Page 1

REVISTA

ISSN 0103•572X

REVISTA ABIGRAF 295 MAIO/JUNHO 2018

A R T E & I N D Ú S T R I A G R Á F I C A • A N O X L I I I • M A I O / J U N H O 2 0 1 8 • Nº 2 9 5

NO PAÍS DO FUTEBOL A COPA DO MUNDO COMEÇA QUANDO A PANINI LANÇA O ÁLBUM OFICIAL

MAIS DE 600 MARCAS EXPÕEM SEUS PRODUTOS E INOVAÇÕES NA SERIGRAFIA SIGN 2018

CAUTELA, RESPONSABILIDADE E PRODUTIVIDADE NORTEIAM NOVAS AÇÕES DOS GRÁFICOS


A

w REALIZAÇÃO

COORDENAÇÃO TÉCNICA

OFERECIMENTO

APOIO DE MÍDIA

AN_Premio_Paulista_42x28cm_v2.indd 1

PATROCÍNIO OURO

PATROCÍNIO PRATA


MOSTRE QUE SEU IMPRESSO TEM A CARA DE SÃO PAULO.

INSCREVA-SE NO PRÊMIO PAULISTA

www.premiopaulista.com.br APOIO INSTITUCIONAL

Associação Brasileira de Empresas com Rotativa Offset

26/06/18 13:31


Presidente da Abigraf Nacional: Levi Ceregato Presidente da Abigraf Regional SP: Sidney Anversa Victor Gerente Geral: Wagner J. Silva Conselho Editorial: Denise Monteiro, Eduardo Franco, Fábio Gabriel, Felipe Salles Ferreira, Igor Archipovas, Ismael Guarnelli, João Scortecci, Plinio Gramani Filho, Tânia Galluzzi e Wagner J. Silva Elaboração: Gramani Editora Eireli Av. São Gabriel, 201, 3º andar, conj. 305 01435-001 São Paulo SP Administração, Redação e Publicidade: Tel. (11) 3159-3010 E-mail: editoracg@gmail.com Diretor Responsável: Plinio Gramani Filho Redação: Tânia Galluzzi (MTb 26.897) e Evanildo da Silveira Colaborador: Hamilton Terni Costa Edição de Arte: Cesar Mangiacavalli Produção: Otávio Augusto Torres Editoração Eletrônica: Studio52 Impressão: BMF e Leograf Lombada quadrada: Abril Print Capa: laminação, reserva de verniz e hot stamping (fitas MP do Brasil): Lamimax Assinatura anual (6 edições): R$ 60,00 Exemplar avulso: R$ 12,00 (11) 3159-3010 editoracg@gmail.com Apoio Institucional

Associação dos Agentes de Fornecedores de Equipamentos e Insumos para a Indústria Gráfica

4

FUNDADA EM 1965

Membro fundador da Confederação Latino-Americana da Indústria Gráfica (Conlatingraf)

REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

As cores da imigração japonesa

A obra de Tomoo Handa é um retrato fiel da presença de imigrantes nipônicos na paisagem rural brasileira, jogando luz sobre a saga desses pioneiros.

28

Novas marcas na Serigrafia Sign

Feira abre as portas no dia 25 de julho apresentando produtos e lançamentos de mais de 600 marcas. Afora a exposição, várias atividades possibilitarão a reciclagem do conhecimento.

42 Ingram Image

ISSN 0103-572X Publicação bimestral Órgão oficial do empresariado gráfico, editado pela Associação Brasileira da Indústria Gráfica/Regional do Estado de São Paulo, com autorização da Abigraf Nacional Rua do Paraíso, 533 (Paraíso) 04103-000 São Paulo SP Tel. (11) 3232-4500 Fax (11) 3232-4550 E-mail: abigraf@abigraf.org.br Home page: www.abigraf.org.br

22

Apanhador de café, óleo sobre tela, 50 × 65 cm, 1941

REVISTA ABIGRAF

Investir ou não investir Pressionadas pela necessidade de acompanhar a evolução dos sistemas, de adaptar-se às demandas do mercado e de diferenciar-se, gráficas ensaiam uma retomada nos investimentos.


21%

48%

13% 27%

33%

14%

A Revista Abigraf entrevista o gerente de marketing da Panini Brasil, Marcelo da Silva. Ele fala sobre os números do álbum da Copa do Mundo 2018 e o envolvimento do brasileiro com as figuras colecionáveis.

Tendências globais

Quinto Global Trends, relatório da Messe Düsseldorf com uma avaliação e projeções sobre a indústria gráfica mundial, é entre todos o mais otimista, refletindo a melhora na economia, especialmente na América do Norte.

Evite prejuízos

O seguro de transporte internacional pode garantir a sua tranquilidade se algum problema acontecer no trânsito do equipamento até a sua gráfica.

Os passos de Marcos Ribeiro

Nos 22 anos em que atuou no setor gráfico, mais precisamente no segmento de formulários contínuos, Marcos da Cunha Ribeiro batalhou para elevar a qualidade do produto e em defesa das bandeiras do setor.

Cantador do Brasil

Considerado um dos precursores da fotografia de natureza no Brasil e um dos mais importantes fotógrafos em atuação no País, Araquém Alcântara está lançando seu 52-º livro sobre a nossa fauna.

18 38 52 54 58

Confiança econó de mercado glo do tempo para a

% de balanço líquido positivo vs negativo

% de balanço líqu positivo vs negati

Europa

Áust./Oceânia

Comercial

América N

Médio Oriente

Edição

América S/C

Ásia

Embalagem Funcional

África

Ingram Image

Já completou o seu álbum?

Confiança económica das gráficas por região ao longo do tempo

Editorial/Levi Ceregato.......................... 6 Fornecedor/Oki Data .......................... 50 Rotativa ............................................... 8 Marcos da Cunha Ribeiro.................... 54 Nova diretoria Afeigraf ........................ 20 Prêmio Paulista .................................. 62 Certificadora/Baluarte......................... 44 Treinamento Printaki .......................... 63 Capa: Família do lavrador, óleo sobre tela, 112 × 160 cm, 1967 Autor: Tomoo Handa

Gráfica/Rami ..................................... 46 Palestra “Magia Disney” ..................... 64 Congresso Internacional ABTG ............ 48 Há 30 anos ........................................ 65 Escolar Office Brasil 2018 .................. 49 Mensagem/Sidney Anversa Victor ....... 66 maio /junho 2018

REVISTA ABIGR AF

5


EDITORIAL

H

Compromisso com o futuro

alg uns números. didatos para decorar/anotar can é nd Po e lip Fe iz . O momento filósofo Lu ra de votos brancos e nulos ho é o Há cerca de um mês, ouvi o Nã de ia tór um de nós. TV que essa his sicionamento claro de cada po um e comentar em um jornal na ped do un da democracia. Seg esteja certo, Talvez o Luiz Felipe Pondé voto consciente é uma lenda isa qu pes o nã s soa Vou continuar pregando das pes ceramente espero que não. ele, a maioria esmagadora sin o nd ba um r ma r, senão o o por for que a informação é o melho nada sobre os candidatos, nã a tomada de ocupada único, caminho para a corret de idiotas e sim porque está . Basta uma es como decisão. Não precisa muito com coisas muito mais urgent saber o pa ento, s rápida olhada na internetendo,ra fal to vo trabalho, faculdade, casam de ra ho é ão N ando e, com as que o candidato anda faz pais, filhos, contas, enf im, seu ão de s atos Ainda brancos e nulos. principalmente, a repercuss preocupações do dia a dia. riar o Pondé, busca to pede e propostas. Vamos contra en om de acordo com Pondé, quem  m O minutos. s faz atos mesmo que seja por alg un informações sobre os candid to en m na io sic po tantes ecíficos: um Teremos cinco decisões impor parte de dois grupos bem esp sidente ou são claro de cada a tomar. Votaremos para pre ou trabalham com política, ído seu sofos seu vice), governador (inclu ído clu (in professores, intelectuais, filó s. nó de um is suplentes), tema vice), senador (incluídos do e sociólogos que estudam o estadual. ando a deputado federal e deputado com pautas acadêmicas vis te para ideológico. para esse momento importan se repa fortalecer seu próprio viés Pre de da uli misto de incred mine a todos. Assisti à explicação com um você e para o Brasil. Deus ilu faz ia diz da da mo e decepção. O que o filósofo ra o esforço que ter por a r jog s total sentido, ma lceregato@abig raf.org.b os, xim pró is ma os r rta ale de tenho feito no sentido e de votar sem se primeiro sobre a necessidad ou outra desculpa esconder atrás de uma viagem sência, e seg undo, qualquer para justif icar a au o mais sobre o sobre a urgência em saber alg do sua confiança. candidato que está merecen e sobra? O que Se Pondé estiver certo, o qu ite do dia 28 de será deste nosso Brasil na no conhecimento de outubro, quando tivermos r de 1º de janeiro quem nos governará a parti posta. de 2019? Não tenho essa res siderável da Acredito que uma parcela con não vai votar. Mas população já sabe em quem fica Bra sileira da Indústria Grá que merecerão o botão Presidente da Associação Indústrias Gráfica s das to como decidirá sobre aqueles dica Sin do e al) ion (Abigraf Nac subliminares à parte, digraf-SP) verde? Empatia e questões no Estado de São Paulo (Sin de a list a um a ta sul con a um o, nim é preciso, no mí

L evi C eregato

6 REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018


30 de Setembro a 2 de Outubro, 2018

McCormick Place | Chicago, Illinois EE.UU.

Conheça as Estratégias para fazer Crescer os SEUS negócios PRINT 18—O Futuro da Impressão em Cores Vivas e Vibrantes Tecnologias emergentes. Estratégias de negócios. A conexão para fazer crescer seus negócios. Experimente em primeira mão, no evento, inovações geradoras de faturamento e ensinamentos focados em soluções. Você terá acesso exclusivo a tudo que precisa para fazer Crescer SEUS Negócios. NOVO! Keynote, Marqueteiro e Autor Guru Seth Godin • •

NOVO! Guia de Novas Tecnologias para visita a feira •

NOVO! Experiências com Realidade Virtual •

NOVO! Temas de Experiencia en Aprendizagens focadas no Crescimento dos seus Negócios.

Em 2017, mais de 22.000 visitantes estiveram em Chicago tornando a feira uma das 25 de maior crescimento em visitantes classificada pelo Trade Show News Network

Maiores e melhores coisas esperam você, seus negócios e margens de lucro na Print 18. Junte-se a nós para dirigir toda a indústria no caminho do sucesso.

REGISTRE-SE HOJE> PRINTevent.com


Sun Chemical completa 200 anos Livraria Cultura tem nova revista

Durante uma década a Livraria

8

Cultura distribuiu aos seus clientes, nos pontos de venda e de forma gratuita a Revista da Cultura, uma publicação com artigos de qualidade sobre assuntos ex traídos das estantes da livraria: literatura, cinema, música, teatro, artes plásticas, filosofia, psicologia, so ciolo gia, antropologia, gastronomia, entre tantos outros temas. Porém, novos horizontes se de li nearam quando duas aquisições foram anunciadas no processo de expansão da tradicional livraria paulista: a compra da rede Fnac no Brasil e do site de ecommerce Estante Vir tual. Reestruturando-se como empresaplataforma, onde livros passam a conviver com produtos tecnológicos e experiências de inovação, foi colocado o desafio de traduzir na revista um universo ampliado de interesses. Por esse motivo, surgiu a nova revista da Livraria Cultura, Fnac e Estante Vir tual, uma publicação REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

com visual novo e conteúdo exclusivo. É a revista Cultura, nome simples, direto, lembrando as origens da livraria — um pequeno negócio criado por Eva Herz há mais de 70 anos. “Ao longo desse tempo, já dis tri buí mos em lojas um jornalzinho, depois uma newsletter, evoluímos para uma revista e agora criamos outra. Assim, continuamos a falar com nossos clientes e amigos de forma especial”, explica Pedro Herz, presidente do conselho da Livraria Cultura e também publisher da nova publicação. Com periodicidade mensal e tiragem de 40 mil exemplares, o primeiro número circulou a partir de 6 de junho, com distribuição gratuita nas lojas das redes. Há uma versão online nos sites Cultura, Fnac e Estante Vir tual. Assinaturas podem ser feitas por clientes que queiram receber a revista no seu domicílio. www.livrariacultura.com.br Informações: (11) 3337.5419 www.anl.org.br

“C

omeçando com o legado inspirador de Lorilleux e Samuel Morris no início de 1800, a Sun Chemical completa 200 anos de experiência em cores, tecnologia inovadora e compromisso contínuo com qualidade e serviço para nossos clientes. Com cerca de dez mil marcas registradas em todo o mundo e mais de três mil patentes concedidas em diversas jurisdições globais em sua história, a Sun Chemical orgulha-se em oferecer soluções sob medida para atender às necessidades individuais de nossos clientes”, declarou na sede da companhia em Parsipanny, Nova Jersey (EUA), o presidente e CEO da Sun Chemical, Rudi Lenz. A empresa decidiu que as comemorações do bicentenário se darão durante todo o ano de 2018. Membro do grupo DIC, a Sun Chemical é hoje líder na produção de tintas de impressão, vernizes e suprimentos, pigmentos, polímeros, compostos líquidos e sólidos e materiais de aplicação. Em parceria com a DIC, gera vendas anuais de mais de US$ 7,5 bilhões e possui mais de 20 mil funcionários prestando

suporte aos clientes ao redor do mundo. A sua longa história registra fatos relevantes. A Sun Chemical ajudou a transformar a indústria de impressão como desenvolvedora das primeiras tintas UV, tintas base água, tintas flexográficas pigmentadas e flexográficas para filmes de polietileno. Foi a primeira a criar tintas cromia para processo offset úmido, em 1906, agora conhecido como impressão CMYK . É pioneira no desenvolvimento de tintas de baixa migração e na oferta de soluções para as impressoras mais novas da época, incluindo offset rotativa para folhas de flandres, tipografia, flexografia e rotogravura. Fabrica pigmentos desde 1907. Com a aquisição feita pela DIC Corporation em 1987, a Sun Chemical tornou- se uma empresa verdadeiramente global, com crescimento nos mercados da América Latina e do Oriente Médio. Merece destaque também a formação da divisão Advanced Materials, que fornece compostos, polímeros e outros materiais de aplicação para diversos mercados. www.sunchemical.com


Novo sistema de impressão digital para etiquetas e embalagens flexíveis Desenvolvido em parceria entre a italiana Uteco e a Kodak, foi apresentado em abril o novo sistema de impressão digital Sapphire EVO, que permitirá aos prestadores de serviços e convertedores na área de embalagem utilizar a tecnologia digital sem comprometer a produtividade nem a rentabilidade. O sistema pode ser usado para vá rios tipos de aplicações de baixo e grandes volumes,

produzindo até 20 milhões de m² por ano, ou mais de 900 metros lineares/hora com ótima rentabilidade. A Sapphire EVO une qualidade de impressão com suporte flexível de substratos, suportando uma ampla variedade de filmes e papéis usados na produção de embalagens através da tecnologia inkjet Kodak Stream, e pode trabalhar com substratos de até 650 mm de largura, com

área de impressão de até 622 mm. O sistema oferece ainda padrão de impressão CMYK , juntamente com opções para laminação e aplicação de verniz em linha. “A vasta experiência da Uteco em flexografia e impressão, manuseio, revestimento e secagem de filmes, juntamente com a experiência em inkjet da Kodak,

nos permite fornecer um sistema que combina os recursos da flexografia e impressão digital”, destaca Aldo Peretti, diretor geral do Uteco Group. www.uteco.com/eng/ www.kodak.com

9 maio /junho 2018

REVISTA ABIGR AF


Turma da Mônica em defesa da comunicação impressa Três revistas da Mauricio de Sousa Produções (Cebolinha, Cascão e Almanaque da Mônica), publicadas pela Panini, trouxeram no início de abril a primeira de doze histórias, no formato de informe publicitário e de uma página cada, com os personagens da Turma da Mônica. O projeto é uma parceria da Two Sides e da Mauricio de Sousa Produções, que tem por objetivo esclarecer a desinformação existente sobre o papel e a comunicação impressa. Os temas serão sempre ligados ao

Inscrições abertas para o prêmio da WPO

N

10

o início de junho, a World Packaging Organization (WPO) comunicou a abertura das inscrições para o WorldStar Packaging Awards, com prazo final em 20 de setembro. “Estimulamos todos os membros da WPO ao redor do mundo a ajudar-nos a promover o maior e mais importante prêmio global de embalagem”, declarou Pierre Pienaar, presidente da WPO. As embalagens participantes do WorldStar são aquelas já premiadas em concursos reconhecidos pela WPO. “Na sua 51ª edição, o WorldStar é um dos principais eventos da WPO e no ano passado REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

atraiu mais de 300 inscrições de 38 países de todo o mundo. Como sempre, nosso desejo para a próxima competição é aumentar o número de trabalhos inscritos e de países participantes”, acrescentou Pienaar. As embalagens inscritas até a data final, 20 de setembro, serão julgadas em Jinan, na China, em 24 de outubro, durante a 2ª Reunião de Diretoria da WPO. Os vencedores serão anunciados em dezembro e a cerimônia de premiação, em noite de gala, será realizada em maio de 2019, em Praga, na República Checa. www.worldstar.org

O

consumo cons ciente, passando por assuntos como descarte correto, reciclagem, origem do papel, importância das florestas, uso de aparelhos eletrônicos, embalagens, toalhas de papel e certificações. É importante que o público tenha um conhecimento correto sobre a origem e o uso da celulose e do papel. Por isso, a Mauricio de Sousa, a Panini e a Two Sides desenvolveram esse projeto em uma linguagem lúdica, porém informativa para todos. www.twosides.org.br

Recorde na reciclagem de papel em 2017

índice de recuperação de papel atingiu em 2017 o número recorde de 66,2%, o que equivale a 5 milhões de toneladas que retornam ao processo produtivo. O crescimento desse índice vem em linha com os esforços dentro da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) do governo federal. O setor de árvores plantadas é um dos mais sustentáveis do mundo e se destaca entre os que mais reciclam no Brasil e no mundo. O papel é um produto biodegradável com decomposição natural. No Brasil, 100% da produção de papel, incluindo os de embalagens, tem origem nas árvores plantadas, com ciclo de colheita e plantio anual, em um

processo renovável e sustentável, além de conservar a biodiversidade por meio de técnicas como o plantio em mosaicos, no qual árvores para fins industriais se intercalam com as naturais. Na indústria, a cadeia produtiva investe na destinação correta dos resíduos sólidos, reaproveitamento e reciclagem. Por isso, a indústria tem um histórico bastante positivo em logística reversa visando a redução de resíduos secos recicláveis nos aterros sanitários, com fortes investimentos em práticas sustentáveis, algo que impacta toda a cadeia produtiva, das florestas aos produtos acabados que chegam ao mercado. www.iba.org


! O S S E C U S M U I O F RESERVE 8 1

20 22 20

AGORA SEU ESPAÇO

NO MAIOR EVENTO DE IMPRESSÃO DAS AMÉRICAS!

Realização:

www.expoprint.com.br

EP22 21x28 destaque.indd 1

Organização:

MAIS INFORMAÇÕES: Tel.: 11 4013-7979 expoprint@expoprint.com.br

28/06/18 16:44


Artecola comemora 70 anos Parque industrial da Artecola Química em Campo Bom (RS), onde está instalada sua sede. A empresa opera com 10 plantas produtivas em 6 países: Brasil, Argentina, Chile, Peru, Colômbia e México.

Para criar a então Fábrica de Tin-

12

tas e Colas (embrião da Artecola), o fundador Francisco Xavier Kunst vendeu, em 1948, o único bem que possuía, a casa onde morava com a esposa e cinco filhos, em Novo Hamburgo (RS), para ter capital e se associar a Albano Adams, dono da Calçados Adams, onde Xavier trabalhava e que se tornaria a principal cliente do novo negócio. Dois anos depois, a Calçados Adams faliu. Contudo, a dedicação de Xavier, de sua esposa Irma e dos filhos, enfrentando essa adversidade, garantiu o crescimento da Artecola nesses 70 anos. A mesma fibra do início fez com que a empresa superasse um dos momentos mais emblemáticos destas sete décadas. Após um período de crescimento acelerado, foi

Hybrid Software teve um ótimo ano No mês de maio, a Hybrid Soft-

preciso lançar mão do recurso de Recuperação Judicial para reorganizar o planejamento financeiro. Superada a turbulência, a empresa segue firme em sua missão para 2022: ser referência em soluções diferenciadas, sustentabilidade e sólida reputação. Na atual estrutura, a Artecola possui três áreas de negócios: Indústria (com adesivos e laminados especiais para aplicações nos mais diversos segmentos industriais, como calçadista, moveleiro, papel e embalagem, automotivo e construção civil); Consumo (através da marca Afix, com um portfólio completo em soluções para construir e reformar, atendendo tanto o especialista como o usuário do “faça você mesmo”); e Extrusão (produtos diferenciados e de alta performance para

diversos segmentos, que incorporam fibras naturais em sua composição). No Brasil, a Artecola mantém unidades no Rio Grande do Sul, em São Paulo e na Bahia, empregando cerca de 300 colaboradores. Com sua rede internacional, atua em 18 países da América Latina. No dia 5 de maio, foram comemorados os 70 anos na sede da empresa em Campo Bom (RS), reunindo a família Kunst (acionistas) e os colaboradores com suas famílias. “É uma data muito significativa, que fazemos questão de festejar junto a funcionários, clientes, fornecedores e comunidade, agradecendo pela parceria que temos nestes 70 anos”, declarou Eduardo Kunst, presidente executivo da Artecola. www.artecolaquimica.com.br

ware divulgou os seus resultados financeiros relativos ao ano de 2017. Os números mostraram um aumento de 70% sobre o exercício anterior. Segundo a empresa, ela foi a desenvolvedora de softwares para Artes Gráficas que apresentou o maior crescimento, com um volume de negócios de cerca de 15 milhões de euros no ano passado, de acordo com dados da sua matriz na Bélgica. Para 2018, Guido Van der Schueren, presidente do Conselho Diretivo da Hybrid Soft ware, mantém a previsão otimista: “O foco da Hybrid Soft ware nos setores de rótulos e embalagens nos tornou líderes desses mercados, que continuaram a ter bom desempenho durante anos difíceis. Entramos em 2018 em uma posição ideal, com uma base mundial de clientes extremamente forte e um port fólio de produtos inigualável”. No Brasil, a empresa também expandiu sua estrutura comercial e técnica para atender ao mercado de gráficas de embalagem, flexografia e convertedores. Na ExpoPrint Latin America 2018, primeiro grande evento inter na cio nal de que a empresa participa no País, apresentou seu port fólio completo de produtos. “A Hybrid Soft ware acredita e aposta no grande potencial do mercado brasileiro. Gradualmente, estamos conquistando espaço entre convertedores e gráficas por meio de nossas ferramentas, bem como processos mais controlados para garantir a qualidade da saída impressa”, sinaliza Heysler Hey, gerente da companhia no Brasil. www.hybridsoftware.com

REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018


Portfólio completo de insumos para sua empresa OFFSET

FLEXÍVEIS

Chapas

Lonas

Blanquetas

Vinís

Tintas

Vinil Eletrostático

Químicos Auxiliares

Tecidos

Soluções de Fonte

Coala Magnético Papel de Parede para Impressão

FLEXOGRÁFIA INSUMOS GRÁFICOS

Tintas UV Led Fotopolímero

Backlight Filme

Fitas Dupla Face Tinta base d’água

RIGIDOS

Foam Board PAPÉIS

COMUNICAÇÃO VISUAL

PVC Expandido

INSUMOS PARA EMBALAGENS

OFFSET

FITAS ESPECIAIS

Papéis Especiais

Fita Dupla Face

Papéis Cartão

Fita Dupla Face TNT

Papéis Sintéticos

Consultoria Gráfica

Fita Dupla Face PVC

Papéis Couche

Consultoria para Papéis

Fita Dupla Face PET

Papéis Reciclados

Vendas Online Entregas Urgentes*

Fita Crepe

DIGITAIS

FITAS DE EMPACOTAMENTO

Papéis Especiais

Fita Adesiva BOPP

Papéis Couche

Fita Adesiva Crepado Kraft Fita Papel Gomado

Já conhece nosso site?

*Verificar custo com consultor.

antalis.com.br Portfólio completo de insumos para sua empresa, solicite seu login para compras online.

(11) 4617 - 8600 falecom@antalisbrasil.com.br

facebook.com/antalisbrasil instagram.com/antalisbrasil


X-Rite e Flint Group anunciam Vivo Color System

Com demandas crescentes de

padronizações de cores em diferentes regiões geo gráficas, e substratos de embalagens cada vez mais diversificados, é essen cial que todos os fornecedores, desde o proprietário da marca até o fornecedor de impressão e de embalagem, contribuam para estabelecer um fluxo de trabalho de comunicação

consistente e robusto. Isso levou a unidade Paper & Board do Flint Group a firmar parceria com a X-Rite para somar know-how e criar ferramentas e tecnologias assertivas para gerenciamento de cores aproveitando a estrutura de eXact e do NetProfiler, resultando na nova tecnologia Vivo Colour Solutions. Trata- se de uma plataforma dinâmica de

comunicação e serviços em cores suportada pelo provedor de serviços de cores centralizadas do Flint Group, o Global Colour Center. O Vivo ColourCloud utiliza o dispositivo eXact para fornecer um repositório digital de cores de autoatendimento central

F

14

REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

www.flintgrp.com/lp_pt/ www.xrite.com

Mudanças na área de revendas da Gomaq

Congraf conquista cinco troféus no Prêmio Embanews oi realizada na noite de 17 de maio, no Espaço Armazém, em São Paulo, a solenidade de entrega do 27º Prêmio Brasileiro de Embalagem Embanews. Referência no setor, a premiação homenageia a cada ano as inovações que contribuem para a evolução da cadeia de embalagem no Brasil e reúne as principais marcas e profissionais desse mercado. A Congraf Embalagens foi um dos grandes destaques da noite, conquistando cinco troféus: na Categoria Design, com Pack 6 garrafas Eisenbahn; na Categoria Marketing e Subcategoria Case de Produto Diferenciado, pelos cartuchos Tubo Excellence Dark e Rinosoro Jet Jato Contínuo; e na Categoria Premium, com a linha Cachaça Extra Premium Reserva 51 e Reserva 51 – Cachaça Carvalho Americano. O diretor comercial da Congraf, André Peres Victor (foto),

baseado na web, o qual contém milhares de cores aprovadas e testadas. Os clientes se beneficiam da capacidade de pesquisar e baixar facilmente arquivos CxF, DigiSwatches e receitas de tinta.

ressaltou que “os troféus recebidos consagram o compromisso da Congraf em investir constantemente em criatividade e tecnologia, além do esforço em trabalhar tão próximo ao cliente, com transparência e soluções que agregam valor ao produto”. PERSONALIDADE DO ANO – Durante a premiação, o presidente da Congraf Embalagens e da Abigraf Regional São Paulo, Sidney Anversa Victor, foi homenageado com o título de Personalidade do Ano, em razão dos seus esforços e iniciati vas por uma indústria gráfica brasileira mais competitiva. “Ao longo de toda a minha vida, tenho feito o possível para ajudar ao máximo o setor. Fico feliz por esse reconhecimento e por entrar nessa galeria que já premiou tantos outros profissionais importantes”, declarou Sidney. www.congraf.com.br

(E/D) Sérgio Manna e Denis Passos reforçam área comercial da Gomaq

U

ma das pioneiras no mercado brasileiro de distribuição de equipamentos de impressão para o segmento SMB – Small and Medium Business (Pequenos e Médios Negócios), a Gomaq contratou dois executivos para a área de revendas. Com 15 anos de experiência no segmento de impressão e atuação nos mercados Governo, Consumidor Final e Canais de Revendas, Denis Passos chega para agregar experiência na venda de equipamentos gráficos. O outro contratado, Sérgio Manna, já fazia parte da empresa e assume como executivo de vendas da parte co mer cial da marca Dascom.

Sérgio é espe cia lis ta em produtos térmicos, comercial e técnico e possui ex pe riên cia em consultoria no desenvolvimento de projetos de outsourcing de impressão, envolvendo hardware e soft ware de ge ren ciamento e controle de equipamentos. Além disso, prepara e executa treinamentos de equipamentos de impressão e multifuncionais das marcas Brother, Dascom, Lexmark e Sharp. Fundada em 1953, com sede em São Paulo e Centro de Distribuição em Vitória (ES), a Gomaq atua nos canais de Soluções, Distribuição e Governo. www.gomaq.com.br


Xerox Iridesse promete efeitos nunca vistos antes Máquina colorida de alta velocidade e seis estações, que combina impressão em quatro cores (CMYK) com até outros dois toners especiais em uma só passagem, a nova Xerox Iridesse é o único equipamento digital que consegue imprimir utilizando toner metalizado, ouro ou prata, tintas CMYK e clear toner. A fabricante promete efeitos inéditos, transformando ouro, prata e metálicos mistos em uma verdadeira alquimia. O novo equipamento elimina a necessidade de várias impressões e de processos ge-

ralmente requeridos para o aprimoramento de impressão. Com duas estações de toner especiais, os clientes podem criar aplicações lucrativas com cores exatas, gradientes e mistos metálicos e aprimoramentos espe-

ciais. Os toners metálicos, ouro e prata podem ser usados indi vi dual men te ou em camadas abaixo ou acima de CMYK para criar paletas cintilantes únicas. Uma camada de clear toner pode ser adicio na da para um

toque extra de dimensão ou textura. A Xerox Iridesse pode produzir em papéis com gramaturas de 52 g/m² a 400 g/m² e imprime em velocidades de até 120 páginas por minuto. www.xerox.com.br

15 maio /junho 2018

REVISTA ABIGR AF


Impressão digital na era da indústria 4.0

Realizado pela Associação Bra-

16

sileira de Tecnologia Têxtil, Confecção e Moda (ABTT), com apoio da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) e da World Textile Information Network (Wtin), ocorrerá em Blumenau (SC), no dia 22 de agosto, o Fórum Impressão Digital na Indústria 4.0. Uma das atrações do fórum será a palestra ministrada pelo CEO da Global Quimica & Moda, Felipe Sanchez (foto). “O futuro passa sem dúvida pelo aumento da produtividade e melhorias em todos os âmbitos da produção, com processos cada vez mais automatizados. É isso que iremos debater, falando sobre os impactos dessas mudanças para os negócios e o papel da impressão digital neste contexto”, explica Felipe. Após a palestra, os executivos Jorge Lindahl (SPGPrints), Leonidas Andrade (DuPont), Fábio Tolosa (Epson), José Clarindo de Macedo (Sintequímica) e Luiz Wagner de Paula (Golden Technology) discutirão o tema Indústria, Mercado e Tendências do Segmento Têxtil na Indústria 4.0. O fórum acontece durante a 16ª Febratex, maior feira da indústria têxtil das Américas, que acontece no período de 21 a 24 de agosto, reunindo expositores de mais de 60 países. www.febratex.fcem.com.br REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

EXECUTIVOS PRINTI

INSTITUTO INTERNATIONAL PAPER

MÜLLER MARTINI BRASIL

Diego Luz

Luciana Huneke

Alexandre Luz

Gerente Geral

Presidente

Diretor Geral

Empresa de customização de produtos, a Printi anunciou a contratação de Diego Luz como gerente geral da marca para o Brasil. Graduado em Economia pela Universidade de São Paulo (USP), com MBA pela Columbia Business School, o executivo atua há muitos anos na área de bens de consumo, tendo trabalhado nas empresas Hypermarcas e Natulab Group. Diego será responsável pelas operações da Printi no Brasil e no crescimento da receita da marca na região.

No mês de maio, ao entrar no 11º ano de atividade, o Instituto International Paper divulgou o nome da sua nova presidente: Luciana Huneke. Ela ingressou na IP em 1998 e é gerente-sênior de planejamento estratégico para o negócio de papel, responsável pela América Latina e América do Norte. Formada em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade de Campinas (PUC), Luciana possui MBA em Marketing pela ESPM , com cursos em Finanças pelo Insper.

Formado em Engenharia de Produção pela Universidade Paulista e pós-graduado em Administração Industrial pela Fundação Vanzolini, Alexandre Luz assumiu o cargo de diretor geral da Müller Martini Brasil. Durante 14 anos trabalhou na Fer ros taal, desempenhando a função de gerente de vendas. No período compreendido entre 2013 e 2018 atuou pela Kolbus do Brasil inicialmente como country manager, passando posteriormente a diretor geral da empresa.

Tema da convenção da ANL é o ecossistema do livro

Evento principal da comemora-

ção dos 40 anos da Associação Nacional de Livrarias (ANL), a 28ª Convenção Nacio nal de Li vrarias será promovida e realizada pela entidade no próximo dia 1º de agosto, no Hotel Unique, em São Paulo (SP). O tema central, “O ecossistema do livro”, ressalta a importância da articulação de todos os atores da cadeia do livro, do autor à livraria. A convenção trará uma rica interação e troca de informações para ampla discussão sobre o presente

e o futuro do mercado do livro no Brasil, à luz das articulações necessárias entre os pequenos, médios e grandes profissionais do segmento. O pequeno e o médio comércio livreiro fazem parte do ecossistema do livro e devem ser valorizados, respeitados e apoiados. Em recente seminário, realizado em maio pela ANL, a economista da Fecomércio, Fernanda Della Rosa, enfatizou: “Os pequenos ne gó cios podem ser considerados um dos principais

pilares de sustentação da economia brasileira, e não é para menos. Essas empresas possuem enorme po ten cial na geração de emprego, sem falar do quase infindável número de estabelecimentos desconcentrados geograficamente”. A 28ª Convenção da ANL tem o patrocínio máster da RPS Eventos,apoio ins titucio nal da Abigraf- SP e apoio co mer cial das editoras Arqueiro, Catapulta, Melhoramentos e Sextante. www.anl.org.br


210x280

NOVA novaCUT 106 ER PARA UMA EXCELENTE SEPARAÇÃO DE CARTUCHOS EM LINHA, COMECE AQUI A nova NOVACUT 106 ER proporciona uma excelente separação de cartuchos em linha sem os custos ou as dores de cabeça de produção que você poderia ter com este processo. E ainda melhor, enquanto você desenvolve seu portfólio de trabalho de cartuchos separados, a NOVACUT 106 ER dá a você a capacidade de fazer o corte-vinco e destacar os trabalhos, sem separação, usando as suas ferramentas existentes de tamanho IIIB. Trazendo consigo a excelente tecnologia BOBST, juntamente com nosso sistema de ferramenta de

www.bobst.com

separação Angle Lock e a vasta rede de suporte de processo BOBST, esse novo membro da gama de produtos NOVACUT, produz pilhas perfeitas de corte duplo ou simples, prontas para os processos posteriores, sem a necessidade de destaque manual. Com a NOVACUT 106 ER você está totalmente capacitado para reduzir o processo de trabalho em andamento, cortar custos e melhorar a qualidade e produtividade em sua completa operação de conversão de cartões.


ENTREVISTA Texto: Tânia Galluzzi

Marcelo Adriano da Silva

“A Copa começa quando lançamos o álbum oficial”

M

arcelo Adriano da Silva está na Panini há  anos. Formado em Publicidade e Propaganda, com pós- graduação em Marketing e Comunicação, é o responsável pela análise e o lançamento de produtos como Turma da Mônica, Marvel, Disney, Car toon e Fifa. Nesta entrevista, o gerente de Marketing da Panini Brasil conta um pouco da epopeia da produção do álbum da Copa do Mundo da Fifa Rússia . Como a Panini Brasil se prepara para a produção e distribuição dos álbuns da Copa? Temos uma equipe de pesquisadores que ao longo dos campeonatos e jogos acompanha as

18 REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

escalações das seleções para definir os jogadores que estarão no álbum de figurinhas da Copa do Mundo. Definimos os nomes cerca de seis meses antes do início da Copa para começar a produção do álbum e das figurinhas. Na fábrica da Panini, durante o período de produção, trabalhamos  horas por dia em três turnos. Contratamos uma equipe extra de cerca de  funcionários para atender a demanda nesse período. Qual o maior desafio enfrentado na produção do álbum da Copa? São vá r ios os de sa f ios, mas entre eles podemos destacar a coordenação da produção para lançar o material com cerca de três meses de antecedência ao evento.


Como tem sido a adesão do público ao álbum da Copa neste ano no Brasil? Ouvimos que a Copa do Mundo começa quando lançamos o álbum de figurinhas oficial, pois o produto já virou tradição em todos os anos de mundial. Percebemos um envolvimento das pessoas em colecionar e trocar as figurinhas, ato que tem crescido a cada edição. Neste ano não foi diferente, há muitos colecionadores. Promovemos diversos eventos de troca de figurinhas em shoppings e rea li za mos o Panini Day, um encontro para troca de figurinhas e diversas atividades com a marca no estádio do Pacaembu. Nossos eventos estão sempre repletos de participantes, famí lias e amigos. A procura tem sido maior ou menor do que na Copa de 2014? O álbum de figurinhas é um sucesso em todas as Copas e neste ano também, mas por política interna da empresa, não podemos divulgar assuntos relacionados à venda. Em qual faixa etária concentra-se o público do álbum da Copa? Esse perfil vem mudando? O futebol é paixão na cional e a grande maioria dos brasileiros se envolve com a Copa do Mundo. O mesmo acontece com o álbum, todas as idades colecionam, de crianças a idosos. E essa é a melhor parte do álbum. Ele pode ajudar a fazer novas amizades, filhos se aproximarem dos pais ao coleciona rem juntos, e toda a família se envolve com o produto e as trocas para completar o álbum. Esse público é predominantemente masculino ou existe um equilíbrio? Hoje o álbum de figurinhas tem uma grande participação do público feminino colecionando também. Percebemos que a cada evento vem aumentando essa participação. Terminada a Copa, a procura pelas figurinhas estende-se até quando? Após a Copa a procura diminui, mas temos uma opção para o público adquirir cromos faltantes em nosso site, que ficará disponível até dezembro deste ano. Em qual país a procura é maior? O Brasil é o principal mercado, ficando em primeiro lugar, seguido da Alemanha.

Em quantos países são vendidos os álbuns da Copa? Eles são iguais para todos os países? O álbum é comercia lizado em mais de  países e é igual em todos os lugares do mundo, com diferença apenas no idioma. Onde foram impressos os álbuns e as figurinhas que estão sendo distribuídos no Brasil? A Panini, cuja sede fica em São Paulo, atende a distribuição para todo o Brasil, América do Sul e América Central. Já a Panini Itália atende as demais demandas, como Europa, América do Norte, Ásia etc. Quando começa a produção e impressão dos álbuns e quando é encerrada? Iniciamos na segunda quinzena de fevereiro e finalizamos em maio. Quantos pacotinhos são produzidos por dia no mundo? E no Brasil? Temos as informações apenas do Brasil. Em momentos de grande demanda, produzimos cerca de  milhões de envelopes de figurinhas por dia. Com relação ao hábito de colecionar figurinhas em geral, a quantas anda esse mercado? A Panini é líder mundial no setor de colecionáveis. Publicamos álbuns de esporte: Copa do Mundo da Fifa, NBA , NFL , Campeonato Brasileiro e outros, mas também temos a linha de entretenimento, com álbuns de filmes, séries, novelas e desenhos. O esporte é o tema que mais atrai colecionadores? Se não, qual o tema de maior demanda fora do período de Copa do Mundo? É bem equilibrado. Trabalhamos com as melhores licenças e sempre temos grandes

coleções para os fãs de filmes, novelas, desenhos e séries. Excetuando a Copa do Mundo, qual evento atrai mais colecionadores? Há previsão de lançarmos o álbum do Campeonato Brasileiro  em agosto, além disso, a NBA e NFL são importantes eventos para atrair o público e fãs de esportes. Qual país se mostra mais apaixonado pelas figurinhas da Copa? O Brasil é o nosso principal mercado. O brasileiro é apaixonado por futebol e tudo que envolve a Copa do Mundo. Além disso, o nosso produto é uma preparação para o mundial. Nele é possível conhecer os jogadores, países, cidades-sedes, estádios e muitas outras informações, o que atrai ainda mais os colecionadores. E em relação às figurinhas em geral? Sem contar a Copa, podemos dizer que é o Brasil? Temos no ranking o Brasil, a Espanha, a Itália e a Alemanha. O que a Panini tem feito para movimentar esse mercado? Além de sermos a principal editora na área de colecionáveis de esportes e entretenimento, temos publicação de revistas e livros de grandes licenças voltadas para o mundo geek. Oferecemos grande variedade de publicações para todos os gostos e idades. Além disso, trabalhamos com licenças que fazem muito sucesso. São marcas queridas por todos, como Turma da Mônica, Marvel Comics, DC Comics e Mangás. Também trabalhamos fortemente para sempre trazer novidades para os leitores. maio /junho 2018

REVISTA ABIGR AF

19


NOVA DIRETORIA

Ludwig Allgoewer é o novo presidente da Afeigraf Além do foco na próxima ExpoPrint, o executivo vai manter a parceria com as entidades do setor e iniciar um trabalho de apoio aos associados na discussão sobre a carga tributária na importação de equipamentos.

N

o dia - de agosto, Ludwig Allgoewer, presidente da Heidelberg do Brasil, assume o comando da Afeigraf, Associação dos Agentes de Fornecedores de Equipamentos e Insumos para a Indústria Gráfica. A eleição aconteceu no dia  de maio para um mandato de dois anos. Ele substitui Eduardo Sousa, gerente de marketing da Agfa Graphics, que ocupou o cargo por duas gestões. Segundo Ludwig, a prioridade da entidade continua sendo a ExpoPrint, consolidada como a mais importante feira do setor na América Latina. Em paralelo, o executivo planeja continuar trabalhando ao lado das entidades do setor, patrocinando e apoiando suas iniciativas. O novo presidente objetiva também ajudar os fornecedores no debate sobre os entraves à importação de equipamentos e sistemas, principalmente com relação à alta carga tributária. “Trata-se de um projeto de longo prazo, mas estamos dispostos a iniciar o debate sobre um sistema que está em vigor há décadas e precisa ser repensado”, afirma Ludwig. “Também é nossa intenção seguir enfrentando os desa fios do ramo gráfico, como o investimento em tecnologia para aumentar a produtividade e a lucratividade.”

AFEIGRAF www.afeigraf.org.br

20

Edmilson Freitas, diretor

REVISTA ABIGR AF

Texto: Tânia Galluzzi

maio /junho 2018

Eduardo Sousa, diretor

Richard Möller, diretor

MISSÃO CUMPRIDA

Eduardo Sousa permanece na diretoria, ao lado de Richard Möller, diretor do Hubergroup Brasil; Edmilson Antônio de Freitas, gerente de vendas da área de impressão da Canon do Brasil; e Michel Guttmann Serwaczak, diretor da Apolo Sistemas Gráficos. O conselho fiscal é formado por Jorge Maldonado, da Vimagraphics; Raymond Trad, da Comprint; e Fabio Vido, da Koenig & Bauer. Para Eduardo Sousa, os dois últimos anos de sua gestão foram especialmente desafiadores por combinarem a organização da ExpoPrint  e o compromisso de mantê-la no mesmo nível da edição anterior e buscar caminhos para enfrentar a mais aguda crise econômica vivida pelo País. “Não só conseguimos como superamos o objetivo com relação à participação dos expositores, do público e em negócios realizados”, comenta. “O segundo desafio foi mobilizar as pessoas num momento em que todos estão voltados para suas dificuldades diárias. Apesar de a feira ser o core business da entidade, temos outras pautas, e saio da presidência satisfeito com os resultados e por ter contribuído para que a Afeigraf siga acompanhando as transformações da indústria de impressão.”

Michel Guttmann, diretor


Av. Otaviano Alves de Lima, 4.400 - Freguesia do Ă“ - CEP 02909-900 - SĂŁo Paulo - SP Telefones: (011 ) 3990-1257 / 1495 / 1762 - e-mail: vendasgrafica@abril.com.br www.abrilgrafica.com.br

Anuncio_Abro_210x280.indd 1

6/25/13 5:57 PM


Tomoo Handa

Ninguém como ele retratou o imigrante japonês no Brasil

22 REVISTA ABIGR AF  maio /junho 2018


ARTE

saga da imigração japonesa no Brasil teve início em 1908 com a chegada do navio Kasato-​­Maru em Santos (SP), no dia 18 de junho, trazendo do distante Japão os primeiros 800 imigrantes, dentro do acordo firmado entre os dois paí­ses no ano an­te­r ior. Nove anos depois, em junho de 1917, quando aqui já ha­v iam aportado milhares de japoneses, desembarcaram outros 1.351 imigrantes, entre eles um menino de 11 anos, Tomoo Handa, acompanhando seus pais, que vie­ram para trabalhar em plantação de café no in­te­r ior de São Paulo, instalando-​­se na Fazenda Santo Antônio, próxima a Botucatu. Em busca de outros horizontes, sete anos depois Tomoo muda-​­se para a capital paulista para trabalhar e estudar, quando inicia o aprendizado de desenho e pintura. Aprimorando seu dom natural para a pintura, cursa a Escola de Belas Artes, de 1932 a 1935, onde recebe ensinamentos do professor Paulo Lopes de Leão. Paralelamente, desenvolve também atividades como jornalista. Com um grupo de amigos

— os pintores Higaki, Tanaka, Takahashi, Ta­ kao­k a e Tamaki e os jornalistas Yoshio­mi Kimura e Kikuo Furuno — participa da cria­ção, em 1935, do Grupo Seibi, que tinha como objetivo reunir os pintores nipo-​­brasileiros para compartilhar ex­pe­r iên­cias e estimular debates em reu­niões semanais. No ano seguinte, rea­li­za a primeira mostra in­d i­v i­dual, no Nippon Club, passo ini­c ial de uma longa caminhada artística que durou mais de cinco décadas. Participou da I Bie­nal In­ter­ na­cio­nal de São Paulo (1951), do I Salão Paulista de Arte Moderna e do I Salão Na­cio­nal de Arte Moderna, no Rio de Janeiro, em 1952, e de mostra coletiva no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, em 1966. No ex­ te­r ior, no ano de 1965, suas obras fizeram parte da exposição Pintura Nipo-​­Brasileira A ­ tual em Washington, Oakland e Tóquio. Entre outras, teve mostras in­d i­v i­duais na Galeria Domus (1948), em quatro oportunidades no Salão Nobre da So­cie­da­de Brasileira de Cultura Japonesa (1976, 1979, 1983 e 1990), no

Em meio às comemorações dos 110 anos da imigração japonesa no Brasil, a Revista Abigraf reverencia a grande colônia nipo-​­brasileira através daquele que foi um dos seus mais talentosos, profícuos e atuantes pioneiros. Texto: Plinio Gramani

2

1 (página ao lado) Colheita de café I. Óleo sobre tela, 77 × 97 cm, 1952 2 Descanso. Óleo sobre tela, 46 × 60 cm, 1944

maio /junho 2018  REVISTA ABIGR AF

23


3

em 1995. Para estudar e apre­ciar as obras clássicas, no ano de 1956 viajou pelo Japão, França, Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal. Dominando as técnicas da pintura a óleo e aquarela, sua obra é um retrato fiel da presença dos isseis1 na paisagem rural brasileira, que aqui vie­r am sonhando construir seu futuro em uma nova pátria.

1  Naturais do Japão que emigram para as Américas 4

3 Mudança de caipira. Óleo sobre tela, 73 × 92 cm, sem data 4 Lavadeira do rio. Óleo sobre tela, 73 × 92 cm, 1957 5 Limpeza do campo. Óleo sobre tela, 51 × 61 cm, 1950

Nikkey Palace Hotel (1985) e no Banco de Tokyo, agência Campinas (1993). Realizou duas exposições especiais. Uma, em 1993, no Museu Histórico da Imigração Japonesa, com quadros elaborados nas décadas de 1940 e 1950, doa­dos ao acervo do museu, e outra, comemorativa do Centenário do Tratado de Amizade Brasil-​­Japão, na Pontifícia Universidade Católica de Campinas, 5

Todas as obras reproduzidas nesta matéria, assim como na capa e no sumário desta edição, pertencem ao acervo do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil.

24

MUSEU HISTÓRICO DA IMIGRAÇÃO JAPONESA NO BRASIL www.museubunkyo.org.br REVISTA ABIGR AF  maio /junho 2018


6

7

8

In­te­lec­t ual, profundo observador e dotado de rara sensibilidade, além de pintor, Tomoo Handa foi também escritor, lançando três livros no idio­m a japonês: Ainda Estou em Via­ gem (1966), no qual descreve os costumes brasileiros; O Imigrante Japonês – História de Sua Vida no Brasil (1970); e O Amor Nunca se Aca­ ba (1985), em homenagem póstuma à sua esposa. O livro O Imigrante Japonês, que narra a trajetória de adaptação e progresso dos seus con­ter­râ­neos pioneiros e é considerado o livro referência sobre a história da imigração japonesa no Brasil, teve a edição traduzida para o português lançada em 1987. Sobre Tomoo Handa, o professor titular de História da Faculdade de Filosofia, Letras

6 Residência do Uetsuka. Óleo sobre tela, 54 × 65 cm, 1962 7 Cartilha de língua japonesa. Aquarela, 48 × 16.5 cm, 1950 8 Pai e filho. Óleo sobre tela, 92 × 74 cm, sem data 9 Casal novo. Óleo sobre tela, 58 x 43, 1944

26 REVISTA ABIGR AF  maio /junho 2018

REVISTA ISSN 010 3•572X

ARTE & IN DÚSTRI

A GRÁFIC A • ANO X LIII • MAI O/JUN

HO 2018 • Nº 2 9 5

2018

e Ciên­c ias Humanas da Universidade de São Paulo e ex-​­presidente do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, no seu livro Sob o Signo do Sol Levante – Uma História da Imigra­ ção Japonesa no Brasil, Shozo Motayama, escreveu: “Em toda sua obra, seja como pintor seja como escritor, ele privilegiou a vida e os costumes do imigrante nipônico na terra brasileira que ele tanto amou. Graças ao seu esforço, podemos apreen­der a saga ingente e quase esquecida dos pioneiros vindos do longínquo país do Sol Levante para plantar a boa semente da sua cultura neste aben­çoa­do solo dos brasileiros”. Nascido em 22 de março de 1906, na província de Tochigi, Japão, Tomoo Handa faleceu no dia 1º de agosto de 1966, no Brasil.

295 MAIO/J UNHO

9

REVISTA ABIGRA F

PINTOR E ESCRITOR

NO PAÍS DO FUTEBOL A DO MUNDO COPA COMEÇA QUAN PANINI LANÇA DO O ÁLBUM OFICIAA L

MAIS DE 600 SEUS PROD MARCAS EXPÕEM UTOS NA SERIGRAF E INOVAÇÕES IA SIGN 2018

CAUTELA, RESP E PRODUTIVI ONSABILIDADE DADE NORT NOVAS AÇÕES EIAM DOS GRÁFI COS

Capa

Tomoo Handa. Família do lavrador. Óleo sobre tela, 112 x 160 cm, 1967


OKI C942

TONER

BRANCO CINCO CORES E UM MUNDO DE NOVAS

POSSIBILIDADES

CYAN

MAGENTA

+BRANCO 5+

AMARELO

PRETO

SAIA DOS LIMITES DO PAPEL BRANCO: IMPRIMA EM PAPÉIS COLORIDOS E ESCUROS. OFEREÇA AOS SEUS CLIENTES UM NOVO OLHAR PARA OS PAPÉIS ESPECIAIS E MULTIPLIQUE AS POSSIBILIDADES DE NEGÓCIOS COM AGÊNCIAS, ESTÚDIOS E PROFISSIONAIS DE CRIAÇÃO.

VÁ ALÉM DO PAPEL

C942

AMPLIE SUA OFERTA DE PRODUTOS RÓTULOS E ADESIVOS

UM EQUIPAMENTO COMPLETO PAPÉIS ESCUROS

• Especial para pequenas e médias tiragens • Impressão com 33cm de largura e até 132cm de comprimento • Toners de alta capacidade

PAPÉIS ESPECIAIS

PAPÉIS ESPECIAIS

www.oki.com/br/printing 11

3444.3524 / 3592 | EMAIL: marketing@okidata.com.br

@OKIDATABrasil


EXPOSIÇÃO

Serigrafia Sign FutureTextil tem mais de 40 novos expositores Com expectativa de receber 36.000 visitantes, procura pela feira sinaliza recuperação do mercado de sinalização. Texto: Tânia Galluzzi

28

Serigrafia Sign FutureTextil , maior feira de impressão para os mercados de serigrafia, comunicação visual e têxtil, abrirá as portas no dia  de julho para mostrar os produtos e lançamentos de mais de  marcas, o que significa um aumento de  em relação ao ano passado. O evento vai até o dia  no Expo Center Norte, em São Paulo. “O aumento da procura dos expositores é um forte indício de que o nosso setor já começa a dar sinais de recuperação. Os empresários reconhecem a feira como a principal vitrine do setor e que participar do evento é uma forma de se aproximar do mercado e fechar novos negócios”, comenta Li liane Bortoluci, diretora da feira. Entre os novatos está a Top Color Tintas. Para o diretor de marketing, Leandro Martins Domingos, a primeira participação trará credibilidade para a empresa, além de gerar novos negócios e clientes. “Somos REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

uma empresa relativamente nova, com quatro anos de atuação, e sempre pensamos em fazer parte da Serigrafia Sign, feira que recebe um grande número de visitantes qualificados”, explica. Além das mais recentes tecnologias, soluções e inovações, a feira conta ainda com uma série de atrações gratuitas e diversificadas voltadas para o aprimoramento profissional dos visitantes e para a competitividade do segmento. Entre os destaques estão o Fórum Serigrafia Sign FutureTextil, o Serigrafia em Ação, o Circuito de Impressão Digital Têxtil, o Decorexpress, a Sala de Crédito Fiesp/Abigraf/Sindigraf e o Sebrae Móvel. O Circuito, por exemplo, apresentará os sete pilares mais importantes do processo fabril digital têxtil que, quando executados de forma assertiva, fazem toda diferença no produto final e no resultado de vendas: pesquisa e mercado, tendência e foco da empresa, criação de produto e imagem, teste, pré-tratamento, impressão e pós-tratamento. Cada área será abordada por um especia lista, mostrando detalhes tanto na teoria quanto na prática. O Circuito, com  m², funcionará com visitas guiadas a cada uma hora, durante os quatro dias da feira. As pessoas poderão se inscrever para as visitas guiadas no local do

circuito logo que a feira abrir para garantir a participação. “As atrações paralelas são muito importantes para promover a profissiona lização de nosso setor. Os participantes terão acesso a conteúdos de extrema relevância, inovações e demonstrações práticas que vão impactar diretamente o seu negócio”, afirma Li liane Bortoluci. Para que os empreendedores possam ter uma noção melhor de como é a implantação de uma área digital têxtil, ao final do Circuito será apresentada uma mesa digital touch onde, por meio de um soft ware específico, será possível construir o layout de uma empresa real, conforme espaços prédeterminados, calculando custos e condições aproximadas. A ex periência é ideal para aqueles que pensam em ampliar o negócio abrindo uma área de impressão digital, já que ele conseguirá visua lizar quanto investirá em média e terá uma ideia do espaço físico necessário focando em melhores resultados. Veja nas páginas seguintes as principais novidades da feira. SERIGRAFIA SIGN FUTURETEXTIL 2018 25 a 28 de julho de 2018 4ª a 6ª feira – das 13h às 20h, sábado das 10h às 17h Expo Center Norte Inscrições: www.serigrafiasign.com.br/pt/home.html


Apresentamos aqui os principais produtos e lançamentos que o visitante verá durante o evento. Todas as empresas expositoras com participação confirmada até o dia 1º- de junho foram contatadas pela redação e constam desta lista as que enviaram as informações até a data de fechamento da publicação. pas do processo • Emulsões e químicos para limpeza e reaproveitamento de matrizes • Representação de importantes empresas mundiais no fornecimento de tecidos, acessórios e equipamentos. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

ADERE FITAS ADESIVAS Adere Produtos Auto Adesivos Estande E002 Estr. Municipal Valêncio Calegari, 2002 13181-905 Sumaré SP (19) 2104-0700 www.adere.com contato@adere.com PRINCIPAIS PRODUTOS

Fitas crepes: uso geral, pintura imobiliá ria e pintura automotiva • Dupla face permanente Adermax • Fitas dupla face de papel, poliés ter e polipropileno • Máscara de transferência • Fita dupla face Carpefix para fixação de carpete • Fitas de papel kraft.

Equipamentos da Grünig, como a emul sio na do ra G-Coat 406L, ideal para quadros de até 700 × 1.000 mm com emulsionamento simultâneo em ambos os lados, e a esticadora GStreach 202 Plus, uma solução eficiente e econômica para tensionar telas sem contato com o quadro. AKAD Akad Computação Gráfica Estande L012 Av. Francisco Matarazzo, 404, cj. 101 05001-000 São Paulo SP (11) 3829-7700 akad.com.br info@akad.com.br

soras digitais linha industrial Leve Elite (solvente e UV LED) e Elite FB (UV LED Flatbed) • Linha industrial New Targa XT e New Samba XT (solvente e UV LED). PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Impressora digital UV Led de cama plana Elite FB 2514HD. ANTALIS DO BRASIL Antalis do Brasil Produtos para a Indústria Gráfica Espaço Decor Express Av. João Paulo Ablas, 777 06711-250 Cotia SP (11) 4617-8600 www.antalis.com.br marketing@antalisbrasil.com.br

autoadesivas em PVC, E.V.A., polietileno • Adesivos transferíveis para laminação. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Equipamentos para fabricação de peças técnicas sob desenho nos mais variados tipos de materiais • Peças técnicas autoadesivas, utilizadas nos processos de fabricação das indús trias de móveis, automobilística, vidros, aparelhos eletrônicos entre outros. APLIKE Aplike Produtos Adesivos Estande K017 Av. Alda 1893 09910-170 Diadema SP (11) 4056-3977 www.aplike.com erica@aplike.com.br

PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Dupla face permanente Adermax XT100, altamente resistente e a mais forte do mercado. Fácil aplicação e alta performance na adesão, possui certificação ISO e garantia permanente. AGABÊ Agabê Tecnologia Indústria e Comércio Estande A044 R. Madre de Deus, 719 03119- 001 São Paulo SP (11) 2813-4600 www.agabe.com agabe@agabe.com

PRINCIPAIS PRODUTOS

Impressoras Novajet ecossolvente, solvente, sublimática, UV, CAD e têxteis • Plotters de recorte • Equipamentos de corte e gravação a laser Novacut • Tintas e suprimentos. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Impressora Novajet UV T1804GH rolo a rolo, largura máxima de impressão de 1,8 m, cabeças Ricoh GH2220, lâmpada UV Led, cores CMYK + branco. AMPLA IMPRESSORAS DIGITAIS Ampla Produtos de Comunicação Estande D006 Av. Maringá, 691 83324-432 Pinhais PR (41) 3525-9300 www.ampladigital.com.br

PRINCIPAIS PRODUTOS

A Antalis, multinacional francesa, presente em 43 países e quatro continentes, distribui papel, soluções de embalagem e produtos para comunicação visual. Nesta Serigrafia Sign patrocina o Decor Express com linhas de produtos de comunicação visual e embalagens, tanto rígidos como flexíveis. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Linha “Coala Magnético” para comunicação visual. São produtos de especialidades para impressão em grandes formatos, ideais para comunicação interna, pontos de vendas, alterações de layouts, decorações, entre outros projetos. APLASTEC Aplastec Plásticos Técnicos Estande M022 R. Joaquim Nabuco, 150 09530-120 São Caetano do Sul SP (11) 4221-6887 www.aplastec.com.br vendas@aplastec.com.br PRINCIPAIS PRODUTOS

PRINCIPAIS PRODUTOS PRINCIPAIS PRODUTOS

Ampla linha de produtos para serigrafia oferecendo soluções em todas as eta-

Impressoras digitais linha profissional ecossolvente Cromax, DX-Max e Signmax • Sublimação TX-Max • Impres-

Fitas dupla face adesivas em massa acrílica, PVC, polietileno, E.V.A., tecido-não-tecido, poliuretano • Fitas adesivas uso geral • Fitas para caixas de papelão • Fitas demarcação de solo • Fitas antiderrapantes •Fitas de vedação

PRINCIPAIS PRODUTOS

Mídias de impressão • Películas e papéis autoadesivos para o mercado de sinalização e serigrafia • Vinis para revestimento e decoração • Máscaras de transferência • Vinis para recorte • Filmes de laminação. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Aplimage: midias de impressão digital • Vinil blockout branco removível • Linha de poliéster ouro e prata para impressão digital • Aplikdecor: revestimento decorativo, cimento queimado, corten, concreto, pastilha pedra preta • Vinil destrutível, casca de ovo, para fabricação de etiquetas de segurança com garantia de inviolabilidade. ARCONVERT Fedrigoni Brasil Papéis Estande F065 R. A. Ovídio Rodrigues, 105 13213-180 Jundiaí SP (11) 4525-5250 www.arconvert.com.br comercial@arconvert.com.br PRINCIPAIS PRODUTOS

Adhoc JET, material para impressão • Rolos de PVC autoadesivos para PLVs, expositores, publicidade promocional e decoração • Adhoc Guard: películas para laminação • Adhoc Mount: pelícumaio /junho 2018

REVISTA ABIGR AF

29


las para montagem em papel ou filme não autoadesivo • Adhoc Plott: plottfilms para corte e marcação • Filme com efeito de vidro esmerilado/jateado. ARKOM PRODUTOS PARA COMUNICAÇÃO VISUAL WT Comércio de Produtos Importados Estande G061 R. 13 de Maio, 95 45000-795 Vitória da Conquista BA (77) 3028 1685 www.arkom.com.br adm@arkom.com.br

(31) 3368-4000 www.clear.ind.br faleconosco@clear.ind.br

PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Máquinas de corte e gravação a laser: Acrila, Dua Pro com spia e Id laser. BG SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS BG Soluções Tecnológicas Estande K029 R. Lopes Teixeira, 179 91380-420 Porto Alegre RS (51) 30137272 www.bgsolucoes.com.br bg@bginfo.com.br

PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Xuli cabeça Xaar 1201 de alta resolução • Tintas Holi linhas ecossolvente e sublimação. PRINCIPAIS PRODUTOS

Mesa de corte Zünd • Impressoras para tecido Kornit.

30

REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

Papel A4 Ink • Papel A4 Ink reciclado • Papel e tinta de sublimação OX • Folhas de E.V.A. • Lona • Vinil • Insumos diversos para comunicação visual. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Papel A4 Ink reciclado, sustentável • Papel e tinta de sublimação OX, tintas com cores intensas e excelente rendimento; papel de baixa gramatura e economia garantida com redução de até 25% de tinta. CM COMANDOS LINEARES CM Comandos Lineares Estande E074 Av. Engenheiro Alberto de Zagottis, 760 04675-085 São Paulo SP (11) 5696-5000 www.cmcomandos.com.br comercial@cmcomandos.com.br

PRINCIPAIS PRODUTOS

Equipamentos HP • Tintas, suprimentos, lonas, vinil e substratos rígidos para impressão digital • ACM • Fitas adesivas • Policarbonato • Silicone. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

BR GROUP Brambatti Importação e Representação Estande E044 Av. João Klauck, 1388 93950-000 Dois Irmãos RS (51) 3564-5331 www.brgroup.com.br contato@brgroup.com.br

DEMAK SOUTH AMERICA Demak South America Tecnologia para Resinas Estande C034 Av. Antônio Gazzola, 1001, 3º andar, sala 3-B 13301-916 Itu SP (11) 4013-0335 www.demakgroup.com sales@demaksouthamerica.com

Equipamento Zund G3 dotado do sistema OCC, automatiza a leitura de todos os registros em uma única captura e aumenta consideravelmente a produtividade da máquina.

Letra caixa, fabricada nos mais variados tipos de materiais, como: PVC, MDF, acrílico, chapa galvanizada, aço inox polido/escovado, latão, cobre e outros • Totens • Luminosos.

Máquinas de pequena e média potência para corte, gravação, marcação e microusinagem a laser.

PRINCIPAIS PRODUTOS

DAY BRASIL Day Brasil Estande E026 Av. Pref. João Vilallobo Quero, 2253, Ed. Pinus, 3º e 4º andares 06422-122 Barueri SP (11) 3613-7744 www.daybrasil.com.br marketing@daybrasil.com.br

PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

PRINCIPAIS PRODUTOS

PRINCIPAIS PRODUTOS

Void • Destrutível • Policarbonato • Poliéster para serigrafia • Máscara de proteção • Vinil para impressão digital • Perfurado. Poliés ter com liner livre de bolhas e destrutível transparente.

Plotters Xuli Epson DX5 e Xaar1201 • Tinta ecossolvente Holi.

AUTOMATISA LASER SOLUTIONS Automatisa Sistemas Estande K046 R. Paulino Pedra Hermes, 2628 88110-694 São José SC (48) 3034.9500 www.automatisa.com.br info@automatisa.com.br

PRINCIPAIS PRODUTOS

PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

PRINCIPAIS PRODUTOS

ARTE NOBRE LETRAS Arte Nobre Ind. Com. e Serviços de Comunicação Visual Estande L022 Estrada São Marcos, 669 06814-010 Embu das Artes SP (11) 4783-4863 www.artenobre.com artenobre@artenobre.com

www.cmybrasil.com.br caroline@cmybrasil.com.br

Solução de impressão e recorte HP Látex 115, composta por dois dispositivos, oferece impressão e corte simultâneos em um único fluxo de trabalho integrado.

PRINCIPAIS PRODUTOS

Fabricante de soluções de energia e líder em proteção contra distúrbios, fornece energia senoidal limpa, estabilizada e filtrada, livre de interrupções, ruídos, picos e oscilações. Atendimento 24 horas durante todos os dias. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

PRINCIPAIS PRODUTOS

Equipamentos Firejet • Tintas Triangle para impressão digital. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Firejet Jet Race i, impressora digital solvente com 3,20 m de largura e até 300 m²/h. CLEAR Clear Indústria de Papéis Estande F062 Rua dos Lírios, 318 32150-230 Contagem MG

Nobreaks (UPS) Solution S2, com potências monofásicas de 2 a 15 kVA e tecnologia DSP, capaz de processar milhões de amostragens por segundo. Um dos destaques da linha Solution é a forma de onda senoidal, com estabilização de tensão de saída de 1%, recomendada para as mais exigentes cargas sensíveis. CMY BRASIL CMY Comercial Plásticos e Películas Estande E005 R. Brigadeiro Galvão, 313 01151-000 São Paulo SP (11) 3488-6363

PRINCIPAIS PRODUTOS

Produz equipamentos e resinas. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Linhas automáticas completas e soluções customizadas, dedicadas para lidar com todo o processo do cliente: carregamento e abastecimento automáticos, desgaseificação automática, dosagem automática de resina e forno de cura para secagem das peças.


TRADIçÃO em

ImpRImIR

ResulTADOs ATRAçÕes

Serigrafia SIGN FutureTEXTIL 2018, mais completa feira de tecnologias e soluções de impressão para os mercados de serigrafia, comunicação visual e têxtil.

fÓRum seRIgRAfIA sIgn fuTuReTeXTIl 4 dias de conteúdo intenso, com palestrantes renomados.

DeCOReXpRess

fÓRum DO ACRÍlICO

Infinitas possibilidades que as técnicas de impressão oferecem para a decoração de interiores.

Dicas práticas para alavancar os seus projetos de comunicação visual com o uso do acrílico.

seRIgRAfIA em AçÃO

sAlA De CRéDITO fIesp, ABIgRAf e sInDIgRAf

Oficina criativa com demonstrações práticas de todo processo serigráfico.

Oportunidade de se relacionar com as instituições financeiras parceiras e conhecer formas de financiamento.

CIRCuITO De ImpRessÃO DIgITAl TêXTIl

seBRAe mÓVel

Passo a passo da produção de uma estamparia digital têxtil.

Orientações para abertura de empresa e para quem busca um novo posicionamento no mercado.

/seRIgRAfIAsIgn

Inscreva-se agora mesmo em

www.serigrafiasign.com.br

Apoio

RITM0077696_Anuncio_Serigrafia_Visitacao_210x280.indd 1

05/06/2018 14:19


DEVITOR MÁQUINAS J.J. da Silva Máquinas Estande A001 R. O Constitucional, 177 13060-504 Campinas SP (19) 3381-7601 www.devitormaquinas.com.br jailsonjota@hotmail.com

materiais de até 50 mm de espessura, como: foam, borracha, tapetes, papelão alveolar, acrílico, MDF, ACM. DSI DSI Sistemas de Impressão Estande H054 Rodovia ERS 324, km 19 99670-000 Ronda Alta RS (54) 3364 1555 www.dsionlline.com.br administracao@dsionline.com.br

PRINCIPAIS PRODUTOS

Lona de PVC espalmada com 450g/m² até 5m largura • Lona laminada brilho e fosca • Tecidos Flag, front e back • Linha Decor para decoração de interiores • Vinil adesivo brilho e fosco. FANTASTIC BRINDES RBL Promocional Estande A011 Rua Coração de Bugre, 352 02945-010 São Paulo SP (11) 3901-5526 www.fantasticbrindes.com.br fantastic@fantasticbrindes.com.br

PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Maquina de transfêrencia de papel sublimação para tecido (roll to roll). GLOBAL QUÍMICA & MODA Global Brasil Tecnologia em Química e Moda Estande E006 R. Estela Borges Morato, 225 02722- 000 São Paulo SP (11) 3676-1400 www.gqm.com.br comercial@gqm.com.br

PRINCIPAIS PRODUTOS

Produtos plásticos em geral: copos, copos com tampa e canudo, coqueteleira, canecas, taças, squeezes, cofres, espelho de bolsa, ioio, frisbee, baldes de pipoca, óculos de sol, porta comprimidos. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS PRINCIPAIS PRODUTOS

PRINCIPAIS PRODUTOS

Máquina aplicadora de ilhós: para ilhós zero aba alta, pneumática, fura e aplica o ilhós simul ta nea men te • Carregador para 300 ilhóses, mesa com regulagem de altura • Regulador da distância entre os ilhóses • Aplicadoras de ilhós nos tamanhos 0, 45, 50, 51 e 54 • Solda banner 1,0 metro. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Solda banner de 1,0 m ou 1,5 m: resistência de 10 mm, entrada de energia 220V, dimensões 1.300 × 1.100 × 600 mm, peso 40 kg, grande abertura para passagem da lona, facilitando a solda. DIGIGRAF SOLUÇÕES PARA IMPRESSÃO Digigraf Distribuidora Comércio e Serviços Estande H006 R. Soares de Avellar, 894 04306-020 São Paulo SP (11) 55855505 www.digigraf.com.br digigraf@digigraf.com.br

Equipamentos de sublimação F9370 e F6200 • Equipamento de comunicação visual S40600. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Epson SureColor F9370, último lançamento da marca japonesa para impressões sublimáticas, no setor têxtil. Conta com novo sistema de impressão e estrutura mais robusta • Impressão direta no tecido de algodão F2100. EMBAPLAN Embaplan Embalagens Planejadas Estande O032 R Antonio Vera Cruz, 344 02555-010 São Paulo SP (11) 3855.2388 www.embaplan.com.br valter@embaplan.com.br

Linha v3 e v4 de filmes de recorte e impressão • Material para impressão direta (OBM) • Papéis para sublimação. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Impressora offset digital HP Indigo • Impressoras de grande formato HP Látex e HP Scitex FB • Cortadora automática Fotoba • Mesa de corte iEcho • Vinil autoadesivo Avery Dennison • Suprimentos originais HP. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

32

Mesa de corte iEcho, com automação no corte e velocidade máx. de 1,5 m/s e precisão de 0,1 mm. Se destaca pela grande variedade de ferramentas. Corta REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

FREMPLAST TINTAS FS Guarú Indústria de Tintas Serigráficas Estande F006 R. Eduardo Froner, 460 07243-590 Guarulhos SP (11) 2849-6960 www.fremplast.com.br fremplast@fremplast.com.br PRINCIPAIS PRODUTOS

Fabricação e distribuição de tintas, vernizes, equipamentos e insumos para linha gráfica, serigráfica e digital • Linha completa de tintas e auxiliares para todo segmento serigráfico • Linha de tintas para impressão digital sublimática e solvente. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

PRINCIPAIS PRODUTOS

PRINCIPAIS PRODUTOS

Taça bicolor exclusiva no mercado, desenvolvida e patenteada pela Fantastic Brindes. O mecanismo da taça possibilita a haste ser de cor diferente do bojo. Opções de cores translúcidas e fechadas, com capacidade de 550 ml. É ideal para drinks feitos de gins, vodkas, vinhos, sucos e bebidas em geral.

Power Film V4, Power Film Total Print V4, OBM Impressão Direta, filmes que demandam menor temperatura na aplicação e facilidade no recorte. ENDUTEX BRASIL MG Endutex Brasil Estande H028 Estrada Municipal José Geraldo Aparecido Fisgao, 1559 37640-000 Extrema MG (51) 995938801 filipe.guimaraes@endutex.com.br

Tinta digital solvente Neon • Impressora para sublimação digital CS1802 com 2 cabeças de impressão • Tintas em bag de 2 kg para diversos tipos de impressoras e a linha de pequenos formatos •Linha têxtil: tintas para corrosão e linha completa de ecológicos isentos de metais pesados • Ftalatos. GLITTER Glitter Internacional Trading Importação e Exportação Estande D044 R. Canatiar, 06 02314-110 São Paulo SP (11) 3637-0081 www.glitterdigital.com jujmarcolongo@gmail.com PRINCIPAIS PRODUTOS

Máquina de impressão digital de grande formato • Máquinas de corte a laser • Máquinas de recorte automáticas • Laminadoras automáticas.

PRINCIPAIS PRODUTOS

Impressoras para sublimação • Impressora para impressão direta Epson SureColor F2000, faz impressão direta em camisetas de algodão de todas as cores • Impressora eco-solvent • Impressora de etiquetas • Tintas originais Epson • Papéis para sublimação Neenah Coldenhove • Tintas sensient • Tintas Xennia. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Impressora sublimática Epson SureColor F9370 (2 cabeças). GRÁFICA KWG KWG Indústria Gráfica Estande I016 Rua Forte da Ribeira, 350 08340-145 São Paulo SP (11) 2741-5699 www.revendakwg.com.br marketing@graficakwg.com.br PRINCIPAIS PRODUTOS

Da papelaria corporativa à promocional, a Gráfica KWG trabalha com um completo port fólio de impressos gráficos, tais como: cartões de visita, flyers, fôlderes, cadernos corporativos, calendários, papéis timbrados, revistas, banners, adesivos, entre outros. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Linha de cartões de visita com acabamento em hot stamping, disponíveis nas opções prata e dourado, proporcionando ainda mais destaque e sofisticação aos impressos. GRAMONN CONFECÇÕES Vanderlei Rodrigues Campinas Estande B068 Rua Euclides Arruda de Almeida, 61 13060-735 Campinas SP (19)3223-6393 www.gramonn.com.br gramon.ro@terra.com.br PRINCIPAIS PRODUTOS

Camisetas para personalização em poliés ter próprio para sublimação, com grande variedade de modelos e cores, pronta entrega. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Camiseta para sublimação.


HD INK HD Ink Comércio de Produtos Estande G055 R. Mil Oitocentos e Vinte e Dois, 593 04216-000 São Paulo SP (11) 3456-3206 www.hdink.com.br vendas@hdink.com

PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Padronagens: tijolos, cimento queimado, madeira de demolição e madeira carvalho, entre outros.

PRINCIPAIS PRODUTOS

Tintas sublimáticas, ecossolventes, UV e tintas corante para o segmento de impressoras jato de tinta pequenos e grandes formatos. HP BRASIL HP Indústria e Comércio de Equipamentos Eletrônicos Estande H018 Al. Xingu, 350, iTower, 8º andar 06455- 030 Barueri SP (11) 3064-5000 www.hp.com.br contato@showroomhp.com.br

PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Impressora e recortadora HP Látex de 1,37 m e 1,62 m. IMPRIMAX AUTO-ADESIVOS Imprimax Auto-Adesivos Estande D018 R. Karan Simão Racy, 49 04257-110 São Paulo SP (11) 2101.4244 www.imprimax.com.br igor@imprimax.com.br

PRINCIPAIS PRODUTOS

Impressoras e cortadoras HP Látex e toda a versatilidade de impressão da tecnologia com impressão de qualidade em vários tipos de mídias: lona, vinil adesivo, tecido, papel fotográfico, papel sem tratamento, papel sintético, revestimento de parede, filme backlit, couro sintético e muitos outros.

PRINCIPAIS PRODUTOS

Gold Max • Color Max • Digimax.

IS SUPRIMENTOS IS Suprimentos Importação e Comércio de Materiais Xerográficos Estande N056 R. Marco Aurélio, 720 05048-000 São Paulo SP (11) 3832-1972 www.issuprimentos.com.br vendas@issuprimentos.com.br

PRINCIPAIS PRODUTOS

Tinta sublimática Isonik ST-E44 para cabeças Epson • Tinta reativa Isonik RT-K13 para cabeças Kyocera.

PRINCIPAIS PRODUTOS

Guilhotinas • Encadernadoras Hot Melt • Envernizadoras UV • Termolaminadoras • Montadoras de álbum • Máquinas de corte a laser • Grampeadeiras elétricas • Canteadeiras elétricas.

J-TECK GLOBAL J-Teck Global Tintas Digitais Estande L038 R. Panamá,333 88.338-185 Balneário Camboriú SC (47)3267-8400 www.j-teck3.com.br vendas@j-teck3.com.br

PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Máquinas de corte e gravação a laser. JC DIGITEX JC Comércio de Suprimentos para Impressão Digital Estande J027 Rua Larival Gea Sanches, 547 02409-000 São Paulo SP (11) 22033641 www.jcdigitex.com comercial.br@jcdigitex.com

PRINCIPAIS PRODUTOS

Comercialização de tintas sublimáticas digitais Globaltech: maior rendimento, tecnologia e cores fortes • Plotters, papel, toalhas e tecidos brancos, chips e cartuchos para sublimação digital • Suporte técnico e atendimento especializado.

SOLUÇÕES MAX FILM PARA EMBALAGENS Seladoras manuais e automáticas

Há 30 anos no mercado, atendemos: • Linha industrial, comércio e serviços • Alimentícia • Supermercado

Filmes PVC e poliolefínico

• Gráfica e têxtil • Distribuidores • Automobilística, fios e cabos

• Brinquedos • Linha cosmética • Linha doméstica Entre outros

MAX FILM INDÚSTRIA DE PLÁSTICOS Telefones (11) 2412-0176 2482-4700 2682-0056 www.maxfilm.com.br comercial@maxfilm.com.br 33 maio /junho 2018

REVISTA ABIGR AF


UV Led com recorte integrado para a produção de rótulos e etiquetas, displays e protótipos, largura até 1,60 m e até sete cores• 3DUJ-553, primeira impressora colorida 3D do mundo permite impressão de mais de 10 milhões de cores através de impressão UV e cura UV-Led. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Tintas Globaltech: melhor rendimento e uma marca própria da J-Tech Global Tintas digitais. MATBRINDES Matbrindes Comércio de Brindes Estande D072 R. Carneiro Leão, 180 03040-000 São Paulo SP (11) 3227-1253 www.matbrindes.com.br vendas1@matbrindes.com.br

NEOPLAS K1 Ferramentaria e Fabricação de Utensílios de Plásticos Estande BC050 Rod Br 101, Km 54 89213-215 Joinville SC (47) 3438-6970 www.neoplas.com.br neoplas@neoplas.com.br

PRINCIPAIS PRODUTOS

Chaveiros em metal • Mosquetões • Etiqueta resinada •Resina • Pin • Argolas. METALNOX Metalnox Indústria e Comércio Estande G060 R.José Theodoro Ribeiro 89258-001 Jaraguá do Sul SC (47) 2107-4959 www.metalnoxmaquinas.com.br maquinas@metalnoxmaquinas.com.br

PRINCIPAIS PRODUTOS

Calandras para sublimação • Impressora digital • Prensas térmicas • Prensa para etiquetas em rolo • Polimerizadeiras/estufas • Dobradeira. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Calandra eCMD450 destinada a sublimação de tecidos sintéticos com o menor custo operacional, com maior velocidade de produção de até 6 metros por minuto. MIMAKI BRASIL Mimaki Brasil Comércio e Imp. Estandes G018 e G034 Av. Doutor Luis Rocha Miranda 177 04344-010 São Paulo SP (11) 3207-0022 www.mimakibrasil.com.br marketing@mimakibrasil.com.br PRINCIPAIS PRODUTOS

Soluções para comunicação visual, têxtil e industrial, com impressões em diversos substratos, como em PVC, vinil, canvas, papel sintético, entre outros • Equipamentos em solvente, UV, látex • Equipamentos para impressão direta em tecidos ou até mesmo sublimação.

34

PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Impressoras UCJV150-160 e UCJV300 REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

www.indcontorno.com.br contato@indcontorno.com.br PRINCIPAIS PRODUTOS

Fabricação de painéis triedro em escala industrial. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Painel triedro com fonte controladora digital. POTENCIAL LASER Potencial Laser Importadora e Exportadora Estande L056 Rodovia João Leopoldo Jacomel, 11672 83320-382 Pinhais PR (41) 30337715 www.potenciallaser.com contato@potenciallaser.com

PRINCIPAIS PRODUTOS

Utensílios plásticos para vários segmentos • Copos personalizados. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Copo Chantilly Plus com tampa em formato de chantilly e canudo com anel travador, possui parede dupla, produzido em PS cristal, reciclável, resistente e livre de BPA. OKI Oki Data do Brasil Informática Estande D054 Av. Alfredo Egídio de Souza Aranha, 100, bloco C, 5º andar 04726-170 São Paulo SP (11) 3444.3500 www.oki.com/br/printing cristiane.borato@okidata.com PRINCIPAIS PRODUTOS

C711WT, impressora A4 com toner branco • C941 DN, impressora A3 com toner branco e clear • Pro8432WT, o menor equipamento A3 com toner branco • Pro6410 NeonColor, impressora A4 com toners neon • C942DN, impressora A3 com toner branco e flexibilidade de mídias coloridas. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Impressora Pro6410 NeonColor, primeira no Brasil a realizar impressão com toner neon. O equipamento liberta as empresas criativas dos limites do espectro CMYK, permitindo a impressão em até 250 g/m² de cores em neon • Impressora A3 Pro8432WT com toner branco, ideal para transfer, permitindo a personalização individualizada. PAINÉIS TRIEDRO CONTORNO GIMENEZ Gimenez & Gimenez Estande O022 R. José Gabriel, 1322 98700-000 Ijui RS (55) 3332 7418

ROLAND DG Roland DG Brasil Ind. Com. Estande L029 Rua San Jose, 780 06215-862 Cotia SP (11) 3500-2600 www.rolanddg.com.br michelle.fernandes@rolanddg.com.br

PRINCIPAIS PRODUTOS

Máquinas de gravação e corte a laser CO ² • Router CNC • Impressora digital • Dobradeira acrílica profissional • Plotter de recorte • Prensa térmica • Tintas • Materiais • Peças e acessórios. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Impressora UV 6090 com tecnologia de impressão a jato de tinta piezoelétrico, com cura Led UV e 8 cores + verniz. Aplicação em vidro, acrílico, metal, plástico, madeira, couro etc. PSG PEÇAS E SUPRIMENTOS GRÁFICOS Marimaq Indústria e Comércio Estande B043 R. Joinville, 140 a 86990-000 Marialva PR (44) 3232-8555 www.psgsuprimentos.com.br tracocromia@hotmail.com

PRINCIPAIS PRODUTOS

Equipamentos para impressão digital ecossolvente • Equipamentos para impressão e recorte digital ecossolvente • Equipamentos para impressão digital UV • Equipamentos para impressão digital sublimática • Tintas. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Equipamentos linha Truevis SG- 540 e VG- 640. SATURNO TINTAS Saturno Ind. de Tintas e Representações Comerciais Estande E061 Av. São Paulo,10 09892-330 S. Bernardo do Campo SP (11) 4174-7200 www.saturno.com.br vendas@saturno.com.br PRINCIPAIS PRODUTOS

Tintas para impressão digital base solvente de baixo odor (Eco), UV, UV Led e sublimática para cabeças de impressão Ricoh, Konica, Minolta, Xaar, Panasonic, Epson • Tintas para impressão serigráfica: têxtil, vinílica, polietileno, epóxi, UV, UV Led • Tintas para pintura industrial pulverizadas atóxicas. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Impressora digital UV Led híbrida e tinta ecossolvente, de baixo odor, para o mercado de grandes formatos. SCMÍDIA SUPRIMENTOS Blutrade Import. & Exportação de Produtos Gráficos Ltda. Estande L043 R. Johann G. H. Hadlich, 950 89032-400 Blumenau SC (47) 3340-0157 www.scmidia.com.br marketing@scmidia.com.br PRINCIPAIS PRODUTOS

Stargloss: vinis para impressão digital,

PRINCIPAIS PRODUTOS

Laminadora BOPP • Guilhotinas • Plastificadoras Polaseal • Canteadeira • Mesa de montagem de capa dura • Furadeira • Vincadeira. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Mesa de montagem de capa dura.


tecido de poliéster para impressão, papéis fotográficos e especiais para sublimação • Intercoat: vinis para impressão e coloridos para sinalização e recorte; máscaras para aplicação de recortes • Tintas para impressão digital Marabu • Impressoras digitais Roland. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

MídiaShift, equipamento destinado a facilitar o armazenamento e a troca de mídias nos equipamentos de impressão digital. Armazena até 8 rolos e permite a troca de mídias de impressão em poucos segundos • Prosign: vinis coloridos da Intercoat, indicados para recorte e sinalizações e decoração. SERTHA BRINDES Sertha Indústria e Comércio de Brindes Estande A034 R. Alesso Baldovinetti, 261 02555-000 São Paulo SP (11) 3952-1500 www.sertha,com.br sertha@sertha.com.br PRINCIPAIS PRODUTOS

VICM-19, máquina de transfer com sensor de temperatura diretamente no rolo e trava de segurança, grava mais de 500 produtos. É a única nas normas brasileiras de segurança NR10 e NR12 • Produ-

tos Cromia gravação 360°: baldes, pipoqueiras, copos • Squeezes com tampas de diversas cores • Copo long drink 320 ml jateado • Caneca chopp 450 ml. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Máquina Transfer VICM-19: produz baldes, coolers, canecas, canecas de chopp e caneca com gel • Squeezes 300 ml, 500 ml e 750 ml com tampas de diversas cores. SILMAQ Silmaq Comércio de Máquinas e Equipamentos Estande C018 R. República Argentina, 2025 89050-173 Blumenau SC (47) 33214444 www.silmaq.com.br silmaq@silmaq.com.br

PRINCIPAIS PRODUTOS

Máquinas de estamparia digital e silk • Bordados e corte a laser. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Tajima Sai, máquina de bordado de uma cabeça. SINTEGLAS ACRÍLICOS E COLAS ESPECIAIS Sinteglas Ind. e Com. de Resinas e Plásticos Estande M056 R. Olaria, 77 07223-260 Guarulhos SP (11) 2412-4490 www.sinteglas.com.br vendas@sinteglas.com.br PRINCIPAIS PRODUTOS

Chapas acrílicas especiais • Chapas acrílicas dupla-camada Rowmark para

corte e gravação a laser • Colas para acrílico e plásticos PETG • PVC expandido • Policarbonato e polies tireno • Aces sórios para colagem • Fitas dupla-face especiais • Pigmentos para fabricação de acrílicos. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Chapas acrílicas dupla- camada Rowmark especial para corte e gravação a laser • Router em diversas cores e padrões especiais. SPMEDIA SPMedia Comunicação Visual Estande D034 R. Joaquim Murtinho, 122 01123-050 São Paulo SP (11) 3313-1731

VEM AÍ O 22º ANUÁRIO ÚNICO E CONFIÁVEL DIRETÓRIO DO SETOR, O ANUÁRIO BRASILEIRO DA INDÚSTRIA GRÁFICA É FONTE PERMANENTE DE CONSULTA DOS EXECUTIVOS E COMPRADORES DO MERCADO GRÁFICO.

JUNTE-SE A ESTES ANUNCIANTES JÁ CONFIRMADOS • Abril • Agfa • ALFB • ArtSim • Bignardi • Bobst • Bronz’Art • Congraf • DruckChemie • Fujifilm • Furnax/Komori • Gonçalves • GreenPacking • International Paper • Lamimax • Leograf • Lis • MaisType • MBSet/Prolam • Miruna • MP Brasil • Policrom • Posigraf • Quimagraf • Rami • Referência • Veramar • Weilburger

IE! A N U N C MARCA,

A OS NHA SU MANTE TOS E SERVIÇ TE N U A D R PRO A DU IDÊNCI EM EV DO O ANO. TO

LIVRO DE REFERÊNCIA DA INDÚSTRIA GRÁFICA NACIONAL, O ANUÁRIO TRAZ A CADA ANO O EXCLUSIVO BANCO DE DADOS DAS GRÁFICAS E FORNECEDORES DE TODO O PAÍS.

(11) 3159.3010 editoracg@gmail.com

CREDIBILIDADE HÁ 22 ANOS

maio /junho 2018

REVISTA ABIGR AF

35


www.spmedia.com.br atendimento@spmedia.com.br PRINCIPAIS PRODUTOS

Lonas: frontlight, backlight, perfuradas, BO e 1.000 × 1.000 mm • Vinis: promocional, opaco, blockout e perfurado • Papéis: fotográfico, sintético, de parede • Tecidos: canvas, poliéster até 3,20 LG, backlight, glastic • Filmes: backlight, clear film e filme de laminação • O maior port fólio nacional de mídias para impressão inkjet. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Vinil opaco 0,10 • Papel fotográfico Semimatte 140g • Papel fotográfico Satin Glossy 200 g • Tecido backlight • Papel sintético.

minação • Equipamentos: impressoras solvente, sublimática, impressão direta em tecido, etiquetas e rótulos, tecnologia UV e equipamentos de corte e gravação a laser.

PRINCIPAIS PRODUTOS

Soluções Epson em provas digitais, sinalização, fotografia e sublimação • CtP térmico e impressoras print on demand da Screen • Mesa e plotter de recorte digital da Summa • Scodix • CtP da Amsky •Impressoras Konica Minolta • Impressoras Oki. TRODAT & TROTEC GROUP Trodat GmbH Estande L061 Linzer Strasse, 156 Wels Áustria (+43) 7242-239-975 www.trodat-trotec.com reinhard.kulterer@trodat-trotec.com

SZPRINTER DIGITAL & PARTS Giovanna Saladino Garcia Estande C081 R. Ambores, 250 04319-110 São Paulo SP (11) 55632602 www.szprinterdigital.com.br contato@szprinter.com.br

PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Tinta brilho/fosco em bags de 2 litros para máquinas Océ Arizona UV, tem como principal recurso ser fosca e brilhante • Tinta Semi- Flex, permite dobras em áreas de tinta de até 90° sem rachaduras. UNITRAMA SOLUÇÕES PARA COMUNICAÇÃO VISUAL RDU Comércio de Produtos para Comunicação Visual Estande H044 R. Pioneiro José dos Santos, 44-C 87065-440 Maringá PR (44) 3013-1777 www.unitrama.com.br cristhian@unitrama.com.br

Impressora Durst Rho P10 160, a mais versátil e produtiva impressora industrial da categoria. Impressoras de grandes formatos Epson: linha solvente, sublimática, impressão direta em tecido • Cutlite do Brasil: máquinas de corte, gravação e perfuração a laser. A VinilSul é o único representante oficial da marca no País. VP MÁQUINAS VP Arte, Indústria, Comércio e Serviços Estande O028 R. Francisco Coimbra, 270 03639-000 SP SP (11) 2647-4916 www.vpmaquinas.com.br vendas@vpmaquinas.com.br

PRINCIPAIS PRODUTOS

Carimbos autotintados • Almofadas e refis para carimbos • Tintas • Máquinas, insumos e consumíveis para fabricação de carimbos de texto, datadores e numeradores • Equipamentos a laser para corte, gravação e marcação em diversos materiais • Insumos e consumíveis para laser e router.

PRINCIPAIS PRODUTOS

PRINCIPAIS LANÇAMENTOS PRINCIPAIS PRODUTOS

Cabeças de impressão Epson, Konica, Spectra, Seiko, Xaar, Ricoh • Máquinas de recorte, impressão, corte laser • Peças para manutenção de plotter de impressão • Tintas solvente, ecossolvente, UV, sublimáticas • Solução de limpeza • Acessórios para rebobinar a impressão (take-up system) •Bulk ink system com ou sem bolsa •Filtro de tinta, dampers. T&C T & C Treinamento, Consultoria e Comercial Estande G006 Av. Valdemar Ferreira, 159 05501-000 São Paulo SP (11) 2177-9400 www.tecshopping.com.br vendas@tecshopping.com.br

R500, máquina de corte a laser industrial, conta com suporte brasileiro, treinamento, garantia e peças no Brasil. TUCANO EQUIPAMENTOS Tucano Equipamentos Estande A053 R. 5 esquina com Rua Pouso Alto, 1537 74525-020 Goiânia GO (62) 3233-8282 www.tucanoequipamentos.com.br vendas@tucanoequipamentos.com.br PRINCIPAIS PRODUTOS

Prensas térmicas • Calandras sublimáticas • Equipamentos para estamparia. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Calandra sublimática Flex Sistem. Estaremos também no projeto Serigrafia em Ação.

Peças e tintas para impressoras UV Arizona Océ Canon • Tintas sublimáticas • Ecossolvente linha Galaxy. REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

Lona para impressão digital • Chapas de ACM, PVC expandido, acrílico, plastionda, poliestireno, policarbonato alveolar e compacto • Adesivos para impressão digital e recorte eletrônico • Tinta para impressão digital. VINILSUL VS Suprimentos Estande E034 R. Brasílio Itiberê, 2210 80230-050 Curitiba PR (41) 3207-0800 www.vinilsul.com.br rachelborba@vinilsul.com.br

ULTRAQUALITY INKS LM Perilo Estande K051 Av. Ver. João Fernandes da Silva, 551 08576-000 Itaquaquecetuba SP (11) 4642-4500 www.ultraqualityink.com.br anderson.perilo@outlook.com PRINCIPAIS PRODUTOS

36

PRINCIPAIS PRODUTOS

Máquinas de dobras para transformação de material termoplástico desde 30 cm até 2,00 m de comprimento, com capacidade de dobra para materiais de 1 a 25 mm de espessura • Máquinas de colagem, gabaritos, tupias, politriz e suprimentos como polidores, massas e esferas de algodão e malha para um perfeito acabamento. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS

Mesa gabarito Mega 1000 para colar, tupiar e polir acrílicos • Dobradeira DVP 600 mm 1/6 fios para exportação. Ideal para aperfeiçoar e agilizar dobras, com baixo consumo de energia. Faz diferentes dobras em chapas de 1 a 25 mm ou em variados ângulos. Disponível em diferentes versões de largura de boca com ou sem base. WUTZL Wutzl Sistemas de Impressão Estande D005 R. Silvestre Vasconcelos Calmon, 330 07020-001 Guarulhos SP (11) 2475-4233 www.wutzl.com.br vendas@wutzl.com.br PRINCIPAIS PRODUTOS

PRINCIPAIS PRODUTOS

Suprimentos: vinis, lonas, papéis, tintas, rígidos, chapas de ACM, refletivos, LEDs e assessoria em projetos de ilu-

Máquinas para tampografia, hotstamping, heat-transfer, puncionadeiras • Automação voltada para sistemas de impressão • Jato de tinta para decoração • Kit-revelação para fabricação de clichês • Fitas hot-stamping • Tintas para tampografia e serigrafia • Tampões de silicone.


1 ano!

9001

EMPR E

EMPR E

EMPR E

IS O

IS O

9001

CERTIFICA SA

DA

9001

CERTIFICA SA

DA

IS O

CERTIFICA SA

DA

EM

www.robertostrauss.com.br

e bons motivos para comemorar

IS O

Av. Dr. Alberto Jackson Byington 3015 06276-000 Osasco SP (11) 3658.4500

www.bmfgrafica.com.br

9001


GESTÃO

Hamilton Terni Costa

Análise do Relatório Drupa: uma visão mundial da indústria de impressão

D

e maneira inteligente a Messe Düsseldorf, organizadora da Drupa, encomenda e emite anualmente, desde 2014, dois tipos de relatórios sobre a indústria gráfica mundial. O Global Trends, mostrando o desenvolvimento econômico e de mercado, e o Drupa Global Insight, apresentando mudanças estratégicas no setor de mídia impressa. O primeiro desses insights foi sobre o impacto da internet na impressão, o segundo sobre aplicações que geram crescimento no setor e, recentemente, uma visão geral sobre a tecnologia inkjet. Na sequência dessas excelentes análises foi publicado em abril deste ano o quinto Global Trends com uma ava liação de empresas gráficas e fornecedores sobre 2017 e projeção da indústria. Vamos analisá-lo mais amiúde, fazendo também referência aos anteriores além das visões estratégicas. Primeiro, uma consideração sobre a base de pesquisa desses relatórios. Ela é composta a partir de empresas visitantes da Drupa. Em uma tentativa de ser mundial, os pesquisadores buscam empresas em todos os continentes e regiões, o que não significa, necessariamente, que reflitam, estatisticamente falando, as proporções de cada uma dessas regiões. Por ser rea lizada a partir da Europa e, seguramente, por ser o continente com maior número de empresas visitantes da feira, nota-se um certo acento europeu nas avaliações por conter mais respondentes da região em detrimento de outras regiões também importantes. Ainda assim procura-se manter, ao que se vê da descrição da pesquisa, uma preocupação em buscar contatos globalmente, o que é bem salutar. Outro aspecto é sobre a composição das empresas respondentes de pesquisa a pesquisa. Percebe-se que há uma variação de perfil da amostra em cada relatório. Não se pode dizer que aqui também se mantém o que seria uma adequação estatística atendendo aquilo que seria a real

38 REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

participação de segmentos gráficos dos respondentes, ou seja, maior participação de impressores de embalagens ao invés daqueles de impressão funcional, por exemplo. Ao final, em alguns quadros, essa assimetria, por assim dizer, pode até resultar em alguns pontos além ou abaixo da curva. São críticas válidas do ponto de vista de uma pesquisa com mais ortodoxia, mas que, de forma alguma, tira o mérito e o intuito de sua rea lização. Certamente, as prováveis variações estão dentro de um possivelmente aceitável desvio padrão. Vale, isso sim, por sua vitalidade e frescor, dado que lida diretamente com os protagonistas que fazem e constroem esse incrível setor de impressão. Setor cada vez mais presente e importante, a despeito de toda a avalanche de carga sobre sua extinção, seja, para muitos, pela inevitável substituição pelo mundo digital, seja, para muitos outros, pela sua vilania destruidora da natureza, uma falácia e blasfêmia própria de quem só repete o que ouve sem saber as razões. Feitas essas considerações, o que nos trouxeram os relatórios e o que nos traz esse último, visando a uma projeção do mercado para este ano? Seguramente de todos os cinco relatórios já feitos, este é o que apresenta a mais positiva projeção de melhoria de negócios do ponto de vista das empresas. Sem dúvida, reflexo da melhoria das condições econômicas em nível global, América do Norte à frente. O interessante é observar que as projeções futuras das empresas quase sempre não se convertem em rea lidade, pelo menos na mesma proporção, o que mostra um otimismo ou esperanças acima dos fatos concretos. (ver quadros ao final) No entanto o que mais chama a atenção em todos os relatórios já feitos é a tendência efetiva de diminuição de margens e redução de preços, compensados por aumento da utilização de equipamentos e maior faturamento. Ou seja, a pressão por custos é uma constante e seguramente os


Vejam a seguir nos quadros o resumo do quinto relatório Drupa Global Trends

39 maio /junho 2018  REVISTA ABIGR AF


^

^

40 REVISTA ABIGR AF  maio /junho 2018


menos produtivos não conseguem suportar esse ritmo. O mesmo quadro se observa independente da es­pe­cia­li­za­ção da empresa, dentre os quatro tipos pesquisados: Co­mer­c ial, Embalagem, Edi­to­r ial e Fun­cio­nal. Essa última categoria ganhando expressão, embora, comparativamente às outras, seja representada por um número bem menor de empresas. Os produtos ofertados pelas empresas desse segmento, em per­cen­tual de oferta, são: materiais para decoração/aplicação em paredes, 41%; tecidos, 28%; 3D, 23%; impressão de eletrônicos, 12%; cerâmica, 7%; e outros, 47%, mostrando o quanto fragmentado e diversificado é esse novo segmento. Outro destaque se refere à mudança na combinação dos trabalhos em 2017. Em resumo, pode-​ s­ e dizer que, de forma geral, as mé­dias de tiragem caí­ram para as impressões convencionais, embora tenham subido na utilização da impressão digital que, por sua vez, já trabalha com tiragens menores. Os prazos de execução se encurtaram, com maior destaque para a impressão con­ven­ cio­nal, ao mesmo tempo que o número de trabalhos aumentou. Dados que só confirmam as ten­ dên­c ias que vêm sendo observadas há tempos. As mé­d ias de tiragem vêm caindo e os prazos de entrega se encurtando, ou seja, mais trabalhos de menor tiragem em prazos cada vez mais curtos. Qua­dro que, sem dúvida, favorece as tec­no­lo­g ias de impressão digital. Em relação a investimentos em tec­no­lo­g ias, mantém-​­se um quadro que vem se repetindo nos últimos re­la­tó­r ios, ao se examinar cada segmento pesquisado. No segmento Co­mer­cial, a maior inversão está em equipamentos digitais de folha, cor e toner. Ainda que o offset se mantenha com boa performance, resguardando sua posição de processo ainda predominante em todo o setor. No segmento de Embalagens, a predominância da flexografia sobre o offset, tendência mais do que confirmada. No segmento edi­to­r ial ainda predomina o offset mas há um crescimento importante da impressão digital em toner, embora não apareça nessa pesquisa a importância que as rotativas inkjet vêm ganhando, es­pe­cial­men­te na produção de didáticos. Essa falta, sem dúvida, está re­la­cio­na­da à base da amostra da pesquisa a que nos referimos antes. No novo segmento Fun­cio­ nal predomina, como se imagina, a impressão inkjet de grande formato, ganhando muito espaço em relação ao silk ­screen. O crescimento do inkjet é tão relevante, que a própria Drupa acaba de editar um relatório específico sobre essa tecnologia mostrando que seu crescimento é rápido

pro­por­cio­nal­men­te à impressão digital, ou seja, há uma transição não só de offset para o inkjet, mas também de digital toner para inkjet. Há alguns pontos adicionais que o relatório também mostra e que valem a pena ser destacados. Um, é a resposta das empresas em relação aos principais obstáculos que veem ao seu crescimento. Tal como se deu em re­la­tó­r ios an­te­r io­res à citação, na média dos setores de maior competição no mercado, com 52%, e falta de vendas, com 43%, são as mais destacadas, seguidas de falta de gente com habilidades adequadas. Falta de investimento, falta de condições financeiras e falta de novos serviços vêm na sequência. Esses percentuais va­r iam de segmento a segmento. Falta de vendas representa somente 29% para os de embalagem, enquanto significa mais de 50% para o segmento co­mer­cial. A rea­ção a essas perspectivas é, de forma geral, o aumento de produtividade e a busca de novos serviços que possam adi­cio­nar valor ao faturamento. Na questão da produtividade, a redução de pes­soal e a busca de equipamentos mais produtivos foram as principais respostas, seguidas de aumento de integração de sistemas. Na questão de novos serviços há uma va­r ie­da­de em cada segmento, indo de serviços de logística e in­ven­ tá­r ios em Embalagem a dados variáveis em Co­ mer­cial, serviços de premídia em Edi­to­r ial e web-​ t­ o-print em Co­mer­cial e Fun­cio­nal. Nesse último item, por sinal, a média mun­d ial de utilização de web-​­to-print está si­tua­da na pesquisa em 27% das empresas, com maior significância na América do Norte, tendo índice de 50% das empresas, e somente 10% na América do Sul, Brasil incluso. Por outro lado, ao responder sobre as tec­no­ lo­g ias disruptivas que podem afetar o setor nos próximos cinco anos, a questão da automação e as re­la­cio­na­das à indústria 4.0 foram as mais citadas, com quase 45%, seguidas da integração da impressão com tec­no­lo­gias cross-m ​­ edia, com 34%; uso e gestão de Big Data, com 31%; e uso de 3D, com 24%. Não deixa de ser uma visão oportuna e antenada do que está a caminho e, na rea­li­da­de, já em processo de implantação em empresas de ponta. Enfim, o retrato da indústria gráfica mun­dial mostrado nesse quinto relatório Drupa, aponta para uma indústria com melhores resultados e em processo de adaptação às novas demandas e ainda em busca de serviços complementares que possam manter as empresas no negócio, mesmo que não sejam especificamente de impressão. Vale uma leitura atenta e comparativa com a rea­li­da­de de cada um.

Hamilton Terni Costa hterni@anconsulting.com.br é diretor da AN Consulting, www.anconsulting.com.br e diretor para América Latina da APTech (antiga NPES)

maio /junho 2018  REVISTA ABIGR AF

41


Ingram Image

MERCADO

Indústria gráfica ensaia retomada de investimentos Impulsionada pelos sinais positivos que a economia começou a dar a partir do final de 2017 e pela necessidade de ganhar eficiência e diferenciação, gráficas começam a tirar os projetos da gaveta. Porém, a paralisação dos caminhoneiros em maio evidenciou a fragilidade do panorama nacional. Texto: Tânia Galluzzi

42 REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

O

s primeiros números do ano apontavam para um cenário promissor. Na expectativa da ExpoPrint Latin America , a indústria gráfica avançava encorajada pela retomada na demanda, mais acentuada em alguns nichos, ainda tênue em outros. E então maio chegou, trazendo uma crise sem precedentes no abastecimento, provocada pela greve nacional dos caminhoneiros, que durou  dias. O impacto foi sentido por todos. O volume de papelão ondulado expedido em maio caiu , em comparação ao mesmo mês em , e , ante abril, de acordo com a Associação Brasileira de Papelão Ondulado (ABPO), contra um aumento de , nas vendas do produto registrado em abril diante de abril do ano

passado. A indústria de celulose assinalou perda de  mil toneladas, segundo a Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), e de  mil toneladas de papel. Na ponta, o Índice Geral de Preços –  (IGP-) subiu , em junho, maior alta mensal em quase três anos. Ainda não se sabe por quanto tempo se arrastarão os reflexos da mobilização dos caminhoneiros, e temos pela frente um quadro político ainda indefinido. Se antes eleição era, para o gráfico, sinônimo de produção cheia, hoje a incerteza política faz com que empresá rios e consumidores mantenham o pé no freio com relação a gastos futuros. Apesar dessa conjuntura, os investimentos no setor gráfico anunciados no primeiro quadrimestre indicam uma evolução do empresário.


De acordo com Eduardo Sousa, gerente de marketing da Agfa e ex-presidente da Afeigraf, hoje o gráfico está muito mais criterioso na hora de disponibilizar seus recursos. “Ele tem uma visão clara de onde e como quer chegar, está mais sereno na análise do investimento e menos disposto a se endividar, mesmo porque o crédito continua retraído.” Essa percepção é compartilhada por Paulo Faria, diretor geral da Koenig & Bauer do Brasil. “O empresário investe com responsabilidade. Isso é fato. Ele é absolutamente cauteloso, o cálculo é feito nos detalhes. Houve época em que o gráfico investia por vontade de ter determinado equipamento à disposição da sua gráfica. Isso acabou. O investimento é feito para atender a demanda sugerida pelo cliente ou para produzir a disrupção proposta pela gráfica.” Para o executivo, a aplicação de recursos em novos equipamentos e sistemas tem sido motivada pela necessidade de aumentar a produtividade e reduzir custos, além da busca pelo valor agregado. ADEQUAÇÃO

A necessidade de diferenciar-se e, especialmente, de ajustar-se aos contornos do mercado, levou José Luiz Lermen, diretor da Rex Embalagens, de Nova Candelária, no Rio Grande do Sul, a investir R$  milhões em uma nova impressora offset meia folha e na estrutura necessária para dar conta do equipamento. A meta é fazer mais em menos tempo, respondendo à redução nas tiragens no segmento de embalagens. “Desafiamos a Koenig & Bauer a customizar a máquina para que tivéssemos o setup mais rápido possível e já estamos produzindo, com essa aquisição, três vezes mais do que conseguíamos com a impressora desativada”, afirmou José Lermen. Dando vazão aos pedidos de menor volume, a nova máquina, instalada no final de março, também libera as outras duas impressoras folha inteira para a produção de tiragens maiores. Além da offset com alto grau de automação, a Rex, que converte cerca de  toneladas de papel por mês, atualizou a pré e a pós-impressão e calcula em cinco anos o retorno sobre o investimento. Com a atua lização do parque gráfico, o empresário pretende aumentar sua penetração no mercado de embalagens de papel- cartão e microondulado para o segmento de autopeças, que responde por  de sua receita, e avançar no setor alimentício.

As baixas tiragens também foram o alvo do Grupo Print Laser ao investir R$  milhões em duas impressoras digitais da HP, uma delas rotativa, linhas de acabamento, treinamento, software e contratação de funcioná rios. Em , o Grupo Print Laser faturou R$  milhões e atualmente imprime mais de  bilhões de páginas mensalmente, sendo  milhões com tecnologia digital. No final de março, quando o acordo comercial foi anunciado, a expectativa era chegar a  milhões até o final de . “Nossa meta de crescimento é dobrarmos o faturamento até . Com as impressoras digitais vamos crescer  em receita já em  e dobrar a nossa margem ebitda1 em relação a ”, afirmou Aristeu Batista, presidente do Grupo Print Laser, na época. Na toada da flexibilização da produção para baixas tiragens, a Bartira adquiriu, em abril, uma impressora digital da Konica Minolta. Tradicional gráfica de São Paulo, a Bartira foi fundada em  e nos primeiros  anos dedicouse aos produtos comerciais. A partir da década de , no entanto, passou a focar seu trabalho na produção de manuais técnicos. Foi quando começaram a surgir as oportunidades para ingressar no segmento editorial. “Nestes anos sempre procuramos otimizar as tiragens, nos especia lizando na impressão de baixo volume. A tendência é termos mais livros de temas específicos, em quantidades menores, que podem ser facilmente reimpressas”, analisou o diretor Adriano José Souza Assis. Com isso surgiu a chance de investir de modo mais intensivo na tecnologia digital. “Temos uma média de  livros por tiragem, o que não é viável em offset. A solução foi buscar novas tecnologias, e agora queremos dar um novo passo com o e-commerce e a impressão sob demanda.” Na Digipix, o gatilho para a compra de um novo equipamento foi a diferenciação. A empresa, pioneira no segmento de foto álbuns, adquiriu uma nova impressora digital da HP para elevar a qualidade de seus produtos fotográficos. “Começamos nossa caminhada com a HP Indigo há mais de  anos e com o tempo transformamos completamente nossos negócios. O objetivo é melhorar continua mente a qualidade para nossos clientes”, afirmou Marco Perlman, fundador e CEO da Digipix. 1 Earnings Before Interest, Taxes, De pre ciation and Amor tization”, em português, “Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização”.

43 maio /junho 2018

REVISTA ABIGR AF


CERTIFICADORA

Baluarte consolida atuação no setor gráfico

Organismo certificador que assumiu a ABTG Certificadora em 2017 atua no setor gráfico e também em outras áreas da indústria. Texto: Tânia Galluzzi

Aline Rodrigues, diretora de certificações da Baluarte, e Claudinei Pereira, gerente de negócios

44

BALUARTE www.baluartecertificadora.com.br REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

D

esde que a ABTG Certificadora encerrou suas atividades, no ano passado, o setor gráfico nacional carecia de uma organização com know-how específico para o segmento. Essa lacuna agora está coberta pela Ba luar te Certificações e Ava liações, que assumiu integralmente as funções e a totalidade dos clientes da ABTG Certificadora, permanecendo inclusive com a mesma equipe técnica, entre auditores e especia listas em certificação e processos gráficos. Acreditada pela Coordenação Geral de Acreditação (Cgcre) do Inmetro, a nova empresa atua em auditorias, homologação de fornecedores e pr incipalmente nas certificações de sistemas de gestão, processos e produtos, incluindo participação em comitês de normalização. Afora o setor gráfico, a Ba luarte possui ex pe riência em áreas como agronegócios, alimentos, educação, serviços públicos, saúde e segurança, saneamento e brinquedos. De acordo com Aline Rodrigues, diretora de certificações da Ba luar te, a NBR  – Sistema de Segurança para Produção de Documentos Confidenciais, é hoje a certificação mais buscada pela indústria gráfica, seguida de perto pela ISO , a mãe de todas as normas, como brinca Aline, justamente por estabelecer um sistema de gestão da qualidade. Diferente de outros setores da economia, que possuem normas compulsórias, na indústria gráfica a busca pelas certificações é motivada principalmente pelo cliente, que considera a certificação como um critério de ava liação na escolha do fornecedor de produtos impressos. “Mas, em alguns casos, a certificação acaba se tornando obrigatória por constar de editais

públicos, como vem ocorrendo com os impressos de segurança. Daí a maior procura pela NBR ”, afirma Aline. Atuando como auditora e consultora há  anos, ela fez parte da ABTG Certificadora desde o seu início, em , participando inclusive de sua estruturação. MAIOR SEGURANÇA PARA AS GRÁFICAS

A padronização do processo produtivo e a consequente elevação da produtividade e redução de erros é outra alavanca para as certificações. “A falta de padrões faz com que a gráfica assuma a culpa por qualquer problema que aconteça com o impresso, mesmo os oca sionados por especificações incorretas ou erros dos próprios clientes. Nesse sentido, a certificação pode significar a redução do pre juí zo e a maior satisfação dos clientes.” A Ba luarte tem sido procurada também por empresas do segmento de rótulos e etiquetas, que buscam atender à demanda por elementos de segurança em materiais cujo uso visa atestar a autenticidade ou a inviolabi lidade dos produtos. “Esse movimento vem, por exemplo, dos mercados pet, cosmético e far macêutico, que têm sido alvos fequentes de falsificações”, declara Claudinei Pereira, gerente de negócios da Ba luar te. Além da NBR  e da ISO , para o setor gráfico a Ba luar te oferece certificação nas normas ISO  (Sistema de Gestão Ambiental), ISO - (Tintas Gráficas), NBR NM ISO  – Parte  e a Parte  (Controle de Processos e Separação de Cores, Prova e Impressão), entre outras relacionadas a produtos como papéis, itens escolares e editoriais, sistemas para provas virtuais; chapas de impressão offset livre de processamento químico etc.


Your tranquility is a result of our quality.

Sua tranquilidade o you. Discovery out where we cané help

resultado da nossa qualidade

transforme your NósWe transformamos seudream sonho a reality on eminrealidade no paper. papel.

NÓS COLOCAMOS CORES NA SUA REALIDADE com toda qualidade do material impresso.

“The quality do of paper the printing process “A qualidade papel eand o processo de impressão são nossas prioridades para a melhor entrega.” are our priorities for the best delivery.”

Venha conhecer a cor da nossa qualidade. Tiago Diretor executivo Tiago Ferrentini Ferrentini - Executive director

Revistas Targeted segmentadas magazines

Jornais e Newspapers Tablóides Tabloids

Livros Didatic Didáticos books

Catálogosand e Catalogs anuários yearbooks

Papel Paper reciclado recycled

We transforme your dream in a reality on paper.

Para mais informações ligue 11para 2065 0766 For more information, call uspara on +55 11112065 0766 Para mais informações, ligue 2065.0766 ou envie um email orcamento@referenciagrafica.com.br or drop us an- email orcamento@referenciagrafica.com.br

ou envie um email para orcamento@referenciagrafica.com.br

For maiores more information, call ligue us onpara +5511112065 20650766 0766 Para informações ou envie um e-mail orcamento@referenciagrafica.com.br or drop uspara an email orcamento@referenciagrafica.com Rua François Coty,228 228| |Cambuci, Cambuci,SãoSão Paulo | Brazil | www.referenciagrafica.com.br Rua François Coty, Paulo - SP- SP | Brasil | www.referenciagrafica.com.br

Rua François Coty, 228 | Cambuci, São Paulo - SP | Brasil | www.referenciagrafica.com.br RuaRua François Coty,Coty, 228228 | Cambuci, São Paulo - SP |-Brazil François | Cambuci, São Paulo SP

www.referenciagrafica.com.br www.referenciagrafica.com.br


RÓTULOS

Concentrada no segmento de rótulos, a empresa conseguiu atravessar a fase mais aguda da crise apostando na inovação e agora volta a investir. Texto: Evanildo da Silveira

Rami prepara-se para a retomada

C

riada como uma pequena tipografia em Jundiaí (SP), a Gráfica Rami completa  anos em dezembro próximo como uma empresa reconhecida pela qualidade e excelência de seus produtos — exclusivamente rótulos — e, por isso mesmo, uma das mais premiadas. Ao longo de sua história, venceu  vezes o Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini, desempenho atribuído à estratégia de trabalhar pela melhoria e inovação constantes de seus produtos e processos. “Para manter a qualidade de nosso port fólio, rea lizamos um trabalho de muita prospecção”, diz José Carlos Rizzieri, diretor superintendente da Rami. “Nós viajamos o mundo todo fazendo visita a fábricas de máquinas e equipamentos, e outras gráficas no exterior. Também vamos a muitas feiras do setor. Com isso, nos mantemos antenados com o que há de melhor no nosso segmento e procuramos implementar aqui.”

46

De acordo com ele, a empresa é especializada na produção de rótulos nos mais variados substratos, entre papéis couché, metalizados, laminados, sintéticos e filmes (PP e BOPP). “Utilizamos processos com avançada tecnologia, que atendem aos segmentos das indústrias de bebidas, alimentos, produtos petroquímicos, brinquedos, uten sí lios domésticos, móveis plásticos, baldes, potes, frascos e de higiene e limpeza”, diz. “Oferecemos produções di ferenciadas, com alto padrão de qualidade, com uma equipe de profissionais sintonizada com o que há de mais evoluído no setor.” NOVIDADES A VISTA

No aspecto econômico e financeiro, o segredo do sucesso da Rami, segundo Rizzieri, está na estratégia de prospectar novos negócios continuamente. “É um trabalho permanente na empresa, procurando produtos inovadores, atenta ao que surge de

(E/D)Marcos Eugênio Ribeiro, diretor comercial; Amarildo Estivaneli, diretor industrial; José Carlos Rizzieri, diretor superintendente; Gelson José Gasparotto, diretor de negócios e Fernando Virgilio Rizzieri, diretor de projetos, no Prêmio Fernando Pini em 2015.

REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

oportunidade”, declara. “Nesse momento, inclusive, temos novos ne gó cios em gestação, mas ainda não posso revelar quais são.” Hoje a empresa está instalada numa área construída de . m², com cinco impressoras de cinco, seis e oito cores, todas com unidade de verniz UV e IR . Com  funcionários, a gráfica tem capacidade de impressão de  ton/mês, em gramaturas médias de  g/m². Com tal estratégia, embora tenha sido difícil, a Rami conseguiu enfrentar a crise sem muitos prejuí zos “Sempre mantivemos a cliente la, sem reduções significativas das nossas atividades, justamente por conta das inovações”, explica Rizzieri. “Atuamos num mercado mais restrito, no qual há poucos competidores. Isso permitiu que atravessássemos esse período com um pouco mais de tranquilidade.” O diretor afirma que a Rami acredita na retomada do crescimento da economia. Por isso, deflagrou um programa de investimento da ordem de R$  milhões, objetivando preparar a gráfica para a retomada da demanda. Os recursos serão aplicados na aquisição de maquinário para impressão e acabamento. Na avaliação de Rizzieri, o desempenho da economia nacional foi ra zoável em janeiro e fevereiro, muito fraco em março e abril, e com um pequeno alento em maio. “Acreditamos que a partir de julho haverá uma retomada, um aquecimento, até por conta do final do ano, seguindo a tradição do setor, com um segundo semestre melhor do que o primeiro.” GRÁFICA RAMI www.ramiprint.com.br


HIGH GLOSS HOT STAMPING GLITER

SOFT TOUCH

Explore todas as possibilidades Termolaminação

Verniz UV High Gloss

Hot Stamping

3D - Prata Fosco - Alto Brilho Soft Touch Scuff Free

Brilho - Fosco Gliter Texturizado

Metalizado Holográfico Pigmentado

55 11 2698-6400 ATENDIMENTO 24 HORAS

lamimax@lamimax.com.br - lamimax.com.br Rua Lopes Coutinho 151 – Belenzinho – São Paulo-SP

AnuncioAbigraf.indd 1

17/04/2018 11:14:12


EVENTO

Segunda edição do evento, em agosto, se debruçará na cadeia de produção das embalagens em seus vários aspectos.

INSCRIÇÕES www.apsfeiras.com.br/congressoabtg

48 REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

Congresso de Tecnologia Gráfica discutirá a embalagem

C

om bons índices de crescimento e fundamental para a sociedade, a embalagem está no centro da discussão da segunda edição do Congresso Inter nacional de Tecnologia Gráfica, iniciativa da Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica (ABTG) em parceria com a APS Marketing de Eventos. O congresso ocorre no dia  de agosto, das h às h, no Milenium Centro de Convenções, em São Paulo. Especia listas do Brasil e do exterior tratarão dos aspectos da produção da embalagem: a relação com o meio ambiente, o uso como ferramenta estratégica de marketing, inovações tecnológicas, integração de diferentes processos de impressão, como as gráficas estão se preparando para atender às atuais demandas dos donos de marca, entre outros assuntos.

O objetivo desta edição do Congresso Inter nacional de Tecnologia Gráfica é atrair um público ainda maior e mais diversificado, indo além dos empresários gráficos e de conversão e atingindo também compradores de embalagem e profissionais e estudantes da área de design. Por conta de sua importância dentro da sociedade, o mercado de embalagem segue registrando resultados positivos. Porém, os fabricantes e designers de embalagens têm que se preparar para novos desa fios, alerta Manoel Manteigas de Oliveira, diretor técnico da ABTG. “Certamente um desses desafios é tornar as embalagens mais amigáveis ao meio ambiente. As embalagens devem ser, tanto quanto possível, reutilizáveis, recicláveis e biodegradáveis. Além de proteger e identificar os produtos, muitas embalagens devem cumprir papel decisivo no marketing dos produtos”. Outro aspecto relevante, cita Francisco Veloso Filho, presidente da ABTG, “é a constante busca das empresas por redução de custos e aumento de produtividade. Avanços tecnológicos em equipamentos, materiais, ferramentas para integração da produção e outros devem estar a serviço dessas demandas. No Congresso Internacional de Tecnologia Gráfica serão apresentados conceitos que visam a uma produção altamente tecnológica, que prime pela eficiência e flexibilidade, sempre ligada à sustentabilidade”.


ESCOLAR 2018

Lojista pode ganhar repaginação de seu estabelecimento Promoção Escolar Reforma Sua Loja vai sortear a entrega e instalação de balcões, vitrines, estantes e outros móveis a um visitante-lojista que tenha estabelecimento com até 70 m². Principal feira do segmento de produtos para papelarias, escolas e escritórios acontece de 5 a 8 de agosto.

lém de conhecer as principais tendências, entrar em contato com lançamentos de grandes marcas e assistir a palestras gratuitas voltadas ao varejo, os lojistas que visitarem a Escolar Office Brasil – Feira Internacional de Produtos para Papelarias, Escritórios e Escolas , de  a  de agosto, no Expo Center Norte, ainda concorrem a uma repaginada completa em seu estabelecimento. A promoção Escolar Reforma Sua Loja vai contemplar um visitante da feira — proprietá rio de estabelecimento comercial como bazar, papelaria, loja de brinquedos e de presentes, com a devida comprovação do CNPJ — que tenha loja de até  m². Para concorrer, basta cumprir esses requisitos, preencher o cupom no dia da visita e depositá-lo na urna instalada na entrada do evento. O sorteio acontece no último dia da Escolar,  de agosto, às  horas. O prêmio será entregue em até  dias e o representante comercial indicado pelo lojista no preenchimento do cupom será premiado com um smartphone.

A feira contará também com as Rodadas de Negócios, reuniões pré-agendadas, reservadas e exclusivas, nas quais participantes da Escolar apresentam seus lançamentos para novos e potenciais clientes especialmente selecionados. Nas Rodadas de Negócios da edição anterior, as  reuniões resultaram em mais de R$ , milhões de negócios imediatos e projetaram R$ , milhões para os  meses seguintes. Em outra ação paralela, expositores e lojistas convidados poderão assistir à palestra do economista Ricardo Amorim e enxergar de forma mais clara o atual cenário econômico. Falando sobre oportunidades e estratégias no varejo, Amorim vai mostrar como é possível aproveitar as brechas abertas pela recuperação econômica, apontar as tendências e ensinar como a tecnologia pode tornar as empresas mais rentáveis e competitivas. A Escolar Office Brasil deve reunir neste ano mais de  expositores e cerca de  marcas de artigos gerais para papelaria e bazar, mochilas, materiais escolares, informática e tecnologia, presentes, brinquedos didáticos, artesanato e produtos para escritório. ESCOLAR OFFICE BRASIL 2018 – 32ª- FEIRA INTERNACIONAL DE PRODUTOS PARA PAPELARIAS, ESCOLAS E ESCRITÓRIOS Data: 5 a 8 de agosto (domingo a quarta-feira) Horário: das 11h às 20h (exceto dia 8, das 11h às 18h) Novo Local: Expo Center Norte – Pavilhão Vermelho Promoção e organização: Francal Feiras Patrocínio: Abigraf São Paulo Apoio: Abfiae – Associação Brasileira dos Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares e de Escritório; Adispa – Associação dos Distribuidores de Papelaria; Brasil Escolar – Rede Nacional de Papelarias; e Simpa – Sindicato do Comércio Varejista de Material de Escritório e Papelaria de São Paulo e Região. Informações: (11) 2226-3100 Site: www.escolarofficebrasil.com.br Entrada gratuita e restrita aos profissionais do setor. maio /junho 2018

REVISTA ABIGR AF

49


FORNECEDOR

Oki Data mantém liderança no segmento A3 Há 21 anos no País, a filial brasileira da Oki representa, hoje, 58% do faturamento da empresa na América Latina e 18% da receita nas Américas. Texto: Evanildo da Silveira

pesar do cenário econômico adverso, a Oki Data chega ao seu º ano de Brasil com resultados a comemorar. Em , dos  representantes da empresa espalhados pelo País,  atuavam no segmento gráfico. Hoje, o quadro de revendedores praticamente dobrou e a participação dos representantes que militam no setor gráfico triplicou. “Fechamos o ano calendário de  mantendo a liderança no segmento de impressoras A1, com  de participação em unidades” — de acordo com a Inter national Data Corporation (IDC), empresa de pesquisa de mercado e consultoria —, conta Luiz Carli, diretor geral da Oki Data. Isso não quer dizer, no entanto, que a empresa não tenha enfrentado dificuldades. Carli informa que a indústria gráfica ainda representa os mesmos  da receita da Oki no Brasil registrados há seis anos. “A crise econômica que assolou o País durante os últimos anos afetou seriamente os investimentos em ativos”, lamenta. “Foram  trimestres de retração nesse componente do PIB e, pelo que sentimos, no segmento gráfico o efeito não foi diferente.” Mesmo assim, o gráfico ainda é o mercado de maior rentabilidade para a empresa. Segundo Carli, embora os efeitos negativos da crise econômica tenham levado a arrochos de preços, esse segmento, pelos volumes de impressão envolvidos e pela qualidade exigida pelos clientes, continua sendo a área de maior lucratividade e o foco da empresa tanto no Brasil quanto no exterior.

50

1 Segmento de 1 a 69 páginas por minuto, incluindo o mercado corporativo. REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

Nesse sentido, a estratégia segue calcada na divulgação da tecnologia de impressão digital da Oki, seja mostrando as aplicações que ela pode gerar ou pela transferência de conhecimento por intermédio de escolas de design e formadores de opinião. “Em termos de novos lançamentos, só posso dizer que em breve teremos novidades para a área gráfica”, afirma Carli. Com matriz em Dallas, no Texas, nos Estados Unidos, a Oki Data foi fundada em . Os principais clientes da empresa são gráficas de pequeno e médio porte que pretendem entrar no mercado de impressão digital ou aquelas que já atuam nessa área e querem ampliar seus portfólios por meio da impressão em mídias coloridas. Desde a sua fundação, a empresa tem investido na inovação de seu portfólio. A Oki começou produzindo sistemas de informação e caixas eletrônicos e depois lançou suas impressoras digitais. Em , a companhia fabricou sua primeira impressora LED.

Luiz Carli, diretor geral

OPÇÕES INOVADORAS

De acordo com o diretor, a empresa continua apostando em novas tec nolo gias. “Sempre buscamos inovações de forma a proporcionar a nossos clientes a produção de materiais di ferenciados, por meio de novos equipamentos. Graças a eles, mesmo gráficas pequenas podem hoje entrar no mercado de impressão digital e oferecer materiais que somente tecnologias mais caras permitiam anteriormente.” Como exemplo, o executivo cita a impressão com toner branco clear e neon, que abrem portas para novos negócios e para a criatividade. “Eles tornam possível a impressão direta em branco e em cores, em mídias coloridas e especiais em pequenas tiragens, além de acabamento similar ao verniz e o efeito de revelação sob a ação de luz ultravioleta, o que possibilita a utilização desse recurso como item de segurança.” De acordo com ele, os produtos da Oki Data se destinam àquelas empresas que desejam ampliar sua atuação por meio de produtos criativos e diferenciados. “Em conjunto com soft wares de impressão de dados e imagens variáveis, os equipamentos permitem a personalização, reduzindo a tangibilidade da precificação e viabi li zando negócios mais saudáveis.” OKI www.okiprintingsolutions.com


DRY NOW Secagem instantânea

0% VOC

As tintas LED•UV são ambientalmente “verdes”

LED•UV

Melhor compatibilidade com materiais

A cura para seus problemas de impressão

ecológico Nywgraf LED•UV

Rua Antônio Pinto Vieira 322 • Vila Espanhola • São Paulo • SP CE P 02566-000 Tel.: 11 2238 4200 • contato@nywgraf.com.br


SERVIÇO

Importe com segurança No estudo de viabilidade para aquisição de novos equipamentos, vale a pena considerar o investimento no seguro de transporte internacional. Texto: Evanildo da Silveira

52

O

transporte de máquinas importadas envolve uma série de riscos. Os equipamentos comprados no exterior pela indústria gráfica geralmente chegam ao Brasil de navio, numa viagem que pode durar até  dias. Primeiro, eles têm de ser transportados de caminhão da fábrica do exportador até um porto, então embarcados, navegar por milhares de quilômetros, serem desembarcados em solo brasileiro e de novo carregados em carretas até a empresa que as comprou. Como é de se imaginar, acidentes podem ocorrer nesse percurso. E para evitar prejuí zos, existe o seguro de transporte inter nacional. Uma das corretoras de seguro que oferece essa modalidade de cobertura no Brasil é a Contaget, empresa  nacional, com sede na cidade de São Paulo, atuando no mercado desde . Segundo seu diretor executivo, Alexandre Romero, o seguro de transporte tem como objetivo cobrir prejuízos causados a bens e mercadorias em viagens sobre a água, vias terrestres (rodoviárias e fer roviárias) e aéreas, ou em percursos que utilizam mais de um desses meios.

Alexandre Romero, diretor executivo da Contajet

REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

De acordo com Romero, o seguro de máquinas e equipamentos importados oferece diversas coberturas, das quais uma das que a empresa mais recomenda aos seus clientes é a chamada house-to-house ou porta a porta. “Ela cobre o produto desde a saída da fábrica no exterior até o seu destino final, que é a planta do cliente no Brasil.” Não são apenas as máquinas e equipamentos propria mente ditos que podem ser segurados, no entanto. Também podem ser garantidos, por meio de coberturas acessórias, o frete, os impostos e o lucro esperado. “No caso do frete, imagine que a máquina tenha chegado ao porto brasileiro e, ao ser desembarcada, o container em que ela está despenque do guindaste e dê perda total. O frete até o Brasil já foi pago e não será devolvido. Aí entra o seguro e cobre o prejuízo.” Se houver perda total depois de pagos os impostos — de importação, IPI, Cofins e ICMS — ou antes da máquina começar a operar (e gerar lucros), o importador também está coberto. Romero enumera as vantagens do seguro de transporte inter nacional de máquinas e equipamentos que a Contaget oferece: garante segurança para os bens importados; serviço de assistência de carga e descarga  horas; profissionais especia lizados para melhor atender e desenvolver apólices com condições e taxas adequadas às necessidades e aos riscos de cada empresa; e assessoria em sinistros. O baixo custo de seguro para a empresa importadora é outra vantagem apontada pelo diretor executivo da Contaget. “O valor depende muito do tipo de máquina que será transportada e da cobertura. Ele pode ser contratado somente para o equipamento ou para os acessórios (frete, os impostos, o lucro esperado). Em geral, o preço do seguro é cerca de , do valor do bem. Assim sendo, para uma máquina de R$ , milhão, o investimento no seguro será de R$ , mil, lembrando que o importador está coberto em todo o trajeto, independentemente de quem seja o causador do dano.”


Você sabia que o papel é feito de árvores plantadas exclu sivamente para essa finalidade? Todos os dias no Brasil são plantados o equivalente a cerca de 500 campos de futebol de novas florestas para a prod ução de papel e outros produtos.

O Brasil tem 7,8 milhões de hectares de florestas plantadas. As indústrias que usam essas árvores conservam outros 5,6 milhões de hectares de matas nativas. que o papel que vem Você gostará ainda mais de revistas impressas sabendo arte corretamente. de árvores plantadas, é reciclável e biodegradável. Desc Seja um consumidor responsável. Fonte: Relatório Ibá 2017, Indústria Brasileira de Árvores Two Sides é uma organização global, sem fins lucrativos, criada em 2008 por membros das indústrias de celulose, papel e comunicação impressa. Two Sides promove a produção e o uso responsável da impressão e do papel, bem como esclarece equívocos comuns sobre os impactos ambientais da utilização desse recurso. O papel, por ser proveniente de florestas certificadas e gerenciadas de forma sustentável, é um meio de comunicação excepcionalmente poderoso, de fonte renovável, reciclável e biodegradável.


HISTÓRIA VIVA

Marcos Ribeiro Marcos Ribeiro não sabe viver o universo profissional senão com intensidade. Foi assim nos 22 anos em que atuou no setor gráfico, suficientes para escrever seu nome na indústria brasileira de formulários. Tânia Galluzzi

S 54

Um metalúrgico no mundo gráfico

er levado pela vida nunca fez parte da cartilha de Marcos da Cunha Ribeiro. Paulistano, nascido em , ele planejou sua carreira passo a passo. Queria ser diretor de uma multinacional aos  anos e presidente aos . Para isso, investiu numa sólida formação. Graduou-se em Engenharia Mecânica pelo Mackenzie, em , em Economia, pela FEA /USP, em , especia lizando-se em Marketing Industrial em , pelo Instituto de Marketing Industrial (IMI), numa época em que esse conceito ainda era pouco discutido por aqui. Cumpriu seu plano com louvor, tornando-se diretor da Moore Brasil aos  anos e presidente aos . Ouvindo as pessoas certas,

trabalhando de  a  horas por dia e acreditando na eficácia de modernas ferramentas de gestão, Marcos contribuiu para a elevação da qualidade do formulário contínuo produzido no Brasil por meio de sua atuação na Moore e como líder setorial. Foi como estagiário na Villares e depois na Caterpillar que Marcos teve os primeiros contatos com o conceito de Qua lidade Total, cujos princípios moldaram definitivamente sua visão do universo da manufatura nos sete anos que trabalhou na Union Carbide. Em , Marcos foi chamado pela Moore Brasil, nome forte num segmento em plena ascensão, para montar uma fábrica de


equipamentos para pós-processamento de dados. A unidade foi estruturada, os primeiros equipamentos entregues, porém Marcos descobriu um erro crasso ao visitar uma feira: havia sido negligenciada a existência de um concorrente nacional, a Laurenti, que dominava  do mercado. “Fiz um estudo e mostrei que

era melhor fechar a fábrica do que seguir com a operação, e assim foi feito”, conta Marcos. O degrau seguinte, que o iniciou efetivamente no universo da impressão, foi a gerência industrial da planta da Moore em Santa Rita do Sapucaí (MG), assumida em fevereiro de . “Uma fábrica de for mu lários contínuos fez de

(Acima) Marcos Ribeiro, vice- presidente da Abraform, durante a realização da FormsTech 2002. Setembro 2002 (Ao lado) Grupo de diretores eleitos na Abraform para o triênio 1998/2001. (E/D) Em pé: Fernando Cezar Catib (Fortform), João Rubens F. Faria (P.C. Print), Jorge Luiz Pereira (Jel Print), Djalma Darú (Telos), Aristeu Batista (Print Laser) e José Carlos Baroni (Agaprint). Sentados: Ernesto Odilon Simões (BMK), Marcos da Cunha Ribeiro (Moore), 2º vice-presidente, Roberto Dimitrov (Fingerprint), presidente, Ricardo Marques Coube (Tiliform), 1º vice-presidente, e Luiz Wilson Teixeira da Silva (Interprint). Setembro 1998 (Abaixo) Membros da diretoria da Abraform participantes da FormsTech 2001: (E/D) Ricardo Coube, Heitor Vegas (Multiformas), Jorge Pereira (Jel Print), Ernesto Simões, João Rubens Faria, Roberto Dimitrov, Fernando Catib (Fortiform), Carlos Evandro (Print Press), Antonio Curi (Ibitirama) e Marcos Ribeiro. Junho 2001

55 maio /junho 2018

REVISTA ABIGR AF


adoção da nota fiscal eletrônica e a luta contra o Correio Híbrido, que dava aos Correios o monopólio de toda a cadeia produtiva, projeto que nunca saiu do papel. Na Moore, Marcos seguia também uma trajetória ascendente à medida que suas decisões no chão de fábrica tra ziam ganhos efetivos a ponto de tornar a operação brasileira uma referência. Manutenção preventiva e preditiva, círculos de qualidade, desperdício zero, aulas de Português e Matemática para que os operadores entendessem os manuais e acompanhassem a evolução tecnológica foram algumas das mudanças implantadas por ele. (Acima) Marcos Ribeiro e membros da comitiva da Moore na Drupa. Maio 2004 (Ao lado) Marcos, quando presidente da RR Donnelley Moore, em foto de dezembro 2004

um metalúrgico um gráfico”, brinca Marcos. Para o Sul de Minas Gerais ele mudou-se com a esposa, Cleonice, e os filhos Henrique e Denise. A mais nova, Aline, nasceria três anos depois. Na unidade, ele destacou-se ao implantar métricas de performance e princípios de qualidade total. O encontro com Fernando Bebiano, responsável pelo controle de qualidade das matérias-primas, foi decisivo e a sintonia imediata. A dupla passou a trabalhar em parceria com os fornecedores de papel, desenvolvendo critérios de qualidade específicos para a produção de for mu lários contínuos, elevando a régua e, consequentemente, beneficiando todo o setor. VIDA ASSOCIATIVA

No final de , Marcos voltou para São Paulo como gerente de manufatura da planta da Moore em Osasco. O conhecimento técnico e o trabalho junto aos papeleiros acabaram conduzindo- o às primeiras reu niões da extinta Abraform (Associação Brasileira da Indústria de For mu lários, Documentos e Gerenciamento da Informação) com a Bracelpa (atual Ibá, Indústria Brasileira de Árvores). Em  foi eleito º vice-presidente da Abraform, permanecendo na diretoria da entidade até  (nunca pôde ser presidente devido a regras internas da Moore). “Ao lado de executivos e empresários como Nestor Marcondes, Roberto Dimitrov e Antonio Curi, estruturamos programas de treinamento e de melhoria de performance. Conseguimos criar um ambiente de coopetição, onde concorrentes se respeitavam e cooperavam em prol do desenvolvimento do setor”. Entre  e , Marcos fez parte também da diretoria da Abigraf, embasando tecnicamente e defendendo a posição da entidade frente a duas questões fundamentais: a

56 REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

Em , Marcos assumiu a diretoria industrial de todas as fábricas da Moore, depois a diretoria de operações, a vice-presidência, até chegar ao cargo máximo em , um ano antes da fusão com a RR Donnelley. Em , divergências incontornáveis com a política da matriz com relação à operação brasileira e latino-americana levaram à sua saída da empresa e do setor gráfico. Decidido a nunca mais ser funcionário de multinacional, entre  e  Marcos colaborou com duas empresas fami liares do setor de equipamentos agrícolas e desde então tem atuado como coach, consultor e conselheiro consultivo. E continua trabalhando  horas por dia. “Na indústria de for mu lários me realizei pessoal e profissionalmente, deixei legados indeléveis e fiz amizades que mantenho até hoje. Foi um tempo que deixou saudade.”


BANCO DE EMPREGOS SINDIGRAF-SP

AQUI VOCÊ ENCONTRA AS MELHORES VAGAS E OS PROFISSIONAIS MAIS QUALIFICADOS DA INDÚSTRIA GRÁFICA mais de

800

MODERNO E DINÂMICO + VAGAS + CURRÍCULOS

mais de

CADASTRE AGORA SEU CURRÍCULO OU AS VAGAS DA SUA EMPRESA

empresas em busca de profissionais qualificados

25.000 visitas mensais

GRATUITAMENTE

Dúvidas e informações: (11) 3232-4500 | sindigraf@sindigraf.org.br | www.sindigraf.org.br


Araquém Alcântara


Cantador do Brasil

H

á exatos 20 anos estivemos com Araquém Alcântara por conta do lançamento do Terra Brasil, o pri­ meiro registro dos 36 parques na­ cionais, considerado pelo próprio fotógrafo um divisor de águas em sua carreira, que já somava três décadas. No começo de junho nos reen­con­tra­mos para falar de seu 52º livro, o Bicho Brasil. E nos deparamos com o mesmo Ara­ quém, visceralmente apaixonado pelo Brasil e pela fotografia, cujo trabalho continua a se de­ bruçar na documentação dos ecossistemas na­ cionais, revelando a fi­sio­no­mia desses bio­mas. Bicho Brasil, o terceiro livro com a sua as­ sinatura a sair neste ano, inaugura o selo Tor­ desilhasClick, coleção de livros de fotografia da editora Alaú­de ba­sea­da em três premissas: profissionais consagrados em seu segmento de atua­ção, imagens de impacto abordando apenas um tema por volume e preço de capa atraen­te. Com 120 páginas e mais de 70 imagens de ani­ mais, a obra está sendo vendida por R$ 39,90.

Para tanto, a editora, a gráfica (a Ipsis, que já imprimiu mais de vinte livros do Araquém) e o fotógrafo entraram num acordo e só serão re­ munerados quando toda a tiragem, de 15 mil exemplares, for vendida. O objetivo é que a co­ leção ocupe os corredores comerciais dos ae­ro­ por­tos para atender o consumidor em trânsito, o turista, brasileiro ou estrangeiro, em busca de um livro-​­presente com alta qualidade gráfica. Além do Bicho Brasil, lançado em abril, em fevereiro saiu pela Alta ­Books o Foto Falada: Diá­ lo­gos com Araquém Alcântara, trazendo conver­ sas do fotógrafo com o curador Eder Chio­det­ to sobre imagens marcantes de sua trajetória; e em março Jaguaretê, só com onças-​­pintadas.

Foto: Rubens Matsushita

F OTOG R A F I A

Prestes a completar 50 anos de fotografia, Araquém Alcântara lança seu 52º livro, imprimindo sua visão sobre a fauna brasileira. Tânia Galluzzi

BELEZAS BRASILEIRAS

Afora a mítica envolvendo o animal, sem pre­ dadores naturais, a onça tem um papel funda­ mental na vida de Araquém. A ex­pe­r iên­cia de fotografá-​­la pela primeira vez, em janeiro de 1980, foi tão impactante que o fez decidir-​­se

59 maio /junho 2018  REVISTA ABIGR AF


pela documentação dos ecossistemas brasilei­ ros e sua bio­d i­ver­si­d a­de. “Eu estava no Hotel Tropical, em Manaus, para fotografar a inau­ guração de uma revenda de pneus quando ouvi dois garçons conversando sobre uma onça que andava aparecendo pelo igarapé do Gue­des, na ilha de Xiborema, a quatro horas de via­gem da

60

ARAQUÉM ALCÂNTARA www.araquem.com.br REVISTA ABIGR AF  maio /junho 2018

capital. Senti que tinha de ir atrás. Por sorte um dos garçons estava de folga no dia seguinte e ia para lá. Convenci meu chefe a me liberar e fui. No primeiro dia nada, mas na tarde do dia seguinte lá estava ela.” Para ele, esse foi o seu primeiro encontro com sua matriz cria­t i­va, a Amazônia. “Depois vie­ram a Mata Atlântica, o Agreste, o Pantanal. Sou um fotógrafo via­jan­te, um andarilho que vive para interpretar o Brasil.” Nesse retrato, há belezas intocadas, mas tam­ bém os efeitos da ganância e do abandono. “Es­ tamos desertificando re­g iões sem ao menos co­ nhecer o imenso laboratório que representam.” Em 2020 Araquém completará 50 anos de carreira, mas ele já está em clima de festa. Em 2015 foi lançada uma edição comemorativa dos 120 mil exemplares do Terra Brasil, o livro de fotografia mais vendido no País, segundo o fotógrafo. Com um acervo de mais 50 mil regis­ tros, entre fotos, cromos e negativos, ele se pre­ para para lançar um livro sobre essas cinco dé­ cadas, com paisagens do Brasil, seus animais e sua gente. A obra deve ser acompanhada de ex­ posição no Sesc, em 2019. “O verdadeiro Brasil não está na metrópole. Está no sertão. O serta­ nejo sim ama a sua terra”, dispara Araquém. Ain­ da em 2018, ele participará como convidado do Paraty em Foco, 14º Festival In­ter ­na­cio­nal de Fotografia, que acontece em setembro. Outro projeto em andamento neste ano reunirá paisa­ gens brasileiras. E ainda há tempo para o livro ins­ti­tu­cio­nal sobre os 10 anos da Fibria.


www.printaki.com.br

Vem aí a nova

plataforma

web to print

feita para você gerar

NOVOS NEGÓCIOS Veja como é fácil utilizar: Faça seu pré-cadastro em: www.printaki.com.br Participe dos treinamentos online e presenciais

Seu canal de vendas

na web

I n icia tiva

Rua do Paraíso, 529 - São Paulo - SP | Cep 04103-000 Tel.: 11 3232-4500 | Fax: 11 3232-4550 E-mail - abigraf@abigraf.org.br

Receba seu certificado Comece a vender

Te cno lo gi a


SISTEMA ABIGRAF NOTÍCIAS

Inscrições abertas para o Prêmio Paulista de Excelência Gráfica Empresas e designers têm até o dia 24 de agosto para garantir sua participação na primeira edição do concurso. Os vencedores serão conhecidos no dia 20 de setembro.

comercializados, bem como pro‑ mover a sua venda. Edi to rial: livros e revistas de todos os tipos. Impressos de segurança: produ‑ tos gráficos cuja principal função seja dificultar a falsificação ou có‑ pia não autorizada, como talões de cheque, selos, diplomas, cer‑ tificados, ingressos, entre outros. Cadernos escolares: cadernos es‑ colares de qualquer tipo fabri‑ cados em conformidade com a norma ABNT NBR 15733. Embalagens cartonadas: embala‑ gens impressas em papel‑cartão.

J

62

á está disponível o regula‑ mento do 1º Prêmio Pau‑ lista de Excelência Gráfica Luiz Metzler. Gráficas, editoras, de‑ signers e anunciantes têm até o dia 16 de agosto (com descon‑ to) e 24 de agosto (valor cheio) para fazer a inscrição de seus produtos no concurso pelo site www.premiopaulista.com.br. Podem concorrer ao Prêmio Luiz Metzler peças produzidas em planta localizada no Estado de São Paulo no período entre 1º de janeiro de 2017 a 24 de agos‑ to de 2018. Só poderão concorrer materiais que tenham produção, venda e distribuição regulares, o que exclui produtos fabricados espe cialmente para a competi‑ ção ou cujo destino é o uso da REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018

própria gráfica (produtos próprios) como, por exemplo, materiais promocionais da gráfica. Criado pela Abigraf‑SP com o objetivo de reconhecer o valor da indústria gráfica paulista, o prê‑ mio divide‑se em 11 segmentos — Promocional, Editorial, Impressos de segurança, Cadernos escolares, Embalagens cartonadas, Emba‑ lagem micro‑ ondulada, Embala‑ gens flexíveis, Rótulos e etiquetas, Comunicação visual (sinalização), Impressos em rotativa offset e Dis‑ plays —, cada um deles com três categorias: melhor impressão, me‑ lhor acabamento e melhor design e inovação, num total de 33 tro‑ féus. A coordenação técnica, jul‑ gamento e auditoria estão sob a responsabilidade da ABTG.

A avaliação das peças será rea‑ lizada nos dias 29 e 30 de agosto por um grupo formado por pro‑ fessores e profissionais da área gráfica, de comunicação, design e marketing. Os vencedores se‑ rão conhecidos na cerimônia de entrega, marcada para o dia 20 de setembro. Assim como acon‑ tece nos demais prêmios regio‑ nais, as peças vencedoras esta‑ rão automaticamente inscritas no Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini.

Embalagem micro - ondula da: embalagens impressas dire‑ tamente sobre qualquer tipo de corrugado celulósico ou impres‑ sas em papel e laminadas sobre corrugados celulósicos. Embalagens flexíveis: embala‑ gens impressas em filmes plásti‑ cos, metálicos ou em papel. Rótulos e etiquetas: rótulos e etiquetas de qualquer tipo. Comunicação vi sual (sinalização): impressos em sistemas di‑ gitais de qualquer formato e que têm a finalidade principal de in‑ formar ou promover produtos e serviços. São sempre destinados a um público geral e não ao con‑ sumo individual da informação.

PRODUTOS QUE PODEM CONCORRER EM CADA SEGMENTO

Impressos em rotativa offset: qualquer tipo de produto impresso por esse sistema, inclusive jornais.

Pro mo cio nal: quaisquer im‑ pressos cuja principal função seja divulgar produtos a serem

Displays: Inclui também móbi‑ les e materiais de ponto de venda em geral.


Gráficas começam a ser treinadas no Printaki Plataforma de web-​­to-print idealizada pela Abigraf‑SP já tem 70 inscritos. Trinta e uma empresas estiveram no primeiro treinamento, realizado no final de maio.

A

Abigraf‑SP, em parceria com a PrintOne, realizou no dia 23 de maio o primeiro treinamento de seu maior projeto para 2018, o Printaki. Estiveram presentes 31 gráficas, que aprenderam como vender corretamente na inter‑ net, além do fun­cio­na­men­to da ferramenta. Para Marcio Ma­noel Ferreira, responsável pela área administrativa da gráfica Sena‑ dor, de São Bernardo do Campo, o Printaki representa uma porta que se abre na busca por novos clien­tes. “A venda pela internet é um caminho sem volta”, comen‑ tou o empresário. A Senador está em atividade há 51 anos. Ao lado do irmão, Hamilton, Márcio co‑ manda 10 fun­cio­ná­rios, que aten‑ dem o mercado pro­mo­cio­nal. Du‑ rante o treinamento, o empresário argumentou que seria mais inte‑ ressante se o raio de ação do Prin‑ taki se estendesse a todo o Estado

de São Paulo (hoje está restrito à Re­gião Metropolitana). Os desen‑ volvedores da ferramenta e a Abi‑ graf‑SP se comprometeram a ava­ liar essa possibilidade. Também representando uma empresa cinquentenária, Camila Serrano, gerente de mar­ke­ting e vendas da gráfica Serrano, espera igualmente diversificar as vendas e aumentar o faturamento, am­ plian­do a abrangência da marca. “Gostei bastante do treinamen‑ to, mas po­de­riam ter se aprofun‑ dado na precificação e em como lidar com os produtos nessas plataformas”, afirmou Camila. O Printaki é o primeiro market place voltado a compradores de produtos e serviços gráficos que traz recursos e fun­cio­na­li­da­d es para edição, envio de arquivos e personalização online de mate‑ riais impressos. O projeto se des‑ tina a pequenas e mé­dias gráficas

as­so­cia­das à Abigraf‑SP, que, após completarem seu ciclo de trei‑ namento e capacitação, pode‑ rão disponibilizar seus produtos e serviços de impressão ao público em geral via internet. Os usuá­rios e compradores poderão incluir seus produtos como cartões de vi‑ sitas, folhetos, catálogos, crachás,

convites e car­dá­pios. A partir des‑ ses dados, o sistema listará as op‑ ções mais próximas ao CEP de en‑ trega e exibirá o nome da gráfica, logotipo, escala de pon­t ua­ç ão e custo de impressão. En­tu­sias­ma­da com a ferramen‑ ta, Ana Cristina Su­ria­ni, responsá‑ vel pelo departamento co­mer­cial da Ogra Oficina Gráfica, gostou do treinamento e achou a ferramen‑ ta intuitiva. “Entendemos que por meio da geo­lo­ca­li­za­ção a gráfica pode oferecer seu melhor custo e o melhor produto. Consequente‑ mente, o clien­te se beneficia dis‑ so”, diz Ana. “Esperamos que a pla‑ taforma faça o link da necessidade do clien­te com o produto que es‑ tamos vendendo. O objetivo final é gerar ne­gó­cios de maneira ren‑ tável para todos os envolvidos no projeto”, complementa. Com 61 anos de ex­pe­riên­cia nos segmen‑ tos de papelaria, edi­to­rial e pro­ mo­cio­nal, a Ogra já tem sua pró‑ pria loja vir­tual e usará o Printaki como mais um canal de vendas. Para obter outras informações sobre o Printaki, acesse: www. printaki.com.br.

63 maio /junho 2018  REVISTA ABIGR AF


SISTEMA ABIGRAF NOTÍCIAS

Magia da Disney em prol dos negócios Através de parceria entre sindicatos, entre eles o Sindigraf‑SP, foi realizada na Fiesp palestra tendo por base a metodologia Disney e seus ensinamentos para o desenvolvimento pessoal e empresarial.

P

64

alestra “A Magia do Atendimento Ba­sea­do na Filosofia Disney – Servir e Atender” foi promovida pelo Sindicato da Indústria de Arte‑ fatos de Metais Não Ferrosos do Estado de São Paulo (Siam­fesp), em parceria com o Sindica‑ to das In­dús­trias de Instalações Elétricas, Gás, Hi­dráu­li­cas e Sa­ni­tá­rias do Estado de São Pau‑ lo (Sindinstalação) e o Sindicato das In­dús­trias Gráficas no Estado de São Paulo (Sindigraf‑SP), na sede da Federação das In­dús­trias do Estado de São Paulo (­Fiesp), no dia 21 de maio, com a presença de 120 pes­soas. A ini­cia­ti­va teve o objetivo de apresentar a cultura e os segre‑ dos da Disney, através dos seus incríveis nú‑ meros de fidelização e reconhecimento, bus‑ cando tirar as pes­soas de um possível estado de acomodação, seja na vida pes­soal ou pro­ fis­sio­nal, com um olhar voltado para o cres‑ cimento, o desenvolvimento e a rea­li­z a­ção. Para a palestrante Maria de Fátima Mar‑ tins, o uso da metodologia Disney permite que as ­­áreas da indústria e de serviços tenham maior rentabilidade e aumentem o número de clien­tes. “Percebemos que esses agentes redesenharam seus processos. É essa ex­pe­ riên­cia que estou compartilhando aqui”. Ela lembra que é muito importante ressaltar que todas as ­­áreas estejam alinhadas. “Se eu ven‑ do e não entrego, não adian­ta. E se eu en‑ trego e não recebo, também não”. Maria de Fátima dividiu sua apresentação em duas partes: na primeira, atendimento e vendas, e na segunda, liderança. Já Oduwaldo Álvaro, diretor executivo do Siam­fesp, deu ênfase ao lucro como o foco mais importante da empresa. “Todos os ou‑ tros departamentos são voltados ao custo, enquanto o departamento co­m er­cial e as

REVISTA ABIGR AF  maio /junho 2018

vendas é que vão trazer dinheiro do merca‑ do para dentro do negócio. Essa metodolo‑ gia Disney é a que tem mais efi­ciên­cia em ter‑ mos de atendimento e que real­men­te busca satisfazer o clien­te”. Osvaldo Arouca, vice-​­presidente da Siam­ fesp, comentou que os mercados estão rea­ gin­do e as empresas precisam melhorar seus departamentos de vendas e preparar-​­se para atender melhor os clien­tes. “Por isso, trou‑ xemos nosso pes­soal para assistir a pales‑ tra. Eu mesmo não conhecia, ouvi falar muito nessa magia Disney, e vim pres­ti­giar”. Manifestando-​­se sobre o evento, Nelson Romani, diretor do Siam­fesp, ressaltou a par‑ ceria feita com outros sindicatos e a intenção de trazer mais gente. “Essas palavras são im‑ portantes para o desenvolvimento dos ne­ gó­cios”. Na mesma linha, José Silvio Valdis‑ sera, presidente do Sindinstalação, destacou a parceria com o Siam­fesp e o Sindigraf‑SP, além do apoio do Departamento da Micro, Pequena e Média Empresa (Dempi), da ­Fiesp. “O tema é muito empolgante, trazendo um pouco dessa magia da Disney, dessa filosofia de atendimento ao clien­te. Tenho certeza que o público ficou satisfeito”. Participando do evento, o gerente ge‑ ral do Sindigraf‑SP/Abigraf, Wagner Silva, ex‑ plicou que o objetivo da parceria entre os sindicatos é levar conhecimento e o máxi‑ mo possível de capacitação para as empre‑ sas representadas, para que elas possam buscar modelos, ideias inovadoras de aten‑ dimento, prestação de serviços, re­la­cio­na­ men­to com os clien­tes. “Isso, sem dúvida al‑ guma, é fundamental para dar continuidade e aprimoramento aos ne­gó­cios”.

Abigraf‑SP e ABTG reforçam parceria Convênio entre as duas entidades garante aos associados da Abigraf‑SP filiação automática à ABTG

A

Abigraf‑SP e ABTG firmaram um novo acordo de coo­pe­ra­ção para estreitar ainda mais as suas atividades. Os termos desse acordo, assinado em abril, são mais objetivos e visam a resultados ime­dia­tos, substituindo com vantagens o convê‑ nio an­te­rior, que perdurava desde 1993. As gráficas as­so­cia­das à Abigraf‑SP con­ ti­nua­rão a ser automaticamente conside‑ radas as­so­cia­das da ABTG, sem necessi‑ dade de pagamento de taxas adicionais. Com a nova composição, a Abigraf‑SP será patrocinadora ins­ti­tu­cio­nal da ABTG em vá­rios eventos, como o 2º Congres‑ so In­ter­na­cio­nal de Tecnologia Gráfica, a Semana de Artes Gráficas, o Prêmio Brasi‑ leiro de Excelência Gráfica Fernando Pini, além de se­mi­ná­rios e cursos. De acordo com Francisco Veloso, pre‑ sidente executivo da ABTG, o trabalho em parceria é sempre mais produtivo. “Unir as forças das duas entidades vai be­ ne­fi­ciar principalmente a indústria gráfi‑ ca paulista. O objetivo da ABTG é esten‑ der essas ações de coo­pe­ra­ção também para outras entidades, a exemplo do que já vem ocorrendo com o Singrafs – Sindi‑ cato das In­dús­trias Gráficas da Re­gião do ABCDM e Baixada Santista e com o Se‑ nai.” Para Sidney Anversa Victor, presi‑ dente da Abigraf‑SP, a ABTG sempre foi o braço técnico da Abigraf‑SP. “Esse con‑ vênio garante os DAG’s (Dia de Artes Grá‑ ficas) em todas as nossas regionais e em cidades com até 100 km de distância da capital. Os gráficos paulistas vão con­ti­ nuar qualificando os trabalhadores com quem mais entende do assunto. Em tem‑ pos de crise, qualidade é sinônimo de competitividade e quem não investe em treinamento, fica para trás.”


Notícias publicadas na Revista Abigraf nº– 117, de maio/junho de 1988

Para os organizadores e expo-

Nascido em Nova York, em 1907, Victor Civita, aos três anos de

idade mudou-se com a família para Milão, onde viveu até os 22 anos, quando regressou à metrópole americana. Em dezembro de 1949, com 42 anos, desembarcou em Santos, estabelecendo no ano seguinte o embrião da Editora Abril, em uma sala no centro da capital paulista, com uma secretária e um telefone. Em 30 dias, assumiu a compra a prazo de equipamentos cujo valor representava três vezes o que tinha de dinheiro. O primeiro passo foi imprimir e lançar a revista Pato Donald, depois vieram Tio Patinhas, Capricho e os mais diversificados títulos, constituindo um verdadeiro império editorial. Empreendedor de larga visão, Victor Civita continua atuante, aos 81 anos, na Editora Abril, que criou em 1950. Seis anos atrás, em 1982, decidiu reduzir sua rotina do dia a dia e doou tudo aos dois filhos. Robert ficou com a maior empresa gráfica e editorial da América Latina, tendo como carro-chefe a Veja, quinta revista de informação semanal mais importante do mundo, com 850 mil exemplares por edição, e uma centena de títulos, para os quais imprime 149 milhões de exemplares anuais; emprega 6.500 funcionários; ocupa uma área construída de 49.000 m2 e dispõe de um parque gráfico que consome 196 mil litros de tinta e 4.200 toneladas de papel. O outro filho, Richard, assumiu a CLC – Comunicações, Lazer e Cultura, detentora de 14 empresas, editando fascículos, livros e enciclopédias (editoras Best-Seller, Universo e Nova Cultural), com mais de um bilhão de fascículos, 30 milhões de romances e 11  milhões de enciclopédias. A  CLC também possui hotéis, centrais de estocagem e três distribuidoras, uma delas em Portugal. Agora, em 1988, Victor está mais voltado para a criação, seja nas publicações da Abril, seja na Fundação Victor Civita, criada com fins culturais e que imprime as revistas Nova Escola e Sala de Aula, de 450 mil exemplares por mês, distribuídas gratuitamente, e cartilhas da área de Saúde Pública.

sitores, a 11ª– Fiepag – Feira Internacional de Embalagem, Papel e Artes Gráficas, rea li zada em maio, em São Paulo, foi surpreendente em relação às anteriores, registrando resultados excelentes, além da diversidade e nível de qualidade dos produtos apresentados. Havia uma grande preocupação em razão da recessão crescente no País, no entanto o setor investiu alto, 75 milhões

L

íder mundial na fabricação de equipamentos para embalagens, a suíça Bobst S/A está no mercado há cem anos. No Brasil, atuando desde 1974, iniciou como representante da matriz prestando somente assistência técnica e incrementando as importações. As  dificuldades impostas pelo governo brasileiro na importação e a crescente necessidade de equipamentos pelo parque gráfico na cional, fizeram com que a empresa começasse a fabricar suas máquinas no Brasil, iniciando com a dobradeira- coladeira Baby 20. Depois, a Media 68, outra coladeira- dobradeira, e a corte e vinco SP-102 E . A  excelência

de dólares, para apresentar produtos novos no evento. Os números atestam a confiança depositada pelos expositores no sucesso da 11ª– Fiepag: foram 450 estandes, ocupando 28.000 m2, em comparação com os 340 estandes em 18.000 m2 da edição de 1985. Circularam pela feira 70  mil visitantes, dos quais mais de 800 pro ve nien tes de outros paí ses, principalmente da América Latina.

atingida pela Bobst brasileira levou-a a exportar peças de máquinas para serem montadas na Suíça, Estados Unidos e Japão. Para atender a esse desenvolvimento, a Bobst Brasil inaugurou no dia 10 de maio sua fábrica, em Mauá (SP), ocupando 8.000 m2. Das novas instalações saem dois grandes lançamentos: a Domino 110 MII, que possibilita o fechamento de mais de 300 tipos de cartuchos com formato máximo de 110 cm, utilizando mais de 94% de peças nacionais; e a Handypack, empacotadora móvel semiautomática, para ser acoplada nas dobradeiras- coladeiras e facilitar a coleta dos cartuchos. maio /junho 2018

REVISTA ABIGR AF

65 65


MENSAGEM

Enxugando gelo

o podemos desanimar nã as M o. çã pa cu eo pr à r O otimismo dá luga

N

inoperância cou minha posição sobre a bli pu lo, mp exe sse mesmo espaço o para que os bancos Banco Central, que não age No início de 2018 escrevi ne do va eça com o an a níveis . É que o baixem suas taxas de juros artigo “Otimismo e desafios” isso fosse erança compatíveis com a Selic. Se  com cenário positivo e a esp teriam mais fica teria, feito, empresários e cidadãos de que nossa indústria grá investimentos mento, acesso ao crédito, seja para enf im, um período de cresci as du em idas. ist Só ex de crise. ou para a renegociação de dív depois de cinco longos anos se Nossos desafios continuam maneiras de Ledo engano. Não apenas que só to edi acr e os nte s impondo diariame : ise o otimismo foi embora, ma cr a r ta en fr en tar ren enf ira de ne s ma existam duas maneira desafios foram ampliados de do ro ião du un e nossos com trabalho a crise: com trabalho duro absurda pela inoperância de ma a vez is a setor. Só uma entidade cad o do setor. iã governantes. Nem me atrevo un e ativa pode as forte, combativa e represent falar das reformas emperrad e nossas qu ra a da dar voz aos gráficos, pa em Brasília, notadamente bli der pú co e me ref iro das reverberem junto ao po an Previdência e a Fiscal, mas dem s ito mu gelo. cujos prejuízos almente, parar de enxugar fin s, mo à greve dos caminhoneiros, ssa po estamos calculando. de nós, empresários, ainda m econômico traduzem Os números de nosso boleti sidney@congraf.com.br rentar. Nos enf e qu os tem e qu ma ble o tamanho do pro quisa, houve queda da últimos 17 trimestres da pes a em 14 deles. No último atividade da indústria gráfic %. No setor editorial, trimestre a queda foi de 1,7 ladora, com as maiores por exemplo, a crise é avassa adros, fechando lojas distribuidoras enxugando qu às editoras, num efeito e atrasando os pagamentos rcado. Nosso setor passa por cascata nocivo a todo o me , al quadro de possibilidades um momento crucial e o atu tivo para confiança. infelizmente, não nos dá mo as boas notícias. Mas temos também alg um ência Gráfica Luiz Metzler O Prêmio Paulista de Excel dar início à capacitação já é realidade, conseg uimos na plataforma Printaki de empresas para a operação espaço cada vez mais e a Abigraf-SP tem ocupado o pública a posição da fica freqüente na mídia, tornand Bra sileira da Indústria Grá tura política Presidente da Associação jun con da s nte eva rel ) as f-SP entidade sobre tem Regional São Paulo (Abigra da Istoé Dinheiro, por e sit O  ís. pa do ca mi nô eco e

Sidney A nversa V ictor

66 REVISTA ABIGR AF

maio /junho 2018


Mais valor para todo o seu negócio A Agfa Graphics torna as suas operações de pré-impressão e impressão mais econômicas, ecológicas e extra convenientes - ou ECO³. O objetivo final? Aumento da rentabilidade, economizando dinheiro em: • Processamento • Chapa • Troca de solução • Primeira folha vendável • Consumo de Tinta

Obtenha seu cálculo de economia ECO³ gratuito: www.eco3.graphics


Revista Abigraf 295  
Revista Abigraf 295  
Advertisement