Page 1

MUDE SUA VIDA.

CORREÇÃO DE FOCO Até onde você consegue ver?

Deus é atemporal O crescimento pessoal em perspectiva

Não é fácil ser cristão! Então por que há tantos?

MUDE O MUNDO.


Volume 13, Número 10

C ON TATO PE S S OA L A vida é feita de decisões que variam das corriqueiras às extremamente complexas. O que devo vestir hoje? O que vou comer no café da manhã? Com quem devo me casar? Que carreira devo seguir? Essas escolhas, grandes ou pequenas, conjugam-se para dar forma aos nossos dias, definir quem somos e se constituírem no principal determinante do nosso grau de felicidade e realização. Ironicamente, são as decisões menos importantes que consomem a maior fatia do nosso tempo e atenção, enquanto as mais relevantes, que poderiam influenciar grandemente nossa vida são ignoradas ou adiadas. São as relacionadas a perguntas como “O que quero da vida?” e “Que tipo de pessoa quero ser?” É possível percorrer todo o circuito da vida sem lidar com questionamentos dessa profundidade. Essa atitude, adotada por milhões de pessoas, aumenta substancialmente o risco de encontrarem decepções e frustrações, em vez de verdadeira felicidade e realização. É como alguém avaliou muito apropriadamente: “Se você não sabe aonde vai, provavelmente vai acabar chegando a algum outro lugar”. Não deixe que isso lhe aconteça. Descubra o que realmente compensa para você e vá à luta. Jesus disse: “O reino dos céus é semelhante a um comerciante em busca de boas pérolas. E, encontrando uma pérola de grande valor, foi, vendeu tudo o que tinha, e a comprou.”1 Quantas pessoas você acha que viram aquela pérola antes do comerciante, mas não reconheceram o seu valor? Quantas a quiseram, mas não puderam adquiri-la por já terem desperdiçado seus recursos em coisas de valor bem menor? O que é a sua “pérola de grande valor”? O que você está disposto a sacrificar para obtê-la? São decisões que somente você pode tomar, com o auxílio de Deus, mas esperamos que esta edição da Contato o ajude a começar a pensar nisso. Que Deus o abençoe com o que Ele tem de melhor para você!

Contamos com uma grande variedade de livros, além de CDs, DVDs e outros recursos para alimentar sua alma, enlevar seu espírito, fortalecer seus laços familiares e proporcionar divertidos momentos de aprendizagem para os seus filhos. Para adquirir nossos produtos, obter mais informações, ou se tornar um assinante da Revista Contato, visite nossos sites, escreva-nos ou ligue gratuitamente para nossa central de atendimento. Assinaturas, informações e produtos: www.contato.org ou www.lojacontato.com.br E-mail: revista@contato.org Ligue grátis: 0800-557772 Endereço postal: Contato Cristão Caixa Postal 66345 São Paulo — SP CEP 05311-970

Editor Mário Sant'Ana Design Gentian Suçi Diagramação Angela Hernandez Produção Samuel Keating © 2012 Aurora Production AG. www.auroraproduction.com Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. Tradução: Mário Sant'Ana e Tiago Sant'Ana A menos que esteja indicado o contrário, todas as

Mário Sant’Ana Pela Contato

referências às Escrituras na Contato foram extraídas da “Bíblia Sagrada” — Tradução de João Ferreira de Almeida — Edição Contemporânea, Copyright © 1990, por Editora Vida.

1. Mateus 13:45–46

2


O que Mais Conta Akio Matsuoka

“Tenho estado tão ocupada que não tenho tempo para pensar.” A frase ouvi de uma mulher, em seus

últimos dias, a quem visitei em uma clínica. “Deitada aqui, percebi que mal conheci meu marido, meus filhos, ou minha sogra, que também vive conosco. Fiquei tão envolvida em cuidar deles —fazer compras, cozinhar, lavar roupa, limpeza da casa, ajudar com as tarefas escolares— mas não posso dizer que realmente sei o que estão pensando, ou pelo que estão passando. Não sei qual foi a última vez que tive uma conversa profunda com qualquer um deles.” Ouvi um lamento similar recentemente, em uma conferência. Quando o palestrante principal concluiu sua fala, houve uma seção de perguntas e respostas. Um homem mais velho, CEO aposentado de uma empresa de grande porte, levantou-se e se dirigiu às mais de cem pessoas na audiência. “Tenho 70 anos, hoje gozo de excelente saúde e, faz pouco tempo, saí do mercado com uma aposentadoria polpuda. Meu desejo era relaxar e passar tempo com minha família, mas ontem minha esposa pediu divórcio. Trabalhei muito a vida inteira, sempre para a família que amo. Onde errei? Por que essa reviravolta na minha vida?” Muitas vezes ouço as pessoas dizerem que querem que seus amados sejam felizes e é por isso que trabalham tanto e por tanto tempo. Infelizmente, todavia, quanto maior é seu sucesso, mais ocupados ficam, menor é o tempo que têm para passar com a família e menos colhem na forma das recompensas que, esperavam, resultariam de seus investimentos. Apesar de a mulher à morte ou o homem aposentado terem tido atitudes aparentemente nobres na época, suas vidas não puderam atender às necessidades dos corações de seus amados. A Bíblia ensina: “Não se esqueçam de fazer o bem e de repartir com os outros o que vocês têm, pois de tais sacrifícios Deus se agrada.”1 A palavra do original grego traduzida para “repartir” é koinónia, que significa “participação”, “comunhão”, “convivência”.2 Em outras palavras, Deus se agrada quando sacrificamos algumas coisas para dedicar tempo para ajudar os outros, participar de suas vidas, para dividir com os demais suas vitórias e lutas, para ter verdadeira interação de coração com coração. Em suma: quando dedicamos tempo para amar. Akio Matsuoka é missionário e faz trabalhos voluntários há 35 anos no Japão, sua terra natal, e em outros países. Vive atualmente em Tóquio. ■ 1. Hebreus 13:16 NVI 2. Concordância Strong 3


NÃO É FÁCIL

SER CRISTÃO!

Peter Amsterdam

Ser cristão muitas vezes com certeza parece uma luta montanha acima, pois muitos dos ensinamentos de Jesus são contrários à natureza humana. Veja a relação abaixo e se pergunte se o que Jesus ensinou condiz com sua reação natural. Amem os seus inimigos Façam o bem para os que odeiam vocês. Desejem o bem para aqueles que os amaldiçoam Orem em favor daqueles que maltratam vocês. Se alguém tomar a sua capa, deixe que leve a túnica também.

Dê sempre a qualquer um que lhe pedir alguma coisa; e, quando alguém tirar o que é seu, não peça de volta.1 Fiquem de sobreaviso contra todo tipo de ganância; a vida de um homem não consiste na quantidade dos seus bens. 2 Quem quiser ser importante, que sirva os outros. 3 Jesus disse todas essas coisas e espera que as pratiquemos. A questão é que tudo isso é muito difícil! Ora, se seguir Jesus tem um custo, então por que alguém iria querer fazer

1. Lucas 6:27–30, 35 NTLH

8. Mateus 6:19–21 NTLH

2. Lucas 12:15 NVI

9. Tiago 1:12 NTLH

3. Mateus 20:26 NTLH

10. Deuteronômio 28:2, 12

4. Apocalipse 22:12 NVI

11. Lucas 6:38 NTLT

5. Colossenses 3:23–24 NVI

12. Mateus 6:3–4

6. 1 Coríntios 3:11–14 NVI

13. João 15:10

7. Mateus 16:27

14. Mateus 6:10

4

isso? “O que ganho com isso?” A pergunta é legítima. Então vamos avaliar o pacote. Primeiro, é preciso pensar no longo prazo —muito longo. As Escrituras deixam claro que as recompensas são dadas depois desta vida e que estão relacionadas a como vivemos na Terra. Eis que venho em breve! A minha recompensa está comigo, e Eu retribuirei a cada um de acordo com o que fez. 4 Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que vocês estão servindo.5 Porque ninguém pode colocar outro alicerce além do que já está posto, que é Jesus Cristo.


Se alguém constrói sobre esse alicerce usando ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno ou palha, sua obra será mostrada, porque o Dia a trará à luz; pois será revelada pelo fogo, que provará a qualidade da obra de cada um. Se o que alguém construiu permanecer, esse receberá recompensa.6 O Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os Seus anjos, e então recompensará a cada um segundo as suas obras.7 Não ajunteis para vós tesouros na Terra; onde a traça e a ferrugem os consomem, e onde os ladrões minam e roubam; mas ajuntai para vós tesouros no Céu, onde nem a traça nem a ferrugem os consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração.8 Feliz é aquele que nas aflições continua fiel! Porque, depois de sair aprovado dessas aflições, receberá como prêmio a vida que Deus promete aos que o amam.9

Deus também oferece recompensas nesta vida.

Meu Pai, e permaneço no Seu amor.13

Se ouvires a voz do Senhor teu Deus, todas estas bênçãos virão sobre ti, e te seguirão. […] O Senhor te abrirá o seu bom tesouro, o céu, para dar chuva à tua terra no seu tempo, e para abençoar toda a obra das tuas mãos.10

A Bíblia deixa claro que seremos recompensados nesta vida e na próxima por fazer o que Jesus disse que devemos, mesmo que contrarie a natureza humana. Talvez essa dificuldade explique por que Deus recompensará os que obedecerem a esses preceitos. Acumulamos “tesouros no céu” pelas decisões certas que tomamos aqui, ao escolhermos viver de forma a ajudar para que “venha a nós o Seu reino, seja feita Sua vontade na Terra, como é no Céu.”14 De certa forma, parece um pouco com uma conta bancária. Imagine que cada vez que você demonstrasse amor, compaixão ou fizesse um ato de bondade, que um valor em dinheiro fosse depositado em sua conta. Toda vez que perdoasse alguém, lhe fosse creditado algum valor. Se isso acontecesse, fazer o que Jesus disse não seria tão difícil, não é mesmo?

Deem aos outros, e Deus dará a vocês. Ele será generoso, e as bênçãos que Ele lhes dará serão tantas, que vocês não poderão segurá-las nas suas mãos. A mesma medida que vocês usarem para medir os outros Deus usará para medir vocês.11 Quando tu deres esmola, não saiba a tua esquerda o que faz a tua direita, para que a tua esmola seja dada secretamente. Então teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.12 Se guardardes os Meus mandamentos, permanecereis no Meu amor, assim como Eu tenho guardado os mandamentos de

Peter Amsterdam e sua esposa, Maria Fontaine, são diretores da Família Internacional, uma comunidade cristã. ■ 5


DEUS E ATEMPORAL Phillip Lynch

Aprendi que Deus não tem pressa. Talvez por Ele ser

eterno. Afinal, para que se apressar se Ele tem todo o tempo do mundo? Deus é um investidor, não um especulador. Ele não “compra” algo hoje com a intenção de “vender” amanhã. Com toda certeza, espera obter retorno do que investiu, mas pode esperar muito tempo, se necessário. Ele investe em gente e não parece se

1. Ver Gênesis 37. 2. Ver Gênesis 39. 3. Ver Gênesis 40. 4. Ver Gênesis 41. 5. Gênesis 42–47:12 6

importar se a recompensa demorar a vir, pois sabe que, no futuro, também será importante. A história de José, na Bíblia, é um bom exemplo disso. Dos onze filhos de Jacó, era o favorito, mas também o mais jovem —o que o colocava no último lugar na hierarquia dos negócios da família. Então José começou a ter uns sonhos fantásticos, em que seus irmãos se curvavam diante dele. Típico fedelho ambicioso, o sonhador contou para os outros as visões que lhe vinham à noite. O que ele tinha na cabeça? “Pode crer, mano! Assuma seu lugar à cabeceira da mesa como CEO da Jacó & Filhos!”

Em uma reunião secreta do conselho, sem a participação do presidente e CEO em exercício, Jacó, os irmãos de José o expulsaram do conselho e, depois de algumas negociações, o transferiram para o Egito, na condição de escravo.1 Mas o que parecia ser o fim, provou ser apenas o início da estrada da glória para o Zezinho do velho Jacó. Não foi um caminho convencional, mas emblemático das lutas que muitas vezes travam grandes homens e mulheres, como parte do lento processo pedagógico da Escola da Vida (dura). José começou uma carreira e atingiu o posto de chefe dos escravos de um dos principais assessores do faraó. A Bíblia não conta quanto tempo isso levou,


mas é provável que pelo menos alguns anos. No processo, José aprendeu a administrar uma grande propriedade. As coisas iam bem para ele até a mulher do patrão se engraçar para o seu lado. Foi aí que o escravo graduado entrou numa daquelas situações de “não é o que parece”. Mesmo sem ceder às investidas da patroa, José acabou na cadeia, acusado de molestá-la sexualmente, onde ficou abandonado por muitos anos. E aí teve início mais uma carreira para o currículo do filho de Jacó. O carcereiro logo viu que o rapaz era um bom organizador e decidiu aproveitar esse talento, o que José achou ótimo. Afinal, tempo tinha de sobra. Não

tardou, o presídio estava a cargo de um dos detentos —José—, mas isso não resolvia tudo.2 Sabemos que Deus tinha um plano porque conhecemos o fim da história, mas tenho certeza de que José deve ter passado por momentos de desespero Surgiu uma chance de libertação, mas o homem que podia ter intercedido por José não cumpriu sua palavra e José continuou ali, preso.3 Foi somente dois anos depois que surgiu outra oportunidade de libertação, a qual ele não deixou escapar. Se grandes sonhos começaram seus problemas, foram também grandes sonhos que o livraram. Desta vez o sonhador foi o número um do Egito, a quem o visionário José apresentou seu plano econômico de 14 anos, que de tal forma impressionou que o faraó fez do até então prisioneiro hebreu o diretor executivo. Depois de sete anos de boom, os mercados secaram, mas José contava com reservas robustas e estratégias bem montadas para manter seu negócio e toda a população em boas condições.4 Quando chegaram ao Egito notícias que Jacó & Filhos estavam à beira da falência por conta da recessão, José os persuadiu a encerrar as atividades em Canaã e realocar as operações para o Gósen, uma divisão especial da Egypt,

Inc. Tal qual José havia visto no sonho que tivera anos antes, passou a ser o chefe dos irmãos. Aqueles antipáticos estavam aos seus pés, mas ele lhes concedeu perdão ao entender que Deus o deixara passar por todas essas dificuldades para seu bem e, depois, para o bem de todos.5 E se José tivesse assumido a empresa da família no início da história? Na melhor das hipóteses, estaria bem posicionado no mercado de lã de Canaã. Sem dúvida, não teria ascendido ao ponto ao qual chegou nem teria sido usado por Deus como foi. Deus estava investindo em José todo o tempo, mas foram necessários anos de dificuldades e fracassos antes de Ele lhe dar sua grande oportunidade. E quando esta chegou, José havia adquirido as competências e habilidades para aproveitá-la ao máximo. Os investimentos de Deus compensaram e os lucros dispararam. Portanto, se estiver preocupado quanto à realização dos seus sonhos, pense nisto: Pode ser que os tempos tenham mudado desde os dias de José no Egito, mas Deus é sempre atual. Phillip Lynch é romancista e comentador de assuntos espirituais e escatológicos. Vive atualmente em Atlantic, no Canadá. ■ 7


Meu Casamento Milagroso Andrew Mateyak

Jesus disse que se colocarmos em primeiro lugar em nossas vidas o Reino de Deus, que Ele nos daria todas as

outras coisas que precisamos.1 Se você trabalhar arduamente para fazer bem o seu trabalho, seu chefe tem o maior interesse de recompensá-lo com aumentos salariais ou promoções. Deus também pensa assim. Se investirmos nosso tempo e energia em Seu trabalho, ajudando os outros e vivendo como Ele quer que vivamos, Deus notará e verá que somos recompensados. Em minha carreira de voluntário cristão, dediquei-me a compartilhar o amor de Deus com os outros e tentando 1. Ver Mateus 6:33 NTLH. 2. Salmo 37:4; Efésios 3:20. 3. Miquéias 6:8 4. Galátas 5:14. 5. 1 Timóteo 6:10, ênfase acrescentada. 8

ao máximo viver a minha fé. Houve vezes, entretanto, que comparei minha vida com as das pessoas ao meu redor e me perguntei se não estaria melhor do ponto de vista material se tivesse um trabalho secular. Quando minha namorada e eu decidimos nos casar, ficamos em dúvida se teríamos o suficiente para custear uma festa para todos nossos familiares e amigos, mas Deus não falhou e cumpriu Sua promessa! Uma amiga de muitos anos, que conhecêramos em nossas atividades missionárias, telefonou para nos dar os parabéns e disse “Minha mãe trabalha com assessoria de eventos na sua cidade. Como presente de casamento, combinei com ela para organizar toda sua festa.” Mas a mãe de nossa amiga não se limitou ao planejamento —decoração, arranjos de flores, etc.—, mas também providenciou um costureiro para fazer

o vestido para minha noiva e o meu terno —tudo gratuitamente. Enquanto isso, outro amigo conseguiu um fotógrafo profissional para documentar o evento e pagou o bolo, as alianças e a hospedagem dos convidados vindos de outra cidade. No dia em que casamos, entramos em um salão totalmente decorado, impressionados de como Deus inspirara essas pessoas a nos atender no que precisávamos. Mas minha história não acaba aqui. Como minha esposa nunca tinha viajado para o exterior, eu entretinha secretamente o desejo de sairmos do país para nossa lua de mel. Encontrei passagens a preços promocionais para Macau para os dias certos, mas meus recursos davam para as passagens e olhe lá. Eu já havia abandonado a ideia quando um velho amigo —estudamos


O SEGREDO DA VIDA Keith Phillips juntos na sétima série— sem mais nem menos me escreveu: “Ouvi falar que você vai se casar. Onde vai passar a lua de mel?”. Expliquei que tinha pensado em Macau, mas que provavelmente não daria certo. Dá para imaginar, então, a surpresa quando esse homem, com quem não tivera nenhum contato por muitos anos me escreveu dizendo que viaja com frequência a Macau a negócios e é parte de um clube hoteleiro. “Se decidir ir para Macau, todas as despesas correm por minha conta!” —respondeu. Meu maravilhoso patrão, Deus, concedeu-me os desejos do meu coração, muito além do que eu podia imaginar.2 Deus recompensa os que O servem com tempo, dinheiro e talentos? Pode apostar que sim! Andrew Mateyak é membro voluntário da Família Internacional nas Filipinas. ■

Jesus disse que a maneira de ser feliz e encontrar êxito na vida é “buscar primeiro o Reino de Deus”, mas como fazer hoje em dia?

Será possível manter Deus no centro da minha vida, fazer mais do que meramente sobreviver neste mundo materialista e ainda ser eu mesmo? Acredito que sim. O primeiro passo é analisar seus valores e metas na vida, pois “buscar primeiro o reino de Deus” significa alinhar suas prioridades às de Deus. O próximo passo é entender que prioridades Ele tem. Como Ele gostaria que vivêssemos? É aqui que muita gente engasga, porque acha que Deus vai pedir algo impossível de ser feito ou algum sacrifício tremendo. Mas talvez tivessem uma agradável surpresa se soubessem quão simples e clara a Bíblia é a esse respeito: “O que o Senhor pede de ti, senão que pratiques a justiça, e ames a beneficência, e andes humildemente com o teu Deus?”3 “Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: ‘amarás o teu próximo como a ti mesmo.’”4 Fazer não é tão fácil quanto falar, mas é possível. É também importante desfazer outro conceito errôneo: Deus não é contra o sucesso. A Bíblia não ensina que o dinheiro seja a raiz de todo pecado, mas que o amor pelo dinheiro, sim.5 Deus tem todo o prazer de o abençoar materialmente se você usar essas bênçãos para “praticar a justiça, amar a misericórdia, andar humildemente com Deus” e “amar o seu próximo como a si mesmo.” Podemos continuar sendo nós mesmos? — Sim. E ainda mais felizes, mais atentos ao que é mais importante e mais realizados. Deus fez de cada um de nós uma expressão única do Seu amor. Ele não vai estragar isso; pelo contrário, quer melhorar. Quando nossos valores se harmonizam com os de Deus e deixamos que Suas prioridades se tornem as nossas, criamos uma situação ganha-ganha. ■ 9


a escolha Virginia Brandt Berg

1. Hebreus 11:24–26

“As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que O amam.”—1 Coríntios 2:9

2. Êxodo 2:1–10 3. Atos 7:22 4. 2 Coríntios 8:9 5. Tiago 1:12; Apocalipse 2:10 6. Salmo 16:11 10

“As aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.”— Romanos 8:18

Você alguma vez já pensou na escolha que Moisés teve de fazer ao renunciar ao Egito? Foi essa decisão que o

tornou célebre. Salomão é conhecido pela sua sabedoria; Daniel, pela sua visão; Davi, pelos salmos que compôs; Pedro, pelo zelo; mas Moisés entrou na história pela decisão que tomou. Na galeria da fama de Deus que se encontra no capítulo 11 da Epístola aos Hebreus, Moisés consta como um dos heróis da fé: “Pela fé, Moisés, sendo já homem, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, escolhendo antes ser maltratado com o povo de Deus do que, por algum tempo, ter o gozo do pecado. Teve por maiores riquezas o opróbrio de Cristo do que os tesouros do Egito, porque tinha em vista a recompensa”1 Moisés, quando ainda bebê, fora encontrado pela filha do faraó em uma cesta dentre os juncos à margem do rio Nilo.2 Criado no palácio real cercado de riquezas e privilégios, depois de adulto teve de escolher, pois era hebreu, não egípcio: permaneceria leal ao Egito e usaria a coroa dos faraós, ou ficaria com os da sua raça? Foi um momento crítico para aquele jovem! Imagine-o subindo a um lugar elevado, observando as luzes do palácio brilhando na cidade imperial, no qual estavam encerradas as riquezas, a beleza e todas as outras coisas com as quais estava acostumado. Depois, virando-se para o sul, onde estavam as pirâmides, ver o seu próprio povo trabalhando na fabricação de tijolos, como escravos do faraó.


Moisés se consumia de dor ao ouvir o estalar do chicote marcando a cadência do labor dos escravos. Era o seu povo. Mas se optasse por se juntar a eles, teria de abrir mão de todo o conforto e luxo que sempre tivera; assumir a vida desprezível de escravo e renunciar de vez sua mãe adotiva, a filha do faraó. Mas, como a Palavra de Deus diz, ele preferiu “ser maltratado com o povo de Deus em vez de, por algum tempo, ter o gozo do pecado”. Esse “gozo do pecado” era muito mais tentador do que se percebe à primeira vista, porque o Egito era, na época, o local mais cobiçado da Terra. Os seus celeiros estavam abarrotados de grãos, eles concentravam grande parte das riquezas do mundo e Moisés poderia ter herdado tudo isso! Ele fora “instruído em toda a ciência dos egípcios”3, portanto, tinha pleno conhecimento do que a sua decisão implicaria: abrir mão dos bens do império mais poderoso da Terra para se tornar escravo. Mas Moisés era não só um homem instruído e sábio, mas um visionário, disposto a sacrificar os prazeres momentâneos em favor de ganho futuro, “porque tinha em vista a recompensa”. Em outras palavras, sabia que os prazeres oferecidos pelo pecado são apenas temporários, mas as recompensas que Deus dá aos que tomam as decisões certas são eternas. Moisés compreendeu que sem o favor de Deus, um milionário é apenas um pobretão. O apóstolo Paulo escreveu a respeito de Jesus: “Sendo rico, por amor de vós

Se fez pobre”4. Foi essa mesma decisão que Moisés tomou, a qual se traduzia em pobreza, sofrimento e grande humilhação. Mas preferiu ser o menor dos filhos de Deus aqui e ter uma coroa eterna no Céu.5 E a eles se juntou, para que pudesse estar com eles para sempre diante do Rei Eterno. Em pé com Moisés na escadaria do palácio, tal escolha talvez parecesse absurda, mas em pé na escadaria para o trono de Deus, olhando em retrospectiva, entendemos quão sábia e gloriosa foi sua decisão! Ele se tornou um dos maiores líderes da história, cuja influência permanece até hoje. Hoje em dia, muitas pessoas tomam decisões com uma visão limitada, levando em consideração apenas o hoje. Trocam o futuro pelo presente, porque não veem a recompensa que poderiam receber. E as suas escolhas? Você por acaso tem uma visão espiritual limitada, sofre de miopia espiritual, vivendo principalmente para o presente? Ou mantém a mente e o coração firmes na grande recompensa que Deus prometeu aos que dão prioridade a Ele e ao Seu reino? Será que os prazeres o têm cegado para a grande recompensa que Deus lhe tem reservada? As realidades da eternidade são prazeres sem fim!6 Deus o ama e tem grandes planos para sua vida, mas você é quem decide. Tome a decisão certa. Virginia Brandt Berg (1886– 1968) foi uma evangelista e pastora americana. ■ 11


Hoje e Meu Aniversario Luis Azcuénaga

Hoje completo 65 anos de idade. Pelos parâmetros oficiais,

passo a integrar a classe de idosos. A partir de agora, sou um “velho”. Palavrinha nojenta! Evoca outras como “decrépito” e “demente”. Não descreve o que sou nem como me sinto. É quase um insulto! Não faz muito tempo, eu achava que alguém dessa idade era absolutamente antigo, que já vivera mais que sua cota e que tinha pouco ou nada para dar. Estava além da minha capacidade de entender. Mas agora que tenho 65, devo admitir que algumas coisas mudaram. Tenho barriga grande, cabelos brancos e algumas manias. Não tenho a força de antes. Ando mais devagar, esqueço as coisas e, às vezes, não reconheço a cara cansada e enrugada que fica me olhando enquanto me barbeio. Mas a verdade é que essas coisas não têm lá tanta importância. Não acredito que o 1. Salmo 23:4 12

envelhecimento seja medido pela idade cronológica, mas pelo coração. Velhice é uma atitude, algo que podemos decidir ter e controlar até certo ponto. Para ser franco, nunca me senti melhor. Minha vida tem significado, adoro meu trabalho e me sinto realizado com ele. Gosto de criar projetos e enfrentar desafios. Também aprendi a amar simples prazeres da vida: traquinagens dos netos, o pôr do sol, uma refeição saborosa, uma boa partida de ping-pong, uma taça de bom vinho, passear em meio à natureza, uma conversa estimulante, uma boa risada e dormir fora de hora sem me sentir culpado. Esta é a melhor fase da vida até agora! Adquiri experiência e um pouco de sabedoria, apesar de muitas vezes isso ter acontecido na dura escola da vida, tendo como professores meus próprios erros. É maravilhoso ver a mão de Deus na minha vida, não apenas nas bênçãos óbvias que desfruto, mas também nas adversidades, provações, dificuldades

e nas experiências no “vale da sombra da morte”1. Sou grato por tudo isso, porque aprendi que essas coisas me ajudam a ser a pessoa que sou. Entendo que coisas têm valor genuíno e duradouro. Sei o que verdadeiramente satisfaz e o que não. Aprendi sobre o amor. Tenho vivenciado o amor de minha esposa, de meus filhos, de meus netos de meus amigos e bebi diretamente da fonte de todo o amor: o próprio Deus. Aprendi a reconhecer as muitas maneiras pelas quais Deus me mostra Seu amor todos os dias. Mesmo que eu não esteja nem um pouco mais perto de entender a profundidade e amplitude do Seu amor, jamais fui tão grato por ele. Há quem diga que a vida começa aos 40. Na minha opinião, é aos 65. Luis Azcuénaga é membro da Família Internacional na Colômbia. ■


A G B L D J T S Z L V N E A F K U O P I S D R A M

CORRECAO DE FOCO T Z V B Y

Ariana Andreassen

Quando estou sem óculos,

é difícil ver qualquer coisa que esteja a menos de meio metro. Mais longe que isso, tudo fica nublado. Uso óculos há 20 anos e quando me encontro em uma situação em que não posso ou não quero usá-los, não percebo boa parte do que está à minha volta. Uma vez, meu marido e eu estávamos saindo do salão de cabelereiro, quando, do nada, Mike começou a falar de uma amiga nossa. Não foi “do nada”. Ela também estava no salão, mas minha área de foco é de tal forma limitada que não a vira. É fácil passar pela vida assim: tão concentrados no que está acontecendo 1. 1 Coríntios 13:12 NTLH

no momento, a ponto de não vermos a imagem maior. Quando isso acontece, os assuntos relativamente menores que tomam nossa atenção crescem excessivamente em importância aos nossos olhos. Se apenas déssemos um passo atrás, veríamos que as coisas maiores e mais relevantes estão acontecendo fora da nossa área de visão. Veríamos o que temos perdido. Sou jovem, tenho filhos pequenos e, às vezes, não gosto da vida de mãe. Sinto falta da liberdade de fazer o que tenho vontade. Mas quando paro para pensar, entendo imediatamente que minha “liberdade” é algo muito pequeno do qual tenho de abrir mão em troca do amor e carinho de meus dois filhos adoráveis, ou do orgulho que tenho de ser mãe deles.

Às vezes, somos míopes demais para ver toda a paisagem, névoas ou obstáculos que roubam a nossa visão. Mas há ocasiões em que toda o panorama é grande demais para o compreender. Qualquer que seja o caso, podemos nos consolar com a certeza de que Deus vê claramente e entende tudo. Foi o que apóstolo Paulo expressou com grande felicidade: “O que agora vemos é como uma imagem imperfeita num espelho embaçado, mas depois veremos face a face. Agora o meu conhecimento é imperfeito, mas depois conhecerei perfeitamente, assim como sou conhecido por Deus.”1 Ariana Andreassen é professora e mãe de dois na Tailândia. ■ 13


01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13

Para Pensar

As Prioridades da Vida Compilado por Samuel Keating Independentemente do que você tenha feito por si mesmo ou pela humanidade, se não consegue se lembrar de ter dado amor e atenção à sua própria família, o que de fato realizou? —Lee Iacocca (nascido em 1924), escritor e executivo americano Passe tempo com aqueles que você ama. Um dia desses você vai dizer: “Se ao menos eu tivesse...” ou “Ainda bem que fiz.” —Zig Ziglar (nascido em 1926), escritor, vendedor e palestrante motivacional americano Em todos os anos de atendimento em meu consultório, jamais ouvi nenhum de meus jovens pacientes (crianças) falar de “tempo de qualidade”. A criança quer seu tempo e sua atenção, quer seja para vê-la fazer piruetas, quer para comerem um sanduíche juntos. Ao tentar encontrar tempo para seus filhos, não se preocupe tanto com a “qualidade” dos momentos que passarão juntos. Dê-lhes todo o tempo que puder e a qualidade cuidará de si mesma. —Kevin Leman, psicólogo americano e escritor de best-sellers 14

Valorize acima de tudo o amor que você recebe. É o que restará depois que seu ouro e sua boa saúde se acabarem. —Og Mandino (1923–1996), escritor americano A meu ver, grande parte das misérias que acometem a humanidade resultam das falsas estimativas com base nas quais se estabelecem o valor para as coisas. —Benjamin Franklin (1706–1790), escritor, teorista político, cientista, músico, estadista e diplomata norte-americano Sua vida é uma dádiva. Valorize-a. Desfrute-a já e ao máximo. Faça o que realmente importa, já. —Leo Babauta, blogueiro e escritor americano Estamos sempre nos preparando para viver, mas nunca vivendo. —Ralph Waldo Emerson (1803–1882), ensaísta, palestrante e poeta americano Ao nascer, você chorou e todos festejaram. Viva de tal forma que, quando você morrer, o mundo chore e você festeje. —Provérbio cherokee

Muitos morrem com sua música presa neles. Por quê? Muitas vezes estão se preparando para viver, quando, de repente, o tempo acaba. —Oliver Wendell Holmes (1809–1894), físico, professor, palestrante e escritor americano O propósito da vida é uma vida com propósito. —Robert Byrne (nascido em 1931), escritor americano Se existe um pecado contra a vida, talvez não seja a perda da esperança, mas alimentar a esperança em outra vida a ponto de não perceber a grandeza que há nesta. —Albert Camus (1913–1960), escritor e filósofo francês Lembre-se que você tem apenas uma alma e apenas uma morte para morrer. […] Se fizer isso, haverá muitas coisas às quais você não dará a menor importância. —Santa Teresa de Ávila (1515–1582), freira, mística e escritora espanhola Que aproveitaria ao homem ganhar o mundo todo, e perder a sua alma? —Jesus, Marcos 8:36 ■


Duas coisas que constantemente me enchem de admiração, quanto mais nelas reflito: os céus estrelados lá fora e a lei moral aqui dentro.—Immanuel Kant 1

O céu noturno

Um exercício espiritual Abi May

Este é um exercício para ser feito à noite, preferencialmente com o céu límpido, quando as estrelas e a Lua estão claramente visíveis. Ao ar livre é melhor, mas, se não for possível, pode ser feito de uma janela. Olhe para cima e contemple a vastidão do céu. Observe as incontáveis estrelas cintilando a distâncias além do que podemos compreender. Olhe para a Lua, nossa vizinha mais próxima, pairando na grandiosa expansão. Não tenha pressa. A vista é imensa e digna de sua atenção. "Ó Senhor, quão admirável é o Teu nome em toda a Terra! Puseste a Tua glória sobre os céus" —escreveu o salmista,2 que como você, parou para observar e meditar. “Quando vejo os teus céus, obra dos Teus dedos, a Lua e as estrelas que preparaste […]”3 Ao olhar para as estrelas, para a Lua e o grande espaço que as envolve, você se sente pequeno e insignificante? Parece ter sido assim que Davi se viu, mas fez uma observação que merece nota, a qual: 1. Immanuel Kant (1724–1804)

“[...] que é o homem mortal para que Te lembres dele; o filho do homem, para que o visites? Contudo, pouco menor do que Deus o fizeste, e de glória e de honra o coroaste.”4 Por menor que você possa se sentir, por mais insignificante que você possa se imaginar no grande escopo do mundo e da história, Deus pensa em você. Ele “lembra” de você. O autor da grande criação conhece cada fio de cabelo que temos.5 Conhece seus pensamentos e o que planeja.6 Conhece suas dores secretas, assim como seus desejos e anseios.7 Você não está só no Universo. Deus está atento a você e o ama.8 E com esta meditação no incompressível amor de Deus por você que a tudo envolve, pode chegar à mesma conclusão que Davi: “Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o Teu nome sobre toda a Terra!”9 Abi F. May é educadora e escritora na Grã Bretanha, e articulista para a Contato. ■

2. Salmo 8:1

6. Hebreus 4:12

foi um filósofo e

3. Salmo 8:3

7. Salmo 38:9

antropólogo alemão, do

4. Salmo 8:4–5

8. João 3:16

final do Iluminismo.

5. Lucas 12:7

9. Salmo 8:9 15


Com amor, Jesus

O que é a verdade? A pergunta que nunca quis calar se ouve cada vez menos nos dias de hoje. Algumas pessoas não a fazem porque estão ocupadas demais tentando atender às suas necessidades e aos desejos físicos para dar atenção às suas carências espirituais. Outras têm medo de não gostar da resposta. Mas a maioria evita esse tipo de questionamento porque perdeu a fé de que haja uma resposta. A fome pela verdade, inata ao ser humano, foi sedada pelo cepticismo e pela “moralidade relativa” que permeia o pensamento moderno. Mas será que a verdade deixa de existir porque as pessoas não a buscam ou não a querem reconhecer? Será que Deus e o plano espiritual vão deixar de existir porque tantos preferem não acreditar? Claro que não! A verdade é a verdade e não depende da fé de ninguém. Mesmo se ninguém acreditasse, ela permaneceria mais real e duradoura do que tudo que você pode perceber com seus cinco sentidos. O que as pessoas consideram realidade não passa de um reflexo pálido do mundo real. Essa é a verdade! A verdade é um fato espiritual disponível a todos os que sinceramente a desejem. Mostrei como encontrá-la quando afirmei: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Se permanecerdes no Meu ensino, conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á”1. Abra o coração para Mim e receba uma nova vida — a vida eterna. Deixe-me guiá-lo a toda verdade. Deixe-me libertá-lo! 1. João 14:6; 8:31–32; Mateus 7:7

Outubro de 2012: Investir na eternidade  

O que é mais importante? O que deseja da vida? Que tipo de pessoa quer ser? Esta edição quer ajudar você a fazer um balanço da vida, acertar...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you