Issuu on Google+


ESTE FOLHETO É PARTE INTEGRANTE DO ACERVO DO BEHETÇOHO EM FORMATO DIGITAL, SUA UTILIZAÇÃO É LIMITADA. DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS.


INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO O Acervo Eletrônico de Cordéis do Behetçoho é uma iniciativa que pretende dar consequências ao conceito de (com)partilhamento dos artefatos artísticos do universo da oralidade, com o qual Behetçoho e Netlli estão profundamente comprometidos.

INFORMAÇÕES SOBRE A EQUIPE A equipe de trabalho que promoveu este primeiro momento de preparação e disponibilização do Acervo foi coordenada por Bilar Gregório e Ruan Kelvin Santos, sob supervisão de Edson Martins.

COMPOSIÇÃO DA EQUIPE Isabelle S. Parente, Fernanda Lima, Poliana Leandro, Joserlândio Costa, Luís André Araújo, Ayanny P. Costa, Manoel Sebastião Filho, Darlan Andrade e Felipe Xenofonte


EDSON MASSILON MATHIAS

BRASIL TETRA CAMPEÃO COPA DO MUNDO – 94


”Deus quando quer não tem quem não queira”. Frase do Tri-campeão Airton Sena da Silva justificando sua vitória no Grande Prêmio do Brasil em 1993.


Em reportagem poética que a inspiração vem chegando homenagear eu quero a quem nos deixou chorando ao nosso grande piloto os meus versos dedicando. No GP de San Marino na Itália tão distante Airton Sena morreu na corrida delirante nosso grande campeão era das pistas amante!

Amava a velocidade O fator de sua vida Tendo morte repentina Nos deixou grande ferida que não cicatrizará nesta terra comovida!


Airton Sena Brasil nosso imortal campeão era simples muito humilde a todos dava atenção representava o Brasil com Amor no coração! Ídolo desta nação por seu grande destemor quando na pista corria ao demonstrar seu valor recebeu nosso carinhos traduzidos em amor!

Naquela curva assassina do GP de San Marino o tri campeão partiu com seu sorriso menino morrendo como um herói cumprindo assim seu destino


Parecia adivinhar sua morte prematura pois correr naquele dia era pra Sena amargura ele disse à namorada a companheira futura!

Despediu-se o campeão ficou seu nome na história na pista de Fórmula-(1) fez vibrar sua glória ao pilotar o seu carro contava sempre vitória!

O nosso adeus para AIRTON pela T.V foi filmado ante o choro e poesia ficou seu nome exaltado o seu modo de viver será sempre bem lembrado


O silêncio mágoa e dor marcaram a reação da família enlutada desse grande campeão com flores, velas e cartas enfeitaram seu caixão

Seus amigos e colegas ali estavam presentes acompanharam o cortejo tendo seu nome na mente do velório ao cemitério era repleto de gente! Adriane comentava com Leonardo e irmão que abalou o Presidente da nossa grande Nação comparecendo ao velório ficando junto ao caixão.


A Willians bateu no muro logo ali se destroçando na curva de Tamburello o nosso AIRTON matando no circuito perigoso do carro pouco restando!

É difícil acreditar que o fato aconteceu quem estava ali presente grande choque padeceu nosso herói sendo acudido mas no hospital faleceu

Meus adeus e dos teus fãs da terra cosmopolita esse São Paulo gigante que por ti, chora e grita gravando o teu nome, AIRTON num belo laço de fita! tens AIRTON a gratidão pela tua caridade doados por tua bondade é natural que recebas no ADEUS – nossa amizade

FIM



Brasil tetra campeão copa do mundo – 94