. Alberto Oliveira; 218 172 049 David Mourão-Ferreira R. Padre Abel Varzim, 7 D; Casal dos Machados; 218 536 337 Gabinete de Referência Cultural R. Cidade do Lobito; 218 507 100; Reservado a atividades com estabelecimentos de ensino especial e regular, entidades para deficientes e outras instituições culturais; marcação prévia Hemeroteca R. Lúcio de Azevedo, 21B; 218 172 430 Maria Keil R. Maria José da Guia, 8; 217 589 280 Marvila R. António Gedeão; 218 173 000 Natália Correia Centro Social Polivalente; R. Rio Cávado, B.º Padre Cruz ; 218 054 526 Olivais/Bedeteca R. Cidade do Lobito; 218 507 100 Orlando Ribeiro/Fonoteca Antigo Solar da Nora, Estrada de Telheiras; 218 172 660 Palácio Galveias encerrada temporariamente Penha de França R. Francisco Pedro Curado, 6A; 218 172 410 Por Timor R. de São Bento, 182-184; 213 905 702 Quiosque Jardim da Estrela Jardim da Estrela; 213 904 198 República e Resistência - Cidade Universitária R. Alberto de Sousa, zona B do Rêgo; 217 802 760 São Lázaro R. do Saco, 1; 218 852 672


> CONTACTOS ITINERANTES/ MÓVEIS 21 8 170 544 / 910 238 089

Núcleo Arqueológico; todos os dias: 9h-21h; www. castelosaojorge.pt Padrão dos Descobrimentos Av. Brasília; 213 031 950; todos os dias: 10h-19h; www.padraodosdescobrimentos.pt MUSEUS

CASA FERNANDO PESSOA

R. Coelho da Rocha, 16-18; 213 913 270; seg a sáb: 10h-18h; casafernandopessoa.cm-lisboa.pt CENTRO DE ARQUEOLOGIA DE LISBOA

Av. da Índia, 166; 218 172 180; centro.arqueologia@cmlisboa.pt CINEMA SÃO JORGE

Avenida da Liberdade, 175; 213 103 400; cinemasaojorge.pt GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES

Est. de Benfica, 368; 217 701 100; seg a sex: 9h-18h; geo.cmlisboa.pt GALERIAS

Galeria Avenida da Índia Avenida da Índia, 170; 215 830 010; ter a dom: 10h-13h/14h-18h, sáb, dom: 14h-18h Galeria Boavista Rua da Boavista, 47-50; 213 476 335; ter a dom: 13h-18h, encerra seg, fer; facebook.com/ galeriasmunicipaislisboa Galeria Municipal Pavilhão Branco Campo Grande, 245; 215 891 259; ter a dom: 10h-13h/14h-18h; encerra dom, fer; www.egeac.pt Galeria Municipal Torreão Nascente da Cordoaria Av. da Índia; 215 830 010; ter a sex: 10h-18h, sáb, dom: 14h-19h Galeria Quadrum R. Alberto Oliveira, Palácio dos Coruchéus, 52; 215 830 010; ter a dom: 10h-18h, sáb, dom: 14h-18h, encerra seg, fer; facebook.com/ galeriasmunicipaislisboa MONUMENTOS

Castelo de São Jorge 218 800 620; Núcleo Museológico;

AGENDA CULTURAL LISBOA Jan 2017 / N.º 307

na capa

Cláudia Varejão fotografia de Humberto Mouco, tipografia de Elisabete Gomes copy desk

Manuel Veiga editora executiva

Paula Teixeira editor

Luís Almeida d’Eça direção de arte

Jorge Silva/Silva!Designers design

Inês do Carmo

POLO CULTURAL GAIVOTAS | BOAVISTA

Rua das Gaivotas, 8; todos os dias: 8h-23h30; pologaivotasboavista@cm-lisboa.pt TEATROS

Maria Matos Teatro Municipal Av. Frei Miguel Contreiras, 52; 218 438 800; www.teatromariamatos.pt São Luiz Teatro Municipal Rua António Maria Cardoso, 38; 213 257 640; www.teatrosaoluiz.pt

relações públicas, publicidade institucional, circulação e assinaturas

Marco Mateus publicidade

Sara Simões

Sónia Maia Just Media / 210 939 695

coordenação da redação

impressão

Ricardo Gross diretor

Atelier-Museu Júlio Pomar R. do Vale, 7; 215 880 793; ter a dom: 10h-18h; www.ateliermuseujuliopomar.pt Museu do Aljube – Resistência e Liberdade R. de Augusto Rosa, 42; 218 172 400; ter a dom: 10h-18h; www. museudoaljube.pt Museu Bordalo Pinheiro Campo Grande, 382; 218 170 667; ter a dom: 10h-18h, encerra seg, fer; museubordalopinheiro.cm-lisboa.pt MUDE - Museu do Design e da Moda. Coleção Francisco Capelo www.mude.pt Museu do Fado Lg. do Chafariz de Dentro, 1; 218 823 470; ter a dom: 10h-18h; www.museudofado.pt Museu de Lisboa - Casa dos Bicos R. dos Bacalhoeiros, 10; 210 993 811; seg a sáb: 10h-18h, encerra dom, fer; www. museudelisboa.pt Museu de Lisboa - Palácio Pimenta Campo Grande, 245; 217 513 200; ter a dom: 10h-13h/14h-18h, encerra seg, fer; www.museudelisboa.pt Museu de Lisboa - Santo António Lg. de Santo António da Sé, 24; ter a dom: 10h-13h/14h-18h Museu de Lisboa - Teatro Romano R. de São Mamede, 3A; 218 172 450; www.museudelisboa.pt Museu de Lisboa - Torreão Poente Pç. do Comércio, 1; www.museudelisboa.pt Museu da Marioneta Convento das Bernardas, R. da Esperança, 146; 213 942 810; ter a dom: 10h-13h/14h-18h; www.museudamarioneta.pt

redação

Ana Figueiredo Ana Rita Vaz Cristina Engrácia Filipa Santos Frederico Bernardino Thiago Moraes di Fonzo Tomás Collares Pereira fotografia

Francisco Levita Humberto Mouco

Digipress distribuição

JMTOSCANO, Lda tiragem

40 000 exemplares depósito Legal

40722/90 periodicidade

Mensal Isenta de registo na ERC ao abrigo da lei de imprensa 2/99

edição

câmara municipal de lisboa/ EGEAC vereadora do pelouro da cultura Catarina Vaz Pinto recolha de informação

Rua do Machadinho, 20 1249-150 Lisboa Tel. 218 170 900 agenda.cultural@cm-lisboa.pt www.agendalx.pt

103


104

CONVERSAS DE LISBOA (I)


MIGUEL REAL E A IDENTIDADE CULTURAL DE LISBOA Entrevista LUÍS ALMEIDA D’EÇA Fotografia HUMBERTO MOUCO

105


106

Ao longo do ano de 2017, a Agenda Cultural de Lisboa dedica as suas últimas páginas a um ciclo de onze grandes entrevistas genericamente intituladas Conversas de Lisboa. Conversas que procuram promover uma ampla reflexão em torno de questões relevantes da cultura da nossa cidade. Pela sua abrangência, o tema da Identidade Cultural de Lisboa foi o escolhido como ponto de partida. Miguel Real, escritor, ensaísta e professor de filosofia, abre com chave de ouro esta série de entrevistas. A cidade de Lisboa, particularmente a partir de meados do século XIX, sofreu o estigma da comparação com Paris. Já em pleno século XX, António José Saraiva defendia que o provincianismo português se devia a Lisboa que não era “a capital do país, mas o satélite intelectual de uma capital europeia de onde se importavam as modas”. Hoje, esta questão parece definitivamente resolvida. No seu entender que fatores contribuíram para isso?

A plena integração europeia transformou Lisboa numa cidade de “desvairadas gentes”, como diria Fernão Lopes. Lisboa tornou-se multicultural, relativista nos valores, hedonista no culto da juventude e dos prazeres do corpo, uma cidade de massas urbanas, de autoridade democrática, integrante dos circuitos internacionais de espetácu-

los, exposições, de modas. Simultaneamente, Lisboa distingue-se pela sua peculiar identidade cultural: o Tejo, o circuito Manuelino, a Baixa Pombalina, a cor e a luz da cidade, o fado como canção típica de Lisboa. É justamente desta tensão paradoxal, a tensão entre a necessidade de conservação do seu passado e a integração europeia e internacional, que resulta um belíssimo jogo estético urbano, gerando a visão de quem do exterior nos observa: Lisboa, uma cidade simultaneamente conservadora e pós-moderna, antiga e moderna, tradicional e atual, alta e baixa, pobre e rica, vistosa e tímida, cidade-cais, ribeirinha, historicamente ligada ao Tejo e ao Mar. Lisboa é hoje, em suma, uma cidade cosmopolita, depois de durante 400 anos (do século XVII a 1974) ter sido uma cidade paroquial, provinciana, ruralista, carnavalizada, ao longo do Estado Novo, de cidade Imperial. Após a vivência da cidade dos Descobrimentos (de 1415 a 1578), vivemos hoje (século XXI) a segunda idade de ouro de Lisboa, cidade que se vai despindo da pele do passado para se reconstruir pós-modernamente: cidade ecológica, cidade eletrónica, cidade-espetáculo.


107

Vivemos hoje a segunda idade de ouro de Lisboa, cidade que se vai despindo da pele do passado para se reconstruir pós-modernamente: cidade ecológica, cidade eletrónica, cidade-espetáculo. Retomando os conceitos de cidade e província, o que significa ser citadino e, sobretudo, ser lisboeta?

Citadino-cosmopolita significa ter o mundo inteiro dentro de cada um de nós, desde comer manga-rosa quando nos apetece até beber café de Nova Iorque, ver os filmes que a Europa e a América veem e deslocarmo-nos à velocidade de 100/150 km/hora, ter escolas iguais às de Berna, Paris e Londres e hospitais semelhantes aos de Munique e Madrid e Amesterdão. Simultaneamente, pensar e ver o planeta com os olhos, não do nosso bairrinho, mas do mundo inteiro, não sermos estranhos aos terramotos no Japão, aos mineiros do Chile e aos explorados da África e da Ásia. É este o retrato atual do lisboeta, tem consciência de que a sua cidade não só é a capital de Portugal como uma das mais belas capitais da Europa, de que não existe local sem global, de que integra movimentos históricos internacionais (o Euro, a Comunidade Europeia, a NATO, o Conselho da Europa, a ONU, a UNESCO, a CPLP…) e de que, com o recente cais dos cruzeiros, o Tejo, como a Língua Portuguesa, não é já só nosso, mas também dos outros, dos que nos visitam e dos estrangeiros que connosco convivem. Ser citadino/cosmopolita significa não violentar o passado da cidade, participar num urbanismo democrático pelo qual os moradores se sintam senhores do seu bairro e nele projetem os seu sonhos, conservadores ou progressistas,

de direita ou de esquerda, pois Lisboa é suficiente mãe para a todos acolher, não trata a uns como filhos e a outros como enteados. Ser hoje lisboeta é saber que o fado não anula o rock, a pintura mural entretece-se com a erudita, a arquitetura é um dos elementos fundamentais do espetáculo de uma cidade, que os festivais ao ar livre não contundem com os recantos silenciosos, que o brinco na orelha do jovem é tão digno quanto o chapéu de abas na cabeça do idoso. É autor do romance histórico A Voz da Terra sobre o Terramoto de 1755 e o Marquês de Pombal. Este trágico acontecimento marca uma rutura profunda na cidade que não é apenas do foro arquitetónico e urbanístico. Em traços simples como caracterizaria a cidade antes e depois do Terramoto?

Antes do Terramoto de 1755 Lisboa era cidade mistura de medievalismo (bairros de casas térreas com hortas segundo o encavalitamento do terreno, pequenas manufaturas, o burro como transporte e transportador principal) com renascentismo (nova arquitetura manuelina, Casa da Guiné e da Índia, Jerónimos, Torre de Belém, Terreiro do Paço deslocado da colina do Castelo para a beira do Tejo, Estaus, estaleiros, estuário do Tejo carregado de naus e caravelas…). Era a Lisboa supersticiosa e marinheira dos Descobrimentos, a cidade de Santo António, enroupada


108

num catolicismo rico e beato (até ao século XIX, nunca a igreja foi pobre em Portugal). Com a reconstrução pombalina, Lisboa torna-se europeia, burguesa, racional e geométrica. Antes do Terramoto, pululavam escravos pretos e mouros e trabalhadores galegos em cada esquina, as ruas eram matinalmente atravessadas por calhandreiras (pretas que transportavam os dejetos noturnos dos lisboetas em calhandras à cabeça, indo despejá-las na zona hoje do bairro da Boavista) e por colarejas (saloias que traziam comestíveis frescos para cidade em carroças) e pelos vendedores de rua, que, artesãos, vendiam produtos domésticos do seu próprio fabrico. E uma multidão de mendigos, que se aglomerava aos portões dos conventos, competindo pão com as matilhas de cães. Antes do Terramoto, as sinetas dos estaleiros soavam pela madrugada nas costas do Terreiro do Paço, chamando as centenas de carpinteiros, calafates, mestres de velas… Depois do Terramoto, os estaleiros foram enviados para a outra margem do Tejo. Lisboa era uma cidade beata e supersticiosa, como referimos, milhares de frades e sacerdotes ocupavam as colinas da cidade. Só em redor do Chiado, coexistiam a mole imensa dos Franciscanos com o edifício vastíssimo do Convento da Trindade (os Trinitários) e a Quinta da Cotovia a São Roque dos Jesuítas. Os fidalgos começavam a construir os solares e palacetes no Bairro Alto, transferidos do Castelo e Alfama,

desde então bairros pobres, e da Junqueira. Eles, mais peraltas do que nobres cultos, elas, umas sécias vaidosas e analfabetas (exceção: Marquesa de Alorna), a vaidade penetrava os poros da alta burguesia e da aristocracia, comia-se pão branco de farinha de trigo (o escuro – cevada, centeio, aveia - hoje gourmet, era para os pobres) provindo de Londres, o ferro e o carvão vinham de Manchester, a seda de Lyon, as baixelas de Limoges, o vidro fino de Veneza. Para revolucionar a aristocracia, o Marquês de Pombal mandou construir o Colégio dos Nobres na atual rua da Escola Politécnica. Projeto gorado, a elite portuguesa queria cargos e subsídios do Estado, não estudar, cultivar-se. Antes e depois do Terramoto, Lisboa mendigava importações para que as elites vivessem encostadas à sombra da bananeira. Para elas, tudo vinha do exterior, até as carruagens, desmontadas e aparelhadas em Lisboa por operários franceses (podem vê-las hoje no Museu dos Coches), com desprezo das abegoarias portuguesas. Com o Terramoto, uma cidade beata transformou-se numa cidade burguesa, desapareceu a capa, emergiu a sobrecasaca, as saias das senhoras deixavam mostrar os calcanhares, as decorações, mais românticas, expulsavam os adereços barrocos, o Marquês de Pombal libertou os escravos, forçando a remuneração o seu trabalho, e criou o primeiro corpo de professores laicos de Lisboa.

A Exposição do Mundo Português perdura hoje na memória de Lisboa como a exaltação do que ela nunca foi, uma cidade imperial, e de um império multirracial que nunca houve.


109

Hoje, não se trata de ampliar Lisboa, ela já está cercada pelas cidades limítrofes, mas de revolucionar a sua imagem, a sua cor, a sua organização, a sua mobilidade, não de destruir e fazer de novo, mas de reconstruir, transformando o passado em motor do futuro.

Que importância teve o Estado Novo na identidade de Lisboa? Nomeadamente através da Exposição do Mundo Português, de 1940, com toda a sua carga simbólica?

A Exposição do Mundo Português cristalizou a representação histórica de Lisboa como cidade imperial e magnificente, sumptuosa, de certo modo à imitação da relação de Madrid com as capitais da América Latina. Na verdade, Lisboa era então (leia-se O Ano da Morte de Ricardo Reis, de José Saramago, ou os diversos romances de José Rodrigues Miguéis) uma cidade pobre, fechada, analfabeta, de hábitos rurais, controlada e dominada por um regime opressivo. A Exposição nasceu da tensão entre o movimento modernista da arquitetura (Duarte Pacheco, Cottinelli Telmo, Cristino da Silva…) e o sector conservador ligado a Salazar (António Lopes Ribeiro, Augusto de Castro, Leitão de Barros…). Tal foi a propaganda que o regime fez da Exposição que ela perdura hoje na memória de Lisboa como a exaltação do que ela nunca foi, uma cidade imperial, e de um império multirracial que nunca houve. Característica saliente e positiva: venceu o decadentismo dos Vencidos da Vida, do Ultimatum, da “Piolheira” de Eça do final do século XIX e recordou ao lisboeta (e ao português) que, nos séculos da longa história de Lisboa, tinha havido um período de ouro: séculos XV e XVI.

Muitas cidades elegem o seu património cultural como “imagem de marca”: Madrid, os seus museus; Barcelona, a arquitetura de Gaudi; Londres, a sua tradição teatral, por exemplo. Lisboa parece ter dificuldade em encontrar uma identidade cultural, em a assumir e projetar para o exterior. Porquê?

A identidade cultural de Lisboa centra-se no Tejo e no itinerário Manuelino. Cidade com 2800 anos de existência, não se pode deixar de ter em conta os seus traços celtas, os traços fenícios, os traços romanos, cristãos e mouros e, finalmente, os traços católicos, que encheram Lisboa de igrejas, a maioria repetitivas. O que, em boa verdade, identifica cultural e historicamente Lisboa reside na memória dos Descobrimentos e dos monumentos então levantados. Foi aqui que Lisboa se realizou de um modo diferente das restantes cidades europeias: a Lisboa-Cais, a Lisboa-Marinheira, a Lisboa dos Descobrimentos, a Lisboa-Mar, inclusive dotada de elementos negativos, como os Estaus da Inquisição ou o assassinato de cerca de 2000 judeus em 1506 entre a igreja de S. Domingos e a atual zona da Rua do Arsenal. Esta cidade dos Descobrimentos constitui o momento máximo da nossa história, de que todos os regimes políticos anseiam por assenhorear-se, evidenciando-se como seus continuadores, o Pombalismo tomou conta do Terreiro do Paço, o Liberalismo do Rossio, a República da Av.


110

da Liberdade e do Marquês de Pombal, o Estado Novo de Belém e de Alvalade (as “Avenidas Novas”), a Democracia injetou sangue novo em Belém (CCB) e revolucionou a cidade na zona da Expo98, justamente a vertente ribeirinha do Tejo, designando a nova ponte (não por acaso) de Vasco da Gama. Hoje, século XXI, não se trata de ampliar Lisboa, ela já está cercada pelas cidades limítrofes, mas de revolucionar a sua imagem, a sua cor, a sua organização, a sua mobilidade, não de destruir e fazer de novo, mas de reconstruir, transformando o passado em motor do futuro. Em sua opinião essa identidade cultural reside sobretudo na cidade quinhentista?

Lisboa possui uma forte identidade histórico-cultural como cidade dos Descobrimentos, primeira cidade da Expansão Ultramarina Europeia e primeira cidade da Globalização. É uma cidade Quinhentista, que o Pombalismo conservou dando-lhe uma nova representação: na Baixa, as ruas, ainda medievais, corriam paralelas ao Tejo e passaram, largas, burguesas, a correr na vertical ao rio. A Rua Nova dos Ferros e a Rua Nova dos Mercadores, no século XVI, tornaram-se símbolo do comércio mundial, açúcar do Brasil, pimenta da Índia, Canela de Ceilão, cravo de Malaca, cravinho do Maranhão, malagueta de Angola, ouro do norte de África, escravos do golfo da Guiné… A cidade medieval é representada pela zona entre o Castelo

e a Sé. D. Manuel transferiu o centro de Lisboa para a zona do Tejo no Terreiro do Paço, que Pombal conservou designando-a, burguesmente, por Praça do Comércio. Nunca Lisboa foi tão mundial quanto como cidade dos Descobrimentos, e aqui reside a sua identidade cultural. Aqui se conheceu pela primeira vez a representação inteira da Terra (mapa de Cantino, 1502), soube-se então que a Terra formava um arquipélago e que os continentes eram as suas ilhas, aqui se guardou o segredo da descoberta do Brasil e aqui se debateu o espantoso tema da existência de alma ou não nos índios e nos pretos. Aqueles, sim, e não foram diretamente escravizados. Estes, não, e tornaram-se escravos, Lisboa, Madrid e Amesterdão traficaram cerca de 13 milhões de negros de África para a América, este continente povoou-se, a África ficou destruída até hoje e a Europa enriqueceu. Daqui lançaram os Jesuítas a sua rede mundial de colégios, transmitindo a ciência europeia do século XVI ao mundo inteiro, inclusive à China. Aqui, nos estaleiros, entre o Terreiro do Paço e o Cais do Sodré, se experimentaram novas formas de navegação, se aperfeiçoaram os navios e os instrumentos científicos de marinharia. Aqui, juntinho ao Tejo, ganhou inspiração Gil Vicente e Luís de Camões e daqui partiu o desditoso D. Sebastião, cujo descalabro encerrou a cidade dos Descobrimentos. Nascerá uma nova cidade, a cidade Barroca de padre António Vieira, mentalmente labiríntica, cruel

Lisboa possui uma forte identidade histórico-cultural como cidade dos Descobrimentos, primeira cidade da Expansão Ultramarina Europeia e primeira cidade da Globalização.


111

Poucas cidades do mundo convivem há 400 anos com o espectro fantasmático de um rei-morto.

nos seus autos-de-fé, carregada de fervor, não já da curiosidade da descoberta, mas da Fé, que D. João V envolverá em ouro (a Pinacoteca e a Biblioteca, a Patriarcal, a Ópera do Tejo, o Aqueduto, ao longe, essa mole a uma igreja autista, fechada sobre si própria, que é o convento de Mafra). “A saudade é um pano roxo”, cantavam os antepassados dos Terceirenses quando emigravam para os Açores, relembrado a tristeza de Lisboa durante a Quaresma. Cidade barroca, cidade triste, cheia de pesar e luto. E o que será preciso para que essa identidade se imponha internacionalmente?

Marketing, marketing, marketing! Realçar tudo o que aproxime Lisboa do Tejo e do mar, realçar tudo o que evoque o período de ouro de Lisboa entre 1415 e 1578, entre o Infante D. Henrique e D. Sebastião, inclusive este, já que poucas cidades do mundo convivem há 400 anos com o espectro fantasmático de um rei-morto. Porventura, um bom filme sobre este período levaria a imagem de Lisboa ao mundo inteiro. Segundo um estudo da Comissão Europeia os portugueses têm os índices de consumo cultural mais baixo da Europa. Como perceciona a vivência cultural dos lisboetas e a sua relação com a cidade?

Penso que as estatísticas são aplicadas aos portugueses em geral, não aos lisboetas. Lisboa é culturalmente uma cidade

democrática, tem museus, livros, espetáculos de dança e ópera, exposições, filmes, peças de teatro, “arte de rua”, de câmara, de palco, para todos os gostos e todos os bolsos. Festivais e espetáculos internacionais transitam por Lisboa, conferências, congressos, acontecem amiúde em Lisboa. A oferta é imensa e a procura também, raro é um espetáculo a que assisto que não tenha mais de metade da sala cheia, e muitas mesmo cheias. Como professor, presumo que o que falhou foi a Escola. A Escola Democrática falhou, transmitiu conhecimentos, como era seu dever, mas não os envolveu em valores e cultura. Tornou o ensino, uns anos folclórico, outros, estéril. Desde a década de 90, a televisão substituiu a escola no campo da transmissão de valores e os centros comerciais endeusaram o hiperconsumo. Portugal ficou um país desequilibrado, dinheiro no bolso (até à crise de 2011) mas sem educação de gosto para o gastar. Penso que as Câmaras Municipais não podem fazer mais, os seus subsídios e as suas iniciativas fazem a cidade respirar e inspiram as novas gerações a ocupar as ruas à noite, tornando Lisboa uma cidade verdadeiramente cosmopolita. Deseja-se para Lisboa um cidadão letrado, culto mas não erudito, participativo, lúcido, consciente da longuíssima história da sua cidade, politicamente responsável, que, pelo seu trabalho, todos os dias transforme uma cidade moderna numa cidade pós-moderna. Lisboa, cidade com excesso de História, merece este cidadão.


TEMPOS POSTOS

SOBRE CHAFARIZ DA ESPERANÇA SANTOS

FOTOGRAFIA ATUAL FRANCISCO LEVITA ARQUIVO FERNANDO MARTINEZ POZAL, 1940 (ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA / FOTOGRÁFICO) 112


113


TEATRO NACIONAL D. MARIA II 114

19–22 JAN

DANIEL FARIA ESTÚDIO POÉTICO SALA ESTÚDIO

12–22 JAN

OS ÚLTIMOS DIAS DA HUMANIDADE

C R I A Ç Ã O E T E X TO PABLO FIDALGO M/12

SALA GARRETT

DE KARL KRAUS ENCENAÇÃO NUNO CARINHAS E NUNO M CARDOSO

26-29 JAN

FORÇA HUMANA ESTÚDIO POÉTICO SALA ESTÚDIO

M/12

A PA RT I R D E OS LUSÍADAS DE LUÍS DE CAMÕES DIREÇÃO ANTÓNIO FONSECA E JOSÉ NEVES M/12

PARC E I RO D E C O M U N I CAÇÃO TN D M I I

PARC E I RO S TN D M I I

Informações e reservas 800 213 250 Bilheteira online www.teatro-dmaria.pt


Agenda Cultural Lisboa | janeiro '17