Page 1


M E N S A G E M D O PÁ R O C O P E . D I O M A R R O M A N I V, S C J

O PRÍNCIPE DA PAZ NASCE NA SIMPLICIDADE Querido paroquiano! Advento, Natal, Ano Novo... Esperança é a virtude que cultivamos nestes dias. Esperamos a chegada do Menino Deus, na celebração do Santo Natal: o Príncipe da Paz que nasce na simplicidade para ser acolhido e amado. Que estes dias de Natal renovem nossa alegria! Organize-se para participar das celebrações do Santo Natal em família, pois o Natal é tempo de acolher o Salvador em família, como nós, padres, deixamos em nossas mensagens de Natal, que convido você a ler e a refletir. Esperamos o ano de 2019 repleto de sonhos e expectativas. Que os projetos pessoais e paroquiais sejam abençoados e conduzidos por Deus, Pai Providente. Esperamos os dias 17 a 20 de janeiro para celebramos a festa do nosso padroeiro, São Sebastião, primeiro grande momento pastoral em 2019 da nossa Paróquia. Convido você e sua família para priorizar

NOVO PÁROCO NOVO VIGÁRIO

estes dias celebração e confraternização: confira a matéria especial e a programação completa nas páginas 6 e 7 desta edição e participe conosco! Também, esperamos com alegria a chegada do novo pároco – Pe. Hélio Feuser, scj – e do novo vigário paroquial – Pe. Eloi Schons, scj. Somos convidados a participar, em 1º de fevereiro, às 19h, na Igreja Matriz, da missa de acolhida dos nossos novos pastores. Pessoalmente, quero agradecer pelas orações, apoio e colaboração em todos estes oito anos de trabalho nesta Paróquia, especialmente nos últimos seis, como pároco. Em 2019 assumirei uma nova missão, como pároco da Paróquia São Luís Gonzaga, em Brusque/SC. Peço sua oração por mim e o convido a participar da missa de minha despedida, em 27 de janeiro, às 19h, na Igreja Matriz. Confiamos a Deus, nosso Pai e amigo, todos estes dias intensos de vida e fé. Que Maria, Mãe de Deus, interceda por nós.

Pe. Hélio Feuser, scj, será o novo pároco da Paróquia São Sebastião a partir de 2019. O religioso, que desde 2013 atuava como pároco da Paróquia São Cristóvão, em Itajaí, toma posse em 17 de fevereiro, às 9h30, em missa presidida por Dom Francisco Carlos.

Natural de Campo Novo/RS e com 34 anos de sacerdócio, Pe. Eloi José Schons, scj, chega a Jaraguá do Sul para auxiliar nas atividades pastorais da Paróquia, como vigário. Desde 2011, o sacerdote atuava como pároco da Paróquia Nossa Senhora da Candelária, na Vila Maria, em São Paulo.

Os dois sacerdotes serão apresentados e acolhidos pela comunidade em 1º de fevereiro, na missa das 19h. Participe!

2 . E D I TO R I A L | R E V I S TA S Ã O S E B A S T I Ã O

+

Você confere, na próxima edição da Revista São Sebastião, uma entrevista com os padres Hélio e Eloi. Não perca!


ANGELINA TEREZA DE SOUZA DALCEGIO

ANO NOVO: CONFIAR E ESPERAR NO SENHOR Um novo tempo. A cada novo ano, expectativas novas. Sonhos? Desejos? Promessas? Relacionamentos? Vitórias? Tudo depende de como acolhemos esse novo tempo. É preciso olhar com esperança para o que vem. Devemos aguardar a meia-noite do dia 1º de janeiro, não para ter certeza de que o ano velho se foi, mas para acolher com alegria o novo ano. Devemos buscar a disposição para irmos em frente. Apoiarmos nossa confiança, nossa esperança no Senhor. Termos um ideal e isso não é difícil, pois carregamos em nosso ser o melhor antídoto e a melhor vacina contra a desesperança: a fé! Fé que nos faz ter certeza que nada acontece sem Deus, pois Ele sabe o que é melhor, para cada um de nós. Ele nos dá as bênçãos necessárias a cada dia. Muitas vezes, somos reféns do tal “imediatismo”, mas ser paciente é ter sabedoria suficiente para aguardar o tempo d’Ele. E é durante essa espera que Deus molda em cada um de nós o caráter para que possamos receber o melhor d’Ele. “Confia ao Senhor a tua sorte, espera n’Ele: Ele agirá”, nos ensina o Salmo 36. E unidos como família, tenhamos um abençoado 2019, sempre confiando e esperando no Senhor.

CELEBRAÇÃO

P E . I TA M A R Z I G O W S K I , S C J

SOLENIDADE DE SANTA MARIA, MÃE DE DEUS Celebramos a maternidade divina de Nossa Senhora, dentro do contexto do natal, isto é, dentro do mistério da Encarnação de Deus. Este mistério é a raiz fundamental da doutrina teológica sobre a Virgem. O Papa Paulo VI, em sua exortação apostólica Marialis Cultus, afirma: “A solenidade da maternidade de Maria, marcada para o primeiro dia do ano, conforme uma antiga sugestão da liturgia romana, está destinada a celebrar a parte que Maria teve no mistério da salvação e a exaltar a singular dignidade de que goza a Santa Mãe, de quem merecemos receber o Autor da vida” (MC 5,2). O Concílio de Éfeso (431), confirmando o que o povo cristão já acreditava e confessava, definiu o dogma de fé que Maria é: “Mãe de Deus”, a theotókos, em grego. Afirmando a única pessoa divina de Cristo em duas naturezas, a divina e a humana, concluía-se que Maria é a Mãe de Deus, por ser ela quem deu a natureza humana a Cristo. Podemos, também, a partir desta maternidade perceber as demais características e funções da figura sublime de Maria de Nazaré: concepção imaculada, assunção, mediação subordinada a Cristo, maternidade espiritual sobre a Igreja e sua condição de membro, tipo, modelo e imagem desta mesma Igreja (cf. Lumen Gentium, 52-69). “Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo!”.

3 . I G R E J A | R E V I S TA S Ã O S E B A S T I Ã O


Vivemos, a convite da Igreja, o Tempo do Advento. Guiados pela Palavra de Deus fomos convidados a nos aprofundar na oração e participar intensamente, não só das festas de final de ano, mas principalmente da alegre espera pelo Menino Jesus, o nosso Salvador! Foi um tempo de expectativa, cheio de alegria e esperança. Tempo de preparação para podermos hoje, como os anjos, entoar glórias a Deus por este mistério de amor: Ele está conosco, é o Emanuel! A alegria pelo nascimento do Menino Jesus alcançou toda a terra e, hoje, dois mil anos depois, alcança cada um de nós. Não podemos ficar de fora desta festa tão grandiosa. Nunca houve um nascimento tão celebrado quanto este. É tempo de abrir mais uma vez os nossos corações, pois o próprio Jesus Cristo vem ao nosso encontro, pessoalmente. Mais uma vez Ele pede espaço para, com Maria e José, encontrar um lugar em nossos corações. Para que Ele possa nascer, crescer e fazer morada em cada um de nós. Acolher o Menino Jesus em nosso coração significa, como fizeram os pastores, adorar e contemplar a beleza do nosso Deus feito criança. Significa renovar a nossa fé e assumir o compromisso de sermos portadores da alegria e da esperança. Significa, também, que estamos dispostos a construir com Jesus o Seu Reino de verdade, vida e justiça, vivendo na graça e a caminho da santidade, como missionários do amor e da paz. Que neste Natal você esteja ansioso para encontrar Jesus! Que possamos celebrar em família a chegada do Menino Jesus, que nasceu em uma família. Que as bênçãos desta noite santa e cheia de luz estejam presentes ao longo de todo o novo ano! E que este não seja apenas mais um Natal, mas que, vivido intensamente e em seu verdadeiro espírito, nos conceda a graça de sermos melhores cristãos daqui para frente. Feliz e santo Natal a você e toda sua família!

Por Fernando e Alessandra Guenther

Acolher o Menino Jesus em nosso coração significa, como fizeram os pastores, adorar e contemplar a beleza do nosso Deus feito criança


“Celebrar o Natal é celebrar a presença de Deus conosco, celebrar a alegria em Deus, que se humanizou para divinizar o ser humano. Celebrar o nascimento de Jesus Cristo na fé, é atualizá-lo, e não somente recordálo, pois assim estamos tornando este fato presente no aqui e no agora dos cristãos de hoje, renovando a história humana em Deus. Feliz e abençoado Natal!”

Pe. Itamar Zigowski, scj

“Na história da salvação vemos um Deus que nos ama e nos acolhe! O mistério do Natal revela Deus que se faz criança, para ser acolhido e amado! Que Ele encontre acolhida e seja amado em seu coração e em sua casa! Desejo que a paz, a alegria e a esperança que nascem do presépio permaneçam em sua vida, em sua família e em todo o ano de 2019”.

Pe. Diomar Romaniv, scj

“Que este Natal nos recorde: a misericórdia do Pai; a obediência do Filho; e o amor do Espírito. Que este Natal nos ensine: a bondade do Pai; a solidariedade do Filho; e a fraternidade do Espírito. Que este Natal nos dê: a alegria de filhos; a paz de irmãos; e a ternura de mãe. Feliz Natal! Abençoado ano novo!”

Pe. Osnildo Klann, scj

“No Natal, somos convidados a vislumbrar Jesus que nasce: imagem que retratamos com devoção no presépio. Jesus nasce para os Seus, mas estes não O recebem, de modo que tem de ser posto em uma manjedoura. Para o Salvador do mundo, aqu’Ele que tudo criou, não há lugar. Realidade que toca o coração dos homens até os dias de hoje, que gera compaixão em todas as pessoas. Não podemos esquecer que, a cada dia, Jesus continua a nascer em manjedouras por falta de lugar. Que este Natal renove em nós a virtude da caridade. Feliz Natal!”

Pe. Darlan Marasca, scj


DEVOÇÃO

SEBASTIÃO KIENEM

FESTA DO PADROEIRO Sebastião era um soldado que teria se alistado no exército romano por volta de 283 d.C., com a única intenção de consolar a fé dos cristãos, enfraquecida diante das torturas. Por volta de 286, a sua conduta branda para com os prisioneiros cristãos levou o imperador Diocleciano a julgá-lo sumariamente como traidor, tendo ordenado a sua execução por meio de flechas. Tal ordem foi, imediatamente, cumprida: num descampado, os soldados despiramno, o amarraram a um tronco de árvore e atiraram nele uma chuva de flechas. Depois o abandonaram para que sangrasse até a morte. À noite, Irene (Santa Irene), foi ao lugar da execução para retirar o corpo, porém, com assombro, comprovou que Sebastião ainda estava vivo. Ela desamarrou-o e o levou para sua casa, cuidando de suas feridas. Restabelecido, Sebastião apresentou-se novamente diante de Diocleciano, censurando-o pelas injustiças cometidas contra os cristãos. O imperador mandou que o matassem. Este santo forte e determinado, que pôs sua fé acima de sua própria vida por duas vezes, foi declarado em 16 de julho de 1926 o padroeiro e patrono da Igreja Matriz de Jaraguá do Sul, constituída “Matriz São Sebastião”. O calendário litúrgico reserva o dia 20 de janeiro às festividades do mártir São Sebastião. Nesta data, a Paróquia São Sebastião realiza sua festa em comemoração ao seu Santo Padroeiro. No passado, a festa do padroeiro teve um caráter mais econômico, como meio de arrecadar fundos para a manutenção da Igreja. Hoje, esta festividade tem um viés mais espiritual e comunitário. Na festa litúrgica celebram-se o tríduo preparatório e, de forma muito alegre, a missa em honra ao padroeiro, com a intenção de fortalecer em cada um dos participantes a vivência da fé, a exemplo de São Sebastião. São celebrações em ação de graças pelos benefícios concedidos e pedidos renovados, momentos de oração e de súplicas. Já na festa comunitária, a intenção é reunir os paroquianos para momentos de descontração e alimentação, onde possam repor as energias, trocarem ideias e lembranças, projetos e sonhos, sendo um momento de confraternização entre as famílias da Paróquia. A cada ano, a espiritualidade desperta nos paroquianos o espírito de participação e solidariedade, sendo cada vez maior a participação de voluntários nestas celebrações. Quem observa, percebe a alegria daqueles que servem nesta “festa de família” de forma gratuita. Esta alegria de servir contagia e comprova o espírito da festa do padroeiro: somos todos em Cristo.

6 . E S P E C I A L | R E V I S TA S Ã O S E B A S T I Ã O


7 . E S P E C I A L | R E V I S TA S Ã O S E B A S T I Ã O


PROGRAME-SE ! MISSA DEVOCIONAL AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

4 de janeiro, às 19h (Adoração Eucarística a partir das 18h)

MISSA DE DESPEDIDA DO PE. DIOMAR

27 de janeiro, às 19h

ENCONTROS DE PREPARAÇÃO PARA O BATISMO (PAIS E PADRINHOS)

5 e 6 de fevereiro | 19h30 às 21h30 Auditório São José (Matriz) Inscrições na Secretaria Paroquial (vagas limitadas)

MISSA DE POSSE DO PE. HÉLIO FEUSER

17 de fevereiro, às 9h30

MISSAS EM JANEIRO Matriz São Sebastião Domingo: 7h, 9h30 e 19h Terça-feira: 19h Quarta-feira: 15h30 Quinta-feira: 19h Sexta-feira: 19h Sábado: 19h Comunidade São Luís Gonzaga 5 e 12 de janeiro, às 17h30 Comunidade N. Sra. Rainha da Paz 12 de janeiro, às 17h30 25 de janeiro, às 19h30 *A partir de 26 de janeiro voltam a ser celebradas as demais missas nas comunidades

Está chegando janeiro, início de um novo ano, momento de desfrutar as férias. Para isso, deixamos a você uma atividade muito divertida: é só decifrar as palavras e formar a frase abaixo. Vamos lá?!

REDAÇÃO Marco Farias

Este informativo é uma publicação sob responsabilidade do Pe. Diomar Romaniv, scj e da Paróquia São Sebastião, situada na Av. Marechal Deodoro da Fonseca, 632 Centro - Jaraguá do Sul/SC - (47) 3371-0321

DIAGRAMAÇÃO Matheus José SUGESTÃO DE CONTEÚDO redacao@agenciaarcanjo.com.br www.agenciaarcanjo.com.br facebook.com/agenciaarcanjo (47) 3227-6640

REVISÃO Larissa Graça IMPRESSÃO Gráfica Sbardelatti TIRAGEM 2.000 exemplares

Revista São Sebastião - janeiro de 2019  
Revista São Sebastião - janeiro de 2019  
Advertisement