__MAIN_TEXT__

Page 1

S a n t u á r i o S a g r a d o Co r a ç ã o d e J e s u s | j o i n v i l l e | a g o s to | 2 0 1 7 | d i s t r i b u i ç ã o g r at u i Ta


A vez dos cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade

EventoS do mês

EXPEDIENTE

Por Pe. Léo Heck, scj

2

Caros amigos: a Igreja, imagem da Trindade, é constituída povo de Deus, para a qual há “um só Senhor, uma só fé, um só Batismo” (Ef 4,5), mas uma unidade na diversidade de dons, carismas, serviços e ministérios suscitada pelo próprio Espírito. A diversidade de dons possibilita respostas criativas, e é uma forma de santificar e guiar a Igreja, capacitando e estimulando os cristãos a assumirem “vários trabalhos e ofícios, para o bem da Igreja e de todos” (Lumen Gentium, n. 12). O Documento de Aparecida reconhece, na Igreja da América Latina e do Caribe, os ministérios confiados aos leigos e outros serviços pastorais, como ministros da Palavra e da Eucaristia, coordenadores da ação pastoral, administradores do patrimônio comum, animadores da ação social, assim por diante. Não é mais possível pensar uma Igreja que não incentive a participação de cristãos leigos e leigas na missão. Reconhecemos a importância de abrir aos leigos e leigas “espaços de participação, confiar-lhes ministérios e responsabilidades em uma Igreja onde todos vivam de maneira responsável seu compromisso cristão” (DAp, n. 211). É nesse sentido que a Paróquia Santuário Sagrado Coração de Jesus, de tempos em tempos, chama e capacita cristãos leigos a assumirem os mais diversos serviços e ministérios necessários para o cumprimento da sua missão na Igreja e na sociedade. Assim sendo, em julho, um novo grupo assumiu os serviços da administração do Santuário, compondo o Conselho Administrativo e Financeiro (CAF). A nova equipe é formada por cinco casais, que estão sob a minha direção. A partir de agosto, também haverá uma troca da coordenação do Conselho Paroquial de Pastoral (CPP). Um novo grupo composto por três casais, irá assumir os trabalhos de animação pastoral para os próximos anos. Há de se acentuar também a efetivação da secretária de pastoral, para dar suporte a todas as atividades pastorais e celebrações no Santuário. Ainda, a partir de agosto, haverá a troca na coordenação do Ministério de Música e Canto, que será integrado à Animação Litúrgica. Enfim, um novo grupo de pessoas está sendo preparado para receber o Ministério Extraordinário da Eucaristia e outro para o da Acolhida. Almejamos sucesso na missão às novas direções e ministérios, e prometemos nossa total colaboração. Agradecemos muito às equipes dirigentes que entregaram os seus encargos, pelos relevantes serviços prestados à comunidade, particularmente, na preparação e condução das atividades durante as celebrações do Centenário da Paróquia Santuário Sagrado Coração de Jesus. Que jamais falte no coração de todos o fogo do amor do Coração de Jesus.

- Encontro de Recém-casados 12 de agosto, às 14h - Oração do Terço na Gruta 12 de agosto, às 18h30 - Oração das Mil Ave-Marias 15 de agosto, às 13h - Missa de louvor 24 de agosto, às 19h30

memórias pe. Aloísio De um jeito ou de outro, todos temos doenças espirituais. Todos temos de ser curados. Todos devemos pensar mais em Jesus, mas pensar com fé e amor. Todos fomos feridos, desde Adão e Eva. Pelos nossos pecados aumentamos nossas feridas. Pela nossa oração somos curados.

hORÁRIOS DAS RÁDIOS

• Atendimento de confissões, orientação espiritual e bênção de objetos Terça a sexta-feira - 8h30 às 11h e das 14h30 às 17h Sábado - 8h30 às 11h • Terço dos Homens Segunda-feira - 19h • Adoração Eucarística Quinta-feira - 8h às 19h30 • Grupo de Oração RCC Quinta-feira - 20h30 • Santuário Jovem Sábado - 20h

O Jornal do Santuário é uma publicação do Santuário Sagrado Coração de Jesus, sob responsabilidade do padre Léo Heck, scj Rua Inácio Bastos, 308 - Bucarein - Joinville/SC 47 3455.2204 | www. santuarioscj.com.br

- Reunião - Pastoral da Acolhida 11 de agosto, às 19h30

INFORMAÇÕES importantes

CELEBRAÇÕES NO SANTUário • Segunda-feira - 19h30 (pelos falecidos) • Terça-feira - 19h30 (pelas intenções da rádio e internet) • Quarta-feira - 16h (pelos enfermos) e 19h30 (pelas famílias) • Quinta-feira - 7h e 19h30 • Sexta-feira - 7h, 12h30 e 19h30 • Sábado - 7h (devocional mariana) e 19h • Domingo - 6h30, 8h, 9h30, 11h30, 17h e 19h • 1ª sexta-feira do mês: 7h, 12h30, 16h, 19h30 e 23h • Missa com tradução em Libras: 4° domingo do mês - 19h

- Reunião - Pastoral do Canto e Música 5 de agosto, às 14h30

Produção

• Rádio Clube (AM 1590) Segunda a sexta-feira 6h55 - Nos Caminhos da Palavra 12h55 - O Pão da Palavra Sábado 7h - A Voz do Santuário 7h30 - Direção Espiritual • Rádio Difusora Arca da Aliança (AM 1480) Domingo 8h - Transmissão da missa • Rádio Cultura (AM 1250) 1ª semana do mês (segunda a sexta-feira) 11h - A Palavra de Deus

SUGESTÃO DE CONTEÚDO: redacao@agenciaarcanjo.com.br www.agenciaarcanjo.com.br facebook/agenciaarcanjo 47 3227.6640

DIAGRAMAÇÃO Mariana Emerim

JORNALISTA RESPONSÁVEL Rayana Borba DRT/SC 3809

REDAÇÃO Filipe Natali

TIRAGEM: 2500 exemplares

REVISão Bruna Brenneisen

IMPRESSÃO: Gráfica Volpato

Foto de capa: Cleide Carvalho/Unica Foto Film

www.santuarioscj.com.br


SEMANA dA FAMÍLIA

ENtREVIStA Por Rayana Borba

A Igreja na família O Santuário Sagrado Coração de Jesus conta com a Pastoral Familiar, sendo conduzida por Wilson Júnior e Alexandra do Nascimento. E a nossa Paróquia também acolhe Kathia e Luiz Stolf, coordenadores da Pastoral Familiar Nacional (2017-2020). A família deles é bastante conhecida e atuante no Santuário, contribuindo também para outras pastorais e movimentos. A seguir, conheça mais sobre a Pastoral Familiar. (JS) Jornal do Santuário: Qual a missão da Pastoral Familiar? (KL) Kathia e Luiz Stolf: temos vivido profundas e rápidas transformações, o que muitas vezes coloca em questão a instituição familiar. Por isso, a missão da Pastoral Familiar é defender e promover pessoas, em todas as etapas e circunstâncias da vida (da gestação até morte natural), bem como os valores cristãos para o matrimônio e os relacionamentos familiares. (JS): Qual a dinâmica da Pastoral Familiar? (KL): A Pastoral Familiar é um serviço realizado com agentes específicos e metodologia própria. Temos três grandes setores: Pré-matrimonial, Pós-matrimonial e Casos Especiais. O Pré-matrimonial acompanha até o casamento. Já o Pós-matrimônio inicia com o casamento, orientando o casal ao longo da vida de casado. o setor de Casos especiais atende quando surge alguma situação difícil dentro da família.

www.santuarioscj.com.br

GERAL

Criada em 1992, a Semana Nacional da Família é um evento anual e integra o calendário das paróquias e comunidades de todo o Brasil. Em 2017, inicia em 13 de agosto, no Dia dos Pais, indo até 19 de agosto. O tema central é “Família, uma luz para a vida em sociedade”. o evento é motivado pela Comissão nacional da Pastoral Familiar (CNPF), vinculado à Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência nacional dos bispos do brasil (Cnbb). a igreja tem levado a sério a inspiração do papa Francisco e a importância que ele deu à família, ao colocar em discussão os grandes desafios do mundo atual. Ele convoca todos os cristãos a um trabalho paciente, perseverante, insistente e misericordioso de acolher e acompanhar cada família em seu contexto de vida, iluminando as áreas sombrias com a luz do Evangelho, discernindo com a sabedoria e prudência cada situação, integrando todas as famílias na grande família da igreja. todas, sem exceção. Mesmo aquelas que estão fragilizadas, irregulares ou afastadas. na “Casa do Coração”, a Semana da Família 2017 será celebrada com missas temáticas, que contarão com a participação das pastorais e movimentos que atuam no Santuário. Já para o encerramento, em 19 de agosto, está programada a tradicional renovação dos votos matrimoniais de todos os casais e a bênção especial aos casais jubilares. Confira a programação completa ao lado. Desejamos a todos uma abençoada Semana da Família!

13/8, 19h - MiSSa de abertura Convidados: Pastoral Familiar e eCC 14/8, 19h30 - MiSSa Convidados: Consolação e esperança e terço dos Homens 15/8, 19h30 - MiSSa Convidados: Grupos Bíblicos de Reflexão e Pastoral da acolhida

3

16/8, 19h30 - MiSSa Convidados: infância Missionária, Catequese de batismo, de 1ª eucaristia e de Crisma 17/8, 19h30 - MiSSa Convidados: renovação Carismática Católica e Pastoral antialcoólica 18/8, 19h30 - MiSSa Convidados: Mãe Peregrina e apostolado da oração 19/8, 19h - MiSSa com renovação dos votos matrimoniais e bênção aos casais que completam 25, 50, 60, 65, 70 ou 75 anos de matrimônio em 2017 (solicitamos que os casais jubilares se inscrevam para a bênção via Secretaria do Santuário, pessoalmente ou pelo telefone 3455-2204)

(JS): no que a Pastoral Familiar tem contribuído para a manutenção da família? (KL): A Pastoral edifica e mantém famílias ao acompanhar gestantes em visitas e orientação para o batismo e demais catequeses que compõem a iniciação à vida cristã. também atua na promoção e defesa da vida, nos trabalhos com a juventude, encontros de namorados e catequese para noivos. A partir do casamento, acompanha os recém-casados e visita famílias que passam por dificuldades. Sobretudo, escuta as famílias naquilo que precisam de apoio, evitando separações. (JS): Como as famílias podem participar da Pastoral Familiar? (KL): O trabalho é amplo e muitas vezes faltam agentes. É importante que as demais pastorais e movimentos sintam-se integrantes desse grande projeto que é a família. Se você quer contribuir para as famílias ou precisa de ajuda, deixe seu nome na Secretaria do Santuário.

Foto: Julio Hostin

“Família, uma luz para a vida em sociedade”

SEMAnA dA FAMÍLiA

Foto: Reprodução/Internet

Por Wilson Júnior e Alexandra do Nascimento


Em agosto a igreja celebra o Mês Vocacional. Seja a escolha religiosa, sacerdotal ou laical, todas as vocações possuem uma importância singular que as tornam um conjunto de ferramentas nas mãos de Deus, na obra de evangelização. No Santuário, tem grande destaque os trabalhos exercidos pelos leigos. São pessoas comprometidas que dedicam grande tempo da sua vida servindo e testemunhando o Reino de Deus. O Catecismo da Igreja Católica diz que: “Graças à sua missão profética, os leigos são também chamados a serem testemunhas de Cristo em tudo, no meio da comunidade humana” (CIC 942). É a partir do testemunho que os leigos atuam diretamente na ação evangelizadora, porque constituem o que a Palavra de Deus chama de corpo da Igreja. O testemunho gera testemunho. É por meio da dedicação de muitos que outros tantos também são levados. Assim fizeram muitos santos da Igreja, que levantaram inúmeros seguidores de Cristo em sua caminhada, porque eles testemunharam o Reino de Deus com a própria vida. “Assim como o fermento que em pouca quantidade, sem aparecer, tem a força de fermentar toda a massa, os leigos contribuem diretamente para a construção do Reino de Deus”, disse o fundador da Comunidade Canção Nova, monsenhor Jonas Abib. Na vocação leiga, não existe apenas uma escolha laical, mas diversas vertentes dentro desse exercício. Pelo batismo, todos possuem o chamado à vida cristã. Por meio dos diferentes ministérios leigos, todos são convidados a tornar o lugar em que vivem uma comunidade fraterna, colocando em prática os ensinamentos evangélicos. Todas elas buscam a realização humana em Cristo, o que faz refletir sobre a vocação pessoal.

O sacerdote, por exemplo, é canal entre Deus e as pessoas. Por ele passam muitas graças antes de chegar até a comunidade. Porém, mesmo assim, ele não conseguiria sozinho, sem o auxílio dos leigos. A missa não seria a mesma sem os ministros da Eucaristia e Acolhida, sem os músicos, sem os liturgos, sem os acólitos e coroinhas, e sem mencionar tantas outras pastorais que atuam assiduamente no Santuário. É uma parceria que com certeza dá certo, e gera muitos frutos. Um trabalho em conjunto do sacerdote e do fiel. Sem nunca competir, mas em espírito de cooperação e unidade. O centenário do Santuário Sagrado Coração de Jesus é a prova concreta de que a parceria entre o leigo e o clero dá certo. Um símbolo de unidade que se faz presente em todas as atividades exercidas. Sob a orientação do pároco padre Léo, a comunidade recebe grande incentivo e força para cumprir os desígnios de Deus. Assim como diz a Sagrada Escritura: “Todo o que quiser tornar-se grande entre vós, seja o vosso servo; e todo o que entre vós quiser ser o primeiro, seja escravo de todos. Porque o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a Sua vida em redenção por muitos” (Mc 10,43-45). As dificuldades existentes em nossa sociedade precisam de uma resposta. Por isso, existem duas perguntas que devem estar acompanhadas e que interpelam neste mês destinado a refletir-se sobre as vocações e em toda a vida: Qual a minha vocação? Como pretendo viver (estou vivenciando) minha vocação? Deus espera pela sua resposta! “Dê a Ele de graça o que de graça recebeu”(cf. Mt 10,8). Por Arcanjo Comunicação Católica

www.santuarioscj.com.br


“Sejam como fogo, irradiando amor em todas as direções, para revelar ao mundo o Coração apaixonado de Jesus. Para tocar o simples e o pequeno com faíscas e labaredas de esperança. Sejam como o cedro: pacientes na tempestade e fiéis na tribulação. Deste modo nossas obras darão fruto cem por um! Sejam como a oferta: generosa sobre os altares, que nada mais deseja senão entregar-se a Deus. Eis a nossa oblação” (salmo dehoniano). Este salmo sintetiza os anseios espirituais e a disposição apostólica do Pe. Dehon que, ao fundar a Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, já buscava levar o carisma dehoniano aos leigos. Na nossa Província Brasil Meridional (BRM), o primeiro movimento e assembleia para a criação dos Leigos Dehonianos aconteceu em 2004, em Nereu Ramos, Jaraguá do Sul. Hoje há quatro grupos no Rio Grande do Sul e sete em Santa Catarina. Um deles está aqui, no Santuário Sagrado Coração de Jesus. Precisamos ser “sal da terra e luz do mundo” (Mt 5,13-14). O sal da fé, do amor, da misericórdia, da acolhida, e a luz da presença do Coração de Jesus nas nossas pastorais, aten-

dendo o chamado pessoal de Deus, inspirando e fortalecendo homens e mulheres para viverem na fidelidade da fé todas as dimensões da vida. Não somos uma pastoral. Estamos nas pastorais. Nosso coração está entrelaçado aos Corações de Jesus e de Maria e à Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus: “Sint unum”! Participamos da família dehoniana. Cada um vai percebendo nos encontros, nos gestos, na convivência, nos sinais, na oração, na Palavra e na Eucaristia, a graça de se descobrir dehoniano. E o nosso grande desafio é aproximar e reunir, em grupos, esses irmãos e irmãs que desejam ser moldados no carisma dehoniano. Temos encontros formativos, reunião mensal e reza do terço na casa de um dos membros do grupo, adoração na primeira sexta-feira do mês (às 18h30, no Santuário) e presença constante na vida comunitária. Anualmente, em 12 de agosto, renovamos solenemente o nosso compromisso apostólico de ser profeta do amor e ministro da reparação. Venha participar conosco! Informe-se na Secretaria ou na Livraria do Santuário! Por Simone Medeiros

www.santuarioscj.com.br


Formação

6

Pe. Joãozinho visita o Santuário em setembro Cantor e compositor conduzirá formação para agentes de pastoral Você conhece um coração manso, humilde e sereno, que tem o dom de amar, sabe perdoar e deu a vida para salvar? Esse coração será o assunto principal da formação para agentes de pastoral, em 29 e 30 de setembro, no Santuário. O tema será “A Mística do Coração alimentando a vida do Santuário Sagrado Coração de Jesus” e traduzirá os carismas do Coração de Jesus em atitudes práticas do cotidiano da vivência pastoral. O formador será Pe. Joãozinho, scj, autor de canções como “Conheço um Coração”, cujas palavras dão início a esse texto. Doutor em Teologia e Educação, é autor de 35 livros sobre espiritualidade, teologia e formação de lideranças, e coordena um curso de pós-graduação em Mariologia promovido pela Faculdade Dehoniana em parceria com o Santuário Nacional de Aparecida. Já gravou mais de 30 álbuns e recebeu dois discos de ouro e um de platina. Completando 25 anos de sacerdócio, evangeliza também nas redes sociais: sua conta no Twitter (@padrejoaozinho) tem mais de 145 mil seguidores. Os grupos de música e canto receberão atenção especial durante a formação, com um momento exclusivo em que Pe. Joãozinho compartilhará um pouco de sua experiência como compositor, cantor, arranjador, instrumentista e produtor. Pe. Joãozinho também celebrará a santa missa conosco, e na sequência cantará algumas músicas do seu repertório num pequeno show em homenagem ao centenário da presença dehoniana em Joinville. As inscrições estão abertas na Secretaria, e o número de vagas é limitado. Veja a programação completa no quadro abaixo:

Foto: Reprodução/internet

santuário

Por Jouber Castro

agenda Formador: Pe. Joãozinho, scj 29/9 – sexta 19h30 às 21h30 – Formação para agentes de pastoral 30/9 – sábado 8h às 11h – Formação para agentes de pastoral (continuação) 16h30 às 18h30 – Formação para ministérios de música e liturgia 19h – Santa missa 20h – Show em homenagem aos 100 anos da presença dehoniana

Muticom Por Arcanjo Comunicação Católica

Joinville recebe o 10º Mutirão de Comunicação

A Diocese de Joinville se prepara para acolher o 10º Mutirão Brasileiro de Comunicação (Muticom) entre 16 e 20 de agosto. Com o tema “Educar para Comunicação”, o evento ajuda à compreensão da comunicação como instrumento de comunhão e progresso humano, assim como auxilia e aprimora a leitura de conteúdos disponibilizados pelas diversas mídias. Os palestrantes convidados representam grandes nomes da comunicação católica, dentre eles monsenhor Dario Viganó, prefeito da Secretaria para a Comunicação da Santa Sé; Irmã Helena Corazza, jornalista, doutora em Ciências de Comunicação pela ECA/USP e diretora do Serviço à Pastoral da Comunicação - Paulinas (Sepac); Ismar Soares de Oliveria, professor da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo ECA/USP, e também presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação (ABPEducom), entre outros. O Muticom contará também com oficinas ministradas por profissionais da área da comunicação, que abordarão temas específicos, como fotografia, rádio, televisão e redes sociais. O tema geral do evento deseja auxiliar no uso das novas tecnologias e também na formação do senso crítico para evitar a manipulação, e auxiliar na compreensão do verdadeiro potencial da comunicação e de cada plataforma.

www.santuarioscj.com.br


Por Pe. Helton Iomes, scj

espiritualidade

fé católica

dIA DOS PAIS Por Bárbara Koster

Na atual época em que vivemos, há três grandes males presentes que impedem o aprofundamento da vida espiritual das pessoas: distração, dispersão e diversão. As pessoas, diante de tantos atrativos, acabam distraindo-se e se dispersando demais nas suas diversões, que, por conseguinte, esquecem-se da sua vida espiritual ou a vive de forma bastante superficial. É importante deixar claro, que não há problema de se divertir, mas como e com que se diverte. Estes três males à vida espiritual acima apresentados, também estão presentes, infelizmente, no modo de ser e de se comportar de muitas pessoas que participam das nossas celebrações eucarísticas. Elas vêm muito distraídas e dispersas. Isto é tão verdade, que basta perceber quantas pessoas que “mexem” no seu aparelho celular e conversam antes, durante e depois das missas dentro de nossas igrejas. Sem contar, aquelas pessoas que chegam atrasadas ou que saem mais cedo sem receber a bênção final e o envio do padre. Portanto, participam do maior mistério da nossa fé católica de maneira superficial e desatenta. Para podermos viver melhor o Mistério Pascal de Cristo celebrado na santa missa, é necessário de nossa parte, uma preparação. Esta preparação passa, primeiramente, por uma leitura orante da Palavra de Deus, em casa, que será proclamada na santa missa. Depois, tomarmos consciência e preparar o nosso coração para o que se vai celebrar. Em seguida, chegarmos antes do início da missa e nos colocarmos numa atitude orante. Finalmente, participarmos da mesma de forma consciente e ativa, desfrutando de todas as graças que Deus tem a nos oferecer. E, por fim, colocarmos em prática o que vivenciamos e aprendemos como discípulos e discípulas do Senhor Jesus na celebração. Para concluir, lembremos das sábias palavras de São João Paulo 2º: “O sacrifício eucarístico é ‘fonte e centro de toda vida cristã. Com efeito, na ‘Santíssima Eucaristia, está contido todo o tesouro espiritual da Igreja, isto é, o próprio Cristo, a nossa Páscoa e o pão vivo que dá aos homens a vida mediante a Sua carne vivificada e vivificadora pelo Espírito Santo’. Por isso, o olhar da Igreja volta-se continuamente para o seu Senhor, presente no sacramento do Altar, onde descobre a plena manifestação do Seu imenso amor.” (Ecclesia de Eucharistia 1). Uma abençoada santa missa para todos nós!

www.santuarioscj.com.br

Não tem como falar de amor e não me lembrar de você, pai. Nada que eu faça seria o suficiente para retribuir todo o tempo de dedicação atribuído à nossa família. Um homem de coragem e determinação. Um exemplo. Um homem que sentiu a mão de Cristo agir em sua vida. E tudo começou em junho de 2016. Era um sábado ensolarado com um frio gelado de inverno e eu estava trabalhando num retiro. Recebi a ligação da minha mãe, desesperada, dizendo que meu pai estava passando mal e que ia para o hospital praticamente inconsciente. Fiquei assustada e em choque. Há poucas horas, meus pais, como sempre muito cuidadosos e atenciosos, tinham ido à igreja me levar casacos e ele estava sorridente, batendo papo com o pessoal, rindo e se divertindo. Aquele sábado marcou o início de dias difíceis: internações, tratamentos, exames, cirurgias, idas e vindas ao hospital, consultas, meses e meses de uma luta incansável. A vida fluía naturalmente, até que da noite pro dia, eu não tinha mais meus pais assistindo TV na sala quando eu chegava da faculdade, eu não tinha mais ele pegando no meu pé para ir dormir cedo senão no outro dia eu iria perder o horário. A casa ficou vazia e o coração mais ainda. Era muito triste ver meu pai passando por tanta dor e sofrimento. E minha mãe sofria junto, tentando fazer o impossível para ajudar sem sair um segundo do lado dele. As notícias que vinham dos médicos não eram nada esperançosas. Eles próprios não acreditavam na recuperação do meu pai. E muitas vezes nós fomos preparados para o pior. Mas a nossa esperança não vinha deles, vinha do Senhor! Do Deus misericordioso e bondoso, do Deus que faz a Sua graça alcançar o impossível aos nossos olhos. Quando tudo parecida perdido, a força que vinha das inúmeras orações que recebíamos, nos levantavam e nos mantinham em pé. Deus sussurrava o tempo todo que Ele estava cuidando de tudo e que o dia da glória iria chegar. Era só confiar e esperar. Por mais demorado e doloroso que tenha sido, esse dia chegou. Deus não demora, Ele capricha! E hoje, o presente do Dia dos Pais, quem ganhou fui eu. Ter você comigo, pai, voltando à nossa vida normal, é a maior bênção que nossa família poderia receber. E essa é a lição que eu aprendi: temos que amar mais, cuidar mais das pessoas importantes da nossa vida, sem esperar motivos para isso. Hoje acordo todos os dias e agradeço, pai, por você ser a minha melhor herança, por Deus permitir que você voltasse para casa saudável. Como ser humano, ainda sou muito falha e cometo erros. Mas Deus me deu um coração de filha, capaz sempre de te amar cada vez mais! Que estejamos atentos aos sinais que Deus nos dá e que saibamos aproveitar o tempo que nos foi dado com amor e gratidão. Obrigada por tudo, desculpa por tudo, e feliz Dia dos Pais, meu guerreiro e amigão!

Bárbara, com os pais Zenite e Norival Koster

7

Foto: Arquivo pesoaal

Foto: Jacqueline Freudenborg

O momento da santa missa Pai, uma herança de amor


Em agosto comem oramos o Mês das Vocações, co m destaque nest a edição para os pa is. O pai tem um chamado muito im portante na famíli a, é ele quem direci ona e instrui todo s os passos da casa . E para conhecer um pouco mais so bre os pais bíblicos encontrados na Sa grada Escritura, vamos descobrir quem são os pais dos personagens mai s conhecidos. Pegu e sua Bíblia e vamos descobrir juntos!

Peregrinação a Aparecida

Profile for Agência Arcanjo

Jornal do Santuário - Edição agosto 2017  

Jornal do Santuário - Edição agosto 2017  

Advertisement